Page 1

REDUZA O CONSUMO DE ENERGIA ELÉTRICA E ÁGUA

ADOS ARENA CHEFS

OS CONCORRIDOS REALITIES DE GASTRONOMIA NA TV MISTURAM SABOR, DIVERSÃO E ADRENALINA

Soluções WEG para Torres de Resfriamento podem diminuir em 20% o consumo de água e economizar entre 40% e 80% de energia elétrica.

para sistemas de ar condicionado ou processos industriais. Com a implantação da solução WEG, o sistema torna-se automatizado, variando a velocidade dos ventiladores da torre de acordo com a necessidade do processo e da temperatura ambiente. Estas variações são reconhecidas pelo controlador de temperatura que envia a informação ao inversor de frequência que altera a velocidade do motor do ventilador proporcionando uma substancial economia de energia, utilizando somente a energia necessária para o trabalho solicitado, sem desperdícios. Além disso, o controle da variação de velocidade diminui a evaporação da água. Conheça o PLANO DE TROCA, que incentiva a troca de motores antigos por novos de maior eficiência, e as SOLUÇÕES WEG para sistemas de bombeamento, ventilação, injetoras e extrusoras de plástico, filtros de manga, torres de resfriamento e silos.

29HORAS | MAIO 2015 ED. 67 | GASTRONOMIA NA TV

A Torre de Resfriamento é um equipamento para resfriamento da água usada em processos diversos, seja

Os chefs Henrique Fogaça, Erick Jacquin e Paola Carosella, do MasterChef, da Band

Para saber mais, acesse:

eficienciaenergeticaweg.net

DISTRIBUIÇÃO GRATUITA E EXCLUSIVA NO EMBARQUE E DESEMBARQUE DE CONGONHAS

eficiência energética WEG

DESIGN E DECORAÇÃO

MAIO É O MÊS DO DÉCOR EM SÃO PAULO

COM O NOSSO ESPECIAL RECHEADO DE NOVIDADES E TENDÊNCIAS VOCÊ IRÁ DEIXAR SUA CASA AINDA MAIS BONITA

31

DIAS TEM MAIO. E A AGENDA 29HORAS TEM

124

PROGRAMAS PARA TODAS AS HORAS DE TODOS OS DIAS DO MÊS


MAIO 2015

HORA H

Ed. 67 Publisher: Pedro Barbastefano Júnior Conselho editorial: Chantal Brissac, Claudio Elisabetsky, Clóvis Cordeiro, Didú Russo, Georges Henri Foz, Pedro Barbastefano Júnior Redação (contato@29horas.com.br): Chantal Brissac (editora-executiva); Brunno Carvalho (editor de arte); André Cordeiro (repórter), Gerente de produto: Ariovaldo Dias (ariovaldo@29horas.com.br) Colaboradores: Carlos Monteiro, Chiara Gadaleta, Didú Russo, Layla Foz, Doroteia Fragata, Eliseu Padilha, Érico Hiller, Georges Henri Foz, João Faria, Kike Martins da Costa, Layla Foz, Letícia Liñeira, Luiz Toledo, Maria Shirts, Matheus Fragata, Rafaella Finci PUBLICIDADE

8

Rio de Janeiro – Pedro Henrique Carvalho e Priscila Nascimento Brasília – Eduardo Godoy (edugodoy@bew.net.br) Curitiba – Alexandre Martins Santa Catarina – Jean-Luc Jadoul (jljadoul@terra.com.br) Florianópolis – Sonia Meirelles (sonia@yaguar.com.br) Campo Grande – Rodrigo Perez (rodrigo.perez@waymidia.com.br) Belo Horizonte – Moacir Lopes (moacir@yesbh.com.br) Porto Alegre – Cláudia Weber (claudia@zigon.com.br) Recife – Luis Norfini (novosrumos@hotlink.com.br) Ribeirão Preto – João Queiroz (comercial@bbipublicidade.com) Cascavel, Foz do Iguaçu e Maringá – Marcelo Pajolla (pajolla@pajolla.com) Salvador – Junior (junior@salvadorneon.com.br) Campinas – Fabio Amaral Vitória – Dídimo Effgen (didimo.effgen@uol.com.br) Atibaia – Daniel Paladino (dpaladino@ld2comunicacao.com.br) Assistência comercial: Juliana Pessota e Silene Barbieri Ciciliato

22 24 26 30

VOAR MAIS Eliseu Padilha mostra a importância dos aeroportos na Amazônia

32

VOO PUBLICITÁRIO João Faria entrevista Maria Eugênia Rocha, diretora de marketing da Friboi

58

COMER, BEBER, VIVER Georges Henri Foz desvenda o bar do emblemático Terraço Itália

60

ADEGA Didú Russo conta sobre a história e a formação dos vinhos laranjas

82

HORA LIVRE Luiz Toledo nos brinda com uma prosa poética cheia de cores

DESTAQUES 34

CAPA Um sucesso na TV brasileira, os realities shows de gastronomia atraem muitos participantes, levantam a audiência e conquistam grandes patrocinadores

A revista 29HORAS respeita a liberdade de expressão. As matérias, reportagens e artigos são de responsabilidade exclusiva de seus signatários.

40

ENTREVISTA Guilherme Ramalho, secretário da Aviação Civil e Presidente do Conselho de Administração da Infraero, fala sobre os rumos da aviação no Brasil

www.29horas.com.br

A tiragem e distribuição desta edição de 65.000 exemplares é auditada pela BDO.

29H SP-RIO As novidades na 3ª maior ponte aérea do mundo

Jornalista responsável: Chantal Brissac (MTB 15.064)

29HORAS na rede: twitter.com/revista29horas facebook.com/revista29horas

NA MODA COM CHIARA Chiara Gadaleta explica como o patchwork contribui na sustentabilidade

29HORAS é uma publicação mensal da MPC11 Publicidade Ltda.

29HORAS – Av. Nove de Julho, 5966 - cj. 12 Jd. Paulista - São Paulo - Cep: 01406-200 Tel.: 11.3086.0088 Fax: 11.3086.0676

PLUGGED-IN Layla Foz estreia sua coluna sobre tecnologia

Impressão e acabamento: Ibep

DISTRIBUIÇÃO GRATUITA E EXCLUSIVA NAS SALAS DE EMBARQUE E DESEMBARQUE DO AEROPORTO DE CONGONHAS

MUSAS MÚSICA TEATRO ARTE LIVROS GASTRONOMIA MOBILIDADE

COLUNAS

Diretor escritórios regionais: Luiz Carlos Stein (stein@29horas.com.br) Comercial (comercial@29horas.com.br): Gerente: Rafael Bove Equipe: Angela Saito, Flávia Moraes, Giovanna Barbastefano, Raphael Favilla, Rodrigo Nhan Silveira e Thais Paschoal

SUMÁRIO

45

ESPECIAL Maio é o mês da Casa Cor em São Paulo – aproveite para conferir outras novidades da área de decoração e design e revigore sua casa

63

AGENDA 29H

124 programas para todas as horas de todos os dias do mês


HORA H

MUSAS

PARA OUVIR COM O CORPO Nascida em Santos há 36 anos, mas mineira de coração – foi criada na montanhosa cidade de São Lourenço –, Tulipa conta que Dancê veio ao mundo depois de dois longos retiros com a sua banda no interior de São Paulo, grupo que inclui duas pessoas da família.Os guitarristas Luiz Chagas e Gustavo Ruiz são, respectivamente, pai e irmão de Tulipa. Luiz já fez parte da histórica e vanguardista banda de Itamar Assumpção, a Isca de Polícia, enquanto Gustavo é produtor e parceiro com a irmã em sete das 11 novas composições. “Ficamos mais de quinze dias tocando dia e noite num sítio”, lembra Tulipa. “É um disco dançante e sensorial, e a ideia é ler as músicas com o corpo”. Com seu nome de flor, um carisma peculiar no palco e uma voz potente e ao mesmo tempo muito doce, Tulipa vem construindo uma carreira brilhante. Em 2010, ela estreou com Efêmera, disco com repertório pop solar que lhe rendeu citações de disco do ano por publicações como a Rolling Stone Brasil e os jornais britânicos The Guardian e The Independent. Ainda emplacou a

8 | 29HORAS | Maio 2015

RODRIGO SCHMIDT / DIVULGAÇÃO

DANCÊ, O TERCEIRO DISCO DA CANTORA E COMPOSITORA TULIPA RUIZ, É UM IRRECUSÁVEL E DELICIOSO CONVITE PARA DANÇAR


música Só sei dançar com você na novela Cheias de charme e seguiu estrada em uma turnê de sucesso que incluiu apresentações em vários países da Europa. Dois anos depois surgiu Tudo tanto, com uma pegada pop rock e participações de Criolo, Daniel Ganjaman e Kassin, entre outros craques. Prêmios (APCA, Contigo! MPB FM e Multishow) e críticas positivas afloraram, inclusive lá fora, mas Tulipa não se deslumbrou. Pé no chão, a libriana vê o disco atual, Dancê, como o desdobramento dos dois anteriores e com uma pincelada de maturidade: “Ele é o mais denso dos três. Digo que o primeiro é um plano detalhe, o segundo um plano americano, e este terceiro um plano geral, aberto. Gravar um disco é como tirar uma foto de uma música no momento da vida dela. E Dancê é este momento dançante e corporal”, explica Tulipa, que expressa com sua linguagem repleta de formas um outro talento. Designer e ilustradora, ela colabora para o jornal Le Monde Diplomatique Brasil e mostra seus lindos desenhos nos seus CDs. Chantal Brissac Turnê de shows Dancê 22, 23 e 24/05 – Sesc Pinheiros (São Paulo) 31/05 - Bourbon Festival (Paraty) 12/06 – Circo Voador (Rio) 9/07 – Teatro Castro Alves (Salvador) 9/09 – POA em Cena (Porto Alegre)

9


HORA H MÚSICA

PRIMAVERA DE PRAGA

O MAIS ANTIGO E FAMOSO FESTIVAL DA REPÚBLICA TCHECA ESTARÁ COMEMORANDO SUA 70ª EDIÇÃO ENTRE OS DIAS 12 DE MAIO E 3 DE JUNHO

A belíssima Praga, repleta de castelos, palácios e música

10 | 29HORAS | Maio 2015

Jarbas Homem de Mello como Charles Chaplin

TEATRO

CHAPLIN PARA TODOS

COM JARBAS HOMEM DE MELLO NO PAPEL TÍTULO, O MUSICAL CHAPLIN, QUE ESTREIA ESTE MÊS EM SÃO PAULO, MOSTRA A HISTÓRIA DO MAIOR GÊNIO DO CINEMA Entre os dias 14 de maio e 12 de julho o palco do Theatro NET exibirá uma superprodução: Chaplin, o musical desvenda a história de Charles Chaplin, um dos maiores ícones da história do cinema. Desde sua primeira performance, durante a infância pobre na Londres do século XIX, à consagração mundial como ator, humorista, escritor, roteirista, músico, diretor e produtor, o espetáculo, assinado por Miguel Falabella e produzido por Claudia Raia e Sandro Chaim, mostra o brilho desse artista completo e único. O musical, com texto de Christopher Curtis e Thomas Meehan, estreou originalmente no New York Musical Theatre Festival em 2006 e passou pelo La Jolla Playhouse (2010) antes de ir à Broadway em 2012. Chega ao Brasil com Jarbas Homem de Mello como Chaplin e Marcello Antony no papel de Sydney, seu irmão mais velho, entre outros artistas do elenco. Alguns de seus clássicos como The kid, Tempos modernos, The circus e O grande ditador ganham vida nas projeções de grandes telas que ocupam o palco. O musical, além de relembrar os mais famosos personagens do artista, também mostra a vida pessoal de Chaplin, suas opiniões políticas, sua agitada vida amorosa e pessoas que marcaram sua trajetória. A trilha sonora é original, composta por Christopher Curtis, incluindo as canções Olhe para todas as pessoas, This man e Just another day in Hollywood. A.C.

FOTOS DIVULGAÇÃO

O Festival Internacional de Música “Primavera de Praga” foi inaugurado em 1946 pelo então presidente da República Tchecoslovaca, Edvar Beneš, remontando o pós-guerra. A partir de sua inauguração, Praga todos os anos tornase palco de renomados artistas, orquestras sinfônicas e grupos de câmara de todo o mundo. Nesse ano, o festival será aberto com My Country, conjunto de poemas sinfônicos de Bedrich Smetana, com a orquestra alemã NDR Sinfonieorchester Hamburg. O concerto de abertura acontece tradicionalmente na Casa Municipal de Praga. A 70ª edição do festival contará com um número expressivo de orquestras e excelentes artistas. Serão 45 concertos em 14 salas, 90 orquestras, conjuntos de câmara e solistas de 20 países. Alguns dos nomes em destaque são Muray Perahia, Iván Fischer, Maria João Pires, Sa Chen. As orquestras também estarão em peso, como a Budapest Festival Orchestra, St. Petersburg Philharmonic e a Royal Liverpool Philharmonic Orchestra. Para os entusiastas da música de câmara, a Primavera de Praga exibe a segunda edição da Chamber Music Weekend, com a temática “Beethoven em um diálogo”, com a participação de músicos tchecos e estrangeiros. Vale lembrar que o festival acontece nas belíssimas salas de concerto de Praga, como a Capitular Hall do Grand Prior Palace, o Tuscany Palace, o Imperial Hall do Grand Prior Palace, o Tuscany Palace, o Dvorák Hall e outras. André Cordeiro


HORA H ARTE

SESC JUNDIAÍ ABRE AS PORTAS

OBRAS DOS BRASILEIROS ARTHUR BISPO DO ROSÁRIO E LEONILSON SÃO AS PRIMEIRAS A SEREM EXPOSTAS NA INSTITUIÇÃO

A cidade de Jundiaí ganhou a mais nova unidade da rede Sesc. Inaugurado no dia 18 de abril, o espaço fica ao lado do Jardim Botânico da cidade, com vista para a reserva da Serra do Japi. E, para convidar todos a conhecer a beleza dessa instalação com cinco pavimentos e toda a infraestrutura conhecida do Sesc, a inauguração teve um mote especial: a exposição Arthur Bispo do Rosário e Leonilson: os Penélope, que reúne 50 obras dos dois grandes artistas brasileiros e inaugura a área de exposições da unidade. A mostra faz aproximações entre as obras de Bispo e Leonilson, que utilizavam a costura como parte importante de seus processos de criação, através de uma referência à Penélope, personagem mitológica, cujas características giravam em torno dos atos de tecer e esperar. A exposição fica em cartaz até o dia 26 de julho e as visitas podem acontecer de terça a sexta, das 9h às 21h30, e aos sábados, domingos e feriados, das 10h às 18h30. www.sescsp.org.br/jundiai

O polvo a Rosso é um dos mais pedidos do cardápio

GASTRONOMIA

O ESCONDERIJO DOS POLVOS EM FLORIPA 70% DOS CLIENTES DO RESTAURANTE ROSSO, DO CHEF ALYSSON MÜLLER, OPTAM PELOS PRATOS PREPARADOS COM O MOLUSCO

A maioria das pessoas que visitam Florianópolis se farta de devorar ostras. Mas no restaurante Rosso, comandado pelo chef Alysson Müller, o que faz sucesso mesmo é o polvo. A cada mês, ele serve cerca de duas toneladas do molusco para a sua fiel clientela! O restaurante fica à beira do mar, num incrível cenário na vila de Santo Antônio de Lisboa, no norte da ilha. Os hits da casa são o arroz de polvo, o polvo a Rosso (com purê de mandioquinha e molho tarê), e o polvo grelhado e escoltado por batatas ao murro, alho assado e arroz com amêndoas. “Quando comecei, estagiando no elegante Bistrô d’Acampora, o polvo era dado pelos pescadores. O chef Zeca d’Acampora (falecido em 2008) comprava peixes para o restaurante mas não aproveitava o polvo, que na ilha só era usado para sushis e sashimis. Depois, aqui no Rosso, acabamos sendo os percussores de servi-los de outras formas. Hoje ele é o carro-chefe da casa. E é por conta do Rosso que a cidade está virando referência no preparo do polvo”, conta o chef. Müller também é dono do Artusi, no centro, restaurante especializado em comida italiana contemporânea. Lá, os destaques do menu são os nhoques, o stinco de vitelo e o garganeli ao ragu modenese. Mas, se você quiser, também pode encontrar um gostoso polvo, servido glaceado com mel, gengibre e limão siciliano. Só que a vista não será a mesma... Kike Martins da Costa Rosso – Rua Gílson da Costa Xavier, 201, Santo Antônio de Lisboa, tel.

O Sesc Jundiaí inaugura com exposição de arte imperdível

12 | 29HORAS | Maio 2015

48 3206-7665. Artusi: Rua Bocaiúva, 2.090, Centro, tel. 48 3037-2228.


A Hplus apresenta os mais novos hotéis de Brasília CULLINAN HPLUS PREMIUM

ATHOS BULCÃO HPLUS EXECUTIVE

Desfrute de qualidade e conforto em localização privilegiada e com o melhor custo benefício

FUSION HPLUS EXPRESS+

SAINT MORITZ HPLUS EXPRESS

e garanta o melhor preço

www.hplus.com.br

HplusHotelaria reservas@hplus.com.br

HplusHotelaria


HORA H FILOSOFIA

A SOCIEDADE DOS CANALHAS

EM SEU NOVO LIVRO, CLÓVIS DE BARROS FILHO E JÚLIO POMPEU APRESENTAM UM ENVOLVENTE DIÁLOGO SOBRE A ESSÊNCIA DO VALOR NOS DIAS DE HOJE

14 | 29HORAS | Maio 2015

Crianças em Angola leem livros arrecadados pela Omunga

TERCEIRO SETOR

O PODER DOS LIVROS

COM A ARRECADAÇÃO DE LIVROS INFANTIS E A CONSTRUÇÃO DE BIBLIOTECAS NO PIAUÍ E NA ÁFRICA, A OMUNGA VEM BENEFICIANDO CRIANÇAS, JOVENS E PROFESSORES Olhares curiosos, sorrisos tímidos e a vontade de conhecer o mundo por meio dos livros. A ansiedade misturada com a alegria foi o que marcou a vida de quase três mil crianças e jovens com a chegada de duas bibliotecas no sertão do Piauí: uma em Curral Novo e outra em Betânia do Piauí. Mais do que bibliotecas e um amontoado de livros, essas crianças viram oportunidades de aprender, conhecer, sonhar e crescer. A vida delas, de seus familiares e de quase 200 professores – que recebem capacitação e oficinas – está sendo transformada graças ao projeto Escolas do Sertão, promovido pela Omunga Grife Social. Desde 2013, a Omunga atua nestas duas cidades, promovendo a transformação por meio do conhecimento. Empreendedor social e fundador da Omunga, Roberto Pascoal define esse movimento como um “caminho sem volta”. “É o que sempre busquei para minha vida. Pois a cada passo, inevitavelmente, percebo que podemos ir mais longe, e cada criança vale a pena.” Roberto também começou um projeto na África. Após atuar como consultor comercial em Angola, conheceu áreas de extrema pobreza e sentiu a necessidade de desenvolver ações de educação e saúde preventiva nas comunidades. Portanto, além do “Escolas do Sertão” em Piauí, com duas bibliotecas inauguradas, há o projeto “Livros para África”, em Angola e Moçambique, que inclui, além da doação de livros infantis, a construção de bibliotecas. www.omunga.com Taísa Rodrigues

FOTOS DIVULGAÇÃO

Palestrante há mais de dez anos, com mestrado em Science Politique pela Université de Paris 3 - Sorbonne-Nouvelle, doutorado em Ciências da Comunicação pela USP e LivreDocência pela Escola de Comunicações e Artes da USP, onde atualmente é professor, Clóvis de Barros Filho é conhecido por suas palestras e aulas-show, em que instiga as pessoas a “pensar fora da caixa”, ampliando suas potencialidades. Em Somos todos canalhas – Filosofia para uma sociedade em busca de valores (Ed. Casa da Palavra), escrito em parceria com Júlio Pompeu, ele não deixa por menos, provocando o leitor a fazer um exercício de autoanálise nessa sociedade em que imperam o egoísmo e a incapacidade de se colocar no lugar do outro. Num tempo de escândalos políticos, crises e atitudes bizarras, as pessoas se perguntam: “Onde estão os valores?” É sobre a essência do valor que os autores mergulham nesta obra. O título, segundo Clóvis, evidencia a canalhice cotidiana que parece não poupar ninguém. “Sempre alguém poderá pretender – com consciência disso – fazer prevalecer o próprio interesse particular em detrimento da convivência, em detrimento do outro. Pode ser no trânsito, no estacionamento do shopping, no banheiro da rodoviária, nas mais diversas situações. A pessoa não consegue transcender o próprio umbigo, o próprio prazer”, explica. Os autores alertam ainda que a definição de valor é uma esfinge, pois aquilo que achamos bom hoje, pode não ser o mesmo amanhã. “Somos afetados por vinte e quatro horas de alegrias e tristezas, aporrinhações e surpresas. Com a transformação constante de nossos afetos e pensamentos, torna-se impossível uma lei das escolhas que garanta que sempre escolheremos as coisas segundo seus verdadeiros valores”. Clóvis de Barros Filho e Júlio Pompeu também estarão refletindo sobre o tema em palestras na Casa do Saber (Rua Dr. Mário Ferraz, 414, tel. 3707-8900) nos dias 15 e 29 de maio. C.B.


Assim como as mães fazem tudo pelos filhos, a Hertz faz tudo por você: alugue a frota mais variada com a melhor tarifa e ofertas imperdíveis. Oferta fim de semana grátis válida no período de 1º de abril a 31 de maio.

FROTA NOVA

Com a Hertz é simples, fácil e rápido alugar um carro em qualquer época do ano. Só cliente Hertz tem tarifas especiais e uma frota variada e renovada sempre à sua disposição, com a segurança, a comodidade e os serviços que merece. Cliente Hertz tem o Programa Gold Plus Rewards, no qual ganha pontos para trocar por diárias grátis. Central de reservas e assistência 24 horas

(11) 2246-4300 Grande São Paulo

0800 701 7300 Demais localidades

Válido para locações no período de 1º/4/15 a 31/5/15 nas seguintes cidades: Aracaju, Belém, Brasília, Campinas, Fortaleza, Goiânia, Macaé, Palmas, Recife, Rio de Janeiro, São Paulo, São José dos Campos, São Luís, Salvador, Santos e Taubaté. O desconto é válido somente para as tarifas: ADVA1D, LCWD, DVAL, ECOND, PROM1D, BWLK1D, COMPD e WENKD. É obrigatório o mínimo de 7 (sete) diárias. Válido somente para os grupos de carro: C4, C6, D, D4 e D6. O código promocional PC 196210 deve ser inserido no momento da retirada do veículo na loja. As tarifas não incluem proteções ao veículo e a terceiros. Os descontos desta oferta não podem ser utilizados em conjunto com nenhum outro cupom, promoção ou oferta especial. Os descontos também não incidem sobre taxas e produtos não inclusos na estrutura da tarifa, como por exemplo: taxa de retorno, equipamentos especiais, GPS, proteções etc. A oferta está sujeita à disponibilidade dos grupos de carros válidos. A taxa administrativa da Hertz é de 12% (doze por cento) sobre o valor total da locação e será aplicada em todos os contratos. A Hertz não garante a escolha do modelo do veículo. O cliente deve cumprir com os requisitos contratuais da Hertz e da legislação brasileira (tais como, idade, carteira de habilitação e limite de crédito). É possível o parcelamento dos valores, sendo que o valor mínimo por parcela é de R$ 100,00 (cem reais). Em caso de alterações de reserva pelo cliente, os valores previstos na reserva inicial estarão sujeitos a variações.


HORA H

LIVROS

Na foto tirada em 1990, Dona Canô e os oito filhos

Mabel e D. Canô com a primeira versão do livro

O livro de receitas também traz um sentimento nostálgico da família Velloso

TEMPERO DE MÃE CANÔ

ESCRITO POR MABEL VELLOSO, UM DOS OITO REBENTOS DE DONA CANÔ, O SAL É UM DOM, DA EDITORA CASA DA PALAVRA, TRAZ UM COMPILADO DAS RECEITAS MAIS SABOROSAS DA INESQUECÍVEL MATRIARCA Conhecida não apenas por ser a mãe de Caetano Velloso e Maria Bethânia, mas também por sua inteligência aguda, doçura e sensibilidade, Dona Canô (1907-2012) viveu até os 105 anos distribuindo amor, frases marcantes e muitos deliciosos pratos. A ideia de registrar as receitas da mãe surgiu há muitos anos, conta Mabel Velloso. E o título nasceu entre as muitas coisas bem ditas por sua mãe, que a cada dia foi se tornando mais sábia. “Certa vez, Bob copiou uma receita e, no final da ligação São Paulo X Santo Amaro, perguntou: ‘Mãe, e o sal?’ E veio a resposta temperada: ‘Ah! Meu filho, o sal é um dom...’”, lembra a filha e autora. Em nova versão editada pela Casa da Palavra, O sal é um dom é praticamente uma “crônica culinária” nostálgica de uma família estruturada nos padrões brasileiros do recôncavo baiano. Nessas receitas de Mãe

16 | 29HORAS | Maio 2015

Canô encontra-se um mundo de diferentes sabores, texturas, temperos e cheiros: sopas e ensopados; bifes e filés; moquecas, sarapatel e maniçoba; a numerosa doçaria recriada nos bolos e nas cocadas, entre outros acepipes. Sem contar a descrição deliciosa e cadenciada de Mabel, que vai relembrando, com os pratos, as folias dos irmãos na espaçosa casa da família. “Caetano, quando chega, come bem devagar, saboreando a moqueca de tainha que sempre o espera. A frigideira de maturi é quase sobremesa! Pratos especiais são feitos para o gosto de cada um. Aquela história de que na mesa não se conversa, não se fala de boca cheia, não vale para nossa casa. Todos falam, contam casos, o riso solto. Come-se muito e bem, e todos esquecem a etiqueta!”, diz Mabel em um dos trechos do livro. C.B.


MOBILIDADE

POR LEÃO SERVA

As calçadas de São Paulo precisam receber atenção especial

CALÇADA É CICLOVIA DOS PEDESTRES A Prefeitura de São Paulo anunciou em abril um programa que vai começar a cuidar de calçadas em áreas da cidade. É uma ótima notícia. O programa vai recuperar 700 km de passeios detonados e implantar outros 300 km em áreas onde não há uma via para pedestres ao lado da rua. Esses primeiros mil quilômetros devem ficar prontos até o fim de 2016, segundo o prefeito Fernando Haddad anunciou à 29HORAS. As calçadas da cidade mais rica do país são geralmente ruins, irregulares, quebradas e abandonadas. Há uma espécie de buraco negro jurídico, ninguém se entende sobre quem deve cuidar delas. O resultado é que todos acham que não precisam cuidar e os nossos 35 mil km de calçadas ficam sem dono. Trata-se de um absurdo, uma vez que os paulistanos – mesmo os mais “carro-dependentes” – andam a pé algum tempo por dia. E todo mundo tem parentes mais velhos que vivem sob risco permanente de tropeçar nos buracos e degraus que se formam nas vias que deveriam ser seguras e confortáveis para quem anda a pé, não polui e não provoca congestionamentos. O projeto anunciado pela Prefeitura vai começar por áreas mais carentes. Segundo Haddad, os 31 subprefeitos da cidade indicaram ruas onde o problema é mais grave e a Prefeitura escolheu os casos começando pela periferia. Nos anos 1980, quando a cidade vivia uma crise orçamentária por causa da grande recessão da chamada “década perdida”, o prefeito Jânio Quadros (1986-88) fez uma lei extinguindo a taxa de manutenção de ruas e passando

20 | 29HORAS | Maio 2015

aos proprietários das casas a responsabilidade pela manutenção do pavimento em frente. Pareceu uma boa notícia, redução de impostos em um país onde os tributos crescem como mato. No entanto, logo o projeto se revelou uma falsa boa nova: o espaço onde caminham os pedestres é público, cheio de postes da companhia de luz; tem veículos, às vezes caminhões pesados, que entram e saem dos imóveis; um vizinho gosta de jardins em volta das árvores, outros preferem cobrir suas raízes com cimento; o dono de um imóvel adora mosaico português mas o vizinho gosta de cimento queimado. Além disso, uns moradores têm dinheiro para manter o piso enquanto outros não podem ou não querem gastar com isso. Ao passar a obrigação de manutenção para o morador, a Prefeitura não melhorou a fiscalização. As calçadas ficaram órfãs e cada uma de um jeito (o que explica alguns dos degraus na via quando se passa da frente de uma casa a outra). É, portanto, um sinal positivo que a administração municipal tenha decidido passar à ação e fazer consertos ou implantação em áreas mais necessitadas. Se esse processo der certo, criará a expectativa de que outros bairros sejam beneficiados. Além disso, Haddad espera uma contaminação construtiva: “Quando uma pessoa vir que seu vizinho tem a calçada bem cuidada, vai querer melhorar a sua também”. Os pés de todos os paulistanos vão agradecer. Leão Serva, 54, é jornalista e co-autor, com Alexandre Lafer Frankel, do guia anual Como viver em São Paulo sem carro.

DIVULGAÇÃO / ISSAC BRUM

PROJETO ANUNCIADO PELA PREFEITURA IRÁ INVESTIR NAS CALÇADAS PAULISTANAS, HISTORICAMENTE IRREGULARES E MALTRATADAS. É UMA BOA NOVA PARA TODOS OS CIDADÃOS, ATÉ MESMO PARA OS “CARRO-DEPENDENTES”


PLUGGED IN

POR LAYLA FOZ

Uma secretária pessoal que atende todo tipo de serviço é o que propõe o Babaa

QUASE UMA BABÁ-ROBÔ

O APLICATIVO BABAA, QUE ESTÁ EM DESENVOLVIMENTO, PROMETE AJUDAR AS PESSOAS COM QUALQUER PROBLEMA DO DIA A DIA Não devo ser a única a idealizar um futuro em que tudo se faz por meio da tecnologia: onde babás são robôs, a comida se materializa a partir de algum código digitado numa máquina que tomará o lugar da geladeira, o carro se dirige sozinho e por aí vai. E se você acredita na mais remota possibilidade de tudo isso citado ocorrer e está seguindo a minha linha de pensamento, há de concordar que isso não acontecerá do dia pra noite. Mas vivemos em uma transição constante para esse tal futuro. Já temos eletricidade absolutamente impregnada na nossa rotina, somos dependentes da internet, provavelmente não saberíamos chegar a lugar nenhum sem um GPS, e nos vestimos de acordo com o que o aplicativo do clima mostra sobre as próximas horas do dia. Sim, já economizamos tempo com todos esses avanços, mas não seria ótimo se a tecnologia conseguisse resolver nossos problemas mais chatos? Pois é, apesar de não termos robôs à disposição para mandar consertar o carro, pagar as contas, planejar uma viagem ou organizar um jantar surpresa para o namorado, temos algo muito semelhante! Trata-se de um aplicativo que está em desenvolvimento chamado Babaa. Ainda não existe um aplicativo para baixar no celular, mas você pode testar o serviço entrando no site Beta www.babaa. me. Seus fundadores, Guilherme Vasone da Rocha e KenzoTominaga, começaram o serviço em dezembro de 2014, quando ficaram durante duas semanas em teste para ver se o negócio seria viável e se o mercado tinha a necessidade de um serviço como aquele. No dia 23 de fevereiro o site entrou no ar.

22 | 29HORAS | Maio 2015

Mas o que é exatamente o Babaa? É por enquanto um site que realiza qualquer tipo de serviço, desde comprar sua passagem para uma viagem, contratar uma diarista para ir em sua casa, cancelar sua conta de telefone, chamar um dog walker para seu cachorro e até mesmo retirar seu carro em sua residência para encaminhar para o conserto. Como pode ver, a equipe do Babaa auxilia com praticamente tudo que você estiver precisando. Como eles mesmos afirmam no site, “Nosso limite é a sua imaginação.” Eu sei que pode parecer algo absurdo, mas o serviço funciona mesmo! É muito fácil fazer um pedido. Basta entrar no site, fazer um cadastro com seu e-mail ou outras redes sociais, como o Facebook, e selecionar que tarefa você deseja que eles resolvam para você. Por incrível que pareça, o Babaa não cobra nada pelos seus serviços. O fundador Guilherme Vasone disse que eles estão analisando se seria o caso do utilizador pagar uma mensalidade, mas no momento isso não foi implementado. O Babaa atende apenas pessoas que moram em São Paulo, porém, tem fornecedores em todo o Brasil e até mesmo em algumas outras cidades do mundo. Ele funciona como uma secretária pessoal para quem não tem tempo de dar atenção a probleminhas chatos do dia a dia. E nessa constante correria que estamos vivendo o Babaa é um baita de um trunfo. Nas próximas edições trago mais dessas dicas virtuais aqui na coluna Plugged In pra você. Autora do blog Aos olhos de quem vê, a paulistana Layla Foz, 17 anos, ama tecnologia, viagens e moda @laylafoz


"A M&T EXPO oferece aos profissionais de compras o ambiente perfeito para a realização de bons negócios. Acredito que ela ocorrerá no melhor momento de 2015. Estaremos lá."

A FEIRA ONDE OS NEGÓCIOS ACONTECEM

Paulo Oscar Auler Neto, Odebrecht Participa desde 1995

A M&T Expo Máquinas e Equipamentos, Feira e Congresso, segundo seus expositores e visitantes, é o ambiente perfeito para gerar bons negócios, tecnologia e conhecimento. A M&T EXPO ocorrerá no melhor momento de 2015 e oferecerá aos compradores mais de 500 expositores e 1.000 marcas em 110.000 m2 de área. Esperamos por você. DE 9 A 13 DE JUNHO DE 2015 | SÃO PAULO/SP | BRASIL | EVITE FILAS. CREDENCIE-SE AQUI WWW.MTEXPO.COM.BR Realização

Local


NA MODA COM CHIARA

POR CHIARA GADALETA

PATCHWORK DO BEM

INICIATIVA DE FÁBRICA BRASILEIRA DIMINUI O DESPERDÍCIO DE TECIDO, ESTIMULA O TRABALHO SOCIAL E REDUZ OS RESÍDUOS PLÁSTICOS DESCARTADOS NAS CIDADES

24 | 29HORAS | Maio 2015

A Dudalina transformou a ecobag em projeto social

O envio desses kits é feito por transportadoras que oferecem o frete como cortesia. De acordo com Sônia Regina Hess de Souza, presidente da Dudalina e membro da Associação Mulheres do Brasil, além dos retalhos, os grupos de geração de renda recebem resíduos de embalagem de rolos de tecido que servem de forro para a confecção das sacolas sociais. Atualmente, são mais de 590 entidades cadastradas e as sacolas são vendidas para a comunidade e para empresas com a proposta de substituírem as embalagens plásticas comuns, reduzindo assim o descarte nas cidades. www.dudalina.com.br www.ecoera.com.br | @ecoera

FOTOS DIVULGAÇÃO

Em tempos de discussões e novas leis sobre as sacolas plásticas nos supermercados, as ecobags voltaram a ser assunto certo nas rodas de conversas. E a indústria da moda tem papel fundamental nisso. Hoje, encontramos algumas iniciativas de marcas e empresas que estão fazendo a diferença. Esse é o caso da Dudalina, que, desde 2005, em parceria com o Instituto Sócio Ambiental Adelina Clara Hess de Souza, vem desenvolvendo o projeto “Geração de Renda”, que transformou uma simples ecobag em um item social: a sacola social. O programa nasceu da preocupação de Dona Adelina, criadora do instituto, com a imensa quantidade de retalhos gerados pelas camisas de sua empresa Dudalina, atualmente uma das maiores do Brasil. Diante dessas sobras de tecidos, ela encontrou na técnica do patchwork uma solução criativa e sustentável. O processo é simples e eficaz: instituições de todo o Brasil podem se cadastrar no instituto e receber os kits de retalhos já previamente cortados. Junto a isso, as entidades recebem capacitação e maquinários para esse trabalho que já se tornou estilo e marca registrada de diversas comunidades carentes em todo o país.


29H SP-RIO

A 3ª MAIOR PONTE AÉREA DO MUNDO

SHOW

DE VOLTA AOS PALCOS

MUSICAL EM CARTAZ NO TEATRO JOÃO CAETANO RESGATA A TRAJETÓRIA DO ETERNO WILSON SIMONAL, REI DA PILANTRAGEM E DO SUINGUE

DIVULGAÇÃO

No final dos anos 60 e início dos 70, Wilson Simonal foi o grande ídolo da música no Brasil, rivalizando apenas com Roberto Carlos em termos de popularidade. Naquela época, o país inteiro cantava Balanço zona sul, Sá Marina, País tropical, Lobo bobo, Mamãe passou açúcar em mim e Meu limão, meu limoeiro, entre outros hits cheios de suingue. Mas sua carreira foi abruptamente interrompida após ele ser acusado de delator de colegas do meio artístico e colaborador do regime militar. Essa é a história mostrada no espetáculo S´ imbora, o musical – A história de Wilson Simonal, em cartaz até 31 de maio, de quinta a domingo, no Teatro João Caetano. Com texto de Nelson Motta e Patrícia Andrade, direção de Pedro Brício e o ator Ícaro Silva no papel-título, a montagem mostra a ascensão desse que foi o primeiro artista negro ultrapop do país – com músicas sensacionais e seu inconfundível estilo – e também sua posterior decadência. “É uma história que começa alegre e termina dramática, tristíssima”, avisa Nelson Motta. Teatro João Caetano – Praça Tiradentes, s/n, Centro, tel. 21 2332-9166. Ingressos de R$ 50 a R$ 100.

26 | 29HORAS | Maio 2015

O ator Ícaro Silva encarna o inconfundível Simonal em espetáculo no João Caetano


ARTE

CENAS PRAIANAS

PINTURAS DO NORTE-AMERICANO JOHN NICHOLSON LEVAM A LUZ DAS PRAIAS CARIOCAS ATÉ SANTA TERESA Há quase quatro décadas vivendo no Rio de Janeiro, o artista norte-americano John Nicholson ainda se surpreende diariamente com a vitalidade e a beleza da Cidade Maravilhosa. O brilho do mar e da Lagoa, as sombras das montanhas que emolduram o cenário, as pessoas passeando pelo calçadão, o vendedor de biquínis, as crianças brincando nas ondas e as jovens se bronzeando na areia inspiraram as telas da exposição A praia, em cartaz até o dia 31 de maio no Centro Cultural Municipal Parque das Ruínas, em Santa Teresa. As obras têm uma forte influência do fotorrealismo e da pop art. A mostra reúne cerca de 30 pinturas a óleo produzidas nos últimos quatro anos. Galeria de Arte do Centro Cultural Municipal Parque das Ruínas – Rua Murtinho Nobre, 169, Santa Teresa, tel. 21 2215-0621. Entrada gratuita.

Obra de Nicholson, em cartaz no centro cultural de Santa Teresa

GASTRONOMIA

COM A BENÇÃO DO CRISTO

FOTOS DIVULGAÇÃO

SOB O OLHAR DO CRISTO REDENTOR, O RESTAURANTE PURO, NO JARDIM BOTÂNICO, PRIORIZA FRESCOR E SUSTENTABILIDADE NA COZINHA

O chef Pedro Siqueira, que já trabalhou na cozinha do três estrelas Michelin parisiense Taillevent, acaba de inaugurar o restaurante Puro, ao lado do parque do Jardim Botânico. O menu da casa traz receitas elaboradas com o que há de mais fresco e sustentável, favorecendo ingredientes da estação, fornecidos por pequenos produtores que estejam a, no máximo, 200 km de distância do restaurante. Siqueira utiliza técnicas atuais para recriar clássicos caseiros que marcaram sua infância, como o matambre braseado com abóbora caramelada e farofa de ervamate, os bolinhos de arroz carreteiro com queijo minas padrão, a moela de pato confitada com cebolas caramelizadas e tomates assados ou o filé mignon curado com batata baroa e pirão de queijo. Douglas Gonçalves assina a carta de vinhos, com dezenas de rótulos orgânicos e biodinâmicos. Puro – Rua Visconde de Pão com ovo carbonara e barriga de porco: delícia do Puro

Carandaí, 43, Jardim Botânico, tel. 21 3284-5377.

27


29H SP-RIO

A 3ª MAIOR PONTE AÉREA DO MUNDO

GASTRONOMIA

ARTE

REALIDADE NUA, CRUA E BELA

A Galeria Homegrown apresenta até o dia 16 de maio a mostra Desobediência, que reúne apenas trabalhos inéditos do artista Izolag. Com publicações em inúmeros livros e revistas, as criações deste carioca de 32 anos estão presentes em galerias e coleções da Alemanha, da Holanda, dos Estados Unidos, da Bélgica e da Austrália. As obras dessa nova exposição são, em sua maioria, óleos sobre tela, mas há também pinturas com tinta acrílica, nanquim, spray e carvão. “Nos dias de hoje, com tanta instabilidade político-econômica e o aumento contínuo da violência, acredito que existe uma necessidade em informar e não apenas decorar. A arte é uma ferramenta de grande importância e fundamental para a propagação de ideias e conceitos”, opina o artista. Galeria Homegrown – Rua Maria Quitéria, 68, Ipanema, tel. 21 25132160. Entrada gratuita.

FOTOS DIVULGAÇÃO

URBAN ART DE IZOLAG ARMEIDAH REGISTRA A DESIGUALDADE E A VIOLÊNCIA DOS DIAS ATUAIS

Wraps nos mais diversos sabores: a especialidade do Rolé

COMIDINHAS COM PEGADA SAUDÁVEL

EM AMBIENTE INFORMAL, O ROLÉ TEM MENU QUE APOSTA EM WRAPS, SALADINHAS, SANDUBAS E SUCOS Instalado na galeria do Cinema São Luiz, o Rolé serve gostosuras criadas pela chef e nutricionista Flávia Semenow. Para beber, há sucos naturais como o de abacaxi com capim limão, o de laranja com morangos e a limonada suíça com açúcar mascavo. Tá a fim de uma saladinha? Peça o salpicão de frango desfiado com batata palha ou a julienne de legumes, com cenoura, palmito pupunha, abobrinha, aspargos e sementes de linhaça. Prefere um sandubão? Prove o Tuna Melt, que leva pasta de atum, cheddar e cebola roxa no pão de forma integral. Ah, você gosta mesmo é de um wrap? Então prove o de cogumelos, queijo gorgonzola, nozes, gengibre e rúcula. Para completar a atmosfera saudável, um grande painel sinaliza os pontos ideais para a prática de esportes ao ar livre na cidade – stand up paddle, escalada, skate e bicicleta. Rolé – Rua do Catete, 311, 1º andar, Largo do Machado, tel. 21 2556-8658.

28 | 29HORAS | Maio 2015

Pintura de Izolag Armeidah, jovem artista carioca que faz sucesso no exterior


BAIXA GASTRONOMIA POR CARLOS MONTEIRO

DESIGN

TAPAS SOBRE RODAS

SÓCIOS DO BAR DE TAPAS VENGA! CRIAM SKATE EM PARCERIA COM OS DESIGNERS DA OFICINA ITSU Fernando Kaplan e Daniel Oelsner, donos do Venga!, acabam de lançar um skate com a cara do bar de tapas – um projeto concebido em parceria com a descolada oficina Itsu, que assina as louças do Volta, restaurante que também pertence à dupla, no Jardim Botânico. Em edição limitada, os skates montados (R$ 590, cada) e os shapes (R$ 295, cada) podem ser encontrados com exclusividade nas duas filiais do bar, no Leblon e em Ipanema. O modelo desenvolvido foi o Bombinha, pequeno e ágil, ótimo tanto para passear pela orla, quanto para andar por entre os carros. Suas linhas lembram as pranchas fish dos anos 60 e 70. O shape é feito com sete camadas prensadas de piun e pau marfim, e a pintura tem acabamento em verniz fosco. As cores preto e vermelho remetem à inspiração espanhola do bar. Venga! – Rua Dias Ferreira, 113, Leblon, tel. 21 2512-9826 | Rua Garcia D’Ávila, 147, Ipanema, tel. 21 2247-0234.

“NAVEGAR É PRECISO, VIVER NÃO É PRECISO”

AVENTURE-SE NA COZINHA LUSITANA E INESQUECÍVEL DA PETISQUEIRA MARTINHO, NA ILHA DO GOVERNADOR Nascida do sonho de um pescador português que aportou em terras insulanas cariocas nos idos dos anos 40, surgiu esta maravilha com ares de tasca, cardápio apurado e culinária genuinamente portuguesa, hoje administrada por seus filhos, nora e neta, uma ótima opção para quem embarca ou desembarca no Tom Jobim. Do mix de pastéis (camarão, queijo, bacalhau, siri), passando pelos tremoços, sardinhas na brasa, azeitonas portuguesas, as opções são muitas e incríveis. Uma delas é a sopa Leão Veloso, cuja receita original é guardada a sete-chaves pela família. Para o prato principal, o bom e tradicional bacalhau à moda é decisão certeira. Grelhado, acompanhado de batatas seladas, brócolis, cebolas cruas, azeitonas pretas – e um cesto de pão como apetece a tradição –, é um clássico dos mais pedidos. Para beber, aprecie a carta de vinhos, com algumas (boas) opções ou o chope gelado. Doces – quase – caseiros completam a aventura gastronômica. A casa funciona de terça a domingo a partir das 11h. Nas sextas e nos sábados e feriados fica até 1h; nos outros dias termina mais cedo. No mais, aos empregados de mesa diga simplesmente: “sifaizfavoire” mais um cálice de Porto, um curto e a conta... Ou talvez não, mais um cálice, quem sabe. “...Por mares nunca d’antes navegados, viver é preciso”. Petisqueira Martinho - Praia do Jequiá, 33, Ribeira, Ilha do Governador, tel. 21 3298-5518. petisqueiramartinho.com.br

O bacalhau da Petisqueira é um clássico irretocável O skate criado pela Oficina Itsu e pelo Venga!

29


VOAR MAIS

POR ELISEU PADILHA

AVIAÇÃO NA AMAZÔNIA: UMA QUESTÃO SOCIAL

PROJETO DO GOVERNO FEDERAL ESTÁ SENDO DESENVOLVIDO JUNTO À AVIAÇÃO BRASILEIRA E RESULTARÁ NA CONSTRUÇÃO DE DIVERSOS AEROPORTOS NA REGIÃO DA FLORESTA AMAZÔNICA Tornar gente satisfeita é o nosso negócio. E a aviação civil tem importante papel social a desempenhar junto ao povo brasileiro. E, quando o assunto é o povo que vive na região da maior floresta tropical do mundo, a Amazônia, temos que utilizar a aviação como ferramenta de promoção de igualdade de direitos, como a saúde, a educação e a inclusão social. Na Amazônia, onde deslocamentos são medidos por horas de voo ou dias de barco, a disponibilidade do meio de transporte pode significar viver ou morrer. Hoje, o transporte aquaviário é o jeito mais acessível – e quase exclusivo – para seus 25 milhões de habitantes. Lá está a maior bacia hidrográfica do mundo, com cerca de um quinto do volume total de água doce do planeta. São 40 mil quilômetros de rios com superfícies negras ou barrentas. É natural que as águas e os barcos comandem a vida, mas não que selem a sorte de quem necessita de transporte rápido. Está na hora do século 21 chegar à região com todas as suas possibilidades. A vida pede mudanças. E, para transformar essa realidade e proporcionar alternativas ao cidadão na hora de decidir como se deslocar, o Governo Federal vai investir, nos próximos anos, R$ 2 bilhões na construção ou reforma de 80 aeroportos regionais, nos oito estados distribuídos pelos 5,2 milhões de quilômetros quadrados da Amazônia Legal. A modernidade chegou parcialmente na região e é por isso que pessoas como o professor Dalcides Santana, de 45 anos, sofrem quando precisam de serviços disponíveis apenas em cidades vizinhas. Dalcides é obrigado a enfrentar duas longas viagens de barco por mês para se tratar de um problema cardíaco em Belém. Acesso à internet e smartphone o educador tem – nos mandou sua foto por whatsapp –, mas, para conservar sua saúde, chega a gastar 17h viajando de barco. Ele tem duas opções para ir de Portel, onde mora, na Ilha de Marajó, até a capital paraense. A mais rápida vai de lancha até Breves, de lá toma outro barco até a capital e gasta 7h e R$ 135; pela demorada ele gasta 17h e, além dos R$ 135, mais R$ 90 pelo conforto de uma rede ou R$ 130 se escolher uma cama. Em breve, Dalcides poderá viajar de Marajó a Belém em meia hora, confortavelmente, pagando menos do que hoje gasta para viajar de barco. Nosso Programa de Desenvolvimento da Aviação Regional prevê a construção de um aero-

30 | 29HORAS | Maio 2015

A Ilha de Marajó será beneficiada no programa de aviação regional

porto na Ilha de Marajó. Além disso, as passagens para voos regionais, atualmente 31% mais caras por quilômetro do que voos entre capitais, serão, em grande parte, subsidiadas pelo governo federal. O terminal de Marajó está entre os 80 aeroportos que vão receber investimentos na Amazônia Legal. Foram escolhidos estrategicamente por meio de estudos socioeconômicos. O programa pretende deixar 96% da população brasileira próximos de um terminal. As primeiras licitações devem ser lançadas no segundo semestre deste ano. Do total, nove serão construídos do zero. São eles: Codajás (AM), Jutaí (AM), Maraã (AM), Uarini (AM), Cametá (PA), Ilha de Marajó (PA), Bonfim (RR), Rorainópolis (RR) e Mateiros (TO). Caros Dalcides e demais moradores que cuidam de uma das nossas maiores riquezas, a Floresta Amazônica: estamos com os olhos e ações voltados para vocês. A aviação regular vai chegar aí estruturada e moderna. E aonde ela chega, opera milagres. Foi assim quando contribuiu para aumentar o número de transplantes de órgãos realizados no país. O acordo de cooperação técnica assinado em dezembro 2013 entre Secretaria de Aviação Civil, Ministério da Saúde, companhias e agentes do setor aéreo, para agilizar o embarque do material que se perde caso não seja transportado rapidamente, aumentou em 18% o número de órgãos transplantados já nos primeiros meses de 2014. Portanto, bravo povo do Norte do Brasil, em breve as distâncias serão encurtadas, oportunidades serão geradas e suas vidas terão maiores garantias e serão melhoradas. O Governo Federal está desenvolvendo seu Projeto de Aeroportos Regionais para garantir a Aviação Civil com regularidade e qualidade para toda a Amazônia Legal. Eliseu Padilha é ministro da Aviação Civil


VOO PUBLICITÁRIO EU TENHO DOIS PASSAPORTES. UM PARA DESCOBRIR O MUNDO E OUTRO PARA APROVEITAR A VIDA.

BENEFÍCIOS EXCLUSIVOS E DESCONTOS DE ATÉ 50%.

Acesse e cadastre-se: leclubaccorhotels.com

POR JOÃO FARIA

É COMMODITY? NÃO, É MARCA A publicidade da Friboi, marca do Grupo JBS, tornou-se um divisor de águas na propaganda brasileira de alimentos. Nem mesmo a polêmica envolvendo o cantor Roberto Carlos abalou sua bem-sucedida estratégia de comunicação. O sucesso publicitário foi fazer com que o produto –no caso, a carne – deixasse o status de commodity para se tornar uma marca nacionalmente reconhecida. O Grupo JBS, maior empresa do mundo de proteína animal, registrou lucro líquido de R$ 2,04 bilhões em 2014. Maria Eugênia Rocha, a Marô, diretora de marketing da JBS, fala sobre os novos passos da marca. Questionar a origem da carne e o selo de inspeção federal foi determinante na campanha? Os consumidores, mesmo se não compram Friboi, passaram a buscar uma carne que possui o selo de inspeção federal. A nossa comunicação sempre foi muito clara e direta. O primeiro filme que colocamos no ar, em 2011, já mostrava os aspectos técnicos do mercado da carne sem nunca deixar de lado o tom emocional que reflete a nossa essência. E mantemos essa simplicidade para estabelecer um diálogo verdadeiro e que leva informação ao consumidor. Vale lembrar que esse primeiro comercial da marca foi veiculado apenas quinze dias após a decisão de reativar a comunicação. Isso só aconteceu porque temos a confiança de todas as equipes na empresa. Qual a participação dos funcionários nas ações de marketing? Temos 38 mil funcionários só na divisão carnes aqui no Brasil e cerca de 215 mil espalhados pelo mundo. Quem primeiro conheceu a campanha e soube que iríamos para a TV foram eles. A campanha não é só do marketing, porque ela tem a mão de todas as equipes da JBS, todas as áreas colaboram de alguma

maneira. E isso não é um simples discurso, porque acontece na prática. A campanha “É Friboi?” teve grande repercussão. Esse reconhecimento era esperado? Sempre acreditei no que estamos fazendo e que deixaremos um legado na publicidade brasileira. E que tudo isso só está acontecendo porque toda empresa acredita nesses valores junto com o marketing. E também pelo trabalho da nossa agência (Lew’Lara\ TBWA), que é muito parceira. Quais são os próximos passos? Foco na construção da marca para consolidar e manter o nosso pioneirismo. Foi assim com o frigorífico, ao abrirmos o capital, e agora nessa construção da marca. Se considerarmos a estagnação corremos o risco de cometer os mesmos erros de outras empresas no passado. Vamos dar alguns passos importantes para ampliar esse diálogo com os consumidores. Estamos nos preparando para conversar mais e melhor. Especialmente ouvindo o que as pessoas têm a dizer. Chegou o momento de explicar e dar detalhes sobre a nossa categoria. O universo da carne é enorme e possibilita produzir muitos conteúdos.

Marô, diretora de marketing da JBS

*Especialista no mercado publicitário, João Faria é colunista da rádio BandNews FM e sócio-diretor da Agência Cidadã

32 | 29HORAS | Maio 2015


CAPA

INVASÃO CULINÁRIA OS REALITIES SHOWS GASTRONÔMICOS ESQUENTAM A PROGRAMAÇÃO DA TV COM UMA RECEITA QUE MISTURA NOVOS SABORES, ALTA COMPETITIVIDADE E MUITA TENSÃO POR ANDRÉ CORDEIRO E CHANTAL BRISSAC

34 | 29HORAS | Maio 2015


A jornalista Ana Paula Padrão e os chefs Henrique Fogaça, Erick Jacquin e Paola Carosella formam a equipe do programa MasterChef

A TELEVISÃO VIROU UM CALDEIRÃO DE TEMAS CULINÁRIOS EM PONTO DE fervura. No dia 19 de maio estreia na Band a segunda temporada do MasterChef, versão brasileira do programa que já foi visto por mais de 250 milhões de telespectadores em 145 países. Enquanto isso, desde o dia 25 de abril, o SBT exibe, nos sábados à noite, a segunda temporada de seu Cozinha sob pressão, formato da ITV produzido pela FremantleMedia Brasil e inspirado no Hell’s kitchen, que já foi produzido em países como Reino Unido, EUA, Alemanha, Rússia, Itália etc. Já o GNT mexe suas colheres de pau há tempos, reiventando a culinária em programas dos mais diferentes formatos. Prefere pratos fortes? Sua loucura é a sobremesa? São várias opções na emissora, para todos os gostos. O The Taste Brasil, por exemplo, aposta no padrão de chefs profissionais como jurados e cozinheiros inexperientes como competidores. Mas a fórmula toma um outro rumo quando os candidatos não devem preparar um prato, e sim uma receita toda que caiba em uma colher. Dessa forma, o desafio torna-se

minimalista e requer um aperfeiçoamento da técnica. O competidor deve com a limitação de uma colher agradar o paladar dos rigorosos jurados. O The Taste também funciona de forma parecida com o reality The Voice, pois cada chef se torna um mentor de quatro competidores, formando equipes. São três jurados, os chefs Felipe Bronze, Claude Troisgos (que também apresenta um programa seu, o Que marravilha!) e André Mifano. Ao final, sobram dois competidores que irão para a final. Alguns episódios contam com participação especial de chefs de fora, como Alberto Landgraf. Muito açúcar faz parte da receita do reality Que seja Doce, no qual os chefs Felipe Bronze, Lucas Corazza, Roberto Strongoli e Carole Crema mergulham no universo das confeiteiras e doçarias. Para o psicanalista Jorge Forbes (leia quadro na pág. 39), um dos principais introdutores do ensino de Jacques Lacan no Brasil, de quem frequentou os seminários em Paris, de

35


CAPA

Os três exigentes chefs retornam para a segunda temporada de MasterChef, que estreia dia 19 de maio na Band

1976 a 1981, e diretor da Clínica de Psicanálise do Centro do Genoma Humano – USP, esse fenômeno de realities gastronômicos na TV denota algo importante. “Estamos numa época em que as pessoas se sentem muito perdidas, ‘desbussoladas’, e nesse momento ter um chef que me diga qual é o certo e qual é o errado me acalma frente às minhas escolhas e aos meus desejos. E isso não é só em relação à comida, é em relação a tudo na vida”, diz Forbes. Segundo Daniela Busoli, CEO da FremantleMedia Brasil, responsável pela produção do programa Cozinha sob pressão, a experiência de sucesso com a primeira temporada do programa foi a prova de que o público brasileiro se interessa e muito por reality shows de gastronomia. “São formatos que não têm nada de violência ou sensacionalismo e agradam toda a família. A primeira edição teve uma média de 5 pontos no Ibope, com picos de 7,1, o que nos agradou bastante. A repercussão nas redes sociais (por vezes a atração ficou entre os assuntos mais comentados do Twitter) e as críticas, que elogiaram o desempenho do chef Carlos Bertolazzi, também são mostras do sucesso”, afirma Daniela. A primeira temporada estreou com todas as cotas de patrocínio vendidas, enquanto na segunda eles já iniciaram os trabalhos com o patrocínio da Friboi, Seara, Heinz e Sazón. Além da mudança do horário – antes, o programa era exibido às 18h30, agora vai para a faixa das 21h30 –, a temporada atual ganhou dois participantes a mais. Agora são 16 chefs profis-

36 | 29HORAS | Maio 2015

Cozinha-estúdio do MasterChef: palco dos acalorados duelos

sionais disputando o prêmio de R$ 100 mil em barras de ouro. “Outra novidade é que lançamos um e-book de receitas do Cozinha sob pressão, que será atualizado com conteúdo exclusivo a cada episódio”, diz Daniela Busoli. No primeiro episódio, exibido no dia 25 de abril, a tensão era o ingrediente mais forte entre os participantes. A paulistana Nathalia foi a primeira eliminada da noite – cometeu o pecado de servir uma linguiça com molho vinagrete ao chef Carlos Bertolazzi. “Por que catso uma linguiça com vinagrete?”, espinafrou o chef. No Facebook do programa, Nathalia confessou sentir o tamanho da pressão do jogo. “Não sei até


O chef Carlos Bertolazzi comanda o programa Cozinha sob Pressão (SBT), que começou sua segunda temporada no final de abril

Roberto Strongoli, Felipe Bronze, Carole Crema e Lucas Corazza são os chefs que avaliam as sobremesas dos competidores no Que Seja Doce do GNT


CAPA

Grande sucesso do GNT, o The Taste Brasil conta com os chefs André Mifano, Claude Troisgros e Felipe Bronze como jurados

quando eu aguentaria. Acho que ser humano nenhum devia passar por isso, mas fomos nós que escolhemos”, reconheceu. Para um rapaz que serviu um frango no ponto errado, Bertolazzi foi ainda mais enfático: “Se eu fosse um bom veterinário eu traria este frango à vida”. Segundo Bertolazzi, proprietário do restaurante Zena Caffè, a primeira temporada o pegou de surpresa e foi muito estressante. “Entrei apenas três dias antes do início das gravações”, diz. Já para esta segunda ele teve tempo para se preparar, participando ativamente da pré-produção. “Se na primeira série um dos favoritos já se mostrava forte desde o começo, dessa vez temos um equilíbrio muito maior, além de um excelente nível técnico e personalidades marcantes de todos os candidatos. O tempero está muito melhor”, diz o apresentador. No caso do MasterChef, que explora um emblemático trio de chefs – Erick Jacquin (Tartar&Co), Henrique Fogaça (Sal Gastronomia) e Paola Carosella (Arturito) – e cozinheiros amadores como concorrentes, as previsões também são positivas. Em 2014, após mais de cinco mil inscrições e várias triagens, 16 finalistas encararam os temidos chefs. A grande vencedora, Elisa Fernandes, levou um prêmio de R$ 150 mil, um Fiat Fiorino refrigerado e uma bolsa de estudos na Le Cordon Bleu, em Paris. Para o francês Erick Jacquin, o MasterChef 2 será muito diferente do primeiro porque agora há uma forte referência. “MasterChef não tem mais segredo para ninguém. É uma competição de pressão com respeito para os competidores e que mostra ao público o mundo da gastronomia”, define Jacquin, que considera “maravilhosa” a função de jurado no programa. “Eu adoro isso. Para mim não é um trabalho. Eu

38 | 29HORAS | Maio 2015

não fui treinado, sou completamente natural e liberado. Eu não tenho duas personalidades, nem criei um personagem para a televisão”, afirma. A chef argentina Paola Carosella também considera a experiência muito boa e divertida. “Estar na TV é algo muito novo para mim, ao mesmo tempo em que é novo estar tão perto de pessoas do universo da cozinha completamente amadoras. Muitas vezes o programa tem um viés engraçado, mas também é cheio de informações interessantes sobre cozinha e gastronomia para quem sabe ouvir e prestar atenção aos detalhes. Na minha visão é como se o programa tivesse ‘várias camadas’, ou seja, o telespectador que fica na superfície pode passar bons momentos dando risada ou se emocionando. Por outro lado, quem vai mais a fundo pode aprender ou pelo menos ficar curioso para buscar conhecimento em livros ou pesquisar mais sobre a cozinha profissional”, diz a chef, que confessa aguardar, para a segunda temporada, ainda mais espontaneidade, emoção e diversão. “Também espero participantes que tenham boas histórias para contar por meio da comida, que cozinhem bem e sejam humildes e abertos para aprender”. O terceiro jurado do MasterChef, o piracicabano Henrique Fogaça, torce por mais adrenalina, tensão e emoção na nova empreitada televisiva. “O formato é legal e a equipe em sintonia me ajudou muito no início, quando eu estava mais tenso com as câmeras. O meu comportamento no programa é igual ao meu estilo no trabalho. Sou exigente, mas tento ser justo. Às vezes fico mais explosivo em um momento difícil e falo bastante palavrão”, diz Fogaça, que mesmo com o jeito durão e abrasivo amoleceu o coração das fãs e se tornou o galã da temporada – recebeu até pedido de casamento!


CINQUENTA TONS DE MOLHO INGLÊS PARA O PSICANALISTA JORGE FORBES HÁ UM PADRÃO SADOMASOQUISTA NAS RELAÇÕES ENTRE OS CHEFS E OS CONCORRENTES DOS REALITIES GASTRONÔMICOS NA TV

“É o tema da vez: o livro Cinquenta tons de cinza glamourizou o sadomasoquismo. E a graça dos realities shows de gastronomia atuais está no sadismo. Não são programas de culinária, para ensinar receitas, como havia antigamente. São formatos que exploram a relação entre o chef e o participante, suposto escravo. Assim, a culinária fica em segundo plano, pois toda a sedução do programa está nessa relação sadomasoquista. É muito engraçado porque, num momento em que há um debate do politicamente correto, programas sadomasoquistas como esses fazem sucesso no mundo. Isso porque eles respondem a uma inquietação da época. Vivemos um período em que as pessoas se sentem muito perdidas, a sociedade está ‘desbussolada’. Frente à angústia atual, todo mundo quer ter um chef na vida que dite o padrão do gosto. As pessoas perderam seus parâmetros porque o laço social não é mais vertical como antigamente, quando havia comportamentos fixos e padronizados. Quando você sabia, por exemplo, que nunca poderia colocar na mesa feijão com filé de peixe. Nessa época em que se perdeu o how to do, o que é certo e o que é errado, as pessoas têm angústia de exercer essa liberdade. Como tudo pode, é possível errar mais. E isso as aflige. Ao expressar o desejo mais livremente, elas se angustiam, porque têm o poder da escolha. Nesse momento de desbussolamento, ter um chef que me diga qual é o certo e qual é o errado me acalma frente às minhas escolhas e aos meus desejos, em relação à comida, em relação a tudo na vida. O telespectador se identifica com os apresentadores, que passam a ser charmosos pelo seu autoritarismo – eles

normalmente recebem os convidados com os braços cruzados, atitude de desconfiança em relação ao interlocutor –, ou com os participantes, torcendo por eles. As pessoas vibram, e os concorrentes consolam os que foram expulsos, mas no fundo aqueles estão felicíssimos porque é um competidor a menos. O público sabe que aquilo tudo é falso. É um show de reações humanas em que o espectador tem uma palheta de cores bastante rica e variada, e pode se identificar com diversas pessoas do programa. O interessante desse formato é que os chefs se transformaram nos juízes do gosto, sugerindo à população que existe um gabarito do gosto. E gosto é algo profundamente pessoal, onde não existe norma, regra. É como política e religião: não se discute. Todo esse fenômeno, que a gente assiste em nossos sofás, tem a ver com um endeusamento dos chefs no Brasil. O francês, por exemplo, tem uma relação mais responsável com a comida e com o gosto. Desde criança, ele aprende a prestar atenção ao que está comendo, ao que combina e ao que não combina. No restaurante francês é normal a pessoa discutir com o chef por causa de um prato. No Brasil, o que mais acontece é o agradecimento ao chef, quando não um pedido de autógrafo. Aqui, o poder do nome é maior do que o poder do gosto.”

39


ENTREVISTA

EM PLENO VOO GUILHERME RAMALHO,

SECRETÁRIO-EXECUTIVO DA SECRETARIA DE AVIAÇÃO CIVIL DA PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA, FALA SOBRE OS RUMOS DA AVIAÇÃO NO BRASIL POR CHANTAL BRISSAC E CLÓVIS CORDEIRO

FORMADO EM DIREITO PELA USP E PÓS-GRADUADO EM ADMINISTRAÇÃO na Fundação Getúlio Vargas, Guilherme Ramalho começou sua trajetória no setor privado, trabalhando nas áreas de papel e celulose e na indústria de bebidas. Mas logo os desafios da carreira pública conquistaram este paulistano de 34 anos, que há nove anos vive em Brasília. Na capital federal, Guilherme foi assessor da Casa Civil da Presidência da República e diretor do Departamento de Infraestrutura para a Copa do Mundo de 2014. Presidente do Conselho de Administração da Infraero e coordenador da Comissão Nacional de Autoridades Aeroportuárias (Conaero), Guilherme concedeu esta entrevista em Brasília na ocasião da entrega do Prêmio Aeroportos + Brasil, que elege, segundo uma pesquisa feita com passageiros, os melhores aeroportos do país. Quais são os principais desafios da aviação civil? Esse nosso setor é desafiador por ser muito dinâmico. Talvez seja um dos mais dinâmicos do setor público, por estar em período de forte crescimento e de mudança paradigmática. O setor deixou de ser um meio de transporte da elite para se afirmar como verdadeiro transporte de massas. Historicamente, a aviação civil foi gerida pelos militares. A partir do momento em que você transfere a gestão dos militares para os civis você se depara com um desafio de formação de pessoal, e essa transferência também pressupõe criação de nova mentalidade e cultura. É um setor que exige especialização e, diante de seu novo posicionamento na economia e na sociedade, demanda serviços de melhor qualidade e voltados à satisfação do passageiro. Qual era o cenário quando a SAC foi criada, em 2011? Naquela ocasião, havia um estrangulamento claro e muito forte da infraestrutura aeroportuária. Isso porque o crescimento da aviação civil no Brasil, nos últimos dez anos, foi superior a qualquer prognóstico – mesmo os mais otimistas. Outro dia, pesquisando aqui, encontrei um documento feito pelo Ministério da Aeronáutica, em 1997, com projeções para os próximos vinte anos. Eles apresentavam três cenários: um pessimista, um esperado e um otimista. E em 2008 atingimos

40 | 29HORAS | Maio 2015

o cenário projetado como otimista para 2020. Com a política de concessões, que assegura investimento na infraestrutura dos grandes aeroportos, e a retomada dos investimentos da Infraero nós tiramos a cabeça de baixo d’água, começamos a respirar, mas as projeções de crescimento de demanda indicam que nós vamos triplicar novamente em quinze anos, e agora iremos triplicar sobre uma base bem maior. Portanto, o desafio é conseguir se antecipar a essa pressão e planejar infraestrutura e oferta de serviços aéreos de qualidade, para que haja um crescimento saudável. As concessões de Guarulhos, Viracopos e Brasília melhoraram os serviços nesses aeroportos, o que deverá acontecer também este ano no Galeão e em Confins. O processo foi feito com altos investimentos do governo, mas o cenário econômico atual demanda um novo modelo. Como serão as próximas? O modelo de concessões que utilizamos tem sido bem-sucedido e gerou grande interesse. Tivemos mais de 14 grupos participando, com ágios elevados, o que demonstra o interesse econômico no setor, e tivemos na outra ponta entregas de infraestruturas em tempos rápidos e com qualidade. É um modelo positivo, porque, além de gerar benefícios aos aeroportos concedidos, gera um excedente de recursos – que é o pagamento da outorga – destinado ao Fundo Nacional da Aviação Civil e de uso específico no setor. Ou seja, o modelo das concessões gera os recursos que permitem que façamos os investimentos nos demais aeroportos brasileiros. Vamos ter um leilão de concessão no fim do primeiro semestre de 2016 e início da gestão das próximas empresas para o segundo semestre de 2016. A Infraero é muito criticada quando comparada a modelos de gestão privada, mas como empresa estatal ela tem que seguir as regras impostas pela lei das licitações, que diminuem a agilidade. Qual é a solução para este quadro? Muitas vezes, a Infraero leva uma culpa que não é dela enquanto empresa, mas é decorrência do modelo de contratação pública existente no Brasil. Há uma agilidade muito maior para os entes privados do que para os entes públicos. Nos seus


primeiros 40 anos, a Infraero viveu em um ambiente de absoluto monopólio. Ela cuidava de 98% dos passageiros dos aeroportos brasileiros. Os clientes eram todos dela. A partir do momento em que se introduziu a concorrência e a Infraero perdeu metade da receita, ela começou a rever suas práticas e mudar. As concessões geraram um efeito positivo para a empresa. Grande parte dessa mudança é cultural; a empresa compreendeu que atua no mercado e precisa ter maior agilidade, tentar sempre atender ao passageiro. A outra ponta é a necessidade de obtenção de sustentabilidade econômica e financeira. Prova de que a Infraero tem melhorado é o excelente resultado de seus aeroportos nesse Prêmio Aeroportos+Brasil. A aviação é organizada em rede e não podemos conceber um modelo com cinco ou dez aeroportos concedidos num patamar superior e deixar os outros 100, 200, em situação precarizada. No futuro, com as concessões dos principais aeroportos da Infraero, e com a consequente diminuição da receita

desta, como o governo pretende administrar os aeroportos que restarão, cujo total da operação será deficitária? É justamente isso que não pode acontecer. Hoje a Infraero opera 60 aeroportos e 74 unidades de navegação aérea. Mesmo com as novas concessões ela vai permanecer sendo a maior operadora aeroportuária do Brasil e uma das maiores do mundo. Hoje ela tem um desafio de curto prazo: perdeu a receita dos grandes aeroportos e está fazendo um investimento grande como acionista nos que foram concedidos. Como está no início da concessão, ainda não há retorno de dividendos. O grande desafio é atravessar este momento com sustentabilidade. Ela pode vender uma parte dessas participações no futuro para diminuir sua participação e ter uma arrecadação? Esse não é o plano agora. Agora a empresa está fazendo sua lição de casa interna. Ela nunca foi confrontada com essa realidade. Tinha mais receita que despesa. Agora tem que segurar despesa, está fazendo um plano de demissão voluntária, melho-

41


ENTREVISTA

rando suas práticas comerciais. Estamos fazendo também uma redistribuição das receitas do setor, uma reestruturação que a permita ter foco no seu negócio. A ideia é atingir o equilíbrio econômico-financeiro do sistema, sem ônus para o passageiro. O Brasil tem um grande parque aeroportuário, com mais de dois mil aeródromos, e fica atrás apenas dos Estados Unidos. Como será o Plano de Aviação Regional para integrar regiões num curto prazo? Já existe um cronograma do projeto? Num país continental e com carência de cobertura por outros modais, é imperativa a ligação aérea para permitir o deslocamento das pessoas e de bens. O governo brasileiro, sobretudo no caso da região norte, tem o dever de prover uma infraestrutura aérea de qualidade, que muitas vezes irá permitir o abastecimento de alimentos, de medicamentos e o transporte de pessoas em estado de necessidade médica. Não vamos construir 270 aeroportos. São 270 municípios dos quais 255 já possuem aeroportos. É um programa de melhoramento e aproveitamento da infraestrutura existente e que está subutilizada, devido ao abandono das últimas décadas. O foco é recuperar e aproveitar a infraestrutura que já existe. Desses 270, entre 60 e 70 estão na região amazônica. De Tabatinga para Manaus, ou a pessoa vai de avião e demora três horas, ou vai de barco e leva cinco dias. É uma outra realidade. Os números mostram que as passagens regionais são 31% mais caras que as passagens entre capitais. Há nas regiões mais distantes falta de oferta e altos custos. Enquanto isso, o interior do país cresce a uma taxa superior a das grandes cidades. Em nosso país, cada vez mais desenvolvido, o serviço aéreo propicia investimento, ida e vinda de empresários, transporte de bens, crescimento, gera empregos. A função do estado é prover infraestrutura e dar condições econômicas para que isso ocorra. É uma política de desenvolvimento. Há a visão de que uma região economicamente sustentável é básica para o sucesso de implantação de aeroporto. Ao mesmo tempo, o objetivo do plano é integrar regiões remotas, muitas vezes longe dessa saúde eco-

42 | 29HORAS | Maio 2015

nômica. Como está sendo resolvido este paradoxo? A seleção dos aeroportos do programa regional seguiu quatro variáveis. Uma é a acessibilidade, voltada à região amazônica, porque lá a aviação é serviço público de primeira necessidade. É aquilo ou barco. Não cabe a discussão de retorno econômico, é uma obrigação, uma função da política do governo. Fora isso, tivemos o critério de potencial turístico, o critério do potencial socioeconômico, e o critério de integração espacial. O objetivo do programa é permitir que 96% dos brasileiros estejam a menos de uma hora de um aeroporto com condições de receber voos regulares. A viabilidade econômica em aeroporto regional não irá existir de forma isolada. A aviação é estruturada em rede. É assim no mundo inteiro. Nossa política é voltada para garantir justamente a viabilidade de uma rede extensa de aeroportos que cubra todo o território nacional. Há impactos para esta política em função da situação atual econômica do Brasil? O Plano de Desenvolvimento da Aviação Regional foi aprovado pelo Congresso Nacional, é uma lei, com prazo de vigência definido (dez anos) e recursos do Fundo Nacional de Aviação Civil. Ele tem uma garantia de fluxo de caixa. Se pode haver impacto de restrições econômicas? Sim, como qualquer política de governo. Mas são ajustes pontuais. A perspectiva de crescimento da aviação no Brasil é muito sólida. As projeções feitas para o setor, desde investidores, órgãos de governo ou fabricantes de aeronaves, apontam para um grande crescimento nas próximas décadas. Quais as novidades para Congonhas, frequentado em sua maioria por executivos e heavy users de aeroportos? Congonhas é o principal aeroporto de negócios do Brasil, mas apresenta capacidade de crescimento limitada. A nossa preocupação, portanto, é aumentar o conforto e melhorar os serviços. Ele foi eleito um dos melhores aeroportos do Brasil nesse Prêmio Aeroportos + Brasil, escolhido por seus exigentes usuários. Congonhas é uma de nossas prioridades. Acredito que quando ficar pronto o monotrilho, previsto para 2016, ele ficará ainda muito melhor.


ESPECIAL DECORAÇÃO E DESIGN Ambiente criado pela Mobly para a mostra Morar Mais Por Menos, em 2014

PARA VIVER COM ESTILO

Este especial está recheado de novidades sobre design e decoração. Nas próximas páginas você irá saber mais sobre duas prestigiadas mostras de decoração – a Casa Cor e a Mostra Black –, que acontecem neste mês, e conhecer as tendências apresentadas na Milano Design Week, que ocorreu em abril. Poderá também desvendar o crescente universo das lojas virtuais de móveis e objetos, que seduzem cada vez mais clientes a alguns cliques, e saber dos estilistas famosos que vêm investindo no lar, doce lar. No Salão de Milão, a Armani apresentou uma coleção linda de luminárias, móveis e tapetes. Aqui, estilistas como Amir Slama, Alexandre Herchcovitch e Ronaldo Fraga já têm vários produtos para casa, o que comprova que o “ninho”, a nossa morada, o lugar escolhido para viver e descansar, merece realmente o melhor. POR KIKE MARTINS DA COSTA


ESPECIAL DECORAÇÃO E DESIGN

Ambientação criada pelo arquiteto Jayme Bernardo na Mostra Artefacto

EM MAIO, SÃO PAULO TE ENSINA A MORAR BEM SÃO PAULO NÃO É EXATAMENTE UMA CIDADE CONHECIDA POR SUA QUALIdade de vida, mas quem quiser ver bons exemplos do que é morar bem hoje em dia precisa vir para a cidade neste mês. É que a capital paulista recebe em maio as duas mais prestigiadas mostras de decoração da América Latina – a Casa Cor e a Mostra Black. A primeira abre sua 29ª edição ao público no dia 26, no Jockey Club de Cidade Jardim. Já a outra realiza-se a partir do dia 30 em endereço novo: a Oca do Ibirapuera, um cenário incrível, projetado por ninguém menos que o arquiteto e grande mestre Oscar Niemeyer. A Casa Cor este ano tem como inspiração a brasilidade. A escolha é resultado de uma pesquisa que identificou quatro tendências do “morar” nos próximos anos: Menos é Melhor, Marcas do Tempo, Compartilhar e Brasilidade. No time de arquitetos e decoradores escalados para expor suas criações no Jockey Club estão nomes como Dado Castello Branco, a dupla Nórea de Vitto & Beto Galvez, Fernando Piva, Leo Shehtman, Brunete Fraccaroli, Gui Mattos, Ana Maria Vieira Santos, Érica Salgue-

46 | 29HORAS | Maio 2015

ro, Roberto Migotto e os paisagistas Gilberto Elkis e Marcelo Faisal. A mostra terá ainda representantes de todas as regiões do país, como os baianos David Bastos e Gustavo Jansen, a carioca Paola Ribeiro, o goiano Leo Romano, a mineira Myrna Porcaro, o alagoano Osvaldo Tenório e o paranaense Gui Torres. A entrada para a Casa Cor mudou de lugar e agora será feita pelo bosque do Jockey, para que os visitantes aproveitem a beleza do local, revitalizado pelo paisagista Benedito Abbud, que acaba de completar 40 anos de carreira. Na Oca do Ibirapuera, a edição 2015 da Mostra Black terá projeto expositivo projetado pelo arquiteto Arthur de Mattos Casas e iluminação do lighting designer piauiense Maneco Quinderé, responsável pela concepção luminotécnica de óperas, balés, peças teatrais, desfiles de moda e shows de artistas como Caetano Veloso, Chico Buarque e Milton Nascimento. Serão 14 ambientes assinados por grandes nomes, como Dado Castelo Branco, Débora Aguiar, Camila Klein, Roberto Migotto, a mineira Renata Vasconcelos e Ricardo Belo Dias – brasileiro radicado em Milão.

FOTOS DIVULGAÇÃO

OCA DO IBIRAPUERA E JOCKEY CLUB SEDIAM A PARTIR DESTE MÊS A CASA COR E A MOSTRA BLACK, OS DOIS PRINCIPAIS EVENTOS DO SETOR NO PAÍS


A Girante está com a linha dos móveis amadeirados com até 70% off.

O espaço Kenwood, na Casa Cor, encontra uma forma criativa de guardar utensílios de cozinha

Quarto idealizado pela decoradora Suzana Shermann na Mostra Quartos & Etc

47


ESPECIAL DECORAÇÃO E DESIGN

Desenho exclusivo feito pela arquiteta Débora Aguiar e que estará na Mostra Black

48 | 29HORAS | Maio 2015

Fábio Prado (prefeito de São Paulo de 1934 a 1938). No Museu Belas Artes (MuBA), móveis desenhados por Zanini de Zanine serão expostos entre os dias 17 de junho e 31 de julho. Filho de José Zanini Caldas e pupilo de Sérgio Rodrigues, ele acaba de ser nomeado Designer do Ano pela Maison&Objet Américas 2015, em Miami. E, se você não tiver como se programar para todas essas feiras, mostras e exposições que rolam agora em maio, prepare-se para outras que vão agitar o setor no futuro próximo. Entre os dias 27 a 30 de julho, por exemplo, o Expo Center Norte se abre para a Abimad (Feira Brasileira de Móveis e Acessórios de Alta Decoração); de 31 de agosto a 1º de setembro o Instituto Belas Artes e o Shopping D&D sediam o Boom Design SP, 4° Fórum Internacional de Arquitetura, Design e Arte e, de 12 a 16 de agosto, o Design Weekend terá sua programação distribuída por vários endereços da capital. Casa Cor – Avenida Lineu de Paula Machado, 1.173, Cidade Jardim, tel. 3037-6857. Mostra Artefacto – Rua Haddock Lobo, 1.405, Jardins, tel. 3087-7000. Mostra Black – Avenida Pedro Álvares Cabral, s/ nº (Oca do Parque Ibirapuera). Mostra Quartos & Etc – Alameda Gabriel Monteiro da Silva, 1.742, Jardim Paulistano, tel. 3085-2800. Museu Belas Artes de São Paulo (MuBA) – Rua José Antônio Coelho, 879, Vila Mariana, tel. 5576-7300. Museu da Casa Brasileira – Avenida Brig. Faria Lima, 2.705, Jardim Europa, tel. 3032-3727.

DIVULGAÇÃO

E, para quem pensa que a agitação do mundinho da decoração vai ficar restrito ao circuito Ibirapuera-Jockey, é bom se preparar para muito mais: a programação da cidade tem muitas outras mostras e feiras para os profissionais dessa área e para as pessoas que se interessam pelo tema. Na loja da marca na Haddock Lobo, nos Jardins, a Mostra Artefacto homenageia dez brasileiros que têm seu trabalho reconhecido no Brasil e no exterior. Profissionais como Debora Aguiar, Denise Barretto, Fabio Morozini, Jayme Bernardo, José Marton e Patricia Anastassiadis criaram ambientes inspirados nessas celebridades. A dupla Roberto Cimino & Nelson Amorim, por exemplo, criou um amplo loft para o descanso do tenista Guga Kuerten, com estrutura para receber os amigos no living e no espaço gourmet, integrados. João Armentano projetou um espaço de convivência para um hotel, pensando em seu amigo Álvaro Garnero, que viaja o mundo todo e passa boa parte de seu tempo em hotéis. Na Quartos & Etc, na elegante alameda Gabriel Monteiro da Silva, uma exposição com ambientes criados por nomes como Zize Zink, Olegário de Sá, Rosa May Sampaio, Christina Hamoui, Diego Revollo e Suzana Schermann celebra os 30 anos da marca, completados agora em 2015. No total, são 23 ambientes, sendo 13 destinados ao público adulto e 10 para bebês, crianças e adolescentes. No imponente Museu da Casa Brasileira, duas interessantes mostras estão em cartaz: Coleção MCB, com móveis e objetos representativos da casa brasileira desde o século 17 até os dias de hoje, e A casa e a cidade – Coleção Crespi Prado, que aborda o uso residencial do imóvel que hoje abriga o museu por meio do cotidiano de seus morados originais: o casal Renata Crespi e


Av. Cidade Jardim, 187 . Jardim Europa . S達o Paulo / SP . tel. 11 2189 0000 www.entreposto.com


ESPECIAL DECORAÇÃO E DESIGN

A mistura do retrô com o moderno foi um dos temas do Salão do Móvel em Milão

MODERNIDADE À MILANESA SE PARIS É A CAPITAL DA MODA, NOVA YORK O CENTRO FINANCEIRO DO planeta, San Francisco o reino das novidades tecnológicas, quando o assunto é design não tem pra ninguém: Milão lidera absoluta como a Meca das novas tendências. E acaba de provar isso novamente. Entre os dias 13 e 19 de abril, aconteceu mais uma edição da Milano Design Week, que congrega grandes eventos como o Salão do Móvel, a feira de iluminação Euroluce, o Salão Satellite (com a produção de centenas de jovens criadores do mundo inteiro – todos com menos de 35 anos) e a exposição Workplace 3.0, dedicada ao design e à tecnologia dos espaços de trabalho. Os números desses eventos são monumentais: mais de 2.100 expositores espalhados por 20 grandes pavilhões que somam mais de 200 mil m² de área, e por onde circularam mais de 300 mil visitantes. No Salão do Móvel, grandes marcas apresentaram as tendências para os próximos meses em termos de móveis e acessórios de decoração. O que é visto por lá é o que, poucas semanas de-

50 | 29HORAS | Maio 2015

pois, será exibido nas vitrines das principais lojas do mundo todo. Após ver as novidades que essas centenas de expositores trouxeram para o Salão, é possível identificar que algumas propostas apontam para uma mesma direção. Por exemplo: várias marcas investiram numa linha que faz um mix de luxo e modernidade com aquela atmosfera de decadência e tradição que tanto sucesso fez no visual do filme A grande beleza, do cineasta Paolo Sorrentino. Esse é o caso dos ambientes da Turri, da Carpanelli Contemporary e da Mascheroni, que misturaram sem medo o velho e o novo, o high e o low, o sofisticado e o trash. No que diz respeito às cores, não é fácil cravar o que é tendência, pois cada pavilhão é uma verdadeira explosão cromática. Mas deu para sentir que mais designers estão apostando em azuis – nos mais variados tons, do claro ao escuro, passando pelo pastel, pelo acinzentado e pelo vivo. O hypado marsala continua em alta, e novas tonalidades igualmente oxidadas e com pigmentos terrosos também vêm com força, como o bege cevada, o verde musgo e o roxo berinjela, com um toque de

FOTOS DIVULGAÇÃO

EDIÇÃO 2015 DO SALÃO DO MÓVEL ACABA DE APRESENTAR EM MILÃO TUDO O QUE EM BREVE ESTARÁ NAS RESIDÊNCIAS, LOJAS E ESCRITÓRIOS


As cores e a luz têm um papel fundamental no design

As formas dos móveis podem gerar camadas de profundidade no interior

O branco ajuda a reforçar a luz do ambiente

A mostra traz ideias diferentes para a iluminação

marrom. As peças multicoloridas também parecem estar em alta – às vezes misturando tons, estampas e padronagens que sempre pareceram “incombináveis”. A feira Euroluce, mostra bienal que acontece paralelamente ao salão principal, este ano foi muito especial, pois a Unesco decretou que 2015 é o Ano Internacional da Luz. Fundindo o melhor do design às mais eficientes tecnologias em termos de iluminação e economia de energia, marcas como Foscarini, Artemide, Villari, MM Lampadari, Lladró e Venini literalmente brilharam com seus lançamentos. Os designers não economizaram na criatividade e na ousadia, com luminárias, lustres, arandelas, abajures, colunas e plafons nas mais variadas formas geométricas e orgânicas. Outro destaque foi a instalação imersiva Favilla – Ogni luce una voce (Faísca – Uma luz para cada voz), patrocinada pela Ford e que envolvia os visitantes em um deslumbrante show de imagens, feixes e flashes dentro de um domo. Empresas e profissionais brasileiros também estiveram presentes nesta verdadeira festa do design. Saccaro, Butzke, A Lot Of e Moora expuseram suas novidades em estandes próprios no Salão do Móvel, enquanto as mostras paralelas Brazil S/A, Rio+Design e Made (Mercado de Arte e Design) ocuparam outros espaços pela cidade. A Brazil S/A levou à Universidade de Milão criações de 60 profissionais brasileiros, como Guto Requena, Marcelo Rosenbaum, Estúdio Fetiche, Henrique Steyer e Fernando Jaeger. Uma área especial foi dedicada a uma homenagem ao designer Sergio Rodrigues, morto no ano passado, com 16 de suas mais icônicas peças. Já a Rio+Design, em sua sétima edição, montou um espaço de 300 m² na Via Tortona.Com o tema Madeira e tecnologia no design do Rio de Janeiro, a mostra reuniu nomes como Zanini de Zanine, Guto Índio da Costa e Bruno Jahara. Por fim, o Made instalou-se no Pallazzo Litta, promovendo a qualidade do design brasileiro no exterior, com obras dos Irmãos Campana, de Hugo França, Claudia Moreira Salles, Domingos Tótora, Carol Gay, Maurício Arruda e vários jovens talentos.

51


ESPECIAL DECORAÇÃO E DESIGN

Ambiente criado pela Mobly para a mostra Morar Mais Por Menos, em 2014

MÓVEIS A UM CLIQUE QUEM AINDA PENSA QUE OS SITES DE E-COMMERCE SÓ SERVEM PARA compras pequenas, como livros, CDs, eletroportáteis e calçados esportivos precisa rever seus conceitos. As lojas virtuais de móveis e objetos de decoração estão conquistando mais e mais clientes e oferecendo serviços cada vez melhores. A Mobly, que é a maior empresa de comércio desse setor na web brasileira, tem mais de 60 mil itens de 650 marcas em seu portfólio, recebe em média 6 milhões de acessos por mês e acaba de ampliar seu centro de distribuição em Jundiaí de 10 mil m² para 29 mil m². “Queremos oferecer aos nossos clientes não apenas um produto, mas a forma de melhor adquiri-lo e aproveitá-lo”, garante Victor Noda, um dos sócios-fundadores da Mobly, que tem como acionistas o Banco JP Morgan, o fundo sueco Kinnevik e o grupo Rocket, que também investe em outras empresas pontocom, como a Dafiti, a EasyTaxi e a Kanui. Criada em 2011, a Mobly hoje já é considerada uma das principais referências para compradores, arquitetos, designers e decoradores. Outros bons exemplos de e-commerces de móveis e acessórios de decoração são o Muma, o Oppa, o WestWing, o LojasKD, o Abracasa e o VouLevar. Cada um no seu nicho, foram criados para atender um determinado tipo de consumidor. Até nas redes mais tradicionais de comércio de itens de decoração, as lojas virtuais vêm representando a cada ano uma parcela maior nas vendas totais. As lojas físicas funcionam como showrooms, onde os clientes podem “testar” os produtos e senti-los de perto. Na Etna, por exemplo, o site trabalha com 13 mil itens e funcionários provendo apoio por meio de um chat online para esclarecer as eventuais dúvidas. Na Tok

52 | 29HORAS | Maio 2015

Stok, que possui 42 lojas espalhadas pelo país – de Fortaleza a Porto Alegre -, o site vem se consolidando como um importante canal de vendas. “A participação de nossas vendas pela internet tem crescido significativamente. Nesse 1º trimestre de 2015, elas cresceram 50% em relação ao mesmo período do ano anterior”, afirma Nilo Signorini, diretor de planejamento comercialda empresa. O site recebeu 3 milhões de visitantes ao mês. Para as lojas físicas terem esse mesmo movimento, cada uma teria que receber 2.500 visitantes por dia! Praticamente todos os 12 mil itens oferecidos nas lojas da Tok Stok podem ser adquiridos pelo site, com exceção de alguns produtos artesanais que têm grandes variações de cor, estampa, tamanho. Os best sellers são os sofás, as poltronas, as estantes e as cadeiras, mas o site não é apenas uma ferramenta de venda, ele também é um canal para a empresa se comunicar com os clientes e saber melhor o que eles desejam. “O site é fundamental para ‘seduzir’ o cliente: mostrar possibilidades, dar informação, sugerir novidades. Ele funciona também como um grande catálogo que traz dicas de decoração e soluções para os ambientes. Vemos que existe uma forte sinergia entre as vendas físicas e virtuais - muitos clientes chegam à loja com um ‘orçamento’ ou páginas de produtos impressas pelo site, já sabendo exatamente o que querem comprar; outros, ao contrário, vão à loja, consultam preços e produtos, e acabam deixando para fechar a compra em casa, pela internet. Isso acontece muito naturalmente e fazemos questão de garantir mesmos preços no físico e no virtual, justamente para deixar o cliente totalmente à vontade”, finaliza Signorini.

FOTOS DIVULGAÇÃO

LOJAS VIRTUAIS LEVAM O UNIVERSO DA DECORAÇÃO À SUA CASA COM PRATICIDADE E MUITA INFORMAÇÃO


ESPECIAL DECORAÇÃO E DESIGN

Os programas Ao Estilo de Candice no Discovery Home & Health (à esq.) e Operação Design no Fox Life (à dir.) dão dicas de decoração

LIGUE A TV E REFORME A SUA CASA PROGRAMAS DO GNT, DA FOX LIFE E DO DISCOVERY HOME & HEALTH CONQUISTAM A AUDIÊNCIA DANDO DICAS E REPAGINANDO AMBIENTES

O BRASIL VIVEU NOS ÚLTIMOS ANOS UM BOOM IMOBILIÁRIO QUE PROPIciou que muita gente conseguisse finalmente comprar sua primeira casa ou apartamento. Mas, depois de assinada a escritura e feita a mudança, muita gente começou a se dar conta de que a decoração e a criação de ambientes bonitos, baratos e funcionais não é exatamente uma tarefa simples. É aqui que entram as mostras de decoração, as revistas e os programas especializados em design de interiores. No canal GNT, o sDecora já está no ar há anos, mas nas duas últimas temporadas passou a ser apresentado pelo arquiteto e designer Marcelo Rosenbaum. A cada episódio, Rosenbaum atende a um dos pedidos entre os “vídeos denúncia” de cômodos em péssimo estado ou mal aproveitados e arregaça as mangas para deixá-los a altura do sonho dos participantes. O arquiteto mostra parte do seu projeto para a reforma em um gráfico 3D animado e, assim, o telespectador pode ter uma prévia de como vai ficar o ambiente. “Gosto de reaproveitar móveis e incluir peças que tenham valor afetivo”, afirma Rosenbaum. O programa vai ao ar toda terça-feira, a partir das 22h30. O objetivo é que as pessoas se inspirem com as soluções apresentadas na TV e as reproduzam em casa.

54 | 29HORAS | Maio 2015

No Discovery Home & Health, as principais atrações da porção “Home” do canal são o Reforma relâmpago e o Ao Estilo de Candice. No Reforma relâmpago, que vai ao ar às segundasfeiras, às 18h, os apresentadores destroem e refazem cozinhas, banheiros e quartos inteiros. Em Ao estilo de Candice, exibido logo a seguir, às 19h, a designer canadense Candice Olson promove grandes transformações nos mais diversos ambientes, ao mesmo tempo que transmite aos telespectadores de uma maneira irreverente os princípios básicos do design de interiores. No Fox Life, os destaques para quem gosta de decoração são os programas Design original e Operação design. O primeiro é comandado por Robert e Cortney Novogratz e exibido todos os dias, às 10h. Já Operação design, transmitido na sequência, às 10h30, tem uma peculiaridade interessante: é apresentado por Antonio Ballatore, vencedor da 4ª edição do Design star, reality show em que os participantes são desafiados a transformar ambientes com tempo e dinheiro limitados. Hoje, Ballatore já projetou restaurantes, boates, lojas e residências em Manhattan e construiu cenários para grandes fotógrafos como Annie Leibovitz e David LaChapelle.


M E E T I N G 2 015

Vem aí o mais completo encontro corporativo do país: o Meeting 2015 de Governança Sustentável. Uma iniciativa exclusiva da Consulting House, que reunirá grandes palestrantes e cases empresariais. Uma oportunidade única de relacionamento e negócios junto aos maiores líderes do mercado.

INICIATIVA:

WWW.CONSULTINGHOUSE.COM.BR

|

11 2109-6500

PROJETOS@CONSULTINGHOUSE.COM.BR

Leo Burnett Tailor Made

Adicione de uma só vez 300 líderes de empresas ao seu círculo de relacionamentos.


ESPECIAL DECORAÇÃO E DESIGN MODA “VESTE” AS CASAS COM ESTILO

GRIFES FAMOSAS DAS PASSARELAS APOSTAM NO DESENVOLVIMENTO DE PEÇAS PARA ADORNAR AS MESAS E OS AMBIENTES MAIS DESCOLADOS

ACABA DE TERMINAR MAIS UMA EDIÇÃO DA SÃO PAULO FASHION Week, com o lançamento das novas tendências para o verão 2015/2016. Mas vários dos estilistas que criaram as roupas que em breve estarão nas ruas também desenvolvem itens que não serão vistos nas praias, nos parques e nas baladas. Com uma frequência cada vez maior, esses criadores vêm se ocupando de desenhar móveis, tecidos e objetos de decoração. No Salão de Milão, por exemplo, a Maison Emilio Pucci se associou à Kartell para lançar novas versões para a poltrona Madame, e a Armani apresentou uma coleção linda de luminárias, móveis e tapetes. Aqui no Brasil, estilistas como Amir Slama, Alexandre Herchcovitch, Ronaldo Fraga e Sergio K já têm vários produtos para mesa, banho e etc, enquanto marcas como Daslu e Le Lis Blanc possuem lojas inteiras exclusivamente dedicadas aos objetos de decoração. Veja a seguir algumas criações de grifes da moda que podem deixar a sua casa mais fashion:

Vaso de porcelana com 34 cm de altura da linha Le Jardin de Versace Versace. R$ 4.297 na Grifes & Design

Capacho de vinil Hot Girls Sergio K Home. R$ 298 em www.dafiti.com.br

56 | 29HORAS | Maio 2015


Saboneteira Caveira Alexandre Herchcovitch. R$ 39,90 na Tok Stok

Mouse pad Bolacha Maria Ronaldo Fraga. R$ 12,90 na Tok Stok

Bowl Flores de Verão Amir Slama. R$ 29,90 na Tok Stok

Jogo de quatro xícaras com pires da linha Tao Garden Kenzo. R$ 840 na Grifes & Design

Caneca de porcelana bege Burberry. R$ 28 na Roberto Simões

Tok Stok – Avenida Eusébio Matoso, 1.231, Pinheiros, tel. 3583-4700. Roberto Simões – Rua dos Macunis, 140, Alto de Pinheiros,  tel. 3816-4187. Grifes & Design – Alameda Gabriel Monteiro da Silva, 819, Jardim Paulistano, tel. 3062-1251.


COMER, BEBER, VIVER

POR GEORGES HENRI FOZ

PURO PRAZER NAS ALTURAS

CRÔNICA DE UMA VISITA A UM LUGAR EXCEPCIONAL

58 | 29HORAS | Maio 2015

São Paulo vista do bar do Terraço Itália: a cidade pulsa com suas luzes

dos como se estivessem saídos para ir ao teatro. Me senti como se só eu ainda não conhecesse o lugar. Drinques impecáveis, do Negrone ao dry martini. Um cardápio enxuto e bem resolvido, todo ancorado na mozarela e capaz de resolver o seu jantar. Esse conceito de mozarela-bar foi trazido da Itália pelos donos. Muito legal e honesto. Fora que, finalmente, consegui entender o layout da cidade como se estivesse vendo um mapa de cima. Das marginais à Paulista, e olhando por cima do Minhocão, está tudo ali. Adorei! Nunca entendi tão bem a planta da nossa cidade. Pra tomar um ar ou fumar um charuto, aparece uma varanda que é puro luxo e ainda dá direito a apreciar as curvas do edifício Copan de uma perspectiva única. Estamos ao lado e ainda mais alto que ele. Um show. Pra vocês terem uma ideia, voltei no dia seguinte ao saber que às terças o espaço abriga um show de blues primoroso liderado pelo quarteto do Adriano Grineberg. Imagine o lugar que descrevi acima com direito a um som ao vivo de primeira, rolando obras-primas do Clapton, John Lee Hooker e BB King (com quem ele já tocou, entre outras lendas) e muito mais. Aliás, essa banda se apresenta toda terça, presenteando o público com um show da mais alta qualidade. Nem preciso dizer que minha convidada era só sorrisos. Até! georges@29horas.com.br

DIVULGAÇÃO

Numa segunda-feira de abril recebi uma visita muito especial e logo me preocupei com o lugar a escolher para curtir uma noitada elegante e sem estresse. Isso porque já faz algum tempo que as questões de segurança, a iluminação das ruas e a crise que estamos vivendo vem fechando a maioria dos estabelecimentos nas segundas e quartas. Parece que a cidade só acorda na quinta. Resolvi mudar de bairro e ir rumo ao nosso downtown que não para nunca, ainda mais à noite. Destino: Edifício Itália. Mas não o restaurante, o piano bar. Foi uma noite muito especial. A começar pela chegada que se faz por dois elevadores: um que te leva do térreo para o 31º andar e outro que vai do 31º até o 41º, ambos com seus respectivos e educados ascensoristas. Depois suba por uma escada até o 42º andar. Aliás, é tudo chique. Da saída do elevador até o piano bar os pisos e as paredes são revestidas em mármore. A impressão que dá ao entrar neste lugar, de vista deslumbrante, é de admiração e alívio. Não sei porque (talvez pelo trajeto e pelos 42 andares), mas a sensação é de segurança total, risco zero de assalto (bem diferente de lá embaixo) e com um tapete de estrelas aos pés. São tantas luzes, a imensidão da cidade impressiona. Tive essa sensação parecida talvez na torre Eiffel, em Paris, ou em Vegas em algum top floor, mas longe de ter essa extensão do tapete iluminado. São Paulo é gigante. Várias mesas elegantes ao redor do contorno envidraçado e um bar rebaixado cravado no meio fazem desse lugar um dos mais mágicos e mais agradáveis que já estive, não só em São Paulo mas pelo mundo. Ao lado do bar me chamou a atenção o piano e um espaço para um provável conjunto. Dali pra frente continuamos tendo só boas surpresas. Garçons atenciosos oferecendo um serviço de primeira e um público dos mais variados. Casais e pequenos grupos de todas as idades e nacionalidades, todos arruma-


ADEGA

POR DIDÚ RUSSO

AFINAL O QUE É UM VINHO LARANJA?

RESULTADO DE UM PROCESSO DE FERMENTAÇÃO DIFERENTE, A BEBIDA VOLTA A CONQUISTAR O PALADAR DE MUITOS APRECIADORES DE VINHO

Esses vinhos, dos quais sou grande apreciador, apresentam, além dessa cor, uma exuberância de aromas de evolução muito sedutores. Florais, de frutas maduras, de camomila, de abricot maduro etc. Eles variam também de acordo com as castas (tipo de uva) utilizadas. Mas o vinho laranja, na verdade, não tem nada de moderno. Pelo contrário, é como se fazia o vinho antigamente. Com o tempo, se abandonou esse processo com as uvas brancas, pois elas se oxidavam muito rapidamente. Agora ele está bem na moda e uma das razões é o sucesso e o reconhecimento de um vinho chamado Gravner, que é produzido na Itália, no Friulli-Venezia-Julia. Seu produtor, Josko Gravner, que fazia o melhor Chardonnay da Itália e tinha o reconhecimento de todos os

60 | 29HORAS | Maio 2015

Com gradações de cor variadas, este vinho é a bebida da hora

guias de vinho famosos, resolveu abandonar os vinhos que fazia, as prensas pneumáticas e todo seu equipamento caríssimo e passou a fazer vinhos fermentados em ânforas que ele importa da Georgia, berço da história do vinho. Num primeiro momento chamado de louco, Gravner insistiu em seu estilo de vinho ancestral e, hoje, com seu Gravner da uva Ribolla Gialla, conquistou novamente o respeito da crítica e é aclamado mundo afora. Alguns vinhos laranja que você pode encontrar para provar: Gravner (importadora Decanter), Renosu Dettori da Sardenha (Decanter), Attens Ramato Pinot Grigio (Importadora Ravin), Era dos Ventos Peverella (vinho brasileiro) e Dominio Viacari Sauvignon Blanc, também brasileiro. Estes dois você encontra na Enoteca Saint Vin Saint em São Paulo. Saúde! www.didu.com.br

DIVULGAÇÃO

Muito se tem falado de vinho laranja. Muitos se perguntam o porquê do sucesso e o que seria isso. O vinho laranja é um vinho de uvas brancas que fermentou com as cascas (coisa que habitualmente não se faz em vinhos brancos convencionais). Isso gera uma cor alaranjada, cobreada ou âmbar à bebida, daí o nome de batismo “vinho laranja”.


POR KIKE MARTINS DA COSTA 5H ÀS 11H

11H ÀS 17H

72

76

Milhares de corredores participam da 21ª Maratona de São Paulo

O estrogonofe do Via Castelli faz sucesso há décadas em Higienópolis

17H ÀS 23H

23H ÀS 29H

76

70

Maria Rita canta hits de sua mãe no show-tributo Elis, 70, no Anhembi

AGENDA 29H

Os shots e drinques são as grandes atrações no bar Doca

CRISE? QUE CRISE? MAIO ESTÁ BOMBANDO!

FOTOS DIVULGAÇÃO

DEIXE O BAIXO ASTRAL EM CASA! A CIDADE TEM NOVOS RESTAURANTES, GRANDES EXPOSIÇÕES E ÓTIMOS ESPETÁCULOS Venha para a rua você também! Mas não para protestar, por favor, tem tanta coisa melhor para se fazer nesta cidade em maio. Se você é do tipo que só sai de casa para comer, vale a pena conhecer o novos Bossa e Ici Brasserie, nos Jardins, o Cha-Chá (no Itaim), o La Reina (em Pinheiros) e o café e restaurante Manioca, dentro do Shopping Iguatemi. Agora, se o seu negócio é curtir um bom espetáculo musical, a programação deste mês tem boas opções: Gilberto Gil, João Bosco e muitos outros grandes nomes da MPB participam do tributo Elis, 70, e a diva do soul Sharon Jones se apresenta no HSBC Brasil. Quer mais? No Ginásio do Ibirapuera, o Disney on ice agita a garotada e Ney Matogrosso inaugura o mais novo palco da cidade, o Teatro Porto Seguro. Quem curte dança também terá bons motivos para sair

de casa: Deborah Colker estreia nova coreografia no Teatro Sergio Cardoso e, no Auditório Ibirapuera, o festival Boticário na Dança reúne grandes companhias nacionais e estrangeiras. Nos cinemas, os fãs dos blockbusters vão se entreter com a refilmagem de Mad Max, enquanto a turma cult vai arranjar assunto para suas discussões cabeçudas após assistir Miss Julie, dirigido pela sueca Liv Ulmann. E, para quem não abre mão de uma grande exposição de arte, o Instituto Tomie Ohtake recebe a uma sensacional mostra com obras do catalão Joan Miró, enquanto a Faap abre espaço para o talento dos artesãos da grife francesa Hermés. Cansou? Então relaxe com os tratamentos da Spa Week.

kikecosta@uol.com.br

63


MAIO

02 SÁBADO 5H ÀS 11H

VIAGEM SEGURA A Samsonite acaba de trazer para o Brasil a linha de malas rígidas Lite-Locked, com exclusivo sistema de bloqueio em apenas três pontos, sem zíper. Elas são revestidas com Curv, material ultraleve e ultrarresistente que não risca, não amassa e absorve impactos. A mala de bordo custa R$ 1.290, e a tamanho G sai por R$ 1.890. Para saber onde encontrá-las, ligue no SAC 0800 777 9981.

11H ÀS 17H

ARTE NA LONA A Mônica Filgueiras Galeria apresenta a exposição Grafismos, de Marcos Pereira de Almeida. O artista se apropria de letras e símbolos para compor seus trabalhos. Tinta acrílico e costuras são utilizados sobre as lonas de caminhão usadas, que servem de suporte. As pinturas, em grandes formatos, ficam suspensas em chassis rústicos. Rua Bela Cintra, 1.533, Jardins, tel. 3082-5292.

A rede de sorvetes Los Três Paleteros tem 27 sabores fixos em seu cardápio, como os picolés de pistache persa, de manga com pimenta, de Romeu & Julieta e de banana recheada com Nutella. Além desses, há também edições limitadas – coleções sazonais com sabores que ficam disponíveis apenas por um determinado tempo. Esse é o caso, por exemplo, do Bland Branco, feito de damascos da Turquia envoltos por uma luxuriante e cremosa camada de chocolate branco. Alameda dos Maracatins,1.769, Moema, tel. 3044-4471.

17H ÀS 23H

Em cartaz no Teatro Sergio Cardoso até o dia 10, o musical A comédia das maldades traz em seu elenco Érico Brás, Mariana Santos e Françoise Forton, entre outros. A montagem conta a saga de um produtor de espetáculos de variedades na vã tentativa de transpor a burocracia de uma misteriosa corporação. Ingressos de R$ 30 a R$ 50. Rua Rui Barbosa, 153, Bela Vista, tel. 3288-0136.

PALETAS BRAZUCO-MEXICANAS

11H ÀS 17H

NOVIDADES FRANCO-ITALIANAS

O Rive Gauche Cuisine, restaurante de Ida Maria Frank instalado no 3º piso do Shopping Cidade Jardim, está com novas receitas franco-italianas no seu cardápio. Criadas pelos chefs Giampiero Giuliani e Luciano Gama, as novidades incluem escargots à Borgonha, o linguado à Belle Meuniere com batatas torneadas, o jarret de vitelo com risoto de alecrim e os sofiotis recheados com pato ao molho do assado. Na hora da sobremesa, experimente os crêpes Suzette. Avenida Magalhães Castro, 12.000, Real Parque, tel. 3758-2616.

Em cartaz apenas até hoje no Espaço Parlapatões, a peça Quando eu era bonita reúne duas mulheres em uma mesa de bar. Entre um remedinho e uma bebidinha, elas dançam, falam mal dos outros e relembram, sem nenhum pudor, dos bons tempos em que bebiam e nem ficavam bêbadas. Ingressos a R$ 40. Praça Franklin Roosevelt, 158, Consolação, tel. 3258-4449.

23H ÀS 29H

BALADAÇA NON STOP Começa hoje e vai até a madrugada de domingo para segunda no Parque Maeda, em Itu, a festa Tomorrowland Brasil. A animação ficará por conta de dezenas de DJs, como o holandês Armin van Buuren, o francês David Guetta e os brasileiros Marky, Mau Mau, Patife e Renato Ratier. Ingressos a partir de R$ 140. Rodovia Archimedes Lamoglia (SP 75), km 18, Itu, www.tomorrowlandbrasil.com.

64 | 29HORAS | Maio 2015

REVISTA MUSICAL

IMPROVISACIÓN

23H ÀS 29H

17H ÀS 23H

DOIDAS DEMAIS

Em A toda prueba, em cartaz à meia-noite no Espaço Parlapatões, quatro atores colombianos, um músico e um iluminador criam histórias totalmente improvisadas, sem roteiros nem partituras musicais. Nada do que a plateia assiste está preparado – e nunca existe uma apresentação igual a outra. Ingressos a R$ 40. Praça Franklin Roosevelt, 158, Consolação, tel. 3258-4449.

FOTOS DIVULGAÇÃO

5H ÀS 11H

01 SEXTA


03 DOMINGO 04 SEGUNDA 5H ÀS 11H

5H ÀS 11H

AMADO NO PALCO

MIMO NA ALMA

11H ÀS 17H

O Circuito Macu de Teatro apresenta a peça Relicário, com texto inspirado na obra O gato malhado e a andorinha Sinhá, de Jorge Amado. O elenco da montagem é composto por alunos da Escola Macunaíma de Teatro, que têm a oportunidade exercitar, desde cedo, a interpretação num palco de verdade. Ingressos a R$ 16. Rua Adolpho Gordo, 238, Barra Funda, tel. 3217-3400.

11H ÀS 17H

PAELLA PERFEITA A importadora Mr. Man traz para o Brasil o arroz para paella da marca ibérica El Avión (R$ 12 o pacote com 500 g). O produto pode ser adquirido no showroom da marca ou pelo site www.mrman.com.br. Os grãos têm comprimento igual ou inferior a 5,2 mm e são ideais para o preparo desse prato tipicamente espanhol. Rua Beatriz, 150, Vila Madalena, tel. 3030-7100.

O restaurante Mimo, da empresária Fernanda Duarte e do chef Volney Ferreira, acaba de introduzir deliciosas novidades em seu cardápio. Entre elas, vale destacar as costeletas de cordeiro servidas com espinafre salteado e polenta com grãos de feijão-fradinho passada na chapa ou ainda o duo suíno (filé e barriga), acompanhado de repolho e maionese de batatas ao zimbro. Rua Caconde, 118, Jardim Paulista, tel. 3052-2517.

17H ÀS 23H

ZINGG NO IMS O Instituto Moreira Salles apresenta a exposição David Drew Zingg: Imagem sobre imagem, dedicada ao trabalho do fotógrafo norte-americano morto no ano 2000. A mostra reúne cerca de 70 imagens de cartazes, letreiros e anúncios em meio a construções, ruas e pessoas. Entrada gratuita. Rua Piauí, 844, 1º andar, Higienópolis, tel. 38252560.

Na peça Chuva constante, em cartaz no Teatro Vivo, Malvino Salvador e Augusto Zacchi interpretam dois policiais, amigos de longa data, que se veem envolvidos em acontecimentos que afetarão suas vidas para sempre. A amizade e a lealdade deles é posta à prova. Na Broadway, Daniel Craig e Hugh Jackman foram os protagonistas da montagem. Ingressos a R$ 80. Avenida Dr. Chucri Zaidan, 860, Brooklin, tel. 97420-1520.

CHUVA & REVELAÇÕES

EL REGRESO DE LA REINA

O chef Fellipe Zanuto, da Pizza da Mooca, acaba de lançar quatro novas coberturas para suas caprichadas e saborosas redondas. São elas as clássicas Carbonara (molho bechamel, ovo, pancetta, parmesão e salsinha) e Marinara (alho, orégano e molho) e duas criações próprias: Patatine (molho bechamel, batata, alecrim e mussarela) e a Verano (mussarela, pancetta, pimenta dedo-de-moça, azeitonas pretas e manjericão). Rua Guaimbé, 439, Mooca, tel. 2601-4653.

A chef Renata Braune acaba de abrir em Pinheiros o La Reina Deli Bar. No cardápio, comidinhas brasileiras com influências mediterrâneas sem pretensões. Para petiscar e compartilhar, a casa oferece porções de croquetas de jamón, pintxos e deliciosos bolinhos de arroz. Para apetites maiores, há sanduíches com pães feitos no forno à lenha. Quem quiser algo ainda mais substancioso pode provar pratos como o polpettone com batatas bravas e rúcula, o frango assado na cerveja e o picadinho carioca da gema com arroz, abóbora assada, farofa de ovo e banana grelhada. Rua Joaquim Antunes, 621, Pinheiros, tel. 2366-0216.

VODCA MUTANTE

23H ÀS 29H

23H ÀS 29H

17H ÀS 23H

PIZZA DA HORA

Acaba de chegar ao mercado a nova vodca premium russa Stolichnaya da série limitada Night Edition. Inspirada na vida noturna, a garrafa muda de cor e design quando gelada. Ao ser resfriada a 15°C, ela revela um rótulo “frosted” (gelado), com inusitados elementos gráficos. A garrafa com 750 ml está à venda por R$ 76,90 no site www.bebidaonline.com.br.

65


MAIO

06 QUARTA 5H ÀS 11H

PAISAGENS DA NOITE E DO DIA A Galeria Lume exibe até o dia 11 Noite clara, dia escuro, mostra de Kilian Glasner com 11 trabalhos feitos com carvão, nanquim e pastel. O artista pernambucano constrói paisagens e aborda sua relação com a natureza, retratando locais que fazem parte do seu ambiente – alguns reais e outros que só existem na sua imaginação. Rua Gumercindo Saraiva, 54, Jardim Europa, tel. 4883-0351.

11H ÀS 17H

VIAJE NAS VIAGENS Começa hoje e vai até o dia 8 no Pavilhão da Bienal a 5ª edição da Travelweek, um evento exclusivo e inovador que antecipa as mais incríveis tendências de viagem e novos caminhos para o mercado de turismo de luxo. O evento reúne consultores de viagens top, empresas aéreas e representantes de hotéis do mundo todo, de A a Z, do Amanpuri (na Tailândia) ao Zorah Beach Hotel (no Ceará). Avenida Pedro Álvares Cabral, s/ nº, Parque do Ibirapuera, tel. 3060-5000.

Começa hoje no Auditório Ibirapuera a 3ª edição do Festival O Boticário na Dança. A programação começa com a apresentação do aclamado Akram Khan, de Bangladesh, que traz o espetáculo Torobaka, em parceria com o espanhol Israel Galván. Ingressos a R$ 20. Avenida Pedro Álvares Cabral, s/ nº, entrada pelo portão 2 do Parque do Ibirapuera, tel. 3629-1075.

17H ÀS 23H

5H ÀS 11H

05 TERÇA

Ney Matogrosso apresenta hoje seu show Atento aos sinais para marcar a inauguração do Teatro Porto Seguro. Com plateia térrea, frisas e balcão, a sala de espetáculo tem capacidade para acomodar 508 pessoas, incluindo portadores de necessidades especiais (obesos e cadeirantes). O backstage tem infraestrutura para atender a diferentes exigências técnicas de produção. Os ingressos custam de R$ 120 a R$ 180 e estão à venda pelo site www.ingressorapido.com.br. Alameda Barão de Piracicaba, 740, Campos Elíseos, tel. 3223-2090.

DANÇA CONTEMPORÂNEA

11H ÀS 17H 17H ÀS 23H

SUSHIS NO “CAPRISHO” Inaugurado em 2012, a partir da parceria do grupo Kappa com o chef Adriano Kanashiro, o Kappa & Kanashiro agora lança novos sushis maçaricados e trufados. Vale a pena provar o sushi de barriga de salmão no maçarico e o sushi de dourado do mar com ovas de tobiko e teriyaki trufado, entre outras novidades. Eles podem ser encontrados no rodízio, que custa R$ 86. Na hora da sobremesa, prove a cremosa e deliciosa torta de limão brulé (também feita no maçarico). Rua Leopoldo Couto de Magalhães Jr., 524, Itaim, tel. 2691-8003.

A banda The Horrors é a atração de mais uma edição do Popload Gig, esta noite no Beco. Liderado por Faris Badwan, o quinteto volta ao Brasil para divulgar o lançamento de seu quarto álbum, Luminous, um dos mais vendidos no Reino Unido no ano passado. Os ingressos custam R$ 140 e estão à venda pelo site www.sympla.com.br/poploadgig. Rua Augusta, 609, Consolação, tel. 3969-0283.

NEY EM PALCO NOVO

MUITO ALÉM DO SAQUÊ

O Boteco São Bento tem diversas opções de bolinhos em seu cardápio para as pessoas compartilharem à mesa. Tem o bolinho São Bento (com massa de mandioca e recheado com carne-seca), bolinhos de arroz de carne louca e de bacalhau. Quer mais? Então prove também os croquetes de camarão, de carne ou de calabresa! Rua Leopoldo Couto Magalhães Jr., 480, Itaim, tel. 3074-4389.

O Mori Sushi Ohta está com uma nova carta de drinques, criada pelo mixologista Paulo Ravelli. Entre as novidades, destaque para o Piscolito (pisco, creme de abacaxi, xarope de baunilha, especiarias, licor e grapefruit macerada) e para o Xangô (cachaça, geleia de acerola, hortelã, limão Taiti, limão de cereja e bitter de laranja). Rua da Consolação, 3.610, Jardins, tel. 3898-2977.

66 | 29HORAS | Maio 2015

FOTOS DIVULGAÇÃO

ALTA BOTECAGEM

23H ÀS 29H

23H ÀS 29H

ROCK GÓTICO


08 SEXTA 5H ÀS 11H

COTIDIANO SOBRE DUAS RODAS Até domingo, o Museu da Casa Brasileira, em parceria com o Consulado da Holanda, apresenta a exposição Pedalá e cá. A mostra exibe painéis, textos e imagens sobre a experiência holandesa do uso da bicicleta no dia a dia. Expõe também vídeos e uma bicicleta criada pelo estúdio Van Moof Design. Avenida Brig. Faria Lima, 2.705, Jardim Europa, tel. 3032-3727.

11H ÀS 17H

VINHOS PARA AS MAMÃES Para o Dia das Mães, a importadora Expand listou vinhos para a celebração desta data tão especial. Quer um bom branco? Então compre o delicado Oops Sauvignon Blanc (R$ 55), do Chile. Prefere um refrescante rosé? Então fique com o Le Fleur D’Or (R$ 180), da Borgonha. Se o clima pede um tinto de corpo médio, opte pelo argentino Castillo Del Valle Reserva Bonarda (R$ 68). Vendas pelo tel. 3017-3000.

Em italiano, Cavatappi significa saca-rolha. Esse é também o nome da massa em forma de hélice que chega aos restaurantes Spoleto para ser consumida com molho Alfredo, caprese, carbonara ou bolonhesa clássico. Vendida a preços a partir de R$ 12,90, está disponível nas 350 unidades da rede, como a do Shopping Eldorado. Avenida Rebouças, 3.970, Pinheiros, tel. 3816-6345.

17H ÀS 23H

5H ÀS 11H

07 QUINTA

A Cia. Antonio Nóbrega de Dança estreia o espetáculo Pai hoje no Auditório Ibirapuera, na programação do festival Boticário na Dança. A nova coreografia, além de dirigida por Antonio Nobrega, conta também com a sua atuação ao lado dos sete bailarinos que integram a companhia. Neste trabalho, o pernambucano aprofunda sua pesquisa em torno de uma dança brasileira contemporânea resultante do imaginário corporal popular da nossa gente. Ingressos a R$ 20. Avenida Pedro Álvares Cabral, s/ nº, entrada pelo portão 2 do Parque do Ibirapuera, tel. 3629-1075.

RETORCIDINHA

ALMOÇO NOTA DEZ POR R$ 55

11H ÀS 17H

O chef Jefferson Rueda, do restaurante Attimo, acaba de lançar seu novo Zécutivo, um cardápio especial para o almoço, que inclui couvert, entrada, prato principal e sobremesa, por R$ 55. Às quintas-feiras, o menu inclui tomate assado com carne picada na faca, legumes e aliche ou capelini com camarões e rúcula de entrada, porco, batata-doce roxa e legumes crocantes ou pescado, arroz e grãos como prato principal e, para finalizar, parfait de manga ou fruta do dia. Rua Diogo Jácome, 341, Vila Nova Conceição, tel. 5054-9999.

17H ÀS 23H

MOVIMENTO À BRASILEIRA

Estreia hoje nos cinemas O exótico Hotel Marigold 2, dirigido por John Madden. Nesta continuação, Sonny Kapoor busca tempo para expandir os negócios enquanto se prepara para se casar com Sunaina. Com o hotel Marigold lotado, ele precisa de uma outra propriedade para receber novos hóspedes. No elenco, Richard Gere e os veteranos Bill Nighy, Judi Dench e Maggie Smith.

RAP E HIP HOP NA BARRA FUNDA

A BAIANA E O GAÚCHO

A atração de hoje no Via Marquês é um show da banda norte-americana B.O.N.E Thugs In Harmony, quinteto de hip hop com um estilo bem próprio, uma mistura de versos rápidos e batidas altamente harmônicas. É desse grupo a autoria de Crossroads, um dos maiores hits de 1995. Ingressos de R$ 80 a R$ 150. Avenida Marquês de São Vicente, 1.589, Barra Funda, tel. 2027-0777.

Como parte do projeto Natura Musical, a cantora Gal Costa interpreta hoje de noite no HSBC Brasil composições de Lupicínio Rodrigues. No repertório desta apresentação da baiana estão clássicos como Vingança, Ela disse-me assim e Volta. Ingressos de R$ 50 a R$ 240. Rua Bragança Paulista, 1.281, Chácara Santo Antônio, tel. 4003-1212.

23H ÀS 29H

23H ÀS 29H

FESTA NA ÍNDIA

67


MAIO

09 SÁBADO 10 DOMINGO 5H ÀS 11H 11H ÀS 17H

Para celebrar o Dia das Mães, a Casa de Portugal programou um almoço com direito a show do cantor Roberto Leal. No cardápio, bacalhau à Gomes de Sá, escalopes à Marrare, caldo verde, toicinho do céu, areias de Cascais, vinho do Porto, bagaceira e café. Ingressos de R$ 170 a R$ 220. Avenida da Liberdade, 602, Liberdade, tel. 3273-5555.

17H ÀS 23H

JOIAS COMESTÍVEIS A Pissani Massas Gourmet acaba de abrir sua terceira boutique na cidade, agora no Itaim. Além de mais de 40 variedades de massas recheadas, a loja comercializa trufas, foie gras, azeites especiais, acetos balsâmico, especiarias e uma seleção de vinhos e cervejas artesanais de qualidade premium. Rua Pedroso de Alvarenga, 677, Itaim, tel. 2925-4447.

Como parte do festival Boticário na Dança, o coreógrafo britânico Michael Clark apresenta hoje no Auditório Ibirapuera o espetáculo animal / vegetable / mineral. A trilha sonora tem músicas de Relaxed Muscles, Scritti Politti e Sex Pistols. Ingressos a R$ 20. Avenida Pedro Álvares Cabral, s/ nº, entrada pelo portão 2 do Parque do Ibirapuera, tel. 3629-1075.

23H ÀS 29H

NOVOS PÃES

O gim Tanqueray nº Ten acaba de lançar globalmente sua nova garrafa, com formas inspiradas na silhueta das clássicas coqueteleiras dos anos 20, auge do movimento Art Déco e da era de ouro dos coquetéis. Seu corpo mais translúcido apresenta o vidro em um tom de verde claro, a logomarca na horizontal e o tradicional carimbo vermelho. Feito à base de críticos frescos, botânicos selecionados à mão e um toque final de camomila, o gim está à venda por R$ 169,20 na loja Varanda Frutas. Praça Deputado Dario de Barros, 401, Cidade Jardim tel. 3035-5857.

5H ÀS 11H

A vitrine da PAO – Padaria Artesanal Orgânica está ainda mais recheada. As novidades são resultado de um trabalho feito a quatro mãos pelos padeiros Rafael Rosa e Flavia Maculan. Centeio com iogurte e granola, raspas de limão e ervas da feira, grãos germinados e gergelim são os novos pães que já estão à venda e custam R$ 18 cada. Todos os lançamentos são produzidos a partir de fermentação natural, com farinha de trigo orgânica e sal do Himalaia. Rua Mourato Coelho, 995, Vila Madalena, tel. 2495-2116.

11H ÀS 17H

ALMOÇO À PORTUGUESA

Em cartaz no teatro da Livraria da Vila do Shopping JK Iguatemi, a peça O Gato de Botas conta a famosa história de um gato muito esperto. Por conta de um feitiço da bruxa Genoveva que dá errado, o bichano começa a falar, e aí começa toda a confusão. Ingressos a R$ 30. Avenida Pres. Juscelino Kubitschek, 2.041, Vila Olímpia, tel. 5180-4790.

FELINO ENCANTADO

17H ÀS 23H

BOLA QUE ROLA Começa este fim de semana mais uma edição do Campeonato Brasileiro, o torneio que reúne os 20 principais clubes do futebol nacional. Na abertura, hoje às 18h30, o Palmeiras enfrenta em seu estádio, o Allianz Parque, a equipe do Atlético Mineiro, enquanto o Fluminense encara o Joinville no Maracanã e a Chapecoense recebe lá em Santa Catarina o time do Coritiba.

DANÇA PUNK

TANQUERAY NOTA DEZ

Estreia neste fim de semana nos cinemas a comédia Sorria, você está sendo filmado, dirigida por Daniel Filho. Na trama, Mathias (Bruce Gomlevsky) é um solitário roteirista que posiciona a webcam do seu laptop e se mata com um tiro na cabeça. Logo o porteiro Geneton (Lázaro Ramos), a faxineira Neide (Roberta Rodrigues), o síndico Valdir (Otávio Augusto) e sua esposa Vera (Susana Vieira) chegam ao local. Enquanto a polícia não vem, eles conversam sobre o ocorrido e suas próprias vidas.

68 | 29HORAS | Maio 2015

FOTOS DIVULGAÇÃO

23H ÀS 29H

CÂMERA INDISCRETA


SAÚDE LÍQUIDA

MODERNISMO NA PAREDE

A DoVivo está com novos sucos em seu cardápio de bebidas saudáveis. Entre as novidades, destaque para o Mangujá (manga, maracujá e painço), o Chinoura (cenoura com sementes de chia), o Xocante (beterraba, maçã e gengibre) e o antioxidante Vênus (morango e framboesa). Encomendas e pedidos pelos tels. 4324-8486 ou 4323-8486.

A Galeria Nara Roesler expõe até o dia 16 um conjunto de seis painéis de azulejos de Athos Bulcão, marca registrada da obra do artista carioca morto em 2008, pioneiro no muralismo com azulejos. É a primeira vez que a reedição das obras originais será mostrada em São Paulo. Avenida Europa, 655, Jardim Europa, tel. 3063-2344.

5H ÀS 11H

5H ÀS 11H

11 SEGUNDA 12 TERÇA 11H ÀS 17H

VEGETARIANO SOBRE RODAS O restaurante Veggies na Praça, famoso entre a turma vegetariana e que antes funcionava num local fixo, em frente à Praça Buenos Aires, agora é Food Truck. No cardápio, tem salada no pote, hambúrguer vegetariano, moqueca de legumes, estrogonofe de cogumelos e pastéis de queijo, tomate e orégano. Para saber onde ele está agora, acesse www.facebook.com/veggiesnapraca.

17H ÀS 23H

FRATERNITÉ & SAVEUR

Quem se apresenta hoje na Sala São Paulo é a AustroHungarian Haydn Philharmonic Orchestra – parte da temporada 2015 do Mozarteum Brasileiro. Fundada em 1987, a orquestra executa a sinfonia nº 92 de Haydn e os concertos para piano de Mozart nº 19 e nº 25. A regência é de Alexander Lonquich. Ingressos de R$ 130 a R$ 400. Praça Júlio Prestes, 16, Bom Retiro, tel. 3367-9500.

11H ÀS 17H

Quem se cadastra no Chez Oscar e Chez MIS ganha o cartão Liberté e pode ter direito a vários benefícios. Entre eles, almoço por R$ 35 de segunda a sexta, com prato do dia e uma bebida (água, suco ou refri); entradas VIP no Bar Secreto e no Bar de Cima; double beer no Chez Burger e muito mais. No menu executivo do Chez Oscar, que custa R$ 46 e inclui entrada, prato e sobremesa, as opções de entrada são a terrine de vegetais, a polenta frita ou a pequena salada da fazenda. Como prato principal, tem picadinho de filé, bife à parmegiana ou risoto de legumes. Rua Oscar Freire, 1.128, Jardins, tel. 3081-2966.

17H ÀS 23H

A Casa Brasilis é um misto de bar e café com loja de vinis. Na trilha sonora, os lançamentos do selo Brasilis Grooves, especializado em rock e jazz e tocado pelos donos do estabelecimento. Para bebericar, boas cervejas artesanais e, para comer, bolos caseiros, pães de queijo e outras comidinhas. Rua Amália de Noronha, 256, Sumaré, tel. 2825-9705.

23H ÀS 29H

O MELHOR DE VIENA E DE BUDAPESTE

Na Casa do Norte do Seu Gabin, as grandes atrações são os pratos típicos das regiões Norte e Nordeste. Os carros-chefes são a carne-seca com feijão-de-corda e a galinha caipira. Para beber, o cardápio oferece cervejas em garrafa de 600 ml, cachaças e boas caipirinhas. Rua Aimberê, 1.146, Perdizes, tel. 3673-1768.

NOVOS DRINQUES

LARICA & BOM SOM

23H ÀS 29H

SAUDADES DO SERTÃO

O restaurante Le Bilboquet renovou sua carta de coquetéis, com drinques desenvolvidos pelo barman Felipe Rara. Um dos destaques é o Chespirito, feito com tequila, suco de carambola, sour mix e apricot. Outras boas pedidas são o Bilbo Privê (gim Beefeater 24, xarope de rosas, blueberries, sour mix, bitter e espuma de limalimão), o Bon Vivant (vodca Belvedere, xarope artesanal de chocolate branco e ginger ale) e o San Isidro (pisco, licor de amêndoas Disaronno e mix cítrico). Rua Vittorio Fasano, 49, Jardins, tel. 2615-1509.

69


MAIO

TALENTO REVELADO

AROMATERAPIA

A programação da 4ª edição do Maio Fotografia no MIS segue a todo vapor. Um dos destaques é a exposição Vivian Maier – In her own hands, com imagens dessa fotógrafa amadora que trabalhou anos e anos como babá nos Estados Unidos e só teve seu trabalho artístico reconhecido depois que morreu. Entradas a R$ 6. Avenida Europa, 158, Jardim Europa, tel. 2117-4777.

5H ÀS 11H

A L’Occitane en Provence amplia seu portfólio de produtos que exploram os benefícios da aromacologia e dos óleos essenciais. Na linha Relaxante, tem sais de banho de lavanda e bergamota e óleo para massagem de amêndoas doces; na linha revitalizante, prove o desodorante refrescante de laranja e sálvia e o esfoliante corporal de óleo de girassol. Rua Bela Cintra, 2.023, Jardins, tel. 3088-9008.

11H ÀS 17H

5H ÀS 11H

13 QUARTA 14 QUINTA O cardápio do restaurante Almodovar está com várias novidades. Entre tapas e entradas, as dicas são os pintxos de polvo com batata confitada, bacon e vinagrete de pimentão e as lulinhas crocantes com aiolï. Entre os pratos principais, aposte no fideuá – macarrão cabelo de anjo com legumes (na versão vegetariana) ou com peixe e frutos do mar. Rua dos Pinheiros, 274, Pinheiros, tel. 3062-4455.

BOM GOSTO & GOSTO BOM

DELÍCIAS DE ESPAÑA

O bar Tiquim é uma excelente opção para a happy hour - até porque fecha às 22h. No cardápio de beliscos e comidinhas criado por Bianca Battesini, as melhores sugestões são o bolovo e o penne frito polvilhado de lemon pepper. Para bebericar, a carta oferece cervejas de garrafa de 600 ml e caipirinhas feitas no capricho. Rua Cayowaá, 1.301, Perdizes, tel. 3582-9743.

17H ÀS 23H

TICO E TECO

ATRAQUE NESSA DOCA

70 | 29HORAS | Maio 2015

23H ÀS 29H

23H ÀS 29H

FESTIM ROMANO Nas noites de quarta-feira, o bar Coliseu é um dos points mais requisitados da Mooca pelas pessoas que curtem assistir a jogos de futebol pela TV. De quinta a domingo, rolam shows de pop, rock e música sertaneja. O carro-chefe do cardápio é a costelinha suína ao molho barbecue, servida com cebola caramelizada e mandioca na manteiga. Rua Sapucaia, 333, Mooca, tel. 2081-2796.

O sistema adotado pelo chef Manuel Coelho na Burger Table vem fazendo muito sucesso. O cliente chega e, ao fazer seu pedido no caixa, monta seu sanduba: define o pão, o ponto da carne, os outros ingredientes, como queijo, bacon e salada para incrementar seu burgão, e, sejam quais forem as suas escolhas, paga R$ 25. Depois é só sentar-se à mesa comunitária e aguardar o chapeiro chamar você pelo nome para entregar o seu rango. Como guarnição, prove as batatas fritas fininhas, crocantes por fora, macias por dentro e salpicadas com alecrim e alho. Rua Gabriele D’Annunzio, 1.331, Campo Belo, tel. 2478-4055.

No andar de cima do Armazém Alvares Tibiriçá acaba de ser inaugurado o bar Doca. No cardápio de petiscos do chef Paulo Grobe tem arancini (bolinho de risoto recheado de queijo manchego) e sanduíche de pernil com ketchup de maçã e salada Coleslaw. Quer um drinque? Prove o Capitão Jerry (rum Sailor Jerry, geleia de frutas amarelas, mix cítrico e chá-preto), criado pela bartender Laís Alves. Rua Marquês de Itu, 847, Higienópolis, tel. 2365-1671.

FOTOS DIVULGAÇÃO

11H ÀS 17H

O recém-inaugurado Cha-Cha é o novo empreendimento do criativo bufeteiro Charlô Whately. O endereço funciona ininterruptamente desde o café da manhã até o jantar. O ambiente amplo com pé-direito alto é puro charme, com vitrines que exibem apetitosos bolos, doces em potinhos, croissants, tortas, terrines, saladas, sanduíches, tapiocas e sucos. No almoço, as melhores pedidas são os “pratos feitos”, como o cupim braseado com farofa e banana, o peixe do dia com pinoli e legumes e assados, como o frango, o pernil e o bacalhau. Rua Lopes Neto, 340, Itaim, tel. 2640-4004.

17H ÀS 23H

MESA DO BURGÃO


16 SÁBADO 5H ÀS 11H

UM SÉCULO DE ARTE Um passeio pela história da arte brasileira a partir de obras de diferentes momentos do século 20 é o que propõe a nova exposição do Museu de Arte Brasileira da Fundação Armando Alvares Penteado (MAB-FAAP). Século XX Acervo MAB reúne até o dia 24 um total de 110 produções, entre esculturas, pinturas e gravuras de seu acervo. Entrada gratuita. Rua Alagoas, 903, Higienópolis, tel. 3662-7198.

11H ÀS 17H

CASINHA DE CHOCOLATE A marca de chocolates orgânicos Amma, do baiano Diego Badaró, acaba de inaugurar a Casa do Sabor Amma, instalada num sobradinho da famosa Vila Modernista projetada pelo arquiteto Flávio de Carvalho. O espaço abriga encontros, exposições e palestras sobre temas diversos do universo do chocolate e da preservação ambiental. Alameda Ministro Rocha de Azevedo, 1.052,Jardins, tel. 3062-0240.

A recém-inaugurada Eat Trattoria, no Shopping Morumbi, é a primeira filial do Empório Eat, na Vila Olímpia. No menu, antepastos, bruschettas, risottos e boas massas, como a lasanha com ragu de costela bovina cozida no bafo, mozzarella e emmental. Para beber, há mais 60 rótulos de vinhos e algumas opções servidas em taça. Avenida Roque Petroni Jr., 1.089, Brooklin, tel. 5181-3365.

17H ÀS 23H

5H ÀS 11H

15 SEXTA

Depois de 16 anos emocionando plateias ao redor do mundo, a Orquestra Buena Vista Social Club faz show hoje no HSBC Brasil. A apresentação faz parte de uma série de concertos que celebrarão a despedida dos palcos dessa lendária orquestra, composta por verdadeiros embaixadores da música cubana. Ingressos de R$ 120 a R$ 350. Rua Bragança Paulista, 1.281, Chácara Santo Antônio, tel. 4003-1212.

TRATTORIA NO SHOPPING

SELVAGENS DO FUTURO

11H ÀS 17H

Estreia hoje nos cinemas a superprodução Mad Max: estrada da fúria, do cineasta australiano George Miller, que revisita a sua própria trilogia pós-apocalíptica com o anti-herói interpretado por Mel Gibson nos anos 80. O filme foi rodado entre julho e dezembro de 2012 no deserto da Namíbia e em estúdios na Cidade do Cabo, na África do Sul. No roteiro escrito por Brendan McCarthy, Nico Lathouris e Miller, o guerreiro das estradas Max Rockatansky (Tom Hardy) deve resgatar um grupo de garotas envolvidas em uma guerra mortal, iniciada pela Imperatriz Furiosa (Charlize Theron, careca).

17H ÀS 23H

ADIÓS, SOCIAL CLUB!

Com mais de 7 milhões de discos vendidos ao longo de 20 anos de carreira, a banda Puddle of Mudd apresenta hoje no HSBC Brasil sua sonzêra pós-grunge. O quarteto de Kansas City promete tocar seus grandes sucessos, como Control, Blurry e She hates me. Ingressos de R$ 120 a R$ 300. Rua Bragança Paulista, 1.281, Chácara Santo Antônio, tel. 4003-1212.

TAPAS QUE NÃO DOEM

POÇA DE LAMA SONORA

A casa noturna She Rocks arma hoje a festa Vegas, uma celebração oficial do mês das noivas. Ao som da banda Overman e de um DJ convidado, a pista promete ferver, com muita animação. Uma atração inusitada vai convidar ao palco as moças prestes a se casar. Ingressos a R$ 35 (mulheres) e R$ 60 (homens). Rua Tabapuã, 1.462, Itaim, tel. 5093-0340.

23H ÀS 29H

23H ÀS 29H

A NOITE É DELAS

Primeiro bar de tapas da cidade, o Torero Valese oferece quitutes e pratos tradicionais mediterrâneos aos seus clientes. Entre as porções de tapas, aparecem como destaques as clássicas gambas al ajillo, as croquetas de jamón e o pulpo a la gallega. Já entre as tapas montadas, que são servidas por unidade, vale provar a de salmão defumado com creme de limão-siciliano e mel de trufas, a de camembert de queijo de cabra com cebolas carameladas no balsâmico e uva fresca e a de rosbife de filé com queijo cremoso e ovas de peixe. Avenida Horácio Lafer, 638, Itaim, tel. 3168-7917.

71


MAIO

RUN, FORREST, RUN!

RELAX ECONÔMICO

Uma das principais provas do calendário brasileiro de corrida de rua, a Maratona Internacional de São Paulo chega hoje pela manhã à sua 21ª edição. A largada acontece no Obelisco do Ibirapuera e o percurso é de 42,195 quilômetros, passando pelo Jockey Club e pela Cidade Universitária. As inscrições custam R$ 130 e podem ser feitas pelo site www.yescom.com.br/ maratonasp/2015/portugues/.

Acontece até o dia 30 mais uma Spa Week, com tratamentos estéticos e relaxantes a preços reduzidos. Um dos estabelecimentos participantes é o Amazonian Spa, localizado no 28º andar do Hotel Hilton e que trabalha com cremes e aromas típicos da Amazônia. Lá, a massagem Hidra Salis (com duração de 50 minutos), custa R$ 75 durante o evento. Avenida das Nações Unidas, 12.901, Brooklin, tel. 5102-4784.

11H ÀS 17H

VIDA SOB UMA DITADURA

CERVEJAS SEM GLÚTEN

Hoje é a última apresentação no Espaço Cênico do Sesc Pompeia do espetáculo Potestad, protagonizado por Celso Frateschi, ator que está comemorando seus 45 anos de carreira. A peça tem como pano de fundo o regime militar da Argentina, mas muitos elementos da história também se aplicam ao Brasil. Ingressos a R$ 25. Rua Clélia, 93, Pompeia, tel. 3871-7700.

17H ÀS 23H

A Mr. Beer, rede de lojas de cervejas especiais, traz com exclusividade para o Brasil 4 rótulos da cervejaria belga Brunehaut. Elas são indicadas para celíacos, pois não contêm glúten. As cervejas são dos estilos Witbier, Blond, Belgian Pale Ale e Belgian Tripel e estão disponíveis em garrafas de 330 ml, ao preço de R$ 25,90. Avenida Paulista, 2.064 (Center 3), Cerqueira César, tel. 98775-3665.

LIVRO SOBRE... ESQUECI!

A Pizzaria Nacional está com cardápio novo, e agora oferece também cervejas Original e Serra Malte em garrafas de 600 ml, quitutes como o bolinho Nacional (de mandioca com carne-seca), a coxinha São Bento e o bolinho de camarão. Já entre as pizzas, as estreantes são as doces Brigadeiro e Sensação (com Nutella e morangos picados). Rua Canário, 480, Moema, tel. 3074-4389.

O livro História da Maconha no Brasil, de Jean Marcel Carvalho França, conta a trajetória da cannabis no país, desde que, em 1770, o vice-rei ordenou que ela fosse cultivada para a produção de cordas e velas navais. Gradativamente, porém, tornou-se o “ópio dos pobres” e começou a ter uso recreativo. A obra custa R$ 25,40 no site www.livrariadafolha.com.br.

72 | 29HORAS | Maio 2015

23H ÀS 29H

NOVIDADES NA PIZZARIA

FOTOS DIVULGAÇÃO

O brunch do Bistrot Bagatelle tem um cardápio exclusivo que inclui, além dos ovos bénédictine (ovos pochés com espinafre, bacon canadense, english muffin e molho holandês), pratos como a omelete com queijo gruyère e champignons acompanhados de batatas rústicas, tomates confit e torradinhas, as panquecas com banana brûlée e calda toffee e as rabanadas de brioche com Nutella e morangos, finalizadas com maple syrup. A partir das 17h, um DJ anima a galera e dá início a uma baladinha. Rua Pe. João Manoel, 950, Jardins, tel. 3062-5870.

O recém-inaugurado Bossa é um espaço idealizado pelo empresário, DJ e designer Renato Ratier que integra bar, restaurante e estúdio de gravação. Quem pilota a cozinha é o chef William Ribeiro, que já brilhou n’O Pote do Rei. Funcionando ininterruptamente, serve tapiocas e sucos no café da manhã, pratos caprichados como bacalhoada, leitão à pururuca e feijoada no almoço e, no jantar, rosbife de Kobe Beef com creme de raiz forte e alho assado ou peixe com pupunha assada e cuscuz de milho. No bar, o mixologista Ricardo Basseto prepara drinques como o Bossa, que mistura gim Saffron, club soda e limão. Alameda Lorena, 2.008, Jardins, tel. 3064-4757.

23H ÀS 29H

11H ÀS 17H

NON STOP 24H NA ATIVIDADE

17H ÀS 23H

BRUNCH CAPRICHADÉRRIMO

5H ÀS 11H

5H ÀS 11H

17 DOMINGO 18 SEGUNDA


TERÇA 19 5H ÀS 11H 11H ÀS 17H

PARA BARRAR O FRIOZÃO A Benevento é uma loja especializada em roupas e acessórios para quem vai encarar baixas temperaturas. São produtos tecnológicos que garantem proteção e comodidade, importados dos EUA e da Europa. É um endereço essencial para quem precisa de trajes corta-vento e impermeáveis para a prática de esportes na neve. Alameda Lorena, 2.063, Jardins, tel. 3384-8808.

A 6ª edição da SP Burger Fest vai até o dia 31 de maio reunindo as melhores hamburguerias, restaurantes e chef renomados da cidade. São mais de 150 receitas inéditas de casas como Pobre Juan, Baretto, Capim Santo, Z Deli Sandwich Shop, The Fifties e Meats, entre outros. O festival estará ainda no Butantan Food Park, no dia 27. Rua Agostinho Cantu, 47, Butantã.

TÁ CHOVENDO HAMBÚRGUER

17H ÀS 23H

Fruto da parceria entre a Companhia Tradicional de Comércio e os restaurateurs Benny Novak e Renato Ades, a Ici Brasserie acaba de inaugurar mais uma unidade, agora no coração dos Jardins. Com cervejas exclusivas, produzidas com a supervisão da sommelière Carol Oda, o misto de bar e restaurante tem em seu cardápio delícias como os sanduichinhos de porco crocante, as tortas de frango da Dona Olga, o schnitzel de vitela com salada de batata e o já clássico Ici burguer. Rua Bela Cintra, 2.203, Jardins, tel. 2883-5064.

23H ÀS 29H

PARA CERVEJEIROS DE FINO TRATO

A importadora Wine Container está trazendo da Espanha para o Brasil novos rótulos da Bodega Iniesta, da família do craque do FC Barcelona. Entre eles, estão o branco (elaborado com uvas macabeo e chardonnay) e o tinto (tempranillo, petit verdot e syrah) da linha Finca El Carril, e o branco (macabeo e moscatel) e o tinto (tempranillo, syrah e graciano) da linha Minuto 116.

GOLES E GOLS

73


MAIO

5H ÀS 11H

ARTE DA COLÔNIA À REPÚBLICA O MASP apresenta até o início de junho a exposição Arte do Brasil até 1900, com cerca de 50 pinturas representativas desde o período colonial até o início da república. Predominam as paisagens pintadas por Frans Post, Henry Chamberlain, Joseph Brüggermann, Nicolas Vinet, Félix Taunay e Benedito Calixto. Entradas a R$ 25. Avenida Paulista, 1.578. Bela Vista, tel. 3251-5644.

11H ÀS 17H

CATERING ANIMAL A Dietavet fornece para o seu cão uma alimentação caseira, completa e balanceada. Prepara refeições saborosas, nutritivas, com ingredientes frescos e saudáveis. O cardápio é variado e formulado por um nutricionista veterinário e pode seguir a dieta exata prescrita pelo médico do seu pet. Faz entregas em toda a capital. Encomendas pelo e-mail dietavet@gmail.com.

A Santa Torta é uma lojinha cujo menu restringe-se às tortas salgadas e doces. De recheio farto e massa extremamente fina, elas são feitas diariamente. Tem de frango ao curry, de carne de panela desfiada com tomate e cebola e de bacalhau, além das lariquentas de limão e de chocolate. Rua Paraopeba, 41, Pinheiros, tel. 2574-4414.

17H ÀS 23H

5H ÀS 11H

20 QUARTA 21 QUINTA

Estreia hoje nos cinemas o filme Miss Julie, dirigido por Liv Ullmann. A história se passa em 1890, quando Julie (Jessica Chastain), a instável filha de um aristocracia anglo-irlandês, incentiva John (Colin Farrell), um empregado de seu pai, a seduzi-la. Uma cozinheira testemunha o affair, mas, perplexa, nem consegue contar a ninguém sobre o que viu.

SANDUÍCHE DE SORVETE

TORTAS MAIS QUE CORRETAS

11H ÀS 17H

OUSADIA & REPRESSÃO

A hamburgueria Butcher’s Market acaba de lançar um novo sanduíche, especial para a hora da sobremesa: o ice cream sandwich. Ele é composto por uma farta bola sorvete Häagen Dazs ensanduichada entre dois cookies de baunilha ou de chocolate produzidos pela Mr. Cheney. Para completar, a gostosura ainda é coberta por uma apetitosa calda de caramelo. O Butcher’s pertence aos empresários Ryan Kim e Jae Kim (que também é o chef da casa) e tem um décor industrial que faz os clientes se sentirem no SoHo nova-iorquino. Rua Bandeira Paulista, 164, Itaim, tel. 2367-1043.

EDIÇÃO LIMITADA

A Dona Chocolateira é um misto de café e doceria ideal para quem busca fazer um lanchinho no meio da tarde. No cardápio, brigadeiros de pistache, churros, tortas, cookies, brownies, tostex e quiches, além de bons sucos, cafés, cappuccinos, chás e, claro, um caprichado chocolate quente. Rua Ministro Jesuíno Cardoso, 465, Vila Olímpia, tel. 2367-2228.

O Sala da Sogra é um bar com drinques a preços bem acessíveis. Criada pelo sócio e barman Gilliard Carneiro, o Gil, a carta oferece coquetéis como a Blackberry Lemonade (gim, geleia de amora, sucos de pera e limãosiciliano), o Kiwi Basil (vodca, kiwi, limoncello, manjericão e pimenta) e o Manhattan (uísque americano, vermute e bitter Angostura) com espuma de cerveja Guinness .Rua Luís Góis, 1.150, Saúde, tel. 2389-5519.

74 | 29HORAS | Maio 2015

23H ÀS 29H

23H ÀS 29H

SOGRINHA DO BEM

A versão 2015 da cerveja belga Duvel Tripel Hop acaba de chegar ao Brasil, com seus sabores e perfumes únicos. Elaborada com os aromáticos lúpulos norte-americanos Equinox, ela traz notas de grapefruit, de limão e de pimenta verde fresca. Lançada em edição limitada, tem teor alcoólico de 9,5%. É melhor você se apressar se quiser prová-la. Cada garrafinha de 330 ml está sendo vendida por R$ 22 em empórios gourmet e lojas virtuais como a www.costibebidas.com.br.

FOTOS DIVULGAÇÃO

17H ÀS 23H

PARA VOCÊ, CHOCÓLATRA


SEXTA 22 5H ÀS 11H

SAL VERDE A Bombay Herbs & Spices acaba de lançar no Brasil a salicórnia, uma planta marítima que substitui o sal na culinária. Está disponível in natura e em pó. Seu nome científico é Salicornia ramosissima, e ela se desenvolve nas salinas costeiras de Portugal. Também é conhecida como erva-salada ou sal verde. Desidratada e moída, custa R$ 53 (frasco com 14 g). Rua Ministro Rocha Azevedo, 856, Jardins, tel. 3083-3999.

11H ÀS 17H

O restaurante Piselli acaba de inaugurar o seu parklet, um pequeno lounge onde as pessoas podem sentar-se, observar a cidade, tomar um aperitivo e papear. No salão no interior do estabelecimento, o restaurateur Juscelino Pereira segue oferecendo impecáveis pratos típicos da região do Piemonte, como o sensacional ravioloni de gema com queijo tallegio e trufas ou o rico brasato com purê de batatas. A carta de vinhos conta com cerca de 150 rótulos, em sua maioria italianos. Rua Padre João Manuel, 1.253, Jardins, tel. 3081-6043.

17H ÀS 23H

Luiza Possi leva hoje o projeto LAB LP, série de músicas gravadas em seu canal no YouTube, para o palco do Tom Jazz. A cantora apresenta músicas que já viraram clipe em seu canal, como Human nature (de Michael Jackson), Single ladies (de Beyoncé), At last (de Etta James) e Happy (de Pharrel Williams). Ingressos a R$ 80. Avenida Angélica, 2.331, Higienópolis, tel. 3255-0084.

23H ÀS 29H

MINIPRAÇA

Chega aos cinemas este fim de semana a refilmagem de Poltergeist, o fenômeno, filme de 1982. Com direção de Gil Kenan (de Cidade das sombras e A casa monstro), tem elenco encabeçado por Sam Rockwell e Rosemary DeWitt, além da garotinha Kennedi Clements. Na trama, uma família é perseguida por fantasmas ao mudar-se para uma casa construída sobre um terreno assombrado.

DA WEB AO PALCO

MOMMY!

75


MAIO

23 SÁBADO 24 DOMINGO 5H ÀS 11H 11H ÀS 17H

ENREDO DE UMA VIDA A vida, a arte e as criações de Dona Ivone Lara inspiram a 23ª mostra da série Ocupação no Itaú Cultural. A matriarca e rainha do samba, hoje com mais de 90 anos, é a primeira mulher sambista a protagonizar um Sambabook, a ser lançado ainda este ano, com produção da Musikeria. Entrada gratuita. Avenida Paulista, 149, Paraíso, tel. 2168-1776.

O glúten é uma proteína encontrada na cevada, no centeio, no malte e no trigo, e é responsável pela elasticidade das massas e dos pães. Cerca de 1% das pessoas têm intolerância a ele, mas virou moda evitar sua ingestão. No restaurante Aguzzo Cucina, a novidade é o fettucine alla chitarra sem glúten. Para todo mundo comer sem culpa e sem medo. Rua Simão Álvares, 325, Pinheiros, tel. 3083-7363.

ADMIRANDO MIRÓ

5H ÀS 11H

O Instituto Tomie Ohtake traz a São Paulo a maior mostra dedicada a Joan Miró (1893-1983), com 40 pinturas, 22 esculturas, 20 desenhos, 25 gravuras e alguns objetos criados pelo artista catalão. Para o catálogo desta exposição, o escritor angolano radicado em Portugal Valter Hugo Mãe escreveu um texto especial, no qual aponta a ligação de João Cabral de Melo Neto com a obra de Miró. O encontro dos dois ocorreu na época em que o poeta brasileiro foi vice-cônsul do Brasil em Barcelona, de 1947 a 1950. Avenida Brig. Faria Lima, 201 (entrada pela Rua Coropés, 88), Pinheiros, tel. 2245-1900.

11H ÀS 17H

MASSA SEM GLÚTEN

Há mais de 30 anos, o restaurante Via Castelli serve saladas, massas, carnes, peixes e frutos do mar, além de um buffet de feijoada aos sábados. Um dos eternos hits do seu cardápio é o estrogonofe de filé-mignon, acompanhado de arroz e batata palha. Custa R$ 69. Rua Martinico Prado, 341, Higienópolis, tel. 3662-2999.

DANÇA SENSUAL

PIMENTINHA FOREVER Em março, a cantora Elis Regina teria completado sete décadas de vida. Por conta disso, o espetáculo Elis, 70 anos a homenageia hoje no auditório do Anhembi. Grandes sucessos eternizados por ela serão cantados por artistas como Maria Rita, Gilberto Gil, Fagner, Ivan Lins, João Bosco e Renato Teixeira, com apresentação de João Marcelo Bôscoli e Miéle. Ingressos de R$ 250 a R$ 600. Avenida Olavo Fontoura, 1.209, Santana, tel. 2027-0777.

PASSADO DE PRESENTE

ROCK HERO

Estreia este fim de semana nos cinemas o filme O vendedor de passados, dirigido por Lula Buarque de Hollanda, baseado no livro de José Eduardo Agualusa. Conta a história de Vicente, um homem que constrói passados diferentes para seus clientes. Lázaro Ramos dá vida a Vicente, e Alinne Moraes interpreta Clara, uma mulher muito misteriosa que encomenda um passado inusitado a ele: ela quer ter cometido um crime.

Impossível contar a história do rock nacional sem falar de Antonio Carlos Senefonte. Esse é o verdadeiro nome de Kid Vinil, que trabalhou como artista, executivo de gravadora, radialista, jornalista, DJ e apresentador de TV. Para saber tudo sobre ele, leia o livro Kid Vinil: Um herói do Brasil, biografia escrita pelo jornalista Ricardo Gozzi e pelo músico Duca Belintani. A obra custa R$ 31,90 na loja virtual www.livrariasaraiva.com.br

76 | 29HORAS | Maio 2015

FOTOS DIVULGAÇÃO

17H ÀS 23H

A Cia de Dança Deborah Colker apresenta hoje às 18h e às 21h no Teatro Sérgio Cardoso a coreografia Belle, espetáculo mais recente da companhia que explora a sensualidade tendo como base o romance franco-argentino Belle de Jour. A temática de Belle, no entanto, está também associada a outros espetáculos da companhia: Nó, de 2005, e Cruel, de 2008. Ambos discorrem de diferentes maneiras sobre o que há de mais atávico nas pulsões humanas: o erotismo. Na trilha sonora, músicas de Miles Davis e Lou Reed. Ingressos de R$ 50 a R$ 70. Rua Rui Barbosa, 153, Bela Vista, tel. 3288-0136.

23H ÀS 29H

23H ÀS 29H

17H ÀS 23H

ENDEREÇO MAIS QUE TRADICIONAL


SEGUNDA 25 5H ÀS 11H

ROSA ABSOLUTA Acaba de chegar ao Brasil o perfume feminino Acqua di Parma Rosa Nobile, elaborado a partir da essência de rosas centifólias cultivadas num jardim orgânico no Piemonte. Para produzir um quilograma dessa fragrância, são necessários 600 kg de flores. Cada frasco com 50 ml desse precioso perfume está sendo vendido por R$ 474,90 no site www.perfumariabrasil.com.br

11H ÀS 17H

Por fora, ninguém dá nada pelo Margot Bistrot Bar e Café. Mas sua comida e seu salão banhado por luz natural encantam os olhos e o paladar de quem entra ali. Os pratos são preparados pela chef Yasmine Bahiense, que passou pelo Instituto Paul Bocuse, na França, e pela cozinha dos restaurantes Martin Berasategui (na Espanha) e D.O.M. Os destaques do menu são os minirrolinhos de pato com dip de acerola, a salada morna de lulas com rúcula selvagem, o jarret de cordeiro e o polvo grelhado com batatas ao murro e espinafre frito. Rua Antonio de Macedo Soares, 1.683, Campo Belo, tel. 2309-9515.

17H ÀS 23H

O General Prime Burger acaba de incrementar seu cardápio com três novos hot dogs, desenvolvidos pelo chef Paulo Barros: o french dog, o olive & herbs bread dog e o bacon dog. Com preços entre R$ 19 e R$ 23, as três opções chegam à mesa acompanhadas das batatas chips da casa. Avenida Dr. Chucri Zaidan, 902 (Shopping Market Place), Brooklin, tel. 5181-2101.

23H ÀS 29H

BEAU CHAMPS

Bartenders de 17 países, incluindo o Brasil, estão sendo convocados para uma batalha de mixologia: o projeto Dons of Tequila, promovido pela Jose Cuervo. O vencedor irá até a cidade de Tequila, no México, onde fará seu blend exclusivo do destilado e terá seu nome estampado no rótulo das garrafas desse lote exclusivo. Para participar, siga as regras disponíveis no site www.donsoftequila.com.

DOGS COM PEDIGREE

CRIE SEU DRINQUE E SUA TEQUILA

77


MAIO

26 TERÇA

27 QUARTA

5H ÀS 11H

5H ÀS 11H

PRETZELS & WURSTS

GRANDES MIÚDOS

O Imbiss é uma lanchonete especializada em comidas de rua da Alemanha, com menu similar aos dos trailers e barracas de Berlim. Os pretzels são dourados e crocantes por fora, com o miolo fofinho nas partes mais gordas. Tem também seis tipos de salsichas que devem ser combinadas com uma das seis opções de molho, como curry ou chilli. Rua Purpurina, 94, Vila Madalena.

11H ÀS 17H

O restaurante Sallvattore realiza até o dia 31 o seu 2º Festival de Miúdos. O menu apresenta quatro receitas servidas durante o almoço e jantar: fegato alla veneziana (fígado ao marsala e com purê de batatas), fusilli com moela, língua alla romana (com creme de espinafre) e a trippa alla fiorentina (dobradinha com fatias douradas de pão). Rua Salvador Cardoso, 131, Itaim, tel. 3078-8686.

17H ÀS 23H

PURO LUXO A primeira loja brasileira da grife Ralph Lauren acaba de ser inaugurada no shopping Cidade Jardim. Com 850 m², tem vários salões e um bar interno – com direito a coquetéis, petiscos e doces. A loja oferece a linha feminina Collection e a linha masculina Purple Label, além de alguns itens para casa, calçados e relojoaria. Avenida Magalhães de Castro, 12.000, Real Parque, tel. 3198-9470.

11H ÀS 17H

IMPOSSÍVEL COMER UM SÓ Quem gosta dos chocolates com creme de amendoim Reese’s agora tem mais uma alternativa para consumilos. A Hershey’s acaba de lançar os Reese’s Sticks, uma irresistível combinação de miniwafers crocantes com creme de amendoim, tudo recoberto com um delicioso chocolate ao leite. Vendidos em caixinhas com 20 unidades, custam R$ 3,80 nas Lojas Americanas.

A edição 2015 do ciclo de palestras Fronteiras do Pensamento começa hoje no Teatro Cetip, com uma conferência do biólogo Richard Dawkins, considerado um dos 100 maiores gênios vivos. Os ingressos estão à venda pelo site www.ticketsforfun.com.br e custam de R$ 999 a R$ 2.664, incluindo as nove palestras do ciclo - que acontecem até novembro. Rua Coropés, 88 (Complexo Ohtake Cultural), Pinheiros, tel. 4020-2050.

IMPERDÍVEL SHOW WOMAN

VIDA EM COMUNIDADE

Sharon Jones é uma explosiva cantora de soul e R&B que se apresenta hoje no HSBC Brasil acompanhada pelos The Dap-Kings, a fantástica banda que impulsionou a carreira de Amy Winehouse. Avessa aos rótulos de “diva” ou “retrô”, Sharon se orgulha de ser uma verdadeira representante da soul music. Antes de se tornar artista profissional, foi carcereira e segurança, depois começou a cantar em corais de igreja, em bailes e casamentos. Ingressos de R$ 190 a R$ 380. Rua Bragança Paulista, 1.281, Chácara Santo Antônio, tel. 4003-1212.

O Boteco Mandinga serve petiscos inusitados, mas que são deliciosos: tem escondidinho de feijoada, coxinhas de rabada e corações de galinha com pimenta dedo-de-moça. Para bebericar, tem cerveja em garrafas de 600 ml (Serramalte, Brahma ou Stella Artois) e boas caipirinhas, como a de maracujá com limão-siciliano, manjericão e pimenta-rosa. Rua Carlos Weber, 64, Vila Leopoldina, tel. 2925-8666.

78 | 29HORAS | Maio 2015

23H ÀS 29H

23H ÀS 29H

MANDINGAS CULINÁRIAS

O restaurante TonTon sempre reservou uma sala de estar no andar de cima para receber os clientes que gostam de apreciar com calma bons drinques. Agora o lugar tem uma excelente carta de coquetéis assinada pelo simpático bartender Plínio Silva. Destaque para dois drinques: o TonToni (releitura do velho e bom Negroni) e o Brameson, mistura de Jameson Irish Whiskey, limão cravo, lascas de umburana, arruda e tônica. Para acompanhar, petiscos especiais do chef Gustavo Rozzino, como os tijolinhos de queijo, os bolinhos de pernil e o camarão crocante com molho agridoce. Rua Caconde, 132, Jardim Paulista, tel. 2597-6168.

FOTOS DIVULGAÇÃO

17H ÀS 23H

TONTON DE CIMA


QUINTA 28 5H ÀS 11H

SOLUÇÕES GRÁFICAS A Kalunga, rede de lojas de artigos de papelaria e insumos para escritórios, agora acaba de abrir a Copy & Print, uma unidade com serviços de gráfica e impressão. Ideal para quem precisa imprimir cartões de visita, apostilas, etiquetas, flyers, crachás, fazer cópias de todos os tamanhos e muito mais. Avenida dos Imarés, 266, Moema, tel. 3346-9966.

11H ÀS 17H

Está em cartaz no Ginásio do Ibirapuera o novo espetáculo Disney on Ice – Tesouros Disney. A produção coloca para patinar sobre o gelo vários personagens adorados pela garotada – desde Pateta, Mickey, Peter Pan e Branca de Neve a sucessos mais recentes da Disney, como as turmas de Rei Leão, Enrolados, Aladin, Toy Story e muitos mais. É um espetáculo para todas as idades! Ingressos de R$ 25 a R$ 240 à venda pelo site www.ticketsforfun.com.br. Rua Manoel da Nóbrega, 1.361, Ibirapuera, tels. 4003-5588 e 3887-3500.

17H ÀS 23H

A Mania de Churrasco! Prime Steak House, rede de fast food especializada em churrasco, acaba de inaugurar a sua 17ª unidade, agora no Shopping Metrô Santa Cruz. O menu traz opções como o Angus short-rib, o bife de chorizo, a picanha nobre e o hambúrguer de Angus. No tempero das carnes, apenas sal grosso. Rua Domingos de Morais, 2.564, Vila Mariana, tel. 3471-8000.

23H ÀS 29H

SHOW DE PATINAÇÃO

A cervejaria sorocabana Burgman acaba de lançar a Rabo de Arraia, uma Belgian IPA. O nome faz referência a um golpe de capoeira. A nova cerveja tem 7,5% de teor alcoólico, 60 IBU de amargor, visual dourado e notas de frutas secas, cravo e tutti-frutti – provenientes dos fermentos belgas. Cada garrafinha de 355 ml custa R$ 14,99 no site www.cervejastore.com.br.

CHURRASCO NO SHOPPING

BELGUINHA MADE IN SOROCABA

79


MAIO

29 SEXTA 5H ÀS 11H

MIX PARA PÃES E BOLOS CASEIROS

30 SÁBADO LUXO FEITO À MÃO

A chef Heloísa Bacellar, do restaurante e empório Lá na Venda, criou misturas semiprontas para algumas de suas receitas, com ingredientes naturais, 100% artesanais e orgânicos, para você fazer em casa. Tem mistura para pães de queijo e de fubá e para bolos de chocolate, de banana e de limão. Elas custam de R$ 19,20 a R$ 26,90. Rua Harmonia, 161, Vila Madalena, tel. 3037-7702.

5H ÀS 11H

Foi inaugurado em abril o food park temático FoodVille, localizado em meio a grandes espaços de eventos como Citibank Hall, Teatro Alfa e Transamerica Expo Center. A cada semana, os food trucks servem aos visitantes receitas que remetem a um tema diferente, como cinema, teatro, música e cooking lessons, entre outros. Rua Bento Branco de Andrade Filho, 503, Chácara Santo Antônio.

O Teatro Itália completa 50 anos em 2015 e reabre após uma grande restauração e reforma patrocinada pela Drogaria São Paulo. Nesse retorno, o palco recebe a peça A toca do coelho, escrita por David Lindsay-Abaire, dirigida por Dan Stulbach e protagonizada por Bianca Rinaldi e Anderson Di Rizzi. Ingressos a R$ 50. Avenida Ipiranga, 344, Centro, tel. 3255-1979.

GASTRONOMIA SOBRE RODAS

AVENTURA DE SONHO

NOITE DE GRUNGE

Estreia este fim de semana nos cinemas a comédia Trocando os pés. No filme, um solitário sapateiro de Nova York (Adam Sandler) conserta os sapatos de clientes experientes na arte de viver. Ao lado de seu amigo barbeiro (Steve Buscemi), ele espera um dia encarar a sua própria aventura. Quando recebe uma generosa herança, surge a possibilidade de realizar seu sonho.

Um dos ícones do grunge norte-americano, o cantor Mark Lanegan se apresenta hoje no Cine Joia. Nos anos 90, o músico ajudou a fundar a Screaming Trees, uma das bandas mais famosas de Seattle. Neste show, de seu elogiado disco Phantom radio, o cantor se mostra menos sombrio e com uma voz não tão cavernosa como no passado. Ingressos a R$ 180. Praça Carlos Gomes, 82, Liberdade, tel. 3101-1305.

80 | 29HORAS | Maio 2015

FOTOS DIVULGAÇÃO

COELHO DE TOCA NOVA

23H ÀS 29H

23H ÀS 29H

PARA BREJOMANÍACOS

11H ÀS 17H

O Capitão Barley é mais que um bar para aficionados por cervejas especiais. Além de bebidas artesanais (do Brasil e de vários outros países) e de um saboroso hambúrguer, o local vende também sabonetes de cerveja, sorvetes de cerveja, abridores, baldes, camisetas e muitos outros itens relacionados ao universo cervejeiro. Rua Cayowaá, 358, Perdizes, tel. 3569-3560.

A Fundação Armando Alvares Penteado (FAAP) será sede até o dia 7 de junho do Festival des Métiers, uma mostra interativa da grife Hermès. Durante dez dias, os artesãos da marca francesa estarão desenvolvendo uma variada seleção de objetos ao vivo, como se estivessem trabalhando nas oficinas da maison. A mostra apresenta oito atividades: os visitantes poderão ver os famosos lenços de seda, bolsas, gravatas, relógios, joias e porcelanas sendo produzidos diante de seus olhos. Entrada gratuita. Rua Alagoas, 903, Higienópolis, tel. 3662-7198.

17H ÀS 23H

11H ÀS 17H

O restaurante Brasil a Gosto agora homenageia a culinária do Espírito Santo. O menu capixaba criado pela chef Ana Luiza Trajano tem bolinho de arroz de polvo, marinada de siri, polenta braseada com molho de queijo resteia defumado e moqueca – com urucum e “azeite doce”, jamais óleo de dendê – e rabada com feijão-manteiga acompanhada de purê de mandioca e jaca. Como sobremesa, bolo de jaca com sorvete de queijo puína e calda de araçauna. Os pratos podem ser harmonizados com os vinhos da vinícola gaúcha Lidio Carraro. Rua Professor Azevedo Amaral, 70, Jardins, tel. 3086-3565.

17H ÀS 23H

ESPÍRITO SANTO NO PRATO


DOMINGO 31 5H ÀS 11H 17H ÀS 23H

Em cartaz no Teatro Nair Bello, o espetáculo Lisbela e o prisioneiro - O musical é baseado no texto original do pernambucano Osman Lins. O elenco é composto por oito atores, oito músicos e cinco acrobatas e tem coreografias de forró, roller dance e balé contemporâneo para músicas regionais com uma levada de pop rock. Ingressos a R$ 80. Rua Frei Caneca, 569, 3º andar, tel. 3472-2414.

23H ÀS 29H

MIND THE GAP A marca norte-americana Gap acaba de lançar as fragrâncias masculinas e femininas Gap Blue Nº 655. A versão Him tem notas de cardamomo, cravo, noz-moscada, manjericão e hortelã. Mais delicada, a versão Her tem aromas de orquídea, madeira envelhecida, mandarina e melão. Elas estão à venda no site www.submarino.com.br e custam R$ 89,90 (frasco com 50 ml).

A Santa Muerte Session Ale, produzida pela cervejaria Dama Bier em parceria com o estúdio de tatuagem Tatoo You, acaba de ganhar medalha de prata no Concurso Brasileiro de Cervejas, na categoria Australian Style Pale Ale. Extremamente aromática, ela é elaborada com o lúpulo australiano Galaxy. Cada garrafa de 355 ml custa R$ 19,90 no site www.mrbeer.com.br.

MANÍ NO IGUATEMI

TEATRO, MÚSICA, CIRCO

11H ÀS 17H

MORTE À AUSTRALIANA

Os donos do Maní acabam de inaugurar no 3º piso do Shopping Iguatemi o Manioca, misto de café e restaurante com entrada pela Livraria Cultura. O café serve pães, bolos e salgados da Padoca do Maní, como o sanduíche de rosbife de filé, cebola caramelizada, maionese de Dijon, rúcula e vinagrete e os bolinhos de tapioca com carne-seca e requeijão. O restaurante tem clássicos do Maní, como o risoto de beterraba com azeite de trufas e o talharim de pupunha ao molho de parmesão, mas tem também um suculento hambúrguer na brasa com gruyère, tomate confitado, rúcula, maionese defumada e batatas fritas. Avenida Brig. Faria Lima, 2.232, Jardim Paulistano, tel. 2924-2333.


HORA LIVRE

POR LUIZ TOLEDO

O dia amanheceu sem cor. Tudo acordou preto e branco. E cinza. A vida continuou, mas menos viva, menos vibrante. E mais séria, mais quieta, mais menos. Dar bom-dia parecia ironia. Receber soava zombaria. A comida em preto e branco perdeu muito do seu sabor. O sorvete foi o que mais se ressentiu – derreteu triste. Intocado. A florista estava desolada. Uma ruiva, cinza como uma rosa, surtou na rua. Gritava com eco. Um grafiteiro tentou suicídio (ele já tinha problemas). Nunca se vendeu tanto guarda-chuva. A chuva negra era iminente. Foi um dia curto, escureceu cedo, a noite caiu como um calafrio. Dos sonhos nem vale a pena lembrar. Mas me lembro do rinoceronte-branco. É impressionante o que uma simples gripe e um pouco de febre podem provocar na gente. yestoledo@gmail.com

82 | 29HORAS | Maio 2015

GUSTAVO BOURGEAISEAU

PARA COLORIR.


REDUZA O CONSUMO DE ENERGIA ELÉTRICA E ÁGUA Soluções WEG para Torres de Resfriamento podem diminuir em 20% o consumo de água e economizar entre 40% e 80% de energia elétrica. A Torre de Resfriamento é um equipamento para resfriamento da água usada em processos diversos, seja para sistemas de ar condicionado ou processos industriais. Com a implantação da solução WEG, o sistema torna-se automatizado, variando a velocidade dos ventiladores da torre de acordo com a necessidade do processo e da temperatura ambiente. Estas variações são reconhecidas pelo controlador de temperatura que envia a informação ao inversor de frequência que altera a velocidade do motor do ventilador proporcionando uma substancial economia de energia, utilizando somente a energia necessária para o trabalho solicitado, sem desperdícios. Além disso, o controle da variação de velocidade diminui a evaporação da água. Conheça o PLANO DE TROCA, que incentiva a troca de motores antigos por novos de maior eficiência, e as SOLUÇÕES WEG para sistemas de bombeamento, ventilação, injetoras e extrusoras de plástico, filtros de manga, torres de resfriamento e silos.

eficiência energética WEG Para saber mais, acesse:

eficienciaenergeticaweg.net

revista 29HORAS - ed. 67 - maio 2015  

Revista mensal com agenda cultural de São Paulo, distribuída no Aeroporto de Congonhas. Especial Design e Decoração. Capa: Erick Jacquin, He...

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you