Issuu on Google+

Ano II - Nº 21 - Gratuita

Os desejos

das mulheres

Elas não medem esforços na busca daquilo que querem. A touché! sabe disto e preparou uma reportagem especial. Confira!

Luiz Cláudio Tarallo

O jundiaiense técnico da Seleção Feminina de Basquete em entrevista especial para a touché!

Beco Fino

Um leque de opções

Conheça a variedade gastronômica e comercial deste espaço de Jundiaí

Feng Shui

no seu estilo

Saiba como o Feng Shui pode te ajudar em diversos setores através do seu modo de se vestir

e Pedra Bela Natureza Ave nt ura


Pedra Bela cheia de animais silvestres

www.revistatouche.com.br www.facebook.com/ revistatouche Editora- Chefe: Monica Tozetto editora@revistatouche.com.br Textos: Monica Tozetto - MTB: 33.120 Marketing: Talitha Souza mkt@revistatouche.com.br Artes e diagramação: Equipe Revista touché! Tiragem: 6.500 exemplares Audiência Média: 20 Mil Pessoas Distribuição: Nas melhores bancas, padarias, salões de beleza, bares, academias, comércios cadastrados e bairros de Jundiaí e Região. Consulte-nos para saber onde tem uma touché! próxima de você!

Revista

Entre em contato conosco: mkt@revistatouche.com.br atendimento@revistatouche.com.br Endereço: Dino, 202 - Ponte São João- Jundiaí- SP Fone: 11 4587-6499

Porque devemos desprezar as celebridades Q

uando De Gaulle foi elevado à categoria de herói pelo povo francês, disparou: “Pobre do povo que precisa de heróis.” Eram tempos difíceis e o general comandou, ainda que longe de Paris, a resistência francesa contra os nazistas. Uma figura forjada no sangue, suor e lágrimas. O tempo passou e muitas figuras desapareceram, ou estão dando um tempo, sei lá. Mas de uma maneira infame, celebridades céleres assumiram o hall da fama, turbinados pela falta de criatividade das TVs, pelo excesso de páginas das revistas ou ainda pelo descontrole da internet. O fato é que estão entre nós em nada acrescentam. O que a Xuxa tem a nos ensinar? O que um BBB, seja lá o número que for, pode nos dizer sobre como criar nossos filhos? Ou ainda, o que justificaria doarmos um único segundo do nosso tempo para saber por onde andou uma atriz da novela das 8? A preguiça dos meios de comunicação aliada a sua crescente falta de originalidade amplificam os espaços deste tipo de conteúdo. Aqui na touché! temos lutado para encontrar senão heróis, personagens originais da nossa cidade que sempre tem uma boa história para contar. Nesse número Luiz Carlos Tarallo fala um pouco do trabalho que o levou ao posto de treinador da Seleção Brasileira de basquete, já com vaga garantida nas Olimpíadas de Londres. Pedra Bela é nosso destino. Também abordamos o dia da Mulher, com uma reportagem especial. E a revista ainda tem muitas outras atrações e os textos exclusivos de nossos colunistas. Aproveitem.

Mônica Tozet to, editora editora@revista touche.com.br

Na touché! tem

06

Entrevista com Luiz Cláudio Tarallo

10

Os Desejos das mulheres

18

touché! no Beco Fino

22

Viagem: Pedra Bela

28

Feng Shui no seu estilo!

30

Dicas de produtos da touché!

31

Colunistas exclusivos da touché!


Gente

touché! Por Mônica Tozetto

C

om apenas 45 anos, Luiz Cláudio Tarallo é o atual técnico da Seleção Brasileira de Basquete Feminino. Ele assumiu em dezembro de 2016. Na bagagem, muita empolgação, foco e disposição para fazer um trabalho de primeira. Aliás, é isso que ele tem feito desde que assumiu, em 1991, o time de basquete feminino do Cica-Divino. Na verdade, ele começou como preparador físico e era essa área que pretendia seguir. Mas, o destino não quis assim. Ainda bem para todos! Conheça um pouco a história de Tarallo e entenda porque o resultado da dedicação verdadeira é a colheita dos frutos

Porque, para nós, todo dia

é dia das Mulheres! 8 de março - Dia internacional da mulher

Unidade I: Rua Zacarias de Góes, 535 - Centro - Jundiaí Fone 11 4583.8830 Unidade II: Rua Dr. Socrates F. de Oliveira, 161 - Chácara Urbana - Jundiaí Fone 11 4583.7070

www. biologico. com.br 06


Luiz Cláudio Tarallo l i d e ra n d o as meninas do basquete brasileiro

Nasce um técnico

“Comecei no basquete em 1988, no Divino, como preparador físico. Em 1991, fui para o Cica-Divino, também como preparador. Quando os patrocinadores saíram, acabou surgindo a necessidade de continuar o trabalho e precisavam de um técnico. Meio a contragosto, acabei assumindo a função. De lá pra cá, fui pegando gosto, trabalhando, abraçando as oportunidades que foram surgindo. Os campeonatos apareceram, fui para o São João, voltei para o Divino e minha carreira foi tomando forma”.

A seleção

“Em 2005, fui convidado para ser técnico da Seleção Brasileira, nas categorias de base. Conciliava ainda essa função com outros trabalhos em Jundiaí. Cheguei também a atuar como auxiliar técnico da seleção adulta. No dia 16 de dezembro do ano passado, recebi o convite para ser o técnico oficial da adulta, tarefa que desempenho agora com exclusividade”

O difícil trabalho de escolher e planejar

“Nesse primeiro momento como técnico, estou traçando o planejamento de trabalho. Assisto a treinos, viajo, observo adversários, pela televisão ou “in loco”. Edito jogos, estudo, filmo as atletas sozinhas e com a equipe. O trabalho precisa ser estratégico, de observação, estudo, reunindo o máximo de informações possíveis do adversário. Em nível de seleção brasileira, essa etapa é importante na elaboração

de estratégias, montagem de esquema de jogos e a escolha das jogadoras brasileiras que se adaptarão a esses esquemas.

Treinando pra valer

“Vamos começar a treinar em meados de abril, início de maio. Estou até tentando antecipar, para termos mais tempo de treino, mas os jogos da liga terminam em 16 de abril e as meninas precisam de um tempo para descansar. Quando come-

O trabalho precisa ser estratégico, de observação, estudo, reunindo o máximo de informações possíveis do adversário

çarmos, a preparação se dará, além dos treinos, em jogos dentro e fora do País. Teremos também o pré-olímpico mundial nesse período.

O estrategista “O primeiro passo é a escolha das jogadoras. Utilizo como critério optar pelas melhores do momento. A partir daí, é montar uma estratégia, explorando o potencial de cada uma. Também, é preciso estudar as posições com maiores carências e as condições de se

colocar uma jogadora mais nova, já pensando em 2016. É isso que pretendo fazer. Uma das funções que me atribuíram é, além de técnico, preparar a seleção para 2016. Muitas jogadoras que estão agora, não estarão nas próximas olimpíadas. É necessário – e natural – a renovação. Ainda não temos uma relação de atletas para a seleção hoje. Temos uma base, claro, do pré-olímpico. Porque estou desenvolvendo um trabalho muito cuidadoso. Mas uma coisa eu garanto: vamos com força máxima”

Temperamento em quadra

“Já fui muito linha dura em quadra. Mudei bastante. Com o passar do tempo, um técnico vai amadurecendo, vivenciando, experimentando. Acredito que hoje sou mais equilibrado. Tenho, obviamente, meus momentos de fúria, que são inevitáveis. Mas faço as meninas entenderem que, quando a gente chama a atenção de um atleta na quadra, não é a pessoa, mas a atitude que a jogadora está tendo. Trabalhar com meninas é diferente do que trabalhar com meninos. Elas têm um lado mais sensível. Mas, depois que entendem que é para o bem delas, encaram de outra maneira, o que facilita muito. Graças a Deus sempre tive um relacionamento muito bom com as meninas.”

TPM no placar “Problemas femininos como a TPM ficam mais difíceis de lidar dentro de um clube, por exemplo, dependendo da estrutura. Mas na Seleção o acompanha-

07


Gente

touché!

mento é mais próximo da equipe médica. Há à disposição fisioterapeuta, nutricionista, ginecologista... Elas fazem exames constantes e existe até programação para que, no período competitivo, as atletas estejam com os hormônios controlados.”

O caminho para o sucesso

“Acho que cheguei até aqui, primeiro, pela paixão com que desenvolvo meu trabalho. Mas, também, porque posso contar com o apoio da minha família e de outras pessoas que estão ao meu lado. Para eu servir a Seleção, tive licença dos colégios que trabalho e da Prefeitura, o que permite que eu possa voltar quando não estiver mais como técnico do time. Além disso, estou sempre estudando, me atualizando, procurando fazer o melhor.”

Chorando as pitangas

“É mais difícil as meninas procurarem o técnico para desabafarem. Elas escolhem os membros da comissão técnica, como o preparador físico, do qual ficam mais próximas. Algumas acabam se aproximando mais, mas de maneira geral, têm um certo receio. É por isso que a comissão precisa falar a mesma língua,

08

fazer a menina entender o porquê do que está acontecendo. O dia-a-dia de um time é difícil. Cada um tem sua história, seus problemas, são pessoas que, em alguns dias, precisam de ajuda. Mas elas também são profissionais e aprendem a dividir isso também.

Estou sempre estudando, me atualizando, procurando fazer o meu melhor

Perfil de uma atleta

“Acredito que as características de uma atleta de seleção devem reunir qualidade técnica e física acima da média. Mas não é só isso. No meu caso, procuro jogadoras comprometidas com a Seleção. Quando o grupo está comprometido, os resultados são mais evidentes. A jogadora deve ter confiança, ser trabalha-


dora, dedicada ao máximo e estar a fim de jogar. Porque o treino é pesado. São mais de três horas pela manhã e cerca de três à tarde de treino. Fora a fisioterapia e outras atividades. Elas devem ficar à disposição 24 horas, a não ser nos poucos momentos de folga.

Acho que cheguei até aqui, primeiro, pela paixão com que desenvolvo meu trabalho

física, tanto escolar quanto competitiva”.

O professor

“Ainda trabalho com educação escolar. Atualmente, coordeno a disciplina na rede dos Colégios Vicentinos. Lecionei durante 20 anos também nesse sistema de ensino. Gosto muito dessa área”.

A família

“Depois que terminei a faculdade, comecei a trabalhar e me casei. Temos dois filhos: Letícia, com 15 anos e Leonardo, com 13. Se minha mulher tem ciúme? Ela diz que não. Mas o apoio que recebo deles é indispensável. Viajo bastante, fico ausente muito tempo e não fosse o respaldo, principalmente da minha esposa, seria muito mais difícil”.

Orgulho de ser brasileiro Vida escolar

“Fiz escola pública. Primeiro no Cecília Rolemberg, depois, colegial no Ana Paes. Apesar de nunca ter sido atleta, sempre gostei de praticar esportes de uma maneira geral. Por isso, não tive dúvidas quando ingressei na ESEF, aos 17 anos. Sabia exatamente que era isso que queria. Minha idéia inicial era trabalhar com educação

“Estou curtindo bastante meu novo cargo. Estar ali como técnico é um motivo de orgulho. E, a emoção ser o principal nome da área, ter a oportunidade de defender o Brasil e ainda participar dos jogos olímpicos, é inexplicável. Medo? Não, até porque deixei bem claro, quando entrei, que tinha pouco tempo de treino. Afirmei que eles poderiam me cobrar trabalho, dedicação e esforço. Porém, quanto aos resultados, eu

faria o máximo. Mas os dirigentes me explicaram que o projeto visava 2016. Nesse caso, posso prometer resultados. Claro que o objetivo nosso é sempre ganhar, mas num

Viajo bastante, fico ausente muito tempo e não fosse o respaldo, principalmente da minha esposa, seria muito mais difícil

esporte de alto rendimento, muita coisa pode acontecer. E o técnico está sempre na vitrine, não podemos nos iludir. Por isso, estou aproveitando o momento. O fato de ter chegado no cargo, é porque estou preparado para isso. Então, quero continuar, revelar jogadoras, preparar o time para 2016, colocar a equipe onde ela merece. Mas a gente sabe que, em qualquer modalidade, a passagem do técnico pode ser efêmera. Ter chegado lá já é uma vitória”.

Chegou a

Abra a sua casa para a Páscoa A alegria da época mais doce do ano

Páscoa na nossa loja

Confira!

Abra sua casa ou comércio para a época mais doce do ano. Na Art Country você encontra a maior variedade em produtos para esta data tão gostosa e mágica. Artigos de decoração, pelúcias, artigos de jardinagem. Jogos de jantar exclusivos para a Páscoa, jogos de café da manhã e muito mais. Rua Giácomo Ítiria, 119 - Anhangabaú - Jundiaí 11 4586-7970 | www.artcountryjundiai.com.br

09


Especial Capa touché!

Os desejos

das mulheres

A

s mulheres estão sempre desejando algo, seja material, espiritual ou na área da saúde. Um corpo melhor, equilíbrio, uma casa arrumada, saúde para conseguir agüentar o tranco. Mas, mais do que isso, elas não ficam apenas na vontade. Arregaçam as mangas e lutam pelo que querem. Acompanhe as dicas que a revista touché! buscou para ajudar na hercúlea tarefa de ficar bonita, cuidar da casa, trabalhar, cuidar dos filhos, fazer academia... melhor parar por aqui.

10


Saúde, com Pilates

A

traindo mais adeptos a cada ano, o Pilates busca harmonia entre corpo e mente, trabalhando o autoconhecimento e a concentração. O método consiste em exercícios, alongamentos, posturas e respiração. A prática constante fortalece a musculatura, corrige má postura e alivia dores nas costas. A modalidade, ainda, previne e reabilita lesões articulares e musculares e prepara atletas. Entre as patologias que podem ser combatidas, estão osteoporose, artrose, fibromialgia, desvios na coluna, dor ciática, incontinência urinária entre outras. O Pilates também pode ser praticado durante e após a gestação. Se o objetivo é emagrecer, o ideal é aliar o Pilates a uma atividade aeróbica, como natação, caminhada ou corrida.

Sem contra-indicação

O Pilates pode ser praticado por qualquer pessoa em qualquer nível de condicionamento e em qualquer nível de condicionamento. A atividade pode ain-

da, ser exercitada individualmente ou em pequenos grupos, o que possibilita o direcionamento às necessidades individuais. Existem pouquíssimas restrições e quando há, estão ligadas ao quadro patológico de cada um. De acordo com o criador do método, Joseph Pilates, após as 10 primeiras aulas, a pessoa já sente mudanças em seu próprio corpo e após 30 aulas, começam a notar mudanças no corpo dos praticantes. Para que isso aconteça, é necessário que o aluno seja disciplinado e freqüente com assiduidade as aulas. A atividade pode ser realizada a partir de uma vez por semana, sendo que para quem tem possibilidades de realiza-lá duas vezes ou mais os resultados são mais rápidos.

Benefícios

• Melhora da consciência corporal • A parte do corpo mais beneficiada é a coluna, devido a movimentos que aumentam a estabilidade lombar, trazendo flexibilidade e força em conjunto para torná-la mais resistente.

Comece a praticar

Se você ficou tentado com todos esses benefícios, agora é a hora de procurar um estúdio de Pilates, com profissionais habilitados a trabalhar com o método, comprometidos com os resultados dos alunos.

Faça uma aula experimental gratuita Rua XV de Novembro, 1749 - Vila Municipal Jundiaí | Fone: 11 4522-7176 | 11 7468-0599 heloisa@novapilates.com.br www.novapilates.com.br

• Realinhamento postural Entre em contato: • Bem estar e qualidade de vida Rua XV de Novembro, 1749 - Vila Municipal - Jundiaí/SP • Fortalecimento muscular Fone: 11 4522-7176 | 11 7468-0599 • Aumento da flexibilidade e da resistência heloisa@novapilates.com.br •Alívio das dores crônicas e tensões musculares www.novapilates.com.br • Equilíbrio físico e mental • Alívio do estresse 11


Linda sempre!

A

beleza também está relacionada ao sentir-se bem, gostar-se e manter a autoestima elevada. Para a equipe Le Hu Beleza & Estética, é essencial entender e conhecer a fundo os clientes, buscando o que realmente pode fazê-lo feliz e mostrando que é possível cuidar-se sempre, assumindo um compromisso consigo mesmo. Além da estética, a clínica oferece o apoio de uma nutricionista e enfatiza a importância da atividade física. Outra preocupação da Le Hu é no investimento constante em aparelhos, métodos e claro, pessoal. Os profissionais da clínica ressaltam também que, quando se busca um tratamento estético, é preciso procurar locais qualificados e também estar disposto a encarar as mudanças.

Tratamentos do momento

• Peeling facial – Volta com tudo nessa época do ano. Cuida da pele como um todo, fazendo a renovação celular, promovendo clareamento de manchas, controlando a oleosidade da pele, acnes e amenizando cicatrizes de acnes. Também estimula a produção de colágeno e elastina promovendo o rejuvenescimento facial. • Massagem Redutora e Drenante – Alterna movimentos superficiais de drenagem e profundos de modelagem, tendo como principal finalidade a redução de medidas, promovendo a melhora da circulação sanguínea e linfática, eliminação

de toxinas e redução do inchaço. • Lipoescultura Manual – Os movimentos são intensos e mais vigorosos do que os da massagem tradicional, modelando e reduzindo medidas. Não utiliza medicamentos ou qualquer tipo de agulha e atinge resultados rápidos e excelentes. • Manthus - Tecnologia que utiliza ultra-som de alta potência e corrente polarizada, com efeito mecânico de “quebrar” as células de gordura, auxiliando na redução de gordura localizada e celulite • Eletrolipoforese - corrente elétrica polarizada que atua nas quatro camadas da pele, proporcionando aumento da oxigenação dos tecidos, melhora da circulação sanguínea, eliminação de toxinas e drenagem linfática. Bastante eficaz no emagrecimento, redução de medidas e celulite. • Mais na Le Hu – Depilação a laser, Pilates, RPG, massagens relaxantes e terapêuticas, salão de beleza completo, estudio de personal trainer, vales-presente e Day Spa.

Novidade

• Radio freqüência - aparelho de alta tecnologia que através do aquecimento do tecido induz o aparecimento de uma vasodilatação local e estimula a formação de novo colágeno. O tratamento é indolor, não invasivo e os resultados são visíveis a cada sessão. Com ótimos resultados principalmente para tratamentos de celulite e de flacidez (corporal e facial).

Agende um horário para avaliação gratuita Av. 9 de Julho, 2101 – loja 1 – Centro Jundiaí/SP Fone/Fax: (11) 4522-1313 Maiores informações: www.lehu.com.br 12


Aprender Algo Novo

A

área de estética e beleza é uma das que mais tem crescido. Um dos fatores para isso, de acordo com pesquisas, consiste na melhora da qualidade de vida dos brasileiros, que estão vivendo mais e melhor, além do crescimento do emprego formal e da classe média. Nesse processo de ascensão, as pessoas buscam bens e serviços que a tornem mais bonitas, elegantes e saudáveis, aumentando, consequentemente, a auto-estima. O Brasil é o terceiro maior consumidor de produtos e serviços de beleza e estética, ficando atrás somente dos EUA e Japão. Com todos esses fatores, cresce a oferta por cursos de aprimoramento. Recentemente, a presidente Dilma Roussef sancionou a lei que legaliza a profissão de cabeleireiro, manicure/pedicure, barbeiros entre outros da área, dando a estes profissionais mais garantia e direitos trabalhistas que eram almejados a muitos anos. Mesmo com um mercado de trabalho competitivo e dinâmico, não se pode esquecer que a qualidade é fundamental para que sejamos bons prestadores de serviços, quer na área de beleza, quer na área da saúde.

ESPAÇO CÉLIA SANTUCCI

Escola reconhecida pelo MEC, o Espaço Célia Santucci oferece cursos técnicos e livres. Entre os técnicos, estão os da área de saúde, como estética e polodogia. Ambos requerem disciplinas específicas e genéricas, pautadas no rigor cientifico e tecnológico, estruturadas em habilidades, competências e bases tecnológicas. O campo de trabalho e de atuação é muito amplo, podendo se estender a clínicas médicas, auxílio de cirurgiões plásticos, dermatologistas, spas, hotéis e hospitais. O profissional pode ainda ser um micro empreendedor ou um grande empresário . No quesito cursos livres, de retorno financeiro rápido, o Espaço Célia Santucci oferece manicure/pedicure, depilação, designer de sobrancelha, maquiagem, cabeleireiro, penteados entre outros. Na maioria das vezes o aluno já é patrocinado por uma profissional da área e ao terminar o curso já está empregado. Um profissional qualificado e atualizado sempre estará no mercado de trabalho. Para desempenhar bem qualquer função, não importando a área, a autoestima é fundamental. A empresária Célia Santucci é mantenedora do Espaço Celia Santucci.

Entre em contato: Rua Marechal Deodoro da Fonseca, 69 - Centro Jundiaí /SP Fone: (11) 4521-1363 / 4586-0880 celia.santucci@terra.com.br www.celiasantucci.com.br

13


Cuidar da casa

P

ara as mulheres que adoram – e qual a que não gosta? – deixar sua casa sempre bonita, a Portobello tem investido constantemente em pesquisa, com o objetivo de aliar beleza à praticidade. Com isso, é possível continuar a se divertir, trabalhar e, mais que tudo, chegar em casa e deleitar o olhar.

O revestimento

O revestimento é a camada externa que cobre a alvenaria para dar-lhe acabamento e aspecto visual agradável. O revestimento cerâmico é uma mistura de argila e outras matérias-primas inorgânicas, queimadas em altas temperaturas, utilizada em larga escala para a arquitetura de ambientes. Esses materiais, atualmente, podem ser utilizados em qualquer cômoda da casa ou escritório e até em grandes obras.

O que colocar em cada ambiente

Uma dica importante é sempre ter em mente o ambiente para qual o revestimento cerâmico está sendo adquirido. As versões polidas das peças são mais indicadas para ambientes de cozinha e banheiro pela facilidade de limpeza. Em regiões como as proximidades da piscina, por outro lado, peças muito polidas podem se tornar escorregadias, sendo melhor, portanto, versão texturizada. Outra idéia interessante é sempre levar em consideração as peças e cortes especiais que podem ser utilizados como quadros, adornos, quinas, bordas e até em moveis, criando decorações exclusivas.

Produtos Portobello

A Portobello, líder em revestimentos cerâmicos na América do Sul, oferece uma gama de produtos que vão do básico ao único, ou seja, temos produtos mais funcionais e os mais elaborados elementos para a decoração de ambientes (tanto internos como externos). O Revestimento cerâmicos é hoje um dos mais maleáveis materiais de construção, podendo ser aplicado em todos os ambientes da casa ou escritório e não apenas no piso. Sendo assim, os revestimentos cerâmicos facilitam a personalização de ambientes com as vantagens de limpeza, conservação e durabilidade da cerâmica. As opções de produtos vão de materiais tradicionais a produtos que reproduzem madeira (em diferentes tonalidades), concreto, mármore e outras pedras. Com isso, a imaginação é o único limite para deixar a sua casa mais bonita.

Novidade

Há duas tendências principais neste mercado: a utilização de tecnologia de impressão digital para a produção de cerâmicas que reproduzam as mais variadas texturas (madeira, cimento, concreto, vidro, etc.); e os porcelanatos extra-finos, ou seja, com uma espessura de apenas 4,7 mm, o que permite sua aplicação sobreposta a outros materiais, reduzindo os transtornos de uma reforma.

Entre em contato: Av. 9 de Julho, 390 – Jd. Morumbi – Jundiaí – SP jundiai@portobelloshop.com.br | 11 4586-5237 http://portobelloshop.com.br 14


m a vifida De beomqueco não gostaria que zessem a você”

“Não faça aos outros

Mesmo que o tom não seja dos melhores, a frase acima trata-se de um conselho baseado na ética, respeito ao próximo, convivência harmônica. E, pasmem, a frase é muito velha. Veio diretamente da China, saída da mente de um homem que viveu cerca de 500 anos antes de Cristo e revolucionou o modo de pensar de seu tempo. Confúcio era seu nome. O filósofo e educador Kung-Fu-Tzu (Confúcio), nasceu numa pequena cidade do estado de Lu, onde hoje é a província de Shantung, na China. Na época, o cenário do local era assustador, pontuado por matanças e corrupção. Muita gente vivia na miséria e pouca gente se dava bem. Confúcio dizia que, para salvar a civilização do pandemônio, era preciso restaurar o mundo sob uma base ética. A base que permeia o pensamento confuciano é o “ren”, que pode ser traduzido por benevolência ou humanitarismo. “A virtude está em amar todos os homens, sem exceção”, dizia, numa síntese de amor e altruísmo. Para disseminar uma mensagem pacifista num mundo dominado pela guerra, ele acreditava que era necessário investir em educação. Confúcio passou a vida toda lecionando, mas sua maior busca foi pelo silêncio, que ele apreciava. Essa busca tornou-se tão profunda que, pouco tempo antes de morrer, disse a seus discípulos: “Desejo não mais falar”. Os discípulos ficaram perplexos, mas ele continuou: “O céu fala? E mesmo assim as quatro estações seguem seu curso e centenas de criaturas continuam a nascer. O céu fala?” Para saber mais • Os Analectos – Confúcio – Martins Fontes – 2000 • Confúcio em 90 minutos – Paul Strathern, Jorge Zahar, 1998

Pérolas Confucianas “A virtude está em amar todos os homens”

“A virtude não é solitária – ela sempre tem vizinhos”

“Quem diz o que não deve perde o amigo; quem não diz o que deve perde a palavra. O sábio não perde nem o amigo nem a palavra”

““Nunca vi ninguém que amasse tanto a virtude quanto o sexo” 15


Sociais

touché!

Vila Baobá no Beco Fino

A sensação é de se estar entrando num mundo encantado. Esse é um dos pontos fortes do Buffet Vila Baobá, no Beco Fino. Único em Jundiaí, ainda oferece cardápios diferenciados e muito bem escolhidos. Na foto, os proprietários Erica e Beto / Antonio e Elaine com os filhos Carol e Matheus. Sucesso garantido!

Maltoni na Fecomércio O empresário Edison Maltoni, presidente da CDL e do Sincomércio, tomou posse na semana passada no Conselho da poderosa Federação do Comércio do Estado de São Paulo, indicado por ninguém menos que Abram Szajman. Para quem pode.

Galeria touché! Tudo o que acontece em Jundiaí e região você vê aqui, na Galeria touché!

Prêmio por Pionerismo O grupo Santucci recebeu o Troféu São Paulo como empresários modelos referentes ao Espaço Célia Santucci e Prev – Serviços Funerários.

No dia Internacional da Mulher Parabenizamos as nossas alunas, professoras, colaboradoras e todas as mães dos nossos alunos por esta data tão especial Mulheres do Colégio Memorial: Felizes, criativas e confiantes

Rua Carlos Gomes, 240 - Ponte São João - Jundiaí | 11 4526-2322 | www.colegiomemorial.com.br 16


15 anos do Grupo Rosa Massoti

O Grupo Rosa Massoti completou, em 2011, 15 anos de sucesso, crescimento e profissionalismo. Na foto, Rosa Massoti entre Mari e Paulo de Luna, do Grupo Sobam

Preparação

A equipe da Cross Fit está se preparando para o Games Cross Fit, que acontece uma vez por ano e reúne os melhores atletas da área no mundo. Na foto, os proprietários, Vivian Carvalho, Reinaldo Souza e Anita Pravatti

Nova Pilates

Aline Acorsi, Heloisa Esteves e Denise Alves à frente da Nova Pilates, em Jundiaí. Experimente!

Choperia 14 Biz

Com uma decoração descolada, a Choperia 14 Bis está funcionando na Avenida 14 de Dezembro. Na foto, Daniela Martins, André Julio Szabo – sócio-proprietário e Rosana Varone

Chupa que é de Uva O casal Maira Seixas e Márcio Mecatti foram escolhidos, pelo bloco “Chupa que é de Uva”, para serem padrinhos no Carnaval 2012. A dupla é famosa pela animação e simpatia.

17


A maior variedade de bares e restaurantes de Jundiaí e Região.

Av. Nove de Julho, 1500 - 1650 Rua Prof. João Batista Curado, 80 Fone: 11 4522-7966

touché! no

www.becofino.com.br

{

{

Bulevar - O Happy Hour mais animado Chopperia, restaurante japonês, pizzaria e café. Ótimas opções para se divertir em Jundiaí. Em todas essas situações, o Bulevar Beco Fino atende aos seus desejos!

Beco Fino

Atrações para todos os gostos No Beco tem: • Água Doce Cachaçaria • Ana Ruy Fitness

• Banca Boulevard • Bambini Cabeleireiros

• Buffet Vila Baobá 18

• Boliche Phoenix

• Bar Jobim • Café Tequila • Celidonio’s • Delícias em Pedaços

• Don Giuseppe • Estação Jundiahy

• FA Oliva (CAC) • Finamax • Franz Alimentos

• Habib’s • Ilha Natureba • Interglobe Turismo

• Ipê Amarelo • La Sophia

• Limone Frutas e Sushi • Mister Clean • Milkshakespeare • Pankeka’s • Point Park

• Rio Restaurante • Sal da Terra • Sandra Setti • Sorvetes Frutiquello • Subway • Telhado Chopp


{ O

Alameda dos Restaurantes

{ {

Beco Fino é um local onde as pessoas se encontram para conversar com os amigos e se divertir. O ambiente descontraído que torna o complexo tão conhecido é complementado por vários restaurantes e bares, que transformam o Beco no maior centro gastronômico de Jundiaí. Em números, o Beco Fino mostra a sua importância: são 36 lojas que, há mais de 20 anos, oferecem diversão e boa comida a um público de 40 mil pessoas por semana. São 38 mil metros quadrados de atrações, algumas com funcionamento 24 horas. O complexo possui três acessos, dois deles pela mais agitada via de Jundiaí, a Avenida Nove de Julho. Além das atrações gastronômicas, o Beco Fino também reúne uma série de serviços que facilitam a vida dos visitantes. Aliás, o intuito de ampliar a oferta de produtos e serviços é que fez o Beco Fino se expandir. O objetivo inicial do complexo foi explorar o uso comercial de uma área urbana tão privilegiada, acompanhando a evolução econômica, urbana e social de Jundiaí. O resultado é indiscutivelmente um sucesso. Há ainda a possibilidade de vinda de uma atração inédita para o Beco Fino. Novidades não faltam! E quem está sempre por lá pode esperar mais promoções e programações especiais!

{

Centro Comercial e Rua do Retiro

Uma ampla variedade restaurantes em um único lugar. Sabores deliciosos apurados marcam presença na Alameda dos Restaurantes Beco Fino.

O Centro Comercial tem ótimas opções de fast-foods e serviços. Já na Rua do Retiro ótimas opções de restaurantes e cultura em uma das ruas mais badaladas de Jundiaí

Alimentação saudável, equilibrada

e saborosa no Ipê Amarelo

Beco Fino em números Número de lojas • Bulevar Beco Fino: 14 • Centro Comercial Beco Fino: 6 • Alameda dos Restaurantes Beco Fino: 7 • Rua do Retiro: 9 Total: 36 • 20 opções gastronômicas • 16 opções de varejo e serviços • 600 vagas de estacionamento

E

ssa é a proposta do restaurante Ipê Amarelo, que busca oferecer melhor qualidade de vida aos freqüentadores. Além disso, lá você encontra também produtos funcionais e orientação nutricional. No cardápio estão os alimentos integrais, verduras, e carnes – aves, peixes e bovinos – orgânicos. Os sucos também são naturais e orgânicos, nos sabores de uva, guaraná e maçã com alfafa. No menu Bem-Estar, todos os dias da semana temos um especial voltado à saúde, como a Segunda Desintoxicante, a Quinta da Sabedoria e a Sexta Relax. Experimente!

Alameda dos Restaurantes na Rua do Retiro, 348 www.restauranteipeamarelo.com.br | 11 4497-1900 19


Sal da Terra:

Comer por prazer

I

ndicado pelo Guia Quatro Rodas 2011, o restaurante Sal da Terra participa do movimento “Comer por Prazer”, famoso na Europa. Lá, é possível apreciar e descobrir o verdadeiro prazer em apreciar um bom alimento. O cardápio, variado, é pautado pela cozinha artesanal e os pratos são preparados no momento do pedido. Se deleite!a

Alameda dos Restaurantes www.saldaterrarestaurante.com.br Fone: 11 4601- 2605

Gastronomia

NO

Beco Fino

U

m universo de sabores. Essa é uma das características do Beco Fino. Se a idéia é comer pizza, há várias opções. Mas, se você levantou com vontade de comer um prato japonês, tem também. Ah, quer uma comida que lembre a da fazenda, com sabor único? Vá ao Sal da Terra. Prefere petiscar? Vá para o Bulevar. Quer comer o Parmeggiana mais delicioso da cidade? Rio. Enfim, o Beco Fino é o local ideal para almoçar, lanchar, tomar um chope com os amigos e jantar. Sem contar com a facilidade e segurança no estacionamento. Experimente! Ipê Amarelo

20


Vila Baobá um local mágico para sua festa

U

m espaço mágico e encantado, onde sua festa será feita com carinho e profissionalismo. No Vila Baobá, crianças e adultos podem brincar e se divertir com liberdade e criatividade. Venha conhecer.

Alameda dos Restaurantes - 11 2434-2525 www.vilabaoba.com.br

Phoenix Boliche - Bar Diversão Garantida!

C

om 14 modernas pistas automatizadas e uma área de 1300 metros quadrados, o Phoenix Boliche é a escolha ideal para quem pensa em diversão. Além do boliche, o espaço conta com mesas de sinuca e jogos eletrônicos.

Com bar completo, você ainda pode pensar em fazer seu evento lá, seja uma confraternização ou aniversário. O Phoenix Boliche também tem uma proposta especial para grupos, nos consulte! Arrisque suas jogadas e lembre-se: o importante é brincar! Os valores são cobrados por hora e não cobramos taxa de entrada: Segunda a Quinta Domingos e Feriados

R$ 59.00

Sexta,Sábados e Véspera de Feriados

R$ 59.00 R$ 69.00

Em cada pista é possível a diversão para grupos de até 6 pessoas, assim, o valor pode ser dividido.

21


Especial Turismo

Fotos: Equipe touché! / Douglas Lima

Pedra Bela- SP

U

m pequeno município com cerca de 6 mil habitantes, Pedra Bela está situada no nordeste do Estado de São Paulo, na Serra da Mantiqueira. É marcada por natureza e paisagens exuberantes, tornando-se um local ideal para quem gosta de relaxar, mas com uma pitada de aventura. Na parte superior da cidade está o santuário de Nossa Senhora Aparecida, guardando a cidade

Pedra da Capela

Depois de um percurso de cerca de 10 minutos de carro de fácil acesso, você chega à Pedra Grande subindo 300 degraus de escada (que sofreram reformas recentes). Aproximando-se do topo, o turista se depara com o altar de Nossa Senhora Aparecida e logo depois, a igreja construída pelos moradores. Várias emoções A beleza natural da Pedra Maria Antonia

se misturam ao subir na Pedra, sendo ansiedade a principal.

Pedra Maria Antonia

Utilizada na Revolução Constitucionalista como trono de vigília, a Pedra Maria Antonia tem vista para o Estado de Minas Gerais. Pode-se chegar ao topo caminhando ou escalando. Lá, os aventureiros podem saltar de Parapente também ou descer de Rapel.

Cachoeira Boca da Mata

Na divisa de Pedra Bela com Toledo, a doze quilômetros do Centro da Cidade, está a Cachoeira Boca da Mata. Para chegar até ela, é preciso passar por uma trilha, que leva 15 minutos. Existem várias quedas mas o ponto mais interessante está no meio da cachoeira. Para chegar até lá, é preciso caminhar pelas pedras. Quem quiser se arriscar, precisa tomar cuidado, porque o trajeto é escorregadio.

Natureza e Aventura Misticismo Há muitos anos, o garoto Antonio, um órfão abandonado em Bragança Paulista, foi acolhido pelo fazendeiro Joaquim da Serra, cuja propriedade ficava nas proximidades da Pedra. Antonio da Serra, como ficou conhecido, passava muito tempo na pedra mais alta da cidade, só observando. Ele também tinha visões constantes. Certo dia, viu uma mulher muito bonita, repleta de luzes, com perfume de flores. Ela conversava com ele e, numa das aparições, disse-lhe que gostaria que fosse construída uma igreja lá no alto, em sua homenagem. Joaquim, homem religioso, e outros “pedrabelenses” iniciaram a construção. No Santuário de Nossa Senhor a Aparecida, todo dia 12 de outubro, é realizada uma grande festa, com a presença de milhares de fiéis de todo o Brasil. Antonio da Serra faleceu em 1999.

Cachoeira Boca da Mapa em meio à mata preservada

A Pedra da Cabela: Uma mistura de misticismo com muita aventura

Pedra, no topo da Ao chegar Santa bidos pela somos rece

22


Mega Tirolesa Mais emoção ainda para quem gosta desse tipo de aventura, a descida da Tirolesa é de quase dois quilômetros. É a única do Brasil que permite a descida em dupla, ideal para dividir a emoção e também, para levar crianças a partir de 3 anos. O valor é de R$ 40,00. E não se preocupe: os monitores são preparados, explicam tudo e a diversão é garantida. Ah, se for o dia do seu aniversário, é de graça. .

A Mega tirolesa tem todos os sis temas de segurança e equi pamentos homol ogados

istura edra: Uma m No alto da P adrenalina de energia e

Intrutores prep arados e bem treinados para garantir a diversão

Depois de 1900mt de descida, é impossível não sorrir!

Patinação no gelo: Passeio no charme do inverno

de Leitura Ruy Barbosa

Embarque nesta viagem

Fique sócio de uma das mais tradicionais bibliotecas particulares do País Fundada em 1908 por funcionários da Companhia Paulista de Estradas de Ferro.

Funcionamento:

De segunda a sexta-feira, das 8 às 20 horas. Sábados, das 8 às 17 horas Domingos, das 8 às 12 horas

Mensalidade

R$ 35,00 (familiar) Rua Cândido Rodrigues, 301 – Centro Fone: 4586-5327 – 4521-6204

O associado tem à sua disposição: • Assinatura de 11 jornais • Assinatura de 37 revistas • Biblioteca circulante com 50 mil volumes, com todos os lançamentos, que podem ser solicitados pelos associados • Rede Wi-Fi • Sala com 7 computadores ligados à Internet • Anfiteatro para 60 pessoas • Salas de estudo 23


Dicas da touché! Cabanha Realeza

Com 10 grandes suítes, a Cabanha Realeza é o local ideal para quem quer passar alguns dias em Pedra Bela. O local é marcado por uma decoração rústica e elegante, sem esquecer o conforto. Oferece acomodação para grupos de até 30 pessoas, com hospedagem mínima de 2 dias. Os hóspedes contam com cozinha completa, salas, piscina com hidromassagem, churrasqueira e forno para pizza. As crianças vão adorar amamentar os carneirinhos e quem quiser, pode praticar pesca esportiva. Entre os peixes, Pintado, Tucunaré, Matrinxã, Piracanjubá, Tilapia e Pacu. A natureza se revela em 620 mil metros e 8 lagos. Pode-se também andar a cavalos e admirar outras animais. Visite: http://www.aluguetemporada.com.br/ Propriedade: 378956.

Uma estr utura luxuosa e ao mesmo tempo rústica

Para os amantes da natureza, uma ótima pedida

24


Passeio à cavalo: Para as crianças e os adultos

Carneiros para as crianças se divertirem os amamentando

Fogão à lenha, forno de pizza e churrasqueira são uma das op ções de alimenta ção

Como chegar em Pedra Bela: De Jundiaí: Sentido Itatiba e Itatiba sentido Bragança Paulista, ao chegar na cidade seguir sentido circuito das águas De São Paulo: Sentido Bragança Paulista pela Fernão Dias

Cabanha Realeza:

Estrada Pedra Bela a Toledo, KM 5 Contato: machado.roney@hotmail.com| F: 11 7807.3905 http://cabanharealeza.wordpress.com

V

l ia c e p s E o ã ç o m o Uma pr l a n io c a n r e t n I ia d o para da Mulher - PREV Mulher, durante o mê s de março, faça um do s planos da PREV Fune rária (para toda famíl ia) e tenha isenção dos 3 primeiros meses*

* Valido até 31 de março

P R E

Rua Campos Sales, 484 - Centro - Jundiaí - SP | Av. dos Pinheirinhos, 750 - Várzea Paulista - SP Av. da Saudade, 360 - Campo Limpo Paulista - SP | Fone: (11) 4586.1213 l prevfunerais@gmail.com

25


Estilo

touché!

Feng Shui no seu estilo! A milenar técnica chinesa de harmonização, o Feng Shui, foi criado para equilibrar a energia da casa. De acordo com especialistas, porém, os princípios também servem para o corpo, que, afinal de contas, é a morada da alma. Eles afirmam que cada uma das oito áreas do baguá (figura geométrica de oito lados que funciona como um mapa de localização do Feng Shui) está relacionada a uma parte do corpo. por Mônica Tozetto

28

P

ara ativar essas áreas do corpo, devese investir em estampas, acessórios de várias formas e materiais, cores nos tecidos ou na maquiagem. Veja como entrar em sintonia aplicando plicando o ba-guá Cabeça – Guá dos amigos e das viagens Vá de brincos, anéis, colares e pulseiras de ouro, prata e cobre de formato redondo. Nos acessórios, escolha chapéus, tiaras e lenços brancos, pretos ou cinza E opte por tecidos de aparência metalizada ou peças nas cores branco, preto e cinza.


Olhos – Guá do sucesso - Acessórios e roupas vermelhas, púrpura, douradas ou brilhantes. Melhor ainda se tiverem formas ou estampas triangulares ou piramidais, ou ainda imagens de estrelas, luz, sol e fogo. Use sombras em tons lilás.

Orelhas – Guá do Trabalho Regida pelo elemento água, a área pode ser ativada com brincos e acessórios pretos, azuis, verdes e cinza, de tonalidade escura, como vidro, zircônia ou turmalina negra. Use essas cores também em estampas com linhas arredondadas. Boca – Guá da Criatividade e dos filhos É pela boca que se realiza a comunicação. Seu elemento é metal, ativado por formas circulares. Cores: tons pastel e branco, que podem estar presentes nos batons. Jóias com pedras, como águamarinha, quartzo-azul e branco, ouro, prata e acessórios divertidos, bem coloridos, são ótimos para ativar esse guá.

Umbigo – Centro do ba-guá, relacionado à saúde Representado pelo elemento terra, são bemvindos nesse guá acessórios quadrados ou retangulares e todos os tons terrosos – ocre, marrom, laranja, amarelo. Cintos ou blusas dessas cores ativam diretamente.

Quadris – Guá da Prosperidade Regido pelo elemento madeira, esse guá pode ser ativado com formas cilíndricas, retangulares e verticais, de cor verde, azul, vermelho ou púrpura. Entre os tecidos, seda, algodão e linho. Pedras como citrino e jade são as mais indicadas. Um cinto com detalhes de madeira ou fibra naturais pode ser uma boa opção. Ventre – Guá dos Relacionamentos O elemento correspondente a esse guá é terra, representado pelas formas quadras e retangulares. As cores favoráveis são branco, da paz, vermelho, da paixão e o rosa, do carinho. Use acessórios (vermelhos ou cor-de-rosa) aos pares – duas pulseiras, dois colares ou dois anéis, por exemplo. Entre as pedras, rodocrosita, quartzorosa e turmalina-rosa.

Mãos – Guá da Espiritualidade Para harmonizar essa área, use anéis com ametista, lápis-lázuli e água-marinha. Seu elemento é terra e pode ser ativado com formas quadradas e retangulares, com tons de azul e verdes. Tecido, escolha algodão. Pés e pernas – Guá da Família Ativado pelo elemento madeira, esse guá pode ser trabalhado com formas cilíndricas retangulares e verticais, que simbolizam o crescimento. Cores: verde e azul. Tecidos e acessórios de fibras naturais, seda, algodão e linho. Peças com listas horizontais também ajudam a estimular essa área da vida. A melhor pedra é hematita.

29


Dicas da touché!

Páscoa com

ART COUNTRY Para tornar a Páscoa ainda mais saborosa, a Art Country investe em produtos charmosos. Com eles, você pode preparar um momento diferenciado ou mesmo, aproveitar as sugestões para decoração, se tiver uma loja. Seja um simpático palito de coelho ou criativos jogos de chá e jantar, dão água na boca só de olhar. E o que é melhor: não engordam! Conheça também outras opções.

Rua Giácomo Ítria, 119 - Anhangabaú - Jundiaí Fone: 11 4586-7970 | www.artcountryjundiai.com.br

União Perfeita A junção do gloss incolor com batons de cores vibrantes. Essa é o primeiro grande lançamento 2012 da Avon: Shine Revolution Batom Gloss. Esse novo conceito, além da praticidade, otimiza o efeito do brilho e cremosidade, proporcionando uma boca poderosa a qualquer hora do dia. O formato do produto é exclusivo, com uma camada externa de gloss e batom, na interna. Em uma única aplicação, prometem cobertura sedosa, que dura horas. A cartela tem 10 tonalidades, indo dos vermelhos aos rosados e corais. Preço sugerido: R$ 24,00 Procure com sua revendedora ou: SAC AVON: 0800 708 2866; www.perfumariaavon.com.br. - Folheto virtual: www.folhetoavon.com.br

CURSOS PARA ADULTOS, CRIANÇAS E ADOLESCENTES.

• CANTO • MUSICALIZAÇÃO INFANTIL • • INSTRUMENTOS • SARAUS MUSICAIS •

11 4586.7982

Rua Rodrigo Soares de Oliveira, 526 Anhangabaú (em frente ao Bolão) w w w. e s c o l a f e r m a t a . c o m . b r 30


No caminho

Taste

das Índias

No final do século XV, D. João II planejou a expansão do reino de Portugal. Entre as possibilidades, o caminho marítimo para a Índia apresentava algumas vantagens como o comércio de especiarias, tão necessário para a conservação de alimentos.

A

Godofrêdo Sampaio Médico, escritor e aficionado por vinhos, charutos e boa mesa. Membro e ex-presidente da Academia Jundiaiense de Letras. E-mail: bonvivant@ revistatouche.com.br

té então, esse negócio era monopolizado por comerciantes italianos que domin navam avam a rota do mar mediterrâneo, e cobravam preços abusivos pelos produtos trazidos da Índia e da China. Coube a D. Manuel I, sucessor de D. João II, realizar o empreendimento que elevou Portugal a posição de potência marítima, estabelecendo uma nova rota através da costa da África, que permitiu baratear o preço dessas especiarias. O negócio lucrativo chamou a atenção da elite européia, que passou a financiar viagens de aventureiros capazes de trazer as mercadorias tão desejadas na época, dando origem a uma classe de empreendedores extremamente ricos. Desde então, as especiarias originárias da Índia passaram a fazer parte da culinária de todo o mundo. As especiarias originárias da Índia e comercializadas na época das grandes navegações eram importantes na conservação dos alimentos. O clima da Ásia tropical com suas florestas quentes e úmidas era o ideal para o cultivo destes produtos, que não podiam ser produzidos na atmosfera da Europa. Logo se descobriu que além da aplicação na conservação, estas especiarias dotavam os alimentos de maior complexidade de sabor e aroma, além de propriedades terapêuticas, que foram aproveitadas na fabricação de cosméticos e outros medicamentos. De início, a pimenta, o gengibre, o cravo, a canela, a noz moscada, o açafrão, o cardomomo e as ervas aromáticas, receberam destaque entre a crescente burguesia européia que ansiava por pro-

dutos sofisticados. Com o tempo, vários condimentos de outras localidades da região peninsular do Sul da Ásia (Paquistão, Bangladesh, Nepal, Butão, Sri Lanka e as Maldivias, além da própria Índia), passaram a fazer parte desse arsenal utilizado pela culinária ocidental. Muito se sabe sobre a utilização dessas especiarias na cozinha internacional, contudo, as propriedades terapêuticas continuam desconhecidas da maioria das pessoas. Por exemplo, o açafrão possui propriedades benéficas para controle de resfriados e alivio de hemorróidas; o alho aumenta a produção de sêmen; o anis (erva doce) além de ser um excelente digestivo, re-

As especiarias originárias da Índia passaram a fazer parte da culinária de todo o mundo

gula a menstruação e serve para dores abdominais; a canela em pau é usado no tratamento da dor de dente, sinusite e dor de garganta; o coentro possui propriedades que facilitam a digestão, e diminui a formação de gases. Outras propriedades são atribuídas ao anise, cardamomo, cravo da Índia, cúrcuma, feno-grego, semente de lótus, folha de louro, macis e papoula. Como também, atribui-se efeitos terapêuticos ao cominho (para diarréia e dor abdominal), ao gengibre (utilizado para doenças cardíacas), ao

gergelim (bom para rejuvenescer), ao hortelã (dores abdominais e gastrite), ao manjericão (excelente para febre), à noz moscada (usada para impotência sexual, ejaculação precoce e insônia), à mostarda (propriedades analgésicas), e ao orégano (usado no controle da tosse). Fato ou lenda, o certo é que as propriedades terapêuticas das especiarias asiáticas são exploradas em proporção infinitamente menor que na culinária. A cozinha internacional utiliza esses condimentos no preparo de pratos doces e salgados, em sua forma pura ou em misturas especiais como no caso do curry (pimenta malagueta, coentro, mostarda, pimenta do reino, fenogrego, gengibre, cúrcuma, cravo e canela), da harissa (pimenta malagueta, azeite, coentro, alho, cominho e sal), da masala (cravo, canela, pimenta do reino, cardamomo, noz moscada, kümmel e cominho), do zahtar (sumagre, gergelin e tomilho), e do ba-ha (pimenta Jamaica, pimenta do reino preta, cravo, canela e noz moscada). Certamente você já experimentou pratos com condimentos originários da Índia ou dos outros países peninsulares do sul da Ásia e comprovou a forte presença de sabores complexos, marcantes e exóticos. Estes sabores podem ser combinados com alguns vinhos, como os tintos de aromas potentes (syrah e o cabernet sauvignon), que competem com os condimentos em igual teor. Alguns aconselham a harmonização com vinhos mais jovens e aromáticos (riesling, gewürztraminer e chablis), cujo frescor suaviza o paladar, diminuindo o peso dos condimentos. 31


Benjamin falou, Benjamin avisou Tecnologia

André Barros Tem um Ipod de primeira geração. Não troca, não dá e não empresta. Sua playlist é um de seus segredos mais bem guardados.

D

iscos, em ébano vinil ou prata cd, embalaram gerações, criaram reis e rainhas e, naturalmente, construíram fortunas. Por décadas, as gravadoras comandaram o show, ungiram os eleitos e fizeram das rádios seus porta-vozes. Tudo parecia calmo e tranqüilo no mar de prosperidade dos estúdios até que no horizonte apareceu primeiro os piratas. Depois, rápidos como fragatas da marinha americana, os tocadores de MP3. E o império ruiu. Em 1936 o filósofo Walter Benjamin já havia mostrado preocupação com o fato da reprodução mecânica comprometer a “aura” da arte, da musica. Frankfurtiano, ele avisou, “a reprodução mecânica da arte muda a reação das massas”. Nem ele, nem gravadoras porém, previam o fim da lucrativa indústria fonográfica. Executivos do setor tinham razões suficientes para esfregar as mãos de satisfação monetária. Entre 1990 e 2000 as vendas simplesmente dobraram, estabelecendo a maior taxa de crescimento do setor, per-

dendo em faturamento apenas para os blockboster de Hollywood no quesito entretenimento. Em 2000 porém, uma luz amarela acendeu no fundo dos cofres. As vendas caíram 2,5% em 2001, 6,8% em 2002 e se mantiveram em queda. Em 2005 o tombo fora de mais de 7%. Os CDs começavam a empoeirar nas prateleiras. O laudo que atestou a morte dos CDs deixava claro o que havia acontecido – efeitos combinados de sites como Napster e outras tecnologias de arquivo on-line, de um lado, e os CDs regraváveis de outro criaram uma economia subterrânea que dava acesso de graça, praticamente a qualquer musica, a qualquer hora e em qualquer lugar. E então em 2001 veio o Ipod, o revolucionário tocador da Apple, que anos mais tarde foi combinado com a loja Itunes. A possibilidade de armazenar várias bibliotecas musicas, num aparelho leve, compacto foi uma tentação forte demais até mesmo para os puristas. A indústria ainda evoluiria mais e transformaria os próprios celulares em tocadores

de música, aprofundando as opções para carregar sua play list para qualquer lugar. Havia ainda o problemas ético da maioria das músicas serem obtidas de forma clandestina, algo que a indústria de disco brigou até não querer mais. A saída da Apple foi no software do ITunes uma loja digital, que foi inaugurada no Brasil no fim do ano passado. Uma das grandes vantagens é a possibilidade de você comprar uma única trilha do artista, pagando algo em torno de U$ 0,90. Com isso o problema da pirataria parece afastado. Os artistas podem colocar a venda suas musicas sem passar pela gravadora e ninguém precisa comprar um disco inteiro se o seus interesse é apenas por uma ou duas obras. Acabou a necessidade de distribuição em lojas, embalagens e encartes. Para muitos perdeu-se a “aura”, como avisou Benjamim, mas ficou mais barato, fácil e rápido. A sanguinolenta indústria fonográfica foi abatida. A loja da Apple foi apenas a estaca final em seu coração.

Uma visão diferente para cada tipo de projeto

Na gráfica Visão o seu trabalho ganha vida A Gráfica Visão busca sempre as melhores soluções para seus clientes. Se você busca sempre o melhor para sua empresa, entre em contato conosco que teremos a melhor solução para você.

24 horas imprimindo qualidade Rua Carlos Gomes, 1633 - Jundiaí/ SP www.graficavisao.com.br Fone: 11 4523-3722 32


A arte de viver bem:

Recomeçar Viver Bem

Viver é uma experiência quase real. Momentos são passagens. Abstrações. Os sentimentos se diluem e abrem caminho para novas sensações. Quando tocados por breve lampejo de conscicência sequer podemos sorver o instante de iluminação que já virou passado.

T

Fernando Balbino Graduado em Educação Física pela UNESP de Rio Claro, mestre em Filosofia da Educação pela UNIMEP, doutor em Ciências Sociais pela PUC de São Paulo.

Talvez alguns princípios e atitudes ajudem a recomeçar um novo ano. Uma nova jornada sempre tem bons desafios. Gosto de pensar nas oportunidades que aparecem sem serem esperadas. Acredito que devemos criar momentos. Inventar. Propor novas situações. São as delícias de um ano novinho para ser vivido. Almoços, datas festivas, convivências. Quem sabe novos amigos ou influências. Fil-

Se engana quem acredita estar contemplativo frente a vida

mes e livros. Vencer idéias ultrapassadas ou preconceitos. Oportunidades de produzir muito. Trabalhar. Também Descansar. Aprender. Mudar. Buscar melhorar a “cuca”. Palavras são janelas de oportunidades em nosso cérebro. Relembrar os sabores das estações que estão por vir. Escreveu Almir Satter que “cumprir a vida seja simplesmente compreender a marcha e ir seguindo em frente...,

conhecer o sabor das massas e das maçãs”. Somente o amor pode nos ajudar a vencer. E penso que vamos falando menos sobre o amor. Se falamos menos é porque pensamos menos. Como conseqüência da ausência do pensar e do falar, vivemos com menos amor. E que força pode ser maior do que esta? Gostar do outro. Perdoar. Aceitar. Não apenas um amor romântico, a exemplo dos que são enlatados por Hollywood. Mas o amor incondicional, irrestrito, arrebatado, pautado no entendimento de que as coisas não são perfeitas. Cada um com seus próprios amores. E por falar em Hollywood e romancear a vida, assistiu Em busca da felicidade? O filme possibilita refletir sobre os percalços que passamos e a não linearidade dos fatos. Sobre ter foco e persistir. Apesar de toda a dureza vivida pelo personagem, o mesmo não assumi a condição de “vítima do sistema” e ainda tem forças para se preocupar e questionar a escola do filho. Tudo em pleno caos. Apesar da fome e das tristezas em sua vida, preserva com amor a integridade do garoto. Viva com arte. Aumente a dose de amor em tudo o que faz. “Cada um compõe a sua própria história. Um dia a gente chega e no outro vai embora...”. Felicidades! mauroprivado.com.br

viverbem@revistatouche.com.br

udo é relativo? E as dores mais profundas? Ou as maiores alegrias de um ser humano? Decerto o tempo não para. No tempo não há estagnação. Vamos sempre partindo. Não existe um ponto de parada. Por mais que se tente agarrar, o momento é fugaz. Conquistas e derrotas de certa forma já se foram. Passado ou presente? De alguma forma seguimos, avançamos, continuamos. Com alegrias ou “fardos”. Cada qual com sua sina ou missão. Como as águas de um rio, “escoamos” para algum lugar. Nossas “próprias” águas estão ora mais límpidas, ora mais barrentas. Se engana quem acredita estar contemplativo frente a vida. Vale a experiência adquirida. O recorte de um momento deixa marcas. Coisas boas são fáceis de carregar. Difícil é conviver com o que produz dor. Entretanto, diz um velho ditado tibetano, que se a corda romper mil vezes é preciso refazer o nó outras mil. Nunca desistir. Mil vezes mil. Setenta e sete vezes sete. Paciência. Sem tolerância não é possível viver. Nunca jogar a toalha. Não se deixar desanimar. Quando necessário descansar. Recuperar o fôlego. Mesmo “grandes feras” se recolhem. Mesmo a natureza tem momentos de calmaria.

SEM OBJETIVO

COLÉGIO

COM OBJETIVO

MATRICULE-SE:

4586-0743 33



Revista touché! Fevereiro/Março 2012