Issuu on Google+


EDIÇÃO E PRODUÇÃO Francisco Chagas Romero Jucah

PROJETO GRÁFICO Falkner Silva

FOTOGRAFIAS

Francisco Chagas Yuri Falconi Denis Sarmanho Daniel Alex Kadu Maia

COLABORADORES

J

Romero Jucah e Francisco Chagas lançam Vibe Mag

á fazia algum tempo que tínhamos um projeto de relançar no mercado uma revista no formato pocket, ou seja, de bolso mesmo. E, no conteúdo de suas páginas trazermos vários temas, não só surf, como de costume fazíamos. Mas, também voltado para outros esportes e afins, cultura, moda, comportamento, badalações, ecologia, saúde e outros. Pois bem, a VIBE MAGAZINE será dis-

tribuída gratuitamente em locais badalados, surfshops, barzinhos, barracas de praia e etc. Com displays fixos e com uma tiragem realmente significativa, e retorno mais do que certo para o investimento dos anunciantes. Pois é! E com trabalho, Deus no comando, e novas “ideias”, temos tudo para superar limites. É a VIBE MAGAZINE na veia! Podem apostar! Romero Jucah Editor

“Tudo na vida tem começo, o importante é que tenha continuidade.” (Juan Manuel Fangio)

Por aí

34

Imbinhoara

48

Estação dos Ventos

CONTATOS PUBLICITÁRIOS Jefferson Aquino 85 8746 9311 Francisco Chagas 85 8792 7300 9991 4724

JORNALISTA RESPONSÁVEL Diogenilson Aquino JP 2510/CE

REDAÇÃO

Rua 25 de Março 85 Centro - Fort/CE vibemag@gmail.com photochagas@gmail.com

TIRAGEM

5.000 exemplares Os artigos assinados não refletem necessariamente a opinião da VIBE. VIBE (leia-se “Vaibe”) é a abreviatura da palavra “Vibration” (Vibração).

ÍNDICe 08 24

Ana Lívia Heyner Furtado Juaci Araújo Russo Marcelo Bibita Rubinho Star Paulinho Freitas Caroline Gauche Gustavo Foerste

Jamaica

A vibe do reggae A praia que não é mais mansa

agita Guarderia Brasil

60 72

Indonésia

A surf trip cearense

Vibe Girl

Carol Vieira

Isabele Jucá. Por do sol na lagoa do Colosso. Fonte de inspiração

Capa - Fotos Osório em GREENBUSH. Stand up no Colosso. Carol é VIBEGIRLS. Festa na GUARDERIA BRASIL.


POR AÍ

Mariana , Clara, Bruna e Priscila (Reggae Club)

VIBEmag circulando pela cidade de Fortaleza, bombando de festas e evntos. E NÓS POR AÍ.

Carlos Augusto, Manu Tchao e Felipe Palhano

Yoga na lagoa do Colosso 8

Fabi Coelho

Gabriela Silveira

Maria Helena, Caio Ito e Barbara Gadelha

Victor Higgino, Marta Ramos Nicole Bahls, Adriana Meneses e Arnaldo Xavier VIBEmag I #01 I SET/OUT 2013


POR AÍ

Amélio Jr e Francisco Chagas

Família Beleza

Marcílio e Brawnzinho

Waltão, Lúcio e Kadinho

Roberta, Petronio Tavares e Mariana Arruda 10

Yesica Menendez e Keven Lennox VIBEmag I #01 I SET/OUT 2013


Equipe Konibaa

Brigida Frazão

Pena e Sophia

Monalizi Prata

Hermes Falcão e Lívia Rola VIBEmag I #01 I SET/OUT 2013

Teka Lenz

Manuela, Venicius e Danovan 11


POR AĂ? Show da musa do reggae internacional DEZARIER na Biruta.

Victor, Talita, Michel e David

Tabata e Michel Rock

Rebeca Fontenele

Romero Jucah e Micheline Gois

Bruna e Gazos

12

Marcos e Caraol Monteiro

Luana e Bruno Martins VIBEmag I #01 I SET/OUT 2013


A confraternização do “Supistas” na Pororoca. Noélio Sobrinho, Marcelo Bibita, Fabiano Tissot e Vinicius “Cabocão”.

StAND UP NA POROROCA Primeira expedição de Stand Up Paddle nas águas do rio Mearim, no Maranhão. 14

VIBEmag I #01 I SET/OUT 2013

Fotos Denis Sarmanho / crowdnet.com

AVENTURA


AVENTURA

Combonho a caminho

Jet sky a postos 16

m meados de junho último, foi realizada e organizada pela Associação Brasileira de Surf na Pororoca (ABRASPO) a primeira expedição Auera Aurara de Stand Up Paddle (SUP) na Pororoca do rio Mearim, que fica localizado na cidade de Ararí (Maranhão), a 160km da capital São Luis. O objetivo era aproveitar o fenômeno conhecido como “Big Moon” (Grande Lua), que provoca enormes amplitudes da maré, para sentir as possibili-

dades de, num futuro próximo, realizar um evento inédito de SUP na Pororoca. Para tanto, a ABRASPO, através de seus diretores Ricardo Fernandes e Noélio Sobrinho, convidou determinados supistas de alguns estados do Brasil, para essa aventura. Foram eles: os cearenses Marcelo Bibita e Flávio Ramalho; o maranhense Vinicius “Cabocão”; o gaúcho Fabiano Tissot; o paulista Luciano Meneguello; e o catarinense Roberto Vicente. VIBEmag I #01 I SET/OUT 2013


Roberto Vicentin no igarapé do Jacaré

Perfeição no corredor da morte

Fabiano Tissot e Flávio Ramalho VIBEmag I #01 I SET/OUT 2013

17


Luciano Meneguete numa direitinha perfeita

E tem tamanho

A espera da Pororoca no Grande Mearim 18

VIBEmag I #01 I SET/OUT 2013


Os supistas reunidos à beira do rio

Foram quatro dias de muita adrenalina, admiração e muitos quilômetros de ondas, que se formaram em meio às bancadas ao longo do rio. A mais temida onda formada na Pororoca foi denominada de “corredor da morte”. Decepção para alguns por não conseguirem surfar essa grandiosa onda de rio, e puro êxtase para outros que aproveitaram uma onda praticamente sem espuma por longos oito ou mais minutos. Várias rasgadas, cut backs, nose riders, snaps e outras manobras aos montes, sempre cravando forte o remo na água. Ao término da expedição Auera Aurara, todos estavam eufóricos e sorridentes, com inúmeros comentários, comparações, vibrações e todo tipo de exposição de sensações vividas nesses dias tão especiais, em meio a uma natureza fascinante e exuberante.

Pororoca do Rio Pindaré VIBEmag I #01 I SET/OUT 2013

19


CENA MUSICAL

O SURF MUSIC DA

A

ideia inicial era só fazer um somsurf para galera da praia, com esse intuito o músico cearense Paulinho Freitas criou a banda Tow In, em 2008. Em sua formação original, a banda conta com músicos de muita qualidade, sendo esse o diferencial que fez a Tow In ultrapassar sua meta inicial e atingir o grande público cearense, nacional e até internacional. Por muitos anos, a Tow In vem tocando em baladas renomadas como Órbita Bar, Guarderia Brasil, Degusti Bar, Sexta Blue, Biruta, den-

20

tre outras. Nessas idas e vindas, a banda já compartilhou o palco com bandas como Sublime, The Beautiful Girls, Charlie Brown Jr., isso tornou a Tow In bem popular na cidade de Fortaleza e em outros picos de surf do País. O grupo leva aos palcos toda a energia e a vibe da música surf, passeando pelo rock, reggae e muito surfmusic. O estilo musical da Tow In é puro surfmusic e soulsurfer. Os músicos da banda tentam levar ao seu público um clima de elevação e extremo respeito, que diariamente o

oceano nos ensina, e por ser verdadeiro esse sentimento por parte de seus integrantes, a banda tem hoje uma aceitação unânime no meio do surf. Paulinho Freitas estava em temporada europeia, mas voltou ao Brasil em setembro para fazer uma turnê em Florianópolis, quando encontra nos palcos sulistas um grande parceiro de música e de surf, Teco Padaratz. Depois, Paulinho retorna a Fortaleza para retomar o trabalho de surfmusic da Tow In, que sempre o caracterizou. Por Paulinho Freitas VIBEmag I #01 I SET/OUT 2013


ARTE NA VEIA

Essa coluna vai divulgar trabalhos com artes, fotos ou afins relativos a cultura praia. Nessa primeira edição, inauguramos a coluna com uma mostra de fotos feita pelo atleta Gustavo Foerster em sua recente viagem ao Hawaii.

Gustavo Foerster e Gisa de Paula EXPÕEM FOTOS DO HAWAII

Por Gustavo Foerster

O

que você faria para realizar um sonho? Abriria mão da estabilidade que um bom emprego pode te oferecer, deixando para trás amigos, família e o conforto de não correr o risco de tentar? Embora muitos digam que sim, a verdade é que poucos são aqueles que têm a coragem e o desapego de se lançar rumo ao desconhecido. Depois de se libertarem dos bens materiais e tornarem suas vidas mais

Jude Tavares, Pena, Gisa de Paula, Gustavo e Isabela Sousa 22

Gustavo Foerster


Em Fortaleza a exposição foi no Koni Baa

Arte havaiana

Arco-íris no Hawaii

leves, o atleta profissional de kitesurf, Gustavo Foerster e sua esposa, Gisa de Paula, embarcaram para o Hawaii, levando na bagagem muita disposição para fazer essa escolha valer a pena. E valeu! Juntos, mergulharam em um mar de descobertas e autoconhecimento, produziram diversas imagens, escreveram matérias e se preparam para lançar o filme dessa aventura que vai muito além das famosas ondas gigantes. A exposição de fotos dessa viagem dos sonhos, feita pelo kitesurfista, Profissional do time da Pena VIBEmag I #01 I SET/OUT 2013

Surf Wear, Gustavo Foerster e sua esposa, Gisa de Paula, foi aberta oficialmente em Fortaleza (CE), e agora segue para outras cidades do Nordeste, como Recife e Salvador. O projeto também dará origem ao documentário “Nunca desista dos seus sonhos”, um filme que será lançado no site da Pena no início da temporada de ventos. Uma iniciativa da Pena Surf, que vem investindo forte com projetos agressivos em diversos canais de mídia e atletas de ponta defendendo a bandeira da marca: Spirit of Freedom. 23


VIAJANDO

A vIBe DO ReGGAe

Por Rubinho Star

Kingston City Hall

Com algumas viagens à Jamaica, o conceituado DJ cearense Rubinho Star nos dá importantes dicas de como fazer uma viagem dos sonhos a terra de Bob Marley. Ziggy Marley

VIBEmag I #01 I SET/OUT 2013


Murais jamaicanos

C

onhecida pela filosofia rastafári, pela música de Bob Marley, ou pelos resorts de luxos que povoam seu litoral, a Jamaica faz parte do arquipélago das Antilhas, e possui praias paradisíacas e inúmeras atrações turísticas naturais. Montego Bay, Ocho Rios, Negril e Kingston, a capital, são algumas das cidades a visitar. Nesta ilha não faltam alegria, reggae, felicidade e muita cor. A Jamaica pode ser visitada durante todo o ano. Mas, grande parte dos turistas viajam no início de agosto, mês em que acontecem os grandes festivais de reggae, como Sumfest e o Sunsplash, com programações que duram cerca de 7 dias. Em janeiro também acontece outro grande festival, é o Rebel Salute, considerado o maior e melhor festival de reggae da ilha. O reggae é um capítulo a parte. A partir de 1972, a música dos rapazes com cabelo rastafáris começou a conquistar o mundo. Daí em diante, a Ja-

VIBEmag I #01 I SET/OUT 2013

maica, que quase ninguém sabia onde ficava, tornou-se realmente famosa. O turismo é uma das maiores fontes de riquezas e, curiosamente, os jamaicanos rastas, outrora um problema para os agentes de turismo, “venderam” o país. Eles são hoje um cartão de visita da Jamaica. ONDE FICAR Hotéis: existem muitos hotéis de alta categoria em Kingston. Os melhores estão na região de Strawberry Hill. Porém, existem opções mais baratas em Port Royal e em Guest House. ONDE IR Bob Marley Museum: localizado na cidade de Kingston. O Museu de Bob Marley é o ponto mais visitado da capital jamaicana. A casa com jardim e muros altos serviu de residência do famoso cantor de reggae até a sua morte, em 1981. New Kingston: um bairro moderno que abriga lojas, restaurantes. É o 25


Os festivais de reggae são uma atração a parte na Jamaica

Ricks Café, ponto de encontro de famosos

maior centro financeiro de Kingston. Rick’s Café: localizado na cidade de Negril, é muito frequentado por famosos. Sua localização é impressionante, já que se situa diretamente sobre as falésias de Negril. Nine Miles: fica no interior e foi onde Bob Marley nasceu. Pode-se visitar seu mausoléu e a casa onde o cantor veio ao mundo e viveu. Dunn’s River Falls: trata-se das cataratas mais famosas da Jamaica. Estão situadas em Ocho Rios. Rio Negro: ideal para conhecer as mangueiras e o habitat natural de crocodilos e garças de patas amarela. CLIMA O clima é tropical, existindo uma temporada de chuvas, que vai de maio a junho e de setembro a outubro. A temperatura média anual oscila entre os 23º e os 30ºC, na costa. Leve roupas leves de algodão ou linho, protetor solar, repelente de mosquitos, etc. VIBEmag I #01 I SET/OUT 2013

Museu Bob Marley


O Dj cearense Rubinho Star e suas dicas na Jamaica

INFORMAÇÕES BÁSICAS Moeda: Dólar Jamaicano. Necessário adquirir dólares americanos previamente no Brasil, e ao desembarcar poderá trocar por dólar jamaicano no aeroporto, bancos e casas de câmbio. Idioma: Inglês e patuá (patois – dialeto jamaicano).

Como chegar: Não há voos diretos do Brasil para a Jamaica, é preciso fazer conexões nos Estados Unidos, pela American Airlines, ou no Panamá, pela Copa Airlines, para chegar em Kingston. Optando pela viagem pelos Estados Unidos, é necessário visto de entrada americano.


COLUNA

X

RUSSO RUSSO

“Ação ou efeito de respeitar. Sentimento que leva alguém a tratar outra pessoa com grande atenção, profunda deferência, consideração ou reverência: respeito filial”. Site: http://www.dicio.com.br/respeito/

R

espeito. Essa palavra simples e direta está sendo cada vez menos utilizada. Quase zero! Acabou! Vou explicar o porquê dessa afirmação, meu ponto de vista. Algum tempo atrás, pelas redes sociais, aconteceu um bate boca entre dois amigos. Não vou entrar em detalhes, nem citar nomes, mas a discussão tomou proporções que nunca imaginei. Uma baixaria sem precedentes. Porém, o que me chamou a atenção mesmo foi a falta de respeito por parte de um dos “brigões”, que alegou ter feito muito mais pelo surf do que algumas pessoas que estão na batalha tem um bom tempo! Vamos com calma! Cadê o respeito? Se você acha que fez tanto assim, calma, que seu trabalho será reconhecido. Quem faz bem e bem se sobressai em qualquer terreno deve também reconhecer quem veio antes, quem abriu as portas pra você, querendo ou não estão na estrada faz tempo, tem mais idade! Todo mundo envelhece. Ninguém, ninguém mesmo, vai ser jovem pra sempre. Pode ser campeão mundial, cantor, zelador, policial, professor, qualquer um, um dia vai ser o ex. Vem o mais novo que você e te passa o rodo. E aí!? Cadê o respeito por você? Quem vai te respeitar, se você não res-

28

Russo

peitou nem reconheceu o que as pessoas fizeram bem antes de você? Não vai existir! Hoje em dia, você pega um ônibus e quando entra um idoso ou uma senhora com bolsa, todo mundo que está sentado adormece ou nem olha. Deixa de ceder o lugar, não respeita o direito alheio. Se for falar de exemplos, vou tomar bastante tempo, então fica por aqui! Não estou aqui puxando saco de ninguém. Compartilho o meu pensamento de respeitar para ser respeitado, tanto agora quanto mais na frente! Som da escrita: Daddy Mory “Seigneurs De Guerre” (Reality) VIBEmag I #01 I SET/OUT 2013


ENTREVISTA: RAFAEL FORTI

A VIBE MAG, antenada nas inovações e tendências de marketing, entrevistou Rafael Forti (Marketing da PENA Surfwear). Ele traz muita bagagem, dicas importantes e ações de marketing esportivo. Por Diogenilson Aquino

R

Rafael Forti e Adriano Mineirinho, uma grande jogada de marketing 30

afael enumerou quatro principais tipos associados ao marketing esportivo: sustentável, social, cultural e esportivo (propriamente dito). Para ele, esses quatro estão interligados e precisam ser lapidados harmoniosamente para fortalecer a imagem de uma marca. Dos quatro, o marketing sustentável é indispensável, pois deve estar ligado à razão de existir de uma empresa. “Desde sua criação e concepção do seu produto e marca, a empresa deve pensar no nosso meio ambiente. É preciso envolver a sociedade VIBEmag I #01 I SET/OUT 2013


Prêmio da revista Fluir, pelo melhor anúncio. Ricardo Bocão, Pena, Rafael Forti e Fernanda Lima

na sustentabilidade das gerações futuras. E isso não é uma tarefa fácil”. O marketing social trata de ações que visem o desenvolvimento social. “O marketing social envolve fomento do esporte em comunidades carentes. É trabalhar com crianças pobres com a entrega de pranchas e acessórios esportivos que possam gerar oportunidades para o futuro delas. É possibilitar maiores horizontes através de esportes”. VIBEmag I #01 I SET/OUT 2013

Enquanto o marketing cultural tende a agregar valor, direta e indiretamente ligado ao esporte. “Caracteriza-se pela troca de informações e conhecimento com a sociedade”. Já o marketing esportivo, propriamente dito, é fomentar o esporte nas suas diversas modalidades. “o esporte torna as pessoas vivas e grandes marcas se concentram nessa vertente. A PENA teve o prazer de nascer do es-

porte e tem no marketing esportivo sua razão de existir”. Patrocínio de atletas mundiais Para o Diretor de Marketing, uma ação esportiva que agrega diferencial a empresa é o patrocínio de atletas. De acordo com Rafael, o investimento em esportitas é importante para ter formadores de opinião divulgando a marca em todos os lugares do mundo nas 31


ENTREVISTA: RAFAEL FORTI suas diversas atividades, ora competindo, ora participando de eventos sociais, políticos e culturais. Um exemplo é a PENA. Uma das principais empresas brasileiras de surfwear a investir em atletas de várias modalidades esportivas, como os surfistas Messias Félix, Adriano de Souza (Mineirinho) e o big rider Danilo Couto; o sandboarder Esdras Tikim; a bodyboarder Isabela Sousa. “A PENA faz grandes investimentos ousados, em quantidade e, principalmente, qualidade de atletas de diversos esportes. A empresa preconiza pela poli-valência, uma tendência global dos atletas não serem só especialistas na sua modalidade esportiva, mas que tenham um perfil diferenciado de trabalho, que também produzam conteúdo de outras áreas, que sejam articulados socialmente e se sintam confortáveis nas mais diversas situações e locais do mundo”. Em troca, a PENA 32

disponibiliza todo o apoio logístico para que os atletas patrocinados possam viajar e competir dentro e fora do Brasil. Isso vai em consonância com o slogan da empresa: “Spirit of Freedom”. “Essa é a missão da PENA, contribuir para a liberdade de espírito, independente do que se queira ser ou fazer”. Do Brasil para o mundo Sobre a importância da empresa ter sua marca representada por atletas nacionais em competições mundiais como o WCT, Rafael explica que é uma forma de buscar novos mercados, além do horizonte local. “Já são 27 anos atuando no mercado (local, regional e nacional) de sufwear. A PENA respeita suas origens, mas demonstra

amadurecimento estratégico investindo em atletas nacionais, que se destacam nas suas modalidades em competições mundiais. Sempre na procura de mais visibilidade, quebrando o paradigma de marca local, à medida que está a percepção do público estrangeiro. O feedback é sempre positivo”. O Diretor de Marketing aponta ainda que isso traz benefícios para dentro da própria empresa. “Com a presença desses atletas, a empresa sai do comodismo e se torna mais crítica na produção de suas peças, afinal não é só o Brasil olhando. Isso é interesse de crescer e evoluir positivamente”. VIBEmag I #01 I SET/OUT 2013


Rafael Forti é bacharel em Publicidade e Propaganda (Fanor), tem especialização em Marketing Estratégico (FGV) e Administração e Marketing de Varejo (CDL), e está cursando MBA em Marketing Digital (Farias Brito). Desde os 15 anos, Rafael trabalha com o surf, quando contribuía com a Federação Cearense de Surf. Em 2001, ele abriu uma Agência de Propaganda, que atendeu diversas empresas/clientes de grande porte do Estado do Ceará. Assumiu a função de Diretor de Marketing da Smolder, de 2007 a 2011. Em 2012, recebeu o convite para prestar consultoria como Diretor de Marketing na PENA, onde está até agora. VIBEmag I #01 I SET/OUT 2013

Surf na veia

Há sempre mais Rafael Forti elenca mais algumas ações de marketing esportivo: patrocinar e promover eventos esportivos, apoiar escolas de esportes, desenvolver conteúdo para disseminar a cultura nos meios de comunicação, apoiar e promover eventos culturais. Para finalizar, ele deixa mais uma dica sobre esse mundo do marketing esportivo. Segundo ele, hoje as pessoas querem vi-

ver mais, se alimentar melhor, serem vistas e amadas. Assim, o esporte é uma necessidade que contribui para isso, inclusive para uma empresa e sua marca. “A marca é um ser vivo, que precisa fomentar transformações positivas e o esporte é uma dessas transformações. O esporte é um caldeirão de positividade que gera experiência e trabalha com a emoção do ser humano. A PENA mistura tudo isso e desenvolve sua filosofia”. 33


SECRET POINT

IMBINHOARA

A PRAIA QUe NÃO É MAIS MANSA Por Romero Jucah

Agora realmente com os dias contados, resolvemos homenagear Imbinhoara ou Praia Mansa, aquela que é sem sombra de dúvidas uma das ondas mais perfeitas do Brasil e que sempre atraiu o maior crowd.

Chalie Brown entocado na Praia Mansa 34

VIBEmag I #01 I SET/OUT 2013


photochagas.com

“É como se o LIP da onda fosse puxado por uma corda, de tão perfeito que era o tubo.”

E

ssa frase inserida numa matéria sobre um secret point no Nordeste, em meados dos anos 70, na primeira revista de surf do Brasil, a saudosa Brasil Surf, me marcou bastante. A reportagem recheada de fotos, com ondas perfeitas, mostrava um pico chamado de Imbinhoara, que na época deixou muitos surfistas de boca aberta. Mas, nada mais era do que a tão conhecida e crowdeada de hoje, Praia Mansa.

O crowd chegou VIBEmag I #01 I SET/OUT 2013

35


SECRET POINT O nome Imbinhoara fora dado por alguns para despistar o crowd, já que sua localização ao lado do Farol do Mucuripe, no bairro Serviluz, em Fortaleza (CE), era muito central e de fácil acesso. Seu nome verdadeiro era Titã, e existia por lá uma colônia de pescadores, com entrada liberada. Anos mais tarde, com a ampliação do Porto do Mucuripe e a sua entrada proibida, o fundo foi aterrado e suas ondas sumiram por décadas. Porém, como por encanto da natureza, no início de 2001, ela deu novamente o ar de sua graça. Não com a perfeição de antigamente, no entanto com potencial. Surfei várias vezes por lá em companhia de alguns amigos. Como cinco cabeças dentro d’água já vira crowd, não tínhamos interesse nenhum em sair divulgando. É triste! Mas de dois anos para cá, ela praticamente foi condenada. É a onda da temporada mais fotografada, e o crowd veio junto, sem freio nenhum. Disseram-me que, numa manhã dessas, contaram 70 cabeças no outside. Urisss! Para completar, está para acontecer mais uma ampliação do Porto do Mucuripe e construção do novo Terminal Marítimo de Passagens, exatamente no local. As obras já começaram, aí é o fim, do mesmo jeito de anos atrás. O que fica mesmo em minha mente são algumas ondas na década de 70 e, principalmente, uma tarde de 2001, em plena segunda36

Romero Jucah bem iluminado em Imbinhoara


photochagas.com Foto Yuri Falcone

“É como se o lip da onda fosse puxado por uma corda...”

Visual do local


photochagas.com

Foto Yuri Falcone Duda Carneiro em um tubo perfeito

Foto Yuri Falcone

O potiguar Alan Jones mandando um aéreo na Praia Mansa

Esquerdas também quebram com tamanho

-feira de Carnaval. Eu e meu amigo de longas datas, fotógrafo Francisco Chagas, resolvemos checar Imbinhoara, pois tinha swell e os fatores combinavam bastante. Foi uma das melhores caídas e performances em mais de 35 anos de surf. Sozinho no outside, dropando todas as ondas da série, em direitas que passavam 38

raspando as pilastras. Batidas e tubos, até o escurecer. Porém, cadê as fotos?! Bem, o Chagas resolveu levar apenas seu funboard e arriscar ficar em pé na beirinha, não levando seu equipamento mágico. Não liguei, pois essa tarde maravilhosa está em minha memória para toda eternidade. VIBEmag I #01 I SET/OUT 2013


logia SOS Praias

A

sociedade, há muito tempo, lança de forma errada em ambientes aquáticos seus resíduos sólidos e acredita-se, até hoje, que é uma forma fácil de se destinar o lixo produzido. No imaginário do ser humano, esses resíduos desaparecem facilmente da visão, criando o mito da capacidade assimilativa infinita desses ambientes. Três fatores indicam como a sociedade mudou sua cultura e a relação consumo, economia e natureza: a) aumento da população mundial, b) o surgimento de materiais sintéticos persistentes e o c) consumo excessivo da sociedade. Ao se contemplar uma praia ou um rio é possível observar objetos flutuando, descaracterizando a unidade

42

Por Juaci Araujo de Oliveira. Biólogo, Coordenador do Projeto Limpando o Mundo, Programa de Educação Ambiental /AQUASIS

natural. A remoção pelos serviços públicos de limpeza urbana não dão respostas a esses problemas de forma estudada e adequada, aumentando os valores do serviço e consequentemente em impostos para o cidadão. Mas, muitas vezes os milhares de toneladas de resíduos estão indo para o fundo dos oceanos ou ficam boiando na superfície; sendo dispersados pelas correntes e os ventos. A destinação correta diminuiria os impactos aos rios, praias e oceanos. Qual turista ou cidadão gosta de estar em um ambiente sujo, feio e sujeito a pegar doenças? Há também o risco eminente aos animais que vivem nos ecossistemas aquáticos. Eles estão sendo afetados ou

mortos, como exemplo de 300 mil golfinhos, por ano, que morrem por causa de ingestão desse material ou presos em equipamentos de pesca abandonados nos oceanos. Dessa forma, pode-se concluir que os ecossistemas aquáticos e a

biodiversidade foram os mais afetados, assim como a nossa sociedade nos setores da pesca, da economia, do turismo, da saúde e da educação de uma localidade, de um estado ou nação. Estamos falando de uma qualidade de vida, ordenada por princípios VIBEmag I #01 I SET/OUT 2013


e valores baseados e voltados para a sustentabilidade ambiental. É das nossas vidas que estamos falando. A poluição por resíduos sólidos em ambientes aquáticos, em todo o mundo, aponta e revela a necessidade de ações de intervenção, monitoramento e limpeza dos órgãos públicos e uma mudança de atitudes e de relação da sociedade. Algumas políticas têm sido adotadas, para tentar minimizar os impactos antrópicos nesses ambientes, e garantir a qualidade da água, principalmente da água doce, para as próximas gerações. O Dia Mundial de Limpeza de rios e praias acontece no terceiro sábado de setembro, desde 1989. Os primeiros esforços para realização dessa iniciativa aconteceram na Austrália e nos Estados Unidos, através da organização Ocean Conservancy. No Ceará, desde 1994, a AQUASIS vem mantendo esta bandeira e trabalho. Em 2013, os surfistas Petrônio Tavares, VIBEmag I #01 I SET/OUT 2013

Calunga, Paulo Saad (Dado), Juaci Araujo e Alberto Campos preocupados com esse problema, se reunem e reforçam uma nova linha de trabalho para atuar na sociedade, fazendo a união de três instituições: Instituto Povos do Mar (IPOM), AQUASIS e GREENISH, que se torna patrocinador oficial do Projeto Limpando o Mundo Ceará. Com o funciona o Projeto? O projeto tem uma meta de cadastrar 400 voluntários e formar 20 grupos de monitoramento, em localidades diferentes nos municípios de Caucaia e Fortaleza. Os voluntários devem atuar na limpeza de praias, pelo menos, uma vez ao mês, sendo multiplicadores de informações e ações em suas comunidades. Ceará no Dia Mundial de Limpeza de Praias Entre as ações previstas para o dia 21 de setembro, está a divulgação da necessidade de preservação dos

ambientes aquáticos, ampliando a conscientização ambiental da população, principalmente em relação ao descarte inadequado de lixo. Você pode fazer sua parte participando dessa ação! Faça diferente! Nesse dia, vá a uma praia, rio ou lagoa e leve uma SACOLA e REMOVA o lixo encontrado nesses locais. Entre na luta pela cidadania e respeito ao meio ambiente. A previsão é de aproximadamente 600 voluntários gerarem ações de limpeza de praias e rios em 09 municípios (Fortaleza, Caucaia, Icapuí, Aracati, Traíri, Paracuru, São Gonçalo, Beberibe e Aquiraz) e em 25 localidades. Atividades: Limpeza de Praias, Rios e Lagoas. “I Carroçada Recicladores Limpando o Mundo” “I Ação Mutirão Escola Limpando o Mundo” Celebração do dia com ações culturais e apresentações artísticas. 43


SAÚDE

OFURÔ

Os banhos de imersão no ofurô constituem autênticos rituais familiares no Japão.

O

furô (banheira, em japonês), também chamado de furô é um tipo de banheira tradicional do Japão, caracterizada pelo seu formato bem mais profundo e curto do que uma banheira ocidental, permitindo a seu usuário tomar banho com o corpo em posição fetal, suficiente para que a água cubra os ombros de uma pessoa sentada. Comumente, essas banheiras são feitas em madeira (no Brasil, a mais utilizada é o cedro-rosa), existindo também modelos de acrílico, fibra de vidro e outros plásticos apropriados. Não se fazem de alvenaria, por questão de higiene. A água é aquecida por ebulidor elétrico ou, ainda, aquecedor a gás. A temperatura da água deve estar em aproximadamente 40ºC. O ofurô pode ser utilizado por mais de uma pessoa ao mesmo tempo. Os banhos de imersão no ofurô constituem autênticos rituais familiares no Japão. O objetivo não é lavar o corpo, pois quem entra num ofurô deve lavar-se e enxaguar-se previamente. Tomando banho em água fria e depois entrado com o corpo na água quente a pessoa terá um choque térmico, abrindo os poros da pele. Os benefícios dos banhos de imersão para a saú44

de são muito grandes: o prazer do relaxamento, que alivia estresses de toda natureza; limpeza de pele; reequilíbrio hormonal, pelo estímulo glandular causado pela água aquecida; desintoxicação muscular e estímulo da circulação sanguínea. Quando enriquecido com óleos essenciais e pétalas de rosas, proporciona ainda mais relaxamento e maior prazer. Fonte: http://pt.wikipedia. org/wiki/Ofur%C3%B4 VIBEmag I #01 I SET/OUT 2013


NUTRIÇÃO

Guia de Suplementos Alimentares O uso de qualquer tipo de suplementos requer cuidado, pois o uso desregrado pode ser prejudicial à saúde. Por Ana Lyvia Martins (CRN6 - 9742)

P

ara um corpo saudável, em forma e com um bom desempenho físico, é necessário, em primeiro lugar, uma alimentação adequada, que atenda as suas necessidades. Os suplementos alimentares estão como algo a mais da alimentação, não substituem refeições, nem devem ser a única forma de alimentação, pois não contém as vitaminas e minerais que os alimentos possuem e que são essenciais para o bom funcionamento do organismo. Dextrose Carboidrato simples, que tem função de repor as energias. Esse suplemento tem papel essencial após o treino, pois ele recupera as forma de armazenamento de carboidratos no corpo, permitindo que a pro46

teína exerça seu papel na construção dos músculos e não para ser utilizada para produzir energia. Glutamina Aminoácido presente no nosso organismo, atua nas defesas do corpo. Em treinos intensos, esse aminoácido é utilizado como fonte de energia. Sua suplementação age no aumento de massa muscular e fortalece as defesas do corpo. Hipercalórico Alta concentração de carboidratos e proteínas. Contém vitaminas e minerais. Indicado para pessoas que estão abaixo do peso, com dificuldades de ganho, ou esportistas que gastam muita energia durante os treinos. Evita o emagrecimento e favorece o ganho de massa muscular.

Cafeína Suplemento muito popular, que estimula o sistema nervoso central. Muito utilizada antes do treino, aumentando a disposição, o foco e auxiliando na queima de gordura. O uso de qualquer tipo de suplementos requer cuidado, pois o uso desregrado pode ser prejudicial à saúde, causando problemas nos rins e caso não seja adequado às necessidades, influencia de forma negativa no resultado esperado.

VIBEmag I #01 I SET/OUT 2013


COMPETIÇÕES

agita Guarderia Brasil

Dj agitou o happy hour

O Supista Geraldo Lemos Finalistas do kite

F

inal de semana muito colorido na Praia do Futuro, mais precisamente na Guarderia Brasil, com muitas velas, pipas, pranchas e outras beldades, no evento Estação dos Ventos, que reuniu atletas nas modalidades kite, windsurf e ainda contou com

48

Equipe do Cumbuco Kite Club presente no evento VIBEmag I #01 I SET/OUT 2013


COMPETIÇÕES

Staff e competidores num momento de relax

Ania e Debora Marinho

Daniel Bezerra 50

Finalistas do wind

a “Expression Session” de surf, representada pela nata do surf cearense. Disputas acirradas nas ondas e na aréia, o negócio também esquentava. Um verdadeiro desfile de beldades. Três dias para não esquecer e ainda com direito a uma maneiríssima festa, com início no pôr do sol até altas horas. Night perfeita, com show da banda Tow In tocando o fino surf music e Djs, que realmente botaram a galera pra dançar. Muito bom. Tudo a ver. VIBEmag I #01 I SET/OUT 2013


No sábado, rolou a festa Estação dos Ventos. A Guarderia Brasil bombou de gente bonita ao som da banda Tow In e Djs. Festa top mesmo.

Banda Tow In

O Dj botou a galera pra dançar

O personal Airton Bessa e amigos

Rafael Forti muito bem acompanhado

Carlos Sapão

Teka e Adriana Lenz

VIBEmag I #01 I SET/OUT 2013

Coisa fina

George Noronha bem na fita

A Guarderia Brasil bombou

Leandro, Gustavo Foerster e amigo 51


54


55


photochagas.com

URBANIZAÇÃO

Praia do Futuro: revitalizada Antes tarde do que nunca! A Praia do Futuro, recebendo essa maquiagem, faz jus agora ao seu nome. Mas, para completar a obra, que venha mais segurança e, se não for pedir muito, alguns fundos artificiais por lá. Fica a dica. Por Dani Soares

D

esde 2012, estamos sendo avisados pelo governo sobre uma obra de requalificação e expansão viária da nossa tão amada e odiada Praia do Futuro. Uma obra que promete transformar a nossa orla futurística numa nova Beira-mar, com calçadões padronizados, ciclovias, estacionamentos, praças e vias de ambos os sentidos para facilitar o acesso à praia. O que antes era uma simples promessa, no início desse ano, virou realiAs obras já começaram

dade. A Avenida Zezé Diogo começou a passar por modificações, sua pista está sendo recapeada e reforçada para que além de carros de passeios e ônibus, transitem, em segurança, caminhões de carga pesadas que embarquem e desembarcam mercadorias no porto de Fortaleza. Inicialmente, além dos transtornos básicos de acesso, não víamos impacto algum nas barracas, visto que ainda não tinham sido afetas. Contudo, a partir da última semana do mês de agosto, retroescavadeiras, Muito surf na PF


Sérgio Cavalcante, um dos locais mais ilustres da PF

caminhões, entre outras começaram a mudar a nossa área, a começar pela Barraca Açaí do Jojó. Quem costumava estacionar ao lado desse querido point, passou a não poder mais, isso porque a pista de sentido contrário e o calçadão serão construídos justamente “em cima” da barraca, e como caminhões com entulhos passam pela rua, quem estacionar lá correrá o risco de ter seu carro danificado. A barraca que continuará funcionando, po rém, com uma estrutura menor, passará a operar no salão próximo aos banheiros, onde sempre costumamos ver a criançada jogando capoeira. Joilson, Jojó, promete uma mudança e tanto para o seu empreendimento, que deixará seus frequentadores ainda mais felizes com seu atendimento e estabelecimento. Para os que estão se perguntado onde deixará suas chaves para aquele surf 58

Colírio

do dia, fiquem tranquilos, pois ainda poderão guardá-las lá. Na semana seguinte, as partes afetadas serão o DIMAS e a Crocobeach, e assim sucessivamente. A obra visa interligar as praias do Meireles, Serviluz, Futuro e Sabiaguaba numa só via, como um extenso calçadão. Esperamos que com essas reformas, possamos ter também uma melhor segurança para que cenas como os arrastões que vimos nas férias de julho e os assaltos diários não se repitam numa das praias mais frequentada e bonita do Ceará. Os transtornos serão necessários, para que no futuro possamos desfrutar. Mas, temos que ficar de olho e cuidar de um dos nossos lares. Afinal de conta, funcionando ou não, a Praia do Futuro nos recebe quando não tem ondas em outros picos e não podemos nos dirigir a outros lugares durante a semana. VIBEmag I #01 I SET/OUT 2013


SURF TRIP INDODANveÉZ DSOSIA SURF TRIP

S e S N e R CeA

RIP A SURF t

Raul Carvalho bem à vontade em Macarronys

Todos os anos, muitos surfistas aqui do Ceará se juntam a centenas de brasileiros em busca das ondas dos sonhos na Indonésia.

SURRFF ttRRIIPP Por Romero Jucah Fotos Kadu Maia e arquivo pessoal

60

VIBEmag I #01 I SET/OUT 2013


A

pesar de não custar nada barato e de ser uma viagem das mais cansativas, com mais de dois dias entre aviões e aeroportos, a Indonésia, com suas ilhas mágicas e ondas dos sonhos, tem recebido nos últimos anos uma quantidade cada vez mais crescente de surfistas cearenses em seus picos. Ao chegar em Bali, muitos se dirigem a outras ilhas, ou mesmo, em pacotes já agendados, em “Boats Trips”, principalmente do conceituado surfista brasileiro Kadu Maia, o barco Star Koat. Kadu residiu em Fortaleza anos atrás, o que facilita bastante a viagem da galera cearense em busca de ondas sem crowd. Eis então algumas fotos dos surfistas cearenses nessa temporada.

Vlademir, Jr Carioca, Zé Rubens e Pena em Dubai a caminho de Bali

Pena encarando as morras em Thanders VIBEmag I #01 I SET/OUT 2013

61


André Carvalho

Rebeca Barros

André Carvalho, Cláudio Dias, Osório, Rodrigo Lobo, Torres de Melo e Dudu

I

N

D

O

N

É

S

I

Diassis Machado em Nias 62

VIBEmag I #01 I SET/OUT 2013

A


Torres de Melo Roberta Campos

I

N

D

O

N

É

S

I

A

Star Koat

Kadu e Diassis

Dudu Cabral VIBEmag I #01 I SET/OUT 2013

63


SURF TRIP

George Washigton e Gilberto

Zorrinho

Raul e Roberta com os locais

I

N 64

D

O

Odalto, Zorrinho e André Carvalho

N

É

S

I

VIBEmag I #01 I SET/OUT 2013

A


Odalto num belo cenário

I

N

D

O

N

É

S

I

Petrônio Tavares entubando em Padang Padang

A


Rodrigo Frota, o campeão profissional

Waékdeo Colosso

photochagas.com

COMPETIÇÕES


O

Wake Park, localizado na Lagoa do Colosso, sediou no feriado de 7 de setembro, a primeira etapa do Circuito Cearense de Wake 2013. Com um bom número de inscritos e um público classe A, que lo-

Italo Correia

tou aquele que é uma das melhores estruturas para eventos deste esporte no Brasil. Coisa fina! A competição entrou pela noite a dentro, e ao som do músico e Dj Thiago Mancha acabou virando uma super festa.

Fanuel Queiroz


MODA Portugal

na Moda

P

Carolina Gauche

ode ser até que você pense que só agora as estampas que imitam as padronagens dos azulejos portugueses tenham entrado na moda. Posso afirmar com certeza que essas padronagens estão aparecendo gradativamente, pelo menos há quase dois anos em coleções de marcas importantes, que desfilam em grandes eventos nacionais como o São Paulo Fashion Week e Fashion Rio, isso sem contar as Semanas de Modas Internacionais, de Paris, Nova Iorque e Tóquio. O fato é, que para o Verão 2014, as estampas de fundo branco, com os desenhos em azul, bem lindas, vêm com tudo. Se você quer ficar in, aposte na tendência e arrase por aí!


Fica a dica Se você usar uma peça única, como um vestido, com estampa de azulejo, aposte em acessórios de tons neutos e num sapato bem lindo, mas clássico. Se você apostar em uma única peça como uma calça ou uma blusa, aposte em complementos de cores básicas. Para fazer um Mix de Estampas de sucesso com as padronagens de azulejo é preciso muito jogo de cintura com a moda e as combinações!

Não pode faltar!

Nos mínimos detalhes

As estampas de azulejo também estão presentes nos mínimos detalhes como em acessórios como sapatos e bolsas e até mesmo nail arts, que podem trazer os mínimos detalhes da padronagem.

Elegemos essa regata linda com modelagem mullet, da Renner (R$ 69,90) que não pode faltar no seu guarda-roupas nesse Verão!

Carolina Gauche é colunista de moda do Jornal O Povo, aqui no Ceará. Para conhecer um pouco mais sobre o trabalho da moça, curta a sua Fan Page, a Carol Gauche. VIBEmag I #01 I SET/OUT 2013

69


UMAS E OUTRAS

Levy Lenz

Devido uma infecção estomacal, o windsurfista Levy Lenz teve que abandonar o sulamericano de wind na praia de Pacasmayo, no Peru, e retornar as pressas a Fortaleza, onde foi hospitalizado.

• Além do já tradicional festival do Escargot, inclusive com show de Zeca Baleiro entre outros, a praia da Taiba foi sede também no mesmo final de semana de uma etapa do cearense se surf e de kite. Parabéns ao novo prefeito de São Gonçalo, Claudio Pinho. Agora vai! • A Maresia inaugurou recentemente em Fortaleza, duas lojas e com novo conceito. • A Nordeste Surf Expô, feira de surfwear do norte e nordeste volta com força total em 2014, e com novas parcerias. • A associação de SUP do estado do Ceará tem novo presidente. Trata-se do boa praça Henrique Stendorf. • A lamentar e muito. Um dos maiores surfistas hawaianos de todos os tempos Buttons Kalickalani e que ganhou destaque no mundo do surf na década de 70 foi diagnosticado este mês que está com câncer. • Fazendo o maior sucesso, as clínicas de SUP realizadas pelo atleta Alex Araujo, no Colosso Wave Park. Vale a pena conferir. • Quem se encontra em Fortaleza é o grande mestre de capoeira Paulão (Capoeira Brasil). Paulão reside há 16 anos na Europa, onde de lá corre o mundo participando de encontros, palestras e congressos. • Vem aí novidades. Ainda este ano reativação da Associação de Surf de Fortaleza. Nova atitude em 2014.


photochagas.com


Doze dicas

para melhorar qualidade de seu estilo de vida

1º) Busque um sono melhor, mais profundo e reparador. 2º) Envolva-se com uma alimentação mais adequada com seu gasto calórico. 3º) Introduza o movimento na sua vida. 4º) Encontre um tempo por menor que seja para o relaxamento e a meditação. 5º) Tenha a atitude simples de buscar estar presente com sua cabeça onde está o seu corpo. 6º) Ao acordar antes do café da manhã tome um copo d’água. 7º) Faça respirações profundas e tran-

quilas sempre que se perceber vivo. 8º) Espreguice e boceje várias vezes por dia. 9º) Contemple mais a vida que nos cerca e pense menos. Não leve a vida muito a sério. 10º) Traga ao seu mundo social mais amigos. Pessoas queridas são fatores fundamentais para adquirir uma vida melhor com mais resultado e qualidade. 11º) Se possível, more perto do trabalho. 12º) Após o almoço tenha mais momentos de divertimento e recreação. Fonte: http://www2.uol.com.br/vyaestelar/nunocobra39.htm



VibeMag_01