Page 1


2 2


Tesouro é onde são encontradas grandes riquezas. Riquezas de todo tipo, desde objetos preciosos a reconhecimento e virtudes.

Muitos passam a vida inteira atrás de tesouros, mas só os talentosos, ousados e com muita garra são realmente capazes de conquistá-los.

O Prêmio Brasileiro de Excelência Gráfica Fernando Pini está na sua 21ª edição. Este é o tesouro mais precioso e cobiçado da Indústria Gráfica. E mais uma vez ele vem aí para mostrar toda a capacidade, força e tradição que o setor imprime na vida de milhões de pessoas. O ano inteiro será uma grande jornada, onde só os melhores serão recompensados.

A caça ao tesouro já começou.

Participe você também. Inscreva suas peças. Aqui elas valem ouro.

3 3


21º Prêmio Brasileiro de Excelência Gráfica Fernando Pini Edição 2010 Regras Gerais, Julgamento e Premiação. •

Concorrem ao Prêmio Brasileiro de Excelência Gráfica Fernando Pini as empresas gráficas brasileiras que inscreverem seus produtos gráficos impressos dentro do território nacional a partir de 01.10.2010 até a data de encerramento das inscrições em 2011. Produtos inscritos com data de impressão anterior à estipulada, não poderão concorrer no 21º Prêmio, mesmo que não tenham sido inscritos nas edições anteriores deste concurso.

As reclassificações das categorias dos produtos poderão ser feitas no recebimento, ou antes, do julgamento pela Comissão de Estudos e Especialistas convidados. A validação da reclassificação do produto é de total responsabilidade da Comissão Julgadora.

Os critérios de avaliação estão em conformidade com os quesitos de cada segmento descrito neste regulamento.

A ABTG não se responsabiliza por questões de direitos autorais. É de responsabilidade da gráfica solicitar a seus clientes a autorização para a inscrição do produto no Prêmio Brasileiro de Excelência Gráfica Fernando Pini.

Caberá à ABTG indicar a Comissão Julgadora, devidamente aprovada pelo Coordenador do Prêmio, que será composta por pessoas de reconhecido gabarito técnico no cenário nacional das artes gráficas.

Os produtos classificados na primeira fase do julgamento ficarão expostos por, no mínimo 07 dias. O prazo para apresentação de recursos e/ou contestação das decisões da Comissão Julgadora será de até 07 dias antes da segunda fase de julgamento. A deliberação do recurso será da Comissão de Estudos do Prêmio.

4 4


A veracidade das informações a respeito dos produtos é de responsabilidade da empresa que realizar a inscrição. Se ficar constatada falsidade de informações que comprometa o julgamento do produto, este poderá ser desclassificado, a critério da Comissão Julgadora.

No caso de quaisquer eventos, dúvidas, ou situações não previstas neste regulamento que possam comprometer a veracidade das informações que serão transmitidas ao público em geral, ou em específico de algum trabalho classificado, finalista ou ganhador, por qualquer tipo de irregularidade, que venha a ser comunicada oficialmente à coordenação do Prêmio, a Comissão de Estudos do Prêmio poderá ser convocada, para apreciação e deliberação a respeito.

No caso de desclassificação, após o julgamento da 1ª Fase, não haverá reembolso do valor da inscrição.

Os produtos participantes do 21º Prêmio Brasileiro de Excelência Gráfica Fernando Pini, não serão devolvidos às empresas que os inscreveram.

Condições para que o produto inscrito concorra: •

Só concorrerá o produto cujo pagamento da inscrição esteja efetuado até a data do encerramento das inscrições.

Só concorrerá o produto cuja ficha de inscrição esteja devidamente preenchida e uma cópia deve ser anexada ao produto.

Só haverá disputa nas categorias em que existirem, pelo menos, três produtos inscritos e pelo menos duas empresas diferentes. Caso isso não ocorra, a empresa que tiver efetuado inscrição naquela categoria terá o seu dinheiro devolvido e o produto desclassificado do concurso, exceto na Categoria 12.2: Conformidade com a Norma NBR NM-ISO 12.647-2 – Impressão em Offset Plana e Rotativa Heatset e 12.3: Conformidade com a Norma NBR ISO 12647-7 – Provas Digitais, todos os produtos inscritos nestas categorias serão analisados de acordo com a especificação deste Regulamento e concorrerá independente do número de empresas e produtos inscritos.

5 5


Poderão concorrer na condição de inscrição compartilhada as empresas que tenham conferido ao produto gráfico o acabamento ou recurso especial, mediante o consentimento da gráfica que produziu aquela peça. Caso esse produto venha a ganhar o Prêmio Brasileiro de Excelência Gráfica Fernando Pini em sua categoria o troféu, que será entregue a empresa que efetuou a inscrição, será gravado com os nomes das duas empresas que produziram a peça. É de responsabilidade da empresa de acabamento/recurso especial, solicitar a gráfica a autorização para inscrição do produto no Prêmio Brasileiro de Excelência Gráfica Fernando Pini.

Só poderão concorrer ao Prêmio Brasileiro de Excelência Gráfica Fernando Pini produtos que tenham produção e distribuição regulares, excetuando-se a Categoria 5.5: Embalagens Sazonais, os Segmentos 9: Produtos Próprios e 11: Inovação Tecnológica ou Complexidade Técnica do Processo e os de Conformidade com a Norma 12647.

Serão desclassificados modelos, protótipos ou complementos de tiragem, com a finalidade de participação no prêmio.

Os produtos inscritos nas categorias 6.6 (Segmento Promocional) e 9.1: Kits Promocionais (Segmento Produtos Próprios), não poderão ser desmembrados e inscritos separadamente.

Os produtos inscritos no Segmento 1: Livros, deverão possuir ISBN, excetuando-se a Categoria 1.7: Guias, manuais e anuários.

Os produtos inscritos nas categorias 2.1: Revistas Periódicas de Caráter Variado sem Recursos Gráficos Especiais, 2.2: Revistas Periódicas de Caráter Variado com Recursos Gráficos Especiais, 8.1: Revistas Semanais e 8.2: Revistas em Geral, deverão possuir ISSN.

Comissão Julgadora A Comissão Julgadora será formada por profissionais que possuam indiscutível conhecimento técnico gráfico ou de criação e que não tenham vínculo empregatício com empresas gráficas. Farão parte da Comissão Julgadora o coordenador do Prêmio, os líderes de grupo e os jurados. Ao coordenador caberá a responsabilidade de orientar a Comissão julgadora nos quesitos de avaliação

6 6


durante o processo de julgamento do concurso, acompanhar todo o processo de avaliação e autorizar as decisões dos líderes de jurados. Aos líderes de jurados competirá orientar seu grupo na avaliação das peças sob sua responsabilidade. Todos os jurados deverão avaliar os produtos de acordo com os critérios deste regulamento e atribuir nota a todos os produtos das categorias a que foram designados a avaliar. OBS.: Em cada edição do Prêmio Brasileiro de Excelência Gráfica Fernando Pini serão permitidas até 4 participações de jurados da mesma empresa, com direito a voto.

Comissão de Estudos do Prêmio É um grupo de técnicos especialistas, representativos da Comissão Julgadora, que tem como responsabilidades atualizar, alterar e fazer valer o regulamento deste prêmio, podendo ser convocada durante as duas fases da avaliação para esclarecer e/ou estabelecer eventuais critérios necessários para questões não previstas no regulamento. Observações sobre os procedimentos do Prêmio serão analisadas, no entanto as deliberações da Comissão de Estudos são soberanas.

Julgamento – Primeira Fase Na primeira fase, cada segmento será avaliado por um grupo de, no mínimo, cinco jurados. Todos os produtos inscritos no Prêmio Brasileiro de Excelência Gráfica Fernando Pini serão avaliados individualmente de acordo com os critérios estabelecidos por este regulamento, e a eles serão atribuídas notas de um a dez que serão anotadas individualmente por cada jurado nas fichas de avaliação. Todos os jurados serão identificados através de sua assinatura em lista de presença. As notas atribuídas aos produtos inscritos serão tabuladas e a nota de corte para 2ª fase será 7,0. Os cinco produtos com maior pontuação, dentro da sua categoria serão indicados ao Prêmio Brasileiro de Excelência Gráfica Fernando Pini, e receberão o título de Finalistas.

7 7


Em caso de empate, considerar-se-á a maior média do item técnico de avaliação para proceder ao desempate. No Julgamento da 1ª Fase, para a categoria 11.1: Inovação Tecnológica OU Complexidade Técnica do Processo, serão designados 4 Jurados Técnicos.

Julgamento – Segunda Fase Na segunda fase, toda a Comissão Julgadora avaliará e atribuirá nota a todos os produtos finalistas. Os jurados, individualmente, conferirão uma nota de sete a dez para cada produto finalista, em cédulas individuais, que serão depositadas em urnas lacradas divididas por categoria. No Julgamento da 2ª Fase, para a Categoria 11.1: Inovação Tecnológica ou Complexidade Técnica do Processo, serão designados os mesmos Jurados da 1ª Fase e 3 Jurados técnicos convidados. As urnas de votação serão abertas por uma empresa de auditoria independente, que realizará a apuração das notas e registrará os nomes dos ganhadores em envelopes lacrados. Um ou mais representantes da Comissão de Estudos, acompanhará o trabalho dos auditores, efetuando inclusive amostragens estatísticas dos resultados apurados, com o objetivo de evitar erros nas transcrições das apurações e dados pertinentes. A Comissão de Estudos do Prêmio julgará novamente os produtos que receberem notas com diferença de dois décimos, para desempate. Os envelopes lacrados com os nomes dos ganhadores, até então em poder da empresa de auditoria, serão entregues ao apresentador da cerimônia na noite de entrega do Prêmio. Após a entrega dos prêmios, será fornecida para as empresas participantes a média das notas obtidas pelos seus produtos e a média dos finalistas da categoria em que concorreu.

8 8


Fornecedores

Concorrem ao Prêmio Brasileiro de Excelência Gráfica Fernando Pini, as empresas fornecedoras fabricantes, detentoras ou representantes exclusivos, com identidade jurídica no território nacional. Estarão disponíveis no banco de fornecedores, para votação, apenas as empresas que se inscreveram para participar do concurso. Caso não exista o nome do fornecedor específico do produto, assinalar a opção “não se aplica”. O preenchimento do formulário para indicação do fornecedor é obrigatório a todas as empresas que inscreverem trabalhos no Prêmio Brasileiro de Excelência Gráfica Fernando Pini, e será vinculada a ficha de inscrição do produto. OBS.: A Gráfica deverá escolher o fornecedor mais relevante em cada processo de produção de cada produto inscrito.

Premiação 1ª fase: • Serão indicados finalistas até 05 empresas fornecedoras, que se inscreverem e que tiverem o maior número de citações no total de produtos inscritos. • Se a categoria não contemplar dois participantes será cancelada e os fornecedores terão o valor da inscrição devolvido. • Se a categoria completar o número mínimo de dois participantes e o fornecedor não tiver pelo menos uma citação no total de produtos inscritos, não participará da 2ª fase e perderá o valor da inscrição.

9 9


2ª fase: Será ganhador do Prêmio Brasileiro de Excelência Gráfica Fernando Pini, os finalistas das 13 categorias de fornecedores, que obtiverem a maior pontuação em votação nacional, somente pelas gráficas, nos quesitos abaixo: • Atendimento Técnico • Atendimento Comercial • Confiabilidade no Produto/Equipamento • Cumprimento de Prazos Será considerado 1 voto por CNPJ. As notas serão de 01 a 05 sendo: • 01: Ruim • 02: Regular • 03: Bom • 04: Ótimo • 05: Excelente As gráficas que não utilizarem o produto/equipamento da categoria sinalizarão “NÃO SE APLICA”. Em caso de empate será utilizado como critério de desempate o fornecedor que tiver maior número de avaliações excelentes.

10 10


Serão 13 categorias: 1) Adesivos 2) Blanquetas 3) Chapas para Impressão 4) Equipamentos de Impressão Plana 5) Equipamentos de Impressão Rotativa 6) Equipamentos para Impressão Digital 7) Equipamentos para Pré-Impressão, Sistemas e CTPs 8) Equipamentos para Acabamento Gráfico 9) Papel para Impressão com e sem Revestimento 10) Cartão para Impressão com e sem Revestimento 11) Sistema de Provas 12) Tintas 13) Vernizes

11 11


Quesitos de Avaliação dos Produtos inscritos

Os produtos inscritos nos segmentos de 1 a 10 do Prêmio Brasileiro de Excelência Gráfica Fernando Pini serão avaliados nos seguintes quesitos: Avaliação Técnica (peso 2) Pré-Impressão: • Resolução (ausência de defeitos como pixelização) • Nitidez adequada (sharpen) • Qualidade de retícula adequada (lineaturas, tipos, formato de ponto) • Separação e tratamento de cores (curvas tonais adequadas para o produto, visível no balanço de grizes) • Controle de gradações, contrastes (luzes, sombras e meios tons) • Retoques, fusões (ausência de defeitos, máscaras mal feitas) • Ausência de defeitos de trapping (filetes e vazados inesperados) • Ausência de defeitos por falta de sangria (filetes, emendas inadequadas no centro de páginas duplas) • Grau de Dificuldade Impressão: • Saturação de cores para o processo utilizado • Uniformidade de tintagem • Precisão de registros • Ausência de defeitos como velaturas, riscos, sujidades, “caroços”, etc. • Ausência de ganho de ponto excessivo, de distorções em linhas finas, de distorções em fontes, etc. • Reprodução de pontos de retícula (especialmente luzes – branco “furado” e sombras “chapadas”) • Grau de Dificuldade

12 12


Acabamento: • Complexidade das operações envolvidas • Utilização de operações manuais (por ausência de soluções automatizadas) • Eficiência (por exemplo – se um livro abre o suficiente) • Ausência de defeitos • Grau de dificuldade Avaliação de Criação (peso 1) Funcionalidade • Escolha (especificação) de materiais • Funcionalidade e adequação do projeto à sua finalidade • Racionalidade na relação custo – benefício • Aproveitamento dos recursos gráficos disponíveis Criatividade • Apelo estético, atratividade, qualidade visual Os produtos inscritos na categoria 11.1 do Prêmio Fernando Pini serão avaliados nos seguintes quesitos: Técnicas inovadoras e complexidades aplicadas no processo de produção: Complexidade, grau de dificuldade. Valor agregado ao produto ou processo: Criatividade, funcionalidade, desempenho, originalidade. Nas categorias 7.6: Impressos de Segurança e 11.1: Inovação Tecnológica ou Complexidade Técnica do Processo é obrigatório o envio do descritivo técnico.

13 13


Atributos Técnicos do Processo O Grand Prix da Indústria Gráfica é atribuído aos três prêmios de Atributo Técnico do Processo, que conferem a Melhor Impressão, o Melhor Acabamento Editorial e o Melhor Acabamento Cartotécnico entre todos os produtos finalistas do concurso. Os três prêmios serão indicados pelos jurados da Comissão Julgadora entre os finalistas dos segmentos de 1 a 8 e 10, em cédulas que serão depositadas em urnas lacradas.

Inscrição A inscrição dos produtos deverá ser feita por meio digital, através do programa de inscrições, que estará disponível no site do Prêmio Fernando Pini: www.fernandopini.org.br Para cada produto deverá ser efetuada uma inscrição. O programa solicita que sejam fornecidas características técnicas do produto e informações dos equipamentos e insumos utilizados para produzir a peça. Todos os campos deverão ser devidamente preenchidos, de forma a validar a inscrição do produto.

Condições da Inscrição •

Para cada inscrição, solicitamos o envio de três amostras do produto.

Cada amostra deverá vir com a cópia da ficha de inscrição anexada ao produto.

A ficha de inscrição deve estar devidamente preenchida.

Só podem concorrer produtos produzidos no Brasil.

Devem ser observadas as condições de inscrição das categorias, para ser validada.

Só concorrerão os produtos cuja taxa de inscrição esteja paga até 16 de setembro de 2011.

14 14


Cronograma: Início das Inscrições: 01 de Agosto Término das Inscrições com desconto: 09 de Setembro Término das Inscrições: 16 de Setembro Julgamento 1ª fase: 1ª quinzena de Outubro Julgamento 2ª fase: 1ª quinzena de Novembro Premiação: 22 de Novembro

Valores especiais para inscrições e envio dos produtos até 09 de Setembro: Associados adimplentes da ABTG/ABIGRAF (com mais de 6 meses de afiliação): R$ 230,00 Associados adimplentes das Entidades de Apoio: R$ 230,00 Não Associados: R$ 560,00 Condições especiais para várias inscrições: de 8 a 15 produtos: 4% de 16 a 30 produtos: 6% de 31 a 50 produtos: 8% acima de 50 produtos: 10%

15 15


Inscrições de 11 de Setembro a 16 de Setembro: Associados adimplentes da ABTG/ABIGRAF (com mais de 6 meses de afiliação) - R$ 320,00 Associados adimplentes das Entidades de Apoio – R$ 320,00 Não Associados: R$ 610,00 Condições especiais para várias inscrições: de 8 a 15 produtos: 4% de 16 a 30 produtos: 6% de 31 a 50 produtos: 8% acima de 50 produtos: 10% Todas as regionais que contrataram a ABTG para coordenação do Prêmio, terão isenção de inscrição nos ganhadores. Todos os produtos inscritos nos Prêmios Regionais terão 20% de desconto nas inscrições.

Entrega do Prêmio Para participar da festa de premiação, as empresas gráficas finalistas do Prêmio Brasileiro de Excelência Gráfica Fernando Pini receberão dois convites por produto finalista, sendo um para a gráfica e um para o cliente da gráfica. Aos vencedores será entregue o Troféu no dia da premiação e as empresas finalistas serão enviadas, posteriormente, duas placas para cada produto finalista. Informações Plantão de Atendimento Rua Bresser, 2315 Mooca - São Paulo SP 03162-030 tel./fax: (11) 2797-6700 e-mail: fernandopini@abtg.org.br www.abtg.otg.br www.fernandopini.org.br

16 16


Segmentos Segmento 1 - Livros Categoria 1.1: Livros de texto Categoria 1.2: Livros culturais e de arte Categoria 1.3: Livros institucionais Categoria 1.4: Livros infantis/juvenis Categoria 1.5: Livros ilustrados e Livros técnicos Categoria 1.6: Livros didáticos Categoria 1.7: Guias, manuais a anuários Segmento 2 - Revistas Categoria 2.1: Revistas periódicas de caráter variado sem recursos gráficos especiais Categoria 2.2: Revistas periódicas de caráter variado com recursos gráficos especiais Categoria 2.3: Revistas infantis/juvenis ou de desenhos Categoria 2.4: Revistas institucionais Segmento 3 - Jornais Categoria 3.1: Jornais diários impressos em cold set Categoria 3.2: Jornais de circulação não diária Segmento 4 - Produtos para Identificação Categoria 4.1: Rótulos convencionais sem efeitos especiais Categoria 4.2: Rótulos convencionais com efeitos especiais Categoria 4.3: Rótulos em auto-adesivo sem efeitos especiais Categoria 4.4: Rótulos em auto-adesivo com efeitos especiais Categoria 4.5: Etiquetas Categoria 4.6: Adesivos

17 17


Segmento 5 - Acondicionamento Categoria 5.1: Embalagens semi-rígidas sem efeitos gráficos Categoria 5.2: Embalagens semi-rígidas com efeitos gráficos Categoria 5.3: Embalagens semi-rígidas com efeitos gráficos especiais Categoria 5.4: Embalagens de micro-ondulados Categoria 5.5: Embalagens em papelão ondulado Categoria 5.6: Embalagens sazonais Categoria 5.7: Embalagens impressas em suportes metálicos Categoria 5.8: Embalagens flexíveis Categoria 5.9: Sacolas Segmento 6 - Promocional Categoria 6.1: Pôsteres e cartazes Categoria 6.2: Catálogos promocionais e de arte sem efeitos gráficos especiais Categoria 6.3: Catálogos promocionais e de arte com efeitos gráficos especiais Categoria 6.4: Relatórios de empresas Categoria 6.5: Folhetos publicitários Categoria 6.6: Kits promocionais Categoria 6.7: Displays, móbiles e materiais de ponto de venda de mesa Categoria 6.8: Displays e materiais de ponto de venda de chão Categoria 6.9: Calendários de mesa e de parede

18 18


Segmento 7 - Comercial Categoria 7.1: Cartões de mensagem Categoria 7.2: Convites Categoria 7.3: Cartões de visita Categoria 7.4: Papelarias Categoria 7.5: Formulários contínuos, jato e mailer Categoria 7.6: Impressos de segurança Categoria 7.7: Cadernos escolares espiralados ou costurados ou colados ou argolados ou grampeados, com capa dura ou capa flexível, conforme Norma 15733 Categoria 7.8: Agendas Categoria 7.9: Cartões laminados impressos em suportes plásticos Segmento 8 – Produtos Impressos em Rotativa Offset Heatset Categoria 8.1: Revistas semanais Categoria 8.2: Revistas em geral Categoria 8.3: Catálogos promocionais Categoria 8.4: Encartes e folhetos promocionais Categoria 8.5: Jornais Segmento 9 – Produtos Próprios Categoria 9.1: Kits promocionais Categoria 9.2: Calendários Categoria 9.3: Catálogos e folhetos em geral Categoria 9.4: Revistas próprias Categoria 9.5: Sacolas próprias

19 19


Segmento 10 – Impressão Digital Categoria 10.1: Impressão em serigrafia Segmento 11 - Inovação Tecnológica ou Complexidade Técnica do Processo Categoria 11.1: Inovação tecnológica ou complexidade técnica do processo Categoria 11.2: Conformidade com a Norma NBR NM-ISO 12647-2 – Impressão em Offset Plana e Rotativa Offset Heatset Categoria 11.3: Conformidade com a Norma NBR ISO 12647-7 – Provas Digitais

Atributos Técnicos do Processo Melhor Impressão Melhor Acabamento Cartotécnico Melhor Acabamento Editorial

20 20


Segmento 1 - Livros Categoria 1.1: LIVROS DE TEXTO Publicações de texto, onde serão aceitas ilustrações que não ultrapassem 5% sobre o total das páginas. As capas desses livros podem ser ilustradas ou não. OBS.: Todos os produtos inscritos nesta categoria deverão possuir ISBN e ter produção, venda ou distribuição regulares. Categoria 1.2: LIVROS CULTURAIS E DE ARTE Publicações que mostram manifestações culturais, obras de pintura, escultura, festas populares ou religiosas e outras manifestações artísticas. OBS.: Todos os produtos inscritos nesta categoria deverão possuir ISBN e ter produção, venda ou distribuição regulares. Categoria 1.3: LIVROS INSTITUCIONAIS Publicações que apresentam empresas de qualquer natureza, ou instituições de um modo geral, do ponto de vista da sua história, das suas atividades e realizações, da sua participação na economia ou em um determinado setor, realizações com a comunidade etc. OBS.: Todos os produtos inscritos nesta categoria deverão possuir ISBN e ter produção, venda ou distribuição regulares.

21 21


Categoria 1.4: LIVROS INFANTIS/JUVENIS Publicações dirigidas ao público infantil e juvenil. Podem ser de histórias e contos, livros para montar, colar, recortar, colorir e outros. OBS.: Todos os produtos inscritos nesta categoria deverão possuir ISBN e ter produção, venda ou distribuição regulares. Categoria 1.5: LIVROS ILUSTRADOS E LIVROS TÉCNICOS Publicações com textos e imagens, fotos ou ilustrações, tais como romances, novelas, contos, reportagens e assuntos técnicos tais como: os de mecânica, construção, informática, medicina, culinária e qualquer obra que aborde os ramos do conhecimento, onde deverão apresentar ilustrações acima de 5% sobre o total de páginas. OBS.: Todos os produtos inscritos nesta categoria deverão possuir ISBN e ter produção, venda ou distribuição regulares. Categoria 1.6: LIVROS DIDÁTICOS Publicações utilizadas no ensino fundamental e médio. OBS.: Todos os produtos inscritos nesta categoria deverão possuir ISBN e ter produção, venda ou distribuição regulares. Categoria 1.7: GUIAS, MANUAIS E ANUÁRIOS Impressos que trazem informações práticas sobre localização de cidades, ruas, atrações turísticas ou instruções de procedimentos, de serviços ou de produtos. OBS.: Todos os produtos inscritos nesta categoria deverão possuir ISBN e ter produção, venda ou distribuição regulares. OBS.: Todos os produtos inscritos nesta categoria deverão ter produção, venda ou distribuição regulares. OBS.: Enciclopédias e coleções poderão ser inscritas nas categorias individuais mais adequadas.

22 22


Segmento 2 - Revistas Categoria 2.1: REVISTAS PERIÓDICAS DE CARÁTER VARIADO SEM RECURSOS GRÁFICOS ESPECIAIS Publicações periódicas, que contenham seções permanentes e assuntos atuais e tragam informações e reportagens diversas. Podem ser especializadas ou não. As revistas inscritas nesta categoria não podem conter recursos gráficos diferenciados em relação às edições comuns daquele título. Deverá constar expediente na publicação. Obs1: Nesta categoria verniz total inclusive UV e plastificação não são considerados recursos especiais. Verniz High Gloss com reserva é considerado efeito especial. OBS2: Todos os produtos inscritos nesta categoria deverão possuir ISSN e ter produção, venda ou distribuição regulares. Categoria 2.2: REVISTAS PERIÓDICAS DE CARÁTER VARIADO COM RECURSOS GRÁFICOS ESPECIAIS Publicações periódicas, que contenham seções permanentes e assuntos atuais e tragam informações e reportagens diversas. Podem ser especializadas ou não. As revistas inscritas nesta categoria devem conter algum recurso gráfico diferenciado em relação às edições comuns daquele título. Deverá constar expediente na publicação. Obs1: Nesta categoria verniz total inclusive UV e plastificação não são considerados recurso especial. Verniz High Gloss com reserva é considerado efeito especial. OBS2: Todos os produtos inscritos nesta categoria deverão possuir ISSN e ter produção, venda ou distribuição regulares. Categoria 2.3: REVISTAS INFANTIS/JUVENIS OU DE DESENHOS Publicações periódicas dirigidas ao público infantil e juvenil, como quadrinhos, gibis, pintura e desenho; de caráter educativo, de apoio às escolas, para exercícios, trabalhos escolares e outros. OBS.: Todos os produtos inscritos nesta categoria deverão ter produção, venda ou distribuição regulares.

23 23


Categoria 2.4: REVISTAS INSTITUCIONAIS Publicações periódicas que circulam dentro de um setor, empresa ou indústria e que apresentam clientes, fornecedores e reportagens de interesse específico. OBS.: Todos os produtos inscritos nesta categoria deverão ter produção, venda ou distribuição regulares.

Segmento 3 – Jornais Categoria 3.1: JORNAIS DIÁRIOS IMPRESSOS EM COLDSET Periódicos informativos de impressão diária. OBS.: Todos os produtos inscritos nesta categoria deverão ter produção, venda ou distribuição regulares.

Categoria 3.2: JORNAIS DE CIRCULAÇÃO NÃO DIÁRIA Periódicos informativos não impressos diariamente. OBS.: Todos os produtos inscritos nesta categoria deverão ter produção, venda ou distribuição regulares.

24 24


Segmento 4 - Produtos para Identificação Nestas categorias, as amostras deverão vir coladas em cartolinas brancas, separando-se as três amostras, que não devem vir coladas em seus produtos. Categoria 4.1: RÓTULOS CONVENCIONAIS SEM EFEITOS ESPECIAIS Impressos que se destinam à decoração ou identificação de produtos, sem aplicação de efeitos especiais. O uso de tintas metálicas e vernizes não conferem efeito especial aos produtos desta categoria. OBS.: Todos os produtos inscritos nesta categoria deverão ter produção, venda ou distribuição regulares. Categoria 4.2: RÓTULOS CONVENCIONAIS COM EFEITOS ESPECIAIS Impressos que se destinam à decoração ou identificação de produtos, com aplicação de efeitos especiais, tais como hot-stamping, relevo, laminação e holografia, termo-aplicação, lenticular e outros processos que produzam efeitos especiais. OBS.: Todos os produtos inscritos nesta categoria deverão ter produção, venda ou distribuição regulares. Categoria 4.3: RÓTULOS EM AUTO-ADESIVO SEM EFEITOS ESPECIAIS Impressos em auto-adesivo que se destinam à decoração ou identificação de produtos, sem aplicação de efeitos especiais. O uso de tintas metálicas e vernizes não conferem efeito especial aos produtos desta categoria. OBS.: Todos os produtos inscritos nesta categoria deverão ter produção, venda ou distribuição regulares.

25 25


Categoria 4.4: RÓTULOS EM AUTO-ADESIVO COM EFEITOS ESPECIAIS Impressos em auto-adesivo que se destinam à decoração ou identificação de produtos, com aplicação de efeitos especiais, tais como hot-stamping, relevo, laminação e holografia. OBS.: Todos os produtos inscritos nesta categoria deverão ter produção, venda ou distribuição regulares. Categoria 4.5: ETIQUETAS Impressos para fins de identificação. OBS.: Todos os produtos inscritos nesta categoria deverão ter produção, venda ou distribuição regulares. Categoria 4.6: ADESIVOS Impressos para fins de sinalização ou avisos, adesivos de automóvel e outros. OBS.: Todos os produtos inscritos nesta categoria deverão ter produção, venda ou distribuição regulares.

Segmento 5 - Acondicionamento Categoria 5.1: EMBALAGENS SEMI-RÍGIDAS SEM EFEITOS GRÁFICOS Produtos gráficos com finalidade de acondicionamento, impressos em cartão duplex ou triplex. Os seguintes recursos podem ser utilizados: corte e vinco e fechamento simples com a utilização de um único verniz total. OBS.: Todos os produtos inscritos nesta categoria deverão ter produção, venda ou distribuição regulares.

26 26


Categoria 5.2: EMBALAGENS SEMI-RÍGIDAS COM EFEITOS GRÁFICOS Produtos gráficos com a finalidade de acondicionamento, impressos em cartão duplex ou triplex. Os seguintes recursos podem ser utilizados: corte e vinco e fechamento simples, com a utilização de um único verniz total ou com reserva, inclusive UV, plastificação, impressão sobre papel metálico, utilização de tintas metálicas e relevo seco. OBS.: Todos os produtos inscritos nesta categoria deverão ter produção, venda ou distribuição regulares. Categoria 5.3: EMBALAGENS SEMI-RÍGIDAS COM EFEITOS GRÁFICOS ESPECIAIS Produtos gráficos com finalidade de acondicionamento, impressos em cartão duplex ou triplex. Os seguintes recursos podem ser utilizados: holografia, hot-stamping, alto-relevo, laminação, corte e vinco convencional ou especial e/ou outros recursos diferenciados de acabamento, podendo ser utilizados dois ou mais vernizes combinados ou não. OBS.: Todos os produtos inscritos nesta categoria deverão ter produção, venda ou distribuição regulares. Categoria 5.4: EMBALAGENS DE MICRO-ONDULADOS Produtos gráficos com finalidade de acondicionamento, que podem ser impressos como embalagens semi-rígidas, e acoplados ao micro-ondulado por meio de colagem; ou impressos diretamente na superfície do micro-ondulado. Os produtos inscritos nesta categoria, não podem ser kits promocionais ou embalagens sazonais. OBS.: Todos os produtos inscritos nesta categoria deverão ter produção, venda ou distribuição regulares.

27 27


Categoria 5.5: EMBALAGENS EM PAPELÃO ONDULADO Produtos gráficos com finalidade de acondicionamento, que podem ser impressos como embalagens semi-rígidas, e impressos diretamente na superfície do papelão ondulado. Os produtos inscritos nesta categoria, não podem ser kits promocionais ou embalagens sazonais. OBS.: Todos os produtos inscritos nesta categoria deverão ter produção, venda ou distribuição regulares. Categoria 5.6: EMBALAGENS SAZONAIS Produtos gráficos com finalidade de acondicionamento, com venda irregular ou sazonal; acondicionamento de produtos que não são destinados à venda; acondicionamento de produtos destinados a eventos, promoções específicas etc. As embalagens desta categoria podem ser impressas em quaisquer suportes de impressão. Categoria 5.7: EMBALAGENS IMPRESSAS EM SUPORTES METÁLICOS Produtos gráficos com finalidade de acondicionamento, impressos em suportes tais como: folha de flandres, alumínio e aço. OBS.: Todos os produtos inscritos nesta categoria deverão ter produção, venda ou distribuição regulares. Categoria 5.8: EMBALAGENS FLEXÍVEIS Produtos gráficos com finalidade de acondicionamento, impressos em suportes flexíveis, podendo ser laminados ou acoplados em uma ou mais camadas entre si. OBS.: Todos os produtos inscritos nesta categoria deverão ter produção, venda ou distribuição regulares. Categoria 5.9: SACOLAS Saco confeccionado em papel, cartão duplex, triplex ou plástico, providas de alças, utilizadas para acondicionar ou transportar produtos adquiridos em lojas, supermercados e outros. OBS.: Todos os produtos inscritos nesta categoria deverão ter produção, venda ou distribuição regulares.

28 28


Segmento 6 - Promocional Categoria 6.1: PÔSTERES E CARTAZES Impressos para serem fixados, geralmente com função publicitária ou informativa, podendo incluir efeitos especiais como aplicação de cores metálicas, relevo, hot-stamping, efeitos tridimensionais como holografia e outros. OBS.: Todos os produtos inscritos nesta categoria deverão ter produção, venda ou distribuição regulares. Categoria 6.2: CATÁLOGOS PROMOCIONAIS E DE ARTE SEM EFEITOS GRÁFICOS ESPECIAIS Trabalhos com lombada quadrada ou brochuras que apresentam informações de obras de arte, exposições, vernissage, comerciais, de produtos, serviços e outros, que não contenham recursos gráficos especiais. OBS1.: Verniz total, inclusive UV e plastificação não são considerados efeitos especiais. OBS2.: Todos os produtos inscritos nesta categoria deverão ter produção, venda ou distribuição regulares. Categoria 6.3: CATÁLOGOS PROMOCIONAIS E DE ARTE COM EFEITOS GRÁFICOS ESPECIAIS Trabalhos com lombada quadrada ou brochuras que apresentam informações de obras de arte, exposições, vernissage, comerciais, de produtos, serviços e outros, que contenham recursos gráficos especiais. OBS1.: Verniz total, inclusive UV e plastificação não são considerados efeitos especiais. OBS2.: Todos os produtos inscritos nesta categoria deverão ter produção, venda ou distribuição regulares.

29 29


Categoria 6.4: RELATÓRIOS DE EMPRESAS Publicações que apresentem balanços financeiros, resultados de atividades desenvolvidas ao longo de um período definido, trabalhos de pesquisa ou culturais e outros, de uma empresa ou instituição. OBS1.: Serão avaliados somente os componentes resultantes de processos gráficos. OBS2.: Todos os produtos inscritos nesta categoria deverão ter produção, venda ou distribuição regulares. Categoria 6.5: FOLHETOS PUBLICITÁRIOS Impresso sem periodicidade, de qualquer tamanho, podendo ou não ter dobras, com a finalidade promocional. OBS1.: Trabalhos com lombadas ou brochuras serão considerados catálogos. OBS2.: Todos os produtos inscritos nesta categoria deverão ter produção, venda ou distribuição regulares. Categoria 6.6: KITS PROMOCIONAIS Conjuntos de impressos e produtos com a mesma programação visual, formando uma única peça, com finalidade promocional e não destinados à venda. As amostras de Kits deverão ser enviadas completas, ou seja, com todos os produtos que o compõem. Nesta categoria não podem ser inscritos kits próprios. OBS1: Todos os produtos inscritos nesta categoria, não poderão ser desmembrados e inscritos separadamente. OBS2.: Todos os produtos inscritos nesta categoria deverão ter produção, venda ou distribuição regulares.

30 30


Categoria 6.7: DISPLAYS, MÓBILES E MATERIAIS DE PONTO DE VENDA DE MESA São peças de propaganda ou promoção de vendas, impressas sobre cartão ou papelão ondulado, exibidas em pontos de venda sobre mesas e balcões, ou penduradas. OBS.: Todos os produtos inscritos nesta categoria deverão ter produção, venda ou distribuição regulares. Categoria 6.8: DISPLAYS E MATERIAIS DE PONTO DE VENDA DE CHÃO Para esta categoria, deverá ser enviada a ABTG, somente uma amostra. As demais deverão ficar armazenadas na empresa, para uso posterior. São peças grandes de propaganda ou promoção de vendas, impressas sobre cartão ou papelão ondulado, exibidas no chão nos pontos de venda. OBS.: Todos os produtos inscritos nesta categoria deverão ter produção, venda ou distribuição regulares. Categoria 6.9: CALENDÁRIOS DE MESA E DE PAREDE Impressos que indicam dias, semanas, meses, e que apresentem dispositivo ou suporte para permanecer sobre a mesa ou para serem pendurados ou fixados na parede. Nesta categoria não podem ser inscritos calendários próprios. OBS.: Todos os produtos inscritos nesta categoria deverão ter produção, venda ou distribuição regulares.

31 31


Segmento 7 - Comercial Categoria 7.1: CARTÕES DE MENSAGEM Impressos que contêm mensagens, ilustrações, motivos decorativos ou condecorações. OBS.: Todos os produtos inscritos nesta categoria deverão ter produção, venda ou distribuição regulares. Categoria 7.2: CONVITES Impressos que contêm mensagens, ilustrações ou motivos decorativos que formalizam um convite. OBS.: Todos os produtos inscritos nesta categoria deverão ter produção, venda ou distribuição regulares. Categoria 7.3: CARTÕES DE VISITA Impressos que contêm informações pessoais ou de negócios, tais como: nome, endereço, telefone e cargo. OBS1.: Nesta categoria não poderão ser inscritos cartões próprios. OBS2.: Todos os produtos inscritos nesta categoria deverão ter produção, venda ou distribuição regulares. Categoria 7.4: PAPELARIAS Papéis de carta, envelopes, blocos, pastas e outros impressos de pessoas físicas ou jurídicas. Podem ser inscritos separadamente ou em conjunto. OBS.: Todos os produtos inscritos nesta categoria deverão ter produção, venda ou distribuição regulares. Categoria 7.5: FORMULÁRIOS CONTÍNUOS, JATO E MAILER Impressos padronizados, tais como notas fiscais, contendo espaços em branco para preenchimento de dados variáveis. Nesta categoria não poderão ser inscritos produtos próprios ou de empresas coligadas. OBS.: Todos os produtos inscritos nesta categoria deverão ter produção, venda ou distribuição regulares.

32 32


Categoria 7.6: IMPRESSOS DE SEGURANÇA Produtos gráficos impressos com processos sofisticados, feitos com materiais especialmente fabricados (papéis, tintas, reagentes), com a finalidade de dificultar a falsificação. Enquadram-se talões de cheque, ações, selos, notas promissórias, diplomas, vales e outros. Os critérios serão avaliados através do descritivo técnico, que deve obrigatoriamente acompanhar o produto. OBS.: Todos os produtos inscritos nesta categoria deverão ter produção, venda ou distribuição regulares. Categoria 7.7: CADERNOS ESCOLARES ESPIRALADOS OU COSTURADOS OU COLADOS OU ARGOLADOS OU GRAMPEADOS, COM CAPA DURA OU CAPA FLEXÍVEL, CONFORME NORMA 15733 • Caderno Espiralado: Produto constituído de folhas de papel colocadas umas sobre as outras, espiraladas, com capa e contracapa. • Caderno Costurado: Produto constituído de folhas de papel colocadas umas sobre as outras, dobradas ao meio, costuradas ao centro, com capa e contracapa. • Caderno Colado: Produto constituído de folhas de papel colocadas umas sobre as outras, coladas no lombo e com capa e contracapa. • Caderno Argolado (Fichários): Produto constituído de folhas de papel colocadas umas sobre as outras, fixadas por argolas, com capa e contracapa. • Caderno Grampeado: Produto constituído de folhas de papel colocadas umas sobre as outras e dobradas ao meio, unidas na dobra por grampos, com capa e contracapa, podendo ser de dois tipos: vertical ou horizontal. OBS.: Todos os produtos inscritos nesta categoria deverão ter produção, venda ou distribuição regulares. Categoria 7.8: AGENDAS Livros ou cadernos impressos em que se anotam compromissos do dia-a-dia. OBS.: Todos os produtos inscritos nesta categoria deverão ter produção, venda ou distribuição regulares.

33 33


Categoria 7.9: CARTÕES LAMINADOS IMPRESSOS EM SUPORTES PLÁSTICOS Impressos destinados à identificação de produtos de pessoas jurídicas, prestadores de serviços e de segurança. Os cartões, deverão ser impressos em suportes plásticos laminados no formato estabelecido na Norma ABNT NBR 10528. Nesta categoria não se enquadram os crachás de identificação. OBS1.: Nesta categoria não poderão ser inscritos cartões próprios. OBS2.: Todos os produtos inscritos nesta categoria deverão ter produção, venda ou distribuição regulares.

Segmento 8 – Produtos Impressos em Rotativa Offset Heatset Categoria 8.1: REVISTAS SEMANAIS Publicações com periodicidade semanal. Podem ser especializadas ou não. A avaliação do júri será focada somente na parte impressa em rotativa offset heatset. OBS.: Todos os produtos inscritos nesta categoria deverão possuir ISSN e ter produção, venda ou distribuição regulares. Categoria 8.2: REVISTAS EM GERAL Publicações quinzenais, mensais, bimestrais ou trimestrais. Podem ser especializadas ou não. A avaliação do júri será focada somente na parte impressa em rotativa offset heatset. OBS.: Todos os produtos inscritos nesta categoria deverão possuir ISSN e ter produção, venda ou distribuição regulares. Categoria 8.3: CATÁLOGOS PROMOCIONAIS Livros ou brochuras que apresentam informações comerciais, de produtos, serviços e outros. A avaliação do júri será focada somente na parte impressa em rotativa offset heatset. OBS.: Todos os produtos inscritos nesta categoria deverão ter produção, venda ou distribuição regulares.

34 34


Categoria 8.4: ENCARTES E FOLHETOS PROMOCIONAIS Folhetos promocionais, revistas sem ISSN, que podem ser encartados em jornais e revistas, independente do tamanho ou número de páginas. A avaliação do júri será focada somente na parte impressa em rotativa offset heatset. OBS.: Todos os produtos inscritos nesta categoria deverão ter produção, venda ou distribuição regulares. Categoria 8.5: JORNAIS Jornais com circulação mínima de duas vezes por semana. OBS.: Todos os produtos inscritos nesta categoria deverão ter produção , venda ou distribuição regulares.

Segmento 9 – Produtos Próprios Neste segmento devem ser inscritos os produtos gráficos destinados à própria gráfica, tanto com a finalidade de uso interno como promocional tal como brindes para clientes. Categoria 9.1: KITS PROMOCIONAIS Conjuntos de impressos e produtos com a mesma programação visual, formando uma única peça, com finalidade promocional da própria gráfica. As amostras dos kits devem ser enviadas completas, ou seja, com todos os produtos que o compõem. OBS: Todos os produtos inscritos nesta categoria, não poderão ser desmembrados e inscritos separadamente. Categoria 9.2: CALENDÁRIOS Impressos que indicam dias, semanas, meses, podendo ser de mesa ou parede. Categoria 9.3: CATÁLOGOS E FOLHETOS EM GERAL Trabalhos com lombada quadrada ou brochuras que fornecem informações de produtos ou serviços, lançamentos ou promoções da empresa para seus funcionários ou clientes.

35 35


Categoria 9.4: REVISTAS PRÓPRIAS Publicações periódicas que tratam de assuntos e reportagens diversas e informações relacionadas à empresa e seus funcionários. Categoria 9.5: SACOLAS PRÓPRIAS Saco confeccionado em papel, cartão duplex, triplex ou plástico, providas de alças, utilizadas para acondicionar ou transportar produtos.

Segmento 10 – Impressão Serigráfica Categoria 10.1: IMPRESSÃO SERIGRÁFICA Enquadram-se nessa categoria impressos feitos exclusivamente em processo serigráfico, em suportes celulósicos, metálicos e plásticos, independente do formato. OBS.: Todos os produtos inscritos nesta categoria deverão ter produção, venda ou distribuição regulares.

Segmento 11: Inovação Tecnológica ou Complexidade Técnica do Processo Categoria 11.1: INOVAÇÃO TECNOLÓGICA ou COMPLEXIDADE TÉCNICA DO PROCESSO Nesta categoria enquadram-se todos os produtos gráficos que possuam inovações tecnológicas ou complexidades na realização dos seus processos, seja na fase de impressão, acabamento ou recursos gráficos em geral. Os critérios serão avaliados através do descritivo técnico, que deve acompanhar o produto. São elementos essenciais do descritivo técnico: nome do trabalho, plataformas computacionais utilizadas, softwares utilizados, imagens iniciais (ou suas cópias), descrição do processo inovador de produção, prova final e impresso final. A ausência dessas informações incorrerá na desclassificação do produto inscrito.

36 36


Categoria 11.2: CONFORMIDADE COM A NORMA NBR NM ISO 12647-2 – IMPRESSÃO EM OFFSET PLANA E OFFSET ROTATIVA HEATSET Nesta categoria enquadram-se os produtos gráficos, impressos em offset plana e rotativa heat-set, utilizando papéis tipo 1 ou 2, ou seja couché brilho ou fosco (matte). As cores primárias – Ciano, Magenta, Amarelo e Preto e as cores secundárias – Vermelho, Verde e Azul, devem estar dentro dos requisitos colorimétricos da Norma NBR NM ISO 12647-2. Os critérios de medição seguirão aqueles previstos na Norma NBR NM – ISO 12647-2: Iluminante D50, observador 2º, geometria 0/45 ou 45/0, Black Backing, sem filtro UV. Além disso, os valores de ganho de ponto devem estar dentro das tolerâncias estabelecidas na Norma. Todos os requisitos, assim como os métodos de medição, estão claramente explicitados no Manual divulgado pela entidade, disponível no site da ABTG: www.abtg.org.br; O objetivo a ser alcançado nesta categoria é a maior proximidade aos quesitos definidos na Norma NBR NM – ISO 12647-2. Para tanto, os impressos deverão ter valores colorimétricos (das primárias e secundárias) o mais próximo possível do padrão, vencendo aquele impresso que tiver o menor DeltaE(ab) em relação aos valores definidos na tabela 2 do Manual divulgado. Os trabalhos deverão ser apresentados em 100 folhas e a comissão escolherá aleatoriamente 5 folhas para medição. OBS.: Todos os produtos inscritos nesta categoria serão analisados e concorrerão independentemente do número de empresas e produtos inscritos. Os produtos deverão ser inscritos da seguinte maneira: Folhas não refiladas e sem tratamento de superfície (verniz, laminação, etc) acompanhadas da tarja de controle disponibilizada pela ABTG (sem redução de tamanho), através do site: www.abtg.org.br;

37 37


Categoria 11.3 – CONFORMIDADE COM A NORMA NBR 12647-7 – PROVAS DIGITAIS Nesta categoria enquadram-se produtos gráficos, impressos em máquina de prova digital, somente na face do suporte que possui tratamento de superfície, simulando as condições de impressão Dataset FOGRA39L, cujo escopo é a norma 12647-2, isto é, impressos em offset plana e rotativa heatset, utilizando papéis tipo 1 ou 2, couché brilho ou fosco (matte). A prova deverá ser confeccionada a partir de um arquivo digital no formato A3, que será distribuído pela ABTG. Os critérios de mediação seguirão aqueles normalizados na 12647-7: Iluminante D50, observador 2º, geometria 0/45 ou 45/0, White backing, sem filtro UV (de acordo com o FOGRA 39L). Todos os requisitos, assim como os métodos de medição, estão claramente explicitados no manual divulgado pela organização. O objetivo a ser alcançado nesta categoria é a proximidade máxima aos quesitos definidos na norma ISO 12647-7. Para tanto, os impressos deverão ter valores colorimétricos (da escala Ugra/ FOGRA Media Wedge) o mais próximos do padrão, vencendo aquela prova que tiver o menor desvio em DeltaE(ab) em relação aos valores definidos no Dataset FOGRA39L. Os trabalhos deverão ser apresentados em uma folha de prova com a tarja de controle (sem redução de tamanho) que será disponibilizada pela ABTG.

38 38


Atributos Técnicos do Processo Os produtos inscritos nos segmentos de 1 a 8 e 10 do Prêmio Brasileiro de Excelência Gráfica Fernando Pini estarão concorrendo aos prêmios de atributo técnico. Ou seja, dentre os finalistas dos segmentos de 1 a 8 e 10 serão escolhidas as peças que indicarem a melhor Impressão e os melhores Acabamentos Editorial e Cartotécnico. Melhor Atributo 1 - IMPRESSÃO Melhor Atributo 2 – ACABAMENTO CARTOTÉCNICO Melhor Atributo 3 - ACABAMENTO EDITORIAL Aprovado: Manoel Manteigas de Oliveira Presidente Francisco Veloso Filho Coordenador Bruno Cialone Bruno Mortara Élcio de Sousa Rafael Sanchez Garcia

39 39


Retrospectiva

40 40


41 41


Entidades Apoiadoras


ABTG - Associação Brasileira de Tecnologia Gráfica Rua Bresser, 2315 - Mooca - CEP 03162-030 - São Paulo - SP Tel/Fax: 11 - 2797 - 6700 - www.abtg.org.br www.fernandopini.org.br


Regulamento - Fernando Pini 2011  

Regulamento - Fernando Pini 2011

Advertisement
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you