Page 1

33.ª Edição

22 de julho de 2013

Escola 123 | PE Professor Francisco M. S. Barreto

RAPOSINHO Editorial tários, o óbice colocado a Portugal?

Longanimidade

minha, que ultrapassaste o limite da hodierna inquietude emocional e profissional! O tempo é um velho cansado que coxeia, mas o verão é um jovem cheio de

Nesta edição: Escola@Notícias

2

Gráphos - Γράφος

12

LudoTime

22

O verão é a libertação da

os seus filhos com medo

energia. Aguardo ansiosa-

escravidão

horários

que estes o vencessem. A

mente as horas de sossego

compressores da escola. O

eternidade abranda e de-

e tranquilidade do verão e

verão é libertação das azá-

sacelera, abrindo as portas

desejo que as Parcas me

famas e correrias desenfre-

das festas e dos convívios.

concedam a esperança de

adas que provocam um

Todavia, se o verão é dis-

um ano melhor.

ritmo esmagador e acelera-

frutar tudo e despender o

do no mês de julho. É no

ínfimo esforço para traba-

verão que Cronos é venci-

lhar, como vamos gozar o

do e castigado, por engolir

verão sem alicerces mone-

dos

Professora Vânia Fonseca


RAPOSINHO

Escola@Notícias

Casino da Matemática A atividade “Casino da Matemática” decorreu no dia 06 de junho na sala 2.04. Todas as turmas participaram, incluindo os alunos do 1º Ciclo, tendo revelado bastante interesse nas atividades desenvolvidas.

Torneio de Cartas “A vencedora do torneio foi a aluna

Paralelamente, realizou-se o torneio de

Bárbara Lourenço.“ cartas. Publica-se uma fotografia dos finalistas. A vencedora do torneio foi a aluna Bárbara Lourenço. Os Professores que constituem o Grupo de Matemática, felicitam todos os participantes.

O Delegado do Grupo de Matemática: Carlos Constante

Página 2


33.ª Edição

Triatlo da Matemática Publicam-se os primeiros classificados do Triatlo da Matemática.

Todos os resultados, encontram-se disponíveis em:

http://fmsbarreto.ccems.pt/

2º Ciclo

Felicito todos os participantes e em particular os vencedores! O Delegado do Grupo de Matemática: Carlos Constante

Página 3

Escola@Notícias

3º Ciclo


RAPOSINHO

Escola@Notícias

Festa do Desporto Escolar 2013 No passado dia 9 de abril realizou-se mais uma abertura da Festa do Desporto Escolar. Esta festa é o culminar de todo o trabalho depositado pelos professores de Educação Física nos diferentes núcleos dinamizados na escola: Andebol, Futsal, Ginástica Acrobática e Ténis de Mesa.

Mantendo a linha apontada pela escola e pelo grupo, a escolha do padrinho recai sempre nos atletas que representam os clubes do concelho e, sempre que possível,

“...a nossa madrinha deste ano foi a atleta

em alunos ou ex-alunos da escola. Desta

de Badminton e ex-

feita, a nossa madrinha deste ano foi a atle-

aluna da nossa

ta de Badminton e ex-aluna da nossa esco-

escola, Sofia Setim...“

la, Sofia Setim, do Clube Desportivo e Recreativo dos Prazeres.

Como tem sido hábito a abertura tem lugar no Estádio dos Barreiros e o tema da festa deste ano foi “Aprender com a água”. Na festa do Desporto Escolar, a classe de ginástica massiva e o clube de teatro tiveram uma participação especial na cerimónia de abertura.

Página 4


33.ª Edição

“...um total de 49 alunos participantes, destacando a participação nos jogos especiais por parte da aluna Tatiana Correia.” A nossa escola inscreveu para a festa do Desporto Escolar quatro modalidades, havendo um total de 49 alunos participantes,

ais por parte da aluna Tatiana Correia. O grupo de professores do Desporto Escolar agradece o empenho e esforço de todos os alunos. Um bem-haja para o Desporto Escolar. Prof. José Carvalho

Página 5

Escola@Notícias

destacando a participação nos jogos especi-


RAPOSINHO

Escola@Notícias

Jogos da Festa do Desporto Escolar 2013 Os nossos alunos dignificaram, uma vez mais, a nossa escola e valorizaram este projeto, que é um projeto da escola. Mais importante que os resultados obtidos, são as metas individuais e sociais que este projeto compreende e que muito contribuem para o sucesso dos alunos participantes.

Nos dias 10, 11 e 12 de abril, decorreram os

“Mais importante que os resultados obtidos, são as metas individuais e sociais que este projeto compreende ...”

jogos da Festa do Desporto Escolar. A nossa escola, este ano, não trouxe nenhum troféu, mas o esforço, empenho e fair play estiveram sempre presentes nos alunos que representaram a escola.

Página 6


33.ª Edição

desejo que, no próximo ano, haja mais alunos a participar no Desporto Escolar e que todos os docentes e encarregados de educação se envolvam mais neste projeto grandioso e transversal patente no percurso académico dos alunos. Prof. José Carvalho

Página 7

Escola@Notícias

Como coordenador do Desporto Escolar,


Escola@Notícias

RAPOSINHO

Atividades desenvolvidas ao longo do ano letivo no âmbito de atividades internas Ao longo do ano letivo foram realizadas

de futsal entre alunos e docentes da escola.

atividades desportivas, as quais foram pla-

É de salientar que no mês de fevereiro par-

neadas no início do ano letivo. Assim sen-

ticipámos na fase da zona oeste do torneio

do, no primeiro período a primeira ativida-

CompalAir que se realizou na ribeira brava

de realizada foram os jogos tradicionais no

tendo ficado duas equipas apuradas para a

dia 14 de novembro em que participaram

fase final na qual já estavam qualificadas

18 alunos, nos dias 21 e 28 de novembro

duas equipas de juniores, uma feminino

realizou-se o torneio inter - turmas em bas-

outra masculina. A fase final realizou-se no

quetebol no qual estiveram envolvidos 24

mês de maio no funchal, onde as nossas

alunos. No dia da festa de natal realizou-se

equipas perderam por uma margem pontu-

como é tradição o corta mato escolar em

al grande e em que se notou a diferença de

que participaram 29 alunos de todos os

ritmos competitivos dos nossos alunos para

com a participação de

anos. Logo no início do segundo período

os que estão em escolas do funchal, mas é

17 alunos.”

realizou- o torneio de Andebol, que apesar

de enaltecer o empenho e esforço de to-

de haver bastantes inscrições só duas equi-

dos. Nesta competição participaram 28

pas é que compareceram no dia da ativida-

alunos.

“...o torneio de ténis de mesa que contou

de. Neste mesmo período também se realizou o torneio de ténis de mesa que contou com a participação de 17 alunos. No terceiro período realizou-se o torneio de badminton em que participaram 28 alunos, para terminar, está agendado o torneio de futsal o qual se irá realizar no último dia de aulas, nesse dia também se irá realizar um jogo

Página 8


33.ª Edição

Muito obrigado a todos e desejo que para o

“...no mês de fevereiro

próximo ano tenhamos ainda uma maior

participamos na fase

adesão dos nossos alunos nas atividades

da zona oeste do torneio CompalAir

porque elas são pensadas e realizadas a

que se realizou na ribeira brava tendo

pensar neles. Informo também que estas atividades foram possíveis realizar e dinamizar devido à

ficado duas equipas apuradas para a fase final ...”

física, nomeadamente do Prof. Nélson Mangana, do Prof. Zé Carvalho e do Prof. Ricardo Lopes. Abraço e desejo de boas férias para todos. O Coordenador da atividade interna: Prof. António Mendes

Página 9

Escola@Notícias

colaboração de todo o grupo de educação


RAPOSINHO

Escola@Notícias

Rally Mat@Tic No dia 28 de Junho de 2013 pelas 16h00 na sala 205 da Escola Básica do 1º,2º e 3º ciclos/PE Prof. Francisco M. S. Barreto, realizou-se a primeira edição da atividade Rally Mat@Tic. A atividade desenvolveuse com a participação de 10 grupos compostos por 2 alunos, pelo que a iniciativa teve sucesso ao nível da participação. Esta atividade propôs

Os alunos responderam ao questio-

aos alunos a resposta a questões de

nário usando a internet como ins-

cultura geral no âmbito da matemá-

trumento de apoio, saindo vencedor

tica e da informática.

o grupo que respondesse a um maior número de questões num menor espaço de tempo.

Página 10


33.ª Edição

De acordo com o feedback dos alunos é possível afirmar que os mesmos acharam a atividade interessante e gostariam de voltar a participar numa iniciativa semelhante, pelo que se pode considerar que o Rally Mat@Tic atingiu os objetivos propostos.

De uma forma geral o Rally

Grupo de Informática

Mat@Tic decorreu muito bem, da-

Grupo de Matemática

do que teve uma boa participação e um espírito de competição saudável

Escola@Notícias

entre os alunos.

Página 11


RAPOSINHO

Gráphos - Γράφος

Oficina de Escrita Então pintei de verde meu peito

Pintei de verde o meu jardim,

E depois de pintado ficou perfeito

Pois verdes são os campos

Por não poder colorir meu coração

E os olhos do meu coração.

Porque ia dar confusão Pintei de verde o campo, Para espalhar esperança…

Campo que se estende

Com ausência de verde

Em verdura bela

E a ela não alcança Ficamos prisioneiros numa rede

Pintei de verde o mundo Porque é a cor da surpresa

Essa esperança que me ocupa

Da realeza

Não a conseguimos ver com lupa

E da Natureza.

Através de um olhar E, após pintar o meu jardim, Conseguimos ver a margem do luar

O campo

Para tentar substituir

E o mundo

O insubstituível.

Esperei pelo dia seguinte.

Soraia Baltazar – 8º B

Página 12

João Carlos Abreu – 8º B


33.ª Edição

Oficina de Escrita Então pintei de branco as minhas roupas Por não poder pintar todo o meu corpo Para não gastar as tintas todas Mas é tudo um mero esboço.

Queria fazer-me nuvem Para no céu poder passear Saborear o azul que nele existe E nunca regressar

Com as restantes tintas Podia fazer um arco-íris

É tudo um mero esboço Porque um dia me vou tornar Numa nuvem, no céu azul a passear.

Carla Neves – 8º B

Página 13

Gráphos - Γράφος

Para me acompanhar.


RAPOSINHO

Gráphos - Γράφος

Oficina de Escrita O papagaio queria brincar,

Queria morar no céu,

Brincar com o vento

Visitar as nuvens,

De um lado para o outro,

Tanta coisa que queria…

Sempre a sorrir.

Como viver para sempre, Com toda aquela ânsia

Queria conhecer outros sítios,

Ânsia de voar!

Mais bonitos, talvez, Voar para lugares diferentes, Sempre voltado para o vento.

Podia sonhar com tanta coisa… Como fazer companhia aos aviões Falar com os pássaros, Fugir da chuva sem se molhar!

Sonhava ir mais longe, muito longe, Com aquela sua alegria, A alegria de voar, A alegria de sentir o vento

Página 14

Marina Andrade – 7º B


33.ª Edição

Oficina de Escrita O papagaio queria voar,

Tinha forças para viver eternamente,

Passear,

Tinha o sonho de viver para sempre,

Ver outros lugares,

Tinha a ânsia de nunca parar de voar,

Sentir outros ventos…

Mas, tinha medo de cair de repente.

O papagaio sonhava,

Por fim, queria voar até ao sol,

Sonhava ir mais longe,

Queria conhecer o mundo,

Voar até não poder mais.

Ver qual o seu limite,

Sonhava ter sempre forças

Viver o seu sonho…

E parar, jamais!

de nunca cair ao fundo.

Queria fugir do seu lugar, Sair de onde foi criado,

Anabella Luiz – 7º B

Mas não podia ficar molhado!

Página 15

Gráphos - Γράφος

Queria sobrevoar a terra,


RAPOSINHO

O Burro

Gráphos - Γράφος

O dicionário Onde estás?

Corre, corre, ih, óh! Ih, óh!

− Na minha secretária.

Ih, óh! Corre, come Brinca e salta, ih, óh! Ih, óh!

De que é o teu corpo?

Ih, óh! Gosta de comer

− De palavras,

Come, come meu burrinho

de plástico e

Vais ficar gordinho, ih, óh! Ih, óh!

de folhas.

Dorme, meu burrinho, Se não vais ficar com soninho, ih, óh! Ih, óh!

Qual é a tua profissão?

Brinca meu burrinho

− Ensinar palavras que as pessoas não

Se não vãos ficar tontinho, ih, óh! Ih, óh!

percebem.

Salta, salta meu burrinho, Mas não tanto, porque não és coelhinho, ih,

Que dás às coisas?

óh! Ih, óh!

− O significado das palavras.

Hoje está um dia de sol Vamos montar, meu burrinho, Ih, óh! Ih, óh!

Diogo Hélder Agrela Lourenço 5.º A, n.º 6

Para burrinho, quero descansar no fresquinho Porque o prado está verdinho, Ih, óh! Ih, óh! Vamos para o estábulo, meu burrinho Para não ficares sozinho, Ih, óh! Ih, óh!

Maria de Fátima Carreiro Nunes, 5.º B, n.º 11

Página 16


33.ª Edição

Era uma vez…

Papagaio de Papel

Era uma vez um menino

Sou um papagaio de papel

Que queria ser guerreiro

Com um enorme cordel.

Mas em vez disso

Não posso ser livre,

Tornou-se carteiro

Porque o meu dono me proíbe.

Não gostava do emprego

Gostava de voar bem alto,

Mas só isso se arranjou

Até por cima dum planalto,

Quando encontrou uma espada

Descobrir uma nova fantasia

Deixou o trabalho e viajou

Que me traga alguma alegria.

Viajou por tantos países

Um dia, saí pela janela

Até uma ilha encontrar

Voei e aterrei nela,

Era uma ilha deserta

Naquela cidade de tesouros

Onde dragões estavam a voar

E também de alguns touros.

Quando lá aterrou

Quando um me viu à frente

Não queria acreditar

Logo me quis enfrentar

Teve apenas o que desejou

Vivi, foi um milagre!

Até um dragão o encontrar

E estou aqui para o contar.

Tanto medo que teve Foi logo para um avião

Cristina Teixeira 7ºC

E foi logo o que se arranjou.

Cristina Teixeira, 7ºC

Página 17

Gráphos - Γράφος

Só sonhava em ser carteiro


RAPOSINHO

Gráphos - Γράφος

De amarelo pintei… Então, pintei de amarelo o farol

Então, pintei de branco as nuvens,

Que ganhou nova luz como o sol

Querendo pintar a nova rua,

Pintei também a praia e o mar

Depois, peguei nos meus bens

E os velhos barcos a flutuar

E voei para de branco tingir a lua.

Já estando eu na praia,

Para não esquecer o branco leve,

Olhei para o Sol a brilhar

Deitei-o sem derramar,

E antes que do céu ele caia

Formando a espuma e a neve,

As rochas pus-me a pintar

Na terra e no mar.

Então pintei, pintei, pintei,

A cor branca no dia a dia,

Das flores ao arco-íris

Tirando lugar às outras cores

Até que o mundo amarelo tornei.

Antes presentes em demasia.

Depois de tanto tentar,

E com este grande amor

Não gostei do que fiz

Vi que nascia uma cor

E com um sopro de magia, voltei a pintar.

Era ela o branco, leve branco.

Laura de Freitas Garcês, 8ºA

Página 18

Leve Branco

Ricardo Abreu 8ºA


33.ª Edição

Amigo é… Então pintei de amarelo os meus braços

Amigo é um irmão

Por não poder mais sentir os teus abraços…

Vindo do coração

Sentia-me bem com o teu calor,

É aquele que nos ajuda

Mas quando partiste, apenas deixaste uma flor.

Nos momentos de amargura.

Então pintei de verde toda a flor

Amigo é um sorriso

Para não perder a esperança de voltares.

Muito valioso

Ainda hoje, recordo os teus ares,

É também alegria

Embora não saiba se terei de volta o teu amor.

Que nos defende na vida.

Então pintei de vermelho todo o meu coração

Amigo é um companheiro

Para lembrar-me das nossas memórias.

Durante o dia inteiro

Foram lindas, apaixonadas essas histórias.

É alguém de quem gostamos E adoramos.

Então pintei de preto tudo o que era teu Descobri que me traíste… tenho que te esquecer…

Amigo é confiança

Apesar de ainda te amar, já não te quero ter!

Que nos dá esperança De uma amizade Que dure uma eternidade.

Sandrina Bettencourt 8ºA

Gráphos - Γράφος

Luís Miguel, 7ºC

Página 19


RAPOSINHO

Gráphos - Γράφος

Uma grande festa

Pássaro Triste, Alma Minha

Uma grande festa é,

Tu és a minha alma

Diversão até mais não.

Que não está nada calma

É dançar

És a encarnação

E cantar.

Num pássaro tristão.

É também felicidade

Vives comigo em minha casa

Sem adversidade.

Debaixo da minha asa

Uma grande festa está a acontecer Com pessoas a rir e a correr

Se eu estou triste, tu estás triste Porque afinal se eu chorei,

É algo especial!

tu choraste perdidamente

E fenomenal!

E por isso és a minha mente.

E por isso Uma grande festa

Tudo aconteceu pela nossa tristeza,

É um sorriso

Que não é estranheza.

Numa cara triste.

Então falaste dos problemas, Sem qualquer uso de lemas.

E por isso festa É agora esta.

Tu choraste e eu também

Vamos aproveitar

Por isso praticámos o bem

Vamos dançar!

E apesar das circunstâncias Voltámos à feliz infância.

Luís Miguel, 7ºC Luís Miguel, 7ºC

Página 20


33.ª Edição

Tinha algo Tinha um doce no meu balcão

Ó vento, vem!

Veio uma rapariga e pediu-mo:

Quero voar…

- Pai, dou-lho ou não?

Quero os meus sonhos realizar

Em pé, fazia pão,

Esta ânsia de fugir

Veio uma rapariga e pediu-mo:

Quero sair daqui, quero partir

- Pai, dou-lho ou não? Dei um doce e um pão,

Não quero estar parado,

Só não dei a minha mão,

Quero voar,

Mas se a rapariga ma pedir

Por favor, vento, vem.

- Pai, dou-lha ou não?

Quero desta terra me libertar. Luís Miguel, 7ºC Mariana Agostinho 7ºC

Amigo… Amigo é algo conseguido,

Tinha um lápis na minha mesa,

Uma vitória

Veio um rapaz e pediu-mo

Sem perigo

- Professora, dou-lho ou não?

Ganha com glória. Sentada, escrevendo no meu caderno,

Amigo é sorrir

Veio um rapaz e pediu-mo,

E também amar.

- Professora, dou-lho ou não?

Sei que contigo

Dei o lápis e dei o caderno, Para ser amigo é preciso,

Só não dei a lição,

Ter coração aberto

Mas se o rapaz ma pedir,

Se não vivemos num deserto.

- Professora, dou-lha ou não?

Amigo é também aquele

Susana 7ºC

Que magoa com a verdade, Mas sem maldade! Bárbara, 7ºC

Página 21

Gráphos - Γράφος

Sempre poderei contar.


RAPOSINHO

SUDOKU—Soluções da Edição Anterior

LudoTime

O sudoku é um quebra-cabeça baseado na colocação lógica de números. O objetivo do jogo

Página 22

é a colocação de números de 1 a 9 em cada uma das células vazias numa grade de 9x9, constituída por 3x3 subgrades chamadas regiões. O quebra-cabeça contém algumas pistas iniciais, que são números inseridos em algumas células, de maneira a permitir uma indução ou dedução dos números em células que estejam vazias. Cada coluna, linha e região só pode ter um número de cada um dos 1 a 9. Resolver o problema requer apenas raciocínio lógico e algum tempo.

6

3

2

7

1

8

9

5

4

4

5

9

2

6

3

8

7

1

8

7

1

4

9

5

2

6

3

1

2

5

9

4

6

7

3

8

7

8

3

5

2

1

6

4

9

9

6

4

8

3

7

5

1

2

3

1

8

6

7

2

4

9

5

5

9

6

1

8

4

3

2

7

2

4

7

3

5

9

1

8

6

5

4

8

6

1

7

2

3

9

7

1

6

3

2

9

8

5

4

3

2

9

8

5

4

7

1

6

4

9

5

2

7

1

6

8

3

1

6

2

4

8

3

9

7

5

8

7

3

9

6

5

4

2

1

2

5

1

7

4

6

3

9

8

9

8

4

1

3

2

5

6

7

6

3

7

5

9

8

1

4

2


Página 23

8

1

7

5

3

4

2

6

9

6

9

5

2

7

1

3

4

8

3

2

4

6

8

9

1

5

7

9

6

1

7

2

8

5

3

4

4

7

3

9

5

6

8

1

2

2

5

8

1

4

3

9

7

6

1

4

2

8

6

5

7

9

3

5

8

6

3

9

7

4

2

1

7

3

9

4

1

2

6

8

5

5

1

4

8

9

2

3

6

7

8

7

6

3

4

5

2

1

9

3

2

9

7

1

6

8

5

4

9

5

7

1

8

3

6

4

2

1

6

3

4

2

9

7

8

5

4

8

2

5

6

7

1

9

3

7

4

1

2

5

8

9

3

6

2

9

8

6

3

4

5

7

1

6

3

5

9

7

1

4

2

8

LudoTime

33.ª Edição


Escola 123 | PE Professor Francisco M. S. Barreto

Morada:

Agir para a Cidadania, Agir para a Instrução, Agir para a Formação,

Rua da Escola, n.º 1 9370-333 Fajã da Ovelha Tel.: +351 291 870 040 Fax: +351 291 870 044 E-mail: eb23pfmsbarreto@madeira-edu.pt

com critérios de Excelência!

COLABORADORES: Professores:

Nélia Sousa Lurdes Ferro Paula Fernandes Emanuel Reis Carlos Constante Francisco Teixeira Vânia Fonseca Fátima Quaresma Elisabete Perdigão

http://escolas.madeira-edu.pt/ eb123pepfmsbarreto/HOME/tabid/1360/Default.aspx


Raposinho 33  

Jornal Escolar

Advertisement
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you