Page 1

29HORAS | outubro 2013 | fernanda montenegro

distribuição gratuita e exclusiva no embarque de congonhas

a

r e v i s t a

d o

a e r o p o r t o

fernanda montenegro

a maior atriz do brasil

ela estreia no cinema na pele de bibiana, heroína de o tempo e o vento, de erico verissimo

Ivaldo Bertazzo mestre da reeducação do movimento, o coreógrafo e bailarino transforma pessoas em cidadãos dançantes

31

Dias tem outubro. e a agenda 29horas tem

125

programas para todas as horas de todos os dias do mês

d e

c o n g o n h a s


sumário

outubro 2013

hora h 8

musas Clarice Assad se destaca como compositora internacional

10

teatro

hora h

O ator Bruno Fagundes é protagonista da peça Tribos

12

dança

Coletivo Baillistas cria séries fotográficas em SP

14

viagem Um dos hotéis mais luxuosos do mundo fica em Dubai

16

teatro Estreia em SP A toca do coelho, com elenco estrelado

18

livros Zeca Camargo lança livro em formato digital

20

mobilidade

8

oGangorra discute sobre a tarifa zero dos transportes

22

mais que nécessaire Produtos para presentear os pequenos no Dia das Crianças

24

29h sp-rio As novidades na 3ª maior ponte-aérea do mundo

colunas 32

HORA LIVRE Em luto, Luiz Toledo homenageia um dos maiores publicitários do país, Francesc Petit Reig

40

COMER, BEBER, VIVER

16

Georges Henri Foz apresenta alguns diferenciais dos botecos mais charmosos da cidade

42

ADEGA As irresistíveis combinações de queijos azuis com vinhos doces, sugeridas por Didú Russo

48

Agenda 29h

125 programas para todas as horas de todos os dias do mês

82

29h viajando com... Miguel Guimarães, no Laos

82


SUMÁRIO

OUTUBRO 2013

Publisher: Pedro Barbastefano Júnior Conselho editorial: Chantal Brissac, Claudio Elisabetsky, Clóvis Cordeiro, Didú Russo, Georges Henri Foz, Pedro Barbastefano Júnior Redação (contato@29horas.com.br): Chantal Brissac (editora-executiva); Brunno Carvalho (editor de arte); Letícia Liñeira (repórter) Gerente de produto: Ariovaldo Dias (ariovaldo@meta29.com.br) Colaboradores: Daryan Dornelles, Didú Russo, Dorotéia Fragata, Georges Henri Foz, Kike Martins da Costa, Letícia Ippolito, Luiz Toledo, Moa Sitibaldi, Natale Giramondo, Pedro Henrique França

SÓCIOS-DIRETORES Clóvis Cordeiro e Pedro Barbastefano Júnior MARKETING

26

34

Equipe de marketing: Ana Cristina de Oliveira (anacristina@meta29.com.br), Angela Saito (angelasaito@meta29.com.br), Bruno Brandespim (bruno@meta29.com.br), Marcus Vinícius Caran (marcus@meta29.com.br), Mariana Iori Vieira (marianavieira@meta29.com.br), Thales Artur dos Santos (thales.santos@meta29.com.br) Equipe de criação: André Yoshikawa (andreyoshikawa@meta29.com.br), Murilo Augusto (murilo@meta29.com.br), Rose Oseki (roseoseki@meta29.com.br) PUBLICIDADE Diretor escritórios regionais: Luiz Carlos Stein (stein@meta29.com.br) Equipe comercial: Ana Cristina Andrade (cristina@meta29.com.br), Ana Paula Teodoro (anapaula@meta29.com.br), Giovanna Barbastefano (giovanna@meta29. com.br), Rafael Bove (rafaelbove@meta29.com.br), Stella Moreira Bella (stella@ meta29.com.br) Rio de Janeiro – Gustavo Katz (gustavo@meta29.com.br) Brasília – Eduardo Godoy (edugodoy@bew.net.br) Curitiba – Alexandre Martins (alexandre.martins@meta29.com.br) Santa Catarina – Jean-Luc Jadoul (jljadoul@terra.com.br) Florianópolis – Sonia Meirelles (sonia@yaguar.com.br) Campo Grande – Rodrigo Perez (rodrigo.perez@waymidia.com.br) Belo Horizonte – Moacir Lopes (moacir@yesbh.com.br) Porto Alegre – Patrícia Koops (patricia@zigon.com.br) Recife – Luis Norfini (novosrumos@hotlink.com.br) Ribeirão Preto – Fernando Campos (fernando@fecampos.com.br) Cascavel, Foz do Iguaçu e Maringá – Alessandra Pajolla (pajolla@meta29.com.br) Salvador – Junior (junior@salvadorneon.com.br) Campinas – Fabio Amaral (fabioamaral@meta29.com.br) Vitória – Dídimo Effgen (didimo.effgen@uol.com.br) Atibaia – Daniel Paladino (dpaladino@ld2comunicacao.com.br) Assistência comercial: Juliana Pessota (juliana@meta29.com.br) e Silene Barbieri Ciciliato (silene@meta29.com.br)

44

ADMINISTRAÇÃO Administrativo e financeiro: Márcio da Silva (marcio@meta29.com.br)

DESTAQUES 26

CAPA Aos 83 anos, Fernanda Montenegro esbanja disposição: é protagonista de O tempo e o vento, e se prepara para estrear mais quatro projetos

34

PERSONAGEM O bailarino e coreógrafo Ivaldo Bertazzo ensina seus cidadãos dançantes a usarem o corpo para viver mais e melhor

44

GASTRONOMIA Confira os deliciosos lançamentos das principais docerias paulistanas para o mês das crianças – e também dos adultos Errata: Diferentemente do que foi publicado na ed. de setembro, Charles Piriou não é chef, e sim sócio-diretor do P.J. Clarke’s no Brasil.

Manutenção e logística de distribuição: Anderson Vidal (anderson@meta29.com.br), Kaio Augusto (kaioaugusto@meta29.com.br), , Priscilla Goulart (priscillagoulart@meta29.com.br), Sérgio Roque (sergio. roque@meta29.com.br), Wagner Pinheiro (wagnerpinheiro@meta29.com.br) Impressão e acabamento: IBEP Gráfica 29HORAS é uma publicação mensal da Meta 29 Serviços de Marketing Ltda. Jornalista responsável: Chantal Brissac (MTB 15.064) DISTRIBUIÇÃO GRATUITA E EXCLUSIVA NAS SALAS DE EMBARQUE DO AEROPORTO DE CONGONHAS A revista 29HORAS respeita a liberdade de expressão. As matérias, reportagens e artigos são de responsabilidade exclusiva de seus signatários. Meta 29 – Av. Nove de Julho, 5966 - cj. 41 - Jd. Paulista - São Paulo Cep: 01406-200 Tel.: 11.3086.0088 Fax: 11.3086.0676 www.meta29.com.br; www.29horas.com.br

29HORAS na rede: twitter.com/revista29horas facebook.com/revista29horas A tiragem e distribuição desta edição de 65.000 exemplares é auditada pela BDO.


in v is tA n A A p os e n tAdori A imobili á riA A demil A r.

A vidA rende mAis pArA quem tem AdemilAr A Aposentadoria Imobiliária Ademilar rende mais que uma previdência privada. Além de poder receber os benefícios antes do fim do plano e multiplicar seus rendimentos, você ainda terá um patrimônio, um imóvel seu. Entre no nosso site e conheça esse jeito moderno e seguro de investir numa vida que renda muito mais.

a d e m i l a r. c o m . b r

11 5694-2000

Rua Estados Unidos, 2186 - Jardim América São Paulo/SP


hora h Musas

DNA musical

Segundo a conceituada revista britânica Gramophone, ela é “uma das mais brilhantes jovens compositoras do Brasil”; já o jornal norte-americano San Francisco Chronicle a definiu como “um verdadeiro dínamo musical”. Estamos falando de Clarice Assad, carioca de 35 anos que faz sucesso no exterior como compositora erudita, arranjadora, pianista e vocalista. Com inegável herança sonora – ela é filha de Sérgio Assad, do Duo Assad, e sobrinha da cantora Badi Assad –, Clarice segue compondo, tocando, cantando e encantando em Nova York, cidade que escolheu para chamar de sua. “Morei em muitas cidades bacanas. Boston, Chicago, Ann Arbor e agora Nova York, que acho muito legal por causa da diversidade e também por ser um polo cultural muito forte”, explica Clarice, no momento em residência como compositora do American Lyric Theater, organização cujo objetivo é facilitar a criação de novas óperas. “Terei a oportunidade de trabalhar com um libretista na criação de uma ópera em um ato, que será produzida e estreada em 2014”. No dia 3 de outubro, a sua composição Terra Brasilis, uma fantasia sobre o Hino Nacional Brasileiro, será apresentada na Sala São Paulo em um concerto pré-turnê – entre os dias 7 e 27, a Osesp

8 | 29HORAS | Outubro 2013

seguirá para Europa para tocar, além desta peça de Clarice, obras de Prokofiev, Camargo Guarnieri, Chopin, Beethoven, Mahler, Berio e Bernstein. “Ser citada como compositora entre estes nomes tão importantes na música é uma maravilha!”, ela comemora.  Clarice lembra que a história musical de sua família começou com seu avô Jorge, bandolinista autodidata que, junto à esposa Dona Ica, passou essa paixão para os filhos e netos. “Do meu pai eu herdei a afinidade pela composição, e da minha mãe, a voz. O gosto por experimentar técnicas novas vem da minha tia Badi, e do meu tio Odair a vontade de sempre querer aprimorar no meu instrumento. Dos meus avós, com certeza é esse amor todo que eles sempre tiveram em fazer música só pelo prazer de fazer”, resume Clarice Assad, para quem o ano de 2014 será “de colheita”, já que passou este praticamente escrevendo. Muitas de suas obras e arranjos serão executadas pela New Century Chamber Orchestra, Albany Symphony e Chanticleer, um coral masculino baseado em São Francisco. Também será lançado o CD Imaginarium, que conta com a participação de mais de 40 pessoas, entre eles músicos de sua talentosa família. Chantal Brissac

Cynthia Van Elk / divulgação

Integrante da terceira geração de uma família de músicos, Clarice Assad desponta como compositora de carreira internacional


Clarice terá uma de suas composições executadas pela Osesp neste mês; ano que vem, outras importantes orquestras internacionais irão tocar obras da carioca

9


hora h teatro

Gestos que valem por mil palavras Bruno e Antonio Fagundes fazem peça sobre comunicação e o universo dos surdos

10 | 29HORAS | Outubro 2013

Bruno Fagundes protagoniza peça sobre as limitações de um surdo

tweets, e-mails ou mensagens de texto é muito chato”, opina Bruno, para quem as redes sociais às vezes são na verdade antissociais. Tribos aborda a surdez universal e divide o tema em duas categorias: a daqueles que não conseguem calarse por tempo suficiente para entender uma realidade diferente de sua própria, e a dos surdos, que são fisicamente incapazes de receber estímulos sonoros. Na peça, Billy é tratado pela família quase como uma mascote, um incapaz que foi forçado pelos pais a aprender a ler lábios e se expressar vocalmente. Mas se emancipa justamente ao conhecer uma moça, Sylvia (Arieta Correa), que sabe se comunicar pela Libras – Linguagem Brasileira de Sinais. Participam da peça também os atores Eliete Cigarini, Maíra Dvorek e Guilherme Magon. A direção é de Ulysses Cruz e os figurinos, de Alexandre Herchcovitch. Do confronto de Antonio Fagundes com seu filho Bruno no palco tiramos uma lição que tem vários pontos de semelhança com o que rola na TV na novela Amor à vida, entre o homofóbico Dr. César Khoury (vivido por Fagundes) e seu filho Félix (interpretado por Mateus Solano): existe surdez maior do que o preconceito, o orgulho, a ignorância, o egoísmo? Kike Martins da Costa

Jairo Goldflus/Divulgação

Na primeira parceria entre pai e filho no teatro, o espetáculo Vermelho (2012), Antonio Fagundes interpretou o famoso pintor Mark Rothko, artista que contrata o aprendiz Ken, vivido por Bruno Fagundes. Na montagem do premiado espetáculo da Broadway ambientado na Nova York dos anos 50, Fagundes foi, como em tantas vezes, o protagonista, o papel principal. Desta vez, na peça Tribos, em cartaz de sexta a domingo no Tuca, em São Paulo, é o veterano ator de 64 anos que atua como coadjuvante, enquanto Bruno, de 24 anos, é a estrela do espetáculo. O jovem ator encara seu primeiro grande papel no teatro na pele de Billy, um rapaz surdo que nasceu em uma família de ouvintes. “Estou apenas retribuindo um convite. No ano passado eu o convidei para atuar ao meu lado em Vermelho; agora ele é que me chamou para trabalhar em Tribos”, contemporiza o paizão. Foi Bruno quem assistiu a essa peça em Nova York em setembro de 2012 e teve a ideia de trazê-la para os palcos brasileiros. “Enlouqueci ao ver o espetáculo, encenado por uma companhia inglesa e com um ator surdo de verdade no papel principal. Depois, quando adquirimos os direitos para montá-lo aqui em São Paulo, mergulhei durante meses no mundo dos deficientes auditivos para trabalhar o personagem”, conta o ator. Nina Raine, a autora do texto, usa a figura de um surdo para questionar os diversos tipos de limitação do ser humano e, de uma maneira perversamente divertida e politicamente incorreta, revive as típicas questões familiares e reforça as dificuldades de convivência – como em toda tribo. O pai de Billy nunca admitiu a surdez do filho e não quer que ele se comunique pela linguagem dos sinais – para que ele não se feche num gueto só de gente que usa essa forma de comunicação. Mas ele próprio, o pai, tem aulas de chinês – e pela internet, sem contato presencial com um professor. “A surdez física é um fardo. Mas as pessoas que têm a audição perfeita também vivem em um mundo surdo. A internet pode facilitar a comunicação, em alguns aspectos, mas acaba isolando as pessoas, que ficam ensimesmadas e perdem a capacidade de se expressar face a face, olho no olho. Conversar trocando torpedos,


hora h dança

Passos na metrópole

Inspirados pelo movimento, o coletivo Baillistas cria séries de fotografias usando pontos da cidade como cenários

12 | 29HORAS | Outubro 2013

Bailarinas às margens do rio Tietê alertam para a inércia da população

começo do período industrial e hoje se encontra bastante abandonado”, diz Debora. Por enquanto, o quarteto é que assume os custos. Os bailarinos, as maquiadoras e os videomakers são todos voluntários. Semanas antes de sair para as ruas, eles se reúnem para fazer um trabalho de vivência: discutem o tema da série, assistem a vídeos e desenvolvem atividades para absorver o significado daquilo tudo. Agora eles estão em busca de patrocínio – já estão batalhando para participar de alguns editais. Enquanto isso, seguem produzindo. Já têm mais alguns ensaios rabiscados ainda para este semestre. O grupo também está aberto para receber materiais de quem estiver interessado em participar. Quem trabalha com qualquer linguagem artística relacionada ao corpo, pode entrar em contato pelo site www.baillistas.com e ficar de olho nas datas das próximas audições. Vale acompanhar esse belíssimo trabalho. Letícia Liñeira

divulgação

Quatro amigos se juntaram para explorar diferentes olhares sobre São Paulo. Neles o corpo é o protagonista. O artista plástico Piercarlo Pellegrino, de 28 anos; a fotógrafa Laís Aranha, de 26 anos; a socióloga Debora Gepp, de 23 anos; e o bailarino e coreógrafo Jorge Bascuñan, também de 23 anos, uniram três vertentes da arte – a dança, a fotografia e o vídeo – para ressignificar os espaços de uma megalópole como São Paulo. A ideia surgiu no comecinho do ano passando, quando Piercalo acompanhou a campanha Ame sua cidade, feita pela agência em que trabalha. Na mesma época, ele também conheceu o Ballerina Project, em que bailarinas são fotografadas pelas ruas de Nova York. Isso tudo começou a inspirá-lo. Ele resolveu, então, criar uma versão mais elaborada, mas que não fosse apenas para retratar bailarinas em posições clássicas, e reuniu os amigos para formar o coletivo. “A gente trabalha com a condição do corpo contemporâneo nas grandes cidades e busca questionar o modo de vida nesses lugares”, explica Piercarlo. Até o momento, eles já produziram três séries. A primeira delas, sobre o caos, reflete sobre as relações de trabalho e poder estabelecidas em grandes centros urbanos. Nela o poder é representado por um executivo, que é sustentado pela massa trabalhadora. Já a segunda série, realizada às margens do rio Tietê, questiona a inércia das pessoas diante da transformação pela qual esse rio passou. “Pensamos no que representa esse rio dentro da cidade e na falta de atitude das pessoas, que parecem não se importar com a poluição dele”, diz Debora. Em algumas imagens é possível confundir o cenário com o de um sertão: a terra ressecada, toda craquelada. O ensaio mais recente foi fotografado na Vila Maria Zélia, na zona leste, uma das primeiras vilas operárias da capital. “As ruínas do colégio, onde produzimos as fotos, transmitem a sensação de solidão daquele lugar, que já foi um dos mais produtivos no


hora h viagem

Restaurante Al Muntaha, com vista panorâmica da cidade

Interior de uma das luxuosas suítes

O exuberante hotel tem forma de vela e 321 m de altura

Luxo em Dubai

O hotel Burj Al Arab, da rede Jumeirah, se encaixa naquele nicho do turismo que deseja proporcionar “experiências” para o hóspede – uma aura de encantamento que pode incluir mordomos a postos para fazer e desfazer malas, passeios turísticos desenhados sob medida e jantares na suíte que nunca é menor do que 170 m2. Os principescos quartos do Burj oscilam entre 170 m2 e 780 m2. “Luxo é definido pelo espaço amplo, pelo conforto, e pela quantidade e qualidade de funcionários. Nós temos mais de 1.500 colaboradores e 220 mordomos para apenas 202 suítes. A nossa menor suíte é do tamanho de uma suíte presidencial

14 | 29HORAS | Outubro 2013

dos grandes hotéis”, disse Heinrich Morio, gerente geral do hotel, que esteve em São Paulo em setembro para apresentar as novidades desse ícone de Dubai. Entre elas, o executivo adianta, haverá em breve a possibilidade de encontrar mais pacotes diretos do Brasil, além de experiências como o “mergulho romântico ao luar”, na bela piscina de borda infinita, e “o pedido perfeito” – em que o hotel organiza o cenário ideal para quem quer se ajoelhar aos pés do seu amor. Claro, esses mimos exclusivos têm seu preço, assim como as diárias do hotel, que custam a partir de R$ 6 mil (na menor suíte). www.jumeirah.com

fotos divulgação

Construído em uma ilha, a 280 m da famosa praia de Jumeirah, o hotel Burj Al Arab quer se destacar como o mais luxuoso do mundo


SUA MELHOR ESCOLHA Uma das Big 5 L铆der no middle market 18 escrit贸rios no Brasil

Audit | Tax | Advisory

Visite nosso site

www.facebook.com/bdobrazil www.twitter.com/bdobrazil www

www.bdobrazil.com.br


hora h Música

Teatro

Beethoven no centro paulistano

O gênio de Bonn dá o ar da graça na nova sala de música de câmara de SP, na Praça das Artes

Jairo Goldflus / divulgação

No recém-restaurado salão do Conservatório Dramático Musical de São Paulo tem acontecido belas apresentações do Quarteto de Cordas da Cidade de São Paulo – o grupo assumiu o desafio de apresentar, até o final do ano, a integral dos quartetos de cordas de Ludwig van Beethoven (1770-1827). No dia 17 de outubro, às 20h, o grupo formado pelos violinistas Betina Stegmann e Nelson Rios, o violista Marcelo Jaffé e o violoncelista Robert Suetholz – prestigiado corpo artístico do Theatro Municipal –, tocará o Quarteto op. 18, n. 5 e o Quarteto op. 59, n. 1, Razumovsky. Já no dia 31, também às 20h, o quarteto vai de Villa-Lobos (Quarteto n. 2) e César Franck (Quinteto para Piano e Cordas em Fá Menor). Em novembro e dezembro, há mais Beethoven em três apresentações. Vale conferir esses espetáculos do ótimo Quarteto da Cidade. Os ingressos custam R$ 30 e a bela sala de música de câmara da Praça das Artes fica na avenida São João, 281, tel. 3331-1479, no Centro, próxima às estações Anhangabaú e República do metrô. www.ingressorapido.com.br

Selma Egrei, Felipe Hintze, Maria Fernanda Cândido, Gianecchini e Simone Zucato

Na toca familiar

divulgação

Com direção de Dan Stulbach, A toca do Coelho traz reynaldo Gianecchini, Maria Fernanda Cândido e Selma Egrei ao Teatro Faap

O Quarteto de Cordas de São Paulo se apresenta na Praça das Artes

16 | 29HORAS | Outubro 2013

Grande sucesso na Broadway, escolhido melhor texto no seu ano de estreia, 2006, e Prêmio Pullitzer, a peça A toca do coelho, do escritor norte-americano David LindsayAbaire, acabou de estrear com um elenco estrelado e uma direção primorosa, de Stulbach. Em Nova York, a peça levou a atriz Cynthia Nixon – de Sex and the city –, a ganhar o Prêmio Tony na pele de Becca, vivida aqui por Maria Fernanda Cândido. Becca é casada com Paulo, papel de Reynaldo Gianecchini. Eles vivem o maior drama que um casal pode passar: a perda do filho. Presos a um labirinto de memórias, desejo, culpa, recriminação e sarcasmo, lutam para refazer suas vidas. A atriz Selma Egrei faz o papel da mãe de Becca, enquanto Simone Zucato interpreta a irmã. O jovem Felipe Hintze, envolvido no acidente que provocou a tragédia, é, curiosamente, a figura que pode trazer um alento à família despedaçada. O espetáculo fica até o dia 15 de dezembro, entre sexta e domingo. Os ingressos custam entre R$ 80 e R$ 100 e o teatro Faap fica na Rua Alagoas, 903, em Higienópolis, tels. 36627233 e 3662-7234. www.faap.br/teatro


SHARON

STONE PARA FG EMPREENDIMENTOS

47 3361.2000 | FGEMPREENDIMENTOS.COM.BR

UTILIZE O LEITOR DE QR CODE DO SEU CELULAR OU TABLET PARA CONHECER OS ÚLTIMOS LANÇAMENTOS DA FG EMPREENDIMENTOS.


hora h internet

Em seu mais recente livro, Zeca se diverte ao fazer uma nova viagem, desta vez ao planeta “Velhice”

O espelho de Zeca Camargo É pela e-galáxia, editora especializada em e-books, que o jornalista Zeca Camargo decidiu lançar sua mais nova obra, 50, eu?, em que abre seu coração para contar sobre as agruras e delícias de envelhecer. O objetivo é disponibilizar o livro por um preço razoável – R$ 11,70 – e para mais pessoas, já que ele pode ser lido em computadores pessoais (PC ou MAC), tablets, smarthphones ou e-readers. Com humor e um texto gostoso, Zeca, nesse sexto livro (os outros cinco foram sobre temas ligados ao universo profissional), desvela as suas impressões sobre a chegada aos 50, segundo ele nada traumática. A biografia foi lançada no início de setembro na Bienal do Livro, no Rio, e contou até com o ineditismo de um “autógrafo digital”. Em seu blog, Zeca comentou dos desafios da opção exclusivamente digital, que começa a crescer agora: “Na ausência de um objeto – nosso querido e adorado livro tradicional –, as pessoas que graciosamente compareceram ao estande da Kobo na Bienal traziam apenas um pedaço de papel com a reprodução da capa para eu assinar. Muitas nem haviam baixado o livro ainda – e, em alguns casos, eu desconfio que vão levar um tempo para lê-lo. Nem eu nem elas entendíamos direito o que estava acontecendo – mas pelo menos estávamos nos

18 | 29HORAS | Outubro 2013

divertindo com o encontro”, ele escreveu. No livro, que consumiu três meses de escrita, Zeca faz uma reflexão divertida em 14 capítulos, cada um deles recheado de histórias biográficas. Já na abertura, ele convida os leitores a acompanhá-lo em mais uma viagem: “Quando falo que estava começando a me sentir velho, não coloco nisso nenhum juízo de valor: é mais como se tivesse ganhado um novo carimbo no meu passaporte, depois de ter visitado um novo país. Islândia? Papua-Nova Guiné? Tuvalu? Já conheci todos muito bem. Mas essa ‘terra distante’ chamada Velhice agora se apresenta como um território a ser desbravado. Pegue a enxada, digo, a bengala e siga comigo!”. Zeca lembra que faz parte de uma geração que acreditou que viveria com 25 anos para sempre. Ele passeia por assuntos íntimos como mudanças do corpo, dificuldade para enxergar e outros mal-estares do envelhecimento, mas sem dar conselhos ou distribuir dicas de como chegar lá com corpinho de 40. “Não quero, nessa viagem, esmiuçar causas nem soluções para as mazelas que a idade nos traz. Você tem minha palavra que não vai encontrar aqui nem entrevistas com médicos nem sábias palavras de gurus do envelhecimento. Em compensação prometo honestidade – e uma certa graça”, diz. www.e-galaxia.com.br

divulgação

O apresentador de tv lança livro biográfico exclusivamente em formato digital


hora h mobilidade

Hobin Hood e a Tarifa Zero

Entre protestos e debates sobre o preço e a qualidade dos transportes públicos, a viabilidade da gratuidade desse sistema volta a ganhar destaque na agenda da mobilidade urbana Quando usamos o transporte público, a gente paga no ato do uso, gira a catraca e pronto. Está pago o deslocamento. A matemática da mobilidade via transporte público pode parecer prática, calculada no simples girar de uma catraca, mas não. Além desse valor pago pelo cidadão no ato do uso dos meios de transportes públicos, há subsídios milionários pagos pelo poder público às empresas que operam esse sistema. Ou seja, todo mundo paga a conta: usando ou não o transporte coletivo. E tudo isso porque as empresas que operam os transportes públicos são privadas, logo, visam lucro. Resumindo, todo o nosso dinheiro (e mais um tanto dele que vai na forma de subsídio) paga a operação e o lucro das empresas. E assim a gente cria um círculo vicioso que beneficia poucos em detrimento do esmagamento de muitos em transportes precários e lotados. Então vamos voltar lá para junho. Mais uma vez: quando uma multidão de brasileiros foi para as ruas reivindicar contra o aumento do preço nas passagens dos ônibus, trens e metrôs. Alguns muitos erguiam bandeiras em defesa da tarifa zero do transporte público. Seria isso uma utopia de jovens hippies ou um convite para um debate mais amplo? Para chegar à tarifa zero muita coisa precisa ser reformada. A primeira delas já falamos aí em cima: o lucro das empresas que operam o sistema. Transformando o transporte público em público de verdade, corta-se essa margem de lucro gigante das empresas. A tarifa já poderia abaixar a partir daí. Mas ainda não se chega ao zero. Depois entram os subsídios. No início da década de 90, a então prefeita de São Paulo, Luiza Erundina, hoje deputada federal, ousou ao propor um Projeto de Lei que implantava o passe livre em São Paulo. O transporte de ônibus, operado pela Prefeitura Municipal, seria gratuito no ato do uso. Mas de onde sairia esse dinheiro? Do IPTU. Uma taxa extra seria cobrada de toda a população proprietária de imóveis na cidade. Segundo Erundina, nessa lógica, quem tivesse mais imóveis e terrenos na cidade – logo, ocupasse mais o espaço urbano – e

20 | 29HORAS | Outubro 2013

morasse nas localizações mais privilegiadas, pagaria mais. Quem não tivesse imóvel nenhum, não pagaria nada. A proposta, apesar de parecer plausível na época, foi duramente rejeitada na Câmara dos Vereadores. Afinal, quem paga as ricas campanhas da maioria dos nosso políticos também são essas empresas privadas que operam o transporte público. E, assim, voltamos para o ciclo vicioso. Agora os subsídios para o transporte voltaram à mesa. Desta vez, não se fala mais dele vir do IPTU, e sim dos usuários de veículos privados. De um jeito simples (que não é tão simples assim): quem opta pelo carro particular para se locomover seria taxado para subsidiar quem optou pelo transporte público. Um estudo da Fundação Getúlio Vargas (FGV) mostrou que, por exemplo, se subíssemos em R$ 0,50 o preço do litro de gasolina para ser revertido aos transportes públicos, isso já reduziria R$ 1,20 do preço da passagem. “É justo que as pessoas que usam o transporte privado ajudem a subsidiar o transporte público. Eu chamo isso de Política Robin Hood”, argumentou, por carta, o prefeito de Porto Alegre, José Fortunatti, durante o Seminário Alternativas para os Transportes Públicos, que aconteceu em agosto, em São Paulo. No mesmo evento, um coro de prefeitos, secretários, técnicos de transporte e engenharia de tráfego mostrou entender que as ruas são públicas, mas que o excesso de veículos privados prejudica o seu caráter de público. Logo, os veículos privados precisam pagar essa conta. Portanto, é nítido que os governos ensaiam um discurso com embasamento técnico e teórico. Agora resta saber quem vai ser o primeiro a ter vontade política e prática para encarar esse desafio e talvez despertar o gigante bilionário que hoje lucra às custas da população que usa, ou não, os transportes públicos do Brasil. oGangorra é um espaço de trabalho compartilhado onde organizações, movimentos e coletivos criam juntos soluções para melhorar a mobilidade urbana e a qualidade de vida em São Paulo – Rua Mourato Coelho, 1344 – Vila Madalena / chegamais@ogangorra.com.br


Um mês inteiro para lembrar que dá para ser feliz sem carro

Enquanto eles discutem… … que tal ler e se atualizar? Confira algumas dicas de leitura que podem inspirar você a deixar o carro em casa e curtir mais o espaço público:

Como viver em São Paulo – Sem Carro Idealizado pelo empresário Alexandre Frankel e com autoria do jornalista Leão Serva, o livro traz uma pesquisa inédita sobre mobilidade urbana: 57% dizem ter abandonado o carro nos últimos anos e 58% dizem que a maior infelicidade na cidade é o trânsito. O livro também conta a história de 12 personagens que estão mudando o conceito do uso do carro na maior cidade do Brasil. Editora Neotropica. Preço: R$ 29. Loja virtual: http://bit.ly/16D5zY5

Eu Amo Bike

novaes

O livro traz 50 histórias de homens e mulheres de todas as idades e em todas as regiões do Brasil que são apaixonados por bicicleta e carregam, com a magrela, histórias inspiradoras. A renda arrecadada com a venda da publicação é revertida para três organizações que trabalham com mobilidade por bicicleta. São elas: Ciclocidade, Transporte Ativo e Vá de Bike. Na ilustração feita exclusivamente para a coluna, NOVAES reflete sobre o valor do transporte público

Editora Mol. Preço: R$ 39. À venda nas principais livrarias.

21


hora h mais que nécessaire

Mimos para os pequeninos Peças e produtos exclusivos garimpados para presentear a criançada nesta data especial

1

4

2

3

5

1. Chocoterapia – Para manter o bom-humor, a vitamina B de brigadeiro, da Maria Brigadeiro, vem com 70 cápsulas de chocolate ao leite com recheio de brigadeiro gourmet. O vidrinho custa R$ 55. 2. Bicharada reunida – Camisa tricoline com estampa de bichos, da Tyrol. Disponível do P ao 2. R$ 146. www.tyrol.com.br 3. Mão na massa – O livro Festa da Rebeca – Receitas deliciosas para muita diversão (ed. Alaúde), da chef mirim Rebeca Chamma, incentiva as crianças a prepararem seus próprios pratos. Tem receitas de biscoitinhos para uma sessão de cinema e até lanches para um chá da tarde. R$ 39,90. www.alaude.com.br 4. Charme floral – Vestido de algodão com detalhes e aplicação de flores recortadas a laser e lacinho com pedrarias e metais, da 1+1. R$ 349. www.1mais1.com 5. Aventura sobre duas rodas – A Caloi Wild XS (aro 20) é indicada para crianças de 6 a 9 anos. Possui quadro em alumínio, freio V-Brake, conjunto de câmbio Shimano, suspensão frontal que garante conforto ao pedalar, e aro de parede dupla. R$ 799. www.caloi.com 6. Canguru 3 em 1 – O My Carrier, da Stokke, pode ser usado de três maneiras: virado para dentro (para recém-nascido, com no mínimo 3,5 kg, até que o bebê esteja com a cabecinha firme), voltado para fora ou nas costas (quando o bebê mede mais de 72 cm). Feito de algodão orgânico, é indicado até os 3 anos (ou até 15 kg). R$ 1.399. www.stokke.com

22 | 29HORAS | Outubro 2013

fotos divulgação

6


29h sp-rio

a 3ª maior ponte aérea do mundo

ESPORTE

Rio ativo

Livro bilíngue que narra a trajetória da vida esportiva carioca será lançado este mês Cidade com vocação para o esporte, o Rio de Janeiro estimula a prática de atividades ao ar livre com suas paisagens exuberantes como pano de fundo. Essa foi a inspiração dos jornalistas especializados em esportes Rogério Daflon e Fellipe Awi, que junto aos fotógrafos Carlos Secchin e Ivo Gonzalez criaram o livro RioAtivo – Geografia social do esporte. A edição bilíngue mostra as principais atividades ao ar livre – remo, vela, surfe, bodyboard, stand-up paddle, ciclismo, corrida, escalada, slackline, vôlei de praia, futevôlei e skate, entre outros – sob a ótica histórica, social e ambiental, apontando também os problemas ambientais que ameaçam as áreas onde elas são praticadas e o que é preciso fazer para preservá-las. Além de mostrar figuras-chave do Rio como Isabel Salgado e Bernard (vôlei de praia), Luiz Lima (natação) e Júnior (futebol), a obra também revela personagens que transformaram sua vida – e a de outras pessoas – por meio do esporte. Gente como Ruy Marra, que, a partir de sessões de voo livre, ajuda psicologicamente jovens da Rocinha; Mangueira, professor de frescobol na praia; e Pedro Paulo, que fabrica com cimento e areia os equipamentos de uma das mais charmosas academias ao ar livre do Rio, na Praia do Diabo, em Ipanema. O lançamento será no dia 21 de outubro, às 19h, na Casa de Cultura Laura Alvim. Avenida Vieira Souto, 176, Ipanema, tel. (21) 2267-4307.

24 | 29HORAS | Outubro 2013

Aula de ginástica na praia do Arpoador, um dos flagrantes da dupla Secchin e Gonzalez

O kitesurf é uma das atividades esportivas mais comuns nas praias do Rio de Janeiro


LIVRO

Transformação inspiradora

Carioca da gema, a jornalista Fernanda Thedim lança Corpo novo, vida nova, livro em que mostra como emagreceu 55 kg em um ano No final de agosto, a Vigitel – Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico –, divulgou uma pesquisa sobre obesidade com resultado preocupante: 51% da população brasileira estão acima do peso. Há alguns anos, a jornalista Fernanda Thedim fazia parte desse percentual. Aos 12 anos, ela já pesava 80 kg; aos 18, passava dos 100 kg. Fernanda tentou várias dietas, mas nada funcionou. Aos 30 e poucos anos, veio o baque: carregando 127 kg, foi diagnosticada como obesa mórbida. Este foi o estopim que atiçou sua força de vontade, a maior aliada dessa luta, relatada, com humor e propriedade, no recémlançado Corpo novo, vida nova (ed. Casa da Palavra). “A força de vontade funciona como um músculo: quanto mais exercitada, mais forte se torna”, diz a autora, que perdeu peso com um programa de exercícios e reeducação alimentar. Ela também conta os desafios de mudar hábitos para se tornar uma pessoa mais saudável, mostra as entrevistas com os especialistas que acompanharam a sua hercúlea jornada, aponta os aplicativos que ajudam na dieta e no exercício e lista os principais conselhos para seguir adiante e – importante! – se manter no peso ideal, O livro narra a brava jornada de Fernanda tarefa para toda a vida. www.casadapalavra.com.br

GASTRONOMIA

Bem caliente

As novidades do cardápio da Sí Señor, que faz uma saborosa fusão das culinárias mexicana e americana

Sorvete de creme e choco crisps com calda de chocolate e caramelo

Texas trio: buffalo wings, onion rings e potatos skins

Sua intenção é petiscar? Então vá de La Buena Onda, porção com taquitos de machaca, tostaditas de frango e quesadilla, um hit da casa. Quer novos sabores? Experimente os ceviches, novidade dessa rede que tem casas espalhadas no Rio e em São Paulo. Um dos mais saborosos é o Yucatán, preparado com abadejo, lula e camarões picados e temperados com pico de gallo e limão, acompanhado por guacamole e tostadas. Para bebericar, peça a clássica margarita – com tequila, curaçau e suco de limão –, a caipirinha de lima da Pérsia com alecrim ou a cerveja mexicana Dos Equis. Entre os sandubas, os destaques são o Ranchero, hambúrguer com queijo derretido e champignons salteados com cebola e o Philli Steak, com bife de chorizo, queso caliente, cebolas salteadas e onion crisps. Rua General San Martin, 1.011, Leblon, tel. (21) 2249-216 | Avenida das Américas, 5.000, térreo (shopping New York City Center), Barra da Tijuca | Rua Farme de Amoedo, 39, Ipanema, tel. 3435-6364. www.sisenor.com.br

25


capa

Senhora do tempo

Fernanda Montenegro

está nos cinemas de todo o Brasil em O tempo e o vento, filme inspirado na obra de erico Verissimo, que narra a história de amor de Bibiana e o capitão Rodrigo, saga que atravessa gerações e guerras no Rio Grande do Sul. Nesta entrevista, Fernanda também relembra seu grande amor, Fernando Torres, fala da maternidade, do ofício de atriz e mostra que é senhora do seu tempo. Aos 83 anos, com energia de uma adolescente, ela se prepara para estrear outros quatro projetos no teatro, na TV e no cinema Por Pedro Henrique França Fotos Daryan Dornelles make auri mota 26 | 29HORAS | Outubro 2013

Fernanda Montenegro: descendente de portugueses e italianos, nascida Arlete, ela é a nossa grande e querida atriz


capa

É uma tarde quente em pleno inverno carioca, quando Fernanda surge no lobby do hotel Caesar Park, no Rio de Janeiro, de frente para a praia de Ipanema, onde costuma conceder suas entrevistas. Ela vai direto ao cantinho reservado para a sessão de fotos que ilustram essa reportagem. Vestindo um descolado macacão preto, antes de dar início aos cliques ela checa com a fiel secretária qual é a cor de xale que deve usar para quebrar o tom monocromático do figurino. Opta pelo verde. Em seguida, numa banqueta, se distrai com o mar enquanto ouve as direções do fotógrafo Daryan Dornelles: “O mar está lindo hoje. E tão calmo”. Entre algumas singelas mudanças de expressão e mínimas alterações de posições das mãos e dos perfis, ela praticamente conduz a fotografia com o olhar. Sempre sereno, como o mar que tanto admira. O poder do olhar é algo que essa atriz – “de teatro”, como enfatiza – preza muito e que quase foi colocado em risco quando se submeteu a uma intervenção estética para retirada das bolsas, em 1967. “Se eu soubesse nem teria tirado, sabia? Voltou tudo”, diz, com um sorriso entrecortado. Frequentemente citada entre outras atrizes como aquela que melhor soube envelhecer, Fernanda faz graça: “Imagina! Elas não olharam bem”. E solta outro riso tímido. Fernanda se (re)viu com 17 anos recentemente numa foto antiga que colocaram nos sets de Saramandaia. “Até que eu era bem bonitinha”, brinca. “Mas na época, no meio daquelas mulheres deslumbrantes, eu era magérrima, com muito cabelo, muito olho, peito nenhum, bunda nenhuma”, diz Fernanda, que está mais uma vez deslumbrante em cena como a protagonista Bibiana de O Tempo e o vento, longa de Jayme Monjardim, inspirado na clássica obra de Erico Verissimo. No filme, que conta com Cleo Pires como Ana Terra e Thiago Lacerda como o capitão Rodrigo, Fernanda é, ao lado da fotografia impecável, a grande atração. Como assim foi em Central do Brasil (1998), de Walter Salles, quando atingiu o ápice da carreira, conquistando o prêmio de melhor atriz no Festival de Berlim, um dos mais respeitados do mundo. E ainda disputou o Globo de Ouro e o Oscar ao lado de Cate Blanchett e Meryl Streep. “Jamais imaginei que aquele boneco viria para mim. Quem sou eu para ficar triste no mesmo dia em que Meryl Streep perdeu?”. O Oscar foi para Gwyneth Paltrow, por Shakespeare apaixonado. Não há prêmios ou palavras que definam essa mulher, dona de uma humildade sem igual. Nascida Arlete e consagrada como Fernanda, ela é apaixonada pelo teatro – para onde volta em breve com Viver sem tempos mortos, em que interpreta a filósofa Simone de Beauvoir –, mas também guarda atuações memoráveis no cinema e na televisão. Com disposição invejável para o trabalho, Fernanda Montenegro dedicou uma hora de seu tempo para a 29HORAS. Com a palavra, a maior atriz brasileira de todos os tempos:

28 | 29HORAS | Outubro 2013

Simone de beauvoir abriu a cabeça da minha geração. São coisas ditas por uma mulher gasta, envelhecida. São frases que batem muito numa hora que você vê a vida indo embora e tem que enfrentar isso com galhardia O tempo e o vento é uma história sobre o amor. O que essa personagem, uma mulher centenária que repassa a sua vida, representa para você? Toca as suas memórias? Eu prezo minhas memórias, porque, na verdade, a gente é a nossa memória. Se você a perde, você acabou. As boas e as más memórias são eternas. Elas te alimentam, te conduzem. É interessante, porque sou de família de gente que vive muito. Minha mãe morreu com 86 anos. Então a gente compreende o que é a velhice no seu já próximo adeus. Como é a sua rotina? A minha rotina é o meu trabalho. Não que eu não tenha vida [fora dele]. Os anos não tiraram meu trabalho, pelo contrário, me trouxeram mais. Estou terminando a novela Saramandaia, vou retomar a peça Viver sem tempos mortos [em que interpreta a filósofa feminista Simone de Beauvoir] na periferia do Rio, vou fazer o filme do Domingos Oliveira, No fundo do lago escuro, e imediatamente faço um trabalho com Jorge Furtado. Serão 15 capítulos de Doce de mãe, que fizemos num telefilme para a Globo. E ainda vou fazer com Andrucha [Waddington, seu genro, casado com Fernanda Torres] um dos curtas do Rio eu te amo. Simone de Beauvoir foi uma mulher independente, à frente do seu tempo, que manteve uma relação com um marido [Jean Paul Sartre] de pensamentos igualmente libertários. Há uma identificação com ela? Hoje Simone e o Sartre devem estar um pouco meio fora de moda, mas lá naquele início dos anos 50, quando escreveu O segundo sexo, ela abriu a cabeça da minha geração. Concordo muito com essa mulher, quando ela diz que “o passado alimenta o meu presente. Mas eu não sou escrava dele”. Entre outras coisas muito lindas, como “vivi num mundo de homens guardando em mim o melhor de minha feminilidade”; “o tempo é irrealizável”; e “o que me surpreende é a impressão de não ter envelhecido embora eu esteja instalada na velhice”. São coisas que não são ditas por uma escritora de meia-idade, mas por uma mulher gasta, envelhecida. São frases que batem muito numa hora que você vê a vida indo embora e tem que enfrentar isso com galhardia.


Com Thiago Lacerda em cena de O tempo e o vento, dirigido por Monjardim com base na obra-prima de Erico Verissimo: presença brilhante no set de filmagem

Ali no espetáculo, quando a Simone fala de seu amor por Sartre, em algum momento é também uma representação de Fernanda sobre o Fernando? Sim. A Simone era uma mulher libertária, mas que nunca fugiu daquele homem e era muito entregue a ele. Foram muitos anos de ligação e, depois, essa morte dele tão dolorosa e esticada. É um companheiro que vai embora... Agora em setembro fez cinco anos que o Fernando morreu. Um par que tenha vivido 60 anos juntos, seja que de sexo for, na morte de um deles existe uma perda assim... muito profunda.

divulgação

Você vê com otimismo a evolução da participação feminina na sociedade? Caminhou-se muito. O Brasil é um matriarcado e não só porque temos uma presidente. A gente sabe que as mulheres estão comandando suas famílias. Numa classe menos favorecida é facílimo ver mulheres que cuidam dos filhos, de homens que não tomam nenhuma responsabilidade diante de uma gravidez. Nossas cozinhas todas são assim. São essas mulheres que tocam esse país. Você participou recentemente de uma campanha sobre o preconceito e deu um beijo em Camila Amado no palco, em repúdio ao deputado Marco Feliciano... Aquilo ali foi um beijo de carinho pela Camila. A gente se beija muito em teatro, é comum no nosso mundo. Ainda es-

tranho que se choque tanto beijar assim. Se você beijar seu cachorrinho e tirar uma foto ninguém vai dizer algo sobre o direito dos animais. Mas se você beija um outro ser, vira uma notícia que é uma loucura. O preconceito é uma luta diária pelos séculos afora. Então não é só você dar um remédio pro cara e a pessoa muda de humor ou visão de mundo. Houve preocupação quando seus filhos, Fernanda e Claudio Torres, decidiram seguir o caminho das artes? Não. Nunca tive nenhuma preocupação de caráter profissional para eles. Sinceramente, nunca me importei com que meus filhos pudessem fazer a partir de alguma pós-adolescência. Eles vieram para essa profissão porque quiseram, nunca os ajudamos em nada, nem pedimos nada para os nossos filhos em lugar nenhum. Inclusive eles foram emancipados aos 16 anos. Quando nós ouvimos a leitura da emancipação, trememos nos alicerces, mas não recuamos. A partir dali eles iam poder assinar seus contratos e caminhar para onde quisessem. Na época em que você escolheu esse caminho, a profissão de atriz era vista como algo leviano. Como foi enfrentar essas barreiras? Meus pais não encararam numa boa, ficaram assustados, era uma anomalia. Eu fui primeiro para a rádio Ministério, com 15 anos. Fiquei lá dez anos. Era uma estação cultural, à épo-


capa

ca muito amparada por um colegiado de professores e jornalistas. Foi uma universidade que não fiz. A televisão veio em 1951. E de repente botei os pés no teatro, mesmo. Aí já viram que eu não estava brincando, que eu era responsável, intuíram que eu tinha uma vocação. Após tanto tempo como Fernanda Montenegro no imaginário nacional, quando você se olha no espelho vê mais a Arlete ou a Fernanda? Todos nós somos muitos. Se prestarmos bem atenção somos diferentes pra cada pessoa com quem a gente mantém um diálogo. Eu tenho a configuração jurídica de Arlete Pinheiro Monteiro Torres. Essa é a minha visão mais consistente, da realidade com a qual vivo. Fernanda Montenegro é uma ilusão, no sentido de que quando as pessoas falam sobre ela eu penso “ah, é a ilusão que está sendo vista”. E quem sobressai entre Arlete e a Fernanda nesse corpo que carrega? Ah, a Arlete sem dúvida. Agora, quando estou no camarim, boto minha roupa e vou entrar em cena, é a Fernanda Montenegro, uma entidade pública, que, na verdade, se alimenta dessa mesa de quatro pernas que é a dona Arlete Pinheiro Monteiro Torres. Na sua época, o teatro era a principal locomotiva. Hoje temos o poder da televisão. Como você enxerga essa nova geração? Eu olho um jovem ator na televisão e penso ‘o que levou essa pessoa estar ali?’. É uma vontade talvez até de ser intérprete, mas ele vem porque tem algo ali extremamente rápido e poderoso, que bota logo a coisa na casa de milhões de pessoas. Se não puder se emocionar muito, tudo bem. Se você fala mal, não sabe direito o que está falando, isso fica pra depois, uma hora você aprende. Porque eles vão te botar outras vezes – e tem também quem adestre profissionalmente, os chamados preparadores de elenco. Então é um outro campo, um mundo eletrônico. Não tem nada a ver com o mundo do teatro, que é um artesanato. Como distinguiria as duas áreas, o teatro e a televisão? No teatro você tem que estar ali todo dia e fazer seu artesanato na verticalidade. Agora isso também não quer dizer que na TV não existam extraordinários atores que também servem muito bem ao cinema. Mas que às vezes, quando vão para o teatro, se amofinam. A voz não corre, os sentimentos não estão bem definidos. O teatro é lento. Dez anos não são nada. Televisão, não. Se você acertou um papel, já tem fotos nas revistas. Se é jovem e bonito, aquilo acelera. É um novo

30 | 29HORAS | Outubro 2013

Caminhou-se muito. O Brasil é um matriarcado e não só porque temos uma presidente. A gente sabe que as mulheres estão comandando suas famílias. São essas mulheres que tocam esse país processo de comunicação e de dramaturgia. Não tenho nenhum preconceito contra esses jovens que querem fazer um tipo de carreira de sucesso eletronicamente. Não sei se dura. Alguns fazem longa vida de extraordinários trabalhos. Recentemente a Betty Goffman encenou uma história sobre a atriz Zezé Macedo, uma mulher que recorreu a dezenas de plásticas. Como você vê essa resistência ao envelhecimento? Cada um faz da sua cara e do seu corpo o que quiser. Quem sou eu para dizer o que fazer ou não? Minha postura não tem nada a ver com censura a quem quer que seja, que ponha a orelha que quiser, o olho que quiser, os peitos, a bunda que quiser... Desde que saia satisfeita com a sua figura. Eu me conformo com a minha figura a vida inteira. Nunca me achei bonita. Sou de uma geração de mulheres deslumbrantes. Hoje em dia olho meus retratinhos de quando era jovem e me acho bastante bonitinha, sabia? Mas para aquela época eu era uma mulher magérrima, com muito cabelo, muito olho, peito nenhum, bunda nenhuma. Tinha uma cintura quase quebrando de tão fina. Você imaginava concorrer ao Oscar quando rodou Central do Brasil? Como foi ganhar em Berlim, passar pelo Globo de Ouro e chegar ao Oscar no meio de todos aqueles astros aparentemente intocáveis? Olha, desde que a gente vem para essa profissão a gente acha que não vai chegar a nada, porque tudo é difícil, complicado. Nem pensava pra onde a vida ia me levar. O Walter [Salles] é um homem muito talentoso e vocacionado para o cinema. O filme tomou esse rumo e lá fomos nós. Confesso a você, sem nenhuma demagogia, que eu fui muito assustada. Porque Berlim, tudo bem. Mas Hollywood? Los Angeles? Nova York? Aí sair candidata ao Oscar. O filme tudo bem, mas eu? No meio daquelas atrizes inglesas? E, depois, o trabalho de fingir que o prêmio vem pra gente, ir pra lá, fazer lobby, ir aos lugares, dar entrevista. Jamais imaginei que aquele boneco viesse pra mim. E aí eu estava ali na primeira fila, no dia em que a Meryl Streep também perdeu. Então, se a Meryl Street perde, quem sou eu pra ficar triste porque não ganhei? Imagina!


Atriz que alia como poucas a técnica e o instinto, Fernanda se diz do teatro, “um mundo do artesanato”

31


por luiz toledo

yestoledo@gmail.com

32 | 29HORAS | Outubro 2013

gustavo bourgeaiseau

hora livre


personagem

JOGO DE

CORPO Com seu trabalho pioneiro, o bailarino e coreógrafo Ivaldo Bertazzo mostra como compreender, trabalhar e usar essa máquina perfeita, o corpo, para viver mais e melhor Por chantal brissac

Em seu livro Corpo vivo (Edições Sesc-SP), Ivaldo Bertazzo conta sobre o dia em que o homem nasceu, ocasião em que muitas fadas compareceram ao batizado, presenteando-o com dotes preciosos: sensações táteis, olfativas, sonoras, de paladar e de visão, ferramentas que concederiam o acesso a um grande legado de movimentos para uma existência feliz e saudável. Mas naquela festa surgiu, de repente, uma fada indesejada, que rogou à criança a praga do esquecimento de todas as conquistas que a ajudaram a ficar em pé. Mazelas como artroses, joanetes, hérnias de disco, obesidade, varizes, prisão de ventre, sinusite, tendinite seriam as companheiras daquele ser que, sem a memória de suas bases sensoriais, iria se afundar sobre seu próprio peso, achatando-se no solo, e permanecer sentado horas a fio, vendo seu abdômen dilatar, seu pescoço sumir e sua cabeça pender. A historinha registrada por Ivaldo, bailarino e coreógrafo que se dedica há 40 anos ao estudo do movimento, parece de conto (assombrado) de fadas, mas é a mais pura realidade. “Nós estamos ignorando essa máquina incrivelmente poderosa que nos proporciona um verdadeiro laboratório de gestos e movimentos. O corpo pode ser trabalhado a cada instante do seu dia, nas tarefas mais simples, como andar, tomar banho e digitar no computador. Mesmo sentado em sua cadeira de escritório, você precisa do corpo, de uma postura adequada. É necessário ‘acordá-lo’, tirá-lo das ações mecânicas e viciadas e reaprender a se movimentar”, explica Ivaldo, inventor de um método que tem por base essa reeducação.

34 | 29HORAS | Outubro 2013

Ivaldo Bertazzo em ação na sua Escola do Movimento: aulas cheias de energia, rigor e humor


35

marcelo maragni / divulgação


eron silva / divulgação

personagem

Com os jovens do programa Dança Comunidade, de São Paulo, Ivaldo criou o espetáculo Samwaad (2003), que representou o Brasil na França e na Holanda

Ele logo se lembra do cenário em que a nossa revista 29HORAS é distribuída, a sala de embarque do Aeroporto de Congonhas, e dispara: “Não tem que ficar sentado no aeroporto à espera do avião que vai levá-lo sentado ainda por mais tempo. Precisa caminhar muito e fazer exercícios para que o corpo fique circulado. Aí o descanso no voo se torna positivo”. Um desses exercícios, ele explica, é simplesmente subir os braços fechando e abrindo as mãos. Outro é se apoiar em algum corrimão a uma boa distância e sentir os braços tracionarem, levando a bacia para trás e para baixo. Segundo Ivaldo, que jura fazer tudo isso nos corredores do aeroporto, é necessário praticar ao menos umas dez vezes antes de entrar no avião: “Uma das coisas mais importantes é criar circulação de retorno, porque as pernas no voo incham e o retorno do linfático e venoso fica muito lento”. Paulistano nascido no bairro da Mooca há 64 anos, filho de mãe libanesa e pai italiano, Ivaldo começou a aprender dança na adolescência, para driblar a timidez. Estudou com Renée Gumiel, Klauss Vianna e Márika Gidali, entre outros grandes nomes da dança, e se aprofundou no estudo da biomecânica humana com a francesa Marie Madeleine Béziers. Inquieto e curioso, também percorreu o mundo em busca dos registros gestuais das mais diferentes culturas, dedican-

36 | 29HORAS | Outubro 2013

do anos de estudos e pesquisas sobre as diferenças de movimentação do homem. Em países como Índia, Indonésia, Grécia e Espanha ele se encantou com as danças étnicas, ensinadas depois a centenas de alunos de idades e classes sociais diversas, como os executivos e profissionais liberais que frequentam a sua escola em São Paulo ou os jovens que integraram o programa Dança Comunidade. O seu conceito de “cidadãos dançantes” surgiu daí: trabalhar com gente comum, que não pretende ser dançarino, mas ama dançar. Em mais de 35 espetáculos, ele inovou ao colocar no palco médicos, engenheiros e donas de casa, assim como também ousou ao formar, com orçamento reduzido, uma companhia de dança com jovens da periferia paulistana. Houve apresentações inesquecíveis, como Samwaad, Mar de gente, Carrossel das espécies (feitos com os meninos de SP) e Dança das marés, com roteiro de Dráuzio Varella e elenco formado por 60 adolescentes da favela da Maré, no Rio de Janeiro, onde desenvolveu um projeto por três anos. Este último espetáculo foi filmado pelos diretores Helena Solberg e David Meyer. Os cineastas acompanharam durante um tempo a experiência transformadora dos jovens da Maré e voltaram a filmá-los dez anos depois, quando a vida nem sempre imita o sonho. O resultado é o filme A alma


Priscila Prade / divulgação

“Vamos estabelecer um pacto amoroso entre o corpo e o cérebro para nos movermos com desenvoltura, graça e inteligência corporal. Esse conjunto de ossos, músculos e pele é um instrumento da vida”

gal oppido / divulgação

Apresentado no Sesc Pinheiros, Corpo vivo – Carrossel das espécies (2010) motivou a publicação de uma trilogia sobre o movimento; o terceiro livro virá em 2014

No método de Bertazzo, a coordenação motora é levada para a dança

37


Fernando Filho / divulgação

personagem

Como mestre dos adolescentes do Complexo da Maré, no Rio: um projeto que transformou a vida dos jovens e gerou o documentário A alma da gente

da gente, exibido em todo o Brasil em agosto e setembro. “Nesse documentário, bastante divertido e emocionante, fica claro que um educador, para atingir suas metas, deve travar um embate visceral com o jovem aprendiz, criando um ambiente de discussão e alerta aos sentidos desse futuro adulto”, explica Ivaldo. Cerca de 50% deles, tanto no Rio, como em São Paulo, se profissionalizaram na dança. Infelizmente, ele encerrou o trabalho com os adolescentes há dois anos, um projeto que levou 13 anos e que tinha como objetivo desenvolver, por meio da dança e da disciplina, a concentração e o aprendizado dos jovens. “Eles recebem educação deficiente na escola pública e a arte entra para preencher esse hiato”, diz o educador, que tentou ainda abrir uma escola no centro paulistano para ensinar moradores da região. “Eu tinha esse sonho de ensaiar com a companhia ali e também ensinar a população local, mas não deu certo. O Kassab não me ajudou em nada, eu tinha que pagar um IPTU absurdo...”, comenta o incansável Ivaldo, que pretende agora procurar o Haddad: “Como ele já foi ministro da Educação, eu sonho que ele entenda a importância de levar o trabalho psicomotor para as escolas municipais. O trabalho de psicomotricidade pode melhorar o rendimento e a concentração da criança”. Enquanto não inicia esse projeto, assunto que faz seus olhos castanhos brilharem ainda mais, Ivaldo compartilha seu conhecimento com os alunos mais diversos. Além dos

38 | 29HORAS | Outubro 2013

cursos de formação para técnicos de futebol, atletas, fisioterapeutas, artistas circenses e professores de ginástica, ele ministra aulas regulares para pessoas de qualquer idade e formação. “Um executivo, por exemplo, não rasteja no chão, não se sustenta em barras, por isso ele tem que trabalhar em vários planos para acordar seu corpo. E precisa ter diversão, energia”, explica. Suas aulas, de uma hora e meia, são sessões intensas em que ele cobra com rigor e humor seus pupilos, distribuindo tiradas, gritos e comandos. Para isso, usa recursos como bolas, bastões, elásticos, pranchas, camas elásticas, superfícies diversas que ajudam a inserir novos padrões corporais, desfazendo os hábitos das ações diárias. Até mesmo escovas e óleos entram na dança. Ivaldo é superadepto da escovação do corpo e do crânio para melhorar a circulação e evitar o envelhecimento. Segundo ele, a escovação evita estrias e rugas e melhora a pele. Outra forma é o banho com contraste de água quente e fria, principalmente nos braços e pernas, diz ele, atento ao seu maior objeto de interesse: o corpo. “Vejo jovens adultos que sobem a escada como velhos, socando o pé no chão; outros caminham pela rua com a cabeça baixa, grudada no celular. Vamos estabelecer um pacto amoroso entre o corpo e o cérebro para nos movermos com desenvoltura, graça e inteligência corporal. Esse conjunto de ossos, músculos e pele é um instrumento da vida, uma ferramenta que tem de estar azeitada para vivermos na nossa plenitude”, conclui o mestre.


comer, beber, viver

por georges henri foz

A evolução dos botecos

Para conquistar uma nova clientela, sem abrir mão do tradicional cliente, alguns bares da Vila Madalena criaram diferenciais de tirar o chapéu! Nunca fui um grande frequentador de botecos – no bom sentido da palavra, e por mais que muitos deles sejam bem bacanas –, por uma simples razão: não gosto de chope. Apesar de ter muitos amigos adeptos, nunca achei graça nesses templos da cerveja em pressão com cardápios à base de frituras variadas, que fatalmente deixam um cheiro desagradável no ambiente e nas pessoas. Prefiro bares clássicos, onde o foco está nos drinques e nos vinhos, e onde as porções vão além de pastéis e bolinhos. Dito isto, devo reconhecer que a disputa pelos clientes tem estimulado a imaginação dos empresários do ramo. Recentemente fiz um tour pela Vila Madalena e encontrei alguns lugares que fogem totalmente da ideia de “muvuca” barulhenta com uma garrafa grande de cerveja e vários copinhos nas mesas. O tradicional Astor foi um dos primeiros botecos a inovar. Formou uma clientela fã de chope e sofisticada o suficiente para estabelecer um ticket médio digno de restaurante de bom nível. E ainda colocou no circuito do paulistano uma praça antes isolada no finalzinho da Vila Madalena, onde só existia o antigo Capim Santo. É no Astor que as pessoas começaram a vir almoçar no mesmo boteco onde, até então, só curtiam uma happy hour. Agora, além do almoço e da happy hour, ainda consideram a ideia de passar a noite por ali mesmo, já que no mesmo endereço existe o SubAstor, com decoração, clima e alquimia de profissionais de bar e inovações quase que semanais. Logo à frente, na esquina da praça, o Venga apostou em várias tribos. Por que não? Na mesma mesa onde porções de presunto pata negra, pulpitos e croquetas de jamón reinam, chopes, taças de vinho e caipirinhas convivem numa boa. O resultado dessa mistura é um público mais eclético e sem faixa etária definida. A cara de São Paulo. Recentemente inauguraram duas casas que também buscam se diferenciar nesse mar de botecos que é a Vila. Uma é obra de um grupo que conhece bem o público do bairro. São os proprietários dos já consagrados botecos Filial, na rua Fidalga; Genésio (bem em frente); e Genial (na rua de trás). Eles acabaram de inaugurar o Mundial, em

40 | 29HORAS | Outubro 2013

homenagem à Copa de 2014. Fica na rua Girassol, a 20 m do Genial. Com quatro estabelecimentos, num espaço de dois quarteirões, fica claro que estão de olho na própria concorrência. O Mundial se estende por três andares, com ambiente menos barulhento e um pouco mais sofisticado que os outros três. Para fazer jus ao nome, os pastéis trazem recheios dos quatro cantos do mundo. Se quiser, você pode pedir um gyoza japonês, um rolinho primavera ou um choripán argentino. Também apostaram em drinques mais elaborados, e, é claro, em cervejas do mundo todo. A outra surpresa fica na esquina das ruas Inácio Pereira da Rocha e Fidalga, um casarão transformado num boteco praiano. Além de bar, o espaço abriga uma banca de peixes, que dá nome ao lugar: A Peixaria. O conceito, existente em outros países, como a China, oferece uma peixaria com direito a aquário na entrada, onde o cliente pode escolher o que vai comer. É charmoso e saboroso, porque além da certeza do frescor do produto, depois de escolhido ele é feito num braseiro à vista. As porções, de bolinhos de paella ou de marinados, são boas tanto para acompanhar um vinho branco quanto um chope. Mas a ideia de, ao final da diversão, poder levar um peixe fresco ou uma lagosta para casa, me parece bem interessante. É por essas e outras novidades que sugiro que façam como eu: dê uma passada nessa turma mais inovadora da Vila Madalena, porque tudo indica que vamos virar clientes... Até! Astor – Rua Delfina, 163, Vila Madalena, tel. 3815-1364. Venga! – Rua Delfina, 196, tel. 3097-9252. Filial – Rua Fidalga, 254, tel. 3813-9226. Genésio – Rua Fidalga, 265, Vila Madalena, tel. 3812-6252. Genial – Rua Girassol, 374, Vila Madalena, tel. 3812-7442. Mundial – Rua Girassol, 354, Vila Madalena. Peixaria Bar e Venda – Rua Inácio Pereira da Rocha, 112, Pinheiros, tel. 2589-3963. georges@29horas.com.br


OUTUBRO

SHOWS: Confira a agenda mensal em nosso site:

oicasagrande.oi.com.br

Promoção:

Apoio cultural:

Parceiros:

Apoio de mídia:

Rádio Oficial:

Vendas:


Adega

por didú russo

Vinhos de sobremesa

Além de ótimas opções de presente, eles podem ser o fecho perfeito de um belo jantar. Confira algumas preciosidades produzidas na Europa e conheça os segredos dessa doçura Há diversos tipos de vinhos de sobremesa, vinhos doces que ficam muito mais agradáveis se consumidos com queijos azuis (Gorgonzola, Roquefort, Stilton), ou mesmo sós, sem o acompanhamento de doces. Doce com doce me parece óbvio e “over” após uma refeição, por isso sugiro a parceria dos queijos, ideal. Como dizem os importadores, vinhos de sobremesa todos adoram e ninguém compra…e parece mesmo assim, eles não estão em nossas prioridades quando pensamos em vinho, não é mesmo? Mas devo dizer que costuma ser um simpático presente. Uma garrafa de um vinho de sobremesa, normalmente de 350 ml, não é cara, é elegante, agrada e marca. Há diversos tipos e histórias sobre o vinho doce, que nasceu, justiça seja feita, na Hungria, com os Tokaj. Assunto um pouco longo que envolve invasão turca, medidas de baldes (os Putnyos) etc. Prometo um dia contar.  Os vinhos doces mais nobres são justamente os Tokaj e Sauternes (Bordeaux – FR), que levam os nomes de suas regiões – são vinhos de vinhedos que sofreram o raro ataque da Botrytis Cinerea, chamada de “Podridão Nobre”, nome de um fungo que não existe em toda parte e que, dependendo da condição climática e do atraso na colheita, aparece e se instala nas uvas, sugando seu líquido. A uva fica como que “passa” e, quando prensada para produzir vinho, a quantidade relativa de açúcar é maior do que num vinho normal colhido no auge da maturação. Hoje já se consegue “induzir” a Botrytis, mas esse assunto não nos interessa aqui. Os “Botrytisados” são considerados mais nobres e, portanto, mais caros. Saiba que o traço típico desses vinhos é o aroma de casca de laranja. Os vinhos doces mais comuns e mais em conta – e não menos agradáveis, diga-se – são os chamados “Late Harvest”, ou seja, colheita tardia. Por ficarem mais tempo nas videiras, eles começam a murchar, produzindo também um declínio da quantidade de líquido na uva. Estes são mais comuns e se encontram em toda parte. Entre estes extremos existem outras preciosidades como o Passito, típico da Itália, que consiste em colher as uvas no auge da maturidade e deixá-las “passificando” em estrados de madeira em galpões ventilados. Quando estão no ponto de passa, produz-se o vinho. São maravi-

42 | 29HORAS | Outubro 2013

Os vinhos doces combinam bem com vários tipos de queijos

lhosos – há os tintos e os brancos, ambos deliciosos. O Vin Santo da região da Toscana também segue o mesmo método de passificar cachos de uva e vinificá-las após esse processo. Leva este nome por ter sido criado por monges que davam o vinho aos doentes como um revigorante, líquido que muitas vezes promoveu efeitos extraordinários. Ao final de uma refeição toscana é de tradição servir uma taça acompanhada dos biscoitos “cantucci”, que os italianos gostam de mergulhar na taça antes de saboreá-los. O Vin de Paille, da região do Jurá, na França, também segue o apassimento das uvas, porém as uvas ficam em esteiras de palha, método ancestral ainda preservado por alguns produtores. Já o Vin Doux Naturelle, apesar de o nome sugerir método natural, na verdade usa a fermentação interrompida pela adição de álcool vínico, o que deixa o vinho doce e com maior teor alcoólico também. O Moscato D’Asti, da região de Asti, tem um pequeno frisante e é delicioso a baixa temperatura, para acompanhar frutas. O Moscatel de Setúbal é outro vinho fortificado, ou seja, tem a sua fermentação interrompida pela adição do álcool vínico, típico da região portuguesa, e faz grande sucesso. Ice Wein, vinhos do gelo, próprios da Alemanha e do Canadá, têm suas uvas colhidas durante a neve. As uvas congelam e, ao serem prensadas congeladas, intensificam o açúcar da fruta. Quanto mais baixa a temperatura da uva, maior o teor de álcool. São vinhos caros e finos. Há ainda os também fortificados vinhos do Porto, os Madeira (Boal e Malvasia) e ainda o espanhol Jerez PX (da uva Pedro Ximenes). Será que eu me esqueci de algum? Doce saúde! www.didu.com.br


gastronomia

31 dias doces

Outubro é o mês em que as crianças – e também os adultos – podem se lambuzar com os melhores lançamentos das docerias paulistanas por KIKE MARTINS DA COSTA Por conta do Dia das Crianças, algumas das principais docerias de São Paulo sempre apresentam novidades em outubro. As vitrines se enfeitam de gostosuras coloridas, apetitosas e tentadoras. É o período de colocar “o pé na jaca” sem culpa. Na Luana Davidsohn Cupckes, na Vila Madalena, por exemplo, o principal lançamento é um kit com 12 cupcakes grandes, todos decorados com coloridas jujubas e confeitos divertidos. Cada kit custa R$ 80 e contém três bolinhos de chocolate com creme de chocolate, três de baunilha com biscoito e creme de chocolate, três de cenoura com calda de chocolate e três de chocolate com creme de chocolate branco-colorido. Na gaúcha Leckerhaus, que tem uma filial nos Jardins, as atrações são as babies (minibolos com cobertura de marzipan e confeitos coloridos) e os biscoitinhos de mel com cobertura de glacê na forma de passarinhos, corações e florzinhas. Já a chef Carole Crema, da La Vie em Douce, também nos Jardins, preparou para a data uma supergostosa caixinha de chocolate recheada com bicho de pé (brigadeiro de morango). Cada uma custa R$ 5. Com várias lojas pela cidade, a Brigadeiro Bistrô oferece, além das já tradicionais 40 versões do brasileiríssimo quitute, uma torta de brigadeiro feita com massa bem fininha de farinha de amêndoas e recheada com muito brigadeiro ao leite. Ela pode ser comprada nos tamanhos mini (R$ 10) e grande (R$ 85), para até 12 pessoas.

44 | 29HORAS | Outubro 2013


Divulgação

Biscoitinhos de mel da Leckerhaus, com cobertura de glacê e em delicados formatos de bichinhos, corações e florzinhas

45


gastronomia

Kit com doze cupcakes (três bolinhos de cada sabor) decorados com confeitos e jujubas, da Luana Davidsohn Cupckes

46 | 29HORAS | Outubro 2013

Já na Folie, também em Pinheiros, a nova coleção de macarons das confeiteiras Renata Fernandes e Carolina Carnicelli inclui sabores como champanhe e licor Bailey’s. Outros são produzidos eventualmente ou sob encomenda, como os de cerveja escura, os de vinho tinto, os de conhaque e os de chocolate com rum. Tá com calor? Então refresque-se com os sorvetes etílicos da Cuor di Crema, no Itaim. Lá são servidos copinhos com sorvete de caipirinha de maracujá ou de zabaione – tradicional creme italiano feito à base de ovos, nata e Marsala, um rico vinho de sobremesa típico da Sicília. Divirta-se, farte-se, adoce sua vida com essas gostosuras. Mas tenha em mente a nova versão daquele velho alerta: “Se comer, não dirija!” Cuidado com os “bafômetros” e as blitze da Lei Seca. Brigadeiro Bistrô – Rua das Olimpíadas, 360 (Shopping Vila Olímpia), tel. 30476088 e mais cinco endereços. Conceição Bem-Casados – Rua Otoniel Mota, 53, Jardim Paulista, tel. 3885-2911. Confeitaria Dama – Rua Ferreira de Araújo, 376, Pinheiros, tel. 5182-5088. Cuor di Crema – Rua Manuel Guedes, 349, Itaim, tel. 3071-3147​. Faire la Bombe – Rua Pinheiros, 223, Pinheiros, tel. 2628-7667. Fina Nata Bem-Casados – AlamedaTietê, 43 (loja 2), Jardins, tel. 3061-1605. Folie – Rua Cristiano Viana, 295, Pinheiros, tel. 3101-0193. La Vie en Douce – Rua da Consolação, 3.161, Jardins, tel. 3088-7172. Leckerhaus – Rua Dr. Melo Alves, 293, Jardins, tel. 2528-1234. Luana Davidsohn Cupcakes – Rua Mourato Coelho, 583, Pinheiros, tel. 3031-7199. Maria Brigadeiro – Rua Capote Valente, 68, Pinheiros, tel. 3085-3687.

fotos Divulgação

E, por falar em brigadeiro, recentemente a tradicional Conceição Bem-Casados fez uma parceria com a sofisticada Maria Brigadeiro para, juntas, lançarem os minibem-casados de brigadeiro. Cada pequena caixinha custa R$ 45 e contém seis desses deliciosos mimos, nos sabores chocolate ao leite (45% cacau), noir (70% cacau) ou chocolate branco com fava de baunilha. Na Confeitaria Dama, em Pinheiros, a garotada poderá se fartar com os deliciosos éclairs, nos sabores brigadeiro rosa, M&M, beijinho e brigadeiro com cobertura de chocolate belga (por R$ 6,20 cada). Mas não é só o público infantil que vai aproveitar os lançamentos e promoções deste mês para adoçar a vida. Muitas confeitarias preparam docinhos em versão adulta, com recheios à base de bebidas alcoólicas. Na Fina Nata, loja especializada em bem-casados nos Jardins, há docinhos recheados com champanhe, uísque ou vinho do Porto. A Faire La Bombe, em Pinheiros, focada em éclairs, preparou uma linha desenvolvida pela confeiteira Mariana Araújo que traz “bombinhas” recheadas de cereja ao champanhe e de cachaça com mel e limão. Os formigões que não abrem mão de um gostoso brigadeiro podem também embriagar suas papilas gustativas com os brigadeiros de uísque do atelier Maria Brigadeiro, de Juliana Motter. Eles são feitos com chocolate 70% cacau e scotch Jack Daniels Double Black.


Bem-casados da Fina Nata, recheados com champanhe, uísque e vinho do Porto

Na Folie, há macarons com sabores de champanhe e licor Bailey’s

Irresistíveis éclairs da Confeitaria Dama nos sabores brigadeiro rosa, M&M, beijinho e brigadeiro com cobertura de chocolate belga

47


agenda 29h

por kike martins da costa

5h às 11h

11h às 17h

64

52

Klaus Mitteldorf exibe suas fotos no Museu de Arte Brasileira da FAAP

O nipo-peruano Maremotto acaba de abrir suas portas no Itaim

OUTUBRO: GAROTADA E METALEIROS EM FESTA Em outubro, o Dia das Crianças terá atrações nos cinemas, nos teatros e nos parques. Entre os filmes dedicados ao público infantil com estreia programada para esse período, o principal será Tá chovendo hambúrguer 2; nos teatros, haverá espetáculos da turma de Peixonautas e de Zuzubalândia; no Aquário São Paulo, sereias vão fazer shows nos tanques entre os peixes e, por fim, no parque de diversões Hopi Hari, o mês da garotada e o Halloween serão celebrados com mais uma edição da Hora do terror. Para os adultos, os principais destaques da programação são os megashows de bandas de rock pesado. Se o Rock in Rio apostou em grupos e astros pop como Beyoncé e Justin Timberlake, a zona norte de São Paulo prefere sediar dois showzaços de rock de verdade: o do Black Sabbath, no Campo de Marte, e o Festival Monsters of Rock, na Arena Anhembi, que terá Aerosmith, Korn,

48 | 29HORAS | Outubro 2013

Limp Biskit e Whitesnake como headliners. Para quem quiser um som mais leve e dançante, as dicas são as performances de Peter Hook (ex-baixista do New Order) no Cine Joia e dos esquisitões do B-52s no HSBC Brasil. Os fãs de lutas marciais poderão curtir o UFC Night em Barueri, e o público mais cabeça terá a oportunidade de ver de perto roupas e objetos usados nas filmagens de Laranja mecânica e 2001: Uma odisseia no espaço na exposição dedicada ao cineasta Stanley Kubrick, em cartaz no MIS. Por fim, para a turma a fim de explorar a gastronomia da cidade, as dicas são o recém-inaugurado nipo-peruano Maremotto e o menu-degustação de Adriano Kanashiro no Momotaro. Bom proveito! kikecosta@uol.com.br

fotos divulgação

ENQUANTO A CRIANÇADA SE DIVERTE NO SEU DIA, OS FÃS DE ROCK PESADO TERÃO GRANDES ATRAÇÕES NOS PALCOS


17h às 23h

23h às 29h

68 O Aerosmith vai tocar no festival Monsters of Rock, na Arena Anhembi

67 O filme Serra Pelada, dirigido por Heitor Dhalia, estreia nos cinemas

bom a toda hora TRADICIONAL ROTISSERIE PAULISTANA, A BOLOGNA ATENDE SUA FIEL CLIENTELA HÁ MAIS DE 40 ANOS NA REGIÃO DO BAIXO AUGUSTA A Bologna é uma das mais tradicionais rotisseries da cidade de São Paulo. Há mais de 40 anos, funciona no mesmo local e faz parte da história gastronômica da capital. Depois de fechada por um ano para uma reforma que modernizou, rejuvenesceu e equipou o ambiente, ela foi reaberta no início deste ano. Clientes antigos costumam frequentar o local para mostrar como eram seus almoços de domingo aos filhos já crescidos, e novos clientes que frequentam o Baixo Augusta também se fartam com as delícias servidas no local, como a famosa coxa-creme, o camarão empanado, os croquetes,

as empadas, os frangos assados e as tortas de sorvete. Na hora do almoço, os best-sellers são o picadinho, o bacalhau e a feijoada. A Bologna funciona diariamente, de segunda a domingo. Apesar de não ser um estabelecimento que opera em sistema 24h, oferece gostosuras como sorvetes, lanches e salgadinhos em horários no mínimo inusitados. Quer um exemplo disso? A casa serve pratos elaborados com pernil e outras delícias de terça a domingo das 6h da manhã à meia-noite. Às segundas, encerra o expediente um pouco antes, 22h. Bologna – Rua Augusta, 493, Consolação, tel. 3256-1108.

49


outubro

01 terça 5h às 11h

CALEIDOSCÓPIO IMAGINÁRIO

BEM-ESTAR & SABOR

O fotógrafo Beto Riginik expõe até o dia 3, no Espaço Cultural Porto Seguro, as imagens de Paisagem composta – do estático ao possibilismo de La Blache. São 12 obras de grande formato, cada uma delas composta por quatro imagens iguais, porém rebatidas e espelhadas. As paisagens imaginárias de Riginik são fruto do encontro do fotógrafo com a obra do francês Paul Vidal de la Blache (1845-1918), que rejeitava a ideia do determinismo geográfico alemão, onde as condições naturais do meio determinavam a atividade humana. Entrada gratuita. Avenida Rio Branco, 1.489, Campos Elíseos, tel. 3337-5880.

17h às 23h

JOGO DE IMPROVISO O Jogando no quintal é um jogo de improvisação em que palhaços-atletas são divididos em dois times, um árbitropalhaço faz a intermediação e uma banda cria sons e melodias ao vivo. Tudo isso em uma ambientação que lembra um jogo de futebol. Em cartaz só até hoje, no teatro CIT-Ecum, o espetáculo conta com a participação da torcida. É a plateia quem determina a pauta do jogo, e as cenas são construídas a partir de temas sugeridos pelos espectadores. Os palhaçosrepentistas improvisam sobre assuntos da atualidade, como aquecimento global, eleições e tsunamis. Rua da Consolação, 1.623, Higienópolis, tel. 2122-4074.

50 | 29HORAS | Outubro 2013

O restaurante Bien oferece uma alimentação saudável e balanceada, focada no bem-estar dos clientes. O cardápio foi desenvolvido pela consultora e chefe de cozinha Concetta Marcelina, com apoio da nutricionista Luana Grabauskas. Os menus completos, com entrada, prato principal e suco funcional, são indicados para estressados, diabéticos, esportistas e outros perfis – o comensal decide qual é o mais adequado. Entre os pratos principais, há opções como a truta com amêndoas, arroz integral com espinafre, alcaparras e palmito ou o rosbife de filé-mignon com arroz integral, espinafre e purê de cenouras com mel (foto). Rua Pedroso Alvarenga, 937, Itaim, tel. 3071-1761.

fotos divulgação

11h às 17h

23h às 29h

AVENTURAS MEDIEVAIS A DarkSide Books lança no Brasil O príncipe dos espinhos, primeiro título da saga de fantasia mais celebrada do momento. O livro de Mark Lawrence, já traduzido em mais de 20 idiomas, conta a história do príncipe Jorg, que, ainda criança, testemunhou o brutal assassinato da Rainha mãe e do seu irmão caçula. Abandonado num arbusto, ele teve a pele e a alma rasgadas pelos espinhos, mas cresceu, amadureceu e partiu para a vingança. Com citações de Shakespeare e Nietzsche e referências que vão de Game of thrones a Tarantino, O príncipe dos espinhos está à venda no site www.livrariasaraiva.com.br por R$ 43,90.


Outubro

quarta 02 5h às 11h

FASHION KIDS Uma boa dica de presente para este Dia das Crianças que se aproxima são os charmosos óculos de sol infantis da Babiators. Eles oferecem proteção contra os raios UVA e UVB e estão disponíveis em várias cores, em dois tamanhos: para crianças de 1 a 3 anos e para os mais crescidinhos, de 4 a 7 anos de idade. Como os pequeninos estão sempre sob o sol e suas vistas são ainda mais sensíveis do que as dos adultos, um bom par de óculos escuros é um item essencial. As armações são feitas em borracha atóxica e flexível. Os Babiators custam R$ 160 (versão normal) e R$ 280 (com lente polarizada) e estão à venda pela OptiClass. Avenida Juruá, 105, Alphaville, tel. 2078-3100.

11h às 17h

TEMPO DE ALCACHOFRAS Até o fim do mês, o restaurante Spadaccino promove o Festival da Alcachofra. A flor será apresentada em diversas receitas: em antepastos como o carciofo ripieno (inteira e recheada de pão, anchovas, alho e salsinha), em entradas como a carciofi all formaggio (fundos gratinados com queijo) ou ainda em pratos principais, como a torta di carciofi (massa folhada recheada, acompanhada de salada com presunto cru), o risotto ai carciofi e os ravioli verdi di ricotta ai carciofi (recheados de ricota e parmesão com molho de alcachofra e tomate fresco). Rua Mourato Coelho, 1.267, Vila Madalena, tel. 3032-8605.

17h às 23h

CINEINCLUSÃO Começa hoje e vai até o dia 12 no Centro Cultural Banco do Brasil a 6ª edição do festival Assim vivemos, que exibe o melhor da produção mundial cinematográfica sobre o tema da deficiência. No total, serão apresentados 26 filmes de 17 países, incluindo o Brasil. Além disso, o Assim vivemos garante acessibilidade ao público, tanto para pessoas com deficiência visual (com audiodescrição disponível em todas as sessões e catálogos em braille) e auditiva (com legendas closed caption nos filmes e interpretação em Libras nos debates). Entrada gratuita. Rua Álvares Penteado, 112, Centro, tel. 3491-4655.

23h às 29h

MADE IN SCOTLAND O single malt whisky Glenfiddich acaba de lançar no Brasil uma edição limitada: a série Age of Discovery. O Madeira Cask homenageia os descobrimentos portugueses e é envelhecido em barris de vinho do Porto. Já o Bourbon Cask Reserve é maturado exclusivamente em barris de bourbon por 19 anos. Para completar, o Red Wine Cask celebra as viagens de Charles Darwin. Este rico single malt é finalizado em barris de carvalho usados no envelhecimento de vinhos da América do Sul feitos com uvas malbec, merlot e cabernet sauvignon. Os três estão à venda apenas nas lojas da Dufry, nos principais aeroportos do país.

51


outubro

03 quinta

e anéis de lula com cebola roxa, coentro e pimenta dedode-moça em leite de tigre clássico), o tiradito Maremotto (vieiras ou polvo com leite de tigre e aioli de ají amarillo) e os summer rolls (recheados de camarão, abacate, castanha-de-caju, manga e coentro em molho agridoce com castanhas). Rua Dr. Mario Ferraz, 479, Itaim, tel. 2309-3060.

DELÍRIO DE TABAGISTA

PROST!

Butique para pets e apaixonados pelo universo dos adoráveis bichinhos de estimação, a Manuka oferece uma variedade de produtos especiais para o Dia das Crianças: uma coleção de pelúcias que tem poodles, labradores, bulldogs, pastores alemães, berneses e schnauzers. Os bonecos estão à venda por preços a partir de R$ 59. A loja também tem perfumados sabonetes no formato de filhotinhos de pug e labrador (R$ 8 cada). Os produtos podem ser adquiridos por meio do e-commerce da marca (www.manukapet.com.br) ou na loja do Shopping Market Place. Avenida Dr. Chucri Zaidan, 902, Brooklin, tel. 2528-7295.

Publicado em 2004, O natimorto, segundo romance de Lourenço Mutarelli, ganhou adaptação para os palcos em 2007. Agora, o espetáculo O natimorto – um musical silencioso volta aos palcos paulistanos, mais precisamente no Teatro CIT-Ecum. Entram em cena o Agente (Nilton Bicudo), fumante inveterado acossado pelas imagens antitabagistas impressas no verso dos maços de cigarro e interpretadas como cartas do tarô, e a Voz (Maria Manoella), uma cliente, que não emite nenhum som ao abrir a boca. A relação deles é de cumplicidade e dependência. Ingressos a R$ 40. Rua da Consolação, 1.623, Higienópolis, tel. 3255-5922.

Para celebrar a Oktoberfest, a Cervejaria Nacional apresenta novidades para seus clientes. Até o dia 5, a casa terá 500 litros de uma cerveja sazonal especialmente elaborada para a data, batizada de Fritz Olga und Schulz, uma Oktoberfest/Marzen – semelhante a uma Viena Lager. Guilherme Hoffman, mestre-cervejeiro, criou uma receita fácil de beber, com leve perfume de malte caramelado e presença de lúpulos aromáticos. O resultado é uma bebida refrescante e delicada, de cor âmbar-claro com reflexos avermelhados, médio amargor e 4,5% de álcool. Avenida Pedroso de Morais, 604, Pinheiros, tel. 4305-9368.

52 | 29HORAS | Outubro 2013

23h às 29h

MELHORES AMIGUINHOS

fotos divulgação

A cozinha nikkei, fusão de influências peruanas e nipônicas, tem mais um bom representante em São Paulo, o Maremotto. Comandado pelo peruano e descendente de japoneses Daniel Jitsuya, ele serve caprichados pratos contemporâneos como os camarões flambados no pisco, o ceviche supreme (cubos de pescada-branca, camarões

17h às 23h

5h às 11h

11h às 17h

ONDA PERUANA


outubro

sexta 04 5h às 11h 11h às 17h

Estreia hoje nos cinemas o filme Mato sem cachorro, comédia romântica dirigida por Pedro Amorim (o mesmo dos seriados de TV Quase anônimos e Mothern) e protagonizado pelas estrelas globais Bruno Gagliasso e Leandra Leal. O apresentador de TV e comediante Danilo Gentili também faz uma participação, assim como seu ex-colega de CQC Rafinha Bastos e as atrizes Letícia Isnard e Gabriela Duarte. A produção leva às telas e aos espectadores as alegrias e sofrimentos de um casal amadurecendo. Eles se conhecem por acaso, quando o músico Deco (Gagliasso) atropela o cachorro da radialista Zoé (Leandra Leal).

17h às 23h

STREET ART A galeria Choque Cultural exibe até o próximo dia 5 a exposição Sem título, de Daniel Melim. Nela, o artista exibe um díptico, telas de grandes formatos, uma instalação e, pela primeira vez, fotografias. Na mostra, Melim explora novos rumos para sua pintura, transitando entre o figurativo e o abstrato. O figurativo surge em cada tela, desconstruído, raspado, fora de registro, incompleto, manchado e escorrido. A desconstrução é também subjetiva, transformando imagens simbólicas em pedaços disformes a serem reconstituídos sem nenhuma cerimônia. Rua Medeiros de Albuquerque, 250, Vila Madalena, tel. 2678-6600.

Estreia hoje nos cinemas o novo filme do diretor francês Costa-Gavras, O capital. Nessa produção, os cidadãos do século 21 são escravos do capital, sofrendo muito com problemas financeiros. Na trama, o trabalhador Marc Tourneuil (Gad Elmaleh) se aventura no mundo feroz do Capital. Ao mesmo tempo, o chefe de um importante banco de investimentos europeu se apega ao poder, quando um grupo norte-americano tenta comprar sua empresa. Ao tecer um retrato da crise financeira que assola a Europa desde 2008, o cineasta greco-francês não condena o capitalismo, apenas critica o modelo atual adotado pelo continente.

PRODUTO NACIONAL

FICÇÃO BEM REAL

tália I a d as r u ç o d As asil no Br Foto: Tadeu Brunelli

23h às 29h

BAIXO BEM ALTO O baixista Peter Hook, ex-integrante das bandas Joy Division e New Order, apresenta-se hoje no Cine Joia, em um show repleto de clássicos como Blue monday, Ceremony e Truth. A apresentação faz parte da turnê mundial Peter Hook & The Light performing New Order’s Movement and Power, Corruptions & Lies. Acompanhado da banda The Light, o baixista interpreta as faixas dos dois primeiros álbuns do New Order. Em 1982, Peter Hook foi um dos fundadores do lendário club Hacienda. A casa foi o epicentro da ascensão da música eletrônica em Manchester e, posteriormente, na Inglaterra e no resto do mundo. Ingressos a partir de R$ 140. Praça Carlos Gomes, 82, Liberdade, tel. 3231-3705.

53

Rua Cônego Eugênio Leite, 523 Pinheiros São Paulo SP T 11 3088 4920 | 11 3064 4094

www.percussi.com.br


outubro

05 sábado

Cindy Wilson, Fred Schneider e Keith Strickland. Eles prometem cantar sucessos que não deixam ninguém parado, como Rock lobster, Private Idaho, Roam e Love shack. Ingressos de R$ 100 a R$ 300 à venda pelo site www.ingressorapido.com.br. Avenida Bragança Paulista, 1.281, Chácara Santo Antônio, tel. 5646-2120.

MÚSICA POPULAR BRASILEIRA

LARICA

Termina hoje a 9ª edição da Spa Week. No Lakshimi Spa & Beauty são oferecidas três terapias, todas ao mesmo preço de R$ 75. Para quem deseja reduzir o estresse e melhorar o ânimo, a recomendação é a massagem com óleos essenciais quentes, que traz harmonia e energiza. Para quem quer combater rugas e flacidez do rosto, o melhor é recorrer à nutrição facial com vitamina C, que rejuvenesce e turbina o tônus muscular. Por fim, para quem busca um tratamento desintoxicante, a dica é a massagem dreno-relaxante, que estimula a circulação sanguínea e a eliminação de toxinas. Rua Arandu, 427, Brooklin, tel. 5505-0721.

Chega a São Paulo pela primeira vez o maior festival de música sertaneja do país, o Villa Mix Festival, que acontece hoje a partir das 16h30 no Campo de Marte. O festival terá em seu line up músicos como Gusttavo Lima e Israel Novaes e as duplas Jorge & Mateus, Humberto & Ronaldo, Guilherme & Santiago, Maria Cecília & Rodolfo e Matheus & Kauan. Quem fará uma participação muito especial será o funkeiro Naldo Benny. Os ingressos estão à venda pelo site www.ticketsforfun. com.br e custam de R$ 140 a R$ 500. A abertura dos portões está prevista para as 15h. Avenida Santos Dumont, 2.241, Santana, tel. 4003-5588.

Uma boa opção para o fim de noite é a lanchonete Milk & Mellow. O local é perfeito para quem quer devorar um hamburgão antes de voltar para casa. Além desse sanduba clássico, a casa também serve beirutes, hot dogs e grelhados. Para acompanhar, ataque sem culpa um cremoso milk-shake ou, se estiver cometendo muitas extravagâncias ultimamente, peça um gostoso e saudável suco de frutas. Ainda quer mais? Então chafurde nas porções de batatas fritas ou de onion rings e nas sobremesas, como os tentadores brownies e os não menos apetitosos waffles com doce de leite. Avenida Cidade Jardim, 1.085, Itaim, tel. 3168-4516.

54 | 29HORAS | Outubro 2013

23h às 29h

SEMANA DO RELAX

fotos divulgação

A banda mais dançante e extravagante da new wave dos saudosos anos 80, The B52’s, está de volta a São Paulo. Ela faz apresentação única hoje, no HSBC Brasil, e promete colocar trintões e quarentões para chacoalhar na plateia. Formada em 1976, em Athens, no estado norte-americano da Geórgia, a banda é composta por Kate Pierson,

11h às 17h

5h às 11h

17h às 23h

DIVERTIDOS ALIENS


Outubro

SELVA DE COMIDAS A garotada vai se divertir a valer com o filme Tá chovendo hambúrguer 2, em cartaz a partir deste fim de semana nos cinemas. No divertido longa-metragem de animação produzido pelos estúdios Sony-Columbia, o inventor Flint Lockwood tem de enfrentar comidas mutantes que ganham vida e ameaçam transformar nosso planeta em uma imensa selva povoada por aranhas de queijo com bacon, estranhos crocodilos de tacos mexicanos, elefantes de melancia e esdrúxulos dinossauros de alho-poró. Quer saber como termina essa história? Então se mande já para o cinema para dar início aos festejos do Dia das Crianças.

11h às 17h

TEMPORADA BRASILEIRA O SESC Pinheiros abre espaço para o projeto de residência artística e exposição Vaivém. Quatro artistas baseadas em São Paulo (Ana Teixeira, Iara Freiberg, Kika Nicolela e Renata Padovan) receberam quatro artistas estrangeiros para uma residência artística na cidade (a chilena Cláudia Vásquez, a sul-africana Thenjiwe Nkosi, o japonês Nobuhiro Ishihara e a turca Nezaket Ekici). Juntos, eles trabalharam em um ateliê coletivo aberto ao público e inauguraram uma mostra, compartilhando o resultado dessa convivência. A exposição termina hoje, e a entrada é gratuita. Rua Paes Leme, 195, Pinheiros, tel. 3095-9400.

DANÇA DO CENTRO-OESTE

MOOCA EM FESTA

A atração desta noite na Temporada de Dança 2013 do Teatro Alfa é a apresentação da Quasar Companhia de Dança. Sediado em Goiânia desde 1988, o grupo cria uma nova visão estética da dança, personalizada e vivaz, que possui linguagem própria. Este ano, o coreógrafo Henrique Rodovalho traz para o palco do Teatro Alfa um novo espetáculo, que promete a mesma ousadia de seus trabalhos passados. A Quasar defende a democratização da dança, por isso os ingressos custam de R$ 40 a R$ 80 e estão à venda pelo site www.ingressorapido.com.br. Avenida Bento Branco de Andrade Filho, 722, Santo Amaro, tel. 3693-4000.

Termina hoje a 40ª edição da Festa de San Gennaro, que desde 1973 celebra a cultura italiana na Mooca. O evento conta com 28 barracas que servem pizzas, polentas, fogaças, antepastos e macarronadas com calabresa. Há também a opção de comprar um convite para a cantina, que dá direito a degustar um menu fechado de massas, que custa de R$ 30 a R$ 45. O ambiente (fechado) é animado pela banda Felice Italia, que interpreta sucessos de tenores como Luciano Pavarotti e Andrea Bocelli. A cada noite, a festa recebe cerca de 12 mil pessoas em seus 5 mil m². Rua San Gennaro, s/nº, Mooca, tel. 3209-0089.

23h às 29h

17h às 23h

5h às 11h

domingo 06

Grandes Nomes da

Propaganda Um programa feito por comunicadores para comunicadores com entrevistas exclusivas; e tudo sobre os principais eventos que estão rolando no setor; em um clima agradável e descontraído.

Domingos

ao meio-dia. Reprise SEG, QUA e

SEX às 8h. No canal MGM 68 da NET e 67 da SKY Curta nossa Fan Page no Facebook: /programa.gnp Siga-nos no Twitter: @ProgramaGNP

Só o melhor da propaganda

Apoio P&D Comunicação

www.grandesnomesdapropaganda.com.br 55


outubro

07 segunda

O sanduba se compõe de um hambúrguer de alcatra com alface grelhado na brasa, rodelas de tomate, cebolas fritas, tiras de bacon e fatias de queijo cheddar com Tennessee whiskey – tudo isso servido num pão preto de hambúrguer. Cada um custa R$ 28,50. Rua Joaquim Floriano, 541, Itaim, tel. 3060-3333.

FEITO NO WOK

DECORE COM O MOUSE

Pinturas inéditas e instalações robóticas compõem Serendipidade, mostra individual da artista Nina Pandolfo, famosa por seus lindos grafites visíveis nas ruas de São Paulo e no exterior (ela é casada com Otávio Pandolfo, um d’OsGêmeos). Na exposição, em cartaz até o dia 11, na Galeria Leme, o público pode conferir uma série de pinturas inéditas, entre elas duas com moldura desenhada pela própria artista. O título da mostra faz referência a um conto infantil da Pérsia e à capacidade das pessoas de realizarem descobertas acidentalmente. Entrada gratuita. Avenida Waldemar Ferreira, 130, Butantã, tel. 3093-8184.

Wok, palavra que em cantonês significa vasilha, é um elemento básico da cozinha asiática e se assemelha a uma frigideira com fundo esférico. No restaurante Tian, o menu está oferecendo pratos preparados nessa panela, como o arroz com lulas, pato, manjericão e cenoura, o arroz com lombo, abacaxi e manjericão e o arroz com camarões, linguiça chinesa e gengibre. Preparado no wok, o arroz fica crocante, e os demais ingredientes preservam suas cores vibrantes e seus sabores. Tian é uma expressão celestial chinesa que remete ao bem-estar trazido pela comida. Rua Jerônimo da Veiga, 36, Itaim, tel. 2389-9399.

O site Market Decor (www.marketdecor.com.br) é uma plataforma de compra e venda de itens de decoração com ótimo custo-benefício, tanto para o comprador quanto para o vendedor. O consumidor pode encontrar uma seleção de bons móveis, acessórios e objetos de arte usados e a preços justos. A proposta do site é trazer ao Brasil uma tendência de comportamento comum na Europa, de reuso de móveis e objetos de decoração. No Market Decor, o visitante encontra também peças de design assinado e de antiquário, ou ainda obras de arte, como litografias de Miró e Aldemir Martins.

56 | 29HORAS | Outubro 2013

23h às 29h

DOS MUROS À GALERIA

fotos divulgação

O General Prime Burger incorporou ao seu menu o Jack Melted Cheddar, um hambúrguer que leva queijo cheddar feito com o uísque americano Jack Daniel’s. A ideia surgiu em uma pesquisa feita pelos chefs Paulo Barros e Francisco Pinheiro nos Estados Unidos, onde encontraram os queijos feitos com bebidas alcoólicas.

11h às 17h

5h às 11h

17h às 23h

PILEQUE DE HAMBÚRGUER


outubro

terça 08 5h às 11h

BONJOUR! Para começar bem o dia, com muito sabor, o Le Vin Patisserie do Itaim oferece opções deliciosas para o café da manhã. Além dos menus servidos ao estilo francês, a casa tem itens que podem ser pedidos à la carte. São mais de 40 tipos de pães – entre eles os famosos pain au chocolat, danish à la cannelle, crosissants e gougères. Há também sanduíches variados, como o croque madame, ovos beneditinos, frutas da estação, bolos, musses, salada de frutas aromatizadas, quiches e cafés, entre outras opções. Destaque ainda para tartines – como as de presunto cru e queijo brie. Rua Paes de Araujo, 137, Itaim, tel. 3168-3037.

11h às 17h

FÁBRICA DE DOÇURAS Para o Dia das Crianças, comemorado no próximo sábado, as 35 lojas paulistanas da rede de doçarias Amor aos Pedaços prepararam deliciosos produtos que prometem fazer a alegria dos pequenos. O Bolo Mônica 50 Anos, por exemplo, tem massa de chocolate recheada com creme trufado e cobertura de brigadeiro, flocos de arroz e balinhas de gelatina sabor amora. Já o bolo Brigadeiro Divertido tem massa de chocolate recheada com bicho de pé e cobertura de brigadeiro, confeitos coloridos e figuras de chocolate branco e ao leite. Para completar, também há novos sorvetes e docinhos. Rua Gaivota, 460, Moema, tel. 5051-5387.

17h às 23h

MENTES SIMPLES Em turnê pelo Brasil, a banda Simple Minds celebra seus 35 anos de carreira tocando hoje no Espaço das Américas alguns de seus maiores hits, como Promised you a miracle, Alive and kicking, Belfast child e Don’t you (forget about me). Originário da Escócia, o grupo é formado por Jim Kerr (vocalista), Charlie Burchill (guitarras), Ged Grimes (baixo), Mel Gaynor (bateria) e Andy Gillespie (teclados). O álbum Graffiti soul, lançado em 2009, é o último com inéditas produzido pela banda. Ingressos de R$ 200 a R$ 300 à venda pelo site www.ticket360.com.br. Rua Tagipuru, 795, Barra Funda, tel. 2027-0777.

23h às 29h

PRÉ-HISTÓRIA NO BLU-RAY Um dos principais lançamentos em Blu-ray deste mês é a animação Os Croods, ideal para entreter a garotada. Em plena era pré-histórica, escondidos na maior parte do tempo dentro de uma caverna, vivem Grug, sua esposa Ugga, a vovó, o garoto Thunk, a pequena e feroz Sandy e a jovem Eep. Eles formam a família Crood, liderada por um pai que morre de medo do mundo exterior. Só que grandes transformações estão para acontecer, pois a adolescente Eep acaba conhecendo o também jovem Guy e ele os leva a um incrível mundo novo, para o desespero do paizão coruja. Juntos, todos vão ter de se adaptar a uma nova era.

57


outubro

09 quarta

e paillard de filé. Ao chegar, o cliente ainda é “mimado” com um caldinho, uma miniquiche ou uma bruschetinha de cortesia. As saladinhas custam de R$ 8 a R$ 14, e as sobremesas, como a musse de chocolate, de R$ 4 a R$ 6. Taças de vinho a R$ 5 podem ser pedidas para acompanhar. Rua Pascoal Vita, 329, Alto de Pinheiros, tel. 3032-7517.

combate EM BARUERI

EMBARQUE NESSA

O projeto Novas perspectivas – Valônia, Bruxelas, Bélgica reúne no MuBE um conjunto de exposições simultâneas tendo a arte, o design e a arquitetura como peça central. Até o dia 13 estarão em cartaz as mostras Tapta, exposição de arte sob curadoria de Camille Brasseur sobre uma artista de origem polonesa e especializada em tapeçarias; A matéria das nuvens, exposição de design com curadoria de Giovanna Massoni e Susanna Campogrande; e Ditirambo – [Re]novações de prazeres da arquitetura, mostra sob curadoria de Pablo Lhoas. A entrada é franca. Avenida Europa, 218, Jardim Europa, tel. 2594-2601.

Acontece hoje no Ginásio Poliesportivo José Corrêa de Barueri o UFC Fight Night. A programação de mais este evento do Ultimate Fighting Championship inclui pelo menos oito lutas na sequência – começando às 17h –, sendo que as principais serão o combate entre os meiomédios Demian Maia e Jake Shields e, pelos pesos-moscas, o confronto entre o brasileiro Iliarde Santos e o norte-americano Chris Cariaso. Os ingressos custam de R$ 150 (arquibancada) a R$ 950 (octógono premium) e estão à venda pelo site www.ticketsforfun.com.br. Avenida Guilherme Perereca Guglielmo, 1.000, Barueri, tel. 4003-5588.

Localizado em uma área residencial do bairro do Tatuapé, o Embarque Bar tem uma decoração inspirada em vários pontos turísticos do planeta, e as paredes ostentam também frases relacionadas ao universo das viagens. No menu de comidinhas, os destaques são o espeto de kafta com queijo e o bolinho de arroz com bacon, linguiça calabresa e pedaços de queijo parmesão. Entre as bebidas, a dica é a caipirinha Embarque, feita com couve-manteiga, tangerina e vodca. A combinação inusitada tem sabor delicioso e é um sucesso entre os frequentadores do estabelecimento. Rua Santa Virgínia, 497, Tatuapé, tel. 2297-0362.

58 | 29HORAS | Outubro 2013

23h às 29h

BELEZA BELGA

fotos divulgação

Recém-inaugurado, o restaurante Rodó é uma excelente opção de almoço para quem busca pratos bem-feitos e bem servidos, com preços entre R$ 18 e R$ 22. O cardápio oferece PFs elaborados, como o picadinho com banana frita, farofa, ovo estralado, arroz e feijão, o spaghetti ao sugo com bife à milanesa ou as panquecas de espinafre e ricota com nozes

17h às 23h

5h às 11h

11h às 17h

PFs CLASSE AAA


Outubro

quinta 10 5h às 11h 11h às 17h

Por conta dos dias mais quentes, o restaurante português A Bela Sintra reformula parte de seu menu e inclui novas saladas elaboradas com peixes, crustáceos, frutas e legumes, todas criadas pelos chefs Ilda Vinagre e Valderi Gomes. Vale provar a salada de gambas (camarões) com cogumelos shitake e ponta de aspargos, a de folhas verdes com almeada de peixes (tiras de salmão, robalo e badejo cozidos com vinho branco, tomilho, salsinha, manjericão) e a salada de cítricos à Bela Sintra (endívias, vagem, alface-crespa, gomos de lima, mexerica, laranja, hortelã e mel). Rua Bela Cintra, 2.325, Jardins, tel. 3891-0740.

17h às 23h

HELLO, MOTO! Há 24 anos, o Salão Duas Rodas é um evento dedicado exclusivamente ao setor de motos e bikes em São Paulo e no Brasil. Cerca de 80 empresas participaram da primeira edição do salão, que nascia com a missão de ser o polo concentrador do mercado de duas rodas na América do Sul. Ano após ano, o evento acompanhou o crescimento do mercado de motocicletas e bicicletas: hoje são 450 expositores, ocupando uma área de 110 mil m² e recebendo 260 mil visitantes. O salão fica aberto até o dia 13. Ingressos de R$ 25 a R$ 35 à venda no site www.ticketsforfun. com.br. Avenida Olavo Fontoura, 1.209, Santana, tel. 4003-5588.

A pizzaria A Esperança do Itaim aproveita que outubro é o Mês das Crianças e cria uma redonda exclusiva e divertida especialmente desenvolvida para fazer a alegria dos pequeninos. Até o dia 12, o restaurante vai oferecer a pizza de confetes de chocolate (R$ 23), em tamanho brotinho. A massa tem cobertura de creme de avelã e, por cima, ainda serão colocados confetes coloridos de chocolate. A gostosura é ideal para ser consumida como sobremesa e será servida somente no salão da pizzaria – não estará disponível para os pedidos feitos no serviço de delivery. Rua Pedroso Alvarenga, 716, Itaim, tel. 3078-2960.

SALADAS, COM CERTEZA

PIZZAS DIVERTIDAS

23h às 29h

AÇAÍ ON THE ROCKS Depois do sucesso nos EUA e na Europa, o Cedilla, licor criado pela Maison Leblon e feito com açaí orgânico da Amazônia, começa a ser comercializado também aqui no Brasil. Depois de selecionar cuidadosamente as frutas, o top master distiller francês Gilles Merlet as macera e as combina com a refinada cachaça Leblon, o que resulta em um sabor fresco e levemente doce, com notas de chocolate, especiarias e frutas vermelhas. O licor Cedilla pode ser provado no P.J. Clarke’s, que está servindo a gostosa Açaí Caipirinha, um drinque que tem um sabor tão agradável quanto seu visual. Rua Dr. Mário Ferraz, 568, Itaim, tel. 3078-2965.

59


outubro

REGIONAL & UNIVERSAL

ALTAS DOSES DE RISOS

Uma das boas estreias deste fim de semana nos cinemas é Cine Holliúdy, longa dirigido por Halder Gomes que retrata as exibições mambembes de cinema no interior do Ceará na década de 1970, no período em que a popularização da TV começava e ameaçava os cinemas nas pequenas cidades. Nesse contexto, Francisgleydisson, interpretado por Edmilson Filho, resolve lutar para manter viva a paixão pela sétima arte, com criatividade e humor. O filme tem um amplo vocabulário do autêntico “cearensês” e hilárias cenas de artes marciais. Além de conquistar vários prêmios, o filme foi um sucesso estrondoso no Nordeste.

Acontece hoje às 23h59, no Espaço Parlapatões, mais uma vez o espetáculo Shots de humor. Recorrendo a diversos estilos humorísticos, dos esquetes ao stand-up, do improviso ao musical, cada apresentação conta com novas cenas e é montada de forma distinta da anterior – o que gera peças diferentes em cada encenação. Com figurinos minimalistas e uma cenografia moderna, a peça abusa das cores e do jogo de sombras. A linguagem eclética da Olaria GB mistura referências pop e clássicas com sátiras dos fatos do dia a dia. Ingressos a R$ 30. Praça Franklin Roosevelt, 158, Centro, tel. 3258-4449.

23h às 29h

O DESTINO DAS CIDADES Amanhã é o último dia para conferir na Galeria Mônica Filgueiras a exposição Todo mundo sabe (que as nossas cidades e corpos foram feitos para ser destruídos), com obras de fotógrafos como André Penteado, Breno Rotatori, Bruno Baptistelli, Hugo Curti, Ícaro Lira, Lia Cunha, Maura Grimaldi, Pedro França, Patrícia Araújo, Rafael Craice e Sara Lambranho. Cada artista participa com até cinco fotografias, todas impressas em folhas de 50 x 50 cm. Colocadas lado a lado, as 40 fotos formam uma longa linha que ocupa todos os espaços da galeria. Entrada gratuita. Rua Bela Cintra, 1.533, Jardins, tel. 3082-5292.

11h às 17h

5h às 11h

11 sexta

Os fãs de Black Sabbath poderão assistir hoje, no Campo de Marte, ao retorno da banda. Os shows terão a formação original do grupo, com Ozzy Osbourne, Tony Iommi (guitarras) e Geezer Butler (baixo). É a primeira vez que o Sabbath se apresenta no país com Ozzy Osbourne nos vocais. O príncipe das trevas já tinha feito

60 | 29HORAS | Outubro 2013

shows solo no Brasil, o último deles em 2011. Já a banda veio ao país pela última vez no formato Heaven & Hell com o vocalista Ronnie James Dio, em 2009. Os ingressos estão à venda pelo site www.ticketsforfun.com.br e custam de R$ 150 a R$ 950. Avenida Santos Dumont, 2.241, Santana, tel. 4003-5588.

fotos divulgação

17h às 23h

COISA DO DEMO


outubro

Sábado 12

Para marcar o Dia das Crianças, o Auditório Ibirapuera apresenta hoje, às 11h, o espetáculo infantil O nome dele é... Peixonauta, a versão musical da série infantil brasileira que faz sucesso na TV daqui e de outros países. A apresentação é gratuita e acontece no palco voltado para a plateia externa. Os personagens da série cantam e dançam 14

músicas, com coordenação musical de Paulo Tatit, direção cênica de Wanderley Piras, concepção de Beto Andreetta e bonecos de Sidnei Caria. Estarão lá Marina, Zico, o Peixonauta e todos os outros personagens dessa animada turminha. Avenida Pedro Álvares Cabral, s/nº (entrada pelo portão 2 do parque), Ibirapuera, tel. 3629-1075.

PIZZA PARA A GAROTADA

RAP DO MORRO

Acaba de ser inaugurada a nova loja do Empório Frei Caneca, no Espaço Gourmet do shopping Frei Caneca. Com 360 m² e um mix de cerca de 6 mil itens, a megaloja brinda os consumidores com mais de 2.500 rótulos de diversas bebidas importadas e nacionais: a adega climatizada acondiciona cerca de 300 vinhos do mundo todo, e as prateleiras expõem uísques, centenas de tipos de cerveja, vodcas, cachaças e licores. Há também queijos, antepastos, chocolates, biscoitos, tabacos, pães, azeites, presentes e acessórios para bar. Rua Frei Caneca, 569 (shopping Frei Caneca – 3º piso), Consolação, tel. 3472-2082.

Até amanhã, dia 13, a 1900 Pizzeria oferece uma promoção para celebrar o Dia das Crianças. Meninos e meninas de até 12 anos, acompanhados de um adulto pagante, ganham o Super Trio Mille – composto por uma minipizza de qualquer sabor feita no formato de flor ou bonequinho, um copo de suco de frutas e a sobremesa Zucot, sanduíche feito com bolacha recheada de sorvete de creme ou chocolate. No espaço, os garçons oferecem sempre o passatempo Millenovecento para a garotada – um livrinho com as aventuras dos personagens Mille e Tchento para colorir com giz de cera. Rua Cotoxó, 944, Perdizes, tel. 3868-1900.

O Cine Joia recebe hoje pela primeira vez em seu palco o rapper carioca Black Alien. O show tem em seu repertório canções do seu primeiro álbum solo, Babylon by Gus Vol. 1 – O ano do macaco, além de músicas do seu próximo disco, Babylon by Gus Vol. 2 – No princípio era o verbo. Black Alien já gravou com artistas e grupos como Sabotage, Fernanda Abreu, Raimundos e Banda Black Rio. Sempre com versos contundentes, integrou o Planet Hemp e fundou o grupo Reggae B, em parceria com o baixista Bi Ribeiro, dos Paralamas do Sucesso. Ingressos a R$ 50. Praça Carlos Gomes, 82, Liberdade, tel. 3231-3705.

23h às 29h

TUDO DE BOM

17h às 23h

5h às 11h

11h às 17h

SHOW GRATUITO

61


outubro

13 domingo

Todas as receitas são concebidas por um mestre artesão de gelato. Não há conservantes e estabilizantes nos produtos – os proprietários garantem que tudo o que é produzido ali é completamente natural. E a marca não deixa na mão quem tem necessidades especiais, pois oferece sorvetes sem lactose, glúten ou açúcar. Alameda Tietê, 163, tel. 3063-4741.

FESTA PARA A GAROTADA

PERDIDOS NO ESPAÇO

O espetáculo infantil Zuzubalândia – O musical está em cartaz aos domingos às 16h no Teatro das Artes e é baseado em Jujubalândia, um dos livros de maior sucesso entre as crianças nas últimas duas décadas. A peça aborda de modo lúdico e sutil a importância do equilíbrio na alimentação e o perigo dos exageros. Mariana Caltabiano dirige o espetáculo, e a direção musical é do maestro Fábio Gomes de Oliveira. O elenco tem 12 atores, sendo seis manipuladores de bonecos. Ingressos a R$ 60 à venda pelo site www.ingresso.com.br. Avenida Rebouças, 3.970 (shopping Eldorado, 3º piso), Pinheiros, tel. 3034-0075.

Acontece hoje no Memorial da América Latina mais uma edição do Parque da Criança, com shows, brinquedoteca com “test-drive” de brinquedos, cinema, performances de palhaços e mágicos, esportes radicais, parque de diversões e uma deliciosa área de alimentação. No palco, haverá espetáculos como O chapeleiro maluco e O fantasma da máscara; e na Estação Ciência, as atrações serão a Bobina de Tesla, o Gerador Van der Graff e um planetário. Os ingressos – à venda pelo site www.ticket360. com.br – custam R$ 120 e dão direito a todas as atrações. Avenida Auro Soares de Moura Andrade, 664, Barra Funda, tel. 2027-0777.

Uma das grandes estreias deste fim de semana nos cinemas é a ficção científica Gravidade, dirigida pelo mexicano Afonso Cuarón (de Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban) e estrelada pelos astros de Hollywood George Clooney e Sandra Bullock. A história gira em torno de dois astronautas que estavam fazendo reparos de rotina em sua nave quando ela é atingida e danificada por destroços de lixo espacial, deixando-os à deriva. Sem contato com a Terra e sem transporte, o pânico começa a bater enquanto eles flutuam no meio do nada. A única alternativa para sobreviver talvez seja se embrenhar ainda mais no espaço.

62 | 29HORAS | Outubro 2013

23h às 29h

RIR E COMER BEM

fotos divulgação

A Casa Elli, aberta no dia 26 de setembro nos Jardins, é um projeto de quatro empresários italianos – Massimo Borrelli, Stefano Pugin ,Valentino Raffaelli e Fabio Spinelli – que sonham espalhar pelo mundo o sabor do autêntico gelato. A casa paulistana é a primeira do grupo e preza 100% os valores tradicionais. Os sorvetes são feitos diariamente, na própria casa, com ingredientes orgânicos.

17h às 23h

11h às 17h

5h às 11h

Gelato orgânico


20 ANOS DE PIC BURGERS

QUEM FAZ O CAFÉ

A rede de lanchonetes The Fifties, hoje presente em 25 endereços, está completando 20 anos, e várias ações estão sendo preparadas para comemorar a data. Hoje, por exemplo, acontece um workshop de Pic Burger, o carro-chefe da rede, onde será apresentada a receita do sanduíche ícone da marca, com o passo a passo do preparo, oferecendo aos clientes a oportunidade de preparar seu hambúrguer como a ajuda dos chapeiros da lanchonete. Com inscrições limitadas, o workshop será para dez clientes com dois acompanhantes. A “aula” acontece na filial dos Jardins. Alameda Santos, 1.015, Jardim Paulista, tel. 3266-4278.

O crescimento do consumo de cafés especiais aumentou a demanda por uma profissão relativamente nova no Brasil: o barista. Diante desse cenário, Concetta Marcelina e Cristiana Couto uniram-se para escrever Sou barista (editora Senac São Paulo). As autoras explicam que este profissional tem a função de promover os diferenciais do grão e da bebida, fazendo o elo final da cadeia de qualidade entre o produtor e o consumidor, atentando para detalhes como o frescor do café, a temperatura e a pressão do equipamento, a torra correta, a moagem ideal etc. A obra está à venda por R$ 35 no site www. submarino.com.br.

23h às 29h

CRIANDO, BRINCANDO A Casa – Museu do Objeto Brasileiro recebe até o dia 18 a exposição de brinquedos do projeto Satorilab, de Alejandro Sarmiento e Luján Cambariere. A mostra A infância em jogo reúne mais de 170 brinquedos feitos com resíduos industriais de empresas como Adidas, Natura e Chilli Beans. As peças foram criadas em oficinas coordenadas pela dupla entre 2007 e 2013, com mais de 800 estudantes de design e arquitetura da Argentina, do Brasil, do Chile e da Colômbia. Para testar e selecionar os brinquedos, foram criados júris formados por crianças. Entrada gratuita. Rua Cunha Gago, 807, Pinheiros, tel. 3814-9711.

11h às 17h

5h às 11h

segunda 14

17h às 23h

TUDO AZUL NO JANTAR

O Blú Bistrô agora abre para almoço e jantar também às segundas-feiras. Com o novo horário de funcionamento, a casa fecha mais cedo aos domingos, às 17h. No almoço, o menu-executivo do Blú custa R$ 34 e sempre tem duas opções de entrada, cinco opções de pratos principais e duas de sobremesa. No jantar, é possível saborear

pratos como o delicioso bobó de camarão com beiju de tapioca, a vitela grelhada com molho de jabuticaba, o magret de pato com mel e acompanhado de purê de mandioquinha ou o arroz de polvo (foto), entre outras tantas especialidades da casa. Rua Monte Alegre, 591, Perdizes, tel. 3871-9296.


outubro

15 terça

mostra reúne figurinos, objetos de cena, documentos e fotos originais de clássicos como Laranja mecânica, 2001: Odisseia no espaço, Lolita, O iluminado e De olhos bem fechados, dentre outros. No auditório do MIS, uma mostra exibirá os principais filmes de Kubrick. Ingressos a R$ 20. Avenida Europa, 158, Jardim Europa, tel. 2117-4777.

ALMOÇO NO CAPRICHO

DOWNTOWN JAZZ CLUB

Cerca de 350 imagens produzidas pelo fotógrafo brasileiro Klaus Mitteldorf podem ser apreciadas no Museu de Arte Brasileira da Fundação Armando Alvares Penteado (MAB-FAAP) até o dia 20. A mostra apresenta a trajetória dos 30 anos de carreira do fotógrafo aqui no Brasil e no exterior. Com entrada gratuita, a exposição Work: Klaus Mitteldorf – Photographs 1983-2013 traz momentos que revelam a paixão do fotógrafo pelas cores, seu apuro técnico e estético, além da busca pela liberdade e a autopermissão de experimentar e expressar emoções e sentimentos pessoais. Rua Alagoas, 903, Higienópolis, tel. 3662-7198.

De terça a quinta, um cardápio fixo ficará disponível nos almoços do restaurante Figo, comandado pela jovem chef Luiza Hoffmann. Por R$ 44, os menus incluem entrada, prato principal e sobremesa. Hoje, por exemplo, é dia de figo caramelizado com fios de pupunha, mix de folhas ao vinagrete de limãosiciliano e crocante de nuts (como entrada) e, como prato principal, a feijoada, com arroz 12 grãos, couve, farofa de banana-da-terra e vinagrete de laranja apimentado. A sobremesa é uma musse de coco fresco ou abacaxi com raspas de limãosiciliano. Rua Diogo Jácome, 372, Vila Nova Conceição, tel. 3044-3193.

Em setembro de 2012, o Bar B encerrou suas atividades na rua General Jardim. Sete meses depois, os donos do Jazz nos Fundos (em Pinheiros) assumiram o negócio e reabriram as portas como Jazz B. O local serve almoço executivo de dia e, de noite, há sempre deliciosos petiscos para quem vai acompanhar os shows da casa. Da cozinha saem delícias como pintxos de queijo brie com figo e geleia de malbec ou bruschettas de presunto ibérico com cogumelos. No palco, apresentamse bandas como o Trio Martino Jazz Band e Le Petit Comitê ou a cantora Bianca Gismonti. Rua General Jardim, 43, Centro, tel. 3257-4290.

64 | 29HORAS | Outubro 2013

23h às 29h

IMAGENS FANTÁSTICAS

fotos divulgação

Está em cartaz no MIS (Museu da Imagem e do Som) a exposição Stanley Kubrick, que traz centenas de itens originais dos filmes produzidos e dirigidos por esse grande mestre do cinema. Com curadoria de Hans-Peter Reichmann, do Deutsches Filmmuseum de Frankfurt, e colaboração de Christiane Kubrick, viúva do cineasta, a

11h às 17h

5h às 11h

17h às 23h

DO CINEMA PARA O MUSEU


outubro

DIFERENTES QUE SE ATRAEM

DOWN UNDER SOUNDS

Um bebê deformado é arrancado dos braços da mãe cigana e criado isolado no campanário da catedral de Notre Dame, em Paris. Vinte anos depois, Quasímodo, o corcunda, foge de seu mocó para participar da festa da Queda da Bastilha e conhece Esmeralda – linda cigana que luta para defender seu povo marginalizado. Esse é o ponto de partida de Corcunda de Notre Dame – O musical, adaptação produzida pela Cia Em Formação de teatro e baseada no romance de Victor Hugo, em cartaz no Teatro AnhembiMorumbi. Ingressos a R$ 40 à venda pelo site www.ingressorapido. com.br. Rua Dr. Almeida Lima, 1.176, Mooca, tel. 2872-1457.

A banda australiana Tame Impala é a atração da 23ª edição do Popload Gig, que acontece hoje no Cine Joia. O grupo define seu som como um “rock psicodélico, melódico e com groove hipnótico”, o que significa, em outras palavras, rock retrô-viajante com guitarras psicodélicas, mas também com influências eletrônicas dos anos 00. Liderada pelo carismático vocalista Kevin Parker – um pequeno gênio que toca vários instrumentos –, a banda promete fazer uma grande performance hoje. Os ingressos custam R$ 180 e estão à venda em www.facebook.com/cinejoia. Praça Carlos Gomes, 82, Liberdade, tel. 3231-3705.

23h às 29h

RISOTOS NOTA DEZ A importadora Casa Aurora está trazendo para o Brasil a Riso Inverni, tradicional marca de arroz para risotos e líder em seu segmento na Itália. O mercado brasileiro de risoto já é o maior consumidor da América Latina, após ultrapassar em 2012 a Venezuela. O arroz arbóreo que está sendo lançado com a chegada da Inverni é ideal para o preparo de risotos cremosos, versáteis e al dente, de forma que qualquer pessoa possa descobrir o chef que existe dentro de si. A caixa com 500 g está sendo vendida por R$ 8,66 em sites especializados em comidas finas, como o www.refinariadeligourmet.com.br

1 17h às 23h

5h às 11h

quarta 16

11h às 17h

TOUR PELA ITÁLIA

Até o dia 20 acontece em São Paulo a 2ª Semana da Cozinha Regional Italiana (Settimana della Cucina Regionale Italiana), com a participação de 20 renomados restaurantes italianos na cidade, que oferecerão menus especiais homenageando as diferentes regiões da Velha Bota. Cada restaurante representa uma das regiões: o

Pomodori, por exemplo, traz delícias da Calábria, enquanto a Vinheria Percussi oferece pratos típicos de Abruzzo. O evento está em sua 13ª edição e o tema deste ano é Pesquisa, descoberta, inovação: a Itália dos saberes, perfeito para mostrar a diversidade das identidades regionais, claramente expressada pela variedade de suas cozinhas.

65


outubro

17 quinta BARQUINHOS TOP

5h às 11h

EVENTIDE GIOIOSO

Começa hoje no Transamérica ExpoCenter mais uma edição do São Paulo Boat Show, o maior salão náutico indoor da América Latina. Estarão expostos mais de 200 barcos, distribuídos por 40 mil m². Entre as principais embarcações expostas, os destaques serão a Schaeffer 800 (o maior barco da feira, com 24 m de comprimento, espaço para até 23 pessoas a bordo e um valor de aproximadamente R$ 12 milhões) e a Intermarine 75 (com 77 pés de comprimento, velocidade de até 34 nós e preço ao redor dos R$ 8 milhões). O evento vai até o dia 22. Avenida Dr. Mário Villas Boas Rodrigues, 387, Santo Amaro, tel. 2186-1001.

11h às 17h

PRANZO ESPRESSO O Menu Executivo do chef Pier Paolo Picchi é uma ótima opção para quem está com pressa e não abre mão de uma comida saborosa e a bons preços. O menu – a R$ 40 – inclui entrada, três opções de prato principal e sobremesa. Como alternativa de prato principal, os clientes podem saborear o frango à caçadora com purê às terças-feiras, a feijú Picchi das quartas (composta por feijão-preto, carne de sol, linguiça, couve, arroz, farofa e banana), o picadinho com arroz, feijão-preto, farofa, couve e ovo nas quintas e o ravióli de bacalhau às sextas. Rua Eduardo de Souza Aranha, 318, Itaim, tel. 3842-9000.

66 | 29HORAS | Outubro 2013

23h às 29h

O Jardim Europa ganha um novo ponto de encontro para as happy hours de quarta a sexta-feira: o balcão do restaurante Girarrosto. Nesses dias, das 17h30 às 19h30, toda bebida pedida é double. As opções no cardápio incluem o chope Heineken, drinques clássicos como o tradicional Caju Amigo (foto), caipirinhas de frutas e saquerinhas. A cortesia em dobro ainda vale para as doses de uísque. Para beliscar, os clientes podem escolher os antepastos do balcão do bar: queijos italianos e embutidos como presunto cru e linguiça curada. Há também bruschettas e pizzetas assadas no forno a lenha. Avenida Cidade Jardim, 56, Jardim Europa, tel. 3062-6000.

fotos divulgação

17h às 23h

BEBA AS VILÃS O 00 Lounge Bar acaba de lançar em seu cardápio de bebidas seis novos drinques que chamam a atenção dos amantes das telenovelas. Grandes vilãs que se tornaram conhecidas do grande público ganharam versões etílicas pelas mãos do barman Rodolfo Zarbinatti. O Odete Roitmann, por exemplo, mistura vodca de coco, curaçau e suco de abacaxi; o Nazaré Tedesco leva rum Malibu, vodca e sucos de manga e de laranja; o Carminha Tufão é preparado com rum, suco de abacaxi, club soda e xarope de maçã e o coquetel Felix Khoury é feito com vodca, vermute seco e licor curaçau. Alameda Itu, 1.466, Jardins, tel. 2365-3561.


outubro

SUPERTOSQUINHOS

O SAMBA CURA

Estreia hoje nos cinemas Kick ass 2, protagonizado pela Hit Girl (Chlöe Grace Moretz) e por Kick-Ass (Aaron Taylor-Johnson), o astro do primeiro filme da série, lançado em 2010. Eles viviam normalmente como Mindy e Dave, até criarem a primeira liga de heróis domésticos. Desmascarada, a Hit Girl “renasce” com a ajuda do Coronel Estrelas (Jim Carrey). Juntos, eles enfrentam o vilão Red Mist (Christopher Mintz-Plasse) – rebatizado como Motherf*cker. A direção é de Jeff Wadlow, e o elenco traz ainda grandes nomes de Hollywood, como Nicolas Cage (de O senhor da guerra) e John Leguizamo (de Moulin Rouge).

Após recuperar-se de problemas de saúde e ficar muito tempo hospitalizada, a cantora Beth Carvalho está de volta, para celebrar a vida e o samba. O show é baseado nas faixas de seu mais recente CD, Nosso samba tá na rua, e o repertório traz ainda grandes sucessos de sua carreira, como Vou festejar, Coisinha do pai, 1800 colinas, Andança, Palavras malditas e uma novidade: Volta por cima, de Paulo Vanzolini, que diz tudo sobre seu atual momento. Os ingressos custam de R$ 120 a R$ 220 e estão à venda pelo site www.ingressorapido.com.br. Rua Bragança Paulista, 1.281, Chácara Santo Antônio, tel. 5646-2120.

17h às 23h

BAUNILHA DA AMAZÔNIA A Chocolat du Jour acaba de lançar a Caixa Degustação Gourmet para o deleite dos amantes do chocolate amargo. Ela é recheada com barrinhas nos sabores dark chocolate com 70% de cacau, laranja, nibs de cacau, caramelo e tonka. Para quem ainda não conhece, a tonka é a semente de cumaru, uma árvore extremamente rara e nativa da selva amazônica. As sementes são colhidas de dentro dos frutos, quando estes amadurecem e caem no chão. Por ser extremamente aromática, a tonka vem encantando os chefs de todo o mundo com seu sabor, que lembra o da fava de baunilha. Rua Haddock Lobo, 1.421, Jardins, tel. 3168-2720.

11h às 17h

5h às 11h

sexta 18

23h às 29h

EM BUSCA DO OURO

A estreia mais aguardada do cinema nacional em 2013 acontece hoje, com o lançamento de Serra Pelada, filme dirigido por Heitor Dhalia (de O cheiro do ralo e À deriva). Serra Pelada leva às telas uma viagem para a maior mina a céu aberto dos tempos modernos. O ano é 1980. Os amigos Juliano (Juliano Cazarré) e Joaquim (Julio Andrade) deixam

São Paulo em busca do sonho do ouro. Os dois chegam à Floresta Amazônica como outros milhares de homens, repletos de sonhos e ilusões. Mas a vida no garimpo muda tudo. Juliano se torna um gangster. Joaquim deixa seus valores para trás por conta da febre do ouro. O elenco traz ainda Sophie Charlotte, Matheus Nachtergaele e Wagner Moura.

67


outubro

A ALEMANHA É AQUI

EU USO ÓCULOS!

Termina hoje mais uma edição da BrooklinFest, um evento que reúne no quadrilátero das ruas Joaquim Nabuco, Barão do Triunfo, Princesa Isabel e Bernardino de Campos arte e gastronomia típica da Alemanha. Entre os pratos oferecidos nas barracas de comida, há salsichas, batatas rösti, chucrute, einsbein (joelho de porco), kassler (bisteca do porco defumada) e muito mais. Para beber, não dá para não tomar uma caneca de chope e, como sobremesa, a dica são os famosos apfelstrudels (tortas de maçã com massa folhada, passas e canela). No palco, revezam-se bandas de música e apresentações de dança das 10h às 22h.

Com o mote “Qual é a sua praia?”, o selo The Five, da agência Multicase, promove hoje mais uma edição da festa Sunglasses, day party, que começa às 16h à beira da represa em Itu e promete adentrar a madrugada embalada por boa música eletrônica. O já tradicional dresscode inclui óculos escuros, e o local da balada será o Resort Dois Santos, que espera receber 2.500 pessoas. Os ingressos custam R$ 300 (homens) e R$ 150 (mulheres) e estão à venda pelo site http://sunglassesparty.wix. com. Rodovia Marechal Rondon, km 127,5 (Estrada do Chapadão, entre Porto Feliz e Itu). Delivery de convites pelo tel. 2659-5898.

23h às 29h

FICÇÕES DIGITAIS Fica em cartaz até 3 de novembro, no Instituto Tomie Ohtake, a 4ª Mostra 3M de Arte Digital. Nesta edição, ficções radicais constroem o eixo estabelecido pela curadora e artista midiática Gisela Domschke nos 20 projetos selecionados. Segundo ela, a ficção é uma forma de narrativa que lida com eventos não (ainda) factuais, que nos permite explorar as possibilidades de nossos desejos, a fim de entender o que são hoje as limitações. Há obras de artistas como Marcelo Krasilsic, Ricardo de Castro e o norteamericano Charles Csuri, entre outros. Avenida Brig. Faria Lima, 201, Pinheiros, tel. 3032-1599.

11h às 17h

5h às 11h

19 sábado

Quinze anos após sua última edição no Brasil, o Monsters of Rock volta a São Paulo, agora na Arena Anhembi. O festival deve reunir um público de 40 mil pessoas hoje e mais 40 mil amanhã. As atrações de hoje são as bandas Slipknot, Korn, Limp Bizkit (foto), Killswitch Engage, Hatebreed, Gojira e Hellyeah; amanhã é a vez

68 | 29HORAS | Outubro 2013

de Aerosmith, Whitesnake, Ratt, Buckcherry, Queensrÿche (featuring Geoff Tate), Dokken, Dr. Sin e Doctor Pheabes. Eddie Trunk, apresentador do programa The metal show, no canal VH1, será o mestre de cerimônia da festa. Os ingressos estão à venda pelo site www.livepass.com.br e custam de R$ 300 a R$ 560. Avenida Olavo Fontoura, 1.209, Santana, tel. 4003-1527.

fotos divulgação

17h às 23h

MONSTROS DO BARULHO


outubro

ROBINSONS CRUSOÉS

PIZZAS ATÉ A MEIA-NOITE

Em cartaz no Teatro Gazeta, a peça Adão, Eva e mais uns caras é uma comédia ambientada numa ilha deserta, onde um grupo de náufragos encalha. Eles passam quase um ano nessa ilha e têm que reinventar suas vidas, seus códigos e suas necessidades. Não há comida, não há energia elétrica e não há tempo previsto para essa aventura acabar. Para esses cinco amigos, esquecidos na ilha, há apenas a necessidade de sobrevivência. Ernesto Piccolo dirige esse texto inédito de Romeu di Sessa. O elenco é encabeçado por Sheron Menezes e Renato Góes. Ingressos a R$ 60. Avenida Paulista, 900, Bela Vista, tel. 2626-0283.

A Babbo Giovanni foi fundada em 2012. Suas pizzarias oferecem entradas como o pão de calabresa e o corniccioni tussato (massa de pizza assada com azeite, alecrim e sal grosso). Entre as pizzas são mais de 50 opções, como a de abobrinha (mussarela de búfala, parmesão, azeitonas pretas e abobrinhas fatiadas) e a marguerita tradicional (mussarela, tomate e manjericão). As bordas podem ser recheadas com catupiry, cheddar, provolone ou mussarela. Há ainda versões doces, como a banana com canela e leite condensado e a de chocolate com bolas de sorvete. Rua Cristóvão Pereira, 1.713, Campo Belo, tel. 3294-9083.

23h às 29h

AZULEJO NO PAPEL Eleito “a estampa do verão”, o azulejo português transcende a moda e chega também à Papelaria. A marca, especializada em itens de papelaria fina (como bloquinhos, cadernos e envelopes), lança um livro de receitas exclusivo, inspirado na tendência da próxima estação. Feito para arquivar com muito carinho os segredos culinários de família, o livro, disponível no e-commerce da marca (http://papelaria.ind.br/), tem capa dura e traz em suas páginas maneiras divertidas de guardar as receitas passadas de mãe para filha. Com 23 cm de largura e 31 cm de comprimento, o livro de receitas está sendo vendido por R$ 135.

17h às 23h

5h às 11h

domingo 20

11h às 17h

BANQUETE INDÍGENA

A chef Ana Luiza Trajano serve até o fim do mês no Brasil a Gosto um menu inspirado em sua experiência com os índios Yawanawá, nos confins do Acre. A refeição completa inclui petisco, entrada, carne, peixe e sobremesa – esta última, uma licença poética da chef, já que os índios não têm o hábito de comer doces. Não deixe de provar os deliciosos

bolinhos de banana com pirarucu, o creme de mandioca com queixada desfiada e milho, o pintado na folha de bananeira com pirão, ervas e banana assada, e ainda a paca no azeite de urucum com abacaxi grelhado e farinha uarini no tucupi. O menu-degustação custa R$ 189 ou R$ 220 (harmonizado com vinhos). Rua Prof. Azevedo Amaral, 70, Jardins, tel. 3086-3565.

69


outubro

COMA & EMAGREÇA

NEW SPOT

O restaurante Quattrino, comandado por Mary Nigri, oferece cardápios especiais para quem está nas fases 1 e 2 da Dieta Dukan. Criada pelo nutrólogo Pierre Dukan, essa dieta de emagrecimento libera em sua primeira fase o consumo de frango, peixe e carne magra à vontade. Aí é indicado comer pratos como o ceviche de pescada, os camarões grelhados ou o filé-mignon grelhado. Já na segunda fase estão liberados legumes e verduras, exceto batata. As sugestões então são o filé de frango grelhado com shoyu, gengibre e cogumelos ou o hambúrger de salmão com quinua e legumes. Rua Oscar Freire, 506, Jardins, tel. 3068-0319.

Em 1994, o restaurante Spot foi inaugurado em uma praça com fonte iluminada na Alameda Ministro Rocha Azevedo, a meia quadra da Avenida Paulista. O local logo se tornou um dos mais animados da cidade. Após quase duas décadas de sucesso, o Spot abre sua primeira filial, no Shopping JK Iguatemi, ao lado da loja da Chanel. Mantendo a porta giratória, os sofás de couro vermelho e vários hits do cardápio da matriz, as novidades são o robalo ao salmoriglio e o pudim de tapioca e castanha-do-pará, servido morno com calda de caramelo e telha de coco. Avenida Pres. Juscelino Kubitschek, 2.041, térreo, tel. 3079-3448.

23h às 29h

VOCÊ TEM FOME DE QUÊ? O Mercadinho Chic! é um minishopping, que existe há cinco anos na rua Oscar Freire, na esquina com a Haddock Lobo. Agora seus idealizadores expandem o empreendimento e abrem mais uma unidade, na Alameda Santos, com lojas temporárias os expositores são selecionados por uma curadoria com foco no conceito da marca e nos produtos ofertados. A novidade no novo endereço é o Espaço Gourmet, permanente, onde são servidos lanches, almoços e doces de novos chefs e restaurantes. A ideia é unir boas compras e a oferta de comidinhas de qualidade num mesmo espaço. Alameda Santos, 1.347 B, Jardim Paulista, tel. 7749-7756.

11h às 17h

5h às 11h

21 segunda

Servido nas versões tradicional, meio amargo e zero açúcar, O Melhor Bolo de Chocolate do Mundo acaba de ganhar um novo acompanhamento: calda de laranja. A receita é preparada com a polpa de laranjas das variedades Valência, pera, Westin e rubi, tem sabor cítrico e equilibra perfeitamente com a doçura do bolo,

70 | 29HORAS | Outubro 2013

intensificando a qualidade gourmet da sobremesa. O doce é feito com camadas de merengue e musse de chocolate, e tornou-se um hit em São Paulo assim que desembarcou por aqui em 2007, diretamente de Lisboa, onde nasceu, pelas mãos de Carlos Braz Lopes. Rua Oscar Freire, 125, Jardins, tel. 3061-2172.

fotos divulgação

17h às 23h

CHOCOLATE COM LARANJA


outubro

TAPAS EM PINHEIROS

HIGH TECH WINES

O tradicional restaurante espanhol Don Curro, em Pinheiros, não é apenas ideal para saborear uma boa paella, a casa também oferece uma seleção de tapas perfeita para fazer com que a happy hour seja mais agradável e saborosa. Os clientes podem petiscar delícias como mariscos ao vinagrete, salpicão de lagosta, pulpo a la feria, ostras gratinadas, lulas fritas, pinchito de pescados, jamón ibérico Pata Negra, tortillas e chorizos. De terça a sábado, o restaurante fica aberto durante toda a tarde, não interrompendo o atendimento entre o almoço e o jantar. Rua Alves Guimarães, 230, Pinheiros, tel. 3062-4712.

O Terraço Itália, onde são consumidos a cada ano cerca de 10 mil litros de vinho, acaba de receber uma nova atração no Piano Bar: uma Enomatic Enoround Elite, máquina com o que há de mais moderno em tecnologia de conservação e apresentação de vinhos. Com capacidade para 16 garrafas com temperatura controlada, ela preserva o vinho com suas características originais ao substituir o ar presente nas garrafas abertas por gás argônio comprimido, evitando a oxidação causada pelo oxigênio. Dessa forma, cada taça é servida como se a garrafa estivesse recémaberta. Avenida Ipiranga, 344, 41º andar, tel. 2189-2929.

23h às 29h

MISÉRIA SEM RETOQUES A Galeria Nara Roesler recebe até o início de novembro a exposição Cães sem plumas. O tema da exposição, inspirado no poema de João Cabral de Melo Neto, O cão sem plumas, é aquela gente que no Brasil vive na iminência de perder o que lhes confere humanidade, pessoas à margem de quase tudo aquilo que outros já alcançaram. Participam da mostra Antonio Dias, Paulo Bruscky, Berna Reale, Cildo Meireles, Claudia Andujar, João Castilho, Paulo Nazareth, Rosângela Rennó, Thiago Martins de Melo e Virginia de Medeiros, entre outros. A curadoria é de Moacir dos Anjos. Avenida Europa, 655, Jardim Europa, tel. 3063-2344.

11h às 17h

5h às 11h

terça 22

17h às 23h

NOITE BURLESCA

Ute Lemper estudou balé, foi punk e já atuou em ingênuos musicais da Broadway, tipo Peter Pan. Também já interpretou no teatro papéis eternizados por Liza Minelli, em Cabaret, e Marlene Dietrich, em O anjo azul. Assim é a eletrizante show woman alemã que canta hoje na Sala São Paulo, interpretando canções

baseadas na poesia de Pablo Neruda e clássicos de Edith Piaf e Kurt Weill. Ingressos de R$ 80 a R$ 200 à venda no site www.ingressorapido.com.br. Parte da renda será revertida para a Tucca (Associação para Crianças e Adolescentes com Câncer). Praça Julio Prestes, 16, Bom Retiro, tel. 3367-9500.

71


outubro

ALCACHOFRAS NO TATUAPÉ

TORNEIRINHAS BOAS

O Bracia Parrila, especialista em carnes e cortes argentinos, oferece receitas elaboradas com alcachofra, um dos ingredientes típicos desta época do ano. Entre as opções, há salada suprema (agrião, coração de alcachofra, tomate seco e parmesão), salmão grelhado com risoto de alcachofra e molho de alcaparras ou ainda risoto de alcachofras. Para quem busca pratos leves e frescos, há boas saladas, como a de peito de peru (alface-americana, peito de peru, abacaxi, cenoura, passas e castanha-de-caju) e a Waldorf (mix de folhas, nozes, maçã, uva e gorgonzola). Rua Azevedo Soares, 1.008, Tatuapé, tel. 2295-0099.

O bar Coisa Boa, no Itaim, tem uma geladeira onde os próprios clientes escolhem sua bebida, entre cerca de 200 rótulos de cerveja. Agora o estabelecimento lança quatro versões de chope. Dá para escolher entre pilsen, weiss, porter e belgian ale. O pilsen é leve e vem de Ribeirão Preto, da cervejaria Invicta. O weiss vem da Baviera, onde é produzido pela Weihenstephaner, a cervejaria mais antiga do planeta ainda em atividade. As outras duas torneiras são rotativas, em parceria com diferentes cervejarias, e servirão os chopes porter e belgian ale. Rua Pedroso Alvarenga, 909, Itaim, tel. 3073-0773.

23h às 29h

MADE IN TONGA Do distante e paradisíaco reino de Tonga, no Pacífico Sul, vem a baunilha Heilala. Cultivada organicamente em solos vulcânicos, a especiaria é processada na Nova Zelândia e chega ao Brasil na forma de três produtos de qualidade especial, importados pela MIE Brasil: extrato, pasta e xarope de baunilha. Eles estão à venda no Empório Chiappetta. Fundada pelo neozelandês John Ross, a Heilala começou como um projeto de ajuda humanitária. Hoje emprega cerca de 30 funcionários locais em Tonga e já virou referência de produto premium entre chefs e pâtissiers. Rua Martim Francisco, 427, Santa Cecília, tel. 3826-3033.

11h às 17h

5h às 11h

23 quarta

O chef Adriano Kanashiro recebe de terça a sexta alguns felizardos na sala de degustação, espaço localizado no andar superior de seu restaurante, o Momotaro. Lá são servidos jantares com mais de dez opções, delícias preparadas com os mais frescos ingredientes do dia. As vieiras com creme de coral são espetaculares, as ostras com ovas de mujol são delicadíssimas, o sushi de

72 | 29HORAS | Outubro 2013

barriga de atum com foie gras e caju confitado é um clássico que sempre vale ser revisitado e o king crab norueguês com ovas de salmão faz a gente viajar. Tomara que ele ainda lhe sirva os mariscos brancos com cogumelos eringi e o sashimi de tamboril (conhecido como lagosta de pobre). Por essa refeição inesquecível, cada pessoa paga cerca de R$ 220. Rua Diogo Jácome, 591, Vila Nova Conceição, tel. 3842-5590.

fotos divulgação

17h às 23h

NA SALA DO SAMURAI


outubro

quinta 24 DE CARA NOVA

5h às 11h

TEMPO DE FLORES

A primeira unidade P.J. Clarke’s fora de Manhattan, a casa da Mário Ferraz reabriu no final de agosto após uma significativa reforma. Dentre os destaques do novo projeto (de autoria do escritório Carvalho e Silveira Arquitetura) estão o ambiente do salão principal, que teve reduzido o número de lugares para deixá-lo mais “cosy” e disponibilizar espaço para uma charmosa varanda. O bar teve seu layout reformulado também, além da criação de um espaço reservado e ideal para eventos que foi batizado com o nome de Sidecar, nos fundos do imóvel, com telão e wi-fi. Rua Dr. Mário Ferraz, 568, Itaim, tel. 3078-2965.

17h às 23h

NOVIDADES NA VILA O bar e forneria Melograno, especializado em cervejas, anuncia novidades em seu cardápio. Jefferson Santos, que já passou pelas cozinhas do Bistrô Charlô e do restaurante Giardini, assumiu recentemente as caçarolas e criou novos petiscos e pratos para fazerem par com as cervejas. Entre as suas sugestões estão o queijo coalho com laranja e molho de aliche, as espetadas de lebre com risoto de alho-poró, o duo de ceviches com atum e robalo em leito de rúcula, o carré de cordeiro ao molho de alecrim e o peito de pato com folhas e tiras de mamão verde. Rua Aspicuelta, 436, Vila Madalena, tel. 3031-2921.

5h às 11h

A arquiteta Daniela Laloum acaba de inaugurar a floricultura criativa Fulô. Sua inspiração vem de viagens, sonhos, amigos, natureza e locais como a 25 de Março, o Bom Retiro e o Brás. Além de flores, a florista mistura em seus arranjos frutas, penas, bichos de pelúcia, pedras, arames, musgo, galhos, fitas e diversas outras coisas que despertem a sua imaginação. A floricultura atende projetos residenciais, festas de casamento, aniversários, cenários, escritórios e lojas. E ainda tem o Clube da Flor, uma assinatura semanal ou quinzenal para receber um arranjo surpresa em casa ou para dar de presente. Rua Cel. Rafael de Castro Bueno, 151, Vila Leopoldina, tel. 3831-6769.

23h às 29h

COCKTAILS ON WHEELS O Rock’n Cycles Bar lança uma carta de drinques com dez coquetéis, alguns deles exclusivos, como o Rock’NCycles Ginger Jack (xarope de gengibre, Jack Daniel’s, bitter Angostura e casca de laranja) e o Rock’N Cycles Twisted Mind (gim Tanqueray, xarope de gengibre, suco de limão-siciliano e pepino). Além desses, o bar oferece clássicos como dry martinis, margaritas, negronis e cosmopolitans – à base de suco de cranberry, vodca, licor Cointreau e suco de limão. Para embalar, a trilha sonora mistura clássicos dos anos 70, bluegrass, black music, jazz e blues. Rua Tabapuã, 1.348, Itaim, tel. 3071-2118.

73


outubro

PESADELO (E RISOS) A BORDO

ELVIS NÃO MORREU

Estreia hoje nos cinemas a comédia Meu passado me condena, dirigida por Júlia Rezende e estrelada por Fábio Porchat e Miá Mello. Na trama, os personagens principais também atendem pelos nomes Fábio e Miá. Eles se encontram e, dessa aproximação, acaba nascendo um poderoso amor à primeira vista. Um mês depois de se conhecerem, eles se casam e decidem viajar à Europa em um cruzeiro de lua de mel. Só que, durante a viagem, por uma infeliz coincidência, eles encontram seus antigos namorados, Beto (Alejandro Claveaux) e Laura (Juliana Didone), que hoje estão juntos e também curtem sua lua de mel a bordo do navio.

Aclamado no mundo todo, Elvis Presley in concert volta ao Brasil, trazendo os músicos e grupos vocais que fizeram parte do line-up do maior cantor da história. Em performances ao vivo e sem covers, a banda interage com a voz e a imagem de Elvis Presley, projetada em um telão de LED gigante. Em 2012, o espetáculo foi visto por 50 mil brasileiros. Nessa nova turnê, serão apresentadas cinco novas músicas, marcando a despedida da TCB Band, o conjunto original do Rei. Ingressos de R$ 250 a R$ 600 à venda pelo site www.ingressorapido.com.br. Avenida Manoel da Nóbrega, 1.361, Paraíso, tel. 3887-3500.

17h às 23h

HORIZONTES NOS JARDINS A Galeria Lourdina Jean Rabieh apresenta até o dia 23 de novembro a exposição Horizontes, que reúne nove obras da artista plástica paulistana Monique Allain: um conjunto de sete imagens em metacrilato de híbridos de fotografia e pintura, uma instalação com seis livros da artista, e uma imagem com formato variável vertical e horizontal, conforme posição do aparelho, para download como fundo de tela em celulares com sistema operacional Android e iPhone por meio de QR Code e aplicativo. A curadoria é do holandês Tom van Vliet. Alameda Gabriel Monteiro da Silva, 147, Jardim Paulistano, tel. 3081-0017.

11h às 17h

5h às 11h

25 sexta

Estreia hoje nos cinemas o filme O quinto poder, sobre a trajetória de Julian Assange, o polêmico fundador do website WikiLeaks. No filme, ficamos sabendo que Assange (interpretado por Benedict Cumberbatch) inicialmente contou com o apoio do amigo Daniel Domscheit-Berg (vivido por Daniel Brühl). Com o

74 | 29HORAS | Outubro 2013

crescimento do site e do grau de influência de Assange, a relação entre os dois acabou bastante abalada. Perseguido pela justiça por uma acusação de estupro na Suécia, Assange vive há meses asilado na embaixada do Equador em Londres. Clarice van Houten, Laura Linney e Anthony Mackie completam o elenco.

fotos divulgação

23h às 29h

VAZAMENTO NA TELA


outubro

sábado 26 PINCELADAS ITALIANAS

5h às 11h

RISO SEM CULPA

O MAC (Museu de Arte Contemporânea da USP) apresenta em sua nova sede a exposição Classicismo, Realismo, Vanguarda: Pintura italiana no Entreguerras, com 71 pinturas adquiridas entre 1946 e 1947, pelo casal Ciccillo Matarazzo e Yolanda Penteado, para o antigo MAM de São Paulo. Com curadoria de Ana Magalhães, a mostra traça um panorama da pintura italiana entre 1920 e 1940, período em que predominava a arte figurativa baseada no realismo, em diálogo com a tradição clássica, e que foi promovida pelo regime fascista como peça de propaganda. Entrada gratuita. Avenida Pedro Álvares Cabral, 1.301, tel. 5573-9932.

11h às 17h

CAFÉ GELADO Quem for à Freddo agora terá mais opções para se refrescar, além dos já famosos sorvetes. Depois de dois meses fazendo sucesso em Buenos Aires, a sorveteria trouxe para o Brasil o mocha Freddo. A marca, com mais de 40 anos de tradição na Argentina, adaptou essa bebida ao paladar brasileiro e trouxe a novidade gelada para o nosso país. Ao contrário da receita tradicional de café, leite e chocolate, o mocha Freddo é elaborado com café, calda de chocolate, sorvete de chocolate e cobertura de chantili. A novidade integra o cardápio fixo da marca e custa R$ 18,90. Rua Normandia, 22, Moema, tel. 3562-1654.

23h às 29h

Maurício Meirelles, comediante e repórter do programa CQC, apresenta todo sábado, às 23h59, no Teatro Jaraguá, o espetáculo Não leve a sério. Falando dos mais diversos temas cotidianos, ele avisa já com o título do show que não quer saber de polêmicas, ofensas, mágoas e agressões. O objetivo é unicamente fazer a plateia dar muitas risadas. Formado em publicidade e propaganda, Meirelles trabalhou por sete anos como redator em algumas das principais agências do país. Os ingressos estão à venda pelo site www.ingressorapido.com.br e custam R$ 50. Rua Martins Fontes, 71, Consolação, tel. 3255-4380.

17h às 23h

DANÇA BELGA A atração de hoje na Temporada de Dança 2013 do Teatro Alfa é a companhia belga Eastman Sidi Larbi. Sidi Larbi Cherkaoui faz parte de uma nova geração de coreógrafos flamengos. É adepto de uma dança física, um estilo próximo da contorção, das acrobacias e desequilíbrios. Em 2010, Sidi Larbi criou sua própria companhia, a Eastman. Em Puz/zle, criação de 2012 que conta com 11 bailarinos, Sidi reúne dançarinos e músicos oriundos de cenários muito distintos e distantes. Ingressos de R$ 40 a R$ 170 à venda pelo site www.ingressorapido.com.br. Rua Bento Branco de Andrade Filho, 722, Santo Amaro, tel. 5693-4000.

75


outubro

27 domingo PÃES FRESCOS E NUTRITIVOS

5h às 11h

BIOLOGIA & MITOLOGIA

O boulanger e consultor Jean-Louis Clément criou saborosas novidades em parceria com Izabel Pereira, chef e proprietária da butique, empório e pâtisserie Marie Madeleine. Novos pães de sete cereais acabam de sair do forno. Elaborados com quinoa, gergelim, linhaça, aveia, painço e sementes de abóbora e cereais, eles têm alto valor nutricional graças às fibras dos grãos escolhidos. A clássica baguete francesa também ganhou sua versão de sete cereais e pode ser encontrada nos tamanhos grande e pequena. Encomendas podem ser feitas pelo telefone. Rua Afonso Bráz, 511, Vila Nova Conceição, tel. 2387-0019.

17h às 23h

DA TV PARA O PALCO Violetta é uma produção do Disney Channel que se tornou um fenômeno: o seriado teen conquistou altos índices de audiência, seus dois álbuns são sucesso de venda, sua fanpage no Facebook tem mais de 1 milhão de fãs e seu canal no YouTube tem mais de 70 milhões de visualizações. Nos shows de hoje no Credicard Hall, o público poderá conferir uma história alegre e emocionante, com a participação dos personagens da série e com os hits En mi mundo, Juntos somos más e Te creo. Os ingressos, de R$ 120 a R$ 600, estão à venda em www.ticketsforfun. com.br. Avenida Nações Unidas, 17.955, Santo Amaro, tel. 4003-5588.

76 | 29HORAS | Outubro 2013

23h às 29h

O mundo mitológico invade o Aquário de São Paulo, que apresenta Cristal, uma linda sereia que vive no rio Amazonas e protege os animais, e sua amiga Coral, uma sereia que veio dos oceanos e protege as águas. As duas se exibem para o público aos sábados e domingos no local, sempre das 11h às 12h e das 15h às 16h. Esta é uma ação desenvolvida pelo Aquário de São Paulo com o objetivo de transmitir aspectos educativos e ambientais utilizando-se do encantamento e da ludicidade. Além das sereias, o local expõe aproximadamente 300 espécies de peixes e animais, como tubarões, lobos-marinhos, peixes-boi, jacarés e pinguins. Ingressos a R$ 40. Rua Huet Bacelar, 407, Ipiranga, tel. 2273-5500.

fotos divulgação

11h às 17h

MADE IN CALIFORNIA A importadora Bier & Wein traz para o Brasil novas cervejas especiais californianas. Entre outras, da cervejaria Speakeasy, de San Francisco, vêm a Prohibition Ale (uma red ale), a Big Daddy (indian pale ale) e a Payback (porter). De San Diego, vêm a Ballast Point Pale Ale (em estilo kölsch) e a Ballast Wahoo Wheat Beer Ale (cerveja de trigo). De Coronado, vêm a Blue Bridge Coffee Stout (american stout com café) e a Mermaid Red (american amber ale). Por fim, de Healdsburg, vêm a Bear Republic Hop Rod Rye (IPA de centeio) e a Peter Brown Tribute Ale (american brown ale). Pedidos pelo tel. 3405-7000.


outubro

KAMPAI!

DIVERSÃO NO INFERNO

A Lorch Importadora traz para o Brasil cinco rótulos da maior cervejaria artesanal do Japão, a Kiuchi – referência no mercado de saquês e que recentemente começou a investir em cervejas. As novidades são a Nest White Ale, a Nest Red Rice (que leva arroz vermelho em sua receita), a Nest XH (Extra High envelhecida em barris de shochu), a Nest Espresso Stout (com grãos de café) e a Nest Nipponia, feita com dois ingredientes japoneses emblemáticos, o malte Kanego Golden e o lúpulo Sorachi Ace. Elas podem ser consumidas nas happy hours do Empório Alto de Pinheiros. Rua Vupabussu, 305, Pinheiros, tel. 3032-5514.

O game Diablo III dá continuidade à narrativa épica de Diablo, com jogadores assumindo o papel de cinco personagens heroicos (bárbaro, feiticeiro, arcanista, monge ou caçador de demônios) e embarcando em uma jornada perigosa para salvar o mundo de Santuário das forças corrompidas do Inferno Ardente. Conforme os jogadores se aventuram por cenários detalhados e variados, eles participam de combates emocionantes contra hordas de monstros desafiadores, ganhando experiência e habilidades. As versões para Xbox e PS3, totalmente em português, custam R$ 159,90 e estão à venda no site www.lojasamericanas.com.br.

23h às 29h

SONEQUINHA & RELAX Após várias viagens de negócios para a Ásia, Nicolas Ronco observou que longas horas de trabalho, estresse e pressão eram melhor toleradas pelas pessoas que faziam rápidas pausas para descansar durante o expediente. Lá também conheceu a reflexologia, a terapia do sono e trabalhou em um ashram (local apropriado para a prática de ioga). De volta ao Brasil, inaugurou uma filial do Yelo Spa, inspirado na matriz de Nova York, onde todas essas terapias e muitas outras estão disponíveis, como o escalda-pés desintoxicante e os tratamentos faciais. Experimente fazer uma pausa por lá. Rua Paes de Araújo, 171, Itaim.

17h às 23h

5h às 11h

segunda 28

11h às 17h

À MODA DE PARMA

A Casa do Parmegiana, em Moema, oferece diferentes versões do velho e bom filé à parmegiana – uma excelente opção para um almoço rápido, farto e com boa relação custo-benefício. As receitas homenageiam cidades da Europa: o Roma, por exemplo, é um filé-mignon tradicional à parmegiana recheado com queijo; o Turim

traz filé-mignon combinado com presunto cru, ovos, cebola fatiada e azeitona; e o Salerno trata-se de um filé-mignon à parmegiana servido com rúcula, cebola assada e queijo. Todos os pedidos vêm acompanhados de arroz e batatas selvagens. Há ainda opções com frango e, para os vegetarianos, berinjela. Avenida Sabiá, 733, Moema, tel. 5052-6060.

77


outubro

29 terça

com 21 ingredientes – seu preparo consome 36 horas. Como entrada, é servida uma salada de folhas verdes com nozes. De sobremesa, escolha entre o mil-folhas de doce de leite, o creme brulèe, as profiteroles com calda de Nutella e a île flottante. Alameda Ministro Rocha Azevedo, 1.041, Jardins, tel. 3083-4420.

STARR NO MEIO DE NÓS

TEMAKIS NA NOITE

Acontece hoje, das 10h às 16h, a Feira do Leste Europeu na Vila Prudente. Promovida pela Associação dos Moradores da Vila Zelina, a festa terá comidinhas, artesanato e danças típicas de países como Lituânia, Hungria, República Tcheca, Bulgária, Romênia, Rússia e Ucrânia. Será uma oportunidade única para comer as autênticas burekas e também o chachlik, um espeto de churrasco misto típico do Leste Europeu. Nas barraquinhas de artesanato, será possível comprar matrioshkas russas, ovos pintados (marguciai) da Lituânia e porcelanas pintadas com motivos ucranianos. Rua Aracati Mirim, Vila Prudente, tel. 98253-5639.

O baterista e cantor britânico Richard Starkey, também conhecido como Ringo Starr, faz show hoje no Credicard Hall ao lado da All Starr Band. O ex-beatle e a banda formada por Steve Lukather, Gregg Rolie, Richard Page, Todd Rundgren, Mark Rivera e Gregg Bissonette farão dez apresentações na América Latina (em países como Uruguai, Paraguai, Argentina, Peru e México), tocando hits de sua carreira solo e também clássicos do venerado quarteto de Liverpool. Os ingressos custam de R$ 120 a R$ 650 e estão à venda pelo site www.ticketsforfun. com.br. Avenida Nações Unidas, 17.955, Santo Amaro, tel. 4003-5588.

Após uma reforma de ampliação e modernização do seu ambiente, a Temakeria e Cia. da Oscar Freire reabriu de cara nova para seu público. Os sócios Leonardo e Thiago Moura, que fundaram a primeira loja da rede em 2006, no Itaim, agora recebem os clientes em um espaço mais agradável e confortável. Além de temakis (como os de salmão crunchy, os de atum spicy e o clássico Califórnia), a casa serve também sushis, sashimis, combinados, teppan yakis de carne, frango ou peixe, yakissobas de todo tipo, lulas recheadas com shimeji e camarões empanados com batata palha. Rua Oscar Freire, 507, Jardins, tel. 3062-3920.

78 | 29HORAS | Outubro 2013

23h às 29h

SKAVURSKA!

fotos divulgação

Acaba de ser inaugurada nos Jardins uma nova unidade do restaurante francês L’Entrecôte de Paris. Seu salão tem capacidade para 54 pessoas e decoração típica dos bistrôs parisienses. No menu, o protagonista é o já clássico entrecôte fatiado, servido com batatas fritas à vontade e recoberto com um molho secreto elaborado

17h às 23h

5h às 11h

11h às 17h

DELICIOSO SEGREDO


outubro

EMBUTIDOS NO MANGIARE

AMOR SEM VERGONHAS

A historiadora Adriana Lopez largou a vida acadêmica para produzir embutidos artesanais em São Bento do Sapucaí, na Serra da Mantiqueira. E seus deliciosos produtos agora podem ser apreciados também aqui na capital, mais precisamente no Mangiare Gastronomia. O restaurateur Benny Goldenberg inclui no menu de seu estabelecimento receitas como a burrata com aspargos e copa, a insalata di bresaola con aragula, o agnolotti di mozarella e lonzino al pomodoro, basilico e rosmarino ou ainda o carbonara con il guanciale, à base de bochecha do porco. Rua Imperatriz Leopoldinense, 681, Vila Leopoldina, tel. 3034-5074.

O espetáculo Olhos verdes, primeiro texto teatral de David Felipe, está em cartaz às quartas-feiras no Viga Espaço Cênico. Sob direção de André Grecco, o autor está em cena e divide o palco com William Avelar. A história se passa durante os ensaios de uma peça teatral, cujo enredo é calcado em retratos de uma relação afetiva em que o amor é explícito, mas jamais declarado. Em cena, dois jovens estudantes de teatro, Ator 1 e Ator 2 – ambos na faixa dos 20 e poucos anos –, que acabam de se conhecer, partilham um processo de aprendizagem. Ingressos a R$ 30. Rua Capote Valente, 1.323, Sumaré, tel. 3801-1843.

17h às 23h

SEGREDOS DO PUDIM Qual é a receita do pudim perfeito? Com furinhos ou sem furinhos? Como tirá-lo da fôrma sem destruílo? A chef da doceria Fôrma de Pudim, Daniela Aliperti, resolveu compartilhar todos os seus segredos lançando o Livro do pudim (editora Panda Books, 88 páginas). A obra traz 20 receitas, conta um pouco sobre a origem portuguesa do doce, traz um útil quadro de conversão de medidas e explica o porquê de ser obrigatório utilizar o banho-maria, prática que os mais apressadinhos não gostam. O livro está à venda no ateliê da autora por R$ 38,90. Rua Silvânia, 177 A, Vila Nova Conceição, tel. 2309-2030.

11h às 17h

5h às 11h

quarta 30

23h às 29h

IGUARIA IRLANDESA

No encerramento da segunda edição do Pub Food Festival, a organização anunciou qual foi eleita a melhor comida de pub de São Paulo: a vencedora foi o irish stew, do pub O’Malley’s. O prato típico da Irlanda é feito com carne de cordeiro, batatas, cebolas, cenouras, bastante molho e creme de leite,

acompanhado de pão irlandês. Cada porção dessa delícia é servida no pub por R$ 29. Em segundo lugar ficou o pub The Queen’s Head, com o tradicional fish’n chips e, em terceiro, o Rhino Pub, com o Rock’n Roll Jack Mignon. O festival contou com a participação de dez pubs. Alameda Itu, 1.529, Jardins, tel. 3086-0780.

79


outubro

31 quinta ECOLOGIA NA TELA

5h às 11h

MENU ITALIANO

Até o dia 3 de novembro, a 2ª Mostra Ecofalante de Cinema Ambiental acontece em salas como o Cine Livraria Cultura, nos auditórios de alguns CEUs (Centros Educacionais Unificados da Prefeitura) e nas unidades do SESC de Pinheiros, Vila Mariana, Ipiranga e Belenzinho. Ao todo, serão exibidos 25 filmes de diversos países, abordando temáticas variadas sobre água, cidades, contaminação, economia, globalização, mobilização, povos e lugares. Em vários desses locais acontecem também debates sobre questões ambientais. A entrada é gratuita e a programação completa pode ser conferida no site www.ecofalante.org.br

17h às 23h

HALLOWEEN NO HOPI HARI Os personagens das histórias infantis são os protagonistas da 12ª Hora do Horror, no Hopi Hari. Era uma vez – Histórias para você não dormir envolve os visitantes do parque de diversões num clima de mistério. Na Mina dos Anões, os sete anfitriões guardam surpresas para seus convidados. No Katakumb, Aladdin mostra o lado perverso do gênio e os horrores das mil e uma noites. Hoje, dia do Halloween, essa programação chega ao seu fim. O local funciona até as 21h. O passaporte custa R$ 79 no site www. hopihari.com.br ou pelo telefone 40071134. Na bilheteria, custa R$ 89. Rodovia dos Bandeirantes, km 72, Vinhedo.

80 | 29HORAS | Outubro 2013

23h às 29h

O Per Paolo acaba de inaugurar uma nova unidade, no Itaim. O salão tem capacidade para 36 pessoas, e o cardápio oferece pratos desenvolvidos pelo chef Carlos Bertolazzi, como o gnocchi diavolo (com ragu de calabresa e peperoncino), a mezzaluna al pomodoro (massa integral recheada com ricota e espinafre ao molho de tomate e manjericão), o tagliolini al pesto com gamberi (massa longa e fresca ao pesto de manjericão com camarões e tomates salteados no azeite) e ossobuco (chambão de vitela braseada e servida no próprio molho com risoto de açafrão e parmesão). Rua João Cachoeira, 175, Itaim, tel. 2384-9030.

fotos divulgação

11h às 17h

JÁ PRA BAIXO! Paredes descascadas, lustres vintage, um piano com seu tampo aberto e iluminado por lâmpadas vermelhas e mesas ovais de fórmica criam o ambiente despojado do Bar Baixo, instalado no local onde funcionava o bar Container. O palquinho intimista recebe bandas que tocam após a meia-noite MPB, jazz, blues e soul. O enxuto cardápio tem como destaque as carnes defumadas ali mesmo no local. Experimente o sanduíche de pernil com abacaxi no pão de leite ou os pães de queijo recheados. Para bebericar, há cervejas, caipirinhas e uma razoável oferta de destilados. Rua Bela Cintra, 483, Consolação, tel. 97048-0118.


29h viajando com..

O templo budista Wat Xieng Thong fica às margens do rio Mekong e é um dos mais belos de Luang Prabang, no sudeste asiático

Arquiteto carioca que acaba de abrir um escritório em São Paulo, na Alameda Gabriel Monteiro da Silva, Miguel vive na ponte aérea por conta de seus clientes. Além de criar belas casas – sua arquitetura é autoral e contemporânea –, ele vem sendo reconhecido por projetos como a Casa do Saber do Rio de Janeiro; os restaurantes Oro e Duo, também no Rio; e o Esch Café, em São Paulo. Agora tem frequentado as coxias dos teatros por conta de um novo ofício: o de cenógrafo. “É um desafio”, diz Miguel, criador da cenografia dos espetáculos O submarino, E foram quase felizes para sempre e Novecentos. Viajante calejado, ele destaca a vila de Luang Prabang, no Laos. “A cidade do Buda da Paz é um dos meus lugares no mundo. Com certeza uma das mais bonitas cidades do planeta, ela foi tombada como Patrimônio da Humanidade em 1995 pela UNESCO”, conta o arquiteto. Confira as sugestões zen e charmosas de Miguel nesse pedaço ainda intocado do sudeste asiático.

82 | 29HORAS | Outubro 2013

5h às 11h “Acorde cedo para o Tak Bat, ritual de oferendas aos monges budistas que começa às 6h. Caminhe pela vila, formada por cerca de 30 belíssimos templos e monastérios. Faça uma pausa e tenha seus pés massageados (por apenas US$ 3, uma hora e meia), é incrível!”

11h às 17h “Passeio pela Xiang Thong Road, a principal rua da cidade, com paradas no Royal Palace e no comércio local. Conheça o templo Wat Xieng Thong e assista a uma Banphasa, cerimônia de ordenação de noviços, uma das coisas mais emocionantes que já vi. O almoço pode ser no Les 3 Nagas, com culinária Lao e influência francesa”. www.3-nagas.com

17h às 23h “O Phu Si Hill fica no centro de Luang. O pôr do sol e a visão da pequena vila valem a subida a esta montanha sagrada. Além de curtir o mercado noturno de artesanato na Sisavang Vong Road, repleto de atrações em suas tendas de tecido, aproveite para jantar lá um delicioso peixe assado na brasa e enrolado em folha de bananeira”.

23h às 29h “Tome um drinque à beira da piscina, relaxe e pernoite no excelente Amantaka, nova joia da cadeia Aman de resorts. Outra opção sedutora é a Villa Santi, que ocupa uma mansão que pertenceu ao príncipe herdeiro, deposto em 1975”. www.amanresorts.com | www.villasantihotel.com

fotos divulgação

Miguel Pinto  Guimarães


Motores | Automação | Energia | Transmissão & Distribuição | Tintas

A Solução Global com máquinas elétricas e automação para a indústria e sistemas de energia.

Tecnologias integradas e presença mundial representam a Solução Global WEG. As soluções WEG são adaptadas às necessidades do mercado, agregando serviços diferenciados através de uma ampla linha de produtos inovadores. Nós podemos dizer com segurança: estamos ao lado dos nossos clientes, onde quer que estejam e sempre que precisarem.

Transformando energia em soluções.

www.weg.net

revista 29HORAS - ed. 48 - outubro 2013  

Revista mensal com agenda cultural de São Paulo, distribuída no Aeroporto de Congonhas. Capa: Fernanda Montenegro

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you