Page 8

Voo espacial tripulado Actividade extraveícular EUA 311 A 11 de Maio os astronautas Cassidy e Marshburn, envergando os fatos extraveículares EMU 3010 e EMU 3005, levaram a cabo o passeio espacial EUA-21 a partir do módulo Quest para substituir a denominada unidade PFCS (Pump Flow Control System) que se suspeitava ser a responsável pela fuga de amoníaco. A estação possui oito conjuntos de painéis solares designados 1A, 1B, 2A, 2B, 3A, 3B, 4A e 4B. Associada a cada unidade existe uma unidade PFCS, que é uma caixa de 111 kg com as dimensões 1,0 x 0,5 m colocada na secção IEA (Integrated Electronics Assembly). Adicionalmente, duas outras unidades PFCS colocadas no P6 LS (Long Spacer) foram utilizadas como parte do EEATCS (Early External Active Thermal Control System) quando o P6 foi instalado na posição zénite da estrutura Z1 entre 3 de Dezembro de 2000 e 28 de Outubro de 2008, além de um PFCS suplente que foi lançado na plataforma de armazenamento exterior ESP-1 em 2001. Durante o passeio espacial, os astronautas removeram a unidade PFCS 2B do P6 IEA e trocaram-na com uma das unidades EEATCS no P6 LS. O módulo Quest foi despressurizado às 1241UTC e repressurizado às 1814UTC. Parece que a fuga de amoníaco foi de facto parada como resultado da troca de PFCS.

1

Baseado no texto de Jonathan McDowell publicado em http://planet4589.org/space/jsr/back/news.679 a 21 de Maio de 2013.

Em Órbita – Vol.13 – N.º 137 / Junho de 2013

7

Profile for Rui Barbosa

Em Órbita n.º 137 - Junho de 2013  

Edição 137 para o Boletim Em Órbita onde encontraremos vários artigos sobre o voo espacial tripulado, sobre os lançamentos orbitais realizad...

Em Órbita n.º 137 - Junho de 2013  

Edição 137 para o Boletim Em Órbita onde encontraremos vários artigos sobre o voo espacial tripulado, sobre os lançamentos orbitais realizad...

Advertisement