Page 1

29HORAS | 29 de outubro a 29 de novembro | Fernanda Young

30

dias tem novembro. e a agenda 29horas tem

150

programas para todas as horas do mês

como posar nua, escrever novo livro, cuidar dAs filhAs e seguir

YOUNG

29 horas por dia em SP

fernanda young dá a receita para viver sem se irritar na cidade que adotou

protagonistas quatro personagens paulistas que teoricamente não existem:

De 29 de outubro a 29 de novembro - distribuição gratuita

O padeiro poeta, a depiladora psicóloga, o taxista engenheiro e o manobrista empresário

PLASTIC LIBERTY flagramos a hora em que a liberdade virou filme

e mais:

um ensaio sobre a noite no bairro que dá cenário à ficção do longa sinobrasileiro-japonês ”Plastic city”

didú Russo vinhos para todas as horas georges foz a happy hour perfeita lilian pacce 29 horas no rio chic linda murAsawa 29 horas sustentáveis kike martins da costa o quiabo veste prada chantal brissac luz a pé


CoNsUmA Com estilo, N達o Com exCesso.

www.chandon.com.br www.catalogomh.com.br 4 | 29HORAS | 29 de novembro a 29 de dezembro 2009


uma revista criada para caber na sua agenda

Q

uerido passageiro,

é quase certo que você esteja lendo este primeiro número de 29Horas porque embarcou em congonhas, onde a revista é distribuída com exclusividade. se não for o caso, certo é que a revista tenha passado pelas mãos de alguém que lá embarcou, alguém que ajuda a compor o perfil extraordinário do usuário de congonhas. Um perfil de classe A (54%); de donos, presidentes, diretores ou gerentes de empresa (49%); com idade entre 25 e 44 anos e escolaridade entre superior e pós-graduação (80%). uma pessoa que tEm interesses, gostos – e horários – muito específicos. 29horas é uma revista concebida muito especificamente para essa pessoa ocupadíssima, que vive em São Paulo ou passa pela cidade de olho no relógio. A começar pelo formato de sua estrutura editorial, que procura adequar-se a sua agenda sempre apertada – uma agenda determinada quase sempre pelos negócios. 29horas “esticou” o dia para o leitor. seu serviço é distribuído em quatro faixas horárias: Manhã (que a revista considera entre 5h e 11h), Tarde (entre 11h e 17h), Noite (entre 17h e 23h), e noite adentro (entre 23h e... 29h!). porque em uma cidade como são paulo ninguém pode ter um dia de apenas 24 horas. nem vai chamar a balada de sábado à noite de balada da madrugada de domingo. 29horas vem corrigir esses desvios: para ela, a noite em São paulo termina na vigésima nona hora. Seja qual for sua agenda, o leitor terá como programar-se para o almoço, para ver uma exposição, um filme, para dar uma escapada a um spa entre reuniões, a uma happy hour ao fim delas, a um passeio antes do embarque, a uma noitada depois do voo adiado. 29horas embarca com você para longe de são paulo – e para mantê-lo próximo. programe com ela a sua volta. E volte EM breve. Pedro barbastefano Jr. publisher

5


Nossa força são nossos clientes. HSBC. Mais de 100 milhões de clientes em mais de 80 países. O maior e mais sólido banco do mundo pela revista The Banker. Veja o que o mundo está falando agora na web: oqueimportaparaomundo.com.br

HSBC Bank Brasil S.A. – Banco Múltiplo


22 mil pessoas construĂ­ram o Taj Mahal. Imagine o monumento que mais de 100 milhĂľes poderiam fazer.


>sumário

de 29 de outubro a 29 de novembro

hora H

12 Cinema Estreia “Plastic City”, que usa a Liberdade como cenário

14 Música Vem aí Sting, o preservado. E a bela regente mexicana Alondra de La Parra

16 Teatro A hora da loba Christiane Torloni

18 Noturno A ascensão de Hillary Daniels ao panteão do Baixo Augusta

20 Feiras A Expo Management homenageia os 100 anos de Peter Drucker

22 Walking Distance Vá à Pinacoteca do Estado e faça um belo passeio a pé

HORA H >> da hora 12 Cinema:

Plastic City

26 comida Quiabo, a hora e a vez de chegar às panelas finas dos Jardins 14 Musica: Sting 28 comer, beber, viver Nosso colunista Georges Henri Foz faz a happy hour perfeita 15 Teatro: Cristiane Torloni 30 vinhos Nosso colunista Didú Russo lista 29 vinhos para 29 horas 16 Cursos: Casa do Saber 34 29 horas em... Lilian Pacce diz como passar as 29 horas mais chiques no Rio 18 Livros: Novidades Novembro 36 massagem Existe uma para cada hora 20 Walking Distance: Pinacoteca

22 Compras: agenda 24 Comer, 29 horas Beber e Viver: Relógios

Quiabo veste Prada

64 26 150Comer, programas Beber Hora e Viver: a hora, Happy durante Hour todo o mês de novembro

28 Vinhos: 29 horas com...

29 Vinhos

82 linda murasawa A agenda sustentável da superintendente de sustentabilidade do Santander

8 | 29HORAS | 29 de novembro a 29 de dezembro 2009


Publisher: Pedro Barbastefano Júnior Conselho Editorial: Chantal Brissac, Claudio Elisabetsky, Clóvis Cordeiro, Didú Russo, Fabio Sgarbi, Georges Henri Foz, Pedro Barbastefano Júnior, Wagner Carelli Redação (contato@29horas.com.br): Chantal Brissac, Claudio Elisabetsky (fotografia), Christine Engelberg (arte), Joana Resek (arte), Maria Cecília Maciel (agenda), Vanda Fulaneto (produção), Wagner Carelli Projetos editorial e gráfico, serviços editoriais: Studio San Floro Colaboradores: Didú Russo, Georges Henri Foz, Letícia Liñeira, Liana Mazer, Lilian Pacce, Kike Martins da Costa Gerente de Produto: Ariovaldo Dias (ariovaldo@29horas.com.br)

>destaques

Sócios-diretores Clóvis Cordeiro e Pedro Barbastefano Júnior PUBLICIDADE Diretor comercial nacional: Luiz Carlos Stein (stein@meta29.com.br)

40 fernanda young. Ou

toda nudez será dissecada, avaliada, pensada, meditada pela apresentadora que acaba de posar para Playboy

Diretor comercial São Paulo: Fábio Sgarbi (fabiosgarbi@meta29.com.br). Equipe comercial: Caroline Garcia (caroline@meta29.com.br), Flávia Moraes (flavia@meta29.com.br), Marcelo Rocha (marcelorocha@meta29.com.br), Renata Piovezan (renata@meta29.com.br), Ricardo Passos (rpassos@meta29.com.br), Rogério Ferreira (rogerio@meta29.com.br) Rio de Janeiro– Gerente comercial: Leandro Iulianelli (leandro@meta29.com.br) Curitiba– Equipe comercial: Andrea Gianini (andrea@meta29.com.br), Mitsuo Kaneko (mitsuo@meta29.com.br) Brasília– Aloísio Nascimento (dbkn@uol.com.br)

46 personagens que não existem. O engenheiro

taxista, a depiladora que tortura e aconselha, o padeiro que faz pão como quem faz poesia e o manobrista que comprou a rua

ADMINISTRAÇÃO Administrativo e financeiro: João Carlos Vendramini (joaocarlos@meta29.com.br) Suporte mercadológico: Rodolfo Torrezan (rodolfo@meta29.com.br), Ana Paula Silva (anapaula@meta29.com.br), Arthur Trauczynski (arthur@meta29. com.br), Juliana Pessota (juliana@meta29.com.br) Equipe de criação: André Yoshikawa (andreyoshikawa@meta29.com.br), Cesar Valério (cesar@meta29.com.br), Karen Kohatsu (karen@meta29.com. br), Rose Oseki (roseoseki@meta29.com.br) Manutenção e logística de distribuição: Marcelo Mattos (marcelomattos@meta29.com.br) www.meta29.com.br Impressão e acabamento: IBEP Gráfica

52 a liberdade abre as asas. Um passeio pelo bairro oriental de São Paulo inspirado em “Plastic City”, o filme que usa a região como cenário

29HORAS é uma publicação mensal sob encomenda da Meta 29 Serviços de Marketing Ltda. Editora contratada: San Floro Editoração Gráfica ME Jornalista responsável: Wagner Carelli (MTB 12986) Tiragem: 40.000 exemplares DISTRIBUIÇÃO GRATUITA

Auditado pela

A Meta 29, como empresa consciente em relação às questões ambientais e sociais, usa papéis com certificação FSC (Forest Stewardship Council) para a impressão da revista 29HORAS. A Certificação FSC garante que a matéria-prima florestal utilizada em sua produção vem de um manejo considerado social, ambiental e economicamente adequado.

9


hora h

cinema

Quando a cidade é a personagem Dia 27 de novembro estreia nos cinemas brasileiros o filme “Plastic City”, longa-metragem dirigido pelo chinês Yu Lik Wai e co-produzido por investidores do Brasil, da China, de Hong Kong e do Japão. A trama trata da disputa pelo controle do comércio de produtos piratas e contrabandeados em São Paulo. Gângsteres de ascendência chinesa e japonesa, políticos e policiais corruptos brasileiros protagonizam a ação, que tem muitos tiros, brigas sangrentas e cenas sensuais rodadas em inferninhos da Liberdade (leia reportagem sobre o bairro como cenário nesta edição). Há também imagens feitas no Amapá, na selva do Oiapoque, “onde começa o Brasil”. O roteiro é do escritor Fernando Bonassi e o elenco traz, além dos chineses Odajiri Jo e Anthony Wong, o galã Alexandre Borges, o veterano Antonio Petrin, o assustador Milhem Cortaz (de “Tropa de Elite”) e a bela Tainá Muller (de “Cão sem Dono”). As imagens da cidade são bonitas e impressionam por seus ângulos e enquadramentos inusitados. O que não é suficiente para salvar o saldo final do filme, que começa como um thriller de ação em ritmo de quadrinhos, com cenas estáticas, diálogos rápidos e uma narrativa truncada que deixa o espectador confuso. Da metade para o fim, a história se enrola nos delírios e nos dramas psicológicos dos protagonistas.

DIVULGAÇÃO

Co-produção Brasil-China, “Plastic City” põe o bairro da Liberdade no cinema

Em Congonhas, 60.000 pessoas circulam por dia. 1.500 carrinhos de bagagem estão disponíveis no aeroporto ... 12 | 29HORAS | 29 de outubro a 29 de novembro 2009


Lik Wai disse ter ficado muito impressionado com a cidade na primeira vez que veio a São Paulo. “É um lugar doido demais. As diversas camadas e as muitas contradições que encontrei nessa metrópole foram inspiradoras para o meu filme. São Paulo oferece um pano de fundo adequado para uma história urbana moderna”, afirma o diretor chinês. Com orçamento de R$ 5,5 milhões, o filme tem efeitos especiais que ajudam a eliminar o realismo das cenas e criam um clima surreal. A certa altura, neva na cidade; São Paulo tem um porto (onde navios desembarcam a mercadoria ilegal) e um tigre branco passeia pela selva amazônica. Quando foi exibido no Festival de Veneza, o filme recebeu uma vaia no final e boa parte do público se retirou da sala no meio da sessão. Mas, para os paulistanos, é sempre interessante ver sua cidade retratada no cinema, ainda que o filme mostre a “brasilidade” da violência e da miséria já retratada em tantas outras produções. Neste também há crianças pobres, jovens que mergulham no crime e inescrupulosos homens de negócio como personagens principais. O diferencial é o cenário instigante de uma São Paulo com sotaque e vocação orientais. –Kike Martins da Costa

... são 43 lojas e postos de serviços, 2 agências de viagem e 6 agências de aluguel de carro. Há 22 portões de embarque ... 13


MÚSICA

Pela preservação de Sting

O britânico empunha outra vez a bandeira ambiental em um megashow no Ibirapuera Você já ouviu falar do britânico Gordon Matthew Summer? Provavelmente não, mas certamente já ouviu a voz aguda e as canções engajadas de Sting, 58 anos, um dos artistas mais celebrados da história, vencedor de 16 Grammys, com mais de 100 milhões de discos vendidos. Ele estará cantando e dançando na pista de atletismo do Parque do Ibirapuera no dia 22 de novembro, no encerramento do “Natura – Nós about us”. O evento, patrocinado pela marca de cosméticos de mesmo nome, apresentará nos dias 21 e 22 uma série de shows, exposições e oficinas voltados para os temas do bem-estar sustentável e da preservação, muito caros ao músico britânico. Ainda fazem parte de suas atrações musicais, todas reservadas para o segundo dia, o cantor Jason Mraz (do hit “I’m Yours”), Lenine, Carlinhos Brown, Arnaldo Antunes, AfroReggae. Sting esteve no Brasil em

2007 com o grupo The Police, reativado exclusivamente para um tour mundial naquele ano. Ele não é interessado na preservação por razões de marketing pessoal. O quase sessentão e praticante sério de yoga, que não perde o corpo de menino, é um incansável ativista do movimento preservacionista mundial. Uma das passagens mais marcantes de sua trajetória paralela e também de muito sucesso na defesa do ambiente se deu no Brasil. Em 1987, depois de conhecer o cacique Raoni e passar uns tempos na Amazônia, criou a Rainforest Foundation, uma das primeiras organizações em todo o mundo a se dedicar à preservação das florestas tropicais.

> a bela e o fera na sala são paulo Em São Paulo, a sempre rica temporada de música de concerto, de clímaxes imperdíveis, começa a baixar o volume em outubro e em novembro dá seus trinados de encerramento. A Sala São Paulo (antiga estção Julio Prestes, no bairro dos Campos Elíseos. Venda e informações pelos tels. 4003-1212 e 3057-0131) ainda terá concertos atraentes até dezembro, entre esses os dos dias 19, 20 e 21 de novembro, que serão regidos pela mexicana Alondra de la Parra (foto abaixo), de apenas 29 anos, e terão como solista o grande violonista brasileiro Fábio Zanon. No programa heterodoxo e latino, Luciano Gallet, Francis Hime, Heitor Villa-Lobos e Arturo Marquez. Alondra é a fundadora e diretora artística da Orquestra das Américas, baseada em Nova York, destinada a promover jovens solistas e compositores das Américas.

O que: “Natura – Nõs about us”. Onde: Arena de atletismo do Parque do Ibirapuera, rua Manoel da Nóbrega, 1361. Show de Sting: dia 22, às 20h30. Ingressos para o evento: de R$ 120 a R$ 500. (www. naturanosaboutus.com.br)

... entre os telefones, 83 são convencionais e 19 especiais para quem tem deficiência auditiva e locomotora ... 14 | 29HORAS | 29 de outubro a 29 de novembro 2009


Sabe quanto a sua empresa já perdeu?

Chega de atrasos e desperdícios Folha, Financeiro e Contabilidade integradas na velocidade da internet. Com a Webfopag você oferece serviços de alto padrão em Folha de Pagamento e RH para clientes de todos os portes, com a garantia da expertise do Grupo Employer. Tudo através de um sistema 100% WEB, que possibilita a completa gestão de folha de pagamento e ainda integra seus controles financeiros e contábeis, com extrema simplicidade e o melhor custo/benefício.

A Webfopag é tudo isso e ainda inclui soluções práticas e exclusivas:

Moderna, prática e fácil de usar!

www.employer.com.br

Visite nosso site e saiba como ter uma folha de pagamento inteligente. www.webfopag.com.br

contato@webfopag.com.br

0800 41 2400 / 41 3312 1236

15


teatro

A hora da loba

Em novembro, Christiane Torloni é um dos vértices de um triângulo amoroso intrigante e pouco convencional do melodrama humano. “O teatro é o personagem principal deste espetáculo, o grande homenageado. Ele nos permite a loucura, por isso nos salva. Apesar do amor, as pessoas têm que ir. Têm que partir. E, apesar do amor, minha personagem agora tem que deixar todo mundo ir, para não se matar. Eles são certos, errados, bonzinhos, bandidos... São lobos, lobas, são atores”, diz Christiane.

DIVULGAÇÃO

No dia 7 de novembro, Christiane Torloni sobe ao palco do Teatro Shopping Frei Caneca como “A loba de Ray–Ban”. Este texto de Renato Borghi foi originalmente encenado em 1987 como “O Lobo de Ray-Ban” e levava no elenco Raul Cortez, a própria Torloni e, na temporada carioca, o ator Leonardo Franco. À época, a peça foi um sucesso de público e crítica. Esta nova encenação, que também tem direção do brilhante José Possi Neto, promete sucesso ainda maior. Parceiros de palco na primeira ocasião e agora novamente, Leonardo e Christiane são também os produtores da montagem e consideram o texto uma jóia da dramaturgia nacional. “O projeto já está tão misturado com a minha vida e a do Leo que digo que devo ter feito algo de útil no mundo para esse texto ter voltado pra minha mão”, diz a atriz. A história gira em torno da abundância de amor. Os personagens envolvidos são atores, fazem do teatro sua profissão e seu sacerdócio. São seres apaixonados e apaixonantes, capazes de assumir a persona de verdadeiros monstros sagrados e resvalar o mais baixo

Apesar de ser uma versão, é impossível não considerála uma peça inédita, pois todo conflito passou a ser embasado por sentimentos completamente diferentes, já que “A Loba de Ray-Ban traz como protagonista uma mulher, ao invés de um homem. Christiane Torloni, a Julia de 1987, se metamorfoseou no personagem de Raul Cortez. Leonardo Franco, o jovem Fernando, 22 anos depois é Paulo, o antigo personagem de Christiane. Maria Maya vive o papel de Fernanda, que foi de Leonardo como Fernando. E Possi orquestra esse talentoso grupo de atores, que têm se envolvido

fortemente nos ensaios e leituras da peça. Sobre fazer as duas versões da peça, Christiane Torloni diz que acontece uma coisa interessante. “É como se eu acompanhasse a alma dos personagens por 22 anos e percebesse que a alma não tem sexo e que a sexualidade é um código”, explica. Para o diretor José Possi Neto, a semelhança das duas montagens é o texto do Borghi, apaixonado, contundente e desafiador. “As diferenças são todas. Eu não sou o mesmo Possi de 22 anos atrás, Christiane e Leonardo também não o são, crescemos e amadurecemos como artistas e como seres humanos.” Os cenários serão totalmente diferentes, embora a cena transcorra no palco de um teatro. Versamos sobre o mesmo tema, a paixão, na vida e na profissão. Expomos cruamente um triângulo amoroso, mas a emoção que permeia este trabalho tem outro tônus comparado àquele que se instaurou na encenação de 87. Lidamos agora com outro triângulo de atores, portanto outra química se estabelece. Resultado previsto? Novas emoções, nova estética”, afirma o diretor. O que: “A loba de Ray Ban”, peça de Renato Borghi. Onde: Teatro Shopping Frei Caneca (Rua Frei Caneca, 569, 6º andar. Tel. 11-3472-2229). Quando: De 7 de novembro a 20 de dezembro, quintas e sábados às 21h; sextas às 21h30; domingos às 19h. Preços: entre R$ 70 e R$ 80.

... cerca de 35.377 passageiros embarcam e desembarcam todos os dias. 14 restaurantes e lanchonetes estão no local ... 16 | 29HORAS | de 29 de outubro a 29 de novembro 2009


Tia dolor 485 re Magnis Sap. Agnis et filis etre Magnis Sapde 326 Magnis Sap. Agnis et filis e dolires e doliresdamdi ... 17


NOTURNO por Kike Martins da Costa

A Grace Jones do Baixo Augusta

O menino Daniel nasceu em São Roque e cresceu em Sorocaba, no interior de São Paulo. Lá aprendeu a tocar piano, órgão, flauta transversal e violino. Seu sonho era subir ao palco e cantar, ligar o rádio e ouvir sua voz, sua música. Aos 19 anos de idade, foi passar um fim de semana na metrópole e tudo mudou. Virou Hillary Daniels e passou a encenar performances nos clubes Ultralounge, A Lôca e Glória, encarnando um personagem futurista, dançando e dublando. Nunca mais voltou a São Roque. De dia, trabalhava no Edifício Copan como “cabide” no atelier do estilista Walério Araújo, que alinhavava suas criações sobre o corpo perfeito da dublê de modelo, que tem 64 kg perfeitamente distribuídos ao longo de seus 1,78 m de altura (mais saltos, conforme se lerá adiante).

Hoje, com 25 anos recémcompletados, essa escorpiana é uma das principais atrações do Café com Vodka, do Sonique, no trecho menos glamuroso e mais fervido da rua Bela Cintra, parte do chamado Baixo Augusta, uma região ao redor da rua Augusta, em seu trecho da Paulista para o centro, de atividade sócio-cultural alternativa com forte presença da comunidade GLS. A comportada domingueira Daniels tem hora para começar a para terminar: as portas do bar se abrem às 17h e o babado acaba pontualmente às 23h55. Nessas seis horinhas mágicas, Hillary primeiramente atua como hostess, na entrada do bar, e depois sobe ao palquinho no canto do salão para soltar seu vozeirão em sucessos de Nina Simone, Etta James e Donna Summer. E você canta em inglês mesmo ou manda

...Existem voos para 39 cidades, dentro de um raio de... 18 | 29HORAS | de 29 de outubro a 29 de novembro 2009

FOTO ELIZABETSKY | agradecimentos walÉrio araÚJO

Hillary Daniels é a maior (1,93 m, com salto 15) atração da disputada noite “Café com Vodka”, happening quinzenal do bar Sonique


Vestidos da grife Dois Meninos, sapatos Fernando Pires, óculos da Chilli Beans, peças cedidas por Alexandre Herchcovitch, Wilson Ranieri, Dudu Bertholini – Daniels é única, fabulosa e absoluta. “E pode dizer também que sou básica e essencial, tá?” ver no embromation, ms. Daniels? “Quando criança e na adolescência, estudei não só inglês como também francês”, revela a moça, com dentes perfeitos e um rosto que remete automaticamente à andrógina e robótica imagem da cantora e modelo jamaicana Grace Jones. Para viver seus fugazes momentos de diva, ela capricha na produção: vestidos da grife Dois Meninos, sapatos Fernando Pires, óculos da Chilli Beans e peças cedidas por estilistas como Alexandre Herchcovitch, Wilson Ranieri e Dudu Bertholini (Neon). “Já sou alta, mas adoro calçar um salto 15. Me sinto poderosa e, lá do alto de meus 1,93m, acho uma delícia tocar um pavor em quem me encara de maneira desrespeitosa”, conta. Portanto, prepare-se: quando você cruzar pelas ruas de São Paulo com uma negra

esbelta e enorme, de mais de 1,90m e cabeça raspada, prepare seu bloquinho de autógrafos. Você estará diante de Hillary Daniels, a única, fabulosa e absoluta. “E pode dizer também que sou básica e essencial, tá?” Ah, e afinal de contas, por que Hillary, Daniel? De onde surgiu esse nome? “Eu não gostava de quase nenhum nome de mulher, mas sempre achei que Hillary tem uma força, que soa bem. As Hillarys que estão por aí provam que minha intuição estava certa quando fiz esta difícil escolha, em 2003: Hillary Clinton, Hillary Swank, Hillary Duff... todas incríveis –- como eu!” Bar Sonique – Com projeto arquitetônico do ultra-in grupo Tryptique, o bar de Chico Lowndes e Beto Lago é impactante não só no conteúdo, como na forma: é todo de concreto e tem o teto riscado de neon. (r. Bela Cintra, 461, Consolação.Tel. 2628 8707).

...cobertura de 1500 km. O número total de banheiros é 40... 19


Encontro de líderes

Christie Hefner

O evento de gestão mais aguardado do ano acontece em São Paulo no final de novembro e comemora o centenário de Peter Drucker

Ele foi considerado o pai da administração moderna e um dos pensadores mais lúcidos de sua geração. Filósofo e economista, o austríaco Peter Drucker (1909-2005) completaria 100 anos neste 19 de novembro. Para comemorar o centenário, a ExpoManagement dedica o evento deste ano ao reconhecido teórico da administração. “Participar da comemoração do centenário de Peter Drucker é uma forma de revisitar seus ensinamentos e conselhos para implementar o trabalho do conhecimento, criando assim um futuro melhor, com empresas focadas na eficácia da gestão, na liderança ética e na responsabilidade social”, diz Marcos Braga, presidente da HSM, que organiza o encontro. Drucker antecipou o momento atual em que vivemos – crise nos mercados financeiros, empresas vulneráveis, instituições políticas em xeque – e previu que a economia estaria migrando para um novo tempo, rumo à sociedade do conhecimento. No encontro, que deve

reunir mais de 21 mil pessoas para ouvir palestrantes como Rudolph Giuliani, Michael Porter e Paul Krugman, haverá também a participação especial de Ira Jackson Dean, do Drucker Institute, que falará sobre a contribuição de Drucker na história da administração e os principais momentos a marcar o “Século de Drucker”. Grandes líderes internacionais estarão na ExpoManagement para discutir tendências e apresentar os conceitos que estão revolucionando o mundo dos negócios. Um exemplo é Rudolph Giuliani, o 107º prefeito de Nova York, que se tornou ícone mundial após a tragédia de 11 de setembro de 2001. Giuliani irá falar sobre a liderança eficaz e mostrar por que a ideologia é um dos instrumentos mais poderosos de um líder. Prêmio Nobel de Economia de 2008, Paul Krugman é outro nome esperado na platéia, junto com o CEO Jack Welch e Nicholas Carr, este um dos pensadores mais influentes na área da Tecnologia da Informação.

> AGENDA 1º dia (segunda-feira) 30 de novembro Paul Krugman

Rudy Giuliani

9h às 10h45 Christie Hefner - Como Transformar uma Marca em Ícone - Hefner ampliou enormemente o poderio da marca Playboy por meio de licenças e em 2008 faturou quase US$ 1 bilhão em vendas no varejo ao redor do mundo. 11h30 às 12h45 Claudio Fernández-Aráoz - Como Tomar Decisões Certas Sobre Pessoas - Fernández-Aráoz é autor do livro “Great people decisions: why they matter so much, why they are so hard, and how you can master them”, publicado em 2007 e que recebeu elogios enfáticos de Jack Welch, Jim Collins e Daniel Goleman. 12h45 às 13h Ira Jackson | The Drucker School Centenário de Peter Drucker.

Nicholas Carr

Jack Welch

15h às 16h30 Jack Welch (videoconferência) Gestão de Resultados - Jack Welch é o CEO mais admirado do mundo. Iniciou sua carreira na General Electric em 1960 e em 1981 tornou-se o oitavo chairman e CEO da empresa. 17h45h às 19h15 Venkat Ramaswamy - Co-criando o Futuro - Venkat Ramaswamy é coautor com C.K. Prahalad do livro “O futuro da competição: cocriando valor único com os clientes”, aclamado pela BusinessWeek como um dos dez melhores livros de administração de 2004.

... a população de funcionários de Congonhas engloba 75.000 pessoas, entre contratados, tercerizados e colaboradores ... 20 | 29HORAS | de 29 de outubro a 29 de novembro 2009


2º dia (terça-feira) 1º de dezembro 9h às 10h45 Kenichi Ohmae – A nova estratégia Conhecido internacionalmente como Mr. Strategy, Kenichi Ohmae foi eleito pela The Economist como um dos cinco maiores especialistas de management do mundo. 11h30 às 13h Rudolph Giuliani - Liderança de Alto Impacto - Rudolph Giuliani, o 107º prefeito de Nova York, tornou-se um ícone mundial após 11 de setembro de 2001.

17h15 às 18h15 Nicholas Carr - O Futuro da Tecnologia da Informação - Nicholas Carr é um dos pensadores mais influentes na área da tecnologia da informação. Seu intrigante artigo “IT doesn’t matter” (“A TI não importa”), publicado na Harvard Business Review em 2003, foi sensação instantânea, preparando o terreno para o grande debate mundial sobre o valor estratégico da tecnologia da informação nas empresas. 18h15 às 19h15 Vicente Falconi - Gestão Eficaz - É um dos mais renomados consultores de gestão do Brasil, Professor Emérito da Universidade Federal de Minas Gerais.

3º dia (quarta-feira) 2 de dezembro 9h às 13h Michael Porter - Do Planejamento à Implementação - Michael Porter é considerado a maior autoridade mundial em estratégia competitiva. É autor dos maiores best-sellers na área, entre os quais se destacam: Vantagem competitiva, Estratégia competitiva, A vantagem competitiva das nações, Competição e, mais recentemente, Repensando a saúde. 15h30 às 17h Bill Tancer - Web Strategy - Tancer é um renomado especialista em comportamento on-line. É autor do revolucionário best-seller “Click: o que milhões de pessoas estão fazendo online e o que realmente importa”.

17h45 às 19h15 Paul Krugman - O Futuro da Economia Mundial - Paul Krugman é um dos mais eminentes economistas do mundo. Professor de Economia e Assuntos Internacionais na Universidade Princeton, foi agraciado com o prêmio Nobel de Economia em 2008.

ExpoManagement 2009 Data: De 30 de novembro a 2 de dezembro de 2009 Local: Transamérica Expo Center Endereço: Av. Dr. Mário Villas Boas Rodrigues, 387 - Santo Amaro São Paulo – SP Informações: 11 4689-6666 ou www.expomanagement.com.br

cacoflores

15h30 às 16h30 Ian Ayres - Pensamento Numérico Renomado economista e professor da Yale School of Management, Ian Ayres é expert mundial em novos métodos de previsão e tomada de decisões que estão mudando não

só a maneira como as decisões são tomadas, mas as próprias decisões em si.

Tia dolor 485 re Magnis Sap. Agnis et filis etre Magnis Sapde 326 Magnis Sap. Agnis et filis e dolires e doliresdamdi ... emagrecimento | stress | diabetes 21 estética | check-up completo


walking distance

Luz da cidade

A PARTIR DA PINACOTECA DO ESTADO, EM SI UMA ATRAçÃO À PARTE – E QUE leva EM NOVEMBRO MOSTRA DE ALEX FLEMMING – CAMINHE PELA BELA REGIão da luz por chantal brissac

Estação da Luz e Museu da Língua Portuguesa Marco da fase áurea do café, abriga exposições interessantes, como a mostra “Cora Coralina: Coração do Brasil”. Até dia 13 de dezembro. Praça da Luz, s/n. Ter. a dom.: 10h às 18h.

Parque da Luz Passarinhos e árvores centenárias estão ali, às dezenas, para nos lembrar que o velho centro é verde, lindo e emocionante. Av. Tiradentes, s/n. Seg. a dom.: 7h às 18h.

2 min. 1 min. 3 min.

Bistrô da sara Em um antigo porão, o restaurante tem esquema self-service. Um destaque são os mini-quibes cozidos na coalhada. R. da Graça, 32. Seg. a sex.: 11h30 às 15h30. Sáb.: 11h30 às 16h30.

12 min. Museu de Arte Sacra Confira os presépios e as obras de Aleijadinho, Benedito Calixto e Anita Mafaltti. Av. Tiradentes, 676. Ter. a dom.: 11h às 19h.

14 min. Oficina Cultural Oswald de Andrade O centro, situado em um prédio de 1905, oferece cursos de artes e uma programação cultural interessante. Rua Três Rios, 363. Seg. a sex.: 14h às 22. Sáb.: 14h às 17h.

9 min. Sala São Paulo Tome um café nesse lindo prédio que abriga a maior sala de concertos da América Latina. Praça Julio Prestes, 16. Seg. a sex.: 9h às 18h. Sáb. e dom.: visitas monitoradas.

... a área total de Congonhas é de 1.647.000 m2. O horário de pico do aeroporto é das 6h às 9h e das 18h às 21h ... 22 | 29HORAS | de 29 de outubro a 29 de novembro 2009


Tia dolor 485 re Magnis Sap. Agnis et filis etre Magnis Sapde 326 Magnis Sap. Agnis et filis e dolires e doliresdamdi ... 23


da hora

comida

O Quiabo Veste Prada Antes ingrediente caipira, que vivia em velhas panelas de caruru e travessas trincadas de angu, o quiabo vê chegar sua Hora: brilha em louças chiques dos Jardins e do Leblon, repaginado por chefs famosos Quando ele chega à mesa, impressiona os comensais no mesmo prato, uma folha fina como papel feita com a baba do quiabo transformada em celulose; no fundo, um consommé que traz todo o sabor do vegetal; no meio, quiabo assado e bolinhas de caviar de quiabo. Caviar de quiabo? É isso mesmo! As sementinhas encapsuladas dentro dos quiabos foram transformadas em um verdadeiro caviar colhido na horta pela chef carioca Roberta Sudbrack.

Roberta, que já foi a cozinheira pessoal da Presidência da República nos tempos de FHC, desenvolveu com a Embrapa uma forma de transformar as bolinhas do quiabo em uma espécie de caviar vegetal. E a moda pegou. Vários chefs hoje usam esse recurso para vestir o outrora jeca fruto do quiabeiro com uma roupagem mais sofisticada e contemporânea. Não por acaso, em seu restaurante no Jardim Botânico, no Rio, o Roberta Sudbrack Gastronomia, hoje um dos carrosElisabetsky

Por anos e anos, o quiabo foi um ingrediente desprezado pela elite brasileira. Por causa de sua baba, é mal-visto, rejeitado e barato – o kg custa apenas cerca de R$ 3 em uma boa feira paulistana. Mas, de uns tempos para cá, esse vegetal que já alimentou marajás na Índia e faz muito sucesso nos diners de Nova Orleans, nos Estados Unidos, vem dando a volta por cima. O quiabo recupera o seu prestígio e começa a aparecer nos menus dos mais sofisticados restaurantes do eixo Rio-São Paulo. “Eu adoro quiabo. Ele é muito versátil e gostoso, basta saber prepará-lo e manipulálo da maneira correta”, explica Alex Atala, sócio e chef dos restaurantes D.O.M. e Dalva e Dito, nos Jardins. No menu degustação do D.O.M., Alex incluiu um prato que explora as várias das possibilidades dessa intrigante hortaliça e a apresenta em quatro versões. Por conta disso, o nome do prato não poderia ser outro: quiabo, quiabo, quiabo, quiabo!

A chef Tatiana odiava quiabo. Hoje ele é seu amor, tatuado no braço

26 | 29HORAS | de 29 de outubro a 29 de novembro 2009

chefes é o quiabo defumado com camarões semicozidos, uma espécie de “caruru desconstruído”. O hype em torno do vegetal é tamanho que a chef Tatiana Szeles, do paulistano Boa Bistrô, até tatuou um quiabo no seu antebraço. “Quando criança, odiava essa verdura. Nunca fui uma quiabomaníaca, até conhecê-lo melhor em Nova York. Eu morava lá, estava estudando gastronomia e em um dia fui a Chinatown. Comprei um pouco para enriquecer um sautée com lulas no wok e acabou dando tão certo que virou um dos meus pratos prediletos até hoje. Ele tem uma textura e um sabor incríveis”, opina. Em seu restaurante, para evitar qualquer tipo de rejeição, ela serve o quiabo frito, bem crocante, sequinho e sem nenhum vestígio da famigerada baba. “Todo sábado, quando preparo um bobó com chips de quiabo, é um sucesso! Num outro restaurante em que eu cozinhava, fazia uma cavaquinha com quiabo que era simplesmente divina, modéstia à parte. Virou marca do meu trabalho. Hoje tem gente que até se refere a mim como a Tatiana do Quiabo”. Outro que se encantou com o legume foi o jovem Felipe Ribenboim, que, ao lado de Gabriel Broide, toca o Dois Cozinha Contemporânea, em Pinheiros. Ex-estagiário de Ferran Adrià no restaurante catalão El Bulli, considerado por muitos o melhor do mundo, Felipe exalta a brasilidade do quiabo. “Ele


foto Elisabetsky | jóias Antonio Bernardo | Quiabo Casa Santa Luzia

Elisabetsky

“Eu o odiava, odiava. Foi só em NY que acabei virando quiabomaníaca”, diz Tatiana

Em versão Casa Santa Luzia e usando Antonio Bernardo, ele posa em maço para as lentes de Elisabetsky

tem um sabor que remete à infância, à casa dos avós, às origens. Uso o quiabo em um prato que é dos mais vendidos aqui no Dois, o

nhoque de cará com ragu de galinha caipira e quiabo. Os clientes estrangeiros adoram; os brasileiros nem tanto, mas começam a gostar”, diz.

O quiabo não é brasileiro: sua origem é africana. Chegou ao Brasil e aos Estados Unidos pelas mãos dos escravos. Nos estados do sul, como

a Louisiana e o Alabama, é muito popular - transformouse em um dos principais ingredientes do gumbo, prato típico venerado na região. Na Índia, onde é consumido em ricos ensopados com curry, é considerado uma iguaria pelos vegetarianos e, no Japão, faz sucesso em robatas (espetinhos grelhados consumidos com molho tarê). Aliás, no cardápio do restaurante Kinoshita, do premiado chef Tsuyoshi Murakami, o quiabo também brilha. No elegante endereço da Vila Nova Conceição, a hortaliça aparece no nametake no limão, uma delicada entrada composta por minicogumelos japoneses e quiabos servidos dentro da fruta cítrica. –Kike Martins da Costa D.O.M. - Rua Barão de Capanema, 549 – Jardins. Tel.: 3088-0761.
 Boa Bistrô – Rua Padre João Manuel, 950 – Jardins. Tel.: 3082-5709. 
 Dois Cozinha Contemporânea – Rua Antônio Bicudo, 136 – Pinheiros. Tel.: 2533-5028.
 Kinoshita – Rua Jacques Félix, 405 – Vila Nova Conceição. Tel.: 3849-6940.
 Roberta Sudbrack Gastronomia – Rua Lineu de Paula Machado, 916, J. Botânico, Rio. Tel.: (21) 3874-0139.

27


da hora

comer, beber, viver por georges henri foz

feliz com nuances

A faixa de horário que vai do final do expediente ao instante de voltar para casa – a ansiada happy hour – pode ser perfeita. Desde que... ou na avenida Paulista.Vai ter que agendar o encontro, no máximo, em Moema, onde estará a apenas meia hora de Congonhas. A boa noticia é que, com um pouco de orientação – e aí é que posso ajudar –, existem lugares fantásticos em qualquer bairro da cidade. A segunda decisão para uma happy hour feliz é saber o que você procura. Pode ser um lugar calmo e sóbrio para resolver os últimos negócios do dia sem ser atrapalhado ou um bar agitado e descontraído com chopp, drinks e petiscos impecáveis para simplesmente curtir e esquecer o stress do seu dia. São Paulo é uma metrópole que costuma atender a qualquer expectativa e satisfazer os mais diferentes estados de espírito – claro, desde que você esteja bem orientado.

28 | 29HORAS | de 29 de outubro a 29 de novembro 2009

A torre do Fasano marca a hora; no saguão, o Baretto inicia os trabalhos

> em defesa do ambiente oito happy hours classificadas pelo clima sóbrias: Baretto (hotel Fasano) – R. Vitório Fasano, 88, tel. 3896-4000. 19h/3h (sáb. e feriados a partir das 20h; fecha dom.). Josephine – R. Jacques Felix, 253, tel. 3842-5891. Seg. a sáb. das 12h às 23h; dom. até 22h. Octavio Café – Av. Brig. Faria Lima, 2996, tel. 3074-0110. descontraídas: Esch Café – Al. Lorena, 1899, tel. 3062-2285. Seg. a dom. a partir das 12h. Original – R. Graúna, 137, tel. 5093-9486. Seg. a quarta, das 17h30 às 2h; quinta e sexta, das 17h30 às 3h; sáb., de 12h às 3h e dom. das 12h às 22h. Dona Flor – R. Canário, 480, tel. 30794389. 17h/último cliente (sáb., dom. e feriados a partir das 12h). descontraídas/badaladas: Alucci Alucci – R. Vitório Fasano, 35, tel. 3086-1252. 18h30/1h (sex. até 2h; sáb. 19h30/2h; fecha dom.). Skye (hotel Unique) – Av. Brig. Luiz Antonio, 4700, tel. 3055-4702. 12h/15h e 18h/1h (sex. e sáb. até 2h; sáb. e dom. almoço até 16h.). 7h45/0h (sáb. e dom. a partir das 9h; dom. até 23h; fecha seg.).

Ilustrações Joana Resek

[ [ três estilos

No quadro ao lado, proponho sugestões básicas para a happy hour entre as regiões Paulista/ Jardins, Itaim/Vila Nova Conceição e Moema/ Aeroporto, igualmente importantes nos quesitos business e entretenimento. E estabeleci três tipos de ambientes distintos para três tipos de procura: 1 – Sóbrio-comportado (para quem quer fazer uma última reunião tomando um belo drink ou um bom vinho, mesmo sozinho). 2 – Descontraído (para quem quer se divertir sem abrir mão de competência e qualidade). 3 – Descontraído-badalado (para quem quer se divertir e até mesmo conhecer gente, sem abrir mão de competência e qualidade).

Foto divulgação

Como diria Vinícius, tenha calma. Sobretudo calma. Calma nessa hora. Escolher o lugar da happy hour demanda foco e informação. Caso contrário, aquele momento sagrado não se transforma em um ritual tão gostoso e relaxante como você quer. E o que você mais deseja é relaxar depois de um dia estressante, não é mesmo? São Paulo é tão gigantesca e, portanto, tão repleta de opções, que o próprio público acaba desenhando um perfil especifico para cada espaço. A primeira coisa a saber é onde será o próximo compromisso depois da happy hour. Isto porque esta parte do dia (entre 17h e 21h) se encontra no pico do tão caótico trânsito da cidade. Se você tiver que pegar um voo em Congonhas às 20h, não adianta nem sonhar em marcar sua happy hour nos Jardins


29


da hora

adega por Didú Russo

29 vinhos em 29 horas mestre didú propõe a delícia de degustar cada instante e acentuar cada mood com a liquidez adequada Costumo provar mais de 800 vinhos por ano. Diante do dilema de escolher 29 deles e distribui-los por adequação nas faixas horárias propostas por 29HORAS, optei 1) por es-

crever sobre os 29 primeiros que me viessem à cabeça, e 2) por pensar depois em que faixas horárias sua degustação poderia ser acentuada (das 5h às 11h, das 11h às

17h, das 17h às 23h, e das 23h às 29h). O método resultou numa lista de vinhos muito especial. São bebidas que podem ficar ainda melhores se provadas na hora certa –

ou seja, agora. Espero que você goste dos vinhos e das sugestões. Saúde!

>

Château Le Puy Um ícone biodinâmico em meio a Bordeaux. Vinho

> >

>

>

Angel’s Cuvée Blanc de Bianco

estupendo, tinto de classe

Um show, um vinho to-

Pablo Falabrino é um vitivicul-

e puro, não quer ser nin-

talmente desprestigiado e

tor surfista. Neste vinho produ-

guém, está feliz com ele

Pinot Noir feito na

desconhecido por aqui, terra

zido com chardonnay, trebbia-

mesmo é dá um banho

Patagônia por Piero Incisa

da caipirinha e da cerveja.

no romagnolo e viognier, Pablo

na maioria dos vinhos

della Rocheta, a mesma

Vinho perfeito para aperitivos.

consegue a “flor” do jerez em

manipulados por

família do famoso

O mais conhecidos é o Tio

seu chardonnay, dando um

clones e leveduras que

Sassicaia, o 1º super

Pepe do tipo “fino”. O Palo

toque sutil de oxidação, o que

mascaram o terroir.

toscano. O Chacra

Cortado é do excelente

confere características únicas

(www.worldwine.

bebido às cegas é um

produtor Lustau. Sabe a

no vinho complexo, untuoso,

com.br)

verdadeiro pinot noir

amêndoas torradas salgadas,

com ótima acidez e muito sedu-

da Bourgogne. Aliás

azeitonas, aliches. Tenha

tor. Ótimo para uns camarões à

o único, secondo me,

sempre em casa: é nota de

provençal, lagostas grelhadas

da America do Sul.

elegância e savoir vivre.

com manteiga queimada.

Não tem pra ninguém. Nem

(www.expand.com.br)

(www.expand.com.br)

(www.vinedodelosvientos.com)

perca tempo procurando ou-

Chacra Barda

Jerez Lustau Palo Cortado

>

Rosé da Provence

tros. Secondo me, vinho rosé é provençal. Sugiro um Domaine

L’Anglore Um vinho natural do do Sul

>

do Rhone, inacreditável. Uvas grenache. Muito caráter, você não quer parar de prová-lo. Muita fruta madura e escura, ameixas, boa acidez, elegante e cheio de vólupia.

Bouzeron de A. et P. De Villaine Um Aligoté (nome da uva) da Bourgogne. Pouca gente sabe que há essa uva por lá, além da Chardonnay. Este vem dos vinhedos da esposa de Aubert de Villaine, dono do famoso Romanée-Conti. Vinho surpreendente, soberbo, complexo, com aromas florais, muito mineral. Impecável. (www.expand.com.br)

>

de Pontfract AOC Côtes de

Tormentas de Marco Daniele

Provence. Experimente pre-

Tente achar o Tormentas

parar uns mariscos à vinagrete

Premium 2006 com o corte de

ou à provençal e acompanhe

pinot noir de colheita tardia,

com uma taça bem geladinha

tannat, merlot e alicante

de um rosé desses. Um show.

bouschet. Muito bom com

(http://kbvinrose.blogspirit.com)

um toque especial e na medida de bret que eu adoro. Aromas de pitanga madura por baixo de muito mel e frutas vermelhas maturadas, fruta cotta, que confirmavam na boca. (www.tormentas. com.br)

>

Marsane De Lucca Um vinho uruguaio impressionante pelo frescor e complexidade, vinho branco untuoso e intenso que encara até um cordeiro grelhado. O produtor Reinaldo De Lucca é um super craque e teimoso, seus vinhos são uma raridade. Espetacular. (www.barrinhas.com.br)

30 | 29HORAS | de 29 de outubro a 29 de nobembro 2009


>

Clos de Coulée de Serrant Impossível relacionar vinhos

> >

sem incluir o vinho biodinâmi-

Kamptaler Terrasen

co de chenin blanc do Vale do

Um vinho que nos aromas tem

Loire, um presente da natureza

batata-doce, erva-doce, casca

que é “auxiliado” pelo “gênio”

de camarão grelhado, gengibre,

Nicolas Joly. Ele não usa ab-

repolho, coisas assim. Daí você

solutamente nada químico

coloca na boca e é um show

e faz um vinho único,

de vinho. Único para encarar

complexo, de aromas que

as comidas asiáticas. Prove um

passeiam por erva-doce,

daqueles dins un com esse vinho

marzipan, massa de

e você verá.

modelar. Tem ótima

(www.mistral.com.br)

maravilha, produz vinhos antes do Brasil ter sido descoberto. Este super toscano de merlot,

acidez, é longo, delicado e sedutor. Tomaria o vinho acompanhando um vatapá.

>

Nieport Batuta

cas da região, como a touriga

com muita classe e elegância, taninos finos e perfeito equilíbrio. Muita extração.

presente. Evolui enquanto se conversa.

(www.mistral.com.br)

Gevrey-Chambertin Le Roy

biodinâmica em seus vinhos. Este é um exemplo, longo, sedoso, persistente, uma gama enorme de aromas, com rosas, cravo, couro. Mostra bem por que o Gevrey-Chambertin era o vinho preferido de Napoleão. (www.zahil.com.br)

>

Mas au Schiste Domaine Rimbert Um Saint Chinian (Languedoc), com carignan, syrah e grenache. O nome é um trocadilho: significa vinho feito no xisto. E masoquista também, pois o produtor teima em produzir vinhos nessa região inóspita. Outro vinho imperdível, e uma das melhores relações de

Madame Le Roy é impecável no seu trabalho de pureza

(www.decanter.com.br)

Gaia Estate

Espetacular.

>

gordo, fresco, com acidez

para a barrica para afinamento.

mostra ser um grande vinho,

(www.mistral.com.br).

tem queijo, flores, é mineral,

rada das cascas e o vinho volta

com.br)

muita complexidade. Na boca

(www.mistral.com.br)

performance pessoal.

malvasia, é super evoluído,

barrica desmontada para reti-

(www.grandcru.

frutas vermelhas e negras, e

complexo, longo.

trabalho, qualidade e fantástica

81 tem 90% de viura e 10% de

completa, o vinho é retirado, a

garrafa de Alma Viva...

impressionante, marcado por

gordo, mas mineral, intenso,

aos píncaros, graças ao seu

O Viña Tondonia Gran Reserva

ao dia. Depois da fermentação

gaste mais por uma

Grécia, amplo e generoso,

Um vinho imperdível, cheio,

preços dos vinhos italianos

do tataravô, toda em madeira.

giradas quatro a cinco vezes

lembrar que há quem

É dos melhores vinhos da

com os vinhos tranqüilos.

me. Levou a qualidade e os

de Heredia na mesma bodega

de barricas de carvalho que são

show, e me leva a

borado com a uva Agiorgítiko.

que fez a promoção do Douro

italiano do vinho hoje, secondo

produzido pela família Lopez

mentar as uvas inteiras dentro

castas francesas. Um

Maravilhoso tinto grego, ela-

dos “Douro Boys”, a turma

Ângelo Gaja, o principal nome

Rioja tradicionalíssimo,

girolate, que consiste em fer-

tem a oferecer com as

um verdadeiro néctar.

>

souzão, etc. Dirk Nieport é um

vida e não provar um vinho de

Blanco

syrah. É produzido pelo método

mostra tudo que a Itália

muito corpo, muita intensidade,

a tinto cão, barroca, roriz,

Um pecado passar por esta

Tondônia Gran Reserva 1981

Um tinto chileno incrível da uva

O resultado é muita extração,

nacional, a touriga franca,

Barbaresco Gaja

Girolate do Villard

net franc e petit verdot

Douro, região dos vinhos do Porto. As uvas são várias típi-

>

>

cabernet sauvigon, caber-

Um tinto seco produzido no

(www.casadoporto.com)

>

Le Serre Nuova Ornellaia IGT Frescobaldi, o produtor desta

Gruner Veltliner Brundlemeyer

>

qualidade e preço que Anima Negra

conheço.

Vinho da uva callet, uma casta

(www.delacroixvinhos.

autóctone da Ilha de Mallorca.

com.br)

Seu produtor, o incrível Miguelàngel Cerdà, é um talento incrível. Recuperou vinhedos antiqüíssimos dessa uva que tem estrutura e bouquet extraordinários, algo novo no mundo do vinho. (www.mistral.com.br)

(www.vinivinci.com.br)

31


da hora >

Vinhos

Amarone Dalforno Com as castas corvina, rondinella, croatina e oseleta, Romano Dal Forno é referência

>

>

Justino Madeira Boal 10 anos A uva chama-se boal, o vinho

no mundo do Amarone.

é da ilha da Madeira, de cor

Seu vinho é simplesmente

âmbar ligeiramente escuro.

impecável, de profunda cor rubi e suntuosos perfumes de intensidade extraordinária, passeando por aromas de licor de amoras, trufas, grafite, cânfora e baunilha. Impossível não deixar-se seduzir. (http://www.cellar-af.

O must em champagne, produ-

>

Veuve Clicquot o Vintage 1979

Aroma refinado e potente. Na

Um espetáculo de champagne.

boca é fresco, ligeiramente

O efeito de suas leveduras em

alcoólico, com notas de fumo,

contato com o vinho (sur lies)

amêndoa e chocolate com

é tão fantástico que fica difícil

excelente acidez final. Final

descrever a diversidade de aro-

longo. Perfeito acompanha-

mas – tostado, marzipan, flores

mento de queijos, sobreme-

brancas murchas, brioches

sas doces ou servido após a

tostados na manteiga, abricot,

refeição com charutos.

e por aí... um espetáculo.

(www.casaflora.com.br)

com.br/)

Champagne Salon zido só com a uva chardonnay (normalmente são três as uvas de champagne: chardonnay, pinot noir e pinot meunier). Salon é unanimidade entre experts no mundo todo, para poucos. O biodinâmico e natural EglyOuriet (www.worldwine.com. br) é um espetáculo, e bem mais em conta. Não usa nada químico, nem fertilizantes, nem agrotóxicos, nem leveduras selecionadas, nada além das

>

>

>

Caves Geisse Brut Nature

Villa dei Misteri

Espumante brasileiro que fica

Mastroberardino

10 anos sur lies dando uma

Scavino

Este produtor do sul da Itália é

complexidade extraordinária

Um vino da meditazione que

um marco histórico. Só produz

ao espumante que tem

se transforma a cada minuto

vinhos de uvas autóctones.

seu dégorgement reali-

em sua taça, passeando por

Por sua dedicação, o governo

zado no momento da

alcatrão, alcaçuz, castanhas,

italiano convidou-o a res-

venda. Comprado

baunilha, canela, pimenta

suscitar um antigo vinho de

apenas sob encomen-

verde, violetas, rosas, ameixas

Pompéia. Assim nasceu o Villa

da. Já foi confundido

secas, bolo de frutas, tabaco e

dei Misteri, um vinho único e

com champagne em

chocolate amargo. Impecável.

fascinante, elaborado com a

degustações às cegas

(www.vincivinhos.com.br)

produção de cinco minúsculos

diversas vezes.

vinhedos plantados dentro do

(www.amadeu.com.br)

Barolo Bric Del Fiasc de Paolo

excepcionais uvas de seus vinhedos. Champagne cabe a qualquer hora e em qualquer lugar, transforma uma situação comum em um momento especial. Pela manhã em boa companhia?... Inesquecível. (www.worldwine.com.br)

sítio arqueológico de Pompéia,

>

Porto Noval 40 anos Um sonho de vinho, praticamente indescritível. Para se beber uma vez na vida, intenso, complexo, com aromas de ameixas maduras, chocolate amargo, frutas secas, frutas glaceadas, especiarias. Na

com as mesmas castas e os mesmos métodos usados pelos antigos romanos! Elegante e complexo, é provavelmente o vinho com maior carga histórica já produzido em tempos modernos. (www.mistral.com.br)

boca é cheio, sedutor, confirma os aromas e não se pode parar de bebê-lo.

Ilustrações: Joana Resek

32 | 29HORAS | de 29 de outubro a 29 de nobembro 2009


33


da hora

29 horas em...

29 horas no

rio

lilian pacce dÁ as dicas de como passar um dia chique e elegante na nova cidade olÍmpica

pelo canal GNT. No seu blog, www.lilianpacce.com.br, ela conta as novidades do universo da moda.

5h às 11h

“É uma delícia acordar no Copacabana Palace e tomar um café da manhã à beira da piscina. Aliás, esta piscina é uma das coisas mais mágicas do hotel. É cool, bonita e elegante. Eu sugiro tirar a manhã inteira para aproveitar a piscina, entre mergulhos e preguiçosos banhos de sol.” Av. Atlântica, 1.702.

Copacabana Palace

34 | 29HORAS | de 29 de outubro a 29 de novembro 2009

11h às 17h

“O objetivo é o Leblon, mais precisamente a rua Dias Ferreira, uma das mais badaladas do Rio, que tem lojas de estilistas bacanas, como a da Isabela Capeto.

uma pausa para um almoço no Celeiro – a comida é ótima, com opções orgânicas e sucos naturais.

Restaurante Celeiro

Rua Dias Ferreira

Lá tem um predinho de três ou quatro andares supercharmoso e antigo que abriga marcas como Patrícia Vieira, Maria Manuela, Sta Ephigênia e Antonia Bernardes, entre outras. O bom é que esse horário é perfeito para espiar as coleções das estilistas e fazer

Aproveite para dar uma conferida nos lançamentos da Argumento, uma livraria ótima que fica ali.” R. Dias Ferreira, 417.

FOTOS divulgaçÃO

A paulistana Lilian Pacce está sempre no eixo RioSão Paulo para acompanhar desfiles, lançamentos de marcas e as novas tendências do mercado textil. Aqui, ela apresenta a sua versão do que é um dia gostoso nesta bela cidade. A jornada de 29 horas inclui programas ao ar livre, pausas em restaurantes charmosos e visitas a lojas que vendem grifes badaladas. Além do seu foco principal, o mundo fashion, Lilian nos surpreende com um roteiro recheado de descobertas culturais e arquitetônicas. Autora do recém-lançado “Ecobags – Moda e Meio Ambiente” (Ed. Senac), entre outros títulos, a jornalista é apresentadora e coordenadora editorial do GNT Fashion, programa de moda semanal apresentado

Livraria Argumento


ELIZABETSKY

17h às 23h

“Esta é a hora perfeita para tomar um drink no hotel Fasano, em Ipanema. A visão do bar da piscina, no último andar, é deslumbrante: dá para ver o Arpoador, o Corcovado e o azul do mar.

Vista do hotel Fasano

Se quiser esticar para um jantar no restaurante requintado do hotel, maravilha. A comida, como sempre, é impecável. Outra opção é jantar no Olympe, o restaurante do renomado chef francês

Claude Troisgros, no Jardim Botânico. Lá, eu gosto de pedir o menu confiance, que é uma degustação feita de acordo com os produtos da estação e a criatividade desse maravilhoso chef. Você experimenta pratos como espuma de shitake e caviar de tapioca, muito bons. No cardápio, também tem uma opção deliciosa, um ravióli recheado com batata baroa, pinoles e flor de sal.” Fasano: Av. Vieira Souto, 80. Olympe: R. Custódio Serrão, 62.

23h às 29h

“Em vez de cair nas baladas da noite, prefiro voltar ao hotel e acordar de manhãzinha, para dar uma caminhada na Praia de Copacabana. Como gosto de andar bastante, minha sugestão é encarar um trajeto

Parque Lage

Praia de Copacabana

de duas horas ao longo da orla. Na volta ao hotel, um passeio delicioso para finalizar esta programação de 29 horas cariocas é uma visita ao Parque Lage, no Jardim Botânico. É o momento de relaxar em meio a uma autêntica floresta de mata nativa. Com alamedas repletas de bancos convidativos, árvores centenárias, lago

e um aquário belíssimo, a gente se sente revigorada. Os jardins são magníficos e a calma do lugar é inspiradora. Nos fins de semana, o belo casarão onde fica a Escola de Artes Visuais do Parque Lage oferece um brunch delicioso.” R. Jardim Botânico, 414.

Escola Artes Visuais do Parque Lage

35


da hora

bem-estar

toque de recolher Não é qualquer massagem que serve em qualquer horário. Veja lá quando fazer o quê: Manhã. Para quem levanta cedo e precisa estar disposto para mais uma jornada tripla, recomenda-se a massagem do crânio sacral, como é feita no Espaço Santo Corpo. Realizada na região da cabeça, mexe com todos os pontos do corpo, reativando a energia vital. Outra opção matinal do spa é a reflexologia, que trabalha pontos energéticos dos pés, mãos e cabeça. Para quem deseja ter um despertar revigorante, a deep tissue, massagem esportiva oferecida pelo Amanary Spa, traz alívio e recuperação para os músculos após atividades físicas e auxilia no stress relacionado à tensão muscular. É feita com óleos essenciais de gerânio, limão e alecrim. Tarde. Os que vivem na correria e têm pouco tempo para relaxar podem apelar para uma estratégia rápida

36 | 29HORAS | 29 de outubro a 29 de novembro 2009

e eficiente, a quick massage, hoje muito disseminada pela cidade e pelos aeroportos do país (em SP, Cumbica tem um batalhão de profissionais da quick massage, Congonhas ainda não tem nenhum). Com duração média de 15 a 30 minutos, ela alivia o stress e “levanta” o cliente, que pode retomar as atividades com mais fôlego. Os principais pontos de tensão massageados são justamente aqueles atingidos no decorrer do dia, como pescoço, costas, braços e ombros. Noite. Final de expediente e você está um caco? Nada mais compensador do que receber uma massagem terapêutica ou um shiatsu para repor as energias. O Amanary Spa recomenda para o final da tarde e início da noite a massagem com pedras quentes, técnica em que são utilizadas pedras quentes e óleos essenciais de cedro, sândalo, limão e teatree – é para você chegar em casa e dormir como um anjo. Se a ideia for renovar as energias à noite, para

DIVULGAçÃO

dor na coluna de manhã, irritação à tarde, falta de energia à noite, agitação na madrugada? os spas urbanos de SP oferecem massagens em qualquer horário

Massagem com pedras quentes, ideal para a noite e um bom sono

encarar uma festa ou um jantar, invista na massagem indonésia, feita com bambus. Técnica utilizada pelo Kabanah Spa, ela é baseada em tratamentos realizados na Indonésia, com bambus de diferentes tamanhos e óleo vegetal aquecido. Diminui a tensão e os nódulos mais profundos e traz equilíbrio e relaxamento. Outro destaque do Kabanah Spa é a massagem Camburi, que integra diversas técnicas e também exercícios de alongamento. Relaxado na maca ou no tatame você se sente à beira do mar, especialmente porque a massagem utiliza um delicioso creme com aroma de água de coco.  –Letícia Liñeira

Espaço Santo Corpo – Tipos: Massagem terapêutica, período de uma hora. Rua Groenlândia, 406 - Tel.: 3051. De segunda a quinta das 6h30 às 21h, sexta das 6h30 às 17h30 Kabanah Spa – Tipos: Indonésia e Camburi, entre outras. Av. Brigadeiro Luis Antônio, 4442. Tel.: 3885-8278 / 3885-9943. De segunda a sexta das 10h as 22h / sábado das 10h as 21h Narada Espaço de Bem-Estar – Tipos: Shiatsu (R$90,00, pacote de 10 sessões R$750,00, massagem terapêutica (R$90,00, pacote de 10 sessões R$750,00), pedras quentes (pacote de 10 sessões R$950,00). Rua Franco da Rocha, 118, Perdizes. Tel.: 3868-1203D. Segunda a sexta de 9h às 21h, sábados de 10h às 18h Amanary Spa – Tipos: Deep tissue - R$ 165 (50 min) / R$ 200 (80 min) / R$ 300 (110 min). Pedras quentes - R$ 165 (50 min) / R$ 200 (80 min) / R$ 300 (110 min). Hotel Grand Hyatt São Paulo - Avenida das Nações Unidas 13.301. Tel.: 2838-1234. De segunda a sexta das 06h às 22h, sábados das 7h às 22h.


Se você FIZeR a gentIleZa de leR eSte texto, você podeRá SeR uma peSSoa maIS FelIZ. Sua gentileza mostra que você tem tudo para se tornar uma pessoa mais feliz. é um movimento apartidário e não governamental que uniu empresas dos mais diferentes setores da nossa economia - indústria, comércio e serviços. Juntou profissionais que normalmente não se juntam. Reuniu pessoas que não se conheciam. Tudo e todos em torno de um único objetivo: disseminar a felicidade ou, em termos práticos, incentivar a participação, o envolvimento e a doação para causas sociais. Já somos milhares, mas queremos ser milhões: assim como a felicidade, este movimento cresce quando dividido. O primeiro beneficiado do nosso movimento será o Bairro-Escola, coordenado pela Cidade Escola Aprendiz, que transforma espaços ociosos e deteriorados em locais educativos para a comunidade. Uma praça abandonada, um teatro desativado, um beco sombrio viram locais de aprendizagem, de convívio produtivo, de desenvolvimento de habilidades. Queremos reproduzir este projeto em todo o Brasil. É uma verdadeira engenharia comunitária, que literalmente transforma um bairro numa escola. Não por acaso, a Cidade Escola Aprendiz já frequenta as salas da Universidade de São Paulo. E tem o reconhecimento do UNICEF, da UNESCO e da Harvard. Participando do Movimento

, estaremos juntos acelerando o crescimento da Cidade Escola Aprendiz.

Para ajudar, você pode doar dinheiro ou um pouco do seu tempo. Envolva seus amigos, sua empresa neste movimento. Ajude-nos a provar que as causas sociais são um excelente investimento. Rende até o que o dinheiro não pode comprar. Doações: Bradesco, agência 2959-9, conta corrente 4837-2. Para mais informações e outras formas de ajuda: www.maisfeliz.org

37


38 | 29HORAS | 29 de outubro a 29 de novembro 2009


39


depois do stress fĂ­sicoemocional de posar nua e de escrever novo livro... 40 | 29HORAS | 29 de novembro a 29 de dezembro 2009


...a fluminense geneticamente irritada

Fernanda Young

traça o mapa...

...de como viver 29 horas sem se abalar na sĂŁo paulo que adotou. por chantal brissac fotos elisabetsky 41


N

este mês, a escritora, apresentadora, atriz e multi-multimídia Fernanda Young aparece apenas vestida com suas várias tatuagens nas páginas da revista Playboy. É também nos próximos dias de novembro que ela lança seu novo livro, “O Pau” (ed. Rocco), que conta a história de uma mulher obcecada em tornar impotente o homem que a traiu. E Fernanda abre o mês ainda com uma outra notícia: a coleção de jóias fálicas que criou juntamente com a amiga de infância Marcela Ayd. São colares, brincos, anéis, broches e pulseiras com divertidas formas de pênis. A marca chama-se Ayd von Young, união das duas inventivas criadoras. Fernanda é assim: intensa, multitarefa, provocadora. Cheia de novidades. Mas é também doce e meiga. Especialmente quando o tema que surge tem a ver com a sua amada cria. Ela é mãe de Cecília Madonna e Stella May, de 9 anos, e de Catarina Laksmi, que ela adotou recém-nascida e hoje tem 10 meses. A caçula aguçou nela o amor incondicional da maternidade – aquele que não nos faz ver como filhos apenas os rebentos vindos do próprio ventre. Ela usa as peças sempre vigorosas do seu contundente equipamento verbal para declarar-se uma ativista da adoção: “Estou cagando para o aquecimento global. Que o planeta se esquente todo, acho ótimo, fica até mais quentinho e gostoso. Minha bandeira é pela adoção. A maternidade amplia o olhar e a gente fica assim meio mãe do mundo. Eu quero adotar mais e ajudar a divulgar essa causa, que ainda precisa de muito apoio no Brasil”, diz. Cabelos curtíssimos e a pele superbranca, Fernanda usa os brincos da própria coleção e um vestido tomara que caia que deixa à mostra o bonito colo e os braços torneados. É mignon e delicada, com mãos e pés pequenos. Calça 32 – “Por isso não encontro sapatos que eu gosto”. Chegou ao estúdio de 29Horas calçada com Ha-

42 | 29HORAS | 29 de novembro a 29 de dezembro 2009

vaianas. Os cabelos estão escuros, mas já foram claros, compridos, com franja, eriçados e repicados. Fernanda raspou a cabeça durante onze anos. “Era uma mutilação”. Agora mantém a tintura em dia porque diz que eles estão branqueando muito rápido. Os cuidados com a beleza também incluem muita atividade física. Ela adora correr, fazer ginástica, malhar. Com o corpo flexível e trabalhado ficou mais fácil enfrentar a maratona de fotos para o ensaio de nudez. Mas não foi fácil posar nua, ela diz: “Não é da minha natureza, eu sou muito discreta”. A frase soa estranha? Fernanda é uma moça tímida. Mas uma tímida ousada, uma taurina tímida e obstinada em ser feliz e dar certo. É por isso que às vezes o seu visual parece tão desconectado de sua fala.

e

la cedeu aos convites – que já vinham sendo feitos há dois anos – depois de assegurar-se que o ensaio sairia exatamente como programara. Feita a negociação, criou um roteiro, escreveu uma história e ficou dois dias andando nua pelos cômodos de uma antiga casa no Jardim Europa, cercada de produtoras, maquiadores, iluminadores e assistentes. E, claro, do fotógrafo Bob Wolfenson. “Mas eu não representei qualquer personagem. Eu é quem estava lá: a Fernanda Young. Só que não sei viver sem um roteiro, por isso criei esta historia de uma mulher que aguarda o seu homem. Ela anseia por ele, se arruma e o espera dentro daquela casa, já antecipando o que vai acontecer depois. Para mim, essa é a parte mais excitante do encontro amoroso”, ela diz. O ensaio foi um trabalho exaustivo, segundo suas próprias palavras, por causa da necessidade de ter intenções físicas firmes, diversos movimentos, posições difíceis. “Eu chegava em casa cansada. Extenuada”. O que ajudou, ela conta, foi a delicadeza e o profissionalismo da equipe nesses dois dias de caras, bocas e poses. “O arrependimento de fazer é permanente, mas o de não fazer é maior ainda. Que peso tem uma púbis nessa altura do campeonato,

o arrependimento de fazer o nu é permanente, mas o de não fazer é maior ainda.

que peso tem uma púbis

nesta altura do campeonato, quando a TV e a Internet estão lotadas de pornografia? nunca entrei num site de pornografia na vida e acho horrível essa exposição doentia do sexo.

posso ter cara de devassa,

mas sou bem normal


quando a TV e a internet estão lotadas de pornografia?”, pergunta. “Eu nunca entrei num site de pornografia na vida e acho horrível essa exposição doentia do sexo. Posso ter cara de devassa, mas sou bem normal”. Na verdade, o lado bad girl de Fernanda Maria Young de Carvalho Machado é muito menor do que o que as pessoas atribuem a ela.

t

ambém interessa a Fernanda passar para as filhas uma imagem bonita do erotismo, sem culpa e hipocrisia. “É o que eu espero que elas vivenciem”. E tem ainda outros dez motivos que ela listou recentemente e postou no twitter (youngporra). Nessa lista, a escritora explica que posou para irritar a sua mãe, porque vai fazer 40 anos em 2010, porque se expõe mil vezes mais nos livros, para salvar o erotismo da burrice e “porque não existem ex-BBBs suficientes”. A apresentadora do “Irritando Fernanda Young”, o programa de maior audiência da GNT, quer ter sua rotina de mãe e mulher preservada e viver tranqüila. Foi por isso que se curvou a uma idéia que abomina – a de ter um carro blindado – e hoje dirige o seu pelas ruas de São Paulo. “Acho de uma grosseria enorme ter carro blindado. Mas eu quis ter quando tive filhos. A maternidade vem com muito medo, com a ideia da morte, do perigo, da fatalidade. E aí eu fiquei refém desses sentimentos”, diz Fernanda, lembrando que o carro blindado mostra que você está em guerra. “É chocante. Nós temos que nos chocar, todos os dias, com crianças malabares nas ruas, com carros blindados e com a violência e a pornografia na TV, na internet. É uma excrescência”. Ela chegou a pensar em mudar-se para Ilhabela, no litoral paulista, logo depois que as gêmeas nasceram, quando ainda estava tomada pelo medo. “Queria sair de São Paulo para proteger as meninas. Foi aí que eu decidi ter o carro blindado. E posso dizer que resolveu, fiquei mais tranquila”. A maternidade trouxe tanta coisa boa que Fernanda nem consegue enumerar. Ela parou de fumar, ficou mais

> tudo tem hora... O que irrita Fernanda em São Paulo? Poluição sonora, cartazes e faixas estendidas nas ruas (“Ainda bem que o Kassab tirou a maior parte”), gente mal educada, motoristas que não respeitam os pedestres. Ela diz que, no balanço, a cidade mais a encanta do que a irrita. Para ficar bem, investe o tempo no que mais gosta: o contato com as filhas e o marido, o trabalho e as leituras. E usa bem as horas que tem: Qual a é melhor hora para escrever? Depois das quatro da tarde. E para fazer amor? De madrugada.

Seu dia precisa de mais horas? Queria poder acordar mais tarde sem precisar dormir mais tarde, daí gostaria de ter mais horas durante a tarde. Qual é a hora que bate aquela fominha? De noite eu sempre quero doce, um grande vacilo. Manhã, tarde, noite ou madrugada? Tarde. As horas passam rápido quando... Preciso acordar cedo. As horas passam devagar quando... Não consigo dormir.

43


caseira, mais centrada, mais saudável... “A exclusão da ideia do suicídio também veio com a maternidade”, ela diz, com um sorriso. Provocativa, chocante?

M

ais jovem, Fernanda tinha pensamentos “barrocos”, achava que ia morrer tragicamente. Graças a Deus, isso ficou para trás. A experiência com o cigarro começou cedo, aos 13, e seguiu até a gravidez das gêmeas, concebidas por meio de reprodução assistida. Ela aguentou firme sem o cigarro até parar a amamentação. “Quando parei, fumei muito, foi uma atitude compensatória para aquela experiência única de ser mãe. Se eu tivesse comprado um vibrador na época, seria mais inteligente”,

quando parei de amamentar, fumei muito. foi uma atitude compensatória. se eu tivesse comprado

um bom vibrador,

teria sido mais inteligente. é preciso ser eficiente para morar em São Paulo. Até pessoas exiladas, como eu, sentem essa questão

44 | 29HORAS | 29 de novembro a 29 de dezembro 2009

diz. Mas depois, quando as meninas tinham quatro anos, veio a consciência e ela encerrou o vício de vez. Quando hoje Fernanda faz palestras para adolescentes – e eles a adoram – sempre diz: “Não comecem a fumar, porque ô coisa difícil de parar essa aí!” Esta carioca de Niterói está mais do que adaptada a sua vida de São Paulo. Fernanda mora há quinze anos em Higienópolis, bairro que ela cobiçou desde que chegou à cidade com o marido, o publicitário e roteirista Alexandre Machado. “A região tem um lado gostoso de andar a pé que me lembra a rotina de cidade pequena, a minha vida de adolescente em Niterói”. Para a escritora, tem que ser eficiente para morar em São Paulo. “Até pessoas exiladas, como eu, sentem essa questão. Aqui as coisas funcionam bem, são profissionais.”

D

epois do lançamento de “O Pau”, a editora Rocco irá relançar todos os livros de Fernanda. Não só o primeiro título lançado, “Vergonha dos Pés”, como também textos da fase adolescente, como “Desireé é uma boa potranca”, o primeiro romance escrito por ela, aos 17 anos. São contos, novelas, pequenos textos. Fernanda credita à escrita sua salvação. A sua habilidade com as palavras e sua verve criativa se traduzem em produções variadas e intensas: são cinco roteiros de sucesso na TV (um deles é o hilariante “Os Normais”), duas peças de teatro, quatro roteiros de filme, duas atuações como atriz e duas como apresentadora (sua primeira experiência foi em “Saia Justa”). Ela é vegetariana convicta e portanto não há nada que a impeça de cultivar seu gosto pela cerveja, a bebida preferida. Sua única exigência de star para o período em que duraria esta entrevista foram três garrafinhas de Stella Artois. Nada mais inocente para aguentar uma rotina-tranco que, de resto, é feita de muita leitura, pequenas viagens com o marido e muita conversa e brincadeira com as filhas, sua maior paixão.

> ... e lugar Em Higienópolis, onde mora, Fernanda Young é ela mesma um hit, alguém que quem passa pelo bairro espera ver, como quem vai ao coração de Manhattan espera ver Woody Allen. Ela é vista com frequência caminhando pelas ruas ou dando um giro pela praça Villaboim, um dos seus endereços preferidos. E tem ela mesma os seus hits no bairro: Livraria Haikai – “Adoro, adoro, adoro. Lá eu encontro uma seleção inteligente de livros, além dos principais lançamentos. O clima é gostoso, tem um café simpático e um astral que faz você se sentir em casa. É pequena e jeitosa e fica na praça Villaboim”. (R. Armando Penteado, 44, tel. 3663.4616).

Musical Box – “Fica nessa mesma praça e tem Cds incríveis, coletâneas, bons dvds. Música pop, jazz, rock, MPB. E eu sou do tipo que adora comprar cds. Passo sempre para dar uma olhada nas novidades”. (R. Armando Penteado, 1, tel. 3825-6844).

Sushi Papaia – “Se der mole, vou todos os dias. Está no mesmo lugar há mais de dez anos e tem uma comida ótima e um atendimento eficiente e gentil”. (Praça Vilaboim, 93, tel. 3666-2086).

Si Señor! – “Esse mexicano tem uma margarita frozen que é um perigo total. Você não tá entendendo... E tem umas queijadilhas de queijo deslumbrantes, um mix de cogumelos e espinafre... vale a pena, sim”. (R. Armando Penteado, 18, tel. 3476-2538).

The Pilates Studio Brasil – “Eu faço há pouco mais de um ano, duas vezes por semana, e não fico sem. O lugar tem o autêntico método de Pilates, que trabalha tônus, alongamento, concentração.” (R. Albuquerque Lins, 1.089, tel. 3825-7485).


45

Cabelo e Maquiagem Gill Almeida/CaĂ­co de Queiroz Agentes Associados - joias ayd von young


“o avc me fez repensar toda a minha vida”

José Mauro resolveu enxugar, cortar e mudar. E seguiu de táxi pela vida

46 | 29HORAS | de 29 de outubro a 29 de novembro 2009


josé mauro era engenheiro e empresário – virou taxista e saxofonista. meire é depiladora – e por força da função, psicóloga. didier não é padeiro – é um poeta da panificação. E baby era apenas um manobrista – ainda é, só que virou dono da rua, e um tremendo empresário por chantal brissac fotos elisabetsky

Eles não têm papel fixo e não gostam de decorar o texto padrão. Fogem do script da vida como ela é (ou parece ser). São únicos, originais e indispensáveis. Conheça José Mauro, Meire, Didier e Baby, quatro carismáticas figuras de São Paulo que trabalham para ser felizes e melhorar a vida das pessoas:

Simples assim

. Há quatro anos, o engenheiro de produção formado pela Politécnica (USP) José Mauro Pontes era um empresário ocupadésimo e bemsucedido que vivia entre seu escritório nos Jardins e a casa na Granja Viana – dois bairros nobres de São Paulo. Descasado, pai de quatro filhos, José trabalhava muitas horas seguidas para garantir tranquilidade à família. Até que um AVC (acidente vascular cerebral) alterou sua rota. Depois de 35 dias na UTI e seis meses de “molho” forçado, ele decidiu simplificar. “O AVC me fez repensar tudo. Eu seguia de um jeito estressante porque tinha um padrão de vida muito alto. Resolvi cortar, enxugar e mudar”, conta. José namorava na época a empresária Vera Carmo, que sugeriu a mudança radical: por que não virar taxista? Insensatez? Ele, que nunca teve chefe e sempre trabalhou por conta própria, não queria um emprego padrão. E reassumir a empresa não estava nos planos. “O

47


acidente me fez valorizar outras coisas. Eu estava feliz de estar vivo e sem sequelas. E depois a função de taxista me daria a liberdade que sempre prezei”. Depois de vender a casa e mudar para um apartamento pequeno em Pinheiros, ele começou a nova vida. Comprou um alvará (que inclui o ponto na rua Guarará, nos Jardins), equipou o Vectra 2008 com GPS e o conforto necessário para receber seus clientes, fez cartões pessoais – nos quais destaca que aceita cartão e fala inglês e espanhol –, montou um site (www.spcab.com.br) e passou a rodar pelas ruas de São Paulo. “Teve gente que se afastou

“O clima de intimidade é sempre muito grande” de mim, enquanto outros vieram me cumprimentar pela coragem”, lembra. No clube Pinheiros, onde é sócio desde que nasceu, Zé, hoje com 63 anos, continua a fazer o que gosta: correr pelas alamedas arborizadas, nadar e fazer ginástica na academia. Exímio saxofonista, é integrante da banda de jazz do clube e volta e meia se apresenta com o grupo em lugares badalados da cidade. “Já o táxi é uma commodity”, define o empresário motorista, que surpreende os colegas do ponto por seu gosto inusitado. Em vez da conversinha típica enquanto espera o freguês, ele prefere ouvir jazz e estudar música no carro. “Eles me acham engraçado, diferente. Eu admiro esses caras. São pessoas de muito valor, que vieram de longe e trabalham duro, dia e noite”. Ao contrário dele, que trabalha das 8h às 18h durante a semana e folga o fim de semana para poder ficar com a Vera,

48 | 29HORAS | de 29 de outubro a 29 de novembro 2009

Meire depila mulheres em salão de Moema. A “virilha íntima” é o carro-chefe


sua mulher; encontrar os filhos; tocar sax; nadar; viajar; se divertir. “Enfim, viver”, resume o sábio Zé.

Segredos cabeludos.

Ela não vê pelo em ovo, mas tem um olhar afiado para enxergar fios fora do lugar no rosto e no corpo das pessoas. Às vezes, está conversando com alguém e de repente seus olhos miram uma sobrancelha mal desenhada, um buço por fazer ou pelinhos que teimam em sair pelo nariz. “Isso acontece sem querer, é até meio chato. Acho que é o vício da minha profissão”, explica a paulistana Rosemeire Alves de Moura, de 34 anos. Justificadíssimo: Meire passa 12 horas por dia depilando mulheres das mais variadas idades e perfis no salão Depil in Natura da rua Canário, no bairro de Moema. Seu horário de pico começa no cair da tarde, às 17h. É nessa hora que a mulherada lembra que tem pernas e virilhas por fazer e corre para os domínios de Meire, um espaço equipado com maca (forrada com papel descartável)

O francês Didier diz que “cada pão é um ser vivo, único”

“massa não suporta brutalidade, excesso. só delicadeza que recebe, nos dias de movimento, mais de 20 clientes por dia. A cera quente à base de mel é colocada com a espátula sobre a pele e retirada em movimentos firmes e rápidos – Meire é expert em extrair os pelos em poucas passadas de cera. Pernas, coxas, axilas, buços, sobrancelhas, costas, barrigas, até pés. Há quem grite de pavor e há também quem gargalhe, conta a depiladora. “Uma menina que veio depilar pela primeira vez, nos seus 13 anos, começou a dar gargalhadas

49


que foram ouvidas pelo salão. Seu riso era tão contagiante que eu comecei a rir com ela, que me disse que a depilação causava cócegas”. Outra, em uma reação de pânico, não quis que Meire terminasse o serviço. Vestiu-se e saiu correndo com os pelos púbicos grudados com a cera petrificada. Ela fazia a “virilha íntima”, que consiste em extrair quase todos os pelos púbicos, deixando apenas uma “testa” – nas palavras da especialista – formada por um triângulo de fios. A “virilha íntima” é o carro-chefe de Meire, procurada por 80% das mulheres. É a clássica “depilação brasileira” que faz sucesso no exterior – na Europa e nos Estados Unidos o costume é depilar pouco a virilha. “No máximo, para vestir o biquíni”, diz Meire.

“tem cliente que prefere o carro à mulher” Há detalhes curiosos desse universo que escapam aos não iniciados. A nomenclatura da cera muda de lugar para lugar. No Rio, a depilação mais ousada é chamada de “virilha cavada” e inclui a retirada de pelos de toda a região do quadril – em 360 graus. Em São Paulo, é tudo separado por partes. De qualquer jeito, isso tem pouca importância para Meire, que tem como princípio deixar a cliente à vontade e satisfeita com o resultado. Muitas mulheres desabafam e contam confidências picantes. “A depiladora vira uma espécie de psicóloga, sim, porque o clima de intimidade é muito grande”, diz. À espera de um verão bem quente – “O movimento triplica nos dias de sol” – Meire toca sua rotina. No domingo e na segunda, dias de folga, gosta de curtir a família. Casada há treze anos com o motorista de ônibus Oduvaldo, 36, e mãe

50 | 29HORAS | de 29 de outubro a 29 de novembro 2009

de Isabella, de 12, ela lança seu olhar implacável também em casa. “Convenci o meu marido a depilar os pelinhos do nariz e ficou ótimo. Quanto a Isabella, ela ainda é muito nova para depilar. Mas quando chegar a hora, eu é que vou fazer”. Alguém tem alguma dúvida?

Pão francês. “Você tem que tratá-la com toda delicadeza e amor, não pode haver brutalidade nem excessos. Se ela for maltratada, poderá romper.” É Didier Niepceron, 48 anos, nascido em Paris e que vive em São Paulo, falando da massa de pão. Sim, este discurso pode ser adaptado à mulher amada. “Cada pão é um ser vivo, único”, ele diz, inspirado. Didier é um dos sócios da padaria Blés d’Or (Trigo de ouro), casa charmosa e com sotaque francês na rua Tuim, em Moema. Na verdade, a Blés d’Or é mais do que uma padaria: é um bistrô chique e gostoso, onde é possível degustar saladas, quiches, risotos e pratos especiais. O esforço deste francês casado com uma brasileira, a modelista Ana Lucia, em fazer um pão memorável tem dado certo: recentemente, a casa foi escolhida pela revista Época São Paulo como o lugar onde se degusta o melhor café da manhã da cidade. Isso prova que, além do pãozinho, outros quitutes como croissants, baguettes, brioches e doces são exemplares por ali. A atenção que ele tem para manipular a massa é única. Mas há mais segredinhos. Didier usa ingredientes de qualidade, água gelada e jamais coloca açúcar e conservantes. “O meu pão leva seis horas para ficar pronto. Depois ainda a massa é dividida, formatada e vai para a câmara de fermentação”, ele explica, as mãos fortes desenhando no ar o movimento da produção artesanal. Depois de ter trabalhado em uma metalúrgica, viver em Jequié – na fronteira entre a caatinga e o sertão – e Ilhéus (BA), ser sócio do restaurante DeliParis, Didier está feliz por colocar a mão na massa, sua grande paixão. “Tem gente que vem de Alphaville e de Santos atrás do pão”, diz, orgulhoso de produzir o verdadeiro “pão francês” na terra que cunhou esse termo. Na verdade, o nosso pão francês é uma criação típica do Brasil e de francês não

tem nada: veio com a corte portuguesa e com os padeiros que se inspiravam nas técnicas de fabricação de pão claro, como os da França naquela época.

O dono da rua.

Cara de bebê ele tem: pele clarinha, os olhos miúdos e um sorriso meio infantil. Esse visual simpático pode explicar por que Virgilio Santos Filho, 41 anos, ficou conhecido como Baby. É um tal de Baby para cá, Baby para lá... Quando começa a anoitecer na rua Dr. Mário Ferraz, no bairro do Jardim Europa, começa o reinado do Baby. Este é o horário que ele pega no batente diariamente. Virgilio/Baby começou sua carreira como manobrista, há 14 anos, e hoje comanda 80 funcionários em sua própria empresa de valet. Paranaense que mudou para São Paulo aos 18 anos para melhorar de vida, Baby é um obstinado. Não vai para casa e não prega o olho enquanto o último carro não tenha sido entregue. E ileso. “É uma responsabilidade enorme. A gente não pode deixar o cliente sair insatisfeito e tem que ter jogo de cintura para trabalhar à noite”, diz. Muitas vezes, ele precisa dar uma força para o freguês alcoolizado que não consegue dirigir – e aí vai entregar o notívago na porta da casa. A ordem é a discrição. Embora ele conheça 90% dos clientes dos bares que atende pelos nomes – especialmente os do Azucar, onde começou a profissão – a filosofia de Baby é fazer o seu melhor e não invadir a privacidade das pessoas. Ele também faz questão de oferecer seguro para os 15 mil carros que manobra por mês. Aos poucos, o rapaz vai ampliando seu território. Baby comprou alguns estacionamentos nas redondezas para reforçar a segurança e facilitar o vaivém frenético dos veículos. “É para agilizar o atendimento para as pessoas”, ele diz. “Preciso guardar esses carros direitinho. Tem cliente que prefere mais o carro do que a própria mulher”, ri Baby, emendando em seguida que não é o caso dele. Casado com Jaquelucia, pai de um casal de adolescentes, ele gosta mesmo é de passear a pé com a mulher e andar de bike nas redondezas de Curitiba, onde tem um sítio – refúgio para onde pretende mudar quando completar 50 anos.


Baby s贸 vai dormir depois de entregar o 煤ltimo carro

51


PLASTI A vigĂŠsima nona hora se encerra sobre a rua GalvĂŁo Bueno

52 | 29HORAS | de 29 de outubro a 29 de novembro 2009


liberty Depois que o cineasta chinês Yu Lik-wai escolheu a Liberdade para filmar “Plastic City”, longa-metragem que desvenda o submundo das máfias chinesa e japonesa no Brasil, um simples passeio noturno pela região ficou ainda mais atraente. As ruas viraram locações e as pessoas que andam pelas ruas, personagens. por kike martins da costa ensaio fotográfico elisabetsky

53


A fantasia de “Plastic City” se mistura à realidade: não há bairro em cidade brasileira mais

cenário de uma saga improvável, que mescla raízes orientais ao astral brasileiro. O formi-

adequado para se tornar

gueiro humano que circula diariamente por esse território tem um pouco das duas faces: ora se vê apenas o rosto japonês, chinês ou coreano; ora se contempla a expressão genuinamente brasileira, consagrada no calor humano, nas curvas do corpo ou na comida por quilo. Com suas ruas estreitas, suas lojinhas de quinquilharias, seus quiosques de tatuagem e suas mercearias de enigmáticos produtos embalados em latas e caixas com rótulos indecifráveis, a Liberdade é uma caixinha – japonesa – de surpresas. De dia, o clima é frenético e intenso. Jovens de olhinhos puxados e cabelos verdes andam rapidamente e não desgrudam de seus picolés de cores fosforescentes (de gosto duvidoso, mas com tons chamativos). Cabeleireiros encarapitados em saltos altos caminham com dificuldade pelas calçadas esburacadas, enquanto mocinhas barulhentas saem da escola aos bandos, de uniforme. O único movimento que se percebe acontece na porta dos restaurantes e casas noturnas.

54 | 29HORAS | de 29 de outubro a 29 de novembro 2009


erty A rua Galvão Bueno, às 22 horas

55


É nessa hora que fica mais agradável explorar algumas das atrações locais.

Dá para

passear a pé – o lugar é seguro, tem uma delegacia de polícia na rua da Glória e o cenário inspira confiança. Para o visitante que adentra nesse universo, fica a impressão que há um forte espírito de comunidade entre as pessoas do bairro. Quem quiser conhecer os restaurantes mais típicos não pode chegar muito tarde. A maioria dos estabelecimentos fecha cedo, por volta das 22h. Os retardatários devem se dirigir ao Takô, na rua da Glória; ao Kaburá, na rua Galvão Bueno; e ao Sushi Lika, na rua dos Estudantes – esses funcionam até mais tarde. Se você conseguir chegar antes das 22h, as dicas são

56 | 29HORAS | de 29 de outubro a 29 de novembro 2009


seguir direto para o Rong He, o Aska ou o Restaurante Galvão.

PLAST

O espetáculo da mão na massa no Rong He, às 21 horas, rua da Glória

a produção do macarrão é o grande espetáculo. O cozinheiro mistura farinha com água e vai esticando No Rong He, na rua da Glória,

e dobrando a massa até transformar aquela bola grudenta em centenas de fios de macar-

rão, tudo só com as mãos, sem nenhum instrumento. É um milagre que dura menos de dois minutos e acontece em uma “vitrine” virada para o salão do restaurante. As crianças ficam

maravilhadas. Das mãos do cozinheiro os fios já vão direto para uma panela com água fer-

vente e, minutos depois, chegam à mesa. O melhor de tudo é que é raro a porção custar mais

57


sumô no Japão e na Coréia. Experimente este prato no restaurante Galvão, onde

o ex-

lutador de sumô Waka Kuroda prepara pessoalmente a iguaria na minúscula cozinha da casa. Ali do lado, o Aska serve os melhores lamens da cidade. Duvida? Basta ver a fila que diariamente as pessoas fazem à porta do restaurante para conseguir um lugarzinho ali. E o esforço vale a pena, principalmente se for uma noite de frio, porque o macarrão é muito bom, muito saboroso e muito picante. Transpira-se o que se come. É lá que mestre Jun Sakamoto, dono de um dos restaurantes mais caros da cidade, gosta de ir comer quando quer variar o cardápio.

58 | 29HORAS | de 29 de outubro a 29 de novembro 2009

PLAS

do que R$ 20. É o preço do chanko nabe, ensopado que é o alimento-base de lutadores de


rty

Ao lado, o chef e ex-lutador de sumô Wada Kuroda com um prato do seu chanko nabe, às 19h30. Acima, prateleiras da Sakeria, no interior do Nikkey Palace, às 20 horas

Do outro lado da rua funciona a Sakeria, dentro do Hotel Nikkey Palace. A decoração é absolutamente sem graça, mas se você gosta de saquê vai se dar muito bem. Há alguns petiscos que podem ser beliscados, nada muito interessante, mas que casa direitinho com a bebida japonesa. Fique atento, porque a Sakeria fecha às 23h30. Um dos raríssimos estabelecimentos que ficam abertos depois desse horário é a bizarra Choperia Liberdade. O local é um x-tudo que mistura Programa Raul Gil com Japan Pop Show. Do teto pendem lâmpadas de todas as cores que piscam e hipnotizam a clientela. Nas paredes, quadros de gosto pra lá de duvidoso estampam fotos de paisagens do Japão em plástico translúcido iluminados por backlights. O karaokê é considerado o melhor da cidade, mas vive coalhado de adolescentes que se revezam cantando axé e sucessos de Beyoncé. Nos sofás do corredor de entrada da casa dá até para comer um sushi ou um temaki numa boa, enquanto no fundão, perto das mesas de sinuca, espetinhos de linguiça, frango e carne são preparados numa grelha que impregna o ambiente com uma fumaceira gordurosa. TVs exibem filmes, jogos de futebol ou novelas da NHK, o canal japonês. É tanta coisa acontecendo simultaneamente

59


berty

que o tempo passa bem rápido. Quando você se dá conta, já passam das 5 da madrugada. Aí, você pode até querer esticar ainda mais a noite, mas vai ser desestimulado ao ver que o dia já começou no bairro e na cidade.

Budistas começam a se encaminhar para a portas do templo Bushinji, na rua São Joaquim, para a sessão de meditação que sempre

começa pontualmente às 6h15. E, pouco depois, algumas lojas começam a abrir suas portas,

peixaria Mitsugi, instalada nos fundos de uma livraria na rua Galvão Bueno. Quer comprar peixe? Não? Então vá para casa! Tá mais como a

do que na hora. Daqui a pouco as ruas já estarão fervendo outra vez com aquelas formiguinhas...

O que e onde. Sushi Lika: rua dos Estudantes, 152. Tel.: 3207-7435 – Kabura: rua Galvão Bueno, 346. Tel.: 3277-2918 – Takô: rua da Glória, 746. Tel.: 3209-0134 – Rong He: rua da Glória, 622. Tel.: 3275-1986 – Restaurante Galvão: rua Galvão Bueno, 458. Tel.: 3277-1970 – Aska: rua Galvão Bueno, 466. Tel.: 3277-9682 – Sakeria: Rua Galvão Bueno, 425 (Hotel Nikkey Palace). Tel.: 3207-8511 – Choperia Liberdade: rua da Glória, 523. Tel.: 3207-8783 – Templo Bushinji: rua São Joaquim, 285. Tel.: 3208-4515 – Peixaria Mitsugi: rua Galvão Bueno, 364. Tel.: 3207-3953.

60 | 29HORAS | de 29 de outubro a 29 de novembro 2009

PLAST

Monge budista recebe sua congregação de primeira hora, às 6h15.


A peixaria Mitsugi, que divide seu espaço com uma livraria, às 7h

Vista do viaduto da Galvão Bueno sobre a av. 23 de Maio, às 5h30

61


agenda 29h 75

68

DIAS de 29 horas Nas próximas páginas você vai encontrar uma agenda do mês de novembro em São Paulo com uma programação variada em diferentes horários. Não se trata de um roteiro completo e detalhado da vida cultural da cidade, mas de uma seleção moderna e sofisticada na qual se acham opções para os mais variados perfis. São shows, filmes, exposições, restaurantes, feiras, concertos, lojas, livrarias, passeios... A ideia é que você aproveite todos os dias do mês da melhor forma. E para as áreas que não estão cobertas,

64 | 29HORAS | de 29 de outubro a 29 de novembro 2009

oferecemos o roteiro ao lado, para quaisquer horas de quaisquer dias. A agenda foi pensada para contemplar quatro diferentes faixas: das 5h às 11h, das 11h às 17h, das 17h às 23h e das 23h às… 29h! Por que 29 horas? Porque ninguém pode ficar nas 24 horas usuais em uma cidade como São Paulo. E ninguém que saia para a balada nas sempre longas noites vai achar que o dia seguinte já começou. 29HORAS faz apenas uma adequação óbvia do tempo em São Paulo para quem vive intensamente o dia e a noite paulistanos.

5h às 11h

nossa agenda “esticou” o dia para adequar-se perfeitamente À intensidade da vida paulistana e aos horários malucos de seus personagens

Comece seu dia com uma volta no Parque do Ibirapuera para dar oportunidade aos seus pulmões. É a melhor hora para respirar profundamente – até porque você está cercado de árvores, pássaros e pode contemplar uma paisagem linda e relaxante. Aproveite para ver os belíssimos jacarandás em volta do lago. Nessa fase, eles estão ainda mais majestosos. Caminhe, corra, relaxe... Pronto: seu dia já começou valendo a pena. Saindo do parque, você pode tomar um café da manhã no Hotel Sofitel, ali pertinho, com tudo a que tem direito, ou escolher uma opção mais leve, no Pé no Parque, onde você encontra sucos saudáveis e frutas fresquinhas. Parque do Ibirapuera. Av. Pedro Álvares Cabral, tel. 5574-5505. Pé no Parque. R. Inhambu, 240, tel. 5051-3376. Hotel Sofitel. Av. Sena Madureira, 1355, tel. 3201-0800.


Ainda é cedo para o jantar e você quer fazer um programa diferente? Pegue a direção do Morumbi e adentre nos jardins magníficos da Fundação Maria Luiza e Oscar Americano. Lá, além de conhecer as móveis, as peças de arte sacra e os documentos e quadros do Brasil imperial, você pode apreciar um chá delicioso. O início da noite é perfeito para dar um giro no Shopping Iguatemi. Ele está com novas lojas, como a do estilista Carlos Miele. Para jantar, duas opções. O Buddha Bar, na Daslu, de vocação asiática e com um delicioso terraço a céu aberto, ou o Paris 6, nos Jardins, com um cardápio que se ajusta a cada fase do dia. Este último tem uma vantagem: funciona diariamente 24 horas. Fundação Maria Luiza e Oscar Americano. Av. Morumbi, 4077, tel. 3742-0077. Shopping Iguatemi. Av. Brig. Faria Lima, 2232, tel. 3816-6116. Buddha Bar. Av. Chedid Jafet, 131, tel. 3044-6181. Paris 6. R. Haddock Lobo, 1240, tel. 3085-1595.

80

23h às 29h

Agora que você está energizado poderá encarar o escritório com todo o pique. Depois de uma manhã cheia de trabalho, e antes do almoço, abra o apetite com um blood mary (sangue de Maria), clássico drinque à base de vodca, suco de tomate e temperos. Na Mercearia São Roque, essa bebida é perfeita. Para almoçar, a sugestão é o L’Entrecôte de Ma Tante. Com um único prato de preço justo (R$ 38), tendo como entrada uma salada de folhas verdes bem temperadas e um bife de contra-filé com um molho 100% francês e batatas fritas à vontade, o espaço tem a cara da França. Sobra tempo? Tome um café expresso com um macaron de baunilha na Pati Piva, no Shopping Cidade Jardim, e fique ainda mais contente. Mercearia São Roque. R. Amauri, 35, tel. 3085-6647. L’Entrecôte de Ma Tante. R. Dr. Mário Ferraz, 17, tel. 3034-5324. Pati Piva. Shopping Cidade Jardim, av. Magalhães de Castro, 12.000, 1º piso, tel. 3552-5670.

17h às 23h

11h às 17h

64

São Paulo é uma cidade insone, que não prega o olho. Um campeão de audiência desse período é o Astor (que inclui o SubAstor), que se mantém animado até as 3 da manhã. Mas se a sua meta é aproveitar o tempo para entrar em forma, dê uma passada em uma das academias que funcionam noite adentro. A Fórmula é um ótimo exemplo. Revistas, jornais e DVSs podem ser encontrados na Banca Europa, que funciona 24 horas. Outro “pronto-socorro” de consumo na madrugada é a loja de conveniência A.M P.M. no posto de gasolina na rua Colômbia. Se bater uma fominha, recorra às superpadarias que oferecem sopas e sanduíches bacanas até o raiar do dia. A Galeria dos Pães é uma delas. Astor. R. Delfina, 163, tel. 3815-1364. Banca Europa. Av. Europa esquina com r. Groenlândia, tel. 3086-2831. Fórmula. R. da Consolação, 2970, tel. 3897-3000. A.M P.M. R.Colômbia 625, tel. 30814218. Galeria dos Pães. R Estados Unidos, 1645, tel. 3064-5126.

65


agenda 29h

NOVEMBRO 2009 >QUINTA-FEIRA 29

>SEXTA-FEIRA 30

O que: Compras no Bom Retiro

O que: Parque Villa-Lobos.

Por que: De manhã cedo é o melhor horário

Por que: Tem uma excelente estrutura esportiva,

para encontrar boas pechinchas no bairro

com quadras de tênis, vôlei de areia, futsal, ciclovias

reconhecido pela variedade no comércio têxtil.

e futebol. Além disso, oferece um centro de educa-

As ruas José Paulino e Ribeiro de Lima

ção ambiental onde as crianças se divertem partici-

abrigam as melhores lojas para comprar

pando de brincadeiras que envolvem a natureza e

roupas femininas.

também podem assistir filmes.

5h às 11h

Av. Prof. Fonseca Rodrigues,1655, tel. 3023-0316.

O que: Parque da Água Branca.

O que: Rodin – Do Atelier ao

Por que: Tem trilhas rodeadas de jardins e árvores

Museu de Fotografias.

belíssimas. Durante a semana, o parque oferece

Por que: Tem 22 esculturas e 193

aulas de equitação (pagas à parte) e cursos

fotografias do famoso escultor

gratuitos de desenho, violão e yoga.

francês. Fica no Masp até o dia 13

Av. Francisco Matarazzo, 455, tel. 3865-4130.

de dezembro.

11h às 17h

Av. Paulista, 1578, tel. 3251-5644.

O que: Rua Oscar Freire.

O que: The View.

Por que: É uma das ruas mais charmosas da cidade,

Por que: Vale tomar um drinque no 30o andar do Flat

comparada às alamedas arborizadas de cidades

Transamérica apreciando a vista, deslumbrante,

como Nova York e Roma. Desde janeiro de 2007,

da cidade. Tem petiscos deliciosos, sanduíches

ela foi toda repaginada e a reforma ocultou os fios

criativos e bons drinques.

da rede elétrica, ampliou as calçadas e fez surgir ao

Al. Santos, 981, tel. 3266-3692.

longo de seus cinco quarteirões mais de 50 árvores. Para adocicar a visita, tome um café no Cristallo,

17h às 23h

no número 914.

O que: Um bom filme no Cidade Jardim Cinemark.

O que: Dry Bar.

Por que: Tem uma sala bacanérrima onde você

Por que: Ele foi eleito o bar revelação de 2008 pela

pode se esticar em poltronas reclináveis enquanto

revista Veja São Paulo e tem como carro-chefe o dry

beberica um vinho e come pipocas com azeite de

martini em uma versão míni.

trufas – e, claro, assiste ao filme.

R. Padre João Manuel, 700, tel. 3729-6653.

23h às 29h

Av. Magalhães de Castro, 12.000, tel. 3758-1670.

66 | 29HORAS | de 29 de outubro a 29 de novembro 2009


>SÁBADO 31

> DOMINGO 01

O que: Café da manhã no Dona Deôla.

O que: Matisse / Aujourd’hui.

Por que: Oferece uma variedade inesquecível de pães

Por que: Penúltima chance de ver, pela primeira vez no

recheados, croissants, doces, além de sucos, iogurtes

Brasil e na América Latina, uma exposição individual

e frutas. O preço do café completo nos finais de

de Henri Matisse, um dos grandes artistas do século

semana é R$ 20.

XX. São 80 obras de importantes coleções públicas

Av. Pompéia, 1937, tel. 3672-6600.

e privadas, da França e do Brasil. Dia 2, segunda, é o último dia. Das 10h até às 17h. R$ 6. Praça da Luz, 2. Metrô Luz, tel. 3324-1000.

O que: B&B Burger Bistrô.

O que: As fantásticas Aventuras de Júlio Verne,

Por que: Tem hambúrgueres feitos de alcatra da

com o Grupo Prana.

melhor qualidade com molhos diferenciados

Por que: O programa é grátis e inclui contação de

(au poivre, sauce bernaise, entre outros), sempre

história dos famosos livros do precursor da ficção

acompanhados de batatas deliciosas.

científica, Júlio Verne. No Sesc Avenida Paulista, das

R. Bela Cintra, 1693, tel. 3062-0643.

15h às 15h50. Avenida Paulista, 119, metrô paraíso, tel. 3179-3700.

O que: Mostra de pôsteres franceses da Maison du Livre et de L’Affiche. Por que: As obras marcam duas épocas importantes das artes gráficas e há a oportunidade de conferir cartazes do grande pintor Toulouse-Lautrec. Instituto Tomie Ohtake. R. Coropés, 88, tel. 2245-1900.

O que: 33ª Mostra Internacional de Cinema. Por que: Fica só até o dia 5 de novembro e a programação está recheada de produções e co-produções francesas. A atriz Fanny Ardant traz seu primeiro filme como diretora, “Cinzas e Sangue” (foto acima) e o diretor de fotografia Christian Berger, de A Fita Branca, de Michael Haneke (vencedor da Palma de Ouro do Festival de Cannes). Realiza oficinas para estudantes e profissionais nos dias 3 e 4. Toda a programação está no site: www.mostra.org.

O que: Pizza no Sallvattore.

O que: Festival “Bar em Bar”.

Por que: A pizza é feita pelo chef Hamilton Mellão,

Por que: Tem promoções imperdíveis. No Mercearia,

fera na arte de fazer redondas com massa fininha,

o mix de croquete de mandioca com recheio de carne

crocante e com coberturas deliciosas. Outro diferencial

ou carne seca sai por R$ 13 para duas pessoas.

é o clima do ambiente, lindamente decorado por

De quinta a sábado das 21h às 4h. Até o dia 09/11.

Sig Bergamin: tem um ar de Provence.

R. Fradique Coutinho, 1378, Vila Madalena,

R. Salvador Cardoso, 131, tel. 3078-8686.

tel. 3032-9006. www.barembar.com.br.

67


agenda 29h

NOVEMBRO 2009 >SEGUNDA-FEIRA 02

>TERÇA-FEIRA 03

O que: Caminhada na trilha Caminhos do Mar.

O que: 15ª Expo Bebidas & Serviços 2009.

Por que: Com oito km de extensão, a caminhada no

Por que: Principal feira do mês, a 15ª Expo Bebidas

Parque Estadual Serra do Mar sairá de São Bernardo

& Serviços trará também o 1˚ Encontro de Marcas

do Campo e seguirá pela antiga estrada de Santos,

Brazil Design Week, que reúne os principais

fechada para os carros desde 1994. Pode-se observar

designers brasileiros.

em meio à Mata Atlântica oito pontos históricos e

Até o dia 06/11, no Expo Center Norte. www.adibe.

muitos mirantes.

com.br.

Agendamento obrigatório pelo site www.energiae-

11h às 17h

5h às 11h

saneamento.org.br.

O que: “O Pintor de

O que: Mostra “A Arte de Viajar - O Outro que Existe

Deus”.

em Mim”.

Por que: São 20 obras

Por que: Com curadoria de Oscar D’Ambrosio, a

do artista plástico

mostra tem como destaque, entre outros artistas,

Waldomiro de Deus

Rafael Maurió, com 46 anos de carreira e muitas

que expressam uma

participações em exposições e leilões internacio-

das vertentes mais

nais. O tema aborda a busca da felicidade por meio

importantes do seu

da viagem.

trabalho: os temas

De segunda a sexta das 10h às 19h; sábado das 10h

religiosos.

às 14h. Até 08/11. Grátis. Galeria Garcia Arte. Rua

Até 22/11. De terça a

Auriflama, 87 – Pinheiros - Tel.: 3213-5671.

domingo, das 9h às 21h. Grátis. Caixa Cultural - Praça da Sé, 111 – Centro. Tel.: 3321-4400.

O que: Festival Vila Integral.

O que: Festival de trufas no restaurante Chakras.

Por que: É a primeira experiência gastronômica

Por que: Programa perfeito para casais apaixonados.

sustentável organizada pela ONG Banco de Alimen-

O jantar pode ser em tendas privativas. A decoração

tos. Participam restaurantes e bares bacanas, como

e a comida, orientais, são inspiradoras.

Santa Gula, Santa Pizza, Bar do Santa e Câmara, en-

De terça a sexta, das 12h às 2h; sábado e domingo,

tre outros, e destina 50% da renda às ações sociais.

das 13h à 1h30 e segunda das 19h à 1h. Rua Dr.

Visa incentivar o conceito de aproveitar de forma

Melo Alves - Jardins, 294 - Tel.: 3062-8813/ 3082-3493.

integral os alimentos.

23h às 29h

17h às 23h

Até 15 de novembro. www.vilaintegral.com.br.

68 | 29HORAS | de 29 de outubro a 29 de novembro 2009

O que: Novo Original Burger.

O que: Shaker Club.

Por que: A casa faz hambúrguer artesanal de

Por que: O primeiro barmen club da cidade recebe

qualidade e fica aberta até a madrugada.

toda semana grandes nomes para apresentar suas

Avenida Padre Antonio José dos Santos, 798, tel.:

especialidades.

5096-1956. Segundas e terças até a meia-noite;

De terça a sábado, das 10h à 1h; domingo, das 12h

quartas até a1h; quintas até a 1h30; sextas e

às 20h e segunda das 10h às 20h. Alameda Ministro

sábados até as 2h; domingos e feriados até 0h30.

Rocha Azevedo, 1153 - Cerqueira César. Tel.: 3061-

www.originalburger.com.br.

0299.


>QUARTA-FEIRA 04

> QUINTA-FEIRA 05

O que: Gaggenau Househod Apliances (design

O que: O Grand Cru Special Club Singatoba, de grãos

europeu, tecnologia alemã), marca de luxo de

Arabica Blue Batak.

equipamentos para a cozinha.

Por que: É uma variedade de café especial da região

Por que: Dentre as exposições, você pode conferir

do Lago Toba, ao norte da Sumatra, na Indonésia.

um forno de cozinha que está no Museu de Arte

Foi lançado pela Nespresso junto aos acessórios de

Moderna de Nova York.

edição limitada. Um sleeve (embalagem com 10

Al. Gabriel Monteiro da Silva, 488 – Jardim América

cápsulas) custa R$ 30,00 e um conjunto de duas

- Tel.: 3668-6600. www.gaggenau.com.

xícaras e pires, R$ 105,00. À venda nas lojas da marca www.nespresso.com.

O que: Parque do Carmo.

O que: Galeria Coletivo Amor de Madre.

Por que: Está localizado em uma fazenda que con-

Por que: Ém um incentivo à produção de arte

serva belas matas, lagos e um bosque de cerejeiras

e intercâmbio entre Brasil e Colômbia. No prédio, com

magnífico. Dá para andar de bicicleta, correr e jogar

fachada assinada por Ivan Hurtado, idealizador do

futebol nos vários campos do parque.

projeto, também funciona uma loja de joias,

Av. Afonso Sampaio Souza, 951, tel. 6748-0010.

decoração, design e moda com bons preços. Rua Estados Unidos, 2.186, Jardins, tel. 3061-9044. www.coletivoamordemadre.com.

O que: Exposição de

O que: Peça “Ensaio sobre Carolina”.

Alberto Teixeira.

Por que: Baseada no livro “Quarto de Despejo”,

Por que: Alberto Teixeira

de Carolina Maria de Jesus, moradora de favela, a

participou de diversas

peça aborda a miséria e o preconceito racial. Dirigida

Bienais de São Paulo,

por José Fernando Azevedo com a Cia. Teatral

recebeu o 1º Prêmio Esso

“Os Crespos”, às 21h.

de Pintura e o 2º Prêmio

Teatro Imprensa - Rua Jaceguai, 400 - Bela Vista.

Leirner de Pintura.

Tel.: 3241-4203. Preço: uma lata de leite em pó.

Até o dia 27. Das 10h às 19h. Galeria Berenice Arvani - Rua Oscar Freire, 540, Jardins – Tel.: 3088-2843/ 3082-1927.

O que: Bourbon Street Music Club.

O que: Mostra “As Garotas do Calendário”.

Por que: Vale a ida só para ver o balcão em forma

Por que: São 12 ensaios fotográficos de pin-ups

de piano de cauda. Drinques e appetizers especiais,

modernas brasileiras. Combina com a casa, que

sempre acompanhados por um jazz instrumental, ao

mantém sua estrutura original de antigo açougue e

piano. Dias 4, 5, 6 e 7. Primeira entrada

matadouro da década de 50. Está desde o dia 1˚

às 22h30 e segunda à meia-noite, sexta e sábado,

no bar Z Carniceria e segue até o dia 8.

23h30 e 1h30. Tem puro rythm e blues, com o

Rua Augusta, 934. Tel.: 2936-0934. De terça a sábado

americano Kurt Brunus.

das 19h às 2h e domingos das 17h à meia-noite.

De R$ 38 a R$ 45. Rua Dos Chanes, 127,

www.zcarniceria.com.br.

Tel.: 5095-6100 / 5561-1643.

69


agenda 29h

NOVEMBRO 2009 >SEXTA-FEIRA 06

>SÁBADO 07

O que: Exposição francesa sobre sombras,

O que: Empório Santa Adelaide.

no Sesc Pompéia.

Por que: Empório de especiarias e bebidas finas

Por que: “Sombras e Luz” foi criada pela institu-

que abriu suas portas no bairro da Vila Madalena.

ição francesa Cité des Sciences et de l’Industrie.

Para degustar e comprar.

O evento reúne instalações interativas onde os

Rua Leão Coroado, 186 – Vila Madalena.

pequenos podem interagir em experiências de um

Tel.: 3031-8483. Lotação: 50 pessoas. De terça

aparelho que reproduz os movimentos, descobrir

a sábado das 9h às 20h e domingo das 9h às 14h.

propriedades físicas das sombras e conhecer fotografias que retratam sombras estranhas.

5h às 11h

Até o dia 6 de dezembro. Às 10h. Sesc Pompéia Rua Clélia, 93 - Água Branca. Tel.: 3871-7700.

O que: 4˚ Festival Curta Fantástico.

O que: Maquinaria Festival 2009.

Por que: Ideal para os amantes dos gêneros horror,

Por que: O Festival reúne bandas internacionais

ficção e fantasia. Mostra competitiva para

como Faith No More, Jane’s Addiction, Deftones e

curtas-metragens nacionais e internacionais e uma

Evanescence, além da banda do ex-baixista do Guns

mostra paralela que conta com sessões especiais

N’ Roses, Duff McKagan’s Loaded. E mais: Sepultura

de filmes do Brasil e do mundo (longas e curtas),

e Nação Zumbi.

bate-papos com convidados, além de palestras,

Dias 7 e 8, na Chácara Do Jockey - Rua Pirajussara -

workshops e oficinas.

Butantã. A partir das 13h até à meia-noite. De R$100

De 06 a 15/11, no Centro Cultural Banco do Brasil.

(meia-entrada) a R$ 450 (pista Premium Vip).

11h às 17h

Rua Álvares Penteado, 112 – Centro. Tel.: 7498-7068. www.cinefantasy.com.br.

O que: Lizzie Ball Band. Por que: O “Brazilian British Jazz Projetct”, evento que traz revelações da música britânica, tem como atração a violinista e cantora inglesa, Lizzie Ball Band, que se apresenta com a Filarmônica de Londres. O evento reúne, ainda, bandas como O que: Show de Caetano Veloso. Por que: Não precisa dizer. Caetano Veloso se

23h às 29h

17h às 23h

apresenta em São Paulo durante os dias 6 e 7, no

70 | 29HORAS | de 29 de outubro a 29 de novembro 2009

Citibank Hall. No dia 6 às 22h e no dia 8 às 20h. Ingressos: de R$40 (meia-entrada) a R$170 (camarote). Alameda dos Jamaris, 213 - Moema. www.citibankhall.com.br.

Simply Red e lendas do jazz, como Guy Barker. Pela primeira vez no Brasil. A partir das 20h - o show começa 22h. R$ 75. Tom Jazz – Avenida Angélica, 2331. Tel.: 3255-0084. Para quem curte outros estilos, tem também Almir Sater, que se apresenta às 22h, no Credicard Hall – Avenida das Nações Unidas, 17955. Tel.: 2846-6000. De R$ 50 (meia-entrada) a R$ 120 (camarote setor 1).

O que: Tonton Jazz & Music Bar.

O que: Festival Planeta Terra.

Por que: Lá tem música ao vivo tocada pelos

Por que: Com mais de 10 horas de músicas, o Festival

melhores intérpretes do Jazz, Blues, Pop e Classic

acontece no Parque Playcenter e reúne 14 bandas

Rock. Dia de “Os Extrelas” (comédia com

de diferentes estilos e segue a madrugada. Entre os

personagem) e Rock Report (classic rock) e

destaques estão Primal Scream, Sonic Youth, Iggy

Groovezilla (soul music).

Pop & The Stooges, e os DJs Etienne de Crecy e

Das 21h às 23h30h. Você dá risada e depois curte o

Anthony Rother.

som. Alameda dos Pamaris, 55, Moema,

Parque Playcenter - Rua José Gomes Falcão, 20 –

tel.: 3804-0856 / 3804-0857 / 3804-0858.

Barra Funda (localizado na Marginal Tietê, entre as pontes do Limão e da Casa Verde). Transporte gratuito na estação do metrô Barra Funda - ida: das 10h às 15h; volta: a partir das 17h30 até o último visitante.


>DOMINGO 08

> SEGUNDA-FEIRA 09

O que é: Exposição “O Pequeno Príncipe na Oca”.

O que é: Mostra “Os Gêmeos – Vertigem”.

Por que: A Oca vai se transformar no planeta do

Por que: Um mix de grafite com instalações de artes

Pequeno Príncipe, personagem de Antoine de

plásticas, pinturas, esculturas e objetos sonoros

Saint-Exupéry. Com montagem de Daniela Thomas e

compõem a mostra inédita dos irmãos Gustavo e

Felipe Tassara, a exposição recria o cenário do menino

Otávio Pandolfo, conhecidos como “ Os Gêmeos”. Gra-

no deserto do Saara, com o avião, o aviador,

tuita. Até o dia 30/12. De terça a sexta das 10h às 20h;

a raposa, entre outros.

sábados, domingos e feriados das 10h às 17h. Museu

De terça a sexta das 9h às 19h; sábados e domingos

de Arte Brasileira - FAAP. Rua Alagoas, 903.

das 10h às 20h. Oca - Parque do Ibirapuera, s/n,

Tel.: 3662-7198.

Portão 3 – Ibirapuera. Tel.; 5572-0985.

O que: Museu da Casa Brasileira

O que: Sônia Menna Barreto.

Por que: Antiga mansão abriga coleções de móveis

Por que: Única artista plástica brasileira a fazer parte

e objetos e apresenta um panorama da produção do

com sua obra da Royall Collection da Família Real

projetista industrial argentino Alejandro Sarmiento,

Britânica, ela lançou uma linha muito especial de

por meio de objetos concebidos para serem produzi-

objetos utilitários para embelezar o dia-a-dia.

dos a partir de descartes.

Shopping Iguatemi. www.mennabarreto.com.br.

Até o dia 22/11. Av. Brig. Faria Lima, 2705, www.mcb. org.br

O que: Restaurante Summac. Por que: Summac é um tempero feito com frutinhas de um arbusto silvestre comum em toda região do mediterrâneo e o novo restaurante árabe dos Jardins. O que: Show de Renato Borghetti.

Com pratos rápidos, feitos com temperos orientais

Por que: O gaúcho Renato Borghetti foi o primeiro

pouco conhecidos.

instrumentista brasileiro a receber um Disco de Ouro.

Rua Pamplona, 1335. Tel.: 3057-2737. www.summac.

Os acordeonistas Arnaud Méthivier e Pierre Payan são

com.br.

parceiros nos vários shows que já rodaram a Europa. Teatro Anhembi Morumbi - Rua Dr. Almeida Lima, 1134. Tel.: 4003-1212.

O que: F/A-18 Hornet.

O que: The Blue Bar.

Por que: O avião de guerra é a nova atração do Bar

Por que: A Johnny Walker Blue Label e a casa noturna

Brahma Aeroclube, localizado dentro do Campo de

Pink Elephant se uniram para montar o elegante

Marte, que recebe par de simuladores do F/A-18

piano-bar 1820, The Blue Bar, em comemoração aos

Hornet. A programação começa cedo e vai até a

200 anos do scotch. Tem jazz, MPB , pop-rock, um teto

madrugada.

todo folheado a ouro e uma biblioteca com cerca de

Confira no site: www.barbrahmasp.com. Av. Olavo

900 clássicos da literatura, cenário para as

Fontoura, 650, Santana. Tel.: 2089-1131.

apresentações musicais ao piano. Rua Gumercindo Saraiva, 289. Tel.: 2769 2003 / 2769 2004. De terça a domingo das 18h às 3h.

71


agenda 29h

NOVEMBRO 2009 >TERÇA-FEIRA 10

>quarta-feira 11

O que: “Gabriel in Design”.

O que: Padaria Italianinha.

Por que: A primeira edição centraliza o melhor da

Por que: A Italianinha completa 113 anos de existên-

decoração da América Latina, que reúne design,

cia. Foi uma das primeiras a surgir na cidade, no

arte, cultura, decoração e urbanismo em comemo-

Bairro do Bexiga. Ali o pão é produzido de forma

ração ao Ano Internacional da Fibra Natural

artesanal, respeitando o processo de fermentação

(instituído pela FAO/ONU).

natural, como na receita trazida da Itália em 1896.

Alameda Gabriel Monteiro da Silva – Jardins. Até

Rua Rui Barbosa, 121 - Bela Vista. Tel.: 3289-2838

o dia 28.

3141-4166. Segunda das 14h às 20h; de terça a sábado das 7h às 20h; domingos e feriados das 7h

5h às 11h

às 15h. www.padariaitalianinha.com.br.

O que: Prêmio Portugal Telecom de Literatura

O que: Mostra “Omistériootempoempoesias”,

em Língua Portuguesa 2009.

de Cacau Brasil.

Por que: É o dia em que serão anunciadas as três

Por que: A mostra multimídia reúne pintura, poesia,

obras vencedoras do prêmio. Quatro autores da

música, vídeo-arte e performances cênico-musicais.

Companhia das Letras são finalistas: Eucanaã

Até 25/01, de terça a domingo das 10h às 18h.

Ferraz, Maria Esther Maciel, Lourenço Mutarelli e

Grátis. Museu da Língua Portuguesa - Estação da

Gonçalo M. Tavares.

Luz. Pça. Estação da Luz – s/n°. De quarta à sexta, às

www.ciadasletras.com.br.

11h e às 13h; sábados e domingos, às 11h, 12h, 14h

11h às 17h

e 15h. Tel.: 3326-0775.

O que: Enogastronomia no Vinea. Por que: A importadora Vinea abre seu espaço gourmet para os amantes de vinho, ou iniciantes, numa prazerosa união entre os bons vinhos e os bons pratos. O que: Show Donna Summer.

Rua Manoel da Nóbrega, 1.014 - Paraíso. De terça

Por que: A rainha do estilo disco está em plena

a quinta. Das 18h às 22h (último vinho servido às

forma e segue na capital em duas apresentações

22h). Somente com reservas: 3059-5200.

23h às 29h

17h às 23h

durante os dias 10 e 11, às 21h30.

72 | 29HORAS | de 29 de outubro a 29 de novembro 2009

Ingressos: de R$ 50 (meia entrada) a R$ 700 (cadeira setor Vip). Avenida das Nações Unidas, 17955. Tel.: 2846-6000. www.credicardhall.com.br.

O que: Casa de Francisca.

O que: Noches en Havana, no Rey Castro Latin Bar

Por que: Tudo nesse pequeno bar-café-teatro remete

& Restaurant.

ao começo do século passado, a começar pelo

Por que: Misto de ritmos latinos como a rumba fla-

nome, o da primeira moradora do sobradinho de

menca, merengue e salsa, aliados à forte percussão

1913; móveis e objetos vintage; clima intimista à

brasileira atraem aqueles que adoram dançar. Às

luz de velas, e o palco e piano colado ao público.

quartas-feiras com a banda Espírito Cigano e aulas

Cervejas artesanais e caipirinhas.

de dança nos intervalos do show. De R$ 15 a R$ 30.

Rua José Maria Lisboa, 190. Tel.: 3052-0547.

Rua Antártico, 90 - Jardim do Mar - São Bernardo do

Couvert artístico: de R$17 a R$35. De terça a do-

Campo. Tel.: 3848-5279.

mingo das 20h à 1h. www.casadefrancisca.art.br.


>QUINTA-FEIRA 12

> SEXTA-FEIRA 13

O que: Segunda edição da Febragolfe.

O que: Mostra “100 Ideias”, com obras de Paulo Sayeg.

Por que: O evento atrai golfistas e interessados no

Por que: É um trabalho diferente em técnica de

esporte. Na última edição, a feira contou com mais de

nanquim e têmpera, cor e preto e branco, que retrata a

3.500 participantes, vindos do Brasil e do exterior, com

figura humana de forma divertida, às vezes represen-

as mais importantes marcas do mercado.

tadas por animais. A curadoria é de George Gutlich.

Até o dia 14. Transamérica Expor Center - Avenida

Rua Augusta, 664. De terça a domingo das 11h às 19h;

Dr. Mário Villas Boas Rodrigues, 387 - Santo Amaro

sábados das 10h às 17h. Grátis. Até dezembro.

(acesso pela Avenida das Nações Unidas -

Tel.: 3346-4504.

Marginal Pinheiros, 18.591 - Ponte Transamérica. www.febragolfe.com

O que: IV Congresso da Cibersociedade.

O que: A Casa do Teatro.

Por que: Com o tema “Crise analógica, futuro digital”,

Por que: Num ambiente descontraído, atende a

o Cibersociedade é um importante evento online no

crianças a partir de 4 anos com aulas de teatro e

âmbito iberamericano e debaterá o futuro dos meios

dança, capoeira, música, artes plásticas e circo. É

analógico e digital.

dirigida por Lígia Cortez, que mantém uma biblioteca

De 12 a 29. www.cibersociedad.net/congres2009.

com livros e preciosidades de seus pais, Célia Helena e Raul Cortez (1932-2006) e promove intercâmbio com a Academia Russa de Arte Teatral, além de eventos internacionais. www.casadoteatro.com.br.

O que: Noite com três opções de boa música. Por que: Jazz de Leny Andrade, às 21hs. Preços: R$ 15,00 e R$ 30,00, no Auditório Ibirapuera – Av. Pedro O que: Show Latoya Jackson. Por que: Show-tributo a Michael Jackson organizado por Latoya, uma das irmãs do cantor, morto em junho. A banda Earth, Wind and Fire, um sósia, bailarinos do cantor, e o grupo baiano Olodum, que gravou o clipe de “They Don’t Care About Us” com Michael no Brasil,

Álvares Cabral – s/nº - Ibirapuera. Tel.: 3629-1075. Às 22h, show de Jorge Vercillo, indicado ao Grammy Latino de 2009. HSBC Brasil - R. Bragança Paulista, 1281. Tel.: 4003-1212. E Ney Matogrosso, que fica até amanhã, no Teatro Bradesco - Bourbon Shopping. Rua Turiassu, 2100 – Perdizes. Tel.: 3670-4100.

devem participar também do show. Via Funchal - Rua Funchal, 66. Tel.: 3846-2300. Ingressos: R$ 140 (pista), R$ 200 (mezanino) e R$ 300 (camarote e pista premium).

O que: Relax Day. Por que: O agito foi demais? Então entregue seus pés ao Relax Day, que oferece serviço de massagem relaxante com duração média de 10 minutos durante

O que: Festival Camburi Gastronômico.

festas e eventos, inclusive casamentos, para todos

Por que: Nada de balada, pé na estrada rumo

os convidados.

ao litoral. A praia de Camburi, em São Sebastião, será

Orçamento pelo site www.relaxday.com.br.

palco da 9a edição do tradicional evento. Entre os dias 13 e 22 de novembro com a participação de cinco restaurantes: Antigas, Cantinetta, Manacá, Ogan e Pitangueira. Informações: (12) 9714-2231.

73


agenda 29h

NOVEMBRO 2009 >SÁBADO 14

>DOMINGO 15

O que: Mostra de fotografia e vídeo “A Invenção

O que: Casa da Cerveja.

de Um Mundo”, curadoria de Eder Chiodetto

Por que: Oferece seleção especial, com as melhores

e Jean-Luc Monterosso.

marcas da Europa, além de palestras e degustações

Por que: Pode-se conhecer importantes obras con-

para quem quer conhecer mais sobre o universo

temporâneas do acervo da Maison Européenne de

das cervejas gourmet.

la Photographie, de Paris.

Rua Lisboa, 502. Tel.: 2538-5136 / 2538-5138. De

Itaú Cultural. De terça a sexta, das 10h às 21h;

segunda a sexta das 8h às 19h e sábado das 10h às

sábado e domingo das 10h às 19h. Até o dia 13 de

16h.

11h às 17h

5h às 11h

dezembro. Av. Paulista, 149. Tel.: 2168-1777.

O que: Apresentações na Sala São Paulo.

O que: Circo Spacial.

Por que: Às 14h45, Gustav Mahler (Quarteto para

Por que: É o primeiro circo inteiramente nacional e

Piano em Lá Menor) e Felix Mendelssohn-Bartholdy

de grande porte criado e dirigido por uma mulher, a

(Sexteto com Piano em Ré Maior, Op.110), na sala

premiada Marlene Olímpia Querubim.

do Coro. Às 16h30, Dante Anzolini rege Mahler,

Jardim Anália Franco. Tel.: (011) 2076-0087 / 2076-

Camargo Guarnieri e Holst, com Thierry Miroglio na

0001. Sábados, domingos e feriados das 16h às

percussão e Coro da OSESP.

18h. Preço: R$ 10 (crianças e aposentados) e R$ 15

Praça Júlio Prestes, s/nº. De R$ 30 a R$ 104. Tel.:

(adultos).

3223-3966.

O que: 13 edição do XXXPerience.

O que: The Beats & Pete Best.

Por que: O maior festival de música eletrônica do

Por que: Considerada a melhor banda Beatles do

país conta com mais de 40 atrações.

mundo, ela se apresenta pela primeira vez em São

A partir das 17h30, na Fazenda Maeda, em Itú.

Paulo com a participação de Pete Best, baterista dos

Pacotes completos, com hospedagem e transporte:

Beatles de 1960 a 1962.

www.essentialtour.com.br. / info@essentialtour.

Às 20h. De R$ 80 a R$ 160. HSBC Brasil - Rua Bra-

com.br. Tel.: 2128-2711. Preços: de R$ 70 a R$ 200.

gança Paulista, 1281 - Chácara Santo Antônio. Tel.;

Rodovia do Açúcar (acesso pela Rodovia Castelo

4003-1212.

Branco, km78) Itú/SP. Censura: 18 anos. Mais infor-

17h às 23h

mações: www.mundoxxxperience.com.br.

O que: Pacha.

O que: Kony Temaki e Cia.

Por que: A casa noturna, rede com mais de 20 filiais

Por que: Cansado de comer sanduíche na madruga-

pelo mundo, chegou no Brasil em 2006 e está

da? Uma boa opção é o Kony Temaki e Cia. Com seu

localizada no bairro da Vila Leopoldina. Tem um

recém-reformulado cardápio, conta com porções de

espaço de 10 mil metros quadrados e capacidade

Hossomakis e Uramakis, sushis em pares (salmão

para 2500 pessoas.

e polvo), variados e o Combinado do Chef, com 40

Rua Mergenthaler, 829 - Vila Leopoldina.

unidades do melhor da casa.

Tel.: 2189-3700.

Segunda das 12h às 2h; terça das 12h às 3h; quarta

23h às 29h

das 12h às 4h; quinta e sexta das 12h às 5h; sábado

74 | 29HORAS | de 29 de outubro a 29 de novembro 2009

das 19h às 5h e domingo das 17h às 23h30. Feriados: abertura às 19h.


>SEGUNDA-FEIRA 16

> TERÇA-FEIRA 17

O que: Casa de Criadores Loja Pop Up.

O que: Tímpano, na Capela do Morumbi, novo

Por que: É a única a vender coleções de jovens

trabalho do artista plástico gaúcho José Spaniol.

estilistas e marcas lançadas nos desfiles da Casa

Por que: A instalação especialmente projetada para

de Criadores. Tem parceria com a grife Cavalera. No

uma peça circular é feita em taipa de pilão, a mesma

segundo andar, um espaço para exposições com

técnica utilizada na construção da capela.

curadoria da Galeria Emma Thomas.

Av. Morumbi, 5.387, tel. 3772 4301. De terça a domingo,

Alameda Lorena, 1682 – Jardins.

das 9hs às 17hs. Visita orientada. Entrada franca.

O que: Mostra Cartier-

O que: Exposição

Bresson.

fotográfica “Pierre

Por que: A mostra de foto-

Verger—Andalucía,

grafias do célebre artista

1935”.

francês, com curadoria

Por que: A mostra,

do editor Robert Delpire,

que abriu em

inclui imagens realizadas

Servilha, em 2006, e

em 23 países durante

já passou por diver-

mais de 50 anos, entre 1926 e 1979. Até hoje, seu olhar

sas cidades brasileiras, tem grande valor testemunhal.

através da velha Leica é uma referência para vários

São 70 imagens, em preto e branco, que retratam a

fotógrafos conceituados que assumem a sua influência

vida cotidiana da região de Andalucía no verão de

numa mostra paralela.

1935, às vésperas da Guerra Civil Espanhola.

De terça a domingo das 13h às 22h. Sesc Pinheiros -

Até 22 de dezembro. Entrada gratuita. Diariamente das

Rua Paes Leme, 195. Tel.: 3095.9400.

12h às 21h30. Galeria Olido - Avenida São João, 473.

O que: Festival da Cavaquinha.

O que: Degustação de Histórias: Amores Possíveis e

Por que: A edição do Festival da Cavaquinha deste

Impossíveis.

ano vai até o dia 29, na casa francesa Freddy. O menu

Por que: Enquanto você ouve a história participa de um

com entrada, sobremesa e oito variações de pratos

“ jam”, com degustação de vinho e alta gastronomia. O

feitos com o crustáceo sai por R$ 129. Nas segundas e

projeto da Livraria da Vila tem parceria com o contador

quartas o preço cai para R$ 89.

de histórias Ilan Brenman e a chef de cozinha Joana

De segunda a sexta das 12h às 15h e das 19h à meia-

Leis. R$ 55. Das 19h45 às 21h30. Alameda Lorena, 1731.

noite; sábado das 19h à 1h e domingo das 12h às 17h.

Tel.: 3062-1063.

Rua Pedroso Alvarenga, 1170. Tel.: 3167-0977.

O que: All Black.

O que: HUSS.

Por que: É um pub com música ao vivo e acústica. O

Por que: Especializada em festas Open Bar,

estilo irlandês é o ar que se respira na casa, da fachada

a HUSS conta com uma boa infra para

discreta contrapondo com o clima alegre no interior

a realização dos mais diferentes eventos. São dois

ao cardápio que integra o Fish and Chips (robalo frito

ambientes externos e um interno, com pista de dança,

com batatas crocantes) e o chope Guinness.

iluminação especial. Informações e orçamentos pelo

Rua Oscar Freire, 163 Jardins. Tel.: 3088-7990. De se-

site: www.huss.com.br.

gunda a domingo das 18h às 3h. Cosumação mínima de quinta a sábado; mulher R$ 10 e homem R$ 25. www.allblack.com.br.

75


agenda 29h

NOVEMBRO 2009 >QUARTA-FEIRA 18

>QUINTA-FEIRA 19

O que: Espaço “Mamy to be”.

O que: Artefacto Beach & Country.

Por que: Agora os serviços do Espaço “Mamy to be”,

Por que: A megaloja de 5 mil metros quadrados

como drenagem linfática e modeladora para

abriga uma mostra de decoração com 33 ambientes

pós-parto, cursos de Shantala, oficina de segurança

assinados por estrelados da área. Entre outros atra-

para crianças, bebês e vovós modernas, vão até a

tivos, há eventos, espaços especiais para locação,

casa da futura ou recente mamãe.

aulas de culinária na cozinha gourmet de David

Rua Major Prado, 54 H - Moema. Tel.: 5049-0310.

Bastos e agenda de palestras sobre decoração. Fica até outubro de 2010. De segunda a sexta das 10h às 20h; sábados das 10h às 18h e domingo das

5h às 11h

14h às 20h. Avenida Brasil, 1823. Tel.: 3097-4000.

O que é: Ateliê Maria Brigadeiro, da doceira Juliana Motter. Por que: Juliana inventou o “brigadeiro gourmet” em mais de 40 versões. Agora relança pratos O que: Cow Parade.

especiais para festas assinados pela designer

Por que: Um dos maiores eventos de arte de rua,

Anna Milliet. Em edição limitada, 500 unidades são

a Cow Parade está de volta a São Paulo e fica

vendidas a R$ 175 cada.

até o dia 17/01. Entre os artistas que assinam as

Rua Cristiano Viana, 67 – casa 11 – Pinheiros.

vaquinhas estão Marangoni, Sônia Menna Barreto,

www.mariabrigadeiro.com.br.

11h às 17h

Luccas Pennachi, Inés Zaragoza, Marcelo Faisal, Glauco Diógenes. Depois elas são leiloadas e doadas para instituições. www.cowparade.com.br.

O que: Degustação de Histórias: Budista Vegano.

O que: Shiatsu Online.

Por que: Para quem perdeu “Amores Possíveis e

Por que: Que tal ir para a cama mais relaxado?

Impossíveis”, ontem, hoje o tema é budismo.

E, o melhor, sem sair de casa! Então chame o Shi-

Lembrando que trata-se de um projeto da Livraria

atsu Online. Eles oferecem massagem a domicílio,

da Vila, em parceria com o contador de histórias

mas só na zona oeste da cidade.

Ilan Brenman e a chef de cozinha Joana Leis, em

R$ 160 por uma hora. Shiatsu Online. Alameda Tietê,

que o visitante ouve histórias do mundo regadas a

43 - loja 5. Tel.: 3063-5093.

vinho e alta gastronomia. R$ 55. Das 19h45 às 21h30. Shopping Cidade Jardim

17h às 23h

- Av. Magalhães de Castro, 12000. Tel.: 3755-5811.

O que: Pedaço da Pizza dos Jardins.

O que: Livraria da Esquina.

Por que: Pizza na madrugada? O Pedaço de Pizza

Por que: São duas casas (A e B) com programações

dos Jardins oferece uma pizza inteira com até oito

diferentes. Um mix de música ao vivo, exposições

sabores diferentes, sem taxa de entrega.

de telas, fotos, desenhos, cds alternativos, livros,

Rua Augusta, 2931. Tel.: 2597-2065. Segunda das 12h

teatro e muitas festas. A cozinha vara a madrugada

às 22h50; terça a sábado: das 12h às 4h e domingo

com porções, sanduíches e caldos.

das 17h às 2h. Tem também no Paraíso - Rua Rafael

Rua do Bosque - Barra Funda. Tel.: 3392-3089.

de Barros, 87. Segunda das 12h às 22h50; terça a

23h às 29h

sexta das 12h às 4h; sábado das 17h às 4h e do-

76 | 29HORAS | de 29 de outubro a 29 de novembro 2009

mingo das 17h às 2h.


>SEXTA-FEIRA 20

> SÁBADO 21

O que: Exposição “Cora Coralina – Coração do Brasil”.

O que: Festival “Natura - Nós about us”.

Por que: Com curadoria de Júlia Peregrino

Por que: Entre hoje e amanhã acontece o “Natura -

e cenografia de Daniela Thomas e Felipe Tassara,

Nós about us”. A principal atração do evento é o cantor

a exposição apresenta um grande painel com imagens

Sting, ex-The Police, que se apresenta amanhã, 22,

da vida e da casa de Cora Coralina, que, em 2009,

ao lado de Jason Mraz, autor do hit “I’m yours” e os

comemoraria seus 120 anos.

brasileiros Carlinhos Brown e Arnaldo Antunes. Para

Até 29/01. Das 10h às 17h. Museu da Língua Portugue-

as crianças, atrações como o Hi-5, Sentidos, a Turma

sa - Praça da Luz, s/nº - Centro. Tel.: 3326-0775. R$ 4.

da Mônica e aulas de percussão com o Afro Reggae. Pista de Atletismo do Ibirapuera - Rua Manoel da Nóbrega, 1361. A partir das 10h. Os preços variam de R$ 120 (arquibancada) a R$ 500 (pista premium).

O que: Peça infantil “Espiral do Tempo”, dirigida por Johana Albuquerque, com montagem da Bendita Trupe. Por que: Mostra a experiência humana sob nova perspectiva. Um grupo de jovens programa uma O que: Estreia do filme “Abraços Partidos”, de Pedro

aventura noturna e, de repente, cada um deles é

Almodóvar.

lançado na Espiral do Tempo e vai parar numa época

Por que: O cineasta espanhol sempre surpreende a

diferente - da Pré-história à França de Luiz XIV até a

todos com suas produções. Desta vez, um drama com

ida do homem para o espaço.

Penélope Cruz, vencedora do Oscar pelo seu papel

Sáb 21 a Dom 22/11 às 16:00 - Teatro Sesi - Avenida

no filme “ Vicky Cristina Barcelona” e Luís Homar,

Paulista, 1313. Tel.: 3146-7405.

vivendo Mateo Blanco, cineasta cego, que escreve, vive e ama no escuro.

O que: Cia. Grand Moscow Classical Ballet.

O que: Peça “Adorei o Que Você Fez”.

Por que: A impecável companhia completa 43 anos

Por que: Comédia escrita pela dramaturga francesa

se apresentando sob a direção artística de Natalia

Carole Greep, estreou em Paris em 2003 e permanece

Kasatkina e Vladimir Vasilyov e traz Dom Quixote, de

em cartaz como uma das peças mais vistas da França.

León Minkus e A Bela Adormecida, de Pyotr Ilyich

Traduzida por Clara Carvalho, narra o encontro de dois

Tchaikovsky, unindo a tradição do balé a elementos

casais de amigos num fim-de-semana no campo.

modernos.

R$ 70 (plateia). Às 18h. Teatro Gazeta - Avenida Paulista,

Dias 20 e 21. Às 21h (A Bela Adormecida) e 22 às

90 – térreo. Tel.: 3253-4102. Primeiro dia do teatro de

20h (Dom Quixote). Teatro Abril - Avenida Brigadeiro

máscaras Mummenschanz (veja comentário no dia 22).

Luís Antônio, 411 - Bela Vista. Tel.: 2144-5444. www. teatroabril.com.br.

O que: Secrett Lounge.

O que: Sinuca – Rabo de Peixe Boteco.

Por que: Toca black, eletrônica e dance music e

Por que: Atenção, mulheres! Que tal aprender a jogar

há camarotes para festas particulares. Dois bares

sinuca com a atual campeã brasileira da modalidade?

independentes e vista para o image hall, que tem a

Agora, por R$ 50, incluindo dois drinques, você pode

pista principal com uma tela gigante de 20 metros.

aprender essa atividade no Rabo de Peixe Boteco.

Rua Nova Cidade, 181 - Vila Olímpia. Tel.: 3842-9669.

Rua Wisard, 142 - Pinheiros. Tel.: 2307-3062. De terça a

Ingresso: R$ 20 (mulher) e R$ 30 (homem). Matinê:

quinta a partir das 17h e de sexta a domingo a partir

R$ 30 e R$ 50. Sexta e sábado a partir das 23h.

das 12h.

77


agenda 29h

NOVEMBRO 2009 >DOMINGO 22

>SEGUNDA-FEIRA 23 O que: Buffet Tutti Lasagna.

O que: Curso de um dia com Duda Molinos,

Por que: Serve o prato em

mestre da maquiagem.

cumbucas individuais para

Por que: Duda ensina truques para dia, noite e o

festas e eventos. São vinte

make-up fashion. Preço: R$ 560 em até duas vezes.

sabores. Da clássica

A aula de seis horas vai das 10h às 13h e continua

bolonhesa até versões

das 15h às 18h, com uma pausa para o almoço.

sofisticadas, como a de

Atelier Fazendo Arte - Escola São Paulo - Rua Au-

bacalhau com creme de alecrim e batatas.

gusta, 2239. Tel.: 3081-0364. Vagas limitadas.

Rua Pascoal Vita, 130 - Vila Madalena. Tel.: 8263-8484

5h às 11h

7715-9583. www.tuttilasagna.com.br.

O que: Yoga Terapia Hormonal.

O que: Exposição no Museu Lasar Segall

Por que: Ativa os centros energéticos e as glândulas

Por que: O acervo dos eternos “modernos” Pagu/

endócrinas relacionadas à produção hormonal

Oswald/ Segall está em exposição. Para quem quer

feminina. Ideal para quem sofre de problemas

se inteirar da obra de Oswald de Andrade produzida

como TPM ou está na menopausa.

entre os anos 1930 e 1940 e de suas relações com

Com Maria Avelar, dias 22 e 29/11, das 14hs às 18hs.

Patrícia Galvão (Pagu) e Lasar Segall.

R$ 20 e R$ 40. SESC Avenida Paulista – Avenida

Até o dia 31/01. De terça a sábado das 14h às 19h;

Paulista, 119. Tel.: 3179-3700.

domingos e feriados, das 14h às 18h. Grátis. Rua

11h às 17h

Berta, 111 - Vila Mariana. Tel.: 5574-7322.

O que: Artemix.

Por que: Último dia para conferir a atração

Por que: Abriu um megaespaço na Oscar Freire.

no Teatro Bradesco. Circo, teatro improvisado,

Conta com cozinha experimental, adega montada

fantoches, mímica, coreografia, jogos de som e luz

em parceria com a importadora Mistral e um espaço

fazem parte da performance deste grupo suíço, com

para os amantes de café.

quase quatro décadas de sucesso.

Rua Oscar Freire, 261. Tel.: 3853-2542. De segunda a

Bourbon Shopping - Rua Turiassu, 2100 – Perdizes.

sexta das 10h às 20h; sábado das 10h às 18h.

Tel.: 3670-4100.

www.artimix.com.br.

17h às 23h

O que: Mummenschanz, no Teatro Bradesco.

O que: Na Mata Café. Por que: Tem o melhor tirador de chope do Brasil,

23h às 29h

pelo menos foi ele quem ganhou a etapa nacional

78 | 29HORAS | de 29 de outubro a 29 de novembro 2009

no concurso da AmBev. A cozinha contemporânea

O que: Tubaína.

é outro destaque. Serve pratos como o peito de

Por que: Em tempos de Lei Seca, o Tubaína é uma

pato ao molho de vinho tinto com risoto de açafrão.

alternativa, já que o bar resgatou cinco marcas do

Pufes, sofás e almofadas para relaxar, ao som do

velho refrigerante que empresta o nome à casa.

MPB ao vivo, no espaço anexo. Também agrega

Rua Haddock Lobo, 74 - Cerqueira César. Tel,: 3129-

a Leica Gallery, de arte.

4930. Couvert artístico: R$ 4 (terça a partir das 21h);

Rua da Mata, 70 - Itaim Bibi. Tel.: 3079-0300.

de segunda a sábado das 18h às 3h.


>TERÇA-FEIRA 24

> QUARTA-FEIRA 25

O que: Seda Urban.

O que: Futuris.

Por que: É um espaço inédito de beleza.

Por que: A rede social Futuris, da agência Go2nPlay

Os profissionais não só cuidam das madeixas como

Studios, permite ao internauta mandar mensagens

também fazem um diagnóstico profundo da estrutura

e arquivos para o futuro. As mensagens podem ser

dos fios e do couro cabeludo. Tudo com a ajuda de

agendadas para até 50 anos da data do envio.

um software comscanner de raio UV e uma lente que

Vale enviar mensagens com fotos e vídeos,

amplia a imagem em 600 vezes.

escrever blogs, elaborar álbuns de fotos

Rua Oscar Freire, 978. www.sedaurbansalon.com.br.

e adicionar amigos. www.futuris.me.

O que: Oficina de desenho com modelo-vivo, orientada por Denise B. Brogiolo, Gisella G. Bertini e Maria Marta Keppler. O que: Panorama da Arte Brasileira do MAM. Por que: Completa 40 anos com a edição “Mamõyguara opá mamõ pupé” (Estrangeiros por todo lugar), com a curadoria de Adriano Pedrosa, que selecionou 30 artistas de fora para expor suas obras com influência do Brasil. Até o dia 20/12. Das 10h às 17h30. R$ 5,50. Parque

Por que: É um espaço aberto de livre expressão da arte para desenhar a partir da observação da figura humana. O aluno deverá trazer seu próprio material. Lotação: 40 vagas por turma. Até o dia 11/12 (não haverá aula no dia 30/10). Quartas das 14h30 às 16h30 e sextas das 14h30 às 16h30. Centro Cultural São Paulo - Rua Vergueiro, 1000. Tel.: 3397-4002.

Ibirapuera - Avenida Pedro Álvares Cabral, s/nº - Portão 3. Tel.: 5085-1300.

O que: “Experiências Mágicas”.

O que: Festival “King Crab”.

Por que: Enquanto janta, você pode assistir ao show

Por que: Traz o caranguejo real do Alasca, um dos

de ilusionismo.

crustáceos mais apreciados da alta gastronomia. Tam-

Até o dia 30/11. Toda terça às 21h. Bar e restaurante

bém oferece lagosta, camarão, lula, polvo, mexilhão,

Chácara Santa Cecília - Rua Ferreira de Araújo, 601 -

vôngole e vieiras. Avenida Henrique Schaumann, 251

Pinheiros. Tele.: 3034-3910 / 3034-6251. R$ 20 (homem)

– Jardins. Tel.: 3775.5000.

e R$ 15 (mulher). www.chacarasantacecilia.com.br.

O que: Academia Master 24 Horas.

O que: 1ª Cervejaria da Mooca.

Por que: Você pode fazer ginástica a qualquer hora,

Por que: É uma das melhores opções das redondezas,

inclusive na madrugada. Ela funciona dia e noite, de

com boa variedade de cervejas e cortes especiais de

domingo a domingo, inclusive nos feriados. Possui

carne. Destaque para a decoração: bar de ladrilho

salas ergométricas de ginástica e spinning.

hidráulico e fotos do Pantanal feitas por

www.master24horas.com.br/amaster.asp

Araquém Alcântara. De terça a quinta das 17h à 1h; sexta das 17h às 2h; sábado das 12h às 2h e domingo das 12h às 1h. Rua Guaimbé, 148. Tel.: 2604-5275 / 2604-5286.

79


agenda 29h

NOVEMBRO 2009 >QUINTA-FEIRA 26

>SEXTA-FEIRA 27

O que: “Manobra da Alegria”.

O que: “Poesia no Metrô”, em que poetas leem obras

Por que: Parando em um dos 15 estacionamentos

de outros poetas.

da rede Maxipark, você participa da campanha

Por que: Poetas como Cláudio Willer, Marcelo Tápia,

promovida pela Sindepark, que doará 20%

Micheliny Verunschk e Carlos Figueiredo fazem leitu-

de toda renda obtida com o atendimento

ras de poemas de Camões, Carlos Drummond de

de veículos avulsos para o GRAACC – Grupo

Andrade, Haroldo de Campos, João Cabral de Melo

de Apoio ao Adolescente e à Criança com Câncer.

Neto, Mário de Andrade e Fernando Pessoa.

www.graacc.org.br

Todos os dias nos seis novos trens da linha 2: Sumaré, Clínicas, Paraíso, Ana Rosa, Chácara

5h às 11h

Klabin, Imigrantes e Alto do Ipiranga.

O que: “Os Mágicos Olhos das Américas”, uma

O que: Show ao meio-dia no CCSP, com

caravela cenográfica, com 6 metros de altura, que

Chico Saraiva.

abriga 300 obras de artistas ibero-americanos e

Por que: Trata-se de um dos mais talentosos violoni-

africanos.

stas da nova geração. Ele é intérprete, arranjador e

Por que: A exposição reflete sobre as diferentes

compositor de música popular. A entrada é franca e

influências das culturas europeias, indígenas,

não é necessário retirar ingressos antecipadamente.

africanas deixadas na América. Entre os artistas

Sala Adoniran Barbosa (631 lugares) - Centro Cultu-

estão Pierre Verger, Hélio Oiticica e Lygia Cark. Com

ral São Paulo - Rua Vergueiro, 1000. Tel.: 3397-4002.

a curadoria de Emanoel Araújo.

11h às 17h

Até o dia 15 de janeiro. De terça a sexta, das 10hs às 17hs à Museu Afro Brasil. Parque Ibirapuera Avenida Pedro Álvares Cabral, s/ nº, portão 10. Tel.: 5579-0593.

O que: Oficina do Sabor. Por que: A nutricionista Célia Mara discute o papel da mídia na vida e na alimentação das crianças, propondo formas de minimizar essa pressão. SESC Pinheiros. Às 19h30. Inscrições na Central de Atendimento.

O que: AC/DC. Por que: Com seu “Black Ice World Tour”, a banda apresenta o show mais visto no mundo em 2009. O grupo australiano vem divulgar o mais recente álbum “Black Ice”, o 16º da carreira, que ocupou o topo das paradas em 29 países.

17h às 23h

Em apresentação única, às 20h, no Estádio Morumbi. Preço: de R$ 150 (arquibancada) a R$ 300 (cadeira Superior). Estudantes pagam meia-entrada.

O que: Bella Paulista.

O que: Madeleine.

Por que: A padaria é também restaurante, lancho-

Por que: Um bar que oferece petiscos saudáveis.

nete, pizzaria, bar, café, confeitaria, conveniência,

Pratos e tira-gostos são preparados no forno à lenha

adega. E o melhor disso tudo, você não precisa se

e o cliente ainda assiste a shows de jazz. No cardá-

preocupar em sair de casa, pois o delivery funciona

pio, palmito no tronco (ao pesto de limão siciliano e

24 horas.

tomilho, por R$ 24,50). As “pizza-bistrô” são ovais,

Rua Haddock Lobo, 354 - Cerqueira César -

coloridas e com aromas inusitados, como as de

Tel.: 3214-3347 / 3214-4520.

vinho tinto, pimenta ou erva-doce.

23h às 29h

Rua Aspicuelta, 201 - Vila Madalena. Tel.: 2936-0616.

80 | 29HORAS | de 29 de outubro a 29 de novembro 2009

Das 19h30 até o último cliente.


>SÁBADO 28

> DOMINGO 29

O que: Vida e obra de Rossini Perez. Por que: Exposição de desenhos, matrizes e gravuras

O que: Dia de evento de Natal na Rua Amaury.

do artista que já participou de mais de onze bienais

Por que: No quarteirão entre a Avenida Faria Lima e a

internacionais, incluindo a de Veneza, lecionou em

Avenida Nove de Julho encontraremos gastronomia,

escolas de artes e implantou as oficinas de gravura em

música ao vivo, festa, decoração natalina e uma ação

metal do Instituto Brasil-Bolívia de La Paz (Bolívia), do

solidária, com a participação de todos os restaurantes

Instituto de Artes de Dakar (Senegal) e do Centro de

do trecho, da livraria, da CVC Turismo e da Gelateria,

Criatividade da Fundação Cultural do Distrito Federal.

cujo dinheiro arrecadado será doado para as

Edifício Sé - Praça da Sé, 111. Até o dia 10/01. De terça a

instituições do bairro.

domingo das 9h às 11h. Grátis.

O que: Restaurante DaLorena.

O que: Clássicos do domingo, do Quinteto

Por que: Agora tem uma caprichada feijoada aos sába-

Brasileiro de Sopros.

dos. O tradicional feijão preto com pedaços de carne,

Por que: Esse tradicional grupo de sopros apresenta

linguiça e paio vem acompanhado por arroz branco,

uma seleção de composições de Jayoleno dos Santos,

couve manteiga, farofa, laranja e torresminho. Porções

Piazzolla, Nazareth, Vieira Brandão, Scott Joplin,

generosas para duas pessoas saem por apenas

entre outros. Às 11h30. A entrada é franca e não é

R$ 15,90. A casa abre aos sábados apenas para servir

necessário retirar ingressos antecipadamente.

este prato e com horário estendido: das 12h às 16h.

Sala Jardel Filho (324 lugares). Centro Cultural São

Ideal para quem acorda mais tarde. Alameda Lorena,

Paulo - Rua Vergueiro, 1000. Tel.: 3397-4002.

628 - Jardins. Tel.: 3052-1889.

O que: Peça “O Amante do Meu Marido”. Por que: Comédia em que um aposentado ganha a oportunidade de realizar o sonho de ser ator. Com Mateus Carrieri, Aldine Müller, Milton Levy e Adelita O que: Show Paralamas do Sucesso. Por que: O trio formado há 27 anos por Herbert Vianna (guitarra e voz), Bi Ribeiro (baixo) e João Barone (bateria e voz) apresenta o show “Brasil Afora”. Tratase do primeiro disco com canções inéditas da banda, gravadas no Rio de Janeiro e Salvador.

Del Sent. Direção de Miriam Lins (70min). 12 anos. Teatro Ruth Escobar. Rua dos Ingleses, 209 - Bela Vista. Tel.: 3289-2358. Sexta às 21h30; sábado às 21h e domingo às 19h30. R$ 40,00. Bilheteria a partir das 14h (de sexta a domingo). Estacionamento com manobrista: R$10. Até o dia 29/11.

De R$ 60 (setor 3) a R$ 150 (camarote), no HSBC Brasil. Às 22h. Rua Bragança Paulista, 1281. Tel.: 4003-1212.

O que: Ludus.

O que: Frutaria São Paulo.

Por que: É um bar-café com jogos que dispõe de

Por que: Nem só dos esportistas diurnos vive a

monitores para assessorar o cliente. Às quintas,

Frutaria São Paulo. A casa também atende o pessoal

somente para as meninas, crupiês ensinam a jogar

da noite, desde que a escolha seja um cardápio leve

pôquer. Rua Treze de Maio, 972 - Bela Vista - Centro.

e saudável, assinado pela chef Adriana Cymes. São

Tel.: 3253-8452. Couvert artístico: R$10 a R$18 (de

sucos de sabores especiais, como o de abacaxi com

quarta a sábado a partir das 18h; domingo a partir das

erva cidreira, smoothies, além de pratos, sanduíches

16h). Sexta das 12h às 15h e das 18h às 3h; sábado das

e saladas.

18h às 3h e domingo das 16h às 23h.

Avenida Hélio Pellegrino, altura no nº 100 - Vila Nova Conceição. Tel.: 3846-1124. De segunda a sexta das 10h à 1h; sábado das 8h à 1h e domingo das 8h à meia-noite.

81


29 horas com... > todas as horas 5h. Levanta-se da cama, acorda seu filho e tomam café da manhã. Os dois são vegetarianos e comem apenas produtos orgânicos. Separam o lixo e transformam os resíduos orgânicos em adubo para a horta da mãe de Linda. Chamam a atenção um do outro se alguém demora no banho, deixa uma luz acesa ou esquece algo ligado na tomada.

29 horas sustentáveis com Linda Murasawa

6h30. Seu filho vai de condução coletiva para a escola e ela pega um ônibus para São Paulo. Sua casa fica em Sorocaba. Linda não convive bem com a poluição.

9h. Toma um café na xícara que

A superintendente de Desenvolvimento Sustentável do Grupo Santander não desperdiça oportunidade de melhorar o planeta

guarda em seu escritório para não ter de usar copos descartáveis. Manda e-mails: para os políticos que receberam seus votos (diz que Eduardo Suplicy já deve saber

Do momento em que acorda à hora em que vai se deitar, Linda Murasawa presta atenção para que todas as suas ações não afetem negativamente o planeta. Esta preocupação a acompanha desde pequena, muito antes de surgir o hoje tão popular termo sustentabilidade. Isso porque em sua família, de origem japonesa, eram valorizadas todas as atitudes que ajudassem a promover a paz e o desenvolvimento do coletivo. Queria servir para ajudar pessoas, escolheu cursar a faculdade de Computação, no Instituto Tecnológico da Aeronáutica (ITA). Seu pai trabalhava no setor industrial e Linda ouvia muitas histórias tristes sobre as condições de trabalho

nos setores de alta periculosidade. Sonhou desenvolver máquinas que substituissem essas pessoas e as tirassem de risco. Trabalhou no setor industrial por sete anos, até surgir a oportunidade de trabalhar no Banco Nacional, onde criava soluções para o mercado financeiro – o cheque eletrônico, por exemplo. Com a descoberta das escandalosas fraudes do Nacional, nos anos 90, a técnica em computação desiludiu-se. Prometeu-se nunca mais trabalhar em um banco, até ser persuadida por amigos a conhecer a maneira de pensar de Fábio Barbosa, presidente do Grupo Santander Brasil, e aceitar o posto que lhe ofereciam. Hoje Linda é superintendente de Desenvolvimento

82 | 29HORAS | 29 de novembro a 29 de dezembro 2009

Sustentável do Grupo Santander Brasil, cargo que combina muito bem com sua conduta. Da mesma forma que em seu trabalho ela só autoriza um empréstimo ou financiamento depois de pesquisar e ter certeza que o dinheiro será empregado para o bem do país, em sua vida pessoal não compra nada sem saber sua origem, sem ter certeza de que é reciclável e, principalmente, estar certa de que realmente precisa daquilo. Não consegue ter muita rotina em sua vida por conta do trabalho, há reuniões, palestras, entrevistas praticamente todos os dias. Mesmo assim, Linda nos deu um exemplo de como passa um dia sustentavelmente ideal. –Liana Mazer

quem ela é) com suas questões e cobranças, para o fornecedor de um produto que não correspondeu ao que estava escrito no rótulo.

10h. Reunião com um cliente em projeto de sustentabilidade.

13h. Almoça em um restaurante de alimentos orgânicos.

14h30. Reunião fora do escritório. Procura dividir um carro com outras pessoas ou utilizar o metrô.

18h. Vai para casa de ônibus. 20h30. Janta com seu filho. 21h. Os dois assistem ao Discovery Channel, conversam.

23h – Linda trabalha um pouco, faz pesquisas, lê.

25h. Desliga tudo da tomada e vai dormir.

29h. O despertador toca e Linda recomeça a rotina.


83


Trabalho em NY, família em SP? Cliente HSBC Premier tem serviços e assessoria bancária em mais de 40 países. Acesse hsbcpremier.com.br e abra sua conta.*

HSBC Bank Brasil S.A. - Banco Múltiplo *A abertura de conta está sujeita a exigências locais de cada país.

Revista 29HORAS - Ed.01 - novembro 2009 - Capa 2  

Revista mensal com agenda cultural de São Paulo, distribuída no Aeroporto de Congonhas. Capa: Fernanda Young.

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you