Page 1

Ano 11 ❘ 62 ❘ Setembro e Outubro de 2015

A excelência gráfica da América Latina André Telles

Vencedores do 22º prêmio Theobaldo De Nigris foram anunciados no dia 1º de outubro, em cerimônia realizada no Rio de Janeiro

Carlos Augusto Di Giorgio Sobrinho, presidente da ABIGRAF-RJ, Levi Ceregato, presidente da ABIGRAF Nacional, Julião Flaves Gaúna, presidente do Conselho Diretivo da ABIGRAF Nacional e Fabio A. Mortara, presidente da Conlatingraf e do SINDIGRAF-SP

Foram necessárias 50 horas de avaliações e o trabalho de nove jurados, para definir os finalistas do XXII Concurso Latino-Americano de Produtos Gráfico “Theobaldo De Nigris”. Não por menos: esta edição do concurso reuniu nove países, 112 indústrias gráficas e 662 produtos inscritos. De acordo com Elcio Sousa, presidente da comissão julgadora, a escolha dos produtos foi realizada por meio da avaliação de quatro itens: design, pré-impressão, impressão e acabamento. Cada um desses grupos é composto por dois especialistas da área, que seguem seus respectivos critérios de análise. “É uma sistemática bastante interessante, porque todos eles avaliarão todas as peças. É um pouco mais trabalhoso, mas uniformiza o critério que cada jurado adota”, declarou.

Projeto-Impressoes-62.indd 1

Os vencedores do 22º Concurso Latino-Americano de Produtos Gráficos Theobaldo De Nigris, o mais importante reconhecimento de excelência gráfica do continente, aconteceu na noite de 1º de outubro, em um jantar animado pela Banda Moinho, no Rio de Janeiro. As empresas vencedoras XX desta edição foram: Acrus - Ccl Label, Bignardi Indústria e Comércio de Papéis e Artefatos, Brasilgrafica, Carvajal Educacion, Colorama, Comunican, Corgraf Gráfica e Editora, Escala 7, Escola SENAI “José Ephim Mindlin”, Fac Form Impressos, Ibratec Artes Gráfica, Impresora Ograma, Impresora Printer, Impresos Florida, Impress SRL, Ipsis Gráfica e Editora, Lata de Luxo, Leograf Gráfica e Editora, Lito Offset Len, Litografía

Gil, Log & Print Gráfica e Logística, Maistype, Maroni, Metrocolor, Múltipla BR, Offset Santiago, Panamericana Formas e Impresos, Plural Indústria Gráfica, Printer Colombiana, Prolabels, Rona Editora/ Rona Embalagens, RR Donnelley Chile, Salesianos Impresores, Sobral Gráfica e Editora, Sutto Artes Graficas, Thomas Greg & Sons de Peru, Tuicial Gráfica e Editora e Vektra Gráfica e Editora. O Brasil conquistou 129 prêmios, sendo 26 Ouro, 20 Prata e 83 menções honrosas. O prêmio é um estímulo ao desenvolvimento técnico e tecnológico no continente. A participação das gráficas e empresários é essencial para transformar o concurso em um grande evento de modernidade, inovação e competência técnica e tecnológica”, declarou Fabio Arruda Mortara, presidente da Conlatingraf.   A premiação fez parte da programação oficial do 16º Congresso Nacional da Indústria Gráfica (Congraf) e do 28º Congresso Latino-Americano da Indústria Gráfica. Foi organizada pela Confederação Latino-Americana da Indústria Gráfica (Conlatingraf) e ABIGRAF Nacional. Patrocinaram a iniciativa o SINDIGRAF-SP, na categoria Ouro Plus; Drupa, Expoprint, Expoprint Digital, HP e Suzano, na categoria Ouro; Oki, na categoria Prata; International Paper, IBF e Ricoh, como patrocinadores Bronze.

14/10/15 10:48


Editorial

A qualidade que tudo supera Ao menos duas reportagens desta edição demonstram que vivemos um momento preocupante: a notícia sobre a queda no Índice de Confiança dos empresários do setor e a cobertura do 3º Encontro Nacional dos Sindicatos da Indústria Gráfica, cuja temática abrangeu diferentes aspectos relacionados ao atual cenário de crise política e econômica. Por outro lado, destacamos na matéria de capa algo que nos permite – sempre e acima de tudo – vislumbrar caminhos alternativos, sinais de que devemos manter nossas expectativas de confiança em um amanhã melhor. Falo aqui da qualidade de nossa indústria, que fez com que sobressaíssemos na

cerimônia de premiação do concurso “Theobaldo De Nigris”. Com 129 peças premiadas, o Brasil teve mais que o dobro de láureas do Chile, o segundo colocado no concurso, com um total de 53 produtos. É essa garra de nossos empresários em seguir em frente, sempre com muita criatividade, que desejo elogiar, parabenizar e incentivar. Com esse conjunto de qualidades tenho a certeza de que sairemos vitoriosos deste complexo momento vivido pelo País. Fabio Arruda Mortara é presidente do Sindicato das Indústrias Gráficas no Estado de São Paulo (SINDIGRAF-SP)

Benefícios

impressões ABIGRAF

Cartão refeição e alimentação com taxa zero Green Card

Publicação bimestral da Associação Brasileira da Indústria Gráfica Regional São Paulo (Abigraf-SP), com apoio institucional do Sindicato das Indústrias Gráficas no Estado de São Paulo (Sindigraf-SP).

Ano 11 ❘ 62 ❘ Setembro e Outubro de 2015

A excelênciA gráficA dA AméricA lAtinA Vencedores do 22º prêmio Theobaldo De Nigris foram anunciados no dia 1º de outubro, em cerimônia realizada no Rio de Janeiro André Telles

Gil, Log & Print Gráfica e Logística, Maistype, Maroni, Metrocolor, Múltipla BR, Offset Santiago, Panamericana Formas e Impresos, Plural Indústria Gráfica, Printer Colombiana, Prolabels, Rona Editora/ Rona Embalagens, RR Donnelley Chile, Salesianos Impresores, Sobral Gráfica e Editora, Sutto Artes Graficas, Thomas Greg & Sons de Peru, Tuicial Gráfica e Editora e Vektra Gráfica e Editora. O Brasil conquistou 129 prêmios, sendo 26 Ouro, 20 Prata e 83 menções honrosas.

Carlos Augusto Di Giorgio Sobrinho, presidente da ABIGRAF-RJ, Levi Ceregato, presidente da ABIGRAF Nacional, Julião Flaves Gaúna, presidente do Conselho Diretivo da ABIGRAF Nacional e Fabio A. Mortara, presidente da Conlatingraf e do SINDIGRAF-SP

A parceria entre a ABIGRAF-SP e a Green Card S/A traz vantagens para indústrias gráficas e seus funcionários, com a isenção total de taxas administrativas de seus cartões, oferecidos em duas modalidades. O Cartão Alimentação pode ser utilizado para a compra de alimentos em mercados, supermercados, açougues, padarias e similares espalhados pelo Brasil. O Green Card Refeição é aceito por uma ampla rede credenciada de restaurantes, bares, cafés, lanchonetes e outros estabelecimentos do gênero em todo o País. A Green Card tem mais de 20 anos de experiência de mercado, atuando na gestão, fornecimento e distribuição de benefícios diversos, por meio de voucher e cartões magnéticos. Presente em todos os estados brasileiros, a empresa tem como objetivo oferecer a seus clientes o melhor em atendimento personalizado, inovando sempre para melhor atendê-los. Para mais informações, acesse: www.grupogreencard.com.br 2

I

Foram necessárias 50 horas de avaliações e o trabalho de nove jurados, para definir os finalistas do XXII Concurso Latino-Americano de Produtos Gráfico “Theobaldo De Nigris”. Não por menos: esta edição do concurso reuniu nove países, 112 indústrias gráficas e 662 produtos inscritos.

Os vencedores do 22º Concurso Latino-Americano de Produtos Gráficos Theobaldo De Nigris, o mais importante reconhecimento de excelência gráfica do continente, aconteceu na noite de 1º de outubro, em um jantar animado pela Banda Moinho, no Rio de Janeiro.

De acordo com Elcio Sousa, presidente da comissão julgadora, a escolha dos produtos foi realizada por meio da avaliação de quatro itens: design, pré-impressão, impressão e acabamento. Cada um desses grupos é composto por dois especialistas da área, que seguem seus respectivos critérios de análise. “É uma sistemática bastante interessante, porque todos eles avaliarão todas as peças. É um pouco mais trabalhoso, mas uniformiza o critério que cada jurado adota”, declarou.

As empresas vencedoras XX desta edição foram: Acrus - Ccl Label, Bignardi Indústria e Comércio de Papéis e Artefatos, Brasilgrafica, Carvajal Educacion, Colorama, Comunican, Corgraf Gráfica e Editora, Escala 7, Escola SENAI “José Ephim Mindlin”, Fac Form Impressos, Ibratec Artes Gráfica, Impresora Ograma, Impresora Printer, Impresos Florida, Impress SRL, Ipsis Gráfica e Editora, Lata de Luxo, Leograf Gráfica e Editora, Lito Offset Len, Litografía

O prêmio é um estímulo ao desenvolvimento técnico e tecnológico no continente. A participação das gráficas e empresários é essencial para transformar o concurso em um grande evento de modernidade, inovação e competência técnica e tecnológica”, declarou Fabio Arruda Mortara, presidente da Conlatingraf. A premiação fez parte da programação oficial do 16º Congresso Nacional da Indústria Gráfica (Congraf) e do 28º Congresso Latino-Americano da Indústria Gráfica. Foi organizada pela Confederação Latino-Americana da Indústria Gráfica (Conlatingraf) e ABIGRAF Nacional. Patrocinaram a iniciativa o SINDIGRAF-SP, na categoria Ouro Plus; Drupa, Expoprint, Expoprint Digital, HP e Suzano, na categoria Ouro; Oki, na categoria Prata; International Paper, IBF e Ricoh, como patrocinadores Bronze.

Responsabilidade editorial: Ricardo Viveiros & Associados – Oficina de Comunicação, empresa filiada à Associação Brasileira de Comunicação Empresarial (Aberje). Redação: Ada Caperuto, Juliana Tavares e Laura Araújo. Projeto gráfico e diagramação: Merli Design. Impresso em papel couchê fosco 210g. Contato ABIGRAF-SP/SINDIGRAF-SP Tel. (11) 3232-4509 E-mail: dmark@abigraf.org.br. Site: www.abigrafsp.org.br e www.sindigraf.org.br

impressões Abigraf

Projeto-Impressoes-62.indd 2

14/10/15 10:48


Você Sabia?

...que o papel é um dos poucos produtos realmente sustentáveis?

Produzido à base de celulose de eucalipto, o papel é um dos poucos materiais totalmente recicláveis, porém todo o seu ciclo de vida é sustentável. Tudo começa com as árvores, um recurso totalmente renovável, pois, no Brasil, 100% da produção de papel vêm florestas plantadas para esse fim – e a indústria possui diversos sistemas de certificações respeitados que garantem isso. Nada menos que 3,9 milhões de hectares correspondem às florestas certificadas da indústria da celulose e papel do País. Respeitando o tripé tradicional da sustentabilidade, tais sistemas fornecem padrões globais para o gerenciamento de florestas, que abrangem um equilíbrio de aspectos ambientais, sociais e econômicos – o bem-estar de comunidades e ecossistemas da floresta é tão importante quanto repor as árvores, no que diz respeito a garantir o futuro das florestas do mundo. Enquanto as árvores jovens crescem, absorvem CO2 da atmosfera. No Brasil, as florestas plantadas absorvem cerca de 64 milhões de toneladas de CO² por ano e no mesmo período neutralizam 21 milhões de toneladas desse gás emitidas no processo industrial. Além disso, como um produto de madeira, o papel também continua a armazenar carbono no decorrer da sua vida útil.

Fique Ligado

Prêmio Fernando Pini: conheça as peças finalistas Começa em 19 de outubro a exposição dos produtos finalistas do 25º Prêmio Brasileiro de Excelência Gráfica Fernando Pini. A exposição será na Escola Senai “Theobaldo De Nigris”, localizada na Rua Bresser, 2315 – Mooca – São Paulo (SP). A cerimônia de premiação, que é realizada pela ABIGRAF Nacional e pela Associação Brasileira de Tecnologia Gráfica (ABTG), está marcada para 24 de novembro de 2015.

Com a Palavra

A indústria gráfica em (r)evolução A capital do Rio de Janeiro, mais uma vez, foi a anfitriã do maior evento da indústria gráfica nacional. Emoldurado pelas belezas naturais da Cidade Maravilhosa, o Congresso reuniu empresários de todo o Brasil para participarem desta, que foi a 16ª edição. Durante três dias, todos tiveram a oportunidade de viver intensa troca de conhecimentos e profundo ganho de aprendizado. Não me furto a ressaltar a importância desse evento, ainda que isso pareça bastante claro para empresários experientes que somos. Digo isso porque vivemos um particular momento em nossa indústria que obriga a investir cada vez mais em novos modelos de negócios, em saídas inteligentes para superar as dificuldades de um mercado que tende a se tornar ainda mais competitivo, dado o desaquecimento da economia. Foi por este motivo que a ABIGRAF, ao definir a pauta do encontro, escolheu, primeiro, um tema que sintetizasse muito bem essa proposta: “A Indústria Gráfica em (R)Evolução – Uma Agenda (Pro)Positiva”. Sim, “Evolução” ou “Revolução” para buscar mecanismos para vencer os obstáculos que, convenhamos, sempre existiram e nunca nos detiveram – e aqui destaco o lançamento da Frente Parlamentar do Setor Gráfico e da Mídia Impressa, que se mostra como a mais consistente iniciativa de nossa indústria para lidar com os entraves de ordem política e econômica. E, sim, “Positivismo” ou “Propositura” para mostrar como a criatividade e o gerenciamento estratégico podem potencializar a competitividade das gráficas e prepará-las para os desafios do futuro. Terminado esse proficiente encontro, agora é o momento de retornar para nossas empresas. Tenho a certeza de que uma profusão de novas ideias fez parte da bagagem de muitos congressistas. Então, façamos o dever de casa e, como sempre, avancemos com toda a garra para superar as atuais dificuldades. Sidney Anversa Victor, presidente da Associação Brasileira da Indústria Gráfica Regional São Paulo (ABIGRAF-SP)

impressões Abigraf

Projeto-Impressoes-62.indd 3

I

3

14/10/15 10:48


Eventos

Congresso reuniu empresários do setor no Rio de Janeiro “Enquanto muitos consideravam que a indústria gráfica vivia seus últimos capítulos, ela mostra que continuará indispensável como coadjuvante de outros segmentos econômicos e do dia a dia da população”, afirmou Levi Ceregato, presidente da ABIGRAF Nacional, realizadora do evento juntamente com a Confederação Latino-Americana da Indústria Gráfica (Conlatingraf), com coordenação da ABIGRAF-RJ e coordenação técnica da Associação Brasileira de Tecnologia Gráfica (ABTG). Realizados de 30 de setembro a 2 de outubro, no Rio de Janeiro, o 16º Congresso Brasileiro da Indústria (Congraf) e o 28º Congresso LatinoAmericano da Indústria Gráfica mostraram que a indústria gráfica mundial está em plena revolução. Os eventos, que reuniram empresários de toda a América Latina para um programa intensivo de palestras e intercâmbio de experiências, foram encerrados com a certeza de que o setor segue reinventando-se para fazer frente ao avanço da comunicação eletrônica.

Apesar de abalada pela queda no consumo interno, pelas dificuldades de crédito e pela alta do dólar, desfavorável à compra de maquinários e insumos, a indústria gráfica brasileira e latina debruçaram-se durante três dias em cases e palestras nacionais e internacionais que apontaram soluções criativas para o futuro.

O 16º Congraf aconteceu juntamente com o 28º Congresso Latino-Americano da Indústria Gráfica e o 22º Theobaldo De Nigris. Patrocinaram a iniciativa o SINDIGRAF-SP, na categoria Ouro Plus; Drupa, Expoprint, Expoprint Digital, HP e Suzano, na categoria Ouro; Oki, na categoria Prata; International Paper, IBF e Ricoh, como patrocinadores Bronze.

Assunto recorrente ao longo do Congresso, as alterativas que movimentam esta revolução são muitas: anúncios interativos em jornais e revistas, embalagens inteligentes, etiquetas logisticamente rastreáveis, protótipos tridimensionais que saem das impressoras direto para as fábricas, notícias que chegam impressas em produtos de consumo diário, como garrafas de leite.

Leitura para Todos: agora já são 20 bibliotecas Inaugurada em 4 de setembro, a Biblioteca Municipal Professora Licínia Nogueira Magalhães, de Santa Rosa de Viterbo, no interior do Estado de São Paulo, é a 20ª a integrar o Projeto Bibliotecas – Leitura para Todos, promovido pelo SINDIGRAF-SP, em conjunto com a ABIGRAF-SP. A festa de inauguração contou com apresentação do grupo de capoeira da cidade e da Banda Sinfônica de Santa Rosa de Viterbo. Ao final do evento, 4

I

dois alunos da região foram premiados como “melhores leitores”. “O Brasil é muito carente em bibliotecas e educação. O Projeto contribui para o acesso da população ao mundo dos livros, além de proporcionar convivência e aprendizado à população”, afirmou Fábio Sarje, primeiro vice-presidente da Seccional Ribeirão Preto das entidades. Desde sua criação, em 2005, o Projeto Bibliotecas cria ou revitaliza anualmente espaços públicos de leitura em pequenos municípios. A escolha é feita por meio das seccionais das entidades – uma na região de Bauru e outra na de Ribeirão Preto.

impressões Abigraf

Projeto-Impressoes-62.indd 4

14/10/15 10:48


Lideranças setoriais em Brasília Em 20 de agosto, ABIGRAF e SINDIGRAF-SP estiveram em Brasília (DF) para dois importantes eventos setoriais. O primeiro deles foi o lançamento o lançamento da Frente Parlamentar do Setor Gráfico e da Mídia Impressa, ao qual compareceram empresários do setor gráfico capitaneados pelo presidente nacional da ABIGRAF, Levi Ceregato. Liderada pelo deputado federal Baleia Rossi (PMDB/SP), a Frente tem o objetivo de pleitear, de maneira eficaz, mecanismos capazes de remover os entraves à produtividade e competitividade do setor. Também participaram do evento de lançamento o diretor de relações políticas da ABIGRAF Nacional, Jair Leite; o presidente do Conselho da ABIGRAF Nacional e presidente da Regional Mato Grosso do Sul, Julião Flaves Gaúna; o presidente da regional Brasília, João Batista Alves dos Santos; os deputados Mauro Pereira (PMDB/RS) e Walter Ihoshi (Democratas/SP), além de mais de 20 parlamentares da Câmara Federal e do Senado.

Autoridades políticas e líderes setoriais

“A criação da Frente é um exemplo de boa prática política, de respeito às instituições democraticamente constituídas e um sinal de

esperança para as mais de 20 mil gráficas representadas pela ABIGRAF”, declarou Ceregato durante o lançamento.

SINDIGRAF-SP realiza o 3º Encontro Nacional de Sindicatos da Indústria Gráfica Também no dia 20, a ABIGRAF realizou em Brasília o 3º Encontro Nacional dos Sindicatos da Indústria Gráfica, com a participação de 53 lideranças de entidades representativas do setor, de 22 estados. Promovido pelo SINDIGRAF-SP, o evento abordou temas voltados ao aprimoramento da gestão das entidades sindicais na defesa de seus filiados e na melhoria do ambiente de negócios. Além do presidente do SINDIGRAF-SP, Fabio Arruda Mortara, compuseram

a mesa os presidentes da ABIGRAF Nacional, Levi Ceregato; da ABIGRAF Regional São Paulo, Sidney Anversa Victor; da ABTG, Claudio Baroni; e o diretor da Consultores Associados RN, Roberto Nogueira.

conjuntura, elas também deixam clara a existência de ótimas perspectivas, inclusive para as pequenas e microempresas, para voltar a crescer e vislumbrar o desenvolvimento”, declarou Mortara na abertura o evento.

A terceira edição do Encontro privilegiou o debate sobre políticas públicas, como indutoras do aumento da competitividade. “No atual panorama de crise política e econômica, embora as discussões propostas neste encontro corroborem a gravidade da

Entre os assuntos apresentados nas palestras, foram abordados os seguintes tópicos: ação parlamentar para o desenvolvimento de um setor; marco regulatório e integração para incentivo às micro e pequenas empresas, produtividade e competitividade; cenário macroeconômico e reflexos na indústria; e conflito tributário ISS X ICMS. impressões Abigraf

Projeto-Impressoes-62.indd 5

I

5

14/10/15 10:48


Giro Setorial

Panorama

GT-JOVEM elege vice-coordenador

Em tempos de crise, empresários mantêm cautela

Com a participação de representantes de onze empresas gráficas, ocorreu em 3 de setembro, na sede da ABIGRAF-SP, a reunião do Grupo de Trabalho de Jovens do Setor Gráfico (GT-JOVEM). Na data, que também marcou a eleição do vicecoordenador, Arthur Paffaro, o grupo debateu temas de interesse comum.

Apurado pela ABIGRAF, o Índice de Confiança (IC) do empresário gráfico caiu 1,4 ponto no segundo trimestre de 2015, perfazendo 39,6 pontos em uma escala de 0 a 100. É um resultado distante da barreira dos 50 pontos, que indica a neutralidade entre o pessimismo e o otimismo do setor.

O coordenar do GT-JOVEM, Felipe Salles Ferreira abriu a reunião, cuja pauta teve como primeiro tema a apresentação da NR-12, feita pela gerente do Departamento Jurídico da ABIGRAF, Nílsea Borelli Rolim, que destacou as ações adotadas pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), os projetos que tramitam no Congresso Nacional e que visam cessar a aplicação da Norma, bem como as ações da ABIGRAF, que trabalha com a ABTG na elaboração de Anexo à NR-12, específico para o segmento gráfico. Na sequência, Ricardo Langanke, da empresa FDC, demonstrou o programa PDA (Programa de Desenvolvimento de Acionistas) que tem foco no relacionamento familiar das empresas, voltado para atuais e futuros acionistas. Por sua vez, Giselle Hipólito, gerente da Imprint Brasil, falou sobre o Projeto de Extensão Industrial Exportadora (PEIEX). Encerrando a reunião, a economista Zeina Latif trouxe a situação da indústria gráfica no atual panorama político e econômico. A próxima reunião do GT-JOVEM será realizada em 5 de novembro.

Reunião conjunta Em 3 de agosto, pela primeira vez, dois grupos empresarias da ABIGRAF realizaram uma reunião conjunta. Na data, o Grupo Empresarial de Livros e Revistas (GE-EDITORIAL), dirigido por Luiz Gornstein, e o Grupo Empresarial de Impressos Promocionais (GE-PROM), dirigido por Ricardo Cruz Lobato, promoveram um encontro, cujo principal tema foi a palestra “Desafios da Cadeia de Celulose e Papel”, apresentada por Carlos Aníbal Almeida, diretor executivo das Unidades de Papel e Celulose da Suzano. Além do debate que se seguiu ao painel, os dois grupos trataram de assuntos diversos de interesse dos segmentos editorial e promocional. 6

I

A queda do IC reflete tanto a piora das condições atuais de negócios (decorrentes do agravamento da crise econômica e política) quanto das expectativas pouco animadoras para os próximos seis meses. “Nossos resultados estão aderentes aos baixos índices registrados também nos indicadores de confiança divulgados pela FGV e pela CNI, numa amostra de que a tendência ao pessimismo atinge igualmente todas as atividades – indústria, serviços, comércio e construção civil”, pondera o presidente nacional da ABIGRAF, Levi Ceregato. O componente “Situação atual” totalizou 33,3 pontos, o que expressa uma preocupante piora no desempenho corrente do setor. O pessimismo concentra-se nas empresas de pequeno porte, que tiveram resultado médio de 31,4 pontos. Já o item “Expectativas” ficou em 45,8 pontos, com as empresas de grande porte liderando a queda, ao totalizarem 36,5 pontos. Essas indústrias respondem por grande parte da produção industrial gráfica e seu pessimismo pode ser consequência da projeção de cenários futuros fortemente abalados pelas crises econômica, fiscal, social e política.

Semana de Artes Gráficas

Próximo evento será em Barueri De 26 a 30 de outubro, os profissionais do setor que trabalham no município de Barueri e região poderão contar com uma importante oportunidade de capacitação. No período acontecerá a 7ª edição da Semana de Artes Gráficas (SAG), na Escola Senai José Ephim Mindlin. Entre os programas a serem aplicados, estão “Produtividade e redução de custos na pré-impressão e impressão digital”, com Ricardo Minoru; “Vendas eficientes - como preparar sua gráfica para uma nova realidade”, com Marcos Biaggio; “Como evitar erros através da engenharia de produtos e processos”, com Gilmar Gomes; e “Elaboração do mapa de custos e correto preço de vendas para a indústria gráfica”, com Juliana Coelho.

impressões Abigraf

Projeto-Impressoes-62.indd 6

14/10/15 10:48


Quem faz a abigraf

Agenda do Gráfico

A ABIGRAF Nacional dá boas-vindas aos novos associados. Saiba quem são eles: MIB Brasil Cotia/SP - Telefone: (11) 4148-4938 Site: www.mibbrasil.com.br Com foco principal na produção de displays de papel impressos em offset, a empresa está no mercado desde 2008, apostando na criatividade e na inovação para desenvolver soluções completas em materiais para exposição em pontos de venda (PDV), ações e campanhas promocionais.

Agenda de obrigações – OUT/2015 e NOV/2015

D’Arthy Editora e Gráfica Cajamar/SP. Telefone: (11) 4446.4600 Site: www.darthy.com.br Especializada em impressão offset, a empresa oferece ao mercado soluções de pré-impressão, impressão, acabamento e logística. Fundada em 1997, a gráfica presta serviços para os mercados comercial, editorial e publicitário.

O DEJUR – Departamento Jurídico permanece à disposição para esclarecimentos de dúvidas (dejur@abigraf.org.br)

Seguem abaixo as agendas contendo as principais obrigações tributárias, trabalhistas e previdenciárias, de âmbito federal, estadual e municipal, a serem cumpridas nos prazos previstos na legislação em vigor. Cumpre informar, que as agendas abaixo não esgotam certas determinações legais a serem cumpridas em razão de atividades econômicas e sociais específicas.

OUT/2015 Até dia Obrigações 20.OUT– 3ªf Previdência Social – INSS ICMS - Fatos Geradores – SET/2015 (CNAE - 17.31-1; 17.32-0 e 17.41-9) DAS - SIMPLES NACIONAL PAEX - Medida Provisória nº 303/06 22.OUT – 5ªf DCTF – mensal (fato gerador – AGO/2015)

Escala Empresa de Comunicação Integrada Cajamar/SP – Telefone: (11) 3855-2100 Site: www.escalaeducacional.com.br Atuando no mercado desde o ano 2000, a empresa trabalha com impressão offset para produzir, essencialmente, livros didáticos e paradidáticos Forma Certa Gráfica Digital São Paulo/SP. Telefone: (11) 2081-6000 Site: www.formacerta.com.br Posicionada no mercado como gráfica digital, a empresa mantém estrutura de impressão e acabamento para apresentar soluções para o segmento editorial, promocional e de personalização.

Sugestão de Leitura

Como criar o projeto gráfico de um livro O “Guia prático de design editorial: criando livros completos” (Editora 2AB, 104 páginas) ensina a produzir um projeto editorial de ponta a ponta: briefing, metodologia de trabalho, especificações tipográficas, uso de grids e estilos, integração de imagens e criação de capas. Aprenda também como preparar os arquivos e outras questões de produção gráfica. Saiba mais em: www.2ab.com.br

23.OUT –6ªf IRRF (fato gerador - 11 a 20.OUT.2015) PIS/COFINS (fato gerador -SET/2015) IPI ICMS - fato gerador - SET/2015 (CNAE - 18.11-3; 18.13-1; 18.13-0; 18.21-1; 18.22-9; 58.21.2; 58.23-9 e 58.29-8) 30.OUT - 6ªf IRRF – PIS – COFINS – CSLL - (fato gerador - 01 a 15.OUT.2015) IRPJ - apuração mensal /p/ estimativa IRPJ - apuração trimestral (lucro real, presumido ou arbitrado) CSLL - apuração mensal (estimativa) CSLL - apuração trimestral (lucro real, presumido ou arbitrado) REFIS/PAES/SIMPLES - Parcel./ PAEX 1/ PAEX 2 SIMPLES NACIONAL - Parcel. Especial DES - Declaração Eletrônica de Serviços (fato gerador – AGO/2015) NOV/2015 Até dia 05.NOV – 5ªf

Obrigações IRRF (fato gerador - 22 a 30.OUT/2015) Pagamento dos salários de OUT/2015

09.NOV – 2ªf FGTS – OUT/2015 CAGED – OUT/2015 10.NOV – 3ªf

Previdência Social - INSS Cópia/GPS - OUT/2015 - envio sind. profissional ISSQN - Município de São Paulo

13.NOV - 6ªf

IRRF (fato gerador - 01 a 10.NOV.2015) IRRF – PIS – COFINS – CSLL - (fato gerador - 16 a 31.OUT.2015) ICMS - Diferencial entre alíquota interna e interestadual (SIMPLES NACIONAL)

16.NOV – 2ªf

EFD - PIS - COFINS (Lucro Real/Lucro Presumido – fato gerador - SET/2015)

20.NOV – 6ªf Previdência Social – INSS ICMS - Fatos Geradores - OUT/2015 (CNAE - 17.31-1; 17.32-0 e 17.41-9) DAS - SIMPLES NACIONAL PAEX - Medida Provisória nº 303/06 23.NOV – 2ªf DCTF – mensal (fato gerador – SET/2015) 25.NOV – 4ªf IRRF (fato gerador - 11 a 20.NOV.2015) PIS/COFINS (fato gerador – OUT/2015) IPI ICMS - fato gerador - OUT/2015 (CNAE - 18.11-3; 18.13-1; 18.13-0; 18.21-1; 18.22-9; 58.21.2; 58.23-9 e 58.29-8) 30.NOV – 2ªf IRRF – PIS – COFINS – CSLL - (fato gerador - 01 a 15.NOV.2015) IRPJ - apuração mensal /p/ estimativa IRPJ - apuração trimestral (lucro real, presumido ou arbitrado) CSLL - apuração mensal (estimativa) CSLL - apuração trimestral (lucro real, presumido ou arbitrado) REFIS/PAES/SIMPLES - Parcel./ PAEX 1/ PAEX 2 SIMPLES NACIONAL - Parcel. Especial DES - Declaração Eletrônica de Serviços (fato gerador – SET/2015)

impressões Abigraf

Projeto-Impressoes-62.indd 7

I

7

14/10/15 10:48


o ã s r e v i d s i a m

s a d a t n a l p s a t s e r o l f s mai

Você sabia que as empresas brasileiras produtoras de papel obtêm 100% da celulose a partir de florestas plantadas?* A área de florestas plantadas no Brasil equivale a 2.2 milhões de campos de futebol.** Leia seu jornal favorito tranquilamente, pois o papel é feito de madeira natural e renovável.

Para descobrir fatos ambientais surpreendentes sobre a comunicação impressa e o papel, visite www.twosides.org.br

Two Sides é uma iniciativa que promove o uso responsável da comunicação impressa e do papel como uma escolha natural e reciclável para comunicações poderosas e sustentáveis. *Folha Bracelpa Nº01, Maio / Junho 2009. **Two Sides Brasil, 2014.

Projeto-Impressoes-62.indd 8 anuncios_two sides_aner.indd 89

14/10/15 10:48 13/10/2014 17:15:07

Impressões 62