Issuu on Google+

2011 nº 03

BIO EXTRATUS

2011 nº 03

Saúde Evite o HPV

Moda Acessórios que são um luxo

Sexo Que tal apimentar a relação?

Viagem O destino é Bonito

Beleza Make natural e sobrancelha nova

O reinado de

Sheron

Menezzes E ainda Fabiana Scaranzi, Nívea Stelmann , Isabel Filardis e Paulo Zulu

Especial cabelos

Você cuida bem dos seus fios? + 10 dicas para adotar nos dias mais frescos + Um trato no visual da criançada + Pentes e secadores indicados para as suas madeixas


Astrologia

08

Horóscopo as previsões para o segundo semestre do ano

12

Inferno astral ele realmente existe?

Beleza

26

102 92

Sombras elas realçam os olhos

32

Homem

96

barba cerrada para deixá-lo com cara de galã

Saúde

68

100 Cabellina o assunto é casamento: dicas para noivas, madrinhas e convidadas

Salto alto HPV conheça e evite esse vírus

Planeta verde

84

Exemplo cidades, como Jundiaí, retiram sacolas plásticas de circulação

86

Entrevista Daniel, um romântico à moda antiga

use com moderação

70

Culinária a deliciosa combinação de chocolate com azeite

102

Bonsai aprenda a cuidar dessa miniatura de árvore

106 Ele responde 5 perguntas para o cirurgião plástico Guilherme Furtado

Vitrine ecobags e produtos incríveis feitos de restos de materiais

4

96

86

FOTOS: CHICO AUDI (DANIEL) \ DIVULGAÇÃO

26


Está na

FOTOS: THIAGO POMPÉIA/2X1(SANTA MAQUIAGEM) \ MICHELLE SILVA (EDITORIAL DE MODA) \ TOTI JORDAN (PAULO ZULU)

16

Volta por cima a linda história de superação de Isabel Fillardis e seu filho, Jamal

18

capa 35

Moda acessórios que viram protagonistas

28

Sobrancelha técnicas para recuperar o desenho perdido

30

Santa maquiagem um make natural que faz toda a diferença

Especial cabelos a receita das belas madeixas de Fabiana Scaranzi, as mudanças de visual de Nívea Stelmann, dicas de como cuidar dos fios em dias mais frios, ideias que fazem a cabeça da criançada, pentes e secadores para o seu tipo de cabelo e muito mais

58

30

Sheron Menezzes a gaúcha que escolheu o Rio de Janeiro para viver e brilhar

76

Sexo a relação a dois recheada de fantasias

80

Viagem Bonito: para ver de perto

88

18

Paulo Zulu o modelo mostra como cuida da família e do meio ambiente

58 PRODUÇÃO DE MODA: SAMANTHA SZCZERB CABELO E MAQUIAGEM: JESUS LOPES FOTOS: RICARDO PENNA

88

5


Nosso recado Vaidade não tem gênero nem idade. Cuidar dos cabelos e da pele há muito deixou de ser um comportamento estritamente feminino. Cada vez mais, os homens se olham no espelho em busca de uma imagem que os faça se sentir melhor e mais bonitos. Afinal, beleza tem tudo a ver com bem-estar. E as crianças não ficam de fora dessa. De olho em seus ídolos, meninas e meninos querem reproduzir aquele corte descolado, com os fios milimetricamente ajeitados e tratados. Em sintonia com essa realidade, nós, da Bio Extratus, que estamos completando 20 anos no mercado de cosméticos, lançamos uma linha especialmente desenvolvida para o público infantil. Os nossos produtos da linha Kids são livres de parabenos e foram dermatologicamente testados, com fórmulas suaves e ativos or-

gânicos. Os fios naturais dos pequenos ganham cheirinho de frutas. Delícia! Por isso, nesta terceira edição da revista Fúcsia, reservamos espaços exclusivos aos vaidosos mirins. Nas páginas 46 e 47, você vai conferir o crescimento dos salões especializados no público infantil, que criam ambientes incríveis unindo cuidados e diversão. Mostramos, ainda, o passo a passo de um tratamento feito com nossos produtos. Os cabelinhos naturais ficam mais sedosos e brilhantes. E Fúcsia traz muito mais: dicas de maquiagem, cuidados com os fios nos dias mais frios, produtos superbacanas, acessórios de moda e histórias de superação e de amor pela natureza. Além da beleza brasileiríssima da atriz Sheron Menezzes, que sabe reinar como ninguém por onde passa. Boa leitura!

A direção

Presidente: Vera Lúcia Gonçalves Gomes Diretora de Marketing: Thiana Gonçalves Gomes A Revista Fúcsia é uma produção da Editora 2x1 sob encomenda da Bio Extratus Cosmetic Natural Ltda. E-mail: redacao@revistafucsia.com.br Bio Extratus Cosmetic Natural Ltda. Rua Mato Grosso, 800 – 3º andar – sala 301 Santo Agostinho – Belo Horizonte/MG – CEP: 30190-081

Conselho Editorial: Thiago Gonçalves Gomes Thiana Gonçalves Gomes Editora-Chefe: Silvia Braccio Diretora de Arte: Debora Barbieri Designer: Beatriz Garcias Assistentes de Arte: Cleiton Caliman, Denis Queiroz e Isabela Berger Estagiário: Anderson Sunakozawa Colaboraram nesta edição: Aline Moura, Anamara Bolsson, Ana Paula Bardella, Carolina Thomeu, Márcia Gonçalves, Mariane Salerno e Tetê Cartaxo (textos); Luiz Eduardo de Abreu, Marcos Fernandes, Michelle Silva, Renato Cruz, Ricardo Penna e Thiago Pompéia (fotos) Revisão: Helena Aires Produção Gráfica: Gabriel Fonseca Projeto Gráfico: [sic] comunicação Publicidade: Zavala Propaganda

Atendimento ao Consumidor: (31) 3855.3002 | www.bioextratus.com.br marketing@bioextratus.com.br

"Nossa admiração e respeito à natureza é uma forma de colaborar com a beleza do planeta.” 6

2X1 Editora – www.editora2X1.com.br Tel.: (11) 3867.3848 Impressão: divisão gráfica da Editora Abril S.A.

Cerflor/31-13

PEFC/28-31-13


Participe Você na Fúcsia Gostaria de parabenizá-los pela revista. Amei! Sou vaidosa e adoro saber dicas sobre beleza. As capas são muito lindas, com mulheres fofas. E sugiro que tragam também mulheres negras, valorizando assim a nossa raça bem brasileira. Um abraço carinhoso!

Lúcia Rangel t Sabinópolis t MG Oi, Lúcia, parece até transmissão de pensamento, porque antes mesmo de recebermos a sua cartinha já tínhamos escolhido a bela Sheron Menezzes para estampar a capa desta 3ª edição. Sugestão atendida. Esperamos que você goste. Recebi o segundo exemplar da Fúcsia em uma loja de produtos para cabelos e amei. É uma revista moderna, com vários assuntos superinteressantes. Só tenho que dar os parabéns. Um grande abraço.

Amanda Martins t Rio de Janeiro t RJ

Por sorte, na hora em que cheguei no caixa de uma loja de cosméticos, um funcionário me ofereceu a edição nº 2 da Fúcsia. Amei os artigos despojados, atuais e com uma produção gráfica superatraente. Parabéns a toda a equipe!

Vera Vargas t Juiz de Fora t MG Recebi a edição nº 2 de Fúcsia e me surpreendi. Conteúdo variado, que nos deixa em total sintonia com as novidades do mundo feminino. Simplesmente adorei!

Carla Meneses t São Paulo t SP Envie seu comentário para redacao@revistafucsia.com.br ou para a editora 2x1 – Rua Américo Brasiliense, 2 171 – conj. 1 004 – São Paulo/ SP – CEP: 04715-005.

Só nós vimos Uma estrela, um mestre dos pincéis e das escovas, uma superprodutora antenada com o mundo fashion e um fotógrafo talentoso. Assim se faz a capa de uma revista feminina como a Fúcsia. Assim foi feito. Para cuidar da maquiagem e dos cabelos de Sheron Menezzes, escalamos um time de primeira: Jesus Lopes, com suas mãos de artista, maquiou e ajeitou os fios da atriz; a experiente Samantha Szczerb selecionou a dedo os looks que caíram como uma luva no corpo enxuto da nossa estrela; e os cliques de Ricardo Pena registraram cada movimento da nossa capa desta 3ª edição. Nas fotos ao lado, você acompanha a preparação da atriz por Jesus e Samantha no camarim do estúdio no Rio de Janeiro, e ela e Ricardo em ação. O resultado, claro, você só vê aqui. 7


seu astral

Previsão completa para o 2º semestre

Áries

Gêmeos Touro

De 21 de março a 20 de abril

De 21 de abril a 20 de maio

De 21 de maio a 20 de junho

Amor

Amor

Amor

O período continua movimentado para os arianos. Não houve nem haverá rotina até o final do ano. Quem esta à procura da cara-metade prepare-se, novidades à vista.

Esta sensação de isolamento é mais uma expressão da necessidade de organização interna. Então, exponha todos esses sentimentos para a pessoa amada. E, para quem está livre, que tal começar a namorar... consigo mesmo?

Nem sempre as palavras explícitas são o modo mais correto de se expressar, sinalize, pois seu discurso está muito direto, muito contundente. Contemporize com a pessoa amada e, se está à procura de alguém, vá com calma e tudo se cumprirá.

Saúde

Saúde

Com a vida social agitada, claro que o repouso se fez necessário. Há planetas demais no signo anterior que trazem a sensação física de que tudo parou. A água é o melhor fluido que o corpo precisa, abuse dela, nade, ingira líquidos. Você vai se sentir muito melhor.

A sua energia de expressão anda bem intensa, portanto é o momento de cuidar com mais atenção do sistema nervoso. Como? De várias maneiras: pescando, caminhando, andando de bicicleta ou fazendo outra atividade que lhe dê prazer. Tire pelo menos um fim de semana só para você. Respire e relaxe.

Saúde Como vários planetas andaram transitando pelo seu signo, a energia gasta foi alta. Por sorte, Áries é o signo do movimento físico, está acostumado, mas corte os excessos. A coluna pede atenção, cuide bem dela.

Família Reencontros importantes e afastamentos necessários aconteceram, é hora de usar o bom senso e cultivar a paz no meio familiar. Desfrute da companhia dos mais velhos e oriente os mais jovens. Você tem essa missão.

Trabalho e finanças Dinheiro na mão é vendaval e o começo do ano foi tempestuoso – você ganhou e gastou como nunca. Precisa organizar melhor o fluxo para ter tranquilidade e planejar bem o segundo semestre. No campo profissional, esquive-se dos conflitos. Pense antes de assinar compromissos comerciais.

8

Por Vinicius Puttini

Família Todos os núcleos familiares e grupos sociais têm problemas. O segredo é saber abordar cada um sem causar constrangimentos. Negocie, faça sondagens, não diga tudo de uma vez e verá resultados.

Trabalho e finanças Com tantas mudanças inesperadas, a tendência natural é o questionamento. Ainda não chegou a hora. Deixe para colocar suas dúvidas e inquietudes para associados, clientes e superiores somente no segundo semestre do ano.

Dica

Dica

Celebre a vibração ariana usando tons de vermelho e essência de canela. É uma ótima receita para você atrair boa sorte.

Os tons de marrom sempre favorecem a prosperidade que os taurinos tanto apreciam, e a essência de flores de laranjeira acalma.

Família Tudo emana do que você fala. Por causa desta fase em que você está tão decidida é que houve afastamentos e desconfortos. Que tal ajeitar as coisas convidando as pessoas queridas para conversas amenas e agradáveis?

Trabalho e finanças Com tanta energia de comunicação, os projetos profissionais decolaram, a visibilidade dentro da empresa emplacou, os clientes voltaram – respire e organize o fluxo. O caminho é esse.

Dica Cristais translúcidos pela casa e essência de lavanda vão tranquilizar o ambiente.


Leão Câncer

Virgem

De 21 de junho a 21 de julho

De 22 de julho a 22 de agosto

De 23 de agosto a 22 de setembro

Amor

Amor

Amor

Não permita que as coisas se compliquem ainda mais, mantenha os sentimentos puros e sinceros. Você pode. É hora de parar, de reavaliar e de recuar. O segredo para esclarecer as coisas é a flexibilidade e o diálogo. Se ainda estiver na solidão, arrisque.

O período está mais tranquilo. Hora propícia de ter aquela conversa agradável com a pessoa amada para, juntos, fazerem planos de crescimento e expansão. Se estiver na solidão, prepare-se: novos horizontes vão se abrir, desde que você se mostre para o mundo. Aceite convites para festas.

Depois da tempestade, espera-se a calmaria. Mas a calmaria não vem se não nos conectarmos a ela. Pare de gerar conflitos, a pessoa amada está se perguntando sobre o porquê de tanta inquietude. Para quem está a ver navios, o barquinho do amor está apitando!

O sistema digestivo se comporta de acordo com as nossas emoções – quando travamos, ele também trava. Por isso, é importante liberar os pensamentos e as emoções positivamente. E maneirar nos alimentos mais pesados e ingerir muito líquido.

Saúde

O que mais lhe assolou nos últimos meses foram as tensões, que, ao fim e ao cabo, podem ser controladas e direcionadas. Respiração, postura e paciência são remédios que você encontrará dentro de você, na sua alma.

Família

Família

É o que há de mais importante para você, não é verdade? Então aborde as pessoas de uma maneira mais suave, não imponha seu ponto de vista. Deixe que cada um diga o que quer e a que veio.

Com a sua liderança nata, familiares e amigos confiam em você para lhes dar o rumo e a bússola da jornada. Não há, de forma alguma, como se furtar desse papel. Você é líder e líder lidera.

Trabalho e finanças

Trabalho e finanças

Às voltas com a compra de um imóvel, com uma reforma? Tenha calma, um dia após o outro. Aja assim também com os rivais e os competidores, estude as estratégias. Depois de julho, melhorias.

Novas perspectivas, desdobramentos e possibilidades surgiram este ano e seguirão se apresentando até seu aniversário. Aproveite! Mas, atenção, distribua tarefas para não se sobrecarregar.

Qualquer jornada se inicia com um primeiro passo. Então, vá de mansinho, sem afobação. Os superiores, clientes e fornecedores perceberão todos os seus esforços. Muita precaução na assinatura de papéis e acordos. Leia sempre com muita atenção.

Dica

Dica

Dica

Cristais coloridos nos cantos da casa afastam pensamentos negativos, e as essências florais alegram o coração.

Com o motor da vida tão aquecido, a dica é dar uma desacelerada – cores frias e essência de maçã vão ajudar a construir um projeto de paz.

A camomila é relaxante em qualquer forma, e os tons de verde são curativos. Use e abuse, você sentirá a cura do corpo e da alma.

Saúde

Dores de cabeça têm origem, na maioria das vezes, na questão emocional. Então, cuide das suas relações, saiba recuar quando a pressão for muita, aceite as diferenças e você certamente se sentirá bem melhor.

Saúde

Família Em vez de contestar, por que não compor, harmonizar, procurar ouvir? Você tem muito amor à sua volta, deixe que ele entre em cada poro do seu ser e verá como o entendimento acontece. Basta querer.

Trabalho e finanças

9


Escorpião Sagitário

Libra

10

De 23 de setembro a 22 de outubro

De 23 de outubro a 21 de novembro

De 22 de novembro a 21 de dezembro

Amor

Amor

Amor

Entre idas e vindas, decisões e recuos, o saldo geral é que você está bem, obrigado. Porém, depois de julho, você terá que se decidir entre amores e possibilidades. Quem mandará no seu coração? Fique em estado de alerta com o excesso de confiança, ainda que sua cara-metade esteja aos seus pés.

Tenha mais paciência com a pessoa amada, afinal a generosidade é o leme das relações em tempos tão tumultuados. Você já recebeu tanto, é hora de retribuir o carinho. E, para os solitários, até novembro, novas perspectivas se abrem. Abrase também.

O amor é uma aventura, mas desta vez você exagerou. É hora de reavaliar e encarar tudo de frente, sem mágoas. Se tem mesmo que sair do enredo, saia com classe. Você sabe como. Para os solteiros, a sugestão é que comecem a relação com altas expectativas. Para mantê-la, diálogo desde o início.

Saúde

Na vida, tudo tem seu tempo, não é? Até mesmo o tempo certo para encontrar tratamentos e profissionais adequados. A partir de agora, tudo estará liberado e você vai se sentir muito melhor. Para quem tem tido incômodos de saúde, repouso é a melhor vitamina.

Saúde

Mantenha a dieta equilibrada e faça atividades físicas. Caminhadas e contato com ar puro são fundamentais nesta fase, mas o repouso adequado é imprescindível. Se puder, tire uns cochilinhos de vez em quando. Sem culpa.

Família

Família

Do mesmo modo que se deve saber o momento de interferir, também é importante saber a hora de se retirar... e a hora é esta. Recue, espere que cada um resolva a situação do jeito que achar melhor e só depois disso manifeste suas opiniões.

Você acatou as demandas e cobranças e teve sabedoria para se afastar no momento adequado. Muito bem. Agora, espere que as pessoas se recomponham e reconhe��am as próprias falhas. Mais do que nunca, perdoar será necessário.

Um pouco mais de atenção e carinho vão fazer toda a diferença. Pode acreditar! O tempo é curto, mas as pessoas queridas esperam atitudes de você, querem a sua presença. Esforce-se um pouco mais!

Trabalho e finanças

Trabalho e finanças

Não perca o foco. Ainda que as dificuldades apareçam, você vai conseguir superá-las. Está com pique para encarar tudo isso. Fuja de opiniões negativas e trate todos com cordialidade.

A prosperidade virá, desde que você seja um pouco mais paciente. Não se constrói um castelo firme sem uma base sólida, e você está no alicerce. Sabe muito bem disso. Esmere-se e verá recompensas.

Dica

Dica

Melhor você se acalmar – muito branco e essência de jasmim ajudarão a trazer a paz.

Para quem quer a prosperidade, os tons de dourado são ideais e a essência de louro coroa a vitória.

Saúde

Sorte tem quem acredita nela. Você se desgastou à toa e a saúde se ressentiu, mas tem ótimas referências de como se cuidar e de como reverter o quadro. Vá em frente e recupere-se, depende de você.

Família

Trabalho e finanças Tudo corre às mil maravilhas, só está faltando você se concentrar um pouquinho mais no que está fazendo. Há superiores e clientes que têm notado a sua dispersão, não deixe que isso se reflita em prejuízos.

Dica Para melhorar a concentração, o azul é uma boa cor, e a essência de mogno aumenta a capacidade de foco.


Aquário Peixes

Capricórnio De 22 de dezembro a 20 de janeiro

De 21 de janeiro a 19 de fevereiro

De 20 de fevereiro a 20 de março

Amor

Amor

Amor

Muitas transformações e novas configurações tomaram lugar em 2011 e vão prosseguir influenciando sua vida afetiva até o mês de outubro. Para quem está na solteirice, melhor esperar que venham até você. Tome as decisões certas e faça feliz quem você ama.

Nada como a quietude do ninho para ajudar a enxergar o futuro. A pessoa amada tem estado incondicionalmente ao seu lado, portanto você só tem que agradecer. Ainda que ache exagero, não é demais repetir como isso lhe faz bem. Se estiver na solidão, nem se importe: a chegada de agosto promete um novo amor.

Ainda que doa, é necessário impor limites e regras, para si mesmo ou para a pessoa amada. Fica mais fácil quando se negocia, quando há diálogo. Mudar perspectivas, quebrar paradigmas é difícil para todos. Solteirice? Só se você quiser. Está precisando olhar mais à sua volta.

Saúde Se você mantiver a calma, as coisas se assentarão e você terá mais tempo para fazer as coisas de que tanto gosta. A partir de julho, tudo se amenizará. Espere confiante por momentos mais tranquilos e preserve o seu bem-estar.

ILUSTRAÇÕES: [SIC] \ DAFONT

Família

Saúde A recuperação tem sido lenta e segura. Melhor assim. Continue com seu programa de ginástica e mantenha suas atitudes saudáveis. Não se exponha às mudanças climáticas e verá bons resultados.

O que estava oculto veio à superfície, agora você sabe direitinho quais são as dificuldades. Enfrente-as com sabedoria, serenamente, e tudo vai ser colocado no lugar. Pessoas mais jovens e próximas a você precisam de conselhos. Converse com calma.

Família

Trabalho e finanças

Trabalho e finanças

Continue a contemporizar, a delegar, sem forçar a barra. Melhor crescer devagar, com controle, do que de uma vez só, sem ideia do processo. Conte com boas alianças para ajudá-la nesta fase.

O ano trouxe muitas mudanças inesperadas, mas, ao final, você verá que elas vieram para tornar tudo melhor. Tenha paciência, pois a situação se ajeitará. Não tente apressar as coisas.

Dica

Dica

O amarelo vai alegrar o seu coração, e a essência de rosas vermelhas diminuirá a saudade.

O rosa e o salmão são suas cores de pacificação, e a essência de menta cura as dores da alma.

Quando os mais jovens entram em parafuso, você é a melhor pessoa para liberar a pressão, com sua conversa inteligente e seu bom senso. Às vezes, mesmo sem perceber, você ajuda muito. Atente-se: há quem precise de você.

Saúde Agora que você separou o joio do trigo, agora que você sabe quem é e onde está, relaxe. A maior parte do seu desgaste vinha do fato de não reconhecer os limites. É só prosseguir nessa linha.

Família Momento de retirada estratégica e inteligente. Nada de forçar os limites das pessoas. Às vezes, é melhor sair com calma de uma situação do que enfrentá-la, principalmente se você reconhecer que tudo vai até um certo ponto.

Trabalho e finanças Novas alianças surgirão neste período. Melhor parar agora do que continuar a se desgastar inutilmente. Cuide da sua carteira de clientes e de fornecedores, são eles que garantem a continuidade dos projetos.

Dica Os tons neutros, como o bege e o cinza, acalmarão você profundamente, e as essências campesinas alegrarão a sua vida. www.astrologonline.com.br

11


seu astral O seu aniversário está chegando e parece que uma nuvem negra paira sobre a sua vida. Tudo dá errado e você joga a culpa em quem? No tal inferno astral. Mas até que ponto os astros são responsáveis por essa ameaça de tempestade?

Que fase Por Carolina Thomeu

12


FOTO: THIAGO POMPÉIA/2X1 \ MODELO: CYNTHIA MAMONE

Ansiedade, inquietação, angústia e desânimo podem, sim, estar relacionados ao período que antecede o aniversário. Mas saiba que de alguma forma você permitiu que esses sentimentos tapassem o sol do seu signo. “Esse período tem a ver com os astros. O sol repete exatamente o ciclo de nascimento das pessoas, mas os planetas à volta dele ocupam posições diferentes ao longo dos anos. Então, o aniversário é considerado um movimento de evolução, e o mês anterior a ele é um período de mudanças”, explica o astrólogo Vinicius Puttini. No dia do seu aniversário, o sol retorna ao mesmo lugar em que estava no dia do seu nascimento. Cerca de 30 dias antes – pode ser um pouco mais ou um pouco menos –, o trânsito dos planetas, ou seja, sua posição em relação ao sol, influencia vários aspectos da vida (amor, trabalho, saúde). Mas isso não significa que eles criam obstáculos. Esses são frutos da mente humana. É preciso deixar os receios de lado e entender a transição como uma fase de renovação, como se você estivesse encer-

rando um ciclo para iniciar outro. Como se você fosse nascer de novo. “Neste futuro que se anuncia, o passado tem papel fundamental”, esclarece a astróloga e terapeuta holística Mari de Moraes. “Se você não cumpriu as promessas do seu mapa natal, ou seja, não fez o que gostaria de ter feito, não passou por um período de introspecção, não mudou o que queria ter mudado, a tendência é que se sinta desanimada, deprimida, achando que nada dá certo.” Eis que surge o chamado inferno astral. Por outro lado, se uma pessoa teve um ano de realizações, de análises e de atitudes conscientes, vai pisar mais leve no seu novo ano de vida. E provavelmente vai bater uma vontade de se recolher mais, já que passou por momentos de reflexão nos últimos 12 meses. “Ela encarou os medos com coragem e é normal que tenha necessidade de recolhimento”, diz Mari. Transformar o inferno astral em paz astral depende de você, segundo Vinicius: “Nessa fase, aconselho a pessoa a ficar mais na dela, observar as coisas e não tomar atitudes definitivas. Se quiser um estudo mais detalhado, uma sugestão é fazer o mapa astral. Depois desse período, vem a renovação e com ela o momento certo de buscar novos caminhos e fazer mudanças.” De acordo com o astrólogo, não há inferno, mas inverno astral, tempo de se aquecer, se mimar e se preparar para o novo ano pessoal.

13


volta por cima

Sete anos depois do nascimento do filho Jamal, que tem uma doença neurológica, a atriz Isabel Fillardis encara a experiência como uma profunda (e incansável) viagem

A atriz Isabel Fillardis, 37 anos, nunca perdeu uma de suas mais marcantes caracter características: o sorrisão, descrito pela avó como “um raio de sol”. É verdade que amarel ele ficou um pouco amarelado – como ela mesma m jamais desapareceu diz – por algum tempo, mas completamente de seu belo rosto. E motivos não lhe faltaram. Afina Afinal, o que pode ser pior para uma mãe do que descobrir que o filho tem uma doença, seja qual qu for? Aconteceu com a atriz. Mãe de Analuz, ho hoje com nove anos, Isabel engravidou do se segundo filho quando a pequena tinha dois. do Logo que o menino nasceu, a atriz percebeu que Jam Jamal era diferente: “Ele nã não tinha expressão, não ri ria, não chorava, era muito quieto”, descreve. Começaram então as in investigações. Aos quatro m meses, Jamal foi encaminh nhado a um neurologista, 16

FOTO: MARCOS FERNANDES/2X1

Por Silvia Braccio


que logo sinalizou o diagnóstico de Síndrome de West, uma doença nos neurônios, descoberta pelo médico inglês William James West, que causa atraso no desenvolvimento psicomotor. Isabel e o marido, Júlio Cesar, iniciaram uma verdadeira peregrinação pelos hospitais. Uma das manifestações da doença são crises convulsivas. “São muitas, de 10 a 15 por dia”, conta Isabel. “Além da dificuldade de se comunicar com o mundo externo, a criança não sustenta a cabeça e não tem rigidez no tronco.” Os espasmos acontecem inesperadamente, normalmente disparados por excesso de som ou luminosidade, aos quais essas crianças são muito sensíveis. Por conta de tudo isso, a atriz se afastou dos palcos e da tela para se dedicar exclusivamente ao filho nos dois primeiros anos de vida. Jamal não frequentava festinhas infantis, e a mãe evitava eventos sociais. “Quando saía, voltava correndo para casa, porque as babás não sabiam lidar com a situação.” Até que um dia Jamal teve uma crise muito forte, seu corpo enrijeceu e ele mal conseguia respirar. Os pais correram para a emergência hospitalar, o menino foi internado e medicado. “Essa crise foi um divisor de águas, porque depois disso ele nunca mais teve os espasmos”, comemora a mãe. Aos poucos, a medicação mais forte foi sendo reduzida e Jamal segue superando suas dificuldades graças a sessões de terapia ocupacional, fonoaudiologia e equoterapia – o cavalo, constataram pesquisas, é o melhor amigo dos que sofrem desse tipo de deficiência, pois ajuda no enrijecimento da coluna vertebral, colaborando para a sustentação do corpo e do pescoço. “É um milagre a relação da criança com o animal”, atesta Isabel. O desenvolvimento do menino não para por aí. Este ano, Jamal ingressou na escola, que frequenta sem a cadeira de rodas. Assim, ele vai aprendendo a dar os primeiros

passos – em todos os sentidos. Nestes sete anos, cada novo avanço é celebrado, cada movimento acompanhado pelos olhos atentos da família. “Um dia, estávamos em casa, ele no colo da minha mãe e eu contando uma história para ela. De repente, Jamal deu uma gargalhada. Nós duas paralisamos, e ele ficou nos olhando. Continuei falando e ele rindo”, lembra Isabel. A emoção foi a mesma quando o filho mastigou um alimento pela primeira vez. “É um trabalho gigantesco.” Para ampliar ainda mais sua atuação nesse papel que a vida lhe reservou, em 2003 Isabel e o marido fundaram a ONG A Força do Bem (www.aforcadobem.org.br). A entidade faz o cadastramento nacional de pessoas com deficiência, com o mesmo objetivo do censo: mapear o universo de deficientes no Brasil e inseri-los na sociedade. A atriz acabou virando uma referência para outras famílias que enfrentam o mesmo problema e frequentemente recebe pedidos de auxílio, aos quais atende com a maior dedicação. “Fico muito feliz quando consigo esclarecer alguém e ajudar um pai ou uma mãe a se fortalecer.” E de superação ela entende. “No início, briguei com Deus, questionava muito. Racionalmente, é impossível entender por que uma coisa dessas acontece com a gente. Mas do ponto de vista emocional e espiritual, fica bem mais fácil. E quando você passa para esse estágio, as coisas começam a fluir”, diz. “A aceitação é o primeiro passo”. Hoje, sete anos depois do nascimento de Jamal, Isabel enxerga a experiência como uma profunda viagem. “Acho que precisávamos disso, de uma nova direção. Meu filho me ensina a olhar para o outro, respeitar suas limitações. Deus fez as pessoas diferentes de propósito, para que elas aprendam a se comunicar. Não é mesmo para ser igual”, acredita a mãe incansável, sempre com o sorriso no rosto e prontíssima para voltar aos palcos da vida. 17


moda 18

Na busca do acessório perfeito, a diversidade não encontra limites. Um brinco, uma pulseira, um anel ou um colar podem se transformar em protagonistas do look. Todas as atenções se voltam para eles na composição do visual. “Invista na mistura de metais com brilhantes e pedrarias”, ensina o stylist Jhonny Braz. Para não errar na mão, a dica é valorizar um acessório de cada vez. Um maxicolar, por exemplo, pede brincos discretos. Se for abusar dos anéis, escolha pulseiras mais delicadas. E arrase!


Fotos: Michelle Silva Produção de moda: Jhonny Braz Maquiagem: Carol Prada Modelo: Fernanda Schonardie

Vestido de popeline Ágatha e brincos Flavia Caldeira. A partir da esquerda, pulseira de placa dourada Flavia Caldeira, anel de brilhantes Marco Apollonio, pulseira com pedra negra Brechó WR Vintage e pulseira com pedras azuis Flavia Caldeira

19


20

Camisa Valentino Vintage, cal莽a de alfaiataria John Galliano e correntes douradas Brech贸 WR Vintage, anel gota Marco Apollonio, brinco de placa Lool e colar de elos dourados Otavio Giora


Body Uv Line, brincos de pedra negra Lool, pulseiras de acetato Opto Design e colar de gomos chatos Duza

21


22


Brinco palito com bola de strass azuis e anel maxiflor com cristais Lรกzara Design 23


moda

Imagine a seguinte cena: você sai de casa pela manhã e, quando volta, encontra os seus armários tinindo de tão organizados. Passe de mágica? Não, trata-se de um serviço que se propõe exatamente a fazer o que você não tem tempo – nem disposição. Um luxo!

Tudo no seu Arrumar, arrumar, arrumar... esse é o serviço que Fernanda Audi oferece em sua empresa Lavanda Home Help, em Porto Alegre. Ou seja, aquele trabalhão que consome tempo e paciência e que a maioria das mulheres odeia fazer. Superorganizada por natureza, a pedagoga resolveu transformar a vocação em profissão. Aqui, ela ensina como colocar tudo em seu devido lugar. Mas, antes de começar a arrumação do armário, verifique se é preciso comprar algum material, como cabides, caixas e sacos a vácuo. Hora de exercitar o desapego e tirar da frente aquilo que, entra estação, sai estação, continua ali sem uso. Separe as peças por época do ano e modelos. Se não tiver espaço suficiente, deixe à vista aquelas que serão usadas agora. “As roupas que serão guardadas devem ser acomodadas em sacos a vácuo, que as protegem de mofo, traças e poeira”, diz Fernanda. Ela sugere a colocação de etiquetas em prateleiras, gavetas e caixas, indicando a peça e o modelo: manga curta, longa, saias, bermudas, biquínis etc. “Cada pilha deve ser dividida por cores. Assim, se você quiser usar aquela blusinha vermelha, vai saber onde encontrá-la”, explica. 24

ILUSTRAÇÕES: [SIC] \ YOUTOART

Por Silvia Braccio


Sabe aquelas pilhas de roupas milimetricamente perfeitas que você vê nas lojas? Para conseguir o mesmo efeito no seu armário, as peças precisam ser dobradas no mesmo tamanho. Para isso, Fernanda faz um tipo de molde. Para os homens, ela usa uma folha de ofício e, para as mulheres, uma folha cortada ao meio. “Basta colocar a peça virada para baixo, centralizar o papel, dobrar as laterais e retirá-lo.” Fernanda arruma a lingerie com luvas descartáveis. Você não precisa fazer isso, claro. E avisa: “Nunca dobre sutiãs de bojo. Ou devem ser guardados enfileirados ou podem ser torcidos delicadamente ao meio, sem virá-los do avesso.” Nada de separar os conjuntos. E aqui a arrumação também é feita por modelos: lingerie grande, larga, fininha. E aquelas para ocasiões especiais merecem uma gaveta (ou caixa) também especial. Os calçados são organizados também por modelos e

estações. “Devem ser guardados limpos e secos”, ensina. Para que as botas de cano alto, por exemplo, não dobrem e fiquem marcadas, um truque: colocar uma garrafa pet grande, cortada nas extremidades, dentro de cada pé.  O ideal é acomodar os pares em sacos com visor de plástico. Peças de couro e pele pedem alguns cuidados. Guarde-as em locais arejados. A cada três meses, passe um pano quase seco nos modelos de couro e deixe-os na sombra pegando um ventinho. A pele pode ser guardada dentro de capas de TNT, mas nunca em sacos plásticos. Não passe lustra-móveis em prateleiras e gavetas. Eles são gordurosos e podem manchar as roupas. Se encontrar traças pelo caminho, espalhe pela casa, inclusive atrás dos quadros, sachês de pimenta-do-reino, lavanda, louro e alecrim. O cheiro forte espanta as visitas inconvenientes.

25


beleza

Feche os olhos e pinte-os com sombras nos tons da estação. Há nuances para todos os gostos, estilos e ocasiões, desde os mais claros e neutros – bege, rosa-claro e lilás – até os mais fortes e fechados – roxo, azul-marinho e verde. Além dos indispensáveis pretos e cinzas para as mulheres mais clássicas. Use e abuse!

FOTOS: DIVULGAÇÃO

Dior t5 Couleurs, cor 844 tR$ 244

Avon tTrue Color Quarteto de Sombras Cintilantes/Aveludadas, coleção Expresso tR$ 35 Maybellinet Sombra Expert Wear Duo, cor Lasting Lilac tR$ 21,90 Duda Molinos Make Up Sombra, cor Galaxy tR$ 31 ArtdecotEye Shadow, cor Pearly Green Jewel, coleção The Power of Elegance tR$ 31 L’Oréal tSombra Compacta Color Appeal, cor Acier Fumé tR$ 42

EudoratDuo Sombra Compacta Soul, cor Dance Floor tR$ 23

26

Revlon t ColorStay 12 Hour, cor Sultry Smoke t R$ 51

O Boticário, Make B t Quarteto de Sombras, cor Turquesa Silver, coleção Lumière tR$ 59,90


beleza

A preparação O salão de Tereza Fuji ocupa um sobrado antigo e charmoso em São Paulo, onde está instalado há mais de 20 anos. Naquela época, ela aprendeu a pintar as sobrancelhas fio a fio, quando a maioria dos profissionais usava a pinça. No começo, o grande desafio era encontrar a tonalidade certa, pois só existiam três cores para tal finalidade. O jeito, então, era misturá-las em busca do tom mais próximo do cabelo da cliente. Hoje, existem mais de 30 nuances de tinta especial para a maquiagem definitiva. Antes de iniciar o procedimento, Tereza penteia os fios e limpa os excessos com a pinça. Para definir o tamanho da sobran-

1

28

2

celha, ela usa um palito para fazer linhas imaginárias que ligam três pontos do rosto: a ponta do nariz, o canto dos olhos até o lugar exato em que a sobrancelha deve terminar. Em seguida, aplica uma sombra escura para desenhar um novo traço e preencher as falhas. A cliente, então, tem uma ideia de como vai ficar a sobrancelha definitiva. Aprovada, começa o trabalho. A transformação A sombra é retirada e a região é coberta por um creme anestésico. Isso porque o desenho é feito como se fosse uma tatuagem, com uma maquininha elétrica munida de uma agulha fina na ponta. No começo dói um pouquinho, mas logo passa graças ao efeito do anestésico. Cuidadosamente, ela vai desenhando fio a fio a nova sobrancelha. “Não exagero na cor, porque as mulheres estão sempre mudando a tonalidade dos cabelos, e a sobrancelha não pode destoar”, explica Tereza. “Além disso, o tom escuro pesa no rosto.” Depois de uma hora, o trabalho é concluído. Agora é conferir a nova moldura dos olhos. O resultado me agradou, meu rosto ficou mais expressivo e me senti mais jovem.

3

FOTOS: THIAGO POMPÉIA/2X1

Qual é a moldura do rosto? Para a designer Tereza Fuji, a sobrancelha é fundamental. Além dos cabelos, claro. Especialista no assunto há 25 anos, Tereza utiliza uma técnica chamada “sobrancelha definitiva”. Confira como ela é executada passo a passo através do relato da repórter Márcia Gonçalves, que não pensou duas vezes antes de entregar as suas sobrancelhas aos cuidados da profissional. Aqui, ela conta tudo.

4


Os cuidados A designer explica que a pele daquela área vai ficar mais grossa e descamar, por isso é preciso fazer um retoque depois de 15 dias. Já para refazer o desenho o prazo é bem maior. “A nova sobrancelha dura de três a quatro anos”, avisa a especialista. Depois desse período, é importante fazer a manutenção e, quem sabe, mudar a cor. Indicação A técnica é recomendada para aquelas mulheres que foram perdendo – ou tirando demais – os fios ao longo do tempo. Resultado: sobrancelhas ralas e sem contorno. O procedimento custa 500 reais.

Prótese de sobrancelha Uma outra técnica para recuperar a sobrancelha perdida surge em forma de prótese. Isso mesmo. Trata-se de uma micropele importada no formato da sobrancelha e coberta por fios humanos adaptados de acordo com o tom do cabelo e da pele da mulher. A hairstylist Luciana Alvarez, do salão Scenario, em São Paulo, usa a prótese em mulheres que praticamente não têm mais fios, muitas vezes em virtude de tratamentos de quimioterapia. “A nova sobrancelha lhes devolve a autoestima”, diz a profissional. A prótese dura entre três e quatro meses e custa 450 reais.

Dicas para cuidar dos fios naturais t Use a pinça só para limpar em volta da sobrancelha e jamais mexa no desenho. Deixe essa tarefa para um profissional. t Não depile a sobrancelha com cera. Além de deixar a pele flácida, pode interromper o nascimento de pelos novos. t Se for usar henna para pintar os fios, cuidado. O efeito pode deixar o olhar pesado e o tom não combinar com a sua pele. t Use tinta de cabelo só para pintar os pelos brancos. t Use lápis próprio para sobrancelha para cobrir os espaços sem pelos.

5

6 7

29


beleza

Make de bonita

1

3

Com um algodão embebido em água termal, limpe bem a pele. Ela abre os poros. Em seguida, passe um creme hidratante para fechá-los

Hora de passar o pó compacto, que deve ter um tom a mais da pele. Use uma esponja apropriada. O blush é usado em dois tons: rosa (ou pêssego) e marrom-claro – o marrom afina o rosto e o rosa dá a cor. Com o marrom, trace uma linha da orelha até a boca para afinar o rosto. Depois, esfume para não deixar marcado. Um truque: passe também no alto da testa e no contorno do queixo, como se estivesse fazendo uma moldura para o rosto. Agora, sorria e passe o blush rosa nas maçãs saltadinhas e na área do T (testa e nariz).

2

Passe um corretivo abaixo dos olhos, para suavizar as olheiras. Depois passe uma base no tom da pele. Ela deve ser misturada a uma gotinha de um tom mais escuro, para dar aquele aspecto saudável. Passe com um pincel, como se estivesse pintando uma tela. Capriche! 30

termo “make de bonita”. Aqui, o preto fica de fora e é substituído pelos tons do marrom. O efeito é do tipo “estou linda e pouco maquiada”. Os truques você aprende aqui com um especialista no assunto: o maquiador e cabeleireiro Júnior Alves.

Você vai precisar de duas tonalidades de sombra marrom: clara e escura. Cubra bem 4 aquela parte côncava da pálpebra, que fica sobre o globo ocular, com a marrom-clara. Pincele os cantos externos com a escura, dando um efeito dégradé, de fora para dentro. Com um iluminador, pinte a parte de cima da pálpebra e os cantos internos dos olhos. Truque: passe o mesmo iluminador na covinha acima dos lábios, para destacar a boca. Quem gosta pode arrematar o desenho dos olhos com um delineador – um risco bem fininho na parte de cima, junto aos cílios. “Mas não é essencial”, avisa Júnior. Vire os cílios com a ajuda do curvex (se você ainda não tem, providencie já) e conte até cinco em cada olho. Agora, passe a máscara para cílios. “Três camadas, começando da raiz até as pontas, fazendo o pincel tremer enquanto aplica”, ensina o maquiador. Ah, e não se esqueça dos cílios de baixo. “Faz toda a diferença”, diz Júnior. Para finalizar, passe um lápis de olho branco – isso mesmo – dentro dos olhos, que ajuda a “aumentar” o olhar. E corrija as falhas das sobrancelhas com a mesma sombra marrom-clara usada nos olhos.

FOTOS: THIAGO POMPÉIA/2X1 \ MODELO: JULIANE SCHNEIDER

Nos bastidores da moda, seja em desfiles ou produções fotográficas, quando se quer uma maquiagem natural, leve, sem carregar nas sombras e cores, que esconda as pequenas imperfeições e dê um ar saudável ao rosto, os profissionais da beleza usam o


5

6

Passe um hidratante labial para tirar o ressecamento e ajudar na fixação do batom.

7

Passe um lápis da mesma cor do batom que vai usar (pode ser vermelho, cor de boca, rosa) para fazer o contorno dos lábios. “Não é para marcar a boca, mas para impedir que o batom escorra”, diz Júnior. Passe o batom com um pincel e, por cima, um gloss na mesma tonalidade. Dica: borrife um spray de fixação de maquiagem no rosto todo.

O mineiro Júnior Alves, 28 anos, maquiador e cabeleireiro de mão cheia, já passou pelos mais badalados salões de São Paulo desde que se instalou na capital paulista há cinco anos. No ano passado, Ju desembarcou por alguns meses na Europa para cursar as renomadas academias que formam cabeleireiros, como a tradicional Alexandre de Paris e a ousada Toni&Guy, em Londres.

Kit de maquiagem: Água termal Creme hidratante para o rosto Corretivo Base: uma no tom da pele e outra um pouco mais escura Pó compacto: um tom a mais da sua pele Blush: rosa ou pêssego e marrom Sombras: uma marrom-clara e outra escura

Iluminador Lápis de olho: branco Delineador Máscara para cílios: preta Curvex Lápis de boca, batom e gloss na mesma tonalidade Hidratante labial Spray fixador de maquiagem

31


beleza

Um galã todo seu Por Márcia Gonçalves

Você suspira quando vê Cauã Reymond na novela das 6h com aquele ar, digamos, rude? E o que dizer de George Clooney quando resolve encarnar um verdadeiro cafajeste romântico? Aquela barba por fazer tem lá o seu valor. É cada vez mais raro ver por aí homens com o rosto lisinho... E sabe por quê? Porque eles descobriram que as mulheres adoram esse visual despojado e sexy. Se o seu namorado, marido, ficante – ou seja lá a situação atual do seu

32

romance – ainda não aderiu, está na hora de dar um empurrãozinho. E não vai ser nada difícil, afinal, felizmente, eles também estão cada vez mais vaidosos. “A maioria dos meus clientes frequenta a barbearia por sugestão das mulheres”, comprova Anderson Nápoles, 32 anos, que usa as navalhas há sete e é um dos sócios da Barbearia Nove de Julho, em São Paulo, que reproduz o ambiente das antigas casas restritas ao público masculino da déca-

FOTOS: DIVULGAÇÃO (GUILHERME) \ THIAGO POMPÉIA/2X1 \ MODELO: ANDRÉ MATARUCCO

Os homens que cultivam aquela “barba por fazer” estão com tudo. Se o seu namorado ou marido ainda não percebeu, está na hora de dar um jeito nisso


Elas gostam O ator paulistano  Guilherme Winter, 31 anos, que interpretou o Renato na novela Tititi, é adepto do estilo barbudinho. E arrasa com o público feminino. Fúcsia - Você sempre usa barba? Guilherme - Sempre que a vida permite, ou seja, quando não há nenhum trabalho que me impeça. Fúcsia - Você tem algum cuidado especial com a sua barba? Costuma ir ao barbeiro? Guilherme - Faço a manutenção em casa mesmo com uma maquininha para apará-la. Fúcsia - As mulheres gostam ou reclamam? Guilherme - Olha, eu acho que gostam, sim. Fúcsia - Onde as mulheres vão poder vê-lo nos próximos meses? Guilherme - Tirei umas pequenas férias e vou me dedicar ao teatro.

da de 40. O visual barbudinho, no entanto, não tem nada de desleixo. Muito pelo contrário. Manter os fios no comprimento exato, com os contornos perfeitos, exige manutenção. “Uso navalhas descartáveis, por exigência da Vigilância Sanitária, que deixam o corte perfeito”, diz o especialista. Para amolecer os pelos e acalmar a pele, ele aplica hidratante, espuma e essência de eucalipto. “Alguns preferem o barbeador elétrico”, conta.

Para manter os pelos do rosto curtos e devidamente aparados, o homem deve usar um barbeador elétrico que tem um pente com máquina 1, semelhante àquele que corta os cabelos rentes. “Isso deve ser feito duas vezes por semana”, ensina o barbeiro. E quando tiver que “linear“ a barba novamente, ou seja, refazer o seu desenho, o melhor mesmo é entregá-la às mãos de um profissional. Pronto, agora você vai suspirar ao vivo e em cores.

33


36

Dica de expert novos hábitos, cabelos mais saudáveis

40

Teste você cuida bem dos seus fios?

42

Coque penteado descolado para o dia e para a noite

38

Fabiana Scaranzi cabelos lindos e bem tratados

46

Vaidade infantil

FOTOS: LUIS EDUARDO DE ABREU (FABIANA) \ DIVULGAÇÃO/TV GLOBO (NIVEA) \ DIVULGAÇÃO (PENTES)

ideias para fazer a cabeça da criançada

50

Nívea Stelmann muitas em uma

52

Secadores escolha o seu!

54

Fernando Alves profissão cabeleireiro

56

Pentes modelos para vários tipos de fios


cabelos

Por Carolina Thomeu

Tudo começou com uma brincadeira. Quando pequena, a cabeleireira, maquiadora e visagista Elis Barros cortava e penteava os cabelos das bonecas. Mais tarde, morando em Brasília, a paranaense, que na época era professora de musicalização, se aventurava, entre uma aula e outra, a fazer as sobrancelhas de algumas colegas. A diversão despertou a vontade de conhecer melhor o universo da beleza. Alguns cursos depois, Elis continuou manipulando escovas e tesouras nos cabelos de amigos e parentes. Passou pela rede de salões Metamorphose, na capital federal, até ser convidada para integrar a equipe de Celso Kamura, no badalado salão C. Kamura, em São Paulo, onde está há 10 anos. Ao lado dele, participa das edições do São Paulo Fashion Week e da Casa dos Criadores e atende famosas, como a consultora de moda Gloria Kalil, a top Izabel Goulart, as atrizes Luiza Tomé e Daniele Valente, entre muitas outras. A agenda, claro, é disputadíssima. Mas ela encontrou um tempinho para ensinar alguns cuidados imprescindíveis para manter os fios saudáveis e bonitos em qualquer estação, inclusive no inverno. Confira 10 dicas simples para serem adotadas no dia a dia e que fazem a maior diferença. 36


madeixas, mas é essencial aparar os fios a cada dois meses. O corte funciona como um estímulo para as cutículas capilares, renova a aparência dos cabelos e elimina aquelas indesejáveis pontas duplas. E lembre-se: cabelo cresce.

Nos dias mais frios, é difícil resistir à água quentinha. Se você deixá-la morna, seus cabelos vão agradecer. A água quente demais desidrata e resseca os fios. Além disso, pode aumentar a seborreia e provocar queda.

FOTO: THIAGO POMPÉIA/2X1 \ ILUSTRAÇÕES: [SIC] \ YOUTOART

O uso frequente do secador acaba reduzindo o óleo natural do couro cabeludo, que protege e lubrifica os fios. O ideal é fazer uma nutrição uma vez por semana com máscaras à base de queratina e ceramidas.

Antes do secador, um bom aliado dos cabelos são os protetores térmicos, que formam uma película em torno dos fios, amenizando o efeito do jato quente. Também vale usar um reparador de pontas nos cabelos úmidos.

Calma, não é necessário ser radical e tosar as

Muitas mulheres diminuem a frequência com que lavam os cabelos no inverno, o que estimula a produção de glândulas sebáceas. Quem tem fios oleosos sente bem os efeitos, porque eles ficam ainda mais oleosos. Portanto, é importante lavá-los com regularidade, mesmo no frio, com shampoos menos concentrados e específicos para esse tipo de cabelo.

Os cabelos crespos e cacheados sofrem mais nesta época do ano, porque tendem a ficar mais armados e rebeldes por causa da umidade e do vento. O uso de um leave-in (condicionador sem enxágue) ou antifrizz à base de silicone ajuda a diminuir os arrepiados. Pode ser aplicado nos cabelos úmidos ou secos.

Os cabelos coloridos ficam bastante vulneráveis no frio. A tendência é perde-

rem o brilho e se tornarem opacos. Após lavá-los, a dica é aplicar um sérum – espécie de soro que desembaraça, devolve a luminosidade e deixa os fios sedosos.

Inverno pede cachecol, golas altas e lenços enrolados no pescoço. E os cabelos acabam amarrados em coques, tranças e rabos de cavalo. Prefira os elásticos revestidos com tecidos e presilhas em formato de piranha, que não quebram os fios.

O organismo pede alimentos mais gordurosos no frio, mas nada de exageros. Os cabelos também são um reflexo dos seus hábitos. Portanto, alimentação balanceada, rica em frutas e verduras, beneficia corpo, pele e cabelos. Além, claro, daquela receita básica: beber cerca de 1,5 litro de água por dia.

Quando as temperaturas estão mais baixas, os cabelos demoram a secar em ambiente fechado. Dormir com o couro cabeludo molhado pode provocar o aparecimento de fungos, que ficam alojados nos travesseiros. 37


Fabiana Scaranzi

cabelos

Embora seja dona de cabelos naturalmente impecĂĄveis, a jornalista nĂŁo dispensa alguns cuidados essenciais no dia a dia

38


FOTO: LUIZ EDUARDO DE ABREU

Por Silvia Braccio

Os cabelos lisos – e lindos – da jornalista Fabiana Scaranzi, 44 anos, nunca viram uma escova progressiva. Ela é uma daquelas sortudas que nasceram assim, com os fios naturalmente perfeitos. Claro que ela dá uma forcinha para mantê-los brilhantes e sedosos, afinal eles são apreciados todos os domingos à noite na tela da TV Record, onde ela apresenta, há cerca de três anos, o programa Domingo Espetacular. “Faço hidratação uma vez por semana. Se não tenho tempo de ir ao salão, passo um creme durante o banho, afinal é melhor cinco minutos do que nada”, conta. O rosto de Fabiana, no entanto, é conhecido do grande público há bem mais tempo. Ainda quando cursava a faculdade de jornalismo, ela foi contratada pela TV Globo, onde ficou por 11 anos. Apresentou vários telejornais da emissora, como Bom Dia São Paulo, SPTV, Globo Rural, além de ter feito várias reportagens para o Fantástico. No Jornal Hoje, pilotava um quadro sobre mercado de trabalho. “Na Globo, fiz tudo o que queria fazer. Foi uma grande escola”, destaca. À frente do programa dominical da Record, Fabiana aparece no vídeo de corpo inteiro, por isso prefere manter os fios mais longos. “Acho que compõem melhor”, ensina. Mas não recua diante de uma tesoura. Garante que não tem apego às madeixas, afinal cabelo cresce. Há três anos, optou por um clássico corte Chanel, aos cuidados do cabeleireiro Marcos Proença, de São Paulo. E adorou a repaginada. “Às vezes, olho as fotos e me dá vontade de cortar de novo. A gente fica sempre arrumada, o cabelo não ‘briga’ com as golas das roupas, tudo o que você veste fica elegante”, diz. Mão na massa Elegância e boa forma que ela preserva com aulas de pilates e jogos de tênis. Dois grandes prazeres que a jornalista cultiva ao lado da leitura e da convivência com a família. Fabiana

é mãe de Felipe, 17 anos, de seu primeiro casamento. Em novembro do ano passado, se casou com o empresário do ramo imobiliário Álvaro Etchenique. Os três estão sempre juntos, viajando ou em casa. Fabiana também tem dotes culinários que divide com a família. “Adoro ficar papeando enquanto preparo a massa de um macarrão. Faz muito bem apreciar uma boa comida com as pessoas que a gente ama.” Convidados não faltam, pois a casa está sempre cheia de amigos do Felipe, “um menino generoso, meigo e lindo”, na descrição da mãe coruja, que faz questão de manter o filho por perto e garante ter jogo de cintura na relação com os adolescentes. “Tenho uma interação muito boa com eles. É só tratá-los com respeito e levar a sério o que dizem, seus anseios e suas dúvidas”, afirma. Noites de sono Depois de passar muito tempo acordando de madrugada – por volta das 3h30 –, quando apresentava o telejornal matutino da Globo, Fabiana, hoje, dá o maior valor para uma noite inteira de sono. “Dormir bem também faz bem para a pele”, diz ela, que não dispensa um ritual de limpeza e hidratação. “Adoro máscaras, trago várias quando viajo. Passo no rosto e aproveito para relaxar por 15 minutos”, conta. Usa filtro solar diariamente com fator de proteção 100 e faz limpeza profunda com um profissional a cada dois meses. Além disso, toma uma ducha bem gelada para encerrar o banho. “Os especialistas dizem que faz bem para a pele, dá brilho aos cabelos e ainda ajuda na circulação”, aponta Fabiana. Os fios fininhos são lavados todos os dias, e as luzes refeitas a cada três ou quatro meses. “Cabelo comprido tem de estar bonito, viçoso, saudável. Não pode ter as pontas com aspecto de palha”, avisa. Para isso, a jornalista prefere shampoos de tratamento, que dão brilho e protegem a cor dos fios. O resultado é inquestionável. 39


cabelos

VocĂŞ cuida bem dos seus

f ios?

40


Os cabelos não ficam lindos, sedosos e brilhantes com um passe de mágica. Verdade que alguns são mais domáveis do que outros, mas todos – lisos, crespos, cacheados – pedem uma atenção especial no dia a dia. Responda às perguntas abaixo e descubra se você está sendo uma boa domadora

1 Com que frequência você lava os cabelos?

3 Com que frequência você pinta os cabelos?

 a. Três vezes por semana

 a. Uma vez por mês

 b. Quatro vezes por semana

 b. Uma vez a cada dois meses

 c. Cinco vezes por semana

 c. Uma vez a cada três meses

 d. Todos os dias

 d. Uma vez a cada seis meses

2 Com que frequência você corta os cabelos?

4 Com que frequência você faz hidratação nos cabelos?

 a. Uma vez a cada dois meses

 a. Uma vez por mês

 b. Uma vez a cada quatro meses

 b. Uma vez a cada dois meses

 c. Uma vez a cada seis meses

 c. Uma vez a cada quatro meses

 d. Uma vez por ano

 d. Uma vez a cada seis meses

Contagem dos pontos: 1. a. 1 ponto b. 3 pontos c. 5 pontos d. 5 pontos

2. a. 7 pontos b. 5 pontos c. 2 pontos d. 1 ponto

3. a. 7 pontos b. 5 pontos c. 3 pontos d. 1 ponto

4. a. 7 pontos b. 5 pontos c. 3 pontos d. 1 ponto

FOTO: SHUTTERSTOCK

Avaliação Até 8 pontos: Coitados dos seus cabelos! Você realmente não dá a menor bola para eles. E, acredite, eles respondem ao seu desprezo ficando ressecados e sem vida. Cuidar dos fios não é frescura, não. Pense nisso!

De 13 a 18 pontos: Você está no bom caminho e se dá conta de que alguns cuidados são mais do que necessários para manter os fios lindos e saudáveis. Continue por aí que você só tem a ganhar!

De 9 a 12 pontos: De vez em quando, você lembra que os fios sobre a sua cabeça merecem uns mimos, que as pontas precisam ser aparadas, que um creminho faz bem. Que tal se empenhar um pouco mais?

De 19 A 26 pontos: Parabéns, você valoriza os seus cabelos e cuida deles direitinho. Você trata os fios com a atenção que eles merecem, afinal sabe que eles são a moldura do rosto! 41


cabelos

(e aprenda) Tem dias que parece que nada é capaz de dar um jeitinho nos cabelos. Então, coque neles. Há muitas variações sobre o mesmo tema, do mais despojado ao mais glamouroso. E o melhor é que você pode fazer sozinha. Basta seguir as dicas da cabeleireira Vania Rebinski, que ensina como produzir os cabelos para o dia e para a noite Coque dia

Escove os cabelos e separe uma mecha do lado esquerdo.

Escove bem o rabo de cavalo e forme um círculo, prendendo-o acima da mecha presa anteriormente, sempre usando grampos na cor do cabelo. Deixe os fios soltos para dar um look mais natural e jovial. Finalize com spray jato seco. Dica: se quiser dar um toque diferente, arremate o penteado com uma fivela. 42

Vire a mecha, prendendo- a com um grampo no lado direito da nuca.


Por Simone Argiles

FOTOS: RENATO CRUZ/2X1 \ MODELOS: CRIS GARBINATO (ESQ) \ RAQUEL BENETTI

Coque noite

Com os cabelos escovados, separe a franja para o lado direito. Puxe mechas do lado esquerdo, vire-as e prenda com um grampo na lateral da cabeça.

Faça sucessivamente uma mecha abaixo da outra até a nuca, deixando soltos os fios que não completarem.

Separe bem os fios que sobraram soltos e escove-os.

Vire este rabo e forme um coque bem baixo e preso na nuca com grampos. Puxe a franja para trás e fixe-a junto do coque. Borrife um spray jato seco.

Repita o processo de montar mechas nas laterais no lado direito.

Dica: se quiser sofisticar o coque, aplique pontos de luz ou uma flor. 43


Cuide dos cabelos do seu filho(a) com os produtos da linha Bio Extratus Kids. Desenvolvidos com fórmulas suaves e ativos orgânicos de frutas, promovem um tratamento especial para cabelos lisos ou cacheados das meninas. A linha contém também produtos exclusivos para os maluquinhos! As crianças vão ficar com os cabelos mais bonitos, hidratados e um delicioso cheirinho de frutas! Para saber mais acesse o site bioextratus.com.br


cabelos

Eles fazem a cabeça da

criançada Por Carolina Thomeu

Levar os pequenos para cortar os cabelos parece uma tarefa simples, mas pode se transformar em verdadeira tortura para mães e profissionais. Por isso, alguns salões usam recursos infalíveis para distrair a meninada Carregar a avó, a madrinha ou a babá para amenizar o “sofrimento” do filho no salão, prometer para a criança, caso ela se comporte, que poderá escolher qualquer brinquedo na loja e chegar ao salão avisando o profissional que ela vai dar um trabalhão não são coisas de outro mundo para uma mãe. A arquiteta Diana Krouss perdeu a conta de quantas vezes teve que fazer isso ao levar os filhos, Mariana, 6 anos, e Pedro, 3, para cortar os cabelos. “Quando era menor, Mariana não parava de chorar nessas horas. Parecia que estávamos batendo nela. Levava a minha mãe e a babá para revezarem o colo. Já para o Pedro, rebelde até hoje, tenho que prometer comprar o carrinho que ele tanto quer. Se não for assim, não há quem consiga cortar os cabelos dele”, conta Diana. Christiane Moreira já viu esse filme algumas vezes com os próprios filhos e resolveu tomar uma atitude: abriu um salão infantil na zona sul de São Paulo, o Cuts & Fun (Cortes e Brincadeiras). “Eles querem brincar, ficam cansados, tem dias em que não estão 46

dispostos, por isso devemos sempre respeitá-los. Se estavam dormindo no carro e foram acordados ao chegar ao salão, é claro que ficam mal-humorados”. No entanto, ela não considera uma boa estratégia levar outras pessoas para acompanhar o corte, “isso passa insegurança para a criança”, acredita Christiane. Além disso, os pais devem participar, mas manter a calma e o controle da situação. “E nada de ficar falando da desobediência dos filhos na frente do profissional”, ensina. “Sabe birra quando a mãe está por perto? Pois é, se ela ouve que não é boazinha, por que vai se comportar?” Por isso, cuidado com as palavras. Reino encantado O conceito de um salão infantil é criar um ambiente em que a criança se sinta à vontade e segura para encarar a tesoura, principalmente pela primeira vez. Afinal, é o desconhecido que assusta. Os estabelecimentos mais equipados costumam criar um verdadeiro reino encantado para a meninada, com videogame, brinquedos, televisão,


$VUT'VO FN4Ă?P1BVMP

$BCFMP$MVC

FOTOS: THIAGO POMPÉIA/2X1 (CUTS & FUN) \ DIVULGAĂ‡ĂƒO (CABELO CLUB)

FN#SBTĂ“MJB

DVD e mĂşsica. Entretenimento, portanto, nĂŁo falta. O Cuts & Fun tem ainda um espaço exclusivo para as pequenas, todo decorado em cor-de-rosa e destinado a festinhas de aniversĂĄrio, com bolo, maquiagem e fantasias. Elas, justiça seja feita, sĂŁo bem menos escandalosas do que eles. “As meninas sĂŁo bem mais tranquilas, atĂŠ parece que nasceram com o salĂŁo no DNAâ€?, brinca Christiane. As opçþes para distrair mocinhos e mocinhas que tĂŞm medo das tesouras nĂŁo param por aĂ­. A rede Cabelo Club, em BrasĂ­lia, funciona exatamente como um clubinho. AlĂŠm de jogos, karaokĂŞ e simuladores de corrida, o salĂŁo oferece uma carteirinha aos clientes mirins e, a cada corte, eles tĂŞm direito a trocar os pontos acumulados por prĂŞmios, ingressos de cinema, brinquedos, jogos e gibis. E o agrado nĂŁo fica restrito aos filhos. No primeiro corte, os pais ganham um certificado com uma mechinha da criança e uma sessĂŁo de fotos em estĂşdio com o novo visual. Todos saem felizes. O importante ĂŠ que essa variedade de recursos ajuda os profissionais a conquistarem a confiança dos pequenos. Feito isso, eles passam a ser os “tios amigosâ€?, que jamais vĂŁo machucĂĄ-los. E aĂ­, mamĂŁes, o problema passa a ser outro: convencer os filhos a irem embora do salĂŁo.

Cortes em alta Para os meninos: PDIBNBEPiDPSUFEFSBQB[w DPNĂśPT OVNDPNQSJNFOUPNĂ?EJP.BTGB[FNTVDFTTPPTNPEFMJ UPTBEPUBEPTQFMPKPHBEPS/FZNBSFPDBOUPS+VTUJO#JFCFS Para as meninas:BTGSBOKBTFTUĂ?PDPNUVEP DPNNBEFJ YBTCFNMPOHBT DMBSP0SFQJDBEPOBGSFOUFEĂˆMFWF[B TFN NFYFSOPDPNQSJNFOUP

Dicas para os pais 0TCFCĂ?TQPEFNDPSUBSPTDBCFMPTBQBSUJSEPTOPWFNF TFT NBTOĂ?PUFOUFGB[FSFNDBTB6NQSPĂśTTJPOBMTBCF VTBSBUFTPVSBTFNQPOUBFFTUĂˆQSFQBSBEPQBSBRVBMRVFS NPWJNFOUPJOFTQFSBEPEBDSJBOĂŽB t4FPTFVĂśMIPEPSNJSOPDBNJOIPQBSBPTBMĂ?P BDPSEFP VNQPVDPBOUFTEFDIFHBS t4FFMFOĂ?PRVJTFSDPSUBSOBQSJNFJSBWF[ EFJYFPDJSDVMBS QFMPBNCJFOUFFWPMUFPVUSPEJB t-FWFBMHVOTCSJORVFEPTPVVN%7% t5FOUFGB[FSDPNRVFFMFTFTFOUFOBDBEFJSBFOĂ?POPDPMP t4FFMFGPSNBJPSFRVJTFSFTDPMIFSPDPSUF UFOUFVNBDPSEP t0DPSUFEFWFTFSGFJUPBDBEBEJBT

Dicas para os cabeleireiros infantis t4F P TBMĂ?P OĂ?P GPS FYDMVTJWBNFOUF JOGBOUJM  SFTFSWF VN BNCJFOUFQBSBBTDSJBOĂŽBTMPOHFEPTQSPDFTTPTRVĂ“NJDPT t.PTUSFBUFTPVSBQBSBBDSJBOĂŽB#PSSJGFVNQPVDPEBĂˆHVB OBNĂ?PEFMBQBSBNPTUSBSRVFBRVJMPĂ?SFBMNFOUFĂˆHVB t(SBWFVN%7%DPNDSJBOĂŽBTDPSUBOEPPDBCFMPCFNĂ‹ WPOUBEFFEFJYFTFVQFRVFOPDMJFOUFBTTJTUJS t4FBDSJBOĂŽBOĂ?PRVJTFSDPMPDBSBDBQB OĂ?PBPCSJHVF̓ 47


cabelos

Garotada bem na foto

Os delicados cabelos de meninas e meninos vêm ganhando cada vez mais a atenção do mercado de cosméticos. Afinal, os pequenos também querem estar bem na foto. Antenada com a vaidade infantil, a Bio Extratus lança a linha Kids para a garotada que curte se cuidar. Para as meninas, a empresa desenvolveu produtos que promovem hidratação intensiva, além dos cuidados básicos. E, para os meninos, produtos práticos para dar aquele toque moderno ao penteado. Os cabeleireiros Marcos Godoy e Raquel de Cassia, do salão Cut & Play, de São Paulo, mostram direitinho como aplicar cada um e ainda ensinam as mamães de plantão a criarem looks fofos para a criançada.

1

Os cabelos de Enzo foram lavados com o shampoo 2x1 para meninos da Bio Extratus.

2

Depois de secos, Marcos modelou os fios com o gel fixador sem álcool da linha Kids. 48 4

FOTOS: RENATO CRUZ/2X1 \ MODELOS: ENZO MARTINS E SOFIA IBAÑEZ

Arrepiados para eles


Os cabelos de Sofia foram lavados com o shampoo para cabelos cacheados da linha Kids para meninas da Bio Extratus.

1

2

Os cabelos foram enxaguados e penteados com a ajuda do spray desembaraçante da linha Kids.

Raquel aplicou nos fios, mecha a mecha, a máscara de tratamento para cabelos ressecados e deixou agir por cinco minutos.

3

4

Os cachos foram modelados com a ajuda do babyliss.

Hidratação para elas

49


Estou assim, NĂ­vea Stelmann

cabelos

50


Fúcsia - Você tem algum cuidado especial com os cabelos para que eles continuem saudáveis diante de tantas mudanças? Nívea - Vou ao salão toda semana. Costumo fazer hidratação nos fios e uso bons produtos. Mas em casa não faço nada. No máximo, coloco uma máscara nos cabelos e, literalmente, me entupo de creme.

da melhor forma possível. É óbvio que a gente tem total liberdade de opinar e dizer se gosta ou não. Fúcsia - Como é o seu cabelo natural e qual o corte que a deixa mais satisfeita quando olha no espelho? Nívea - Meu cabelo natural é castanho. Gosto dele liso e comprido, não curto muito os cortes repicados demais. Fúcsia - De todos os cabelos que você já usou na televisão, qual é o seu preferido? Nívea - Mudei há pouco tempo para interpretar a Lavínia em Morde & Assopra e estou curtindo muito. Gosto dessa leveza na frente e dos fios mais longos atrás. Não pretendo mudar tão cedo, a não ser que a personagem exija. Era uma Vez (1998)

FOTOS: DIVULGAÇÃO (TV GLOBO)

Fúcsia - Algum corte que você teve que fazer ao longo desses anos deu mais trabalho para manter? Nívea - Olha, o corte mais curto é complicado, porque te obriga a ficar escrava da escova. Tive um Chanel na novela Chocolate com Pimenta, mas não chegou a dar um trabalhão. Na verdade, amo fazer escova, porque sempre deixa o cabelo mais bonito, curto ou comprido. Fúcsia - Você gosta de estar sempre mudando o visual? Alguma vez já tentou convencer o diretor da novela de que determinado corte não era bacana? Nívea - Gostar mesmo de mudar eu não gosto, mas há muito tempo aprendi que meu cabelo não é meu. Então, faço tudo pelas minhas personagens. Mas nunca tentei negociar, não. Faço exatamente o que o diretor acha necessário para compor o papel

Já fui assim...

Para uma atriz, a ideia de cortar e pintar os cabelos com frequência é encarada como “ossos do ofício”, afinal cada personagem pede um visual diferente. Na pele de Lavínia, na novela Morde & Assopra (TV Globo), Nívea Stelmann está praticamente loira, pois teve que clarear bem os fios para viver uma ex-prostituta que divide o amor de pai (Luis Mello) e filho (Rodrigo Hilbert) na trama. E ela confessa: “Gostar mesmo de mudar eu não gosto, mas há muito tempo aprendi que meu cabelo não é meu”. Aos 37 anos, em plena forma dos pés à cabeça, a atriz, que saiu de uma pequena cidade do interior do Rio de Janeiro para fazer carreira na capital, está em sua 11ª novela e curtindo as madeixas longas, lindas e loiras.

Chocolate com Pimenta (2003)

Alma Gêmea (2005)

Cama de Gato (2009) 51


cabelos

Não seria exagero dizer que o secador é um dos maiores parceiros das mulheres. Afinal, a gente não vive sem ele. Para o nosso bem, o mercado oferece diversos modelos, de potências variadas, e alguns ainda trazem acessórios para facilitar o penteado ideal. A indicação em watts refere-se à potencia do aparelho – quanto mais alta, mais forte e

mais rápida a secagem. Os volts (110 ou 220) são unidades de eletricidade, por isso é preciso estar atenta na hora da compra para não levar um modelo incompatível com a energia da sua casa. E ainda há os bivolts, que funcionam nas duas resistências elétricas. Portanto, atenção a essas características. Para ajudá-la a escolher, conheça algumas novidades.

É pequeno, leve, potente (1900 watts) e bivolt. Ideal para viagens, pois cabe até na bolsa. Indicado para  modelar cabelos cacheados.  Preço: R$ 149,90

52

Novidade no mercado, o secador tem 2200 watts de potência e silenciador interno. A grade frontal em cerâmica protege os fios do calor, e os íons negativos têm ação antifrizz. Preço: R$ 329

FOTOS: DIVULGAÇÃO

O modelo de 2100 watts de potência é um dos mais usados nos salões de beleza. O jato de ar é bem quente e permite uma secagem rápida. Tem duas velocidades, quatro temperaturas e bicos direcionadores. O efeito do íon e da cerâmica é a manutenção da umidade natural do cabelo, deixando-o com aspecto sedoso e hidratado.  Preço: R$ 599


Por Márcia Gonçalves 

O acessório modela os cabelos e dá mais volume aos fios. Preço: R$ 19,90

Com 1760 watts de potência, o modelo 2800 tem a mesma tecnologia do profissional e é mais indicado para uso doméstico. Tem também botão de ar frio. É leve e bivolt. Preço: R$ 299

Potência de 2000 watts e desenho arrojado. O modelo tem bico concentrador de ar e dispositivos para proteger os fios do calor. Preço: R$ 199

Com 2100 watts de potência, é um dos secadores mais fortes fabricados no Brasil. Ideal para uso doméstico, principalmente para alisar as madeixas. Emite raios infravermelhos que secam os fios de dentro para fora, permitindo uma secagem mais rápida. O modelo oferece seis combinações de velocidade e temperatura. Preço: R$ 299

Secador compacto, com 2000 watts de potência, que garante uma boa secagem para uso doméstico. Ele emite íons negativos que neutralizam a eletricidade dos fios e fecham as cutículas. O resultado é um cabelo mais sedoso, com mais brilho e sem fios arrepiados.  Além disso, é leve e silencioso. Preço: R$ 239

O difusor acoplado ao secador permite uma secagem natural, deixa os cabelos ondulados ou cacheados. Você pode usar mousse ou gel para conseguir um aspecto mais definido e de cabelo bem tratado. Preço: R$ 30 53


cabelos

profissão

Fernando Alves Em 70 anos de vida e 20 de carreira, o português Fernando Alves tornou-se não apenas um expert na arte de manipular as tesouras como também um verdadeiro mestre no assunto. Dono da rede Fernando Alves Hair Academy, especializada em cabelos, com três endereços em São Paulo e um em Brasília, o cabeleireiro dedica-se à formação de profissionais da área através de cursos que ministra em seus salões e shows que protagoniza pelo Brasil. “Nesses anos todos de profissão, espero ter transmitido um recado: é preciso estudar sempre, se atualizar”, diz o professor. A carreira foi iniciada em Lisboa, sua terra natal, onde é preciso fazer um curso de cinco anos para se profissionalizar. Aos 17 anos, o jovem estudante começou a trabalhar como auxiliar em um salão na capital portuguesa. Aos 20, com a formação completa, se transferiu para a Ilha da Madeira e assumiu a direção de um instituto de beleza. Um ano depois, foi estudar em Londres. De volta ao seu país, abriu vários salões, foi presidente do Clube Artístico dos Cabeleireiros Portugueses até que, na década 54

de 70, sua família se mudou para o Brasil, onde sedimentou a sua carreira de sucesso. Todos os anos, Fernando visita os principais polos de moda–cabelo da Europa, como França, Inglaterra, Itália e Espanha, países lançadores de tendências no setor de beleza. Na volta, recheado de informações, ele cria suas próprias coleções para as futuras estações, o que significa revelar combinações de cortes e cores que estarão em alta nas cabeças das mulheres. Sempre em parceria com sua filha, Wanda, técnica em coloração. Aliás, a família trabalha unida. A mulher, Maria Amélia, se encarrega de uma agência de turismo que organiza grupos de viagens para formação profissional na Europa. Os outros filhos integram a equipe: Fernando Júnior dirige uma das filiais paulistas, Ana leciona na academia em Brasília e Paula administra o salão. “Família também é quem trabalha com a gente, aquela que a gente constrói”, diz Fernando, que pretende chegar aos 80 anos brilhando nos palcos nacionais e internacionais.

FOTO: DIVULGAÇÃO

Radicado no Brasil, o hairstylist ensina em suas academias a arte de esculpir os fios


mestre das

tesouras

Ensinamentos do professor O corte é adequado à necessidade e não à idade. Existem mulheres de 20 anos que são mais “velhas” do que as de 40. O importante num corte é adequar a personalidade presente nas linhas do rosto com os desejos da mulher. O cabeleireiro tem que entender que é um artesão: esculpe os fios e colore os cabelos, como se fosse num quadro. Continuar aprendendo é fundamental para o profissional se destacar no mercado. 55


cabelos

Qual é o pente

que te penteia?

Desembaraçar os fios não é tarefa para o primeiro pente que você encontrar pela frente. Assim como as escovas, existem modelos indicados para cada tipo de cabelo. Finos, grossos ou crespos, os seus fios podem se quebrar com o uso frequente do pente inadequado. Escolha o seu!

ProArt p pente Nano Tech Prata. Esse modelo evita a proliferação de bactérias e fungos. Ideal para penteado e coloração, pois tem o cabo fino que facilita a divisão das mechas. R$ 7,36

Prada p pente Shower p linha Cristal. Vem com o cabo em forma de

Ricca p Colors Flower.

Os dentes mais largos penteiam melhor os cabelos mais grossos. R$ 3

gancho para ser pendurado no boxe e usado durante o banho. Serve para todos os tipos de cabelo. R$ 3,10

Marco Boniend p of the skype highlighting p pente dentes grandes. Com cabo

anatômico, é ótimo para cabelos afrodescendentes. R$ 12

Ricca p Colors Balls.

O modelo de dentes mais próximos é indicado para cabelos finos. R$ 3 Marco Boniend p of the skype highlighting p pente

de madeira com dentes grandes.

Condor p pente garfo.

Ideal para cabelos ondulados e crespos. R$ 1,89 56

ser de silicone permite que os dentes deslizem com mais facilidade sem enroscar nos fios, evitando que quebrem. Ideal para cabelos finos. R$ 5,50

É antiestático com dentes largos. Ideal para cabelos finos. R$ 7

FOTOS: DIVULGAÇÃO

Vertixend p of the skype highlighting p pente de silicone Pro Regular. O fato de


capa

a. es s c in ça pr ian er e r iv e d s e c ra v m o a o r n nad iro p e t o d ne ai , v ban e Ja is ê a v te ros io d ma a o r R . N cho u o uit a m e nh ca ai ha colh inda r s é rin a e ela ad que uer , m a rq da ni al, a úch ilha e av a re ga e br Na vid s. A e Na rent ca

58


Por Silvia Braccio Fotos: Ricardo Penna Produção de moda: Samantha Szczerb Cabelo e maquiagem: Jesus Lopes

Short cintura alta e blusa preta Nica Kessler, ankle boot A.Teen 59


“O melhor lugar do mundo é onde a gente está.”

Blusa dourada e saia de couro NK Store, joias Lisht 60


Sheron Menezzes é uma legítima “cariúcha”, mistura de carioca com gaúcha. O neologismo é da própria atriz de Porto Alegre, há oito anos instalada no Rio de Janeiro. O motivo da transferência? Trabalho, muito trabalho. Depois de testes, muitos testes. “Para crescer nacionalmente, não dá para ficar no Sul”, explica. Foram quatro anos de várias tentativas para conquistar seu lugar sob as luzes e câmeras da sonhada televisão. “Com o tempo, de tanto ser testada, fui me aprimorando, via o que tinha feito de errado para não repetir no seguinte”, diz. Até que a hora dela chegou. Em 2002, Sheron foi aprovada para participar da novela Esperança a convite de ninguém menos que o diretor Luiz Fernando Carvalho, com o aval do autor do folhetim, Benedito Ruy Barbosa. O primeiro papel era a doce e altiva Júlia. Uma estreia de peso. De lá para cá, ela emendou um trabalho no outro: Celebridade (2003), Como uma Onda (2004), Belíssima (2005), Duas Caras (2007) e Caras e Bocas (2009), com participações em séries, como Amazônia, A Diarista, Casos e Acasos, e atuação no cinema, em O Homem que Copiava, ao lado de Lázaro Ramos. Agora, a bela se prepara para encarnar Grace Kelly, personagem da próxima novela das 7h, escrita por Miguel Falabella, que tem o título provisório de Um Mundo Melhor. Ela não pode adiantar nada sobre o novo papel, mas o nome faz referência à belíssima atriz norte-americana que virou princesa ao se casar com Rainier, o príncipe de Mônaco, e morreu tragicamente em um acidente de carro, em setembro de 1982. O drama certamente não terá vez no roteiro do irreverente Falabella. Outros reinados A atriz também reina em outros cenários. No Carnaval deste ano, ocupou o lugar de honra no desfile do Rio como rainha de bateria da escola de samba Portela. Arrasou na avenida. “Nossa, adorei!”. Para atravessar

a Sapucaí em plena forma, Sheron investiu nas atividades físicas em busca de condicionamento. “Não gosto de atividade aeróbica, mas comecei a correr para me preparar”, conta ela. Desde então, mantém a rotina de se exercitar com kickboxing três vezes por semana e treina musculação mais duas vezes sob orientação do personal Rogério Dolabella. O corpo escultural de 51 quilos e 1,67m recebe ainda outros tratamentos estéticos, como sessões de drenagem linfática e desintoxicação. Dieta? Nada disso. Sheron não conta calorias, come normalmente qualquer tipo de comida, mas não é de exageros. “Tem uma coisa que me ajuda muito: não gosto de doces”, revela. Para uma mulher, isso chega a ser uma bênção. E a pele também agradece. Quando vai à praia – o que não faz com muita frequência –, Sheron praticamente se esconde: passa filtro com fator de proteção solar 30, usa chapéu e fica embaixo do guarda-sol. “Não durmo maquiada de jeito nenhum, lavo bem o rosto antes de dormir. Quero ficar como a minha avó, Vicentina, que tem uma pele maravilhosa aos 100 anos”, comenta. Amor pelos bichos Sheron é a filha mais velha de Veralinda, escritora, e Haroldo, contador, que continuam morando em Porto Alegre com os filhos, Draiton, 22 anos, e Schena, 15. O irmão do meio, Drayson, 20, divide o apartamento de Ipanema com a irmã. “Amo as duas cidades, mas para mim o melhor lugar do mundo é onde a gente está”, filosofa a atriz. Onde os pais se inspiraram para escolher os nomes excêntricos dos irmãos, Sheron não sabe dizer, mas revela de onde vem o seu: “Da atriz Sharon Tate, com ‘e’, abrasileirado”. A americana foi uma das mulheres mais lindas de Hollywood na década de 60. Casada com o cineasta polonês Roman Polanski, ela foi assassinada em sua casa em 1969, aos 26 anos. 61


Quando o assunto é amor, Sheron simplesmente desconversa: “Estou bem. Acho difícil encontrar uma pessoa, mas não é uma prioridade na minha vida neste momento. É preciso que as duas pessoas estejam realmente disponíveis para o relacionamento.” Ser mãe é um desejo, mas para (bem) mais tarde. Por enquanto, a sagitariana quer trabalhar, viajar, conhecer pessoas e lugares novos. Um dos destinos preferidos é Nova York, onde ela passou 20 dias antes de começar a preparação para o novo trabalho na televisão. “Mas o meu ascendente Virgem me dá a razão, a vontade de ficar em casa curtindo meus filhotes”, explica. Os filhotes são o gato Tripé – por ter só três patinhas – e os cachorros Batata Frida e Fidel Castrado. “Eles são os donos da casa, mas são muito educados, viu?” A mãe conta que proibiu os três de subirem no sofá e dormirem na cama. Mas ai de quem entrar no apartamento e mostrar qualquer desconforto pela presença dos bichos. “Não tranco os três por causa de ninguém. Quem não gosta é melhor nem ir lá.”

“Sou messiânica, acredito em tudo o que é para o bem.” A paixão incondicional pelos animais é tanta que ela resgatou os cães e o gato da rua. E vai além: colabora com a Sociedade União Internacional Protetora dos Animais (Suipa), que defende a adoção dos bichinhos e trata dos que foram abandonados ou estão doentes. Outros projetos sociais também contam com o empenho da atriz, como a Casa Hope, que dá assistência a crianças com câncer, a ONG A Força do Bem, da amiga e atriz Isabel Fillardis (veja matéria na página 16), o Educandário Romão de Mattos Duarte, instituição filantrópica sem fins lucrativos que atua em favor dos direitos sociais da criança e do adolescente, e o Quilombo Aché, projeto do governo que promove a integração das comunidades quilombolas – descendentes de escravos – com a sociedade. “Sou messiânica, acredito em tudo o que é para o bem, numerologia, astrologia, simpatias, sonhos... e as pessoas me chamam para amadrinhar esses projetos tão bacanas”, orgulha-se. Foi a numerologia, aliás, que a levou, no final do ano passado, a fazer uma pequena alteração na grafia do seu sobrenome, acrescentando um “z” ao Menezzes. “Nunca tinha feito um estudo do meu nome artístico.” 62


“É preciso que as duas pessoas estejam realmente disponíveis para o relacionamento.”

Saia, regatas e casaco Bô.Bô, joias Lisht 63


“Sempre tive uma ótima relação com os meus cabelos, tenho que me dar bem com eles, afinal estão na minha cabeça.”

64


A “cariúcha” não para quieta. Além do próximo trabalho na tevê, Sheron volta aos palcos com a peça Açaí e Dedos. No espetáculo, ela é Alice, uma jovem que vive quatro anos na Europa e, quando retorna ao Brasil, descobre que a mãe, Laura (Thaís Garayp) simplesmente desapareceu. A família, então, se reúne para procurar a mãe e inicia uma verdadeira viagem emocional cheia de descobertas. “Vamos fazer uma temporada no Rio e pelo interior do Estado”, avisa. Essa não é sua estreia no teatro. A primeira vez foi em 2003, no drama Nunca Pensei que Ia Ver esse Dia, no Teatro Glória, em que interpretou Josie, uma executiva que busca junto à mãe, uma presidiária, as lembranças da infância apagadas de sua memória. No segundo semestre, gravando a novela e fazendo teatro, Sheron ainda tem a missão de concluir a faculdade de teatro. Energia ela tem de sobra. Debaixo dos caracóis Enquanto se preparava para a sessão de fotos para a Fúcsia, sob os cuidados do estrelado cabeleireiro e maquiador Jesus Lopes – que cuida, entre outras, das madeixas de Luiza Brunet –, Sheron mexia o tem-

po todo nos cabelos, ajeitando os cachos incrivelmente perfeitos. Detalhe: eles chegaram assim ao estúdio, prontos e impecáveis. “Sei cuidar bem deles, com as mãos, o secador, o difusor. Faço com eles o que quero”, conta. “Sempre tive uma ótima relação com os meus cabelos, tenho que me dar bem com eles, afinal estão na minha cabeça.” Os mimos com os fios recebem ainda os cuidados profissionais da terapeuta capilar Cintia Araújo, do Rio. “Vou ao salão uma vez por semana fazer hidratação, reposição de queratina e aminoácidos.” Nas pontas, eles são mais claros, o que dá uma leveza ao visual. Os cachos tão cultuados sofreram uma transformação radical por uma personagem, a patricinha Solange, de Duas Caras, filha do líder comunitário Juvenal Antena, vivido por Antonio Fagundes. “Gostei porque mudei, mas só fiz por causa do papel”, diz a intérprete. No trabalho seguinte, como a ingênua Milena, de Caras & Bocas, os caracóis voltaram, firmes e lindos. Além de ter uma relação amistosa com os cabelos e não passar apuros de última hora, Sheron é uma maquiadora quase profissional. Ela observa cada detalhe do make primoroso e natural que Jesus vai compondo com maestria. Enquanto ele maquia, como uma aluna atenta a cada passo do professor, ela questiona o que ele está usando e pede orientações de como manipular os pincéis em casa. “Adoro maquiagem, me viro superbem sozinha”, diz. Até cílios postiços ela coloca e aprendeu um truque: “O rímel tem que ser passado bem devagar, da raiz às pontas, puxando cada fiozinho para cima”. “Quando viajo, volto com a mala cheia de produtos para make”, conta. Verdade seja dita, ela nem precisa tanto assim de bases, sombras e batons. Assista ao making of do ensaio em editora2x1.com.br 65


saúde

Por Carolina Thomeu

O salto alto alonga a silhueta, realça os contornos das pernas, agrega centímetros e dá uma sensação de “poder” às mulheres. Os homens, por sua vez, adoram admirar o caminhar sensual e charmoso sobre os saltos. Aliás, sempre adoraram. Conta a história que, em 1553, a rainha da França, Catarina de Médici, escolheu um salto alto para se casar com o duque de Orléans. A partir do século 17, o salto passou a ser muito usado na corte do rei Luís XIV, que recorria ao acessório para aumentar sua estatura de 1,60m. Mas foi no reinado seguinte, de Luís XV, que um tipo de salto, largo na ponta e na base e mais fino no meio, ganhou fama e foi batizado com o nome do rei. Muitos anos mais tarde, 6 68

ILUSTRAÇÃO: YOUTOART

“Não sei quem inventou o salto alto, mas todas as mulheres devem muito a essa pessoa.” Alguém discorda da célebre frase de Marilyn Monroe? Afinal, os centímetros a mais sob os pés elevam também a elegância. Só não devem causar sofrimento


por volta de 1950, o designer francĂŞs Roger Vivier criou aquele modelo que nunca mais sairia dos pĂŠs femininos, o stiletto, bem fino e muito alto. Altos e baixos Apesar da imensa e inesgotĂĄvel variedade de modelos de calçados femininos, nĂŁo existe um tipo ideal. E sabe por quĂŞ? Porque o ideal mesmo seria nĂŁo usar nada nos pĂŠs. Por isso, ĂŠ preciso encontrar um meio-termo, nem tanto ao cĂŠu nem tanto Ă  terra. E olha que muitas mulheres nĂŁo poupam esforços para se manter em cima do salto. De acordo um levantamento norte-americano realizado pelo Centro Nacional de Pesquisas do Consumidor e encomendado pela revista ShopSmart, as mulheres nĂŁo se importam em abrir mĂŁo do conforto em nome da elegância. Por isso, sobem nos saltos agulha mesmo que isso custe algumas dores. “O uso constante do salto pode causar um encurtamento da panturrilha (parte posterior da perna), provocando tendinite, dores nas pernas, no quadril, nos joelhos e nos pĂŠs, ruptura de ligamentos, lesĂľes no calcanhar e no tornozelo, alteraçþes na coluna em decorrĂŞncia da mĂĄ postura e atĂŠ uma hĂŠrnia de discoâ€?, explica o ortopedista Mauro Pedroni Jr. “NĂŁo existe uma altura perfeita, mas aqueles que tĂŞm atĂŠ cinco centĂ­metros nĂŁo causam grandes males. O recomendĂĄvel mesmo ĂŠ alternar os tipos de salto.â€?

Opçþes nĂŁo faltam no mercado. Ao longo do tempo, os saltos foram ganhando nĂŁo sĂł tamanhos diferentes como formatos inusitados, alĂŠm dos modelos rasteiros, como as sapatilhas, item bĂĄsico no guarda-roupa feminino. A advogada Rafaela KĂźster, 31 anos, aprendeu a lição depois de muito sofrimento. Ela nĂŁo tirava o salto agulha por nada. AlĂŠm de se achar baixinha (tem 1,50m), por causa da profissĂŁo, sempre teve que vestir roupas mais sociais, que combinam melhor com saltos finos. Depois de começar a sentir fortes dores na lombar e na regiĂŁo do quadril, Rafaela procurou um mĂŠdico. O problema foi diagnosticado como sacroileĂ­te, uma inflamação das articulaçþes sacroilĂ­acas que conectam a parte inferior da coluna com a pĂŠlvis. Nos primeiros meses de tratamento, a advogada precisou abandonar os exercĂ­cios fĂ­sicos e passou a tomar remĂŠdio para aliviar a dor e tratar a doença. Passada a fase inicial, o mĂŠdico a liberou para fazer pilates, que alonga todas as partes do corpo e fortalece a musculatura. Agora, Rafaela adotou o hĂĄbito de alternar saltos altos e baixos e tem se sentido muito melhor. “Para correr atrĂĄs do meu filho de 1 ano e 7 meses, prefiro os baixinhos. Guardo os de salto fino, de 10 centĂ­metros, para um evento do trabalho ou alguma festa. Posso continuar elegante no dia a dia usando um anabela ou meia-pataâ€?, diz a advogada.

t6TFQBMNJMIBTQPTUVSBJT RVFBNFOJ[BNPFGFJUPEPTBMUPBMUPFEĂ?PNBJTDPOGPSUPBPTQĂ?T t4FPTQĂ?TEFSFNTJOBJTEFDBOTBĂŽPEFQPJTEFVNEJBJOUFJSPTPCSFPTTBMUPT GBĂŽBVNCBOIPEF JNFSTĂ?PFNĂˆHVBRVFOUFDPNGPMIBTEFFVDBMJQUP'JRVFBMJ SFMBYBOEP QPSQFMPNFOPTNJOVUPT oUFNQPNĂ“OJNPQBSBBMJWJBSBFYBVTUĂ?P t&NTFHVJEB BQMJRVFVNIJESBUBOUFNBTTBHFBOEPBTPMBFPTEFEPT t6NBWF[QPSTFNBOB GBĂŽBVNBFTGPMJBĂŽĂ?PQBSBSFUJSBSBTDĂ?MVMBTNPSUBT t1BSBDPNQMFUBSBTFTTĂ?PEFDBSJOIP VTFVNEFTPEPSBOUFBOUJTTĂ?QUJDP RVFFWJUBNJDPTFT GVOHPTFPEPSFTEFTBHSBEĂˆWFJT "Ă“ TJN WPDĂ?FTUBSĂˆQSFQBSBEBQBSBTVCJSOPTBMUPOPWBNFOUF 69


saĂşde

70


Um inimigo

na cama

Por Anamara Bolsson

FOTO: SHUTTERSTOCK

O HPV é um vírus transmitido através de relações sexuais que atinge homens e mulheres, mas pode ser evitado com a aplicação de vacinas e tem cura Parece uma ladainha de tão repetida, mas não é. Relações sexuais só com camisinha, afinal não são poucas as doenças transmitidas dessa forma. Uma delas é o HPV (Human Papillomavirus), um vírus altamente contagioso responsável por cerca de 70% dos casos de câncer de colo de útero. E não é só no órgão feminino que ele causa danos: o HPV pode desencadear a doença na garganta de homens e mulheres pela prática do sexo oral sem o uso de preservativos. O assunto é muito sério, mas a boa notícia é que tem cura e vacinas de prevenção. O HPV é uma grande família de vírus com mais de 200 tipos, mas são quatro – 6, 11, 16 e 18 – os que mais preocupam. Transmitido pelo contato sexual, ele pode permanecer no corpo por muito tempo sem apresentar qualquer sintoma, mas ainda assim vai ser passado ao parceiro ou parceira. Em situações de baixa imunidade, como estresse ou até gravidez, a doença se manifesta. Como o vírus vive na pele e nas mucosas genitais, é frequente o aparecimento de verrugas na vulva, vagina, colo de útero, ânus e pênis.

O popular exame de Papanicolau feito pelo ginecologista é o primeiro passo para detectar a presença do vírus. Entretanto, fique atenta. Coceira e ardência na genitália, corrimento e dor durante a relação sexual são sintomas que não podem ser ignorados e podem significar contaminação. No caso dos homens, não são apenas as verrugas no pênis que identificam a doença. Muitas vezes, eles têm lesões microscópicas e não sabem. Por isso, é preciso que consultem um urologista regularmente. Ricardo Magalhães, ginecologista e especialista em HPV, que atua há 35 anos no Grupo Hospitalar Conceição, o maior complexo da rede pública federal do Rio Grande do Sul, alerta para os sintomas e recomenda a aplicação de vacinas, cujos resultados já podem ser medidos (leia box na página seguinte). Fúcsia - Há registros da Organização Mundial da Saúde (OMS) e do Ministério da Saúde de que atualmente é grande a incidência do HPV entre mulheres e homens. Isso se deve a uma vida sexual mais ativa, a uma liberação maior dos costumes, à frequente troca de parceiros? 71


Ricardo Magalhães - Sim. Em um congresso recente, foi cunhada uma frase que define o que está acontecendo: Quem não teve HPV um dia vai ter. Ele está disseminado.

não ocasiona nada. Isso vai depender de outros fatores como: se o indivíduo é fumante, se tem baixa imunidade. O vírus pode permanecer no organismo por anos e contagiar outros parceiros.

Fúcsia - O HPV é contraído apenas pelo contato sexual? RM - Sim, em 99,9% dos casos. O restante pode ocorrer por coçar a região genital com as unhas e levar o vírus para outra região do corpo. O vírus não cai do céu, não existe outra forma de contágio.

Fúcsia - O senhor recomenda a vacina a suas pacientes? RM - Sim, a vacina é o maior e melhor instrumento para prevenção, especialmente para os tipos de vírus 6, 11, 16 e 18, que provocam as lesões genitais. Infelizmente, ainda não estão disponíveis na rede pública e são caras. Até cinco anos e meio depois o vírus não reaparece. Importante é vacinar antes de iniciar a vida sexual.

Fúcsia - Lesões como verrugas no órgão sexual masculino ou feminino são sempre indicativos de HPV? RM - Sempre. Há lesões que confundem, mas com a experiência se vê imediatamente. Na dúvida, se faz sempre a biópsia. Agora, é importante diferenciar. O tipo de HPV que dá verruga não ocasiona o câncer. Fúcsia - Quais os sintomas do HPV? RM - O aparecimento de verrugas na vagina, na vulva, no pênis e no ânus, ardência e coceira.

O poder da

vacina

Fúcsia - Quais as consequências de não tratar e combater o vírus? RM - No caso de uma lesão no útero provocada pelo HPV, a consequência mais frequente é evoluir para o câncer de colo de útero. Mas o vírus isolado

72

Fúcsia - O HPV tem cura? RM - Sim, o próprio organismo se defende, cria anticorpos que vão combater o vírus. Se o sistema imunológico é eficiente, o vírus desaparece sem qualquer tratamento. O HPV, para usar uma linguagem simples e popular, é muito vagabundo. Em casos de lesões, se utilizam aparelhos de alta frequência que provocam um processo inflamatório para que o próprio organismo reaja e se defenda. Mas esse é um tratamento que recomendamos a mulheres que já tiveram filhos. Nas muito jovens não é recomendável, porque pode provocar a inflamação das trompas e, nesse caso, levar a esterilização.

Mais uma arma no combate ao HPV, a vacina desenvolvida há pouco mais de dois anos ainda gera dúvidas entre médicos e pesquisadores, embora alguns resultados já assegurem pelo menos cinco anos de imunidade. As dúvidas referem-se ao fato de que poderá prevenir contra lesões pré-cancerosas, mas ainda não se tem certeza se previne contra o câncer de colo de útero, por exemplo. Seja como for, é mais uma aliada. Então, se você faz com regularidade o exame de Papanicolau com seu ginecologista e usa preservativo nas relações sexuais, a vacina é mais uma medida para evitar a doença. Uma das vacinas é a quadrivalente, ou seja, previne contra os tipos 16 e 18 – presentes em 70% dos casos de câncer de colo do útero – e contra os tipos 6 e 11, presentes em 90% dos casos de verrugas genitais. A outra é bivalente, específica para os tipos 16 e 18. Ambas estimulam a produção de anticorpos, ou seja, fazem com que o organismo produza mais resistência à doença. As duas vacinas, indicadas para mulheres a partir dos nove anos de idade, ainda não estão disponíveis no Sistema Único de Saúde (SUS) e só são encontradas em clínicas particulares por preços que podem alcançar até R$ 1 mil.


comportamento

O tempo não para, não estica, não espera. Administrá-lo da melhor forma possível depende de cada uma. Que capa de heroína você veste no dia a dia? Descubra e aprenda a usá-la a seu favor

Durante uma pesquisa que estava fazendo para o livro Você Dona do seu Tempo (Editora Gente), o consultor Christian Barbosa, especialista em administração de tempo, identificou quatro estilos de produtividade bem femininos. “Claro que cada mulher pode ter um pouco de todos eles, com predominância de um ou outro”, diz ele. Confira: 74


ILUSTRAÇÕES: YOUTOART

Mulher-maravilha A busca incessante – e estressante – para ser uma “resolvedora” de problemas é a sua marca. Para essas mulheres, tudo é urgente e prioritário, o que acaba sendo encarado como uma forma de superação. Os inconvenientes desta super-heroína são o excesso de ação, o pouco tempo focado no que realmente importa, além da falta de planejamento e produtividade. O que fazer? Aprenda com a urgência, foque na prevenção, não apenas na solução. No trabalho, converse com os colegas e procure descobrir por que determinada tarefa se tornou assim tão urgente. Uma ótima alternativa para ajudar a diminuir o ritmo “heroico” é iniciar alguma atividade que mexa com o corpo e a mente, como ioga, alongamento ou meditação. Perfeccionista Seguir seus planos e prioridades. Essa é a principal característica da mulher deste perfil. Além de lidar muito bem com ferramentas de produtividade e utilizálas para fazer render o seu dia, as perfeccionistas têm um cotidiano orientado para resultados. Isso porque elas possuem uma grande capacidade de manter o foco naquilo que é realmente importante. Mas a necessidade de fazer as coisas com perfeição pode transformá-las em workaholics. Fique atenta! Se você é uma perfeccionista, a palavra-chave para a organização das suas atividades é flexibilidade. Não se cobre tanto nem se culpe pelo fato de o mundo não ser do jeito que você gostaria que fosse.

Espontânea Você segue o ritmo natural das coisas para criar e interagir com suas prioridades? As coisas não precisam estar certinhas para estarem boas? Esses são os princípios das mulheres que usam a espontaneidade e a criatividade para planejar o dia. Falta de tempo não é problema para você. Mas tanta naturalidade pode aumentar o nível de interrupções diárias e fazer com que perca o foco. E agora? Aproveite a criatividade para usar algum tipo de ferramenta que tenha a ver com você. Por exemplo, use cadernos com folhas sem linhas para organizar seus dias por meio de desenhos ou gráficos de mapas mentais. Assim você exercita a sua espontaneidade no planejamento do tempo.  Supermãe É o mais colaborativo de todos os perfis. A preocupação em excesso com outras pessoas e a facilidade com que aceita cumprir tarefas de terceiros – resultado da sua dificuldade em dizer “não” – são os principais motivos de sua agenda lotada. Solução: quanto mais você focar em si mesma e no que realmente faz sua vida evoluir, mais facilidade terá para dizer não às outras pessoas. Um pontapé inicial pode ser dado na definição de uma meta pessoal extremamente clara e relevante além do empenho de todo o seu tempo livre para alcançar esse objetivo. 75


relacionamento

Quando a relação a dois esfria e entra no piloto automático, é hora de colocar em cena um terceiro e eficiente elemento: a fantasia

Por Tetê Cartaxo

76


Depois de seis anos de casamento, a professora Ana Maria, 36, viu a relação na cama esfriar completamente, situação que piorou ainda mais com o nascimento dos filhos. O que era para ser prazer virou uma sequência de atos mecânicos e sem graça. “Eu torcia para acabar logo, fazia porque achava que tinha que cumprir um papel, era quase um ponto que eu tinha que bater”, confessa ela. “Também tinha medo de que meu marido arranjasse uma amante e terminasse o casamento. Mas a verdade é que quase não sentia desejo, o que me incomodava demais. Só pensava que eu era muito nova para encerrar a minha vida sexual, mas não sabia nem por onde começar a desatar esse nó.” 81 77


78

Que tal uma DRS? “O sexo é essencial para a manutenção do equilíbrio emocional do casal. As temidas DR (discutir a relação) e DRS (discutir o relacionamento sexual) são importantes e devem ter espaço de tempos em tempos”, salienta Marzano. Afinal, é comum que a libido evapore diante do estresse do dia a dia, das contas que não fecham, de problemas familiares. Muitas são as causas da falta de apetite sexual, e é justamente aí que entra o terceiro elemento na hora do sexo: a fantasia, que ajuda, e muito, a reaquecer e recalibrar uma relação que parecia não ter mais jeito. Mas, para isso, é preciso aceitar a imaginação do outro e não vê-la como uma ameaça. “A grande vantagem das fantasias sexuais é poder inventá-las do jeito que quiser. O problema é que a nossa cultura é tão cheia de tabus e preconceitos a respeito do sexo que qualquer fantasia gera ansiedade e culpa. As pessoas se reprimem e as guardam como segredos. E um não fica sabendo os desejos do outro”, explica o terapeuta. O advogado Gabriel, 50 anos, aprendeu com a primeira mulher que a vergonha tinha que ser enxotada da cama: “Nas primeiras vezes, fiquei sem jeito, ela falava e propunha coisas que eu não estava acostumado a ouvir. Mas a persistência dela em colocar tudo de uma forma natural me ajudou a aproveitar o sexo com muito mais intensidade.” Afinal, o que é normal e anormal nesse assunto? “As pessoas me perguntam muito isso”, conta Marzano. “O importante é saber que, independentemente do que se deseja, vale tudo no terreno do sexo, desde que a fantasia seja compartilhada e consentida.” Este é o ponto: ser bom para os dois. Além do que, a Organização Mundial da Saúde (OMS) já inclui a atividade sexual como um dos indicativos de qualidade de vida. Alguém tem alguma dúvida?

FOTO: SHUTTERSTOCK/OS NOMES DAS PERSONAGENS DESTA MATÉRIA FORAM TROCADOS PARA PRESERVAR AS SUAS IDENTIDADES.

Aconselhada por uma amiga, Ana Maria acabou procurando a ajuda de um profissional especializado no assunto. “A queda do desejo preocupa tanto homens quanto mulheres”, afirma o urologista, sexólogo e terapeuta sexual Celso Marzano, professor da faculdade de Medicina do ABC (SP) e autor do livro O Prazer Secreto (editora Eden Psiquiatria). A diferença é que eles também reclamam de disfunção erétil e ejaculação precoce. E elas, da dificuldade em atingir o orgasmo e de dor na relação sexual. A boa notícia é que muitos dos problemas que se apresentam sob os lençóis podem ser resolvidos com recursos internos, como, por exemplo, a capacidade de fantasiar. “Sem imaginação, a resposta sexual será morna e facilmente entrará na rotina, que é altamente destrutiva nos relacionamentos. Um dos primeiros sintomas de afastamento é o casal diminuir a troca de toques, beijos e carinhos”, avisa o médico. Ana Maria precisou de várias consultas com seu terapeuta para admitir que tinha, sim, muitas fantasias sexuais. Outras tantas para conseguir confessar seus desejos mais íntimos ao marido. Foram sessões intensas para quebrar as barreiras de uma educação repressora e entender que os quilos a mais não a impediam de ser uma mulher sexualmente ativa. “No começo, tinha até vergonha de pensar no que eu gostava de fazer na cama. Falar, então, me parecia impossível! Mas, aos poucos, fui descobrindo o que me dava prazer e dividindo com o meu marido. Foi uma surpresa muito boa ver que ele ouvia as fantasias sem traumas. Hoje, temos uma relação muito mais viva, muito mais variada”, comemora.


viagem

o t i ob n e u q s i a m o t i Mu

80

na s e fau e t n a to lumbr ar cer s g e u d l s o eira Sul cacho sso do e o eza s r a G t o natur at gru , a M s n a o a n d ç i al ade cabe s crist da cid ar de h l m à gua e u z g fa r mer rante m que e exube u q para


FOTO: DANIEL DE GRANVILLE

Por Mariane Salerno

Gruta do Lago Azul: a beleza é hipnotizante. São 300 degraus cercados pelas formações calcárias com a lagoa azul ao fundo

Bonito e Fernando de Noronha disputam, paisagem a paisagem, o título de melhor destino de ecoturismo do país. Nos últimos anos, Bonito levou a melhor. Em 2010, a cidade do Mato Grosso do Sul foi escolhida, pela imprensa especializada em viagem, a capital do turismo ecológico pela 9a vez. Não é para menos. A 250 quilômetros de Campo Grande, Bonito recebe todos os anos a visita de cerca de 100 mil pessoas do Brasil e do mundo para contemplar suas águas cristalinas, cachoeiras e grutas exuberantes e naturais. Antes de viajar, li algumas reportagens e relatos sobre a cidade e suas principais atrações. Das publicações mais antigas às mais recentes, as descrições falam de uma beleza estonteante, seguidas de depoimentos maravilhados. Ao chegar, encontrei um lugar que investiu e organizou seu potencial para o ecoturismo. Tudo o que as pessoas já admiravam há muitos anos continua lá, em perfeito estado, para quem quiser apreciar. A sensação é de que o tempo em Bonito não passou. Sua beleza se mantém genuína e nativa, graças ao esforço coletivo dos moradores e instituições não governamentais para conscientizar fazendeiros da região e turistas a conservar esse santuário natural. Bonito oferece muitas atrações, portanto a melhor forma de desfrutar da visita é se programar com antecedência. É recomendável fechar um pacote com os principais passeios e, dependendo da escolha, é possível fazer mais de um por dia. O ideal é alugar um carro em Campo Grande, já que não há locadora de carros em Bonito e as principais atrações ficam a uma distância de 10 a 60 quilômetros do centro da cidade e os passeios não incluem transporte. As agências de turismo locais alugam carro com motorista por cerca de R$160 a diária. 81


Rio Formoso: as águas cristalinas são a principal atração de Bonito

Confira as principais atrações que justificam totalmente o nome da cidade: Mergulho na natureza O Rio Formoso (foto) é o principal da região. Um dos passeios imperdíveis de Bonito é flutuar pelas águas translúcidas e calmas do Formoso e seus afluentes. A alta concentração de calcário é responsável pela transparência da água. Para fazer a flutuação, os visitantes usam máscara, snorkel e roupa de mergulho. O passeio é muito tranquilo, basta deixar o corpo ser levado pela correnteza e ficar atento para apreciar os cardumes e corais que aparecem pelo caminho. A época mais indicada para visitar Bonito é entre maio e outubro, quando está mais seco. De novembro a abril, chove com mais frequência, a água fica turva e atrapalha a visibilidade. A flutuação custa em média R$ 100. Os preços incluem guia, transporte dentro das fazendas, roupa e equipamento apropriados, além de estrutura para banho e vestiários. Alguns oferecem almoço. Além do Formoso, o visitante pode mergulhar no Rio Sucuri, no Aquário Natural, no Rio da Prata e sua nascente, Olho D’Água. 82

Gruta do Lago Azul De encher os olhos, a gruta está entre as maiores cavidades inundadas do mundo. O lago no fundo da gruta tem quase 100 metros de profundidade. As rochas calcárias foram tomando formas incríveis ao longo do tempo, graças à ação da chuva, e as estalactites e estalagmites tomam conta do lugar. O passeio deve ser feito pela manhã, quando o sol bate na lagoa cristalina e o reflexo deixa a água azul. A visita à Gruta do Lago Azul custa em média R$ 40, com guia. Balneário Municipal Os bonitenses ganharam um clube com direito a mata nativa, peixes por todos os lados e piscinas naturais, acompanhados de infraestrutura de vestiários, quadra de vôlei, restaurantes e churrasqueiras. Os moradores da cidade não pagam para entrar no Balneário Municipal. Mas os visitantes também podem desfrutar desse espaço prazeroso pagando apenas R$ 10 na baixa temporada. Cachoeiras Uma trilha de dois quilômetros dentro da Fazenda Água Viva passa por 11 quedas d’água formadas pelo  Rio do Peixe. Há diversas opções de passeios com cachoeiras e piscinas na-


Cachoeira: Rio do Peixe tem a maior quantidade de quedas d’água e piscinas naturais

Balneário Municipal: por apenas R$ 10 é possível passar o dia descansando e se divertindo aos pés do Rio Formoso turais. O que passa pelo Rio do Peixe custa R$ 90 e tem duração de três horas com paradas para banho. O almoço está incluído na aventura.

FOTOS: ANDRÉ TURATTI

Cidade O centro de Bonito também é bem estruturado e oferece muitas opções de hotéis, pousadas, lojas, restaurantes e bares. Seja lá qual for sua escolha, uma regra é única para todos os passeios: respeitar a natureza. Em Bonito, a pesca é proibida, também não é permitido usar repelente para entrar nas águas dos rios da região. Todos devem assumir o compromisso de manter esse patrimônio natural para que as futuras gerações também possam ter a chance de admirar um lugar tão rico e especial. Diversão radical Em geral, os passeios em Bonito são tranquilos e não exigem esforço dos visitantes. Também não é preciso ter curso de mergulho para fazer flutuação. Mas para quem procura por diversão com mais adrenalina, a cidade também oferece um cardápio de atrações mais radicais. Entre as opções, rapel de 72 metros de altura no Abismo Anhumas, trilha suspensa entre os topos

das árvores, mergulhos profundos com cilindro, boia-cross, passeio de bote com quedas suaves, caminhada e rapel na cachoeira Boca da Onça. Esses passeios são mais caros, mais afastados e duram o dia todo, portanto, programe-se. Um pacote adrenalina custa, em média, R$ 900. Faça as malas O ideal para explorar as atrações de Bonito é permanecer na cidade por pelo menos quatro noites. Um pacote com passagem aérea, quatro noites de hospedagem em hotel quatro estrelas e traslado Campo Grande – Bonito sai por aproximadamente R$ 2.500 na baixa temporada, sem passeio incluso. A diária do aluguel de um carro pequeno sem motorista sai em torno de R$ 100. Atenção, mulheres: nada de mala grande, recheada de peças sofisticadas. Roupas leves e confortáveis são perfeitas para Bonito. Não se esqueça de protetor solar, chapéu, tênis confortáveis, roupa de banho, repelente para as trilhas e, claro, máquina fotográfica. Uma dica para quem tem mais tempo para ficar na região: Bonito é uma cidade vizinha ao Pantanal. Vale dar uma esticadinha. 83


planeta verde

Em Jundiaí, cidade do interior de São Paulo, as bolsas retornáveis substituíram definitivamente as sacolinhas plásticas, que deixaram de circular nos supermercados graças a um projeto pioneiro no Brasil. Customizadas, viraram até acessório de moda. E você já tem uma?

r t e n E nessa onda Mais resistentes, as sacolas retornáveis são comercializadas pelos supermercados Acostumada a encher o portamalas do carro com as compras do mês, a educadora Samantha Costa, 35 anos, levou um susto quando soube que as sacolinhas plásticas não seriam mais fornecidas pelos supermercados de Jundiaí, cidade a 50 quilômetros de São Paulo. “Como levar as compras para casa?”, perguntou. “Achei que seria muito difícil me acostumar, mas hoje tenho duas sacolas retornáveis no carro e, quando me esqueço de levá-las, acabo comprando as biodegradáveis.” A mudança de hábitos de Samantha é resultado de um projeto pioneiro no Brasil, que simplesmente retirou de circulação as sacolas plásticas dos supermercados desde agosto do ano passado. A experiência deu certo e foi aprovada pela população da cidade. “Deveria ser uma lei nacional, assim o nosso país teria um problema a menos”, sugere a cabeleireira Vera Omizolo, que se preocupa com as questões ambientais e adotou medidas a favor do planeta no seu dia a dia.

84

“Pelo menos 12 cidades de São Paulo, além de outros cinco Estados, já buscaram informações sobre a iniciativa de Jundiaí”, conta Edwaldo Bronzeri, vice-presidente da Associação Paulista de Supermercados (Apas), responsável pelo projeto em parceria com a prefeitura. A primeira capital a aderir foi Belo Horizonte, que, em abril, também disse adeus às sacolinhas. Enquanto vai dando o exemplo, Jundiaí comemora os resultados e as 560 toneladas de plástico poupado, o que corresponde a 160 milhões de sacolas que deixaram de circular nesse período. A campanha também chegou à Assembleia Legislativa de São Paulo, onde tramita o projeto de lei 745/2010 que propõe a proibição do fornecimento de sacolas plásticas pelos estabelecimentos comerciais em todo o Estado. “A tendência é que a campanha se estenda para todo o Brasil”, reforça Bronzeri. Mas um acordo entre o governo paulista e redes de supermercado já prevê o fim do uso das

FOTOS: ANA PAULA BARDELLA

Por Ana Paula Bardella


sacolas plásticas até o final do ano em todo o Estado, que deverão ser substituídas por embalagens ecológicas com uma espécie de plástico verde biodegradável de amido de milho, material que se decompõe em até dois meses. Uma questão de costume Você deve estar se perguntando como é possível levar as compras para casa sem as sacolinhas convencionais que todos estão acostumados a pegar à vontade nos caixas dos supermercados. Foi essa a pergunta que a jornalista Teresa Orrú, 30 anos, fez em 2007, quando cursava o último ano da faculdade. Conversando com moradores de diversas cidades, ela descobriu que as sacolinhas plásticas surgiram apenas na década de 90. Antes disso, as pessoas iam ao supermercado com aquelas sacolas de feira ou então levavam as compras para casa em caixas de papelão e sacos de papel fornecidos pelos supermercados. “Há cinco anos, as pessoas achavam um absurdo eu falar no fim das sacolinhas plásticas. Por isso, pesquisei os prós e os contras, e o trabalho virou minha tese de conclusão de curso”, conta Teresa. Hoje, com o crescimento do conceito de sustentabilidade, as antigas práticas estão voltando ao dia a dia. Teresa só vai às compras com sua sacola retornável. “Ela é mais resistentes e acomoda mais itens”, ressalta. A dona de casa Regina Coelho, 59 anos, carrega no porta-malas do carro duas caixas desmontáveis onde acomoda as compras logo após passar pelo caixa. “É só uma questão de se acostumar”, destaca. Farmácias, padarias, feiras e comércio de Jundiaí já começam a substituir as sacolas por retornáveis ou pelas feitas à base de amido de milho. Sacos de lixo biodegradáveis e reciclados também ocupam mais espaço nos supermercados, uma alternativa à sacola

As sacolas retornáveis também viraram acessório de moda em Jundiaí plástica – antes levada em excesso pelos consumidores para ser usada como saco de lixo doméstico. Sacolas fashion Maristela Folgosi Em Jundiaí, as bolsas aumentou sua ren da ecológicas viraram tam- criando bolsas bém um item de moda. personalizadas Para fugir dos modelos tradicionais, de materiais ecológicos ou TNT, as pessoas buscam um acessório mais pessoal, que tenha o seu estilo. Como a linha confeccionada pela aposentada Maristela Folgosi, 65 anos. De algodão puro ou brim, elas são decoradas com apliques de patchwork. Os temas são os mais variados, porém os de gatos e cachorros têm a preferência das consumidoras. “As encomendas têm aumentado muito. Estou bordando de duas a três por dia”, conta Maristela, que precisou terceirizar a montagem das sacolas para dar conta dos pedidos. Mas foi a sacola-carteira que agradou mesmo os seus clientes. “Quando dobrada, ocupa o espaço de uma carteira na bolsa e pode ser levadas para todos os lugares”, explica. Se quando for ao supermercado, você esquecer a sua ecobag em casa, não se desespere. Os estabelecimentos oferecem como opção sacolas biodegradáveis semelhantes às plásticas, porém feitas de amido de milho. Elas são comercializadas por R$ 0,19 e, expostas ao tempo, se decompõem em 180 dias, virando adubo. Já as de plásticos levam cerca de 400 anos. Agora, é só colocar a mão na consciência e fazer essa moda pegar!

85


planeta verde

Vitrine sustentável No encontro entre lixo e design, surgem peças incríveis para usar ou simplesmente decorar a sua casa. Restos de madeira, aço, feltro, plástico e tantos outros materiais viram arte na mão de talentosos criadores. Com todo o respeito que a natureza merece

Ecobags Além de fofíssimas, as bolsas ecológicas da marca australiana Envirosax são superpráticas, pois podem ser dobradas. Suportam até 20 quilos e são laváveis.

Os modelos da Juta Tudo são confeccionados em lona de algodão e podem carregar até 30 quilos.

A TiraColo tem uma linha de ecobags cheia de cores e detalhes. Para ir às compras com muito estilo.

86


Poltrona de feltro Restos de aço de construção e sobras de feltro transformaram-se em uma inusitada poltrona na criação do designer Pedro Franco. A peça é feita à mão, portanto única.

Capim dourado Planta típica da região do Jalapão, no Tocantins, o capim dourado está na moda. E como! Pelas mãos de artesãos locais, a matéria-prima é usada na confecção de brincos e braceletes muito bacanas, com uma tonalidade semelhante à do ouro. E, o que é melhor, são ecologicamente corretos. O capim cresce entre os meses de abril e junho e só pode ser colhido de setembro a novembro a fim de preservar a bela espécie. Da Eco.lógica Design.

FOTOS: DIVULGAÇÃO

Vaso de discos A montagem irregular de discos de MDF deu nisto: um vaso ou simplesmente uma escultura linda e colorida para imprimir um quê de luxo a qualquer ambiente. O MDF é certificado pelo FSC (Forest Stewardship Council), selo verde reconhecido no mundo, que identifica os produtos originados de florestas manejadas de forma responsável. Da Eco.lógica Design.

Biocolares A IciBelezaOrgânica usa lonas de caminhão, sementes, pneus, folhas, piaçava e restos de madeiras para produzir acessórios. O time de criadores da marca inclui índios do Amazonas e cooperativas de artesãs de várias regiões do Brasil. Os colares são feitos de garrafa pet, sementes, folhas e marchetaria (colagem de madeira). 87


a nEm si at ntonia ur com ez a planeta verde

88


Por Aline Moura

Reconhecido no mundo da moda, já tendo pisado em várias passarelas internacionais consagradas, Paulo Cezar Fahlbusch Pires, o Paulo Zulu, 47 anos, é um verdadeiro defensor da natureza. Mas ele não fica no discurso, age em favor do meio ambiente e dá o exemplo. Modelo por profissão e surfista por vocação, o carioca trocou a cidade grande por um paraíso localizado no sul do país, a praia da Guarda do Embaú, a 50 quilômetros de Florianópolis. Lá, ao lado da mulher, Cassiana, 37 anos, e dos filhos, Patrick, 8, e Derek, 6, ele mantém uma pousada, a Zululand, cultiva os alimentos que servem a família e os hóspedes, pesca os peixes que vão para a mesa e recicla o lixo orgânico através da compostagem – processo biológico em que microorganismos transformam o material orgânico, como restos de comida, em um composto que pode ser usado como adubo. Amante incondicional do mar, Zulu, que já participou de novelas da Rede Globo e prepara-se para voltar a atuar, movimenta o corpo treinando jiu-jitsu. E é assim, tendo a simplicidade como companhia e uma rotina sustentável como filosofia, que ele leva a vida. Em entrevista à Fúcsia, ele conta como contribui para um mundo melhor, e espera que os outros façam o mesmo. Confira.

FOTO: TOTI JORDAN

Paixão pelo surf e pela natureza “O surf despertou em mim a preocupação com o meio ambiente. Sempre tive uma grande afinidade com a natureza, me sinto muito feliz perto dela. Minha consciência é interagir com sustentabilidade, ou seja, não agredindo aquilo que eu usufruo e minimizando o impacto de poluentes.” Vida em família “Eu e a Cassiana estamos casados há 19 anos e temos dois filhos, Patrick e Derek. Minha rotina é igual à que tinha há 10 anos. Trabalho muito, viajo bastante e, quando posso,

curto demais estar em casa ao lado deles. Preciso dessa tranquilidade, ela me faz bem.” Horta em casa “Fiz algumas opções alimentares que considero mais saudáveis, aboli carne vermelha e de porco e não senti nenhuma diferença radical. Como basicamente peixes, verduras, frutas, raízes e leguminosas. A reeducação alimentar e a prática de esportes nos trazem a garantia de uma qualidade de vida positiva. Cultivo minha própria horta e é com ela que alimento meus filhos e os hóspedes da pousada. Faz parte do nosso dia a dia colher nosso alimento. Temos diversos tipos de hortaliças, como alface crespa, americana, roxa, além de beterraba, cenoura, abóbora, aipim, couve, brócolis, berinjela etc. No pomar, existem diversas qualidades de banana e laranja, caqui, figo, acerola, limão e amora.” Sustentabilidade sempre “Temos um centro de reciclagem na região da Guarda que faz a coleta do lixo, portanto separamos todo o lixo reciclável. O orgânico vai para a compostagem e depois é reaproveitado como adubo na terra. A reciclagem da água é feita através da retrolavagem da água utilizada na lavanderia da pousada.” Muito papo, pouca ação “Acho que a maioria dos países fala muito e faz pouco. Existem pessoas que realmente estão preocupadas e são conscientes. Parece que estão caminhando no sentido da preservação.” Sonho “Conscientizar as pessoas de que fazemos parte da natureza, de que precisamos respeitála para podermos conviver bem com o nosso planeta é um sonho. Nós fazemos parte de um sistema biológico perfeito, temos que preserválo. Gostaria de poder mudar as leis ambientais.” Mensagem para as leitoras “Vamos tentar nos amar e amar o planeta, pois assim teremos o amor do universo de volta.” 89


nós

A revitalização de nascentes deu à Bio Extratus o Prêmio Sesi de Qualidade no Trabalho na categoria Desenvolvimento Socioambiental

e t e u q Verde

Gomes e Vera Lúcia Gonçalves Extratus, Bio da ), ro nt Lindouro Gomes (ce nte do Sesi Raul Von com o superintende esidente da FIEMG Sperling(esq.) e o pr Olavo Machado

A palavra sustentabilidade nunca foi apenas um conceito politicamente correto, mas, sim, uma realidade para a Bio Extratus. E o reconhecimento pelas suas iniciativas em favor do meio ambiente adotadas no dia a dia é a maior prova de que, para a empresa, não basta apenas “pensar verde” mas é preciso “agir verde”. Na 14a edição da fase estadual do Prêmio Sesi de Qualidade no Trabalho, a Bio Extratus saiu com o 1o lugar na categoria Desenvolvimento Socioambiental. 90

A prestigiada premiação destacou a dedicação da empresa mineira em seu projeto Gestão das Águas, recurso natural fundamental à subsistência dos seres vivos. Ao contrário do que sempre se imaginou, a água é finita e precisa ser preservada. Apenas cerca de 2,5% de toda a água existente no planeta é doce, sendo que menos de 1% está disponível para uso, pois o restante se encontra na forma de geleiras ou em regiões subterrâneas. Consciente dessa realidade, a Bio Extratus investe constantemente na revitalização de cinco nascentes,


e d r e v quero ão Atrações da premiaç

FOTOS: DIVULGAÇÃO

no consumo consciente e no tratamento da água utilizada em seus processos de fabricação. Cada um deve fazer a sua parte, dizem aos borbotões. A Bio Extratus faz. E vai além: ajuda a recuperar todo o ecossistema em torno da empresa, situada em Alvinópolis, a pouco mais de 100 quilômetros de Belo Horizonte. Esforço recompensado O Prêmio Sesi Qualidade no Trabalho (PSQT) foi criado com o objetivo de destacar o esforço das indústrias em conciliar o desenvolvimento econômico com o atendimento de demandas socioambientais. A 14a edição trouxe inovações em relação às ante-

riores, como a forma de premiar as melhores práticas empresariais de acordo com as áreas de avaliação no Modelo Sesi de Sustentabilidade no Trabalho. São elas: cultura organizacional, gestão de pessoas, educação e desenvolvimento, ambiente de trabalho seguro e saudável e desenvolvimento socioambiental. Motivação, portanto, é o que não falta para as empresas aderirem já a práticas de preservação do meio ambiente. “Fico imensamente feliz pelo reconhecimento do Sesi à Bio Extratus e dedico o prêmio a todos os colaboradores, com destaque para a equipe do Sistema de Gestão Ambiental (SGA)”, declarou Lindouro Gomes, diretor da empresa, ao receber o prêmio. 91


culinária

Por Carolina Thomeu

A combinação parece improvável, mas os dois ingredientes têm muitas afinidades. E, uma vez unidos, provocam uma explosão de sabores

Pode até parecer que não, mas o chocolate e o azeite têm muita coisa em comum. Os dois vêm de frutos, cacaueiro e oliveira, são antioxidantes e estimulantes cerebrais, benéficos para o sistema circulatório, ricos em vitamina E e têm propriedades anticancerígenas. Com sabores e aromas peculiares, essas delícias tão antigas são fontes de vários prazeres degustativos. Raro encontrar alguém que resista a um deles. Se existe tanta afinidade assim, por que não promover o encontro entre os dois? Foi pensando nisso que a chef chocolateira Carole Crema, em parceria com a butique de azeites francesa Oliviers & Co., de São Paulo, criou o bombom de chocolate com azeite saborizado. A proposta surgiu da união harmônica entre a delicadeza do azeite e as massas de chocolate. Muitos testes depois, Carole Crema chegou a um resultado surpreendente: “textura macia, derretimento perfeito na boca e uma explosão de sabor no final”, descreve a chef. 92


Ficou com água na boca? Então, experimente fazer você mesma a receita. Se a intenção é agradar alguém em especial, dificilmente vai errar. Coloque os bombons de chocolate com azeite em uma caixa linda e não se esqueça de ressaltar que os ingredientes vieram dos deuses, mas quem preparou a deliciosa tentação foi você.

FOTOS: THIAGO POMPÉIA/2X1

A chef Carole Crema começou a carreira no final dos anos 90. Antes de ser proprietária de uma doceria em São Paulo, ela comandou a cozinha de vários restaurantes. Estudou gastronomia no exterior e é formada pela Thames Valley University e Mosimann Academy, em Londres (Inglaterra), e pelo instituto Per La Cultura Alimentari, em Milão (Itália). Carole, então, se tornou professora do conselho da Escola Wilma Kövesi de Cozinha – referência no Brasil –, deu aulas na Universidade Anhembi Morumbi e no Senac e coordenou o curso de Alimentos e Bebidas das Faculdades Metropolitanas Unidas (FMU), todos na capital paulista. Em 2007, ela e mais três chefs lançaram o livro 400g – Técnicas de Cozinha. Recentemente, ela lançou O Mundo dos Cupcakes. A chef é craque em conferir um toque contemporâneo às receitas que cria. A butique A Oliviers & Co. é uma legítima butique de azeites. A marca francesa se instalou no Brasil em 2005 e atualmente conta com lojas em São Paulo, no Rio de Janeiro e em Curitiba. Azeites puros ou macerados, acetos balsâmicos puros e azeites saborizados estão entre as maravilhas que a grife oferece para os paladares mais apurados.

Receita de

Rendimento 80 bombons de aproximadamente 15g cada (para fazer menos bombons, diminua a receita proporcionalmente). Ingredientes 900g de chocolate ao leite (pode ser amargo também). 100g de azeite de limão.

Preparo 1. Coloque a forma dos bombons na geladeira. 2. Pique o chocolate e derreta-o no microondas ou na panela em banho-maria para não queimar. 3. Coloque o chocolate em uma tigela e misture o azeite de limão, mexa bem até ficar incorporado (consistência mais firme). 4. Retire a forma da geladeira e coloque a mistura de chocolate e azeite. Leve para gelar. 5. Desenforme quando já estiver endurecido. 6. Retire os bombons da forma batendo-os com firmeza sobre uma superfície lisa e dura. O ideal é usar um azeite saborizado. Caso o limão não seja do seu agrado, você pode optar por sabores como figo, cereja ou pimenta. Validade do bombom em temperatura ambiente: 30 dias.

93


96

entrevista


feliz Para ser

Aos 42 anos, Daniel está vivendo um momento muito especial. Na vida pessoal e profissional. Veterano nos palcos – o cantor comemora três décadas de carreira em 2012 –, ele estreou há pouco mais de um ano no papel de pai de Lara, fruto de seu casamento de mais de cinco anos com a bailarina Aline. Com a chegada da filha, ele conheceu um “amor diferente e inexplicável”, como ele próprio define

Romântico em essência, Daniel é aquele tipo de marido encantador, que cerca a mulher que ama de cuidados e capricha nos elogios. As letras de suas músicas revelam o homem que vive de forma intensa e apaixonada, que diz eu te amo com a voz da alma e se entrega a tudo o que faz com o coração e muita seriedade. Em 2009, o intérprete e compositor ganhou o Grammy Latino – o mais importante prêmio da música internacional – pelo álbum O Menino da Porteira, trilha do filme homônimo em que interpretou o personagem Diogo. Realizado, o cantor quer mostrar com sua arte que a felicidade pode mesmo estar nas pequenas coisas e batizou o novo show e DVD com a canção Pra Ser Feliz, que cumpre turnê pelo Brasil. Entre uma apresentação e outra, ele conversou com a Fúcsia. 97


Fúcsia - O que você destaca do novo trabalho?  Daniel - Algumas canções diferenciadas, como Pra Ser Feliz, que dá título ao álbum. É uma letra maravilhosa do Elias Muniz, uma mensagem que faz refletir diante da correria dos dias de hoje, do que precisamos para sermos felizes. Muitas vezes, as pessoas pensam em coisas grandes, e a felicidade pode estar nas pequenas. Tem uma canção chamada Inevitável, que também é especial. Fiz uma versão dela só com piano e ficou bem diferente. A primeira música do trabalho, Tá no Coração, é daquelas fáceis de assimilar e já está tocando nas rádios. Poderia passar horas comentando as obras que compõem esse álbum... Fúcsia - Você é um romântico à moda antiga? O que costuma fazer para demonstrar isso? Daniel – Sou, sim, minha essência é romântica. No dia a dia, uma gentileza como deixar a mulher ir na frente, não deixá-la carregar peso, elogiá-la, tomar conta dela. Fúcsia - O que é preciso para ser feliz? Daniel - Para mim, é preciso estar perto da minha família e ter saúde pra fazer aquilo que amo, que é cantar. O que pode parecer pouco para alguns, para mim já basta. Fúcsia - Você vai comemorar 30 anos de carreira em 2012. Como vai celebrar a data? Daniel - Temos planos, porque acho que é digno de comemoração tanto tempo plantando algo que, graças a Deus, foi sempre feito com muito amor, como tudo que fiz na minha carreira. Quero celebrar com meus fãs, com as pessoas que me acompanham. Fúcsia - O que mudou em você depois da paternidade? Daniel - Muita coisa. A gente passa a ter outra noção de responsabilidade, conhece um amor diferente e inexplicável. A chegada da Lara mudou 98

hábitos, volto para casa correndo sempre que posso para poder ficar mais tempo perto dela. Fúcsia - Que tipo de pai você é? Troca fraldas, levanta à noite, faz a Lara dormir? Daniel - Sim, participo de tudo e adoro acompanhar o crescimento dela de perto. Fúcsia - Você e sua mulher, Aline, estão juntos há quanto tempo? Como começou o romance? Daniel - Estamos juntos há muitos anos, quase 10, e começou com uma paquera quando ela era bailarina do meu show. Fomos nos conhecendo melhor e o relacionamento foi amadurecendo com o tempo. Fúcsia - O que você mais admira em uma mulher? Daniel - Admiro muita coisa, mas a meiguice e o carinho no cuidado com as coisas são o que mais gosto de ver. Fúcsia - Vocês pretendem ter mais filhos? Daniel - Sim, se Deus nos der essa dádiva, quero dar um irmão ou uma irmã para a Lara... adorei a experiência. Fúcsia - Como é a sua rotina quando você não está em turnê? Daniel - Não paro (risos). Na verdade, nos fins de semana estou sempre em shows e durante a semana em outros compromissos. Fico também bastante no escritório e, atualmente, no estúdio, por conta do CD novo. Fúcsia - O que você faz nos momentos de lazer? Daniel - Jogo futebol e curto minha família e amigos. Fúcsia -  Você parece um homem vaidoso, é verdade? A vaidade para um homem é qualidade ou exagero?  Daniel - Não sou muito, não, mas acho que a gente tem que se cuidar, tem que se apresentar bem para as pessoas, porque é isso que elas esperam. Faço o básico, acho que se cuidar é qualidade. Fúcsia - Gosta de algum perfume em especial? Daniel - Uso Azzaro há anos!

FOTOS: CHICO AUDI

Fúcsia - Que “Daniel” aparece no novo CD?  Daniel - A mesma essência de sempre, talvez mais maduro e consciente. Estou trazendo músicas inéditas e algumas regravações.


“Ser feliz é estar perto da minha família e ter saúde para fazer aquilo que amo, que é cantar. O que pode parecer pouco para alguns, para mim já basta.”

99


Dúvidas, dilemas e assuntos cabeludos

Minhas damas, que alegria estar com vocês novamente na nossa 3a edição. E o assunto hoje é etiqueta no casamento. Tem muita gente se divorciando, mas o casamento nunca deixou de ser moda, aliás, ele continua em alta. Para organizar uma cerimônia religiosa e uma festa inesquecíveis, não é preciso ser milionária. Um churrasco com sambinha pode ser tão interessante quanto algo tradicional. Mas sem deixar jamais a elegância de lado – e isso é uma questão de informação e não de dinheiro. Então, vamos aos ensinamentos da madame, primeiro para as noivas e depois para madrinhas e convidadas. Quase esqueço de dizer, mas desta vez só consegui responder a uma pergunta, por absoluta falta de espaço. Mas lembrem-se: sempre que surgir uma dúvida, mandem e-mails. Para as noivas Queridas, parabéns! Vocês estão prestes a viver um dos dias mais felizes – e inesquecíveis – de suas vidas. Mas preparem-se, porque muitas dúvidas vão surgir até o dia do sim. Para vocês e para eles. Portanto, sigam meus mandamentos, que vão ajudá-las a preparar a cerimônia sem traumas. Começando pelas despesas. Quem arca? Por que não dividir? Não tem mais essa de a família da noiva pagar a festa e a do noivo, a casa. O importante é ficar dentro da realidade de vocês e fazer uma comemoração de bom gosto, sem gerar grandes dívidas e discussões quando os pombinhos pisarem no novo lar. Depois dessa etapa, lembrem-se de mandar os convites com 30 dias de antecedência. Errar o nome do convidado é gafe irreparável. Imaginem se ele também se confunde na loja e compra o presente para outra noiva da lista? Falando em lista, tudo bem vocês desejarem quase tudo da loja (eu discordo das pratarias, dão um trabalhão para limpar e serão pouco usadas – a não ser que vocês morem num legítimo palácio), mas não cometam a indelicadeza de anexar o cartão da loja ao convite. Convidados educados certamente vão perguntar onde foi feita a lista de casamento. Presente se ganha, não se pede. Se vocês preferirem dinheiro no lugar de

100


ILUSTRAÇÃO: FABIANA SHIZUE

objetos, a madame aqui vai para um retiro espiritual na Índia e nunca mais volta! O que usar no grande dia? A menos que tenham convidado a Ana Maria Braga, vocês serão o centro das atenções. Por isso, respeitem o próprio estilo e o tipo de cerimônia/ festa escolhido. De traje curtinho ou véu e grinalda, desejo muitas felicidades e um brinde às minhas noivinhas! Para madrinhas e convidadas Não importa se o casamento começa na igreja e continua com a festa em um bufê chique ou se os noivos escolheram a praia para selar a união. Vocês, minhas damas, precisam ter em mente que a noiva gastou horas no salão, um tubo de spray ou laquê, como dizia a minha avó, para o penteado não cair e escolheu o tecido de primeira para o véu. Então, nada de extrapolarem nos cumprimentos. Abraços apertados podem desmanchar as madeixas da bela noiva e beijos com batom vermelho deixá-la toda marcada. E olhem para onde pisam ou vão acabar fazendo do véu um pano de chão! Nós, mulheres, sempre nos preocupamos com a roupa, e devemos mesmo. Quem usa branco é a noiva! Por isso, deixem essa cor e todas as variáveis – pérola, marfim, off white – para o ano-novo ou para a sexta-feira, se quiserem prestar uma homenagem a Oxalá. Cuidado com o comprimento do vestido. Bancar a Geisy Arruda no casamento da amiga não pega bem! Jackeline Kennedy era referência de elegância? Concordo, mas calminha aí. Cuidado com os acessórios que Jackie usava – chapéus (só durante o dia e de preferência na fazenda) e luvas (depende do tipo de casamento, mas nunca assistam à cerimônia ou cumprimentem alguém usando-as). Confesso que outras coisas me deixam “descabellina” (leia-se “de cabelos em pé”). Jamais peçam para levar algo além da lembrancinha que ganharam. E na hora dos docinhos, nada

de se empanturrar e sair de barriga inchada – afinal, de que adiantou o regiminho um mês antes para fazer a fina no vestido? Quanta deselegância! Ir embora com o arranjo da mesa embaixo do braço, então, chega a ser crime contra o patrimônio. E cuidado com o álcool! Beber para se acabar na pista pode render um baita tombo e, aí sim, você vai ficar famosa como a linda e poderosa que chegou impecável e se transformou na descabelada, com maquiagem escorrendo e sandália na mão. Faça-me o favor. É isso, minhas damas, comportem-se. Lembrando sempre que elegância não combina com excessos. Que seja eterno enquanto durar!

Olá, Luana Cristina, você escreveu falando da caspa. Esse assunto é chatinho mesmo e muito frequente. Vou tentar ajudar. Tem dois tipos de caspa: seca e oleosa. Essa última é uma inflamação, chamada seborreia, que provoca coceiras, vermelhidão, queda de cabelo e requer cuidados médicos. Já a seca não tem origem na inflamação, mas produz aquele pó branco, que ninguém merece, quando você penteia o cabelo. As causas são diversas, por isso é fundamental procurar um médico e, se ele recomendar, usar um shampoo anticaspa – a Bio Extratus tem uma linha com princípios de própolis, carqueja e bardana que, associados, atuam nos principais pontos da caspa. Boa sorte!

cabellina@revistafucsia.com.br

101


jardinagem

A réplica em miniatura de várias espécies de árvores é uma verdadeira obra de arte mutável. E o artista é você!

Acerola t 5 anos

A miniatura de árvore chamada bonsai tem forma pequena e alma grande. A palavra de origem japonesa quer dizer cultivar árvores em vasos – uma junção de bon (vaso) e sai (árvore) –, atividade que teve origem na China por volta do século III a.C. O bonsai não é simplesmente uma planta específica, mas uma técnica que cria réplicas de árvores existentes em tamanhos reduzidos. Por isso, guardam em si um valor de exclusividade. Além de uma verdadeira obra de arte, é objeto de culto e meditação. E dá um toque zen e charmoso a qualquer ambiente “Hoje, o bonsai é uma cultura mundialmente apreciada, que aproxima o homem da natureza, criando em sua imagem um espírito mais sereno”, declara Marcio Augusto de Azevedo, engenheiro civil que há mais de 15 anos abandonou a profissão para se de102

Cipreste t 29 anos

Acer t 28 anos

dicar à arte oriental em sua empresa Bonsai Kai (kai quer dizer lugar). Assim como toda planta e todo animal, o bonsai precisa de alguns cuidados. Embora haja um mito em torno do cultivo da arvorezinha, ela não precisa de muito para manter-se forte e bela. “Não existe nada de difícil nisso”, garante Marcio. “O bonsai precisa de água e sol direto todos os dias, adubos a cada dois meses, em média, e podas mensais para manutenção e aprimoramento de seu formato. Por fim, a troca de terra de que qualquer planta envasada necessita.” A diferença entre criar um bonsai e outras formas artísticas é que aquele nunca está terminado, é vivo e muda ao longo do tempo. “A silhueta da árvore revela todos os tratamentos, bons e maus, que o artista desempenhou”, resume Márcio.


Caliandra t 26 anos

FOTO: DIVULGAÇÃO

Figo t 5 anos

Cuidados básicos Local: procure um lugar ventilado e que receba sol. Cada espécie precisa de certa quantidade de horas de exposição. Na hora da compra, você receberá a orientação adequada. Alguns tipos, como camélia, ficus, carmona, podem ser colocados em uma janela. Outros, como azaleia, cerejeira, jasmim, podem ficar numa sacada ou quintal, onde recebem sol por mais de quatro horas. Já o cipreste e o pinheiro precisam de, pelo menos, seis horas diárias de sol. Adubação: as plantas se alimentam dos sais nutritivos que extraem do solo. Por viver em vasos pequenos, depois de certo tempo, o bonsai consome todos os nutrientes, que precisam ser repostos por meio de adubos. O ideal é fazer isso em pequenas quantidades e maior frequência.

Kaizuka t 25 anos

Rega: é preciso molhar toda a terra que está dentro do vaso. Coloque água potável em toda a superfície até que ela comece a sair pelos orifícios do vaso. No calor, pode-se molhar também a copa e os galhos. As arvorezinhas não gostam de umidade demais, portanto só acrescente água quando a terra estiver quase seca. Toque-a com os dedos. Troca de terra: as raízes crescem e acabam ocupando todo o espaço do pequeno vaso, ao mesmo tempo em que a terra vai se esgotando e deixando de oferecer os nutrientes necessários. A frequência para trcar a terra varia de acordo com a espécie e a idade do bonsai. A forma: a copa do bonsai deve estar sempre bem podada, como uma árvore em miniatura mesmo, pois estimula novas brotações. O corte dos ramos deve ser feito com uma tesoura bem afiada. 103


fo

ri

o

ativos

in

rme

p u b lic

itá

Própolis usada no combate a inflamações e que vem sendo estudada como um ativo no tratamento do câncer. Tanta coisa boa não poderia ser ignorada por outras áreas, como a indústria da beleza. Vários cosméticos são enriquecidos com a substância, transferindo para a pele e os cabelos as maravilhas da própolis, como shampoos, condicionadores, loções tônicas para limpeza e sabonetes antiacne, por suas propriedades antisséptica, antioleosidade e secativa. O poder antioxidante da própolis ainda bloqueia a ação dos radicais livres sobre as células saudáveis – o que retarda o envelhecimento – e preserva a potência da vitamina C. Como diria a vovó, um santo remédio.

FOTO: MORGUEFILE

Basta a temperatura cair um pouquinho, gripes e resfriados darem sinais, e ela já aparece nas rodas de receitas caseiras como alternativa eficaz para amenizar o mal-estar causado por viroses. Estamos falando da própolis, uma substância tão poderosa que ficou conhecida como antibiótico natural. A explicação para tal poder está na sua própria origem. A própolis é uma resina natural fabricada a partir de substâncias colhidas do pólen e das árvores e misturadas às secreções da abelha. A combinação elaborada pela natureza cria um produto rico em aminoácidos, vitaminas e bioflavonoides, tornando-o um eficiente antioxidante com ação antibiótica. Mas por que as abelhas fazem isso? Para proteger a colmeia. Sim, a resina veda as fendas e “blinda” a casinha dos insetos contra invasores e micro-organismos. Se alguém ousar botar as patinhas na colmeia, vai ficar embalsamado. Os benefícios oferecidos pela própolis são muitos: a substância é anti-inflamatória, antifúngica, antibacteriana, cicatrizante e anestésica. A ação varia de acordo com o tipo de própolis, definido pela planta de onde as abelhas retiram o material para a sua produção. No Brasil, a mais comum é a verde, originada do alecrim do campo, amplamente

104


negra Bre e pulseira c

Secadores

Editorial de moda

Ă gathatUFM ÿÿ ÄƒĂżÄ†Ä‡ĄĄăĄ BrechĂł WR Vintaget UFM ÿÿ ĀĄąććÞćć Duza tUFM ÿÿ Ä ĂžÄ„Ä ĂžÄƒÄ€Ä Flavia CaldeiratUFM Ä Ä‚ Ä Ä†Ä ĂżćĆĄĄ LĂĄzara DesigntUFM Ä Ăż Ä Ä‚Ä†Ä†ĄĆĆć LooltUFM ÿÿ Ä ĂžÄ…Ä†ĂĂĂă Marco ApolloniotUFM ÿÿ Ä ĂžÄ†ĂżÄ„Ä Ä…Ăž Otavio Giora tUFM ÿÿ Ä Ä„Ä„Ä Ä Ä‚Ä„Ä Opto DesigntUFM ÿÿ Ä ĂžÄ†ĂżĆăąą Uv LinetUFM ÿÿ Ä ĂžÄ‡Ä‚ĂżÄƒÄ€Ä Sombras

ArtdecotUFMÞĆÞÞÄ…Ä…Ä Ä Ä‚ÄƒĂž AvontUFMÞĆÞÞąÞĆĀĆĄĄ O BoticĂĄriotUFMÞĆÞÞÄ‚ĂżÄ ĂžĂżĂż Dior tUFMÞĆÞÞÿąĂžÄƒĂžÄ„ Duda Molinos Make Upt UFM ÿÿ Ä‚Ä…Ä Ä„ĆĆćÞ Eudora tUFMÞĆÞÞąĀąÄ‚ÄƒÄ Äƒ L’OrĂŠaltUFMÞĆÞÞąÞÿĄććĀ MaybellinetUFMÞĆÞÞąÞÿÞÿÿĂ RevlontUFMÞĆÞÞÄ…Ä…Ä Ä Ä‚ÄƒĂžÍƒ

Parlux tUFM ÿÿ ĀÞĆÿÿĄĆÿ Taiff tUFMÞĆÞÞÿąĂżÄ„ăă TanytUFMÞĆÞÞăăÄ„Ä‚Ä…Ä‚ Pentes

Dio co

CondortUFMÞĆÞÞÄ‚Ä…Ä„Ä„Ä„Ä„ Marco BonitUFM ÿÿ Ä‚Ä„Ä„Ä…ĂżĂżÄ Ä Íƒ PradatUFM ÿÿ Ä Ä Ä…Ăżćăćć̓̓̓̓̓̓̓̓̓̓̓̓̓̓ Pro-ArttXXXQSPBSUIBJSDPNCS Ricca Colors Balls tUFM ÿÿ Ä Ä Ä…Ăżćăćć Vertix tUFM ÿÿ Ä Ä Ä…Ăżćăćć

Avon tTr Quarteto Cintilante coleção E Taiff p Difusor universal O acessório modela os cabelos e då mais volume aos fios. Preço: R$ 19,90

Capa

A.Teen tUFM Āÿ Ä€ÄƒÄ‚Ăžăćăą BĂ´.BĂ´tUFM Āÿ ĀĀąĂĀÞĄć DTAtUFM Āÿ ĀĂĂÿÞĀćÿ LishttUFM Āÿ ĀăĀĀĆĄÿĆ Nica KesslertUFM Āÿ Ä ÄƒÄ‡Ä€Ä Ä„Ä‚Ä‡ NK StoretUFM Āÿ ĀăĀćÄƒÄ‚ĂžĂž

Parlux p 2800 Com 1760 watts de potência, o modelo 2800 tem a mesma tecnologia do profissional e Ê mais indicado para uso domÊstico. Tem tambÊm botão de ar frio. É leve e bivolt. Preço: R$ 299

g penteiam melhor os mais grossos. R$ 3

Taiff p Fire fox Com 2100 watts de potê dos secadores mais fortes no Brasil. Ideal para uso do principalmente para alisar a Emite raios infravermelhos q os fios de dentro para fora, pe uma secagem mais råpida. O m oferece seis combinaçþes de ve temperatura. Preço: R$ 299

Taiff p Fox íon Secador compacto, com 2000 watts de potência, que garante uma boa secagem para uso domÊstico. Ele emite íons negativos que neutralizam a eletricidade dos fios e fecham as cutículas. O resultado Ê um cabelo mais sedoso, com mais brilho e sem fios arrepiados.  AlÊm disso, Ê leve e silencioso. Preço: R$ 239

Vitrine sustentĂĄvel

Pedro Franco tXXXBMPUPGDPNCS Eco.logica DesigntXXX FDPMPHJDBEFTJHODPNCS EnvirosaxtCSHSFFOWBOBDPN 1SPEVUP.PEB&DPCBHT&OWJSPTBY IciBelezaOrgânicat UFM ÿÿ Ä‚Ä ĂżÄ„Ä Ä€Ä†Äƒ JutatudotXXXKVUBUVEPDPNCS FNQSFTBIUN TiracolotXXXUJSBDPMPDPNCS

cca p ors Balls.

delo de dentes mais prĂłximos ĂŠ ado para cabelos

compras

105


unt

Dr. Guilherme Furtado

A medicina está no DNA do cirurgião plástico carioca Guilherme Furtado. Bisneto, neto e filho de profissionais da saúde, o menino adorava acompanhar o pai nas visitas que fazia aos pacientes nos hospitais. E descobriu que era ali mesmo que queria passar sua vida profissional. Depois da graduação, escolheu a cirurgia plástica como especialização e foi aprender com o papa no assunto, o professor Ivo Pitanguy. Membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, o “doutor da beleza” esclarece dúvidas sobre saúde e bem-estar no quadro S.O.S Mais Você, do programa apresentado por Ana Maria Braga nas manhãs da TV Globo. Aqui, ele fala sobre autoestima, vaidade e muito mais. A cirurgia plástica é um recurso eficiente para recuperar a autoestima feminina? Em que situações isso fica mais óbvio? A cirurgia plástica estética é uma grande aliada da autoestima feminina e masculina em qualquer idade. Uma cirurgia bem indicada pode fazer com que uma pessoa introvertida torne-se segura e melhore sua autoestima. Vemos muito esse tipo de mudança psicológica e social em crianças que realizaram a otoplastia (cirurgia para correção da orelha de abano), em mulheres que reduziram o culote, porque antes não conseguiam nem vestir calças jeans, ou que fizeram a cirurgia plástica de mama, pois antes tinham vergonha de seus seios. Vemos, também, essa mudança de comportamento em homens que antes não tiravam a camisa, nem na praia, por terem ginecomastia (crescimento da mama masculina). Existe ou deveria existir um limite para a vaidade feminina? O limite sempre será o bom senso. Tanto do paciente quanto do médico, sendo que o especialista

106

no assunto é o cirurgião plástico. E cabe a ele mostrar ao paciente os limites do que é possível com um procedimento estético. Para mim, o equilíbrio corporal e a harmonia são uma garantia de que atingimos nosso objetivo. O cirurgião tem que saber avaliar a paciente psicológica e fisicamente. Quando, no consultório, ela exigir os seios ou o abdômen da modelo da revista, o médico deverá mostrar as possibilidades, os limites e a realidade para ela. A mulher coloca silicone mais para se sentir melhor ou para agradar aos homens? A paciente pode ter esses dois objetivos. Vejo ambos os casos no consultório e sempre aviso que o objetivo do procedimento deve ser o de ela ficar satisfeita. Lógico que a satisfação dos dois é o ideal. Uma boa dica é o casal ir à consulta para tirar suas dúvidas e compartilhar suas ideias. Você já acompanhou alguma mudança radical no comportamento de uma mulher depois de uma plástica? Sim, lembro de uma menina que era introvertida, se vestia com roupas diferentes e frequentava neurologista e psicólogo até o dia em que decidiu conversar com os pais sobre seu nariz. Após a realização de uma rinoplastia (cirurgia de nariz) bem indicada, ela literalmente mudou de comportamento, ficou mais extrovertida, passou a usar vestidos bonitos e não precisou mais de acompanhamento médico. Há alguma novidade em cirurgia plástica? Sim, estamos pesquisando preenchimentos com líquidos enriquecidos com células tronco extraídas do próprio paciente através de lipoaspiração. Isso significa que podemos utilizar nossa própria gordura para resgatar as células e ajudar, no futuro, a desenvolver novos tecidos.

FOTO: FERNANDO TORQUATTO

rg

as

pe

elas por ele

para



Fúcsia Edição 3