Issuu on Google+

NOTÍCIAS_________________ EMPRESÁRIOS PRECISAM DE POLÍTICAS CLARAS PARA INVESTIR NO BRASIL Presidente da CNI defende, no lançamento da Agenda Legislativa 2013, aprovação de leis modernas para que país construa ambiente de negócios capaz de fortalecer as empresas e a economia O setor produtivo precisa de leis modernas, que definam normas jurídicas claras e perenes, para garantir um ambiente de negócios propício à retomada dos investimentos e do crescimento da economia brasileira. O alerta foi feito pelo presidente da Confederação Nacional da Indústria (CNI), Robson Braga de Andrade, nesta terça-feira (23), no lançamento da Agenda Legislativa da Indústria 2013. "O funcionamento eficiente do setor privado pressupõe a aplicação de normas jurídicas claras e estáveis, que tragam segurança para o empreendedor", disse Andrade. O presidente da CNI ressaltou à plateia de parlamentares, empresários e presidentes de federações estaduais da indústria presentes à cerimônia que a Agenda Legislativa da Indústria nasceu para disseminar, no Congresso Nacional, informações transparentes e de qualidade sobre projetos capazes de estimular o desenvolvimento econômico brasileiro. Andrade também destacou que a Agenda Legislativachega à sua 18ª edição com um retrato dos desafios que o Brasil ainda enfrenta para ajudar na recuperação da economia. "O momento é de reafirmação econômica. Não podemos desperdiça-lo", afirmou. AVANÇOS - Apesar do cenário econômico adverso de 2012, o Brasil fez significativos avanços para aumentar a competitividade da indústria brasileira com a aprovação de propostas defendidas pela Agenda Legislativa. Entre elas, estavam incluídas na Agenda Legislativa 2012 o novo Código Florestal e a resolução do Senado que unificou as alíquotas interestaduais do ICMS sobre produtos importados, pondo fim à chamada "Guerra dos Portos". Andrade também comemorou a aprovação da Medida Provisória 579, que reduziu as tarifas de energia elétrica e a desoneração da folha de pagamentos, que já beneficia 56 segmentos da economia.

Sindicato da Indústria do Mobiliário e Marcenaria do Estado do Paraná Av. Sete de Setembro, 4698 Cj. 1601/1602 Batel – Curitiba PR CEP 80240-000 Fone/Fax: 41. 3342.5052 www.simov.com.br I simov@simov.com.br


NOTÍCIAS_________________ Aos 81 parlamentares presentes, o presidente da CNI pediu apoio para a aprovação de projetos, com relevante impacto, para melhorar a competitividade da economia brasileira e que estão na pauta de votações do Congresso. Entre eles, a Medida Provisória no 595, a MP dos Portos, que deve ser votada pelo Legislativa até 16 de maio. "Se aprovada, a proposta propiciará um ambiente mais favorável ao aumento dos investimentos e da eficiência dos terminais brasileiros", argumentou. E ainda complementou: "Ao promover uma importante modernização, a MP elimina conflitos jurídicos e cria um ambiente favorável à participação do setor privado nos portos brasileiros". LEIS EXPRESSAS - O presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), afirmou que o Congresso Nacional criará um sistema de "leis expressas" para agilizar a tramitação de propostas que reduzam a burocracia e racionalizem o sistema tributário brasileiro. A ideia é que essas propostas tenham a votação acelerada, tanto no Senado quanto na Câmara dos Deputados. "O Congresso precisa ser um agente facilitador do ambiente econômico brasileiro", argumentou Calheiros. Para o presidente da Câmara dos Deputados, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), a Agenda Legislativa é um instrumento importante para nortear as decisões dos parlamentares na votação de projetos benéficos à indústria e à economia em geral. A ministra de Relações Institucionais, Ideli Salvatti, elogiou o trabalho da CNI no acompanhamento dos projetos em exame no Congresso Nacional e que impactam no desenvolvimento econômico do país. "A presidenta Dilma (Rousseff), inúmeras vezes, já declarou que não há possibilidade de sermos uma nação rica sem que o setor da indústria se desenvolva, para gerar empregos, oportunidades, inovação, tecnologia", afirmou. O ministro do Trabalho, Manoel Dias, disse que a pasta será uma parceira na discussão de projetos que busquem a melhoria das relações de trabalho. "Não seremos um entrave", garantiu. [LEIA MAIS...]

Fonte: CNI

Sindicato da Indústria do Mobiliário e Marcenaria do Estado do Paraná Av. Sete de Setembro, 4698 Cj. 1601/1602 Batel – Curitiba PR CEP 80240-000 Fone/Fax: 41. 3342.5052 www.simov.com.br I simov@simov.com.br


NOTÍCIAS_________________ AGENDA NACIONAL APOSTA NAS MICRO E PEQUENAS EMPRESAS Em Curitiba, representantes do Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul discutem participação de pequenos negócios no desenvolvimento do Brasil O presidente do Conselho Deliberativo do SEBRAE/PR, João Paulo Koslovski, destacou nesta terça-feira, dia 7, em Curitiba, a importância do empreendedorismo e das micro e pequenas empresas para o desenvolvimento nacional. Koslovski participou da abertura de uma oficina realizada pelo Ministério de Desenvolvimento da Indústria e Comércio Exterior (MDIC), para a construção de uma agenda de desenvolvimento e competitividade para os pequenos negócios. A Oficina Região Sul, organizada em parceria com o Fórum Permanente das Micro e Pequenas Empresas; Secretaria de Indústria, Comércio e Assuntos do Mercosul; e SEBRAE/PR, reuniu no Hotel Lizon, na capital paranaense, cerca de 200 empreendedores, empresários, representantes do poder público, iniciativa privada e entidades empresariais do Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul. Juntos, discutiram políticas públicas para o segmento. Koslovski defendeu a regulamentação do Estatuto Nacional da Microempresa e Empresa de Pequeno Porte, conhecido como Lei Geral da Micro e Pequena Empresa, por 100% dos municípios. “No Paraná, dos 399 municípios, 38 ainda não municipalizaram a legislação, que traz benefícios para os pequenos negócios”, disse o presidente do Conselho Deliberativo, também presidente do Sistema Ocepar (Sindicato e Organização das Cooperativas do Paraná). A Agenda Nacional de Desenvolvimento e Competitividade das Micro e Pequenas Empresas, proposta pelo MDIC, faz parte da Política Nacional de Empreendedorismo e Negócios (PNEN) e visa identificar necessidades e construir um país de ambiente mais favorável e competitivo. Além de Koslovski, participaram da abertura o secretário de Indústria e Comércio do Paraná, Ricardo Barros; o presidente da Confederação Nacional da Micro e Pequena Indústria (Conampi), Ercílio Santinoni; e o coordenador-geral do MDIC, Fábio Santos Pereira Silva. Na Oficina Região Sul, conduzida por consultores do SEBRAE e do MDIC, entraram em pauta temas relevantes para o segmento, como comércio exterior; compras governamentais; desoneração e desburocratização; investimento e financiamento; rede de disseminação, informação e capacitação; e tecnologia e inovação. “Precisamos melhorar muito o ambiente das micro, pequenas, médias e grandes empresas”, afirmou Fábio Silva, durante o evento.

Sindicato da Indústria do Mobiliário e Marcenaria do Estado do Paraná Av. Sete de Setembro, 4698 Cj. 1601/1602 Batel – Curitiba PR CEP 80240-000 Fone/Fax: 41. 3342.5052 www.simov.com.br I simov@simov.com.br


NOTÍCIAS_________________ Segundo ele, mais que um projeto de governo, a discussão envolve um projeto de Estado. “Estamos formulando políticas públicas nos estados e não somente em Brasília.” Fábio Silva lembrou que a Agenda Nacional de Desenvolvimento e Competitividade das Micro e Pequenas Empresas (2013-2022), como vêm sendo chamada desde 2009, tem como foco os próximos dez anos. E que as ideias apuradas na oficina em Curitiba serão reunidas com sugestões de outras regiões do País. “Queremos promover ajustes na Lei Geral e criar uma agenda estratégica de ações a serem apresentadas junto à sociedade”, destacou. Ednalva Fernandes Costa de Morais, da Universidade de Brasília (UnB), parceira no processo, destacou que a agenda nacional que está sendo articulada busca estimular o empreendedorismo inovador de alto impacto e ainda o empreendedorismo de geração de emprego e renda. “A inovação acontece nas micro e pequenas empresas, mas é nas micro e pequenas empresas onde existe maior resistência” assinalou a professora da UnB. Para que a agenda nacional reflita a realidade brasileira, diz o coordenador de Políticas Públicas do SEBRAE/PR, Luiz Marcelo Padilha, além de oficinas, especialistas realizarão estudos, acompanharão a análise das propostas e revisarão os documentos produzidos, sob a coordenação do MDIC. Ao final, será disponibilizado um material para consulta pública, como mais uma oportunidade para contribuições, antes da consolidação do documento. Segundo o gerente de Inovação e Competitividade do SEBRAE/PR, Agnaldo Castanharo, a agenda nacional, proposta pelo governo federal com o apoio do SEBRAE, tem mobilizado os segmentos industrial e empresarial a participarem efetivamente, apontando as necessidades para o desenvolvimento. “O governo federal está ouvindo as comunidades e isso é de suma importância. É uma agenda com ações de curto, médio e longo prazo”, pontuou. Para Castanharo será de grande valia a contribuição dos estados do sul do Brasil na construção da Agenda Nacional de Desenvolvimento. “Nas mesas de discussão, surgiram ótimas ideias e sugestões, que darão densidade ao processo”, apostou o gerente do SEBRAE/PR. Fonte: SEBRAE-PR

Sindicato da Indústria do Mobiliário e Marcenaria do Estado do Paraná Av. Sete de Setembro, 4698 Cj. 1601/1602 Batel – Curitiba PR CEP 80240-000 Fone/Fax: 41. 3342.5052 www.simov.com.br I simov@simov.com.br


NOTÍCIAS_________________ LIGNA 2013: SETOR MOVELEIRO COM SOLUÇÕES FLEXÍVEIS E MULTIFUNCIONAIS Até sexta-feira (10), em Hanôver (Alemanha), a feira Ligna expõe a próxima geração de maquinário para a indústria madeireira. De acordo com os organizadores, já é perceptível uma demanda crescente por produtos personalizados. Eles ainda afirmam que as soluções de processamento têm que lidar com todos os tipos de cenários, de produção em massa ou um único lote. Eles também têm que ser capazes de atender a uma gama cada vez mais diversificada de materiais e produtos. Ao mesmo tempo, os fabricantes têm de encontrar novas formas de compensar as perdas de produtividade decorrentes da produção cada vez mais personalizada. “Enquanto a ênfase em ambientes de produção em grande escala é a otimização dos fluxos de processo, as pequenas e médias empresas estão mais focadas em sistemas de processamento flexíveis”, garantem. Segundo os organizadores, essas de empresas estão à procura de soluções inovadoras, que oferecem uma ampla gama de aplicações. Nova geração de máquinas para a indústria madeireira Com uma reconhecida reputação na área, os fabricantes alemães devem levar para a Ligna máquinas capazes de dimensionar, cortar e dar acabamento a painéis matérias em uma única passagem. A novidade, contudo, são as soluções de processamento de madeira sólida, projetados para atender uma grande diversidade de acabamentos de superfície. “As novas máquinas multifuncionais são capazes de produzir estruturas em três dimensões sem a necessidade de pacotes de atualização caros”, contam os organizadores. Já as retificadoras devem oferecer todos os processos em uma única estação de trabalho, desde lixamento transversal e longitudinal a acabamentos de alto-brilho. Além disso, efeitos de envelhecimento, que costumam exigir múltiplas etapas, poderão ser alcançados em uma única operação, resultando em ganhos de produtividade e economia de espaço. Para os organizadores, as serras convencionais também podem esperar uma competição acirrada com as novas tecnologias. “Os sistemas mais recentes combinam painel, quebra e serras de encaixe em uma unidade multifuncional. Para processadores de madeira, isso significa uma grande economia e ganhos de eficiência”, contam.

Sindicato da Indústria do Mobiliário e Marcenaria do Estado do Paraná Av. Sete de Setembro, 4698 Cj. 1601/1602 Batel – Curitiba PR CEP 80240-000 Fone/Fax: 41. 3342.5052 www.simov.com.br I simov@simov.com.br


NOTÍCIAS_________________ Por sua vez, as soluções combinadas de corte e armazenamento também estão ganhando espaço na indústria, minimizando o tempo ocioso das máquinas. Elas também diminuem a quantidade de resíduos, reduzem os custos e são capazes de lidar com uma grande variedade de materiais e dimensões. A Ligna 2013 também deve apresentar uma série de centros de usinagem, sendo que as principais novidades são sistema de seis eixos ao invés de cinco. “Aqui, a tendência é uma maior flexibilidade e máquinas mais compactas. Agregadores adaptados podem fazer o trabalho de até cinco conjuntos de ferramentas convencionais na fabricação de escadas, portas e janelas”, apontam os organizadores. Ainda segundo eles, estará em exibição uma série de seccionadoras horizontais, que permitem vários ciclos de corte simultâneos. “A perfuração múltipla aumenta significativamente a produtividade das operações de fabricação de janelas de madeira, uma vez que se pode realizar muitas das diversas etapas de processamento necessárias para a aplicação de acessórios, substituindo, assim, toda uma série de cabeças de perfuração ângulo individuais”, explicam. A ideia de combinar duas etapas de processamento em um único aparelho também pode ser encontrada na última geração de prensas de vácuo. Elas permitem que o preaquecimento e a moldagem de materiais termoplásticos serão possíveis em um único passo. Os organizadores complementam: “Mesmo ferramentas elétricas portáteis estão seguindo a tendência multifuncional. A feira também apresenta aplainadoras que podem cortar laminares e criar fendas em uma vasta gama de diferentes materiais, incluindo madeira, gesso e alumínio”.

Fonte: eMobile

Sindicato da Indústria do Mobiliário e Marcenaria do Estado do Paraná Av. Sete de Setembro, 4698 Cj. 1601/1602 Batel – Curitiba PR CEP 80240-000 Fone/Fax: 41. 3342.5052 www.simov.com.br I simov@simov.com.br


NOTÍCIAS_________________ EM CURITIBA, DESAFIO DE SER CRIATIVO CHAMA ATENÇÃO DE EMPREENDEDORES E EMPRESÁRIOS Música, reflexões, histórias e estímulos, provocações e interações com auditório lotado deram o tom do curso de Criatividade, realizado pela Escola de Criatividade e pelo SEBRAE/PR, na última terça-feira, dia 30 de abril; proposta mesclou espetáculo e conteúdo Cerca de 260 empreendedores e empresários lotaram o auditório do SEBRAE/PR em Curitiba, no último dia 30 de abril. Eles participaram de um curso sobre criatividade, realizado pela Escola de Criatividade em parceria com o SEBRAE/PR. Em pauta, uma visão diferente sobre a importância de ser criativo, tanto nas empresas e organizações em que trabalham quanto na vida. Música, reflexões, histórias e estímulos, provocações e interações com a plateia deram o tom do curso, que trouxe como proposta a mescla de um espetáculo, conteúdo e prática, para que os participantes pensassem de forma criativa. Para instigar a geração de ideias, a partir do estímulo à criatividade e à imaginação, um ‘time’ de especialistas conduziu o curso. No palco, hábitos criativos para o desenvolvimento profissional e pessoal e criatividade no trabalho foram alvo de análises do escritor e especialista em criatividade, comunicação e vendas, Eloi Zanetti, e do especialista em gestão de eventos e pesquisador sobre o tema criatividade, Jean Sigel, ambos fundadores da Escola de Criatividade. O curso de criatividade ainda contou com as participações bem-humoradas do produtor cultural da Parabolé Educação e Cultura e arte-educador, Nélio Spréa; do ator, palhaço e advogado, Hique da Veiga; e do ator e diretor da Escola do Ator Cômico, Mauro Zanatta. “A primeira condição para ser criativo é se considerar criativo”, ressaltou Eloi Zanetti para a plateia que, após ser questionada, respondeu timidamente à pergunta “Você se considera criativo?”. [LEIA MAIS...]

Fonte: SEBRAE/PR

Sindicato da Indústria do Mobiliário e Marcenaria do Estado do Paraná Av. Sete de Setembro, 4698 Cj. 1601/1602 Batel – Curitiba PR CEP 80240-000 Fone/Fax: 41. 3342.5052 www.simov.com.br I simov@simov.com.br


NOTÍCIAS_________________ PARANÁ LEVANTA PROPOSTAS PARA O FORTALECIMENTO DE MICRO E PEQUENAS EMPRESAS O Paraná encerrou nesta terça-feira (7) o ciclo de encontros regionais para selecionar propostas de fortalecimento de micro e pequenas empresas no País. O evento fez parte da construção da Agenda Nacional de Desenvolvimento e Competitividade das Micro e Pequenas Empresas (2013 - 2022), coordenada pelo Ministério do Desenvolvimento Econômico, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), e reuniu mais de 160 participantes da Região Sul. Cerca de 98% das empresas no Estado são micro ou pequenas, que representam 500 mil estabelecimentos e geram 1,1 milhão de empregos. Há ainda 150 mil empreendedores individuais. Os encontros paranaenses foram organizados em parceria com a Secretaria de Estado da Indústria, Comércio e Assuntos do Mercosul e com o Fórum Permanente das Micro e Pequenas Empresas do Estado do Paraná (Fopeme). NECESSIDADES – O secretário Ricardo Barros explicou que o documento produzido nos encontros regionais deve apontar os gargalos, as dificuldades e as reais necessidades do setor. “É uma ótima ferramenta para a construção de políticas públicas eficientes”, disse. Barros lembrou que o Paraná possui a melhor legislação para micro e pequenas empresas no País. O Governo do Estado oferece isenção do ICMS para faturamento anual até R$ 360 mil, o que representa 85% das empresas. Para as que arrecadam até R$ 3,6 milhões, o pagamento da alíquota, que é cobrada pelo supersimples ou simples nacional, fica pela metade. “Ainda temos outras ações como o programa Bom Negócio que garante dinheiro fácil e barato e capacitação gerencial gratuita”. AGENDA – O coordenador do MDIC, Fábio Silva, reforçou que o diagnóstico é uma política de Estado, que prevê ações para 10 anos, e que será reavaliada periodicamente, com o foco no aumento da competitividade e no desenvolvimento do setor das micro e pequenas empresas. Segundo ele, já ocorreram eventos em Vitória (ES), Manaus (AM), Goiânia (GO) e Fortaleza (CE) e há programação de mais um seminário com a Frente Parlamentar do Congresso e outro internacional, ambos em Brasília. “O documento final será construído com sugestões de todo o país e será submetido à consulta pública”, explicou Silva. Além de auxiliar na redação da Agenda, as propostas também ajudarão na atualização da Lei Geral da MPE´s (123/06).

Sindicato da Indústria do Mobiliário e Marcenaria do Estado do Paraná Av. Sete de Setembro, 4698 Cj. 1601/1602 Batel – Curitiba PR CEP 80240-000 Fone/Fax: 41. 3342.5052 www.simov.com.br I simov@simov.com.br


NOTÍCIAS_________________ PARANÁ – Mais de 160 representantes do poder público, iniciativa privada, universidades, terceiro setor e de outras entidades de classe apresentaram propostas, divididas em seis eixos: Comércio Exterior, Compras Governamentais, Investimento e Financiamento, Tecnologia e Inovação, Informação e Capacitação e Desburocratização e Desoneração. O empresário Norbert Heinze participou do debate sobre Tecnologia e Inovação. Proprietário da Forplas, empresa que fabrica escadas há 57 anos, ele sugeriu a aproximação das academias com as micro e pequenas empresas. “As universidades acabam limitando as suas atuações às médias e grandes empresas. Seria interessante que tivéssemos estagiários e professores atuando junto a esse importante setor da economia do Paraná”. Já para o diretor de Indústria e Comércio de Cafezal do Sul, Luiz Reina, há a necessidade de facilitar ainda mais o acesso aos financiamentos. “Bons projetos ainda se perdem pela burocracia”, afirmou Reina que é também empresário do ramo de vestuário há mais de 20 anos. Também participaram do evento o presidente do Sebrae no Paraná, João Paulo Koslovski, o presidente da Sanepar, Fernando Ghignone, o presidente Confederação Nacional das Micro e Pequenas Empresas (Conampe), Ercílio Santinoni, entre outras lideranças dos três estados das região Sul.

Fonte: Mega Moveleiros

Sindicato da Indústria do Mobiliário e Marcenaria do Estado do Paraná Av. Sete de Setembro, 4698 Cj. 1601/1602 Batel – Curitiba PR CEP 80240-000 Fone/Fax: 41. 3342.5052 www.simov.com.br I simov@simov.com.br


DESTAQUE_________________  TERMO ADITIVO FETROPAR 2012/2013

Sindicato da Indústria do Mobiliário e Marcenaria do Estado do Paraná Av. Sete de Setembro, 4698 Cj. 1601/1602 Batel – Curitiba PR CEP 80240-000 Fone/Fax: 41. 3342.5052 www.simov.com.br I simov@simov.com.br


DESTAQUE_________________

16ª ABIMAD 2013 ACONTECE ENTRE OS DIAS 30 DE JULHO E 02 DE AGOSTO Já está definida a data de realização da 16ª edição da Abimad, a Feira Brasileira de Móveis e Acessórios de Alta Decoração. Maior feira do segmento de mobiliário e acessórios de alta decoração da América Latina, o evento acontece de 30 de julho a 02 de agosto de 2013 no Centro de Exposições Imigrantes, em São Paulo(SP). Organizada pela Associação Brasileira das Indústrias de Móveis de Alta Decoração (ABIMAD), a feira expõe móveis para ambientes internos e externos, além de objetos de decoração que aliam qualidade, tecnologia e design. Serão cerca de 110 expositores apresentando suas novidades e mostrando um alinhamento com o mercado internacional de alta decoração. “O público verá as novas coleções dos expositores, que expressam as tendências mundiais. O mercado brasileiro é muito focado em novidades”, explica Michel Otte, presidente da Abimad. A feira é exclusivamente limitada aos lojistas de móveis e objetos de decoração, além de profissionais do setor. Serviço: 16ª Abimad Data: 30 de julho a 02 de agosto de 2013 Local: Centro de Exposições Imigrantes - Rodovia Dos Imigrantes, Km 1,5 – Jabaquara – SP Horário: das 10h às 19h Entrada: gratuita, limitada a lojistas de móveis e objetos de decoração e profissionais do setor e imprensa, devidamente credenciados Informações: www.abimad.com.br Sindicato da Indústria do Mobiliário e Marcenaria do Estado do Paraná Av. Sete de Setembro, 4698 Cj. 1601/1602 Batel – Curitiba PR CEP 80240-000 Fone/Fax: 41. 3342.5052 www.simov.com.br I simov@simov.com.br


DESTAQUE_________________  OPORTUNIDADE!!! – CURSO MONTADOR DE MÓVEIS SIMOV

Sindicato da Indústria do Mobiliário e Marcenaria do Estado do Paraná Av. Sete de Setembro, 4698 Cj. 1601/1602 Batel – Curitiba PR CEP 80240-000 Fone/Fax: 41. 3342.5052 www.simov.com.br I simov@simov.com.br


OPORTUNIDADE_________________  CURSO DE TÉCNICAS PARA SE TORNAR UM GRANDE NEGOCIADOR, COM LUIZ FERNANDO TEDESCHI

Sindicato da Indústria do Mobiliário e Marcenaria do Estado do Paraná Av. Sete de Setembro, 4698 Cj. 1601/1602 Batel – Curitiba PR CEP 80240-000 Fone/Fax: 41. 3342.5052 www.simov.com.br I simov@simov.com.br


OPORTUNIDADE_________________  WORKSHOP DE RESPONSABILIDADE SOCIOAMBIENTAL E EMPRESARIAL

Sindicato da Indústria do Mobiliário e Marcenaria do Estado do Paraná Av. Sete de Setembro, 4698 Cj. 1601/1602 Batel – Curitiba PR CEP 80240-000 Fone/Fax: 41. 3342.5052 www.simov.com.br I simov@simov.com.br


INFORMAÇÕES JURÍDICAS______ Clique e Confira RESUMO DIÁRIO OFICIAL DA UNIÃO Informativo elaborado pelo Departamento de Assuntos Legislativos da FIEP, n°17 de Maio de 2013. Resumo do Diário Oficial da União e do Estado.

NOTÍCIAS LEGISLATIVAS FEDERAIS E ESTADUAIS Informativo elaborado pelo Departamento de Assuntos Legislativos da FIEP, n°18 de Maio de 2013.

NOVOS PROJETOS DE LEI Elaborado pelo Departamento de Assuntos Legislativos da FIEP, nº 07 de Maio de 2013.

Sindicato da Indústria do Mobiliário e Marcenaria do Estado do Paraná Av. Sete de Setembro, 4698 Cj. 1601/1602 Batel – Curitiba PR CEP 80240-000 Fone/Fax: 41. 3342.5052 www.simov.com.br I simov@simov.com.br


OPORTUNIDADE___________

Sindicato da Indústria do Mobiliário e Marcenaria do Estado do Paraná Av. Sete de Setembro, 4698 Cj. 1601/1602 Batel – Curitiba PR CEP 80240-000 Fone/Fax: 41. 3342.5052 www.simov.com.br I simov@simov.com.br


OPORTUNIDADE___________

Confira a nova edição da revista RG Móvel – Indústria e Marcenaria

Sindicato da Indústria do Mobiliário e Marcenaria do Estado do Paraná Av. Sete de Setembro, 4698 Cj. 1601/1602 Batel – Curitiba PR CEP 80240-000 Fone/Fax: 41. 3342.5052 www.simov.com.br I simov@simov.com.br


OPORTUNIDADE___________

Confira a nova edição da revista Lush – Arquitetura e Decoração

Sindicato da Indústria do Mobiliário e Marcenaria do Estado do Paraná Av. Sete de Setembro, 4698 Cj. 1601/1602 Batel – Curitiba PR CEP 80240-000 Fone/Fax: 41. 3342.5052 www.simov.com.br I simov@simov.com.br


OPORTUNIDADE___________ Confira a Nova Edição da Revista Móveis de Valor – Abril 2013

Sindicato da Indústria do Mobiliário e Marcenaria do Estado do Paraná Av. Sete de Setembro, 4698 Cj. 1601/1602 Batel – Curitiba PR CEP 80240-000 Fone/Fax: 41. 3342.5052 www.simov.com.br I simov@simov.com.br


OPORTUNIDADE___________

Sindicato da Indústria do Mobiliário e Marcenaria do Estado do Paraná Av. Sete de Setembro, 4698 Cj. 1601/1602 Batel – Curitiba PR CEP 80240-000 Fone/Fax: 41. 3342.5052 www.simov.com.br I simov@simov.com.br


OPORTUNIDADE___________

Sindicato da Indústria do Mobiliário e Marcenaria do Estado do Paraná Av. Sete de Setembro, 4698 Cj. 1601/1602 Batel – Curitiba PR CEP 80240-000 Fone/Fax: 41. 3342.5052 www.simov.com.br I simov@simov.com.br


OPORTUNIDADE___________

Sindicato da Indústria do Mobiliário e Marcenaria do Estado do Paraná Av. Sete de Setembro, 4698 Cj. 1601/1602 Batel – Curitiba PR CEP 80240-000 Fone/Fax: 41. 3342.5052 www.simov.com.br I simov@simov.com.br


OPORTUNIDADE___________

Sindicato da Indústria do Mobiliário e Marcenaria do Estado do Paraná Av. Sete de Setembro, 4698 Cj. 1601/1602 Batel – Curitiba PR CEP 80240-000 Fone/Fax: 41. 3342.5052 www.simov.com.br I simov@simov.com.br


Clique aqui para acessar nossa página no Facebook. Curta nossa página!

Clique aqui para acessar nosso perfil no Twitter. Siga @simovpr!

Sindicato da Indústria do Mobiliário e Marcenaria do Estado do Paraná Av. Sete de Setembro, 4698 Cj. 1601/1602 Batel – Curitiba PR CEP 80240-000 Fone/Fax: 41. 3342.5052 www.simov.com.br I simov@simov.com.br


Informativo Simov nº17