Page 1

UMa rede social para QUeM QUer trair

Brasileiros já sÃo a segunda maior comunidade do asHleY madison

a pílUla da inteligência

droga que turBina o céreBro conquista o vale do silício

Facebook Faz 10 anos

e perde espaço entre os jovens, que migram para apps móveis

r a m r o f o com s o i gên

s quee a ç n Cria dem hoj aprenogramar ios a pr visionár os ã serãode amanh

Nº 338

IN338_Capa.indd 1

R$ 13,90 / ed. 338 / fevereIro 2014

Luca Giudice, 12 anos, estuda robótica e programação em colégio de São Paulo

@_INFO

como formar gênios / uma rede social para quem quer trair / a pílula da inteligência / facebook faz 10 anos

Informação | TendêncIas | Inovação | culTura dIgITal

facebook.com/revistainfo

fevereiro 2014

info.abril.com.br

1/28/14 8:46 PM


1055335-CAIXA ECONOMICA FEDERAL-2_1-1.indd 2

28/01/2014 16:20:58


1055335-CAIXA ECONOMICA FEDERAL-2_1-1.indd 3

28/01/2014 16:21:10


44 fevereiro 2014

SUMÁrio INOVAÇÃO 40. TeLA QUeNTe

Uma seleção de séries que vão chegar ou estrear novas temporadas nos próximos meses no Brasil

44. GerAÇÃo GeeK

O ensino de programação começa a formar uma geração criativa e capaz de inventar o que quiser

IN338_Sumario.indd 4

54. UMA DÉCADA De CUrTiÇÃo Linha do tempo mostra os dez anos do Facebook, do lançamento, em 2004, até chegar ao atual 1,19 bilhão de usuários

62. iNvASÕeS BÁrBArAS

Pesquisas apontam queda constante no número de adolescentes no Facebook, inclusive no Brasil, enquanto apps para smartphones, como WhatsApp e Snapchat, crescem dia a dia. Eles podem ameaçar o império de Mark Zuckerberg?

67. APoCALiPSe NÃo!

Como a tecnologia pode ajudar a diminuir a pobreza e a desigualdade no mundo

88. A DroGA NerD

Com a promessa de tornar quem toma mais inteligente e produtivo, o modafinil é a droga dos empreendedores do Vale do Silício. Mas é possível ser mais eficiente com um comprimido? E, se for, qual o limite para o doping intelectual?

92. TeSTe De fiDeLiDADe

O administrador de empresas Eduardo Borges guarda segredos de 2 milhões de brasileiros. Ele gerencia no país o Ashley Madison, rede social para pessoas casadas em busca de amantes com 24 milhões de usuários no mundo

98. BoMBAS, LiKeS e roLÊS

Entenda como os jovens da periferia estão mudando o perfil da internet no Brasil

1/30/14 9:47 PM


6. CarTa do ediTor 8. eXPedieNTe 9. www 12. CarTas

22. PiNTUra À iNsTagram

Startup transforma imagens do Instagram em quadros feitos por artistas chineses

ideias

23. CUPom fisCaL

32. aLessaNdra LariU

143 empresas foram compradas pelo Google desde 1998. Listamos as mais caras

24. gadgeTs

34. maNoeL Lemos

Muito além do financiamento

Os lançamentos da CES 2014 de que mais gostamos

36. dagomir marQUeZi

25. BaNda Larga desigUaL

38. os Piores dias da miNHa Vida

Enquanto o Distrito Federal e São Paulo têm 18 assinantes de internet rápida para cada 100 habitantes, a média do Nordeste e do Norte é de 3,8. O maior entrave é a falta de concorrência

26. 11 Coisas QUe Vão deiXar de eXisTir

Nossa lista do que deve morrer logo inclui cheques, mídias físicas e privacidade

28. aPPs do mÊs

Uma seleção de aplicativos para iOS, Android, Windows Phone e BlackBerry

29. Big daTa No rÁdio

92

O banco na sua mão

AudioMonitor analisa a programação de 800 emissoras em tempo real

O país dos desconectados

67

A bióloga presa na Rússia conta que a reação do país aproximou o Ártico das pessoas

inFOLaB 104. o QUe o iNfoLaB TesToU NesTe mÊs

TV 4k 65''/Samsung iPad Mini/Apple Caixa de som 4 W/ Sony Impressora CubeX Duo/3D Systems Ultrabook 13,3''/Samsung Galaxy Tab 3/Samsung Smartwatch 1,54''/Locke

startUP-se 118. Cidade moNiTorada

Com o aplicativo Cidadera, qualquer cidadão pode denunciar problemas como ruas esburacadas, acúmulo de lixo, alagamentos ou falta de iluminação pelo celular

30. arTe digiTaL

No estande da INFO na Campus Party, o artista plástico Achiles Luciano cria grafte digital ao vivo com mesa digitalizadora

foTo marcus Hausser

Tiragem da edição 110 924 exemplares

enter 18. Um HUBBLe em Casa

Cresce no Brasil a comunidade de astrofotografa amadora, hobby de tirar fotos de galáxias no próprio quintal

20. ageNTe de TrÂNsiTo Voador

Cientistas brasileiros criam microcóptero autônomo para monitorar as condições do tráfego em cidades e rodovias

21. Ladrão aNTi-HerÓi

Série de sucesso para PC, a nova edição do jogo Thief explora a arte do furto

IN338_Sumario.indd 5

98 1/30/14 9:48 PM


Carta do editor

Para encantar o mês de janeiro foi movimenta-

do na redação da INFO. Mergulhamos numa nova tecnologia, a realidade aumentada (RA), bolamos uma história em quadrinhos, uma linha do tempo com os dez anos do Facebook e ainda tivemos uma participação pra lá de especial na criação da capa desta edição. Vamos começar pela reportagem de capa. O editor Filipe Serrano saiu a campo com uma missão: descobrir as vantagens do ensino de programação para as crianças. Filipe ouviu dezenas de educadores brasileiros e de várias partes do mundo, numa brilhante apuração, e sua matéria mostra que quando as crianças começam cedo a ter noções de programação tornam-se adultos mais criativos, capazes de resolver problemas complexos e de inventar o que quiserem. Vai surgir uma geração de gênios?

Convidamos os premiados publicitários Hugo Rodrigues e Sidney Araujo, da agência Publicis Brasil, para desenhar a capa da edição. Após uma conversa animada sobre o tema, recebemos da dupla três opções, uma mais bacana do que a outra. Em conjunto, optamos pela foto do garoto. “Esta capa é direta. Instiga o leitor a querer entender por que o garotinho está com o olho plugado no futuro. Dá vontade de abrir e ler sobre essa geração, que com certeza vai nos atropelar”, afirma Hugo, que, além de chief creative officer, é o primeiro profissional brasileiro de criação a assumir a gestão de um grupo de agências de publicidade. “Queríamos também que a capa fosse interativa”, diz o diretor de criação

os criativos

Hugo Rodrigues, chief creative ofcer (à esq.), e Sidney Araujo, da agência Publicis, com a capa

Sidney Araujo. Você manda, Sidney! Saímos atrás de uma tecnologia que permite essa experiência. Se você apontar seu celular com Android para a capa, verá, em realidade aumentada, um vídeo com destaques da edição. O uso de RA abre vasto cardápio de possibilidades, e isso é só um teaser. Aguarde novidades para as próximas edições. Não p e r c a a i n d a o e s p e c i a l Apocalipse Não!, uma reportagem na forma de história em quadrinhos, escrita pelo repórter Thiago Tanji, que mostra as tecnologias que podem ajudar o mundo a encerrar um ciclo de pobreza e desigualdade. Destaco também a matéria do editor Rodrigo Brancatelli sobre uma droga que promete turbinar o cérebro e que virou moda no Vale do Silício. E a pensata sobre como os jovens da periferia e dos rolezinhos estão mudando o perfil da internet brasileira. Tanta coisa boa tem um só objetivo: encantá-lo. Seja no papel, nos tablets e agora também no iPhone. Boa leitura e até março!

katiam@abril.com.br

ilustração evandro bertol

IN338_CartaEditor.indd 6

1/30/14 8:45 PM


1056400-DELL COMPUTADORES DO BRASIL LTDA-1_1-1.indd 7

30/01/2014 19:12:48


fundada em 1950

VICTOR CIVITA (1907-1990)

ROBERTO CIVITA (1936-2013)

Conselho Editorial: Victor Civita Neto (Presidente), Thomaz Souto Corrêa (Vice-Presidente), Elda Müller, Fábio Colletti Barbosa, José Roberto Guzzo

Presidente: Fábio Colletti Barbosa Vice-Presidente de Operações e Gestão: Marcelo Vaz Bonini Diretor-Superintendente de Assinaturas: Fernando Costa Diretora de Recursos Humanos: Cibele Castro Diretora-Superintendente: Cláudia Vassallo

Diretora de Redação: Katia

Militello

Editores: Airton Lopes, Filipe Serrano, Maria Isabel Moreira, Rodrigo Brancatelli Editora Assistente: Paula Rothman Repórter: Adeline Daniele e Thiago Tanji Infolab: Luiz Cruz (engenheiro-chefe), Leonardo Veras (analista de qualidade) Info online Editor-chefe: Rafael Kato Editor: Marcus Vinícius Brasil Repórteres: André Fernandes, Monica Campi, Vanessa Daraya Desenvolvedores Web: Octavio Fernandes, Silvio Donegá Produtor Multimídia: Cadu Silva núcleo de Revisão: Ivana Traversim (chefe), Eduardo Teixeira Gonzaga (coordenador),

Gilberto Nunes, Maurício José de Oliveira, Raquel Siqueira, Regina Pereira, Rosana Tanus Diretor de Arte: Rafael Costa Editores de Arte: Oga Mendonça, Thiago Bolotta Designer: Wagner Rodrigues www.info.abril.com.br PUBLICIDADE EXAME – Diretor de Publicidade Un EXAME: Marcos Gomez Diretoras: Ana Paula Teixeira, Eliani Prado Gerentes: Leda Costa, Marcio Bezerra, Renata Carvalho Executivos de negócios: Adriana Mendes, Amanda Lima, André Bortolai, Andrea Balsi, Beatriz Ottino, Caio Souza, Danilo Lima, Edvaldo Silva, Elaine Marini, Felipe Maia, Gabriela Duarte, Henri Marques, Júlio Tortorello, Marcelo Cavalheiro, Marcello Almeida, Marlene Torres MARKETInG – Diretora: Viviane Palladino Gerentes: Andreia Coelho, Alexander Ivonika, Cléber Souza, Elaine Campos, Luis Felipe Borsoi Sansone, Maria Luiza Galvão, Rafael Abicair, Tiemy Akamine EVEnToS – Gerente: Shirley Nakasone PUBLICIDADE REGIonAL – Diretor: Jacques Ricardo Gerentes: Adriano Freire, Grasiele Pantuzo, Ivan Rizental, João Paulo Pizarro, Kiko Neto, Mauro Sannazzaro, Sonia Paula, Vania Passalongo PUBLICIDADE InTERnACIonAL: Alex Stevens ASSInATURAS – ATEnDIMEnTo Ao LEIToR – Diretor: Clayton Dick CIRCULAÇÃo AVULSAS – Gerente: Paula Fernandes

APoIo – PLAnEJAMEnTo, ConTRoLE e oPERAÇÕES: Anderson Portela DEDoC e ABRIL PRESS: Elenice Ferrari PESQUISA e InTELIGÊnCIA DE MERCADo: Andrea Costa RECURSoS HUMAnoS – Consultor: Fernando Gil Lopes TREInAMEnTo EDIToRIAL: Edward Pimenta

Redação e Correspondência: Av. das Nações Unidas, 7221, 20 o andar, Pinheiros, São Paulo, SP, CEP 05425-902, tel. (11) 3037-2000, Publicidade São Paulo e informações sobre representantes de publicidade no Brasil e no Exterior: www.publiabril.com.br

PUBLICAÇÕES DA EDIToRA ABRIL: Almanaque Abril, AnaMaria, Arquitetura & Construção, Aventuras na História, Boa Forma, Bons Fluidos, Capricho, Casa Claudia, Claudia, Contigo!, Elle,

Estilo, Exame, Exame PME, Guia do Estudante, Guias Quatro Rodas, Info, Info Dicas, Manequim, Máxima, Men’s Health, Minha Casa, Minha Novela, Mundo Estranho, National Geographic, Nova, Placar, Playboy, Publicações Disney, Quatro Rodas, Recreio, Runner’s World, Saúde, Sou Mais Eu!, Superinteressante, Tititi, Veja, Veja BH, Veja Brasília, Veja Rio, Veja São Paulo, Vejas Regionais, Viagem e Turismo, Vida Simples, Vip, Viva!Mais, Você RH, Você S/A, Women’s Health fundação Victor Civita: Gestão Escolar, Nova Escola

Info EXAME 338 (ISSN 1415-3270), ano 29, é uma publicação mensal da Editora Abril S.A. Edições anteriores: venda exclusiva em banca, pelo preço da última edição mais despesa de remessa. Solicite a seu jornaleiro. Distribuída em todo o país pela Dinap S.A. Distribuidora Nacional de Publicações, São Paulo. Info EXAME não admite publicidade redacional.

Serviço ao Assinante: Grande São Paulo: (11) 5087-2112 Demais localidades: 0800-775-2112 www.abrilsac.com Para assinar: Grande São Paulo: (11) 3347-2121 Demais localidades: 0800-775-2828 www.assineabril.com.br IMPRESSA nA GRÁfICA ABRIL: Av. Otaviano Alves de Lima, 4400, CEP 02909-900, Freguesia do Ó, São Paulo, SP

S.A. Conselho de Administração: Giancarlo Civita (Presidente), Esmaré Weideman, Hein Brand, Roberta Anamaria Civita, Victor Civita neto www.abril.com.br

IN338_Expediente.indd 8

1/30/14 8:30 PM


www

info.abril.com.br / extras

twitter.com/_iNFo // Facebook.com/revistaiNFo // google.com/+iNFo // iNstagram.com/revista_iNFo

o Napster está de volta. e testado

O serviço de troca de arquivos Napster fcou famoso por iniciar a revolução na indústria de música. Depois de disputas judiciais e de sua quase morte, ele foi relançado como serviço de streaming em que os usuários podem ouvir músicas legalmente. Testamos seu acervo e as funcionalidades.

DE KINGSTON Para SOchI

Como em Jamaica Abaixo de Zero (foto), país disputa a Olimpíada de Inverno neste mês

seu gadget raro

Muita gente guarda raridades tecnológicas em casa que viram peças de museu. Convidamos nossos leitores a enviar fotos e choveram imagens legais. Veja algumas no blog CTRL + Z. Envie foto de seu gadget pelo Instagram (@revista_info) e pelo Facebook com a hashtag #INFOraridades.

Moeda virtual, uso real

Alternativa ao bitcoin, a moeda dogecoin foi uma das responsáveis pela ida da equipe jamaicana de bobsled à Olimpíada de Inverno, na Rússia. Uma página de doações arrecadou 30 000 dólares no dinheiro virtual, valor que pagou parte da viagem e dos equipamentos. Mas esse não é o único uso inusitado de moedas virtuais. Listamos alguns outros em uma galeria no site. Eles vão de compras de ervas medicinais a fnanciamento de campanhas políticas.

Veja a capa em realidade aumentada no seu android Baixe o app de realidade aumentada da INFO no Google Play. Entre em http://abr.ai/info-ra pelo smartphone ou use o QR Code ao lado. Se preferir, busque por INFO R.A. em play.google.com.

Abra o aplicativo de realidade aumentada e aponte a câmera do smartphone para a capa. Assista à animação que criamos especialmente para esta edição.

inFo

IN338_WWW.indd 9

|

Fevereiro 2014

0 9 1/30/14 9:43 PM


1056289-EXAME ESP PEQUENAS E MED EMPR-2_1-1.indd 10

30/01/2014 19:46:28


1056289-EXAME ESP PEQUENAS E MED EMPR-2_1-1.indd 11

30/01/2014 19:46:29


InbOx

A GVT aqui na minha cidade não chega nem próximo à qualidade que apresenta em outros lugares do Brasil.

JussIE D. DE bRItO / JaRDIm DO sERIDó (Rn) Das últimas quatro edições, essa foi a que eu achei mais interessante.

VInícIus bIagIOnI / bElO HORIzOntE (mg)

O DROnE bRasIlEIRO

A EmbrAEr mostrou quAnto é sériA nAs mãos dE pEssoAs sériAs. sEu AvAnço tEcnológico E suAs vEndAs comprovAm o porquê dE EstAr Atrás ApEnAs dE gigAntEs como boEing E Airbus. sIlVIO EDuaRDO luIz / bOtucatu (sP)

Show da Embraer! Deixaria Santos Dummont muito orgulhoso!!!

DanIEl gORskI / cuRItIba (PR) Se o governo não atrapalhar, a Embraer parece ser a única indústria nacional de respeito, aqui e lá fora. máRIO cOutInHO

cláuDIO maRquEs / sãO PaulO (sP)

A INFO de janeiro traz uma matéria de sete páginas sobre as diversas soluções tecnológicas da gestão de Eduardo Paes no Rio de Janeiro. Vale a pena ler!

Muito interessante o teste da INF O das conexões de fibra óptica. A Vivo vive me oferecendo o serviço, mas nunca confei. Agora mudei de opinião.

O preFeItO dIGItal

bRunO augustO / bElO HORIzOntE (mg)

O que apreNdI

caRla sOusa / RIO DE JanEIRO (RJ)

Até quando a mídia brasileira vai dar a impressão que nesses escritórios ninguém trabalha de verdade, que passa o dia no Xbox e jogando conversa fora?

Adorei as 50 lições de sucesso dos empreendedores na INFO de janeiro. Concordo com Marcelo Sales, da 21212, que diz que ninguém vai ficar bilionário da noite para o dia com uma ideia.

lEanDRO amaRal / manaus (am)

mauRO magalHãEs / sãO PaulO (sP)

1 2 IN338_InBox.indd 12

FEVEREIRO 2014

|

Acabei de conhecer, via INFO, o senhor Jeferson Monteiro, nossa querida Dilma Bolada! @HEmIllIOcaRDOsO

teste de baNda larGa

O GOOGle mINeIrO

Sou de BH e sempre quis saber como funciona o escritório do “Gugou-Beagá”.

WallIsOn caRValHO / sãO PaulO (sP)

Recebi minha INFO! Tem uma matéria superinteressante sobre novos dirigíveis. @VagnER0070

Moro no Rio de Janeiro e não conhecia o projeto das Naves e Parques do Conhecimento feito pela prefeitura. Muito bom se realmente funcionar.

/ PORtO alEgRE (Rs)

O problema da tecnologia no Brasil é que falta investimento. Querem fazer muito gastando pouco. Aí não dá!!!!

@DEPPEDROPaulO13

Com a GVT não tenho problemas de velocidade. A velocidade nunca fca abaixo da contratada, que é de 35 Mbps.

guIlHERmE JaRDIm / PORtO alEgRE (Rs) A TIM se deu mal no teste da banda larga, como toda vez! TIM, desista da internet neste país!

ORlanDO FIlHO / camPIna gRanDE (Pb)

INFO

1/29/14 5:59 PM


broncas do mês

FalE cOM a INFO REDAÇÃO

TelevIsOr FaNTasma

Comprei um televisor LG de 32 poleg ad as no Subma r i no.com, em setembro de 2013. No site consta que ele foi entregue em 11 de outubro. Porém, não recebi a TV, quase três meses após a transação. Entrei em contato com o atendimento do Submarino por diversas formas: seis vezes por e-mail e mais três por telefone. Mas a única coisa que me dizem é que estão analisando o caso.

Comentários sobre o conteúdo editorial da INFO e reclamações para Broncas do Mês:

sem resgaTe

No início de novembro, liguei para a Vivo para comprar um Samsung Galaxy S4. A empresa ofereceu um bônus que melhoraria o preço fnal, se eu o comprasse em uma loja da operadora. Fui à loja, mas me disseram que essa bonifcação foi atribuída a duas linhas distintas em meu CPF. Assim, não poderia usar todos os pontos. Depois disseram que a pontuação expirou. Fiquei sem os pontos e sem o telefone.

MauRO EuzébIO / bElO ValE (MG)

JOsé R. da sIlVa JúnIOR / santOs (sP)

respOsTa dO submarINO.cOm

respOsTa da vIvO

O Submarino.com informa que contatou o cliente por telefone, esclareceu o ocorrido e propôs uma solução aceita pelo consumidor.

cOmeNTárIO dO leITOr

A empresa entrou em contato após eu ter procurado a INFO e ofereceu crédito de 100 reais, que aceitei. Mas tive de encontrar sozinho a TV, que foi entregue em uma agência funerária da cidade, que guardou o aparelho.

A Telefônica Vivo informa que o leitor voltará à loja para adquirir o aparelho. Foi oferecido um crédito de 360 reais em sua fatura.

cOmeNTárIO dO leITOr

Após a ajuda da INFO, consegui comprar o celular com os pontos que tinha, e a Vivo me ofereceu 360 reais de crédito, a ser debitado na próxima fatura. O valor foi creditado dois meses depois de realizado o acordo.

contateinfo@abril.com.br. A correspondência pode ser publicada de forma reduzida. Envie seu nome completo e a cidade onde mora. COmuniDADEs

Facebook / facebook.com/revistainfo Twitter / twitter.com/_INFO Google+/ google.com/+info Pinterest/ pinterest.com/revistainfo Instagram/ @revista_info

AssinAtuRAs assineabril.com (11) 3347-2121 Grande São Paulo 0800-775-2828 Demais localidades sERViÇO DE AtEnDimEntO AO CLiEntE abrilsac.com (11) 5087-2112 Grande São Paulo 0800-775-2112 Demais localidades LOjA inFO info.abril.com.br/loja / (11) 4003-8877 lojaabril@vendapontocom.com.br PubLiCiDADE Para anunciar na INFO, ligue: (11) 3037-2302 São Paulo (21) 2546-8100 Rio de Janeiro (11) 3037-5759 Outras praças (11) 3037-5679 Internacional (11) 3037-2300 Fax publiabril.com.br PERmissõEs DA inFO Para usar selos, logos e citar qualquer avaliação editorial da INFO, envie um e-mail para permissoesinfo@abril.com.br. Nenhum material pode ser reproduzido sem autorização por escrito. VEnDA DE COntEúDO Para licenciar o conteúdo editorial da INFO em qualquer mídia: atendimento@ conteudoexpresso.com.br / Para solicitar reprints das páginas: reprint.info@abril.com.br sAibA quE / A INFO não aceita doações de hardware e software nem viagens patrocinadas por fornecedores de tecnologia. Todos os produtos testados no INFOlab são devolvidos aos fabricantes. / Os artigos dos colunistas não expressam necessariamente a opinião da INFO.

POR quE lEIO info

“Leio a INFO porque a publicação traz um conteúdo detalhado sobre tecnologia, tendências e negócios. É uma maneira prática de me manter informado sobre o mercado e as inovações”

MaRcElO zuccas / VIcE-PREsIdEntE dE nEGócIOs cORPORatIVOs da saMsunG PaRa a aMéRIca latIna ops! Erramos / Na reportagem O Que Aprendi (edição de janeiro), a idade correta de Joe Penna, criador do canal MysteryGuitarMan, é 26 anos. FOtO raFaeL evaNgeLIsta

IN338_InBox.indd 13

INFO

|

FEVEREIRO 2014

1 3 1/29/14 5:59 PM


INFO DIgItal /

como ler a INFO no iPad e no iPhone

como ler a INFO nos tablets android

Instale o aplicativo Acesse a App Store e busque por INFO Exame no campo “Pesquisa”. Clique para instalar o aplicativo. Por ele você terá acesso à versão digital da revista todos os meses. Clique em “Abrir” para entrar no aplicativo.

Instale o aplicativo Acesse a Google Play, clique no ícone de lupa ( ) e busque por Revista INFO no campo “Pesquisa no Google”. Clique no ícone “Revista INFO” e em “Instalar”. Clique em “Aceitar” para concluir a instalação e em “Abrir”.

Se você é assinante No canto superior esquerdo da tela, clique em “Login” Coloque seu e-mail, no campo “Nome de usuário”, e a senha cadastrada no site Assine Abril.

Se você ainda não tem cadastro, entre em http://assineabril. com.br/contrato e valide seu acesso digitando o código de assinante e o e-mail.

Se você não é assinante No ícone “Comprar” ) da barra inferior, ( clique sobre a edição. Depois clique no valor e confrme a compra, digitando sua senha do ID Apple. Enquanto aguarda o download, você pode começar a ler a revista.

Para se tornar um assinante Acesse o site www.assine. abril.com.br/portal/assinar/ revista-info. Escolha uma opção e clique em “Assinar”.

Clique no ícone “Comprar” da barra inferior e, depois, sobre a edição que deseja ler. O botão “Download” mostra que a revista faz parte de sua assinatura e está disponível para baixar. Pressione “Download” e, quando o símbolo da nuvem sumir, sua revista estará pronta para a leitura!

Se você é assinante No canto esquerdo, clique em “Login” Coloque seu e-mail em “Nome de Usuário” e a senha cadastrada no site Assine Abril. Ainda não tem cadastro? Entre em assineabril.com.br/contrato e valide o acesso digitando o código de assinante e o e-mail.

Se você não é assinante Para comprar uma edição, você deve ter seu cartão de crédito associado à sua conta do Google. Se não tem, siga para https://wallet.google.com/ manage/#paymentMethods:

Baixe e leia sua revista No ícone “Comprar”, clique sobre o botão “Download” ao lado da edição. As revistas aparecem com o botão “Download”. Quando a edição for baixada, clique no botão “Exibir” para ler.

Clique no ícone “Comprar” da barra inferior da edição que deseja ler. Clique novamente no botão “Comprar” da janela com o indicativo do valor e digite sua senha do Android, se necessário. Quando a edição for baixada, clique no botão “Exibir” para ler.

A Info está AgorA no Iphone. leIA todA A edIção e ouçA As prIncIpAIs mAtérIAs nA voz de seus Autores

* Veja como ler a INFO na loja de conteúdo digital iba em abr.io/leia-no-iba

IN338_INFO DIGITAL.indd 14

1/30/14 8:42 PM


1052078-COMPUFOUR SOFTWARE LTDA-1_1-1.indd 15

30/01/2014 19:23:21


1047699-ABRIL COMUNICAÇÕES-2_1-1.indd 16

30/01/2014 19:23:55


1047699-ABRIL COMUNICAÇÕES-2_1-1.indd 17

30/01/2014 19:23:56


enter

e n t e r // C é u p r o f u n d o

drones // CAMpus pArtY // espAÇo profundo // Apps // Big dAtA pArA o rÁdio

Nebulosa de órioN /

Imagem registrada por Conrado Seródio, em Santana de Parnaíba (SP)

1 8

fevereiro 2014

IN338_ENTER_Astronomia.indd 18

|

INFO

1/30/14 9:11 PM


UM HUbble eM CASA CresCe no Brasil a Comunidade de astrofotografia amadora, HoBBY de tirar fotos de galáxias no próprio quintal // Por Gabriel Garcia

ExpErimEntE pErguntar a um astrofotógrafo amador se o que ele faz é tirar fotos do céu e a resposta será incisiva. “Fazemos muito mais do que isso. Registramos, com a maior fdelidade possível, os chamados ‘objetos de céu profundo’, como nebulosas e galáxias”, diz o engenheiro Conrado Seródio, 59 anos. Seródio instalou um telescópio no quintal de sua casa, em Santana de Parnaíba, na Grande São Paulo, para exercer o hobby. A queda nos preços de câmeras digitais e telescópios impulsionou uma comunidade de fotógrafos amadores que montam seus observatórios espaciais particulares. O resultado é mesmo incrível. Todas as fotos destas duas páginas foram tiradas por astrofotógrafos amadores brasileiros. Fazer os registros é um processo demorado e nem sempre o trabalho rende boas fotos. Alguns equipamentos levam até 3 horas para ser preparados. “Fico horas na madrugada esperando um cometa passar. Mas acontece muito de o tempo fechar bem no instante da foto”, afirma Seródio. Para começar a clicar o espaço, é necessário ter um telescópio e uma câmera de alta definição. Mas quem se dedica ao hobby investe ainda em vários filtros e sensores especiais. Alguns amadores até mudam de cidade em busca de céus mais limpos, porque a poluição é a principal inimiga dos astrofotógrafos. O sacrifício é recompensado quando uma foto amadora contribui para o trabalho de astrônomos profssionais de todo o planeta. O gaúcho Avani Soares, 54 anos, descobriu uma cratera na Lua que era desconhecida pela comunidade espacial. “Apesar de conhecer bem o satélite natural, encontrei uma formação que não estava registrada em nenhum mapa lunar. Depois de alguns meses, consegui que reconhecessem minha descoberta”, afrma Soares.

lua e sol /

Formações retratadas por avani Soares (1 e 2) e imagens de randall Shrivak (3 e 4), de itumbiara (gO). a última captou silhueta de avião

INFO

IN338_ENTER_Astronomia.indd 19

|

fevereiro 2014

1 9 1/30/14 9:11 PM


E n t E R // d R O n E s

agente de trânsito voador Cientistas brasileiros criam microcóptero autônomo para monitorar as condições do tráfego em cidades e rodovias // POR

VanEssa daRaya

No futuro, viajar para a praia nos feriados poderá fcar menos estressante com a ajuda de um microcóptero que alerta sobre acidentes e pontos com lentidão nas rodovias. A ideia é de pesquisadores brasileiros, que criaram um pequeno helicóptero capaz de funcionar como agente de trânsito. A máquina tem sensores, câmeras de alta resolução, GPS e tecnologias de comunicação sem fo. Uma vez que a próxima geração de carros deverá ter conexões Wi-Fi, 3G ou 4G como opcionais, o microcóptero surge como um sofisticado meio para a troca de dados entre os automóveis em ruas e estradas. O equipamento faz voos autônomos e pode alertar sobre

2 0 IN338_ENTER_Drone.indd 20

FEVEREIRO 2014

|

INFO

situações de risco à frente do motorista. Com duas baterias de lítio e voando a 40 km/h, ele pode percorrer até 20 quilômetros (10 de ida e 10 de volta, até a base de onde decolou). Em caso de acidente, a máquina informa as condições do tráfego no caminho para que os veículos evitem o local. “É como colocar um olho a uma altura entre 200 e 400 metros para orientar os veículos no solo”, afrma Jó Ueyama, professor da Universidade de São Paulo responsável pela pesquisa. A cidade de São Carlos, no interior de São Paulo, tem um microcóptero para monitorar rios e avisar sobre enchentes. Sensores no fundo dos córregos medem a pressão da água e enviam as informações a uma base de dados para calcular a probabilidade de ocorrer uma cheia. Junto do sistema, o microcóptero ajuda a desviar o trânsito das áreas alagadas. “Uma rede de microcópteros é uma ótima opção para monitorar o trânsito e as enchentes em São Paulo”, afirma Ueyama. Em caso de desastre, o sistema capta os dados e os envia para centros de informações de tráfego, a fm de minimizar os efeitos da situação em um curto espaço de tempo. Segundo o professor, concessionárias de rodovias já têm interesse no equipamento para monitorar a vegetação no entorno das estradas e reduzir gastos. “A máquina pode percorrer uma área de cobertura e verificar a altura do mato. Assim, evita-se o corte desnecessário”, afirma Ueyama. FOTO marcus sTeinmeyer

1/30/14 9:58 PM


E n t E r // g a m E s

Novos JoGos de 2014

O MESTRE DO FURTO

Série de sucesso para PC, a nova edição do jogo Thief traz de volta o personagem Garret, um ladrão que vira herói // Por thiago tanji

EsquEça os gamEs em que você engatilha uma metralhadora e atira feito um louco em tudo o que se move. Em Thief, que chega no fm deste mês, o objetivo é agir de modo furtivo e oculto, aproveitando sombras, objetos e outros detalhes do cenário para não ser pego enquanto surrupia a propriedade alheia. A série foi lançada para PC em 1998, pela produtora canadense Eidos Montreal, e se tornou um ícone entre os fãs de games no estilo stealth (disfarçado). Com o lançamento de Thief, a saga chega agora ao quarto capítulo, dez anos depois da última edição. O protagonista da trama é um ladrão chamado Garret, um mestre dos furtos que retorna à City, sua cidade natal. A metrópole tem uma arquitetura vitoriana-medieval e agora é liderada por um tirano. Garret, como um Robin Hood steampunk, deve cumprir diversas missões principais e secundárias usando suas habilidades de ladrão contra os ricos e poderosos da cidade. Jogado em primeira pessoa e com gráficos poderosos, Thief estará disponível para computador e videogames, tanto da antiga quanto da nova geração.

Thief (Eidos montrEaL)

Lightning rEturns: FinaL Fantasy Xiii _

Na nova edição do RPG, a heroína Lightning tem 13 dias para salvar o mundo // Para Ps3

E XboX 360. PrEço_r$ 199,90

CastLEvania: Lords oF shadow 2_

Coloca o jogador na pele de Drácula, que precisa combater uma horda infernal // Para PC,

Ps3 E XboX 360. PrEço_r$ 199

LançamenTo 28 dE FEvErEiro Preço r$ 199 PLaTaformas PC, Ps3, Ps4, XboX 360 E XboX onE

donkEy kong Country: troPiCaL FrEEzE_

O gorila mais carismático dos games estrela uma aventura ao estilo clássico // Para wii u.

PrEço_r$ 179,90 INFO

IN338_ENTER_Games.indd 21

|

FEvErEiro 2014

2 1 1/30/14 9:45 PM


E n t E R // I n F O H u b

Pintura à instagram

No fim dos aNos 60, artistas criavam pinturas fotorrealistas para contestar a profusão de imagens. Agora o gênero virou negócio para a startup Pixelist, que vende pinturas a óleo de fotografias postadas no Instagram. Clientes escolhem a imagem e a empresa contrata pintores na China para transformála em quadro. O valor depende do tamanho e da complexidade. O mais barato custa 149 dólares (30 cm por 30 cm). “As mais pedidas são fotos de casais, crianças e bichos de estimação, mas temos feito quadros de todo tipo”, diz Will Freeman, cofundador da Pixelist.

Startup transforma imagens do Instagram em quadros fotorrealistas feitos por artistas chineses

O QUE FIZERAM OS FAMOSOS Nem os artistas mais pop conseguiram levar criatividade a algumas empresas de tecnologia. Conheça o trabalho de quatro celebridades contratadas pela indústria // POR gabRIEl gaRcIa

2 2 IN338_ENTER_Notas.indd 22

FEVEREIRO 2014

|

Will.i.am IntEl

O que faz // É um dos mais ativos. O músico é programador e atua em projetos de arte e música. Criou show virtual e microfone que grava e transmite o áudio da apresentação ao vivo

INFO

1/30/14 9:34 PM


AplicAtivo com receitA médicA // POR FIlIPE SERRanO

EM ALGUNS ANOS,

talvez você sairá do médico com uma receita para um aplicativo de celular. Nos Estados Unidos, a empresa WellDoc já testa o BlueStar, o primeiro a exigir prescrição médica. O programa orienta pacientes com diabetes do tipo 2 a monitorar glicose, alimentação, remédios e exercícios físicos, dados essenciais para o tratamento. Em janeiro, a empresa recebeu investimento de 20 milhões de dólares. O endocrinologista Márcio Krakauer, da Sociedade Brasileira de Diabetes, diz que apps assim já são indicados por médicos aqui e não dependem de receita. “Há pacientes mais motivados, mas é difícil manter o controle todo dia, mesmo com um aplicativo”, afrma Krakauer.

Os dez maiOres negóciOs da História dO gOOgle 143 EMPRESaS FORaM cOMPRadaS dESdE 1998. cOnhEça aS dEz MaIS caRaS

cUPOm Fiscal emPresa

setOr

anO

ValOr*

MOtOROla MOBIlIty**

cElulaRES

2011

uS$ 12,95 BIlhõES

dOuBlEclIck

PuBlIcIdadE OnlInE

2007

uS$ 3,48 BIlhõES

nESt

autOMaçãO

2014

uS$ 3,2 BIlhõES

yOutuBE

hOSPEdagEM dE VídEOS

2006

uS$ 1,91 BIlhãO

WazE

naVEgaçãO gPS

2013

uS$ 966 MIlhõES

adMOB

PuBlIcIdadE MóVEl

2009

uS$ 814,4 MIlhõES

Ita SOFtWaRE

análISE dE dadOS SOBRE VOOS

2010

uS$ 722,2 MIlhõES

POStInI

SEguRança

2007

uS$ 702,2 MIlhõES

WIldFIRE IntERactIVE

MaRkEtIng PaRa MídIaS SOcIaIS

2012

uS$ 456,6 MIlhõES

adMEld

PuBlIcIdadE OnlInE

2011

uS$ 414,4 MIlhõES

tOtal

Us$ 25,61 bilHÕes

* Valores corrigidos pela infação ** Em janeiro de 2014, a Motorola foi vendida à Lenovo por 2,91 bilhões de dólares

AliciA Keys BlackBERRy

Justin

lAdy GAGA

timberlAKe MySPacE

POlaROId

O que fez // Além da gafe de usar um

O que fez // Comprou parte da

O que fez // Ajudou nos projetos de

iPhone para tuitar sobre o cargo, fez clipe com vídeos de usuários de BlackBerry. A parceria acabou um ano depois, e a empresa ainda sofre com vendas fracas

empresa em 2011 e transformou o Myspace em um portal para músicos e fãs. Trouxe artistas, mas nem isso foi sufciente para recuperar a popularidade do site

uma câmera e de óculos que gravam e compartilham imagens, mas nenhum foi lançado. Seu nome foi usado numa impressora que foi um fracasso

ilustração evandro bertol

IN338_ENTER_Notas.indd 23

INFO

|

FEVEREIRO 2014

2 3 1/30/14 9:34 PM


E n t E R // g a d g E t s PaRROt JumPIng sumO _

Meio robô, meio inseto, o Jumping Sumo é um drone apoiado sobre rodas. Sua habilidade é saltar até 80 centímetros de altura e se locomover com precisão e estabilidade. // LançamEntO_2014

PREçO_nãO dIVuLgadO

IntEL EdIsOn_

A aposta da Intel para transformar a indústria dos vestíveis é um computador que cabe em um cartão SD. Apesar do tamanho, ele empacota Wi-Fi, Bluetooth e dois núcleos de processamento. //

LançamEntO_mEIO dE 2014 PREçO_nãO dIVuLgadO

2 4 IN338_ENTER_CEIS.indd 24

FEVEREIRO 2014

|

os lançamentos da Ces 2014 de que mais gostamos // POR LuIz CRuz E LEOnaRdO VERas

OCuLusRIFtCRystaLCOVE_ Os óculos de realidade virtual Rift ganharam resolução mais alta e sistema que reproduz os movimentos da cabeça. //

LançamEntO_nãO dIVuLgadO PREçO_nãO dIVuLgadO

audI a7 3.0 tdI _

Usa radares, lasers e câmeras para auxiliar o motorista. Não é autônomo, mas alerta sobre obstáculos. //

LançamEntO_Já à VEnda PREçO_66 900 dóLaREs

INFO

1/30/14 8:07 PM


E N t E R // I N f O d A t A

bANDA lARgA DeSIguAl

Enquanto o Distrito Federal e São Paulo têm 18 assinantes de internet rápida para cada 100 habitantes, a média do Nordeste e do Norte é de 3,8, uma diferença de 473%. Para o Ipea, o maior entrave é a falta de concorrência // POR fIlIPE SERRANO

AMApá e MARANhãO TêM OS pIOReS ÍNDICeS. SãO MeNOS De 2 ACeSSOS pOR 100 hAbITANTeS

RORAIMA Teve A MAIOR MelhORA. O ÍNDICe SubIu quASe 310% De 2010 A 2012

O DISTRITO FeDeRAl lIDeRA O RANkINg, SeguIDO pOR SãO pAulO e RIO De JANeIRO

PorcENtagEm DE muNIcíPIoS

CReSCe O NÚMeRO De MuNICÍpIOS ONDe há pOuCA CONCORRêNCIA 94,4%

95%

Número de assinantes de banda larga por 100 habitantes

87,7%

2010

2011

2012

INFO

IN338_ENTER_Data Banda Larga.indd 25

|

dE 15 A 20 dE 10 A 15 dE 5 A 10 dE 3 A 5 dE 0 A 3

JANEIRO 2014 evandro bertol ilustração

2 5

1/30/14 10:13 PM


e n T e r // o B i T U á r i o

11 cOIsas que vãO deIxar de exIstIr

ConsiDerADA mAis seGUrA Do QUe A imPressÃo DiGiTAL, A LeiTUrA BioméTriCA DA Íris vAi ACABAr Com As senHAs e CHAves em UmA só TACADA. voCê vAi virAr A sUA PróPriA senHA.

Nossa lista do que deve morrer logo inclui cheques, mídias físicas e privacidade. Já fez a sua? >> PArTiCiPe Do DeBATe no siTe ABr.Ai/info-oBiTUArio

TALÃo De CHeQUes Trata-se de uma relíquia de um tempo mais ingênuo, quando as compras eram feitas sempre nos mesmos lugares, por pessoas conhecidas. Afnal, sua assinatura em um cheque é um testamento, algo que envolve confança. “Estou aqui escrevendo que lhe devo tantos reais, e na semana que vem você poderá sacar da minha conta.”

Tv ABerTA O número de assinantes de TV a cabo cresce 30% por ano, segundo o Ministério das Comunicações. Até 2017, 50% das TVs terão programação paga. Será um baque para a TV aberta, mas não o único. “Aplicativos são o futuro da televisão”, diz o presidente do Netfix e messias do apocalipse, Reed Hastings. “Nos próximos anos, a internet vai substituir a TV no mundo inteiro.”

2 6

fevereiro 2014

IN338_ENTER_8 Coisas Morrem.indd 26

|

A sALA De AULA vAi virAr Um mUseU. Do QUADro-neGro Aos Livros DiDáTiCos, PAssAnDo Por CArTeirAs e ATé PeLo CUrrÍCULo, ToDo méToDo De ensino esTá senDo reinvenTADo.

INFO

1/30/14 7:14 PM


PrivACiDADe Câmeras. Histórico do Google. Dados pessoais no Facebook. Fotos no Instagram. GPS no celular.

MÚSiCA

Google Glass. E, claro, a NSA. Precisa dizer mais

Calma, a música em si não vai

alguma coisa para mostrar que escolhemos

acabar. Segundo o editor da

viver em uma era sem privacidade?

revista Rolling Stone, Steve

“Não creio que a sociedade entenda realmente

Knopper, o que vai desaparecer

o que acontece quando tudo se torna

é a indústria musical tradicional.

disponível”, afrma Eric Schmidt, do Google.

“O boom da música ocorreu de 1984 a 2000”, diz. “Desde então, os erros do passado e as novas realidades chegaram batendo

o SMArTPHoNe DeCreToU A MorTe DA CÂMerA DiGiTAL PorTÁTiL. LoGo eLA eSTArÁ BriNCANDo No CÉU DoS GADGeTS Ao LADo Do fAX, Do PAGer, Do PALMToP...

com tudo.” Especialistas acreditam que as grandes gravadoras vão sobreviver apenas nos catálogos de bandas antigas.

PrePAre-Se PArA Dizer ADeUS Ao jorNAL iMPreSSo. rUPerT MUrDoCH, o PoLêMiCo MAGNATA DA MÍDiA, AfirMA qUe oS DiÁrioS viverão MAiS Dez ANoS NoS eSTADoS UNiDoS. PArA o fUTUriSTA roSS DAwSoN, eLeS Serão APoSeNTADoS No BrASiL eM 2027.

CorreioS Tente explicar a uma criança o que são os Correios: empresa pública que cobra para entregar cartas. Apostamos que ela vai perder o interesse antes de chegar à parte do selo. Num mundo em que a comunicação é instantânea, parece anacrônico pagar para enviar uma mensagem que chegará dias depois. Os Correios tiveram prejuízo de 817 milhões de reais no ano passado com a remessa de cartas.

MÍDiA fÍSiCA Toda mídia física tem data de validade (a não ser que você seja o cara mais hipster do mundo, já

LiNHA TeLefÔNiCA fiXA

deve ter aposentado disquetes

Não faz tanto tempo os brasileiros pagavam

e ftas magnéticas). Em pouco

até 3 000 dólares por uma linha telefônica que

tempo, vão também para a gaveta

seria instalada em seis anos. Mas, em 2014,

do esquecimento o CD, o DVD e o

qual a lógica de discar para uma residência se

Blu-ray. Até o disco rígido está com

você pode ligar diretamente para a pessoa?

os dias contados, uma vez que

Até dezembro, o mundo terá mais celulares

o conteúdo será armazenado

do que habitantes, e eles serão cada vez mais

na nuvem, em servidores acessados

baratos. Além disso, não dá para entrar no

de qualquer lugar e hora.

Facebook ou jogar Candy Crush num fxo. ilustração davi augusto

IN338_ENTER_8 Coisas Morrem.indd 27

INFO

|

fevereiro 2014

2 7 1/30/14 7:14 PM


e n t e r // a p p s iphONe

aNdrOId / SmartphONe

Hop

angRy biRDs go!

Transforma o e-mail em uma espé-

O mais recente game da série co-

cie de WhatsApp. Mensagens de

loca porcos e aves em corridas

um mesmo contato são reunidas em uma só

de kart. Itens ajudam a ganhar vantagem na

conversa. Para iOS 5.0 ou superior / Grátis

pista. Para Android 2.3 ou superior / Grátis

MoMentCaM

appDeals

Cria caricaturas do rosto das pes-

O AppDeals monitora as promoções

soas. As fotos são tiradas na hora e

de aplicativos pagos na Play Store

as montagens podem ser usadas em GIFs ani-

para que você gaste menos com os progra-

mados. Para iOS 5.0 ou mais recente / Grátis

mas. Para Android 4.0 ou superior / Grátis

Disk Cook

youniteD

App para pedir comida. Reúne de-

O ser viço de ar mazenamento

zenas de restaurantes em São

em nuvem da F-Secure prioriza a

Paulo, Rio de Janeiro e Curitiba e permite

privacidade dos usuários: os servidores fi-

acompanhar o entregador por GPS em alguns

cam na Finlândia, longe das leis americanas.

casos. Para iOS 5.0 ou mais novo / Grátis

Para Android 2.3 ou mais recente / Grátis

ipad

aNdrOId / tablet

Jelly

Criado por Biz Stone, cofundador do Twitter, o Jelly é um app visual de perguntas e respostas. Usuários postam dúvidas com fotos e elas fcam visíveis para amigos do Facebook e do Twitter. Quem não souber a resposta pode pedir ajuda a seus contatos. Para Android 4.0 ou mais novo e iOS 6.1 ou mais recente / Grátis

WINdOWS phONe

plaintext 2

leMbRete De Contas lite

4blenD HDR

Editor de texto compatível com os

Útil para quem costuma perder

Cria imagens com melhor balanço

formatos TXT e HTML. Tem uma in-

prazos. O app avisa quando uma

de luz e traz uma série de recursos

terface minimalista e se integra ao Dropbox

conta está para vencer. É só registrá-la com a

de fotografa. Para WP 8 ou superior / Grátis

e ao iCloud. Para iOS 7.0 ou superior / Grátis

data. Para Android 2.2 ou mais novo / Grátis

taxijá RoboCop

loopR

Jogo oficial do filme dirigido pelo

Gerenciador de tarefas alternativo.

Rio de Janeiro, Curitiba e outras

brasileiro José Padilha. No controle

Lista os últimos aplicativos abertos.

cidades. Para WP 7.5 ou mais novo / Grátis

do policial meio robô, cabe ao jogador eliminar

Basta arrastar o dedo a partir do canto da tela

o crime em Detroit usando diferentes armas e

para ver. Permite encerrá-los ou alternar entre

recursos. Para iOS 5.1 ou mais novo / Grátis

eles. Para Android 2.2 ou mais novo / Grátis

Localiza e chama táxi em São Paulo,

blackberry tRaCkMystuff Pacote de apps com lista de tarefas,

AplicAtivos do mês // por gustavo gusmão

2 8 IN338_ENTER_Apps.indd 28

fevereiro 2014

|

gerenciador de despesas e outros recursos. Para BB 10 ou superior / 3 reais

Meet youR DeviCe Monitora o desempenho do aparelho, informando consumo de bateria, temperatura, uso de memória e processamento. Para BB 10 ou mais recente / 2 reais

INFO

1/30/14 10:02 PM


E n t E r // M ú s i c a

Big Data no rÁDio Software MoNItora a prograMação de 800 eMISSoraS eM teMpo real // por

paUla rothMan

ilUstração rôMolo

Às 15 horas do dia 22 de janeiro, Show das Poderosas tocava na rádio Santana FM na cidade de Itaúna, em Minas Gerais. Exatos 27 minutos depois, o hit da cantora Anitta ecoava em São Sebastião do Caí, no Rio Grande do Sul, na Rádio RCC. A informação não foi divulgada pela artista ou pelas emissoras, mas coletada pelo AudioMonitor, um programa capaz de analisar em tempo real as músicas tocadas nas rádios. “Queremos causar uma revolução no mercado musical”, diz Cesar Sponchiado, ExEMplo // UM Mês dE fundador da SkySoftware, empresa que criou o anitta no rádio* programa. O AudioMonitor será lançado neste mês, com capacidade de monitorar 800 rádios. O plano é ondE tocoU // chegar a 3 000 até o fm do ano. O segredo do softwa517 EMissoras re é analisar as transmissões por streaming das emissoras. As músicas são identificadas automatiqUantas vEzEs// camente, como no aplicativo Shazam, que reconhece 27 629 ExEcUçõEs a canção pelo som. “Nosso software compara cada música com uma base de dados”, diz Sponchiado. ondE // sUdEstE (47%), A intenção é vender o AudioMonitor para artistas e sUl (27%), cEntro-oEstE empresários que investem na divulgação de álbuns, (10%), nordEstE (9%) mas que não têm como controlar as transmissões. E nortE (4%) * entre 23/12/2013 e 23/1/2014

IN338_ENTER_Audio.indd 29

1/30/14 7:55 PM


E n t E R // c a m p u s p a R t y

Arte No estande da INFO na Campus Party, o artista plástico Achiles Luciano criou grafte em mesa digitalizadora // pOR //

maRcus VInícIus BRasIl FOtOs pEdRO matallO

O calOr cOmeçava a dar uma trégua no segundo dia da Campus Party quando Achiles Luciano iniciou sua performance no estande da INFO. Achiles é um artista plástico paulistano, tem 48 anos e vive uma fase de experimentação com ferramentas digitais. Na Campus Party, evento que rolou no fm de janeiro, no Anhembi Parque, em São Paulo, ele usou uma mesa digitalizadora ligada a um controlador feito com Arduino para criar pinturas digitais ao vivo. As imagens eram projetadas em um telão, o que lembrava um grafte. “A tecnologia é uma ferramenta importante para desenvolver meu trabalho”, diz Achiles. Há quatro anos, ele descobriu que poderia usar software livre para fazer pintura digital ao vivo. Com o programa, auxiliado pela mesa controladora, ele consegue ajustar, em tempo real, a espessura dos traços, as cores e outros efeitos gráficos usados na pintura. O resultado enche os olhos. No estande da INFO, os visitantes puderam testemunhar o momento em que os traços multicoloridos começaram a brotar da tela branca. Em pouco tempo, as linhas se transformaram no rosto de um trompetista. O trabalho de Achiles mostra que, quando unida à arte, a tecnologia pode alcançar efeitos ainda mais impressionantes.

NO TELÃO /

achiles luciano (acima) fez ao vivo a pintura digital de um trompetista usando mesa digitalizadora (foto ao lado), que simula as cores e os traços de pincéis

3 0

FEVEREIRO 2014

IN338_ENTER_Campus Party.indd 30

|

INFO

1/30/14 9:53 PM


digital INFOlab MIgra Para a CaMPuS “SE VOcê tEm FãS quE SãO cOnSumIdORES FIéIS, VOcê tEm algO dE ValOR.” Bruce Dickinson,

vocalista da banda iron Maiden

Comandada pelo engenheiro-chefe Luiz Cruz, a equipe do INFOlab, nosso laboratório de testes, recebeu os visitantes da Campus Party no estande da INFO e mostrou nove gadgets, entre eles a impressora 3D CubeX Duo e o scanner Sense. Ligado a uma TV com resolução 4K da Samsung, o Xbox One fez sucesso entre os campuseiros, que participaram de um campeonato de Killer Instinct, um dos jogos do novo console da Microsoft.

5 startups inovadoras Fleety

O quE Faz // Serviço para que motoristas aluguem seus carros em dias e horários que não são usados. Estreia em março. ORIgEm // São Paulo

Saída Certa

PãO da MaNhã

baladas que exibe o saldo da comanda em tempo real. Já funciona em um local no Rio. ORIgEm // Rio de Janeiro

pães em casa no dia e no horário que o cliente escolher. Opera com franquias em três cidades. ORIgEm // Bauru (SP)

O quE Faz // Um app para

O quE Faz // Entrega

dOMOtIC CeNter

O quE Faz // Um interruptor conectado à internet que permite controlar a iluminação da casa remotamente pelo smartphone. ORIgEm // Joinville (SC) INFO

IN338_ENTER_Campus Party.indd 31

|

PaStar

O quE Faz // Marketplace para pecuaristas que buscam pastos provisórios para o gado em períodos de estiagem. ORIgEm // Salvador (BA)

FEVEREIRO 2014

3 1 1/30/14 9:54 PM


i d e i a s // v i v e n d o e m b e t a

O bancO na sua mãO

A tecnologia está abrindo o mundo hermético das fnanças. Ao investir online em ações ou comprar moedas virtuais, vamos mudar o papel dos bancos

InteragIr no dia a dia com instituições financeiras, online ou não, é sempre uma tarefa dolorosa e difícil. Bancos, corretoras de ações e consultores financeiros ganham dinheiro de acordo com regras que a maioria de nós, simples mortais, não entende ou não tem a menor paciência para entender. Mas isso já está mudando no mundo. O surgimento de moedas alternativas, como o bitcoin, a ascensão de sistemas pessoais de investimentos e de plataformas que substituem o uso de cartões de crédito são três tendências que desafam o status quo da indústria fnanceira. Cada vez mais, consumidores e clientes de bancos assumem o controle não só de como gastar mas também de como ganhar e economizar seu dinheiro. Aqui vão alguns exemplos. >>> Cartão de crédito sem banco Em novembro do ano passado, o Google lançou seu cartão pré-pago de débito (veja em http://abr.ai/1j430E4). Caso receba um pagamento por meio do Google Wallet, você poderá utilizar o valor para fazer compras em lojas online e até mesmo retirar o dinheiro no caixa eletrônico, eliminando, assim, a interação com instituições fnanceiras. Sem multas ou impostos. >>> Moedas virtuais Moedas virtuais como o bitcoin, o litecoin (criado por um exprogramador do Google) e o ripple já estão sendo aceitas em restaurantes de Londres e de Sydney, na Austrália. Até a empresa de Sir Richard Brandson, a Virgin Galactic, aceita pagamentos em bitcoin para voos espaciais. Robocoin e Lamassu são companhias que estão criando caixas automáticos para bitcoin, nos quais os usuários podem trocar suas moedas por dinheiro. A atenção que as moedas virtuais vêm ganhando é um sinal de que as pessoas preferem usar um câmbio criado por elas mesmas a confiar em instituições financeiras como

3 2

fevereiro 2014

IN338_Coluna Alessandra.indd 32

|

alessandra lariu

a Casa da Moeda e o Banco Central. É interessante observar que pessoas comuns podem produzir e fazer transações com uma moeda global que não foi criada por nenhum país.

>>> Corretores automáticos de ação Outro exemplo de como a insatisfação dos consumidores vai revolucionar a indústria financeira é a ascensão de aplicativos ou sites que desmitificam o investimento na bolsa ou o planejamento do fundo de aposentadoria. A empresa Betterment (betterment.com) desenvolveu um algoritmo que simplifica o investimento de dinheiro. O site funciona como um consultor financeiro e cada investimento baseia-se em planos para o futuro. Já o Kapitall (kapitall.com) ensina a comprar ações. Em maio do ano passado, foi lançado um aplicativo chamado Vested Interest (VI), que promete ensinar os consumidores a investir nas companhias de que gostam. Por exemplo: se você gosta da ética da empresa Natura, o VI investe nela por você. Faz sentido. Se estamos gastando dinheiro a cada ano com uma empresa, por que não investir nela e recuperar um pouco desse dinheiro? Avanços tecnológicos que democratizaram vários setores agora estão abrindo o mundo fechado e complicado das fnanças. De exemplos simples, como ensinar a investir em ações, aos mais complexos, em forma de moedas virtuais, estamos eliminando, em escala global, o papel principal das instituições financeiras. Se eu fosse gerente de um banco, pediria demissão para abrir uma “fazenda” de bitcoins. Compraria também uns coinnyes, moeda virtual do rapper e produtor musical americano Kanye West (http://abr.ai/1j436LY). ↙

Alessandra Lariu, 41 anos, é publicitária e cofundadora do site SheSays, que ajuda mulheres a entrar na carreira de criação digital. Empresária, ela mora em Nova York.

INFO

1/30/14 6:55 PM


1055170-ABRIL COMUNICAÇÕES-1_1-1.indd 33

30/01/2014 19:24:44


i d e i a s // b i z t e c h

Muito aléM do financiaMento

Os sites de crowdfunding são ótima alternativa para fnanciar novos projetos. Mas seus usuários estão conseguindo muito mais do que dinheiro

É bem provável que você já tenha ouvido

falar de sites como Kickstarter, IndieGoGo e Catarse, as badaladas plataformas de crowdfunding gringas e do Brasil. Eles foram responsáveis pelo fnanciamento de alguns dos projetos mais falados do ano passado, como o relógio inteligente Pebble e os óculos de realidade virtual Rift. A ideia é bem simples: quem tem um projeto e precisa de financiamento cria uma campanha num desses sites. Explica o que é o projeto, define quanto dinheiro ele necessita e quais os prêmios para quem apoiá-lo. Os apoiadores se comprometem a ajudar em troca de prêmios que vão desde coisas simbólicas, como ter o nome citado no projeto, até obter acesso em primeira mão ao que está sendo fnanciado. Isso pode ser assistir à estreia de uma peça de teatro, receber as faixas de um álbum de música ou ter em primeira mão uma ou mais unidades de um gadget que será fabricado. Em casos de colaborações excepcionais, os prêmios podem ser igualmente incríveis, como receber versões limitadas e personalizadas dos produtos ou conhecer a equipe de criadores. Em geral, as campanhas rodam por um período limitado de 30 dias e são regidas pelo sistema tudo ou nada. O dinheiro dos apoiadores só é cobrado pelo site e entregue aos criadores do projeto se a meta de fnanciamento for atingida. Caso contrário, os criadores não recebem nada. Além de ser uma bela alternativa para quem quer fnanciar um projeto, o crowdfunding tem algumas vantagens sobre os métodos tradicionais de financiamento. Não existe a cobrança de juros ou a necessidade de abrir mão de participação em troca do dinheiro para começar. Mas muita gente tem tirado mais dos sites de crowdfunding do que apenas grana para seus projetos. Pela natureza de seu funcionamento, as plataformas de fnanciamento coletivo são excelentes para validar ideias e fazer as vezes de custosas e potencialmente imprecisas pesquisas de mercado. Ao lançar a campanha de um projeto, o mecanismo tudo ou nada de fnan-

3 4 IN338_Coluna Manoel.indd 34

fevereiro 2014

|

Manoel leMos

ciamento funciona como um rápido e efciente teste de mercado. O projeto só conseguirá ser fnanciado se comprovar a existência de demanda para ele. Como a maioria dos prêmios para um apoiador do projeto é o acesso ao que está sendo desenvolvido, o que temos é quase uma venda antecipada, antes mesmo de a coisa existir ou estar pronta para as prateleiras. Se não há apoiadores sufcientes, é bem provável que o produto não terá apelo de mercado. Nesse caso, os donos do projeto não recebem o fnanciamento, mas também evitam correr o risco de lançar o projeto para saber se ele seria aceito ou não. Todo mundo sai ganhando. Há ainda o efeito do crowdsourcing no marketing do projeto. Ao se tornar apoiador de um projeto, há uma declaração explícita de interesse. Logo, é importante que a campanha atinja seu objetivo de fnanciamento, para que os donos do projeto recebam o dinheiro e possam produzi-lo. Caso contrário, o projeto não é desenvolvido, e os apoiadores, apesar de não precisarem desembolsar nada, não recebem seus prêmios. Isso cria um incentivo para que os apoiadores de um projeto façam a divulgação da campanha e busquem novos interessados. Assim, além do financiamento coletivo, também temos um modelo colaborativo e espontâneo de divulgação do projeto. A publicidade acaba saindo de graça e segmentada, já que é bem provável que os apoiadores de uma ideia conheçam outras pessoas com gostos semelhantes e com mais chances de se interessar por ela. De novo, todo mundo sai ganhando. Mas nem só de boas notícias vive o crowdfunding e existem inúmeras histórias de problemas e polêmicas, mas isso é uma outra história. E aí, animou para colocar aquela ideia de pé? ↙

Manoel Lemos, 39 anos, é engenheiro da computação, especialista em supercomputação, empreendedor, investidor em tech startups e diretor-geral digital da Abril Mídia. É apaixonado por mergulho com tubarões.

INFO

1/30/14 10:05 PM


1055172-ABRIL S_A-1_1-1.indd 35

30/01/2014 19:25:28


I d E I a s // c é R E b R O E l E t R ô n I c O

O país dOs descOnectadOs

Já destruímos nossa rede de trens de passageiros, estamos sucateando estradas e aeroportos. E a internet, que mal nasceu, já entrou para a lista

“Eu já vErifiquEiem meu sistema o número do qual você está discando. Se seu problema for falta de sinal da internet, disque 1. Aguarde enquanto eu verifco seu cadastro. Ótimo. Já tenho os seus dados. E percebo que você ligou recentemente para nós. Por isso, você vai ter um atendimento prioritário. Se você quiser, pode anotar o número de seu protocolo para se referir a essa chamada em outra ligação. Aqui vai: 7930394892129. Se você quiser que eu repita o número do protocolo, disque 1.” Estou anotando números de protocolo há 25 dias. Sou atendido por uma multidão de funcionários, um de cada vez. Alguns são atenciosos, outros estão tão perdidos quanto eu. Alguns são mais efcientes, outros mal conseguem se expressar. Eles pedem o CPF do titular da conta, o endereço, pedem para confirmar meu próprio telefone. Pedem o CPF de novo e para confrmar o endereço. Qual é o nome do titular mesmo? E aí vem a espera. A cada 20 segundos o funcionário se desculpa e pede para aguardar por mais um tempo, pois “o sistema está lento.” E eu espero, espero. Espero há 20 dias. Ando até com saudade da conexão discada. A atendente que chegou mais perto de uma informação útil disse que o problema não era na minha conexão em particular. Havia uma desestabilização em “diversas regiões de São Paulo”. Pergunto que regiões são essas e ouço um sombrio “várias”. Qual a razão técnica do problema? “Pode ser chuva, pode ser cabo rompido, são várias possibilidades.” A sensação é que estou sendo enrolado. Limpo o cachê do browser, dou reboot, ligo e desligo o modem. Espero um milagre, mas acontece outro desastre: minha conexão cai a zero. Então apelo para um modem auxiliar, que espeto na entrada USB frontal. E então tenho outra conexão. E vejo que ela transmite e recebe dados a velocidades estonteantes que chegam a... 350 Kbps. Minutos depois também entra em colapso. O que acontece? Alguém pode me explicar? Não está fácil entender o tamanho da encrenca. O fornecimento de luz,

3 6 IN338_Coluna Dago.indd 36

FEVEREIRO 2014

|

dagOmir marquezi

por exemplo, é um fato binário: ou a luz está ligada ou não está. A conexão com a internet apresenta tantos fatores, tantas variações, que qualquer avaliação é arriscada. Onde está a falha? Na conexão interna, em casa? Em algum cabeamento de um backbone no Atlântico Norte? Na caixa de distribuição de sinal na garagem do prédio? Por que alguns sites abrem normalmente e outros não? Por que a conexão cai 1, 2, 5, 10, 20 vezes ao dia? Por que quando funciona oscila tanto em sua velocidade? Ninguém me responde. O que sei é que a internet é hoje o centro de nossa vida. Por ela nos comunicamos, movimentamos nossa vida financeira, marcamos médico, assistimos a filmes, editamos nossos blogs, mandamos nossos trabalhos anexados, pautamos nossa vida social, cursamos universidade a distância, planejamos os deslocamentos, nos informamos. Portanto, a internet deveria ser prioridade total e absoluta em qualquer país. Redes nacionais de internet deveriam ser poderosas, rápidas, acessíveis, redundantes e seguras. A rede brasileira é cara e muito, muito ruim. As operadoras oferecem um serviço medíocre, fingem que vendem uma velocidade e entregam uma muito menor. O cai-cai é constante. O governo colabora para piorar as coisas com seus impostos absurdos e sua burocracia infernal, que atrapalham novos investimentos. Já destruímos nossa rede de trens de passageiros, estamos agora sucateando nossas estradas de rodagem, nossos portos são a imagem de gargalos, nossos aeroportos são uma armadilha. E a internet, que mal nasceu, já está nesse estado. Vivemos como se não houvesse amanhã. Reclamar desse estado de coisas é ser contra o Brasil? Do jeito que vejo, ser contra o Brasil é deixar as coisas ficar como estão. ↙

Dagomir Marquezi, 60 anos, dividiu sua vida entre o jornalismo e a ficção. Escreveu novelas, musicais e roteiros de cinema. Há 15 anos acompanha a tecnologia em sua coluna na INFO.

INFO

1/30/14 6:54 PM


1056452-INFO EXAME NACIONAL-1_1-1.indd 37

30/01/2014 19:26:00


i d e i a s // i n s i d e i n f o r m a t i o n

Os piOres dias da minha vida A bióloga brasileira presa por 60 dias na Rússia conta que a reação exagerada do país aproximou o Ártico das pessoas

Foram 100 dias de altos e baixos. Cem dias

em que, muitas vezes, minha única companhia era uma fotografa de um grupo de morsas. Foram os dias mais difíceis da minha vida. Mas, a cada manhã, ao acordar, olhava para a foto daqueles mamíferos do Ártico, que dividiam comigo uma minúscula cela na Rússia, e dizia: “É por vocês que estou aqui”. No dia 19 de setembro de 2013, o Arctic Sunrise, navio de campanhas do Greenpeace, foi invadido em águas internacionais por forças antiterroristas russas. Eu e 29 colegas fomos presos, acusados de pirataria e, depois, de vandalismo. Se condenados, poderíamos ficar até 15 anos atrás das grades. Foi uma reação desproporcional. Tudo o que fizemos foi um protesto pacífico com o objetivo de chamar a atenção do mundo para os planos da empresa russa Gazprom de iniciar a exploração de petróleo no Ártico. Durante os 60 dias em que fiquei na prisão, meu único contato com o exterior eram as visitas semanais de minha advogada. Ficava o dia todo na cela. Só tinha direito a 1 hora de caminhada numa pequena sala externa, com paredes de cimento e coberta por um telhado. O único passatempo eram os livros doados pelo Greenpeace à biblioteca da prisão. Não havia um momento de silêncio ou de escuridão. Os alto-falantes nos corredores tocavam música sem parar e as luzes não eram nunca apagadas. Em dez anos no Greenpeace, já havia sido detida por um ou dois dias em outros protestos, mas nada se compara à situação pela qual passamos. Algumas pessoas me perguntam o que uma brasileira faz no Polo Norte enquanto o Brasil se debate em problemas ambientais. A resposta é simples: lutar pelo Ártico é lutar pela Amazônia. Lutar pela Amazônia é lutar pela Antártida. Lutar pela Antártida é lutar pelas forestas da África. As divisões territoriais são criação do ser humano. Os ecossistemas não têm fronteiras. Eles estão interligados por regimes de

3 8

fevereiro 2014

IN338_Coluna Ana Paula.indd 38

|

ana paula maciel

chuva, vento e correntes marítimas. Se o gelo do Ártico derreter — e esse processo já está adiantadíssimo —, não são só as morsas que serão afetadas. Os povos indígenas da Amazônia também serão. Você que está lendo este artigo também será. Portanto, não importa o endereço em que você está lutando. Importa que lute. E nossa luta, por princípio e escolha, é pacífica. Em 40 anos, o Greenpeace nunca usou práticas violentas em seus protestos. Investigamos, expomos e confrontamos pacificamente os responsáveis por crimes ambientais. E a reação, como é de esperar, nem sempre é das melhores. São tentativas desesperadas de governos de calar as vozes que precisam falar. Mas são tentativas frustradas e atrapalhadas. A reação exagerada da Rússia aproximou o Ártico das pessoas de uma maneira que nunca poderíamos imaginar. Voltei para casa sem meus pertences — que foram apreendidos pelos russos —, mas com uma mala cheia de cartas que recebi do mundo inteiro apoiando nossa causa. Mais de 2,6 milhões de pessoas nos enviaram e-mails, mensagens e cartas pedindo nossa liberdade e proteção do Ártico. Sou eternamente grata a elas. Não sinto nenhum arrependimento, pois não fiz nada de errado. Me sinto, sim, honrada por ter feito parte de uma história que não diz respeito apenas à proteção ambiental mas também à defesa do direito de levantar nossa voz quando algo de errado se coloca à nossa frente. Ninguém disse que ia ser fácil mudar o mundo para melhor. Existem riscos em tudo o que fazemos. Se você deixar que sua vida fique paralisada pelo medo, nunca vai fazer nada. Para mudar as coisas é preciso correr riscos. E se aceitei esses riscos é porque sei que eles valem a pena. ↙

Ana Paula Maciel, 31 anos, é gaúcha de Porto Alegre e bióloga. Atua como ativista do Greenpeace desde 2006. Foi presa com outros 29 tripulantes do navio Arctic Sunrise. Ficou nas cidades russas de Murmansk e São Petersburgo até ser libertada.

INFO

1/30/14 5:12 PM


1056325-PLAYBOY-1_1-1.indd 39

30/01/2014 19:26:39


INOVAçÃO

TheWalkingDeaDho UseofCarDsgameof ThronesTheblaCkl isTagenTsofshielDh annibalDráCUlabeT TerCallsaUlsleepy holloW PrePare a PiPoca, cancele os comPromissos e dê uma boa desculPa ao chefe Para folgar. fizemos uma seleção das séries mais quentes que chegarão ao brasil nos Próximos meses ≥ Por thiago tanji

Tela qUenTe

0 0 0

twitter.com/_info facebook.com/revistainfo

IN338_Seriados.indd 40

1/30/14 6:36 PM


o f l h T y

tHe WALkIng DeAD / fox

No início da temporada, os sobreviventes do apocalipse zumbi conseguiram criar uma rotina estável na prisão, e o horizonte de horror parecia mais ameno. Lembre-se, no entanto, que você está assistindo a The Walking Dead e toda a alegria dura até a próxima horda de mortos-vivos atacar. O capítulo que precedeu a pausa para o fim de ano foi digno de um fim de temporada. Durante a tentativa de tomada da prisão pelo grupo liderado pelo Governador (David Morrissey), mais alguns corpos tombaram pelo caminho, como o do bondoso Hershel Greene (Scott Wilson). Nem tudo é tragédia: o vilão também encontrou a morte com uma espada katana transpassada em seu peito. Nos últimos oito capítulos da temporada, novos personagens aparecerão na trama, como o doutor Eugene Porter (Josh McDermitt), um cientista que pode desvendar o motivo da infestação de zumbis. RetoRno da 4ª tempoRada_11 de feveReiRo

0 0 0

Agents of s.H.I.e.L.D. / sony

Ansioso para a estreia de Capitão América 2 — O Soldado Invernal? Uma boa pedida é conferir os novos episódios de Agents of S.H.I.E.L.D., que retornam após um período de pausa em 2013. Os agentes liderados por Phil Coulson (Clark Gregg) continuam a reunir pistas sobre o Projeto Centopeia, que forneceria poderes especiais aos seres humanos. RetoRno da 1ª tempoRada_13 de feveReiRo

sLeepy HoLLoW / fox

Ichabod Crane (Tom Mison) é um professor que atua como espião de George Washington na Guerra de Independência dos Estados Unidos e, durante uma batalha, decepa a cabeça de um combatente inimigo. Séculos depois, o homem retorna à vida, assim como a desafortunada criatura que perdeu parte de seu corpo. O enredo é inspirado na Lenda do Cavaleiro Sem Cabeça, conto escrito pelo americano Washington Irving no século 19. estReia da séRie_4 de feveReiRo

0 0 0

tWItter.com/_Info

IN338_Seriados.indd 41

1/30/14 6:36 PM


INOVAçÃO Drácula / universal

house of carDs / neTflix

0 0 0

A série coloca como protagonista a mais famosa das criaturas de dentes afiados: Vlad Tepes, o Conde Drácula, interpretado por Jonathan Rhys Meyers. O vampiro deseja se vingar de uma ordem secreta que assassinou sua mulher e, para executar o plano, contará com o inusitado auxílio de Van Helsing (Thomas Kretschmann), antagonista de Drácula no romance original, escrito pelo irlandês Bram Stoker. estReIA dA séRIe_13 de mARçO

Com estátuas do Emmy e do Globo de Ouro no currículo, o seriado exclusivo da Netfix chega cheio de moral à segunda temporada. Como no ano passado, os 13 novos episódios serão lançados simultaneamente, prenúncio de um fm de semana inteiro grudado na televisão. Após uma primeira temporada repleta de manipulações políticas, golpes e traições (além de uma morte na conta), Frank Underwood, na interpretação deliciosamente mordaz de Kevin Spacey, chegou à Vice-Presidência dos Estados Unidos. Agora ele quer o cargo político mais importante do mundo, mas o caminho promete não ser tão fácil para Underwood, que será assombrado pelas consequências dos atos cometidos no passado. Robin Wright, como a inescrupulosa mulher de Underwood, e Rooney Mara, que interpreta a jornalista amante do político, são presenças confrmadas. Como Frank Underwood diz no trailer da nova temporada: “Que comece a carnifcina!” estReIA dA 2ª tempORAdA_14 de feVeReIRO

The BlacklisT / sony

Após quase ser liquidado pelo bandidão Anslo Garrick (Ritchie Coster), o criminoso arrependido Raymond Reddington (James Spader) volta a ser caçado pelos agentes do FBI no retorno da série. Com mais 12 episódios, o seriado continuará a exibir a relação entre a agente Elizabeth Keen (Megan Boone) e o dono da lista negra de malfeitores. RetORNO dA 1ª tempORAdA_11 de feVeReIRO

IN338_Seriados.indd 42

1/30/14 6:37 PM


Game of thrones / hBo

Ainda está traumatizado com os acontecimentos do Casamento Vermelho? Então pode reservar mais algumas sessões de terapia, porque a nova temporada de Game of Thrones contará com outra dose de reviravoltas e mortes de personagens importantes. Os dez episódios contemplam os acontecimentos do livro A Tormenta de Espadas, terceiro capítulo de As Crônicas de Gelo e Fogo e, assim como nos anos anteriores, o seriado promete retratar fielmente os acontecimentos descritos pelo americano George R.R. Martin, autor do romance. Enquanto Joffrey Baratheon (Jack Gleeson) e os Lannister acreditam que conquistaram a vitória na Guerra dos Cinco Reis, as outras casas da nobreza de Westeros continuarão a conspirar para chegar ao poder. EstrEia da 4ª tEmporada_6 dE abril

0 0 0

Better call saul / netflix

A legião de fãs desamparados pelo fm de Breaking Bad voltou a encontrar algum sentido na vida após Vince Gilligan, autor do seriado, confirmar a produção do spin-off estrelado por Saul Goodman (Bob Odenkirk), o advogado com uma ficha de delitos capaz de travar o computador de qualquer delegacia. Os atores Bryan Cranston e Aaron Paul já afrmaram publicamente o desejo de participar da série, que será uma espécie de prelúdio de Breaking Bad. Apuramos que o Netfix colocará os episódios no ar poucos dias após a exibição nas telas americanas. EstrEia_novEmbro

hanniBal / a xn

O doutor Hannibal Lecter (Mads Mikkelsen) ganhou mais 13 episódios para exibir sua genialidade, sua loucura e seus apetrechos de cozinha. Série elogiada pelo visual impecável e pela complexidade psicológica, a produção agora aprofundará ainda mais a relação do canibal com o agente Will Graham (Hugh Dancy), que ao fim da primeira temporada (atenção, spoilers) é preso e acusado de se tornar um serial killer. EstrEia da 2ª tEmporada_ 10 dE março

twitter.com/_info

IN338_Seriados.indd 43

1/30/14 6:37 PM


INOVAçÃO

4 4

O prOgramadOr

Luca Giudice, 12 anos, optou por aulas de robótica e programação no colégio

plus.google.com/+INFo

,1B*HUDFDR+DFNHULQGG

30


0 0 0

o ã ç a r ge k e ge

, itais g i d as ue NativiaNças q a as cr apreNdem ão hoje amar ser de r s prog sioNário zes os vi hã, capaue amaN riar o q de c

No ≥ serra e p i l i por f

make julliaNa fraga

,1B*HUDFDR+DFNHULQGG

usser us ha c r a m foto

plus.google.com/+INFo

30


O

0 0 0

professor apaga a luz do laboratório. No mesmo instante, um globo terrestre começa a brilhar, iluminando a sala onde os pais de 15 alunos assistem à apresentação final do curso de robótica. Os adultos filmam, tiram fotos e aplaudem, surpresos com as criações de seus filhos de 12 e 13 anos. É o fim do ano letivo, e o objetivo dos alunos do Colégio Pentágono, de São Paulo, era criar uma luminária que acendesse sozinha assim que a luz do ambiente fosse apagada. Com o software Scratch e uma placa de Arduino, pequeno computador usado para o desenvolvimento de objetos interativos, os estudantes criaram um programa que identifica a luminosidade no ambiente usando um sensor de luz. Assim, quando a claridade da sala fica abaixo de determinado nível — indicado por uma variável —, o software manda uma ordem ao computador para acionar os conectores ligados a uma placa de controle de energia. É isso que faz a lâmpada acender. Quando a variável ultrapassa o valor limite, indicando que há luz no ambiente, o programa manda cortar a corrente elétrica, e o abajur se apaga. Parece complicado, mas quem explica é o estudante Luca Giudice, 12 anos, que faz parte do trio que criou a luminária com o globo terrestre. Luca fala sobre circuitos, conexões e variáveis com a desenvoltura e o entusiasmo de um fanático por

futebol ao comentar a atuação de seu time. Mas o jogo de Luca é outro. Foi o interesse por games que o levou a participar do curso extracurricular que ensina noções de programação, oferecido pela primeira vez pelo colégio no semestre passado. “Eu já era muito ligado em videogame e queria saber como se faz um. É legal porque você pode criar o jogo de seus sonhos”, afirma Luca, que agora quer se matricular em um curso de animação gráfca para games. O software criado pelos garotos do colégio usa códigos diferentes daqueles que formam os programas de computador, mas têm a mesma lógica. No lugar de linhas de scripts, os comandos

plus.google.com/+INFo

,1B*HUDFDR+DFNHULQGG

30


os criadores Alunos do Colégio

Pentágono, de São Paulo, usam Scratch no curso extracurricular de robótica

são sequências de blocos coloridos feitos no programa Scratch. Montados da maneira correta, eles indicam ao computador o que fazer: movimentar o desenho de um gatinho, fazer uma janela surgir ao clique do mouse ou qualquer outra coisa que se imagine, como acender uma lâmpada no globo. O Scratch é uma plataforma de programação gratuita e online, criada no Media Lab do Massachusetts Institute of Technology (MIT) pelo pesquisador Mitchel Resnick, 57 anos. Feito para que crianças criem programas de computador sem precisar de códigos

fotos marcus steinmeyer

,1B*HUDFDR+DFNHULQGG

complicados, o software já tem 2,4 milhões de usuários registrados (71 500 no Brasil), que desenvolveram e publicaram 4,5 milhões de projetos. Metade dos usuários tem de 9 a 16 anos. Mas não é preciso se registrar para brincar. Basta acessar o site do projeto e seguir os tutoriais para aprender a montar os blocos e produzir uma animação. “Quando estudam programação, as pessoas não só aprendem a programar como também programam para aprender”, disse Mitchel Resnick a INFO. O pesquisador do MIT defende que noções de programação devem ser ensinadas às crianças desde cedo. Para Resnick, dominar tecnologia é tão importante quanto aprender a desenhar, escrever ou se comunicar, pois é uma forma de expressar a criatividade.

0 0 0

“Ao programar, as crianças aprendem a solucionar problemas, a comunicar suas ideias e a planejar e estruturar projetos”, afirma Resnick. “Essas habilidades serão úteis não apenas para cientistas da computação mas para qualquer pessoa, independentemente da idade, da experiência, do interesse ou da profissão que optar por seguir.” Iniciativas como a do Scratch já começam a mudar a forma como a geração nascida após o ano 2000 encara a computação e a tecnologia. Com ferramentas desse tipo é fácil entender o funcionamento de um programa usado para controlar uma máquina.

plus.google.com/+INFo

30


0 0 0

E, mais importante, o aprendizado ocorre desde cedo, na fase mais importante da formação de uma pessoa. A boa notícia é que nunca foi tão fácil para um jovem aprender a criar um jogo ou um aplicativo no smartphone utilizando essas ferramentas, a maioria gratuita e disponível online, e muitas já em português. Segundo os especialistas, essa facilidade tem o potencial de criar uma geração com capacidade de dominar não apenas o uso da tecnologia mas sua criação. “A próxima geração já é tecnologicamente mais sofisticada do que a anterior. Mas saber como usar o computador não signifca entender como a tecnologia funciona”, afrma a pesquisadora Jeannette Wing, vice-presidente do centro de pesquisas da Microsoft

e especializada em pensamento computacional, termo que descreve uma maneira de formular instruções que podem ser executadas por um computador ou por uma pessoa. Segundo Jeannette, esse tipo de aprendizado desenvolve a lógica e a abstração, disciplinas que ajudam a encontrar soluções para problemas complexos em qualquer situação. Programar é uma forma de estimular os sentidos. “Quanto mais pessoas aprenderem ciência da computação, mais tecnologias novas veremos no futuro”, afrma a pesquisadora.

plus.google.com/+INFo

,1B*HUDFDR+DFNHULQGG

Para compor uma sociedade mais instruída, o Reino Unido vai incluir aulas de computação no currículo escolar no próximo ano letivo, que começará em setembro. A iniciativa faz parte de uma reforma no ensino que começou a ser planejada em 2011 para revisar o currículo escolar, de 1988. Inglesinhos de 5 anos vão aprender a criar programas simples, para entender o funcionamento de um software ou os algoritmos. Os estudantes, de 11 a 14 anos, devem ser capazes de usar duas ou mais linguagens de programação para resolver problemas de computação. No Brasil não há iniciativa semelhante, mas existem condições para isso. O país tem uma população jovem que já

foto marcus steinmeyer

30


O prOfessOr Rodrigo Assirati Dias coordena um grupo de educadores que estudam os benefícios dos cursos de programação em escolas de São Paulo

nasceu conectada. Crianças e jovens de 2 a 17 anos representam hoje um quarto dos usuários de internet no país, ou 11,8 milhões de pessoas. Na faixa mais nova, de 2 a 11 anos, os brasileiros passam, em média, 20 horas por mês no computador, mais do que em outro país pesquisado pelo Ibope Nielsen, que fez o estudo em outubro. Nos Estados Unidos, os pequenos passam 9 horas conectados, menos da metade do tempo dos brasileiros. “Os novos projetos para ensinar crianças a programar são mais um sinal de que a geração pós-milênio está se aprofundando no digital”, disse a INFO o economista americano Neil Howe, um dos principais pesquisadores das mudanças demográfcas entre gerações. “Estamos começando a ver aplicativos e programas voltados para uma grande diversidade de jovens. Eles já não fcam restritos a poucos privilegiados. No longo prazo, isso pode reduzir a defasagem tecnológica entre os trabalhadores no mundo”, diz Howe. É isso que quer o iraniano Hadi Partovi, 40 anos. Formado em ciência da computação pela Universidade Harvard, Partovi enriqueceu ao vender as três empresas que criou e tornou-se um investidor conhecido no Vale do Silício. Facebook, Dropbox e Airbnb estão entre seus investimentos. Em todas essas companhias o empresário notou uma semelhança: a difculdade de encontrar mão de obra qualifcada para as vagas de desenvolvedores de software. No fm de 2011, ele planejou criar um vídeo para estimular jovens a aprender programação

usando o depoimento de nomões da tecnologia. Steve Jobs seria o primeiro, mas o fundador da Apple morreu antes de o projeto deslanchar. Partovi pensou: “E se eu tiver só mais dez anos de vida?” O investidor percebeu que precisava fazer algo maior para solucionar o problema que afeta não só as empresas de tecnologia mas todo o mercado. Assim, ele e o irmão gêmeo, Ali, criaram, em fevereiro do ano passado, a Code.org, organização sem fins

Code.org fez sua primeira grande iniciativa: um projeto para que escolas, educadores e alunos em todo o mundo desenvolvessem 1 hora de programação entre os dias 9 e 15 de dezembro. A organização reuniu numa página online diversas atividades para jovens, entre elas jogos e tutoriais que usam o Scratch e ferramentas desse tipo. A semana foi aberta com um vídeo do presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, chamando os jovens para participar. Qualquer pessoa podia fazer as atividades e,

A progrAmAção desenvolve A lógicA e A AbstrAção, disciplinAs que AjudAm nA solução de problemAs lucrativos para promover o ensino de programação nas escolas dos Estados Unidos. Logo no lançamento, o projeto recebeu o apoio de 60 pessoas, incluindo Bill Gates, Mark Zuckerberg, Jack Dorsey, o cantor Will.i.am e políticos como Al Gore e Michael Bloomberg. A entidade conseguiu ainda o financiamento de Google, Microsoft, Amazon e LinkedIn. “Depois que o vídeo alcançou 11 milhões de visualizações, decidi dedicar minha vida a essa causa”, disse Partovi a INFO. Há dois meses, a

segundo a organização, 15 milhões de alunos em 170 países fizeram as aulas, entre eles 115 000 brasileiros. O professor Rodrigo Assirati Dias, 36 anos, responsável pela área de tecnologia educacional de um colégio particular de São Paulo, foi um dos brasileiros que organizaram uma atividade como parte do projeto da Code.org. O objetivo era criar um editor de imagens simples usando uma plataforma educacional de desenvolvimento de aplicativos chamada App Inventor, criada no MIT — uma das atividades propostas pelo projeto Code.org.

0 0 0

plus.google.com/+INFo

,1B*HUDFDR+DFNHULQGG

30


Mitchel Resnick, o cRiadoR do scRatch Por que estimul ar os jovens a aPrender Programação? Em mui-

0 0 0

tas partes do mundo, os jovens estão cercados por aparelhos digitais e têm facilidade para usá-los, mas a maioria deles tem pouca experiência em criar algo para a mídia digital. Do modo como vejo, eles não são fluentes nas novas tecnologias. É como se pudessem ler, mas não escrever. Entendo as linguagens de programação como uma extensão da escrita. A habilidade de programar permite “escrever” novos tipos de coisa, como histórias interativas, games, animações.

aulas que ensinam ConCeitos de ComPutação devem ser inCluídas no CurríCulo esColar? Aprender a escrever bem é importante para todos, mesmo para aqueles que não vão se tornar escritores profissionais. Da mesma maneira, é importante que todo mundo aprenda a programar, mesmo que não vá trabalhar com desenvolvimento de software. Por isso acho que as escolas deveriam ensinar todos a programar, da mesma forma que ensinam todos os alunos a escrever. Para que as crianças de hoje participem ativamente da sociedade no futuro, elas precisam saber programar.

Rodrigo Dias é o organizador de um grupo que reúne coordenadores de tecnologia de 23 colégios particulares de São Paulo. Juntos, eles têm adotado o ensino de programação para esti mular os alunos a desenvolver o raciocínio e a lógica. São atividades extracurriculares que começaram a ser oferecidas em 2013 pelos professores. “A programação será útil para qualquer carreira que o aluno seguir”, afirma Dias. Em uma das escolas do grupo, o Colégio Rainha da Paz, uma turma do ensino médio criou um game educacional para tablets com exercícios de matemática voltados para crianças. “Depois do projeto, consegui entender como um aplicativo é feito”, afirma o estudante Gustavo Kiss, 16 anos. “Outro dia estava jogando Temple Run no celular e fiquei imaginando como seria o código para fazer o personagem se movimentar.” Em março de 2012, a professora e designer britânica Clare Sutcliffe conheceu a desenvolvedora Linda Sandvik em uma conferência. Ambas se interessavam pelo ensino de programação para crianças e começaram

a bolar um plano para melhorar o aprendizado das próximas gerações. O que começou com a ideia de organizar maratonas de programação se tornou um projeto muito maior: reunir desenvolvedores voluntários para dar aulas de programação nas escolas do Reino Unido para crianças de 9 a 11 anos. As inglesas lançaram, então, o projeto CodeClub com o plano de chegar a um quarto das 21 000 escolas da Grã-Bretanha até 2015. A iniciativa teve o apoio do Google e hoje já são 1 668 “clubes” no Reino Unido e 142 em outros países. A organização fornece o material para os professores voluntários, que ficam responsáveis pelas aulas de programação. O brasileiro Everton Hermann, 31 anos, mora na França desde 2006 e assistiu ao vídeo de uma palestra da criadora do CodeClub. Entrou em contato com a britânica e se ofereceu para traduzir o material das aulas para o português e mobilizar grupos de voluntários no Brasil.

em ilhabela, no litoral Paulista, 13 esColas PúbliCas já usam material do CodeClub no ensino

plus.google.coM/+inFo

,1B*HUDFDR+DFNHULQGG

o veterano Vitor Sternlicht começou a programar aos 8 anos. Com 13 fez seu primeiro app. Hoje, aos 15, cria comandos de robôs na escola

ilustração evandro bertol

30


0 0 0 plus.google.com/+INFo

,1B*HUDFDR+DFNHULQGG

foto marcus steinmeyer

30


0 0 0

Uma das pessoas que procuraram Hermann foi Francisco Moura, 36 anos, gerente de tecnologia da Secretaria Municipal de Educação de Ilhabela, cidade de 28 000 habitantes no litoral paulista. Moura decidiu fazer um experimento e ofereceu as aulas do CodeClub como atividade extracurricular nos laboratórios de tecnologia de 13 escolas públicas do município. As primeiras turmas reuniram 70 alunos com idade entre 9 e 13 anos, escolhidos porque tinham mais habilidade com tecnologia. Eles fizeram o curso de setembro a dezembro do ano passado. Agora, em 2014, o plano é oferecer as aulas de programação para qualquer estudante da rede pública municipal que estiver interessado. “As aulas com Scratch trabalham a criação e a conscientização da programação. É importante para desmitificar a ideia de que programar é um bicho de sete cabeças”, afirma Moura. A pesquisadora Scheila Martins, 37 anos, especializada em tecnologia educacional, classifica essas iniciativas adotadas por colégios brasileiros como ainda experimentais. “São projetos destinados a alunos a partir de 10 anos que utilizam versões de ferramentas como Scratch, Logo, Alice e RoboCod”, diz Scheila, que defende uma atualização ampla do currículo escolar para incluir o ensino de computação de forma mais estruturada. “É preciso que a academia e a escola criem mecanismos para se reinventar e corresponder às reais necessidades dos estudantes e da sociedade.”

Onde aprender Scratch

scratch.mit.edu/ Uma das plataformas educativas mais conhecidas e usadas. Basta organizar blocos de instruções para criar animações e jogos. Tem bons tutoriais e versão em português. // Gratuito

hopScotch

gethopscotch.com/ Aplicativo para que crianças programem jogos e animações usando blocos de instruções. Para iOS. // Gratuito

tynker

tynker.com/ Curso com 16 aulas em vídeo, e em inglês. Voltado para crianças de 9 a 14 anos, ensina programação com games.

// 50 dólareS por eStudante

liGht-bot

light-bot.com/ Game para smartphones e tablets que ensina às crianças conceitos de programação ao criar sequências de comandos para controlar um robô virtual. //

2,99 dólareS (ioS) e 6,71 reaiS (android)

app inventor

appinventor.mit.edu/ Mais complexa do que o Scratch, a plataforma também criada pelo MIT foi feita para ensinar leigos a criar apps para celular. // Gratuito

codecademy

codecademy.com/pt Tem tutoriais e exercícios em inglês que ensinam linguagens de programação usadas para criar principalmente sites e aplicativos. // Gratuito

plus.google.com/+INFo

,1B*HUDFDR+DFNHULQGG

30


Foi nas primeiras aulas de robó­ tica, aos 8 anos, que o estudante Vitor Sternlicht começou a se interessar por programação. Aos 13, durante as férias, resolveu estudar a lingua­ gem Java para criar aplicativos para Android. Desenvolveu, então, seu primeiro aplicativo, o freeWalker, como parte de um projeto da compe­ tição de robótica First Lego League. O programa é um sistema de alerta para idosos. Quando o aplicativo re­ conhece qualquer movimento brusco, como uma queda, ele pergunta ao usuá­ rio se está tudo bem. Se o idoso aperta o botão dizendo que algo está errado, o app envia uma mensagem de texto para o número de celular cadastrado, com a localização da pessoa no Google Maps. “Se ele não responder em 30 segundos, a mensagem é enviada automatica­ mente”, afrma Vitor, hoje com 15 anos. Seu mais recente projeto é um robô de peças especiais de Lego que também foi criado para a competição First Lego League, desenvolvido com colegas do colégio Dante Alighieri, de São Paulo. Vitor ficou responsável pela progra­ mação do robô e criou os comandos para fazer com que ele se movimente. Jovem habilidoso para programa­ ção, Vitor diz que o conhecimento de lógica o ajuda a entender melhor ques­ tões de disciplinas como matemática e física, além de lhe dar mais poder so­ bre a tecnologia. “A gente aprende que pode transformar qualquer ideia em um aplicativo ou em um robô e assim resolver um problema”, afirma Vitor. Para fazer com que mais jovens dominem a tecnologia, agora sur­ gem projetos voltados para crianças

ainda mais novas, a partir dos 5 anos de idade. A startup Play­i desenvolveu dois robôs de brinquedo que podem ser controlados pelas crianças no ta­ blet. Elas devem montar sequências de instruções, em desenhos, para fazer com que o brinquedo se movimente. Fundada pelo ex­engenheiro do Google Vikas Gupta, a empresa iniciou a pré­venda dos robozinhos em 2013 e começa a entregá­los neste ano. “Estamos criando uma inter­ face de programação para crianças que não requer nenhuma habilidade de leitura ou escrita. É uma língua

a frente, outra o faz virar à direita, por exemplo. “A diversão é organizar as instruções em uma sequência lógica, o que representa a programação em sua forma mais básica”, diz o criador do projeto, Filippo Yacob, 26 anos. “As crianças aprendem ao comandar o robô, o que dá a elas uma representação visual das sequências de instruções.” O americano Larry Rosen, psicólo­ go e educador que estuda o impacto da tecnologia no comportamento, afrma que esse tipo de aprendizado ajuda as crianças a se empenhar para atingir um objetivo. “A programação estimula

A próximA gerAção será mAis sociAl e impAciente, porque terá tecnologiAs que trAbAlhAm rápido A seu fAvor universal e pode ser usada logo no iní­ cio da infância”, disse Gupta a INFO. Outro brinquedo parecido é um tipo de jogo de tabuleiro simples, da startup Primo.io. Lançado em uma campanha de financiamento no site Kickstarter que arrecadou 223 000 reais, o jogo estimula crianças a montar peças para fazer um robozinho se mo­ vimentar. Uma peça o faz andar para

a ter paciência e foco, já que é difícil criar um software se a pessoa se dis­ trai constantemente”, diz Rosen. “As crianças nascidas depois do ano 2000 serão a geração mais social e também a mais impaciente, porque estão cres­ cendo acostumadas a uma tecnologia que trabalha rapidamente a seu fa­ vor. E, se não for rápido, elas também não vão esperar que algo aconteça.” Luca Giudice, o garoto que criou o globo terrestre que acende, já nota di­ ferença em seu entendimento da tecno­ logia após as aulas de robótica. “Todo mundo acha que é difícil programar e criar um jogo, mas, quando você usa o Scratch, percebe que é bem simples.” ↙

0 0 0

plus.google.com/+INFo

,1B*HUDFDR+DFNHULQGG

30


0 5 4

IN338_Facebook.indd 54

feVereIrO 2014

|

1990

Zuckerberg começa a estudar programação

≥ por gustavo poloni

Quando foi criado, em 2004, o facebook não era um site de relacionamento muito diferente dos outros, como orkut ou myspace. reunia amigos Que trocavam mensagens. mas desde o primeiro dia a rede social de mark Zuckerberg já causou frisson. seja pela polêmica da acusação de ter roubado a ideia inicial, seja pela compulsão das pessoas pelo serviço. em deZ anos, tornou-se a maior rede social do mundo, com 1,19 bilhão de usuários. veja aQui os momentos marcantes da história do facebook e um Questionamento sobre Qual será seu futuro

UmA décAdA de cUrtiçãO

Filho de um dentista e de uma psiquiatra, Mark Elliot Zuckerberg nasce em White Plains, pequena cidade no estado de Nova York

Maio de 1984

INOVAçÃO

INFO

1/30/14 6:25 PM


INFO

IN338_Facebook.indd 55

|

fevereiro 2014

0 5 5

1/30/14 6:25 PM

JANEiRO DE 2004

AgOsTO DE 2004

Os Jogos Olímpicos acontecem em Atenas

Zuckerberg mora numa casa sem internet a duas quadras da sede do The Facebook. A manutenção do site custa 85 dólares por mês

mARçO DE 2004

The Facebook expande para as universidades Stanford, Columbia e Yale. Alunos cabulam aula para fcar no site

mAiO DE 2004

Numa série de ataques coordenados, dez bombas explodem em trens em Madri, matando 191 pessoas

mARçO DE 2004

Zuckerberg paga uma taxa de 35 dólares e registra o endereço thefacebook.com

OUTUBRO DE 2003

Pega sem autorização 22 000 fotos do diretório da universidade e cria o Facemash, site que compara os atributos físicos de alunos. No primeiro dia, 450 pessoas acessam o site

1996

Desenvolve seu primeiro programa: o ZuckNet, serviço de comunicação instantânea para o consultório do pai

ABRil DE 2004

JUNhO DE 2004

FEvEREiRO DE 2004

Mark Zuckerberg funda o The Facebook no quarto H33 de Harvard, com Chris Hughes, Dustin Moskovitz e o brasileiro Eduardo Saverin. O nome é o mesmo do livro que reúne alunos e funcionários da universidade. Em 24 horas, 1 200 se cadastram

Zuckerberg larga a universidade e muda a sede do The Facebook para Palo Alto, no Vale do Silício. Recebe aporte de 500 000 dólares, soma 150 000 usuários e começa a vender publicidade. Sean Parker, criador do Napster, torna-se presidente

O The Facebook soma 38 000 usuários em 12 universidades. São 1 000 novos cadastros por dia

NOvEmBRO DE 2003

Dois veteranos de Harvard, os gêmeos remadores Cameron e Tyler Winklevoss, pedem que Zuckerberg crie um site chamado HarvardConnection.com

2002

Zuckerberg completa 18 anos e vai para a Universidade Harvard


0 5 6

IN338_Facebook.indd 56

fevereiro 2014

|

INFO

1/30/14 6:25 PM

agosto De 2006

março De 2006

Marcos Pontes é o primeiro astronauta brasileiro a ir ao espaço

agosto De 2005

O Facebook perde o artigo “the” na frente do nome. O novo endereço do site, facebook.com, custa 200 000 dólares. Alunos de escolas de ensino médio são autorizados a se cadastrar no site

É lançado o API do Facebook, ferramenta que permite criar aplicativos para ser usados no site

Funcionários de empresas também ganham autorização para se cadastrar no Facebook, desde que tenham um e-mail corporativo

maio De 2006

O Facebook lança o serviço Photos, que permite aos usuários postar fotos no site. O site expande para Inglaterra, Irlanda, Canadá, Austrália e Nova Zelândia

outubro De 2005

Bandidos invadem o cofre da sede do Banco Central em Fortaleza e levam 154 milhões de reais, o maior assalto da história do Brasil

agosto De 2005

abril De 2005

Morre o papa João Paulo II. Em seu lugar assume o alemão Bento 16

setembro De 2004

É lançado o Facebook Wall, local onde os usuários podem postar informações. Os gêmeos Winklevoss entram com uma ação contra Zuckerberg alegando plágio

abril De 2006

Aos 22 anos, Zuckerberg recusa uma oferta de compra no valor de 1 bilhão de dólares do Yahoo!

Julho De 2006

Julho De 2006

É lançado o Twitter, rede que permite às pessoas postar mensagens de até 140 caracteres

O Facebook lança uma versão móvel do serviço para aqueles que querem acessar o site usando smartphone

Dezembro De 2005

O faturamento do site aumenta quase 24 vezes e atinge 9 milhões de dólares. O número de usuários vai a 6 milhões

O piloto espanhol Fernando Alonso, da escuderia Renault, tornase o mais jovem campeão da história da Fórmula 1 ao cruzar a linha de chegada em terceiro lugar no GP Brasil

setembro De 2005

Dezembro De 2004

Um terremoto de 9,3 pontos na escala Richter provoca um tsunami que atinge vários países do Sudeste Asiático, matando cerca de 200 000 pessoas

Mais de 800 universidades entram no The Facebook. O fundo Accel Partners investe 13 milhões de dólares

maio De 2005

Dezembro De 2004

O site atinge a marca de 1 milhão de usuários e receita de 382 000 dólares


INFO

IN338_Facebook.indd 57

|

fevereiro 2014

0 5 7

1/30/14 6:26 PM

O Facebook acerta a venda de 1,6% da empresa para a Microsoft no valor de 240 milhões de dólares e surge uma parceria para a venda de anúncios

outubro de 2007

dezembro de 2006

A receita do site sobe para 48 milhões de dólares

JaNeiro de 2008

O Facebook patrocina um debate realizado na rede de televisão ABC para a corrida presidencial nos Estados Unidos

maio de 2007

É apresentada a Plataforma Facebook, com 65 desenvolvedores e 85 aplicativos. Ela permite que programadores desenvolvam apps para compartilhar fotos e disputar jogos online. É a ferramenta que permite o surgimento de games, como o Farmville, da Zynga

outubro de 2006

Luiz Inácio Lula da Silva é reeleito presidente do Brasil

Os irmãos Winklevoss chegam a um acordo para receber 65 milhões de dólares, mas mudam de ideia e pedem mais

Fevereiro de 2008

Novembro de 2007

Fevereiro de 2008

JaNeiro de 2007

Steve Jobs anuncia o lançamento da primeira geração do iPhone, aparelho que revolucionou o mercado de smartphones

Elon Musk, fundador da Tesla Motors, recebe o primeiro modelo do Roadster, primeiro carro elétrico a ser produzido em série

Julho de 2007

O Cristo Redentor é eleito uma das sete novas maravilhas do mundo

A empresa apresenta o Beacon, que passa as informações de atividades dos usuários para dezenas de sites. Com novos protestos sobre privacidade, o Facebook oferece mais controle sobre os dados pessoais. Lança o Facebook Pages

Julho de 2007

Número de usuários cadastrados: 30 milhões. É lançada a ferramenta que permite postar vídeos

O conteúdo passa a ter a opção Compartilhar, e o site soma 9,3 milhões de usuários

Novembro de 2006

Setembro de 2006

O Facebook é aberto a todos. Basta ter mais de 13 anos e e-mail válido. Surge o News Feed, que reúne num só lugar os posts dos amigos. A área torna-se popular e suscita as primeiras reclamações sobre privacidade. “Acalme-se. Respire. Estamos te ouvindo”, diz Zuckerberg. Em carta, o fundador do Facebook se desculpa pelo problema


0 5 8

IN338_Facebook.indd 58

fevereiro 2014

|

INFO

1/30/14 6:26 PM

Janeiro de 2010

O Rio de Janeiro é escolhido para sediar os Jogos Olímpicos de 2016

outubro de 2009

O Facebook apresenta o botão Curtir, que logo se transforma no símbolo do site e de uma geração

Fevereiro de 2009

seteMbro de 2008

O banco Lehman Brothers entra com pedido de falência, dando início a uma grave crise econômica mundial

Apresentado por Steve Jobs, o iPad inaugura uma nova categoria de mercado: a dos tablets

O governo chinês anuncia bloqueio ao Facebook

Julho de 2009

dezeMbro de 2008

É lançado o Facebook Connect, evolução da plataforma do site. A receita chega a 272 milhões de dólares

Julho de 2008

Com a inauguração da loja de aplicativos da Apple, tem início a chamada Economia dos Apps. O iPhone ganha um app para acessar o Facebook

Março de 2008

O Facebook anuncia a contratação de Sheryl Sandberg, executiva do Google. Zuckerberg torna-se o bilionário mais jovem do mundo

agosto de 2008

Ao completar 200 milhões de cadastrados, o Facebook passa a operar no azul

seteMbro de 2009

Junho de 2009

O Facebook ultrapassa o Myspace como o líder de audiência entre as redes sociais dos Estados Unidos. Um bilhão de fotos são publicadas por mês

dezeMbro de 2009

Barack Obama assume como o primeiro presidente negro dos Estados Unidos

Janeiro de 2009

Receita: 777 milhões de dólares. Funcionários: 1 219

Morre o cantor americano Michael Jackson

Junho de 2009

Zuckerberg escreve: “Hoje atingimos um marco – 100 milhões de pessoas no mundo usam o Facebook. Só queria aproveitar o momento para dizer obrigado”

O primeiro smartphone com sistema operacional Android é lançado nos Estados Unidos

outubro de 2008

abril de 2008

Os usuários ganham o Chat, ferramenta para se comunicar instantaneamente com os amigos


INFO

IN338_Facebook.indd 59

|

fevereiro 2014

0 5 9

1/30/14 6:26 PM

outubro de 2010

Já são mais de 500 milhões de usuários

Julho de 2010

O presidente americano, Barack Obama, visita a sede do Facebook em Palo Alto

Abril de 2011

A Rede Social ganha três Oscar: Melhor Edição, Melhor Roteiro Adaptado e Melhor Trilha Sonora. Surgem a feature Grupos, para assuntos de interesse, e a opção casamento gay no status

Fevereiro de 2011

Faturamento chega a 1,974 bilhão de dólares. Zuckerberg é eleito Personalidade do Ano pela revista Time e diz que doará metade da fortuna para caridade ao longo da vida. A Microsoft revela que tentou, sem sucesso, comprar a empresa por 15 bilhões de dólares

dezembro de 2010

Estreia o flme A Rede Social, com a história de Zuckerberg e a batalha legal com os Winklevoss. O flme recebe oito indicações ao Oscar. Zuckerberg aluga salas de cinema para que os funcionários assistam. O app para iPad é lançado

Cerca de 2 bilhões de pessoas assistem pela TV ao casamento do príncipe William com Catherine Middleton, realizado em Londres

Abril de 2011

Com a ajuda de redes sociais como o Facebook, começam os protestos que fcariam conhecidos como Primavera Árabe

dezembro de 2010

outubro de 2010

Dilma Roussef é eleita a primeira presidente mulher do Brasil

Julho de 2010

O Solar Impulse é o primeiro avião movido a energia solar a completar um voo de 24 horas

mAio de 2011

Zuckerberg diz, em e-mail para a revista Fortune, que quase virou vegetariano porque a única carne que come é a de animais que ele mesmo mata. Sabe-se que já matou um porco e uma cabra

mArço de 2011

A empresa realiza a primeira edição do Facebook Hacker Cup

JANeiro de 2011

Numa nova rodada de investimentos, o Facebook recebe 500 milhões de dólares. É avaliado em 50 bilhões de dólares

Um em cada 12 habitantes do planeta acessa o Facebook. Eles falam 75 idiomas e gastam 700 bilhões de minutos no site ao mês

Novembro de 2010

Usuários do Facebook podem fazer check-in nos lugares e compartilhar

Agosto de 2010

Abril de 2010

Novembro de 2010

mAio de 2011

O presidente americano, Barack Obama, anuncia que o terrorista Osama bin Laden foi morto durante uma ação militar no Paquistão

A Microsoft lança o Kinect, sensor de movimento que permite jogar videogame sem usar o controle

O Graph API é a nova interface de programação do Facebook, e os social plug-ins são módulos que permitem a qualquer um se integrar à plataforma


0 6 0

IN338_Facebook.indd 60

fevereiro 2014

|

INFO

1/30/14 6:27 PM

Junho de 2012

agoSto de 2012

O valor das ações do Facebook despenca e atinge 19,82 dólares, quase metade do preço estabelecido para o IPO

Junho de 2012

De olho no sucesso do Twitter, o Facebook anuncia que é possível usar hashtags em seu site

#

Fevereiro de 2012

O Facebook entra com pedido de oferta pública de ações, IPO, na sigla em inglês. Apresenta novas formas de publicidade

outubro de 2011

“Steve, obrigado por ser mentor e amigo. Obrigado por mostrar que o que você constrói pode mudar o mundo. Vou sentir sua falta”, postou Zuckerberg sobre a morte de Steve Jobs. Teve 580 000 curtidas

Junho de 2011

Surge o concorrente Google+

No Rio de Janeiro acontece a Rio+20, conferência da ONU sobre desenvolvimento sustentável

O Facebook desembolsa 1 bilhão de dólares pelo Instagram. Revela que vai usar o símbolo FB na bolsa Nasdaq

abril de 2012

A empresa ganha novo endereço: 1 Hacker Way, Menlo Park, California. Receita: 3,711 bilhões de dólares. Funcionários: 3 200

dezembro de 2011

O mundo atinge a marca de 7 bilhões de habitantes

outubro de 2011

Junho de 2011

Os irmãos Winklevoss encerram o processo contra Zuckerberg. A empresa anuncia o lançamento de um sistema de videoconferência

Julho de 2012

O cantor sul-coreano Psy posta no YouTube o videoclipe da música Gangnam Style, que se transformaria no primeiro da história do site a atingir a marca de 1 bilhão de acessos

maio de 2012

março de 2012

Após 244 anos no mercado, a Enciclopédia Brittanica anuncia o fm de sua edição impressa

As ações chegam a 42,05 dólares, no início do pregão. Ao fnal, mais de 500 milhões de ações são negociadas, e a empresa é avaliada em 100 bilhões de dólares. Um dia após o IPO, Zuckerberg casa-se com a namorada, Priscilla Chan. Sua mudança de status é curtida por 1 milhão de pessoas, recorde histórico

março de 2012

novembro de 2011

O Facebook chega a um acordo com o governo a respeito de privacidade. Permite que auditores independentes revisem as regras nos próximos dois anos. Passa a pedir aprovação dos usuários para mudar a forma como lida com dados pessoais

Zuckerberg sobe para a 14a posição no ranking dos bilionários da Forbes, com fortuna estimada em 17,5 bilhões de dólares

Janeiro de 2012

A Timeline do Facebook passa a ser obrigatória

Setembro de 2011

Lançada a Timeline para melhorar e atualizar o Facebook Profle. A novidade é opcional e recebida com críticas


INFO

IN338_Facebook.indd 61

|

fevereiro 2014

0 6 1

1/30/14 6:27 PM

Usuários únicos: 1,19 bilhão de pessoas. Dessas, 728 milhões acessam o site diariamente e 874 milhões o fazem por meio de smartphones e tablets. Funcionários: 5 794 no mundo. Fortuna de Zuckerberg: estimados 19 bilhões de dólares

Setembro de 2013

abril de 2013

“O Facebook responde por 23% do tempo que as pessoas passam nos smartphones”, diz Zuckerberg. Atrás vêm Google Maps e Instagram. Zuckerberg começa a dar aula em escola sobre como construir um negócio

Após reclamações, o Facebook anuncia que vai parar de exibir posts patrocinados na Timeline a partir de 9 de abril. Na Califórnia, a empresa é processada por espionar mensagens privadas. Número de adolescentes de 13 a 17 anos cai 25,3% desde 2011

Janeiro de 2014

O Facebook anuncia um novo design para o botão Curtir, que já aparece cerca de 22 bilhões de vezes ao dia em 7,5 milhões de páginas da internet. Zuckerberg oferece 3 bilhões de dólares pelo aplicativo Snapchat, mas não leva

novembro de 2013

Janeiro de 2013

O serviço Graph Search é lançado e permite fazer buscas mais relevantes dentro da rede social. “Nosso objetivo é fazer do mundo um lugar mais aberto e conectado”, diz Zuckerberg

outubro de 2012

600 milhões acessam o Facebook de smartphones e tablets, de um total de 5 bilhões de aparelhos móveis disponíveis no mundo. Os usuários têm em média 22 anos

Fevereiro de 2013

Cientistas americanos usam impressora 3D para criar orelha humana com colágeno e células animais

Fevereiro de 2014

dezembro de 2013

Morre Nelson Mandela, ex-presidente sul-africano e um dos principais ativistas na luta contra a segregação racial

O Facebook completa dez anos

dezembro de 2013

Empresa de monitoramento Scup mostra que 89,5% dos profssionais de marketing consideram o Facebook o principal site em sua estratégia de redes sociais, e 46% discordam que o site esteja morrendo

outubro de 2013

Estudo da Piper Jafray’s diz que o Facebook é a rede social mais importante para 23% dos adolescentes americanos, atrás do Twitter. Zuckerberg compra, por 30 milhões de dólares, as quatro casas construídas ao redor de sua propriedade

Em evento, Zuckerberg diz que seu objetivo é ter 5 bilhões de pessoas no Facebook. Cria o internet.org, projeto para ajudar pessoas carentes a acessar a internet

agoSto de 2013

Zuckerberg anuncia a doação de 500 milhões de dólares para uma ONG no Vale do Silício. O número de funcionários aumenta 44% e chega a 4 619

dezembro de 2012

Setembro de 2012

“A performance das ações tem sido decepcionante e nos importamos com os investidores”, diz Zuckerberg na primeira aparição após o IPO. O Facebook atinge 1 bilhão de pessoas cadastradas. Se fosse um país, seria o terceiro mais populoso do mundo


INOVAテァテグ

,1B,QYDVRHV%DUEDUDVLQGG

30


invasões bárbaras ≥ Por marcus vinícius brasil ≥ ilustração artnet digital

Pesquisas recentes aPontam queda constante no número de adolescentes no Facebook, inclusive no brasil, enquanto aPPs Para smartPhones, como WhatsaPP e snaPchat, crescem dia a dia. eles Podem ameaçar o imPério de mark Zuckerberg?

0 0 0 twitter.com/_info

,1B,QYDVRHV%DUEDUDVLQGG

$0


0 0 0

N

No fm de 2012, Mark Zuckerberg tomou um avião de Menlo Park para Los Angeles, onde tinha um encontro secreto marcado com Evan Spiegel, cofundador do Snapchat, aplicativo que faz com que vídeos e fotos trocados desapareçam automaticamente após serem visualizados pelos destinatários. Na época, o Facebook se preparava para lançar um serviço concorrente, chamado Poke. Segundo diria Spiegel mais tarde, a mensagem transmitida por Zuckerberg naquele encontro foi bastante clara: “Esmagaremos vocês.” O Poke não foi o sucesso estrondoso que o Facebook imaginava e logo vazou a informação de que Zuckerberg havia feito, naquela reunião, uma proposta de compra a Spiegel, que, segundo analistas, teria chegado a 3 bilhões de dólares, três vezes mais do que o valor pago pelo Instagram, em abril de 2012. Spiegel recusou-se a vender o Snapchat.

Nenhuma das partes havia se manifestado sobre a oferta. Mas, no mês passado, Spiegel confirmou à revista Forbes ter recebido a proposta. Disse o empreendedor de 23 anos à revista: “Há pouquíssimas pessoas no mundo que conseguem construir um negócio como este. Trocá-lo por um ganho de curto prazo não é muito interessante.” Mas o que levou o fundador do Snapchat a pensar que sua startup renderia mais — ou tanto quanto — a oferta do maior império social da internet? Estimativas apontam que o Snapchat conta atualmente com 50 milhões de usuários, cuja idade média gira em torno dos 18 anos. Essa faixa etária coincide com a fatia demográfica que aos poucos está deixando de usar o Facebook, de acordo com pesquisas recentes. Agora ligue os pontos.

O mapa da internet e das mídias sociais passa pela maior transformação desde seu surgimento, e até os grandes impérios estão vulneráveis em novas fronteiras. Os protagonistas dessas invasões ao reino consolidado no desktop são os aplicativos móveis, como o Snapchat, que têm funcionalidades limitadas, mas atraem adolescentes justamente pela simplicidade e por terem sido forjados na era mobile, em que a velocidade e a praticidade imperam. “Nossa visão é que o uso do Facebook entre os adolescentes vai continuar caindo”, disse a INFO o analista Jason Mander, da Global Web Index, consultoria americana especializada em análise do comportamento online. “Existe uma clara tendência de queda nessa faixa etária nas últimas cinco séries da pesquisa, e isso deverá persistir.” A consultoria é categórica na avaliação de que o destino desses jovens que estão abandonando o barco do Facebook está nos apps usados em dispositivos móveis para a troca de mensagens. A lista é enorme e reúne, além do Snapchat, nomes como WhatsApp, KiK, Popcorn e WeChat (veja o quadro). A fuga dos adolescentes já havia sido informada pelo próprio Facebook na divulgação dos resultados do terceiro trimestre de 2013. Segundo a Global Web Index, a queda no engajamento de adolescentes nos Estados Unidos foi de 35%, do primeiro ao terceiro trimestre de 2013. No Brasil, o total de usuários nessa faixa etária

De olho nos jovens usuários, zuckerberg tentou comprar o snapchat. não conseguiu twitter.com/_info

,1B,QYDVRHV%DUEDUDVLQGG

30


caiu de 79% para 60% (veja o gráfico). A tendência manteve-se no último trimestre. Outro levantamento, dessa vez da consultoria iStrategy, divulgado em janeiro, mostra que o Facebook perdeu 3,3 milhões de adolescentes americanos nos últimos três anos. Alguns acadêmicos vão ainda mais longe. O professor Daniel Miller, da University College London, publicou, no fim de dezembro, os resultados de um amplo estudo etnográfico realizado ao longo de 15 meses, em oito países, com jovens de 16 a 18 anos. Com entrevistas e um acompanhamento mais próximo, esse tipo de estudo permite entender detalhes do comportamento dos jovens. A conclusão do professor Miller é contundente. Diz ele que o Facebook está “morto e enterrado” entre os adolescentes, principalmente em razão da entrada de pessoas mais velhas na rede social, incluindo seus pais e mães. Apesar da visão um tanto exagerada de Miller e das pesquisas que mostram queda livre do Facebook entre os adolescentes, a rede social ainda conta com boa presença dos jovens. No terceiro trimestre de 2013, segundo a Global Web Index, eles eram 56% dos usuários. Jason Mander lembra que há ainda um bom número de adolescentes brasileiros no Facebook, algo como 52% do universo pesquisado. “A penetração do Facebook é alta nesse segmento, então é natural que em algum momento aconteça um pico e depois diminua a intensidade de uso”, diz Gabriel Borges, da Ampfy, agência especializada em conteúdo digital. Pedro Ivo, da agência digital Riot, lembra que esse movimento é parte do que ele chama de ciclo natural. “O fato de os adolescentes usarem outras ferramentas

Cai a PartiCiPação de adolesCentes no faCebook no mundo (sem china)

79%

80

62% 60

77%

75%

70

nos estados unidos

0 0 0

76% 61%

63% 56%

53% 51%

50

2o trimestre 2012

4o trimestre 2012

1o trimestre 2013

2o trimestre 2013

3o trimestre 2013

e no brasil 80% 80

79%

70

60% 60

52%

51% 50

4o trimestre 2012

1o trimestre 2012

2o trimestre 2013

3o trimestre 2013

4o trimestre 2013

ilustração oga mendonça

twitter.com/_info

,1B,QYDVRHV%DUEDUDVLQGG

30


Invasores de smartphones

Wechat

além do snapchat e do Whatsapp, uma nova leva de mensageIros promete transformar seu smartphone

KiK

com 100 milhões de usuários, o App concorre diretAmente com o whAtsApp como ferrAmentA preferenciAl pArA A trocA de mensAgens diretAs pelo smArtphone. oferece um design AindA mAis limpo, com destAque pArA o conteúdo dA conversA. http://bit.ly/1ioAwmr

0 0 0

não significa que abandonarão a anterior”, afrma Ivo. “O Facebook se tornou uma identidade social na internet.” Ambos reconhecem, no entanto, que a nova direção desses jovens aponta para apps como o WhatsApp, que anunciou em janeiro ter alcançado 430 milhões de usuários no mundo. “Esses jovens migram para aplicativos em que podem ter uma conversa privada ou em grupos pequenos”, afrma Ivo. O presidente do WhatsApp, Jan Koum, diz que os últimos 30 milhões de usuários chegaram ao app somente em dezembro, e que a empresa processa 50 bilhões de mensagens enviadas e recebidas por dia. Koum pretende manter o negócio como está, sem diversificar a plataforma. “Vamos manter o foco em mensagens”, disse em conferência na Alemanha. “Se as pessoas quiserem jogar, há outros sites para isso e muitas ótimas companhias construindo seus negócios seguindo um modelo de veiculação de publicidade.”

o App chinês tem um crescimento espAntoso entre A preferênciA dos usuários, segundo A consultoriA globAl web index. pesquisA mostrou que o App cresceu 1 021% do primeiro Ao terceiro trimestre de 2013, o que demonstrA o potenciAl explosivo desse tipo de ferrAmentA, AindA que o Aumento sejA contAbilizAdo A pArtir de umA pequenA bAse de usuários. http://bit.ly/1ioAdb0

Vine

outro cAmpeão de crescimento nA pesquisA dA globAl web index é o vine, App de compArtilhAmento de vídeos que AgorA pertence Ao twitter. segundo A consultoriA, o App deu um sAlto de 639%, do primeiro Ao terceiro trimestre de 2013, ficAndo Atrás ApenAs do wechAt. http://bit.ly/1ioAcdq

Em texto publicado na edição de janeiro da INFO, o diretor-geral do Facebook no Brasil, Leonardo Tristão, salientou a importância de dispositivos móveis para a estratégia da companhia. “Hoje, nosso desafio recai sobre a necessidade de oferecer a melhor experiência possível em uma infnidade de aparelhos que se proliferam tão rapidamente que é difícil até quantifcar. A próxima grande onda de usuários da internet virá de plataformas móveis, e no Facebook não será diferente.” Entre os principais exemplos desse esforço está o Facebook Messenger, que ganhou uma versão reformulada no fim do ano passado, com foco na agilidade e nas conversas realizadas fora da versão desktop. “O mais importante não é que as pessoas saibam que esse é um ‘aplicativo Facebook’, mas que elas tenham a melhor experiência”, disse a INFO Peter Martinazzi,

PoPcorn

A propostA é reunir pessoAs que estejAm próximAs pArA trocAr mensAgens. o App mostrA, num mApA, usuários no rAio de 1 milhA, com os quAis é possível começAr umA conversA. o App gAnhou populAridAde depois de ser publicAdo no fórum hAcker news e gAnhAr milhAres de usuários em poucAs horAs. http://bit.ly/1ioAsmv.

gerente de produtos do Facebook, durante o lançamento do novo Messenger. “Cada segundo importa, por isso nos esforçamos para torná-lo o mais ágil possível.” A empresa não divulga o número de usuários do Messenger. Nesse novo cenário de corrida pelo domínio da fronteira mobile, quem aposta no Facebook como estratégia de negócio e de divulgação de marcas também está de olho nas mudanças. Pedro Ivo, da agência Riot, lembra que é necessário atenção para os modelos de monetização que essas empresas adotarão, e como a questão da publicidade será tratada em suas redes. Só recentemente o Instagram implementou um sistema de exibição de publicidade, por exemplo. “Nesse tabuleiro, o Facebook pode deixar o posto de dominância absoluta, mas não deixará de ser importante”, diz Gabriel Borges, da Ampfy. “Vivemos um período de reflexão sobre novas formas de estratégia de marca em mídias sociais, e diversidade é sempre interessante.” No novo cenário que se desenha, diversidade é o que não vai faltar. ↙

twitter.com/_info

,1B,QYDVRHV%DUEDUDVLQGG

$0


baseado no livro abundÂncia – o futuro É melhor do que vocÊ imagina escrito por peter diamandis e steven kotler

IN338_HQ Apocalipse Nao.indd 67

1/29/14 10:08 PM


A TerrA Tem 4,54 bilhÕes de Anos, segundo os cienTisTAs.

o Homo sapiens surgiu hÁ 200 000 Anos. mAs bAsTou um sÉculo pArA nossA espÉcie compromeTer As reservAs de ÁguA, envenenAr A ATmosferA e esgoTAr os recursos nATurAis.

esTÁ Tudo perdido?

nÃo.

em diferenTes pArTes do mundo, TecnologiAs sÃo criAdAs pArA solucionAr quesTÕes essenciAis. sÃo inovAÇÕes nAs ÁreAs de sAÚde, energiA, educAÇÃo e AlimenTAÇÃo. É o que veremos...

068

|

fevereiro 2014

IN338_HQ Apocalipse Nao.indd 68

|

info

facebook.com/revistainfo

1/29/14 10:08 PM


Em uma cidadE do sÉculo 21.

PElas ruas, o dEsabastEcimEnto, a fomE.

a falta dE Estrutura E dE acEsso aos sErviÇos bÁsicos.

o ProgrEsso E a ProsPEridadE, dEfinitivamEntE, ainda nÃo chEgaram Por aqui.

facebook.com/revistainfo

IN338_HQ Apocalipse Nao.indd 69

info

|

FEVEREIRO 2014

|

069

1/29/14 10:08 PM


E o quE podEmos fazEr? mAs Acho que foi sempre Assim, senhor...

pode me chAmAr de doutor smith.

Algum problemA, gAroto?

?

tempos difÍceis, nÃo?

este É meu bAirro

070

|

fevereiro 2014

IN338_HQ Apocalipse Nao.indd 70

|

info

facebook.com/revistainfo

1/30/14 10:15 AM


VocÊ É joVem, as coisas ficarÃo melhores.

e se eu mostrar o futuro para VocÊ?

Quem sabe...

como assim?

mas isso É um Óculos.

experimente, Vamos lÁ!

peGue isso! É um peQueno inVento Que eu criei.

! facebook.com/revistainfo

IN338_HQ Apocalipse Nao.indd 71

info

|

FEVEREIRO 2014

|

071

1/29/14 10:08 PM


FantÁstico!

Por uma questÃo de horas, Perdi a Patente dessa belezinha Para o GooGle...

É uma fantasia?

nÃo, meu caro. bem-vindo ao futuro!

vamos comeÇar com essa mÁquina, a slinGshot!

072

|

fevereiro 2014

IN338_HQ Apocalipse Nao.indd 72

|

info

facebook.com/revistainfo

1/29/14 10:08 PM


Ela parEcE uma gEladEira, mas suas funÇÕEs sÃo bEm mais complExas. Ela faz o quÊ?

purifica 1 000 litros dE Água por dia!

o fõsico Dean Kamen, quE criou a mÁquina, jÁ lEvou a slingshot para paõsEs africanos. a intEnÇÃo É rEduzir doEnÇas E aumEntar a distribuiÇÃo dE Água potÁvEl.

isso dEvE custar uma fortuna!

quE nada! para 1 000 litros dE Água potÁvEl por dia, o gasto É Estimado Em 0,004 rEal por litro!

facebook.com/revistainfo

IN338_HQ Apocalipse Nao.indd 73

info

|

FEVEREIRO 2014

|

073

1/29/14 10:08 PM


“E vEja a EmprEsa amEricana nano H2o, quE jÁ consEguE dEssalinizar a Água.”

“com nanotEcnologia, o sistEma consomE 20% mEnos EnErgia E produz 70% mais Água do quE outros projEtos.”

“imaginE dEixar a Água do mar potÁvEl?”

E ainda tEmos Essa garrafa, cHamada Lifesaver.

com um filtro capaz dE rEmovEr parasitas E bactÉrias... Ela tEm capacidadE dE dEixar potÁvEis atÉ 6 000 litros dE Água.

a garrafa jÁ É distribuÍda na malÁsia, no oriEntE mÉdio E nos Estados unidos.

dEmais!

074

|

fevereiro 2014

IN338_HQ Apocalipse Nao.indd 74

|

info

facebook.com/revistainfo

1/29/14 10:08 PM


Mas a poluiÇÃo e o desperdõcio de Água taMbÉM precisaM ser solucionados.

“desde 2011, a FundaÇÃo Bill e Melinda Gates realiza pesquisas para criar uM novo tipo de vaso sanitÁrio para 2,5 bilhÕes de pessoas que nÃo tÊM acesso a esgoto e estÃo expostas a doenÇas, coMo a cÓlera e a hepatite a. coM essa privada, os dejetos sÃo queiMados e transforMados eM fonte de energia.”

alÉM disso, teMos Muitas outras questÕes a tratar.

coMo a criaÇÃo de uMa estrutura adequada de saneaMento bÁsico.

facebook.com/revistainfo

IN338_HQ Apocalipse Nao.indd 75

info

|

FEVEREIRO 2014

|

075

1/29/14 10:08 PM


AgorA vAmos À comidA! vejA essA cArne feitA em lAborAtÓrio com cÉlulAs-tronco de bovinos. umA ÓtimA soluÇÃo pArA diminuir As emissÕes de gÁs cArbÔnico e, de quebrA, AlimentAr 925 milhÕes de pessoAs que sofrem com A fAltA de Alimentos.

ecA! isso nÃo pArece nAdA gostoso.

É um experimento! como As plAntAÇÕes verticAis, cultivAdAs nA cidAde pArA fAcilitAr A distribuiÇÃo dos Alimentos.

minhA mÃe vAi gostAr de criAr umA hortA no meu quArto

076

|

fevereiro 2014

IN338_HQ Apocalipse Nao.indd 76

|

info

mAs sem AgrotÓxicos, nÉ? o melhor É usAr um controle nAturAl de prAgAs.

facebook.com/revistainfo

1/29/14 10:08 PM


VocÊ tem mais o que mostrar, doutor?

claro, garoto!

“Veja aquelas pessoas. elas estÃo realizando um exame de raios x.”

“desenVolVido pela empresa americana Tribogenics, esse aparelho portÁtil consegue concluir o diagn”stico de modo acessÍVel e rÁpido.”

mas isso É confiÁVel?

a medicina nÃo dependerÁ mais de mÁquinas grandes e caras, que usam tecnologia do sÉculo passado.

É, sim. as imagens serÃo enViadas pela internet e mantidas em uma rede de dados.

facebook.com/revistainfo

IN338_HQ Apocalipse Nao.indd 77

info

|

FEVEREIRO 2014

|

077

1/29/14 10:08 PM


“EssE aparElho parEcE intimidador, mas É uma invEnÇÃo fantÁstica.”

“chama-sE SiStema CirÚrgiCo Da VinCi.”

“ElE rEaliza cirurgias com incisÕEs prEcisas E dElicadas, como ponteS De Safena.”

“com visualizaÇÃo Em trÊs dimEnsÕEs E Em hd, os mÉdicos consEguEm rEalizar a cirurgia a distÂncia.”

as mÃos do mÉdico movimEntam rEmotamEntE pinÇas quE fazEm a cirurgia.

como no KinEct?

sim, parEcE um gamE, mas É coisa sÉria, E a rEcupEraÇÃo É quasE duas vEzEs mais rÁpida.

078

|

fevereiro 2014

IN338_HQ Apocalipse Nao.indd 78

|

info

facebook.com/revistainfo

1/29/14 10:08 PM


Quase 1,5 bilhÃo de pessoas ainda vivem sem eletricidade no mundo.

mas os paÍses desenvolvidos buscam alternativas para os combustÍveis finitos, como o petrÓleo.

A empresA AmericAnA New eNergy TechNologies jÁ produz umA jAnelA com cÉlulAs fotovoltAicAs cApAzes de converter A luz solAr em energiA elÉtricA pArA As cAsAs.

“umA AlternAtivA sÃo os gerAdores e”licos instAlAdos no topo dos prÉdios, que contribuem pArA o fornecimento de eletricidAde.”

facebook.com/revistainfo

IN338_HQ Apocalipse Nao.indd 79

info

|

FEVEREIRO 2014

|

079

1/29/14 10:08 PM


“A empresA AmericAnA Synthetic GenomicS estudA AlgAs confinAdAs em estufAs que secretAm um ”leo pArA ser usAdo como biocombustÍvel.”

Assim podemos substituir o petrÓleo e os combustÍveis fÓsseis.

“e quAlquer um pode produzir energiA. A Soccket É umA bolA equipAdA com umA lÂmpAdA de led. pArA A luz ser gerAdA, bAstA fAzÊ-lA rolAr.”

minhA mÃe nÃo vAi me dAr mAis broncA por jogAr futebol AtÉ tArde!

080

|

fevereiro 2014

IN338_HQ Apocalipse Nao.indd 80

|

info

facebook.com/revistainfo

1/29/14 10:09 PM


Veja que interessante. a London SchooL of BuSineSS and finance fez um estudo sobre a relaÇÃo entre o aumento do uso de celulares e a economia dos paõses.

entÃo É sÓ comprar um celular para eu ficar rico?

isso É matemÁtica, e nÃo mÁgica, garoto!

com uma rede maior de telecomunicaÇÕes, os inVestimentos em infraestrutura deVem ser potencializados. sem contar o fato de que os smartphones expandem o acesso À informaÇÃo e a comunicaÇÃo com outras regiÕes.

facebook.com/revistainfo

IN338_HQ Apocalipse Nao.indd 81

info

|

FEVEREIRO 2014

|

081

1/29/14 10:09 PM


essa É a apOsta dO GOOGle para deixar a humanidade cOnectada.

O que sÃO esses balÕes?

“O Projeto Loon pretende cOlOcar centenas de balÕes cOm antenas na estratOsfera.”

“pOr meiO da cOmunicaÇÃO realizada cOm uma antena em terra e da transmissÃO de dadOs entre Os balÕes, É pOssõvel estabelecer uma cOnexÃO estÁvel de internet.”

“cada balÃO cOnseGue fOrnecer cOnectividade a uma Área de 40 quilÔmetrOs de diÂmetrO, cOm uma velOcidade pr”xima À dO 3G.”

082

|

fevereiro 2014

IN338_HQ Apocalipse Nao.indd 82

|

info

facebook.com/revistainfo

1/29/14 10:09 PM


“Com internet disponÍvel para todos, poderÍamos levar um ConteÚdo novo para as esColas.”

as aulas FiCariam mais legais.

“Claro! mas estar ConeCtado nÃo É s” para entrar no FaCebook...”

“É para promover uma verdadeira revoluÇÃo eduCaCional.”

facebook.com/revistainfo

IN338_HQ Apocalipse Nao.indd 83

info

|

FEVEREIRO 2014

|

083

1/29/14 10:09 PM


mas espero que tenha notado Como o futuro poderÁ ser melhor.

Como voCÊ viu, essa batalha estÁ apenas ComeÇando.

isso tudo foi inCrÍvel.

084

|

fevereiro 2014

IN338_HQ Apocalipse Nao.indd 84

|

info

facebook.com/revistainfo

1/29/14 10:09 PM


Mas quando vereMos toda essa inovaÇÃo?

Mais cedo do que pensa. agora … hora de ir para casa, nÃo?

Muito obrigado por este dia, doutor!

…Que a melhor apoSta para o futuro da humanidade… adeus, garoto!

Sempre … bom relembrar...

facebook.com/revistainfo

IN338_HQ Apocalipse Nao.indd 85

info

|

FEVEREIRO 2014

|

085

1/29/14 10:09 PM


…… a esperanÇa de que o homem usarÁ a tecnologia a seu favor!

ROTEIRO

aRTE

lETRas

klEbs junIOR claudIO alvEs ThIagO TanjI

lucas wERnEck nElsOn pEREIRa klEbs junIOR paulO cEsaR

flavIO sOaREs

086

|

fevereiro 2014

IN338_HQ Apocalipse Nao.indd 86

|

info

facebook.com/revistainfo

1/29/14 10:09 PM


1055758-EXAME ESP PEQUENAS E MED EMPR-1_1-1.indd 87

28/01/2014 16:22:12


INOVAテァテグ

0 0 0

IN338_Pilula Inteligencia.indd 88

1/28/14 9:34 PM


aDRoGA NeRÐ ≥ por rodrigo BranCatelli ≥ foto thomas susemihl

H

á um segredo e n t r e os empreendedores e funcionários de empresas de tecnologia do Vale do Silício que passam horas e horas acordados, criando centenas de linhas de programação. Não tem nada a ver com organização, perseverança, sorte ou qualquer outra dica de sucesso publicada em livros de autoajuda. O segredo é ovalado, branco, pesa de 100 a 200 miligramas e custa tão pouco quanto um café pequeno no Starbucks, ou cerca de 5 dólares. Se há algo em comum entre as quase 500 companhias da região,

as aulas da Universidade Stanford e as do Massachusetts Institute of Technology (MIT), as reuniões de gigantes como Facebook e Twitter e as madrugadas insones dos programadores de startups, essa coincidência é um pequeno comprimido de modafinil, a droga que move o maior polo de empreendedorismo digital do mundo. “Dois meses depois que cheguei para estudar e trabalhar na Califórnia, me ofereceram uma pílula dessas. Chamam de ‘smart drug’, uma espécie de Viagra para o cérebro. Óbvio que achei que era mentira e também fiquei com receio de aumentar a pressão, dar taquicardia. Mas aí vi que todo mundo daqui tomava para trabalhar sem cansaço. Até meus professores tomavam. Tinha gente que colocava o remédio para dissolver em um copo de Mountain Dew (um refrigerante cítrico) e tomava o dia inteiro. Então experimentei. E, para ser sincero, mudou meu rendimento.”

Com a promessa de tornar quem toma mais inteligente e produtivo, o modafinil é a droga dos empreendedores do vale do silíCio. mas é possível ser Criativo e efiCiente Com um Comprimido? e, se for, qual o limite do doping inteleCtual?

O brasileiro Fábio, que aceitou contar sua experiência para esta reportagem, é estudante do MIT, trabalha em um laboratório dentro da universidade, em Boston, e faz estágio não remunerado em uma empresa de mídia social. Acorda às 6 horas da manhã e vai dormir sempre depois da meianoite. Come mal, não faz exercícios e, claro, dorme muito menos do que o recomendável. Tinha uma rotina estafante, pelo menos até ser apresentado ao modafinil, droga comercializada apenas com receita médica desde 1998 e criada para o tratamento de pacientes com narcolepsia, mas que também passou a ser utilizada por um número cada vez maior de pessoas em busca de uma suposta melhora cognitiva.

0 0 0

ilustração denis freitas

twitter.com/_info

IN338_Pilula Inteligencia.indd 89

1/28/14 9:34 PM


“meu cérebro travou em uma tarefa, sem divagações ou distrações. Não virei o eiNsteiN, mas coNsegui meu melhor desempeNho”

0 0 0

De acordo com um estudo da Universidade da Califórnia publicado na revista da Associação Médica Americana, a quantidade de usuários da droga aumentou cerca de dez vezes nos últimos seis anos. De 500 000 a 700 000 pessoas tomam o medicamento regularmente nos Estados Unidos. “No mundo das startups, em que todos são levados a fazer mais coisas do que o dia permite, os chamados estimuladores cognitivos são muito comentados”, escreveu no site swombat.com o empreendedor inglês Daniel Tenner, diretor das empresas GrantTree e Woobius. “O modafnil é um atalho para você conseguir ser muito produtivo. Realmente acho que tive algumas ideias mais criativas e respostas que não teria sem o remédio.” Em um mundo onde todos querem vencer o sono, ser mais produtivos e acabar com a procrastinação, o modafinil ganha adeptos exponencialmente, como um Red Bull 2.0: algo supostamente inofensivo e extremamente eficaz. Nenhum estudo, no entanto, atestou até hoje como a substância age no cérebro e, pior, quais efeitos colaterais pode causar no longo prazo. Trata-se de um fenômeno com muito mais perguntas do que

respostas. É realmente possível melhorar o desempenho sem ter consequências para o organismo? É seguro trabalhar quase 20 horas sem dormir? E, afnal, se existe mesmo um comprimido que pode deixar alguém brilhante e genial, quais são as implicações éticas e morais desse doping intelectual? Vendido com o nome comercial de Provigil ou Stavigile, o modafinil é o medicamento mais recente a entrar na longa lista de substâncias utilizadas para aumentar a produtividade, como o café, o guaraná, a cocaína, as anfetaminas e a ritalina. Como todo fármaco, no entanto, foi desenvolvido com propósitos bem diferentes. A intenção de seu criador, o médico e professor francês Michel Jouvet, era encontrar uma solução para a narcolepsia, distúrbio que causa sonolência excessiva em cerca de 0,5% da população mundial. O resultado da pesquisa, realizada na década de 70, foi uma droga que estimula o sistema nervoso central, excitando áreas do cérebro responsáveis pela vigília. Ela atua cerca de 3 horas após a

ingestão e seu efeito tem duração de até 9 horas. Os benefícios são cada vez mais discutidos em fóruns online como o Reddit, mas quase nada tem a ver com a narcolepsia de fato. Os usuários falam em aumento da concentração, foco durante o dia inteiro, ausência de cansaço e fim do jet lag. “Experimentei pela primeira vez em um sábado de manhã. Tomei metade de um comprimido. Não tive nenhuma sensação diferente, não fquei agitado, não tive palpitação, nada. Também não fquei mais inteligente. Mas aí, do nada, percebi que já era de tarde e que fquei direto trabalhando no computador, sem distrações, muitíssimo mais focado do que de costume. Normalmente sempre me distraio muito. Entro no Facebook, vejo um vídeo no YouTube, fco lendo o Twitter. Mas, com o modafinil, meu cérebro travou em uma tarefa, sem divagações. Era muito mais fácil lembrar a palavra certa, lembrar uma fórmula, lembrar uma citação. Achei sensacional e desde então tomo quando preciso estudar ou trabalhar de madrugada. Às vezes fco um pouco nervoso, tenho uma sensação estranha atrás do globo ocular. Mas não dá para fcar indiferente quando você completa um trabalho acadêmico de 3 000 palavras em apenas 2 horas. Não virei o Einstein, mas consegui ter meu melhor desempenho.” Para cristalizar ainda mais essa aura do modafinil como “a droga da inteligência”, os usuários não aparentam sofrer consequências ou sequelas comuns a outros remédios usados para aumentar a vigília, como as anfetaminas, que podem causar problemas cardíacos, depressão e visões. Em testes clínicos no Instituto de Pesquisa do Exército Walter Reed, em Maryland,

produção Paula gugliano make julliana fraga modelo teodoro bava/l'equiPe agradecimentos otica ventura, Stein

IN338_Pilula Inteligencia.indd 90

1/28/14 9:34 PM


nos Estados Unidos, os pacientes continuaram funcionais por até 85 horas seguidas sem dormir, e apenas 1% dos voluntários reclamou de efeitos colaterais da droga. Era de esperar, portanto, que o uso indiscriminado explodisse, principalmente em comunidades de profissionais que passam noites em claro, como programadores e empreendedores digitais. O laboratório Cephalon, que tem o registro do modafinil nos Estados Unidos, vende cerca de 600 milhões de dólares da droga por ano, o que a coloca na lista dos 30 remédios mais comercializados no país. Conseguir o medicamento não é difícil, apesar de ser vendido apenas com receita médica. Fábio, por exemplo, compra de um intermediário na própria universidade, por 5 dólares cada comprimido. Sites também prometem entregar caixas do medicamento em qualquer ponto do mundo por preços que variam de 300 a 500 reais. No Brasil, o

segundo maior consumidor mundial de remédio para déficit de atenção e hiperatividade, não é diferente. O laboratório Libbs, que comercializa a substância por aqui, recusou-se a dar informações ou entrevista sobre o assunto. Mas é só ligar em farmácias para conferir o sucesso. “Não tenho mais em estoque. Vêm poucas caixas e acabam rapidinho”, disse a atendente de uma farmácia de São Paulo, por telefone. A fama da pílula mágica, no entanto, preocupa a comunidade médica, principalmente pelo fato de que não há literatura sobre a ação do modafinil. “Falar que um medicamento é bom sem ter estudos é um absurdo completo”, afirma a médica neurofisiologista Marlene dos Santos Amendale, especializada em medici-

100 MG DE INTELIGÊNCIA Como atua o modafinil >> O medicamento estimula o sistema nervoso central, inibindo o sono e excitando áreas do cérebro responsáveis pela vigília. Alguns mecanismos têm sido discutidos para explicar seu efeito estimulante. Um deles seria o aumento da liberação de dopamina, neurotransmissor responsável pela sensação de prazer. O modafnil também aumentaria a quantidade de histamina, o que promoveria a vigília. >> Segundo o laboratório que comercializa a droga no Brasil, os efeitos colaterais mais comuns são dor de cabeça, náusea, nervosismo, ansiedade, insônia, dor lombar, diarreia, dispepsia, rinite e vertigem. >> Estudos recentes mostram que o medicamento também pode causar depressão, confusão, amnésia, tremor, alteração do paladar, visão anormal e retenção urinária. >> Foi criado para o tratamento da narcolepsia. Mas há estudos clínicos para analisar seu uso contra depressão e esquizofrenia.

na do sono. Segundo ela, o descanso à noite funciona como uma espécie de “zelador” do cérebro. “Cedo ou tarde, não dormir vai cobrar seu preço”, diz. A lém da questão puramente médica, há diversas questões éticas envolvidas, principalmente quando o modafinil parece ser apenas o primeiro passo de uma nova farmacologia que promete aumentar a cognição humana e melhorar a memória de pacientes com mal de Alzheimer. Os laboratórios americanos Cortex, Axonyx e Memory Pharmaceuticals, por exemplo, desenvolvem três tipos de estimulador cognitivo. Russell Grant Foster, renomado neurocientista inglês, chegou a afirmar em um artigo na revista New Scientist que estamos prestes a experimentar uma revolução sensorial. Segundo Foster, seremos capazes de usar diferentes fármacos para desligar e ligar o sono, sem consequências negativas. “Há uma corrida por remédios que nos tornem mais produtivos, mas não sabemos os efeitos para a sociedade”, diz Barbara Sahakian, professora do Departamento de Psiquiatria da Universidade de Cambridge, que já publicou cerca de 300 estudos sobre farmacologia cognitiva e ética médica. Para ela, essa nova área da indústria farmacêutica é um caminho sem volta, mas que deveria ser precedida por uma série de refexões. “Como o cérebro de um jovem reage quando mudamos o equilíbrio químico dele? Vamos tomar pílulas para ficar produtivos dia e noite? Vamos conseguir viver em uma sociedade tão competitiva assim?”, diz Barbara, sem ter qualquer tipo de solução na ponta da língua. Se nem com modafinil conseguimos responder a essas perguntas, então é bem possível que estejamos ainda longe de uma droga da inteligência perfeita. ↙

0 0 0

twitter.com/_info

IN338_Pilula Inteligencia.indd 91

1/28/14 9:34 PM


INOVAçÃO O administradOr de empresas eduardO BOrges guarda segredOs de 2 milhões de BrasileirOs. ele gerencia nO país O ashley madisOn, rede sOcial para pessOas casadas em Busca de amantes que já tem 24 milhões de usuáriOs nO mundO

0 0 0

IN338_AshleyMadison.indd 92

1/28/14 6:12 PM


0 0 0

TesTe de

fidelidade ≥ Por Paula rothman ≥ fotos thomas susemihl ≥ edição de imagens artnet digital facebook.com/revistainfo

IN338_AshleyMadison.indd 93

1/28/14 6:13 PM


0 0 0

Infdelidade. Intriga. Perfídia. Aleivosia. O dicionário pode até dar muitas opções, mas para o administrador de empresas Eduardo Borges, 28 anos, a palavra traição tem apenas um significado: negócios. No ano passado, o ato de trair gerou um faturamento estimado em 120 milhões de dólares para a empresa em que Borges trabalha, a rede social canadense Ashley Madison. Maior plataforma do mundo destinada a pessoas casadas em busca de amantes, o site tem mais de 24 milhões de usuários em 31 países. “Você quer trair? Não faça isso com a secretária, o cunhado ou o personal trainer. Traia com alguém que tem o mesmo a perder que você”, diz Borges, sorrindo. “Oferecemos uma forma sigilosa e privada de conhecer pessoas sem correr riscos.” Como gerente regional da empresa, Borges é responsável por fazer com que cada vez mais brasileiros descubram e usem o site. Há três anos no cargo, aprendeu mais sobre a infdelidade no país do que muitos pesquisadores e sociólogos. Descobriu também que não

é fácil popularizar por aqui o slogan que o Ashley Madison já emplacou lá fora: “A vida é curta — tenha um caso”. O problema não é a falta de público. Com quase 2 milhões de usuários, o Brasil é o segundo maior mercado do site, atrás apenas dos Estados Unidos. Além disso, somos insaciáveis. O brasileiro casado que busca uma amante online gasta 13 horas por mês procurando ou conversando com a nova companhia. A média mundial é de 9 horas. Todos os dias, cerca de 3 000 novos cadastros são efetuados no país e a expectativa para 2014 é mais do que dobrar esse número. Para que isso aconteça, mais pessoas terão de

Embora os usuários não falem sobre o site, o simples fato de usarem o serviço ajuda a empresa na divulgação. Em uma espécie de big data da infidelidade, os acessos ao AshleyMadison. com geram uma base de dados essencial para o desenvolvimento de campanhas de marketing. A análise dos dados ajudou a equipe a descobrir uma forma certeira de conquistar novos usuários: anunciar, às segundas-feiras pela manhã, nos elevadores de edifícios comerciais de cidades como São Paulo, Rio de Janeiro e Belo Horizonte. A campanha foi criada depois que o big data mostrou quais cidades registravam mais acessos e em quais horários ocorriam os cadastros no site. “O fim de semana gera uma série de expectativas, geralmente liga-

Com quase 2 mIlhões de usuárIos, o BrasIl é o segundo maIor merCado do ashley madIson. os BrasIleIros gastam 13 horas por mês na BusCa de amantes no sIte

descobrir o Ashley Madison, espécie de Facebook em que pseudônimos substituem nomes reais e as configurações de privacidade são bem mais robustas. O problema é que ninguém sai por aí comentando sobre um ótimo site de traição. “No nosso meio, não existe propaganda boca a boca”, afirma Borges.

das a sexo, que acabam frustradas”, diz Borges, para explicar os picos de acesso no início da semana. O mesmo fenômeno parece acontecer logo após datas comemorativas, como Natal, Réveillon ou Dia dos Pais. Já as mulheres casadas aparentemente descontam a mágoa depois do Dia

facebook.com/revistainfo

IN338_AshleyMadison.indd 94

1/28/14 6:13 PM


dos Namorados, quando quadruplica o número de cadastros femininos no site (veja os números na pág. 96). Trabalhar com traição não estava exatamente nos planos de Borges. Formado em administração de empresas, o paulistano era funcionário de um banco quando decidiu mudar-se para o Canadá e abrir um negócio de importação de mármore. A ideia falhou, mas foi lá que ele ouviu falar pela primeira vez da plataforma. “Achei que o Brasil teria potencial para essa rede social e fui atrás do fundador”, diz Borges.

O ASHLEY MADISON FOI CRIADO

e m 2 0 02 p e lo c a n ade n s e No e l Biderman. Em 2007, foi comprado pelo Avid Media, um dos maiores grupos digitais do Canadá. Advogado, Biderman trabalhava em uma empresa que gerenciava a carreira de atletas. Entre suas funções estava a de lidar com constantes crises causadas pelas “indiscrições” de seus clientes, um eufemismo para amantes. Certo dia, leu em uma revista que 30% dos usuários cadastrados em sites de relacionamento para solteiros eram, na verdade, casados. Foi um momento Eureka. “Empreendedores olham para a sociedade e veem como resolver um problema. Esse parecia um problema dos bons”, disse a INFO Biderman, 42 anos, hoje presidente do grupo Avid. “Pessoas casadas não interessam aos sites tradicionais de encontros. Afnal, nenhuma garota solteira quer acordar ao lado de um cara e depois descobrir que ele tem mulher e filhos.” A solução foi criar uma plataforma similar à dos sites de namoro, mas com um diferencial importante: o Ashley Madison não quer saber quem está do outro lado. O usuário escolhe nome

falso e recebe dicas de como manter o sigilo, como deixar as fotos em um álbum lacrado e como liberar o acesso somente a pessoas selecionadas. Embora 75% dos usuários no mundo sejam homens (número que cai para 65% no Brasil), o site foi originalmente pensado para as mulheres. Daí a página ter tons de rosa e lábios femininos com um dedo em sinal de silêncio. Foi batizado com dois nomes femininos populares no Canadá. Ashley e Madison são o equivalente a Ana e Maria no Brasil. O serviço é gratuito para as mulheres. Homens pagam 5 créditos na moeda virtual da plataforma para iniciar um bate-papo, mandar mensagens ou presentes virtuais. O pacote mínimo de 100 créditos custa 69 reais. “O usuário paga uma só vez, e então pode falar à vontade com aquela pessoa. A ideia é que ele não leve a conversa para

Traição

O canadense Noel Biderman, criador do Ashley Madison, site que mantém usuários e seus relacionamentos em sigilo

fora do site, o que aumentaria os riscos de ser descoberto”, diz Biderman. Além dos cuidados com os rastros que os clientes podem deixar, a empresa tem algoritmos sofisticados para manter o sigilo. Eles tentam impedir, por exemplo, que marido e mulher ou colegas de trabalho se encontrem acidentalmente na rede. Uma das poucas estratégias divulgadas é usar geolocalização pelo endereço de IP, um número único que identifica cada computador conectado a uma rede, para selecionar quem aparece para quem. A proposta do site parece ter agradado aos brasileiros. Lançado em 2011 por aqui, o Ashley Madison atingiu 1 milhão de usuários em menos de um ano, recorde em relação a todos os

0 0 0

facebook.com/revistainfo

IN338_AshleyMadison.indd 95

1/28/14 6:13 PM


OS NÚMEROS DA TRAIÇÃO no brAsil

o Ashley MAdison está eM

65%

31 pAíSES 2 MIlhõES 24 MIlhõES

de usuários no Mundo

dos usuários são hoMens

de usuários no brAsil

idAde MédiA

42 ANOS

3 000

44% 42% 40% Zurique AucklAnd

31 ANOS

rio de JAneiro

brAsileiros se cAdAstrAM por diA nA rede sociAl

cArros MAis usAdos pelos infiéis Mulheres

entre As Mulheres ApóS O DIA DOS NAMORADOS

dos hoMens cAdAstrAdos

vW / JETTA

diAs MAis AcessAdos nA seMAnA

entre os hoMens ApóS O DIA DOS pAIS

solteiros

hoMens

hyuNDAI / TucSON

390% 310% 280% 8%

de 40 A 50 Anos de 30 A 40 Anos de 20 A 30 Anos

cidAdes coM MAis Mulheres cAdAstrAdAs no Mundo

o núMero de cAdAstrAdos AuMentA

entre hoMens e Mulheres ApóS O ANO-NOvO

proporção sexo/idAde

seg ter quA qui sex sáb doM

MédiA de teMpo gAsto por seMAnA

33%

dAs Mulheres cAdAstrAdAs

brAsil Mundo

2h15

3h15

dAdos dA Ashley MAdison.coM

0 0 0

países em que opera. Hoje, Eduardo Borges controla as operações de seu apartamento, em esquema de home office, e toda a equipe técnica fica no Canadá. Na sede da empresa, em Toronto, trabalham 140 funcionários, dez deles dedicados aos países de língua portuguesa. A popularidade, no entanto, não significa que a divulgação da marca tem sido fácil. A campanha realizada nos elevadores das capitais, por

exemplo, não foi exatamente tranquila. Grande parte dos edifícios comerciais de Belo Horizonte pediu a remoção dos anúncios no primeiro dia. Poucos veículos de comunicação e marcas aceitam vincular seu nome a uma rede social para adultério, mesmo que ela tenha mais de 10 milhões de reais para investir.

HÁ TRÊS ANOS, a verba de mar-

keting de Eduardo Borges permanece quase intacta e está se acumulando. A versão brasileira do Ashley Madison aparece em alguns sites, blogs, rádios e anúncios do Google, mas não consegue realizar grandes ações de marketing. Não por falta de tentativas. Além de emissoras de TV, Borges diz ter procurado os principais clubes de futebol do país propondo parcerias.

fAcEbOOk.cOM/REvISTAINfO

IN338_AshleyMadison.indd 96

1/28/14 6:13 PM


No início de 2012 ofereceu 4 milhões de reais para ajudar o Palmeiras a trazer o volante Wesley. Na época, o time usava uma plataforma de financiamento coletivo para finalizar a negociação do jogador. A vaquinha deu errado, e nem assim o Palmeiras aceitou o dinheiro. O São Paulo também recusou uma quantia semelhante na tentativa de contratação do jogador Vagner Love, que não foi para a frente. “A resposta que ouvi de todos os times foi: ‘A torcida não vai gostar’”, afirma Borges. “Acho uma certa hipocrisia, porque é um dinheiro limpo de uma empresa digital. O Corinthians, por exemplo, aceita patrocínio de marca de camisinha. Se ela vende sexo, eu vendo felicidade.” O nome do clube paulistano esteve envolvido em uma das maiores jogadas de marketing da rede social. Em 2011, os representantes do Ashley Madison procuraram a imprensa para divulgar uma oferta de 200 milhões de reais para comprar os direitos de uso do nome da Arena Corinthians. A proposta, que incluía pintar o futuro estádio de cor-dero sa, nem chegou a ser considerada pela diretoria. Neste ano, com as obras atrasadas da Arena da Baixada, em Curitiba, a rede social veio a público oferecer 4 milhões de reais ao Atlético Paranaense. O clube disse que não se pronunciaria sobre a oferta. “Achamos obstáculos em todos os países, mas eventualmente as empresas

percebem que não podem impedir as pessoas de ser infiéis ou de conhecer nosso site. Então é melhor aceitarem nosso dinheiro”, diz Noel Biderman. Aco st u m ado a p olê m ic a s , o fundador do site recebe dezenas de e-mails por dia com xingamentos e, jura, um número igual de agradecimentos. “Não queremos incentivar ninguém a trair. Seria estúpido acreditar que posso convencer alguém a tomar uma decisão tão arriscada.

Um dos estudos foi realizado em parceria com a Universidade da Califórnia. “Descobrimos que muitas mulheres acreditam que seu apetite sexual é anormal porque são rejeitadas pelos parceiros”, diz Biderman. A intenção agora é encontrar uma instituição acadêmica para fazer análises semelhantes no Brasil. E continuar insistindo em anunciar nos grandes veículos. O plano é gastar um terço da verba de 10 milhões de reais em anúncios de TV, focando os canais que deverão perder anunciantes em junho, por não passar os jogos da Copa. “O Ashley Madison vai se fortalecer no Brasil.

Há três anos, a verba de marketing do asHley madison para o brasil está intacta porque poucos aceitam vincular sua marca a um site de traição Mas, se a pessoa não está feliz, quero que se lembre do meu site”, diz Biderman. Uma das formas para isso são os anúncios bem-humorados. Nos Estados Unidos, vídeos do site são veiculados em horários restritos em emissoras de TV. Um deles, com base na série de zumbis The Walking Dead, é voltado para o público feminino. Mostra a rotina de um casal de mortos-vivos e a transformação da mulher em uma bela loira sorridente depois de descobrir o site. O conceito e o slogan (“Trazendo casamentos de volta à vida”) foram baseados em pesquisas feitas com usuárias do site.

Enquanto houver casamentos, temos público”, diz Biderman. A propósito, o canadense é casado há 11 anos e diz nunca ter traído. “Se você quer saber se sua mulher te ama, monte um site de infidelidade e veja se mesmo assim ela fica com você”, diz Biderman. Se suas previsões para o Brasil estiverem certas, a vida profissional de Eduardo Borges deve ficar mais fácil. Mas ainda assim será difícil explicar que tipo de empresa ele administra. Em especial às namoradas e às esposas de amigos, que costumam implicar com o site. Sem motivo algum, ele garante. “Traição é apenas um negócio.” ↙

0 0 0

produção paula gugliano make julliana fraga

facebook.com/revistainfo

IN338_AshleyMadison.indd 97

1/28/14 6:13 PM


INOVAçÃO

0 0 0 Na saída do Shopping Metrô Itaquera, policiais usam bombas de efeito moral contra os jovens que foram ao rolezinho

likes ≥ pOr filipe serranO ≥ fOtOs samuel esteves

Os encOntrOs sãO cOmbinadOs pelas redes sOciais e pOr aplicativOs de trOca de mensagens nO celular. reúnem milhares em rOlezinhOs que lOtam shOppings e parques. entenda cOmO esses jOvens da periferia estãO mudandO O perfil da internet nO brasil

IN338_Rolezinho.indd 98

e

1/28/14 9:19 PM


BomBas O terminal de trem, ônibus e metrô fca ao lado do shopping, que é um dos centros de compras da zona leste de São Paulo

0 0 0

A segurança do shopping foi reforçada para o encontro marcado pelo Facebook que reuniu 1 000 jovens

plus.google.com/+INFo

IN338_Rolezinho.indd 99

1/28/14 9:20 PM


1 1 1

Rolês o

TREM

saiu lotado da estação de Itapevi, na manhã de um sábado quente e ensolarado de janeiro. Cerca de 200 jovens do município da Grande São Paulo se preparavam para ir a um encontro marcado cinco semanas antes pelo Facebook. Ao todo, 1 906 pessoas tinham confirmado presença no Parque Villa-Lobos, a 20 quilômetros da estação. Os meninos e as meninas fariam mais um rolezinho, como os que já aconteciam desde dezembro em shoppings e parques na periferia de São Paulo. Os encontros reuniram milhares de adolescentes, e em alguns houve violência e confusão. Era a segunda vez que os jovens de Itapevi faziam um evento no parque da zona oeste de São Paulo. O primeiro reuniu aproximadamente 80 pessoas, no início de dezembro, e Vinicius Paglia, o organizador, decidiu fazer uma nova edição para juntar amigos, conhecer gente, paquerar e se divertir. “Normalmente a gente só tem opção de ir a festas e sempre rola muita droga e briga. No parque é mais tranquilo”, diz Vinicius, que está no último ano do ensino médio. Ele tem 17 anos e

mora numa casa em uma ladeira próxima ao centro de Itapevi, município com 200 000 habitantes. Quando quer encontrar os amigos, vai a um pequeno shopping, a quatro quarteirões de casa, ou à praça Dezoito de Fevereiro. São os poucos espaços de lazer por perto. Foi na internet que o jovem encontrou uma maneira de conversar com amigos do bairro com um alcance impensável antes de o Facebook existir. Assim como os amigos e muitos adolescentes, Vinicius passa o dia conversando no WhatsApp e no Facebook, fazendo comentários sobre situações do dia ou publicando autorretratos. Mas não são apenas os amigos próximos que estão em sua rede. Seu perfil tem 833 seguidores, o que faz seus comen-

Rolezinho no Parque Villa-Lobos, em São Paulo, reuniu cerca de 200 jovens em clima de festa

tários e fotos receber até centenas de likes. “Nem sei de onde veio tudo isso. Acho que foi por causa do evento”, diz. Ele não é o único. Embora usem truques que fazem bombar o perfil do Facebook, organizadores de rolezinhos chegam a ter 16 000 seguidores. E os amigos deles têm centenas ou milhares de outros contatos. Organizados nessa rede imensa de pessoas, os posts dos encontros se espalham rapidamente. É o que explica por que o rolezinho do Parque Villa-Lobos teve 14 948 convidados, 1 906 confrmados e 916 “talvez”, um dos maiores encontros marcados naquele fm de semana.

quatro em cada dez usuários de internet são da classe c. Boa parte tem entre 12 e 19 anos e usa smartphone para se conectar plus.google.com/+INFo

IN338_Rolezinho.indd 100

1/28/14 9:20 PM


Organizado no Facebook, o evento teve quase 15 000 convidados e mais de 1 900 confrmações

Nas pág inas dos eventos, os participantes aproveitam a enorme quantidade de gente para aumentar a popularidade e conversar. Quem vai, em qual bairro ou cidade moram e o que vão levar ao encontro são os assuntos mais discutidos. Alguns inventam brincadeiras: “Quem vai solteiro, curte aí”, diz um dos jovens. Diante da página lotada, alguns divulgam festas, bandas e bailes funk. No rolezinho de Itapevi, os adolescentes trocaram números de celular e as conversas se estenderam para o WhatsApp. Na véspera, o organizador criou dois grupos no aplicativo de mensagens, com 50 pessoas cada um, o máximo permitido. O objetivo era facilitar o contato no trajeto e no encontro.

Uma menina sugeriu no grupo: “Gente, vamos mandar foto para se conhecer?”. Choveram autorretratos. Outro jovem pediu músicas para colocar no notebook e tocar no parque. Recebeu arquivos de MP3 e links do YouTube. As brincadeiras no Facebook também ajudam a entender quem são os adolescentes e por que organizam os rolezinhos. Na página de um encontro no Shopping Aricanduva, na zona leste da capital, um dos organizadores sugeriu: “Comente sua idade. Quem curtir, você adiciona (como amigo)”, e

58 responderam. Em média, eles têm 15 anos. Outro participante publicou uma enquete perguntando por que as pessoas iriam ao passeio. As respostas mais populares foram: para curtir (211 pessoas), para conhecer novas pessoas (144) e para beijar (112). Quem observa com atenção o que se passa na internet percebe que é exatamente a mesma vontade de interagir e conhecer gente nova que leva os jovens aos encontros. O hábito de querer aumentar mais e mais o número de amigos ganha forma física nos lugares em que eles já estão acostumados a passear: os shoppings, os parques e as praças.

1 1 1

plus.google.com/+INFo

IN338_Rolezinho.indd 101

1/28/14 9:20 PM


Adolescentes formam rodas para fumar narguilé, beber e conversar no parque. Pedir para tirar uma foto é um jeito de conhecer gente nova

1 1 1

Foi para sair com os amigos e “pegar meninas” que Rodrigo Alves, 17 anos, foi ao Shopping Metrô Itaquera na tarde de 11 de janeiro. Sentado com dois amigos em um banco na área externa do shopping, Rodrigo estava surpreso com a quantidade de pessoas ali presentes naquele sábado. “Tem gente que só vem para zoar. Aí atrapalha, porque a polícia embaça”, diz Rodrigo, cheio de gírias. Uma hora depois, policiais militares usaram cassetetes e bombas de gás lacrimogênio para dispersar os que caminhavam para o terminal, ao lado do centro comercial. Tanto no encontro do shopping quanto no do Parque Villa-Lobos, uma das formas mais usadas para se socializar com um desconhecido era tirar fotos. “A gente chega e pede: ‘Vem tirar foto comigo’. É legal, porque é um jeito de fazer amizade, né?”, diz Agnes Ribeiro, 14 anos, que participa-

va do encontro no parque. Com uma câmera semiprofissional, ela é uma das que mais tiram fotos nos passeios. Garotos populares no bairro são os mais procurados para essas fotos. Lucas Augusto, 18 anos, é um deles. Conhecido como Sagal, ele é cantor da banda de rap Tateno e faz shows em baladas de Itapevi. Lucas tem 779 seguidores no Facebook e a página oficial da banda contabiliza 1 231. “A gente vem conhecer o pessoal, faz batalha de rimas, essas coisas”, afirma Sagal. O amigo Henrique Martins, 15 anos, gravava vídeos no parque para subir no canal da banda no YouTube. Por trás dos encontros também está a nova realidade econômica do país. Na última década, o aumento da renda e do consumo, em especial nas famílias de classe C, fez crescer, e

As conversas começam pelo Facebook, continuam no WhatsApp e ganham forma física nos rolezinhos. Nos shoppings, os garotos usam fone Bluetooth e roupas de grife

INTERNET maIs acEssívEl Residências com computadoR conectado à inteRnet 11,4%

16,7%

27,3%

40,3%

2003

2006

2009

2012

plus.google.com/+INFo

IN338_Rolezinho.indd 102

1/28/14 9:20 PM


muito, a quantidade de pessoas que podem ter um computador ou smartphone conectado à internet. A porcentagem de casas em que há computador com acesso à internet, por exemplo, saltou de 11,4%, em 2003, para 40,9%, em 2012, segundo o Instituto Brasileiro de Geografa e Estatística (IBGE). O crescimento também foi alto na quantidade de residências com telefone celular: de 38,5% para 88% no mesmo período.

Os eletrônicos também são usados pelos jovens para expressar poder aquisitivo. Isso pode ser visto por quem acompanhou, como a INFO, o rolezinho do Shopping Metrô Itaquera. Além de tênis, bonés, óculos e roupas de grife, muitos jovens usavam fone de ouvido Bluetooth, o que até poucos anos era um símbolo de status de executivos. “A tecnologia entrou no desejo de consumo desses jovens”, diz a socióloga Lucia Scalco, que fez uma pesquisa de doutorado sobre o aumento do uso de eletrônicos e da internet nas classes populares. Para a pesquisadora, porém, somente o acesso às tecnologias não significa melhora nas condições sociais das pessoas. “É um mito esperar que a inclusão digital provocará inclusão social. É preciso oferecer uma educação formal para que os jovens consigam empregos qualificados, incluindo o setor de tecnologia da informação”, diz Lucia.

21%

dos internautas tÊm entre 12 e 19 anos

jovens que dizem morar muito longe de

40%

dos UsUários de internet no Brasil sÃo da

classe c

espaços cUltUrais

51%

centros esportivos

43,2%

espaços verdes

31%

centros comerciais

9,1%

Com ou sem instrução, o perfil dos internautas brasileiros mudou ao longo dos anos. Hoje, ter uma conexão em casa ou no celular já não é algo restrito às famílias de renda alta ou média alta. Um levantamento do Ibope Media mostra que quatro a cada dez usuários de internet no Brasil são da classe C. É a segunda maior proporção entre as faixas de renda, atrás apenas da classe B (49% dos internautas). E, além disso, os jovens são uma parte signifcativa dos que estão conectados. Brasileiros com idade entre 12 e 19 anos já são um quinto dos usuários de internet no país. Eles só perdem para o grupo de 25 a 34 anos. Não é de espantar, portanto, que os rolezinhos tenham surgido online e foram criados pelos adolescentes que mais se beneficiaram da melhoria na renda. Como dizem os garotos na descrição dos eventos, “é apenas uma diversão, pra dar uma tumultuada, uns beijos, conhecer novos amigos e tirar fotos”. E, assim, meio sem querer, eles transformaram um passeio de fim de semana em uma discussão nacional. ↙

as atividades de lazer preferidas dos brasileiros

44,4%

ir ao shopping

42,1%

Fazer/ir a chUrrascos

1 1 1

58,2%

oUvir música

41,3%

encontrar amigos

38,4%

FreqUentar restaUrantes

Fontes: iBope media, ipea e iBge plus.google.com/+INFo

IN338_Rolezinho.indd 103

1/28/14 9:20 PM


INFOLAB

Notas 104

|

10,0

Impecável

FevereIrO 2014

IN338_Teste.indd 104

9,0 a 9,9

8,0 a 8,9

Ótimo

Muito bom

7,0 a 7,9 Bom

6,0 a 6,9

Médio

5,0 a 5,9

Regular

Veja os critérios de avaliação em: info.abril.com.br/reviews/notas/

|

INFO

fotos rafael evangelista eDiÇão De imagens eDson minoru ilustraÇão evanDro Bertol

1/28/14 6:23 PM


87,4 cm

TV

Cena de House of Cards, série exclusiva da Netflix, um dos serviços que terão conteúdo em 4K

144,7 cm

36,8 cm

Sempre em alta

Cheia de recursos, a TV 4K da Samsung manda bem até com vídeos sem resolução Ultra HD ≥ por Leonardo Veras UHD 65F9000 / SamSung a oferta de TVs com resolução 4K está aumentando, mas os flmes que aproveitam cada um dos 8 milhões de pixels de suas telas ainda são raros. Para acomodar vídeos gravados em resoluções menores, esta nova samsung usa uma técnica especial de processamento que amplia as imagens perdendo pouca definição. o resultado é um dos melhores já vistos nos testes do InFolab. defeitos na imagem só se tornam visíveis à distância menor do que 2 metros da tela. Mas isso não vale para cenas movimentadas, como jogos de futebol, que se tornam embaçadas. o modelo oferece tudo o que se espera de uma smartTV: obedece a comandos de voz e usa a câmera embutida para reconhecer a face do usuário e se conectar a serviços online da samsung. Uma pequena barra externa (one Connect) reúne todas as conexões do aparelho. Tela de 65" / 4K (ultra HD) / LCD com LED / 3D ativo, vem com 4 óculos / Entradas: 4 HDmI, 1 vídeo componente, 1 composto / 3 uSB / Ethernet e Wi-Fi AvAliAção técnicA: 9,3 custo/benefício: 6,3

/ R$ 18 999

IN338_Teste.indd 105

1/28/14 6:23 PM


21 cm

TableT

13,5 cm

0,7 cm

Pequeno e valente

Segunda geração do iPad Mini capricha na bateria, na ergonomia e na tela, com boa resolução ≥ Por Luiz Cruz iPad Mini com tela Retina

/

Apple O novo iPad Mini continua sendo

o tablet mais ergonômico da Apple, agora com a aguardada tela retina. A resolução saltou para 2048 por 1536 pixels, a mesma do iPad Air. A tela manteve as 7,9 polegadas e, com os pixels menores, os textos fcaram muito mais legíveis. O processador A7, de 64 bits, é outro ponto de destaque. A agilidade é facilmente notada nas transições entre aplicativos abertos e no desempenho gráfico, especialmente nos jogos. A versão avaliada pelo iNFOlab tem suporte à rede 4G LTE, mas a rede Wi-Fi ainda não suporta o padrão mais recente, como é o caso do iPhone 5S. As câmeras frontal e traseira quase não sofreram alterações, exceto pelo visual mais moderno do iOS 7. Na configuração avaliada, a bateria bateu o recorde da categoria. Foram longas 11 horas e 53 minutos de duração reproduzindo vídeo.

iOS 7 / Tela de 7,9" / Wi-Fi / Apple A7 Cyclone 1,3 GHz dual-core / 64 GB / Câmeras de 5 Mp (1080p) e 1,2 Mp (720p) / 345 g / 11h53min de bateria(1) AvAliAção técnicA: 9,1 custo/benefício: 7,3

/ R$ 2 299

106

|

fevereiro 2014

IN338_Teste.indd 106

|

INFO

(1) Duração medida com o aparelho exibindo vídeo em 720p com Wi-Fi e Bluetooth ativados

1/28/14 6:25 PM


Uma caixa de som leve e com design caprichado leva música a qualquer lugar de forma fácil ≥ por Leonardo Veras

18,5 cm

Caixa de som

Som no parque

24,5 cm

SRS-BTM8 / Sony se carregar uma boombox no ombro não combina com seu estilo,

esta caixa de som da sony é uma alternativa diferente para animar qualquer ambiente. o design e o peso reduzido a tornam boa opção para passeios e festas ao ar livre. o arco de plástico que dá aparência de bolsa à caixa abriga uma antena de nFC. Basta tocar com um smartphone compatível para que haja a conexão. o pareamento manual do Bluetooth e o uso de um cabo de áudio P2 também são opções. se o smartphone receber uma ligação no meio de uma maratona musical, a caixa de som pode ser usada para atender a chamada usando o viva-voz. Mas o microfone embutido faz com que a voz soe um pouco abafada do outro lado da linha. Tocando música pela rede sem fo, a duração das quatro pilhas aa foi mediana (4h40min). Já com o Bluetooth desligado, a caixa surpreendeu, ao tocar 24 horas ininterruptas de som. nos testes, faltou intensidade aos tons graves emitidos pelos alto-falantes, mas o volume é alto.

AvAliAção técnicA: 7,6 custo/benefício: 7,6

/ R$ 311

INFO

IN338_Teste.indd 107

9 cm

4 W / Resposta em frequência: 150 - 10000 Hz / Bluetooth, nFC / P2 / 1 kg / 4 pilhas AA / 4h40min (modo Bluetooth) de bateria

|

FEVEREIRO 2014

|

107

1/28/14 6:25 PM


A CubeX Duo imprime peças tridimensionais com boa precisão e vocação profssional ≥ por luiz cruz

59,8 cm

Impressora 3D

Peças em 3D coloriDas

51,5 cm

CubeX Duo / 3D SyStemS A cubeX Duo é para quem procura uma impressora 3D com vocação profssional. Os protótipos impressos podem ter até duas cores, mas há uma versão com três. São também três os níveis de precisão. O melhor deles faz o flamento extrudado fcar com cerca de 0,1 milímetro. Além da precisão, a cubeX Duo se destaca pelo volume total de impressão. Ela pode imprimir de brinquedos a calçados, com tamanho máximo de 27,5 centímetros de largura por 26,5 de altura e 24 de profundidade. A estrutura da impressora é robusta e suas aberturas laterais facilitam a retirada dos objetos. Sua bandeja é presa por ímãs. Nos testes, a cubeX registrou poucas falhas, mas vale um alerta para o usuário: é preciso cuidado no ajuste do eixo z e na temperatura. caso contrário, a impressora pode desperdiçar material. O cartucho, exclusivo da marca, tem cerca de 500 gramas de material e custa 519 reais. Para evitar uma possível instalação errada, cada cartucho inclui um circuito com sua identifcação. 108

|

fevereiro 2014

IN338_Teste.indd 108

|

tecnologia Plastic Jet Printing (PJP) / 125 mícrons (0,1 mm) / material de impressão: plásticos ABS ou PLA (R$ 519 cada cartucho) / tamanho máximo do objeto: 27,5 por 26,5 por 24 cm / LCD touchscreen / Wi-Fi / USB / Software: CubeX AvAliAção técnicA: 8,0 custo/benefício: 6,9

/ R$ 15 490

INFO

1/28/14 6:27 PM


1,7 cm

A Samsung criou uma alternativa mais econômica aos notebooks fnos e leves da Intel ≥ por Leonardo Veras

22,5 cm

Quase um ultrabook

32,5 cm

Ativ Book 9 Lite / SamSung só faltou um processador Intel para que o ativ Book 9 Lite fosse chamado de ultrabook. em seu lugar, a samsung instalou um chip de quatro núcleos da aMd. a troca não afetou a velocidade de programas mais simples, como o navegador de internet, mas o resultado alcançado pela máquina nos testes de desempenho feitos no InFolab é bem inferior à média. Por outro lado, ao escolher um processador mais econômico, a samsung pôde investir em outros componentes sem aumentar o preço do conjunto. o disco, por exemplo, usa memória fash, uma tecnologia incomum nessa faixa de preço. ela agiliza funções como a transferência de arquivos. a tela mostra cores vibrantes e brilho intenso, embora sua resolução não seja extraordinária. o teclado espaçoso e o touchpad amplo também não desapontam, mas usar a interface de toque seria uma experiência melhor se a dobradiça que mantém a tela fxa fosse mais sólida. outra vantagem indireta do processador é o baixo consumo de energia.

Tela 13,3” touch screen / amD a61450 1,0 gHz / 4 gB / SSD de 128 gB / 1,5 kg / Windows 8 / 3h de bateria(1) AvAliAção técnicA: 7,7 custo/benefício: 8,1

/ R$ 1 899

Notebook

(1) Duração de bateria medida com o software Battery Eater e o notebook com o Wi-Fi ligado, tela com o máximo de brilho, e perfl de alto desempenho no Windows, sem permitir o desligamento dos componentes

IN338_Teste.indd 109

INFO

|

FEVEREIRO 2014

|

109

1/28/14 6:27 PM


18,8 cm

TableT

11,1 cm

1 cm

Android iniciAnte Boa opção para quem quer um tablet que não faça feio em tarefas básicas ≥ por Luiz Cruz

Galaxy Tab 3 7.0

/ SamSung

Sem o primor dos melhores dispositivos da Samsung, este tablet aposta na confguração modesta a um preço atraente. A interface Android modifcada é fuida para tarefas como navegar na web, interagir nas redes sociais e ouvir música. Mas o desempenho gráfco em jogos e vídeos não se compara ao de um Galaxy Note 8. A tela de 7 polegadas mostra boa definição de cor. O problema está no brilho. reduzir a iluminação para poupar energia torna os textos quase ilegíveis. O Galaxy Tab 3 é leve e confortável de manusear. A porta micro uSB é compatível com o padrão MHL, que serve para espelhar a tela do tablet pela HDMi da TV. Pena que não inclua a caneta S Pen. Para compensar o armazenamento interno de 8 GB, o Tab 3 inclui 50 GB no serviço Dropbox por dois anos e permite expandir a capacidade com um Micro SD. android 4.1.2 Jelly Bean / Tela de 7" / Wi-Fi / marvell Cortex a9 de 1,2 gHz dual-core / 8 gB, expansível por micro SD / Câmeras de 3 mP (720p) e 1,3 mP (720p) / 328 g / 5h03min de bateria(1) AvAliAção técnicA: 7,0 custo/benefício: 7,6

/ R$ 699

110

|

fevereiro 2014

IN338_Teste.indd 110

|

INFO

(1) Duração medida com o aparelho exibindo vídeo em 720p com Wi-Fi e Bluetooth ativados

1/28/14 6:28 PM


Relógio inteligente 25,5 cm

Do bolso para o pulso Relógio inteligente da Locke navega na internet sem ajuda de um tablet ou celular ≥ poR Leonardo Veras

4,2 cm

Smart Watch / Locke a maioria dos relógios inteligentes lançados até agora, desde o Pebble até o Galaxy Gear, se limita a estender os recursos de um tablet ou de um smartphone. o smart Watch é diferente. ele faz ligações, navega na internet pela rede 3G, tira fotos e instala aplicativos como qualquer celular equipado com android. a parte difícil é utilizar todos esses recursos em uma tela de apenas 1,54 polegada. embora a interface principal tenha sido personalizada com ícones grandes, similares aos do Windows Phone, a navegação pode ser frustrante em alguns aplicativos. em geral, sua confguração é uma das melhores da categoria, mas há duas faltas importantes. a primeira é a tela, que desaponta com ângulos de visão estreitos e baixa resolução. a segunda é a bateria, que suporta menos do que um dia de uso normal e cerca de 3 horas de uso intenso. Comparado com outros relógios similares, o smart Watch perde em elegância por causa da pulseira que contém os alto-falantes e o slot para cartão sIM. (1) Duração medida com o aparelho exibindo vídeo em 720p com Wi-Fi e Bluetooth ativados

IN338_Teste.indd 111

1,4 cm

Tela de 1,54" touchscreen colorida / Android 4.0 / 4 GB / câmera de 3 MP / Bluetooth / Sensores: bússola, giroscópio, acelerômetro, proximidade e luminosidade / 76 g / 2h58 de bateria(1) AvAliAção técnicA: 7,6 custo/benefício: 7,1

/ R$ 999

INFO

|

FEVEREIRO 2014

|

111

1/28/14 6:28 PM


OFERTAS 1.indd 112

28/01/2014 16:58:14


OFERTAS 2.indd 113

28/01/2014 17:28:33


OFERTAS 3.indd 114

28/01/2014 17:29:02


OFERTAS 4.indd 115

28/01/2014 17:08:20


OFERTAS 5.indd 116

28/01/2014 17:27:44


OFERTAS 6.indd 117

28/01/2014 17:29:47


Agradecimentos: Museu dos Transportes Públicos Gaetano Ferolla

startup-se

Cidade monitorada

/ Ruas esburacadas, acúmulo de lixo, alagamentos ou falta de iluminação. Agora, qualquer cidadão pode denunciar problemas como esses usando seu celular, com o aplicativo Cidadera. Fotos e descrições de irregularidades vão parar em um grande mapa colaborativo que ajuda a cobrar do poder público soluções ligeiras. “A ideia surgiu no ano passado, pouco antes da onda de protestos, e combinou com esse movimento que cobrou melhorias e mudanças”, afrma Thiago Christof, 33 anos, formado em ciência da computação. Ele e o sócio, o engenheiro Victor Stabile (foto), 26 anos, tocam o projeto dentro de uma incubadora na cidade de São Carlos, no interior de São Paulo. Desde que foi lançado, há oito meses, o Cidadera registrou cerca de 3 000 problemas em 250 cidades do país. Dez prefeituras também procuraram a startup interessadas em fazer parcerias. “Estamos criando ferramentas para que as prefeituras possam responder às denúncias e acompanhá-las”, afrma Christof. Quem sabe a solução não venha antes que um simples bueiro entupido se transforme no estopim de uma grande enchente de verão? ↙

foto vitor pickersgill

118 / INFO Novembro 2013

1 1 8 IN338_Startupse.indd 118

fevereiro 2014

|

INFO

FOTO VITOR PICKERSGILL EdIçãO dE ImaGEm aRTnET dIGITaL

1/28/14 6:14 PM


589088.indd 119

28/01/2014 16:20:13


1053993-IBM BRASIL-INDUSTRIA MAQUINAS E SERVICOS LTDA-1_1-1.indd 120

28/01/2014 16:19:45

FEV - 338  

Revista INFO 338, de FEVEREIRO de 2014

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you