Page 1


Introdução

S

ofrimento e glória caminham numa linha muito próxima. As situações da vida podem atestar que na maioria das vezes o sofrimento produzirá uma glória incomum para aqueles que entendem, suportam e vencem. Todos que atravessam pelo vale da dor, após a conquista da tão sonhada vitória, recebem uma paz indescritível, percebem que houve proveito no que passaram, obtém experiência desfrutada somente por aqueles que atravessam esse vale e chegam do outro lado. Alguns frutos preciosos da vida são colhidos somente que em meio ao sofrimento, por aqueles consegue avaliar bem a situação e descobrir o porquê de tudo o que está enfrentando. A escola da adversidade conduzirá a universidade do êxito. Quando o aprendizado é utilizado com inteligência nos momentos duros da vida, os resultados aparecerão. Em meio à tribulação podemos encontrar forças para tirar proveito, aprender lições que serão preciosas e ainda seremos capazes de socorrer outros que sofrem e que também precisam compreender a razão de sua provação. Somos mais resistentes e mais fortes do que imaginamos. No entanto, só descobrimos isto quando somos desafiados a lutar e conseguimos trazer para fora riquezas que estão escon1


didas em nosso interior e que são necessárias para nós e para outros, mas que não seriam vivenciadas se não fossem as duras provas da vida. Existem habilidades que são desenvolvidas quando são exigidas de nós em circunstâncias que sequer imaginaríamos passar. A glória começa a nascer, a linha divisória fica para trás, e o sofrimento começa a perder a sua força, quando o propósito está cumprido, a lição na prática foi compreendida, e então, começa o despontar de uma grande conquista. Aqueles que não se prostram diante da dor, da angústia e do desespero, mas erguem a cabeça, arregaçam as mangas e partem para ação, descobrem logo em seguida, que compreender o sofrimento, aguentar firme e lutar intensamente são ingredientes que o levarão ao palco da honra e do grande triunfo.

2


Capítulo

UM Sofrimentos que trazem benefícios “Meus irmãos, tende por motivo de toda alegria o passardes por várias provações, sabendo que a provação da vossa fé, uma vez confirmada, produz perseverança” (Tiago 1.2,3 ARA).

P

arece uma contradição, algo fora do comum: ficar alegre quando passar por uma provação. Mas quem disse que as instruções de Deus são comuns para nossa vida? A lógica humana diz para murmurar, reclamar, chorar, sentir pena de si mesmo, porém a sabedoria de Deus diz para se alegrar. Por que se alegrar diante de uma prova, de um sofrimento? Virá um benefício, ou muitos benefícios, e aqui identificamos um de imediato: nasce à perseverança. Todos aqueles que são treinados no caminho das provações e dos sofrimentos desenvolvem uma perseverança fora do comum. São pessoas que não desistem facilmente, que não se entregam ao 3


™

Vencendo o Sofrimento

˜

primeiro sinal de obstáculo pelo caminho. São pessoas que aprenderam com a dor e avançam destemidamente, de forma perseverante em direção ao alvo a ser conquistado. A provação gera perseverança, que por sua vez o coloca frente a frente com seus objetivos, portanto, alegre-se. Os que atravessam o sofrimento se arrastando, chorando e lamentando, sentem o fardo cada vez mais pesado, porém, aqueles que conseguem tirar forças para se alegrar, porque os olhos estão fixos no resultado, no desfecho da história e não simplesmente no momento vivido na dor, certamente caminharão com uma certeza maior de que logo tudo vai passar e a conquista será certa. A dona de casa que precisa fazer uma grande faxina em sua casa, com limpeza pesada de banheiro, cozinha, calçada e quintal, pode facilmente ficar estressada nas primeiras horas do dia. Quando, porém, coloca música em seu ambiente de trabalho e começa a louvar a Deus em meio aos seus afazeres, percebe que a carga fica mais leve de ser levada. Após o dia duro de trabalho doméstico, pode olhar a sua volta, ver tudo limpo e cheiroso e verificar que valeu à pena todo o esforço. O operário que sofre com uma pesada carga diária de trabalho, sente-se motivado quando pensa nos benefícios que terá. Quando pensa no salário, nos extras, nas férias, no fundo de garantia que se acumula, e conforme o seu desempenho profissional, até numa oportunidade de crescer onde trabalha. Quando o foco é somente no dia duro de trabalho, as horas se tornam cada vez mais pesadas. Quando o pensamento está voltado para a colheita que virá decorrente do que se está plantando, o dia passa tão depressa que logo os resultados serão alcançados. 4


™

Sofrimentos que trazem benefícios

˜

Quando você inicia a semana e, já na segunda-feira, pensa no peso, nas dificuldades que encontrará e terá até sexta-feira para resolver todos os problemas, certamente o estresse aumentará, algumas dores poderão aparecer, a preocupação crescerá. Porém, quando você começa a semana, lembrando os bons momentos que passou no sábado e domingo, e imagina o que poderá fazer no próximo fim de semana com a família, com os amigos, ou até mesmo num belo descanso sozinho, com certeza os dias passarão mais depressa. Com a motivação certa você percorrerá até sexta-feira numa vibração maior. As provas da vida funcionam desta forma. De acordo com o seu foco conseguirá atravessá-las de forma gratificante ou poderá parar no meio do caminho e desistir de tudo com medo de não sobreviver às durezas dos sofrimentos. Alegre-se! As dores vêm, as lutas vêm, mas os benefícios chegarão rapidamente. Alegre-se! Depois da prova você experimentará uma paz sem igual, uma experiência adquirida que ninguém poderá roubar-lhe. Uma nova fase onde olhará para trás e dirá: “Valeu a pena, mesmo diante de tantas lutas!” Alegre-se! Depois do sofrimento chegará a glória. O mundo nos traz diversos tipos de sofrimentos, mas precisamos enxergar além deles. Existem provas que são rápidas em nossa vida, outras que parecem não terminar jamais. É onde entra a perseverança, a paciência para continuar, pois a fé quando provada levará à perfeição, a uma total maturidade. Um dos propósitos da prova da fé é conduzir sua vida à maturidade e ao crescimento em Deus. Quando analisamos o crescimento de uma criança, percebemos que algumas delas reclamam dos ossos que doem, ou do dente que rasga a gengiva. Outras reclamam que o calçado 5


™

Vencendo o Sofrimento

˜

está apertado devido ao crescimento dos pés. Tudo devido ao desenvolvimento da criança. Isto é saudável e perfeitamente normal acontecer, são dores que mostram que a criança está gozando de boa saúde e algo perfeitamente natural está acontecendo. Por que na vida espiritual deveria ser diferente? Queremos crescer em Deus, desenvolver a nossa fé em Cristo, progredir na intimidade com o Espírito Santo, no entanto, não queremos passar pelas dores do crescimento? Queremos evitar os desafios que servirão para o nosso próprio desenvolvimento, queremos fugir de treinamentos que serão duros, mas trarão grande progresso para nossa fé. Alegre-se! Você está caminhando para a maturidade e para a perfeição em Cristo. Alegre-se! O natural está acontecendo, você está a cada dia sentindo dores, mas apesar disso, está deixando de ser um menino espiritual para se tornar uma pessoa adulta e madura em Cristo.

Frutos preciosos colhidos nas dificuldades “Sendo, pois, justificados pela fé, temos paz com Deus por nosso Senhor Jesus Cristo; pelo qual também temos entrada pela fé a esta graça, na qual estamos firmes; e nos gloriamos na esperança da glória de Deus. E não somente isto, mas também nos gloriamos nas tribulações, sabendo que a tribulação produz a paciência; e a paciência, a experiência; e a experiência, a esperança. E a esperança não traz confusão, porquanto o amor de Deus está derramado em nosso coração pelo Espírito Santo que nos foi dado” (Romanos 5:3-5 ARC). 6


™

Sofrimentos que trazem benefícios

˜

Sem tribulações, não colhemos paciência, nem experiência e nem esperança, que é fundamental para prosseguirmos vitoriosos, rumo ao alvo de Deus para a vida. Nossa caminhada em meio às tribulações é suportável porque o grande amor de Deus foi derramado em nosso coração pelo Espírito Santo. Alguns clamam a Deus para ter mais paciência e nem desconfiam que estão pedindo lutas em sua jornada. Outros oram a Deus para ter uma experiência maior com Ele e não sabem que estão orando e pedindo tribulações para sua vida. Existem os que perderam a esperança e precisam desesperadamente passar por provas duras para que a esperança seja produzida novamente em sua vida. A fé precisa vencer as provações para colher os frutos preciosos da paciência, da perseverança, da experiência, da esperança e do amor completo de Deus. Sofrimento e glória caminham juntos. Quando o Apóstolo Paulo fala de nos gloriarmos na esperança da glória de Deus, ele diz também que devemos nos gloriar nas tribulações, pois elas trarão um resultado positivo para nossa fé. Mas espera aí! Alegrar-se na esperança de participar da glória de Deus é muito bom e aceitável, todavia, alegrar-se nos sofrimentos? Parece meio estranho. Mas é isto mesmo, e por uma razão muito simples: os sofrimentos produzirão benefícios que de outra forma não viriam até nós. Queremos ver a poderosa mão de Deus agir em nossa vida, e isto acontece de forma grandiosa, principalmente nas noites escuras de nossa existência. A mão que socorre, entra em cena nos momentos de desespero e sofrimentos da vida. O apóstolo Pedro caminhou sobre as águas e em seguida afundou desesperadamente num vacilo de sua fé. A mão de 7


™

Vencendo o Sofrimento

˜

Cristo foi rápida em socorrê-lo e será sempre pronta a se estender em seu favor. Creia nisto! A razão da nossa esperança é a glória de Deus. Quando contemplarmos o seu brilho intenso que aparecerá em toda a sua força, entenderemos o fundamento de todas as coisas. Descobriremos totalmente como Ele é, quando as cortinas da eternidade se erguerem e a glória de Deus for revelada. Esta é uma esperança que vai além de qualquer esperança. Pela fé, antecipamos e vivemos esta conquista. É a glória de Deus presente e trazendo grande alegria. Temos esta firme esperança e certeza do consolo final. Desfrutar da alegria completa em Deus, quando aparentemente não há nenhuma razão para estar alegre, é desfrutar da glória de Deus em meio às tribulações. Imagine Deus em toda a sua glória. Imagine Jesus Cristo, o nosso Salvador, com toda a sua glória e poder. Imagine o Espírito Santo com toda a sua glória e poder. Imagine o céu com toda a sua beleza e resplendor. E quanto a nós? Totalmente transformados pela glória e poder do nosso amado Deus. A visão da glória futura é um incentivo muito rico para todo nosso esforço hoje, pois a glória de Deus está chegando e se manifestará rapidamente. Por isso nos gloriamos na esperança da glória de Deus. Quem trilha o caminho do sofrimento segue em direção à glória. Depois de todo o sofrimento se obtém a maturidade. Existem pessoas que diante das aflições ficam ressentidas, amarguradas, indignadas com tudo e com todos, outras, porém, conseguem reagir positivamente, e então, a tribulação se torna produtiva porque produz resistência, experiência que 8


™

Sofrimentos que trazem benefícios

˜

só é atingida porque o teste foi vencido. Esperança e plena certeza que o amor de Deus jamais nos abandonará em meio a todas estas batalhas da vida, convicção que o grande amor de Deus nunca desistirá de nós. Com muita clareza conseguimos ver o amor de Deus derramado em nossos corações durante as tribulações da vida. Este é um grande ministério do Espírito Santo. Analise com cuidado e com profundidade, a verdade de que o amor de Deus e sua doce presença estão com você nas horas difíceis. Isto só é possível porque o Espírito Santo está despertando a sua consciência para que você perceba que ele está derramando, como uma abundante chuva, o amor de Deus em seu coração.

Alegria em meio as perseguições! É possível? “Bem-aventurados os que sofrem perseguição por causa da justiça, porque deles é o Reino dos céus; bem-aventurados sois vós quando vos injuriarem, e perseguirem, e, mentindo, disserem todo o mal contra vós, por minha causa. Exultai e alegrai-vos, porque é grande o vosso galardão nos céus; porque assim perseguiram os profetas que foram antes de vós” (Mateus 5.10-12 ARC). Normalmente a atitude imediata diante de uma perseguição, calúnia ou mentira é de revolta contra os agressores. Clamamos por justiça e quando ela demora um pouquinho queremos dar o troco e fazer justiça com as nossas próprias mãos, partindo para a vingança e o ódio desenfreado. No entan9


™

Vencendo o Sofrimento

˜

to, precisamos sempre ter em mente: se somos verdadeiramente cristãos, precisamos seguir os mandamentos e as orientações de Cristo. E aqui está uma orientação bem clara: Se estivermos sofrendo e perseguidos por amor a Cristo, então a alegria e a exultação completa devem fazer parte de nossa vida, porque estamos participando das mesmas tribulações que os profetas passaram. O Senhor Jesus diz que existe uma recompensa a ser recebida. Se recompensas humanas são cobiçadas, imaginem uma recompensa dada pelo próprio Deus! Portanto, alegre-se, exulte, pois se isto está acontecendo, este sofrimento vai passar e você desfrutará da glória de Deus em todas as circunstâncias. Sentir grande prazer em Deus diante das situações negativas que nos sobrevém, é graça derramada em nosso coração. É Deus capacitando o perseguido a ser feliz mesmo diante dos sacrifícios vividos para permanecer firmes. Praticar a justiça em um mundo corrompido é ser alvo de perseguição desenfreada por parte daqueles que querem continuar na podridão de seus mecanismos duvidosos e estilos de vida que em nada refletem a presença de Deus que é santo, justo e reto. É difícil compreender, mas o sofrimento deve ser normal para quem vive em Cristo, justamente porque estamos indo na contramão do sistema deste mundo. Jesus sofreu perseguição porque lutou pela justiça e porque dele é o Reino dos Céus. “Mas você tem seguido os meus ensinamentos, a minha maneira de agir e o propósito que tenho na minha vida. E tem seguido também a minha fé, a minha paciência, o meu amor, a minha perseverança, as minhas perseguições e os meus sofrimentos. Você sabe tudo o que me aconteceu nas cidades 10


™

Sofrimentos que trazem benefícios

˜

de Antioquia, de Icônio e de Listra. Que terríveis perseguições sofri! Porém o Senhor me livrou de todas elas. Todos que querem viver a vida cristã unidos com Cristo Jesus serão perseguidos. Porém as pessoas más e fingidas irão de mal a pior, enganando e sendo enganadas” (2 Timóteo 3:10-13 NTLH). Que glória! “O Senhor me livrou de todas as perseguições que sofri”. Deus não desampara, ele prepara o escape diante de cada sofrimento. Nossa posição firme contra as injustiças da vida nos coloca na fornalha do sofrimento, porém, a glória de Deus se manifesta trazendo refrigério e livramento em cada situação. Viver a vida cristã querendo desfrutar apenas da glória, caminhando somente em vitória, sem passar nenhum tipo de provação é algo que está completamente fora do sistema de Deus para o aperfeiçoamento do caráter cristão. Provações e sofrimentos fazem parte de um programa de Deus para fortalecimento do cristão nesta vida. “Agora me regozijo nos meus sofrimentos por vós; e preencho o que resta das aflições de Cristo, na minha carne, a favor do seu corpo, que é a igreja” (Colossenses 1.24 ARA). Se Cristo, que é o nosso cabeça sofreu, nós que somos o corpo também sofreremos. Paulo se alegra em poder comunicar o valor dos sofrimentos aos cristãos. Todos como membros uns dos outros, estão interligados e aprendem com as lições da vida, em cada situação de alegria ou de dor.

11

Vencendo o Sofrimento – Como Entender, Suportar e Vencer  

Passar pelo ´´vale da sombra da morte`` causa dor,provoca sofrimento e muitos se afastam da fé. Precisamos aprender que o sofrimento e a gló...