Issuu on Google+

WINDOWS

MATERIAL MULTIVERSÃO conheça todas as funcionalidades nas versões mais utilizadas

EXPLORE NA REDE Amplie seus conhecimentos com o conteúdo exclusivo disponível no portal Rede Educação

CONHEÇA

MAIS

Diversas atividades no livro e na internet para avaliar seus conhecimentos

Dicas & Conheça atalhos e ferramentas que aumentarão sua produtividade. Truques

SESSÃO

PIPOCA Confira dicas de filmes para você curtir.


WINDOWS

WINDOWS Introdução Cada vez mais, a tecnologia está presente no dia a dia do ser humano. Seja em casa, no trabalho ou até mesmo no lazer, você se depara com informações ou equipamentos relacionados à informática. Se vai a um supermercado, ao banco ou até mesmo a uma loja, com certeza, irá se deparar com um computador. Os usuários estão dia após dia se rendendo às facilidades e às vantagens desta ferramenta. Nos dias de hoje, até mesmo uma criança já ‘‘nasce sabendo’’ utilizar o computador. Os eletrodomésticos e outros equipamentos da casa estão mais adaptados aos recursos tecnológicos e basta um simples “click” para tornar a vida das pessoas ainda mais prática. Felizmente, ou infelizmente, não é mais possível se desvencilhar da tecnologia, pois já é algo presente e real, cuja única tendência é se expandir e crescer ainda mais. É por isso que você deve saber e conhecer como realmente funciona a informática. Simplesmente porque ela faz e continuará fazendo parte da sua vida. A partir de agora, você poderá contar com este material e com vários outros que estarão à sua disposição. Os segredos se revelarão e você poderá ingressar neste mundo fantástico de tecnologia e inovação. Se você acha que é difícil, está enganado! Você perceberá que aprender informática é um processo simples que o levará para um outro mundo com muito mais informação, imagens, jogos, divertimento e muito mais. Tenha um bom aprendizado! A autora.


WINDOWS

1

Conhecendo a Informática Seja bem-vindo à Informática!

A partir de agora, você ingressará em um fantástico mundo de informações, evolução tecnológica e muito mais. Quer conhecer as partes que compõem um computador? Então, não perca!

1.1 – A Evolução da Informática Devido à evolução da tecnologia e à valorização da informação está havendo uma crescente utilização de computadores, tornando-o uma ferramenta indispensável no cotidiano de pessoas, empresas (de todos os portes) e profissionais liberais. Com essa ‘‘informação automática’’ - a informática - pode-se realizar cálculos matemáticos em segundos, obter resultado de exames, reservar passagens aéreas, estudar, divertir-se, enfim, obter todo tipo de informação, e realizar diversas operações. A evolução rápida fez com que o computador multiplicasse em bilhões sua capacidade própria de armazenamento e processamento da informação, deixando de ocupar grandes salas para caber na palma da mão, a exemplo dos smartphones.

Em 1946, foi criado o primeiro computador digital eletrônico de grande escala, o ENIAC. Ele pesava 30 toneladas e tinha 180m2 de área construída. Foi idealizado por John Presper Eckert e John W. Mauchly, ambos da Eletronic Control Company. Na ocasião, o computador realizava 5 mil operações por segundo, o que representava uma superioridade, comparado ao seu antecessor. Fonte: http://tecnologia.terra.com. brinterna/0,,OI892512-EI4799,00. html

Quer saber mais sobre a História dos Microcomputadores? Acesse: www.redeeducacao.net - Curso de Windows.

4


WINDOWS 1.2 – Componentes Principais Vamos começar com uma lição básica, ou seja, conhecer como o computador é composto. Basicamente, podemos dizer que o computador tem três componentes principais, são eles: Hardware, Software e Peopleware. Conheça melhor cada um desses componentes:

1.2.1 – Hardware A parte sólida é o equipamento, composto por : teclado, mouse, gabinetes, monitores, caixas de som, entre outros.

Significa parte sólida. hard: sólido | ware: parte.

Teclado

Mouse

Gabinete

Monitor

Agora que você conheceu mais sobre a parte física do computador, o próximo passo é conhecer a parte lógica.

Acompanhe!

1.2.2 - Software A parte lógica é o aplicativo ou programa, ou seja, Windows, Word, Excel, Controle de Caixa, etc.

Significa parte lógica.

soft: lógico | ware: parte.

5


WINDOWS Encontramos dois tipos de softwares: SOFTWARE BÁSICO • Também conhecido como Sistema Operacional. É o que gerencia as ações executadas pelo usuário. • MS-DOS • Linux • Unix

SOFTWARE APLICATIVO • É aplicado a uma determinada função, como, por exemplo: Word - é aplicado para a realização de textos. Controle de Caixa - sistema de controle de entrada e saída no caixa.

O nome LINUX é a junção de Linus + Unix. Linus é o nome do criador – Linus Torvalds. Unix é o sistema operacional de grande porte Multics, projetado em 1960. Fonte: www.brasilescola/informática

1.2.3 – Peopleware Significa usuários.

People: pessoas | ware: parte.

São as pessoas que utilizam o computador, seja no trabalho ou em casa. Nos dias de hoje, pode-se dizer que as pessoas já nascem peopleware, ou seja, usuários fiéis do computador.

1.3 – Arquitetura Básica A Arquitetura Básica de um computador é composta por Hardware, Software e Memória. Como já visto, o hardware é composto por vários tipos de equipamentos. Nesta arquitetura, o Hardware responsável por processar as informações é a CPU (Central Processing Unit). O software também faz parte desta arquitetura, controlando o hardware. Também citado, o Sistema Operacional é o software mais importante, priorizando funções a serem executadas. Acompanhe nas explicações a seguir: 6


WINDOWS 1.3.1 – CPU – Unidade Central de Processamento A CPU (Unidade Central de Processamento) é responsável por todo gerenciamento das funções. Ela é considerada o cérebro do computador.

O circuito eletrônico (que pode ser considerado o conjunto de ‘‘neurônios’’ do computador) distingue dois estados.

Uma chave aberta ou fechada indica a passagem ou não de energia elétrica e os números binários são como uma “linguagem” dos computadores, onde 0 (zero) é desligado (chave aberta) e 1 (um) é ligado (chave fechada). A velocidade da CPU é extremamente alta. Dependendo do microprocessador, sua velocidade ultrapassa a 27.000 MIPS (milhões de instruções por segundo). Já é possível encontrar essa velocidade em computadores domésticos.

Saiba mais sobre a evolução dos processadores em www.redeeducacao.net Curso Windows

A capacidade de alguns tipos de processadores tem evoluído a cada dia. Para você ter uma ideia, um processador Core I7 é milhares de vezes mais rápido que um Pentim III, fabricado em 2000.

Atualmente a velocidade em hertz não é o único meio para comparar o desempenho dos computadores, como era feito quando as arquiteturas eram parecidas. Hoje existem outros atributos a serem avaliados, como a quantidade de núcleos de processamento que podem ampliar (multiplicar) sua capacidade.

7


WINDOWS 1.3.2 – Memórias A memória é o meio mais rápido de enviar informações, ao processador, para serem processadas. Por não precisar de nenhum meio mecânico, isso torna a velocidade de acesso às informações ainda maior, podendo, em alguns casos, ser a velocidade do processamento. Existem dois tipos de memória: RAM: Random Access Memory ou Memória de Acesso Aleatório que pode ser lida ou gravada. Os dados contidos em qualquer tipo de arquivo são armazenados primeiro na memória RAM, mesmo que temporariamente, antes que o programa possa utilizar o processador para manipulá-los. Essa memória é volátil, ou seja, não armazena informações, por isso é importante que a pessoa salve o arquivo em que está trabalhando. Ao ligar o computador, a memória RAM está vazia, sendo preenchida de 0 (zeros) e 1 (uns) criados pelas tarefas realizadas ou lidas do disco rígido. ROM: Read Only Memory ou Memória Somente de Leitura recebe esse nome, pois seu conteúdo não pode ser alterado e vem gravado de fábrica.

Sua função é realizar uma verificação geral ao ligar o computador, examinando se há algum problema na máquina. Caso seja encontrado qualquer problema, a máquina informará por meio de sinal ou mensagem de alerta.

CACHE: Há outros tipos de memória como a cache, que normalmente está no mesmo circuito do processador; e a memória flash, que será estudada com mais detalhes em Unidades de Armazanamento. Podemos encontrar até 8MB de cache nos processadores mais modernos; nos processadores antigos, ela não ultrapassava alguns KB.

8


WINDOWS

Assista ao filme Piratas do Vale do Silício que fala sobre a história da microinformática e a popularização dos computadores, promovida por Steve Jobs, Steve Wozniak, Bill Gates e muitas outras personalidades. Fica a dica!

1) Relacione os principais componentes dos computadores:

2) Leia a afirmativa a seguir: Uma chave aberta ou fechada indica a passagem ou não de energia elétrica e os números binários são como uma “linguagem” dos computadores. Então, 1 (um) – corresponde a chave aberta e 0 (zero) – corresponde a chave fechada. Pode-se afirmar que o texto está: (

) - Correto

(

) - Errado

9


WINDOWS 2

Periféricos Quer saber o que são periféricos?

São todos os equipamentos ligados ao microcomputador que enviam ou recebem informações. Estes equipamentos realizam a comunicação entre usuário e a máquina. Podem ser classificados como: Periféricos de Entrada, de Saída e de Entrada e Saída. Fique atento e saiba mais!

2.1 – Os Periféricos de Entrada Os Periféricos de Entrada são aqueles que enviam informações para dentro do computador, ou seja, são acionados externamente e enviam as informações para o processamento.

Exemplos: Teclado, mouse e scanner. Vamos conhecer melhor cada um deles?

Mouse

É Projetado para caber na mão do usuário. Ao ser movimentado, o ponteiro segue o caminho no monitor. Atualmente, encontramos na versão de três botões, sendo que o botão do meio tem a função de rolar a tela.

10

Scanner

Teclado

É o periférico de entrada mais utilizado; é muito semelhante ao teclado de uma máquina de escrever.

Parecido com uma copiadora, ele faz a leitura de textos e imagens e as envia para o computador.

Em www.redeeducacao.net Curso Windows conheça sobre os teclados e suas partes.


WINDOWS 2.2 – Os Periféricos de Saída A função destes periféricos é “mostrar” (expor por meio de som, imagem e outros) as informações processadas ao usuário. Exemplos: Monitor de Vídeo, caixas de som e impressoras. Impressoras

Monitor de vídeo Parecido com uma televisão, sua função é exibir as informações ao usuário. Estas podem ser exibidas em tempo real. No mercado há vários modelos de monitores como: CRT (Tubo), LCD e LED.

Transfere a informação (texto e/ ou imagem) exibida no monitor para o papel. Existem diversos modelos de impressora no mercado, algumas até multifuncionais. Cada uma delas tem uma finalidade. Conheça um pouco mais sobre estes modelos e veja qual deles é mais adequado à sua necessidade.

MATRICIAL A impressão é feita por meio de uma fita, como em uma máquina de escrever. É muito utilizada para impressão de relatório. Utiliza-se papel contínuo ou folha simples, quando necessário.

LASER Encontramos nesta impressora uma qualidade gráfica excelente e uma velocidade de impressão altíssima. Seu mecanismo de impressão se dá por meio da transmissão de um pó para a página. Podemos encontrar modelos que imprimem apenas em preto ou em preto e colorido.

Que tal fazer uma impressão 3D de você mesmo? Já pensou nisso? Acesse o site www.redeeducacao.net - Curso de Windows e veja como fazer isso.

11


WINDOWS JATO DE TINTA Como o próprio nome diz, este tipo de impressora joga pequenas gotas de tinta no papel. Podemos imprimir em preto e em cores e, normalmente, ela utiliza dois cartuchos: um preto e outro para imprimir colorido.

Tanto as tintas de canetas como as de impressora têm em sua fórmula um pigmento (responsável pela cor), um agente de suspensão e uma substância adesiva (para manter a cor fixa). O papel ou a superfície a ser impressa precisa estar limpa e ser aderente, livres de pó. Fonte: Líria Alves - Graduada em Química

Quando for comprar a sua impressora observe a velocidade de impressão, por exemplo: 15 ppm preto e 9 ppm colorido. Isso significa que ela imprime 15 páginas por minuto em impressão apenas em preto e 9 páginas por minuto se houver partes coloridas.

2.3 – Os Periféricos de Entrada e Saída Estes periféricos enviam e recebem informações a serem processadas. Exemplos: Modem e multifuncionais. Modem Através do modem, computadores e periféricos podem se comunicar rapidamente, e e alguns casos essa comunicação é feita por meio de uma ligação sem fio, chamada de ligação remota. Nesta comunicação, o modem é como se fosse um tradutor, ou seja, ele faz a “tradução” (conversão) da informação do computador para um tipo de sinal, que pode ser a linha telefônica ou outro meio, e a envia ao outro computador. Por sua vez, o modem do computador receptor traduzirá a informação vinda deste sinal em informação digital. Dessa maneira, o modem possui a função de entrada e saída. 12

Multifuncionais

Funcionam como impressoras, copiadoras e scanner. Desta forma, reúnem as funções de entrada e saída.


WINDOWS 2.4 – Unidades de Armazenamento São periféricos de armazenamento de dados. Podem ser considerados periféricos de entrada e saída, dependendo da ação que esteja sendo executada. Exemplos:

Pen-drive, Disco Rígido, HD Externo, CD-ROM e outros. PEN-DRIVE Este dispositivo móvel é o mais utilizado atualmente, substituindo os antigos disquetes. Contém mais espaço de armazenamento e maior durabilidade. Os dados podem ser gravados e apagados várias vezes e também podem ser utilizados para armazenar backups.

MEMÓRIA FLASH OU SSD Você encontra a memória flash ou SSD tanto em pen-drive como em cartões de memória, como para máquinas fotográficas, por exemplo. Smarphones,netbooks e em alguns notebooks, você também encontrará esse tipo de memória. DISCO RÍGIDO Também conhecido como Winchester, ele consiste em vários discos, uns sobre os outros. Esses discos giram rapidamente assim que o computador é ligado e fica localizado no gabinete. Seu espaço de armazenamento é maior que qualquer outro dispositivo. CD-ROM E DVD-ROM Diferente do pen-drive, estes dois dispositivos móveis de entrada e saída de informações gravam os dados uma única vez não podendo ser apagados. Por esse motivo, são muito utilizados para backup. Para a gravação de dados inúmeras vezes no mesmo CD ou DVD, a mídia deverá ser regravável. Mas, mesmo assim, sua durabilidade é pequena.

13


WINDOWS 3

Bem-vindo ao Windows Conhecendo o Windows!

O Windows é um sistema operacional de multitarefas, ou seja, você pode realizar várias tarefas simultaneamente, como: editar um texto, jogar, navegar na internet, entre outros. Com o passar do tempo, ele sofreu algumas atualizações nas suas versões. Nesta lição, você verá os componentes das versões: Windows XP, Vista e 7. Vamos lá!

3.1 – Tela de Entrada Ao iniciar o Windows, você se deparará, primeiramente, com a tela de entrada, conhecida também como área de trabalho ou desktop. Por meio da tela de entrada, você guardará suas pastas, arquivos e atalhos para softwares. Quer conhecer mais sobre a tela de entrada?

Pastas são locais onde você pode guardar diversos arquivos. No caso da pasta Meus Documentos, por exemplo, são exibidas imagens, documentos armazenados e músicas.

WINDOWS XP Esta é Área de Trabalho do Windows XP. Nela você visualiza alguns itens.

1

Vamos conhecê-los? Acompanhe pelos números a apresentação dos componentes.

2

3

14


WINDOWS Este livro é dedicado a VOCÊ que busca conhecer ou que já conhece e deseja se aprofundar na operação do sistema mais utilizado no mundo. As dicas e os procedimentos existentes em cada um dos temas têm por objetivo auxiliá-lo na otimização do seu tempo ao utilizar um computador, tornando VOCÊ mais produtivo. A produtividade ao operar o computador, seja no trabalho, no lazer ou em qualquer atividade do seu dia a dia, abre horizontes para nós que estamos incluídos na “Era da Informação”. Como diferencial, o livro Windows trabalha com uma abordagem focada nas funcionalidades do sistema, comparando as versões mais utilizadas no mercado, tornando VOCÊ apto a utilizar o software independente da versão. Além de todo o conteúdo disponível no livro, VOCÊ contará gratuitamente com atividades, dicas e conteúdos adicionais na internet. Conheça todos os livros e os cursos on-line disponíveis no site: www.redeeducacao.net

Condições especiais para INSTITUIÇÕES DE ENSINO.

www.redeeducacao.net


Livro de Windows