Page 1

mais que apenas uma cara, ele é o cara

mira hollywood enquanto faz suspirar as telespectadoras

De 29 de abril a 29 de maio de 2010 – distribuição gratuita e exclusiva no embarque de congonhas

29HORAS | 29 de abril a 29 de maio de 2010 | cauã reymond

cauã reymond a vida nua dos bikers

duas rodas, um selim. e nada mais é preciso

31

dias tem maio. e a agenda 29horas tem

128

programas para todas as horas de todos os dias do mês

NO PARAÍSO SEM PADECER

foi-se o tempo em que elas não queriam ganhar eletrodomésticos no dia das mÃes

o sabor da resistência

os italianos Pasquale e Tatini se afirmam nas trincheiras do molho e do réchaud

cruzeiro caribe é do

ou não é? Natale Giramondo diz se e como vale realmente a pena viajar de navio


Estamos vivendo um novo Brasil. Feito por você. Respeitado pelo mundo. Nós brasileiros conquistamos um país cada vez melhor para todos. Estamos juntos, seguindo em frente. E é possível avançar ainda mais. US$ 239 milhões acumulados em reservas internacionais no último ano.

pobreza, entre 2003 e 2008. Fonte: Pesquisa Nacional

Aumento de 385% frente a 2003.

por Amostra de Domicílios (PNAD).

24,1 milhões de brasileiros superaram a

Fonte: Banco Central.

A classe C já corresponde a 53,6% da população brasileira e a classe AB aumentou de 10,7% para 15,6%, de 2003 a 2009. Fonte: FGV.

R$ 69,92 bilhões investidos em habitação. Aumento de 600% em relação a 2003. Fonte: Ministério das Cidades.

596 mil bolsas do Prouni concedidas em 1.253 municípios, de 2005 a 2009. Posição: março de 2010.

12,1 milhões de empregos formais gerados nos últimos 7 anos. Fonte: Rais e Caged.

Desmatamento 74,4% menor do que em 2004. O menor índice já registrado desde 1998, quando foi iniciada a apuração da taxa anual. Fonte: INPE.

O percentual da população pobre caiu de 42,7% para 28,8%. Fonte: PNAD.

Queda de 61,6% da desnutrição infantil, entre 2003 e 2008. Fonte: Ministério da Saúde.

Mais de 3 milhões de veículos vendidos em 2009, um novo recorde histórico. Crescimento de 150% em comparação a 2003.

www.confiancanobrasil.gov.br


Seu chefe pega no seu pé, sua mãe pega no seu pé, seu vizinho pega no seu pé. Mas massagem, que é bom, nada, né?


Conforto para seus pés. Bem-estar para você. www.drschollsbrasil.com.br

9801848 - 22/3/2010

Dr. Scholl’s Massaging Gel. Absorve o impacto, deixa o seu pé mais confortável e o seu dia melhor.


Todos os destinos do É AQUI QUE VOCÊ COMEÇA A VIAJAR

r.

Brasil no mesmo luga

e cotes de viagens ce de comprar pa an ch a e eit rov Ap além de ficar ços promocionais, pre m co s rea aé ns passage estados brasileiros os turísticos dos 26 por dentro de roteir sição e venda de ral. E ainda: expo e do Distrito Fede icas e muito mais. tísticos, comidas típ ar ws sho , ato an artes conhecer, lugar no Brasil para Antes de escolher um o do Turismo. teiro no 5º Salã visite o Brasil in


26 A 30 DE MAIO/2010 ANHEMBI – SÃO PAULO

Está na hora de conhecer o Brasil Ministério do T Turismo

www.salao.turismo.gov.br


>sumário

de 29 de abril a 29 de maio

>hora H 14

música A cantora paulistana Juliana Kehl mostra seus outros talentos artísticos

16

cinema Três filmes com figurinos incríveis vão causar frisson no mundo fashion

18

exposição Uma homenagem dos muitos amigos ao cartunista Glauco

20

Walking Distance Um passeio que tem como centro o Museu Memória do Bixiga

22

comida O Pasquale fez a cozinha da Puglia ser a italiana preferida em SP

24

Comer, Beber, Viver Georges Henri Foz presta homenagem ao réchaud do Tatini

26

Adega Didú Russo propõe uma aventura entre os vinhos nacionais

28

29 horas em... Brasília, por Eliane Trindade

30

das 23h às 29h Carlos Minuano faz uma parada no D’olivino antes da balada

32

mais que nécessaire Os cremes que prometem a eterna juventude

34

hora livre Luiz Toledo conta sua experiência com a própria gravidez...

Agenda 29 horas 64

128 programas para as mais variadas horas do dia

29 horas com... 98

marcelo cunha O dia de um médico de uma família de médicos

capa Cauã Reymond Styling de moda: Amaury Borghett Cauã veste: Blazer e gorro Hugo Boss, malha preta Ricardo Almeida, jaqueta, calça de alfaiataria, calça jeans e bota Diesel. Agradecimento: Cinemateca Brasileira


Publisher: Pedro Barbastefano Júnior Conselho editorial: Chantal Brissac, Claudio Elisabetsky, Clóvis Cordeiro, Didú Russo, Fabio Sgarbi, Georges Henri Foz, Pedro Barbastefano Júnior, Wagner Carelli Redação (contato@29horas.com.br): Brunno Carvalho (arte), Chantal Brissac, Claudio Elisabetsky (fotografia), Letícia Liñeira (estagiária), Maria Cecília Maciel (agenda), Vanda Fulaneto, Wagner Carelli Projetos editorial e gráfico, serviços editoriais: Studio San Floro Colaboradores: Amaury Borghett, André Santos, Carlos Minuano, Coletivo CicloBR, Didú Russo, Eliane Trindade, Érico Hiller, Georges Henri Foz, Kike Martins da Costa, Leandro Valverdes, Luiz Toledo, Rosana Faria de Freitas, Tainá Azeredo, Gabriel Cappelletti Gerente de produto: Ariovaldo Dias (ariovaldo@29horas.com.br)

SÓCIOS-DIRETORES Clóvis Cordeiro e Pedro Barbastefano Júnior MARKETING Diretor: Fabio Sgarbi (fabiosgarbi@meta29.com.br) Equipe marketing: Coordenador: Rodolfo Torrezan (rodolfo@meta29.com.br), Anna Flávia (annaflavia@meta29.com.br), Diego Milani (diegomilani@meta29.com.br), Gabriel Fullen (gabriel@meta29.com.br) Renata Piovezan (renata@meta29.com.br) Equipe de criação: André Yoshikawa, Cesar Valério, Karen Kohatsu, Rose Oseki PUBLICIDADE Diretor comercial nacional: Luiz Carlos Stein (stein@meta29.com.br)

>DESTAQUES

Diretor nacional de publicidade: Jeferson Teani Fullen (jeferson@meta29.com.br) Equipe comercial: Gerente: Ana Lúcia (analucia@meta29.com.br), Flávia Moraes (flavia@meta29.com.br), Lúcia Leão (lucia@meta29.com.br), Marcelo Rocha (marcelorocha@meta29.com.br), Raphael Machado (raphael@meta29.com.br), Rose Cruz (rosecruz@meta29.com.br) Cliente Direto: Oswaldo Maffei Jr. (wado@meta29.com.br)

36 DE CASO COM O CINEMA

Cauã Reymond já fez sete novelas e nove longas para o cinema. A TV lhe dá a fama de galã do momento, e o sustento. Mas seu objetivo é brilhar nas telas

42 LIVRES PARA PEDALAR

A visão de bicicletas e carros compartilhando as ruas harmoniosamente, como ocorre em San Francisco, Amsterdã e Bogotá, já não é uma utopia em São Paulo. Os bikers garantem

48 CRUZEIRO - MICO OU MARAVILHA?

Vale a pena fazer um cruzeiro no Caribe? É preciso perguntar, porque essa pode ser a viagem da sua vida – ou o maior mico. Giramondo dá as dicas para tudo sair bem

56 ESPECIAL DIA DAS MÃES

Foi-se o tempo em que mãe odiava ganhar eletrodoméstico em seu dia. Dependendo da grife, uma batedeira vai fazê-la tão feliz quanto uma joia de Antonio Bernardo

Executivos de conta: Cláudia Maffei (claudia@29horas.com.br), João Ricardo Wagner (ricardo@29horas.com.br) Rio de Janeiro – Oscar de Oliveira Jr. (oscar@meta29.com.br) Curitiba – Andrea Gianini (andrea@meta29.com.br) Representantes: Brasília – Aloísio Nascimento (dbkn@uol.com.br), Santa Catarina – Magda Rose Moraes Speranza (speranza@bysperanza. com.br), Rio Grande do Sul – Ricardo Rosa (ricardo@printsul.com.br), Pernambuco – Luis Augusto Carvalhaes Norfini (novosrumos@hotlink.com.br) ADMINISTRAÇÃO Administrativo e financeiro: João Carlos Vendramini (joaocarlos@meta29.com.br) Manutenção e logística de distribuição: Marcelo Mattos (marcelomattos@meta29.com.br) www.meta29.com.br Impressão e acabamento: IBEP Gráfica 29HORAS é uma publicação mensal sob encomenda da Meta 29 Serviços de Marketing Ltda. Editora contratada: San Floro Editoração Gráfica ME Jornalista responsável: Wagner Carelli (MTB 12986) Tiragem: 50.000 exemplares DISTRIBUIÇÃO GRATUITA E EXCLUSIVA NAS SALAS DE EMBARQUE DO AEROPORTO DE CONGONHAS A revista 29HORAS respeita a liberdade de expressão. As matérias, reportagens e artigos são de responsabilidade exclusiva de seus signatários. AUDITADO PELA

A Meta 29, consciente das questões ambientais e sociais utiliza papéis com certificação FSC (Forest Stewardship Council) na impressão deste material. A certificação FSC garante que uma matéria-prima florestal provenha de um manejo considerado social, ambiental e economicamente adequado e outras fontes controladas. Impresso na IBEP Gráfica Ltda. certificada na cadeia de custódia - FSC.


Quando precisar de uma boa comunicação, ligue.

12 | 29HORAS | 29 de novembro a 29 de dezembro 2009


13


hora h

música

mais que

uma linda voz

A música entrou na vida de Juliana ainda na adolescência, aos 15 anos, quando participava de um coral. Com ele apresentou-se no Carnegie Hall, uma das mais renomadas salas de espetáculos, localizada em Nova York, onde já se apresentaram também grandes artistas como os Beatles, Frank Sinatra, Edith Piaf e Charles Aznavour. Depois disso, resolveu dar um tempo na música. Cursou artes plásticas na FAAP, onde formou-se em 2000. Desde então a arte vem fazendo parte de sua rotina. Aos 32 anos, Juliana concilia a música com duas outras paixões: as aulas de história da arte que dá diariamente para grupos particulares de alunos e a arte-terapia, em que busca utilizar também a música para que as pessoas possam despertar a criatividade e expressar seus sentimentos. E diz que não pretende abandonar suas outras carreiras. Juliana só voltou a cantar quando musicou Sagitário, um dos poemas do livro O amor é uma droga pesada, de sua irmã, a psicanalista Maria Rita. O que rendeu ainda as canções Viação cometa e alguns trechos de Diadorim, outros poemas musicados por ela também. A partir daí, começou a escrever suas próprias letras – 10 das 12 faixas do CD são de sua autoria, que reúne o melhor da música contemporânea brasileira. Não à toa, teve seu trabalho elogiado por Nelson Motta. “Além de ter bom gosto, Juliana é inteligente, buscou ótimos músicos como parceiros. Com um ótimo arranjo e melodia fluente, uma das melhores é a Viação cometa”, ele cita em sua coluna Sintonia fina. Seu programa preferido na cidade é conferir os shows dos amigos. “Isso ocupa quase todas as minhas noites”, revela. Aliás, amigos é o que ela mais tem – em seu CD contou com a participação de 32 deles. –Letícia Liñeira www.myspace.com/julianakehl

14 | 29HORAS | de 29 de abril a 29 de maio 2010

tainá azeredo

A cantora paulista Juliana Kehl demonstra talento em seu primeiro CD, recém-lançado, e revela outros dons artísticos

Juliana se apresenta nos SESCs da cidade e na Virada Cultural Paulistana...


...no palco das novas cantoras

15


hora h

cinema

a Moda

desfila nos cinemas

Três filmes com figurinos exuberantes prometem fazer a alegria do povo fashion no mês de maio

16 | 29HORAS | de 29 de abril a 29 de maio 2010

secretos. Mas, para as fashionistas, muito mais interessante do que isso são os looks desfilados pela atriz greco-francesa Anna Mouglalis. Tão incríveis quanto as revolucionárias composições do russo, os vestidos e conjuntinhos trajados pela estilista no filme não deixam dúvida sobre o bom gosto e o talento de mademoiselle Chanel. Karl Lagerfeld, o poderoso diretor de estilo da Maison Chanel nas últimas décadas, assessorou pessoalmente os responsáveis pela direção de arte do filme. No dia 21 é a vez de A jovem rainha Victoria, produção inglesa sobre

A indecisa Carrie (Sarah Jessica Parker) na entrada de seu closet em cena

o romance entre a rainha Victoria e o príncipe Albert, um casal que sempre estimulou as artes no Reino Unido. O filme ganhou o Oscar de melhor figurino e faturou vários prêmios pelo mundo todo nesse quesito. Para quem se liga na história e na evolução da moda, o longa dirigido por Jean-Marc Vallée e com figurinos de Sandy Powell (de Shakespeare apaixonado e O aviador) é um espetáculo imperdível. Por fim, dia 28, os principais cinemas do

circuito comercial começam a exibir Sex and the city 2. Nesta sequência da saga iniciada no seriado de TV, as quatro jovens senhoras nova-iorquinas vivem grandes emoções e aproveitam o momento para lançar tendências e decretar novos “fashion statements”. Grande parte da trama se desenvolve em Abu Dhabi, mas as cenas tiveram de ser filmadas no Marrocos porque as autoridades dos Emirados Árabes Unidos não deram autorização à equipe do filme.

fotos divulgação

A São Paulo Fashion Week e a Rio Fashion só acontecem em junho, mas os estilistas, modelos e modettes vão ter três programas obrigatórios este mês: é que em maio chegam aos cinemas três filmes que prometem encher os olhos dos loucos por um figurino bem elaborado. Dia 7 estreia nas salas de arte o cult Coco Chanel & Igor Stravinsky, que relata o escandaloso affair que uniu a estilista francesa e o compositor russo na Paris dos loucos anos 20. Para muitos, o que mais chama a atenção no longa é o fato de Stravinsky ser casado e levar sua mulher e seus filhos para viver na casa de campo de Coco, onde os dois mantinham encontros


Emily Blunt e Rupert Friend dão vida à rainha Victoria e ao príncipe Albert em A jovem rainha Victória

de Sex and the city 2

Lá, naquele exótica mistura de deserto arcaico com modernos shopping centers, Carrie (Sarah Jessica Parker) reencontra um antigo amor (Aidan, interpretado por John Corbett), e Samantha (Kim Cattrall) luta para se manter jovem e para sobreviver aos efeitos da crise financeira internacional. Enquanto isso, Charlotte (Kristin Davis) e Miranda (Cynthia Nixon) tentam se divertir um pouco longe dos filhos pequenos, que elas deixaram com os

A greco-francesa Anna Mouglalis e o dinamarquês Mads Mikkelsen em Coco Chanel & Igor Stravinsky

respectivos maridões lá em Nova York. Aqui, há duas perguntas que não querem calar e deixam os fashionistas com seus apliques capilares em

pé e seus olhos arregalados mesmo sem delineador: 1. Será que Carrie vai finalmente engravidar? 2. E, muito mais importante do que isso,

será que Carrie vai trocar definitivamente seus sapatos de Manolo Blahnik pelos de Christian Louboutin? –Kike Martins da Costa

17


hora h

arte

Amigos

para sempre

Glauco Villas Boas recebe homenagem bem-humorada na exposição Fala, panga! (irmão de Glauco), Caco Galhardo, Angeli, Adão Iturrusgarai, Luiz Gê, Jaguar, Ziraldo e Paulo Caruso. “Cada um se apropriou a seu modo do espírito anárquico de personagens como Geraldão, Dona Marta e Zé do Apocalipse para expressar seu carinho e admiração”, diz o ilustrador Orlando, amigo e organizador da exposição. A mostra fica até 30 de maio na Pizza do Babbo, ponto de encontro em Pinheiros, em São Paulo. Ele conta que conheceu o trabalho de Glauco no final da década de 1970, na página Vira-lata, publicada

A exposição, com 28 desenhos, fica até o final de maio na Pizza do Babbo

no suplemento Folhetim, da Folha de S. Paulo. Enquanto os cartunistas aproveitavam o início da abertura política para espinafrar o que ainda sobrava da ditadura militar com um humor pesado, Glauco surgia leve, cheio de movimento e delicadeza. “Difícil é acreditar que ele tenha virado um pastor”, cutuca o colega Chico Caruso, referindo-se à obra religiosa de Glauco, que além do trabalho na Folha, foi fundador e líder

Desenho de Angeli para Glauco: emoção ao falar da amizade e lembrar das histórias com o cartunista

18 | 29HORAS | de 29 de abril a 29 de maio 2010

da igreja Céu de Maria, do culto religioso Santo Daime. Mas não se engane caríssimo leitor, aí também não havia nada de careta. Polêmico e controverso, o Santo Daime, oriundo da floresta amazônica, usa em seus rituais o chá psicoativo ‘ayahuasca’, utilizado há séculos por curandeiros peruanos em suas cerimônias xamânicas. Afinal, no caso de Glauco, religião só poderia ser mesmo em uma igreja

Fotos tainá azeredo

O principal legado do cartunista Glauco Villas Boas é certamente seu humor singular. Assassinado brutalmente no último mês de março, aos 53 anos, junto com seu filho, Raoni, o desenhista dedicou boa parte de sua vida ao nobre ofício de tirar sarro – das pessoas, do cotidiano e, principalmente, de si mesmo. Para homenagear uma figura tão especial, colegas, amigos e artistas do desenho reuniramse para uma divertida despedida: a exposição Fala, panga!, que apresenta 28 trabalhos de nomes conhecidos como Pelicano


O cartunista Benett lembra Geraldão, principal criação de Glauco

No alto, da esquerda para a direita: Orlando, Laerte e Fernando Gonsales. Acima: Toninho Mendes, Chico Caruso e Mouzar Benedito

psicodélica. O lado místico, aliás, fez com que inspirasse personagens, como o Rhalah Rikota. “Isso foi na época em que o Glauco era

seguidor do guru indiano Rajneesh”, diz Angeli. A expressão ‘panga’ (de pangaré), que dá nome à exposição, é como Glauco

los três amigos Glauco, ao lado de Angeli e Laerte, fez parte de um trio que revolucionou os quadrinhos no Brasil. Os três formaram os personagens de HQ Los 3 Amigos. As divertidas figuras participaram de revistas como a Chiclete com banana e tiveram edições especiais, com tiragens de sucesso, chegando a vender 140 mil exemplares. Um dos responsáveis por este fenômeno editorial é o poeta e editor Antonio (Toninho) Mendes, criador e editor da editora Circo. Discípulo assumido do antológico Pasquim, Toninho conta que foi criado na imprensa alternativa, tendo passado por publicações como Manifesto e Versus. Com o trio, ele lançou revistas que eram consumidas por leitores ávidos pelo humor subversivo e ácido dos amigos. As publicações hoje são feitas pelas editoras Devir e Sampa. “O grande lance da Circo foi ter fomentado uma grande transformação dos três amigos, Angeli, Glauco e Laerte. Eles alcançaram um patamar profissional acima da média”, observa Toninho Mendes, que está trabalhando em um novo projeto, também audacioso. Ao lado do editor, Franco de Rosa, lança em meados deste ano o selo Peixe Grande. O alvo: mergulhar na história das histórias em quadrinhos, da imprensa e da pornografia.

se dirigia aos colegas, sobretudo aos então engravatados repórteres e editores da Folha: “E aí, panga?” “Em seguida, ele desfiava um rosário de piadas e expressões sempre particulares e muito engraçadas”, diz Angeli. Provavelmente, não há pessoa que tenha trabalhado ou convivido com ele que não tenha histórias tendo o Glauco como personagem. Outro que guarda lembranças é Fernando Gonsales, autor de Níquel Náusea. “Ele parecia sempre que havia acabado de chegar de algum ponto diferente do universo”. Gonsales, no entanto, também não escapou do lado pentelho do cartunista. “Às vezes, eu estava lá concentrado fazendo uma

linha reta, e chegava ele dizendo, ‘vai errar, vai errar’, e eu errava mesmo”. O humor de Glauco arrebanhou admiradores por todo país. Caso do chargista, cartunista e músico carioca Aroeira, que o conheceu na Folha, décadas atrás. “Saltava aos olhos aquela maneira de mostrar o movimento, com os vários braços e pernas freneticamente agitados de seus personagens”, conta Aroeira, que além de chargista, atualmente produz uma exposição de caricaturas de músicos da MPB, que também se tornará um livro. –Carlos Minuano Fala, panga! – Caixa Cultural São Paulo – Pça. da Sé, 11, tel. 3321-4400. Até 28/05. De ter. a dom.: das 9h às 21h.

19


hora h

walking distance

Memórias do

Bixiga

o Bixiga mantém as raízes italianas. Sua memória está guardada em um museu de 1981. Reaberto há pouco mais de um mês, acolhe um acervo de 8.000 fotos e 1.500 objetos que contam a história dos imigrantes da região. A gastronomia e a cultura também ganham espaço no aconchego do bairro. Por Letícia Liñeira Cantina Roperto Inaugurada em 1942, a Roperto é tocada pela quarta geração da família, que faz questão de manter as massas artesanais e o tempero à moda antiga, com o melhor da culinária do Sul da Itália. São mais de 20 tipos de massa que podem ser combinados com diferentes molhos, além dos deliciosos antepastos, pão italiano, cabrito e vinhos tintos. A cantina tem música ao vivo todas as noites e nos almoços de sábado. Todos os dias a partir das 11h30. R. Treze de Maio, 634, tel. 3288-2573/3284-2987.

Teatro Ruth Escobar O teatro inaugurado em 1963 leva o nome de uma das atrizes mais notáveis do teatro brasileiro. Abriga três salas de espetáculos, um bar e uma lanchonete. Em cartaz estão as peças Os saltimbancos e Carro de paulista. R. dos Ingleses, 209, tel. 32892358. www.ruthescobar.apetesp.org.br

3 min. 1 min.

10 min.

Casa da Dona Yayá Propriedade de dona Sebastiana de Mello Freire, foi uma das primeiras chácaras do bairro, em 1925. Desde 1972 pertence ao patrimônio da USP, que, depois de restaurar a casa, transformou-a em centro cultural musical. De seg. a sex.: das 10h às 16h, dom.: das 10h às 13h. R. Major Diogo, 353, tel. 3091-3252. www.usp.br/cpc.

20 | 29HORAS | de 29 de abril a 29 de maio 2010

5 min.

Feira de Antiguidade e Arte do Bixiga A tradicional feirinha de antiguidade e arte do bairro acontece desde 1982. Lá é possível garimpar um pouco de tudo: revistas e móveis antigos, LPs, brinquedos, roupas e bijuterias. Domingos: das 10h às 18h. Pça D. Orione – R. 13 de Maio, 972.

fotos divulgação

Museu Memória do Bixiga R. dos Ingleses, 118, tel. 3262-3156.


Tem informação de qualidade no ar. A Revista 29HORAS traz uma série de matérias especiais e uma agenda completa de programação que vai prender de vez a sua atenção. Com circulação exclusiva no Aeroporto de Congonhas, em São Paulo, a revista oferece dicas muito especiais sobre tudo o que acontece de bom na cidade. E o melhor é que você não paga absolutamente nada. A Revista 29HORAS é como o seu voo: você não pode perder.

REVISTA 29HORAS. Quem começa a ler não para mais.

21


comida

delícias da Puglia em SP

Cantina que é sucesso de público e crítica serve especialidades do Sul da Itália desde 2001 Pasquale Nigro nasceu na Itália há 59 anos e vive em São Paulo há mais de cinco décadas. Figura folclórica do bairro paulistano da Vila Madalena, ele é um dos fundadores da escola de samba Pérola Negra e ativo integrante da ala de compositores da agremiação. Quando não está na quadra da escola se encantando com as coisas do Brasil, é ele quem delicia os paulistanos com as especialidades italianas de sua cantina. Mesmo despretensiosa, a trattoria sempre recebe elogios dos principais críticos gastronômicos da cidade e já ganhou vários prêmios da revista Veja São Paulo e do caderno Paladar, do jornal O Estado de S. Paulo. Instalado num amplo sobrado, o restaurante está sempre cheio e seus clientes fiéis não se importam de às vezes serem forçados a fazer fila e esperar sua vez de conseguir um prato de spaghetti com brasciola ou uma generosa porção de antepastos acompanhada

22 | 29HORAS | de 29 de abril a 29 de maio 2010

de uma boa taça de vinho. “Tem muita gente famosa que vem aqui, mas tratamos todo mundo da mesma maneira. Meu avô tinha um dos restaurantes mais antigos de Minervino Murge, onde nasci, na Puglia, e minha mãe anotava todas suas receitas em um livro. Herdei esse livro dela e hoje eu e meus filhos mantemos viva essa tradição familiar”, diz o baixote de riso fácil, que formou-se em Economia e Direito na década de 70 e durante anos trabalhou em um escritório no mercado de seguros. Um dia cansou dessa vida monótona e decidiu transformar seu hobby – a produção de antepastos e embutidos – em seu ganha-pão. Nasceu assim a Antepastos Mediterrâneo, em 2001, numa acanhada casinha na rua Cônego Eugênio Leite, em Pinheiros. O local rapidamente ficou conhecido no bairro e passou a servir massas caseiras. Em pouco tempo teve que mudar

para um imóvel maior, e aí estabeleceu-se na rua Amália de Noronha, pertinho do metrô Sumaré. No atual endereço, Pasquale toca a cozinha e o salão com suas filhas Giulia e Giuliana. Sua mulher, Cleide, cuida das compras e dos pagamentos, e seu filho Giorgio atualmente está estudando Gastronomia e estagiando em cozinhas renomadas na Itália. Suas massas artesanais e seus molhos de tomate ganharam prêmios e figuram entre os melhores da cidade, na opinião de críticos gastronômicos e gourmets. “Tem gente que não acredita, mas não uso tomate in natura, preparo tudo com tomates italianos enlatados. Os molhos são cozidos lentamente e levam de seis a oito horas para ficarem prontos. A diferença entre os meus molhos e o de outros restaurantes é que aqui o ragu de cordeiro não é feito com carne de cordeiro adicionada no final a um molho-base. E o putanesca

ou amatriciana também não são feitos assim. Cada um já ‘nasce’ de uma maneira peculiar, ganha temperos e ingredientes específicos desde o início do preparo de acordo com a sua necessidade e sua finalidade”, explica. Como resultado, cada

casa tem cardápio enxuto

A Cantina Pasquale tem um menu suscinto, com apenas quatro variedades de massas e pouco mais de uma dúzia de tipos de molho. É o cliente quem monta o prato, escolhendo a massa e o molho. Entre os best sellers da casa estão o penne Pérola Negra (massa curta com tomate em cubinhos, pancetta, queijo pecorino, azeitonas pretas e manjericão), os rigatoni spezzatino (envoltos em molho ao sugo com cubos de carne) e o orecchiette 37 (massa em forma de orelhinha com azeite, rúcula, alho e tomatinhos cereja, o predileto do escritor Ignácio de Loyola Brandão, titular da cadeira nº 37 da Academia Paulista de Letras).

fotos Gabriel cappelletti

hora h


O restaurateur Pasquale Nigro em sua cantina e, abaixo, uma porção de antepastos (burrata, caponata e sopressata)

Do Ping Pong, o Grapes & Rúcalku dshflkauhdvkJSdvkzvjbvzvul

Orechiette com molho de tomate é um dos pratos mais pedidos

um tem uma personalidade própria forte, um sabor especial. Os antepastos que fizeram a fama do local continuam sendo elaborados artesanalmente por Pasquale. “Minha

caponata leva berinjela, abobrinha, pimentão, alho poró, azeitonas verdes, passas e mais uma porção de coisa. Não te dou a receita porque isso é algo que aprendi com

meu avô e que prefiro manter só mesmo aqui na família. Além disso, uns ingredientes são fritos, outros são grelhados ou curtidos... é uma complicação”, resume. A tradicional burrata – espécie de mussarela de búfala com consistência quase amanteigada – ele compra de um produtor do sul de Minas. “A burrata é uma especialidade da Puglia e, coincidentemente, esse meu fornecedor é um italiano de Bari, bem perto da minha cidade natal”, orgulha-se. A linguiça apimentada e a sopressata (embutido típico do sul da Itália) são feitos pelo

próprio Pasquale até hoje, só com carne da nuca de porcos da raça Landrasse. “Prefiro usar sempre esse corte porque ele é saboroso e não muito gorduroso”, revela. Uma refeição no Pasquale deixa saudade e um gostinho de quero mais. Por isso, quem vai uma vez costuma voltar. Outra vantagem é que a família tem uma boa carta de vinhos italianos, com preços bem razoáveis. Buon appetito! –K.M.C. Cantina Pasquale – R. Amália de Noronha, 167, tel. 30810333. De seg. a sáb.: das 12h às 24h, sem interrupção. Não abre aos domingos.

23


hora h

comer, beber, viver por georges henri foz

O último dos

réchauds

O restaurante Tatini é hoje o único lugar de São Paulo onde a “arte” da prática do réchaud continua fazendo parte do dia-a-dia

24 | 29HORAS | de 29 de abril a 29 de maio 2010

Por isso o título “O último dos réchauds”: porque assim como a famosa lenda do índio moicano, nosso personagem principal, além de ser um grande guerreiro, também é um sobrevivente. O Tatini é o único lugar de São Paulo onde a “arte” da prática do réchaud continua fazendo parte do dia-a-dia. Como ele mesmo diz: “Em casa sempre gostamos de ficar na cozinha, perto do fogão. O réchaud é um pouco da cozinha ao lado da mesa”. Neste simpático e elegante restaurante da rua Batataes, sob a supervisão e a cordialidade do Mario Tatini (que afirma que quem escolhe sua roupa diariamente é a esposa) são executados, à frente do cliente, pratos de massas, carnes e camarões em charmosas frigideiras de prata. Muitos destes pratos são flambados, o que agrega um charme incrível a um dos melhores momentos do dia.

João Henrique flamba um prato de camarão aos olhos dos clientes

Apesar da idade (82 anos), Mário Tatini está sempre entre a cozinha e o salão, elegante e com o olhar perfeccionista avaliando cada prato e cada réchaud. O serviço da casa pode ser chamado de 5 estrelas com louvor e quem prepara os pratos nos réchauds são os garçons que, para dar conta de tal proeza, são verdadeiros cozinheiros de paletó, no padrão de elegância do dono da casa, que passam 15 ou 20 minutos na frente do cliente fazendo o passo a passo de cada prato. Isto após terem feito uma demonstração das matérias-primas utilizadas na criação. Até como entrada é

possível curtir este show, pedindo o “vôngole no réchaud”. Nos pratos de carne, clássicos como o steak à Diana ou mesmo um strogonoff incrível com direito a uma passada de batata palha no molho no réchaud são boas pedidas. Nos camarões, que chegam descascados e lindos à mesa, são várias as opções. Uma criação famosa e aprovadíssima por mim e por Natale Giramondo (que escreve as matérias de viagem desta revista) é o camarão à Marie Stewart. Como diz o nome, além dos graúdos camarões-rosa, só leva ingredientes britânicos. Molho inglês, mostarda em pó Colman’s, flambado no

fotos Érico Hiller

A coluna desta edição é uma homenagem. Uma homenagem à arte culinária, a uma família e, sobretudo, a um personagem, o Sr. Mário Tatini. Uma história que começou em Santos, em 1954, quando o Sr. Fabrizio Tatini, pai do Mário e avô do também Fabrizio, ex-publicitário, 50 anos, que é o braço direito do pai no restaurante atual há mais de uma década, abriu o tradicional restaurante Don Fabrizio. Logo a casa ficou conhecida e recebeu visitas ilustres, como a do lendário cantor americano Nat King Cole, em 1956, quando este veio fazer um show no teatro Paramount, em São Paulo. Em 1958, o jovem Mário Tatini veio inaugurar o famoso Don Fabrizio na alameda Santos. Vinte e quatro anos depois o Don Fabrizio foi vendido e, em 1983, inaugurava o restaurante Tatini atual.


Ambiente do restaurante durante almoço

divulgação

scotch Black and White... A magia do réchaud é que possibilita ao cliente um melhor reconhecimento dos sabores e dos resultados de suas misturas, isso porque a mesa acompanha

Tatini na capa de seu livro

detalhadamente a preparação, a ordem e as quantidades de cada ingrediente. A experiência é tão completa que dá vontade de ficar falando das sensações que essa mistura de visual e de paladar proporciona. Mas qual é o segredo? Por que os outros restaurantes tradicionais que usavam réchauds abdicaram? Porque a prática requer não anos, mas décadas de treinamento para conseguir formar dois profissionais em um. O cozinheiro e o garçom, numa só pessoa, à altura desta soma de funções em um restaurante de nível. Aquele da foto que nos atendeu na ocasião desta

matéria é o João Henrique, que é o “baby” do time, porque só tem 30 anos de casa (desde 1980). O Mâitre (Jorge) está na casa desde 1968. O simpático José Dias Luna, desde 1966. E por aí vai. Até o manobrista, o “Ximbica”, está na casa desde 1968. Prova que muitos garçons ou cozinheiros, como preferir, são remanescentes do Don Fabrizio da alameda Santos. Até mesmo o couvert é simpático e delicado, composto por salsão temperado, vôngoles, um patê delicioso e o verdadeiro pão italiano. Como não poderia deixar de ser, o barman prepara Martínis e outros drinks

“comme il faut”. Ah! De terça a sexta a casa oferece um menu executivo muito completo. Sou fã da quarta-feira, quando reina o Ossobuco com risoto à milanesa. Só me resta agradecer à família Tatini e, especialmente, ao Sr. Mário Tatini, que muito prazer nos proporciona há tanto tempo e que é a prova viva de que amor e dedicação ao que se gosta é a pura receita da longevidade. Até! georges@29horas.com.br Tatini – R. Batataes, 558, tel. 3885 7601. De ter. a qui.: das 12h às 15h e das 19h às 24h, sex.: das 12h às 15h e das 19h à 1h, sáb.: das 12h às 16h e das 19h à 1h e dom.: das 12h às 17h.

25


hora h

adega por Didú Russo

este é nosso Esqueça os preconceitos e aventure-se no universo de vinhos brasileiros. Você vai se surpreender

26 | 29HORAS | de 29 de abril a 29 de maio 2010

iniciativa privada. Nosso governo infelizmente não implantou, até hoje, um programa de reconversão de vinhedos para as vitiviníferas que produzem os vinhos finos de qualidade. No Brasil, dos 350 milhões de litros produzidos por ano, apenas 40 milhões são de vinhos finos. Todo o resto é de uvas híbridas ou americanas que produzem vinhos de garrafão. E tudo aconteceu de dez, 20 anos para cá, por mérito da iniciativa privada. O Brasil tem hoje mais de mil vinícolas! Mas quero instigá-lo apenas com alguns vinhos que “secondo me” você deveria experimentar, vinhos que vêm num estilo familiar e não os de volume e marca fortes. Experimente sem preconceito, esqueça de onde são e depois me conte. Um exemplo é a Boscato, com um controle tecnológico raro, tocada apenas pela família. Seus vinhos são especiais e, às cegas, surpreendem sempre. Eles acabam de lançar o Anima Vitis, um assemblage de Merlot, Cabernet Sauvignon, Alicante Bouschet, Ancellotta e Refosco, que ficou três anos evoluindo

O rótulo do Minimus Anima foi feito pelo produtor, Marco Daniele

para chegar ao mercado (www.boscato.com.br). Outro caso é Roberto Carlos Dachery, talvez o único vinhateiro de descendência francesa em meio a tantos “oriundi” italianos da Serra Gaúcha, que produz vinhos com estilo bordalês e com madeira bem dosada. Um vinho que prioriza a potência, a madeira e o excesso de fruta madura (www.maisondachery.com). O vinho Villa Bari, de Luiz Alberto Barichello, ex-publicitário da RBS, de Porto Alegre, é maravilhoso. Experimente (www.villabari.com.br). Marco Daniele, fotógrafo de mão cheia, persegue o

vinho puro, sem adições químicas e que reflita o terroir. Ele não tem uma vinícola, mas um “atelier”, chama-se Tormentas e seus vinhos a cada ano são de um jeito, pois o clima e a resposta das videiras também. Em seu site ele fala de “subjetividade do gosto” e alerta que os vinhos não são filtrados ou estabilizados artificialmente, de forma a preservar ao máximo as características naturais. Abra-se, aventure-se e maravilhe-se nesse universo de vinhos brasileiros (www.tormentas.com.br). E aí? Você duvida? Então prove.

divulgação

Não espere o crítico norteamericano Robert Parker pontuar alto algum vinho brasileiro para começar a experimentá-lo e a oferecêlo a seus amigos. Comece já, ofereça principalmente a estrangeiros, que não têm preconceito – você verá a surpresa. E não é só pelos bons espumantes que o brasileiro deveria se orgulhar. Acesse o site www.didu.com.br que lá há uma lista de mais de cem bons exemplos genuinamente nossos. Se você visitar a Serra Gaúcha vai tomar um susto. É um Napa Valley brasileiro. Tudo é moderno, limpo, profissional, com estrutura de enoturismo eficiente. Existe até SPA do Vinho com a assinatura Caudalie. É tudo muito recente e para entender a trajetória é preciso primeiro lembrar que somos muito jovens como país vitivinícola de verdade. Até a década de 90 era raro um produtor de qualidade como o famoso Vinho Velho do Museu da Família Carrau ou o Adega Mediavel de Oscar Guglielmone, vinhos que tinham classe e caráter e que evoluíam muito. Toda transformação do setor, diga-se, foi feita pela


27

bobstore.com.br


hora h

29 horas em...

Nascida em Jaguaquara, no Sul da Bahia, Eliane Trindade, 41 anos, ama viajar pelo Brasil. Mas é em Brasília que costuma fazer preguiçosas pausas para descansar da rotina agitada que leva em São Paulo, onde trabalha na Folha de S. Paulo e alinhava projetos de livros. Autora de As Meninas da esquina - Diários dos sonhos, dores e aventuras de seis adolescentes do Brasil (Ed. Record, 2005), que inspirou o filme Sonhos Roubados, de Sandra Werneck, Eliane está trabalhando agora em um roteiro de cinema e em um livro de ficção. Brasília, para ela, é “o lar, o lugar do coração”. Morou ali dos 8 aos 30 anos. Curtiu a adolescência no espaço livre e arborizado das superquadras e aprendeu com a diversidade cultural da cidade que abriga gente de todo o canto do país

28 | 29HORAS | de 29 de abril a 29 de maio 2010

A jornalista e escritora Eliane Trindade, cujo livro inspirou o filme Sonhos roubados, recém-lançado no circuito nacional, revisita a famosa cidade cinquentona

e do mundo. “Há quem a considere inóspita, mas na verdade é muito agradável e acolhedora”, diz Eliane, que volta e meia pega um voo para rever a mãe, a irmã e os amigos. Aqui, ela revela seus programas favoritos na capital federal. –Chantal Brissac

5h às 11h

“Nos períodos de seca acentuada em que a umidade do ar chega a 13%, nada melhor do que começar o dia se exercitando ou simplesmente relaxando em uma das piscinas naturais da Água Mineral. É como ficou popularmente conhecido o Parque Nacional de Brasília, localizado a apenas dez minutos de carro da Esplanada dos Ministérios. Com 30 mil hectares, a

demoradas: na Catedral, no Congresso Nacional e na praça de onde se avistam o Palácio do Planalto e o Supremo Tribunal Federal. Se sobrar tempo, vale passar ainda no Palácio do

Água Mineral oferece, além das piscinas de águas correntes, duas trilhas para caminhadas. Para quem busca sossego, é melhor ir de segunda a quinta. Nos finais de semana e feriados, o parque costuma lotar.” Pq. Nacional de Brasília – Rodovia BR-040 SMU Via Epia. Tel. (61) 3465-2013. Diariamente, das 8h às 16h

11h às 17h

“Passear de carro pelo cartão-postal que saiu das pranchetas de Oscar Niemeyer e Lúcio Costa é obrigatório. Brasília foi uma cidade planejada para o automóvel. Por isso, a primeira exploração da capital da República deve ser motorizada, passando por seus eixos e asas até chegar à Esplanada dos Ministérios e à Praça dos Três Poderes. O percurso requer, no mínimo, três paradas mais

Christian Knepper / Embratur

Paulo Pampolin

29 horas em brasília

Lago Paranoá


Christian Knepper / Embratur

Catedral Metropolitana de Brasília, localizada na Esplanada dos Ministérios

Trattoria Da Rosario – SHIS QI 17, bloco H, loja 215, Fashion Park, Lago Sul, tel. (61) 3248-1672.

Bier Fass – Pontão do Lago Sul, tel. (61) 3364-4041. Mormaii – tel. (61) 3248-1265. Academia de Tênis – Setor de Clubes Sul, lote 1B, tel. (61) 3316-6161.

17h às 23h

“Para apreciar o incrível céu de Brasília, o Pontão do Lago Sul é uma ótima pedida no final de tarde. Entre os bares com vista para o lago Paranoá, destaco o Bier Fass. Há também o Mormaii, com seus sucos naturais. Dá para passear em volta do pier e curtir uma happy hour relaxante. Depois, vale

23h às 29h

divulgação

Itamaraty, onde acontecem exposições interessantes. Para almoçar, uma sugestão é o Trattoria Da Rosario, um ótimo italiano no Lago Sul, endereço de políticos, lobistas e afins. Destaque para o Gamberi Costa Esmeralda, com camarões gigantes e risoto de limão siciliano.”

divulgação

Sushi do Mormaii

Trattoria Da Rosario

conferir a programação de cinema da Academia de Tênis, um misto de hotel e clube onde funcionam dez salas que oferecem opções fora do circuito comercial. É lá que acontece o Festival Internacional de Cinema uma vez por ano. Ali também é possível ver preciosidades do cinema europeu e asiático.”

“Duas superquadras comerciais da Asa Sul (a 209 e a 210) reúnem boas opções para o fim de noite. Na mesma calçada, encontram-se o sofisticado Zuu a.Z d.Z, restaurante de comida contemporânea com decoração moderna, e o Universal Diner, com ótima comida e igualmente descolado. Ambos são comandados pela premiada chef Mara Alckamin, dona ainda do Quitinete, casa de comidinhas rápidas, na rua em frente, onde é possível saborear bons lanches na madrugada.” Restaurantes de Mara Alckamin – 210 Sul, Asa Sul, tels. (61) 3244-1039 e 3242-0506.

29


das 23h Às 29h por carlos minuano

Viagem

saborosa

antes da balada, a pedida elegante e saudável de um restaurante inspirado no Mediterrâneo

A vida em uma grande metrópole não é mole. Ainda mais se tratando de São Paulo. Num mesmo dia tudo pode acontecer. Seja no clima, no trânsito ou na bolsa de valores, o certo é que tudo é incerto. Não há previsão que dê conta das mudanças súbitas que o cotidiano caótico da cidade nos reserva. Ainda assim, por mais contraditório que pareça, uma hora ou outra, pessoas de todos os cantos do planeta acabam aterrissando por estas bandas. E não são poucas as que gostam, voltam ou que jamais vão embora. Certamente isso deve ter algo a ver com nosso

circuito gastronômico, em boa parte proveniente das mais diferentes culturas. Afinal, há tempos aportam por aqui portugueses, africanos, italianos, japoneses, alemães e tantos outros que nos agraciam com um vasto e eclético cardápio. E o melhor é que novos sabores não param de chegar a esta exótica megalópole. Sorte deste velho repórter, afinal nada melhor para apaziguar um dia espremido entre congestionamentos do que fazer uma investigação gastronômica por saborosas novidades na, não menos deliciosa, noite paulistana.

D’olivino: pratos do mar Mediterrâneo no coração dos Jardins

30 | 29HORAS | de 29 de abril a 29 de maio 2010

Minha descoberta mais recente é o D’olivino Restaurante e Empório, que trouxe o mar Mediterrâneo para o coração dos Jardins, zona oeste de São Paulo. Além de pratos da cozinha mediterrânea clássica – que passeia por países como Itália, Grécia, Espanha, França, Marrocos e Portugal – a casa oferece ainda azeites extravirgens exclusivos e vinhos da melhor qualidade. Apesar do estrangeirismo de sua culinária, o restaurante, inaugurado há sete meses, é comandado por dois jovens bem brasileiros, Diogo Seixas e Miguel Viganô. A cozinha é regida pelo chef André Castro, que tem no currículo passagens pela Itália, Suécia, Brasília, Salvador e Morro de São Paulo. Hoje ele é o responsável pelo cardápio do D’olivino, regado a massas frescas, risotos, pescados e carnes nobres.

Kuzu Kebabi

A proposta é oferecer uma comida refinada e saudável. Pude conferir in loco que isso é verdade. O prato Kuzu Kebab, pequenos paus de canela envoltos por uma saborosa carne de carneiro com molho de iogurte e hortelã (R$ 18), é delicioso. Para quem quer sentir o gostinho de mar, sugiro o Mare e Monti, filé de robalo e frutos do mar grelhados no azeite extravirgem, acompanhados por um risoto de cogumelos frescos (R$ 48). Atenção para um detalhe importante, caro leitor: de terça a quinta-feira a casa fecha suas portas às 24h, mas os donos me garantiram que àqueles que chegarem até às 23h59 podem entrar e embarcar até altas horas em uma boa e saborosa viagem… D’olivino Restaurante & Empório - R. Haddock Lobo, 1159, tel. 3068-9797. De ter. a qui.: das 12h às 15h e das 20 às 24h, sex.: das 12h às 15h e das 20h à 1h, sáb.: das 12h à 1h e dom.: das 12h às 17h. www. dolivinorestaurante.com.br

fotos divulgação

hora h


Roteiros na Europa com Guia Brasileiro Acompanhante Diferenciais: Roteiros planejados para brasileiros com guia brasileiro acompanhante Hotéis cat superior com excelente localização - Aéreo incluído*

Grécia e Turquia

Alemanha, Áustria e Suíça

Atenas e as mais visitadas ilhas da Grécia Atenas, Mykonos, Santorini, Heraklion (Creta), Rhodes 12 dias - A partir de: 5X R$ 1.591,00* ($4,298) Aproveite para visitar a misteriosa Turquia Istambul, Ankara, Capadócia, Konya, Pammukale, Kusadasi, Éfesus, Bursa, Istambul 21 dias - A partir de: 5X R$ 1.975,00* ($5,338) Saídas do Brasil: 15 mai*; 04 set.

Uma viagem de sonhos, pela rota romântica da Alemanha, os Alpes austríacos e a região de lagos e montanhas da Suíça. Frankfurt, Leipzig, Berlim, Dresden, Nuremberg, Wurzburg, Rothenburg, Munique, Salzburg, Berchtesgaden, Konigssee, Neuschwanstein, Garmisch, Vaduz, Lucerna, Lauzane, Genebra, Chamonix, Montreux, Zermatt, Gornergrat, St Moritz, Lugano, Milão 19 dias - A partir de : R$ 2.024* ($ 5,470) Saída do Brasil: 11 set*

Escandinávia e Rússia

Leste Europeu

As capitais escandinavas e fiordes noruegueses, na melhor época do ano: O verão europeu. Copenhagen, Oslo, Laerdal, cruzeiro pelos Fiordes, Gudvangen, Voss, Bergen, Estocolmo 12 dias - A partir de: 5X R$ 1.536,00* ($ 4,150) Aproveite a oportunidade e estenda sua viagem até a Rússia. Helsinque, São Petersburgo, Moscou 18 dias - A partir de: 5X R$ 1.872,00* ($5,060) Saídas do Brasil: 18 jun*; 07 ago; 18 set.

Os encantos de Budapeste, às margens do Danúbio, a vibrante e musical Viena e a beleza de Praga 11 dias - A partir de: 5X R$ 1.214,00* ($3,280) Aproveite para conhecer a Polônia, um país mergulhado em história Varsóvia, Czestochowa, Auschwitz, Cracovia, Budapeste 16 dias - A partir de : 5X R$ 1.720,00 ($4,650) Saídas do Brasil: 22 mai; 24 jul*; 18 set.

Reservas: 11 3236 6555 • reservas@rubiatur.com.br • www.rubiatur.com.br Preços são p. pessoa em acomodação dupla nas saídas sinalizadas (*); reservas sujeitas a disponibilidade nas saídas dos grupos; aéreo cia Ibéria/Lufthansa em classe operador sujeito a disponibilidade embarques em Guarulhos*; valores em reais calculados ao cambio us$ 1.00 = R$ 1,85 e Eu 1,00 = R$ 2,50 em 16 abr 2010 sujeito a variações diárias.

31


hora h

mais que nécessaire

É uma coisa de pele

Cada vez mais turbinada, a indústria cosmética acena com produtos que prometem deixar o rosto de homens e mulheres eternamente jovem

32 | 29HORAS | de 29 de abril a 29 de maio 2010

vezes, deixam sequelas. É quando ocorre um exagero de aplicações de procedimentos, como o botox, ou cirurgias plásticas mal feitas e intervenções da técnica laser erradas. É bom lembrar que, na luta a favor de uma aparência fresh, o menos é mais. Outro lembrete importante: a beleza realmente vem de dentro. Portanto, uma boa alimentação, horas de sono tranquilo, rotina de cuidados diários com o rosto e cremes adequados a cada tipo de pele são essenciais para manter a cútis. O consumo de dois litros de água por dia também é um hábito que deve ser estimulado desde a adolescência. 70% da pele são compostos de água – quando há falta de líquido, a pele passa a absorver do sangue dos outros órgãos a água que ela necessita. “O envelhecimento ocorre

As novidades da cosmética atual incluem cremes que têm...

por formação de radicais livres em todos os órgãos, inclusive na pele. Quando o tecido é danificado, perdemos o tônus muscular e nosso rosto adquire outros traços”, explica a dermatologista ortomolecular Gisele Totaro. Marcia de Luca, exexecutiva de negócios que há alguns anos virou a mesa, abraçou a filosofia indiana e a yoga e fundou o Centro Integrado Yoga Meditação

e Ayurveda (CIYMAM), esclarece que o nosso corpo pode ser comparado a uma orquestra. “Cada músico é um órgão e seria impossível e nada harmônico se cada músico tocasse o seu instrumento em um ritmo individual. Viraria uma bagunça! A yoga atua como maestro dessa orquestra e exerce um papel importante, massageando plexos, orgãos, otimizando o funcionamento dos

fotos istockphotos

Cirurgia plástica, botox, peeling com ácidos fortes, ácido hialurônico, preenchimento, laser, cremes com nanosferas e ativos que agem sobre tecidos e moléculas... São muitos os procedimentos estéticos hoje em dia. Interromper o envelhecimento e resgatar a juventude é o lema. A indústria de cosméticos acena com tecnologias inovadoras que prometem o rejuvenescimento e a melhora da pele até para quem tem mais de 60 anos. Aliados como o Ômega 3 e 6, vitaminas, proteínas e extratos vegetais diminuem a ação dos radicais livres, enquanto ingredientes como “células-tronco extraídas do caule da macieira” prometem o eterno look jovem. Só que, na ânsia de resgatar o que se perdeu, muitos erros são cometidos – erros que, muitas


“Coma uma quantidade de comida que caiba nas palmas das mãos unidas pelas bordas externas. A frugalidade é o segredo da longevidade”. A limpeza da pele diária e o uso de filtro solar são práticas preventivas que

devem ser sempre adotadas. Afinal, o bemestar e a beleza atraem não só mulheres, como homens de todas as idades. Não há mais preconceito e eles também lutam pela juventude eterna. –Vanda Fulaneto

para eles e elas

confira os Lançamentos que combatem a ação do tempo e deixam a pele mais lisa, macia e nutrida Skin Vivo da Biotherm é o primeiro creme anti-idade de ação reversível. Sua fórmula contém puro Plâncton Thermal e Reverserol SV, dois ingredientes naturais que estimulam a atividade celular. R$ 279. SAC: 0800-701-7323.

...proteínas responsáveis pela comunicação celular

sistemas. E é justamente essa harmonia funcional que vai elevar nosso sistema imunológico e gerar saúde perfeita”, explica Marcia. Segundo ela, quando esta fisiologia funciona de forma afinada, a pele também fica mais firme e bonita. “A prática da yoga relaxa o indivíduo, e nada melhor que o relaxamento para nos dar uma injeção de juventude cutânea”. Quanto à alimentação, a especialista lembra que

a medicina ayuvérdica preconiza os alimentos específicos para cada tipo de pele. Quem tem acne, por exemplo, deve evitar comidas picantes, condimentadas, salgadas, gordurosas ou ácidas em excesso. Comer de tudo um pouco, usando o bom senso, e privilegiar os alimentos crus, como verduras, legumes e frutas da estação – de preferência livres de agrotóxicos – é a receita para nutrir bem a pele.

Da Clinique é o Skin Supplies For Men, um hidratante anti-idade que dá à pele tudo o que ela necessita, reparando os sinais do tempo, repondo a hidratação perdida, com alto fator de proteção solar UVA, UVB, que protege contra danos futuros. R$ 199. SAC: 5501-9005. Feito para homens e mulheres, o Açaí Damage-Correcting Moisture, da Khiel’s, contém em sua fórmula ingredientes como o açaí orgânico, o suco de aloe vera e a manteiga de shea, com altos teores de ácidos graxos e vitaminas A e E. R$ 195. SAC: 0800-722-8883. Da Dermage é o Hidratante Facial Masculino Oil Free com FPS 15. O produto contém em sua fórmula o ácido hialurônico, que forma uma película na pele, protegendo-a contra a desisdratação e retendo a umidade natural da cútis. R$ 52. SAC: 0800-0241064. A Vichy lançou recentemente o Neovadiol GF nas versões dia e noite. Indicado para peles maduras, ele melhora a qualidade da pele na menopausa, atenua rugas e recupera a firmeza do rosto. R$ 148,90 (Nuit). SAC: 0800-701-1552.

33


hora livre luiz toledo

A GRAVIDEZ DOS HOMENS fisiologia de um sentimento Eu sempre gostei de mulher. Mas um dia descobri que eu não sabia o que era isso: mulher. Nem isso: gostar. Aconteceu quando eu fiquei grávido. Engravidei,

óbvio, de uma menina. Imagino que não deva ser surpresa para você: homens também engravidam. A gravidez masculina não só existe, como é necessária. Mulheres nascem mães,

homens viram pais. Sem a gravidez eles são apenas dispersores de sementinhas. Como não poderia deixar de ser, a gravidez masculina tem muitas e importantes diferenças da feminina. Para começar, a gravidez do homem é com a criança ao ar livre. Começa no exato momento em que a criança nasce: ao sair da mãe, ela começa a entrar no pai. E a crescer dentro dele, dia-a-dia. Nos primeiros meses, o homem perde a noção de

tempo, deixa de ter a idade que tem e passa a ter a idade de quando ela, a criança, tiver 18, por exemplo. O tempo é o tempo dela. A casa, sua casa, também deixa de ser sua. É como se ganhasse uma placa na porta - “sob nova direção”. Naturalmente essas mudanças espaciais e temporais provocam algumas vertigens, leves enjoos, sintomas típicos do início da gravidez. E desejos estranhos, mas esses os homens sempre têm, grávidos ou não. Então um dia a criança descobre que o pai existe. E sorri (quem diria, a mulher mais linda do mundo é banguela!). Nessa fase você começa a engordar, inflar é melhor. Mais tarde ela diz “papa”... Você liga para sua sogra (para sua sogra!): ela falou papai... Na verdade era “papa”, “papinha”, “comida”, mas você só saberá disso anos mais tarde. Tarde demais. Quando ela começa a andar, você cai de quatro, relinchando, e ela aprende a montar - dois dentes rindo. E é só você se distrair que sua bolsa (e normalmente o bolso também) estoura: ela descobre a vida, o mundo, as viagens. É hora do parto. Mas essa já é outra história. Aproveitando: feliz Dia das Mães! yestoledo@gmail.com

34 | 29HORAS | de 29 de abril a 29 de maio 2010

shutter stock

hora h


Embarque Revista IMPRENSA Agora nas bancas dos aeroportos

Há 22 anos a revista IMPRENSA é o único veículo impresso direcionado a quem gosta e entende de jornalismo e comunicação, focado nos bastidores da imprensa. Com informação de qualidade, bem apurada, opinião e cobertura de todos os fatos que movimentam o mercado da informação brasileira e mundial, seu conteúdo é referência entre jornalistas, empresários, políticos, publicitários, assessores de comunicação e a sociedade civil como um todo. É imprescindível para quem atua no mercado de comunicação e se interessa pelos temas de grande repercussão na mídia. Não perca esse voo para as notícias.

Leia e atualize-se! www.portalimprensa.com.br 35


>capa


cauã veste: malha armani e camiseta branca diesel. produção: amaury borghett

O ator em uma das salas da Cinemateca, em São Paulo

De caso com o cinema

O ator Cauã Reymond estreia este ano quatro longas, vive um ciclista na novela das 8 Passione, que começa no dia 17 de maio, e comemora sua trajetória de sucesso nas telas

por chantal brissac fotos uorapa


>capa

38 | 29HORAS | de 29 de abril a 29 de maio 2010

cauã veste: camiseta branca foch e colete diesel

Nos interiores da Cinemateca, no bairro da Vila Mariana, uma fila de mulheres com celulares em punho espera para fotografar ao lado de Cauã Reymond. Sorrisão aberto, o jeito simples, o ator faz graça e posa abraçado com funcionárias da instituição de todos os escalões e idades, que, como a maior parte das mulheres, não resistem aos encantos do moço. Sim, ele é encantador. E simples. E inteligente. E lindo. Cauã escolheu a Cinemateca (que guarda o maior acervo de filmes da América Latina) para fazer a capa para a 29HORAS por uma única razão: adora cinema e está vivendo uma intensa paixão com a sétima arte. Este ano, estará em quatro longas. Que, somados a mais três que lançou em 2009, contam sete. Em sua jovem e promissora carreira, ele já participou de nove longas e sete novelas globais, além de duas peças de teatro. Considerado a nova promessa do cinema nacional, Cauã ganhou recentemente o prêmio de melhor ator nos festivais de cinema brasileiro de Miami, Toronto e Los Angeles. Um reconhecimento merecido para o jovem que começou na novela Malhação aos 20 anos – depois de ter feito carreira como modelo em Milão, Paris e Nova York – e se jogou com carisma e garra no universo da dramaturgia. “É tudo o que eu sempre quis. Neste tempo todo fui emendando um trabalho com outro, sem tempo de pensar muito nas coisas. Quando surge um bom projeto, você não pode vacilar, tem que atender o chamado. As oportunidades acontecem assim”, observa. Agora na novela Passione, a nova trama das 8 da Globo de Silvio de Abreu, ele continuará a inspirar o público feminino. De capacete, luvas e bermuda de ciclista, Cauã dará corpo e alma a Danilo, um jovem campeão que passa seu tempo entre competições de ciclismo e affairs diversos. Será filho de Stela (Maitê Proença) e neto de Bete (Fernanda Montenegro), dona de uma metalúrgica que produz bicicletas. “Voltar a trabalhar com esses atores incríveis é maravilhoso”, diz. “Na primeira vez que contracenei com a Fernanda fiquei tão nervoso que não conseguia nem abrir a boca”, conta rindo. Para encarnar o ciclista que vai participar de campeonatos, Cauã pedalou quilômetros e ralou bastante na magrela. Para ele, um grande prazer. Às vésperas de virar trintão (que ele completa dia 20 de maio), adora malhar, correr, nadar, surfar e pedalar. Também já gostou bastante de lutar, mas hoje diz que cansou “dessa coisa bélica”. “Lutei desde a adolescência e o jiujítsu foi muito importante para mim, porque me deu disciplina, foco, aguçou minha determinação. Mas desde 2002 não tenho lutado mais”, conta o namorado da atriz Grazi Massafera, que chegou à faixa preta e foi campeão brasileiro e americano da modalidade. O que ele tem curtido mesmo é o mar. Sempre que tem uma brecha, pega sua prancha e vai aproveitar as boas ondas do mar carioca. Ou vai passear com sua Grazi por areias mais desertas, onde serão menos fotografados. Diurno, o casal é pouco visto na noite carioca. Belos representantes da geração saúde, os dois curtem passear com os cachorros, frequentar a academia e caminhar na praia. O meio ambiente também faz parte da pauta de Cauã e Grazi. Cons-

“Na primeira vez que contracenei com a Fernanda montenegro fiquei tão nervoso que não conseguia nem abrir a boca”


No intervalo das gravações da novela Passione, Cauã arranca suspiros em São Paulo

29 horas em sp com cauã Onde o ator costuma ir quando está na cidade

Rúcula – “Sou mais natureba, gosto de comida saudável, por isso adoro o almoço self service desse restaurante. Tem mais de 15 tipos de salada e uns pratos muito coloridos e saborosos.”

Cinco estrelas – “Eu costumo ficar nesse hotel, que é muito elegante, confortável, com uma ótima academia e um serviço atencioso e impecável. Além disso, fica numa região central de São Paulo, ao lado da avenida Paulista.”

Capim Santo – Al. Min. Rocha Azevedo, 471, tel. 3068-8486

L’Hotel Porto Bay São Paulo – Al. Campinas, 266, tel. 2183-0500

Sushi – “É um espaço agradável que serve ótima comida japonesa. À noite, tem um rodízio com sushis, sashimis, frutos do mar, temakis, pratos quentes e sobremesas, tudo à vontade.”

Leitura – “Comprei há pouco tempo a biografia do Louis Armstrong e um livro sobre ciclismo, por causa do meu novo personagem, o Danilo de Passione. É uma livraria que tem sempre novidades e lançamentos interessantes.”

Nakasa – R. da Consolação, 3.147, tel. 3064-0970.

Livraria Cultura – Av. Paulista, 2.073, tel. 3170-4059.

39


>capa

ciente de seu poder de influenciar as massas, o ator costuma dar o exemplo na areia da praia mesmo, catando lixo que não é seu. Mantém uma cisterna para pegar água da chuva na casa onde moram, recicla todo o lixo e é contra o consumismo. “Sou taurino, compro pouco e só o que é bom”, observa. Outra característica do seu signo é a obsessão em fazer bem o seu trabalho. Perfeccionista, estuda muito cada personagem e busca referências em filmes antigos, livros e laboratório – a terapia que faz há anos também ajuda, ele diz – para atingir o ponto certo da interpretação. Decora o texto com bastante antecedência para ficar mais solto e afiado. E gosta da oportunidade de mesclar a um só tempo novelas e filmes, transitando nas duas vertentes e aprendendo em cada uma delas. “Existe um preconceito de que o ator de TV não pode fazer cinema, mas estou conseguindo superar isso, graças a Deus. Fui muitíssimo bem recebido no cinema”. Um dos padrinhos foi o ator Selton Mello, que o indicou para vários trabalhos e já comentou que o rapaz tem talento para brilhar aqui e lá fora. Para viver o DJ Murilo no longa Estamos juntos, Cauã frequentou a noite paulistana e ficou impressionado com o alto consumo de drogas sintéticas: “Nessas baladas, é mais fácil encontrar um ecstasy do que um uísque”. No filme, vive um caso de amor com Juan, interpretado pelo ator argentino Nazareno Casero. Fazer cenas sensuais com um homem não foi problema para ele: “Como sou resolvido sexualmente, isso não me afetou. Foi um trabalho bacana, em que eu trabalhei com a Leandra Leal, na minha opinião uma das melhores atrizes da nova geração, e com um ótimo diretor, que é o Toni Venturi”. Outro filme que estreia este ano com Cauã é Meu país, de André Ristum, produção ítalo-brasileira no qual ele e Rodrigo Santoro são dois irmãos. Em Não se pode viver sem amor, do diretor chileno Jorge Duran, o ator vive um romance caliente com a dançarina Gilda, interpretada pela atriz Fabiula Nascimento. E em Reis e ratos o carioca se transforma em um locutor de rádio dos anos 60, com direito a bigodinho e pinta de latin lover. “Fiz muita fono para viver esse personagem, que é irlandês, e pegar a dicção certa”, conta, lembrando que teve apenas duas semanas para entrar no papel. A produção, capitaneada pelo ator Selton Mello e o diretor Mauro Lima, aconteceu em tempo recorde, 17 dias. “Saí da novela A favorita numa sexta e no dia seguinte já estava no set de filmagem. Não me incomodo com essa correria porque sou um cara muito inquieto, tenho dificuldade em não estar em ação”. Por outro lado, ele observa, fica difícil tirar férias. “Depois dessa novela, quero sumir, descansar, trabalhar com o inconsciente”, confessa. Um desejo é surfar com o pai, que mora em Santa Catarina, e que o acompanha em viagens estradeiras de esporte e aventura. “Gostaria de conhecer a Nova Zelândia”, planeja. Mas o programa mais sonhado é sem dúvida com a doce Grazi, companheira de três anos. O destino, claro, é misterioso. Perseguidos por paparazzi dia e noite, eles querem agora é namorar em paz.

40 | 29HORAS | de 29 de abril a 29 de maio 2010

Cauã dentro da escultura de madeira, localizada no jardim da Cinemateca

“existe um preconceito de que o ator de tv não pode fazer cinema, mas estou conseguindo superar isso, graças a deus. fui muitíssimo bem recebido no cinema” Zaragoza vai todas as tardes ao seu estúdio, onde cria, às vezes, até a madrugada


cauã veste: malha preta ricardo almeida, calça jeans e jaqueta de couro diesel


>cidadania

A cicloativista Renata Falzoni, fundadora do Grupo Night Bikers, ilustra o calendรกrio do Instituto CicloBR


A visão de bicicletas e carros compartilhando as ruas harmoniosamente, como ocorre em San Francisco, Amsterdã e bogotá, não é uma utopia em São Paulo por chantal Brissac fotos Coletivo ciclobr

43


>cidadania “É impressionante o número de soluções

44 | 29HORAS | de 29 de abril a 29 de maio 2010

eles só vão de bike

faça chuva ou faça sol... a certeza é que a magrela não fica parada Hugo Penteado, 44 anos, economista chefe do Asset Managment do Grupo Santander Brasil, sempre se sentia mal quando pilotava seu carro. Até que decidiu comprar uma bike e usá-la na sua rotina. Hoje anda 16 km diários com sua magrela dobrável. Mora perto da avenida Paulista e trabalha na Torre Santander, na Marginal Pinheiros. “O Leandro Valverdes foi meu bike anjo até eu pegar o jeito. Aprendi rotas que evitam avenidas e locais perigosos. Hoje levo 25 minutos para vir de casa ao trabalho, coisa que fazia antes em uma hora”, diz o economista, que tem a sorte de trabalhar em uma empresa simpatizante com a causa ambiental: a torre tem bicicletário e vestiário, que facilitam a vida dos 50 ciclistas que trabalham ali. “No primeiro dia que eu cheguei de bicicleta no trabalho eu chorei”, ele confessa. “Sair do caixão funerário, que é o carro em Sampa, e pedalar, mesmo em meio à poluição, é uma vitória”. Hugo tem motivado amigos, colegas e familiares a abraçar a bike. “É uma atitude inteligente e sensata, que faz bem para a pessoa e ajuda a melhorar a cidade”, diz.

Marina Piedade

Links úteis para quem quer começar: www.ciclobr.com.br, www.vadebike.org, www.umcarroamenos.com.br, umcarroamenos@gmail.com (e-mail para quem precisa do apoio de um bike anjo), www.apocalipsemotorizado.net, www.ciclocidade.org.br, www.bicicletada.org, www.sampabikers.com.br, www.nightbikers.com.br, www.olavobikers.org, www.cicloravena.com.br

André Santos

que uma bicicleta, tão simples, representa: do combate ao sedentarismo à humanização das metrópoles, de seu caráter absolutamente não-poluente à sua exigência mínima de espaço... A bicicleta é certamente o “veículo” mais adequado ao século em que vivemos, e se você ainda não a usa como meio de transporte, esteja certo de que seus filhos e netos irão usar. Basta que deixemos que esta grande invenção da humanidade volte a exercer em nós, adultos, o fascínio que sempre nos despertou quando crianças”. A frase acima é de Leandro Valverdes, 31 anos, jornalista, músico e bike anjo. Nesta terceira – e que ele considera a mais importante – função, Leandro convive com pessoas que não querem mais compactuar com a loucura paulistana que é todo dia acordar, entrar (sozinho, em geral) em uma máquina que pesa toneladas e polui e ficar horas parado no trânsito. Pessoas de profissões e idades variadas já foram escoltadas por ele até ganharem segurança com suas magrelas (leia quadro ao lado). “Como eu, outros cicloativistas fazem isso com prazer, sem cobrar nada. Qualquer pessoa que se sinta insegura para pedalar em SP pode enviar um e-mail para nós e vai ver quantos bikers se oferecerão para ajudar. Toda a solidariedade que falta entre os motoristas tem de sobra entre quem usa bicicleta”, ele lembra. A busca por respeito e consciência no trânsito é uma antiga luta dos ciclistas, que passaram a pedalar nus para chamar a atenção sobre sua fragilidade. A WNBR (World Naked Bike Ride), manifestação que começou em Zaragoza, na Espanha, em 2002, acontece hoje em mais de 200 cidades pelo mundo. No Brasil, a primeira edição expressiva ocorreu em 2008, quando mais de 500 ciclistas se reuniram na esquina da avenida Paulista com a rua da Consolação, para pedir uma convivência mais humana. “Obsceno é o nosso trânsito, não é pedalar pelado”, diz André Pasqualini, um dos fundadores do Instituto CicloBR, que visa a “mobilidade sustentável”. Há alguns meses, André e parceiros tiveram a ideia de fazer um calendário em prol do movimento. Ficou decidido que as pessoas seriam fotografadas nuas, o

Hugo Penteado, economista do Santander

que motivou 20 voluntários a posarem gratuitamente pela causa. Ciclistas conhecidos, como a jornalista Renata Falzoni, a ex-jogadora de vôlei Ida e a exsubprefeita Soninha Francine, tiraram a roupa para fotógrafos do grupo. Candidata ao governo de São Paulo pelo PPS, Soninha diz que topou posar nua porque acredita na bicicleta como meio de transporte, em conjunto com todo o sistema viário. “Ela precisa estar integrada ao sistema, ao metrô, à cida-

O bike anjo Leandro Valverdes em ação

de, para que seu uso seja estimulado e facilitado. Sorocaba fez um ótimo programa de uso da bicicleta e, no Peru, boa parte do transporte escolar é feita por comboios de crianças e jovens pedalando, acompanhados por alguns adultos. Ao facilitar o fluxo do ciclista, do pedestre e o uso do transporte público, os carros e a violência nas ruas diminuem, o trânsito fica mais humanizado”, explica Soninha, que diz pedalar duas vezes por semana.


Dono de uma bicicleta dobrável, que ele usa diariamente em São Paulo, Paulo Teixeira é ciclista por paixão e convicção

Ela conta que a adesão ao movimento a fez perceber que usar a bicicleta como meio de locomoção “não é coisa de atleta”. “Qualquer um pode usar, não é preciso ser esportista de alta performance para pedalar”. O engenheiro Olavo Pacheco Silveira, de 70 anos, que o diga. Ele tem um ótimo preparo físico e pedala há 20 anos, mas não é atleta profissional. É o líder da Olavo Bikers, grupo que reúne aos domingos 250 ciclistas à frente da

45


>cidadania

Soninha Francine tirou a roupa pela primeira vez para defender a causa do ciclismo

46 | 29HORAS | de 29 de abril a 29 de maio 2010


FNAC, em Pinheiros. Depois dos passeios, que acontecem sempre às 9h30 da manhã, os ciclistas vão almoçar e “fazer a hidratação com cerveja”, como bem define o simpático Olavo. A turma pedala de 35 a 45 km nesses passeios dominicais – e o dinheiro arrecadado com a venda de camisetas, uniforme do grupo, vai integralmente para o Lar dos Idosos Madre Teodora. “Novos ciclistas são sempre bem-vindos”, avisa. Como a turma do Olavo, cada vez mais grupos têm se formado em torno da bicicleta. Seja como meio de transporte, lazer ou modalidade esportiva, ela vem ganhando espaço. Recentemente, a Globo resolveu criar a Copa Brasil de Ciclismo, que será disputada em várias etapas, só para servir de locação para cenas da novela Passione, trama que tem Cauã Reymond (confira a matéria na pág. 36) como ciclista profissional. “A bicicleta faz parte do pacote de soluções das grandes cidades. E, sem nenhum pingo de futurologia, todos sabemos que São Paulo vai parar, é uma questão matemática, basta considerar esse número de mil carros emplacados todos os dias”, lembra Leandro Valverdes.

Ações recentes como a ciclofaixa – que interliga os parques do Ibirapuera, das Bicicletas e do Povo, e tem patrocínio do Bradesco – e a recém-inaugurada ciclovia da Marginal Pinheiros são importantes porque lançam luz sobre a bicicleta e, especialmente, sobre os bikers – que sempre foram “invisíveis”. Elas funcionam para o lazer e têm levado muita gente a perceber melhor a cidade. Pedalar pode abrir diversas janelas de observação. A luz solar que incide nas árvores, a visão de detalhes do bairro, a interação amigável com ciclistas – tudo isso desperta um novo sentido no pedalante, de respeito ao espaço coletivo. A ciclovia da Marginal Pinheiros pode ser mais um elemento de contribuição para aguçar este sentido. Em um primeiro olhar, o cenário às margens do rio Pinheiros é futurista e lindo. Mas o cheiro das suas maltratadas águas é insuportável. Esta proximidade é incômoda, mas é também educativa – e pode levar a uma mudança de atitude. De quem lembra que, afinal, esse rio fétido é nosso, e do mesmo jeito que temos que zelar por ele, não jogando objetos nas ruas e reciclando o lixo, precisamos cobrar ações do poder público.

para sair pedalando Dicas dos ciclistas para sair às ruas com segurança • Evite as vias de fluxo intenso e alta velocidade. O melhor caminho quase nunca é o que você faria de carro ou de ônibus. • Pare nos sinais, siga o que manda a sinalização e a lei, não trafegue pela contramão. Em suma: utilize a bicicleta como um veículo e seja cordial e educado. • Mantenha sempre os refletores da bicicleta limpos e bem posicionados. Use farol e lanterna e roupas claras e chamativas. Fique bem visível no trânsito. • Pedale à direita da via, mantendo pelo menos um metro de distância

dos obstáculos à sua direita. Mantenha sempre a linha mais reta possível. Não se esconda entre veículos estacionados e evite ziguezague e movimentos bruscos. • Não pedale com fones de ouvido, fique atento única e exclusivamente para o trânsito. • Use capacete com múltiplos ajustes, que fique bem preso à cabeça e sem folgas. • Óculos de lentes transparentes, que também podem ser usados à noite, protegem da poluição, da poeira e dos detritos no asfalto. Fontes: Leandro Valverdes e Willian Cruz, www.umcarroamenos.com.br e www.vadebike.org.

47


>viagem

cruzeiro mico ou maravilha?

caribe! um destino que, nos sonhos do

viajante, sempre se visita de navio – mas a real pode não corresponder... não desanime: é fácil evitar que as férias de sua vida virem pesadelo texto e fotos natale giramondo


O Star Princess atracado em Saint Maarten: esvaziado, à luz e às águas do Caribe, um transatlântico se vê como uma ilha exuberante de paz e tranquilidade. Mas não fica nisso...


>viagem

Viajar ao Caribe em um dos 20 ou 30 navios das companhias Princess, Royal Caribbean ou da Norwegian, era a nossa missão deste mês. Missão? Sim, porque para alguém que se chama Natale Giramondo, acostumado a vagar livre e solto pelas ruas de Polignano a Mare, enlevado pela brisa que sopra do Adriático nessa região da costa sudeste da Itália, a ideia de ficar enclausurado por uma semana – ainda que em uma suposta ilha de conforto e delícias – é motivo de apreensão. Foi um sentimento passageiro, para meu grande alívio. De fato, buscar prazeres de viagem em um navio com capacidade para 2.800 passageiros e uma tripulação de 1.600 pessoas pode parecer um desafio. Uma vez encontrados, porém, notamos que existem em abundância. Então vamos lá. Nossa viagem começou no porto de Fort Lauderdale, no estado americano da Flórida – mas esse início pode ser incrementado com a antecipação de alguma baguncinha extra. Chegue em Miami dois dias antes do embarque e vá se adaptando. Procure se acomodar muito bem em algum dos novos e ótimos hotéis de design que encontramos, com excelentes preços, em downtown Miami – o Viceroy, o Epic ou o Mandarim. Faça umas comprinhas e se abasteça para a semana que você passará embarcado. Se possível, pegue também uma das atrações esportivas que estiverem rolando neste período. Pode ser um jogo de basquete do Miami Heat, ou um de futebol americano, com o Dolphins. Nós tiramos a sorte grande e vimos uma semifinal do Master 1000 de tênis, na paradisíaca Key Biscayne, entre o espanhol Rafael Nadal e o americano Andy Roddick – vencido por Roddick, para delírio da torcida. Já adaptado, siga tranquilo para o embarque. Os destinos a visitar, aqui, são as ilhas Bahamas, Saint Maarten, Saint Thomas e Grand Turk. Para minimizar o risco de enjôo, opte por usar um par das famosas – nos navios – pulseiras elásticas com bolinha de plástico no centro; dizem que a pressão que a bolinha exerce sobre um ponto determinado no pulso inibe o enjoo.

adapte-se em miami antes de partir e acalme a ansiedade que a ideia de uma semana de clausura pode provocar

A viagem de Natale Giramondo foi integralmente proporcionada por 29HORAS. A reportagem não tem compromisso ou obrigação com quaisquer das pessoas, empresas ou organizações nela citadas.

50 | 29HORAS | de 29 de abril a 29 de maio 2010

No alto, Nadal saca na partida que perdeu para Roddick: é bom fazer uma adaptação em Miami antes do embarque. Acima, pit stop no Wine bar, um grande programa a bordo


Acima, hora de ficar muito esperto: o desembarque de milhares de pessoas – e de mais de um navio. Procure operar no contra-fluxo. Ao lado, cinema a bordo – um programa perfeito à noite. À esquerda, abaixo, o spa sem muvuca – um dos extras que fazem a diferença. Abaixo, cascata de champanhe, gravatas, longos... fuja desse e de outros micos formais

51


>viagem Fachadas de uma cidade-fachada: tudo se conserva do bom e velho estilo mesmo sob a pressão do irrefreável e tremendo crescimento

Acima e à esquerda, o resort exclusivo de Princess Cays e seu comércio exótico de lindas roupas coloridas. Na pág. oposta, acima, praia de Orient Beach, em Saint Martin – dá pra ficar horas... Abaixo, centrinho de Saint Maarten, lado holandês. Tudo lindo e divertido

Elas podem ser compradas no navio – e funcionam. Você já terá optado, obrigatoriamente, por uma cabine com varanda, se possível suíte ou mini-suite. Os custos são viáveis, de aproximadamente US$ 1500 por pessoa. A partida é emocionante. Imaginem flutuar numa base de aproximadamente 21.000 m2, que se desgarra de um porto atlântico rumo ao Caribe durante um por do sol maravilhoso, observando Miami e Fort Lauderdale de um ponto estratégico que se desloca entre outras seis mega embarcações. É espetacular. Independentemente da opção de roteiros de ilhas, os cruzeiros rumo ao Caribe obedecem sempre a um cronograma que cumpre três ou quatro dias atracados nas ilhas e mais dois ou ou três de navegação. À noite, a regra é sempre navegar. Antes de tudo, avalie todas as opções que seu navio oferece. São inúmeras: opte pelas de maior exclusividade. Você aproveitará mais do tempo embarcado e tornará mais agradável e prazeroso o tempo que passar nas ilhas visitadas. Em terra, opte sempre pelo contra-fluxo – mesmo para os mergulhos, que têm uma agenda maluca.

52 | 29HORAS | de 29 de abril a 29 de maio 2010


avalie antecipadamente todas as opções que seu navio oferece. opte pelas de maior exclusividade Ainda sobre as dicas do navio, antes de passarmos a falar somente das paradisíacas ilhas: 1) Se você optar por não jantar todos os dias no mesmo restaurante, em horário pré-determinado, evite, como alternativa, os restaurantes do anytime dining – pelo menos à noite. Jante nos restaurantes franceses e italianos, de cozinha contemporânea, que só trabalham com reserva de horário. São excelentes e custam apenas US$ 20 por pessoa. 2) Utilize o fitness e os spas. São muito bem equipados e com pouquíssima muvuca. 3) Faça pit stops no wine bar ou nos bares com música ao vivo durante a happy hour. Programaço. 4) Curta as sessões noturnas de cinema ao ar livre, com direito a cobertor, pipoca e cookies. Demais. 5) Fique sempre atento ao desembarcar nas ilhas. São três mil pessoas descendo quase simultanemente, no mínimo – isso se não houver outro navio atracando... 6) Fuja dos micos formais. Esqueça a gravata, o jantar com o comandante, a cascata de champanhe, as fotos... São as chatices da rodada. 7) Sol na piscina; todo cuidado é pouco. Não só com a pele

53


>viagem

mas com a multidão. Tente se isolar em áreas alternativas. Dadas as dicas básicas do navio, passemos à primeira ilha visitada: a ilha de Eleuthera, nas Bahamas, onde fica o resort exclusivo de Princess Cays. A ilha é linda, mas não tem pontos de atracação: o desembarque, muito complexo, é feito em botes. Não esqueça de baixar usando as sapatilhas de mergulho, apropriadas para uso no mar e na terra. Elas serão imprescindíveis em todas as visitas às ilhas. Para além de curtir o visual, dedique alguma atenção nesse pequeno povoado ao comércio de vestidos exóticos, lindos e coloridos. No terceiro dia navegamos e fomos brindados com grupos de golfinhos e baleias pulando ao lado do navio. O espetáculo já valeria o passeio. No quarto dia chegamos à famosa ilha de dois lados, Saint Maarten (do lado holandês), ou Saint Martin (do lado francês), onde já atuam várias operadoras de turismo no Brasil. A ilha tem uma característica política peculiar: é o menor espaço do mundo a abrigar dois países, que vivem em perfeita harmonia. O desembarque é feito no lado holandês, mas o charme está no lado francês. Pegue um táxi na saída do porto e rume para Marigot, onde estão as praias francesas. A praia de Orient Beach é linda, com uma galera jovem fazendo esportes radicais. Dá para ficar horas... Saint Martin também tem um centrinho de lojas que lembra muito algumas pequenas cidades da Riviera francesa. Para

Acima, as faixas de mar em diversos tons de azul que antecedem a chegada a Grand Turk; ao lado, partida em catamarã para um inesquecível mergulho entre tartarugas, na ilha de Saint Thomas

54 | 29HORAS | de 29 de abril a 29 de maio 2010


Obrigatório: alugar um barco e mergulhar entre corais. praia e daiquiri completam o sonho de aposentadoria os nossos passageiros de Congonhas que preferirem mais exclusividade, é bom lembrar que Saint Martin é a ponte de travessia para a ilha de Saint Barthélemy, ou, abreviadamente, Saint Barth, o grande pico da beleza e da privacidade. Voltamos ao final do dia para o navio, e rumamos à terceira ilha do roteiro: Saint Thomas, nas Ilhas Virgens americanas, a ilha que foi o paraíso dos piratas no século 18, e onde Barba Negra e Francis Drake repartiam suas pilhagens. Como todas as ilhas caribenhas, Saint Thomas tem um visual deslumbrante: águas claras, muito verde e muita luz. Seu diferencial maravilhoso é o de oferecer a possibilidade de um inesquecível mergulho com as tartarugas. Alugamos um catamarã com um grupo de pessoas e seguimos a Buck Island, uma ilhota vizinha, onde se encontra o segundo farol mais antigo do Caribe (o primeiro está em Porto Rico). Usando apenas snorkel e máscara, podemos ver inúmeras tartarugas em “voo” por seu habitat de águas transparentes. Se conseguir algum tempo, siga até Saint John e caminhe sob seus flamboyants acompanhado pelo doce sabor do mar ao seu lado. É outro ponto forte desta parada, e um passeio recomendado pelo nosso querido amigo Pedro Cunico.

Voltamos no final do dia ao navio extasiados, exaustos de tanta diversão, e zarpamos entre brindes de vinhos californianos acompanhados de foie gras para a ilha que fechava o roteiro: Grand Turk, capital das ilhas Turcas e Caicos, que coroou a viagem com um grand finale. Faixas de mar com diversos tons de azul antecedem a chegada à ilha. O contraste das areias branquíssimas com o verde local e as tonalidades de turquesa fazem desta ilha um paraíso incomparável no Caribe. Além disso, Grand Turk abriga ainda um comércio intenso de pedras e diamantes, sem contar um mega duty free. Alugar um barco para mergulhar e ver as diversas espécies de corais é obrigatório. Aproveite também para relaxar em uma das praias e tomar um delicioso daiquiri. É o sonho de aposentadoria de qualquer amante do mar e do sol. Encerramos a viagem com um belo dia de navegação de volta a Fort Lauderdale; daí em táxi ao aeroporto de Miami, e retornamos ao Brasil. Fiquem atentos: cada uma das ilhas visitadas pode ser o destino exclusivo de uma semana de passeio, indo por Miami, e sem necessariamente pegar um navio. Todas valem a pena. Bons sonhos!

55


>especial dia das m達es

O anel Mergulho, feito em prata 925

56 | 29HORAS | de 29 de abril a 29 de maio 2010


O designer carioca Antonio Bernardo, com uma de suas premiadas criações, o anel Puzzle, ganhador do Red Dot Award

As mães adoram as joias de Antonio Bernardo, e Antonio

O brinco Envolvente, elaborado em ouro 18K

por kike martins da costa

Bernardo adora o Dia das Mães. Segundo o premiado designer, esta é uma das épocas em que o movimento em suas lojas cresce substancialmente. “Todo ano, temos dois grandes momentos: o fim do ano, por conta do Natal, e os meses de maio e junho – quando são festejados aqui no Brasil o Dia das Mães e o Dia dos Namorados”, afirma o joalheiro carioca, conhecido por suas peças de design clean, moderno e marcante. Por conta desse calendário, é em abril e novembro que os mostruários das 17 lojas de sua grife no Brasil e nas 36 jewell galleries que o representam em 11 países recebem novos anéis, brincos, colares, pingentes, broches, pulseiras e gargantilhas. “Prefiro não dizer que são novas coleções de joias, pois as novas peças são sempre uma evolução das anteriores. É um processo, não é uma linha independente, que surgiu para substituir outra que se esgotou”, explica. Suas criações são inspiradas por sentimentos, emoções e elementos como os movimentos do mar, as formas da natureza, a cultura de povos ancestrais, a surpresa, a prosperidade, o humor e o amor. Não por acaso, filhos e filhas adoram presentear suas mães com peças que carregam bonitos significados como esses. Um dos hits nessa intensa relação filial é o pingente Amor de mãe, composto por dezenas de minipalavras “mãe” forjadas em ouro branco ou amarelo e “bagunçadamente” agrupadas de maneira a formar uma figura no formato de coração. Dos novos lançamentos, o que promete fazer muito sucesso nesta efeméride é o anel Endless, que transmite uma

Joias como as criações do designer carioca Antonio Bernardo são objetos de desejo das mães e carregam preciosos significados 57


>especial dia das mães

noção de perpetuação, de algo que se reinicia quando pensamos que iria acabar. Outros sérios candidatos a best-seller são os brincos Envolvente e Strecht - criações muito femininas e delicadas - e o anel Ângulo, que tem um brilhante engenhosamente encaixado no corpo da peça. Na safra 2010, os preços variam de R$ 1.550 a R$ 19.850. As criações cravejadas de diamantes ficam fora dessa faixa. “Em tudo que faço, procuro embutir um sentido. O nome de cada peça, em geral, já diz qual é o sentimento que me inspirou, qual é a ideia que eu quero que ela transmita”, diz Antonio Bernardo, que é carioca da ponta do pé à última mecha de sua cabeleira grisalha. Nascido no Rio em 1947, ele cresceu vendo seu pai, Rudolf Herrmann, vender peças e ferramentas para relojoeiros, ourives e joalheiros na loja Cronômetro Federal, no Centro da cidade, pertinho da tradicional Confeitaria Colombo. Na adolescência, foi estudar na Suíça e visitar fábricas de ponteiros e caixas para relógios, para dar continuidade aos negócios da família. De volta ao Brasil, mergulhou no universo do design de joias. Desenhava as peças e acompanhava a produção delas em oficinas terceirizadas, onde teve contato com grandes artesãos. Anos depois, montou seu ateliê, no Jardim Botânico, abriu suas primeiras lojas e chegou ao merecido sucesso nos últimos anos. O desenho limpo de suas criações se assemelha às linhas de Oscar Niemeyer, de Thiago Bernardes, Sergio. Rodrigues e Miguel Pinto Guimarães. “Eles têm grande influência no meu trabalho, ajudaram a formar o meu modo de olhar as coisas, assim como artistas estrangeiros como Henry Moore e Salvador Dali, que a propósito foi um grande designer de joias, sabia?”. Mesmo os anéis e brincos mais caros e cheios de pedrarias de Antonio Bernardo têm um despojamento que parece ter tudo a ver com o relaxado e criativo estilo de vida dos cariocas. Outras joias substituem as valiosas pedras por divertidos jogos óticos resultantes do uso de metais com diferentes cores e texturas. Seu anel Puzzle, que tem oito peças que se encaixam como em um genial quebra-cabeça tridimensional, acaba de lhe render seu segundo Red Dot Award, um dos principais prêmios do design internacional. Quem visita a concept store do designer em Ipanema já tem uma prévia do que vem por aí. Seus projetos para os próximos anos incluem peças que fazem referência à Olimpíada do Rio em 2016 e à Copa do Mundo de 2014, e seus trabalhos mais pessoais caminham em uma direção radicalmente oposta: a produção de objetos bem maiores, experimentos com as formas orgânicas de uma cadeia de DNA ou de um animal artrópode - como as lagostas e as lacraias. São lindas peças para adornar um canto da sala, um espaço no jardim ou mesmo o topo de um móvel. Ele se recusa a chamá-las de esculturas, mas o fato é que essas obras são verdadeiras joias para a casa, feitas em cobre, aço e outros metais. Atacando nessa outra frente, aí ele certamente vai conquistar de uma vez por todas o coração das mães. Danado esse Antonio Bernardo!

58 | 29HORAS | de 29 de abril a 29 de maio 2010

O anel Puzzle, com peças em ouro branco, ouro amarelo e ouro vermelho

Os brincos Dueto, em pérola freshwater de 8 mm e ouro 18k

O anel Ângulo, com corpo em ouro 18k e um brilhante encaixado


59


>especial dia das mães

Versões modernas de equipamentos que já receberam o estigma de símbolos da opressão machista hoje povoam os sonhos femininos Muitas mulheres que viveram a agitação do movimento feminista dos anos 60 odeiam ser presenteadas no Dia das Mães com eletrodomésticos e utensílios para o lar. Para elas, isso denota um certo ranço machista, que as reduz a um ser que se ocupa unicamente dos afazeres da casa. No entanto, as mais modernas, resolvidas, esclarecidas e liberadas, mães pós-feministas que já não queimam sutiãs e querem mais é aproveitar as maravilhas da vida moderna, podem até tentar disfarçar, mas adoram ganhar nessa data um eletrodoméstico de luxo dotado de dispositivos que incorporam a mais alta tecnologia e designs diferenciados. Versões modernas de equipamentos que já receberam o estigma de símbolos da opressão masculina, como os escravizantes fogões, as outrora lúgubres geladeiras e as prosaicas batedeiras hoje ganharam status de verdadeiras joias para a casa. Não têm mais aquela conotação de meras utilidades domésticas e adquirem o papel de cobiçados objetos de de-

Batedeira Viking na cor grafite, R$ 3.007

60 | 29HORAS | de 29 de abril a 29 de maio 2010

Talheres desenhados por Arne Jacobsen para a Scandinavia Designs, R$ 1.199, jogo com 12 peças


Um desafio para quem tem paladar encorpado:

Alguem se habilita?

Re

serv Espec a ial

Depois de degustar um Dry-Aged Dinho’s, o seu paladar nunca mais será o mesmo. Última novidade do restaurante Dinho’s, o sabor único do Dry-Aged desafia os gourmets mais exigentes. Para os amantes da alta gastronomia, a sugestão de harmonização perfeita com o Dry-Aged é a linha ARRIERO RESERVA da vinícola

Sabor : Enco rpado Macie z: Ma turaçã o Extr Safra ema : 2010 Consu mir: A

gora!

Argentina HACIENDA DEL PLATA, importada com exclusividade pela Vinea no Brasil. Venha surpreender o seu paladar no Dinho’s.

Reservas: 3016-5333

Acesse: Al. Santos, 45 - Paraíso

www.dinhosespecial.com.br

61


>especial dia das mães

Máquina italiana de fazer macarrão Atlas 150, da M. Dragonetti, R$ 319

Lava e Seca Steam da LG, R$ 5.999

Jarra de prata da designer Elsa Peretti para a Tiffany & Co., R$ 23.645

Cumbuca com estampa feita por Tania Bulhões e pintada na França

coração, artigos que tornam a vida mais fácil e ainda proporcionam momentos de prazer. É cada vez mais improvável que uma mamãe esboce uma expressão de desapontamento ao ser surpreendida com uma lava-louças que emite íons de prata que eliminam bactérias de pratos e talheres, um forno de micro-ondas com dispositivo de cozimento a vapor ou um liquidificador cromado que funciona em nove velocidades e tem copo de policarbonato que resiste a quedas e pancadas. Artigos como esses são objetos de desejo que povoam os inconfessáveis sonhos de psicólogas, estilistas, médicas, arquitetas e outras profissionais liberais e são exibidos com destaque nas vitrines de show rooms instalados em elegantes casarões da alameda Gabriel Monteiro da Silva ou nas lojas de alguns dos shoppings mais exclusivos de São Paulo. Exemplos disso são os liquidificadores, batedeiras, fogões e geladeiras da Viking. Os “brinquedinhos” da marca são usados por chefs de cozinha famosos e artistas de Hollywood, são venerados pelos gourmets de fim de semana e são peças cobiçadas por donas de casa que apreciam seu design retrô, sua alta tecnologia e sua robustez.

Na KitchenAid, a atração são os eletroportáteis (como os liquidificadores) e os eletrodomésticos de embutir (como compactadores de lixo e lava-louças), além de uma variada linha de utensílios de cozinha e tigelas. Para cativar a mulherada, a Nespresso adotou uma estratégia que é considerada um “golpe baixo” por maridos, noivos, namorados e filhos: além de desenvolver cafeteiras com um design atraente e uma operação ultraprática e eficaz, adotou o galã George Clooney como garoto-propaganda de suas máquinas de preparar espressos, capuccinos e machiattos. As mais simples custam cerca de R$ 600, e as mais sofisticadas chegam a R$ 1.900. Grandes marcas também apostam em produtos para o público AAA. Na coreana LG, os produtos da “linha branca” adquirem cores vibrantes e design impactante. Lavadoras de roupa têm pintura vermelha, adesivos com estampa floral e sistema que elimina odores, bactérias, ácaros, manchas e vincos, enquanto os aspiradores de pó parecem ter saído diretamente de um filme da saga “Star Wars”. Na linha Gourmand da Brastemp, cooktops de indução de calor, forninhos que unem a rapidez do micro-ondas e

62 | 29HORAS | de 29 de abril a 29 de maio 2010


ROTEIRO DE LOJAS

onde encontrar as engenhocas dos sonhos maternos Viking – Há três anos no Brasil, a Viking, marca líder no mercado de eletrodomésticos de luxo nos Estados Unidos, está presente nas cozinhas de Madonna, Jack Nicholson e Barack Obama, na ala residencial da Casa Branca. Começou fabricando apenas fogões. Hoje, a marca produz e comercializa também geladeiras, coifas, climatizadores de vinho, lavalouças, facas, panelas, batedeiras e torradeiras. Al. Gabriel Monteiro da Silva, 1.847, tel. 3064-0011. www.vikingrange.com.br

Forno de microondas e a vapor da Brastemp, R$ 1.999

Scandinavia Designs – O design da Suécia, da Dinamarca e da Finlândia conquistou o mundo com suas linhas e traços limpos. Esta loja é um paraíso para os fãs das criações de designers como Arne Jacobsen, Erik Magnussen e Piet Hein, que têm algumas de suas obras mais famosas expostas em museus como o MoMA de Nova York. Elegantes faqueiros, lindas jarras, luminárias e aparelhos de jantar de porcelana da Royal Copenhagen são o destaque. R. Barão de Capanema, 559, tel. 3081-5158. www.scandinavia-designs.com.br

M. Dragonetti – Oferece há 45 anos utilidades para a copa e a cozinha. Entre os milhares de produtos, a dica é a máquina italiana manual para fazer macarrão, que permite o preparo de inúmeros tipos de massa, da lasanha aos cabelos-de-anjo. Há também máquinas de café espresso, woks, caçarolas, maçaricos para creme brulé, raladores elétricos de queijo. Av. Santo Amaro, 898, tel. 3846-8782. www.dragonetti.com.br

Liquidificador da KitchenAid, R$ 690

a delicadeza do cozimento a vapor e os minirrefrigeradores com aparência vintage e motores ecológicos e de alta performance são alguns dos destaques. Ficam tão bem nas salas como nas copas e cozinhas. As geladeiras de porta dupla (tipo side by side) da Samsung não são apenas “armários térmicos” que unem refrigerador e freezer. Com exterior espelhado, funcionam como home bar, adega, dispensers de gelo e de água, além de deixarem qualquer ambiente mais bonito, com suas linhas clean. Outras marcas que estão entre as best sellers do segmento são a Cuisinart (com uma ampla linha de eletroportáteis, como torradeiras e espremedores de frutas) e a Bugatti, famosa por suas cafeteiras e torradeiras hi-tech inspiradas no visual de suas motos. E por fim, para deixar mamães, papais e todo o resto da família feliz em ano de Copa do Mundo, existe ainda a velha e boa opção de uma TV tamanho gigante. A novidade desta temporada são os modelos capazes de exibir imagens em 3D, lançados este mês pela Sony e pela Samsung. Mas tudo tem seu custo: uma extravagância como esta não sai por menos de R$ 7.000!

Tiffany & Co. – A tradicional joalheria de Nova York tem uma linha de produtos para a casa, além de anéis, colares, pulseiras, broches e gargantilhas. Há caixas em madrepérola e prata, travessas e tigelas de cristal, porta-retratos de prata, castiçais, jarras, bandejas, champanheiras e pegadores de gelo. Os preços não são de outro planeta: as peças mais caras chegam a custar mais de R$ 12.000, mas há também lindos artigos que podem ser comprados por “apenas” R$ 300. Av. Magalhães de Castro, 12.000 (Shopping Cidade Jardim), tel. 3552-5200.

Tania Bulhões Home – Produz e comercializa artigos de decoração exclusivos. Há móveis, espelhos, luminárias e uma extensa linha de tableware. As louças e porcelanas são produzidas na França com estampas e desenhos criados aqui no Brasil; os copos, faqueiros e guardanapos também são desenvolvidos pela equipe da loja e produzidos por fornecedores selecionados, do interior do Brasil e do exterior. R.Colômbia, 270, tel. 3087-0099. www.taniabulhoeshome.com.br

KitchenAid – Desde o ano passado, São Paulo tem uma concept store da KitchenAid, marca norte-americana de eletrodomésticos de alta performance e utilidades para a cozinha que unem versatilidade e design. Há uma boa oferta de coifas, cooktops, batedeiras, mixers, liquidificadores, fornos, refrigeradores, torradeiras e muito mais. A loja também sedia aulas de gastronomia ministradas por grandes chefs. Os produtos ficam expostos como se estivessem em uma joalheria, com vitrines cuidadosamente montadas e displays elegantes. Al. Gabriel Monteiro da Silva, 1.236, tel. 3081-6105. www.kitchenaid.com.br

63


dezembro 2009

por maria cecília maciel

84 Hambúrguer de chocolate do restaurante Gabriel

85 Obra de Portinari em exposição na Pinacoteca

A arte está no ar

No mês das mães e das noivas, a estética e a criatividade são o ponto forte – até mesmo na gastronomia

Maio está inspirador. Você pode admirar a exposição Ouro da Colômbia, com peças do precioso metal feitas por diferentes culturas pré-hispânicas, em mais de 5.000 anos, ou ainda conhecer o maior acervo particular de Cândido Portinari, mantido pelo colecionador Castro Maio. Pode também conferir duas mostras que têm o ícone da arte pop, Andy Warhol, como tema. Ambas são imperdíveis. Na moda, pode compartilhar o estilo da estilista Diane von Furstenberg, que escolheu São Paulo

64 | 29HORAS | 29 de abril a 29 de maio 2010

95 Estreia do filme Príncipe da Pérsia

para sediar a sua primeira butique da América Latina ou aspirar o novo perfume de Lolita Lempicka... Está com fome? O restaurante D.O.M., do talentoso chef Alex Atala, volta de uma breve reforma com cardápio e atendimento ainda mais aprimorados. E, para entrar no ritmo, que tal o rock’n’roll de Chuck Berry e de Johnny Rivers, duas feras da música pop internacional?


georgia zeringota

83 77˚ Grande Prêmio São Paulo 2010, no Jockey Club

94 Marco Luque em novo espetáculo

os destaques do mês

O quê? Dry Aged do Dinho’s. Por quê? É um processo de maturação da carne, exclusivo no Brasil, a partir da escolha do gado de cruzas britânicas, que resulta em um extraordinário produto com textura e sabor superiores. São três cortes que fazem o cardápio do Dry: T-bone Steak, Master Dry (contra-filé) e Prime Rib. O resturante, que completa 50 anos em 2010, oferece também pratos da cozinha internacional e saladas. Al. Santos, 45, tel. 3016-5333. De seg. a qui.: das 12h às 15h30 e das 19h às 24h, sex.: das 12h às 16h e das 19h às 24h, sáb.: das 11h30 às 24h e dom.: das 11h30 às 18h. www.dinhos.com.br

23h às 29h

O quê? A revitalização do Pavilhão das Culturas Brasileiras. Por quê? O edifício de 11 mil m² projetado por Oscar Niemeyer nos anos 1950, sediou a Bienal de Artes de São Paulo (1953) e o Pavilhão dos Estados no IV Centenário de São Paulo (1954). Agora retorna a sua vocação com a mostra Puras misturas, celebrando a diversidade cultural brasileira e abrindo o acervo do novo museu para a exibição de arte erudita, popular e indígena. A curadoria geral é de Adélia Borges. Até 12/9. De ter. a dom.: das 9h às 18h (entrada até às 17h). Pq. do Ibirapuera, portão 10 – R. Pedro Álvares Cabral, s/nº, tel. 5083-0199.

17h às 23h

O quê? Clínica de bumerangue. Por quê? Você sabia que o bumerangue é o único objeto voador que consegue atingir uma distância de até 238 m entre a ida e a volta? Para experimentar essa nova atividade esportiva, que agrega a família inteira: pais, filhos e avós, a Federação Brasileira de Bumerangue se uniu ao Parque do Povo e ao Banco Santander. As clínicas contecem nos últimos sábados do mês, das 9h às 13h, com entrada e distribuição de bumerangues gratuitas. De seg. a dom.: das 7h às 19h. Av. Henrique Chamma, s/ nº. www. fbbumerangue.com.br

11h às 17h

5h às 11h

confira as sugestões que servem para todos os dias de sua semana O quê? Famoso bar do Justo. Por quê? Casa tradicional do bairro de Santana, na zona norte paulistana, ganhou fama por causa de seu Juraci, o proprietário que tinha mania de levar a conta e o troco à mesa de cada cliente, perguntando “está justo?”. O que interessa é que os comes e bebes desse bar são pra lá de justos. Tem pernil picadinho na casquinha, pastéis e outras delícias bem calóricas. Para acompanhar, peça uma cerveja bem gelada. R. Alferes Magalhães, 25, tel. 2979-7195. De seg. a qui.: das 8h às 4h, sex. e sáb.: 24h e dom.: das 8h às 4h. www.bardojusto.com.br

65


quinta, 29

abril 2010

5h às 11h

turismo O quê? Aniversário de Campos de Jordão. Por quê? Para comemorar os 136 anos da cidade, diversos eventos agitam a cidade: desfiles, missa, exposições, XIX Jogos da Cidade e shows. Uma boa sugestão de hospedagem é o Wellness-Hotel SuryaPan, ao lado do Palácio do Governo e do Auditório Claudio Santoro, de frente para a Pedra do Baú. Em meio à Serra da Mantiqueira, um ótimo lugar para quem busca bem-estar e equilíbrio. Av. Alto da Boa Vista, 1.055, tel. (12) 3664-3556. www.suryapan.com.br

11h às 17h

design O quê? Debby e Ethel. Por quê? As duas paulistanas comercializam acessórios de várias artistas e designers bacanas do Brasil. Com olhar apurado para descobrir o belo e o diferente, Debby e Ethel selecionam peças de designers como Prita Gomes, Marianna Averbach e Alessandra Bataglia, entre outras. O diferencial é que esses colares, brincos, pulseiras, tiaras e anéis podem ser vistos sem sair de casa. A dupla leva uma cesta com os produtos até o endereço da cliente. Tel. 9234-0548. www.debbyeethel.com

17h às 23h

evento O quê? Brastemp dinner in the sky. Por quê? Você e mais 21 convidados têm só até amanhã para jantar a 50 m do chão. Esse projeto inusitado que acontece no Jockey Club foi concebido na Bélgica e já passou por diversos países, contabilizando mais de 700 jantares. Os convidados, por meio de um guindaste, são transportados dentro de uma plataforma aberta com mesa e cardápio preparados pelo chef Fred Frankor. Só acontecem dois jantares por noite, cada um com duração de 1h30. Hoje e amanhã às 20h e às 22h. R$ 600 por pessoa. Av. Lineu de Paula Machado, 599, tel. 2161-8300.

23h às 29h

balada O quê? Danceteria. Por quê? A disco music, os anos 80 e a cena efervescente da noite paulistana dos anos 90 inspiraram a criação desta festa conduzida pelos DJs residentes Marcio Vermelho e Ricardo Gonzalez. Eduardo Laurino, chapeleiro e host, se encarrega de receber os convidados em um espaço reservado, surpreendendo todo mundo com suas maluquices ao estilo de Alice (a do País das Maravilhas). Às 23h45. R$ 40. Hot Hot – R. Santo Antônio, 570, tel. 2985-8685. www.hothotsite.com.br

66 | 29HORAS | 29 de abril a 29 de maio 2010


sexta, 30

abril 2010

O quê? O novo perfume de Lolita Lempicka, Si Lolita. Por quê? Que mulher não gosta de ganhar bom perfume francês? Esse, de fragrância feminina e sensual, harmoniza floral fresco com toques de especiarias. O belo frasco em forma de trevo representa o amuleto da designer de moda Lolita, e a estampa da embalagem, de poás e flores selvagens, um de seus desenhos para a alta costura. Preços sugeridos: R$ 169 (Eau de Parfum Vaporisateur, 30 ml), R$ 229 (50 ml) e R$ 299 (80 ml). SAC 0800-773-3450. www.frajo.com.br

5h às 11h

compras

O quê? Estreias no cinema. Por quê? Estão todos bem traz Robert de Niro no elenco interpretando um viúvo que resolve viajar por todo o país para reunir a família, que ele acreditava unida só por causa da esposa. Já Tudo pode dar certo, de Wood Allen, é uma comédia nada convencional sobre o encontro de um misantropo extravagante e uma jovem ingênua, vinda do sul. Às segundas, promoção de R$ 6 e R$ 3. Nos cinemas da cidade: www.cinemarck.com. br, www.playart.com.br, www.ucicinemas. com.br

11h às 17h

cinema

música O quê? Nando Reis. Por quê? Para conferir as três novas canções dedicadas a exnamorada do cantor, Adriana Lotaif, no novo repertório feito com a banda Os Infernais, além dos grandes sucessos dos Titãs. Às 22h. Dia 1/5: às 22h e 2/5: às 20h. De R$ 60 a R$ 120. Citibank Hall – Al. dos Jamaris, 213, tel. 2846-6232. www.citibankhall.com.br

17h às 23h

O quê? Mulheres brasileiras com Vanessa da Mata. Por quê? A artista interpreta canções de sua autoria e de suas convidadas especiais, ao lado de Maria Gadú, Mallu Magalhães e D. Ivone Lara. Às 22h. De R$ 50 a R$ 150. Via Funchal – R. Funchal, 65, tel. 2144-5444. www.viafunchal.com.br

O quê? Banda Opala no Geni Club. Por quê? Para suingar bastante. A banda de samba-rock e samba-soul faz a moçada tirar os pés do chão, em noite de show, no casarão com decoração inspirada nos antigos bordeis. Destaque para os petiscos e combos, com especialidades cariocas, mexicanas e italianas. De ter. a sáb.: a partir das 18h. R. Bela Cintra, 539, tel. 3129-9638. www.geniclub.com.br

23h às 29h

balada

67


sábado, 01

maio 2010

5h às 11h

arte O quê? Exposição Projeto 365. Por quê? Mostra de colagens, desenhos, pinturas, recortes, inscrições e perfurações que compõem um calendário especial criado pelas artistas Cassia Aresta, Helenita Peruzzo e Rosa Grizzo, num compromisso assumido pelas três: executar uma obra por dia ao longo de um ano. Essa experiência mudou a concepção de tempo das artistas, talvez esquecidas no dia-a-dia habitual. Até 23/5. De ter. a sex: das 10h30 às 21h30; sáb., dom. e feriados: das 10h30 às 18h30. Grátis. SESC Pinheiros - R. Paes Leme, 195, tel. 3095-9400.

11h às 17h

fotografia O quê? As fabulosas cores de LiliRoze, no Espaço Trio. Por quê? Pela primeira vez no Brasil. A premiada artista francosuíça é apaixonada por fotografia desde criança. A mostra apresenta 12 imagens impressionistas, 11 em tamanho retrato e uma em grandes dimensões, tomadas com uma câmera Sinar 4 x 5, filmes Polaroid e luz natural, sempre focadas na intimidade, sua maior fonte de inspiração. Até 12/5. Todos os dias das: das 12h às 15h. Grátis. R. Gomes de Carvalho, 1.759, tel. 3757-3333. www.liliroze.com

17h às 23h

teatro O quê? Tu toca o quê?, do Grupo Tiquequê. Por quê? Espetáculo original que mistura música, brincadeiras, dança, teatro e contação de história. O grupo utiliza instrumentos convencionais e outros artesanais, construídos pelo elenco. No repertório, composições próprias, contemporâneas, contos populares e cantigas de roda, que encantam a criança e toda a família. Dias 1/5 e 2/5: às 17h30. R$ 24 e R$ 12. Teatro Alfa – R. Bento Branco de Andrade Filho, 722, tel. 5693-4000. www.teatroalfa.com.br

23h às 29h

internet O quê? Check my trip for mobile, da Amadeus. Por quê? A empresa líder de TI para o mercado de turismo acaba de lançar uma ferramenta útil para o viajante que permite acessar informações como dados de voos, hotéis e itinerário – por meio do celular, via internet, inclusive com aplicativos para iPhone, Blackberry e Facebook. Mais informações no site: www.checkmytrip.com

68 | 29HORAS | 29 de abril a 29 de maio 2010


domingo, 02

maio 2010

O quê? Reserva infantil. Por quê? Sessões quinzenais de filmes infantis que acontecem nas manhãs de domingo, enquanto um outro bom filme é exibido para o público adulto. Para a criançada, hoje tem Garoto Cósmico, produção brasileira que conta a história de uma turminha num mundo futurista, e As Leis de Família, de Daniel Burman, co/produção argentina, francesa, italiana e espanhola, sobre pai e filho advogados. Às 10h30. Reserva Cultural. Av. Paulista, 900, térreo, tel. 3287-3529.

5h às 11h

criança

O quê? Roda artística – Doutores da Alegria. Por quê? A montagem, voltada para adultos e crianças, reúne 15 palhaços da ONG paulistana, que, em duplas e trios, apresentam esquetes criados a partir das visitas aos leitos pediátricos dos hospitais. As Rodas tiveram início na sede dos Doutores da Alegria, uma ação mensal, realizada com duplas de palhaços que se reuniram para dividir cenas e descobertas besteirológicas extraídas, inspiradas e criadas a partir da sua interação com as crianças. Às 11h. R$ 20 e R$ 10. Teatro Tucarena – R. Monte Alegre, 1.024, tel. 3167-7111.

11h às 17h

teatro

O quê? Gorda. Por quê? Último dia para ver a comédia escrita pelo norte-americano Neil Labute, um sucesso de público e crítica nos Estados Unidos, na Europa e na América Latina. Fabiana Karla, que estreia no teatro, e Michel Bercovitch interpretam o casal Helena e Tony, um executivo bem-sucedido que se apaixona perdidamente por uma mulher inteligente, sensual, divertida e com 30 quilos acima do peso ideal. Às 19h. R$ 60 e R$ 30. Teatro Procópio Ferreira – R. Augusta, 2.823, tel. 3083-4475. www.teatroprocopioferreira.com.br

17h às 23h

teatro

O quê? Butique virtual Sofisticada. Por quê? Porque o Dia das Mães está chegando e nessa loja online você pode escolher o presente dela a qualquer hora do dia ou da noite. São quatro linhas de produtos: joias, óculos de sol, bolsas e lingeries especiais. Ideal para quem não tem tempo de ir às compras. A loja também oferece consultoria para os homens mais tímidos, com vergonha de ir a uma loja física, quando a escolha do presente recai para uma peça íntima, por exemplo. www.sofisticada.com.br

23h às 29h

internet

69


segunda, 03

maio 2010 arte

5h às 11h

O quê? Nitsche e Tozzi: A pop art brasileira. Por quê? Mostra inédita de Marcello Nitsche e Claudio Tozzi, os representantes paulistanos da estética pop que consagrou Andy Warhol. A exposição propõe um diálogo com a mostra Andy Warhol, Mr. America, na Estação Pinacoteca (até 23/5, tel. 3229-9844), a maior retrospectiva já vista no país da obra do aclamado artista americano. Nascidos em São Paulo, Marcello Nitsche (1942) e Claudio Tozzi (1944), viveram como jovens artistas no início da década de 1960 o impacto da pop art da qual Warhol é ícone. A mostra dos brasileiros reúne 17 obras de cada artista, com curadoria de Jacob Klintowitz. Até 21/5. De seg. a sex.: das 9h às 19h; sáb., dom. e feriados: das 10h às 17h. Grátis. Espaço Cultural Citi – Av. Paulista, 1.111, térreo, tel. 4009-3000. Acesso a portadores de deficiência física pela Al. Santos, 1.146.

11h às 17h

gastronomia O quê? A Loja do Chá TeeGschwendner. Por quê? Oferece mais de 200 variações de chá (vendidos a granel ou para experimentar no espaço anexo da loja) de procedências como China, Índia, Japão e Indonésia, além de acessórios, como porcelanas inglesas, japonesas, alemãs e russas, infusores , coadores, filtros, latas, literatura especializada, rechauds, guloseimas e muitas ideias para presentes. De seg. a sáb.: das 10h às 22h e dom.: das 14h às 20h. Shopping Iguatemi. Av. Brig. Faria Lima, 2.232, 3º piso, tel. 3816-5359.

17h às 23h

musica O quê? Orquestra Filarmônica de Dresden. Por quê? Numa feliz união de talentos, traz o maestro espanhol Rafael Frühbeck de Burgos, responsável pela condução musical e direção artística do centenário ensemble alemão, que já atuou sob a batuta de Brahms, Dvorák e Richard Stauss, e o violoncelista teutocanadense Johannes Moser, um destaque na galeria dos jovens virtuoses. Dias 3/5 e 4/5: às 21h. Sala São Paulo – R. Mauá, 51, tel. 3351-8000.

23h às 29h

gastronomia O quê? Casa de lanches Frevo. Por quê? Inaugurada em 1956, faz parte da história de São Paulo, assim como o simpático garçom MAD (chamado assim por causa de sua semelhança com o personagem da revista de humor americana contemporânea à lanchonete), que gritava “Raaabo de Peixe” a cada pedido de chope; os clássicos beirutes, os sundaes cobertos de farofa crocante. Hoje são três endereços, mas é o pioneiro que abre até mais tarde. De dom. a quar.: das 10h30 a 1h; de qui. a sex.: das 10h30 às 2h; sáb.: das 10h30 às 3h. R. Oscar Freire, 603, tel. 3082-3434.

70 | 29HORAS | 29 de abril a 29 de maio 2010


terça, 04

maio 2010

O quê? Baby Basics. Por quê? A nova marca infantil, instalada no mezanino do shopping Iguatemi, resgata em seus modelitos o prazer da criança se vestir como criança e não virar uma projeção do adulto. Feitos à moda antiga, com tecidos leves e confortáveis, mistura cores, estampas e padrões alegres e contemporâneos em cortes que dão a necessária liberdade de movimento aos pequenos. Shopping Iguatemi – Av. Brig. Faria Lima, 2.232, tel. 3032-3816. www.babybasics.com.br

5h às 11h

criança

O quê? Cozinha ao Perfume de Café do Nicecup. Por quê? O cardápio criativo introduz o café na composição de elaborados pratos, como Confit de pato ao perfume de café e laranja, Steak de mignon ao molho de café, whisky e pimenta e salada verde com queijo coalho e frutas ao melaço de café. A cafeteria oferece bebidas feitas com grãos da própria marca. Seg., qui. e dom.: das 10h às 23h30; sex. e sáb.: das 9h às 24h. R. Pedro Nicole, 1, tel. 5083-1012. www.nicecup.com.br

música

O quê? Exposição Fala, Panga! na Pizzaria do Babbo. Por quê? Em homenagem ao Glauco (Vilas Boas), 53 anos, morto na madrugada de 12 de abril, em Osasco. O título da mostra refere-se ao jeito como o cartunista cumprimentava os colegas, especialmente da Folha de S. Paulo. O curador, Orlando Pedroso, reuniu trabalhos de 20 feras do desenho, que representam seus eternos personagens, como Dona Marta, Zé do Apocalipse, Doy Jorge e Geraldinho. Até 30/5. De ter. a dom.: das 18h às 23h30. Grátis. R. Joaquim Antunes, 824, tel. 3082-9065.

O quê? Ópera Tosca. Por quê? Em três atos, a ópera de Giacomo Puccini, com libreto de Luigi Illica e Giuseppe Giacosa, baseado na peça de mesmo nome de Victorien Sardou estreou no Teatro Costanzi de Roma, a 14 de janeiro de 1900. Dias 4/5 e 6/5: às 20h30 e dia 8/5: às 17h. R$ 20 e R$ 10. Theatro São Pedro – R. Barra Funda, 171, tel. 3667-0499.

17h às 23h

arte

11h às 17h

gastronomia

O quê? Liga da Comédia Stand-Up todas às terças-feiras no Rhino Pub. Por quê? Para esquentar o início da noite e entrar no clima dos humoristas Porpetone (Galera Gol da Rádio Transamérica FM e Praça é Nossa do SBT), Renato Tortorelli (Faustão, Programa do Jô e diversos shows stand-up) e Ênio Vivona (Café com Bobagem e SBT). Na carta de bebidas, mas de 60 opções de cervejas. Das 23h às 23h45. R$15 (mulheres) e R$25 (homens), grátis um welcome drink por pessoa. Av. Cotovia, 99, tel. 2729-1029. www.rhinopub.com.br

23h às 29h

teatro

71


quarta, 05

maio 2010

5h às 11h

design O quê? Nova raquete de pingue-pongue. Por quê? Agora ela não tem mais cabo e pode ser vestida como uma luva. A chamada Brodmann Blades é uma criação do designer Alfred Brodmann, que acabou por transformar o esporte: confere mais conforto, sensibilidade e precisão ao jogador, aumentando a sua performance. Por enquanto, a novidade é para amadores e custa R$ 178 (mala com um par de luvas, quatro bolinhas e duas munhequeiras). www.brodmannblades.com

beleza

11h às 17h

O quê? Design de sobrancelha na perfumaria Opaque. Por quê? A designer de sobrancelha Andréa Teodoro atua na Opaque há mais de quatro anos. O serviço inclui modelagem e remoção dos pelos excedentes, com base na harmonia da simetria do rosto (R$ 40). Já o uso da henna é indicado em dois casos: quando há imperfeições e quando a tonalidade das sobrancelhas é muito mais clara em relação à cor dos cabelos (R$ 70). Na nova unidade Opaque, no Shopping Vila Olímpia, o atendimento é feito às quartasfeiras, entre 12h30 e 20h30. Mas deve ser agendado, assim como nas outras lojas dos shoppings Pátio Higienópolis e Paulista – R. das Olimpíadas, 360, tel. 3047-6240. www.opaque.com.br

17h às 23h

teatro O quê? Três possibilidades. Por quê? A comédia é uma adaptação da obra Três formas de amar, de Andrew Fleming, por Felipe Barenco. Retrata a história de três personagens, Vinicius, Alexia e Leo. estudantes que moram em um mesmo quarto na república. Um triângulo amoroso divertido e surpreendente. Dias 5/5, 6/5, 12/5, 13/5, 19/5 e 20/5: às 21h30. Teatro Bibi Ferreira – Av. Brig. Luís Antônio, 931, tel. 3105-3129. www.teatrobibiferreira.com.br

gastronomia

23h às 29h

O quê? McDonald’s na madrugada. Por quê? Há várias unidades na cidade com horário estendido ou que funcionam 24 horas. E agora servem até café da manhã, com café premium e pão na chapa! Pça. Panamericana, 60, tel. 3311-7532 e Av. Henrique Schaumann, 80/124, tel. 6983-5854. www.mcdonalds.com.br

72 | 29HORAS | 29 de abril a 29 de maio 2010


quinta, 06

maio 2010

fotografia

5h às 11h

O quê? Exposição Bichos do Zoo, no metrô de São Paulo. Por quê? Traz 19 painéis com fotos ampliadas de espécies da fauna brasileira. As imagens foram feitas pelo fotógrafo Ricardo Martins, que faz um retrato da diversidade e das espécies, selecionando animais raros ou em extinção, com texto explicativo do biólogo Cláudio Corrêa. Até 9/5. Estação República.

O quê? Galeria Oscar Cruz. Por quê? Aberta pelo galerista carioca homônimo, no fim de abril, é focada na produção contemporânea, trazendo nomes como os dos argentinos Eduardo Basualdo, Hernán Salamanco, Julio Grinblatt e Mariana López. Para inaugurar, apresenta duas exposições coletivas, num mix de imagens, esculturas e aquarelas de artistas da casa, e outra formada por talentos cariocas como Alessandro Sartori e Leo Ayres. Até 8/6. De ter. a sex.: das 11h às 19h; sáb.: das 11h às 17h. R. Clodomiro Amazonas, 562, tel. 3167-0833.

11h às 17h

arte

O quê? Keiton e Kledir. Por quê? Para ouvir os hits da dupla pelotense que fizeram sucesso nos anos 80, como Paixão e Deu pra ti, além dos sucessos do último disco. Às 21h30. De R$ 40 a R$ 100. Al. dos Jamaris, 213, tel. 2846-6232. www.citibankhall.com.br

O quê? Paulo Ricardo. Por quê? O show do vocalista da banda RPM, fenômeno do rock brasileiro nos anos 80 traz no repertório Diz, bossa nova com roupagem pop, Menina linda, A chegada e Ninfa. Além disso, o cantor apresenta músicas do CD/DVD Acoustic Live e hits do grupo como London London, Rádio pirata e Olhar 43, claro. Dias 6/5, 13/5, 20/5 e 27/5: às 22h. R$ 70. Tom Jazz – Av. Angélica, 2.331, tel. 3255-3635. www.tomjazz.com.br

17h às 23h

música

O quê? Line-up de DJs no D-Edge. Por quê? Traz grandes nomes da música eletrônica internacional para a casa. Confira: dias 6/5, Daniel Steinberg e Martin Eyerer, da Alemanha; 7/5, Miss Kittin, da França, o grande destaque do mês; 13/5, Audiofly, do Reino Unido; 15/5, Mobilee Showcase Dan Curtin, do Reino Unido e AND ID., da Grécia e 27/5, D-Nox, da Alemanha. Seg.: a partir das 23h; de ter.a sáb.: a partir das 24h e dom.: das 5h às 10h. R$ 25 a R$ 120. Al. Olga, 170, tel. 3666-9022.

23h às 29h

balada

73


sexta, 07

maio 2010

5h às 11h

arte O quê? A artista plástica e escultora Claudia Kiatake. Por quê? Em união com o Grupo Grudi, desenvolveu brinquedos e jogos educativos comercializados pelo Museu de Arte Moderna de São Paulo (MAM) e hoje se dedica à criação de obras de arte em madeira, metal, cerâmica e pinturas em aquarela. Seus trabalhos vêm sendo elogiados por críticos de arte e colecionadores brasileiros. www.danielamargotto.com.br

11h às 17h

cinema O quê? Estreia do filme Missão quase impossível. Por quê? Para os fã de Jackie Chan e suas artes marciais. Bob 006 quer levar uma vida normal e tranquila ao lado da sua namorada, só precisa conquistar os filhos dela. Mas os pestinhas não facilitam e entregam a localização de Bob a um terrorista russo. Às segundas, promoção de R$ 6 e R$ 3. www.cinemark.com.br, www. playart.com.b, www.ucicinemas.com.br

17h às 23h

música O quê? Johnny Rivers. Por quê? Para relembrar os bailinhos embalados por Do you wanna dance. O nova-iorquino cantor, compositor, guitarrista e produtor cantará seus maiores clássicos e novidades do CD Shadows on the Moon, lançado no ano passado. Rivers foi o primeiro artista internacional a tocar no Canecão, no Rio de Janeiro, em dezembro de 1967. Dias 7/5 e 8/5: às 22h. De R$ 100 a R$ 250. HSBC Brasil – R. Bragança Paulista, 1.281, tel. 5646-2120. www.hsbcbrasil.com.br

23h às 29h

bar O quê? Happy hour até às 4h, no Zeppelin Madalena. Por quê? O simpático boteco tem chope premiado pela Ambev, gelado e cremoso; mais de uma dezena de comidinhas especiais, como o Bolinho do Virgulino (de abóbora com carne seca), especialidades como a costela desossada com mandioca cozida puxada na manteiga e atendimento nota 10. Ter., qua. e qui.: das 17h às 2h; sex.: das 17h às 4h; sáb.: das 12h às 4h e dom.: das 14h às 2h. R. Aspicuelta, 524, tel. 3814-8763. www.zeppelinmadalena. com.br

74 | 29HORAS | 29 de abril a 29 de maio 2010


sábado, 08

maio 2010

moda

5h às 11h

O quê? The Journey of a Dress, no Shopping Iguatemi. Por quê? Último dia para ver a exposição da diva da moda, Diane von Furstenberg, uma retrospectiva da vida e carreira da estilista, que esteve em São Paulo mês passado para inaugurar a mostra e a sua primeira loja no Brasil, única na América Latina. Sob curadoria de André Leon Talley, a mostra reúne mais de 140 itens do acervo pessoal de Diane, incluindo retratos, dela, pintados por Andy Warhol e vários vestidos-envelopes, além de outros modelos de sua criação. Das 10h às 22h. Para a loja, Diane trouxe toda a sua linha prêt-à-porter, vestidos de noite, óculos, acessórios, calçados, bolsas, além da linha de joias criadas em parceria com a H. Stern. De seg. a sáb.: das 10h às 22h; dom. e fer.: das 14h às 20h. Av. Brig. Faria Lima, 2.232, tel.3034-4720. www.dvf.com

O quê? Harlem Globetrotters. Por quê? Em 84 anos de espetáculos, o time de basquete mais famoso do mundo mistura comédia e uma impressionante habilidade com a bola para emocionar e divertir a plateia. Desta vez, os astros Orlando “El Gato” Melendez, “Blenda” Rodriguez, Anthony “Ant” Atkinson, “Bam Bam” Bamiro e o impagável “Special K” Daley, trazem a turnê “Magical Memories”. Às 11h. De R$ 35 a R$ 300. Ginásio do Ibirapuera – R. Manoel da Nóbrega, 1.361, 3887-3500. www.harlemglobetrotters.com.br

11h às 17h

esporte

O quê? Voca People Tour Brasil 2010. Por quê? Fenômeno de acessos no Youtube, esse grupo performático transforma voz em música e sons de beat-box. Sem instrumentos ou qualquer outro recurso, além de suas figuras impressionantes, unindo com maestria teatro, música e performances em um show incrível e hilariante. Às 21h e dia 9/5: às 18h e 21h. De R$ 60 a R$ 180. Teatro Anhembi Morumbi – R. Dr. Almeida de Lima, 1.134, tel. 2081-5924. www.teatroanhembimorumbi.com.br

17h às 23h

teatro

O quê? Tostex SP. Por quê? Serve sanduíches de pães tostados com recheios variados, feitos por gourmets conceituados, como Carla Capelline (pão branco com finas tiras de filé mignon ao vinho tinto, mostarda e um toque de limão francês, cream cheese e geleia de pimenta) e Bel Coelho (pão branco, magret de pato curado queijo de cabra, tomate, mel e azeite de manjericão). Na carta, novos drinques como frozzen de manga com manjericão, lichia e martini. De ter. a sex.: das 19h às 2h; sáb.: a partir das 21h e dom.: até às 24h. R. Haddock Lobo, 949, tel. 3898-1265. www.tostexpraia.com.br

23h às 29h

gastronomia

75


domingo, 09

maio 2010 arte

5h às 11h

O quê? Galeria 600/Rojo. Por quê? É uma extensão da marca Rojo, fundada em 2001 pelo espanhol David Quiles Guilló, em Barcelona, hoje uma rede global com o objetivo de promover a colaboração entre seus integrantes e estabelecer um contato aberto com novos artistas. Para isso conta com um site, salas de exposições em 28 países, publicação de revista própria em 40, e casting com mais de 1.000 artistas internacionais e nacionais. O espaço escolhido em São Paulo foi o charmoso prédio dos anos 20, no bairro de Higienópolis, onde funcionou o ateliê de Di Cavalcanti. Abre com a exposição Born into this, do paulistano Yusk Imai. Até 8/5. De seg. a sex.: das 11h às 19h e sáb.: até às 18h. R. Maranhão, 600, tel. 3512-3909. www.rojo-saopaulo.com

11h às 17h

gastronomia O quê? Dia das Mães no Vicolo Nostro. Por quê? Para saborear a sugestão do chef Cristiano Panizza, especialmente para a data: Spaghetti Campo e Mare. Além de poder saborear a massa, as mães que almoçarem na casa, no domingo 9/5, ganham uma vela perfumada. De seg. a sex.: das 12h às 15h; sáb., dom. e feriados: das 12h às 16h30 (almoço) e de seg. a qui.: das 19h à 24h; sex. e sáb.: das 19h à 1h. R. Jataituba, 29, tel. 5561-5287.

17h às 23h

gastronomia O quê? Restaurante Spazio Gastronômico. Por quê? A casa italiana traz um mimo especial para as mães que comemorarem o seu dia em companhia dos filhos, na unidade do Itaim: a sobremesa Segretto della Dona, uma delícia passado de geração a geração na família dos proprietários, que guardam a receita a sete chaves. De seg. a qui.: das 11h às 24h; sex. e sáb.: das 11h às 24h30 e dom.: das 11h às 23h. Av. Horácio Lafer, 533, tel. 3078-5775. www.spaziogastronomico.com.br

23h às 29h

música O quê? Trovadores Urbanos. Por quê? Para fechar a noite com chave de ouro, uma serenata para homenagear a mamãe ou todas as mães da festa. A canção pode ser personalizada, com mensagem escrita, ou cantada em forma de pout-pourris, atendendo sempre a uma cena inicialmente romântica e músicas alegres no final. Todos os repertórios duram em média 15 a 20 minutos, desde o formato duo até octeto. Tel. 2595-0100. www.trovadores.uol.com.br

76 | 29HORAS | 29 de abril a 29 de maio 2010


segunda, 10

maio 2010

O quê? Camú-Camú. Por quê? A grife infantil lançou uma coleção de outono-inverno bonita, confortável e muito alegre, que veste meninos e meninas de 2 a 14 anos. O nome da grife remete a um fruto nativo das regiões ribeirinhas da Amazônia, uma frutinha que, embora desconhecida, tem doses maciças de vitamina C. A coleção da marca é também “vitaminada” e divertida, com inspiração em movimentos da música como o rock, o hip hop e o romantismo do balé. Al. Jauaperi, 1.343, tel. 2495-3444. www.camucamu.com.br

5h às 11h

criança

O quê? Restaurante Aldina. Por quê? A nonna dos proprietários Júlio e César De Ranieri não só emprestou seu nome à casa como influenciou o chef Henrique Schoendorfer nas criações contemporâneas com base na tradicional cozinha italiana. São apenas 25 pratos feitos com massas preparadas artesanalmente, ali mesmo, como o Pappardelle com ragu de ossobuco. Sobremesas caprichadas, pequena adega com 50 rótulos e um bar de embutidos para o happy hour são outros atrativos. De seg. a sáb.: das 12h às 15h e das 20h às 23h30. R. Fradique Coutinho, 1.464, tel. 2384-6567.

11h às 17h

gastronomia

O quê? Restaurante D.O.M. Por quê? Depois de uma breve reforma, o restaurante do conceituado chef Alex Atala reabre na região dos Jardins, agora com 14 mesas a menos, num ambiente mais íntimo e sofisticado. E, comemorando 10 anos de casa, a casa lança o novo cardápio, onde oferece os pratos que marcaram época, desde os tempos do restaurante Filomena, como o linguado com farofa de maracujá e vinagrete de arroz vermelho. De seg. a qui.: das 12h às 15h e das 19h às 24h; sex.: das 12h às 15h e das 19h à 1h e sáb.: das 19h à 1h. R. Barão de Capanema, 549, tel. 3088-0761.

17h às 23h

gastronomia

O quê? Duas atrações no Piove. Por quê? Hoje tem show da Banda Faibe, formada em 2005, por Edukiw no vocal, Bile na guitarra e violão, Lann no baixo e Fabinho na bateria. No repertório, sucessos de bandas como U2, Maná, Coldplay, Pink Floyd e Queen. Depois tem a cantora Patricia Camin, vencedora do concurso A voz da profissão, no programa do Faustão, ao vivo, com o melhor do MPB e Pop. A partir das 21h30. R. Jerônimo da Veiga, 75, tel. 3071-2301. www.piove.com.br

23h às 29h

balada

77


terça, 11

maio 2010

5h às 11h

livro O quê? Coleção Feras futebol clube. Por quê? Para os jovens que gostam de futebol e estão entrando no clima da Copa do Mundo, essa coleção composta por 13 livros, criados pelo alemão Joachim Masannek e com ilustrações de Jan Birck, narra a história de um time de apaixonados por futebol, que se vê obrigado a enfrentar grandes desafios. A coleção já é sucesso na Europa e na Ása, com mais de 11 milhões de exemplares vendidos e com tradução para 27 línguas. O primeiro livro disponível é Léo, o driblador. www.vidaconsciencia.com.br ou twitter.com/vidaconsciencia

11h às 17h

exposição O quê? Fluxos – Festival Internacional de Cinema na Internet 2010. Por quê? Pioneiro da mobilidade das imagens, depois de transportar o cinema para a internet, há 10 anos, agora leva a telona para o Museu da Imagem e do Som de São Paulo, enquanto abre a mostra paralela no site www. fluxusonline.com. A ideia é que o cinema pode estar em qualquer lugar, tanto na exposição quanto no site do festival. Até 20/6. De ter. a sáb.: 12h às 19h; dom. e feriados: das 11h às 18h. R$ 4 e R$ 2. Av. Europa, 158, tel. 2117-4777.

17h às 23h

musica O quê? The Australian Bee Gees 2010. Por quê? O trio, desta vez acompanhado pela Orquestra Sinfônica Villa Lobos, sob regência do maestro Adriano Machado, é considerado o melhor grupo cover da banda pop australiana Bee Gees, formada pelos irmãos Barry, Robin e Maurice Gibb, em 1966 – os artistas que mais colocaram músicas em filmes e telenovelas no mundo todo, entre elas: How deep is your love, I started a joke, Words e Massachusetts. Dias 11/5 e 12/5: às 21h. De R$ 40 a R$ 150. Teatro Bradesco –Shopping Bourbon – R. Turiassú, 2.100, 3° piso, tel. 3670-4100.

23h às 29h

bar O quê? Dona Mathilde Snooker Bar & Betting Point. Por quê? A tricampeã brasileira de sinuca, octacampeã paulista e hexa campeã da copa do Brasil, Carmelita Yumito, é instrutora da casa, todas as terças-feiras, das 20h às 24h, ajudando as mulheres a conhecer mais o esporte e a praticá-lo, sem precisar desembolsarem nada por isso. De seg. a dom.: 24h. Av. Pompeia, 1.415, tel. 3672-4204. www.donamathilde.com.br

78 | 29HORAS | 29 de abril a 29 de maio 2010


quarta, 12

maio 2010

O quê? Obra Nau, do artista plástico Eduardo Srur. Por quê? Trata-se de uma escultura de seis metros de comprimento instalada no espaço Rosa dos Ventos, no Parque do Ibirapuera. Em forma de um barco de papel gigante, é mesmo feita de papel, ferro e fita adesiva com sistema que permite ser movimentada pelo passante. A ideia é chamar a atenção para as inscrições do Concurso de Esculturas Criação Scotch, focadas na sustentabilidade, que dará prêmios no valor total de R$ 26 mil para oito selecionados. Inscrições até 30 de maio. www.criacaoscotch.com.br

5h às 11h

arte

O quê? Artur Pereira: esculturas. Por quê? É a primeira retrospectiva da obra do artista nascido em 1920, em Cachoeira do BrumadoMG, e morto em 2003. Com organização do crítico de arte Rodrigo Naves e curadoria do artista plástico Ricardo Homen, a mostra, com 59 esculturas, apresenta um panorama da obra de Pereira, com trabalhos representativos de vários momentos de sua vida. Até 30/5. De ter. a sex.: das 13h às 19h; sáb. e dom.: das 13h às 18h. Grátis. Instituto Moreira Salles – R. Piauí, 844, 1º andar, tel. 3825-2560.

11h às 17h

arte

O quê? Casinha de Monet. Por quê? O bistrô em Pinheiros conta com um cardápio inspirado na cozinha tradicional francesa, com um toque de sabor brasileiro. O leitãozinho crocante, com frutas da estação grelhadas (desossado e assado, como abacaxi, morango e molho de limão) é uma boa pedida. O porão esconde uma cave com tela de plasma e espaço para 12 pessoas sentadas, ideal para pequenos eventos. De ter. a qui.: das 12h às 15h e das 19h às 23h; sex.: das 12h às 15h e das 19h às 23h30; sáb.: das 12h30 às 16h e das 19h às 23h30 e dom.: das 12h30 à 17h. R. Francisco Leitão, 713, tel. 3032-7403. www.casinhademonet.com.br

17h às 23h

gastronomia

O quê? Site Pintura brasileira. Por quê? Para conhecer ou ver os artistas que construíram o cenário da arte brasileira e para vender ou comprar uma obra. A empresa, que iniciou seu trabalho no final da década de 70, conta com a curadoria do leiloeiro oficial Marcelo Rodrigues Barbosa e com o apoio de vários artistas e alguns dos mais renomados marchands do país, além de uma equipe de especialistas, garantindo à galeria virtual total responsabilidade pelas peças que vende. www.pinturabrasileira.com

23h às 29h

internet

79


quinta, 13

maio 2010

5h às 11h

casa O quê? Via Flor Interiores. Por quê? O espaço é uma referência de bom gosto e cuidado na execução de móveis e objetos. Localizada na Vila Nova Conceição, trabalha com grandes nomes da arquitetura, decoração e paisagismo. Destaque para a linha de almofadas, criada pela proprietária Daniela Schmitt Féres e para os móveis desenvolvidos com madeira de demolição no Vale Europeu, em Santa Catarina. De seg. a sex.: das 9h às 18h e sáb.: das 10h às 14h. R. Silvânia, 177-B, tel. 3045-1701. www.viaflor.com.br

11h às 17h

gastronomia O quê? Restaurante vegetariano YAM. Por quê? A nova casa se destaca pela cozinha a la carte com foco na funcionalidade; pelo projeto arquitetônico alinhado com a sustentabilidade, reutilizando móveis e materiais; e por ser o primeiro espaço de eventos vegetariano do Brasil. Da cozinha ao ar livre, em meio ao jardim, saltam pratos criados pelo chef Augusto Pinto e pela chef nutricionista Natália Werutsky como o couscous de fundo de alcachofra e banana. De seg. a sex.: das 12h às 15h; sáb.: das 12h às 16h. R. Deputado Lacerda Franco, 478. www.yameventos.com.br

17h às 23h

bar O quê? Projeto Fascino, no Ébano Bar. Por quê? Traz grandes DJs da house music todas as quintas-feiras: o português Raul Caldeira, pioneiro na produção de musica eletrônica; Alexandre Sommer, revelação em 2009, com músicas que variam do progressive house à tech-house, além de remixes e produções próprias; Carlos Mazziero e o DJ Fabio N.A.S.C. que conquistaram um público seleto, com seus sets envolventes, cheios de balanço. A partir das 23h. Av. Helio Pelegrino, 531, tel. 30401030. www.ebanobar.com.br

23h às 29h

balada O quê? Ringue. Por quê? Outra casa noturna do chef Cássio Machado, inaugurada este ano e inspirada no universo do boxe, com referências ao esporte até no cardápio. Nas paredes, a imagem de uma luta de mulheres em Paris, clicada por João Wainer, painéis de Flávio Rossi, a gravura Lutando boxe, de Marcel Duchamp, foto de Madonna feita num ringue, entre outras imagens históricas. De seg. a qui.: das 20h às 3h, sex. e sáb.: das 20h às 4h. R. Lisboa, 191, tel. 3082-7904.

80 | 29HORAS | 29 de abril a 29 de maio 2010


sexta, 14

maio 2010

beleza

5h às 11h

O quê? Casa Mauro Freire. Por quê? O hair stylist trouxe em parceria com a Keune, marca holandesa específica para profissionais dos cabelos, um Centro de Tratamento Capilar que promete revolucionar os cuidados com os fios e o couro cabeludo. Além disso, o profissional Mário Granado, da casa, realiza o serviço de implante de cílios para quem os quer longos e atraentes. De ter. a sáb.: das 9h às 20h. Al. Jaú, 1.580, tel. 3061-5274.

O quê? Estreia do filme Antes que o mundo acabe. Por quê? Produção nacional, dirigida por Ana Luiza Azevedo. Conta a história de Daniel (Pedro Tergolina), um adolescente crescendo em seu pequeno mundo com problemas que lhe parecem insolúveis: uma namorada que não sabe o que quer, um amigo que está sendo acusado de roubo e como sair da pequena cidade em que vive. Tudo começa a mudar quando ele recebe uma carta do pai que nunca conheceu. Às segundas, promoção de R$ 6 e R$ 3. Nos cinemas da cidade: www.cinemark.com.br, www.playart.com.br, www.ucicinemas.com.br

11h às 17h

cinema

O quê? Roger Hodgson. Por quê? O músico e cantor inglês é co-fundador da banda Supertramp, ícone do rock progressivo dos anos 70 e 80, dono de uma das vozes mais cultuadas e de músicas que marcaram toda uma geração. Às 22h. De R$ 150 a R$ 350. Via Funchal – R. Funchal, 65, tel. 3846-2300.

O quê? Rita Lee, no show ETC... Por quê? Ela é quem diz: “Há 45 anos trabalho com música; tenho trocentas composições; já fiz 1 bilhão setecentos e dezenove milhões e setenta mil shows; entre outros figurinos já me vesti de noiva e boba da corte; há 33 anos sou casada com Roberto de Carvalho meu maior parceiro musical e pai dos meus 3 filhos. Sim, o prazer de estar no palco depois de tanto tempo permanece tão intacto quanto a máscara dourada de Tutancâmon”. Dias 14/5 e 15/5: às 22h. De R$ 80 a R$ 160. HSBC Brasil – R. Bragança Paulista, 1.281, tel. 5646-2120. www.hsbcbrasil.com.br

17h às 23h

música

O quê? The Box Lounge. Por quê? Música eletrônica de qualidade em ambiente elegante e bem frequentado é a proposta do empresário Otávio Veiga. A espaçosa pista é cercada de camarotes por todos os lados, todos com vista privilegiada para a cabine do DJ Kevin Barnett (ex Mynt Miami e São Paulo), além de confortáveis sofás de couro branco e plataformas para subir e dançar. Uma segunda pista menor, ao fundo, é embalada pelo hip hop do DJ Puff. De qui a sáb.: a partir das 23h. R. Pequetita, 189, tel. 3895-4848.

23h às 29h

balada

81


sábado, 15

maio 2010

5h às 11h

design O quê? Andrea Saladini Studio. Por quê? No mês das noivas, é uma boa lembrança para quem ainda não se decidiu pelos arranjos da festa, mesa, igreja e buquê. Andrea Saladini é sinônimo de criatividade, bom gosto e organização – ela estuda desde a planta baixa do local até os mínimos detalhes dos arranjos florais. Entre suas criações, o buquê de rosas com orquídeas, folhas de camélia amarradas em fita de cetim, surpreende. De seg. a sex.: das 9h às 18h. R. Aimberê, 1.054, tel. 38736363. www.andreasaladini.com.br

teatro

11h às 17h

O quê? Heróis de verdade. Por quê? Uma adaptação do quadrinhos para o teatro. A história conta com ação, aventuras e lutas cênicas, interpretadas por atores mirins, entre 9 e 12 anos, e atores adultos com habilidades acrobáticas. Todos os sábados e domingos de maio: às 16h. R$ 20 e R$ 10. Teatro Cleyde Yáconis – Av. do Cafe, 277, tel. 5070-7018. www.teatrocleydeyaconis.art.br

17h às 23h

evento O quê? Future Sound of Brasil. Por quê? Mais que um evento, o conceito foi criado por Edo van Duyn, Oliver Brown, Paulo Silveira e Luiz Eurico Klotz, sócios da Agencia Bulldozer em Londres e 3plus Talent no Brasil, para marcar 10 anos de intercâmbio cultural entre Inglaterra e Brasil, lançando, em 2009, o primeiro álbum Future Sound Of Brasil. Marca de entretenimento 100% nacional, divulga artistas brasileiros de música eletrônica e pop/rock em todo o mundo por meio de lançamentos de discos, festas, eventos e etc. Dia 15/5: às 23h. Pacha – R. Mergenthaler, 829, tel. 2189-3700. www.pachasp.com.br

23h às 29h

balada O quê? Cartel Club. Por quê? Novo reduto nos Jardins que chega com uma proposta de resgatar as noites mais intimistas, raras nas baladas dos grandes clubes. A recepção fica por conta do relações-públicas Dorival Neto. Nas quartas, mix de pop, disco, rock e festa The Kitchenix, com os Djs Diego Moura e Junior C. Sextas, Candy Pop, Super Fun – disco, electro, funk chic, com Boss in Drama; e sábados, super classic – disco house, com convidados especiais. Qua., sex. e sáb.: a partir das 23h. R$ 40 (mulher) e R$ 60 (homem). Al. Franca, 1.100, tel. 3081-4124.

82 | 29HORAS | 29 de abril a 29 de maio 2010


domingo, 16

maio 2010

O quê? Concerto de piano com Daniel Inamorato, na Fundação Maria Luísa e Oscar Americano. Por quê? É um bom motivo para visitar ou conhecer esse espaço único, que reúne um parque de 75 mil metros quadrados, concebido pelo paisagista Otávio Teixeira Mendes, importante reserva ecológica da cidade; a casa do casal, projetada pelo arquiteto Oswaldo Arthur Bratke, em 1950; obras de arte, peças e documentos ligados a história do Brasil. Há programações culturais, cursos e o Salão de Chá, integrado a área verde. De ter. a dom.: das 10h às 17h30. R$ 10 e R$ 5. Av. Morumbi, 4.077, tel. 3742-0077.

5h às 11h

música

música

teatro

O quê? Vesperais líricas - Werther, de Massenet. Por quê? Encenação gratuita que faz parte dos 30 anos do Projeto Pró-Ópera, lançado pela Secretaria Municipal de Cultura. Direção cênica de João Malatian. Werther – Miguel Geraldi, tenor; Charlotte – Laura Aimbiré, meiossoprano; Sophie – Adriana Magalhães, soprano; Albert – Jonas Mendes, baixo e Karin Uzun – piano. Teatro João Caetano. Às 19h. R. Borges Lagoa, 650, tel. 5573-3774.

O quê? A dança final. Por quê? Uma das últimas peças de Plínio Marcos (1935-1999), a comédia retrata com muito humor o drama “do classe média” Menezes (Norival Rizzo) ao se esforçar para manter as aparências, tanto em relação a sua virilidade quanto ao seu casamento com Lisa (Denise Weinberg), expondo com muito humor assuntos como derrota, sexo, envelhecimento, ilusão e desejo. Sex. (R$ 40) e sáb. (R$ 60), às 21h30; dom., às 20h (R$ 40). Teatro Bibi Ferreira – Av. Brigadeiro Luis Antônio, 931, tel. 3105-3129.

17h às 23h

O quê? Grande Prêmio São Paulo Globo 2010, no Jockey Club de São Paulo. Por quê? Nas pistas do hipódromo paulistano, o 77º GP São Paulo reunirá os 18 melhores cavalos do turfe brasileiro, que irão se alinhar nos 2.400 m da raia de grama. A transmissão pode ser acompanhada pelo site: www.jockeysp.com. br. Entrada franca. Jockey Club de São Paulo – Av. Lineu de Paula Machado, 1263, tel. 2161-8300.

11h às 17h

evento

gastronomia

23h às 29h

O quê? La Cuisine du Soleil. Por quê? Ótima opção gourmet na madrugada. O ambiente elegante, no nível Lobby do hotel Maksoud Plaza, exibe nas paredes quadros assinados por mestres contemporâneos como Mabe e Fukushima. O cardápio segue as tendências gastronômicas internacionais, prevalecendo pratos leves e criativos, ao lado de menus sazonais. Entre as sugestões, pato selvagem assado com compota de maçãs e endívia grelhada. A carta de vinhos é completíssima, com mais de 600 sugestões, dos mais raros ao melhor custo/benefício. Funciona 24 horas. Al. Campinas, 150, tel. 3145-8000 r. 337.

83


segunda, 17

maio 2010

5h às 11h

moda O quê? Maria do Rio. Por quê? Inaugurada no último dia 20 na área de expansão do Shopping Cidade Jardim, a nova butique das irmãs e sócias Camila e Maíra Passos oferece marcas cariocas consagradas como Juliana Jabour, A.Teen, Lolitta, John John, KÁ, Totem; grifes de bolsas Renata di Biase, sapatos Allez Allez, joias de Thais França e Alê Chueire, moda praia C’est La Vie, moda íntima Verve, decoração com as cerâmicas Luiz Salvador e itens de papelaria. De seg. a sáb.: das 10h às 22h e dom.: das 14h às 20h. Av. Magalhães de Castro, 12.000, tel. 3552-2695. www.shoppingcidadejardimhsf.com.br

11h às 17h

evento O quê? Sentir Bem – Gastronomia, Eventos e Beleza. Por quê? Tudo começou com um portal focado em saúde, qualidade de vida, atividade física, beleza, nutrição e comportamento. Depois, o portal migrou para as rádios Record e USP, antes de firmar parceria com a UOL. Agora a empresa resolveu aplicar todos os assuntos discutidos em rede num espaço de 800 m2, que agrega salão de beleza, centro estético, área para eventos e restaurante. Detalhe: a espera do prato dá direito a uma massagem de cinco minutos. De seg. a sáb.: das 11h30 às 15h30. Al. Lorena, 355, tel. 2361-8678.

17h às 23h

gastronomia O quê? Nova pizzaria Babbili. Por quê? Tem arquitetura e sabores inspirados na Toscana. Na área dos fornos, um grande cubo envidraçado, com pé-direito duplo de seis metros, com vista para o lado externo da casa, possibilita acompanhar o processo de preparação e montagem das pizzas até mesmo de um prédio vizinho. Na adega, 600 garrafas para acompanhar pizzas tradicionais, especiais e gourmet. De dom. a qui.: das 18h30 às 24h; sex. e sáb.: das 18h30 à 1h. R. Abílio Soares, 912, tel. 3051-5881. www.babbili.com.br

23h às 29h

gastronomia O quê? Hambúrguer de Chocolate do Gabriel. Por quê? Um docinho antes da balada? O restaurante dos empresários João Bordon e Roney Moreira firmou parceria com o restaurateur Jeremias Pereira, e contrataram o chef Thiago Koch, de 25 anos (ex-subchef do Le Vin). Resultado: novas técnicas e muita criatividade, como a nova guloseima feita com macaron, ganache de chocolate, morangos laminados, folhas de hortelã e chantili. De seg. a qui.: das 12h às 15h e das 20h às 24h; sex.: das 12h às 15h e das 20h à 1h; sáb.: das 13h às 16h e das 20h à 1h e dom.: das 12h às 17h30. Al. Gabriel Monteiro da Silva, 1.424, tel. 3063-5400.

84 | 29HORAS | 29 de abril a 29 de maio 2010


terça, 18

maio 2010

O quê? Portinari na Coleção Castro Maia. Por quê? Para ter uma visão mais completa da obra do pintor brasileiro que alcançou maior projeção internacional. O conhecido filantropo Raimundo Ottoni de Castro Maia foi um dos grandes colecionadores da obra de Cândido Portinari, coletando importantes trabalhos, entre desenhos, projetos e séries encomendadas especialmente por ele. A mostra traz do Museu da chácara do céu, parte dos Museus Castro Maia, no Rio de Janeiro, o exclusivo conjunto de Portinari. Até 6/6. De ter. a dom.: das 10 às 18h. R$ 6 e R$ 3; sáb.: grátis. Até 22/8. Pinacoteca do Estado – Praça da Luz, 2, tel. 3324-1000.

5h às 11h

arte

O quê? Casa do Churrasqueiro. Por quê? É o lugar certo na hora de reunir os amigos para acender um carvãozinho. A loja, especializadas em utensílios de cozinha, acessórios e produtos para churrasco, tem tudo o que é preciso: uma boa faca, o equipamento adequado e até a peça de carne preferida, inclusive exóticas. A loja abre todos os dias, das 9h às 18h. Quem preferir pode saborear um bom corte ao ponto no próprio endereço. De seg. a sex.: das 12h às 15h; sáb. e dom.: das 12h às 17h. Afonso Brás, 390, tel. 3044-5100. www.casadochurrasqueiro.com.br

11h às 17h

compras

O quê? Nelson Goerner ao piano. Por quê? O argentino Nelson Goerner, de 40 anos, um dos pianistas mais notáveis de sua geração, vencedor do Concurso Internacional de Execução Musical de Genebra, em 1990. Desde então, tem participado dos grandes festivais de música europeu e em salas de concerto como o Wigmore Hall londrino e a Gewandhaus de Leipzig, ao lado de conjuntos como a Hallé Orchestra, a Orchestre de La Suisse Romande e a Filarmônica de Los Angeles. Dias 18/5 e 19/5: às 21h. Sala São Paulo – R. Mauá, 51, tel. 3351-8000.

O quê? Ballet Imperial da Rússia. Por quê? Depois do enorme sucesso da turnê realizada em 2007, onde apresentou o clássico O lago dos cisnes, o Ballet Imperial da Rússia, uma das mais respeitadas e admiradas companhias de dança clássica do mundo, herdeira das grandes tradições da escola russa de balé, volta ao Brasil, apresentando as coreografias Romeu e Julieta e Don Quixote. Dias 18/5 e 19/5: às 21h. Teatro Bradesco – Shopping Bourbon – R. Turiassú, 2.100, 3° piso, tel. 3670-4100.

17h às 23h

musica

O quê? O serviço de cerveja do Villa Vintém Bar Grill. Por quê? Na dianteira de todos os bares e botecos chiques da capital, do litoral e do Vale do Paraíba, recebeu o prêmio “Cerveja de Ouro 2009”, concedido pela Real Academia do Chopp e da Cerveja, da Ambev, em abril. Às terças, o chope é duplo. De ter. a sex.: das 17h às 2h; sáb.: das 12h às 2h e dom.: das 12h às 24h. R. Dr. César, 720, tel. 3447-5943.

23h às 29h

bar

85


quarta, 19

maio 2010

5h às 11h

curso O quê? Studio de Cerâmica. Por quê? Para criar, talvez relaxar ou, quem sabe, se profissionalizar. Localizado na zona norte de São Paulo, a proposta do Studio é ensinar cerâmica e comercializar as peças produzidas no ateliê. No agradável espaço, tudo o que é preciso para iniciar e/ou aprimorar o conhecimento sobre a cerâmica de alta temperatura. Tem aula experimental gratuita. De ter. a sáb.: das 9h às 18h. R. Antonio Clemente, 162, tel 2959-4407. www.studiodeceramica.com.br

11h às 17h

evento O quê? 8ª Edição da EBS – Evento Business Shows. Por quê? Único evento do Brasil que tem como objetivo gerar relacionamento entre destinos, espaços e fornecedores para eventos nacionais e internacionais junto aos profissionais da área, inclusive do turismo. Também participam os principais resorts do país e um stand especial da Espanha, que divulga o potencial de turismo de negócios e eventos deste país. Dias 10/5 e 20/5: das 14h às 20h. Centro de Convenções Frei Caneca (5º Pavimento) – R. Frei Caneca, 569, tel. 34722000. www.feiraebs.com.br

17h às 23h

música O quê? 3º Bridgestone Music Festival. Por quê? Agora são quatro noites com músicos cultuados e revelações do jazz e da música negra contemporânea: Ahmad Jamal, The Overtone Quartet, Christian McBride, Melissa Walker, Uri Caine, Barbara Walker, Dee Alexander, Don Byron, Christian Scott e Daniel Piazzolla. De 19/5 a 22/5: sempre às 21h30. De R$ 50 a R$ 120. Citibank Hall – Al. dos Jamaris, 213, tel. 2846-6232. www.citibankhall.com.br

O quê? Disney on ice – Princesas e heróis. Por quê? O clássico espetáculo de patinação no gelo, envolvendo os contos e personagens da Disney, é sempre um sonho, muito lindo. Até 30/5. Às 20h. De R$ 20 a R$ 120. Ginásio do Ibirapuera – R. Manoel da Nóbrega, 1.361, tel. 4003-0848. www.ticketsforfun.com.br

23h às 29h

gastronomia O quê? Central das Artes. Por quê? Este casarão dos anos 50 ficou conhecido por seus crepes (salgados e doces) e quitutes que podem ser acompanhados por uma boa cerveja de trigo alemão Erdinger. O restaurante é todo envidraçado e oferece uma belíssima vista do skyline da avenida Paulista. Promove exposições, vernissages e músicas. R. Apinagés, 1.081, tel. 3865-4165. De seg. a sáb.: a partir das 12h e dom.: das 18h às 24h. www.centraldasartes.com.br

86 | 29HORAS | 29 de abril a 29 de maio 2010


quinta, 20

maio 2010

O quê? Estúdio Brazoo. Por quê? Marca de roupas e acessórios femininos com atuação na área do design e da decoração. Produzem roupas atemporais em parcerias com artesões, criadores, comunidades, empresas e afins, sempre abertos para projetos que valorizem a identidade e a cultura popular brasileira. De seg. a sáb.: das 10h às 22h e dom.: das 14h às 20h. Shopping Frei Caneca – R. Frei Caneca, 569, 1º piso, tel. 3472-2239. www.brazoo.com.br

5h às 11h

moda

O quê? Espaço Cultural Laurent. Por quê? Para quem procura um espaço sofisticado, reservado a pequenos eventos vips, é o ideal. Funciona no mesmo endereço da conceituada escola de cozinha do chef Laurent Suaudeau, na região dos Jardins, o que garante aos convidados degustações de iguarias bem especiais e atendimento impecável. Tem capacidade para 60 pessoas sentadas ou 120 em pé. Tel. 3887-0170. www.laurent.com.br

11h às 17h

gastronomia

música O quê? ZZ Top. Por quê? É a primeira vez que o trio americano de hard rock dos anos 70 e 80 (Billy Gibbons no vocal e guitarra, Dusty Hill no vocal e baixo e Frank Beard na bateria) se apresenta no Brasil. Dia 20/5 e 21/5: às 22h. De R$ 200 a R$ 500. Via Funchal – R. Funchal, 65, tel. 3846-2300.

17h às 23h

O quê? Chris Brown. Por quê? Pela primeira vez no Brasil, o cantor, dançarino e ator americano, sensação do pop, r&b e hip-hop, lançou seu primeiro disco em 2005, aos 16 anos. Com apenas 20 anos, já coleciona três Billboard Awards, uma estatueta de Artista do Ano no American Music Awards e duas indicações ao Grammy. Os shows traz a turnê Fan appreciation, de seu terceiro e mais novo álbum Graffiti. Às 21h30. De R$ 100 a R$ 400. Citibank Hall – Al. dos Jamaris, 213, tel. 28466232. www.citibankhall.com.br

balada

23h às 29h

O quê? Dj Ana no recém-inaugurado Gold Lounge. Por quê? A moça que é residente aos sábados no clube Berlin também toca muito jazz e eletro-bossa ao lado do famoso Dj Bispo, às quintas-feiras, nessa sofisticada casa que mescla bar, lounge e restaurante, nos Jardins. De ter. a sáb.: a partir das 18h. Al. Ministro Rocha Azevedo, 482, tel. 30610660. www.goldlounge.com.br

87


sexta, 21

maio 2010 compras

5h às 11h

O quê? Caruso Tabacaria. Por quê? Lá você pode encontrar uma edição limitada de réplicas de personagens famosos do cinema, importadas pela Piziitoys, como o busto em tamanho natural de Don Vito Corleone (300 peças no mundo) e Indiana Jones (500). Vão roubar a cena no home teather. www.tabacariacaruso.com.br

11h às 17h

evento O quê? Expo Casamentos 2010. Por quê? Para conhecer as últimas novidades. Do convite à lua-de-mel, reúne 80 das principais empresas para casamentos, apresentando as últimas tendências da moda noiva pelas maiores grifes e estilistas; boas ideias, inclusive em custo/benefício de inúmeros serviços no setor, além de desfiles, degustações, apresentações, cursos, etc. Dias 21/5, 22/5 e 23/5; das 13h às 21h. R$ 20 (para os três dias). World Trade Center São Paulo – Av. Das Nações Unidas, 12.559, tel. 3055-8000. www.expocasamentos.com.br

17h às 23h

teatro O quê? Peter Pan. Por quê? O clássico infantil em versão teatral musicada e cheia de grandes efeitos, com três telões, imagens em 3D, 10 toneladas de equipamentos, recursos de levitação, muita pirotecnia, gelo seco efeitos especiais e de iluminação. Na encenação, cantada ao vivo, participam 27 atores que interpretam 40 personagens em 180 figurinos. Às 21h. Dias 22/5, 23/5, 29/5 e 30/5: às 16h30. De R$ 60 a R$ 160. HSBC Brasil – R. Bragança Paulista, 1.281, tel. 56462120. www.hsbcbrasil.com.br

cinema O quê? Estreias de duas aventuras no cinema. Por quê? Batalha por T.E.R.A., que conta a história dos últimos sobreviventes da humanidade que partem em busca de um novo local para habitar: o planeta T.E.R.A., e Fúria de titãs, onde Perseu é o único que pode salvar sua família de Hades, um vingativo deus das trevas. Sem nada a perder, ele lidera uma missão para derrotar o vilão, antes que ele alcance os poderes de Zeus. Nos cinemas da cidade.

musica O quê? Concerto Osesp. Por quê? A Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo regida por Yan Pascal Tortelier traz o jovem croata Dejan Lazic ao piano, interpretando Witold Lutoslawski, Frédéric Chopin e Pyotr Il’yich Tchaikovsky. Dias 27/5 e 28/5: às 21h e dia 29/5: às 16h30. De R$ 22 a R$ 50. Pça. Júlio Prestes, 16, tel. 3223-3966. www.osesp.art.br

bar

23h às 29h

O quê? Ludus. Por quê? Na primeira luderia brasileira, você pode beber, comer, papear e....jogar! No cardápio, 600 opções de jogos para serem praticados à vontade, com ou sem auxílio de monitores. Qua. e quin.: das 18h às 24h; sex. e sáb.: das 18h às 3h; dom.: das 16h às 23h; feriados: das 18h às 24h. R. Treze De Maio, 972, tel. 3253-8452. www.ludusluderia.com.br

88 | 29HORAS | 29 de abril a 29 de maio 2010


sábado, 22

maio 2010

O quê? Mavsa Resort, Convention & Spa. Por quê? Fica a apenas 90 min de São Paulo e é um lugar mágico para quem quer descansar e recarregar as baterias. O hotel tem um belíssimo spa, atividades para crianças e é conhecido pela alta gastronomia. Outro ponto forte é que ele foi projetado para se integrar ao meio ambiente. Em 2008, recebeu os Prêmios Qualidade Brasil e Chico Mendes por sua arquitetura sustentável. Av. 3 de Maio, 2.500, tel. (15) 3246-8200. www.mavsaresort.com.br

5h às 11h

turismo

evento

11h às 17h

O quê? Clube Avex – Balada Pinheiros. Por quê? É a sensação da moçada na faixa de 12 a 17 anos. A ClubAvex é uma empresa especializada na realização de festas e eventos voltados para os teens, realizando festas nos melhores clubes da cidade, como o Pinheiros, Paineiras, Sírio, além do Terraço Daslu e outros locais. Nesses eventos é proibida a venda de bebidas alcoólicas e a entrada é permitida somente mediante a apresentação do RG original na entrada. Às 17h. R$ 30. R. Tucumã, 36, tel. 3598-9700.

música

O quê? 4ª edição da Virada Cultural Paulista. Por quê? São 700 atrações, entre música, cinema, teatro, circo e muitas outras atividades em 29 cidades do interior de São Paulo. Realizada desde 2007 pelo governo estadual em parceria com a Secretaria de Cultura e prefeituras, é produzido pela APA (Associação Paulista dos Amigos da Arte). Entre os artistas, apresentam-se neste ano os franceses Manu Chao e Yann Tiersen, os norte-americanos Cat Power e Mudhoney, e os brasileiros Paralamas do Sucesso, Titãs, Zeca Baleiro, Toquinho, Arnaldo Antunes. Dias 22/5 e 23/5: das 18h às 18h. www.twitter.com/viradasp

O quê? Johnny Winter. Por quê? Em turnê, pela primeira vez ao Brasil, esse genuíno representante da guitarra selvagem do Texas figura na lista dos 100 Melhores Guitarristas do Mundo. Às 22h. De R$ 130 a R$ 250. Via Funchal - R. Funchal, 65, tel. 3846-2300.

17h às 23h

evento

O quê? Seleção do Humor Stand-Up. Por quê? O espetáculo com Márcio Ribeiro, Marcela Leal, Bruno Motta, Ben Ludmer e Maurício Meirelles, produzido por Alexandre Freitas, conta com elenco rotativo: a cada apresentação são chamados três convidados especializados na arte de fazer rir, além de outros candidatos que queiram mostrar seus talentos. Até 29/5. Sex. e sáb.: às 24h. R$ 40 e R$ 30. Teatro da Folha – Av. Higienópolis, 618, Piso 2, tel. 3823-2323.

23h às 29h

teatro

89


domingo, 23

maio 2010

5h às 11h

passeio O quê? Vivência Budista – Templo Zu Lai. Por quê? Localizado a pouco mais de 30 km da cidade, em Cotia, o Zu Lai é o maior templo budista da América Latina, atraindo centenas de pessoas em busca de auto-conhecimento e atrás de paz e equilíbrio. Esse roteiro, com visita monitorada, além de propiciar uma experiência espiritual diferente, com informações sobre o budismo e vivência de meditação, agrada pela beleza do templo e da natureza, onde está localizado. Dia 8/5: saída às 9h. De R$ 59 a R$ 89, com almoço vegetariano incluído. SESC Consolação – R. Dr. Vila Nova, 245, tel. 3234-3000.

11h às 17h

gastronomia O quê? Restaurante La Tasca. Por quê? O novo espanhol, aberto no bairro de Moema, é ideal para um almoço de domingo, com cinco versões de paellas feitas no tradicional fogão à lenha, com arroz espanhol, azeite e açafrão, para três e cinco pessoas. Além disso, há quase 20 opções de tapas, incluindo presunto cru espanhol serrano e pata negra, embutidos como chorizo, butifarra, fuet e lacón. De ter. a sex.: das 18h às 24h; sáb.: das 12h às 15h e das 19h às 24h e dom.: das 12h às 16h. Av. Carinás, 592, tel. 2308-1091. www.restaurantelatasca.com.br

17h às 23h

gastronomia O quê? Restaurante Ávila. Por quê? É uma das melhores casas portenhas da cidade, sob a batuta do argentino Guillermo Ávila, há 23 anos na especialidade. Entre os diferenciais está a forma de preparo da carne, no asador criollo, uma espécie de fogo de chão; os shows de tango aos sábados; a enoteca climatizada no piso superior, com mais de 215 rótulos; além de uma sala privativa para encontro de negócios ou lazer, com tv de plasma e internet. De seg. a qui.: das 11h30 às 24h; sex. e sáb.: das 11h30 à 1h e dom.: das 11h30 às 23h. R. Bandeira Paulista, 520, tel. 3167-2147. www.restauranteavila.com.br

23h às 29h

bar O quê? Bar da Vila. Por quê? Tem um chope bem tirado, petiscos deliciosos - como o os pasteizinhos Vila Mariana, recheados com tomates secos, mussarela de búfala e manjericão - e tem a vantagem de aceitar cachorros na área externa do bar. Bom para quem está caminhando com seu pet e quer fazer uma pausa para relaxar. R. Joaquim Távora, 1.322, tel. 5539-4887. De seg. a qui: das 17h à 1h e de sex. a dom.: das 12h à 1h.

90 | 29HORAS | 29 de abril a 29 de maio 2010


segunda, 24

maio 2010

O quê? VD’Sign. Por quê? Desenvolve e produz peças de design, numeradas, datadas e assinadas, que unem arte autoral e produção industrial. O desenho forte, contemporâneo e bem humorado, presente nas obras dos artistas parceiros – Guto Lacaz, Mario Cafiero, Marcelo Cipis, Walter Ono, Cristina Burger, Evelyn Tannus, Paulo Von Poser, Nair Kremer e Cecília Esteves valorizam paredes e estantes. Tel. 3864-3405. www.vdesign.com.br

5h às 11h

design

O quê? Coffee Lab. Por quê? É a toca da raposa, ou melhor da mestre de torra e barista Isabela Raposeira, que idealizou o espaço informal para ser um laboratório onde as pessoas têm a possibilidade de experimentar e conhecer todo o processo do complexo mundo sensorial do café. Para acompanhar, comidinhas bem especiais, como biscoito de polvilho com creme de queijo e flor de sal do Himalaia, caviar de café com creme de baunilha e cappuccino de colher. De seg. a sex.: das 9h às 18h e sáb.: das 10h às 16h. R. Cônego Eugênio Leite, 1.121, tel. 3375-7400. www.raposeiras.com.br

11h às 17h

gastronomia

O quê? Banda Mantiqueira. Por quê? Os conceituados músicos já tocaram nas principais casas de jazz da cidade e acompanharam artistas como o cantor João Bosco, Gal Costa, Guinga e Sérgio Santos em shows e festivais. Já estiveram até nos jardins do Palácio de Cristal, na cidade do Porto, em Portugal. Às 22h. R$ 40. Tom Jazz – Av. Angélica, 2.331, tel. 3255-3635.

17h às 23h

música

bar

23h às 29h

O quê? Bomm Bar. Por quê? Tem um bolinho de rabada delicioso, o Rabo Quente, que leva a carne desfiada com agrião e massa de batata (R$ 28, oito unidades). Na decoração da casa, fotos antigas do bairro onde está localizada, a Mooca. De seg. a sex.: das 16h até o último cliente e sáb.: das 12h até o último cliente; Fecha aos domingos. R. Tobias Barreto, 753, tel. 2606-8888.

91


terça, 25

maio 2010

5h às 11h

exposição O quê? Exposição Ouro da Colômbia. Por quê? Uma das mais importantes coleções do mundo, o acervo de peças de ouro do Museo del Oro em Bogotá abriga milhares de itens das diferentes culturas pré-hispânicas que se sucederam na América andina em mais de 5.000 anos. A mostra apresenta cerca de 150 artefatos do precioso metal, complementados com objetos arqueológicos de cerâmica, madeira, e outros materiais, que mostram a diversidade e alto grau de desenvolvimento daquelas culturas. De ter. a dom.: das 10h às 18h. R$ 6 e R$ 3; sáb.: grátis. Até 22/8. Pinacoteca do Estado – Pça. da Luz, 2, tel. 3324-1000.

11h às 17h

gastronomia O quê? Restaurante Brasil a Gosto. Por quê? Para experimentar as descobertas da chef e pesquisadora Ana Luiza Trajano, que trouxe do Pantanal novos e exóticos sabores para figurar no menu da casa, até o fim deste mês. Da entrada – carne de jacaré temperada com alho, acompanhada maionese caseira de pequi – a sobremesa – bolinho gelado recheado de sorvete de doce de mocotó com furrundum e calda de rapadura –, tudo surpreende. De ter. a qui.: das 12h às 15h e das 19h às 24h; sex. e sáb.: das 12h às 17h e das 19h à 1h e dom.: das 12h às 17h. R. Prof. Azevedo do Amaral, 70, tel 3086-3565.

17h às 23h

teatro O quê? Peça Curto circuito. Por quê? Conta a história de pessoas que por algum motivo saíram do seu eixo psicológico. Histórias que poderiam ser desesperadoras dão o tom eletrizante desta comédia interpretada por três atores que se revezam em 13 personagens, em situações como a mulher que mata porque “ele não ligou no dia seguinte” ou da Gardênia às voltas com a escova presa no cabelo minutos antes da reunião com o chefe. Até 6/7. Às 21h. R$ 40 e R$ 20. Teatro Bibi Ferreira – Av. Brigadeiro Luís Antônio, 931, tel. 3105-3129.

23h às 29h

balada O quê? Terças-feiras no Azucar. Por quê? O DJ Daniel Venezuel toca músicas de origem cubana e clássicos latinos dos anos 70 e 80. O público, na faixa de 25 a 35 anos, se sente em Havana: decoração, drinques, pratos, charutaria, música, tudo remete ao país de Fidel Castro. Entre as melhores pedidas, o mojito (rum, hortelã, limão, açúcar e água com gás), acompanhado por tacos de polvo, camarão e lula. Seg.: das 20h às 2h30; ter. e quar.: das 20h às 2h; de qui. a sáb.: das 20h às 3h. Fecha aos domingos. R. Doutor Mário Ferraz , 423, tel. 3074-3737.

92 | 29HORAS | 29 de abril a 29 de maio 2010


quarta, 26

maio 2010

arte

5h às 11h

O quê? Svenja Kalteich Design em Cerâmica. Por quê? A artista plástica alemã, há mais de dez anos radicada no Brasil, imprime na cerâmica um trabalho singular, cheio de leveza e efeito, conseguidos por meio de uma técnica de perfuração. Brancas ou negras, as peças de Svenja Kalteich são realmente diferenciadas e de extremo bom gosto. R. Antonio Von Zuben, 266, Vinhedo, tel. (19) 3826-1268. www.svenjakalteich.com.br

O quê? Bettina Terepins Joalheria. Por quê? As peças de Bettina são incomuns nas formas e acabamento. A designer sempre fez o caminho inverso: “Está vendendo isto, então eu quero aquilo”, conta. Os fios e as fitas de ouro foram as suas grandes descobertas. Depois de uma viagem à África do Sul, começou a usar a madeira certificada nas suas criações, aliada à chapa de ouro 18k e 24 k, recortada à mão, diamantes, pedras brasileiras, e pérolas. Tels. 3815-8725 / 38157289. www.bettinaterepins.com.br

11h às 17h

design

O quê? Che Bárbaro. Por quê? Com uma área externa inspirada em pontos históricos de Buenos Aires, como o bairro La Boca e a rua Caminito, serve as inéditas crepizzas (massa fina de pizza, enrolada com recheios variados como o de capa da costela desfiada). Às terças-feiras um dueto apresenta boleros; às quartas, voz e bandoneon (sanfona argentina); nas quintas, repertório variado ao piano e sextas, tango com clássicos de Carlos Gardel a canções modernas de Julieta Venegas. De ter. a sáb.: das 12h às 24h e dom.: das 12h às 18h. R. Harmonia, 277, tel. 2691-7628.

17h às 23h

gastronomia

música

23h às 29h

O quê? Guilherme Arantes no Bar Brahma. Por quê? Para ouvir hits como Planeta água, Cheia de charme, Um dia, um adeus. A temporada, que iniciou em 14/4, vai durar três meses, todas as quartas-feiras, no bar da avenida São João. A partir das 22h30. R$ 60. Av. São João, 677, tel. 3333-0855.

93


quinta, 27

maio 2010

5h às 11h

arte O quê? A Casa – Museu do objeto brasileiro. Por quê? Tem como objetivo contribuir para o reconhecimento, valorização e desenvolvimento da produção artesanal e do design nacional. Na agenda deste mês, a exposição O Objeto, a Arte e o Artista (apresenta o trabalho artesanal das mulheres do campo como fonte de renda, aproveitando as vocações regionais e preservando as culturas locais) e Na Cabeça, mostra de Silvia Lucchi, artista e designer de chapéus. De seg. a sex.: das 10h às 19h. R. Cunha Gago, 807, tel. 3814-9711.

11h às 17h

gastronomia O quê? Tacos Mex e Co. Por quê? Para saborear tacos, burritos, nachos, saladas e totopos regados a molhos de guacamole, sour cream e pico de galo. Para quem for esticar num happy hour, a casa oferece o teste das seis cervejas às escuras: quem acertar todos os rótulos das principais marcas nacionais, de 600 ml pedidos pela mesa, ganha uma como prêmio. De seg. a sáb.: das 11h45 às 22h30 e dom.: das 12h45 às 18h. R. Bandeira Paulista, 1.090, tel. 3849-6699.

17h às 23h

teatro O quê? Entre meias e gravatas. Por quê? Novo espetáculo do ator Marco Luque, conhecido por sua hilária apresentação stand-up, agora numa comédia com Guilherme Uzeda e Marlei Cevada, dirigida pelo próprio Luque. A peça conta a história de uma noite especial envolvendo oito personagens, interpretados pelos três. Até 24/6. Qui: às 21h30. R$ 60 e R$ 30. Teatro Shopping Frei Caneca – R. Frei Caneca, 569, 6º Andar, tel. 3472-2226.

O quê? Improvável. Por quê? Criado, produzido e encenado pela Cia. Barbixas de Humor, o espetáculo é um projeto de humor baseado em improvisações no qual a plateia interage para a criação das cenas, nos molde do programa Whose Line is it Anyway? (Inglaterra e EUA). Reestreia no Tuca depois de 170 apresentações de casa cheia, em 2009. Até 29/7. Qui: às 21h30. R$ 50 e R$ 25. R. Monte Alegre, 835, tel. 3167-7111.

23h às 29h

bar O quê? Voz e violão no The View Bar. Por quê? A vista panorâmica do alto do 30° andar do prédio na alameda Santos já seria motivo suficiente para visitar a casa, mas tem mais: o ambiente é requintado, as poltronas são amplas e confortáveis, os pratos e petiscos, saborosos e a música é tranquila e agradável, às quintas com voz e piano (a partir das 21h) e voz e violão (a partir das 24h). Seg.: das 18h às 24h; de ter. a sex.: das 18h às 2h e dom.: das 19h às 2h. Al. Santos, 981, tel. 3266-3692.

94 | 29HORAS | 29 de abril a 29 de maio 2010


sexta, 28

maio 2010

O quê? Pousada do Cedro. Por quê? Localizada a 175 km da capital, e a 12 km de Campos do Jordão, essa sofisticada pousada de arquitetura contemporânea tem espaços envidraçados, pé-direito alto e obras de arte na decoração. Para o bem-estar, SPA aquecido ao ar livre com 35 jatos de hidromassagem e sistema de iluminação por fibra ótica, para cromoterapia. Disponibiliza bicicletas com pneus mais largos,especiais para downhill (modalidade em que se desce montanhas íngremes, com pedras e saltos, além de outros obstáculos).Tel. (12) 36661873. www.pousadadocedro.com.br

5h às 11h

turismo

O quê? Estreia de Príncipe da Pérsia. Por quê? Filme inspirado no jogo homônimo. Um príncipe guerreiro (Jake Gyllenhaal) e uma misteriosa princesa (Gremma Arterton) lutam contra forças obscuras para proteger uma antiga adaga capaz de libertar as Areias do Tempo - um presente dos deuses com o poder de fazer o tempo voltar, podendo a pessoa que o possuir ter controle sobre o mundo. Direção de Mike Newell (Harry Potter e o cálice de fogo, O amor nos tempos do cólera). Nos cinemas da cidade.

11h às 17h

cinema

O quê? Demi Lovato. Por quê? Celebridade no universo teen, ela ficou conhecida mundialmente pelo seu papel de Mitchie Torres no filme Camp rock, da Wall Disney. Demi é cantora, compositora, toca guitarra e piano desde os onze anos e já compôs cerca de 300 músicas. Hoje são mais de 346 mil inscritos na página oficial da cantora, no myspace.com, e um número similar no canal oficial da cantora, no youtube. Às 21h. De R$ 180 a R$ 300. R. Funchal, 65, tel. 38462300.

17h às 23h

música

bar

23h às 29h

O quê? The Clock Rock Bar. Por quê? Para voltar aos anos dourados. Tudo na casa é inspirado nos Anos 50 e 60: a decoração, o cardápio com tradicionais hambúrgueres e milk-shakes, a equipe vestida a caráter, DJs e as melhores bandas de Rock´n´Roll e Rockabilly com repertório que inclui Elvis, Chuck Barry e Jerry Lee Lewis. Sex. e sáb.: das 21h às 4h. R. Turiassú, 806, tel. 3672-0845.

95


sábado, 29

maio 2010

5h às 11h

exposição O quê? Exposição Planeta inseto: Biodiversidade, no Instituto Biológico. Por quê? Para participar de uma corrida de baratas, num baratódromo; conhecer a maior plantação de café em área urbana e os insetos que vivem nela; saber como as lagartas tecem os fios de seda e quem são os insetos que rondam as nossas casas, avançam em nossa comida e podem transmitir doenças, por exemplo. De 29/5 a 30/5: das 9h às 17h. Av. Cons. Rodrigues Alves, 1.252, tel. 5087-1703.

11h às 17h

gastronomia O quê? Schiavi Rosticceria. Por quê? O chef Claudio Schiavi, italiano de Bergamo na Lombardia e radicado no Brasil desde 1963, começou a se interessar pela culinária aos 8 anos, quando ajudava a avó francesa a preparar geleias e bolos. Ao longo dos anos foi se aprimorando e acabou criando um cardápio com mais de 100 tipos de massas, e hoje atende os melhores hotéis do país: Blue Park Hotel; Copacabana Palace; Hyatt, Intercontinental, Marriott, Renaissanc, Sofitel e Transamérica. De seg. a dom.: das 6h30 às 20h. R. Mário Borin, 683, Jundiaí, SP, tel. 4521-5499. www.schiavi.com.br

música

17h às 23h

O quê? Turnê Cocked, locked, ready to rock, do Aerosmith. Por quê? Essa banda de hard rock, formada em Boston, em 1970, já vendeu mais de 150 milhões de cópias no mundo inteiro. Às 22h. De R$ 150 (arquibancada) a R$ 500 (pista premium). Parque Antártica – R. Turiaçu, 1.840, tel. 38746500. www.palmeiras.com.br

O quê? Tom Jobim in Concert. Por quê? Quem canta Tom é Heloísa Maria Buarque de Hollanda, a cantora e compositora Miúcha, irmã do cantor e compositor Chico Buarque e das também cantoras Ana de Hollanda e Cristina Buarque e, ainda, mãe da cantora Bebel Gilberto, do seu casamento com o cantor João Gilberto. Dia 29/5 às 21h. R$ 50 e R$ 100. Clube Hebraica – R. Hungria, 1.000, 3818-8800. www.hebraica.org.br

23h às 29h

bar O quê? Sábado Sound no DJ Club Bar. Por quê? Os DJs Rafael Perrotta e Gé Rodrigues tocam na noite especial, que completa 10 anos, com muito indie rock, brit pop, electro, new wave, flash house, entre outros hits dos anos 80. Zafa Pimentel, no lounge, se encarrega do projeto ‘DJ por um dia’, onde os frequentadores da casa podem escolher o setlist e comandar a pista. De qui. a sáb.: das 23h às 5h. Al. Franca, 241, tel. 3541-1955.

96 | 29HORAS | 29 de abril a 29 de maio 2010


BERSERK!

( ) segunda-feira ( ) terça-feira ( ) quarta-feira ( ) quinta-feira ( ) sexta-feira ( ) sábado ( ) domingo ( ) feriado

AQUI VOCÊ ESCOLHE. Address Cidade Jardim. Hospedagem e eventos, tudo num só endereço.

Rua Amauri, 513 - São Paulo | 0800 773 4663 | www.addressexecutive.com.br


29 horas com... todas as horas 6h20. “Acordo e tomo café da manhã com meu sogro, de 84 anos, que se considera meu consultor financeiro. Ele é, além de um grande amigo, profundo conhecedor do mercado, e não se conforma que eu não me preocupe com este assunto.”

7h. “Faço ginástica ou jogo tênis, dependendo do dia.”

9h. “As minhas consultas começam nesse horário e vão até a hora do almoço, quando faço uma pausa rápida para comer algo leve e ao mesmo tempo saudável. Muitas vezes, sigo do almoço direto para reuniões de trabalho.”

A caridade está no DNA de valores da família Cunha de médicos. Marcelo mantém a tradição junto com a mulher, a oftalmopediatra rosana “O médico cura e resolve quando é possível, mas ele conforta sempre”. Esta frase marcou a trajetória profissional do oftalmologista Marcelo Cunha. Recém-formado e com a fervilhante energia da juventude, ele ouvia do pai, Rubem Cunha, que era preciso sempre apoiar o paciente – mesmo (e principalmente) quando o caso dele fosse insolúvel. Rubem também havia aprendido estes valores com seu pai, Moacir Cunha, avô de Marcelo, e fundador da Clínica de Olhos Moacir Cunha, em 1940, uma referência na oftalmologia.

98 | 29HORAS | 29 de abril a 29 de maio 2010

A “menina dos olhos” de Marcelo – além da mulher, a oftalmopediatra Rosana, e das duas filhas – é a Fundação Oftalmológica Dr. Rubem Cunha, em São Paulo, entidade que ele criou com Rosana e que dá assistência a crianças e adolescentes sem recursos e com deficiência visual. “Toda semana eu tenho um caso mais complexo que o da semana anterior”, ele diz. “Os mais difíceis são aqueles em que os pacientes só têm um olho e necessitam de cirurgia; a responsabilidade é enorme, além do stress. Nessas horas eu chamo meu avô

e meu pai para estarem comigo e sinto a presença deles dirigindo minhas mãos”, diz o médico. Rosana é especializada em alterações oculares causadas pela Síndrome de Down, por isso a Fundação mantém também um consultório dentro da APAE, onde recebe 1.000 crianças por ano. Na verdade, a Fundação nasceu por causa de um pedido da APAE para atender no consultório algumas crianças que precisavam de avaliação. “Quando perguntei quantas eram, eles disseram: 200. Aí tudo começou”, lembra Marcelo. –Vanda Fulaneto

13h40.

“É quando começa a parte mais puxada da minha rotina. Cirurgias a laser e de catarata, análise e diagnóstico de casos da fundação, observação de pacientes. Fico até à noite no consultório, onde também funciona a Fundação.”

21h.

“Depois de chegar em casa e jantar com a minha mulher e nossas duas filhas, tiro um tempinho para responder e-mails. Não saímos muito durante a semana porque somos médicos e acordamos cedo. A exceção é algum evento de amigos ou programas culturais.”

23h. “Hora de dormir. Nos fins de semana, a agenda muda porque vamos ao clube de pólo Helvetia, em Indaiatuba. De vez em quando também vamos para Angra ou Paraty, onde relaxamos e agradecemos a Deus por tudo.”

divulgação

marcelo cunha


99


revista 29HORAS - Ed.07 - maio2010 - Capa 2  

Revista mensal com agenda cultural de São Paulo, distribuída no Aeroporto de Congonhas. Capa: Caua Reymond

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you