Page 1

In_ideias_dinamicas_criativas_pequenos_grupos_02b.indd 1

4/9/2014 04:14:02


Copyright©2014 por Priscila Rodrigues Aguiar Laranjeira

Coordenação editorial: Priscila Laranjeira

Todos os direitos em Língua Portuguesa reservados por:

Capa: Adilson Proc

A.D. SANTOS EDITORA Al. Júlia da Costa, 215 80.410.070 – Curitiba – Paraná – Brasil 55 (41) 3207-8585 www.adsantos.com.br editora@adsantos.com.br

Diagramação e projeto gráfico: Adilson Proc Impressão e acabamento: Gráfica Exklusiva

Dados Internacionais de Catalogação na Publicação (CIP) LARANJEIRA, Priscila Rodrigues Aguiar Ideias & Dinâmicas Criativas para Pequenos Grupos / Priscila Rodrigues Aguiar Laranjeira – Curitiba : A.D. Santos Editora, 2014. 14x21 cm. ; 120p. ISBN 978-85.7459-353-1 1. Atividades recreativas. I. Título.

CDD 250-7

1ª Edição: Setembro / 2014 – 2.000 Exemplares

Proibida a reprodução total ou parcial, por quaisquer meios a não ser em citações breves, com indicação da fonte.

Edição e Distribuição:

In_ideias_dinamicas_criativas_pequenos_grupos_02b.indd 2

4/9/2014 04:14:02


Agradecimentos

N

ão posso deixar de agradecer a Deus pelo privilégio de ter conhecido a Jesus Cristo como Senhor e Salvador em minha primeira infância. Jesus é o meu amor maior. Cada dia que leio ou escuto a respeito do Filho de Deus, mais me comprometo em servi-lo. Jesus é simplesmente o melhor amigo que alguém pode desejar. Aos meus pais – Maria Jesus e Florisvaldo Aguiar, por me ensinarem o caminho que eu devo andar – JESUS. Aos meus irmãos Patricia, Aldrin, Rejane, Alex e Alexandre – Meu primeiro Pequeno Grupo. Com vocês aprendi o verdadeiro significado de conviver, compartilhar e crescer. Obrigada ao Milton, meu esposo - são muitos anos juntos e continuo tendo que ser criativa para conquistá-lo e reconquistá-lo como se fosse a primeira vez. À minha filha, Kennely Desirée que é minha amiga e companheira de todas as horas e que à medida que cresce me ensina o incrível caminho que é ser mãe. Aos meus amigos da A.D. Santos Editora – Vocês são os melhores! Obrigada! Priscila Laranjeira

In_ideias_dinamicas_criativas_pequenos_grupos_02b.indd 3

4/9/2014 04:14:03


In_ideias_dinamicas_criativas_pequenos_grupos_02b.indd 4

4/9/2014 04:14:03


Sumário 1. Introdução.. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 1 2. Dicas para os líderes dos pequenos grupos.. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 3 3. Ideias Criativas para pequenos grupos.. . . . . . . . 7

Ideias para memorizar versículos e/ou textos curtos. . . . . . . . . . . . . . . . . . 7 Ideias para incrementar o encontro.. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 9

4. Dinâmicas Criativas.. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 41

1. Cabo de guerra no “rio”.. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 41 2. A cena.. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 42 3. Este canudinho é meu!.. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 43 4. Passe a pipoca, por favor.. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 44 5. Sabonetes ou batatas.. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 44 6. Limpos, como Deus quer.. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 45 7. Almofadas de reflexão. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 46 8. Extra! Extra!. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 46 9. Uma visita esperada!. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 47 10. De quem é este par?.. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 48

In_ideias_dinamicas_criativas_pequenos_grupos_02b.indd 5

4/9/2014 04:14:03


11. O lenço e o lençol.. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 49 12. A oficina.. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 49 13. Falado sério!. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 50 14. Mandando bilhetes.. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 51 15. Líder explosivo. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 52 16. A avenida complicada. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 53 17. Tempestade mental.. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 55 18. Como a si mesmo.. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 56 19. Quem sou eu?.. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 57 20. A dança da laranja.. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 58 21. A mesma letra.. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 58 22. Meus sentimentos.. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 59 23. Números.. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 60 24. Perfume, rosa e Bíblia.. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 60 25. Vela e barbante.. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 61 26. Como me sinto?.. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 61 27. Frutos da criação.. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 62 28. Ter ou ser? Eis a questão.. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 63 29. Sem saber..... . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 64 30. Convidados!. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 66 31. Voltando ao original. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 67 32. Ansiedade? Por quê?. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 68 33. Reciclando.. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 70 34. Passeio ao ar livre.. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 71 35. A importância do tempo.. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 73 36. Uma mensagem via telefone. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 74 37. Pra que serve isso?.. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 75 38. Simbolicamente falando..... . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 76 39. Trabalhando em grupo.. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 77 40. Temos uma missão. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 78 41. Semáforo (Sinaleiro). . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 79

In_ideias_dinamicas_criativas_pequenos_grupos_02b.indd 6

4/9/2014 04:14:03


42. É importante fazer o bem.. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 80 43. A Bíblia é um livro sem igual.. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 81 44. Falando de Jesus.. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 82 45. O que você faria?.. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 82 46. Pare, siga e pense!.. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 83 47. Pare para pensar..... . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 84 48. Encontre o tesouro.. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 85 49. Conselhos tolos ou sábios?.. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 85 50. O trote. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 86 51. Elos!.. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 87 52. Despertai!.. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 89 53. Lutando em uma perna só. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 89 54. A Palavra que transforma. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 90 55. Uma surpresa!. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 91 56. 1,2,3.. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 92 57. Sonhos.. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 92 58. Fazendo feira.. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 93 59. Descobrindo qual é a senha.. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 94 60. Arremesso da bola bíblica.. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 94 61. Livros embaralhados. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 96 62. Procure a promessa.. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 97 63. Comunidade caótica. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 98 64. Dado de perguntas.. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 100 65. Desenho rápido. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 101 66. Foi assim ..... . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 102 67. Acerte o alvo.. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 103 68. Maratona bíblica.. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 104 69. Efervescente!. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 108 70. Sopa de letrinhas.. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 109

5. Bibliografia.. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 111

In_ideias_dinamicas_criativas_pequenos_grupos_02b.indd 7

4/9/2014 04:14:03


In_ideias_dinamicas_criativas_pequenos_grupos_02b.indd 8

4/9/2014 04:14:04


Introdução

Q

ualquer encontro seja uma palestra, uma aula, um chá de panela ou chá de bebê, e especialmente um encontro de Pequeno Grupo, uma classe de escola bíblica, um acampamento ou um retiro, tudo fica bem mais dinâmico e interessante quando realizamos dinâmicas do tipo quebra-gelo e incrementamos o ensino com idéias criativas. Quando utilizadas da maneira correta ideias e dinâmicaspodem mudar o clima em um ambiente, proporcionar compartilhamento, melhorar a reciprocidade, a aceitação e estimular a participação. As atividades que propomos são de fácil execução e, raramente, exigem recursos complicados. É fato que “mesmo pessoas com extensa formação acadêmica não são influenciadas por especialistas. Ao contrário, elas são influenciadas por amigos”. Mas, o que significa isso? Na prática significa que você não deve esperar que as pessoas sejam influenciadas por você. Seja amigo delas. Tome muitos cafés juntos. Lembre-se: construir relacionamentos precisa de investimento de tempo e isso pode demorar. Seja um ouvinte atencioso e interessado. Cuidado para não monopolizar. Em um relacionamento é importante dar oportunidade ao outro e em um grupo a oportunidade deve ser oferecida a todos os participantes. Concilie. Aproveite o que existe em vez de recriar. Aceite e acate, sempre que possível, as sugestões dadas.

In_ideias_dinamicas_criativas_pequenos_grupos_02b.indd 1

4/9/2014 04:14:04


2 |  Ideias & Dinâmicas Criativas para Pequenos Grupos

Em quase todas as situações, aprendemos melhor por meio de atividades lúdicas, afinal, é brincando que se aprende e essa é uma verdade simples que pode ser aplicada no trabalho, em um encontro de amigos, em uma viagem com a turma e em inúmeras situações. Um Pequeno Grupo é composto por duas até 20 pessoas, passou deste número deixou de ser pequeno e requer mais espaço para que as pessoas possam ser movimentar com facilidade e realizar atividades seja em ambiente interno ou externo. Você, alguma vez tentou montar palavras, ou melhor, tentou montar frases, com as letras que vêm dentro do pacote de sopa de letrinhas? Parece incrível, mas nunca temos as letras que precisamos na quantidade certa! Às vezes, penso em “escrever” com as tais letrinhas uma charadinha para minha filha ou um elogio pela comida que alguém preparou, mas não acho as benditas letras! Muitas vezes, na liderança de um Pequeno Grupo isso acontece: nos faltam palavras, faltam orientações precisas. O membro do grupo compartilhou algo fora do nosso alcance; não sabemos como ajudar e tentamos de todos os modos dar um jeitinho, encontrar uma solução. Pare agora mesmo! Não temos solução para todos os problemas, não temos conselhos para todos os momentos. Também somos frágeis e falhos. O que podemos fazer? Confiar inteiramente no Deus a quem servimos e amamos. Ele dará a direção certa. Outro fator primordial em nosso favor: a doce presença do Espírito Santo de Deus, nos capacitando, dando-nos o socorro, colocando as palavras certas em nossa boca na hora certa. Atualmente ideias e dinâmicas proliferam nos mais diversos meios de comunicação. Nossa intenção foi agilizar e facilitar o desempenho de seu grupo transformando o encontro em um momento, não apenas de compartilhamento da Palavra de Deus, mas também de alegria e descontração. “Somos o bom perfume de Cristo” e precisamos deixar um doce perfume na vida daqueles que se aproximarem de nós. Que o seu Pequeno Grupo se divirta e aprenda ou aprenda se divertindo e que Deus, em Cristo Jesus, abençoe, transforme e edifique a vida de cada um.

In_ideias_dinamicas_criativas_pequenos_grupos_02b.indd 2

4/9/2014 04:14:05


| 

2  |

Dicas para Líderes dos Pequenos Grupos

B

ons líderes têm boas estratégias.

• Procure criar um ambiente descontraído e alegre. Grupos que riem muito se multiplicam mais facilmente do que grupos formais. • Já pensou em fazer uma noite inteira só de brincadeiras? Eventos assim são importantes para Pequenos Grupos que estão começando e cujos membros ainda não estabeleceram este vínculo. Use e abuse dos quebra-gelos. Há rico material com sugestões à disposição. • Os Pequenos Grupos deverão organizar um rodízio para que não fique pesado tendo apenas um dos membros como anfitrião. O rodízio é uma oportunidade para que os vizinhos e amigos do dono da casa sejam convidados para o encontro. Eventualmente a célula poderá optar por manter o encontro em uma mesma residência, por um determinado período de tempo, para cuidar melhor daqueles que estão sendo evangelizados ou que você deseja alcançar para Cristo.

In_ideias_dinamicas_criativas_pequenos_grupos_02b.indd 3

4/9/2014 04:14:06


4 |  Ideias & Dinâmicas Criativas para Pequenos Grupos

• Experimente usar um filme secular para discutir com não-cristãos o que é o novo nascimento ou o sentido da vida. Vendo tais filmes, eles poderão se desarmar. • No dia da Ceia em sua comunidade de fé, convide os membros de sua célula para se sentarem juntos. Proceda a troca de cálices. Abrace a pessoa mais próxima, esteja orando com ela. Afirme sempre que possível que a Ceia é um dos principais memoriais cristãos, pois nela estamos relembrando o sacrifício de amor que Deus ofereceu em nosso favor. • Faça um cartão personalizado Do seu grupo. Dê uma quantidade para cada membro e peça-lhes que distribua entre os seus próprios amigos. • Programe para que todo o seu grupo vá com uma mesma camiseta, na celebração de domingo. Isto cria uma identidade própria no Pequeno Grupo e um senso de grupo unido. • Se o seu grupo possui algum talento especial, programe uma apresentação na celebração de domingo. Pode ser uma música ou uma encenação breve. Isto gera unidade no grupo. • Muitos se sentem mais motivados a orar em vigílias. Programe vigílias eventuais para seu grupo. Oração e liderança eficazes. • Orar diariamente pelos membros do seu grupo transforma o seu relacionamento com eles. Eles o reconhecerão e seguirão a sua liderança, espontaneamente. • Se você orar diariamente, sentirá o seu próprio coração cheio de amor e paciência por eles. • Ore por todos os eventos do seu grupo – seja um culto, uma festa de aniversário ou um jogo de futebol. Esteja pronto para testemunhar em qualquer circunstância!

In_ideias_dinamicas_criativas_pequenos_grupos_02b.indd 4

4/9/2014 04:14:06


Dicas para os Líderes dos Pequenos Grupos  | 5

• Tempo gasto “afiando o machado” para cortar as árvores não é tempo perdido. Uma hora gasta em oração fará com que uma hora de trabalho renda mais que uma centena delas sem oração. Desenvolva uma disciplina de oração! • Queremos ver uma geração de intercessores? Então precisamos ensinar as crianças a orar! Não deixe as crianças da célula indiferentes no momento da oração! • Todo líder precisa ser cheio do Espírito Santo! Busque poder e ousadia! Todos querem estar perto de quem está perto de Deus! • Faça um livro de oração! Registre nele os pedidos e as respostas de oração. Ore com ele em cada encontro do grupo. • Experimente fazer uma lista de alvos de oração do seu grupo. Entregue uma cópia para cada membro e ore nos encontros por cada pedido da lista. • Ore para que Deus manifeste sinais. Isto fortalece a fé dos irmãos a atrai os não-cristãos. • Qualquer cristão pode ser um “homem de oração”, mas você precisa se tornar um “homem de orações respondidas”. • Crie um relógio de oração em seu grupo. Cada pessoa ora numa determinada hora e, no final, liga para o irmão que deve orar a hora seguinte. • Grupos eficazes fazem mais que orar, suprem, de maneira prática, as necessidades dos irmãos. É IMPORTANTE MEMORIZAR TEXTOS BÍBLICOS, POIS ELES PODERÃO SER MUITO ÚTEIS NOS ENCONTROS E NO DIA A DIA DE CADA PESSOA. AÍ VÃO ALGUMAS DICAS PARA AJUDAR A MEMORIZAR VERSÍCULOS E/OU TEXTOS CURTOS:

In_ideias_dinamicas_criativas_pequenos_grupos_02b.indd 5

4/9/2014 04:14:08


6 |  Ideias & Dinâmicas Criativas para Pequenos Grupos

Memorizar versículos ou textos curtos os pode ser difícil, principalmente quando as palavras que compõem o texto são estranhas à nossa linguagem cotidiana, como no caso dos textos bíblicos. Memorizar versículos bíblicos é uma bênção! E você pode usar a mesma estratégia para decorar fórmulas matemáticas, textos de português ou até seus poemas e declarações de amor favoritos. O salmista, muito adequadamente diz: “Escondi a tua palavra no meu coração para não pecar contra ti”. Memorizar versículos traz conforto e, quando em momentos de solidão, tristeza ou dor, o Espírito Santo nos traz à memória, imediatamente, um dos textos. Muitas pessoas, inclusive apresentadores de TV, repórteres citam as Escrituras Sagradas sem saber. Dicas para a memorização: a) Elimine distrações. Estabeleça horários. Caso você goste, coloque uma música de fundo, mas evite o som da televisão. Escolha um ambiente calmo. b) Entenda o que o texto diz. Leia o texto a ser memorizado e tente entender o que ele está dizendo ou ensinando. Quanto mais o significado do que está escrito estiver claro, mais fácil se tornará a assimilação. c) Escreva. Quando estamos tentando memorizar algo, especialmente quando for palavra por palavra, ajuda bastante escrever, escrever e reescrever o texto. Esta é a técnica básica usada por estudante que obtém maior aproveitamento quando estão estudando suas matérias e precisam memorizá-las. d) Leia em voz alta. Quando lemos o texto escrito em voz alta, colocamos inflexão na voz e damos entendimento ao assunto.

In_ideias_dinamicas_criativas_pequenos_grupos_02b.indd 6

4/9/2014 04:14:09


| 

3  |

Ideias Criativas para Pequenos Grupos “Toda a escritura é inspirada por Deus e útil para o ensino, para a repreensão, para a correção e para a instrução na justiça, para que o homem de Deus seja completamente preparado para toda a boa obra”. 1 Timóteo 3:16-17

Ideias para memorizar versículos e/ou textos curtos

  1

Coloque uma música de fundo, algo bem suave. Peça aos participantes do encontro para dizer em voz alta o texto bíblico previamente selecionado. Converse sobre o texto. Pergunte-lhes o que entenderam. Eles deverão falar primeiramente em voz normal, em seguida sussurrando, quase sem som e depois alto, acelerado, devagar, com voz grossa, voz fina, etc. Em seguida distribua pedaços de papel e caneta para que eles anotem o texto e também a referência. Repita mais algumas vezes até que todos possam dizê-lo sem consulta.

In_ideias_dinamicas_criativas_pequenos_grupos_02b.indd 7

4/9/2014 04:14:10


8 |  Ideias & Dinâmicas Criativas para Pequenos Grupos

  2

  3

  4

  5

Escreva o texto bíblico relacionado ao tema do encontro em um pedaço de cartolina ou papel tipo Kraft. Mostre o cartaz. Peça a todos que leiam o texto algumas vezes. Em seguida vá cobrindo, gradativamente as palavras e pedindo-lhes que recitem o texto. Quando todo o texto estiver coberto a memorização já terá acontecido. Apresente aos participantes os seguintes desenhos: um coração, um mundo, uma cruz. Pergunte-lhes quais textos bíblicos os desenhos trazem á sua memória. O versículo mais lembrado deverá ser memorizado. Exemplos de textos: João 3:16 – “Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deus seu filho único, para que todo aquele que nele crê não morra, mas tenha a vida eterna”. Pergunte a um dos presentes se está disposto a mostrar aos demais o conteúdo de sua bolsa. À medida que os objetos forem retirados e mostrados, diga-lhes para que cada um serve. Em seguida eles deverão tentar, com os objetos retirados da bolsa, lembrar um texto ou um acontecimento bíblico. Exemplo 1) Chave: Jesus tomou a chave do inferno e da morte. Exemplo 2) Perfume: Nós somos o bom perfume de Cristo. Você precisará de uma lista telefônica. Aleatoriamente escolham um nome e um endereço. Escrevam um texto bíblico que fale sobre amor e envie para a pessoa que vocês selecionaram. Conversem: qual a sua reação se recebesse uma carta com a mensagem como a que acabamos de fazer?

  6

Distribua revistas usadas para todos os presentes. Peça-lhes para encontrar palavras que compõem o texto bíblico que tem a ver com o tema do encontro. Exemplo: amizade. Versículo: “Há amigos mais chegados que um irmão”.

In_ideias_dinamicas_criativas_pequenos_grupos_02b.indd 8

4/9/2014 04:14:10


Ideias Criativas para Pequenos Grupos  | 9

  7

Coloque um prato com um pouquinho de sal sobre a mesa do local do encontro. Fale sobre as propriedades do sal: dá sabor, tempera, eleva a pressão, conserva alimentos, etc. O sal é algo muito especial. Como podemos ser como o sal? A Bíblia diz que se o sal perder o seu gosto, o seu sabor para nada será proveitoso. Como podemos fazer para não perder o nosso “gosto”?

Ideias para incrementar o encontro

  8

Escolha um texto com algum apelo emocional, pode ter a ver com uma data relevante do calendário nacional, tal como dia das mães, pais, crianças, índio, etc. Leia o texto e peça aos participantes para conversarem sobre o que leram. O que mais chamou-lhes a atenção. Abaixo segue um exemplo de texto: Há quase 150 anos atrás, um camponês, na Inglaterra, viu um grupo de caçadores que se preparava para passar a cavalo por cima de sua plantação. Percebendo o terrível estrago que as patas dos cavalos fariam sobre seus legumes e verduras, deu ordens a um de seus empregados para que corresse até a porteira da fazenda e, não apenas fechasse a porteira como também ficasse em frente a ela para impedir a entrada dos caçadores. Mal chegou lá, chegaram também os caçadores que exigiram que o rapaz saísse da frente e os deixasse entrar... O rapaz não permitiu. Os caçadores, então apelaram para a violência e disseram que passariam por cima dele, mas o jovem continuou firme em seu lugar. Finalmente, o chefe dos caçadores aproximou-se dele e disse:

In_ideias_dinamicas_criativas_pequenos_grupos_02b.indd 9

4/9/2014 04:14:12


10 |  Ideias & Dinâmicas Criativas para Pequenos Grupos

  9

— Escuta, me filho, eu sou o Duque de Wellington. Eu é que venci o imperador Napoleão da França e não estou acostumado a que me enfrentem e me ofereçam resistência. Você vai abrir esta porteira imediatamente. O jovem tirou o boné da cabeça e olhando com respeito e admiração para o homem, tão famoso e importante disse: — O senhor não deve ser o Duque de Wellington, pois o Duque não impediria um humilde servo de cumprirei fielmente o seu dever. Eu não abrirei a porteira. O Duque levantou seu chapéu, cumprimentou o rapaz, virou-se para os seus companheiros e falou: — Se me derem alguns milhares de homens iguais a esse moço, eu me encarrego de vencer não apenas a França, mas o mundo todo. É claro que aquele rapaz correu um grande risco, mas ele estava convencido de que estava fazendo a coisa certa e mesmo sofrendo perigo continuou firme. Será que também agimos assim? Será que assumimos nossos erros e nossos atos? Dá o que pensar , não é? Debate Material necessário: Papel e lápis. Escolhe-se um tema, de preferência relacionado ao assunto que está sendo tratado no encontro. Um dos participantes é designado para fazer uma exposição sobre o mesmo, sustentando seu ponto de vista. Prepare, igualmente, outro participante que sustente ponto de vista contrário ao da maioria.Procedimento: os participantes sentam-se, assistindo em silêncio ambas as exposições. Em seguida, dá-se um tempo para que façam perguntas e depois optem por um ou outro ponto de vista.Importante: elaborar uma conclusão à luz da Palavra de Deus.

In_ideias_dinamicas_criativas_pequenos_grupos_02b.indd 10

4/9/2014 04:14:13


Ideias Criativas para Pequenos Grupos  | 11

10

Crie quebra-cabeças simples com palavras que têm a ver com o tema do encontro. Para isso use recortes de jornais velhos ou revistas usadas. Você também pode elaborar caça-palavras simples. Como o que sugerimos abaixo: Descubra no caça palavras abaixo a solução para quem vive perigosamente. Adrenalinasurfhaveeasquijetesquiaffdadahahavvaaiouanamnlkjhgfadareawsdawqnakaiaagabagafadfajfutebolvoleihandbolbacaxaimamamaoaleaogataofebretempofafadadayayatartradffacdfcdafdfadfjesushgafacagataradaraebodyboardcartindooorescaladaparadaoanaagafafdadayafardajcontroeintenetemailmensagerperigodrogasremediospalavracoragem  potreaeadradadadaaxcvshowsviciosleituracuidadoszeloequipamentoscavalosjoqueipologolfeescrevererdormirsonhar

11

Listas de todos os tipos são muito úteis. Distribua pedaços de papel e caneta e peça para elaborarem listas, tais como: a) Melhores amigos: Quem são? O que podemos fazer por eles? Quantos são? b) Pessoas que estão passando por dificuldades: o que elas precisam? O que podemos fazer por elas? c) Países que sofreram catástrofes ou estão enfrentando seca, fome e guerras. Que tipo de ajuda podemos enviar-lhes? O que podemos fazer agora? d) Os melhores filmes que você assistiu. O que chamou a atenção? Quais os personagens principais? Qual o vilão? Qual o tema principal? E os secundários? e) Quais as melhores músicas que você já ouviu? Elas pertencem a que grupo: clássicas, cristãs, sertanejas, pop, populares? Cite o trecho de uma de suas letras favoritas.

In_ideias_dinamicas_criativas_pequenos_grupos_02b.indd 11

4/9/2014 04:14:14


12 |  Ideias & Dinâmicas Criativas para Pequenos Grupos

12

Mímicas – Um participante por vez deverá fazer uma mímica e os demais deverão tentar descobrir o que ele está tentando dizer ou mostrar. As mímicas podem ter temas variados como: filmes, livros, pessoas, personagens bíblicas, histórias em quadrinhos, etc. Antes de iniciar a sessão de mímica defina o assunto.

para o encontro recortes de revistas de pessoas tidas 13 Leve como famosas. Mostre as fotos e pergunte: por que tal

pessoa é famosa? O que ela fez ou faz de relevante para a sociedade? O que poderia fazer com a influência que tem? O que você acha que ela poderia fazer diferente?

a devida antecedência cole algumas moedas em 14 Com uma cartolina ou sobre uma revista. Converse com

os participantes sobre o valor do direito, em seguida convide um deles para pegar uma das moedas e dizer o que faria com aquele valor. Quando a pessoa perceber que a moeda está colada, converse com todos sobre as dificuldades e os desafios de ganhar e ter dinheiro e estabilidade financeira.

arte de disfarçar – Peça a todos que fechem os olhos. 15 AEntregue um pequeno objeto para um dos presentes

ao encontro e diga que quem recebeu o presente deve tentar disfarçar o máximo possível que o presente está com ele/ela. Quando todos abrirem os olhos, deverão olhar um para os outros tentando descobrir quem está com o presente. Podem fazer perguntas, mas não podem sair de seus lugares. Quando descobrirem quem é a pessoa converse com todos sobre o maior presente que recebemos de Deus: a salvação.

In_ideias_dinamicas_criativas_pequenos_grupos_02b.indd 12

4/9/2014 04:14:15


Ideias Criativas para Pequenos Grupos  | 13

  16

Leve um corretivo líquido para o encontro. Leve também papel e canetas. Todos devem escrever as qualidades e os defeitos uns dos outros. Dê-lhes tempo para escrever e em seguida peça-lhes para conversarem com a pessoa sobre a qual escreveram qualidades e defeitos. Pergunte: depois de conversar com a pessoa, você podem apagar algumas de suas qualidades ou alguns de seus defeitos? Afirme que quando Deus perdoa os nossos pecados Ele não se lembra deles nunca mais.

Por alguns instantes ligue a televisão, escolhendo um   17 canal a esmo. Deixe que todos vejam o que está passando.

  18

Desligue a televisão e em seguida dê oportunidade para comentarem sobre o que viram. Atenção: cuidado com o horário e com o canal que assiste e fique atento à presença de crianças para que o tema não seja impróprio.

Para dias de festa de aniversário. Para homenagear o aniversariante crie perguntas, tipo um quizz sobre a pessoa. Pergunte: Você sabe tudo sobre o (nome do aniversariante)? • Nasceu na cidade • Namora ou é casado (a) com • Seu apelido é

.

.

• Sua comida preferida é • Sua viagem mais recente foi para • Toca ou não um instrumento? Qual? . • É contra ou a favor ter tatuagem? Por quê? • Sua cor preferida é • Seu artista favorito é

In_ideias_dinamicas_criativas_pequenos_grupos_02b.indd 13

. por que . .

. .

4/9/2014 04:14:16

Idéias e Dinamicas  

Os Pequenos Grupos são uma realidade e precisam se tornar cada vez mais atraentes. Dinâmicas são uma maneira prática e eficiente para capta...

Idéias e Dinamicas  

Os Pequenos Grupos são uma realidade e precisam se tornar cada vez mais atraentes. Dinâmicas são uma maneira prática e eficiente para capta...

Advertisement