Page 1

W SOUTH BEACH PORTILLO KENZO HERMÈS CAROLE CREMA

N O 41

explosion! A A A

ANO 5 NO 41 R$ 15,00 € 5,00

Uma explosão de impressões, emoções e moda

CAPA_aprovada.indd 4

17/08/2011 23:41:42


VENHA PARA SANTA CATARINA E VIVA TUDO ISSO. Você precisa conhecer um Estado repleto de atrações o ano inteiro. Um paraíso com 560 quilômetros de litoral, praias belíssimas, ondas perfeitas para o surf, cidades de arquitetura colonial preservada e que todo ano é berçário natural das baleias Francas. Um lugar com centenas de bares, restaurantes e bistrôs, onde o melhor da culinária local convive perfeitamente com a sofisticação da cozinha internacional. Santa Catarina é tudo isso e muito mais: o seu próximo destino. Conheça nossos roteiros turísticos: www.santur.sc.gov.br


EDITORIAL

EXPLOSÃO DE CORES

E SABORES

P

ara contar uma história sobre explosão de cores, impressões, emoções e moda, o fotógrafo Mick Mazzei usou e abusou de cores fortes, luzes, além do contraste de fotos preto e branco e colorida. A tradução está no ensaio de moda desta edição.

Na mesma seção, confira a história da Hermès, grife francesa capaz de causar frisson entre as endinheiradas, que formam fila para esperar a sua vez de comprar uma bolsa. Na parte de beleza, o diretor de criação da Kenzo Parfums esteve no Brasil e contou sobre o seu lançamento. Há ainda o novo batom Dior Addict, com fórmula inovadora. Em Turismo, Johnny Mazzilli subiu as montanhas geladas do Chile e foi conhecer a estação de esqui localizada em Portillo. Enquanto isso, eu fugi do frio e parti para a praia, mais precisamente para Miami Beach, onde conheci o W South Beach, um hotel pé na areia e perfeito para pessoas descoladas que querem muito mais do que desfrutar das compras na cidade. Lá também conheci o Vizcaya Museum & Garden, que tem mostra permanente de arte decorativa. Na parte de gastronomia, Renata Gomes foi conhecer o Praça São Lourenço que acabou de ser inaugurado no Iguatemi Al-

W SOUTH BEACH PORTILLO KENZO HERMÈS CAROLE CREMA

phaville e eu conversei com Carole Crema, chef pâtissier do La N O 41

Vie En Douce que acaba de ser eleita a melhor na sua categoria.

explosion!

Aproveite a edição!

A A A

ANO 5 NO 41 R$ 15,00 € 5,00

Uma explosão de impressões, emoções e moda

FOTO MICK MAZZEI

10

TATIANNA BABADOBULOS

EDITORA


A EMBRASE TEM SOLUÇÕES INTELIGENTES PARA CADA TIPO DE NEGÓCIO.

Para cuidar bem do seu patrimônio, a Embrase usa o que tem de melhor. São 24 anos de experiência em Segurança Patrimonial e Serviços Gerais, mais de 14 mil funcionários e um diferencial que nenhuma outra empresa do ramo oferece: gerentes disponíveis 24 horas para resolver qualquer problema a qualquer momento. Na hora de contratar a empresa que vai cuidar da sua, prefira a presença inteligente da Embrase.

SÃO PAULO: (11) 3879 6200  CAMPINAS: (19) 3738 9100  RIBEIRÃO PRETO: (16) 3620 3012  SANTOS: (13) 3225 7672 www. e m b r a s e . c o m . b r


EXPEDIENTE

Publisher     Editora

Cesar FoffĂĄ Lourdes FoffĂĄ Tatianna Babadobulos tatiana@amagazine.com.br

Colaboradores

Anderson Prates, Johnny Mazzilli, Mick Mazzei, Nanci Dainezi, Renata Gomes, Reynaldo Pasqua e Ricardo Macedo

Diretor Comercial

Marcelo FoffĂĄ mfoffa@amagazine.com.br

Direção de Arte e Diagramação

Criação de Revista criacao.revista@gmail.com

Distribuição

Dinap e Correios A Magazine Online www.amagazine.com.br A Magazine Ê uma publicação mensal de A Magazine Editora e Publicidade Ltda. Redação: Calçada das Hortênsias, 39, Centro Comercial Alphaville, Barueri, SP, 06453-017, tel.: (11) 42081600. As opiniþes e os artigos contidos nesta edição não expressam, necessariamente, a opinião dos editores. É proibida a reprodução em qualquer meio de comunicação das fotos e matÊrias publicadas.


Urban Premium Pearl Metal & Ebony Metal Chiselled

ARACAJÚ - A Pérola / Don Carllo Tabacaria BARUERI - Papel Magia / Saraiva / Studio Paper BÉLEM - Fábio Jóias BELO HORIZONTE - Leitura / O Bico das Canetas BRASÍLIA - Leitura / Papel Craft / Pedrart Zapp Papelaria CAMPINAS - Lauzi / Nobel / Papel Magia / Saraiva CAXIAS DO SUL - Beretta Jóias CURITIBA - Casa das Canetas / Livrarias Curitiba FLORIANÓPOLIS - Lanzara / Tabacaria Siqlo FORTALEZA - Casa dos Relojoeiros / CD Max GOIÂNA - Caneta Dourada MANAUS - Orum PIRACICABA - Nobel PORTO ALEGRE - Del Mondo / Domênico / Lascaux / Rei das Canetas RECIFE - Livraria Modelo RIBEIRÃO PRETO - Lauzi RIOTabacaria DE JANEIRO - Caneta Continental / Livraria Travessa NobelBELO / Papel Craft - Leitura RONDÔNIA Eisangela Jóias- Leitura SÃO /PAULO - /Fidel Lauzi / Lenat / Livraria VilaMagia / Mr. Tobacco / Nobel ARACAJÚ - A Pérola / Don Carllo BARUERI - Papel Magia / Saraiva / Studio Paper da BÉLEM - Fábio/ Jóias HORIZONTE / O Bico das -Canetas BRASÍLIA Papel Craft Pedrart // Zapp Papelaria CAMPINAS - Lauzida / Papel / Saraiva CAXIAS SUL - Beretta Jóias / Papel CURITIBA - Casa Canetas / Livrarias FLORIANÓPOLIS - Lanzara Siqlo Design FORTALEZA - Casa dos CD Max VITÓRIA GOIÂNA- -Leitura Caneta MANAUS - Orum O Médico dasDO Canetas / Oruam Magia / das Papel Nacional / Curitiba Ravil / Saraiva / Tabacaria Lee/ /Tabacaria Vix Tabaco TERESINA - Relojoeiros Joalheria/Matos / Dourada Paulo Bretas / Ricardo Vieira Joalheiro SAC PARKER (11)3046 - 4009

PORTO ALEGRE - Del Mondo / Domênico / Lascaux / Rei das Canetas RECIFE - Livraria Modelo RIBEIRÃO PRETO - Lauzi RIO DE JANEIRO - Caneta Continental / Livraria da Travessa / Papel Craft RONDÔNIA - Elisangela Jóias SÃO PAULO - Fidel / Lauzi SAC /PARKER - (11)3046.4009 Lenat / Livraria da Vila / Mr. Tobacco / O Médico das Canetas / Oruam / Papel Magia / Papel Nacional / Ravil / Saraiva Tabacaria Lee / Vix Tabaco Design TERESINA - Joalheria Matos VITÓRIA - Leitura / Paulo Bretas Joalheiro / Ricardo Vieira Joalheiro

SAC PARKER (11)3046 - 4009


SUMĂ RIO

16 ACESSĂ“RIOS Bicicleta elĂŠtrica, joia e Rolex

    Branding Online

28 DECOR 22 TECNOLOGIA



56 JOIA

Coleção de joias da designer Emar Batalha då formas a bichos com ouro e pedras preciosas

50 GRIFE 34 DESIGN

Reynaldo Pasqua conta como foi o Luxury      Congresso de Luxo

Explosion! Uma explosão de cores, impressþes, emoçþes e moda!

Hyundai Mostra Black

Comunicação integrada

24 TRENDS

36 MODA

50

Cristais by Karl Lagerfeld

História da maison francesa Hermès, símbolo do luxo e do desejo

60 BELEZA      Parfums fala sobre seu lançamento Madly! 


36 56 68 76

88 94 64 BELEZA

76 TURISMO

86 GASTRONOMIA

92 ADEGA

Dior Addict para lĂĄbios ousados e sensuais

$   %&'  esqui do momento,    ()

Le Tire-Bouchon Ê opção para tomar um bom )  ".)  prato delicioso

( . 2 3/% " /% %  temperatura

66 BELEZA OrchidĂŠe ImpĂŠriale New     

68 TURISMO W South Beach, em " # " 

  

82 VIAGEM  *  % " + Gardens e a exposição  %   % " Miami

84 GASTRONOMIA Praça São Lourenço abre  

94 MOTOR 88 CHEF Carole Crema, do La  "   / % saborosas criaçþes

%  4 %" MC Stradale

98 GALERIA 5 /" " destaque de Mick  6


ACESSĂ“RIOS

ESTILO DE VIDA Pedal elĂŠtrico $ . % "   8  9%  "% ":#" " "  %.; <% =" % .#" " %".  % %.%&'; > . %%% .%%% ?  ? " %  " "% %"  3 " % ?    5@ &  (%% 5@; J :   #  .%%  %3  "  ?   &

Q": V)" X 3   "Y "  6@"[)  " autonomia de 40 quilĂ´metros. EVOLUBIKE ^^^; _`v5 ;(_;5z

16


ACESSĂ&#x201C;RIOS

AVENTURA Ă&#x20AC; VISTA O espĂ­rito aventureiro foi o responsĂĄvel pela criação do modelo Oyster Perpetual Explorer, de Rolex. Isso porque ele foi projetado para homenagear a conquista, em 1953, de Edmund Hillary e Tenzing Norgay, que alcançaram o pico do Monte Everest. $     %% ". "  Â&#x201A; / criado o Oyster Perpetual Explorer II, com mostrador de grande legibilidade e incorporação da data, ponteiro 24 )%    Â&#x201E;  3 ; ApĂłs 40 anos de seu lançamento, o modelo foi atualizado . /  8% "% %  Â&#x201E;:; J

  "  ""  ? . "   : 2Â&#x2026;Â&#x201A; # /  &  Y  `  :"    .   %Â&#x201E; Â&#x2020; .  )Â&#x2021;%; Â&#x2C6;Y  . %    / ) _*% @ " %.%  %3 &  sistema de extensĂŁo Easylink. No mostrador, o ponteiro de  )%   /"  Â&#x2030; )      " 3   Â&#x201A;; A peça tem previsĂŁo de chegar ao paĂ­s em setembro e ainda ' .%%  .& Â&#x201E;; SARA zvJ Â&#x160;J_( `_5_ ;6Â&#x201A;X Â&#x2C6;Jz $Jv`V4J VÂ&#x2039;_ $Jv`_ 4 `;Â&#x152; Â? 2Â&#x2026;Â&#x17D;Â&#x2026;6 ^^^;VJzJÂ&#x2C6;_JV;(_

18


Pu

BELÉM - Fabio Jóias BELO HORIZONTE - Manoel Bernardes / O Bico das Canetas BRASÍLIA - Pedrart CAMPINAS - Lauzi / Regina Camargo CURITIBA Casa das Canetas / Viccenza FORTALEZA - Cleide Design GOIÂNIA - Caneta Dourada MANAUS - Orum PORTO ALEGRE - Del Mondo / Lascaux / Rei das Canetas RIO DE JANEIRO - Caneta Continental / Frank Jóias RIBEIRÃO PRETO Lauzi RONDÔNIA Elisangela Jóias SALVADOR Lore Jóias SÃO PAULO Dazzling / Fidel / Lauzi / Lenat / Mr. Tobacco O Médico das Canetas / Oruam / Papel Nacional / Ravil / Tabacaria Lee / Vix Tabaco Design TERESINA - Joalheria Matos VITÓRIA - Ricardo Vieira Joalheiro

SAC WATERMAN - (11) 3046.4009


ACESSĂ&#x201C;RIOS

PULSO BRILHANTE A pulseira de ouro amarelo 18k com diamantes ĂŠ da Casa LeĂŁo, empresa comandada pela joalheira e gemĂłloga Lydia LeĂŁo Sayeg, que hĂĄ mais de 25 anos trabalha na empresa e ĂŠ famosa por produzir peças Ăşnicas e exclusivas com o diferencial na qualidade da matĂŠria."   .% Â?  %; _ .& # %: %    " # / " ) " ; CASA LEĂ&#x192;O JOALHERIA 4 `;Â&#x152; Â?Â? 22Â&#x17D;2

20


Foto: Lost Art


TECNOLOGIA

COMUNICAÇÃO UNIFICADA J.) = "  –% .%  /%

" ".  "  &'  / „     "  "? % ˆ:   5%  .) _

.   / „     ".  " $  V@*.; `8 " /%     ".% & "  %%‘ 5 )  .   % ?  %' %".  .%  ?  .%%" )%  %  %%% .)% %  % ‘  " 3%; (" :% „   %  ) %   %.% =   % % )"% " " %‘ /    %" „ " %3 / ; J  3  Y  %’/’)’  ˆ: _ “X‚” /  " %"  ") ?  . "  %%"  " /  

" "&'   8  " & $ %%  V 3 ?  . "  % %  8%  /  . ?    %   "; J ?   : 3 %%3  ?   %" % 8". ?    3 V/4 .3     : )% .% %%3   ?   %"; _  % 3 .  .) # z• ;; JABRA ^^^;ˆJ5zJ;(_[_< (_$zJz

22


Paisagem Surpreendente

Av. Faria Lima, 2705 quase esquina com a Av. Cidade Jardim - dentro do Museu da Casa Brasileira 4  sQUINTADOMUSEUCOMBRsQUINTA QUINTADOMUSEUCOMBR


T R E N D S

$_z

z Â&#x2014;<J`_ $JVÂ&#x17E;vJ

UMA BOA HISTĂ&#x201C;RIA Ă&#x2030; UM BOM NEGĂ&#x201C;CIO! ` *     (3%%  `     53 _

24

< Â&#x2014;@ /"% "  %  ` *     ?    .Â&#x201E;%%%  %% %3"%  " % " ` %  Â&#x2DC; Â&#x2C6;3  ` z 5*% New York, EstĂŠe Lauder, American Express, entre outros. _ "   / :  " %&'  universo online. Como as marcas de luxo podem se dife  " ".&' % " % ?  ' %'   Â&#x161; $ J  %  ` 5 ?  % " % " % ) "  :"  % ")  Â&#x201E;  " Â&#x2018; .  & " : Â&#x201E;; ()    33 ?   %  %  "   .%  "   # .";   ".Â&#x201E; Â&#x152; Â&#x203A;$ ?  %

)%% ' # $% . ". " %  3/%Â&#x161;Â&#x153; $?  ? " ".   %% " % 3rir a histĂłria por trĂĄs daquele desejo de consumo. Ă&#x2030; esta

"  &'  % %" Â&#x2020; )%Â&#x2018;  "  ?  % %%    " %" .   % % sumidores. (" %". /& Q   :9 % : 8%  " " "  ' ".   % "; Para Hamilton South, do HL Group, as marcas de luxo %'  % %  )%Â&#x2018;%; v" : .&'  %      # %   " : )%Â&#x2018;; Â&#x160; Â Â? % " %    %' :)  &'  =  % " : )%Â&#x2018; .

 % % % . % % "%; z.) `  # " :"  ". Â&#x201C;  . Â&#x201E;  " Â?Â?Â?;.) ; " Â&#x2019; ^ / z.) ` Â&#x201D;; J "%" ". #


. %   . ?   = 3 ' seja confundido pelo consumidor com um comercial. As histĂłrias devem ser verdadeiras e sustentĂĄveis para obterem ĂŞxito e serem assimiladas pelo consumidor. Â&#x160;)  5*% <Â? Â&#x2014;@ /  % %"% " =; %% " %3%  ")% "%  % % . %  3% #%  Â&#x; :@   :3%; v"  /     5neys New York no Facebook, que tem surpreendido, em .   % "% %; J% % 3% . .=:  "%    " %".%" .?  % )"% %' %"  %%  Â&#x; :@; Este ĂŠ um clĂĄssico exemplo que demonstra o cresci" % %"% % 3/%   %    "@3 ; _% % "% %'   "% %  . " % % % %" % % %  .Â&#x201E;%%%; A American Expresss apresentou uma pesquisa "  %: % 3%% % % % % % ="% %; V' Â  ")Â&#x2021;%  Â&#x2021;%  # 6 :)Â&#x2021;%  %&Â&#x2021;% " Â&#x201A; " %  "   Â&#x201A;2 :)Â&#x2021;%  Â&#x2018;% " % "; <% 3%%  %  3%  3%" %

%% v%  . " "   .&' "  ?    %  % .8%%  5z( /" %.%Y% .% "% 3%%  %; < %3"  " % %% v%  %  5z( " % . .% 3%% ?  ?   . .% ? ;

Para a American Express, os consumidores destes %3"%  3% 3%"  "  %' "% %  "% Â&#x2030; %  ?  %  % % "%   ; V' % % % "%; 5% " % % "% " % ." "  %% " / ".%   3% " " ?  % % %' % " produtos de luxo, descobrindo e saboreando o prazer da compra, que para muitos deles ĂŠ uma nova realidade.

% .%" " &  / " % " dos citados. J Â&#x2C6;3  ` z   ?  % % "% cada vez mais fazem suas pesquisas de compra online, o ?  )""  %" %)..3  ". 3;

% "Y /&  Â&#x2013;   3 = para envolver o consumidor com a marca. Para a Land z % % % "% % "." " %  .Â&#x2018;. "3"   "  "  " /"  %" % % .Â&#x2018;.% : %; Gerar um envolvimento emocional entre a marca  % % "% # " % . .% %Â&#x201E;% .  "@3 ?  " %    " "8 .  & %% :; Â&#x201C;_ % /"&Â&#x2021;%  % Â?Â?Â?; ; ";Â&#x201D;   < )  4   .% "  :% %%; _ Â&#x2019; ""  % 3/% ?   " 3    6Â? % % % % 9% % .% %% ?  3" # Â? % %;

6


T R E N D S

J ` %  Â&#x2DC; "% ?  "#" " . de venda online exclusivamente o e-commerce da mar   %%Â&#x201E;  % % % "% " Â&#x2013;% 3 .% . .%Â&#x152; % ) %  &% ?  %' ? % Y% consumidores da marca que acessam e compram pelo %ÂĄ % ¢% ".% 3% ?   %%"  % . " . "%  "."ÂĄ  Â&#x201E;" % %.%  %.% ?  : % " . %: % % % % "%  '  %""; J 3&'  = # "  :) % %%  " ; J %  )%Â&#x2018;    ?  3:  "  ` %  Â&#x2DC; # "  :" ; v" Â&#x2018;"  ".  " 3  % "  %. % #%  "8   3 % %  % .  sas sociais, envolvimento com a arte e belas campanhas.

" %8%  3%% "% ?  % ="% % %  " " &% %3Â&#x201E; %  " ; _% %% v% "%" "% "   .&'   " ."  " "  enfraquecido e instĂĄvel. Eu pude observar isso de perto visitando as lojas e em conversas privadas com as pes%%  %3"   ; O universo online foi um importante aliado na ate &'  % .?  .%%: % .%%% % "" 3%    %"   %%   "&' %" " 3"    "%"  :); _% consumidores focaram suas compras em produtos mais clĂĄssicos e duradouros, de marcas de suas preferĂŞncias, e viram no e-commerce uma maneira mais econĂ´mica e

26

.Y    % % ".% %" %  %; Ao mesmo tempo, quando as marcas criam suas )%Â&#x2018;%  3&'  = "  :  % 3  %.   % "    #  "8  . % :  %   &' 

". Â&#x201E; Y ; ". %   %  &'  nheiro do consumo do luxo pelo mundo, atravĂŠs das /% %%% % %  / % Y%; %%  3 3 %".)  "@3 . "% " "%"   "  "  &'  Â&#x2030; : .  % %&'  % " das vendas. * REYNALDO PASQUA > z 4_z _<`< J (Jz< z Â&#x2014;<J`_ÂŁ$_V4;Â&#x160;JzJz; v


DECOR

28


HYUNDAI MOSTRA BLACK Mostra reuniu importantes nomes da arquitetura, do design de interiores e do paisagismo em SĂŁo Paulo POR NANCI DAINEZI

               

               ! " 

29


DECOR

#$ %  &   '          (  )     !" (  +

E

m um casarĂŁo de 1.500 metros quadrados, erguido na dĂŠcada de 1940 e localizado no Jardim Europa,    

        de interiores e paisagismo puderam mostrar seu talento na Hyundai Mostra Black. Foram 26 dias de exposição            

   traduzir a sua interpretação pessoal do conceito â&#x20AC;&#x153;blackâ&#x20AC;?. Para Alex Hanazaki, black ĂŠ a liberdade de expressĂŁo: sem ideias preconcebidas, sem preconceitos. â&#x20AC;&#x153;A liberdade ĂŠ o maior direito do ser humanoâ&#x20AC;?, disse. O paisagista projetou o jardim vertical, criando um novo muro de sete metros de altura por 30 de comprimento, em uma composição que une vegetação simples com recursos tecnolĂłgicos e atĂŠ projeção de imagens. Hanazaki optou por materiais originais, como as pedras da Palimanan, importadas da IndonĂŠsia, que revestem a piscina, o espelho dâ&#x20AC;&#x2122;ĂĄgua com passarelas e lareiras ecolĂłgicas distribuĂ­das pelo espaço. Ana Maria Vieira Santos declarou que para ela black ĂŠ                sua escolha.â&#x20AC;? A arquiteta criou uma sala em diversos tons de cinza, na qual o conforto ĂŠ o principal destaque entre

30

obras de arte, objetos antigos e paredes revestidas com   ! 

   "   #        ouvir uma boa mĂşsica, ler um livro interessante e desfrutar do aconchego da lareira. Black, para o arquiteto Dado Castello Branco, ĂŠ o exclusivo. â&#x20AC;&#x153;Uma coisa para poucos â&#x20AC;&#x201D; os que sabem admirar uma obra de arte, uma comida, uma paisagem, um lugar â&#x20AC;&#x201D;, o que foge do comum.â&#x20AC;? O ambiente projetado por Branco foi um apartamento completo, com hall, living, cozinha/jantar, quarto e banheiro. O interessante ĂŠ observar que, na casa original, o mesmo espaço abrigava trĂŞs grandes quartos. â&#x20AC;&#x153;Tudo no ambiente foi projetado para um casal que aprecia arte, boa culinĂĄria e gosta de receber os amigosâ&#x20AC;?, declarou durante a mostra. JĂĄ Fernanda Marques acredita que black ĂŠ algo "        $      nĂŁo muda o tempo todo. Atravessa dĂŠcadas e continua atualâ&#x20AC;?, disse. Na mostra, a arquiteta fez um tributo ao homem contemporâneo. Na antiga garagem da casa e no pĂĄtio Ă frente, ela reuniu alguns Ă­cones do mundo masculino: carros, velocidade, praticidade e a vontade de compartilhar os


,   (-!

             . "   +        /0#   ! "     ( 

31


DECOR

2 3    !"

             +            '      +       

32


7 ' 8

,       !"          

   '   9 

%        ) 5  6  

:    ;            9   9     (       ;  (  +

bons momentos com os amigos. Para Fernanda, no espaço          

 #%  para relaxar, trabalhar ou receber, seja no home theater, no lounge ou no bar, equipado com adega. ! #  & !         ' () $    *    + +#- 7      

  #% 8  ";     pelo arquiteto, jĂĄ que tem quase 300 metros quadrados, ele    "<   <     #   

 #%   

    #

   #   diferentes estilos e texturas. Para o paisagista Marcelo Faisal, â&#x20AC;&#x153;black is beautiful. Black ĂŠ dramĂĄtico e vem carregado de uma proposta moderna e  = '      8       * 

  ""        +       !     jardim original, o paisagista mexeu com os sentidos e a percepção do público. Faisal apostou nas esculturas de vidro soprado. O espaço ainda contou com um pergolado, deck e poltronas nas cores pretas. >  

           ( ) ? Bergamin, Roberto Migoto, Renata Seripieri, Murilo Lomas, Luiz Carlos Orsini, Jorge Elias, Guto Requena e David Bastos.

33


D E S I G N

CRISTAIS BY KARL LAGERFELD

% %  () #  %.%Y . %) % %% _/%¤ J#"  % % &‡% .  "% ()  % %  `3/ 3 %% )  %%  %   _/%; J

&' Y% # %. " % :)  "Œ ’ ) %    /  ; Ÿ" .  ) &% 

)".3 Y3  )    #"  .%  %% " –%

%Œ . :   %.; J% .&% –" " " % 3 "  "3" ` " /–   "  % %; V8":    % %% _/% 3)"  /& "  %%   " % % Y ?  " %  % % .&% %' .%% " ":% " ? % " "%%  $Y  z  V # ; ST. JAMES TEL.:  66Ž62 ^^^;VJ<4ˆJ V;(_;5z

34


MODA

EXPLOSION! Ensaio de Mick Mazzei sugere uma explosão de cores, impressões, emoções e moda

36 35


GASTRONOMIA MODA

36 36

moda.indd 36

05/08/2011 00:36:16


xplosion

Uma explosão de cores, impressões, emoções e moda! FOTOS MICK

MAZZEI BOKOR BEUTY ORLANDO, AGENCY STAMMHAUS MODELO NICKI, MAJOR MODELS STYLING BOGARKAR

BODY, MAX MARA PASTIES DE OURO, BIJULES BRINCOS, CADA PULSEIRA RAINBOW, H.STERN ANEL, H.STERN SANDÁLIAS, WALTER STEIGER MEIA DE LÁTEX, HIGHGLOSSDOLLS

37

moda.indd 37

05/08/2011 00:36:20


MODA

38 38

moda.indd 38

05/08/2011 00:36:23


ANEL DE OURO TURQUESA E RUBI, CADA BRINCO DE OURO, CADA ÓCULOS DE SOL, GIVENCHY TOP DE SEDA E SHORTS, ETRO &?@F[$F3F$7\.?8,[.,8$.#,[],\3F^ FY, MÜNCHEN SANDÁLIAS, GIUSEPPE ZANOTTI

39 39

moda.indd 39

05/08/2011 00:36:32


MODA

VESTIDO, TALBOT RUNHOF COLAR, OPHELIA BLAIMER PULSEIRA, OPHELIA BLAIMER ANEL, H.STERN SANDÁLIA, GIANVITO ROSSI

40

moda.indd 40

05/08/2011 00:36:42


41

moda.indd 41

05/08/2011 00:36:44


MODA

42

moda.indd 42

05/08/2011 00:36:55


JAQUETA DE COURO, AKRIS SHORTS, KOSTAS MURKUDIS COLAR DE OURO LOVE KNOT, H.STERN NO BRAÇO ESQUERDO, PULSEIRA DE OURO, H.STERN ANEL DE OURO BRANCO, AMETISTA E DIAMANTE LARGE HEXAGON, CADA NO BRAÇO DIREITO, PULSEIRA DE OURO, CADA ANEL DE OURO, H.STERN BRINCO DE OURO COM DIAMANTE, CADA

43

moda.indd 43

05/08/2011 00:37:03


MODA

VESTIDO DE FRANJAS E SANDÁLIAS, VERSACE PULSEIRA E ANEL, CADA

44

moda.indd 44

05/08/2011 00:37:13


CONJUNTO DE SEDA, JUNKO SHIMADA BRINCO DE OURO LOVE KNOT, H.STERN ANEL, CADA

45

moda.indd 45

05/08/2011 00:37:21


MODA VESTIDO, BOSS BLACK PULSEIRA, OPHELIA BLAIMER COLAR, KENNETH JAY LANE VIN^ TAGE PARA OPHELIA BLAIMER ANEL DE OURO, H.STERN SANDÁLIA, VERSACE

46


BLUSA DE SEDA, AQUILANO RIMON^ DI POR YOUSEFY, MÜNCHEN CALÇA, MAX MARA BRINCOS E PULSEIRA, H.STERN ANEL DE OURO BRANCO, AMETISTA E DIAMANTE, CADA SANDÁLIAS, GIANVITO ROSSI BOLSA, AIGNER CINTO, GIUSEPPE ZANOTTI

47

moda.indd 47

05/08/2011 00:37:30


MODA

48


MODELO VESTE BODY MAX MARA CINTO, KENNETH JAY LANE PARA OPHELIA BLAIMER NO BRAÇO DIREITO, PULSEIRA DE OURO RAINBOW, H.STERN PASTIES DE OURO, BIJULES

49

moda.indd 49

05/08/2011 00:37:44


GRIFE

50


HERMÈS

Símbolo do luxo, grife francesa é cobiçada . ." .% " )% ?  „ "  „   %. . " :%

51


GRIFE

Loja em SĂŁo Paulo, no Shopping Cidade Jardim: Ăşnica no Brasil

Q

uando foi inaugurada a primeira loja em Paris, na França, em 1837, a Hermès costumava fabricar artigos de couro, como baús para carruagens, o principal meio de transporte da Êpoca, alÊm de selas, estribos, rÊdias, luvas e botas para montar à cavalo. PorÊm, 174 anos depois, quando a maison foi transferida para as geraçþes seguintes da família (e com o advento do automóvel), podem ser encontrados artigos de couro para homens e mulheres, roupas, joias, gravatas e os famosos lenços de seda estampados, sempre com o logotipo laranja, a cor da marca. Neste ano, foi inaugurada sua primeira loja na Rive Gauche, mais precisamente no bairro Saint-Germain-desPrÊs, com dois mil metros quadrados. O bairro Ê frequentado principalmente pelos boêmios da cidade. O projeto, que demorou três anos para sair do papel, reúne, alÊm do " *Z  ["    

 Na ocasião da inauguração da loja, o presidente Patrick Thomas disse que a nova loja tem o propósito de dar acesso a uma nova categoria de clientes que vai a

52

Paris, mas não costuma ir para o outro lado da cidade, jå que existem outras boutiques, como a histórica da rua du Faubourg-Saint-HonorÊ e a da avenida GeorgeV. A localização, aliås, foi escolhida a dedo, jå que estå a dois passos do Le Bon MarchÊ e do Hôtel Lutetia. Ali, o visitante Ê convidado a descobrir todo o universo da maison: seus trabalhos, sua história e seu know-how. Conhecida por ser um lugar de arte viva, a (Z "   

 *

Geração para geração Thierry Hermès (1801-1878) foi o fundador da em 

       

    Paris conhecida como Grands Boulevards. Na Exposição Universal de 1867, o júri lhe concedeu a medalha de   ;  \  ]  +$  Hermès (1831-1916), instalou, em 1880, a selaria da família no número 24 da rua Faubourg Saint-Honoré. ]         !  $ +^  começou a conquistar uma clientela de elite na Europa, no Norte da à frica, na Rússia, nas Américas e na à sia.


Lenços estampados começaram a ser produzidos em 1937

Com o nome de Hermès Frères (1902-1919), a empresa, agora dirigida pela terceira geração, entra no sÊculo 20 desenvolvendo suas atividades de selaria de prestí "   +  "

*

 _`` 

 Haut Ă Courroies foi criada de modo que o cavaleiro pudesse transportar sua sela. Durante a Primeira Guerra ^  $ +^ w { (" | ! cas para supervisionar a compra de couros destinados Ă  cavalaria francesa e descobriu um continente que entrava na era da produção em massa. Na volta, levou o zĂ­per, que era praticamente desconhecido na Europa. Durante a dĂŠcada de 1920, ele ampliou as atividades da marca para produtos de couro â&#x20AC;&#x153;costurados Ă  moda das selasâ&#x20AC;?, acrescentando bolsas, malas, coleiras para cĂŁes e acessĂłrios para viagem, esportes e automĂłveis, alĂŠm de vestuĂĄrio, echarpes de seda, cintos, luvas, joias e relĂłgios e correias de relĂłgio Ă  linha tradicional. Em 1Âş de agosto de 1930, a Hermès abre em Nova York sua primeira loja independente, mas a Grande DepressĂŁo acabou forçan  (   _~ Mas tambĂŠm foi nessa ĂŠpoca que a marca lançou 53


GRIFE

Patrick Thomas, presidente da empresa

diversos dos itens cuja simplicidade atemporal lhes garantiria lugar entre os clássicos da Hermès: a bolsa Kelly (em homenagem à princesa de Mônaco, Grace Kelly, que não se desgrudava de sua Hermès favorita), agendas de couro, a Sac à dépêches (1928), a pulseira Chaîne d’ancre (1938), as roupas femininas cavaliére e os paletós. Já os lenços surgiram a partir da seda que até então era empregada na confecção de casacas para jockeys, e em 1937 a maison lançou seus primeiros lenços estampados. Em 1949, foi feita a linha de gravatas e, em seguida, o primeiro perfume, Eau d’Hermès, em 1951. Nos anos 1960 e 1970 foram inauguradas novas lojas na Europa, Ásia e nos Estados Unidos. Jean-Louis Dumas assumiu o comando em 1978 e representa a quinta geração da família. Com sua juventude, reorganizou e deu novo ímpeto às atividades em seda, couro e prêt-à-porter, além de ter criado a divisão de relojoaria La Montre Hermès SA, em Biel, na Suíça, depois lançou esmaltados e porcelanas e adquiriu a sapataria John Lobb, a empresa de cristais Saint-Louis e a joalheria Puiforcat. Atualmente, há Hermès na Madison Avenue, em Nova York, no Japão, na China, na América Latina, na Oceania e no Oriente Médio. Em 2009, chegou ao Brasil, com a coleção Primavera-Verão. O país 54


vem se tornando bastante importante para a marca, haja vista que hå vårias peças dedicadas ao país, como a linha de joias e um mantô (A/H 1968) chamados de Brasília, as bolsas de mão Rio, Janeiro (1980) e São Paulo (A/H 2002), o escarpin Rio (A/H 1`2999), o carrÊ Amazonia (de Laurence Bourthoumieux, P/E 2001), o bracelete em esmalte Brazil (P/E 2004), alÊm de estampas de lenços. Por aqui, aliås, existe apenas uma loja Hermès e, claro, estå instalada no Shopping Cidade Jardim, em São Paulo, desde setembro de 2009. Com 169 metros quadrados, o ambiente Ê banhado de luz natural, seda, couro, joalheria e relógios, prêt-à -porter feminino e masculino, arte da vida e utensílios de mesa. Com o capital aberto, 73% da Hermès International ainda estão em poder da família fundadora. No ano passado, porÊm, Bernard Arnault, proprietårio do milionårio grupo LVMH, comprou 20% da empresa sem o consentimento dos herdeiros.

Bolsas AlĂŠm da bolsa Kelly, outra de bastante sucesso ĂŠ a tradicional Birkin, feita especialmente para a cantora Jane Birkin, que foi casada com o cantor francĂŞs Serge Gainsbourg. O sucesso principal do modelo ĂŠ justamente a sua simplicidade, pois nĂŁo possui detalhes e,    

   #     com ela por aĂ­. Entretanto, para tĂŞ-la, ĂŠ preciso ter dinheiro (os preços partem de cinco mil euros, mas podem chegar a 50 mil, dependendo do couro usado e do fecho, que pode ser de ouro cravado com diamantes, por exem Â&#x201A; \      !  

Â&#x192;           *      pode ser a partir de cinco meses. Isso porque as bolsas sĂŁo feitas artesanalmente com       Â&#x2026;  7

      sonhar pelo objeto que vão receber e a espera faz parte da alegria da compras. Outro ponto é que a Hermès jamais                 !  

 (     são bastante pacientes, a contar pelos almoços e jantares, que trazem um sem-número de pratos, mas que serão, delicadamente, saboreados, sem pressa.

HERMĂ&#x2C6;S SHOPPING CIDADE JARDIM AV. MAGALHĂ&#x192;ES DE CASTRO, 12.000, `_Â&#x2C6;J 2 4 `;Â&#x152; Â?Â? 266Â&#x17D;6 HERMĂ&#x2C6;S RIVE GAUCHE 17 RUE DE SĂ&#x2C6;VRES, PARIS 6Âş ARRONDISSEMENT, TEL.: 22 Â?Â?    Â&#x2026; Â&#x2026;2 WWW.HERMES.COM

55


JOIA

SO CUTE!

Coleção de joias da designer Emar Batalha då formas a bichos com ouro e pedras preciosas

P



 

 #%  

   

    [       

"

     Â&#x192;       " <   *     

   =      " # ]   

 #% *           (            "  

[    *)

   

    ! (

   "             

 Â&#x2020;     #    #  #"   Â&#x2021;Â&#x2C6;Â&#x2030;Â&#x2030;Â&#x160; Â&#x2021;Â&#x2C6;__Â&#x2039;` ! 

   Â&#x152;Â?       





    Â&#x2018;



   

   Â&#x2019;

 (   Â&#x201C;  +    #





      (

  

 

  "  '   + +   ; *   __`  Â&#x192;   =    +        (      

 

?  \

       +      "   

  #% 

EMAR BATALHA WWW.EMARBATALHA.COM.BR

56


CordĂŁo Aranha â&#x20AC;&#x201C; O cordĂŁo ĂŠ todo de ouro amarelo 18 K e a aranha ganha formas com diamante branco e rubi

%$%'y,9+  " de ouro rosĂŠ 18 K e o pĂĄssaro traz diamante branco e chocolate, 12 gramas

Anel Sapa â&#x20AC;&#x201C; Feito de ouro amarelo, leva diamantes brancos e esmeraldas, 14,3 gramas

57


JOIA

Anel Coruja – Feito de ouro rosé 18 K, diamante branco e chocolate e aro regulável, 13,9 gramas

58


Cordão Escorpião – O inseto peçonhento é feito de diamante branco, enquanto o cordão é de ouro rosé 18 K, 4,6 gramas

Anel Joaninha – Todo de ouro rosé 18 K, a peça ainda tem rubi e aro regulável, 12,8 gramas

59


BELEZA

Borboletas coloridas e enlouquecidas dão a tônica à mais nova criação de Patrick Guedj

60


PATRICK GUEDJ      $/ "%  % "%  &"Â&#x152; * Š $_z TATIANNA BABADOBULOS

P

ara o lançamento da nova fragrância Madly Kenzo!, o diretor criativo da marca, Patrick Guedj, esteve em SĂŁo Paulo e conversou com exclusividade com A Magazine. Na ocasiĂŁo, ele falou sobre seu trabalho, a inspiração para dar forma ao produto e tambĂŠm como funciona a criação de uma fragrância como esta, que deve chegar ao Brasil em setembro. AlĂŠm de diretor de criação, o francĂŞs Patrick Guedj ( (        para Kenzo Pour Homme, Parfum Dâ&#x20AC;&#x2122;Ă&#x2030;tĂŠ, Lâ&#x20AC;&#x2122;Eau Par Kenzo, Kenzo Air, Flower by Kenzo, Kenzo Amour e Lâ&#x20AC;&#x2122;Eau de Kenzo Amour. â&#x20AC;&#x153;Para estas campanhas, sempre tentei manter a mesma abordagem que uso em minhas            Â&#x2013;  + ques sem adição de luz), imagens espontâneas e coloridas, mas com enquadramento preciso. Tento sempre capturar    

#%  $   Â&#x192; #     +  *  (    * 7   aplicar estes princĂ­pios para criar um territĂłrio originalâ&#x20AC;?,

 Â&#x2026; ' Uma das coisas que mais animam Patrick ĂŠ a possibilidade de viajar. Depois de terminar os estudos, Patrick Guedj começou a trabalhar no departamento de marketing e criação de fragrâncias do grupo Lâ&#x20AC;&#x2122;Oreal. Iniciou com LancĂ´me e, apĂłs 10 anos, resolveu seguir viagem pela Ă sia. E foi durante essa expedição, que durou um ano, que passou por paĂ­ses como Ă?ndia, Pa61


BELEZA

quistĂŁo, Birmânia, China e IndonĂŠsia. Nesta viagem, aproveitou para pesquisar, fotografar e analisar as culturas locais de cada regiĂŁo. Na volta, foi contratado para trabalhar com o marketing internacional da Armani e, na sequĂŞncia, começou como diretor de criação da Kenzo. Desde 2000, Patrick Guedj ĂŠ o diretor criativo para Kenzo Parfums e, portanto, a mente criativa que estĂĄ atrĂĄs de todas as fotos e    *    ?    + do em outras empresas e ter viajado pela Ă sia antes de trabalhar em Kenzo foi muito transformador. â&#x20AC;&#x153;Quanto mais eu viajo, mais quero viajar. NĂŁo me lembro muito das empresas anteriores, faz muito tempo. Claro que ter trabalhado com perfumes me ajudou, mas realmente faz muito tempo, nĂŁo consigo lembrar.â&#x20AC;? AlĂŠm das viagens,    #         â&#x20AC;&#x153;entender sobre a marca, sua histĂłriaâ&#x20AC;?. Com disposição e simpatia, Patrick conta que, para criar o novo produto, o que vem primeiro ĂŠ a imagem. â&#x20AC;&#x153;Tenho primeiro a histĂłria, a campanha e isso darĂĄ a inspiração para criar a embalagem e a prĂłpria fragrância. Primeiro, uso uma folha em branco, crio uma histĂłria e um

62

conceito que a marca e eu queremos transmitir. Esse brievai para o perfumista, que cria uma fragrância.â&#x20AC;? Para Madly Kenzo!, ele usou palavras como freedomÂ&#x2013; Â&#x201A; e     Â&#x2013; Â&#x2019; Â&#x201A;  Â&#x192;        lançamento ĂŠ um retorno Ă s raĂ­zes de Kenzo. â&#x20AC;&#x153;Brincadei

 

 

   

]    

      

  

  uma forma positiva, dar oportunidade para que isso aconteça de maneira livre. Expressar a loucura de uma forma belaâ&#x20AC;?, completa. Madly Kenzo! foi desenvolvida pelo perfumista AuÂ&#x2014;  



 Z     + menta rosa, heliotropo, rosa, incenso, baunilha, cedro e al Â&#x2019;  >(

   Â&#x2021;! "  "  

     +    seu vocabulĂĄrio plĂĄstico cheio de curvas. Assim, recriou a natureza estilizada que a Kenzo tanto aprecia. O frasco, aliĂĄs, assemelha-se ao de outra fragrância de Kenzo, a Â&#x2DC;  Â&#x2122;  >Â&#x2013;Â&#x2030;``_Â&#x201A; " + deira obra de arte. Madly Kenzo! Eau de Parfum serĂĄ lançado em trĂŞs ta  )~` Â&#x2013;Â&#x2021;Â&#x2C6;Â&#x160;_Â&#x201A;Â&#x2039;` Â&#x2013;Â&#x2021;Â&#x2C6;Â&#x2030;_Â&#x201A;Â&#x152;` Â&#x2013;Â&#x2021;Â&#x2C6;Â&#x2030;__Â&#x201A;


$   9   [ Arad, que inventou o movimento da asa      9   +       +

  ] ([ ( <Â&#x192;  #%   tobooks em parceria com VĂŠronique Durruty. SĂŁo de sua autoria       livro que mostrou imagens de crianças no mundo, e  com fotos de pessoas pelo  Â&#x2013;; ] Â&#x161;  Â&#x203A;^[  França) vestindo uma mesma camiseta vermelha da marca Kenzo. Em 2000, marcou a entrada de Patrick Guedj no mundo da Kenzo. Patrick e VĂŠronique produziram cerca de quinze novas obras, incluindo o   criação de 2002 inspirado na pele,  e !"  # O Ăşltimo foi objeto de uma grande exposição no Jardin du Luxembourg, em Paris, entre abril e agosto de 2003. Mais recentemente, os livros $ %   e &  tĂŞm servido como uma ponte entre o mundo  (     (  $ %   recebeu  \  Â&#x2014;   Â&#x2026;Â&#x192; Â&#x2014;    Â&#x2030;``Â&#x2039;      nĂşmero de imagens contando a histĂłria dos perfumes Kenzo foi exibido na galeria de arte Nikky Macquart, em Paris, coincidindo com a publicação de'   ( ) !    . Seu mais recente livro, *  + inclui texto e fotos em lugares que fazem o visitante se sentir como se eles estivessem na borda do mundo. Em 2001, publicou seu primeiro romance na França, Â&#x153; ] Â&#x2030;``Â&#x2039; "   %   , . / " %   em tradução livre), relembra memĂłrias de infância no estilo de um quebra-cabeça impressionista. Neste ano, lança ')  que relata a aventura selvagem, Ă s vezes engraçado, Ă s vezes comovente, de um homem usado como isca entre Paris e PanamĂĄ. Â&#x2026;      

 #%    lha, Patrick primeiro pensou e dividiu a resposta em duas partes. â&#x20AC;&#x153;Posso falar de meu trabalho pessoal. Acabei de  <   +     "     

 7  +   # +   . $ 0*. & â&#x20AC;?. Agora estou trabalhan    

   8?  trabalho em Kenzo, ele cita curtas-metragens. â&#x20AC;&#x153;Acho que foi um curta-metragem que eu amo muito. Fiz trĂŞs curtas  Â&#x2122;Â&#x2018;Â?Â?<     feliz de ter feito.â&#x20AC;? 63


BELEZA

DIOR

ADDICT

Novo batom ĂŠ ultrafeminino e sua fĂłrmula proporciona cores vibrantes e brilho POR TATIANNA BABADOBULOS

D

edicado Ă moda e Ă s mulheres, o novo batom Dior Addict jĂĄ seduz pela embalagem, que conta com base prateada e ĂŠ sobreposta por uma tampa transparente com linhas femininas e minimalistas. Um verdadeiro objeto de desejo! O prĂłprio Christian Dior, que foi um artista para a moda e para as mulheres, acreditava que era importante vestir seus rostos, tanto quanto seus corpos. Tanto que a primeira maquiagem da maison lançada foi um batom, para dar amplitude ao universo da marca e, ao mesmo tempo,     'Â&#x2020;   lĂĄbios coloridos tornaram-se um sĂ­mbolo da Dior. PorĂŠm, mais do que bonita embalagem e 40 opçþes de cores, ĂŠ a qualidade do produto que deve-se levar em conta. Simples, audacioso e ultrafeminino, Dior Addict possui uma nova fĂłrmula que proporciona cores "  

 

? Â&#x192; " 64

 *       (    + Â&#x2019;     

   Â&#x192;



    que, muitas vezes, um batom importado pode dar a sen

#  ] Â&#x2030;Â&#x2039;Â&#x17E;       clĂĄssico, o Addict contĂŠm um gel que proporciona uma   \       #

( +      "     tudo, a cor. Assim, tem efeito mais duradouro nos lĂĄbios. Â&#x2026; "      Â&#x2021;Â&#x2014;       _`   Â&#x2020;!         top Kate Moss, cuja aparĂŞncia versĂĄtil e seu senso fashion

"   \   #

As cores >        *  + rumando. Vem depois da roupa, dos sapatos, das joias,


do esmalte, da sombra. O acabamento cintilante pode ser    "*     'Â&#x;Â&#x;  saltos vertiginosamente altos, grandiosos Ăłculos escuros e joia em todos os tons de preto, suavizados com um  [ * ] Â&#x192; Â&#x2039;Â Â&#x152; Dior Kiss ĂŠ um rosa delicado, sensual e simples. O mes   +  < Â&#x192;  Â&#x2039;Â&#x160;Â&#x160;7 ((

&*Â Â&#x2039;` Â&#x2021;'Â&#x;Â&#x; ( 



   Para as que preferem fazer o estilo Doll, sutilmente etĂŠrea e sensual, que inclui pĂŠrolas combinadas com cou           

  333 Nude, que traz um brilho bege sensual, como se (

        Â&#x2039;Â&#x160; = Â? Â&#x2021;    mais delicado. Outro tipo ĂŠ o Glam, que mistura couro, laço e pele e, por sua ousadia, pede uma cor mais intensa nos lĂĄ   Â&#x192;   " >_Â&#x160;~Â&#x2021;  Carpet ĂŠ aquele vermelho entorpecente, que chama

# Â&#x152;Â&#x152;Â&#x2122;

ÂĄ' <   

Â&#x192; Â&#x192; "   

 |  durante o dia. >   * |   #    "+ da do pa´s com o preço sugerido Ê R$ 110. 65


B E L E Z A

PELE JOVEM, DE NOVO _ .  ? 8 " " para a longevidade

Com a promessa de ser a fĂłrmula da longevidade

Q  " % %  .   ?  semanas de uso, a Guerlain lança a OrchidĂŠe ".# <Â?  ; _ .  # ".% . ? 8%  8%  $8   4  () ?  " ..%  % %     %   %Â&#x2013; ; O tratamento age diretamente na cĂŠlula e em sua capacidade de voltar no tempo, pois promove o processo de proteção do DNA, luta contra os efeitos  ) " Q  "  .  de regeneração das cĂŠlulas epidĂŠrmicas e regula a % .. &'  "; J ) # ".% . ?  . %Â&#x152; _ )# ".# <Â?   *%  `.% Â&#x201C;zÂ&#x2022; X6Â&#x201D; .  Y % )%  % Y:%ÂĄ (" Â&#x201C;zÂ&#x2022; ;6XÂ&#x201D; ?  /  .3 Â&#x201E; "  "   . ?  % % :9 %  %%% 3"ÂĄ V " Â&#x201C;zÂ&#x2022; ;6XÂ&#x201D; ?  %   .   .. . % .Â&#x2018; "% . &Â&#x2021;%ÂĄ . Â&#x201E;   Â&#x;  Â&#x201C;zÂ&#x2022; ;Â&#x201D; ?     . "   ; NEUTROLAB VJ(Â&#x152; Â&#x2026;Â&#x17D;Â&#x201A;Â&#x17D;2

66


TURISMO

68

W SOUTH BEACH Hotel pé na areia no coração de Miami Beach

67


TURISMO

68


W SOUTH BEACH Hotel em Miami Beach é um verdadeiro convite ao deleite POR TATIANNA BABADOBULOS, DE MIAMI

69


TURISMO

C

alor, praia, conforto, luxo e, claro, compras. Assim ĂŠ Miami, destino que reĂşne lazer e descontração em outro ritmo. Ao mesmo tempo em que o local ĂŠ indicado para quem quer descansar, ĂŠ tambĂŠm perfeito para quem nĂŁo quer parar um minuto. Se hĂĄ 10 anos Miami era parada obrigatĂłria para quem ia passar as fĂŠrias na Walt Disney World, em Orlando, jĂĄ que era em Miami que as compras aconteciam, hoje em dia muita coisa mudou. O local virou destino de luxo e ponto de partida para os cruzeiros pelo Mar do Caribe. Localizado no coração de Miami Beach, o hotel W South Beach ĂŠ o destino â&#x20AC;&#x153;pĂŠ na areiaâ&#x20AC;? perfeito para quem quer aproveitar o calor da cidade, jĂĄ que a praia ĂŠ bastante convidativa, tal como fazem os europeus que circulam por ali. PorĂŠm, se nĂŁo quiser se esbaldar em suas areias claras e em suas ĂĄguas azuis, o prĂłprio hotel oferece diferentes tipos de diversĂŁo outdoor, opção preferida pelos norte-americanos que seguem para a FlĂłrida, um dos estados mais quentes do paĂ­s e, portanto, destino durante o inverno. JĂĄ os brasileiros, preferem as duas opçþes: praia e piscina. AlĂŠm das espreguiçadeiras, ĂŠ possĂ­vel alugar as privates cabanas, como a WOW, que tem capacidade para 10 pessoas. LĂĄ, sirva-se de saladas, petiscos e bebidas          ?     pranchas de surfe estĂŁo Ă disposição dos hĂłspedes, assim como equipamentos de snorkeling.w*  

 center, quadras de tênis e de basquete, a sensação entre os visitantes. A cidade tambÊm contribui, quando oferece o aluguel de bicicleta, no qual Ê possível pegå-la em um lugar e devolvê-la em outro, tal como acontece em Paris, por exemplo.

Tesouro Â&#x2020;    (   #! porta de entrada do quarto lembra a de um cofre de banco. Isso porque, ao entrar, o visitante encontra o tesouro, localizado no fundo do ambiente e que pode ser avistado a partir dos grandes janelĂľes: South Beach. Entre as acomodaçþes, hĂĄ diferentes opçþes de tamanho, começando com a suĂ­te atĂŠ chegar aos penthouses. Os preços das diĂĄrias variam de 459 a 8.500 dĂłlares. Aqui o brasileiro pode se sentir em casa. E o convite ĂŠ feito pela diretora de vendas e marketing, Meire Ramos, que ĂŠ paulistana e vive por aqui hĂĄ mais de 15 anos. Ela conta que seus conterrâneos gostam de frequentar a cidade principalmente para fazer compras e mais de 10 milhĂľes de dĂłlares em apartamentos foram vendidos a eles. Inaugurado em julho de 2009, o hotel-residĂŞncia em Miami ĂŠ a 31ÂŞ unidade da rede W Hotels Worldwi-

70

Hotel conta com piscina e +    

 0  '  Â&#x20AC;+


de, que possui 41 hotĂŠis nos mais vibrantes e exĂłticos destinos ao redor do mundo. Com mais de 12 anos de sucesso, a empresa quer chegar a 50 unidades no   Â&#x2030;`Â&#x2030;Â&#x2026;   *(  

    Paris, Xangai, Abu Dabi, Bancoc, Atenas e outros. Em Miami, são 408 unidades com vista para o mar, sendo que 336 pertencem ao hotel. Muitas das unidades que têm dono são de jogadores de basquete. Foram eles, aliås, que exigiram a academia com ótimos equipamentos e que os hóspedes podem usufruir. A arquitetura tem assinatura de artistas renomados, incluindo o arquiteto Costas Kondylis em colaboração com a NBWW & Associates, Anna Busta do Studio B Design, a paisagista Paula Hayes e o fotógrafo Danny Clinch. Juntos, eles combinaram elementos de arquitetura orgânica com um design contemporâneo para criar um ambiente urbano que presta homenagem à art dÊco. Kondylis foi responsåvel por criar a fachada dinâmica, cujo design do prÊdio posiciona os quartos a um ângulo de 25 graus, deixando aos hóspedes vistas des-

lumbrantes do Oceano Atlântico. JĂĄ o lobby, que aqui   ÂĄÂ&#x153;"Â&#x2021;       Anna Busta, que caprichou nos elementos de art dĂŠco, incluindo pisos banhados a bronze e madeira com borda terrazzo, e uma linha de colunas de quartzo branco posta contra uma parede de mĂĄrmore de 36 metros de comprimento. Ali perto estĂĄ o W Living Room Bar, com vista para o deck da piscina e o jardim de luxo Grove. O Grove, aliĂĄs, tem inspiração nos jardins da regiĂŁo de Provence, na França, com seus caminhos sinuosos entre lĂ­rios do brejo e grama verde, lanternas do sĂŠculo 19, folhas suspensas por ĂĄrvores de uva-da-praia e objetos dos anos 1920 garimpados em â&#x20AC;&#x153;mercados de pulgaâ&#x20AC;? franceses. AlĂŠm dos prĂłprios norte-americanos e dos europeus, hĂĄ brasileiros em grande quantidade, assim como o punhado de celebridade que vira e mexe passa por ali, como Leonardo Di Caprio, Cameron Diaz e o cantor Caetano Veloso, jĂĄ que o W South Beach inspira hĂłspedes com seu design e arquitetura, assim como a

71


TURISMO 7 ' 8

%        ) 5  6  

 "            +     

valorização da arte, natureza, entretenimento, gastronomia e vida noturna. Para se ter uma ideia, o local conta com mais de 60 milhþes de dólares em artes. Por seus corredores, por exemplo, estão duas telas origi       ! � ¥  ( 

  " pessoal de Danny Clinch (com fotos de diferentes cantores em cada andar, de Missy Elliot a Elvis Costello, passando por Johnny Cash), obras de Richard Serra e Jean-Michel Basquiat. Outra preocupação ĂŠ com a trilha sonora que faz parte da atmosfera do W nos restaurantes, na piscina e atĂŠ mesmo nos corredores. Nos quartos, um CD com direção musical de Michelangelo Laqua, que tem bom gosto e sabe combinar perfeitamente o luxo com o cool,  |   #     + veitar os momentos na suĂ­te com o potente aparelho de som, que tem opção para mĂşsica vinda de CD ou atĂŠ mesmo do iPod. De acordo com o gerente geral do hotel, George Cozonis, os hĂłspedes do W South Beach escolhem o local pelo estilo de vida, porque tĂŞm amor por mĂşsica, moda, entretenimento, design. â&#x20AC;&#x153;O que torna este hotel especial ĂŠ o seu acervo de arteâ&#x20AC;?, conta Cozinis, que ĂŠ 72

grego, mas hĂĄ muitos anos vive na cidade. â&#x20AC;&#x153;As pessoas vĂŞm para cĂĄ em busca de diversĂŁoâ&#x20AC;?, completa. Para completar o conforto, estĂĄ Ă disposição o inĂŠdito conceito Whatever/Whenever, serviço que busca disponibilizar o que o hĂłspede deseja 24 horas por dia, sete dias por semana, o conhecido 24/7. Para desfrutar do serviço, basta apertar uma tecla do telefone do quarto ou atĂŠ mesmo baixar o aplicativo do hotel no iPhone, iPod Touch ou atĂŠ o recĂŠm-lançado para iPad, e solicitar o que precisa, como comprar produtos do hotel, agendar o horĂĄrio que o cafĂŠ serĂĄ servido no quarto ou atĂŠ mesmo solicitar algo que esteja faltando entre as amenities do banheiro, que sĂŁo da marca Bliss, grife que possui um SPA no prĂłprio hotel.

Gastronomia Nas dependências do hotel, hå opçþes gastronômicas de deixar o visitante cheio de dúvidas. Para quem quer aproveitar a badalação, o destino Ê o ultra-lounge Wall, novo destino da vida noturna em Miami, designado para entreter celebridades e VIPs do anoitecer ao amanhecer. Projetado por Anna Busta, o bar Ê todo dourado e preto, possui um bar envernizado e teto de


7   +   Â&#x201A;3&  

malha de cobre. As festas durante a semana sĂŁo regadas a champanhe e recheadas de gente bonita. O hotel, aliĂĄs, ĂŠ o que mais vende Perrier-JouĂŤt, por exemplo. Para comer, hĂĄ duas opçþes: SoleĂ , restaurante de culinĂĄria mediterrânea contemporânea, onde tambĂŠm ĂŠ servido um delicioso cafĂŠ da manhĂŁ, com opçþes de bufĂŞ e Ă  la carte, com pĂŁes, frutas, frios, geleias. Ă&#x20AC; frente da cozinha estĂĄ o chef Michael Gilligan, que criou menu com toque latino, como empanadas de foie gras e queijo de cabra, tiradito de vieira e lagostas sautĂŠe com xerez, tomates e estragĂŁo. Para acompanhar, vinhos californianos. AlĂŠm do salĂŁo, hĂĄ um espaço ao ar livre com vista para o esplĂŞndido jardim Grove, que tem tudo a ver com o clima de Miami. Ă&#x2030; ali tambĂŠm que estĂĄ localizado o festejado restaurante chinĂŞs Mr. Chow, cujas mesas sĂŁo bastante disputadas pela nata da cidade e sĂł funciona durante a noite. O local ĂŠ famoso por ser o favorito das celebridades em Nova York, Las Vegas, Beverly Hills e Londres, cidade que recebeu a primeira unidade, aberta em 1967. A apresentação do prĂłprio chef, quando os garçons anunciam o Show Time, fazendo o trocadilho com os nomes, ĂŠ um grande acontecimento, pois to-

?Â&#x192;     " 

73


TURISMO

&-3   5         

dos os olhos se voltam para a entrada da cozinha, de onde sai o chef executivo Xiao Lei Shao e sua massa. Dali, vĂŁo surgir, como uma espĂŠcie de mĂĄgica, os seus famosos noodles.

As boas compras Mas como ninguÊm Ê de ferro e as lojas estão à disposição dos turistas, o requinte que hoje em dia toma conta da cidade tambÊm estå presente no centro de compras localizado a 15 minutos do hotel, seguindo pela Collins Avenue. Para chegar lå, o hóspede pode solicitar o carro do hotel ou esperar o ônibus do sho 

     *  +    O Bal Harbour Shops reúne o conceito de tudo o que se ouve sobre luxo. As melhores grifes das maisons mais conhecidas do mundo, estão lá: Chanel, Dior, Gucci, Louis Vuitton, Lanvin, Carolina Herrera, D&G, Hermès, entre outras, em um total de 100 3 . incluindo as joalherias, Harry Winston, Van Cleef, Graff, Piaget e Chopard. Há ainda uma imensa Saks Fifth Avenue, com toda sorte de modelos da última moda, seja vestuário, cosméticos e acessórios nacionais e importados, como bolsas da brasileira Victor Hugo. Se quiser exclusividade, a loja oferece serviço de atendi74


$ ; Â&#x20AC;+    '     #+  ;    '       Â&#x201E;      Â&#x2020;

mento personalizado em uma sala à parte, na qual o cliente pode escolher, provar, tirar medidas para ajustes, sem ser incomodado. Outra vantagem Ê o atendimento, que pode ser feito em português, jå que só no departamento de cosmÊticos hå pelo menos cinco vendedores brasileiros. Uma mão na roda para tirar dúvidas e comparar produtos. O shopping center, que serviu de inspiração para o

  ? ] &    ?Â&#x2026;  * ali desde 1965 e estĂĄ localizado entre o Oceano Atlântico e a Biscayne Bay. O clima do sul da FlĂłrida foi levado para dentro do mall, que ĂŠ todo aberto e tem a natureza em volta. Os corredores sĂŁo verdadeiros oĂĄsis verdes, cheios de plantas e com a tranquilidade que se quer ter na hora de fazer as compras e conhecer os Ăşltimos lançamentos. No inĂ­cio, muitos lojistas torceram o nariz para a quantidade de ĂĄrvores, pois elas escondiam as placas dos estabelecimentos, mas atualmente ĂŠ o seu diferencial. E a ideia sempre foi instalar ali butiques que atĂŠ entĂŁo sĂł eram encontradas na Avenue des ChampsElysĂŠes, em Paris, ou na 5th Avenue, em Nova York. A Saks Fifth Avenue, aliĂĄs, foi a segunda loja-âncora a se instalar no Bal Harbours Shops, em 1976. Ainda no centro de compras, pausa para o almoço no Carpaccio, por exemplo, que tem uma gastronomia

italiana irresistĂ­vel. AlĂŠm da entrada que leva o nome do restaurante em dezenas de variaçþes, hĂĄ saladas, massas, pizzas. Uma opção para jantar ĂŠ o japonĂŞs Makoto, do chef Okuwa Makoto. Inaugurado em março deste ano (e do mesmo dono do Budakkan e do Marimoto, de Nova York), este ĂŠ o restaurante do momento. No cardĂĄpio, hĂĄ entradas como Spicy tuna crispy rice serrano, pratos principais quentes, como a mistura de bacalhau, com shitake, mini cenouras e molho oriental, sushis feitos em frente aos clientes e sete tipos de robatas deliciosas. Para beber, experimente drinques exclusivos, como a imbatĂ­vel caipirosca de chĂĄ verde. E, antes de pedir a conta, experimente uma das sobremesas que os garçons adoram explicar quais sĂŁo! Depois de passear, aproveitar a vida noturna da cidade, provar deliciosos pratos e compartilhar momentos incrĂ­veis em um clima de descontração, alĂŠm de fazer compras, hora de voltar para casa, mas com a certeza que, mesmo com o passar dos anos, o tempo fez bem a Miami! &?-[&,\[3-,#39.700 COLLINS AVENUE, MIAMI BEACH, FLĂ&#x201C;RIDA, TEL.: Â?26Â? Â&#x2026;XÂ&#x17D;Â&#x2026; ^^^;5J`Â&#x160;Jz5_vzVÂ&#x160;_$V;(_ ^ V_v4Â&#x160; 5 J(Â&#x160; ; (_``<V J <v  J 5 J(Â&#x160; Â&#x;`ÂŞzJ 4 `;Â&#x152; Â?26Â?  2Â&#x2026;Â&#x17D;2 ^^^;^Â&#x160;_4 `V;(_[V_v4Â&#x160;5 J(Â&#x160; A JORNALISTA TATIANNA BABADOBULOS VIAJOU PARA MIAMI A CONVITE DO ^ V_v4Â&#x160; 5 J(Â&#x160; J J z(J< Jz`< V

75


TURISMO

ESQUI EM PORTILLO

Estação de esqui chilena reúne esporte e alta velocidade na neve TEXTO E FOTOS POR JOHNNY MAZZILLI, DO CHILE

76


77


TURISMO

8   "  9  0          "   

  9  (        ;          +  

C

orria o distante ano de 1887. Engenheiros ingleses foram contratados pelo governo chileno para estudar as possibilidades de instalar uma ferrovia que cruzasse os !    "  Â&#x2026;

 Â&#x2DC;         que mercadorias e passageiros pudessem viajar entre o vale central do Chile e a cidade argentina de Mendoza. Os ingleses, entĂŁo, contrataram dois engenheiros noruegueses para fazer os estudos de inverno da ferrovia. Os noruegueses atravessaram a regiĂŁo sobre seus esquis durante os invernos de 1887 e 1888, e foram seguramente os primeiros esquiadores a atravessar as pistas do Centro de Esqui Portillo, muitos anos antes de sua existĂŞncia. Dois anos mais tarde, em 1889, 14 esquiadores noruegueses foram trazidos ao Chile em uma inusitada tentativa de transporte de correio entre o Chile e a Argentina, ideia posteriormente abandonada. Durante a construção da ferrovia, esquiar era uma prĂĄtica muito 78

comum entre os engenheiros responsåveis pela obra. A maioria era de ingleses que usavam seus esquis para trabalhar e, nas horas vagas, para se divertir. Depois da inauguração da ferrovia, em 1910, os primeiros esquiadores recreativos começaram a se aventurar naquelas paragens. Jå em 1930, entusiastas do esporte sonhavam com a possibilidade de desenvolver algumas pistas de esqui ao redor da Laguna del Inca, na årea conhecida como Portillo, por ser uma pequena passagem entre as montanhas. Instrutores de esqui foram trazidos da Europa e foi erguida uma pequena cabana de montanha, conhecida como Hotel Portillo, que começou a ser usada como alojamento de esquiadores. Este protótipo de hotel começou a crescer, mas o início dos anos 1940 trouxe a Segunda Guerra Mundial, que passou a ocupar a mente e a energia dos homens. Os anos se passaram, a guerra acabou e Portillo foi         __      esqui da AmÊrica Latina.


8        )  + #   (   

 ;Â&#x2021;          

Desde entĂŁo, Portillo jĂĄ sediou importantes provas de velocidade. Ainda em 1963, Dick Dorworth atingiu 171 km/h. Em 1978, Steve McKinney rompeu o limite dos 200 km/h e, em 1987, Michael Prufer esquiou em Portillo a exatos 217,68 km/h. Numerosas equipes mundiais tĂŞm vindo a Portillo por suas excepcionais condiçþes climĂĄticas e infraestrutura de treinamento. Estados Unidos, CanadĂĄ, Ă ustria, ItĂĄlia, JapĂŁo e Alemanha estĂŁo entre os paĂ­ses que mandam suas equipes para treinamentos em Portillo. Os hĂłspedes vibram com a presença de grandes personalidades do esqui mundial, que circulam com naturalidade pelas dependĂŞncias do hotel. Nos Ăşltimos anos, as equipes olĂ­mpicas de esqui da Ă ustria, Estados Unidos e ItĂĄlia tĂŞm frequentado Portillo para praticar as disciplinas de velocidade. Os hĂłspedes podem ver em ação os melhores do mundo, pois as pistas de treinamento estĂŁo ao lado das recreativas dos hĂłspedes, o que permite que eles assistam aos treinamentos de uma forma que nĂŁo ĂŠ possĂ­vel em outras estaçþes de esqui. Â&#x2C6;       ) +     ? . + 

79


TURISMO 7 ' 8 ,            +     + +     ++        (       

Pais que viajam com crianças têm por aqui uma excelente estrutura para elas. Instrutores de esqui e recreadores mantêm os pequenos ocupados com atividades enquanto os pais se aventuram na neve. Para os adultos sem familiaridade com o esqui, hå instrutores disponíveis para ajudar a dar os primeiros passos e,   

  

 (  

*

 

 ao redor do hotel, atĂŠ que se esteja apto para se arriscar em uma das pistas de iniciantes. Todos os quartos tĂŞm vista para a espetacular Laguna del Inca ou para o vale defronte. NĂŁo hĂĄ televisĂŁo nos quartos, de modo a incentivar as atividades outdoor, o convĂ­vio social e estimular certa desconexĂŁo com os hĂĄbitos do dia a dia. 80


A gastronomia ĂŠ outro ponto forte de Portillo. O chef Rafael Figueroa ĂŠ mestre na utilização de ingredientes regionais e pratica uma culinĂĄria elaborada e saborosa, sem rebuscamentos e bem harmonizada com bons vinhos disponĂ­veis na adega do restaurante. O estilo da estação nĂŁo mudou muito com o tempo. As pessoas nĂŁo se levantam muito cedo, as refeiçþes parecem movimentados eventos sociais, hĂĄ um agradĂĄvel serviço de cafĂŠ da tarde e os animados jantares vĂŁo atĂŠ tarde. JĂĄ faz parte do calendĂĄrio anual ÂĄÂĄ'       pessoas nem tĂŁo interessadas em esquiar, mas desfrutar dos vinhos e da atmosfera aconchegante do hotel. Subindo pelo telefĂŠrico, chega-se ao panorâmico restaurante Tio Bobâ&#x20AC;&#x2122;s, empoleirado em um platĂ´ quase 300 metros verticais acima do hotel. Saladas e grelhados sĂŁo a especialidade, e os hĂłspedes podem almoçar e desfrutar de um bom vinho, sentados diante  Â&#x2019;  

   !   ; ( *

   !

  suas pistas mais tĂŠcnicas, como El Caracara, continuam

 

    Â&#x192;           # passagens estreitas e relevo escarpado. 81


TURISMO

MUSEU EM MIAMI  *  % " + % # " ‘ " .   % %   % " " TEXTO E FOTOS TATIANNA BABADOBULOS, DE MIAMI

" ' # / .%  ".%    ; ŠY "   %.) %  J %   # "%"  " %  " #   *  % " + % " ; _   # " ‘ " .  . ? " ?  %      ?  /  "%    :  " ` % ¬ ?  Y "  ; (% 8 .  %  3   ˆ"% 3    X . % %  %–      *  % + ˆ% # /" .

% . .   %  %  "  ; J % / % " %   . .  " % :.   %   Ÿ‘; ž   * % % % 8 % %   .. &'  "  ".% .     " .%%%; %  " %" ".3%  .; 5 .   &' “   ":Y  "Y%

 .%” / ". . ..Y   % %  .&‡% . .; > . %% ?   * " " % "% „ % &‡%       . % %# % X  ; 3 " " 6  " X  /  ' ?  % " %3 : .  %;

" 6 .#"  .%% . % &'  / : . % " " % ; J  %' % .%% ?  ." % %%   " % 2 ":% .%%   . &‡% " 3–%  %.); _% %

":" "%  z% &   / %; %?  .   8 % .  5% * 5*  )Y .%%% " ? %  .  "  ; $ %  3%% % 6 ‘% % ? 

&%  X   % .3" X ‘%; J .   X %  .& #  ‘%;

VIZCAYA MUSEUM & GARDENS 2;6 V_v4Š J J <v  J ^^^;­(J—JvV v;_z

82


GASTRONOMIA

88

CAROLE CREMA ()/ .Q %%  `      :  %   ")  %  3

83


GASTRONOMIA

Praça São Lourenço Casa tradicional da Vila Olímpia desembarca no Iguatemi Alphaville POR

D

RENATA GOMES

epois do sucesso da unidade instalada na Vila Olímpia, onde existe há seis anos, o Praça São Lourenço inaugura nova unidade no Iguatemi Alphaville. Ao todo, são 815 metros quadrados, somando salão, bar, adega e o espaço para cozinha, o tradicional forno a lenha, e capacidade para acomodar 250 clientes com o conforto que é tradicional da casa. Na Vila Olímpia, o restaurante é todo rodeado de árvores e verde. No centro de compras, para que o restaurante não perca a identidade, já que existe uma preocupação de que o cliente tenha a sensação de estar longe de um centro urbano, a arquiteta Adriana Monzillo de Oliveira, a mesma responsável pelo projeto da outra unidade, utilizou madeira e piso de tijolo, além de ter feito uma grande área verde, com vasos de irrigação automática, que formam um forro de plantas rústicas. Para fazer valer o lema do Praça São Lourenço, que é “unir boa gastronomia a um ambiente agradável”, o

84

menu não deixa a desejar. Opções não faltam, pois há diferentes sugestões para cada dia da semana. A casa apresenta uma seleção de dez tipos de pratos frios e mais de quinze opções de pratos quentes, além de antepastos, pastéis, tortas e panzotti em tamanho aperitivo. Como acompanhamentos são servidos grissinis, pão-folha, pão de campanha com alecrim e limão-siciliano e focaccias, tudo preparado diariamente e assado no forno a lenha. Para o almoço, sugestões como a suculenta lasanha vegetariana de abobrinha e berinjela, ou o saint peter grelhado com tomate assado e alcaparras. Há ainda nhoque de batata doce recheado com muçarela branca, ou até mesmo o tambaqui no forno a lenha com molho de laranja e gengibre e pimenta dedo-de-moça. A quarta-feira e o sábado foram reservados para a tradicional feijoada, acompanhada de caldinho, couve quibebe e costelinha. Na hora do jantar, opções de aves, peixes e carnes acompanhados do bufê de saladas. Entre as sugestões,


CarrĂŠ de cordeiro

panzottis na lenha, casquinha de siri à São Lourenço, milanesa de Kobe, salmão na grelha e tagliolini especial ao creme de limão, pancetta, pimenta do reino e limão siciliano. E, como ninguÊm Ê de ferro, sobremesas como pannacotta ao iogurte, frutas frescas, pralinÊ de pistache, brÝlÊe de limão siciliano, torta de brigadeiro e avelã com calda de damasco, frutas na lenha e quindim da Praça. As crianças tambÊm são privilegiadas com um cardåpio especial. O destaque Ê a massinha fresca com molho de tomate ou requeijão. E para que os pais possam almoçar aos såbados e domingos sos   

  #

             espaço exclusivo para atividades de recreação.

Palmito pupunha

Nova unidade

Paulo Gentille e Rubens Gentille Neto, juntamente com um grupo de investidores. A ideia de abrir o Praça SĂŁo Lourenço no Iguatemi Alphaville foi para facilitar a vida dos moradores da regiĂŁo que costumavam ir atĂŠ a Vila OlĂ­mpia. â&#x20AC;&#x153;O Praça SĂŁo Lourenço quer se posicionar junto aos grandes restaurantes que compĂľem o mix do Iguatemi Alphaville, de modo a se tornar uma das agradĂĄveis alternativas nĂŁo sĂł para os moradores dos condomĂ­nios, como tambĂŠm para o gigantesco movimento corporativo que existe na regiĂŁo. AtĂŠ porque a regiĂŁo estĂĄ entre os PIBs mais altos do paĂ­s e, a cada dia, recebendo mais e mais empresasâ&#x20AC;?, explica o sĂłcio Airton ValadĂŁo Jr. NĂŁo hĂĄ mais desculpas para nĂŁo conhecer os diferentes sabores!

Os responsåveis em trazer mais uma opção gastronômica para Alphaville e região são os sócios Airton Valadão Junior, AurÊlio Rodrigues Melo, João

PRAĂ&#x2021;A SĂ&#x192;O LOURENĂ&#x2021;O IGUATEMI ALPHAVILLE, ALAMEDA RIO NEGRO,  5Jzv z 4 `;Â&#x152; Â?Â? 262Â&#x17D;Â 2Â&#x201A;

85

gastronomia_lapraca.indd 85

05/08/2011 01:27:37


GASTRONOMIA

Le Tire-Bouchon Bistrô localizado dentro de empório Ê um convite à degustação de vinhos POR

TATIANNA BABADOBULOS

E

o empĂłrio virou bistrĂ´. Sob o comando de Jean Raquin e Nina Bastos, a tradicional casa de vinhos Le Tire-Bouchon, localizada em HigienĂłpolis, agora conta com um autĂŞntico bisÂ&#x201C;( \ !         "    vinhos, a maioria de origem francesa e com importação prĂłpria, com sugestĂľes do menu que vĂŁo de simples quiches acompanhadas de saladas ao elaborado CamarĂŁo Ă provençal com cuscuz marroquino. O ambiente ĂŠ despretensioso, hĂĄ mesas tanto prĂłximas ao empĂłrio, onde ĂŠ possĂ­vel encontrar vinhos e acompanhamentos para levar para casa, como no andar inferior, local onde tambĂŠm estĂĄ a cozinha. Mas a simplicidade do

 <     # <   a cordialidade do atendimento. Isso porque a equipe Ê treinada para oferecer ao cliente harmonização entre o prato e o vinho, alÊm de selecionar as melhores opçþes, podendo ser o vinho do dia (servido em taças, como o leve e fresco Arbaulde RosÊ) ou não (quando então Ê possível escolher entre os 400 rótulos disponíveis). No local tambÊm hå uma sala onde são realizados cursos, palestras, degustaçþes e jantares especiais, sempre na companhia de especialistas. 86


Menu Sob o comando do chef Lindomar Bezerra, que jå passou pelos conhecidos La Cocagne, Cantaloup e Le Poeme Bistrô, o menu Ê repleto de criatividade e sabor. Entre as sugestþes de entradas, Gateau de abobrinha (lâminas de abobrinha com queijo brie, azeite de ervas e salada verde), Quiche au poireau, Salade niçoise (salada típica do sul da França com folhas, legumes e atum), Oeuf cocotte à la crème (ovo ao forno com molho de cogumelos e salada de folhas). Dentre os pratos principais, uma das sugestþes Ê o peixe do dia servido com o delicioso pannequet de mandioquinha, veloutÊ de tomate e coco, lulas grelhadas e vina 

    w*  ]    ragu de feijĂŁo branco, linguiça curada e ervilha torta, alĂŠm do clĂĄssico Boeuf Bourguignon, preparado com cubos de carne ao molho de vinho tinto, bacon e mini cebolas com batata gratinada ao forno. Â&#x2026;   < 7 (          com creme de gengibre, Crème brĂťlĂŠe de doce de leite, alĂŠm do Crepe de chocolate com calda de frutas vermelhas e do CafĂŠ Gourmet, composto por cafĂŠ expresso Santa MĂ´nica acompanhado de uma degustação de trĂŞs mini sobremesas. Em tempo: estĂĄ marcado para inaugurar em setembro o Bar Brahma Alphaville, no mesmo estilo do estabelecimento que existe em SĂŁo Paulo, com shows, gastronomia. JĂĄ a adega serĂĄ de responsabilidade do Le Tire-Bouchon. ?FÂ&#x2C6;.[F^&,\%-,8 RUA BARĂ&#x192;O DE TATUĂ?, 285, HIGIENĂ&#x201C;POLIS, 4 `;Â&#x152; Â?Â? 2Â&#x2026;Â&#x17D;66 ^^^;` 4z 5_v(Â&#x160;_<;(_;5r

87


CHEF

Carole Crema

()/ .Q %%  `      :  %   ")  %  3 POR 4J4J<<J 5J5J_5v`_V

os 38 anos e experiĂŞncia em gastronomia no Brasil e no exterior, Carole Crema acaba de ser eleita a Melhor Chef Pâtissier, prĂŞmio concedido por uma revista especializada. Segundo ela, o prĂŞmio â&#x20AC;&#x153;ĂŠ reconhecimento dos leitores, que sĂŁo meus clientes, e tambĂŠm de gente do mercadoâ&#x20AC;?. ProprietĂĄria do La Vie En Douce, que possui duas unidade em SĂŁo Paulo desde 2002, Carole une os sabores brasileiros Ă tradição da pâtisserie clĂĄssica, em uma sĂŠrie de doces, chocolates e cupcakes. Mas ela atesta que o seu carro-chefe sĂŁo mesmo os brigadeiros e os doces que levam a iguaria na receita. â&#x20AC;&#x153;As pessoas gostam de um brigadeiro bem feito, ĂŠ um doce que remete Ă  infância. Hoje a gente nĂŁo se dĂĄ o direito de fazer uma panela de brigadeiro porque engorda, nĂŁo tem tempo...â&#x20AC;? Ao todo, sĂŁo quatro sabores (tradicional, amargo, Nutella e Ovomaltine), que hĂĄ pouco tempo era apenas visto em festas (  

    

     +

   #% >   



 pessoas gostam do doce, doce.â&#x20AC;? AlĂŠm do brigadeiro, Carole Crema explica que gosta de fazer coisas simples, mas com os melhores ingredientes, como maria-mole e cajuzinho, em um total de mais de 30 tipos de doces. Entre os bolos,

A

84


CHEF

Bolo, calda e picolĂŠ: novidade no cardĂĄpio durante o inverno

hĂĄ sabores como bem-casado e morango com creme de leite condensado, bolo de amĂŞndoa com doce de leite e damasco e pistache com ovos moles. JĂĄ entre os cupcakes, hĂĄ o Brazil com Z (bolo de goiabada com canela e cobertura de merengue branco e lascas de castanha-do-ParĂĄ), Pink Chocolate (bolo de cho  '        decorado com um brigadeiro de Nescau) e o Burned Banana (bolo de banana caramelada com cobertura de merengue queimado).

ExperiĂŞncia Trabalhando na ĂĄrea de Turismo e estudando Hotelaria, Carole Crema foi estudar no exterior nos anos 1990. PorĂŠm, quando voltou ao paĂ­s, estagiou no restaurante Gero, trabalhou na rede de restaurantes America, deu aulas de CulinĂĄria no Senac e no curso de Gastronomia da Universidade Anhembi-Morumbi. Formada pelas universidades inglesas Thames Valley University e The Mosimann Academy e pelo insti86

tuto La Cultura Alimentari, em MilĂŁo, Carole explica que o nome da sua loja ĂŠ francĂŞs, mas aquele paĂ­s nĂŁo Â&#x192;   Z\      

   > 

  [ <       música La Vie En Rose, mas não Ê uma pâtissierie fran

; <  ( \ 8 Ela explica que sua formação ĂŠ em cozinha, de um modo geral, mas nunca teve vontade de ser cozinheira, ou seja, essa nunca tinha sido a sua meta, ainda que no passado tenha feito muitos chocolates para vender na PĂĄscoa. â&#x20AC;&#x153;Sempre fui trabalhadeira e fazia os chocolates mesmo sem conhecimento tĂŠcnico. Conhecendo o mercado, percebi um espaço na ĂĄrea e foi uma oportunidade. EntĂŁo, juntei com a coisa de fazer chocolate, que eu adoro, e o negĂłcio.â&#x20AC;? AlĂŠm de comandar o La Vie En Douce, Carole alterna o seu trabalho como chef executiva das redes Wraps e GoFresh e ĂŠ professora da Escola Wilma KĂśvesi de CulinĂĄria. â&#x20AC;&#x153;Gosto de cozinhar qualquer coisa, mas no doce sou autodidata. Dou aulas porque


Embora sua forma lembre o bem-casado e o macaron, o Whoopie é feito com massa macia e muito recheio de vários

gosto de ensinar, sou generosa e gosto de estar dentro da cozinha. Se eu puder, quando convido amigos para irem à minha casa, gosto de estar na cozinha.” Além disso, apresenta o programa Cozinha Caseira, que vai ao ar pelo canal Bem Simples (138 da NET) e é coautora do livro 400 g (Cia. Nacional) e autora de O Mundo dos Cupcakes (DBA). E o cardápio não para por aí. Carole Crema está sempre inventando e, até 1º de setembro, há o especial Quentinhos La Vie en Douce, que inclui bebidas, brigadeiro de colher, bolo (fubá, banana ou chocolate) combinado com uma calda (caramelo de açúcar mascavo, hot fudge, brigadeiro ou frutas vermelhas) e um picolé Diletto (maracujá, vanilla ou chocolate italiano). Uma verdadeira tentação!

LA VIE EN DOUCE zvJ $ z_V_ J`Jz <J 6 4J 55 V‹_ $Jv`_ 4 `;Œ  2‚…Ž zvJ J (_<V_`J®‹_ 2;X ˆJz<V V‹_ $Jv`_ 4 `;Œ  2……Ž‚‚

Além do Whoopie, os brigadeiros de colher são a sensação do La Vie en Douce

87


ADEGA

TEMPERATURA CERTA Cave para 143 garrafas tem diferentes zonas de temperatura

Com trĂŞs zonas de temperatura, a cave WS 14300, da Liebherr, permite o armazenamento de vinhos na   ".  % %" %   :  rosĂŠ ou champagne. Cada zona de temperatura pode ser ajustada de 5oC a 20oC separadamente e de forma .  .  % %.*% 3%; As gavetas de madeira feitas Ă mĂŁo com trilhos telescĂłpicos tornam fĂĄcil a seleção entre as 143 garrafas de 750 ml que a cave comporta. Sua porta tem moldura de aço inox, ĂŠ reversĂ­vel e possui vidro .  Â&#x2019;v; J  "&' # / . ` % .% em cada zona de temperatura. A cave WS 14300 tem o preço sugerido de R$ 21.900. LOFRATEL.: Â&#x2026;Â&#x17D;Â&#x17D;6Â&#x201A;6Â&#x201A; ^^^;`_Â&#x;zJ;(_;5z

92


MOTOR

94

MASERATI GRAN TURISMO MC STRADALE A supermรกquina da montadora italiana chega ao Brasil

93


MOTOR

MASERATI GRAN TURISMO MC STRADALE Modelo mais rรกpido, leve e potente da marca italiana chega ao Brasil

94


nspirado no modelo Trofeo Gran Turismo MC, que disputa os campeonatos GT4 na Europa, a Maserati GranTurismo MC Stradale acaba de chegar ao paĂ­s. O lançamento atende aos pedidos dos fĂŁs da montadora italiana que procuram um carro que proporcione a sensação de pilotar um carro de corrida na GT4. Â&#x2026; 

       como de rua, a Maserati se encorajou a criar um carro que, ao toque de um botĂŁo, o escapamento       ^?Â&#x2026;Â&#x2013;^

 ? + Â? Â&#x2026; Â&#x201A; ;      (   para que seja fĂĄcil de conduzir e, sobretudo, que seja confortĂĄvel. A longa distância entre eixos melhora a dirigibilidade e estabilidade do MC Stradale

I

e a remoção dos bancos traseiros faz dele o Ăşnico modelo da linha atual de apenas dois bancos de     Assim como seus antecessores, o GranTurismo ^]? [     "    Ă&#x2030; um design Ăşnico e baseado em torno das exigĂŞncias das pistas. O carro tem desenho especial nos  +  Â&#x2013;

   Â&#x201A;  Â&#x201C;    de proteção frontal. ? Â&#x201C; Â&#x203A;Â&#x152;   < + rar 450 cavalos de potĂŞncia e torque de 510Nm. Isso faz com que o MC Stradale faça de 0 a 100 km/ hora em 4,6 segundos, alcançando a velocidade mĂĄxima de 301 km/h. Boa parte da velocidade, aliĂĄs,   #  #

| #   Â&#x2026;  +

95


MOTOR Os bancos foram projetados para alta performance, oferecendo conforto e segurança para qualquer  

            ?   ` kg mais leve que o GranTurismo S, por exemplo. ]   `'  # Â&#x152;)Â&#x2039;Â&#x2039;Â&#x2039;   um equilĂ­brio melhor e menos desgaste de pneus. !? <  Â&#x201C;  " #     <     

    +  ^

   [        Â&#x2021;        !?     

  #  <   



 §           + 

  §  7       \  sem aumentar o consumo de combustível, e ainda   *  

 (    de direção da Gran Turismo S. >          Â&#x2019;"   + dos os modos de pilotagem e, no modo Race, o Â&#x2019;"    ;    #

  apertar o botĂŁo, que o desempenho em todos os

96

§   Â&#x192; <  ;  ? §   *  " + te, em sistema de borboleta, de fĂĄcil alcance nĂŁo importando o ângulo de viragem. Em plena ace # <    

 ```  ainda, acima de 4.000 rpm, uma válvula do escape         ( Os freios são os novos Brembo de carbo-cerâ         \  !    da aerodinâmica do GranTurismo MC Stradale envolve cada um dos freios com peças de sistema de arrefecimento e dutos para direcionar o ar direto para o disco de freio. Na frente do carro existe um

    ZÂ&#x192;    "Â&#x192;  ar quente do sistema de freios. Os pneus sĂŁo personalizados e desenvolvidos pela Pirelli e a suspensĂŁo tem um desenho exclusivo. Os silenciadores traseiros mais leves deixam o


F "     6       Race, alĂŠm dos modos Auto e 3   

som do motor mais alto e intenso. Mas para criar um espĂ­rito esportivo, no modo Race, o escapamento tem um sistema no qual o ronco do carro      (;  ?    sitivo do escapamento â&#x20AC;&#x153;abreâ&#x20AC;? acima de 4.000 rpm. A suspensĂŁo foi desenhada para melhorar o desempenho do carro, sem perder a habilidade e  (       ;     sĂ­vel sentir um carro de corrida da maneira que ele responde no volante, nos pedais, no seu equilĂ­brio. Para alcançar este objetivo, os engenheiros da ^

       Â&#x152;Â&#x17E;

 

    e traseira e usaram um sistema de amortecimento        >    10 mm mais baixo na frente e 12 mm atrĂĄs. As bar

   < 

       § ) a dianteira passa a ter 25 mm e a traseira, 23 mm. O carro foi desenvolvido para ser confortåvel,

progressivo, equilibrado e divertido para qualquer tipo de motorista no dia a dia, enquanto a sua ver           tempos com a mais completa segurança. Do lado de dentro, a combinação nos estofados, bancos no estilo de corrida, pele tipo Alcântara e um painel de instrumentos redesenhado sĂŁo os destaques do carro. Os bancos foram projetados para alta performance, oferecendo conforto e segurança para qualquer tipo de pilotagem. Â&#x2021;   |   

   ^

rati por um modelo GranTurismo capaz de equilibrar o desejo de conduzir um carro na estrada com um modelo de competição, a Stradale possui linhas aerodinâmicas do Maserati de corrida. Para desfru  

Â&#x192;   

*  O cupĂŞ de duas portas estĂĄ sendo comercializado por 920 mil reais.

97


GALERIA

Um dos momentos do universo do fot처grafo alem찾o Mick Mazzei, enquanto trabalha mostrando a mulher como mulher, n찾o apenas uma modelo. Modelo Bo (Major Models, styling de Bogarka Bokor e beauty de Angela Kaeser).

98


AMagazine 41 Nacional  

Revista Amagazine 41 Edição Nacional