Issuu on Google+

FICHA TÉCNICA EMPRESA DE SEGURANÇA PATRIMONIAL Idéias de Negócio A Idéia de Negócio é um material meramente informativo acerca dos empreendimentos existentes no segmento correspondente ao seu título. Os dados apresentados são extraídos de publicações técnicas e, em linhas gerais, não têm a pretensão de ser um guia para a implementação dos respectivos negócios. É destinada apenas à apresentação de um panorama da atividade ao futuro empresário, que poderá enriquecer suas idéias com as informações apresentadas, mas carecerá de um estudo mais detalhado e específico para a implementação do seu empreendimento, este material ajudará você a conhecer a atividade escolhida.

EMPRESA DE SEGURANÇA PATRIMONIAL (Fonte: SEBRAE/MS)

APRESENTAÇÃO O ramo de segurança patrimonial considera empresas que tenham por objeto a instalação de equipamentos de segurança em imóveis (alarmes, cercas elétricas) e a prestação de serviços de monitoramento (vigilância e escolta), que utilizem pessoal de quadro funcional próprio para a execução dessas atividades. A violência e a criminalidade nunca estiveram tão presentes na vida do brasileiro como nos últimos tempos. São assaltos, seqüestros, roubos a mão armada, brigas de grupos rivais, brigas no trânsito, entre tantos outros tipos de violência urbana. Isso fez com que o mercado de segurança brasileiro nunca estivesse tão aquecido como agora, o que permite concluir que este é um mercado bastante promissor. Para a problemática exposta, esse tipo de negócio está direcionado para a prestação de serviço que atenda às reais necessidades dos interessados, sendo prestado com total responsabilidade e garantindo plena preservação do bem estar físico e psicológico das pessoas atendidas. Toda a tecnologia envolvida no processo será adquirida e usada para melhor andamento em todo processo de segurança, com equipamentos modernos e cada vez mais precisos, que deverão ser manuseados por pessoas de extrema integridade profissional, treinadas e capacitadas para tal serviço, podendo assim a empresa demonstrar a seriedade necessária para o desenvolvimento do atendimento e na garantia de reconhecimento pelos clientes. TAMANHO DO EMPREENDIMENTO A empresa de vigilância e segurança patrimonial proposta, deve iniciar seus serviços com o intuito de atender às necessidades primárias relacionadas a esse ramo, contando com quadro pequeno de pessoal no início, sendo quatro vigilantes para atender alguns contratos com empresas. A empresa contará com técnicos para atender demandas de serviços referentes à instalação de equipamentos auxiliares na segurança residencial/empresarial de pequeno porte, tais como alarmes, cercas elétricas, circuito fechado de TV, etc. Nessas condições a empresa pode contar com um faturamento anual de R$ 171.600,00, sendo possível através do tempo e da experiência adquirida, ampliar o negócio de forma progressiva. O MERCADO Concorrência existente: Antes da instalação da empresa, deve ser analisada a existência de negócios semelhantes na localidade, e a aceitação de um novo empreendimento na área por parte dos clientes, tendo em vista o grau de confiança nas empresas existentes, ainda mais por se tratar de serviço que envolva segurança pessoal. Perfil do cliente potencial: Conhecer e caracterizar quem são seus futuros clientes e quais os serviços de segurança que eles precisam é primordial para o sucesso da empresa. Ao propor uma empresa de segurança/vigilância, deverá levar em consideração a real necessidade de uma empresa desse ramo na localidade, ou até mesmo verificar se há espaço para a instalação de mais uma se as existentes não atende satisfatoriamente a clientela da região. O ideal é buscar clientes que esperam mais do que já é oferecido, ou seja, aqueles que buscam novidades para seu bem estar, ainda mais se tratando de segurança, considerada nos dias de hoje indispensável para a sobrevivência. Indicadores de potencial de demanda: Ao oferecer tais tipos de serviços, deverá ser levado em conta em quais ponto as outras empresas deixam a desejar aos seus clientes. Com a possibilidade de um maior comprometimento SEBRAE - Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas de Mato Grosso do Sul Av. Mato Grosso, 1661 - Centro - CEP 79002-950 - Campo Grande/MS 0800-570-0800 - www.sebrae.com.br/uf/mato-grosso-do-sul

1


FICHA TÉCNICA EMPRESA DE SEGURANÇA PATRIMONIAL

com os novos clientes, deve-se procurar atender a demanda existente e oferecer produtos e serviços ainda não oferecidos pelo mercado atuante. Torna-se necessário avaliar as pessoas que não utilizam os serviços de segurança/vigilância, analisar o porquê do não interesse pelo serviço, e apresentarlhes um negócio que irá trazer benefícios, mostrando ainda o diferencial do seu serviço. É muito importante nesta fase mostrar que não se trata de violação de privacidade, assunto muito discutido nos dias de hoje, mas sim de preocupação com a segurança. DETERMINANTES DE LOCALIZAÇÃO DO NEGÓCIO - Localização discreta e segura, para facilitar a entrada e saída de pessoal; - Espaço amplo, que propicie treinamentos e guarda de equipamentos; - Espaço interno atrativo e agradável para o funcionamento administrativo; - Se possível atuar próximo a locais relacionados com segurança, como postos ou delegacias policiais. ESTRUTURA FÍSICA BÁSICA Tamanho do local: A infra-estrutura básica deve contar com escritório, sala para palestras, sala forte (com um cofre para guardar o armamento), vestiários e depósito para materiais, podendo ser instalado em um local comercial de 150 m2 de área. Layout: As posições e distribuição do balcão de atendimento, depósito, entre outros devem ser muito bem pensadas para a integração das atividades a serem executadas. Para alcançar satisfatoriamente o funcionamento desejado, o empreendedor deverá considerar o layout interno (ambiente, decoração, facilidade de movimentação, luminosidade, entre outros) e o externo (fachada, letreiros, entrada e saída, estacionamento, entre outros) da sua empresa. Móveis e Equipamentos: Para montar uma empresa de vigilância e segurança patrimonial serão necessários no mínimo: Veículo devidamente equipado com rádio de comunicação; Rádios de comunicação-base; Armas e munições, coletes à prova de bala, cinturões equipados com cassetetes e algemas; Uniformes completos (botas, bonés, tênis, calças e camisas); Equipamentos de mobiliário (mesas de escrivaninhas com cadeiras, mesa de reunião, arquivo de aço e armário); Computadores e impressoras; Ferramentas de montagens/instalações; Material de expediente e etc. INVESTIMENTOS O valor total do investimento necessário para montar uma empresa de segurança patrimonial envolve a aquisição de veículos, equipamentos e móveis e poderá variar de acordo com a estrutura do empreendimento, podendo este girar em torno de R$ 50.414,80. Esse valor poderá corresponder à capital próprio ou financiado em alguma instituição financeira. Em caso de financiamento, o empreendedor deve comparar cuidadosamente o custo dos financiamentos oferecidos no mercado. QUADRO DE PESSOAL As pessoas que poderão ser contratadas pela empresa podem, ou não, possuir alguma experiência neste ramo profissional (ex-policiais, exmilitares, ex-seguranças). Na área de vigilância, alguns requisitos para recrutamento devem ser considerados, tais como teste psicológico para avaliar perfil adequado para essa função, deve ter acima de 21 anos, mínimo de 1,70 m de altura, saber ler e escrever, ter pelo menos curso primário e não possuir antecedentes criminais. Para uma vigilância não armada os requisitos não são tão exigentes, porém o teste psicológico para avaliar o perfil do candidato é requisito mínimo e a idade mínima pedida é de 18 anos. No tamanho idealizado, a empresa requer: - um responsável, que pode ser o proprietário, e pode também realizar funções de atendimento ao público e funções administrativas; - uma recepcionista; - quatro vigilantes/seguranças; - um motorista e - dois técnico-instaladores

FUNCIONAMENTO DA EMPRESA

SEBRAE - Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas de Mato Grosso do Sul Av. Mato Grosso, 1661 - Centro - CEP 79002-950 - Campo Grande/MS 0800-570-0800 - www.sebrae.com.br/uf/mato-grosso-do-sul

2


FICHA TÉCNICA EMPRESA DE SEGURANÇA PATRIMONIAL

Vendas/Contratos: Desenvolvem-se através das seguintes fases: 1 - Vendas dos serviços, efetuadas pelo próprio empreendedor ou pela área de vendas; 2 – Contratação. É feito um contrato por tempo determinado com o cliente, e para isto, são estabelecidas regras e normas, entre ambas as partes; 3 - Operacionalização, que consiste na efetiva prestação dos serviços, que se dá de acordo com o instrumento assinado. Canais de comercialização: Os serviços são adquiridos em contato direto com a empresa e prestados no local desejado, sendo o escritório apenas o canal de ligação entre a empresa e o cliente. Estratégias de marketing: A divulgação se dará através de panfletagem em locais estratégicos, divulgação em listas telefônicas, propagandas em jornais locais, e na medida em que os clientes se sentirem satisfeitos a divulgação dos serviços se dará mais facilmente. Deve-se considerar ainda que num plano de marketing é importante o conhecimento de elementos como preço, produto (serviço), ponto (localização) e promoção. É importante avaliar os desejos e necessidades de seus clientes ou usuários em relação a funções, finanças, facilidade, "feeling" (sensibilidade) e futuro. CONSTITUIÇÃO DE FIRMA: Basicamente, para a abertura da empresa devidamente registrada é preciso tomar algumas providências, tais como: - Registro na Junta Comercial; - Registro na Secretária da Receita Federal; - Registro na Secretária da Fazenda; - Registro na Prefeitura do Município; - Registro no INSS; (Somente quando não tem o CNPJ – Pessoa autônoma – Receita Federal; - Registro no Sindicato Patronal; - Há a necessidade de Autorização para o funcionamento da empresa especializada em vigilância, para isto existe na Polícia Federal, um roteiro com todas as exigências necessárias. Para informações detalhadas sobre os documentos e custos necessários, o empreendedor pode consultar o SEBRAE/MS. CONCLUSÕES E RECOMENDAÇÕES Para montar uma Empresa de Vigilância e Segurança Patrimonial, o empreendedor deve levar em consideração no momento de abrir o novo negócio alguns fatores importantes. Com relação aos funcionários que prestam os serviços, a empresa poderá avaliar a possibilidade de oferecer um seguro de vida em grupo aos seus funcionários. Como a empresa vai dispor de uniforme próprio, este deve ser aprovado pela Polícia Federal. O empreendedor poderá visitar empresas do ramo em outras cidades ou outros estados que prestam este tipo de serviço, e assim estabelecer contatos para possíveis assessorias e/ou franquias. A empresa apresenta considerado grau de faturamento devido à possibilidade de firmar contratos com várias empresas. Além disso, torna-se importante que o empreendedor tenha o conhecimento de algumas leis que regem este setor, tais como: LEI Nº 9.017/95 que estabelece normas de controle e fiscalização sobre produtos e insumos químicos e alteram dispositivos da Lei nº 7.102 de 20/06/83 (que dispõe sobre segurança para estabelecimentos financeiros); os decretos Nº 89.056/83 e Nº 1.592/95, que estabelecem sobre as atividades de segurança privada desenvolvidas por empresas especializadas em prestação de serviços, e a PORTARIA Nº 891/99, que institui e aprova o modelo da Carteira Nacional de Vigilante e respectivo formulário de requerimento além de estabelecer normas e procedimentos para sua concessão. Enfim deve estar sempre atento às normas regulamentadoras, por se tratar de serviço que envolve riscos.

SEBRAE - Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas de Mato Grosso do Sul Av. Mato Grosso, 1661 - Centro - CEP 79002-950 - Campo Grande/MS 0800-570-0800 - www.sebrae.com.br/uf/mato-grosso-do-sul

3


Empresa de segurança privada (11)98950 3543