__MAIN_TEXT__

Page 1

I M P R E S S O

ENVELOPAMENTO AUTORIZADO PODE SER ABERTO PELO CORREIO

R$ 9,90

A volta do

Fast fashion em

A palavra é...

Espaço do Eric A visão financeira em

Dicas & Estratégias Ana Hickmann GO


GRAZI MASSAFERA APRESENTA


MODELO P73141B


s o l u c ó a t e plan

143

setembro:outubro 2014

sumário

4

Editorial

6

A mensagem do publisher Flavio Bitelman

10

Jogo Rápido

22

Aconteceu A cobertura dos eventos de óptica no Brasil e no mundo

Especial Sunglasses Business Point

Evoke: noite de rock e skate

A cobertura de mais uma feira de Angra

Especial Silmo Pre-VIEW A VIEW antecipa alguns dos lançamentos do salão francês de óptica

32

Kirk & Kirk: estilos cheios de atitude

38 sucesso

Angela Vieira: a bela de óculos

O colunista trata de uma etapa especialíssima na entrega dos óculos

setembro:outubro 2014

As novidades das maiores corporações ópticas do planeta

Famosos e seus óculos

Espaço do Eric

VIEW 143

A óptica no mundo

Hall of Frames

40 2

O que moveu a VIEW durante a produção deste número

As notícias do universo dos óculos

12

30

Diário da redação

Dicas & Estratégias Provar Visão financeira é o tema do professor do Provar, Marcos Piellusch

42


Mondo Fashion

sucesso

50

Céline, a grife das peças coordenáveis e das bolsas que são objetos de desejo

52

Varejo & Experiência A despedida do colunista Richard Vinic

60

Fast fashion: a moda rápida que revolucionou o varejo

66

A palavra é...

Vitrine

A nova seção da VIEW que traduz as novas palavras

Iódice: mais uma marca de moda brasileira ganha sua versão óculos

gale ria 76Atitude

As ações do varejo

Fast fashion: a moda rápida que revolucionou o varejo

82

vis ão

80

Um outro olhar As palavras da editora Andrea Tavares

Foco

Modelo AH9185 H01

Ana Hickmann GO

As notícias dos fornecedores do mercado Giorgio Armani: os óculos e as cidades em um projeto inédito

91

Calendário Ajorsul

serviços

96

94

Calendário + Agenda Os eventos de óptica no Brasil e no mundo

Anunciantes

Armação do Cipis Las Vegas na série Cidades da óptica, do artista plástico Marcelo Cipis

95

143

Um guia básico para os visitantes da feira gaúcha

A Coluna do Miguel volta em breve Andrea Tavares

Divulgação

Dollarphoto

Douglas Daniel

J. Egberto

Mauro Nakata setembro:outubro 2014

VIEW 143

3


editorial

Práticas saudáveis

publisher Flavio Mendes Bitelman flaviobitelman@revistaview.com.br

no varejo

editora Andrea Tavares (MTb. 16.030) andreatavares@revistaview.com.br diretora de arte Débora Nascimento deboranascimento@revistaview.com.br gerentes de marketing e comercial Fernanda Ferret fernandaferret@revistaview.com.br

Reza a lenda que a prática da guelta se disseminou no Brasil nos idos da década de 60, quando os empresários do setor farmacêutico passaram a assediar os vendedores para que privilegiassem seus produtos, marcas ou serviços em detrimento dos da concorrência. A contrapartida era uma gratificação paga nem sempre com a conivência do empregador. Resumindo: suborno.

Usando um exemplo de fora do mercado, lembro-me de quando comandava a Fototica, que na época atuava nos ramos de óptica e fotografia, e os vendedores da Kodak que atendiam o varejo premiavam os vendedores das lojas de fotografia sempre que alguém pedisse um filme e eles oferecessem o da Kodak e não o da Agfa ou da Fuji. Muitas vezes, essa prática atrapalhava os planos dos donos da empresa que compravam um certo estoque de um fornecedor e, por causa da guelta, a venda do

outro produto aumentava tanto que às vezes nem havia estoque suficiente e ainda pior: nem oferecia tanta margem ao lojista. Alguns varejistas espertos “oficializaram” a guelta, passando a negociá-la oficialmente com a indústria e, além de cobrar boas margens, exigiam que a indústria pagasse a comissão de seus vendedores diminuindo seus custos - no passado, a Casas Bahia tinha esse procedimento: produto com comissão zero, com a guelta da indústria para o vendedor. Essas práticas não são muito saudáveis e, às vezes, põem a indústria contra os interesses dos varejistas. É muito importante que essas parcerias sejam muito bem amarradas para que os interesses de ambos estejam bem alinhados e que se garantam bons ganhos para as equipes de venda. Além disso, treinar, fornecendo repertório para os consultores ópticos, é um bom passo para gerar o discernimento e o atendimento de qualidade.

secretária de redação Cristiana Brito cristianabrito@revistaview.com.br gerente administrativa Juliana Vasconcelos administracao@revistaview.com.br Kriz Knack

O termo tem origem na palavra “geld” (isto é, “dinheiro”), que, em alemão, precedida do prenome “wechsel”, significa troco: “wechselgeld”. E, com o passar dos anos, a concessão da guelta disseminou-se no varejo brasileiro.

Nara Monteiro naramonteiro@revistaview.com.br

gerente de circulação Judith Belleza judith@brandmember.com.br projeto do logotipo Kiko Farkas (Máquina Estúdio) projeto gráfico Débora Nascimento projeto editorial Andrea Tavares colaboradores Douglas Daniel • Eric Gozlan Fernanda Guedes • Gislene Oliveira Graziela Canella • J. Egberto Kriz Knack • Marcelo Cipis Marcos Piellusch • Marisa Giraldis Mauro Nakata • Richard Vinic computer to plate e impressão Ipsis Gráfica e Editora S.A. circulação Nacional tiragem 15 mil exemplares assinaturas 11 3971 4372 assinaturas@revistaview.com.br As opiniões expressas nos artigos são de responsabilidade exclusiva dos autores.

Boas vendas! Flavio Mendes Bitelman Publisher

flaviobitelman@revistaview.com.br

Nenhuma parte desta edição (textos ou imagens) pode ser utilizada ou reproduzida em qualquer meio ou forma, seja mecânico ou eletrônico, fotocópia, gravação etc. e tampouco apropriada ou estocada em sistema de banco de dados sem a autorização prévia e por escrito da Jobson Brasil. A revista VIEW é uma publicação da Jobson Brasil Ltda. para o setor óptico-oftálmico. Rua Cônego Eugênio Leite 920 - Pinheiros São Paulo/SP - 05414-001 Tel. 11 3061 9025 Fax 11 3898 1503 revistaview@revistaview.com.br www.revistaview.com.br

4

VIEW 143

setembro:outubro 2014


o ã ç a d e r a d diário

143

setembro:outubro 2014

diário da redação

#ApostaDoCipis Nesta edição, a Armação do Cipis bem que poderia se chamar “Aposta do Cipis”, já que a cidade da óptica celebrada é Las Vegas, a sede da Vision Expo West. O artista plástico Marcelo Cipis, nosso parceiro há 14 anos, se inspirou nas máquinas caça-níqueis da cidade movida pelos cassinos em mais uma obra superinspirada.

Você tem ! r o t i e l o a e, querid v l a s , ntinho d e e v u l q a r S a l o l p em #Hel m is um ex a m a. E que c s i o t ã p ó m a m u e as ra Ana revista d o d a a , t W n e E I s V re capa é ap o do ano à ç e a n m r o o c t re uo queno e ue passo e q p , n o n d a o nd Hic km tes cuida o março. f o m l e o h o s d i o c d s r, na longe s esse é re Junio a d M n ! a a x e n l A fofo A de volta, a d ág inas n i p v 5 9 m s e i b a m S e ja meço: há ecer seu o u c q o i r s n a e n ra ape 0 teúdo pa n o c leitura! e a d e s t a u t r e f l es rep óptic a. D a n a i d dia-a

#RodinhasNosPés Mais uma etapa a ser cumprida no roteiro de viagens do ano para acompanhar os movimentos da óptica mundial. Para começar, a editora Andrea Tavares, a secretária de redação Cristiana Brito e a gerente comercial Fernanda Ferret rumam a Gramado para cobrir a 25ª edição da Ajorsul Fair Mercoóptica. Na volta, Andrea acelera ainda mais as rodinhas, renova o conteúdo da mala e se junta ao publisher Flavio Bitelman a fim de embarcar para Paris para a versão 47 do salão francês de óptica, o Silmo.

#GUIAVIEW2015 Está em pleno vapor a preparação

da próxima edição do GUIA VIEW. Enquanto a secretária de redação Cristiana Brito cuida da apuração e da organização das informações, a editora Andrea Tavares e a diretora de arte Débora Nascimento acabaram de definir a imagem para a capa: mais uma arte genial da nossa parceira de longa data, a artista plástica Fernanda Guedes. Aguarde!

#CurtaESiga... Torne-se mais um fã da VIEW no Facebook e siga a gente no Twitter. Assim, você poderá interagir em tempo real com a equipe da revista e os demais leitores. Mas se ainda for adepto da comunicação virtual mais formal, mande um @ para a gente.

www.facebook.com/revistaview

#AtéBreve

A gente fica por aqui, querido leitor, e nos vemos na próxima edição, a VIEW 144, com a cobertura para lá de completa da feira parisiense e da Ajorsul Fair Mercoóptica. Até lá! 0

6

VIEW 143

setembro:outubro 2014

“VÍ-u” VIEW =

www.twitter.com/revistaview www.revistaview.com.br revistaview@revistaview.com.br

www.revistaview.com.br


T9037 G24 -

w w w. g e n e r a l o p t i c a l . c o m . b r


jogo rápido

o que é noticia no mercado

Enquanto os clientes não chegavam em uma manhã de sábado, a consultora óptica Barbara Lazaro, das Óticas Diniz de Cachoeiro do Itapemirim (ES), caprichou no selfie com óculos Atitude para #revistaview.

milh

e novos O total d ores consumid é C da classe ões. h de 40 mil

Fonte: o estudo Varejo e Consumo da www.pwc.com.br

barbara_lazaro

Tem perfil no Instagram ou no Facebook e tirou uma foto linda e/ou criativa que tem tudo a ver com óculos, visão, óptica ou algo mais relacionado ao mercado? Publique com a hashtag #revistaview e então sua imagem pode ser publicada na VIEW.

anúncios

Você tem comentários, sugestões, críticas ou dúvidas sobre a VIEW? Ou então quer divulgar notícias de lançamento de produtos ou novidades sobre a sua óptica? Faça contato com a editora Andrea Tavares na redação.

Deseja anunciar? Procure uma das gerentes de marketing e comerciais da Jobson Brasil. ma rk

matérias

ng e come eti

Fernanda Ferret Tel. 11 3061 9025 ramal 109 fernandaferret@revistaview.com.br

e

ra

Andrea Tavares Tel. 11 3061 9025 ramal 105 andreatavares@revistaview.com.br

rketing

o edit

ma

assuntos gerais

aç ão

Cristiana Brito Tel. 11 3061 9025 ramal 108 cristianabrito@revistaview.com.br

Nara Monteiro Tel. 11 3061 9025 ramal 104 naramonteiro@revistaview.com.br

de re d ária et

sec r

Está precisando de algum apoio ou esclarecimento e não sabe como fazer? Fale com a secretária de redação.

mercial co

atendimento ao assinante Quer assinar a VIEW? Já é assinante e tem alguma dúvida? Ligue para a nossa Central de atendimento no 11 3971 4372.

al rci

fale com a

40ões


VO2864


aconteceu

o que anda acontecendo por esse mundo afora

Safilo Brasil em Miami De 4 a 8 de agosto, 22 clientes da Safilo Brasil marcaram presença no showroom da empresa em Miami para conhecer e encomendar em primeira mão os lançamentos da temporada.

Rui Lima, Naize Marconi e João Paulo Lainer (Safilo)

Gislana Maia (A Graciosa, Natal) Alexandre Brasolin (Ótica Brasolin, São Paulo) Karina Penna (Ótica da Gente, Salvador)

Rodolfo Valio e Rafael Martins (Ótica Martins, Santos)

12

VIEW 143

setembro:outubro 2014

Lenita Saciloto (Crislens, Sorocaba/SP)

Roseli e Santo Capobianco (Óticas SR, São Paulo) e Regis Gaspari (Safilo)


Fabiana Lira (Óticas Arcoverde, Caruaru/PE)

Bruno e Paulo Rangel e Anita Oliveira (A Especialista, Campinas/SP)

Getúlio e Denise Azevedo (Óticas Paris, Vitória)

Marco Barbosa e Rosuel Zaidan, o Zuca (Occhialeria, Rio de Janeiro)

Ana Carvalho e Camila Clark (Dufry)

Sueli Ribeiro (Óticas Carol, São Paulo)

Rodrigo e Rafael Jordão (Óticas Carol, São Bernardo do Campo/SP) e Regis Gaspari (Safilo)

Marcia e Tiago Salvador (Terceira Visão, Itapetininga/SP)

Sergio Bukovksi (Ótica Bukovski, Campos dos Goytacazes/RJ) e Emério Pithon (A Fábrica, Salvador)

Divulgação

Alexandre Almeida (Óticas Carol, Rio de Janeiro) e Leonardo Barone (Safilo)

setembro:outubro 2014 VIEW 143

13


aconteceu

o que anda acontecendo por esse mundo afora

O roadshow da Rodenstock Divulgação

A Rodenstock Brasil promoveu um roadshow de 29 de julho a 21 de agosto em oito capitais (Belém, Belo Horizonte, Brasília, Curitiba, Fortaleza, Porto Alegre, Rio de Janeiro e São Paulo) para lançar a sua nova lente, a Life 4D (veja Vitrine, página 73). Os eventos tiveram como palestrante o óptico e colunista da VIEW, Eric Gozlan, e contaram com a presença de 2,2 mil pessoas.

Marcelo Benchimol (Benoptic, Rio de Janeiro) entre Bernard Fonseca e Mario Dotti (Rodenstock)

Rio de Janeiro: Pistache, 5 de agosto

Fábio Paciello (Óptica Paciello, Rio de Janeiro) e Mario Dotti (Rodenstock)

Félix Kac (Vision Line, Rio de Janeiro) e Eliezer Lewin (Rodenstock)

O óptico e colunista da VIEW, Eric Gozlan, apresentou a Life 4D no roadshow que a Rodenstock promoveu em oito capitais

São Paulo: 00, 12 de agosto

Marcelo Schichvarger (A Oculista, São Paulo) e Mario Dotti

14

VIEW 143

setembro:outubro 2014

Jacques Redinger e Eliezer Lewin (Rodenstock), Eric Gozlan e Mario Dotti (Rodenstock)


CARRERA 85/S

CARRERAWORLD.COM


aconteceu

o que anda acontecendo por esse mundo afora

A convenção da Carol Com o tema Brasileira por natureza, a Óticas Carol promoveu de 21 a 24 de agosto a 6ª edição de sua convenção, que reuniu 1 mil convidados entre franqueados, funcionários e fornecedores no Clubmed Rio das Pedras, em Mangaratiba, litoral fluminense, imediatamente após a Sunglasses Business Point. Entre os destaques, as palestras do excapitão do carioca Batalhão de operações especiais (Bope) e um dos consultores do filme Tropa de elite, Paulo Storani, e do consultor e mágico Clóvis Tavares, ambas focadas em planejamento, eficiência e resultado; a presença do novo “rosto” da rede nas campanhas de marketing, a top Carol Ribeiro; e o show de encerramento com Jorge Ben Jor. Com 700 pontos de venda espalhados pelo Brasil, a Carol lançou nesta edição da convenção o Conselho consultivo de franqueados, formado por representantes de todas as regiões do país que, por meio de reuniões bimestrais, participarão de comitês de trabalho que tratarão da estratégia, dos valores e do negócio para os próximos anos. O exfranqueado da Carol, Paulo Schofield, foi escolhido como o gestor da formação do conselho.

O gestor da formação do Conselho consultivo de franqueados, lançado durante o evento, Paulo Schofield

Os franqueados de Araras (interior de São Paulo), Evandro e Cristiane Piccart, recebem homenagem pelos 11 anos de parceria da top Carol Ribeiro e do presidente Ronaldo Pereira durante a festa de encerramento

16

VIEW 143

setembro:outubro 2014

O astro Jorge Ben Jor encerra a convenção 2014 da Carol

Palestrante 1: o ex-Bope e consultor Paulo Storani

Palestrante 2: o consultor e mágico Clóvis Tavares

O presidente da rede, Ronaldo Pereira


aconteceu

o que anda acontecendo por esse mundo afora

Disruptive by Design versão Brasil A Casa das Caldeiras, construída na década de 20 para abrigar as caldeiras vindas da Europa destinadas a produzir energia para as indústrias do Conde Francisco Matarazzo e agora patrimônio da cidade de São Paulo, sediou em 21 de agosto a noite Disruptive by Design, festa promovida pela Oakley para lançar no Brasil sua plataforma global de comunicação. Em tradução livre, “Disruptive by design” significa “a ruptura pelo design” - veja na VIEW 139, em Foco, a apresentação do conceito. O skatista Otávio Neto

O surfista Danilo Costa

O skatista Bob Burnquist

O atleta de wakeboard Marcelo Giardi, o Marreco

Sabrina Sato visita Óticas Boris Após se tornar, no final do ano passado, o rosto da recémlançada It! (marca comercializada pela Golden Vision), a apresentadora Sabrina Sato fez a sua primeira aparição em uma rede de ópticas. O destino dessa estreia foi a capital cearense, mais precisamente, a loja da Ótica Boris situada no North Shopping Fortaleza, em 7 de agosto.

Aline Vieira (Óticas Boris Aldeota), Sumaia Leite (Golden Vision), a apresentadora e rosto da It! Sabrina Sato, Bruno Santilli (Golden Vision), José Airton Ponte, o Boris, com seus netos Bruno e Airton Araújo (Óticas Boris)

18

VIEW 143

setembro:outubro 2014

Aline Vieira (Óticas Boris Aldeota), Bruno Santilli e Sumaia Leite (Golden Vision), Luana Magalhães e Vicente Coelho (Ipsilon Comunicação), Sabrina Sato, Carlos Eduardo Paiva (Ipsilon Comunicação), José Airton Ponte e Aline Sousa (Óticas Boris)

www.revistaview.com.br


Pedro Barros em ação no QG da Evoke

Sessão especial na Evoke A Evoke promoveu mais uma noite de rock e skate em seu quartel-general, no bairro da Vila Madalena, zona oeste de São Paulo, em 27 de agosto, com os membros do coletivo artístico RTMF, que tem sede em Florianópolis, reúne músicos, esportistas, fotógrafos, videomakers, empresários e a banda Pistol Division que tem como membro mais conhecido o campeão mundial de skate Pedro Barros. O vocalista do CPM22, Fernando Badaui, também marcou presença.

Divulgação

O skatista Pedro Barros e Fernando Badaui (CPM22)


especial

tudo sobre a feira de Angra

A feira da retomada Texto e fotos Andrea Tavares

Até o mais otimista dos habitantes da Terra Brasilis tinha em mente que 2014 seria, no mínimo, um ano delicado. Afinal, 64 anos depois o país voltaria a sediar uma Copa do Mundo, evento mais que desejado para uma nação que se proclama a “Pátria de Chuteiras”. A data foi se aproximando e a euforia não era geral. Nas redes sociais, reinavam hashtags como “#ImaginaNaCopa” e “#NãoVaiTerCopa”. Para muitos, não era o momento mais oportuno de todos, já que o país necessitava de avanços e investimentos em saúde, educação, segurança e mobilidade pública em vez de bilhões destinados à construção de estádios e obras de infraestrutura para fazer as cidades-sede funcionarem minimamente em dias de jogos. O mau humor era tanto que manifestar-se como torcedor fervoroso e entusiasta do campeonato mundial não pegava bem em várias rodas - boa parte da população só entrou no clima lá pela segunda semana do torneio, o que surpreendeu até os turistas estrangeiros, que há dias faziam festa no Brasil.

Números “do contra” - O fato é que, festejos e protestos à parte, essa energia “do contra” repercutiu na economia. Vários segmentos deram uma rateada. O mercado varejista, de forma geral,

22

VIEW 143

setembro:outubro 2014

De 17 a 21 de agosto, a Excalibur & Savaget promoveu a versão 2014 da Sunglasses Business Point, a feira de óptica que tem como sede o Clubmed Rio das Pedras, em Mangaratiba, Rio de Janeiro. Nesta sétima edição do evento, os destaques ficaram com a adesão da Luxottica ao rol de expositores e do momento de retomada do mercado após um primeiro semestre considerado fraco em termos de vendas, creditado, em parte, à realização da Copa do Mundo no Brasil.

www.revistaview.com.br


tudo sobre a feira de Angra

Hora de voltar aos eixos -

especial

Anderson & Emerson: a dupla animou duas noites da feira com hits sertanejos e do rock Brasil dos anos 80

Bodas de prata: Luis Felipe Bonilha brinda com os convidados da Sunglasses Business Point os 25 anos da Excalibur & Savaget

www.revistaview.com.br

setembro:outubro 2014

23


especial As 120 horas de óptica - O modelo de imersão total em um lugar privilegiado em termos de belezas naturais, longe das atribulações do dia-a-dia, é algo que agrada e faz sucesso. São as 120 horas ininterruptas de óptica mais bem-sucedidas do ano: as manhãs e o início da tarde ficam livres para curtir a praia e a piscina e todas as atrações do resort, que conta com time de monitores que na linguagem do local são conhecidos pela sigla “GO”, isto é, gentis organizadores. A feira ocorre das 14h às 21h e a programação noturna também é intensa. Tudo isso faz da Sunglasses Business Point o evento mais forte quando o assunto é relacionamento, aliás uma marca registrada da óptica brasileira. Entre as atrações deste ano, houve show com o comediante do programa de tevê A praça é nossa, Paulinho Gogó, na primeira noite de feira. As duas outras noites foram prato cheio para os amantes de música sertaneja, com shows da dupla Anderson & Emerson. A noite de despedida foi marcada pela comemoração de 25 anos de existência da Excalibur & Savaget com direito a brinde e a uma bela queima de fogos. A edição de 2015 já tem data marcada: 16 a 20 de agosto.

Os expositores da Ajorsul Fair Mercoóptica ARK Brazilian Lab Brevil Essilor Euroclass Fenícia GO Golden Vision Italia Independent JR Adamver Kristal Lenço Mágico Luxottica Magnum Marchon Master Glasses

24

VIEW 143

setembro:outubro 2014

Mello Optisol Optitex Optview Oslo Óticas Carol Proóptica RBO Safilo Silhouette Stepper Tecnobrasil Vanin Wilvale De Rigo ZHC

www.revistaview.com.br


especial

tudo sobre a feira de Angra

Gabriel Sasaki, Rui Lima e Naize Guerreiro (Safilo)

Marcelo Pacheco e Léo Souza (Marchon)

     Valter Tomazzoni e Juarez Rezena (JR Adamver)

Daniel Costa, Carla Adami, Thyrso De Filippis e Valcir Guimarães (Italia Independent)

Marcio Tacuchian, Alvaro Lahm, Karina Araújo e Paulo Morozini (Luxottica)

Laís Valverde (Master Glasses) e Fátima Ponte (Ótica Boris, Fortaleza)

Saskia Stepper (Stepper) entre Cesar e Ricardo Tavano (Stepper Brasil)

Gustavo Martins e Fabiano Moraru (Brazilian Lab)

Carlos Rangel, Shalon Brito, Antonio Araújo e Maurício Borges (Essilor)

Bento Alcoforado (Abióptica), Rui Lima (Safilo), Alvaro Lahm (Luxottica) e Edy Titelbaum (Optitex)

26

VIEW 143

setembro:outubro 2014

www.revistaview.com.br


— Jonathan Siegrist

STRAY FROM THE BEATEN PATH the coleburn

smithoptics.com


especial

tudo sobre a feira de Angra Celso Ribeiro, Joyci Lin, Alessandro Ribeiro, Eliane Gonçales, Leonardo Riekstins, Fábio Monzillo e Sandro Adamo (GO)

Celso Ideriha e Carola Nasser (Fenícia) com Marcelo Dias (Morel)

 Kako Breternitz e Adolfo Breternitz (Brevil Design)

Renata Gromatzky, Romeu Chiappetta, Sumaia Leite, Bruno Santilli e Mariana Miné (Golden Vision)

Luiz Pissutto, Fernando Ribeiro, Osvaldo Schultz, Abud Marchand e Eduardo Sbegen (Silhouette)

Ricardo Oscar, Ana Garcia, Gislene Oliveira e Rodrigo Moreira (Mello)

Diego Baptista e Raquel Pirola (Óticas Carol, São Paulo)

Henry Costa, Fabio Canova, Rodrigo Fonseca, Wellington Borges, Leonel Gentil, Wilson Escudeiro, Fernando Onça e Alexandre Chaves (Wilvale De Rigo)

Leopoldo Guimarães e Laís Valverde (Master Glasses) com Paulo Pistoresi (Ótica Bruno, São Paulo)

A equipe da Magnum

28

VIEW 143

setembro:outubro 2014

Ricali Rodrigues (Óticas Carol, Juiz de Fora) entre Roberto e Bernardo Katz (ARK)


LENTES PROGRESSIVAS INSPIRADAS EM VOCÊ

w w w. l e n t e s - h o y a . c o m . b r

 SAC 0800 727 9520


especial

um aperitivo do design óptico no Silmo 2014

O pre-VIEW do Silmo Texto Andrea Tavares

A VIEW antecipa alguns dos lançamentos dos designers ópticos no salão francês e traz alguns dos destaques desse grupo de profissionais que é capaz de gerar verdadeiras revoluções nos óculos.

Fotos Divulgação

Aqui na redação, as semanas que antecedem as grandes feiras internacionais de óptica são ricas em novidades: pelos e-mails enviados por vários expositores, já dá para ter uma ideia das tendências e das “visionarices” que serão exibidas no evento. Para esta edição do salão francês Silmo, a gente selecionou um pequeno aperitivo das criações de design óptico que serão apresentadas por lá. Parte integrante do trabalho da VIEW é observar e seguir - muitas vezes, silenciosamente - o design óptico na sua raiz, pesquisando o que foi feito no passado e acompanhando o que está sendo feito de mais novo. Toda essa “contemplação” gera um repertório e tanto para entender os caminhos do mercado e manter sempre o olhar limpo para receber as novidades que chegam com frequência. O ato de se encantar com o design de uma armação de receituário ou de um modelo solar passa certamente pelo fato de que, em algum momento, algum designer óptico criou uma forma diferente de

fixar as hastes à armação, desenvolveu uma forma original de desenho das lentes, teve a sacada de resgatar chapas de acetato de cores ou estampas muito originais do passado e por aí vai. A questão é que se em algum momento da vida esse designer óptico não tivesse tido essa visão e criado algo diferente, provavelmente não seria possível se deixar deslumbrar por algum detalhe especial em uma armação de grife ou de uma marca poderosa. O que os designers ópticos fazem hoje e, em geral, se aplica a uma produção limitada de caráter praticamente artesanal - daqui a dois ou três anos estará sendo aplicado em larga escala em várias coleções, porque as grandes corporações já tiveram tempo suficiente para viabilizar tecnológica e comercialmente essa inovação, mesmo que para isso seja preciso adaptá-la ou torná-la mais palatável ao gosto do grande público.

ill.i Optics modelo WA500S01

ill.i Optics Apesar de ser uma grande corporação, a italiana Allison investiu pesado no design óptico com o lançamento da ill.i Optics, a coleção de ninguém menos que o rapper e produtor norte-americano Will.i.am, integrante do Black Eyed Peas, em parceria com o amigo de longa data, o designer George Gorrow.

ill.i Optics modelo WA507V06

ill.i Optics modelo WA505S02 ill.i Optics modelo WA501V05

30

VIEW 143

setembro:outubro 2014

www.revistaview.com.br


ic! berlin modelo Divine electric light olive

ic! berlin modelo Awesome rose gold cassis

ic! berlin modelo Playful graphite

ic! berlin

Kirk & Kirk modelo Curie V3F

Kirk & Kirk

Kirk & Kirk Gilbert V5H

A dupla britânica Jason e Karen Kirk está de volta ao mercado com novo fôlego, comandando agora a Kirk & Kirk e estreando em alto estilo. A linha de receituário, intitulada “Vivarium”, é inspirada na obsessão da era vitoriana pela ciência e a natureza daí cada um dos oito modelos ter recebido o nome de cientistas célebres da época. Estilos produzidos em acetato metalizado levemente fosco decorados com delicados pins de animais feitos de prata de lei 925 ou ouro 9 quilates.

Kirk & Kirk Fleming V2

Mykita modelo Palm Angels

Mykita A grife de design óptico alemã que é uma das queridinhas do momento antecipa um de seus lançamentos: a série Palm Angels, inspirada no livro de mesmo nome que é ícone da cena skatista de Los Angeles feito pelo fotógrafo e diretor de arte italiano Francesco Ragazzi. O Calypso, modelo solar preto de lentes espelhadas douradas, vem acompanhado de uma edição especial do livro autografada por Ragazzi, que ganhará tarde de autógrafos (16h às 18h) na lojaconceito mais famosa de Paris, a Colette, em 27 de setembro, o segundo dia da feira.

www.revistaview.com.br

O público feminino é o alvo da marca alemã de design óptico, que lança oito modelos de receituário de metal com as charneiras que são uma de suas marcas registradas e a proposta de apresentar “pretinhos básicos” para o rosto, com inspiração nas décadas de 50 e 60.

Theo modelo Mille 13-24 m

Theo A marca belga que já é responsável por criações antológicas na trajetória do design óptico aposta no acetato robusto e trabalhado na padronagem em um novo modelo de receituário da série Mille, dedicada à geração dos Millenials, também conhecida como Geração Y, nascida entre 1980 e 1996.

setembro:outubro 2014

VIEW 143

31


a óptica no mundo

um giro pelo universo da óptica

Hal Holding GrandVision na bolsa O fundo de investimentos Hal Holding NV, mais conhecido como Hal, com sedes em Mônaco e no paraíso fiscal caribenho de Curaçau (ilha nas antilhas holandesas) anunciou que está preparando a oferta pública inicial da sua operação de varejo sediada na Holanda, a GrandVision B.V., que fechou 2013 com mais de 4,9 mil lojas próprias, franqueadas e associadas em 41 países da Europa, da Ásia, do Oriente Médio e da América Latina - inclusive no Brasil com a Fototica, atualmente com cerca de 120 pontos de venda. A Hal planeja vender de 20% a 25% das ações da GrandVision, na melhor das hipóteses, no final de novembro. As ações serão listadas no braço de Amsterdã da NYSE Euronext, o grupo de bolsas de valores com representações nos Estados Unidos e em vários países da Europa, dependendo, entre outros fatores, das condições nos mercados financeiros. A GrandVision teve receita de € 2,8 bilhões em 2013 e lucro operacional de € 248 milhões e é o resultado da fusão da Pearle Europe B.V. e da GrandVision S.A. em janeiro de 2011, ambas de propriedade da Hal Holding, a fim de formar a nova empresa, denominada “GrandVision B.V.”. A Hal entrou na óptica em 1996. A Pearle Europe B.V. nasceu em novembro do mesmo ano com a aquisição da Pearle Netherlands, parte da Pearle Vision Inc., com sede nos Estados Unidos. Adquirindo fortes varejistas locais, desde então a Pearle Europe Group entrou em novos mercados quase todos os anos. Já a GrandVision S.A. foi fundada em 1989 na França pela dupla de empresários visionários Daniel Abittan e Michael Likierman, que criou a rede GrandOptical e, no decorrer dos anos 90, continuou a introduzir novas marcas como Solaris, Générale d’Optique e VisionExpress, e no primeiro semestre de 2004 vendeu o negócio para o fundo holandês.

Essilor International Mudanças no comando No final de agosto, a Essilor International anunciou que o executivo John Carrier, presidente da Essilor of America, foi designado como COO (do inglês, “Chief Operating Officer”, sigla que denomina o cargo de diretor executivo de operações) da Essilor International ao lado dos executivos Paul du Saillant e Laurent Vacherot que, por longo tempo, têm atuado como co-COOs. Carrier, que esteve à frente da Essilor of America nos últimos sete anos, permanecerá como CEO (do inglês, "Chief Executive Officer", sigla que denomina o cargo de diretor executivo) do braço norte-americano da corporação francesa. Em sua nova função, continuará baseado em Dallas, estado norte-americano do Texas, e será responsável, globalmente, pelas áreas de pesquisa e desenvolvimento, marketing estratégico, propriedade intelectual e negócios de internet da Essilor. O executivo da Essilor de longa data, Eric Leonard, que mais recentemente atuava como presidente da Essilor para a Europa, foi nomeado presidente da Essilor of America. Tanto Carrier quanto Leonard são executivos da Essilor de longa data. O primeiro passou seus primeiros anos na área de logística e distribuição nos Estados Unidos e na França. Mais tarde, tornou-se gerente geral da subsidiária suíça da Essilor. Em 1996, retornou a matriz para assumir o comando do marketing estratégico. Dois anos depois, passou a vice-presidente de marketing da Essilor of America e, em 2003, foi promovido a presidente da Essilor Laboratories of America e nomeado presidente e CEO da Essilor of America em janeiro de 2007. Já Leonard, com formação em engenharia, começou sua carreira na Essilor International em 2002 como Chief Sourcing Officer. Em 2004 e 2005, atuou como diretor-executivo da Transitions Optical e de 2005 a 2010, como gerente geral da Essilor França, quando foi nomeado como presidente da Essilor Europa.

Fonte: V-Mail, o informativo virtual do Vision Monday, publicação da Jobson Publishing.

32

VIEW 143

setembro:outubro 2014

www.revistaview.com.br


a óptica no mundo

um giro pelo universo da óptica

Safilo e Kering Novo jeito de fazer negócios A Safilo e o conglomerado francês de luxo, moda e produtos esportivos Kering (até março de 2013 conhecido como PPR, sigla para “Pinault-Printemps-Redoute”) anunciaram, nos primeiros dias de setembro, mudanças no acordo de licença da Gucci diante da decisão do Kering de internalizar a maior parte de sua operação de óculos. Tal alteração pode inaugurar uma nova era no negócio de concessão de licenças para o design, a fabricação e a distribuição de coleções de óculos de grifes e marcas. Como parte desse movimento estratégico, Kering e Safilo decidiram evoluir sua parceria estabelecida há mais de duas décadas. Para começar, concordaram em rescindir o contrato atual de licenciamento da Gucci dois anos antes, isto é, em 31 de dezembro de 2016. Em compensação, o Kering pagará € 90 milhões a Safilo divididos em três parcelas entre 2014 e 2018. A fim de se beneficiar da experiência e da capacidade de produção da Safilo, as duas partes colocarão em prática uma parceria estratégica de produto por quatro anos, com início em janeiro de 2017 e renovável mediante decisão mútua que abrange o desenvolvimento, a fabricação e o fornecimento de óculos Gucci by Safilo, e está sujeita à assinatura de acordos de longa duração até o final do ano. A operação de óculos das marcas que integram o conglomerado está avaliada € 350 milhões, o que o faz um dos cinco maiores no setor. Onze marcas do Kering atuam na categoria eyewear, nove das quais são gerenciadas por meio de contratos de licença com cinco parceiros diferentes e geram royalties (do inglês, termo que define a porcentagem das vendas paga a uma empresa pelo licenciamento de uma marca) consolidados de aproximadamente € 50 milhões. A fim de maximizar o potencial de seu portfólio de marcas, o Kering está formatando um novo modelo de negócio, por meio do qual controlará totalmente sua operação de óculos, desde a concepção até o desenvolvimento de produtos e a distribuição e do branding (do inglês, “gestão de marca”) e do marketing às vendas. Todas as marcas terão seus processos conduzidos de forma independente sob a liderança de seus respectivos diretores cria-

tivos. No entanto, o Kering está fundando uma divisão exclusivamente especializada em óculos sob a direção do executivo italiano Roberto Vedovotto, CEO da Kering Eyewear e CEO da Safilo por mais de uma década. Vedovotto e sua equipe serão co-acionistas nessa nova divisão, que controlará a concepção, o desenvolvimento de produtos e a força de vendas, bem como a supervisão total dos fornecedores industriais externos e do aprimoramento da distribuição em todos os canais com foco específico nas marcas operadas pelo Kering. Segundo Vedovotto, “óculos representam uma categoria estratégica para o conglomerado. Por meio desse projeto inovador, o Kering tem por objetivo fazer cada marca cumprir seu pleno potencial de crescimento nesse segmento de negócio, aproveitando o apelo único de cada uma delas”. O Kering está entre os maiores conglomerados de grifes de luxo, moda, esporte e estilo de vida. Tem em seu portfólio as marcas Gucci, Bottega Veneta, Saint Laurent, Alexander McQueen, Balenciaga, Brioni, Christopher Kane, McQ, Stella McCartney, Tomas Maier, Sergio Rossi, Boucheron, Dodo, Girard-Perregaux, JeanRichard, Pomellato, Qeelin, Puma, Volcom, Cobra, Electric e Tretorn. Está presente em mais de 120 países, com receita de € 9,7 bilhões e 35 mil funcionários em 2013. Alguns dias depois, um porta-voz do Kering conversou com o VMail, publicação virtual da Jobson Publishing, sobre os planos para as demais licenças de óculos. A informação é que o conglomerado está “conversando com as empresas licenciadas sobre o momento adequado para internalizar cada uma de suas marcas”, o que ocorrerá em conformidade com os termos de suas licenças atuais, aguardando o encerramento de cada uma delas. Além disso, a nova divisão será implantada no decorrer de 2015 e a previsão da internalização das primeiras licenças em janeiro do ano seguinte, prazo que coincidirá com a expiração de alguns dos acordos com as corporações de óptica. Fonte: V-Mail, o informativo virtual do Vision Monday, publicação da Jobson Publishing.

Compartilhe . Curta . Siga . Interaja . Informe-se . Aprenda

A face digital da VIEW /revistaview

@revistaview

www.revistaview.com.br


a óptica no mundo

um giro pelo universo da óptica

Luxottica Chega ao fim a era Andrea Guerra Os rumores que circularam no final de agosto sobre a saída do CEO (do inglês, "Chief Executive Officer", sigla que denomina o cargo de diretor executivo) da Luxottica, Andrea Guerra, após uma década à frente da corporação italiana, se confirmaram em 1º de setembro. Hoje com 49 anos, Guerra foi o primeiro CEO profissional da Luxottica e mais que dobrou a receita da maior corporação de óptica do planeta, fechando 2013 com € 7,3 bilhões e produção de mais de 77 milhões de peças. O executivo expandiu as operações globalmente e comandou uma série de aquisições, incluindo a compra da Oakley em 2007 e da indústria brasileira Tecnol em 2011. Aos 80 anos, Leonardo Del Vecchio é considerado uma figura quase mitológica no universo italiano dos negócios. Fundou a Luxottica em 1961 e é o segundo homem mais rico do país com fortuna avaliada em € 20 bilhões. Em 2004, contratou Andrea Guerra, que vinha de outra empresa famíliar, a Indesit (fabricante de produtos de linha branca), para substituí-lo na função de CEO, raro exemplo na Itália de um patriarca delegando um cargo de liderança dos negócios já na primeira geração. Imediatamente após a confirmação da saída de Guerra, a Luxottica anunciou uma nova estrutura de comando baseado no modelo de co-CEOs, isto é, uma dupla de diretores executivos, um com foco nos mercados e outro dedicado às funções corporativas. De acordo com a empresa, “a evolução para a liderança de co-CEOs com responsabilidades distintas e complementares irá garantir uma gestão mais forte do grupo, que tem aumentado rapidamente seu tamanho, sua complexidade e sua presença global nos últimos anos”. O atual gerente geral e CFO (do inglês, sigla para “Chief financial officer”, isto é, diretor financeiro), Enrico Cavatorta, foi apontado como o CEO responsável pelas funções corporativas e também ocupará interinamente a segunda função, até a chegada do novo executivo. Cavatorta, atualmente com 53 anos, começou na Luxottica em 1999, tornando-se diretor quatro anos mais tarde. Antes, trabalhou em empresas como Piaggio & C, McKinsey & Co. e Procter & Gamble. De acordo com a declaração oficial da empresa, Andrea Guerra deixa o posto de CEO após debates com o presidente Leonardo Del Vecchio sobre a estratégia e a direção futura da corporação, depois de uma década de consolidação e crescimento organizacional. “Demonstrando grande energia, paixão e profissiona-

lismo, Guerra contribuiu para reforçar a presença do grupo e suas marcas no mercado, com excelentes resultados.” Em conferência com analistas financeiros após o anúncio do novo modelo de comando de co-CEOs, Enrico Cavatorta reiterou que a Luxottica não está mudando sua estratégia. “A meta é continuar aumentando a distribuição no atacado e no varejo. No atacado, há mais oportunidades em alguns mercados, como o Sudeste Asiático. Já no varejo, a empresa confirma o interesse de expandir mundialmente o negócio de óculos solares e ampliar a presença do varejo de óptica nos mercados emergentes”. Em entrevista concedida ao jornal britânico de negócios Financial Times, Del Vecchio revelou que tem em mente novas aquisições e planeja uma receita que supere os € 14 bilhões nos próximos dez anos. E, bem humorado, comentou: “as pessoas jovens como eu, quase todas usam óculos solares. E essa tendência vai aumentar da mesma forma que o total de pessoas jovens como eu também aumentará” O Financial Times também revela que a Luxottica cogitou uma aliança com a corporação francesa Essilor dois anos atrás. Del Vecchio, que detém 66% das ações da empresa, disse que, no final, decidiu que não era um bom negócio, porque, para fazer o negócio funcionar, teria de diluir sua participação acionária. “É claro que eu não podia aceitar isso”, declarou. O segundo co-CEO assumirá até o final do ano e provavelmente ficará baseado nos Estados Unidos. Cavatorta explicou que o co-CEO com foco em mercados será responsável por vendas, marketing e marcas no atacado e pelo varejo óptico e de solares, além da emergente área de e-commerce.

Fonte: V-Mail, o informativo virtual do Vision Monday, publicação da Jobson Publishing.

36

VIEW 143

setembro:outubro 2014

www.revistaview.com.br


hall of

gente famosa e seus óculos

Frames

Celebridades que desfilam seus óculos diante dos flashes Fotos J. Egberto

O promoter Amim Khader vai na crista da onda com um aviador de lentes espelhadas

A atriz Rosamaria Murtinho faz o estilo casual com um clássico Ray-Ban de linhas redondas

38

VIEW 143

setembro:outubro 2014

O cineasta José Padilha, diretor de filmes como Tropa de Elite e Robocop, também é adepto dos óculos solares redondinhos

O cantor Paulinho, vocalista da banda Roupa Nova, faz o estilo tradicional no quesito óculos com a armação semiflutuante de metal dourado


A atriz Angela Vieira escolhe um charmoso solar de estilo Wayfarer preto de lentes dégradés O humorista e apresentador Sérgio Mallandro fecha com o estilo clássico o Ray-Ban redondinho

Um aviador de frontal quadrado e aros prateados é a escolha do ator norte-americano Michael Keaton

A atriz Úrsula Corona emoldura seu rosto com um aviador estilizado de acetato bicolor

www.revistaview.com.br

Pretinho básico na camiseta e no rosto da atriz Patrícia de Sabrit com um solar de acetato preto

setembro:outubro 2014

VIEW 143

39


tecnologia com Eric Gozlan

eric gozlan

espaço do eric

O ajuste fino

SENTELLO Dollarphoto

o óptico francês está estabelecido em Curitiba com a óptica Eric Gozlan Lunettes

Em sua volta às páginas da VIEW, o colunista Eric Gozlan trata de uma etapa importantíssima do atendimento na óptica: o ajuste fino no momento de entregar os óculos ao cliente. São valiosos dez minutos a fim de garantir a visão perfeita e a consequente satisfação do cliente.

A entrega dos óculos é um dos momentoschave do atendimento na óptica. Não dá para pensar que, pelo simples fato de o cliente já ter pago os óculos, que se deve desprezar essa etapa. Pelo contrário: é na entrega que o cliente pode reclamar e ficar insatisfeito com a compra por não estar enxergando bem ou sentindo desconforto com os óculos novos. A entrega dos óculos é a última oportunidade de contato com o cliente até a próxima compra. Assim, é preciso dar o melhor de si nesse momento a fim de que o consumidor fique com uma boa imagem do atendimento e da óptica, mas, sobretudo, que saia satisfeito com a compra. Por isso, a entrega se torna tão importante quanto a recepção do cliente: o consumidor tem de se sentir bem acolhido tanto na compra quanto na entrega dos óculos. A venda, aparentemente concluída, continua nesse momento. Recomendo que o mesmo consultor que realizou a venda faça a entrega com o objetivo de oferecer um atendimento de fato personalizado e de confiança. Antes da entrega, os óculos devem ser conferidos e pré-ajustados de forma a ficarem simétricos. Nada de entregar armações tortas, com lentes sujas e sem verificar o grau antes. Também é preciso checar se os parafusos estão suficientemente firmes. 40

VIEW 143

setembro:outubro 2014

O próximo passo é ajustar os óculos no rosto do cliente. Vale lembrar que não existem óculos, saindo do laboratório, perfeitamente ajustados ao rosto do cliente. Para cada entrega, será necessário realizar um ajuste fino. Todo tempo empregado no ajuste é importante, pois o cliente deve sair da loja com os óculos impecáveis. Outra dica é explicar-lhe o passo-a-passo: o porquê de curvar ponteiras, abrir plaquetas etc., além de usar e mostrar os alicates. E os instrumentos para realizar os ajustes devem estar à mostra, porque o cliente gosta de ver esse trabalho manual. Todo cuidado é pouco a fim de evitar que o cliente telefone ou apareça na loja no dia seguinte reclamando que os óculos estão machucando ou caindo a toda hora. Contrariado, o cliente mais simpático do mundo poderá se transformar no pior cliente insatisfeito... Para concluir o ajuste fino, deve-se verificar se os óculos estão estáveis e firmes no rosto e se a visão está perfeita. Boas vendas! positivo, operante! Quer conversar sobre esses e outros assuntos técnicos com Eric Gozlan? Faça contato espacodoeric@revistaview.com.br Rua Cônego Eugênio Leite 920 São Paulo/SP 05414-001 www.revistaview.com.br


dicas & estratégias

desempenho profissional em jogo

A visão financeira O acompanhamento e a compreensão dos resultados financeiros podem melhorar o desempenho dos negócios e gerar mais lucros. É o que explica o professor do Provar, Marcos Piellusch, em mais um artigo fruto da parceria entre a VIEW e a renomada instituição educacional de varejo. Texto Marcos Piellusch Ilustração Mauro Nakata

Fazer a gestão financeira do negócio é um grande desafio no dia a dia de um empresário. Diante de tantas prioridades, o controle e o planejamento financeiro podem parecer questões menos importantes ou muito difíceis. Além disso, a quantidade de métricas e indicadores pode trazer mais dúvidas que respostas. Que medida usar? O que é mais importante? Como saber se os negócios estão indo bem? Meu objetivo é esclarecer essas dúvidas, orientando sobre a importância do planejamento e o acompanhamento dos resultados.

Rentabilidade, segredo do negócio - A primeira questão é saber se as coisas vão bem. Qual é a medida que resume todas as outras e mostra a saúde do negócio? A rentabilidade do patrimônio do acionista. O nome parece difícil, mas é a mesma medida usada quando se pensa, por exemplo, em uma aplicação financeira. A rentabilidade do patrimônio mede o ganho a cada período em relação ao capital investido. Para calculá-la, basta dividir o lucro obtido a cada período (mês ou ano) pelo total do investimento feito pelos sócios. Isto é, se o lucro ao mês é de R$ 10 mil para R$ 100 mil investidos, então, a rentabilidade é de 10% ao mês. Para saber se a rentabilidade está satisfatória, basta compará-la com uma aplicação financeira, como caderneta de poupança ou aplicação em renda fixa, que, atualmente, rendem entre 0,5% e 1% ao mês. Em contrapartida, parece injusto comparar o rendimento de uma aplicação financeira, que se obtém sem esforço, a um negócio que requer co42

VIEW 143

setembro:outubro 2014


nhecimento, dedicação e gestão. Portanto, a rentabilidade do patrimônio do acionista deve ser bem maior que 1%. E se não for? É necessário verificar o que está errado. Para esse diagnóstico, é importante entender como a rentabilidade é formada. Um negócio pode ser rentável de duas formas: ganhar muito a cada venda ou então vender muito. Essas são as traduções para margem e giro elevados, respectivamente. A margem mede o lucro em relação às vendas. Se a empresa vende R$ 50 mil e o lucro é de R$ 10 mil, então a margem é de 20%. Já o giro é uma medida de eficiência, que verifica se a empresa vende o bastante em relação ao investimento total realizado. Se o investimento total é de R$ 100 mil e as vendas são de R$ 50 mil, então a empresa gira 50% do seu investimento ao mês, ou seja, gira seu investimento total em dois meses. O esquema a seguir demonstra as fórmulas e a relação entre margem, giro e rentabilidade.

Giro: mede a eficiência da empresa ao usar o investimento para vender Giro =

Vendas Investimento total

Margem: mede a lucratividade em relação às vendas

Rentabilidade do patrimônio: mede o ganho em relação ao capital investido, que deve superar o ganho em uma aplicação financeira” Rentabilidade = Lucro Investimento total

Margem = Lucro Vendas

Diagnóstico e solução - Se o giro anda caindo, o problema pode ser redução ou estagnação das vendas, combinado ao investimento muito alto - em estoque, por exemplo. Ter estoque é bom, mas é importante fazê-lo girar. Caso contrário, significa investimento parado sem gerar rentabilidade para o empresário. É importante conhecer os produtos que levam mais tempo para vender e regularmente fazer promoções a fim de que girem mais rapidamente. Já a margem pode cair por diversas causas. Uma delas é a redução da margem comercial, que consiste na diferença entre o custo do produto e o preço de venda. Outra causa pode ser o consumo da margem comercial pelas despesas fixas, como salários, aluguel etc. A valorização imobiliária e o salário mínimo reajustado anualmente têm


dicas & estratégias

desempenho profissional em jogo

sido despesas cada vez mais pesadas para o empresário. O que fazer quando a margem cai? Uma opção seria aumentar os preços. Porém, nem sempre é a escolha mais acertada, pois, com a concorrência cada vez maior, ter preços maiores pode significar perder mercado, diminuindo o volume de vendas. O que fazer? A resposta pode ser tentar aumentar o giro, fazendo uma melhor gestão do estoque. Além dos estoques, há a carteira de recebíveis, que são os valores a receber dos clientes. Esse é outro investimento que requer atenção do empresário. Sim, trata-se de um investimento, pois quando se dá prazo para o cliente, o empresário está assumindo que só receberá o valor dentro de 30 dias, 60 dias ou mais, dependendo da forma de pagamento. E o dinheiro gasto com produtos ou serviços sai do caixa da empresa e só retorna quando o cliente pagar. Comercialmente, isso pode ser bom, mas é um investimento que pode comprometer a saúde financeira da empresa. Em momentos de aperto, é comum recorrer aos descontos bancários. Porém, as taxas praticadas são altas, chegando a 2% ou 3% ao mês. Isso reduz mais ainda a margem e, certamente, vai reduzir a rentabilidade. Mas o pior ainda está por vir, porque uma vez recorrendo ao desconto, o valor que seria recebido no mês seguinte não será mais, já que foi descontado no banco. E, para cobrir o “buraco”, o empresário terá de recorrer novamente ao desconto e assim sucessivamente. Uma solução pode ser oferecer descontos para pagamentos à vista, deixando de sofrer as cobranças de taxas bancárias. Mas isso não basta: é necessário compreender o movimento da empresa e realizar o planejamento financeiro, identificando os períodos em que se precisará de mais ou menos capital, para que não haja surpresas e se acabe recorrendo a mecanismos como o desconto de recebíveis ou até ao cheque especial. O acompanhamento desses poucos indicadores pode ajudar a entender como a empresa traz rentabilidade para os sócios, possibilitando, assim, planejar o crescimento da loja de forma mais saudável.

Mestre em administração de empresas pela Fundação Getúlio Vargas, Marcos Piellusch é professor de finanças nos cursos de MBA, pósgraduação e in-company do Laboratório de Finanças (Labfin) do Programa de Varejo (Provar) da Fundação Instituto de Administração (Fia) e coordenador dos cursos de pós-graduação de Operador de mercado financeiro, Engenharia financeira e Valuation – avaliação de empresas, fusões, aquisições e ações.

positivo, operante! Quer conversar mais com o professor Marcos Piellusch sobre franquia? Faça contato revistaview@revistaview.com.br Rua Cônego Eugênio Leite 920 São Paulo/SP 05414-001

44

VIEW 143

setembro:outubro 2014


A nova campanha de televisão das lentes de contato ACUVUE® já está no ar.

SAC 0800 728 8281 | saiba + em www.eudelente.com.br © Johnson & Johnson do Brasil Indústria E Comércio de Produtos Para Saúde Ltda - SETEMBRO/2014. Senofilcon A - 1ACUVUE® OASYS® com HYDRACLEAR® PLUS: Reg.ANVISA 80148620045, Narafilcon A - 111-DAY ACUVUE® TRUEYE® com HYDRACLEAR® 1: Reg.ANVISA 80148620065. VENDA SOB PRESCRIÇÃO MÉDICA REFRACIONAL. Johnson & Johnson Industrial Ltda. Rod. Pres. Dutra, Km 154 - S. J. dos Campos, SP. CNPJ: 59.748.988/000114. Resp. Téc.: Evelise S. Godoy – CRQ nº 04345341. Mais informações sobre cuidados de manutenção, advertências e indicação de uso do produto verifique o Guia de Instruções ao Usuário, acesse www.acuvue.com.br ou ligue para Central de Relacionamento com o Consumidor 0800 7274040.


Lembre-se 1 EM CADA 2 USUÁRIOS DE ÓCULOS CONSIDERA USAR LENTES DE CONTATO: SÃO 5 MILHÕES DE CLIENTES POTENCIAIS. REFORCE A GRADE DE LENTES DE CONTATO PARA APROVEITAR MELHOR ESTA OPORTUNIDADE.

ASSISTA, ATÉ 30/11, AO NOSSO COMERCIAL NA REDE GLOBO E NOS PRINCIPAIS CANAIS DE TV POR ASSINATURA.

DESCARTE DIÁRIO

DESCARTE A CADA 2 SEMANAS


Richard Vinic fala sobre varejo

AndrĂŠ Penteado

richard vinic

varejo & experiĂŞncia

Richard Vinic ĂŠ palestrante, consultor, professor e apaixonado pelo mundo das compras

      

precisaimos nove anos (mais Prezado leitor, nos últ ponsabitive o privilÊgio e a res mente, por 79 ediçþes) do esta cocom a VIEW, escreven lidade de contribuir oso universo ar o leitor para o maravilh luna. Procurei sensibiliz ao longo dos Desafios cada vez maiores do varejo e seus desafios. portamento tantes mudanças no com anos, aliås. Tratei das impor s do gestor expectativas, das habilidade do consumidor e de suas s, dentre outros temas. na liderança de suas equipe nas um tom de despedida, mas ape Sem a intenção de dar um você, leitor, confiança e à paciência que breve adeus, sou grato à algumas de ção quando compartilhei me concedeu em cada edi s. minhas reflexþes e crença para qualsuperação. Não Ê um jogo Varejo Ê emoção, desafio e pessoas e ter a feliz, Ê preciso gostar de quer um. Para ficar e ser idades são blemas e atender as necess vocação para solucionar pro . ingredientes fundamentais sinta imao cliente a fim de que se AlÊm disso, saber agradecer a compleplementa um pouco toda portante e volte sempre com tamente faão chamada varejo. E exa xidade dessa incrível operaç após tantas ferência, finalizo esta edição lando em agradecer a pre a gratidão de sua audiência com minh outras em que tive o prazer pela companhia. ê. Meu muito obrigado a voc

50

VIEW 143

setembro:outubro 2014

E volte sempre!


mondo fashion

a tradução do universo fashion

Um dos nomes mais elogiados das semanas de moda de Paris no momento, graças ao toque de Midas da designer britânica Phoebe Philo, a grife foi fundada pela elegante Madame Céline Vipiana em 1945 e marcou o estilo da mulher parisiense com peças coordenáveis e bolsas que são verdadeiros objetos de desejo.

modelo CL41050s 0zoz3

Céline Texto Graziela Canella Concepção Andrea Tavares

Luxo para crianças A marca criada pelo casal Richard e Céline Vipiana nasceu em Paris, em 1945, como uma loja de calçados infantis sob medida batizada de “Céline, le bottier pour enfants” (em francês, algo como “sapataria para crianças”). Enquanto o marido tocava os negócios, Madame Céline, como era chamada, cuidava do design de sapatos clássicos e luxuosos. Em 1948, já tinha mais três lojas pela França e calçava pequenos pés ilustres, como dos irmãos príncipes de Mônaco, Caroline e Albert Grimaldi, e começou a ganhar popularidade entre a classe alta do pós-guerra. Em 1950, os Vipianas contrataram o célebre ilustrador Raymond Peynet, conhecido por desenhos de casais apaixonados, para criar um logo de elefante vermelho. It-bag 1: Céline Classic Box

52

VIEW 143

setembro:outubro 2014

www.revistaview.com.br


It-bag 2: Céline Travel Tote

It-bag 3: Céline Phantom

It-bag 4: Céline Trapèze

Charrete: tradicional ícone da grife que surgiu da paixão de Richard Vipiana pelas corridas de cavalos

Flashback: anúncios antigos da Céline

Moda feminina Em 1959, a marca começou um processo de diversificação com o lançamento de uma linha de calçados femininos, que fez um grande sucesso por conta dos mocassins. Cinco anos depois, promoveu o lançamento da primeira fragrância feminina, Vent Fou. Em 1966, a empresa abriu a primeira fábrica de artigos de couro em Florença e logo apresentou a primeira linha de acessórios, que incluía bolsas, luvas, chapéus e lenços. Chegou a exportar várias peças para o Japão. No ano seguinte, inaugurou uma loja no clássico bairro parisiense Saint-Germain-des-Prés e lançou seu prêt-à-porter feminino, com roupas clássicas e elegantes. Fã de corridas de cavalos, nessa época Richard Vipiana encontrou, em um livro sobre arte publicitária, a imagem de charrete do século 19 que inspirou a criação do logotipo e ícone da Céline na época.

www.revistaview.com.br

setembro:outubro 2014

VIEW 143

53


mondo fashion

Nada de vestido: nos anos 70, o estilo Céline era combinar saias com blusas

Elegância atemporal Em 1969, a grife apareceu pela primeira vez nas páginas da revista Vogue, impulsionando ainda mais sua projeção nos anos 70. As francesas aderiram ao estilo esportivo e chique de Madame Céline, que descreveu suas roupas como “práticas e fáceis de cuidar”. Moderna e atenta às necessidades das mulheres, a designer criava saias e blusas leves, fáceis de levar na mala em viagens e combinar entre si, em uma época em que predominavam os vestidos. Em 1973, um problema no carro obrigou a estilista a parar em frente ao Arco do Triunfo, o que chamou sua atenção para os desenhos nas laterais do monumento foi essa a origem dos motivos de correntes, armaduras e outras padronagens similares que passaram a estampar as camisas, lenços e outras peças da Céline. O famoso monograma com a letra “C” havia sido introduzido dois anos antes, em 1971.

Peixe grande Em 1973, a grife chegou à boutique nova-iorquina Bloomingdale’s com um modelo de botas de couro e alguns anos depois a marca começou a abrir lojas próprias no exterior. Com produtos de alta qualidade, estilo e sucesso comercial, a Céline atraiu o interesse de empresários, o que levou o francês Bernard Arnault a propor a compra da marca, em 1987, por meio da Financière Agache, sua empresa de investimentos na época. Foi somente em 1996 que a gestão da Céline foi integrada ao maior conglomerado de marcas de luxo e moda do mundo, o LVMH, pela soma de US$ 540 milhões, e logo a família de fundadores foi afastada dos negócios. Céline Vipiana foi mantida na direção criativa até 1997, ano em que também foi lançada a primeira coleção de relógios.

54

VIEW 143

setembro:outubro 2014

It-bag 5: Céline Boogie

O sucesso de Kors O prestígio internacional da Céline ganhou novo fôlego em 1997, com a chegada do estilista Michael Kors para a cadeira de diretor criativo. Kors foi um dos primeiros criadores norte-americanos a assumir uma grife francesa. Naquele momento, a Céline era um sucesso na Ásia, mas a influência de Kors levou as coleções de prêt-àporter da marca ao guarda-roupa da mulher ocidental desde a coleção de estreia, em 1998. Estrelas e celebridades internacionais começam a ser fotografadas vestindo Céline, como Renée Zellweger, Meg Ryan, Charlize Theron, Angelina Jolie e o ícone fashion da época, Sarah Jessica Parker, no auge da série Sex and the City. Michael Kors afastou-se em 2004, com o propósito de dedicar-se integralmente à sua marca própria, nos Estados Unidos, substituído pelo também norte-americano Roberto Menichetti, que já listava Jil Sander e Burberry no currículo. No ano seguinte, foi lançada uma segunda linha de roupas femininas, chamada Miss Céline, e a croata Ivana Omazic foi apontada como diretora criativa.

Era LVMH: criações de Michael Kors para o inverno de 2004 (à esquerda) e a primavera de 2002 (acima)

www.revistaview.com.br


mondo fashion

a tradução do universo fashion Top 100: Phoebe Philo retratada pela revista Time ao integrar a lista das pessoas mais influentes da moda em 2014

Celebridade: a cantora Rihanna de t-shirt Céline

Novos ares com Phoebe Philo O novo auge da Céline teve início em outubro de 2008, quando a estilista inglesa Phoebe Philo assumiu o design da marca. Criada em Londres, foi colega de Stella McCartney e acompanhou a estilista na Chloé em Paris, onde a substituiu na direção criativa, mas em 2006 decidiu afastar-se do trabalho para cuidar dos filhos no Reino Unido. Convidada pela Céline, só aceitou a proposta de trabalho com a condição de que não precisaria ficar na capital francesa e teve um ateliê instalado em Londres pela grife. Desde a primeira coleção, elogiadíssima, deixou claro que a LVMH havia feito um bom negócio. Minimalista, apostou em toques de alfaiataria, casacos transpassados, estampas asiáticas e formas geométricas. Seu senso estético recriou o estilo da Céline, que não comporta roupas exuberantes e chamativas - prefere o caimento perfeito, a qualidade dos tecidos, o conforto e a sensação de estar vestindo algo que valoriza o corpo. Atualmente, seus desfiles são invariavelmente ranqueados por especialistas entre os melhores das temporadas de moda.

Gossip Girl: a atriz Leighton Meester com sua Céline

Classic Box: a escolha da top brasileira Alessandra Ambrosio

Maxibolsa: a socialite norte-americana Nicole Richie com o modelo Phantom

Passarela por Phoebe Philo: look para o inverno de 2013

Bolsas para lá de cobiçadas Outro fator que contribui para o recente sucesso da Céline está no culto às bolsas da marca, feitas com materiais como pele de novilho ou canguru, tecidos nobres e couros de alta qualidade. Entre os modelos mais célebres, estão a clássica Boogie, a funcional Luggage Tote, a elegante Trapèze e a Classic Box.

Pronúncia “cê-LÍ-ne”. A última sílaba requer atenção, já que o “e” é pronunciado quase que timidamente. Além disso, não é preciso intimidarse com o acento agudo original na primeira sílaba da assinatura da grife: trata-se de um requinte da língua francesa. O “Cé-” é pronunciado como “Cê-”.

56

VIEW 143

setembro:outubro 2014

novembro:2013 VIEW 135 56 www.revistaview.com.br


mondo fashion

a tradução do universo fashion modelo CL41050s 9pgbu

modelo CL41077s phwa6

modelo CL41081 ten99

Visão de Madame Céline

modelo CL41351 phw

A marca em números Sob a direção criativa de Phoebe Philo, a Céline é uma das marcas com melhor desempenho financeiro do grupo LVMH atualmente, com faturamento de € 400 milhões, divulgado no ano passado. Conta com 100 lojas em mais de 75 países e presença nas mais sofisticadas multimarcas do mundo, incluindo a brasileira NK Store. Tem linhas de roupas, bolsas, sapatos, acessórios, óculos e perfumes.

l

www: Céline virtua www.celine.com

Pontos de venda: fachada da loja de Nova York (no alto, à direita) e interior das lojas de Londres (ao lado) e Tóquio (à direita)

Ícones :: Monograma com a letra “C” :: Iconografia inspirada nos elos de corrente e nos escudos que adornam o Arco do Triunfo :: Bolsas-desejo: os modelos Phantom, Trapèze e Classic Box, entre outros :: Peças coordenáveis como saias, blusas e echarpes :: Acessórios e artigos de couro

58

VIEW 143

setembro:outubro 2014

Jimin Bynn

A grife lançou sua primeira coleção de óculos em 2001 e há três anos tem sua linha de armações de receituário e óculos solares fabricadas e distribuídas pela Safilo. Em colaboração com a diretora criativa Phoebe Philo, as peças resgatam o charme vintage e feminino das criações de Céline Vipiana no pósguerra, mas com a leitura sofisticada e contemporânea à qual se atribui o sucesso da marca hoje.


a palavra é...

a VIEW explica as novas palavras

a palavra é...

...fast fashion Desigual em Nova York

Stella McCartney para C&A

Versace para H&M

O que significa, afinal?

Forever 21 em Dubai

Mathew Williamson para H&M

Em uma tradução literal do inglês, fast fashion vira “moda rápida”. Na prática, o nome veio do termo “fast food” e remete à estratégia que revolucionou o segmento de confecção do início do século 21 ao pregar produção de roupas com design a preços razoáveis e trocas de estoque em alta velocidade, com rápida absorção das tendências - o que está nas revistas de moda e passarelas hoje certamente estará nas araras das grandes lojas amanhã, o que faz dessas grandes lojas ferramentas de democratização da moda. A modalidade de negócio fast fashion potencializa o consumo, já que as constantes trocas de coleções criam uma sensação de exclusividade e frequente busca por novidades; tudo isso, obviamente, se faz possível graças aos preços acessíveis das roupas e acessórios. Entre os principais representantes mundiais desse segmento estão Zara, C&A, Topshop e H&M. No Brasil, as redes locais Riachuelo, Renner e Marisa são bons exemplos desse conceito de varejo.

André Lima para Riachuelo Loja da Riachuelo na Rua Oscar Freire

60

VIEW 143

setembro:outubro 2014

Lanvin para H&M

Interior de loja da Uniqlo


des Com novas re internacionais do no Brasil a n a c r a b m e s e d já o fast fashion m r te o , ia d a cad o vocabulário d o n u lo ta s in se al e no varejo nacion nsumo o c e d to n e m comporta s. Acelera! dos brasileiro

Pesquisa e texto Graziela Canella Concepção e edição Andrea Tavares Imagens Divulgação

Eles estão chegando

A expansão do segmento de fast fashion no mundo reflete também no Brasil, com a chegada recente de gigantes globais como Topshop, Forever 21 e Gap sem contar o interesse da holandesa H&M e da espanhola Desigual, que há algum tempo vêm anunciando a iminência da abertura de suas primeiras lojas por aqui. O fenômeno teve início em 2012, com a inauguração da primeira unidade da Topshop e da Topman no shopping JK Iguatemi em São Paulo (atualmente, a rede conta também com unidades no Shopping Iguatemi, em São Paulo, no Ribeirão Shopping, em Ribeirão Preto, e ainda prevê a abertura de unidades em Curitiba e Brasília), marcada por longas filas, vendas muito acima do esperado e até dificuldade na reposição dos estoques. Em 2014, o frenesi de consumo se deu com a chegada da Forever 21 (com lojas no Village Mall, no Rio de Janeiro e no Morumbi Shopping, em São Paulo) e mais recentemente da Gap (com duas lojas em São Paulo, no JK Iguatemi e no Morumbi Shopping). Esse cenário amplia cada vez mais as opções do consumidor brasileiro, mais exigente e impulsionando as redes brasileiras a se renovarem em qualidade, imagem de marca e design.

A contrapartida nacional Se por um lado as grandes redes recém-chegadas precisam se desdobrar para manter os preços acessíveis, apesar das altíssimas taxas de importação praticadas no Brasil, o novo panorama reacendeu o interesse dos consumidores interessados em moda pelos grandes magazines, que entraram em um processo de aprimoramento e glamorização. A Riachuelo, por exemplo, tem se movimentado para encarar a nova concorrência, com rápida ampliação na cadeia de lojas e abertura de uma unidade na região nobre dos Jardins, na Rua Oscar Freire, no final do ano passado. Em novembro, lança em suas lojas a primeira coleção feita em colaboração com uma grife internacional, a italiana Versace. Em entrevista recente à revista Istoé Dinheiro, o presidente da empresa, Flávio Rocha, citou a rapidez com que hoje a informação de moda se transforma em artigo de consumo - o executivo garante que é possível levar às prateleiras das lojas uma peça que acabou de fazer sucesso nas passarelas. “Essa velocidade é essencial porque as pessoas buscam cada vez mais novidades. Vivemos um processo de expansão agressivo para brigar por esse mercado que cresce de forma impressionante”, declarou.

Colaborações de peso Nos anos 60, o estilista francês Pierre Cardin chegou a ser expulso da Câmara Sindical de Alta Costura ao criar uma coleção especial para a loja de departamentos Printemps, em Paris. De lá para cá, mudou muito a postura da indústria a respeito das colaborações criativas entre estilistas ou celebridades com grandes redes do varejo. A febre das coleções “cápsula”, nome dado a pequenas coleções lançadas em séries limitadas - que podem ser comemorativas ou usar materiais incomuns, e muitas vezes são assinadas por um convidado de prestígio começou a tomar forma em 2004, com o lançamento de uma coleção assinada pelo designer alemão Karl Lagerfeld para a H&M. O sucesso instantâneo da parceria impulsionou uma sequência de lançamentos similares que atraíram os olhares dos fashionistas para lojas antes improváveis, como a rede de supermercados norteamericana Target, que lançou uma coleção em parceria com a Missoni. Além disso, permitiu acesso de uma grande massa de consumidores a itens com a assinatura de estilistas até então desejados, mas inacessíveis. Desde então, a própria H&M puxou o bloco das grandes lojas no lançamento de coleções-cápsula célebres, como as assinadas por Kate Moss, Jimmy Choo, Isabel Marant, Viktor & Rolf, Sonia Rykiel, Lanvin, Stella McCartney, Marni e Comme des Garçons. A Topshop apostou em colaborações com estilistas ainda pouco conhecidos do grande público, como Mary Katrantzou e J.W. Anderson. Até a C&A aderiu à moda e se aliou não somente a grandes nomes internacionais, como Calvin Klein e Roberto Cavalli, mas também a estilistas brasileiros como Andrea Marques, Glória Coelho, Isabela Capeto, Alexandre Herchcovitch e Lilly Sarti. Também no Brasil, a Riachuelo fez suas apostas em coleções assinadas por Pedro Lourenço, Maria Garcia, Juliana Jabour, Cris Barros, Huis Clos, André Lima, Fause Haten e Osklen. setembro:outubro 2014

VIEW 143

61


a palavra é...

a VIEW explica as novas palavras

Fast fashion de óculos

Chilli Beans: modelos da mais recente coleção do estilista Alexandre Herchcovitch

Nem só de roupas e acessórios se faz o modelo de fast fashion no varejo. Prova disso é o sucesso da Chilli Beans, perfeito exemplo de que é possível segmentar o produto dentro do mesmo conceito de negócio. A receita aplicada por seu fundador, Caito Maia, é a mesma das lojas de roupas: presença maciça em todo o país com grande número de lojas, preço acessível em todo o mix de produtos e a combinação de design com a busca pela qualidade dos materiais. A cereja do bolo é a rapidez - toda semana, a marca introduz em todas as lojas do país pelo menos dez novos modelos de óculos solares, carro-chefe da marca, sem contar relógios e armações de receituário, entre outros itens. O empresário ainda vai além e há alguns anos já aposta em colaborações com nomes de prestígio da moda, incluindo Alexandre Herchcovitch, Ronaldo Fraga, Isabela Capeto e Ausländer.

Slow fashion

Com a disseminação da moda “rápida” pelo mundo, uma vertente contrária ao movimento começa a se articular entre marcas e estilistas. Enquanto o fast fashion estimula o consumo desenfreado, na contramão surge cada vez mais forte uma corrente de marcas que apos-

tam em roupas feitas para durar, peças feitas à mão, técnicas artesanais e processos de baixo impacto ambiental. O desenvolvimento de roupas sob medida também se aplica ao movimento de slow fashion (do inglês, algo como “moda lenta”).

Beyoncé como rosto da H&M

C&A com Cindy Crawford na Bélgica

Mary Katrantzou para Topshop Loja da Marisa na Avenida Paulista

Loja da Uniqlo em Montreal

62

VIEW 143

setembro:outubro 2014


SA6006

THE ITALIAN EYEWEAR EXPERT


a palavra é...

a VIEW explica as novas palavras

Os gigantes pelo mundo Zara

Riachuelo

Fundada em 1975 na Espanha Mais de 2 mil lojas em 88 países (35 no Brasil), faturamento estimado em US$ 10,3 bilhões e mais de 100 mil funcionários Disputa com a GAP e a H&M o posto de maior varejista internacional de moda e ocupa o 44º lugar no ranking das marcas mais valiosas do mundo segundo a consultoria britânica Interbrand www.zara.com

Fundada em 1947 no Brasil Mais de 215 lojas em todo o país, faturamento de R$ 3,3 bilhões e 40 mil funcionários Curiosidades: Criou um clássico da moda masculina, a marca Pool, e vive hoje em meio a um processo de reformulação de imagem, com mudanças na linguagem visual e investimento de R$ 500 milhões na abertura de novas lojas. www.riachuelo.com.br

H&M

H&M com a über model Gisele Bündchen

Fundada em 1947 na Suécia 3.314 lojas em 54 países, faturamento de US$ 21 bilhões e mais de 116 mil funcionários Com valor de mercado avaliado em US$ 18,2 bilhões, ocupa a 21ª posição no ranking da Interbrand. Inaugura mais de 200 pontos de venda por ano. Tem direção criativa de Margareta Van Den Bosch, que comanda uma equipe de 160 estilistas e 100 artesãos www.hm.com

C&A Fundada em 1841 na Holanda Mais de 1,9 mil lojas em 23 países (mais de 260 lojas em 100 cidades brasileiras), faturamento estimado em US$ 9,5 bilhões e 37,5 mil funcionários Apesar de ter sido fundada na Holanda, tem suas sedes mundiais na Bélgica e Alemanha. O Brasil é um de seus maiores mercados e recebe em suas lojas mais de um milhão de consumidores por dia www.cea.com.br Roberto Cavalli para C&A

Marisa Forever 21 Fundada em 1984 nos Estados Unidos Mais de 550 lojas em 34 países (três no Brasil), faturamento estimado em US$ 3,7 bilhões e 35 mil funcionários Com sede em Los Angeles, na California, foi criada por um casal de imigrantes coreanos, que atualmente comanda os negócios com ajuda das filhas. Apesar do sucesso, a família e seus funcionários só viajam de classe econômica www.forever21.com

Brasil Fundada em 1948 no Brasil 376 lojas em todo o país, faturamento de R$ 2,87 bilhões e 13 mil funcionários Marca que se destaca no segmento de moda íntima, apesar de oferecer linhas completas de roupas e acessórios – de acordo com a empresa, a cada três segundos uma peça de lingerie é vendida www.marisa.com.br

Uniqlo Topshop

JW Anderson para Topshop

64

VIEW 143

Fundada em 1964 no Reino Unido Mais de 460 em 34 países (três no Brasil), faturamento de US$ 2,7 bilhões (total do grupo, que inclui as marcas Burton, Dorothy Perkins e Miss Selfridges) e 6,5 mil funcionários Sua particularidade é o serviço gratuito de personal shopper, espécie de consultoria de estilo, que funciona por agendamento. www.topshop.com setembro:outubro 2014

Fundada em 1984 no Japão Mais de 1,1 mil lojas em 14 países, faturamento de US$ 10 bilhões e 55 mil funcionários www.uniqlo.co.jp

Desigual Fundada em 1984 na Espanha Mais de 200 lojas, faturamento de US$ 708 milhões e 3.563 funcionários www.desigual.com www.revistaview.com.br


ESTAÇÃO DE CORTE COMPACTA E POTENTE A LE-700 não é apenas um facetadora é uma estação de corte, com um blocador inteligente integrado e leitura das Demo Lens. • Processamento e tecnologia confiável • Blocador inteligente • Tecnologia “Rastreamento sem tracer” • Recursos fáceis de usar • Design inteligente • Tracer (opcional) • Blocador Simples e Exato

• Demo lens tracer

O blocador inteligente foi construido de forma que permite ao operador uma blocagem com máxima precisão com uma simples operação.

O LE-700 oferece a tecnologia de leitura “tracerfree” os dados de tracer 3D podem facilmente ser obtidos copiando a demo lens dentro da câmera de processamento de lentes. • Tracer 3D

• Alinhamento preciso Na tela Touch Screen de alta resoluçào com função de ampliação de imagem permite um alinhamento exato de eixo. • Funçào de editor de modelo Para atender às necessidades dos diversos clientes, cada modelo de lente pode ser modificadode forma fácil e precisa, usando a função de editor de modelo. O operador pode alterar o tamanho interno, ou a largura e altura separadamente, do centro para a direita / esquerda ou acima / abaixo, simplesmente utilizando o teclado numérico. • Carregamento de dados do modelo A opção de mudança do modelo permite que o operador crie a lente ideal, aproximadamente 20.000 trabalhos podem ser salvos na memória interna do aparelho.

Além do rastreamento da circunferência da demo lens, também é medida sua curva frontal para obter os dados de rastreamento 3D para a facetadora executar o modelo de forma precisa. • Design dos ícones universal A tela touch screen, com seus ícones intuitivos, torna a unidade extremamente fácil de utilizar. • Operação de assistente “Próximo Passo” Perfeito para iniciantes em montagem de óculos, esta tecnologia leva o operador passo a passo durante todo o processo.

FRAME TRACER (Opcional) • TRACER DE ARMAÇÃO RECENTEMENTE PROJETADO O novo tracer de armação foi projetado especificamente para o LE-700 e manipula com precisão o high-wrap da armação. Além disso, sua baixa pressão da medida minimiza a distorção da armação, assegurando uma precisão magnífica. • PROTEÇÃO DE RESÍDUOS O design simples do tracer vertical, oferece um nível elevado de proteção de residuo e baixa manutenção. • DESIGN COMPACTO O tracer de armação opcional foi projetado para integrar perfeitamente com o design compado da LE-700, sem a necessidade de espaço extra.

www.mellooptical.com.br www.vendas.mellooptical.com.br

SÃO PAULO (11) 2764-3000

FORTALEZA (85) 3045-4011

BELO HORIZONTE (31) 3658-8015

PORTO ALEGRE (51) 3085-7341


vitrine

o que há de novo no mercado

modelo Flexon 4259-023

modelo Flexon 4258

modelo Flexon 425

Nike 0800 7071516

modelo Flexon 4258-016

A Nike Vision apresenta a série Nike Flexon Hyper Collection, inovação que combina o conforto e visual moderno do acetato injetado colorido com a flexibilidade e a durabilidade do metal-memória de alta tecnologia da Flexon. A linha inclui dois modelos de design versátil e detalhes em cores marcantes.

Filosofia Uma das mais emblemáticas marcas de calçados, vestuário e acessórios esportivos do mundo, a norte-americana Nike tem sua coleção de óculos produzida pela Marchon, com tecnologias patenteadas de lentes e materiais. Na linha Flexon, destaca-se a liga de titânio com propriedades de leveza e memória, que permitem que a armação volte sempre à sua forma original.

66

VIEW 143

setembro:outubro 2014

modelo Flexon 4258-016

www.revistaview.com.br


Revlon +1 305 685 0001 A marca apresenta nova linha de armações de receituário femininas, com predominância do acetato e estilo clássico e retrô para agradar a mulheres de todas as idades. Atual, a cartela de cores inclui tons de verde, vermelho e pink, e ainda detalhes de glitter no acetato. Filosofia Com linhas licenciadas de armações de receituário e óculos solares distribuídas pela BK Frames, de Miami, a Revlon é um dos principais nomes internacionais no universo da beleza, fundada em 1932 nos Estados Unidos. Em 1990, lançou a linha de batons Colorstay e tornou-se a maior empresa do segmento. Está presente em mais de 175 países com produtos renomados que incluem fragrâncias, esmaltes, maquiagem e cosméticos.

modelo RV4013 3

modelo RV1238-007

Divulgação

modelo RV4012 2

www.revistaview.com.br


vitrine

o que há de novo no mercado

Iódice 17 3222 7644 A nova linha de armações de receituário e óculos solares da Iódice chega às lojas com charme retrô, design assimétrico e hastes adornadas, além das cores suaves e femininas e da ousadia sofisticada que caracterizam as novas coleções de roupas e acessórios da marca. Filosofia Lançamento da Vision Line, a coleção leva o nome de uma das marcas mais reconhecidas nas semanas de moda do Brasil, criada por Waldemar Iódice em 1987, em São Paulo. Suas coleções combinam o despojamento do streetwear (do inglês, “moda de rua”) com materiais variados como couro e tricô.

modelo 6029 modelo 6501

modelo 6042 modelo 6510

modelo 6040 modelos 6013, 6017 e modelo 6005

modelo Zoé 96626 68624

11 4591 8600 modelo Zoé 96626 57616

Divulgação

Com design clássico e suave em qualquer formato de rosto, o novo modelo solar feminino da marca presta homenagem à feminilidade e à imponência de uma imperatriz do Império Bizantino, Zoé, descrita por historiadores por sua rara beleza e jovialidade. Filosofia

A marca foi criada pela Suntech Supplies em 2003, inspirada pelo estilo de vida do surfe. Os modelos de receituário e solares, masculinos e femininos, têm estilo jovem e estão presentes em mais de 2 mil pontos de venda em todo o país. As coleções são produzidas pela única fábrica da empresa no Brasil e contam com a certificação da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT).

68

VIEW 143

setembro:outubro 2014

www.revistaview.com.br

Douglas Daniel

Secret


vitrine

o que há de novo no mercado modelo The Flow gray crystal silver

Evoke 11 3034 3690 O novo modelo da marca, The Flow, propõe não somente o encaixe perfeito para a prática de esportes, mas também um design que associa o estilo de vida esportivo ao universo urbano. Linhas anatômicas que combinam com qualquer tipo de rosto. Filosofia Criada há 13 anos pelos irmãos Demian e Fabiano Moraru, a marca leva ao público jovem a tradição familiar de qualidade na matéria-prima com design. Parcerias criativas com o mundo da música, moda e arte urbana revelam sua constante busca pela inovação. Tem distribuição da Brazilian Lab.

modelo The Flow speed turtle gold

modelo The Flow black square silver

Freshlook Colorblends

Air Optix Acqua

Air Optix Night & Day

Alcon As lentes de contato Alcon, incluindo as de usos mensal e diário e as coloridas, acabam de ganhar novas embalagens. Agora, as linhas Air Optix, Dailies e FreshLook deixam de ter a marca Ciba Vision e passam a estampar o logotipo da Alcon. A novidade entra em vigor em todo o mundo, como resultado do processo de união da empresa com a Novartis. O novo visual engloba embalagens externas, rótulos, instruções de uso e blisters.

Air Optix Astigmatismo

Filosofia Em 2011, a Alcon se juntou ao Grupo Novartis e passou a incorporar os portfólios de produtos da Ciba Vision e da Novartis Ophtalmics à linha Alcon. É hoje a segunda maior divisão do grupo, com vendas de US$ 10,5 bilhões em 2013, opera em 75 países e é líder mundial em produtos oftalmológicos com três unidades de negócios (cirúrgica, farmacêutica e vision care).

70

VIEW 143

setembro:outubro 2014

Dailies Acqua Comfort Plus

Air Optix Multifocal

Divulgação

0800 7752422


Crizal é marca registrada da Essilor International. Transitions e o “Swirl” são marcas registradas e Transitions Signature e Chromea7 são marcas da Transitions Optical, Inc.©2014. Transitions Optical, Inc. O desempenho fotossensível é influenciado pela temperatura, pela exposição aos raios UV e pelo material das lentes.

NOVO

VERDE ICÔNICO

NOVA TRANSITIONS® SIGNATURE™ VII GRAFITE VERDE VISÃO MAIS NATURAL E VERDADEIRA PERCEPÇÃO DAS CORES. NOVA TRANSITIONS® SIGNATURE™ VII GRAFITE VERDE VISÃO MAIS NATURAL E VERDADEIRA PERCEPÇÃO DAS CORES.

Apresente aos seus clientes Essilor Transitions Signature VII Grafite Verde, a nova opção de cor de lente que é ícone e fashion por gerações.

As vantagens das lentes Essilor Transitions Signature VII ficam ainda melhores com Crizal UV. É a combinação perfeita entre escurecimento, clareamento rápido e transparência em ambientes internos. Ainda tem a proteção adicional contra os raios UV refletidos na face interna com o FPS-O*, resistência a arranhões, sujeira, poeira e manchas.

Mais reativa à luz indireta

Mais escura em altas temperaturas

Também disponível nas cores marrom e cinza.

Ofereça estilo e proteção a seus clientes. * Índice de referência desenvolvido pelo Departamento de Pesquisas e Desenvolvimento da Essilor International certificando a proteção UV global de uma lente. O índice FPS-O de 25 significa que os olhos estão 25 vezes mais bem protegidos com as lentes Crizal do que sem lente alguma. FPS-O é de 25 para as lentes Crizal nos materiais Essilor Stylis, Essilor Airwear, Xperio, Transitions e FPS-O é de 10 no material Orma transparente. Medições realizadas consideram apenas a performance da lente.


vitrine

modelo C843

Lievissimo 21 2287 0531

A nova série de armações de receituário combina a tradição de leveza, conforto e flexibilidade da marca com design moderno, com destaque para as formas geométricas puras e uma seleção de modelos de estilo retrô, em tamanhos grandes e cores diferentes. Filosofia Como sugere o nome, a marca nasceu há mais de 20 anos com a proposta de oferecer uma variedade de armações de receituário extremamente leves, ideais para o uso diário. Fabricadas na Itália e distribuídas no Brasil pela Pupila, as peças são finas, duráveis e resistentes.

modelo C844

modelos LV06, LV05 E LV01

HB

modelo 93105 00133

11 4591 8600

O novo modelo da HB, chamado H-Bomb, foi desenvolvido com inspiração na prancha de mesmo nome, desenvolvida pelo australiano Terry Fitzgerald na década de 70 e que revolucionou o surfe na época. Com design atual e cores vibrantes, em 12 variações de cores e lentes, o modelo solar é uma das apostas da marca para o próximo verão. Já a armação de receituário 93105 integra a linha Aerotech, que emprega uma nova resina e tem características principais a leveza, a flexibilidade e a resistência. Filosofia A Hot Buttered, conhecida pelas iniciais “HB”, foi fundada em 1970 em Sydney, Austrália, pelo surfista Terry Fitzgerald - veterano que se destacou por seu jeito inovador de deslizar sobre as ondas. Começou produção própria em busca da prancha perfeita e criou uma marca que hoje inclui linhas de vestuário e acessórios. As coleções de óculos são produzidas no Brasil pela Suntech Supplies e exportadas para mais de 20 países.

modelo H-Bomb 72

VIEW 143

setembro:outubro 2014


Rodenstock Life 4D 0800 7015367 A nova lente progressiva da Rodenstock promete alta performance com menor espessura relativa a cada grau. Entre as vantagens estão a área de visão até 10% mais ampla e o aumento de até 40% na percepção visual em comparação a lentes convencionais. Tecnologia Lentes de última geração com favorável relação custo versus benefício são obtidas graças à tecnologia 4D Free Form, cujas áreas periféricas organizadas oferecem maior conforto e nitidez. A tecnologia Retina Focus permite reproduzir a receita médica em todos os campos úteis da lente, proporcionando correção visual plena com máximo conforto, visão dinâmica e progressões suaves.

Filosofia

Douglas Daniel

Divulgação

Fundada em 1877 por Josef Rodenstock em Munique, na Alemanha, a empresa produz desde linhas de armações até lentes oftálmicas, lentes específicas para câmeras e microscópios e é uma das pioneiras na produção de lentes progressivas individuais, oferecendo produtos de alta qualidade e tecnologia.

www.revistaview.com.br


VIEW

www.facebook.com/revistaview www.twitter.com/revistaview www.revistaview.com.br


atitude

iniciativas e ideias do varejo

A chave da loja da Sunglass Hut

Bom humor: a atriz Thaila Ayala é a estrela da versão brasileira do vídeo que relata sua invasão a uma loja da Sunglass Hut no Rio de Janeiro

76

VIEW 143

setembro:outubro 2014

www.revistaview.com.br

Divulgação

A Sunglass Hut, rede que pertence à divisão de varejo da Luxottica, criou uma campanha divertida batizada de “Key to the store” (do inglês, “chave para a loja”) com vídeos em que uma celebridade recebe de um desconhecido um envelope que contém a chave de uma das lojas da rede e a invade no meio da noite, provando os óculos e brincando com as câmaras de segurança. No Brasil, a escolhida foi a atriz Thaila Ayala que “ataca” a Sunglass Hut do Shopping Rio Sul, zona sul carioca, acompanhada de duas amigas. O link para o vídeo é http://youtu.be/4fjpH1nU4sM. Diversão à parte, o objetivo é compartilhar com o consumidor que qualquer pessoa pode viver uma experiência única quando vai comprar seus óculos solares. As versões internacionais da Key to the store têm como protagonistas as modelos Georgia May Jagger em Londres, Chelsea Leyland em Nova Iorque e Havana Brown em Sidney.


atitude

iniciativas e ideias do varejo

Ipanema investe em franquia Com o objetivo de expandir sua rede de franquias, a Ópticas Ipanema lançou em agosto sua primeira campanha com o título Faça parte deste grande negócio, que está sendo veiculada em jornais, rádios, revistas e tevê. Atualmente, a rede fundada pelos irmãos Silvio e Sinval Ferreira em 1981 em Indaiatuba, interior de São Paulo, conta com duas lojas próprias e 26 franquias. A meta é abrir mais 50 pontos de venda em 2014. Para adquirir uma franquia da Ópticas Ipa-

nema, o investimento inicial é de R$ 150 mil, já incluída a taxa de franquia. Os franqueados pagam 5,5% de royalties e 2% de fundo de propaganda - o retorno do capital investido ocorre, em média, entre 24 e 36 meses. Este ano, desde que iniciou o processo de franquias em 2009, foi a primeira vez que a Ipanema conquistou o Selo de excelência em franchising 2014 concedido pela Associação brasileira de franchising (ABF), uma referência para o segmento.

para assinar ligue

11 3971 4372


Em ambientes internos, são lentes comuns. Em ambientes externos, são fora do comum.

NOVAS LENTES

MELHORE A VISÃO DOS SEUS CLIENTES. As lentes adaptáveis Transitions®Signature™ VII com a tecnologia Chromea7™ proporcionam uma experiência superior ao usuário. Elas são mais reativas à luz indireta do sol e se tornam ainda mais escuras em altas temperaturas. As lentes Transitions®Signature™ VII proporcionam excelente desempenho em ambientes externos e oferecem a total transparência que seus clientes desejam em ambientes internos. Permita que esta tecnologia inovadora ajude seus clientes a Ver o Melhor da Vida. Saiba mais em Transitions.com.br

Baixe o leitor de QR Code, faça a leitura do código e Veja o Melhor da Vida.

/TransitionsBrasil @Transitions_BR

®

LENTES TRANSITIONS . VEJA O MELHOR DA VIDA.

Transitions_BR

Transitions e o “Swirl” são marcas registradas e Transitions Signature e Chromea7 são marcas da Transitions Optical, Inc.©2014. Transitions Optical, Inc. O desempenho fotossensível é influenciado pela temperatura, pela exposição aos raios UV e pelo material das lentes. Fotos meramente ilustrativas.


andrea tavares

um outro olhar

80

VIEW 143

as impressões de Andrea Tavares

A dádiva do presente editora da view e maníaca por óculos

setembro:outubro 2014

Quando outubro chegar, eu e a VIEW chegaremos à maioridade. Sim, vai ser hora de apagar as velinhas pelos 18 anos de óculos. Foram muitos aprendizados e experiências nessas quase duas décadas, período que tive a chance de ver o mercado em vários momentos: uns mais exuberantes, outros menos. Mais que isso: tive a oportunidade de observar uma evolução enorme da óptica brasileira. Se você for um pouco mais pessimista, pode pensar que o mercado ainda tem muito o que melhorar. Ok, prezado leitor, mas já se andou muito, vai por mim. Otimistas, realistas ou pessimistas, pouca diferença faz a energia do ponto de vista apesar de eu ter vindo ao mundo com um quê de Pollyanna impresso no meu DNA e por isso ter uma grande inclinação ao otimismo. Creio que o mais importante é não ficar preso no saudosismo. O sentimento de que “ah, antigamente é que era legal” é mais uma daquelas muletas que, em longo prazo, podem se tornar uma armadilha e tanto porque esse sentimento nos prende ao passado. E quando se está preso ao passado, pouco se pode fazer pelo presente. Há quem ache que o mercado óptico de então era melhor, mais amigável, mais “romântico” e por aí vai... Se o cenário evoluiu e tornou as relações mais “frias” como alguns podem considerar, por outro lado tornou tudo mais profissional e também é por meio desse profissionalismo que é possível medir o progresso do mercado. Pensando bem, não há muito o que fazer: os tempos mudaram e cabe ao ser humano exercitar a sua capacidade de adaptação a qualquer tipo de mudança. E, seja qual for a mudança, exercitar a sabedoria de sempre ver o lado bom das novas situações estabelecidas. Há alguns dias, ao assistir um programa sobre a trajetória da apresentadora e come-

diante norte-americana Joan Rivers, por conta de sua morte em 4 de setembro, vi uma cena em que ela falava uma frase incrível e que cai como uma luva nesta nossa conversa: “past is history, future is mistery and today is a gift”. Traduzindo “o passado é história, o futuro é mistério e o hoje é uma dádiva”. Frase boa para virar mantra e ser entoado quando a gente se apega àquele sentimento saudosista ou fica ansioso em relação ao futuro. Deixar o saudosismo de lado é praticar o desapego. Porque saudosismo nada mais é que apego aos dias de outrora o que nos impede de viver a dádiva do presente. Compartilho uma experiência recente: dia desses, soube de algo que tinha mudado na dinâmica do mercado e fiquei chateada, porque era algo de que eu gostava muito. Desde então, estou elaborando essa suposta “perda” e, com frequência, pensando sobre isso. É como se fosse um exercício de guardar no coração com carinho o que vivi e mantendo-me pronta para aproveitar o presente e explorar as suas possibilidades. Porque o apego do passado é como se uma pessoa tivesse de carregar uma bagagem todo dia e, a cada dia, acrescesse um pouco de peso. Imagine, ao final de alguns anos, o tanto de peso que essa pessoa teria de carregar? Para quê? Livre-se dos pesos extras: a vida tem muito mais graça, verdade e tudo de bom quando se pratica o desapego e se mantém a bagagem sempre levinha. Como diria a poeta Cora Coralina, “ando cansada de bagagens pesadas. Daqui para frente apenas o que couber na bolsa e no coração”. Mais um mantra! positivo, operante! Quer trocar ideias com Andrea Tavares? umoutrolhar@revistaview.com.br Rua Cônego Eugênio Leite 920 São Paulo/SP 05414-001 www.revistaview.com.br


foco

o espaço da indústria

A editora da VIEW, Andrea Tavares, bateu um papo exclusivo com a atriz e top gaúcha sobre as novidades de sua marca de óculos e a ótima fase de sua carreira na tevê.

O império de Letícia Birkheuer Reportagem Andrea Tavares

Texto Graziela Canella

Em setembro, o produto número um na lista de pedidos de informações da rede Globo foi nada menos do que as armações de receituário usadas pela jornalista Érika, personagem de Letícia Birkheuer na novela Império. De uma hora para outra, milhares de telespectadores se encantaram pelo modelo que a atriz veste diariamente no horário nobre da emissora, em variedade de cores. O que pouca gente sabia é que se tratava da marca própria da atriz, a LB Eyewear, distribuída pela empresa carioca Optinew. O sucesso fez da coleção uma febre nacional e elevou a atriz ao posto de musa dos nossos acessórios favoritos.

Como surgiu a ideia de fazer a coleção? O Tom Crespo da Optinew me procurou há uns três anos. Eu assinava uma marca de roupas e estava grávida, passando por algumas mudanças, mas foi possível fazer - fotografamos a campanha e os óculos começaram a ser vendidos em todo o Brasil. A marca foi crescendo e este ano decidimos dar mais um passo, convidando um designer óptico francês para aprimorar a imagem da marca, fazer algo diferente e conceitual. Eu sei o que é bonito, mas não sou especialista em design de óculos e, para criar uma coleção, é preciso alguém que entenda disso. O Eric [Eric Jean, o designer] propôs fazer peças inspiradas no meu lifestyle [do inglês, “estilo de vida”], com a cara do Brasil, até porque a intenção é consolidar a marca também fora do país.

Mesmo não sendo especialista em design, você se envolve diretamente na montagem da coleção? LB2017: o mesmo modelo, várias cores

Sim. Eu queria uma coleção divertida e impactante, com variedade de cores, poucos modelos, mas com identidade. Ajudei na criação de uma imagem para a marca e o designer trouxe as ideias, introduziu técnicas e materiais diferentes. Com isso, a coleção encareceu um pouco, mas eu nunca quis uma marca que concorresse no mercado por preço. Eu queria um produto que eu tivesse vontade de comprar.

E quando você estreou na novela usando os óculos, o retorno foi imediato... Eu achava os óculos lindos, mas era a minha opinião. De repente, foi uma febre, as pessoas queriam mesmo não precisando usar óculos. A figurinista adorou, sempre escolhemos as roupas e procuramos a armação que combina mais; uso na novela umas quatro versões da mesma armação [o modelo LB2017] e um solar nas externas. Mas a coleção tem outros modelos maravilhosos que o Eric desenhou, com combinações de cores como rosa e creme, redondos, grandes... Quero uma coleção que eu goste! Não vejo motivo para colocar meu nome em algo apenas para ganhar dinheiro, mas um produto chique, com campanhas bem formuladas, que se identifiquem com meu lifestyle. Tenho 20 anos de moda e entendo de campanha, foto e construção de imagem. Somados ao conhecimento comercial do Tom e de design do Eric, é uma parceria que tem tudo para dar certo.

82

VIEW 143

setembro:outubro 2014

www.revistaview.com.br


Império: Letícia como a jornalista Érika, funcionária do blogueiro Téo Pereira, personagem de Paulo Betti

Eric Jean, o homem que concebeu a LB Eyewear Diretor artístico da LB Eyewear e nome por trás da reformulação da marca, o designer Eric Jean é formado em Óptica e Optometria na França e, por isso, valoriza o conforto e os detalhes como o encaixe das lentes. Atuou alguns anos ao lado de Alain Mikli, tanto no design quanto na gestão de sua primeira loja, em Paris. Criou coleções para grifes como Valentino, Issey Miyake, Oscar De la Renta e Tiffany. Também desenhou óculos exclusivos para Lady Di, Sharon Stone, Angelina Jolie e Cate Blanchett. Seu primeiro passo, na criação, é estudar o DNA da marca. “Procuro elementos que expressem suas características no eyewear. A assinatura

Foi um bom começo. Sim, mas ainda há muito a ser feito. Na moda, leva um tempo para se fazer a construção da imagem. E tem várias coisas que quero realizar - por exemplo, uma coleção com inspiração praia e no futuro também uma linha esportiva. Gosto de correr na praia, mas óculos esportivos disponíveis no mercado não me agradam. Será preciso uma pesquisa de mercado e até com atletas, combinando estudo de anatomia e design, para criar um modelo ideal para jogar vôlei na praia ou correr, por exemplo, mas com a minha cara.

de uma marca está mais no estilo do que no logotipo gravado nas hastes”, avalia. “Quando faço óculos para alguém, preciso conhecer e sentir o que é especial no estilo daquela pessoa”. Para Jean, não foi difícil ter Letícia Birkheuer como inspiração: “fiquei impressionado com sua atitude naturalmente cool”, confessa. “Queria que a LB Eyewear expressasse o seu estilo de vida em Ipanema, combinando elegância e atitude sofisticada sem ser pretensiosa”. Nas formas, conta que

E qual é o lifestyle da Letícia?

buscou um visual único, mas confortável e fácil de

Ativa, que curte muito o Rio de Janeiro, ir à praia, praticar esporte e fazer programas ao ar livre. Também é alguém que transita em vários meios de uma forma natural, adora tomar um chope no boteco, em pé, mas também aprecia bons restaurantes.

vestir, com efeitos naturais e materiais nobres como madeira e bambu. Já a seleção das cores veio como uma paleta de maquiagem, com tons delicados de bege, marrom e tartaruga.

Como é sua relação com óculos, mesmo antes de ter lançado uma coleção?

Divulgação

@LetíciaBirk

Sempre amei óculos, em viagens chegava a comprar três de uma vez. É um acessório bacana, como uma bolsa ou um cinto, que se pode combinar dependendo do humor e do estilo do dia. Gosto de variar, mais do que de sapatos. Já usei óculos sem grau só porque gostei da armação!

E como está sendo a experiência de viver a Érika em Império? A personagem é muito divertida e circula em vários núcleos da trama. Contraceno com atores incríveis e é a primeira personagem cômica que eu faço na vida, pois sempre encarnei a vilã. Também sinto que minha incursão no teatro, ano passado, me deu mais confiança na tevê. Aprendi a arriscar mais.

www.revistaview.com.br

Solares: aposta no estilo Wayfarer, looks bicolores e lentes espelhadas

setembro:outubro 2014

VIEW 143

83


foco

o espaço da indústria

Look passarela: inspiração nos desfiles

Hickmann em família A marca de difusão da apresentadora de tevê Ana Hickmann, lançada no ano passado e batizada de “Hickmann”, ganhou um rosto familiar em sua campanha publicitária: a top Isabel Hickmann, irmã de Ana. Inspirada nos bastidores das semanas de moda, a campanha, clicada por Josefina Bietti, contou também com duas outras modelos: a brasileira Carol Caputo e a polonesa Agata Palka. Estilo assinado por Cesar Fassina e beleza de Dani Lacerda.

Hickmann: de irmã para irmã

Acuvue na tevê

84

VIEW 143

setembro:outubro 2014

Acuvue no ar: estímulo aos usuários de óculos a considerar a possibilidade de consultar o oftalmologista sobre lentes de contato

Divulgação

Está no ar a nova campanha da Acuvue, a marca de lentes de contato da Johnson & Johnson Vision Care, com o objetivo de estimular o público usuário de óculos que considera usar lentes de contato a conversar com o oftalmologista sobre o assunto. “Há cerca de 5 milhões de usuários de óculos com interesse em experimentar lentes de contato contra aproximadamente 2 milhões de já usuários”, avaliou o gerente de marketing da empresa, Caio Vicentini. Com o título “Ignite II” (do inglês, algo como “inflamar”), a campanha está sendo veiculada durante os intervalos comerciais dos principais programas da rede Globo e também nos canais a cabo. A qualquer momento, é possível assistir ao filme no canal da Acuvue Brasil no Youtube (www.youtube.com/acuvuebrasil) - mais precisamente em www.youtube.com/watch?v=OeyMFblskmE. Além disso, o site www.eudelentes.com.br oferece outras informações.

www.revistaview.com.br


foco

o espaço da indústria

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Duis vulputate condimentum nisl , eu condimentum mi semper eu. Integer a blandit metus, et fringilla velit. In velit orci, imperdiet et t ortor eu, faucibus porttitor justo. Nam lectus augue, consectetur ac tortor et, porttitor tristique neque. Nulla vel tempor enim, sed commodo massa. Etiam scelerisque scelerisque lorem, id dignissim sapien posuere eget. Donec ac laoreet elit, at auctor risus. Vivamus rhoncus O criador italiano promove jovens estudantes de cinema leo et leo tempor, dealiquam Novafelis York, Los Angeles, Paris, Londres, Roma e Hong eget suscipit. In nova a Kong em campanha da linha Frames of Life lorem malesuada, aliquam quam at, A 38ª edição tincidunt velit. do Festival internacional de cinema de Toronto, em setembro, foi pano de fundo para a estreia mundial de um novo projeto da Giorgio Armani, chaProin non neque mado Films of City Frames - uma iniciativa que integra o já conhecido universo de non leo lobortis campanhas e coleções da linha Frames of Life. sagittis. PellenEste ano, o projeto foi realizado por meio de parceria entre a Luxottica e canal de tesque urnaitaliano nibh, Rai Cinema, envolvendo seis estudantes selecionados nas escolas televisão malesuada laci-prestigiosas do mundo: Tisch School of the Arts na Universidade de de cinemaetmais (NYU), niaNova non,York ornare id em Nova York; School of Cinematic Arts na Universidade do Sul da Califórnia (USC), em Los Angeles; National Film and Television School, em nisl. Maecenas Londres; o Centro bibendum mauris Sperimentale di Cinematografia, em Roma; École Supérieure de Réalisation (Esra), em Paris e a Hong Kong Academy of the Performing Arts, em ut augue luctus

Giorgio Armani: os óculos e as cidades

Films of City Frames: Londres

Hong Kong. Aos alunos, foi atribuída a tarefa de criar curtas metragens compostos pela captura de breves momentos carregados de emoção e sensibilidade, com suas próprias cidades como cenário - tudo isso “filtrado” pelo olhar com óculos Frames of Life, conceito similar ao de séries de vídeos anteriores da grife. Os óculos, nos filmes, aparecem como ponto de vista das histórias e dos encontros retratados. O resultado, apresentado no festival de Toronto, foi uma colagem de narrativas e imagens cheias de personalidade, cada uma contando uma história e ao mesmo tempo destacando a beleza de cada uma das metrópoles e seus monumentos inconfundíveis.

Arnette segue com NX Zero Making of: selfie para registrar o momento

86

VIEW 143

setembro:outubro 2014

Pelo segundo ano consecutivo, a marca californiana de vocação esportiva que é parte do portfólio da Luxottica tem uma campanha exclusivamente dedicada ao mercado nacional. Os garotospropaganda também são os mesmos: os músicos da banda NX Zero, liderada por Di Ferrero. Além disso, a Arnette lançou recentemente um conteúdo em rede social também destinado ao mercado brasileiro: o perfil no Instagram @arnettebrasil (ou www.instagram.com/arnettebrasil).

www.revistaview.com.br


Films of City Frames: Los Angeles Films of City Frames: Hong Kong

Films of City Frames: Roma

Films of City Frames: Paris

Films of City Frames: Nova York

Divulgação

Armani e a telona - A escolha do Festival Internacional de Cinema de Toronto como plataforma de lançamento do projeto também não foi por acaso - a maior cidade canadense não somente reúne uma diversidade de culturas, mas também sedia um dos mais tradicionais festivais de cinema do mundo, excelente oportunidade de projeção para os estudantes selecionados. “Trazer jovens talentos do cinema para Toronto é o foco perfeito para mim”, declarou o estilista italiano. Ao site britânico Business of Fashion, que participou da apresentação do projeto, Armani declarou que acredita ser um dever apoiar jovens talentos de várias áreas. “O encontro e a troca com jovens e seus trabalhos, seja estilistas ou diretores promissores, também é um incentivo - perspectivas novas e diferentes são sempre enriquecedoras para qualquer um”, explicou. O projeto renova o vínculo do designer italiano com o cinema, uma relação que teve início em 1980, quando Armani criou o figurino de Richard Gere para o hit cinematográfico Gigolô Americano, que catapultou tanto o ator quanto a marca ao estrelato imediato. Os seis curta-metragens do projeto Films of City Frames estão disponíveis em www.framesoflife.com.

Ação!: a banda a postos para a sessão de fotos

Versão final: duas das imagens de campanha que já começam a ganhar as vitrines das ópticas do país


foco

o espaço da indústria T-Charge: astro de Hollywood, mansão cinematográfica e trama com direito a agente secreto

T-Charge tem astro internacional

A marca masculina da GO anunciou a contratação do ex-modelo e ator norte-americano Josh Duhamel, que atuou como Danny McCoy na série de tevê Las Vegas e Major Lennox em dois dos filmes da franquia Transformers. A sessão de fotos ocorreu no final de agosto na Califórnia, e teve como locação a Goldstein Residence, mansão do milionário James Goldstein em Beverly Hills - também usada nas filmagens de As panteras detonando. A campanha teve como base uma trama de ação, em que um hipotético T-Agent, interpretado por Duhamel, tem como missão recuperar o protótipo de um par de óculos misteriosamente desaparecido. Nos cliques, o fotógrafo de moda israelense baseado nos Estados Unidos, Yossi Michaeli. A produção executiva foi da Agência Abá MGT com direção de arte de Guilherme Rex. O estilo foi assinado por Alex Shera.

Bulget à italiana Além da atriz Flavia Alessandra, contratada desde o ano passado, a Bulget (marca do portfólio da GO) agora tem mais um rosto: trata-se do ator e apresentador Otaviano Costa, o marido de Flavia. O casal posou para as fotos da primeira campanha juntos em 25 de junho na Casa da Fazenda, local de eventos no bairro do Morumbi, zona sul de São Paulo. Referências italianas que remetem à Toscana foram usadas para conceber a nova campanha, fotografada por Yuri Sardenberg com estilo de Dudu Farias e beleza de Marcos Proença.

88

VIEW 143

setembro:outubro 2014

O Roadshow Essilor Transitions

Bulget: clima romântico com referências italianas

Nos meses de agosto e setembro, a equipe da Essilor caiu na estrada para a edição 2014 do Roadshow Essilor Transitions, compartilhando conhecimentos em 16 eventos realizados em várias cidades do Brasil. Na pauta, os lançamentos Varilux E Series e a versão verde icônica da Transitions Signature, além da promoção Crizal 50% de desconto no segundo par.

www.revistaview.com.br


o espaço da indústria

Conexão e d a d i r b e l e C O cantor Simoninha: Evoke (Brazilian Lab) modelo EVK 15 Red

foco

mo e porquê: co , o d n a u q e, d n Q uem, o e es dos famosos sh a fl ra st o m W a VIE iados à redação seus óculos env . ão desta edição ç ra o b la e a te n dura A atriz norte-americana Anne Hathaway: Fendi (Safilo) modelo FF0026s

A atriz australiana Cate Blanchett: Tod's (Marcolin) modelo TO0166

A ex-VJ da MTV e atual repórter do Vídeo Show Pathy De Jesus: Evoke (Brazilian Lab) modelo Dejavu Cat Style

A atriz norteamericana Jessica Chastain: Tod's (Marcolin) modelo TO0135 16Y

O top tatuador norteamericano AmyJames: Evoke (Brazilian Lab) modelo Bomber

www.revistaview.com.br

A atriz Camila Pitanga, em cena como a psicóloga Rita da série Em terapia exibida pelo canal a cabo GNT: Prada (Luxottica) modelo 0PR 01QV cor QFJ1O1

Divulgação

O cantor escocês Paolo Nutini: Carrera (Safilo) modelo 85S

O ator inglês Douglas Booth, o protagonista da versão 2013 de Romeu e Julieta: Carrera (Safilo) modelo 6000

setembro:outubro 2014

VIEW 143

89


INFORME PUBLICITÁRIO

Profa. Dra. Rafaella Martins, Prof. Luis Cláudio Mendes e Bento Alcoforado

$EL²SWLFDRFLDOL]D parceria com a UFRJ Ideia é desenvolver produtos nacionais similares aos importados com qualidade superior e baixo custo A Associação Brasileira da Indústria Óptica - Abióptica acaba de dar mais um passo rumo ao desenvolvimento e fortalecimento do setor óptico nacional com a assinatura da parceria com a UFRJ – Universidade Federal do Rio de Janeiro. O acordo foi oficializado com a Coppetec - Fundação Coordenação de Projetos, Pesquisas e Estudos Tecnológicos –, órgão que representa a entidade, e prevê a formulação de novos materiais para a utilização na indústria óptica. As pesquisas serão realizadas em duas áreas específicas: polímeros (plásticos e borrachas), sob responsabilidade do IMA – Instituto de Macromoléculas – e ligas metálicas, coordenadas pelo MetalMat – Departamento de Metalurgia e Materiais. Para Nilton Martins Guilherme, coordenador do Comitê de Estudos CB-49 e responsável técnico pelo acordo, num primeiro momento, “o MetalMat irá desenvolver ligas

metálicas com compostos alternativos em substituição ao níquel, produto altamente alérgico. Já o IMA, disponibilizará todas as formulações de materiais já existentes no mercado, além de desenvolver polímeros com aplicabilidade no segmento óptico. A ideia é criar materiais que possam substituir os produtos importados, gerando competição no mercado”, explica. Para Bento Alcoforado, presidente da entidade, a assinatura do acordo representa um salto extraordinário para o setor óptico brasileiro. “Não há histórico no setor de alguma iniciativa similar. Temos certeza que esse processo garantirá o crescimento do setor, barateando custos e gerando inovação. Estamos dando início a um novo futuro para o setor. O acordo significa uma verdadeira revolução na óptica brasileira”, finaliza.

abioptica.com.br


o esquenta para a feira gaúcha

calendário

Ajorsul 25 anos: chegou a hora Ajorsul Fair Mercoóptica 2014 Centro de eventos Serra Park Gramado 18 a 20 de setembro 12h às 20h www.ajorsul.com.br www.ajorsulfairmercooptica.com.br

Programação 18 de setembro, quinta-feira 12h abertura oficial Serra Park 20h coquetel pavilhão 2 (Ajorsul Tech) 19 de setembro, sexta-feira 20h coquetel

pavilhão 2 (Ajorsul Tech)

Diariamente 12h às 20h Ajorsul Educar

mezanino

Público infantil • Proibida entrada de menores de quatro anos • Crianças entre cinco e 11 anos ficam no espaço de recreação • Maiores de 12 anos poderão entrar na feira acompanhados de adulto responsável

Transporte Transfer gratuito de ônibus Porto Alegre - Serra gaúcha - Porto Alegre • Diariamente, em horários pré-definidos* Aeroporto Salgado Filho - Serra Gaúcha • 18 e 19 de setembro (quinta-feira): 10h e 11h • 20 de setembro (sexta-feira): 9h, 10h e 11h Serra Park - Aeroporto Salgado Filho • 18 e 19 de setembro (quinta e sexta-feira): 20h e 21h • 20 de setembro (sábado): 20h Hotéis serra gaúcha - Aeroporto Salgado Filho • 21 de setembro (domingo): 4h, 7h30, 9h, 12h e 17h * Horários extras poderão ser adquiridos com a agência (Liga Turismo) diretamente no Aeroporto Salgado Filho ou no Serra Park

Transfer durante a feira (gratuito) • Hotéis conveniados - Serra Park: 11h às 15h, a cada 30 minutos • Serra Park - Hotéis conveniados: 18h às 21h, a cada 30 minutos

Agência de turismo oficial • Liga Turismo & Eventos • 54 3295 7600 • eventos@ligaturismo.com.br www.revistaview.com.br

A feira de óculos, joias e relógios da serra gaúcha chega a um quarto de século. Isso mesmo: a Ajorsul Fair Mercoóptica, promovida em parceria pela Ajorsul e o Sindióptica-RS, completa 25 anos em 2014 com 186 expositores (desse total, 74 são de empresas ópticas) e a criação do espaço tecnológico batizado de “Ajorsul Tech”, que reúne empresas que produtoras de tecnologia nos três segmentos de atuação da feira. São 25 “techexpositores”, 16 dos quais do ramo óptico. As manhãs voltam a ser livres para desfrutar o charme da serra gaúcha, já que a feira passa a ser realizada das 12h às 20h - nas duas últimas edições, o evento abriu às 10h. setembro:outubro 2014 VIEW 143

91


calendário

o esquenta para a feira gaúcha

Mapa Ajorsul Fair Mercoóptica 2014 SAÍDA EMERGÊNCIA

Sanitários

LEGENDA 197

182

BANDIT

199

198

ARTESANATO GOLD STAR CANOENSE POWDERS

AUTECH

200

201

MACRO

BASS

202

204

203

DJ MOSTRUÁRIOS GRAVOTECH

205

TOOLING

ÓPTICA

PRATA & FOLHEADOS

RELÓGIOS

MÁQUINAS & EQUIPAMENTOS

JOIAS

AFINS

207

Av. Argentina

AUGEN BRASIL

191

185

189

SCHNEIDER

187

DESEMPENHO

Av. Brasil

Av. Chile

3M

208

186

DATAWEB

Av. Paraguai

Av. Equador

Retaurante

CM

209

XENÔNIO

188

SAÍDA EMERGÊNCIA

MELLO

TECNOBRASIL

Realização:

210

BQZ

Av. Bolívia 211 184- A

182- A

LENÇO MÁGICO

181

179

178

177

RBM

CACTUS

VANIN

180

ULTRA OPTICS DE LAURENTIS

MULTFOCO

Av. Brasil

175

055

054

053

052

051

050

049

048

047

046

045

044

043

042

041

040

VISCO

OPTNEWS

LUFTOV

GRUPO EMBRAPOL

DANKA

IMOLA

OPTO

OFTALSUL

3N

AREA DESIGN 98

EVIDENCE

5TH AVENIDA

PRATARIA JOIAS

HADORA

CLARA MILA

2 ELEMENTOS

Av. Alagoas SAÍDA EMERGÊNCIA

166

165

164

162

163

E G

MAX COLECTION

LO

U

N

ZEN OPTVIEW BARCELONA

BAMBOO

SEGMENT

161

156

154

B&G

CR PRATAS

157

155

153

BOMBAS FAMA

ANSATA

RIMELE

159

GATA MARIA

GOLD FILLED

056

158

HS STEEL

160

SANTA PRATA

057

037

DONNA D’ORO

Av. Alagoas 167

168

058

038

039

AJORIO

SAÍDA EMERGÊNCIA

Depósito

MARTINATO

Av. Amazonas 134

Depósito

133

TOPLINE

ESSILOR

132

EDMAGNO

143

DAGAS

147

ROSSONI

035

152

CRISS

SAURO

EMBALAGENS

150- A

150

PERFECT

SPLENDORE

ESCLUSIVITÁ 034

COSE BELLE 033

129

127

GOLDEN VISION

AURIUS

128

JAGUAR

ALPHALINE

ESSILOR

145

GLAMOUR BY DAS ROSEMBAUM MENINAS

151

149

Av. Amazonas

130

131

VIVA

ARMAZEM MIRAFLEX OPTICO

148

FIORITA

Av. Pará

HINOX

146

ZARPELLON

Av. Ceará

IMPRENSA

144

OPSION

DEGAN

Av. São Paulo Av. Paraná

STYLL

142- A

142

Av. Mato Grosso

SWELL

141

140

139

Av. Rio de Janeiro

138

Av. Minas Gerais

FENÍCIA

137

Av. Bahia

Av. Brasília

Av. Goiás

136

VIA LORRAN

Av. Santa Catarina

036

Av. São Paulo

SILVER BIJOUX

125

123

SAFIRA

POSSEBON

126

124

122

CONDOR

BERTOLLI

BRILHARE

032

MR LODISTONE 031

DI ROMA

Av. Porto Alegre

105

Av. Porto Alegre

MACLENS 030 106

112

115

113

MAXI ACESSÓRIOS

ARTERES

104

Sanitários

111

110

MAGNUM

117

121

SECRETUM

ZORTEA

116

120

119 029

JR ADAMVER

107

EXITUS

TECHNOS

TECHNOS

GIANNI PO

CRACCO

114

AMA MONTMARTRE

QUARZZO

108

118

SINIX LABORATÓRIO LAURO

028

GIRELLI

AVANT 027

Av. Rio Grande do Sul

Av. Rio Grande do Sul EDUARDO STURMER

096

SULCLOCK

ORIENT

090

ART ITA 091

C

026

OSI

MÁRCIA MOR D

VERA LOPES 087- A

VERTA 087

093

025

MC STAMPA

PONCIO

SANTANA

Av. Maranhão 065

066

Av. Maranhão 067

068

072

069 E

064

U N G

VF

LOUGGE

GO

JPIRAN

SAFILO

074

076

078

ALVORADA

073

075

077

079

GOLD BACKER

LLOYD COSTANTINI

MUREDU

ICARO

BASEL PREZIOSE

084

086

GLAMORE

JOGRAU

DANIELLE 023

BRUNER

071

024

081

080

RC FORUM COTIPORA BRILHANTE ROMANO NOGUEIRA

LO

Av. Pernambuco

A&B METAIS

CELEBRATY B

Av. Ceará

HALLER

094

Av. Paraná

097

Av. Mato Grosso

EMPÓRIO GLASSES

Av. Rio de Janeiro

SUNTECH SUPPLIES

MASTER GLASSES

Av. Minas Gerais

WILVALE DE RIGO

SECULUS

GUINDANI

SCHWARTZ E MATOS

ITALIANA INVESTIMENTI

088

089

092

SAÍDA EMERGÊNCIA

095

098

GARRIDO E GUSMAN

Av. Pará

099

Av. Bahia

Av. Santa Catarina

HOYA

102

VISION LINE

100

A

063

001 e 002

101

103

Av. Brasília

SAÍDA EMERGÊNCIA

Av. Goiás

Café

082

082-B

083

085

JEMS CIALA

INPARR

NF JOIAS

CONVEX

RIGLEVI

003

022

PEREGO

Av. Gramado 004

005

COPS

GRIEBLER

Av. Gramado

006

007

008

009

010

011

012

013

014

015

016

017

018

019

020

021

SOLÓTICA

COOL WOLF

STEPPER

OPTOLUX

ESCUDERIA

KEYPER

SEVEN

REAL

KIMBERLI

DE LAMOUR

NARDINI D’PRIMO

MARLOS

NINFA

MIRANDOURO

IVO KATZ

SIGMA

ENTRADA

92

VIEW 143

setembro:outubro 2014

www.revistaview.com.br


agenda e calendário

feiras, eventos e cursos

calendário Setembro 26 a 29

IOFT 2014 Tóquio, Japão ioft-eng@reedexpo.co.jp www.ioft.jp/en/Home

Vision-X Dubai Dubai, Emirados Árabes visionx@dwtc.com www.vision-x.ae

Outubro 20 a 22

Novembro 5a7

Silmo Paris, França info@silmo.fr en.silmoparis.com

25 a 27

Hong Kong Optical Fair Wanchai, Hong Kong exhibitions@hktdc.org www.hkopticalfair.com

Dezembro 10 a 14 Silmo Istanbul Istambul, Turquia b.baran@24saatajans.com

agenda Formação e reciclagem profissionais Provar MBA

Cursos de extensão Trade marketing

Negócios do varejo: estratégia & gestão Abril Segundas e terças-feiras (18h40 às 22h40)

7 e 8 de outubro Terça-feira (9h às 18h) e quarta-feira (9h às 13h)

Gestão de franquias

Imagem pessoal como ferramenta para o sucesso profissional

Maio Sextas-feiras (14h às 20h) e sábados (8h às 14h)

21 de outubro Terça-feira (9h às 18h)

Pós-graduação

O varejo no Brasil e no mundo: cenários e tendências

Inteligência de mercado Outubro Quartas e quintas-feiras (18h40 às 22h40)

4 de novembro Terça-feira (9h às 18h)

Logística e distribuição

Criatividade, geração de ideias e pensamento lateral

Abril Terças e quintas-feiras (19h às 23h)

17 de novembro Segunda-feira (9h às 18h)

Varejo e mercado de consumo Abril Quartas e quintas-feiras (18h40 às 22h40)

Transformando o RH do varejo 18 e 19 de novembro Terça-feira (9h às 18h) e quarta-feira (9h às 13h)

Gestão de negócios e valorização da empresa Abril Terças e quintas-feiras (18h40 às 22h40)

11 3894 5004 cursoslabfinprovar@fia.com.br www.provar.org Material didático e certificado emitido pelo Provar/Fia inclusos

Gestão estratégica de marcas Abril Terças e quintas-feiras (18h40 às 22h40)

Sindióptica-RJ 4º Workshop Essilor, Senac Rio e Sindióptica-RJ

24 a 27 de novembro

27 a 30 de outubro

Segunda a quinta-feira (19h) Senac Rio Niterói

Segunda a quinta-feira (19h) Senac Rio Madureira 21 2232 2514

secretaria@sindiopticarj.com.br

www.sindiopticarj.com.br

amente it tu ra g e u lg u Div a cursos e palestras n

94

VIEW 143

setembro:outubro 2014

VIEW

Envie as informações para a redação Tel. 11 3061 9025 ramal 108 revistaview@revistaview.com.br

www.revistaview.com.br


Abióptica

Hoya Brasil

Óticas Carol

Av. Santo Amaro 1386 1º andar São Paulo/SP - 04506-001 11 3045 2090 abioptica@abioptica.com.br páginas 90 e 93

Rua Gotemburgo 190 Rio de Janeiro/RJ - 20941-080 0800 7076575 (RJ) 0800 7022541 (SP) sac@optotal.com.br página 29

Rua Gomes de Carvalho 1069 15º andar São Paulo/SP - 04547-004 11 3528 9300 www.franquiacarol.com.br página 69

Alcon Av. Professor Vicente Ráo 90 São Paulo/SP - 04636-000 0800 7752422 (lentes de contato) 0800 7077908 (soluções) cs.brasil@alcon.com página 35

Italiana Investimenti

Aurora Eco

Johnson & Johnson

Rua Cônego Eugênio Leite 920 São Paulo/SP - 05414-001 11 3086 1731 reservas@auroraeco.com.br página 81

Desempenho Rua Barão de Itapetininga 255 sala 814 São Paulo/SP - 01042-002 11 3259 7348 informatica@desempenho.com.br página 85

Essilor Brasil Rua Visconde de Ouro Preto 5 Rio de Janeiro/RJ - 22250-180 0800 7272007 sacbrasil@essilor.com.br 4ª capa e páginas 20, 21 e 71

Essilor Solutions Rua Visconde de Ouro Preto 5 Rio de Janeiro/RJ - 22250-180 0800 7221222 essilorsolutions@essilor.com.br página 51

Rua Rodrigues Alves 165 sala 604 Brusque/SC - 88350-160 47 3351 4880 contato@italianainvestimenti.com.br página 59

Rua Gerivatiba 207 16º andar São Paulo/SP - 05501-900 0800 7288281 apoiovistakon@conbr.jnj.com páginas 48 e 49

JR Adamver

Safilo do Brasil Av. Marginal Projetada 1810 Barueri/SP - 06463-400 0800 7012097 atendimento@safilo.com.br páginas 15, 27 e 63

Stepper Brasil Praça Doutor Sales Júnior 73 São Paulo/SP - 05451-160 11 3021 1017 info@stepperbrasil.com.br página 33

Luxottica do Brasil

Suntech Supplies

Rua Ministro Jesuíno Cardoso 52 São Paulo/SP - 04544-050 0800 7039444 sacoakley@oakley.com 2ª capa e páginas 1, 11 e 17

Rua Maria Soldera Lourençon 52 Itupeva/SP - 13295-000 11 4591 8600 sac@hb.com.br páginas 8 e 9

Luxx Brasil

Transitions

Rua Claudio Soares 72 cj. 1315 São Paulo/SP - 05422-030 11 3037 8888 contato@luxxbrasil.com.br página 25

Rodovia Anhanguera km 106,5 s/nº Sumaré/SP - 13170-970 19 3864 8600 atendimento@transitions.com.br páginas 71 e 79

Master Glasses

USOphthalmic

Rua Diogo Moreira 132 cj. 1201 São Paulo/SP - 05423-010 0800 8889029 sac@kenerson.com.br capa e página 7

Golden Vision

Mei

Rua Guaraniúva 78 São Paulo/SP - 04547-010 11 3057 2324 comercial@gvog.com.br 3ª capa

Corso Europa Unita 6 Valbrembo/BG - 24030 Itália +39 035 339 112 info@meisystem.com página 77

Hong Kong Trade Development Council

Mello Optical

Rua Coronel Xavier de Toledo 316 cj. 10-A São Paulo/SP 01048-000 11 3159 0765 sao.paulo.consultant@hktdc.org página 19

Rua Visconde de Pirajá 339 5° andar Rio de Janeiro/RJ - 22410-003 21 2287 0531 pupila@pupila.com.br página 41

Rodovia SC 401 km 7,5 6883 Florianópolis/SC - 88050-000 0800 6422001 sac@mormaiisunglasses.com.br página 5

Rua Martins de Oliveira quadra A lotes 39 e 40 Lauro de Freitas/BA - 42700-000 71 3379 8900 sacsudeste@masterglasses.com.br página 37

GO

Pupila

Rua Santo Irineu 163 São Paulo/SP - 04127-120 11 2764 3000 melloindustrial@melloindustrial.com.br página 65

Fale direto com os anunciantes desta edição

anunciantes

9990 NW 14th Street sala 105 Doral - Flórida 33172 - Estados Unidos 11 3323 7530 info@usophthalmic.com páginas 43, 67 e 73

Vision Line Rua Silva Jardim 3029 sala 13 São José do Rio Preto/SP - 15010-060 17 3222 7644 sac@grupovisionline.com.br página 57

Younger Optics Rua Alfredo Achcar 970 prédio 10 Vinhedo/SP - 13280-000 0800 9425700 pedidos@youngeroptics.com.br páginas 45 a 47

Ópticas Ipanema Av. Benjamin Constant 1134 1º andar Campinas/SP - 13010-141 19 2104 6070 andre.fochezatto@opticasipanema.com.br página 55

www.revistaview.com.br

setembro:outubro 2014

VIEW 143

95


a óptica do artista plástico marcelo cipis

armação do cipis

armação

96

VIEW 143

setembro:outubro 2014

www.revistaview.com.br


VARILUX E SERIES O NOVO DESIGN DA SÉRIE QUE REVOLUCIONOU AS LENTES MULTIFOCAIS.

COM MULTIFOCAIS TRADICIONAIS

COM LENTES VARILUX E SERIES

* imagem meramente ilustrativa

Varilux® S series revolucionou as lentes progressivas. Agora, Varilux® E series expande as opções deste novo conceito. As novas lentes, desenvolvidas com a tecnologia Nanoptix™, oferecem equilíbrio e adaptação extremamente fácil. Varilux E series reduzem em até 50% o efeito de flutuação em relação às melhores lentes multifocais do mercado. É a opção ideal para usuários que procuram lentes com transição suave entre as zonas de visão e com baixos níveis de distorção na visão periférica. TECNOLOGIAS VARILUX SERIES

Com Varilux E series e Varilux S series, você pode oferecer a opção que melhor atende às necessidades do seu cliente. Aproveite.

EQUILÍBRIO E ADAPTAÇÃO

www.essilor.com.br | SAC 0800 727 2007

Profile for Revista VIEW

VIEW 143  

Fast fashion em: A palavra é...

VIEW 143  

Fast fashion em: A palavra é...

Advertisement