Page 1

FLOCAR Uma arte

TecnoTêxtil

SERITEX

8 a 11 de Maio Goiânia - GO

Investimento& plataformas de

Eventos em espaço aberto e espaço fechado exigem conceitos diferenciados de divulgação e de publicidade para marcas e produtos. Podem até os públicos estarem próximos nos seus desejos de consumo, mas sempre existe algo que leva mais um tipo do que outro a um evento aberto do que a um fechado.

A PSICOLOGIA DAS CORES

& Embalagem

Roland DG

divulgação Rótulo Digital

Ano V - Edição nº 52 - Abril 2012

ISSN 2176-1345 | Distribuição Gratuita

NOTÍCIAS DO MEIO GRÁFICO, ESTAMPARIA & COMUNICAÇÃO VISUAL

Tecnologia 1


e z i r o r i P E

EQUIPAMENTOS P/ SERIGRAFIA

CARROSSEL AUTOMÁTICO MCA

POLIMERIZADEIRA /SECADORA

ADE QUALpIrD o. ua oduçã

MESA ELÉTRICA DUPLA

Em sua

Elétrica e a Gás Modelos sob consulta

MÁQUINAS P/ TRANSFER CONTÍNUO DE FITAS

PRENSAS TÉRMICAS AUTOMÁTICAS E SEMI-AUTOMÁTICAS FLASH CURE MINI FLASH CURE Pré-secagem de tintas a base d'água ou plastisol

MTCF 250

MTCF 500

MTC 1.800

vanguarda.art.br

PRENSAS TÉRMICAS P/ TRANSFER MANUAIS

2

PTP-400 Dupla

SR-4

Prensa térmica Para etiquetas Em bobina P/ JEANS PTI-5 Jeans

PTM-40: 40 x 50 cm

PTM-42 Dupla 31 x 42 cm

PTP-660: 96 x 66 cm

AUTOMÁTICA PTA-4000: 40 x 50 cm 52 x 72 cm

MISTURADORES DE TINTA

PTP - 15

PTP -900: 85 x 110 cm PTP-1450: 100 x 145 cm

MULT-MIX

Fone: 47

MTVR-20

MT-70

3323-5844 / Fax: 47 3323-3172

www.mogk.com.br :: mogk@mogk.com.br Rua 2 de Setembro, 2.877 - 89052-002 - Blumenau - SC


editorial

sumário

Conteúdo Local

expediente

Já no Século 19 o anarquista Bakunin dizia que a sociedade deveria ser socialmente criativa para gerar progresso e bem estar para todas as pessoas, e se o famoso anarquista tinha razão, eis que no Século 21 o político britânico Tony Blair, talvez sem mesmo conhecer a tese bakuniana, apresentou ao mundo ocidental a concepção Indústrias Criativas. O que Blair queria? Aproveitar a capacidade de produção intelectual que pulula principalmente na juventude empreendedora e levar as ações intelectuais para o seio da indústria. Resultado? Uma rara combinação que catapultou os processos de produção, distribuição e serviços afins, na sociedade britânica e evitou a continuidade de uma gravíssima crise econômica. Ele remendou vários dos erros políticos e econômicos de Margaret Thatcher [‘the iron lady’] ao perceber que indústria e a educação do Reino Unido estavam na lama. Ele aplicou o conceito social e ecológico Conteúdo Local com propriedade política. Historicamente, qual é a lição? Pri-

meiro, que o velho e bom anarquista Bakunin entendeu melhor a economia que o seu contemporâneo Marx, pelo menos na aplicação social dos processos; segundo, que todo o processo de produção deve passar pela ótica social que preserva a pessoa e lhe dá progresso na perspectiva de quem opera localmente para melhor beneficiar o mundo. Foi o que Blair fez, e o que a Europa e os EUA tentam agora fazer depois de muitos erros... Entretanto, entre os países emergentes, o Brasil faz a sua ‘lição’ de casa, mas ainda não entendeu direito que deve buscar a componente social do Conteúdo Local para equilibrar o criminoso abismo econômico em que a Nação assenta ainda e apostar na infraestrutura! Lembrando a realidade socioeconômica do Brasil, várias vezes descrita por João Barcellos, que tal uma leitura sobre a tese bakuniana com uma puxadinha na ação blairiana...? Johanne Liffey – HighTech Journal. London/UK, 2012

Título/Marca de TerraNova Comunic CNPJ 02.206.278/0001-45 IM 015428 NAE 5822100 Certificado Digital // NF@ Rua José Augusto Pedroso 44 06717-126 Cotia/SP Brasil Edição / Cristiane Ramos [Mtb 39615] & João Barcellos Dep Comercial / JUNIOR Dep Jurídico / Dr Luiz Silva Projeto Gráfico / Pedro Caetano

www.impressaocores.com.br

jb@impressaocores.com.br / comercial-junior@impressaocores.com.br

Fones 55 11 4703.3077 Junior 4704.0917 / 9797.2753 Os artigos assinados são de responsabilidade dos seus autores.

PUBLICIDADE & BRINDES 04 Eco Projetos Refrigeração Industrial PRODUTOS 05 Arte de Flocar VITRINE EMPRESARIAL 06 Feiras & Feiras PERSONALIDADE 06 MAAM / arte serigrafada ESPECIAL 07 Semana da Embalagem e Impressão NOSSA CAPA 08 Investimento & Plataformas... Crônica de Stand Phenix / Impressora UV IMPRESSÃO & CORES 09 Hot Stamping Digital / diginove ESTAMPARIA & MODA 10 A Psicologia das Cores Prensa Chigueto p/ Lençóis POR AQUI & PELO MUNDO

11

EMBALAGEM & RÓTULO 12 Roland VersaUV LEC NOTAS DE MERCADO 13 Espaço Gênesis em Belô Termostatos Mogk

ASSINATURA

12 Edições por R$50,00 Deposite R$50,00 p/ TerraNova Comunic Banco do Brasil Agª 0916-4 cc 29845X e envie cópia do doc c/ os seus dados p/ revista.ic@uol.com.br ou ligue 11-4703.3077

3


Publicidade & Brinde

inovaçãO

Eco Projetos & Brindes

Refrigeração Industrial

Um exemplo industrial & ecológico: Ecofábrica O conceito “fazer bem para o bem da humanidade e da terra” é velho, muito velho, e já filósofos gregos como Sócrates, ensinavam o valor do equilíbrio entre o que somos e fazemos com a natureza que nos sustenta... A segunda década do Séc. 21 mostra que a humanidade passou a olhar de vez para os efeitos nefastos da produção industrial poluidora e esboça uma atitude global contra o desenvolvimento que, em vez de dar bem estar, destrói a vida. E no Brasil existem bons exemplos industriais dessa atitude que renova o nosso olhar e o nosso jeito de fazer as coisas. Um deles é a empresa paranaense Ecofábrica, sediada em Curitiba. O lema é “Trazer resultados para a sua empresa é o nosso negócio”. Entendendo a importância do presente corporativo para solidificar a imagem positiva e conquistar clientes, a proposta da Ecofábrica é produzir Presentes Ecológicos. Aplicando ferramentas de ecoprojetos, desenvolve e comercializa produtos a partir da composição de materiais reciclados e alternativos, como papéis reciclados, plástico PET das garrafas de refrigerante 100% reciclado, lona de caminhão pós-uso e retalhos de couro reciclados e reaproveitados. Isso permite à empresa desenvolver, também, Projetos Especiais sob medida. ecofabrica@ecofabrica.com.br // www.ecofabrica.com.br

Tel: (11) 2742.6674 / 2742.0144 / 2746.0853 Site: www.metalprinter.com.br · E-mail: metalprinter@metalprinter.com.br

4

Operacionalizar circuitos independentes com rodízio automático dos compressores é a grande novidade na área da Refrigeração Industrial. Especialista no ramo, a Refrisat utiliza controlador Siemens com lógica desenvolvida pela própria Refrisat, o que possibilita uma precisão na temperatura desejada. O sistema Touch de visualização e diagnóstico de falhas é totalmente inovador, dispondo de uma interface homem x máquina que possibilita a fácil compreensão e execução. A Refrisat segue inovando: desenvolveu um kit Revezamento Automático com 2 unidades de chiller projetadas com sistema controlado via CLP, ou seja, qualquer falha num dos equipamentos o outro é acionado e passa a operar automaticamente. Refrisat: (11) 2423.5900 www.refrisat.com.br


indústria & produto

FLOCAGEM

A arte de flocar objetos, artesanal e industrialmente, parece uma operação muito simples. Na verdade, é mesmo. Mas a facilidade de manuseio dos equipamentos tem uma contrapartida: criatividade. A máquina de flocar é um aparelho eletrostático que aveluda [transfere flocos para] objetos de plástico, papel, gesso, metal, madeira, isopor, borracha, couro, vidro, etc., oferecendo um acabamento diferenciado. Quanto aos aplicadores, para superfícies planas utiliza-se um do tipo peneira, e para superfícies tridimensionais um do tipo bandeja que faz o floco subir até à peça. Para um aproveitamento completo do floco recomenda-se a utilização de uma cabine especificamente desenhada para o trabalho. Segundo dados da empresa Flock Color, especialista nesta arte e fabricante de equipamentos, com 1 Kg de flocos pode-se flocar até 15 m², e com 1 Kg de cola até 10 m². Flocar...? Como se faz? Vamos lá... Deve-se passar cola na peça [com pincel, tela, revólver, imersão, rolo, etc.] e, logo, transferir os flocos com a máquina para fazer o acabamento aveludado. Depois, é só aguardar a secagem ao ar, ou fazer essa etapa em estufas. Duas observações muito importantes: 1- É obrigatório o uso de estufas quando a peça posteriormente será lavada, como no caso de tecidos. 2- Para flocar em cima de mesa térmica, deverá desligar o aquecimento e desconectar os fios de alimentação de seu disjuntor. Uma aplicação que mistura artesanato e indústria é [um exemplo entre centenas] a da personalização de sapatos: uma pessoa pode perfeitamente decorar os seus sapatos com uma cobertura aveludada e fazer a festa em qualquer evento, só precisando de cola, flocos e criatividade; e também a indústria calçadista aposta no diferencial que a flocagem oferece para estilistas que gostam de ousar. Para mais informações técnicas consulte a Flock Color: (11) 2240.8486 // www.flockcolor.com.br

5


vitrine empresarial

personalidade

Feiras&

MAAM

Quando, há 30 anos, o industrial serigrafista Sylvio Mraz idealizou a formação de uma Associação Brasileira de Serigrafia [ABS], na companhia de Wagner Sabóia entre outros entusiastas, e dessa semente brotou a realização da primeira Feira de Serigrafia, em 1985, que aconteceu no Hotel Nacional, no Rio de Janeiro. Aquele 1982 é considerado marco-zero das vitrines serigrafistas brasileiras, pois, com a ABS surgiram eventos educacionais profissionalizantes que evolucionaram a Serigrafia brasileira. Mais tarde, o Grupo SERTEC, com imprensa setorial e feira própria, transformou-se no pólo sul-americano de divulgação de equipamentos e serviços para serigrafistas enquanto vitrine de tecnologias aplicadas por empresas que já eram ‘estrelas’ de eventos como a FESPA e a SGIA. Ainda nos Anos 80, surgiu em Blumenau o evento que viria a marcar têxteis e serigrafistas até hoje: a FEBRATEX [cuja base, a FCem, já investe em eventos no norte-nordeste]. Em meados dos Anos 90 a [r]evolução industrial alterou significativamente o parque têxtil-serigráfico que passou a operar com equipamentos digitais e insumos especiais (tintas e substratos), o que fez surgir, nos mesmos pólos de exibição, a era de recorte e impressão digitais. E as feiras passaram a ter variáveis tecnológicas para se adaptarem aos novos tempos. Como mercado ‘emergente’ [um de ‘Os Restantes’, ou um dos Bric’s], o Brasil chamou a atenção de investidores também nesta área, de tal sorte que até o Grupo SERTEC foi adquirido pelo grupo internacional Informa Exhbitions, e a FESPA, a celebrar 50 anos de existência, anuncia a sua presença no país em 2013..., junto com a ExpoPrint Digital, enquanto a Internacional Printing Solutions Fair [IPS] remobiliza o mercado carioca com uma feira também em 2013 e Reed Exhibitions / Alcântara Machado retoma eventos gráficos paulistas. Não está tudo dito e nem Sylvio Mraz imaginaria que aquela feira ‘carioca’ no Hotel Nacional viesse a gerar um tal caudal de interesses... jb Sylvio Mraz é autor do livro A SERIGRAFIA E SEUS PARÂMETROS, São Paulo / Br., 1990.

6

Maria Alice Alvin de Macedo “Precisamos de literatura sobre arte gráfica e serigrafia”, solicitaram dois jovens, estudantes de artes visuais no meio de um evento de pura indústria gráfica. “Ah, sobre a serigrafia consultem a tese de mestrado da Maria Alice!”, respondi pela metade, uma vez que sobre os gráficos não falta literatura avulso. Quiseram saber “quem é Maria Alice” e eu disse-lhes que “Maria Alice Alvim de Macedo é uma artista que também [re]produz arte serigraficamente”. Com estúdio próprio [o MAAM], em São Paulo, em 2004, apresentou Serigrafia Artística: Possibilidades Expressivas, na Universidade Estadual Paulista, tese de mestrado no Instituto de Artes. E, em 2007, alguns dos seus trabalhos serigráficos foram publicados no livro Clube da Gravura, editado pelo Museu de Arte Moderna de São Paulo. Ela iniciou a carreira em 1984 sob orientação do mestre japonês Hidemi Nomura, no Ateliê Arte Serigráfica, para logo, em 1986, dar continuidade no ateliê Seriarte. Falar sobre Arte-Serigrafia é falar sobre os estudos de Maria Alice Alvim de Macedo / MAAM, que eu mesmo tomei como referência no meu livro Comunicação Visual, de 2008. JB


especial

Semana internacional

de máquinas e equipamentos para

EMBALAGEM E IMPRESSÃO O parque de exposições do Anhembi, em São Paulo, foi palco da 3ª Semana Internacional de Máquinas e Equipamentos para Embalagem e Impressão, entre 12 e 16 de março, e foi vitrine de novas soluções em produtos e tendências para o mercado de embalagens, cujos segmentos [indústria convertedora de embalagem, indústria gráfica e produto final] reuniram-se no mesmo evento: a BrasilPack, a ExpoGráfica e a Flexo Latino America. Com organização da Reed Exhibitions Alcantara Machado o evento mostrou que a indústria gráfica e a termoplástica estão atentas à complexidade socieconômica global e respondem com investimentos próprios, uma vez que o governo federal prefere estimular as importações a revigorar a produção nacional. A Semana Internacional também proporcionou algumas palestras sobre sistemas e procedimentos gráficos ministradas por professores e técnicos. Com mais de 21.000 visitantes, a feira superou as expectativas de negócios, novidades e lançamentos da indústria de embalagens e equipamentos de im-

pressão. As principais marcas do setor comemoraram as transações fechadas, mostrando que o mercado está em busca de novas soluções e de empresas que saibam atender essas necessidades. Com resultados otimizados em milhões de reais pelas vendas diretas no evento e a promessa de mais pós-evento, profissionais do setor sentiram-se em ‘casa’. Máquinas, equipamentos e serviços diversos, para a produção gráfica industrial e de pequena tiragem, e também artesanal, entre o convencional e o digital, do rótulo e da etiqueta à edição de livros, e de olho na produção nas embalagens de papelão e de plástico, a Semana Internacional atingiu os objetivos propostos ao colocar frente a frente produtores e compradores, idéias e geração de tendências. É o Brasil que dá certo, o outro... é alquimia politiqueira! Ora, não sabe “o brasil-faz-de-conta” que existe um empresariado consciente e compromissado com a Nação. A realização da 3ª Semana Internacional de Máquinas e Equipamentos para Embalagem e Impressão é o exemplo desse outro Brasil.

7


capa

Investimento &

Plataformas de Divulgação Eventos em espaço aberto e espaço fechado exigem conceitos diferenciados de divulgação e de publicidade para marcas e produtos. Podem até os públicos estarem próximos nos seus desejos de consumo, mas sempre existe algo que leva mais um tipo do que outro a um evento aberto do que a um fechado. E até as chamadas audiovisuais [rádio, televisão e internet] para os eventos se diferenciam. Sendo assim, as peças de comunicação visual dos eventos em si tomam formas próprias, em grandes volumes para o ar livre, e em painéis leves, a par das peças confeccionadas em lâminas autoadesivas promocionais para veículos (carros, motos, barcos, aeronaves, etc.) e para sinalização (eventos em geral e campanhas político-eleitorais). Entre o parque gráfico tradicional e as oficinas de impressão digital [plotagem] e têxtil-serigráfica ocorreu, de 1998 a 2005, um fenômeno interessante: contra o dito popular “o tradicional vai ser engolido pelas tecnologias digitais”, os parques convencionais buscaram nas novas tecnologias o sangue novo que precisavam para “sobreviver com o novo sem abrir mão da qualidade do tradicional”. Isso fez, e faz, com que a Indústria Gráfica, em geral, e a Comunicação Visual, em particular, evidenciem um Brasil tecnológico que tem suporte no maquinário e nos insumos estrangeiros, e muito na criatividade nacional..., mesmo com a falta de recursos socioeducacionais e de apoios fiscais! Por isso é que segmentos como o têxtil-serigráfico (com especial atenção à impressão por sublimação) e o autoadesivo expressam muito bem como o Brasil é um continente de produção forte mesmo na contramão das asneiras fiscais governamentais. E se estes segmentos ainda não aprenderam a se divulgar institucionalmente na Imprensa Técnica, já estão desafiando a letargia governamental fazendo exibições tecnológicas e de serviços especializados nas feiras que acontecem de norte a sul do Brasil. É que a Publicidade não é um gasto, mas um investimento que o empresariado brasileiro, em geral, ainda não aprendeu a gerenciar convenientemente. Quando o fizer, o Brasil estará no patamar dos países que crescem tecnologicamente mostrando o orgulho desse feito... Um exemplo: a Fespa e a Sgia são ong’s que só existem porque um determinado empresariado sabe que uma marca e os seus produtos têm de ser exibidos institucionalmente para incentivar a continuidade nas novas gerações. Não falta publicidade no Brasil, o que falta é mostrar que um negócio só é conhecido através da publicidade. JB

8

lançamento Phenix

Impressora Carrossel

para impressão

em CDs e DVDs

Fundada em 2001, a Phenix Máquinas produz impressoras para serviços serigráficos e investe na qualidade profissional dos funcionários para um atendimento de alto nível em todos os segmentos. Um dos lançamentos da empresa é a Impressora Carrossel Para Impressão Em CD’s & DVD’s, a 5 Cores UV e produção média de 800 peças/hora. A alta tecnologia aplicada na construção desta impressora comprova o desempenho empresarial da Phenix Máquinas. Fone (41) 3633.1008 www.phenixmaquinas.com.br


impressão & cores

Hot Stamping Digital

Pequena & poderosa ferramenta de produção gráfica sem clichê! Existe no mercado gráfico, em geral, uma questão que preocupa muitas pessoas, principalmente microempresários: “Sim, e para aplicar hot stamping preciso de clichê?”. Foi um tempo difícil, é verdade. Mas, foi... Hoje, a técnica de Hot Stamping já é aplicada com o favorecimento da impressão digital, que elimina a matriz/clichê. A empresa diginove, especializada em soluções gráficas e sediada em São Paulo, comercializa equipamentos de Hot Stamping e, entre eles, o FT10, com alimentação manual, equipamento projetado para tiragens sob demanda, ótimo para aplicações personalizadas [convites, cartões, logotipos, diplomas, etc.] e sem perdas, em processo de fusão sobre fusão. Esta pequena e poderosa ferramenta está disponível com opcionais: cortador de rolos e filmes de diversas cores [metálicas, foscas holográficas e transparentes], e pode operar com gramatura de papel até 350 gr e com entrada de 330 mm. Além disso, adere a laminação colorida em tonner. (11) 2365.6169 - www.diginove.com.br

35

FABRICANDO MÁQUINAS DE QUALIDADE A Termopress atua, há mais de 35 anos, no setor de confecção e estamparia fabricando máquinas, prensas térmicas, mesas com berços térmicos em alumínio, flash cure, estufa de ar quente e seladora / solda banner.

MT 3000 FLASH CURE

SELADORA / SOLDA BANNER

CP 5P

CP 4M

CP 3M

CF 1M

ESTUFA DE AR QUENTE

ET 6M

MODELO BONÉ CFC 1M

ET 6P

ALGUNS DOS NOSSOS CLIENTES:

Aqui tem:

CFC 1P-D

www.termopress.com.br correio@termopress.com.br R. José Miguel Ackel, 310 - Penha / São Paulo

Tel: 11 2957.1425 Tel/Fax: 11 2958.1135 9


estamparia & moda

Indústria & Produtos

A PSICOLOGIA DAS CORES Todas as pessoas falam. É verdade. Mas, qual é mesmo a relação entre a cor e o perfil social e psicológico de uma pessoa? Numa estrada com muitas sombras o primeiro sinal que o cérebro do motorista capta do carro que ele vê em sentido contrário é a luz do farol, no caso de o outro motorista ter percebido que sem o farol ligado poderia causar um acidente. A luz diz-nos de tudo e, entre a luz branca e a preta, somos sugestionados por uma visibilidade espectral que nos dá cores e nos faz viver entre elas. O que nos dizem as cores? Cinza: elegância, humildade, respeito, reverência, sutileza. Vermelho: paixão, força, energia, amor, liderança, masculinidade, alegria, perigo, fogo, raiva, revolução. Azul: harmonia, confidência, conservadorismo, austeridade, monotonia, dependência, tecnologia, liberdade, saúde. Ciano: tranquilidade, paz, sossego, limpeza, frescor. Verde: natureza, primavera, fertilidade, juventude, desenvolvimento, riqueza, dinheiro, boa sorte, ciúmes, ganância, esperança. Roxo: velocidade, concentração, otimismo, alegria, felicidade, idealismo, riqueza, fraqueza, dinheiro. Magenta: luxúria, sofisticação, sensualidade, feminilidade, desejo. Violeta: espiritualidade, criatividade, realeza, sabedoria, resplandecência, dor. Alaranjado: energia, criatividade, equilíbrio, entusiasmo, ludismo. Branco: pureza, inocência, reverência, paz, simplicidade, esterilidade, rendição, união. Preto: poder, modernidade, sofisticação, formalidade, morte, medo, anonimato, raiva, mistério, azar. Castanho: sólido, seguro, calmo, natureza, rústico, estabilidade, estagnação, peso, aspereza. Em todos os segmentos da atividade humana a cor sinaliza traços sociais e econômicos de relevância identitária, quer política quer religiosa. Imagens da Capa: fotos cedidas por DayGlo.

10

IC_38_FEVEREIRO_11.indd 5

Universo Transfer Chigueto

ESTAMPAR LENÇOL A fábrica Chigueto projetou e fabrica a Prensa para Estampar Lençol, na série designada Prensas Térmicas Pneumáticas PL 1000 / 2B. Esta prensa possui 2 braços móveis que permitem aplicações de transfer [sublimático e litográfico] em lençóis. Uma inovação no mercado cuja demanda por “objetos decorados com a cara do dono” é cada vez maior e exige qualidade industrial. As prensas PL 1000 / 2B são indicadas tipos de transfer diferenciados, como Transfer com tinta plastisol, seriplast, litográfico, serisol, foil (metálico), flocado, sublimático e transfer da impressora ou copiadora. E mais: para acabamento em plastisol, puff, foil e fusionar entretelas. Dados Técnicos: Utiliza papéis de até 70 X 100 cm. Tem manuseio fácil até na retirada do papel, o que mantém a qualidade e a produtividade. Controle digital de temperatura e tempo; Temperatura uniforme na forma térmica; Entrada de ar comprimido com filtro e com regulagem de velocidade no avanço e no recuo. O equipamento tem baixo consumo de energia, garantia de 1 ano sobre defeito de fabricação e assistência técnica permanente. (11) 2402.4740 / www.chigueto.com.br


Por Aqui & Pelo Mundo

WEKO - Empresa que atua há mais de 50 anos e tem sua matriz em Stuttgart [Alemanha], região conhecida como centro de pesquisadores e pensadores, e, desde o início, tem uma parceria com diversos clientes de renome. Um leque de 140 colaboradores altamente especializados, no mundo inteiro, garante a qualidade da tecnologia WEKO para as áreas da indústria têxtil, de impressoras, não-tecido, tissue e placas de madeira, da fabricação de filmes, assim como Imperatriz/MA · CARU · (99)3528.2681 no São refinamento de 6717 Luis/MA · CARU · (99)3524.0472 1) Cascavel/PR TUPYSCREEN – (45) 3224.5188 papel, couro, ·produSanto Ângelo/RS SILKMAX – (55) 3312.5452 ção Asunción/Paraguay de papelão on636 SERIMAX – (595-21) 297.575 3522.9999dulado e produtos )3226.3555 Representantes: abrasivos. Para todos 76 João Pessoa/PB · PB Papéis · (83) 3264.1366 Goiânia/GO · Silk Shop Serv. (62) 3223.6360 os setores e áreas de utilização dos produtos WEKO vale a 2450 São Paulo/SP · Vera L. Guimarães (11) 2731.5731 idéia fundamental: Alta segurança de produção e poucos materiais de consumo mediante a adaptação individual às suas exigências. - www.weko.net.br SIGN & DIGITAL UK - Um dos mais importantes eventos de Comunicação Visual do mundo acontece na Inglaterra há... 25 anos. É a feira Sign & Digital UK que, em 2012, aconteceu em Birmingham. Um dos momentos mais fortes na Edição 25 foi a exibição da impressora de tinta látex da Epson, um produto que está a revolucionar o mercado tendo a HP dado a partida tecnológica em 2010 para este tipo de equipamento. No mesmo espaço, a Roland DG mostrou a sua capacidade de produzir equipamentos versáteis para várias demandas de mercado. E a Sign & Digital Ireland tem o seu retorno agendado para 24 e 25 de Outubro de 2012, no Citywest Convention Centre, em Dublin.

Excelência na fabricação e comercialização de equipamentos serigráficos

Polimerizadora Esticadora Mecânica

Estufa de Secagem Impressora Hiperpress Linha UV Semi-Automática

Impr

LANÇAMENTO! Impressora Carrossel UV para CD e DVD CONFIRA!

www.phenixmaquinas.com.br | Tel.: (41) 3633 1008 Rua José Rocha Magalhães, 395 · Areia Branca · Mandirituba · PR

Rio, sempre o rio - Há alguns anos fora do circuito de feiras para exibição de produtos gráficos e de comunicação visual, o Rio de Janeiro vai sediar, de 16 a 18 de Maio de 2013, a primeira edição da International Printing Solution Fair / / IPS Fair, no Parque Riocentro. Tecnotêxtil / Goiânia - Revista I&C vai estar na feira de Goiás. Encontramo-nos por lá... Roland DG Brasil / iSignStock - Eis a biblioteca digital que faltava... 829 fontes profissionais grátis e milhões de imagens disponíveis em alta resolução, vetores prontos para recorte e modelos de veículos para envelopar. Assine o iSignStock por R$395,00 / Ano e ganhe ainda 829 fontes! Acesse www.isignstock.com e saiba mais

11


EMBALAGEM e etiqueta

Roland DG

VersaUV LEC

O mundo maravilhoso da Era Digital Imagine... Projetar e produzir, de uma só vez!, protótipos de embalagens, etiquetas de baixa tiragem, trabalhos personalizados e adesivos decorativo, sim..!, e tudo isso em uma ampla gama de materiais, metálicos e sintéticos, chapas, filmes BOPP, PE, PET, lona, vinil, PVC e tecido. Não é sonho, é a realidade digital que a Roland DG incorpora no nosso cotidiano industrial e artístico. A empresa fabrica a máquina VersaUV LEC, a primeira linha de impressoras com recorte integrado jato de tinta UV do mundo e que utiliza um moderno sistema de cura através das lâmpadas LED de baixo aquecimento. Disponível em dois modelos de 76 ou 137 cm, a VersaUV imprime com o exclusivo conjunto de cores CMYK + Branco + Verniz (Brilho ou Fosco), e ela permite criar texturas incríveis com dimensões sentida ao toque. A cobertura de verniz acrescenta efeitos especiais notavelmente ricos e exclusivos, cobertura que pode variar entre alto brilho ou fosco, em alta qualidade de impressão.

Com as impressoras Versa UV e a tinta original Roland ECO-UV ficou muito mais simples produzir trabalhos exclusivos de alto nível. A máquina possui o sistema Inteligente de circulação aperfeiçoando o uso da tinta e minimizando o desperdício. Observação importante: a linha Versa UV foi projetada para ser funcional sendo compatível com os mais variados tipos de substratos [flexíveis, semirígidos e rígidos até 1 mm de espessura incluindo materiais como papelcartão e policarbonatos]. www.rolanddg.com.br

12


notas de mercado

Espaço Gênesis em Belô Espaço Gênesis é um local destinado a atender clientes e parceiros da indústria de tintas Gênesis, e que já trabalham no segmento e queiram tirar dúvidas de produtos, aplicações, aperfeiçoar e conhecer novas técnicas.

E se você é de Minas Gerais, ou tem preferência em realizar um treinamento em Belo Horizonte, o local funciona da mesma forma que o Centro de Trei-

namentos na sede em Guarulhos (São Paulo): um espaço de conhecimento e práticas de aplicação. Espaço Gênesis BH é um canal direto com o representante técnico e comercial da empresa em Minas Gerais e sua equipe, contando com estrutura e equipamentos para solucionar as suas dúvidas. Fone 31-3272.3500

MOGK | TERMOSTATOS Peça indispensável nas gráficas e nas estamparias, o termostato é vital para o desempenho perfeito de muitos equipamentos em produção industrial e de pequena tiragem. O termostato é um dispositivo que mantém constante a temperatura de um sistema por regulação automática. É composto por um sensor que indica a variação térmica sofrida pelo sistema, e outro elemento que

faz o controle dessa variação corrigindo os desvios de temperatura, mantendo-a dentro do limite desejado. Uma das casas mais famosas na fabricação de termostato brasileiro, é a Mogk, com modelos para escalas de 20º a 120º C, 30º a 110º C, 0º a 90º C, 50º a 300º C e 50º a 320º C, com sensor de haste rígida ou bulbo capilar, com ou sem rosca.

Conheça a excelência industrial do Termostato Mogk e faça com que os seus equipamentos tenham o mesmo desempenho técnico. www.mogk.com.br

13


Te

r

r fo y Fai

log chno

extile the T

prodv

A I R T S Ú D N I I U A Q D A O A S R R T E N V I O UN IL SE ENCO TÊXT

stry

Indu

os

d Teci fia e a r g i er til da S ia Têx Feira Indústr para

2 1 0 2 DE

IO ES A M DE NVENÇÕ 1 1 8 A E CO OD R T N CE A/GO

NI Â I O G

S: ALELO S PAR O T N EVE

m.br .br o c . l i t ex om INF ecnottramoda.c t a r i e f s www. .goiasmo w ww S:

ÇÕE ORMA

14

0 .288 3 9 8 5 )5 93 ‡ (11 ) 3225.8 ‡(62


TINTAS DIGITAIS SUBLIMÁTICAS

TM

next

PARA PAPEL TRANSFER E IMPRESSÃO DIRETA EM TECIDO PARA PLOTTERS COM CABEÇA PIEZO

Desenvolvida especialmente para plotters EPSON 7700/9700 e MIMAKI JV5

MUTOH ROLAND

MIMAKI PRISMAJET

DISTRIBUIDOR Stylus PRO 9700/ 7700

TINTA ISENTA DE FENÓIS ECOLOGICAMENTE CORRETA

FABRICADO NA ITÁLIA

EPSON

A J-Teck3 declara que suas tintas não são perigosas e estão de acordo com as diretrizes 67/548/EEC e 1999/45/EC e emendas subsequentes.

J-TECK GLOBAL TINTAS DIGITAIS LTDA. Fone / fax (47) 3367-3382 E-mail: vendas@j-teck3.com.br

www.j-teck3.com.br Rua Panamá 333 - Bairro das Nações 88338-185 - Balneário Camboriú - SC Gerente de vendas no Brasil: Sérgio Antonio Schmitz

15


Fabricação e Manutenção de Máquinas de Solda Eletrônica

Reconhecidas pelo próprio mercado como produtos excelentes, as máquinas de solda Gutierrez são soluções tecnológicas para vários segmentos industriais

REPRESENTANTE

VISITE!

TÉCNICA

Fones 11 2116.2333 · 2717.2532

www.gutierrezmaquinas.com.br gutierrezmaquinas@gutierrezmaquinas.com.br | maqgutierrez@terra.com.br

16

Julho 2012

das 13h às 21h São Pau lo Exp o Cen ter Nor te -

EXCLUSIVO

A E ASSISTÊNCIA

PRONTA ENTREG

18 a 21

Revista Impressão & Cores | Edição 52  

Edição 52 - Ano V - Abril 2012

Revista Impressão & Cores | Edição 52  

Edição 52 - Ano V - Abril 2012