Page 1

JORNAL

SÁBADO, 7 DE DEZEMBRO DE 2013. ANO 1 - EDIÇÃO 031 - DISTRIBUIÇÃO GRATUITA

Circulação: Araquari, Balneário Barra do Sul, Barra Velha, São João do Itaperiú e Balneário Piçarras

BARRA VELHA, 52 ANOS:

CADERNO ESPECIAL RESGATA HISTÓRIA, RESSALTA BELEZAS NATURAIS E DÁ VOZ A POPULAÇÃO

Voz do Itapocu preparou um material diferenciado para celebrar o aniversário da cidade, comemorado hoje

PÁG 3 DILMA ROUSSEFF

IPTU

VEREADORES APROVAM AUMENTO DE IPTU EM BARRA VELHA PARA 2014

PRESIDENTA ENTREGA VEÍCULOS PARA PREFEITOS E ASSINA DUPLICAÇÃO DA BR-280

POLÍTICA

PÁG 5

Expectativa da prefeitura é aumentar em mais de 100% a arrecadação com o IPTU. Em Balneário Piçarras, vereadores ainda estudam a proposta de aumento

PÁG 7

- BARRA VELHA TERÁ ORÇAMENTO DE R$66 MILHÕES EM 2014 - CÂMARA DE BALNEÁRIO BARRA DO SUL HOMENAGEIA B&L

SEGURANÇA

PÁG 8

APÓS ENCONTRAR GAROTO DESAPARECIDO, FAMÍLIA DE BARRA VELHA DENUNCIA BULLYING

FUTEBOL

SANTO ANTÔNIO É GOVERNADOR COLOMBO INAUGURA ESTAÇÃO CAMPEÃO EM SÃO JOÃO PÁG 12 HIDROMETEREOLÓGICA E HORTA COMUNITÁRIA DO ITAPERIÚ

BARRA VELHA

PÁG 9


2

EDITORIAL

Sábado, 7 de dezembro de 2013.

FACEBOOK

Esta cidade merece É sempre um desafio para a redação pensar no conteúdo de uma edição que vai comemorar o aniversário de uma cidade, ainda mais em se tratando da nossa própria casa: Barra Velha. São tantos assuntos a serem abordados que o medo acaba sendo sempre o de pecar pela falta de informações ou pelo excesso delas. Barra Velha faz 52 anos hoje e o jornal Voz do Itapocu, em seu primeiro ano de existência, sente orgulho em homenagear a cidade. Para isso, elaborou uma edição especial que traz entrevistas, opiniões, expectativas e críticas de diversos seguimentos da comunidade. Para contar um pouco do inicio de Barra Velha como um município constituído, ouvimos os três ex-prefeitos mais

antigos ainda vivos. Eles nos levam a uma viagem na história da cidade, muito bem transcrita pela nossa colunista e especialista na área, Angelita Borba. Como contraponto, trazemos uma entrevista com o atual prefeito do município, no qual questionamos como ele planeja Barra Velha para o futuro. Mas não seria especial se não saíssemos das fontes oficiais e ouvíssemos também a voz da rua. Fomos então saber das forças e fraquezas, assim como de oportunidades que estão no caminho de nosso município. A população demonstra não estar alienada às dificuldades da cidade. Desde a falta de esgoto sanitário, até os problemas mais recorrentes, como saúde e segurança, estão na ponta da língua da

comunidade. O turismo também foi outro tópico recomendado. Além de textos, gostaríamos de chamar a atenção para as belezas e a evolução de Barra Velha através de fotografias. Por isso, fizemos uma seleção de imagens que mescla registros antigos e atuais de pontos conhecidos da cidade, com a colaboração do fotógrafo André Ignácio. Este é o primeiro de muitos especiais que virão pela frente, tanto de Barra Velha, quanto dos outros municípios que fazem parte da nossa área de abrangência. Esperamos que nossa proposta diferenciada agrade a você, leitor, e torcemos por um futuro de prosperidade e qualidade de vida para Barra Velha. Esta cidade merece.

do Centro de Informações de Recursos Ambientais e de PREVISÃO DO TEMPO Informações Hidrometeorologia de Santa Catarina (Ciram) da Epagri

SÁBADO

(7/12)

DOMINGO (8/12)

SEGUNDA-FEIRA (9/12)

NOTÍCIAS DIÁRIAS DA NOSSA REGIÃO.

Não leu as edições anteriores do Voz do Itapocu? Acesse: www.issuu.com/vozdoitapocu e leia na íntegra a edição virtual do jornal, de forma interativa e prática.

VEJA ONDE ENCONTRAR O JORNAL DE FORMA GRATUITA TODOS OS SÁBADOS: www.vozdoitapocu.com.br

CONTATOS (47) 3456 1194 Reportagem - jornalismo@vozdoitapocu.com.br Comercial - comercial@vozdoitapocu.com.br Colunistas - colunas@vozdoitapocu.com.br Coluna Social - social@vozdoitapocu.com.br

EXPEDIENTE Sol com aumento de nuvens

Sol com aumento de nuvens

MÁX: 31º MÍN: 19º

MÁX: 30º MÍN: 19º

Sol e pancadas de chuva entre a tarde e noite

MÁX: 30º MÍN: 19º

Tiragem: 5 mil exemplares / distribuição gratuita / semanário Circulação: Araquari, Balneário Barra do Sul, Balneário Piçarras, Barra Velha e São João do Itaperiú Reportagem Carolina Nunes Alan Willian

Edição Anderson Davi

Colaboradores Angelita Borba de Souza Lígia Delazzeri R. Balbinott Daniela Censi Marcos Zaleski de Matos Volnei Antônio de Souza Percival Teixeira André Ignácio

Departamento Comercial Israel Voigt

Jornalista Responsável Flávio Roberto DRT: 02494 JP

Diagramação Germana Souza

Colunas, artigos, cartas, e-mails enviados e assinados são de inteira responsabilidade de seus autores. O conteúdo não expressa, necessariamente, a opinião do jornal. UMA PUBLICAÇÃO

REDAÇÃO Avª Santa Catarina, 1192 - Sobreloja Centro - Barra Velha - SC CEP: 88390-000


GERAL

Sábado, 7 de dezembro de 2013.

3

Presidenta Dilma Rousseff entrega veículos a prefeitos da região

Os prefeitos de Araquari, Barra Velha, Balneário Barra do Sul e São João do Itaperiú receberam das mãos de Dilma a chave de uma motoniveladora, enquanto o prefeito de Balneário Piçarras recebeu a chave de um caminhão caçamba A presidenta Dilma Rousseff esteve no final do mês de novembro em Santa Catarina para assinar uma série de compromissos no Estado acompanhada do governador Raimundo Colombo. Em São Francisco do Sul, além de inaugurar mais um berço do porto da cidade, Dilma fez a entrega das chaves de 59 motoniveladoras e dez caminhões caçamba, contemplando 69 cidades catarinenses neste ato. Os prefeitos de Araquari, Barra Velha, Balneário Barra do Sul e São João do Itaperiú receberam das mãos de Dilma a chave de uma motonivelado-

ra, enquanto o prefeito de Balneário Piçarras recebeu a chave de um caminhão caçamba. Os veículos foram adquiridos pelo Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA), com investimento aproximado de R$ 26 milhões. Os equipamentos serão usados na conservação de estradas vicinais, que não são pavimentadas. “Esse programa vai ajudar muito as cidades menores, ou seja, com menos de 50 mil habitantes, além de dar mais autonomia para os prefeitos. As máquinas poderão ser usadas para abrir uma vala ou fazer melhorias nas estradas de ter-

ra. É muito importante esse programa porque é um grande desafio conservar estradas, e em alguns casos, onde alguns municípios tem aproximadamente dois mil quilômetros de estradas”, comentou a presidente Dilma. Serão 269 municípios em Santa Catarina, que receberão, cada um, uma máquina motoniveladora, uma retroescavadeira e um caminhão caçamba. O valor estimado para cada município é de R$ 1 milhão, que somam a aquisição dos três equipamentos.

Dilma assina ordem de serviço para duplicação da BR-280, mas inicio de obra depende ainda de decisão na justiça A assinatura da presidenta Dilma Rousseff mais esperada na visita a São Francisco do Sul veio apenas alguns dias depois, no Palácio do Planalto, em Brasília. Após anos de expectativa, Dilma assinou a ordem de serviço para a duplicação da BR-280, que corta a região Norte do Estado. Um grande número de políticos e empresários da região acompanharam a comitiva do Governado do Estado na solenidade, que ocorreu na terça-feira, dia 3. Porém, a duplicação do trecho liga a BR-280 a São Francisco do Sul, orçada em R$302,6 milhões, deve demorar um pouco mais para sair do papel. Uma liminar da Justiça Federal de Florianópolis embargou o inicio da obra até que um impasse na licitação seja resolvido. A empresa Sulcatarinense, terceira colocada na licitação deste lote de 36,7 km, entrou com um recurso contra a empresa vencedora, a Bolognesi,

alegando que a primeira colocada não cumpria todos os requisitos previstos no edital. A Sulcatarinense já é vencedora de outro lote da duplicação da rodovia, entre a BR-101 e Guaramirim. A justiça determinou que o Departamento Nacional de Infraestrutura e Transportes (DNIT) realize uma nova licitação. No evento de assinatura para a duplicação, a presidenta Dilma garantiu que o Governo Federal já está trabalhando para reverter a decisão. A expectativa do Governo é que ainda neste mês o problema seja solucionado e a Bolognesi liberada para iniciar os serviços. Por enquanto, apenas os trechos entre a BR-101 e Jaraguá do Sul estão autorizados. A expectativa é que no inicio do ano que vem estas obras iniciem, com previsão de término entre três e quatro anos. No total, a obra para a duplicação de 74,6 km custará R$972,5 milhões aos cofres públicos.

“O novo berço do Porto de São Francisco do Sul, que vai permitir a ampliação no movimento de carga. Ao produzir esse movimento, nada mais justo do que se olhar agora para a questão de acesso ao porto. E a duplicação dessa rodovia vai melhorar não só o fluxo de mercadorias, como também o de pessoas. Estamos muito felizes em confirmar esse investimento”, discursou a presidente Dilma. “Todo esse esforço é resultado de uma parceria efetiva com o Governo do Estado de Santa Catarina, que tem sinalizado as obras mais importantes e a necessidade de rapidez nestas obras”, acrescentou. “A duplicação da BR-280 vai trazer segurança, agilidade e eficiência para toda a população. É uma obra estratégica, que vai contribuir com o desenvolvimento de todo o Estado”, completou o governador Raimundo Colombo.

Foto: Governo do Estado

Outros investimentos em Santa Catarina A passagem da presidenta Dilma Rousseff por Santa Catarina foi marcada pela assinatura de novos investimentos do Governo Federal no Estado, além da inauguração do novo ponto de atracação das embarcações no cais do Porto de São Francisco do Sul. Com investimentos de R$30 milhões do Governo Federal, por meio do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), e R$5 milhões de recursos próprios do porto, o berço passou de 150 para 280 metros de extensão. Desta forma, aumentará a capacidade de movimentação do porto em 30%. Em Itajaí, Dilma assinou a ordem de serviço para obras de prevenção às cheias na região

do Vale do Itajaí. No evento, foi oficialmente autorizado o início das obras de ampliação das barragens de Taió e Ituporanga, que exigirão investimentos de R$ 42 milhões por meio da parceria entre Governo do Estado e Governo Federal. Já em Florianópolis, Dilma assinou o contrato de financiamento com o Banco do Brasil, no valor de R$2 bilhões, para as ações do programa Pacto por Santa Catarina, do governo estadual, que visa investimentos em diversas áreas do Estado, que já somam R$9,4 bilhões. A presidenta também assinou o contrato de R$34 milhões para a execução de dragagem do porto de Imbituba, no Sul do Estado.

Homenagem da Univali No anfiteatro da Universidade do Vale do Itajaí (Univali), onde ocorreu a solenidade com participação de Dilma e Colombo em Itajaí, a presidenta recebeu uma homenagem da instituição que sediou o evento. A Univali congratulou a presidenta pela sanção da Lei que regulamenta as Instituições Comunitárias de Ensino Superior (ICES), conhecidas como universidades comunitárias. Com a Lei, as universidades

comunitárias ficam autorizadas a receber recursos orçamentários e em editais reservados para instituições públicas, diferenciando-as de instituições privadas e com fins lucrativos. Em Santa Catarina existem 16 instituições comunitárias de ensino superior, entre elas a Univali. Mário Cesar dos Santos, reitor da Univali, representou os demais reitores do Estado no evento.


4

GERAL

Sábado, 7 de dezembro de 2013.

Prefeitura de Barra Velha fiscaliza calçadas e terrenos baldios Com o intuito de deixar a cidade limpa e as calçadas livres para o trânsito de pedestres, o setor de Fiscalização de Barra Velha está colocando em prática novas medidas para coibir irregularidades no município. Com as novas regras, responsáveis ou proprietários dos imóveis que depositarem algum material que impeça a passagem de pessoas nas calçadas serão multados em valores que podem chegar a R$1.140,30. Como modo de fiscalização, a prefeitura vai registrar imagens da ocorrência e enviar o

auto de infração para o proprietário. Na multa, serão mencionados os artigos que o morador está infringindo, além de um descritivo da situação encontrada. O valor pode variar de 5 a 20 UFM, sendo que a unidade financeira municipal vale a R$ 57,03. Caso a multa não seja quitada em 30 dias, a cobrança será encaminhada ao Serasa. De acordo com a prefeitura, entre os problemas mais frequentes está o depósito de restos de materiais de construção, provenientes de obras feitas na própria residência. No caso de

podas de árvore, também há a necessidade de chamar uma empresa especializada para retirar os restos de vegetação. Terrenos baldios também serão fiscalizados Segundo o setor de Fiscalização da prefeitura, cuidados com terrenos baldios também serão averiguados e enquadrados nas novas regras do município. O mato em excesso ou depósito de lixo e entulhos podem provocar infestação e proliferação de insetos e animais nocivos à saúde pública.

Órgãos públicos de Barra Velha divulgam ações para a temporada O primeiro seminário realizado pela Fundação Municipal de Turismo, Esporte e Cultura (Fumtec) no último mês apresentou aos presentes, além da programação de verão, os planos de ação de vários órgãos do município para a temporada. O gerente da Casan em Barra Velha, Luciano Boss, apresentou as ações que já estão em andamento, como a limpeza da lagoa de decantação, reformas da Estação de Tratamento de Água, instalação do novo booster para o bairro Itajuba e a locação de um gerador para temporada. O Corpo de Bombeiros Militares da cidade, representado pelo sargento Evandro Rodrigues e pelo soldado Felipe Lucena Bittencourt, expôs os locais que contam com postos guarda-vidas, com destaque para a praia do Grant, que pela primeira vez recebe uma unidade. Serão dez pontos no

total. Já o Procon estará atuando com o objetivo de de prevenir, coibir e sancionar eventuais práticas abusivas ou de infração. Para isso estará realizando ações de orientação e fiscalização pontuais junto ao setor terciário da economia local, de acordo com as normas de proteção e defesa do consumidor. A Celesc, através de sua gerente Isabel Oliveira, reforçou a forma como moradores de turistas poderão comunicar a falta de energia elétrica. Entre as opções, a novidade é o envio de mensagem de texto de celular (SMS) para comunicar a ausência de luz. Cesário da Luz, coordenador do setor de trânsito, ressaltou as alterações no sentido de vias como o acesso a Pedras Brancas e Negras, que passaram a ser mão única a partir do dia 1º de dezembro. Outra mudança será na região central. Veículos que transitam da

avenida Armando Petrelli, ao chegar no cruzamento da avenida Santa Catarina, são obrigados o seguir à direita pela Rua Plácido Gomes, com o acesso a rua Paraná proibido. O coordenador também re saltou que medidas para coibir o excesso de velocidade serão realizadas, como colocação de lombadas nas proximidades do Fórum de Barra Velha e na entrada de Medeiros. Por fim, a secretária de Administração e Finanças, Ana Carolina Lucena Gomes, apresentou um projeto que visa facilitar a comunicação entre munícipes, visitantes e as instituições responsáveis pelos serviços. O projeto chamado Canal de Comunicação enviará os principais contatos de órgãos da cidade por email. Os interessados em receber a lista, devem enviar um email para leis@barravelha.sc.gov. br, com nome, email e celular.

Câmara de Balneário Piçarras ainda estuda projeto de aumento de IPTU As mudanças na Planta de Valores, e consequentemente no IPTU, também podem acontecer em Balneário Piçarras. Porém, ao contrário de Barra Velha, os vereadores ainda não decidiram se aprovam ou não a proposta de aumento do Executivo. Na sessão da última terça-feira, o prefeito Leonel Martins e a secretária de Administração, Ana Lúcia Wilvert, foram convocados para esclarecer dúvidas dos parlamentares no próximo encontro do Legislativo. Para prefeito, o valor da Planta de Valores dos imóveis do município está bastante defasado, por isso a intenção de aumentar a avaliação imobiliária de algumas áreas da cidade. “O último aumento é de 2006, quando eu era prefeito. O ideal é que de cinco em cinco anos este valor seja atualizado, o que não aconteceu. Estamos propondo um aumento de 30% a 60% nos valores do IPTU”, argumenta. Os novos valores propostos foram definidos com base em consulta imobiliária e avaliados em cerca de 40% do valor comercial praticado na compra e venda das propriedades. Para o prefeito, se fosse para aplicar o valor real do mercado, aconteceria um aumento de quase 200%. Na avaliação não foi determinado um índice geral, mas sim alíquotas diferentes para cada localidade. Para minimizar o impacto no bolso do contribuinte, a

prefeitura optou por diminuir em 50% a porcentagem do valor do imóvel que é paga no IPTU. Em imóveis edificados, o índice cairá de 1% para 0,5%. Para imóveis não edificados, o valor diminui de 2% para 1%. “Estamos propondo valores mais próximos da realidade”, complementa Martins. Segundo ele, a expectativa da prefeitura é aumentar de R$8 milhões para R$10 milhões o valor arrecadado com o imposto. Além do novo cálculo de valor dos imóveis, a prefeitura também propõe no projeto a isenção para aposentados que recebem até dois salários mínimos e possuem apenas uma casa, para própria moradia. Bairro Nossa Senhora das Graças perderá o desconto Criada há anos para auxiliar na povoação da região, o desconto oferecido de 50% no cálculo venal das propriedades será extinto em quatro anos caso o projeto seja aprovado. A queda do desconto será gradativa, passando para 35% em 2014, 25% em 2015 e 15% em 2016. A partir de 2017, os moradores passarão a pagar os valores sem descontos.


GERAL

Sábado, 7 de dezembro de 2013.

5

Vereadores aprovam aumento de IPTU em Barra Velha Município vai aumentar arrecadação do IPTU em mais de 100% em 2014. Oposição votou contra o projeto, mas maioria da situação apoiou a proposta Criado pelo Poder Executivo, o projeto de Lei que visa aumentar o valor cobrado pelo IPTU em Barra Velha foi aprovado na última terça-feira, dia 3, na Câmara de Vereadores. Com a aprovação, a prefeitura fica autorizada a atualizar os valores da Planta Genérica de Valores, o que deve aumentar mais de 100% o imposto de alguns imóveis da cidade. Novamente o prefeito contou com a maioria da situação na Câmara para aprovar uma proposta sua. Votaram favoráveis os parlamentar Marciel Berlin, Léia da Banca, Douglas Elias da Costa, Adilson Madruga e Natanael Izidório. Foram contrários ao aumento os vereadores de oposição, Daniel Pontes da Cunha, Dalete Vieira e Claudionir Aribigaus (Pulga). Segundo o prefeito Claudemir Matias, a proposta para aumentar o imposto foi motivada pela baixa arrecadação que a prefeitura teve neste ano. De acordo com o cálculo do governo municipal, a arrecadação que hoje é de R$6,3 milhões passa para R$13,2 milhões. Porém, param Matias, nem todos os imóveis terão seus valores aumentados. O prefeito deixa claro que em algumas localidades, a reavaliação diminuirá o valor do IPTU. “Essa medida vai valorizar as propriedades. Tem casas com valores altíssimos e o valor venal é muito baixo. Foi criada

uma comissão avaliadora para analisar questão de declives, cheias e outras situações dos terrenos para definir alíquotas diferentes pra cada caso”, diz ele. Para o prefeito, as mudanças são fundamentais para a continuidade financeira do município. Matias diz que a cidade cresceu 80% em 14 anos e mesmo assim nada mudou na arrecadação. A média de IPTU em Barra Velha é de R$346,00, o que segundo ele, dificulta a realização do serviço público. “Hoje o município não consegue mais assumir o compromisso com a população de fazer creches, escolas, melhorar a saúde e outras coisas. Nós não temos arrecadação pra isso”. A alteração no valor do IPTU será imediata com a aprovação do projeto pela Câmara de Vereadores, passando a valer no próximo ano. Além do aumento no imposto, o Executivo prepara novas medidas para aumentar sua receita. A previsão é que a arrecadação com ICMS aumente em 18%. Além disso, a partir de 2014 os cartórios passarão a pagar as taxas de ISS e os bancos pagarão as taxas de ISS dos cartões de crédito, acrescentando à receita municipal. Discussão na Câmara A proposta gerou bastante discussão entre os vereadores durante a sessão que sacramentou a votação. De acordo com o vereador Marciel Berlin, o

Prefeitura apresentou lista de investimentos para justificar aumento

Junto com o projeto de Lei, o prefeito Claudemir Matias enviou a Câmara Municipal uma mensagem conscientizando os parlamentares sobre a importância da aprovação do projeto. Na mensagem, o prefeito destacou as obras que deverão ser executadas com o aumento da arrecadação vinda do novo valor do IPTU. Para a secretaria de obras, estão destinados R$2 milhões para a conclusão das obras do rio Cancela, R$300 mil para a troca de tubulação na Rua José Quintino da Silva, no bairro Itajuba e mais R$300 mil para a mesma finalidade no bairro Los Angeles. Segundo a prefeitura, essas obras são para a contenção das cheias. O valor destinado ao rio Cancela

Código Tributário sofreu a sua última atualização em 2001 e desde então não foi alterado. “Esse Código é baseado na Lei Federal”, destacou. Por outro lado, o vereador Dalete Vieira não concordou com alguns pontos propostos pela Lei, como a cobrança de imposto para bancos e outros órgãos, que para ele irá incidir no aumento do preço dos serviços prestados. O edil comentou ainda que na época em que o prefeito Claudemir Matias era vereador, foi responsável pelo movimento contra o aumento do IPTU na época. Já o vereador Daniel Cunha argumentou que o aumento deveria ser gradativo.

servirá para concluir a desembocadura do rio no mar. A secretaria de Obras também pretende aumentar a sua frota de caminhões caçamba, comprando dois veículos totalizando R$500 mil. Na área da saúde, o município já conta com a verba de R$1 milhão do Governo Federal para a construção de duas unidades do programa Estratégia Saúde da Família nos bairros Centro e Itajuba. Porém, tendo em vista que a população dos bairros é bastante expressiva, o governo municipal destinará mais R$1 milhão para aumentar os espaços. A secretaria de Educação também já tem seus valores reservados. A prefeitura pretende comprar um ônibus para trans-

porte universitário e outro para transporte escolar do ensino fundamental, ambos no valor de R$600 mil. Além dos veículos, estão previstas a instalação de salas de informática nas escolas Manoel Antonio de Freitas e Antonia Gasino de Freitas. As salas devem conter 45 computadores, quadro digital e ar condicionado, totalizando um investimento R$600 mil. A parte turística do município será contemplada com R$650 mil para a execução do calçadão da Quinta dos Açorianos e R$650 mil para o calçadão e passarela da praia do Grant. Revitalizações na praça da Bíblia e na praça do Bairro São Cristóvão devem somar R$ 400 mil.

BMW lança pedra fundamental da fábrica de Araquari na próxima quarta-feira Acontece na próxima quarta-feira, dia 11, a solenidade de lançamento da pedra fundamental da BMW, em Araquari. O evento inicia às 9h e será no local escolhido pela montadora para construir sua primeira fábrica no Brasil, no km 67 da BR-101. Recentemente a empresa obteve a licença ambiental junto a Fatma para a construção da fábrica, além de concluir o cronograma de terraplanagem da área. Na ocasião, serão apresentados alguns modelos da montadora no Brasil, como o modelo 320i ActiveFlex, o primeiro veículo premium flex do mundo. Também será realizada a apresentação estática do novo BMW i3, o primeiro veículo de

propulsão exclusivamente elétrica produzido em série pela marca. São aguardadas as presenças dos membros do conselho administrativo da BMW AG, Ian Robertson e Harald Krüger, além do presidente e CEO do BMW Group Brasil, Arturo Piñeiro. Para a construção da fábrica, que será feita pela Perville, de Joinville, cerca de 750 funcionários devem trabalhar, além de 90 pessoas contratadas para a área administrativa. Depois que a estrutura estiver pronta, serão cerca de 1300 empregos diretos. A montadora pretende iniciar a produção de veículos em setembro do próximo ano.


CLASSIFICADOS

Sábado, 7 de dezembro de 2013.

CLASSIFICADOS Barra Velha Vendo Fusca 1300L Ano 1975, bege. 60 mil Km, original. Segundo dono. Telefone para contato: 3456 1194 Barra Velha Vendo Fiat tipo 1.6 Ano95 Carro impecável -limpador traseiro -desembaceador traseiro -vidros e elétricos -travas elétricas -computador de bordo -documento em dia -Iluminação branca legalizada Valor: R$ 6.000,00 Fone: 9621-8498 FK Auto Center - Revisões periódicas - Balanceamento e geometria - Baterias - Suspensão -Troca de óleo - Correia dentada - Freios - Insulfilm e acessórios Rua: Deográcio de Oliveira, nº123 bairro São João -

Itajaí -Telefone: 3083-4818 Sistema Nacional de Empregos (SINE) Cidade: Barra Velha Telefone: (47) 3456-3884 E-mail: sine@barravelha. sc.gov.br Vagas disponíveis Chapeiro c/ experiência - aux. de cozinha - serviços gerais - garçom - motorista p/ supermercado - padeiro (a) confeiteiro (a) - op. Caixa - pizzaolo c/ experiência - atendente - recepcionista - camareira Os interessados deverão comparecer no SINE com os documentos (CPF e RG) e a carteira de trabalho. Para a vaga de operador de caixa é necessário ter o ensino médio completo, as demais vagas o ensino fundamental completo.

ENVIE SUAS OFERTAS PARA CLASSIFICADOS@VOZDOITAPOCU.COM.BR OU LIGUE 3456 1194

Frigorífico São João Cidade: São João do Itaperiú Telefone: (47) 3458 3000 E-mail: frigorificosaojoao@ frigorificosaojoao.com.br Contrata-se Produção - Motorista Ajudante de motorista Expedição Benefícios: Registro integral, Unimed, seguro de vida, almoço e café e uniforme gratuito incluindo a lavação. Os interessados deverão comparecer com os documentos na rece-pção do frigorífico. Digitaldoor Technologies Cidade: Joinville Telefone: 47 30271500 Email: contato@digitaldoor. com.br Cargo: Técnico Eletricista Numero de vagas: 02 Experiência: 02 anos Preferência quanto à localização: Residente em Piçarras, Penha, Itajuba ou Barra Velha Resumo das tarefas do car-

go: - Montagem de painel elétrico - Instalação de Iluminação, tomadas, retorno, eletrocalha, corrugado - Contratação para traba-lhar em instalação elétrica de prédio residencial na cidade de Piçarras Seguridade Gestão Profissional de Serviços Mais informações: 3425 3400 com Simone - Vaga de Zelador para a região de Araquari - Salário 1.155+ VA+ VT Seguro de vida e Benefícios - Vagas de Recepcionista para escala 12x 36 Salário: 974,00 + VA+ VT Seguro de vida e Benefícios - Vagas para Serviços ge-rais Salário: 819,00 + VA+ VT Seguro de vida e Beneficios - Vagas para Vigilante Salário: horista + VA+ VT Seguro de vida e Benefí-

IMÓVEIS

cios Grupo Labor Humano Telefone: 3433 3362 Assistente contábil Experiência com conciliações bancaria preparação de arquivos digitais (Dime, DCTF, Dacon, EFD contribuições, EFD fiscal, EFD contábil, Dirf e outros). Enviar currículo com pretensão salarial para: samara@ laborhumano.com.br. Assistente Operacional Atuar em ARAQUARI. Com experiência. Enviar currículo com pretensão salarial para: leandro@laborhumano.com.br Auxiliar de Engenharia Com conhecimento em confecção e curso de engenharia de produtos. Enviar currículo com pretensão salarial para: samara@laborhumano.com.br Compras técincas Conhecimento em auto CAD. Enviar currículo com pretensão salarial para: sa-

VEÍCULOS

6

EMPREGOS

mara@laborhumano.com. br. Balconista Não requer experiência. Enviar currículo com pretensão salarial para: samara@laborhumano.com.br Consultor de vendas Experiência na área de segurança. Enviar currículo com pretensão salarial para: leandro@laborhumano.com.br Vendedor Experiência em vendas de produtos de informática e eletrônica. Enviar currículo com pretensão salarial para: leandro@laborhumano.com.br Monitor de expedição Com experiência, Superior completo. Enviar currículo com pretensão salarial para: leandro@laborhumano.com.br Analista de qualidade Superior completo. Com experiência. Enviar currículo com pretensão salarial para: leandro@laborhumano.com.br


7 de dezembro de 2013.

Foto principal: Anderson Davi Fotos turísticas: André Ignácio Fotos antigas: arquivo Pizzaria Forno à Lenha


2

ENTREVISTA

CADERNO ESPECIAL - BARRA VELHA 52 ANOS

7 de dezembro de 2013.

PREFEITO

CLAUDEMIR MATIAS Voz do Itapocu: Como a cidade está se preparando para o crescimento populacional e urbano, tendo em vista a quantidade de empresas se instalando na região? Nós estamos reestudando a questão viária do município. Agora no verão nós vamos fazer algumas mudanças, tirando o cruzamento da área central. Barra Velha hoje é conhecida pelas quatro ruas principais: a Celso Ramos, a Paraná, a Bernardo Aguiar e a avenida Santa Catarina. Nós estamos tentando buscar uma avenida da BR-101 direcionando para a Quinta dos Açorianos. Queremos também pavimentar essas ruas da entrada principal. Para que as pessoas não precisem vir até o Centro para irem ao Dubom, por exemplo. A pavimentação queremos para o ano que vem. A nova avenida é mais demorada, depende da autorização da Autopista Litoral, do proprietário do terreno. Nós estamos construindo uma unidade de saúde na Quinta dos Açorianos, do Governo Federal, uma em Itajuba, e no ano que vem uma no Centro. Em Itajuba é unidade própria, mas sufocada pelo tempo, muita demanda e pouco espaço físico. No Centro, sem comentários, nós temos um espaço alugado, que não for-

nece conforto a população. Tudo meio apertado. Nas unidades do Centro e de Itajuba a prefeitura irá dar ainda uma contrapartida de R$500 mil. Queremos fazer um local para 20, 30 anos. Como Barra Velha pode fortalecer o turismo e a cultura na cidade, valorizando a sua história? Nós já estamos quase finalizando o tombamento da casa do Palmito, um desejo da população, dos críticos dessa área. Na questão do turismo, nós temos que evoluir, e muito. Nós temos belezas naturais e não temos estrutura. Não que o município não queira fazer, mas nós temos que priorizar o recurso em saúde, educação, segurança. Qual será o diferencial da cidade nesta temporada? Este ano nós fortalecemos o réveillon. Ano passado não teve a queima de fogos, foi quebrada uma tradição de anos. Ano passado foi uma frustração também não ter os enfeites natalinos. São coisas que são tradição, que o município não pode esquecer. Ano que vem teremos palcos na praia do Cerro, com atrações musicais e culturais. E a praia do Grant pela primeira vez vai receber a queima de fogos, na ilha do Grant. Neste ano a

queima de fogos (no centro) vai ser diferenciada, pois vai ser realizado na lagoa. A água dá um diferencial. Vamos fazer também o fechado da avenida na praia Central. É importante destacar qual o objetivo. Como a praia é de fácil acesso, não se depende de veículo para chegar nela. Então, quem está em Barra Velha anda pela cidade inteira a pé. Faz uma caminhada e aproveita todos os ambientes, restaurantes, lanchonetes, pontos turísticos. Barra Velha é uma cidade atípica, porque você caminha e consegue ter acesso a tudo, você pode vir do bairro São Cristóvão e chegar a Praia do Centro. O objetivo de fechar a Praia Central nesse período é estimular a caminhada, além de dar uma segurança. A pessoa vai realmente desfrutar das férias, vai chegar aqui e encontrar um espaço grande para caminhar. Com a ampliação do espaço, não seria possível manter os quiosques? Não supre. É visível. Quem anda, sabe que aquele espa-

ço, de 3 metros, é um espaço mínimo. Então nesse fervo da população, entre os dias 23 e 10 de janeiro, é muita gente para pouco espaço. O objetivo é aumentar mais ainda o espaço, para dar mais segurança às pessoas que caminham. Queremos tornar esse espaço em uma área de lazer. Vai estimular também o consumo na cidade. Na sua opinião, quais devem ser as prioridades de Barra Velha nos próximos anos? Conscientização do cidadão barravelhense. Das pessoas que tem moradias em Barra Velha, visitantes e turistas. Se cada cidadão der a sua contribuição, já diminuiu o serviço público. Por exemplo, se o cidadão tem o terreno tem que fazer a limpeza, se tem a calçada tem que limpar, e não colocar o entulho pra prefeitura recolher. A prefeitura não presta serviço de limpeza particular, a prefeitura faz a limpeza de via pública. A maioria faz esse trabalho, mas aquela minoria que não faz, acaba atrapalhando toda a questão turística do

município. É importante em 2014 que as pessoas tenham essa prioridade. Nas prioridades do município, nós queremos fazer os dois molhes da praia Central, que há muito tempo o pessoal pede. A conclusão da Boca da Barra, Barrinha de Itajuba, a sub delegacia de Itajuba. A questão das cheias nós vamos priorizar, como o rio Cancela. Além dessas obras de cheias, que é fator primordial, vamos concluir as obras da creche de Itajuba, a academia do bairro, o tão sonhado deck na Praia do Grant, que liga a praia do Cerro a praia do Sol, a passarela do Grant e o calçadão do Grant. E a iluminação da praia do Cerro. Uma subprefeitura de obras de Itajuba. Para que uma equipe de obras fique atendendo só Itajuba, que hoje tem oito mil habitante. Se você pudesse dar um presente para os moradores neste aniversário da cidade, qual seria? É um presente, talvez barato, que as pessoas acham que não vale nada, mas tem um grande valor para mim: é a minha honestidade e a minha dedicação. Talvez não seja uma qualidade, mas falta em muitos políticos.


3

HISTÓRIA

CADERNO ESPECIAL - BARRA VELHA 52 ANOS

Nesta semana o jornal Voz do Itapocu preparou uma série de matérias para marcar mais um ano de emancipação política de Barra Velha. Coletamos informações em arquivos e também pessoalmente para produzir um material inédito abordando as memórias de três personalidades locais. Trata-se de Ademar José dos Passos, o Mazico, Manoel Plácido de Freitas e Valter Francisco Régis, prefeitos de Barra Velha entre as décadas de 70 e 80. Eles relatam seus desafios e conquistas em uma cidade que ainda dava os primeiros passos.

7 de dezembro de 2013.

Textos: Angelita Borba Fontes: Manoel Plácido de Freitas, Ademar José dos Passos e àudio de entrevista a rádio local.

Ademar José dos Passos – O farmacêutico de São João que comandou Barra Velha Prefeito de Barra Velha entre os anos de 1973 e 1977, o conhecido Mazico é um exemplo de vitalidade e trabalho, pois ainda é possível encontrá-lo, no auge de seus bem vividos 83 anos, atendendo na farmácia localizada no centro da cidade. Nascido em São João do Itaperiú em 1930, Mazico é filho de um comerciante e uma professora. Elvira Faria Passos era conhecida na região e dá nome à única escola estadual existente em São João. Quando ainda tinha 15 anos, seu filho foi funcionário da Drogaria Catarinense em Joinville, e transferiu-se para a cidade, morando em uma pensão. Foi lá que seu gosto pelo atendimento ao público e trabalho com medicamentos começou. Quando se fixou em Barra Velha novamente, logo surgiram convites para participar mais ativamente da política municipal. O bom relacionamento que tinha com a comunidade e a amizade com os moradores de todos os bairros acabaram o aproximando da política. Seu nome acabou surgindo naturalmente, e a ARENA, partido da situação na década de 70, lançou Ademar como único candidato. Ele enfrentou dois candidatos lançados pelo MDB (neste período, era possível lançar até 3 candidatos por sigla) e venceu as eleições. Comenta que foram quatro anos muito difíceis no que diz respeito ao setor financeiro do município, pois herdou um orçamento de 1.000.000 de cruzeiros e uma dívida de 900.000 cruzeiros. A prefeitura contava

com 27 funcionários e localizava-se na Avenida Santa Catarina, em uma casa alugada. O maquinário estava em péssimas condições e o único bem novo no pátio era uma carregadeira que meses depois, para a surpresa de Mazico, teve busca e apreensão decretada. Mais tarde, retornaremos a este episódio para desvendar o final da história da carregadeira. No setor educacional, terminou e inaugurou a escola municipal Antônia Gasino de Freitas, iniciada pelo prefeito anterior Thiago Aguiar. Como bom filho de São João que era, logo se preocupou em dar melhores condições aos alunos do bairro que se deslocavam até Barra Velha assim que chegavam à 4ª série. A escola Elvira Faria Passos somente oferecia o ensino até a 3ª série, obrigando os alunos a utilizar ônibus para dar continuidade aos seus estudos. As reclamações quanto aos serviços prestados pelo veículo eram muitas, pois quebrava frequentemente, atrasava, deixava os alunos horas esperando, muitas vezes com fome. Esta situação era prioridade para Ademar, que se utilizou da verba destinada à educação e ampliou a escola que levava o nome de sua mãe para atender aos seus conterrâneos. Foram construídas mais 8 salas para abrigar as séries que faltavam, acabando assim com o problema de várias famílias que necessitavam enviar seus filhos para estudar longe. Outras realizações importantes foram a instalação do telefone em Barra Velha e também

o início da instalação da água encanada. Estas benfeitorias obviamente contaram com o empenho de outros políticos e também com o apoio da capital do Estado. Aliás, Mazico era conhecido nas diversas secretarias estaduais, pois se deslocava frequentemente até Florianópolis em busca de recursos. Foi com estes recursos que conseguiu iniciar a obra da construção da Prefeitura. Comprou o terreno onde hoje temos a prefeitura e a secretaria da educação e iniciou a obra, que não foi terminada porque o dinheiro prometido a Ademar não chegou a tempo. Deixou a construção da prefeitura para o próximo prefeito – Manoel Plácido de Freitas (MDB), terminar. Também foi responsável pela instalação de 60Km de eletrificação rural, comprou 3 caminhões, 1 trator, 1 carro para o gabinete, 1 caminhonete, 1 ambulância nova e 20.000 metros de pavimentação com lajota. Além de melhorar o acesso a São João do Itaperiú, que era apenas um caminho. Outra obra importante de Mazico está ligada à carregadeira que já comentamos acima. Recebendo um aviso de busca e apreensão, tratou de buscar informações e descobriu que o pagamento das parcelas do equipamento estava todo em aberto, daí a busca do bem pelo banco financiador, localizado no Rio Grande do Sul. Descobriu que precisaria de 60.000 cruzeiros para quitar o bem. Mazico conseguiu junto ao governo estadual a exata quantia

para honrar a dívida municipal e permanecer com o equipamento. Deslocou-se até Porto Alegre e ofereceu 40.000 cruzeiros para acertar toda a dívida. E depois de muita conversa, conseguiu fazer com que o banco aceitasse sua proposta. De volta a Florianópolis, comunicou o ocorrido e questionou a respeito dos 20.000 cruzeiros restantes. Foi informado para que utilizasse com aquilo que o Município precisasse, e depois prestasse contas. Então,

com os 20.000 cruzeiros que poupou, fez o calçadão da praia central. Hoje, Mazico continua na política, mas apenas nos bastidores, aconselhando e se impressionando com as diferenças entre o tempo que governou e agora. Da janela de sua casa, assiste ao crescimento do Município que ajudou a erguer e torce para que políticos tenham responsabilidade e respeito por Barra Velha. Como ele teve.

Manoel Plácido de Freitas – A oposição no comando de Barra Velha Governando Barra Velha entre os anos de 1977 e 1983, Manoel Plácido tem em sua trajetória fatos interessantes ligados ao Município. Membro do extinto MDB, Manoel tinha como vice-prefeito o colega de partido Mario de Souza, representante de São João do Itaperiú. Foi o vereador de oposição mais votado na gestão 73 - 77, quando tinha ainda 32 anos, e mesmo atuando no lado oposto de um grupo muito forte – a Arena – conseguiu se eleger prefeito do Município. Vale ressaltar que neste mo-

mento histórico, os vereadores não recebiam salários muito menos diárias para viajar à capital em busca de recursos. Eram atraídos apenas pelo status de ser um representante da comunidade e também pela vontade de auxiliar no crescimento local. A eleição de Manoel é realmente algo inusitado quando se pensa na força que os políticos da Arena representavam na década de 70, ainda mais quando o prefeito em questão não pertencia a uma família moradora do centro da cida-


4

HISTÓRIA

CADERNO ESPECIAL - BARRA VELHA 52 ANOS de. Foi a primeira e última vez que Itajuba elegeu um prefeito; anos depois, houve a eleição de um vice – o saudoso Arthur Fagundes. Manoel destaca que à sua época, havia a presença frequente dos militares em Barra Velha para fiscalizar suas atividades, como também da presença de membros do Tribunal de Contas. Relata que o fato de ter vencido um grupo forte na política local, o colocou em uma posição delicada, pois tudo o que fazia era comparado com as gestões anteriores e também observado atentamente. Em todo o Estado catarinense, naquele mandato, elegeram-se apenas 8 prefeitos do MDB – o restante todo pertencia à ARENA. Sofreu vários processos no decorrer da sua gestão: o tamanho da Escola Manoel Antônio de Freitas foi considerado grande demais para o bairro; e também foi questionado quanto à altura da ponte sobre o Rio Itajuba. Todos os processos terminaram dando ganho de causa ao prefeito. Dentre as obras de sua administração, o então “emedebis-

ta” destaca a transferência da sede da Prefeitura, que era alugada, para um espaço próprio. O prédio da atual Secretaria de Educação, localizado na Av. Governador Celso Ramos, foi construído para abrigar as secretarias municipais e também funcionários públicos. Segundo Manoel, não havia verba para a finalização do prédio, iniciado na gestão de Ademar José dos Passos – o Mazico; então, para solucionar o problema, foram organizados mutirões com os funcionários públicos durante os finais de semana, para deixar a construção em condições de ser utilizada. Outro fato inusitado referente à gestão de “Maneca do Plácido”, apelido que o tornou conhecido, foi a participação de Barra Velha em um programa exibido em rede nacional. Tratava-se do programa de Sílvio Santos, e o quadro se chamava “Cidade contra Cidade”. Nesta ocasião, nosso Município enfrentou a cidade paulista de São Vicente. Não foi a grande vencedora, mas segundo Freitas, a visibilidade trouxe reflexos para o Município. Por ser um local ainda sem mui-

tas opções de compras ou lazer, sem muitas empresas instaladas ou comércios à disposição, Barra Velha carecia de tudo. A mão de obra não era oferecida em grande quantidade e diversidade, o que frequentemente forçava o investidor a trazer materiais e trabalhadores de fora. Então, uma estratégia foi criada pela administração municipal e colocada em prática pelos fiscais e demais funcionários: todos que pediam alvará para a construção no Município eram questionados quanto à origem de mão de obra e materiais utilizados. Neste momento se ofertava uma lista com os tra-

7 de dezembro de 2013.

balhadores locais e também as possibilidades oferecidas por Barra Velha. E se enfatizava a necessidade do pagamento de todas as taxas legais caso trabalhador fosse oriundo de outra localidade. Segundo Freitas, desta forma o dinheiro iria girar em Barra Velha, entre os moradores da cidade, fazendo esta crescer. Era bom para todo mundo. Outra benfeitoria de que se orgulha Manoel é a quantidade de bancos abertos durante a sua gestão. O reflexo do crescimento econômico seria confirmado pela ampliação das opções bancárias em Barra Velha.

Em 1978, a Prefeitura, localizada na Av. Santa Catarina, nas proximidades do edifício Márcia Maria, possuía um postinho de atendimento do extinto BESC, que foi fechado. Segundo Freitas, o motivo do abandono do postinho teria sido de ordem política. Contudo, ao término de seu pleito, o Município já contava com cinco agências bancárias: Banco Mercantil, Caixa Econômica, Banco do Brasil, Bradesco e o Besc, que retornou, mas agora com agência própria. Após deixar o cargo, Freitas tentou outras vezes tornar à vida pública, já pelo PMDB e pelo PSDB, mas não obteve êxito. Diz que não sente saudades do tempo de prefeito, mas lamenta não poder ter feito mais, ter auxiliado mais no crescimento local. O radio técnico, ferramenteiro, remador, funcionário da Impresul (empresa do ramo de eletricidade), comerciante, vereador e prefeito, aposentou-se da vida pública sem abandoná-la. Continua morando na Itajuba que tanto ama, observando as mudanças ocorridas na sua Barra Velha.

Valter Francisco Régis – Um prefeito professor ou um professor prefeito? Chegando em Barra Velha em 1971, Valter tinha a intenção de freqüentar um curso universitário em Joinville ou Itajaí e se transferir para o oeste, para trabalhar como professor. Segundo afirmou, eram tempos em que o professor era respeitado e se destacava na comunidade, diferentemente do que se vê hoje em dia. Entretanto, bebeu desta água, e segundo dizem os antigos, quem bebe dela não esquece mais, e no caso de Valter e sua esposa Telma, foram ficando, ficando, vieram os filhos, os amigos e a cidade se tornou novo lar. Lecionando no Município, logo se tornou conhecido e foi convidado para fazer parte da equipe de trabalho do prefeito da

época, Ademar José dos Passos, o Mazico. Valter já tinha uma formação como contador e foi o responsável por este setor na Prefeitura. Através desta experiência se envolveu na política local e passou a pensar na possibilidade de ingressar na vida pública. A possibilidade se tornou realidade no ano de 1983, quando foi eleito o prefeito municipal. No período em questão, havia uma legislação federal que regulava as campanhas de uma forma diferente do que conhecemos hoje, pois cada partido poderia lançar vários candidatos a prefeito. O PDS lançou Valter Francisco Regis e também José Brugnago. Ao final das eleições, Valter foi o mais vota-

do e os votos de José Brugnago o auxiliaram a consolidação da vitória. Pouco mais de 10 anos em Barra Velha foram suficientes para o tornar conhecido no Município inteiro e lhe garantir o privilégio de ser o mais votado entre os candidatos, proporcionando-lhe a posição mais alta no Poder Executivo. O professor tinha virado prefeito. Entre as ações tomadas por sua administração, quando consultado, ele sempre faz questão de destacar o projeto sonhado para o desenvolvimento da Quinta dos Açorianos, que envolvia divulgação em diferentes mídias para atrair o investimento. Era um projeto pensado para 50 anos e que agora nos

últimos tempos, começa a despontar e chamar a atenção de investidores. Outro ponto importante foi a compra da área de 100.000 metros quadrados no São Cristóvão, utilizados para a construção da Escola de Educação Básica David Pedro Espindola, da Escola Especial Flávio Quirino Borges – atual APAE e o Ginásio Vice-prefeito João Luzia Duarte Ribeiro. A área se estendia para os fundos das escolas, podendo ainda abrigar praças e outras áreas de convivência, mas não foram assim utilizadas pelas demais administrações municipais, que preferiram as utilizar de outras maneiras. Valter Régis também se desfez do carro do gabinete para

comprar a primeira ambulância Belina utilizada na região. Com este carro, Raulino João da Rosa, o motorista, contabilizou mais de 500.000 km, carregando mulheres grávidas, homens, mulheres e crianças doentes para todas as partes do estado à procura de ajuda. Segundo Valter, o Município deveria homenagear Raulino com uma estátua, ou entregar a ele o título de Cidadão Honorário, pelos serviços prestados. Valter destacou que na Barra Velha dos anos 70 para 80 quando o “Dico Polícia” e o “Zé Polícia” faziam a ronda por toda a cidade de bicicleta. Lembrou também do “Nelinho da Celesc”, que cortava e ligava a luz por toda a cidade com uma bici-


5

HISTÓRIA

7 de dezembro de 2013.

CADERNO ESPECIAL - BARRA VELHA 52 ANOS

cleta e uma escada nas costas. Para Valter Francisco Régis, a cidade estava “engatinhando” nas décadas de 70 e 80, pois não oferecia quase nada para a população. E contava com uma extensão territorial muito maior do que a que se tem hoje. Segundo ele, o grande feito de seu mandato foi a criação da Comarca de Barra Velha, que atendia exclusivamente aos casos da cidade. A Comarca surgiu após uma briga política com Piçarras. Régis também destaca a construção do posto de saúde como uma obra importante para a cidade enquanto foi prefeito. Pertenciam a Barra Velha bairros como Santa Luzia e Santo Antonio, atuais bairros de São João do Itaperiú. O Município contabilizava mais de 500 km

de estradas sem pavimentação para cuidar, agricultores para auxiliar e a praia para limpar. Segundo o prefeito, na época da alta temporada, o maquinário se deslocava para a praia e a partir de abril voltava para o interior, para apoiar o trabalho dos agricultores. Tempos depois, já na gestão de José Brugnago, foi criado o município de São João do Itaperiú, que segundo a análise de Valter, foi uma mudança positiva por um lado, pois o prefeito ficou com uma extensão menor para tomar conta, mas negativa por outro porque o Município de Barra Velha perdeu importância econômica e força política. Valter sente que ainda hoje existe muito a ser feito. Entende a administração pública como uma engrenagem que precisa ser alimentada freqüentemente para que funcione e siga no

rumo certo. Destaca que é preciso que os políticos pensem na continuidade dos projetos iniciados pelos antecessores, e se empenhem em finalizá-los. Acredita que o futuro de Barra Velha passa pela conscientização quanto à necessidade do saneamento básico adequado. Relata a situação precária dos rios Cancela, Veludo e Itajuba. E espera que no futuro os políticos se preocupem mais com a continuidade dos projetos e com o meio ambiente. Nota da autora Gostaríamos de comemorar e de celebrar o crescimento do Município juntamente com o amadurecimento de políticos e lideranças. Fazemos votos de que aqueles que se propõem a um cargo eletivo, que hoje, diferentemente dos tempos dos três prefeitos citados, é muito bem remunerado, sintam orgu-

lho de representar esta terra. Barra Velha é terra de gente humilde, trabalhadora, mas que acima de tudo sabe o que quer. Esperamos sinceramente, que nossos mandatários se inspirem nos tempos difíceis de Mazico, Maneca do Plácido e de Valter e arregacem as mangas para o trabalho. Pois eles,

com orçamentos apertados e arrecadação muito pequena, fizeram muito; pode-se dizer que fizeram milagres, tiveram acertos e erros, mas têm do que se orgulhar. Será que nossos políticos atuais, terão do que se orgulhar daqui a 52 anos? Por Angelita Borba

DESENVOLVIMENTO

CULTURA

Área de novas construções aumentou em 20% no último ano

Terno de Reis de Barra Velha lança primeiro CD neste sábado

Ao longo dos seus 52 anos de emancipação política, o município de Barra Velha tem apresentado bons índices de desenvolvimento. Seja na área populacional, econômica ou habitacional, a cidade caminha para que possa oferecer aos seus moradores e visitantes, uma infra-estrutura digna de cidade turística. O número de construções tem aumentado em grau significante e consequentemente registra-se um aumento na população, que registrou 25 mil habitantes no último senso de em 2010. Entre os bairros, o São Cristóvão é o bairro mais populoso de Barra Velha, com aproximadamente 10 mil pessoas. Um levantamento constatou que de 2009 a 2013 foram construídas 2.690 novas edificações. De acordo com o Secretário de Planejamento do município, Guilherme Cani, para os próximos anos há uma previsão de contínuo crescimento, devido a instalação de grandes empresas na região e também pelo potencial turístico do município. Os bairros que apresentaram o maior cres-

cimento são o São Cristóvão e Itajuba. Apesar do número de alvarás expedidos entre 2012 e 2013 serem aproximados, em torno de 600, a quantidade de metros quadrados executados foi de 85.523,84m² para 2012 e em 2013 foi de 102.385,33m² construídos, um aumento de quase 20%. Isso se explica devido à chegada de empreendimentos de grande porte, como prédios residenciais e galpões para indústria e comércio. Para Guilherme, o município tem enfrentado um problema com os proprietários que insistem em fazer obras irregulares. “Alguns querem construir em áreas irregulares e com uma taxa de ocupação maior que o permitido. Pra isso estamos tendo que aumentar a nossa fiscalização pra que não ocorra um crescimento desordenado, mas de modo geral o município vem crescendo de acordo com o plano diretor”, comenta o secretário, que agora pretende revisar o plano diretor para corrigir alguns pontos e acrescentar pontos que tragam benefícios ao município.

Com a chegada do mês de dezembro e o clima natalino, os grupos de Terno de Reis, uma tradição milenar, é relembrada constantemente. Em Barra Velha, um deles é o Mensageiros da Paz. Após oito anos de carreira, o grupo lança hoje às 21h na Sociedade Recreativa de Barra Velha o seu primeiro CD. A atração nacional Ivonir Machado fecha a noite comemorativa de aniversário da cidade. Formado por dez amigos em 2005, o grupo tem participado de diversos festivais do gênero no Estado. Com uma carreira consolidada e uma agenda de shows que chega a quase 20 apresentações no mês de dezembro, o grupo resolveu há um ano dar inicio ao sonho de gravar o primeiro álbum. O CD contém 13 músicas compostas pelos próprios integrantes do grupo. De acordo com o integrante Ademar Ramos, as gravações duraram pouco mais de três meses e foram realizadas em um estúdio de Joinville. Para

produzir o CD, os Mensageiros da Paz contaram com a experiência do acordeonista Orimar Hess Júnior. “Pra mim foi muito importante, pois tirando o meu trabalho solo, foi o primeiro CD que produzi desde arranjos e direção nas gravações., diz Hess. Para Ademar, atualmente o grupo está bem estruturado e busca com o novo projeto divulgar melhor a tradição da Folia de Reis. “Nossas músicas são todas com um repertório alusivo ao clima de natal, mas com um estilo bem bacana. Podemos dizer que trazendo para os dias atuais seria um Terno de Reis Universitário,” brinca o contrabaixista do grupo. O próximo passo do grupo é realizar a divulgação do trabalho para incrementar a venda dos Cd’s. Ramos destaca que foi produzida uma tiragem de três mil cópias, pagas com recursos próprios de um dos integrantes do grupo. Os CD’s estão distribuídos pelo comércio de Barra Velha.


ENQUETE

CADERNO ESPECIAL - BARRA VELHA 52 ANOS

6 7 de dezembro de 2013.

O VOZ DO ITAPOCU FOI ÀS RUAS DA CIDADE PARA SABER DOS MORADORES:

NESTA DATA ESPECIAL, QUAL PRESENTE VOCÊ DARIA PARA BARRA VELHA? Renato Rosa

Alvino Weiss

“Eu daria o turismo para Barra Velha. Um presente que a nossa cidade precisa é que o turismo seja mais bem explorado, que as nossas belezas naturais sejam mais aproveitadas”.

“Daria ruas melhores para a nossa cidade, porque essas que temos estão uma vergonha. Gastam um absurdo em festas e esquecem o que precisa. Além disso, poderia dar postos de saúde melhores. Preciso fazer um exame e marcaram só pra fevereiro. Quem me garante que vou estar vivo até lá? Se você for no postinho não tem médico, não tem remédio e ainda atendem mal”.

Comerciante – 41 anos:

Vânia Pacífico Rebello Comerciante – 48 anos:

“Eu investiria nas áreas que precisam, como o turismo, que está abandonado. Daria políticos mais honestos. E outra coisa importante, menos favoritismo”.

Aposentado – 65 anos:

Moacir Ribeiro

Ambulante – 38 anos:

“Além de melhorar a estrutura da praça central, é importante dar mais eventos pros moradores. A gente tem o lugar, mas ta lá parado. Não tem nada nos finais de semana. Agora estão fazendo rodas de capoeira, isso é legal, é algo que movimenta.

Balduvino Gaedke

Aposentado – 65 anos:

“O melhor presente seria a rede de esgoto que a cidade não tem. Imagina que coisa mais linda tirar esse esgoto que é despejado na praia. O resto não está bom, mas está encaminhado..

Célio Luiz de Freitas Frentista – 50 anos:

“Daria uma saúde melhor porque essa está bem precária”.


ENQUETE

CADERNO ESPECIAL - BARRA VELHA 52 ANOS

7 7 de dezembro de 2013.

Maria de Lurdes da Costa Comerciante – 55 anos:

Waldir Pletz

Cléber André de Souza Aposentado – 34 anos:

Antonia de Fátima dos Santos Comerciante – 57 anos:

“Eu daria mais segurança para o município”.

“Meu Papai Noel teria que ter um saco grande. Gostaria de dar mais policiamento pra cidade e mais saúde também”.

Aposentado – 63 anos:

“Eu daria um hospital bom para a cidade”.

“Eu amo Barra Velha, então eu daria muitas felicidades para a cidade. Mas, além disso, eu daria uma saúde melhor”.


SEMANA DE ANIVERSÁRIO CADERNO ESPECIAL - BARRA VELHA 52 ANOS

8 7 de dezembro de 2013.

SAIBA QUAIS FORAM AS PRINCIPAIS AÇÕES QUE MARCARAM O ANIVERSÁRIO DE BARRA VELHA Projetos e Artes

As ações em comemoração ao aniversário da cidade começaram logo cedo. Uma grande tenda foi montada no pátio da Secretaria de Educação para sediar a exposição intitulada Projetos e Artes. A ação tinha o objetivo de mostrar para a comunidade o que é realizado pelos alunos nas unidades de ensino da cidade. Após cerimônia de abertura, o público presente pode acompanhar apresentações culturais elaboradas por crianças e jovens da rede municipal.

Dia da Cidadania

As comunidades de Medeiros, Itajuba, Sertãozinho e São Cristóvão tiveram acesso a informações sobre cuidados com a saúde, além de realizar teste de glicemia capilar, para verificação da taxa de açúcar no sangue, além de medir a pressão arterial. Uma equipe do Procon também esteve presente, repassando orientações e tirando dúvidas, assim como integrantes do setor de Assistência Social da Prefeitura, que ficaram responsáveis por fazer fotos 3x4 e realizar encaminhamento para o setor para confecção de documentos pessoais, fazer cadastro no Sistema Nacional de Emprego – SINE, e falar sobre as ofertas de cursos profissionalizantes para 2014. O projeto “Dia da Cidadania” encerra hoje com o atendimento na Praça Central.

Campeonato de futsal

Aconteceu no Ginásio de Esportes Alfredo José de Borba a Taça Aniversário de Barra Velha de Futsal. De segunda-feira até ontem, nove equipes disputaram o título do campeonato intermunicipal. O torneio recebeu equipes de Balneário Piçarras, Penha, São João do Itaperiú, além dos times anfitriãs de Barra Velha. Até o fechamento dessa edição os finalistas não foram definidos.

Entrega da medalha da Defesa Civil

Na manhã de quinta-feira a Parada Ferreti sediou a cerimônia de entrega da Medalha Laurita Pedroso de Oliveira da Defesa Civil. O órgão entregou a homenagem para 57 entidades e pessoas físicas que na sua avaliação contribuem com a população municipal em casos de emergência, como as cheias que a cidade enfrentou em abril desse ano. Os Bombeiros Voluntários de Barra Velha e São João do Itaperiú, que prestam serviços para a comunidade desde 1995, inicialmente tinham sido deixados de fora da lista. Nessa semana a corporação foi incluída e a falha foi assumida pela Defesa Civil.

Cultura nos bairros

Juntamente com o projeto do Dia da Cidadania, a Fundação Municipal de Turismo Esporte e Cultura deu continuidade nas atividades do “Cultura nos Bairros”. O público pôde acompanhar as apresentações do grupo de Terno de Reis Mensageiros da Paz, apresentações de capoeira e apresentações escolares.

Programação do aniversário de Barra Velha Dia 7 9h - Dia da Cidadania (Praça Lauro Carneiro de Loyola- Centro) Saídas 9h30 e às 13h30 - Passeio Turístico (Roteiro: Boca da Barra - Ponte Pênsil - Estátuas - Pedras Brancas e Negras - Praia do Grant - Morro do Cristo) 16h - Corte do Bolo de Aniversário de Barra Velha (Praça Lauro Carneiro de Loyola- Centro) 18h - Entrega da Premiação do 1º Concurso Fotografia de Barra Velha (Praça Lauro Carneiro de Loyola- Centro) 21h - Lançamento do CD do grupo de Terno de Reis Mensageiros da Paz (Sociedade Esportiva e Recreativa de Barra Velha - Centro) Dia 8 10h Culto Ecumênico (Praça Lauro Carneiro de Loyola- Centro) 22h Show com Grupo Explosão (Praça Lauro Carneiro de Loyola- Centro)

Barra Velha | 52 anos Comemorar os 52 anos de Barra Velha é acompanhar uma retrospectiva de tudo o que foi feito nos últimos meses para melhorias na cidade. Os investimentos focados no bem comum trouxeram resultados para diversas comunidades. Para isso, foi de fundamental importância contar com todas as Secretarias e instituições parceiras. Na infraestrutura do município, os investimentos feitos com iluminação pública contemplaram os bairros Centro, São Cristóvão, Itajuba e BeiraMar. Outra importante obra foi a instalação da rede elétrica em regiões que ainda não contavam com luz nas casas, como a Rua Rita de Cássia Ramos. Para melhorar o acesso dos moradores a suas casas e também facilitar o trânsito, foi feito o asfaltamento de ruas do bairro São Cristóvão, assim como da Rua Odorico Magalhães, no bairro Los Angeles. Parceiras com a comunidade foram fundamentais para que a Prefeitura pudesse avançar na

realização de obras. O projeto de Pavimentação Comunitária é exemplo disso. A unidade municipal fica responsável pela drenagem de toda a extensão e os moradores contribuem com a pavimentação em lajota. Moradores de sete ruas, de diferentes bairros, aderiram a medida e para o próximo ano há o agendamento de mais 14 ruas. Outro projeto importante é chamado de ‘Adoção de Praças e Áreas Verdes’, no qual a comunidade pode adotar espaços e realizar a manutenção e cuidado. Dois locais foram escolhidos por instituições: a Pista de Skate da Praça Horácio Martins, solicitada pela Igreja Bola de Neve, e o Costão dos Náufragos, solicitada pela Igreja Luterana. Também fazem parte das ações 2013 três reformas significativas: do Ginásio de Esportes Alfredo de Borba, do Pronto Atendimento e do ESF São Cristóvão. Outras obras estão programadas para 2014: a reforma do CEJA e a inauguração de duas novas unidades de ensino infantil, uma no

bairro São Cristóvão e outra em Itajuba. Todas estão em andamento. A inauguração do projeto Horta Comunitária, na Unidade Prisional Avançada, que busca a socialização dos detentos, as obras do desassoreamento da Boca da Barra, a compra de equipamento para sinalização horizontal, a instalação de 10 câmeras de monitoramento na cidade, e as aquisições de retroescavadeira, arado hidráulico e motoniveladora para a Secretaria de Agricultura realizar trabalhos junto à comunidade também fazem parte dos investimentos feitos nos últimos meses. Mas o mais importante não está em contabilizar e somar todas as benfeitorias de 2013. Está em totalizar quantas pessoas puderam ter melhora na qualidade de vida, fazer o balanço de como foi o ano e seguir adiante, com metas para tornar ainda melhor o ano de 2014.

Parabéns aos nobres moradores e visitantes desta cidade. Parabéns a cada um que ajuda no crescimento contínuo e no desenvolvimento de nosso município! Prefeitura de Barra Velha www.barravelha.sc.gov.br


POLÍTICA

Sábado, 7 de dezembro de 2013.

Lei estima orçamento de R$66 milhões para Barra Velha em 2014

Informativo da bancada do PMDB na Câmara de Vereadores de São João do Itaperiú

Saúde receberá 22% dos investimentos, enquanto a educação fica com a fatia de 26,5% da arrecadação Cerca de R$66 milhões. Esse é o valor previsto pela Lei Orçamentária Anual (LOA) para a prefeitura de Barra Velha no ano de 2014. O valor compreende os orçamentos fiscal, da seguridade social e de investimentos, e foi aprovado em novembro pela Câmara de Vereadores do município. Do projeto original enviado pelo Executivo, houve o acréscimo de duas emendas. A inclusão do concurso público para a Câmara e a destinação de R$50 mil para o projeto Porteira à Dentro, da secretaria de Agricultura. A LOA estima as receitas que o governo espera arrecadar durante o ano e fixa os gastos a serem realizados com tais recursos. No próximo ano, a prefeitura estimou um gasto R$ 66.299.528,14, que estão divididos da seguinte forma: R$58.546.207,04 são receitas correntes; R$8.400.000,00 receitas de capital; R$ 3.900.000,00 receitas correntes intra orçamentárias; e R$ 4,546.678,90 serão deduções para o Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Pro-

fissionais da Educação (Fundeb). De acordo com a secretária de Administração, Ana Carolina Lucena Gomes, cada secretaria e fundação desenvolveu o seu Plano Plurianual (PPA), que é um instrumento de planejamento estratégico das ações que contemplam um período de quatro anos. A partir do PPA, foram criadas as Leis de Diretrizes Orçamentárias (LDO) e a LOA. Baseado no PPA, o prefeito Claudemir Matias orientou as secretarias e fundações a darem prioridade nos projetos emergenciais, que ao longo do mandato terão uma continuidade, sendo fundamentais para o desenvolvimentos de outros trabalhos. “Ocorreu uma reformulação nas secretarias, muitas saíram, por isso não tem como compararmos com a última LOA. O que podemos resaltar é que haverá um acrescimento no valor aplicado na saúde, uma diminuição do dinheiro aplicado na administração e que o turismo e a educação continuarão sendo prioridades, assim como todas as secretarias são”.

Despesas Prefeitura (contempla todas as secretarias) - R$ 40.297.339,35 Câmara de Vereadores - R$2.400.000,00 Instituto de Previdência dos Servidores Públicos Municipais de Barra Velha R$3.504.000,00 Fundação de Turismo, Esporte e Cultura R$ 2.282.500,00 Fundação Municipal do Meio Ambiente R$ 614.110,00 Fundação Municipal de Saúde R$15.372.096,55 Fundação Municipal da Criança e do Adolescente - R$ 328.000,00 Fundo Municipal de Assistência Social R$1.466.482,24 Fundação Municipal Hospitalar e Filantrópica - R$ 10.000,00 Fundo Municipal de Reequipamento do Corpo de Bombeiro Militar - R$252.000,00

De acordo com a Emenda Constitucional 29, o valor mínimo a ser aplicado na área da saúde é de 15% das receitas com impostos. A previsão da prefeitura é gastar 22% do valor previsto na Lei. Já para a educação serão investidos 26,5%, 1,5% a mais que os 25% contidos no artigo 212 da Constituição Federal. As principais obras previstas pela prefeitura para o próximo ano são as mesmas descritas para justificar o aumento da planta de valores do município, no projeto de Lei aprovado pela Câmara. Leia mais na página 5 desta edição. Sobre a LOA A Lei Orçamentária Anual (LOA), comumente denominada orçamento, é a lei que estima os valores da receita e fixa os valores da despesa para determinado exercício. É a partir da LOA que o cidadão identifica a destinação dos recursos que o governo recolhe sob a forma de impostos. Nenhuma despesa pública pode ser executada fora do orçamento.

Câmara de Vereadores de Balneário Barra do Sul homenageia Buschle & Lepper S.A. pelos seus 70 anos A comemoração de 70 anos da empresa Buschle & Lepper S.A. não passou em branco na Câmara de Vereadores de Balneário Barra do Sul. No último dia 26, foi realizada na Câmara uma sessão solene para a entrega da moção de congratulação de autoria do presidente da Casa, Edson de Aviz. Participaram do evento representantes da empresa homenageada e autoridades do município, entre elas o prefeito Ademar Borges. A Buschle & Lepper foi fundada em 1943 em Joinville, e atualmente trabalha na fabricação, distribuição e comercialização de produtos químicos, agrícolas e materiais de construção. Em Balneário Barra do Sul, se estabeleceu em 1970, se especializando na extração de magnésio da água do mar. Em 2003 a filial da cidade recebeu as certificação do ISO 9001/2000. Na homenagem da Câmara de Balneário Barra do Sul, a empresa foi representada pela presidenta do conselho de Administração, Cristala Athanásio Buschle, e pelo diretor presidente, Ronald Spitzner.

7

Vereador Lima reivindica mais linhas telefônicas O Vereador Lima do PMDB esteve na Capital do Estado, no gabinete do Deputado Estadual Carlos Chiodinni também do PMDB, em reunião com o Sr. Gonzalo, diretor de relação institucional da Oi. Na ocasião o Vereador reivindicou ampliação e disponibilidade de internet banda larga na telefonia do Município, especialmente no Bairro Porto do Itaperiú e Mantiqueira. Salienta o Vereador que fará um levantamento dos bairros e encaminhara os dados ao Sr. Gonzalo para analise de disponibilidade do serviço. Vereador Lima contra aumento da taxa do lixo Na ultima sessão, com a chegada de um projeto na casa de Leis entregue em mãos pela Secretaria de Finanças, no qual se refere ao aumento na taxa de Lixo em mais de 200%, Tal projeto surpreendeu o Vereador que é totalmente contra a esse aumento. Nas considerações finais entende o vereador que o aumento é desproporcional e abusivo. Corpo de Bombeiros O Vereador Lima rejeita projeto de repasse de recurso no valor de R$ 350.00 ao Corpo de Bombeiros Voluntários de Barra Velha e São João. Esclarece o Vereador sua posição, tendo em vista que tal valor é praticamente uma esmola, levando em consideração o trabalho voluntário prestado por essa entidade. Argumenta o Vereador que salvar vida não tem preço, porém R$ 350.00 mensais não cobre nenhum custo, assim sugere uma emenda no projeto onde elevará o valor de R$ 350.00 para R$ 1000.00.


Sábado, 7 de dezembro de 2013.

SEGURANÇA PÚBLICA

8

Após encontrar garoto de Barra Velha desaparecido, família diz que menino sofria bullying na escola Após três semanas desaparecido, o adolescente Carlos Eduardo de Souza Moreira Barbosa, de 14 anos, foi encontrado em Lages, na Serra catarinense. O garoto estava com um homem que o fez trabalhar em uma lavoura de fumo na cidade de Ituporanga, sob promessa de ajudá-lo a chegar em Fraiburgo, destino desejado pelo garoto. Segundo a família, o menino decidiu ir embora da cidade após sofrer bullying na escola. De acordo com a investigação policial, o homem convenceu o garoto a mentir que era seu enteado. No entanto, chegando em Lages, o acusado foi denunciado pelo próprio irmão e preso por falsidade ideológica. Ele foi encontrado na madrugada de sábado, dia 1º de dezembro. A mãe do meni-

no, a professora Serli Souza Moreira, recebeu a ligação da polícia de Lages informando o paradeiro do garoto e se dirigiu a Serra catarinense. Lá, encontrou Carlos Eduardo em um abrigo do conselho tutelar. Segundo a mãe, o garoto estava abatido e quieto pelo que havia passado, mas ressalta que durante os dias que Carlos Eduardo esteve sumido, o filho não foi agredido e nem molestado pelo suspeito. Serli diz que desde então a família tem procurado não fazer muitas perguntas sobre o caso ao adolescente, respeitando os momentos difíceis que o menino passou. Agora, a família aguarda a visita de uma psicóloga que fará um acompanhamento mais específico com o menino. “Nós estamos conversando bastante com ele pra

deixar bem claro que tudo que ele precisar nós como família estaremos aqui para ajudá-lo”, diz a mãe. Motivo da fuga Ao fugir de casa no dia 14 de novembro, o adolescente deixou um bilhete aos pais dizendo que não deveriam ficar preocupados, pois estaria bem e nem deveriam procurá-lo, pois ele não gostaria de voltar para casa. O motivo seriam os constantes casos de bullying que o menor vinha sofrendo na escola. Serli diz que seu filho era um garoto calmo e no início estranhou seu sumiço. Depois que ele reapareceu, ela tomou conhecimento dos problemas que envolviam colegas de classe e até mesmo com um professor da escola David Pedro Espíndola, onde Carlos Edu-

Conseg de Balneário Piçarras faz reivindicações ao secretário de Segurança do Estado Representantes do Conselho Comunitário de Segurança (Conseg) de Balneário Piçarras se reuniram no final do mês de novembro com o secretário de Segurança do Governo do Estado, César Augusto Grubba, para apresentar uma série de reivindicações. Além do aumento de efetivo e de maior estrutura para a polícia na cidade, o Conseg também pediu a construção de um novo quartel no município e a instalação de câmeras de videomonitoramento. O presidente do Conseg, Deyvid Moura, expôs a situação da segurança pública no município e protocolou um ofício solicitando celeridade na instalação de câmeras de segurança na cidade. O secretário garantiu que já estava em negociação com a prefeitura. Segundo o prefeito Leonel Martins, o impasse envolvendo a

conta onde a prefeitura deve depositar a contrapartida de cerca de R$50 mil para a compra do equipamento e a adaptação de uma sala para realizar o monitoramento já está sendo resolvido. A respeito do novo quartel, o secretário do Estado sinalizou ter recursos disponíveis para a obra, mas necessita que a prefeitura disponibilize um terreno para a construção. Sobre este assunto, o prefeito Leonel Martins afirma que o governo municipal está em contato com a Celesc para realizar a permuta de um terreno na SC-414 pertencente a estatal. “Com uma estrutura maior, estamos pleiteando que a polícia militar de Balneário Piçarras passe de pelotão para companhia, o que aumentaria o efetivo do município”, acredita Martins.

ardo estudava. “Na segunda-feira fui à escola conversar com a diretora sobre o assunto, mas preferi não falar com o professor, pois estava com a cabeça muito quente depois de tudo o que aconteceu. Na quinta eu retornei para falar com ele, mas infelizmente não o encontrei,” diz a mãe do garoto. De acordo com a diretora da instituição, Elizabeth Nunes Barcelos Giuradelli, já houve uma conversa com os alunos da classe explicando a situação e esclarecendo que casos como esses não são permitidos. “Nós fizemos esse trabalho de conscientizar os alunos quando acontece isso. Explicamos que isso não se faz,” diz ela. Quanto ao professor, Elizabeth poupou palavras e disse que o assunto deverá ser resolvido

em breve, com uma conversa com a mãe do garoto. Ela complementa que a escola tem dado o apoio necessário para que Carlos recupere o conteúdo perdido e faça as provas de exame final para decidir seu futuro na instituição. Caso o garoto seja aprovado, Serli diz que ele continuará estudando na escola, pois passaria para o ensino médio e sua permanência na instituição ficaria mais fácil devido à localização. A mãe de Carlos Eduardo garante que não vai esquecer de todos que contribuíram na busca de seu filho. “Foram dias muito difíceis pra todos nós. Graças a Deus ele está de volta e tudo está melhorando. E sobre o homem que estava com ele, a justiça cuida”, finaliza.

Assaltante entra no mar para fugir da polícia, mas acaba preso em Barra Velha Um assalto que terminou forma inusitada movimentou a região na segunda-feira. Após realizarem um roubo em Balneário Piçarras, dois homens fugiram de carro da polícia até Barra Velha, quando um conseguiu escapar e outro entrou no mar para tentar evitar a prisão. Ao perceber que estava cercado, João Carlos de Souza Cruz, 19 anos, se entregou aos policiais. O caso aconteceu no inicio da tarde. Os dois assaltantes renderam uma senhora de 54 anos na saída do Banco do Brasil. Eles acertaram a vítima com um revólver e levaram R$500,00 em dinheiro. Na fuga, os infratores seguiam pela BR-101 em direção ao Norte dirigindo um Vectra Prata, quando foram identificados pela polícia militar de Balneário Piçarras. Como os dois já haviam deixado o município, o batalhão de Barra Velha foi acionado para auxiliar na perseguição. Ao chegar a Barra Velha, um deles desceu do carro e invadiu o hotel Chef Brasil, que fica no inicio da Avenida Santa Catarina. Ele levou junto o dinheiro do roubo e a arma, escapando pela porta dos fundos do hotel. Já João Carlos não teve a mesma sorte. O jovem seguiu com o carro e acabou abandonando-o na praia do Tabuleiro. A pé, entrou correndo

na praia e se jogou no mar. Mas a tentativa logo foi frustrada com a chegada dos policiais e o homem decidiu então se entregar. De acordo com a polícia civil, João estava em liberdade provisória por roubo. Ele tinha sido preso no dia 13 de janeiro, em Barra Velha, junto com cinco comparsas e cumpriu pena até o dia 29 de agosto. Mais uma prisão por roubo Um dia após a ocorrência, uma nova perseguição foi registrada. Na tarde de terça-feira, a polícia militar de Barra Velha prestou apoio aos colegas de Penha em uma perseguição a um veículo Nissan, cor preta, na BR-101. O veículo havia sido roubado de uma senhora de 50 anos em Navegantes. Após troca de tiro com a polícia militar, o veículo foi abordado próximo ao Km 88, em Barra Velha. Na direção do veículo estava um jovem de 17 anos, que portava um revólver calibre 38. Foram recuperados todos os pertences da vítima e entregues no distrito policial juntamente com o infrator. O menor já possui registros de crime por roubo, tráfico, furto e receptação, nas cidades de Itajaí, Navegantes e Ilhota.


9

MEIO AMBIENTE

Sábado, 7 de dezembro de 2013.

Governador inaugura Estação Hidrometereológica e Horta Comunitária em Barra Velha O governador Raimundo Colombo esteve em Barra Velha no final do mês de novembro para duas inaugurações. A primeira foi a Estação Hidro metereológica, no bairro Itajuba, e a segunda a horta da Unidade Prisional Avançada (UPA). A primeira tem função de monitorar o nível das chuvas que caem na cidade e na região. Já a segunda, trata-se de um trabalho de ressocialização dos presos, implantada pelo Departamento de Administração Prisional em conjunto com o juiz corregedor da UPA. Apesar de inaugurado oficialmente pelo governador na sua visita mais recente por Barra Velha, o aparelho instalado

próximo à ponte do rio Itajuba está funcionando há aproximadamente seis meses. Ele realiza medições e coleta de dados das condições atmosféricas a cada 10 minutos. Compilando informações como temperatura, umidade relativa do ar, precipitação, o molhamento foliar e o nível do rio. Os registros são transmitidos para um banco de dados e podem ser visualizados no link de monitoramento on-line , no site www.ciram.epagri. sc.gov.br. De acordo com o governador, o principal objetivo do equipamento é contribuir na prevenção de futuros alagamentos. “Não podemos ficar parados e

esperar os problemas acontecerem. A estação vai permitir o acompanhamento, e aliado a outras medidas que também estamos tomando, Santa Catarina vai se tornar mais segura”. Segundo o coordenador da Defesa Civil de Barra Velha, Elton Cunha, o município conta ainda com mais quatro pluviômetros: dois automáticos e dois semiautomáticos que ainda serão instalados. “Um ficará nos Bombeiros Militar e o outro na escola de Medeiros. Os dois já em funcionamento estão na Escola Davi Pedro Espindola (bairro São Cristóvão) e na escola das Pedras Brancas”.

Horta comunitária Logo após a inauguração da estação, o governador Raimundo Colombo esteve também na Unida Unidade Prisional Avançada (UPA) para realizar a inauguração da horta comunitária. O projeto é parceria da secretaria municipal de Agricultura, Pecuária e Pesca, a Epagri e a UPA. Entre os objetivos principais do estão melhorar a qualidade das refeições com hortaliças livres de agrotóxico, motivar os detentos para a prática de produção de alimentos e complementar a demanda desses produtos na Unidade. De acordo com dados da secretaria de Segurança Pública do Estado, atualmente Santa Catarina é o Estado com menor taxa de evasão de presos e tem mais de sete mil detentos trabalhando. Colombo reforçou ainda que a realização de proje-

Tubarão Cação é capturado em rede de pesca na costa de Barra Velha

Um simples dia de trabalho para pescadores de Barra Velha em alto mar acabou ganhando uma repercussão estadual. Isso porque a rede dos pescadores acabou capturando um tubarão da espécie cação mangona. Os pescadores recolheram o animal e a sua carne foi cortada e vendida na praia central. A foto do tubarão logo caiu na web e foi destaque nos principais veículos de mídia do Estado. Enquanto realizava uma enquete na praia, a reportagem do Voz do Itapocu acompanhou a chegada do barco com o tubarão. Um dos pescadores disse que a rede estava a alguns quilômetros da praia quando o animal apareceu. De acordo com a fiscalização da Fundema, a situação não teve qualquer irregularidade, já que o tubarão foi pescado de forma involuntária. O tubarão cação mangona é encontrado na costa do Sul e Sudeste brasileiro e especialmente no verão, quando costumam procurar águas mais rasas, próximas as praias. Em média, ultrapassam os dois metros e pesam 100 kg.

Coletivo Jovem distribui plantas neste final de semana em Balneário Piçarras

tos simples como este, podem ser levados para outras unidades. “Com a colaboração e interesse mútuo de que tudo aconteça, há agilidade para realizar os trabalhos”, afirma.

O Coletivo Jovem de Balneário Piçarras realiza neste final de semana mais uma ação em prol do meio ambiente no município. No sábado pela manhã o grupo estará distribuindo plantas medicinais, frutíferas e árvores em frente ao ginásio Campolino Teixeira a partir das 9h. Já no domingo, o Coletivo estará na praça da Matriz realizando o mesmo serviço, também às 9h. Segundo um dos líderes do grupo, Dionatan Doglas, o Coletivo tem como objetivo “explicar para a sociedade a importância da juventude de participar mais ativamente de todo o processo no município em torno das questões ambientais e sociais”. Além da distribuição de plantas, o grupo se reuniu recentemente para definir ações para o próximo ano.


Sábado, 7 de dezembro de 2013.

Álbum Digital resgata história de Balneário Piçarras em fotos Nessa semana foi lançado no site da prefeitura de Balneário Piçarras o projeto do Álbum Digital 100 Ângulos de História, apoiado pela Secretaria de Turismo e Cultura. O projeto foi organizado pelo jornalista Luiz Garcia, que fez o serviço de reeditar o acervo montado há 10 anos, numa exposição homônima na Câmara de Vereadores, em parceria com a jornalista Danielle Garcia e apoio cultural do Rotary Club da cidade. O projeto está dividido em álbuns com temas variados, sendo eles: As paisagens cobertas pela onda de ocupação urbana, os cenários transformados pelo progresso, as pessoas que fizeram a sua história, os veranistas que fortaleceram sua vocação turística e a pesca que atravessou várias décadas até hoje. Segundo o jornalista, o álbum digital disponibiliza a todos o acesso a vários fragmentos da história local. “É o primeiro passo para algo maior. Espe-

ramos que isso estimule as famílias a abrirem seus baús, seus álbuns pessoais, e a compartilharem fotos e vídeos que possam enriquecer o acervo e o registro de nossa memória coletiva”, define Garcia. O álbum digital exibe momentos históricos do município como os eventos na Sociedade Amigos de Piçarras, a mobilização de Amadeu Ebner para a instalação da rede de energia elétrica e o show dos Trapalhões na década de 70. Para o idealizador do projeto, um dos destaques é a seção especial com as fotos de personalidades que escreveram seu nome na história da cidade em

CULTURA

10

Alma Açoriana é premiada no concurso Dança Catarina Reprodução

décadas passadas. “Reconhecer essas pessoas é valorizar sua contribuição para cidade que hoje temos. O plantio das amendoeiras que embelezam nossa orla desde aquela época, por exemplo, foi uma iniciativa de dois patriarcas da cidade, José Macedo e Antônio Quintino Pires, pai de Joaquim Ladislau Pires, que hoje dá nome ao molhe da Barra Sul”, comenta. Interessados em colaborar com o acervo podem entrar em contato com a Secretaria de Turismo. As fotos estão disponíveis no site da prefeitura municipal: www.picarras. sc.gov.br.

Após competir com sete adversários, o grupo Alma Açoriana, de Barra Velha, conquistou o quarto lugar do concurso Dança Catarina, organizado pela Fundação Catarinense de Esporte (Fesporte). O campeonato escolar e reuniu na cidade de Ituporanga vários grupos representando cidades da região Leste e Norte no mês de novembro. O grupo barravelhense é composto por onze alunos de 11 á 15 anos da escola municipal Antonia Gasino de Freitas. A Diretora de Cultura da secretaria de Educação, Jacinda Padilha, é a coreógrafa e recebeu um troféu pelo desempenho com o grupo. Ela acompanhou os jovens durante toda a disputa. “É uma gratificação muito grande. Estão todos muito contentes com o resultado. Além da alegria de conquistar uma ótima colocação para o grupo, também tivemos a felicidade de uma de nossas alunas ser escolhida como bailarina destaque”, comenta. Diandra de Souza Pereira, 13 anos, foi quem recebeu a premiação. “Foi algo que eu não esperava. Estava com aquele frio na barriga, mas não pensei que seria a escolhida”, comenta a jovem, que sempre gostou de dança e participa do Alma Açoriana há três anos. Foto: Prefeitura de Barra Velha


#SOCIAL

Sábado, 7 de dezembro de 2013.

ANIVERSÁRIOS DASEMANA

AGENDA #Parabéns

6 de dezembro Daiane, suas amigas do trabalho a parabenizam pelo seu aniversário de 20 anos. Parabéns!

9 de dezembro

Alana de Bella Cruz, a turma da

10 de dezembro

15 11

Laurinha’s Cabeleireiros lhe deseja muitos anos de vida e tudo de melhor.

José Valmor Silva, sua esposa, filhos e

netos lhe desejam feliz aniversário.

BEM NA FOTO #Sargento O policia militar de Barra Velha Luiz Carlos Muchinski participou no último dia 25 da formatura de sargentos na Academia da Polícia Militar, em Florianópolis. Ele recebeu as divisas de 3º Sargento após concluir o curso com duração de 7 meses. Família e amigos desejam sucesso nesta nova fase de carreira militar.

#Barra Velha Bier Coast 07/12- Banda Rock’50 (a partir das 22h) Samurai Snooker Pub 07/12- música ao vivo com Mura Acústivo (Pop, Rock, MPB e Surf Music)

#Balneário Piçarras Challenge Rock 07/12- BillBird Pier Pub 07/12- Social Groovez special edition Rock in House

#Penha Bailão do Silva 07/12- Banda Arte Livre (a partir das 23h) 08/12- Tarde Dançante: Musical Fogo e Paixão (a partir das 16h)


12

ESPORTE

Sábado, 7 de dezembro de 2013.

Santo Antônio é campeão do futebol de campo em São João do Itaperiú O 9º Campeonato Municipal de Futebol de Campo em São João do Itaperiú chegou ao fim no último final de semana. A Taça Prefeito José Acácio Delmonego consagrou o time Santo Antônio como campeão, após vencer o time da Farmácia/SESC pelo placar de 3 a 1. O Porto levou o terceir lugar ao bater o Santa Cruz nos pênaltis após um empate de 1 a 1 no tempo nornal. A partida final foi apitada pelo ex-árbitro da CBF e vereador em Itajaí, José Acácio da Rocha.

Durante o campeonato, que iniciou no dia 20 de outubro, seis equipes, totalizando 150 atletas lutaram pelo título em 19 partidas. No total foram 89 gols marcados, oito cartões vermelhos e 63 amarelos. Em sua primeira participação no campeonato, a equipe de Santo Antonio, além do título, emplacou o jogador Alan Costa como artilheiro com sete gols e José Porpério como melhor técnico. O goleiro menos vazado foi Diogo Aguiar, que sofreu 7 gols apenas com a camisa do Porto.

Para o secretário de esportes do município Anderson Catafesta, o torneio é uma opção de lazer, trazendo assim benefícios à população. Um dos destaques da final foi a entrega de uma placa homenageando o ex-prefeito José Acácio Delmonego, ao seu filho José Acácio Delmonego Junior. As crianças que participam de atividades esportivas da Secretaria de Esportes e fizeram ações de conscientização na Semana de Combate às Drogas fizeram sua apresentação no evento.

Campeonato interassociações de surf agita Barra Velha neste final de semana Acontece hoje e amanhã no Costão dos Náufragos, em Barra Velha as disputas do “Vida Marinha Surfing Games Interassociações 2013”. O evento reúne os principais surfistas catarinenses da atualidade representam suas associações e praias na briga pelo título da temporada 2013 por equipes. Na abertura do Surfing Games, às 9h, acontece o desfile das equipes e também a cerimônia das areias, onde cada equipe traz a areia de sua praia para unir junto a todas as outras, simbolizando uma grande confraternização do surfe catarinense. As disputas serão nas categorias Open, Junior, Mirim, Iniciantes, Infantil, Máster, Feminino e Longboard. O sistema de competição será o “Fast Heat”, com baterias de 10 minutos, nas

quais podem ser surfadas duas ou três ondas, dependendo das condições do mar. A somatória dará a média ao atleta, e vence quem fizer a maior pontuação. Este é um evento tradicional da Federação Catarinense de Surf e acontece desde 2002, reunindo todas as associações de surf do Estado numa verdadeira olimpíada do esporte. Neste ano será realizado em Barra Velha através da Associação de Surfe do Costão dos Náufragos. O município já havia recebido o evento em 2009. Para o presidente da Fecasurf, Fred Leite, o espírito que a federação busca ao realizar este tipo de competição é reunir pais, filhos, filhas e amigos, num verdadeiro clima de confraternização.

Foto: Prefeitura São João do Itaperiú

Garoto paratleta de São João do Itaperiú conquista medalhas nas Paralimpíadas Escolares O paratleta de São João do Itaperiú, Anastácio Pereira, estreou com sucesso na sua primeira participação nas Paralimpíadas Escolares, realizadas em São Paulo. Deficiente visual, o garoto morador do bairro Santo Antônio e estudante da escola Professora Elvira Faria Passos, conquistou duas medalhas: ouro no arremesso de peso e prata no salto em distância. Além das duas medalhas, ele também conseguiu o 5º lugar na corrida dos 100 metros. Anastácio integrou a delegação catarinense que partici-

pou das Paralimpíadas. Ele conquistou a vaga ao se destacar na fase estadual da competição, realizada no mês de agosto em Itajaí. Desde então, vem se dedicando aos treinos sob a supervisão da professora Elisa Padilha e do guia Rafael Lugli, que o acompanhou na fase nacional em São Paulo. Mais que as medalhas, o garoto conquistou também o direito de participar por um ano do programa Bolsa Atleta, do Governo Federal, no qual receberá um valor para continuar se dedicando aos treinamentos.

Jornal Voz do Itapocu - 31ª Edição - 07/12/2013  

31ª edição do Jornal Voz do Itapocu, com circulação nas cidades de Barra Velha, Araquari, Balneário Piçarras, São João do Itaperiú e Balneár...

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you