Page 1

JORNAL

SÁBADO, 18 DE JANEIRO DE 2014. ANO 1 - EDIÇÃO 036 - DISTRIBUIÇÃO GRATUITA

Circulação: Araquari, Balneário Barra do Sul, Barra Velha, São João do Itaperiú e Balneário Piçarras

APREENSÃO: POLÍCIA MILITAR

AMBIENTAL RECOLHE REDES IRREGULARES NA BOCA DA BARRA Voz do Itapocu acompanhou operação da polícia, que apreendeu quatro redes em local proibildo

PÁG 12

PERIGO: MORADORES RECLAMAM QUE REDES ATRAPALHAM A NAVEGAÇÃO E CAUSAM ACIDENTES

ESPECIAL

BEACH SOCCER: BOLA ROLANDO NA REGIÃO HANDEBOL DE AREIA: NOVIDADE EM BARRA VELHA

A estação dos

esportes OS ESPORTES QUE ESTÃO FAZENDO SUCESSO NA TEMPORADA PÁGs 8 e 9 ENXURRADA

PÁG 5

- BARRA VELHA REGISTRA MAIS DE 100 PONTOS DE ALAGAMENTO - SECRETARIA DE OBRAS REALIZA MANUTENÇÃO DE RUAS

BR-280

PÁG 3

DNIT DEFINE EMPRESA RESPONSÁVEL PELA DUPLICAÇÃO DO TRECHO QUE CORTA A REGIÃO POLÍTICA PÁG 16 FÁBIO BRUGNAGO AVALIA PÁG 4 IPTU PERÍODO QUE ESTEVE À CARNÊS DE BALNEÁRIO PIÇARRAS E ARAQUARI FRENTE DA PREFEITURA SERÃO ENVIADOS PELOS CORREIOS


2

EDITORIAL

Sábado, 18 de janeiro de 2014.

FACEBOOK

A BR-280 precisa de solução urgente Nesta semana mais uma vez a duplicação da rodovia BR-280, em especial no trecho entre São Francisco do Sul e a BR101, que interfere o acesso de Araquari e Balneário Barra do Sul, volta a ser assunto aqui no Voz do Itapocu nesta semana. Desta vez, felizmente, por uma boa notícia. O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) decidiu nomear uma das empresas participantes da licitação com responsável pela obra (leia todos os detalhes na página 3 desta edição). Apesar dos problemas envolvendo a licitação da duplicação deste trecho da BR-280, o impasse caminha para uma solução, embora segunda colocada no certame deva contestar a escolha da terceira colocada na licitação. Esperamos que este último empecilho seja logo

resolvido e independente da empresa que sair vencedora, que as obras iniciem o quanto antes. O DNIT agiu com bom senso em dar continuidade no processo enquanto a licitação corre na justiça, já que a primeira colocada foi impedida de ser homologada por não cumprir um dos pré-requisitos do edital. Aguardar uma decisão final poderia postergar por muito tempo o inicio da duplicação. Torcemos para que a agilidade na busca por uma nova selecionada, também se repita no cumprimento do cronograma, que prevê um prazo de quatro anos para a conclusão da duplicação. A temporada, com quilométricas filas, apenas expõe o problema de tráfego na via, que liga diretamente a BR-101 ao porto de São Francisco do Sul.

Quem passa diariamente ou semanalmente pelo local, sabe que independente da época do ano, a BR-280 congestiona com facilidade, em especial em horários de pico. Com a chegada de grandes empresas a região, atraídas pelo ‘fator BMW’, a própria duplicação da via pode não ser a solução final para a rodovia. Se a duplicação pode não ‘desafogar’ de vez a BR-280, uma coisa é certa, a obra irá poupar centenas de vidas de acidentes de trânsito. Com uma única via em cada direção, os índices de acidentes, principalmente por ultrapassagens forçadas, são altos. As mortes também. Assim como ocorre na BR-101, que registra mortes em casos extremos de imprudência ou envolvendo atropelamentos, a duplicação é uma forma de frear o problema na BR-280.

Errata: o Voz do Itapocu errou ao publicar na última semana o nome do entrevistado Aristote de Souza, digitando o mesmo como Aristide de Souza. Pedimos desculpa ao seu Aristote e aos admiradores da bela história de vida do pescado, desejando vida longa a este personagem ímpar!

PREVISÃO DO TEMPO

Confira a previsão na página 08 desta edição

NOTÍCIAS DIÁRIAS DA NOSSA REGIÃO.

Não leu as edições anteriores do Voz do Itapocu? Acesse: www.issuu.com/vozdoitapocu e leia na íntegra a edição virtual do jornal, de forma interativa e prática.

VEJA ONDE ENCONTRAR O JORNAL DE FORMA GRATUITA TODOS OS SÁBADOS: www.vozdoitapocu.com.br

CONTATOS (47) 3456 1194 Reportagem - jornalismo@vozdoitapocu.com.br Comercial - comercial@vozdoitapocu.com.br Colunistas - colunas@vozdoitapocu.com.br Coluna Social - social@vozdoitapocu.com.br

EXPEDIENTE Tiragem: 5 mil exemplares / distribuição gratuita / semanário Circulação: Araquari, Balneário Barra do Sul, Balneário Piçarras, Barra Velha e São João do Itaperiú Colaboradores Angelita Borba de Souza Lígia Delazzeri R. Balbinott Daniela Censi Marcos Zaleski de Matos Volnei Antônio de Souza

Reportagem Carolina Nunes Alan Willian Edição Anderson Davi Departamento Comercial Israel Voigt

Jornalista Responsável Flávio Roberto DRT: 02494 JP

Colunas, artigos, cartas, e-mails enviados e assinados são de inteira responsabilidade de seus autores. O conteúdo não expressa, necessariamente, a opinião do jornal. UMA PUBLICAÇÃO

REDAÇÃO Avª Santa Catarina, 1192 - Sobreloja Centro - Barra Velha - SC CEP: 88390-000


GERAL

Sábado, 18 de janeiro de 2014.

Saúde

DNIT define empresa vencedora da licitação para a duplicação da BR280 na região Os moradores e turistas acostumados a enfrentar longos congestionamentos na BR280, entre a BR-101 e São Francisco do Sul, tiveram uma boa notícia nesta semana. Foi publicado no Diário Oficial da União o nome da empresa responsável pela duplicação do trecho de 36,7 quilômetros, correspondente ao lote 1 de três licitados pelo Governo Federal. A Sulcatarinense, terceira colocada na licitação, foi oficializada na quarta-feira pelo Departamento Nacional de Infraestrutura (DNIT). Agora, as duas primeiras colocadas do certame, desclassificadas por não atenderem critérios do edital de licitação, têm cinco dias úteis para contestarem o resultado. Caso não ocorra nenhum recurso, o DNIT dará inicio aos tramites para o começo das obras. A expectativa do DNIT é de quem em quatro anos a duplicação esteja concluída. Porém, representantes da Continental-Pavia-Sogel, se-

gunda colocada na licitação, desconhecem porque foram desclassificados e devem entrar com recurso dentro do prazo. O impasse sobre a empresa que irá realizar a duplicação do lote 1 da BR-280 vem desde dezembro do ano passado, quando a presidenta Dilma Rousseff assinou a ordem de serviço para três lotes da rodovia federal em Santa Catarina. Uma liminar concedida pela justiça desclassificou o primeiro colocado, o Consórcio BTE, vencedor da licitação do lote 1, com valor de R$320,6 milhões, por não cumprir alguns pré-requisitos para se habilitar no certame. O Consórcio apresentou capacidade financeira de R$15,2 milhões, quando a licitação exigia no mínimo R$39,3 milhões. A ação foi movida pela terceira colocada, a Sulcatarinense. De acordo com a assessoria de imprensa do DNIT no Estado, o Departamento avaliou então as habilitações das empresas

segunda e terceira colocadas na licitação do trecho, para definir qual será a empresa selecionada. “A segunda colocada, Continental-Pavia-Sogel, também não atendeu aos critérios previstos no edital, por isso a terceira colocada foi homologada”, explica Maira Gonçalves, assessora do DNIT. Embora a primeira colocada esteja suspensa por uma liminar, ou seja, ainda não há uma decisão judicial, o DNIT acredita que dificilmente o Consórcio conseguirá reverter a situação na justiça. O atraso no inicio das obras deste trecho também é prejudicial aos outros dois lotes da rodovia, que compreendem da BR-101 até Jaraguá do Sul. Segundo Breno Maestri, também assessor do DNIT, a ordem de serviço está suspensa até que o lote 1 seja regularizado. “Queremos começar todas as obras junto por uma questão de fiscalização do DNIT”, justifica.

3

Fisioterapeuta Daniela Censi e-mail: dani_censi@hotmail.com

Em 2014 eu vou... Ano novo é época de avaliar o ano que passou, pensar, planejar, sonhar, repensar... É uma época de traçar nossos objetivos ou resgatar alguns que não foram realizados no ano que se findou. É, também, um momento bom para analisar como anda a saúde mental e física. É comprovado que o bem estar da mente contribui para o bem estar do corpo e vice versa. Dessa forma, traçar metas que envolvam cuidados com a saúde são muito importantes. Não é recomendado pensar apenas no aspecto estético, como perder peso, o ideal é incluir objetivos mais amplos, como melhorar a qualidade de vida, diminuir dores ou desconfortos, melhorar a capacidade cardiorrespiratória (ter mais fôlego), diminuir a pressão arterial e/ou diabetes, entre outros. Se deve lembrar também de momentos que são desagradáveis e que podem ser

prevenidos ou minimizados. Um exemplo dessa situação são as conhecidas dores causadas por movimentos repetitivos. Esse fato pode ser minimizado executando pequenos intervalos durante o trabalho e realizando exercícios de alongamento e fortalecimento da musculatura envolvida. Outro exemplo é o aumento descontrolado da pressão arterial, sendo esse evento prevenido através do controle da pressão com medicamentos, no caso de hipertensos, e realização de exercícios físicos com acompanhamento de profissional capacitado, bem como cuidados nutricionais. Em resumo, as palavras chaves de hoje são PLANEJAMENTO e PREVENÇÃO para o ano de 2014. Surpresas com certeza podem acontecer, mas obtendo bem estar mental e físico as dificuldades são ultrapassadas com mais facilidade.

Simpósio da Arxo irá selecionar sete artistas para realizarem esculturas a base de aço Encerraram ontem as inscrições para o 1º Simpósio Internacional de Esculturas Instituto Arxo. O evento criado e financiado pela empresa de Balneário Piçarras escolherá sete artistas que passarão 10 dias na empresa desenvolvendo suas esculturas a base de aço, principal matéria prima da empresa. O simpósio acolherá artistas brasileiros e também dos países em que a Arxo atua como Paraguai, Uruguai e Argentina. Após serem definidos os sete finalistas, a multinacional estará servindo como residência artística aos participante,s

que terão ao seu dispor máquinas e ferramentas da empresa. Depois de prontas, as obras integrarão o acervo do Instituto Arxo e uma delas será doada ao município. Como reunirá artistas da América Latina, o 1º Simpósio Internacional de Esculturas deve conquistar reconhecimento universal. “É uma alquimia que vai transformar a matéria bruta em beleza”, acredita Ane Fernandes, curadora do evento. As atividades começarão no dia 17 de março tendo fim no dia 27. Durante os dias em que passarem em

território brasileiro, os participantes receberão da empresa refeições, hospedagem e uma ajuda de custo de R$2 mil. Além dos artistas concorrentes, sete alunos indicados pelo professor das turmas práticas do curso de solda do Pronatec, realizado em Balneário Piçarras, atuarão como auxiliares no processo de criação de esculturas. Os sete alunos serão imediatamente contratados pela empresa para permanecer de forma definitiva no quadro de funcionários. Em paralelo à criação das esculturas, ocorrerão oficinas, workshops e visitas

monitoradas no Instituto e Empresa Arxo. De acordo com a assessoria de comunicação da Arxo, o objetivo é aproximar os funcionários da empresa, fazendo com que a organização estética e a criatividade passem gradativamente a integrar o dia a dia da equipe, refletindo no resultado e motivação.


4

GERAL

Sábado, 18 de janeiro de 2014.

Obal quer entrar na justiça contra aumento do IPTU em Barra Velha Mesmo após os esclarecimentos da prefeitura municipal de Barra Velha sobre o aumento das alíquotas de parte dos carnês de IPTU neste ano, alguns moradores ainda estão insatisfeitos com o valor cobrado. Para auxiliar os contribuintes que não aceitam o reajuste, a Organização Barra Limpa (Obal) decidiu em reunião ordinária no dia 12 de janeiro entrar com duas ações judiciais relacionadas ao caso. Carlos Roberto Mendes Ribeiro, presidente da Obal, diz que a primeira ação judicial será de caráter geral e terá como objetivo anular o aumento da planta de valores. Para ele, alguns detalhes anteriores a Lei não foram cumpridos. “Essa alternativa será gratuita e depois de julgada poderá ter efeitos para todos os contribuintes, mas acreditamos que isto vai demorar, pois recursos podem ser interpostos”, diz ele. A segunda agrupará pessoas interessadas em participar de uma ação coletiva para que individualmente os valores sejam recalculados, dentro dos preceitos legais da capacidade de contribuição e outros. Essa por sua vez terá custos processuais a serem definidos em reunião com um advogado. Mendes adianta que a segunda opção pode trazer resultados

mais imediatos, com possível deposito em juízo do valor que o contribuinte entender por correto. O presidente ressalta que os interessados em participar da ação coletiva devem mandar um e-mail o nome e telefone de contato para obal.barravelha@gmail.com. Nos próximos dias será realizada uma reunião com um advogado para estabelecer os custos da ação e os seguintes passos a serem seguidos. Após esse procedimento, a Organização deve entrar em contato com os interessados. Prefeitura não teme ação da Obal Jair Irineu Bernardo, Procurador Geral da Prefeitura diz que a administração não teme as ações em questão. “Os vereadores que fazem oposição na bancada parlamentar já

entraram com uma ação judicial para anular o aumento e o resultado foi favorável a nós. Então eles podem entrar também porque não há erros no projeto”, disse. O advogado acrescenta que todo o processo está sendo feito da maneira correta. Os atendimentos ao contribuinte continuam acontecendo na Câmara de Vereadores e todas as dúvidas estão sendo sanadas. “Claro que temos alguns casos que houve erros no cálculo, mas qualquer um que se sentir prejudicado pode ir lá e será atendido”. Ele destaca que alguns erros aconteceram nos cálculos da rua Paraná, Vila Nova e Vila Paraguai, sendo que todos os contribuintes foram atendidos e o problema resolvido.

Inscrições abertas para cursos profissionais em Balneário Piçarras Estão abertas as inscrições para os novos cursos de qualificação profissional que as secretaria de Educação e Assistência Social irão oferecer gratuitamente aos moradores, através do programa do Governo Federal, Pronatec, e do Senai. As inscrições devem ser feitas até o dia 3 de fevereiro na sede da secretaria de Educação, situada na avenida Nereu Ramos,

163, no horário de expediente normal: das 8h às 12h e das 13h30 às 17h30. De acordo com o responsável pelas inscrições, José Carlos Pereira, “os cursos de Almoxarife, Soldador no processo MIG/ MAG e Operador de Computador tem início previsto para o dia 10 de fevereiro. Auxiliar de Transporte e Movimentação e Distribuição de Cargas para o

dia 17 de fevereiro e Manipulador de Alimentos com início em três de março”. Confira os cursos oferecidos: Almoxarife; Auxiliar de Transporte e Movimentação e Distribuição de Cargas; Manipulador (a) de Alimentos; Soldador no processo MIG/MAG; Operador de Computador

Carnês de IPTU serão enviados a partir desta semana em Balneário Piçarras Em Balneário Piçarras os moradores irão receber os carnês de IPTU em suas residências. A partir de segunda-feira, a agência dos Correios da cidade estará distribuindo os 20.930 carnês. Os contribuintes que decidirem por quitar as parcelas até o dia 10 de fevereiro, será concedido um desconto de 10%. Para quem pagar até dia 28 de fevereiro o desconto é de 5%. Há também a opção para parcelar em 12 vezes. A assessoria da prefeitura alerta que se algum contribuinte não receber o seu carnê até o final do mês, pode ir ao setor de cadastro da prefeitura e retirar a segunda via. A prefeitura não divulgou valores oficiais de aumento médio do IPTU, mas de acordo com o projeto aprovado no ano

passado, será possível identificar casos de 50% até 350%. De acordo com a assessoria, os moradores que se sentirem prejudicados com o aumento, podem ir até a prefeitura e pedir uma revisão dos valores. Assim como em Barra Velha, o aumento da planta de valores do município, que incide no aumento do IPTU, também foi de polêmica e debate na Câmara de Vereadores. Em sessão extraordinária, a maioria dos parlamentares aprovou a proposta da prefeitura. Segundo o Executivo, o último aumento havia ocorrido em 2006. Os novos valores propostos foram definidos com base em consulta imobiliária e avaliados em cerca de 40% do valor comercial praticado na compra e venda das propriedades

Araquari também enviou carnês de IPTU Em Araquari, os 12.721 carnês foram entregues na última quinta-feira, dia 16, aos Correios para que os agentes possam fazer a entrega na próxima semana. Todos os contribuintes que mantém o endereço completo e atualizado receberão em casa, já aos que não tem endereço completo, os carnês permanecerão na sede da prefeitura e sub prefeituras dos bairros. Foto: Prefeitura de Balneário Piçarras

A data de vencimento para parcela única com desconto de 20% será até o dia 11 de março. Após essa data a segunda opção para o morador seria o parcelamento em cinco vezes. De acordo com um comunicado do setor de tributação da Prefeitura o IPTU 2014 não teve reajuste no seu valor, mas como todos os anos houve somente índice acumulado da taxa IPCA de 4.3817%.


GERAL

Sábado, 18 de janeiro de 2014.

Barra Velha registrou mais de 100 pontos de alagamentos no último final de semana Moradores de Barra Velha voltaram a presenciar cenas de alagamentos na madrugada do último sábado, dia 11. Com a forte chuva que atingiu a cidade, foram registrados mais de 100 pontos de alagamento, apresentando lâmina d’água de aproximadamente 30 centímetros em média. Algumas casas foram invadidas pela água mais uma vez e moradores chegaram a realizar um protesto, cobrando melhorias no local onde vivem. De acordo com a Defesa Civil, nos bairros São Cristóvão, Itajuba e Itinga houve chamados envolvendo alagamentos. Durante a madrugada a Defesa Civil recebeu alguns pedidos de resgate, incluindo crianças da Casa de Passagem e um destelhamento de casa

Foto: Arquivo

na localidade do Itinga. Para realizar os resgates, a coordenadoria contou com o apoio dos Bombeiros Militares e do Secretário Municipal da Assistência Social, Idemar Trevisani, que alojou as crianças no Complexo Social da Secretaria. De acordo com Elton Cunha, Coordenador da Defesa Civil do município, não houve mais casos de desalojados. “Algumas famílias preferiram sair

Moradores abrem buraco na rua para protestar Os moradores da rua Carlos Maia, no Centro da cidade, tiveram uma reação diferente a um novo alagamento na rua, que segundo eles, é um problema que ocorre há cerca de 15 anos. Na manhã de sábado, após o escoamento das águas, que ultrapassou 60 cm, proprietários de residências retiraram uma fileira de lajotas da rua, causando um pequeno valo que impedia a passagem de veículos. O protesto não agradou aos órgãos responsáveis da prefeitura, que através de um comunicado se pronunciaram neste semana. De acordo com a nota, divulgada pela assessoria de imprensa da prefeitura, a atitude classifica-se como crime contra o patrimônio público. “A atitude precipitada, de alguns moradores de áreas atin-

de casa por causa do medo, mas em poucas horas já retornaram,” disse. Ele classificou o ocorrido como enxurrada. Segundo dados coletados das estações meteorológicas no São Cristóvão, houve acúmulo de 87,19 mm. Na estação meteorológica da região das Pedras Brancas choveu 81,18 mm e a estação meteorológica de Itajuba indicou acumulados de 83 mm.

5

Secretaria de Obras realiza manutenção em ruas Após o escoamento das águas, chegou a hora da limpeza por parte dos moradores e da prefeitura. Na terça-feira, dia 14, o prefeito em exercício, Fabio Brugnago, reuniu-se com o Secretário de Obras, Carlos Alberto da Silva, o Tinho, e determinou que fosse realizado trabalho concentrado em vários pontos atingidos pelas enxurradas do final de semana. Entre os pontos mais danificados, estão as ruas Carlos Maia, no Centro, rua dos Professores, rua Guatemala e rua Nicarágua. Na rua Edmundo Lombardi, as chuvas abriram

um grande buraco e os serviços também são de urgência. O secretário Carlos Alberto da Silva (Tinho), juntamente com sua equipe, iniciou o trabalho abrindo a rede pluvial sob a rotatória próxima ao supermercado Dubom. Neste local foram instalados tubos maiores, o que totalizará 1,2 metros de diâmetro para a vazão dessa canalização. Já outra equipe se deslocou até a rua Edmundo Lombardi para realizar a limpeza da tubulação e substituição de aproximadamente 20 tubos que foram danificados.

Rua Edmundo Lombardi - Foto: Prefeitura de Barra Velha

Rua Carlos Maia - Foto: Prefeitura de Barra Velha

Matrículas abertas para o EJA em Araquari

gidas, em forçar a realização de obras nas ruas, através do fechamento de vias públicas, não acelera os projetos ou melhorias que estão programadas e que acontecerão durante os anos de 2014/2015/2016”, diz a nota, que argumenta que tal atitude apenas retardou o cronograma de obras da pasta. “O início de obras em um ponto específico e a escolha do local, se dá pelas condições da própria obra, que por suas ca-

racterísticas, possibilita o início imediato, o que em alguns locais as vezes não é possível, devido ao escoamento da água pluvial ser em direção a terrenos particulares, que demandam a autorização de proprietários, ou, as vezes, por interromper vias de muito movimento. Em outros momentos, o início da obra depende do término de outra obra ou deslocamento de servidores de outros serviços”, complementa o comunicado.

Iniciaram na última segunda-feira, dia 6, as matrículas para as aulas direcionadas a Educação de Jovens e Adultos (EJA) oferecidas através de uma parceria entre o Sesi, que vai oferecer o curso, e a prefeitura, que irá disponibilizar os espaços. As aulas serão gratuitas e realizadas uma vez por semana, em três pólos, sendo eles: escola municipal João Agnelo Vieira, localizada no bairro Rainha, voltados para ensino fundamental e médio; escola municipal Francisco Jablonsky, localizada no bairro Itinga e voltada para o ensino fundamental e escola municipal Amaro Coelho, localizada no bairro Porto Grande, trabalhando com ensino fundamental e médio.

O curso tem apenas um pré-requisito: para alunos do ensino fundamental é necessário ter idade mínima de 15 anos e para ingressar no ensino médio, é preciso ter idade mínima de 18 anos. As matrículas estão abertas até dia 7 de fevereiro e as aulas iniciam dia 10 de fevereiro. Quem tiver interesse pode procurar a Secretaria de Educação de Araquari portando os seguintes documentos: - RG e CPF - Comprovante de Residência - Duas fotos 3x4 - Carteira de Trabalho (cópias das páginas: da foto, de identificação e contrato de trabalho) - PIS - Histórico Escolar


6

GERAL

Sábado, 18 de janeiro de 2014.

Prefeitura de Barra Velha realiza licitação de dois caminhões para a secretaria de Obras Na última semana o secretário de Obras de Barra Velha, Carlos Alberto da Silva, o Tinho, anunciou a compra de novos caminhões caçamba e uma escavadeira para a frota do município. Dois dos caminhões já estão no edital 002/2014 e devem ser adquiridos com recursos oriundos da arredação do IPTU, segundo ele. As outras aquisições serão efetivadas com recursos do Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE), no valor de R$1,2 milhão. Tinho afirma que Matias lhe prometeu melhorias na estrutura da secretaria de Obras,

garantindo a aquisição de cinco caminhões. “Quando o prefeito encaminhou o projeto de Lei de atualização da planta de valores do IPTU, informou que parte da arrecadação seria destinada para compra de dois caminhões novos e isso se tornará uma realidade a partir do dia 20 de janeiro”, diz o secretário. A compra será feita através de licitação do tipo pregão, no qual vence a empresa que oferecer os materiais em menor valor. A licitação está marcada para o dia 20, às 16h15, na sede da prefeitura. Nessa primeira etapa, serão adquiri-

dos dois caminhões novos e uma caçamba. As demais aquisições serão através do financiamento do BRDE. “Precisamos renovar a nossa frota porque os últimos caminhões que o município comprou foram no ano de 2003”, justifica. De acordo com a assessoria da prefeitura, já foram encaminhados os documentos para homologar o pedido de financiamento para a aquisição de máquinas e equipamentos via BRDE, mas ainda não há datas definidas para a aquisição.

Crianças de Balneário Piçarras se formam no projeto Golfinho Na manhã da última quintafeira, dia 15, 26 crianças de Balneário Piçarras concluíram o projeto Golfinho, do Corpo de Bombeiros Militares. Eles receberam um diploma e camiseta do projeto, que atua nas praias do Litoral Norte de Santa Catarina, conscientizando crianças e jovens entre 9 e 13 anos de idade, sobre a importância da preservação ambiental, além de alertar para os perigos associados ao banho de mar. A formatura contou com a participação do prefeito Leonel Martins. Durante cinco dias, os alunos foram capacitados pelos guarda vidas Márcio Triches e Pedro Yuri para compreenderem as características de cada praia, os fenômenos naturais que envolvem os oceanos, os tipos de ondas, as correntes de retorno, os perigos associados

ao banho de mar, o trabalho dos guarda vidas e a importância da preservação ambiental nas praias. Durante a prova final, os pais também tiveram puderam ajudar as crianças nas questões relacionadas ao curso. O projeto é realizado nas praias de Itajaí, Navegantes, Penha, Balneário Piçarras, Barra Velha, Balneário Barra do Sul, São

Francisco do Sul e Itapoá. Na próxima semana entre, os dias 20 a 24, acontece o período de inscrições para a abertura de outra turma do projeto em Balneário Piçarras. Para participar, os pais devem procurar um posto de guarda vidas na orla da praia, para inscreverem seus filhos e se informarem sobre o curso.

ARTIGO DO

LEITOR

SODOMA E ...

Advogado Amílcar Matheus Passos e-mail: amapa_@hotmail.com

Excluídos os períodos de festividades de Natal e passagem de ano onde os excessos são permitidos e, às vezes, até estimulados, o que se tem visto nos finais de semana na praia do Tabuleiro, em Barra Velha, é um verdadeiro “festival” de desrespeito à cidadania, aos bons costumes e avacalhação das instituições públicas constituídas. No calçadão lá existente, no período vespertino, reúnem-se grupos, tribos e gangs que promovem todo tipo de bagunça, confusão, baderna e arruaça, com o objetivo intencionalmente ajustado de perturbar a boa ordem, o sossego e a tranquilidade dos que por lá tentam transitar e das famílias que residem nas imediações. Após ingestão de bebidas alcoólicas - a quantidade absurda de garrafas vazias e as “latinhas” jogadas ao longo do calçadão e da praia comprovam esta assertiva, e de provável consumo de drogas, pois os desatinos lá praticados permitem essa conclusão, está preparado o “clima” de total desapego às normas civilizadas. Em seguida começa o espetáculo: melodias com letras obscenas ou duplo sentido, tendo como ritmo o “pancadão” fazem os “meninos e as meninas” entrarem em transe coletivo, oportunidade em que realizam coreografias indecentes, num verdadeiro atentado aos mais comesinhos princípios de civilidade. Nesse show os valores morais estão sendo pisoteados. A ausência de vergonha, a imoralidade, a violência, a falta de respeito são ingredientes para estimular a “diversão”. O aqui relatado não é novidade nenhuma, pois reclamações foram divulgadas, abaixo-assinados foram realizados, promessas foram feitas e, para variar, quase nada foi feito. Alguns dizem que houve uma sensível melhoria com a diminuição dos carros com som acima do permitido na legislação. Mas que melhoria foi essa se a baderna continua a mesma? Nesta reflexão quero lembrar, apenas como argumentação, o conhecido relato bíblico sobre a cidade de Sodoma. A história sagrada informa que Sodoma era uma metrópole cercada por ricas e prósperas fazendas. Era o centro comercial da Palestina e lá havia uma real atmosfera de prosperidade e segurança, pois os negócios se desenvolviam normalmente. Por baixo daquele verniz de prosperidade, entretanto, o que havia era corrupção e iniquidade em tal nível como nunca houve igual desde os dias do dilúvio. A perdição produzia um mau cheiro moral que chegava até o céu. Na verdade, a situação se tornara tão detestável que a justiça divina não podia mais tolerar que tal câncer continuasse a existir sobre a Terra. O resultado todos sabem. Para evitar que outra geração crescesse e participasse dessa terrível impiedade, Deus, em Sua misericórdia, decidiu destruir Sodoma. Seria um ato de extrema leviandade e desrespeito com esta acolhedora cidade tentar comparar o comportamento abominável da população de Sodoma com o que está ocorrendo na praia do Tabuleiro. Longe tal ideia. O que deve ficar patente, entretanto, é que em Sodoma, e a história comprova isso, as autoridades da época ficaram silentes, omissas, inertes em relação à poluição moral. Ao invés de combatê-la acostumaram-se a ela e deu no que deu. Espero que em Barra Velha, neste caso específico, não tenhamos que esperar pela providência divina.


18 de janeiro de 2014.

7

Nesta edição: A Estação dos Esportes: dos tradicionais as novidades do verão na região

Handebol de areia é novidade em Barra Velha Na 1ª Copa disputada, melhor para as equipes de Paranaguá, que levaram o título no masculino e feminino Pouco comum na cidade, o handebol de areia foi uma atração diferente no último sábado, dia 11, na arena montada na praia Central. A 1ª Copa Barra Velha a modalidade reuniu seis equipes masculinas e sete femininas na categoria livre. O torneio realizado pela Fundação Municipal de Turismo, Esporte e Cultura em parceria com Gerson Cabral, Professor de Balneário Camboriú. Adiado em sua data inicial devido as chuvas, dessa vez o sol marcou presença e aqueceu os 25 jogos disputados. A primeira edição do campeonato contou com uma presença ilustre. A atleta Cubana, como é conhecida, foi campeã com a Seleção Brasileira de Handebol de Areia no Mundial realizado no Marrocos em 2012. No sábado, a jogadora integrou a equipe de Balneário Camboriú e presenteou a torcida com lances incríveis. Seu time ficou em segundo lugar, após perder na final para o time de Paranaguá (PR). O pódio se repetiu na categoria masculina. Os paranaenses venceram o time de Balneário Camboriú e levaram as melhores colocações para o Estado vizinho. A cidade de Barra Velha estava repre-

sentada por duas equipes no naipe feminino e uma na categoria masculina. O possível confronto entre as duas equipes barravelhenses se concretizou nas quartas de finais, quando o time A eliminou o time B. Na sequência o time A garantiu o terceiro lugar no pódio. O time B feminino, composto por meninas de até 16 anos, não fez feio ao enfrentar grandes atletas e ficou na quinta posição. Na premiação, o prefeito em Exercício, Fábio Roberto Brugnago, destacou a importância de realizar esse torneio em uma cidade que vem se destacando tanto na modalidade. Durante toda a competição um bom público esteve presente na arena. Fabio aproveitou para assegurar a segunda edição na próxima temporada. De acordo com Jairo Hermógenes, treinador do time barravelhense, as meninas seguem treinando visando a próxima competição. “Dia 9 de fevereiro vamos participar do campeonato em Itajaí, com as meninas do sub-16. Aqui elas já conseguiram jogar bem sendo que era idade livre. Creio que nesse próximo elas consigam uma colocação ainda melhor,” disse ele.

Agita Verão acontece no próximo final de semana em Araquari Apesar de não ser muito badalada com os balneários próximos, Araquari também prepara para moradores e visitantes atrativos esportivos neste verão. A prefeitura aproveita a praia da cidade para realizar a primeira edição do evento batizado de Agita Verão Araquari/Barra do Itapocu, que acontecerá nos dias 25 e 26 de janeiro, das 9h às 11h e das 14h às 18h. O local de encontro e realização é a praia da Barra do Itapocu, em frente à ponte de travessia. A programação prevê atividades como vôlei de praia, futebol de areia, frescobol e jogos de mesa. A participação é gratuita.

O que muda da quadra para a areia

Tanto na quadra quanto na areia, a hegemonia do handebol feminino pertence a um único país. Os últimos mundiais das respectivas modalidades foram vencidos pelas brasileiras, o que mostra o avanço esportivo em ambos. As regras são diferentes, a começar pelo número de atletas. Na areia são quatro jogadores contando com o goleiro, enquanto na quadra são seis. Para quem não está acostumando a ver um jogo de handebol de areia, pode ficar um pouco perdido com o entra e sai de atletas em quadra, mas as substituições são organizadas de modo que a cada ataque entra um goleiro linha e algum jogador que se destaca no ataque, substituindo um de defesa e o goleiro original. Nesse caso, se houver um gol do goleiro linha, vale por dois. A regra aplica-se também para jogadas especiais como aéreo e giro. O jogo é disputado em dois sets com 10 minutos cada um. Se cada equipe vencer um set o sistema de desempate será de arremesso entre jogador e goleiro. Como a dificuldade de quicar a bola no chão é grande, cada jogador pode dar três passos com ela na mão antes de passar para um companheiro ou arremessar no gol. Se a bola bater no chão, a contagem zera e o atleta pode dar mais três passos.

Esporte Verão leva várias opções para a praia praia em Balneário Piçarras Para quem procura uma atividade esportiva diferente em Balneário Piçarras, a dica é frequentar o projeto Esporte Verão, que acontece nas areias da praia, em dois pontos da cidade, de quinta a domingo, das 16h às 20h. O projeto iniciou no último sábado, dia 11, e vai até o dia 9 de março. A Associação Desportiva e Recreativa de Balneário Piçarras – ADEPI é a responsável por toda a organização, estruturação e coordenação do projeto, que disponibiliza professores de educação física para auxiliarem na realização e no monitoramento das

atividades. Na descida da Avenida Getúlio Vargas, o Esporte Verão conta com as modalidades de futevôlei, basquetebol, vôlei de praia, frescobol, futebol de areia, tênis de mesa, xadrez, bets, damas, truco, dominó, malha e a tradicional aula de aeróbica. Já na Barra Sul, próximo ao molhe urbanizado Joaquim Pires, as modalidades oferecidas são: escolinha de canoagem, futevôlei, basquetebol, tênis de mesa, xadrez, bets, damas, truco e dominó.


8

A estação dos

esportes

Neste segundo Caderno de Verão, o jornal Voz do Itapocu traz aos leitores uma série de esportes que estão fazendo sucesso nas praias da região. Fomos em busca de esportes além dos tradicionais surf e futebol. Conheça outras opções que também são ótimas formas de se exercitar, manter a saúde em dia e ainda por cima se divertir no verão.

Caiaque e stand up fazem sucesso em Balneário Barra do Sul PREVISÃO DO TEMPO Finalmente o sol! O final de semana será perfeito para quem gosta de praticar esportes: muito sol e calor depois dos últimos finais de semana nublados e chuvosos. A presença de uma massa de ar seco e mais quente nos próximos dias em Santa Catarina favorecerá a alta nas tempuradas, acima da casa dos 30°C. Não há previsão de chuva significativa para os próximos 7 dias no Estado. Mas atenção: cuidado especial para a proteção solar, pois os índices que registram os raios ultravioleta estão no máximo durante os próximos dias

SÁBADO (18/01) Sol com algumas nuvens

A aparente tranquilidade das águas da lagoa, no bairro Costeira, em Balneário Barra do Sul, é o cenário ideal para quem busca um local calma para levar a família, mas também favorece a prática de esportes aquáticos. Enquanto diversas famílias brincam na parte mais rasa da lagoa, uma diversão diferente tem feito sucesso no local: a prática de stand up e caiaque. Pelo segundo ano seguido, a equipe da loja 3MTEM montou uma base para locar os equipamentos e orientar os visitantes que desejam praticar os esportes. Todos os dias 7h30 às 19h eles atendem no quintal da própria casa, de frente para a lagoa. São 15 equipamentos de stand up, praticado individualmente, e 20 caiaques, que podem ser utilizados também em duplas. Para a prática de uma hora do stand up, o valor é R$25. Já para remar por uma hora de caiaque, o valor é de R$10 por pessoa. “É um sucesso, muitas pessoas procuram para fazer algo diferente. No auge da temporada são em média 160 pessoas por dia”, comenta Miriam Campos, uma das proprietárias da loja. Junto com o marido, Marcos Campos, eles administram a locação dos equipamentos. Apesar da grande procura ser no verão, o serviço funciona o ano inteiro. Visando a segurança dos usuários, a empresa possui todas as licenças necessárias para oferecer a atividade, com aval da prefeitura e da Marinha, que fiscaliza a prática na Costeira. Todos os participantes recebem uma fita de identificação e

colete salva vidas, além da orientação e acompanhamento de membros da loja. “A dica é remar contra o evento para ir e a favor do vento para voltar. É bem simples e a diversão é garantida”, comenta Marcos. Dependendo das condições do vento, eles preferem suspender a locação do stand up. Por ser um esporte mais difícil, pessoas inexperientes podem encontrar grandes dificuldades para se equilibrar e remar em pé na prancha. “Nós queremos que todos se divirtam”, completa. A casa da família também serve de base para equipamentos de wind surf, no qual o filho do casal, Felipe Costa, é instrutor. Dependendo das condições do vento, ele e outros esportistas aproveitam para praticar na lagoa. Para 2014 a família prepara outra novidade. Eles devem construir em breve um galpão que servirá de guardaria para equipamentos, em especial os ligados a esportes náuticos. O local é próximo da casa onde realizam o aluguel de caiaques e stand ups. Ao longo do ano os clientes poderão locar um espaço para deixar seus equipamentos no local com segurança e comodidade. “Muitas pessoas vêm de Joinville ou de outras cidades e têm que trazer seus equipamentos. Agora eles poderão deixar armazenado em Balneário Barra do Sul. Será algo inédito aqui”, comemora Marcos.

MÁX: 33º MÍN: 19º

DOMINGO (19/01) Sol com algumas nuvens

MÁX: 33º MÍN: 18º

SEGUNDA-FEIRA

(20/01)

Sol com algumas nuvens

MÁX: 33º MÍN: 19º

TERÇA-FEIRA

(21/01)

Sol com algumas nuvens

MÁX: 31º MÍN: 21º Fonte: Ciram/Epagri

Vôlei de praia ganha força com estrutura nas praias Desde que o voleibol de praia foi incorporado a Olimpíada, o Brasil se tornou a segunda maior potência olímpica da modalidade, atrás apenas do Estados Unidos. Nas disputas dos circuitos mundiais, o Brasil detém a hegemonia de maior números de conquistas nos dois naipes. Estes dados apontam a força do esporte no país, com um grande número de adeptos no litoral Norte catarinense. Para incentivar ainda mais a prática e promover a integração no esporte, a fundação Municipal de Turismo, Esporte e Cultura (Fumtec) de Barra Velha criou uma área de recreação esportiva na praia central e entre os espaços estão duas quadras de vôlei. Estrutura parecida foi adotada pelas secretarias de Esportes de Balneário Piçarras e Balneário Barra do Sul. A iniciativa foi aprovada pelos esportistas que sentiam a ne-

cessidade de mais espaços como esse na orla. Para a professora e praticante do esporte Any Soares, a ideia é ótima e o espaço deveria permanecer ao longo do ano. “Aqui na praia central nós temos apenas um espaço para a prática de Futevôlei, e outro que é pra vôlei, mas parece que é exclusivo de uma turma que montou. A fundação deveria deixar essa rede para nós,” diz ela. Diariamente dezenas de amigos passam pelo local para brincar. Quem ainda não se conhece, acaba se enturmando. É o caso da de Luana Alves, 20 anos, de Jaraguá do Sul. “Além de adorar jogar vôlei gosto de vir aqui pra fazer novas amizades. Nesse verão reencontrei amigos que fiz nesse espaço há três anos. É algo saudável, me faz bem”.


18 de janeiro de 2014.

9

Kitesurfing é nova onda em Barra Velha Em dias de vento forte em Barra Velha já se tornou rotina avistar em alguns pontos das praias da cidade um grupo de esportistas praticando o kitesurfing, ou surf com pipa, na tradução literal da modalidade. Com uma espécie de parapente amarrado a um equipamento na cintura do esportista, e uma prancha com suporte nos pés, eles fazem manobras no mar manejando o equipamento de acordo com a direção que o vento os leva. Há quatro anos praticante da modalidade, Luciano Buterzg, de Jaraguá do Sul, conta que atualmente os adeptos do kitesurfing em Barra Velha já chegam a cerca de 20 pessoas. Ele e o amigo Diego Milnitz, também de Jaraguá do Sul, costumam frequentar a praia Central, próximo das Canoas ou do hotel Candeias. Além do vento, fator fundamental para o kitesurfing, a quantidade de banhistas no

mar também é levada em consideração para escolher o ponto da pratica do esporte. Os praticantes do kitesurfing costumam também combinar o local e horário para a praticarem juntos o esporte. “É mais seguro. Se alguém tiver algum problema ou acidente, tem outros colegas para ajudarem”, explica Luciano. Ele conta que há 25 anos possui casa de veraneio em Barra Velha e aderiu à modalidade depois de ver alguns praticantes na praia Central. Além de praticantes locais, também é comum pessoas de Joinville virem a cidade litorânea para surfar com a pipa, ou papagaio, como também é chamado. Ao contrário do que muitos pensam, o velejar com a pipa não exige força dos braços, já que é preso a um equipamento na cintura. O segredo para se divertir está no manejo. Dentre as manobras mais vistas à beira da praia, o salto nas ondas, também não é

considerado uma das práticas mais difíceis. Segundo Daniel, manobrar sem o equipamento preso ao corpo é uma das maiores dificuldades do kitesurfing. Para quem se interessou pelo esporte, a compra de um equipamento novo está na faixa de R$7500,00. Porém, para iniciantes, os amigos de Jaraguá do Sul aconselham a compra de um equipamento usado, já acostumado a enfrentar o vento. Sobre a estrutura das praias em Barra Velha, Luciano diz que não tem o que reclamar. Ele aproveita para elogiar a limpeza que a prefeitura tem realizado durante as madrugadas. Para o esportista, falta apenas iluminação noturna nas praias, o que permitiria ao grupo do kitesurfing uma prática mais tranquila, sem a preocupação de evitar pontos que concentram banhistas.

Tênis de praia é uma opção diferenciada para quem gosta do popular frescobol

Luciano

Daniel

Uma mistura de tênis convencional, voleibol e frescobol. Assim pode ser considerado o beach tennis, ou tênis de praia, de forma traduzida. Uma modalidade diferente, que aos poucos vem ganhando adeptos na praia central de Barra Velha, onde uma quadra com rede específica para a modalidade foi montada. A disputa pode ser dividida em categorias simples ou de duplas. É uma adaptação que impõe um nível de

dificuldade maior ao habitual frescobol, um dos esportes preferidos para a prática à beira-mar. Assim como o tênis, é disputado em dois sets de seis games. Neste ano Barra Velha chegou a receber uma etapa do circuito estadual da modalidade, o que chamou a atenção de muitos moradores e rendeu alguns adeptos, que agora aproveitam o verão para praticar a modalidade.


18 de janeiro de 2014.

10

Beach Soccer: bola começa a rolar em Barra Velha e Balneário Piçarras Mais de 20 equipes masculinas estão envolvidas nas disputadas do futebol de areia nas duas cidades Se alguns esportes ainda são novidade na região, há muitos anos, o futebol é o campeão da preferência dos frequentadores das praias do litoral Norte catarinense. Seja nas famosas ‘peladas’, nas brincadeiras de ‘bobinho’ ou campeonatos organizados pelas prefeituras locais, é comum ver a bola rolando nas areias de Barra Velha, Balneário Piçarras (página 10) e Balneário Barra do Sul. As competições são as grandes atrações esportivas das praias da região, reunindo não só um expressivo número de competidores pelo maior período de tempo, mas também pela participação da torcida e dos apreciadores do beach soccer. Na região, a primeira cidade a rolar a bola em 2014 foi Barra Velha, que teve o seu tradicional campeonato iniciado no último domingo, dia 12. Promovido pela Fundação Municipal de Turismo, Esporte e Cultura (Fumtec), esta edição, batizada de taça José Ernesto Provesi, conta com 10 times no masculino, e levará o campeão e o vice para disputarem o Campeonato Catarinense de clubes. Logo após o jogo festivo entre Amigos de Barra Velha e Amigos do Pretinho Básico, entrou em campo o atual campeão do torneio. A equipe SDN enfrentou o

time da Predial Construções e garantiu a vitória com o placar de 9 x 1. A primeira rodada contou com seis jogos, que fizeram a rede balançar 44 vezes. Entre os jogadores da edição 2014 do torneio, estão atletas já conhecidos na competição, como Leandro Souza. O barravelhense já disputou sete campeonatos na cidade e tem em seu currículo quatro títulos. Jogador do SDN, Leandro conta que o time veio ainda mais motivado para essa edição. “Nossa expectativa é jogar bem pra chegar à final. Queremos garantir essa vaga no Catarinense”, diz ele que já participou do Campeonato Catarinense em 2013 e foi campeão pelo time de Joinville. Em Barra Velha o campeonato já está no calendário anual de eventos da prefeitura há anos. Com a margem de público e apoiadores crescendo a cada edição, Leandro elogia a organização. “A organização do campeonato esta sendo ótima, e ficou ainda melhor com a parceria entre a Fundação Municipal e a Federação Catarinense de Beach Soccer. Essas vagas para o estadual servem para incentivar e dar mais oportunidades para os atletas aparecerem nessa modalidade que esta crescendo cada dia mais”, finaliza.

SDN, atual campeão de Barra Velha. Foto: Prefeitura de Barra Velha

Balneário Piçarras

Na quarta-feira foi a vez da bola rolar na areia da praia Central de Balneário Piçarras, para o campeonato organizado pela secretaria de Esporte e Lazer do município. Os jogos acontecem nas quartas e quintas na Arena Norte, a partir das 19h40, com três partidas por noite. São 16 equipes divididas em quatro grupos. A competição está prevista para terminar no dia 20 de fevereiro. Ao contrário do campeonato de futsal organizado no último pelo município, a secretaria restringiu a inscrição de atletas e equipes, priorizando a participação dos jogadores locais, que morem ou trabalhem na cidade. Além dos tradicionais troféus e medalhas, as equipes primeiras colocadas terão premiações em dinheiro. O campeão receberá da organização R$1200, o vice R$800 e o terceiro colocado R$400. Já o artilheiro e o goleiro menos vazados receberão um troféu.

Abertura com a turma do Pretinho Básico Nem a garoa atrapalhou a abertura da Taça de Beach Soccer José Ernesto Provesi, em Barra Velha. Aproximadamente mil pessoas estiveram na arena de verão da praia Centra no último domingo, dia 12. Para abrir a competição, a Fundação Municipal de Turismo, Esporte e Cultura (Fumtec) organizou um jogo festivo entre as equipes Amigos de Barra Velha x Amigos do Pretinho Básico, programa de humor da rádio Atlântida. Os apresentadores do programa, originalmente transmitido de Porto Alegre, levantaram a torcida na tarde de domingo. O time foi composto pelos integrantes Pedro Smaniotto, Mister Pi, Marcos Piangers e Porã, com reforço de membros da rádio Atlântida de Joinville e jor-

nal A Notícia, ambos do Grupo RBS. Do outro lado, personalidades de Barra Velha, como o prefeito licenciado Claudemir Matias, o prefeito em Exercício Fabio Brugnago, e James Provesi, filho do comerciante barravelhense que dá nome ao campeonato, e presidente da Fumtec, Tiago Pinheiro. Logo nos primeiros minutos Claudemir Matias recebeu um cruzamento na área e tocou a bola para o fundo da rede, mostrando habilidade no futebol. Com lances engraçados que animaram a torcida, a partida acabou empatada em 4 a 4, após um belo gol de cabeça do apresentador Porã no último lance do jogo.


GERAL

Sábado, 18 de janeiro de 2014.

‘Conheça Barra Velha’ vai divulgar a cidade através de cartões postais A Fundação de Turismo, Esporte e Cultura (Fumtec) de Barra Velha lançou nesta semana o programa Conheça Barra Velha, que tem como objetivo a divulgação do município em formato de cartão postal através de imagens e breves textos dos pontos turísticos, eventos, gastronomia, hospedagem e serviços da região. A divulgação acontece nas redes sociais, site oficial e site do Convention & Visitors Bureau de Santa Catarina. Os materiais também serão encaminhados para a imprensa. De acordo com nota enviada pela assessoria de imprensa da prefeitura, a intenção é atingir o público que ainda não conhece os atrativos e serviços do trade turístico de Barra Velha, mostrando e valorizando sua diversidade natural e cultural. O primeiro cartão postal lançado será o da Ponte Pênsil,

Está situada a 4 km do

cidade, segue o estilo da ponte “Hercílio Luz” e faz a ligação entre a Praia da Península e o continente.

A ponte oferece um visual belíssimo da lagoa e, ao longe, do centro da cidade. Foto vencedora do 1º Concurso Fotográfico “Olhares sobre Barra Velha” Tema: “Um paraíso sobre as águas” (Sarah Ramos Ponick)

utilizando a foto vencedora do concurso Olhares Sobre Barra Velha, realizado em alusão ao

aniversário do município no ano passado. A imagem é de Sarah Ramos Ponick.

Sine atende na prefeitura

Desde o dia 15 de janeiro, o Sine de Barra Velha está atendendo temporariamente na prefeitura da cidade. As obras da nova instalação da unidade, que será na Avenida Thiago Aguiar, 599, no bairro Icaraí, ainda não foram finalizadas e por isso a necessidade de um local provisório. Aqueles que quiserem atendimento do Sine podem se dirigir a prefeitura de Barra Velha, das 8h às 12h e das 13h30 às 17h30.

PREFEITURA MUNICIPAL DE BARRA VELHA – SC FUNDAÇÃO MUNICIPAL DE TURISMO, ESPORTE E CULTURA - FUMTEC. CONSELHO MUNICIPAL DO PATRIMÔNIO CULTURAL DE BARRA VELHA - COMPAC Edital de Convocação/Notificação nº 001/2013 – do COMPAC, criado pela Lei Nº 930/2010 – que dispõe sobre a Preservação do Patrimônio Natural do Município de Barra Velha, cria o Conselho Municipal do Patrimônio Cultural e Regulamenta o Processo de Tombamento de Imóveis Municipais. Notificando: eventuais terceiros, proprietários, posseiros e eventuais interessados, bem como seus herdeiros e cônjuges do imóvel situado a Avenida Santa Catarina, n º 985, Centro, Barra Velha – SC, com a inscrição imobiliária nº 01.01.041.0278.001, situado em área de marinha – RIP nº 8041.00000456-76 com as características e confrontações abaixo. O Conselho Municipal do Patrimônio Cultura do Município de Barra Velha - COMPAC, Estado de Santa Catarina, faz saber a todos os interessados, que foi protocolado na data de 01/11/2013, Ofício nº 316/2013 do Município de Barra Velha - SC, com destino ao Conselho Municipal do Patrimônio Cultural de Barra Velha – COMPAC, solicitando a instalação de procedimento administrativo para tombamento da Casa de Palmitos, situada na Avenida Santa Catarina, n º 985, Centro, Barra Velha – SC, com base no artigo 6º, alínea ‘a’, da Lei Municipal nº 930, de 01 de março de 2010, que “dispõe sobre a Preservação do Patrimônio Natural e Cultural do Município de Barra Velha, cria o Conselho Municipal do Patrimônio Cultural, Regulamenta o Processo de Tombamento de Imóveis Municipais de acordo com o artigo 3º, inciso III, alínea b, da Lei Complementar nº 69/2008 – que introduziu o Plano Diretor Municipal e dá outras providências”, a referida solicitação foi pautada na segunda reunião extraordinária do COMPAC, realizada na data de 04 de novembro de 2.013, conforme consta em ATA lavrada naquela oportunidade, tendo sido aprovado a instauração do processo administrativo nº 001/2013, de tombamento do imóvel conhecido como CASA DE PALMITOS, situado na Avenida Santa Catarina, n º 985, Centro, Barra Velha – SC, com as seguintes medidas e confrontações: imóvel sito no lugar denominado “Costão”, Comarca de Barra Velha, Estado de Santa Catarina, contendo uma casa de construção de Palmito e Madeira e demais benfeitorias, medindo o terreno 20,00 de frente, por 33,00 de fundos, ou seja 660,00m², retirada da Escritura Pública registrada no Livro 25, folhas 13 a 15, inscrição imobiliária nº 01.01.041.0278.001, em área de marinha – cadastrado no RIP nº 8041.00000456-76, na Secretaria de Patrimônio da União em nome de Ronald Walter Becker, Para tanto, ficam cientes eventuais terceiros, proprietários, posseiros e eventuais interessados, bem como seus herdeiros e cônjuges, do bem supra citado, para que no prazo de 15 (quinze) dias manifestem sua anuência ao tombamento ou para, querendo, apresente impugnação fundamentada, no mesmo prazo, conforme a regulamentação contida na Lei Municipal nº 930, de 01 de março de 2010. E, para que chegue ao conhecimento de todos, partes e terceiros, foi expedido o presente edital, o qual será afixado no local de costume e publicado 3 vezes na forma da lei. EDITAL PRAZO DE 15 DIAS. Barra Velha (SC), 06 de novembro de 2013. JULIANO BERNARDES PRESIDENTE COMPAC

CLASSIFICADOS ENVIE SUAS OFERTAS PARA CLASSIFICADOS@VOZDOITAPOCU.COM.BR OU LIGUE 3456 1194 IMÓVEIS

Centro é um grande atrativo da

11

Barra Velha Vendo Fusca 1300L Ano 1975, bege. 60 mil Km, original. Segundo dono. Telefone para contato: 3456 1194 Corsa Sedan 99: Vendo urgente, cor prata, alarme, trava, pneus novos, insulfilm, placa “M”, particular, ótimo estado de conservação. Valor: R$12.500 Fone: (47)9280-4990 ou (47) 9942-1200 FK Auto Center - Revisões periódicas - Balanceamento e geometria - Baterias - Suspensão -Troca de óleo - Correia dentada Freios - Insulfilm e acessórios Rua: Deográcio de Oliveira, nº123 bairro São João Itajaí -Telefone: 3083-4818 Barra Velha Vendo casa de alvenaria no bairro São Cristóvão com 300m². Boa localização sem riscos de alagamento. Dois quartos, sala, cozinha, dois banheiros, garagem e área. Valor R$80 mil. Aceito carro no valor de até 20 mil. Fone: (47) 9941-6184. Sistema Nacional de Empregos (SINE) Cidade: Barra Velha Telefone: (47) 3456-3884 E-mail: sine@barravelha.sc.gov.br Vagas disponíveis Chapeiro c/ experiência - aux. de cozinha - serviços gerais - garçom - motorista p/ supermercado - padeiro (a) confeiteiro (a) - op. Caixa - pizzaolo c/ experiência - atendente - recepcionista - camareira Os interessados deverão comparecer no SINE com os documentos (CPF e RG) e a carteira de trabalho. Para a vaga de operador de caixa é necessário ter o ensino médio completo, as demais vagas o ensino fundamental completo. Frigorífico São João Cidade: São João do Itaperiú Telefone: (47) 3458 3000 E-mail: frigorificosaojoao@frigorificosaojoao.com.br Contrata-se Produção - Motorista Ajudante de motorista Expedição Benefícios: Registro integral, Unimed, seguro de vida, almoço e café e uniforme gratuito incluindo a lavação. Os interes-

VEÍCULOS EMPREGOS

sados deverão comparecer com os documentos na rece-pção do frigorífico. Digitaldoor Technologies Cidade: Joinville Telefone: 47 30271500 Email: contato@digitaldoor.com. br Cargo: Técnico Eletricista Numero de vagas: 02 Experiência: 02 anos Preferência quanto à localização: Residente em Piçarras, Penha, Itajuba ou Barra Velha Resumo das tarefas do cargo: - Montagem de painel elétrico - Instalação de Iluminação, tomadas, retorno, eletrocalha, corrugado - Contratação para traba-lhar em instalação elétrica de prédio residencial na cidade de Piçarras Grupo Labor Humano Telefone: 3433 3362 ASSISTENTE CONTÁBIL Experiência com conciliações bancaria preparação de arquivos digitais (Dime, DCTF Dacon, EFD contribuições, EFD fiscal, EFD contábil, Dirf e outros) ASSISTENTE FINANCEIRO Experiência com contas a pagar e receber, conciliação bancaria, negociação com fornecedores e clientes. ESTÁGIO EM ADMINISTRAÇÃO Cursando superior em administração. ESTÁGIO EM ADMINISTRAÇÃO Cursando superior em administração ou contabilidade. ESTÁGIO EM PEDAGOGIA Cursando o superior em pedagogia ou magistério. Para trabalhar em C.E. I. TÉCNICAS COMPRAS TÉCNICAS Conhecimento em auto CAD. TÉCNICO EM ELETRÔNICA Curso técnico em eletrônica ou elétrica. TÉCNICO EM PLÁSTICOS Técnico completo, Experiência com extrusora. TÉCNICO EM RECURSOS HUMANOS Com experiência em ponto eletrônica. Conhecimento sistema Protheus. COMERCIAL BALCONISTA Não requer experiência. Ensino médio completo.


12

MEIO AMBIENTE

Sábado, 18 de janeiro de 2014.

Polícia militar ambiental retira redes irregulares de pesca na boca da Barra, em Barra Velha

Voz do Itapocu acompanhou operação dos policiais, que encontraram quatro redes irregulares na saída do rio para o mar Alvos constantes da reclamação de pescadores e frequentados da boca da Barra, em Barra Velha, as redes de pesca irregulares novamente deram trabalho aos policiais militares ambientais nesta semana. Eles estiveram no local em dois dias e apreenderam um total de cinco redes. Na quinta-feira, dia 16, o Voz do Itapocu acompanhou a operação dos policias, quando quatro redes foram retiradas da água. Ninguém foi preso. De acordo com uma instrução normativa do Ministério do Meio Ambiente, de junho de 2005, não é permitido o uso dessas redes a 500 metros nos sentidos Norte e Sul do rio Itapocu e a mil metros pra fora da boca da Barra, em direção ao oceano. Ainda é assim, de acordo com frequentadores, as redes são muito comuns no local.

De acordo com o Sargento da polícia militar ambiental, Rinaldo Nascimento Vicente, o órgão tem recebido uma média de duas denuncias semanais para retirar redes daquele local. Na quinta-feira, os policiais apreenderam quatro redes, de cerca de cem metros cada, que estavam próximas aos molhes. Haviam redes também próximas do encontro do rio com a lagoa. Os proprietários das redes não foram localizados. O sargento destaca que é difícil encontrar os donos, pois ao ver os agentes chegando, eles se retirar do local rapidamente. “Eles preferem perder o material a levar uma multa”. Rinaldo diz que o valor da multa pode variar de R$700 á R$10 mil dependendo do salário que o pescador recebe. O material apreendido ficará a disposição dos donos para re-

tirada, mediante o pagamento da multa, até um período, depois é descartado. Segundo Rinaldo, dificilmente os pescadores vão até Joinville, na sede da polícia, recuperar as redes.

Redes apresentam risco a embarcações na boca da Barra

Fundema diz que fiscalização não é responsabilidade sua

Uma semana antes de acompanhar a apreensão da polícia militar ambiental, o Voz do Itapocu foi procurado pelo morador Roger Toni, que relatou o problemas que enfrenta com as redes ao passar de barco pela boca da Barra. Segundo ele, não há condições de navegar no local, devido ao grande número de redes entre os dois molhes. “Não posso passar pela boca da Barra com meu barco. Já denunciei várias vezes à policia ambiental”. Toni conta ainda que comunicou a delegacia da Capitania dos Portos em Itajaí, mas disseram-lhe que a fiscalização é de competência do Ibama. Roger reclama que recentemente ficou preso a uma rede e teve que cortá-la para se desprender. A ação gerou ameaças por parte do proprietário da rede. “Fica essa dúvida do ar. Cabe a quem solucionar esse problema antes que alguém se machuque gravemente,” questiona. Além de Roger, moradores da região ribeirinha utilizam o rio Itapocu para garantir o alimento da família, mas reclamam da queda no rendimento. De acordo com as reclamações feitas ao Jornal

A colocação de redes de pesca em locais ilegais é um problema reincidente em Barra Velha. No ano de 2012 a Fundação do Meio Ambiente de Barra Velha realizou uma operação de fiscalização e apreendeu três redes de pesca esticadas na boca da Barra. Na ocasião, oito pescadores foram alertados para não repetirem a irregularidade. Nesses casos, os pescadores devem assinar um ajuste de conduta na Fundação para poder reaver o material de pesca. Além do uso de redes de arrasto proibidas, a pesca na Foz também é uma infração à legislação, já que a desembocadura do rio Itapocu não pode ser obstruída. Segundo o atual presidente da Fundema de Barra Velha, Ivo Iberê Gonçalves, o órgão não

Voz do Itapocu, a quantidade de peixe capturada no rio vem caindo constantemente, devido ao arrastão de redes feito na boca da Barra, local por onde entram os peixes. Já algumas embarcações de pescadores que utilizam o canal para chegarem até o mar também enfrentam dificuldades de se dirigirem ao seu local de pesca, devido ao risco de ficar preso nas redes, o que pode causar problemas mais graves. “Se uma rede enrola no motor de um barco, o condutor tem que parar para tirar a rede, nesse meio tempo, pode acontecer várias coisas, como vir uma onda forte e derrubá-lo”, exemplifica o sargento Rinaldo.

tem embarcação e nem funcionário habilitado para conduzir tal operação, além de que não cabe a sua pasta conduzir esse tipo de operação. “Se aparecer uma rede na lagoa nós temos autonomia para retirar e notificar o proprietário. O caso da boca da Barra já está virando uma novela. Tanto ali como na praia, é área de Marinha e não é do meu alcance”, diz o presidente. Ivo ressalta que ao receber as denúncias tem repassado todas a polícia militar ambiental. Ele pede a população que ao avistarem casos como esses, que façam a denúncia. “Podem ligar para o escritório da Fundema e com certeza vamos passar a denúncia adiante”, finaliza.


CULTURA

Sábado, 18 de janeiro de 2014.

13

Secretário de Educação de Barra Velha, Valdir Nogueira lança livro Caminhos de Esperança Além de secretário de Educação de Barra Velha e professor licenciado da Universidade Federal de Santa Maria, o barravelhense Valdir Nogueira é escritor. Ele acaba de lançar seu terceiro livro: “Caminhos de Esperança – A vida como potencialidade e possibilidade”. Na narração, o autor convida o leitor a compartilhar suas experiências de fatos nos quais a identificação com os desafios cotidianos acontecem de maneira imediata. A caminhada de Valdir no universo acadêmico é exten-

sa: em 2009, alcançou o grau de Doutor em Educação pela Universidade Federal do Paraná – UFPR. Sua trajetória também conta com mestrado em Educação pela Universidade Regional de Blumenau – FURB, especialização em Interdisciplinaridade e Formação de Professores pela Univille, em Joinville, e licenciatura em Geografia pela Universidade do Vale de Itajaí – Univali. O enredo do novo livro surgiu quando o autor concretizou sua especialização acadêmica em 1999. Na época, Valdir

Esquinas da

buscava o sentido da perda, resultando em um movimento autobiográfico, no qual questiona o sentido da vida e como valorizar o potencial e as possibilidades de cada um. “A necessidade de escrita surgiu quando comecei o exercício da leitura e precisava colocar para fora todo o conhecimento adquirido e as conclusões tiradas”, explica Valdir. Sobre o processo de escrita, o autor conta que é o momento de encontro do Valdir. “É o Valdir por ele mesmo, o instante de colocar as ideias no

papel e que permite ser eu”. Porém o livro não se caracteriza como auto-ajuda. Nogueira destaca que a obra contém valores fundamentais para a qualidade no viver. “Cada capítulo conta com uma riqueza de ideias filosóficas, reflexo de outras leituras que fiz de pensadores como Paulo Freire, referência no segmento de Educação”. A obra custa R$30,00 e está à disposição na livraria Nova Jerusalém, em BarraVelha, cidade na qual Valdir nasceu e reside atualmente. No Facebook

há uma fanpage com o nome ‘Caminhos de Esperança’, com mais detalhes sobre a produção do autor. O livro também pode ser adquirido pela internet, no site da editora Oikos. O endereço é www.oikoseditora.com.br.

História

Professora e historiadora Angelita Borba de Souza e-mail: angelitaborba@hotmail.com

Professora Rita de Cássia Coelho Ramos – o dom de ensinar Diz o ditado que o bom profissional é aquele que deixa marcas, que inspira, que instiga e que dificilmente é esquecido. Nossa homenageada da semana em “Esquinas da História” é um exemplo deste tipo de profissional: ela foi exatamente este tipo de pessoa; foi a professora que deixou marcas; que tinha uma fama que chegava muito antes dela; que exigia e que mostrava que através dos estudos, tudo se poderia alcançar. Temos uma ligação pessoal com dona Ritinha, como era conhecida, pois foi através dela que tivemos os primeiros contatos com a disciplina de Ciências, na Escola de Educação Básica Conselheiro Astrogildo Odon Aguiar. Conceitos trabalhados na disciplina ainda estão em nossa memória e também na de toda uma geração que teve o privilégio de ser aluno desta verdadeira mestra. Certa feita, ouvimos de um ex-aluno: ela era capaz de explicar conceitos complexos da química utilizando uma simples xícara, era gostoso aprender com ela. Dona Ritinha exigia muito, mas também esgotava as possibilidades de abordagem de um tema. Não aprendia quem não estudava ou não prestava atenção na aula. Lembramos que a disciplina é uma das mais temidas, pois tem concei-

tos e fórmulas complexas de se entender. Filha mais velha de Manoel Coelho e Altair de Oliveira Coelho, Rita de Cassia Coelho Ramos demonstrava desde muito cedo aptidão para os estudos. Influenciada pela mãe, hoje professora aposentada, estava sempre escrevendo, perguntando e em contato com o mundo maravilhoso dos livros. Inclusive a ligação com a escola começou cedo, pois sua mãe foi uma das responsáveis pela construção da Escola Reunida Monsenhor Scarzelo, em Santa Cruz, São João do Itaperiú. Com o auxílio do então vereador Paulo Coelho, a professora lutou até conseguir iniciar os trabalhos da pequena escola. Rita cursou a faculdades de Ciências e Matemática (não conseguiu terminar), e não tinha dificuldade em se afastar da família para participar de cursos Brasil afora. Segundo os pais, chegou a passar meses em Minas Gerais, participando de um curso de aperfeiçoamento. Foi em Santa Cruz que casou-se, em 18 de junho de 1988, com Mário Nicanor Ramos, e lá começaram o envolvimento com o comércio. Tinham uma pequena mercearia, que logo aumentou. Com o passar do tempo o casal se transferiu

para o centro de Barra Velha e continuou no ramo do comércio. Rita era efetiva na Escola Astrogildo, e auxiliava o esposo no comércio nas horas vagas. Muitas foram as vezes que alunos se dirigiam até o local para pedir explicações a Rita, que prontamente atendia, muitas vezes deixava de atender clientes do comércio para repassar conceitos aos alunos que a procuravam. Segundo os pais, Rita era uma professora com o dom de ensinar, estava sempre pensando em diferentes formas de abordar temas da ciência, inclusive nos momentos de lazer. Destacam uma viagem a São Francisco do Sul em que pediu a um conhecido que lhe entregasse alguns exemplos crustáceos para que trouxesse a Barra Velha. Aqui, os acondicionou em potes com formol e que serviram de exemplos práticos para as mais diferentes séries que trabalhava. Sem internet, os professores tinham que correr atrás de gravuras, imagens e objetos para auxiliar na aprendizagem dos alunos, Rita se envolvia na aprendizagem, experimentava, ousava; mas nem todos os professores estavam dispostos a isso. Em 21 de maio de 1989 nasce o filho Thiago Alan Ramos, e segundo a família,

Rita ainda queria uma menina para completar a família. Já se destacando como professora e sendo respeitada em Barra Velha, Rita foi convidada para um desafio: ser diretora em São João do Itaperiú. Tratava-se da Escola de Educação Básica Elvira Faria Passos. Aceitando o desafio, se deslocava até o recém-criado Município para dirigir a escola. Entretanto, o sonho do doutorado não se concretizou, pois retornado de Itajaí, juntamente com sua sogra Ione Ramos e o morador e conhecido Cândido Alves, Rita sofreu um acidente fatal na BR-101. Todos os três morreram e as cidades de Barra Velha e São João do Itaperiú pararam. Era 11 de maio de 1995 – alguns dias antes do aniversário do seu único filho. Restaram a lembrança e o município prestou suas homenagens ao nomear a rua da Escola Municipal Manoel Antônio de Freitas, em Itajuba, como Rua Professora Rita de Cássia Coelho Ramos, a educadora que deixou saudades, mas também muito orgulho à família. Fontes: Manoel Coelho e Altair de Oliveira


Sábado, 18 de janeiro de 2014.

Irmãos e cunhada de homem morto em supermercado de Barra Velha são presos. Açougueiro é solto A polícia civil de Barra Velha prendeu nesta semana dois irmãos e uma cunhada de Júlio César dos Santos, 26 anos, morto em uma briga na saída de um supermercado do município, no final do ano passado. Eles são acusados de provocarem a confusão que terminou na morte do próprio parente. Já o açougueiro Harry Rodrigo Rokembach Freire, 23 anos, que revidou após ser atacado com uma faca por Júlio, foi solto após 10 dias de prisão na UPA de Barra Velha. A investigação apontou que Harry agiu em legítima defesa. A confusão que iniciou no açougue do supermercado, após um desentendimento entre o açougueiro e um irmão de Júlio César, terminou no estacionamento do comércio. De acordo com a polícia, Harry foi ameaçado de morte pelo cliente durante a discussão e ao deixar o supermercado, levou consigo uma faca do açougue. O que Harry temia

Reprodução: imagem mostra Julio César (de branco) atacando Harry (sentado)

SEGURANÇA PÚBLICA

14

Corpo é encontrado no rio Itapocu, em Araquari Os bombeiros voluntários de Araquari encontraram no último sábado, dia 11, o corpo de Edson Correa, 26 anos, no rio Itapocu. O corpo tinha marcas de ao menos quatro tiros e segundo a polícia a principal suspeita é de homicídio. De acordo com os bombeiros, Edson estava desaparecido

desde quarta-feira à noite. Ele era funcionário de uma construtora de Joinville, mas morava em Araquari. Correa era natural de Telêmaco Borba, no interior do Paraná, e estava em Araquari há dois meses morando com familiares.

Preso suspeito de tentar matar ex-esposa e o companheiro dela em Araquari foi justamente o que aconteceu. As imagens da câmera de segurança do estabelecimento mostram que o cliente retornou ao estacionamento do supermercado acompanhado da mulher e de mais dois irmãos, entre eles Julio César. As imagens deixam claro que eles cercaram o açougueiro até Julio atingir a vítima com um golpe no peito. O que ele não esperava é que Harry também estivesse armado com uma faca. Ele se defendeu e deferiu o golpe que levaria Julio a óbito minutos depois, no pronto atendimento de Barra Velha.

Os agressores correram para a Kombi onde chegaram e fugiram, enquanto Harry esperou no supermercado por atendimento médico. Ele foi levado para um hospital em Joinville e depois de receber alta, foi preso. Segundo a investigação da polícia, não há dúvidas de que o funcionário foi vítima do ataque da família Santos. Ainda de acordo com a polícia, após a morte de Júlio, os familiares dele chegaram a procurar o irmão de Harry para ameaçá-lo de morte. Após sair da prisão, o açougueiro e o irmão foram embora da cidade.

A polícia civil de Araquari prendeu na última quinta-feira, dia 16, Itar Rubens da Silva, 52 anos, acusado de tentar matar a ex-esposa e o atual companheiro dela com tiros. Itar foi preso no bairro Itinga, através de um mandado de prisão preventiva por tentativa de homicídio, porte ilegal de arma e ameaça. O crime ocorreu no último dia 4, na estrada geral do Porto Grande. Silva teria atirado contra o carro em que estavam as vítimas e entrado em confronto com o outro homem. De acordo com a polícia, Itar atirou três vezes contra o veículo em que estavam as víti-

mas. O companheiro da ex-esposa chegou a descer do carro para confrontá-lo, sendo atingido por mais dois disparos. Com um facão, a vítima conseguiu agredir Silva. Depois do ocorrido, a polícia civil reuniu várias provas contra o suspeito do crime, como perícia dos tiros no veículo, exame de corpo de delito nos envolvidos, apreensão da arma com numeração raspada e a identificação por parte de testemunhas que presenciaram o confronto. Com isso, a polícia civil conseguiu junto a justiça um mandado de prisão do acusado.


#SOCIAL

Sábado, 18 de janeiro de 2014.

ANIVERSÁRIOS DASEMANA

15

AGENDA #Parabéns

14 de janeiro

#Barra Velha

desejamos muitos anos de vida e felicidades. São os votos de sua mãe e seus amigos do Baixos de Barravas.

Prefeitura 18/01 - Show Musical Pagode “Toko Pretin” (Praça Lauro Carneiro de Loyola - a partir das 21h)

Davi dos Santos Parabéns! Te

15 de janeiro

Parabéns Heleni Rosa Melo. Muita saúde e sucesso.

19/01 - 1º EvangeliJovem (Praça Lauro Carneiro de Loyola - a partir das 15h) Barrabar Lagoa B.V 19/01- Felícia e Digo Ventura

#Balneário Piçarras 16 de janeiro O Jornal Voz do Itapocu felicita o prefeito de São João do Itaperiú Rovâni Delmonego, pelo seu aniversário. Parabéns.

Challenge Rock 18/01 - Léo Maier & On the Bayou Trio Bali Hai 18/01- Dj Malboro

#Penha 19 de janeiro O Jornal Voz do Itapocu parabeniza Magno Costa, pelo seu aniversário. Felicidades!

Bailão do Silva 18/01 - Banda Estrela Negra + Rick e Renner (a partir das 23h) 19/01 - Tarde Dançante: Alma Gêmea


16

ESPORTE

Sábado, 18 de janeiro de 2014.

Prefeito em exercício de Barra Velha, Fábio Brugnago faz levantamento do trabalho realizado A pouco menos de uma semana para o fim das férias do prefeito de Barra Velha, Claudemir Matias, o vice-prefeito Fábio Brugnago comentou quais foram as suas prioridades nas duas primeiras semanas em que esteve a frente do Poder Executivo, destacando obras executadas e projetos que serão deixados em andamento. Matias retorna na próxima quinta-feira, dia 23. Com pouco tempo e muita vontade de fazer, o prefeito em exercício destacou que o cronograma de atividades do município foi mantido. “Tudo o que foi feito, foi conversado com o Matias antes de ele entrar de férias. Eu não tenho que pedir autorização, porque tudo já foi conversado”. De acordo com Fábio a sua ideia inicial era trabalhar focando em todas as secretarias, mas devido as fortes chuvas que atingiram a cidade neste mês, ele decidiu se dedicar ao setor de obras. “Foram muitas as reivindicações da população em busca de soluções para essa área. Não vou conseguir

alcançar todos os locais, porque, praticamente toda a cidade tem problemas, mas procurei focar nas mais urgentes”, comentou. Entre as obras foram iniciadas com o prefeito em exercício ele destaca alguns pontos: - A licitação que ocorreu na última sexta-feira, dia 17, e tem como finalidade construir a ciclovia na praia do Tabuleiro. No local será realizada também toda a sinalização e a mudança do estacionamento para o lado direito da via. De acordo com Fábio, as melhorias têm como objetivo estimular a prática de exercícios e inibir a poluição sonora no local. - Licitação de materiais de sinalização de trânsito como placas, tintas e tachões. - Abertura da tubulação da rua Carlos Maia, no Centro, próximo ao Supermercado Dubom. No local está sendo realizada a troca e ampliação da tubulação e ampliação do número de bocas de lobo. O objetivo é facilitar que a água pluvial da rua escorra para o Rio Cance-

la, evitando alagamentos no local. Fábio também deu inicio aos tramites para pavimentação da via. - Elaboração do projeto da rua Francisco P. Correi, no bairro Itajuba. Nesta rua a água não tem para onde escorrer em dias de chuva, devido a pouca vazão dos canos existentes e um barreiro próximo. Segundo Brugnago, Este projeto tem como objetivo fazer uma ligação entre a rua Francisco P. Correi e a rua Manoel Jacinto de Jesus (rua H), facilitando que a água pluvial seja escoada para o Rio Itajuba. - Pedido de orçamentos para empresas de topografia. O objetivo é realizar um estudo para desviar a água que sai do terreno da Comfloresta, no bairro Quinta dos Açorianos, diretamente para a Lagoa. O objetivo do desvio é desafogar as valas de drenagem na rua Paraná, no bairro Jardim Los Angeles e Jardim Icaraí. - Projeto realizado junto ao setor de topografia da prefeitura, para redirecionar as águas do bairro Jardim Icaraí, através

de uma propriedade particular. Nesta caso, já foram encomendados os tubos, que variam de 60 cm até 1 metro. As obras deveram inicias na próxima semana.

O trabalho continua

Segundo Fábio os trabalhos iniciados por ele, terão continuidade com a volta do prefeito Claudemir Matias, caso eles não sejam finalizados até quarta-feira. Como é o caso da licitação que será aberta na segunda-feira, dia 20, para aquisição de dois caminhões basculante com caçamba. A partir de quinta-feira, dia 23, o vice-prefeito Fábio Brugnago

- Abertura da rua Eduardo Machado, no bairro São Cristóvão. Limpeza da tubulação e estudo da ampliação dos tubos.

volta a atender a comunidade no seu gabinete, no setor de compras, das 14h às 16h, ou através do e-mail gabinetevp@ barravelha.sc.gov.br. Fora deste horário, um assessor está no local para atender casos como iluminação pública, telefonia da prefeitura, gerenciamento do site da prefeitura entre outros assuntos.

Jornal Voz do Itapocu - 36ª Edição - 18/01/2014  

36ª Edição do Jornal Voz do Itapocu, com circulação nas cidades de Barra Velha, Araquari, Balneário Piçarras, São João do Itaperiú e Balneár...

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you