Page 1

SoteroPhoto - 01


A NOVA REVISTA

SoteroPhoto - 02

www.soterophoto.com


EDITORIAL | SOTERO PHOTO

A

qui na SoteroPhoto iremos trazer para o público fotógrafos baianos com um grande potencial e que não são muito conhecido, a revista é totalmente voltada para fotografia e seus conteúdos (dicas, destaques, história) Abriremos espaco para que esses fotografos possam expandir e apresentar o seu trabalho e talento, com isso eles ira contar um pouco da sua historia por tras das cameras. E além de tudo ir emos fazer a divulgação dos fotógrafos e da própria revista nas redes sociais (Instagram).

Assim com muitas pesquisa descobrimos que no Nordeste não tem muito espaço para que os fotógrafos possam expressar mais a arte e Cultura da fotografia nordestina. Através do Instagram, vimos muitos profissionais com ótimos trabalhos e poucos são valorizados e que estão de destacando pelo mundo o seu olhar divergente e extraordinário. Todos esses fotógrafos profissionais que estamos trazendo na nossa revista traz suas referências e o seu cotidiano com a ampla visão e diferente do que vemos no nosso dia-a-dia.

SoteroPhoto - 03


INDICE | MAIO 2018

Pag. 05.............DICA D+ Perguntas frequentes sobre fotografia

Pag. 12 .............A FOTOGRAFIA E ARTE Pag. 14............DESTAQUE E ENTREVISTA Eric Gomes Do Nascimento

Pag. 16............OS FOTOGRAFOS BAIANOS Pag. 32...........OS MAIORES FOTOGRAFOS BRASILEIROS DA ATUALIDADE

Pag. 34............INSPIRACAO

10 Fotografos de Familia para se inspirar e seguir no instagram.

SoteroPhoto - 04


DICA D+

P

ERGUNTAS FREQUENTES

S • QUAL CÂMERA COMPRAR? Essa pergunta vem seguindo não só a mim, como para todos os fotógra- fos profissionais, e vem de quem está começando na fotografia. Minha resposta, é simples e absoluta: compre qualquer uma. Sério, muita gente se preocupa com isso, mais a verdade é essa, não vou ser hipócrita de dizer que deve comprar a câmera do ano e mais cara. Para quem está começando, principalmente, é comprar a câmera que puder, de que tenha condição, e assim começar a apren- der, praticar, dominar, trabalhar, que assim quando você come- çar a trabalhar, vai ganhando dinheirinho e juntando pra daqui a 3-4 anos comprar uma melhor de mais qualidade, mais moderno. Muita gente fica indignada quando respondo uma coisa dessas e reconhece que a câmera tem uma influencia na qualidade de uma foto. Não vou discorda, que uma câmera de celular oferece menos controle e menor qualidade final do que um equipamento especializado. Claro que quando estamos começando, ainda não sabemos tudo que uma câmera faz. Pro um bom tempo é fundamental manusear todo o potencial da câmera. É a mesma coisa de comparar a fotografia à profissão de cozinheira: quem é cozinheira profissional consegue fazer um bom prato mesmo em um fogão caseiro, mas para trabalhar com isso e montar um restaurante será necessário ter um fogão que permita mais controle sobre o resul- tado, além de ele precisar ser mais robusto e forte para resistir ao uso constante.

OBRE FOTOGRAFIA Por: Amanda Abbude Dias - Fotógrafa

As 50 combinações de temperatura, umidade e ventilação do forno não farão diferença alguma nessa fase inicial. E se você que está começando agora a fotografar, não vai fazer diferença a câmera que está usando! De início, o propósi- to é aprender o básico; medir a luz, focar e compor. E isso dá para fazer com qualquer câmera que tenha controles manuais. Por isso, para quem está começando a entender os conceitos da fotogra- fia, aconselho a começar com qualquer câmera que permita controles manuais. O conhecimento que convivo até hoje me mostrou que o me- lhor custo/benefício está em comprar modelos mais básicos e já usados .

A pessoa que está começando a cozinhar pode até comprar um fogão incrível, mas isso não vai ajudá-la em nada, já que estará aprendendo como cortar uma cebola.

SoteroPhoto - 05


• QUANTO COMPRAR? No início, estive fugindo dessa pergunta, é um assunto delicado e tão complexo, que qualquer coisa escrita sobre isso vira polemica de forma tanto absurda ou vergonha por comprar barato demais e as vezes complica mais do que ajuda. Hoje em dia, muitos fotógrafos profissionais foge disso, liberando seu pacotes de orçamentos no site profissional ou até mesmo divulgando no Instagram, estando cientes e confiantes que aquele valor está calculado conforme o estilo que ele trabalha, o melhor tratamentos de imagens, a forma de entrega, a locação dos ensaios, etc. E para quem está começando não entre em pânico, vocês usarão um cálculo inicial para montar um orçamento de fotografia com base nos seus custos. É um cálculo para ser feito para quem pretende trabalhar de forma independente e não sabe muito bem por onde começar. Lembran- do que é um cálculo inicial. Não é a verdade absoluta. O valor que você irá cobrar, usando este cálculo, é simplesmente o mínimo para você conseguir manter seu trabalho funcionando dentro do sistema de produção de capital. O que você vai realmente cobrar a partir desse valor é escolha sua. Só um detalhe, para deixar bem claro para vocês, o maior erro de quem está começando é achar que tudo que se ganha ao fotografar é lucro. Isso é normal pois trabalhamos com serviços e serviços não são palpáveis.

SoteroPhoto - 06

Os custos de um serviço não são óbvios como os custos de um produto. Alguém pode cobrar mil reais em um casamento achando que está fazendo mil reais de lucro, mas infelizmente não é assim que funciona. Para que serve este cálculo? Para chegar no valor do seu serviço, ou seja, o valor que você vai cobrar para sair da sua cama quentinha de manhã cedo e ir atender alguém. Se você quer trabalhar com fotos de uso pessoal ou pequenos eventos (ensaios, casamentos, ani- versários, etc.) vai somar o valor do serviço ao valor do produto que você vai entregar ao cliente. O valor que você vai passar para a clientela em potencial vai ser assim: Valor do serviço + produtos (álbuns, impressões, etc.) • FAZER CURSO? • FAZER FACULDADE? • OU APRENDER POR CONTA?? A primeira câmera que peguei foi aos 15 anos, era uma câmera de meu tio, lembro que era uma Sony, não sei qual modelo, e que sem querer peguei e tirei a primeira foto. A partir dali foi o meu amor à primeira vista pela fotografia, foi a minha decisão absoluta de quem eu queria ser da vida. Comecei a fazer o curso em 2016, no Senac durante 3 meses, me desenvolvi e cada mais interessadas e envolvida emocionalmente, fui apren- dendo com a experiência, com leituras e com a internet. Foi assim que eu comecei a decidir a cursar na faculdade Centro Universitário Jorge Amado, cursando Publicidade e Propaganda. Mesmo tendo suas vantagens e desvantagens, foi uma escolha minha. Mas existem vários caminhos a se tomar. Perguntas relacionadas a este assunto são algumas das mais co- muns: “Como aprender fotografia sem dinheiro?”, “Vale a pena fazer cursos?” e “Qual faculdade fazer?” Posso não ter uma resposta definitiva para cada uma dessas perguntas, mas posso dar alguns palpite com base na minha experiência.


Se você está numa situação sem grana para iniciar E os cursos valem a pena? Se você tem dinheiro o curso que tanto quer fazer e que tem certeza para iniciar um curso, vai em frente, com certeza e quer aprender sobre fotografia, faca como eu: é mais prático do que tentar aprender por conta própria. Cursos são estruturados e possuem uma 1. Li muito o manual da minha câmera. continuidade importante para o aprendizado. A maioria das coisas que são ensina- Para quem foi estudando e aprendendo por conta das em cursos pagos estão no manual. própria, vai perceber que muita coisa que demorou anos para aprender já teria aprendido em horas 2. Usei muito a internet. O Youtube tem tudo durante um curso. Mais não decepcione, pior seque há de pior e de melhor no mundo, e fazen- ria não aprender nada. Existem limitações, como do uma simples busca você encontra muitos ter que se adequar à velocidade de aprendizado canais e vídeos explicando todo tipo de dúvida. da turma, que às vezes é mais rápida ou mais lenta que a sua. Mas, no geral, cursos são um bom 3. Li livros de fotografia. Para economizar, jeito de começar pra quem pode investir nisso. comprei livros velhos e ultrapassados em sebos (o bom é que o básico da fotografia não A. Há vários cursos em sua cidade, que não muda) ou procure na internet livro comple- tem como indicar se não conheço todos espeto online ou PDF você acessa em qualquer lu- cificamente, apenas fiz o curso Senac, mais gar ou imprime se gosta de folhear papeis. posso dar umas sugestões para a sua busca. B. O que muita gente do Brasil inteiro 4. Procure trabalhar na área (o que não foi o meu já me disse é que os cursos de fotogracaso). Se você considera se profissionalizar na fia básica no SENAC são bons e baratos. área, procure uma empresa ou estúdio de fotogra- C. Outra opção é procurar no Google por “curso fia que esteja oferecendo estágio ou vaga para de fotografia em X” (onde “X” é a sua cidade). fazer café. Não precisa ser uma empresa famosa que você admire de coração, nem precisa ser um Participe também de grupos no Flickr ou no Facefotógrafo ou fotógrafa importante. Até porque book da sua cidade, daqueles que fazem encontros pessoas famosas e importantes provavelmente e passeios fotográficos, e tenho certeza que essas não têm vagas de assistente assim dando sopa. pessoas terão indicações de cursos na sua região.

SoteroPhoto - 07


• E FACULDADE? • QUAL FACULDADE FAZER PARA SER FOTOGRAFA/O?

• E WORKSHOPS, • VALEM A PENA?

Faculdade serve somente para duas coisas: Participei do workshop uma vez sobre Pratica de Iluminação Artificial e Natural com querido Mauro Marques. Foi experiência incrível para mim, con1. Ter contatos com pessoas experimente heci fotógrafos profissionais diferentes, aprendi o que não sabia e reaprendi o que já tinha esquecido. 2. Ter um papelzinho que diga que você tem uma formação. Apenas. O workshop tem o seu valor totalmente variaSe você se sente numa rua sem saída, é possível dos dependendo de cada fotográfo, mais posque não tenha contatos o suficiente. Se você so dizer com toda certeza é que pra saber se está ganhando menos no seu emprego porque um workshop vale a pena use a tática do preço. não tem um diploma, o papelzinho é importante. Se é caro, não vale a pena. Se é barato, é posSe a única coisa que você quer é “apren- sível que valha. Simples assim. Quem cobra caro der”, então veja os itens anteriores. por workshops normalmente são pessoas que (É bom lembrar, pra quem não sabe, que a fo- estão nessa só pelo dinheiro e viram que entografia não é uma profis- são regulamen- sinar é mais lucrativo do que fotografar. Quem tada – em alguns casos ela é auto regula- cobra bara- to tem mais chances de estar famentada, com associações independentes. zendo isso realmente para compartilhar e diVocê pode ser profissional sem o diploma.) vidir um pensamento crítico sobre a fotografia. Se mesmo assim você faz questão de uma faculdade, vá em frente. Estão surgindo algumas faculdades de fotografia pelo país, mas alguns outros cursos também possuem conhecimentos em comum, como design e comunicação.

Quanto é caro e quanto é barato? Pra mim, qualquer coisa acima de 400 reais já é mais que abuso. Qualquer pessoa que cobra milhares de reais em um workshop de fotografia está muito mais interessada nela mesma do que em você. Se seu propósito é aprender a fotografar, existem meios fáceis e bara- tos. Se o seu propósito é se profissionalizar, talvez a principal pergunta para você fazer não seja “como começar” ou “qual curso fazer”, e sim, “por que quero trabalhar com fotografia?” E essa pergunta só você vai saber responder.

SoteroPhoto - 08


• MINHAS FOTOS ESTÃO BOAS? Sou contra avaliação de fotos. Eu mesma como fotógrafa, eu que decido se minhas fotos estão boas ou não, porque sei o porquê estou tirando, sei pra que está servindo aquela foto (para clientes, portfolio, álbum, etc.). Então não adianta você está pedindo opinião de fotógrafos ou terceiros, sem saber do porquê ter tirado tal foto, e se ela não sabe pra que serve, então vai desculpando a sinceridade, a foto está ruim. Uma foto fora de foco é inadequada pra quem quer entrar no ramo das capas de revista de moda. Uma foto com ISO 1600 e fundo carijó é inadequada para o catálogo de produtos do supermercado. Uma foto de um gatinho ou cachorrinho fazendo fofurices, tirada com o celular, é perfeita para ganhar mais likes no Facebook. Se a pessoa que fez a imagem não sabe para que ela serve, então a foto não tem chance de ser boa. Ou melhor, pode até ser boa, mas por acidente e à revelia, do mesmo modo que um relógio parado estará certo uma vez a cada doze horas — e errado praticamente o tempo todo. Tudo bem que você quer opinião para saber se tem algo para melhorar ou melhorar, todo mundo tem o direito de querer melhorar. Mas acha mesmo que achar uma pessoa-desconhecida-da-internet vai te ajudar nisso?

Eu procuro pedir e considerar a opinião somente de quem: 1. Me conhece e entende minha proposta; 2. Admiro profundamente e de verdade; 3. Está dando uma opinião ao vivo, me olhando nos olhos. Minhas fotos tão por aí, e várias pessoas têm opiniões sobre elas. Não sei o que todo mundo acha, mas uma coisa eu sei: considerar todas essas opiniões só serviria pra me deixar maluca ou me sentir uma fotógrafa inútil e insignificante. Tem muitos fotográficos que segue as regras da fotografia, e por isso sempre vai opinar ou comentar que sua foto está fora do padrão, fora das regras. Fuja! Normalmente quem tá comentando que você deveria ter “usado a regra dos terços” ou “feito o foco no terceiro cílio e não no segundo” não tem a menor ideia do que está falando. Algumas dicas práticas pra próxima vez que você pensar em mostrar suas imagens pra alguém: 1. Escolha bem pra quem mostrar (de preferência alguém que você já viu nos olhos); 2. Conte o propósito da imagem (“fiz essa foto para celebrar a beleza das mulheres de verdade”); 3. Já chegue com dúvidas específicas (“aqui tentei fazer uma foto mais simples, mas ainda me parece um pouco poluída, o que você acha que eu poderia ter feito pra melhorar?”) Com certeza a resposta será muito mais edificante do que aquelas recebidas ao léu.

SoteroPhoto - 09


SoteroPhoto - 10


2018 SoteroPhoto - 11


FOTOGRAFIA E ARTE

Em 1826 surgiu a fotografia, em que na época foi bastante discutido a respeito do seu valor artístico. Diziam que a imagem era feita pela máquina e não pelo fotógrafo, e que a fotografia não passava apenas como forma de expressão artística, declarando que a fotografia não passava de um recurso de todos os pintores “frustrados”, ou seja, o que não sabiam pintar recorria para fotografia, por ser um procedimento puramente técnico que não exigia nenhum dom artístico. Na realidade, com o surgimento da fotografia, o mundo da arte foi alterado drasticamente. Portanto, a fotografia mostrou que os pintores deveriam buscar outras formas de interpretar a realidade. Dessa forma, os pintores foram obrigados a produzir as imagens que a câmera fotográfica não conseguia fixar. O Cubismo O Cubismo foi a frente artística europeia que surgiu no século XX na França que ampliou as artes plásticas e a literatura.

Fotos por: Leonardo Loiola SoteroPhoto - 12

Assim, com uso de formas geométricas, ele investiu com modelos estéticos que só reconheceu a perfeição das formas. O movimento pode ser considerado o primeiro a se caracterizar pela vinculação do irreal urbano industrial das suas obras. Já no Brasil, somente após a Semana de Arte Moderna de 1922 o movimento cubista ganha força. Até aquele momento, os artistas brasileiros não se entregaram as características puramente cubistas,logo sobressai as telas da artista plásticas de Tarsila Amaral. Com isso, reparamos a influência cubista pelo uso das formas geométricas. Ainda nas artes plásticas, vale ressaltar os trabalhos de outros artistas brasileiros: Anita Malfatti, Rego Monteiro e Di Cavalcanti. Já na literatura cubista o Brasil teve como destaque as obras dos escritores: Oswald de Andrade, Raul Boop e Érico Veríssimo. Pode-se notar que a literatura cubista teve como foco a “destruição da sintaxe”, aplicando o fim a linearidade.


O Expressionismo O Expressionismo também foi a frente artística europeia que surgiu no século XX. Esse movimento artístico está entre os primeiros representantes das vanguardas históricas e talvez, seja o primeiro a focar em aspectos subjetivos. O acordo é que o expressionismo surgiu na Alemanha metade do ano 1905. Por isso ele também é conhecido como Expressionismo Alemão. Edvard Munch é visto como o percursor do Expressionismo. Sua obra mais importante é O Grito (1893). A obra representa um dos mais simbólicos movimentos expressionistas. O Expressionismo criou como um campo artístico multidisciplinar e interdisciplinar ao entrelaçar os saberes da arquitetura, artes plásticas, literatura, música, etc. Este foi um movimento artístico que obteve os círculos artísticos e intelectuais alemães durante as duas primeiras décadas do Século XX. Ele surgiu como uma reação ao Positivismo do movimento Impressionista. Em seguida, o expressionismo no Brasil, destacou Candido Portinari (1903-1962), que procedeu em suas obras as mazelas do povo nordestino. Além dele, Anita Malfatti (1889-1964) foi responsável pelas obras de retratos nus, cenas cotidianas e paisagens.

SoteroPhoto - 13


DESTAQUE

Autor: Eric Gomes do Nascimento Cidade: Araguaina (TO) Câmera: Nikon D7000 Objetiva: Af Nikkor 50mm f/1.8D Exposição: f/1.8, 1/160s e ISO 160

“Se a única diferença entre o seu trabalho e o de outro fotógrafo é o preço, seu cliente potencial vai pegar o mais barato.”

- ERIC GOMES DO NASCIMENTO SoteroPhoto - 14


DICAS DO FOTÓGRAFO

A VALORIZAÇÃO DA PROFISSÃO DE FOTÓGRAFO:

Sabendo dar e mostrar seu verdadeiro valor e seu diferencial. Agora falando como a profissão em geral na área, muitos profissionais hoje em dia trabalham como hobby e não sabem o quanto é difícil se tornar um profissional de excelência. Então, cada um deve manter a cabeça erguida para não esta caindo nas malícias dos clientes. Todos profissionais pensam que o ramo da fotgrafia é desvalorizado, isso consigo garantir. Todos culpam a crise, mas vejo isso como desculpa, pois hoje em dia fotografias de casamentos

estão em alta, e quem não iria querer ter aquele momento registrado, certo? Serei mais específico na área de eventos e ensaios pois nossa área de fotografia tem um ramo abrangente. Aqui na região já discutimos muito sobre isso. Sempre meus comentários são os mesmos: Para o fotógrafo ter o seu devido valor visto, ele precisa mostrar seu valor como profissional para conseguir entregar com qualidade o que promete.

SoteroPhoto - 15


OS FOTOGRAFOS BAIANOS

Yuri Dultra 28 anos Fotógrafo há 1 ano Nasceu do interior da Bahia, uma cidade chamada Ipira (Feira de Santana) Atualmente mora e trabalha em Salvador @nuouquasefotografia

"OLÁ! Me chamo Yuri Matos, tenho 28 anos passe e depois tento encaixa-la na técnica. e sou formado em Design Gráfico, trabalho com fotografia há anos, mas apenas editando. Em 2017 comecei a fotografar, pois a máquina que havia em minha casa estava queimando o visor e eu não queria perder o equipamento, que foi muito pouco utilizado desde a sua compra. Desde então, não parei mais e abandonei a minha vida de designer gráfico para me dedicar totalmente à fotografia. E os planos e objetivos crescem a cada dia. Atualmente estou focado em aprimorar a minha técnica e aumentar aos poucos a região na qual atuo, já pensando em viajar por todo o Brasil e porque não o mundo? Tenho para mim que a fotografia é um extensão do momento fotografado e que ela deve passar mais que apenas imagens, mas sentimentos. E tento levar isso em minha fotografia. Gosto mesmo é quando a fotografia até parece ter cheiro. Enquanto digito este texto edito uma foto onde há pipoca e estou sentindo até o gosto da pipoca. É quando esta sensação existe que eu fico feliz com a minha fotografia. Quando ela te leva ao momento! Acho que a fotografia é o verdadeiro teletransporte não reconhecido, pois ela te leva a lugares incríveis, sem ao menos você sair do lugar. Em minha fotografia primeiro me preocupo com o sentimento que quero que ela SoteroPhoto - 16

Antes de qualquer ensaio checo o meu equipamento e relaxo o máximo que posso. Apesar de viver observando poses, técnicas, luz, enquadramento entre outros detalhes. Antes de cada ensaio tento relaxar e me abstrair de tudo para me preparar para criar algo meu. Algo que venha do sentimento do momento que engloba tudo. Locação, música ou falta dela, conexão com a modelo e demais envolvidos. Minhas maiores influências são o meu passado como poeta e alguns fotógrafos que sigo nas redes sociais. E não basta o cara ser um bom fotógrafo, antes disso eu preciso sentir uma conexão mesmo que distante com ele. Fotógrafo que se acha muito não me inspira em nada, por mais que ele seja tecnicamente bom. Acho que a evolução é contínua e por isso devemos respeitar o fato de que nunca saberemos tudo. Uma das minhas fotografias mais especiais para mim é uma do meu primeiro ensaio. Através dela a fotografia me encantou e me fez querer fazer mais e mais daquilo. Aquela fotografia me fez querer fotografar o universo inteiro e não mais parar até morrer. O meu primeiro ensaio foi o meu renascimento. Eu estava de saco cheio da profissão na qual me formei e trabalhava até então. A cada dia a fotografia está cada vez mais imediatista.


Uma boa máquina hoje cabe no bolso, em forma de celular. Mas não creio que o fato de todos poderem ter acesso há uma boa máquina vá mudar a necessidade de se contratar um fotografo para X ocasião, pois o olhar de cada fotografo é único e muitas vezes o fotografo vende a sua forma de ver o mundo e não apenas a sua técnica. Sobre iniciar na fotografia: Salte, salte mesmo sem paraquedas e tente arranjar um no meio do caminho. Limitação de equipamento ou a falta dele é a maior desculpa de todo fotografo. Mas a máquina é o segundo passo da fotografia. O primeiro é o olhar e ele pode ser revelado através de qualquer equipamento que seja capaz de registrar uma ideia, um momento. Até o lápis pode ser o início da carreira de um fotografo, pois o desenho é quase um negativo fotográfico. Cores, luz, enquadramento... Tudo pode ser estudado com um simples lápis. Então, não espere uma fullframe saltar em seus braços para começar seus passos na fotografia. "

"Salte, salte mesmo sem paraquedas e tente arranjar um no meio do caminho ." SoteroPhoto - 17


SoteroPhoto - 18


SoteroPhoto - 19


Wagner Guimaraes 19 anos Começou a fotografar pouco mais de 1 ano. Nasceu em Salvador. @wgfotografo

"Nasci em Rio Real - BA, e comecei a fotografar

a pouco mais de 1 ano, profissionalmente mas, sempre fotografei com o celular. Ser fotógrafo nunca foi um sonho a fotografia me buscou. Um certo dia uma amiga me pediu para que eu a fotografasse com a câmera dela, e eu topei, depois disso foram surgindo vários pedidos. Eu busco sempre evoluir, sempre transmitir o melhor das pessoas e acredito que esse será sempre meu objetivo. A minha fotografia é baseada em toda minha vivência por isso, se torna tão mutável. Tudo representa um momento da minha vida, desde as cores à composição. O meu estilo é simples, leve, gosto de transmitir paz e calma. Acho que é a melhor definição. Antes de qualquer ensaio eu busco o maior número de referências vídeos, poemas, fotos. Tento também deixar o modelo preparado e tranquilo desde o primeiro contato. Sou muito fã da @taifotografias e do seu marido, o @rafaelferreirafotos. Acompanho e admiro o Juliano Coelho e o Gilmar Silva. A fotografia hoje em dia tem sido algo que atrai muitos olhares, todos os dias surgem novos fotógrafos com novas histórias e isso é ótimo. No futuro eu acredito que a fotografia vai ser levada mais a sério, bom, eu espero.

SoteroPhoto - 20

"Faça com amor, e por amor." Ser fotógrafo não é uma profissão fácil, vai haver muita gente achando que você não deve cobrar, e achando seu valor um absurdo, mas você tem que valorizar sua história."


SoteroPhoto - 21


SoteroPhoto - 22


SoteroPhoto - 23


Bruno Almeida 19 anos Faz dois anos que começou a fotografar. Nascido no interior da bahia, hoje mora em Salvador. @bruno1almeida

"Nasci no interior da bahia, mas precisamente Não contive a empolgação, além de não

saber nada sobre as funções manuais, apenas sobre os nomes: ISO,diafragma,obturador. E o ensaio foi todo no automatico, fiz as edições no Lightroom, pois já tinha conhecimento e quando coloquei no Facebook fizeram o maior sucesso. Isso me incentivou ainda mais a fazer outros ensaios A fotografia na minha vida começou de uma for- deste gênero, várias mensagens no Facebook ma diferente e inesperada. Nunca pensei que a questionando o valor e eu respondendo que não fotografia fosse um trabalho pra mim mas, há três trabalhava com isso, que apenas fazia testes. anos atrás fiquei responsável por um desfile da beleza negra na minha escola e tive a ideia de bus- "Nem todos vêem a fotografia como car um prêmio para a vencedora. Vivo no interior e um instrumento de trabalho." não temos tantas possibilidades então, o que seria “diferente” e válido era um ensaio fotográfico, até o meu amigo que é fotógrafo porque, na minha cidade não existiam fotógrafos. Aí profissional me deu conselhos pra começar um Então os ensaios de 3 edições foram todos pro- carreira, foi onde comprei minha primeira câmera duzidos por mim mas, nunca fotografados. profissional e comecei a pesquisar na internet um Eu tinha uma câmera Superzoom que alguns pouco mais sobre fotografia. Então fotografo a ainda chamam de semiprofissional. Utilizei para quase 2 anos e iniciei os trabalhos comerciais. fotografar um casamento de uma amiga minha mas, ainda não sonhava em ser fotógrafo até Todas as sessões pra mim foram marque um dia mais especificamente em 1º de abril cantes, algumas fotos se destacam. As de 2016, em uma tarde super nublada e hor- maiores dificuldades acredito que seja a rível pra fotografar, chamei uma outra amiga valorização do que fazemos, nem todos vêem a para fazermos umas fotos e ela aceitou na hora. fotografia como um instrumento de trabalho." em Brejões. Hoje moro em Salvador. Faz dois anos que começei a fotografar, sempre gostei muito da arte e a partir de um projeto escolar conheci um fotografo que me incentivou a começar a fotografar. Meu estilo é o lifestyle e fashion, trago sempre cores da fotografia analógica.

SoteroPhoto - 24


SoteroPhoto - 25


SoteroPhoto - 26


SoteroPhoto - 27


Marcos Antonio 20 anos Começou a fotografar em 2016 Nascido em Salvador e residinho em Brotas @marcos.doc

"Nasci em Salvador, e resido atualmente em Brotas. Comecei a fotografar em 2016 a dois anos, e desde a infância fui influenciado pelo gosto pela arte, tecnologia, e tenho verdadeiro fascínio por audiovisual, que me levou a atuar nos dias de hoje. Meu objetivo na fotografia é enaltecer as pessoas fotografadas e as que me admiram, entretê-las através do meu trabalho, fazendo que que as pessoas tenham um sentimento bom, ou ruim a partir do momento em que olham as minhas fotografias. Acredito que para um bom ensaio fotográfico é preciso ter uma conexão com o cliente através de conversas, bate-papos para manter essa ligação e fazer com que o ensaio saia perfeito e da forma esperada, essa conexão chega a ser tão forte que muitos clientes se tomam amigos e essa é a parte boa de ser fotografo.

"Essa conexão chega a ser tão forte que muitos clientes se tornam amigos." Minhas maiores influências na fotografia são os fotógrafos Edgar Azevedo, Eder Salomão, que inclusive já tive o prazer de conhecer e trocar experiências, e a dica que eu deixo para os fotógrafos que estão começando e que não tenham medo de arriscar, que confiem na sua capacidade de fotografar e que mergulhem nesse universo mesmo com o frio na barriga." SoteroPhoto - 28


SoteroPhoto - 29


SoteroPhoto - 30


SoteroPhoto - 31


OS MAIORES FOTOGRAFOS BRASILEIROS DA ATUALIDADE

No brasil são inúmeros os fotógrafos que além da beleza, tem fatos marcantes de cada momento vívido. Através de cada um deles podemos entender e compreender melhor um pouco da nossa e de novas culturas, com isso analisar a maneiras de aflorar o processo criativo de cada um e pensar na qualidade de cada fotografia. Veja 4 grandes fotógrafos:

GERALDO BARROS Data de Nascimento: 27 de fevereiro de 1923 Faleceu em: 17 de abril de 1998 Atuação: Fotógrafo, Pintor, Gravador, Artista Gráfico, Designer de Móveis e Desenhista. Biografia: Geraldo de Barros fotógrafo e pintor brasileiro nascido em Chavantes, São Paulo, ele pertenceu ao movimento concretista, sendo um dos primeiros a se arriscar no Brasil na fotografia abstrata. E em 1946, ele faz suas primeiras fotos com uma câmera construída por ele mesmo. Inicialmente fotógrafa jogos de futebol na periferia de São Paulo. Ainda nesse período realiza experimentações que consistem em interferências no negativo como, cortar, desenhar, pintar, perfurar, sola- rizar e sobrepor imagens. Seu trabalho é fortemente marcado, pois sempre tem a presença a questões sociais e urbanas.

EVANDRO TEIXEIRA Data de Nascimento: 1935 Atuação: Fotógrafo Biografia: Evandro Teixeira nasceu na cidade baiana de Itajubá, iniciou a carreira como jornalista no “Diário de Notícia”, na capital baiana em 1958. Mas foi em 1963 que ingressou no Jornal do Brasil, e se tornou uma figura importante no fotojornalismo nacional. O momento mais marcante de sua carreira foi o registro da chegada do general Castello Branco ao forte de Copacabana que ocorreu durante golpe militar em 1964, além de tudo isso ele ainda cobriu Copas do Mundo e Jogos Olímpicos, assim como vários outros movimentos políticos como a queda do Salvador Allende, no Chile, em 1973.

CHICO ALBUQUERQUE Data de Nascimento: 25 de abril de 1917 Faleceu em: 26 de Dezembro de 2000 Área de Atuação: Fotógrafo Biografia: Chico Albuquerque natural de Fortaleza, Ceará, pioneiro da publicidade brasileira na década de 1940. Chico foi exímio retratista de personalidades, SoteroPhoto - 32


chefe da equipe que montou o departamento de fotografia da Editora Abril na virada os anos 1960-1970 e ensaísta apaixonado pelos temas típicos de sua terra natal, o Ceará. Ele iniciou sua carreira de fotógrafo através da publicidade. Ele um importante ícone brasileiro, foi responsável por grande parte do desenvolvimento tecnológico da fotografia no país, visto que foi graças a ele que foi importado o primeiro equipamento de Flash eletrônico e sempre lembrado por ter renovado a visão estética da fotografia brasileira e por ser um grande retratista.

Ele já publicou 70 livros, sendo 18 desses como coautor, possui 3 prêmios internacionais e 32 nacionais, além de já ter exposto 56 vezes de forma individual e 25 coletivamente.

GERMAN LORCA Data de Nascimento: 28 de Maio de 1922 Atuação: Fotógrafo

ARAQUEM DE ALCANTARA

Biografia: German Lorca nascido em São Paulo, ele se formou em Ciên- cias Contábeis na década de quarenta, mas foi apenas depois que início ao seu trabalho como fotógrafo, ao registrar a cidade de São Paulo, especialmente os locais mais importantes da história da cidade. Apesar disso, o seu trabalho só passou a ser reconhecido anos depois, quando fez parte da renovação da fotografia moderna no Brasil.

Data de Nascimento: 16 de Janeiro de 1951 Atuação: Fotógrafo Biografia: Araquém de Alcântara é conhecido como um dos precursores da fotografia da natureza e é um dos mais importantes fotógrafos atuantes do mundo. Seu trabalho funciona de forma mais documental, registrando especialmente a natureza brasileira e as nações indígenas. SoteroPhoto - 33


INSPIRAÇÃO 10 FOTOGRAFOS DE FAMÍLIA PARA SEGUIR NO INSTAGRAM

Patricia Canale @patricia_canale_fotografia

Começou sua paixão pela fotografia em 2002, em Porto Alegre. Em 2004 engravidou e- quando sua filha nasceu, começou a fotografá-la. Assim descobriu sua paixão pela fotografia de crianças. É uma das palestrantes do congresso Newborn Secrets 2018

SoteroPhoto - 34

Paula Roselini @paularoselini

Especializada em retratar pessoas. Sua fotografia carrega um sentimento construído através do carinho, compreensão e muita doação. Uma fotografia simples, mas cheia de emoção e, principalmente, verdade. Ela é uma das palestrantes da Semana Da Fotografia 2018.


Naiany Marinho @naianymarinho.fotografia

É especialista em fotografia de recém-nascidos, gestantes e acompanhamentos dos bebês. Com mais de 9 anos de experiência, carisma e sensibilidade, sua fotografia captura pequenos fragmentos que são os momentos mais preciosos da vida de centenas de famílias.

Hellen Ramos @hellenramosphoto

Foi uma das primeiras fotografas a realizar ensaio newborn no estado de São Paulo. A dedicação fez com que seu trabalho fosse reconhecido, tornando-se hoje sua principal atividade na fotografia, se destacando pela fotografia autoral e diferenciada.

SoteroPhoto - 35


Amanda Delaporta @amandadelaportafotografia

É pioneira na fotografia newborn no interior de São Paulo, principalmente, em Jaú, Bauru e cidades vizinhas. Seu estilo de compor, iluminar e montar poses com delicadeza, precisão e originalidade a tornou uma referência entra as fotógrafas da nova geração.

SoteroPhoto - 36

Zeke Medeiros @zekemedeiros É especialista em fotografar mães e gestantes que se conectam intensamente com suas histórias e experiências de vida. Suas sessões são imersas na natureza e entendidas como eventos de diálogo e conexão.


Nina Estanislau @clicksdanina É uma fotógrafa e amante das artes que busca deixar em seu trabalho o sentimento que vê através de suas lentes. Conta com um portfólio com mais de 400 recém-nascidos fotografados durante 4 anos de especialização em fotografia newborn.

Studio Gaea @studiogaea É uma dupla formada pelos fotógrafos Fer Sanchez e Ale Carnieri. Um casal apaixonado por suas filhas, especializado em fotografia de famílias e recém-nascidos.

SoteroPhoto - 37


Duo Borgatto @duoborgatto E uma dupla de fotografos formada por Julia Seloti e Fabio Borgatto. Um casal que fotografa casais. Suas lentes ja fotografaram noivas por todo o Brasil e alem de casamentos na Irlanda, Franca, Italia, Escocia, Espanha, Portugal e Esyados Unidos.

Fonte: PhotoChannel

SoteroPhoto - 38

Augiusto Ribeiro @authenticprivilege E fotografo profissional ha 9 anos. Mergulhou de cabeca nesse universo buscando retratar as emocoes mais verdadeiras das pessoas. Professor de fotografia e palestrante desde 2015, esteve nos maiores Congressos de Fotografia do Brasil.


Ficha técnica Amanda Abbude Direção de Arte

Milena Araujo Midia Social

Raiane Peres Assistente Geral

Bruna Yasmin Criação de Conteudo

SoteroPhoto - 39


Revista soterophoto  

Primeira edição da SoteroPhoto, constando 4 grandes fotógrafos baianos, e dicas sobre fotografia, cenário e atualidades.

Revista soterophoto  

Primeira edição da SoteroPhoto, constando 4 grandes fotógrafos baianos, e dicas sobre fotografia, cenário e atualidades.

Advertisement