__MAIN_TEXT__

Page 1

Normcore em

Economia & Mercado traz o ranking do varejo brasileiro

A palavra é...

Um ícone dos óculos em

Mondo Marca Josh Duhamel para T-Charge GO


COLORTHIN, a coleção-cápsula da Calvin Klein para homens e mulheres, representa o máximo em óculos modernos e ousados. Modelos de cores vibrantes combinam design minimalista com materiais leves e flexíveis. Os lançamentos dessa coleçãocápsula trazem novos formatos, uma nova modelagem e uma sutil porém impactante padronagem tanto nos modelos de receituário quanto nos solares. Os lançamentos de receituário de acetato têm novos desenhos, tornando-os compatíveis com a maioria das prescrições. Essa segunda geração da COLORTHIN Calvin Klein promove um mix entre cores foscas e brilhantes, valorizando ainda mais o apelo das peças aos olhos do consumidor. Os óculos solares da COLORTHIN Calvin Klein têm modelagem fashion e fácil de agradar com tons que vão do ultrabrilhante ao suave pastel. As hastes contam com o icônico logo “ck” em delicados padrões de cores.


Š 2015 Calvin Klein, Inc. Produced and distributed exclusively by Marchon Eyewear, Inc.

pos -pms 877 metallic silver + 4C packaging - foil stamp crown 100 (indicated in grey) +4C


147

março:2015

sumário

4

planeta óculos

Editorial A mensagem do publisher Flavio Bitelman

10

Aconteceu

As notícias do universo dos óculos

Timberland: renovação com a Marcolin

12

A óptica no mundo

Hall of Frames

As novidades das maiores corporações ópticas do planeta

Famosos e seus óculos Nathalia Timberg: diva de óculos

sucesso

20

Espaço do Eric A segunda parte da série do colunista Eric Gozlan sobre os orçamentos confusos

26 março:2015

O que moveu a VIEW durante a produção deste número

Jogo Rápido

A cobertura dos eventos de óptica no Brasil e no mundo

18

VIEW 147

Diário da redação

8

Eyewear Premium Preview: lançamentos e lazer na Bahia

2

6

O #revistaview desta edição vem das passarelas

Dicas & Estratégias Provar A professora do Provar, Ana Carolina Shinoda, apresenta o conceito de canvas

22

Mondo Marca Persol, um dos ícones dos óculos

www.revistaview.com.br


sucesso

30

A palavra é...

34

...normcore. A VIEW apresenta e explica a nova tendência da moda

Vitrine

36

gale ria

a parte da GO

Evoke: agor

vis ão

42

38

Foco

Economia & Mercado O primeiro ranking do varejo óptico brasileiro

As notícias dos fornecedores do mercado

serviços

Josh G22A

T-Charge GO

48

44

Calendário Expo Abióptica Uma prévia da Expo Abióptica 2015

56

54

Calendário São Paulo Dicas da Pauliceia para quem vai à Expo Abióptica

Calendário + Agenda Os eventos de óptica no Brasil e no mundo

Armação do Cipis

Anunciantes

A visão lúdica e bem humorada do artista plástico Marcelo Cipis sobre o universo da óptica Acervo VIEW

Andrea Tavares

55

147

As palavras da editora Andrea Tavares

mercado

Um outro olhar

Óculos de beber: os lançamentos da Coca-Cola

A Coluna do Miguel volta em breve @cavalera

Debora Nascimento

Divulgação

Dollarphoto

Douglas Daniel

J. Egberto março:2015

VIEW 147

3


editorial

O ato de se

publisher Flavio Mendes Bitelman flaviobitelman@revistaview.com.br

renovar sempre

editora Andrea Tavares (MTb. 16.030) andreatavares@revistaview.com.br diretora de arte Débora Nascimento deboranascimento@revistaview.com.br gerentes de marketing e comercial Claudia Pimenta claudiapimenta@revistaview.com.br

O mundo gira tão rápido que é muito importante estar sempre atento às mudanças e manter-se pronto para conseguir acompanhar tudo o que está evoluindo. Desde as inovações tecnológicas até as de costumes e éticas. Um bom exemplo é a crise “éticopolítica” dos últimos anos no Brasil: depois dos escândalos do mensalão e da corrupção na Petrobras e da criação da lei da delação premiada, o país nunca mais será o mesmo.

Aproveito para dar as boas-vindas às novas gerentes comerciais e de marketing da Jobson Brasil, Claudia Pimenta e Silvia Queiroga. Que as suas experiências venham a somar na missão de inovação e qualidade desempenhada pela empresa tanto na óptica quanto na oftalmologia, respectivamente, com a VIEW e a Universo Visual. Sucesso a todos e bons negócios! Flavio Mendes Bitelman Publisher

flaviobitelman@revistaview.com.br

secretária de redação Cristiana Brito cristianabrito@revistaview.com.br gerente administrativa Juliana Vasconcelos administracao@revistaview.com.br

Kriz Knack

Essa lei da delação premiada trouxe ao país uma nova maneira de revelar as coisas podres. Quem terá coragem de, agora em diante, subornar um funcionário de uma estatal e correr o risco de tudo vir à tona? Tal qual a operação Mãos Limpas que acabou com a máfia estimular novas maneiras de trabalhar com a “nova ética” na Itália, espero que essas duas e novas pessoas precisam aparecer nesse cenário. operações sejam concluídas e acaAliás, pessoas novas, em geral, sempre ajudam nesse probem com a corrupção no Brasil. cesso de renovação. Seja na política, nas empresas, em Mas será preciso prender muita quaisquer ambientes: a chegada de sangue novo, garra gente ainda. Esse movimento deve nova e atitude nova podem fazer diferença. E, dependendo da personalidade e da dedicação, muita diferença.

Silvia Queiroga silviaqueiroga@revistaview.com.br

gerente de circulação Judith Belleza judith@brandmember.com.br projeto do logotipo Kiko Farkas (Máquina Estúdio) projeto gráfico Débora Nascimento projeto editorial Andrea Tavares colaboradores Ana Carolina Shinoda • Douglas Daniel Eric Gozlan • Fabiano Moraru Gislene Oliveira • Graziela Canella J. Egberto • Kriz Knack Marcelo Cipis • Marisa Giraldis computer to plate e impressão Ipsis Gráfica e Editora S.A. circulação Nacional tiragem 15 mil exemplares assinaturas 11 3971 4372 assinaturas@revistaview.com.br As opiniões expressas nos artigos são de responsabilidade exclusiva dos autores. Nenhuma parte desta edição (textos ou imagens) pode ser utilizada ou reproduzida em qualquer meio ou forma, seja mecânico ou eletrônico, fotocópia, gravação etc. e tampouco apropriada ou estocada em sistema de banco de dados sem a autorização prévia e por escrito da Jobson Brasil. A revista VIEW é uma publicação da Jobson Brasil Ltda. para o setor óptico-oftálmico. Rua Cônego Eugênio Leite 920 - Pinheiros São Paulo/SP - 05414-001 Tel. 11 3061 9025 Fax 11 3898 1503 revistaview@revistaview.com.br www.revistaview.com.br

4

VIEW 147

março:2015


Entre em contato Silhouette do Brasil Produtos Opticos ltda. Tel: 11 2680-1000 - sac@br.silhouette.com www.silhouette.com


o ã ç a d e r a d diário

Divulgação

#AstroDaCapa Uma celebridade de Hollywood é capa da VIEW nesta edição: ninguém menos que o norteamericano Josh Duhamel, o Major Lennox em dois filmes da franquia cinematográfica Transformers, que, desde setembro, é rosto da T-Charge, a marca masculina que faz parte do portfólio da GO.

Andrea Tavares

ido r e u q lve, m em a S te llo #He r! Você a edição leito ais um IEW, aV sm mão ntinha d rmações que de info r seu ta ece reple enriqu alcão da para rio no b a. ☺ vid rtó repe ica e na ópt

147

março:2015

diário da redação

#RodinhasNosPés

A editora Andrea Tavares abriu o Rodinhas nos Pés de 2015 da equipe com a ida à Praia do Forte, na Bahia, para a primeira edição Eyewear Premium Preview, cuja cobertura você confere nas páginas 10 e 11. E quando este número começar a circular, no final de fevereiro, Andrea terá embarcado rumo a Milão para mais uma edição da Mido e, em meados de março, o publisher Flavio Bitelman voará para Nova York a fim de cobrir a Vision Expo East. Esses dois eventos, aliás, são um esquenta e tanto para a Expo Abióptica, que ocorre de 15 a 18 de abril em São Paulo, evento para o qual preparamos a edição mais especial do ano, sem falar no DIÁRIO VIEW, o jornal que circula durante a feira e que é elaborado durante as madrugadas para que chegue ao pavilhão na tarde seguinte com as notícias fresquinhas da véspera. A partir da página 44, a gente traz uma prévia da feira brasileira, com mapa e serviços do evento, além de um especial com atrações e dicas da cidade.

#QuemÉQuem Nos últimos meses de 2014, o publisher Flavio Bitelman realizou uma extensa pesquisa para montar o ranking do varejo óptico brasileiro, classificando todas as redes de óptica com um total de lojas a partir de dez unidades. O estudo, que você confere a partir da página 38, é inédito para o mercado nacional e mais uma iniciativa inovadora da VIEW. Caso tenha alguma informação complementar, entre em contato com para que a gente inclua na próxima versão da pesquisa.

#SeVemos

Prezado leitor, até a próxima edição - aliás, a mais importante do ano, que circulará durante a Expo Abióptica 2015. Até muito breve e boa leitura! ☺

6

VIEW 147

março:2015

www.facebook.com/revistaview

VÍ-u” “ = VIEW

www.twitter.com/revistaview www.instagram.com/revistaview www.revistaview.com.br


jogo rápido

o que é noticia no mercado

Vem das passarelas: o Especial sobre a São Paulo Fashion Week publicado na VIEW 145 foi mencionado pela Cavalera no Instagram. #ProudToBe

ico io eletrôn O comérc R$ 35,8 u to n ovime m o ir le si ado. bra o ano pass 4% bilhões n de 2 escimento ando Foi um cr u q , o a 2013 em relaçã bilhões. ,8 8 2 rados R$ e g m ra fo

@cavalera

Tem perfil no Instagram e tirou uma foto legal, linda e/ou criativa que tem tudo a ver com óculos, visão, óptica ou algo mais relacionado ao mercado? Publique com a hashtag #revistaview e então sua imagem pode ser impressa na VIEW.

anúncios

Você tem comentários, sugestões, críticas ou dúvidas sobre a VIEW? Ou então quer divulgar notícias de lançamento de produtos ou novidades sobre a sua óptica? Faça contato com a editora Andrea Tavares na redação.

Deseja anunciar? Procure uma das gerentes de marketing e comerciais da Jobson Brasil. ma rk

matérias

ng e come eti

Claudia Pimenta Tel. 11 3061 9025 ramal 109 claudiapimenta@revistaview.com.br

e

ra

Andrea Tavares Tel. 11 3061 9025 ramal 105 andreatavares@revistaview.com.br

rketing

o edit

ma

assuntos gerais

aç ão

Cristiana Brito Tel. 11 3061 9025 ramal 108 cristianabrito@revistaview.com.br

Silvia Queiroga Tel. 11 3061 9025 ramal 104 silviaqueiroga@revistaview.com.br

de re d ária et

sec r

Está precisando de algum apoio ou esclarecimento e não sabe como fazer? Fale com a secretária de redação.

mercial co

atendimento ao assinante Quer assinar a VIEW? Já é assinante e tem alguma dúvida? Ligue para a nossa Central de atendimento no 11 3971 4372.

al rci

fale com a

,e8s 3b5 ilhõ

Fonte: a pesquisa Webshoppers realizada pela E-bit com apoio da Câmara Brasileira do Comércio Eletrônico (camara-e.net).


aconteceu

o que anda acontecendo por esse Brasil afora

A estreia do Eyewear Premium Preview O Tivoli Ecoresort, situado na paradisíaca Praia do Forte, litoral baiano, recebeu de 1º a 4 de fevereiro a primeira edição do Eyewear Premium Preview, evento promovido pela GO, a Safilo e a Suntech Supplies e organizado pela Excalibur & Savaget, com a presença de 45 clientes de todo o país. Em meio a belas paisagens e momentos de lazer e descontração, os lojistas tiveram a oportunidade de conhecer os primeiros lançamentos de 2015 das três empresas, que resolveram aquecer suas vendas antes mesmo do Carnaval, contrariando a máxima brasileira que o ano só começa e o mercado só sai da inércia depois dos festejos de Momo.

Rui Lima (Safilo), Silvio Cornaviera (Suntech Supplies), Joyci Lin (GO) e Felipe Bonilha (Excalibur & Savaget)

Marcia Costa e Diana Reis (Lunetterie, Rio de Janeiro), Eliane Gonçales (GO), Rosana e Celia Sella (Óptica Sella, São Paulo)

Tina Lando e Jamirton Benazzi (Vizia Óptica, Bento Gonçalves/RS) entre Silvio Calvetto e Silvio Cornaviera (Suntech Supplies)

Reinaldo Pacini (Safilo) entre Daniela Santana e Cidinha Alves (Óticas Carol, Sorocaba)

Regis Gaspari (Safilo) entre Santo Capobianco Júnior e Santo Capobianco (Ótica SR, São Paulo) Rui Lima, Renata Pereira, Sonia Tenório, Erika Leão, Bel Stefano e Regis Gaspari (Safilo)

Paulo Oliveira (Óptica Capital, Brasília), Alessandro Ribeiro (GO), Adelson Alves (Óptica Versátil, Brasília) e Eliane Gonçales (GO)

10

VIEW 147

março:2015

www.revistaview.com.br


Rodrigo e Rafael Jordão (Óticas Carol, São Bernardo do Campo/SP), Diego Ossiama (Safilo) e Marcos Innocêncio (Óticas Carol, Mogi das Cruzes/SP) Joyci e Paulo Lin (GO)

Felipe Bonilha (Excalibur & Savaget) e Rui Lima (Safilo)

Sergio Kido, Raul Albino (Óticas Carol, Porto Velho) e Alessandro Ribeiro (GO)

www.revistaview.com.br

Andrea Tavares

@fabianosalomaomoraru

Regis Gaspari (Safilo), Luis Venâncio (Ótica Visa, Brasília), Alessandro Ribeiro (GO), Kenia Araújo e Eliete Lima (Ótica Visa), Bruno Tepedino e Silvio Calvetto (Suntech Supplies). A Ótica Visa foi a vencedora do sorteio que concedeu uma semana no Tivoli Ecoresort

março:2015 VIEW 147

11


a óptica no mundo

um giro pelo universo da óptica

De Rigo Agora com Zadig & Voltaire A companhia italiana divulgou em janeiro a assinatura do contrato de licença para design, fabricação e distribuição da coleção de armações de receituário e óculos solares da marca francesa Zadig & Voltaire. Inicialmente feminina, a marca foi criada em 1997 pelo francês Thierry Gillier, neto do cofundador da Lacoste, Andre Gillierand, e no decorrer dos anos adicionou linhas de roupas masculinas e infantis. Em 2003, a marca ganhou ainda mais essência com a contratação da designer sueca Cecilia Bönström como diretora criativa, que acentuou o espírito rocker da Zadig & Voltaire. Hoje, são 300 pontos de venda pelo mundo.

Carl Zeiss Vision Novo presidente

Renovação com Timberland A parceria entre a italiana Marcolin e a norte-americana Timberland para criação, produção e comercialização da coleção de armações de receituário e óculos solares da marca célebre entre aventureiros e esportistas foi renovada até 31 de dezembro de 2018, com a possibilidade de extensão por mais dois anos. É de longa data a relação entre as duas empresas: data de 2003 a assinatura do primeiro contrato.

Divulgação

Marcolin

Em 1º de julho, o conselho executivo da Carl Zeiss AG, liderado pelo presidente e CEO (do inglês, “Chief Executive Officer”, sigla que denomina o cargo de diretor executivo), Michael Kaschke, será expandido para incluir um quinto membro, responsável pelas áreas de Vision Care e Consumer Optics (do inglês, “cuidados visuais e produtos ópticos”). Esse novo membro é o executivo Matthias Metz, 44 anos, que em julho assumirá a presidência e a direção geral da Carl Zeiss Vision International. De acordo com um comunicado da Carl Zeiss AG, os atuais membros do conselho de administração da área de Vision Care (Raymund Heinen, Ulrich Krauss e Sven Hermann) seguirão em suas funções. Um porta-voz da empresa reconfirmou ao VMail que Krauss também continuará no comando da subsidiária norte-americana da Carl Zeiss Vision Care como CEO. Doutor em Ciências Econômicas e Sociais, Metz vem da empresa alemã de artigos para cozinha e banheiro Fackelmann GmbH + Co. KG, onde atuou como diretor de vendas e marketing. Antes, trabalhou na Zwilling e na empresa de consultoria McKinsey.

Zeiss Parceria com Stepper A corporação alemã de lentes oftálmicas anunciou o retorno de sua linha de óculos, agora em parceria com a companhia também alemã Stepper. Ambas assinaram um acordo de licenciamento que habilita a Stepper a usar com exclusividade a marca Zeiss para produzir e distribuir mundialmente armações de receituário, óculos solares e acessórios. A primeira coleção foi apresentada durante a Opti’15, a feira de Munique, em janeiro, e chegará ao Brasil em julho pelas mãos da Stepper Brasil. Fonte: V-Mail, o informativo virtual do Vision Monday, publicação da Jobson Publishing.

12

VIEW 147

março:2015

www.revistaview.com.br


a óptica no mundo

um giro pelo universo da óptica Jins: a rede de óptica número um em volume do Japão desembarcará em julho nos Estados Unidos com a abertura de uma loja em San Francisco

Vision Impact Institute O Vision Impact Institute (do inglês, algo como “Instituto para o impacto da visão”), braço social e científico da Essilor, lançado em março de 2013, tem nova liderança. Na primeira semana de janeiro, a norte-americana Maureen Cavanagh sucedeu o executivo francês Jean-Felix Biosse Duplan na instituição que tem por foco a promoção e a divulgação de estudos científicos que contribuam para a criação de políticas públicas mundiais no campo da saúde visual. Com 23 anos de mercado óptico, Maureen entrou na corporação francesa em 2005 como responsável pela Definity 2, a operação de lentes progressivas lançadas pela Johnson & Johnson em 2000 com a então tecnologia inovadora free-form, que foi adquirida cinco anos mais tarde pela Essilor. Depois, passou por outros cargos de liderança na empresa. Anteriormente, havia trabalhado para as empresas Cohen’s Fashion Optical, Marine Optical e Johnson & Johnson Vision Care. Maureen Cavanagh comandará o Vision Impact Institute de Dallas, estado do Texas, uma das sedes da corporação francesa nos Estados Unidos, para onde a entidade foi transferida. O objetivo do instituto é concentrar e divulgar informação científica de qualidade produzida por pesquisadores de todo o mundo ligados a universidades, centros de investigação, hospitais e demais entidades que produzam esse tipo de estudo. O site www.visionimpactinstitute.org concentra e disponibiliza todas as informações.

Maureen Cavanagh: nova presidente do Vision Impact Institute

Fonte: V-Mail, o informativo virtual do Vision Monday, publicação da Jobson Publishing.

14

VIEW 147

março:2015

Divulgação

Nova presidente

Jins Japão nos Estados Unidos Jins, a rede de ópticas conhecida pelos óculos estilosos e de valor acessível com sede em Tóquio, revelou intenções de entrar no mercado norte-americano com a abertura no segundo trimestre de uma primeira flagship store (do inglês, “loja-conceito”) em San Francisco, costa oeste do país. Desde a abertura de seu primeiro ponto de venda em 2001, a rede japonesa cresceu rapidamente a ponto de se tornar a maior em termos de volume e hoje opera mais de 300 lojas no Japão e na China. Também é conhecida por comercializar óculos em vending machines (do inglês, expressão para as máquinas automáticas de vendas). “A escolha por San Francisco para a primeira parada da Jins é porque essa área dos Estados Unidos reflete perfeitamente o espírito vanguardista e a paixão por inovação da empresa”, afirmou o presidente da Jins Eyewear Estados Unidos, Shinsuke Tomita. “Esperamos mudar o jeito como os norte-americanos pensam sobre a compra de óculos. Da mesma forma que se consomem sapatos ou jóias, a meta é que os clientes passem a explorar designs e opções infinitas de cores sem que se sintam limitados por complexidades desnecessárias e preços inflacionados que ainda pautam o mercado óptico”, concluiu. Com cerca de 450 metros quadrados, a primeira Jins em solo norte-americano oferecerá mais de 1,2 mil modelos de óculos na faixa de preços de US$ 60 a US$ 120, incluindo lentes premium. Entre eles, o Jins Meme, nova categoria de óculos inteligentes que causou frisson quando foi apresentada em janeiro durante uma das maiores feiras de tecnologia do mundo, a Consumer Electronics Show (também conhecida pela sigla “CES”), em Las Vegas. Por meio de tecnologia que monitora os movimentos dos olhos e biosensores que detectam alterações nos olhos e no organismo, o Jins Meme conecta-se ao smartphone por bluetooth e diagnostica o estado físico do usuário. A Jins também lançará sua operação de e-commerce para o mercado norte-americano na mesma época de abertura de sua lojaconceito. Consumidores de todo o país poderão adquirir os óculos online mediante uma prescrição existente, enquanto os moradores de San Francisco e região terão a facilidade de adquirir seus óculos por internet e retirá-los na loja no mesmo dia. www.revistaview.com.br


by

ref. BG9078 A02 | www. generaloptical.com.br


a óptica no mundo

um giro pelo universo da óptica

100% Optical

Marcolin

Sucesso de feira britânica

Novo projeto de coleção

Realizada de 7 a 9 de fevereiro, no londrino Centro de convenções ExCeL, a segunda edição da 100% Optical registrou um crescimento de 25% em relação ao ano passado, superando os 6 mil visitantes, segundo informou a Media 10 Limited, empresa organizadora do evento. Além do lançamento de mais de 2 mil produtos e setorização por áreas de interesse como óculos, máquinas e equipamentos, lentes de contato e serviços, a feira promoveu três desfiles por dia e ofereceu workshops. A 100% Optical foi a vitrine para o concurso de design de óculos promovido pelo Royal College of Art. Entre os seis finalistas, foram eleitos dois vencedores de 55 concorrentes em duas categorias (prêt-à-porter e alta costura). Também houve um torneio de design em Visual Merchandising, a arte de expor produtos. A edição 2016 do evento está marcada para 6 a 8 de fevereiro, também no ExCeL London.

A corporação italiana divulgou em janeiro a parceria com a Marcelo Burlon County of Milan, marca masculina de streetwear (do inglês, “moda de rua”) fundada pelo ítalo-argentino Marcelo Burlon em 2012. São dois modelos de receituário de acetato com clipon e um solar dotados de padronagens exclusivas e detalhes feitos à mão (batizados de Madre Tierra Leather, Madre Tierra Pixel e Madre Tierra All Black) que foram apresentados em janeiro durante o desfile da marca na semana de moda masculina de Milão e, em junho, também serão comercializados mundialmente em lojas de departamento e butiques exclusivas. Mix multicultural de moda, música, esporte e vida noturna, a Marcelo Burlon County of Milan tornou-se fenômeno global de estilo de vida que celebra a diversidade com padronagens que remetem à iconografia argentina. Diretor criativo, DJ, editor de moda, relações públicas e empresário da noite, Marcelo Burlon nasceu em El Bolsón, Patagônia, e aos 22 anos se estabeleceu com a família em Milão. Fez sucesso com seu clube noturno Pink is Punk e trabalhou para marcas como Prada, Versace, Jil Sander e Maison Martin Margiela.

Andrea Guerra Na Coach e no governo

Divulgação

No início de fevereiro, a marca de moda norte-americana anunciou que o ex-CEO da Luxottica, Andrea Guerra, que comandou a corporação italiana por uma década e deixou o cargo em 1º de setembro, foi nomeado como membro de seu conselho administrativo. Além disso, em dezembro Guerra foi designado assessor estratégico sênior para assuntos de negócios, finanças e industriais pelo primeiroministro italiano Matteo Renzi. Guerra também é membro do comitê diretivo do Fondo Strategico Italiano e dos conselhos das empresas Amplifon e Ariston Thermo.

16

VIEW 147

março:2015

Fonte: V-Mail, o informativo virtual do Vision Monday, publicação da Jobson Publishing. www.revistaview.com.br


hall of

gente famosa e seus óculos

Frames

Celebridades que desfilam seus óculos diante dos flashes Fotos J.Egberto Emmomento casual,acantora WanessaCamargo adotasolarespretos Ray-Bandelentes dégradés

BoaaopçãodoatorSergioMarone pelaarmação dereceituáriodeacetatotartaruga

Adiscretaarmaçãoflutuanterevela queocirurgiãoplásticoIvoPitanguy éadeptodoestilotradicional

18

VIEW 147

março:2015

Omodelosolar grandãode acetatoéo toquefinal paraolook azulebranco daatriz JussaraFreire


OatorAndréRamiro,oaspiranteMatiasde Tropa de Elite,caprichanaarmaçãode receituáriocinzadearesportivo.Penaque elanãocombinamuitocomseulook social compostoporblazer ecamisa

Quandooassuntosãoóculos, aatrizArleteSallesnunca decepciona.Dessavez,seguea tendênciadosredondossem abrirmãodoglamour

OatorNicolaSiri foge doconvencionalao escolheraarmação dereceituárioazul

Divasupremadaarte dramáticabrasileira,a atrizNathaliaTimberg mandabemdemais nessaarmaçãode receituárioescura deproporções avantajadas

Aatrizeex-assistentedepalco doDomingão do Faustão, RoberthaPortella,emolduraseu rostocomumestilosomodelo solarMarcJacobs

www.revistaview.com.br

março:2015

VIEW 147

19


tecnologia com Eric Gozlan

eric gozlan

espaço do eric

O orçamento o óptico francês está estabelecido em Curitiba com a óptica Eric Gozlan Lunettes

confuso

Dollarphoto

O colunista Eric Gozlan conclui o texto sobre a importância de apresentar um orçamento claro e honesto, que comunique facilmente, e estimule o consumidor a se tornar cliente da sua óptica.

20

VIEW 147

março:2015

[parte 2]

Na primeira parte desta série, na VIEW 146, expliquei que o orçamento para óculos ou lentes novas não pode ser apenas um pedaço de papel com alguns números e palavras escritos já que reflete a imagem da óptica. Enquanto um orçamento confuso transmite a imagem de uma loja desorganizada e complicada, um orçamento claro comunica a seriedade e a competência da óptica. É preciso caprichar na apresentação do orçamento, já que ele faz parte dos elementos da comunicação da sua empresa. A começar pelo tipo de papel, que deve ser timbrado com os contatos e o logo da óptica. Preencha-o com o nome e os dados do seu cliente. Todas as referências devem ser detalhadas e escritas por extenso. Dessa forma, aumentam as chan-

ces de fechar a venda, além de não deixar o cliente com dúvidas. Preços e condições de pagamento também devem ser escritos claramente. É preciso determinar uma data de validade do orçamento e deixar seus contatos pessoais. Por fim, assine-o - isso transmite ainda mais seriedade ao cliente. Orçamentos sérios geram vendas sérias! Se você tem receio de fornecer um orçamento claro, está na hora de repensar a sua forma de atuar, pois seu cliente perceberá que algo não está correto. Quanto mais transparente e detalhado é o seu orçamento, mais seriedade e tranquilidade você e sua óptica irão transmitir ao consumidor. Não deixeo em dúvida ou pior ainda: não deixe que ele compre na óptica vizinha por causa de um simples orçamento mal apresentado. Boas vendas! positivo, operante! Quer conversar sobre esses e outros assuntos técnicos com Eric Gozlan? Faça contato espacodoeric@revistaview.com.br Rua Cônego Eugênio Leite 920 São Paulo/SP 05414-001


dicas & estratégias

desempenho profissional em jogo

Qual é o seu

canvas? Artigo Ana Carolina Shinoda Arte Débora Nascimento

A palavra “canvas” vem do inglês e um de seus significados é “tela”. No universo dos negócios, canvas é uma ferramenta de gerenciamento na qual quadros separados em áreas estratégicas distintas servem como ponto de partida para a elaboração de modelos de negócios. A professora do Provar, Ana Carolina Shinoda, apresenta neste artigo o conceito de canvas, celebrando mais uma vez a parceria entre a VIEW e a renomada instituição educacional para o varejo.

Nos últimos anos, diferentes modelos que utilizam a ideia de canvas passaram a ser utilizados por um número cada vez maior de pessoas e empresas. É possível que você já tenha ouvido falar em Business model canvas, Business model you ou PM canvas. Se ainda não sabe nada sobre o assunto, terá a oportunidade de conhecer os conceitos neste artigo.

Canvas são telas como as que os artistas utilizam para pintar a sua arte. Essas telas auxiliam as pessoas a organizarem o seu raciocínio, seja para lançar um novo negócio, estruturar um projeto ou compreender seu valor profissional. Veja um resumo das diferenças entre os três modelos:

Business model Generation

Business model You

PM Canvas

Foco

Estruturar um modelo de negócio

Estruturar o modelo pessoal de negócios (você como um negócio)

Planejar um projeto

Público

Empreendedores e administradores

Pessoas interessadas em autoconhecimento, coaches e gestores

Gerentes de projetos (pessoais ou corporativos)

Business model generation (BMG) Inovação em modelo de negócios (Osterwalder e Pigneur)

Business model you, o modelo de negócios pessoal: o método de uma página para reinventar a sua carreira (Tim Clark)

Project model canvas: gerenciamento de projetos sem burocracia (José Finocchio Júnior)

Livros

Business model canvas O primeiro foi o Quadro do modelo de negócios, que está detalhadamente explicado em um livro não apenas didático, mas com design bastante atrativo, chamado Business Model Generation (BMG) - Inovação em modelo de negócios. O livro foi escrito pelos especialistas Alexander Osterwalder e Yves Pigneur em conjunto com 470 pessoas de 45 países. O foco é ajudar a inventar, projetar e implementar modelos de negócios inovadores. São discutidos modelos como o da Apple, que transformou a empresa em uma força dominante no mercado de música digital, e do Skype, que barateou ligações internacionais e possibilitou ligações gratuitas entre os usuários do programa. Mas, afinal, o que é um modelo de negócio? De acordo com Osterwalder e Pigneur, o modelo de negócios descreve a lógica de criação, entrega e captura de valor por parte de uma empresa. Há 22

VIEW 147

março:2015

nove componentes que devem ser analisados para estruturar um modelo de negócios (estão detalhados no quadro: são segmento de clientes, proposição de valor, recursos-chave etc.). Confira o exemplo do modelo de negócios do Skype, apresentado no livro Business model generation em www.xperienz.com.br/modelos-de-negocios-inovadores-skype.

Dica: o empresário norte-americano Steve Blank, um dos ícones do universo de start ups (do inglês, expressão que define as organizações nascentes, que estão testando seus modelos de negócio) oferece um curso gratuito no site Udacity explicando detalhadamente como construir um modelo de negócios. Acesse www.udacity.com/course/ep245, o conteúdo está em inglês e é bem veloz. Vale ir pausando e fazer notas para conseguir absorver o máximo de informações. www.revistaview.com.br


O quadro do modelo de negócios (Business model generation) Parceiros-chave

Atividades-chave

Proposta de valores

Quem são os nossos principais parceiros? Quem são os nossos principais fornecedores? Quais recursos principais estamos adquirindo dos parceiros? Quais as principais atividades que nossos parceiros executam?

Que atividades-chave as nossas propostas de valor exigem? Nossos canais de distribuição? Relacionamento com o cliente? Fluxos de receitas?

Qual o valor que nós entregamos ao cliente? Que problemas dos clientes estamos ajudando a resolver? Quais pacotes de produtos e serviços estamos oferecendo para cada segmento de clientes? Quais necessidades do cliente estamos satisfazendo?

Motivações para parcerias

Categorias

Otimização e economia Redução do risco e da incerteza Aquisição de recursos e atividades particulares

Produção Solução de problemas Plataforma - Rede

Recursos-chave Quais os principais recursos que nossas propostas de valores exigem? Nossos canais de distribuição? Relacionamento com o cliente? Fluxos de receita?

Relacionamento com o cliente

Segmentos de clientes

Que tipo de relacionamento cada um dos nossos segmentos de clientes espera que estabeleçamos e mantenhamos com eles? Quais temos estabelecido? Como eles estão integrados com o restante do nosso modelo de negócio? O quão caro são eles?

Para quem estamos criando valor? Quem são nossos clientes mais importantes?

Características

Exemplos

Novidade Atuação Personalização "Entregando o trabalho feito" Design Marca - Status Preço Redução de custos Redução de riscos Acesso Conveniência - Usabilidade

Assistência pessoal Assistência pessoal dedicada Self-service Serviços automatizados Comunidades Cocriação

Nicho de mercado Segmentado Diversificado Plataforma multilateral

Estrutura de custos

Modelo de Características Custos fixos (salários, aluguéis e serviços públicos) Custos variáveis Economias de escala Economias de escopo

Por meio de que canais nossos segmentos de clientes querem ser alcançados? Como estamos alcançando-os agora? Como são nossos canais integrados? Quais funcionam melhor? Quais são os mais eficientes em termos de custo? Como estamos integrando-os com as rotinas dos clientes?

1. Consciência Como podemos aumentar a conscientização sobre os produtos e os serviços de nossa empresa? 2. Avaliação Como podemos ajudar os clientes a avaliar a proposta de valor da nossa organização? 3. Compra Como podemos permitir que os clientes comprem produtos e serviços específicos? 4. Entrega Como vamos entregar uma proposta de valor para os clientes? 5. Pós-vendas Como podemos fornecer suporte pós-compra ao cliente?

Físicos Intelectuais (patentes de marcas, direitos autorais, datas) Humano Financeiro

Seu negócio é mais: Impulsionado pelo custo (estrutura de custos mais enxuta, proposição de valor de baixo preço, máxima automação e extensa terceirização) Motivadas por valor agregado (com foco na criação de valor e proposição de valor premium)

Canais

Fases do canal

Tipos de recursos

Quais são os custos mais importantes inerentes ao nosso modelo de negócio? Quais os recursos-chave mais caros? Quais as atividades-chave mais caras?

Mercado de massa

Fluxos de receita Que valor nossos clientes realmente estão dispostos a pagar? Pelo que eles pagam atualmente? Como estão pagando atualmente? Como preferem pagar? Quanto cada fluxo de receita contribui para as receitas globais? Tipos

Preços fixos

Venda de ativos Taxa de uso Taxas de inscrição Empréstimo - Aluguel - Leasing Licenciamento Taxas de corretagem Publicidade

Tabela de preços Característica de produto dependente Segmento de clientes Dependente Volume dependente

Dinâmica de preços Negociação Gerenciamento do lucro Mercado em tempo real

Fonte: http://businessmodelgeneration.com/canvas www.revistaview.com.br

março:2015

VIEW 147

23


dicas & estratégias

desempenho profissional em jogo

Business model you É possível adaptar o conceito de modelo de negócio a fim de desenvolver o modelo pessoal, como se você fosse um negócio. Essa é a ideia do especialista norte-americano Tim Clark no livro Business

model you, o modelo de negócios pessoal: o método de uma página para reinventar a sua carreira. O livro também recebeu a colaboração de Osterwalder e Pigneur, além de 328 cocriadores em 43 países.

O modelo de negócios pessoal Quem ajuda você? (Parceiros-chave)

O que você faz? (Atividades-chave)

Como você os ajuda? (Proposição de valor)

Quem é você? O que você possui? (Recursos-chave)

Como vocês interagem? (Relacionamento com o cliente)

(Quem você ajuda? (Cliente)

Como chegam até você e o que você entrega? (Canais)

O que você dá? (Estrutura de custos)

O que você ganha? (Receita e benefícios)

Fonte: http://community.businessmodelyou.com/page/business-model-canvas

Nesse modelo, as telas são ligeiramente diferentes, mas é uma adaptação para entender a própria pessoa como um negócio. Por exemplo, os recursos principais que eram dinheiro, marca, patentes etc. passam a ser habilidades, competências, experiência pessoal etc. É um modelo muito rico que ajuda a refletir sobre o seu valor como profissional.

Project model canvas O PM canvas foi desenvolvido pelo professor e autor José Finocchio Júnior, que atua na área de gerenciamento de projetos. Está explicado de forma prática em seu livro Project model canvas: gerenciamento de projetos sem burocracia. O PM canvas foi criado para auxiliar os gerentes de projeto a planejarem seus projetos de forma prática, visual e integrada. Utiliza princípios da neurociência, como agrupamento de conceitos e pensamento visual para facilitar a compreensão e o desenvolvimento.

Project model canvas Justificativas (passado)

Produto

Stakeholders externos e fatores externos

Premissas

Riscos

Objetivos smart

Requisitos

Equipe

Grupo de entregas

Linha do tempo

Benefícios (futuro)

Restrições

Custos

Fonte: http://www.pmcanvas.com.br/downloads/

Há também uma sequência sugerida para seu preenchimento. Comece relatando quem será o gerente do projeto (GP) e o pitch (título curto para o projeto). Em seguida, preencha as nove áreas dessa ferramenta, começando pela justificativa e seguindo de cima para baixo, da esquerda para a direita, até chegar à parte “custos”. Confira alguns exemplos de PM canvas preenchidos pelo próprio autor do livro, José Finocchio: Projeto para se tornar médico: www.youtube.com/watch?v=2NAyTUt-amo Projeto matar a baleia Moby Dick: www.youtube.com/watch?v=Af85SgRXcQM

Dica: o software Easy Canvas (www.conectt.com.br/Canvas/Default.html) apresenta os três modelos apresentados neste artigo e outros canvas (matriz SWOT, por exemplo) de maneira simples e colorida. Além disso, há novos canvas surgindo, como é o caso do Desenho da proposta de valor, dos mesmos autores do Business Model Generation. 24

VIEW 147

março:2015

Referências http://businessmodelgeneration.com/canvas/ http://businessmodelyou.com/ www.pmcanvas.com.br Project model canvas: gerenciamento de projetos sem burocracia, José Finocchio Júnior (Editora Elsevier) Business Model Generation, inovação em modelo de negócios: um manual para visionários, inovadores e revolucionários, Alexander Osterwalder e Yves Pigneur (Editora Alta Books)

Professora do MBA Internacional da Fundação Instituto de Administração (Fia) na disciplina Brazilian Market and Culture, Ana Carolina Messias Shinoda é mestre em Administração pela Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade (Fea) da Universidade de São Paulo (Usp). Obteve a certificação Project Management Professional (PMP) concedida pelo Project Management Institute (PMI) e a formação em Coaching pelo Instituto EcoSocial. positivo, operante! Quer conversar mais com a professora Ana Carolina Shinoda sobre o uso de telas para a organização do raciocínio? revistaview@revistaview.com.br Rua Cônego Eugênio Leite 920 São Paulo/SP 05414-001

www.revistaview.com.br


FACETADORA INDUSTRIAL DE ALTA PRODUTIVIDADE. O Design revolucionário da Xtrimer SE-1 fornece o processamento avançado de seus ‘conjuntos novos da cabeça ferramenta V’’que introduzem um método inteiramente novo e mais eficiente do corte-seco e da trituração, endereçando as complexidades de crescimento de formas das lentes e de materiais utilizados hoje em dia.

• Projeto de tela intuitivo e gráficos de alta resolução • Capacidade de Múltipla-forma • Design de ferramenta autônoma independente Visite-nos na ExpoAbióptica 2015 Transamérica Expo Center Av. Dr. Mário Villas Boas Rodrigues, 387 - Santo Amaro

Rua: C3 - Setor: AZUL

NIDEK

A melhor tecnologia em sua mãos.

www.mellooptical.com.br www.vendas.mellooptical.com.br

SÃO PAULO (11) 2764-3000

FORTALEZA (85) 3045-4011

BELO HORIZONTE (31) 3558-8015

PORTO ALEGRE (51) 3085-7341


mondo marca

a tradução do universo das marcas

Pioneira na categoria grife de óculos, a italiana Persol é uma das marcas mais tradicionais do mundo, ganhou reconhecimento ao unir design clássico com tecnologia, ao desenvolver uma marca registrada inconfundível - a flecha prateada nas laterais - e a capacidade de se manter sempre atual.

Texto Graziela Canella

modelo PO3105-S

modelo PO3105

Concepção Andrea Tavares

Protector: óculos de proteção

modelo PO 3092SM

Primeiro, o protetor

Autorretrato: Giuseppe Ratti em 1912

Pioneiros: Gabriele d'Annunzio e Natale Palli a bordo do biplano em que fizeram o famoso voo sobre Viena, em agosto de 1918

26

VIEW 147

março:2015

A historia tem início em 1917, na cidade italiana de Turim, onde o fotógrafo Giuseppe Ratti, também proprietário de uma óptica chamada Berry, começou a confeccionar artesanalmente óculos de alta qualidade, nos fundos de uma casa na Via Caboto. Chamados de “Protector” (do inglês, “protetor”), eram feitos de acordo com requisitos básicos de segurança, conforto e padrões de aperfeiçoamento da visão para pilotos esportivos e aviadores, com lentes arredondadas na cor cinza encaixadas em uma máscara de borracha e presa por tiras elásticas ao redor da cabeça. Para atrair sorte, escolheu como logomarca a imagem de uma cegonha, com as iniciais “G.R.” gravadas nas asas. Não somente os pilotos das forças aéreas de vários países do mundo - inclusive dos Estados Unidos passaram a usar as máscaras Protector, mas também pilotos de competições de automobilismo e motociclismo se renderam à inovação e à qualidade dos óculos de Ratti, além de grandes aviadores da época. O major Gabriele D’Annunzio realizou o voo inaugural usando um modelo desenhado especialmente para ele em 1918, ao lado do capitão Natale Palli, em Viena. Também teve grande repercussão o voo de outro cliente ilustre, Francesco de Pinedo, sobre o Atlântico, que durou 193 horas. Em 1924, os óculos Protector ganharam a primeira de 14 patentes internacionais. Eram então compostos por 41 peças e com 43 processos de montagem.

Visionário das lentes Na década de 20, um novo tipo de lente foi introduzido na fabricação dos óculos Protector - que, no futuro, viria a ser utilizado em todos os óculos solares Persol. O tom marrom claro era fabricado com sílica pura (isto é, cristal) em um processo de fabricação que atingia a coloração exata e garantia um alto nível de proteção contra os nocivos raios solares.

modelo PO 3092V

Pronúncia “Pêr-SÓL”. No quesito pronúncia, a marca italiana habita entre as de escrita e pronúncia muito fáceis. Fala-se como se escreve. A título de curiosidade, em italiano, a primeira sílaba (“Per-”) ganha pronúncia aberta e torna-se a mais relevante da palavra: “PÉR-Sol”. www.revistaview.com.br


Guarda-sol em 1800; óculos solares em 1900: um dos primeiros anúncios da Persol indica a Óptica Berry como ponto de venda (em letras pequenas, no rodapé)

Para o sol A evolução das máscaras Protector levou à ambição de criar um modelo de óculos solares revolucionário em termos de qualidade e ajuste ao rosto. Foi assim que a empresa lançou, em 1938, os óculos que viriam a se chamar “Persol” - nome derivado da expressão em italiano “per il sole” (em português, “para o sol”), a fim de enfatizar o atributo de proteção solar do produto. Com design leve e lentes de cristal, o primeiro modelo já continha a marca registrada da Persol - o detalhe em forma de flecha na lateral - além do Meflecto, um dos primeiros sistemas de dobradiças de óculos, desenvolvido com o objetivo de proporcionar flexibilidade às hastes e, por isso, mais conforto. Em pleno pós-guerra, a flecha de prata, inspirada nos guerreiros da antiguidade, tornou-se símbolo inconfundível da Persol. Desenhado por Giuseppe Ratti, o ícone foi logo patenteado em vários países e ganhou diferentes versões. Funcional e decorativa ao mesmo tempo, a flecha atribuiu uma identidade visual única, reconhecida internacionalmente.

Vintage: exemplar antigo do icônico modelo 649

Inovação tecnológica O mais que clássico 649 Criado em 1957, o modelo 649 foi desenhado para proteger os olhos de condutores de bonde em Turim - não somente de raios solares, mas também do vento e da poeira. Sua característica original é o uso da tecnologia Meflecto na ponte, tornando-a flexível. Copiado em todo o mundo, o modelo inovador confirmou-se um ícone de estilo em 1961, ao aparecer no rosto do astro Marcello Mastroianni no filme Divórcio à italiana. O modelo integra as coleções da Persol até hoje e foi incluído em retrospectivas de design italiano - como a mostra Fra Moda e Design, linea infinita (do italiano, algo como “uma linha infinita entre a moda e o design”), em 1995, no museu Triennale de Milão.

Telona: Marcello Mastroianni com o modelo 649 em Divórcio à italiana

Nos anos 60, a empresa se especializou no desenvolvimento de máscaras de trabalho para soldadores e outros profissionais com diferentes necessidades de proteção, sempre na dianteira da tecnologia e no registro de novas patentes. Em 1962, a Nasa chegou a encomendar uma série de óculos solares com quatro lentes - duas na frente e outras duas nas laterais - fato que coincidiu com a chegada da marca nos Estados Unidos. Na década de 80, os esforços de pesquisa se voltaram para a tecnologia de lentes e a Persol chegou a participar de expedições para testar novos produtos tanto em altitudes elevadas - por exemplo, nas ilhas Svalbard, na Noruega - como também no deserto, em uma edição do rally Dakar, a fim de documentar sua performance em condições extremas, experimentar novos materiais e compreender melhor os efeitos dos raios solares no olho humano. Astronautas russos em práticas de sobrevivência na Sibéria e diversas expedições de alpinistas no Himalaia reportaram resultados de lentes normais e polarizadas da Persol. Na década de 90, a tecnologia também impulsionou o lançamento da Persol Sport, linha composta por modelos desenvolvidos especialmente para personalidades do esporte, como o esquiador italiano Alberto Tomba e o piloto francês de Fórmula 1 Jean Alesi. março:2015

VIEW 147

27


mondo marca

a tradução do universo das marcas James Bond: Daniel Craig em cena de Casino Royale

Steve McQueen: eterno rosto da marca

Veneza, 2012: Pierce Brosnan no festival de cinema

A relação com o cinema

2006: Adrien Brody com o modelo 649, no festival de cinema de Veneza

Desde os anos 60, quando Marcello Mastroianni tornou célebre o modelo 649, outros grandes nomes da telona como Greta Garbo e Steve McQueen também passaram a usar a marca, nos filmes e na vida. McQueen, que apareceu pela primeira vez usando Persol no filme Crown, o Magnífico, de 1968, tornou-se fã do modelo 714S (a versão dobrável do 649), que chegou a colecionar - muitos anos depois, em 2011, a parceria rendeu uma coleção limitada em homenagem ao ator. Nos anos 90, a atriz italiana Ornella Muti foi inspiração para a criação do modelo 830. Outros vários ícones de estilo do cinema são vistos frequentemente usando óculos clássicos da Persol, especialmente por conta da colaboração com o Festival Internacional de cinema de Veneza, desde 2005. Uma das ações da parceria consiste em uma premiação intitulada “Visionary Awards”, que em 2014 prestou homenagem à atriz norte-americana Frances McDormand.

A marca em números Em 1991, a Persol inaugurou sua primeira loja própria em Los Angeles, na sofisticada Rodeo Drive, em Beverly Hills. Até a compra pela Luxottica, em 1995, a marca italiana já estava presente em mais de 40 países, com 12 mil pontos de venda em todo o mundo. A aquisição impulsionou o sucesso internacional da marca e estreitou laços com o universo fashion. Ao lado de Ray-Ban e Oakley, a Persol está entre as três principais marcas próprias do portfólio da Luxottica, que inclui também Alain Mikli, Vogue, Oliver Peoples e uma série de grifes licenciadas. A fabricante registrou, em 2013, faturamento de € 7,3 bilhões. 28

VIEW 147

março:2015

Persol e arte 1: momentos da primeira edição do Atelier Persol, na Toscana, em 2013

Persol e arte 2: edição 2014 do Atelier Persol, em Veneza

Presença no mundo das artes O alcance da Persol vai muito além do guarda-roupa das celebridades: a grife de óculos transita nos universos do cinema, do design, da música e da fotografia. Em 2013, a marca lançou a coleção Reflex Edition, homenagem à fotografia, com direito a concurso de fotos e câmeras vintage retratadas na campanha. Em uma escala bem maior, o projeto Atelier Persol convocou alguns dos nomes mais badalados da arte contemporânea para criar obras exclusivas, reunidos em uma casa e trabalhando ao mesmo tempo - ali, o próprio processo de criação é arte. A primeira edição, em 2013, reuniu oito artistas em uma mansão na Toscana. A segunda, no ano passado, levou nomes como Abel Ferrara, Nan Goldin e Theo Mercier a uma casa em Veneza e teve como tema para os trabalhos a ave Fênix, criatura mitológica que renasce das cinzas. O resultado pode ser visto em www.persol.com/atelier.


Feitos à mão Um par de óculos solares Persol nasce de uma barra similar em tamanho e cor a uma barra de chocolate, mas é feito de acetato de celulose. E para que essa barra seja transformada em um par de óculos são necessários, pelo menos, 30 processos conduzidos por competentes mãos, além de um punhado de pura sílica que gera as lentes de cristal.

Typewriter Edition: inspirada pela tradição das máquinas de escrever

www: Persol virtual www.persol.com www.facebook.com/persol www.pinterest.com/persol www.twitter.com/persol www.vimeo.com/persol www.plus.google.com/+persol

Ícones :: Design clássico e unissex :: Flecha de prata :: Lentes de alta tecnologia :: Sistema Meflecto de dobradiças, nas hastes e na ponte

março:2015

VIEW 147

29


a palavra é...

a VIEW explica as novas palavras

...normcore a palavra é...

Texto Graziela Canella

Normal é o novo cool O termo, em inglês, combina as palavras “normal” (cujo significado em português é o mesmo) e “hardcore” - outro composto linguístico que une “hard” (“duro”) e “core” (“núcleo”) -, comumente usado para descrever movimentos cuja essência beira o radicalismo, seja qual for. Ou seja, normcore significa algo como “visceralmente normal”. O objetivo, tanto culturalmente quanto na moda, é se misturar à multidão, sem se destacar. O neologismo foi um dos finalistas para o título de palavra do ano a integrar o dicionário Oxford, em 2014.

Primeira vez: registro em tirinha cômica do site norte-americano Templar, em 2008

A origem, parte 1 Em 2008, o cartunista norte-americano Ryan Estrada assinou uma tirinha cômica sobre tribos urbanas alternativas, publicado em 17 de setembro. Foi o primeiro registro de uso do termo. Em seu blog, no ano passado, o artista comentou que a ideia então era criar a subcultura mais absurda possível, descrevendo adeptos do normcore como “perigosamente comuns, vestidos apenas com jeans e camisetas” - aparentemente surpreso com a repercussão que a palavra havia ganhado no último ano.

A origem, parte 2

Outubro de 2014: L’Officiel México

30

VIEW 147

Piadas à parte, a primeira menção um pouco mais séria do normcore apareceu em outubro de 2013, em um relatório da agência nova-iorquina K-Hole, especializada em previsão de tendências e comportamento, chamado “Youth Mode: a report on freedom” (do inglês, algo como “modo jovem: um relatório sobre liberdade”). Escrito pelo jornalista de Los Angeles, Christopher Glazek, o estudo tratava mais de uma tendência de comportamento do que, de fato, sobre moda e vestuário. De acordo com o autor, na parte em que introduz o termo, “houve um tempo em que as pessoas nasciam em comunidades e tinham de buscar

março:2015

sua individualidade; hoje, as pessoas nascem indivíduos e precisam sair em busca de suas comunidades”. Ou seja, a autenticidade perdeu lugar para a similaridade. Glazek se referia à capacidade de adaptação e não sobre “vestir-se com roupas de supermercado, como um turista norte-americano de meia idade”, como viria a descrever depois a jornalista Fiona Duncan na New York Magazine. A proposta cultural vinha na contramão do movimento hipster, que cultuava tudo que há de mais alternativo e desconhecido pela grande maioria das pessoas. De acordo com a tendência normcore, ser especial nada tinha a ver com aparência.


Está na moda andar fora de moda. O visual único e exclusivo que fashionistas tanto buscaram nas últimas décadas perdeu lugar para um estilo para lá de prosaico, que surgiu a partir de um estudo comportamental feito em 2013, segundo o qual a autenticidade não está na superfície. A VIEW foi buscar a origem do movimento que alçou moletons e sandálias de tiras ao patamar de ícones da moda contemporânea.

Para lá do básico

Da teoria para a prática: a designer novaiorquina Kristine Guico retratada na matéria da NYMag de Fiona Duncan

Amy Lombard

O artigo de Fiona Duncan, publicado em fevereiro de 2014, ajudou a definir e popularizar o termo na moda, afastando sua essência do estudo comportamental de Glazek e traduzindo o normcore para o vestuário, descrevendo-o como “a moda para quem se deu conta de que é apenas mais um entre 7 bilhões de pessoas”. Seu estudo detectou desde um movimento inicial entre jovens no Instagram, munidos de parcas tradicionais das marcas Tevas ou Patagonia, tênis New Balance, calças cáqui Uniqlo, camisas de flanela, bonés de baseball e calçados Crocs, até versões de looks de grifes inspi-

rados na tendência. Um bom exempo é o editorial da Vogue Paris, de novembro de 2013, no qual a modelo britânica Edie Campbell posa casual com roupas confortáveis de grifes como Balenciaga e sandálias Céline - uma subversão de luxo do tema. Uma vertente de jovens artistas e designers de moda mais ousados não se rendeu à adaptação de passarela e permaneceu fiel às roupas de supermercados e brechós - como o badalado produtor musical Devonté Hynes, dono de uma respeitosa coleção de bonés com ares de souvenir.

Boné de turista: o produtor musical Devonté Hynes, nas páginas da revista Nylon

Novembro de 2013: a top britânica Edie Campbell nas páginas da Vogue Paris

2014: editorial na publicação londrina Fibre Magazine

Pronúncia “NÓR-m-CÓR”. O “m” do meio é mudo na escrita e na pronúncia, meio para dentro. Já o “e” da última sílaba (-re”) desaparece quando falado.

março:2015

VIEW 147

31


a palavra é...

Uniqlo: paraíso para fãs do estilo normal Liz Lemon: personagem da genial Tina Fey em 30 Rock

Hall da fama Desde sempre, o estilo normcore é praticamente uniforme de celebridades na tentativa de se confundirem com o restante dos mortais e, quem sabe, despistarem os paparazzi por aí. Alguns, no entanto, se destacam por terem estabelecido um estilo que vai além do disfarce - por exemplo, o comediante Jerry Seinfeld e o empresário Steve Jobs, criador da Apple, ambos citados como fontes de inspiração em estudos sobre a tendência - assim como uma referência fictícia, a personagem Liz Lemon, interpretada por Tina Fey na série de tevê 30 Rock. A bela Julia Roberts consagrou o estilo na mesma época dos exemplos acima, muitos anos antes de o termo sequer existir. O ator Adam Sandler é outro grande adepto das roupas confortáveis, esportivas e nada pretensiosas, que faz questão de exibir em todo tipo de compromisso, de passeios familiares a talk shows e estreias de filmes.

Steve Jobs: ídolo também entre os adeptos do normcore

Despretensioso: o ator Adam Sandler O comediante norteamericano Jerry Seinfeld (à esquerda): um dos ícones de estilo do movimento

Kristen Stewart: outra musa atual do estilo

Jessica Alba: chique de calça de moletom e chinelos

O presidente é normcore: Barack Obama por SunTimes

Visionária: Julia Roberts, no tempo em que normcore era apenas o estilo dos anos 90


Ícones Bonés de times de baseball Tênis esportivos, de preferência brancos Sandálias Crocs ou Birkenstock (combinadas ou não com meias brancas) Calças jeans largas e de cintura alta, estilo “mamãe” Jeans com lavagens mais básicas e, de preferência, mais claros Agasalhos de moletom Camisetas básicas Jaquetas felpudas ou acolchoadas Camisas de algodão ou flanela Calças cáqui Roupas e acessórios adquiridos em grandes magazines

Normal chique

Verão 2014: Michael Kors

Verão 2015: Bottega Veneta

Nas passarelas, várias marcas internacionais apostaram em looks normais milimetricamente calculados nas últimas temporadas. A diferença é que a maioria dos estilistas propõe uma versão ligeiramente mais elegante e minimalista do visual de turista do normcore “de raiz”. Tons neutros como cinza e marrom, sapatos clássicos, inspiração esportiva e alfaiataria recatada definem as apostas de grifes como Prada e Bottega Veneta. Para quem não tem coragem de mergulhar no estilo retrô à la Jerry Seinfeld, mas também não quer investir em um look Prada, uma boa alternativa é apostar no conforto para lá de normal e aconchegante de marcas como Gap e Benetton, com lojas no Brasil. Benetton: normcore no DNA

www.revistaview.com.br

Verão 2015: Prada

março:2015

VIEW 147

33


vitrine

modelo CC6 3352 C792 modelo CC6 3281 C1348

modelo CC2 3113 C876

Coca-Cola Eyewear modelo CC6 3323 C379

71 3379 8900 A nova coleção de óculos solares e armações oftálmicas aposta em detalhes sutis e recortes na ponte que remetem ao formato das garrafas tradicionais de Coca-Cola, além da clássica logotipia e dos duos de cores inspirados na imagem da marca. Filosofia

Lievissimo

O refrigerante cuja marca é alegadamente conhecida por 99,9% da população mundial, com 900 milhões de garrafas vendidas diariamente, também dá nome a linhas licenciadas de roupas, calçados e acessórios. No Brasil, suas coleções de óculos são fabricadas pela Master Glasses, com foco no público jovem, aliando inovação, qualidade e design.

21 2287 0531

O minimalismo e o estilo clássico de sempre ganham tom moderno nas proporções um pouco maiores das novas armações, com contornos finíssimos, de titânio, em diferentes tons.

Douglas Daniel

modelo CC2 3233 C1194

modelo LV08 YG

modelo LV07 Gun

Filosofia Com fabricação italiana, a marca distribuída no Brasil pela Pupila oferece há mais de duas décadas uma variedade de modelos com a proposta de máxima leveza, resistência e durabilidade, sempre com uso de materiais nobres - armações para serem usadas todos os dias, com elegância e discrição.

34

VIEW 147

março:2015

modelo CC1 3141 1344

modelo LV07 BR

www.revistaview.com.br


andrea tavares

um outro olhar

36

VIEW 147

as impressões de Andrea Tavares

A estrada para

a mudança

editora da VIEW e maníaca por óculos

março:2015

Há exatos dois anos, comentei aqui como as redes sociais podem ser interessantes, úteis, divertidas etc., mas, como toda luz tem sua respectiva sombra, elas podem ser um infinito muro das lamentações, já que muitas pessoas criaram o hábito de também jogar virtualmente no colo do outro a responsabilidade pela sua própria felicidade. Idealizam, criam expectativas e então sentem-se decepcionadas pelas suas próprias expectativas e aí acham que a linha do tempo alheia na rede social é balcão de reclamação. Esforço-me diariamente para não reclamar e negocio silenciosamente comigo mesma que algum bom sentimento deve preencher o desejo de alguma queixa. Primeiro, como também já comentei aqui, ligar o botãozinho da reclamação é muito fácil, vira muleta, mas faz uma nuvem negra estacionar sobre as nossas cabeças. Segundo, uma das minhas atividades preferidas na vida é dar risada e reclamações funcionam como uma verdadeira criptonita quando a meta é gargalhar. Obviamente, há momentos em que pode ser bom desabafar, mas acho sempre que a reclamação pode ser substituída por algo melhor. Inclusive, por alguns minutos de autoanálise para entender porque quero me queixar de algo. Outra armadilha prima da reclamação e que drena facilmente as energias positivas de qualquer um é achar que sempre há algo errado, que sempre há alguma conspiração em curso ou que é preciso se proteger de coisas ruins. Acho que uma pessoa que pensa assim nem precisa do outro: ela mesma já está se sabotando, alimentando-emocionalmente de energias ruins e conspirando contra si própria. O que, no fundo, simplificando todo esse mar de más vibrações, é preencher o coração com medo em vez de alimentá-lo com amor. Que tal transformar esse ciclo negativo em positivo, apenas invertendo as energias e mudando o discurso? Que tal querer usar ou fazer algo para atrair coisas boas em vez de ficar sintonizado na desconfiança e no medo protegendo-se de algo que nada mais

é que o próprio coraçãozinho cheio de medo? O mundo é um espelho. Quando se vibra positivamente, tudo vibra positivamente de volta. Que tal no final de cada dia ter uma lista de sorrisos trocados, de atos de gentileza praticados em vez de um saldo negativo de desconfiança do colega da mesa ao lado ou de uma “fictícia decepção” com alguém? Pode ser até que alguém nutra sentimentos não muito nobres por outra pessoa, mas isso só cabe a quem está com esses péssimos sentimentos - quem está se envenenando com isso é o dono do mau sentimento. E quando a gente resolve deixar de se importar de verdade com isso e focar na positividade, neutraliza muitos pensamentos e energias ruins. Autora de valorosos textos, a cabalista norteamericana Karen Berg fala com muita propriedade sobre o assunto e, o que é melhor, explica que os benefícios de sintonizar-se com as boas energias vão além de nós mesmos. Compartilho aqui com você, prezado leitor, dois trechos de textos dela que li recentemente: “A soma total das ações positivas praticadas por cada um de nós, individualmente, pavimenta a estrada para a mudança positiva global. Somos nós que mantemos a paz. Você, eu e ‘eles’. Todos nós.” “Não precisamos esperar uma tragédia acontecer para despertarmos para a necessidade de mudança. Se abrirmos nossos olhos e nos sintonizarmos um pouquinho mais com nossa vida, descobriremos que temos oportunidades todos os dias de transformar negatividade em positividade. Geralmente, quando alguém ou alguma situação nos desafia, nosso primeiro pensamento é ‘Como posso fazer esta situação ir embora o mais rápido possível?’, em vez de pensarmos ‘Qual a lição para eu aprender aqui? Por que isso está acontecendo?’ Às vezes, podemos afastar a situação com tanta rapidez que nem percebemos que perdemos uma oportunidade de nos transformarmos.” Pense nisso e comece a praticar já. Você e o mundo agradecerão. Tenha certeza disso. positivo, operante! Quer trocar ideias com Andrea Tavares? umoutrolhar@revistaview.com.br Rua Cônego Eugênio Leite 920 São Paulo/SP 05414-001 www.revistaview.com.br


Em ambientes internos, são lentes comuns. Em ambientes externos, são fora do comum.

MELHORE A VISÃO DOS SEUS CLIENTES. As lentes adaptáveis Transitions® Signature™ VII com a tecnologia Chromea7™ proporcionam uma experiência superior ao usuário. Elas são mais reativas à luz indireta do sol e se tornam ainda mais escuras em altas temperaturas. As lentes Transitions® Signature™ VII proporcionam excelente desempenho em ambientes externos e oferecem a total transparência que seus clientes desejam em ambientes internos. Permita que esta tecnologia inovadora ajude seus clientes a Ver o Melhor da Vida. Saiba mais em Transitions.com.br

Baixe o leitor de QR Code, faça a leitura do código e Veja o Melhor da Vida.

/TransitionsBrasil @Transitions_BR

LENTES TRANSITIONS®. VEJA O MELHOR DA VIDA.

Transitions_BR

Transitions e o “Swirl” são marcas registradas e Transitions Signature e Chromea7 são marcas da Transitions Optical, Inc.©2015. Transitions Optical, Inc. O desempenho fotossensível é influenciado pela temperatura, pela exposição aos raios UV e pelo material das lentes. Fotos meramente ilustrativas.


economia & mercado

números e caminhos do setor óptico

o d g n i O rank o c i t p ó varejo o r i e l i s bra Liderança Óticas Diniz e Óticas Carol disputam a liderança cabeça a cabeça. Na data de conclusão da pesquisa, 30 de novembro, a maranhense Diniz levava vantagem de apenas cinco pontos de venda em relação à paulista Carol: 738 versus 733. Ambas também são as maiores franqueadoras de óptica do país. A Diniz conta com 715 franquias e 23 lojas próprias, enquanto a Carol possui 728 unidades franqueadas e 5 pontos de venda próprios.

Franquia Além de Diniz e Carol com um grande poder de fogo no quesito franquia, a Chilli Beans, terceira colocada, também tem uma operação de respeito nessa categoria: de um total de 600 lojas, 591 são franquias. E das 86 redes envolvidas na pesquisa, 25 delas (isto é, 29%) também são franqueadoras. Das 2.628 unidades franqueadas que aparecem no ranking da VIEW, a maioria esmagadora (2.203 unidades, ou seja, 81%) está concentrada nas mãos dos cinco primeiros colocados: Óticas Diniz, Óticas Carol, Chilli Beans, Triton e Fototica.

38

VIEW 147

Pesquisa Flav io Bitelman Texto e análise dos dados A ndrea Tava

Pela primeira res vez, o varejo óp tico nacional co uma dedicada m apuração de da eça a ganhar dos. O publishe F lavio Bitelm r da Jobson Bra an, passou quat sil, ro meses (de ag levantando in osto a novembr formações, co o) nversando com fornecedoras co lojistas e empr m o objetivo de es as estabelecer o pr das redes de óp imeiro rankin tica no país. O g ponto de part mínimo de po ida foi o núm ntos de venda, ero que ficou defin zena. O result ido em uma de ado está nestas páginas com um templa 86 rede a tabela que cons e algumas pa rt ic ul ar id Vale mencion ades dessa apur ar que um estu ação. do desse port “obra em prog e é uma eterna resso”, isto é, cada edição se novas informaç rá enriquecid ões e receberá a de os ajustes nece nisso, se você, ssários. Por fa prezado leitor lar , tiver algo para rigir, faça cont acrescentar ou ato com a VIE co rW (na página pletos da equi 8, os contatos pe) a fim de co co m laborar com re mais fidedigno sultados cada s do varejo óp ve z tico brasileiro.

Regionalidade A apuração dos dados confirmou a percepção de que as redes do varejo óptico brasileiro têm, em sua maioria, atuação regional. Já as empresas com dez lojas ou mais apuradas pela VIEW são responsáveis por 4.264 pontos de venda, o que permite concluir que o varejo de redes com menos de dez lojas e as ópticas independentes predominam no Brasil.

Pelo Brasil Nenhuma novidade quanto à divisão das redes pelas regiões do país. A região sudeste tem o domínio absoluto com mais de 50% do total de lojas, seguida por Nordeste, Sul, CentroOeste e Norte. Quando se analisa o sudeste isoladamente, São Paulo tem a óbvia predominância. Na sequência, Rio de Janeiro, Minas Gerais e Espírito Santo.

Democracia

Veteranice

A fim de traçar um panorama real do mercado, também foram incluídas redes de marcas próprias exclusivas como Chilli Beans, Triton Eyewear, Touch Watches e LupaLupa. Todas quatro têm sólidas operações de franquias - inclusive, as 80 unidades da Touch Watches (de propriedade da Technos) são franquias, sem qualquer loja própria.

De todas as redes pesquisadas, a mais longeva é a gaúcha Foernges, fundada no século 19 - 1895, mais precisamente. Outras duas, a paulistana Fototica e a campineira A Especialista, nasceram na primeira metade do século 20 - respectivamente, 1920 e 1924. Na outra extremidade, cerca de 11% delas foram fundadas neste século.

março:2015

www.revistaview.com.br


Rede

Estado-sede

Ano de fundação

Total de lojas

Franquias

Lojas próprias

Funcionários

1

Óticas Diniz

MA

1992

738

715

23

7.900

2

Óticas Carol

SP

1997

733

728

5

4.200

3

Chilli Beans

SP

1997

600

591

9

4.000

4

Triton Eyewear

SP

1981

160

160

5

Fototica

SP

1920

125

9

116

900

6

New Ótica

RJ

1975

106

106

750

7

Ótica Precisão

RJ

1979

104

104

450

8

Óticas do Povo

RJ

1976

98

98

790

9

Touch Watches

RJ

2007

80

80

10

Óticas Boris

CE

1973

76

71

5

380

11

Óticas Ponto de Visão

PR

2005

60

55

5

12

Super Ótica São José

PR

1969

53

28

25

191

13

Lupa Lupa

43

7

250

14

Graciosa (Brilhante, Oculare e Oculum)

15

RJ

1998

50

PB, PE e RN

1975

40

40

Goldfinger

SP

1984

36

36

600

16

Casa dos Relojoeiros

CE

1963

35

35

460

17

Ferrovia Eyewear

CE

1987

35

18

Óticas Fluminense, Santa Marta e Tudótica

DF

1985

34

19

Ópticas Ipanema

SP

1980

33

20

Golden do Bairro e Óticas Sagitário

RJ

1999

32

21

Ótica SR e Fábrica de Óculos

SP

1992

28

22

Óticas Opção

BA

2005

27

27

23

Fujioka

GO

1964

26

26

24

Ótica Martins e Ótica Occhiali

SP

1984

26

26

25

Ótica Elis

SP

2013

26

26

Óticas Brasil

27

Ótica da Gente e Óticas Maria Jose

28

5

24

6

20

30 34

180

9

186

32

180

22

190

140

6

95

25

388

13

153

23

220

20

198

GO

1964

25

BA e MG

1961

25

Ótica São Jose

RS

1969

24

29

Crystal Ótica e PolyÓtica

SP

1994

23

30

Flu Look

AL

1971

21

31

Oticas Arcoverde

PE

2005

24

24

32

QualiÓtica

RJ

2004

21

21

33

Maxx Eyewear

SP

1996

20

18

2

34

Mercadão dos Óculos

SP

2013

20

18

2

35

Óptica Centro Visão e Optical Classic

MG

1987

20

20

180

36

Optical Center e Labor Center

MG

1989

19

19

140

37

Óticas Mirare

SP

38

Óticas Brasiliense

DF

1985

18

39

Ótica Avenida

AM

1985

18

18

40

Ótica Arcoverde

PE

1962

17

17

41

Ótica Sider, Ótica Veneza e Óticas Carol

RJ

17

17

42

Óptica Dias, Ótica Rubi e Ótica Visolux

BA

1995

17

17

250

43

A Especialista

AM

1961

17

17

150

www.revistaview.com.br

18

11

1

18

120

março:2015

VIEW 147

39


economia & mercado

números e caminhos do setor óptico

Rede

40

Estado-sede

Ano de fundação

Total de lojas

1959

17

44

Centro Ótico

MG

45

Ótica De Conto

RS

46

Ótica Indaiá

SP

47

Ótica Solarium

48

Franquias

Lojas próprias

Funcionários

17

17

1979

17

17

SP

1980

17

Óticas Maia

MA

1970

17

49

Ópticas Itamarati

CE

1967

50

Óticas Visão

CE

51

Belliótica

SP

52

Óticas Campano

SP

53

Ótica Visão

PE

1972

15

54

Ótica Vitoriana

SP

2000

15

55

Grupo Bilharva

RS

1983

14

14

56

Ocularium Ótica

SP

1994

13

13

90

57

Ótica Mondadori

SC

1951

13

13

200

58

Óticas Paris

ES

1979

13

13

100

59

Óticas Safira (Grupo Lichtman)

RS

1984

13

13

60

Óptica Confiança & Masson

RS

1969

12

12

61

Óptica Luiz Tesche

RS

2010

12

62

Ótica Dax & L'Ottica

SP

1995

12

63

Ótica Londres

64

Officer Occhiali

SP

65

Ótica Gouveia

PR

66

Ótica Menezes

SP

1958

12

67

Winnikes Óticas

PR e SC

1978

12

68

Ótica Ernesto

BA

1947

12

12

69

Curitiba Centro Ótico e Ótica Lens

PR

2001

11

11

70

Grupo Renata

CE

11

71

Grupo J Dias

RN

11

72

Óticas Wanny

SP

1975

11

73

Óticas Esfera

RS

1978

11

74

Óticas Londres

ES

75

Óticas Rio Preto

SP

76

Visorama

77

11

6

100

16

16

250

1974

16

16

1985

15 15

MG

14

1

95

12 1995

12 12 12 2

10

61

11

11

11

1970

11

11

PR

1977

11

11

Óticas Terceira Visão

SP

1988

10

10

78

Óptica Foernges

RS

1895

10

79

Vizia Óptica

RS

1974

10

80

Omega Dornier Joalheria

GO

1961

10

81

Mitani e O.Stilo

SP

1983

10

82

Ótica e Joalheria Karisma

RS

83

Wanny Optical

SP

1975

10

10

84

A Especialista

SP

1924

10

10

135

85

Ótica Brasolin

SP

1994

10

10

80

86

Rede Apollo de Óptica

SP

2003

10

10

160

VIEW 147

março:2015

105

80

10

70

10

www.revistaview.com.br


foco

o espaço da indústria

2015 começa com a aqui A VIEW 146 já estava prestes a ser impressa quando chegou à redação a notícia da aquisição de parte da Evoke pela GO. Leia agora mais detalhes dessa parceria que fortalece a óptica nacional e deve gerar uma interessante sinergia. A editora Andrea Tavares entrevistou a diretora-executiva da GO, Joyci Lin, e um dos fundadores da Evoke, Fabiano Moraru.

Ambas são brasileiras, nasceram no século 21, desenvolveram uma identidade muito própria no mercado óptico. Cada uma à sua maneira. Fundada em 2001 pelos irmãos Demian e Fabiano Moraru, a Evoke tem forte construção de marca e design inovador de suas coleções, enquanto a GO, que passou a atuar em 2003 como importadora (antes vendia a distribuidores, sem comunicação única de suas marcas), conta com estrutura de gerenciamento, capacidade produtiva e alcance global. A união, selada na segunda quinzena de janeiro, deverá gerar uma forte sinergia por conta da combinação de forças com a entrada da Evoke, a primeira grife de óculos genuinamente nacional, no portfólio de marcas da GO. A seguir, os melhores momentos da entrevista com a diretora-executiva da GO, Joyci Lin, e um dos fundadores da Evoke, Fabiano Moraru, sobre a nova parceria e os próximos passos dessa fusão.

A união de forças Fabiano: “Desde 2007, quando nos conhecemos, houve uma empatia. Por causa das feiras, acabamos se aproximando e nos dando bem. Além disso, a Evoke já passou por uma experiência de ter um fundo de investimento como sócio e o objetivo não era repetir esse formato. Pela nossa experiência, eu e meu irmão sentíamos que, mais que injeção de capital, a Evoke precisava de um parceiro de visão, que entendesse das necessidades da marca e do mercado e tivesse dimensão do potencial do que foi criado e cuidado durante 13 anos para poder posicioná-la em seu devido lugar, no patamar que ela merece e acreditamos que tenha espaço. Em agosto, começamos a conversar e, no final de janeiro, selamos a parceria.”

branding [do inglês, ‘gestão de marcas’] muito forte e um conceito já construído e a GO soma com todo seu knowhow de distribuição, gestão e capacidade de multiplicar. Todos estão no mesmo espírito. A GO quer e acredita que a Evoke possa ser tão relevante em volume como Ana Hickmann, tornando-se líder no nicho que atua.”

Fabiano: “A parceria já começou de forma muito frutífera. O que a Evoke precisa, a GO tem e vice-versa. Diante disso, só dá para dizer que o céu é o limite. Um ponto é a presença da GO em mais de 40 países, algo com que a marca sempre sonhou. Eu e Demian criamos a Evoke com a aspiração de que fosse uma marca brasileira com as coleções produzidas na Itália e que em determinado momento ganhasse o mundo. E a GO tem essa visão de que o Brasil é pequeno para a filosofia e para o sonho da marca. Já estamos trabalhando com coleção nova, desenhos, feira, estamos super felizes.” Joyci: “Creio que pessoas e empresas vêm ao mundo com um propósito. E uma empresa, além de ter uma performance positiva e garantir que tenha rentabilidade para se perpetuar, tem um grande papel que é deixar um legado, influenciar. E tanto a Evoke quanto a GO nessa última década foram revolucionárias, cada uma à sua maneira, e influenciaram o setor óptico.”

Joyci: “A negociação foi extensa, houve vários profissionais envolvidos para fechar o negócio e agora na etapa de transição, mas acredito muito na soma: a marca Evoke veio para somar e a GO tem muito para contribuir, construindo mais pilares naquilo que já está estabelecido. A Evoke tem um

42

VIEW 147

março:2014

Os próximos passos e o cuidado com o DNA Joyci: “Toda a integração tem fases, cronogramas a serem cumpridos etc. Mas já está definido que o Demian e Fabiano

www.revistaview.com.br


sição da Evoke pela GO continuam à frente da gestão da marca, do posicionamento e do design com a equipe de designers. As áreas de gestão, administrativa e financeira passam a ser de responsabilidade da GO. Então, há uma sinergia muito grande, o Demian e o Fabiano também vão contribuir com as outras marcas da GO.”

tos de público, está na internet, mas onde é vendida? Ok, a Evoke tem seu e-commerce, mas muitos consumidores querem experimentar, sentir o produto. A GO tem uma área de inteligência de mercado para monitorar e atender a demanda a fim de que a marca não esteja mal posicionada nem pulverizada e se expanda de forma saudável.”

Fabiano: “Para deixar bem claro, já que é a pergunta que todos fazem: sim, o DNA da Evoke será mantido. Inclusive, a sede da empresa [conhecida como ‘Casa Evoke’, no bairro de Vila Madalena] será mantida e a Itália continuará como o centro produtor das coleções.”

Fabiano: “Agora com mais estrutura, a Evoke terá ainda

Joyci: “A Evoke tem uma demanda que não é atendida. A marca é conhecida em vários países e por muitos segmen-

Conexão Celebridade

, como e porquê: Quem, onde, quando dos famosos e a VIEW mostra flashes à redação seus óculos enviados desta edição. durante a elaboração A empresária e blogueira Helena Bordon: Ray-Ban (Luxottica) modelo RB3016

O ator Paulo Vilhena: Evoke (GO) modelo Trigger

@ingridguimaraesoficial

O redesenho da distribuição

mais capacidade de contribuir com o aumento das vendas de valor agregado nas ópticas brasileiras, algo que nem todas exploram. Dessa forma, será possível trazer um público mais jovem, público esse que nos últimos anos passou a comprar em outros modelos de negócios e até nos camelôs. A Evoke tem potencial, qualidade e branding para trazer e manter esse ‘novo público’ na óptica, ela já faz isso e tem essa preocupação de se manter sempre renovada.”

@helenabordon

A atriz dominicana Dania Ramirez, a Rosie do seriado Devious Maids: Swarovski (Marcolin) modelo SK0058 4B O apresentador Britto Jr.: Iódice (Vision Line)

A blogueira Camila Coutinho (Garotas Estúpidas): RayBan (Luxottica) modelo RB3447

Divulgação

O cantor Luan Santana: Evoke (GO) modelo Playslouder

@camilacoutinho

A atriz Ingrid Guimarães: Hickmann (GO) modelo HI9005 G24

março:2015

VIEW 147

43


calendário

os preparativos para a feira brasileira

a a r a p s o t n o r p a s O

a c i t p ó i b A o p Ex indústria óptica (Abióptica) promove a versão 13 da Expo Abióptica, a feira número um de óptica da América Latina. Confira nestas páginas os serviços e o mapa do evento, que este ano tem como principal destaque o retorno ao Transamérica Expo Center, na zona sul da capital paulista. Texto Andrea Tavares

Arte do mapa Débora Nascimento

5 1 0 2

De 15 a 18 de abril, a Associação brasileira da

Imagens Acervo VIEW

Abril está prestes a bater à porta e, com ele, a 13ª edição da Expo Abióptica, a mais importante feira de óptica da América Latina, promovida pela Associação brasileira da indústria óptica (Abióptica) e que será realizada de 15 a 18 de abril e que após quatro anos atravessa São Paulo, retornando à zona sul da cidade, mais precisamente ao Transamérica Expo Center. O centro de exposições, localizado no bairro de Santo Amaro, oferece maior infraestrutura para expositores, porém não conta com tantas facilidades de acesso quanto o Expo Center Norte, local que recebeu a Expo Abióptica de 2011 a 2014, que, situado na Vila Guilherme, zona norte da cidade, dispõe de estação do metrô e estação rodoviária por perto (Tietê), fica mais próxima de ambos aeroportos, Congonhas e Guarulhos (principalmente desse último), e também do centro da cidade, com maior oferta de hotéis e linhas de ônibus. Por outro lado, o Transamérica acomodará de forma mais adequada todos os expositores - nos últimos dois anos, várias empresas ficaram de fora do evento por falta de espaço e outras ocuparam o mezanino do centro de exposições - e receberá os visitantes com mais conforto. Entrevistado para a VIEW 142, em agosto, o presidente da Abióptica, Bento Alcoforado, lembrou que as principais feiras de óptica do calendário mundial, a italiana Mido e a francesa Silmo, há pelo menos cinco anos são realizadas em locais mais distantes, garantindo a “internação” do visitante e, consequentemente, mais foco nos negócios. O fato é que o resultado da mudança só o tempo irá dizer, mas, como todo ano, expositores e organizadores estão preparando seu melhor para receber lojistas, consultores ópticos, empresários e funcionários de laboratório e público em geral para mais uma bela edição da feira.

44

VIEW 147

março:2015

www.revistaview.com.br


Os serviços da Expo Abióptica 2015 Expo Abióptica 2015 15 a 18 de abril 13h às 21h (quarta-feira a sexta-feira) 13h às 19h (sábado) Transamérica Expo Center Rua Doutor Mario Vilas Boas Rodrigues 387, Santo Amaro www.expoabioptica.com.br

Como chegar A Abióptica elegeu a LTT Travel como sua agência oficial. Este ano, o site do evento oferece a possibilidade de reservas online nos hotéis credenciados em http://expoabioptica2015.bukly.com. LTT Travel 11 3125 2911 www.lttravel.com.br lttravel@lttravel.com.br

Credenciamento Os visitantes que fizerem seu credenciamento online (http://goo.gl/jBklzl) e comparecerem pelo menos um dia na feira passam a concorrer automaticamente ao sorteio de uma tevê de 65 polegadas. Após a inscrição online, no dia do evento o visitante deve dirigir-se ao autoatendimento para imprimir sua credencial - para isso, é indispensável a apresentação de um documento com foto.

Transfers gratuitos Caravanas Grupos de visitantes distantes até 1,5 mil quilômetros da capital paulista contam com um subsídio de 50% no transporte feito por ônibus, micro-ônibus ou van. Basta montar um grupo e entrar em contato com atendimento@abioptica.com.br.

Os visitantes contam com transporte gratuito de ida e volta da feira ao aeroporto de Congonhas, à estação do metrô Jabaquara, à estação de trem Granja Julieta e ao Shopping Market Place. A grade de horários e locais pode ser consultada em http://goo.gl/6RQgPU.

Rota Premiada

Público infanto-juvenil e wi-fi

A promoção que premia quem carimba seu passaporte em todos os pontos sugeridos pela Abióptica conhecida como “Rota Premiada” segue firme e forte e, este ano, vale um ul­trabook por dia. Segundo o regulamento publicado no site do evento, o sorteio dos prêmios está marcado para ocorrer em 18 de maio, às 15h, na sede da Abióptica, em São Paulo.

Sucesso em outras edições, o Espaço Jovem & Criança está de volta. Além disso, um lounge com wi-fi gratuito.

Muito mais Na próxima edição, a VIEW traz mais informações sobre as oportunidades de treinamento durante a Expo Abióptica 2015, com o Espaço Saber e as palestras matinais.

março:2015 VIEW 147

45


calendรกrio

Expositor Expositor Arteres Augen Bamboo Bausch + Lomb Blandine Brevil Briot Weco Carl Zeiss Vision Cecop Clear CMsatisloh CooperVision Coopesp Dagas De Laurentis Desempenho Dream Vision

46

VIEW 147

marรงo:2015

os preparativos para a feira brasileira

Setor

Rua

Expositor

Setor Azul Azul Vermelho Verde Vermelho Verde Azul Verde Verde Azul Azul Azul Verde Azul Verde Azul Azul

Rua B3 C1 A5 A10 A7 A11 1 C11 A12 1 B3 3 A12 C2 A10 B2 C1

Edmagno Escuderia Essilor Evidence Fenicia Fhocus GO Golden Vision House of Vision Hoya I-Highlight Jaguar Johnson & Johnson J. Piran Kristal Lougge Luxottica Maclens

Setor

Rua

Vermelho Verde Vermelho Verde Azul Verde Vermelho Vermelho Azul Verde Verde Verde Verde Verde Vermelho Vermelho 12 Vermelho

A7 A10 B6 A11 C4 A12 A6 - B6 C7 C1 B10 B9 A9 C12 A11 B5 C7 A C6

www.revistaview.com.br


Expositor Magnum Marchon Marcolin Martinato Master Glasses Maxline Mello Miraflex Mitsui Multfoco Neoglass Optitex Opto Optview Safilo Schneider Segment Shamir

Setor Azul Vermelho Verde Azul Verde Vermelho Azul Verde Azul Azul Verde Verde Azul Azul Azul Azul Azul Verde

Rua

Expositor

B4 B7 B11 C3 B9 A5 C3 C11 3 C2 A12 B10 C3 C2 A4 - B4 C2 B2 C12

Silhouette Solótica Stepper Styll Suntech Supplies Tami Tecnobrasil Tooling Trevooptica Ultra Optics Vanin Vertygo Vision Line Wilvale De Rigo Xenônio Younger ZHC

Setor

Rua

Azul Azul Verde Vermelho Vermelho Vermelho Vermelho Azul Azul Azul Verde Azul Verde Verde Vermelho Azul Vermelho

A3 3 C10 A6 C8 C5 B5 A2 1 B2 A11 B1 B12 B11 A8 D3 B7

Mapa e localização dos estandes datados de 9 de fevereiro e publicados em www.expoabiotica.com.br.

março:2015 VIEW 147

47


calendário

a VIEW traz dicas da Pauliceia para quem vai à Expo Abióptica

De tudo um pouco em

São Paulo O que há de melhor em compras, passeios, espetáculos e gastronomia para quem visita São Paulo para a Expo Abióptica 2015, que ocorre no Transamérica Expo Center, de 15 a 18 abril. As informações e os serviços sobre o evento estão nas páginas 44 a 47 desta edição. Texto Graziela Canella

Parque Villa Lobos: natureza e arquitetura moderna se fundem na paisagem do parque

48

VIEW 147

março:2015

Depois de Milão e Nova York, a próxima grande feira no calendário anual de óptica ocorre em São Paulo, destino de milhares de profissionais de óptica de todo o país e estrangeiros, em abril. E à medida que a feira cresce também sua cidade-sede está cada vez melhor, sempre com novas opções de compras, inovações gastronômicas e uma agenda cultural para metrópole nenhuma botar defeito. Haja fôlego para conciliar a maratona de visitas à feira, palestras, eventos paralelos promovidos pelos expositores e ainda encontrar tempo livre para aproveitar tudo que a cidade oferece. Para facilitar a programação dos visitantes, a VIEW também incluiu, nas próximas páginas, a distância mínima entre cada um dos endereços selecionados e o Centro de Exposições Transamérica - o “ponto zero” dos ópticas brasileiros ao longo da semana da feira.


Shoppings

Já que dizem que shopping center é praia de paulistano, a VIEW elegeu três dos maiores complexos da capital. Para visitantes, vai ser difícil não se render à mania local, já que esses grandiosos templos de consumo reúnem as melhores opções de compras, cinemas e gastronomia em um só lugar. Projeto de paisagismo: um dos trunfos do Cidade Jardim

JK Iguatemi Inaugurado em 2012, foi porta de entrada no país de inúmeras grifes internacionais antes sem endereço por aqui, como Topshop, Miu Miu, Etiqueta Negra, Gap e Zara Home. A centenária confeitaria francesa Ladurée também estreou no Brasil com loja no JK e chegou a ter filas na abertura por conta de seus famosos macarons. Seu projeto arquitetônico valoriza a iluminação natural e os corredores amplos, o que permite uma visão privilegiada das vitrines luxuosas de nomes como Burberry, Chanel, Goyard, Bulgari, Prada, Bottega Veneta, Lanvin, Carolina Herrera e ainda uma loja masculina da Gucci. Com 132 mil metros quadrados e 211 lojas, conta ainda com salas de cinema e teatro, restaurantes e espaços para eventos. Av. Pres. Juscelino Kubitschek 2041, Itaim Bibi, tel. 11 3152 6800 www.iguatemi.com.br/jkiguatemi Segunda-feira a sábado (10h às 22h), domingo (14h às 20h)

galeriabiadoria

8,6 km

Shopping Cidade Jardim 8,4 km

Inaugurado em 2008, o Cidade Jardim conta com mix de lojas para lá de sofisticado - como Hermès, Chanel, Prada, Louis Vuitton e Gucci - e ainda uma charmosa unidade da Livraria da Vila. Destacam-se ainda a área externa no andar superior, com uma bela vista da zona sul da cidade, o Spa Cidade Jardim e uma área de alimentação inédita, com 28 alternativas gastronômicas. Av. Magalhães de Castro 12000, Marginal Pinheiros (pista local), tel. 11 3552 3560 www.shoppingcidadejardim.com Segunda-feira a sábado (10h às 22h), domingo (14h às 20h)

Morumbi Shopping 5,3 km

TW6

Um dos mais antigos e tradicionais de São Paulo, foi eleito três vezes o shopping mais completo da cidade nos últimos sete anos pelo guia de lazer do jornal O Estado de São Paulo. Após diversas obras de expansão, conta hoje com 503 lojas de diversos segmentos, incluindo Sephora, Coach, Saad, Animale, além de âncoras como C&A, Renner e Zara, as multilojas Fnac e Saraiva e ainda a primeira unidade brasileira da rede de fast fashion Forever 21. O pioneirismo faz parte da história do shopping, que foi o primeiro a criar uma ala exclusiva para a moda, em 1984, e, em seguida, um espaço gastronômico, o Gourmet Shopping, em 1989. Também criou o evento que deu origem à São Paulo Fashion Week, em 1995, então chamado Morumbi Fashion Brasil. Fast fashion: Forever 21 no Morumbi Shopping

Av. Roque Petroni Júnior 1089, Morumbi www.morumbishopping.com.br Segunda-feira a sábado (10h às 22h), domingo (14h às 20h) março:2015 VIEW 147

49


a VIEW traz dicas da Pauliceia para quem vai à Expo Abióptica

Imagine Dragons na Arena Anhembi

Espetáculos

calendário

A agenda de atrações nacionais e internacionais que estarão em cartaz em São Paulo, em abril, será para lá de movimentada. São tantos espetáculos imperdíveis que o maior desafio será decidir aonde ir depois das maratonas de negócios na Expo Abióptica.

31,7 km

Stomp no Teatro Bradesco

A banda de rock alternativo - que levou o Grammy de melhor performance de rock em 2014, pela canção Radioactive - se apresenta em São Paulo no mesmo final de semana da Abióptica. Formada em Las Vegas, em 2008, é conhecida por hits radiofônicos como Demons e I bet my life.

17,7 km

O grupo percussivo, que fez suas primeiras apresentações nas ruas de Londres, já é mundialmente conhecido pelos ritmos contagiantes obtidos a partir de objetos prosaicos como lixeiras, desentupidores de pia, vassouras, botas e isqueiros. Com um currículo de apresentações em mais de 350 cidades e eventos como a cerimônia do Oscar e o festival de cinema de Cannes, é garantia de um show exuberante e irresistível.

Av. Olavo Fontoura 1209, Santana, tel. 11 2226 0400 www.anhembi.com.br/espaco/arena-anhembi Sábado, 18 de abril, às 21h De R$ 130 a R$ 550 www.ticketsforfun.com.br Wayra: novo espetáculo do Fuerza Bruta

Rua Turiassu 2100, Shopping Bourbon, 3º piso, Barra Funda, tel. 11 4003 1212 www.teatrobradesco.com.br De 15 a 17 de abril, às 21h De R$ 50 a RS 180 Bilheteria: domingo a quinta-feira (12h às 20h), sexta-feira e sábado (12h às 22h)

Brian Harkin

Chacrinha, o Musical no Teatro Alfa A poucos metros do Transamérica Expo Center, o Teatro Alfa recebe, a partir de 27 de março, o aclamado musical que presta homenagem ao “Velho Guerreiro” Chacrinha. Com direção de Andrucha Waddington e roteiro de Pedro Bial e Rodrigo Nogueira, o espetáculo narra a trajetória do apresentador desde a infância, em Pernambuco, até o sucesso na tevê.

Fuerza Bruta no Ginásio Mauro Pinheiro 13,8 km

A ousada companhia teatral argentina, fundada por Diqui James em 2005, estreia no Brasil em 9 de abril seu mais novo espetáculo, Wayra, no ginásio Mauro Pinheiro (parte do complexo poliesportivo do Ginásio do Ibirapuera), onde fica em cartaz até 31 de maio. Provocadora e sensorial, a performance combina música, dança, acrobacias e interatividade. Ginásio Mauro Pinheiro: Av. Abílio Soares 1300, Paraíso, tel. 11 3887 3500 www.selt.sp.gov.br/constancio/ginasiopoli.htm Quinta-feira a domingo (20h) De R$ 80 a R$ 160 (quinta-feira) R$ 90 a R$ 180 (sexta-feira a domingo) www.ticketsforfun.com.br

Sampa móvel SP Mobile Uma seleção de aplicativos gratuitos, disponíveis para sistemas operacionais iOS e Android, ajudam a tirar a cidade de letra quando o assunto é transporte, localização ou programação de passeios.

50

VIEW 147

março:2015

Guia completo da SP Turis, empresa municipal de turismo e eventos, o aplicativo oferece mais de 4 mil endereços de museus, galerias, lojas, hotéis, restaurantes e diversos outros estabelecimentos e serviços. Inclui ainda rotas de um ponto a outro e serviços úteis como bancos, aluguel de veículos e telefones úteis.

Rua Bento Branco de Andrade Filho 722, Santo Amaro, tel. 11 5693 4000 www.teatroalfa.com.br Quinta-feira a sábado (20h), domingo (19h) Em média, R$ 90 Bilheteria: segunda-feira a sábado (11h às 19h), domingo (11h às 17h) Chacrinha: Stepan Nercessian encarna o Velho Guerreiro

Catraca Livre

Veja São Paulo

Derivado do site criado pelo jornalista Gilberto Dimenstein, o app reúne mais de 18 mil atrações culturais gratuitas - ou muito baratas - em toda a cidade. As dicas vão desde espetáculos e baladas até cursos e programação infantil.

A nova versão do aplicativo para celulares da revista semanal inclui um completo guia de endereços e atrações como restaurantes, shows, bares, teatro, cinema etc. É possível ainda ver trailers de filmes e conferir comentários de outros usuários, além de destaques do especial Comer & Beber, premiação gastronômica da publicação. www.revistaview.com.br

trilhaseaventuras

21 m


Marcelo Sarmento

Passeios

Entre parques, galerias, museus e monumentos históricos, a VIEW selecionou alguns dos roteiros tipicamente paulistanos que fervem nos finais de semana.

Museu da Casa Brasileira 10,1 km

O belo casarão, que pertenceu a poderosos barões do café, abriga hoje um museu especializado em decoração e design, com acervo de mobiliário dos séculos 17 a 21. O museu também recebe centenas de visitantes

nos finais de semana por conta do excelente restaurante, o Santinho, e das já consagradas apresentações musicais gratuitas nas manhãs de domingo, tradicionalmente entre março e dezembro.

Av. Brigadeiro Faria Lima 2705, Itaim Bibi, tel. 11 3032 3727 www.mcb.org.br Terça-feira a domingo (10h às 18h) De R$ 3 a R$ 6; grátis aos sábados e domingos

Catavento Cultural e Educacional

Estação da Luz

18,2 km

18,3 km

Para quem viaja com as crianças (ou não), uma visita ao museu interativo do Palácio das Indústrias é diversão certa para todas as idades. A proposta é ensinar ciência de forma lúdica, em um casarão dividido em quatro estações interativas Universo, Vida, Engenho e Sociedade.

A estação construída com estruturas trazidas da Inglaterra reproduz alguns ícones arquitetônicos daquele país, como o Big Ben e a abadia de Westminster. Inaugurada em 1901, a estação é um tradicional cartão postal da cidade e ainda está localizada a pouquíssimos metros de duas excelentes atrações turísticas - a Pinacoteca do Estado de São Paulo (agitada por mostras temporárias e um agradável café na área externa, com vista para o Parque da Luz) e o Museu da Língua Portuguesa. Nesse último, a visita guiada inclui uma incursão à própria estação, com acesso a uma área privada de paredes restauradas, pisos de ladrilho hidráulico e vista superior aos passageiros que circulam pela estação.

Parque Dom Pedro 2º, Centro, tel. 11 3315 0051 www.cataventocultural.org.br Terça-feira a domingo (9h às 17h) De R$ 3 a R$ 6

Felipe Borges

emtur

Praça da Luz, s/nº, Centro, tel. 0800 55 0121 Pinacoteca do Estado de São Paulo: tel. 11 3324 1000 www.pinacoteca.org.br Museu da Língua Portuguesa: tel. 3322 0080 www.museudalinguaportuguesa.org.br Visita guiada: sábado e domingo (12h e 14h)

Bairro da Liberdade 18,5 km

Desde 1975, o tradicional bairro oriental de São Paulo promove uma feira aos finais de semana com mais de 240 barracas de quitutes, artesanato, bonsais, utensílios domésticos e outros produtos orientais. O charmoso bairro, colônia de imigrantes chineses, japoneses e coreanos, também oferece ótimas lojas e restaurantes. Um destaque é o supermercado Marukai, paraíso para quem aprecia temperos, especiarias, doces e diversos outros itens da culinária. Outra boa pedida é a Pastelaria Yoka, eleita várias vezes a melhor da cidade, com direito a recheio de peixe com tofu e shiitake, em homenagem à gastronomia japonesa. Feira da Liberdade: Praça da Liberdade, tel. 11 3208 5090 Sábado e domingo (9h às 17h) Yoka: Rua dos Estudantes 37, tel. 11 3207 1795, www.yoka.com.br Marukai: R. Galvão Bueno 34, tel. 11 3341 3350, www.marukai.com.br

Guia Food Trucks Antenada com a nova febre gourmet da cidade, a ferramenta reúne endereços, cardápios e horários de funcionamento dos vários restaurantes e bares itinerantes que se espalham pela cidade. www.revistaview.com.br

99Taxis

Loggi

Ficou mais fácil conseguir táxi em São Paulo com a profusão de aplicativos no segmento - além da 99Taxis, destacam-se similares como Taxibeat e Easytaxi. O sistema encontra veículos mais próximos à localização do usuário que, ao fornecer dados do cartão de crédito no cadastro, pode inclusive efetuar pagamentos com um simples toque.

Útil para expositores ou Aplicativo útil em várias capitais ao redor profissionais que do mundo, com informações de transporte venham a precisar de público, itinerários, condições entregas rápidas de trânsito e possíveis alternativas durante a Expo de percurso a pé. Abióptica. Permite selecionar os pontos de Metrô de São Paulo retirada e entrega, Ferramenta oficial da Companhia escolher o tipo de do Metropolitano de São Paulo, entrega (moto ou ajuda a traçar rotas, simula caminhos bicicleta) e a forma de entre estações e tempo de espera, pagamento, que aceita oferece mapas dos arredores, tarifas, cartões de crédito. telefones e horários das estações.

Moovit

março:2015 VIEW 147

51


calendário

a VIEW traz dicas da Pauliceia para quem vai à Expo Abióptica

Gastronomia

Como a variedade e qualidade dos restaurantes da capital paulista renderia páginas de dicas, a VIEW filtrou a pesquisa entre os mais elogiados e mais novos restaurantes, bares e lojas especializadas. Bom apetite! Picchu: espaguete ao vôngole do chef Pier Paolo Picchi

La Guapa 11 km

Rua Bandeira Paulista 446, Itaim Bibi, tel. 11 3079 2631 www.laguapa.com.br Segunda a sexta-feira (10h às 22h), sábado (12h às 20h)

Picchi 12,5 km

Um dos melhores restaurantes italianos de São Paulo, tratase da nova empreitada do chef Pier Paolo Picchi, agora dentro do hotel Regent Park, na Rua Oscar Freire. Vale destacar o Espaguete com vôngole e mexilhão, carré de cordeiro com pasta de berinjela, lombo de bacalhau e gnocchi de batata com funghi porcini e queijo de cabra. R. Oscar Freire 533, Jardins, tel. 11 3065 5560 www.restaurantepicchi.com.br Terça a sexta-feira (12h às 15h; 19h à 0h), sábado (12h às 16h; 19h à 0h), domingo (12h às 17h)

cordenoz

Inaugurada em abril de 2014 pela jurada do reality show Master Chef, a argentina Paola Carosella, em sociedade com Benny Goldenberg, do restaurante Mangiare, a casa é especializada em empanadas - iguarias típicas de seu país de origem. Aparentemente simples, as iguarias têm receita complexa e são assadas na hora do pedido, com massa fina e recheios clássicos. Saladas são bons acompanhamentos e para sobremesa vale o alfajor ou o tabletón. O lugar é pequeno e tem poucas mesas, com um charme despretensioso.

Z Deli Sandwich Shop 12,9 km

A segunda casa de Julio Raw (bem maior do que a primeira, nos Jardins), ganhou vários prêmios da mídia especializada em 2014, assim que abriu as portas. O motivo? Hambúrgueres de primeira, como o Joint (com queijo cheddar inglês, picles e salada) e o Wurst (pão de cebola, embutido bovino artesanal em fatias, picles, queijo e mostarda). Badalado, o lugar quase sempre tem fila de espera - que vale a pena encarar.

cuecasnacozinha

Rua Francisco Leitão 16, Pinheiros, tel. 11 2305 2200 www.zdelisanduiches.com.br Segunda-feira a sábado (12h à 0h),domingo (12h às 23h) Micaela: cuscuz de galinha cremoso com cachaça e ovo cozido

Casa premiada: sanduíche de pastrami do Z Deli

A Queijaria 14,5 km

Batizado com o nome da bisavó de seu proprietário, Fabio Vieira, a casa combina atmosfera acolhedora com cardápio brasileiríssimo, ousado e criativo, e referências catalãs - mix que rendeu ao chef o prêmio de revelação no especial Comer & Beber da Veja São Paulo, em 2014.

Loja dedicada a queijos brasileiros que oferece, em média, 50 tipos diferentes da iguaria, feitos artesanalmente em vários pontos do Brasil, garimpados criteriosamente por Fernando Oliveira, da Alimento Sustentável. Delícias raras como Araxá, Campo Redondo, Serra da Canastra e Mandacaru estão disponíveis, inclusive para degustação.

Rua José Maria Lisboa 228, Jardim Paulista, tel. 11 3473 6849 www.restaurantemicaela.com.br Segunda a sexta-feira (12h às 15h30; 19h às 23h); sábado (12h às 16h30; 19h às 23h)

R. Aspicuelta 35, Vila Madalena, tel. 11 3812 6449 Segunda-feira a sábado (9h às 20h), domingo (11h às 17h)

Micaela 13,9 km

52

VIEW 147

março:2015


Negócios, lançamentos, conhecimento e aprimoramento profissional. Você encontra tudo isso na

Expo Abióptica 2015 A organização da Expo Abióptica 2015, maior evento do setor óptico da América Latina, que acontece entre os dias 15 e 18 de abril, no Transamérica Expo Center, em São Paulo, inova mais uma vez e traz para você, profissional do setor óptico, uma série de atrações e atividades.

setor. Tudo isso analisado por renomados palestrantes. As palestras matutinas ocorrerão diariamente e entre os temas destacamos Inovação na gestão, Motivação de vendas, Tendências para o mercado do varejo e pesquisa e Estudo de Ótica - GS&MD.

Como já é sua marca, a Abióptica – Associação Brasileira da Indústria Óptica - investirá no aperfeiçoamento e no aprendizado dos profissionais ópticos oferecendo o Espaço Saber Abióptica em parceira com o SENAC, e que será formado por oficinas e workshops. Os visitantes poderão se inscrever e participar da programação durante os quatro dias de evento. Serão ministrados exercícios práticos e palestras sobre os mais variados temas, mais informações no site oficial do evento.

Outro diferencial ganhará destaque nesta 13ª Edição da Expo Abióptica. Ao se inscrever antecipadamente, o visitante concorrerá a uma TV 65”. A iniciativa pioneira tem como objetivo levar comodidade aos visitantes, promovendo tranquilidade na chegada ao centro de convenções, acesso fácil ao pavilhão e principalmente conforto ao evitar filas de credenciamento.

Aproveite e inscreva-se já!

Acompanhe todas as informações da Expo Abióptica 2015 pelo site:

expoabioptica.com.br

abioptica.com.br

INFORME PUBLICITÁRIO

Os empresários do setor também terão a oportunidade de acompanhar e constatar o crescimento e a diversificação do

Importante ressaltar que não basta realizar a inscrição, é necessário comparecer ao evento para concorrer a premiação.


agenda e calendário

calendário Março 19 a 22

feiras, eventos e cursos

Opta Brno, República Tcheca scoo@scoo.cz www.bvv.cz/en/opta

20 a 22

International Vision Expo East Nova York, Estados Unidos inquiry@visionexpoeast.com www.visionexpoeast.com

Abril 15 a 18

Optrafair Birmingham, Inglaterra info@fmo.co.uk www.optrafair.co.uk

Rommedica Bucareste, Romênia rommedica@romexpo.ro www.rommedica.ro/home

18 a 20

22 a 25

Expo Abióptica Transamérica Expo Center, São Paulo, Brasil contato@expoabioptica.com.br www.expoabioptica.com.br

22 a 24

Diops Daegu International Optical Show Daegu, Coréia diops@koisc.org www.diops.co.kr/front/eng/

agenda Formação e reciclagem profissionais Ajorsul (Porto Alegre) Oficina de lensometria 10 e 11 de junho (quarta-feira e quinta-feira) Oficina de medidas especiais para óptica e laboratório Turma 1: 9 e 10 de abril (quinta-feira e sexta-feira) Turma 2: 17 e 18 de junho (quarta-feira e quinta-feira) Treinamento para gestores (liderança e gestão de resultados) 22 a 25 de junho (segunda-feira a quinta-feira) 51 3221 5259 www.ajorsul.com.br educar@ajorsul.com.br

Logística e distribuição Abril Terças e quintas-feiras (19h às 23h) Varejo e mercado de consumo Abril Quartas e quintas-feiras (18h40 às 22h40)

Cursos de extensão O consumo na classe C: um mundo particular a ser compreendido Abril Sexta-feira (9h às 18h) 11 3894 5004 cursoslabfinprovar@fia.com.br www.provar.org Material didático e certificado emitido pelo Provar/Fia inclusos

Estude Visão (Porto Alegre) Contatologia prática (nível 1) Início 21 de março (sábados e domingos) Atendente óptico (nível fundamental) 10 a 12 de abril (sexta-feira a domingo) 51 3225 9114 www.estudevisao.com.br ev@estudevisao.com.br

Provar (São Paulo) MBA Negócios do varejo: estratégia & gestão Abril Segundas e terças-feiras (18h40 às 22h40)

Senac-SP Oficina de Lensometria 21 de março (sábado) 8h às 17h 11 de abril (sábado) 8h às 17h Técnicas de vendas I (conhecimentos básicos em óptica) 7, 8, 14 e 15 de abril (terças e quartas-feiras) 19h às 23h Vendedor de produtos e serviços ópticos 23 de março a 22 de junho 8h às 12h Técnico óptico Início 13 de abril (turmas matutina e noturna) 0800 8832000 tiradentes@sp.senac.br

Gestão de franquias Maio Sextas-feiras (14h às 20h) e sábados (8h às 14h)

Pós-graduação Gestão de negócios e valorização da empresa Março Terças e quintas-feiras (18h40 às 22h40) Gestão estratégica de marcas Abril Quartas e quintas-feiras (18h40 às 22h40) Gestão de vendas e negociação Abril Segundas e terças-feiras (18h40 às 22h40) Inteligência de mercado Abril Quartas e quintas-feiras (18h40 às 22h40) 54

VIEW 147

março:2015

ue g l u v i D

os e s r u c e ment

a gratuit as na r t s e l a p

VIEW

Envie as informações para a redação Tel. 11 3061 9025 ramal 108 revistaview@revistaview.com.br www.revistaview.com.br


Abióptica

Hoya Brasil

Silhouette do Brasil

Av. Santo Amaro 1386 1º andar São Paulo/SP - 04506-001 11 3045 2090 abioptica@abioptica.com.br páginas 41 e 53

Rua Gotemburgo 190 Rio de Janeiro/RJ - 20941-080 0800 7076575 (RJ) 0800 7022541 (SP) sac@optotal.com.br página 17

Av. Aruanã 280 2º cj. 11 Barueri/SP - 06460-010 11 2680 1000 sac@br.silhouette.com página 5

CMsatisloh Rua Professor Cardoso Fontes 137 Petrópolis/RJ - 25655-470 24 2233 8600 info.br@satisloh.com página 21

Suntech Supplies JR Adamver Rodovia SC 401 km 7,5 6883 Florianópolis/SC - 88050-000 0800 6422001 sac@jradamver.com.br página 7

Desempenho

Rua Maria Soldera Lourençon 52 Itupeva/SP - 13295-000 11 4591 8600 sac@hb.com.br página 9

Transitions

Rua Barão de Itapetininga 255 sala 814 São Paulo/SP - 01042-001 11 3259 7348 informatica@desempenho.com.br página 35

Marchon Brasil

Essilor Brasil

Mello Optical

Rua Visconde de Ouro Preto 5 Rio de Janeiro/RJ - 22250-180 0800 7272007 sacbrasil@essilor.com.br 4ª capa

Rua Santo Irineu 163 São Paulo/SP - 04134-120 11 2764 3000 vendas@mellooptical.com.br página 25

Rua Julio Diniz 49 São Paulo/SP - 04547-090 0800 7071516 sao@marchon.com.br 2ª capa e página 1

Rodovia Anhanguera km 106,5 s/nº Sumaré/SP - 13170-970 19 3864 8600 atendimento@transitions.com.br página 37

Vision Line Rua Silva Jardim 3029 sala 13 São José do Rio Preto/SP 15010-060 17 3222 7644 sac@grupovisionline.com.br página 13

Fale direto com os anunciantes desta edição

anunciantes

GO Rua Diogo Moreira 132 cj. 2201 São Paulo/SP - 05423-010 0800 8889029 sac@kenerson.com.br capa e página 15

A face digital da VIEW @revistaview


a óptica do artista plástico marcelo cipis

armação do cipis

armação

56

VIEW 147

março:2015

www.revistaview.com.br


VIEW

www.facebook.com/revistaview www.twitter.com/revistaview www.instagram.com/revistaview www.revistaview.com.br


Profile for Revista VIEW

VIEW 147  

Economia & Mercado traz o ranking do varejo brasileiro.

VIEW 147  

Economia & Mercado traz o ranking do varejo brasileiro.

Advertisement