Page 1

Ano 9 ❘ 46 ❘ Janeiro e Fevereiro de 2013

ExpoPrint Digital: todas as soluções em um único local Feira acontecerá pela primeira vez em São Paulo, trazendo novidades em produtos e serviços para a impressão digital isto”, declarou o presidente do Sindigraf-SP e da ABIGRAF Nacional, Fabio Arruda Mortara. Em janeiro, o evento já estava com quase a totalidade de seus espaço comercializados. “Isso prova a força e a consolidação da marca ExpoPrint. Essa edição, voltada para o mercado de impressão digital, é a certeza de que visitantes e expositores estarão em um evento repleto de oportunidades, com os grandes nomes do mercado”, comentou Ismael Guarnelli, diretor da APS Feiras & Eventos.

Realizada pela Associação dos Agentes de Fornecedores de Equipamentos e Insumos para a Industria Gráfica (Afeigraf) e organizada pela APS Feiras & Eventos, a ExpoPrint Digital ocorrerá pela primeira vez em São Paulo, de 13 a 16 de março, no Expo Center Norte. O evento tem o mesmo objetivo de apresentar as novidades em software, hardware e tendências do universo gráfico, com foco em impressão digital, transpromo, mala-direta de alta relevância, dados variáveis, impressão sob demanda, baixas tiragens, outsourcing, soluções de acabamento e muito mais. Paralelamente à feira, serão realizados congressos sobre temas correlatos:

o Seminário Digitec e o One-to-One Summit. Outro importante evento será a FESPA Brasil 2013, feira voltada ao segmento de comunicação visual. “Entre os principais mercados gráficos do mundo e por sua condição de potência regional, o Brasil é, hoje, o cenário perfeito para a realização da ExpoPrint Digital 2013. Somos, hoje, um país em expansão, que inclui um número crescente de cidadãos e que conta com consumidores ávidos por inovações. Ou seja, há um espaço claro para a produção de impressos que respondam a altura às expectativas deste público, e a impressão digital parece ser a tecnologia mais adequada para

Eventos realizados pela APS Feiras e Eventos reúnem sempre os maiores nomes do segmento gráfico, atraindo um público amplo de profissionais do setor

Nesta edição Página 3 Embalagem é só luxo! Página 5 Almoço da Indústria Gráfica Paulista


Editorial

Para começar bem 2013 Estamos começando mais um exercício e, ao que tudo indica, não será um ano de grandes surpresas na política e na economia do País: terminamos 2012 sem qualquer sinal de empenho do Governo Federal de adotar medidas que contribuam para modificar para melhor um cenário que foi, no mínimo, pouco animador. Nesta edição do boletim Impressões, apresentamos um balanço setorial do ano que se encerrou e as perspectivas para este. Na reportagem, é possível ter uma dimensão prévia do que se espera em relação ao desempenho de nossa indústria em 2013. Não são excelentes notícias. E, no meu entender, este é um sinal claro que continuaremos dependendo de esforços próprios, empenho e muita garra para manter nossas empresas atuantes, saudáveis e competitivas.

Como parte de nossa missão, cabe-nos o papel de apresentar caminhos alternativos, assim como continuar atuando na defesa dos interesses da categoria. Por isso mesmo, nesta edição também apresentamos matérias que contribuam para ampliar o horizonte das perspectivas de negócios, como a reportagem de capa e o início de uma série sobre tendências nos segmentos gráficos, que começa com o tema das embalagens de luxo. Cursos, dicas de leitura, ações em âmbito nacional, benefícios. Tudo isso poderá ser conferido nesta edição do Impressões. Porém, quero também quero aproveitar o início do ano para pedir sua colaboração, sugerindo temas que gostaria de ver abordados em nosso boletim. Conto com sua participação e desejo a todos um ótimo 2013! Fabio Arruda Mortara, presidente da ABIGRAF Nacional e do SINDIGRAF-SP.

Benefícios

Novas parcerias trazem vantagens para as indústrias gráficas e seus funcionários O Sindigraf-SP fechou recentemente duas novas parcerias que já estão beneficiando não apenas as indústrias, como também os seus funcionários. A primeira delas é com a M2R2 Consultoria, que atua no segmento de treinamento e desenvolvimento profissional e gerencial. A empresa planeja e desenvolve projetos especiais voltados para as áreas comerciais e recursos humanos, desde o estudo de necessidades até a implantação do planejamento estratégico. Oferece, ainda, treinamentos, cursos in company e palestras motivacionais e técnicas, para o desenvolvimento de competências e talentos. Os filiados ao Sindigraf-SP que estiverem com suas contribuições em dia poderão ser beneficiados a custo zero com uma das seguintes soluções: “Palestra reflexiva e motivacional”, recomendada para sensibilizar os participantes quanto 2

I

impressões Abigraf

à importância do engajamento e da participação ativa no ambiente corporativo, família e sociedade; “Rotina e processos de DP e RH”, uma avaliação criteriosa do departamento pessoal e apresentação de relatório com proposta de organização administrativa e transformação em uma área estratégica; e “Pesquisa de Clima Organizacional”, indicada para empresas que desejam evidenciar fatores que interferem na satisfação ou insatisfação do colaborador em relação à organização, o que inclui o diagnóstico e as recomendações da consultoria. Outra novidade em benefícios é a parceria firmada pelo SindigrafSP com a Green Card, que oferece isenção total de tarifas nos benefícios de cartão alimentação e refeição. Com abrangência nacional e ampla rede credenciada, a Green Card tem 23 anos de mercado, prestando serviços no segmento de vales

e cartões refeição e alimentação Convênio PAT - gerenciando, fornecendo e distribuindo benefícios em voucher e cartão magnético. Presente em todos os Estados brasileiros, a empresa tem como objetivo oferecer a seus clientes o melhor em atendimento personalizado, inovando sempre para melhor atendê-los. Saiba mais: M2R2 Consultoria: www.m2r2.com.br Green Card: www.grupogreencard.com.br

impressões ABIGRAF Publicação bimestral da Associação Brasileira da Indústria Gráfica Regional São Paulo (Abigraf-SP), com apoio institucional do Sindicato das Indústrias Gráficas no Estado de São Paulo (Sindigraf-SP). Responsabilidade editorial: Ricardo Viveiros & Associados – Oficina de Comunicação, empresa filiada à Associação Brasileira de Comunicação Empresarial (Aberje). Redação: Ada Caperuto. Projeto gráfico e diagramação: Merli Design. Impresso em papel couchê fosco 150g. Contato ABIGRAF/SINDIGRAF Tel. (11) 3232-4509 E-mail: dmark@abigraf.org.br. Site: www.abigrafsp.org.br e www.sindigraf.org.br


Tendências & Mercados

Embalagens: é luxo só!

Cheias de recursos gráficos, as embalagens de chocolates finos valorizam o produto, que se torna um belo presente

De acordo com dados disponíveis no site da Associação Brasileira de Embalagem (ABRE), o mercado de luxo brasileiro deveria encerrar o ano de 2012 com movimento de R$ 22,6 bilhões. Embora o segmento gráfico de embalagens tenha sofrido retração no ano passado, Sidney Anversa Victor, diretor setorial do Grupo Empresarial de Embalagens (GE-EMBA) e vice-presidente da Abigraf-SP, afirma que o mercado de itens de luxo está mesmo em crescimento. “A chamada ‘nova classe média’ começa a consumir produtos aos quais não tinha acesso. A partir do momento em que há uma melhora na renda, é natural que desejem comprar produtos de um nível melhor”, afirma. Sidney comenta que muitas empresas identificaram a importância da embalagem para aumentar suas vendas, como os celulares, por exemplo. “São caixas muito bem elaboradas, em que cada compartimento traz um acessório específico. Isso aumenta o prazer de manipular a embalagem, que também será guardada por mais tempo pelo usuário”. Na lista dos produtos mais desejados estão também os chocolates finos, cujas caixas, vêm com recursos e aplicações que lhe conferem um aspecto nobre estão entre os e fazem toda a diferença para presentear. Cosméticos campeões de vendas no O mesmo pode ser visto no último Natal, segmento de itens de luxo com a enorme variedade de panetones exibidas nos supermercados. Cada fabricante procurou colocar um ou outro efeito diferente em suas embalagens: uma dobra a mais, um brilho, um relevo”, diz o diretor do GE-EMBA. Outro produto disputado pelos novos consumidores são os cosméticos, agora disponíveis em uma enorme variedade, e também as bebidas e os cigarros em embalagens promocionais. Para a Congraf, a indústria gráfica de Sidney Anversa Victor, que trabalha com 90% de itens de luxo, essa tendência não é novidade, especialmente nos cosméticos. Porém, o diretor do GE-EMBA lembra que todas as gráficas que trabalham com embalagens têm seu nicho específico. E em cada um deles existe uma exigência, uma sistemática a ser atendida. “O que percebo é que todos estão tentando melhorar para isso fidelizar os clientes. E isso é que traz qualidade ao mercado gráfico como um todo”, conclui o diretor do GE-EMBA.

Com a palavra

Incentivo à leitura e à saúde das empresas gráficas No final de 2012, assistimos a chegada definitiva da Amazon ao Brasil. A maior varejista online dos Estados Unidos acaba de inaugurar suas operações por aqui para vender, exclusivamente, livros em formato digital. Isso afeta, em primeiro lugar, as livrarias, que terão que se adaptar rapidamente com a chegada dessa forte concorrente. Porém, o reflexo maior incide na indústria gráfica, especificamente no segmento editorial de livros. No entanto, por outro lado, a mais recente Pesquisa Nacional por Amostras de Domicílios (Pnad) do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), mostra dados relativos à questão do analfabetismo, ressaltando que o caminho da educação e incentivo à leitura ampliará não apenas o mercado para os livros digitais, mas, principalmente, fortalecerá nossa indústria de impressão. O estudo mostra que 20,3% dos brasileiros, ou quase 30 milhões de pessoas, embora sejam cidadãos alfabetizados encontram-se ainda fora do mercado de consumo de livros. São milhões de pessoas que, se passassem a consumir somente um livro impresso por ano, garantiriam um número significativo de gráficas em atividade. Outra boa notícia vem da pesquisa Retratos da Leitura, do Instituto Pró-Livro. Segundo o levantamento, a maioria dos leitores que tiveram acesso ao livro digital (37%) acredita que passará a ler mais livros impressos. Não temos dúvidas, portanto, de que nosso foco enquanto gráficos não deve ser contra este ou aquele formato de leitura, e sim à favor de um mercado saudável e de políticas que incentivem e reforcem entre os brasileiros a importância do ato de ler. *Levi Ceregato é presidente da Abigraf Regional São Paulo (Associação Brasileira da Indústria Gráfica-SP).

impressões Abigraf

I

3


Panorama

Propaganda e marketing

ABIGRAF Nacional prevê cenário adverso para a indústria gráfica em 2013

Investimentos em mídia crescem 3,3%

Dados relativos ao terceiro trimestre de 2012 compilados pelo Departamento Econômico da Associação Brasileira da Indústria Gráfica (DECON-ABIGRAF) mostram um cenário negativo em todos os segmentos da indústria de impressão nacional. De acordo com o último Boletim de Atividade Industrial, em setembro de 2012 a produção do setor recuou 5,4% em relação com o mesmo mês de 2011. Na comparação entre o terceiro trimestre deste ano com o mesmo período do ano passado a retração chega a 9,5%. Há também resultado negativo de 4,3% no período de janeiro a setembro de 2012 sobre o mesmo período do ano anterior. Já na análise dos dados anualizada (de outubro de 2011 a setembro de 2012), a queda é de 4,4%.

Movimentação nas agências

Tais números refletem a perda de competitividade sofrida pela indústria gráfica brasileira, que tem sofrido com o crescimento na importação de impressos editoriais e o alto custo dos insumos do setor. Para responder a esses ataques, ao longo do ano, foram intensos os contatos entre a entidade e representantes no Executivo, Legislativo e Judiciário no sentido de sublinhar a gravidade da situação e propor medidas que possam ajudar a mitigar os efeitos negativos da falta de competitividade que acomete o setor. “Embora os resultados deste trabalho ainda estejam sendo gestados, temos percebido uma crescente sensibilização para o problema em ministérios estratégicos como o da Fazenda e o MDIC”, afirma o presidente da ABIGRAF Nacional, Fabio Arruda Mortara. “Para ganharmos esta guerra, precisamos continuar mobilizados para mostrar que é a saúde de mais de 20 mil empresas, responsáveis pela geração e manutenção do emprego de aproximadamente 222 mil brasileiros, que está em jogo”, conclui Mortara.

4

I

impressões Abigraf

Os investimentos em publicidade atingiram US$ 139 bilhões no mundo no terceiro trimestre de 2012, de acordo com a mais nova edição do relatório Global AdView Pulse, da Nielsen. Os dados representam um crescimento de 4,3% do mercado, na comparação com o mesmo período de 2011. Considerando-se os nove primeiros meses do ano, a alta fica em 3,3%. A América Latina teve crescimento de 6,4% considerando-se o período de janeiro a setembro, quase o dobro da média mundial. (Meio & Mensagem).

• A F.biz contratou Mário Reys como diretor de planejamento e Thierry Galves para a área de atendimento. • Claudio Quartilho é o novo diretor de criação da agência Tritone • A DM9Rio tem novo diretor de criação. Diogo Mello chega à agência para assumir o cargo e ingressar na equipe comandada por Álvaro Rodrigues, sócio e VP de criação. • Fabiano Goldoni é o novo diretor de criação da agência Gad’Red. • A AgênciaClick Isobar anunciou a contratação de Adriel Nunes Teles para o cargo de diretor executivo de criação da operação em Brasília. • Em dezembro, a Zero 11 Idea Co promoveu Patrizia Scala a Diretora de Criação. • Mariana Sá é a nova diretora executiva de criação da Lew’LaraTBWA, fazendo dupla com Cesar Herszkowicz, promovido a diretor de criação. Fontes: Meio & Mensagem e Adnews


Eventos

Almoço da Indústria Gráfica Paulista sobre a conjuntura econômica. Em sua fala, a jornalistas especializada em negócios, macroeconomia e economia internacional fez um balanço do ano de 2012 e traçou algumas previsões para 2013. O evento contou ainda com o sorteio de cestas de Natal entre os participantes.

Em 18 de dezembro, no Buffet França, o Sindigraf-SP e a Abigraf Regional São Paulo realizaram o Almoço da Indústria Gráfica Paulista, evento anual de confraternização dos empresários e profissionais do setor, que reuniu mais de 240 convidados. Com a presença dos presidentes das entidades organizadoras, Fabio Arruda Mortara (Sindigraf-SP e Abigraf Nacional) e Levi Ceregato (AbigrafSP) e também da ABTG, Reinaldo

Espinosa, o encontro A jornalista Erica Fraga, reuniu em palestra apresentada dezenas de no evento empresários, fornecedores e dirigentes do setor gráfico paulista, além de representantes de outras entidades da indústria e da imprensa nacional. O almoço contou com palestra da repórter especial de economia da Folha de S.Paulo, Érica Fraga,

Levi Ceregato e Fabio Arruda Mortara entregam homenagem ao ex-presidente da Abigraf Nacional Max Schrappe (ao centro)

Wagner Silva, Luca Cialone e Reinaldo Espinosa durante a entrega de cestas de Natal aos convidados

Ação Nacional

ABTG anuncia a realização do Enac A ABTG será a entidade responsável pela realização do Exame Nacional de Avaliação para Capacitação Técnica do Profissional Gráfico (Enac), que tem os objetivos de permitir que as empresas, ao avaliarem seus colaboradores, direcionem corretamente os recursos que investem em capacitação; transformar-se em um instrumento de recrutamento e seleção; e permitir a auto capacitação profissional. Com provas específicas desenvolvidas em parceria com a Escola Senai Theobaldo De Nigris, baseadas nos principais cargos da indústria gráfica nacional, o Enac fornecerá informações para as entidades de classe, oferecendo um panorama atualizado da mão de obra do setor. O Enac é gratuito, conta com ferramentas de segurança dos dados e pode ser acessado por empresas e pessoas físicas. Todo o processo é online e a porta de entrada é o link do Enac no site da ABTG (www.abtg.org.br).

Folha de pagamento Até o fechamento desta edição, aguardava recebimento na Mesa Diretora da Câmara dos Deputados, a Medida Provisória (MP) 582, editada pela presidente Dilma Rousseff para estender a desoneração da folha de pagamentos para diversos setores industriais, entre eles o gráfico. A MP prevê a substituição da contribuição previdenciária patronal de 20% por uma alíquota de 1% a 2,5% sobre o valor da receita bruta, excluídas as vendas canceladas e os descontos incondicionais concedidos.

Desoneração tributária Em 8 de novembro, representantes da Abigraf Nacional e de outras entidades de classe do segmento de materiais de papelaria e artigos escolares participaram de audiência pública na Comissão de Finanças e Tributação (CFT) da Câmara dos Deputados, em Brasília (DF). O objetivo foi debater o Projeto de Lei 6705/2009, que dispõe sobre a isenção do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) incidente sobre produtos escolares de fabricação nacional e altera as leis nº 10.637/2002 e nº 10.833/2003, para estabelecer alíquota zero da contribuição para o PIS/Pasep e da Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social (Cofins) incidentes sobre as receitas decorrentes da venda desses produtos. Atualmente aguardando parecer na CFT, o PL 6705 poderá trazer importantes mudanças para a indústria gráfica.

impressões Abigraf

I

5


Vida & trabalho

Ano novo, metas novas: empolgue-se e não perca o ritmo

Cursos – ABTG CURSOS ABTG Em 2013, os programas de ensino da ABTG serão realizados em dois formatos: Integrados e Regulares. Os Cursos Integrados são elaborados a partir da interação de conteúdos e especialistas em torno de um tema geral, durante duas semanas, para atender as necessidades específicas das gráficas. O próximo será “Ciclo de Gestão para Formação e Reciclagem de Gestores Gráficos”, realizado de 4 a 14 de março, das 18h45 às 21h45.

Começar o ano cheio de planos é excelente, afinal são os projetos de vida que nos estimulam na Vida & Trabalho, título desta nova coluna do Boletim Impressões, que vai trazer dicas sobre temas importantes para o dia a dia nos aspectos pessoal e profissional. Para começar, damos os parabéns para quem finalmente fez a matrícula na academia, na escola de inglês ou até pretende aprender mandarim. Nada como começar o ano renovando-se, mas o importante é não perder o ritmo. Quem se prepara para deixar de lado a vida sedentária deve ficar atento às recomendações da Fundação de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon-SP) ao escolher a academia. Esses locais oferecem diferentes planos de serviços e formas de pagamento. Assim, é importante pesquisar muito antes de contratar, verificando disponibilidade de horários, valores das parcelas, taxas adicionais, entre outros aspectos, como a possibilidade de devolução de cheques pré-datados no caso de pagamento antecipado de planos mais longos. O Procon-SP recomenda ler atentamente o contrato antes de assinar. Nas escolas de idiomas, o aluno também assinará um contrato de compromisso, cujas cláusulas irão variar de acordo com a instituição. O Procon-SP informa que este tipo de programa educativo está na categoria de cursos livres e, portanto, não possuem regulamentação específica, sendo importante ressaltar que não há qualquer fiscalização pelas Secretarias de Educação (estaduais e municipais) ou no Ministério da Educação e Cultura (MEC). No contrato, deverá constar o conteúdo programático a ser desenvolvido, a quantidade de módulos/séries, o número de aulas e quais dias da semana, duração de cada aula e do curso, local onde serão ministradas, data de início e término, valor, forma de pagamento, material a ser utilizado, emissão de certificado de conclusão, enfim, o que for verbalmente ofertado pelo vendedor. O contrato deverá, ainda, apresentar de forma clara as condições para rescisão. 6

I

impressões Abigraf

Já os Cursos Regulares funcionam como um treinamento padrão, com títulos e conteúdos específicos para um determinado tema a ser abordado. O próximo será “O que o colaborador da sua gráfica precisa saber para reduzir desperdícios: Pré-Impressão, Impressão e Pós-Impressão”, em 26 de fevereiro, das 9 às 18h O valor do investimento dos Cursos Integrados é de R$ 670,00 (associados); R$ 770,00 (não associados) e R$ 540,00 (estudantes). Já para os Cursos Regulares, os valores são os seguintes: R$ 290,00 ou R$ 320,00* (associados); R$ 390,00 ou R$ 420,00* (não associados) e R$ 190,00 ou R$ 220,00 (estudantes) (*) os valores variam de acordo com a carga horária do treinamento. Informações e Inscrições ABTG Rua Bresser, 2315 Mooca - SP (dentro da escola SENAI “Theobaldo De Nigris”) (11) 2797-6728 ou curso@abtg.org.br Com Thiago Chirelli


Quem faz a Abigraf A Abigraf-SP dá boas-vindas aos novos associados. Saiba quem são eles: Gráfica Três Pontas São Paulo/SP. Telefone: 11 5581-6903. Site: www.graficatrespontas.com.br No mercado desde 1985, a empresa trabalha principalmente nos segmentos comercial e promocional, produzindo impressos diversos, como folhetos, jornais, convites, cartões, catálogos, materiais de papelaria, flyers e folders. Fênix Artes Gráficas São Paulo/SP. Telefone: 11 3782-1179 Instalada na zona oeste da capital paulista, a gráfica está há menos de um ano no mercado, produzindo impressos comerciais, como cartões, envelopes, talões fiscais e convites. Gráfica Amager Presidente Prudente/SP. Telefone: 18 3345-7777. Site: www. graficaamager.com.br Fundada há 25 anos, a gráfica produz notas fiscais, cartões de visita, folhetos, papel carta, formulários contínuos, duplicatas, folders, cartazes e demais impressos em geral

Sugestão de leitura

Fundamentos essenciais do design gráfico Nessa obra estruturada em três seções – fundamentos essenciais, fundamentos do processo criativo e fundamentos dentro das disciplinas –, a autora , de Debbie Millman fornece uma base completa para a concepção e a produção de projetos originais. Textos envolventes de ensaios e estudos de casos assinados por designers famosos cobrem todas as áreas do design gráfico. Compartilhando os conhecimentos adquiridos em suas próprias experiências práticas, eles fornecem dicas importantes e sólidas orientações práticas. 256 páginas. Editora Rosari. Informações: www.rosari.com.br

Agenda do Gráfico

Agenda de Obrigações – Fevereiro/2013 e Março/2013 Seguem abaixo as agendas contendo as principais obrigações tributárias, trabalhistas e previdenciárias, de âmbito federal, estadual e municipal, a serem cumpridas nos prazos previstos na legislação em vigor. Cumpre informar, que as agendas abaixo não esgotam certas determinações legais a serem cumpridas em razão de atividades econômicas e sociais específicas. O DEJUR – Departamento Jurídico permanece à disposição para esclarecimentos de dúvidas (dejur@abigraf.org.br)

FEV/2013 Até dia Obrigações 20 /FEV - 4ªf Previdência Social – INSS DAS – SIMPLES NACIONAL PAEX – Medida Provisória nº 303/06 21 /FEV - 5ªf DCTF – mensal (fato gerador - DEZ/12) IRRF (fato gerador - 11 a 20.JAN.2013) 25 /FEV – 2ªf PIS/COFINS (fato gerador -JAN/13) IPI ICMS - fato gerador - JAN/13 (CNAE - 18.11-3; 18.13-1; 18.13-0; 18.21-1; 18.22-9; 58.21.2; 58.23-9 e 58.29-8) 28 /FEV – 5ªf IRRF – PIS – COFINS – CSLL – (fato gerador - 01 a 15.FEV.2013) IRPJ - apuração mensal /p/ estimativa IRPJ - apuração trimestral (lucro real, presumido ou arbitrado) CSLL - apuração mensal (estimativa) CSLL - apuração trimestral (lucro real, presumido ou arbitrado) REFIS/PAES/SIMPLES - Parcel./ PAEX 1/ PAEX 2 SIMPLES NACIONAL - Parcel. Especial DES – Declaração Eletrônica de Serviços (fato gerador – DEZ/2013)

MAR/2013 Até dia Obrigações 5 /MAR – 3ªf Pagamento dos salários de FEV/13 ICMS - Fatos Geradores - FEV/13 (CNAE - 17.31-1; 17.32-0 e 17.41-9) IRRF (fato gerador - 21 a 28.FEV.13) 7 /MAR – 5ªf FGTS - FEV/13 CAGED - FEV/13 DACON - mensal 08 /MAR – 6ªf Previdência Social - INSS Cópia/GPS - FEV/13 - envio sind. profissional ISSQN - Município de São Paulo 13 /MAR – 4ªf IRRF (fato gerador - 01 a 10.FEV.2013) IRRF – PIS – COFINS – CSLL – (fato gerador - 16 a 28.FEV.2013) 14 /MAR – 5ªf EFD- PIS – COFINS (Lucro Real/Lucro Presumido – fato gerador - JAN/2013) 15/MAR – 6ªf ICMS – Diferencial entre alíquota interna e interestadual (SIMPLES NACIONAL) 20 /MAR – 4ªf Previdência Social – INSS DAS – SIMPLES NACIONAL PAEX – Medida Provisória nº 303/06 21 /MAR – 5ªf DCTF – mensal (fato gerador - NOV/13) 23 /MAR – 4ª f IRRF (fato gerador - 11 a 20.FEV.2013) 25 /MAR – 2ª f PIS/COFINS (fato gerador - FEV/13) IPI ICMS - fato gerador - FEV/13 (CNAE - 18.11-3; 18.13-1; 18.13-0; 18.21-1; 18.22-9; 58.21.2; 58.23-9 e 58.29-8) 28 /MAR – 4ªf IRRF – PIS – COFINS – CSLL – (fato gerador - 01 a 15.DEZ.2013) IRPJ - apuração mensal /p/ estimativa IRPJ - apuração trimestral (lucro real, presumido ou arbitrado) CSLL - apuração mensal (estimativa) CSLL - apuração trimestral (lucro real, presumido ou arbitrado) REFIS/PAES/SIMPLES - Parcel./ PAEX 1/ PAEX 2 SIMPLES NACIONAL - Parcel. Especial DES – Declaração Eletrônica de Serviços (fato gerador – JAN/2013)

impressões Abigraf

I

7


A pesquisa é sobre o mercado, mas os resultados vão aparecer na sua gráfica. Está disponível a melhor ferramenta para a administração de cargos, salários e benefícios da Indústria Gráfica Paulista. O material contém apresentação, metodologia, relação das empresas participantes e distribuídas por porte e segmento, gráficos analíticos, medidas estatísticas, além de análise de política de RH. Nesta edição, contamos com a participação de 67 empresas, onde foram pesquisados e discutidos 266 cargos setoriais descritos, 6 segmentos analisados e cerca de 16.789 profissionais de amostra. Investimento Não-Associadas - R$ 1.300,00 Associadas ABIGRAF-SP - R$ 650,00 (Desconto de 50%)

Execução

Realização

Para mais informações ligue para (11) 3232-4500 ou escreva para sindigraf@sindigraf.org.br www.sindigraf.org.br

IMPRESSÕES 46  

Impressões 46.

Advertisement