Page 1

j3p


SOMOS MOVIDOS POR ENERGIA. Energia é o que nos move. Isso ficou claro durante os dias do evento “Yoga Pela Paz”, É tempo de se exercitar que em sua segunda edição, levou milhares de pessoas a criarem energia positiva e refletirem sobre a paz. E por isso, a Track and Field anuncia novas etapas para o Run Series 2007. Além de Inspirado nesse clima, nesta Tracks #17 há um magnífico ensaio sobre ioga com frases melhorar ainda mais em infra-estrutura, o circuito cresceu: e agora conta com etapas no inspiradoras de Márcia De Luca. O descanso e a paz continuam na matéria sobre spas Rio de Janeiro, Belo Horizonte e Porto Alegre, além de São Paulo e Brasília. do mundo todo. Cada um com suas peculiaridades e mimos que deixam qualquer um à vontade. Continue seu passeio esportivo pela Tracks #16 descobrindo por que as mulheres Vontade que nos faz conhecer as Novas Sete Maravilhas do Mundo. A energia e a aderiram ao boxe, desvendando os mistérios e as filosofias do aikido e conhecendo beleza de cada uma foram fatores de escolha nessa novalista de cartões postais que o alguns “atletas de ferro” brasileiros, que competem na prova de triathlon Ironman. mundo reconhece. Energia que desafia os limites do corpo humano. Correr uma maratona de 100 Por falar em competição, estamos próximos dos Jogos Pan-Americanos do Rio de Janeiro, quilômetros em plena Antártida com temperaturas entre10º e 20ºC negativos, no Ice que acontecerão em julho. Inspirado neles, um belíssimo ensaio sobre atletismo mostra a Marathon, é ir além. Fazer mountain bike pelos Alpes europeus é uma tarefa árdua, desenvoltura desses atletas num lugar onde eles se sentem em casa: a pista de atletismo. mas que dá um prazer imensurável, inclusive para a dupla brasileira que se aventurou Para completar, aprecie a coleção de inverno da Track&Field, que está prontinha para te por aquelas bandas. oferecer conforto e praticidade na estação mais aconchegante do ano. Como exemplo de energia criativa que não se esgota, a Tracks #17 traz a biografia do mestre Oscar Niemeyer, que será homenageado pela Track&Field, em outubro, com Finalize a viagem pela revista conhecendo as irresistíveis belezas de um país uma coleção inspirada em sua arquitetura. montanhoso e nevado chamado Suíça e as delícias gastronômicas brasileiras em pleno Para completar a revista dá toques da importância do uso do filtro solar e mostra na bairro londrino de Knightsbridge. matéria de gastronomia os benefícios da alimentação orgânica com dicas do chef Claude Troisgos. Ana Claudia Tommasi Boa leitura. Ana Claudia Moura Tommasi

A TRACK&FIELD ESTÁ ONDE VOCÊ ESTÁ: A TRACK&FIELD ESTÁ ONDE ESTÁ: • Morumbi • Villa-Lobos • Ibirapuera • Center Norte • Paulista • Eldorado • Market Place • West Plaza • Higienópolis • São Paulo Shoppings: Jardim VOCÊ Sul • Iguatemi • Iguatemi • Morumbi • Villa-Lobos • CenterPreto Norte • PaulistaRibeirão • Eldorado • Market West Plaza • HigienóSão Paulo Shoppings: Jardim Sul Freire • Daslu • Rua Oscar • Campinas Shoppings: Iguatemi• •Ibirapuera Galeria • Ribeirão Shoppings: • Santa Úrsula •Place Belo •Horizonte Shoppings: BH Anália Franco • Anália • Janeiro Daslu •Shoppings: Rua OscarRioFreire Campinas Shoppings: Iguatemi • Galleria • Ribeirão Preto Shoppings: • Santa Úrsula Belo• Horipolis • Diamond MallFranco • Rio de Sul • •Barra • Fashion Mall • Leblon • Curitiba Shoppings: Mueller • Crystal Plaza •Ribeirão Brasília Shoppings: Pátio•Brasil Park • Rio• Goiânia de Janeiro Shoppings: Rio Sul •• Loja Barrade• Fortaleza Fashion Mall • Leblon Curitiba Shoppings: • Crystal PlazaHomem • Brazonte Shoppings: BH • Diamond • Porto Alegre Shopping:Mall Iguatemi Shopping: Flamboyant - Av. Dom Luiz,•1.049 • Loja do RecifeMueller - Dona Santa e Santo Shopping sília Shoppings: Pátio Brasil • Park Shopping • Porto Alegre Shopping: Iguatemi • Goiânia Shopping: Flamboyant • Loja de Fortaleza - Av. Dom Luiz, 1.049 Sugestões: Fone SAC: (11) 3048-1238 E-mail SAC: atendimento@tf.com.br Agradecimento:

MAKING OF MAKING OF

TRACKS17 TRACKS17

V E R Ã O V E R Ã O


TRACKS 17

V ER Ã O

2008

S P O R T S

H E A L T H

L I F E S T Y L E

ÍNDICE TRACKS TO GO

P66

GEAR

EVENTOS

P10

P104

ESPECIAL

EVENTOS

P30

P112

WWF

M A R AT H O N

P38

P124

ESPORTE

C U LT U R A

P62

P134

T R AV E L

AV E N T U R A

P92

P138

STAFF TRACKS Diretora: Ana Claudia Moura Tommasi • Coordenação: Tatiana Rodrigues • Colaboradores: Fernanda Leone, Cristina Carvalho, Marcos Paulo Reis, Mário Sérgio, Heloísa Guarita, Eduardo Petta, dra. Carla Vidal, Gustavo Ferraz, Eduardo Rocha • Equipe Tracks: Fabi Marsilli, Marina, Maria Fernanda, Paola, Lilian, Tatinha, Pops e Karen • Agradecimentos: Club Med Trancoso, Gol Linhas Aéreas, Ana, Tadeu, Fazenda do Calla, Pousada El Gordo - Fotógrafos: Valério Trabanco, Douglas Moreira • Produtor de Moda: Heleno Jr. • Maquiagem e Cabelo: Marcelo Gomes • Projeto Gráfico: J3P Propaganda tel. (11) 2182-9500 www.j3p.com.br • Direção de criação: Fábio Pereira • Direção de Arte: Gabriel Muchon • Coordenação J3P: Fábio Pereira, Giuliano Pereira, Laura Ciancaglini • Editora chefe: Lígia Prestes – Revisão: Claudio Eduardo Nogueira

HEALTH

P88

MPR

P114

T&F RUN SERIES

P116

RUN & FUN

P121

LITERATURA

P128

GASTRONOMIA

P132

Ramos • Produção Gráfica: J3P Propaganda. • Agradecimento especial: Suzana Azevedo Tracks é um projeto da Track&Field que tem como objetivo principal levar aos clientes todas as novidades em tecnologia, produtos e tendências de moda esportiva. Sua distribuição é gratuita, direcionada aos clientes Track&Field. Rua Eduardo de Souza Aranha, 387 – 6º andar – São Paulo – SP – tel. (11) 3048-1200 E-mail: revistatracks@tf.com.br

NÚCLEO AVENTURA P142

P16

U V WA R N I N G

P46

LIFESTYLE

P96

TRACKS ZEN


10

GEAR

ALPINISMO SOBRE RODAS

11

Por Haroldo Tinoco e Lígia Prestes

UMA DAS PROVAS DE MOUNTAIN BIKE MAIS DURAS E IMPORTANTES DO MUNDO, A JEANTEX BIKE TEVE REPRESENTANTES BRASILEIROS QUE DESBRAVARAM OS ALPES

Participar de uma prova de mountain bike exige preparação física bem mais intensa que as provas comuns de ciclismo. Isso porque os terrenos são altamente acidentados e o esforço feito pelo atleta deve ser bem maior. Agora, imagine o que é atravessar os Alpes de bicicleta? Esse é o desafio da Jeantex Bike Transalp uma maratona de mountain bike com oito etapas que cruza três países europeus. A competição é considerada uma das mais duras do calendário mundial, com 628 quilômetros de extensão e mais de 20 mil metros de ascensão total. A competição é disputada em duplas e a prova é dividida nas categorias masculina, feminina, master, sênior-master e mista. A PROVA DO ANO A décima edição da prova, que teve início no dia 14 de julho, contou com a dupla de mountain bikers paulistas Eduardo Lisbôa Rocha e Adriana Nascimento, a única dupla brasileira a participar da prova. Para comemorar uma década do evento, o trajeto foi o mesmo da primeira edição da prova, com muitos trechos de asfalto e menos partes técnicas. O evento reuniu 550 duplas. Na categoria mista, onde competiram os brasileiros, 85 duplas largaram e 72 concluíram a prova. Eduardo, empresário do setor financeiro, e Adriana, mountain biker profissional, terminaram na 15ª colocação, melhor colocação de uma dupla brasileira em qualquer categoria até hoje, a 9h08min30s da dupla campeã, formada pelos canadenses Alison Sydor e Carster Bresser, que fechou a prova com o tempo de 32h10min50s.


12

13

GEAR

seriamente sua performance e, apesar de Eduardo estar em boas condições de saúde, a dupla foi perdendo posições. Além das dificuldades de Adriana, no último dia de prova, Eduardo também passou por problemas técnicos em sua bicicleta sofrendo por duas vezes o rompimento da corrente. “Todos os reparos são feitos por nós mesmos. Então, temos de nos preparar e levar conosco um kit de reparos bem completo”, explica o atleta. O PRÓXIMO DESAFIO Mesmo com a boa colocação final, Eduardo confessa que não esperava que a prova fosse tão dura e de qualquer forma estão com intenções de retornar para a prova do próximo ano e dessa vez com um treinamento ainda mais rígido. A próxima edição será realizada em um percurso completamente diferente e aparentemente contando com trechos mais técnicos, o que alimenta ainda mais as esperanças do time brasileiro. “VaUM LONGO CAMINHO

mos nos preparar para no ano que vem con-

Somando ao longo das etapas um percurso de 628 quilômetros de

seguir uma colocação muito melhor”, avisa

extensão e inacreditáveis 20 mil metros de ascensão, o Transalp foi

a dupla. Além disso, já estão inscritos para

sem dúvida uma surpresa para os brasileiros que não estão habitua-

a Cape Epic, prova que ocorrerá na África

dos a relevos tão acidentados como os Alpes. Distribuído ao longo

do Sul em março de 2008. A equipe contou

de oito dias de prova, o percurso total foi subdividido em etapas que

com o suporte da TAM linhas aéreas, patro-

variavam de 51 quilômetros a 103 quilômetros e elevações oscilando

cínio Ber Capital, e Eduardo com o apoio

de 2.064 até 3.031 metros de elevação. Com clima quente e seco,

da Scott.

e temperaturas que passaram dos 34ºC em alguns dias, a prova teve início em Mittenwald, na Alemanha, passou pela Áustria e terminou em Riva del Garda, na Itália, cruzando o sul da região do Tirol e as montanhas Dolomitas. Alguns trechos das Dolomitas já receberam etapas do Giro d’Italia. A ordem de largada na primeira etapa foi definida pelo número da inscrição, e os brasileiros largaram na 290ª posição na multidão de 1.100 bikers. Nos dias posteriores, os dez primeiros de cada categoria largavam no bloco de elite, na ponta do pelotão. Adriana e Edu-

OS MELHORES LUGARES PARA FAZER MOUNTAIN BIKE

Nova Zelândia – O terreno montanhoso e propício para trilhas é

tas que buscam unir o útil ao agradável. Conhecer a trilha inca, o

deixado intacto pelos moradores desse país para ser desfrutado por

vale sagrado, o deserto de Salar e ainda praticar mountain bike.

ardo conseguiram durante três dias largar com os líderes, porém foi

aventureiros que buscam não só mountain bike, mas outros esportes

difícil manter o ritmo, pois além do relevo duríssimo, os competidores

radicais como rafting, rapel, etc.

tiveram de enfrentar outras adversidades. Nos primeiros cinco dias, Adriana foi pega de surpresa por uma forte gripe que comprometeu

África – Contando com inúmeros locais ideais para a prática desse esporte como África do Sul, Tanzânia e na capital queniana, Nairó-

Bolívia e Peru – Um percurso muito conhecido por mochileiros de

bi, o continente africano é palco de um conhecido percurso de 12

todo o mundo. Porém, atualmente tem sido palco também de ciclis-

dias realizado no Rift Valley, também no Quênia.


j3p


UVWARNING TRACK&FIELDVERÃO2008

Leg 3/4 sports 21’s • Camiseta básica sports 21’s • Tênis Asics • Óculos Oakley


Regata fitness estampada cashmere • Leg básica fitness estampada • Top frente-única power basic • Óculos Oakley • Porta-mp3 T&F

Regata tricolor sports masculino • Calção run sports masculino


Top olímpico fitness estampado Top olímpico fitness estampado

• Calção com bermuda fitness estampado • Meia performance T&F • Tênis Asics • Porta-mp3 T&F

Leg básica fitness estampada

• Calção com bermuda fitness estampado • Meia performance T&F • Tênis Asics • Porta-mp3 T&F

• Top frente-única power basic • Regata fitness estampada • Tênis Asics • Relógio Timex • Óculos Oakley


Com pigmentos fotocrômicos, essa camiseta protege o atleta dos raios ultravioletas através de uma estampa transparente que vai surgindo conforme a intensidade da radiação UV.

Camiseta recortada sports masculina • Calção beach sports masculino • Relógio Timex

Regata nadador power T&F • Relógio Timex • Óculos Oakley


Regata fitness estampada • Top frente-única power basic • Óculos Oakley • Garrafa Nalgene T&F

Top duplo tech skin mescla • Leg 3/4 tech skin mescla • Óculos Oakley • Porta-mp3 T&F • Relógio Timex • Meia performance T&F • Tênis Asics • Garrafa Nalgene T&F


Blusão unifloc basic • Calção tricolor running • Top cruzado sports 21’s • Tênis Asics • Boné bicolor


j3p


30

ESPECIAL

31

CRISTO REDENTOR (BRASIL)

7 MARAVILHAS

DE BRAÇOS ABERTOS PARA O MUNDO Além de ser o orgulho dos brasileiros, o Cristo foi escolhido para ser uma das maravilhas graças ao valor artístico da obra elaborada por Heitor da Silva Costa e talhada Por Lígia Prestes

FOI UMA FEBRE. O MUNDO INTEIRO – LITERALMENTE – ENTROU NA REDE PARA VOTAR NA ENQUETE GLOBAL SOBRE AS 7 NOVAS MARAVILHAS DO MUNDO

pelo escultor polonês Paul Landowski. A sua localização também faz parte desse capricho, 710 metros acima da melhor paisagem urbana do mundo. A construção do monumento foi sugerida em 1859 pelo padre Pedro Maria Boss à princesa Isabel. Com 38 metros de altura e o mesmo de envergadura, o Redentor do Rio foi inaugurado

Em uma tentativa de atualizar a lista original, descrita pelo poeta grego Antíparo de Sidon, 150 a.C., o concurso,

em 1931 por Getúlio Vargas e abençoado em 1980 pelo

promovido pela fundação suíça New Seven Wonders recebeu mais de 100 milhões de votos. Veja as peculiarida-

papa João Paulo II, a maravilha brasileira é visitada por

des das vencedoras:

600 mil pessoas todos os anos.

COLISEU (ITÁLIA) O ESTÁDIO DA ERA Foi no ano 80 de nossa era que o anfiteatro Flaviano foi inaugurado pelo imperador Tito. Foi só muitos séculos depois que o estádio passou a se chamar Coliseu (Colosseum) e o fato de estar de pé até hoje, dois milênios após sua inauguração no coração de uma metrópole, foi um dos pontos para ser considerado uma das maravilhas mundiais. A arena foi idealizada pelo após o incêndio provocado por Nero que acabou por destruir os antigos anfiteatros romanos. O mais impressionante é que há dois mil anos o Coliseu já funcionava com bilheterias e ingressos, exatamente como nos estádios modernos.


32

ESPECIAL

33

PIRÂMIDE DE CHICHÉN ITZÁ (MÉXICO) O SEGREDO MAIA É na península de Yucatán que está a maravilha mexicana. A grande pirâmide maia é uma das ruínas maias da cidade pré-colombiana. Erguido em harmonia com o calendário maia, o monumento tem 91 degraus em cada um dos quatro lados, totalizando, portanto, 364 degraus. Contando com a plataforma superior, comum aos quatro lados, contabiliza-se 365 degraus, o que levou à conclusão de haver o conhecimento por parte dos maias do total de dias do ano. A pirâmide foi o último e o mais grandioso de todos os templos da civilização maia. Estima-se que Chichén Itzá foi fundada por volta dos anos 435 e 455 d.C. e deixou claro o pleno domínio dos maias em arquitetura.

TAJ MAHAL (ÍNDIA) UMA PROVA DE AMOR Poucas pessoas sabem que por trás do imponente Taj

à sua amada. De 1631 a 1653 ele comandou 20 mil

Mahal tem uma verdadeira história de amor. O prínci-

homens que manuseavam mármores, ônix, esmeraldas

pe Shah Jehan tinha 21 anos quando se apaixonou por

e todo o tipo de material refinado. É incrustado com

Mumtaz Mahal, de 19. Contudo, a princesa morreu

pedras semipreciosas, tais como o lápis-lazúli, entre

aos 36 anos durante o nascimento do seu 14º filho. In-

outras. A sua cúpula é costurada com fios de ouro.

consolável, Jehan imbuiu-se de uma grandiosa emprei-

Não bastando todas essas extravagâncias, o príncipe

tada: construir o mais lindo mausoléu em homenagem

mandou construir 16 jardins e 53 fontes.


34

ESPECIAL

35 A GRANDE MURALHA (CHINA) O TRIUNFO DA MAGNITUDE

PETRA (JORDÂNIA)

Ao contrário do que foi pregado durante muito tempo,

A CIDADE ROSA

ela não pode ser vista do espaço, como diziam os exa-

O cenário das aventuras de Indiana Jones, no filme A Úl-

gerados. Mas esse fato não fez diminuir a grandiosidade

tima Cruzada, é na verdade um dos maiores sítios arque-

da maravilha. Seus 6.350 quilômetros de paredões e tor-

ológicos do Oriente Médio. E é uma escultura que mais

res são a mais fantástica obra militar de todos os tempos

parece ter nascido a partir de uma pedra (e é daí que vem

e foi construída no período recorde de apenas 10 anos,

seu nome) de proporções gigantescas. Situado na bacia

por volta de 220 a.C. A empreitada envolveu, supos-

entre as montanhas que formam o flanco leste de Wadi

tamente, cerca de 300 mil homens, entre camponeses,

Araba, o grande vale que vai do Mar Morto ao Golfo de

presos e soldados, e objetivava impedir a invasão dos

Ácaba, o enclave foi feito pelos nabateus, povo nômade

mongóis. Por não se tratar de estrutura única, as caracte-

que chegou lá por volta do século 3º a.C. Com 42 metros

rísticas do traçado da Grande Muralha variam de acordo

de altura e 30 de largura, em sua fachada esculpida com

com a região onde foi levantada. Mas o que a fez ser

pedra rosada há representações de mulheres, cavalos e

escolhida entre uma das maravilhas do mundo moderno

soldados. O mais impressionante dessa maravilha escon-

foi a grandiosidade de seus números: 9 metros de altura,

dida é que algumas obras levaram mais de 200 anos para

5,5 metros de espessura e com observatórios a 12 metros

serem concluídas.

do solo. O muro vai das proximidades de Pequim até o Deserto de Gobi.

MACHU PICCHU (PERU) A ARTE DO MISTÉRIO São muitas as especulações e teorias que circulam a respeito da cidade escondida entre picos, no meio da selva, e vizinha da Amazônia. A posição de suas 200 construções – entre casas, templos e armazéns – evidencia um projeto de acordo com as localizações precisas do Sol e da Lua, o que faz supor que foi executada por uma sociedade com altos conhecimentos astronômicos. Descoberta no começo do século 20 pelo aventureiro e arqueólogo Hiram Bingham, há diversas teorias sobre a função de Machu Picchu, porém a mais aceita afirma que foi um assentamento construído com o objetivo de supervisionar a economia das regiões conquistadas e servir de refúgio ao soberano inca no caso de ataques.


36

37


38

WWF

39

UM RESPIRO

PARA A EXTINÇÃO Por Lígia Prestes

EM UM TRABALHO PRIMOROSO DE CONSERVAÇÃO DA NATUREZA, A WWF-BRASIL APÓIA PROJETOS EM REGIÕES ONDE ESTÃO ESPÉCIES COMO A ARARA-AZUL, O MICOLEÃO-DOURADO E A ONÇA-PINTADA, ANIMAIS QUE ESTÃO NA LISTA DE EXTINÇÃO

Já é bem sabido que o Brasil tem uma das maiores bio-

A WWF-Brasil não atua diretamente em atividades

diversidades do mundo. Tanto isso é verdade que se es-

de campo, mas apóia técnica e financeiramente pes-

tima que aqui se encontra uma em cada dez espécies

quisadores no seu trabalho de coleta de dados e es-

de plantas ou animais existentes no planeta. Para evitar

tudos científicos. O Programa Pantanal para Sempre

que essa proporção se reduza a WWF-Brasil trabalha

da WWF-Brasil apóia a investigação científica do

nas regiões onde estão alguns dos animais ameaçados

biólogo Fernando Azevedo, pesquisador associado

de extinção para evitar a destruição de seus habitats,

da organização não-governamental Pró-Carnívoros.

motivo do impacto sobre eles e seus hábitos.

Sua tese teve como foco de estudo o uso de espaço e recursos alimentares por onças-pintadas e pardas

ONÇA-PINTADA

e a predação desses carnívoros sobre animais do-

A onça-pintada (Panthera onca) é importante para o equi-

mésticos no Pantanal de Miranda, no Mato Grosso

líbrio ecológico das regiões onde vive por ocupar o topo

do Sul. A intenção da WWF-Brasil é a de apoiar

da cadeia alimentar (essas espécies funcionam como in-

e somar esforços às entidades que trabalham com

dicadores de saúde de ecossistemas). A principal amea-

essas espécies no Pantanal, na busca de alterna-

ça é a fragmentação (áreas descontínuas, isto é, “ilhas”

tivas que ao mesmo tempo dêem a essas espécies

de floresta, por exemplo) desses habitats, que altera seu

uma chance de sobrevivência e aos fazendeiros da

comportamento de predação e as onças podem passar a

região conhecimentos sobre como evitar ataques ao

caçar e a se alimentar de animais domésticos.

gado doméstico.


40

WWF

41

MICO-LEÃO-DOURADO A espécie é originária da Mata Atlântica e foi praticamente extinta nos anos 60. E a história da WWF no Brasil começa exatamente em estudos feitos sobre esse pequeno primata e sua extinção. Entre 2001 e 2002, o projeto de conservação da Mata Atlântica e da espécie, coordenado em parceria com a Associação Mico-Leão-Dourado (AMLD), realizou a bem-sucedida Campanha Mico 1000, lançada com o nascimento do milésimo mico-leão-dourado na natureza. O movimento resultou na criação da Área de Proteção Ambiental da Bacia do Rio São João (RJ), com 145 mil hectares. O projeto de conservação do Leontopithecus rosalia, seu nome científico, continua na ativa. Nas ações estão a implantação de corredores florestais entre fragmentos da Mata Atlântica e a restauração da mata ciliar no en-

ARARA-AZUL

torno de nascentes e ao longo dos rios da

Ainda é considerada uma espécie ameaçada de extinção por cau-

região. Outro foco é a criação de Reservas

sa da destruição do seu habitat natural, da conseqüente falta de

Particulares do Patrimônio Natural (RPPNs),

cavidades para reprodução, da baixa taxa de natalidade e pela

envolvendo os proprietários de terra na con-

coleta de ovos e filhotes para tráfico nacional e internacional.

servação das matas remanescentes.

Desde 1999, o Projeto Arara Azul, criado pela bióloga Neiva Guedes com o intuito de salvar a espécie Anodorhynchus hyacinthinus, seu nome científico, da extinção, vem sendo desenvolvido no Pantanal, em parceria com a Uniderp e patrocínio da WWFBrasil (desde 1999), da Toyota do Brasil e do Refúgio Ecológico Caiman. No final de 2006, o Projeto Arara Azul contabilizou um total de 604 ninhos cadastrados, sendo 386 ninhos naturais e 218 artificiais em 57 fazendas no Estado de Mato Grosso do Sul. Desde 1999, o número de indivíduos subiu de 1.500 para 5 mil no Pantanal. O trabalho da equipe do Projeto Arara Azul envolve o monitoramento, recuperação e manejo dos ninhos naturais e artificiais, o acompanhamento do período de reprodução das aves e seus resultados, o cuidado com os filhotes, com pesagem e coleta de sangue para exames laboratoriais e identificação genética.

A AJUDA PODE PARTIR DE VOCÊ TAMBÉM Nossas grandes riquezas naturais, a Amazônia, o Pantanal e a Mata Atlântica são destruídas a cada dia que passa. E para frear essa situação, a WWF-Brasil precisa do seu apoio. Contribuindo, você colabora diretamente com a conservação de nossas riquezas naturais e apóia ações para a sobrevivência do planeta. Faça a diferença! Afilie-se à WWF-Brasil. Dessa forma podemos construir uma vida melhor para os cidadãos de hoje, nossos filhos e nossos netos. Uma pequena contribuição mensal, uma grande diferença para a natureza: Com R$ 20,00 - você permite criar importantes áreas de conservação no País. Com R$ 30,00 - você ajuda a salvar espécies como a onça-pintada e a arara-azul da extinção Com R$ 50,00 - você auxilia a frear o desmatamento na Amazônia, Pantanal e Mata Atlântica. Acesse www.wwf.org.br/afiliacao ou ligue 0300 789 5652*. * O minuto da ligação a partir de telefone fixo é de R$0,36 + impostos e a partir de celular é de R$0,44 + impostos


42

PUBLI

43

PARAÍSO DE CHARME E HISTÓRIA É NA PARADISÍACA CIDADE DE TRANCOSO QUE O CLUB MED OFERECE AOS SEUS HÓSPEDES O RELAXAMENTO ALIADO AO CONFORTO E À ELEGÂNCIA Uma viagem no tempo. Estar cara a cara com as únicas testemunhas do início de uma nação é uma sensação indescritível. Quilômetros de areia branca, invadidos por um mar confuso de mil direções, emoldurados por enormes e intrigantes falésias. Diante desse cenário é fácil entender a paixão que o Brasil despertou nos portugueses e em todos aqueles que se depararam com a beleza única e intrínseca da chamada Costa do Descobrimento, na Bahia. Em meio a essa natureza, você encontra cidades que se dividem entre as categorias “paradas no tempo” e “atualizadas com o tempo”. Um exemplo real dessa união de qualidades opostas chama-se Trancoso. Um paraíso escondido, quase intocável, porém nada esquecido. O que movimenta essa elegante ex-vila jesuíta é o turismo. Atrativos não faltam e locais para aportar a caravela também não. A cidade oferece hotéis e pousadas, mas a poucos quilômetros de distância você encontra um segundo paraíso chamado Club Med. A maior rede de resorts mantém seu status por um talento natural de identificar locais exuberantes e pelo desafio de mantê-los assim. E até pela ousadia de adicionar qualidades a lugares considerados perfeitos. O Club Med Trancoso é uma prova desse aspecto. Construído em cima das falésias, a área total do village é de 27 hectares, mas somente 35 mil metros quadrados são ocupados com construção. O projeto arquitetônico e a decoração seguem o estilo típico da região, com madeira de demolição, cores vivas, motivos indígenas e artesanato de madeira e palha.

O mar convida para um passeio de barco Laser. Para

um local de pleno bem-estar. Trancoso é o primeiro

quem não quiser se aventurar sozinho nas águas baianas

resort a ter um Club Med SPA no Brasil e oferece uma

pode participar das aulas comandadas pelos GOs, os

série de tratamentos estéticos e de relaxamento, massa-

monitores do Club Med. Aos que preferem remo, caia-

gens, saunas e técnicas complementares perfeitos para

ques ficam à disposição. Em terra firme há quadras de

reenergização do corpo e da mente. Essa atmosfera

tênis, de vôlei e de futebol, campo para futebol soçaite

de tranqüilidade paira por todo village e as diversas

e quadras de vôlei de praia. Os hóspedes também têm

espreguiçadeiras espalhadas pela área social atraem

acesso ao campo de golfe de 18 buracos, localizado

para um descanso a qualquer hora do dia.

no Complexo Terravista. Para aproveitar o sol longe da areia, a piscina é excelente para relaxar nas espreguiça-

O Club Med Trancoso é um refúgio para a correria

deiras e admirar a vista da praia do alto da falésia.

do dia-a-dia e a chance de reencontrar a paz interior. Lugar perfeito para qualquer época do ano e

Mas o charme do village está no clima calmo, repleto

que definitivamente deve atrair a sorte tão desejada

de atividades relaxantes, traduzido no Club Med SPA,

no Ano-Novo.


Top duplo tech skin mescla • Leg 3/4 tech skin mescla • Óculos Oakley • Porta mp3 T&F •Vestido Relógio Timex • Meia de performance T&F •CiaTenis Asics capuz complemento praia • Biquíni Marítima


Bata longa complemento de praia • Biquíni Cia Marítima

Cachecoeur yoga • Bermuda transpassada lisa beach feminina


Havaianas Cia MarĂ­tima

Vestido cruzado beach feminino


Canga Softmax


Bermudão tricolor • Sunga faixa lateral • Vestido gola V beach feminina • Havaianas Cia Marítima

Havaianas Cia Marítima • Biquíni Cia Marítima • Calça unifloc


Bata evasé beach feminina • Bermuda transpassada lisa beach feminina

Regata cavada beach feminina • bermuda transpassada lisa beach feminina • Calção estampado sports • Camiseta sports masculina • Garrafa Nalgene T&F


T煤nica yoga

Mai么 recortado basic


62

ESPORTE

WAKEBOARD

63

Por Lígia Prestes

MEDALHA DE OURO NO PAN

Para muitos praticantes, o surfe sempre foi muito mais do que um esporte ou um estilo de vida, mas, sim, uma filosofia. Os verdadeiros surfistas jamais perderiam a oportunidade de sentir a sensação de flutuar com suas pranchas sobre a água. E foi por esse motivo, como alternativa para dias onde não havia ondas no mar que, há algumas décadas, foram surgindo lentamente os primeiros esboços do wakeboard. Por volta dos anos 80 começaram a ser vistos nas praias surfistas puxados por barcos ou até mesmo carros na beira do mar. Essa prática despertou a curiosidade de muitos outros fanáticos por ondas até chegar aos olhos de Tonny Finn, um surfista de San Diego que em 1984 desenvolveu o “skurfer”: uma mistura de esqui aquático com prancha de surfe. Essa prancha foi o primeiro de muitos protótipos que surgiram ao longo dos anos. Foram adicionadas alças para prender os pés na prancha, adaptações na hidrodinâmica para melhor estabilidade e manobrabilidade, e alterações no material utilizado na fabricação do shape (corpo da prancha). Mas mesmo com todas as adaptações o esporte ainda não era difundido, pois as características físicas da prancha exigiam muito esforço para que o praticante se erguesse sobre ela. Em 1988, o surfista havaiano Erick Perez, junto com o norte-americano Herb O’Brien criaram uma prancha que dava alta resistência e leveza para o shape, permitindo que as manobras pudessem ser feitas a alturas muito mais elevadas e facilitando a prática do esporte para todos. Essa invenção fez com que o esporte se espalhasse pelo mundo, levando o wakeboard para as telas da TV em 1992, no primeiro campeonato profissional de esportes aquáticos a incluir essa modalidade.

Rider: Marcelo Giardi - Marreco • Manobra: Method • Local: Represa Guarapiranga - SP


64

ESPORTE

65

Embora no Brasil o esporte já fosse praticado em grande escala

COMO FUNCIONA UMA COMPETIÇÃO

nessa época, foi apenas em 1998 que Flávio Castello Branco

No wakeboard as competições são disputadas apenas por meio de

e Roberto Pereira Leite fundaram a ABW (Associação Brasileira

manobras. É estabelecido um percurso onde, para a performance

de Wakeboard). Os fundadores organizaram, no ano anterior,

do wakeboarder, são utilizados obstáculos e rampas ou apenas a

o primeiro evento exclusivamente de wakeboard no Brasil, que

marola criada pelo barco, dependendo da categoria. Um grupo

aconteceu no Clube de Campo de São Paulo.

de jurados avalia critérios preestabelecidos, como a competência

Mas, mesmo depois de tanta evolução, o esporte ainda não es-

na execução das manobras, a altura atingida, variedade nos mo-

tava em sua forma final. Foi apenas em 2000 que começaram a

vimentos, a dificuldade técnica de cada manobra e a criatividade

ser implantadas rampas e obstáculos nos campeonatos permitindo

e fluidez da rotina. Todas as competições utilizam o formato de

que os wakeboarders demonstrassem cada vez mais suas habili-

eliminatórias como forma de classificação.

dades e criatividade.

Independentemente da finalidade, seja por competição ou lazer, o

A mais recente competição internacional de wakeboard que ocorreu

wakeboard tem conquistado muitos brasileiros de todas as idades, em

no Brasil foi nos Jogos Pan-americanos deste ano, onde o brasileiro

um país onde a geografia nos favorece tanto com lagos e rios.

Marcelo Giardi, o Marreco, pentacampeão brasileiro, levou a medalha de ouro. Marreco ficou com 82,45 pontos na decisão, superando o canadense Brad Buskas, que ficou com 81 pontos e a medalha de prata. “O wake é como qualquer outra modalidade que exige muita concentração quando se quer alcançar outros patamares no esporte, existem manobras que exigem muito treinamento”, explica Marreco. Ainda segundo ele, sua vitória no Pan será um grande incentivo para

ONDE PRATICAR MARRECO WAKE SCHOOL Represa Guarapiranga, São Paulo – Tel. (11) 5892-7788 WAKE RIO - GREG Lagoa Rodrigo de Freitas, Rio de Janeiro – Tel. (21) 9961-0817

difundir mais a modalidade no território brasileiro.

Rider: Eduardo Martins - Jovem

• Manobra: HS Indy Twist • Local: Represa Guarapiranga - SP

Rider: Leandro Pereira • Manobra: HS Indy • Local: Ibiúna - SP


A G O R A , V O C Ê P O D E A D Q U I R I R O S P R O D U T O S C O M M U I TA FA C I L I D A D E E C O N F O R T O : B A S TA L I G A R E FA Z E R O S E U P E D I D O .

11 6271-2626

TEL.

A

T

R

A

C

K

&

F

I

E

L

D

M

A

I

S

P

R

Ó

X

I

M

A

D

E

V

O

C

Ê


TRACKSTOGO

CAMISETA BABY THERM BIRDS REF 135 - P/M/G R$ 104,00 azul

TOP CRUZADO FITNESS REF 137 - P/M/G R$ 76,00 marinho

Karen Kounrouzan, da Track&Field do Morumbi Shopping, faz curso técnico de administração. Ela veste a leg 3/4 fitness de tecido Power, com toque macio que proporciona bem-estar em contato com o corpo.

cinza-escuro

LEG 3/4 FITNESS REF 138 - P/M/G R$ 132,00 cinza-escuro marinho Garrafa vendida separadamente. Imagem ilustrativa.

Além disso, favorece a troca e o equilíbrio térmico evitando o superaquecimento e permitindo a livre respiração.

POCHETE HIDRO REF 125 - tam. único R$ 66,00 preto


TRACKSTOGO BONÉ BICOLOR

BONÉ DOBRÁVEL

REF 010 - tam. único

REF 065 - tam. único

R$ 45,00

R$ 48,00

branco

branco

preto

preto

Nadia Restivo, da Track&Field do Shopping Iguatemi. Ela faz faculdade de moda e está usando a camiseta baby thermodry Spring Run. O thermodry é exclusivo da Track&Field, confeccionado a partir de fibras sintéticas que auxiliam no desempenho do atleta. Tem rápida

CAMISETA BABY THERM SPRING RUN

secagem, pois permite que o ar e

POCHETE NEOPRENE

REF 136 - P, M, G

a água circulem rapidamente. Tem

REF 126 - tam. único

R$ 104,00

R$ 82,

fios Amni Biotech que evitam a

00

proliferação das bactérias.

branco

LEG BÁSICA POWERTECH REF 071 - P, M, G R$ 124,00

TÊNIS ASICS GEL NIMBUS 9 - FEMININO REF 117 - 35 a 39 R$ 499,00

preto

azul

marinho

vermelho

mescla


TRACKSTOGO TOP BÁSICO POWERTECH REF 018 - P, M, G R$ 74,00 preto

azul

mescla

rosa

marinho

vermelho

branco

verde-claro

REGATA OLÍMPICA FITNESS REF 133 - P, M, G R$ 104,00 azul-claro

branco

Calção em Ultramax - Tecido de performance exclusivo Track&Field,

CAMISETA BABY THERM BASIC

leve e de secagem rápida. Sua composição tem elastano, o que

REF 091 - P, M, G permite mais liberdade ao atleta e

R$ 98,00

acompanha o movimento do corpo.

Bermuda Power - tecido com toque macio que proporciona bem-estar em contato com o corpo. Favorece

CALÇÃO COM BERMUDA FITNESS

a troca e o equilíbrio térmico,

REF 131 - P, M, G

evitando o superaquecimento,

R$ 134,00 cinza escuro

FAIXA LARGA POWERTECH REF 127 - tam. único

permitindo, assim, livre respiração.

R$ 13,00

marinho preto

azul

mescla

marinho

vermelho

branco

* A bermuda já vem com o calção

preto

azul

marinho

vermelho

branco

cinza-claro

verde

azul-claro


TRACKSTOGO

REGATA BABY THERMODRY REF 094 - P, M, G R$ 119,00 preto

azul

rosa

cinza claro

marinho

vermelho

branco

verde-claro

azul-claro

PORTA-MP3 PERFORMANCE REF 092 - M, G, GG R$ 46,00 preto

azul

marinho

vermelho

rosa

cinza-escuro

branco

verde-claro

verde

azul-claro

SOUTIEN ESPORTIVO TF PERSONALIZADO REF 152 - P, M, G, R$ 145,00 preto

azul

Karen está usando o calção feminino recortado sports Ultramax,

CALÇÃO RECORTADO SPORTS - FEMININO REF 139 - P, M, G R$ 119,00 preto marinho

tecido de performance exclusivo Track&Field, leve e com secagem rápida. Possui elastano em sua composição, o que permite maior

cinza-escuro

liberdade ao atleta pois acompanha o movimento do corpo.


ALMOFADA FOM TRACK&FIELD REF 038 - tam. único R$ 86,00 preto marinho

REGATA EVASÉ BEACH FEMININA REF 150 - P, M, G R$ 143,00

34cm x 17cm peso 400g

REGATA RECORTADA EVASÉ BEACH FEMININA REF 151 - P, M, G R$ 132,00

BERMUDA TRANSPASSADA LISA BEACH TÊNIS PIRELLI LONA - FEMININO

R$ 124,00

R$ 240,00

mescla marinho

REF 122 - 34 a 39

REF 124 - 34 a 39

REF 120 - 34 a 39

TRACKSTOGO

REF 134 - P, M, G


TRACKSTOGO

MALA VIAGEM TF

VESTIDO LISO CRUZADO BEACH

REF 129 - tam. único R$ 280,00

REF 130 - P, M, G R$ 232,00 vermelho mescla

capacidade: 55 litros comprimento: 50cm largura: 23cm altura: 32cm

NÉCESSAIRE PACK IT REF 097 - tam. único R$ 77 ,00

VESTIDO GOLA V BEACH REF 132 - P, M, G R$ 164,00 vermelho mescla

Vestidos em Softmax – Confeccionados a partir de fibras naturais e viscose, são ideais para vestir em momentos de lazer após as atividades esportivas.

“ Este produto vem com dois potes para shampoo e condicionador ** produtos da linha Moment vendidos separadamente. Imagem ilustrativa


REF 142 - P, M, G, GG R$ 109,00 marinho

CAMISETA THERMODRY BASIC REF 025 - P, M, G, GG R$ 106,00

SUNGA LARGA VIVOS

preto

cinza-claro

REF 153 - P, M, G, GG

marinho

vermelho

R$ 73 ,00

branco

verde

azul

azul-claro

TÊNIS ASICS EMPIRE MASCULINO

BERMUDÃO RECORTADO BASIC

REF 119 - 39.5 a 44.5

REF 140 - P, M, G, GG

R$ 499 ,00

R$ 128 ,00 cinza-escuro

MEIA PERFORMANCE T&F REF 039 - fem. 35 a 38 masc. 39 a 43 R$ 38 ,00

GARRAFA TÉRMICA TRACK&FIELD REF 128 - 500ml R$ 52,00

preto

TRACKSTOGO

CAMISETA THERM INFINITO


TRACKSTOGO REGATA THERMODRY BASIC REF 024 - P, M, G, GG R$ 101,00

TÊNIS PIRELLI BICOLOR MASCULINO R$ 360 ,00

REF 123 - 38 a 43

REF 118 - 38 a 43

preto

azul

verde-claro

marinho

vermelho

cinza-claro

verde

branco

azul-claro

CAMISETA THERM BEACH RUN REF 141 - P, M, G, GG R$ 109 ,00 branco

TÊNIS PIRELLI LONA MASCULINO R$ 240,00

CALÇÃO RUN REF 026 - P, M, G, GG R$ 103,00

REF 120 - 38 a 43

REF 124 - 38 a 43

preto

cinza-escuro

marinho

vermelho

branco

azul-claro


PA R A C O M P R A R L I G U E :

11 6271-2626

P R A Z O D E E N T R E GA E N T R E G A M O S S E U P E D I D O E M T O D O T E R R I T Ó R I O N A C I O N A L E M AT É 3 D I A S Ú T E I S N A S C A P I TA I S E AT É 4 D I A S Ú T E I S PA R A A S C I D A D E S D O I N T E R I O R , A P Ó S A A P R O VA Ç Ã O D E C R É D I T O . A S P E Ç A S , VA L O R E S E PA R C E L A M E N T O S S Ã O V Á L I D O S PA R A O S M E S E S D E

C O M O FA Z E R S E U P E D I D O N O S S O S C O N S U LT O R E S E S T Ã O À D I S P O S I Ç Ã O D E S E G U N D A A S E X TA - F E I R A , DAS 9 ÀS 18H, PELO TELEVENDAS 11.6271.2626.

OUTUBRO E NOVEMBRO, OU ENQUANTO DURAREM NOSSOS ESTOQUES NESTE DOS

PERÍODO. P R AT I C A D O S

OS

VA L O R E S

EM

INFORMADOS

NOSSAS

LOJAS

PODEM

PRÓPRIAS

SER E

DIFERENTES

M U LT I M A R C A S .

FOTOS ILUSTRATIVAS, CORES E TAMANHOS SUJEITOS A PEQUENAS ALTERAÇÕES.

F O R M A S D E PAGA M E N TO CARTÕES DE CRÉDITO: DINERS EM ATÉ 4X SEM JUROS, COM PARCELAS MÍNIMAS DE R$ 100,00, MASTERCARD, VISA E AMERICAN EXPRESS, PAGAMENTO EM ATÉ 3 VEZES SEM JUROS COM PARCELAS MÍNIMAS DE R$ 100,00. D E P Ó S I T O B A N C Á R I O : C O N S U LT E O S B A N C O S D I S P O N Í V E I S .

NAS COMPRAS ACIMA DE R$ 300,00 VOCÊ GANHA UMA LINDA M O C H I L A E A C I M A D E R $ 4 0 0 , 0 0 V O C Ê A I N D A P O D E PA R C E L A R * EM 4X SEM JUROS NO CARTÃO DINERS. * PA R C E L A M Í N I M A D E R $ 1 0 0 , 0 0 . P R OD U TOS D E A LTA Q U ALIDADE T ECN O LÓ GICA Q U E PROPOR CIONA M MA IS CONFORTO E MELHOR PER FOR MA NCE A O ES P O RT I S TA. A TR A CK & F I E L D A P Ó IA A P RÁT ICA DO ESP O RT E E ACR ED ITA QUE ESTA CONTR IBUI PA RA UMA MELHOR QUA LID A D E D E V I D A


88

HEALTH

89

Outra precaução é lembrar que não é apenas no rosto que o filtro solar deve ser

PROTETOR SOLAR JÁ!

aplicado. Todas as áreas expostas ao sol devem estar protegidas. “Homens e mulheres de cabelos curtos se esquecem que suas orelhas ficam expostas e correm o risco de ter câncer de pele nessa parte”, alerta a dermatologista. Além do câncer, a falta de proteção também causa o aparePor Lígia Prestes

É HORA DE TIRAR TODAS AS SUAS DÚVIDAS SOBRE FILTRO SOLAR. AQUI,

cimento precoce de rugas, manchas e flacidez cutânea. Os raios também destroem as fibras de colágeno e elastina, que dão

ESCLARECEMOS POR QUE O PROTETOR É TÃO IMPORTANTE PARA A

sustentação à pele.

MANUTENÇÃO DA BELEZA E DA SAÚDE E COMO DESFRUTAR DOS BENEFÍCIOS

roupas, pois a radiação solar pode pene-

DO SOL SEM SOFRER CONSEQÜÊNCIAS

Também vale aplicar o filtro solar sob as trar por alguns tipos de tecidos, principalmente se estiverem molhados. Vale salientar que camisetas de malha de cor branca conferem pouca proteção, permitindo a passagem da radiação ultravioleta e se estiverem molhadas não refletem mais o sol,

Para muitos, protetor solar está intimamente ligado à praia com

que chega até a pele.

muito sol. Apesar de as pessoas conhecerem os riscos que os raios solares podem causar à nossa pele, ainda está longe o costume de aplicar o protetor antes de sair de casa, independentemente de es-

OUTROS CONSELHOS ÚTEIS

tar de férias ou não. Outro grande engano é achar que no inverno a fotoproteção não é importante. Segundo a dermatologista Carla Vidal, 90% dos casos de câncer de pele são causados pela falta de proteção adequada. “O dano solar começa na infância. A partir dos seis meses de vida, a mãe já deve aplicar na criança protetor, pois o efeito do sol é acumulativo”, aconselha Carla. O primeiro passo é a escolha do protetor certo para cada tipo de pele e também para cada ocasião. O fotoprotetor ideal deve ter fator de proteção solar no mínimo 15 e ser de amplo espectro, ou seja, absorver ou bloquear as duas formas de radiações ultravioletas, as mais lesivas para a pele, que são a ultravioleta B (UVB) e a ultravioleta A (UVA). “A irradiação UVB é a que provoca o câncer de pele, por isso aconselhamos a não tomar sol das 10 às 16 horas, que é o horário de pico desses raios”, diz.

– Nada de economizar protetor solar. Faça uma concha com a mão, preencha com o produto e passe no rosto, pernas, braços, pescoço, pés e mãos. – O filtro deve ser aplicado normalmente a cada duas horas de exposição e após a imersão em água, sempre com a pele bem seca antes da reaplicação. – Imprescindível usar protetor labial. O lábio é uma semimucosa, muito mais sensível do que a pele em si. – Ficar na sombra ou sob o guarda-sol não garante proteção total. Muitas superfícies, como areia, cimento, neve, são refletoras das radiações solares. – A melhor época da vida para prevenir o aparecimento do câncer da pele é na infância. Por isso, as crianças devem ser orientadas desde cedo a se proteger do sol todos os dias, durante as atividades ao ar livre.


j3p

j3p

Com a linha Energy Moment Track&Field você estará bem cuidado e protegido durante sua atividade esportiva. Agora você só vai se preocupar em superar seus próprios limites.

tecnologia


92

TRAVEL

93

RECARREGUE SUAS ENERGIAS

PELO MUNDO

SERVIÇOS DIFERENCIADOS QUE AGREGAM À BELÍSSIMA PAISAGEM UM TOQUE A MAIS DE PURO DESCANSO. ESSE É O OBJETIVO DE ALGUNS SPAS AO REDOR DO MUNDO Por Haroldo Tinoco e Lígia Prestes

BEAU-RIVAGE PALACE, EM LAUSANNE, SUÍÇA À beira do Lago Geneva e inteiramente renovado, o Beau-Rivage Palace tem uma formidável vista para os Alpes franceses, além de estar cercado por um jardim de se perder de vista. Cinq Mondes é o nome dado ao spa desse hotel e é uma parada obrigatória para quem procura um profundo relaxamento, dispondo de oito suítes de tratamento. O restaurante La Ronde desfruta da magnífica vista para o Lago Geneva e para os jardins do hotel, enquanto o Café Beau-Rivage oferece aos hóspedes um restaurante ao estilo brasserie. Há também a opção de aproveitar uma música ao vivo no Le BaR, que propõe um ambiente de lounge também próximo ao lago. Tem o selo da The Leading Hotels of the World e clientes Virtuoso ganham entradas para o Olympic Museum.

Onde fica: CH-1006 Lausanne, Suíça Tel. (+41-21) 613-3333 Fax: (+41-21) 613-3334


94

TRAVEL

95 THE SETAI EM MIAMI, EUA Projetado com 131 quartos, divididos em 86 estúdios e 45 suítes, o The Setai está localizado na praia tipicamente tropical de South Beach, em Miami, mas traz ao local a tradição e a simplicidade asiática. O spa do hotel conta com chuveiros a vapor individuais e para casais, tratamentos especializados feitos nas próprias acomodações dos hóspedes, comidas naturais preparadas com simplicidade e elegância dentro do regime do spa. É disponibilizado ainda um centro de ginástica e de musculação com personal trainers prestando acompanhamento profissional aos interessados, além de

BANYAN TREE SEYCHELLES, EM MAHE,

beleza, tratamentos faciais, massagens, entre outros

REPÚBLICA DE SEICHELLES

benefícios. Há também um ginásio e classes de ioga

Composto por 60 vilas que combinam o melhor da

e de meditação. É possível ainda nas dependências

arquitetura da Ilha de Seichelles, é possível neste ho-

do Banyan Tree encontrar uma biblioteca com uma

tel desfrutar a perfeita harmonia de um estilo colonial

galeria de artesanatos indígenas. Para quem prefere

com toques contemporâneos. Decoradas com tecidos

a sensacional vista dos límpidos mares do Oceano

trançados pelos locais do arquipélago, piso em már-

Índico, há o restaurante The All Day Dining Restau-

more e varandas arejadas, as vilas tomam um ar mui-

rant, que serve café- da-manhã e jantar. Tem o selo da

to eclético. Todos eles têm acesso a tratamentos de

Leading Hotes of the World.

aulas de ioga. Logo após o lobby, cerca de 1.300 metros quadrados ficam reservados ao bar, com bebidas típicas trazidas dos quatro cantos do mundo. Nesse espaço também está o restaurante, que disponibiliza o melhor da comida asiática e opções de cozinhas de todo o globo. Tem os selos da Leading Hotels of the World e Virtuoso.

Onde fica: 2001 Collins Ave, Miami Beach, FL 33139, EUA - Tel. (+1-305) 520-6000 Fax: (+1-305) 505-6600 Onde fica: Banyan Tree Seychelles - Anse Intendance, Caixa postal 2086, Mahe, Seichelles - Tel. (+248) 383-500 Fax (+248) 383-600

SONEVA FUSHI & SIX SENSES SPA Localizada ao norte de Baa Atoll, nas ilhas Maldivas, o

TXAI, BRASIL

Soneva Fushi oferece uma experiência única com suas

Localização em um verdadeiro paraíso ecológico,

65 residências distribuídas ao longo da ilha que está cer-

o Txai é caracterizado por seus bangalôs extrema-

cada por uma maravilhosa lagoa de corais. Para agra-

mente confortáveis que contam com ar-condiciona-

dar a todos os hóspedes são oferecidas refeições varia-

do, TV a cabo, cama king-size, varanda e cofre

das que vão desde churrascos até completos banquetes

de segurança. Além dessa estrutura, os aposentos

de alta gastronomia, além de uma fabulosa adega de

ainda oferecem chuveiros externos, camas ao ar

vinhos trazidos de todo o mundo. O spa, batizado de

livre para massagem e em alguns bangalôs também

Six Senses, tem tratamentos de rejuvenescimento, aiur-

é possível desfrutar de uma hidromassagem exter-

védicos, massagens corporais e banhos relaxantes. Para

na. Além disso é possível aproveitar as atrações do

os amantes do esporte e da natureza, também é possível

resort como trilhas ecológicas, passeios a cavalo,

ter aulas de mergulho ou para os já habilitados explo-

quadras de tênis, rafting e canyoning.

rar os pontos encantadores da ilha. Tem selo Virtuoso.

Onde fica: Rodovia Ilhéus – Itacaré, km 48 – Itacaré – Bahia Reservas: 11 6858-7777 Tel./Fax: (73) 2101-5000

Reservas e mais informações: Primetour Viagens e Turismo – Tel. 11 3178-4760 prime@primetour.com.br – www.primetour.com.br

Onde fica: Ilha Kunfunadhoo, Baa Atoll, República das Maldivas Tel. +960 660 0304, Fax +960 660 0374


O UNIVERSO É FORMADO PELOS CINCO GRANDES ELEMENTOS QUE SE ORGANIZAM EM TRÊS PRINCÍPIOS ESSENCIAIS: MOVIMENTO, METABOLISMO E ESTRUTURA, QUE SÃO RESPONSÁVEIS POR TODAS AS FUNÇÕES DE NOSSA MENTE E DO NOSSO CORPO. CHAMADOS DE DOSHAS, PODEM SER ENTENDIDOS COMO TRÊS BIÓTIPOS: VATA (AR), PITTA (FOGO) E KAPHA (ÁGUA).

VATA É O PRINCÍPIO DA ENERGIA CINÉTICA. REGULA TODO O MOVIMENTO DO CORPO E DA MENTE. SUA FUNÇÃO É COLOCAR A ENERGIA EM MOVIMENTO E DAR-LHE UMA DIREÇÃO.

PITTA REPRESENTA O METABOLISMO E A ENERGIA POTENCIAL, QUE DÁ BRILHO AO OLHAR. SUA FUNÇÃO É GERAR ENERGIA.

KAPHA É A INFLUÊNCIA ESTABILIZADORA QUE LUBRIFICA, MANTÉM E CONTÉM. SUA FUNÇÃO É REGULAR A ENERGIA. É RESPONSÁVEL POR DAR SUPORTE E NUTRIR O SISTEMA NERVOSO.

Regata nadador yoga • Leg 7/8 yoga


“ QUE NOSSA VIDA SEJA COMO UMA DANÇA CÓSMICA: CONTÍNUA, FLEXÍVEL, LEVE, SOLTA E POR QUE NÃO, SENSUAL....!”

NATARAJASANA - POSTURA DO DANÇARINO REAL

Macacão yoga


“ O VERDADEIRO OBJETIVO DA IOGA É AQUIETAR A MENTE NOS PERMITINDO DESSA MANEIRA ACESSAR O ESPÍRITO E RECEBER AS MENSAGENS INSPIRADORAS DE NOSSA ALMA ”.

PADMASANA - POSTURA DE MEDITAÇÃO

Top yoga • Calça yoga


“O VERDADEIRO GUERREIRO É CORAJOSO, ENFRENTA A VIDA DENTRO DO CAMINHO DA VERDADE, SE DESAPEGANDO DO FATO DE VENCER OU PERDER. ESSA ATITUDE NOS ENSINA A ULTRAPASSAR O LIMITE DO NOSSO PRÓPRIO EGO E ASSIM EVOLUÍMOS NO NOSSO CAMINHO ESPIRITUAL.” VIRABHADRASANA II - POSTURA DO GUERREIRO

Regata yoga • Leg reta yoga


104

EVENTOS

105 MARCIA DE LUCA especialista em ayurveda

YOGA PELA PAZ EM SUA SEGUNDA EDIÇÃO, O EVENTO JÁ É REFERÊNCIA NACIONAL E OFERECE OPORTUNIDADE DE DESENVOLVER O CORPO E A MENTE

Três dias de maratona invocando a paz. Esse foi o espírito da segunda edição do Yoga Pela Paz, evento idealizado por Márcia De Luca, fundadora do Ciymam (Centro Integrado de Yoga, Meditação e Ayurveda) e por Fran Abreu, CEO da agência de publicidade DPTO. O evento foi apresentado pelo Banco Real e patrocinado pela Track&Field. Foi um encontro do Ocidente com o Oriente – do yin e do yang – através da prática da ioga, meditação, palestra e apresentações musicais. O encerramento, que aconteceu no domingo, 19 de agosto, reuniu mais de cinco mil pessoas na Praça da Paz, no Parque do Ibirapuera, que tinham em sua frente um só objetivo: aumentar a paz no mundo. “O evento é a realização de um sonho em fazer um mundo melhor”, diz Márcia. A programação começou às 9 horas, com a apresentação da cantora, compositora e multiinstrumentista, Ana Rita Simonka. Logo na seqüência aconteceu a apresentação de Marcos Schultz com a banda Dazaranha, que fez um concerto de canções e mantras. Houve também a apresentação de Krishna Das antes a prática da ioga – uma seqüência de posturas desenvolvida para o evento, que era acessível até para quem nunca havia praticado ioga antes e foi conduzido pela professora Regina Shakti. A meditação pela paz foi orientada por Márcia De Luca. As cinco mil pessoas entoaram em uma só voz as palavras de Mahatma Gandhi: “Seja a mudança que você quer ver no mundo”.

O Ioga pela Paz teve a cerimônia de abertura sexta-feira,

Universo Autoconsciente, Amit é conhecido mundialmente

17 de agosto, no Clube Pinheiros, com uma homenagem

por aliar tradições místicas com exploração científica, bus-

a um dos grandes mestres da ioga no Brasil, o professor

cando unificar espiritualidade e física quântica.

Hermógenes, que dedica 45 dos seus 86 anos à vida sauPor Lígia Prestes

dável. Além disso, ele também é filósofo, poeta, escritor

UMA INICIATIVA COMO POUCAS

e terapeuta. Após a homenagem, a platéia participou de

O Ioga Pela Paz é uma iniciativa sem fins lucrativos

um concerto de mantras e kirtans (cantos e danças devo-

apoiada por diversas instituições como Palas Athena,

cionais indianos). Já no sábado, 18, a programação deu

Instituto Sou da Paz e Aliança por Uma Nova Humani-

continuidade no Sesc Pinheiros. Nesse dia houve intensas

dade (Alliance for a New Humanity). A primeira edição

aulas de ioga e meditação, conduzidas por conceituados

aconteceu em agosto de 2006 e foi tão bem recebida

professores brasileiros como Monja Cohen – missionária

pelo público que os organizadores decidiram transfor-

oficial da tradição Soto Shu-Zen Budismo –, Lia Diskin

má-lo em um evento anual. “Lancei o desafio para o

fundadora do Instituto Palas Athena –, Cristóvão Oliveira,

Fran, que abraçou a idéia e fez esse evento se tornar

Marcos Rojo, Deborah Weinberg e Lygia Lima. O final da

realidade”, conta Márcia De Luca. “O nosso objetivo é

tarde de sábado foi reservado para a palestra do físico

reunir milhares de pessoas com a intenção de paz e de

quântico Amit Goswami. Autor de A Física da Alma, e O

abrir o coração para o amor incondicional”, diz.


108

PUBLI IRONMAN

109

IRONMAN FOOTWEAR A FORÇA DA TECNOLOGIA INSPIRADO NOS ATLETAS DO IRONMAN, O TÊNIS FOI DESENVOLVIDO PARA GERENCIAR A ENERGIA DO ATLETA DURANTE A CORRIDA

tatarso. Sua função é a de estabilizar a passada e dar

natural dos pés. Acima dele é colocada uma palmilha

suporte à transição que ocorre ao longo da pisada para

especial fabricada a partir de um material amortecedor

a parte dianteira do pé.

que proporciona um maior conforto, indispensável em

Para a região traseira, foi desenvolvido o Rear Vibelock,

provas de onga duração.

componente que funciona como a extensão do calcâ-

Para melhor acomodar o tornozelo foi também utilizada

neo, dividido em duas partes com densidades distintas,

uma espuma mais densa que as geralmente usadas, com

permitindo que cada movimento tenha um tratamento

uma propriedade “memória”, que permite ao material

específico, que pode variar de acordo com o tipo da

retomar seu tamanho original depois do uso e, principal-

pisada do atleta.

mente, envolver o tornozelo com mais segurança.

Na região posterior da sola foi implantado um terceiro

O Ironman Footwear estará disponível em todas as lojas

componente, o Forefoot Vibelock que, além de absorver

Track&Field a partir de novembro e promete ser o próxi-

e devolver a energia de impacto, dispõe de um canal de

mo grande sonho de consumo dos triatletas, maratonistas

flexão posicionado estrategicamente com a finalidade

e corredores em geral que batalham arduamente em bus-

de proporcionar uma flexão natural dos pés, o que evita

ca de qualquer segundo de vantagem nesta prova que,

Desde 2000, a Track & Field está associada ao evento

Muitos tênis prometem o amortecimento total do impacto

esforços desnecessários do atleta.

com certeza, mostra-nos o quanto o ser humano, aliado

esportivo que mais representa tecnologia de produto e per-

com o intuito de não prejudicar articulações e outras par-

Um quarto componente, o Vibelock Innersole, tem maior

à tecnologia tem superado cada vez mais seus limites.

formance: o Ironman. O que começou com um simples pa-

tes do corpo. A Track & Field foi além desta preocupação

contato com os pés do atleta e conta com características

Ironman e Track&Field têm muito em comum. Palavras

trocínio da prova do Ironman no Brasil cresceu em 2005

e desenvolveu um novo conceito, chamado Energy Lab.

especiais. Feita de uma espuma especialmente desen-

como desempenho, superação, esforço e alta tecnolo-

para uma parceria de licenciamento (uma linha de roupa

Esta inovadora idéia de gerenciamento de energia consis-

volvida e costurada junto ao tecido, este componente

gia fazem parte do mundo de ambas as marcas. Para a

de alta performance para triathlon) para toda a América

te, por meio de uma soma de tecnologias, em administrar

separa a região onde os pés estão acomodados e a

Track&Field permanecer unida à marca Ironman é moti-

Latina. O sucesso desta parceria levou a WTC, proprietá-

o impacto sofrido pelo contato com o solo de maneira a

estrutura da sola do tênis. Sua finalidade é a de não

vo de muito orgulho, além de significar um enorme passo

ria da marca Ironman, a autorizar a Track & Field a desen-

aproveitar esta energia a favor do atleta, ao invés de sim-

permitir que a vibração causada pelas passadas che-

na trajetória de uma das mais modernas e inovadoras

volver os tênis da Ironman e comercializá-los não somente

plesmente dissipá-la e a transformando-a em propulsão.

gue ao pé do atleta, além de garantir uma flexão mais

marcas esportivas do Brasil.

na América Latina, mas no mundo inteiro.

TECNOLOGIAS ÚNICAS A FILOSOFIA DO TÊNIS

Foram mapeadas digitalmente as maiores áreas de im-

Quem já competiu um Ironman no Havaí sabe que o trecho

pacto na sola de diferentes atletas, identificando as zonas

chamado Energy Lab é, sem dúvidas, o momento crucial

mais críticas de cada instante da passada, desde seu

de toda a prova. Depois de ter pedalado 180 km, per-

primeiro contato com o solo até sua retirada comple-

corrido 3,8 km a nado, e com cerca de 30 km correndo

ta. Após este estudo, os cientistas envolvidos no pro-

debaixo de uma altíssima temperatura, os poucos ventos

jeto chegaram à conclusão de que seria necessária a

que refrescavam momentos antes de adentrar este trecho

utilização de diferentes estruturas para cada uma das

cessam por completo devido ao relevo do local.

principais zonas de impacto.

Preocupada com tamanha perda de energia dos atletas,

Este é o principal diferencial do Ironman Footwear. Seus

que passam meses antes da prova em treinamento especí-

componentes foram projetados de forma inteiramente in-

fico a fim de buscar o condicionamento ideal para apro-

dependentes sem sofrer interferência das propriedades físi-

veitar o máximo de energia, a Track & Field lança em

cas dos materiais utilizados em outros componentes. Uma

novembro deste ano, no Havaí, um calçado desenvolvido

das peças que foram desenvolvidas, a Ironshield, funciona

em laboratório com um grande diferencial: gerenciar a

como uma extensão da estrutura óssea dos pés, onde está

energia do atleta.

localizado o arco que se forma entre o calcâneo e o me-


j3p


112

EVENTOS

113

IRONMAN 70.3

Por Haroldo Tinoco e Lígia Prestes Fotos Alexandre Carrijo

ESSA NOVA MODALIDADE ACONTECEU EM BRASÍLIA E LEVOU OS MAIS RÁPIDOS PARA O MUNDIAL NA FLÓRIDA

ONDE SURGIU O HOMEM DE FERRO Cerca de 30 anos atrás, em Honolulu, capital do Havaí, houve um encontro de ciclistas, corredores e nadadores em uma pequena cervejaria chamada Primo Brewery. Os atletas competiam naquela noite algo além de provas físicas. Era debatido quais das provas realizadas no Havaí exigiam mais empenho dos atletas. Representando o Waikiki Rough Water Swim, os nadadores garantiam que os 3,8 quilômetros a nado eram algo insuperável. Já os corredores que competiam a Maratona de

Com o intuito de atingir uma outra categoria de atletas foi trazida pela

Honolulu diziam que a incrível distância de

Track&Field, em 2006, uma nova modalidade para o já conhecido

42 quilômetros era a prova mais desgastan-

Ironman – o Ironman 70.3. Essa prova tem seu percurso totalizado

te que ocorria na região. E como não podia

em 113 quilômetros (ou 70.3 milhas) divididos em 1,9 quilômetro de

ser diferente, os ciclistas que participavam

natação, 90 quilômetros de ciclismo e 21,1 quilômetros de corrida. O

da Around Oahu Bike Race, prova realiza-

evento aconteceu dia 16 de setembro de 2007. O Ironman Brasil Te-

da em 2 dias ao redor da ilha de Oahu

lecom 70.3 foi uma prova classificatória para o Campeonato Mundial

com percurso de 180 quilômetros, diziam

Ford Ironman 70.3, que será realizado dia 10 de novembro de 2007,

que este era sem dúvida o maior desafio do

em Clearwater, Flórida. O evento distribuiu 100 vagas para a com-

ser humano.

petição e é uma das únicas provas nessa situação a ser realizada na

Acompanhando toda a discussão, o norte-

América Latina ao lado do Ironman 70.3 Pucón – Chile – que a partir

americano John Collins resolveu pôr fim na-

de 2008 passa a ser classificatória também. O evento aconteceu em

quela argumentação sugerindo que todas as

Brasília, a capital onde há o maior número de triatletas do Brasil. Na

provas fossem realizadas em apenas um dia

edição do ano passado, a carioca Fernanda Keller ficou com a primei-

e o vencedor consagraria-se o “homem de

ra colocação juntamente com o argentino radicado no Brasil, Oscar

ferro”. Com o desafio lançado, foi marcada

Galindez. Este ano os vencedores foram o paulista Paulo Miyasiro,

a data do primeiro Ironman: 18 de fevereiro

que fez o tempo de 4h06m34s e a também paulista Carla Moreno

de 1978. A prova foi disputada por apenas

com 4h38m13s. Fernanda Keller ficou em segundo lugar.

15 atletas, dos quais apenas 12 chegaram

Organizada pela Latin Sports desde 2006 e com patrocínio Brasil Te-

ao final. Hoje em dia as distâncias perma-

lecom e co-patrocínio Track&Field, a prova de Brasília distribui vagas

necem inalteradas, mas a quantidade de

por todas as categorias.

competidores cresce a cada ano. São 21

O valor da inscrição para essa competição classificatória para o mun-

provas classificatórias para o mundial de

dial do Meio Ironman na Flórida é de US$ 250 tanto para profissionais

Ironman no Havaí, sempre realizado no mês

como amadores. Além disso, apenas maiores de 18 anos podem parti-

de outubro e 24 provas do circuito Ironman

cipar. Veja mais informações no site www.meioironmanbrasil.com.br.

70.3 classificatórias para o mundial na Flórida, que acontece sempre em novembro.


114

MPR

Marcos Paulo Reis, diretor técnico da MPR Assessoria Esportiva (São Paulo)

CORRA BEM SEUS 10 KM

Por Marco Marcos Paulo Reis – assessoria esportiva

DISTÂNCIA MAIS FREQÜENTE NAS CORRIDAS DE RUA, OS 10 QUILÔMETROS REÚNEM TANTO INICIANTES COM BOM PREPARO FÍSICO QUANTO CORREDORES QUE BUSCAM MELHORAR TÉCNICA E VELOCIDADE

Um primeiro cuidado começa com os estoques de energia. É importante ter uma noite bem dormida, precedida de uma refeição leve, sem exagero, composta de carboidrato. No café-da-manhã, procure alimentar-se uma hora e meia antes da prova. E, claro, tome sempre alguns goles de água. A boa hidratação começa antes da prova. Na linha de largada, é hora de se concentrar na sua estratégia: o seu ritmo de corrida. E isso vai ser determinado pelo seu nível de treinamento. Aos iniciantes que tentam pela primeira vez completar a distância, o importante é se manter em um ritmo confortável do primeiro ao último quilômetro, sem variações e se hidratando a cada três quilômetros. Se você está em um nível intermediário – já completou os 10 quilômetros, mas quer melhorar seu tempo, comece com um trote de aquecimento de 12 minutos. Largue mais tranqüilamente e assuma o ritmo de prova a partir do segundo quilômetro. Por exemplo, se quer correr a 4:50 por quilômetro, saia entre 5:05 e 5:10 por quilômetro. Agora, para quem quer assumir um ritmo competitivo e obter seu melhor tempo nos 10 quilômetros, é importante fazer um aquecimento com cinco acelerações de 70 metros cada, intervalado por trotes de 100 metros soltos. Esse trabalho deve ser finalizado a dez minutos da prova. A largada deve ser feita já muito perto do ritmo de toda a corrida – o que vai fazer você sofrer mais. Quem quer fazer uma prova forte, deve estar próximo do seu limite desde o início, portanto, não se preocupe se a segunda metade do percurso estiver de 30 a 40 segundos pior ou mais lenta que a primeira.


116

T&F RUN SERIES

117

CURTINDO A CORRIDA

Por Kaká Silva

SE VOCÊ É DAQUELES QUE ADORA TESTAR SEUS LIMITES, O TRACK&FIELD RUN SERIES 2007 É A OPORTUNIDADE PERFEITA PARA ALIAR UM GRANDE DESAFIO A MUITA DIVERSÃO. QUEM NÃO PARTICIPOU DAS ETAPAS REALIZADAS EM SÃO PAULO, RIO DE JANEIRO, BRASÍLIA E BELO HORIZONTE AINDA TEM A CHANCE DE PARTICIPAR DAS ETAPAS DE PORTO ALEGRE, CAMPINAS E A ÚLTIMA DA CAPITAL PAULISTA

Basta dar uma olhada nos parques das cidades para

te, o número de provas vem aumentando. Só em São

constatar o aumento do número de praticantes de corri-

Paulo há duas a cada fim de semana e constatamos

da. Em busca de saúde, bem-estar e boa forma, muitos

que a falta de segurança – com o aumento dos furtos –

querem colocar em prática o que aprendem a cada

era um fator relevante”, acrescenta.

dia nos treinamentos. E as etapas da Track&Field Run

Outro diferencial é a restrição no número de inscritos

Series 2007, além de acontecerem em cinco capitais

em cada etapa, que varia de mil a, no máximo, duas

de estados brasileiros, proporcionam uma experiência

mil pessoas. “A quantidade de atletas é determinada

única mesmo para aqueles já acostumados com as pro-

pela largura da via para que a largada seja a mais

vas de rua. A começar pela infra-estrutura que o TF

tranqüila possível, sem os habituais empurra-empurra”,

Run Series oferece. Nada de banheiros químicos, nem

enfatiza o diretor da Latin Sports. Parte do valor arre-

aquecimento no meio da rua. Por meio de uma parce-

cadado com as inscrições de cada etapa são revertidos

ria com shoppings de São Paulo, Campinas, Brasília,

para o Instituto Criar de TV, Cinema e Novas Mídias.

Rio de Janeiro, Belo Horizonte e Porto Alegre – locais onde as etapas se realizam –, os atletas dispõem de

O VENCEDOR É VOCÊ

estacionamento seguro, banheiros limpos, guarda-volu-

Para quem almeja uma posição melhor na classificação

me e um local coberto para a concentração pré-prova.

geral, os marcadores de ritmo são uma boa alternativa.

De acordo com o diretor da Latin Sports – empresa

São atletas contratados pela organização que trazem

organizadora do TF Run Series – José Antônio da Silva

na parte de trás das camisetas o ritmo que está puxan-

Neto, a escolha pelos shoppings foi a de proporcionar

do. Por exemplo, se o número for cinco, isso significa

conforto e comodidade aos participantes. “Atualmen-

que ele está “virando” (no jargão dos corredores) um


118

T&F RUN SERIES

quilômetro em cinco minutos. A competição premia a

119 TRACK&FIELD RUN SERIES – SHOPPING VILLA-LOBOS

cada etapa os cinco primeiros colocados tanto da cate-

Dia 25 de novembro. É essa a data da terceira etapa

goria masculina quanto da feminina. No entanto, para

de São Paulo, que será realizada no Shopping Villa-

todos que cruzam a linha de chegada é entregue uma

Lobos. Devido à grande procura por provas desse tipo

medalha de “finisher”. Os resultados oficiais das eta-

na capital paulista, o número de atletas chega à mar-

pas são informados dois dias depois da prova através

ca dos doi s mil inscritos. A largada também é mais

do site oficial do evento (www.tfrunseries.com.br).

cedo, começando às 8 horas. A etapa é um sucesso

Outra sensação da corrida é o kit atleta. Retirado nas

tão grande que as inscrições acabam sessenta dias

lojas da Track&Field, ele contêm uma exclusiva cami-

antes da corrida.

seta Thermodry – tecido da marca feito a partir de fibras sintéticas que permite que a transpiração passe

JÁ PERCORRIDO...

rapidamente para fora do tecido, mantendo o corpo seco – com cores diferentes a cada etapa e outros brin-

TRACK&FIELD RUN SERIES – SHOPPING VILLA-LOBOS

des. Os participantes ainda dispõem de massagem

A primeira etapa de São Paulo, que aconteceu no últi-

com fisioterapeutas, frutas frescas, isotônicos e ações

mo dia 18 de março, abriu o calendário de 2007. Nem

promocionais.

mesmo a chuva foi capaz de impedir que mais de dois

Quem tem filhos pode aproveitar para levar a crian-

mil atletas percorressem o trajeto na competição. Na

çada à corrida. No Espaço Criança, os monitores en-

categoria masculina, os premiados foram: Edgar José

tretêm os baixinhos com atividades enquanto os pais

da Silva, Marcelo José da Silva, Adriano Bastos, Djalma

correm sem preocupação. Além disso, os pequenos

Santos Mariano e Eduardo Mohamed. Na feminina, o

também ganham uma camiseta personalizada igual à

resultado foi: Eliane Luanda Pereira da Silva, em primei-

dos pais. Definitivamente, é uma atração especial para

ro, Ana Luiza dos Anjos Garcez, em segundo, Michelle

toda a família.

Seignier, em terceiro, Odete Conceição dos Santos, em quarto, e Angelica de Almeida, em quinto. Dia 29 de

O QUE VEM POR AÍ...

julho a cidade de São Paulo foi novamente palco da corrida da Track&Field. Os condecorados nesta etapa

TRACK&FIELD RUN SERIES IGUATEMI POA

na categoria masculina foram: Adriano Bastos, Marcelo

A cidade de Porto Alegre recebe pela primeira vez a

José da Silva, José Luis da Silva, Djalma Santos Mariano

corrida da Track&Field. Essa etapa do circuito aconte-

e Rafael Santos de Novaes. Na feminina, Cris de Car-

cerá dia 21 de outubro em parceria com o shopping

valho, Olivia de Fátima Franco Fernandes, Juliana Perei-

Iguatemi da região. Os participantes poderão se ins-

ra Véras, Janaína Aparecida Pinto Fernandes e Michelle

crever na loja da marca em Porto Alegre. O site oficial

Seigner subiram no pódio da competição

também estará aceitando as inscrições. O início da prova está programado para 9 horas.

TRACK&FIELD RUN SERIES – PARKSHOPPING A primeira etapa de Brasília, realizada em 3 de junho,

TRACK&FIELD RUN SERIES – GALLERIA SHOPPING

teve como vencedores: Edilson Vieira Silva, Paulo Braz

Campinas é a primeira cidade do interior a receber o

de Silva, Francisco das Chagas Costa Souza, Ivaldo da

Track&Field Run Series, no dia 28 de outubro. Com isso, os

Silva Martins e Israel Barbosa de Deus. No feminino:

campineiros e os atletas da região não precisarão mais se

Miriam de França Moreira, Isaura Rodrigues Gama Ra-

deslocar até São Paulo para participar da corrida – o que

belo, Andrelina Cardoso, Elizabeth Carvalho Rodrigues

não impede os mais animados de fazerem as duas etapas.

e Josilda Borges Pereira. A segunda etapa aconteceu

As inscrições podem ser efetivadas até dez dias antes da

dia 30 de setembro e os vencedores masculinos que

prova (dia 28/10) na loja da Track&Field do Galleria Sho-

correram 10 quilômetros foram: Antônio José Nunes Jú-

pping, Iguatemi Campinas e São Paulo Market Place.

nior, Paulo César da Silva, Israel Barbosa de Deus,


120

T&F RUN SERIES

Mário Sérgio,

RUN & FUN

121

diretor técnico da Run&Fun (São Paulo)

A IMPORTÂNCIA DO CHECK-UP

Por Mário Sérgio da Run&Fun

VOLTAR À ATIVA É SEMPRE PRAZEROSO. MAS UMA BATERIA DE EXAMES VALE MUITO A PENA

Francisco das Chagas Souza e José da Silva Lima. No

Lopes Ribeiro, na categoria feminina.

feminino o prêmio ficou com Flávia Pedreira Rocha,

A vida é cheia de ciclos e estamos sempre começando ou

entre os atletas. “Aqui no hospital fazemos dois tipos de

recomeçando as atividades. No esporte acontece a mesma

check-up: um para indivíduos que fazem atividades nor-

coisa. Aliás, é no esporte que, ao parar, sentimos aquela

mais, onde analisamos a parte cardiológica, metabólica e

sensação de culpa e o projeto de retomar na segunda-

ortopédica. O outro exame é voltado exclusivamente para

Isaura Rodrigues Gama, Andrelina Cardoso, Belimar

TRACK&FIELD RUN SERIES – BH SHOPPING

feira nunca acontece. Passa-se o ano todo e o início não

atletas de desempenho. Nesse caso, examinamos de

Eleyde da Silva e Paula Gonçalves Ferreira.

A etapa de Belo Horizonte, realizada no BH Shopping,

vem. Em primeiro lugar, é importante você saber que até

maneira bem mais detalhada e aprofundada todas

no último dia 26 de agosto, reuniu em torno de 1.500

o melhor atleta do mundo costuma dar uma relaxada em

suas funções vitais”, explica o dr. Camanho.

TRACK&FIELD RUN SERIES – BARRA SHOPPING

corredores (limite máximo estabelecido para a orga-

algum momento. Entretanto, o grande problema é quan-

Por isso é necessário, antes de retomar os treinos, fa-

Os premiados da única etapa em 2007 da Cidade Ma-

nização dessa etapa). A prova, que teve início às 9

do esse tempo é longo demais, levando ao sedentarismo

zer um check-up completo com os exames de rotina

ravilhosa, que ocorreu no último dia 17 de junho, foram:

horas, premiou Nivaldo Patrício, Cláudio Matozinhos

e seus riscos.

para ter certeza de que sua saúde está perfeita. Outro

Adair José dos Santos, Marcio Souza, Eliezer de Jesus

Pereira, Heleno Fortes Ribeiro, Albertino Silva da Luz

Quando o corredor está retornando à sua rotina de trei-

ponto muito importante é a humildade – ou seja, voltar

Santos, Eder Gomes de Matos e Amauri José dos Santos

e João Carlos Boa Ventura, na categoria masculina. E

nos é que acontecem os maiores erros. Com a vontade de

sabendo que será necessário algum tempo para reto-

Jr, pelo masculino. E Fernanda Keller, Monique Alfradi-

Maria Clara Castro, Juliana Lima Caixeta Braga, Tere-

correr atrás do tempo perdido, o atleta acaba menospre-

mar a condição de outrora.

que, Gisele Lisboa Ribeiro, Nercy Freitas da Costa, An-

zinha de Jesus Silva da Lu, Isabella Vidigal Duarte e

zando a necessidade dos exames e de voltar com calma. É

Ao retornar aos treinos, lembre-se de que seu corpo estará

drea Carloni, Vânia Soares Wong Calvo e Silvia Moreira

Ana Paula Gomide, na feminina.

aí que o perigo reside. Segundo o dr. Gilberto Camanho,

diferente e seu rendimento abaixo do que era antes. Por-

coordenador da Medicina Esportiva do HCor – Hospital

tanto, logo nos primeiros dias, faça treinos leves para uma

do Coração em São Paulo, as pessoas começaram a se

readaptação gradativa e não exija demais do seu corpo

importar com o check-up após uma onda de mortes súbitas

ou você estará se arriscando a uma lesão.

DICAS PARA UM RETORNO SADIO AOS TREINOS: MAIS PROCURA, MAIS CIDADES A Track&Field Run Series existe há quatro anos e o circuito até o ano passado era composto por três etapas em São Paulo e uma em Brasília. Devido ao sucesso da competição, a organização aumentou uma etapa em Brasília e acrescentou ao eixo às cidades de Campinas, Rio de Janeiro, Belo Horizonte e Porto Alegre.

- Procure seu médico, uma clínica ou hospital especializado, e faça seu check-up anual com teste ergoespirométrico, sangue, fezes e urina. - Procure readequar sua alimentação valorizando alimentos com menos gordura. Prefira frutas e saladas. - Diminua o consumo de álcool e hidrate-se mais do que habitualmente. Lembre-se de que uma pessoa de 70 quilos deve consumir dois litros de líquidos diários. - Tente fazer atividades com os amigos para se animar. Se, ainda assim, permanecer desmotivado, tente diversificar as atividades durante a semana. Faça natação, bicicleta, ginástica.


124

MARATHON

125

HERÓIS DO GELO

Por Haroldo Tinoco

É bem sabido por todos a lendária história de Felípedes, soldado grego que correu desde a cidade de Maratona até Atenas para in-

NA SUA TERCEIRA EDIÇÃO, O ANTARCTIC ICE MARATHON DESAFIA

formar que os guerreiros persas haviam sido milagrosamente derrota-

A RESISTÊNCIA HUMANA EM TODOS OS SENTIDOS

modalidade olímpica. Ao longo da história, a clássica corrida já foi

dos na batalha de Maratona. Esse fato deu origem à tão conhecida praticada em estradas, desertos, montanhas e, nos últimos anos, no fim do mundo. A Antarctic Ice Marathon, que vai para a sua terceira edição este ano, é a maior prova de que o ser humano é uma verdadeira máquina em busca de incessantes desafios. Composta de três modalidades, a Half-Marathon (21,1 quilômetros), a Marathon (42,2 quilômetros) e a 100k Ultra Race (100 quilômetros), a Antarctic Ice Marathon toma palco aos pés das montanhas Ellsworth, situadas a 80º de latitude ao Sul. Isso significa apenas mil quilômetros do Pólo Sul. Os participantes dessa prova estão sujeitos às piores condições climáticas que um competidor pode imaginar. A Antártida é o continente mais frio, seco, alto e com os ventos mais fortes de todo o planeta. Para se ter idéia, a temperatura mais baixa registrada foi de 89º C negativos. A altitude média é de 2 mil metros e em alguns locais os ventos chegam à impressionante velocidade de 300 km/h. E, como não se bastasse, para os corredores da prova de 100 quilômetros ainda há o inconveninete do sol que nunca se põe. Devido a todas essas adversidades climáticas, os organizadores da prova ficam impossibilitados de garantir que o evento será realizado na data prevista, que deve ser no próximo dia 12 de dezembro. Para essa viagem, todos os competidores se encontram em Punta Arenas, no Chile, famosa pelo título de cidade mais austral no planeta. Desse ponto, um avião Ilyushin-76 leva os participantes rumo à Antártida pousando no vilarejo de Patriot Hills. O trajeto da corrida é demarcado por bandeiras bastante visíveis e há postos médicos e equipes com “snowmobiles” de prontidão para qualquer eventual


126

MARATHON

127

problema. Adicionalmente, o site oficial do Antarctic Ice Marathon (www.icemarathon.com) disponibiliza uma relação completa de roupas apropriadas para a realização da prova e ainda dicas de qual o melhor calçado para utilizar. Além de todas as recomendações, antes de partir de Punta Arenas, os organizadores do Antarctic Ice Marathon fazem uma checagem completa das vestimentas de todos os participantes. Ainda com o intuito de permitir aos competidores a melhor experiência possível, faz parte do itinerário da viagem uma volta de reconhecimento pelo percurso onde é possível fazer uma avaliação geral não apenas da capacidade física de agüentar o percurso, mas também a adaptação climática dos participantes às temperaturas e condições da região. Embora a temperatura na Antártida já tenha chegado a níveis baixíssimos, as provas são realizadas em uma época do ano onde a temperatura esperada deve variar entre 10º e 20ºC negativos e ventos que podem variar de 10 a 25 nós (o equivalente a 20 e 45 km/h). Para inscrever-se na maratona é preciso pagar uma taxa de US$ 15 mil, que inclui o vôo de ida e volta Punta Arenas – Patriot Hills, estada com pensão completa no local das provas, inscrição para a HalfMarathon, Marathon e Ultra Marathon, camisetas, medalhas e fotos profissionais de cada competidor. Mesmo com tantas adversidades climáticas e a dificuldade de se transportar para esse continente, a Antártida vem atraindo cada vez

mais aventureiros que buscam nesse refúgio encantador

é oportunidade de fazer os esportes mais malucos do

experiências fascinantes e saber que ao seu redor, para

mundo. “Já fizemos de tudo: Xterra no Havaí, Ironman,

qualquer lugar que olhe, será sempre o Norte.

Ecomotion, downhill, escaladas, provas de maratona, mountain bike, entre outras! No fundo, todas são óti-

ELES VÃO ENCARAR O FRIO

mas desculpas para viajar”, explica Bernardo. Claro

Bernardo Fonseca e Adriano Seabra colocaram na ca-

que eles sabem perfeitamente os desafios que vão en-

beça que queriam ir conhecer a Antártida. A idéia ini-

frentar. “O clima é muito estável e frio. A roupa tem de

cial era levar duas bikes e descer algum pico com elas.

ser meticulosamente ajustada para não sentirmos nem

Mas quando descobriram o Ice Marathon, não tiveram

frio nem calor em excesso (suar demais também é ruim).

dúvida, inscreveram-se na prova. Detalhe: vão correr os

Esse ajuste tem que ser feito de acordo com o ritmo que

100k. “De todas as pessoas que se inscreveram nos 100k,

pretendemos correr baseados na temperatura externa e

apenas uma completou. Por isso, escolhemos essa”, diz

ventos”, salienta Adriano. A preparação física também

Bernardo. Loucos? Talvez. Mas o que eles não perdem

é importante e eles já estão cientes disso.


128

LITERATURA

HUCK VIAJA

129

Por Lígia Prestes

O APRESENTADOR NARRA EM PUBLICAÇÃO DA EDITORA GLOBO OS BASTIDORES DAS AVENTURAS QUE EXPERIMENTOU EM SEUS PROGRAMAS

Quer mergulhar com os tubarões mais ferozes do oceano? Ou acompanhar a captura de uma onça-pintada no Pantanal? A próxima missão pode ser explorar a Montanha dos Gorilas na África ou ainda romper a barreira do som a bordo de um avião de caça. Essas são apenas algumas das histórias que fazem parte da rotina do apresentador Luciano Huck, narradas no livro Na Terra No Céu

No Mar - Viagens de Aventura do Caldeirão do Huck, que a Editora Globo acaba de lançar. As grandes reportagens têm início com a curiosidade jornalística de chegar aos lugares mais incríveis do planeta para levar ao público experiências novas. A cereja do bolo fica por conta dos bastidores de todas essas viagens que são regadas a muito detalhe, perrengues e perigos. “Foi trabalhando em uma de nossas viagens do Caldeirão do Huck em 2006, que pensamos em transformar essas incursões por todos os cantos do planeta em um livro”, diz Luciano. A edição é amplamente ilustrada com fotos tiradas pelo próprio autor durante os sete anos do programa Caldeirão. São belas imagens (e muitas impressionantes) que contribuem para transmitir o clima das viagens. O leitor tem a oportunidade de acompanhar as matérias do ponto de vista do apresentador e de sua equipe. No texto, o olhar atento de Luciano Huck revela o perfil das pessoas que encontra pelo caminho durante as aventuras, o que dá mais vivacidade ao livro.


130

LITERATURA

O formato impresso permite a riqueza dos detalhes que fazem de cada viagem um evento único: como driblar as restrições e a falta de estrutura na África para chegar ao lugar onde vivem os animais; quais os preparativos para mergulhos em mares onde só se arriscam os mais experientes profissionais; quais as reações do apresentador e da equipe durante exaustivas caminhadas de dias; o frio inigualável na Cordilheira dos Andes para praticar snowboard em neve virgem; arriscar-se em um caça da FAB com manobras para lá de radicais a 1.200 km/h. “Se a viagem imaginária que o livro certamente vai proporcionar não for suficiente para saciar sua vontade de estar nesses mesmos lugares e viver as mesmas situações, o caminho das pedras também está claro”, informa Luciano. A grande companhia das viagens de Huck e também na edição do livro foi Rodrigo Cebrian, seu amigo e parceiro de aventuras que também é diretor-geral do programa. O prefácio do livro, assinado pelo jornalista Paulo Lima, diz: “Luciano Huck viaja!”. Sim, viaja por todos os cantos do mundo, viaja ao bolar novas aventuras e viaja numa prosa envolvente - daquelas de tirar o fôlego: um comunicador em todas as dimensões. O livro está à venda nas melhores livrarias.


132

GASTRONOMIA

133 CLAUDE TROISGROS chef do restaurante Olympe no Rio de Janeiro.

DO HIPPIE AO HYPE

xicado, o uso de água potável e a qualidade de vida dos

exclusiva aos orgânicos. Segundo a International Federa-

trabalhadores. A embalagem e a apresentação do produto

tion of Organic Agriculture Movements (Infoam), o Brasil é

também são levadas em conta: as prateleiras e as geladei-

o quinto produtor mundial desse tipo de produto orgânico,

ras para venda devem estar sempre limpas, desinfetadas e,

perdendo apenas para Austrália – que produz por ano

quando os produtos são embalados, deve ficar à mostra o

mais de onze milhões de hectares –, Argentina, Itália e

selo de certificação. “Na minha cozinha tenho usado mui-

Estados Unidos. No País, há mais de sete mil produtores

tas ervas, saladas e alguns legumes. Além de serem mais

certificados. E a procura pelo orgânico foi apimentada

nutritivos, os produtos orgânicos têm um sabor muito pecu-

quando, em 1991, foi criada a feira dos orgânicos no

liar e uma textura diferente e realmente boa”, diz o chef.

parque da Água Branca, em São Paulo, com apenas oito expositores, hoje conta com 32 barracas. Segundo

Por Lígia Prestes

O GRANDE DIFERENCIAL DA GASTRONOMIA ORGÂNICA É A PROMESSA DE SAÚDE,

MUNDO NATURAL

Claude, as pessoas estão cada vez mais preocupadas

Que a onda dos orgânicos está crescendo, não há dúvida.

com a saúde e com a segurança alimentar. “Todo mun-

Tanto é verdade que até as grandes redes de supermerca-

do busca a boa saúde e alimentos saudáveis como os

dos estão investindo nesse segmento, criando uma área

orgânicos são bem-vindos”, completa.

ALIADA AO SABOR E AO REQUINTE. E ESSA NOVA ONDA VERDE, FARTA E LIMPA, PARECE TER VINDO PARA FICAR. O CHEF CLAUDE TROISGROS DIZ O PORQUÊ 10 MOTIVOS PARA CONSUMIR PRODUTOS ORGÂNICOS

Esqueça o conceito vegetariano. Quem se alimenta de produtos orgânicos não é naturalista ou veggie. Qualquer produto pode ser orgânico, o diferencial é a forma de cultivo. Eles são produzidos sem agrotóxicos, hormônios de crescimento e adubos sintéticos. Nessas plantações também não entra nenhum tipo de pesticida, tampouco sementes transgênicas. É respeitado o ciclo das estações do ano, as características de cada região e não há indução de maturação. Há também todo um cuidado com a preservação do meio ambiente, com a água que é usada para regar, com o solo e até com o trabalhador. “O cultivo orgânico baseia-se na interação dinâmica entre o solo, as plantas, os animais e os humanos, considerados como uma cadeia indissociável, em que cada elemento afeta os restantes”, explica o engenheiro agronômo Ricardo Cerveira. O gado orgânico é criado livremente, tratado com homeopatia e só se alimenta de pasto orgânico. “No Brasil tem aumentado o consumo de alimentos orgânicos, mas dentro dos restaurantes ainda há uma resistência. Eu faço questão de usar”, diz o chef francês Claude Troisgros, do restaurante Olympe, no Rio de Janeiro. Segundo o Instituto Biodinâmico (IBD), a principal empresa que certifica esse tipo de produto no Brasil, a procura por produtos orgânicos tem crescido cerca de 30% ao ano no mundo todo. Um produto, para ser considerado orgânico deve passar pelo crivo de qualidade do IBD que atesta, entre outras exigências, a plantação em solo desinto-

Apesar de os produtos orgânicos serem em média 30% mais caros que os produtos convencionais, eles apresentam qualidades indiscutíveis: - Todos têm certificado de qualidade - Respeitam a pureza da água - O sabor é mais acentuado - Respeitam a biodiversidade - Todos os trabalhadores das cooperativas de produtos orgâncos são registrados - Não há desgaste do solo - São mais nutritivos - Não usam agrotóxicos

ONDE IR: Empório Siriuba Alameda Franca, 1.590 – Jardins – SP Tel. (11) 3081-4303 Feira de Orgânicos do Parque da Água Branca Av. Francisco Matarazzo, 455 – Tel. (11) 3865-4130 Todos os sábados, das 6h às 12h Olympe Rua Custódio Serrão, 62 – Jardim Botânico – RJ Tel. (21) 2539-4542


134

CULTURA

135

NIEMEYER: MESTRE DA FORMA Por Aelita Almeida

PRESTES A COMPLETAR 100 ANOS, OSCAR NIEMEYER FEZ DA SUA VIDA SUA MAIOR OBRA. DA ARQUITETURA AO COMUNISMO, ELE AMOU MUITAS COISAS E FEZ QUESTÃO DE DEIXÁ-LAS EXPLÍCITAS EM SEUS PROJETOS

“Não é o ângulo reto que me atrai nem a linha reta, dura, inflexível, criada pelo homem. O que me atrai é a curva livre e sensual, a curva que encontro nas montanhas do meu país, no curso sinuoso dos seus rios, nas ondas do mar, no corpo da mulher preferida. De curvas é feito todo o universo, o universo curvo de Einstein.” Da infância em Laranjeiras, no Rio de Janeiro, surgiu o amor pelas montanhas, pelo recorte que se via delas, no contraste com o sol. Da boemia carioca, o amor pelas mulheres, pela política, pelos amigos. A arquitetura não foi amor à primeira vista. Apareceu pela necessidade de tomar um rumo na vida, de ganhar algum dinheiro. Niemeyer tinha 21 anos e acabara de se casar com Annita Baldo. Tinha vivido, até aquele momento, uma vida boêmia e desregrada, sem preocupação em ganhar dinheiro, construir uma carreira ou qualquer outra coisa que pudesse lhe assegurar um futuro. Foi então trabalhar na tipografia de seu pai, ingressando em seguida na Escola Nacional de Belas Artes do Rio. A necessidade virou paixão e Niemeyer começou a refletir sobre a arquitetura da cidade e de seu país. Sabia que poderia melhorá-la, dar um ar mais regionalista aos projetos. Não poderia ver seu país copiando as construções européias para sempre, precisava dar uma identidade a essa arquitetura. Foi então trabalhar no escritório de Lúcio Costa, sem receber nada por isso. Durante os anos que trabalhou com Lúcio Costa, descobriu a flexibilidade de se trabalhar com o concreto armado e a beleza dos ângulos


136

CULTURA

137

curvos, além de conhecer muita gente que o influencia-

O projeto da cidade foi de Lúcio Costa e os projetos de

Instituto Americano de Arquitetos dos Estados Unidos, no

ção pelo local fica difícil (o concreto esquenta muito e

ria e que mais tarde por ele seria influenciada, como

todos os prédios públicos foram de Niemeyer. A intenção

mesmo ano em que ganha um prêmio soviético de paz,

não há sombras). Mesmo com as críticas e com o pou-

os arquitetos Le Corbusier e Gustavo Capanema. Mas a

de Kubitschek ao construir uma cidade no meio do País,

o Prêmio Lênin da Paz.

co público que o local recebe de dia, Oscar Niemeyer

figura mais importante que conheceu por intermédio de Lú-

numa região árida e inóspita, foi de integrar as regiões

cio Costa foi o então prefeito de Belo Horizonte, Juscelino

Norte, e Centro-Oeste aos pólos comerciais e industriais

O HOMEM E SEU TEMPO

dar uma explicação. Mediocridade ativa é péssimo”.

Kubitschek. Foi o próprio político quem o convidou para

do País, que estavam na região Sul e Sudeste. Com isso,

Perto de chegar aos 100 anos, segue essa filosofia

Um amigo, o poeta Ferreira Gullar, também defende o

projetar o Conjunto da Pampulha, formado pela Igreja de

os dois arquitetos tinham liberdade total de criação em

mais do que nunca, dizendo tudo o que pensa de for-

amigo: “O Oscar, quando ele faz a sua arquitetura,

São Francisco de Assis, o Museu de Arte, a Casa do Baile e

Brasília, conseguindo, assim, colocar em prática tudo o

ma objetiva e mais lúcido do que nunca. Em 1989 foi

o que ele quer dar às pessoas é beleza”.

o Iate Tênis Clube. O projeto original contava também com

que sonhavam para uma cidade. Vias de acesso facili-

inaugurado o Memorial da América Latina, que além

Aos 99 anos, o arquiteto não pára de fazer o que

um cassino, que o arquiteto projetou literalmente da noite

tadas, quarteirões que demonstravam igualdade social

de acolher a sede do Parlamento Latino-Americano –

gosta, nem de lutar pelo que acredita. Projeta em

para o dia, atendendo à urgente solicitação de Juscelino.

(eram todos do mesmo tamanho), áreas livres embaixo

Parlatino, serve como centro cultural, com espaço para

Havana, Cuba, um teatro, um centro multimídia e

Graças à dinâmica de trabalho, às curvas modernas e

dos prédios para trânsito de pessoas e ao mesmo tempo

shows, cinema, circo e teatro. A obra foi feita ao lado

um monumento à resistência diante do embargo

à rapidez com que a dupla de arquitetos tinha para ela-

contato com a natureza.

do Terminal Rodoviário da Barra Funda, em São Paulo,

americano. E continua dando palestras, consulto-

borar suas obras, foi novamente chamada para criar um

“Quando alguém vai a Brasília e me pergunta sobre os

o que facilita o acesso das pessoas ao local. Apesar

rias, projetando obras e agora também participan-

projeto para Kubitschek. Mas, dessa vez, o político esta-

palácios que projetei, logo respondo: você vai gostar ou

dos inúmeros pontos positivos, o local foi alvo de críti-

do de filmes – como o A Vida é Sopro , documentá-

va na posição de presidente e a obra era a nova capital

não, mas nunca vai dizer ter visto antes coisa parecida.

cas ferrenhas de diversos arquitetos. Como é formado

rio dirigido por Fabiano Maciel, lançado em 2006,

do País, Brasília.

A surpresa, o espanto, são características fundamentais

por áreas livres e todo de concreto, no verão a circula-

sobre a vida e a obra do arquiteto.

defende-se das críticas à sua maneira: “Tudo tem que

da beleza e da própria arquitetura”, reflete o arquiteto. UMA CAPITAL PARA O BRASIL

Após a construção de Brasília, Niemeyer é nomeado co-

A capital foi projetada, construída e inaugurada no in-

ordenador da Faculdade de Arquitetura da Universidade

tervalo de tempo de um mandato presidencial, 4 anos.

de Brasília. Em 1963 é nomeado membro honorário do

Para comemorar os 100 anos deste ícone brasileiro da arquitetura mundial, a Track&Field lançará uma coleção que valoriza a forma que Niemeyer tanto cultua.


138

AVENTURA

139

MAR E ADRENALINA

Por Gustavo Ferraz Editado por Eduardo Petta

APAIXONADO POR ESPORTES RADICAIS, GUGA FERRAZ GANHA A VIDA NAVEGANDO ATRÁS DE AVENTURAS. E DÁ AS DICAS DOS SEUS LUGARES FAVORITOS

“Hoje em dia eu me olho no espelho e vejo que sou um

Guga selecionou para a Tracks o que de mais alucinante

cara meio louco. Louco pelas minhas escolhas, louco pela

encontrou em suas viagens. Confira suas dicas e, como ele

minha história, louco por fazer o que faço, louco por ir

mesmo diz, “enjoy”.

atrás da minha felicidade.” Muita gente tem vontade de fazer o que gosta nessa vida.

CORRIDA DE BURROS SANTORINI – GRÉCIA

Poucos têm a coragem. E desses poucos, um número ainda

Outro arquipélago bastante visitado na Grécia é o das Cícla-

menor se sai bem. Depois de oito anos trabalhando como

des. Aqui a atração fica por conta da ilha de Santorini, cuja

microempresário em São Paulo, o paulistano Gustavo Fer-

vila, construída a 270 metros acima do nível do mar, fica no

raz, o Guga, resolveu cair na estrada e entrou para esse

topo de um vulcão que em 1450 a.C. destruiu a ilha ao entrar

seleto grupo de loucos e felizes.

em erupção.

Especializado em escalada esportiva, Guga supervisio-

Só existem duas maneiras de se chegar à vila: de teleférico,

na todo o departamento de esportes de uma das maiores

pagando-se cinco euros, ou no lombo de um burro, pelo mes-

companhias de turismo marítimo do mundo, a Royal Cari-

mo valor. Se optar pelo burro, prepare-se: são 580 degraus.

bbean. “São mais de 20 navios, alguns com capacidade

Segure firme e reze para o burrinho não empacar. Se empacar

para três mil passageiros”, diz. Pelas suas contas, já visi-

(e isso sempre acontece), não demora muito e uma outra tropa

tou cerca de 150 cidades em mais de 20 países. Em cada

de burros subirá empurrando morro acima tudo que estiver no

um desses portos aproveita o tempo livre para praticar

caminho. Daí a expressão: corrida de burros. Em tempo: a vista

suas “loucuras”: esportes radicais. Entre tantas aventuras,

que te espera lá em cima compensa qualquer esforço.


140

AVENTURA

141

CLIFF JUMPING DUBROVNIK – CROÁCIA

SHARK FEEDING DIVE

A Croácia é um misto de povo amigável e be-

SAINT MAARTEN – CARIBE

leza estonteante. E Dubrovnik é um ótimo exem-

Nenhum outro esporte me dá tanto prazer e ansiedade

plo dos dois, com suas ruas antigas cercadas

como o mergulho. A única coisa que você pode fazer é

de palácios de pedra, prédios em estilo vene-

observar e, no caso de mergulho com tubarões, tentar não

ziano e rodeada por uma muralha de quase

mover um músculo.

dois quilômetros. As rochas dessa muralha, que

Eles podem ser observados em Saint Maarten, no Caribe,

cerca toda a extensão da cidade antiga e está

sendo alimentados por um brasileiro chamado Jefferson. O

voltada para o Mar Adriático, servem de ce-

mergulho leva cerca de 30 minutos. A uma profundidade

nário para a prática do cliff jumping, esporte

média de 17 metros, você fica deitado no fundo do mar,

que consiste, basicamente, em subir nas rochas

segurando um tijolo de concreto para permanecer imóvel

mais altas e se jogar no mar. Nesses “clifes”,

e, sem jaulas, observa Jefferson alimentar até 30 tubarões

que chegam a até 15 metros de altura, existem

do tipo reff sharks e sharp nose. Medindo de um a cin-

vários bares badalados que enchem de turis-

co metros de comprimento, eles passam bem próximo da

tas e locais. Entre um salto e outro, eles param

gente. Ao sentir a presença de alimento, os predadores

para relaxar e se refrescar do sol escaldante do

se agitam, trombando uns contra os outros e, por vezes,

verão, sem tirar os olhos de uma das vistas mais

dando rabadas nas máscaras dos mergulhadores. Passa-

bonitas do sudeste da Europa.

do o susto e o medo inicial, você aprende a apreciar esses fascinantes animais pré-históricos.

EXPLORAÇÃO DE CAVERNAS HAMILTON – BERMUDAS Formado por mais de 180 ilhas, o Arquipéla-

SKYDIVING – SAN JUAN – PORTO RICO

go das Bermudas ganhou fama pelas praias

Situado no Mar do Caribe entre a República Dominicana

de areias brancas e águas de um azul límpido.

e as Ilhas Virgens, Porto Rico é um daqueles lugares difí-

Além das praias, a costa é toda recortada por

ceis de ir embora. Misturando um ar de Primeiro Mundo

rochas, corais e piscinas de pedras no meio

com sangue latino, a ilha exala calor, seja pela beleza e

do oceano. Lugares perfeitos para uma visita

sensualidade do seu povo e de suas praias ou pela alta

ao mundo submarino. Uma de suas maiores

temperatura o ano todo.

atrações, porém, fica longe do mar. São as inú-

A ilha abriga a maior floresta tropical do Caribe, o tercei-

meras cavernas, perto de Hamilton, a capital

ro maior sistema de cavernas do mundo e ainda conta com

do país, localizadas na região central do ar-

uma variedade enorme de esportes radicais. O meu prefe-

quipélago. Em Crystal Caves existe um sistema

rido dista 45 minutos a oeste de San Juan, capital da ilha,

de pontes em que você pode andar sobre as

mais precisamente no Aeroporto de Arecibo. É ali que se

águas do lago e perceber que, de tão transpa-

pratica o skydiving. Você salta de uma altura de 4.500

rente, pode-se ver o fundo, 15 metros abaixo.

metros e, durante 50 segundos, cai a 200 quilômetros por

Ao lado, a Fantasy Cave possui, além dos la-

hora. Engraçado: a sensação não é de você estar caindo,

gos, raízes de árvores fossilizadas, que surgem

mas sim de estar voando.

do teto da caverna. O ingresso para visitar as duas cavernas custa 20 euros. Visite ambas.

Para saber mais, acesse o site www.guferraz.multiply.com


142

NÚCLEO AVENTURA

BOAS

143

REMADAS

Por Cristina de Carvalho Diretora do Projeto Mulher e do Núcleo Aventura www.projetomulher.com.br

MAIS DO QUE UM ESPORTE AQUÁTICO, A CANOAGEM É PERFEITA ALIADA PARA QUEM DESEJA AUMENTAR A FORÇA DO CORAÇÃO

Essa modalidade esportiva entra na categoria dos esportes

teos até a rotação de tronco que utiliza a força abdominal

que melhoram nossa condição cardiovascular, ou seja, dá

como seu alicerce.

mais força ao nosso coração. Se você sente falta da es-

Para as mulheres, além de ser excelente opção para traba-

pecificidade dos treinos de endurance, saiba que a cano-

lhar a musculatura superior, é o jeito mais gostoso de deixar

agem – assim como a corrida, bicicleta, natação, patina-

o abdome e os glúteos em dia. Para os homens é ideal pela

ção, etc. – ajuda a fortalecer o músculo mais importante

natureza e constituição física que favorecem muito o desem-

do nosso corpo: o coração.

penho dessa modalidade.

Outro aspecto interessante é que a prática pode ser o par-

A canoagem é um universo de categorias onde o tipo de

ceiro ideal para complementar sua rotina de treino. A cano-

embarcação é o que define sua natureza. Existem barcos

agem utiliza como base do movimento e de força de propul-

para águas brancas, que devem ser apropriados para ultra-

são a rotação de tronco. Ou seja, uma remada redonda,

passar os obstáculos dos rios, outros para grandes travessias

certinha, busca no movimento de alavanca de braços seu

em mar e oceano, e outros para velocidade e performance.

apoio nas pontas dos pés, passando pela contração dos glú-

Para cada categoria existe uma escola e um treino.

QUER EXPERIMENTAR? VEJA ALGUMAS OPÇÕES Treino de Canoa Havaiana -segunda/quarta/sexta 12h30- USP contato comercial: Amendoin 11-78067737

Treino de Rafting (Canoar) todos os dias e finais de semana – rafting - contato comercial: 11-38712282 ou 11-68565777

Treino de Canoagem (caiaques individuais) - quarta e sexta, às 12h30 - Raia da USP - Núcleo Aventura - contato comercial: Cris Carvalho 11-99892019

Treino de Personal: Prof. Amendoin 11-78067737; Prof. Fabio 11-95098811.


Tracks 17  

Revista Tracks 17

Advertisement
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you