Page 1

09 de Fevereiro de 2014 - nº54 folhadoes.com

R$1,50

CIDADE

CRIMES COM REQUINTE DE CRUELDADE A cidade de Cachoeiro está assustada com os crimes que tem ocorrido. Segurança foi esquartejado e partes do corpo desovadas em bairro da periferia, homem teve os braços cortados a golpes de facão e policial militar executou empresário. Tudo isso em menos de uma semana.


02 > FOLHA,

09 de Fevereiro de 2014


O início do ano está sendo marcado por um verdadeiro “banho de sangue” em Cachoeiro de Itapemirim-ES. Para registrar apenas os primeiros dias de fevereiro, entre o último sábado e terça-feira, duas pessoas foram executadas e outra teve vários cortes nos braços, e por pouco não morreu. Os casos mais chocantes foram: o esquartejamento de um segurança por uma dupla de homicidas – um deles ainda está foragido. No sábado (1), as cenas de terror começaram a aparecer com a localização de duas pernas por populares do bairro Nossa Senhora Aparecida, o antigo Corte Grande. No dia seguinte, a nova descoberta de um crime covarde e eivado de crueldade. Na história policial recente da cidade não há registro de um fato idênticogarante quem conhece o setor de segurança. No domingo, após um culto

editorial

Esta edição é dedicada quase que exclusivamente a essa explosão de fúria desencadeada nos últimos dias de candomblé, no Village da Luz, um homem quase teve seus braços decepados a golpes de facão. Uma monstruosidade. Na terça-feira, a série de insanidades continuou com o policial militar Fábio Thompson executando à queima roupa, o empresário do setor de rochas ornamentais, Leandro Bergamin Fardin. A polícia adiantou que tudo começou com cobrança de dívida. Os cachoeirenses, desacostumados a toda essa

violência, estão chocados e não é para menos. Estamos vivendo um momento de total desconstrução do ser humano e suas atitudes animalescas que superam a qualquer enredo de filmes de terror. Esta edição é dedicada quase que exclusivamente a essa explosão de fúria desencadeada nos últimos dias, mas que foi uma repetição do final de 2013 quando oito execuções foram registradas na cidade. Numa matéria especial, o psiquiatra Carlos Henrique Costa analisa a faceta do suicida potencial e as alterações que podem ser detectadas pela família e amigos. A intenção é ajudar. Como de sempre, a Folha do ES traz o melhor do colunismo social, das crônicas e das análises dos colunistas de comportamento, política, entre outros temas. Uma ótima semana e que possamos celebrar a paz.

Diretor Executivo Marcos Paulo Tristão (marcostristao@folhadoes.com)

18

34

26

comportamento

politica

sociedade

Por que as pessoas se matam?

Gestão profissional e vontade política

Acontecimentos de todo o Sul do ES

Conselho Editorial Ailton Weller Colunistas Pedro Valls Feu Rosa Julio Carlos Amorim Francisca Paris Wilson Márcio Depes Design Gráfico Tamyres Santos Periodicidade Semanal

COLUNISTAS PEDRO VALLS FEU ROSA FERNANDO GUIMARÃES AILTON WELLER WILSON MÁRCIO DEPES CLEBEN GARCIA

Conselho Executivo Marcos Tristão

MARCOS TRISTÃO

JACKSON RANGEL

Acompanha a FOLHA nas redes sociais | twitter.com/folhadoes | fb.com/folhaes.com.br

Litoral Sul Fernando Guimarães Tiragem 6.000 Contato contato@folhadoes.com redacao@folhadoes.com publicidade@folhadoes.com (28) 3521-8044 www.folhadoes.com 09 de Fevereiro de 2014 FOLHA

> 03


#opinião faleconosco@folhaes.com

1° - THOMPSON SE ENTREGA NO BATALHÃO DE VITÓRIA - ES (...)HTTP:// TINYURL.COM/MP3WCOM Comentários : Rogerio Castelione Tofano: covarde!!!!!!!!! Falubia Coelho: SERÁ QUE É O DONO DA GESP???? Suyann Liberati vamos aguardar! download..... Eliane Duarte: É ta feio mesmo José Carlos Agrizzi: É, o Brasil esta todo na contramão. José Carlos Agrizzi: Talvez essa pessoa estava precisando desse dinheiro que era dele, foi cobrar o que era dele, e perdeu a vida, e a familia dele, os filhos e agora quem vai cuidar, tem quer cobrar do estado, quem fez é um funcionário do estado.

3 - EXCLUSIVO : HOMEM ENCONTRADO ESQUARTEJADONO BAIRRO “CORTE GRANDE” EM CACHOEIRO-ES (...)HTTP:// TINYURL.COM/MWG2Y7S Comentários : Ana Zanela: Que horror e que sangue frio quem fez isso... Falta de DEUS no coração... Patricia Zanella: Que Deus o tenha. E que a justiça seja feita. Jussara Nascimento: senhor livra esses jovens 04 > FOLHA,

09 de Fevereiro de 2014

Assuntos mais comentados *Foz do Brasil pratica tarifa mais cara do ES *Cachoeiro vive em situação de falência *Atendimentos no verão praticamente dobram

3° -PC PRENDE UM DOS AUTORES DO ESQUARTEJAMENTO NO BAIRRO CORTE GRANDE (...) HTTP://TINYURL.COM/ LH5WTS8 Marcelo Roseira Deveria fazer o mesmo com ele. Agora os direitos humanos vão tratar como coitadinho, tratamento vip, 4 refeições ao dia, atendimento médico, roupa lavada, motorista particular, segurança, e o pior, os vagabundos ainda tem salário no fim do mês. Acorda Brasil.... Vamos mudar o código penal brasileiro..... Elizete Batalha: Tinha que ter a pena de morte no Brasil para esses covardes

4° DIÁCONO DA MARANATA É PRESO POR ESTUPRO DE MENOR (...)HTTP://TINYURL. COM/LLVUXW5 Matheus Arantes: E esse diácono foi um que foi pego, imagine quantos outros que estão dentro dos templos levando titulo de religioso mas na verdade estao ali somente pra mascarar o que realmente são. Vale lembrar! A verdadeira Igreja nao esta dentro de templos de pedra e nem tem nomenclaturas (Maranata, Batista, Católica...), a verdadeira Igreja são pessoas espalhadas no mundo praticando o amor ao próximo, e amando a Deus !

5° - POLÍCIA PRENDE TRÊS HOMENS QUE AGUARDAVAM EM UM VEÍCULO PARA EXECUTAR UMA PESSOA EM CACHOEIRO - ES (...)HTTP:// TINYURL.COM/QX4RHS6 Comentários : Maika Marques: Sabe o que mais intriga em tudo isso, é que nada absolutamente nada é exposto na TV as vezes passa alguma matéria, mas, bem rápida e sucinta sobre a violência de cachoeiro.porque será? Luiz Paulo Smarzaro Se são manipulados não sei..mas deixar de passar a maioria dos casos de violencia acontecendo debaixo do nosso nariz no minimo estranho é.

6° HOMEM TEM BRAÇOS FERIDOS EM CACHOEIRO-ES (...)HTTP://TINYURL.COM/ NGT5LC2 Comentários : Vania Zorzanello: Glorias a Deus, meu Deus venho pedir para que o senhor tenha misericórdia desse homem, e que a vida dele mude quando sair do hospital abençoe senhor abençoe. Adriana Lemos: Meu Deus abênçoe essa pessoa. Ana Zanela: Nem imagino a dor que ele sentiu, Deus tenha misericórdia que ele viva pra honrar a DEUS...


Em Cristo sou fortalecido no Senhor /Maioria das casas de mineiros fechadas durante janeiro em Marataízes / Estão indo para outros balneários em busca de maior conforto / Trevos do entorno de Itapemirim sem sinalização confunde motoristas / “Esquisito” restaurante no Bairro Paraiso conquistando fregueses pela qualidade e tranquilidade local/ O bioquímico Roberto Póvoa é o Secretário de Saúde interino / Se gostar da função poderá continuar / Suplente Josias do IBC preparando o terno para a possibilidade de assumir o mandato / Secretário do Meio Ambiente Gustavo Coelho curtindo o verão na praia da Colônia / baixa remuneração dos médicos de família em Cachoeiro leva a situação surrealista / Eles fingem que trabalham, e a Prefeitura que paga / A população sofre revoltada / Abel Santana caiu fora / A FAMMOPOCI continua calada / Para que serve uma Associação de Moradores? / EACAMP, entidade criada pelo ex-monsenhor Zagotto, para fiscalizar a Câmara e Prefeitura, agora não fiscaliza nada / Aderiu aos detentores do Poder / E o patrimônio sobrou para quem? / Gordo do Village quer saber / Zozó, o Rei Momo, visita Buenos Aires, e fala o “portunhol” / Gente muito boa / Jair Ferraço o prefeito de Castelo ainda penando com a herança maldita do Cleone, do PT / Deixou a Prefeitura em frangalhos / Maior é Aquele que está em mim, do que o que está no mundo / A.W.

Ailton Weller ailtonweller@gmail.com

Magnólia e as velhas virgens A última sessão do mítico Cine e Teatro Broadway, fundado em 20 de abril de 1956 com o filme “Vera Cruz”, um faroeste estrelado por Gary Cooper e Burt Lancaster, foi na longínqua década de 1980. As suas originais 1.159 poltronas estofadas já estavam desbotadas pelo tempo e pela falta de educação de alguns espectadores, mas continuava despertando sonhos. As músicas que antecediam as sessões continuavam atuais, mas a melodia “MoonlightSerenade”, de Glenn Miller e orquestra, era o sinal de que a “viagem” iria começar. Lá estava Dona Magnólia e eu que cumpria a promessa de levar aquela mulher guerreira, já beirando os seus 80 anos e que nunca havia entrado num cinema em toda a sua vida. Só ouvia dizer das luzes hipnotizantes, dos gritos da criançada quando a cavalaria atacava os índios no desfecho de mais um faroeste americano, das fitas sobre a vida e morte de Jesus Cristo, exibidas à exaustão em épocas distintas como a Semana Santa e véspera de Natal. Dona Magnólia sabia da lida diária de lavadeira das antigas com o leito e os pedregulhos do rio Itapemirim servindo de matéria prima para o seu trabalho. Os filhos, depois de crescidos, saíram em debandada para o Rio de Janeiro, mas ela preferiu seu cantinho, num casebre de uma grota que dava vista para o prédio da então Faculdade de Di-

As suas originais 1.159 poltronas estofadas... reito e Colégio Pedro Palácios, ali no bairro Ferroviários. Desde criança acompanhei aquela vida monástica, longe do luxo e ao lado de uma pobreza extrema, além da solidão. Na derradeira sessão do Cine Broadway era exibida a comédia “Mazzaropi e a banda das velhas virgens”, uma das últimas produções do “Chaplin brasileiro”. Dava gosto olhar para os olhos brilhantes e rosto sorridente de Magnólia a cada cena e trapalhada do comediante. Era uma criança de oito décadas se deliciando com algo que apenas sonhara, mas que agora estava diante do telão, das luzes mágicas. São pequenas, mas inesquecíveis lembranças que marcam a gente por toda a vida. “As velhas virgens” fecharam o imponente Broadway, mas abriram o coração da última lavadeira do velho Itapemirim.

Os filhos, depois de crescidos, saíram em debandada para o Rio de Janeiro... 09 de Fevereiro de 2014 FOLHA

> 05


Sinopse POLÍTICA

Prefeito denunciado

O Ministério Público Federal (MPF) ofereceu denúncia à Justiça contra o prefeito afastado de Marataízes-ES, Jander Vidal (PSDB). A Procuradoria Regional da República da 2ª Regiãoacusa os quatro de fraudarem licitação em 2009 desviando recursos federais destinados à merenda escolar.

8% O piso nacional da carreira de professor da educação básica foi reajustado para R$ 1.697 - um crescimento de 8,32% em comparação ao valor atual (R$ 1.567).O número foi divulgado ontem pelo Ministério da Educação. CULTURA

MUSEU É ATRAÇÃO O museu Nacional de Anchietaconstitui um dos patrimônios da cidade e está aberto à visitação, que é gratuita. Lá é possível conferir móveis antigos que pertenceram ao padre Anchieta, peças arqueológicas, a relíquia de um de seus ossos, entre outros objetos. 06 > FOLHA,

POLÍTICA

Frente Parlamentar

De iniciativa do deputado Dr. Hércules (PMDB), o requerimento de criação da Frente Parlamentar foi lido no plenário. “Estamos criando a frente parlamentar porque temos de lutar cada vez mais para combater essa matança que continua acontecendo no Estado e no país inteiro”, afirmou o parlamentar.

09 de Fevereiro de 2014

NOSSO TRABALHO FOI O DE ENCONTRA-LO E PRENDÊ-LO. AGORA, CABERÁ AOS GOVERNOS DECIDIR”.

Coronel Carrozzo, do departamento de Modena, sobre Pizzolato


entrevista

MARCO ANTONIO RAUPP – MINISTRO DA CIÊNCIA E TECNOLOGIA Depois da revelação de que a Agência Nacional de Segurança (NSA) dos Estados Unidos espionava autoridades governamentais de todo o mundo, incluindo a presidente Dilma Rousseff, o governo brasileiro passou a cobrar publicamente um novo comportamento do governo americano. O Brasil decidiu acelerar a criação de mecanismos para garantir sua segurança cibernética, com o envolvimento direto dos ministérios das Comunicações e da Ciência e Tecnologia. E um grande passo nessa direção será a conferência internacional a ser realizada em maio, no Brasil, com presença americana confirmada e com um amplo debate sobre compartilhamento de papéis, pelos países, na rede mundial da internet.O ministro Marco Antonio Raupp, da Ciência e Tecnologia, reconhece que a vulnerabilidade brasileira nessa área é enorme, já que a imensa maioria dos bancos de dados tem sua sede nos Estados Unidos. Como está o trabalho do ministério na área de segurança cibernética? Marco Antonio Raupp -Primeiro, trabalhamos num nível permanente na nossa atividade. Temos um programa chamado TI Maior, que há dois anos funciona muito bem. Ele visa o estímulo à atividade empresarial para o desenvolvimento dessas tecnologias, o financiamento das empresas que querem inovar - são as grandes aplicações que chamamos de ecossistema digital. Operação, organização e segurança de rede. Temos uma cooperação antiga com o sistema da Defesa, o CDC Cyber - Segurança Cibernética das Informações da Defesa. - E quanto à segurança de dados? -A questão da NSA colocou um desafio: por que estamos tão expostos? Aí entra a questão de nossas

blindar seus dados? - A presidente Dilma está propondo uma nova governança na internet global. A internet nasceu nos EUA, em um ambiente militar. Baseia-se em meios de comunicação internacionais - por exemplo, cabos submarinos. E quem tem esses cabos são os americanos. Eles é que produzem os equipamentos da rede. Então, já embutem lá as chamadas backdoors, por onde eles podem entrar. Vê lá no Irã? Um agente qualquer coloca um cartão lá na máquina que eles querem espionar e espiona. O Edward Snowden falou sobre isso.

conexões internacionais e nosso sistema de armazenamento, feitos por empresas que não estão no Brasil. O que a gente tem feito para isso? Promovemos a segurança de redes, a segurança cibernética, que precisa ser desenvolvida do ponto de vista tecnológico. Qual software e hardware ter para garantir segurança para todos os usuários da rede? Isso a gente faz. Mas há novos desafios, que estamos articulando com outros ministérios. - Cresceu o interesse por espionagem? - Antigamente se sabia qual item era importante para se obter uma informações e iam em cima dele. A partir de 11 de setembro de 2011, a NSA foi para cima de tudo. Eles raciocinam assim: não vamos procurar uma agulha no palheiro, vamos pegar o palheiro todo. E aí eles desenvolvem métodos para ver o que interessa. E usam novas tecnologias que não temos no Brasil. - O Brasil fez para tentar

Como atuar então? - Precisa ter tecnologia de hardware e capacidade industrial para isso. Precisa ter políticas que deem ao País capacidade de desenvolver seus equipamentos. Segundo, precisamos ter grandes data centers aqui. Estamos instalando um grande em Manaus e outro no Recife. Ambos ligados à RNP. Outra coisa: estamos aumentando significativamente a velocidade, com pontos de troca de tráfego dentro do País. - Em que prazo poderemos ter alguma coisa eficiente na segurança? -Estamos fazendo com a Bull e negociando um projeto final em torno de 70 milhões. E essa rede será um grande centro de desenvolvimento de tecnologia. Uma rede com capacidade de comunicação, armazenamento, processamento e segurança vira uma coisa chamada Cyber Infrastructure. Isso não resolve o problema do Brasil, mas resolve o da ciência brasileira. -Foi feito algo de emergência ao perceberem que os dados estavam vulneráveis? -Serpro tem um sistema de internet que está expandindo para todo o governo. Um sistema que será restrito ao governo. Já está funcionando, mas nem todos aderiram ainda. 09 de Fevereiro de 2014 FOLHA

> 07


artigo Pedro Valls Feu Rosa

A imagem dos brasileiros No já algo distante ano de 2002 tive a oportunidade de ler uma inusitada notícia: “Alguns Ministros de Relações Exteriores estão sendo obrigados a tirar os sapatos nos aeroportos americanos por medida de segurança. Entre eles estão o chanceler brasileiro, Celso Lafer, e a chanceler chilena, María Alvear. Não precisam ficar descalços, por exemplo, os ministros Jack Straw (Inglaterra) e William Graham (Canadá)”. Poucos meses depois divulgou-se o desabafo de um engenheiro baiano que havia chegado ao aeroporto de Los Angeles (EUA) com todos os documentos em ordem: “Um oficial me pede que colete toda a minha bagagem e o acompanhe. Ato contínuo, sou brutalmente jogado dentro de uma cela de 2x2 m, toda a minha bagagem, dinheiro, documentos, pertences pessoais são confiscados, retiram o meu cinto e o cadarço dos meus sapatos. Meus protestos (falo inglês fluentemente) são respondidos com gritos e ameaças de agressão física e confinamento. Me empurram violentamente de cara para a parede, me revistam dos pés à cabeca e todos os meus pertences pessoais são revirados. Sou finalmente jogado numa sala imunda, fedorenta, sem ventilação e já apinhada de gente”. Os anos se passaram. Chegou dezembro de 2007, mês em que li outra notícia a respeito deste tema: “O Consulado do Brasil em Frankfurt relatou ao Itamaraty a inusitada união de agentes aeroportuários espanhóis e alemães no controle de entrada de brasileiros no aeroporto alemão, dia 2: revistaram mais de 60% das malas dos passageiros e de comissários”. A notícia trazia, ainda, que “o governo espanhol se comprometeu a parar com a perseguição 08 > FOLHA,

09 de Fevereiro de 2014

a brasileiros que viajam àquele país. Não está honrando a promessa. Por dia, quase dez brasileiros são barrados”. Sobre as condições em que os passageiros ficam quando barrados nos aeroportos espanhóis, transcrevo notícia publicada pelo jornal espanhol “El Mundo”: “Entre o grupo de detidos se encontravam cinco crianças, uma delas de apenas dois anos, que não contou durante estes dias [cinco, até a deportação] com produtos de higiene ou nutrição”. A notícia cita o depoimento de um passageiro: “A mãe não tinha talco, nem roupa limpa, nem nada, porque nos confiscaram tudo, e a criança teve que comer o mesmo alimento dos adultos”. E o tempo foi passando. Chegamos a 2009. E estes tristes episódios continuaram sendo notícia: “Vinte brasileiros foram barrados no Aeroporto de Madri, na Espanha, neste fim de semana. Oito voltaram nesta segunda-feira (26) ao Brasil. Eles enfrentaram 11 horas para cruzar o Atlântico e outras 12 para experimentar o rigor da imigração espanhola”. Eis o depoimento de um dos brasileiros, um engenheiro que havia sido enviado por sua empresa, uma transnacional, para treinamento lá na Espanha: “Fomos largados em uma sala de 2 x 2. Fiquei sentado no chão, em uma sala mal ventilada. Sem comunicação, explicação. É até falta de respeito”. Poucos meses depois, nova notícia: “Pelo quinto ano consecutivo, o Brasil ocupa o primeiro lugar na lista dos países com o maior número de cidadãos barrados no Reino Unido em 2008, segundo dados preliminares liberados pelo Ministério do Interior britânico”. Diante deste longo noticiário talvez seja o momento de nos perguntarmos, enquanto habitantes de um país que sempre recebeu a todos de braços abertos: há algo errado conosco ou com o Brasil? *O autor é presidente do Tribunal de Justiça do ES


artigo

Ricardo Ferraço Voto: direito ou obrigação? Muito se tem falado sobre a reforma política. A meu ver, ela precisa ser alinhada com o sentimento da população e não unicamente com os interesses dos partidos e dos políticos detentores de mandato.Neste assunto precisamos de menos discurso e mais ação. Como ponto prioritário, eu defendo o voto facultativo. A última proposta surgida, a realização de um plebiscito sobre a reforma política, teve fôlego curto. O tiro de misericórdia veio do TSE, que estabeleceu um prazo mínimo de 70 dias para sua realização, tornando inviável sua conclusão até o próximo mês de outubro. O caminho deve ser o Congresso votar uma reforma política que aproxime representantes e representados. A consulta popular é, sim, um passo importante para garantir a participação da população, mas ela deve se dar no momento seguinte à aprovação da reforma política pelo Congresso, através de referendo. À população deve ser garantida a última palavra. É o referendo que vai assegurar ao povo a soberania que lhe cabe num regime democrático. O voto facultativo deve estar entre as prioridades da reforma política. O voto é um direito do cidadão, não pode ser uma obrigação. Sendo um direito, deveria caber a cada eleitor a decisão de exercê-lo ou não.Não faz sentido o voto ser uma imposição constitucional, como acontece no Brasil. Foi com essa convicção que apresentei, no ano passado, proposta de emenda constitucional para tornar o voto facultativo. Defender o voto obrigatório – presente em nosso ordenamento jurídico desde o Código Eleitoral de 1932 – é defender o papel de tutor político para o Estado, que obriga o cidadão a exercer sua própria cidadania. Uma visão distorcida, já que a própria Constituição consagra a soberania e a supremacia do povo sobre o Estado, pois é do povo, afinal, que emana o poder político. Não é a obrigatoriedade do voto que motiva a participação política e estimula o exer-

O voto facultativo deve estar entre as prioridades... cício da cidadania. Ambos nascem da consciência política, da clareza do poder do voto e do envolvimento efetivo da população na discussão sobre os rumos do país. Essa é uma polêmica que ganha fôlego novo a cada eleição. No ano passado, o índice de abstenção chegou a 16,4% no primeiro turno e a 19%, no segundo. Somados aos votos nulos e brancos, esse percentual foi de cerca de 25%, traduzindo o desinteresse – e até mesmo a desilusão – dos eleitores com a política institucional. Podemos discordar desse posicionamento político, mas não podemos negar sua legitimidade. Não é insistindo no voto obrigatório que vamos reverter esse ceticismo popular. É alinhando nosso discurso e a nossa prática política com os interesses dos cidadãos. É mostrando, na prática, que o exercício político pode, sim, mudar para melhor a vida da população e que cada cidadão pode e deve ter papel ativo na fiscalização e na definição das políticas públicas. Vale destacar que o voto facultativo é adotado por todos os países desenvolvidos e de tradição democrática da civilização ocidental. Os regimes autoritários é que têm preferência pelo voto obrigatório. Nos Estados Unidos, França, Alemanha, Grã-Bretanha e em outras nações democráticas os eleitores não precisam ir às urnas contra sua vontade, sendo que muitos realmente deixam de votar, e nem por isto se duvida da representatividade dos eleitos naqueles países. O voto facultativo, também, é bom que se diga, reduz substantivamente o aliciamento e o clientelismo – práticas infelizmente ainda frequentes no Brasil de hoje.Temos uma democracia madura, consolidada. Temos uma sociedade que exige, cada vez mais, espaço para a participação política. Devemos ouvir a voz das ruas. Devemos resgatar na plenitude o direito de escolha. O direito – que seja – de não querer decidir, de não querer votar. *O autor é Senador da República 09 de Fevereiro de 2014 FOLHA

> 09


artigo Wilson Márcio Depes Mais calçadas ou reforçar os adjetivos do bem

A

ndo atemorizado com o crescente número de violência. Resta-me, de início – ainda um ser cheio de esperança – repetir Tagore: Os homens são cruéis, mas o Homem é bondoso”. Vou trazer, digamos, um assunto menos cáustico: “A cultura da bandalha”. Quê quer dizer a expressão? O carioca, sempre muito espirituoso, resolveu fazer a junção das palavras bandido + canalha resultando em “bandalha”. Quis demonstrar o seu repúdio à cultura do erro, da impunidade, do abuso, do desrespeito, da corrupção, da violação aos direitos humanos mais elementares. Trago o assunto aqui para Cachoeiro. Cada dia que passa, vejo mais pessoas caminhando pelas “calçadas”. Inclusive, ao que me parece, o prefeito municipal é adepto das caminhadas. Ocorre que, de propósito, registrei a palavra “calçadas” entre aspas exatamente porque Cachoeiro é a cidade do Brasil mais carente delas. Há locais, por exemplo, que sequer elas existem. O cidadão é atropelado, em plena via, porque não tem por onde caminhar, a não ser através da pista de rolamento. Na Rua Moreira, por exemplo, à noite, é impossível caminhar pelas “calçadas” que ainda existem. São garagens de veículos. A cidade, afinal, vem sendo construída para o automóvel. E, com isso, acontece a desumanização do espaço urbano. E todas as intervenções são feitas com esse propósito. Quando estive na Prefeitu-

10 > FOLHA,

09 de Fevereiro de 2014

O carioca, sempre muito espirituoso...

ra propus uma espécie de “Projeto Calçada”. É certo que, aparentemente, é um projeto que “não dá votos” ao político, mas traria qualidade de vida à população e muitas vidas seriam poupadas dos inexplicáveis – e inconcebíveis - atropelamentos com vítimas fatais. Pior ainda. Os carros estão atropelando – e matando – as pessoas em plena calçada. O que dizer das cidades que não as possuem? Sugiro: pegue o repórter sua máquina fotográfica e saia pela cidade em busca dessas cenas de “bandalha”. Preenche todas as páginas da revista. São carros estacionados sobre as calçadas, buracos, empecilhos de toda sorte, como lajotas, sobras de construção, enfim, tudo que conspira contra o direito mais elementar do ser humano: caminhar nas calçadas de sua cidade. Já não estou cobrando que se construam calçadas, que o Poder Público permita ao meu amigo, Sr. Amilton, de 70 anos, possa, em benefício de sua saúde, caminhar. Ele e os milhares de “amiltons” que não exigem quase nada nessa vida de Deus, apenas reivindicam esse direito, o de caminhar nas calçadas de sua cidade. Por último eu diria: além de construir calçadas vamos, utopicamente, lutar pelo aprimoramento dos nossos adjetivos do bem. O que equivale dizer que devíamos reforçar – como podemos ser – mais generosos, mais leais, mais decentes, mais honestos, mais confiáveis, mas justos. *A autor é advogado


artigo Vicente Paulo De Miranda Qual a verdadeira vocação?! Já é sabido no nosso meio que o Sr. Antônio Rômulo Zagotto, Presidente da Santa Casa de Misericórdia de Cachoeiro de Itapemirim, cometeu recentemente ato despropositado e atentatório a entidade filantrópica. Há um ano ganhou um amigo (oculto?) uma viagem ao Vaticano, mas mudou de rota, desprezou a viagem religiosa, e foi parar no Canadá, acompanhadode seis paulistas abastados, conhecendo as cataratas do Niágra e as montanhas geladas deste país. Preferiu não se apresentar como padre ao grupo, e chegou a postar foto num importante revista da cidade montado em um trenó, num vistoso casaco de pele. Desafiado, não divulgou o nome do generoso “amigo” que deu os 50 mil dólares este “tour”. Ficou em hotéis sofisticados e frequentou os restaurantes mais caros. Antes, desrespeitou o Bispo Bom Célio Goulart,posicionando-se a favor da construção de uma Penitenciária de Segurança Máxima na Cidade. O Bispo foi embora, mas, em último ato, mandou-o para Rio Novo. No entanto, o exibicionista Sr. Rômulo, ferindo a ética e as tradições,continuou como Presidente da Santa Casa, mesmo morando noutro município. Mais uma vez, dando seguimento ás aventuras e na tentativa de virar um padre “global”, escreveu artigo debochando da escolha do novo Papa, fazendo referência que ele foi eleito

por cardeais de mãos trêmulas e encurvadas,e no “arcaico” processo das fumaças – será que ele gostaria que fosse pelo facebook? Fez chacota de um dos principais dogmas da Igreja a que diz pertencer! Disse barbaridade ao afirmar que “é muito chato ser Papa, pois tem que ficar o tempo todo com as mãos abanando para multidões de fanáticos religiosos”. Por último,há poucas semanas, tentando se justificar, fez nova viagem: partiu para o Oriente Médio, fazendo antes uma parada no Vaticano, onde beijou o anel de /sua /santidade e postou foto publicada novamente numa revista cachoeirense. Quis trocar um “solidéu” que levou com o Papa Francisco,mas ele recusou-o a fazer a troca. Afinal, o solidéu é um símbolo material e não representavalores cristãos. Disse ter assistido à “missa do galo”: as aspas são do Zagotto, como sempre diminuindo os valores tradicionais da Igreja Católica. O padre ainda, em seu texto, assina como “Monsenhor”, um título extinto, que usa de maneira inexplicável. Aexposição exaustiva em revista da sociedade cachoeirense; a divulgação de fotos exibindo luxo, quando a população passa por dificuldades diversas; o desrespeito com as tradições da Igreja a qual ele diz seguir; e o nítido apego as coisas de valor material, nos faz pensar a sua verdadeira vocação. *A autor é médico 09 de Fevereiro de 2014 FOLHA

> 11


Moda & Consultoria por Cláudia Manhães

SOPHIE VAN DER STAP, A GAROTA DAS NOVE PERUCAS Em 26 de janeiro de 2005, Sophie van der Stap buscava respostas para as constantes pontadas que sentia no pulmão, o emagrecimento repentino e seu rosto sempre tão pálido. Ela tinha acabado de conquistar uma vaga no curso de Ciências Políticas da Universidade de Amsterdã, na Holanda, e sua vida estava tão boa. Tinha 21 anos, um milhão de amigos, uma carreira bacana se anunciando...

Clutches divertidas e com formatos inusitados

12 > FOLHA,

09 de Fevereiro de 2014

A clutch é indispensável no look festa. Para deixar um pouco da formalidade de lado e dar um toque fun às produções, celebs optaram por acessórios cheios de bom humor.


Milla Jovovich Evoca Graça máxima

Liu Wen, Tian Yi, Xiao Wen, Lindsey Wixson, Daria Strokous & Marie Piovesan - Seductive Styles for Vogue China

Alto mar: o estilo navy segue com força total - mais cool e minimalista

TETO E PISO REFRESCAM CASA DE VERANEIO

1ª cadeira foi comprada antes da construção Cansados de procurar em vão a casa dos sonhos, Marie Wåhlin e Kenth Kembe compraram um terreno baldio em Gotland, a maior ilha sueca no mar Báltico, e decidiram erguer ali um imóvel ecológico. Do zero. Quer dizer, a partir de uma cadeira de balanço Eames e da arquitetura típica da cidadezinha à beira-mar. Inspirado pelo desenho geométrico das construções do balneário e da primeira peça comprada para a casa, antes mesmo dos sacos de cimento, o arquiteto (e amigo pessoal) Torbjörn Hoeg colocou no papel as ideias do casal e projetou uma casa de veraneio moderna e inteligente. 09 de Fevereiro de 2014 FOLHA

> 13


PRIZ

imagemprizazeredo@hotmail.com (28) 3036-2157/ 8113-6848/ 3522-7710

As cores em nosso favor As cores fazem parte do nosso dia a dia e sabendo usá-las viram ferramenta indispensável para compor nosso maior recado que é a nossa imagem pessoal. Separei umas dicas para você que é estudante de moda ou simples amante do assunto. Saiba mais sobre as mensagens das cores.

Valor: Cores claras são visualmente expansivas. São percebidas como sendo mais acessíveis, amigáveis, informais e femininas. Cores escuras são visualmente contráteis. São percebidas como sendo autoritárias fortes dramáticas e masculinas. 14 > FOLHA,

09 de Fevereiro de 2014

Cores intermediárias são neutras entre o masculino e feminino. São percebidas como clássicas. Intensidade: Cores vivas radiam. Enviam uma mensagem de entusiasmo, diversão, energia excitamento


Cores opacas absorvem. Enviam uma mensagem de serem conservadoras e algumas vezes tímidas. Novamente, as cores intermediárias são percebidas como sendo clássicas e mais neutras. Azul: ugere uma personalidade comunicativa, lógica calma, racional, honesta e inspiradora. Pessoas conservadoras em relação a novas ideias, dedicadas a altos ideais, podendo trabalhar paciente e sistematicamente pelo que desejam.

Temperaturas: Cores quentes são amigáveis, acessíveis. Cores frias são clássicas, autoritárias e refinadas. Escolhi três cores para mostrar sua transmissão universal.

Vermelho: Cor excitante e estimulante. Sugere uma personalidade dramática, segura de si, ativa, corajosa, vigorosa. Pessoa que sempre tem opiniões, crenças ou sentimentos fortes. Amarelo: Cor associada ao intelecto, ação mental e pensamento criativo. Sugere uma personalidade criativa, extrovertida e alegre. Pessoa aberta a mudanças e novas experiências. 09 de Fevereiro de 2014 FOLHA

> 15


Destaques da semana por Wesley Bandeira

16 > FOLHA,

09 de Fevereiro de 2014


09 de Fevereiro de 2014 FOLHA

> 17


POR QUE AS PESS O psiquiatra s cachoeirense Carlolou fa a st Henrique Co sobre o tema.

A

canção “Gloomy Sunday”, (Domingo Sombrio) ficou conhecida por estar relacionada a mais de 100 casos de suicídio, incluindo a morte do próprio compositor Rezso Seress. De tempos em tempos, a polêmica em torno da música volta a ser motivo de matérias em mídias de todo o mundo. Conhecida como “música húngara suicida” foi escrita após Seress ter levado um fora da namorada. Quando regravada por Pál Kálmar, muitos suicídios aconteceram na 18 > FOLHA,

09 de Fevereiro de 2014

comportamento Hungria e, portanto, sua reprodução foi proibida. No histórico do compositor é registrada sua passagem por um campo de concentração durante a Segunda Guerra Mundial, e sua fuga em seguida. A letra, escrita para tentar uma reconciliação com sua ex-namorada, foi encontrada ao lado do corpo dela – numa folha de papel – após seu suicídio por envenenamento. Lendas urbanas à parte, a questão do suicídio se transformou em “tabu” nas redações de Jornais, Revistas, Rádio e TV. A grande maioria

evita tratar do tema e poucos divulgam casos de suicídios, a não ser quando se trata de celebridades. A reportagem da Folha do ES ouviu o psiquiatra cachoeirense Carlos Henrique Costa, Chefe da Enfermaria do Centro de Atendimento Psiquiátrico Dr. Aristides Alexandre Campos (CAPAAC), sobre o tema. Na entrevista, o profissional analisa as causas, acena com as mudanças de comportamento do provável suicida e enumera os porquês das pessoas chegar a esse ato extremo: tirar a própria vida.


SOAS SE MATAM? - Quais as principais causas que levam ao suicídio? - A definição de suicídio é se matar, dar um fim na própria vida, suas principais causas são: depressão, transtorno bipolar do humor, esquizofrenia, abuso de drogas, transtornos financeiros e/ou emocionais. Aproximadamente, 1 milhão de indivíduos cometem suicídios fatais e 30 milhões com tentativas de suicídios não fatais.

- Existe uma predisposição genética para que a pessoa desenvolva pensamentos suicidas? - O suicídio não é uma doença hereditária, entretanto, antecedentes de suicídio em familiares, devem ser considerados, notadamente na presença de Transtornos Depressivos e Transtorno Bipolar do Humor. - A depressão é a única causa de suicídios? - A predominância da tríade cognitiva negativa, característica dos pacientes deprimidos, ver a si próprio sob uma luz negativa e a assumir responsabilidades excessivas por fracassos ou experiências negativas. Tendência de ver seu mundo sob uma luz negativa, como apresentando obstáculos insuperáveis. Tendência de ver o futuro de forma negativa, consistindo apenas de mais fracassos e obstáculos insuperáveis. O fracasso financeiro e fatores emocionais podem aumentar o risco de suicídio. - Uso de drogas - álcool e outras - aceleram esse processo? - O maior índice de suicídio é na adolescência e antes dos 35 anos de idade, portanto o abuso de Drogas e Álcool nesta população não pode ser desconsiderado, notadamente nos indivíduos portadores de comorbidades

(outros transtornos psíquicos) com destaque para a Depressão, Transtorno Depressivo Bipolar, TDAHI- Transtorno déficit atenção-hiperatividade -impulsividade-, Esquizofrenia, etc... Enfatizamos: não tratar eventualmente a comorbidadeque na grande maioria das vezes encontra-se associadocom abuso de drogas e álcool, é sem sombra de duvida uma das maiores causas do fracasso de tratamento e aumento do risco de suicídio no grupo de risco, com destaque ao adolescente. - Como os familiares e amigos podem ajudar? Há uma forma de entender mudanças de personalidade no suicida? - Sim. Conversar, ilustrar o assunto conforme estamos fazendo-o através desta matéria sugerida por você, leva-nos aenfrentar o problema de frente - não podemos continuar jogando os problemas humanos para debaixo do tapete. - Falar abertamente sobre o tema auxilia? Como? - A ausência de estigma e melhor compreensão dos Transtornos Psíquicos ou das Doenças Mentais, a rigor deveriam ser aceitas conforme se aceitam os Transtornos ou Doenças Cardíacas, Hepáticas, Renais Crônicos e demais doenças. Sabemos hoje que os Transtornos Psíquicos não são diferentes na essência das demais doenças que acometem o homem, todas tem causas biológicas envolvidas, até uma simples gripe. - O sucesso pode levar ao quadro depressivo e suicida? - O sucesso isoladamente não é causa de suicídio, entretanto, em combinação com abuso de drogas, álcool ou fatores emocionais pré-exis-

tentes ou que vieram a eclodir após o sucesso podem favorecer a tentativa de suicídio.

- Outras ponderações que o senhor faz sobre esse assunto. - A experiência vem demonstrando que conversar francamente sobre o assunto repercute positivamente no paciente e demonstra interesse por seu estado interior, não obstante istopoderá não ser o suficiente, e o paciente deverá ser tratado hospitalizado sob a supervisão de equipe multidisciplinar. (LETRA DA CANÇÃO) DOMINGO SOMBRIO Minhas horas são insones Queridas são as sombras Com que eu vivo, são inúmeras Pequenas flores brancas Nunca vão acordá-lo Não onde estão os treinadores negros A tristeza toma conta de você Anjos não têm pensamentos De jamais devolver você Eles não se zangariam Se eu pensasse em me unir a você? Sombrio é domingo Com sombras eu passo ele todo Meu coração e eu Decidimos acabar com tudo Em breve haverá velas E orações que são ditas, eu sei Mas não deixe que chorem Que eles saibam que eu estou contente de ir A morte não é um sonho Pois na morte eu estou acariciando-a Com o último suspiro da minha alma Eu vou ser sua benção Sonhando, eu estava apenas sonhando? Eu acordo e encontro você dormindo No fundo do meu coração aqui Querido, espero Que o meu sonho nunca assombre você Meu coração está te dizendo Como eu te queria Sombrio domingo 09 de Fevereiro de 2014 FOLHA

> 19


20 > FOLHA,

09 de Fevereiro de 2014


SECRETARIA PRESTA CONTAS EM SESSÃO DA CÂMARA

Márcia Cypriano, s prestou contas do trabalhos da Pasta em 2013 durante a sessão ordinária

A

secretária de Assistência Social da Prefeitura de Anchieta, Márcia Cypriano, prestou contas dos trabalhos da Pasta em 2013 durante a sessão ordinária desta terça-feira (28) da Câmara Municipal. Prestigiaram o evento o prefeito Marquinhos, o vice prefeito Dr. José Carlos, secretários municipais, líderes comunitários, convidados especiais e população em geral. Durante a apresentação, a secretária falou sobre projetos inovadores como o Vale Feira, que leva mais qualidade à alimentação básica das famílias inscritas no CadÚnico e ao mesmo tempo aquece o

política comércio local. O projeto recebeu menção especial no Prêmio Inoves e foi levado à Conferência Nacional de Assistência Social, em Brasília, e está sendo estudada a possibilidade de que seja implantado em nível nacional. Outras ações citadas pela secretária dizem respeito à entrega de casas populares a pessoas inscritas no programa habitacional, distribuição de cestas básicas e natalinas, centenas de atendimentos prestados pelo Serviço de Proteção às Famílias, 5.140 atendimentos individuais realizados e 403 famílias participando regularmente de grupos no âmbito da Proteção de Atendimento Integral as Famí-

lias (Paif), entre outras. Márcia falou também sobre os cursos promovidos pela Secretaria, como informática para adultos e crianças e corte e costura nas comunidades, em parceria com o Senai. E destacou a importância de capacitar os inscritos em programas sociais da Pasta: “É importante habilitar as pessoas para que elas não dependam apenas dos benefícios sociais, para que se tornem cada vez mais independentes”. Vale ressaltar que todos os investimentos na área tiveram a digital do Prefeito de Anchieta Marquinho e logico com a equipe que hoje temos na secretaria , hoje sim este Municipio é voltado para os Munícipes. 09 de Fevereiro de 2014 FOLHA

> 21


22 > FOLHA,

09 de Fevereiro de 2014


EDITAL DE PROCLAMAS REGISTRO CIVIL PRIMEIRO OFÍCIO - CACHOEIRO DE ITAPEMIRIM-ES CARTÓRIO FERNANDO VIEIRA FONE: (28) 3522-0139 SAIBAM TODOS QUE PRETENDEM SE CASAR OS NOIVOS: MARCIO LUIZ DA SILVA e CHRICIA ABREU MOREIRA. Ele é brasileira, solteiro , natural de Cachoeiro de Itapemirim - ES, filho de PERICLES SILVA FILHO e LAUREANA DAS NEVES CORDEIRO SILVA e ela é brasileira, solteira , natural de Cachoeiro de Itapemirim - ES, filha de ROBERTO ANDREZA MOREIRA e SONIA MARIA ABREU MOREIRA. OTONIEL SILVA XAVIER e ALEANDRA SILVA DO NASCIMENTO. Ele é brasileira, divorciado , natural de Alegre - ES, filho de REINALDO BERNARDO XAVIER e MARIA MADALENA DA SILVA XAVIER e ela é brasileira, solteira , natural de Alegre - ES, filha de ANISIO JOSÉ DO NASCIMENTO e ISOLINA SILVA DO NASCIMENTO. WILLIAM VIEIRA RADAELLI e LIDIANE FIGUEIREDO MATAIM. Ele é brasileira, solteiro , natural de Alegre - ES, filho de JOÃO MANOEL MANGIFESTE RADAELLI e ARLETE VIEIRA DE JESUS RADAELLI e ela é brasileira, solteira , natural de Guaçui - ES, filha de OSVALDO NEVES DE FIGUEIREDO e LUZENIR VIANA MATAIM FIGUEIREDO. PABLO LUIZ MESQUITA e DANIELA DE FREITAS CABRAL. Ele é brasileira, solteiro , natural de cachoeiro de Itapemirim - ES, filho de JORGE ANDRE MESQUITA e MARIA DAS GRAÇAS BUFFON MESQUITA e ela é brasileira, divorciada , natural de Cachoeiro de Itapemirim - ES, filha de DANIEL RIBEIRO CABRAL e ARLIANDA DE FREITAS CABRAL. WILLIAN HENRIQUE DE ALMEIDA e JOSANA GONÇALVES DUARTE. Ele é brasileira, solteiro , natural de Iúna - ES, filho de IVANILDA DE ALMEIDA e ela é brasileira, solteira , natural de Anutiba - ES, filha de JOSUE GOMES DUARTE e MARIA DE LOURDES GONÇALVES DUARTE. LEONARDO FANTIN LOPES e CAROLINA CALLEGARI GOIS. Ele é brasileira, solteiro , natural de Vitoria - ES, filho de JOSÉ MARIA LOPES e LAURIDES FANTIN LOPES e ela é brasileira, solteira , natural de Cachoeiro de Itapemirim - ES, filha de EDMO DE OLIVEIRA GOIS e MARIA AUXILIADORA CALLEGARI GOIS. VILSON ANTUNES ALVES e THAÍSE SANT´ANNA DINIZ. Ele é brasileira, solteiro , natural de Cachoeiro de Itapemirim - ES, filho de GILSON ANTUNES ALVES e LUCENIR BORGES DA SILVA e ela é brasileira, solteira , natural de Suzano - SP, filha de FRANCISCO DE SOUZA DINIZ e SONIA MARIA SANT´ANNA ROZÃO DINIZ. ALEXANDRE SILVA COSTA e VANIELE FERNANDES ALVES. Ele é brasileira, solteiro , natural de Cachoeiro de Itapemirim - ES, filho de ANTONIO SIMONES DA COSTA e NILZA CORRÊA DA SILVA e ela é brasileira, solteira , natural de Cachoeiro de Itapemirim - ES, filha de MAURO ALVES e LEILIAN FERNANDES ALVES. MAXWELL DA SILVA LEONCIO e ELISANGELA NASCIMENTO SANT´ANA. Ele é brasileira, solteiro , natural de Cachoeiro de Itapemirim - ES, filho de ADENIR DOS SANTOS LEONCIO e MARIA JOSÉ DA SILVA LEONCIO e ela é brasileira, solteira , natural de Cachoeiro de Itapemirim - ES, filha de LUIZ ROBERTO SANT´ANA e ELELUCIA NASCIMENTO SANT´ANA. CARLOS DE SOUZA JUNIOR e ALCIENE SILVA DOS SANTOS. Ele é brasileira, solteiro , natural de Cachoeiro de Itapemirim - ES, filho de CARLOS DE SOUZA e DINA GOMES VICENTE DE SOUZA e ela é brasileira, solteira , natural de Cachoeiro de Itapemirim - ES, filha de JOÃO DOS SANTOS e RITA SILVA DOS SANTOS. REGINALDO GOMES DOS SANTOS e VERONICA SPOLADORE CYPRIANO. Ele é brasileira, solteiro , natural de São José da Barra - MG, filho de ANTONIO JOSÉ DOS SANTOS e MARCULINA GOMES DOS SANTOS e ela é brasileira, solteira , natural de Cachoeiro de Itapemirim - ES, filha de ARY CYPRIANO e CARLY SPOLADORE CYPRIANO. GUILHERME DELY BITTI ALVES e FRANCISLAINE MARALIN HENRIQUE. Ele é brasileira, solteiro , natural de Montanha - ES, filho de FRANCISCO TOZETTI ALVES e ELISÂNGELA BITTI ALVES e ela é brasileira, solteira , natural de Cachoeiro de Itapemirim - ES, filha de RONILSON PEDRO BARBOSA HENRIQUE e MARIA LUIZA MARALIN. ROMERO BERNARDINO e ELIZANGELA PAIVA VIEIRA. Ele é brasileira, divorciado , natural de Cardoso Moreira - RJ, filho de MIGUEL BERNARDINO e GENOLIVIS ALVES SANT´ANA BERNARDINO e ela é brasileira, divorciada , natural de Cachoeiro de Itapemirim - ES, filha de JOSÍAS FELIPE VIEIRA e MARIA EMILIA PAIVA VIEIRA. ROBSON CRUZ DE SOUZA e SILVANA DOS SANTOS DE JESUS. Ele é brasileira, viúvo , natural de Arujá - SP, filho de AVELINO CRUZ DE SOUZA e IRACY TERESINHA DE SOUZA e ela é brasileira, solteira , natural de Presidente Kennedy - ES, filha de MANOEL DE JESUS e MAURIDES DOS SANTOS DE JESUS. MARCELO SILVA RIBEIRO e LUZIANE BORGES DA SILVA. Ele é brasileira, solteiro , natural de Cordeiro - RJ, filho de ANELCEU RIBEIRO e MARIA DAS GRAÇAS ROQUE SILVA e ela é brasileira, solteira , natural de Cachoeiro de Itapemirim - ES, filha de DARLI RODRIGUES DA SILVA e MARIA HELENA BORGES DA SILVA. SE ALGUÉM SOUBER ALGUM IMPEDIMENTO OU ALGO QUE IMPEÇA O CASAMENTO, APONTE-O NESTE CARTÓRIO, PARA OS FINS LEGAIS. CACHOEIRO DE ITAPEMIRIM-ES,14 de janeiro de 2014. OFICIAL: FERNANDO BRANDÃO COELHO VIEIRA

CONTRATA

A EMPRESA PARESCHI E CIA LTDA., COM MAIS DE 45 ANOS NO MERCADO DE CONFECÇÃO JEANSWEAR, ESTÁ CONTRATANDO REPRESENTANTE COMERCIAL AUTONOMO, c/ ou s/experiência p/ atuar nesta região. Necessário carro próprio e disponibilidade p/ viagens. _______________________________________________ EXCELENTE POSSIBILIDADE DE GANHO _______________________________________________ CURRICULO P/ curriculo@pareschi.com.br (15) 3285-5100 09 de Fevereiro de 2014 FOLHA

> 23


EDITAL DE PROCLAMAS REGISTRO CIVIL PRIMEIRO OFÍCIO - CACHOEIRO DE ITAPEMIRIM-ES CARTÓRIO FERNANDO VIEIRA FONE: (28) 3522-0139 SAIBAM TODOS QUE PRETENDEM SE CASAR OS NOIVOS: LEANDRO LOUZADA DA SILVA e TATIANA FREITAS PAULO. Ele é brasileira, divorciado , natural de Cachoeiro de Itapemirim - ES, filho de DENEVAL VENTURA DA SILVA e MARIA APARECIDA LOUZADA DA SILVA e ela é brasileira, solteira , natural de Cachoeiro de Itapemirim - ES, filha de ANTONIO DE SOUZA PAULO e MARIA FREITAS PAULO. CLAUDIO DAMES e LUZIA DIAS DOS SANTOS. Ele é brasileira, divorciado , natural de Cachoeiro de Itapemirim - ES, filho de JOSÉ LUIZ DAMES e JOVELINA DE OLIVEIRA e ela é brasileira, solteira , natural de São João de Muqui - ES, filha de ODETE DIAS DOS SANTOS. JONES PEREIRA DE OLIVEIRA e GIOVANA MARVILA DE SOUZA. Ele é brasileira, solteiro , natural de Cachoeiro de Itapemirim - ES, filho de JOSÉ VICTOR DE OLIVEIRA e MARIA PEREIRA DE OLIVEIRA e ela é brasileira, divorciada , natural de Cachoeiro de Itapemirim - ES, filha de NILDA MARVILA DE SOUZA. DOMINGOS JORGE GERALDINO MARQUES e MARIA ZÉLIA DE LUCA. Ele é brasileira, viúvo , natural de Cachoeiro de Itapemirim - ES, filho de MARIO MARQUES e HELENA GERALDINO MARQUES e ela é brasileira, solteira , natural de Muniz Freire - ES, filha de JOSÉ DE LUCA e MARIA DA PENHA SPADETTI DE LUCA. EVERTON DA SILVA OLIVEIRA e ROSIMARCIA CASTELLO DA SILVEIRA. Ele é brasileira, divorciado , natural de Cachoeiro de Itapemirim ES, filho de IDELMACIR CESARIO DE OLIVEIRA e AIDA CECILIA DA SILVA OLIVEIRA e ela é brasileira, divorciada , natural de Campos - RJ, filha de MOACYR ARANTES SILVEIRA e RUTH CASTELLO DA SILVEIRA. GABRIEL FERRETI MACHADO e BRUNA MATTOS DA COSTA. Ele é brasileira, solteiro , natural de Vargem Alta - ES, filho de JOSIAS DA ROZA MACHADO e CARLY REIS FERRETI MACHADO e ela é brasileira, solteira , natural de Cachoeiro de Itapemirim - ES, filha de BRANDINO ANTONIO DA COSTA e CREUSENI GOLTARA DE MATTOS COSTA. JOSÉ ANTONIO DO NASCIMENTO SILVA e MÁRCIA SÁ FORTES TORRES. Ele é brasileira, solteiro , natural de Muqui - ES, filho de JOSÉ BATISTA DA SILVA e TEREZA DO NASCIMENTO SILVA e ela é brasileira, solteira , natural de Iúna - ES, filha de JOÃO BATISTA TORRES e ELZI SÁ FORTES TORRES. JOSÉ ROBERTO IENDEZ MORAES e GRACIELE SALLES DA SILVA. Ele é brasileira, solteiro , natural de Cachoeiro de Itapemirim - ES, filho de VALTEIR MORAES e MARIA HELENA IENDEZ MORAES e ela é brasileira, solteira , natural de Cachoeiro de Itapemirim - ES, filha de RENATO VIEIRA DA SILVA e CIRLENE SALLES DA SILVA. PHETERSON MAYKI DE OLIVEIRA FARIA e BARBARA SOUZA ALVES. Ele é brasileira, solteiro , natural de Cachoeiro de Itapemirim - ES, filho de JOSÉ PEDRO MARCOS DE FARIA e ROSANIA TOMAIS DE OLIVEIRA FARIA e ela é brasileira, solteira , natural de Vitória - ES, filha de JOELSON ISAURO ALVES e ROSEANA SOUZA LIMA ALVES. MAYCON LOVATI MARTINS e DRIELÉN PIROVANI SILVA. Ele é brasileira, solteiro , natural de Cachoeiro de Itapemirim - ES, filho de MARCOS ANTÔNIO MARTINS e LUCINÊIDE LOVATI MARTINS e ela é brasileira, solteira , natural de Cachoeiro de Itapemirim - ES, filha de SÉRGIO SILVA e MARIA DE FÁTIMA PIROVANI SILVA. JOÃO FRANCISCO DA SILVA e MARIA DA PENHA DOS SANTOS BARBOSA. Ele é brasileira, divorciado , natural de Ibitirama - ES, filho de ARLINDO FRANCISCO DA SILVA e IDALINA JACINTA DA SILVA e ela é brasileira, divorciada , natural de Colatina - ES, filha de JOÃO FELIX DA CONCEIÇÃO e ORICA PEREIRA ROSA. FILIPE JOSÉ DIAS FERREIRA e PÂMELA RODRIGUES DA SILVA. Ele é brasileira, solteiro , natural de Cachoeiro de Itapemirim - ES, filho de JOSÉ DE JESUS FERREIRA e ALZIRA DE FÁTIMA DIAS FERREIRA e ela é brasileira, solteira , natural de Cachoeiro de Itapemirim - ES, filha de HELIO DIAS DA SILVA e MARIA DAS GRAÇAS RODRIGUES. REGIS DELPUPO SILVA e JULIANE LOVATI MARTINS. Ele é brasileira, solteiro , natural de Cachoeiro de Itapemirim - ES, filho de GILMAR BUZATO SILVA e CECÍLIA REGINA DELPUPO SILVA e ela é brasileira, solteira , natural de Cachoeiro de Itapemirim - ES, filha de MARCOS ANTÔNIO MARTINS e LUCINÊIDE LOVATI MARTINS. GUSTAVO CAMPOS SATHLER ROSA e SILVANA SANTOS FERREIRA. Ele é brasileira, solteiro , natural de Cachoeiro de Itapemirim - ES, filho de TRASILBO SATHLER ROSA e DULCINEIA CAMPOS SATHLER ROSA e ela é brasileira, divorciada , natural de Cachoeiro de Itapemirim - ES, filha de MÁRIO FERREIRA e FRANCISCA SANTOS FERREIRA. WAGNER BOSIO MACHADO e ANDRESSA FERNANDES MACHADO. Ele é brasileira, solteiro , natural de Cachoeiro de Itapemirim - ES, filho de ELIEZER TEIXEIRA MACHADO e MARINÊS BOSIO MACHADO e ela é brasileira, solteira , natural de Cachoeiro de Itapemirim - ES, filha de ALCIR MACHADO e ALCINÉIA FERNANDES MACHADO. SE ALGUÉM SOUBER ALGUM IMPEDIMENTO OU ALGO QUE IMPEÇA O CASAMENTO, APONTE-O NESTE CARTÓRIO, PARA OS FINS LEGAIS. CACHOEIRO DE ITAPEMIRIM-ES,14 de janeiro de 2014. OFICIAL: FERNANDO BRANDÃO COELHO VIEIRA

COMUNICADO A Empresa FORNO GRANDE PEDRAS ORNAMENTAIS DO BRASIL LTDA EPP, torna público que requereu junto ao IEMA, Ampliação da Licença Previa - LP № 214/2001 através do Processo nº 28631161, para extração de Granito na Localidade Nogueira, Zona Rural, município de Castelo-ES, referente ao Processo DNPM nº 896.318/2000.

24 > FOLHA,

09 de Fevereiro de 2014

ABANDONO DE EMPREGO CTRCI-CENTRAL DE TRAT. DE RES. CACHOEIRO DE ITAPEMIRIM LTDA., localizada à Praça Jerônimo Monteiro, 45 – Sala 04 – Bairro Centro – Cachoeiro de Itapemirim/ES, solicita o comparecimento do Sr. IGOR MARTINS PEREIRA, portador da CTPS nº 1110206 série 0040-ES, no prazo de 48 horas, sob pena de, não o fazendo, ser enquadrado no art. 482, letra I da CLT, que caracteriza abandono de emprego. Cachoeiro de Itapemirim/ES, 27 de Janeiro de 2014


09 de Fevereiro de 2014 FOLHA

> 25


Notas por Marcos Tristão

MOTOS

Litoral

A velocidade das motocicletas na orla de Marataízes é uma ameaça permanente para as crianças. A Polícia Militar precisa agir rapidamente para não ter que recolher corpos no asfalto. TRIBUNAL

Justiça

Advogado José Carlos Silva notabilizando-se por suas defesas orais no Tribunal de Justiça, o que não é fato muito comum no seio da classe. FALTAS

Trabalho

Deputado Marcos Mansur que já não era assíduo como vereador. Agora, como deputado é um dos recordistas em faltas. E ainda pensa em disputar novamente a vaga na Assembléia Legislativa. #decepção

26 > FOLHA,

09 de Fevereiro de 2014

Maria Vieira e Rafael Santiago tem motivos de sobra para comemorar dois anos de puro amor. Parabéns!

REGISTRO Larissa Soeiro, Jedson Brito e Lusmara, curtindo as férias na Ilha de Santo Aleixo, em Serrambi, Pernambuco. Perfeito!


PRESIDENTE

Conversa

O diretor presidente do Sicoob Sul Rubens Moreira, além de ser uma enciclopédia de histórias interessantes, mostrou-se conhecedor e apreciador de um bom whisky. Como diz o provérbio chinês “uma simples conversa com uma pessoa sábia é melhor do que dez anos de estudo”. HISTÓRIA

Sicoob

O Sicoob Sul completa 25 anos e vai mês promover grande evento no mês de setembro com a presença do ex-presidente e ex-ministro Henrique Meirelles. Comemoração para ficar na história.

Destaque

Retirada do Mastro de São Benedito com a Banda Mestre Honório

CUBANO DEZEMBRO

Comércio

Como é tradicional nesta época do ano, o comércio cachoeirense vive do que produziu no mês de dezembro. Nos finais de semana a cidade vira um deserto e durante a semana, tudo funcionando em marcha lenta. INVESTIGAÇÃO

Suspeita

A saída do secretário da fazenda Lúcio Berilli aumenta ainda mais as suspeitas sobre ele. A pasta vinha sendo alvo de investigação do promotor Rodrigo Monteiro que está de férias e volta no próximo dia 27 com as forças renovadas.

Saúde

Médicos do PSF de Cachoeiro elevam o tom. Recebem o menor salário do Brasil e 40% a menos do que os cubanos. Como prefeito interino, Abel Santana deve uma satisfação aos colegas. Nathália Coutinho é a cara do verão com esse look maravilhoso da Form. Parabéns por tanto bom gosto lindona!

09 de Fevereiro de 2014 FOLHA

> 27


r o da execução a se O primeiro acusad ntana Silva, 20 preso foi Jonatan Sa sua residência anos, encontrado em

capa

NÃO BASTA SER VIOLENTO TEM QUE SER CRUEL

O

mês de fevereiro começou de forma violenta e trágica em Cachoeiro de Itapemirim-ES. No dia 1º, moradores do bairro Nossa Senhora da Penha, antigo Corte Grande, encontraram partes do corpo – as duas pernas – do segurança Wesley Rosa, 39, anos. A vítima foi esquartejada a golpes de facão e os autores do bárbaro crime, no dia seguinte, desovaram 28 > FOLHA,

09 de Fevereiro de 2014

a outra parte do corpo num terreno baldio a poucos metros do primeiro achado macabro. O primeiro acusado da execução a ser preso foi Jonatan Santana Silva, 20 anos, encontrado em sua residência. Na delegacia, ele confessou sua participação no crime ajudando outro principal acusado, Gleyton Amparo Costa, 23 anos, que se encontra foragido. Demonstrando total frieza, ele contou sobre a ocultação do

cadáver e transporte do corpo. Disse ainda que Gleyton teria convidado a vítima para participar de uma festa que acontecia em sua casa, na sexta-feira (31). Detalhou ainda quehouve uma discussão entre os dois e que seriapor causa de certa quantia não divulgada pelo acusado. Na confusão Gleyton desferiu um golpe de faca no peito de Wesley que, sem ação,foi esfaqueado várias vezespelos acusados.


O esquartejamento

Segundo o delegado Guilherme Eugênio, Jonathan negou ter matado o segurança. “Ele disse que amputou uma das pernas. Gleyton amputou a outra e já havia trabalhado como açougueiro, o que justifica a precisão dos cortes. A perícia concluiu que a amputação foi com ele em vida ou morto a poucos instantes”, disse o policial. Na madrugada de sábado (1), Gleyton e Jonatan carregaram as pernas de Wesley e jogaram em um terreno baldio a 300 metros da residência, onde a vítima foi executada. No mesmo dia passaram o dia inteiro com o corpo de Wesley embrulhado em um lençol e uma cortina.Só na madrugada de domingo (3) a dupla jogou o restante do corpo em frente à casa onde fora executado. Jonatan foi transferido para o Centro de Detenção Provisória (CDP) e aguardará o resultado do inquérito e os laudos periciais, estando à disposição da Justiça.A polícia pede à população que denuncie o paradeiro de Gleyton, que até o fechamento desta edição ainda não havia sido capturado, ligando para o 181 não precisa se identificar.

carregaram Gleyton e Jonatan y e jogaram le as pernas de Wes ldio em um terreno ba

,a De acordo com a PM um é at o id ria vítima te blé terreiro de candom

Braços cortados

Na madrugada do domingo (2), no bairroVillage, por volta das 4h deste domingo (2), Fabiano Araújo Rodrigues, 38 anos, foi torturado e quase perdeu os braços com cortes profundos. De acordo com a PM, a vítima teria ido até um terreiro de candomblé e após o término do ritual, ela foi encontrada com graves ferimentos no braço e ninguém soube explicar o que aconteceu. O homem foi levado para aSanta Casa em estado grave e sobreviveu, mas continua hospitalizado.

09 de Fevereiro de 2014 FOLHA

> 29


analítico opinativo investigativo

FOLHADOES.COM sua notícia no tempo real

30 > FOLHA,

09 de Fevereiro de 2014


À queima roupa

O policial militar Fábio Thompson executou com quatro tiros – três no peito e um na cabeça -, na noite desta última terça (04), o empresário do setor de mármore e granito, Leandro Bergamin Fardin, 34 anos. O crime banal aconteceu em decorrência de uma dívida que o militar tinha com a vítima. O acusado, segundo a polícia,teria adquirido um terreno em Vargem Alta e deu a caminhonete como parte do pagamento. O veículo foi repassado para Leandro, que descobriu que estava alienado ao banco, com uma dívida de R$ 58 mil a pagar. O empresário então começou a cobrar a dívida do policial militar. No dia do crime, segundo a polícia, o acusado ligou para a vítima e marcou de se encontrarem para fazer o pagamento. Leandro foi baleado ao lado da caminhonete que havia acabado de adquirir. Testemunhas disseram que não chegaram a ouvir os dois discutirem. Após mandado de prisão expedido pela Justiça, o PM se apresentou na Corregedoria Militar onde se encontrava até a conclusão desta edição da Folha do ES.

Morto dentro da igreja

Willian da Silva Monteiro, de 20 anos, conhecido como “Grilo”, morador do bairro Bela Vista, em Cachoeiro-ES,foi executado a tiros no momento em que participava de um culto evangélico numa igreja do bairro. Apenas nos dois últimos meses de 2013, a polícia registrou oito homicídio em Cachoeiro-ES.

09 de Fevereiro de 2014 FOLHA

> 31


32 > FOLHA,

09 de Fevereiro de 2014


nunciou O casal de idosos deacionou a e o caso ao Procon comum empresa na justiça

cidade

CONSUMIDOR DENUNCIA MAUS TRATOS EM LOJA DA VIVO

U

ma família procurou a reportagem da FOLHA do ES, para denunciar um caso de maus tratos na empresa Vivo, localizada na Rua 25 de Março, no centro de Cachoeiro-ES. O casal foi até a loja para reclamar de atrasos no envio da conta de telefone quando foi insultado pelo gerente da loja. O caso foi parar no Procon. De acordo com os denunciantes, Dirceu Vieira e a Leila Cade Vieira, eles foram agredidos verbalmente por terem solicitado a se-

gunda via da conta. Dirceu tem problemas cardíacos e saiu da loja transtornado com o péssimo atendimento. Segundo o depoimento do casal, o gerente usou de maus tratos por obrigar o casal de idosos, inclusiveà esposa com problema de paralisia facial (sem poder falar normalmente) a aguardar durante tempo excessivo dentro da loja. Sem oferecer uma solução imediata e simples para resolver os atrasos da conta de telefone. Os maus tratos consistem ainda em, não oferecer nenhum tratamento especial, aos idosos de acordo com a lei que rege, so-

bre pessoas de idades avançadas. No caso em tela, diante de recente diagnostico de Dirceu Vieira e exames da Leila Cade Vieira, colocando em risco a vida do casal, pela exaltação e confinação no ambiente por tanto tempo. A reportagem do jornal FOLHA do ES entrou em contato com o gerente da empresa, Glauco Dias, que afirmou não ter havido problemas com casal e o caso foi encaminhado para o setor jurídico da empresa para que sejam tomadas as medidas cabíveis. Por determinação da empresa, ninguém quis falar sobre o assunto.

COMUNICADO

Argacim International Importação e Exportação Ltda de CNPJ: 07.861.134/0001-46, localizada na Rua Ricardo Barbieri,s/nº, Córrego dos Monos, Cachoeiro de Itapemirim –ES , torna público que Requereu da Secretaria Municipal do Meio Ambiente – SEMMA , a Licença Prévia- LP nº 3496/2013 para atividade cód.01.04-Aparelhamento (polimento) de pedras e execução de trabalhos , sem corte, em rochas ornamentais (granitos,gnaisses,mármores,ardósias,quartzitos e outras pedras).

09 de Fevereiro de 2014 FOLHA

> 33


cretaria de Saúde de No comando da Sees, Deivis de Oliveira Anchieta, a 11 mes os resultados e os Guimarães mostruessionantes números são impr

anchieta

GESTÃO PROFISSIONAL E VONTADE POLÍTICA

O

município de Anchieta vem se destacando em uma área que na maioria das vezes é cercada por críticas e mídias negativas, que é a área da saúde, em março de 2013 o então Prefeito Marcus Assad (Marquinhos) convidou para assumir a pasta da saúde o técnico Deivis de Oliveira Guimarães, um profissional conhecido por sua atuação no Estado, quando então exerceu cargos importantes como a gerência de UTI, gerência de regulação assistencial e interinamente a Sub-secretaria de Assuntos de Regularização e Organização da Atenção à Saúde da SESA-ES. Guimarães, que 34 > FOLHA,

09 de Fevereiro de 2014

além de Secretário de Saúde é Vice-presidente do Conselho de Secretários Municipais do ES – COSEMES, é pós-graduado em gestão na área da saúde e especialista em auditoria e sistema de regulação, atua como gestor a 16 anos, e desenvolveu grandes projetos durante sua trajetória profissional como a gestão da falta de leitos de UTI no ES, o combate a fila de espera para transplante, mutirões de cirurgias, projetos de lei na área da saúde, entre outros. Quando perguntado ao Secretário Deivis como é possível atingir estes números com todas dificuldades, ele responde: “é muito difícil, pois lidamos na maioria das vezes com si-

tuações imprevisíveis e de urgência para o cidadão, além de enfrentar a morosidade do processo administrativo e a burocracia, mas o importante é estar preparado, sempre avaliando o que as pessoas precisam e fazendo mais do elas esperam...” “...para que isso seja possível, primeiramente temos organizar o sistema e combater a corrupção, direcionando todo recurso público para a assistência do cidadão, e depois temos que formar uma equipe técnica qualificada, motivada e focada, implantando a cultura da qualidade e do SERVIR, aqui posso afirmar que um real do dinheiro público significa um real em assistência ”.


ENTREVISTA

Há muitos meses a área da saúde vem se destacando na mídia local e estadual, o senhor acredita que a saúde de Anchieta seja a melhor do Estado? Prefiro não afirmar isso, não vejo a gestão como uma competição, os municípios precisam se ajudar e se apoiar, temos colaborado muito com outros municípios e até recebido visitas de outros estados. O que posso afirmar é que temos muito para melhorar e muito a fazer em prol a população, principalmente aqueles em condições mais vulneráveis, para isso estamos trabalhando muito, e graças a Deus temos tido êxito, nossa equipe da saúde é maravilhosa e esta empenhada, nesses meses conseguiu entender que as mudanças assustam e geram desconforto, mas que o resultado final é uma vitória para todos, principalmente para o cidadão,

que passa a ter mais acesso a o transporte coletivo milhares serviços de qualidade. de cidadãos foram transportados dentro e fora do muniDentre os projetos lança- cípio. No entanto, não posso dos no ultimo ano, quais o se- deixar de destacar o empenho nhor daria maior destaque? da atenção primária, e acrediCom certeza foram o com- tamos que temos que investir bate as filas,o aumento da maciçamente em prevenção, oferta de serviços especializa- e é este nosso foco para 2014. dos e o transporte sanitário, pois quando assumimos exisQuais os principais protiam pacientes aguardando a jetos para 2014? anos uma consulta especialiVamos executar nosso Plazada e exames, hoje em mui- no Diretor que foi reestruturado tos exames e consultas nosso com foco no novo modelo de tempo de espera é menor do gestão, nele encontramos as que o de planos de saúde, e diretrizes até 2017 para a saúcom o inicio de novos profis- de, mas com certeza o maior sionais foi possível uma nova projeto é transformar nossa ação para o combate as de- saúde em uma saúde 100% dimandas, evitando desta for- gital, com sistema de acompama que os munícipes tenham nhamento, controle e avaliação que sair daqui para buscar eficientes, que garanta o acesassistência. Com o transporte so igualitário a todos cidadãos, sanitário de urgência dezenas fazendo mais com menos, de de vidas foram salvas, e com forma organizada e qualificada.

No comando da Secretaria de Saúde de Anchieta, a 11 meses, os resultados e os números são impressionantes, conquistando em 2013 indicadores de excelência em saúde do Ministério da Saúde, indicador de excelência em cobertura vacinal, menção especial do prêmio INOVES em inovação em gestão municipal, além de resultados e ações expressivas como: - aumento de 332% em atendimento médico - aumento de 105% em atendimento de enfermagem - aumento de 26% em atendimento odontológico - aumento de 30% na oferta de exames - aumento de 20% na oferta de cirurgias - aumento de 150% no transporte de pacientes e equipe - vários exames e consultas especializadas com a fila de espera zerada - médico pediatra 24hs e ortopedista diariamente no PA municipal - inúmeros exames disponibilizados na própria unidade (colonoscopia, endoscopia, USG, ECG, entre outros) - novos especialistas (cardiologista, gastroenterologista, cirurgião vascular, entre outros) - mutirões de cirurgias, exames e consultas

- implantação do serviço de transporte sanitário (veículos de urgência, veículos coletivos e individuais) - kit lanche (distribuído a todos pacientes que vão para vitória e cachoeiro) - controle da frota da saúde por GPS (com acesso publico no site da prefeitura) - fisioterapia domiciliar para todos acamados e portadores de necessidades especiais - assistência domiciliar municipal - coleta de sangue no domicilio (coleta cidadã) - nova central de abastecimento farmacêutica com 100% de cobertura de medicamentos padronizados - diversos treinamentos e capacitações - reforma administrativa com foco na implantação de uma gestão moderna e focada em metas e resultados - entre outras.

09 de Fevereiro de 2014 FOLHA

> 35


as As ações criminos a en acontecem em pl luz do dia e nem ilitar sempre a Polícia M está presente no ue momento do ataq dos marginais.

cidade

RODOVIÁRIA DO INTERIOR

A

rodoviária do interior se transformou em perímetro de violência e medo para os usuários do sistema de transporte coletivo que liga Cachoeiro aos distritos e municípios do sul do Estado. Já se tornaram frequentes os assaltos, pequenos furtos e outros delitos no local onde funciona um posto de atendimento das empresas: Costa Sul, Real e Flecha Branca Distrital. Há pouco mais de um mês, o funcionário do setor de vendas de bilhetes foi perseguido e teve um malote com dinheiro arrancado de suas mãos. Os aposentados, que necessitam sacar seus proventos, principalmente, na Caixa Econômica, do Guandu, são vítimas preferenciais de batedores de carteira, prostitutas e ladrões que usam até da violência para roubar os idosos. Outra problema é a concentra36 > FOLHA,

09 de Fevereiro de 2014

ção de viciados que chegam a usar o banheiro local para consumir drogas e assaltar quem faz uso dos sanitários. Segundo os donos de banca: uma de material gospel, além dos ambulantes, as ações criminosas acontecem

em plena luz do dia e nem sempre a Polícia Militar está presente no momento do ataque dos marginais. Comerciantes do entorno da rodoviária do interior também reclamam da concentração de bandidos e não escondem o medo.


“Todos os dias convivemos com essa violência por aqui. Trabalho aqui há muitos anos e é sempre a mesma história. O movimento de pessoas que passam por aqui diariamenteé intenso, mas o policiamento está deixando a desejar. Esperamos que as autoridades possam olhar com mais carinho para a população do interior”. Jorge André Mesquita, comerciante, 52 anos.

“Dificilmente se vê uma viatura policial. As pessoas ficam a mercê dos bandidos que apontam revólver, faca e roubam as pessoas numa boa. E agente não pode fazer nada’. Rosane Rangel da Silva, 52 anos, moradora de Itaoca Pedra.

“Já presenciei vários assaltos nesse local. Aqui teria que ter uma viatura de plantão para coibir a ação dos marginais, que deitam e rolam principalmente com os idosos que vem do interior para comprar no município. Acho que também poderia ter uma guarita”.Deildo Carvalho Júlio, 65 anos.

09 de Fevereiro de 2014 FOLHA

> 37


folha de ocorrência Diácono estuprador

Um diácono da Igreja Maranata de 42 anos foi preso em flagrante por estuprar uma adolescente de 14 anos. De acordo com a polícia, o suspeito tem quatro filhos e visitava a adolescente todos os dias

Presos por tráfico

Tráfico de aves Um homem de 56 anos, residente em Nova Iguaçu-RJ, foi preso quando já embarcado em um ônibus interestadual na rodoviária de Guaçuí com destino ao Rio de Janeiro, estava transportando no interior de uma bolsa 25 pássaros silvestres.

Troca de tiros Uma briga de gangues rivais de Alegre, na Região do Caparaó, terminou em troca de tiros. O crime aconteceu dentro do Parque de Exposição de Alegre. Um homem foi baleado e encaminhado para o Pronto Atendimento da cidade. 38 > FOLHA,

09 de Fevereiro de 2014

Elcimar Souza, 33 anos;Josué Ribeiro Galdino e Adersandro de Souza Ribeiroforam detidos por policiais militares na rua Sabino Joaquim Coelho, no bairro Valão, em Cachoeiro-ES. Eles são acusados de tentativa de homicídio e tráfico de drogas.

Morte na ES 162

Uma mulher morreu e duas pessoas ficaram feridas após se envolver em um acidente automobilístico, na Rodovia ES 162 na altura de São Paulinho, zona rural de Presidente Kennedy. Sandra Peres chegou a ser socorrida, mas faleceu antes de no Pronto Atendimento.


REVISTA FOLHA  
REVISTA FOLHA  

N°54

Advertisement