Issuu on Google+

Informativo

54ª Edição / Setembro 2013

Distribuição Gratuita

Comunidade da Varginha celebra Festa de 21 anos de inauguração da Capela de São Geraldo

Página 04

Rio Espera é beneficiada com a Carreta da Saúde do Sesc Página 08

Apoio Cultural


Rio Espera em Foco

EDITORIAL

A cada edição de nosso Informativo, ao escrever o editorial, procuro passar ao leitor a minha opinião a respeito de assuntos que considero importantes. Mas, nem sempre o que para mim é relevante, necessariamente deverá ser para todos. E nessa Edição, falaremos sobre os valores, como a união, o companheirismo, a ajuda. O propósito disso é questionar o porquê de haver uma aparente indiferença e um aumento do individualismo da população em geral, com a perda desses valores que víamos e ouvíamos falar da época de nossos pais e avós. Para muitos, esse assunto realmente não tem significância alguma, pois preferem se isolar e viver solitários em seu “mundinho”, sem ninguém por perto. Pode ser que a aparente facilidade de se comunicar e de transmitir os conhecimentos, como televisões, computadores, telefonias celulares, transformem o homem em um robô, que faz as suas atividades mecanicamente e sem emoções. E dessa forma, não conseguiremos nos expressar e viveremos tão isolados, mesmo com a nossa tecnologia, que quando percebermos o tempo bom já passou. Porém, com todo o avanço tecnológico, há lugares que ainda se pode ter aquela prosa, a comida caseira, a sensação de que o tempo não passa e que existem amigos de verdade. Ao passarmos pelas pequenas comunidades de nossa Rio Espera, podemos encontrar esse povo acolhedor que gosta de um bom papo e que se junta para o bem maior de sua comunidade. Como exemplo do que falo, posso citar as inúmeras comemorações dos padroeiros das comunidades rioesperenses, onde as pessoas não medem esforços para organizarem as festas, com muita simplicidade e alegria. Podemos ver a satisfação estampada nos rostos das pessoas, que dedicam todo o seu tempo para que tudo saia da maneira que planejaram. A união e a participação dos moradores, dos que ali nasceram e não residem, mas têm a localidade no peito, toca fundo no coração e emociona todos os presentes. Mesmo com todas as dificuldades, o esforço e a disposição fazem com que eles realizem uma bonita festa, o que prova que: “querer é poder”. E este é um bom exemplo que as comunidades organizadas dão a todos: “A união faz a força”! Sei que atualmente é muito difícil com a vida corrida das pessoas, parar para conversar, contar um “dedinho de prosa”, tomar aquele café com rapadura com os amigos e dar boas risadas. A cada dia que passa, as pessoas se tornam reféns dos aparelhos eletrônicos, perdem momentos importantes e, daqui alguns anos, tentarão correr atrás desse tempo perdido. Que esses valores sejam repassados a futuras gerações e que não deixemos o comodismo e a indiferença reinarem em nosso meio. Que o nosso “mundinho” seja repleto de amigos e de boa prosa para podermos trocar ideais e colocarmos para fora aquilo que nos alegra ou magoa e, assim, seremos muito mais felizes. Uma ótima leitura e até a próxima! Jornalista e Editora do Rio Espera em Foco Simone Santiago

EXPEDIENTE:

Jornalista Responsável: Simone Santiago - Reg. Prof. 14.193 sisancomunica@gmail.com End.: Rua São José, 487 - Rio Espera. CEP: 36460-000 Produção Editorial, Projeto Gráfico, Diagramação, Fotos, Reportagens e Matérias: Simone Santiago Impressão: Central Gráfica - (31)3762-3182 - Conselheiro Lafaiete Tiragem: 700 exemplares

Página 2

O informativo é uma publicação mensal. A reprodução total ou parcial do conteúdo desta obra é expressamente proibida sem prévia autorização. O Informativo não se responsabiliza por matérias assinadas.


Rio Espera em Foco

Aniversariantes em Flash

Parabéns e felicidades a todos os que fizeram e que farão aniversário.

Gabriela Couto dia 19/08

Margarida dia 22/09

“Leninha“ dia 16/09

Fernanda dia 29/08

Deljaine Santos dia 18/09

Regina dia 07/09

Elizabete dia 08/08

Paloma Cruz dia 06/09

Júnior dia 22/09

Zélia dia 04/09

Dimas Lourenço dia 05/09

“Cida” dia 04/09

“Renatinha” dia 05/09

Sebastião dia 27/09

Ana Carolina dia 23/09

Willian Soares dia 02/09

Fernanda- dia 29/09 e Paloma- dia 07/09

“Betinho” dia 16/09

Diego dia 18/07

Bruna - dia 05/09 e Dona Lourença João Henrique - dia 03/09 dia 10/08

Rogério dia 15/09

Zé Maurício dia 26/09

Maria Marta dia 30/08

Nicomedes dia 16/09

Bárbara - dia 29/09 e Júnior - dia 25/09

Página 3


Rio Espera em Foco

Comunidade da Varginha celebra Festa de 21 anos da Capela de São Geraldo Nos dias 17 e 18 de agosto, a Comunidade da Varginha em Rio Espera esteve reunida para comemorar os 21 anos de aniversário de Inauguração da Capela de São Geraldo. E é com muita satisfação que publicamos, nessa Edição de Setembro, as festividades que aconteceram e atraíram centenas de pessoas. Todos, com muita disponibilidade, empenho e alegria fizeram com que a festa fosse um sucesso. Foi um momento de oração, diversão, premiações e muita união. Em uma barraca, a coordenadora da comunidade, “Maria do Eustáquio”, exibia a todos, fotos de várias pessoas ilustres da Varginha. Além disso, ficaram expostos alguns artesanatos e peças centenárias, como uma máquina de costurar que foi de sua bisavó. Padre Joselito celebrou uma missa na Capela, houve brincadeiras para as crianças no pula-pula e uma cavalgada orgaizada pelo Clube do Cavalo. A locução ficou por conta do morador Abel Lourenço, que com toda experiência comandou as festividades. Também foi organizada uma trilha, onde Ronei, Meio Quilo e Cristiano coordenaram os trilheiros em meio às matas e montanhas. Aconteceu concurso de marcha, onde os três primeiros colocados de cada categoria receberam um troféu de participação. E aquela turma que gosta de um bom jogo de baralho, divertiram-se com o torneio de Truco. A dupla Eustáquio e Tiném ganharam o troféu de campeão

Página 4

oferecido pelo Ronaldo. Ocorreu ainda a apresentação dos jovens da comunidade, uma rifa de um teclado, onde Paloma, filha do Márcio e da Lídia, foi a vencedora. Além disso, houve show com Leandro dos Teclados e o Tivá com o berrante. O momento mais emocionante da festa foi quando a professoara Eliane, filha de Dona Ilda e Nozinho da Varginha, leu um texto sobre a Capela de São Geraldo e fez uma homenagem aos saudosos moradores da comunidade. Ela leu um emocionante texto, onde destacou algumas ilustres personalidades da Varginha e, assim, a cada nome citado, entravam personagens representando essas pessoas. Eliane iniciou com as palavras: “E para nós que nascemos aqui na Varginha, recordar é descobrir os tesouros que foram escondidos em nossas memórias”. E assim recordaram: Mãe Marica e pai Chico; Dão e Nhá; Tony e Dona Constância; Sá Chica; Zezé Chichico e Zilda; Bebé e Guilherme e Nhonhô e Chica. A cada personagem que entrava, a emoção tomava conta de todos que, perplexos, admiravam as bonitas palavras que eram recitadas por Eliane. Para recordar um pouco de cada um, foram cantadas músicas em homenagem a eles. Ao encerrar a festa de São Geraldo, aconteceu show de talentos, onde todos os participantes receberam medalhas de participação. A coordenadora Maria agradeceu a contribuição e empenho de todos para o sucesso

da festa: “Essa foi a primeira de muitas outras festas que organizaremos. Agradeço a todos que contribuíram direta ou indiretamente para que tudo saísse dentro dos conformes. Que São Geraldo abençoe a todos”, concluiu Maria. Todas as comunidades rioesperenses estão de parabéns pelo empenho em preparar as festividades de seus padroeiros. Que esses valores sejam repassados aos filhos, netos e que nunca percam essa vontade de se unirem para o bem maior de suas comunidades.

Abel Lourenço ao lado das meninas do Grupo de Jovens

Exposição e artesanatos

Maria, Coordenadora da Varginha, recebendo uma medalha de São Geraldo das mãos da Professora Eliane


Rio Espera em Foco

Organizadores, moradores da Varginha e visitantes

Abel, Leônia e Maique

Humberto, seu filho e Messias

Dona Ilda e o filho “Tatu”

Organizadores da Trilha e os trilheiros

Pula -pula

Paloma, ganhadora do teclado

Cavalgada Ronaldo entregando troféu de ganhador do Torneio de Truco para Eustáquio

Locutor Abel e seu filho Maique no berrante Personagens representando ilustres moradores da Varginha durante Momento Cultural

Alguns dos ganhadores do Concurso de Marcha

Página 5


Rio Espera em Foco

De olho no Direito ENTRE A POBREZA E A PREGUIÇA Paulo Roberto de Castro Filho / paulorck@msn.com ““Quem rasteja como verme não pode queixar-se de ser pisoteado” . Esta expressão éde Immanuel Kant, filósofo alemão, que a escreveu em seu livro Fundamentos Metafísicos da Moral, quase no final do século Vlll. Mais tarde, tal ideia influenciou decisivamente o pensamento de Rudolf Von Ihering, jurista alemão. Em sua obra A Luta pelo Direito, Ihering expõe os motivos pelos quais os indivíduos devem lutar para rechaçar ameaças ou violações aos seus direitos; nas palavras de Kant, “jogar seu direito sob os pés de outrem é o desprezo da humanidade por si própria.” A luta a que Ihering se refere, ao contrário que se possa pensar, não se confunde com a agressão física ou com “fazer justiça com as próprias mãos”. Lutar é usar os meios lícitos para fazer cessar a ameaça ou violação ao direito, ou seja, lutar, na ordem jurídica brasileira, em regra, é ajuizar uma ação. Mas, ajuizar uma ação envolve custos financeiros e, muitas das vezes, o cidadão não tem condições de arcar com essas despesas sem prejudicar o sustento de sua família. Fora as despesas com advogado, existem variados gastos decorrentes do processo como pagamento de servidores do Poder Judiciário, materiais, equipamentos, instalações, dentre outros. O Estado custeia uma parte destes gastos, a outra é paga pelo cidadão quando ingressa com uma ação na Justiça. Diante desta situação, pergunta-se: Quem não possui condições econômicas para pagar as despesas decorrentes do processo terá o seu direito “pisoteado” ? A resposta é não. Independentemente da condição financeira, todos podem “lutar”, ou seja, todos podem levar seu problema ao Poder Judiciário. Primeiramente, tratando-se de despesa com advogado, deve-se registrar que o necessitado possui várias alternativas aos advogados que não cobram pelos seus serviços. Existe a Defensoria Pública, órgão essencial à justiça, que possui defensores

públicos, pagos pelo Estado, que prestam serviço jurídico integral e gratuito ao cidadão carente. Há também os Núcleos de Prática Jurídica (NPJ) das faculdades de Direito. Estes Núcleos, além de prepararem o bacharel para o exercício das diversas profissões jurídicas, também prestam serviços judiciários sem cobrar nada. Outra opção são os advogados voluntários, profissionais particulares, que por filantropia prestam serviços gratuitos às pessoas com dificuldades financeiras. Por fim, tem-se o advogado dativo. Este é um advogado particular que se inscreve em uma lista formulada pela Ordem dos Advogados do Brasil (OAB). Seus honorários são pagos pelo Estado e são nomeados pelo juiz para atenderem ao cidadão carente de recursos. Em relação às despesas processuais cobradas pelo Estado, o necessitado estará dispensado do seu pagamento, pois existe a Lei da Justiça Gratuita que o isenta de pagar todas as despesas relativas ao processo. Basta comunicar com seu advogado que ele requererá o benefício ao Poder Judiciário. Imagine o seguinte caso: Dona Maria teve seu direito violado, por isto, quer entrar com uma ação contra seu vizinho. Porém, não dispõe de recursos financeiros. Orientada por seu sobrinho, Dona Maria vai até a Defensoria Pública e procura pelo defensor público. O profissional ajuíza a ação cabível contra o vizinho. E, sem pagar nada, a Senhora terá seu caso apreciado pelo juiz. Portanto, se você teve o seu direito violado ou ameaçado, procure uma das alternativas apresentadas anteriormente, pois o obstáculo financeiro não o impedirá de ser amparado pela Justiça. Não seja acomodado, “não permita que seu direito seja pisoteado impunemente”, lute pelo seu direito, caso contrário, você não será merecedor dele. Não seja como um verme, que espera, impotente, para ser esmagado pelo seu algoz.”

Vem aí a II Ação Social de Rio Espera!

No dia 26 de Setembro, de 08 às 13h na Praça da Piedade com diversas atrações, gincanas, brincadeiras, campanhas da saúde e lanche. Programem-se! Página 6


Rio Espera em Foco

Informações ao leitor Por Eliane Sol - Fonoaudióloga “Dia 29 de agosto foi comemorado o Dia Nacional de Combate ao Fumo e de acordo com as estimativas da Organização Mundial de Saúde existem 1,2 bilhões de fumantes no mundo, dos quais mais de 30 milhões são brasileiros. O fumo é responsável por 90% dos casos de câncer de pulmão e está ligado a origem de tumores malignos em mais de sete órgãos do corpo humano, além de ser importante fator de risco para outras doenças crônico-degenerativas, doenças respiratórias obstrutivas

como a bronquite crônica e o enfisema pulmonar. Além disso, o tabaco diminui as defesas do organismo e assim o fumante tende a aumentar a possibilidade de adquirir doenças como a gripe e a Tuberculose. O tabaco também pode causar a impotência sexual (FIOCRUZ, 2011). Rio Espera vem desenvolvendo um trabalho para implantação do serviço de controle ao tabagismo e caso você tenha vontade de parar de fumar procure o Centro de Saúde para melhores informações.”

Feira da Agricultura Familiar

Prestigie você também os produtores rurais de nossa cidade! A Administração Municipal de Rio Espera, com o apoio da Emater e dos Agricultores locais, tem desenvolvido na cidade a Feira da Agricultura Familiar. A primeira edição da feira aconteceu uma semana antes da festa do Rioesperense e a cada nova exposição atrai mais e mais pessoas para desfrutarem dos alimentos orgânicos oferecidos pelos agricultores rurais. A realização da Feira nesse ano de 2013 acontecerá conforme o seguinte calendário:

Dia 28 de setembro; dias 12 e 26 de outubro; dias 16 e 30 de novembro e dias 07 e 21 de dezembro.

1º Encontrão do Grupo de Jovens de Rio Espera No último dia 1º de setembro, no Salão Paroquial, aconteceu o 1º Encontrão dos Jovens organizado pelo Grupo de Jovens de Rio Espera. Estiveram presentes representantes de Lamim e Barbacena, além dos rioesperenses do Asilo, Rosário, Matriz, Santo Antônio, Varginha, Rio Melo, Padilha e Inácio. Durante o encontro, o integrante de Barbacena da Equipe de Articulação da Pastoral da Juventude, Júnior Santos, ministrou duas palestras com os temas: “Maior Idade Penal” e “Violência e Extermínio de Jovens”. Além disso, Padre Joselito, de Rio Espera, ministrou a palestra com o tema: “A igreja está longe do jovem ou o jovem está longe da igreja”. Logo depois das palestras foram elaborados alguns grupos que construíram painéis, responderam algumas perguntas e apresentaram para os demais. Houve ainda uma dinâmica de integração com animação e coreografia da equipe de Barbacena. O jovem Emanuel falou sobre a juventude e sua missão. Foi saboreado um delicioso almoço e aconteceu ainda a celebração da tarde do Ofício Divino da Juventude e entrega de certificados.

De acordo com Karina, integrante do grupo de Jovens de Rio Espera, o Encontrão teve a participação de mais ou menos 67 jovens e foi um momento muito especial e proveitoso, pois puderam discutir e dar suas opiniões a respeito de várias questões importantes para a sociedade.

Página 7


Rio Espera em Foco

Rio Espera é beneficiada com a Carreta da Saúde do Sesc Fotos: divulgação Secretaria de Saúde

No último dia 25 de agosto, através de uma parceria com a Prefeitura Municipal, a Secretaria de Saúde e o Sesc/ MG, a população do Distrito de Piranguita pode desfrutar das orientações sobre saúde oferecidas pela carreta do Sesc. É a segunda vez que o município conta com os benefícios essa parceria. A primeira vez foi com a “OdontoSesc”, uma carreta com dentistas que cuidaram dos dentes e da saúde bucal de muitos rioesperenses. Dessa vez, com a carreta da saúde, profissionais do Sesc

incentivaram os moradores de Piranguita a adotarem hábitos saudáveis, além de realizarem uma série de ações preventivas de saúde. Estiveram presentes, além de nutricionista, biomédica, dentista e profissionais de saúde do Sesc, o Vice-prefeito Márcio Miranda, a Secretária de Saúde de Rio Espera Fernanda Gonçalves, a enfermeira Natália Milagres, a Agente de Saúde Cássia e a funcionária dos Posto de Saúde do distrito Elizangela. Os profissionais prestaram orientações sobre a saúde da

mulher e do homem, aferiram a pressão arterial, fizeram medição de glicemia e do Índice de Massa Corporal (IMC) que ajuda a determinar a obesidade. Além disso, houve também o escovódromo, com dicas de como escovar os dentes para as crianças e distribuição de escovas e fio dental. De acordo com a secretária de Saúde de Rio Espera, Fernanda Gonçalves Oliveira, essas parcerias são de extrema importância para toda a comunidade, que ganha a cada novo projeto desenvolvido para a população em geral.

III Conferência da Assistência Social No último dia 06 de agosto, aconteceu no CRAS em Rio Espera, a III Conferência da Assistência Social com o tema “A Gestão e o Financiamento na Efetivação do Sistema Único de Assistência Social (SUAS). Na ocasião estiveram presentes o Prefeito Marcílio, o vice Márcio, vereadores, o Presidente do Conselho Municipal da Assistência Social, José Eustáquio Campos, os representantes de entidades municipais, Conselheiro Tutelares, médicos e enfermeiros de Rio Espera, Assistentes Sociais das cidades de Itaverava e Congonhas e a população em geral.

As pessoas presentes aprovaram o Regimento Interno que foi lido e, logo depois, aconteceram palestras ministradas pelas Assistentes Sociais de Congonhas, Débora Nunes Abreu e Giane de Lima Andrade. De acordo com a Secretária de Assistência Social, Alessandra, o principal objetivo da Conferência é discutir propostas para melhorias na qualidade de vida da população e buscar soluções para questões relacionadas a Assistência Social da cidade: “Nós aprovamos deliberações que serão enviadas para a Conferência regional na cidade de São João

Del Rei e posteriormente serão encaminhadas para a Estadual e Federal. Além disso, nós escolhemos algumas pessoas, que nomeamos de delegados, que representarão a nossa cidade nas outras conferências”, ressaltou Alessandra. Foto: divulgação


Informativo rio espera em foco setembro 2013