Page 1

notas orquestras

de uma

revolução a cidade protagoniza a expansão e a

O HSBC Premier está sempre ao seu lado, oferecendo as melhores soluções financeiras todos os dias, onde quer que você esteja. Por isso, você tem à disposição diversos canais de atendimento, como internet, celular e caixas automáticos. Além disso, você ainda é reconhecido como um cliente HSBC Premier ao usar seu cartão de crédito, podendo desfrutar de vantagens exclusivas em qualquer lugar do mundo. Assim, você tem muito mais tempo para cuidar das coisas mais importantes da sua vida. Fale com um gerente HSBC Premier. hsbcpremier.com.br

SAC HSBC 0800 729 5977 | SAC e Ouvidoria HSBC Deficientes Auditivos 0800 701 5934 | Ouvidoria do HSBC 0800 701 3904 | hsbc.com.br/ouvidoria

harvard e MIT uma temporada e um ensaio fotográfico entre boston e cambridge, as sedes do saber

Saúde!

um especial sobre o fantástico desenvolvimento da infraestrutura, da técnica e da excelência no setor em SP

De 29 de junho a 29 de julho de 2011 – distribuição gratuita e exclusiva no embarque de congonhas

Xochimilco – México 24°N

29HORAS | 29 de junho a 29 de julho de 2011 | roberto minczuk

O mundo não tem limites para clientes HSBC Premier.

democratização da música clássica no país

nas salas de

31

dias tem julho. e a agenda 29horas tem

147

programas para todas as horas de todos os dias do mês

Roberto Minczuk, paulistano de Vila Prudente, à frente da Orquestra Sinfônica Brasileira


O HSBC Premier está sempre ao seu lado, oferecendo as melhores soluções financeiras todos os dias, onde quer que você esteja. Por isso, você tem à disposição diversos canais de atendimento, como internet, celular e caixas automáticos. Além disso, você ainda é reconhecido como um cliente HSBC Premier ao usar seu cartão de crédito, podendo desfrutar de vantagens exclusivas em qualquer lugar do mundo. Assim, você tem muito mais tempo para cuidar das coisas mais importantes da sua vida. Fale com um gerente HSBC Premier. hsbcpremier.com.br

De 29 de junho a 29 de julho de 2011 – distribuição gratuita e exclusiva no embarque de congonhas

Xochimilco – México 24°N

29HORAS | 29 de junho a 29 de julho de 2011 | arthur nestrovski

O mundo não tem limites para clientes HSBC Premier.

31

dias tem julho. e a agenda 29horas tem

147

programas para todas as horas de todos os dias do mês

notas orquestras

de uma

revolução a cidade protagoniza a expansão e a

democratização da música clássica no país

nas salas de

harvard e MIT uma temporada e um ensaio fotográfico entre boston e cambridge, as sedes do saber

Saúde!

um especial sobre o fantástico desenvolvimento da infraestrutura, da técnica e da excelência no setor em SP

SAC HSBC 0800 729 5977 | SAC e Ouvidoria HSBC Deficientes Auditivos 0800 701 5934 | Ouvidoria do HSBC 0800 701 3904 | hsbc.com.br/ouvidoria

Arthur Nestrovski, diretor artístico da Osesp, nos saguões da Sala São Paulo, sede da orquestra


2 | 29HORAS | 29 de novembro a 29 de dezembro 2009


3


>sumário

De 29 de junho a 29 de julho de 2011

>hora H 6

TEMPERO Conheça a chef Renata Vanzetto, do Marakuthai, que faz estágio na Dinamarca

8

CINEMA Os super-heróis são as atrações das telas neste mês

10

SHOWS O festival Black em cena espera reunir 60 mil pessoas no Anhembi

12

ARTE Louise Bourgeois e Andy Warhol ganham mostras em São Paulo

14

WALKING DISTANCE Um passeio gostoso pelos lados da zona norte da cidade

16

LUXO O designer de sapatos Christian Louboutin abre sua segunda loja no Brasil

18

COMIDA Inverno paulistano traz pratos e drinques flamejantes preparados à mesa

20

COMER, BEBER, VIVER Georges Henri fala da acolhedora gastronomia do mar

22

ADEGA Sugestões de vinhos maravilhosos a ótimos preços, por Didú Russo

24

DIÁRIO DE UM FOTÓGRAFO Érico Hiller registra a sina do rinoceronte africano

26

MAIS QUE NÉCESSAIRE Roupas e acessórios casuais para usar no escritório

28

HORA LIVRE Confira o surpreendente passeio de Luiz Toledo por Higienópolis

30

LOUNGE 29HORAS Quem faz e acontece em São Paulo e no mundo

39

RIO 29H As novidades do Rio de Janeiro

Agenda 29horas 64

147 programas para todas as horas de todos os dias do mês

98

Gustavo Penna, arquiteto

ÉRICO HILLER

29horas com...


Publisher: Pedro Barbastefano Júnior Conselho editorial: Chantal Brissac, Claudio Elisabetsky, Clóvis Cordeiro, Didú Russo, Fabio Sgarbi, Georges Henri Foz, Pedro Barbastefano Júnior, Wagner Carelli Redação (contato@29horas.com.br): Wagner Carelli (diretor); Chantal Brissac (editora-executiva); Brunno Carvalho (editor de arte); Letícia Liñeira e Vanda Fulaneto (repórteres) Colaboradores: Daniel Chalfon, Didú Russo, Dorotéia Fragata, Érico Hiller, Georges Henri Foz, Julio Vilela, Kike Martins da Costa, Letícia Ippolito, Luiz Toledo, Maria Cecília Maciel, Sergio Luiz Pereira e Simone Galib Projetos editorial e gráfico, serviços editoriais: Studio San Floro

SÓCIOS-DIRETORES Clóvis Cordeiro, Ênio Vergeiro e Pedro Barbastefano Júnior MARKETING Diretor de marketing: Fabio Sgarbi (fabiosgarbi@meta29.com.br) Coordenador: Rodolfo Torrezan (rodolfo@meta29.com.br) Equipe de marketing: Bárbara Henrille (barbara@meta29.com.br), Clícia Martin Ferreira (clicia@meta29.com.br), Ana Cristina de Oliveira (anacristina@meta29.com.br), Mariana Iori Vieira (marianavieira@meta29.com.br) Equipe de criação: André Yoshikawa (andreyoshikawa@meta29.com. br), Gabriel Funabashi (gabrielfunabashi@meta29.com.br), Rose Oseki (roseoseki@meta29.com.br), Thales Batista (thales@meta29.com.br) PUBLICIDADE Diretora comercial: Ana Passoni (anapassoni@meta29.com.br) Diretor escritorios regionais: Luiz Carlos Stein (stein@meta29.com.br) Equipe comercial: Danielle Ferreira (danielleferreira@meta29.com.br), Flávia Moraes (flavia@meta29.com.br), Geraldo Mello Peixoto (gera@meta29.com. br), Marcelo Rocha (marcelorocha@meta29.com.br), Marcelo Kuperchmit (marcelok@meta29.com.br), Márcio Bignardi (marciooliveira@meta29.com. br), Maria Leda (marialeda@meta29.com.br), Oswaldo Maffei Jr. (wado@ meta29.com.br), Paulo de Tarso (paulodetarso@meta29.com.br), Rafael Bove (rafaelbove@meta29.com.br), Renato Albuquerque (renato@meta29.com.br) Rio de Janeiro – Diretora de publicidade – Gisele Evangelista (gisele@meta29.com.br), Executivo de contas – Antonio Carlos Maia Jr. (antoniocarlos@meta29.com.br), Assistente Comercial: Sabrina Victer (sabrina@meta29.com.br) Brasília – Aloísio Nascimento (dbkn@uol.com.br), Campinas – Mario Estellita (marioestellita@uol.com.br), Cascavel, Foz do Iguaçu, Londrina e Maringá – Marcelo Pajolla (pajolla@meta29.com.br), Minas Gerais – Moacir Lopes (moacir@yesbh.com.br), Paraná – Rogério Florenzano (florenzano@meta29.com.br), Rio Grande do Sul – Ricardo Rosa (ricardo@printsul.com.br), Santa Catarina – Jean Luc Jadoul (jljadoul@terra.com.br), Pernambuco – Luis Augusto Carvalhaes Norfini (novosrumos@hotlink.com.br), Vitória – Dídimo Effgen (effegen@uol.com.br) Assistente comercial: Silene Barbieri Ciciliato (silene@meta29.com.br) ADMINISTRAÇÃO

>DESTAQUES 42 NOTAS DE UMA REVOLUÇÃO

Aumenta o público de música clássica, enquanto projetos sociais formam jovens orquestras de sucesso em todo o Brasil

50 ALTA TECNOLOGIA

A excelência de alguns hospitais e clínicas de São Paulo atrai estrangeiros que vêm para fazer exames, se tratar e se submeter às cirurgias

58 SEDES DO SABER

Um ensaio fotográfico de Daniel Chalfon sobre Harvard, a universidade mais cobiçada pelos estudantes

ERRATA: Diferentemente do que foi publicado na matéria sobre a Casa do Saber, no mês de maio, o Prof. Leandro Karnal não faz parte da curadoria e sim do corpo docente da instituição. Além de Marina Bedran, coordenam a curadoria Kelly Cristina da Silva e Robinson Alves.

Administrativo e financeiro: João Carlos Vendramini (joaocarlos@meta29.com.br) Manutenção e logística de distribuição: Ronald Razori (ronald@meta29.com.br) Impressão e acabamento: IBEP Gráfica 29HORAS é uma publicação mensal sob encomenda da Meta 29 Serviços de Marketing Ltda. Editora contratada: San Floro Editoração Gráfica ME Jornalista responsável: Wagner Carelli (MTB 12986) Tiragem: 65.000 exemplares DISTRIBUIÇÃO GRATUITA E EXCLUSIVA NAS SALAS DE EMBARQUE DO AEROPORTO DE CONGONHAS A revista 29HORAS respeita a liberdade de expressão. As matérias, reportagens e artigos são de responsabilidade exclusiva de seus signatários. Meta 29 – Av. Nove de Julho, 5966 - cj. 41 - Jd. Paulista - São Paulo Cep: 01406-200 Tel.: 11.3086.0088 Fax: 11.3086.0676 www.meta29.com.br; www.29horas.com.br

29HORAS na rede: 29horas.mobi (celular) twitter.com/revista29horas fecebook.com/revista29horas


tempero

com pimenta e

gengibre

POR 15 DIAS, A JOVEM RENATA VANZETTO SE AFASTA DO MARAKUTHAI PARA CONHECER A COZINHA DO NOMA, O MELHOR RESTAURANTE DO PLANETA

6 | 29HORAS | de 29 de junho a 29 de julho de 2011

Renata levou para Dinamarca o sabor da cozinha brasileira

divulgação

Renata Vanzetto tem apenas 22 anos, mas seu currículo é o de uma experiente mestre-cuca. Quando tinha 17 anos, saiu da casa dos pais, no sossego de Ilhabela, para estudar gastronomia e trabalhar em restaurantes de Barcelona e St. Rémy. De volta ao Brasil, abriu o Marakuthai nas areias da praia de Santa Tereza, ao lado do Yacht Club, e rapidamente transformou o acanhado restaurante em um grande sucesso. O próximo passo foi subir a serra e tentar conquistar o seu espaço na voraz e competitiva cena gastronômica paulistana. E não é que ela conseguiu? As mesas da filial do Marakuthai, que ocupa um sobrado de dois andares na Alameda Itu, nos Jardins, são disputadíssimas. Alguns pratos, como seu carpaccio de beterraba com queijo de cabra e amêndoas e seus camarões com gengibre, banana e coco ralado no molho de curry amarelo já viraram hit entre a descolada turma que frequenta o circuito dos restaurantes da moda na cidade. Para completar, nos fins de semana Renata comanda um bufê que prepara centenas de cumbuquinhas com apetitosos quitutes para badalados casamentos. Ufa! Mas ela quer mais. Neste momento, está em Copenhague, na Dinamarca, fazendo um estágio de 15 dias na cozinha do Noma, eleito em abril pelo segundo ano consecutivo o melhor restaurante do planeta em votação realizada com críticos gastronômicos do mundo todo pela revista britânica Restaurant. “O trabalho do chef René Redzepi me atrai bastante, ele busca preservar os sabores naturais dos ingredientes, e eu me identifico com essa proposta”, conta Renata, que um dia, só por curiosidade, resolveu se inscrever para um estágio lá no restaurante dinamarquês, onde tinha ouvido dizer que os candidatos em geral tinham


que aguardar um ano até conseguir uma vaga. Imediatamente após o envio de seu e-mail, recebeu uma mensagem automática avisando que sua solicitação seria lida só dali a três meses. “Imaginei que minha vez nunca fosse chegar, pois se a minha mensagem ia demorar tanto para ser analisada... Mas na semana seguinte me convocaram para começar um estágio de 15 dias a partir de 28 de junho. Não acreditei”, lembra a entusiasmada chef, que vai encarar uma pauleira pela frente: no período em que estiver por lá, terá de trabalhar seis dias por semana, no almoço e no jantar. Mas esse esforço será compensado: ela poderá observar de perto o funcionamento do restaurante mais conceituado do momento e, no último dia, vai jantar lá como convidada. “Se alguém me der chance, vou apresentar para os dinamarqueses a farinha de mandioca, a pimenta biquinho, o requeijão... Estou levando algumas coisinhas na mala para apresentar um pouco do Brasil e surpreender os meus colegas”, avisa. –Kike Martins da Costa

7


cinema

A revanche dos super-heróis DEPOIS DE HOMEM DE FERRO, HULK E THOR, CAPITÃO AMÉRICA CHEGA ÀS TELAS ESTE MÊS

8 | 29HORAS | de 29 de junho a 29 de julho de 2011

que oferece ao pequeno Steve a oportunidade dele participar de um experimento militar: a Operação Renascimento. Após receber uma dose do soro SuperSoldado e ser exposto a raios Vita, Steve se transforma no invencível Capitão América, que se submete a um rigoroso treinamento físico e tático. Para completar, recebe um escudo especial, desenvolvido pelo engenheiro bélico Howard Stark. Em sua primeira missão como guardião da liberdade, ele enfrenta o Caveira Vermelha. O papel principal do filme foi muito disputado. Estavam no páreo grandes astros de Hollywood como Sam Worthington (de Avatar), Ryan Phillippe (de Crash – No limite) e até mesmo Will Smith, mas quem acabou sendo selecionado foi o desconhecido Chris Evans, que até hoje só teve destaque em Quarteto fantástico, interpretando o Tocha Humana. Para interpretar Peggy

Chris Evans vive o herói, papel disputado por vários atores

Carter, a parceira do Capitão América, a primeira convidada foi Keira Knightley (de Piratas do Caribe). Depois os produtores convidaram Emily Blunt (de A jovem rainha Vitória), mas ela recusou o papel, que caiu no colo da desconhecida Hayley Artwell (que atuou em O sonho de Cassandra, de Woody Allen). Assim como no último filme do Hulk e também nos filmes do Homem de Ferro e do Thor, os roteiristas já dão algumas pistas da formação da trupe dos Vingadores. Por exemplo, no último filme do Homem de Ferro, podemos ver o escudo do Capitão América no laboratório das Indústrias Stark. É que Howard Stark, o engenheiro que criou a peça, é pai de

Tony Stark, a verdadeira identidade do Homem de Ferro. No final do mais recente filme estrelado pelo Hulk também há referências ao Homem de Ferro, assim como no recém-lançado Thor. Samuel L. Jackson, no papel de Nick Fury, está em Thor e em Capitão América e aparecerá em Os vingadores. O diretor Joe Johnston explica um pouco essa trama: “Tivemos que reescrever algumas cenas para estabelecer e explicitar as conexões entre os super-heróis de todos esses filmes, mas esta foi uma das partes mais bacanas desse trabalho que é apenas uma peça da transposição de todo o universo das HQs da Marvel para o cinema”. –K.M.C.

divulgação

Em 2003 e em 2008 o Hulk ganhou as telas dos cinemas. Em 2008 e 2010 foi a vez do Homem de Ferro. Em maio deste ano, quem surgiu em 3D foi o poderoso Thor. Agora em julho estreia Capitão América: o primeiro vingador. Com esse time todo das HQs da Marvel bombando nas telonas, acontece em maio de 2012 o lançamento de Os vingadores, um filme que reunirá todos os superheróis num evento mais ansiosamente aguardado pelos nerds do que o fim do mundo pelos astrônomos maias. Capitão América, que entra em cartaz no dia 29 de julho, é a história de Steve Rogers (interpretado por Chris Evans), um jovem mirrado que nasceu no interior dos Estados Unidos e cresceu horrorizado pelas imagens dos nazistas invadindo a Europa. Quando completa 18 anos, decide se alistar no exército, mas é recusado por seu físico. É aí que entra em cena o general Chester Phillips (Tommy Lee Jones),


9


Shows

RAP E FUNK NO SAMBÓDROMO

ESTRELAS DA BLACK MUSIC INTERNACIONAL E FERAS DO HIP-HOP NACIONAL SE APRESENTAM NO ANHEMBI Mano Brown irá se apresentar no festival Black em Cena

10 | 29HORAS | de 29 de junho a 29 de julho de 2011

apresentações de Public Enemy, Jorge Ben Jor, Marcelo Yuka (ex-O Rappa) e Xis. Para esta noite também estão previstas as participações da Banda Black Rio e do raggaeman britânico Pato Banton. A apoteose acontece na terceira noite, um domingo, com shows dos rappers Thaíde, Redman e Method Man e um gran finale comandado pelos grupos Naughty by Nature e Racionais MCs. Em paralelo a toda essa programação no palco principal, nove DJs renomados, como Grand Master Ney, incendiarão uma pista de dança armada numa tenda. “Nosso objetivo é integrar artistas consagrados no Brasil e no mundo. Com isso atraímos um público variado, de diversas camadas sociais e etárias, por meio de uma programação dedicada às mais diferentes vertentes musicais e culturais”, afirma Ricardo de Paula, diretor da Entre Produções, idealizadora e realizadora do Festival, que pretende se tornar uma referência no Brasil e na América Latina.

O grupo Naughty by Nature é uma das atrações

O lendário George Clinton estará completando 70 anos exatamente em 22 de julho, na noite em que fará seu show. “Será um prazer dividir esse momento tão especial com o público brasileiro”, afirma o entusiasmado e veterano cantor, coleguinha de monstros sagrados do funk como James Brown e Sly Stone. A expectativa da organização do Black em Cena é reunir 60 mil pessoas nos três dias de evento, que contará ainda com encontro de low riders, grafiteiros e B-Boys. Na sexta-feira, dia 22, a programação começa às

20h e deve terminar só lá pelas 4h. No sábado, a festa vai das 14h às 4h, e no domingo o início também será às 14h, mas é difícil dizer a que horas deve terminar. Os ingressos custam de R$ 100 a R$ 250 e já estão à venda pelo site www. zetks.com ou nos três endereços do Cursinho da Poli (na Lapa, em Santo Amaro e em Itaquera) ou ainda nas dez lojas da Central Surf (na rua Barão de Itapetininga e nos shoppings D, Center Norte, Interlagos, Aricanduva, Penha, Santana Parque, Tatuapé, Itaquera e Internacional Guarulhos). –K.M.C.

fotos divulgação

Em fevereiro não tem pra ninguém: toda a área ao redor do Sambódromo do Anhembi é tomado por tamborins, cuícas, surdos e pandeiros das escolas de samba. Mas nos outros meses do ano, a Arena Anhembi, com um palco montado na área usada para a concentração dos passistas e dos carros alegóricos, recebe shows de rock e de outros ritmos musicais, com estrelas nacionais e internacionais do rock, do pop e do metal. Em julho, mais precisamente entre os dias 22 e 24, o espaço será tomado pelo festival Black em Cena, que pretende apresentar uma panorâmica das principais vertentes da Black Music contemporânea. O primeiro dia, por exemplo, será uma celebração em ritmo de funk, com performances de George Clinton (fundador da histórica banda ParliamentFunkadelic), Sandra de Sá, Tony Tornado e o Baile do Simonal, com Max de Castro, seu irmão Simoninha e convidados. Na segunda noite, o lineup será mais eclético, com


11


Bourgeois e Warhol vivem em Pinheiros

Sesc e Instituto Tomie Ohtake expõem obras de dois dos mais inquietos e talentosos artistas do século 20 O norte-americano Andy Warhol morreu em Nova Jersey, em 1987. A francesa Louise Bourgeois morreu em Nova York, no ano passado. Mas as obras desses dois grandes artistas ainda estão muito vivas e, para a felicidade dos amantes da arte, boa parte da produção dele e dela estará a partir deste mês em retrospectivas montadas em centros culturais do bairro de Pinheiros. Depois de ser montada em Lisboa, Paris, Rio e Belo Horizonte, a exposição Warhol TV chega a São Paulo, numa parceria do projeto Oi Futuro e o SESC Pinheiros. Em cartaz até setembro na rua Paes Leme, 195 (tel. 3095-9400), a coletânea dos trabalhos em vídeo do gênio da pop art norte-americana tem curadoria da francesa Judith Benhamou-Heut. Todas as obras vêm do acervo do Museu Andy Warhol, em Pittsburgh. A relação do artista com a televisão, apesar de pouco

12 | 29HORAS | de 29 de junho a 29 de julho de 2011

conhecida e explorada, foi marcante. Nos meados dos anos 1960 e nas duas décadas seguintes, Warhol fez uma série de filmes e vídeos para a televisão e participou de programas famosos na época, como o Saturday night live e Love boat. Para viabilizar seus programas, em formatos extremamente avançados para aqueles tempos, criou sua própria produtora. A mostra exibe raridades como as séries de programas Fashion, Andy Warhol’s TV e Andy Warhol’s fifteen minutes, além de três comerciais criados e apresentados pelo artista e um clipe musical. No segmento intitulado Beleza e sexo, Warhol flagra modelos masculinos em seu dia a dia, antevendo os reality shows que viraram febre 30 anos depois. As praias de Copacabana e Ipanema, com os banhistas e jogadores de vôlei também estão nesse segmento. A poucos quarteirões do SESC, o Instituto Tomie

Ohtake (avenida Faria Lima, 201, tel. 2245-1900) recebe, entre 8 de julho e 28 de agosto, a primeira grande individual de Louise Bourgeois. A mostra, intitulada O retorno do desejo proibido, já passou pela Fundação Proa, em Buenos Aires, e chega a São Paulo com um número ainda maior de trabalhos do que o apresentado na Argentina. No total são 112 obras – desenhos, objetos, pinturas, esculturas e instalações –, concebidas de 1942 a 2009. O conjunto constrói um amplo panorama da produção da artista e tem curadoria de Philip Larrat-Smith, organização do Studio Louise Bourgeois (Nova York) em parceria com o Instituto Tomie Ohtake.

A partir de mais de 1.000 folhas de papel entre correspondências e escritos da artista, de 2004 e 2010, o curador investiga o legado psicanalítico em sua obra, na qual ela compartilha parte de traumas e desejos de cura. Segundo LarratSmith, os trabalhos de Bourgeois são formas que ela encontra para relacionar equivalentes plásticos a estados psicológicos. “Todas as obras foram escolhidas para destacar a persistente presença da psicanálise como força inspiradora e espaço de exploração em sua vida e obra”, diz o curador. Exemplo disso é sua expressiva escultura intitulada O arco da histeria. –K.M.C.

A obra O arco da histeria, de Bourgeois, está no Tomie Ohtake

divulgação

arte


Motores | Automação | Energia | Transmissão & Distribuição | Tintas

A Solução Global com máquinas elétricas e automação para a indústria e sistemas de energia.

Tecnologias integradas e presença mundial representam a Solução Global WEG. As soluções WEG são adaptadas às necessidades do mercado, agregando serviços diferenciados através de uma ampla linha de produtos inovadores. Nós podemos dizer com segurança: estamos ao lado dos nossos clientes, onde quer que estejam e sempre que precisarem.

Transformando energia em soluções.

www.weg.net

13


walking distance

Passeio pela ZN

Construído na área da então desativada penitenciária do Carandiru, o Parque da Juventude reúne um complexo esportivo, uma área verde de 95 mil m² – 16 mil m² de Mata Atlântica – e uma biblioteca com mais de 30 mil títulos, que podem ser lidos também pelo Kindle. Confira nos arredores outras atrações desse bairro da zona norte. Por Letícia Liñeira

SESC Santana Na programação de artes plásticas e visuais, duas exposições imperdíveis: Samsara dos sonhos, do mineiro Danilo Kato, com pinturas feitas com nanquim e grafite (até 14/07), e Pirada cultural – Tintas de 70, que apresenta no muro lateral da unidade, na rua Viri, pinturas psicodélicas com referência da década de 1970 (até 16/08). Av. Luiz Dumont Villares, 579, tel. 2971-8700. www.sescsp.org.br

9 min.

Parque da Juventude Diariamente: das 6h às 19h30. Av. Zaki Narchi, 1.300, tel. 2251-2706 (próximo à estação Carandiru do metrô).

17 min.

O Pescador Os aperitivos com frutos do mar são a especialidade da casa, conhecida pelos moradores da região como Boteco dos Pescadores. Os espetinhos de camarão são ótimos para petiscar acompanhados de uma cervejinha bem gelada. Av. Zaki Narchi, 1.464, tel. 2221-3326.

14 | 29HORAS | de 29 de junho a 29 de julho de 2011

Gran Royalle Casa de Pães O grande atrativo dessa padoca está na diversidade de sua confeitaria – só de carolinas são 18 tipos! No cardápio, deliciosos pratos como paella, bacalhoada e massas. R. Eduardo Espinola Filho, 70, tel. 2099-1111.

fotos divulgação

2 MIN.


15


luxo

De salto altíssimo Christian Louboutin abre sua 2ª butique em Brasília e reafirma o sucesso de seus sapatos entre as brasileiras

em desenhos de obras de Niemeyer e outras referências que lembram a história do mestre, de 103 anos. Dentro da loja, de 108 m2, as bolsas, clutches e sapatos estão distribuídos em displays de aço inox com aplicação de couro e tecidos exóticos. Espera-se que as peças da coleção Inverno 2011-12, assim como os clássicos da marca e a linha masculina, atraiam brasilienses desejosas do estilo inconfundível

A luxuosa grife de sapatos está presente em 46 países

16 | 29HORAS | de 29 de junho a 29 de julho de 2011

Christian Louboutin: jantar em Brasília, onde acaba de inaugurar loja

de Louboutin, criador idolatrado por celebridades como Madonna e Angelina Jolie, entre outras estrelas. O mercado brasileiro é importante para o estilista, que já comprovou o sucesso da primeira loja, em São Paulo. “O Brasil é um país que está em crescimento, com frescor e muita feminilidade”, diz Louboutin. Assim, sapatinhos como o modelo Sexy Strass, que custa inacreditáveis R$ 10.500, e o produzido exclusivamente para a loja de Brasília (por R$ 3.250), em apenas 15 pares, não devem sobrar nas prateleiras. Um jantar recente, que contou com a presença de Louboutin, atestou que as socialites brasilienses sobem nos saltos do designer e não descem: mais da metade das cem convidadas compareceram ao evento com os cobiçados sapatos.

Obsessão feminina, o fascínio por sapatos faz a mulher se equilibrar sobre saltos de 16 cm em calçados de bico fino e desconfortáveis... e ficar feliz da vida. E isso acontece no mundo todo: são 36 lojas próprias da grife, entre elas unidades em Paris, Londres, Nova York, Los Angeles, Moscou, Cingapura, Hong Kong e Dubai. A marca também pode ser encontrada em 46 países, em lojas de departamento. Um dos propulsores desse sucesso sem dúvida foi o seriado Sex and the city – Carrie, vivida pela atriz Sarah Jessica Parker, não passava um dia sem louvar as qualidades de um Louboutin (e também de designers como Manolo Blahnik e Jimmy Choo). A moda superou o conforto e o bom senso (com o bolso). Preparem a carteira e o escalda-pés! –Chantal Brissac

Stephan Gladieu/divulgação

O designer francês Christian Louboutin acaba de inaugurar, em Brasília, sua segunda loja no país (a primeira foi aberta há dois anos, no shopping Iguatemi, em SP). Localizada no shopping Iguatemi Brasília, a butique mostra que o estilo sedutor e extravagante de Louboutin já fez a cabeça das brasileiras. Os saltos altíssimos e o solado vermelho, que marcam sua coleção, são o destaque de uma loja que foi toda projetada para homenagear o arquiteto Oscar Niemeyer. Concebido em parceria com o arquiteto novaiorquino Eric Clough, com quem Christian trabalha e divide a mesma admiração pelo arquiteto brasileiro, o projeto tem fachada com placas de cobre recortadas


17


comida

Brincando com fogo Drinques e pratos flamejantes, preparados à mesa, são o charme desse inverno

18 | 29HORAS | de 29 de junho a 29 de julho de 2011

que vêm à mesa nas mais variadas versões, mas sempre sobre um réchaud com uma pequena chama que mantém a panelinha aquecida. No Le Manjue, na Vila Nova Conceição, a versão de queijo é feita com queijo orgânico e vem acompanhada de pão italiano feito com trigo de cultivo igualmente orgânico. Para quem prefere especialidades mais exóticas, a variedade de opções também é grande. Nos restaurantes japoneses, a pedida é o shabu-shabu, espécie de fondue de carne nipônica, em que finas fatias de carne são rapidamente cozidas ao serem mergulhadas em um caldeirão com água fervilhante colocado no centro da mesa. Depois de cozinhar a carne, basta adicionar um dos vários molhos que acompanham a receita. O Rangetsu of Tokyo (em Pinheiros) e o Shintori (no Jardim Paulista) sãos dois dos inúmeros endereços que oferecem essa delícia.

No Tantra, o jantar é incrementado com impressionantes...

Nos bairros da Liberdade e da Aclimação, a atração é o Bulgogui, o tradicional churrasco coreano, que é preparado em pedras aquecidas no centro de cada mesa. Para que a fumaça da carne não empesteie o ambiente, o Portal da Coreia, na rua da Glória, instalou um exaustor exclusivo sobre cada uma de suas mesas. No Tantra, na Vila Olímpia, a atração é o Mongolian Grill, posicionado no centro do restaurante. Lá, cada cliente escolhe o corte de carne que quer ver grelhado (as opções incluem inusitados nacos de búfalo, javali e tubarão). Para tornar a experiência ainda mais única, este restaurante promove

shows de pirofagia em algumas noites da semana. O espetáculo é, no mínimo, impressionante. Por fim, para quem se contenta apenas com um drinque flamejante, as opções também são várias. No Praça São Lourenço, por exemplo, o Vulcano leva brandy, chá de especiarias, cointreau, cravo e canela e vem com um cubo de açúcar embebido em conhaque pegando fogo sobre uma rodela de laranja posicionada nas bordas do copo. No bar Eu Tu Eles, em Pinheiros, o Fôlego de Inverno chega à mesa com uma mistura de grenadine, xarope de maçã, curaçao e gim em chamas dentro de uma taça de martíni. –K.M.C.

fotos divulgação

Desde a Pré-História, homens e mulheres se reúnem ao redor do fogo na hora da refeição. Em São Paulo, na estação mais fria do ano, essa primitiva “tradição” se converte em uma estratégia para atrair clientes a bares e restaurantes. Por conta do frio, pratos e drinques que envolvem fogo ganham espaço nos cardápios e conquistam consumidores que querem se aquecer e, ao mesmo tempo, brincar e se divertir com as pequenas chamas. Durante o mês de junho, o charmoso bistrô francês La Casserole, no Largo do Arouche, no velho Centro de São Paulo, promoveu um festival de pratos flambados, com os garçons finalizando à vista dos clientes pratos como o risoto de lagostins com pastis e o Coq au Armagnac. O festival já terminou, mas a deliciosa e charmosa Crepe Suzette (panquequinha flambada no licor de laranja) ainda permanece no cardápio. Outro eterno hit do inverno são as fondues,


... shows de pirofagia

Crepe Suzette do restaurante La Casserole

Vulcano, da Praรงa Sรฃo Lourenรงo: brandy

19


comer, beber, viver por georges henri foz

Saudades do mar... Sugestões de comidas do mar, perfeitas para esses dias e com o poder de fazer o inverno parecer um pouco mais curto

20 | 29HORAS | de 29 de junho a 29 de julho de 2011

de tudo aquilo que as temperaturas mais altas oferecem. E pra mim o que faz mais falta é o mar. É justamente aí que vejo algo diferente a ser lembrado nesses dias frios – para quebrar a rotina e sair um pouco destas poucas opções culinárias. Não sei por que, mas, no meu caso, comer peixes ou frutos do mar traz um pouco da sensação de bem-estar e de lazer que o mar provoca nas nossas mentes. Aliás, tenho quase certeza de que isso vem do fato de que nunca comemos, pelo menos na minha família, nada que não seja do mar quando estamos ao lado dele. Não me lembro de ter pedido uma carne em um restaurante de praia. Claro que isso não vale para quem mora na praia, mas ainda não chegamos lá. Portanto, seguem algumas sugestões, na nossa São Paulo, de pratos do mar aconchegantes e muito saborosos. Eles têm o poder de diminuir o frio desse inverno.

Tradicional paella do espanhol Don Curro

Eu, que frequento com assiduidade o sul da Bahia, sempre digo que não há moqueca que se compare à do Boteco do Pará em Caraíva. Mas, tirando o clima e o visual, a moqueca de pescada amarela do Amadeus não fica para trás. É muito boa e ainda tem um detalhe que eu aprecio: não leva dendê. Além de estar no cardápio regular, esta maravilha está no menu executivo das 3ªs feiras, dia em que o peixe chega fresquinho no CEAGESP. Outra opção para fugir da “friaca” à la grande é a sensacional paella do Don Curro. Ali o ideal é estar em três ou quatro pessoas para poder dar conta da pedida que, no cardápio, é sugerida apenas para duas. Apesar de que sou viciado em levar a sobra para casa, mesmo porque é um dos pratos que parecem ficar

ainda melhores quando requentados (só no azeite). O criador desta “loucura”, que era toureiro na Espanha antes de migrar para o Brasil, já se foi, mas deixou um legado digno de “Olé”. Existe outra opção de paella de qualidade, e esta fica no Ipiranga: é o Los Molinos. Num clima mais aconchegante e um pouco mais descontraído, sou fã da Adega Santiago. Os fãs de bacalhau batem palmas para a bacalhoada na lenha, e outros, como eu, preferem o ótimo espeto do mar grelhado (camarão, polvo e lula) ou o arroz rico (versão portuguesa da paella). A última sugestão de hoje para se aquecer, para não dizer que estou discriminando as sopas, é justamente a espetacular sopa de peixe do Rufino’s.

fotos divulgação

Este ano o frio apareceu tão cedo que, antes mesmo do inverno chegar oficialmente, já consumi quase todos os hábitos relacionados a esta estação. Desde o comecinho de maio, meus filhos e eu já comemos várias fondues (de todos os tipos) de frente para a lareira e já esgotamos todas as variedades de sopas ao nosso alcance. Aliás, nesta época do ano, é muito bom ter que escolher entre um caldo verde, uma sopa de cebola, um velouté de cenoura, de ervilha ou de mandioquinha, ou até um creme de batata com alhoporó. É verdade que sopa é uma delícia, mas, de repente, só se fala disso, tanto nas revistas quanto nos programas de culinária que parecem não ter outro assunto. Após quatro ou cinco semanas você não só esgotou todas as variações de sopas como elas também começam a perder seu encanto. E aí começa a bater uma saudade enorme


Bacalhoada na lenha da Adega Santiago

Que, aliás, não está no cardápio, mas é xodó

dos habitués. Trata-se de uma farta e borbulhante

panela composta de lulas, mariscos, polvo e postas de garoupa, tudo muito fresco e feito para ser compartilhado nesses dias de baixa temperatura. Todas as sugestões acima citadas são mais uma prova de que São Paulo, pela sua competência e diversidade, tem o poder de nos transportar para qualquer lugar que seja. Basta estar com fome e disposição.

Para aquecer o corpo e a alma, nada como uma mesa competente. georges@29horas.com.br Adega Santiago – R. Sampaio Vidal, 1072, tel. 3081-5211. Restaurante Amadeus – R. Haddock Lobo, 807, tel. 3061-2859. Don Curro – R. Alves Guimarães, 230, tel. 3062-4712. Los Molinos – R. Vasconcelos Drumond, 526, tel. 2215-8211. Rufino’s Restaurant – R. Dr. Mário Ferraz, 377, tel. 3074-8800.

21


adega por Didú Russo

As últimasdo vinho Sabia que o vinho faz bem à pele? E prolonga a vida em 50%? Mas o melhor é conhecer alguns rótulos incríveis (e a bons preços) listados aqui

22 | 29HORAS | de 29 de junho a 29 de julho de 2011

Há muitos motivos para você prestigiar essa bebida dos Deuses. Para ajudar a encontrar o vinho que mais tem a ver com você, confira algumas boas dicas: • Para a sua fondue de queijo (repare que é no feminino que se fala fondue), o vinho é branco e não tinto. O ideal é o vinho suíço próprio para fondue, o Fendant (é o nome da uva também) Você encontra na www.vitisvinifera.com.br • Um português que custa menos de R$ 35 e que vale ao menos o dobro disso? Anote aí: Lagar de Darei Colheita. www. portomediterraneo.com.br • Um brasileiro em Bag-inBox de ótima qualidade é o SulBrasil Merlot: R$ 85 (5 litros). São 6 garrafas e meia. O vinho é de Lidio Carraro, uma das boas vinícolas brasileiras. Outra opção dessa vinícola, em BIB, é o vinho Elos, que sai por R$ 85 (6,5 litros).

Merlot Bag-in-Box da SulBrasil

Só para ter uma ideia da diferença de preço, no BIB a garrafa sai por R$ 13; já na embalagem padrão, sai por R$ 35. Aproveite. www. grandvin.com.br • Os vinhos da Viña Progresso Bodega Experimental de Gabriel Pisano são deliciosos. O Gran Reserva Old Vin Tannat 2006 é um espetáculo: R$ 65 na www.vincivinhos.com. br. Chegou também recentemente o Petit Verdot, que é máximo. • Um vinho para desafiar seus amigos experts: FVLVIA Garagem Pinot Noir de Marco Daniele. Este vinho deixou Borgonhas para trás na Confraria dos Sommeliers e é brasileiro! Experimente servir às cegas para os amigos e perguntem o que acham. www.tormentas. com.br

• Château Lamartine Cahors 2006 a R$ 65. Merlot e Tannat francês, ele vale muito a pena. Show de personalidade de classe. www. premiumwines.com.br • Travers de Marceau 2007 do Domaine Rimbert, biodinâmico importado pela www.delacroixvinhos. com.br. Espetáculo de vinho puro, delicioso (R$ 58). Para não deixar a minha querida Itália de fora, anote aí um vinho imperdível: • Nipozzano Riversa Chianto Rufina DOCG 2007 de Frescobaldi. Uma família que faz vinho na Toscana antes ainda de terem descoberto o Brasil. O vinho é um espetáculo e os R$ 98 valem cada gota. www.ravin.com.br Saúde!

divulgação

Nunca é demais lembrar que vinho faz bem à saúde. Para as mulheres, por exemplo, há duas grandes notícias: os polifenóis do vinho combatem a elastase e a colagenase, responsáveis pelo envelhecimento de nossa pele. Portanto, beber vinho regularmente vai deixar sua pele jovem por mais tempo. Outra coisa é que as calorias de uma taça de vinho equivalem às de uma maçã! É, gente, pra que ficar com aquela maçã sem graça se você pode curtir uma tacinha de um bom vinho? E há mais uma notícia reveladora: testes com insetos e peixes demonstraram que a ingestão regular de resveratrol, substância presente no vinho, prolonga a vida em 50%!!!! Mais uma vantagem: no Japão, uma pesquisa mostrou que justamente o grupo das pessoas mais inteligentes estava entre as que bebiam vinho regularmente. É verdade.


23


diário de um fotógrafo por érico hiller

A Jornada do

Rinoceronte Pausa no nosso dia para pensarmos no rinoceronte. Eu estive na África pela primeira vez em 2007. Foi uma dessas viagens ao Quênia para visitar parques, tirar fotos, conhecer a cultura e o povo. Diga-se de passagem, sensacional. Num desses safáris apinhados de turistas europeus, eu me deparei com um rinoceronte branco enorme. Pela primeira vez na minha vida eu o vi, frente a frente. Pelo que me lembro, nem em um zoológico eu tinha feito isso antes. Ele estava lá, quieto, sereno, solitário (não é este da foto não, esse aí foi alguns anos depois, na África do Sul). Naquela ocasião se deu início uma grande reflexão interna que me acompanha até hoje. Passei a querer fotografar o universo deste animal de algum modo, só não sabia como. Comecei então a ler e a mergulhar na tragédia que envolve,

24 | 29HORAS | de 29 de junho a 29 de julho de 2011

há muitas décadas, a sobrevivência deste magnífico animal. Geralmente tímido e algumas vezes agressivo para se proteger, o segundo maior mamífero terrestre do planeta (só perde para o elefante), que habita a Terra há 60 milhões de anos, vive a apoteose de uma história de grandiosidade e morte. Na década de 70, vimos a metade da população mundial de rinocerontes desaparecer. Tudo supostamete pelo valor comercial que seu chifre poderia ter. A protuberância de queratina que o rinoceronte carrega sobre o nariz é na verdade um novelo de cabelo – e não um osso em si. É uma peça leve e bem elaborada pela evolução, e muito raramente pesa mais do que três quilos. Por causa dela, no entanto, a caça predatória teve um crescimento absurdo desde o século

19, atingindo o seu ápice em 1981. Existem registros, por exemplo, que numa área de 200 m2, na década de 1940, um único caçador teria abatido 1.000 rinocerontes apenas para liberar espaço em sua fazenda. Numa área cem vezes maior, hoje em dia não se encontra mais do que 150 deles em um parque africano, por exemplo. Para termos uma ideia da escassez desse mamífero magnânimo, hoje menos de 2.000 rinocerontes negros existem no planeta. E o que dizer então sobre o rinoceronte de Java, que com seus trinta e poucos exemplares mantidos em parques na Indonésia, representa o mamífero terrestre mais ameaçado de todos que existem na atualidade? Há uns anos eu acordei no meio da noite com um sonho intrigante: a imagem de uma mulher chorando ao se despedir de um

rinoceronte que seguia seu rumo destinado a uma morte triste e inevitável. Este foi o ponto de partida, que me inspirou e me deu energia suficiente para tentar ir documentar a passagem desse ser maravilhoso pelo nosso mundo. Tudo isso, claro, no intuito de protegê-lo e

érico hiller

Este imenso mamífero de pele pregueada e vida ameaçada é meu novo parceiro de viagem


preservá-lo. E é isso que vou me propor a fazer nos próximos meses. Eu mal poderia crer que, desde aquela visita a um parque no Quênia, há quatro anos, eu começaria uma longa história com este grande animal. E enquanto a jornada do rinoceronte caminhava para seu

destino, era só a minha que estava começando. Em 2011 estarei na estrada registrando esta história que fascina e desconcerta. Até aqui, eu já realizei algumas pequenas expedições, pesquisas e fotos em três países, desde 2007. Já este documentário de fotos,

intitulado Ameaçados, vai estar mesmo concluído só no início de 2012. Uma exposição e um livro estão em plena gestação. Para quem quiser me seguir, veja a revista 29HORAS sempre que passar pelo aeroporto de Congonhas. Quem quiser sugerir algo, tecer uma crítica ou

comentário, escreva para mim no erico@ericohiller. com.br. Será um prazer compartilhar com vocês esta viagem. Sorte e paz!

Érico Hiller é fotógrafo, colaborador das antigas (e de várias capas) da 29HORAS e vai passar este ano visitando lugares, vidas e culturas do planeta que estão em risco.

25


mais que nécessaire

Happy Friday

Na década de 90 as empresas do Vale do Silício implantaram o “casual Friday”, a sexta informal, que dispensa o terno e a gravata no trabalho corporativo. Há alguns anos a ação já é comum por aqui, e quebra a hierarquia visual entre diretores e funcionários. Mas a elegância deve ser mantida – como você pode conferir. Por Vanda Fulaneto

1

2 5

3

1. Aquecido – O colete de nylon acolchoado Aconcágua, da marca The North Face, é ideal para proteger nos dias mais frios. R$ 449. Tel. 3032-5210. 2. Índigo – Blue jeans da Timberland. R$ 259. Tel. 3813-4079. 3. T-shirt – Em manga longa e em algodão puro, é casual e chique. Da Armani Jeans, por R$ 490. Tel. 3323-3510. 4. Jaqueta – Tem alta tecnologia, é impermeável e feita com tecido que mantém a temperatura do corpo. Da grife Ermenegildo Zegna, por R$ 1.685. Tel. 3062-1881. 5. Sapato – Da marca Sergio K, feito em camurça, tem o conforto e a beleza como prioridade. R$ 297. Tel. 3813-8511.

26 | 29HORAS | de 29 de junho a 29 de julho de 2011

fotos divulgação

4


27


hora livre por luiz toledo

A marcha do

pamonha 6h45 – Saio para minha caminhada matinal. Faz frio em São Paulo. Hesito em descer os degraus que dão para a calçada, como quem vai pular numa piscina gelada. Mas pulo: um homem, apesar de tudo, é um homem. Em marcha. Caminhando e pensando, tento organizar o dia. Desvio da primeira mina terrestre: Higienópolis é um campo minado de cocôs de cachorro. Para transformar o problema em diversão, vou dando a eles nomes de políticos, empresários, pessoas da vida pública e também da privada. Paro na frente de uma árvore que virou flor, uma explosão cor-de-rosa. Não sabendo seu nome, nomeei: Maria Rosa. Flower happens.

28 | 29HORAS | de 29 de junho a 29 de julho de 2011

7h00 – Na banca de jornal, o assunto era o Supremo ter liberado a marcha da maconha. Não resisto à alegoria: utilitários passeando pelo bairro e anunciando pelo alto-falante: Maconha! Maconha! Maconha! Maconha de Piracicaba! Sem agrotóchico!... Brincadeira, freguesa! É puro agrotóchico. Direto do produtor! No semáforo: – Compra um baseado, tio, só para me ajudar. Mais difícil é imaginar os verdadeiros empresários da droga segurando uma placa: “Estou falido. Peço sua ajuda!” Difícil porque a maconha é apenas um

item no supermercado do Crime S.A., lugar de gente infeliz. 7h30 – Atravesso a rua para evitar passar na frente de um caixa eletrônico. Vai que... A moda agora é dinamitálo. Como se fosse uma pedreira ou um homem. O dinheiro sai pintado de rosa. Uma indelicadeza com Maria Rosa.

7h45 – Cruzo com um grupo de adolescentes da escola próxima. Alguns eu conheço desde os 5 anos. Apesar de seu 1,80 m, são crianças. Eu sei, eles não. Estavam às gargalhadas: um deles tinha pisado num ministro. O dia permanece nublado, mas vai ter sol. yestoledo@gmail.com


RCS agora é BDO no Brasil

Especialista no atendimento a médias e pequenas empresas 5ª no Brasil e no mundo 119 países 1.082 escritórios, 9 no Brasil 46.930 profissionais, 400 no Brasil

Auditoria Impostos Consultoria Esportes

www.bdobrazilrcs.com.br contato@bdobrazilrcs.com.br BDO RCS Auditores Independentes, uma empresa brasileira de sociedade simples, é membro da BDO International Limited, uma companhia limitada por garantia do Reino Unido, e faz parte da rede internacional BDO de firmas-membro independentes. BDO é o nome comercial para a rede BDO e cada uma das firmas membro BDO.

29


dezembro 2009

por simone galib

simonegalib@29horas.com.br

arquivo pessoal

ERA UMA VEZ..

divulgação

Emilia e Daniel comemoram a abertura da loja, em outubro de 2009, em Londres

Emilia Wickstead (no centro) posa com modelos que vestem suas criações

30 | 29HORAS | de 29 de junho a 29 de julho de 2011

A jovem estilista Emilia Wickstead vive um momento, digamos assim, mágico: no casamento do príncipe William e Kate Middleton sua marca, que tem um estilo minimalista chic, foi a terceira mais usada pelos convidados, segundo o jornal The Times. A neozelandesa, de apenas 27 anos, vestiu Lucy Middleton (prima de Kate), Lady Kitty Spencer (prima do príncipe William por parte da mãe), India Hicks, que foi dama de honra de Lady Di, Emma Parker Bowles (da família da duquesa da Cornuália) e Ginny Fraser, da Vogue e amiga do casal real. Na votação feita pela tradicional revista Tatler sobre os mais bem vestidos da cerimônia, um dos modelos de Emilia ficou em segundo lugar. E tem mais: em um jantar feito em Londres para o presidente norteamericano Barack Obama, a aristocrata e toda-poderosa Samantha Cameron, mulher do primeiro-ministro da Inglaterra, David Cameron, também usou uma das criações de Emilia. Afinal, por que a moça faz tanto sucesso? Nascida na Nova Zelândia, passou os primeiros anos de sua vida em Milão e depois estudou Fashion Design em Londres, formando-se em 2007. Morando entre Nova York, Milão e Londres, trabalhou nas equipes de Giorgio Armani, Narciso Rodriguez e Proenza Schouler, além de ter feito editoriais para a Vogue América. Mas o que pouca gente sabe é que Emilia vive o seu próprio conto de fadas: ela vai se casar nesta sexta (dia 1º de julho) e o sortudo é um brasileiro. Sim, Daniel Gargiulo, que mora e trabalha em Londres. Os dois se conheceram em uma boate da cidade há quatro anos e meio. “Ela estava em uma festa de despedida de solteira e eu, em uma de trabalho. Desde então, ficamos juntos”, diz Daniel. E igualmente juntos começaram a empresa dois anos depois, usando os quartos e sala do apartamento onde moravam, em Chelsea. “Como tudo deu certo, em 2009 ela abriu a loja”, diz ele. A festa, na Toscana, promete: além de movimentar convidados do eixo Brasil, Itália e Inglaterra, deve durar três dias, um casamento totalmente à italiana. Alguém duvida que essa noiva vai estar chiquérrima?


Grandes lances

O mês foi muito movimentado em São Paulo. No esporte, a Meta 29 patrocinou o ATP Grand Champions Brasil, que movimentou a Sociedade Harmonia de Tênis. Muitos poderosos conferiram a etapa nacional do ATP Champions Tour. Convidados de peso também prestigiaram a inauguração da loja de Esther Giobbi, uma das decoradoras mais conceituadas da cidade, no Shopping Iguatemi. A designer de joias Sabrina Gasperin lançou a coleção Máscaras, na loja de Ara Vartanian, no Shopping Cidade Jardim. E, no quesito noite, o Lounge Mynt ferveu com muitas festas e gente bonita.

O cineasta Bruno Barreto e Esther Giobbi

fotos divulgação

Patrícia Carta

Ale Furmanovich e Letícia Birkheuer

Saque do tenista espanhol Carlos Moyá, ex-número 1 do mundo e campeão do ATP Grand Champions Brasil

Bettina Berman e Melissa Oliveira

Giulia B. e Flavio Saretta, representante do evento esportivo

Renata Castro, Marina Sanvicente, Sabrina Gasperin Vartanian, Cássia Ávila, Paula Mott e Giuliana Masiviero

Fabiana Semprebom

Manu Carvalho

Malvino Salvador

31


dezembro 2009

CENÁRIO DE FILME

Restaurante de inverno do hotel Le Bristol, que tem três estrelas do Guia Michelin

Sabe aquele cenário romântico do mais novo filme de Woody Allen, Meia-noite em Paris, com Carla Bruni? Pois é, parte desse pano de fundo é o Le Bristol, um dos hotéis-palácios mais clássicos de Paris, e que está cada vez mais de olho nos brasileiros, homens de negócios e turistas, que adoram se hospedar na cidade totalmente à francesa, ou seja, buscando um hotel em que circulam sempre muitos parisienses, gente do cinema, políticos e celebridades. O hotel investiu nos últimos dois anos 100 milhões de euros em reformas, diz o CEO Didier Le Calvez, que esteve aqui recentemente. O resultado? O Le Bristol, que tem uma localização privilegiada – fica a apenas três minutos a pé de Champs Elysées e cujas diárias começam em 750 euros – está ainda mais chique: ganhou 26 novos quartos e suítes, entre elas, a “lua-de-mel”, com quatro terraços e dois banheiros, um deles com vista para a torre Eiffel. “Não temos ostentação. O requinte está nos detalhes”, afirma Calvez. E que detalhes...

NOITE QUENTE

À FLOR DA PELE

A pista concorrida do Mynt, no Itaim Bibi, que só funciona às quintas e sextas

Luiz Mori comanda uma das peleterias mais tradicionais de São Paulo

32 | 29HORAS | de 29 de maio a 29 de junho de 2011

As peles – sintéticas, é claro – são as estrelas politicamente corretas da estação: elas estão nos casacos, blusas e coletes. Mas quem tem um casaco de pele verdadeira – daqueles que vão passando de avó para neta – e quer fazer reparos, reformas ou manutenção encontra em São Paulo um especialista no assunto: Luiz Mori. Ele se dedica há 38 anos ao ofício, aprendido com o pai no atelier da rua Barata Ribeiro, na Bela Vista (www.pelesluizmori. com.br). Depois que o pai morreu, em 95, Mori abriu seu próprio atelier na mesma rua, passando a atender as novas gerações de filhas e netas das primeiras clientes da peleteria, uma das mais tradicionais de São Paulo. Além da conservação, ele troca forros, repagina o modelo ou simplesmente o coloca na medida certa.

fotos divulgação

A filial brasileira do Mynt Lounge, de Miami, virou o endereço predileto do hi-society paulistano. É ali, no número 482 da Clodomiro Amazonas, que a juventude bem-nascida da cidade faz fila na porta para entrar. Aberto pela primeira vez em 2007, o Mynt durou pouco: em seis meses foi lacrado porque estava em uma rua residencial do Itaim Bibi. De volta ao bairro no final de janeiro, sob o comando de sete sócios, entre eles o apresentador Álvaro Garnero, a casa anda fazendo o maior sucesso. As 30 mesas camarotes são o hit do lugar, mas devem ser reservadas com antecedência, porque o Mynt só funciona às quintas e sextas-feiras. Detalhe: a noite de quinta é a mais disputada.


33


Gustavo Scatena/Divulgação

FAZENDA TEM EXIBIÇÃO EM HD

A quarta temporada do programa A fazenda, que deve estrear dia 17 de julho, virá com uma novidade: este será o primeiro reality show de confinamento exibido em HD. “O investimento em equipamento e profissionais é enorme para a conversão de um programa para a alta definição. Costumo dizer que o reality será mais real do que nunca”, diz Rodrigo Carelli, diretor geral do programa. Além do investimento em tecnologia, esta temporada promete trazer um elenco ainda mais diversificado e polêmico, formado por participantes com estilos de vida e personalidades marcantes. Britto Jr. será o mediador dessa aventura e mostrará seu lado irreverente no comando da atração. O prêmio em dinheiro também será bem atrativo: R$ 2,5 milhões, o que tornará a disputa entre os peões ainda mais emocionante. Os nomes dos peões dessa nova temporada são guardados a sete chaves, e só serão divulgados junto com a estreia. Pelo site oficial do reality show no R7, haverá transmissão pay per view 24hs e de graça. Ou seja, o telespectador poderá opinar, decidir e participar de tudo o que acontece na TV. O bicho vai pegar e você vai fazer parte dessa disputa!

Britto Jr. irá apresentar a quarta temporada de A fazenda

antonio chahestian/record

Emoção na fase final de Ídolos

Rick Bonadio, Luiza Possi e Marco Camargo são os jurados do programa

As últimas semanas de Ídolos prometem emocionar e acirrar ainda mais a disputa. Os candidatos precisam provar a todo instante que estão preparados para subir num palco e empolgar a plateia. Os jurados Luiza Possi, Rick Bonadio e Marco Camargo não mediram esforços para avaliar os candidatos e têm certeza de que o dever foi cumprido. “O programa é um processo muito bem elaborado, que leva à superação dos candidatos. Eles têm que provar que realmente são bons. Não tem como o ganhador não ser um grande talento”, acredita Rick Bonadio. A grande final, ao vivo, já está marcada para a noite de 14 de julho na Via Funchal, em São Paulo. O evento terá a participação musical de Claudia Leitte e da dupla sertaneja Zezé Di Camargo & Luciano. Entre os quase 50 mil inscritos, apenas um será o novo ídolo do Brasil. O vencedor assinará um contrato com uma gravadora para lançar seu primeiro álbum profissional, além de receber assessoria completa para a nova carreira artística.


Munir Chatack/Record

Com uma alegria típica adolescente, os seis protagonistas de Rebelde se sentiram em um show de verdade. A produção da novela montou um palco com estrutura semelhante a um show profissional e a plateia, composta por 300 figurantes, vibrou com as músicas. Chay Suede levou a galera à loucura ao cantar a música de abertura do folhetim, Rebelde para sempre. Do jeito que eu sou e O amor está em jogo também fizeram parte do repertório. A temporada de shows da banda está prevista para o segundo semestre desse ano e o CD deve ser lançado em agosto. As três músicas são de autoria de Rick Bonadio, Gee Rocha e Di Ferrero. Pedro (Micael Borges), Alice (Sophia Abrahão), Diego (Arthur Aguiar), Roberta (Lua Blanco), Tomás (Chay Suede) e Carla (Mel Fronckowiak) estão ansiosos para a turnê com a banda, que ainda não tem nome definido. “Eu não tenho palavras para dizer o que eu senti durante o show. Deu um frio na barriga. Parecia que era um show de verdade”, conta o ator Arthur Aguiar. Rebelde é escrita por Margareth Boury e tem direção geral de Ivan Zettel.

Os protagonistas da novela: alegria adolescente

antonio chahestian/record

Show Rebelde

Cristiana Arcangeli em ação: reforma de escolas, praças e creches

Quebra-quebra para o bem social

Muito mais que reformar creches com pouca infraestrutura, o Extreme Makeover Social, em sua segunda temporada, quer beneficiar comunidades inteiras, transformando locais que assistam crianças até quatro anos, como praças, escolas e casas de apoio. A partir deste mês, Cristiana Arcangeli e seu time de colaboradores – composto por Luciana Cruz, Lao Napolitano e Stevan Toledo – começam a empreitada para melhorar a vida de cinco comunidades. E não só em São Paulo. Agora, o foco é viajar pelo Brasil e atender cidades de outros Estados. “O Extreme Makeover Social busca a felicidade, principalmente das crianças e de suas famílias, e assim beneficiamos as comunidades. É um reality show que deixa um legado importante por onde passa, um projeto em que os envolvidos colocam energia e carinho em busca de um bem maior”, explica Cristiana Arcangeli. A primeira temporada do programa realizou obras na Grande São Paulo, com reformas em Parelheiros e Cidade Ademar, nas cidades de Sumaré e Suzano (interior de SP) e Tijucas (SC). Mais de 300 profissionais estiveram envolvidos, entre eles a renomada equipe de arquitetos, formada por Bia Prado, Marina Torre, Adriana Helú, Carolina Oliveira, Brunete Fraccaroli e Roberto Migotto. Com este time em ação, mais de duas mil pessoas foram beneficiadas direta e indiretamente pelo programa. A iniciativa ainda abriu centenas de vagas para crianças em situação de vulnerabilidade social e econômica, ajudando famílias das comunidades envolvidas.


a Dança de michael

antonio chahestian/Record

fotos antonio chahestian/Record

Para comemorar os dois anos de sucesso do Dança, gatinho, Rodrigo Faro voltou às origens do quadro e relembrou o astro Michael Jackson. “Foi com Michael que tudo começou. Quando ele morreu, pedi para homenageá-lo com alguns passinhos. Na semana seguinte, recebemos muitos e-mails e pedidos de novas danças”, explica o apresentador. Foi a segunda vez que Faro se caracterizou como o cantor pop e interpretou os hits Bad e Black or white. “Sempre brinco que Michael morreu e quem dançou fui eu”, diz o apresentador. A homenagem a Michael Jackson foi ao ar dia 25 de junho – no aniversário de morte do astro pop. No mês de julho, haverá outras comemorações pelos dois anos do Dança, gatinho. Até a imitação da diva Beyoncé está prevista. O melhor do Brasil vai ao ar todos os sábados, às 17h30.

Amanda Françoso apresenta programa de saúde; já Beth Goulart é comentarista cultural

Femininas e especialistas

A respeitada atriz Beth Goulart também estreou em nova carreira no canal de notícias em maio. Ela agora faz parte do time de dez comentaristas que atuam no novo Jornal da Record News, ancorado pelo jornalista Heródoto Barbeiro. A atriz, atualmente na novela Vidas em jogo como a vilã Regina, uma vez por semana deixa de lado as gravações no Rio de Janeiro para participar ao vivo do telejornal, com comentários sobre o cenário cultural e sugestões sobre a rica programação nessa área.

Edu Moraes/Record

A Record News remodelou sua programação e trouxe convidados especiais para deixar a grade ainda mais completa. Uma das contratações é Amanda Françozo que, desde maio, é a nova apresentadora do Estilo e Saúde. O programa traz, além de temas ligados à qualidade de vida, dicas de estética, moda e beleza. Amanda recebe a cada dia um convidado para falar de novidades do universo da saúde e do bem-estar. O programa é exibido de segunda a sexta-feira, sempre às 16h.

Rodrigo Faro imita Jackson: homenagem


Marcelo Rezende comanda o novo jornalístico

Hamilton sobrevoa SP de helicóptero: uma panorâmica da maior cidade da América Latina

O jornalista-piloto Com mais de dez mil horas de voo no currículo, o piloto e jornalista Hamilton Alves da Rocha, o Comandante Hamilton, passou a integrar a equipe de jornalismo da Record. Voando por São Paulo, ele trará em primeira mão todos os acontecimentos da cidade:

trânsito, enchentes, acidentes, eventos comemorativos – tudo o que interessa à população em geral. “Em São Paulo, o jeito mais rápido de chegar a vários pontos da cidade é o helicóptero. O desafio é justamente esse”, diz Hamilton.

Michel Angelo/Record

antonio chahestian/record

Com a experiência e a credibilidade do jornalista e apresentador Marcelo Rezende, que está à frente do programa, o recémlançado Repórter Record é o melhor exemplo de jornalismo investigativo. A equipe, de 40 profissionais, esquadrinha com competência e imparcialidade assuntos que interessam a todos os segmentos da população, como os casos de violação de direitos humanos, combate a organizações criminosas e quadrilhas de exploração de minorias. O programa mostra as maiores e mais perigosas operações policiais, violência, tráfico de drogas, corrupção, flagrantes, situações de risco, denúncia, golpes e investigações. Onde existir uma denúncia de irregularidade, haverá uma equipe do novo Repórter Record. O jornalístico vai ao ar aos domingos, às 23h.

edu moraes/record

Jornalismo investigativo é o foco do Repórter Record

Vidas em jogo teve algumas cenas gravadas em Belém. Durante os dias de trabalho na capital do Pará, o ator Leonardo Vieira foi muito assediado por fãs. Sempre simpático e atencioso, o intérprete do personagem Ernesto, na trama de Cristianne Fridman, atendeu aos pedidos de fotos e sorriu para todos.


por andrea finzi

andreafinzi@29horas.com.br

Viagem aos sonhos

divulgação

Há mais de 30 anos a companhia francesa Philippe Genty cria espetáculos que misturam dança, teatro, música e marionetes. Este mês desembarca no Brasil O viajante imóvel, que terá apresentações nos dias 9/7 e 10/7 no Theatro Municipal. No palco, as performances contam histórias que nos permitem viajar pelo mundo dos sonhos, repleto de fantasia. Genty, um mágico, usa o ilusionismo para fascinar a plateia, que em alguns momentos chega a confundir atores e bonecos em meio ao dinamismo dos movimentos em cena. Nos dias 16/7 e 17/7 a companhia se apresentará também no Teatro Municipal de São Paulo. De R$ 40 a R$ 720. Dias 9/7, às 21h, e dia 10/7, às 17h. Pça. Marechal Floriano, s/n˚, tel. (21) 2332-9191.

Espetáculo O viajante imóvel, da companhia francesa Philippe Genty

39


Cenário perfeito

Filial da Confeitaria Colombo na praia de Copacabana

A tradicional Confeitaria Colombo, fundada em 1894 e que foi palco dos célebres da época, tem, desde 2003, uma filial de frente para o mar, na praia de Copacabana. A Colombo do Forte de Copacabana serve café da manhã completo, sanduíches, waffles, doces, salgados, chá da tarde e outras delícias da confeitaria mais famosa do Rio. Vale a parada preguiçosa ali para degustar alguma dessas gostosuras. E também para apreciar a paisagem de tirar o fôlego. Pça. Cel. Eugênio Franco, 1, Posto 6, Copacabana, tel. (21) 3201-4049.

40 | 29HORAS | de 29 de junho a 29 de julho de 2011

O aconchego do ambiente do Londra remete aos pubs londrinos

fotos divulgação

Sofisticação londrina

Localizado dentro do Hotel Fasano, em Ipanema, esse bar é um dos pontos de encontro mais badalados da noite carioca. O nome, Londra, é a tradução italiana da capital inglesa. Já recebeu, inclusive, a visita das divas do pop, Madonna e Beyoncé, quando vieram em turnê ao Brasil. O ambiente intimista faz referência aos pubs londrinos e apresenta pocket shows de rock clássico. Parte da decoração é feita com LPs do proprietário Rogério Fasano – detalhe para a bandeira da Inglaterra, que tem as cores da Itália, uma homenagem feita pelo próprio dono. No cardápio, o Apple Martini é um dos drinques mais pedidos. Seg. a sáb.: a partir das 19h. Av. Vieira Souto, 80, tel. (21) 3202-4000. www.fasano.com.br


Tesouro botânico

O sítio do paisagista Roberto Burle Marx, em Barra de Guaratiba, é um dos grandes passeios que podem ser feitos no Rio. Em seus 407 mil m2, se mantém uma das mais importantes coleções de plantas existentes em todo o mundo, de grande valor como testemunho das profundas alterações sofridas pela natureza em nosso país. É um lugar muito bonito, onde ainda é possível conferir uma inigualável coleção de arte popular brasileira de cerâmica e madeira. O SRBM é hoje uma unidade especial pertencente ao Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN), órgão do Ministério da Cultura, e está situado na Estrada Roberto Burle Marx (antiga Estrada da Barra de Guaratiba) nº 2019, na zona oeste do Rio de Janeiro. Foi residência particular de Roberto Burle Marx de 1973 até 1994, ano da morte do mais famoso paisagista brasileiro. Para visitar, é necessário agendar antes. Tel. (21) 2410-1412.

Psicose

Os pássaros

fotos divulgação

Mestre do suspense

Vista do Sítio Roberto Burle Marx

O CCBB Rio homenageia este mês um dos grandes nomes do cinema, Alfred Hitchcock, que dirigiu filmes por mais de 50 anos. A mostra Hitchcock exibirá 54 longas, três curtas e 117 episódios da série Alfred Hitchcock Presents. Além dos clássicos Um corpo que cai, Psicose, Janela indiscreta e Os pássaros, a mostra terá um curso gratuito com 12 aulas, sessões de filmes mudos com narração ao vivo e edição de um catálogo gratuito de 400 páginas com fotos e textos inéditos. Também poderão ser conferidas as versões de O homem que sabia demais, na original inglesa, de 1934, e na americana, de 1956, e versões mudas e faladas de Chantagem e confissão. Com curadoria de Arndt Roskens, a mostra fica até o dia 14 no CCBB carioca e, a partir do dia 15, será transferida para o CCBB SP e o Cinesesc. R. Primeiro de Março, 66, tel. (21) 3808-2020. www.twitter.com/ccbb_rj e www.mostrahitchcock.com.br

41


>capa

notas de uma revolução Com a OSESP, o aumento de público nas plateias, a reinauguração do municipal e os projetos sociais que formam orquestras jovens, São Paulo desponta como grande celeiro e polo da expansão democrática da música clássica por Chantal Brissac fotos Érico Hiller


Violoncelista em ensaio da Osesp e imagens da arquitetura magnĂ­fica da Sala SĂŁo Paulo, sede da orquestra: as plateias crescem, as elites torcem o nariz


>capa

No abrir de cortinas da segunda década do século 21, os palcos dos teatros e das salas de concerto do Brasil vêm recebendo cada vez mais gente interessada em ouvir, aprender e tocar música clássica. O antigo preconceito de que o brasileiro não está preparado para consumir música erudita é finalmente ensurdecido. “Só quem acha que música clássica é coisa de elite são as elites que não frequentam as salas de concerto”, diz Arthur Nestrovski, diretor artístico da Osesp (Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo). “Hoje, em São Paulo, tem muito mais gente estudando violino e oboé nas periferias do que nos Jardins”. Para o maestro Roberto Minczuk, 44 anos, titular da Orquestra Sinfônica Brasileira, no Rio de Janeiro, e detentor de uma carreira internacional brilhante – já regeu mais de 80 orquestras em quatro continentes, entre elas a Filarmônica de Nova York, onde assumiu, em 2002, o posto de regente associado, cargo pela última vez ocupado por Leonard Bernstein –, “talentos serão revelados onde quer que haja estímulo e se ofereçam condições para o desenvolvimento”. Minczuk, paulistano da Vila Prudente, acha que grandes talentos despontam muitas vezes nos lugares menos esperados – bandas de colégios, orquestras comunitárias, projetos de inclusão social, nos “bares da vida”, como ele diz. “Encontrei um dos violinistas da Osesp em uma estada com o meu amigo Cláudio Cruz em Bucareste, há 14 anos. Nós o vimos tocando no restaurante do hotel onde estávamos hospedados, e o trouxemos. Ele está até hoje na orquestra”. As igrejas evangélicas também ajudam, segundo o maestro. “Elas mantêm aqui no Brasil uma forte tradição musical, valorizam e oferecem o ensino gratuito da música, o empréstimo de instrumentos e promovem formação de conjuntos e performances públicas semanais. É natural que boa parte desses talentos se profissionalize, como foi comigo aos 13 anos de idade”, diz, em entrevista à 29HORAS (leia a íntegra na pág. 49). Minczuk começou a tocar trompa aos seis anos na orquestra fundada por seu

“só as elites que não vão aos concertos acham que música clássica é coisa de elite”, diz Nestrovski. “a periferia tem mais estudantes de oboé que os jardins”

pai, José Minczuk, na Igreja da Assembleia de Deus Russa no Brasil; aos 13 já era o primeiro trompista da Orquestra Sinfônica Municipal de São Paulo. À frente da Osesp, a maior orquestra da América Latina, sediada na Sala São Paulo, Arthur Nestrovski também observa o aumento de público, especialmente de jovens, nas plateias: “A Osesp tocou para 20 mil pessoas na praia do Gonzaga, em Santos, e fomos ovacionados na Virada Cultural. Este ano programamos mais concertos a preços populares, além de concertos matinais, gratuitos. E temos também a nova série Música na cabeça, que promove encontros com nomes como o maestro Isaac Karabtchevsky e palestras sobre Beethoven, Villa-Lobos e Mahler. A ideia é pensar sobre música num contexto cultural mais amplo. As pessoas estão pedindo isso”, diz o diretor e músico. A novidade é que não é preciso muito esforço para lotar a plateia da Sala São Paulo, nem a do Theatro Municipal – que teve sua recente reabertura –, tampouco a do tradicional Theatro São Pedro, que ganhou uma orquestra em 2010 e se firma como o espaço da ópera em São Paulo. Também não será difícil ver o Festival Internacional de Inverno de Campos do Jordão bombando este ano. Entre os dias 1° e 24 de julho será possível acompanhar – se você correr para

Saguão da Sala São Paulo e ensaio do Quarteto Osesp em outra de suas salas: para um público que cresce principalmente entre os jovens

44 | 29HORAS | de 29 de junho a 29 de julho 2011


Nestrovski na plateia da Sala São Paulo: levando a orquestra à praia do Gonzaga é à Virada Cultural, para a ovação das massas


>capa

46 | 29HORAS | de 29 de junho a 29 de julho 2011

“Recebo cartas incríveis desses meninos – e em alemão”, diz Sabine, de seus bolsistas. “saíram da favela direto para a filarmônica de berlim”

Plateia do Theatro Municipal de São Paulo, totalmente reformado: nenhum esforço para lotar, seja qual for o programa

Hall, em Londres, e também tocou no dia 15 de junho com a Orquestra Sinfônica da Juventude Simon Bolívar, regida por Dudamel. Como diz Arthur Nestrovski, que montou uma nova Osesp com músicos de 17 nacionalidades e bons salários – a remuneração inicial é R$ 9 mil –, a orquestra é popular. “Ela mistura todas as nuances da música e é um organismo vivo e contagiante. Há alguns anos, grandes músicos de todas as vertentes querem vir tocar com a Osesp”. Do lendário violinista e maestro Pinchas Zukerman, que fará com a Osesp o concerto de abertura do Festival de Campos do Jordão, à regente americana Marin Alsop, que foi contratada como maestrina titular da orquestra em 2012, há uma lista prestigiosa de músicos que querem compartilhar a Sala São Paulo com a orquestra. O próprio Minczuk estará regendo no dia 28 de julho um concerto que homenageia o seu irmão, o oboísta Arcádio, que completa 30 anos na Osesp. Sopram bons ventos para a boa música.

fotos divulgação

comprar ingressos – 45 concertos em Campos, seis em São Paulo e quatro apresentações itinerantes da Orquestra do Festival, que este ano apresenta-se também nas cidades de Jundiaí, Piracicaba, Santo André e Santos. Para Sabine Lovatelli, presidente do Mozarteum, instituição que completa 30 anos, o investimento nas novas gerações não é apenas gratificante, como também revelador. “No meio das favelas e das comunidades pobres de SP, uma revolução acontece quando apresentamos a música bem feita, de qualidade. A música erudita tem que ser levada para esses lugares para que o jovem tenha o direito de conhecêla e, assim, possa transformar sua vida”, ela diz. Nas suas três décadas de Mozarteum, Sabine promoveu mais de 600 espetáculos internacionais, vistos por quase dois milhões de pessoas – e outras 900 mil pessoas assistiram às atrações gratuitamente, em concertos ao ar livre, como os do Parque do Ibirapuera (ela foi a pioneira na organização desses eventos abertos). Além disso, Sabine já fez mais de 150 masterclasses gratuitas com grandes nomes da música internacional e enviou mais de 30 bolsistas para estudar na Europa, em escolas e festivais parceiros do Mozarteum. Sabine fica com os olhos azuis ainda mais brilhantes, marejados, quando lembra dos alunos que hoje estão na Filarmônica de Berlim. “Tenho cartas fantásticas desses meninos, que já estão escrevendo em alemão; saíram de uma favela direto para a melhor orquestra do mundo”, ela diz. O Mozarteum tem parceria com o Instituto Baccarelli, que coordena a Sinfônica Heliópolis, nascida na favela de mesmo nome, em São Paulo; a orquestra chegou a tocar no Beethovenfest Bonn, na Alemanha, um dos mais renomados festivais de música erudita do mundo. Outro programa importante na periferia paulistana é o Projeto Guri Santa Marcelina, que em parceria com a Secretaria de Cultura do Estado de São Paulo oferece formação musical a sete mil alunos em 21 polos da capital. Alemã naturalizada brasileira e paulistana assumida (mora em São Paulo desde 1971, quando chegou para se casar com o conde Carlo Lovatelli, brasileiro filho de italianos que conheceu na Europa), Sabine abriu o Mozarteum com a ideia de levar concertos clássicos a cada vez mais pessoas. “Não precisa entender de música erudita para gostar dela, é só ter prazer com isso”, ela diz. Um exemplo vitorioso é o da Orquestra Juvenil da Bahia (Neojibá), o primeiro programa governamental brasileiro inspirado no El Sistema, projeto criado há 35 anos na Venezuela que oferece educação musical a 250 mil jovens e que revelou Gustavo Dudamel, um dos maestros mais celebrados da cena internacional, diretor da Filarmônica de Los Angeles e regente de grandes orquestras europeias. O pianista e maestro Ricardo Castro é o fundador do projeto Neojibá, cuja orquestra, com seus 80 jovens músicos, foi aplaudida de pé no dia 21 de maio em uma apresentação no Royal Festival


Sabine Lovatelli, a presidente do Mozarteum: ”Não é preciso entender, basta ter prazer com a música”


>capa

“os músicos brasileiros não têm mais que sair do país para fazer carreira”

o Diretor artístico e regente titular da Orquestra Sinfônica Brasileira, roberto Minczuk, fala sobre a música no brasil em tempos de vacas gordas Como o sr. descreve a situação da música erudita hoje no Brasil? O cenário evoluiu muito nos últimos quinze anos. Novas orquestras surgiram, já dentro de um novo formato de gestão, e os grupos mais tradicionais buscaram se atualizar nesta nova realidade. O público também se renova graças a programas especiais de formação de plateias. As empresas patrocinadoras passaram a priorizar o investimento em música clássica pelos valores positivos que agregam a sua marca e pela possibilidade do compromisso em longo prazo. Os músicos brasileiros têm encontrado boas condições de trabalho e não precisam mais, em muitos casos, sair do país para desenvolver suas carreiras. E como vão seus projetos com a Orquestra Sinfônica Brasileira? A Fundação OSB vive um período de reformulação artística e administrativa, buscando também se adaptar ao novo momento pelo qual passa o nosso país, e o Rio de Janeiro em especial. Temos no horizonte compromissos muito sérios, como a Copa do Mundo e as Olimpíadas, que abrirão novas perspectivas para todos. A Orquestra Sinfônica Brasileira se prepara para reiniciar seus concertos em agosto próximo, com um grupo muito especial. Além de aproximadamente quarenta músicos que estão na OSB há muitos anos, temos mais vinte novos integrantes, brasileiros de vários estados e estrangeiros, que trarão uma nova energia. Iniciaremos o segundo semestre apresentando o Festival Beethoven, com a série das nove sinfonias, regidas por mim e pelo maestro Kurt Masur. A que o sr. atribui as fortes críticas que recebeu por querer avaliar os músicos da OSB, como acontece em qualquer orquestra de padrão internacional? Tivemos um problema de comunicação em planos distintos. Em alguns momentos, as informações da Fundação foram mal compreendidas, e em outros, deliberadamente distorcidas. O fenômeno do Facebook contribuiu para a propagação, em escala mundial, destas distorções. As pessoas passaram a emitir opinião tendo como base um discurso totalmente adulterado do processo. Lentamente, a versão real dos fatos tem prevalecido e muitos estão voltan-

48 | 29HORAS | de 29 de junho a 29 de julho 2011

do atrás. Refiro-me tanto a artistas sem vínculo direto com a OSB como a músicos do corpo orquestral que até pouco tempo atrás lideravam movimentos contra a Fundação e hoje voltaram a integrar a orquestra. O sr. vem de uma família de músicos e irá reger, em 28 de julho, na Sala São Paulo, um concerto que contará com alguns de seus irmãos entre os músicos. Como foi crescer em meio à música e como é tocar em família? E com os filhos? Eles irão seguir carreira musical? Crescer em meio à música foi maravilhoso. Esta é uma das grandes paixões dos meus pais. Sou o número 5 entre 8 irmãos, todos estudamos música em casa, fui muito incentivado nesse ambiente familiar. Os meus quatro filhos são talentosos, estudam e também se divertem com a música, o que é bastante importante. A Natalie (18) rege o coro e escreve arranjos, a Rebecca (17) compõe e canta, assim como o Joshua (13) e a Julia (7). A maior incentivadora deles é a minha esposa Valéria, que canta e é extremamente talentosa, mas não se considera musicista e sim uma pessoa “normal”, na sua definição. Não pressiono para seguirem carreira musical, vão assumir a profissão que desejarem. O sr. é evangélico e já participou de vários concertos religiosos. Qual foi o mais emocionante? Passei a minha juventude regendo, compondo, tocando e cantando em conjuntos musicais evangélicos. Algumas das lembranças mais preciosas que tenho são de quando nos apresentávamos em praças públicas levando uma mensagem de fé, amor e esperança através da música a quem passasse. Hoje, quando entro no palco para reger, busco este mesmo objetivo. O sr. tem algum sonho para a música no Brasil? Sonho com a possibilidade de o Brasil ter em todas as suas grandes cidades, pelo menos em cada capital de estado, orquestras que ofereçam excelentes salários e condições para todos os seus integrantes. Que reúnam músicos talentosos, felizes, criativos, apaixonados por música, e de muita garra – características de todos os brasileiros. E tudo também com seriedade, profissionalismo e uma constante busca por qualidade.


Juliana coutinho/divulgação

Minczuk à frente da Sinfônica Brasileira: críticas ao seu projeto para a orquestra estão superadas, diz ele


>especial saĂşde

50 | 29HORAS | de 29 de junho a 29 de julho de 2011


Alta tecnologia

Em São Paulo, a excelência de tratamento de hospitais e clínicas atrai gente de todo o Brasil e do mundo. Os motivos, além da equipe médica gabaritada, são os equipamentos de última geração, a infraestrutura e o atendimento cada vez mais individualizado Por Chantal Brissac e Letícia Liñeira Você confiaria sua vida a um robô? Pois mais de 630 pessoas que passaram pelas mesas de cirurgia do Hospital Israelita Albert Einstein já confiaram. A princípio, a ideia de ser operado por uma máquina causa uma sensação incômoda. Mas o que era ficção, agora já faz parte da rotina da Medicina. Como o robô do Einstein, outras novidades tecnológicas têm se incorporado à rotina dos hospitais paulistanos. Além disso, os centros de medicina têm oferecido cada vez mais serviços diferenciados e amplas instalações, buscando mimar e cativar o paciente/cliente como faz um hotel cinco estrelas. Com isso, o chamado turismo de saúde tem aumentado em São Paulo. Estima-se que ao menos 50 mil pacientes são estrangeiros, entre os mais de 800 mil que visitam a capital paulista a cada ano para fazer exames, se tratar ou se submeter às mais diversas cirurgias. Não é à toa que o Hospital Sírio-Libanês tem, desde 2006, uma área de Relações Internacionais para atender esses pacientes. Confira, a seguir, algumas das novidades que têm feito de São Paulo um centro de excelência e inovação na área da saúde.

Três em um

O equipamento Artis Zeego, do Sírio-Libanês, é recurso importante em cirurgias

O Hospital Sírio-Libanês está investindo US$ 2 milhões em dois novos equipamentos que vão garantir maior precisão e segurança em diagnóstico por imagem. Com os nomes de Artis Zeego e Symbia, eles utilizam técnicas que detectam precocemente anormalidades na função ou estrutura de um órgão. Essa precisão e antecedência possibilitam que algumas doenças sejam tratadas nos estágios iniciais, quando existem mais chances de sucesso no tratamento. O diferen-

cial do Artis Zeego (na foto) é a união de três tecnologias que permitem visualizar a estrutura vascular e a investigação dos órgãos do entorno: a angiografia, a tomografia computadorizada e a ultrassonografia. Outra vantagem é que, devido à alta resolução e ao maior número de imagens por minuto, o equipamento permite que as imagens possam ser usadas para guiar os cateteres em procedimentos cirúrgicos, como a desobstrução da válvula aórtica.

51


>especial saúde

O daVinci Surgical System já realizou mais de 630 cirurgias no Albert Einstein

Da ficção à realidade O robô do Hospital Israelita Albert Einstein é o daVinci Surgical System, aparelho que combina imagens 3D e movimentos. Seu sistema é composto por uma mesa de operação com o robô, um console inspirado nos simuladores de voo, no qual os médicos recebem as imagens 3D e realizam os movimentos operatórios com as próprias mãos, que são transmitidos para o robô, e um conjunto de hardware externo. No mundo, existem outros

52 | 29HORAS | de 29 de junho a 29 de julho de 2011

dois mil robôs e quatro deles estão no Brasil. No Einstein, ele foi implantado há três anos e, recentemente, completou mais de 630 cirurgias. No final do ano passado, foi realizada a primeira cirurgia robótica de baço da América Latina. Atualmente, ele tem sido utilizado em intervenções urológicas, do aparelho digestivo, ginecológicas, cardíacas, do tórax e de cabeça e pescoço. Mas foi na área de cirurgias torácicas que o robô de-

monstrou a revolução da tecnologia, já que o corte no osso do peito e nas costelas, que pode chegar a 15 cm, é feito por três incisões de 3 a 6 cm. As primeiras cirurgias robóticas em cardiologia da América Latina começaram a ser realizadas em março de 2010 no Einstein. As mais frequentes são de válvulas cardíacas (60%), principalmente da válvula mitral. Até o momento, nove pessoas passaram por esse tipo de operação.


LCD e poltronas de couro Inaugurada em 2010, com 31 pontos de hemodiálise equipados com máquinas automáticas de última geração, a nova unidade de Terapia Renal do Hospital Beneficência Portuguesa ampliou a capacidade de atendimento a pacientes de convênios e particulares para até 2.400 sessões/mês. O espaço segue a tendência da chamada hotelaria hospitalar, com salões e ambientes claros, arejados e modernos. Cada salão apresenta um posto de enfermagem exclusivo. Com 14 telas de LCD e canais de TV a cabo e recepção especial para acompanhantes, a nova área tem poltronas de couro com densidade 32, para pessoas com até 120 kg, equipadas com controle remoto.

Nova unidade de terapia renal do Beneficência Portuguesa

Suíte neurocirúrgica

Suíte neurocirúrgica do Sírio Libanês, com neuronavegador e microscópio de última geração

Outra novidade do Hospital Sírio-Libanês é a suíte para cirurgia neurológica. Ela junta equipamentos e facilidades, para realizar a cirurgia com maior rapidez e eficiência. Composta por neuronavegador, microscópio Zeiss-Pentero de última geração com sistema de fluorescência, ressonância magnética conjugada à sala e estação de planejamento cirúrgico, está preparada para realizar cirurgias de aneurismas cerebrais, malformações vasculares, ressecção de tumores intracranianos e epilepsias. Segundo os especialistas do HSL, o neuronavegador, semelhante ao GPS, tem precisão milimétrica e consegue localizar tumores muito pequenos e em locais de difícil acesso dentro do cérebro, com preservação máxima das estruturas ao redor.

53


>especial saúde

Centro para a gestação

O Tomossíntese, do Sírio-Libanês, é capaz de visualizar tumores nas mamas em 3D

Diagnóstico precoce Um novo equipamento adquirido pelo Hospital Sírio-Libanês representa um passo importante no tratamento de câncer de mama. O Tomossíntese – ou Mamografia Tridimensional – oferece a possibilidade de visualização tridimensional do tecido mamário, e favorece a identificação e a diferenciação de tumores. O equipamento reduz as dificuldades causadas pela superposição dos tecidos da mama, que muitas vezes demanda a realização de novas radiografias con-

54 | 29HORAS | de 29 de junho a 29 de julho de 2011

vencionais. O aparelho permite a obtenção simultânea de imagens em 2D (mamografia digital usual) e imagens em 3D (tridimensional), mais rapidamente que os equipamentos convencionais e com uma compressão mais suave da mama. “Além da precisão, a tecnologia utilizada facilita o exame, tornando-o mais rápido e menos desconfortável para a paciente”, diz a Dra. Vera Aguillar, responsável pelo Serviço de Imaginologia da Mulher do Hospital Sírio-Libanês.

No Fleury, foi inaugurado recentemente um centro integrado e especializado no diagnóstico em medicina maternofetal, que concentra no mesmo local todos os exames diagnósticos necessários. As grávidas contam com uma agenda dedicada, espaço exclusivo para os diversos tipos de procedimentos e apoio de uma psicóloga especializada em obstetrícia. Tem ainda cursos para mães e cuidadores, ministrados por uma enfermeira-obstetra. As futuras mamães também podem fazer download para gravar os sons do batimento cardíaco do bebê e compartilhar o acompanhamento do exame em tempo real pela internet com familiares. Para mães ansiosas, o Fleury disponibiliza resultados de alguns exames em tempo reduzido. Assim, um exame de Beta HCG, que em geral leva um dia para ficar pronto, traz o resultado em quatro horas.


Alerta ao coração O Instituto Cohen tem em um só endereço clínica, salas de fisioterapia, academia e quadras

Ortopedia e medicina do esporte Em maio último, o médico ortopedista Moisés Cohen roubou a cena em que a campeã olímpica Maurren Maggi brilhava no Ibirapuera. Depois de saltar e obter a segunda melhor marca do ano no salto em distância no GP São Paulo de atletismo, Maurren foi às lágrimas ao notar a presença do médico. “Do jeito que eu estava antes, não conseguia competir. Graças a você estou aqui”, disse Maurren a Cohen, que operou o joelho direito da atleta em 2009. O ortopedista, que fundou o Instituto Cohen de Ortopedia, Reabilitação e Medicina do Esporte, concentrou em um só endereço, em São Paulo, um centro com consultórios

médicos, setor de avaliação física completa e fisioterapia com equipamentos de última geração. “Reuni várias especialidades ligadas à ortopedia, para que a pessoa possa ser tratada de forma completa”, diz Cohen, que também é chefe do Departamento de Ortopedia da Unifesp. Além de especialidades como acupuntura, hidroterapia, RPG e tratamento da dor, ele trabalha com procedimentos que envolvem equipamentos modernos, caso do dinamômetro isocinético, que permite avaliar o desempenho muscular da pessoa, e a baropodometria computadorizada, que identifica as alterações nos pés e ajuda a corrigir a postura.

Teste auditivo via iPhone Uma novidade tecnológica na área de otorrinolaringologia foi desenvolvida recentemente pelo Prof. Dr. Ricardo Ferreira Bento, otorrinolaringologista, e pela Dra. Isabela de Souza Jardim, fonoaudióloga, ambos do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP (HC-FMUSP). Trata-se do Audiotest, aplicativo que permite fazer testes auditivos, via iPhone, em etapas como triagem auditiva, jogo de instrumentos e gênio musical. É destinado tanto para adultos maiores de 18 anos – já que, segundo especialistas, o padrão de normalidade de audição infantil é diferente –, quanto para médicos e outros profissionais da saúde. O aplicativo, que já foi baixado na Áustria, China, Estados Unidos, Espanha, França, Inglaterra e Portugal, encontra-se disponível na loja virtual da Apple por US$ 4,99.

Como anda seu coração? Se você não souber responder a essa pergunta, é melhor se preocupar. Saiba que as doenças cardiovasculares são a primeira causa de morte no Brasil. E elas começam a se manifestar de forma mais evidente a partir dos 30 anos. Para entender melhor sobre os riscos e a prevenção dessas doenças, conversamos com o Dr. Marcello Barduco, cardiologista dos hospitais Santa Cruz e Sírio-Libanês. “O executivo competente é aquele que encontra tempo para cuidar de tudo e a administração da própria empresa – que é o nosso corpo –, faz parte disso. Ter tempo para fazer as refeições adequadamente, fazer atividade física, não fumar, evitar os excessos de bebida alcoólica, e dar valor ao sono são hábitos de vida que precisam ser levados a sério”, orienta. Abaixo ele explica algumas das novas diretrizes da Associação Americana do Coração:

• Escala do risco cardíaco (Estudo de Framingham)

Tela do Audiotest, feito pelo iPhone

Esse estudo consiste em uma escala feita com números bastante técnicos e que vem acompanhando pacientes há mais de 50 anos, priorizando a análise da pressão, do colesterol e o que acontece quando há uma intervenção nessas situações. É uma avaliação da probabilidade de sofrer ataque cardíaco para se prevenir. “Todos temos uma tendência de formar gordura e essa tendência é formada geneticamente. Os fatores de risco potencializam a velocidade de formação dessas placas, chegando a aumentar em três vezes o risco de derrame. Os mais conhecidos são a hipertensão arterial, o colesterol alto, o tabagismo e o diabetes”, diz.

55


>especial saúde

Alerta ao coração • Uso de aspirina

para prevenir infartos

“A aspirina é, sem dúvida alguma, a droga mais importante no tratamento das doenças cardiovasculares (ateroscleróticas) que causam a obstrução dos vasos. A ação dela é de antiagregação plaquetária, ou em um termo mais leigo, ela afina o sangue”, diz o especialista. Mas é preciso ter cuidado com o uso indiscriminado da aspirina, já que ela não é uma droga isenta de riscos.

• Métodos de rastreamento de

doenças cardíacas

As suítes do São José chegam a ter 45 m2, sala de estar, varanda, ar condicionado e TV

Hotelaria hospitalar Inaugurado em 2007, com um investimento de R$ 70 milhões, o Hospital São José, que faz parte do complexo hospitalar da Beneficência Portuguesa, oferece gastronomia ultrasegmentada, com menus exclusivos para cada paciente, de acordo com hábitos alimentares e necessidades culturais e étnicas, além, é claro, das demandas específicas da doença. Referência na área de oncologia, o São José tem leitos para quimioterapia com até 45 m2, sala de estar, varanda, ar condicionado e TV, além de suítes para internação nos mesmos moldes. Coordenado pelo oncologista Antônio Carlos Buzaid, que destaca como principais diferenciais do hospital o tratamento individualizado e humanizado, acompanhado da expertise da equipe médica e alta tecnologia, o São

56 | 29HORAS | de 29 de junho a 29 de julho de 2011

José espera atender pacientes de São Paulo, de outros Estados e até mesmo de fora do país. “A expectativa é que 8% dos pacientes sejam internacionais”, diz o oncologista. “A regra é a assistência total ao paciente por meio de atendimento multidisciplinar, 24 horas”. Outro destaque do hospital é a UTI individualizada, com TV de LCD, janela e relógio nos quartos, que transmitem aos pacientes a noção de tempo e colaboram para uma recuperação mais rápida. No quesito “serviços”, o hospital inova ao oferecer uma gama variada de procedimentos, que vão dos básicos (cartório, despachante, chaveiro, motoboy) aos de turismo (reservas em hotéis, passagens, taxi, locação de carro) e de bem-estar (cabeleireiro e manicure incluídos).

O primeiro método de rastreamento é o exame clínico, que irá detectar os antecedentes do paciente e seus hábitos. A partir daí é montado um cenário, que servirá de base para os exames que vão diagnosticar a existência de uma doença cardiovascular. Entre os exames não-invasivos para avaliar o risco de infarto estão o teste ergométrico, o ecocardiograma de stress, a cintilografia miocárdica e a angiotomografia de coronárias. O período de reavaliações médicas em pacientes entre 30 e 35 anos é de uma vez por ano; em pacientes com alguma alteração, seja de pressão, de colesterol alto, tendência a diabetes ou tabagista, e em pacientes com doenças ateroscleróticas, a cada seis meses, para que se possa corrigir essas alterações que irão acelerar esse processo de algum evento cardiovascular. Um caso curioso acontece com as mulheres. “Enquanto estão em período fértil, os índices de doença cardiovascular são menores. Mas a partir do momento em que entram na menopausa, têm uma tendência rápida a igualar os eventos dos homens, já que os hormônios femininos são, teoricamente, protetores de doença cardiovascular”, diz.


QUAIS SÃO SEUS PLANOS PARA DAQUI 30 ANOS? PARA DAQUI 5 ANOS? 3 MESES?

É NATURAL DE TODO SER HUMANO FAZER PLANOS, DOS MAIS COMPLEXOS, COMO SER CEO DE UMA MULTINACIONAL, ATÉ OS MAIS COMUNS, COMO ESTUDAR, CASAR, VIAJAR, CURTIR A FILHINHA NO FIM DE SEMANA. OS PLANOS FAZEM PARTE DA VIDA, SONHAMOS E ALCANÇAMOS OBJETIVOS GRAÇAS AO QUE PLANEJAMOS. A UNIMED PAULISTANA SABE DISSO, POR ISSO TEM TANTO ORGULHO DE FAZER PARTE DOS PLANOS DE 1.7 MILHÃO DE CLIENTES. SÃO 40 ANOS INVESTINDO EM SAÚDE, QUALIDADE DE VIDA E BEM-ESTAR, TUDO PARA QUE VOCÊ E SUA FAMÍLIA REALIZEM O QUE SEMPRE SONHARAM.

QUAIS SÃO SEUS PRÓXIMOS PLANOS? W W W . U N I M E D P A U L I S T A N A . C O M . B R

O NOSSO PLANO É FAZER COM QUE VOCÊ VIVA OS SEUS.

1 1

3 1 1 3

-

3 0 1 1


>turismo

as sedes do saber

boston e cambridge, que acolhem duas das mais importantes universidades do mundo, Harvard e Massachusetts Institute of Technology, o MIT, formam uma regi茫o de hist贸ria, cultura e charme fotos daniel chalfon texto Sergio Luiz Pereira


Final de tarde em Harvard: encantos de uma universidade que é cobiçada por alunos no mundo todo

Capital de MassachuseTts, no extremo norte dos Estados Unidos, praticamente vizinha do Canadá, Boston é uma das cidades mais inglesas entre todas as outras fora do Reino Unido e, pelas contradições do destino, foi nela que se deu a gênese dos Estados Unidos da América enquanto país livre e liberto da Inglaterra. Tudo começou em 1773, quando os habitantes das colônias norteamericanas rebelaram-se contra a decisão arbitrária da Inglaterra e foram ao porto de Boston, onde atiraram 45 toneladas de chá ao mar. O episódio, denominado

Festa do Chá de Boston (Boston Tea Party), foi um veemente protesto contra os impostos do chá cobrados pelos britânicos. O mesmo foi o estopim que levou à Declaração de Independência, em 1776, que deflagraria três anos de fortíssimos combates até que as então 13 colônias britânicas da costa leste da América do Norte fundassem os Estados Unidos da América. Hoje, quando se passeia pelas ruas e alamedas da cidade, se vê esta influência inglesa da época da colonização não só na arquitetura – há muitos prédios de


>turismo

tijolinhos vermelhos, de estilo georgiano – como também no astral e na atmosfera do lugar. Boston é linda e moderna, mas também é sóbria e chique, como se desejasse espelhar a moda da aristocracia britânica. E é também jovial. Afinal, é um dos principais polos e destinos científicos e culturais de estudantes de todos os cantos do mundo. Boston é vizinha à cidade de Cambridge: basta atravessar a ponte sobre o rio Charles, que separa as duas cidades irmãs, que de tão conectadas geram confusão sobre a localização de duas das mais famosas instituições de ensino do mundo. As escolas Harvard e MIT na realidade ficam em Cambridge. Primeira universidade americana, fundada em 1636, Harvard é a mais célebre instituição de uma região que abriga diversas outras escolas de renome. Somente em Harvard estudam em média 40 mil estudantes em cursos de graduação, pós-graduação e extensão. É a mais conceituada universidade do planeta. Não é à toa que o diploma de lá é tão valorizado. De Harvard saíram 44 prêmios Nobel, sete presidentes americanos – Barack Obama é um deles – e alguns dos nomes que revolucionaram o mundo da tecnologia, como Bill Gates, fundador da Microsoft, e Mark Zuckerberg, que criou o Facebook – os dois, mesmo sem ter completado seus cursos ali, contribuíram para aumentar ainda mais a fama da universidade. Hoje, cerca de 20% do total dos alunos de Harvard são estrangeiros. Há quem vá para fazer cursos de graduação, outros que lá aportam para programas de curta duração (uma a duas semanas) e mais uma infinidade de programas e projetos de formatos diversos. Outra universidade que atrai estudantes do mundo todo é o Massachusetts Institute of Technology (MIT), a meca dos cursos de engenharia e tecnologia e uma das instituições que mais recebem investimentos e doações públicas e privadas para os seus projetos científicos e tecnológicos. Dos laboratórios e centros de pesquisa do MIT surgem a cada ano inovações e protótipos de produtos e serviços que interferem na economia mundial. O carro-conceito Hiriko, um modelo elétrico e dobrável para ser usado em cidades, é um exemplo recente, feito a partir de um projeto do MIT com algumas empresas.

60 | 29HORAS | de 29 de junho a 29 de julho 2011

No alto, loja dentro da escola; acima, monumento que fica em frente à Harvard Business School. À direita, o estilo clássico e elegante dos interiores da primeira universidade dos Estados Unidos


61


>turismo

Acima, Harvard, universidade que se estende por grandes áreas verdes. Ao lado, duas fotos de Fernando Prieto, que frequentou o MIT: protótipo em laboratório e anotações no quadro-negro em aula de Método dos Elementos Finitos, no MIT

Com tantos estudantes e profissionais de áreas diversas – várias empresas importantes têm suas sedes ali –, Boston e Cambridge teriam de ser cidades com vida social intensa, ótimos restaurantes, cena cultural efervescente, museus, parques que se estendem em grandes áreas (o Boston Commons vale a pena), fascinantes mercados ao ar livre (o Quincy Market é imperdível) e recantos onde você pode entender um pouco mais sobre o DNA local enquanto degusta uma ótima lagosta e aprecia a paisagem da Baía de Boston. É o caso do restaurante Barking Crab, um dos indicados para comer frutos do mar, na região do porto. Também vale a pena conhecer o Christopher Columbus Park, belo parque rodeado de restaurantes e lojas, e de onde saem passeios de barco pelas águas de Boston, um dos maiores portos marítimos da costa Atlântica. Outros lugares interessantes para visitar são o North End, o Waterfront e o Theatre District, áreas repletas de atrativos de lazer, gastronomia e cultura. No capítulo compras, a Newbury Street é o ponto para quem busca grifes internacionais e as criações dos novos designers e estilistas norte-americanos. Cambridge, por sua vez, tem ótimas e inúmeras livrarias e cafés, onde é delicioso passar algumas horas descobrindo preciosidades. Enfim, estar em Massachusetts, entre Boston e Cambridge, é mergulhar no berço da América e se impregnar de cultura, charme, história, gastronomia e prazer. Sergio Luiz Pereira é professor livre-docente da Escola Politécnica da Universidade de São Paulo, da PUC e da BSP (Business School São Paulo).

62 | 29HORAS | de 29 de junho a 29 de julho 2011

de harvard saíram 44 prêmios nobel, sete presidentes americanos, Bill Gates e mark zuckerberg. do mit saem as inovações destinadas a interferir na economia mundial


Acima, entrada principal do MIT, vista pela Memorial Drive e fotografada por Fernando Prieto. Abaixo, uma das salas de Harvard; Ă direita, livraria da universidade

63


dezembro 2009

por maria cecília maciel e vanda fulaneto

78

72 Erik Marmo e Reynaldo Gianecchini estão na peça Cruel, no Teatro Faap

Cachaça “B”, do piloto Nelsinho Piquet

Destino: São Paulo

Em julho, a cidade fica ainda mais interessante e atrai também gente de fora, que vem curtir as opções de cultura, lazer e gastronomia Viajar é muito bom, mas voltar para casa pode ser melhor ainda. Especialmente quando a cidade está cheia de atrações. E a noite paulistana, nessas férias de julho, promete bombar e atrair muitos visitantes, que vêm conferir as apresentações de artes e espetáculos. Algumas delas fazem parte da programação do centenário e reabertura do Theatro Municipal, com destacados nomes da música e da dança. Em outros palcos, shows e turnês de artistas como Ed Kowalczyk (ex- Live), a mezzo-soprano Katherine Jenkins, o heavy metal Danzig, o Festival Black na cena (com George Clinton, Sandra de Sá, Baile do Simonal, Public Enemy, entre outros), Avril Lavigne, e o esperadíssimo Bobby McFerrin. A criançada não vai reclamar: chegam à metrópole os clássicos repaginados de

64 | 29HORAS | de 29 de junho a 29 de julho de 2011

89 Ar condicionado Teto Canto, da Komeco

musicais como Mágico de Oz e A bela e a fera, o Circo da China e o inédito show de ilusionismo Disney live! As mágicas do Mickey. Não perca ainda as estreias de teatro e as novas tentações gastronômicas. mariacecilia@29horas.com.br, vandafulaneto@29horas.com.br


> agenda 29h no seu celular: www.29horas.mobi

66 Desenhos de Lúcia Nogueira, na Galeria Leme

84 Bruscheta da Padaria Dona Deôla

os destaques do mês

O quê? Programação de reabertura e centenário do Theatro Municipal de São Paulo. Por quê? Inicia com apresentação do Quarteto de Cordas da Cidade de São Paulo (1/7, às 21h; e 3/7, às 11h). Em seguida, vários grupos de balé se apresentam, com destaque para o Ballet Stagium (2/7 às 20h e 3/7 às 17h); Cia. Ivaldo Bertazzo (12/7 e 13/7 às 21h); Companhia de Dança Philippe Genty da França (15/7 às 21h e 16/7 às 20h); São Paulo Companhia de Dança (20/7 e 21/7 às 21h); e Cisne Negro Cia. de Dança (23/7 às 20h e 24/7 às 17h). Praça Ramos de Azevedo, s/n, tel. 3222-8698. www. teatromunicipal.sp.gov.br

23h às 29h

O quê? Espaço Bem Bonita. Por quê? Foge ao conceito tradicional dos salões dedicados às unhas e depilação. A começar por um quick-shiatsu enquanto você faz os pés e as mãos. O local conta com um espaço gourmet com comidinhas bacanas e saudáveis e com um charmoso gazebo, com piso revestido de pedras de rio, onde, nas tardes de sextas e sábados, mulheres DJ’s animam as clientes em um descontraído happy-hour. Para as mais “conectadas”, há wi-fi em todo o ambiente e uma butique bem descolada para sair dali produzida dos pés à cabeça. Seg. a sáb.: das 8h às 19h30. Av. Sabiá, 26, tel. 5051-3737.

17h às 23h

O quê? A nova ala do Shopping Iguatemi. Por quê? Além das 628 novas vagas de estacionamento, o Iguatemi abriu espaço para dois grandes restaurantes da cidade: o badalado Ritz, de comida rápida, decoração moderna e paisagismo integrado ao Boulevard; e o tradicional Rodeio, especializado em carnes desde 1958, no 8º andar do novo edifício, com bar para espera e aperitivos no térreo. Ambos têm entrada exclusiva pela R. Angelina Maffei Vita. O Iguatemi oferece também quatro vagas para carros elétricos e duas para bicicletas elétricas. Shopping Iguatemi. Av. Brig. Faria Lima, 2232, tel. 2769-6752.

11h às 17h

5h às 11h

confira as sugestões que servem para todos os dias de sua semana O quê? Disco Campos. Por quê? Inaugurado pelos empresários Marcos Campos, Marcos Mion, Marcos Maria e Michel Saad Campos, é a filial do sofisticado clube do Itaim Bibi, na temporada de inverno em Campos do Jordão. Fica no Shopping Aspen Mall, no bairro de Capivari, e segue o conceito da casa da capital – do serviço atencioso à decoração com o túnel na entrada, sofás e mesas de camarote na pista. Na programação musical, sets de house e vertentes, sob a batuta de badalados DJs. Qui., sex. e sáb.: das 23h às 7h. R$ 100. R. Djalma Forjaz, 93, Campos do Jordão.

65


junho 2011

MIT

5h às 11h

exposição O quê? Desenhos de Lúcia Nogueira. Por quê? Última semana para conferir 28 desenhos e aquarelas da primeira exposição da artista no Brasil. Lúcia Nogueira nasceu em Goiânia, em 1950, mas viveu e trabalhou em Londres, onde faleceu em 1998. Iniciou sua carreira pintando grandes telas expressionistas, mudando para a escultura na década de 80. Na época de sua morte, era uma das principais referências dessa arte no Reino Unido. Seg. a sex.: das 10h às 19h; sáb.: das 10h às 17h. Galeria Leme. R. Agostinho Cantu, 88, tel. 3814-8184.

gastronomia

11h às 17h

A última apresentação da Mostra Internacional de Teatro traz o espetáculo Quijote, da Cia. Bambalina Teatro Practicable da Espanha. O fascinante mundo de Dom Quixote será contado de uma maneira diferente: são dois sacerdotes vestidos de preto, uma mesa e o jogo de luz e sombra, com gestos precisos e música insinuante. O resultado é a recriação de um Quixote silencioso, mas repleto de evocações góticas. A direção é de Carlos Alfaro. De 30/6 a 3/7. Qui. a sáb.: às 19h30; dom.: às 18h. No dia 1/7, às 16h, haverá um encontro com os integrantes da companhia. Centro Cultural Banco do Brasil. R. Álvares Penteado, 112, tel. 3113-3651.

quarta, 29

O quê? GastroArte Bistrot. Por quê? O espaço, comandado por Taiane Barros, que tem passagem na Ecole de Patisserie Cordon Bleu, em Paris, ampliou o cardápio. Entre os pratos principais estão o salmão envolto em presunto cru acompanhado de lentilha, espinafre, hortelã e iogurte, e o camarão a provençal servido com arroz no próprio molho e lascas de batata frita. Para sobremesa, crumble de maçãs servido quentinho com creme inglês. Seg. a sex.: das 12h às 15h30, qua. e sex.: das 19h30 às 23h30h, sáb.: das 12h às 16h30 e das 20h às 23h30 e dom.: das 12h às 17h. R. Pedroso Alvarenga, 365, tel. 2308-8346.

17h às 23h

teatro O quê? 3 Casas – Tríptico Alfrediano. Por quê? A peça resgata a memória de uma das mais importantes personalidades das artes cênicas de São Paulo, o Dr. Alfredo Mesquita. Além disso, traz uma proposta de produção inovadora e, ao mesmo tempo, desafiadora: o tríptico teatral. Autoria e direção de Calixto de Inhamuns, Gabriela Rabelo e Paulo Faria. Até 29/7. Qua.: às 21h (R$ 20); qui.: às 21h; e sex.: às 21h30 (R$ 40). Teatro Alfa - Sala: B. R. Bento Branco de Andrade Filho, 722, tel. 5693-4000.

23h às 29h

balada

66 | 29HORAS | de 29 de junho a 29 de julho de 2011

O quê? Suíte Savalas. Por quê? Para curtir um inferninho retrô-chic, com direito a letreiro de neon, enorme balcão de fórmica vermelha, pôsteres enquadrados de filmes cult e pornochanchadas. O clima é uma boa tradução da personalidade do detetive Theo Kojak, personagem imortalizado pelo ator que dá nome à casa, nos anos 70: estiloso, com ar conservador e dotado da malandragem aprendida nas ruas. Bom local para o esquenta. Dá para dançar na pequena pista, ao som de rock, às quartas, e jazz’n’roll, às quintas. Qua. a sáb.: das 21h às 4h. R. Mato Grosso, 398, tel. 3259-4355.


quinta, 30

junho 2011

O quê? Belle Époque de Paris, no Bar des Arts Itaim. Por quê? Para celebrar uma das épocas mais instigantes da gastronomia mundial, a Belle Époque francesa (de 1871 a 1914). São 60 menus baseados em originais da época, resultado de uma pesquisa intensa de sete anos do chef André Boccato, editor de gastronomia e curador da exposição. A exposição é uma realização da Editora Boccato em parceria com a MBistrô, com direção de arte de Rodrigo Maragliano. Até 11/7. Seg. a qui.: das 12h às 24h; sex. e sáb.: das 12h à 1h; dom.: das 12h às 17h. R. Pedro Humberto, 9, tel. 3074-6363.

5h às 11h

gastronomia

O quê? Brincando com música - Orquestra Experimental de Repertório com o maestro Jamil Maluf (titular), instrumentistas monitores da OER e Fernando Paz (ator cômico). Por quê? Nova série de concertos didáticos, que passa conceitos de execução, instrumentação e regência musicais de forma muito divertida. Dia 30/6, das 14h às 15h. Em outro estilo, ainda hoje às 19h, o grupo Caviars Blues Band interpreta clássicos do blues de Chicago e composições próprias. Ambos no Centro Cultural São Paulo. R. Vergueiro, 1000, tel. 3397-4036. www.centrocultural.sp.gov.br

11h às 17h

música

O quê? Ed Kowalczyk, a voz do Live. Por quê? O ex-vocalista da banda Live faz três shows no Brasil. As apresentações estão marcadas para o dia 30/7, no HSBC, em São Paulo; 1/7, no Vivo Rio, no Rio de Janeiro; e 3/7, no Pepsi on Stage, em Porto Alegre. O cantor apresenta as músicas de seu primeiro disco da carreira solo, Alive, e sucessos da banda. Entre os hits, Pain lies on the riverside, Selling the drama e Heaven. Na abertura, o roqueiro Nasi e seu grupo apresentam músicas do DVD Vivo na cena. Dia 30/6, às 21h30. R$ 50 a R$ 250. R. Bragança Paulista, 1281, tel. 5646-2120. www.hsbcbrasil.com.br

17h às 23h

show

O quê? Cervejaria Nacional. Por quê? Nova fábrica-bar que oferece cinco variedades de chope artesanal, criadas pelo mestrecervejeiro Luis Fabiani, produzidas e servidas no mesmo endereço. Os rotúlos têm nome de mitos do folclore brasileiro, como a Y-îara Pilsen (R$ 6, chope, R$ 10 pint). Ter. e qua.: das 18h às 23h; qui.: das 18h à 24h; sex. e sáb.: das 18h à 1h30; dom.: das 18h às 23h. R. Pedroso de Morais, 604, tel. 4305-9368. Reservas: tel. 3628-5000. www.cervejarianacional.com.br

23h às 29h

bar

67


julho 2011

Fashion Run

5h às 11h

viagem O quê? 7º Ciclo de Chefs 2011. Por quê? Organizado pelo Ponta dos Ganchos Exclusive Resort, em Santa Catarina, o festival gastronômico é realizado desde 2005 com alguns dos mais célebres chefs do Brasil e do mundo. Nesta edição, iniciada em junho, o evento conta com a participação do jornalista e crítico Josimar Melo, que ministra a degustação de vinhos exclusivos e harmonização das bebidas com os pratos, executados sob o comando das chefs Paola Carosella (de 1/7 a 3/7) e Helena Rizzo (29/7 a 31/7). www.litoralverde.com.br ou www.ciclodechefs.com.br

11h às 17h

feira O quê? Expo Brasil Chocolate 2011. Por quê? Um encontro e sinergia da indústria, comércio e serviços, envolvendo toda a cadeia produtiva do chocolate, estreitando relacionamentos e aumentando a visibilidade e divulgação das marcas. Ideal para difusão de novas técnicas, lançamentos e melhoria na produção de chocolate, tanto ao público profissional, quanto àqueles que querem aperfeiçoar suas técnicas. Dias 30/6 e 1/7, das 13h às 20h; 2/7, das 10h às 20h; 3/7, das 10h às 18h. Centro de Eventos São Luís. R. Luís Coelho, 323, tel. 3138-9667. www.expobrasilchocolate.com.br

show

17h às 23h

Dia 3/7, a partir das 8h, acontece a corrida mais charmosa de São Paulo: a Fashion Run, promovida pelo Shopping Iguatemi São Paulo. Mas não se trata de uma corrida qualquer. O trajeto de 5 km pelo Jardim Paulistano é uma experiência única, e a cada edição traz novidades aos participantes, além de oferecer infraestrutura diferenciada, como lounges, massagens e mimos. A pegada fashion fica por conta dos “atletas” e das grifes que formam equipes para participar da corrida, como já fizeram Tiffany & Co., Armani, Louis Vuitton, entre outras. Ao se inscreverem, os participantes recebem dois kits desenvolvidos em parceria com a Track & Field. O primeiro, para ser usado durante a prova, vem com camiseta tecnológica de alta performance e número de peito. O segundo kit vem com camiseta pós-prova e algumas surpresas para os corredores. www.fashionrun.com.br

sexta, 01

O quê? Bossa & Jazz Show. Por quê? O evento da Cultura Inglesa, que acontece uma sexta-feira por mês na Casa do Saber, apresenta o show de Henrique Lana na percussão e Liliana Moraes no violão – dupla que ficou conhecida nos animados sarais que varam noites em exclusivas festas paulistanas –, com participação de Linneu Gil no teclado. No repertório, standards da bossa nova e do jazz. Vagas limitadas. Dia 1/7, às 20h. R. Dr. Mário Ferraz, 414, tel. 3707-8900/3095-4466.

23h às 29h

balada

68 | 29HORAS | de 29 de junho a 29 de julho de 2011

O quê? 2ª Edição do Projeto FireUP Vila Devassa. Por quê? No mix de bar e restaurante dos empresários Ricardo e Roberto Leão e Kadu Rachid, o evento atrai amantes da boa música e gastronomia, em Campos do Jordão. Com DJs residentes e convidados, as sunset parties acontecem entre um deck de madeira e o lounge com sofás. Também há um espaço exclusivo Jack Daniel’s, ambientado pela marca. Dias 1, 2, 8, 9, 14, 15, 16, 21, 22, 23, 29 e 30/7. Qui. e sex.: a partir das 18; sáb.: a partir das 12h. R. Victor Godinho, 72, Capivari, tel. 2769-1112.


sábado, 02

julho 2011

O quê? Arte sacra popular. Por quê? A parceria da Galeria Pontes com o Museu de Arte Sacra de São Paulo tem sua produção realizada sem técnicas acadêmicas formais, sendo marcada pela criação de novas linguagens, além de soluções encontradas a partir dos recursos disponíveis. A mostra, com curadoria de Edna Matosinho de Pontes, conta com 40 peças inspiradas na religiosidade, em técnicas variadas, como madeira talhada e esculpida, escultura em barro e cerâmica, pintura e bordado. Até 7/8. Ter. a dom.: das 10h às 18h. Av. Tiradentes, 676, tel. 5627-5393.

5h às 11h

exposição

O quê? O Mágico de Oz. Por quê? O roteiro baseado na obra de L. Frank Baum tem recursos tecnológicos: telões projetam cenas filmadas em 3D que podem ser vistas com ajuda de óculos especiais; os chamados efeitos “4D”, que promovem a sensação do vento e da chuva; técnicas de ilusionismo e de levitação; movimentos de cenário controlados por computador e iluminação diferenciada. Dia 2/,7 às 16h30 e 20h; dia 3/7, às 17h. R$ 40 a R$ 160. HSBC Brasil. R. Bragança Paulista, 1281, tel. 5646-2120. www.hsbcbrasil.com.br

11h às 17h

musical

O quê? Rolex Ilhabela Sailing Week. Por quê? É uma das maiores e mais importantes provas esportivas da vela sul-americana e brasileira. Reúne grandes nomes do esporte nacional, dentre os quais Robert Scheidt e os irmãos Torben e Lars Grael. Com cerca de 1.200 velejadores, incluindo times argentinos, chilenos, uruguaios, europeus e brasileiros. De 2/7 (abertura oficial às 20h) a 9/7 (evento às 17h, no YCI, 1ª Premiação às 19h30 e 2ª Premiação às 21h). Av. Força Expedicionária Brasileira, 299, Ilhabela, SP, tel. 3375-6565. www.risw.com.br

17h às 23h

esporte

O quê? Beat Club. Por quê? O nome é uma referência ao programa homônimo de TV alemão, que foi ao ar de 1965 a 1972, e mostrava o melhor do rock’n’roll. Localizada na Baixa Augusta, a casa ocupa um antigo prostíbulo da década de 80, agora com palco para shows, bar principal e lounge com mesa de sinuca, sofás e fliperama. A pista de dança, localizada no piso inferior, tem bar secundário, camarote privativo e a cabine do DJ. Ter. a sex.: das 22h às 5h; sáb.: Hell’s Club, das 4h30 às 10h; dom.: das 20h às 2h. R. Augusta, 625, tel. 3255-0804.

23h às 29h

balada

69


julho 2011

Dalua

5h às 11h

evento O quê? 8º Encontro MotoeCia Classic. Por quê? Muitos motociclistas vão invadir o centro histórico de São Paulo, a partir do Pátio do Colégio, para o maior encontro de motos clássicas do país. O objetivo é resgatar a história das motocicletas no Brasil e no mundo, além de reunir apaixonados por motos, incentivar a cultura e a visita ao centro histórico da cidade. O encontro é idealizado e organizado desde 2004 pelo site www.motoecia.com.br. Dia 3/7, das 8h às 17h. Pça. Pátio do Colégio, 2, Centro.

música

11h às 17h

O percussionista Dalua apresenta seu trabalho autoral no dia 8 de julho, no Tom Jazz. Com vinte anos de carreira, Dalua já acompanhou artistas como Lenine, Ana Carolina, Maria Rita, Jair Rodrigues e Arnaldo Antunes. Seu repertório permeia clássicos da música popular brasileira e elaborações virtuosas que dão ênfase à percussão e ao improviso. Baião, de Luis Gonzaga e Humberto Teixeira, Todo dia era dia de índio, de Jorge Benjor, Berimbau, de Baden Powell e Vinícius de Moraes, estão entre os clássicos reinterpretados. Já Onde tem tambor e Saudades das Minas são composições dos integrantes de seu grupo, o LADODALUA, que já começam a ter coro entre admiradores que acompanham sua trajetória. Dia 8/7, às 22h. Av. Angélica, 2331. www.tomjazz.com.br

domingo, 03

O quê? Audições Comentadas, com Mônica Soutelo. Por quê? No seu quinto ano, o programa faz parte do projeto de contribuição para o resgate e preservação da memória da história da MPB. Sempre no primeiro domingo do mês, das 17h30 às 19h. Dias 3/7, às 17h30 – Lamartine Babo; 7/8, às 17h30 – Braguinha (ou João de Barro); 4/9, às 17h30 – Mário Reis; 2/10, às 17h30 – Maysa; 6/11, às 17h30 – Ary Barroso (estreia, em primeira audição). Por R$ 225 (cinco sessões) ou R$ 55 (sessão avulsa). Tel. 3637-4171. railguirar@uol.com.br

17h às 23h

gastronomia O quê? Ateliê no Escuro Gastronomia. Por quê? Oferece uma vivência gastronômica sensorial diferente: um jantar de olhos vendados. O conceito inventado pelo alemão Andreas Heinecke, em Hamburgo, foi experimentado pelas psicólogas Elis Feldman e Maria Lyra, durante uma viagem a Paris, antes de o trazerem para São Paulo. O menu oferece uma entrada, dois pratos, sobremesa, além de água e vinho, para harmonizar. Tels. 9690-7259 e 8339-5099 ou atelie@noescurogastronomia.com.br

23h às 29h

gastronomia

70 | 29HORAS | de 29 de junho a 29 de julho de 2011

O quê? Festival de Sopas do Ceagesp. Por quê? Não só para saborear a sopa de cebola mais famosa da cidade, como para também experimentar outras igualmente saborosas. Até 27/8, por R$ 19, pode-se degustar à vontade até cinco opções de sopas por noite, como o creme de alho-poró e o caldo de feijão-preto no jabá. Novos sabores são acrescidos semanalmente. Qua. e qui.: das 18h às 24h, sex. e sáb.: das 18h às 3h. Entrada pelo portão 3 da Ceagesp. Estacionamento grátis. Av. Dr. Gastão Vidigal, 1946, tel. 3643-3700. www.ceagesp.gov.br


segunda, 04

julho 2011

O quê? Nova linha de malas Controll da Samsonite. Por quê? Confeccionada com poliéster de alta resistência, traz boas inovações, como a Boarding Bag, que conta com cinta ajustável no ombro, alças confortáveis, bolso frontal com zíper e alça traseira para ser acoplada nas malas verticais; e a mala Controll, para viagens mais longas, que traz dois compartimentos com zíper, duplo spinner (oito rodas), divisórias removíveis, carrinho com botão liberador e expansível. SAC: 5181-1617. www.samsonite.com.br

5h às 11h

compras

O quê? Vó Sinhá Gourmet. Por quê? Nova opção de almoço nos Jardins, inaugurada numa charmosa galeria, a casa oferece buffet (R$ 37,90 com sobremesa) e comida por quilo (a R$ 41,90). De segunda a sexta (das 12h às 15h), há saladas e pratos principais – do tradicional arroz com feijão, carnes, frangos e peixe a massas e risotos. Aos sábados (das 12h às 16h), o buffet ganha mais uma opção, a famosa feijoada com caipirinha, servida com as frutas da estação, no bar montado na parte externa do restaurante. R. Oscar Freire 583, L. 7, tel. 3063-5396.

11h às 17h

gastronomia

O quê? Restaurante Porto Rubaiyat. Por quê? O novo Porto Rubaiyat, no Itaim Bibi, tem projeto arquitetônico de Fernando Iglesias e paisagismo de Aglaê F. Mazorra. No cardápio estão peixes e frutos do mar, de gastronomia mediterrânea mesclada à brasileira, assinados pelo chef espanhol Jesús Ramiro, 2 estrelas do Guia Michelin. A casa traz uma linda adega com mais 450 rótulos de vinho. R. Amaury 225, tel. 3077-1111. www.restauranteportorubaiyat.com.br

17h às 23h

gastronomia

O quê? O Portal Turismo 4 Patas. Por quê? Promove atividades de lazer para animais de estimação e seus donos, além de ajudar a divulgar meios de hospedagem que aceitam pessoas acompanhadas dos seus mascotes. Também oferece informações para auxiliar no planejamento de viagens, organizar e realizar roteiros de socialização para humanos e caninos, com atividades de ecoturismo e esportes de aventura, como floating, rafting, trilhas, caminhadas ecológicas, passeios de barco, entre outras. www.turismo4patas.com.br

23h às 29h

pet

71


julho 2011

Let’s Go Vegas

5h às 11h

tecnologia O quê? Virtual Meetings by Marriott. Por quê? Recém-inaugurado no Renaissance São Paulo Hotel, trata-se de um estúdio de telepresença para reuniões virtuais que combinam imagem em alta resolução e áudio em tempo real. A novidade, presente em mais de 60 empresas e outros 12 hotéis internacionais da rede Marriott, economiza tempo e dinheiro, permitindo a grupos realizar reuniões de vários locais do mundo em tempo e tamanho real. Além dos hotéis da rede, as conferências podem ser feitas entre 500 estúdios em empresas privadas do mundo. www.virtualmeetingsbymarriott.com

feira

11h às 17h

O talentoso mágico brasileiro Gurguren é capaz de surpreender o público com seus números peculiares inspirados nos melhores profissionais do mundo. O show inclui truques clássicos, como cortar uma partner ao meio (mas com o poder de luzes), e grandes ilusões, como fazer o teatro nevar. Em cartaz nos dias 2, 3, 9, 10, 23, 24, 30 e 31/7. Sáb.: às 18h e 21h; e dom.: às 19h. Teatro Brigadeiro. Av. Brigadeiro Luís Antonio, 884. Bela Vista, tel. 3107-5774. Ingressos: www. gurguren.com.br e www. ingresso.com.br.

terça, 05

O quê? 11ª Brasil Brau - Feira Internacional de Tecnologia em Cerveja. Por quê? Único evento exclusivo da indústria da cerveja no Brasil, ela reúne empresas e instituições de renome internacional para apresentar o que há de mais moderno em tecnologia, produtos e serviços, englobando toda a cadeia produtiva. De 5/7 a 7/7, das 13h às 20h. Transamerica Expo Center. Av. Dr. Mário Villas Boas Rodrigues, 387, tel. 5643-3000. www.brasilbrau.com.br

17h às 23h

teatro O quê? Cruel. Por quê? A peça é uma adaptação feita por Elias Andreato do texto Creditors (Os credores), do sueco August Strindberg. A história mistura suspense e drama por meio de relações que envolvem sentimentos de amor, amizade, ódio e vingança. Na trama, Reynaldo Gianecchini (Gustavo), Maria Manoella (Tekla) e Erik Marmo (Adolfo) interpretam personagens que se utilizam da ingenuidade, do egocentrismo e da manipulação para se enfrentarem entre si. Até 4/10. Seg. e ter.: às 21h. R$ 40. Teatro FAAP. R. Alagoas, 903, tel. 3662-7233.

23h às 29h

balada

72 | 29HORAS | de 29 de junho a 29 de julho de 2011

O quê? DJ Nu-Mark, no Clash Club e no Lion Nightclub. Por quê? Conhecido na cena do hip hop por suas incríveis performances com os toca-discos, o DJ Nu-Mark é responsável por sucessos como What´s golden e Work it out, com Dave Matthews, e já se apresentou em grandes festivais do mundo. Em São Paulo, vai comandar a pista na festa Chocolate do Clash Club, dia 5, às 24h (R$ 30 a R$ 70, R. Barra Funda, 969, tel. 3661-1500) e da Groovelicious, do Lions Nightclub, dia 7, às 24h (R$ 30 a R$ 150, Av. Brigadeiro Luís Antônio, 277, 1º andar, tel. 3104-7157).


quarta, 06

julho 2011

O quê? Flip – Festa Literária de Paraty 2011. Por quê? Entre os destaques estão os lançamentos do norte-americano Michael Sledge, o romance The more I owe you sobre a poeta Elizabeth Bishop, e do escritor húngaro Péter Esterházy, um dos autores europeus mais importantes da atualidade. Na mesa de abertura – dia 6/7, às 19h –, o ensaísta e crítico literário Antonio Candido discorre sobre a obra e a vida de Oswald de Andrade, grande homenageado desta 9ª Flip, seguido do show de abertura, às 21h30, com Elza Soares e mais. De 6 a 10/7, a partir das 8h30 (palestras). www.flip.org.br

5h às 11h

evento

O quê? Sobremesas da Häagen-Dazs. Por quê? Além da marca trazer para o Brasil o sorvete sabor crème brûlée, feito com vanilla e coberto por calda de caramelo, também desenvolveu uma sobremesa especial: crème brûlée & chocolate crunch, composto por uma base dos sorvetes sabor crème brûlée e chocolate pralines & caramel, com toque tropical de banana e coberto por chantilly e waffle crocante. Por R$ 25, em todas as lojas da marca. Dom. a qui.: das 12h às 23h; sex. e sáb.: das 12h às 24h. R. Oscar Freire, 900, tel. 3062-1099. www.haagen-dazs.com.br

11h às 17h

gastronomia

O quê? Livro Pais e educadores de alta performance. Por quê? Para o psiquiatra Içami Tiba, que lança seu 30º livro, pais e professores precisam formar valores e competências nos filhos e alunos. “Só assim será possível transformar a realidade brasileira”, explica Tiba, que atribui a devida responsabilidade a pais e educadores na formação de pessoas competentes, éticas e felizes. A obra defende mudanças imediatas e de longo prazo, que se iniciam dentro de casa, para que o Brasil possa se posicionar em escala mundial quando o assunto é educação. www.integrareeditora.com.br

17h às 23h

livro

O quê? Milo Garage. Por quê? O famoso reduto de rock alternativo saiu de Higienópolis e desembarcou num espaço de 110 m² na Pompeia. A estrutura está mais confortável, pista de dança arejada com pé direito alto e área externa para fumantes. A boa notícia é que as mulheres não pagam se entrarem até meia-noite. DJs residentes animam as noites de quarta e sábado, com a festa Albatros e, às sextas, G.T.A. Nas pistas, indie-rock, pop-rock, eletro, 80’s, hip-hop old school, dub, funk, soul, etc. A partir das 22h30. Av. Pompeia, 1681. www.milogarage.com

23h às 29h

balada

73


julho 2011

Paulínia Fest 2011

5h às 11h

exposição O quê? O Universo gráfico de Glauco Rodrigues. Por quê? Mostra abrangente da obra gráfica de um dos maiores pintores da arte brasileira contemporânea. O artista gaúcho foi também mestre do desenho, gravador, ilustrador e cenógrafo. É a primeira retrospectiva em sua homenagem, após seu falecimento em 2004, que também comemora o aniversário de 50 anos de sua primeira exposição individual. São cem obras originais, entre linóleos, litografias, serigrafias, desenhos, capas e ilustrações de discos, livros e revistas. Até 21/08. Ter. a dom: das 9h às 21h. Av. Paulista, 2083.

11h às 17h

gastronomia O quê? Folha de Uva Gourmet. Por quê? Trata-se de um novo e rápido formato de atendimento de um dos restaurantes árabes mais tradicionais de São Paulo, com unidades nos Jardins e Shopping Vila Olímpia. Sob a batuta do Chef Samir Cauerk Moysés, os pratos saem prontos, em combos, de acordo com a preferência dos clientes que têm pressa mas não dispensam uma boa mesa. O projeto Gourmet divide o ambiente com a rede Subway, na Vila Nova Conceição, e pretende expandir o número de lojas, disseminando o novo conceito. R. Afonso Braz, 665. www.folhadeuva.com

teatro

17h às 23h

Noites de música e cinema se encontram em Paulínia neste ano. Pela primeira vez, os famosos Paulínia Fest e Festival de Cinema da Cidade ocorrem simultaneamente – música entre 7 e 9/7, e cinema entre 7 e 14/7, sempre a partir das 23h. Trata-se de um encontro de grandes nomes da MPB/ Tropicália também ligados ao cinema, que acontece no pólo cinematográfico, responsável por um terço das produções brasileiras. A primeira noite, 7/7, abre com Rita Lee, seguida do duo inglês Addictive TV. Todas as noites, a festa é prorrogada com performance de DJs. Dia 8/7, sexta-feira, é a vez de Caetano Veloso. Para fechar a noite, Seu Jorge e banda. A última noite, 9/7, é do ex-ministro Gilberto Gil. www.pauliniafest. com.br

quinta, 07

O quê? Marido machão só dá confusão. Por quê? Na comédia, uma esposa enlouquecida pelo ciúme do marido conhece um homem que a convence a tramar uma vingança contra o esposo. De Pasqual Lourenço e Pedro Tudech. Até 28/7. Qui.: às 21h. R$ 30, no Teatro Silvio Romero. Ali também está em cartaz O fantasma da minha sogra, de Ronaldo Ciambroni, peripécias de um genro e o fantasma de sua sogra. Até 31/7. Sex. e sáb.: às 21h; e dom.: às 19h, R$ 40. Shopping Sílvio Romero. R. Coelho Lisboa, 334, tel. 2093-2464.

23h às 29h

balada

74 | 29HORAS | de 29 de junho a 29 de julho de 2011

O quê? Mynt Lounge. Por quê? O badalado clube de Miami, que voltou a São Paulo em janeiro, aposta numa boa seleção de DJs residentes para a house-music, como Reda, do Sass Café, de Montecarlo; Tito, francês radicado em Miami; e o Jack E, do clube Les Caves du Roy, de St. Tropez. Um dos diferenciais do espaço que tem o apresentador Álvaro Garnero como sócio são as mesas-camarote, que devem ser reservadas com antecedência. Qui. e sex.: a partir das 23h. R. Clodomiro Amazonas, 482, tel. 3071-0004. www.myntlounge.com.br


sexta, 08

julho 2011

O quê? MO.D. Por quê? A loja virtual MO.D abriu showroom no bairro de Higienópolis. As peças à venda no site e novas marcas estão no novo espaço, como os papéis de parede argentinos Picnic e os móveis e objetos da suíça Vitra. Além dessas, uma seleção de objetos contemporâneos da Jamie Oliver, Gordon Ramsay, Joseph Joseph, entre outras. Destaque para os utensílios de mesa para a criançada, como os copos com estampa de bico ou boca de animais, pratos para montar personagens com a comida, entre outros. R. General Jardim, 482 – Sala 22. www.lojamod.com.br

5h às 11h

design

O quê? Cinema. Por quê? Hoje tem estreia de Corações perdidos, de produção inglesa. Mallory é uma adolescente e moradora de rua, que ganha a vida se prostituindo e fazendo shows como stripper. A vida da moça é transformada ao conhecer um casal atormentado pela morte da filha Emily. Direção de Jake Scott. Amanhã, 9/7, é a vez do francês Crianças do paraíso, que se passa na primeira metade do século 19. Direção de Jean-François Verdier (maestro da Orquestra da Ópera Nacional de Paris). Para quem gosta de terror, não perca o uruguaio A casa. Nos melhores cinemas da cidade.

11h às 17h

Cinema

O quê? Mostra Hitchcock. Por quê? Para quem ainda não viu a retrospectiva dos 50 anos de carreira do cineasta angloamericano, Sir Alfred Hitchcock, o mestre do suspense. São 54 longas, dois curtas e dois filmes complementares, além de 127 episódios para a TV. No CCBB, a mostra iniciou em junho e vai até o dia 24/7. No Cinesesc, começa hoje, dia 8/7, e vai até 17/7, com destaque para o filme Chantagem e confissão (dia 16/7 às 21h30), na versão muda com acompanhamento musical do DJ Nepal. Confira a programação completa no site. www.mostrahitchcock.com.br

17h às 23h

filme

O quê? Festival de hambúrgueres no P.J. Clarke’s. Por quê? O menu homenageia os bairros de New York com seis sabores inéditos, servidos com onion strings ou batatas fritas. Entre eles, o Manhattan (hambúrguer, mussarela de búfala e berinjela à siciliana) e o Queens (hambúrguer, queijo emmental, abobrinha italiana grelhada ao alho e molho honey mustard). Até 31/8, a R$ 36,66 cada. Seg. a qui.: das 12h às 24h; sex.: das 12h à 1h; sáb.: das 9h às 2h; dom.: das 9h às 24h. Bufê de café da manhã, das 9h às 12h, sáb., dom. e fer. R. Dr. Mario Ferraz, 568, tel. 3078-2965.

23h às 29h

gastronomia

75


julho 2011

Pizzaria La Gloria

5h às 11h

passeio O quê? Tradicional desfile de 9 de julho no Parque do Ibirapuera. Por quê? Diante do obelisco Mausoléu aos Heróis de 32, onde foram sepultados os jovens estudantes Martins, Miragaia, Dráuzio e Camargo, lembrados pela sigla M.M.D.C., que se tornou símbolo da luta pela constituição, comemora-se, hoje, os 79 anos da Revolução Constitucionalista. Participam do desfile a Guarda Civil Metropolitana (CGM), a Polícia Militar (PM), a Associação de exCombatentes, a Marinha, o Exército, a Força Aérea, além de grupos de escoteiros, bandas marciais, entre outras entidades.

11h às 17h

gastronomia O quê? Othelo Restaurante & Forneria. Por quê? A bela casa do bairro de Campo Belo tem um cardápio que combina culinária nacional, internacional e pratos feitos no forno à lenha. Entre as deliciosas criações do chef Francisco de Assis Araújo, costeleta de cordeiro uruguaio ao molho de ervas e risoto de funghi, e magret de pato com galette de batatas. Há ótimas sobremesas e uma selecionada carta de vinhos. Seg. a sex: das 19h à 1h. Sáb e dom.: das 12h30 às 16h30 e das 19h à 1h. R. Dr. Jesuíno Maciel, 728, tel. 2609-4773. www.othelorestaurante.com.br

show

17h às 23h

No bairro de Moema, o La Gloria extrapola o antigo conceito de pizzaria: além de servir pizzas deliciosas, com massa na textura e na crocância certas, oferece belas saladas, pratos contemporâneos e ótimos drinques, tudo isso em um espaço moderno e confortável, com diferentes ambientes e pé direito alto. O amplo salão decorado com lamparinas, o jardim marroquino com bangalôs e o teto retrátil, para noites quentes, dão um toque especial à casa. O La Gloria conta também com um espaço para eventos comemorativos e uma adega climatizada. Vale conferir pratos como o filet mignon com sálvia e presunto tipo Parma e risoto de parmesão (R$ 49) e a costeleta de cordeiro uruguaia com molho de ervas e risoto al funghi (R$ 59). Av. Macuco, 685, tel. 5051-5329. www.lagloriapizzabar.com.br

sábado, 09

O quê? Mr. Big. Por quê? Após tocar no Brasil em 1994, a banda californiana de hard rock, formada em 1988, retorna ao país para divulgar seu mais recente álbum, What if..., após 10 anos – o grupo, separado em 2002, retornou em 2009 para uma turnê no Japão. To be with you e Colorado bulldog estão entre os hits. Apresentação do vocalista norueguês Jorn Lande, antes do Mr. Big, com sua banda solo. Dia 9/7, abertura da casa às 19h, Jorn às 21h e Mr. Big às 23h. R$ 80 a R$ 360. HSBC Brasil. R. Bragança Paulista, 1281, tel. 5646-2120. www.hsbcbrasil.com.br

23h às 29h

viagem

76 | 29HORAS | de 29 de junho a 29 de julho de 2011

O quê? Mochilão CI. Por quê? São roteiros para agradar jovens de idade, ideias e espírito. Você escolhe por quantos dias e por onde quer viajar. São mais de 135 cidades da Europa, nos 20 países mais procurados pelos mochileiros, dezenas de opções de passeios e mil histórias para contar. Pode-se optar pelo Mochilão Europa, Combo do Reino Unido, Combo Reino Unido mais República da Irlanda, Combo Londres e Escandinávia ou fazer combinações entre mais de um deles. Outra opção da CI são os pacotes para o Peru, em comemoração aos 100 anos de Machu Picchu. www.ci.com.br


domingo, 10

julho 2011

O quê? Férias de Julho no Hotel Transamérica Comandatuba. Por quê? De 10/7 a 17/7, os “rapazes” de 6 a 15 anos poderão curtir a Milan Soccer, escolinha de futebol com treinador da divisão de base do Milan, clínica com 5 horas diárias de treino e kit esportivo aos participantes. Já de 24/7 a 31/7, nada menos do que o Fashion Week Kids, o evento de Ana Cury, aporta no hotel e convida “modelos” hóspedes, de 6 a 12 anos, a participar do desfile de moda infantil mais badalado do momento. Jogos e simuladores da Sony estão entre as muitas outras diversões. www.transamerica.com.br

5h às 11h

criança

O quê? Restaurante Shinjuku. Por quê? O conceituadíssimo Shundi Kobayashi, com 40 anos de experiência na cozinha oriental, uniu-se à jovem chef Cecília Ribeiro para inovar. Há clássicos como sushis, sashimis e temakis, com o toque do mestre, o menu degustação, com seis versões diferentes, na semana, além do festival de pratos típicos servido no almoço. Os doces de Cecília são outro trunfo da casa. Seg.: das 12h às 14h30; ter. a qui.: das 12h às 14h30 e das 19h às 24h; sex. e sáb.: das 12h às 15h e das 19h à 1h; dom.: das 12h às 16h. R. Mário Ferraz, 37, tel. 3034-3125.

11h às 17h

gastronomia

O quê? Banda Carrossel de Baco. Por quê? Para curtir brasilidades. Com forte influência da Tropicália e o Manguebeat, o cantor e compositor Danilo Nunes, formado em teatro, canto e expressão corporal, comanda uma banda firme e cheia de ritmo, repleta de sons elétricos e misturas sonoras inspiradas em festas populares, danças, crendices, maracatus, sambas, xotes e batuques. De quebra, um pouco da poesia visionária e mística dos cordéis e cantadores. Dia 10/7, às 20h. R$ 30. Café Paon. Av. Pavão, 950, tel. 5531-5633. www.cafepaon.com.br

17h às 23h

show

O quê? Flot Operadora Turística e a rede Pousadas de Portugal. Por quê? Parceria entre as duas empresas que oferece roteiros com opções de hospedagens em empreendimentos antes ocupados por edifícios históricos, nas regiões de Porto, Lisboa, Alentejo e Algarve, entre outras. Neste ano, a rede tornou-se também o hotel oficial das 7 Maravilhas da Gastronomia, que visa divulgar o patrimônio gastronômico português. A Flot sugere um programa de oito noites por US$ 2.086, com parte aérea, hospedagem, café da manhã, oito dias de aluguel de carro e cartão de assistência. www.flot.com.br

23h às 29h

viagem

77


julho 2011

Cinema LatinoAmericano

5h às 11h

curso O quê? Atelier Escola Vivian Feldman. Por quê? É um espaço novo, com equipamentos e utensílios de última geração, onde ela ministra cursos em todas as áreas da confeitaria – desde as produções mais simples às mais complexas. Em cada aula, um tema: cupcakes, brownies, entre outros. Os cursos são 100% práticos, com até 10 alunos por classe. Há também aulas voltadas para as crianças a partir de 5 anos. O espaço ainda abre para eventos corporativos. Seg. a sex.: das 9h às 18h. R. Caminha de Amorim, 219, tel. 3021-3418. www.vivianfeldman.com.br

11h às 17h

gastronomia O quê? Prima Bruschetteria. Por quê? A casa de ambiente moderno, marcada pelas cores vermelho, preto e verde, exibe luminárias feitas com fundo de garrafa que geram um efeito de luz especial. Serve deliciosas bruschettas em fatias de 8 cm de pão italiano, com recheios como o de queijo de cabra com peras cozidas em calda de azeite balsâmico. Detalhe: grelhadas em forno de pedras vulcânicas. Para beber, experimente o Lambrusco Spritz, feito à base de vinho tinto frizante e limão siciliano. Seg. a sex.: das 12h às 24h30; sáb.: das 12h à 1h30. R. Aspicuelta, 471, tel. 2924-1549.

show

17h às 23h

O 6º Festival Latino-Americano homenageia o escritor vencedor do Prêmio Nobel de Literatura e roteirista de diversos longas, o colombiano Gabriel García Márquez, e exibe a única experiência do escritor na direção cinematográfica, o curta-metragem A lagosta azul, realizado em 1954 na Colômbia. Já a homenagem brasileira é dedicada ao diretor e roteirista baiano Orlando Senna, que reúne em seu portfólio a direção do curso de cinema da Escola Internacional de Cinema e TV de Cuba. O festival apresenta também filmes recentes e inéditos no Brasil. O circuito de exibição inclui o Memorial da América Latina, Espaço Unibanco de Cinema, entre outros, com entrada franca em todas as sessões. De 11/7 a 17/7. www.memorial.sp.gov.br

segunda, 11

O quê? Banda Mantiqueira, no Tom Jazz. Por quê? É uma das mais bem-sucedidas bandas instrumentais brasileiras, embora também enverede por outros caminhos. Com influências de grandes jazzistas, seus integrantes exercem intensa atividade nos estúdios de gravação e figuram nas fichas técnicas dos mais importantes discos gravados por uma gama variada de artistas nacionais e internacionais – Caetano Veloso, Gilberto Gil, Milton Nascimento, João Gilberto, Gal Costa, Elis Regina, entre outros. Dia 11/7, às 22h. R$ 60. Av. Angélica, 2331, tel. 3255-0084. www.tomjazz.com.br

23h às 29h

gastronomia

78 | 29HORAS | de 29 de junho a 29 de julho de 2011

O quê? Cachaça “B”. Por quê? Fruto da parceria do piloto Nelsinho Piquet com os empresários Eduardo Jorge e Hendrik Wolff, a cachaça “B” (lê-se bee, como abelha, em inglês) alia a melhor cachaça mineira de alambique ao mel e limão, com baixo teor alcoólico (21%), para agradar ao público feminino. A logomarca do produto já está estampada no macacão do piloto para a temporada da categoria Nascar. A “B” pretende ultrapassar as fronteiras do país e deve chegar ainda este ano aos Estados Unidos.


terça, 12

julho 2011

O quê? Bandeiras de São Paulo. Último dia para ver a exposição, também apresentada em Milão, do criador e curador Alvaro Guillermo, na Casa Cor São Paulo, no Jockey Club. O objetivo da mostra é apresentar as influências que a capital paulista tem nos trabalhos de arquitetos e designers de interiores, por meio de ilustrações em bandeiras, que levam foto e perfil do profissional. Entre os arquitetos convidados para expor sua bandeira, estão Oscar Niemeyer, Isay Weinfeld, Márcio Kogan, entre outros. Também podem ser visualizadas no site www.bandeirasdesaopaulo.com.br

5h às 11h

exposição

O quê? 1° Festival de Carnes Exóticas no Freddy. Por quê? Para saborear pratos feitos com carnes de diferentes espécies, como: rã, vitelo, javali e avestruz, até 26/8. O menu de R$ 99 é composto por entrada, prato principal e sobremesa. Entre os pratos principais estão o javali assado, servido com purê de maçã e risoto de açafrão, e o prato de origem britânica Kadgery Indien (risoto de frutos do mar ao molho curry gratinado). Seg. a sex.: das 12h às 15h e das 19h às 24h; sáb.: das 19h à 1h; dom.: das 12h às 17h. R. Pedroso Alvarenga, 1170, tel. 3167-0977.

11h às 17h

gastronomia

O quê? Nem Tudo Acaba em Pizza. Por quê? O evento, no restaurante Chácara Santa Cecília, aproveitando o dia da Pizza (10/07) e o dia do rock (13/07), leva cantores roqueiros voluntários a servirem pizza para os clientes da casa, em noite de ação social. Neste ano, o Cajec foi a entidade escolhida. O rockeiro que vender mais pizzas ganha prêmios dos patrocinadores. Entrada: 1 kg de alimento não perecível ou um agasalho em bom estado por pessoa, além de R$ 1 na conta final do consumo. Dia 12/7, às 21h. R. Ferreira de Araújo, 601, tel. 3034-6251.

17h às 23h

ação

O quê? Mobility. Por quê? A empresa especializada em locação de carros no Brasil e no exterior lançou uma comodidade a mais para os clientes. Reservas nos Estados Unidos agora não precisam de voucher, o que torna a retirada do carro mais rápida e prática, graças a uma parceria com a locadora Dollar. Os preços são competitivos: uma semana de carro compacto em Miami ou Orlando sai por US$ 227, em São Francisco ou Los Angeles com Hyundai Sonata sai a US$ 251, e em Nova York o aluguel do Dodge Charger ou similar custa US$ 407. SAC: 4007 1177 ou 0800 016 0525. www.mobility.com.br

23h às 29h

turismo

79


julho 2011

Brie Restô

5h às 11h

feira O quê? 6° Salão de Turismo. Por quê? O evento apresenta o turismo brasileiro para quem quer viajar ou fechar bons negócios. Os visitantes podem conhecer roteiros de todo o Brasil, além de adquirir pacotes, produtos e serviços. Podem ainda comprar artesanato, produtos da agricultura familiar e da gastronomia típica, além de assistir a manifestações artísticas de diversas regiões do país. Dias 13, 14 e 15/7, das 14h às 21h; 16/7, das 11h às 22h, e 17/7, das 11h às 20h. Pavilhão de Exposições do Anhembi. Av. Olavo Fontoura, 1209, tel. 2226-0400. www.salao.turismo.gov.br

gastronomia

11h às 17h

A casa promove o Festival de Foie Gras, de 14 a 16/7. Com menu completo a preço fechado (R$ 158 por pessoa), é possível degustar cinco pratos diferentes: bombom de salmão com foie gras e geleia de morango e tartin de foie gras como opções de entrada; risoto de foie gras com figo assado e tournedo de filé mignon com foie gras são os pratos principais e, para finalizar, a tradicional sobremesa francesa Ópera, com chocolate e massa de farinha de amêndoas. Ter. a sex.: das 18h à 1h, sáb.: das 13h às 17h e das 18h à 1h e dom.: das 13h às 17h. R. Dr. Melo Alves, 216, tel. 3063-4838.

quarta, 13

O quê? Coquetel harmonizado do Zest Cozinha Criativa. Por quê? Quem responde é Daniela Kishimoto, sócia do bufê: “A escolha de bebidinhas adequadas para serem degustadas com os canapés fazem toda a diferença e provocam deliciosas sensações nos convidados”. Desta forma, sob o comando do chef Julio Cordeiro, saltam da cozinha clássicas combinações de finger foods com bebidas alcoólicas apresentadas de forma inusitada, como as minialmôndegas de cordeiro harmonizadas com cerveja Pilsen. Tel. 3727-1387. www.cozinhacriativa.com.br

17h às 23h

teatro O quê? AH VÁ! Por quê? Com direção de Flavio Faustinoni, a comédia apresenta um hilário contador de histórias que decide narrar de forma leve e com muito bom humor fatos engraçados do seu dia a dia, enquanto arranja uma solução para driblar os problemas financeiros e emocionais, sem perder o otimismo e o alto-astral. Com César Figueiredo. Até 4/8. Qua. e qui.: às 21h. R$ 30. Teatro Augusta. R. Augusta, 943, tel. 3151-4141.

23h às 29h

evento

80 | 29HORAS | de 29 de junho a 29 de julho de 2011

O quê? Casamento Hollywood. Por quê? O jovem Leandro Lourenço, fotógrafo expert em casamentos, uniu-se ao roteirista e filmmaker Caio Salgado, para imprimirem juntos um conceito diferenciado na produtora: transformar a história dos noivos em filme de cinema, de forma bem autêntica. Após conhecer a história do casal, é desenvolvido um minidocumentário com direito a roteiro, enquadramento e direção de fotografia de cinema, além de recursos como fashion stylists e técnicas criativas como stop motion. www.casamentohollywood.com.br


quinta, 14

julho 2011

O quê? 14ª Expo Aero Brasil 2011 Por quê? Com um novo formato – não só voltado para os empresários e clientes do setor aeronáutico, como para apaixonados e curiosos que queiram ingressar no mundo da aviação ­–, a EAB apresenta ao visitante tudo o que ele precisa para decolar: equipamentos e serviços, exposição e comercialização de aeronaves, voos de demonstração, entre outros. De 14 a 17/7, das 10h às 18h. R$ 20 (entrada) e R$ 30 (estacionamento). CTA - Centro Técnico Aeroespacial. São José dos Campos. www.expoaerobrasil.com.br

5h às 11h

feira

O quê? Menu Meio do Clos de Tapas. Por quê? Trata-se do novo cardápio executivo dos chefs Ligia Karazawa e Raúl Jímenez, para acabar com a ideia de que almoço executivo deve ser simples e sem requintes. O restaurante montou um cardápio sofisticado, no qual a elaboração provoca experiências de sabor, textura e criatividade. O menu, a R$ 42, conta com três entradas, prato principal e sobremesa. Entre os pratos principais está o peixe do “Mercadão” ao molho de laranja com purê de abóbora e cará. Seg. a sex.: das 12h às 15h. R. Domingos Fernandes, 548, tel. 3045-2291.

11h às 17h

gastronomia

O quê? Zimbo Trio. Por quê? O trio que nasceu no auge do movimento de renovação da música brasileira, hoje formado por Amilton Godoy (piano), Pércio Sápia (bateria) e Mário Andreotti (contrabaixo acústico), traz célebres arranjos não executados há muito tempo. Influenciador de tantos músicos, o trabalho do Zimbo Trio está registrado em 51 discos gravados e lançados no Brasil e em outros 22 países. Com carreira internacional desde 1964, o grupo já tocou em mais de 40 países. Dia 14/7, às 22h. R$ 40. Tom Jazz. Av. Angélica, 2331, tel. 3255-3635. www.tomjazz.com.br

17h às 23h

show

O quê? Valadares. Por quê? O bar que existe desde 1962 no mesmo endereço é um pedaço de Minas Gerais no bairro da Lapa. É até hoje administrado pelos irmãos, que trabalham na casa há 40 anos. O menu é só tradição: petiscos como o famoso Torresmo e batatas na serragem, rã, codorna, ostras, espetinho de lombo, entre outras delícias que não se encontram em qualquer esquina. A não ser a da frente, o Valadares II, que também serve pratos executivos e à la carte o dia inteiro. Seg. a sáb.: das 10h às 24h30. R. Faustolo, 463 e 460, tel. 3862-6167.

23h às 29h

bar

81


julho 2011

No ateliê de Portinari

5h às 11h

feira O quê? 14ª Edição do Festival do Japão. Por quê? Considerado um dos maiores eventos de cultura japonesa no mundo, e o maior da América Latina, apresenta shows, danças típicas, culinária, exposições e atividades para as crianças. Realizado pelo Kenren desde 1998, o objetivo do festival é divulgar e preservar a cultura e as tradições japonesas, além de auxiliar entidades e projetos assistenciais. 15 e 16/7, das 10h às 21h; 17/7, das 10h às 17h. Centro de Exposições Imigrantes. Rod. dos Imigrantes, km 1,5, tel. 5067-6767. www.festivaldojapao.com

11h às 17h

cinema O quê? Harry Potter e as relíquias da morte – Parte 2. Por quê? Na segunda parte do final épico da série, a batalha entre o bem e o mal no mundo da magia vira uma guerra entre centenas de bruxos. Os riscos nunca estiveram tão altos, e nenhum lugar é seguro o suficiente. Assim, Harry Potter precisa se apresentar para fazer o seu último sacrifício, enquanto o confronto final com Lord Voldemort se aproxima. É o fim. Nos melhores cinemas da cidade.

espetáculo

17h às 23h

O Museu de Arte Moderna de São Paulo abre no dia 14 de julho (quinta-feira), a partir das 20h, a exposição No ateliê de Portinari (1920-1945), que aborda o período de formação do ícone da pintura modernista brasileira por meio de 90 obras. Com curadoria de Annateresa Fabris, a mostra abrange obras simbólicas, como Retrato de Maria (1932), Domingo no morro (1935) e Paisagem de Brodowski (1940), além de trabalhos pouco conhecidos do pintor, caso de Meu primeiro trabalho (c.1920), Nu (1930) e Roda infantil (1932). A partir de 14 de julho. MAM – Parque do Ibirapuera. Av. Pedro Álvares Cabral, s/nº, Portão 3, tel. 5085-1300. Terça a domingo, das 10h às 17h30. R$ 5,50. Sócios do MAM, crianças até 10 anos e adultos com mais de 65 anos não pagam entrada. Aos domingos, a entrada é franca para todo o público, durante todo o dia. www.mam.org.br

sexta, 15

O quê? Disney live! As mágicas do Mickey. Por quê? Inédito no Brasil, o espetáculo une personagens da Disney a ilusionistas profissionais. Em um segundo, os trapos de Cinderela viram um lindo vestido; a princesa Jasmin, de Aladdin, levita; e Mickey Mouse e o Chapeleiro Maluco, de Alice no País das Maravilhas, realizam truques com os mágicos Michael Williams e Fred Moore. De 15 a 24/7. Ter. a sex.: 20h; sáb.: 11h, 15h e 18h30; dom.: 11h e 15h. Teatro Bradesco. Bourbon Shopping São Paulo. R. Turiassú, 2100, 3° piso, tel. 3670.4100. www.teatrobradesco.com.br

23h às 29h

musical

82 | 29HORAS | de 29 de junho a 29 de julho de 2011

O quê? Cabaré luxúria. Por quê? Escrito por Rachel Ripani, o musical tem a Banda das Perdidas interpretando ao vivo 17 clássicos de Cole Porter e Tom Waits. Amor, desejo e luxúria salpicam o espetáculo que se passa em um cabaré no inferno. Ali, um excitante triângulo amoroso se desenrola, com Lilith (Rosi Campos), a dona do bordel e mulher de Mephisto (Bruno Perillo), o cantor gigolô que se envolve com a jovem Justine (Rachel Ripani). Direção de Bruno Perillo e Helen Helene. Até 29/7, às 23h59. R$ 40. Espaço Parlapatões. Pça. Roosevelt, 158, tel. 3061-9799.


sábado, 16

julho 2011

O quê? 7 Molinos. Por quê? O croissant amanteigado de amêndoas é imperdível, e o pão caracol com recheio de chocolate e pistache também. Durante a semana, no café da manhã, são servidos sucos de frutas, cestas de pães, café e um doce por R$ 22, e você também pode adquirir os azeites importados da Oliver and Co. Ter. e qua.: das 8h às 20h; qui. a dom.: das 8h às 22h. Buffet de café da manhã: sáb. e dom.: das 9h às 13h30. Al. Lorena, 1914, tel, 3063-4433.

5h às 11h

gastronomia

O quê? O menino Teresa. Por quê? Premiada pela APCA e Prêmio Coca-Cola/Femnsa, a peça infantil traz interpretação de Cláudia Missura, música ao vivo de Tata Fernandes e direção de Marcelo Romagnoli. Conta a história de Teresa, uma menina que resolveu virar menino e cria uma expedição ao quarto escuro dos meninos para descobrir seus segredos. Até 31/7. Sáb. e dom.: às 15h. Teatro Eva Herz – Livraria Cultura Conjunto Nacional. Av. Paulista, 2073, tel. 3170-4059.

11h às 17h

criança

O quê? Danzig. Por quê? Para ouvir a banda americana de heavy metal que usa letras, riffs e imagens darks como tema de suas músicas e tem influências de doom metal e blues rock. Danzig é a terceira banda formada pelo vocalista e compositor Gleen Danzig, que já fez parte do Misfits e Samhain. Dia 16/7, às 22h. R$ 65 a R$ 280. HSBC Brasil. R. Bragança Paulista, 1281, tel. 5646-2120. www.hsbcbrasil.com.br

17h às 23h

show

O quê? The Society. Por quê? Mais uma empreitada de André Almada, o aclamado empresário da noite gay paulistana. No casarão do século 19, tombado pelo patrimônio histórico, dizem que morava um aristocrata boêmio que promovia altas festas com ilustres convidados da sociedade paulistana. Agora, o palacete revive o clima glamoroso daquela época, no projeto de Sig Bergamin. Três das noites do clube são reservadas aos gays (quinta, sexta e domingo). No sábado, abre para os héteros. Das 22h às 6h. R. Marquês de Paranaguá, 327, tel. 3154-1669.

23h às 29h

balada

83


julho 2011

Adultérios

5h às 11h

exposição O quê? Mostras no Centro Cultural Banco do Brasil. Por quê? Último dia para ver O Mundo mágico de Escher, que reúne 94 obras do artista mundialmente conhecido por representar construções impossíveis e explorações do infinito; e Henfil nos 20 anos da Gibiteca, que resgata imagens da exposição Henfil baixou aqui, apresentada no Salão Internacional de Humor de Piracicaba logo após a morte do cartunista, e da exposição Henfil – Vida e obra, em que são mostrados os personagens criados pelo artista. Das 9h às 20h. R. Álvares Penteado, 112, tel. 3113-3651.

11h às 17h

gastronomia O quê? Le Buteque Bistrô. Por quê? Quem assume o comando das caçarolas agora é a paulistana Rachel Codreanschi, 24 anos, ex-estagiária e ex-cozinheira do La Brasserie Erick Jacquin. Entre as delícias criadas por ela está o cuscuz de pupunha e camarão, que lhe conferiu o prêmio Paladar como Chef Revelação. Consultoria gastronômica de Julio Diotto, Piselli, Zucco, e carta de vinhos a cargo de Camilla Guidolin. Ter. a qui.: das 12h às 24h; sex. e sáb.: das 12h à 1h; dom.: das 12h às 18h. R. Haddock Lobo, 1416 - A, tel. 3083-3737. www.lebuteque.com.br.

teatro

17h às 23h

Woody Allen escreveu essa comédia diretamente para o palco. Divertida e ligeiramente neurótica, como todo bom script com sua assinatura, a peça ganha a primeira montagem brasileira. A comédia mostra o encontro entre o roteirista de cinema Jim Swain (Fábio Assunção) e o homeless Fred (Norival Rizzo). Jim está à espera de sua amante, para terminar a relação. Fred, esquizofrênico e inteligente, puxa uma conversa trivial, até que acusa Jim de ter roubado sua história para escrever o roteiro de seu mais recente filme. Em meio a uma divertida e tensa discussão, os dois se veem cada vez mais próximos, até que Barbara (Carol Mariottini), a amante, chega e tudo se complica. Direção e adaptação de Alexandre Reinecke. De 5/7 a 27/11, sex.: às 21h30 (R$ 50); sáb.: às 20h e às 22h (R$ 70); dom.: às 19h(R$ 60). Teatro Shopping Frei Caneca. R. Frei Caneca, 569 – 6º andar, tel. 3472-2226. www.teatrofreicaneca.com.br

domingo, 17

O quê? Divas. Por quê? O musical, com coreografia e direção de Dinah Perry, faz uma releitura dos Anos Dourados, simbolizados pelas divas de Hollywood – Marilyn Monroe, Liza Minelli, Cyd Charisse, Leslie Caron e Ginger Rogers – que usaram o corpo como forma de expressão. No elenco, Dinah Perry, Felipe Rodrigues, Lurian Reis, Renato Possidônio e William Mazzar. Até 28/8. Sex.: 21h30; sáb.: 21h; e dom.: 19h. R$30. Teatro Augusta – Sala Experimental. R. Augusta, 943, tel. 3151-4141.

23h às 29h

gastronomia

84 | 29HORAS | de 29 de junho a 29 de julho de 2011

O quê? Padaria Dona Deôla. Por quê? A casa no Alto da Lapa ganhou uma forneria onde são feitos deliciosos paninis e bruschettas, elaborados pela chef Márcia Fukelman. O queijo do Reino pode ser encontrado tanto no panini Da brasa, com cubinhos de filé mignon, cebolinha verde, azeitonas pretas e azeite de manjericão, quanto na bruschetta Deôla, com bacon crocante, pera, sálvia dourada, gorgonzola, nozes picadas e azeite de oliva. Dom. a qui.: das 18h às 2h, sex. e sáb.: das 18h às 4h. R. Pio XI, 1377, tel. 3022-5640.


segunda, 18

julho 2011

O quê? Workshop com Marie Rucki. Por quê? A diretora do Studio Berçot, em Paris, é uma referência para profissionais como a estilista Gloria Coelho e a empresária Costanza Pascolato. Ela ministra workshop prático, das 10h às 13h, e Ciclo de Palestras, das 20h às 22h, de 18 a 22/7. Todos os participantes receberão certificado de uma das mais renomadas escolas de moda do mundo (www.studio-bercot.com). Preço: R$ 250 cada palestra, e R$ 1.000 o ciclo de cinco palestras. Escola São Paulo. R. Augusta, 2239, tel. 3060-3636. www.escolasaopaulo.org

5h às 11h

moda

O quê? Viva! Gourmet. Por quê? Trata-se da última novidade da Viva! Experiências, empresa especializada no conceito de giftbox. Desta vez, a caixa-presente oferece uma gama de opções gastronômicas. Ao recebêla, pode-se escolher uma entre 18 opções de restaurantes em São Paulo: Ban Kao, Tantra, Ávila, Blú Bistrô, SaintVinSaint, Le Tire Bouchon, Santa Gula, Così, Apriori, Sapporo, Hakken, Arábia, entre outros. Por R$ 199, o presenteado e mais um acompanhante têm direito a um menu completo, com bebida e sobremesa. www.vivaexperiencias.net

11h às 17h

gastronomia

O quê? Fondue Président. Por quê? Boa ideia para um jantar de última hora. O produto, feito na França com os queijos emmental, comté e gruyere, é fresco e feito com receita original, diferente de alguns similares do mercado que possuem muitos conservantes químicos. Vem em embalagens de 450g, refrigerado entre 4°C e 8°C, e fica pronto para servir em 5 minutos. À venda no Pão de Açúcar, Casa Santa Luzia, Makro, Zaffari Shopping Bourbon, entre outras casas, entre R$ 30 e R$ 36. Allfood Importadora. R. Javari, 219, tel. 2799-0422. www.allfood.com.br

17h às 23h

gastronomia

O quê? Site Vila Brinkê. Por quê? Oferece brinquedos, alguns exclusivos e importados, roupas, calçados e acessórios para crianças de 0 a 12 anos. De fácil navegação, o frete é grátis na cidade de São Paulo para compras acima de R$ 150. Uma boa ideia para a festinha é a Lista de Presentes: o aniversariante faz a sua escolha e avisa os convidados. A partir de 15 presentes, a entrega é feita por um famoso personagem do universo infantil, no dia e horário combinados com os pais. Há também sorteios especiais. www.vilabrinke.com.br

23h às 29h

internet

85


julho 2011

Ritz Iguatemi

5h às 11h

beleza O quê? Empório Body Store. Por quê? A marca de cosméticos traz um mix de mais de 200 itens, entre fragrâncias, sabonetes, hidratantes, loções, showers, cremes, bálsamos, esfoliantes, sais, velas e aromatizantes de ambiente. Tudo à base de leite de cabra, ouro, óleos essenciais, extratos de flores, frutas, entre outras matérias-primas. Destaque para a bomba de banheira (que efervesce criando uma espuma densa e hidratante) e ao sabonete de maracujá, envolvido em esponja vegetal. Av. Giovanni Gronchi, 5819, tel. 3779-3900. www.emporiobodystore.com.br

11h às 17h

gastronomia O quê? Casa 111. Por quê? A casa é pequena e charmosa, com mesinhas ao ar livre e uma com oito lugares no interior. Do forno de pedras, saltam pães, massa fininha e crocante, além de massas e quiches integrais. À noite, carta de queijos com dez opções escolhidas a dedo. Para afastar o frio, creme de mandioquinha com alho-poró e gengibre. No empório, uma linha de produtos gourmet, e nas prateleiras, 111 livros de assuntos variados. Seg. a sex.: das 10h às 22h; sáb. e dom.: fecha para eventos (até 30 pessoas). R. Pais de Araújo, 111, tel. 3071-1902.

show

17h às 23h

Em um salão de 260 m2, com porta giratória e lousas com desenhos de São Paulo, fica o novo Ritz do Shopping Iguatemi, o terceiro restaurante do grupo que completa 30 anos. No cardápio, pratos que fizeram a fama do restaurante, como o Bolinho de arroz, a Torta de frango com fresh salad e os suculentos hambúrgueres preparados com fraldinha, dando ao cliente a opção de escolher o ponto da carne. O Penne Mediterrâneo, com tomates frescos, mussarela de búfala, alho, azeitonas pretas e manjericão, e o Bife à milanesa com batatas fritas e creme de espinafre são outros pratos famosos da casa. Entre as novidades desta unidade, está um deck instalado na frente do restaurante. Com móveis de madeira sob ombrelones, funciona como área de espera e permanece aberto durante as tardes, servindo um menu especial. Av. Brigadeiro Faria Lima, 2232. Entrada exclusiva pela R. Angelina Maffei Vitta, 200, tel. 2769-6752.

terça, 19

O quê? Katherine Jenkins. Por quê? Nascida no País de Gales, a mezzo-soprano ganhou o mundo ao se tornar, em 2004, a cantora clássica mais popular do Reino Unido, com o álbum Premiere. E consolidou seu estilo pop/clássico com o CD Believe, em 2009 que, além de Andrea Bocelli, traz uma versão de No woman, no cry e o single Bring me to life, da banda rock-gótica Evanescence. Em única apresentação no Brasil, a diva faz show na capital paulista unindo o mundo da ópera e músicas do cenário pop. Dia 19/7. Teatro Abril. Av. Brigadeiro Luís Antônio, 411, tel. 2846-6060.

23h às 29h

turismo

86 | 29HORAS | de 29 de junho a 29 de julho de 2011

O quê? Hotsite do SBClass (Sistema Brasileiro de Classificação de Meios de Hospedagem) do Ministério do Turismo. Por quê? Nele, turistas e empresários encontram a portaria na íntegra, respostas sobre os itens que são avaliados na classificação e os requisitos exigidos para obtenção de uma a cinco estrelas para resorts, hotéis, hotel fazenda, cama e café, hotel histórico, pousada e flat/apart. Logo na página inicial, é possível visualizar um vídeo explicativo sobre a utilidade do sistema. www.classificacao.turismo.gov.br


quarta, 20

julho 2011

O quê? Chocolates suíços Goldkenn. Por quê? Acabam de desembarcar nas prateleiras da importadora Casa Flora. São três linhas especiais: a Chocolat Club, composta por finos biscoitos assados e preenchidos com creme de chocolate; a Liquer Collection, com barras de chocolate recheadas com as mais famosas bebidas do mundo; e a GoldKenn, com barras de chocolate suíço misturado a avelãs e amêndoas, em embalagens que lembram barras e moedas de ouro. www.casaflora.com.br

5h às 11h

gastronomia

O quê? Mostra 90 em Folha – Imagens do Brasil moderno, no MIS. Por quê? Reúne mais de 300 peças, entre charges, fotos e infográficos que retratam momentos marcantes da história do país, registrados pela Folha nos últimos 90 anos. A exibição apresenta também 37 obras de artistas, como Waltercio Caldas, Marina Rheingantz, Guto Lacaz e Ana Prata, criadas especialmente para o caderno Ilustríssima, além de uma seleção de vídeos produzidos pela TV Folha. Até 14/8. Ter. a sáb.: das 12h às 19h; dom.: das 11h às 18h. Av. Europa, 158, tel. 2117-4777.

11h às 17h

exposição

O quê? Circo da China – Shenyang Acrobatic Troupe. Por quê? Traz a turnê Sky Mirage, em comemoração dos 60 anos da companhia. São 50 artistas no palco, adornados por cenário, figurino e efeitos visuais impressionantes, e 15 números que mostram técnicas milenares, como contorcionismo e o diabolo, além de atos desafiantes, como o mergulho na argola e a roda gigante. De 20/7 a 31/7. Ter., qua. e qui.: às 21h30; sex.: às 22h; sáb.: às 17h e 22h e dom.: às 16h e 20h. R$ 30 a R$ 160. Av. das Nações Unidas, 17955, tel. 4003-646. www.t4f.com.br

17h às 23h

circo

O quê? Clube Sonique. Por quê? Abriu filial no bairro do Cambuí, em Campinas, nos mesmos moldes e conceito da matriz paulistana. Na programação musical dos DJs residentes André Luchi e Beto Dantas, muita house e vertentes. Para beber, o menu aposta em martinis, como o clássico 007 (gin, vodka e vermute), a bebida de James Bond. Guilherme Schulze, ex- Figueira Rubayat, Grand Hyatt e Piola, é quem elabora as entradas e pratos especiais. Quar. a dom.: a partir das 19h. R. Ferreira Penteado, 1449, tel. (19) 2512-0243.

23h às 29h

balada

87


julho 2011

A Bela e a Fera on ice

5h às 11h

feira O quê? Bio Brazil Fair – 7ª Feira Internacional de Produtos Orgânicos e Agroecologia. Por quê? A feira cresceu, consolidou-se e acompanhou a tendência mundial, buscando a segmentação do universo orgânico, da produção ao ponto de venda, passando por toda a cadeia que respeita a biodiversidade. Paralelamente à Bio Brazil Fair, acontece a Naturaltech 2011, com produtos naturais para nutrição, beleza e saúde. De 21 a 24/7, das 11h às 20h. Bienal do Ibirapuera. Parque do Ibirapuera, portão 3, tel. 2226-3100. www.biobrazilfair.com.br

11h às 17h

GAsTRONOMIa O quê? Sopas da Desfrutti. Por quê? A rede de restaurantes focada na alimentação saudável oferece opções quentinhas, além de sucos, wraps, crepes e saladas. São quatro tipos de sopas: da casa (filet mignon, abóbora e shitake), de legumes (mandioquinha, batata, batata-doce, cenoura, abobrinha e abóbora), de lentilha com pimenta rosa, e de creme de milho com frango desfiado. Por R$ 11,90. Seg. a qua.: das 9h às 20h; qui. e sex.: das 9h às 22h; sab. e dom.: das 11h às 18h. R. Peixoto Gomide, 988, tel. 3285-3979. www.desfrutti.com.br

stand up

17h às 23h

Alguns dos maiores patinadores olímpicos do mundo – The Russian Ice Stars – interpretam, no Via Funchal, de 20 a 24/7, o clássico romance, numa imperdível performance sobre o gelo. Entre os patinadores do elenco estão atletas russos com passagens vitoriosas por jogos olímpicos e competições internacionais. A música é assinada pelo italiano Silvio Amato, que também escreveu a trilha de Peter Pan on ice e Branca de Neve on ice. Já as coreografias são de Giuseppe Arena, responsável pela abertura da Olimpíada de Inverno de Turim, em 2006. Para todas as idades. Dias 20, 21 e 22/7, às 21h; 23/7, às 16h30; e 21h e 24/7, às 16h e 20h. R$ 40 a R$ 250. Via Funchal. R. Funchal, 65, tel. 3846-2300. www.viafunchal. com.br

quinta, 21

O quê? Hiperativo. Por quê? Paulo Gustavo acha que todo mundo tem a ver com seus problemas e divide tudo com a plateia: suas escolhas, como administra seus medos de avião, de ficar sozinho, de perder a saúde, a convivência com as pessoas, a vida afetiva no mundo de hoje – noitadas, buscas, caças, competições, erros e inseguranças. Do próprio Paulo Gustavo, com direção de Fernando Caruso. Até 18/8. Qui.: às 21h. R$ 50. Teatro Procópio Ferreira. Rua Augusta, 2823, tel. 3083-4475.

23h às 29h

turismo

88 | 29HORAS | de 29 de junho a 29 de julho de 2011

O quê? Hôtel Athénée Paris. Por quê? Na Cidade Luz, nas proximidades do Opera Garnier, o hotel é dos mais procurados nas semanas de moda e também agrada aos apreciadores de ópera. Desenhado pelo famoso arquiteto francês Jacques Garcia, conhecido por seus designs de interior contemporâneos, o luxuoso hotel boutique de 20 quartos tem decoração inspirada em quatro diferentes tragédias líricas: Faust, Aída, Don Giovanni e La Traviata. Destaque para o Red Bar, de ambiente intimista, aberto até as 2h, com sala reservada para fumantes. www.hotel-athenee.com


sexta, 22

julho 2011

O quê? Ar-condicionado Teto Canto da Komeco. Por quê? O aparelho diferencia-se dos similares existentes no mercado pelo design. Desenvolvido para ser instalado nos cantos, possibilita melhor aproveitamento desses espaços. Em duas versões, frio ou quente/frio, ambos têm potência de 12.000 Btus e trazem evaporadores inteligentes, o que possibilita a absorção do ar ambiente também pelas aletas frontais, favorecendo o bom funcionamento do aparelho mesmo quando instalado em local de pouco espaço, como acima de janelas e portas. www.komeco.com.br

5h às 11h

casa

O quê? Assalto ao Banco Central. Por quê? Em Agosto de 2005, 164.7 milhões de reais foram roubados do Banco Central em Fortaleza, Ceará. Sem dar um único tiro ou disparar um alarme, os bandidos entraram e saíram por um túnel de 84 metros, cavado sob o cofre. Foi um dos crimes mais sofisticados e bem-planejados de que se teve notícia no Brasil. Mas quem eram eles e o lhes aconteceu? São as perguntas que todo o Brasil se faz desde então. Com Milhem Cortaz, Hermila Guedes, Lima Duarte, Giulia Gam, Eriberto Leão. Direção de Marcos Paulo. Nos melhores cinemas da cidade.

11h às 17h

cinema

O quê? Festival Black Na Cena. Por quê? Dedicado à música e cultura negra, celebra o importante legado da cultura afro na música mundial. Com artistas nacionais e internacionais do hip hop, rap, reggae, R&B, rock, samba rock, soul, v-funk. Entre eles, George Clinton, Sandra de Sá, Baile do Simonal, Public Enemy, Marcelo Yuka, Xis, Racionais Mcs, Thaíde e Redman. Além disso, apresentações de B-Boys, exposição de carros tunados e lowriders, e performances de grafiteiros. R$ 50 a R$ 250. Skol Arena Anhembi. Av. Olavo Fontoura, 1209, tel. 6224-0400.

17h às 23h

festival

O quê? Drosophyla. Por quê? Vale a visita só para ver a vitrine de cinco metros com uma divertida coleção de objetos pescados em viagens do casal de proprietários. O jardim agrada pelas árvores, luz, mobiliário e pelos dois gatos siameses que passeiam por ali. Para beliscar, queijo camembert na crostata de alho e pesto de manjericão, escondidinho de carne-seca e pastéis crocantes. Para beber, caipirinhas bizarras e shot de vodka com xarope francês de cramberry. Seg. a qua.: das 19h à 1h; qui. e sex. e sáb.: das 20h às 2h. R. Pedro Taques, 80, tel. 3120-5535.

23h às 29h

bar

89


julho 2011

A Dudalina de Congonhas 5h às 11h

moda O quê? Jaquetas e coletes da Track&Field. Por quê? São confeccionados em pluma de ganso, esterilizados com a tecnologia WaterProof. Leve e respirável, o tecido possui rápida absorção, é resistente ao vento e repelente à água, ideal para os dias de inverno ou temperaturas até abaixo de 10 graus. A costura e a valorização do corpo são outros diferenciais, trazendo ajuste regulável na barra e bolsos com abertura transpassada, para evitar a passagem de ar frio. Ocupa pouco espaço na mala de viagem. Tel. 3048-1238. www.tf.com.br

11h às 17h

musical O quê? Mozart apaga a luz. Por quê? Para conhecer a vida e obra de Mozart por meio de um divertido musical, escrito pela dramaturga Christine Röhrig e encenado pelo diretor Alvise Camozzi. O espetáculo conta, de forma simples e original, a intensa e fabulosa história do grande musicista austríaco, cuja fama atravessou séculos. Até 31/7. Sáb.: às 16; e dom.: às 15h. R$ 20. Teatro Vivo. Av. Doutor Chucri Zaidan, 860, tel. 7420-1520.

SHOW

17h às 23h

A conhecida marca, que nasceu em Santa Catarina há 54 anos – fruto do sonho de um jovem casal, Duda e Adelina –, hoje é uma das maiores camisarias da América Latina. E depois de produzir camisas para homens durante anos, se lançou, em 2010, no universo feminino, com coleções concebidas para mulheres “que decidem”. Na loja recémaberta no saguão central do Aeroporto de Congonhas o foco é a executiva que quer estar chique, feminina e na moda. Vale a pena dar uma olhada na nova coleção. Sônia Hess de Souza, presidente da empresa e um dos 16 filhos dos fundadores, aposta em tecidos de algodão egípcio, com toque supermacio, e corte e acabamento impecáveis. Além do ponto de Congonhas, a Dudalina feminina está no Morumbi Shopping. Aeroporto de Congonhas. Av. Washington Luiz, s/nº, tel. 5096-1520. www. dudalina.com.br

sábado, 23

O quê? Guizado na Serralheria. Por quê? O trompetista e cantor Guilherme Menezes apresenta seu novo disco, Calavera, com um som carregado de beats, mesclado ao rock e distorcido num ambiente jazzístico. O resultado é uma trilha sonora “noisy” e psicodélica, em que sua voz soa como instrumento, deixando para o trompete o papel de protagonista. Entre as novidades, Dias de cão em parceria com Júpiter Maçã. Dia 23/7, às 22h30 (abertura às 21h). R$ 10. R. Guaicurus, 857, tel. 6794-0124.

23h às 29h

gastronomia

90 | 29HORAS | de 29 de junho a 29 de julho de 2011

O quê? Choperia Baden Baden. Por quê? Para provar o novo prato feito especialmente para a Temporada Gastronômica de Inverno de Campos do Jordão: o Mignon de Eisbein Apfelmuss (R$ 73,80 para duas pessoas). A chef Carolina Vitoria resgata essa receita da cozinha de vanguarda alemã, que alia o sabor amargo da cerveja red ale e o doce do purê de maçã. A dica da casa é harmonizar o prato com a Baden Red Ale. Das 10h até o último cliente. R. Djalma Forjaz, 93, Vila Capivari, Campos do Jordão - SP, tel. (12) 3663-3610. www.badenbadenchoperia.com.br


domingo, 24

julho 2011

Cinema alemão

O quê? Sérvulo Esmeraldo. Por quê? A Pinacoteca do Estado de São Paulo apresenta uma exposição do artista, com 117 trabalhos, entre esculturas, pinturas, gravuras, desenhos e objetos, realizados entre os anos 1950 e 2000. Sérvulo Esmeraldo, nascido em 1929, em Crato, no Ceará, é um dos principais artistas brasileiros e autor de dezenas de esculturas públicas. Até 14/8. Ter. a dom.: das 10h às 17h30 (com permanência até as 18h) R$ 6 e R$ 3. Grátis aos sábados. Pça. da Luz, 2, tel. 3324-1000

5h às 11h

exposição

O quê? Turnê Exalta 25 Anos, em São Roque. Por quê? O Grupo Exaltasamba inicia a turnê de despedida depois de três décadas de estrada. A megaprodução para mais de oito horas de festa, com dois palcos de música e praça de alimentação, acontece em São Roque, localizada a 60 km da capital paulista, dia 24/7, a partir das 14h, no Parque de Eventos Vasco Barione. R$ 20 a R$ 40. Estrada do Vinho, Km 1,5, São Roque, tel. 4003-1212.

11h às 17h

show

O quê? Trote. Por quê? A comédia que estreou em 9/7 é o 17º texto montado por João Fábio Cabral em 8 anos. Dessa vez, o dramaturgo de Me leva pra casa, Roda de vidro, Tanto e Aguardo notícias da Polônia busca no riso uma forma de alertar, apontar e discutir o pensamento do espectador. Conta a história de dois jovens que decidem largar a faculdade para dar golpes. Com Raphael Macedo, Riccelli Ricci e Daniel Marx. Sáb.: às 21h; dom.: às 19h. R$ 30. Instituto Cultural Capobianco. R. Álvaro de Carvalho, 97, tel. 3237-1187.

17h às 23h

teatro

O quê? Rádio Café. Por quê? O salão é elegante e com pé-direito alto, as poltronas são confortáveis e a trilha vai de Cazuza a Nat King Cole. Bons drinques também fazem a alegria do público mais maduro e descolado que frequenta a casa. Destaque para as bruschettas e os sanduíches da chamada baixa gastronomia, caso do Mercadão (de mortadela) e o Da porta do estádio (de pernil). Entre os pratos, fique com o Risoto Carcciofini (pedaços de corações de alcachofras italianas, azeite trufado e parmesão ralado). Seg. a sex.: às 18h; Sáb. e dom.: às 13h. R. Oscar Freire, 187, tel. 3062-7690.

23h às 29h

bar

91

Um programa diferente? Confira as sessões gratuitas de cinema alemão contemporâneo no Club Transatlântico. Em parceria com o Goethe-Institut, a mostra exibe filmes às quartas-feiras, com direito a pipoca também grátis. A programação conta com filmes premiados e inéditos no circuito comercial. A superprodução O barão vermelho (Der rote baron, 2008) e o aclamado cult Todo o trem (Wholetrain, 2006) estão nos dias 29 de junho e 27 de julho, respectivamente. Há também No inverno há um ano, que será exibido no dia 6 de julho, e Hilde, no dia 20 de julho. As sessões acontecem às quartas, às 20h. Club Transatlântico. R. José Guerra, 130, tel. 2133-8603. www.clubtransatlantico.com.br


julho 2011

Arthobby

5h às 11h

casa O quê? Design by Somers. Por quê? O designer Gregory Somers, um mestre que herdou do pai, John Somers (fundador da primeira fábrica de estanho no país, em São João Del Rey, com lojas em Tiradentes) o ofício de trabalhar com o metal, lançou na última Casar 2011, no Terraço Daslu, uma linha especial de utensílios para mesa posta. Unindo a sodalita ao estanho, jarras, taças, talheres, bowls e sousplats ganharam novos contornos e cabos, ricamente esculpidos pelo artesão. www.designbysomers.com.br

gastronomia

11h às 17h

Um paraíso para “meninos” de todas as idades, a Arthobby é especializada em automodelismo, aeromodelismo, autoramas e miniaturas. Quem está à frente do negócio é o empresário Nelson Muraro Janizzelli Jr., de 30 anos, ele próprio um entusiasta do hobby de colecionar carrinhos. “Desde os seis anos eu sou apaixonado por isso. Se não dá para comprar um BMW, por que não comprar uma miniatura que é toda radiocontrolada?”, ele pergunta. Quando os modelos quebram, a Arthobby oferece manutenção e todas as peças necessárias para o conserto. A loja de dois andares localizada na Granja Viana tem oficina e equipe especializada para salvar essas preciosidades. R. José Giorgi, 50, tels. 4702-1046 e 4617-5414. www.arthobby. com.br

segunda, 25

O quê? Restaurante Amici. Por quê? Saiu da Chácara Santo Antônio e fincou pé no Itaim. Sob comando da chef Renata Cruz, a casa recebe a clientela em dois formatos: buffet, com opções de saladas e pratos quentes, e à la carte, para quem busca uma refeição rápida. Neste cardápio, figuram opções de carnes, peixes, massas, risotos, purê de batata, farofa de banana e o brigadeiro de colher. Entre as novidades está o galeto com batatas ao alho e alecrim, com arroz, feijão e farofa. Seg. a sex.: das 12h às 15h30; sáb.: das 13h às 17h. R. Araçari, 200, tel. 5641-9110.

17h às 23h

curso O quê? Projeto Cultura – História da Gastronomia. Por quê? O curso apresenta um panorama da história da gastronomia mundial desde a antiguidade até os dias de hoje. Com a professora Cíntia Gama, conselheira científica no Departamento de Antiguidades Egípcias do Museu do Louvre, doutoranda em religião egípcia antiga pela École Pratique dês Hautes Études de Paris, mestre em arqueologia pela UFRJ e graduada em História pela USP. Valor: R$ 280 (4 encontros). Fundação Ema Klabin. R. Portugal, 43, tel. 3081-5845. www.projetocultura.com.br

23h às 29h

gastronomia

92 | 29HORAS | de 29 de junho a 29 de julho de 2011

O quê? Cappuccinos da Ofner. Por quê? É a grande aposta da confeitaria para o inverno, em três versões: Ofner, Ofner Light e Italiano. Algumas das opções podem ser levadas para casa, em embalagens de 140, 200, 700 gramas e até de 1 kg. Para acompanhar, o biscoito chamado Sanduíche, que é na verdade petit four de massa amanteigada com cobertura de risco de chocolate. As unidades Pinheiros, Itaim, Alameda Campinas e Moema ficam abertas 24 horas.


terça, 26

julho 2011

42˚ Festival de Campos do Jordão

O quê? Nova linha para gestantes de Aliméticos, da Beauty’in. Por quê? A marca da empresária Cristiana Arcangeli lança, em edição limitada, barras de beautybar – pedaços de frutas desidratadas em combinação com cereais orgânicos que trazem 100% da ingestão diária recomendada de ácido fólico para grávidas, sem conservantes, corante artificial ou gorduras trans. E o beautydrink, relaxante natural e fonte de ácido fosfórico. O kit de um beautybar (30 g) e quatro sachês do beautydrink sai a R$ 13, em farmácias e supermercados. www.beautyin.net.br

5h às 11h

nutrição

O quê? 4ª FIBoPS Feira e Congresso Internacional. Por quê? Maior intercâmbio internacional pró-sustentabilidade do país, esta edição, denominada Julho Sustentável, reúne Mostra, Congresso Internacional, Ranking Benchmarketing e Lançamento do Livro BenchMais 2, com 198 práticas catalogadas em oito edições já realizadas pelo Programa Benchmarking Ambiental Brasileiro. De 26/7 (das 9h às 18h); 27/7 (das 10h às 19h) e 28/7 (das 10h às 20h30). Centro de Eventos São Luis. R. Luís Coelho, 323, tel. 3138-9667. www.fibops.com.br

11h às 17h

feira

O quê? Pratos de inverno do La Grassa. Por quê? Para experimentar o novo tortellini em brodo, um prato típico da região da Emilia Romagna, que inspira o restaurante. Mas há outras opções, como o pappardelle ao ragu (com ragu de ossobuco, tomate e ervas) e o tagliatelle ao sugo de funghi (com tomate, cogumelos ao vinho, toque de rôti e parmesão). Almoço – ter. a sex.: das 12h às 15h; sáb. e dom.: das 12h às 17h. Jantar – ter. a qui.: das 19h às 24h; sex. e sáb.: das 20h à 1h. Av. Juriti, 32, tel. 2387-9624. www.lagrassa.com.br

17h às 23h

gastronomia

O quê? Garfômetro, no portal Bom Proveito. Por quê? O aplicativo ajuda a calcular os gastos com restaurantes, bares, cafés... Disponível pelo Facebook, o sistema é simples. Basta indicar o valor gasto em média com as refeições fora de casa e, em outra tela, aparece o valor total, em reais, do gasto anual, geralmente exorbitante. A ideia é uma isca: mostrar às pessoas que elas podem economizar muito com as ofertas do Bom Proveito, portal exclusivamente gastronômico, que oferece até 90% de desconto nos melhores estabelecimentos. www.bomproveito.com.br

23h às 29h

internet

93

Os concertos acontecem de 2 a 23 de julho, mas no dia 1º tem a pré-estreia do evento em São Paulo, com uma apresentação gratuita de música antiga na Igreja São Luís Gonzaga, na avenida Paulista. Há também uma série de concertos no Grande Auditório do MASP (dias 5, 8, 12 e 15 de julho), além do encerramento oficial, na Sala São Paulo, dia 24 de julho. Este ano, a Orquestra do Festival, formada pelos bolsistas da 42ª edição, fará uma temporada de itinerância, realizando concertos em Jundiaí, Piracicaba, Santo André e Santos, de 19 a 23 de julho. Dia 2/7, o Coral de Alunos da Fundação Bradesco inaugura a Concha Acústica, na praça do Capivari, das 12h30 às 14h, e a Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo e o violinista Pinchas Zukerman se encarregam da abertura oficial do Festival, das 21h às 23h, no Auditório Claudio Santoro. www.festivalcamposdojordao.org.br


julho 2011

Projeto Arara Azul

5h às 11h

beleza O quê? A nova linha Prevage antienvelhecimento. Por quê? Segundo a empresa, os produtos compostos por creme para o dia, creme para a noite e creme para os olhos, são capazes de promover uma verdadeira transformação na pele, graças à tecnologia da Idebenona – ativo que promete reparar linhas, rugas e pequenas cicatrizes, promover brilho e luminosidade, melhorar a elasticidade e firmeza, além de reduzir manchas na pele. Todos à venda na Calèche. Seg. a sáb.: das 10h às 22h; dom.: das 14h às 20h. Av. Brig. Faria Lima, 2232, tel.3032-3218.

11h às 17h

gastronomia O quê? Buffet Kids. Por quê? O novo serviço já entra no mercado com a assinatura da grife Bela Sintra. O cardápio, elaborado especialmente para as crianças, inclui salgados, como o Crepe de presunto e queijo; a Torta do incrível Hulk (torta salgada de espinafre) e coxinha de frango com catupiry. Doces como a trufa de prestígio e o petit four no copinho (pé de moleque ou suspirinho) fazem sucesso entre os pimpolhos. Tudo personalizado de acordo com o tema da festa. Tel. 5052-4339/50525184. www.buffetbelasintra.com.br

show

17h às 23h

Este importante projeto ambiental teve início em 1990, quando a jovem bióloga Neiva Guedes avistou um bando de ararasazuis em uma árvore seca no Pantanal: “Quando soube que a espécie estava ameaçada de extinção, e desaparecendo rapidamente, decidi fazer algo”. A partir daí, Neiva e uma equipe de biólogos iniciaram a missão de manter a arara-azul saudável em seu habitat. Com a instalação de ninhos artificiais, utilizados também por outras espécies de pássaros, o número de araras-azuis passou de 1.500 para 5.000, caiu o tráfico das aves nas áreas de atuação do projeto e mais de 270 ninhos naturais foram recuperados. Trabalho premiado no Brasil e no exterior, que se tornou referência para a conservação da espécie, este projeto tem o apoio do Refúgio Ecológico Caiman, que abraçou a causa e montou a base de pesquisa onde os biólogos atuam. www.projetoararaazul.org.br

quarta, 27

O quê? Avril Lavigne. Por quê? Aos 26 anos, a cantora, compositora e instrumentista canadense é considerada uma veterana. Recebeu oito indicações ao prêmio Grammy, sete prêmios Juno do Canadá e vendeu mais de 30 milhões de álbuns no mundo todo, nos últimos oito anos. Ela também passeia por outras áreas: lançou a fragrância Black Star; a linha de roupas Abbey Dawn; fez participações em três filmes e escreveu a canção-tema do filme Alice no País das Maravilhas. Dias 27 e 28/7 às 21h30. Credicard Hall. R4 35 a R$ 350. Av. das Nações Unidas, 17981, tel. 4003-5588.

23h às 29h

bar

94 | 29HORAS | de 29 de junho a 29 de julho de 2011

O quê? Camarão do Juarez. Por quê? É o novo petisco do Bar do Juarez. A porção de camarão empanado com molho tártaro, bem servida e crocante, sai por R$ 34,90. Tentação que promete concorrer com duas outras grandes pedidas da casa: o pastel recheado de carne-seca com requeijão e a posta de peixe de água doce com molho de alcaparras. Para acompanhar, chope Brahma Black, caipirinhas, clube do whisky e mais de 50 tipos de cachaça. Conta com quatro unidades: Moema, Pinheiros, Brooklin e Itaim. www.bardojuarez.com.br


quinta, 28

julho 2011

Tropical Manaus

O quê? Safári fotográfico pela Tanzânia com Araquém Alcântara. Por quê? Trata-se de uma parceria da agência Teresa Perez Tours com um dos fotógrafos mais experientes focados em natureza e animais. Araquém acompanhará o turista numa viagem com saída agendada para o dia 17 de agosto. A programação inclui jantar e workshop com o expert das lentes, durante a estadia no Singita Sasakwa Lodge. O safári será realizado no Parque Nacional do Serengeti, palco do incrível fenômeno da migração de gnus e zebras.Tel. 3799-4000. www.teresaperez.com.br

5h às 11h

viagem

O quê? Casablanca Gourmet. Por quê? É um espaço aconchegante e ideal para os apreciadores de um bom café, idealizado há 20 anos por uma família de produtores e comercializadores de grãos de alta qualidade. Oferece um cardápio diversificado, com pratos especiais, queijos, sopas, vinhos e bebidas quentes. Enquanto permanece na casa, o cliente pode acompanhar as torras de café, com seu delicioso aroma. Dom. a qui.: das 11h às 24h; sex. e sab.: das 11h à 1h. R. Jumana, 235, tel. 2607-5545.

11h às 17h

gastronomia

O quê? Bobby McFerrin, no Jazz All Nights 2011. Por quê? Dono de uma voz com alcance de quatro oitavas e das mais diversas técnicas vocais, McFerrin possui uma das trajetórias mais prestigiadas na história dos improvisadores – dez Prêmios Grammy, 20 milhões de discos vendidos em todo o mundo e parcerias com Herbie Hancock, Filarmônica de Viena e Chick Corea. O cantor norteamericano conquistou o mundo, em 1988, com o lançamento da música Don´t worry, be happy. Dia 28/7 às 22h. R$ 150 a R$ 400. Via Funchal. R. Funchal, 65, tel. 3846-2300. www.viafunchal.com.br

17h às 23h

show

O quê? Noite Velharia, no Akbar Lounge & Disco. Por quê? Todas as quintas-feiras têm o melhor do flashback com a Musical Band ao vivo fazendo um “remember” diferenciado e bem selecionado dos tempos da discoteca, nos anos 70, 80 e 90. Os Djs Zhenna, Sidney e o VJ Daniel Tutunic, juntos, fazem uma superfesta. No piso superior, dá para conferir muitos clipes e filmes que marcaram as décadas. Todos os aniversariantes do dia não precisam pegar fila, têm acesso pela entrada VIP. R. Inácio Pereira da Rocha, 109, tel. 3816-1703/3816-1687. www.akbar.com.br

23h às 29h

balada

95

Esse é o maior resort da região Norte brasileira. Está localizado às margens do Rio Negro, no bairro de Ponta Negra. O complexo reúne 594 apartamentos com diárias a partir de R$ 791 + 10% (taxa de serviço para duas pessoas com café da manhã). A infraestrutura é completa: piscinas adulto e infantil, pista de cooper, arco e flecha, aluguel de bicicletas, espaço baby room, academia, sauna, agência de viagens, salão de beleza, tabacaria e joalherias. Possui restaurantes com cozinhas regional, tradicional e internacional, e três bares. E conta ainda com uma área verde de 400 mil m² de Floresta Amazônica, com um pequeno zoológico com espécies da região que estão sendo preservadas da extinção. Para eventos, o hotel disponibiliza seis salas de reunião e sete salas de convenção. As festas e os jantares temáticos são pagos à parte. Av. Coronel Teixeira, 1.320, tel.: (92) 2123-5000. www.tropicalmanaus.com.br


julho 2011

Ballet Nacional de Cuba

5h às 11h

moda O quê? Óculos by Marky Ramone, da Evoke. Por quê? O baterista da banda de punk rock Ramones veio ao Brasil em maio, exclusivamente, para apresentar os novos óculos que levam a sua assinatura. A releitura do clássico Aviador, com armação de metal, hastes de acetato revestidas artesanalmente em couro e plaquetas de silicone antialérgicas, é produzida na Itália, e conta com lentes Carl Zeiss. Em edição limitada de mil exemplares, são também comercializados em Paris, Oslo e Tóquio. Loja online da Evoke: www.evoke.com.br.

11h às 17h

cinema O quê? Cinema. Por quê? Duas estreias. No longa inteiramente novo de O Ursinho Pooh, o Corujão envia toda a gangue em uma busca frenética para salvar Christopher Robin de um culpado imaginário. Em Capitão América: o primeiro vingador, o filme foca no ínicio do Universo Marvel, quando Steve Rogers se oferece para participar de um programa experimental que o transforma no Super Soldado conhecido como Capitão América. Rogers então une suas forças com Bucky Barner e Peggy Carter para declarar guerra à diabólica organização HYDRA. Nos melhores cinemas da cidade.

show

17h às 23h

A lenda da água grande, produção coordenada pela dama do balé cubano Alicia Alonso, passará por Brasília, Salvador e São Paulo. O Ballet Nacional de Cuba inova com a apresentação de um espetáculo inédito baseado em uma história da lenda Guarani.A coreografia do espetáculo fica a cargo do premiado Eduardo Blanco. Para contar a história do surgimento das Cataratas do Iguaçu, que significa água grande, Blanco cria a cena da lenda através do amor impossível entre o guerreiro Tarobá e a bela Naipi, que está predestinada a ser uma oferenda viva para Mboi Tu’i, monstro lendário.O resultado é uma apresentação com cenografia, balé, figurino e trilha sonora lapidados com alto nível de rigor técnico. De 27 a 30/7, às 21h. Teatro Anhembi Morumbi. R. Dr. Almeida Lima, 1.198, tel. 2872-1457.

sexta, 29

O quê? Myllena. Por quê? A cantora e compositora Myllena, mineira de Itajubá, é responsável pelo tom de várias canções globais: Cérebro eletrônico, de Gilberto Gil, tema de abertura da novela Tempos modernos; Quando, composição própria que fez parte da trilha sonora de Caras & Bocas, e Apenas mais uma de amor”, de Lulu Santos, da novela teen Malhação ID. Ela é marcada no mercado fonográfico pela personalidade musical que mescla atitude roqueira com arranjos da MPB e a alegria do pop. Dia 29/7, às 22h. Café Paon. Av. Pavão, 950, tel. 55315633. www.cafepaon.com.br

23h às 29h

livro

96 | 29HORAS | de 29 de junho a 29 de julho de 2011

O quê? Versão juvenil do livro 1822, de Laurentino Gomes, da Nova Fronteira. Por quê? Nasceu de uma demanda de pais e professores: “Todos diziam que eu usava uma linguagem acessível, fácil de entender, mas que a obra de 400 páginas assustava os adolescentes”, explica o autor, que criou uma versão mais condensada, visual e lúdica, sem perder a substância do conteúdo. São 232 páginas, com ilustrações da artista plástica Rita Brugger. R$ 29,90. www.laurentinogomes.com.br


29horas com... Gustavo Penna

Arquiteto responsável pelo projeto do novo Mineirão para a Copa 2014, Gustavo nasceu em Belo Horizonte e é encantado por São Paulo. Além do escritório recém-inaugurado no Itaim, ele tem dois de seus três filhos morando na capital paulista – motivos de sobra para cruzar a ponte aérea com frequência.

5h às 11h

“Vou ao Girondino beber um café e depois à biblioteca do Mosteiro de São Bento, um lugar instigante e misterioso. Daí sigo pelas ruas e vielas, sentindo na pele a atmosfera e a arquitetura do Centro”. Café Girondino – R. Boa Vista, 365, tel. 3229-4574. Mosteiro de São Bento – Lgo. de São Bento, s/n˚, tel. 3328-8799

11h às 17h “Costumo almoçar na Praça Vilaboim, que desperta um sentimento de intimidade. Aproveito para admirar o edifício Louveira, projetado por Vilanova Artigas, uma das minhas referências na arquitetura”. Ed. Louveira – Pça. Vilaboim, 144.

17h às 23h “Lugarzinho bom é a Livraria Cultura, no Conjunto Nacional. Ali bebo mais um café e me atualizo das novidades literárias. Depois sigo para o La Mar, que serve um cebiche de robalo dos sonhos”. Livraria Cultura – Av. Paulista, 2.073, tel. 3170-4033. La Mar – R. Tabapuã, 1.410, tel. 3073-1213.

23h às 29h “Fecho a noite com boa música, com um show de jazz no Bourbon Street em companhia dos amigos”. Bourbon Street –

EUGENIO SAVIO/divulgação

R. dos Chanés, 127, tel. 5095-6100.


99


O mundo não tem limites para clientes HSBC Premier. Xochimilco – México 24°N

O HSBC Premier está sempre ao seu lado, oferecendo as melhores soluções financeiras todos os dias, onde quer que você esteja. Por isso, você tem à disposição diversos canais de atendimento, como internet, celular e caixas automáticos. Além disso, você ainda é reconhecido como um cliente HSBC Premier ao usar seu cartão de crédito, podendo desfrutar de vantagens exclusivas em qualquer lugar do mundo. Assim, você tem muito mais tempo para cuidar das coisas mais importantes da sua vida. Fale com um gerente HSBC Premier. hsbcpremier.com.br

SAC HSBC 0800 729 5977 | SAC e Ouvidoria HSBC Deficientes Auditivos 0800 701 5934 | Ouvidoria do HSBC 0800 701 3904 | hsbc.com.br/ouvidoria

revista 29HORAS - ed.21 - julho 2011  

Revista mensal com agenda cultural de Sao Paulo, distribuida no Aeroporto de Congonhas. Capas: Roberto Minczuk, maestro da Orquestra Sinfoni...

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you