Page 1

Ano 9 ❘ 47 ❘ Março e Abril de 2013

SINDIGRAF-SP completa 90 anos de representação da indústria gráfica paulista Para comemorar a data, a entidade promoverá diversos eventos até fevereiro de 2014

sobre a importância do planejamento estratégico sindical.

Em 1923, no dia 17 de fevereiro, o SINDIGRAF-SP iniciou suas atividades em defesa dos empresários da indústria gráfica paulista, ainda como Associação dos Industriais e Comerciantes Gráficos. Após nove décadas, a entidade representa sete mil gráficas do estado de São Paulo e possui uma abrangência que vai além da sua área de atuação: sendo responsável por uma parcela significativa da indústria gráfica nacional, as ações defendidas e comandadas pelo SINDIGRAF-SP, em muitos casos, beneficiam as demais gráficas do País. Para celebrar este marco histórico, o SINDIGRAF-SP promoverá uma série de eventos que contribuirão para fortalecer o relacionamento, além de intensificar as ações em favor dos interesses dos profissionais gráficos de todo o Estado. Uma das ações já programadas é o Encontro Nacional dos Sindicatos Gráficos, uma oportunidade para o intercâmbio de informações que promoverá um debate sobre a importância das empresas gráficas e como estas devem melhorar suas ações junto ao mercado e à sociedade. Na mesma ocasião, haverá o acompanhamento dos resultados e andamento das negociações coletivas pelo País e, também, uma palestra

Como entidade signatária do Protocolo de Intenções da CVPCI, o SINDIGRAF-SP manterá seus esforços na disseminação do principal conceito da campanha “Imprimir é Dar Vida”, que defende os aspectos de sustentabilidade da produção do papel e dos produtos impressos no Brasil. A ação, que conta com a participação de mais de 25 entidades da cadeia produtiva desses setores, deverá ser expandida. Isso porque o Sindicato está de olho em mais uma parceria, desta vez, com a Two Sides, associação internacional que executa o mesmo trabalho em nível mundial. Organizado pela ABIGRAF Nacional, em parceria com o Sindicato, o 3º Prêmio Abigraf de Responsabilidade Socioambiental também fará parte do cronograma de eventos em comemoração aos 90 anos do SINDIGRAF-SP. Para esta edição, o sindicato contratou a ABTG como entidade responsável pela revisão do regulamento e do julgamento dos inscritos. Neste ano, a premiação será realizada durante o 23º Prêmio Brasileiro de Excelência Gráfica Fernando Pini, em novembro. O SINDIGRAF-SP também promoverá palestras sobre assuntos jurídicos que giram em torno do setor gráfico, a serem realizadas em diversas localidades de São Paulo, em parceria com entidades que representam a indústria e profissionais do segmento.

Outra ação integrada à comemoração dos 90 anos do SINDIGRAF-SP é a projeção do filme “Linotipo”, destinada aos estudantes do Senai; trabalhadores e empresários da indústria gráfica e entidades parceiras. Depois da primeira sessão, que aconteceu em 20 de março, no Auditório Max Schrappe, da Escola Senai Theobaldo De Nigris (confira mais detalhes na página 5, em Eventos), as exibições continuarão ao longo dos próximos onze meses. As datas serão anunciadas em breve. O ápice dessa programação especial será a realização de um evento específico que reunirá a indústria gráfica paulista. Prevista para acontecer na primeira quinzena de setembro, esta será a oportunidade para todos os empresários gráficos comemorarem as conquistas alcançadas e planejarem as próximas. Fique de olho nas próximas edições do Impressões para acompanhar as novidades sobre os eventos em comemoração aos 90 anos do SINDIGRAF-SP!

Nesta edição Página 4 Fespa Brasil e ExpoPrint Digital Página 5 Sessão de cinema 90 anos do SINDIGRAF-SP


Editorial

Novidades para o setor gráfico Esta edição do boletim Impressões destaca o absoluto sucesso das feiras Fespa Brasil e ExpoPrint Digital, que registraram público acima do esperado, com a participação de mais de 13 mil visitantes e a movimentação de R$ 120 milhões em negócios. Repletos de novidades, os dois eventos reuniram os principais fornecedores do setor, todos eles com muitas novidades lançadas. Também nesta edição, tratamos da criação do Comitê da Cadeia Produtiva do Papel, Gráfica e Embalagem

(Copagrem), pela Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp). A reconhecida força dos Comitês de Cadeias Produtivas estruturados pela Fiesp poderá se refletir em grandes benefícios para as sete mil indústrias instaladas no Estado de São Paulo. Registramos ainda, em reportagem especial, os 90 anos do Sindigraf-SP, uma história de pioneirismo que será relembrada com uma programação especial, a ser realizada ao longo deste ano. Boa leitura. Levi Ceregato, presidente da Associação Brasileira das Indústrias Gráficas Regional São Paulo (Abigraf-SP)

Benefícios

Associados têm descontos em softwares gráficos e cursos As pequenas, médias e grandes empresas que estão à procura de um sistema de gestão informatizado e unificado, que reúna desde a geração de ordens de serviço até o controle financeiro, poderão usufruir da parceria firmada entre a ABIGRAF e a Zênite Sistemas. Especializada em desenvolver softwares específicos para a indústria gráfica, a empresa disponibilizará aos associados o G. Works Solution Lite, que atende os segmentos de offset plana, serigrafia e digital (banner). A empresa oferece também treinamento via web, suporte ilimitado e mapa de custos integrado, elaborado gratuitamente. O investimento varia de acordo com o porte das gráficas. Para as pequenas, por exemplo, o software sairá por R$ 175,00. Mais informações sobre os serviços da Zênite poderão ser obtidas através do número (31) 3419-7300, ou pelos e-mails vendas@zsl. com.br e filialsp@zsl.com.br. Já para os associados que buscam atualização profissional, o benefício que mais contempla suas necessidades é o desconto de 20% nos cursos de Formação Inicial e Continuada (FIC) da Escola Senai Theobaldo De Nigris. São cursos de extensão universitária e iniciação, aperfeiçoamento e especialização profissional para as mais diversas áreas de atuação do setor gráfico. Para conferir a lista completa de cursos oferecidos pelo SENAI basta acessar o site www.sp.senai.br/grafica.

2

I

impressões Abigraf

impressões ABIGRAF Publicação bimestral da Associação Brasileira da Indústria Gráfica Regional São Paulo (Abigraf-SP), com apoio institucional do Sindicato das Indústrias Gráficas no Estado de São Paulo (Sindigraf-SP).

Ano 9 ❘ 47 ❘ Março e Abril de 2013

SINDIGRAF-SP comPletA 90 ANoS De RePReSeNtAção DA INDúStRIA GRáFIcA PAulIStA Para comemorar a data, a entidade promoverá diversos eventos até fevereiro de 2014

sobre a importância do planejamento estratégico sindical.

Em 1923, no dia 17 de fevereiro, o SINDIGRAF-SP iniciou suas atividades em defesa dos empresários da indústria gráfica paulista, ainda como Associação dos Industriais e Comerciantes Gráficos. Após nove décadas, a entidade representa sete mil gráficas do estado de São Paulo e possui uma abrangência que vai além da sua área de atuação: sendo responsável por uma parcela significativa da indústria gráfica nacional, as ações defendidas e comandadas pelo SINDIGRAF-SP, em muitos casos, beneficiam as demais gráficas do País. Para celebrar este marco histórico, o SINDIGRAF-SP promoverá uma série de eventos que contribuirão para fortalecer o relacionamento, além de intensificar as ações em favor dos interesses dos profissionais gráficos de todo o Estado. Uma das ações já programadas é o Encontro Nacional dos Sindicatos Gráficos, uma oportunidade para o intercâmbio de informações que promoverá um debate sobre a importância das empresas gráficas e como estas devem melhorar suas ações junto ao mercado e à sociedade. Na mesma ocasião, haverá o acompanhamento dos resultados e andamento das negociações coletivas pelo País e, também, uma palestra

Como entidade signatária do Protocolo de Intenções da CVPCI, o SINDIGRAF-SP manterá seus esforços na disseminação do principal conceito da campanha “Imprimir é Dar Vida”, que defende os aspectos de sustentabilidade da produção do papel e dos produtos impressos no Brasil. A ação, que conta com a participação de mais de 25 entidades da cadeia produtiva desses setores, deverá ser expandida. Isso porque o Sindicato está de olho em mais uma parceria, desta vez, com a Two Sides, associação internacional que executa o mesmo trabalho em nível mundial. Organizado pela ABIGRAF Nacional, em parceria com o Sindicato, o 3º Prêmio ABIGRAF de Responsabilidade Socioambiental também fará parte do cronograma de eventos em comemoração aos 90 anos do SINDIGRAF-SP. Para esta edição, o sindicato contratou a ABTG como entidade responsável pela revisão do regulamento e do julgamento dos inscritos. Neste ano, a premiação será realizada durante o 23º Prêmio Brasileiro de Excelência Gráfica Fernando Pini, em novembro. O SINDIGRAF-SP também promoverá palestras sobre assuntos jurídicos que giram em torno do setor gráfico, a serem realizadas em diversas localidades de São Paulo, em parceria com entidades que representam a indústria e profissionais do segmento.

Outra ação integrada à comemoração dos 90 anos do SINDIGRAF-SP é a projeção do filme “Linotipo”, destinada aos estudantes do Senai; trabalhadores e empresários da indústria gráfica e entidades parceiras. Depois da primeira sessão, que aconteceu em 20 de março, no Auditório Max Schrappe, da Escola Senai Theobaldo De Nigris (confira mais detalhes na página 5, em Eventos), as exibições continuarão ao longo dos próximos onze meses. As datas serão anunciadas em breve. O ápice dessa programação especial será a realização de um evento específico que reunirá a indústria gráfica paulista. Prevista para acontecer na primeira quinzena de setembro, esta será a oportunidade para todos os empresários gráficos comemorarem as conquistas alcançadas e planejarem as próximas. Fique de olho nas próximas edições do Impressões para acompanhar as novidades sobre os eventos em comemoração aos 90 anos do SINDIGRAF-SP!

Nesta edição Página 4 Fespa Brasil e ExpoPrint Digital Página 5 Sessão de cinema 90 anos do SINDIGRAF-SP

Responsabilidade editorial: Ricardo Viveiros & Associados – Oficina de Comunicação, empresa filiada à Associação Brasileira de Comunicação Empresarial (Aberje). Redação: Ada Caperuto e Juliana Tavares. Projeto gráfico e diagramação: Merli Design. Impresso em papel couchê fosco 150g. Contato ABIGRAF/SINDIGRAF Tel. (11) 3232-4509 E-mail: dmark@abigraf.org.br. Site: www.abigrafsp.org.br e www.sindigraf.org.br


Tendências & Mercados

Com a palavra

Bancas de Jornais em transformação

Mídias em adaptação

Nos últimos anos, a realidade das bancas de jornal de todo o País vem se modificando drasticamente. E um dos indicativos é a sensível queda no número de pontos de vendas. De acordo com o Sindicato dos Vendedores de Jornais e Revistas de São Paulo (Sindjor-SP), somente na cidade de São Paulo são cerca de 3.500 bancas em funcionamento, sendo que há oito anos existiam quase 5.000 delas.

Uma pesquisa realizada em outubro do ano passado pela KPMG International, e intitulada “Debate Digital 2013 – Emergência do consumidor digital multitarefas”, mostrou que os consumidores brasileiros ainda estão propensos a utilizar mais as mídias tradicionais do que as digitais. Comparando com outros oito países, o Brasil registrou o maior gasto com tais mídias: média de US$ 15 por mês (contra US$ 12 da média de EUA e Canadá), destacando-se a compra de livros. Na leitura dos demais aspectos englobados pelo levantamento, o que fica claro é que nosso país está apenas começando um processo de adaptação das mídias. Friso a palavra, porque não acredito da substituição deste ou daquele meio, mas sim em complementariedade, como já deixei claro em outras ocasiões.

Um dos problemas mais sérios enfrentados pelos jornaleiros é a forte concorrência da tecnologia – já que muitas revistas e jornais disponibilizam seu conteúdo digitalmente, para leitura em dispositivos móveis. Mas existem meios de despertar o interesse do cliente, por exemplo, diversificando os tipos de publicações que oferecem. O presidente do Sindjor-SP, José Antônio Mantovani, explica que uma das saídas está na venda de livros a preços populares. “Para o setor livreiro isso representa um novo canal de venda, uma vez que as bancas têm uma capilaridade muito grande, mesmo com o fechamento de alguns pontos”, comenta o sindicalista.

Projeto de banca de jornal elaborado pelo arquiteto João Paulo Guedes, vencedor do Concurso Banca Nova, que aposta em acessibilidade e modernidade.

Para colocar essa ideia em prática é necessário fazer com que jornaleiros e distribuidores de livros cheguem a um consenso. “No caso de uma possível parceria com as editoras, o ideal seria adequar os valores aplicados na concessão dos exemplares às livrarias para a realidade do jornaleiro. Desta forma, ambos seriam beneficiados com esta ação”, é o que defende o diretor do Grupo Empresarial Editorial (GE-Editorial) da Abigraf-SP, Luiz Gornstein. “Precisamos reinventar o nosso negócio nos mesmos moldes em que as padarias fizeram nos últimos dez anos. Isso passa necessariamente por uma mudança do comportamento do jornaleiro bem como uma melhoria no visual da estrutura física do ponto (a lataria, a banca)”, acrescenta Mantovani. Com o objetivo de propiciar manutenções e melhorias nas bancas do Largo da Batata, em Pinheiros, São Paulo, a Abril Mídia – em parceria com a Prefeitura de São Paulo – realizou o “Concurso Banca Nova” para escolher o projeto que será implantado na área. O vencedor do concurso foi o arquiteto baiano João Paulo Guedes, com um projeto que propôs, entre outras novidades, a melhoria na acessibilidade por deficientes físicos. O projeto feito sob medida para uma determinada região da cidade precisaria, de acordo com o arquiteto, passar por modificações para ser replicado para o restante das bancas do município. Todas as empresas que desejam continuar no mercado em que atuam passam por momentos de altos e baixos. No caso dos jornaleiros, o grande desafio é acompanhar com atenção as diversas mudanças que afetam diretamente o setor e saber utilizá-las em seu favor.

Ora, o papel não será substituído, mas só permanecerão ativas as indústrias gráficas que souberem se “reinventar” e aproveitar esta complementariedade das mídias. Aliás, também as editoras, as agências de publicidade, os fabricantes de qualquer item que possua uma embalagem (ou seja, quase tudo) e até mesmo as bancas de jornais e revistas. Tudo isso mostra que a conscientização avança sobre o nosso setor e outros correlatos, e que é preciso se ajustar à adaptação das mídias. Portanto, não dá mais para perder tempo, muito menos se limitar a lastimar os espaços já perdidos, mas que podem ser reconquistados com outros modelos de negócios. Adapte-se aos novos tempos! Fabio Arruda Mortara é presidente do Sindicato das Indústrias Gráficas no Estado de São Paulo (Sindigraf-SP)

impressões Abigraf

I

3


Eventos

Fespa Brasil e ExpoPrint Digital registram público acima do esperado

Pavilhão lotado na ExpoPrint Digital durante os quatro dias do evento, que foi realizado simultaneamente com a Fespa Brasil, no Expo Center Norte. O número de visitantes superou as expectativas dos organizadores.

Os quatro dias que marcaram a realização paralela da Fespa Brasil e ExpoPrint Digital 2013 – a primeira de comunicação visual, serigrafia, estamparia digital, grandes formatos, vestuário e sinalização; e a segunda sobre o mercado de impressão digital – resultaram em um número de visitação maior do que o previsto pelos organizadores e expositores: foram 13.184 pessoas em ambas as feiras. Realizados entre os dias 13 e 16 de março no Pavilhão Azul do Expo Center Norte, em São Paulo, os eventos apresentaram os lançamentos do mercado e os principais produtos das grandes empresas dos setores de comunicação visual e impressão digital. Outro destaque foi o volume de transações realizadas. A estimativa de negócios gerados durante a feira chega a R$ 120 milhões, segundo depoimentos de 88% dos expositores. Os negócios gerados nos seis meses após a feira deverão chegar a casa de R$ 170 milhões. Neil Felton, diretor de feiras da Fespa internacional, ficou plenamente satisfeito com o resultado observado no Brasil: “O evento foi um dos mais impressionantes lançamentos que já realizamos. Estou muito animado com o futuro da Fespa Brasil”, comentou. Todo esse sucesso deixou uma certeza: promover uma exposição ainda mais grandiosa em março de 2015, na já confirmada segunda edição. Na ExpoPrint Digital a reação dos expositores foi a mesma. Seus estandes estiveram a todo momento tomados por profissionais interessados em descobrir as novidades do mercado e fazer negócios. A Alphaprint, por exemplo, apresentou uma série de soluções aos visitantes. 4

I

impressões Abigraf

“O estande teve bastante movimento do começo ao final da feira, vários projetos levantados e pedidos fechados. Uma surpresa muito agradável”, revela Hadriano Domingues, diretor de marketing e planejamento. A primeira edição da ExpoPrint Digital foi de grande relevância para a Heidelberg. “Durante quatro dias, pudemos recepcionar milhares de visitantes em nosso estande, onde o foco era mostrar os benefícios de uma verdadeira gráfica híbrida. Muitos pedidos, principalmente para a Linoprint C 751 e C 901, foram tirados durante a ExpoPrint Digital, e muitos projetos foram iniciados, o que nos deixam muito otimistas para os meses que estão por vir”, comenta Dieter Brandt, presidente da Heidelberg do Brasil. O diretor da ExpoPrint Digital, Eduardo Buck, destacou a qualidade e a variedade como os pontos fortes desta edição, que trouxe todos os potenciais fornecedores para as soluções necessárias à indústria. “Foi possível ver softwares de vários tipos, desenvolvedores de aplicações, fornecedores de acabamento, consultores, franquias. O empresário foi à feira buscar soluções e com certeza as encontrou”, analisa. A ABIGRAF Nacional, o SINDIGRAF-SP e a ABTG participaram dos eventos através de um estande, no qual foram recebidos os presidentes das Regionais da ABIGRAF e dos Sindicatos Estaduais da indústria gráfica. No dia da abertura, o presidente da Afeigraf, Dieter Brandt, e o diretor da APS, organizadora das feiras, Ismael Guarnelli, receberam empresários gráficos e representantes das entidades em um coquetel no estande da entidade.


Propaganda e marketing

Sessão de cinema marca o início das comemorações do SINDIGRAF-SP

Fabio Arruda Mortara, presidente do Sindigraf-SP, no discurso que antecedeu a exibição do filme “Linotipo”.

Realizada no dia 20 de março, a primeira ação comemorativa aos 90 anos do SINDIGRAF-SP exibiu o filme “Linotipo” (Linotype The Film, em inglês) - um documentário que aborda a história dessa máquina que revolucionou a indústria gráfica mundial e proporcionou a ampliação do acesso ao conhecimento no século XX. O evento foi acompanhado por profissionais do setor, estudantes e representantes das entidades parceiras que lotaram o auditório Max Schrappe da ABTG, na Escola Senai Theobaldo De Nigris, em São Paulo. O presidente do SINDIGRAF-SP e da ABIGRAF Nacional, Fabio Arruda Mortara, deu início à sessão ressaltando a importância da parceria entre as entidades, o Senai e a ABTG, na promoção de iniciativas que possam ampliar o conhecimento dos profissionais gráficos, assim como em tantas outras ações do sindicato, e também àqueles que fazem a entidade. “Em nome de toda a indústria gráfica paulista, agradeço a todos os que deram sua contribuição nessa trajetória de nove décadas. Agradeço, sobretudo, aos associados, que são a maior força de um sindicato voltado à defesa do setor e dos preceitos do crescimento econômico, da livre iniciativa e

do desenvolvimento com justiça social”, completou. Sobre o filme “Linotipo”, Mortara salientou sua relevância para os profissionais da indústria gráfica. “Tanto para quem já viu quanto para quem não viu, o filme é uma obra-prima dentre as produções que tratam do nosso mercado, da nossa indústria, dos nossos sonhos e das nossas paixões”, concluiu. Após a exibição, os participantes tiveram a oportunidade de conferir uma das poucas máquinas que sobreviveram ao surgimento da fotocomposição, em 1950. Com o acompanhamento dos diretores da Oficina Tipográfica São Paulo (OTSP), Marcos Mello e Cláudio Rocha, foram estabelecidos grupos de 20 pessoas para verem uma linotipo legítima funcionando em perfeitas condições. Uma sessão extra do filme foi realizada em 17 de abril, às 19hs, no auditório Ignaz J. Sessler, da Escola Senai Theobaldo De Nigris. O evento também foi gratuito e aberto ao público. Ficou curioso para conhecer essa grande invenção da história das artes gráficas? Então, não perca as próximas edições do Impressões. Mais datas serão divulgadas em breve.

Mercado publicitário cresce 6% em 2012 O mercado publicitário brasileiro cresceu 6% em 2012, com faturamento total de R$ 44,85 bilhões. Desse volume, R$ 30,1 bilhões correspondem à receita da mídia brasileira com a venda de espaço publicitário. As revelações são do Projeto Inter-Meios, capitaneado pelo Grupo Meio & Mensagem, em parceria com a PriceWaterhouseCoopers. Entre as constatações, o meio TV obteve 64,7% do total investido em mídia no ano passado; a TV por assinatura fechou com 12,2% a mais do que em 2011; o cinema alcançou a marca de 22,3%, mas com participação de 0,3% no bolo publicitário; guias e listas tiveram a maior queda, com -14,8%; mídia exterior obteve um aumento de 6,3%; rádio teve um crescimento maior que Internet, com avanços de 4,7% e 4,3%, respectivamente; e o segmento de revistas apresentou decréscimo de -5,4%. (Adnews)

Movimentação nas agências • Depois de nove anos na JTW, o diretor de criação Fábio Brandão segue para a equipe liderada por Marco Versolato na DM9DDB. • A Agência CASA contratou o diretor de criação Bruno Bocchese e a diretora de arte Maria Eduarda Di Pietro para integrar a equipe liderada por Mauro Cavalletti. • Simone Sousa é a nova diretora de marketing do Estadão. Após ocupar o mesmo cargo na Editora Abril, ela responderá diretamente ao diretor de mercado anunciante, Rogério Comprido. Fontes: Meio & Mensagem e Adnews

impressões Abigraf

I

5


Cursos – ABTG Cursos Regulares 20 de maio “Produção gráfica” Público-alvo: produtores gráficos, designers, operadores de pré-impressão, orçamentistas, vendedores, profissionais que contratam serviços de gráficas e os demais que estejam envolvidos com desenvolvimento de projetos gráficos. Investimento: R$ 290,00 para associados da ABTG, ABIGRAF, ABRAFORM, SINGRAFS e ABIEA; R$ 390,00 para não associados; e R$ 190,00 para estudantes.

28 de maio “Como administrar uma gráfica familiar” Público-alvo: empresários gráficos, diretores ou gestores que atuam em empresas familiares e todos aqueles interessados em obter mais conhecimento sobre a estruturação de uma gráfica familiar e o processo de sucessão. Investimento: R$ 290,00 para associados da ABTG, ABIGRAF, ABRAFORM, SINGRAFS e ABIEA; R$ 390,00 para não associados; e R$ 190,00 para estudantes. Local: Auditório da ABTG Endereço: Rua Bresser, nº. 2.315 – Mooca – São Paulo Informações: curso@abtg.org.br ou (11) 2797-6728 Inscrições: www.abtg.org.br

6

I

impressões Abigraf

Ação Nacional

Fiesp cria Comitê da Indústria Gráfica

Foi realizada no último dia 9 de abril a primeira reunião do Comitê da Cadeia Produtiva do Papel, Gráfica e Embalagem (Copagrem), criado no âmbito da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp). Ao instituir Comitês como o Copagrem, a Fiesp entende que determinados setores produtivos configuram-se como segmentos econômicos estratégicos para o aprimoramento da competitividade nacional. Em sua estrutura de trabalho, a Federação dedica atenção especial a estes e nos últimos anos alguns Comitês criados pela entidade foram transformados em Departamentos especializados, competentes para avaliar peculiaridades e propor soluções mais efetivas aos problemas que atingem seus respectivos setores. O Copagrem, que terá como coordenador o presidente do SINDIGRAF-SP Fabio Arruda Mortara, engloba representantes de sindicatos dos segmentos gráfico e das indústrias de papel, papelão, material plástico e tintas e vernizes, todos eles filiados à Fiesp. Também reúne entidades setoriais como a Bracelpa (papel e celulose), Abre (embalagens), Abro (rotativas offset), Abraform (formulários contínuos), Anatec (revistas), Snel (livros), entre outros.


Quem faz a Abigraf

Agenda do Gráfico

A Abigraf-SP dá boas-vindas aos novos associados. Saiba quem são eles:

Agenda de Obrigações – Abril/2013 e Maio/2013

Gráfica Carvalho Pindorama/SP. Telefone: 17 3572-1685. Site: www.carvalhografica.com.br Formidan Carapicuíba/SP. Telefone: 11 4189-9910 Localizada na Grande São Paulo, a gráfica está no mercado há vinte anos e é especializada na conversão de papéis em diversas aplicações, fornecendo formulários contínuos personalizados em geral, com ou sem impressão. Arthur Blank do Brasil São Paulo/SP. Telefone: 11 4930-1936. Droven Print Gráfica e Editora Ltda ME Valinhos/SP. Telefone: 19 3929-6500. Site: www.droven.com.br Situada na região metropolitana de Campinas, a gráfica possui mais de dois anos no mercado e é especialista no desenvolvimento de cores Pantone.

Sugestão de leitura Rompendo o Futuro – A sabedoria incomum para navegar pelos desafios do mercado de impressão A obra é uma adaptação do livro de Joe Webb - respeitado formador de opinião do setor gráfico - em parceria com Richard Romano - escritor profissional, analista sênior e especialista em várias tecnologias de comunicação gráfica -, intitulado “Disrupting the future - Uncommon Wisdom for Navigating Print’s Challenging Marketplace”. Elaborado pelo consultor e diretor da ANconsulting, Hamilton Terni Costa, o livro aborda os caminhos e transformações da indústria gráfica diante das novas demandas e formas digitais de comunicação, e faz uma reflexão sobre os desafios e oportunidades que permeiam o setor. 239 páginas. Editora agBook. Informações: www.agbook.com.br

Seguem abaixo as agendas contendo as principais obrigações tributárias, trabalhistas e previdenciárias, de âmbito federal, estadual e municipal, a serem cumpridas nos prazos previstos na legislação em vigor. Cumpre informar, que as agendas abaixo não esgotam certas determinações legais a serem cumpridas em razão de atividades econômicas e sociais específicas. O DEJUR – Departamento Jurídico permanece à disposição para esclarecimentos de dúvidas (dejur@abigraf.org.br)

ABRIL 2013 Até dia 19.ABR – 6ªf 22.ABR – 2ªf 24.ABR – 4ªf 25.ABR – 5ªf 30.ABR – 3ªf

Obrigações Previdência Social – INSS DCTF – mensal (fato gerador - FEV/13) DAS – SIMPLES NACIONAL PAEX – Medida Provisória nº 303/06 IRRF (fato gerador - 11 a 20.ABR.2013) PIS/COFINS (fato gerador -MAR/13) IPI ICMS - fato gerador - MAR/13 (CNAE - 18.11-3; 18.13-1; 18.13-0; 18.21-1; 18.22-9; 58.21.2; 58.23-9 e 58.29-8) IRRF – PIS – COFINS – CSLL – (fato gerador - 01 a 15.ABR.2013) IRPJ - apuração mensal /p/ estimativa IRPJ - apuração trimestral (lucro real, presumido ou arbitrado) CSLL - apuração mensal (estimativa) CSLL - apuração trimestral (lucro real, presumido ou arbitrado) REFIS/PAES/SIMPLES - Parcel./ PAEX 1/ PAEX 2 SIMPLES NACIONAL - Parcel. Especial DES – Declaração Eletrônica de Serviços (fato gerador – FEV/2013)

MAIO 2013 Até dia 03.MAI – 6ªf 06.MAI – 2ªf 08.MAI – 4ªf 10.MAI – 6ªf 15.MAI – 4ªf 20.MAI – 2ªf 22.MAI – 4ªf 23.MAI – 5ª f 24.MAI – 6ª f 29.MAI – 4ªf 31.MAI – 6ªf

Obrigações Pagamento dos salários de ABR/13 ICMS - Fatos Geradores - ABR/13 (CNAE - 17.31-1; 17.32-0 e 17.41-9) IRRF (fato gerador - 21 a 30.ABR.13) FGTS - ABR/13 CAGED - ABR/13 DACON - mensal Previdência Social - INSS Cópia/GPS - ABR/13 - envio sind. profissional ISSQN - Município de São Paulo IRRF (fato gerador - 01 a 10.MAI.2013) IRRF – PIS – COFINS – CSLL – (fato gerador - 16 a 30.ABR.2013) EFD - PIS - COFINS (Lucro Real/Lucro Presumido – fato gerador - MAR/2013) ICMS – Diferencial entre alíquota interna e interestadual (SIMPLES NACIONAL) Previdência Social – INSS DAS – SIMPLES NACIONAL PAEX – Medida Provisória nº 303/06 DCTF – mensal (fato gerador - MAR/13) IRRF (fato gerador - 11 a 20.MAI.2013) PIS/COFINS (fato gerador - ABR/13) IPI ICMS - fato gerador - ABR/13 (CNAE - 18.11-3; 18.13-1; 18.13-0; 18.21-1; 18.22-9; 58.21.2; 58.23-9 e 58.29-8) IRRF – PIS – COFINS – CSLL – (fato gerador - 01 a 15.MAI.2013) IRPJ - apuração mensal /p/ estimativa IRPJ - apuração trimestral (lucro real, presumido ou arbitrado) CSLL - apuração mensal (estimativa) CSLL - apuração trimestral (lucro real, presumido ou arbitrado) REFIS/PAES/SIMPLES - Parcel./ PAEX 1/ PAEX 2 SIMPLES NACIONAL - Parcel. Especial DES – Declaração Eletrônica de Serviços (fato gerador – MAR/2013)

impressões Abigraf

I

7


TEM UMA INFORMAÇÃO

MUITO IMPORTANTE

SOBRE TODA A INDÚSTRIA GRÁFICA QUE VOCÊ PRECISA SABER: A cadeia produtiva do papel e da comunicação impressa vem realizando uma campanha de informação sobre o que produz para a sociedade. Esclarecer dúvidas e, principalmente, trazer à luz da verdade algumas questões ligadas à sustentabilidade. A principal delas é deixar claro que, as árvores destinadas à produção de papel provêm de florestas plantadas, e que essas são culturas, lavouras ou plantações como qualquer outra. Somos uma indústria alinhada com a ecologia e a natureza, ou seja, as nossas impressões são extremamente conscientes porque utilizamos processos cada vez mais limpos. E, mesmo assim, buscamos todos os dias novas tecnologias de produção que respeitem ainda mais o equilíbrio do meio ambiente. Somos uma indústria que traz prosperidade para o País e benefícios para todos os brasileiros. Temos imenso orgulho de saber que cada vez que imprimimos um caderno, um livro, uma revista, um material promocional ou uma embalagem, estamos levando conhecimento, informação, democracia e educação a todos. Imprimir é dar veracidade, tornar palpável. Imprimir é assumir compromisso. Imprimir é dar valor. Principalmente à natureza.

IMPRIMIR É DAR VIDA. ENTIDADES PARTICIPANTES: ABAP, ABEMD, ABIEA, ABIGRAF, ABIMAQ, ABITIM, ABRAF, ABRAFORM, ABRELIVROS, ABRINQ, ABRO, ABPO, ABTCP, ABTG, AFEIGRAF, ANATEC, ANAVE, ANDIPA, ANER, ANL, ARTEFATOS, BRACELPA, CBL, FIESP, SBS e SNEL.

CAMPANHA DE VALORIZAÇÃO DO PAPEL E DA COMUNICAÇÃO IMPRESSA.

Acesse e saiba mais:

www.imprimiredarvida.org.br

IMPRESSÕES 47  

Impressões 47.

Advertisement