Page 1




ABNB - A BĂ­blia no Brasil


Você tempo

S

umário com a família

em grupo

na igreja

Dia Bíblia 2008:

da

14 de dezembro

É tempo de ouvir a Palavra de Deus

8

cAMpANhA Na Semana da Bíblia, SBB lança o desafio de refletir sobre as Escrituras com a campanha “É tempo de ouvir a Palavra de Deus”.

é tempo de ouvir a

Palavra de Deus

fEiRAs SBB dedica espaço de destaque para a Bíblia Sagrada durante a Bienal do Livro e Expo Cristã. www.sbb.org.br

30

cApA No Ano da Bíblia, o projeto Bíblia Manuscrita sensibiliza cristãos de Norte a Sul do Brasil.

10

EDITORIAL

CALENDÁRIO DE ORAÇÃO VOCÊ SABIA? AÇÃO SOCIAL

E

 6 7 14

EXPERIÊNCIAS EDIFICANTES ANIVERSÁRIO TESTEMUNHO BRASIL

xpediente

Publicação oficial da Sociedade Bíblica do Brasil Registro no INPI sob o nº 811491960 ISSN 1518-7136 OUTUBRO A DEZEMBRO DE 2008 – Edição nº 221 Editor Chefe: Erní Walter Seibert Editora Responsável: Márcia Carneiro (MTb 22.583) Colaboraram nesta edição: AECEP, Carlos Bertoni, Cida Mattar, Chico Bezerra, Claudio Morgenstern, Cristiano Borges, Denis Timm, Eduardo César, Gelson Cargnelutti, Gilson Abreu, Jaime Souzza, Juliana Oliveira, Juliana Zucray, Luciana Gaberlini, Maria Fernanda Salla Dias, Marcos Vicente, Mário Rost, Silvana Machado, Silvia Ramos, Shirley Ribeiro, Sônia Villanova, Riva Gomes, Vip Imagem Redação: Av. Ceci, 706 – Tamboré – Barueri, SP – CEP 06460-120 – Fone: (11) 4195-9590 – Fax: (11) 4195-9591 – e-mail: redacao@sbb.org.br Presidente: Pr. Enéas Tognini 1º Vice Presidente: Rev. Adail Carvalho Sandoval. 2º Vice-Presidente: Dr. Leopoldo Heimann Secretária de Atas: Profa. Lourdes Lemos Almeida Tesoureiro: Dr. Carlos Wesley Vogais: Dr. Antonio Cabrera Mano Filho, Rev. Assir Pereira, Pr. Ageo Silva, Dr. Almir dos Santos Gonçalves Júnior, Sr. Euclides Schlottfeldt Fagundes, Desemb. Ney de Mello Almada, Pr. Lécio Dornas, Evangelista Clarindo Aparecido da Silva Filho, Capelã Eleny Vassão de Paula Aitken, Sr. Ronaldo Rodrigues de Souza, Prof. Ruy Carlos de Camargo Vieira, Pr. Waldir Agnello, Profa. Simoni Bausells Piragine, Pr. Vitor Hugo Mendes Sá, Rev. Luiz Carlos Pinto. Suplentes: Prof. Joaquim Beato, Dr. Waldicir Rosa da Silva, Prof. Wilson de Matos Silva, Pr. Martinho Arnaldo Campos Carmona. Conselho Fiscal: Presidente: Dr. José Júlio dos Reis. Vogais: Presbítero Newton de Barros Madureira, Dr. Hesio Cesar de Souza Maciel. Suplentes: Sr. Bonfim Raimundo de Aguiar, Dr. Dineu Mazzali Seixas, Pr. Jabes Guedes de Alencar. Tesoureiro: Dr. Carlos Wesley.

4

MUNDO Pelo terceiro ano consecutivo, a SBB lidera o ranking de distribuição de Bíblias em todo o mundo.

iNAUGURAçãO Loja Virtual SBB PontoCom é inaugurada para atender a população de todas as partes do país.

ABNB - A Bíblia no Brasil

1   6

18

3 ESPAÇO DO LEITOR OPINIÃO

33 34

Diretor Executivo: Rudi Zimmer Secretarias Especializadas: Comunicação e Ação Social: Erní Walter Seibert. Gráfica da Bíblia: Celio Erasmo Emerique. Recursos Humanos e Finanças: Helio Fudissaku. Produção: Edgar Dias Carvalho. Distribuição. Tradução e Publicações: Paulo Teixeira. Sede Nacional e Gráfica da Bíblia: Av. Ceci, 706 – Tamboré – Barueri, SP – CEP 06460-120 - Fone: (11) 4195-9590 – Fax: (11) 4195-9591 Encadernadora da Bíblia: Alameda Europa, 459 – Pólo Empresarial Consbrás Tamboré – Santana de Parnaíba, SP – CEP 06453-325 - Fone: (11) 4152-4880 – Fax: (11) 4152-4880 – Ramal 103 Secretarias Regionais: Belém: Av. Assis de Vasconcelos, 356, Campina, CEP 66010-010, CP 641, CEP 66020-970, Belém, PA, fone:(91) 3202-1350, fax: (91) 3202-1363. Brasília: Jessé Pereira da Silva, SGAN 603E, Ed. da Bíblia, CEP 70830-030, CP10-2371, CEP 70099-999, Brasília, DF, fone: (61) 3218-1948, fax: (61) 3218-1907. Recife: Marcos Gladstone, Av. Cruz Cabugá, 481, Santo Amaro, CEP 50040-000, Recife, PE, fone: (81) 3092-1900, fax: (81) 3092-1901, Rio de Janeiro: Sérgio José Alves Furtado, Av. Brasil, 12.133, Braz de Pina, CEP 21012-351, Rio de Janeiro, RJ, fone: (21) 2101-1300, fax: (21) 2101-1301. São Paulo: Adílio José Emerich, Av. Tiradentes, 1.441, Ponte Pequena, CEP 01102-010, São Paulo, SP, fone: (11) 3245-8999, fax: (11) 3245-8998. Curitiba: Walter Eidam, Av. Marechal Floriano Peixoto, 2.952, Parolim, CEP 80220000, Curitiba, PR, fone: (41) 3021-8400, fax: (41) 3021-8399. Centro de Distribuição de Porto Alegre: Acyr de Gerone Júnior, R. Ernesto Alves, 91, Floresta, CEP 90220-190, Porto Alegre, RS, fone: (51) 3272-9000, fax: (51) 3272-9010. Centro de Distribuição de Belo Horizonte: Marcos Lovera, Rua Caldas da Rainha, 2.070, São Francisco, CEP 31255-180, Belo Horizonte, MG, fone/fax: (31) 3343-9100. Espaços Culturais: Museu da Bíblia: Av. Pastor Sebastião Davino dos Reis, 672, Vila Porto, CEP 06414-007, fone: (11) 4168-6225. Centro Cultural da Bíblia: R. Buenos Aires, 135, Centro, CEP 20070-021, Rio de Janeiro, RJ, fone: (21) 2221-9883, fax: (21) 2224-3096 Ligue grátis: 0800-727-8888 – Visite nosso site: www.sbb.org.br – É permitida a reprodução total ou parcial das matérias publicadas nesta revista, desde que mencionada a fonte. Preço do Exemplar Avulso: R$ 5,00 – Tiragem: 87.000 exemplares Distribuição: Secretarias Regionais da SBB

Visite nosso site: www.sbb.org.br


E

ditorial

ANO DA BÍBLIA. . . E DEPOIS? O ano de 2008 foi especial. O Ano da Bíblia movimentou milhões de brasileiros e a Palavra de Deus ficou mais presente na vida de muitas pessoas. Enquanto estamos preparando este número de A Bíblia no Brasil as notícias sobre o que vem ocorrendo em todo país continuam chegando e mostrando que valeu a pena o esforço de todos. Mas como será o futuro? O que fazer nos anos que seguem? Para o Dia da Bíblia deste ano, a Sociedade Bíblica do Brasil não só está preparando a conclusão do Ano da Bíblia, mas também está plantando a idéia que queremos plantar nos próximos anos. E ela tem o seguinte fundamento: O fundamento de todo o trabalho da igreja está na Palavra de Deus. Se quisermos igrejas fortes, elas precisam estar fundamentadas na Palavra de Deus. Se quisermos um país forte, ele deve ter como fundamento os princípios bíblicos que conduzem à convivência humana justa, guiada por valores éticos que estão registrados na Bíblia Sagrada. Um dos grandes problemas, tanto nas igrejas quanto em nosso país, é a falta de conhecimento da Palavra de Deus. Lembre as palavras de Jesus em Mateus 22.29: “Errais, não conhecendo as Escrituras nem o poder de Deus.” A falta de conhecimento da Palavra de Deus faz com que as pessoas andem no erro e tenham uma vida pior. Por isso, nos próximos dois anos, a Sociedade Bíblica do Brasil estará fazendo um grande esforço junto às igrejas convidando-as a iniciarem um movimento para as pessoas ouvirem a Palavra de Deus. Ouvir pode significar tanto o ato de escutar (por exemplo, um Novo Testamento em áudio),

como também ouvir significa ler e seguir. Um pai, quando o filho não lhe obedece, pergunta: “Meu filho, você não me ouve?” Ele não está duvidando da capacidade auditiva do filho. O que ele gostaria de ver é seu filho seguindo suas palavras. Neste sentido, o lema que irá orientar o trabalho da SBB será: “É tempo de ouvir a Palavra de Deus”. É tempo de ouvir, não apenas escutar ou ler, mas de seguir. Para que isso se torne uma realidade mensurável, estamos desafiando as igrejas e organizações cristãs a, nos próximos dois anos, iniciarem um grande movimento para que, ao final deste período, pelo menos 10 milhões de pessoas – em torno de 5% da população brasileira, tenham ouvido ou lido o Novo Testamento. A partir deste número da revista, além das informações sobre o que vem ocorrendo no Brasil e no mundo com a Bíblia, nós vamos divulgar este novo projeto: É tempo de ouvir a Palavra de Deus. As igrejas e organizações interessadas em aderir ao projeto, podem fazer contato pelo e-mail webmaster@ sbb.org.br que entraremos em contato com todos para expormos os planos. O começo da campanha será no Dia da Bíblia deste ano – o segundo domingo de dezembro. Para dar apoio às igrejas e organizações cristãs neste trabalho com a Palavra de Deus, a SBB preparou novas edições das Escrituras Sagradas que você também está conhecendo neste número da revista. Tenha uma boa leitura.

Erní Walter Seibert – Editor chefe

ABNB - A Bíblia no Brasil




C

alendário de Oração

UNIDADE NA ORAÇÃO Na lista abaixo, você encontrará fortes clamores por companheirismo e unidade na oração. Espalhados pelo mundo, muitos cristãos se sentem sozinhos, isolados e pequenos diante dos desafios que se apresentam. Vem da Tunísia a súplica: “Ore para que os cristãos não se sintam isolados.” Estes irmãos e irmãs são reconfortados em saber que no Brasil há gente unida a eles, que compreende sua solidão e comparece diante de Deus em oração pedindo que não lhes falte fé, não lhes falte amor, nem esperança. Os “inimigos de Deus” se movem rapidamente para ameaçar e destruir. É oportuno que oremos com os primeiros cristãos (Atos 4.29): Senhor, olha para as ameaças deles. Dá aos teus servos confiança para anunciarem corajosamente a tua palavra.”

OUTUBRO Suécia: Demos graças pelo projeto em linguagem de sinais. Noruega: Ore para que seja possível comunicar o Evangelho aos jovens, através do programa Rebentos de Fé. Dinamarca: Pedimos orientação para o nosso projeto HIV/AIDS “Bom Samaritano”, na África. Níger: Ore pelo desenvolvimento de bom relacionamento com as igrejas. Burquina Faso: Louve a Deus pelos 25 anos de ministério da Sociedade Bíblica. Costa do Marfim: Ore pelos projetos de tradução em akyé, anyi baoulé, dan e dida. Libéria: Louve a Deus porque o projeto de tradução para klao (kru) foi concluído. Serra Leoa: Louve a Deus pela conclusão do Novo Testamento em kono. Guiné: Ore pelo trabalho da Sociedade Bíblica nesse país. Mali: Ore pelo lançamento do Novo Testamento em kassonké e malinké (kita). Senegal: Damos graças pela Bíblia em sérène, a primeira numa língua local. Gâmbia: Louve a Deus pelo programa de alfabetização iniciado no ano passado. Costa Rica: Ore por programas que ajudem crianças e jovens a vencerem problemas com violência e drogas.

NOVEMBRO Nicarágua: Damos graças a Deus porque distribuímos Escrituras a mais de 122 mil crianças. Panamá: Agradeça pela aprovação da lei que instituiu o mês de setembro como o mês da Bíblia. Guatemala: Agradeça pelo aumento



ABNB - A Bíblia no Brasil

substancial na distribuição de Escrituras. Cuba: Ore para que possamos acompanhar o crescimento do trabalho cristão no nosso país. Honduras: Ore pelo trabalho da Sociedade Bíblica nesse país. México: Louve a Deus porque 20 mil crianças maias tiveram a possibilidade de ler uma porção ilustrada na sua própria língua. EUA: Ore pelo progresso das traduções para cinco línguas indígenas. Canadá: Ore por um projeto mundial para fazer com que as pessoas interajam com as Escrituras. Islândia: Ore para que a nova tradução da Bíblia em islandês seja uma bênção para o povo. Irlanda do Norte: Dê graças a Deus pelas milhares de pessoas que copiaram as Escrituras à mão. Escócia: Peça para que mais jovens conheçam a Palavra e se envolvam no nosso trabalho. Inglaterra e País de Gales: Ore por nossa participação em Esperança 2008, uma iniciativa nacional que visa ajudar igrejas a se unirem em oração. Holanda: Agradeça o êxito da Bíblia Jovem.

DEZEMBRO Bélgica (Flamenga): Ore para que consigamos mais pessoas que se envolvam financeiramente na ajuda ao nosso trabalho. Bélgica (Francófona): Agradeça a Deus a oportunidade de colocarmos 600 Novos Testamentos em bibliotecas públicas. República da Irlanda: Ore para que jovens e professores recebam com entusiasmo o CD-ROM “Lucas, o Livro”.

França: Somos gratos pelo início de tradução do Evangelho de Lucas para linguagem de sinais. Suíça: Ore pela nova equipe que está assumindo as responsabilidades do secretário-geral. Espanha: Damos graças pelos novos escritórios que permitem prestar um melhor serviço à comunidade. Portugal: Somos gratos pela equipe de trabalho dinâmica e criativa. Malta: Dê graças a Deus por sua constante orientação e pelas bênçãos recebidas ao longo dos 50 anos de existência dessa Sociedade. Marrocos: Ore pelo lançamento do primeiro Novo Testamento em marroquino. Argélia: Ore para que a nova legislação não constitua impedimento à obra de Deus. Tunísia: Ore para que os cristãos não se sintam isolados. Líbia: Ore para que possamos fornecer Escrituras aos cristãos deste país. Maurício: Ore pelos esforços para alcançar crianças nas escolas. Madagáscar: Agradeça pelos voluntários que nos ajudaram a distribuir mais de 40 mil exemplares de Escrituras, durante os Jogos do Oceano Índico. Seicheles: Agradeça a nomeação de um tradutor para a tradução do Antigo Testamento para seselwa.

Seja um Sócio Intercessor Para participar dessa grande corrente de oração, basta se cadastrar no site da SBB: http://www.sbb.org.br/interna.asp?areaID=157 ou pelo telefone: 0800-727-8888.


V

ocê Sabia?

Ablução: Cerimônia de purificação por meio de água (Hb 9.10). Amém: Palavra hebraica que quer dizer “é assim” ou “assim seja”. Também pode ser traduzida por “certamente”, “de fato”, “com certeza” (Dt 27.15). É usada como um título para Cristo, que é a garantia de que Deus cumprirá as promessas que fez ao seu povo (Ap 3.14). Belida: Mancha esbranquiçada no olho (Lv 21.10). Belzebu: [Senhor das Moscas] Nome do príncipe dos demônios, que é o próprio Satanás (Mt 12.24). Parece derivarse de Baal-Zebube. Cinamomo: Canela (Ct 4.14, RA). Entrava na composição do óleo usado para ungir os sacerdotes (Êx 30.23, RA). Cuza: Procurador de Herodes, o Tetrarca. Sua esposa, junto com outras mulheres piedosas, supria com suas posses as necessidades de Jesus e dos apóstolos (Lc 8.3). Dracma: 1) O mesmo que darico. 2) No NT, moeda grega de prata que tinha o mesmo valor do denário (Lc 15.8). Eloí, Eloí, lama sabactâni?: [Deus meu, Deus meu, por que me desamparaste?] A quarta das sete palavras da cruz (Mc 15.34). Mostra que naquela hora Jesus sentiu que estava carregando o peso dos pecados de toda a humanidade. Hebrom: [Companhia] Cidade muito antiga, situada 30 km ao sul de Jerusalém. Antes de ter esse nome, chamavase Quiriate-Arba. Abraão, Isaque e Jacó apreciavam Hebrom, e ali ficava a sepul-

turam da família (Gn 23.2,19; 35.27). Hebron foi dada a Calebe (Js 14.6-15) e se tornou uma cidade de refúgio. Por sete anos e meio foi sede do governo de Davi (2Sm 2.11). Em Hebrom se produzem excelentes uvas e azeitonas.

Seja Sócio do Clube Uma Bíblia por Mês!

Itrita: Nome de uma família da qual descenderam dois oficiais do exército de Davi (2Sm 23.38, RA; RC, jetrita). Laquis: Cidade cananéia conquistada por Josué (Js 10.3-35), localizada na fronteira de Judá, 40 km a sudoeste de Jerusalém e 24 km a oeste de Hebrom. Maer-Salal-Hás-Baz: [Furto-Rápido-Roubo-Veloz] Nome simbólico do filho do profeta Isaías. Significa que os inimigos do rei Acaz seriam saqueados, e o reino de Judá também iria sofrer (Is 8.1-4, RC). Neustã: [Serpente de bronze] Nome dado à serpente de metal que Moisés fez no deserto e que, mais tarde, os israelitas adoraram (Nm 21.9; 2Rs 18.4). Potestade: 1) Espírito, seja bom ou mau (Ef 1.21; 3.10; Cl 1.16; 2.10; 1Pe 3.22). 2) Espírito mau (1Co 15.24; Ef 2.2; 6.12; Cl 2.15). Quisom: Ribeirão que se torna rio e que desemboca no mar Mediterrâneo ao norte do monte Carmelo (1Rs 18.40). Xofrango: Águia-marinha (Lv 11.13, RC).

Associando-se a esse programa, você coloca, todo mês, um exemplar da Bíblia nas mãos de um dos beneficiados pelos programas sociais da SBB. Enfermos, presos, deficientes visuais, crianças... A esperança da Palavra de Deus tem ainda muitos corações para alcançar.

LIGUE 0800.727.8888 OU PREENCHA O CUPOM ENCARTADO NESTA REVISTA

Zanzumins: Raça de gigantes, também chamados de Refains (Dt 2.20).

Verbetes extraídos do Dicionário da Bíblia de Almeida, editado pela Sociedade Bíblica do Brasil.

Transformando vidas com a Palavra de De us. visite nosso site: www.sbb.org.br


C

ampanha

UM TEMPO PARA OUVIR

Campanha da SBB para o Dia da Bíblia destaca a importância de se reservar um tempo para prestar atenção no que dizem as Escrituras Sagradas. Atenção, reflexão e coração aberto. Assim pode ser sintetizado o apelo da campanha a ser lançada pela SBB durante a Semana da Bíblia, celebrada, em todo o País, entre os dias 7 e 14 de dezembro de 2008. Tendo como slogan “É tempo de ouvir a Palavra de Deus”, a campanha pretende chamar a atenção de todos os brasileiros para a necessidade de se reservar um tempo diário de comunhão com a mensagem bíblica. “Não basta ler ou ouvir a Palavra de Deus, é preciso refletir sobre ela, entender e aplicar seus ensinamentos no dia-a-dia”, destaca o secretário de Comunicação e Ação Social da SBB, Erní Seibert. Incumbido de coordenar a campanha, Seibert informa que o biênio 2009-2010 será inteiramente dedicado a empreender ações que propiciem o fortalecimento dos princípios bíblicos na vida das pessoas. “A vida acelerada que levamos, muitas vezes, nos impele a atitudes mecânicas. Lemos, sem prestar atenção. Escutamos, sem ouvir de fato o outro. E, assim, também acabamos por proceder com a Palavra de Deus. Sabemos de cor versículos inteiros, mas não fazemos uma reflexão profunda



ABNB - A Bíblia no Brasil

sobre o que querem nos dizer e como devemos aplicá-los em nossa vida”, avalia. Dedicado à Bíblia Sagrada, o ano de 2008 serviu como semeadura. O terreno foi preparado e as sementes lançadas. E a Bíblia ocupou lugar de destaque na agenda cultural e religiosa do País. “É preciso aproveitar esse momento especial, quando todas as igrejas estão mobilizadas e há milhões de voluntários envolvidos, para ir adiante um pouco mais, fazendo com que esse grande movimento gere uma mudança de comportamento. Ou seja, promova uma ação transformadora na sociedade por meio da Palavra de Deus. O versículo 17, do capítulo 10 do livro de Romanos, serviu de base para a preparação da campanha: “Portanto, a fé vem por ouvir a mensagem, e a mensagem vem por meio da pregação a respeito de Cristo”. Assim, a ação será dividida em duas etapas. A primeira delas será concentrada em 2009 – ano em que se celebram os 200 anos do nascimento de Louis Braille – criador do sistema de leitura para cegos que utiliza pontos em alto relevo. “Nosso foco prioritário será levar a Palavra de Deus a pessoas portadoras de deficiência, especialmente visual”, revela Seibert. Para isso, a arrecadação de fundos será focada em programas de distribuição de Escrituras entre esses públicos, com destaque para o Inclusão do Deficiente Visual e o Bíblia em LIBRAS (Língua Brasileira de Sinais). As principais ferramentas da campanha serão a Bíblia em Áudio e o programa A Fé Vem Pelo Ouvir (FVPO), respeitando as preferências de cada pú-

blico e dando a oportunidade a quem já ouviu uma versão também ouvir a outra. “Com esse material, pretendemos estimular a formação de grupos de audição da Bíblia nas igrejas, nas casas das pessoas e no trabalho, antecipa o secretário de Comunicação e Ação Social, revelando que a meta é que, em dois anos, ao menos 5% da população brasileira tenha ouvido a Palavra de Deus. Para dar suporte à campanha, tanto A Fé Vem Pelo Ouvir quanto a Bíblia em Áudio serão apresentados em embalagens despojadas e acompanhados por material informativo e de orientação sobre como fazer uma audição reflexiva da Palavra de Deus. Além disso, será colocado à disposição de todos os interessados cartazes e sugestões sobre como desenvolver o programa entre diferentes comunidades. A Semana da Bíblia servirá de palco para o lançamento nacional da campanha. “Ouvir a Palavra de Deus estimula a alfabetização e a leitura, favorece a sociabilidade e incentiva a solidariedade. Por isso, é tempo de ouvir”, conclui Seibert. Mais informações sobre como participar pelo e-mail webmaster@ sbb.org.br.


Baseado nas mais recentes descobertas de historiadores e arqueólogos, apresenta lugares e episódios bíblicos numa perspectiva histórica. É ricamente ilustrado com mapas, plantas de sítios arqueológicos e fotografias.

Recursos • 97 mapas • 7 reconstruções panorâmicas • 17 plantas de sítios arqueológicos • Mais de 150 fotografias • Tabelas cronológicas • Bibliografia • Glossário •Índices (geral, temático, geográfico, referências bíblicas) Características • Formato: 21,0 x 30,0 cm • Encadernação: Capa dura ilustrada • Código: EA953PATLAS


C

apa

DE VOLTA AO TEMPO DOS COPISTAS Projeto Bíblia Manuscrita sensibiliza cristãos de Norte a Sul do Brasil.

A

s folhas pautadas que aguardam a atuação dos copistas do século XXI ainda causam emoção única, como no tempo em que poucos homens se dedicavam a preservar as Sagradas Escrituras. A possibilidade de deixar uma recordação para a posteridade, a sensação de voltar ao passado ou a alegria de colaborar com uma causa social move os brasileiros a aderir ao projeto Bíblia Manuscrita. De Norte a Sul, o acolhimento é imediato, comprovando o sucesso desta iniciativa da Sociedade Bíblica do Brasil. “A Bíblia é um livro muito querido e respeitado pela maioria das pessoas. Por isso, em geral, o projeto é bem-recebido. Além disso, muito do sucesso deve-se ao bonito trabalho que milhares de voluntários estão fazendo, despertando o interesse da sociedade. Eles estão levando a Bíblia para perto das pessoas, dedicando tempo e carinho a este trabalho”, avalia o diretor executivo da SBB, Rudi Zimmer. Esta opinião é compartilhada pelo coordenador do Ano da Bíblia e

10

ABNB - A Bíblia no Brasil

do projeto Bíblia Manuscrita, Eude Martins. Segundo ele, são as igrejas evangélicas que mais se mobilizam, através de voluntários, mantendo scriptoria abertos a comunidades à sua volta. Com as igrejas majoritariamente na liderança do projeto, há postos de transcrição volantes, que percorrem escolas, hospitais, quartéis, presídios, órgãos públicos e praças. O apoio de autoridades também tem merecido destaque. Governadores, prefeitos, presidentes de Assembléias Legislativas e de Câmaras de Vereadores, desembargadores e políticos estão aprovando o projeto Bíblia Manuscrita e abrindo as portas de edifícios públicos para receberem um scriptorium. Autor da sessão especial de lançamento da Bíblia Manuscrita na Bahia, que lotou o plenário da Câmara de Salvador – a primeira do país -, o vereador Beto Gaban relata, com orgulho, por que decidiu deixar este projeto registrado nos anais da Casa. “O país foi descoberto na Bahia e não teria sentido ficarmos de fora deste evento grandioso. Uma Bíblia manuscrita pela população nos faz rememorar os tempos em que os livros foram

escritos. Fiquei feliz e honrado de ter sido o primeiro a participar, especialmente por ser cristão”, afirmou Gaban, que é membro da Igreja Batista. A participação de autoridades também abre espaço na mídia para a iniciativa, que tem sido amplamente divulgada em várias cidades. É o caso de Mato Grosso, estado que abraçou com carinho o projeto e viabilizou a criação de uma campanha nas principais emissoras de TV, no horário nobre, além de anúncios em jornais e outdoors. “Isto fez com que a população tomasse conhecimento do projeto, que foi lançado pelo governador do Estado. Facilitou muito nosso trabalho”, conta Edvaldo José Gonzaga de Melo, presidente do Diretório mato-grossense da SBB. No estado, há  scriptoria em


Foto: Arquivo SBB

Scriptorium na Assembléia Legislativa de Minas Gerais

Cuiabá e outros espalhados em oito cidades do interior. Os locais escolhidos são variados – shoppings, colégios, repartições públicas e quartéis do Exército – e garantem que diferentes segmentos da população participem. “Em todos os lugares, a recepção tem sido excelente. Um número muito grande de pessoas está participando”, informa Melo.

Momento de emoção

Mas é a emoção no ato de copiar a Bíblia que mais tem chamado a atenção dos coordenadores. “São muitos relatos de pessoas que choram, tremem, perdem a visão e se arrepiam enquanto copiam a Bíblia”, diz Eude Martins, lembrando ainda que o projeto está despertando o interesse pela leitura da Bíblia. Na opinião de Rudi Zimmer, isto acontece porque a pessoa entra em contato com o texto bíblico e encontra no versículo copiado uma mensagem para sua vida. E há ainda uma espécie de resgate da história. “Graças ao trabalho de copistas no passado, a Bíblia Sagrada chegou até nós. Copiando um versículo a mão, participamos dessa experiência histórica. Além disso, como as Bíblias serão depositadas em bibliotecas, ficará o registro deste trabalho para o futuro”, diz o diretor executivo. O sentimento das pessoas foi destacado também pelo Pr. Anderson de

Souza, membro do Diretório da SBB em Minas Gerais e responsável pelo projeto na cidade de Itabira. “Montamos o scriptorium no Centro Cultural da cidade, durante o Festival de Inverno, na Semana do Livro. Também percorremos igrejas e escolas e as reações são as mais diferentes. Alguns se alegram enormemente, alguns se recusam, alguns têm medo, outros tremem ao copiar”, relatou. Também na Paraíba a emoção tem tomado conta dos copistas. Segundo o Pr. David Araújo, presidente do Diretório da SBB no Estado, as pessoas se mostram interessadas e felizes em participar do projeto. Ele dá como exemplo o caso de Esdras Borges, de Campina Grande. “Ao terminar a cópia, levantou as mãos para os céus e exclamou que iria colocar num quadro bem grande para que seus filhos, netos e bisnetos soubessem que, naquela data, ele participou da Bíblia Manuscrita da Paraíba, copiando os versos do livro de Ester”. Entre os fatos de destaque, o Pr. David conta que a Igreja Exército da Salvação de Campina Grande copiou o livro de Cantares em três reuniões exclusivas. Na capital, João Pessoa, o scriptorium foi montado numa grande farmácia, no centro da cidade, por iniciativa do gerente Fause Carlos Coelho Abusmussa. “Cedemos o espaço devido à importância de se disseminar a Palavra de Deus. Fazer parte da Bíblia Manuscrita é coisa de Primeiro Mundo. Houve clientes que participaram, os funcionários amaram”, assegurou o gerente. Ali, durante uma semana, foi copiado o livro de Ageu. Miriam Amaral, responsável pelo scriptorium montado na Livraria Luz

Capa

e Vida, no centro de Recife (PE), é outra entusiasta do projeto. “Explico às pessoas sua finalidade, que é comemorar o Ano da Bíblia e os 60 anos da SBB. Todos querem copiar. Ontem mesmo uma família inteira quis participar. Queriam que até as crianças escrevessem”, relata. Ali está sendo copiado o livro de Isaías. “Chegamos ao capítulo 0. Mas temos que correr porque são 66 capítulos”, ela observa. Também voluntária na capital pernambucana, Elba O. Nascimento foi responsável pela cópia do livro do Profeta Zacarias, da qual participaram membros da Igreja Presbiteriana do Castelo Forte, além de familiares e alguns membros da igreja católica. “Todos estavam muito alegres e honrados.” Aos 61 anos, aposentada, Elba é sócia evangelizadora e sempre leva consigo os folhetos bíblicos para divulgar a SBB. “O projeto da Bíblia Manuscrita é maravilhoso”.

Realização pessoal

Atuando em Caruaru, também no estado de Pernambuco, o Pr. Calvino Rocha, da Igreja Presbiteriana, conta que, desde a chegada do material da SBB no início de setembro, a divulgação tem sido sistemática. Segundo ele, o interesse dos fiéis, de todas as idades, é muito grande, havendo, inclusive, pessoas que mudam o horário de trabalho só para poder participar. Três casos, especialmente, causaram comoção. “Um senhor de 40 anos emocionou-se tanto com a oportunidade de pode copiar Filipenses, que se pôs a chorar. Todos que ali estavam partilharam com ele aquele momento. O copista disse que saía dali realizado”, revelou. Outro episódio foi protagonizado por um senhor de 87 anos, igualmente emocionado pelo privilégio de ter feito uma cópia do texto bíblico que ABNB - A Bíblia no Brasil

11


seria mostrado a fiéis de outras partes do mundo. O Pr. Arno Hübner, presidente do Diretório da SBB na Bahia, conta que todo o livro de Apocalipse foi copiado durante a 85ª Assembléia da Convenção Batista Baiana, em Ipiaú, entre os dias 1 e 5 de julho. Participaram os pastores Adelson Augusto Brandão Santa Cruz, Raimundo Conceição Goodloves Costa e o missionário americano Elton Johnson Jr. “Todos fizeram a cópia com muita emoção. Nossa experiência tem sido maravilhosa. Estamos acompanhando à distância, vibrando”, afirmou. Vice-presidente do Diretório da SBB em Santa Catarina, Samuel Sobottka já conseguiu que fossem copiados cinco mil versículos em Blumenau e outras seis cidades da região. “Estamos quase no final do que nos propusemos. Nossa equipe não tem medido esforços para realizar o trabalho, todos se dedicam em tempo integral”, afirma ele, ressaltando o especial apoio recebido do casal Enio e Lisiane Oecksler e de Henrique Grischy, o maior distribuidor de porções bíblicas do sul do país. Um dos fatos marcantes relatados por Samuel aconteceu durante um grande encontro Sinodal, onde foi mon-

tado um scriptorium. Uma senhora de 88 anos quis participar da transcrição da Bíblia e ficou muito sensibilizada. “Ela fez uma oferta generosa. Tinha lágrimas nos olhos de tanta emoção. Voltou depois, fez mais uma oferta e disse: o que eu posso dar, eu quero oferecer para este projeto maravilhoso”. Outra experiência bem-sucedida foi registrada numa escola pública de Blumenau, conhecida pela grande agitação de seus alunos. “O irmão Enio foi até lá, explicou o projeto nas salas de aula. Os professores liberavam os alunos em dupla, para ir ao scriptorium. Eles iam em silêncio, sem correria e voltavam para sala de aula. O respeito que demonstraram foi muito emocionante”, conta Samuel. Coordenadora do projeto no Rio Grande do Norte, Raimunda Apolônio diz que sua indicação foi uma surpresa. “Não esperava esta oportunidade. Minha intenção era atuar como voluntária, colaborar de alguma forma. Mas tem sido uma experiência ótima. Temos 34 scriptoria e o projeto tem sido abraçado em todos os lugares”. Uma de suas preocupações é levar o trabalho da SBB aos excluídos da sociedade, como os pacien-

Foto: Eduardo Cesar

Capa

Scriptorium da Bienal do Livro em São Paulo/SP

tes de clínicas terapêuticas. Com June Imaculada Ribeiro, do Colégio Batista Getsêmani, de Belo Horizonte (MG), a experiência de levar o projeto Bíblia Manuscrita aos alunos, com idades entre 8 e 17 anos, tem sido uma forma de conscientização da responsabilidade de divulgar a Palavra de Deus. Ali está sendo copiado o livro de Mateus e, além dos estudantes, os professores e alguns pais também estão participando. Como coordenadora de 1ª a 4ª séries, June desenvolve com as turmas outras atividades relacionadas à Bíblia.

Uma Bíblia Manuscrita para Israel Uma cerimônia prestigiada por autoridades civis e eclesiásticas marcou o lançamento do projeto Povos do Mundo Escrevem a Bíblia, realizado no dia 19 de agosto, no Museu da Bíblia, em Barueri (SP). Idealizado pelo Vale da Bíblia, em Israel, com o apoio do governo daquele país, a iniciativa pretende mobilizar 21 nações na produção de exemplares manuscritos das Sagradas Escrituras. Posteriormente, as obras, cada uma em um idioma, ficarão expostas na Casa da Bíblia, em Israel. A Sociedade Bíblica do

12

ABNB - A Bíblia no Brasil

Brasil (SBB) é a responsável pela coordenação de uma das Bíblias copiadas em território nacional. O evento contou com a presença da embaixadora de Israel no Brasil, Tzipora Rimon, e do fundador do Vale da Bíblia, Amos Rolnik. O secretário de Comunicação e Ação Social da SBB, Erní Seibert, lembrou a importância de projetos que estimulem a leitura das Escrituras e festejou a parceria com o Vale da Bíblia e o governo de Israel. “Esta ação vem ao encontro de outras que estamos realizando para celebrar o Ano


Capa São Paulo (14 a 24 de agosto), onde um scriptorium foi especialmente montado no estande. Também na Expo Católica (7 a 10 de agosto) e na Expo Cristã (9 a 14 de setembro), principal feira de artigos evangélicos, centenas de pessoas aderiram à iniciativa. Nos três eventos foram copiados 1.379 versículos. Outra manifestação cultural em torno do projeto aconteceu em Belém. A Praça da República, palco das mais festivas comemorações da capital paraense,

teceu em Curitiba (PR), na Feira Cultural da Escola Batista Shalon, cujo tema foi “O ano da Bíblia no Brasil”. As atividades envolveram os 230 alunos da Educação Infantil ao Ensino Fundamental. Cada série apresentou trabalhos relacionados à Bíblia. O evento contou com o apoio de aproximadamente 20 educadores que, desde março deste ano, receberam treinamento especial para a realização do projeto. Nos eventos dos quais a Sociedade Bíblica do Brasil participou nos meses de agosto e setembro, a Bíblia Manuscrita foi uma atração especial. Entre eles, a Bienal Internacional do Livro de

abrigou um scriptorium, onde a população pôde copiar versículos dos Atos dos Apóstolos em todos os domingos do mês de setembro. A iniciativa ganhou o apoio da 1ª Igreja Batista do Pará. Segundo Eude Martins, não

da Bíblia, uma forma que encontramos de disseminar cada vez mais a Palavra de Deus”, afirmou. Por sua vez, o deputado Vaz de Lima, presidente da Assembléia Legislativa do Estado de São Paulo, ressaltou a magnitude do projeto, lembrando que muitas pessoas aprenderam a ler e escrever com as Sagradas Escrituras. Em sua saudação, o diretor executivo da SBB, Rudi Zimmer, destacou as interessantes coincidências relacionadas ao ano de 1948, como a fundação da SBB e a criação do Estado de Israel, que, de forma independente, resolveram marcar

o ano de 2008 com a Bíblia Manuscrita. Tzipora Rimon, embaixadora de Israel no Brasil, agradeceu a SBB pela parceria, lembrando que o projeto teve origem com o bem-sucedido concurso Crianças do Mundo Pintam a Bíblia, realizado em 1999, e que envolveu quase 800 mil crianças de 91 países em cinco continentes. A experiência deu origem a uma exposição itinerante e trouxe uma série de resultados positivos que motivaram os organizadores a lançar esta nova iniciativa em 2008, declarado o Ano da Bíblia Manuscrita, em todas as nações. Trinta dessas pin-

há um acompanhamento do que já foi copiado da Bíblia nos Estados mas, pelos contatos com as lideranças locais, percebe-se que Mato Grosso, Rio Grande do Sul e Minas Gerais são os mais adiantados. “Mesmo assim, nenhum Estado vai concluir a Bíblia Manuscrita no prazo definido para 30 de setembro. Começaremos a receber as primeiras Bíblias na segunda quinzena de outubro”, antecipa. Com tanta emoção e entusiasmo mostrado pela população, o balanço tem tudo para ser positivo. “Se todos os copistas puderem cooperar com um real por versículo copiado, no final do projeto teremos a quantia suficiente para manter o projeto Inclusão do Deficiente Visual, nos atuais níveis, durante o período de um ano”, avalia Zimmer. Hoje, a SBB atende pouco menos de três mil pessoas deficientes visuais com a distribuição de quatro volumes de Bíblia em Braile por ano ou Foto: Jaime Souzza

No terceiro ano, por exemplo, os alunos estudaram a biografia de Mary Jones, a jovem galesa que no século XVIII inspirou a criação da primeira Sociedade Bíblica. “Os alunos leram o livro Bíblia de Mary Jones e foram incentivados a recontar a história do seu jeito”. Já os alunos do quinto ano estão estudando a biografia de João Ferreira de Almeida e a formatura terá o tema: “Bíblia, um livro para todos”, o mesmo do Ano da Bíblia. Manifestação semelhante acon-

material em áudio, quando solicitado. Com o crescimento do número de pessoas atendidas pelo programa, serão necessários mais recursos. E a Bíblia Manuscrita está contribuindo para isto.

turas estão expostas no Museu da Bíblia. A sede de Jerusalém preparou para cada país uma Bíblia na tradução selecionada pelos coordenadores nacionais, além de páginas especiais, padronizadas. As cópias manuscritas serão enviadas diretamente para a Casa da Bíblia, localizada no Vale da Bíblia, na Terra Santa, ficando disponíveis para as gerações futuras. Cada pessoa que copiar um versículo receberá um certificado de participação e seu nome aparecerá entre os cerca de 30 mil copistas de seu país no site da entidade: www.bible-valley.org/inscribing. ABNB - A Bíblia no Brasil

13


A

ção Social

LUZ NO BRASIL

14

ABNB - A Bíblia no Brasil

O município paranaense de São João do Triunfo recebeu, em 14 de junho, a visita do ônibus-ambulatório Rodas do Socorro. O Ginásio de Esportes Municipal foi o local escolhido pela organização do programa Luz no Sul do Brasil para servir de base para o atendimento à comunidade carente da região. Cerca de 320 pessoas foram beneficiadas pela ação. Quatro médicos se revezaram no atendimento e 15 recreadores infantis animaram a garotada com inúmeras atividades. As Secretarias de Educação e Saúde municipais apoiaram o evento, enviando voluntários para trabalhar na enfermaria e triagem.

Foto: Gilson Abreu

Luz para São João do Triunfo

INCLUSÃO DO DEFICIENTE VISUAL Deficientes visuais no Museu da Bíblia Foto: Eduardo César

A Sociedade Bíblica do Brasil lançou, em 23 de agosto, a campanha Natal dos Ribeirinhos de 2008. Este é o sétimo ano consecutivo que a iniciativa mobiliza empresas, organizações e sociedade civil em torno de uma causa: possibilitar que mais de 2,3 mil famílias ribeirinhas da região amazônica celebrem o Natal. Durante o evento, voltado a apoiadores e doadores do programa Luz na Amazônia, foram apresentadas as metas da campanha e as comunidades a serem alcançadas. Realizada em âmbito nacional, a campanha Natal dos Ribeirinhos tem a finalidade de captar recursos financeiros, alimentos, roupas, brinquedos, calçados e literatura bíblica para essa população. As ofertas de material poderão ser realizadas nos postos de arrecadação espalhados em diversas localidades de Belém e São Paulo. Nas demais regiões do país, serão aceitas apenas contribuições em dinheiro, já que pela distância, há uma grande dificuldade em se transportar o material arrecadado. Desde 2005, a campanha Natal dos Ribeirinhos vem implantando, com sucesso, um sistema de adoção de ilhas. As entidades apoiadoras são contatadas e, por meio de fotos ou viagem ao local, recebem informações sobre o número de famílias e crianças para as quais se prontificarão em conseguir os donativos. Em 2007, foram adotadas 26 ilhas por 16 apoiadores, beneficiando mais de 1,7 mil famílias. Mais informações sobre como participar pelo 0800-727-8888.

Foto: Jaime Souza

Natal solidário

Cerca de 200 pessoas participaram do II Encontro de Pessoas com Deficiência Visual, realizado no Museu da Bíblia, em Barueri (SP), em 13 de setembro. O evento foi promovido pela SBB, com o objetivo de proporcionar um debate e reflexão em torno da inclusão do deficiente visual na sociedade. Para isso, foi organizada uma programação intensa que compreendeu narração de histórias, apresentação da palestra Deficientes Visuais, Família e Sociedade, proferida pela psicóloga da Fundação Dorina Nowill, Tânia Tung, além de visitação à área de exposição do Museu. Estiveram representadas algumas das mais importantes instituições de assistência a portadores de deficiência visual do país. Todos os participantes receberam kits contendo, entre outros materiais, literatura bíblica em braile e áudio.


Foto: Arquivo SBB

Foto: Arquivo SBB

1

Ação Social

2

Bíblia em Braile Os institutos dos Cegos da Paraíba Adalgisa Cunha (1) e São Rafael (2) já contam com um exemplar da Bíblia em Braile, doado pela SBB, entre os meses de agosto e setembro. Localizado na capital paraibana, o Adalgisa Cunha atende a cerca de 100 crianças e adolescentes. Já Instituto São Rafael, que está situado em Belo Horizonte (MG), beneficia perto de 300 deficientes visuais.

Foto: Arquivo SBB

INCENTIVO À CULTURA Biblioteca de Brasília tem Bíblia em Braile Inaugurada em 20 de junho, a Biblioteca Pública Professora Laiza dos Reis Meireles, de Luziania (DF) já conta com a Bíblia completa em Braile. A coleção com 38 volumes foi doada pela SBB. Além do acervo para consulta, a biblioteca conta, ainda, com centro cultural e auditório para eventos.

Em 10 de julho, foi realizada capacitação de agentes de leitura para a Biblioteca Comunitária Nesher, situada em João Pessoa (PB). A iniciativa da SBB faz parte das ações do projeto Acervo Comunitário e possibilitou que 10 jovens fossem capacitados. Dando continuidade ao treinamento, o secretário de Comunicação e Ação Social da SBB, Erní Seibert, reuniu-se com jovens voluntários e gestores das organizações Galpão dos Meninos e Meninas de Santo Amaro e Centro de Estudo e Apoio às Escolas das Comunidades, para falar sobre a origem e importância da Bíblia.

Foto: Arquivo SBB

Foto: Arquivo SBB

Capacitação na Paraíba

Biblioteca itinerante Em 15 de agosto, a biblioteca comunitária Livro em Rodas, de Conde (PB), recebeu 56 títulos da Sociedade Bíblica do Brasil. Na ocasião da entrega, representantes da SBB aproveitaram a oportunidade para acompanhar as atividades desenvolvidas e renovar a parceria com a organização, que atende a comunidades localizadas na zona rural do município.

AÇÃO SOCIAL NAS ESCOLAS Estudando com a Bíblia em Pernambuco

2

1

Foto: Chico Bezerra

1

Foto: Chico Bezerra

Foto: Chico Bezerra

Em 5 de agosto, o município de Abreu e Lima (PE) foi cenário de mais um ação do Projeto Estudando com a Bíblia (ECAB)(1). Educadores e agentes multiplicadores da escola Professor José Francisco Barros participaram de palestra realizada pelo secretário de Comunicação e Ação Social da SBB, Erní Seibert. Dando continuidade às atividades do projeto no estado pernambucano, em 14 de agosto, gestores e professores da Secretaria de Educação de Igarassu participaram da abertura dos trabalhos de implantação do ECAB no município (2).

Conhecendo a Bíblia em São Luís Alunos do Ensino Fundamental de 10 escolas da periferia da capital maranhense, região com alto índice de risco social, foram beneficiados, em 20 de junho,

pelo projeto Conhecendo a Bíblia nas Escolas. Com o objetivo de destacar a Bíblia como instrumento de transformação social e espiritual, o projeto ofereceu

palestras, ministradas por professores voluntários da Aliança Pró-Evangelização de Crianças (APEC), e distribuição de literatura bíblica aos participantes.

ABNB - A Bíblia no Brasil

15


Foto: Arquivo SBB

Ação Social

Dia 2 de agosto foi movimentado para os moradores do acampamento Carlos Lamarca, de Osasco (SP). A SBB promoveu uma mobilização social, com atividades dirigidas a toda as faixas etárias. As crianças contaram com teatro de fantoches, oficina de origami e distribuição de literatura bíblica, além de apresentação especial da trupe de palhaços Doutores do Coração. Já os adolescentes puderam assistir a palestras sobre prevenção de doenças sexualmente transmissíveis e ao uso de drogas. Os adultos tiveram a oportunidade de participar de oficina de artesanato. O evento contou, ainda, com a participação de voluntários da Associação Humanitá e Associação Cristã Gente que Faz (ACGF – Doutores do Coração), além do apoio das Secretarias da Saúde dos municípios paulistas de Osasco e Barueri.

Foto: Eduardo César

Casamento comunitário

Ao som da Orquestra da Guarda Civil Metropolitana da cidade de São Paulo, 64 casais oficializaram a união diante de familiares e amigos. O casamento comunitário aconteceu no último dia de maio, mês das noivas, na Igreja Internacional da Graça de Deus, na capital paulista. Realizado pela Fundação Internacional de Comunicação (FIC), a Sociedade Bíblica do Brasil presenteou os noivos com um exemplar da Bíblia e distribuiu literatura bíblica aos convidados.

16

ABNB - A Bíblia no Brasil

Mais de 4 mil moradores de Curitiba e região participaram da segunda edição do Dia Nacional da Construção Social, realizado em 2 de agosto. Promovido pelo Sindicato da Indústria da Construção Civil do Paraná (Sinduscom-PR) e Serviço Social da Indústria (SESI-PR), o evento contou também com o apoio da Sociedade Bíblica do Brasil. Preocupada em promover a educação infantil, a SBB ofereceu às cerca de 120 crianças que passaram pelo local atividades lúdicas e recreativas, além de distribuir literatura bíblica. O Dia Nacional da Construção Social ocorreu simultaneamente em 18 estados brasileiros. Foto: Cristiano Borges

Tenda da Esperança Entre 22 de junho e 10 de julho, o município de Trindade, localizado no Centro-Oeste goiano, foi palco do evento Tenda da Esperança. Promovido pela Junta de Missões Nacionais, da Convenção Batista Brasileira, o evento contou com a participação de 178 missionários, que se alternaram na realização de ações de cunho social e evangelização. No dia 5 de julho, a SBB ficou encarregada da programação infantil, que incluiu narração de histórias bíblicas e distribuição de literatura bíblica. Mais de 300 crianças foram beneficiadas.

Foto: Arquivo SBB

Foto: Arquivo SBB

Mobilização Social em Osasco

Ação Global em Curitiba

Cidadania para Osasco Organizado pela Associação Humanitá, em parceria com a Prefeitura de Osasco e entidades sociais parceiras, o Projeto Vida para Todos levou, em 30 de agosto, assistência social a moradores das áreas carentes de Osasco (SP). Emissão de documentos, orientação jurídica, corte de cabelo, atendimento odontológico, vacinação e oficinas de artesanato foram alguns dos serviços oferecidos. Além disso, o público infantil contou uma programação especial, coordenada pela SBB: cerca 1,4 mil crianças participaram das atividades recreativas e de distribuição de literatura bíblica.

Foto: Eduardo César

AÇÃO SOCIAL PARA SITUAÇÕES EMERGENCIAIS

Fazendo a Diferença Em 31 de agosto, o Instituto Ressoar promoveu, em Santo André (SP), o Dia de Fazer a Diferença. À população carente foram oferecidos exames oftalmológicos, testes de glicemia, check-up cardiológico e corte de cabelo, entre outros benefícios. O projeto levou também orientação jurídica, banco de empregos, posto de vacinação e posto móvel de registro civil. A SBB apoiou o evento, montando uma tenda no local, onde ofereceu oficinas de pintura em rosto, arte em balões, além de atividades lúdicas com palhaços e distribuição de literatura bíblica. O Dia de Fazer a Diferença acontece desde 1992 e é uma ação de mobilização social que ocorre simultaneamente em diferentes partes do País.


Foto: Chico Bezerra

Ação Social

AÇÃO SOCIAL NOS HOSPITAIS Curso na Paraíba Parceira da SBB, a Capelania Hospitalar Evangélica de João Pessoa promoveu curso básico em Capelania Hospitalar, na cidade de Bessa (PB). A abertura oficial ocorreu em 30 de agosto, no Centro de Convenções Cidade Viva.

Intercâmbio A SBB promoveu, em 1 de agosto, o II Encontro de Capelanias Hospitalares. Sediado na capital pernambucana, o evento reuniu representantes de capelanias de Recife, João Pessoa, Campina Grande, Fortaleza e Aracaju. Durante o evento, cada capelania apresentou as ações realizadas após um ano de assinatura do termo de parceria com a Sociedade Bíblica do Brasil. Além do intercâmbio de informações, foram definidas ações para o próximo ano.

AÇÃO SOCIAL PELA PAZ Com o objetivo de estreitar o relacionamento e trocar experiências com as instituições que trabalham com dependentes químicos, a SBB promoveu, em 31 de julho, o 1º Encontro de Comunidades Terapêuticas de Recife. Durante o encontro, realizado na Secretaria Regional da SBB, foi assinado convênio com a Casa de Recuperação Pelotão de Cristo e a Casa de Recuperação de Dependentes de Drogas.

O Dia Mundial de Combate às Drogas, comemorado em 26 de junho, mereceu uma jornada de atividades, debates e informações no Museu da Bíblia, em Barueri (SP). A iniciativa faz parte do programa Ação Social pela Paz, mantido pela Sociedade Bíblica do Brasil, e contou com a colaboração da COMTER (Comunidades Terapêuticas em Rede) e de organizações parceiras. A programação, que se estendeu das 8h às 16h, previu a realização de palestras, números musicais, exposição de trabalhos na área da dependência química, além da apresentação de depoimentos. Houve também a encenação da tragicomédia de prevenção ao uso abusivo de drogas “Acorda, Pai!”. Estiveram representadas diferentes organizações, entre as quais comunidades terapêuticas, órgãos públicos e igrejas, num total de 400 pessoas. Foto: Eduardo César

Foto: Chico Bezerra

Comunidades Terapêuticas em Recife

Combate às drogas em São Paulo

Literatura bíblica em presídios

Foto: Arquivo SBB

Foto: Arquivo SBB

O Presídio Aníbal Bruno, de Recife (PE) e o Centro de Detenção Provisória de Osasco (SP) receberam visita da equipe técnica da SBB, nos dias 19 de agosto e 4 de setembro, respectivamente. Na ocasião, foram doados às bibliotecas das instituições kits contendo materiais bíblicos, entre os quais Bíblias de Estudo.

Combate às drogas no Pará Na capital paraense, três organizações uniram esforços para divulgar o Dia Mundial de Combate às Drogas, em evento realizado em 27 de junho, no auditório do Tribunal de Justiça. Promovido pela SBB, em parceria com o Centro de Recuperação de Vidas e Esperança e a Vara de Execução de Penas e Medidas Alternativas, o encontro contou com uma programação focada em palestras e atividades interativas que propiciaram uma reflexão sobre a questão. Ao final do evento, todos os participantes receberam um exemplar da Bíblia Sagrada.

ABNB - A Bíblia no Brasil

17


E

xperiências Edificantes temos para oferecer”, revela o coordenador, fazendo um apelo: “O Pantavida está à disposição de todos aqueles cujo coração está disponível para ajudar”.

Foto: Arquivo SBB

Pantanal, um paraíso terrestre

PELO RESGATE DA DIGNIDADE HUMANA

Projeto Pantavida leva assistência integral a moradores de comunidades ribeirinhas, por meio de um barco-hospital. Promover o resgate da dignidade das comunidades ribeirinhas do Pantanal. Este é o lema do projeto Pantavida, fruto de uma doação norte-americana, feita em 2002, à Convenção Batista Sul-Mato-Grossense. Hoje, o projeto é administrado pela Associação das Igrejas Batistas do Pantanal (Assibap) e tem como pilar a assistência integral. “Em todas as comunidades que paramos, procuramos atender às pessoas de maneira completa, ou seja, o corpo e a alma”, sintetiza o coordenador do Pantavida, Carlos Alberto da Silva. Para isso, o projeto conta com um barco-hospital – batizado com o mesmo nome do projeto –, equipado com consultório médico e odontológico e uma equipe interdisciplinar de voluntários, responsável por levar assistência social e espiritual à população em situação de risco social da região pantaneira. Com capacidade para 25 pessoas, incluindo a tripulação, o barco presta

18

ABNB - A Bíblia no Brasil

atendimento para cerca de 500 pessoas por visita. Além da prestação de serviço variada, as equipes preocupam-se em angariar recursos materiais para prover a população beneficiada, que se encontra abaixo da linha de pobreza. “Além do atendimento médico e odontológico, oferecemos vacinação e exames oftalmológicos, corte de cabelo e recreação infantil”, enumera o coordenador, complementando que também são distribuídos itens de primeira necessidade como cestas básicas e roupas, além de calçados, óculos, literatura geral e Bíblias. O barco realiza, em média, oito viagens por ano. Silva ressalta que o número de viagens e doações está diretamente relacionado à disponibilidade de tempo dos voluntários. “As equipes que integram as viagens fazem arrecadações, a fim de trazer algum tipo de doação para as famílias. Há viagens em que as doações são maiores. Em outras, pouco

Belíssimo cartão postal, o Pantanal é a maior área alagada do planeta. Com 250 mil km2 de extensão, ao menos 100 mil estão submersos. Por conta desta vasta extensão geográfica são inúmeras as comunidades existentes ao longo dos rios. Comunidades e aldeias, muitas vezes, esquecidas e distantes dos centros urbanos. Para essa população falta o mínimo: saneamento básico, assistência médica, alimentação adequada, noções de higiene e meios de transporte. Devido às freqüentes cheias do Rio Paraguai, os ribeirinhos precisam abandonar suas precárias moradias. É comum morrerem crianças por falta de recursos médicos e remédios. Maurício Price Grechi, missionário, médico e membro do Diretório Estadual da Sociedade Bíblica do Brasil no Rio de Janeiro, esteve no Pantanal para conhecer de perto o Pantavida. “De março de 2007 a junho de 2008, morei em Corumbá, onde cooperei ativamente com a Assibap em favor da Causa da Bíblia. Fui testemunha e participante da excelência do Pantavida para a difusão da Bíblia junto às populações ribeirinhas no Pantanal”, avaliza Grechi. De malas prontas para a próxima viagem, Carlos Alberto da Silva lembra que existe uma grande preocupação na preservação do Pantanal, o que, segundo ele, é de fundamental importância. “No entanto, dificilmente se vê ou se ouve alguma coisa sobre a triste realidade em que vive a população ribeirinha na região pantaneira. Diante de tão grande desafio, não podemos cruzar nossos braços e esperar que outros façam aquilo que sabemos ser nossa obrigação com o próximo”, sentencia Silva. SAIBA MAIS PROJETO PANTAVIDA • E-mail dasilvaprcar@uol.com.br


Fotos: Eduardo César

F

eiras

FORMATOS VARIADOS PARA TODOS OS PÚBLICOS

Bienal do Livro

Durante a Bienal Internacional do Livro de São Paulo e a Expo Cristã, a SBB apresentou edições diferenciadas da Bíblia Sagrada e recebeu milhares de pessoas em seus estandes. Mais uma vez a Sociedade Bíblica do Brasil garantiu que a Palavra de Deus tivesse destaque especial durante a realização de duas feiras de grande repercussão nacional e internacional: a 20ª Bienal Internacional do Livro de São Paulo e a 7ª Expo Cristã, ambas sediadas na capital paulista. “Transmitida através dos séculos por meio de cópias manuscritas e o primeiro livro a ser impresso numa prensa, a Bíblia hoje assume formatos inovadores, para atender aos diversos segmentos da população. Estamos sempre atentos às inovações do mercado editorial e, além do papel, adotamos recursos como a mídia eletrônica, uma forma de deixá-la sempre atual, como permanece o seu texto”, comenta o secretário de Tradução e Publicações da SBB, Paulo Teixeira. Na Bienal do Livro, ocorrida entre 14 e 24 de agosto e considerada um dos maiores eventos editoriais do mundo, a SBB expôs seus produtos de linha e lançamentos em um espaço de 99 m2. Lado a lado com editoras seculares, a SBB procurou destacar sua missão de difundir os ensinamentos sagrados para todos os públicos, oferecendo as Escrituras em for-

matos variados e atraentes. Na maior feira de produtos e serviços cristãos da América Latina, a Expo Cristã, a SBB dedicou 128 m2 para o Livro Sagrado, chamando a atenção não só do público como também da imprensa, que dedicou espaço de desta-

Expo Cristã

que para a participação da SBB no evento. Uma atração especial lembrou como a Bíblia tem sido transmitida até os dias de hoje. Num scriptorium – como eram conhecidos os recintos onde os copistas atuavam no período medieval – os visitantes de ambas as feiras foram convidados a participar do projeto Bíblia Manuscrita (leia matéria na página 10). Já o público infantil contou com atividades lúdicas e educativas comandadas pela arte-educadora Thetê Rollo, que apresentou algumas das mais belas narrativas bíblicas. Thetê confecciona, com material reciclado, os personagens das histórias contadas. “Esta é uma forma de estimular a criatividade, resgatar o hábito da confecção de brinquedos com materiais simples, além de conscientizar sobre reciclagem e meio ambiente”, define a arte-educadora. No dia 12 de setembro, na Expo Cristã, cerca de 70 pessoas, entre livreiros, liderança religiosa e parceiros da SBB, prestigiaram o coquetel promovido pela SBB para apresentar os lançamentos 2008. Confira, a seguir, as publicações preparadas pela SBB para públicos de todas as idades. ABNB - A Bíblia no Brasil

19


Feiras A Fé Vem Pelo Ouvir: O Novo Testamento

Bíblia em formato de livro escolar Inédita no mercado, apresenta o texto bíblico na Nova Tradução na Linguagem de Hoje, em formato de livro escolar e texto em três colunas. Com ilustrações de Horace Knowles, foi desenvolvida especialmente para estudantes de ensino religioso.

Em formato MP3, contém a íntegra do Novo Testamento, na tradução de Almeida Revista e Atualizada, narrado e dramatizado. São  horas de gravação reunidas em um único CD-ROM.

 Formato: CD-ROM/MP3  Código: RA270FVPOMP3  Preço: R$ 25,80

 Formato: 21,0 x 27,5 cm  Código: NTLH070P  Preço: R$ 13,20

Bíblia Sagrada com ilustrações coloridas

   

Formato: 13,0 x 18,0 cm Código: RA052P Impressão: 4 cores Preço: R$ 34,90

Bíblia da Família RA

Na tradução de Almeida Revista e Atualizada (RA), destaca-se pelas ilustrações coloridas, de autoria da artista suíça Annie Valloton, além de apresentar os blocos dos livros bíblicos por cor. Com formato diferenciado e letra maior, traz ainda recursos como notas, referências e leituras para dias especiais.  Formato: 17,0 x 23,5 cm  Código: RA085BF  Preço: R$ 93,50

Bíblia com letras gigantes e vermelhas

Histórias de Dinheiro da Bíblia

Na Nova Tradução na Linguagem de Hoje (NTLH), esta obra é única no mercado: tem linguagem simples, letra gigante e as palavras de Jesus impressas em vermelho. É ideal para pessoas que buscam mais conforto na leitura.  Formato: 17,0 x 23,5 cm  Código: NTLH087LV  Preço: R$ 72,60

0

ABNB - A Bíblia no Brasil

Tendo como base o texto bíblico na tradução de Almeida Revista e Atualizada, oferece recursos para fortalecer e aprofundar os laços familiares. Reúne 48 estudos de autoria de Jaime e Judith Kemp. Com um reconhecido ministério de apoio à família e mais de 0 obras publicadas sobre o assunto, o casal aborda temas variados como adolescência, casamento, melhor idade e namoro. Impressa em duas cores, traz página dedicatória, árvore genealógica e espaço para anotações sobre a família.

 Formato: 12,0 x 17,5 cm  Código: NTLH5604  Preço: R$ 10,70

Integra a série temática que reúne outros três livros com passagens bíblicas sobre um determinado assunto. Este volume mostra como é abordada nas Sagradas Escrituras a maneira de lidar com o dinheiro, bens, riquezas e tempo em diversos relatos, provérbios e ditos populares. São mais de 0 histórias com o texto bíblico na Nova Tradução na Linguagem de Hoje.


Feiras Grandes Aventuras da Bíblia

Almanaque Bíblico 2

As crianças ficarão encantadas com o livro gigante para colorir da série Aventuras da Bíblia. Todas as 3 histórias da coleção são contadas de maneira simples e sintética e ainda trazem um desenho para colorir correspondente à narrativa. Uma aventura tamanho família, que vai fazer com que adultos e crianças interajam.

 Formato: 19,0 x 19,0 cm.  Código: TNL570PAB2.  Preço: R$ 19,90.

 Formato: 34,0 x 29 cm  Código: TNL590PCC  Preço: R$ 11,90

Como no primeiro volume, a obra oferece ao leitor a oportunidade de combinar leitura bíblica com atividades para fixar o conhecimento. O livro traz 4 histórias sobre importantes personagens do Antigo Testamento, além de narrativas sobre a vida e os ensinamentos de Jesus. Bem colorida e ricamente ilustrada, reúne cerca de 100 passatempos, entre os quais caça-palavras, ligue os pontos e encontre as diferenças.

Histórias Bíblicas sobre Jesus

Jesus Nasceu

 Formato: 11,5 x 17 cm  Código: TNL560P  Preço: R$ 5,90

Com encadernação resistente, linguagem simples e ilustrações cativantes, apresenta a história do nascimento de Jesus. Vem com três quebra-cabeças para que a criança possa interagir com a narrativa.

   

   

Livro para Colorir Formato: 14,0 x 21,0 cm Código: TNL510PKIT4CC Preço: R$ 1,80

Aventuras da Bíblia Formato: 6,0 x 8,0 cm Código: TNL510PKIT4 Preço: R$ 8,20

 Formato: 14,0 x 21,0 cm  Código: NTLH570P3  Preço: R$ 3,20

A obra traz 10 episódios da vida de Jesus Cristo, extraídas do Evangelho de Marcos. Como nos livros sobre a vida de Paulo e de Pedro, da mesma coleção, é o personagem Paulinho que apresenta as histórias, faz comentários e perguntas para ajudar o leitor a interagir e refletir sobre cada narrativa. Outro atrativo da obra são as ilustrações que podem ser pintadas pelo leitor.

Aventuras da Bíblia – Série 4

Produzida com ilustrações supercoloridas e em linguagem simples e atraente, esta coleção incentiva o gosto pela leitura. Em formato de minilivro, a série 4 é composta por oito volumes que se somam aos 4 das séries anteriores. Para fixar as narrativas, foram desenvolvidos o Livro para Colorir – Série 4, que reúne desenhos em tamanho grande, e o Caderno de Atividades – Sé Caderno de Atividades rie 4. Os livros resumem as histórias, visando proporcionar à  Formato: 21,0 x 14,0 cm  Código: TNL510PKIT4CA criança mais facilidade na assimilação da narrativa bíblica.  Preço: R$ 1,80

ABNB - A Bíblia no Brasil

1


A

niversário

CELEBRAÇÃO EM TODO O BRASIL

Realização de eventos variados, com destaque para cultos e sessões solenes, marcam os 60 anos da Sociedade Bíblica do Brasil.

A trajetória percorrida pela SBB, ao longo de seus 60 anos de existência, foi lembrada em diversos pontos do Brasil. Cultos, sessões solenes, festivais de música e homenagens foram algumas das cerimônias organizadas para destacar a importância do trabalho missionário da entidade pela divulgação da Causa da Bíblia. Autoridades públicas e religiosas manifestaram seus votos de apreço e congratulações, por meio de e-mails, telegramas e ofícios, com destaque para os cumprimentos do presidente e vice-presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva e José Alencar Gomes da Silva, respectivamente. Completadas em 10 de junho de 2008, as seis décadas de história da SBB são marcadas por uma distribuição de Bíblias e Novos Testamentos superior a 68 milhões de exemplares, além de uma preocupação contínua em suprir todos os segmentos da população com a Palavra de Deus. Confira, a seguir, alguns dos eventos realizados para celebrar a data. Rio Grande do Sul Culto especial O Conselho Interdenominacional de Ministros Evangélicos de Porto Alegre (RS) realizou, em parceria com a SBB, um culto especial pelo aniversário da organização. A cerimônia ocorreu em 10 de junho, na Igreja Batista Filadélfia (foto 1), e contou com a presença de cerca de 250 pessoas, entre liderança religiosa e autoridades públicas, como o vice-prefeito de Porto Alegre, Eliseu Santos. Entre os representantes da SBB, esteve o 2º vice-presidente da entidade, Leopoldo Heimann. Rio de Janeiro Convenção de pastores Os 60 anos da SBB foram lembrados durante a convenção de pastores da

22

ABNB - A Bíblia no Brasil

Igreja Evangélica Assembléia de Deus – Ministério de Madureira, realizada em 4 de agosto. Cerca de 200 pastores participaram do evento, que contou com presença especial do presidente da Região Rio de Janeiro, deputado Bispo Manoel Ferreira. Festival de música Para prestar sua homenagem ao Ano da Bíblia, o Grupo Palavra de Paz organizou, em 12 de julho, o Festival Nacional de Música Gospel. Cerca de 250 pessoas prestigiaram o evento, sediado no teatro da Rádio Boas Novas. Convidado para ser jurado, o secretário regional da SBB no Rio de Janeiro, Sérgio Furtado, teve a oportunidade de falar sobre os 60 anos de história da SBB, além da campanha do Ano da Bíblia. No local, foi montado um

scriptorium, onde os participantes puderam copiar trechos do livro de Malaquias. Homenagem O Conselho de Pastores de Volta Redonda prestou sua homenagem à SBB, durante reunião realizada em 26 de junho, na Igreja do Evangelho Quadrangular. Espírito Santo Culto de Ação de Graças O Diretório Regional da SBB no Espírito Santo organizou, em 19 de junho, culto de ação de graças, que contou com a presença de cerca de 100 pessoas. Homenagem Em 10 de junho, o presidente da SBB, Pr. Enéas Tognini foi homenageado pela Assembléia Legislativa de Vitória.


Brasília Sessão Solene Em 4 de julho, o Congresso Nacional foi palco de uma sessão solene dedicada à SBB pela Câmara dos Deputados (foto 3). Iniciativa do deputado Zequinha Marinho, a cerimônia contou com a presença de 200 pessoas. Na ocasião, foi lançado o projeto Bíblia Manuscrita no Distrito Federal. Bahia Sessão Solene A Câmara Municipal de Salvador organizou sessão solene (foto 4), em 9 de junho, para celebrar o aniversário da SBB e lançar o projeto Bíblia Manuscrita no município. Cerca de 75 pessoas, entre autoridades públicas e religiosas, prestigiaram o evento que foi transmitido ao vivo pela TV Câmara. Culto Especial A 85ª Assembléia da Convenção Batista Baiana serviu de cenário para a realização de culto especial pela SBB e Ano da Bíblia. Realizada em 2 de julho, em Ipiauí, a assembléia contou com a participação de mais de mil pessoas.

Minas Gerais Reunião Especial Em 13 de junho, o aniversário da SBB foi lembrado pela Assembléia Legislativa de Minas Gerais. Contando com presença de personalidades públicas, religiosas e artísticas, o evento foi marcado também pelo lançamento do projeto Bíblia Manuscrita na capital mineira. São Paulo Celebração Nacional Culto de Ação de Graças, realizado em 19 de junho, na Assembléia de Deus Bom Retiro, na capital paulista, marcou as celebrações nacionais em torno do aniversário da organização. A cerimônia contou com a presença de mais de 800 pessoas, entre autoridades públicas e religiosas. O prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab, prestigiou a festividade e deixou mensagem especial à organização: “A Bíblia é o livro dos livros e seu valor é inestimável. Cumprimento a SBB por esta data tão importante.” Moção de Aplausos Em 29 de maio, a Câmara dos Vereadores de Piracicaba dedicou moção de aplausos à SBB pelo 60º aniversário de sua fundação.

1

Foto: Arquivo SBB

Sessão Solene A Assembléia Legislativa do Espírito Santo realizou, em 9 de junho, sessão solene dedicada aos 60 anos da SBB (foto 2).

Pernambuco Lançamento Na Câmara de Vereadores de Recife, foi lançado, em 9 de junho, o projeto Bíblia Manuscrita.

2

Foto: Arquivo SBB

Reunião de Pastores Em 14 de junho, a Ordem dos Pastores Evangélicos Mundial lembrou do importante trabalho realizado pela SBB, durante reunião que contou com a presença de 90 líderes evangélicos.

Ceará Sessão Solene Sessão solene, realizada em 9 de junho, pela Assembléia Legislativa do Ceará, marcou as celebrações do aniversário da SBB. Na ocasião, foi lançado o projeto Bíblia Manuscrita no município.

3

Foto: Arquivo SBB

Exposição de Bíblias Durante o mês de junho, a 1ª Igreja de Cristo Cientista realizou exposição de Bíblias.

Foto: Gelson Cargnelutti

Aniversário

4

ABNB - A Bíblia no Brasil

23


A

pelo

22

São de gr h um avaçã oras o úni co C em D.

VEM

OUVIR

Agora em formato MP3, traz todo o Novo Testamento narrado e dramatizado na tradução Almeida Revista e Atualizada. Você se sentirá andando com Jesus pelos caminhos por onde ele passou.

RA270FVPOMP3


estemunho

Foto: Carlos Bertoni

T

BÍBLIAS EDITADAS E DISTRIBUÍDAS: BOAS NOVAS PROCLAMADAS* O Senhor anunciou a palavra, e muitos mensageiros a proclamavam. (Sl 68.11) Por força do meu trabalho estive na Sociedade Bíblica do Brasil. Não para comprar Bíblias, mas para conhecer o lugar e fazer contatos comerciais. Uma parte interessante da visita foi ver a gráfica. Gigantesca – muitas pessoas trabalhando, acertando páginas, encadernando, colocando capas diferentes, encaixotando, organizando por países aonde seriam entregues. Jamais havia pensado na produção de Bíblias em série. Para mim, Bíblias são tão preciosas que eu imaginava cada uma sendo montada individualmente. Impossível, claro. Ali tive a oportunidade de ver Bíblias sendo impressas que iriam para a Colômbia, Angola, Venezuela e tantos outros países de que não me recordo. A produção é de quase uma Bíblia por segundo. Calcule. É muita Bíblia! O mais emocionante foi me dar conta de que aqueles exemplares da Palavra de Deus serviriam aos mais diversos propósitos. Saber que seriam vendidos ou dados, mas principalmente lidos. Que, sendo Palavra viva, agirá, consolará ou converterá do pecado. Será abrigo, caminho, lâmpada. Alento para as madrugadas solitárias e para os dias de tristeza. Mostrará a vontade de Deus na Lei e

também os princípios subentendidos. Dirá que devemos ser como um só corpo, ter dons e servir ao invés de sermos servidos. É o evangelho pleno, do começo ao fim, ensinamento que deve ser levado adiante, Jesus apresentado integralmente. A emoção de poder estar ali, naquela gráfica, junto a tantas Bíblias, escritas em muitas línguas, foi muito forte e diferente. Trouxe a certeza de que, a cada segundo, Deus está permitindo que sua Palavra seja uma realidade e que ela está sempre em ação. Agradeci por estar ali. São os momentos que Deus prepara em nossa vida que nos fazem crer que ele é o Senhor de todas as coisas e que, a despeito de tudo, sua Palavra sempre seguirá adiante. Ele permitiu que eu pudesse enxergar isso e compreendesse um pouco mais da sua multiforme graça. *Testemunho escrito por Andréa Pavel, extraído da publicação Pão Diário 2008, editada pela RTM – Rádio Trans Mundial.

teStemunhoS SoBre a BíBlia Se você tem uma experiência edificante com a Palavra de Deus, escreva para a revista A Bíblia no Brasil contando-a. Aqueles que tiverem seus testemunhos selecionados e publicados ganharão um exemplar da Bíblia de Estudo NTLH, autografado pelos editores da revista. Envie seu testemunho acompanhado por uma foto.


B

rasil

você é o nosso convidado

De junho a setembro, a SBB teve o prazer de receber, em suas instalações, 563 pessoas de 18 instituições. As visitas foram realizadas na Sede Nacional da SBB, em Barueri (SP) dentro do programa Você é

o Nosso Convidado, por meio do qual as pessoas têm a oportunidade de conhecer o processo produtivo da Bíblia e o Museu da Bíblia, entre outras atividades. Veja, nas fotos, abaixo, as organizações

que estiveram presentes neste período. Para informações sobre agendamento de visitas, entre em contato pelo telefone 113474-5828.

1

2

3

4

5

6

7

8

1 – 19 de junho: Associação Beneficente Vale da Bênção – Vila Nova Cachoeirinha (SP) / 2 – 16 de julho: Caravana dos funcionários da Secretaria Regional de Brasília (DF) / 3 – 17 de julho: Igreja Apostólica Redenção Plena de Jacareí (SP) / 4 – 22 de julho: Igreja Quadrangular de Itapetininga (SP) / 5 – 29 de julho: 10 11 9 Igreja Assembléia de Deus de Santa Rita do Passa Quatro e Conselho de Pastores de Tupã (SP) / 6 – 6 de agosto: Grupo Living Stream Ministry (EUA) / 7 – 26 de agosto: Igreja Assembléia de Deus do Itaim Paulista – São Paulo (SP) / 8 – 16 de setembro: Associação Beneficente Vale da Bênção – Vila Nova Cachoeirinha (SP) / 9 – 30 de setembro: Igreja Presbiteriana do Jardim Bonfiglioli – São Paulo (SP) – e colaboradores do Museu da Bíblia – Barueri (SP) / 10 – 23 de setembro: Seminário Teológico Betel Brasileiro – São Paulo (SP) / 11 – 20 de agosto: Igreja Evangélica Quadrangular de São Bernardo do Campo (SP)

Foto: Arquivo SBB

PELA CAUSA DA BÍBLIA

26

ABNB - A Bíblia no Brasil

No dia 27 de julho, a SBB celebrou na Catedral Presbiteriana do Rio de Janeiro um culto especial em homenagem ao Reverendo Jairo Miranda, que se aposentou a partir daquela data. Desde o começo de sua carreira, em 1965, como membro da Cruzada de Ação Básica Cristã, em Recife (PE), até seus últimos atos como secretário Regional de Desenvolvimento Institucional da SBB no Rio de Janeiro, Reverendo Jairo Miranda foi um modelo de cristão dedicado à difusão das Escrituras Sagradas. Sua contribuição à Causa da Bíblia e ao cumprimento da missão da SBB foi sempre inovadora e pioneira. Ele liderou, no Rio de Janeiro, programas de grande relevância como o projeto A Bíblia no Cárcere e o passeio ciclístico Pedalando por Bíblias. Atuando na entidade desde 1972, quando foi eleito membro do Diretório Estadual de Goiás, Reverendo Miranda teve atribuições diversificadas como a de secretário regional do Rio de Janeiro. Nos últimos anos, dedicou-se à criação e consolidação do Centro Cultural da Bíblia. A merecida aposentadoria certamente não o afastará da missão evangélica, para a qual sempre poderá contribuir com seu conhecimento e compromisso.


Brasil

A BÍBLIA QUE FALA O Monumento à Bíblia Sagrada, inaugurado em agosto na cidade de São Roque (SP), possui uma atração única em todo o mundo. Quando o visitante pisa na

plataforma do Monumento, aciona um dispositivo que, ao mesmo tempo, acende uma luz e inicia a reprodução de um trecho da Bíblia. Construído por iniciativa da Associação Missionária dos Amigos e Servos do Senhor Jesus

“Fonte de Água Viva”, o Monumento já é conhecido como “a Bíblia que fala”. A gravação traz o Capitulo 2 de Gênesis na voz do locutor Cid Moreira, reproduzindo um trecho da Bíblia em Áudio, produzida pela SBB.

Itaparica, vila velha

Foto: Riva Gomes

Foto: Juliana Zucray

SÓCIOS EVANGELIZADORES

Tajmahal Continental hotel, Manaus

SEMINÁRIO DE CIÊNCIAS BÍBLICAS EM PORTO VELHO

Entre os meses de junho a setembro, a SBB organizou três Encontros de Sócios Evangelizadores, evento destinado a promover a troca de experiências entre os participantes do programa. No dia 28 de junho, 90 pessoas compareceram à reunião, ocorrida na Assembléia de Deus em Coqueiral de Itaparica, Vila Velha (ES). No dia 16 de agosto, foi a vez da confraternização dos sócios evangelizadores de Manaus. O evento foi sediado no Tajmahal Continental Hotel e contou com a presença de 75 pessoas. O terceiro encontro aconteceu em 27 de setembro, na Igreja do Evangelho Quadrangular de São José (SC), e contou com 55 participantes.

COMPLEXO DA BÍBLIA

Nos dias 22 e 23 de agosto, a SBB promoveu na capital de Rondônia mais uma edição do Seminário de Ciências Bíblicas. As palestras, realizadas no SENAC Esplanada, tiveram como objetivo central transmitir às igrejas e lideranças cristãs um pouco do conhecimento envolvido na arte de traduzir a Bíblia Sagrada e difundir os seus ensinamentos a todas as pessoas. Participaram do evento pastores, líderes cristãos, obreiros, seminaristas, alunos e professores universitários. O Seminário teve como palestrantes Paulo Teixeira, Vilson Scholz e Lécio Dornas.

A Prefeitura de Belém anunciou o investimento no Complexo da Bíblia, um projeto inspirado na fé que será construído às margens da Baía do Guajará, na capital paraense. O Complexo terá um Centro de Convenções, um Monumento à Bíblia, um restaurante em formato de Arca de Noé, arena de eventos e área de esportes. Foto: Arquivo SBB

SEMINÁRIO DE CIÊNCIAS BÍBLICAS NO RIO DE JANEIRO A Capela da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ) foi o local escolhido para a realização do Seminário de Ciências Bíblicas, na cidade do Rio de Janeiro, mais um evento que faz parte das comemorações do Ano da Bíblia. A iniciativa, que aconteceu nos dias 18 e 19 de setembro, visa transmitir para a comunidade universitária, assim como demais lideranças cristãs, informações sobre o processo de tradução da Bíblia Sagrada. Além de dois painéis de debates, moderados pelo pastor Maurício Price Grechi, o evento contou com palestras de Vitson Scholz e Erní Seibert.

ABNB - A Bíblia no Brasil

27


Foto: AECEP

Brasil

FEIRA LITERÁRIA Os alunos do Colégio Batista Getsemâni, de Belo Horizonte, realizaram no dia 5 de julho uma Feira Literária inteiramente dedicada às comemorações do Ano da Bíblia. A principal atração do evento foi a apresentação do Projeto Bíblia de Mary Jones, produzido por alunos da escola que estudaram a biografia da menina e sua persistência para conseguir adquirir um exemplar da Bíblia. O formato desse projeto já está disponível para todas as escolas que participam da Associação de Escolas Cristãs de Educação por Princípios (AECEP).

COMENDA JOÃO FERREIRA DE ALMEIDA O presidente da SBB, Pastor Enéas Tognini, recebeu no dia 10 de junho, a Comenda João Ferreira de Almeida, concedida pela Assembléia Legislativa do Espírito Santo. Instituída em 2005, por meio de projeto do Deputado Estadual Reginal-

do de Almeida, a Comenda é concedida a líderes religiosos que se destacam na atuação pela evangelização, ação social e difusão da Palavra de Deus. João Ferreira de Almeida, pioneiro da tradução da Bíblia para a língua portuguesa, viveu de 1628

a 1691, empreendeu como missão de vida divulgar a Palavra de Deus no novo mundo. Até hoje, a tradução de Almeida é considerada como a mais importante e influente na cultura e língua portuguesas.

ANIVERSÁRIO DA ULTIMATO

Foto: Arquivo SBB

Foto: Arquivo SBB

Um encontro de amigos. Assim pode ser definida a reunião realizada entre os dias 31 de julho e 2 de agosto para comemorar os 40 anos da Ultimato, iniciada em 1968 como um jornal evangélico que evoluiu para a Revista e se consolidou como editora. Mais de 400 convidados estiveram presentes ao evento, que aconteceu na cidade de Viçosa (MG). Na programação do aniversário, houve espaço para devocionais, debates, momentos para compartilhar, culto de celebração e passeios. As comemorações foram comandadas pelo fundador da Ultimato, Elben César, que reafirmou seu objetivo de anunciar o evangelho direta e indiretamente, por meio de uma publicação. A SBB esteve presente ao evento, representada por Marcos Lovera, gerente do Centro de Distribuição de Belo Horizonte.

FEIRA CULTURAL A Escola Batista Shalon, de Curitiba, escolheu como tema de sua Feira Cultural “O ano da Bíblia no Brasil”. Realizada pelos 230 alunos da Educação Infantil ao Ensino Fundamental, a Feira teve como destaque trabalhos relacionados à Bíblia como: Tabernáculo, Qualidade de Vida dentro dos

28

ABNB - A Bíblia no Brasil

princípios bíblicos, História do povo Hebreu, Arca de Noé, os Símbolos da Bíblia, Autores da Bíblia, entre outros. A Feira Cultural contou com o apoio de aproximadamente 20 educadores que, desde março deste ano, receberam treinamento especial para a realização do projeto. A

escola deu Bíblias de presente para famílias não-cristãs que não possuíam nenhuma bíblia em casa. A iniciativa está inscrita no “Prêmio AECEP 2008” concorrendo na categoria de Projeto Pedagógico e será, posteriormente, disponibilizada para multiplicação nas 150 escolas associadas.


undo

BRASIL LIDERA DISTRIBUIÇÃO DE BÍBLIAS

O Brasil aparece em primeiro

lugar no ranking de Bíblias distribuídas mundialmente. De acordo com o Relatório de Distribuição de Escrituras, divulgado pelas Sociedades Bíblicas Unidas (SBU), em 2007, o País superou a marca de mais de 5 milhões de exemplares. Em todo o mundo foram distribuídas quase 27 milhões de cópias da Bíblia na íntegra, o que representa um crescimento de 5% em relação ao resultado de 2006. Com a distribuição de 5.250.301 Bíblias, a Sociedade Bíblica do Brasil lidera o ranking de Sociedades Bíblicas com larga vantagem para o segundo colocado, a China que distribuiu pouco mais de 3 milhões de cópias. Os EUA ficaram em terceiro lugar com 2,3 milhões de Bíblias distribuídas, seguidos da Coréia, com 1,94 milhões e da Índia, com 1,35 milhões. “Estamos vivendo um momento muito propício para a divulgação das Escrituras em todo o País. Acreditamos que o aumento consistente do número de Bíblias distribuídas é a conseqüência natural do trabalho que temos desenvolvido ao longo de todos esses anos, cumprindo a nossa missão de estimular a leitura e a compreensão da Palavra de Deus”, ressalta o diretor executivo da SBB, Rudi Zimmer. A notícia chega no momento em que a SBB comemora 60 anos de atividade e empreende a campanha do

30

ABNB - A Bíblia no Brasil

Foto: Eduardo César

M

Ano da Bíblia. “Em todos os eventos que temos realizado, podemos perceber que a população brasileira vem respondendo de forma positiva aos nossos esforços para disponibilizar a Palavra de Deus. Isso significa o fortalecimento das igrejas, da Palavra e da fé”, acrescenta Zimmer. Ao lado dos números positivos em relação à distribuição de Bíblias completas, o Relatório 2007 também comemora o crescimento da publicação e distribuição de partes das Escrituras na forma de Testamentos, Porções e Seleções. Ao todo, o número de itens distribuídos das Escrituras alcançou 364 milhões de cópias. Essas publicações também são importantes ferramentas de divulgação da Palavra já que trazem trechos da Bíblia adequados às necessidades de uma determinada pessoa ou grupo. As estatísticas do Relatório de Distribuição de Escrituras 2007 revelam, ainda, uma grande sintonia entre o trabalho das Sociedades Bíblicas e as condições das comunidades. O acentuado aumento da distribuição de Escrituras no hemisfério sul é apontado como uma resposta ao rápido crescimento das igrejas cristãs nos países dessa região. Outro fato que demonstra essa sintonia é o crescimento da distribuição de Porções ou Seleções Novo Leitor, que chegou a impressionantes 28 milhões de exempla-

Encadernadora da Bíblia

res no ano. De acordo com o relatório, esse número mostra como as Sociedades Bíblicas estão conseguindo combinar a distribuição de Escrituras com programas de alfabetização.

O maior best-seller O Relatório da SBU constata que a Bíblia continua sendo o maior bestseller do mundo, ressaltando que esse fato continua verdadeiro ano após ano, sem contabilizar os exemplares distribuídos gratuitamente e aqueles vendidos por preço abaixo do custo. “A sede mundial pela Bíblia continua em alta. E as Sociedades Bíblicas estão no epicentro do desafio de atender a essa necessidade contínua”, afirma o texto de análise do Relatório. Embora os números tenham se mantido bastante positivos, o Relatório da SBU destaca a necessidade de intensificar o trabalho das Sociedades Bíblicas para ultrapassar os diversos obstáculos que podem frear esse crescimento. Situações de conflito, catástrofes naturais e falta de infra-estrutura são alguns dos problemas apontados. O próprio Relatório traz histórias de algumas ações que têm sido empreendidas para enfrentar essas situações, combinando criatividade e integração com a sociedade. Este é o caso, por exemplo, da Sociedade Bíblica da República Democrática do Congo. Após anos de guerra civil,


Mundo responsável pelo trabalho bíblico no Azerbaijão. “Por isso resolvemos investir na organização de shows de música cristã, criando novas oportunidades de contato das pessoas com a Palavra.

Muito além do papel As Sociedades Bíblicas Unidas aproveitam o Relatório para destacar o crescimento também da distribuição da Palavra de Deus em formatos não impressos. “Sem sombra de dúvida, as Escrituras impressas continuam sendo um resultado tangível das atividades de tradução, que, juntamente com a distribuição, são a essência da missão das Sociedades Bíblicas. No entanto, atualmente há muitos contextos diferentes nos quais oferecer a Palavra de Deus em formatos não impressos é a forma mais eficaz de torná-la aces-

Foto: Sociedade Bíblica no Azerbaijão

o país se encontrava sem infra-estrutura de distribuição para atender a diversas áreas de difícil acesso. Uma igreja decidiu, então, oferecer a construção de um depósito de distribuição para a Sociedade Bíblica, localizado em uma área estratégica, no centro do país e próxima ao rio Congo, de onde é possível distribuir Bíblias por transporte fluvial para comunidades que não possuem acesso rodoviário. Outro caso de sucesso, destacado no Relatório, é a ação desenvolvida no Azerbaijão, que contornou as dificuldades de infra-estrutura para distribuição convencional das Escrituras com criatividade e ousadia. “Nosso povo adora música, poesia e dança”, diz Gulshan Huseynova, diretora da Kitab Shirketi, a organização

sível e compreendida”, registra o texto do Relatório. Entre esses diferentes contextos estão desde as sociedades sofisticadas, nas quais as pessoas estão acostumadas com

a distribuição eletrônica, através da Internet, por exemplo, até aquelas comunidades com níveis altos de analfabetismo. No Peru, país que possui muitas comunidades rurais com índices de analfabetismo altos, a Sociedade Bíblica vem promovendo o acesso à Palavra de Deus em áudio, por meio do programa A Fé Vem Pelo Ouvir (FVPO). Em 2007, o Peru tornou-se o primeiro país a introduzir o uso do Proclaimer (Arauto), aparelho digital que reproduz as Escrituras. Funcionando com energia solar, o equipamento dispensa o uso de pilhas ou baterias, o que atraiu o interesse de pastores que atuam em áreas rurais. No Brasil, a SBB vem empreendendo há décadas uma grande variedade de estratégias para aumentar o acesso à Palavra de Deus. Além de publicar dezenas de diferentes edições da Bíblia completa, a SBB desenvolveu mídias alternativas, como a Fé Vem Pelo Ouvir, a Bíblia em Áudio e a Biblioteca Digital da Bíblia. A instituição também atua como promotora social, sempre vinculando a distribuição da Palavra a ações junto a comunidades em Situação de Risco Social em todo o Brasil. O sucesso dessa estratégia está associado também ao trabalho dedicado de cristãos que contribuem com doações e ações em prol da evangelização.

Distribuição Mundial de Escrituras pelas Sociedades Bíblicas – Resumo Global de 2007 Bíblias

Testamentos

Porções

Porções Novo Leitor

Seleções

Seleções Novo Leitor

4.471.358

441.284

1.487.160

509.927

6.999.754

141.334

11.383.264

2.312.442

6.341.704

3.803.255

242.703.957

15.263.033

Ásia/Pacífico

8.927.621

8.226.678

6.655.950

3.612.238

55.958.297

4.058.556

Europa/Oriente Médio

2.214.080

2.113.098

1.768.060

222.535

1.162.871

350.004

26.996.323

13.093.502

16.252.874

8.147.955

306.824.879

19.812.927

África Américas

Distribuição Total

ABNB - A Bíblia no Brasil

31


I

nauguração

SBB PONTOCOM: JÁ ESTÁ NO AR A nova loja virtual da SBB foi inaugurada para suprir com Bíblias a população de todas as partes do País. A partir de 1 de outubro, passou a funcionar a nova loja virtual da SBB: a SBB PontoCom. Desenvolvida em parceria com a empresa Escalena, especializada em comércio eletrônico, a loja agrega tecnologia à informação, oferecendo toda a gama de produtos editados pela SBB e por outras Sociedades Bíblicas do mundo, como obras acadêmicas e em outros idiomas. “Ter o acesso facilitado às obras da SBB era um anseio de muitos cristãos”, revela o secretário de Comunicação e Ação Social da SBB, Erní Seibert, lembrando que por cerca de três anos, o comércio eletrônico da SBB era terceirizado. “Constatamos que havia maneiras de melhorar o atendimento e passamos a fazê-lo pela própria SBB”, pondera. Com isso, durante seis meses, a SBB se preparou para inaugurar uma loja que tivesse um visual arrojado, acesso rápido e atualizações constantes. O resultado é uma loja que valoriza o Livro Sagrado e apresenta a grande variedade de formatos em que ele pode ser encontrado. Os produtos foram distribuídos por 11 departamentos, com o objetivo de facilitar a busca pelo internauta por edições de seu interesse. São eles: Bíblias, Bíblias e Harpas Cristãs, Bíblias e Cantor Cristão, Novos Testamentos, Bíblias de Estudo, Edições Acadêmicas, Outros

3

ABNB - A Bíblia no Brasil

Idiomas, InfantoJuvenis, Multimídia, Porções Bíblicas e Seleções Bíblicas. Outro diferencial é que, além de encontrar informações sobre os produtos, como encadernação, formato, tradução e descrição do conteúdo, é possível procurar as edições da Bíblia por tamanho de letra. Mais do que isso: o tamanho real do texto poderá ser visualizado, desde que a resolução da tela do visitante esteja configurada para 104 x 780 pixels. Também será possível conferir a lista das edições bíblicas mais vendidas, promoções especiais e lançamentos. Com frete grátis para compras acima de R$ 100,00, a loja opera em ambiente totalmente seguro, com as certificações Site Blindado e Rápido SSL, e oferece as seguintes formas de pagamento: boleto bancário, débito automático e cartão de crédito. Outro ponto trabalhado pela SBB foi a questão de logística. Para conferir agilidade nas entregas e atendimento eficiente ao cliente, as operações da loja estão sob a coordenação da Secretaria Regional da SBB em São Paulo. O atendimento é de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, para todo o território nacional.

LIVROS DIGITAIS Até o final do ano, outra novidade promete trazer grandes vantagens para aqueles que se dedicam a pesquisar e estudar a Bíblia. Trata-se da Biblioteca Digital da Bíblia, um departamento diferenciado que permitirá fazer download de obras bíblicas preparadas para rodar no sistema da Biblioteca Libronix. A plataforma, lançada em 00 pela SBB, permite adquirir livros e pesquisá-los de uma forma inédita. Os recursos são inúmeros e estão à disposição daqueles que querem agregar livros à sua biblioteca. Comercializados em CDROM, os pacotes disponíveis hoje no mercado são dois e já vêm com obras pré-selecionadas. A grande vantagem da livraria digital é que, por meio dela, será possível incrementar ainda mais as bibliotecas daqueles que adquiriram o produto físico e dar a oportunidade para que outras pessoas comecem a montar seu acervo de estudo de forma personalizada, de acordo com as suas necessidades.


E

spaço do Leitor ANIVERSÁRIO 4 Sou membro da Igreja Presbiteriana do Pirangi, Natal (RN) e hoje o sermão foi em torno do relevante trabalho desta instituição que tem prestado um serviço de bênçãos e salvação, através da impressão de Bíblias que anunciam a mensagem de salvação em Cristo Jesus. No ensejo, parabenizo pelos 60 anos, fazendo votos de continuidade na atividade, até a vinda do Filho de Deus.

ANIVERSÁRIO Parabéns pelos 60 anos! Louvo a Deus pela existência dessa instituição que não apenas é parte da história da nossa nação, mas que também, e principalmente, nos tem sido motivo de bênção ao colocar em nossas mãos a Palavra eterna. Continuem firmes nesse propósito. Elizeu Serra de Araújo, por e-mail

ANIVERSÁRIO 2 Só podia parabenizá-los por tão belo trabalho que fazem. Que o Senhor os recompense grandiosamente, dando a cada dia mais certeza de que esse trabalho não é em vão. Deny Menezes, por e-mail

ANIVERSÁRIO 3 No ensejo desta data de tão rico conteúdo histórico para a nossa SBB, queiram receber sinceros cumprimentos pelos 60 anos de organização nacional. A SBB tem merecido o respeito, o carinho e a admiração do Brasil evangélico por sua seriedade, capacidade organizacional e

Zélia Oliveira e Silva, por e-mail

ANIVERSÁRIO 5 Tão prodigioso quanto botões de flores desabrochando em esplendor. Tão venerável quanto a mais alta das árvores. Tão grandioso quanto as montanhas, que buscam o céu. Tão livre quanto a brisa mais leve... Você é a melhor dádiva de Deus... Sua mais preciosa criação... Um ser único, perfeitamente único...você! E o seu carisma é o momento perfeito, para você se lembrar e agradecer o milagre que você é! Parabéns pelo seu aniversário! Florisberto T. Nascimento, por e-mail

Pastor Pedro Mendes, membro da Dire-

LEITURA BÍBLICA POR E-MAIL Agradeço a Deus por manter vocês como guardiões da Palavra santa de Deus. Estou escrevendo pela coincidência das mensagens enviadas... Hoje estou fazendo Ano Bíblico, e sabem a história de quem estou estudando? A história de Saulo. Toda vez que abro minha caixa de mensagem, lá está a passagem que li recentemente no Ano Bíblico... Louvo a Deus por manter todos vocês firmes neste propósito de semear a Palavra de Deus.

toria da SBB de 1964 a 1972, por e-mail

Iara Williams, por e-mail

visão de desenvolvimento. Deus seja engrandecido e louvado por tão significativa presença de nossa SBB, com projeção destacada no Brasil e no exterior.

LEITURA DA BÍBLIA Tivemos uma aula na escola dominical sobre a leitura da Bíblia, por isso fui pesquisar na Internet um plano de leitura para os alunos. Já conhecia um plano de leitura em um ano, mas qual não foi minha surpresa ao encontrar um para a leitura em 90 dias. Assim, fiz um propósito com Deus, pois sou evangélica há 4 anos e nunca havia lido a Bíblia toda de uma vez, pedi a ele que me desse a graça de ler a Bíblia, e para glória dele consegui ler toda a Bíblia em 90 dias. Ninguém pode imaginar a alegria do meu coração, ao conseguir fazer essa leitura e o quanto isso me edificou. Após terminar a leitura, fiquei com um imenso vazio, pois a Bíblia tornou-se a minha grande companheira, por isso comecei a lê-la novamente, só que desta vez vou ler em um ano para assimilar melhor os textos. Adélia dos Santos Brunelli, São Paulo (SP), por e-mail

LOJA VIRTUAL Quero parabenizá-los pela iniciativa. Demorou!!! Mas, enfim, estou superfeliz, e acho que muitos clientes e admiradores do trabalho de vocês também ficaram muito satisfeitos com a maior facilidade e acesso que isto trará. Sayusa Litig da Silva, por e-mail

ERRAMOS A senhora Lídia Crispi morou na cidade de Santa Bárbara de Góias e não na de Santo Amaro, como foi publicado na edição nº 0. cartaS Para a reDaÇÃo: Avenida Ceci, 706 - Tamboré CEP 06460-120 - Barueri - SP e-mail: redacao@sbb.org.br

ABNB - A Bíblia no Brasil

33


O

pinião

A BÍBLIA E A EDUCAÇÃO Como educadora tenho uma especial apreciação em descobrir e extrair as riquezas de um sistema educacional totalmente integrado, simples, completo e perfeito contido na Bíblia. Quero aqui salientar alguns princípios necessários para resgatar uma educação bíblica, seja em casa, na igreja, na escola, na nação ou em qualquer relação informal. A Bíblia contém uma filosofia educacional aplicável a qualquer pessoa em todos os contextos, em qualquer época. Ela é o livro que contém os melhores princípios publicados para educar. Sim, seus princípios são elevados e revelam os planos e propósitos do Criador para educar todas as pessoas (2Tm 3.16). O contexto familiar é o ambiente propício para educar uma geração no caminho de Deus para todas as dimensões da vida. Antes mesmo da Lei, Deus tinha escolhido Abraão porque ele sabia que este pai iria educar os seus filhos e a sua casa a guardarem o caminho do Senhor, a praticarem a justiça e o juízo (Gn 18.19). No Novo Testamento, Paulo deixa bem claro que a responsabilidade de educar os filhos pertence aos pais (Ef 6.4). Assim, a Bíblia nos diz, consistentemente, que os pais têm papel essencial como principais educadores. Portanto, o contexto familiar é o ambiente propício para conhecer a Deus e todos os seus caminhos para todas as dimensões da vida. A restauração de uma nação começa com a educação de seu povo através da Bíblia. Uma das primeiras medidas que o povo de Israel tomou para restaurar a nação, após o cativeiro na Babilônia, foi

34

ABNB - A Bíblia no Brasil

solicitar que o escriba Esdras fizesse a leitura de todo o Livro da Lei. Ele leu para todos: homens, mulheres e crianças que podiam entender. Todos ouviram atentamente, com reverência e ordem e os levitas ajudavam dando explicações, de maneira que todos entendessem o que se lia. Aqui extraímos o caráter daquele que ensina ou educa na Palavra: “Esdras tinha disposto o coração para buscar a Lei do Senhor, e para cumpri-la, e para ensinar em Israel os seus estatutos e os seus juízos” (Es 7.10); ou seja, aquele que ensina deve ser alguém que abraça e aplica a Palavra, primeiramente, em sua vida. Se queremos educar nossa nação, precisamos promover a leitura, explicação e interpretação da Palavra para todos: homens, mulheres e crianças. Para desenvolver uma cosmovisão bíblicacristã é necessário que a igreja e a escola eduquem integrando as verdades bíblicas em todo conteúdo a ser ensinado. A igreja tem uma missão educacional indissociável de sua missão evangelística. A Grande Comissão, deixada por Jesus, envolve ensinar todas as coisas que Ele ensinou. Esta missão educacional deve ser realizada nos encontros de celebração, mas também deve acontecer num sistema formal de educação escolar onde os estudantes podem adquirir uma cosmovisão bíblica-cristã de todas as áreas do conhecimento, assim como Jesus tinha e ensinou. Não podemos manter uma visão dualista de separar o conhecimento, a ciência e a razão da fé. Precisamos sim, integrar as verdades bíblicas no processo de ensino e aprendizagem de todo conteúdo, seja eclesiástico ou escolar, promovendo, assim,

Foto: Arquivo SBB

*Cida Mattar

iluminação para um maior e melhor entendimento a respeito de tudo desta vida. A Bíblia contém métodos eficientes para desenvolver o processo de ensino e aprendizagem. Interessante para nós educadores é perceber ainda que a Bíblia, além de conter princípios para educar, também apresenta uma riqueza de métodos singulares que podem e devem ser utilizados em qualquer processo de ensino e aprendizagem, tais como:  Perguntas que promovem reflexão e posicionamento;  Aprendizagem ilustrada de conteúdos e princípios através da vida e caráter de indivíduos;  Uso de histórias para ensinar verdades pela familiaridade;  Demonstração da sabedoria de Deus em preceitos e princípios;  Apresentação de estilos e formas literários elevados; e  Utilização de símbolos, imagens, cerimônias e celebrações para memorizar a verdade. Qualquer pessoa, que queira desenvolver um processo educacional relevante não deve prescindir de utilizar os princípios e métodos apresentados na Bíblia. Todo educador formal deve tê-la como referencial na sua prática pedagógica se quiser educar para transformar vidas. * Cida Mattar é diretora executiva da Associação de Escolas Cristãs de Educação por Princípios (AECEP).


ABNB - A BĂ­blia no Brasil

35


36

ABNB - A BĂ­blia no Brasil

Abnb 221  

http://www.sbb.org.br/repositorio/revistas/abnb_221.pdf

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you