Page 1

Agenda Agenda Outubro

2016 VitĂłria|ES

Imagem-passagem dinâmicas da fotografia em contexto de viagem

Bruno Zorzal Ignez Capovilla Miro Soares Orlando Farya Tom Boechat

25 de outubro a 23 de dezembro


ÍNDICE 3-7

Artes Cênicas

23-35

Cinema

Música

36-36

Biblioteca

13-18

Literatura

37-39

Contatos

19-22

Artes Visuais

8-12

Classificação indicativa

Bilheteria No Centro Cultural Sesc Glória as vendas das ações

L Livre para todos os públicos

pagas começam a partir das 10h e terminam às 20h. Os ingressos podem ser retirados na Recepção da

12 Não recomendado para menores de 12 anos

Ala Praça (em frente à Praça Costa Pereira), de terça a domingo. Informações: +55 27 3232-4750

10 Não recomendado para menores de 10 anos

14 Não recomendado para menores de 14 anos 16 Não recomendado para menores de 16 anos 18 Não permitida a entrada de menores de 18 anos, mesmo acompanhados dos pais.

Fotografia da capa: Fragmento da obra “Sem Título” de Orlando da Rosa Farya, 2016.


Artes Cênicas 06, 07 e 09.10| 19h30 08.10| 20h

Cena Local Espetáculo:

Tablado de Alma Grupo Alma Andaluza Cia de Danza (ES) Duração: 60 min. Local: Teatro Virgínia Tamanini| 5º pavto., Ala Praça Categoria: Infanto-juvenil Valores: R$ 10,00 (inteira); R$ 5,00 (meia); R$ 6,00 (conveniados e comerciantes) O clima intimista, os bailes intensos, carregados de técnica e interpretação e o improviso vindo da relação entre a dança e a música ao vivo serão características presentes nessas apresentações, trazendo para a cena o clima dos tablados espanhóis.

L

Foto de divulgação: Espetáculo “Tablado”

08.10 | 1ª sessão às 16h 2ª sessão às 18h 09.10 | 17h Espetáculo:

O Menino que Visitou a Lua Parceria: Grupo A Azimute Cia de Máscaras (DF) Duração: 55 min. Local: Teatro Glória | 1º pavto., Ala Praça Categoria: Infanto-juvenil Valor: R$ 10,00 (inteira); conveniados e comerciantes)

R$

5,00

(meia,

A Azimute Cia de Máscaras apresenta o espetáculo O Menino que Visitou a Lua; projeto vencedor do 1º Concurso Jovens Dramaturgos, promovido pela Escola Sesc de Ensino Médio do Departamento Na-

cional do Sesc. O texto é dirigido ao público infantil de 04 a 12 anos. A peça é composta de um ato e sete cenas, elaboradas entre os diálogos de Pedro e Maria e os flashbacks dos encontros entre Pedro e a Lua. Na sucessão entre os planos temporais, encontramos as diferentes camadas do texto: o plano da realidade cotidiana de Pedro em suas conversas com Maria e o plano das visitas que o menino faz à lua, que poderíamos pensar como oriundo da imaginação, ou dos sonhos de Pedro. O rico da construção dramatúrgica de Tauã está justamente em não estabelecer essa dicotomia entre sonho e realidade, construindo com os encontros entre o menino e a Lua metáforas para uma das questões centrais da trama, a separação dos pais. O que poderia ser considerado como escapismo, fuga da realidade, o típico mundo dos lunáticos é então apresentado como lugar de produção de ideias e sentimentos. Desse modo, e aí

3


Artes Cênicas está um dos méritos do texto de Tauã, o espaço da imaginação ganha o estatuto de lugar de reflexão.

L

essa história, ou ainda Lô – no sudeste, vem nos contar do lugar que mais gosta de ficar: “O quintal da casa do vô”! O melhor lugar do mundo pra ela, e através do seu olhar, da sua escuta, do seu imaginário a menina deseja revelar as suas vivências, medos e desejos – ora sozinha, tentando se resolver, ora ao lado das pessoas que mais ama: Seu vovô Waldir e suas tias. Nessa “casa-quintal” em que ela encontra proteção, amor, cuidados, carinho, cheiros e sabores, é também o lugar em que a menina cultiva duas amizades especiais – uma com a sua melhor amiga-gente chamada Rita, que carrega outras “criaturinhas” com ela, e a outra com uma cigarra – que mora lá no quintal, dentro de uma caixa – o seu maior segredo que ela quer compartilhar com você.

L

Foto de divulgação: Espetáculo “O Menino que Visitou a Lua” ”

Foto de divulgação: Espetáculo “A Menina Cão”

15.10| 17h

Cena Local Espetáculo:

16.10 | 1ª sessão às 16h 2ª sessão às 18h

A Menina Cão

Cena Local

Grupo Beta de Teatro (ES) Duração: 83 min.

Espetáculo:

Local: Teatro Glória | 1º pavto., Ala Praça Categoria: Infanto-juvenil Valor: R$ 10,00 (inteira); R$ 5,00 (meia); R$ 6,00 (conveniados e comerciantes) Lorena ou Loló - como é chamada lá em Belém do Pará, na região norte do nosso país onde se passa

El Grand Circus Internacionale de Calder Circo Teatro Capixaba (ES) Duração: 45 min. Local: Teatro Virginia Tamanini| 5º pavto., Ala Praça Categoria: Infanto-juvenil Valor: R$ 10,00 (inteira); R$ 5,00 (meia); R$ 6,00 (conveniados e comerciantes)

4


Artes Cênicas Um espetáculo poético de circo de bonecos, inspirado na obra do artista americano Alexander Calder. Escultor e pintor, muito conhecido por seu móbiles gigantes, construiu em 1926 o “Circus Calder”, que consistia em miniaturas de artistas e animais circenses, feitos com arame, madeira, couro, tecidos e materiais reaproveitados. O circo chegou na cidade para apresentar números internacionais nunca antes vistos na América do Sul! Vamos levar o público ao mundo da imaginação com a graciosa baleia bailarina, o corajoso domador russo e sua fera indomável, a incrível atiradora de facas, o homem mais forte do mundo e o magnífico faquir das arábias. Apresentador e palhaço unidos para contar essa surpreendente história e alegrar a plateia! Mas algo acontece inesperadamente, deixando a todos preocupados e buscando soluções inimagináveis para salvar o circo.

Valor: R$ 8,00 Número de vagas: 20

L

Inscrições: e-mail: artescenicas-es@es.sesc.com.br

A oficina propõe compartilhar uma das etapas fundamentais do processo criativo do grupo, a investigação da relação entre formas inanimadas (bonecos, objetos variados) e as possibilidades expressivas do trabalho do ator-marionetista; proporcionando um leque infinito de soluções e desafios teatrais. A forma inanimada, na figura do boneco, é um caleidoscópio ilimitado de possibilidades criativas e o veículo privilegiado na abordagem do trabalho do ator, inspirada na visão da “super-marionete”, desenvolvida na obra de Gordon Craig. A pesquisa se concentra essencialmente na exploração das bases que fundam um teatro pluridisciplinar.

Informações: E-mail: artescenicas-es@es.sesc.com.br Tel.: 27 3232.4750 | 4752

16

Foto de divulgação: Espetáculo “El Grand Circis Internacionale de Calder”

18 e 19.10 | 18h às 22h Carga horária: 8h

Palco Giratório | Oficina O Ator-marionestista Grupo Cia Les Trois Cles (RJ) Ministrantes: Eros P. Galvão Público-alvo: atores, diretores e estudantes de artes cênicas Inscrições: 03 a 11.10 Resultado da seleção: 14.10 Local: Sala de Dança | 2º pavto., Ala Praça

Foto de divulgação: oficina O Ator-marionestista

20.10 | às 19h30

Palco Giratório Espetáculo:

A Gigantea Cia Les Trois Cles (RJ)

5


Artes Cênicas Duração: 60 min. Local: Teatro Glória| 1º pavto., Ala Praça Categoria: Formas Animadas – adulto Valor: R$ 10,00 (inteira); R$ 5,00 (meia); R$ 6,00 (conveniados e comerciantes) Em uma região desértica de um país imaginário, o menino Makou vive com sua mãe. Todos os dias ele sai à procura de água. Certa manhã Makou é sequestrado por um tirano, líder de um exército de seres híbridos (homens/bestas), que o recrutam à força e o transformam em um menino soldado. Começa, então, sua luta por sobrevivência e seu nomadismo. A inocência o abandona mas, em sonho, ele procura reconquistar a infância e reencontrar A Gigantea, a raiz que fornece a água, o ouro azul.

10

Foto de divulgação: Espetáculo “A Gigantea”

6


Artes Cênicas O Palco Giratório é um projeto nacional do Sesc

que

possibilita

aos

grupos

e

companhias independentes circular com seus espetáculos por diversas regiões do país. Além da circulação de espetáculos, o projeto

oferece

oficinas,

Pensamento

Giratório e Intercâmbio, ações importantes para

a

qualificação

dos

artistas

e

educadores. O projeto ainda oportuniza o intercâmbio cultural entre os grupos e companhias. Oferece, também, debatepapos

após

cada

apresentação,

que

aproximam o artista do público, qualificando o seu senso crítico. O Projeto CENA LOCAL oferece espaço para uma programação sistemática de artes

CENA

cênicas - seja em mini-temporadas no Teatro

LOCAL

pontuais no Teatro Glória. Os espetáculos

Virginia Tamanini; ou em apresentações

são selecionados pela curadoria de Artes Cênicas do Sesc Glória, cuja linha norteadora constitui-se pesquisa

pela

qualidade

aprofundada.

O

artística Cena

e

Local

pretende fomentar o desenvolvimento das Artes Cênicas produzidas no Espírito Santo. 7


Música 01/10 | 19h30

Marcio lugo

Show Liberdade Aparente

Foto de divulgação: Marcio Lugó.

Local: Teatro Virgínia Tamanini| 5º pavto., Ala Praça Ingressos: R$ 20,00 (inteira) R$ 10,00 (meia, conveniados e comerciantes)

-dos do curso de bacharelado para sopros e percussão. Para as apresentações, a Banda Sinfônica da Fames propõe a realização de programas que estejam inteiramente ligados à realidade deste universo sonoro. Assim, o repertório contempla os principais compositores para Banda Sinfônica do mundo. Soba coordenação do professor Marcelo Madureira e Regência do Maestro Gilson Silva, o grupo caminha em harmonia com os ideais da atual gestão, educando com responsabilidade e acreditando, sobretudo, na disseminação da cultura musical e na construção da cidadania. A Banda Sinfônica da Fames tem em seu currículo concertos temáticos no Theatro Carlos Gomes, no Sesc Glória, além de apresentações no Festival Internacional de Música Popular e Erudita de Domingos Martins, que é o maior evento de música erudita e popular do Espírito Santo e um dos mais importantes do país.

Cantor e compositor paulistano, Márcio Lugó apresenta a turnê do seu segundo álbum autoral, “Liberdade Aparente”, lançado em 2013 e selecionado entre “Os 100 Melhores Discos” do Mais informações acesso: mesmo ano pelo site Embrulhador. Com boa http://fames.es.gov.br recepção de público e crítica, o trabalho do músico tem percorrido diversos projetos e espaços como L Sesc, CEUs, Virada Cultural, Centro Cultural São Paulo, e, ainda, outras cidades e capitais como Ribeirão Preto, Rio Preto, Campinas, Belo Horizonte, Rio de Janeiro, Curitiba, Recife, Belém, Fortaleza, Curitiba, Londrina, Joinville, Florianópolis, Sorocaba, Piracicaba, Goiânia Santos e Presidente Prudente.

L 05.10| 20h

Banda Sinfônica da Fames Local: Teatro Glória | 1º pavto., Ala Praça Valores: R$ 4,00 (inteira); R$ 2,00 (meia) A Banda Sinfônica da Faculdade de Música do Espírito Santo (Fames) foi criada em 2007 e se tornou-se um núcleo que trata da excelência da música para sopros no Estado. Ao longo dos anos ocorreram ampliações no seu formato inicial e, atualmente, essa prática atende à grade curricular da Fames como disciplina obrigatória em oito perío-

Foto de divulgação: Banda Sinfônica da Fames.

06.10| 19h30

pRojeto Cena Local ZEFF MATIELI Show Benedito Party Duração: 50 min.

8


Música Local: Teatro Glória | 1º pavto., Ala Praça Valores: R$ 10,00 (inteira); R$ 5,00 (meia); R$ 6,00 (conveniados e comerciantes) Benedito Party - Show é uma referência direta à música negra brasileira, em especial à Festa De São Benedito de Serra Sede, uma das festas populares mais importantes do estado do Espírito Santo. O repertório do show é baseado no álbum homônimo de Zeff Matieli acrescentado a duas releituras: “Injustiçado” do Mc Andrézinho Shock e FotoMoreia, de divulgação: Costa Silva "Benedito" de Zé alémJosé de Eduardo um pout-pourri de Congos Capixabas. Sobre Zeff Matieli Zeff Matieli iniciou sua trajetória musical em 2005 como guitarrista, quando teve a oportunidade de tocar com Verônica Cerqueira, depois seguiu tocando com Manguerê, Methânia, Casaca e Adiós, Me Voy. Em 2012 se lança como canto/autor e é premiado por estar nas do 3° Festival Vitória Em Canto, com a música “Janaína e Benedito”.

L 19.10 | 20h

Orquestra Sinfônica e Coro da Fames Trilhas e temas do compositor Tim Rescala Local: Teatro Glória | 1º pavto., Ala Praça

Foto de divulgação: Orquestra Sinfônica e Coro da Fames .

-tra contempla a grade curricular da graduação, licenciatura e possibilita o ingresso de alunos dos cursos de formação e extensão por meio de testes semestrais. O Concerto, sob a regência de Tim Rescala, faz parte do encerramento da V Semana de Pesquisa em Música, que será realizada pelo quinto ano consecutivo na Faculdade de Música do Espírito Santo -FAMES. O compositor participará de mesa redonda e fará a regência da sua própria obra com a Orquestra Sinfônica da Fames – OSFA, com o repertório composto por trilhas sonoras das novelas globais “Velho Chico” e “Meu Pedacinho de Chão”.

L 22.10 | 19h

Projeto Dobradíssimas Nano Vianna + Dani Black (SP)

Valores: R$ 4,00 (inteira) R$ 2,00 (direito a meia trazendo doação de agasalho) Fundada em 2010, a Orquestra Sinfônica da Fames (Osfa) tem como princípio a prática sistemática da música sinfônica para orquestra. Proporciona aos alunos o aprendizado do repertório orquestral ao longo do ano letivo. Por meio de solistas convidados, possibilita o intercâmbio entre alunos e professores com profissionais de renome nacional e internacional. Eventualmente, atua com a formação constituída somente por instrumentos de cordas e execução de obras da música de câmara . A Orques-

Local: Teatro Glória | 1º pavto., Ala Praça Valores: R$ 40,00 (inteira) R$ 20,00 (direito a meia trazendo doação de agasalho) O show “Dobradíssimas” traz ao público capixaba um encontro entre Nano Vianna, do grupo Cinco Nós, e o cantor, compositor e guitarrista paulista Dani Black, apresentando o repertório de seus trabalhos mais recentes. Dani Black é filho dos músicos Arnaldo Black e Tetê Espíndola. Conhecido pelo seu trabalho na banda 5

9


Música histórias, curiosidades e um pouco do repertório para os instrumentos apresentados. Neste mês convidamos dois músicos da Orquestra Sinfônica para um bate-papo sobre o trombone e a trompa. Em uma afinada “conversa metálica”, os músicos vão explicar curiosidades sobre dois instrumentos que compõe o naipe dos metais: o Trombone e a trompa. Sobre Fredson Luiz Monteiro | Trombone Foto de divulgação: Dani Black.

a Seco, lançou seu primeiro disco solo, homônimo, em 2011, pela Som Livre. Nano Viana tem uma longa jornada, principalmente, no cenário “musicultural” capixaba. À frente da banda Cinco Nós, conquistou diversos prêmios com o grupo ao longo dos 10 anos de carreira. Como forma de contribuição para uma campanha de doação para a APAE-ES, o benefício de pagamento de meia entrada será estendido a quem trouxer um agasalho. O show tem apoio da Farmácia Alquimia e Bistrô Auguri, Backstage Instrumentos Musicais.

L 25.10 | 19h30

Dia do Curioso Musical

Especialista em arte na educação pelo Instituto Superior de Educação e Cultura Ulisses Boyd; bacharel em música (habilitação trombone) pela Unibacharel em música (habilitação trombone) pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG); trombonista da Orquestra Sinfônica do Espírito Santo (OSES); professor de trombone da Faculdade de Música do Espírito Santo (FAMES); coordenador do Coral de Trombones da Faculdade de Música do Espírito Santo (FAMES); foi coordenador de área e regente do “Projeto Bandas e Corais nas Escolas” do estado do Espírito Santo, uma parceria entre a Faculdade de Música do Espírito Santo (FAMES) e Secretaria de Educação do Estado do Espírito Santo (SEDU), no período de 2008 a 2012; participou como trombonista do Quinteto de Metais “Quintetando”; participou, em 2012, como membro da Comissão Avaliadora do Prêmio SEDU: Boas Práticas na Educação, em sua 6ª edição; trabalhou como coor-

“Conversas metálicas entre trombone e trompa” Com a participação dos músicos Fredson Monteiro (trombone) e Ricardo Lepre (trompa). Local: Teatro Virginia Tamanini Ingressos: R$ 4,00 (inteira); R$ 2,00 (meia) O Dia do Curioso musical é um projeto que acontece sempre na última terça-feira de cada mês, no Centro Cultural Sesc Glória. Convidamos especialistas em música para conversar com o público e mostrar as possibilidades técnicas,

Foto de divulgação: Fredson Luiz Monteiro.

10


Música coordenador do Curso Prática de Banda de Metais, no XIX Festival de Inverno de Domingos Martins, no ano de 2012; foi professor convidado do I Encontro Regional de Trombonistas, realizado na Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), em 2010. Trombonista do Quinteto de Metais Capixaba.

26.10 | 20h

Sobre Ricardo Lepre | Trompa

O grupo formado por alunos, professores e músicos convidados, dá suporte pedagógico às disciplinas de sopros e percussão, apresentando concertos com solistas convidados que interpretam obras originais e transcritas para banda com repertório variado que vai do erudito ao popular.

Mestre pela EMUS-UFBA em Educação Musical, programa de pós graduação Mestrado Profissional PPGPROM. Possui graduação em Bacharelado em Música - Trompa pela Escola de Música e Belas Artes do Paraná (2003), Pós-Graduação latu-sensu em educação pela UNICIDADE (2008). Atualmente professor da Faculdade de Música do Espírito SantoFAMES, Músico da Orquestra Sinfônica do Espírito Santo. Possui experiência como instrumentista em diversas Orquestras e bandas dos Estados de Santa Catarina, Paraná, São Paulo e Espírito Santo onde atuou como Coordenador de área do projeto Bandas e Corais nas escolas no ano de 2012. Possui linha de pesquisa na área da música de câmara, liderando o Quinteto de Sopros Capixaba, premiado para os concertos didáticos pela FUNARTE em 2010. Trompista do Quinteto de Metais Capixaba.

Orquestra Jovem de Sopros e Percussão da Fames Local: Teatro Glória Ingressos: R$ 4,00 (inteira); R$ 2,00 (meia)

Foto de divulgação: Orquestra Jovem de Sopros e Percussão.

L

Foto de divulgação: Ricardo Lepre .

L

11


Música O Dia do Curioso musical é um projeto do Sesc Espírito Santo que acontece sempre na última terça-feira de cada mês, no Centro Cultural Sesc Glória. Convidamos especialistas da música para conversar com o público e mostrar as possibilidades técnicas, histórias, curiosidades e um pouco do repertório para os instrumentos apresentados.

O pRojeto Cena Local, desenvolvido pela equipe de Música do Centro Cultural Sesc Glória, busca fortalecer a relação dos músicos locais com o público. Através do mapeamento e diagnóstico da produção musical local, buscamos contribuir para a difusão de propostas pautadas na diversidade cultural, ampliando a perspectiva dos artistas locais e apresentando alternativas musicais para o público.

12


Literatura 04.10| 19h30 1 0 ª

ed ição

Painel

Literário

Livro | Tem uma lua na minha janela Autora: Andréia Delmaschio Local: Sala da Palavra | 4º pavto., Ala Mar

ENTRADA FRANCA Tem uma lua na minha janela Andréia Delmaschio “Neste seu sétimo livro, Andréia Delmaschio nos oferece uma seleção de diálogos de duas crianças, apresentados no formato de pequenas crônicas. As conversas são de seus filhos gêmeos, Flora e Francisco, registradas desde quando começaram a falar de maneira mais desenvolta, até o início da alfabetização. A seleção desse período buscou privilegiar um momento em que a fala ainda não estava ”completamente enrolada nos novelos discursivos da escola, da mídia, do mercado e da religião, livre portanto do conjunto moral e do senso comum que nos enredam”. Tem uma lua na minha janela é leitura de muitos caminhos, segundo o desejo do leitor. Fecundo para interessados em literatura, em educação, em linguística, em teoria do pensamento, em sociologia da cultura, em psicologia, em filosofia. Mas certamente exercerá em seus diversos leitores o fascínio pela aventura da aprendizagem da fala que desaguou na escrita deste livro.” (Célia Ribeiro, artista plástica) Sobre Andéia Delmaschio: Andréia Delmaschio nasceu em Vitória, Espírito Santo, em 20 de abril de 1969, época em que os manguezais do nosso litoral eram prainhas lindas. É escritora, pesquisadora e professora titular do Instituto Federal do Espírito Santo. Publicou ensaios sobre as obras de E. T. A. Hoffmann, Guimarães Rosa , Raduan Nassar, João Gilberto Noll e Manuel

Foto de divulgação: Andéia Delmaschio (dir).

de Barros, entre outros. Em 2004 publicou o livro Entre o palco e o porão: uma leitura de Um copo de cólera, de Raduan Nassar, pela editora Annablume, de São Paulo. Fez o curso de Letras por engano, pois queria mesmo era ser psicóloga. Descende de imigrantes italianos hoje fixados no norte do Espírito Santo. Integrou as coletâneas A parte que nos toca (Vitória: Florecultura, 2000) e Em torno de Jacques Derrida (Rio de Janeiro: 7Letras, 2000). É mãe de Flora e Francisco, cujos diálogos serviram de base para as crônicas do livro Tem uma lua na minha janela, lançado em 2016 pela Secult. É autora do livro de contos Mortos vivos (Vitória: Secult, 2008) e do livro de memórias Aboio de fantasmas (Secult, 2015). Fez o Mestrado em Estudos Literários na UFES e o Doutorado em Semiologia na UFRJ. Em 2014 publicou o livro A máquina de escrita (de) Chico Buarque (Rio de Janeiro: 7Letras). L

11.10 | 19h30 CAFÉ LITERÁRIO Livros: As infâncias de Manoel de Barros Palestrantes: Fabiano Moraes e Maria Amélia Dalvi Mediação: Thalita Alves Bittencourt Local: Sala da Palavra | 4º pavimento, Ala Mar

ENTRADA FRANCA 13


Literatura Existe literatura infantil? Se a resposta for positiva, que elementos constituem uma obra literária para ser caracterizada como infantil, jovem ou adulta? A chamada literatura infantil diz respeito a um determinado público ou a forma de escrever? Para explorar esta questão, o tema deste Café Literário As infâncias de Manoel de Barros é um homônimo do subtítulo de um dos livros do poeta de Cuiabá. Conta-se que Manoel de Barros tinha a intenção de publicar uma trilogia, sendo um livro que tratasse de sua infância, outro de sua mocidade e mais um sobre a velhice. No entanto, logo que escreveu e publicou o livro com os poemas da primeira parte, entendida como a da infância, se deu conta de que não seria capaz de tratar dos outros dois assuntos. Indagado sobre essa “impossibilidade” e consciente de seu estilo de palavras e a simplicidade de sua poética, o poeta confessou: “Eu só tive infância”. Assim, Memórias Inventadas – As infâncias de Manoel de Barros são os versos de uma obra em que estão reunidos os universos da criança, do jovem e do adulto, ou seja, as três formas de viver a infância deste autor. Sobre Fabiano Moraes

Foto de divulgação: Fabiano Moraes.

-ra de literatura na escola (2013) e de Bravos Companheiros e Fantasmas V: estudos críticos sobre o autor capixaba (2014). Coordena Programa de Cooperação Acadêmica com a Unesp e a UPF. Fundou e coordena o Grupo de Pesquisa Literatura e Educação. Foi cronista da Rádio Universitária, entre 2011 e 2012; foi contemplada pelo I Prêmio Ufes de Literatura em 2010.

Fabiano Moraes é Professor Adjunto da Universidade Federal do Espírito Santo, Doutor em Educação, Mestre em Linguística, Graduado em Letras Português. Como escritor publicou 17 livros infantis e técnicos pelas editoras Cortez, Vozes, Paulinas, dentre outras. Como contador de histórias atuou em diversos eventos de nível nacional e internacional.

Sobre Maria Amélia Dalvi Trabalha na graduação e na pós-graduação em Educação e em Letras, junto à UFES. Realizou o estágio de pós-doutorado na UFG, com períodos em universidades dos Estados Unidos e de Portugal. É autora de Drummond: O amor natural toma parte no projeto poético-pensante (2009) e Drummond: a invenção de um poeta nacional pelo livro didático (2011); e, também, co-organizadora de A crítica literária: percursos, métodos, exercícios (2009), Leitu

Foto de divulgação: Maria Amélia Dalvi

Sobre Thalita Alves Bittencourt Thalita Alves Bittencourt é advogada e escritora. Teve seus primeiros poemas publicados ainda durante a infância em quatro publicações de “Acendendo Chamas”, coletâneas promovidas anualmente pelo Colégio Marista – Nossa Senhora .

14


Literatura Local: Sala da Palavra | 4º pavto., Ala Mar Ingresso: R$ 20,00 (inteira) Vagas: 25 participantes Carga horária: 20h

Foto de divulgação: Thalita Alves Bittencourt

da Penha – de Vila Velha. Autora de “Elucidação numa página em branco”(2010). Possui trabalhos publicados em coletâneas da Academia Jovem Espírito-Santense de Letras (2006 e 2008), da qual é presidente e membro; e na revista da Acaemia de Letras Humberto de Campos (2010), da qual também é membro. Atua como jurada nas noites de poesia do Colégio Marista. Possui MBA em Gestão de Comércio Exterior e Negócios internacionais, cursou Gestão Responsável para Sustentabilidade e LLm (Master in Laws) em Direito Empresarial.

L

17 a 21.10 | 18h às 21h Minicurso

“Poesia em Verso e Prosa na Literatura Infanto-Juvenil” Ministrante: Gloria Kirinus Público-alvo: Amantes da literatura, escritores, estudantes de Letras Inscrições: 01 a 12.10 Resultado da seleção: 14.10

Definir, a poesia, continua sendo um enigma, um desafio e uma promessa de vitalidade, claro, poética. Mas, onde procura-la? Num primeiro momento, vamos rastrear seus encantos no seu habitat preferido: na voz da infância do homem; isto é, na criança. E na voz da infância da humanidade; isto é, no homem primordial, aquele que iniciou o batismo de metáforas no universo. A vasta Literatura InfantoJuvenil brasileira oferece ao leitor, um precioso banquete de poesia, tanto em verso, como em prosa. Convidamos aos participantes deste curso a entrar no mundo simples e complexo da poesia, espaço singular para os exercícios de atenção, delicadeza e “refinamento da alma” (Deise Perin). Sobre Glória Kirinus Gloria Kirinus é autora de Literatura infantil e juvenil desde 1985. Publica tanto literatura, para todas as idades, como livros teóricos, fruto de sua intensa caminhada na vida acadêmica. Ela mesma se pergunta se é peruana do Brasil ou brasileira do Peru e acima de tudo se reconhece “palavreira” de nascimento. Fez dessa cisma de palavras seu oficio itinerante, com a oficina de criação literária e vitalidade poética “Lavra-Palavra”. Atualmente mora em Curitiba e publica pelas editoras: Paulus, Paulinas, Cortez, Melhoramentos, DCL, Inverso, Edel -bra e Larousse Junior. Conferencista no Brasil e no exterior. Recebeu homenagens e diversos títulos de cidadã honorária por onde passa. Seu livro “Formigarra/Cigamiga” recebeu o selo de qualidade literária pela Fatum Educacional, 2016. Foto de divulgação: Glória Kirinus

15


Literatura Informações: E-mail: literatura@es.sesc.com.br Tel.: (27) 3232.4750 | 4766 16

19.10 | 15h 1 1 ª

e d i ç ã o

Painel Literário Livros: Os irmãos de papel e Ovelha Mochileira Autora: Lorena Lima e Fernanda Fassarela Local: Sala da Palavra | 4º pavimento, Ala Mar

ENTRADA FRANCA Os irmãos de papel “Ao intitular a obra Irmãos de Papel, a escritora revela os dois personagens que se tornariam o centro da história: duas crianças pálidas que observam a movimentação da rua na sacada de uma casa misteriosa. A mãe austera, extremamente protetora, impede que os filhos se infiltrem nas brincadeiras dos moleques da vizinhança. Aí reside o grande desafio da narradora e de sua trupe: mostrar aos meninos quão prazeroso e saudável é o convívio, levando-os a participar das brincadeiras e aventuras que até então só observavam de longe. Lorena Lima,

ao narrar as suas memórias de infância, tanto no primeiro livro como nesta narrativa, estabelece um pacto com o leitor (conta-lhes segredos até então encaixotados) e, ao dizer "eu", trata de questão da qual tem total conhecimento: suas memórias, acentuando a relação de identidade entre o sujeito da enunciação e do enunciado.” Ovelha Mochileira Autora: Fernanda Fassarela “O livro conta a história de Agustina, uma ovelhinha muito curiosa e pensativa que coloca uma mochila nas costas e sai à procura de sua família. Em suas andanças, ela estabelece uma relação muito próxima com a natureza e as paisagens da Cordilheira dos Andes. Vive muitas aventuras reais e imaginárias pelo caminho afora e descobre sua origem de forma inesperada! O livro é um dos contemplados no Edital 007/015 da Secretaria de Estado da Cultura SECULT-ES. Suas ilustrações foram feitas à mão, com lápis 6B e tinta aquarela. Feito com amor!”

Foto de divulgação Fernanda Fassarela(dir.)

L 26.10| 19h30 Efemérides: Clarice Lispector Palestrante | Carol Ornellas Mediadora | Fernanda Maia Local: Sala da Palavra | 4º pavimento, Ala Mar

ENTRADA FRANCA Foto de divulgação: Lorena Lima (Esq.)

16


Literatura Clarice Lispector

nuances da violência urbana retratada por obras da literatura brasileira contemporânea.

Considerando que o Projeto Efemérides tem como objetivo comemorar algum autor por um tema específico ou pelo conjunto de sua obra, no próximo 26 de outubro estaremos fazendo uma homenagem a Clarice Lispector. Clarice Lispector nasceu aos 10 de dezembro de 1920, na Ucrânia, mas com cerca de dois meses de idade, seus pais migraram para o Brasil que considerava como sua verdadeira pátria. Suas principais obras são: Perto do coração selvagem (1944), Laços de família (1960), A maçã no escuro (1961), A legião estrangeira (1964), A paixão segundo G.H. (1964), Felicidade clandestina (1971), Água viva (1973) e A hora da estrela (1977). O dia 26 de outubro foi escolhido para homenageá-la em virtude de ser esta a data, em 1977, da publicação de seu último livro A hora da estrela, considerado seu romance mais conhecido, inclusive, adaptado para o cinema por Suzana Amaral, em 1985. Pouco depois do lançamento do livro, foi internada com câncer e faleceu no dia 9 de dezembro do mesmo ano, na véspera de completar 57 anos.

Foto de divulgação: Fernanda Maia..

Mediadora – Fernanda Maia Mestre em Letras (2011) pela Universidade Federal do Espírito Santo. Possui Especialização em Literatura e História: texto e contexto pela UFES (2006) e Graduação em Letras-Português (2003) por essa mesma universidade. Possui, ainda, Graduação em Comunicação Social (2002) com habilitação em Jornalismo pela FAESA, Faculdades Integradas Espírito-Santenses. Foi coordenadora do curso de Licenciatura em Letras Português-Inglês da L Faculdade Saberes, onde atuou como professora de Literatura Brasileira e de Teoria Literária. Atualmente, é professora de Língua Portuguesa concursada da Rede Estadual de Educação e ministra aulas para o curso de Pós-Graduação na área de Letras da Faculdade Saberes.

Foto de divulgação: Carol Ornellas.

Palestrante – Carol Ornellas Carol Ornellas nasceu em 1989, é formada em Letras e professora de Língua Portuguesa da rede pública estadual. Também é mestre em Estudos Literários pela UFES, tendo desenvolvido estudo sobre as

L

28.10| 15h às 17h Uma palavra com o autor com Antônio Bezerra Neto Mediação de João Moraes

17


Literatura Local: Sala da Palavra | 4º pavimento, Ala Mar Vagas: 80 participantes

ENTRADA FRANCA Dando continuidade ao nosso projeto “Uma conversa com o autor”, com a finalidade de dinamizar a relação do escritor do Espírito Santo com seu público, bem como ampliar o debate crítico sobre a literatura produzida no Espírito Santo, desta vez, o depoimento, a entrevista e o debate será com o poeta, cronista, advogado, historiador e mestre em História da Educação pelo Instituto Superior Pedagógico Enrique José Varona, em Havana (Cuba), Antonio Bezerra Neto. Neste encontro, além de explanar sobre sua trajetória de vida e os processos Foto de divulgação: Antônio Bezerra Neto de criação tanto da obra literária quanto da acadêmica, haverá um bate-papo e o autor também tor de Jornalismo na Rádio Aquidabã. Documentarista, roteirizou e dirigiu diversos filmes, estará autografando seu livro Pintassilgo. entre eles, "Viagem Capixaba, um Olhar de Rubem Braga e Carybé, Hoje", em exibição na TV Cultura; Sobre o autor Antônio Bezerra Neto "Ai de Ti!", com locução de Rubem Braga e "O O poeta, cronista, advogado, historiador e mestre em Evangelho Segundo Seu João". Produziu os longas As História da Educação pelo Instituto Superior Horas Vulgares e Entreturnos. Colunista e cronista Pedagógico Enrique José Varona, em Havana (Cuba), em A Gazeta, organizou o livro "Eu sou Aquele que Antonio Bezerra Neto, nasceu aos 19 de fevereiro de Disse" e é autor do livro "Crônicas Sujas Memórias 1957, em Currais Novos, no Rio Grande do de Névoa". Norte, mas fixou residência em território capixaba ainda bem jovem, aos 17 anos de idade. Entre outras publicações, além da participação na Coletânea de poetas do Espírito Santo (2004), é autor dos livros: Pequeno Espólio & outros Escritos (1996), Rendas Barrocas (1997), Flanando: Registro de Andanças (1998), Seda Sacra (1999), Matinas & Ângelus (2000), À Sombra do Claustro (2001), Requién para Havana (2002), Urbes (2004) e Rapsódia para Ouro Preto (2005). Foto de divulgação: João Moraes

L Mediador João Moraes João Moraes é de Cachoeiro, publicou seus primeiros textos aos 13 anos na revista Mambembe. Cursou Comunicação na UFRJ. Produziu os Cds "Quase ao Vivo", "Hoje Não!", "Chiliques Herméticos". Foi diretor de Cultura de Cachoeiro de Itapemirim. Dire-

18


Artes Visuais 12 a 15.10

A Destemida Gráfica Clandestina com Ramon Rodrigues e Samuel Casal (SC) Programação: 12.10, quarta-feira 9h às 14h Apresentação no Parque Moscoso com distribuição de gravuras para as crianças (em comemoração com ao Dia das Crianças)

xilogravura em todas as suas etapas. Projeto que integra intervenção urbana com a Gráfica Clandestina, ateliê itinerante de gravura, e oficina de xilogravura no Centro Cultural Sesc Glória. L

13.10, quinta-feira 10h30 às 14h Apresentação na UFES, em frente ao RU 19h às 21h Apresentação no Sesc Glória Exibição do filme Nosferatu (atividade em parceria com a Mostra de Cinema Vladimir Herzog) Bate-papo com os artistas (tema: A xilogravura na estética do cinema no expressionismo alemão) 14.10, sexta-feira 10h às 19h Oficina de Xilogravura no Ateliê de Artes Visuais do Centro Cultural Sesc Glória (20 vagas)

13.10 | 17 às 21h

15.10, sábado 10h às 14h – Apresentação na Praça Costa Pereira

Apresentação da Destemida Gráfica Clandestina e bate papo sobre Cinema.

Foto de divulgação: A Gráfica Clandestina

A Gráfica Clandestina é uma iniciativa dos artistas Demonstração e explicação para o público na frente gráficos Samuel Casal e Ramon Rodrigues. É do Centro Cultural Sesc Glória, de como funciona da basicamente um atelier móvel, onde todos os Gráfica Clandestina e da elaboração de uma instrumentos necessários ao gravador estão incorporados na estrutura, o que o torna apto para servir como suporte para diferentes propostas de atuação. Mas muito mais do que um atelier móvel, a Gráfica Clandestina é um objeto de arte. Cada um dos quatro lados do carrinho tem uma função, onde pode ser realizada uma das etapas fundamentais da xilogravura: gravação, impressão, a parte para secar a gravura e no final a galeria, onde as gravuras são penduradas já com as molduras. O primeiro intuito com o projeto Gráfica Clandestina é educativo, ou seja, demonstrar para o público como funciona a técnica de elaboração de uma Foto de divulgação: Nosferatu (1979),

de Werner Herzog,

19


Artes Visuais xilogravura, como são seus processos criativos, demonstrar como é feita a gravação e a impressão de uma. As 19h o público é convidado a assistir o filme Nosferatu (1979), dirigido por Werner Herzog na sala de cinema do Centro Cultural Sesc Glória, fazendo uma reflexão sobre a xilogravura na estética do cinema do expressionismo alemão com a participação dos artistas e do escritor Wilson Coelho (Sesc).

L Apresentação da Gráfica Clandestina. 12 Filme Nosferatu (1922), de Friedrich Wilhelm.

Foto de divulgação: Ramon Rodrigues (Esq.) e Samuel Casal (Dir.).

25.10 a 23.12 Exposição Oficina de Xilogravura com Gráfica Clandestina Imagem-passagem Ministrantes: Os artistas gráficos Ramon Rodrigues e dinâmicas da fotografia em contexto de viagem Samuel Casal (SC) Imagem-passagem é uma mostra que reune cinco Público-alvo: Interessado em aprender a técnica de artistas com diferentes trajetórias, percursos, xilogravura, artistas gráficos, artistas visuais, referências e experiências, sob um ponto de partida (ou de retorno) comum: a ilha de Vitória, no Espírito estudantes, entusiastas das artes gráficas. Santo. A multiplicidade de experiências cria imagens em trânsito a partir das tensões entre o ser e o virInscrições: 03 a 13.10 a-ser de um mundo cada vez mais comprimido. Este Número de vagas: 20 Local: Ateliê de Artes Visuais| 1º pavimento, Ala Mar é o eixo que move a criação e une as propostas de Bruno Zorzal, Ignez Capovilla, Miro Soares, Orlando Valor: R$ 20,00 (inteira); R$ 10,00 (meia) As inscrições deve sem feitas na recepção do Centro da Rosa Farya e Tom Boechat, todas orbitando em Cultural Sesc Glória (preenchimento de ficha e torno da fotografia e da imagem técnica. pagamento no ato da inscrição). Para além de um trabalho baseado em experiências A oficina tem como objetivo o aprendizado da de deslocamento inter/multicultural, Imagemtécnica da xilogravura através da construção passagem propõe explorar as tensões entre a gráfica/poética de cada participante. De caráter experiência da itinerância e a saída/retorno do introdutório, apresenta a história da técnica, seu uso partida. para fins artísticos, artistas, ferramentas, dinâmica de ateliê: da preparação da matriz ao entalhe, entintagem e impressão. Busca explorar as possibilidades que a técnica oferece. 14.10 | 10 às 19h

Informações: Tel.: (27) 3232.4750 | 4757

14

Crédito da fotografia: Tom Boechat

20


Artes Visuais porto de partida. Neste sentido, é significativo que a exposição ocorra justamente no Sesc Glória, situadono Centro de Vitória, local de partida ou de chegada para os cinco artistas envolvidos na mostra.

Exposição | Abertura 25.10, 3ª-feira | 19h30

, atuou como educadora da Pinacoteca do Estado de São Paulo, como coordenadora da Ação Educativa da exposição "Lá e Cá - Os livros viajantes" no SESC Campinas, como Coordenadora Geral da Ação Educativa do Instituto Tomie Ohtake e como Assessora Técnica em Artes Visuais do Programa Fábricas de Cultura de São Paulo. Formação de Mediadores

Exposição | Visitação 25.10 a 23.12 Terça a sexta | 10h às 20h Sábado e domingo | 10h às 19h Entrada Gratuita (grupos acima de 10 pessoas) R$ 5,00 (inteira); R$ 2,00 (meia e comerciário) Lançamento do catálogo 10.12, sábado | 16h

24.10, 2ª-feira | 10h às 18h Atividade voltada a arte-educadores e mediadores de instituições culturais (10 vagas) Participação dos artistas Bruno Zorzal, Ignez Capovilla, Orlando Farya, Miro Soares e Tom Boechat Inscrições Mediante convite do Centro Cultural Sesc Glória às instituições. Capacitação para Professores

Informações: Tel.: (27) 32324750 | 4757 @ ccsgcultura@gmail.com

L Programa Educativo

26.10, 4ª-feira 8h às 12h (grupo 1) e 14h às 18h (grupo 2) Professores da Rede Municipal de Ensino (60 vagas por grupo) 27.10, 5ª-feira 8h às 12h (grupo 1) e 14h às 18h (grupo 2) Professores da Rede Estadual de Ensino (60 vagas por grupo)

Imagem-passagem dinâmicas da fotografia em contexto de viagem Arte-educadora convidada: Ana Luiza Bringuente (ES) Ana Luiza de Oliveira Bringuente é mestre pelo Programa de Comunicação e Semiótica da PUC - São Paulo e bacharel em Artes Plásticas pela Universidade Federal do Espírito Santo (UFES). Foi coordenadora de Arte Educação e curadora do Museu de Arte do Espírito Santo - MAES, em Vitória. Durante esse tempo atuou ativamente na produção de exposições e na elaboração do Programa Educativo desse museu. Em São Paulo, desde 2012,

Foto de divulgação: Ana Luiza de Oliveira Bringuente

21


Artes Visuais 29.10, sábado 9h às 13h Polo Arte na Escola (60 vagas) Inscrições Por meio das instituições parceiras: PMV - Prefeitura Municipal de Vitória Sedu - Secretaria de Educação do Espírito Santo Polo Arte na Escola Foto de divulgação: Grupo de Estudos em Ilustração.

Mais informações ccsg.cultura@gmail.com

16

Solicite o link para agendamento de visita media para escolas e grupos: ccsg.cultura@gmail.com

16 24.10 | 10h às 19h

Grupo de Estudos em Ilustração com Luciano Feijão (ES) O Grupo de Estudos em Ilustração faz parte do Núcleo de Estudos em Artes Visuais, em parceria com o Núcleo de Pesquisa em Ilustração Editorial/ UFES. É coordenado pelo professor e artista plástico Luciano Barreto Ramos (também conhecido como Luciano Feijão), que participou da MACLI – Mostra de Arte Contemporânea em Literatura Infantil, realizada no Centro Cultural Sesc Glória em 2015. A atividade propõe momentos de vivência, troca de experiências e produção entre estudantes e artistas locais em encontros mensais, promovendo a circulação de pessoas ligadas às áreas acadêmica, artística e cultural da Grande Vitória. Local: Ateliê de Artes Visuais Categoria: Grupo de Estudos | Grupo fechado Informações: artesvisuais@es.sesc.com.br Tel.: 27 3232.4750 | 4757

22


Cinema De 02.10 a 06.11

C i c l o We r n e r H e r z o g Homenagem ao diretor alemão Werner Herzog, a equipe de Cinema do Centro Cultural Sesc Glória oferece uma programação diferenciada. O Ciclo Werner Herzog traz na sua programação dois clássicos desse diretor: o Fitzcarraldo e Nosferatu. Além de uma das suas mais recentes obras, o documentário Caverna dos Sonhos Esquecidos. Sobre o diretor Werner Herzog Werner Stipetić nasceu em Munique, na Alemanha. Ele adotou o nome artístico Herzog, que significa "duque" em alemão, um pouco mais tarde em sua vida. Nasceu em Munique em 5 de setembro de 1942. Ele cresceu em uma aldeia de montanha remota na Baviera e estudou História e Literatura Alemã em Munique e Pittsburgh. Ele fez seu primeiro filme em 1961 com a idade de 19. Desde então, ele produziu, escreveu e dirigiu mais de sessenta filmes em funcionalidades e documentais, Os filmes de Herzog são caracterizados por uma qualidade surreal e sutilmente exótico, e ele é saudado como um dos diretores contemporâneos mais inovadores. Muitas vezes ele emprega técnicas controversas para obter os desempenhos desejados de seus atores: ele ordenou que todo o elenco ser hipnotizado para Heart of Glass, forçou o elenco de Aguirre, a Ira de Deus para suportar o ambiente árdua das florestas tropicais da América do Sul, e exigiu a sua atores para transportar um navio de 300 toneladas sobre uma montanha de Fitzcarraldo. o assunto do Herzog tem levado a tais escolhas de elenco pouco frequente como anões em Auch Zwerge haben klein angefangen e Bruno S., um detento ao longo da vida das prisões e instituições mentais, em The Mystery of Kaspar Hauser e Stroszek. Sua relação de amor e ódio volátil, com o brilhante mas emocionalmente instável ator Klaus Kinski resultou em alguns dos melhores trabalhos de ambos os homens, e ambos são mais conhecidos para os filmes em que colaboraram. Herzog comemorou sua parceria com o documentário bem recebido Mein liebster Feind (1999; My Best Fiend). Além disso, Herzog, ocasionalmente, levou agindo empregos mesmo, com papéis notáveis,

Foto de divulgação: Werner Herzog

incluindo um pai severo no drama experimental Julien Donkey-Boy (1999) e um criminoso no filme de ação de grande orçamento Jack Reacher (2012). Entre suas obras estão Aguirre der Zorn Gottes (Aguirre, o Aventureiro, 1972), Nosferatu phantom der Nacht (NOSFERATU, 1978), Fitzcarraldo (1982), Lektionen em Finsternis (lições da escuridão, 1992), POUCO DIETER precisa de voar (1997), Mein liebster Feind (Meu melhor fiend, 1999), Invencível (2000), grizzly man (2005), Encontros no fim do mundo (2007), Gruta dos Sonhos Perdidos (2010), que explora em 3-D as pinturas pré-históricas em caverna Chauvet, na França; e Into the Abyss (2011), um exame sombre de um caso de assassinato Texas.. Werner Herzog, também publicou mais de uma dúzia de livros de prosa, e dirigido como muitas óperas. Werner Herzog vive em Munique e Los Angeles. Fonte: http://www.wernerherzog.com/

P R O G R A M AÇ ÃO A CAVERNA DOS SONHOS ESQUECIDOS Em cartaz nos dias: 01, 05, 08, 12, 15, 19, 22, 26 e 29/10, 02 e 05/11 NOSFERATU - O vampiro da noite Em cartaz nos dias: 02, 06, 09, 13, 16, 20, 23, 27, 30/10, 03 e 06/11 FITZCARRALDO Em cartaz nos dias: 04, 07, 11, 14, 18, 21, 25, 28/10 01 e 04/11

23


Cinema

CICLO

Werner herzog

De 02.10 a 06.11

Ciclo Werner Herzog

NOSFERATU - O vampiro da noite de Werner Herzog | Ficção, Alemana/França, 1979, Cor, Legendado Jonathan Harker é enviado ao castelo do conde Drácula para vender-lhe uma casa em Virna, onde vive. Mas o Conde Drácula é um vampiro, um morto-vivo que vive do sangue de humanos. Inspirado por uma fotografia de Lucy Harker, esposa de Jonathan, Drácula se muda para Virna, trazendo consigo a morte e a peste ... Uma versão extraordinariamente contemplativa de Drácula, em que o vampiro carrega a cruz de não ser capaz de ficar velho e morrer. Refilmagem do clássico expressionista de Murnau e também baseado no livro Drácula, de Bram Stoker. Em cartaz nos dias: 02, 06, 09, 13(19h30), 16, 20, 23, 27, 30.10 e 03, 06.11 | 18h20

A CAVERNA DOS SONHOS ESQUECIDOS de Werner Herzog |Documentário, França/Canadá/EUA/Reino Unido/Alemanha, 2010, 90’, Cor, Legendado.

Um lugar extraordinário e desconhecido é revelado, pela primeira vez, pelo diretor alemão Werner Herzog. A Caverna de Chauvet, no sul da França, um dos mais importantes sítios de arte pré-histórica do mundo, reúne as mais antigas criações pictóricas da humanidade. Filmado em 3D, Herzog capta a beleza dos desenhos e o admirável interior da caverna, onde apenas poucos cientistas tem permissão para entrar. Em cartaz nos dias: 01, 05, 08, 12, 15, 19, 22, 26, 29.10, 02 e 05.11 | 18h20 Trailer: https://www.youtube.com/watch?v=kKRe6kMuKM8

Trailer: https://www.youtube.com/watch?v=S1Rachk7ipI

L

L

24


Cinema

CICLO

Werner herzog

De 02.10 a 06.11

Ciclo Werner Herzog FITZCARRALDO de Werner Herzog | Ficção, Alemanha/Peru, 1982, Cor, Legendado No final do século XIX, no apogeu do ciclo da borracha, o aventureiro Brian Sweeney Fitzgerald sonha em construir um teatro de ópera na Amazônia peruana. Para realizar seu sonho, faz com que centenas de índios arrastem um barco a vapor de 160 toneladas pelo coração da selva amazônica. Uma empreitada incrível em busca do impossível... .Em cartaz nos dias: 04, 07, 11, 14, 18, 21, 25,

28.10 e 01, 04.11| 18h20

Trailer: https://www.youtube.com/watch?v=H_OgtTZMSXI

12

25


Cinema De 01 a 19.10

PROGRAMAÇÃO REGULAR

ENTRETURNOS, de Edson Ferreira - Ficção, Brasil,

HOJE EU QUERO VOLTAR SOZINHO, de Daniel Ribeiro - Ficção, Brasil, 2014, 96’, Cor

2014, 82’, Cor

Beto (Paulo Roque) é um cobrador de ônibus casado com Gilda (Janaína Kremer), mas eles tem dificuldades para ter um filho. Beto acaba se aproximando de Leia (Lorena Lima), dona de um bar frequentado por ele. Quando um amigo de Leia, Valcir (Luis Miranda) começa a trabalhar no bar, um quadrado amoroso se forma, que resulta na gravidez de Leia. Para complicar ainda mais a situação, Leia tem um companheiro, Cardoso (Milhem Cortaz), que está em um presídio. Essa história ambientada nas cidades de Vitória e Vila Velha, no Espirito Santo, culminará em um acontecimento inesperado, que vai tranformar a vida de todos.

Leonardo (Ghilherme Lobo), um adolescente cego, tenta lidar com a mãe superprotetora ao mesmo tempo em que busca sua independência. Quando Gabriel (Fabio Audi) chega na cidade, novos sentimentos começam a surgir em Leonardo, fazendo com que ele descubra mais sobre si mesmo e sua sexualidade. Classificação indicativa: 12 anos

Em cartaz nos dias: 29.09 a 05.10, | 19h20

Trailer: https://www.youtube.com/watch?v=nLlvQ7sbUT Y

Trailer: https://www.youtube.com/watch?v=_dnhKqgdkQ

16

Em cartaz nos dias: De 06 a 12.10 | 17h20 De: 13, 14, 15, 16, 17 e 19.10 | 19h20

12


Cinema De 13.10 a 02.11

PROGRAMAÇÃO REGULAR

HELI, de Armat Escalante -Ficção, México, 2013, 105’, Cor, Legendado Prêmio de Melhor Diretor no Festival de Cannes 2013 Estela tem 12 anos, vive em uma pequena cidade mexicana e está perdidamente apaixonada por um jovem cadete da polícia. Ele quer fugir com ela e se casar. Para realizar o seu sonho, ele desvia alguns pacotes de droga. A família de Estela terá que enfrentar a violência que devasta a região. Em cartaz nos dias: De 13 a 19/10, às 17h20 De 20 a 26/10, às 19h20

A ESTRADA PERDIDA, de David Lynch - Ficção, EUA/França, 1997, 135’, Cor, Legendado Fred Madison (Bill Pullman) é um saxofonista de jazz vanguardista que é casado com Renee (Patricia Arquette). Fred suspeita que Renee pode ser infiel a ele, mas percebe que tem coisas maiores para se preocupar quando alguns vídeos aparecem na porta da sua casa, provando que alguém está observado a casa por fora e por dentro (um vídeo mostra ele e Renee dormindo). Quando Renee é encontrada morta, Fred é preso e condenado por homicídio em primeiro grau. Entretanto em uma manhã não está mais em sua cela e se transformou aparentemente em Pete Drayton (Balthazar Getty), um jovem mecânico de automóveis que é libertado mas tolamente se envolve com a mulher de um gangsterque é exatamente igual a Renee.

Trailer: https://vimeo.com/82396666

Em cartaz nos dias: De 20 a 26/10 |17h20 e 27/10 a 02/11 | 19h20 Trailer: ttps://www.youtube.com/watch?v=y9PmGoDSIzw

18

14

27


Cinema De 01.10 a 9.11

PROGRAMAÇÃO REGULAR

GIRIMUNHO, de Helvécio Marins Jr., Clarissa Campolina Documentário, Brasil, 2011, 90’, Cor

O ARTISTA E A MODELO

Esta é a história de duas mulheres que observam os redemoinhos no rio, em pleno sertão mineiro. Uma delas perdeu o marido, e sofre em silêncio, tendo apenas as novidades dos netos como consolação. A outra carrega consigo um tambor, e marca o ambiente com seus sons. Classificação indicativa: 10

Marc Cros é um cultuado escultor que já está aposentado há tempos. Aos 80 anos, ele vive com sua esposa Léa em um vilarejo no interior da França, próximo da fronteira da Espanha. Em pleno verão de 1943, vê sua esposa oferecer abrigo a uma espanhola fugitiva do regime de Franco. A jovem, então, passa a viver no ateliê de Cros. Pouco a pouco, ele recupera sua vontade de trabalhar novamente e passa a usar a jovem como modelo.

Em cartaz nos dias: De 27/10 a 02/11 | 17h20 De 03 a 09/11 | 19h20

de Fernando Trueba | Ficção, França/Espanha, 2013, 104’ P&B, Legendado

Em cartaz nos dias: De 01.10 a 05.10 as 17h20 De 06.10 a 11.10 as 19h20

Trailer: https://www.youtube.com/watch?v=XRIrIv0UsWY

Trailer: https://www.youtube.com/watch?v=cGBc_PxGVVw

12

14

28


Cinema De 09 a 25.09 | ENTRADA FRANCA

MOSTRA ANIMAÇÃO INFANTIL

ASTERIX E O DOMÍNIO DOS DEUSES, de Louis Clichy e Alexandre Astier - Animação, França, 2014, 85’, Cor, Dublado

O CONTO DA PRINCESA KAGUYA, de Isao Takahata

Estamos em 50 antes de Jesus Cristo, a Gália toda está ocupada pelos Romanos... Toda? Não! Pois um vilarejo povoado por irredutíveis gauleses resiste ainda e sempre ao invasor. Exasperado com a situação, Júlio Césas decide mudar de tática: já que suas armas são incapazes de se impor pela força, é a própria civilização romana que saberá seduzir esses barbaros gauleses. Então manda construir, ao lado do vilarejo, uma propriedade residencial luxuosa destinada a donos romanos: O Domínio dos Deuses. Nossos amigos gauleses vão resistir à isca do ganho do conforto romano? O vilarejo vai se tornar uma simples atração turística? Asterix e Obelix vão fazer de tudo para impedir os planos de César. Em cartaz nos dias: 02, 08,14, 16, 22, 28, 30.10 e 05/11| 14h30

Esta animação é baseada no conto popular japonês "O corte do bambu". Kaguya era um minúsculo bebê quando foi encontrada dentro de um tronco de bambu brilhante. Passado o tempo, ela se transforma em uma bela jovem que passa a ser cobiçada por 5 nobres, dentre eles, o próprio Imperador. Mas nenhum deles é o que ela realmente quer. A moça envia seus pretendentes em tarefas aparentemente impossíveis para tentar evitar o casamento com um estranho que não ama. Mas Kaguya terá que enfrentar seu destino e punição por suas escolhas. Com um estilo de animação inovador e a direção primorosa de Isao Takahata, diretor de ”O Túmulo dos Vagalumes”, ”O Conto da Princesa Kaguya” é simplesmente um deleite visual do início ao fim.

Trailer:https://www.youtube.com/watch?v=dkyJrtXsxZk

Trailer: ttps://www.youtube.com/watch?v=LBohvCiLZ34

L

L

29


Cinema CICLO DE FORMAÇÃO EM CINEMA O Ciclo de Formação em Cinema é formado por minicursos livres, que pretendem discutir e experimentar métodos, técnicas, exercícios teóricos e práticos, em audiovisual.

MINICURSOS 15 e 16.10 | 10 às 19h

Cineclubismo Ministrante: Laíssa Gamaro Local: Sala de formação em cinema (4º andar) Carga horária: 16h Vagas: 20 Sinopse: O minicurso de Cineclubismo buscará em panorama abrangente despertar para a importância da atividade cineclubista enquanto ferramenta educativa, atrativa, envolvente e com grande potencial de transformação cultural na comunidade onde está inserido. A metodologia da oficina se baseará na proposta de intercalar conteúdo programático/atividades práticas, bate papo a respeito do exposto e exibições audiovisuais.

Foto de divulgação: Laíssa Gamaro

Laíssa Gamaro é cineclubista, ilustradora e realizadora audiovisual. Desde 2008 trabalha na difusão da atividade cineclubista, fez parte da fundação e integrou a primeira gestão da Organização dos Cineclubes Capixabas, ministrou diversas formações na área, realizou eventos de amplitude estadual (IV e V Encontro Estadual de Cineclubes) e contribuiu com a construção de relevantes materiais relacionados a temática (Cartilha Cineclubismo nas escolas: Uma nova forma de expressão das juventudes, Cine É Da Hora! Cineclubismo e Educação em Direitos Humanos, dentre outros). Atualmente é conselheira do CEC Conselho estadual de Cultura do Espírito Santo, representando o movimento cineclubista na cadeira de audiovisual.

L Inscrição: 29.08 a 14.10, ou até o preenchimento das 20 vagas. Inscrição: Pelo site www.sesc-es.com.br/cinema ou solicite pelo e-mail cinema@es.sesc.com.br ou, ainda, presencialmente na Av. Jerônimo Monteiro, 428, Centro. Preencha e/ou apresente-a na recepção do Centro Cultural Sesc Glória.. Valores (pagos no ato da inscrição) R$ 16,00 inteira e R$ 8,00 comerciário.

01, 08, 09 e 15.10 | 14h às 18h Roteiro para Cinema Ministrante: Francis Kurkievicz

Local: Na sala de formação em cinema (4º andar) Carga horária: 16h Vagas: 20 Sinopse: O que se pretende com o Curso de Roteiro é compreender e praticar a arte de contar histórias para o cinema, portanto, objetivamos alcançar os seguintes pontos:


Cinema Desenvolver o domínio da linguagem do cinema através da escrita cinematográfica, construindo roteiros de curta-metragem; Capacitar os interessados a compreender e identificar as estruturas literárias e técnicas tanto do roteiro quanto do filme; Estimular a capacidade de imaginação, a capacidade de transposição de conceitos em imagens; Orientar o talento literário para o suporte cinematográfico; Inspirar: autoconsciência, espírito crítico, solução de problemas e responsabilidade artística e ética; Preparar um corpo criativo de roteiristas para a expressão cinematográfica. A base estrutural do curso está centrada na construção do roteiro cinematográfico que se fundamenta no processo de argumentação do enredo. Para isso, usamos um modo de operação que privilegie a construção dramática do enredo, procedimento mais próximo dos cânones literários, garantia esta de coesão, clareza da história a ser contada. A partir da construção do enredo na estrutura da argumentação, parte-se, finalmente, para a roteirização do material dentro do cânone cinematográfico.. Inscrição de 13 a 30.09, ou até o preenchimento das 20 vagas. Local de Inscrição: Pelo site www.sesc-es.com.br/cinema ou solicite pelo e-mail cinema@es.sesc.com.br ou, ainda, presencialmente na Av. Jerônimo Monteiro, 428, Centro. Preencha e/ou apresente-a na recepção do Centro Cultural Sesc Glória.. Valores (pagos no ato da inscrição) R$ 16,00 inteira e R$ 8,00 comerciário. Sobre Francis Kurkievicz : Kurkievicz é natural de Paranaguá/PR. Residiu por 20 anos em Curitiba/PR onde estudou ARTES CÊNICAS na FAP/PR, em 1992, FILOSOFIA – UFPR, 2002; CINEMA na PAF/PR, em 2005; MBA EM GESTÃO E PRODUÇÃO EM RTV – UTP/PR, 2010.

Foto de divulgação: Francis Kurkievicz

Ainda em Curitiba Lecionou Filosofia e Linguagens, ministrou oficinas de Literatura e Cinema a Casa de Artes Helena Kolody, Fundação Cultural de Curitiba, Universidade Tuiuti do Paraná, entre outras, em Vitória/ES ministrou um curso de Extensão Universitária, Roteiros de Cinema, na FAESA, em 2012, e uma oficina de HAIKAIS no SESC Glória, em 2015. Também trabalhou em Comunicação, primeiro como redator da Sucursal do Jornal do Estado no litoral paranaense e depois como redator e RTVC em diversas agências publicitárias entre 1991 a 2001. Francis Kurkievicz é poeta, escritor e roteirista.

L 22 e 23.10| 10h às 19h A PRODUÇÃO NO AUDIOVISUAL Ministrante: Ursula Dart Sinopse: Este curso propõe apresentar aos alunos as principais etapas do desenvolvimento de projetos audiovisuais. Desde a formatação da ideia até a comercialização da obra, focando principalmente na elaboração do orçamento, cronograma e formação de equipe. Conteúdo: Produção – produtor, produtor executivo e o diretor de produção Desenvolvimento de projetos;


Cinema Equipe e equipamentos; Orçamento e cronograma; Distribuição e comercialização; Troca de experiências, pitching e cases. Inscrição de 01 a 21.10, ou até o preenchimento das 20 vagas. Local de Inscrição: Pelo site www.sesc-es.com.br/cinema ou solicite pelo e-mail cinema@es.sesc.com.br ou, ainda, presencialmente na Av. Jerônimo Monteiro, 428, Centro. Preencha e/ou apresente-a na recepção do Centro Cultural Sesc Glória. Valores (pagos no ato da inscrição) R$ 16,00 inteira e R$ 8,00 comerciário. Sobre Ursula Dart: Dart atua no audiovisual há cerca de 20 anos como produtora e produtora executiva de filmes de ficção e documentários tanto de curtas quanto longas metragens. Produziu, dentre outros, “Os Incontestáveis” e “2 e meio” de Alexandre Serafini, “As horas vulgares”, de Rodrigo de Oliveira e Vitor Graize, “Nunca mais vi Érica”, de Lizandro Nunes, “Baseado em estórias reais”, de Gustavo Moraes, “Macabéia”, de Erly Vieira Jr. Atualmente está em pré produção do longa metragem “Meu pai e eu”, de Thiago Moulin e está desenvolvendo o projeto de longa intitulado “Presença”, com Erly Vieira Jr. Também atuou como diretora em alguns trabalhos como nos documentários “Meninos”, “Uma volta na Lama” e “Na parede, na toalha, no lençol”. Ursula também atua no mercado publicitário produzindo e dirigindo filmes para clientes públicos e privados. L

Foto de divulgação: Edson Ferreira

Foto de divulgação: Ursula Dart


Cinema

Sessão ESPECIAL

13.10| 19h Apresentação da Destemida Gráfica Clandestina. Exibição do filme NOSFERATU (1979) de Werner Herzog, com a participação dos artistas gráficos Ramon Rodrigues e Samuel Casal, que estarão realizando antes da sessão a apresentação do projeto Gráfica Clandestina, em frente ao Centro Cultural Sesc Glória. Antes do filme terá um pequeno Bate-papo com o assessor de literatura Wilson Coelho e o assistente téc. de artes visuais Thiago Arruda. Foto de divulgação: Gráfica Clandestina (esq.), Nosferatu (dir.)

L Apresentação da Gráfica Clandestina. 12 Filme Nosferatus (1922), de Friedrich Wilhelm. 18.10| 10h às 19h20 Sessão com o resultado do curso : Sintonias, Conexões e (Re)Ações na Direção e Preparação de Atores para Cinema, com Edson Ferreira. Diálogos entre ministrante, pesquisadores e público.

L

Foto : Sala de Cinema, Centro Cultural Sesc Glória.

Foto de divulgação: Edson Ferreira

33


Cinema Programação especial mensal

O Centro Cultural SESC Glória oferece a receita perfeita para sua sobremesa no Centro de Vitória: ar condicionado, escurinho do cinema, tecnologia de projeção digital e som 7.1. E o melhor, não engorda. De terça a domingo, entre meio dia e duas da tarde, exibiremos uma série de filmes rápidos, gratuitos e minunciosamente selecionados. O Cine SESC Glória, além das sessões em horário de almoço, oferece nas duas salas de cinema, uma qualificada programação de longas metragens, entre lançamentos e filmes clássicos, mostras e sessões agendadas, voltadas para estudantes. Venha conferir nossa programação e conhecer o Centro Cultural SESC Glória! Em cartaz nos dias: De terça a sexta, de 12h às 14h | Sábado e domingo, das 13h às 14h

O Projeto A Escola Vai ao Cinema tem como objetivo proporcionar estudantes e profissionais da área da educação terem uma experiência cinematográfica que potencialize a fruição, reflexão e apreciação de abras audiovisuais. Não há custos, exceto a contrapartida de responsabilidade pelo transporte dos estudantes e profissionais. O projeto tem como metodologia, de maneira básica, a apresentação de filmes e dinâmicas de diálogo pós exibição. Os filmes são adequados às mais diversas faixas etárias, e são especialmente selecionados pela equipe de cinema do Sesc ES. As sessões portanto, são planejadas com o encadeamento dessas etapas (exibição + diálogo). Como colocado, para um melhor aproveitamento, é interessante a sistematização de exibições regulares. A experiência continuada permite o aprofundamento dos temas, ganho qualitativo dos debates, melhora da leitura da linguagem audiovisual e relação com este universo. Agende conosco! Todas as terças e quintas-feiras, às 10h e 14h30

34


Cinema Valores Cine Sobremesa Entrada Franca Programação regular Entrada Franca Programação regular R$ 6,00 inteira / R$ 3,60 LEGENDA meia ou comerciário / R$ 3,00 meia Mostra Infantil Entrada Franca

HELI

O ARTISTA E A A ESTRADA MODELO PERDIDA

GIRIMUNHO

HOJE EU QUERO VOLTAR SOZINHO

ENTRETURNOS

ASTERIX E O DOMÍNIO DOS DEUSES

O CONTO DA PRINCESA KAGUYA

A Escola Vai ao Cinema Entrada franca Ciclo Werner Herzog R$ 6,00 inteira / R$ 3,60 meia ou comerciário / R$ 3,00 meia

FITZCARRA LDO

NOSFERATU

Ciclo Werner Herzog Entrada Franca

A CAVERNA DOS SONHOS ESQUECIDOS

Acompanhe nossa PROGRAMAÇÃO COMPLETA EM: www.facebook.com.br/cinesescgloria Informações: (27) 3232.4750 | 4755 cinema@es.sesc.com.br

Centro Cultural Sesc Glória Av. Jerônimo Monteiro, 428, Centro – Vitória – ES | Tel. (27) 3232-4750

35


Biblioteca 15.10| 10h sentido, tem sido utilizada nos mais diversos Local: Chafariz da Capixaba, Rua Barão Monjardim, momentos como uma forma descontraída de Centro, Vitória (ação externa) recontar e ilustrar muitos dos temas que têm sido . explorados na literatura produzida no Espírito Santo Projeto: e no mundo, desde o folclore até a ficção, passando pela poesia e personalidades históricas. O projeto Biblioteca e horizontes tem como escopo a formação de leitores infantoContação de histórias com Carolina Lima juvenis, a partir das escolas de educação infantil e ensino fundamental como público-alvo. ENTRADA FRANCA Obviamente, também serão atraídos professores de literatura, estudantes de letras e áreas afins, bem O projeto objetiva estreitar a relação da biblioteca do como arte-educadores e público em geral. Sesc Glória com a comunidade em seu entorno estabelecendo diálogos com outras bibliotecas, L coletivos, ONGs e agentes de cultura, tendo com escopo a formação de públicos leitores e a promoção da literatura, em especial a infantil.

L

Foto divulgação: Contação de Histórias (Ilustração, Gustave Doré))

25.10| 14h Local: Biblioteca Guilherme Santos Neves | 4º pavto.

Contação de Historias Com Alixandra Dantas (Boneca Lili Lindona)

ENTRADA FRANCA As contações de histórias promovem, através da oralidade, tanto o resgate da história quanto a formação de novos leitores infanto-juvenis. Nesse

36


Informações HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO

CONTATOS:

Terças a sextas-feiras, 10 às 21horas Sábados e domingos: 10 às 20 horas

Telefone geral: (27) 3232-4750

Segundas e feriados: fechado para o público

e-mail: sescgloria@es.sesc.com.br

BILHETERIA Na unidade do Sesc Glória, as vendas das ações

REDES SOCIAIS: Facebook/centroculturalsescgloria

pagas começam a parti das 10h e terminam as 20h. Os ingressos podem ser retirados no balcão da portaria da ala praça ( de frente à Praça Consta

issuu/sescgloria Instagram: Centro Cultural Sesc Glória

Pereira) de terça a domingo. Informações te.: 27 3232-4750 Bandeiras aceitas:

Equipes | Contatos

Artes Cênicas | artescenicas-es@es.sesc.com.br

Coordenação de Cultura | sescgloria@es.sesc.com.br

Artes Visuais | artesvisuais@es.sesc.com.br

Gerência | gerenciaccsg@es.sesc.com.br

Biblioteca | biblioteca.cultura@es.sesc.com.br

Literatura | literatura@es.sesc.com.br

Cinema | cinema@es.sesc.com.br

Música| musica@es.sesc.com.br

Comunicação | ivana.ascom@es.sesc.com.b

Endereço/ Adress/ Dirección: Av. Jerônimo Monteiro, 428 – Centro, Vitória – ES – Brasil – CEP 29010-002 Telefone/ Phone/ Teléfono: +55 27 3232-4750

37


SESC 70 ANOS Há 70 anos o Sesc leva serviços e atividades que ajudam na transformação da vida das pessoas O Serviço Social do Comércio (Sesc), que completa 70 anos em 2016, foi palco de muitas histórias de transformação pessoal a partir dos laços criados na instituição ao longo dos anos, seja para seus funcionários ou para seus frequentadores.

CARTEIRINHA OFERECE BENEFÍCIOS Acesso a academias, lazer, cultura e serviços de saúde são alguns dos benefícios de possuir uma carteirinha do Sesc. E para tirá-la é muito fácil. Válido por um ano, o documento pode ser solicitado por empregados do comércio de bens, serviço e turismo, do Sesc, do Senac e entidades sindicais do comércio e comerciários, além de seus dependentes. É só ir até uma das unidades munido de documentos e se inscrever. Confira no infográfico todas as informações necessárias. Informações: Tel.: (27) 3232-3100 (Sesc Parque Moscoso) Site: http://www.sesc-es.com.br CULTURA NO SESC Percebendo a mudança política e social do país, ansioso por ocupar novos espaços, a partir de 1982 o Sesc investiu em ações culturais, antes reprimidas pelo Regime Militar. Desde então surgiram diversos projetos dedicados ao Teatro, Cinema, Artes Plásticas, Música e Literatura. A abertura cultural também promove a cultura internacional e o Sesc se diferencia por uma programação nacional alternativa e propositiva.

O Sesc é mantido por empresários do comércio de bens, serviços e turismo, e beneficia os trabalhadores desses setores e suas famílias em todo o país promovendo ações no campo da educação, saúde, cultura, lazer e assistência. Bemestar e qualidade de vida são o foco das ações da entidade, que chega a todo o Brasil com unidades fixas ou móveis em mais de 2,2 mil municípios. No Sesc, todos os dias, pessoas transformam pessoas. E no momento que completa 70 anos o Sesc lança uma bela campanha sobre transformação, como você vai ver neste link: www.sesc70anos.com.br

O Centro Cultural Sesc Glória foi inaugurado em 27 de setembro de 2014. O edifício preserva as características da fachada de época, original de 1932 (projeto do engenheiro alemão Ricardo Wright, de arquitetura eclética), e apresenta um interior projetado e adaptado para abrigar um equipamento cultural contemporâneo. O Sesc Glória é o primeiro centro cultural do estado do Espírito Santo e um dos mais completos do país. Possui espaços voltados às Artes Cênicas, Artes Visuais, Cinema, Literatura e Música, além de uma Biblioteca especializada em Arte e Cultura. Seja bem vindo.

38


O Centro Cultural Sesc Glória disponibiliza uma agenda mensal com toda a sua programação. Basta acessar o endereço virtual issuu/sescgloria para ter acesso a essa e outras publicações. Ou conecte-se pelo QR-code com seu smartphone.

39


sesc-es.com.br

Agenda Outubro 2016 | Centro Cultural Sesc Glória  

O Sesc Espírito Santo conta agora com um guia de programação mensal do Centro Cultural Sesc Glória. Esperamos sua visita! Edição: Outubro |...

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you