Page 1

FOLHA DA

CENTRAL Ano XIX • No 253 • Novembro/2016

Cooperativas se destacam na Maratona de Vendas de Seguros

ANIVERSÁRIO

Sicoob Vale do Aço completa 50 anos com reinauguração do primeiro ponto de atendimento Página 04

MOBILIZAÇÃO

Singulares realizam eventos de conscientização durante o Outubro Rosa Páginas 06 e 07 FOLHA DA CENTRAL

1


CARTÕES

Programa de Prêmios do Sicoobcard tem novos parceiros

A

lém de contar com benefícios exclusivos

É possível ainda, em único resgate, trocar os

para os cooperados, como dois limites e

pontos em lojas diferentes e comparar os preços

cotação do dólar da data anterior à compra,

entre os estabelecimentos disponíveis. Se o valor

o portador dos cartões Sicoobcard também pode ter

do produto desejado for superior ao número de pon-

acesso a prêmios pelo Programa de Recompensas.

tos, o portador do cartão também tem a opção de

Desde outubro, a Vitrine do Sicoobcard passou

completar o restante do valor com pagamento via

a contar com mais produtos e novidades. Agora,

Sicoobcard.

os pontos do cartão podem ser resgatados nos ca-

O Sicoob Central Cecremge orienta as singulares

tálogos de grandes marcas como Ponto Frio, Fast

a divulgarem a novidade para os associados, já que

Shop, Netshoes, Época Cosméticos e Magazine Luíza,

as novas opções agregam valor ao produto e tornam

entre outras redes.

o cartão e o Programa de Recompensas cada vez

O programa também oferece a opção de troca

mais competitivos.

dos pontos acumulados nas compras do cartão por

Todos os itens para resgate estão disponíveis na

viagens, com emissão de passagens aéreas, reserva

Vitrine do Sicoobcard Prêmios, no seguinte endereço:

em hotéis e pacotes turísticos.

www.sicoobcard.com.br.

ANIVERSARIANTES DO MÊS DE NOVEMBRO O Sicoob Central Cecremge parabeniza as coopera-

3

Sicoob UFV Credi

tivas que comemoraram aniversário em novembro,

14

Sicoob Nossacoop

19

Sicoob Credicopa

22

Sicoob Coopsef

desejando-lhes solidez e seriedade na condução dos negócios, para que possam apoiar os cooperados em todas as suas demandas financeiras.

2 FOLHA DA CENTRAL


EVENTO

Sicoob Ascicred promove evento sobre comunicação empresarial

E

ntre os dias 17 e 19 de outubro, o Sicoob

sucesso. “A comunicação interna é estratégica para

Ascicred (CCLA de Pará de Minas), promoveu

a empresa. Ajuda a melhorar o clima organizacio-

um curso de Comunicação Interna Empresa-

nal e alinha as diversas áreas da companhia”, frisou.

rial, ministrado pela psicóloga e consultora em Ges-

Ainda segundo Érica, ela deve casar os interesses

tão de Desenvolvimento de pessoas, Érica Moreira.

do empregado com as características do trabalho

O evento abordou tópicos como relacionamento, postura, as barreiras da comunicação interna e como executá-la de forma eficaz, entre outros.

exercido por ele, assim, a qualidade da entrega será influenciada de forma positiva. O agente fiscal e cooperado Alexandre Faria

A consultora destacou que uma equipe organi-

participou do curso e elogiou a iniciativa da Sin-

zada e entusiasmada é essencial para alcançar o

gular. “O tema é atual e pertinente. A comunicação empresarial exige dos profissionais habilidades e atitudes que criam uma visão universal e estratégica do negócio.” O curso aconteceu no Centro Avançado de Capacitação dos Cooperados (CACC), inaugurado pelo Sicoob Ascicred em 2012 com o objetivo de oferecer aos associados, a custo zero, cursos de capacitação

Participantes do curso de Comunicação Interna Empresarial

e treinamentos avançados que abrangem os diversos setores de uma empresa.

CLIPPING

Cooperativas de crédito são reconhecidas por taxas competitivas

A

s cooperativas de crédito voltaram a ser

A coluna explicou que uma cooperativa ofere-

destaque no Jornal da Globo. No dia 17 de

ce um portfólio completo de soluções financeiras,

outubro, na coluna da especialista em eco-

como empréstimos, financiamento, aplicações e

nomia Mara Luquet, o programa apontou o segmen-

conta corrente, e tem como grande diferencial as

to como uma alternativa para quem procura crédito

taxas mais competitivas e a distribuição de sobras.

mais acessível. Segundo a jornalista, a renda dos brasileiros está menor, por isso mais pessoas procuram crédito com melhores condições. “Além disso, os bancos não estão emprestando dinheiro”, completou.

A colunista ainda apontou as cooperativas como balizadoras de mercado, “por isso, todas as pessoas devem conhecê-las”. A matéria completa está disponível em g1.globo. com/jornal-da-globo/blog/mara-luquet.

FOLHA DA CENTRAL 3


ANIVERSÁRIO

Sicoob Vale do Aço

celebra 50 anos com reestruturação do primeiro ponto de atendimento

E

m 2016, o Sicoob Vale do Aço (CCLA do Vale do Aço) comemora seus 50 anos de história. Para celebrar o meio século de existência,

a Cooperativa reestruturou seu primeiro ponto de

2008: fusão Coopeco + Açocredi

atendimento (PA), no bairro Horto, em Ipatinga.

50 anos Sicoob Vale do Aço

Localizado à Av. Castelo Branco, no 632, o PA ganhou o nome de Espaço Cooperativo Luiz Gonzaga Viana Lage, em homenagem ao ex-presidente da 27 mil cooperados

Singular, que dedicou mais de 30 anos ao desenvolvimento do Sicoob Vale do Aço e se tornou um grande líder cooperativista em Minas e em todo o país.

12 Espaços Cooperativos em 7 cidades

Com dois andares, o Espaço Cooperativo conta com área para atendimento ao público, dependências administrativas, duas salas de reuniões modernas e bem equipadas, área para os gerentes e uma

da instituição. “Estou aqui desde a incorporação, e

sala especial para visitantes.

agradeço por todo o apoio para dar continuidade a

A reinauguração do PA aconteceu no dia 4 de

esse trabalho de sucesso”.

novembro, em uma solenidade que reuniu 200 pes-

O Sicoob Vale do Aço nasceu da fusão das

soas, entre cooperados, funcionários e convidados.

cooperativas Coopeco (CECM dos Empregados da

Também participaram do evento o presidente do

Usiminas) e da Açocredi (CECM dos Comerciantes

Sistema Ocemg, Ronaldo Scucato, e o presidente do

de Vestuário e Confecção de Timóteo). A união de

Sicoob Crediminas, Alberto Ferreira, além de líderes

duas cooperativas de ramos diferentes, inédita no

de várias cooperativas coirmãs.

Brasil, aconteceu em 2008, mantendo os valores

O presidente do Conselho de Administração do Sicoob Vale do Aço, Flávio Leal, falou sobre a res-

cooperativistas praticados desde 1966, quando a Coopeco foi fundada.

ponsabilidade em suceder Luiz Gonzada à frente

“Todas as nossas conquistas aconteceram graças ao esforço dos diretores e empregados, bem como à confiança de nossos cooperados. Agradeço a todos por essa parceria”, frisou Luiz Gonzaga Viana Lage. Atualmente, o Sicoob Vale do Aço já está presente em sete cidades, com 12 unidades de atendimento, prestando serviços financeiros a mais de

A partir da esquerda: Luiz Gonzaga Viana Lage, seu filho Marco Túlio Viana, e Ronaldo Scucato, após descerrarem a placa de reinauguração do espaço cooperativo

4 FOLHA DA CENTRAL

27 mil cooperados e se prepara para inaugurar outros PAs nas cidades de Vespasiano e Santa Maria de Itabira.


CAPACITAÇÃO

Alunos da Central

fazem visita técnica em Goiânia e Brasília pelo programa Terceira Dimensão

E

ntre os dias 24 e 28 de outubro, o Sicoob

delo de gestão.

Central Cecremge promoveu uma visita

O gerente de Contabilidade do Sicoob Credicom

técnica para os alunos do Programa Ter-

(CECM dos Médicos e Profissionais da Área de Saú-

ceira Dimensão de 2016. O objetivo foi possibilitar

de de Minas Gerais), Denilson Porto, parabenizou

aos participantes a oportunidade de aperfeiçoar

o Sicoob Central Cecremge pela iniciativa e falou

o aprendizado adquirido ao longo da Capacitação

sobre a força do cooperativismo. “As visitas trou-

Continuada, conhecendo outras experiências e cul-

xeram uma reflexão sobre a diversidade de estra-

turas de entidades do segmento.

tégias adotadas pelas cooperativas Brasil afora e

A comitiva, composta por 27 pessoas, passou

que devem ser muito respeitadas. Por meio da inter-

pelas cidades de Brasília e Goiânia, onde viram de

cooperação, conhecemos outros modelos de ges-

perto a realidade cooperativista da região.

tão, compartilhamos ideias e garantimos o cresci-

A primeira visita foi ao Bancoob, onde assisti-

mento sustentável do Sistema”.

ram uma apresentação do presidente Marco Aurélio

O Programa Terceira Dimensão integra o Pro-

Almada e conheceram o funcionamento do Sicoob

grama de Capacitação Continuada do Sicoob Cen-

Universidade e a estrutura do Sicoob Confederação.

tral Cecremge e tem como objetivo propiciar aos

No dia seguinte, o grupo também teve a opor-

participantes o aperfeiçoamento de conhecimentos

tunidade de ir até a sede do Sistema OCB/Sescoop,

através do intercâmbio de informações e experiên-

ao Congresso Nacional, ao Banco Central do Brasil e

cias. Em 2016, o programa foi estruturado em duas

ao Museu da Moeda.

fases: um Seminário Estratégico, realizado em 20 e

Já em Goiânia, os participantes visitaram as

21 de setembro, e a visita técnica.

centrais coirmãs: Sicoob Central Goiás e Central

Realizado em parceria com a Dialétika Fenômenos

SicoobUni. O Sicoob UniCentro Brasileira e o Sicoob

Organizacionais e com o apoio do Sistema Ocemg,

Credi-SGPA, cooperativas singulares instaladas na

o Terceira Dimensão é voltado para os alunos que

cidade, também abriram as portas para o grupo mi-

concluíram o MBA em Gestão de Cooperativas de

neiro, mostrando a estrutura de atendimento e mo-

Crédito. O

diretor

Administrati-

vo e de Desenvolvimento do Sicoob

Central

Cecremge,

Márcio Villefort, destaca que é sempre necessário estar em processo de aprendizagem e que a Central proporciona essa capacitação. “A visita técnica tem como missão promover o conhecimento e o intercâmbio de experiência dos alunos com outras entidades cooperativistas”.

FOLHA DA CENTRAL

5


MOBILIZAÇÃO

Filiadas realizam ações de apoio ao movimento Outubro Rosa

C

om a proposta de incentivar a prevenção

Cecremge, Ana Cristina Maia

do câncer de mama e promover apoio às

Penido, esse tipo de ação gera

mulheres que enfrentam ou já passaram

benefícios tanto para o quadro social, como

pela doença, países de todo o mundo celebram o

para a própria singular. “A cooperativa estreita o

movimento Outubro Rosa. O objetivo é ressaltar a importância de conhecer o próprio corpo, estar atenta a possíveis alterações e procurar o médico anualmente a partir dos 40 anos. O Sicoob, mais uma vez, apoiou a iniciativa com uma campanha que destacou

a

importância

relacionamento com o as-

“A cooperada que par-

sociado e com a comuni-

ticipa de um evento de

ma e conhecer melhor seu

dade. Ao estar mais próxi-

promoção de saúde está

público, também fortalece

mais propensa a se inte-

Ana Cristina destaca

ressar por uma solução com garantias especiais.”

do autoexame. Além de

sua marca”, frisa. que essa é uma excelente oportunidade

de

ofere-

cer produtos de nicho. “A cooperada que participa de um evento de promoção da

utilizar as peças publicitárias sistêmicas, várias

saúde está mais propensa a se interessar por uma

cooperativas realizaram eventos para as associa-

solução com garantias especiais. A cooperativa pode

das, promovendo o princípio de interesse pela co-

aproveitar para oferecer o Sicoob Seguros Vida Mu-

munidade.

lher, que é um dos melhores do mercado na catego-

Para a gerente de Negócios do Sicoob Central

ria”, orienta.

Sicoob Ascicred No dia 3 de outubro, o Sicoob Ascicred (CCLA

Participaram cerca de 40 convidadas, que com-

de Pará de Minas) promoveu o evento “Mulher viva

partilharam da história da palestrante. Ângela falou

mais, viva melhor”, na sede da Associação Empresa-

sobre autoestima e comportamento. “Optamos por

rial de Pará de Minas (Ascipam), onde foi realizada

uma abordagem otimista destacando a liderança

uma palestra da paraminense Ângela Queiroz, que

feminina em empresas”, explica a especialista.

atua na área de Liderança e Gestão Comportamen-

Na ocasião, a analista de Produtos da Singular,

tal para empresas por meio do Senac de Divinópolis.

Arethuza Laurentys, apresentou os diferenciais do

6 FOLHA DA CENTRAL


Sicoob Seguros Vida Mulher, que possui benefícios que podem ser usados ainda em vida, e o Seguro Renda Protegida, produto indicado a todos os cooperados que possuem renda e precisam protegê-las em caso de afastamento temporário. O gerente Comercial do Sicoob Ascicred, Fábio Daniel de Oliveira Faria, ressalta que “esse tipo de ação nos aproxima do cooperado e fortalece o argumento de vendas. Temos certeza

Ângela Queiroz (à frente, de casaco branco) e as cooperadas que participaram do evento

que os resultados serão positivos”.

Sicoob Divicred Destacando a importância de cuidar do corpo

Sara Lemos (foto), falou dos cuidados para evitar

de forma preventiva, no dia 5 de outubro, o Sicoob

o câncer de mama e de útero. “A nossa orientação

Divicred (CCLA da Região Central e Oeste Mineiro)

é que as mulheres tenham uma alimentação equili-

reuniu seu público na palestra “Prevenir é a melhor

brada, façam exercícios físicos regularmente e exa-

maneira de cooperar com sua vida”, em parceria

mes anuais a partir dos 40 anos de idade.”

com a Associação de Combate ao Câncer (ACCOM) do Centro-Oeste de Minas. A coordenadora de prevenção da instituição,

Em seguida, a agente de Produtos da Cooperativa, Andreza Oliveira, falou sobre as vantagens do Sicoob Seguros Vida Mulher e sorteou uma apólice de um ano de cobertura entre as 50 participantes. A gerente Comercial do PA Carmo do Cajuru, Lidiane Moreira, salientou que o evento mostrou que o seguro é um investimento na própria saúde. “Também frisamos que o Sicoob Divicred apoia os cooperados em outras áreas da vida, além da financeira.”

Sicoob Creditril No dia 25 de outubro, cerca de 40 cooperadas do

sar as informações”,

Sicoob Creditril (CC de Produtores Rurais e de Livre

comenta

Admissão do Triângulo) também receberam orien-

de Atendimento da

tações sobre a prevenção do câncer de mama e do

Cooperativa, Sulamita

câncer de útero.

Duarte.

a

agente

A mastologista do Centro Oncológico do Triân-

A cooperada An-

gulo (COT), Bianca Candeloro (foto), esclareceu dú-

drea Rezende, que

vidas sobre como a doença se manifesta, os diferen-

já foi diagnosticada

tes tipos de câncer e como se prevenir.

com a doença, elo-

Após a palestra, as participantes receberam

giou o evento. “Hoje já estou curada, mas decidi

informações sobre o Seguro Vida Mulher. “Muitas

participar da palestra. Esse tipo de informação abre

cooperadas ficaram interessadas em conhecer o

nossos horizontes para que possamos enfrentar o

seguro e aproveitamos a oportunidade para pas-

problema com mais tranquilidade.”

FOLHA DA CENTRAL 7


CAPA

Sicoob Seguros promove melhoria no desempenho das Singulares por meio da Maratona de Vendas

N

os meses de setembro e outubro, as

cios da Central considera que a adesão às campa-

cooperativas de todo o país participaram da

nhas e aos produtos ainda precisa ser aprimorada.

2 Maratona de Vendas Sicoob Seguros,

Das 69 cooperativas, 19 cumpriram suas metas,

com o objetivo de alavancar os negócios de seguros

mas 17 não tiveram nenhuma produção durante a

de vida, comercializado pelo Sicoob Seguradora.

campanha, mantendo a relação de alta concentra-

a

No ranking parcial de encerramento da campanha, o Sicoob Sistema Cecremge alcançou a 4 coa

locação geral.

ção: 20% das singulares são responsáveis por 80% da produção. “Entendemos que as nossas filiadas precisam

Para a gerente de Negócios da Central, Ana Cris-

se mobilizar mais e se posicionarem quanto à im-

tina Maia Penido, os resultados foram alcançados

portância de ofertarem outras soluções, além do

graças a uma mudança de comportamento das fi-

crédito”, aponta Ana Cristina. “Precisamos repensar

liadas. “A comercialização de produtos de seguros

a nossa estratégia, quebrar paradigmas e vencer

deve abordar, de forma consistente, a proteção do

barreiras para atendermos o nosso cooperado de

associado. Isso é um desafio que depende, princi-

forma completa, para tanto é necessário prospectar,

palmente, do estudo prévio de propensão do coope-

abordar, oferecer”, acrescenta.

rado para o produto.”

A campanha englobou seis modalidades de se-

Outro ponto importante foi o compromisso das

guros (Individual, Mulher, Master, Renda Protegida,

singulares com o novo formato do seguro, que

Empresarial e Contribuições de Risco do Sicoob

agora é próprio do Sistema. Na primeira Maratona

Previ) e propôs três faixas de metas para as centrais

de Vendas, quando aconteceu a transição para o

e suas filiadas: Bronze, Prata e Ouro.

Sicoob Seguradora, o grupo alcançou menos de 30%

O Sicoob ainda está fazendo o balanço geral

da meta proposta para o Sistema. Em 2016, esse ín-

da campanha e dos rankings e, em breve, divulga-

dice chegou a 90%.

rá quais foram as cooperativas premiadas com os

Apesar do crescimento, a Gerência de Negó-

8 FOLHA DA CENTRAL

pacotes de viagem.


Cooperativas com maior volume de comercialização

1o 2o 3o

Sicoob Nossacoop

Sicoob Credipontal

Sicoob AC Credi

Cooperativas que mais superaram a meta

617%

Sicoob Arcomcredi

Sicoob Nossacoop

396% 233%

Sicoob Credipontal

Sicoob Nossacoop garantiu maior volume de produção e superou a meta em quase 400% O Sicoob Nossacoop (CEC dos dos Empregados das Instituição de Ensino e Pesquisa e de Servidores Públicos de Minas Gerais) foi a filiada com maior volume de produção durante a campanha. Com o objetivo individual de R$ 8,2 mil, na faixa Ouro, a Cooperativa estabeleceu uma meta própria no

Equipe comercial do Sicoob Nossacoop

valor de R$ 25 mil – para ter direito à participação no sorteio de premiações extras –

Em todo o período da campanha, os funcionários

e alcançou a produção de R$ 34,3 mil em vendas de

ainda adotaram a camiseta promocional do Sicoob

seguros, ultrapassando o volume sugerido inicial-

Seguros como uniforme.

mente em 396%.

“Estivemos focados no incremento das receitas

Os resultados vieram com planejamento: após

com a venda do produto e o envolvimento de toda a

o lançamento da campanha, a Cooperativa definiu

equipe foi fundamental para o sucesso da iniciativa,

como seria a execução da estratégia.

que também contou com todo o suporte da área de

Assim, o Sicoob Nossacoop investiu na capacitação dos funcionários, promoveu treinamento sobre

Comunicação e Marketing”, ressalta o diretor Financeiro, Bruno Mota.

os produtos e realizou ampla divulgação por meio

Ele aponta, ainda, que pretende manter o traba-

de outdoor, e-mail marketing, redes sociais, site da

lho efetivo com o Sicoob Seguros. “Continuaremos

Cooperativa e sinalização das instalações dos PAs. A

ampliando nossos conhecimentos sobre a solução,

Singular também utilizou a lista de propensos dispo-

para fidelizar o associado e oferecer o produto mais

nibilizadas na PAD e enviou SMS para os cooperados.

adequado às suas necessidades”.

FOLHA DA CENTRAL 9


NEGÓCIOS

Sistema OCB publica

livro de boas práticas cooperativistas

O

Sistema OCB lançou, no dia 29 de setem-

satisfação com esse projeto é tanta que queremos

bro, o livro “Cooperativismo de Crédito –

ampliá-lo aos outros ramos do cooperativismo.

Boas práticas no Brasil e no mundo”.

O objetivo é disseminar o máximo de conhecimento

O projeto, que teve início em 2012, foi realizado

sobre o nosso modelo de negócio e suas particula-

em parceria com o Banco Central do Brasil, visando

ridades, para que as pessoas possam compreender,

a prospecção de boas práticas do ramo Crédito.

de fato, o imenso potencial transformador do coo-

O ponto alto da iniciativa foi a formação de um

perativismo.”

grupo com representantes

Para o diretor de Adminis-

das duas entidades, que

tração do Banco Central do

ampliaram seu olhar so-

Brasil, Luiz Edson Feltrim, a

bre o universo das coope-

iniciativa ajudou a “conhecer

rativas de crédito, durante

o cooperativismo na prática,

uma série de visitas técni-

visando compreender suas

cas realizadas no Brasil e

especificidades,

também em países como

que os novos profissionais

Alemanha, França, Holanda

da instituição conhecessem

e Canadá.

o setor cooperativista, per-

Para o presidente do Sistema OCB, Márcio Lopes

garantindo

mitindo, assim, uma atuação ainda mais efetiva”.

de Freitas, o conhecimen-

A publicação está dispo-

to obtido com o projeto é

nível para download no site

equivalente a um MBA em

do Sistema OCB (brasilcoo

caráter

perativo.coop.br).

informal.

“Nossa

PROMOÇÃO

10 FOLHA DA CENTRAL


EXPEDIENTE

CONTABILIDADE

Balancete Patrimonial Central das Cooperativas de Economia e Crédito do Estado de Minas Gerais Ltda. – Sicoob Central Cecremge CNPJ 00.309.024/0001-27

30/09/2016 ATIVO

Em Reais

ATIVO CIRCULANTE

3.587.046.679,38

Disponibilidades

4.190,89

Aplicações Interfinanceiras de Liquidez Aplicações em Operações Compromissadas Aplicações em Depósitos Interfinanceiros Títulos e Valores Mobiliários Carteira Própria

2.181.178.229,15 18.458.806,48 2.162.719.422,67 1.349.581.552,60 1.349.581.552,60

Operações de Crédito

51.795.490,94

Operações de Crédito

51.795.490,94

Setor Privado

52.238.589,86

(-) Prov.p/Op. De Crédito de Liq.Duvidosa Outros Créditos

(443.098,92) 4.326.194,85

Rendas a Receber

233.387,20

Diversos

4.125.699,93

(-)Prov. p/ Outros Créd. de Liq. Duvidosa Outros Valores e Bens

(32.892,28) 161.020,95

Outros Valores e Bens

4.434,22

Despesas Antecipadas

156.586,73

PERMANENTE

110.373.841,01

Investimentos

104.790.042,03

Outros Investimentos

104.790.042,03

Imobilizado de Uso

3.661.210,83

Imóveis de Uso

3.517.350,82

Outras Imobilizações de Uso (-) Depreciações Acumuladas Intangível

2.783.254,79 (2.639.394,78) 1.922.588,15

Outros Ativos Intangíveis

5.564.893,70

(-) Amortização Acumuladas Ativos Intangíveis TOTAL DO ATIVO

(3.642.305,55) 3.697.420.520,39

PASSIVO

Em Reais

PASSIVO CIRCULANTE

3.543.245.720,00

Depósitos

120.357.539,24

Depósitos à Vista

191.886,99

Depósitos a Prazo

120.165.652,25

Relações Interfinanceiras

3.378.934.561,21

Outras Obrigações

43.953.619,55

Sociais e Estatutárias

1.415.555,26

Fiscais e Previdenciárias Diversas

2.893.508,92 39.644.555,37

PATRIMÔNIO LÍQUIDO

149.702.357,39

Capital Social Cotas - País

124.585.953,28

(-) Capital a Realizar

(146.762,36)

Reservas de Lucros

18.379.570,33

Sobras ou Perdas Acumuladas Contas de Resultado

4.472.443,00

Receitas Operacionais

126.365.310,16

(Despesas Operacionais) Receitas Não Operacionais (Despesas Não Operacionais) (Participações no Lucro) TOTAL DO PASSIVO Luiz Gonzaga Viana Lage Diretor-presidente

6.883.596,14

(121.800.079,07) 0,90 (4.592,98) (88.196,01) 3.697.420.520,39

Samuel Flam Irany Márcia Pimenta Diretor Comercial e Financeiro CRC/MG 48.377 Contadora

Informativo da Central das Cooperativas de Economia e Crédito do Estado de Minas Gerais Ltda. Sicoob Central Cecremge Av. do Contorno, 4.924, 3o andar Funcionários – Belo Horizonte/MG Cep: 30.110-032 Tel.: (31) 2104-8700 Fax: (31) 2104-8701 e-mail: cecremge@cecremge.org.br Diretoria Executiva: Diretor-presidente: Luiz Gonzaga Viana Lage Diretor Administrativo e de Desenvolvimento: Márcio Olívio Villefort Pereira Diretor de Supervisão e Controle: Alfredo Alves de Oliveira Melo Diretor Comercial e Financeiro: Samuel Flam Conselheiros de Administração: Antônio de Ávila e Silva César Augusto Mattos Charles Drake Guimarães Gonçalves Ivo de Tassis Filho Jacson Guerra Araújo João Carlos Leite Osmano Diniz Ramiro de Ávila Júnior Ronaldo Siqueira Santos Rui Rezende Souza Urias Geraldo de Souza Conselheiros Fiscais: Adarlan Rodrigues Fonseca Carla Maria Gonçalves Correa Generoso Cristiano Felix dos Santos Silva Darcy da Silva Neiva Filho Ivo Campos Athayde Zélia Maria Alves Rabelo Superintendente Financeiro e de Negócios: Geraldo Martins Alves Superintendente de Supervisão e Normas: Vilmar José Peters Redação e editoração: A2 Comunicação & Marketing (31) 3243 8660 – www.a2bh.com.br Projeto gráfico: Caroline Iglesias e Nathália Lara Jornalista Responsável: Cristiane Prado – Mtb 06389 JP/MG Colaboração: Marinha Luiza – Mtb 18448 JP/MG Edição: Karla Brandão e Lorena Lage CTP e impressão: Imprimaset Tiragem: 1.000 exemplares As matérias assinadas são de inteira responsabilidade de seus autores.

FOLHA DA CENTRAL 11


ACONTECEU SIM! ME CONTARAM

Sessão das 15

N

essas nossas andanças pelas Minas Ge-

ço ocupava a cadeira vizinha e o outro coçando a

rais, estávamos um dia, dia de reunião

cabeça que estava caída no encosto atrapalhando

regional em Divinópolis, quando o nosso

quem passasse atrás. Para complicar tudo, não é

presidente Rosalvo, lá de Arcos, comentava um caso

que o camarada soltava uns sons esquisitos, inco-

ocorrido com ele.

modando quem estava no recinto.

Disse que resolveu assistir um filme do Batman,

Resolveu o Rosalvo abordar o folgado:

pois acha o Robin um bom companheiro. Para tal,

– Ô, jovem, nesta onda mansa toda, você não quer

foi no Cine ArtRoyal, comprou o ingresso, pacote de

também um whisky, um amendoim salgado e uma

pipoca na mão, guaraná na outra e um picolé. Uai,

água gasosa?

não entendi, parece-me que no caso tá faltando

– Querer, eu quero, mas num posso, seu moço. Es-

mão, mas deixa pra lá, o que nos interessa mesmo é

tou aguardando socorro do SAMU. Caí lá de cima do

o filme do Batman.

balcão e me ferrei todo.

Num é que ao escolher a poltrona se depara com um sujeitinho folgado: – uma perna na poltrona da frente, a outra dobrada em cima da cadeira. Um bra-

12 FOLHA DA CENTRAL

Luiz Gonzaga Viana Lage Diretor-presidente


Jornal Sicoob Central Cecremge 253  

Folha da Central - Edição 253

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you