Page 1

AZETA G

SEM MEIAS PALAVRAS. NEM MEIAS VERDADES.

@gazetaoeste

D O

O E S T E

Ano 38 — Nº 9.670 — Mossoró-RN, DOMINGO, 25 de maio de 2014 ALCIVAN COSTA

MCJ

Agrônomo Luís Soares avalia setor agrícola

Artesãos intensificam produção MOSSORÓ, Capa

Mossoró e região têm déficit de 140 policiais civis

MOWA PRESS

Atual efetivo da Polícia Civil para atender a Mossoró e mais 15 municípios da região é de 70 agentes. Segundo o delegado regional Denys Carvalho, para atender a demanda seriam necessários 210 policiais. MOSSORÓ, 8 e 9

g

TERESÓPOLIS ESPERA RECEBER ATÉ 100 MIL DURANTE A COPA ESPORTE, 8

TV PRESS

EDNILTO NEVES

NOS JARDINS

EXPRESSÃO, 4 e 5

www.gazetadooeste.com.br

TV GAZETA

gazetadooeste

LETÍCIA ALMEIDA PASSOU POR QUATRO TESTES ATÉ SER ESCOLHIDA PARA VIVER A ROSINHA DE ‘MEU PEDACINHO DE CHÃO’ TV GAZETA, 9

PACÍFICO MEDEIROS

ATRAÇÕES ANIMAM FEIJOADA BENEFICENTE MOSSORÓ, 2

SIMULAÇÃO DO SAMU ORIENTA POPULARES MOSSORÓ, 5

CHUVAS DEVEM SER MENOS INTENSAS ATÉ O FINAL DO MÊS MOSSORÓ, 6

EXPRESSÃO

Repórter-fotográfico Pacífico Medeiros se destaca em prêmio dos Correios. Um dos projetos do fotógrafo, que tem sua base no fotojornalismo, é levar sua arte literária para as imagens. EXPRESSÃO, Capa

JUSTIÇA DECRETA DISSOLUÇÃO DA ATIVA CIDADES, 4

RN PODERÁ TER NOVA LINHA DE CABOTAGEM CIDADES, 4

FALE COM A GENTE: 3314-1687 — redação@gazetadooeste.com.br; comercial@gazetadooeste.com.br — ESTA EDIÇÃO TEM 78 páginas — PREÇO DESTA EDIÇÃO R$ 2,00


2 Gazeta do Oeste

Mossoró, domingo, 25 de maio de 2014

Circulando em OFF

Opinião Espaço Dorian Jorge Freire UMA BALADA PARA MIGUEL

Gilberto de Sousa

Paulo Afonso Linhares - Advogado

gilberto@gazetadooeste.com.br diretorderedacao@gazetadooeste.com.br gilberto-de-sousa@hotmail.com

NOVO ESTÁDIO DE CARAÚBAS TEM NOME Do consultor de gestão Raimundo Fernandes, recebi o seguinte e-mail: "Prezado Gilberto, O projeto de lei que propunha o nome do estádio de futebol de Caraúbas em homenagear Cleto de Oliveira Filho - Teté - tornando-o Tetezão foi votado na sextafeira passada e aprovado por unanimidade pelos vereadores de Caraúbas e já foi sancionado pelo prefeito Ademar Ferreira que também jogou com Teté e era dele amigo. A unanimidade em torno do projeto torna clara e evidente a justa e correta homenagem. A família, os amigos e a grande maioria da sociedade Caraubense está muito feliz e grata por esta justa homenagem ao maior atleta da história de Caraúbas, além do grande cidadão, homem de família ilibada na cidade e amigo de muitos naquela terra. Parabéns ao prefeito Ademar e aos vereadores pelo reconhecimento. Agora é preparar-se para a grande inauguração do Tetezão como já está sendo chamado por todos. Raimundo Fernandes, diretor da Focar". Está falado meu caro Raimundo Fernandes, justa homenagem ao seu irmão. Avante! ROSALBA NA BERLINDA Ficou para o começo do próximo mês a conversa definitiva que o senador José Agripino terá com a governadora Rosalba Ciarlini e assim definir a posição do Democratas nas eleições deste ano. A verdade é que Agripino já teria dito a Rosalba que vai apoiar Henrique Alves ao governo, negando assim a legenda do partido para que ela possa entrar novamente no páreo.

BALANÇO POSITIVO

CÉLIO DUARTE

Fosse conhecedor da arte da composição musical - e nuncaaprendiatocarqualquerinstrumento-comporiauma balada para marcar o que eu conheci de vida e o desfecho trágico, prematuro e inesperado desse cidadão que foi Miguel Josino Neto, amigo de uma convivência de quase três décadas.FechoosolhosevislumbroumMigueldefalamansa que,todavia,dava vazão às torrentes de argumentos gestadas em raciocínios superiormente aguçados e não raro revestidos de finíssima ironia. Aliás, Miguel Josino foi um exemplo de enorme precocidade nos multifacetados aspectos da existência, mormente, no dúplice papel profissional de professor e de operador do Direito. Precocidade que até fê-lo aparentar mais idade do que efetivamente tinha, dada a grande maturidade intelectual que naturalmente demonstrava nos vários domínios da vida. Um aspecto interessante e que decerto passaria - e passou - despercebido para muita gente foi o especial apego que Josino devotava às personagens cervantescas do fidalgo Don Quijote de la Mancha e seu fiel escudeiro Sancho Panza; até no timbre do papel utilizado em sua atividade de advocacia privada ostentava aquela silhueta de ambos imortalizada na ilustração clássica de Gustave Doré. E colecionava quadros, gravuras, pequenas estátuas e outras peças artísticas que representavam sempre o magro perfil "del caballero de la triste figura", de patética armadura e lança arriada no seu esquálido Rocinante, sempre acompanhado do robusto fâmulo, Sancho Panza, em seu indefectível burrico, "el Rucio". A partir da primeira e juvenil leitura que fiz da magnífica obra de Cervantes formei um convicção: era impossível alguém condensar, num só espírito, os díspares caracteres de Quijote e de Panza. Isto até conhecer Miguel Josino que, embora demonstrando de princípio a robustez física, a praticidade e o ceticismo típicos de Panza, mostrava-se visionário e cultor de acendradas paixões, como procedia o engenhoso fidalgo de La Mancha. Sim, ele conseguia a síntese maravilhosa de ter os pés firmemente chantados na realidade da existência e a cabeça a singrar mundos de abs-

tração e fantasia. Talvez a girafa, figura também de sua enorme predileção (Miguel Josino colecionava centenas de pequenas estátuas desse animal) simbolizasse essa síntese tão rara... Esses aspectos decerto que representavam o pano de fundo dessa personalidade instigante, inquieta e não menos brilhante que foi Miguel Josino - ele ria solto, aliás, quando eu afrancesava seu nome para Michel Josin -, porém, mais relevantes eram outras facetas de seu comportamento: homem cordial e detentor de virtudes cívicas, um ótimo filho, ademais de extremoso pai de Pedro e Marília, cujo coração virtuoso paternalmente acolheu, por igual, Talita, Camila e Rebeca, filhas de sua amada Karla, tornadas suas também. Relevante frisar, por fim, que Miguel Josino Neto era exímio conhecedor da difícil e nobre arte de fazer e, sobretudo, de conservar amizades. E soube ser um grande e leal amigo. Por tudo que representou a efêmera e fulgurante passagem de Miguel Josino Neto por estes prados da existência, poucas vezes se viu tantas homenagens, tão sinceras e tão sentidas, quando das suas exéquias, nesta terra potiguar. Sem dúvida, tudo muito comovente. Por generosa e humanitária decisão de seus familiares, alguns órgãos de Miguel foram retirados e transplantados em várias pessoas, mitigando-lhes o sofrimento por encerrar buscas e trazer esperanças de novos dias: vive Miguel Josino Neto, agora, como olhos de uns e rins de outros. Pagou um belo tributo à humanidade e assim pôde transpor, na barca de Caronte, os rios Estige e Aqueronte, na grande viagem rumo às brumas da eternidade. Doravante, porém, permanecerá Miguel Josino Neto como luminosa estrela no horizonte de nossas lembranças. Como deixou lançado seu homônimo, Miguel de Cervantes, "Seja passado o passado. Tome-se outra vereda e pronto". Vai, grande Miguel, agora sim um "Caballero de los Leones", de lança em riste e armadura reluzente, num belo corcel de luz, desafiar e vencer gigantes doutros mundos. Vai, amigo, cuidar das tantas girafas que vagueiam nas savanas da imortalidade. Ave, Miguel.

Charge

POR: LAÉRCIO EUGÊNIO

DESGASTE E COMPLICAÇÕES Além das complicações perante à Justiça, Rosalba ainda enfrenta desgaste junto a aliados e ao próprio partido, assim como no contexto populacional.Mesmo assim ela entende que irá superar tanto o problema judicial,quanto os demais focos de desgaste.Mas Agripino está longe de acreditar nisso. ENCONTRO COM HENRIQUE A propósito, José Agripino tem afinado o discurso com Henrique e já participando juntos de eventos pelos municípios. Ao mesmo tempo em que tenta encaixar o seu filho, deputado Felipe Maia no chapão proporcional. RECEIO Falar nisso, não há como não gerar receio dos parlamentares e pleiteantes a deputado estadual e federal nesse chapão. É pouca tampa para muita garrafa, o que poderá resultar na queda de alguns nomes de peso. Tenho dito. METROPOLITANO NO SERIDÓ A TV Metropolitano já pode ser vista também no Seridó através do canal 40 da TV Cabo Portal Sidy`s. Em Mossoró, ela é vista através do canal 25 da TCM. PARA REFLETIR "Eu segurei muitas coisas em minhas mãos, e eu perdi tudo;mas tudo que eu coloquei nas mãos de Deus eu ainda possuo", já dizia Martin Luther King Jr. NOS JARDINS Quem está hoje na seção Nos Jardins da Gazeta é o engenheiro agrônomo Luís Soares, que focaliza o setor agrícola com muito otimismo no futuro. CANDIDATO O vereador Alex do Frango (PV) está se articulando para disputar a presidência da Câmara Municipal, para o mandato tampão. Ele fala um pouco sobre seu projeto e sua vida. Veja matéria nesta edição. A QUEM INTERESSAR POSSA "Se não puder voar, corra. Se não puder

RELAX

O prefeito Francisco José da Silveira Júnior faz balanço positivo da recente viagem a Brasília. Assegurou muitos benefícios para Mossoró.

Artigo

correr,ande.Se não puder andar,rasteje,mas continue em frente de qualquer jeito". PAGAMENTO DA EMPERCOM A Justiça do Trabalho em Mossoró informa que concedeu alvará coletivo autorizando o pagamento dos salários atrasados dos trabalhadores Empercom. Anunciada em audiência realizada na última quarta-feira, 20 de maio, a decisão ainda aguarda os trâmites burocráticos para que seja cumprida. LIBERAÇÃO É preciso agora que a terceirizada envie um documento único para o banco com os dados dos funcionários para proceder à liberação do saque. JUSTA HOMENAGEM Lançado em Assu, na semana que passou,o livro em homenagem ao padre Francisco Canindé Santos, "Pastor Incansável do Vale do Açu", de autoria do religioso Tállison Ferreira da Silva. A publicação, de 167 páginas, é um verdadeiro passeio pela vida do sacerdote que,de 1966 até 2011 foi o pároco da cidade do Assu e com sua energia contagiou a todos ao longo de décadas. É uma justa homenagem, diante das lutas incansáveis do Padre Canindé pelo bem comum.

"Porque a vida só se dá/Pra quem se deu/Pra quem amou, pra quem chorou/Pra quem sofreu/Quem nunca curtiu uma paixão/Nunca vai ter nada, não..." VINÍCIUS DE MORAES

A ESPERANÇA É UMAVIRTUDE Rubens Coelho - Jornalista Assim é a vida, nem tudo é bom como se quer, nem má como se imagina. E os lírios dos pântanos teimam e florir. Do mesmo modo é o povo brasileiro que maltratado, espezinhado, achincalhado, humilhado, persiste, porém, na busca de dias melhores e de uma felicidade cada vez mais distante, mas nunca impossível, como assim determina a esperança, eterna aliada de quem nunca se entrega aos percalços de um destino que lhe tem sido ingrato e cruel. E há quem diga que o brasileiro é inconstante, impaciente e imediatista. É uma inverdade, pois nem a lendária paciência oriental suportaria mais de 500 anos de indignidade e desprezo a que tem sido vítima nossa gente. Historicamente em seu nome se comete as maiores barbaridades e desatinos, continua, contudo, um povo pacato, ordeiro e por que não dizer alegre! Mas entre as grandes virtudes que herdamos dos nossos ancestrais está a de sempre termos esperanças e nela depositarmos o futuro promissor há muito tempo aguardado e nunca chegado. Não importa, continuamos acreditando e por isso é que temos sobrevivido.

Acreditamos, inclusive, ser Deus brasileiro, razão pela qual sempre esperamos vencer os desafios cada vez maiores que se apresentam para nós. Que o Brasil é o país do futuro, embora esse futuro agora esteja presente em países como a China e outras nações. Mesmo assim, ficamos, resignadamente, aguardando nossa vez. E tome futebol e carnaval para disfarçarem os conflitos e tristezas que existem no seio da coletividade. A classe dominante e os governantes são bem conscientes dos sentimentos do povo e exploram com maestria as diversas formas de mantê-lo iludido com outras preocupações não ofensivas aos seus interesses. Os meios de comunicação, especialmente os televisivos aos seus serviços, funcionam também como via de escape dos problemas sociais,com seus programas de novelas e de pseudoentretenimento, tipo Faustão, Gugu e outros do mesmo naipe, não são feitos por acaso. Tudo obedece a uma lógica de dominação dos corações e mentes da população e com isso torná-la passiva diante dos verdadeiros problemas sociais existentes. Mas um dia as coisas mudarão.Essa é nossa esperança.

Gazeta do Oeste www.gazetadooeste.com.br

Um produto da C. Q. Organização Gráfica e Editorial Ltda. Fundada em 30 de abril de 1977 por Canindé Queiroz

Diretor CANINDÉ QUEIROZ

Diretor-adjunto PAULO LINHARES

Diretor de Redação GILBERTO DE SOUSA

Av. Cunha da Mota, 96/100 – Centro – Mossoró/RN – Fone: 3314-1687 Site: www.gazetadooeste.com.br – e-mail: gazeta@gazetadooeste.com.br AS MATÉRIAS ASSINADAS SÃO DA RESPONSABILIDADE DE SEUS AUTORES

Editora DANIELE SILVEIRA


Gazeta do Oeste 3

Mossoró, domingo, 25 de maio de 2014

Política

Alex do Frango vai disputar comando da Câmara ALCIVAN COSTA

Vereador do PV diz que está se articulando e recebendo incentivo dos seus colegas

O

vereador Alexsandro Vasconcelos Valentim, conhecido por Alex do Frango (PV), confirmou a GAZETA DO OESTE o seu desejo de disputar à presidência da Câmara Municipal para o mandato tampão, o complemento da atual legislatura em razão da eleição vitoriosa do prefeito Francisco José da Silveira Júnior (PSD), então presidente da Casa. Alex do Frango afirmou que, embora esteja desenvolvendo seu primeiro mandato, está preparado para mais um desafio na sua vida, entre tantos outros que venceu para chegar onde está. Evitando adiantar detalhes das

articulações de bastidores que vem fazendo, ele assegurou que conta com um grupo de colegas vereadores que vem lhe estimulando nesse sentido. "Tenho recebido manifestações de apoio de colegas que acreditam no meu trabalho, na minha seriedade e sabem que eu tenho o desejo de servir ainda mais a nossa Câmara Municipal. Afirmou que assim como há outros vereadores que colocaram seus nomes à disposição, acredita estar credenciado a entrar na disputa. Ele diz reconhecer que são nomes igualmente valorosos, que assim como ele, têm o legítimo desejo de pleitear à presidência do Legislativo. Ele aproveitou para elogiar as gestões do então presidente Francisco José Júnior, bem como a de Alex Moacir. É tanto que garante manter os serviços que vêm sendo ofertados à população, olhando pela ótica de ampliálos. "Levar a Câmara Municipal com mais frequência à zona rural é um dos meus desejos", afirmou

Alex do Frango, confirmou à GAZETA DO OESTE o seu desejo de disputar a presidência da Câmara

Uma vida de muito trabalho e de conquistas Alex do Frango começou a trabalhar aos oito anos de idade em um mercadinho de familiares que, entre outras atividades havia o abate de frangos. Cresceu trabalhando a ter assumir o comando dos negócios da família. Casou muito jovem, aos 17 anos, enquanto sua esposa tinha 13 anos. "Neste domingo, inclusive,

completo 16 anos de casado" com duas filhas desse matrimônio. A partir da sua atividade e tendo uma inclinação no sentido de ajudar aos amigos e a clientela, passou a receber estímulo para sair candidato a vereador. Sua luta passou a ser concentrada entre os conjuntos residenciais Integração e Redenção. "An-

CEDIDA

nutenção da Câmara dos Deputados. E diante disso, vem conversando com Henrique Alves. Durante seu discurso no evento, o presidente do Democratas ressaltou a importância da união da classe política do Estado para trazer de Brasília recursos para melhorar a vida do povo potiguar. "O Rio Grande do Norte é um Estado pequeno, cheio de problemas e precisa contar com a união das forças dos homens e das mulheres que, realmente, tem força para trazer de Brasília a solução para os nossos pro-

blemas", disse Agripino. O líder democrata destacou ainda a alegria de fazer parte de um momento importante para uma das cidades mais queridas da região do Mato Grande. "Estou feliz pelo carinho recebido em João Câmara. A vida de um homem público não é fácil, é complicada, mas os momentos de alegria são os momentos como o que eu vivi hoje aqui diante da mão estendida, do beijo da criança, do abraço do pai de família, da gratidão do povo de João Câmara", ressaltou Agripino, elogiando

tes mesmo de ser vereador eu já gostava de lutar pelos interesses da população daquela área, mesmo sem sequer ser líder comunitário. Agora, na Câmara Municipal ele está tendo a oportunidade de botar em prática alguns projetos, como o "área limpa", que consiste no aproveitamento de terrenos baldios pa-

ra campinhos de futebol. "É uma forma de contribuir para que o jovem possa substituir pelo esporte, o descaminho das drogas, por exemplo", ressaltou. Ele afirmou ainda que tem sido compreendido pela sua comunidade e continua recebendo estímulos visando seguir adiante. "Eu estou pronto para mais um desafio", garantiu.

TRE-RN empossa novo juiz para compor a Corte Eleitoral do RN

Senador José Agripino se inclina para apoiar projeto de Henrique Eduardo Alves Na semana passada, o senador José Agripino(DEM) participou ao lado do presidente da Câmara dos Deputados e governadorável Henrique Alves(PMDB) da inauguração do novo mercado público de João Câmara, prestigiando assim o prefeito democrata Ariosvaldo Targino de Araújo (Vavá). A solenidade de inauguração reuniu várias lideranças estaduais, entre elas a viceprefeita de Natal,Wilma de Faria (PSB);o presidente da Câmara dos Deputados, deputado Henrique Alves (PMDB), e o deputado federal Felipe Maia (DEM). Mais do que um simples encontro de lideranças em um município, esse evento contribuiu para aguçar as especulações em torno da inclinação do senador José Agripino em apoiar Henrique Alves ao governo, em detrimento da governadora Rosalba Ciarlini, que vem lutando para obter a legenda e tentar consolidar a reeleição. Na semana passada ainda, Agripino teve um encontro com a governadora, exatamente para discutir a sucessão estadual e, nesse ínterim, não chegaram a um consenso. Além de estar distante de Rosalba, Agripino tenta, sobretudo, acomodar o seu filho, deputado Felipe Maia numa chapa proporcional que assegure sua ma-

Alex do Frango, enfatizando a necessidade de realçar mais apoio ao homem do campo, dando oportunidade para que os agricultores tenham a oportunidade de conhecer melhor o trabalho dos seus representantes. Como uma das metas que pretende imprimir caso chegue ao comando do Legislativo seria consolidar a luta para assegurar uma sede própria, oportunizando melhor ambiente de trabalho e gerando assim mais acesso do povo ao Legislativo.

ainda o prefeito Vavá pela boa administração. "Vavá é um campeão de obras. Há anos que a casa de Vavá em Brasília é o gabinete de José Agripino. Foi, é e vai continuar sendo porque sempre estarei ao lado de Vavá". A cidade de João Câmara estava sem mercado público há mais de um ano, quando o antigo mercado foi interditado e lacrado pela Justiça seguindo determinação de laudo emitido pela Vigilância Sanitária. (Com informações da assessoria de imprensa de José Agripino).

O Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Norte empossou, na semana passada, o juiz eleitoral Sérgio Roberto Nascimento Maia que atuará como membro titular da Corte Eleitoral em substituição ao juiz Nilson Cavalcanti. O juiz empossado já foi titular da 69ª Zona Eleitoral e, atualmente, é juiz titular da 2ª Vara da Infância e Juventude, atuará como membro da Corte no biênio 2014-2016. Em discurso de saudação, o juiz Arthur Cortez, que falou em nome do TRE-RN, ressaltou a trajetória profissional do juiz empossado e algumas de suas características éticas. "Ele sempre buscou exercer sua profissão com honestidade e independência", disse Arthur Cortez, que destacou o papel familiar desempenhado por Sérgio Maia, afirmando ser um bom marido, pai e educador. "Um homem dedicado à família, marido e pai exemplar. Tem buscado viver a vida profissional ao lado da família, educando os filhos com diálogo e transparência. Procura acompanhar todas as etapas da vida dos filhos, valorizando os estudos e a responsabilidade em um clima de cumplicidade e amizade com todos os integrantes da família", completou. O procurador eleitoral, Gilberto Barroso, destacou

ainda as características profissionais de Sérgio Maia no Judiciário Eleitoral, mencionando, como marca de sua atuação, a sabedoria e imparcialidade. O novo membro da Corte do TRERN acredita que sua experiência na função jurisdicional será benéfica para o Tribunal. Para ele, a Justiça Eleitoral brasileira é um grande exemplo para o mundo, devido a sua credibilidade,confiabilidade e transparência. "Fazer parte da Justiça Eleitoral engrandece a carreira de qualquer magistrado", relatou o juiz. Finalizando a cerimônia de posse, o desembargador Amílcar Maia ainda agradeceu a vinda dos presentes e desejou boas vindas e sucesso ao empossado."É uma satisfação tê-lo como membro deste colegiado", finalizou.

Um homem dedicado à família, marido e pai exemplar. Tem buscado viver a vida profissional ao lado da família, educando os filhos com diálogo e transparência Gilberto Barroso


4 Gazeta do Oeste

Mossoró, domingo, 25 de maio de 2014

Gerais Presidente Dilma assina decreto que cria regras para a atuação de ONGs

A

presidente Dilma Rousseff assinou na sextafeira (23) decreto que estalece regras e diretrizes para o funcionamento no país de Organizações NãoGovernamentais (ONGs). Conhecida como Marco Regulatório das ONGs, a norma começou a ser elaborada, em 2011, após virem à tona denúncias de corrupção envolvendo contratos entre essas organizações do terceiro setor e ministérios do governo Dilma.À época,a crise política levou à demissão dos ministros do Esporte e do Trabalho. Defendido pelas próprias ONGs como uma maneira de moralizar o segmento, o novo marco regulatório foi oficializado durante a Arena de Participação Social,evento promovido pelo governo federal,em Brasília.A iniciativa reuniu durante três dias representantes do Executivo e de movimentos sociais. Na mesma cerimônia, Dilma também assinou decreto que institui a Política Nacional de Participação Social e entregou troféus aos vencedores da 5ª edição do Prêmio ODM Brasil.

Na solenidade que oficializou o novo conjunto de regras para o terceiro setor, Dilma defendeu a implementação do marco regulatório. "Com elas [novas regras] nós vamos garantir uma coisa importantíssima, que é mais clareza e mais segurança jurídica para os gestores das ONGs e vamos reconhecer algo que é fundamental. Vamos reconhecer o papel das ONGs na execução de políticas governamentais de uma forma explícita", destacou a presidente. De acordo com o secretário executivo da Secretaria Geral,Diogo de Sant'Ana,o marco regulatório das ONGs é baseado em quatro eixos principais. O primeiro deles especifica quais despesas de custeio podem ser financiadas com os recursos provenientes de convênios com o governo federal. Até então, explicou Sant'Ana, não ficava claro se os gastos com internet ou combustível, por exemplo, eram passíveis de ressarcimento público. Com o decreto, fica determinado que essas despesas podem são reembolsadas,desde que es-

ROBERTO STUCKERT FILHO/PR

Na mesma cerimônia em que assinou a criação do novo marco regulatório das ONGs, Dilma entregou troféus aos vencedores da 5ª edição do Prêmio ODM Brasil

tejam previstas no plano de trabalho e sejam necessárias para a execução do convênio. Outra mudança na gestão das ONGs determinada pelo decreto é com relação ao pagamento das equipes de trabalho contratadas.Em vez de um salário fixo mensal,os contratados por essas organizações devem receber por hora trabalhada valores proporcionais à atividade que exercem. Os vencimentos,no entanto,não poderão exceder 70% do teto constitucional de remuneração no serviço público. A terceira e a quarta regra da nova norma dizem respeito às prestações de

contas dos convênios. Agora, a prestação deve ser feita ao longo da execução do convênio,de forma sistemática, e não somente ao final, como vinha ocorrendo até então. A periodicidade das declarações vai depender do tipo de convênio e do seu edital. O marco regulatório define ainda um escalonamento das prestação de contas de acordo com os valores repassados às ONGs. Na prática, quanto maior o recurso, mais rigorosa será a fiscalização.As quantias mais vultuosas estarão sujeitas, por exemplo, à inspeção obrigatória no local e à realização de uma auditoria ex-

Toffoli manda soltar deputado investigado na Operação Ararath FACEBOOK

O ministro Dias Toffoli,do Supremo Tribunal Federal,determinou a libertação do deputado estadual de Mato Grosso José Geraldo Riva (PSD) na sextafeira. Ele foi preso na Operação Ararath, da Polícia Federal, que investiga crimes contra o sistema financeiro no estado. No pedido para revogar a prisão, a defesa argumentou que a Constituição Federal condiciona a prisão de parlamentar à autorização da Casa Legislativa à qual pertence, a não ser que seja flagrante por crime inafiançável.No caso do Riva,não houve autorização e não houve flagrante. A operação realizou buscas no apartamento do governador do Mato Grosso, Silval Barbosa (PMDB) e prendeu o ex-chefe da Casa Civil do estado,Eder Moraes, e José Geraldo Riva (PSD) na manhã da última terça-feira. Embora a operação tenha sido deflagrada no início da semana, o inquérito com as investigações correspondentes foi aberto no STF em 31 de março. O caso tramita no Supremo porque entre os investigados está o senador licenciado Blairo Maggi, que tem direto ao foro espe-

Preso na terça-feira, José Geraldo Riva teve prisão revogada nesta sexta

cial por ser parlamentar. Logo depois de deflagrada a operação, Toffoli concedeu um pedido feito pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot,para que informação relativa às investigações fosse divulgada. No ofício, Janot pediu para autoridades envolvidas na operação se “abstivessem de qualquer comunicação” com a imprensa. A ordem foi seguida à risca pela Polícia Federal, que sequer divulgou resumo da operação, como costuma fazer.


Gazeta do Oeste 5

Mossoró, domingo, 25 de maio de 2014

Opinião Artigo ONU PREOCUPADA COM O CRESCIMENTO DO BRASIL Elviro Rebouças - Economista e Empresário

Agora é a ONU - Organização das Nações Unidas - criada em 24 de outubro de 1945, logo após a Segunda Grande Guerra Mundial, e o Brasil sendo representado pelo notável gaúcho Osvaldo Euclides de Sousa Aranha, que diminuiu a projeção do PIB brasileiro para 1,7% em 2014, enquanto a média mundial deve ser de 2,8%. O Brasil não vai conseguir acompanhar nem mesmo o crescimento médio da economia mundial em 2014 e 2015, e a expansão do PIB terá um desempenho mais fraco até mesmo que os países ricos que ainda sentem o peso da crise. Dados divulgados na quarta-feira passada, 21 de maio, pela ONU revelam que o crescimento do PIB nacional no ano será de apenas 1,7%. No início do ano, a projeção da entidade apontava para um crescimento de 3%. A ONU também alertou que a expansão da economia mundial será menor do que se imaginava e esse freio ocorre justamente por conta do mau desempenho dos mercados emergentes. No que se refere ao Brasil, a revisão para baixo é a segunda maior feita pela ONU sobre um país e só a Rússia, de Vladimir Putin, em pleno conflito com a Ucrânia, vive uma situação mais dramática que o Brasil. Casos como Venezuela, Argentina e Síria já estavam demarcados pela Entidade que analisa, trimestralmente, a economia de 193 países, mais ainda o Vaticano e a Palestina, tendo uma visão ampla e atualizada dos cinco continentes do nosso planeta. Com a redução, a entidade agora projeta que o Brasil vai praticamente crescer no mesmo ritmo da Europa, um continente que pena para sair da crise. A expansão do PIB nacional ainda ficará abaixo da média mundial de crescimento, de 2,8% no ano. Mesmo os países ricos, que ainda enfrentam sérias dificuldades por conta da crise de 2008, já vão crescer mais que o Brasil no ano. Nos EUA, a taxa prevista de expansão é de 2,5%. A economia brasileira continua a expandir a uma taxa muito moderada de 1,7% em 2014, com perspectivas magras de demanda de investimentos e pressão cada vez maior para consolidação fiscal, alertou a ONU, que destaca as "crescentes dificuldades" das grandes economias sul-americanas. Os últimos dados oficiais do governo apontam que a economia brasileira de fato perdeu fôlego ao longo dos três primeiros meses deste ano. O trimestre registrou uma expansão de apenas 0,3% do PIB. Em março, o Índice de Atividade Econômica do BC até mesmo recuou em 0,11%. Para 2015, a ONU agora prevê ainda um crescimento baixo no Brasil, de apenas 2,5%. O índice é bem inferior à média mundial, de 3,2% e bem abaixo dos 4,2% projetados inicialmente pela entidade para a economia brasileira. Em 2013, o Brasil registrou uma expansão de sua economia de 2,3%, acima da média mundial de 2,2%. O impacto do freio no Brasil será sentido em toda a América do Sul, com uma taxa de expansão de apenas 2,1%. "A Argentina deve sentir uma marcada desaceleração", alertou a ONU. Para entidade, a Venezuela deve entrar em recessão. Longe da realidade brasileira, o México se aproveitará da recuperação dos EUA e crescerá 3,2% em 2014. Revisão. Se na revisão para 2014 o Brasil perdeu 1,3 pontos percentuais e outros 1,7 pontos para 2015, a ONU também aponta que a economia mundial também perdeu fôlego. Em média, o crescimento do planeta será 0.2 pontos porcentual abaixo do que estava sendo previsto em janeiro. Os principais responsáveis, porém, são os emergentes. Esse grupo crescerá 0,4 pontos percentuais abaixo do que se imaginava em janeiro. A taxa deve ficar em 4,7% de expansão para 2014 e 5,1% para 2015. A China terá uma expansão de 7,3%, contra uma projeção inicial de 7,5%. Na Índia, a taxa será de 5%, 0,3 abaixo da projeção da ONU feita em janeiro. Segundo a ONU, a taxa é 2 pontos percentuais inferior ao que os emergentes cresciam nos últimos anos. A única situação mais grave que a do Brasil é registrada na Rússia, país que passou a ser alvo de sanções comerciais por sua atitude na Ucrânia e que viu uma fuga de capitais. A economia russa deve crescer apenas 1% em 2014, contra uma perspectiva inicial de quase 3%. Para a ONU, os emergentes ainda sofrem diante das turbulências nos mercados financeiros e não se descarta que haja um impacto ainda maior se países ricos começarem a elevar suas taxas de juros. Segundo a entidade, a fuga de capitais registrada em 2013 e início de 2014 "trouxe de volta para a memória a crise dos emergentes dos anos 90". Ricos. Já para o mundo desenvolvido, a ONU destaca que 2014 será o primeiro ano depois da crise de 2008 que todos os países registrarão um período de expansão. Nos países ricos, a revisão da projeção aponta para um crescimento acima do esperado, com um aumento de 0,1 pontos percentuais. Para 2014, o crescimento será de 2%, contra apenas 1,1% em 2013. Mas a ONU deixa claro que, depois de cinco anos de crise, essas taxas ainda são insuficientes para recuperar a produção perdida e começar a criar postos de trabalho. O déficit de empregos chega a 63 milhões de postos de trabalho e reverter essa realidade pode levar décadas. Outra fragilidade é a situação ainda que vive o euro, além de dívidas "insustentáveis". Portanto, caro leitor, como diz o Chico Buarque, em sua composição "Meu caro amigo", mas o que eu quero é lhe dizer que a coisa aqui tá preta.

Penso, logo...

Canindé Queiroz

Rubens Coelho rubensfcoelho@hotmail.com

NOS BRAÇOS DE ROBINSON A postura hostil da direção do PMDB local em relação à ex-prefeita Fafá Rosado e ao seu grupo poderá levá-los a se sentirem incomodados quanto ao apoio ao candidato do partido Henrique Alves ao Governo do Estado. A difícil convivência entre as duas alas do PMDB de Mossoró, vai terminar por jogar uma delas, a de Fafá, nos braços de Robinson Faria (PSDD), adversário de Henrique. Os fafazistas estão inquietos diante das críticas acerbadas vindas do que seria seu próprio acampamento. Eles dizem que estão no limite, a situação continuando logo eles tomariam uma decisão e certamente não seria favorável ao candidato Henrique. O jogo está sendo jogado de maneira desleal, disse um participante do esquema de Fafá. Robinson está à espreita e se derem chance ele chega junto e não vai demorar, segundo o informante. A DIPLOMAÇÃO E POSSE Juíza da 34ª Zona Eleitoral de Mossoró, Ana Clarisse Arruda, anuncia para o dia 29 deste a diplomação e posse do novo prefeito Francisco José Júnior (PSD) e do vice Luiz Carlos (PT). É MELANCÓLICA A situação da governadora Rosalba Ciarlini, politicamente isolada, com avaliação popular ao rés do chão, jogada às traças pelo (DEM), seu partido, desprezada pelo senador José Agripino, que ao sentir sua fiel escudeira do passado trilhar os caminhos tortuosos da ex-prefeita Micarla de Sousa, tirou o corpo fora e passou a tratar exclusivamente de salvar a pele do filho Felipe Maia em sua luta pela reeleição e aí para garantir um lugar nas proporcionais foi aportar no acordão liderado por Henrique Alves. E nessa praia, Rosalba ficou a ver navio. É um fim melancólico para quem teve uma carreira política de vitórias. Mas é isso mesmo, tudo passa, tudo passará!... GOELA ABAIXO Diz Robinson, que o acordão quer impor mais Alves e Maia goela abaixo ao RN. Reiterando sua pré-candidatura ao governo, Robinson abordou, pela primeira vez, aquilo que está difundido como "acordão" entre Alves e Maia nas eleições deste ano. Ele criticou o chapão, ao qual classificou de "super acordão, talvez o maior da história política do Rio Grande do Norte". Robinson apontou falta de coerência no acordão, onde, de acordo com ele, "predomina a conveniência, o conservadorismo, os interesses particulares e familiares". (Jornal de Hoje) DERROTA Segundo Robinson Faria, o acordão teve sua primeira derrota na eleição suplementar de Mossoró, quando a candidatura apoiada pelo grupo da deputada estadual Larissa Rosado (PSB), das quatro eleições de prefeita que participou, teve "o pior resultado com o apoio do acordão", em termos de votação. CÂMARA MUNICIPAL No início da próxima semana, teremos o desfecho das eleições para a mesa diretora do Legislativo. São as

informações que nos chegam da casa. APESAR DOS LUCROS Estratosféricos auferidos pelos bancos eles estão praticando o desemprego de seus funcionários, o sistema financeiro fechou 2.567 postos de trabalho de janeiro a abril de 2014, mostra a Pesquisa de Emprego Bancário, da Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (CONTRAF), divulgada quinta-feira passada. Enquanto os bancos privados e o Banco do Brasil cortaram postos de trabalho, a Caixa Econômica Federal abriu 1.256 vagas no mesmo período. É POR ISSO Que os clientes desses bancos do desemprego são submetidos a humilhantes filas para serem atendidos, faltam funcionários para fazê-lo. É grosseiro o desrespeito ao cidadão, que é obrigado a ficar durante muito tempo, às vezes em pé, para serem atendidos. É só ir ao BB, Itaú ou Bradesco, ou qualquer outro, para se constatar o sofrimento dos clientes no interior desses estabelecimentos bancários. TEMA DE DEBATE A regionalização da programação cultural, artística e jornalística e a produção independente nas emissoras de rádio e TV será tema de debate na quarta-feira, 28, na Comissão de Ciência, Tecnologia, Inovação, Comunicação e Informática (CCT) do Senado Federal. MEDIDAS PROVISÓRIAS A serem votadas no Senado mais duas medidas provisórias chegaram para exame no Senado, uma sugerindo a prorrogação do chamado Refis da Crise (MP-638/2014), com prazo para adesão até 31 de agosto, e outra ampliando em R$ 80 bilhões o limite disponível para subvenções da União a financiamentos concedidos pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) para setores produtivos. (MP633/2013). PROUNI A Câmara dos Deputados analisa projeto que estende a bolsa permanência a todos os estudantes com bolsa integral do Programa Universidade para Todos (ProUni). Pela proposta (PL 7480/14), o estudante que tem bolsa integral e frequenta turno parcial também terá direito ao benefício para o auxílio com despesas de transporte, de material acadêmico e de alimentação. PLANO NACIONAL O deputado Henrique Eduardo Alves, presidente da Câmara Federal, marcou a votação do Plano Nacional de Educação (PNE) para a próxima quarta-feira, 28. O anúncio foi feito durante reunião com representantes de diversas entidades ligadas ao movimento estudantil, como União Brasileira dos Estudantes (UBES) e União Nacional dos Estudantes Secundaristas. POIS É... Não te encarnices contra um inimigo derrotado (Sun Tzu- A Arte da Guerra)


8 Gazeta do Oeste

Mossoró, domingo, 25 de maio de 2014

Sociais Moda In MÁRIO FILHO mariosegundo1@gmail.com site: http://mariofillho.blogspot.com.br

SENSUAL A sensualidade na moda agora responde pelo nome de "Novo Sexy". Esse estilo consiste em aprender as regras do jogo de mostra e esconde, ser sensual, diferente e acima de tudo estar na moda. Estar confortável com seu corpo é importante antes de mostrá-lo por aí. Afinal, não existe acessório mais sensual do que a atitude confiante de se vestir bem. Para esse novo conceito convidamos o casal Rafael Rodrigues e Priscila Vieira com fotos de Jefferson Fernandes, o style ficou com Felipe Raoni que buscou o do look total jeans como inspiração. A paradisíaca praia de Redonda no litoral cearense foi o local escolhido para as fotos. Confira esse ensaio que com certeza vai mexer com você.

FICHA TÉCNICA FOTOS: Jefferson Fernandes MODELOS: Rafael Rodrigues e Priscila Vieira ASSISTENTE DE PRODUÇÃO: Felipe Raoni LOOKS E ACESSÓRIOS: Acervo Pessoal EDIÇÃO GRÁFICA: Diego Pinheiro


Gazeta do Oeste 7

Mossoró, domingo, 25 de maio de 2014

Opinião Neto Queiroz netoqueiroz@uol.com.br

PARA REFLETIR

ALCIVAN COSTA

NOTAS GERAIS

Ainda existem alguns entraves para a aliança PSD e PT descer para a planície. Por enquanto permanece em terreno montanhoso e íngreme. Nem tudo está ajustado.

O RUMO DE ROSALBA 1 E agora qual será o rumo de Rosalba na eleição de outubro? O DEM já anunciou que não apoiará a reeleição e irá participar da aliança com o PMDB. Será que Rosalba vai aceitar ficar de fora ou lhe resta ainda alguma alternativa?

Na aliança de deputado federal, embora esteja confirmado que PT e PSD marcharão juntos, surge o boato que o PT não terá candidatos a deputado federal. Sem nomes. O PT está preferindo concentrar todos os seus expoentes eleitorais na chapa de deputado estadual, onde não haverá aliança com o PSD, somando mais para eleger o mais possível. Sendo assim, Fábio Faria teria que remar sozinho para alcançar o quociente eleitoral necessário para eleger pelo menos um deputado federal na coligação.

Impressiona como a ex-governadora Wilma de Faria assusta o plano político do deputado Henrique Alves. Haja o que houver, caia o raio que cair, mas Henrique não aceita abrir mão de Wilma na sua chapa. O temor de Henrique de que Wilma seja candidata ao Governo contra ele é quem dá as cartas em todos os entendimentos da coligação.

RÁPIDAS

APENAS SENDO AMÁVEL Em uma noite de tempestade, muitos anos atrás, um homem e sua esposa entraram em um pequeno hotel para fugir da chuva. - Você poderia nos arranjar um quarto? O marido perguntou. O atendente, um homem jovem e gentil com um largo sorriso, olhou o casal e explicou que estavam acontecendo três convenções na cidade. - Todos os nossos quartos estão ocupados. Disse o balconista. - Mas eu não posso deixar o simpático casal na chuva a essa hora da noite. Se estiverem dispostos a dormir em meu quarto... Não é exatamente uma suíte, mas será o suficiente para deixar-lhes confortáveis durante à noite. Quando o casal recusou, o jovem insistiu, - Não se importem comigo. Eu consigo me ajeitar. Assim, o casal acabou concordando. Ao pagar a conta na manhã seguinte,o homem agradeceu comovido ao gesto do jovem atendente, O atendente deu-lhes uma piscadela e sorriu.Os três deram uma boa gargalhada. Enquanto se afastavam, o casal comentou entre si que encontrar pessoas tão amigáveis e úteis não é fácil. Dois anos se passaram. O atendente tinha-se esquecido do incidente quando recebeu uma carta daquele homem. Lembrava daquela noite de tempestade e incluía uma passagem de ida e volta para New York, pedindo que o jovem lhes fizesse uma visita. O homem o recebeu em New York e conduziu-se lhe a um ponto da Quinta Avenida. Apontou então um novo e grande edifício, um palácio de pedras avermelhadas, com torres apontando para o céu. - Aquele, - disse o homem, - é o hotel que eu só construí para que você seja o gerente. O nome do homem era William Waldorf Astor, e a estrutura magnífica era o original Waldorf-Astoria Hotel. Aquele atendente que se tornou seu primeiro gerente era George C. Boldt. Aquele atendente jamais imaginou que uma atitude tão simples como a de cumprir bem e amavelmente o seu papel, lhe levaria a se tornar o gerente de um dos mais fascinantes hotéis do mundo.

PLUGADO

O RUMO DE ROSALBA 2 Um fato é certo. Rosalba não será candidata à reeleição. O DEM não lhe dará legenda.Conforme a legislação,ela não tem tempo suficiente para se filiar a um novo partido. Portanto, não tem mais como ser candidata em outubro. O RUMO DE ROSALBA 3 Restam três alternativas: a primeira é lançar um candidato ligado a ela. A segunda é anunciar apoio a um dos candidatos postos. A terceira é cruzar os braços e tratar de concluir o mandato e depois tirar umas boas férias. O RUMO DE ROSALBA 4 Sobre a primeira hipótese, de lançar um candidato de outro partido, bem que Rosalba poderia pensar em Betinho Rosado, do PP. Mas, tem que ver a questão da elegibilidade, uma vez que como parente, Betinho poderia estar inelegível.

Estima-se que Fábio precisaria de algo em torno de 300 mil votos para se eleger sozinho. Tarefa praticamente impossível. O que coloca o projeto em risco.

O RUMO DE ROSALBA 5 Caso opte por apoiar alguém, Rosalba teria que escolher entre Robinson Faria e Henrique Alves. Ela tem indisposição com os dois. Se tivesse que fazer uma opção, poderia ser Robinson, porque derrotar Henrique seria prioridade para o casal Rosalba e Carlos Augusto.

O PSD ficaria mal. Não bastasse estar sacrificando seus deputados estaduais, sacrificaria também o seu federal. Assunto a ser tratados nas próximas conversas.

O RUMO DE ROSALBA 6 Por fim, a hipótese de tratar de concluir o mandato da melhor maneira possível. Parece ser a mais sensata e viável. O governo está mal avaliado, o mínimo que Rosalba poderia desejar era um jeito de terminar bem o seu governo.

• JUNINA - Não é apenas Mossoró que está investindo alto para as festas juninas. Dezenas de cidades do interior potiguar estão gastando bem. • VÁRIOS - Atrações nacionais estão sendo anunciadas em vários municípios. Além de Mossoró, a cidade de Assu prepara grande festa. • CAMPEÃO - Segundo o deputado Nélter Queiroz (PMDB), o candidato Waltinho Alves será o deputado federal mais votado no RN. • VOTOS - Waltinho é o sucessor de Henrique na Câmara dos Deputados e tem o apadrinhamento do campeão de votos, Garibaldi Filho. • UM NÓ - Ainda não está nem perto de ser desatado o nó da coligação proporcional na aliança capitaneada pelo PMDB. Ninguém se entende.


8 Gazeta do Oeste

Mossoró, domingo, 25 de maio de 2014

Esporte Teresópolis, que irá receber a seleção brasileira na preparação para a Copa, espera receber até 100 mil pessoas durante o Mundial

cidade que servirá de base para a seleção brasileira na Copa do Mundo prevê receber até 100 mil pessoas durante o Mundial, uma invasão que Teresópolis aguarda com grande expectativa, mas preocupada que leve a um extrapolamento dos problemas vividos pela população. A rede hoteleira comemora a taxa de ocupação de 93 por cento (e subindo) para o período da Copa do Mundo, a partir da chegada da equipe do técnico Luiz Felipe Scolari em 26 de maio, enquanto moradores reclamam de ruas esburacadas, do engarrafamento diário e da falta de investimentos até mesmo na rodoviária, porta de entrada para boa parte do visitantes. "A rodoviária está em petição de miséria", reconheceu o secretário de Cultura, Ronaldo Fialho, um dos encarregados da preparação da cidade para a Copa, em entrevista por telefone à Reuters. "As pessoas estão nos cobrando muito a respeito da rodoviária. Mas o Brasil se preparou para a Copa? A nossa rodoviária está para a Copa como os aeropor-

A

tos estão para o Brasil", disse. "Teresópolis não fica na Noruega, onde tudo funciona, Teresópolis é um município do Brasil,com todos os problemas que o país tem", afirmou, ponderando, no entanto, que a cidade "vai dar conta da invasão de turistas e jornalistas". O município da Região Serrana fluminense, com cerca de 150 mil habitantes e a 100 quilômetros do Rio de Janeiro, abriga o centro de treinamento da seleção brasileira na Granja Comary desde 1987. Considerado antigo e inadequado, o local foi deixado de lado na preparação da equipe para os últimos Mundiais,mas passou por uma amplareformaestimadaem15milhõesdereais, a pedido do técnico Felipão, para receber o time que vai disputar o Mundial em casa. Além de modernizar as instalações, as obras serviram para isolar mais os jogadores, que antes tinham um contato próximo com a imprensa e com torcedores durante os treinamentos. A intenção foi aumentar a privacidade dos atletas e melhorar as condições de treinamentos. Um dos campos de treino recebeu o mes-

de ‘abrigo’ para a seleção brasileira desde 1987

mo tipo de gramado que será utilizado nos estádios do Mundial, que será disputado de 12 de junho a 13 de julho. "OBRAS DE FACHADA" A Granja fica a poucos quilômetros da entrada da cidade, num condomínio de classe-média alta, distante do engarrafado centro e mais ainda da empobrecida região rural, onde morava a maioria das cerca de 1.000 pessoas que morreram num desastre em 2011 provocado pela chuva. O local também está afastado da rodoviária,apontada por moradores como a principal oportunidade perdida com a Copa. Sem jamais ter passado por uma reforma estrutural,o terminal tem poucos banheiros, praticamente não há oferta de locais para alimentação e o edifício tem péssima aparência devido à manutenção precária. "Fizeram só obras de fachada na cidade, jogaram asfalto na entrada e em algumas avenidas, mas largaram o resto abandonado", disse a arquiteta Márcia Barbosa, moradora de Teresópolis há mais de 30 anos, que também lamentou o estado da rodoviária.

"Quem chegar na cidade de ônibus vai ficar com uma impressão horrorosa", acrescentou. O setor turístico, principal motor da economia local, é o que está mais animado com a presença da seleção brasileira para o Mundial. Dos cerca de 4.700 leitos em 58 hotéis e pousadas, a ocupação é 93 por cento, e alguns deles estão totalmente fechados desde o ano passado. Empresários têm feito doações para a prefeitura enfeitar a cidade, motoristas de táxi receberam curso de inglês para atender aos turistas e alguns pontos turísticos foram reformados. "A cidade ganhou uma bela maquiagem", disse o taxista Vinícius Bittencourt, que inclusive trocou de carro de olho no movimento maior devido à presença da seleção. Nem todos a consideraram "bela",no entanto. Um morador de 17 anos foi detido pela polícia esta semana por ter ateado fogo a uma réplica de 6 metros de altura da taça da Copa do Mundo que estava na principal avenida. A justificativa dele, segundo a polícia, foi que achou a escultura feia.

Temporada desgastante pode afetar jogadores espanhóis,diz Del Bosque O técnico da seleção da Espanha, Vicente del Bosque, está preocupado que a longa temporada dos clubes do país possa ter consequências físicas em seus jogadores, mas acredita que há tempo suficiente para que entrem em forma antes do início do Mundial, em junho. A maior parte da equipe atual campeã mundial e europeia para a Copa no Brasil virá de Barcelona, Real Madrid e Atlético de Madri, e os três clubes travaram uma

disputa acirrada pelo título espanhol, que só foi decidido na última rodada, no domingo passado. Real e Atlético ainda vão se enfrentar, hoje, na final da Liga dos Campeões,e Del Bosque disse que se pode tirar aspectos tanto positivos como negativos dessa situação. "Existe um pouco de preocupação pela situação de todos os jogadores, para ver como estão", disse Del Bosque em entrevista publicada ontem no site oficial da seleção espanhola. "Te-

mos um terço de jogadores que vão disputar essa final (da Liga dos Campeões)", acrescentou. "Essa emoção e esse ânimo de dizer que estamos jogando uma final é muito importante. Eu acredito que o que podemos perder por um lado, ganhamos por outro", analisou. Del Bosque anunciará sua lista final de convocados para o Mundial no domingo, e alguns dos jogadores vão se concentrar em Madri a partir de 26 de maio,

MOWA PRESS

INVASÃO VERDE E AMARELA

Granja Comary serve

com exceção daqueles que participarem da final da Liga dos Campeões, que vão se apresentar no dia 2 de junho. "Sou um pouco resistente às concentrações tão longas e acho que temos o tempo adequado para preparar e encarar o Mundial da melhor maneira possível", disse Del Bosque. "Não se pode pensar que todos (os jogadores) vão chegar perfeitos, mas isso acontece com todas as seleções.Todos os jogadores que

vão participar do Mundial têm uma carga de partidas muito importante", acrescentou. Del Bosque disse ter confiança que o atacante Diego Costa e o meia Jesús Navas estarão recuperados de lesões musculares para jogar o Mundial. A Espanha enfrentará Holanda, Chile e Austrália no Grupo B da Copa do Mundo,e vai iniciar sua campanha na competição contra os holandeses,em uma repetição da final do torneio de 2010 na África do Sul.


Gazeta do Oeste 9

Mossoró, domingo, 25 de maio de 2014

Esporte Santos leva vantagem em confrontos contra o Flamengo, no Morumbi

Cantinho da recordação Olismar Lima

DJALMA VASSÃO/GAZETA PRESS

Santos precisa vencer o Flamengo,hoje, às 16 horas (de Brasília),pela 7ª rodada do Campeonato Brasileiro.A pressão por uma reação da equipe cresce a cada partida, já que o Peixe venceu apenas uma vez neste Brasileirão. Com a Vila Belmiro já à disposição da Fifa, o Santos vai mandar o jogo no estádio do Morumbi. Apesar das reclamações do técnico Oswaldo de Oliveira por não poder atuar em casa, pelo menos o retrospecto é favorável ao alvinegro. A última vez que encarou os rubro-negros no Cícero Pompeu de Toledo, o Santos venceu por 2 a 1, no distante 4 de fevereiro de 1997.A partida era válida pelo primeiro jogo da final do Torneio RioSão Paulo.Alessandro e Macedo marcaram os gols. A vitória encaminhou o título que viria após um empate em 2 a 2 no Maracanã, na segunda partida da decisão. No total, Santos e Flamengo se enfrentaram oito vezes no estádio do rival São Paulo, na Capital paulista. O Peixe leva vantagem de quatro vitórias, contra três do time carioca e apenas um empate. Para o duelo de hoje, a diretoria promove diversas

O

ERICK

Diretoria do Santos promove diversas promoções com a intenção de levar um grande público ao estádio

promoções com a intenção de levar um grande público ao estádio. Os ingressos variam de R$ 10 a R$ 80. ALECSANDRO O técnico Ney Franco não fez mistério e confirmou a ausência de Alecsandro na partida contra o Santos, hoje, às 16h,no Morumbi.O atacante do Flamengo sofreu uma lesão no tornozelo direito durante o empate por 1 a 1 com o Bahia e foi vetado pelo departamento médico. Sem Hernane, que tem problema semelhante e só

volta após a Copa do Mundo, o Rubro-negro tem problemas na formação do time para o importante compromisso. A tendência é a de que Arthur entre na vaga do centroavante. "O Alecsandro está vetado e ainda vamos realizar um trabalho tático. A definição será com calma. Posso jogar com o Arthur ou optar por uma formação mais rápida. Neste caso, o time não teria uma referência", explicou Ney Franco. Na sexta-feira passada, o treinador comandou apenas

um trabalho técnico. Inicialmente, a ideia é manter a escalação da última partida.Ficam pendentes as escolhas do substituto de Alecsandro e a dúvida por conta da ausência do goleiro Felipe ao treinamento. Se o camisa 1 não atuar, Paulo Victor assume a titularidade. Com apenas cinco pontos no Brasileirão e pressionado pela torcida, o Flamengo precisa da vitória após três jogos de jejum para tentar espantar a crise da Gávea e se afastar da proximidade com a zona de rebaixamento.

Botafogo já sente o efeito de Carlos Alberto Uma das contratações mais questionadas do futebol brasileiro neste início de campeonato, o meia Carlos Alberto estreou pelo Botafogo na noite da quartafeira passada. Apesar da derrota por 2 a 1 em Caxias do Sul (RS), o jogador teve um bom desempenho, dando a assistência para o gol marcado pelo paraguaio Pablo Zeballos e mostrando muita movimentação. A velocidade, que parecia ter abandonado o atleta em seus últimos clubes,também deu o ar da graça.A boa atuação do apoiador parece ter causado um efeito positivo em seus novos companheiros, que agora esperam que ele repita a dose na sequência do Brasileirão.

REPRODUÇÃO

"O Carlos Alberto é um jogador experiente,com passagem por vários clubes do futebol brasileiro e que também tem muita habilidade. Temos certeza de que vai colaborar bastante com o nosso trabalho até o fim da temporada.Precisamos de jogadores de talento e inteligência e quanto mais nomes deste tivermos, melhor. O Botafogo tem condições de melhorar seu desempenho no Campeonato Brasileiro", afirmou o volante Gabriel. Zeballos fez coro aos companheiros. "O Carlos Alberto fez uma boa estreia e já começou a nos ajudar. A minha expectativa é a de que ele possa ajudar ainda mais ao longo da temporada, pois trata-se de um jo-

gador de qualidade", disse o paraguaio. Companheiro de Carlos Alberto no próprio Botafogo, em 2008, o goleiro Renan não se surpreendeu com o bom desempenho do jogador diante do Grêmio e disse apostar que o meia será muito importante para a sequência da temporada. "Joguei com o Carlos Alberto aqui mesmo no Botafogo em 2008 e sei que é um jogador de grande qualidade e que vai nos ajudar muito ao longo desta temporada. Espero que ele consiga manter o nível que mostrou logo nesta estreia, quando deu passe para gol e fez coisas importantes. A nossa expectativa é a melhor possível em relação a

ele", analisou Renan. Apesar do bom desempenho em seu jogo de estreia, Carlos Alberto ainda não tem presença assegurada na equipe que vai enfrentar o Vitória hoje, às 18h30(de Brasília), no Estádio Cláudio Moacyr,em Macaé (RJ), pela sétima rodada do Campeonato Brasileiro. O jogador, muito por conta do período de inatividade,vem reclamando de dores na virilha esquerda e pode ficar de fora. Se isso acontecer, Jorge Wagner deverá ser o escolhido para o posto. Com quatro pontos conquistados, o Botafogo busca um triunfo diante dos baianos para deixar a zona de rebaixamento para a Segunda Divisão.

ERICK: um dos destaques do Baraúnas no certame estadual de 2009

Para esta edição, o focalizado do Cantinho da Recordação é Erick, meiocampista que defendeu o Baraúnas, por ocasião da realização do trigésimo quatro certame estadual de futebol, patrocinado pela FNF. O primeiro jogo do nosso focalizado como atleta do leão do oeste ocorreu no dia 8 de fevereiro de 2009, por ocasião da disputa do maior clássico futebolístico do interior do Rio Grande do Norte, o Potiba. O "mundão" do Nova Betânia ficou literalmente lotado para acompanhar a disputa do grande jogo, que teve a seguinte súmula:Potiguar 1x1 Baraúnas. O time macho atuou com o futebol de Paulo Renato; Hugo (Fábio Gomes), Paulão, Rummenig e Bigu; Max, Paulinho Assu,Vaninho (Yuri) e Favinho; Helinho e Marcelo Dias (Giliarde). Já o mais querido contou com a seguinte formação: Isaías; Diego, Índio, Eraldo e Mercinho; Ewerton, Heuber, Eli Thadeu e Josicley (Erick); Maurício Pantera (Franklin) e Bruno Rangel (Adalgiso). Os tentos do clássico foram assinalados por intermédio de Paulão, para o Potiguar, cabendo a Maurício Pantera converter em favor do Baraúnas. Árbitro da partida: Paulo Jorge Rodrigues Brandão Filgueira, que teve co-

mo assistente Milton Otaviano dos Santos e Eduardo Lincoln Neves. Renda do clássico: R$ 85.434,00, para um público pagante de 7.954 torcedores. Observando o nosso arquivo particular,verificamos que em 2009, o Baraúnas assinalou, ao lado do 34° certame estadual de futebol,cerca de vinte e três gols, desta maneira distribuídos: Maurício Pantera (artilheiro da equipe, no citado ano) 10 gols, seguido por Índio (3), Paulinho Mossoró (3), Anderson Bicudo (2), Josicley (2),Bruno Rangel (1),Robertinho (1) e Vieira Bahia (1). Com referência ao nosso focalizado, embora não tenha participado de todos os jogos do Baraúnas,no ano de 2009, mesmo assim, sempre que foi convocado para assumir a titularidade, destacouse de forma eficiente, ganhando a confiança da imensa nação leonina, que costumava ovacionar as suas jogadas diante dos principais adversário do tricolor. Na temporada de 2009,esteve à frente do comando tricolor, no que diz respeito à diretoria,o incansável desportista João Dehon da Rocha, que não mediu esforços, juntamente com os demais dirigentes do leão do oeste. Pelos relevantes serviços prestados ao desporto local, de modo particular, Erick será para sempre reverenciado no Cantinho da Recordação.


10 Gazeta do Oeste

Mossor贸, domingo, 25 de maio de 2014

Publicidade


Gazeta do Oeste

Mossoró, domingo, 25 de maio de 2014

Mossoró

CONTROLE

TEMPERO SOLIDÁRIO Editora: Monalisa Cardoso mossorogazetadooeste@gmail.com

Artistas locais serão voluntários

3

Casos de calazar em humanos e animais diminuem

6

EDNILTO NEVES

ARTESÃOS INTENSIFICAM PRODUÇÃO PARA O

CIDADE JUNINA

Francisca Fernandes, artesã, dá forma aos personagens de biscuit EDNILTO NEVES

Feira de Artesanatos é um dos projetos que integram o evento e terá início no dia 12 de junho

E

ste ano, Lampião e Maria Bonita dividem espaço com o Fuleco, nas mãos da artesã Francisca Fernandes, que intensifica a produção dos objetos que serão comercializados durante a Feira de Artesanatos,um dos projetos que faz parte do Mossoró Cidade Junina (MCJ). A feira começa no dia 12 de junho, mas, como ela também produz para atender lojistas de Natal, o trabalho é contínuo."A preparação está grande, muita coisa do cangaço e da Copa", comenta Francisca Fernandes. "O lojista pede e a gente manda para o lojista", acrescenta.

Boa empreendedora que é, ela aproveita o fato de que este é o ano do mundial de futebol, que em 2014 acontece no Brasil, e incrementa a produção,utilizando as cores do Brasil nos personagens que já eram produzidos. "Tem até cangaceiro com a Bandeira do Brasil", conta. Em geral, o cangaço é o carro-chefe nas vendas de Francisca Fernandes, mas este ano o biscuit ganha também novas cores e dá forma a muitas opções, como miniaturas de jogadores da seleção com a bola nos pés, imãs de geladeira com nosso maior símbolo nacional, chuteiras de biscuit e vários outros artigos associando a cidade de Mossoró aos tons do país, para que os turistas possam levar como lembrança. "A produção está de vento em polpa, trabalhando muito para suprir a necessidade do lojista e do cliente, o turista que vem visitar o nosso estande", reforça. Para dar conta da demanda,os outros membros da família que trabalham com biscuit reforçam a produção.São três pessoas que

Objetos ganham novas formas e cores do Brasil e são a aposta do faturamento dos artesãos durante evento junino

dão forma à massa caseira, colocando em prática a imaginação ao longo de, praticamente, todo o dia. "Nós dormimos e acordamos fazendo biscuit", comenta.

Por dia são confeccionadas cerca de 250 a 300 peças, número que pode ser ainda maior caso haja necessidade. Francisca Fernandes conta que o Mossoró Cida-

CDL e Sindivarejo falam expectativas para o período de Copa do Mundo Com a realização da Copa do Mundo de Futebol, a perspectiva dos lojistas é de aumento nas vendas. Em Mossoró, não é diferente. "Além de ser Copa do Mundo, tem o Mossoró Cidade Junina, então, une o útil ao agradável", comenta o presidente da Câmara dos Dirigentes Lojistas (CDL), Alexandrino Lima. "O comércio de um modo geral sofre os reflexos da conjuntura atual na economia nacional, que também chegam a Mossoró. Sentimos uma certa instabilidade, mas, mesmo assim, sabemos que para qualquer indício de crise ou crise o remédio é sempre trabalhar. Para o período da Copa, o setor comercial entra de cabeça em promoções e asso-

ciação com a imagem que o evento produz, em termos de associação com a seleção e o espírito festivo do brasileiro", comenta o presidente do Sindicato do Comércio Varejista (SINDIVAREJO), Michelson Frota, sobre a preparação do setor. Embora Mossoró não esteja na lista de cidades que sediarão jogos, para Alexandrino Lima, o fato de a cidade ser polo influencia, já que consumidores de outros municípios vêm à cidade com o objetivo de comprar. Já o presidente do Sindivarejo pensa um pouco diferente. "Acredito que alguns setores, como bares, restaurantes e hotéis possam ter algum sinalizador disso, com o trânsito entre

duas capitais que terão jogos, Fortaleza e Natal. Mas não acredito em nada muito acentuado. Isso deveria ser resultado de um investimento maior em nossa infraestrutura pública, como estradas, turismo, etc. Mesmo assim, não custa acreditar que possamos ter desdobramentos a médio e longo prazos até da passagem de tantos turistas pela região", afirma. Os setores que mais devem ser estimulados para Alexandrino Lima são as lojas que vendem enfeites e produtos com a cor que representa o nosso país, o de eletroeletrônico, já que durante a Copa muitas pessoas aproveitam para trocar seus aparelhos de TV, e o comércio como um todo.

De acordo com o presidente da CDL, nas outras edições do mundial de futebol as vendas já eram positivas e a realização dos jogos no Brasil este ano deve contribuir. "É um diferencial", comenta. A menos de um mês para o início dos jogos, alguns setores já dão os primeiros sinais de aumento nas vendas. "O comércio tem um comportamento, que, segundo as informações que temos, está ligado à venda televisores, algo aguardado. Mas o próprio calendário da Copa do Mundo, associado ao período junino, cria um reforço em vendas nos segmentos que costumeiramente possuem bom desempenho no período", finaliza Michelson Frota.

de Junina é o único evento do município que participa, já que em outras épocas do ano trabalha mais em outras cidades. "porque é o evento que vem muitos turistas,

muita gente de fora",comenta a artesã, que aproveita para convidar a população a visitar a Feira: "E levar dinheiro no bolso para comprar artesanato", reforça. ALCIVAN COSTA

Lojas investem nas cores do Brasil para atrair consumidores


2 Gazeta do Oeste

Mossoró, domingo, 25 de maio de 2014

Mossoró EDNILTO NEVES

Os estabelecimentos retomarão os atendimentos normais no dia seguinte, segundo acordo entre os sindicatos

Comércio e supermercados fecham durante jogos do Brasil na Copa Nos dias de jogos do Brasil na Copa do Mundo da Fifa, o comércio mossoroense fechará uma hora mais cedo que o normal. Os esta-

belecimentos retomam os atendimentos somente no dia seguinte. Os supermercados fecham meia hora antes das partidas e retomam

A SAUDADE E O SILÊNCIO HOJE FAZ 9 ANOS DO FALECIMENTO DE KAIO JERFESSON Kaio deixou sementes plantadas de amor em pai, mãe, irmãos, filhos e amigos, naqueles que conviveram com ele por um período que veio a se tornar, por uma imposição dos fatos, demasiadamente curto. São as sementes desse amor que fazem com que neste dia lembremos de Kaio com alegria e com saudade. Só se sente saudade daqueles a quem se ama. E Kaio foi muito amado por todos (apesar de talvez não ter tanta consciência disso). Mas foi amado porque sua vida, sua simplicidade, seu humor, sua camaradagem com os colegas de trabalho, familiares e amigos disseminaram essas sementes de afeto e carinho. Por isso, nós da família e os amigos sentimos a ausência de nosso querido Kaio. Com a dor dos que ficam, com saudade dos que amam e com sentimento de privilégio daqueles que conviveram com a pessoa Kaio. Pai, mãe, irmãos, filhos e amigos... onde quer que esteja: FORÇA SEMPRE. *25/07/1967 +25/05/2004

meia hora depois. A seleção canarinho jogará nos dias 12, 17 e 23 de junho. Caso avance às oitavas de final, a mudança no horário do comércio deverá ser mantida. Em dias de jogos de outras seleções não haverá mudanças de funcionamento. As alterações foram definidas pelo Sindicato do Comércio Varejista (SINDIVAREJO). A realização da Copa do Mundo este ano e no Brasil tem gerado muita expectativa entre os torcedores e tem trazido lucro aos setores que decidiram investir nos produtos e nas cores verde e amarela. "As lojas de material esportivo,de material usado em decoração,enfeites, bandeiras, chapéus, bonés,bandeirolas,camisas e vários outros estão se destacando entre os demais", comenta Fernando Alci. O secretário de Administração do Sindivarejo acre-

dita que o fechamento antecipado em uma hora não trará prejuízos aos comerciantes."Na hora de jogo do Brasil todo mundo para pra ver. Além disso, os jogos movimentam outros setores como bares e restaurantes", acredita. TABELA A seleção brasileira fará o jogo de abertura da competição na quinta-feira, 12, às 17h, diante da Croácia na Arena Corinthians, em São Paulo. Neste dia, o comércio mossoroense encerra às 16h e os supermercados às 16h30. O segundo jogo acontece contra o México na Arena Castelão, em Fortaleza, no dia 17 (terçafeira) às 16h. A terceira partida da primeira fase será realizada no Mané Garrincha, em Brasília, na segunda-feira, 23, às 17h.


Gazeta do Oeste 3

Mossoró, domingo, 25 de maio de 2014

Mossoró Artistas locais farão participação voluntária no Tempero Solidário GUILHERME RICARTE

O

repertório diversificado, elaborado por artistas locais, é um dos ingredientes do 'Tempero Solidário', evento beneficente que será realizado em prol da Associação de Apoio aos Portadores de Câncer de Mossoró e Região (AAPCMR), no dia 1º de junho, às 12h, no Salão Ilha do Hotel VillaOste. Dayvid Almeida, Elizabeth Freitas e Marcos Jr. e Banda são as atrações confirmadas que se apresentarão durante o evento. "Eu vou tocar o mesmo repertório do show do Cidade Junina, no Pingo da Mei-Dia,com músicas bem animadas", informa o cantor Dayvid Almeida,que recentemente deu início a sua carreira solo. Esse repertório inclui desde as músicas que estão fazendo sucesso atualmente nas rádios até o resgate de canções tradicionais da música brasilei-

Dayvid Almeida fará participação tão animada quanto a que elabora para o Cidade Junina

ra em diversos estilos, seja ele sertanejo, axé, pop rock e forró.O novo trabalho coloca Dayvid Almeida como pioneiro do mashup em Mossoró, uma forma de recombinar trechos de músicas, geralmente de estilos diferentes, dando origem a uma terceira canção. Já Elizabeth Freitas vai

apresentar ao público um repertório baseado em músicas autorais."Vou cantar algumas canções autorais e também de grandes artistas da música popular brasileira",informa a jovem que iniciou seu trabalho profissional em 2006, mas que atualmente também tem se dedicado à carreira solo e já prepara um novo CD que, pelo que adianta, contará com produção musical totalmente mossoroense. "Vamos tocar um repertório bem eclético, porém, mais voltado para a MPB e pop rock", acrescenta Marcos Jr., que também aceitou de imediato o convite para participar do Tempero Voluntário. Embora jovem, ele também tem experiência na música. Começou por volta dos 14 anos de idade, com uma banda de garagem no Rio de Janeiro, onde morava. Em Mossoró, passou um tempo cantando apenas com o acompanhamento do violão e, recentemente, montou uma nova banda, composta por Thiago (guitarra), Mailson (contrabaixo) e Andrew (bateria). Esses artistas emprestarão um pouco do seu talento durante o Tempero Solidário, para ajudar a AAPCMR, já que a renda arrecadada durante o evento será destinada à instituição. "É uma honra participar deste evento maravilhoso. Sempre tive muita vontade de contribuir com esta

causa, que merece todo respeito e atenção por parte da sociedade, e eu, como artista, sinto que abraçar esta causa é uma forma de motivação, de realização espiritual. Utilizar o meu dom para levar a felicidade a cada um não tem preço. Agora em 2014 recebi o convite de braços abertos. Vai ser um dia especial, cheio de alegrias,a expectativa é muito grande, sei que será uma emoção para mim", afirma Elizabeth Freitas. "É bom porque diante dessa luta deles, uma luta contra essa doença que é um mal que atinge muita gente, o que nós artistas podemos fazer é tocar", reforça Dayvid Almeida, satisfeito em poder ajudar ainda na promoção de renda para manutenção dos albergues que integram a Associação. "O que a gente puder fazer para levar alegria a gente faz", acrescenta. O evento conta ainda com a parceria do Hotel VillaOeste e o do jornal GAZETA DO OESTE.

Alunos de Enfermagem assistem aulas na FACS Improvisação é a palavra que define bem a estada temporária dos estudantes de Enfermagem da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte no prédio da Faculdade de Ciências da Saúde (FACS), que sedia a Faculdade de Medicina. Os alunos tiveram que sair do antigo local de aulas, o Edifício Professor Antônio Gomes de Arruda Barreto, devido às condições precárias da estrutura que apresentou diversos problemas,inclusive, falta de fornecimento de energia elétrica. Apesar da mudança de local no início desta semana, as condições dos alunos não melhoraram muito. As quatro salas de aula disponibilizadas na Facs são inadequadas. Não há climatização, muito menos aparelhos de ventilação. "Estamos trazendo ventiladores de casa. Infelizmente, não tem muitas condições da gente assistir aula. Fomos para uma sala em que a claridade era muito alta e não conseguíamos ver os slides.Fomos para a sala dos professores assistir a aula lá.Ficaram os 20 alunos em uma mesa só e teve outros que preferiram ficar no chão, não por falta de cadeira, mas porque acharam mais cômodo", disse a estudante do 7º período, Maíle Guimarães. O auditório do prédio foi oferecido, mas como todo o equipamento de informática já estava instalado e a transferência ia tomar ainda mais tempo da aula, professores e alunos decidiram ficar onde estavam. De acordo com a discente,as aulas que deveriam começar às 7h estão começando às 8h por conta da dificuldade de locomoção dos estudantes até o local.Diferen-

temente do prédio da Faculdade de Enfermagem (FAEN), a Facs não tem fácil acesso para quem depende de transporte público. "Por conta disso, as aulas estão indo até mais tempo que o normal.Hoje [ontem] de tarde teremos aula novamente e como é um pouco longe para todo mundo, decidimos ficar para almoçar por aqui mesmo senão não daria tempo ir em casa e voltar para a aula",acrescenta a estudante. Os estudantes só devem voltar ao Edifício Professor Antônio Gomes de Arruda Barreto quando a situação da instalação elétrica do prédio for resolvida. A falta de equipamentos, películas nas janelas, cantinas,mofo,infiltrações,acervo da biblioteca limitado,ausência de uma cantina e inexistência de um banheiro com chuveiro são alguns dos outros problemas mencionados pelos alunos. Durante o discurso na audiência pública na Câmara Municipal de Mossoró que discutiu a adesão da Uern ao Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM), o reitor da instituição comentou sobre o caso. "Infelizmente temos um prédio muito antigo, com instalações elétricas antigas e que não suportam a demanda de hoje. Há alguns anos não tínhamos nem 15% dos aparelhos de arcondicionado que temos hoje, não tínhamos equipamentos de um milhão de reais como temos", comentou Pedro Fernandes. O reitor disse entender o anseio dos estudantes e pediu compreensão."Sabemos da preocupação,da urgência, mas é preciso fazer as coisas com responsabilidade, atendendo a legalidade, fazendo licitação", acrescentou. EDNILTO NEVES

SENHAS Os ingressos para o Tempero Solidário estão à venda no Centro de Oncologia e Hematologia de Mossoró (COHM),no Hospital da Solidariedade e com voluntários do projeto. Para mais informações sobre as senhas, as pessoas podem entrar em contato com Oneide, no COHM, através do telefone (84) 3323-7700.

Estudantes de enfermagem estão ocupando quatro salas da Faculdade de Medicina para assistirem as aulas


4 Gazeta do Oeste

Mossoró, domingo, 25 de maio de 2014

Mossoró Fé & Vida

“ ”

Sede misericordiosos, como também vosso

Joscelito Marques

Pai é misericordioso.

joscelitomarques@hotmail.com site: www.jocelitomarques.blogspot.com

(Lc 6,36)

Refletindo o evangelho "O ESPÍRITO SANTO É O NOSSO DEFENSOR" João 14, 15-21 "E eu rogarei ao Pai, e ele vos dará outro Paráclito..." (Jo 14,16a) No início do livro dos Atos dos Apóstolos, antes do relato da ascensão, Jesus promete o Espírito Santo, como força do alto para o testemunho. É o Espírito Santo com seus dons e frutos que formarão o homem novo, "moldado" à imagem e semelhança de Deus. O amor dos discípulos a Jesus se exprime na prática do mandamento do amor fraterno. Para poder ajudar a viver o dinamismo desse amor, Jesus promete pedir ao Pai que envie, quando ele partir, "outro defensor". Outro em relação a ele mesmo que, qual um pastor, cuida das ovelhas e as defende dos seus inimigos. O termo grego para caracterizar o Espírito é paráclitos, que entre vários significados pode ser traduzido por auxiliador, advogado, defensor, ajuda, apoio. Assim como Jesus foi um auxílio, um apoio, para viver o amor de Deus e conhecê-lo, o Espírito continuará e levará a termo a missão do Senhor. O Espírito é, ainda, considerado "Espírito da Verdade", pois é sua ação acolhida na vida do discípulo que faz compreender o sentido da vida de Jesus e o seu mistério profundo. Assim como Jesus é a verdade porque revela o mistério de Deus em sua pessoa, o Espírito levará ao conhecimento do Pai e do Filho. O mundo não é capaz de conhecê-lo porque ele não é apreendido pelo conhecimento racional. Os discípulos o conhecem, pois o experimentam, uma vez que o Espírito permanece neles. Pela "in-habitação" do Espírito da Verdade, os discípulos não sentirão como abandono a ausência de Jesus, pois é por ele que o Senhor continuará a falar com os seus e a ser contemplado pela fé (cf. At 1,1-2). Pela fé em Jesus ressuscitado dentre os mortos, os fiéis participam da vida divina. Portanto, clamemos diariamente: "Vinde Espírito Santo e renovai a nossa existência".

GENTE DE FÉ

No Gente de Fé deste domingo destaco o amigo Francisco Nirton, um servo fiel de Maria. Este leigo é exemplo de homem de fé que sabe interceder pelos seus semelhantes. É dele a iniciativa dos Rallys evangelizadores e do café da manhã para os moradores de rua. Lembro ainda de sua dedicação em ampliar a devoção a Mãe de Jesus através do Terço da Divina Providência. Que Deus o faça permanecer firme nesta bela missão. Avante, missionário! CEDIDA

VISITA O Papa Francisco iniciou ontem uma importante visita de três dias a Terra Santa. Amã (Jordânia), Belém (Cisjordânia) e Jerusalém (Israel) acolhem o Sumo Pontífice. Esta visita histórica será dedicada a renovar seu pedido de paz entre judeus e palestinos e, sobretudo, a defender o diálogo entre as três grandes religiões monoteístas: católica, judaica e muçulmana. VISITA II Com a viagem, Francisco deseja lembrar o 50º aniversário do histórico encontro entre Paulo VI e o patriarca ortodoxo Atenágoras I de Constantinopla, no dia 5 de janeiro de 1964 em Jerusalém, em uma reunião que revogou a excomunhão recíproca de 1054 que havia provocado a divisão entre as igrejas do Oriente e do Ocidente. A viagem terminará com uma missa no Cenáculo, onde aconteceu a Última Ceia de Jesus, local que também abriga o túmulo do Rei David, considerado sagrado pelos judeus. NOVO BISPO Dom Mariano participou ontem da missa solene de posse do novo bispo de Caicó Dom Antônio Carlos Cruz Santos. A celebração ocorreu, às 17h, em frente à Catedral de Sant'Ana. Ao novo bispo, cujo lema é "olharão para aquele que transpassaram" nosso desejo sincero de sucesso em seu pastoreio. RETORNANDO O Padre Charles Lamartine esteve em São Paulo na semana de 19 a 23 de maio participando da Feira Internacional de Educação. Na bagagem muitas novidades para o Colégio Diocesano Santa Luzia. FIO SOLIDÁRIO E por falar em Diocesano, muitas de suas alunas aderiram à campanha "Fio Solidário" doando parte de suas madeixas para a Associação de Apoio aos Portadores de Câncer de Mossoró e Região (AAPCMR). Um belo gesto de solidariedade. Parabéns, meninas! Que este exemplo seja seguido. IMPLANTAÇÃO A Diocese de Santa Luzia se organiza para implantar a Pastoral da Saúde em todas as Paróquias. Uma iniciativa mais do que acertada que levará a

presença amorosa e libertadora de Jesus Cristo aos enfermos. Maravilha! CRISMA Começaram neste sábado, 24, às 15h, os encontros de preparação para a Crisma 2014 no Santuário de Santa Clara. A coordenação é da comunidade Obra de Maria e você jovem do bairro Dom Jaime Câmara ainda pode participar. Não perca esta oportunidade de receber o Sacramento da Crisma, fonte de renovação de vida e compromisso cristão.Mais informações pelo fone: 3312-3224. CURSILHO O Cursilho Masculino ocorrerá de 29/05 a 1/06 no Centro de Treinamento, na Melo Franco. E com certeza será tão maravilhoso como foi o Cursilho Feminino. É esperar e conferir. FESTA DE PENTECOSTES A Renovação Carismática de Mossoró está com tudo pronto para a Festa de Pentecostes 2014. O Novenário ocorrerá de 29 de maio a 8 de junho na Capela do Divino Espírito Santo, no bairro Barrocas. Neste ano o tema escolhido para nortear as reflexões é: "Conservar a unidade do Espírito pelo vínculo da paz". TEMPERO SOLIDÁRIO A feijoada beneficente em prol da Associação de Apoio aos Portadores de Câncer de Mossoró e Região (AAPCMR) acontecerá no dia 1º de junho. O Tempero Solidário acontecerá no Salão Ilha do Hotel VillaOeste, a partir das 12h. E você é convidado(a) a colaborar com uma pitada de solidariedade. As senhas para o evento estão à venda no Centro de Oncologia e Hematologia de Mossoró (COHM), no Hospital da Solidariedade. Mais informações com Oneide, pelo telefone (84) 3323-7700. ACAMPS A Comunidade Católica Shalom promoverá de 19 a 22 de junho o "Acamps". Este evento reúne a juventude Shalom para momentos de lazer, oração e partilha da Palavra de Deus. Muito bom! PARA REFLETIR "Desunião é o maior escândalo que a Igreja pode dar". (Papa Francisco)

CEDIDA

Agentes comunitários de Saúde comemoram aprovação de plano salarial Os agentes comunitários de Saúde estão prestes a alcançar uma reivindicação antiga. O piso salarial da categoria deve ficar em R$ 1.014,00 caso o projeto de lei seja sancionado pela presidenta Dilma Rousseff. A matéria foi aprovada na última semana pelo Senado Federal. Para a agente de saúde e integrante da diretoria do Sindicato dos Trabalhadores em Saúde do Rio Grande do Norte (SINDISAÚDE/RN),Géssia Rebouças, a aprovação é uma conquista de oito anos. "Há muito tempo a gente vinha brigando por este direito.Começamos reivindicando o valor

de dois salários mínimos, mas se chegou a esse valor que é melhor do que o que a gente ganha atualmente", destaca. Segundo ela, o município de Mossoró não paga nem mesmo o valor de R$ 950,00 do Ministério da Saúde que em janeiro deste ano subiu para R$ 1.014,00 (valor do novo piso)."Em algumas cidades aqui do Rio Grande do Norte há prefeituras que pagam o valor do ministério. Aqui nem isso. Os trabalhadores recebem aproximadamente R$ 830,00", acrescentou Géssia Rebouças. O texto aprovado na Câmara prevê que o reajuste sa-

larial, a partir de 2015, terá como base a variação positiva do Produto Interno Bruto (PIB) de dois anos antes, mais o Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC),mesma fórmula aplicada ao salário mínimo. Estados, municípios e o Distrito Federal vão ter 12 meses,a partir da publicação da lei, para elaborar ou ajustar os planos de carreira dos agentes comunitários de Saúde e dos agentes de combate às endemias, com a remuneração definida e critérios de progressão e promoção.O projeto permite a contratação temporária de agentes apenas em casos de combate a surtos epidêmicos.

Serão oferecidas 200 vagas para cada curso que será realizado no Sesi

Conselho de Educação Física realizará cursos para profissionais e estudantes

ERICKSON QUEIROZ

O piso salarial da categoria deve ficar em R$ 1.014,00 caso o projeto de lei seja sancionado

Nos dias 6 e 7 de junho, o Serviço Social da Indústria (SESI) de Mossoró receberá os cursos de Musculação e de Educação Física Escolar, que fazem parte da Rodada de Cursos 2014 promovida pelo Conselho Regional de Educação Física da 10ª Região (CREF10/PB-RN). Segundo o presidente do Conselho,Francisco Borges de Araújo, o objetivo "é levar conhecimento a Profissionais de Educação Física localizados por toda a área de atuação, renovando o saber e tirando possíveis dúvidas dos alunos", diz.

A ficha de inscrição para profissionais está disponível online no link http://bit.ly/mosscg10.Para se inscrever, é necessário realizar o depósito do valor referente ao curso, de R$ 30,00 para Profissionais registrados no CREF10 e também para estudantes de Educação Fìsica.Para os demais profissionais, o valor é de R$ 100,00. São 200 vagas para cada curso. A ficha de inscrição para estudantes é diferente e está disponível no site www.cref10.org.br. Após o pagamento, a ficha de inscrição deve ser enviada preenchida junto com

uma cópia do comprovante do depósito para o e-mail contato@cref10.org.br.A ficha de inscrição é editável e pode ser preenchida e salva no computador, eliminando a necessidade de impressão. Os cursos também serão realizados em outras cidades. Nesta primeira rodada, Campina Grande, na Paraíba,receberá os mesmos cursos nos dias 3 e 4 de junho. As rodadas seguintes acontecerão de julho a setembro em Natal, Pau dos Ferros e Caicó no Rio Grande do Norte e João Pessoa, Cajazeiras e Patos, na Paraíba.


Gazeta do Oeste 5

Mossoró, domingo, 25 de maio de 2014

Opinião Simulação conscientiza população sobre importância do Samu FOTOS: ALCIVAN COSTA

Capotagens de veículo, colisão entre motos, vítima de parada cardíaca. Situações que colocam em risco a vida das pessoas e que dependem, em boa parte, do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) para não ter um desfecho fatal. A importância desse atendimento foi ressalta ontem, 24, durante uma simulação realizada na Praça Rodolfo Fernandes (Praça do Pax). Além de ser um treinamento para as equipes do Serviço, a ação serviu para conscientizar a população sobre o trabalho e a importância da atuação do órgão. A atividade foi realizada pela Secretaria de Saúde, através do Núcleo de Educação Permanente do Samu, segundo informou a secretária de Saúde, Leodise Cruz.A simulação contou com o apoio do Corpo de Bombeiros de Mossoró, Bombeiro Civil, Polícia Rodoviária Federal (PRF) e Secretaria de Trânsito e Transporte. A integrante da coordenação do Samu, enfermeira Iraídes Souza, explica que foram programadas três cenas. Na primeira delas, três vítimas ocupavam um veículo que havia capotado. Um dos ocupantes do carro estava preso nas ferragens e foi resgatado com a ajuda da equipe do Corpo de Bombeiros, a segunda vítima estava sem cinto de segurança e foi arremessada do veículo,o que reforça a importância do acessório de segurança, já a terceira vítima era uma criança, que estava no banco de trás. A segunda cena programada pelo Samu era referente à colisão de duas motos,com retirada de capacete. Segundo Iraídes Souza, o objetivo, neste caso, era orientar para que as pessoas não retirem o capacete. Na mesma simulação,uma das vítimas fica de pé, o que, de acordo com a enfermeira, não dispensa a necessidade de imobilizar a vítima para prestar socorro. Já a terceira situação dizia respeito a uma parada cardíaca. A operadora de rádio do Samu, Meire Damásio, interpretou a personagem presa nas ferragens, na primeira simulação. Ela destaca que um dos intuitos da atividade é mostrar à população como é o trabalho do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência e conscientizar as pessoas sobre a importância de agir com responsabilidade, pois muita gente ainda passa trotes para o órgão e precisa saber que, ao atender a uma dessas falsas ocorrências a ambulância pode estar deixando de atender um caso real. A secretária de Saúde Leodise Cruz reforçou a orientação de Meire Damásio,destacando a necessida-

Déjà Vu Milton Marques de Medeiros milton@tcm10.com.br

CRIMES E BANALIDADE A grande violência está tão comum por aqui que quando Mossoró passa uma semana sem assassinatos, o jornalista sacode esse fato como notícia manchete de seu jornal. Não é de estranhar, segundo Freud "normal é aquilo que existe mais", logo, o normal passou a ser um assassinatos de dois em dois dias. Muito sério isso, quando o crime passa à banalidade.

Uma das cenas programadas abordou o socorro prestado às vítimas de acidente automobilístico

CRIMES FREQUENTES O que mais dói é saber que essa violência, tornando o crime de matar como banalidade é um comportamento aprendido. Produto fabricado, confeccionado consciente ou inconscientemente iniciado no próprio lar dos pais ou na sociedade imediata e seu entorno.De qualquer forma ninguém nasce para ser assassino,torna-se por algum motivo. INSTINTO, APENAS PARA DEFESA É verdade que a ciência reconhece haver um percentual de violência nata mesmo na hora do nascimento das pessoas. Mas, será uma dosagem de agressividade apenas para o individuo se defender, portanto, ação positiva. Os psicoanalista dizem que é uma quantidade tão pequena de violência tão pequena, apenas o suficiente para o próprio ser se defender e evitar sua morte e consequentemente extinção da espécie.

Interpretação ressalta atuação do Samu para salvar vidas

de de o Samu chegar a tempo aos locais de resgate. Além desse trabalho, ela informa que o Samu desenvolve também atividades nas escolas, junto às crianças, que serão os futuros cidadãos, para mostrar que elas não podem comprometer a vida de outras pessoas através de ligações que tratam de ocorrências falsas, os famosos trotes que, infelizmente, ainda são freqüentes. A secretária de Saúde informa que a atividade foi realizada pela secretária de Saúde,através do Núcleo de Educação Permanente do Samu, instituído pelo Ministério da Saúde,com o objetivo de promover o aperfeiçoamento técnico constante das equipes do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência,para melhorar o atendimento às vítimas. O treinamento ocorre para que,quando houver necessidade, as equipes estejam preparadas. Além da simulação, foi realizada panfletagem orientando a população como agir nos casos mais simples. CASOS MAIS FREQUENTES De acordo com Iraídes Souza, além dos traumas, hoje os atendimentos mais

comuns realizados pelo Samu são referentes a ferimentos por arma de fogo, efeito da violência."Ferimento por arma de fogo não tem um dia que não tenha", afirma. ACESSO ÀS OCORRÊNCIAS Mesmo com o suporte dos profissionais de trânsito, durante a simulação foi possível perceber um problema enfrentado no dia a dia, que diz respeito ao comportamento de alguns motoristas que não facilitam a passagem das ambulâncias. O socorrista Luciano Silva trabalha há nove anos no Samu. Como condutor de ambulância ele percebe que algumas pessoas só acham necessário sair da frente quando há a presença do carro da polícia, pois muitas, realmente, temem o poder militar. Para ele, a situação já melhorou muito e a tendência é de que o trânsito venha a se organizar mais nesse sentido. O socorrista menciona ainda que os agentes de trânsito têm desempenhado um papel importante nesse sentido. Apesar dessas melhorias, as dificuldades em ter acesso ao local da ocorrência ainda existem nacionalmente, segundo Luciano Silva.

EXEMPLO Citam testemunhos,por exemplo,quando o bebe de peito "dá uma mordidela no seio materno", durante a amamentação e as mães de muitos filhos sabem muito bem disso,o bebê está naquele momento expressando sua agressividade nata. Na mordidela forte no mamilo, a criancinha está reagindo a algo que lhe provoca desconforto, seja uma posição incômoda no braço,onda de frio,calor,barulho,odor, ou outro fator contrário ao seu bem-estar. Como nessa fase da vida a única possibilidade que dispõe como defesa são as mandíbulas, o bebê não vacila em utilizá-las. O PROBLEMA Portanto, o problema não é essa pequena fração de defesa da vida instintiva, e sim a violência aprendida. Essa violência brutal, desproporcional à causa, algumas vezes gratuita, inconsequente e banal. Dizse violência fabricada pelos adultos, a começar pelos próprios pais, mas é extensivo a todos de uma sociedade. FABRICADA Algumas vezes a violência é orientada, planejada coletivamente por organizações delinquentes, meio de vida e valores perversos. As causas são múltiplas, mas há um fator que é essencial, e simples de ser combatido, que é deixar o jovem ocioso. Churchil dizia: "ai daqueles que não cuidam de suas crianças". Hoje, o país está descuidado e cada vez mais nesse aspecto. As crianças e os jovens sendo cuidados, essa violência grave e profunda, praticamente deixam de existir. EXEMPLOS SÃO MUITOS Países há em que o índice de violência praticamente inexiste. A começar pela disciplina do lar. Não é ser imperativo, pode haver democracia no lar, com disciplina e ordem. O jovem aprendendo a ser ordeiro no lar será na sociedade. Outro fator, a falta de religiosidade em que diz-se nunca o mundo falar tanto em Deus, mas ao mesmo tempo nunca o mundo viu tantas atrocidades acontecerem pela ausência de Deus no coração das pessoas na atualidade.Mais ainda o conceito de valores em que a moe-

da sobrepuja tudo e corrompe a todos ao lado de um condicionamento da lei do menor esforço em que todos querem ter mais e mais, porém, sem trabalhar, contrariando um sentimento bíblico "comeras do suor do teu rosto" e muitos outros particulares, inclusive ausência na educação, na cultura e artes e nos esportes. BÁRBARO E CHOCANTE Quinta-feira p.p,22,um filho de um antigo caseiro nosso em Tibau foi assassinado brutalmente à queima-roupa com vários projéteis atingindo a sua cabeça. Instantes de profundo sofrimento e dor para seus pais, José Airton Braga da Silva, o Artinho, e sua esposa Sílvia Helena da Silva. Aqui, nossas condolências. Um casal caseiro há décadas, zeloso, atento, fiel,responsável e já amigo da família. Ao Artinzinho, filho de 8 anos da vítima, uma palavra de conforto e acolhimento de todos nós, Eu, Zilene, filhas, genros, sobretudo, netos,Bianca,Maria Luiza,Ivem,João Vitor e Eduardo, com os quais brincam diariamente durante as férias em Tibau. Christian de Saboia, nosso vizinho na praia, em sua prestigiada coluna 40 Graus, assim se expressou: "Mais um crime na nossa Tibau... E, de verdade, nosso site fica profundamente triste. Filho de Artinho e Sílvia, dois queridos amigos, nossos vizinhos, caseiros de Milton Marques e Zilene, foi assassinado ontem, oito tiros à luz do dia... Em plena Rua da Lagosta,nas proximidades da Creche Santa Teresinha, às 14h. José Aldeirton da Silva tinha 28 anos de idade,era cantado na cidade como "Bequinho", e foi assassinado com vários disparos de pistola 380. Segundo informações, a ação foi executada por dois indivíduos em um veículo preto, que ainda não foi identificado pela polícia. DeSaboya.com abraça a família de Arquinho, tão bom, tão querido. E chora. Ontem,durante todo o dia,"Bequinho" ficou no mar. Tomou banho, contemplou as maravilhas de meu Deus, certamente pensou na vida... Talvez, ali, sua despedida. Rogar a Deus por força para sua família - e para seu filho Wilton, de oito anos de idade,que tanto queremos bem,tão presente em nossa casa... nosso amor." 2015? Ainda estamos chocados. Nada a acrescentar, a não ser a consciência de que a sociedade precisa rever esses valores que o país está caminhando. Não ha força policial ou repressora que controle esse desnivel. O governo não pode continuar com esses mesmos metodos, não está dando certo. Estimular o "bem estar social"sem base de renda, dá nesso que estamos assistindo. Aplicar bilhões de reais em supérfuos ou falsa paisagem, é um desastre. Que todos acordem. Este ano, o Brasil ainda vai caminhar bem, graças a Copa do Mundo e as eleições presidenciais e para governadores dos Estados. Em 2015, só Deus saberá.


6 Gazeta do Oeste

Mossoró, domingo, 25 de maio de 2014

Mossoró

Casos de calazar diminuem, segundo CCZ WILSON MORENO

WILSON MORENO

Nos animais, o percentual ainda é considerado alto, mesmos tendo diminuído

S

egundo informações do Centro de Controle de Zoonoses de Mossoró (CCZ), o número de casos de calazar em humanos caiu bastante em Mossoró. A doença em animais também apresenta diminuição, mas o declínio é bem menor se comparado com a baixa de casos em humanos. No ano passado foram registrados cinco casos de calazar em humanos em Mossoró. O número caiu bastante, segundo Edinaidy. "Mas nos casos em caninos não observamos essa diminuição tão significativa", ressalta a coordenadora do CCZ, Edinaidy Menezes. O percentual médio Leishmaniose visceral em cachorros está em 8% nos

Edinaidy Menezes, coordenadora do CCZ, diz que 118 animais já tiveram a doença confirmada

bairros. Geralmente esse índice apresenta 20%. "Varia muito de acordo com o bairro, mas é média tem sido essa", explica a coordenadora. Ela ressalta ainda que a quantidade de mosquito transmissor do calazar, o mosquito-palha , permanece praticamente igual durante todo ano. "Ele não precisa de água para se reproduzir, pois a temperatura úmida pode contribuir para a proliferação. Da mesma forma, um aumento na quantidade de chuvas também pode contribuir para menos reprodução do inseto", esclarece.

A coordenadora diz que os casos em animais são bem mais difíceis de controlar. O abandono é um dos fatores que contribui para essa dificuldade de controle. Os testes rápidos, considerado de triagem, são feitos no próprio CCZ.O resultado sai em 20 minutos. Caso seja positivo, é feito um segundo exame mais detalhado. O sangue do animal é colhido e encaminhado para análise em laboratório. "Se der positivo e o animal estiver com todos os sintomas, e o dono autorizar, ele já fica aqui para a eutanásia", afirma. Durante todo o ano, as

Subsecretaria trabalha na recuperação de estradas vicinais após período chuvoso

Animais sadios estão disponíveis para adoção

equipes do CCZ fazem os testes nos bairros, recolhendo amostras de sangue dos cachorros de casa em casa. Este mês, as visitas estão sendo realizadas nas residências do Santo Antônio. Após a chegada dos resultados, os animais com exame positivo são recolhidos pela carrocinha, eutanasianados e enviados para incineração em Natal. Desde de janeiro deste ano, já foram detectados 118 animais com a doença e cerca de 70 já foram eutanasiados. "Nesse número está incluído também aqueles que os donos fazem o teste em clínica particular,

mas procuram o CCZ para a eutanásia", explica a coordenadora. PREVENÇÃO Ainda não há cura para o calazar em cães, mas há formas de prevenir a doença com o uso de coleiras específicas, vacinas e cuidados diários com higiene e limpeza. Edinairy explica que não há testes que comprovem a eficiência da vacina que protege o animal da Leishmaniose, por isso ela não é adotada pelo setor público, mas é facilmente encontrada em clínicas particulares. No entanto, existem as

Estradas vicinais são importantes para escoar produção de frutas

mento Independência e Jucuri são apenas alguns dos locais que já são atendidas com poços artesianos. Poços profundos que levarão água encanada também estão sendo perfurados em parceria com o Departamento Nacional de Obras Contra a Seca (DNOCS). Cerca de 20 comunidades rurais já estão com construção em andamento. Até o fim do ano, mais 30 comunidades devem ser beneficiadas. As obras das estações elevatórias já foram concluídas no Projeto de Assentamento Nova Esperança e no Sol Nascente, por exemplo.

Na comunidade de Jucuri, uma das mais populosas, a Estação está sendo construída e quando ficar pronta atenderá a comunidade com água encanada. O serviço será estendido também para o P.A Cabelo de Negro, P.A. Bela Vista, P.A. Guarajás, P.A. Santa Rita de Cássia e Comunidade Barreira Vermelha. "O trabalho de perfuração de poços irá atender mais de 300 comunidades. Riacho Grande, por exemplo, melhorou o abastecimento em 100%. A água na torneira passou a ser uma realidade, nesta em outras comunidades rurais", afirma.

ADOÇÃO Os animais sadios recolhidos pelo Centro de Controle de Zoonoses são disponibilizados para adoção. No momento, três cães resgatados pela carrocinha esperam por um novo lar. Quem tiver interesse, deve procurar a unidade que fica na Rua Carmelita de Lima de Góis, 87 Belo Horizonte, por trás do cemitério.

Chuvas em Mossoró devem ser menos intensas até o final do mês

EDNILTO NEVES

Com as chuvas que têm caído sobre a região, a Subsecretaria de Desenvolvimento Rural trabalha na recuperação das estradas vicinais que dão acesso às comunidades rurais de Mossoró. Segundo o representante da pasta, Rondinelli Carlos, os trabalhos de manutenção das vias seguem um cronograma mensal. "Algumas estradas, com a de Alagoinha,precisaram passar por um trabalho de recuperação", afirma. Rondinelli ressalta que a recuperação dessas estradas é feita sempre o mais rápido possível. "As vias são importantes para os produtores de frutas locais, para escoar as produções para os municípios.Nosso trabalho é oferecer essa infraestrutura para uma melhor evacuação,já que nesses locais passam muitos carros pesados", ressalta o secretário. A subsecretaria também trabalha na manutenção preventiva nos poços públicos. Segundo Rondinelli, são 50 poços com dessalinizadores nas comunidades rurais do município. "A preocupação não tem sido só corrigir,mas também detectar possíveis problemas", afirma. Melancias,Sussuarana, Pedra Branca, Assenta-

medidas alternativas que são eficazes, como o uso da coleira e de produtos à base de citronela,um repelente natural. "A própria citronela pode ser plantada em casa, tem gente que faz um desinfetante e passa no local", diz. O uso de telas finas em canis também é recomendado e, principalmente,a manutenção do local sem lixo ou materiais de decomposição. "Quem transmite a doença é a fêmea do mosquito, mas o macho se alimenta do lixo. Sem o macho, acaba a reprodução",destaca.Em casos de animais de pequeno porte que vivem dentro de casa, a coordenadora destaca não deixá-los sair à noite, horário em que os mosquitos estão à procura de alimentação.

ALCIVAN COSTA

Mesmo com as chuvas que caem desde o início do ano, Mossoró ainda está na classificação de "seca", segundo José Espínola, professor da Universidade Federal Rural do Semiárido (UFERSA). Mas falta pouco para atingir a situação de "normal", cerca de 16mm, que devem cair ainda até o final deste mês e início do próximo. Espínola explica que existem cinco classificações: muito seco, seco, normal, chuvoso e muito chuvoso. Quando chove de 552mm a 885mm, o período é considerado normal. Em Mossoró,desde o início do ano,as precipitações pluviométricas já resultaram em 536mm. O mês de abril foi que mais choveu até agora (154,7), mas maio ainda não terminou e já apresenta 144mm. Quantidade bem acima da média. "Ultrapassou, normalmente a média é 98mm", afirma. Espínola explica ainda que esses números servem apenas para Mossoró. "As medidas estatísticas são diferentes para cada município", explica o professor. Até agora choveu 92% até agora do que estava previsto para todo o ano, que é de 682mm. Mas a Zona de Convergência Intertropical que passa na nossa cidade

Em maio já choveu 144mm, quantidade acima da média

já está se afastando e as chuvas devem diminuir e ser menos intensas", esclarece. Com o fim do período chuvoso na cidade, que vai de janeiro a maio, as chuvas mesmo com menos intensidade podem chegar até a primeira quinzena de junho. "Talvez a ainda apague as fogueiras", avisa Espínola. Já em outras cidades do Estado a situação é diferente, e devem continuar com chuvas. "De vez em quando chegarão aqui, mas valores maiores só no próximo ano", ressalta o professor. Com todas essas precipitações na região, em 40 municípios já caíram cerca de 500mm, um resultado considerado bom. Mas as consequências para os diferentes setores dependem muito. Espínola explica que no caso de Mossoró, o período de chuvas foi bom para

o agricultor, porque foram 51 dias chuvas bem distribuídas até o momento. A maior precipitação ocorreu no dia 15 de março quando choveu 37,3mm. "Isso é importantíssimo para a agricultura", diz. Já em algumas cidades, o que caiu não deu para compensar os anos de seca e encher os reservatórios. Segundo Espínola, 95 municípios ainda estão classificados como "muito secos"; 37 na situação de "secos", entre eles Mossoró;10 estão com classificados como "normal";e apenas 1 está na situação de "chuvoso". Espínola fala ainda que este ano o período chuvoso em Mossoró foi bem diferente do ano passado,quando choveu 428mm, sendo que 200mm foi apenas do dia 19 para o dia 20 de abril, 11horas de chuva.


Gazeta do Oeste 7

Mossoró, domingo, 25 de maio de 2014

Saúde FOTOS: CEDIDAS

Chega a Mossoró a mais moderna Ressonância Magnética do Brasil este final de semana o Instituto do Coração Wilson Rosado iniciou os procedimentos de instalação da mais moderna ressonância magnética do País. Trata-se do Magnetom Avanto, da fabricante alemã Siemens,um marco em equipamento de ressonância magnética de alto campo magnético, consagrado mundialmente. Segundo o dr. Manuel Moreira, radiologista responsável pelo serviço de imagem do Instituto Wilson Rosado: "A versão adquirida, uma das primeiras a ser instalada no Brasil com tecnologia Tim Dot, conta com 18 canais de transmissão, tornando os exames muito mais rápidos e com menor nível de ruído, a tecnologia TIM ("Total Imaging Matrix") que faz a integração de bobinas, permitindo a realização de exames de diferentes regiões do corpo sem a necessidade de reposicionamento ou troca de bobinas,tornando esses exames muito mais rápidos e confortáveis, inclusive possibilitando a realização de Ressonância Magnética ou de Angio-Ressonância do corpo inteiro. A tecnologia DOT ("Day Optimizing Throughput") permite a personalização dos exames de Ressonância Magnética para cada paciente, de maneira inteligente, otimizando o tempo e a qualidade, principalmente nos exames seriados (ex. pacientes oncológicos)". Segundo o administrador Marcos Moura: "O Instituto do Coração Wilson Rosado não mediu esforços para oferecer os pacientes de Mossoró e região um equipamento de alta performance, conforto e qualidade de imagem. Um dos grandes diferenciais desse equipamento é a velocidade de realização do exame, que chega a ser até 40% mais rápido". "Este importante investimento, também, tem foco no aumento do número de pacientes que podem ser atendidos,nos mais diversos convênios,alcançando até o SUS. Com isso, será possível ter foco em pacientes oncológicos, cardiopatas, neurológicos e traumato ortopédicos".O administrador ainda ressalta que: "O Instituto do Coração Wilson Rosado tem por missão oferecer a população de Mossoró e região mais qualidade e precisão nos diagnósticos de suas patologias,sendo tal investimento um importante passo para atingir a excelência em seus serviços prestados". Na área de ressonância magnética cardíaca o equipamento vem com to-

N

do o pacote avançado de softwares; o que possibilitará em apenas um único exame, de forma segura e rápida; obter imagens anatômicas,funcionais, de perfusão (isquemia) e de fibrose miocárdicas; auxiliando os cardiologistas na diferenciação das diversas etiologias das doenças cardíacas. Outra área que merece ser destacada é a de ressonância magnética de mama. Este exame vem sendo cada vez mais utilizado na prática clínica como uma importante ferramenta diagnóstica já que possui grande sensibilidade na detecção de pequenas lesões neoplásicas ocultas na mamografia e ultrassonografia, tendo a vantagem de não utilizar radiação ionizante. O equipamento vem com bobina dedicada para exames de mama e um pacote de softwares específicos. O equipamento encontra-se em fase final de instalação com inauguração prevista para o mês de junho. Atualmente, o Instituto Wilson Rosado já conta com um equipamento de ressonância magnética aberta de excelente qualidade e conforto para o paciente, um serviço de mamografia digital de última geração, o serviço de hemodinâmica e acima de tudo uma equipe de profissionais especializados e com grande experiência, procurando fazer sempre o melhor para o paciente.


8 Gazeta do Oeste

Mossoró, domingo, 25 de maio de 2014

Especial MOSSORÓ TEM

déficit

DE 140 POLICIAIS CIVIS

M

ossoró, segunda cidade do Rio Grande do Norte, localizada entre duas cidades-sedes da Copa do Mundo de Futebol Fifa 2014,apresenta um quadro preocupante do setor de segurança pública. Atualmente, o município apresenta um déficit de 140 policiais civis. Os números atualizados foram divulgados na sexta-feira, 23, pelo delegado regional Denys Carvalho da Ponte. A situação pode ser considerada ainda mais grave, levando-se em conta que no mês de junho acontece na cidade o Mossoró Cidade Junina, de 7 a 29, período em que acontece também a Copa do Mundo e a cidade recebe muitos turistas. Para este ano, devido aos dois eventos e a localização

WILSON MORENO

estratégica, a expectativa é que o número de visitantes aumente consideravelmente. Segundo o delegado Denys Carvalho, o atual efetivo da Polícia Civil para atender a Mossoró e a mais 15 municípios é de 70 agentes. Segundo ele, para atender as necessidades normais seria necessário, no mínimo, o triplo desse número que daria 210 policiais. Ou seja, a regional de Mossoró tem hoje um déficit de 140 agentes civis. O delegado explica que todo o trabalho é realizado da forma que é possível com a estrutura que a policia tem. "Fazemos o que é possível, mas tendo a consciência das deficiências e dos problemas devido não só à falta de efetivo, mas também de estrutura para atender ao setor de seguran-

ça", reforçou. Denys acrescentou que na Regional de Mossoró existem 27 delegacias e desse total apenas cinco dispõem de equipes completas com delegado, agentes e escrivães. O restante é atendido com sistema de remanejamento que funciona da seguinte forma: Um delegado responde por mais de uma cidade. DELEGACIA MÓVEL O delegado adiantou que para atender à população de Mossoró durante o Mossoró Cidade Junina haverá uma delegacia móvel que ficará instalada em ponto estratégica com uma equipe composta por um delegado, um escrivão e agentes de plantão. O esquema especial da Polícia Civil ficará disponível durante todo o evento.

Delegado regional Denys Carvalho detalha situação em Mossoró

Comando da PM de Mossoró garante policiamento reforçado WILSON MORENO

Outra grande preocupação da população de Mossoró é quanto ao policiamento ostensivo.A possibilidade de migração de policiais militares de Mossoró para reforçar a segurança na capital do Estado durante os jogos da Copa do Mundo foi descartada pelo comandante do 2º Batalhão de Polícia Militar de Mossoró (2º BPM), tenente-coronel Francisco Alvibá Gomes. Segundo o comandante, nenhum policial militar de Mossoró vai ser remanejado para Natal.Alvibá garantiu também que durante a realização da Copa do Mundo, quando também vai está acontecendo o Mossoró Cidade Junina,o município receberá um reforço de policiais que vem de outras cidades do interior. O comandante Alvibá adiantou que Mossoró terá todo o esquema de policiamento especial de anos anteriores e que essa garantia foi feita durante uma reunião ocorrida no início da semana na Secretaria de Segurança Pública em Natal. "Posso garantir que o policiamento ostensivo da Polícia Militar

Posso garantir que o policiamento ostensivo da Polícia Militar em Mossoró não sofrerá qualquer redução, pelo contrário, ganhará reforço”, Tenente-coronel Alvibá

ríodo que inclui a realização do Mossoró Cidade Junina e a Copa do Mundo transcorra dentro da normalidade. "O comando geral da Polícia Militar do RN já garantiu também o pagamento de diárias operacionais para todos os PMs que irão trabalhar no mês de junho", acrescentou. O comandante revelou que nos dias de maior movimento no Mossoró Cidade Junina,200 policiais militares estarão trabalhando. REPRODUÇÃO

Tenente-coronel Alvibá, comandante do 2o BPM, adianta que reforço virá de cidades do interior

em Mossoró não sofrerá qualquer redução, pelo contrário, ganhará reforço", tranquilizou.

Coronel Alvibá disse também que toda a estratégia de segurança está sendo montada para que o pe-


Gazeta do Oeste 9

Mossoró, domingo, 25 de maio de 2014

Especial Senasp garante reforço de 708 policiais para o Rio Grande do Norte

lícia (ITEO) terá o reforço de 10 peritos. Quatro deles já estão trabalhando no órgão.

REPRODUÇÃO

O Rio Grande do Norte vai contar com reforço na estrutura da segurança pública para a realização da Copa do Mundo. A Secretaria Nacional de Segurança Pública (SENASP) confirmou que a Força Nacional está enviando tropa com 308 pessoas, composta por policiais militares, peritos, policiais civis e bombeiros. Além disso,Polícia Federal (PF) e Polícia Rodoviária Federal (PRF/RN) vão contar com o apoio de mais 400 agentes para o evento esportivo. No total, serão 708 policiais a mais. A tropa chega à Natal, nestes próximos dias. A informação foi confirmada pela titular da Senasp,Regina Miki,em uma reunião com representantes de todos os órgãos ligados à segurança pública, Exército, Marinha e Aeronáutica no Estado, realizada no mês passado.O envio de policiais da Força Nacional para Natal foi ventilado na primeira reunião do grupo responsável pelas ações de segurança, realizada em janeiro passado. Na ocasião, o delegado da PF e secretário extraordinário de Segurança para Grandes Eventos, Andrei Rodrigues, afirmou que a possi-

Tropas federais devem chegar ao Rio Grande do Norte nos próximos dias

bilidade existia,mas dependeria da análise das necessidades locais. Após dois meses,alguns encontros da cúpula de segurança e já com novo titular na secretaria de Estado da Segurança Pública e da Cidadania (SESED), a

ajuda da Força Nacional foi confirmada.Com a decisão do Governo Federal, 308 policiais da Força Nacional desembarcam no Estado e vão reforçar o efetivo existente. A maior parte da demanda é composta por po-

Corpo de Bombeiros terá equipe de plantão em Angicos

liciais militares. Serão 150 pessoas do Controle de Distúrbios Civis (CDC) que é uma tropa reserva do Batalhão de Choque. A segunda instituição com maior número de policiais convocados será o Corpo de Bombeiros. Durante a

Copa, 100 militares vão chegar ao Estado para se incorporar ao efetivo e atuar no litoral da capital e cidades vizinhas. Já a Polícia Civil vai contar com o acréscimo de 36 agentes e 12 escrivães. O Instituto Técnico-científico de Po-

FORÇA NACIONAL A Força Nacional é uma Política de Segurança Pública desenvolvida pela Secretaria Nacional de Segurança Pública (SENASP), para ser empregada em qualquer parte do território nacional, mediante solicitação expressa do respectivo governador de Estado, do Distrito Federal ou de Ministro de Estado. As atividades de cooperação federativa serão desenvolvidas sob a coordenação conjunta da União e do ente convenente, conforme legislação vigente. Na Copa do Mundo, a atuação da Força Nacional será em conformidade ao planejamento realizado pela Secretaria Extraordinária de Segurança para Grandes Eventos (SESGE). O contingente para o evento, nas 12 cidadessede, será de dez mil profissionais. O grupo, criado em 2004, é formado por policiais militares, civis e bombeiros, que já atuaram nos grandes eventos que o Brasil sediou recentemente, como o sorteio final da Copa, a Jornada Mundial da Juventude, a Copa das Confederações, além dos Jogos Pan-Americanos de 2007.

2.200 PMs farão a segurança durante os jogos em Natal

WILSON MORENO

Ao contrário dos anos anteriores, o Corpo de Bombeiros de Mossoró terá uma equipe especial de salvamento que será instalado na BR-304 em ponto estratégico,entre as cidades de Natal e Mossoró. O comandante do Corpo de Bombeiros em Mossoró, major Franklin Araújo de Souza,disse que o esquema visa atender às possíveis ocorrências na rodovia. Major Franklin explicou que a equipe será montada na cidade de Angicos com o objetivo de realizar ações de salvamento. "O objetivo desse trabalho é fazer salvamentos em casos de acidentes nas estradas, principalmente nos casos em que as vítimas ficam presas às ferragens", detalhou. O comandante do Corpo de Bombeiros também revelou que durante o mês de junho,no período de realização do Mossoró Cidade Junina e da Copa do Mundo, está sendo previsto um tráfego maior pela BR-304 e que por isso foi necessária a adoção de um esquema diferenciado. Para atuar durante o período mais movimentado, os bombeiros também estarão realizando trabalhos extras. "Todos os bombeiros recrutados para o trabalho rece-

Os jogos da Copa do Mundo em Natal receberão a segurança de 2.200 policiais militares. O comandante da Polícia Militar,coronel Francisco Araújo Silva, explica que o efetivo extra se concentrará na Arena das Dunas e na Praia do Forte, onde acontecerá a Fan Fest. Para garantir o policiamento serão remanejados PMs de folga, lotados no setor administrativo da corporação e cedidos a outros órgãos. Na Arena das Dunas,

dois mil policiais militares estarão dentro e fora do estádio. Na parte interna do palco dos jogos contará com a equipe do Esquadrão Anti-Bombas do Batalhão de Operações Especiais (BOPE) e o efetivo do Batalhão de Choque da PM (BPChoque), que vai compor uma divisão chamada Controle de Distúrbios Civis (CBC) junto com seguranças internos da Fifa. Na parte externa, a segurança contará com policiamento motorizado, ca-

valaria, equipes da Ronda Ostensiva com Apoio de Motocicletas (ROCAM) e policiais a pé. Também fora do estádio funcionarão os pontos de verificação de veículos, os chamados PPVs, que terão agentes do COL/Fifa,fiscais da Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana (SEMOB) e PMs. "Os PPVs cuidarão do perímetro onde não passarão veículos. Só serão permitidos veículos credenciados e autorizados", ressalta. PMRN

Major Franklin explica esquema especial de salvamento

berão diárias operacionais que já foram garantidas para este projeto", concluiu. Durante o Mossoró Cidade Junina, o Corpo de Bombeiros também realizará ações especiais de fiscalização e combate a sinistros.Major Franklin adiantou que não haverá qualquer remanejamento de

bombeiros para a capital do Estado e que uma equipe ficará de plantão todas as noites e atuará em toda a área de realização do evento. "Toda a estratégia do Corpo de Bombeiros está traçada e pronta para ser posta em prática sem qualquer desfalque do efetivo de Mossoró", garantiu.

Para garantir o policiamento serão remanejados PMs de folga e cedidos a outros órgãos

C

M

A

P


10 Gazeta do Oeste

Mossoró, domingo, 25 de maio de 2014

Mossoró Impressionando Carlos Augusto impressionandonagazeta@gmail.com

MUNDO CORPORATIVO Um assunto que sempre converso com meus colaboradores na minha empresa: como é importante trabalhar em equipe. Afinal, uma andorinha só não faz verão. E não faz não, pode acreditar. Um conceito cada vez mais valorizado no ambiente profissional no mundo corporativo é o trabalho em equipe. Trabalhar em equipe significa criar um esforço coletivo para resolver um problema, são pessoas que se dedicam

a realizar uma tarefa visando concluir determinado trabalho, cada um desempenhando uma função específica, mas todos unidos por um só objetivo, alcançar o tão almejado sucesso. No trabalho em equipe, cada membro sabe o que os outros estão fazendo e reconhecem sua importância para o sucesso da tarefa. Os objetivos são comuns e as metas coletivas são desenvolvidas para ir além daquilo que foi pré-determinado. O trabalho em equipe possibilita trocar conhecimentos e agilidade no cumprimento de metas e objetivos compartilhados. Pense numa vela acesa, ela é bonita, envolvente, ilumina tudo ao seu redor. Uma vela acesa simboliza esperança, harmonia, fé. Por si só é bonita, porque ela mesma tem a sua luz. Mas a vela por outro lado é muito frágil e qualquer vento ou sopro pode apagá-la. Transferindo isso para o trabalho em equipe, podemos concluir que por mais que tenhamos luz própria, que brilhemos e tenhamos talento, é preciso lembrar que sozinhos nós somos muito frágeis e é exatamente por isso que qualquer problema do dia a dia pode ofuscar o nosso brilho. Daí a importância de entendermos o poder da ajuda mútua, sempre lembrando que líderes e equipes superam crises quando se unem. Na vida temos que enfrentar muitas adversidades, mas quando nos juntamos um ao outro a coragem aumenta, o nosso potencial se duplica e os nossos objetivos se tornam mais passíveis de realização.

FOTO-LEGENDA

Precisa explicar ??? Precisa explicar?

Estirão

Deus dá a vida, mas você pode dar aos outros a alegria de viver”.

Anônimo

EFEITO COPA DO MUNDO NO BRASIL

Em Portugal, em entrevista, Ney Matogrosso escancara a realidade do Brasil Semana passada finalmente eu consegui assistir a tão comentada entrevista que Ney Matogrosso, uma das personalidades mais influentes e polêmicas do nosso País, concedeu a um famoso talk show de Lisboa, programa de alta audiência e de conceito também bastante acentuado em Portugal. Na entrevista, Ney faz duras críticas a forma que se organiza a Copa do Mundo aqui no Brasil. “Não há padrão FIFA,é padrão favela.Os negros estão no porão,ainda”, disse ele, que, entre outros comentários, manifestou séria indignação com o cenário político do Brasil. Ele também dá seu questionamento, embora um tanto exagerado, ao Bolsa Família, que as esquerdas também exageram na sua importância,já que na verdade não é uma medida definitiva de emancipação social, mas um paliativo válido como ponto de partida para impulsionar melhorias. Ney disse que, para receber o Bolsa Família, as famílias precisam colocar seus filhos na escola, acrescentando que o benefício estaria também in-

centivando as classes pobres a terem mais filhos,para que assim recebam mais dinheiro do programa. Embora muitos não concordem, Ney é pertinente ao dizer que o programa mata a fome das pessoas, porém não contribui para a melhoria definitiva de qualidade de vida. Em sua entrevista, Ney admite que existe corrupção em todos os partidos políticos de nosso País. “Sempre imaginei que houvesse algum ideal levado na política.Não vemos isso.Diariamente,semanalmente,se deflagra escândalo de corrupção no Brasil”. E Ney acerta quando reclama que existem recursos para a construção de estádios para a Copa do Mundo, mas não existem para investir em educação e saúde.Ney desabafa: “O Brasil está gastando milhões para fazer essa Copa, todos os estádios dobraram e triplicaram de preço, mas a saúde é uma vergonha, está lastimável, cada vez pior; a educação é zero, nessas coisas internacionais que medem a educação no mundo o Brasil vem em cento e tal, no rabo da história; a polícia cada vez mais assassina, mais violenta… então eu tenho que falar disso!”, diz o cantor. Ele faz duras críticas à violência policial e definiu a polícia como fascista. As declarações desse brasileiro incomodaram bastante, mas fez com que muita gente prestasse muita atenção nos sinais atentos de um lúcido e irreverente brasileiro chamado Ney Matogrosso,descontente com os rumos da sua nação. A quem interessar possa, a entrevista está noYoutube.

CHOVE CHUVA, CHOVE SEM PARAR... Posso até estar errado,mas acho que os especialistas em meteorologia daqui do Brasil erraram feio quanto a previsão de chuvas aqui para o Nordeste.Tem chovido bastante e com isso afastado a possibilidade de se tornarem verdadeiras aquelas previsões terríveis que se tinha sobre a seca em meados de janeiro. Segundo os institutos, a previsão era de seca braba, tipo, catástrofe mesmo. Ficou valendo a fé dos sertanejos. Viva a fé! A CINEMATOGRÁFICA PARCERIA ENTRE THERMAS E MULTICINE Hóspedes e sócios com cartão passaporte do Hotel Thermas agora terão descontos especiais as terças-feiras no multicine doWest Shopping Mossoró e poderão acompanhar as mais recentes produções do cinema.A parceria entre Thermas e Multicine prevê descontos de 50% para hóspedes e sócios com cartão passaporte, dessa forma as sessões de cinema que aconteciam no Planeta Água serão direcionadas para o cinema local.Para clientes com cartão passaporte uma oportunidade de assistir as últimas produções do cinema com um super desconto.Para os hóspedes,além do preço especial,é mais um atrativo para conhecer e usufruir na cidade de Mossoró. É mais valor agregado ao cartão passaporte e a estada no Thermas.Mais um acerto do diretor-geral do Thermas Hotel e Resort, sr Washington Souza. VOCAÇÃO PARA CORNO Tufão, de Avenida Brasil; Jaime, de Amores Roubados; e Jonas Marra, de Geração Brasil; são personagens diferentes, mas têm algo em comum. Os três são maridos traídos. Ao emplacar seu terceiro corno consecutivo na TV, Murilo Benício virou hit nas redes sociais. Nas redes sociais, o público não perdoa. “Murilo é corno pela terceira vez consecutiva. Já pode pedir música no Fantástico”, escreveu um internauta. “Vai gostar de ser corno assim na Globo, Murilo Benício”, postou outra usuária do Twitter. Isso não significa que o protagonista da nova novela das sete da Globo não esteja bem em cena, apenas que já virou piada. PARECE COMPLÔ. SERÁ QUE É? TALVEZ ESTEJA DIFÍCIL DE ENGOLIR... Em longa entrevista ao francês “Le Journal du Dimanche”, semana passada, Paulo Coelho disse que não virá ao Brasil assistir à Copa, mesmo tendo feito parte, em 2007, da delegação oficial, ao lado de Lula, Dunga e Romário, que foi a Zurique para a cerimônia de escolha do Brasil como país-sede:“Estou muito decepcionado com tudo o que aconteceu deste então”, diz o escritor, para quem “o Brasil poderia ter aproveitado este dinheiro para construir outra coisa que não estádios em um país que necessita de tudo: hospitais, escolas, transporte”. E mais, na mesma entrevista, Paulo Coelho disse que “Ronaldo é um imbecil por ter dito que não é papel da Copa do Mundo construir infraestruturas. Ele teria feito melhor em ficar calado”. O MUSICAL PEPPA PIG CHEGA A MOSSORÓ É hoje, e em duas sessões, às 16 e às 18 horas, no Teatro Dix-huit Rosado, a exibição do espetáculo As Aventuras de Peppa Pig. O musical adaptado, com sucesso absoluto de público e mídia, depois de passar por Natal e várias outras cidades do Nordeste, chega a Mossoró em duas apresentações imperdíveis. Não deixe de levar seu filho. Teatro é cultura e cultura é herança a se deixar para eles. UM CASO SEM JEITO CHAMADO "EM FAMÍLIA"... A Globo tenta, faz de tudo, mas não adianta. A novela “Em Família” ainda não emplacou e pelo andar da carruagem não vai emplacar mesmo. O folhetim, que deve ser o último do autor Manoel Carlos, está com audiência bem abaixo da média, com índices considerados desastrosos para uma novela das nove nos padrões da Globo. AQUI 5 MOTIVOS QUE TALVEZ EXPLIQUEM POR QUE "EM FAMÍLIA" AINDA NÃO EMPLACOU 1- Trama arrastada: cenas infinitas e diálogos imensos sobre “nada”; 2- Sem vilão: quem é o vilão de “Em Família”? Shirley não convenceu; 3- Helena sem brilho: a protagonista de Júlia Lemmertz é muito “xarope”; 4- Idade dos atores: as idades não batem com os personagens; 5- Sem núcleo de humor: “Em Família” não tem comédia, como a grande maioria das novelas.


Gazeta do Oeste

Mossoró, domingo, 25 de maio de 2014

Cidades

CABOTAGEM

CULTURA

RN poderá contar Palco Giratório apresenta com nova linha 4 novo espetáculo 5

Editora: Kalidja Sibéria cidades@gazetadooeste.com.br

Campanhas buscam atender a comunidade FOTOS: CEDIDAS

Radialista apodiense realiza ações para ajudar a população do município através de doações

om o objetivo de promover melhorias para a população e ajudar pessoas carentes,semanalmente em seu espaço radiofônico onde conduz o programa Notícias de Hoje,veiculado na FM Luta, o radialista Wilson Oliveira vem realizando diversas campanhas no município de Apodi. Durante as campanhas beneficentes já realizadas o radialista tem conseguido ajudar muita gente. A ajuda parte tanto de seus patrocinadores como também da própria comunidade, que faz questão de participar fazendo suas doações. Uma das ações realizadas pelo radialista tem sido a campanha "tire um cidadão das trevas",idealizada por Wilson Oliveira,que tem ganhando maiores proporções no município. A

C

Radialista Wilson Oliveira entrega doações aos ouvintes em Apodi

atividade teve início no mês de março com as doações feitas por pessoas que ligaram para o programa oferecendo dinheiro para compra de lâmpadas do tipo vapor sódio, com o objetivo de iluminar algumas ruas que estão às escuras na cidade de Apodi.Wilson Oliveira tem prestado contas a população com o nome das pessoas que doaram e a relação do material que foi comprado numa empresa em Mossoró. De acordo com o radia-

lista, um empresário mossoroense também ajudou na campanha com a doação de lâmpadas para a segunda etapa que já foi iniciada. Nesta primeira etapa Wilson fez a entrega de oito lâmpadas, algumas delas completas. Na primeira etapa o valor gasto foi de R$ 532,24 reais. As doações continuam sendo recebidas pelo radialista. Outra ação realizada durante o programa foi "tire o cidadão do mau cheiro", reali-

ximo dia 6 de junho, sendo realizado de acordo com o número final do benefício. Recebem primeiro os beneficiários que ganham um salário mínimo. Os aposentados e pensionistas que ganham mais de um salário começarão a serem pagos a partir do dia 1º de junho, sempre obedecendo o número final do benefício. Os beneficiários podem consultar o extrato de pagamento nos terminais de autoatendimento dos bancos pagadores. O aposentado ou pensionista não paga tarifa pa-

ra emitir seu extrato. O serviço está previsto no contrato firmado entre o INSS e as instituições financeiras, que pagam, mensalmente, mais de R$ 30 milhões de benefícios. A consulta ao extrato pode ser feita também no site da Previdência Social. Basta clicar na Agência Eletrônica Segurado e fazer a consulta. As informações que aparecem são as do mês corrente. Caso precise de informações de meses anteriores devem procurar uma Agência da Previdência Social. CEDIDA

Pagamento dos benefícios aos aposentados e pensionistas do INSS começa amanhã

zada no açougue de Apodi, onde as pessoas que trabalham no local pediram para comprar vassourão e não vassouras pequenas para ajudar na limpeza do dia a dia. Outras ações realizadas pelo programa foi "tire o cidadão do buraco", onde foram consertados os calçamentos e algumas estradas com o intuito de evitar acidentes e transtornos para o cidadão. O programa já realizou também entrega de medicamentos e alimentos,

além de cestas básicas. Na ação "tire o pé da lama", o radialista levantou fundos para a compra de botas que foram doadas para os garis que estavam trabalhando sem o equipamento de segurança. "São atividades que o poder público municipal deveria fazer, mas o povo se cansa de pedir, por isso realizamos as campanhas", afirma. Iluminação pública, calçamento, medicamentos, limpeza de ruas, erradicação de casas de tai-

pa, cestas básicas e outras são algumas das ações beneficentes nas quais o radialista tem conseguido ajudar muita gente. Wilson Oliveira afirma que tem se sentido realizado com o trabalho que vem sendo feito no intuito de ajudar a população do município. "Fico muito feliz quando inicio uma campanha e os ouvintes nos ajudam. É muito gratificante poder ajudar a quem está necessitando", afirmou.

Prefeituras do Alto-Oeste devem utilizar Banco de Preços em Saúde

Benefícios do INSS farão circular 390 milhões na economia do RN Começa amanhã, 26, o pagamento dos benefícios aos aposentados e pensionistas do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS),referente ao mês de maio. Em todo o Rio Grande do Norte, estão sendo pagos R$ 390 milhões mais de 526 mil aposentados e pensionistas. Os valores pagos pelo INSS superam as cotas do Fundo de Participação dos Municípios transferidas pelo Governo Federal para os municípios potiguares. O calendário de pagamento prossegue até o pró-

Wilson Oliveira durante ação no Abatedouro Público de Apodi

O Ministério Público Federal (MPF) em Pau dos Ferros recomendou aos prefeitos das 38 cidades de sua área de atuação e à Secretaria Estadual de Saúde a consulta ao Banco de Preços disponível no portal do Ministério da Saúde na internet, antes de qualquer nova aquisição de insumos que vierem a realizar. O documento requer ainda que as administrações providenciem, dentro de 60 dias,a inserção dos dados das futuras compras nesse mesmo banco de dados. O objetivo da Procuradoria da República no Município de Pau dos Ferros é não só facilitar o controle social dos gastos das prefeituras com a área de saúde, como também permitir melhores condições de negociação para o setor público. O autor da recomendação, o procurador da República Tiago Misael, aponta que o próprio Conselho Nacional de Secretários Estaduais de Saúde revelou, na chamada "Carta de Recife", que são praticados excessos no mercado de insumos, em prejuízo da administração pública. A Organização Mundial de Saúde (OMS) considera o Banco de Preços em Saú-

de a melhor ferramenta para regulação de mercado, com alto grau de eficiência e baixo grau de intervenção. Além disso,a ferramenta permite às prefeituras, gratuitamente,atender as exigências quanto à publicidade e transparência de suas despesas com essas aquisições. Ao desenvolver processos de aquisição de insumos em saúde, a recomendação do MPF é que os gestores se orientem pela consulta ao Banco de Preços do ministério, "verificando atentamente se os preços praticados nas licitações para aquisição de medicamentos estão de acordo com aqueles constantes do referido registro". O texto aponta ainda que os dados a serem incluídos no banco pelos municípios deverão ser atualizados no mínimo duas vezes por mês. Caso não adotem as medidas recomendadas, os prefeitos estarão passíveis de responsabilização por omissão. Cópias das recomendações serão enviadas para conhecimento das promotorias de Justiça locais; dos conselhos municipais de saúde; do Conselho Estadual de Saúde; e das câmaras de vereadores.

Municípios pertencentes à área de atuação da PRM Pau dos Ferros Água Nova Alexandria Almino Afonso Antônio Martins Coronel João Pessoa Doutor Severiano Encanto Francisco Dantas Frutuoso Gomes Itaú João Dias José da Penha Lucrécia Luís Gomes Major Sales Marcelino Vieira Martins Messias Targino Olho D'Água do Borges Paraná Patu Pau dos Ferros Pilões Portalegre Rafael Fernandes Rafael Godeiro Riacho da Cruz Riacho de Santana Rodolfo Fernandes São Francisco do Oeste São Miguel Serrinha dos Pintos Severiano Melo Taboleiro Grande Tenente Ananias Umarizal Venha-Ver Viçosa


2 Gazeta do Oeste

Mossoró, domingo, 25 de maio de 2014

Sociais

Alto-Oeste

A VIDA CONTA ... FOTOS: WWW.SORAYAVIEIRA.COM.BR

Deus te vê, alma querida, Quando te pões na trilha escura, Para ajudar aos filhos da amargura Que tanta vez se vão Como sombras errantes no caminho - Chagas pensantes ao relento -, Entre as nuvens do Pó e as pancadas do Vento, Com saudades do Pão...

Soraya Vieira sorayavieira@altoestenet.com.br

Semana de Enfermagem e do IV Encontro de Auxiliares e Técnicos de Enfermagem (ENATENF) em Pau dos Ferros, na terça-feira passada

Deus te vê a mensagem de bondade Com que suprimes ou reduzes As provações, as lágrimas e as cruzes Dos que vagam na rua sem ninguém, E te agradece as posses que desprendes, No auxílio ao companheiro em desamparo, Seja um tesouro inesperado e raro, Seja um simples vintém!...

Presidente do Coren RN, Alzirene Nunes Fiscal do Coren, Catarine

Enfermeira Tarsila

Fiscal do Coren, Klégia

Mesa-redonda com professoras da Uern e representante do Serest com tema central: "A saúde dos trabalhadores de enfermagem: repercussão no trabalho"

Mais técnicos de enfermagem do HCCA

Deus te vê quando estendes braço amigo Aos que carregam lenhos de tristeza, Doando-lhes o afeto, o abrigo, a mesa, O remédio, a camisa, o cobertor... E, por altos recursos sem que o saibas, Manda que a Lei te aumente os dons divinos, Em mais belos destinos, Para a glória do amor. Deus te vê na palavra com que ensinas A senda clara e boa Da verdade que alenta e que abençoa Sem perturbar e sem ferir... E determina aos homens que teu verbo Seja apoiado, aceito E ouvido com respeito, Na construção excelsa do porvir.

Enfermeiras Niedja e Nahara

Coordenador de Enfermagem, Alany

Técnicos de Enfermagem Ricardo e Marinalva

DEUS TE VÊ

Deus te vê quando acolhes sem revide O golpe da pedrada que te insulta, O braseiro da ofensa, a dor oculta Em ferida mortal... E te louva o perdão espontâneo e sincero Com que ajudas o Céu no trabalho fecundo De extinguir sem alarde,entre as sombras do mundo, A presença do mal!... Deus te vê, através da caridade!... Mas não só isso... Em paz calada e santa, Pede alguém que te siga e te garanta Na jornada de luz!... E, por isso, onde estás, rujam trevas em torno, Sofras humilhação, injúria, cativeiro, Tens contigo um sublime companheiro: - Nosso Amado Jesus!... Chico Xavier- Maria Dolores.


Gazeta do Oeste 3

Mossoró, domingo, 25 de maio de 2014

Natal Rodrigo Loureiro rodrigo_sloureiro@hotmail.com twitter: @loureirorn site: www.rodrigoloureiro.com.br

Sociais M. HAIR CHEGA COM TUDO A coluna continua cantando o sucesso que foi a inauguração do M. Hair., salão de beleza que badalou a Afonso Pena com corta-fitas pilotado por Chrystian de Saboya e sua Casa de Ideias. Festa das melhores com meio mundo de gente bacana, buffet de Rogéria Costa, que com seu Chez Rogéria deu um show, doces divinos de Anna e Cláudia, embalos do DJ Luiz Couto, iluminação da Iluminar Som e luz do bacana Bruno Giovani e, claro, toda simpatia de Malu Siminéa, proprietária do espaço. FOTOS: ABNER ALVES E THIAGO SIQUEIRA (MODA DO BRASIL/DESABOYA)

Aqui com a dona da noite, Malu Siminéa em seu M. Hair no super evento

Sempre querido, Flávio Anselmo em pose com o Abih, Habib Chalita

Fran Vieira, a miss Zélia Pinheiro, Breno Duarte, minha Vânia Leite e Ana Holanda

Genalda França toda posuda com Fernanda Magalhães na noite prestigiada

Ana Holanda e Andréa Silva, duas queridas da coluna em pose

Trio pra lá de bacana: Keity Saboya, Dandra Elali e Jandyra Escóssia

Rogéria Costa, Marília Méllo, Larissa Maranhão e Hilneth Correia

A nossa miss Dany Tatoo faz bico com Max Almeida que é o máximo

O artista plástico Arruda Sales em pose com o jornalista Eugênio Bezerra

Renata Passos e Geórgia Nery, jornalistas lindas e queridas deste colunista

Ceição e Verinha Menezes com Conceição Rosado, mossoroenses do bem...

Os competentes cerimonialistas Haidée Silvestre e Joãozinho Batista


4 Gazeta do Oeste

Mossoró, domingo, 25 de maio de 2014

Cidades Rio Grande do Norte poderá contar com nova linha de cabotagem

TJ acata pedido do Ministério Público Estadual e decreta dissolução da Ativa CEDIDA

O

presidente da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do estado, Marcelo Fernandes de Queiroz, recebeu no final da sexta-feira, 23, a visita do presidente da Companhia Docas do RN (CODERN), Pedro Terceiro de Melo - que veio acompanhado de parte de sua equipe técnica - e do gerente geral de Operações da empresa carioca Log-In Logística Intermodal, que pretende operar uma linha de cabotagem (transporte por navios entre portos de um mesmo país) para o Porto de Natal, Celso Possas Júnior. A linha é um desejo antigo do setor produtivo potiguar. Queiroz ratificiou o total apoio da Fecomércio ao projeto e se colocou à disposição para participar de todos os entendimentos futuros neste sentido. Possas Júnior fez uma explanação resumida dos planos da Log-In para o terminal potiguar e demonstrou bastante otimismo em relação à sua efetiva implantação. "O Porto de Suape, em Recife, está trabalhando no limite e é um dos portos mais caros do mundo. O porto de Pecém também opera no limite. Certamente que a operação de cabotagem no Porto de Natal sera viável e irá atrair muitos empresários. O apoio da Fecomércio, que se soma ao da Fiern, é fundamental para isto", afirmou ele. No início desta semana, o diretor-presidente da empresa de cabotagem Log-in Logística Intermodal, Vital Jorge Lopes, esteve em Natal destacando oficialmente o interesse na operação de linhas regulares no Porto de Natal. A empresa planeja, gerencia e opera soluções para a movimentação de

Marcelo Queiroz recebeu a visita do presidente e técnicos da Codern e de representantes da empresa de logística intermodal Log-In

cargas de cabotagem. Vital Jorge explicou que a companhia tem uma ampla rede integrada que facilita a movimentação portuária e o transporte "porta a porta". Ele explicou que a Log-in tem uma extensa malha intermodal, que permite abrangência geográfica com o Brasil e o Mercosul. O transporte porta a porta significa que a Log-in não só faz a linha portuária, mas também trata de toda a operação de transporte da carga, desde a coleta do produto na origem até a entrega no destino. "Isso garante facilidade no controle de todo o processo de gestão da cadeia logística e condições de competitividade", explicou Vital Jorge. O presidente Marcelo Queiroz fez questão de reafirmar o apoio à inicia-

tiva, que ele considera de extrema importância para o setor produtivo potiguar por reduzir e racionalizar consideravelmente os custos com logística. "Junto com a Fiern, nós já havíamos viabilizado a realização do 'Estudo de Formação de Matriz Origem e Destino para Cabotagem', que serve de base para o interesse da Log-In. Este trabalho apontou a viabilidade econômica da cabotagem no Porto de Natal e já começam a surgir empresas interessadas em utilizá-lo. Embora a implantação desta linha seja um desejo acalentado por nós há muitos anos e que coleciona algumas tentativas frustradas de implantação, acredito que desta vez o caminho que está sendo trilhado por todos nós é mais firme e propenso ao sucesso", afirmou o presi-

dente da Fecomércio RN. Queiroz ressaltou ainda a economia que as empresas podem fazer adotando a cabotagem em suas matrizes de transporte. "Em média, estes custos tendem a cair cerca de 30%. É uma economia muito relevante. Além disso, temos o ganho de retirar milhares de caminhões de nossas ruas e rodovias e até, em um segundo momento, de possibilitarmos a redução dos preços de alguns itens ao consumidor", pontuou ele. Na próxima semana será marcada uma reunião dos presidentes Marcelo Queiroz (Fecomércio), Amaro Sales (Fiern) e Pedro Terceiro de Melo (Codern) com alguns empresários, sobretudo do comércio, para já começar a tratar de questões práticas para implantação da linha.

O Juízo da 17ª Vara Cível da Comarca de Natal acatou pedido do Ministério Público Estadual e julgou procedente a Ação Civil Pública n° 014089207.2012.8.20.0001 para decretar a dissolução da Associação de Atividades de Valorização Social (ATIVA), determinando a liquidação da Entidade nos moldes do art. 657 e seguintes do Código de Processo Civil. Conforme apurado pelo MPRN a partir do Inquérito Civil n° 001/12, a ATIVA, pessoa jurídica de direito privado, mantinha-se quase que exclusivamente com recursos do poder público, por meio de convênios celebrados com a Secretaria Municipal de Trabalho e Assistência Social (SEMTAS) e a Fundação Cultural Capitania das Artes (FUNCARTE), sofrendo forte influência da Prefeitura municipal de Natal na contratação de pessoas por indicação política. Dentre as irregularidades identificadas no funcionamento da associação está a ausência de folha de ponto de diversos funcionários, sendo que cerca de 1/3 do quadro de pessoal corresponde a "funcionários fantasmas", muitos dos quais estariam ligados a projetos inexistentes, servindo tais programas de fachada para justificar a contratação excessiva de funcionários e o consequente gasto expressivo com a folha de pagamento, além de impropriedades na formalização e pagamento de horas extras e concessão indiscriminada e injustificada de diárias. Em sua decisão, a juíza Divone Maria Pinheiro determinou a dissolução da Ativa, mantendo ainda seu funcionamento pelo período de 100 dias, tendo em vista o caráter assistencialista de suas atividades, bem como a necessidade de avisar previamen-

te aos empregados da rescisão dos respectivos contratos de trabalho. A magistrada autorizou a prorrogação do convênio entre a Semtas e a Ativa, pelo prazo de 100 dias, para que sejam adotadas as medidas necessárias à extinção e liquidação da entidade, e ainda para que o município providencie a contratação de pessoas para realizar as tarefas de assistência atualmente desempenhadas pelo pessoal da Associação. A juíza da 17ª Vara Cível nomeou Joana D'arc Medeiros Martins como liquidante da Ativa, autorizando também a manutenção de três advogados, dois estagiários, uma pessoa no setor financeiro e uma no setor de pessoal durante o período de liquidação, determinando à liquidante, além dos atos de gestão, a adoção de providências como o inventário dos bens; o balanço da sociedade; cobrança de dívidas ativas e pagamento das passivas, obedecendo a ordem preferencial das execuções coletivas; listar e vender, mediante autorização, bens de fácil deterioração ou de guarda dispendiosa; e apresentar, trimestralmente, balancete da liquidação; prestar contas da gestão; e zelar para que a liquidação seja encerrada em 19/12/2014, entre outros.

Dentre as irregularidades identificadas, está a ausência de folha de ponto de diversos funcionários


Gazeta do Oeste 5

Mossoró, domingo, 25 de maio de 2014

Cidades Palco Giratório apresenta ‘Uma Flor de Dama’, encerrando a temporada CEDIDA

Uma noite na vida de um travesti. Esse é o mote de Uma Flor de Dama (CE),último espetáculo da 1ª etapa do Palco Giratório 2014 no Rio Grande do Norte. As apresentações serão promovidas pelo Sistema Fecomércio RN, por meio do Sesc, nas cidades de Natal (30/05, na Casa da Ribeira) e Santa Cruz (01/06,no Teatro Candinha Bezerra), ambas às 20h. Para assistir, basta ir à bilheteria do teatro 1h antes da apresentação com 1 kg de alimento não perecível e retirar o ingresso. Com classificação indicativa de 18 anos, o espetáculo cearense Uma Flor de Dama, encenado pelo grupo As Travestidas, mostra o momento em que a personagem travesti entra no camarim e se prepara para fazer um show até ir às ruas prostituir-se.No fim da noite,sentada no bar tomando a última e quente cerveja, fala sobre sua vida, suas escolhas, seus amores,seu ódio.O público acompanha a vida dessa personagem fictícia acrescida de fatos reais a partir de uma pesquisa de campo do ator. Questões como HIV, política, preconceito, e, especialmente,as escolhas que a vida nos oferece (ou das quais nos priva) vêm à tona. Na primeira etapa do 17º Palco Giratório no Estado, foram apresentados sete espetáculos, uma intervenção urbana e promovido um Pensamento Giratório, no qual grupos teatrais de fora interagem com atores locais.Na segunda etapa, serão apresentados cinco espetáculos. 17º PALCO NO RN De abril a outubro, a 17ª edição do Palco Giratório - maior projeto de difusão das artes cênicas do País levará dez espetáculos nacionais às cidades de Natal,

Liszt Madruga lisztmadruga@hotmail.com

CEDIDA

nior (SP) e os suplentes:Cláudio José da Silva Júnior (PB) e Ivan Leyraund (SP). CONSELHO DE ÉTICA: Maria Arienar (TO); Carlos Casaes (BA); José Gomes de Figueiredo (MA) e suplentes: Maria Rita R. Rodher (TO); Hilário Pelizzer (SP) e Luiz Carlos Maggio (SP).

‘Uma Flor de Dama’ será o último espetáculo da 1ª etapa do Palco Giratório 2014 no RN

Mossoró, Caicó, Macaíba, São Paulo do Potengi, Nova Cruz, Assu, Currais Novos e Santa Cruz.Circo,drama, comédia, teatro infantil e infanto-juvenil são alguns dos gêneros. Além disso, o projeto promoverá cinco apresentações de grupos teatrais locais - dentro da proposta de intercâmbio com os grupos nacionais -,oficinas teatrais e um Pensamento Giratório em Mossoró, no qual os artistas visitantes batem um papo com a plateia,intermediado por um profissional local da área. Também acontecem bate-papos entre atores e plateia após todos os espetáculos. Na 1ª etapa do projeto

(abril a junho), a programação contempla os espetáculos: Guerra, Formigas e Palhaços (RN),Homens de Sola de Vento (SP), Cravo Canavial (RN), O Mistério da Bomba H (MG), Sargento Getúlio (BA) - monólogo com texto do escritor João Ubaldo Ribeiro -, Barrica Poráguabaixo (SC) e Uma Flor de Dama (CE). Para a 2ª etapa (julho a outubro), estão programadas as apresentações de Viúva, Porém Honesta (PE), O Segredo da Arca de Trancoso (BA), Plaguim (MS),Deus da Fortuna (PB) e Romeu e Julieta (CE). Os alimentos arrecadados na entrada serão destinados ao Mesa Brasil,programa de assistência do Sesc RN.

SERVIÇO: Palco Giratório 2014 apresenta "Uma Flor de Dama" (CE) NATAL DATA: 30/05, às 20h LOCAL: Casa da Ribeira ENTRADA: Levar 1 kg de alimento não perecível (exceto sal) com 1h de antecedência e trocar pelo ingresso. Não há limite de ingresso por pessoa: cada alimento vale um ingresso. SANTA CRUZ DATA: 01/06, às 20h LOCAL: Teatro Candinha Bezerra ENTRADA: Levar 1 kg de alimento não perecível (exceto sal) com 1h de antecedência e trocar pelo ingresso. Não há limite de ingresso por pessoa: cada alimento vale um ingresso. CLASSIFICAÇÃO INDICATIVA: 18 anos

TRT negocia o pagamento de precatórios de mais quatro prefeituras O Tribunal Regional do Trabalho da 21ª Região negociou o pagamento das dívidas de precatórios e Requisições de Pequeno Valor (RPVs) com quatro municípios do Estado, no valor total de 76.478,00. A primeira negociação, feita com a juíza do Trabalho Lisandra Lopes,foi com a prefeita do município de Janduís, Lígia de Souza Félix, que dividiu um precatório inscrito no orçamento de 2014, no valor de R$ 21 mil em sete parcelas de R$ 3 mil, que será pago de junho a dezembro deste ano. O prefeito de São Miguel,Dario Vieira de Almeida, negociou em sete parcelas de R$ 1.754,00 um precatório no valor de R$ 12.278,00, vencido em dezembro de 2012 e que esta-

Turismo, Cultura e Lazer

va com pedido de prioridade deferido. O período para o pagamento vai de junho a dezembro de 2014. Devendo R$ 28.500,00 de RPVs, a prefeita do município de Caiçara do Rio dos Ventos, Conceição de Maria Gomes Lisboa Rocha, negociou essa dívida em três parcelas de R$ 9.500,00 para ser paga nos meses de outubro, novembro e dezembro de 2014. A última negociação foi realizada com o prefeito do município de Ipanguaçu, Francisco Geraldo de Paula Lopes, que negociou dois precatórios inscritos no orçamento de 2014, no valor de R$ 14.700,00, em seis parcelas de R$ 2.450,00 de junho a novembro deste ano. Com essas novas nego-

ciações, mais três municípios mudaram de cor no Mapa de Dívidas de Precatórios Trabalhistas do Rio Grande do Norte, editado pelo TRT-RN mensalmente. Agora, 60 municípios não têm dívida com a Justiça do Trabalho, 79 já negociaram o total de suas dívidas, 23 municípios negociaram parcialmente suas dívidas,quatro municípios estão com dívidas incluídas no orçamento de 2014/2015 e apenas um município, o de Natal,está com suas dívidas de precatórios em aberto, sem qualquer negociação com o TRT-RN. De janeiro a maio desse ano,o Tribunal do Trabalho do Rio Grande do Norte já conciliou o pagamento de precatórios e RPVs um total de R$ 8.926.863,00.

Jornalista Míriam Petrone com este colunista comemorando a laboriosa vitória da Abrajet

CONGRESSO DA ABRAJET (João Pessoa/PB) Especial para GAZETA DO OESTE - O 31º Congresso Brasileiro de Jornalistas de Turismo promovido pela Associação Brasileira de Jornalistas de Turismo (ABRAJET) realizado em João Pessoa (PB) foi um grandioso sucesso e uma demonstração de prestígio do jornalista Rogério Almeida, presidente da Abrajet/PB. PALESTRA DE MARTA ROSSI O evento foi prestigiado pelo jornalista Hélcio Estrela, ex-presidente nacional da Abrajet; Marta Rosi, presidente do Festival de Turismo de Gramado (RS), principal expositora, que falou sobre "O Turismo pósCopa do Mundo" e foi muito aplaudida. NO RIO DE JANEIRO Cláudio Magnevita, secretário de Turismo do Rio de Janeiro, conquistou o apoio dos confrades para sediar em 2015 o 32º Congresso Nacional da Abrajet na Cidade Maravilhosa. A escolha com consensual e aplaudida. Magnetiva defendeu a Chapa 2 - Renovação (apoiada pela Abrajet/RN) e titulada pela jornalista Míriam Petrone. PRIMEIRA MULHER A jornalista Míriam Edelira da Costa e Silva Baptista Petrone foi eleita presidente da Abrajet Nacional. Durante 57 anos de história da nossa Abrajet, Míriam Petrone (presidente da Abrajet/SP), como é mais conhecida, é a primeira mulher eleita para presidir a nossa entidade. PALACIO REDENÇÃO O jantar de boas-vindas oferecido pelo govenador Ricardo Coutinho aos abrajeteanos e convdados foi realizado no Palácio da Redenção, e prestigiado pela jornalista Pâmela Bório, primeira-dama da Paraíba; jornalista Luís Torres, secretário de Comunicação do governo paraibano; Renato Feliciano, secretário do Turismo e Desenvolvimento Econômico da Paraíba; Ruth Avelino, presidente da PBTUE, dentre outras autoridades. DIRETORIA DA ABRAJET DIRETORIA EXECUTIVA:Presidente Míriam Petrone (SP); vice-presidente Luiz Pires (TO);diretor administrativo,Wilmar Calomino (SP);diretor financeiro,Waldir Martinez (SP); diretor e operações, Rogério Almeida (PB); diretor de comunicação, Jefferson Severino (PA); diretor de Relações Institucionais, deputado federal Júnior Coimbra (TO). SUPLENTES JUNTOS AO CONSELHO NACIONAL DO TURISMO: Diretora de Marketing e Relações Institucionais com o Mercado, Suzana Barros (TO); diretora de Expansão; Laura Matos de Lucena (MT); diretor de Relaqções com o Mercosul, Marta Lobo Mara de Souza; DIRETORIA REGIONAL: Região Sudeste, Pablo Pereira King (RJ); Região Norte I, Nilton Guedes (PA); Região Norte II, Benigna Soares; Região Nordeste,Liszt Coutinho Madruga;Região Sul, Hugo Cassel; e Região Centro-Oeste, José Humberto Falcão. CONSELHO FISCAL: Thelma Maranhão (TO); Fenando Onofre Duarte (PB); Walter Estevam Jú-

SEGURANÇA NA COPA A Secretaria de Turismo de Natal promoveu amanhã, no seu auditório, palestra a cargo do Comando da Defesa da Aeronáutica em Natal para o pessoal técnico da secretaria e estagiários que atuarão nos CATs (Centro de Atendimento aos Turistas), bugueiros, guias de viagens e proprietários de barracas da praia do Meio e adjacências. A abertura do evento foi feita pelo secretário de Turismo de Natal, Fernando Bezerril. SEGURANÇA NA COPA II A equipe de segurança da Aeronáutica focou os seguintes temas: "Percepção de ameaças terroristas/ações criminosas","Esclarecimentos sobre produtos controlados" e "Defesa contra ameaças com produtos químicos, biológicos, nucleares e explosivos". A Seturde já vem promovendo em seu auditório palestras com os estagiários,que irão atuar nos CATs, sobre o combate à exploração sexual infanto-juvenil. THERMAS MOSSORÓ O Thermas Hotel e Resort de MossoróRN registra em 2014, em comparação com o mesmo período de 2013, um crescimento de 16% no RevPAR. O índice mensura com maior precisão a eficiência dos hotéis na captação de receita e é obtido a partir da relação taxa de ocupação e diária média. THERMAS MOSSORÓ II Os indicadores, quando usados separadamente como referência, podem maquiar bons resultados e por esse motivo o RevPAR é utilizado para medir o desempenho mercadológico de um empreendimento hoteleiro. O crescimento do RevPAR do Thermas indica, além de saúde financeira, competência na gestão dos recursos. THERMAS MOSSORÓ III O gerente-geral,Washington Souza (torcedor do Fluminense), atribui o crescimento aos investimentos feitos nas acomodações e no segmento de lazer, principalmente na área do parque aquático,com a aquisição de toboáguas e realização de atividades para os hóspedes e sócios. O Thermas possui 200 mil metros quadrados de área com o maior parque aquático de águas termais do Brasil, com 14 piscinas, flora verde e exuberante e vários equipamentos de lazer. TEMPERO SOLIDÁRIO Dia 1° de junho será realizada, a partir das 12h, no Hotel VillaOeste, uma feijoada beneficente em prol da Associação de Apoio aos Portadores de Câncer de Mossoró e Região (AAPCMR). O evento denominado Tempero Solidário está sendo organizado por um grupo de amigos. Já o preparo do cardápio ficará sob a responsabilidade do Departamento de Alimentos e Bebidas do Hotel, que disponibilizou o Salão Ilha e todo o suporte necessário para receber o público. TEMPERO SOLIDÁRIO II A programação inclui a exposição e venda de produtos de bazar do Grupo Toque de Mama e apresentações de artistas locais. As senhas para o evento estão à venda ao preço de R$ 20,00, no Centro de Oncologia e Hematologia de Mossoró (COHM), no Hospital da Solidariedade e com voluntários do projeto. Informações através do (84) 3323-7700.


6 Gazeta do Oeste

Mossoró, domingo, 25 de maio de 2014

Cidades Cidade Interativa DESTAQUE

CEDIDA

Por:Célio Duarte CEDIDA

LICENÇA A certificação de licença ambiental é a mais nova conquista do Hotel Thermas e Resort. Essa licença assegura, por meio de uma autarquia do poder público, que o empreendimento e suas atividades estão sendo realizadas de acordo com padrões ambientais que atendem a legislação em vigor e não representam riscos aos recursos naturais.

No último domingo, 18, a Igreja Batista Regular da Fé realizou mais um batismo coletivo entre as extensões do Alto de São Manoel, Alto da Conceição, Sumaré, Alameda, Bom Jardim, Vingt Rosado, Assentamento Olga Benário e Icapuí. Mais de 67 pessoas confirmaram o novo nascimento em Cristo.

CERTIFICAÇÃO O processo de certificação teve duração de 1 ano e com ele o Thermas ingressa no seleto grupo de hotéis que são certificados. A posição do gerente-geral do Thermas, Washington Souza, foi fundamental para que a certificação, uma vez que é a alta administração que viabiliza as modificações e ajustes necessários a aquisição da licença.

Temos o prazer de parabenizar Maria José Gurgel, do setor administrativo dessa GAZETA. Na foto, ao lado de seu esposo Elzo Gurgel, degustando da gastronomia do Mirante Alto da Serra, em Portalegre CEDIDA

Ainda é tempo de parabenizar Suyane Araújo pela passagem de seu aniversário. Na foto só gente bacana: Tuizza Karina, Cecília Frederico, Nadja Patrícia e Kacia Simone

CEDIDA

CÉLIO DUARTE

CEDIDA

Maria Tereza comemora seus três aninhos ao lado da família

Casal do meu benquerer, Lucivam Fontes e Cornélio Alves com a aniversariante Milena Fontes. Muitos vivas, desejamos toda felicidade do mundo!! CÉLIO DUARTE

Casal gente boa Ney Robson e Kátia Maia com a aniversariante do Lamonielly Maia. A coluna deseja muita paz, saúde e muitos vivas!! CEDIDA

CEDIDA

Casal empresário Placimar Carlos e Janaína, sempre de bem com a vida e pronto para atender toda clientela da Central Promotora

Equipe do Colégio Ideal, comandada por Angélica Azevedo. No dia da foto, a equipe participava com os alunos do lançamento de foguetes confeccionados pelos alunos do ensino fundamental

Hoje será a formatura da terceira turma de alunos do Seminário Teológico McClanahan (SETEM), na Igreja Batista Regular da Fé


Gazeta do Oeste

Mossoró, domingo, 25 de maio de 2014

Expressão

6 DE JUNHO Editor: Mário Gerson mario.gerson@folha.com.br

Genildo Costa se apresentará na praia de Iracema 3

CONCURSO

Prêmio Rota Batida está com inscrições abertas

6

FOTOS: PACÍFICO MEDEIROS

poético

Um olhar

PACÍFICO MEDEIROS SE DESTACA EM PRÊMIO DOS CORREIOS; ARTE E POESIA SE UNEM EM SUAS IMAGENS

"profissionais" que não procuraram se qualificar, que se preocuparam em obter equipamentos novos e se esMuita luz,meu irmão!" queceram de se qualificar", É assim que Pacífico explica, lamentando... Medeiros saúda, semPara ele,é preciso ter,prinpre,a quem encontra na cipalmente, o compromisso rua, com um olhar disposto com a fotografia, "se encona aprender algo, seja na arte trar sempre preparado, enda fotografia, em que se tender o que vai fazer, ententransformou em um dos mais der e respeitar as pessoas e importantes do Estado, seja os lugares que vai fotograna literatura, área pela qual far, conhecer o equipamense interessa e na mesma posto, zelar por ele, estar prepasui alguns poemas - sonetos, rado, não só como profissioem sua maioria - publicados nal, mas como ser humano, em jornais (vale frisar que só pois fotografar é saber contar foram parar nas páginas dos histórias,e para contar históperiódicos,devido à insistênrias é preciso preparo", diz. cia dos colegas)... Repórter-fotográfico, Na fotografia, ele comePacífico salienta que sua çou por diletantismo (ainda base é o fotojornalismo. hoje se considera um eterno "Uso isso dentro do meu aprendiz), em 1994. "Quantrabalho. Hoje trabalho do meu filho nasceu, Yuri Recebendo, das mãos do ex-presidente Lula, com fotografia de eventos, Loia, comecei a fotografar. premiação fotográfica em 2010 principalmente na área de Tudo foi por causa dele. Eu casamentos. Tento usar tuqueria fazer fotos melhores e não conseguia. Comprei minha pri- não tinha obrigação de fazer por dinhei- do que aprendi nas áreas de publicimeira câmera "dita como profissio- ro, pois não cobrava. Precisava trei- dade, jornalismo, fotografia de monal", Zenite... Então, as fotos ficaram nar,ter técnica,olhar,desenvolver uma da, etc, para fazer uma fotografia melhor, mais limpa e mais autopiores. Foi quando percebi que tinha linguagem", salienta. Mas aqueles tempos se pasral", frisa. que aprender a fotografar. Tudo era muito difícil, pois não tinha como ter saram e hoje Pacífico enconPRÊMIOS aceso à informação, livros muito ca- tra um mundo diferente. Recentemenros, não havia internet, revistas boas. "Depois da digital, a fote, Pacífico MeSou, praticamente, autodidata. Todo tografia ficou muito aces... fotografar é saber deiros ganhou contar histórias, e para um prêmio de fotografia dos contar histórias Correios, além é preciso preparo” de ter sido, em 2010, primeiro lugar no ConcurPacífico Medeiros so Fotográfico do Senad, de combate às drogas. Este último vinculado ao Governo Federal. A entrega foi feita pelo então presidente da República, Luís Inácio Lula da Silva. Poesia em fotografias: um dos projetos do fotógrafo Pacífico também foi 10º lugar Nordeste, promovido pelo Banco do Noré levar sua arte literária para as imagens deste, 3º na Argentina, dois primeiro lugares na Maratona Fotográfica o meu aprendizado foi por muita cu- sível, tudo que se quer fazer é só ir à do Auto da Liberdade de 2011, 2º luriosidade,por ter a necessidade de que- internet, onde se pode encontrar tu- gar no mesmo ano na mesma maratoriais.Há muita gente que compra câ- tona, 1º na Maratona Fotográfica do rer saber", fala Pacífico Medeiros. Segundo ele, tudo não passava de meras, acessa a internet, descobre co- Auto da Liberdade em 2010, 2º ludiversão, hobby. "Minha irmã, Ana mo faz, e sai fotografando. Tem mui- gar na Maratona Fotográfica do AuCristina, que era modelo à época, se ta gente nova fotografando, com po- to da Liberdade em 2009. Finalista na Alemanha, menção tornou minha cobaia. Ela posava pa- tencial muito bom, mais não tem o ra que eu pudesse aprimorar minhas compromisso com a fotografia, foto- honrosa em São Paulo do Concurso técnicas. Fotografava filhos de paren- grafa por simplesmente ser oportuno. Fotográfico promovido pela D. Pascoal, 2002. tes, amigos, tudo era muita diversão, Há muita concorrência, muitos MÁRIO GERSON Da Redação

‘É preciso estar sempre inquieto’ O olhar sereno de Pacífico Medeiros esconde um fotógrafo inquieto, sempre à procura do melhor ângulo, da imagem poética, da descrição de detalhes que, possivelmente diante da câmera de outros, passariam despercebidos... Essa calma, essa paciência aliada à inquietação de experimentar novas técnicas também faz com que ele pense outras ideias,como, por exemplo, os seus cartões com fotografias e poemas de sua autoria, um projeto no qual trabalha há algum tempo. Sempre aconselhando aos novos fotógrafos, geralmente jovens que querem apurar ainda mais o olho na arte de retratar as coisas, ele esclarece que é preciso muito estudo,entender e respeitar o que vai fotografar... "E estar inquieto sempre,procurando aperfeiçoar,constantemente, os seus conhecimentos... é preciso abastecer a mente,o coração,o espírito", revela. "Também é necessário ter orientação. Não se deve estudar apenas pela internet.É interessante conversar com quem já está no mercado", diz. Pegar da máquina e fotografar, para Pacífico, se resume no instante em que ele consegue se desligar dos problemas, dos acontecimentos alheios e se entregar totalmente ao compromisso de contar histórias. "Alinhar a mente, olho, lente e cora-

ção... entender e praticar isso é obter algo que vai muito além de simplesmente apertar um botão", reforça. OS PASSOS DO PAI O orgulho, para qualquer pai, é que o filho, de alguma forma, se interesse pelo que ele faz... Com Pacífico Medeiros não foi diferente. Sua filha, Yasmim Loia é um exemplo. "Isso me deixa muito orgulhoso, pois todo o trabalho com ela é lúdico, sem regras, sem conceitos. Deixo-a brincar e vou orientando, sem cobrar nada, oriento sobre melhor enquadramento, o mais limpo e ela é muito dinâmica, quer fotografar muito sem parar. Ela já possui uma visão diferenciada, vê cenas que eu não vejo.Precisei de muito tempo pra notar isso. Yasmim tem percepções muito simples. Cobra-me, me diz quando gosta e não gosta de determinada fotografia, é crítica com meu trabalho e com os dela... tem blog: yasmimloia.blogspot.com. Isso me deixa muito feliz,pois precisei de muito tempo para entender o que é fotografia e treinei muito. Ela, no entanto, simplesmente vê tudo de maneira clara, rápida e verdadeira. Percebo, em Yasmim, o que não vejo em muitos profissionais que já estão no mercado há muito tempo", confessa, emocionado...


2 Gazeta do Oeste

Mossoró, domingo, 25 de maio de 2014

Expressão

m 2007,quando eu tinha 83 anos, escrevi uma crônica denominada "A Leitura", publicada no meu livro "Crônicas Anacrônicas". Hoje, sábado 17.05.2014, faltando quatro meses para completar os noventa, vou tentar falar sobre o livro propriamente dito,que considero um objeto mágico. Através dele se revela sabedoria e se transmite conhecimento. Minha formação, por assim dizer intelectual, ou seja, minha capacitação para enfrentar a luta pela sobrevivência quando crescesse,começou mais ou menos aos quatro anos. Minha primeira mestra, a pessoa que me "desasnou", foi minha mãe e os instrumentos que ela utilizou foram as antigas Cartilhas de ABC e a Tabuada. Ainda recordo: primeiro, foi aprender o alfabeto, as letras de "a" a "z", minúsculas e maiúsculas, as vogais e as consoantes. Depois, a juntá-las: um b com a, beabá, um c com a, ceacá, e assim por diante, até a formação de palavras: dissílabos, trissílabos, etc. O mesmo ritmo foi com a Tabuada. Com pouco tempo já estava lendo alguma coisa.Conforme já disse em alguma crônica anterior, mamãe prosseguiu a minha instrução me ensinando a ler alguns livros de histórias, de fábulas,até de mitologia, que haviam sido do meu irmão José Augusto,dez anos mais velho que eu. Isso incitava a minha imaginação. Ela estimulou muito em mim o gosto pela leitura, exemplo que procurei seguir ao educar os meus filhos. Na minha adolescência costumava varar as noites lendo os livros de aventura da época.Da antiga coleção "Terramarear", entre outros "O Mar de Sarga-

E

Colaborador

Questão de Prosa

O livro

Frente ao mar

Francisco Obery Rodrigues - cronista

Clauder Arcanjo - Professor

ços", "O Último dos Mohicanos", "A Ilha do Tesouro",os livros de Júlio Verne, "O Conde de Monte Cristo","Os Três Mosqueteiros" e muitos outros, evoluindo mais adiante para "Os Miseráreis", de Victor Hugo, "Guerra e Paz", de Tolstoi, "David Copperfield", de Charles Dickens, além dos brasileiros Humberto de Campos, José de Alencar, Érico Veríssimo,Rui Barbosa, Jorge Amado. E não parei mais. Tendo apenas o curso primário, minha mãe gostava muito de ler. Lembrome de que, naquele tempo, lia os famosos romances que vinham em folhetins: "A Cabana do Pai Tomaz". "A Toutinegra do Moinho", "O Moço Loiro" e outros. Alguns deles a faziam chorar. Atualmente,é bem diferente. Como os pais trabalham os dois expedientes na luta pela sobrevivência e pretendendo cada um ter a sua independência para qualquer "eventualidade", ou seja,para uma eventual separação,hoje é frequente a criança, já aos dois anos - ou até antes ir para um "jardim da infância" e, em muitos casos, elas sempre têm uma "babá" e só veem os pais, quando veem, nos fins de semana. Antigamente, ou seja, no meu tempo, quando fui para a escola da professora dona Candinha, a pouca distância de minha casa, já estava mais adiantado do que os outros meninos-alunos, de modo que, nas sabatinas dos sábados,em que funcionava a palmatória, eu sempre sabia a resposta, dando "bolo" nos outros. No ano seguinte, matricularam-me no Grupo Escolar 30 de Se-

tembro, do qual me lembro com saudade. Concluído o primário fui, em 1938, para o Ginásio Diocesano Santa Luzia, para o qual meu pai precisou me comprar livros de História do Brasil,de Geografia,de Português, de Matemática e de Latim. Para cada matéria era um professor. Aprovado sempre, até a quintasérie,estudei gradativamente Desenho,Francês,Inglês, História da Civilização, História Natural, Física e Química. Mesmo assim, para ingressar por concurso público no Banco do Brasil, onde consolidei minha vida profissional, tive que complementar meus estudos ainda com professores particulares de Aritmética

Comercial e Contabilidade Bancária. Bom, mas o tema desta crônica é o Livro. Na remota antiguidade, para confeccioná-lo, os homens do Antigo Egito e do Oriente Médio utilizaram-se de folhas de papiro, extraído de uma planta e beneficiado. Outras civilizações fizeram suas gravações em pedra. Substituindo o papiro,o ho-

mem passou a utilizar o pergaminho, que era extraído da pele do cabrito ou do cordeiro,isto do século II ao século VIII a.C, quando teria sido substituído pelo papel, descoberto pelos chineses utilizando fibras vegetais. Só no século XV o alemão Guttenberg inventou a imprensa, tendo sido a Bíblia o primeiro livro a ser impresso. O primeiro jornal em papel foi publicado em 713 d.C.Com a evolução da impressora surgiram os primeiros jornais, a imprensa particular em diversos países, divulgando notícias e publicando artigos dos antigos escritores. Segundo o escritor Martin Seymour-Smith, em os "Os 100 Livros que Mais Influenciaram a Humanidade",o mais antigo teria sido o chinês "I Ching", 1.500 a.C., e o segundo a Bíblia, contendo o Velho Testamento que narra a história da Criação, e o Novo Testamento que traz a "Boa Nova" com o nascimento de Jesus Cristo; a Bíblia foi, e continua sendo, o livro mais vendido do mundo. Para mim, o livro é um objeto de estimação, quase como um filho. Possuo uma razoável biblioteca e, embora saiba que não tenho mais condições de lê-los, continuo comprando só para ter o prazer de possuí-los. Para concluir, transcrevo o primeiro quarteto do soneto "Ao Visitante", cujo autor desconheço, que diz: "Todo o livro que mora nesta estante/ Quer seja encadernado ou em brochura/ É tido como um filho interessante/ Tratado com desvelo e com ternura."

Ele se aproximou do calçadão e fitou a lonjura azul do Atlântico. Por longos minutos, frente ao mar. As gaivotas brancas revoluteavam sobre o firmamento já manchado com a cor da vermelhidão sanguínea do entardecer. Frente ao mar. O homem afrouxou, com a lentidão de quem se outorgara proprietário da eternidade, o nó da gravata da moda, tirando, em seguida, o paletó de grife. Depois, dobrou as mangas da camisa de linho, e esperou, frente ao mar, com o olhar fito na risca. Como se a catar a imagem perdida de um pescador amigo, perdido nas graças do mar. Dois bêbados sentaram-se, frente ao mar, no banco ao lado,a parlamentarem certezas em nuvens de álcool. Pouco depois, na hora do Ângelus, a praia e seus coadjuvantes mergulharam num silêncio de catedrais. Neste exato momento, todos os pássaros aterrissaram na areia branca da praia, enfiando seus bicos caçadores na quietude do legítimo tempo, a venerarem momento tão sagrado e naturalmente belo. As damas da vida, frente ao mar, com seus batons de tentação carnal, fizeram o nome do pai e depositaram seus infortúnios no colo do insondável e inacessível Senhor dos Oceanos. Uma delas, sempre com o xale da esperança posto sobre o ombro esquálido, rezou uma ave-maria, entre dentes. Pouco depois, contrita, benzeu-se, frente ao mar, com um tímido sinal da cruz. O vendedor de talhas de madeira, madeiros de Cristo, sustara, por alguns momentos, seu profano leilão e puserase, frente ao mar, de joelhos, próximo do banco da pracinha, a clamar pelo crepúsculo eternal. O feirante de peixes abandonou a afiada peixeira sobre o corpo de um linguado recém-abatido e, de olhos marejados, frente ao mar, lembrou-se do pároco da infância, já tão distante, sempre a bradar, nos provincianos ouvidos dos filhos de Deus: "Paz na Terra aos homens de boa vontade!". Duas pretensas compradoras, damas do high society, fecharam o zíper de suas bolsas importadas, guardando os talões de cheques especiais, sabedoras de que, ali, frente ao mar, o dinheiro de valia era outro. Dai a César o que é de César, ao oceano da vida o que é do azul do mar. Ele, não sei se capturando todas as cenas e personagens ao seu derredor, retirou o cromo alemão, a meia de seda, e pôs, na imaculada areia da praia, os seus pés finos e brancos. Frente ao mar, sob a regência da maviosa sonata das ondas, fechou os olhos e, no telão das pálpebras caídas, revisitou o seu duro dia: manhã e tarde inteiras a soletrar contratos, a tripudiar dos clientes aflitos, a mercadejar juros, a transacionar omissões, a solfejar e impor cláusulas senhoriais e abusivas no rodapé das expedições. Não soube bem porque, frente ao mar, avistou, no fundo da mente, a imagem, já turva pelos anos, do juvenil sorriso do jovem licaniense que ele já fora. Um longo sorriso de estupefação e alumbramento que se dera, há trinta anos, de frente daquele mesmo mar. Verdes mares. Num ruflar de minutos, a noite caiu - pesada e mandante -, frente ao mar, e a cidade disparou seus potentes holofotes sobre tudo, como se a querer espantar: o homem, as gaivotas, os bêbados, os demais pássaros oportunistas, as damas da vida, o vendedor de Cristo, o feirante, as compradoras do high society... Um mundo assim, sabe bem a cidade grande, se desfaz, feito castelo de areia, frente ao mar.

Reminiscências

Detalhes sobre as ruas antigas II Wilson Bezerra de Moura - Professor emérito da Uern Quanto mais nos aprofundamos na leitura de pesquisa, mais tomamos consciência de que as pessoas deram nomes às ruas, logradouros e praças. Pois se assim não fosse, talvez até o memorialista Professor Nonato não tivesse tido a preocupação de registrar em detalhes figuras que conviveram antes de nós e deixaram suas marcas na história de Mossoró e marcaram uma época na qual se firmou a base de uma cidade próspera como é hoje a terra de San-

ta Luzia. Ruas, caminhos da saudade, está aí para nos indicar que no antigo Beco do Monteiro, em suas imediações surgiram outras. O Beco do Irineu, mais tarde conhecido por Beco da Imprensa, em seu redor estabelecimentos comerciais de Freire e Irmãos, em cujo ponto existiu o comércio de outra figura de influência comercial, chamado de Chico Tertuliano. Esse Beco do Irineu foi rebatizado para Beco da Imprensa, visto nele existir

Ruas, caminhos da saudade, está aí

para nos indicar que no antigo Beco do Monteiro, em suas imediações surgiram outras

uma tipografia e um jornal. Pelo que nos revela a história narrada pelo Professor Nonato, em seu livro Ruas, Caminhos da Saudade, nesse Beco do Irineu, muitas atividades foram exploradas. Basta lembrar que nele funcionou além da gráfica, jornal, num desses armazéns que ficava nos fundos do Peso Público, nesse mesmo Beco do Irineu, marcou presença uma oficina de marcenaria de Pedro Paraguai, nos altos do pré-

dio era o Quartel de uma banda de músicas, na dependência de um dos prédios ficava o Restaurante de Antônio Doze anos e interessante que nesse mesmo local funcionava um salão de bilhar, posteriormente o Cartório de Pedro Soares, uma alfaiataria de Francisco Negócio e Hermógenes Lucas e, por fim, um escritório de advocacia do bacharel José Maciel Luz. Vê-se que naquele Beco, espaço ou prédio muitas atividades funcionaram.

Nesse trajeto de identificação de ruas antigas faz lembrar que nesse mesmo Beco do Irineu tinha uma casa comercial de Sebastião Pascoal, segundo informação do senhor Romão Filgueira, ali também existiu uma sociedade recreativa que promovia grande bailes, cujas festas animavam a cidade e funcionava num prédio de propriedade de Chico Tertuliano e eis portanto, a importância de história em poder relatar principais acontecimentos.


Gazeta do Oeste 3

Mossoró, domingo, 25 de maio de 2014

Expressão Mário Gerson

Genildo Costa no Ceará Agendado para o próximo dia 6 de junho, show de Genildo Costa é uma das atrações do Palco Giratório, na praia de Iracema, Ceará

mario.gerson@folha.com.br

FOTOS: WILSON MORENO

antor e compositor, Genildo Costa se apresentará, no próximo dia 6 de junho, no Sesc Iracema, dentro do projeto Palco Giratório, no Ceará. "Fui convidado pelo poeta Dedeus Sales, que é diretor da revista Gente de Ação, do Ceará. Ele me chamou para viajar com ele por cinco cidades do Ceará. Ao invés de cinco, acabamos por nos apresentar em dez cidades, o que levou meu trabalho para além do que eu imaginava", salienta Genildo Costa,frisando que o apoio de Sales foi fundamental para que o projeto Palco Giratório Iracema o convidasse. "Em cada cidade, deixamos um pouco daquilo que levei. Todos os meus CD's foram vendidos e participei de vários outros eventos,divulgando nossa música. Além, claro, de fazer contatos com pessoas novas, novos músicos,estabelecendo novas relações de amizade e respeito com pessoas de Crateus", destaca. A apresentação faz parte do seu projeto de expandir e divulgar sua arte para o Estado vizinho. "Estou em Mossoró há 30 anos. Aqui, lancei dois CD's: Cores e Caminhos e Camboar. Essa cidade me ajudou muito e eu fiz muito por este lugar", relembra o composi-

C

odo o acervo do Sistema Integrado de Bibliotecas da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (SIABI/UERN) está sendo revisado com o objetivo de identificar as demandas para a sua atualização. É o que informa a Agência de Comunicação da entidade, a Agecom. De acordo com o informe, "neste processo de revisão foi catalogada toda a bibliografia básica indicada nas ementas das disciplinas de todos os cursos oferecidos pela instituição, confrontando a demanda com os títulos atualmente existentes no acervo da biblioteca". "O levantamento", continua, "apontou um déficit de aproximadamente seis mil títulos em toda a universidade. O próximo passo será a identificação das prioridades de aquisição, privilegiando os cursos em processo de reconhecimento ou de renovação de reconhecimento. Paralelamente, um processo de licitação está em fase de assinatura de contrato para que seja iniciado o processo de cotação e aquisição dos títulos".

T

Genildo Costa: apresentação agendada para a praia de Iracema, no Ceará

tor, ressaltando que agora é preciso caminhar. "Mossoró foi muito generosa comigo. Aqui, eu construí uma história e, por esse motivo, não me sinto e não me acho uma pessoa fracassada. Ao contrário:aqui eu fiz muitos projetos, o Canto Potiguar, etc. Tenho relações na área cultural. Enfim, sou um homem da cultura e vivo para ela", reforça. Agora, no entanto, destaca Genildo, é hora de procurar seguir adiante, com outros horizontes. "Vou morrer dizendo que acho que fui ingrato com o que eu construí e com o nível que construí. Agora, sigo para fomentar outras pla-

teias em torno do meu trabalho, que é ligado a nossa cultura", diz, alegrando-se com o fato de que, somente no Estado do Ceará, já fez várias apresentações e tem se destacado entre os compositores do RN com espaço generoso nas terras de José de Alencar. Segundo ele, o projeto espera casa lotada. "Isso me deixa muito feliz... Já surgiu, também, um convite de São Gonçalo do Amarante. A proposta, agora, é caminhar. Mossoró é uma cidade belíssima. Tem grandes talentos. Devo a estas pessoas o respeito e as oportunidades que me foram dadas. Sinto-me feliz em representar esta cidade. O caminho está apenas começando. Não sou de fazer qualquer coisa. Sempre dou o meu melhor e tenho orgulho de dizer que nunca pedi nenhum centavo a nenhum dos meus parceiros para terminar CD's. Pelo contrário, agradeço a todos... Não tenho mais tempo, com a idade que estou, de estar no estágio da piedade. Aos 53 anos, dediquei minha vida toda à arte. Apostei no que eu faço, hoje. Sempre fui dedicado à música, à arte como deve

ser", explica. "Acredito e acreditei no que eu fiz e faço. Fiz 500 cópias do último trabalho, Camboar, e já se esgotaram. Isso me deixa satisfeito com o que desempenhei. Mais cópias foram encomendadas. Os horizontes estão apenas se abrindo!", fala, alegre. APOIO AOS MÚSICOS LOCAIS De acordo com o compositor, é importante observar que os apoios aos músicos é algo ainda muito insipiente no RN, principalmente em Mossoró. "A arte musical é extremamente fragilizada na cidade. O que está acontecendo em Mossoró é uma manifestação dos artistas da cena teatral, não é o todo. Se formos pensar na totalidade, teremos que colocar as outras artes. Hoje, o artista que trata de ocupar os espaços e executar o seu canto, não está em um movimento organizado, sem subestimar as manifestações. De certa forma, estou um pouco pessimista.A cultura de Mossoró precisa ser discutida com mais transparência. Por esse motivo, sou conselheiro da Conferência de Cultura na cidade",aponta o compositor.

Rodapé SOBRE A VONTADE NA NATUREZA "Estou convencido de que Schopenhauer é o homem mais genial de todos. (…) Ao lê-lo não posso compreender como o seu nome pôde permanecer desconhecido. A única explicação possível é a que ele mesmo repete tantas vezes, que há quase só idiotas no mundo." Tolstoi. Em sua obra magna, O mundo como vontade e representação (1818), o filósofo alemão Arthur Schopenhauer (1788-1860) expôs a ideia de que o mundo que vemos e percebemos é apenas a manifestação, o "lado exterior" de uma essência única, a vontade. Em Sobre a vontade na natureza (1836), texto que o próprio autor considerava o "complemento essencial" a sua metafísica,ele percorre o vasto campo das ciências da natureza para mostrar como a sua filosofia pode dar um sentido às mais diversas descobertas científicas de seu tempo. Da fisiologia à física, da anatomia à linguística, acompanhamos o filósofo por todos os domínios da natureza em uma viagem que termina por nos levar também a destinos exóticos como o magnetismo animal, a magia e a religião chinesa. Ao longo do percurso, Schopenhauer discute, com seu estilo astuto e mordaz, várias descobertas científicas e suas interpretações, buscando dar-lhes sentido e unidade à luz de sua filosofia. A tradução do texto, até hoje inédito em português, segue a edição ampliada de 1854. Autor: Arthur Schopenhauer Editora: L&PM

BLOOMSDAY Teve início a 28ª edição do Bloomsday na Universidade Federal do Rio Grande do Norte. O evento, realizado até o dia 6 de junho,tem como destaque o III Curso de Estudos Irlandeses, ministrado por Bruce Stewart, professorvisitante pela Capes na UFRN e UFPB. Além disso, haverá palestras, exposição de fotos, espetáculo teatral e lançamento de livros.A programação também é realizada fora das instalações da universidade para que a população em geral possa participar das atividades. O EVENTO O Bloomsday é coordenado por Ana Graça Canan,Francisco Ivan da Silva,Marcelo da Silva Amorim, com apoio do CCHLA, Departamento de Letras, Departamento de Línguas e Literaturas Estrangeiras Modernas e Programa de Pós-graduação em Estudos da Linguagem e Capes.

SISTEMA EM REVISTA Recebo, do Sistema Fecomércio, a publicação Sistema em Revista. O seu presidente, Marcelo Queiroz, enfatiza o trabalho da entidade e o desempenho de Juliana Almeida, representante de Mossoró no Worldskills Americas - na modalidade cabeleireiro. Ela ganhou ouro na competição. Vale frisar que o Senac tem uma das melhores formações na área do Estado. L&PM EM QUADRINHOS O editora L&PM agora investe em clássicos de diferentes épocas na linguagem dos quadrinhos. Os livros estão sendo editados aos poucos. Entre as obras, estão O Contrato Social, de Rousseau e A Metamorfose, de Franz Kafka. Uma boa dica para quem gosta do gênero.

CIDADE JUNINA A Prefeitura Municipal de Mossoró convida para o próximo Cidade Junina, que acontece a partir do dia 7 do próximo mês e vai até 29. Segundo o convite, são mais de 30 atrações culturais, shows, festival de quadrilhas, etc. Estou curioso para ver o resultado do mais polêmico Chuva de Bala, recheado de muitos intramuros e disputas.

POSSE NA AMOL O padre Guimarães Neto tomará posse,no próximo dia 7 de junho, na Academia Mossoroense de Letras (AMOL). Ele ocupará a cadeira de número 29, que tinha como patrono Dom João Portocarrero Costa e como último ocupante Dom José Freire de Oliveira Neto. A posse acontecerá às 19h30, na quadra de esportes do Colégio Sagrado Coração de Maria,no Centro e contará com o lançamento de dois títulos:Zé de Néo - em verso e prosa e Cartas do Irmão Manoel, ambos de Guimarães Neto.

FEIRA DO LIVRO Com data marcada - 6 a 10 de agosto - a Feira do Livro de Mossoró promete bons nomes e uma diversidade de atividades durante o evento. Esperamos também que novos expositores façam parte desta edição, trazendo bons títulos, inclusive na área de Letras e crítica literária. Há muita gente já ansiosa pela feira.

SATISFAÇÃO De acordo com Guimarães Neto, é uma satisfação entrar para o rol dos acadêmicos e compartilhar conhecimento com os demais. Há algum tempo que o nome de Guimarães era cogitado para tomar assento na entidade.Agora,isso se tornará realidade e, acredito, que é a Academia quem ganha com sua presença. Tenho certeza disso.


4 Gazeta do Oeste

Mossoró, domingo, 25 de maio de 2014

Nos Jardins d

LUÍS SOARES O engenheiro agrônomo Luís Soares faz um longo relato sobre a atual situação do setor agrícola da região e destaca sua confiança, principalmente na área de fruticultura irrigada. Na sua ótica, o semiárido se configura em grande riqueza, a depender da forma que possa ser explorado, sendo favorecido a partir, exatamente, das condições climáticas. Confira: GAZETA DO OESTE - Luís, como anda o setor de fruticultura? Outros setores aqui em Mossoró têm passado por dificuldades. Até em função da instabilidade e também de clima. Como está hoje esse setor? LUÍS SOARES - Bom,vocês têm a ideia de que o grande milagre da fruticultura no semiárido brasileiro é a água. O grande milagre é esse. Se nós analisarmos também, não seria tanto a disponibilidade da água porque no São Francisco, com o rio São Francisco, Petrolina e Juazeiro, que também tem o carro-chefe dessa fruticultura irrigada, também tem problemas. Mas especificamente o nosso caso, eu considero um feito inédito desses homens que acreditaram nesse grande potencial, que é a fruticultura a partir da água dos poços. Então, se você vê onde é que está o grande potencial da fruticultura hoje, que é o referencial, está aqui na Chapada do Apodi. E lá nós dependíamos inicialmente dos poços profundos, aqueles poços de mil metros, mas com uma vasão muito baixa de 100 mil litros por hora e era um custo da água exorbitante. E por uma obra da natureza, nós descobrimos que existia água no aquífero do Jandaíra. E é essa água que faz com que haja essa pujança da fruticultura. Na hora que nós temos a má distribuição das chuvas, não é do período normal, porque no período de chuva nós não produzimos. Eu digo, brincando muito, que água e cima fora de época, é castigo. Mas, água de baixo, em qualquer hora, é milagre para gente.Então como não há recarga desse aquífero, realmente nós temos muitos problemas a partir desse elemento hídrico que é o carro-chefe para que nós pudéssemos então ter esse referencial, esse oásis dentro do semiárido, que é a fruticultura irrigada. GO - Porque muitos poços estão secando por aí, principalmente nessa região aqui de Baraúna ... LS - ... isso. A gente tem que considerar,inclusive eu faço parte daquele comitê da bacia do Rio Mossoró e essas coisas, e a grande verdade é que nós não temos conhecimento absoluto sobre o aquífero Jandaíra.Nós conhecemos o Arenito Assu,que ele é poroso e em qualquer lugar que você for lá encontra essa porosidade

e daí encontra água. Inclusive você pode encontrar água mineral no Porto-Ilha, que está dentro do Arenito Assu. Mas, do aquífero Jandaíra não, é completamente diferente. São tubulações que, dentro do calcário fraturado,como a gente chama, e que ele não é,como se qualquer pessoa furar você não encontra essa água. Você tem de encontrar esses veios por onde passa essa água. E essa água, pela vã experiência que a gente tem ao longo do tempo, o primeiro veio, vamos assim dizer, estaria a 16 metros, depois a 26, a 32, a 54, e até a 68 metros, nós podemos pegar esses veios.Por isso é que os poços, na média, davam em torno de 80 metros de profundidade. Porque você deixava uma Câmara para que a bomba pudesse tirar a água. Então agora, com esse período seco, o que nós descobrimos também e que muitas pessoas estão aderindo a essa possibilidade? Eu diria que nós descobrimos porque dizem que até na desgraça a gente encontra solução e nós descobrimos. A crise é que gera o conhecimento, a determinação, a vontade. Isso é uma intuição e eu acredito que isso é uma coisa divina. Então, nesse período agora existe uma técnica lá, que é a radiestesia, e isso aí é uma coisa meio suntuosa, porque o cara tinha um aparelho para poder encontrar água. E então tem uma pessoa, que é o Zé Maurício, que ele desenvolveu essa radiestesia. E em alguns poços que estavam teoricamente secos, ele foi lá e constatou que havia água lá embaixo. Então, começou a perfurar e quando nós chegamos a 113 ou 115 metros, a água apareceu, e um volume assustador que ninguém conhecia isso. Então, você vê que coisa interessante, a gente não conhece ainda o potencial hídrico que está nesse aquífero Jandaíra.Então,são descobertas desse tipo e outro fato interessante é que Baraúna está a 80 metros acima do nível do mar, e agora nós estamos a 113 metros abaixo do nível do mar.É onde se cumula,e nós estamos generalizando, é onde existe realmente de fato essa água.Então muitas pessoas aí já estão fazendo esse trabalho e graças a Deus, muitas pessoas que estavam desesperadas... GO - ... é porque chegou um momento em que ...

LS - ... você não tem mais para quem apelar. Há um desespero porque você criou uma vida, criou uma estrutura por sua livre e espontânea vontade. O Governo não protege ninguém nesse tipo e quer dizer,a decisão foi sua. E você ver da noite para o dia se acabar tudo isso. GO - Mas, como foi que começou a produção, essa inclinação dos produtores de fruticultura nessa região? LS - É um fato interessante. Isso começou ainda na época da Maisa.Francisco Camargo, que passou um tempo em Mossoró, veio aqui comprar caju, comprar castanha. E ele sentiu que aqui seria uma área propícia para a produção das corcubitacias, no caso o melão, a melancia e outras coisas. E ele trouxe algumas sementes. E a gente não tinha essa tecnologia, hoje sofisticada, vamos assim dizer, porque não é sofisticação, é a eficiência do sistema e irrigação. Você se lembra de quando se falava em irrigação em xique-xique, quer dizer, isso aí é um fato inédito. O mundo fica louco quando imagina que você bota um tambor lá em cima, uma mangueira cá embaixo, saiu furando com uma agulha e é uma história gostosa da gente. Hoje parece até hilário, mas se usa isso. Então, o cotejamento, que era sofisticado e nós não tínhamos acesso à tecnologia nenhuma, de países como a Espanha, como próprio Israel que foi o grande referencial dessa modernização tecnologia em termos de irrigação. Então, começou daí ... GO - … e algo até inimaginável. Produzir fruta no semiárido. LS - Era uma coisa que nós não conhecemos o semiárido, nós não amamos o semiárido, nós não nos identificamos com o semiárido. O mundo tem inveja da gente, por nós estarmos no semiárido. E por quê? Porque você tem temperatura constante, quer dizer, umidade constante, vento constante, luminosidade, insolação. E você tem um período de nove meses para produzir. Eu digo até que é uma gestação. Onde é no mundo que existe essa condição de você produzir durante nove meses? Nenhum lugar no mundo tem. Apenas no semiárido brasileiro.

Quer dizer, você tem de três a quatro meses de um período que é chuvoso e que a gente para, não tem o que fazer. E aí é até bom porque o trabalhador descansa, vai plantar o seu feijão, armar a sua rede... GO - ... e nem sempre tem inverno ... LS - ... mas de qualquer forma tem que chover alguma coisa. Então eu diria que essa é a grande vocação que o semiárido brasileiro tem, considerando a atividade rural. Mas eu diria também que é um detalhe, ele não permite que você pense em quantidade. Tem que ser uma coisa muito específica sua. Para você administrar aquilo com eficiência, com eficácia, sabendo da limitação de todos esses componentes que faz com que a gente possa ter essa agricultura irrigada. GO - Ainda sobre a riqueza do semiárido.Quais os problemas enfrentados pela fruticultura no momento? LS - Olha, existe uma coisa. Triste do produtor rural hoje que produz para vender. Especialmente porque a fruta, a vida útil dela é curta. Se você planta uma cebola, ou um alho, você pode guardar. A fruta, por ser um consumo in natura, muitas vezes nós estamos atrelados a uma agroindústria.A laranja,se você não manda in natura, transforma em suco e então automaticamente aproveita tudo isso. Então, a fruta nossa tem que ter essa característica.Inclusive por estas condições de clima ela tem um sabor espetacular. É sensacional.Mas acontece o seguinte,nós temos um mercado e o fator limitante não é mais na tecnologia, não é mais muitas coisas que a gente até domina. Mas o grande desafio hoje chama-se mercado consumidor. O Bira Rocha,ainda quando presidente da Fiern, nós fizemos um estudo, vendo qual era a quantidade de melão,e até das suas variedades,da própria melancia,que a Europa iria consumir e nos pagar um preço bom... GO - ... só um detalhe. A internacionalização começou com o melão? LS - Isso. O melão sempre foi o carro-chefe. Tem aquela história do Chico Camargo, que ele estava li-

gado àquele cara que foi da Sharp e essas coisas todas, e ele tinha uma paixão por isso aqui. E era um projeto pessoal dele. E o próprio Francisco Camargo tinha um vínculo, que ele era comprador de uma pessoa que era da Holanda. Então foi essa pessoa que abriu as portas para que a gente colocasse lá esse melão. Era Eindhoven e Roterdã. Nós só tínhamos esses dois mercados. A Inglaterra recebia e era consumo interno. Mas a Holanda era um polo distribuidor.Esse melão que a gente mandava daqui, chegava à Suíça. Via Portugal, Alemanha. Quer dizer, atrás da Holanda, atingia toda a Europa. Então, o grande desafio nosso é que nós temos uma janela. Quando lá está começando a ficar frio, aqui nós estamos em plena seca. E o grande diferencia aqui é que nós temos uma janela que, para a produção satisfatória, lá você está no frio. Imagina você comprar picolé, com neve essas coisas todas? Então não é um público, nesse período,grande consumidor,de potencial. Porque a Espanha não produz, Israel não produz, em unção da parte fria do clima. E aí a gente entra nessa janela. Agora imagine você comprar uma fruta, que o hábito alimentar não é massificado. São pessoas que têm aquele conhecimento e compra mesmo assim. Você está entendendo a minha comparação. Na época do verão na Europa, o consumo é 14 milhões e eu com 140 milhões de caixas. É a tradição da cultura do consumo da fruta. Mas nesse período, cai para 14 ou 15 milhões de caixas.Quer dizer, é um público cativo, específico. E isso sempre me preocupou. Porque aqui, naquela época, nós tínhamos uma capacidade nossa, que era para atender esses 14 milhões. E também outro fator limitante era que nós tínhamos o porto de Natal.Lembrase que tinha aquela Pedra da Bicuda, aquelas coisas todas? E só entravam navios com dois mil paletes. Porque um palete é uma tonelada e então não podia entrar um navio maior.E isso era ótimo para gente. Você vê que coisa interessante. Nós tínhamos 600 exportadores e havia assim um conluio até para que as companhias marítimas pudessem vir para cá.E nós tivemos que garantir 80% do porão do navio, até trazendo manga de Petrolina, para complementar a nossa carga. Porque era um risco muito grande que a gente tinha mesmo incipiente, de manter essa linha regular aqui no Rio Grande do Norte. Então, o que acontece? Tínhamos 600 exportadores, nós praticávamos o mercado futuro, a qualidade da fruta era excepcional,e a gente não tinha muita dificuldade, vamos assim dizer, eu precisava de 500 mil dólares, ou um milhão de dólares, e os exportadores confiavam e davam o dinheiro para gente. Era o mercado futuro. Quando dinamitaram a Bicuda, entra um navio de cinco mil paletes. E isso começou a abarrotar o mercado do melão na Europa. Da noite para o dia, nós passamos a ter 35 ou 36 exportadores ... GO - … e o setor atendia essa demanda? LS - Não,porque todo mundo estava atrelado a um processo de produção integrada.Fulano produz para entregar, vamos dizer, a Nolem, a Maisa e fulano e fulano. Havia uma integração muito grande aí dentro. Mas as pessoas achavam que o rico era o exportador e todo mundo quis ser exportador. E você chegar hoje na Europa e dizer: "eu vim vender melão!". Você vende dois milhões de caixas.Mas você re-


Gazeta do Oeste 5

Mossoró, domingo, 25 de maio de 2014

ns da Gazeta

pe ma , oi Nós . mo uíuer oa qui ocê ar sse ão nte ne . m. eu 14 er,

ue mos nós a. se ue

a ue de no ue a uier, ou eiro Da ter

ssa

m, via aí

do ocê eu de -

cebe? Você tem como manter isso? Havia uma coisa organizada e isso desorganizou o setor totalmente. GO - Mas a que você atribui isso? LS - Criou-se uma ilusão de que você como produtor de melão podia atender a qualquer mercado internacional. Quer dizer, isso desorganizou o mercado. GO - Luís, e a questão da praga. A Mosca-Branca, por exemplo, a gente tem visto aí os pequenos agricultores, principalmente, apavorados com a questão da Mosca-Branca.O Governo tem sido ineficiente para produzir essas barreiras? LS - Não.É preciso entender que no semiárido nunca vai deixar de existir praga.Que o inseto,a MoscaBranca é um inseto, agora aí é a desgraça que ela provoca lá dentro. É como você fala, a Mosca Minadora. Ela é uma mosca qualquer. Mas acontece que ela põe um ovo e, ela fica na folha, naquela galeria e vai acabando com tudo. Ela tira a seiva dessa planta e pode chegar a ocasionar até a morte, como a gente viu. Então, isso é comum no semiárido. Não tem homem no mundo que mude essa realidade. Alta temperatura e baixa umidade é praga. Agora, quanto ao advento da irrigação, se você não tiver um bom manejo, de suprir nessa planta da água que ela precisa, e aumentar a umidade,aí surgem as doenças.Porque o semiárido não tem unidade. Que essa é a vocação natural ele para a produção, essa agricultura nossa. Que a gente chama de agricultura saudável. Então, nas grandes áreas hoje, você vê que a Rosana Vilarin, isso em 97 ou 98, que foi quando surgiu a Mosca-Branca aqui em convênio com o Cenagen. E a cada 15 dias vinham 15 pesquisadores da Embrapa e do Cenagen estudar isso aí. E a doutora Rosana Vilarin era a maior assumidade em Mosca-Branca. Hoje junto com o americano Denis, lá da Califórnia.Então,o que a gente constatou? Eles coletavam a mosca, levavam para Brasília e fazia análise do DNA. A cada 15 dia ela mudava o DNA. Quer dizer, é uma praga que ela tem uma mutação. E então não tem defensivos para ela. Foi se fazer um estudo e detectou-se que essa praga tem registro da época do Egito. Ela tanto pode aparecer no frio, como pode aparecer nesse clima. Então isso se batizou em chamar a "praga do século", que foi a Mosca-Branca. E enquanto ela estava por aqui, tudo bem. Mas hoje ela está disseminada em cajueiro, na soja, etc. E nós temos que constantemente estar modificando o princípio ativo dos defensivos ... GO - ... aquela questão do Nim misturado não sei com o quê. É mais mito ou resolve alguma coisa? LS - Não. O extrato do Nim age assim como um repelente. Tudo que vier a ajudar serve para você tentar minorar o problema. Mas qual foi a grande,eu considero isso a maior descoberta da tecnologia tupiniquim. Nós lutamos contra tudo e todos.Elas traziam inimigos naturais para tentar evitar a reprodução dos óvulos e até consumir a própria praga,mas a temperatura aqui matava esses inimigos naturais. E foi quando a gente descobriu, eu não sei precisamente, mas isso é um fato histórico para o Brasil e para o mundo, o que é a inteligência do povo nordestino. Que tem a identidade com esse mundo. Ele criou, cobriu a TLT, uma manta. Vo-

cê planta, cobre com um véu. GO - É uma forma de conviver, não é? LS - É como eu digo sempre. Para muriçoca, não adianta você pensar na sentinela ou o detefon. Use o mosquiteiro. Então, tem tantas coisas boas e que muitas vezes estão no anonimato.E inclusive eu estou aqui conversando e me lembrando de grandes desbravadores, grandes homens que passaram por aqui. Mas tinha assim uma forma de amar isso aqui e que se identificava muito com esse tipo de desafio. O semiárido é apaixonante.O mundo tem inveja da gente. Inclusive se você pegar hoje, nas organizações mundiais de alimentação e essas coisas todinhas, que pelo aumento da população no mundo, que não é uma progressão geométrica, qual é a área que vai produzir? A China não tem área mais para produzir. Quer dizer, se você considerar mesmo o mercado americano, as áreas da África, eles disseram o seguinte: "a única região no planeta que pode sustentar e alimentar essa população é o semiárido, é na Linha do Equador. GO - Então a expectativa é animadora? LS - É animadora. É uma coisa inédita.E independente de qualquer coisa. Então, se vê o seguinte, nós estamos com um problema no São Francisco,nós estamos com um problema também no Jaguaribe.Mas de qualquer forma existe hoje uma consciência de que nós temos água. E aproveitando esse ensejo, certa vez eu estava na Espanha, falando sobre o semiárido. O bolsão da miséria do Brasil está dentro do semiárido.E falando dessa fruticultura,desse desenvolvimento,dessas coisas todas e que parece até um cara lutando contra um moinho, é Dom Quixote contra tudo isso, quando uma das pessoas disse assim: "Luís Soares, como é que justifica o semiárido viver a seca, se tem uma região na Amazônia que na época da seca está transbordando lá e vocês passando sede?".Aí eu disse:"Olha,eu agradeço a sua colocação, mas você não tem ideia da continentalidade do Brasil. O Brasil não é um País, é um continente". E eu me saí por aí e tal, e a palestra seguinte era a dele. E ele falava sobre irrigação na Espanha. Ele dizendo que na Espanha você tinha naquela época,aproximadamente,8 mil quilômetros de canais. É do rio Tejo que sai da Espanha e vai descer para Portugal e integra tudo aquilo ali. Tudo esquematicamente falando. Você não pode usar a água que você quer.Você tem uma cota d'água,

como no rio Colorado, nos Estados Unidos, que fez com que a Califórnia fosse aquele monumento. Quer dizer,essa transposição que vem também para o México. Essa água é limitada e você não pode querer fazer e abusar disso aí. Então, a água é vida, a água é sobrevivência. E quando ele disse isso: "Olhe, Luís Soares, se você pegar,lá do afluente do Amazonas, do Tocantins e puxar para o foco do semiárido, onde está a seca, dá 3 mil quilômetros". Aí eu pensei, olhei, analisei e disse: "Eu vou lá em cima lhe dar um abraço e um beijo". E eu fiz isso com o cara. Quer dizer, a gente fica se lamentando,e um problema que existe solução.Agora,precisa de consciência, precisa de que muitos produtores e juntem pra dizer o seguinte,"é a nossa vida,é a nossa sobrevivência e eu sei como fazer isso. Agora nos ajudem". … GO - … vontade política … LS - … isso é fundamental. GO - Luís, sobre a questão desses reservatórios, por exemplo, a Barragem de Santa Cruz,tema sua eficiência dentro do contexto da fruticultura, da produção rural? LS - Gilberto, como eu disse no começo,o único milagre,já que a gente está aqui conversando e abordando esse tema maravilhoso porque eu sou apaixonado por isso, é a água. E eu sei que é H2O. Mas se eu lhe der hidrogênio e oxigênio,desse hidrogênio não tira água não. Quer dizer, é uma coisa que ele fez lá por cima e a gente não sabe fazer. Mas, gostei da sua pergunta até porque eu terminei um projeto, "A área que liga o comércio do semiárido oriental brasileiro". Isso, eu discutindo lá com Bira Rocha,ele dizendo que aqui no Rio Grande do Norte existe um quadrilátero, um espaço geográfico desse quadrilátero que tem uma fortuna maior do que 50 países da Europa. Aqui perto da gente, dentro do Rio Grande do Norte. E o Bira é um abnegado. Eu admiro demais o Bira Rocha. Então daí se concebeu o seguinte,onde é que está a riqueza desse processo? Está entre o rio Açu e o rio Jaguaribe. Então nós temos que acabar com essa história porque quando o criador inventou o planeta, quem inventou de dividir o Brasil foram as capitanias hereditárias. "Ah, é mesmo, aqui é o Rio GrandedoNorte,aquiéoCeará".Ora, nós somos brasileiros, e nessa hora a nordestinidade tem que ser superior a tudo isso. Porque nós precisamos do Ceará,como o Ceará precisa do Rio Grande do Norte. Então se você considerar, entre o rio Açu o rio Jaguaribe, qual é o potencial de água acumulada que a gente tem, e água superficial? Você tem a barragem Armando

Ribeiro Gonçalves,depois tem Umari, depois Santa Cruz. Aí você vai lá para o lado do Jaguaribe, e você tem o Castanhão, tem o Oros, etc. Vamos navegar.Imagine agora se eu crio uma área de livre comércio entre esses dois rios? Aqui entre esses dois rios, não é mais Rio Grande do Norte e nem Ceará. Seria o seguinte, "Área de livre comércio do semiárido oriental brasileiro".E esse projeto,Fernando Bezerra, quando ministro da Integração, eu estava num encontro com ele no Rio de Janeiro,inclusive com Bira Rocha, e eu apresentei uma coisa desse tipo. E ele chegou a evoluir, porque nós precisamosasexperiênciasdeumaCodevasf. Não estou subestimando o Dnocs, absolutamente, mas é preciso que a gente tenha em mente que o grande desafio no sentido de a gente consolidar tudo isso, esta entre esses dois rios.Você tem gesso,tem calcário,ferro,urânio,e tem tudo aqui dentro.Então não adianta ver o Rio Grande do Norte e ficar só pensando nisso. Porque o porto de Natal, está certo, não permite que entre os navios, os grandes, de cinco mil containeres. O porto não permite que faça isso. Porque você tem que dragar a entrada do porto para um navio desse poder entrar. Por outro lado, o Aeroporto de São Gonçalo,se você considerar o Pecem, que é mar aberto. Então, tem que haver essa integração entre esses dois portos com a rede ferroviária, com o Aeroporto de São Gonçalo e outras coisas mais para consolidar isso. Nós temos que acabar com essa mania de querer bairrismo, porque não vai levar a nada.E a Europa se entende perfeitamente bem. Quer dizer, a Califórnia é parte do México, a Espanha é parte de Portugal. GO - Luís, você é assessor técnico do Caderno Rural e de Meio Ambiente que a GAZETA DO OESTE está lançando agora em agosto. Qual é a importância e um instrumento desse, para o setor de fruticultura, para o meio ambiente, para a nossa colaboração, digamos assim? LS - O anonimato é uma coisa perniciosa. Pode ser até covardia o anonimato.E o brasileiro finalmente desperta para algumas coisas de interesse dele. Ele como brasileiro é parte da História do Brasil e não ficar submisso e aceitar qualquer coisa por aceitar. Balançar a cabeça, feito lagartixa e tal. Então essa vontade preciosa também ser alimentada. Quem é que vai alimentar isso? E eu me lembro que quando a gente imaginou aquele Gazeta Rural, dos tempos idos, eu confesso a você publicamente que eu fiquei muito feliz. Quando você me fala para nós resgatarmos tudo isFOTOS: ALCIVAN COSTA

Entrevista concedida ao jornalista Gilberto de Sousa

so. Porque hoje a mentalidade empresarial é outra, a logística é outra, a perspectiva é outra e tudo está dentro de uma velocidade e que está no anonimato. Eu diria que o produtor rural mesmo, ele não é nem plateia. Mas ele precisa ser ator. E numa retrospectiva, quando a gente fez a primeira feira em 93, que eu inventei a Fenafrut, diziam que eu era louco. Mas eu sou normal, porque sou louco. Me sinto normal porque sou louco. Tem outros que são normais e botam dificuldade em tudo. Resultado, numa brincadeira daquela com, saudosa memória, doutor Dix-huit, que avaliou tudo aquilo, nós vimos até 98, quando foram feito aqueles convênios, aquelas coisas todas. E nós saímos do Brasil e participamos de duas feiras internacionais. E até então ninguém sabia que o Brasil, era um cara de São Paulo que dizia que era o melão do Rio Grande do Norte.Ninguém sabia que era o Rio Grande do Norte. Sabia que era um escritório em São Paulo, o intermediário, que fazia, nos usava nessa conjuntura. Então o que marcou realmente a internacionalização foi a participação dessas duas feiras.Uma em Munique e outra em New Orleans. Foi quando as próprias pessoas aprenderam a logística do mercado. Então, não era mais o seu fulano que intermediava. Hoje qualquer produtor aqui do Rio Grande do Norte sabe falar inglês,pega um avião e vai negociar. Isso é um patrimônio inédito. E isso feito assim, todo mundo calado, essas coisas todas. Então, eu gostaria de parabenizar. E você não está me convidando, eu é que estou me oferecendo para fazer isso, que é muito importante, é fundamental a gente acabar com essa miséria de "Ah! eu sou nordestino, eu estou na seca". A seca é a dádiva. A seca não é questão da miséria. A questão da seca é que você não sabe se está dentro deste contexto, inclusive valorizando o próprio semiárido. Se você vai para uma praça hoje, pega plantas que não tem nada a ver com o semiárido. E exige um carro-pipa, para estar aguando a grama todo dia. Quer dizer, a gente tem que acabar com isso. Se você for para o Arizona e ver os jardins que existem dentro do Arizona, com as plantas típicas, é a coisa mais linda do mundo. A gente tem que acabar com essa mania de achar bonito a casa dos outros e valorizar a casa da gente. E eu considero que a GAZETA DO OESTE tem essa missão. Não é uma missão apenas de informar, mas também de conscientizar as pessoas de que isso é educação. E você, para lidar com a educação das pessoas, sem anos esse projeto. Se o seu projeto é com um grão,planta.Se é para dez anos, planta uma árvore. Mas se é para educar o povo, você tem que esperar 100 anos. Então eu acho interessante e mais uma vez quero parabenizar,e é essa visão que a gente precisa ter.Não de conformismo, não e subserviência, porque eu sou pobre, feio e moro longe. Não. Eu sou rico,bonito e gastador.É só uma questão de perspectiva sua.Nós precisamos despertar a nordestinidade das pessoas. Parabéns e eu quero agradecer essa oportunidade.Até se não me convidarem, se não for possível, tem tantas coisas boas que a gente tem a comentar. A vocês da TCM, ouvintes assistentes e também da rádio da 95. Eu gostaria de deixar aqui o meu reconhecimento a esse cara. Eu admiro muito você, Gilberto, obrigado. Mas é um homem que tem uma visão que deve ser seguida por muitas pessoas.


6 Gazeta do Oeste

Mossoró, domingo, 25 de maio de 2014

Expressão Rota Batida com inscrições abertas Opinião Promovido pela Coleção Mossoroense, em parceria com a Petrobras e Cosern, o concurso premiará obras em diversos gêneros WILSON MORENO

scritores, ensaístas e poetas de todo o Estado têm até o dia 30 de junho para enviar, por meio do correio,os seus trabalhos ao Prêmio Literário Rota Batida, em sua quarta edição. O concurso premiará autores em cinco categorias: poesia, conto, romance, crônica e ensaio acadêmico. O prêmio publicará os dois melhores trabalhos em cada categoria e, de acordo com o regulamento, cada autor poderá participar com apenas um trabalho em cada uma delas. Segundo o regulamento, caso não haja obras inscritas ou aprovadas no processo de seleção,numa dessas categorias, o espaço pode ser preenchido por trabalhos excedentes de outras categorias, a critério do Conselho Editorial. Os trabalhos, sob título e pseudônimo, devem estar em Língua Portuguesa (o que não impede o uso de termos estrangeiros no texto), ter no máximo 100 (cem) páginas no formato A4, digitados em Word, fonte Times New Roman,tamanho 12, espaço 1,5cm, com impressão em apenas uma das faces do papel, com todas as folhas numeradas e encadernadas. As inscrições deverão ser feitas exclusivamente pelos Correios, em envelope endereçado à Funda-

E

Rosalba & DEM & reeleição

Vingt-un Rosado instituiu o prêmio como forma de apoiar ainda mais os jovens autores

ção Vingt-un Rosado/Coleção Mossoroense no seguinte endereço: Rua Dona Francisca Rodrigues dos Santos, 14 - Bairro Nova Betânia - Mossoró/RN - CEP: 59600-001, com as seguintes especificações, até o dia 30 de junho: envelope em tamanho pequeno, lacrado, trazendo em seu interior uma folha de identificação com nome, endereço, pseudônimo, título do trabalho, cópia de documento de identidade com foto e CPF, além de comprovante de residência; envelope em tamanho grande identificado com pseudônimo do autor, título do trabalho e a categoria à qual concorre, contendo cinco vias impressas da obra e uma via gravada

em CD, bem como o envelope pequeno citado no inciso anterior. A seleção das obras que atenderem às exigências do regulamento será feita por um Conselho Editorial de cinco membros de renomado prestígio literário indicados pela Fundação Vingt-un Rosado,Petrobras e Cosern. Os livros impressos terão até 150 páginas,no tamanho 15x21cm, com capa em policromia em papel supremo 250 gramas, orelhas, laminação fosca e verniz. Os dois primeiros colocados em cada categoria terão suas obras publicadas, com tiragem de 500 exemplares distribuída da seguinte forma: 200 exemplares para o autor; 100 exemplares para

o acervo da Coleção Mossoroense; 75 exemplares para cada empresa patrocinadora (Petrobras e a Cosern) e 50 exemplares distribuídos para bibliotecas do Estado. O autor terá o apoio da Coleção Mossoroense para o lançamento da obra.

O CONCURSO FUNDAÇÃO VINGT-UN ROSADO/COLEÇÃO MOSSOROENSE Rua Dona Francisca Rodrigues dos Santos, 14 Bairro Nova Betânia Mossoró/RN - CEP: 59600-001 Telefax: (84) 3312 2675 E-mail: fvrcm@uol.com.br Lançamento do Prêmio: terça-feira, 6, a partir das 20h, na Estação das Artes Elizeu Ventania

Novos Poetas DECEPÇÃO

PAU DOS FERROS Aboiando a carne das ruas, lambendo as suas feridas, bêbados e profanos e deuses também lamentam.

Na rua, agora eu vejo, como uma sombra, Teu vulto a andar - alma esquecida, Por entre gentes, por entre a lama Da escória a berrar, enraivecida.

Laços que prendem brandamente; a Barragem, desaguada do Junco e da Gangorra do Benedito à Matriz ou uma pernoite em Jackeline Drinks... O Riacho do Meio planando à luz do dia.

Na rua, agora eu vejo tua medonha Silhueta a vagar pela avenida... Vejo teu destino e tua insana Jornada da face embrutecida.

Os homens nos bares embriagando-se ao esquecimento das amantes, as utopias sadias... a luta é uma explosão. A Independência e seus ciclistas, as bibliotecas esquecidas com seus cadeados, o Alto da Telern, o beijo na Praça dos Namorados. Pau dos Ferros o ouro dos teus seios é o caminho de leite que persigo. Vinte e cinco de Março, Bairro Paraíso; Princesinha - o bairro das meninas (seguram elas os olhos nas janelas). Manoel Deodato é força de vontade, do São Geraldo à liberdade. Yuri Hícaro Poeta

Ney Lopes nl@neylopes.com.br blogdoneylopes.com.br

A escória é teu destino, alma mesquinha, Que vaga entre a derrota e a esquina Da vida e o inferno que vem depois... Logo a seguir, a lama e a solidão das horas, O adeus no Hades do Eu, as sobras Do que um dia fomos nós dois... Mário Gerson Poeta

Avança a pré-campanha de 2014 no RN. Muitas dúvidas ainda pairam no ar. Os candidatos Henrique Alves e Vilma de Faria enfrentam pressões,em razão da dimensão da coligação montada, o que tornou o palanque pesado e com riscos de demolição. O PDT demonstra visível insatisfação e ameaça romper. Quer a primeira suplência de senador, ou vice-governança, ou a garantia de que elegerá, pelo menos, um federal e um estadual. A coluna "Painel" da Folha divulgou mais um perigo para a eclética coligação que apoia Henrique Alves e Vilma de Faria no RN. O PR poderá romper dom Dilma. O deputado João Maia, presidente do PR estadual, indicado "vice" de Henrique e tido como proprietário pessoal de milhares de votos no estado,em razão do número de prefeitos que diz ter elegido em 2012, poderá ser obrigado a apoiar a oposição na disputa presidencial, com o nome de Aécio Neves. Por incrível que pareça, se confirmada à notícia, na chapa majoritária Henrique apoiaria Dilma; João Maia, Aécio Neves e Vilma de Faria, Eduardo Campos.Contradição absoluta! Por outro lado, o diálogo entre os democratas estaduais foi reaberto,com encontros repetidos nos últimos dias entre Rosalba, Carlos Augusto e o senador José Agripino,líder do partido. Ao contrário do que se divulgou, de forma dirigida e intencional,passa a existirmuita tranquilidade política no DEMRN. A decisão do partido sobre a eleição estadual e nacional de 2014 será anunciada no momento certo, sempre sob a liderança incontestável do senador José Agripino Maia. Não haverá choque interno, qualquer que seja a decisão aprovada pelo Partido. Todos aceitam o comando partidário do senador José Agripino e discutirão,civilizadamente,as alternativas em debate, sem preconceitos ou restrições prévias. Caso seja candidata à reeleição,Rosalba Ciarlini não teria o problema de "inchação" na sua coligação.Formaria um grupo de partidos razoável e se livraria das pressões, chantagens e reivindicações absurdas, que fatalmente comprometeriam até o fu-

turo governo, se eleito. Esse é o diferencial de Rosalba na reeleição,o que a tornaria diferente dos demais concorrentes. Faria campanha direta junto ao povo, assegurando que, se reeleita, o seu único compromisso seria com a população e voltada para o interesse público. O que os adversários apontam como "isolamento" do DEM poderá transformar-se no maior trunfo de Rosalba para disputar a reeleição em 2014. A tendência popular hoje é rejeitar "conchavos", "acordos amplos" e "pegadinhas políticas". Contrariamente a essa realidade,o que se observa no RN é que os partidos no RN preferiram na pré-eleição de 2014, o "ajuntamento",sem ideias consistentes e sem propostas. Todos calçam "40?. Apenas "troca, troca" de favores,demonstrações de influencia no governo federal e promessas, visando unicamente amealhar votos, custe o que custar. Justamente por tal fato,Rosalba Ciarlini,que dizem estaria sozinha politicamente,poderia inspirar mais confiança no eleitorado e crescer na eleição de 2014.Para isso,ela terá que saber usar o "trunfo" em suas mãos e montar um discurso na linha da independência e afastamento das rédeas de compromissos partidários, por baixo do pano.O discurso de Rosalba seria de uma candidata à reeleição,que não se aliou a intermediários (partidos) sedentos por cargos e vantagens, os quais logo depois da eleição exigem o pagamento da conta do apoio dado, com juros e correção monetária. Além disso, Rosalba durante a campanha eleitoral,faria a indispensável prestação de contas do seu governo,desfazendo as inverdades propagadas, o seu compromisso com a ética pública e as dificuldades que atravessou, por ter recebido em 2011 um Estado literalmente falido e o que fez para limpar essa ficha suja. Esse discurso de Rosalba favoreceria, inclusive,o sucesso da chapa proporcional. Ninguém duvide.Falta apenas coragem, determinação e confiança na liderança histórica do senador José Agripino, construída no RN.O futuro mostraria os resultados positivos dessa estratégia nova e inovadora, na política do Rio Grande do Norte!


Gazeta do Oeste 7

Mossoró, domingo, 25 de maio de 2014

Expressão Cinema

GODZILLA

Iuska Freire

Gareth Edwards consegue conciliar gravidade e maravilhamento com seu remake que faz uma releitura do clássico

iuskafreire@gmail.com twitter: @Iuska

FOTOS: REPRODUÇÃO

MARCELO HESSEL Crítico de Cinema Do omelete.com.br ntes de virar uma série de longas de duelos de monstros e consagrar Japão afora o gênero do tokusatsu (ou "filme de efeitos especiais"), Godzilla surgiu em 1954 como uma elegia aos mortos nas bombas atômicas de 1945. O novo remake americano de Godzilla tenta honrar esses dois lados: é muito mais dramático e grave que um Círculo de Fogo,por exemplo,mas não deixa de oferecer as recompensas catárticas que os fãs de tokusatsu esperam. De seu primeiro longa, Monstros, o diretor Gareth Edwards traz seu conhecimento em efeitos visuais para imaginar um mundo onde a passagem de criaturas gigantes, embora cause desastres, não parece espetaculosa: são monstros diferentes daqueles de comportamento alienígena ou acuados como o de Cloverfield; aqui eles tratam a terra como seu habitat, e o ambiente se molda a eles. Resta aos humanos se conformar. Há uma desesperança inerente a essa condição, e é a partir dela que o filme elabora seu senso de gravidade

ou logo avisando, essa coluna é escrita em primeira pessoa, aqui são relatadas minhas impressões e gostos sobre filmes e séries,quer vocês gostem ou não. Já pensou como seria chato, antipático e inconveniente se eu escrevesse esse AVISO toda semana? Soa quase como um "Tá entendendo ou quer que eu explique?".Me sentiria muito incomodada se fosse assistir um filme e carimbassem algo desse tipo no meu ingresso... Aconteceu em João Pessoa, numa sessão do filme "Praia do Futuro", resolveram alertar os espectadores sobre cenas de sexo homossexual. É que, vejam só a estupidez, há pessoas se sentindo revoltadas, enojadas e saindo no meio da sessão ao ver o "capitão Nascimento" (Wagner Moura) em um papel homossexual. Presenciei cenas assim no extinto Pax, ao ver "Madame Satã" e "O segredo de Brokeback Mountain", as pessoas saiam da sala ofendidas... Essa sociedade hipócrita, com todo seu moralismo fajuto, precisa evoluir e muito culturalmente. Que triste!

V

A

e drama. É como se a humanidade estivesse desde sempre fadada a se perder,e o perigo nuclear entra aqui tanto como MacGuffin (bombas com contagens regressivas são mesmo irresistíveis) quanto como fantasma (a história de 1945 que se repete). Edwards faz um filme sem crueldades (quando um cachorro aparece preso diante do tsunami, ele logo se solta,por exemplo) que tenta tirar sua força dessa visão mais ampla da História. Pessoas podem argumentar que a História se repete

Destaque

como farsa,o que nunca deixou de ser verdade, e de fato tem algo de ridículo na seriedade com que o personagem de Ken Watanabe racionaliza este apocalipse fantasioso. De qualquer forma, Edwards se mostra determinado a encenar seu fim de mundo como uma repetição de histórias: o menino que pode ficar órfão como seu pai ficou, o japonês que pode reviver o terror nuclear décadas depois, os pulsos eletromagnéticos que ameaçam jogar a humanidade nas trevas mais uma vez. O diretor também parece confiante na forma solene, com ocasionais alívios cômicos, com que sua câmera se movimenta lentamente nas lutas dos monstros, como se respeitasse a escala grandiosa com que eles se movem, e lentamente também nas salas onde os humanos decidem o que fazer diante do fim. Essa estrutura díptica é pensada para aproximar essas duas escalas absolutamente distintas,a dos monstros e a dos homens. Então, por exemplo, quando percebe-se que Godzilla não é o vilão, ele passa a dividir com Aaron Taylor-Johnson a figura do herói (o que fica muito claro na cena em que

eles vão juntos ao chão). O que ajuda a diferenciar Godzilla de filmes-catástrofes recentes,que recorrem ao imaginário do 11 de Setembro de forma espetaculosa, como O Homem de Aço, é que Edwards não perde de vista o senso de maravilhamento (e não exploração) diante dos monstros. Como no seu longa anterior,as criaturas se revelam aos poucos, e nunca deixam de espantar. Assim como Cloverfield devia muito a Steven Spielberg nessa ideia de revelação gradual,Godzilla também presta contas ao diretor; é um filme de véus (muita coisa vista inicialmente por janelas embaçadas,por frestas) bem parecido com Jurassic Park, e seu senso de escala para encontrar o drama humano no desastre se aproxima do Guerra dos Mundos de Spielberg,um filme ademais muito subestimado. Até mesmo a trilha de Alexandre Desplat lembra John Williams, e no fim não há demérito nisso. As fantasias sci-fi de Spielberg continham um senso de encantamento com o desconhecido e de revelação que Hollywood parece perder às vezes, e este filme sem dúvida o recupera.

Marcelo Hessel Crítico de cinema Do Omelete.com.br

SOB A PELE A busca pelo amor pode ser o maior dos horrores, como sugere Sob a Pele (Under the Skin, 2013), o primeiro filme do diretor Jonathan Glazer (Sexy Beast, Reencarnação) em quase dez anos, adaptação do romance homônimo de Michel Faber e uma mistura de Michelangelo Antonioni com Minha Noiva É uma Extraterrestre. Coincidência ou não, o cabelo moreno da predadora alienígena vivida no filme por Scarlett Johansson está igualzinho ao de Monica Vitti em A Noite, o segundo filme da Trilogia da Incomunicabilidade de Antonioni. Para espelhar a incompletude do ser, Glazer e sua protagonista refazem o trajeto do cineasta italiano por dias e noites, ruas e festas, num lugar onde tudo parece meio abandonado ou à beira do fim - Milão no caso de A Noite, a Escócia e seus vazios em Sob a Pele. A procura da sensual extraterrestre por humanos machos que a alimentem obviamente é pensada como alegoria das coisas que separam homens e mulheres desde sempre; não há nada no comentário de Glazer sobre a solidão das pessoas, nem mesmo a promiscuidade, que já não houvesse no tempo de Antonioni. O que Sob a Pele traz a esse verdadeiro subgênero que é o drama de incomunicabilidade é um senso de horror tipicamente britânico, uma tradição que vai de Nicolas Roeg aos filmes recentes de Ben Wheatley.

CRISTINA YANG A despedida de Cristina Yang, a melhor personagem de Greys Anatomy,foi uma coisa linda, teve drama, tragédia, suspense, lágrimas e (não poderia faltar) a dancinha com Meredith. A sádica da Shonda Rhimes,que nos deixou órfãos ao matar a pequena Grey e Marc Sloan, mostrou sua consideração com Cristina Yang,que teve um final digno de sua personagem. Difícil imaginar Greys Anatomy sem ela. MALÉVOLA Entrou na programação do Multicine a estreia de Malévola na próxima semana, dia 29. O filme narra a história da vilã mais icônica da Disney, do clássico de 1959, 'A Bela Adormecida'. O filme revela os eventos que endureceram o coração de Malévola, interpretada por Angelina Jolie, e a levaram a amaldiçoar a bebê Aurora. Imperdível! GETÚLIO Antes atrasado do que nunca. Outro filme que entrou em cartaz em Mossoró foi o nacional "Getúlio", que relembra os últimos dias do presidente Getúlio Vargas, interpretado por Tony Ramos. O filme está sendo exibido em quatro sessões.

nados são: Taxi Driver (1976), Pulp Fiction (1994), Laranja Mecânica (1971), Os Embalos de Sábado à Noite (1977) e Grease - Nos Tempos da Brilhantina (1978). As projeções, com cópias em alta definição, começam dia 31 de maio. Além de São Paulo, também recebem o projeto as cidades de São Caetano do Sul, Barueri, Rio de Janeiro, Niterói, Aracaju, Belo Horizonte, Brasília, Campinas, Campo Grande, Curitiba, Florianópolis, Vitória, Natal, Porto Alegre, Recife e Salvador. DICA - NETFLIX Adoro garimpar filmes na Netflix.Essa semana encontrei um verdadeiro tesouro:"A voz do Coração". Produzido em 2003, o filme é inspirador e cativante,uma verdadeira lição para quem gosta de música e acredita que a educação pode mudar vidas. HERÓIS O nome final do filme que trará Batman e Superman será "Batman V Superman:Dawn of Justice".Ainda não há título em português,mas em tradução livre seria "Batman V Superman: O Alvorecer da Justiça". As gravações já foram iniciadas nos Estados Unidos.

CLÁSSICOS NO CINEMARK O Cinemark vai levar clássicos do cinema para a telona. Os filmes selecioPOESIA, DIÁLOGOS E IMAGENS

Às vezes o futuro muda rapidamente e completamente E ficamos com a escolha do que fazer a seguir. [...] Podemos escolher ficar com medo dele. Ficar parado, tremendo. Sem mexer. Pensando que o pior vai acontecer. Ou vamos em frente. Greys Anatomy, 10ª temporada.


8 Gazeta do Oeste

Mossoró, domingo, 25 de maio de 2014

Sociais Now!

CEDIDA

“ ”

As feridas da alma são curadas com carinho, atenção e paz. (Machado de Assis)

Diego Pinheiro diegobradok@hotmail.com twitter e instagram: @diegolpinheiro www.colunistadiegopinheiro.blogspot.com

MINHAS LETRAS...

Há abraços nas vírgulas, que até mesmo o ponto final sente falta. Não vou interrogar minhas razões, nem mesmo afirmar, eu quero mesmo é um ponto e vírgula, onde possam se abrir oportunidades e que o meu caminho possa seguir sem reticências... Não vivo de dois pontos, coloco acento circunflexo em você para lhe cobrir de bênçãos, para nortear o tio do meu coração. E assim, entre minhas palavras e letras que utilizo um acento agudo para dizer que nada será passageiro. Abro parênteses para dizer o quanto vejo luz em você (sempre). Me espera, que logo eu chego e transpareço todas as minhas virtudes em poucas aspas, meu "feliz" é direto e espontâneo. - Um beijo no coração, amigo leitor. CEDIDA

CEDIDA

Parabéns para a aniversariante da quarta, Rafaella Bezerra

‘MEI-DIA’

Parabéns para a festejada de hoje, Ana Paula Silva

AEROPORTO PARA MOSSORÓ

Um abraço para a aniversariante de hoje, Letícia Pontes

O prefeito Francisco José Júnior encampou a briga por um novo aeroporto em Mossoró.Foi a Brasília e lá teve muitas boas notícias a este respeito. O prefeito ouviu que as obras do nosso novo aeroporto podem começar em 2015. É o prefeito trabalhando! Muito bom!

NÍVER(ES)

A turma toda já preparando as fantasias para o Pingo da Mei-Dia, evento que abre o Mossoró Cidade Junina e que este ano foi ampliado. Teremos como animação do dia 7 de junho as bandas Forró dos Plays, Saia Rodada, Municipal Santos, André Luví, Dayvid Almeida e Renata Falcão. Muita festa e animação em um dos eventos mais esperados do ano.

CEDIDA

TERÇA-FEIRA Renata Oliveira Pedro Saldanha Neísa Fernandes Meire Damásio Paulo Jeferson Belarmino Júnior Lucas Rebouças Bárbara Paiva QUARTA-FEIRA Rafaella Bezerra Vanessa Bezerra Robson Carvalho Karine Alves Leilie Diniz Franzé Oliveira Adriele Queiroz Theresa Rachel

THE END Vanessa Bezerra comemora idade nova na quarta, dia 28

Tereza com a amiga aniversariante da semana, Ananda Paula CEDIDA

E MAIS... *A III edição do Thermas Open de Vôlei de Praia Misto ocorre hoje. Certeza de bons jogos e boas disputas. *A Elevare Comunicação é a responsável pelo trabalho de mídia do Mossoró Cidade Junina. Pela primeira vez temos uma agência da cidade fazendo o trabalho de divulgação do evento. O que deve continuar... Vamos valorizar o que é daqui! *Em visita a Brasília, o prefeito Francisco José Júnior também conseguiu 1.800 casas populares para Mossoró que devem começar a ser erguidas em breve. *Meu querido amigo Dayvid Almeida lançou de maneira oficial seu CD na sextafeira passada, no Select Nouveau. Ouvi e aprovei. Bem animado... Quem quiser baixar, encontra link em meu blog www.colunistadiegopinheiro.blogspot.com *Mossoró Cidade Junina está chegando. Já é destaque na imprensa cearense. Evento este ano tende a ser maior, mais visitado. Vamos receber a todos com os braços abertos. Nossa cidade merece!

AMANHÃ Admilson Dantas Paulo César Giovanni Freire Luiz Aquino Kássio Medeiros

CEDIDA

SÉRGIO CELEBRA O amigo colunista Sérgio Chaves cheio de novidades para a sua Noite Celebration, que acontece no próximo sábado, 31, no Garbos Recepções e Eventos.Para deixar os convidados despreocupados com o retoque da beleza, ele convidou Marinaldo Rocha para fazer parte da noite. O cabeleireiro estará com o espaço Vintage à disposição. Também marcando presença na festa o Boticário com o espaço Make B. para dar aquele retoque na maquiagem das damas. As senhas para a edição 2014 da Sérgio Chaves Celebration já estão à venda nas lojas Tressê, Carmem Steffens e Marluce Elegance.

HOJE Ana Paula Silva Luana Kamachy Letícia Pontes Ângela Sousa Carlos Henrique Cláudio Castoriadis Tony Gleibson

São só palavras: teço, ensaio e cena A cada ato enceno a diferença Do que é amor ficou o seu retrato A peça que interpreto Um improviso insensato Essa saudade eu sei de cor Sei o caminho dos barcos

As doutoras Vânia Furtado e Fernanda Abreu com Pedro Lenza

Carinho é o óleo que lubrifica as engrenagens da vida....” A FRASE DA SEMANA

Você diz que tudo terminou Você não quer mais o meu querer Estamos medindo forças desiguais: Qualquer um pode ver Que só terminou pra você.

E há muito estou alheio e quem me entende Recebe o resto exato e tão pequeno: É dor se há, tentava, já não tento. E ao transformar em dor o que é vaidade E ao ter amor se este é só orgulho Eu faço da mentira, liberdade E de qualquer quintal faço cidade E insisto que é virtude o


INSIDE

12

Luiza Curvo volta ao ar em "Conselho Tutelar" e defende sua entrada prematura na TV

Mossoró, domingo, 25 de maio de 2014

CHANCE

DUPLA LETÍCIA ALMEIDA PASSOU POR QUATRO TESTES ATÉ SER ESCOLHIDA PARA VIVER A ROSINHA DE "MEU PEDACINHO DE CHÃO"

O AMOR NOS TEMPOS DO IMPÉRIO 5

COM ELENCO ESTELAR, HÁ 15 ANOS ESTREAVA NA GLOBO A ROMÂNTICA "FORÇA DE UM DESEJO"


2 TVGazeta do Oeste

Mossoró, domingo, 25 de maio de 2014

Zapping

Editor do suplemento: Maxwell Ferreira - maxwell_ferreira@hotmail.com Fotos: Jorge Rodrigues Jorge, Luiza Dantas e Pedro Paulo Figueiredo/Carta Z Notícias

GOSTO PELA COISA Entre "Amor à Vida" e "Meu Pedacinho de Chão", Antonio Fagundes teve apenas 15 dias de férias. No entanto, longe de se sentir cansado com a longa jornada televisiva, ele confirma seu prazer em voltar a trabalhar sob o texto de Benedito Ruy Barbosa e a direção de Luiz Fernando Carvalho, com quem fez sucessos como "Renascer" e "O Rei do Gado". "Entro na cidade cenográfica e me sinto vivo. Quando achei que nada mais me surpreenderia, vem essa novela e muda tudo", empolga-se o intérprete do divertido Giácomo. Assim que a trama das seis chegar ao fim, Fagundes pretende tirar boas férias da tevê. No entanto, ele já tem data para voltar. A convite de Luiz Fernando, ele será o patriarca da série "Dois Irmãos", que tem previsão de estreia para o segundo semestre de 2015.

VOLTA CONSOLIDADA Após participar do "remake" de "Saramandaia", Georgiana Góes parece ter retomado o gosto pelas produções teledramatúrgicas. O sucesso que a atriz obteve com "Confissões de Adolescente", na década de 1990, fez com que seu nome estivesse cotado para a maioria das produções.No entanto,ela preferiu manter uma relação próxima, mas não íntima, com a tevê. Isso possibilitou que Georgiana estivesse altamente ligada ao teatro e à produção cultural. "Gosto de ter versatilidade e entendo que é bom estar na tevê devido à visilibidade", opina. Por isso, pouco tempo após a adaptação de Ricardo Linhares, a atriz voltou à tevê no elenco de "Tá no Ar: A TV na TV", da Globo, e também no "Assunto de Família", do canal a cabo GNT. Se no humorístico ela vive vários personagens inseridos dentro de esquetes, na série a trama é mais densa. "É mais introspectivo. Mas é muito bacana esse espaço para dramaturgia na tevê fechada", comemora.

NOVO ATRASO O SBT adiou, mais uma vez, a estreia da segunda edição do "SBT Manhã". Previsto para começar neste mês, o jornal só será veiculado a partir do final da Copa do Mundo. Sem nome e cenário definidos, a produção apresentada por César Filho vai sofrer alterações em relação ao telejornal já existente para contar com ações de "merchandising". ELEIÇÕES A RedeTV! já definiu a data para seu debate eleitoral entre candidatos à presidência. Será no dia 31 de agosto, às 21 h. Se houver um segundo turno, será no dia 12 de outubro. Sem Kennedy Alencar, que comandou o debate no último pleito e foi para o SBT, a mediação está entre Amanda Klein e José Roberto de Toledo. MAIS MILAGRES Stella Freitas é mais um nome confirmado na nova temporada de "Milagres de Jesus". A continuação da série bíblica deve estrear em meados de julho. Além da atriz, Bete Coelho, Ernani Moraes, Duda Nagle e Robertha Portella também estarão no elenco da produção. NOVO FOCO A próxima temporada de "Malhação" vai marcar o retorno da trama às suas origens. Após se distanciar do público jovem e se aproximar de um nicho mais infantil, a novela de Rosane Svartman e Paulo Halm terá a classificação indicativa alterada. Agora, "Malhação - Sonhos" será imprópria para crianças menores de 10 anos. A decisão partiu da própria emissora, para não ocorrer uma reclassificação,como houve em "Além do Horizonte".

OLHOS ABERTOS Durante a Copa do Mundo, a Globo fará a primeira transmissão em tevê aberta, ao vivo, em resolução 4K que é quatro vezes maior do que a já conhecida Full HD. Em parceria com a Sony, a emissora realizará transmissões em três jogos no estádio Maracanã, no Rio de Janeiro, nos dias 28 de junho, 4 e 13 de julho. SEM TRONO Hoje, a HBO não exibirá um capítulo inédito de "Game of Thrones". O canal reprisará o episódio transmitido no último domingo. Devido ao feriado americano chamado Memorial Day,que homenageia a memória de soldados mortos em guerra, a série só volta ter novidades da quarta temporada a partir de 1º de junho. EM ALTA A tevê por assinatura bateu, pelo terceiro mês consecutivo, o recorde de audiência. O conjunto de canais pagos alcançou,em abril,média de 9 pontos no horário nobre, entre 19 h e 1 h. O setor também aumentou seus índices de receita com publicidade: um crescimento de 53% em relação ao mesmo período do ano passado. Entre os canais, o que mais subiu seu aproveitamento foi o de humor TBS, que quintuplicou sua audiência em relação a 2013. PROBLEMAS TÉCNICOS Antes mesmo de estrear na tevê, o canal "Porta dos Fundos" já encontra entraves com seus integrantes. Contratado pela Fox para produzir uma série original no próximo ano, o canal online possui alguns participantes com contratos exclusivos com outras emissoras. Marcos Veras, por exemplo, tem vínculo com a Globo e está no "Encontro com Fátima Bernardes". Já Marcus Majella e Fábio Porchat são exclusivos do Multishow.


Sobre a mídia

Aline Linhares

alineolinhares@hotmail.com Twitter: @alinelinhares Site: www.alinelinhares.com.br

RESULTADO A Rádio Rural fez um concurso, por votação popular na internet, para saber quais são os melhores veículos e empresas de comunicação de Mossoró. O resultado saiu na sexta-feira passada, dia 23 de maio, durante o II Simpósio Monsenhor Américo Simonetti, evento que debateu o tema "A Migração das Emissoras de AM para FM: Vantagens e Desvantagens" com palestra do chefe do Departamento de Comunicação da Uern, jornalista Fabiano Morais. O resultado foi o seguinte: Categoria Melhor Jornal Impresso - O Mossoroense Rádio AM - Difusora Rádio FM - 93,7 Blog - Passando na hora Agência de publicidade - Personal Marketing Locutor (a) FM- Adriana Ísis (93,7) Locutor (a) AM - Martins Coelho (Difusora) TV - TCM - TV Cabo Mossoró Agradeço, mais uma vez, a indicação do meu nome em duas categorias: Melhor Locutora e Melhor Blog. Ter o nome lembrado, citado e votado é de uma sensação maravilhosa. Obrigada, equipe Rural AM!

CREDENCIAMENTO O processo de credenciamento da imprensa para cobertura de Mossoró Cidade Junina começa amanhã, segunda-feira, 26, e segue até sexta, 30. Dentro desse prazo, os veículos de comunicação poderão enviar os dados das equipes que irão trabalhar na cobertura do evento para realização do credenciamento que dará direito ao livre acesso aos locais da festa. A solicitação deve ser encaminhada pela empresa de comunicação que deverá mandar um e-mail com a lista dos funcionários que participarão da cobertura do evento, com nome, função e foto (digital) de cada um. A relação deve ser enviada para o endereço: credenciamentomcj@prefeiturademossoro.com.br. A secretária informou ainda que os veículos de comunicação deverão fornecer a Secretaria uma lista com a escala diária de trabalho, especificando os nomes das pessoas que estarão trabalhando.Essa lista ficará disponível nos camarotes para que os responsáveis pelo acesso tenham o controle. As credenciais serão entregues a partir do dia 6 de junho na sede da Secretaria da Comunicação, localizada no Palácio da Resistência. Informações através dos telefones 33154930/3315-4938.

TVGazeta do Oeste 3

Mossoró, domingo, 25 de maio de 2014

Olhe ao seu lado ou até mesmo a sua frente. Há situações tão piores que a sua. Perdão pelas vezes que reclamamos, Senhor!

REGISTROS

- A Rádio Rural de Mossoró informa aos seus ouvintes que o estúdio principal está passando por uma ampla reforma, o que está inviabilizando o contato telefônico com seus ouvintes. A direção pede desculpas, mas lembra que o transtorno é por uma boa causa, que é melhorar ainda mais as acomodações dos colaboradores, entrevistados e ouvintes e uma melhora significativa no som da emissora. A reforma deve durar mais cerca de 15 dias. - Já a Santa Clara FM 105 comemora de forma discreta os 26 anos de atuação na cidade. Ela é a pioneira em frequência modulada em Mossoró. Mês que vem a segunda FM implantada na cidade, em 1988, a 93,7, também completa 26 anos. - O fotógrafo Pacífico Medeiros é o vencedor, na categoria profissional, do I Concurso Fotográfico dos Correios. O concurso tem o tema 'Correios Vai Mais Longe' e o grande Pacífico trouxe o prêmio para o RN. E ele estará no Rio de Janeiro, recebendo a premiação, dia 30 de maio, no Centro Cultural dos Correios. Parabéns por mais esta conquista grande profissional, parceiro e amigo! - Os alunos de Comunicação Social - Uern - Deividy Dantas - Fuá Digital - e Julie Araújo - ex-Fuá Digital - receberam o prêmio Expocom, na categoria Outdoor, no Intercom Nordeste, realizado no último fim de semana em João Pessoa. É um fuá de talento! - A edição 2014 da festa do colunista Sérgio Chaves - De Fato acontece no próximo dia 31 de maio, no Garbos Recepções e Eventos. As senhas já estão à venda nas lojas Carmem Steffens, Tressê e Marluce Elegance. Agende-se! - O elegante e de fino trato Walterlin Lopes - Master Produções e Eventos - realizou seu Chá Colonial na sexta-feira passada e, claro, fez lindo e elegantemente chique para seus convidados. - A ex-Miss RN, Daliane Menezes, é a nova repórter da TV Ponta Negra. A bela começou a trabalhar na emissora semana passada. - Falando em TV Ponta Negra, a equipe ainda está em êxtase pelo resultado da pesquisa Ibope que, pela 5ª vez consecutiva, mostra a afiliada do SBT em primeiro lugar. - A 95 FM agrega a sua programação câmeras de vídeo. A convergências de mídias estão em alta e a emissora amplia seu alcance através de imagens que podem ser vistas no canal 95 da grade da TV cabo. - A publicitária Andreya Nogueira abre o próprio negócio com roupas da linha fitness. Ela é a segunda mídia que se torna empresária este mês em Mossoró. A colunista social Rafaella Costa GAZETA DO OESTE - também está à frente do próprio negócio no ramo infantil.


4 TVGazeta do Oeste

Mossoró, domingo, 25 de maio de 2014

Raio-x

Balanço duplo Na reta final de "Pecado Mortal", Carla Cabral valoriza a mensagem final de sua personagem BELISA TAAM TV PRESS

C

om 20 anos de carreira, Carla Cabral encara cada papel como se fosse o primeiro. Com as energias voltadas para "Pecado Mortal", a intérprete da "stripper" e enfermeira Laura enaltece a mensagem realista que o papel trouxe às mães solteiras. Na trama, a personagem se divi-

de em dois empregos para dar uma condição digna ao filho. "Pelas sequências, aprendi o quanto é difícil criar um filho sozinha e todo o desdobramento disso. Mas notei que muitas mulheres se identificaram com a rotina da Laura", valoriza. Mesmo assim, na reta final da novela, Carla admite ter sentido falta de um aprofundamento maior na história central do papel. Mas,

por ser uma obra aberta,ela reforça que o ator deve estar ciente para os imprevistos que podem surgir no decorrer dos capítulos."Tudo pode acontecer e temos de lidar com o desenvolvimento de cada núcleo", minimiza. Nas cenas escritas por Carlos Lombardi, a personagem abusa de sensualidade nos momentos em que se transforma em "stripper" na boêmia noite

carioca dos anos 1970. Com uma notável exposição do corpo diante às câmaras, a atriz se mostra surpresa com a repercussão positiva do público feminino."Mulheres me abordam na rua para dizer que gravam as cenas sensuais e as repetem para os seus respectivos maridos", diverte-se.

Carla Regina Nome: Carla Regina Freitas Cabral. Nascimento: Em 21 de outubro de 1976, no Rio de Janeiro. O primeiro trabalho na tevê: "Minha primeira aparição foi na novela 'Quatro por Quatro', como a personagem Jussara". Atuação inesquecível: "Quando fiz a heroína em 'Xica da Silva' e a cortesã de 'Essas Mulheres'. Ambos os momentos foram muito gratificantes". Interpretação memorável: Salma Hayek como a personagem Frida do filme "Frida Kahlo", de Julie Taymor. Um momento marcante na carreira: "Todos os trabalhos que eu faço e por ter sido descoberta pelo Walter Avancini". A que gosta de assistir: "Adoro programas policiais, de culinária e documentários". A que nunca assistiria: "Programas com baixo astral e que mostrem alguém maltratando pessoas, no geral, e animais. Mudo na hora". O que falta na televisão: "Mais romantismo nas novelas". O que sobra na televisão: "Programas com humor pastelão". Ator: Sean Penn. Atriz: Kate Winslet. Se não fosse atriz, o que seria: Veterinária. Humorista: Tom Cavalcante. Novela preferida: "Essas Mulheres", de Bosco Brasil e Cristianne Fridman, exibida pela Record em 2005. Cena inesquecível na tevê: "Quando minha personagem em 'Mandacaru' cortava os cabelos com uma faca", telenovela de Carlos Alberto Ratton , exibida pela Manchete em 1997. Melhor abertura de novela: "O Cravo e A Rosa", de 2000 . Vilão: Félix, interpretado por Mateus Solano em "Amor à Vida". Papel que teve mais retorno do público: Maria das Dores, de "Xica da Silva". Melhor programa de humor: "Os Trapalhões", exibido pela Globo a partir de 1969. Que novela gostaria que fosse reprisada: "Andando nas Nuvens", de Euclydes Marinho, exibida pela Globo em 1999. Que papel gostaria de representar: "Uma policial. Gosto muito de cenas de ação". Par romântico inesquecível: Milena e Nando, de "Por Amor". Com quem gostaria de fazer par romântico: Gael García Bernal. Filme: "O Segredo dos Seus Olhos", de Juan José Campanella, de 2009. Livro: "A Mulher e Seus Hormônios... Enfim em Paz", de Malcolm Montgomery. Autor: Marcílio Moraes. Diretor: Walter Avancini. Mania: "De trocar de necessaire". Medo: "De não conseguir fazer tudo que eu quero". Projeto: "Depois da novela, vou viajar a lazer. Mais para frente, desejo montar uma loja física para animais domésticos, pois no momento só tenho virtualmente".


TVGazeta do Oeste 5

Mossoró, domingo, 25 de maio de 2014

Bastidores

O amor nos tempos do Império COM ELENCO ESTELAR, HÁ 15 ANOS ESTREAVA NA GLOBO A ROMÂNTICA "FORÇA DE UM DESEJO"

GERALDO BESSA TV PRESS

P

or muito anos, o horário das seis foi o ponto de encontro dos telespectadores ávidos por novelas de época. Em sua maioria, as tramas eram inspiradas em clássicos da literatura, como "Helena" e "Senhora", de Machado de Assis e José de Alencar,respectivamente, adaptadas ao adocicado e romântico tom folhetinesco por Gilberto Braga.Alguns anos antes de se tornar um cronista da burguesia e corrupção contemporânea, Braga assinou diversas tramas de época para a faixa. Entre elas, o grande sucesso "A Escrava Isaura", de 1976. Só 23 anos depois, em 1999, o autor pôde voltar às novelas do gênero com "Força de um Desejo", que completa 15 anos de exibição neste mês de maio. "Foi um pedido da Globo e eu achei ótima essa retomada.No final da década de 1990, as novelas das seis passavam por uma crise enorme de audiência. Há quase 20 anos a faixa não tinha uma trama de época e eles resolveram investir. Fiz ao meu modo", explica o autor. Baseada em uma série de contos de Visconde de Taunay, a primeira sinopse da novela foi escrita por Alcides Nogueira e apresentada à Globo no final dos anos 1980.No entanto, só entrou mesmo em produção depois de passar pelo crivo de Marluce Dias Alves, diretora geral da emissora na época de exibição,e com o aval de Braga. "O texto ficou meio perdido dentro da Globo e foi

resgatado pelo Marcos Paulo e pelo Gilberto Braga,que gostou da sinopse e propôs um novo direcionamento do roteiro. Com isso, assinamos a novela juntos", conta Alcides Nogueira. Dirigido por Marcos Paulo, o folhetim representou um misto entre o estilo elegante lapidado por Braga, a estética comum às tramas de época e o elenco de alto nível típico das novelas do autor, com Malu Mader,Fábio Assunção, Cláudia Abreu, Selton Mello, Marcelo Serrado, Nathalia Timberg,Sonia Braga,José de Abreu e Paulo Betti."Pode parecer tradicional, mas novelas de épocas são carregadas de ousadias. E para atores, são uma chance de ter um grande papel,de pegar referências teatrais e levar para os estúdios", analisa Fábio Assunção,intérprete do mocinho Inácio. Ambientada no Vale do Paraíba, na segunda metade do Século XIX, a trama teve como pano de fundo fatos marcantes da História do Brasil, como a Guerra do Paraguai e o Movimento Abolicionista. A história começa com a disputa entre o ex-mascate Higino Ventura e o Barão Henrique Sobral pelo amor de He-

lena, personagens de Paulo Betty,Reginaldo Faria e Sonia Braga. Pressionada, ela acaba casando-se com o Barão e ele a aceita mesmo sabendo que está grávida do amante. Da relação com Higino, nasce Abelardo, de Selton Mello. E do casamento, nasce Inácio,de Fábio Assunção.Incorformado com os maltratos que a mãe recebe do Barão, Inácio sai da fazenda e vai morar na cidade. No Rio de Janeiro, ele conhece a estonteante Eshter, cortesã interpretada por Malu Mader. "A paixão deles é genuína,mas fica abalada pela morte da mãe de Inácio e pelo brasão da família. Minha personagem sofreu muito nas mãos da Idalina", relembra Malu, referindo-se à maquiavélica avó do mocinho, interpretada por Nathalia Timberg. Ninguém na família desconfia dos negócios de Esther. E sem ser apresentada oficialmente por Inácio - que teme as consequências do ato -, ela acaba conhecendo o Barão, que a corteja e com quem se casa sem saber que é o pai de seu grande amor.Inconformado com as atitudes de Esther, Inácio casa-se com a doce Alice, de Lavínia Vlasak, filha de

Higino, o que mantém a disputa entre as duas famílias. Mesmo com a morte de Helena,Higino continua querendo comprar o título e tornar-se Barão. Mas, no meio do caminho, apaixona-se por Olívia, de Cláudia Abreu, uma escrava branca procurada pelo governo e praticante de pequenos golpes. "Fiquei muitos anos sem fazer 'época'.Até que surgiu a Olívia.Eu tinha cenas ótimas com o (Paulo) Betti. A parte complicada eram os figurinos, todos bem apertados", brinca Cláudia. Recheada de boas atuações e detalhes técnicos impecáveis,"Força de um Desejo" não foi nenhum retumbante sucesso de audiência, com média geral de 25 pontos - quando a meta da Globo no final dos anos 1990 era de 35 -, mas foi uma produção de qualidade e coesão, condizente com a "grife" Gilberto Braga.


6 TVGazeta do Oeste

Entrevista

R

einventar-se a cada novo trabalho é a grande pretensão de Murilo Benício. Em respeito a isso, nada melhor do que dar vida a um sujeito tecnológico e extravagante como Jonas Marra,protagonista de "Geração Brasil", para "enterrar" o denso e tradicionalista Jaime de "Amores Roubados",minissérie exibida no último mês de janeiro."Achei que seria um contraponto interessante. O desenho de trama e estético dos personagens é muito distinto. É isso que busco na minha carreira", justifica. Natural de Niterói,região metropolitana do Rio de Janeiro,Murilo teve seu primeiro contato com a tevê através de um papel pequeno em "Fera Ferida", de 1993. A estreia chamou a atenção da direção da Globo e outros personagens foram surgindo, sempre em uma crescente. Até que, por fim, o ator se tornou galã de novelas como "Meu Bem Querer", "O Clone" e "Chocolate com Pimenta", entre outras. "Fui muito feliz fazendo mocinhos, mas nenhum ator vive só disso", analisa, com cara de quem sabe que, depois de tantos trabalhos, já carrega certa autonomia para escolher os projetos que quer fazer dentro da emissora."Toda vez que começam a me enquadrar em algum tipo específico, tento fugir. Acho que tenho tido sorte", conta, entre risos. P - Sua volta às novelas estava prevista apenas para 2015. O que o atraiu para estar em "Geração Brasil"? R - A força do projeto e o fato de estar na Globo há 21 anos e nunca ter trabalhado com a Denise Saraceni. Quando a gente marcava de conversar sobre algum personagem, surgia outro projeto e me levava. Ser dirigido por ela é algo que faltava para mim e "Geração Brasil" apareceu no momento certo. P - Que momento é esse? R - Eu vim de dois personagens mais próximos do drama.O Tufão de "Avenida Brasil" era um boa praça enganado pela vida. O Jaime de "Amores Roubados" era um cara pragmático e torpe. O Jonas, de alguma forma, re-

sona" pública sem pausas estratégicas. Além disso, tem a questão da tecnologia.Eu não sei muita coisa sobre o universo que serve de pano de fundo para "Geração Brasil". Mas tive um bom consultor: meu filho (Antônio, de 17 anos). Ele me explicou a história de empresas como Apple e Microsoft, me deu dicas de "gadgets" e aplicativos. P - Um parte da história é ambientada em São Francisco, na Califórnia, cidade onde você morou antes de se tornar um ator conhecido. Como foi esse reencontro com a região? R - Foi uma experiência bem diferente. Eu fui para os Estados Unidos no final dos anos 1980 em busca de uma vida nova, naquela ânsia do "sonho americano", na "terra das oportunidades". Mas não deu muito certo. Eu já tinha voltado a São Francisco outras vezes e não tinha passado por perto da casa onde morei. Dessa vez, fiz questão de ir e levar meu filho lá. Eu alugava um dos quartos da casa e trabalhei em uma série de coisas por lá. Amadureci muito na época.

ARTE INQUIETA Murilo Benício quer driblar a mesmice na pele do ambíguo Jonas Marra de "Geração Brasil" coloca minha carreira em um clima mais leve. Ele é um sujeito totalmente diferente de tudo o que já fiz. O figurino e a caracterização nem são tão complexos, mas ele é um personagem para fora,totalmente ególatra e excêntrico. É um dos papéis mais difíceis da minha carreira.

P - Por quê? R - Eu sou muito tímido. Soa até meio contraditório escolher a profissão de ator e ser tímido. Mas é difícil para mim ser tão expansivo como ele. Dançar em público, então, é complicado (risos)! Jonas cuida e vive sua "per-

P - O que você ainda guarda daquele jovem de 25 anos atrás? R - A força de vontade para o trabalho. Ninguém me vê nas baladas, não dou muita chance para ser capa de revista, a fama não me motiva. Mas quando o assunto é atuar, me considero um ator empenhado. Lavei muito chão e entreguei muita pizza nos Estados Unidos. Na volta ao Brasil, depois de passar por todas essas experiências,cheguei muito mais focado,estudei e busquei oportunidades como ator.Aí,aconteceu "Fera Ferida", "Irmãos Coragem", "Por Amor", personagens importantes e que foram sedimentando a minha carreira. P - O posto de protagonista é comum em sua trajetória.Qual o lado bom e o ruim de carregar o papel principal de uma trama? R - O lado bom se confunde com o ruim. O trabalho é tortuoso, muito texto para decorar e muitas cenas para gravar, mas eu gosto.A exposição é gigante,mas consigo lidar bem com isso. En-


auesuisera-

nio, ua ps de

na ocê m asse

dos

ueo", es". u já oupor Desar dos

ma-

da-

ao bapanão tor oe stasil, sas mais ceu aens edi-

sta ual ar ma? nde uoar e s eu mas -

Mossoró, domingo, 25 de maio de 2014

caro "Geração Brasil" como um trabalho de reciclagem. P - Como assim? R - Há muitos anos eu não trabalho com tanta gente nova e diferente. Depois de 20 anos de televisão, é bacana encontrar velhos conhecidos,mas é importante também trocar experiências e impressões com gente que está começando.Humberto Carrão e Chandelly Braz são nomes que vão repercutir ainda mais, por exemplo. A atuação deles têm frescor. Além disso, essa juventude deixa o camarim muito divertido. É uma bagunça e isso ameniza um pouco a apreensão que eu fico a cada trabalho. P - Mais de 20 anos de televisão e você ainda fica nervoso? R - Lógico. Ainda fico muito apreensivo. E isso dura até "me encontrar" no personagem, o que, geralmente, acontece quando a novela está no meio. Não é o fato de ser protagonista ou não que me deixa inseguro. Em "Amores Roubados", por exemplo,eu estava meio perdido quando comecei a gravar, não sabia para onde levar o Jaime. E todas as vezes que isso acontece eu ligo para um amigo, o cineasta Walter Lima Jr. Ele sempre me tranquiliza.Dessa vez,ele me disse:"Se não tivesse esse frio na barriga, que graça esse personagem teria?". E é verdade. P - Você tem muitos papéis de apelo popular, como o Lucas de "O Clone" e o Danilo de "Chocolate com Pimenta". Ter êxito a cada novo projeto o pressiona de alguma forma? R - Já fui de me preocupar mais com isso. Não sou pretensioso, mas acredito que já fiz muita coisa boa na tevê.E algumas mais ou menos,lógico (risos)! Ainda bem que as coisas que não achei tão legais foram poucas.Qualquer ator está suscetível a esses altos e baixos. E o bacana de construir uma carreira aos poucos é ter a oportunidade de dizer "sim" ou "não" para os convites. Chega uma hora em que não dá para sair fazendo qualquer coisa, é preciso escolher. Agora, quando se escolhe errado, não adianta culpar

TVGazeta do Oeste 7

ninguém. Até porque novela não tem um culpado só. É um trabalho coletivo.

DETALHES IMPORTANTES

P - Qual personagem você acha que o credenciou para ter mais autonomia artística dentro da emissora? R - Acho que o primeiro papel principal é importante para isso acontecer. O meu foi em "Vira Lata" (1996) e voltei ao posto algumas outras vezes.Mas não tenho a vaidade de fazer sempre o protagonista. Até porque nem sempre os melhores papéis estão nessa função. Por exemplo, não protagonizei nenhum dos dois trabalhos que fiz sob o texto do João Emanuel Carneiro,mas a força do Dodi, de "A Favorita", e do Tufão,de "Avenida Brasil",são enormes dentro da minha carreira.

Murilo Benício assume que tem predileção por personagens de composição. É entre prosódia, posturas, figurinos, caracterização e muitas referências que o ator se diverte na criação de novos tipos. No entanto, ele sabe que é preciso entrega. "Qualquer mudança causa algum tipo de incômodo. E é dessa alteração que busco me distanciar e focar na atuação", entrega. Ao longo da carreira, Murilo apareceu de diferentes formas no vídeo. Para viver o atormentado Juca Cipó do "remake" de "Irmãos Coragem", de 1995, ele picotou os cabelos e a sobrancelha e cerrou um dente. Em "Meu Bem Querer", de 1998, ficou louro para interpretar o mocinho Antônio. Uma década depois, ficou ainda mais louro e com visual totalmente exagerado para as cenas do controverso Dodi de "A Favorita", de 2008. Por fim, na minissérie "Amores Roubados", exibida no início de 2014, apareceu envelhecido, muito mais magro e ostentando uma densa barba. "O legal é olhar no espelho e não me reconhecer", admite.

P - Existe algum critério básico para você aceitar ou não um trabalho? R - Isso varia muito.Em alguns momentos, eu quero trabalhar com as pessoas que gosto e conheço.Em outros,quero ser surpreendido.Mas tenho sempre em mente que sou contratado. Se a emissora quiser mesmo, vou ter de fazer. Mas já que tenho algum poder de escolha, vou sempre pelo mais diferente. P - E o que o Jonas e a moderna trama de "Geração Brasil" agregam de diferente a você? R - Acho que "Geração Brasil" é envelopada por uma estética leve e colorida, mas a trama é tão densa que nem parece novela das sete.Isso é muito bacana.Meu personagem, por exemplo, pode ser vilão, pode ser bonzinho. Ele alterna muito e guarda um grande segredo. Gosto desse jogo ambíguo e isso torna esse trabalho muito interessante.

DONO DO "SET" Assim que "Geração Brasil" chegar ao fim, Murilo Benício vai dar um novo passo na carreira. Depois de ser dirigido na tevê por nomes como Luiz Fernando Carvalho e Ricardo Waddington, e ainda ter trabalhado sob o comando de cineastas como Cacá Diegues, José Henrique Fonseca e a venezuelana Fina Torres, ele agora se prepara para sentar na cadeira de diretor. A estreia vai ser em uma refilmagem de "O Beijo no Asfalto", famosa peça de Nelson Rodrigues que já foi adaptada para o cinema em 1963 e 1981. "Acho que chegou a hora de dar a minha visão sobre alguma história. Ao longo da novela, vou acertando os últimos detalhes para começar a filmar",conta.

TRAJETÓRIA TELEVISIVA # "Fera Ferida" (Globo, 1993) - Fabrício. # "Irmãos Coragem" (Globo, 1995) - Juca Cipó. # "Vira Lata" (Globo, 1996) - Bráulio. # "Por Amor" (Globo, 1997) - Leonardo. # "Meu Bem Querer" (Globo, 1998) - Antônio. # "Esplendor" (Globo, 2000) - Cristóvão. # "O Clone" (Globo, 2001) - Diogo / Lucas / Léo. # "Chocolate com Pimenta" (Globo, 2003) - Danilo. # "América" (Globo, 2005) - Tião. # "Os Amadores" (Globo, 2005 a 2007) - Guilherme. # "Pé na Jaca" (Globo, 2006) - Artur. # "A Favorita" (Globo, 2008) - Dodi. # "Força-Tarefa" (Globo, 2009 a 2011) - Wilson. # "Ti-Ti-Ti" (Globo, 2010) - Ariclenes / Victor Valentim. # "Avenida Brasil" (Globo, 2012) - Tufão. # "Amores Roubados" (Globo, 2014) - Jaime. # "Geração Brasil" (Globo, 2014) - Jonas.


8 TVGazeta do Oeste

Mossoró, domingo, 25 de maio de 2014

Crônica

Além do necessário NA RETA FINAL, "PECADO MORTAL" EXAGERA NA AÇÃO E SE PERDE NA HISTÓRIA

LUANA BORGES TV PRESS

Pecado Mortal" tinha quase tudo para agradar ao público. Além do texto interessante de Carlos Lombardi, elenco afinado, trilha sonora condizente com a época em que se passa a trama - os anos 1970 - e sequências recheadas de ação. Mas esses elementos funcionam melhor separadamente do que em conjunto. No desenrolar dos capítulos, os predicados da trama acabaram "jogando contra", por incrível que pareça. Seguindo a linha de apostar naquilo que, supostamente, dá certo, o folhetim pecou pelo exagero. Principalmente, nas cenas de muita movimentação, tiroteio e pancadaria. Por mais que o telespectador se interesse por produções que fujam do marasmo de uma narrativa contemplativa, é difícil assistir a um capítulo da novela sem ficar "esbaforido". E a impressão que causa é de que, quase sempre, esse tipo de "take" funciona para "encher linguiça". O mesmo acontece com o romance. É de praxe que o fio condutor de um folhetim seja uma história de amor, quase sempre proibido ou complicado.E,por mais que gire em torno do tráfico de drogas e do jogo do bicho, "Pecado Mortal" acabou virando um "novelão" em que a mocinha e o mocinho estão separados,mas obviamente ficarão juntos no final. Só que, no meio disso tudo, o amor mais carnal do que

romântico de Patrícia e Carlão, papéis de Simone Spoladore e Fernando Pavão, se resume a inúmeras cenas de sexo. Um certo erotismo costuma funcionar.Mas,novamente, a dose exagerada atrapalhou. O que salva são as atuações dos próprios protagonistas. Principalmente, Pavão, que surpreende na construção de seu papel. O ator soube conduzir Carlão em todas as eta-

pas do personagem,que começou como um "hippie" gente boa e chegou a comandar o tráfico de drogas no lugar do pai, colocando em xeque a integridade de seu caráter. Outro que se mostra consistente é Vitor Hugo. Na pele do vilão Picasso, o ator aproveita bem a melhor oportunidade que já lhe foi dada na televisão. "Pecado Mortal", que está na reta final, não atingiu os dois dígitos na audiência tão

desejados pela Record. O resultado, como um todo, foi muito aquém das expectativas em torno da contratação de Carlos Lombardi. Mas, ainda assim,a novela tem seu mérito por tentar quebrar os mesmos mecanismos que se vê a todo tempo em teledramaturgia.


TVGazeta do Oeste 9

Mossoró, domingo, 25 de maio de 2014

Close

CHANCE DUPLA LETÍCIA ALMEIDA PASSOU POR QUATRO TESTES ATÉ SER ESCOLHIDA PARA VIVER A ROSINHA DE "MEU PEDACINHO DE CHÃO" LUANA BORGES TV PRESS

N

as cenas de "Meu Pedacinho de Chão", Letícia Almeida ganha contornos de uma jovem mulher como Rosinha. Mas basta conversar por alguns minutos com a atriz de 17 anos para perceber que ela vive a idade que tem, sem pular nenhuma fase. E foi justamente por ser muito nova para a personagem que, a princípio, Letícia não foi selecionada. Mas ganhou uma função no elenco de apoio, onde ficou por duas semanas, depois de passar por uma bateria de quatro testes. Até que, sem encontrar uma outra atriz que o agradasse para o papel, o diretor Luiz Fernando Carvalho a convidou para interpretar Rosinha. "Eu sempre soube, por rumores dentro da novela, que ainda não tinham escolhido a atriz para a personagem. O início das gravações estava próximo e eu, ansiosa. Foi uma oportunidade muito boa ter entrado para o elenco de apoio,mas fiquei feliz de fazer a Rosinha", comemora. Assim que soube da boa notícia, Letícia chegou a sentir um certo medo. Afinal, ela nunca havia tido qualquer experiência em televisão. A não ser participar de testes outras três vezes. "A personagem tem uma história boa. Então, fiquei bem nervosa pela responsabilidade", admite. Mas, com o passar dos capítulos, foi ganhando mais confiança. Principalmente por-

que aproveita para pegar dicas com os atores experientes do elenco. "Vou colhendo um pouco de todo mudo e aprendendo todos os dias" ressalta. Na trama, Rosinha é ajudante de cozinha na casa de Epaminondas e Catarina, interpretados por Osmar Prado e Juliana Paes. E passou o primeiro mês da novela apaixonada por Zelão, de Irandhir Santos. Por isso, se deixou tomar pelo ciúme quando ele se interessou pela professora Juliana,papel de Bruna Linzmeyer, desenvolvendo ares de vilania. Mas já passou. "Eu tenho esse pensamento comigo de que ela agiu dessa forma porque não tem uma estrutura, uma bagagem de vida", explica a atriz, que dividiu com Irandhir a cena que considera a mais marcante de sua personagem: uma sequência em que Zelão discutia com Rosinha e ela caía no choro."Quando gravei essa cena, chorei muito,de verdade.Fiquei com um nó na garganta de tanto chorar e,quando terminou,eu ainda estava chorando",recorda, aos risos. Como a escalação de Letícia foi decidida em cima da hora, ela não teve a oportunidade de participar dos "workshops". O elenco começou a se reunir em novembro de 2013, no galpão do diretor, instalado no Projac, complexo de estúdios da Globo. Mas a atriz só conseguiu ter uma única aula de prosódia para aprender o sotaque caipira característico da maioria dos personagens de "Meu Pedacinho de Chão". Apesar do pouco tempo, Letícia garante que não sentiu qualquer dificuldade. "A professora estudou os 10 primeiros capítulos comigo e eu peguei o jeito de tirar o 'lh' e de falar o 'erre'.Algumas palavras que fico em dúvida se devo fa-

lar com sotaque ou não, pergunto a ela", frisa. Atualmente, Letícia se dedica integralmente à novela de Benedito Ruy Barbosa.A atriz já terminou o colégio e, assim que for possível, pretende cursar as faculdades de Psicologia e Artes Cênicas. "Mas não ao mesmo tempo porque acho que não tem como", avisa ela, que se interessa por interpretação desde criança. Aos 12 anos, entrou para o Tablado, renomado curso de teatro no Rio de Janeiro, onde ficou até os 14. "Sempre fui muito apaixonada, mas meus pais nunca tiveram tempo de me levar

nos lugares, de me acompanhar", explica. Hoje em dia, Letícia também gosta de escutar a opinião da mãe e do pai sobre sua atuação no folhetim das seis. "Eles me dão dicas, veem as cenas e falam o que acreditam que preciso melhorar,mesmo não sendo do meio artístico", conta.


10 TVGazeta do Oeste

Mossoró, domingo, 25 de maio de 2014

Resumo

GERAÇÃO BRASIL

MALHAÇÃO

MEU PEDACINHO DE CHÃO

GLOBO - 17H:50

GLOBO - 18H:15

GLOBO - 19H:15

Segunda (26/05) - Raíssa descobre que está grávida. Anita desconversa quando Ben fala sobre o suposto bebê de Sofia. Bárbara e Meg iniciam as inscrições para o musical do colégio. Sofia e Anita simulam uma briga para confundir Pedro. Anita é fotografada sem perceber. Os professores anunciam os alunos responsáveis pela produção do musical.Pedro desconfia da gravidez de Sofia. As novidades de Flaviana para o salão são um sucesso. Sofia escreve nova mensagem para Antônio na rede social.

Segunda (26/05) - Renato aconselha Giácomo a ter paciência com Milita. Gina conta a Juliana que foi beijada, mas não revela a identidade da pessoa. Renato comemora com os operários o término do pronto-socorro. Epaminondas comenta com Pedro Falcão sua crença de que Ferdinando está mais receptivo à ideia de entrar para a política. Mãe Benta diz a Renato que, assim que ele começar a trabalhar no pronto-socorro, não atuará mais como parteira.Catarina conversa com Ferdinando sobre Gina e revela ao enteado que acredita que ele esteja apaixonado pela moça.

Segunda (26/05) - Brian convida Evangelina para jantar. Lara decide contar para Susana a verdade sobre o pai de Tomás.Megan descobre o verdadeiro nome de Golias. Davi sonha com Maya. Danilo convence Megan a usar os serviços de Marisa. Marisa tenta se aproximar de Pamela. Gláucia fala mal de Jonas para Jack. Sílvio procura Jonas. A família Avelar se prepara para passar uma temporada na casa de Iracema. Davi salva Megan de um afogamento na praia. Vander fica interessado em Megan. Jack pede para Tommy investigar Gláucia.

Terça (27/05) - Pedro se surpreende com a reação de Gina a respeito de Ferdinando ao perceber que a filha se mostra disposta a convencer o rapaz de se candidatar a prefeito. Renato comenta com Juliana que terá de conquistar a confiança das pessoas. Dona Tê estranha o comportamento de Gina, que demonstra menos envolvimento com o trabalho. Dona Tê desmaia ao saber que Ferdinando beijou Gina. Gina confessa a Juliana que gostou do beijo de Ferdinando.Pedro Falcão fica furioso ao saber que Ferdinando beijou Gina.

Terça (27/05) - Manuela e Davi se encantam um com o outro. Gláucia acredita que Jack será seu aliado. Tommy conta para Jack tudo o que foi instruído por Jonas a falar sobre sua mãe. Rita vê Herval com a foto de Pamela e estranha sua reação. Verônica convida Edna para morar com ela. As famílias dos candidatos chegam para a apresentação na Parker TV. Estreia o concurso Geração Brasil.

Terça (27/05) - Vera pensa em desistir do casamento,mas as filhas a impedem.Com a ajuda de Omar, Flaviana, Meg, Luciana e Soraia decidem promover rifas para custear a lua de mel de Vera e Bernardete. Sidney desabafa sobre a dívida de Maura com Sofia. Abelardo tenta aprender a andar de bicicleta para agradar Bernardete.Anita afirma a Júlia que não aguenta mais esconder de Ben a investigação sobre Antônio. Quarta (28/05) - Sidney diz a Hernandez que pedirá ajuda a seu pai para quitar a dívida de Maura. Martin se atrasa para o casamento e Micaela teme por sua saúde. Sofia manda uma nova mensagem para Antônio. Sidney pede Sofia novamente em casamento. O casamento triplo é celebrado com muita alegria. Abelardo prepara uma surpresa para Bernardete. Vinicius, primo de Martin, se interessa por Meg. Quinta (29/05) - Meg e Vinicius se aproximam. Martin revela a Micaela que seu pai comprou uma casa para os dois. Antônio finalmente responde às mensagens de Sofia e eles marcam um encontro em uma cabana isolada. Ronaldo liga para Ben e o convence a aceitar um trabalho em Curitiba. Bruna afirma a Ben que Antônio não morreu. Ben confirma com Hernandez que Antônio está vivo e que Anita sabe disso. Sexta (30/05) - Bernardete e Abelardo comemoram sua vida de casados. Anita acompanha Ben até a rodoviária. Ben não embarca para Curitiba e pede abrigo a Sidney em segredo. Vera, Ronaldo e Hernandez explicam tudo sobre Antônio e a investigação para a família. Antônio se antecipa ao encontro e sequestra Sofia.Ben vê Anita sendo raptada e vai atrás da namorada. Anita revela a Antônio que a irmã não está grávida.

Quarta (28/05) - Ferdinando aceita ser candidato a prefeito, deixando Pedro, Epaminondas e Catarina surpresos. Giácomo declara para Epaminondas seu apoio à candidatura de Ferdinando. Ferdinando avisa a Zelão que ele será seu segurança pessoal e que conta com o apoio dele para sua candidatura. Pedro avisa a Dona Tê que Ferdinando terá de se casar com Gina. Por orientação de Juliana, Zelão pede a Serelepe que o ensine a ler e escrever. Epaminondas deixa escapar para Padre Santo que o atual prefeito rouba a população. Quinta (29/05) - Dona Tê diz para Juliana e Gina que é capaz de largar Pedro se ele mudar por causa da política. Catarina alerta para que Ferdinando não acuse o atual prefeito sem provas. Padre Santo alerta o prefeito das Antas sobre a intenção de Ferdinando de destruir sua imagem. O prefeito das Antas pergunta a Giácomo quem o chamou de ladrão, ameaçando processar quem o difamou. O prefeito vai até a casa de Pedro Falcão para tirar satisfação, mas Gina o expulsa. Padre Santo avisa ao prefeito das Antas que todo mundo o chama de ladrão. Sexta (30/05) - Epaminondas sugere que Renato inaugure o pronto-socorro, como oportunidade para Ferdinando fazer seu discurso como candidato a prefeito. Ferdinando explica a Pedro Falcão e a Gina que quer fazer uma campanha limpa, sem ofensas ao atual prefeito. Serelepe dá a primeira aula para Zelão e diz que irá ensiná-lo a escrever a palavra "amor". Sábado (31/05) - Renato lamenta com Ferdinando que ninguém apareceu no posto de saúde. Gina aconselha Juliana a não andar sozinha com Zelão, justificando que ele é capanga de Epaminondas. Serelepe se desentende com Pituca.Ferdinando diz a Pituca que ela está sentindo ciúmes de Serelepe e aconselha a irmã a pedir desculpas para o amigo. Padre Santo diz ao atual prefeito que apoiará a candidatura de Ferdinando.

Quarta (28/05) - Começa o concurso Geração Brasil e a apresentação dos candidatos. Herval pede para falar com Pamela.Will não deixa Megan se aproximar dos candidatos. Brian avisa a Jonas que ele precisa adiantar seus planos. Um drone aparece observando o empresário. Quinta (29/05) - Herval marca um encontro com Pamela. Jonas tem um pesadelo e sai de casa sem revelar seu paradeiro,deixando Pamela preocupada.Lara conversa com Shin sobre Tomás. Verônica se encontra com Jonas e fica nervosa. Pamela chega para falar com Herval. Pamela e Jonas discutem. Gláucia perde a pensão do marido. Brian pede Evangelina em casamento. Sílvio quase flagra Marisa com Vander. Maria tira satisfações com Brian ao saber de seu noivado com Evangelina. Jonas procura a mãe. Sexta (30/05) - Jonas se desentende com Gláucia e suspende sua mesada. Shin consegue convites para a festa da Coreia e Tomás fica radiante. Jonas conta para Pamela que Gláucia falou mal dele para Jack.Lara conta para Iracema sobre o pai de Tomás. Evangelina pede para dormir com Brian. Brian teme que Maria fale sobre ele com os jornalistas. Cidão convida Dante para participar de um show na Pedra Lascada. Sábado (31/05) - Barata chega à casa de Verônica. Gláucia vê Marisa beijando Vander. Alex conta o que descobriu sobre Brian para Maria. Jack volta para a Califórnia. Verônica expulsa Barata de sua casa. Verônica e Jonas pensam um no outro. Um drone observa Jonas em sua suíte.


TVGazeta do Oeste 11

Mossoró, domingo, 25 de maio de 2014

Resumo PECADO MORTAL

EM FAMÍLIA

RECORD - 22H

GLOBO - 21 H

Segunda a sexta - Até o fechamento desta edição, a emissora não divulgou os capítulos.

Segunda (26/05) - Virgílio e Laerte brigam por causa de Luiza. Shirley cuida dos machucados de Laerte. Luiza é fria com Virgílio e Helena. Neidinha reconhece o suposto homem que a violentou em uma foto que Alice lhe mostra. Laerte dorme na casa de Shirley. Juliana faz exames e constata que o bebê está bem. Marina recebe propostas de trabalho depois que a foto de Shirley sai nos jornais. Começa a festa de Gisele.Laerte viaja com Verônica,Lívia e Leto para um concerto. André bebe além da conta e Luiza pede que Bárbara o leve para casa. Terça (27/05) - Marina tenta convencer Clara a sair com ela da festa de Gisele, mas Vanessa as interrompe. Felipe pergunta a Silvia se ela está apaixonada por Cadu. Jairo não gosta quando Juliana diz que Nando será seu advogado. Bárbara prepara uma mesa de café da manhã para André, que agradece sua amizade. Cadu e Clara discutem por causa de Marina. Luiza aceita o pedido de casamento de Laerte. Malu conta para Alice e Neidinha que um dos suspeitos do estupro dela está morto. Marina convence Bárbara a posar para a campanha com Murilo. Luiza procura Virgílio na oficina. Quarta (28/05) - Neidinha e Theo se beijam na casa de repouso e são repreendidos por Miss Lauren. Selma chama Ricardo de Ramiro e derruba café quente nele sem querer. André diz aos amigos que torce para Bárbara ficar com Lucas, mas no fundo fica incomodado ao vê-los conversando. Branca surpreende Gisele ao elogiar Murilo. Com a ajuda de Nando, Juliana consegue um acordo com Iolanda sobre as visitas a Bia. Bárbara mostra para Shirley as fotos que Marina fez dela. Selma furta um objeto da casa de Juliana. Laerte conta para Verônica que vai se casar com Luiza. Quinta (29/05) - Virgílio dá um sermão em Jairo por ter faltado ao trabalho. Alice diz a Malu que aceita mais um desafio de dar um flagrante em um suspeito de estupro. Shirley garante a Selma e Rafaela que não deixará Laerte se casar com Luiza. Clara pensa na proposta que Marina fez sobre viajarem juntas para Londres. Matias se preocupa com a segurança de Alice. Helena não se conforma com o casamento de Luiza. Juliana sente cólicas e fica de repouso para preservar o bebê.André incentiva Bárbara a posar para as fotos da campanha, mas no fundo fica incomodado. Sexta (30/05) - Alice começa a fazer aulas de defesa pessoal. Nando e Juliana organizam uma agenda de visitação para Iolanda ver Bia. Chica e Ricardo planejam viajar para os Estados Unidos. Cadu diz a Clara que quer voltar a trabalhar no bistrô,mas ela não deixa. Flavinha conta para Marina e Vanessa que terminou o relacionamento que tinha com uma mulher. Laerte e Luiza se animam pensando na data do casamento. Virgílio descobre que Helena não se desfez de sua caixa de recordações. Felipe tenta conquistar Silvia, mas ela não lhe dá esperanças. Sábado (31/05) - Selma diz a Shirley que prefere ver Laerte casado com ela, não com Luiza. Na tentativa de deixar Marina com ciúme, Vanessa começa a sair com Flavinha. Alice diz a Malu que quer ingressar na Academia de Polícia. Murilo começa a ser requisitado para vários trabalhos como modelo. Branca conspira contra Chica e Ricardo.Dulce percebe que André já olha Bárbara de maneira diferente. Marina conversa com Clara e diz que ela precisa decidir com quem quer ficar. Virgílio diz a Luiza que não será a favor de seu casamento com Laerte.

CHIQUITITAS SBT - 20H:30 Segunda (26/05) - Clarita conta para Érica que ainda não está namorando Francis, pois ele não toma iniciativa nem para beijá-la. Na mansão dos Almeida Campos, começa a leitura do testamento de José Ricardo para Junior e Carmen. Cris revela que inscreveu a história de Mili no concurso literário sem a sua permissão. Na escola, Janu cola chiclete no cabelo de Pata sem que ela perceba. Os meninos encrenqueiros colam uma placa nas costas de Samuca.A mãe de JP lê os textos inscritos no concurso e nota que o texto de Mili é o mesmo que Renata diz ter escrito. Para desespero de Carmen, atual dona do local, Carol é anunciada como nova diretora. As chiquititas vibram e Carol se emociona. Terça (27/05) - JP fala para Cris que leu a história de Açucena, que na verdade é Mili. Junior faz uma reunião com Armando e Maria Cecília para anunciar que herdou as empresas do Café Boutique. Ele promove Maria Cecília e Armando fica enciumado. Shirley Santana é chamada no orfanato para tratar do visual de Simão. Pata desabafa com Mili que nenhum garoto gosta dela e que isso a deixa triste. Carmen conta com a ajuda de Matilde, que finge ser Ernestina, para fazer de tudo para tirar Carol da direção do orfanato. Quarta (28/05) - Maria Cecília sofre por não ter notícias de Tobias. Mili se classifica como uma das finalistas do concurso de literatura. Miguel descobre espaços entre as paredes do orfanato. Vivi sugere que Mili se caracterize como Açucena.JP deixa um cartão para Mili entregar para Açucena, sem saber que são a mesma pessoa.Mili acaba sendo convencida a se caracterizar de Açucena e ir à premiação do concurso. Maria Cecília chega em sua casa com Tobias e avisa a seus pais que os dois estão juntos. Quinta (29/05) - Eduarda surta ao saber da decisão de Maria Cecília em ficar com Tobias. Matilde chega à conclusão de que Carmen está tentando tirar proveito dela. Bia mexe nas coisas de Janu e descobre um coração no caderno dela com o nome de André. Fernando leva flores para Carol na diretoria do orfanato. Matilde aproveita que Carmen não está na mansão e procura o testamento de José Ricardo. Ela descobre o testamento real, que diz que Mili é neta de José Ricardo. Janu e André encontram os bilhetes em suas mochilas com falsas mensagens. Sexta (30/05) - Janu vai até a praça toda arrumada para encontrar André. Dani começa a largar a cadeira de rodas aos poucos e começa a andar com apoio de muletas. Matilde chama Carmen em seu quarto no orfanato e diz que está com os dois testamentos, o falso e o verdadeiro. Miguel escuta Matilde dizer que o testamento original constava a neta de José Ricardo, ou seja, filha de Miguel. Maria e a boneca Laura conseguem abrir a porta do porão do orfanato para que Miguel consiga sair do local. Mili acha que todos na premiação sabem sobre o disfarce. Açucena, que na verdade é Mili, é a anunciada como a grande vencedora do prêmio literário, organizado por Linda, mãe de JP.


12 TVGazeta do Oeste

Mossoró, domingo, 25 de maio de 2014

Inside

IDEIA FIXA LUIZA CURVO VOLTA AO AR EM "CONSELHO TUTELAR" E DEFENDE SUA ENTRADA PREMATURA NA TELEVISÃO

BELISA TAAM TV PRESS

O

s traços delicados e a aparência de adolescente de Luiza Curvo se contrastam com sua trajetória profissional madura. Hoje, aos 28 anos, a intérprete da enfermeira Rosângela de "Conselho Tutelar", próxima série da Record, reforça que a sua entrada precoce na televisão, em "Sonho Meu", exibida pela Globo em 1993, não atrapalhou sua infância. Pelo contrário. A atriz recorda que estrear cedo foi determinante para não ter dúvidas de que carreira seguir. "Ter começado ainda criança foi importante para associar o que eu queria ou não para a minha vida. Não hesitei na escolha para a vertente artística", ressalta. Ao longo dos cinco episódios da primeira temporada, a personagem de Luiza aparece nas cenas como a exnamorada do conselheiro César, interpretado por Paulo Vilela, com quem mantém uma boa relação. A atriz reforça a importância do papel para o desenrolar da história quando Rosângela se envolve nos acompanhamentos de proteção para crianças e adolescentes. "Ela o ajuda a amadurecer em cada caso. É uma espécie de braço direito de César", revela. Como uma das enfermeiras da trama, Luiza adianta que a reaproximação do excasal vai ser ambientada no hospital em que sua persona-

gem trabalha. "Os dois se encontram por acaso, no momento em que César estiver dando assistência a uma usuária de drogas", conta. Com direção de Rudi Lagemann, a produção prioriza uma abordagem séria, que gira em torno da violência contra menores, com dramatização de casos verídicos. Para Luiza, estar envolvida em um projeto que trata sobre questões sociais do país a estimulou desde o primeiro momento das gravações, concluídas em apenas um mês. "O interessante não é ser um trabalho somente para o entretenimento e sim relevante para a sociedade", elogia. Por isso, para se inserir nesse contexto, a atriz estudou minuciosamente o roteiro com o intuito de entender um pouco mais sobre o trabalho dos conselheiros tutelares. "O menor acaba sendo uma das bases mais desprotegidas. Conversei bastante sobre isso com a equipe de produção", conta. Longe das novelas desde 2012, quando viveu a dona de casa Laís, em "Máscaras" da Record, a atriz admite gostar da linguagem específica de séries e toda a sua estrutura de produção. "Mesmo sendo a curto prazo, acredito que há um aprofundamento maior com uma rede de contatos extensa também", confia ela, que emendou os trabalhos de "Conselho Tutelar" com o telefilme "História de Verão", que será exibido no fim do ano pela emissora. "É uma história de amor, mas não tem uma pegada tão leve. A narrativa é bem instigante", adianta. Além de se dedicar à interpretação, Luiza divide o tempo com artes plásticas. Ela, inclusive, costuma pintar diversas telas - uma expressão

artística que a ajuda no desempenho diante das câmaras. "Me dá liberdade e gosto de pintar quando acabo de estudar interpretação, até para extravasar", revela.

25 05 14 domingo  
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you