Page 1

41a edição | Jul | 2012


4


5


“A mudança é a lei da vida”. E não existe maneira de mudar para melhor senão olhando para dentro de si, em busca dos seus sonhos e ideologias. Nunca é tarde para mudar. Nunca é tarde para fazer o que se ama. É caro o preço que se paga para se descobrir e trilhar seus próprios caminhos, mas a recompensa é satisfatória: a felicidade! Foi nisso que Marina Campanhã se embasou para ir atrás dos seus sonhos, buscando não somente a sua realização profissional, mas seu desejo de ser feliz com suas escolhas. Essa mesma bifurcação diante da escolha profissional aconteceu com Marcelo Magno, dono do rosto e da bela voz conhecida dos telejornais diários. Conheça um pouco mais de sua história no Profissional da Hora. Quer presentear com amor o homem da sua vida? Temos as melhores dicas de presente para o Dia dos Pais. Artigos, matérias, moda, entretenimento e saúde, você encontra na Blitz Universitária. Divirta-se e Boa leitura.

Fale conosco Sugestões, perguntas e críticas envie para: blitzuniversitaria@hotmail.com ou Rua Vereador G. Oliveira, 2930. São Cristovão.

Blitz Universitária é uma publicacão da Blitz Editora LTDA. Endereço: Rua Vereador G. Oliveira, 2930. São Cristovão. Teresina - PI Contato Comercial: blitzuniversitaria@hotmail.com | 86 3233 8583 Conselho Editorial: Paulo Solano e Caio Pinheiro Diagramação: Anderson Alves | Comercial: Laís Reis e Leyde Daiana Conteúdo: Biani Luna Impressão: Halley S.A. Gráfica e Editora

6

@blitzteresina /revistablitz blitzuniversitaria.com.br


7


Lagoas do Norte O Programa Lagoas do Norte teve sua primeira etapa inaugurada pela Prefeitura de Teresina. Uma série de intervenções urbanísticas e sociais foram executadas em 13 bairros da Zona Norte, contemplando mais de 100 mil pessoas. Entre as obras, está a implantação do Parque Linear, no bairro São Joaquim, que inclui praça monumental, anfiteatro, pista de cooper, pista de skate e outras áreas de lazer, além de urbanização, tratamento paisagístico da área e reforma do Teatro do Boi, no Matadouro.

Poeta Drummond Madeiras recicladas, paletes e tijolos brutos, fazem parte da agradável decoração rústica do Poeta Drummond. Em Teresina, o bar é referência no estilo boêmio alternativo, com um ambiente eclético e descontraído. É uma excelente opção para um happy hour ou uma noite mais prolongada com os amigos. Conta ainda com um espaço privilegiado para programações culturais. A animação fica por conta da intensa agenda semanal de pocket shows com as melhores bandas locais.

Andressa Leão Concept Store Andressa Leão, designer de moda, inaugurou recentemente sua “concept store” na Zona Leste. A loja foi planejada e pesquisada em nichos “cools” pelo mundo afora como SoHo em Nova York e Marais em Paris, cidade onde a jovem estilista morou e captou o “l´air du temp”. Nas araras, a mistura dos clássicos com uma pegada jovem cheia de personalidade. O seu diferencial vai desde a modelagem ao acabamento. E não para por aí, semi joias lindíssimas, sapatos com sua assinatura e bolsas de festa completam um dos cantos mais charmosos de Teresina. A loja fica na Av. Elias João Tajra, 1907.

8


9


de Mediação e Arbitragem, aplicam as técnicas pacificadoras auxiliares da jurisdição, promovendo a paz social. Estes resultados foram fundamentais para a classificação do Centro de Mediação de Cidadania do CEUT à segunda etapa do Prémio Innovare. Em julho, a Faculdade estará recebendo a visita de um consultor do prêmio. Serão avaliados os critérios de eficiência, qualidade, criatividade, exportabilidade, satisfação do usuário, alcance social e desburocratização das atividades desenvolvidas. Posteriormente, as práticas serão julgadas por uma comissão formada por cinco ministros do STJ. Os nomes dos vencedores serão anunciados em cerimônia a realizar-se em dezembro, na capital Brasília (DF). O Centro de Mediação e Cidadania do Curso de Direito da Faculdade CEUT, o primeiro e único em funcionamento no Estado, concorre ao Prêmio Innovare 2012. Em sua nona edição, o prêmio identifica e dissemina práticas inovadoras e bem sucedidas, criadas e executadas por magistrados, membros do Ministério Público, defensores públicos e advogados com o objetivo de aumentar a qualidade dos serviços jurisdicionais aos cidadãos. Neste ano, as práticas inscritas no Prêmio Innovare devem contemplar as temáticas “Desenvolvimento e Cidadania” e “Justiça e Sustentabilidade”. O Centro de Mediação e Cidadania do CEUT concorre à premiação na categoria Advocacia, através da Advogada e Coordenadora do Núcleo de Prática Jurídica do CEUT, professora Chrystianne Moura. Desde 2011, quando iniciou suas atividades, o Centro apresenta uma demanda expressiva. Centenas de procedimentos são realizados a pessoas carentes de qualquer bairro da capital, se estendendo em várias sessões de mediação de conflitos em diversas situações, como os casos ligados às áreas da Família e do Direito de Vizinhança. Todas as situações mediadas são homologadas pelo Tribunal de Justiça do Piauí, através do convênio em acordo de cooperação. Mais de 90% dos casos já foram mediados. Atualmente, o Centro de Mediação e Cidadania é formado por docentes mediadores e alunos do curso de Direito do CEUT que, através do conhecimento adquirido na disciplina

10

O Prêmio Innovare possui mais de três mil práticas catalogadas em seu banco de dados. Dentre as premiadas estão práticas ligadas à adoção e reintegração à família, cidadania, meio ambiente, modernização do Judiciário, infraestrutura, crescimento urbano, entre outras. O prêmio é realizado pelo Instituto Innovare em parceria com a Secretaria de Reforma do Judiciário do Ministério da Justiça, Associação de Magistrados Brasileiros (AMB), Associação Nacional dos Membros do Ministério Público (Conamp), Associação Nacional dos Defensores Públicos (Anadep), Associação dos Juízes Federais do Brasil (Ajufe), Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e Associação Nacional dos Procuradores da República (ANPR). O Instituto conta ainda com o patrocínio e apoio das Organizações Globo.


11


Top Tweets @Arraesm Incrível como o trânsito de Teresina fica uma m-a-r-a-v-i-l-h-a no período das férias escolares.

@G_sobreiro “Três coisas não podem ser escondidas por muito tempo: o sol, a lua e a verdade.”

@Claudiabran Segundo Dostoievski, só a beleza nos salva. Eu prefiro dizer que só a educação e a cultura nos salvarão.

@Giovane_matos Vou orar por essa gente que manda solicitações de jogos e aplicativos para os amigos no Facebook.

@Cricabelfort Tem umas limitações de pensamento que não fazem sentido. Mas são estupidamente convenientes.

@Karinetito filosofia de caminhoneiro ou frase sensacional do dia: “eu estou todo azunhado, mas não largo o gato”.

@Damasiodanilo Quem não tem cabelo não carrega trança!

@MarinaAranha E que julho me traga novos sorrisos, novas histórias e novas pessoas ! ;D

Jailson Cavalcante Fotografia contatojailsoncavalcante@gmail.com 9917.9305

12


@Nilsatajra Faustão se supera a cada domingo com seus modelitos de extremo mal gosto.

@Erisvanmesquita “Quando se trata de algo importante na sua vida, nunca aceite o não como resposta”

@Onildofilho Ironia é a eutanásia ser crime no Brasil enquanto milhares morrem na fila do SUS.

@Igordrey Ensinamento do mundo acadêmico: Não adianta só competência e qualidade, se não fizer o “jogo político” você dança.

@Tangerinejuice Em matéria de memória, você não sabe quando acaba a lembrança e começa a imaginação.

@Luthalita “Eu adoraria as manhãs, se elas começassem mais tarde.”

@Xeromebipa A vida seria mais feliz se ela tivesse sabor chocolate.

@Maiaromulo O jornalismo escrito do Piauí vive sob a ditadura das aspas.

13


Dona Roberta Albino 25 anos Pet Laika | 5 anos Raça: Yorkshire Eu resolvi ter uma cachorrinha, assim que me casei. Como eu passava a maior parte do dia sozinha em casa, sabia que seria uma ótima companhia e não estava errada! A Laika é super companheira e carinhosa, minha fiel escudeira. É muito sapeca e ciumenta, mas sempre me obedece. Ela nem precisa andar de coleira, pois me segue aonde eu for. Uma coisa engraçada sobre a Laika é que ninguém pode se aproximar muito de mim que ela avança, mas acaba se rendendo ao carinho das pessoas. Nunca se acostumou a ficar sozinha em casa, e chega até a ficar doente quando eu viajo. Adora dormir comigo, andar de carro, o ventinho da praia, e os filezinhos de sobremesa então, nem se fala! Amo minha cachorrinha, ela faz eu me sentir muito especial e tudo é muito recíproco. Queria que ela vivesse pra sempre!


15


Biani Luna

Marcelo Magno “O que você quer ser quando crescer?” Durante toda sua infância, a resposta do pequeno Marcelo parecia convicta: “Advogado”. Para ele, essa era uma profissão bonita e importante. Com o passar do tempo, o sonho prematuro do Direito foi deixado de lado e deu lugar à paixão pela comunicação, onde ele cada vez mais apreciava os programas de TV, e principalmente o Rádio, por onde acompanhava desde os programas musicais até as transmissões de futebol. Seu interesse pela comunicação era tanto, que aos 15 anos de idade, convenceu a diretoria da escola em que estudava, a instalar um sistema de som que funcionava no intervalo das aulas. “Nesse pequeno rádio da escola eu falava como se estivesse apresentando um programa de rádio de verdade. Tinha informações importantes, os famosos recadinhos do coração, que faziam o maior sucesso, e muitas outras coisas legais”, relembra.

programa que anunciava promoções de lojas do grupo, o TV Jet Show, que ia ao ar nas manhãs de domingo”, relata. Em 2000, foi convidado a trabalhar na Rádio Clube FM onde, ao longo dos anos, esteve à frente de quase todos os programas da emissora, entre eles o “Forroteria 99”, uma das atrações de maior audiência da rádio. Hoje em dia, Marcelo apresenta o quadro “Direto da Redação”. As multifacetas do apresentador não param por aí: “Paralelo ao rádio sempre atuei na área publicitária, seja como locutor ou apresentador, em várias agências da cidade. Entre 2003 e 2006 apresentei, em momentos distintos, dois programas da Loteria Estadual do Piauí: Piauí dá Sorte, e Tenta Ganha. Participei também dos dois turnos da campanha política de 2004, como apresentador dos programas de TV e rádio do PMDB, em Teresina. Foi uma boa experiência.”

A inclinação pela área o motivava a ir em busca do seu sonho, e então, sempre que possível fazia visitas aos locutores da Rádio Clube AM, que aos poucos foram abrindo espaço pra ele, sem saber que em breve fariam parte da mesma equipe.

Ao concluir o curso de Jornalismo, em 2007, ele participou, juntamente com outros colegas, de um teste para apresentador da TV Clube, onde foi selecionado, e continua atuante até hoje, como apresentador e editor no programa Piauí TV Primeira Edição.

Sua primeira experiência profissional foi em 1997, quando estreou em uma emissora de rádio em Altos-PI. Um ano mais tarde, Marcelo fundou com outros companheiros, a Mundial FM, rádio comunitária do bairro Saci, que ainda continua no ar. A partir daí, as oportunidades na TV começaram a surgir. “Meu primeiro contato com a TV foi em 1998, quando participava do programa Gilvan Barbosa Urgente, como garoto propaganda, na TV Antena 10 e fazia também um

Marcelo caracteriza sua produtiva experiência profissional, antes de tudo, como uma paixão, aprimorada com muita dedicação e esforço. E quanto ao sonho do pequeno Marcelo de se tornar um advogado? “Fora dos estúdios estou levando a vida de estudante, cursando o 9º período de Direito. Pretendo conciliar em breve os dois ofícios, se Deus quiser”. A combinação entre dedicação e prazer vai fazer com que ele colha os bons frutos de suas duas escolhas.

16


“Fora dos estúdios estou levando a vida de estudante, cursando o 9º período de Direito. Pretendo conciliar em breve os dois ofícios, se Deus quiser”


As séries mais marcantes da TV brasileira

Unir Wagner Moura, Lázaro Ramos, Bruno Garcia, Lúcio Mauro Filho e Vladimir Brichta, e ainda vestílos de mulher é diversão garantida. Sexo Frágil teve duas divertidas temporadas.

O remake de A Grande Família já tem mais de 10 anos no ar, e continua sendo uma das séries mais engraçadas da televisão brasileira.

A série baseada na obra literária de Monteiro Lobato, Sítio do Picapau Amarelo, atravessou gerações, recriando versões para a diversão de crianças e adultos.

Sob Nova Direção foi a série de comédia estrelada - durante 3 anos - por Heloísa Périssé e Ingrid Guimarães, que eram sócias em um bar e se metiam em várias encrencas.

A premiada série Os Normais, trazia os nada normais Fernanda Torres e Luís Fernando Veríssimo como personagens principais. O sucesso foi tanto que a série mais tarde virou filme. Considerado um fenômeno do humor no Brasil, a TV Pirata tinha um toque de nonsense e de sátira. O talento dos atores e roteiristas foi fundamental para consolidar o sucesso da série.

Durante 7 anos no ar, Sai de Baixo alegrava as noites de domingo com um elenco e tanto. O bordão “Cala boca, Magda”, ainda hoje é lembrado por todos os brasileiros.

Marinete e sua inseparável amiga Solineuza, a Pôia, deram vida à comédia A Diarista, escrita por Bruno Mazzeo e protagonizada por Cláudia Rodrigues.

Não adianta negar, quando criança você assistiu ao seriado protagonizado por Sandy & Júnior. Exibida todos os domingos, ao longo de quatro anos, a série foi sucesso de audiência.

18

Dona Álvara, Bozena, Copélia são apenas alguns personagens de Toma Lá, Da Cá, comédia “Mara” de Miguel Falabella, que era gravada em teatro e exibida na TV.


19


s e r o Fl ia s a s eu d s o n xe irem s i e D or l o c

20


21

CENTRO SUL - Rua Desembargador Pires de Castro, N˚ 330. fone: 86 3221 4654 JOCKEY - Av. Nossa Sra de Fátima, N˚ 2604. fone: 86 3232 2530


Cooler tĂŠrmico clubes de futebol Casa do atleta - 3230.1228

Almofada massageadora para pescoço - R$ 83,00 Sofi Presentes Originais - 3233.5553

Camiseta Nerd Monkey - R$ 54,90 www.camisero.com.br

212 VIP Carolina Herrera Mademoiselle - 3230.1162

Cinto em couro ou tecido Lacoste - 3230.1137

Sunga boxer

22


23


Integridade

Apoio

Confiança

Segurança

Trabalhando com valores que você aprende em casa. Uma homenagem da rede de imobiliárias que mais vende imóveis no mundo.


Weslley Douglas


Weslley Douglas


Weslley Douglas


Weslley Douglas


Biani Luna Jailson Cavalcante

Será mesmo um paradoxo construir seus sonhos com os pés cravados no chão? Gentileza, sorriso leve, olhar sereno que encanta. Sua voz é como música para os ouvidos. Será mesmo um paradoxo ser doce e também forte? És flor de porcelana!

30


Blusa Tricot | Cant達o Short Sarja Resinada | Shop 126 Blackout Semi Joias Mademoiselle

31


Camisa Cavendish Short Leeloo Madame Petite Semi Joias Mademoiselle


Camisa Cavendish Short Cavendish Madame Petite Semi Joias Mademoiselle

33


Vestido Sarja Resinado | Corporeum Code Blackout Semi Joias Mademoiselle

34


Vestido Cavendish Madame Petite Semi Joias Mademoiselle


Você concluiu o curso de Direito, mas não pretende trabalhar na área. Como foi que você chegou até o curso? Pouco antes do vestibular da UFPI, fiz uma prova de uma faculdade particular onde não havia opção para Arquitetura, então optei pelo Direito. Quando o resultado positivo saiu, fiz minha matrícula, pois, por gostar de história e português, acreditava que me identificaria com o curso, que dá ao bacharel um leque de opções profissionais. Além disto, estava receosa com o resultado da Federal e queria passar para a etapa tão esperada pelos vestibulandos, a vida universitária. Ao que você acha que se deve o fato de, mesmo depois de cinco anos, não querer levar adiante a profissão de advogada? Durante o curso aprendi que o Direito é muito nobre, pois tive a oportunidade de conhecer os direitos e deveres de um cidadão e me tornar uma pessoa mais consciente. Além disso, fiz amizades preciosas que levarei para sempre. Porém, no decorrer dessa trajetória tive momentos em que cogitei trancar o curso. Mas, como já estava próximo do término, decidi concluí-lo. Percebi que eu deveria fazer o que amo e que só assim seria uma profissional de destaque. Aprendi que não basta gostar e admirar algo, tenho que me encantar e amar. E como foi seu despertar para Arquitetura? Sempre me achei criativa. Gosto muito de arte, de desenhar, pintar e quando comecei a pesquisar sobre quais profissões seguir, me identifiquei muito com Arquitetura. E já cursando a Faculdade de Direito, fiz todo o projeto de modificação, de iluminação e elétrico do apartamento do meu noivo e também o projeto de decoração. Essa tarefa atinou ainda mais a minha vontade por arquitetura, pois os executei com um prazer e amor que nunca senti ao fazer uma Petição Inicial. Você nasceu em Teresina, mas morou bastante tempo fora. Quais são, de fato, suas raízes? Sim, nasci em Teresina, mas muito nova fui morar em Goiânia com meus pais, onde tive uma infância maravilhosa, ladeada por uma família muito unida. Nesses 7 anos que passei lá, aprendi que uma família enorme também pode ser muito unida e que a cumplicidade entre quem a compõe faz toda a diferença. Trago dessa época ótimas lembranças,

36

como viagens, festas e as reuniões familiares de domingo. Porém, meus pais se separaram e voltei para Teresina com minha mãe e meus irmãos, e a família da minha mãe, que é bem pequena, nos acolheu e nos mostrou que a família sempre deve estar em primeiro lugar. Seu pedido de casamento foi bastante inusitado. Conta pra gente como foi a surpresa. Todo ano a minha turma de amigos organiza um arraiá e um casal é eleito os noivos da quadrilha. Como eu e o Felipe nunca tínhamos sido, no ano passado, nos escolheram. Na quadrilha sempre tem o casamento com direito a padre e pai da noiva e, assim deram início a “cerimônia”. No momento do “sim” os noivos tinham que discursar e durante o discurso do Felipe, que é muito brincalhão, suas palavras começaram a ficar sérias e logo ele puxou as alianças, se ajoelhou e fez a pergunta, pegando todos de surpresa. Eu me debulhei em lágrimas e quando olhei ao redor vi que muitos estavam chorando também, foi bem divertido e emocionante. Um momento especial que pude compartilhar com pessoas que amo e que tem um carinho muito grande por nós dois. A nossa relação é muito bonita e no momento em que ele fez o pedido não tive dúvidas ao aceitar. Somos companheiros e prezamos por um relacionamento com respeito e cumplicidade. Resolvemos todas as nossas divergências na base da conversa e cada um sempre teve sua individualidade respeitada. Você se sente preparada para a vida de casada? Sei que o casamento é um passo muito sério na vida de uma pessoa, pois você passa a partilhar coisas que antes eram só suas. Tem de respeitar a maneira do outro e conviver diariamente com seus defeitos. Almejo nesse momento, serenidade e tolerância para enfrentar as adversidades que surgirão, e acima de tudo, companheirismo e muito amor para que possamos juntos crescer cada vez mais. Seu projeto de felicidade é... Parafraseando Mahatma Gandhi, não existe um caminho para a paz e para a felicidade. A paz e a felicidade é o ponto de partida, é o caminho. Mas acredito que devemos encontrar a nossa alegria na alegria dos outros. Esse sim é meu projeto de felicidade.


Vestido tweed tubo Donna Tica Semi Joias Mademoiselle


Vestido Cetim Estampa Lenรงo | Corporeum Club Blackout Semi Joias Mademoiselle

38


Blusa broadway Short cintura alta Donna Tica Semi Joias Mademoiselle

39


Vestido bicolor plissado Donna Tica Semi Joias Mademoiselle

40


Donna Tica: R. Frei Heliodoro, 275 - São Cristóvão. 86 3233.8465 Madame Petite: Galeria Horto Center, loja 04 Av. Homero Castelo Branco. 86 3233.3859 Blackout: Av. Frei Serafim e Riverside. 86 3221.9380 | 3230.1047 Trato Cabelos: R. Sen. Cândido Ferraz, 901 - Jóquei. 86 3232.9944 Mademoiselle: Riverside - Praça do Caribe. 86 3230.1162 Josélia Carvalho Paisagismo: BR 343, 9119 - Novo Uruguai. 86 3234.1051 Babylândia Festas: Rua Lizandro Nogueira, 1197 - Centro. 86 2106.0800 Fotos: Jailson Cavalcante - 86 9917.9305 Produção: Biani Luna

41


Livro O Velho Que Lia Romances de Amor Autor Luís Sepúlveda Editora ASA

Livro Conversando com Deus Autor Neale Donald Walsh Editora AGIR

O Velho que Lia Romances de Amor é uma obra do chileno Luís Sepúlveda, publicada em 1989, que narra a aventura um aficionado leitor de romances de amor, que redescobre a leitura perto dos 60 anos, depois de ter vivido grande parte da vida com os índios Shuares, onde passa de jovem colono falido, viúvo e desolado pela morte da esposa. O enredo fica denso quando começam a aparecer cadáveres de pessoas e animais atacados por um predador, uma onça talvez. É ele, António Proaño quem, sozinho, após uma expedição falhada, comandada pelo administrador da aldeia, consegue abater o felino, embora lamentando-se da desigual luta que opôs um animal a um humano. Um livro maravilhoso que faz refletir sobre o homem e natureza na mais bela floresta do mundo e um modo de vida que vem sucumbindo geração após geração.

De uma série de três volumes, Conversando com Deus I aborda, em uma linguagem informal e de fácil apreensão, vários temas que transcendem o nosso entendimento, em um diálogo instigante com Deus. São questões como a criação do universo, a fé, a vida e a morte, o céu e o inferno, o amor e o sexo, a guerra e a paz. Neale considera que Deus fala conosco por seu intermédio, por seus escritos. E é justamente isso o que acontece: as perguntas e, principalmente, as reperguntas do autor são as nossas grandes dúvidas. Neale nos coloca frente a frente com Ele, e nos aproxima de tal forma que é possível, até mesmo, se “ouvir” os diferentes tons de voz Dele durante a leitura. Trata-se de um diálogo rico que mescla seriedade e humor, cuja mensagem principal é a de que Deus não é inatingível, está dentro de nós, basta que O procuremos.

Dárcio Souto Diretor de arte, ilustrador e artista plástico

Dayse Lima Arquiteta e Engenheira Civil

42

Livro Gabriela, Cravo e Canela Autor Jorge Amado Editora Companhia das Letras

Na década de 20, na então rica e pacata Ilhéus, ansiando progressos, com intensa vida noturna litorânea, entre bares e bordéis, desenrola-se o drama, que acaba por tornar-se uma explosão de folia e luz, cor, som, sexo e riso. O romance entre o sírio Nacib e a mulata Gabriela, um dos mais sedutores personagens femininos criados pelo autor, tem como pano de fundo a luta pela modernização de Ilhéus, em desenvolvimento graças às exportações do cacau. Com sua sensualidade inocente, Gabriela não apenas conquista o coração de Nacib como também seduz um sem-número de homens ilheenses, colocando em xeque a lei que exigia que a desonra do adultério feminino fosse lavada com sangue.

Maryllia Reis Advogada


Todos os anos, o último sábado do mês de agosto é dia de transformar Big Mac em sorrisos. Mas o McDia Feliz, maior campanha em prol de crianças e adolescentes com câncer no Brasil, começa muito antes. Um evento realizado em maio, em São Paulo, marcou o pontapé inicial da campanha em todo o Brasil. Instituições participantes, inclusive a Rede Feminina de Combate ao Câncer do Piauí - RFCC marcaram presença junto com demais apoiadores para apresentação da campanha 2012. Na data celebrou-se também o início das vendas dos tíquetes antecipados de Big Mac que, no dia 25 de agosto, poderão ser trocados pelo sanduíche nos restaurantes McDonald’s de todo o país. Além de despertar a atenção de toda a sociedade e sensibilizá-la para a maior causa de morte por doença entre crianças e jovens de 5 a 19 anos, a campanha coordenada pelo Instituto Ronald McDonald, visa captar recursos e concentrar esforços em projetos locais, regionais e nacionais a fim de contribuir para o aumento dos índices de cura do câncer infantojuvenil. Esta será a 24ª edição da campanha que, anualmente, beneficia mais de 30 mil crianças, adolescentes e seus familiares. Este ano, 56 instituições de todo o país receberão recursos do McDia Feliz. Desde 1988, mais de 100 instituições de todo o país já foram apoiadas com a arrecadação de mais de R$ 130 milhões. “Acreditamos que este será mais um ano de sucesso para a campanha, que mobiliza todo o país em torno da causa do câncer. Participar é um gesto significativo que leva esperança e chance de cura para milhares de crianças e adolescentes com câncer de todo o Brasil”, afirma Francisco Neves, superintendente do Instituto Ronald McDonald. Ao longo dos últimos 23 anos, os recursos obtidos com o McDia Feliz têm viabilizado a implantação de unidades de internação, ambulatórios, salas de quimioterapia, casas de apoio e unidades de transplante de medula óssea, entre outros projetos em benefício de crianças e adolescentes com câncer. McDia Feliz em Teresina e região A Rede Feminina de Combate ao Câncer do Piauí - RFCC receberá os recursos arrecadados com o McDia Feliz em

43

Teresina. A instituição será beneficiada com a venda de tíquetes antecipados, produtos promocionais com a marca McDia Feliz e sanduíches Big Mac nos restaurantes de Teresina no dia 25 de agosto. “É importante que a população participe da campanha, tanto na divulgação como na venda dos tíquetes antecipados, pois o dinheiro arrecadado será utilizado para a manutenção da casa. A nossa instituição se mantém através da solidariedade das pessoas, e além do projeto abrigar, temos ainda mais quatro projetos: o alertar, alimentar, apoiar e aliviar”, afirma a presidente da casa, Carmen Lúcia Campelo. Como adquirir os tíquetes antecipados Este ano, a RFCC tem 5.400 tíquetes antecipados, ao preço de R$ 10,50 cada. E poderão ser trocados pelo sanduíche Big Mac na data da campanha, dia 25 de agosto. Os interessados na compra de tíquetes antecipados podem entrar em contato direto com a Rede Feminina de Combate ao Câncer do Piauí, no Lar de Maria, localizada na Rua São Sebastião, n° 1000, Bairro Piçarra - 3226-2323. A venda dos tíquetes antecipados representa uma importante parcela na arrecadação total da campanha McDia Feliz, composta ainda pela venda de sanduíches Big Mac no próprio dia, isoladamente ou na promoção (exceto alguns impostos), além de produtos promocionais. Em 2011, foram vendidos 1,1 milhão de tíquetes antecipados. Para este ano, a expectativa é chegar a cerca de 1,4 milhão de tíquetes vendidos antecipadamente.


Mahmachadoo

Caddah

Louiseazevedo

Inacioneto

Brucecordao

Liviabatista

44


45


Cláudia Cyléia

A moda está na moda. Esta frase, tão repetida em revistas, sites e blogs especializados, é confirmada pelos números do setor. Só em 2011, a moda movimentou R$ 130 milhões no Brasil e permanece como um dos assuntos que mais geram mídia espontânea no país. O que vai para as passarelas – e para as lojas – encanta, gera desejo, vende. Mas você já parou para pensar no que é levado em conta na criação das peças que estão nas vitrines? Desenvolver produtos de moda exige muita pesquisa, por meio da qual o designer coleta informações a serem transformadas em ideias comercialmente viáveis. Consideram-se a identidade da marca, o estilo de vida do consumidor e os recursos disponíveis, entre outros aspectos, tudo de maneira funcional e inovadora. Não basta seguir tendências, pois o processo criativo é bastante pessoal e as inspirações surgem das mais diversas referências: históricas, artísticas, particulares...o que a mente alcançar! Contudo, diante de um mercado em ascensão e cada vez mais competitivo, a profissionalização torna-se imprescindível. Ou seja: hoje, para trabalhar na área, além de criatividade, é necessário ter formação, informação e conhecimento de moda. Em disciplinas do curso de Design de Moda da Faculdade Novafapi, junto aos demais professores, tenho a oportunidade de acompanhar a criação de produtos e coleções, com base nesta visão de mercado e, como não poderia deixar de ser, na paixão pela moda. Neste contexto, também merecem destaque os trabalhos que marcam

a conclusão do curso – projetos envolvendo desde a concepção do tema aos desfiles dos looks desenvolvidos. É notável não apenas o empenho dos estudantes em produzir belas apresentações, mas também o direcionamento das peças a diferentes públicos consumidores e a constante preocupação com um diferencial competitivo. A experiência diária com os alunos comprova que a formação superior na área contribui de modo muito positivo para fundamentar a criação que, em breve, veremos no mercado de moda nossa cidade. O processo criativo é mesmo fascinante, tem diversas peculiaridades e nem sempre acontece da mesma forma para todos os designers. Mas, atualmente, podemos afirmar que a formação profissional é um dos componentes essenciais para o sucesso.


MÚSICA x FUTEBOL Eu era jogador de futebol e morava em Fortaleza, cheguei em Teresina em 2008, e um dia numa festa conheci o baixista e o baterista de uma banda, que mais tarde formaram a Vitrola Vinil junto comigo. ENSAIOS A gente não ensaia tanto como antigamente, hoje em dia já sai tudo automático, mas quando renovamos o repertório, corremos para o estúdio. MODA MOTHERFUCKER Eu não me preocupo esse negócio de moda, se eu usar uma camisa preta e uma calça rosa eu estou fora de moda? Eu visto qualquer coisa. I IGUANAS Eu crio duas iguanas soltas no meu quarto, o Billy e a Meg, elas são lindas e verdes. Acho que eles são animais incríveis e muito inteligentes! PELADA Procuro cuidar do meu corpo, e para isso jogo futebol com a galera sempre que posso. DEFEITOS & QUALIDADES Meu maior defeito é ser gago, do braço torto, do dente quebrado e cantar Oasis e Beatles. Minha maior qualidade é que eu amo muito as pessoas. VOU PRO BAR Gosto muito de comer. De camarão a pipoca. Mas não costumo sair muito para jantar, gosto mesmo de sair pra tomar aquela cervejinha... BALANÇA Sou libriano e pareço bastante com o que dizem do meu signo.

52


Psicologia Comunitária: pela liberdade do Em um mundo onde as pessoas estão cada vez mas distantes uma das outras, um modelo de ciência que individualiza, que cria estereótipos, que provoca sintomas depressivos, ansiosos e psicopatologizantes, precisa ser revisto. A sociedade atual vive momentos de grandes descobertas cientificas e tecnológicas que devem ser utilizadas para promover a libertação do sujeito diante de um sistema que aprisiona e não produz identidades capazes de agir em defesa de um desenvolvimento social pleno e para todos. A Psicologia Comunitária aproxima-se desses novos desafios, possibilitando uma reflexão critica de como que o ser humano pode apropriar-se de sua subjetividade, desenvolvendo autonomia e alteridade frente a esse novo perfil de sociedade que se constrói na era das redes sociais. Em nosso país, a Psicologia está completando 50 anos de profissão regulamentada. Grande parte desse tempo, esteve dedicada para criar um padrão de comportamento solicitado pela cultura dominante visando o ajustamento do sujeito a regras homogêneas, não permitindo, assim, o desenvolvimento da identidade desses indivíduos.

A Psicologia Comunitária propõem um modelo que considere a diversidade cultural como foco de análise. Conhecer a atividade do sujeito permitirá, junto com ele, encontrar soluções efetivas para o desenvolvimento da subjetividade tanto individual quanto social. É urgente focar a ação da psicologia para as necessidades reais da nossa população. Conhecer cultura, vivenciar os territórios sociais, visitar pessoas, dialogar, promover espaços de reflexão para a critica, desamarrar os nós que não permitem o sujeito caminhar com suas próprias pernas. Esses são alguns dos desafios que essa área da Psicologia aponta para o desenvolvimento social e comunitário. As contribuições da psicologia comunitária são enormes e podem promover uma libertação efetiva do sujeito através da educação para a politica e para a cidadania conduzindo a sociedade para novas formas de sentir, pensar e agir que considere a grande diversidade que é a humanidade, permitindo o desenvolvimento de identidades verdadeiras e heterogêneas.

Nesse momento, não há espaço para padronização de regras e de formas de agir. É nesse sentido, que a Psicologia Comunitária abre um debate que permite questionar o real valor da ciência contemporânea: estamos produzindo um conhecimento em favor de quem e para quê? Precisamos construir novos significados para nossas práticas cotidianas. Não há como negar a miséria produzida e alimentada pela ciência moderna. A alienação cultural é visível dentro de todos os espaços de convivência social. Há uma priorização de culturas que são resquícios de um domínio promovido por toda uma história de exploração de nossos recursos e da nossa gente.

Leonardo Sales Psicólogo comunitário; Jornalista Professor da UESPI e FSA; Mestre em Ciências e Saúde

sociedade

53


Pérolas do vestibular mundo é a superabundância “O problema fundamental do terceiro

de necessidades.”

“A prosopopéia é o começo de uma epopeia.”

quando a gente têm “As glândulas salivares só trabalham vontade de cuspir.”

“A respiração anaeróbica é a respiração sem ar, que não deve passar de três minutos.”

os “Os egípcios antigos desenvolveram a arte funerária para que mortos pudessem viver melhor.”

tem que “A unidade de força é o Newton, que significa a força que se rio.” realizar em um metro da unidade de tempo, no sentido contrá ticos “A diferença entre o Romantismo e o Realismo é que os român

o escrevem romances e os realistas nos mostram como está a situaçã do país.”

“Antes de ser criada a Justiça, todo mundo era injusto.” “Na Grécia, a democracia funcionava muito bem, porque os que não estavam de acordo, se envenenavam.”


56

Revista Blitz Universitária ed.41 l jul l 2012  

A Revista Blitz Universitária é uma publicação mensal e gratuita para o público jovem. Possui uma leitura rápida e agradável com matérias cu...