1 minute read

Tecnologia Explicada

Entramos no Ciem, a sala do Ecad onde se monitora o uso de músicas em TVs e rádio; vídeo da UBC mostra como funciona a tecnologia Tec-CIA

por_Roberto de Oliveira ∎ do_ Rio

O sistema de aferição, pelo Ecad, da execução pública de músicas em TVs, rádios, plataformas de streaming, shows e festivais, estabelecimentos comerciais ou hoteleiros, entre diversos outros casos, é cheio de nuances. Mas um elemento comum às técnicas empregadas salta aos olhos: é a tecnologia.

Em visita à sede nacional da entidade, no Rio de Janeiro, conhecemos o Centro de Identificação de Execução de Músicas (Ciem), onde trabalham diversos profissionais monitorando o emprego de músicas pelos usuários. Trata-se de parte fundamental da distribuição. Um grande implemento no processo se deu com a criação de um software pelo Ecad e a PUC-Rio, o Tec-CIA (sistema de tecnologia para a captação e a identificação automática).

Esse sistema é destinado aos dois usuários responsáveis pela maior parte da arrecadação: TVs e rádio. Faz a comparação das músicas usadas pelas emissoras com as informações existentes no banco de dados do Ecad. Assim, permite o processamento de uma quantidade grande de dados com nível de fidedignidade elevado.

O banco de dados do Ecad é, em grande parte, alimentado pelas gravadoras, que têm uma senha para acessar a área de transferência e incluir novas músicas quando quiserem. Quanto maior o catálogo, maior a precisão do Tec-CIA, daí as muitas ações levadas a cabo tanto pelo Ecad quanto pelas sociedades que o compõem (como a UBC) para estimular a atualização constante das informações.

Com declarações de José Pires, gerente de TI e Planejamento Estratégico do Ecad, e de Samuel Garcez, técnico de escuta do Ecad, um vídeo produzido pela UBC traz detalhes do trabalho no Ciem.

Acesse ubc.vc/TECCIA e confira!