Page 1

ISSN 1982-1433

Esta é uma publicação oficial da Drogaria São Paulo distribuída gratuitamente com exclusividade para seus clientes

Nº 65

DEZ/JAN 2017

Fernando Scherer fala como é possível manter os bons hábitos após a aposentadoria, além da alegria por ter tomado novos rumos

BONECAS TERAPÊUTICAS MAIS DO QUE DIVERSÃO, ELAS AJUDAM NO TRATAMENTO DAS CRIANÇAS

Ponto65_AF.indd 1

ALERGIAS LIVRE-SE DELAS NESTE VERÃO

EXERCITE-SE

A DANÇA COMO UMA GRANDE ALIADA NAS ATIVIDADES FÍSICAS 05/12/16 13:53


Proteja-se dos mosquitos com a ajuda do expert

M

Y

Y

Y

REPELE O MOSQUITO QUE PODE TRANSMITIR O ZIKA VÍRUS, A DENGUE E A CHIKUNGUNYA

LEIA ATENTAMENTE O RÓTULO ANTES DE USAR O PRODUTO PARA USO DURANTE A GRAVIDEZ E AMAMENTAÇÃO, CONSULTE UM MÉDICO

2

Ponto65_AF.indd 2

02/12/16 14:27


Conteúdo EDIÇÃO 65 - DEZ / JAN 2017

12 Saúde

22

Ser �eliz

10 É melhor prevenir Conheça a labirintite e como tratá-la com a ajuda dos alimentos

14 Nutri+ação

A TPM e o ciclo menstrual não precisam impedir o rendimento dos exercícios GIBRE O GEN o liment é um agênico termo celera o (que abolismo), meta número 1 amigo ssa saúde de no

Especial

18 Fernando Scherer O ex-atleta se supera a cada mudança, seja na vida profissional ou nos cuidados com a saúde

22 Melhor idade

Dê um basta na depressão com hábitos e atitudes diferentes

24 Cuidados extras

Em família 32 Dia a dia Aproveite o novo ano para organizar suas contas

34 Pequenos cuidados Aprenda a dar autonomia para os filhos no momento certo

As alergias que aparecem no verão podem ser evitadas

26 História de vida Bonecas terapêuticas também podem ajudar no tratamento das crianças

28 De bem com a vida A dança como uma grande aliada nas opções de atividades físicas

SEMPRE NA PONTO 05 06 08 12 30 36 38

Bem-vindo Seu ponto de encontro Tome nota! Top dicas Fale com o expert Cultura saudável Tudo de bom | Final feliz

3

Ponto65_AF.indd 3

02/12/16 14:27


Ponto65_AF.indd 4

02/12/16 14:27


Publisher Sandra Teschner

bem-vindo

Diretor Executivo Gabriel Sales Diretora de Projetos Especiais Dio Jaguarível Gerente do Núcleo de Jornalismo Adriana Rosa – MTB 47.337 Gerente de Design Alice Hecker Gerente de Núcleo Digital Danielle Lima Web Ricardo Cerdan

Feliz Ano-Novo!

Departamento Comercial Bruno Mendonça, Mauren Derquin e Vivian Rego comercial@profashional.com Atendimento ao Leitor contato@profashional.com Av. Jandira, 843 – Moema – São Paulo/SP Fone/Fax: (11) 5051-4084 www.profashional.com

Nesta última edição do ano, reunimos uma série de assuntos interessantes, para que você possa começar 2017 da melhor forma possível, com muita saúde e disposição. Que tal iniciar a nova fase, por exemplo, com as finanças

Conselho Editorial Adriana Rosa, Andressa Hata, Catia Alves, Fabiana Oliveira, Karina Oliveira, Rafael Medeiros, Sandra Teschner e Tuca Sardinha

equilibradas? A gente te explica como nas páginas a seguir. E aproveitando o momento de novos ares, talvez seja a hora

Editora Adriana Rosa

também de começar a dar mais

Coordenadora de Conteúdo Elaine Medeiros

autonomia aos filhos ou um basta nas preocupações, ado-

Diretora de Arte Claudia Carvalho

tando atitudes mais positivas na

Designers Ícaro Guerra, Rebeca Fagnani e Leonardo Barbeiro (estagiário)

terceira idade.

Jornalistas Ana Carolina Contri e Bruna Yuri Ouchi

E para fechar com chave de

Revisão Maria Elisa Albuquerque

ouro, confira também a entre-

Colaboradores Alan Ferreira, Anna Luiza Porto Gonçalves, André Lima, Bruno Vargas, Danúzia Oliveira, Fausto Nakandakari, Fernanda Alves, Giuliana Moreira, Luciano Gomes dos Santos, Marcela Mendes, Maria Cristina De Stefano, Pablius Staduto, Pedro Braggio, Raquel Suertegaray, Roberto Debski, Rosário Afonso Ribeiro Avelino, Samara Queiroz, Silvia Malamud, Tanit Ganz Sanchez e Viviane Ferreira.

vista exclusiva com o ex-atleta de natação, Fernando Scherer, o Xuxa, que adaptou a sua vida e seus hábitos de saúde após a aposentadoria,

Cartas pontodeencontro@profashional.com

Publicidade Drogaria São Paulo

PUBLICAÇÃO VENCEDORA

Sac 0800 779 8767

Impresso na Log & Print Gráfica e Logística S.A.

Delivery 4003 -3393 Loja Virtual: www.drogariasaopaulo.com.br Consulte a disponibilidade e condições destes serviços na sua região drogariasaoapaulo

-se em novos projetos e sonhos. Tudo isso e muito mais, você confere nesta edição especial, FOTOS: © SANJERI / GETTY IMAGES E DIVULGAÇÃO

A revista Ponto de Encontro é uma publicação da Profashional Editora Ltda., sob licença da Drogaria São Paulo, dirigida aos seus clientes, com distribuição gratuita em suas filiais. Os artigos assinados são de inteira responsabilidade dos autores e não representam a opinião da revista, da Editora ou da Drogaria São Paulo. Não é permitida a reprodução das matérias nem dos artigos.

redescobrindo-

repleta de dicas saudáveis e assuntos que, com certeza, vão te ajudar a driblar alguns desafios, traçar novas metas e conquistar oportunidades ainda melhores! Tudo de bom neste novo ano e agradecemos pela companhia. Boa leitura!

A redação

5

Ponto65_AF.indd 5

02/12/16 14:27


Seu ponto de encontro Um lugar especial, dedicado a saber a sua opinião sobre nossas publicações Confesso que estranhei o fato de saber que a endometriose também pode aparecer em outras partes do corpo, além dos ovários (conforme a revista 64). Acho que preciso levar mais a sério as consultas de rotina e a alimentação. Valeu pelo toque! ARETHA GUSMÕES

ROLOUDE NA RE

Por e-mail

1.800

Como sou mãe de primeira viagem, ainda existiam coisas sobre a amamentação que eu não sabia. Ainda bem que li a matéria (edição 64) a tempo. Tudo que for preciso pra melhorar a saúde do meu bebê é bem-vindo! MARIA DAS GRAÇAS

Por e-mail

Por e-mail Minha avó, de vez em quando, ainda sofre com a artrose, apesar dela praticar exercícios. Mas não sabíamos que alguns alimentos também podiam ajudar (conforme a revista 64). Na dúvida, também vou começar a aderir à dieta, já que a matéria diz que uma das causas pode ser hereditária. CRISTIANE ARRUDA

Por e-mail

drogariasaopaulo

likes

“Sabia que o açúcar pode aparecer com vários nomes diferentes nos rótulos dos produtos? Para controlar seu consumo diário, além de procurar a palavra ‘açúcar’, fique de olho em outros termos”. Veja o comentário de VANUSA MATOS VANA: “Olha que dica genial. Quando se fala de saúde, a Drogaria São Paulo sabe. Nota 1.000”. “Mais uma vez a Campanha de Doação de Brinquedos da Drogaria São Paulo espalhou milhares de sorrisos. E isto não seria possível sem vocês, que nos ajudaram a arrecadar mais de 61 mil brinquedos este ano e mais de 865 mil brinquedos desde o início da Campanha! Em nome de todas as crianças: muito obrigado!”.

Facebook da Drogaria São Paulo ESCREVA PARA A PONTO DE ENCONTRO: pontodeencontro@profashional.com Todas as correspondências podem ser publicadas e editadas por adequação do espaço.

www.drogariasaopaulo.com.br

SIGA-NOS para acompanhar as últimas notícias sobre saúde e bem-estar e as novidades da Drogaria São Paulo. PUBLIQUE seus comentários na rede com a #revistapontodeencontro

FOTOS: ©BIT24 / FOTOLIA E DIVULGAÇÃO

Que surpresa boa ir até à drogaria e ver meu ídolo Zico na capa (edição 64)! Nem sabia que ele era tão engajado. É claro que a matéria com a talentosíssima Arlete Sales também arrasou! Parabéns pelas matérias! ANTÔNIO GONÇALVES

6

Ponto65_AF.indd 6

02/12/16 14:27


Ponto65_AF.indd 7

02/12/16 14:27


Tome nota!

As principais notícias relacionadas à saúde. Confira:

Fique atento com a chegada do verão

Especialistas da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) se reuniram, no mês de novembro, para debater o futuro das crianças que tiveram contato com o Zika Vírus e expor sua preocupação com o possível aumento destes casos, em função das chuvas que chegam com o verão. Além disso, eles chamaram a atenEVITE RTOS ção para as possíveis epidemias de U S S O dengue e chikungunya, que também NOV combate àunya g podem acontecer devido ao aumenO chikunma , e u g to das chuvas e consequentemente o seu acúmulo, den zika é u de a e d i l i Aedes aegypti. com focos que atraem o mosquito sab respone todos Além dessa medida, o Ministério da Saúde anund ciou a compra de 3,5 milhões de testes rápidos para identificar o Zika Vírus. Serão dois milhões de kits até o fim deste ano e o restante será compartilhado até fevereiro de 2017. Os testes ficam prontos em 20 minutos e dirão se o paciente está ou foi infectado pelo Zika em algum momento da vida. Ou seja, a nova tecnologia, conhecida como PCR (biologia molecular), identificará o vírus no organismo, independente do tempo de infecção, e será disponibilizado pelo SUS.

Meninos vacinados contra o HPV A partir de janeiro de 2017, os meninos de 12 a 13 anos serão vacinados contra o HPV. O objetivo é protegê-los contra os cânceres de pênis, garganta e ânus, doenças relacionadas ao HPV, e a definição da faixa etária, instituída pelo Ministério da Saúde que pretende distribuir as vacinas gratuitamente, é proteger as crianças antes do início da vida sexual, ou seja, do contato com o vírus.

Anticoncepcional masculino De acordo com estudos publicados por cientistas americanos, no “Journal of Clinical Endocrinology & Metabolism” da Sociedade de Endocrinologia, o anticoncepcional masculino injetável já possui 96% de eficácia na prevenção da gravidez. O contraceptivo, desenvolvido e testado por uma das áreas da Organização Mundial de Saúde e pela Faculdade de Medicina da Virgínia Oriental (EUA), foi feito em dez centros, em sete países, incluindo os Estados Unidos. A pesquisa foi realizada com 320 homens, com idades entre 18 e 45 anos, que tinham relações monogâmicas por pelo menos um ano, mas alguns efeitos colaterais, como o aumento da libido e a acne, fizeram com que o fármaco ainda passe por mais alguns estudos, até chegar ao mercado, em 2018 (conforme previsões).

O Brasil será o primeiro país da América Latina e o sétimo do mundo a oferecer a vacina contra o HPV para meninos em programas nacionais de imunizações e, gradativamente, a faixa etária será ampliada até 2020, quando serão incluídos os meninos com idade a partir dos 9 anos. O objetivo da campanha é imunizar mais de 3,6 milhões de meninos em 2017, além de 99,5 mil crianças e jovens de 9 a 26 anos que possuem o HIV e que também receberão as doses.

FONTE: PRESS.ENDOCRINE.ORG

FONTE: PORTAL BRASIL

FOTOS: © SHIRONOSOV, © PYOTR021 E © BOGGY22 / GETTY IMAGES

FONTE: FIOCRUZ E PORTAL BRASIL

8

Ponto65_AF.indd 8

02/12/16 14:27


Ponto65_AF.indd 9

02/12/16 14:27


saúde | é melhor prevenir

POR TATIANA FERRADOR

UM BASTA À TONTURA!

a

HÁ DIVERSAS RAZÕES PARA O SURGIMENTO DA LABIRINTITE E A MÁ ALIMENTAÇÃO PODE SER UMA DELAS

labirintite, popularmente conhecida pela relação que tem com os distúrbios ligados ao equilíbrio e à audição, é uma infecção e inflamação que ocorre no interior do ouvido, conhecido como labirinto. Ela afeta milhões de brasileiros e tem entre seus sintomas mais comuns tontura, diminuição da audição, vertigens e costuma piorar com o estresse, os movimentos bruscos da cabeça, a menstruação ou a passagem por locais aglomerados de pessoas. Além desses fatores, ela também pode levar a inflamações, infecções bacterianas ou virais na orelha interna, como as otites, ou com menos frequência, a doenças neurológicas, tumores, alergias, compressões mecânicas e alterações genéticas.

COMO TRATAR?

É claro que para tudo existe uma saída, afinal quem sofre de labirintite sonha com uma pílula mágica e, certamente, com o alívio da tontura, mas o principal de tudo é tratar a causa, a fim de evitar que

novas crises ocorram. E para isso, é necessária uma investigação aprofundada. Dependendo da origem, o melhor tratamento pode ser a correção de hábitos alimentares, o uso de medicamentos ou a reposição canalicular (para os “cristais” do labirinto). “Quando a causa não é encontrada ou é de difícil controle, indica-se a reabilitação vestibular, uma sequência de exercícios específicos (orientados por fonoaudiólogos) para a recuperação do equilíbrio”, explica a otorrinolaringologista, diretora presidente do Instituto Ganz Sanchez e criadora da Campanha Nacional de Alerta ao Zumbido (Novembro Laranja), Dra. Tanit Ganz Sanchez. “Atualmente, um olhar mais holístico ou integral por parte do médico tem contribuído para propiciar melhor controle dos sintomas de labirintite, incluindo a prática da meditação, do yoga ou tai-chi-chuan, além de atividades físicas regulares”, pondera. Para o médico e psicólogo Dr. Roberto Debski, da Baixada Santista (SP), o tratamento dependerá

10

Ponto65_AF.indd 10

02/12/16 14:28


COMO PREVENIR?

NHADA A CAMI ra a melho ão circulaç e, por ea sanguínquência, e s con as diminui as r u t ton

da causa desencadeante. “Se for uma infecção bacteriana, por exemplo, haverá a necessidade de antibióticos. No caso das inflamações, podem ser usados os anti-inflamatórios não esteroides ou corticoides”, explica, acrescentando que “para o alívio de tontura, náuseas e vômitos, os tratamentos homeopáticos, a acupuntura e as práticas da medicina integrativa (corpo, mente e espírito) também podem ajudar”.

FOTOS: © STUDIOM1, © POJOSLAW, © YINYANG E © JACEK CHABRASZEWSKI / GETTY IMAGES

O PAPEL DA ALIMENTAÇÃO

1 Alimentar-se bem, de 4 a 6 vezes ao dia, evitando doces, sal, álcool e nicotina. 2 Hidratar-se: beber água ou água de coco para que os rins consigam eliminar melhor as toxinas. 3 Exercitar-se: pelo menos 5 vezes por semana para combater o sedentarismo, melhorar o metabolismo da glicose e de gorduras e fortalecer os músculos como forma de diminuir os riscos de queda. 4 Relaxar: o estresse afeta o ouvido, do mesmo modo que o estômago ou o coração, por isso procurar ter momentos de lazer. 5 Visitar o otorrinolaringologista regularmente: para realizar exames preventivos, tanto auditivos como de saúde geral. FONTE: DRA. TANIT GANZ SANCHEZ

CURIOSIDADE

Os casos de labirintite são mais comuns após os 40 anos de idade e cada pessoa pode senti-la de um jeito. O mais comum é ter a sensação de instabilidade, desequilíbrio ao andar, vertigem (sensação de girar), sensação de flutuação ou desvio para os lados quando se tenta andar. Em geral, as mulheres têm mais tontura do que os homens, em qualquer idade. Nas crianças, os sintomas podem aparecer em forma de medo do escuro/ altura, dores de barriga sem causa aparente, falta de atenção e concentração na escola ou a recusa de brincadeiras que precisam de equilíbrio, tais como: andar de bicicleta, pular corda ou elástico, amarelinha, parque de diversões, etc.

Segundo o Dr. Fausto Nakandakari, otorrinolaringologista do Hospital Sírio Libanês de São Paulo, a alimentação também possui interferência direta nas crises de labirintite, por conta das doenças metabólicas que podem causar tonturas. “Portanto, é importante manter uma dieta equilibrada, em pequenas porções de carboidratos (pão, macarrão ou batata), proteína (carnes em geral), verduras, legumes e frutas, e evitar frituras, além de bebidas alcoólicas ou do abuso de cafeína quando a pessoa sentir os sintomas”, esclarece. Vale ressaltar que o jejum prolongado, ao ponto de causar hipoglicemia, também desencadeia os sintomas, assim como o aumento das taxas de colesterol, triglicérides, ácido úrico, hipertensão arterial e do diabetes (não controlado), que podem ser responsáveis pelo início dos sintomas. Em raros casos, a labirintite pode ser um sinal de algo mais grave, como o tumor no nervo auditivo ou o aparecimento de doenças neurológicas (esclerose múltipla, Parkinson, Alzheimer, etc.). Portanto, só a investigação médica detalhada poderá ajudar a pessoa a descobrir as causas e escolher o tratamento mais adequado.

11

Ponto65_AF.indd 11

05/12/16 15:08


top dicas

As melhores formas de manter sua saúde em dia

Enxaqueca? Não sofra

1

DIFERENÇA ENTRE ENXAQUECA E DEMAIS DORES DE CABEÇA “A enxaqueca acomete um lado da cabeça, provocando uma dor forte ou moderada e, geralmente, lateja, pulsa, podendo provocar enjoo, vômito e até incômodo com a luz e o barulho”, esclarece. Já as dores de cabeça tensionais são mais fracas e não vêm acompanhadas desses sintomas.

3

TIPOS DE TRATAMENTO No caso da enxaqueca, o tratamento é à base de medicamentos vasoconstritores usados para aliviar a pressão exercida pelos vasos sanguíneos dilatados no tecido nervoso cerebral, entre outras medidas relaxantes para evitar as crises. No caso das dores de cabeça comuns (como as cefaleias tensional e crônica), além do uso de medicamentos, é recomendável adotar exercícios físicos e de relaxamento, fisioterapia, psicoterapia e acupuntura.

5

O PODER DOS ALIMENTOS Legumes, verduras e frutas, como maçã e kiwi; cereais integrais; carnes magras e peixes de água fria; castanha-do-pará, amêndoas e nozes; entre outros alimentos, podem ajudar a evitar as dores. Mas o neurologista lembra que tudo depende de cada indivíduo. “Para alguns, a cafeína provoca, por exemplo, a enxaqueca, enquanto para outros, não”. Então, o ideal é seguir uma alimentação saudável e, segundo ele, observar os alimentos que desencadeiam o mal, para evitá-los.

4

O BOTOX NO TRATAMENTO DA ENXAQUECA Esse tipo de medida só pode ser recomendado após a AU BACALH os avaliação médica e se as dores ácid rico em ega-3 e de cabeça forem constantes m ô graxos D, possui e durarem por muitas horas. a vitamin dade anti“Vale lembrar que ele é um ie r prop complemento ao tratamento tória inflama e que, além dele, é importante o paciente dormir bem, manter o bom humor, praticar atividade físiRAZÕES QUE INFLUENCIAM ca e evitar o estresse”, completa. Ansiedade, tensão, nervosisCOMO mo, irritabilidade e estresse EVITÁ-LAS? são fatores que podem causar O melhor a fazer é adotar tanto a cefaleia tensional quanto uma vida saudável, praticana enxaqueca, segundo o Dr. André. do exercícios e relaxando para evitar tensões e dores de cabeça. E caso a dor persista por mais de duas semanas, procurar um Fique atento aos “gatilhos” psicoespecialista para averiguar lógicos, como estresse, ansiedade, as causas e iniciar o e alimentos ingeridos para evitar tratamento. as crises de enxaqueca e se estas persistirem, procure um médico.

2

6

ATENÇÃO

FOTOS: © YURI ARCURS E © TUNED IN / GETTY IMAGES

Apesar de comum para grande parte das pessoas, os sintomas da enxaqueca são geralmente implacáveis e quando uma crise aparece, em meio a tantas tarefas do dia, nem sempre é possível cancelar os compromissos para repousar. Então, o melhor a fazer é tentar preveni-la e tratá-la, conforme as dicas do Dr. André Lima, neurologista e diretor da Clínica NeuroVida do Rio de Janeiro, além de membro da Academia Brasileira de Neurologia.

12

Ponto65_AF.indd 12

05/12/16 14:32

PIT_57


PIT_579E_COL_16_Anuncio natureza secreta.indd 1 Ponto65_AF.indd 13

11/1/16 19:27 02/12/16 14:28


saúde | nutri+ação

POR BRUNA YURI OUCHI

ciclo menstrual x treino esportivo QUEM VENCE ESSA BATALHA? DEPENDENDO DO PERÍODO MENSTRUAL, É MUITO COMUM AS MULHERES DEIXAREM DE PRATICAR ESPORTES DEVIDO AO DESCONFORTO OU CANSAÇO. SAIBA O QUE PODE SER FEITO PARA NÃO PERDER O RITMO

c

ólicas, desconforto, mau humor, cansaço e a famosa Tensão Pré-Menstrual (TPM). Os incômodos físicos e emocionais que atingem certas fases do ciclo menstrual podem interferir no rendimento das atividades físicas de algumas mulheres. De acordo com Giuliana Moreira, educadora física e professora da Planet Sport em São Paulo, isso acontece porque, ao longo do mês, ocorrem alterações nos níveis hormonais do organismo feminino que afetam a performance das mulheres. “Muitos estudos foram feitos no intuito de entender se o desempenho da mulher é modificado com as fases do ciclo menstrual. Em praticantes regulares de exercícios, essas características são pouco

perceptíveis, mas algumas diferenças podem ocorrer dependendo do grau dos sintomas que cada mulher tem em cada fase”, afirma o Dr. Pablius Staduto, coordenador do Centro de Medicina Esportiva do Hospital 9 de Julho de São Paulo. Por outro lado, o desempenho físico pode ser melhor, principalmente, após a menstruação, pois é neste período que ocorre o aumento de hormônios para a chegada da ovulação. O rendimento pode diminuir na fase pré-menstrual, por conta dos sintomas importantes de cólicas, dores no corpo e irritabilidade. Por isso, fique atenta e aproveite da melhor forma os exercícios físicos, conforme cada fase do ciclo menstrual destacada a seguir:

14

Ponto65_AF.indd 14

02/12/16 14:28


ALIMENTAÇÃO

FOTOS: © SANJERI, © GRAFVISION, © ELENA ELISSEEVA E © AREEYA ANN / GETTY IMAGES

Depois da menstruação, o desempenho físico pode ser ainda melhor devido ao aumento dos hormônios

ETAPAS

APROVEITAMENTO

1ª etapa

Menstruação – Segundo o Dr. Pablius, com a presença do sangramento menstrual e as prováveis cólicas, é possível que o desempenho físico não esteja em seu melhor momento, portanto, o trabalho físico deve considerar uma diminuição em sua carga e performance. Para esta fase, a dica de Giuliana é apostar em treinos de leve a média intensidade, dependendo da disposição da mulher.

2ª etapa

Pós-menstruação – Com a elevação progressiva de estrógeno, existe um potencial maior para os ganhos com exercícios, o que justifica um trabalho físico maior, com melhores resultados, pois é quando se percebe uma melhora da resistência aeróbica e também da força.

3ª etapa

Ovulação – Nesta fase, espera-se uma discreta queda do desempenho, mas que pode passar despercebida, pois não demanda tanta energia assim. Existe um aumento de progesterona e a diminuição do estrógeno.

4ª etapa

Pós-ovulação – Espera-se, mais uma vez, uma melhora do desempenho e um bom período para o ganho de condicionamento físico, pois o gasto energético com o ciclo menstrual não comprometerá o desempenho na atividade física.

5ª etapa

Pré-menstrual (TPM) – Nesta fase, principalmente, o desempenho físico pode ser prejudicado devido à grande baixa do hormônio progesterona que leva à fadiga, a dores nos seios e no corpo, irritabilidade e certo mal-estar. De acordo com cada mulher, esses sintomas podem ser mais intensos ou não, mas é prudente não exigir demais do corpo nesta fase.

No momento em que a TPM chega, vem também uma vontade imensa de comer certos alimentos, mas saiba que é importante manter uma alimentação balanceada nesta fase. Por isso, veja as dicas de Marcela Mendes, nutricionista que indica cinco alimentos que podem ajudar a amenizar os sintomas nesse período: Chocolate 70% cacau – Além de ser muito gostoso, o chocolate ajuda a melhorar os sintomas da TPM porque o seu consumo estimula as áreas do cérebro associadas ao prazer: “Ele ajuda a melhorar sintomas, como o cansaço, a falta de ânimo e tristeza. Ao consumir o chocolate, ocorre a liberação de serotonina, hormônio responsável pela sensação de bem-estar”, explica. A recomendação diária para obter esses benefícios é de 30 gramas. Linhaça – Pequena, mas poderosa, a semente de linhaça tem várias características interessantes. A primeira delas é por ser uma das maiores fontes de ômega 3, cheia de nutrientes, como fibras e outras substâncias que ajudam a diminuir o risco de doenças. Além disso, a semente conta em sua composição com grandes quantidades de lignanas, um fitoestrógeno com ação similar ao estrógeno, que auxilia diretamente no combate dos sintomas da TPM. A indicação é consumi-la durante as refeições ou em cápsulas. Óleo de prímula e borragem – Talvez você ainda não conheça, mas o óleo de prímula e borragem é uma combinação que auxilia na produção de substâncias com efeito anti-inflamatório e formação de compostos que regulam os hormônios femininos. Ele também contribui para a diminuição da mastalgia (dor nas mamas). O óleo de prímula e borragem pode ser encontrado em cápsulas.

15

Ponto65_AF.indd 15

02/12/16 14:29


Soja e derivados – Por conter isoflavonas (compostos orgânicos naturais) e estrutura química similar ao estrogênio (hormônio sexual feminino), a soja ajuda na prevenção e controle dos sintomas da TPM. Ela pode ser consumida de diversas formas: grãos, proteína texturizada, tofu, bebida de soja, farofas e cápsulas. Chá de gengibre – Tem propriedade anti-inflamatória e auxilia na diminuição dos sintomas da cólica. A indicação é consumir o gengibre cortado, em sopas, ensopados e sucos, ou mesmo em chás.

Suco para todas as ho�as 2 laranjas 1 fatia de mamão 2 morangos 2 fatias de gengibre Água

MODO DE FAZER 1. Descasque as laranjas e o gengibre. 2. Limpe bem o morango e o mamão. 3. Acrescente tudo em um liquidificador e bata com um pouco de água.

Tempo de preparo: 15 minutos Benefícios: Esse mix de frutas é rico em vitamina A e C, antioxidantes e, somados ao gengibre, que é termogênico – ou seja, que ajuda a acelerar o metabolismo –, acaba facilitando na queima de gordurinhas indesejáveis.

SUCO L A NATURE BOM D É TUDO energia is dá ma saúde e

DICA

Na falta de morangos, você pode substituir o ingrediente por outra fruta vermelha (como amora, mirtilo ou jabuticaba). Basta batê-los no liquidificador com um pouco de água, até soltar a casca e a semente, depois coar e congelar.

CUIDADO DELICADO E FRESCOR PARA A ÁREA INTIMA

É BOM TER

1- PROTEÇÃO E BEM-ESTAR TODOS OS DIAS Lenços Nivea Íntimo Natural. 2- SEM ODOR E SEM PREOCUPAÇÃO COM TROCAS O TEMPO TODO. Prudence Softcup Coletor Menstrual. 3- PREVINE A FORMAÇÃO DE EVENTUAIS ODORES COM PROTEÇÃO ATIVA O DIA INTEIRO. Desodorante Íntimo Vagisil. 4- AJUDA A MANTER O PH NATURAL DA ZONA ÍNTIMA. Sabonete Líquido Nivea Íntimo Suave.

1 2

3 Estes produtos podem ser adquiridos pelo www.drogariasaopaulo.com.br | Delivery: 4003-3393 Consulte a disponibilidade e condições destes serviços na sua região

4

FOTOS: © NAITO8, © WHITE CATY, © JACOB AMMENTORP LUND E © ANTAOM / GETTY IMAGES, © LOCKSTOCKPHOTOGRAPHY E DIVULGAÇÃO DROGARIA SÃO PAULO. RECEITA: CULINARISTA GUTA PUDELL

INGREDIENTES

16

Ponto65_AF.indd 16

05/12/16 14:33


Ponto65_AF.indd 17

02/12/16 14:29


especial | fernando scherer

POR ELAINE MEDEIROS

18

Ponto65_AF.indd 18

02/12/16 14:29


eterno vencedor (de si mesmo) COMPETIDOR POR NATUREZA, XUXA NOS CONTA COMO COSTUMA FAZER PARA TORNAR CADA ENCERRAMENTO DE UM CICLO UMA NOVA OPORTUNIDADE, SEM PERDER DE VISTA OS CUIDADOS COM A FAMÍLIA E A SAÚDE

FOTO (INCLUSIVE CAPA): MÁXIMO JR.

s

abe aquele ditado que diz “Quem é rei nunca perde a majestade”? Com Fernando Scherer, o Xuxa, é assim. Ex-nadador, no auge dos seus 42 anos, o nosso vencedor olímpico brasileiro é o tipo de pessoa que se reinventa a cada novo desafio ou fase da vida. Começando pela infância, quando procurou as piscinas para combater seus problemas respiratórios, e seguindo até hoje, com a maturidade e os cuidados com a saúde, que certamente é um dos seus segredos para continuar com tanto vigor para vencer. Depois de se aposentar das competições profissionais de natação em 2007, o nosso catarinense redescobriu outros prazeres. O primeiro deles, a participação em “A Fazenda” (2009), que como ele costuma dizer, lhe rendeu um grande presente: seu casamento, em 2010, com a atriz e bailarina, Sheila Mello, e desta união, sua filhinha caçula, Brenda, de 3 anos. Pai também da Isabella, com 20 anos, ele acha, inclusive, que está no seu melhor momento como pai, pelo fato de poder curtir as duas mais de perto.

“Quando a Bella nasceu, eu era novo e estava em busca da minha medalha olímpica. Tive de abrir mão de viver de perto o início da vida dela porque fui treinar longe de Florianópolis (onde ela e a mãe moravam). Talvez, por isso, quis viver tão intensamente isso com a Brenda, ao ponto da Sheila me chamar de ‘pãe’, de tão presente. Sou coruja mesmo! A Isabella, inclusive, faz faculdade de moda e é atriz, sou seu grande fã! Acho incrível vê-la seguir seus próprios passos e se sair tão bem. Já a Brenda é minha grande companheira e faço o que posso para estar sempre com ela”, descreve quase babando [risos]. Além dessas alegrias, Xuxa percebeu que, independente de ter se afastado dos pódios, o espírito de competidor permanece dentro dele, seja com os torneios de poker que estão lhe rendendo ótimos resultados ou com os trabalhos paralelos que desenvolve. De uma forma ou de outra, o que não falta é disposição e saúde. E por tudo isso, fomos conferir como ele faz para se cuidar, nesta entrevista exclusiva.

19

Ponto65_AF.indd 19

02/12/16 14:29


Ponto de Encontro: Em termos de cuidados com a saúde e alimentação, como era o Xuxa quando treinava e agora? Mudou muito? Fernando Scherer: Durante todo o período em que competi, a alimentação sempre foi extremamente regrada, pois o corpo era minha ferramenta de trabalho e sempre cuidei e investi na minha saúde. Mas todo esse aprendizado seguiu depois que parei, porque apesar dele não ser mais minha ferramenta de trabalho, ficou a consciência da importância da alimentação, do exercício físico e dos cuidados com a saúde. Continuo cuidando da minha alimentação, mas me permito ser mais flexível do que era nos tempos de atleta olímpico, de alta performance. P.E.: E de que maneira você vem fazendo isso? F.S.: Atualmente, eu faço bicicleta e musculação. E em termos de alimentação, procuro comer corretamente, evitar doces, refrigerante e frituras. P.E.: Então você consegue fugir das tentações e manter o foco? F.S.: Na verdade, a impressão que tenho é de que foram muitos anos e que o corpo

20

Ponto65_AF.indd 20

02/12/16 14:29


e a mente acabaram incorporando, então, hoje, fica meio que no automático. Mas é claro que como na época de atleta não me permitia determinados luxos – especialmente em período de competição –, hoje, costumo tomar um vinho com a minha esposa ou como um hambúrguer de vez em quando. Além disso, a Sheila também tem muita disciplina, acho até que mais do que eu [risos]. Ela fez um curso, sabe cozinhar e conhece tudo sobre alimentação, fica mais fácil. O importante é que para tudo existe um equilíbrio, então basta que esses dias sejam realmente uma exceção e não a regra.

FOTOS: MÁXIMO JR. E DIVULGAÇÃO

P.E.: De maneira geral, foram difíceis para você essa transição e as mudanças de hábitos depois de se aposentar tão jovem? F.S.: Não foi fácil, realmente. Imagine quem a vida toda estava acostumado a uma rotina bem firme, de acordar às cinco da manhã, treinar oito horas por dia, entre piscina, musculação e exercícios específicos; comer certinho; dormir cedo; traçar metas e objetivos – com um calendário de ciclo olímpico para cumprir – e, de repente, parar? Mesmo tendo me preparado para esse momento e iniciado meus outros negócios, como a Hammerhead e a academia F.Scherer, enquanto ainda nadava. No começo, foi bem diferente, mas aos poucos também foram surgindo novos sonhos e objetivos. P.E.: Por falar nisso, o que o Xuxa levou das competições para o mundo dos negócios? F.S.: Sabia que a carreira de atleta era curta e que precisava me preparar, em especial, financeiramente. Então, no ano que fui eleito Melhor Nadador do Mundo (1998), eu, meu irmão Eduardo, que foi atleta de tênis, e sua mulher, a ex-nadadora Ana Catarina, decidimos criar a Hammerhead (empresa que fornece produtos e incentiva a prática da natação e do thiathlon, patrocinando outros atletas). A ideia era promover o esporte no Brasil em geral, por meio da natação, e trazer produtos de alta tecnologia para o País. A academia também veio na esteira, com a ideia de promoção de saúde, que abri em sociedade com meu outro irmão, Marcelo, que também foi atleta de remo. Os dois negócios cresceram e, hoje, a Hammerhead é a segunda marca na sua área, e a academia, uma referência em Florianópolis. P.E.: E pelo que sabemos, você não parou por aí, certo? F.S.: É... vieram também as palestras, que são grandes realizações para mim, por poder compartilhar minhas experiências e fazer com que as pessoas se motivem a construir suas histórias. E olha que não costumo colocar o foco na natação, mas sim em

Sheila Mello e Fernando Scherer

outras coisas, com uma fórmula bem legal para que as pessoas possam se realizar. Também surgiu uma nova paixão, que é o poker e que me trouxe de volta a competição, o planejamento e o treino mental. E o legal é que a disciplina de atleta contribui muito. Fui vice-campeão mundial recentemente, no WSOP Brasil, e quero chegar lá no topo. Preciso aprender muito ainda, mas estou estudando bastante para isto [risos]. Tenho também um projeto bem legal para a TV, que sairá no primeiro semestre do ano que vem, mas ainda não posso revelar detalhes. Só posso dizer que o ‘bichinho da TV’ me mordeu e agora este é outro sonho [risos]. P.E.: Então, tá. Enquanto aguardamos, pode deixar uma mensagem de fim de ano para os nossos leitores? F.S.: Desejo a todos vocês um Natal cheio de paz e que o ano-novo venha com muita saúde e sucesso!

BATE-BOLA

Um sonho... realizei o meu maior, a conquista de uma medalha olímpica! Competir (hoje) é... bom demais! Ganhar... melhor ainda! Perder... não gosto. Mas é importante para aprender.

21

Ponto65_AF.indd 21

02/12/16 14:29


ser feliz | melhor idade

POR TATIANA FERRADOR

SEM LUGAR PARA A TRISTEZA ATITUDES POSITIVAS AFASTAM O FANTASMA DA DEPRESSÃO NA TERCEIRA IDADE

d

e acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), até o ano de 2025, a população idosa, no Brasil, crescerá 16 vezes mais, contra cinco vezes a população total. Isso fará com que o País possua a sexta maior população do mundo em idosos, correspondendo a mais de 32 milhões de pessoas com 60 anos de idade ou mais que precisam estar em dia com a saúde. Com o passar dos anos, é comum o aparecimento de algumas limitações e perdas que afetem diretamente o estado emocional desses idosos e, por tabela, os faça passar, às vezes, pela depressão. Aliás, isso pode acontecer até mesmo na juventude, em função do ritmo de vida frenético que algumas pessoas vêm levando. Como explica a médica psiquiatra Dra. Maria Cristina De Stefano, de Jundiaí (SP), na terceira idade, algumas

doenças podem vir a se tornar crônicas ou terem seus sintomas agravados naturalmente. “Entes queridos morrem ou atividades rotineiras não podem ser feitas com tanta facilidade e isto faz com que o idoso entre, por exemplo, em depressão”, lembra. Há casos, segundo a profissional, em que a pessoa já tinha inclusive uma depressão leve e o quadro foi evoluindo com situações mais emotivas, a piora de doenças degenerativas ou perdas significantes. “Um dos sinais é o agravamento de comportamentos já existentes e a piora de traços da personalidade, como a raiva constante, irritação por qualquer fato, teimosia, labilidade emocional (instabilidade afetiva), queixas constantes de dor e mal-estar, reclamações dos parentes e empregados, desconfiança e suspeitas”, diz.

22

Ponto65_AF.indd 22

02/12/16 14:29


FOTOS: © PAUL BRADBURY, © SHIRONOSOV, © SUSAN CHIANG E © IMAGE SOURCE / GETTY IMAGES

“Também podem ocorrer fatores estressantes, como o abandono, a desatenção dos familiares ou a dificuldade de sobreviver sem cuidados especiais, que podem levar à piora do transtorno depressivo”, pontua. Portanto, para reverter esse quadro, é importante que o idoso procure tratamento. Um geriatra (médico especializado no cuidado com pessoas idosas) poderá, por exemplo, indicar a terapia ou os medicamentos mais apropriados, que ajudem a reverter o quadro. Vale lembrar, também, que o primeiro passo para afastar a depressão, de uma vez por todas, é adotar uma postura positiva em relação à vida, ter uma alimentação saudável, cercar-se de pessoas queridas e, sobretudo, amar-se e EE reconhecer quando precisa de ajuda. AMIZAD IOS “É possível encontrar um equilíbrio EXERCÍC bem m emocional com o apoio especializado e fazem urme o n e de parentes e amigos para que tudo volte ao normal”, pondera a Dra. Maria Cristina. Para a coordenadora e docente do curso de Psicologia da Faculdade Pitágoras de Uberlândia (MG), Rosário Afonso Ribeiro Avelino, há ainda a questão social, já que vivemos numa sociedade capitalista que muito valoriza a produção, e a pessoa aposentada se sente excluída, muitas vezes, do funcionamento social, além de ter seus ganhos financeiros diminuídos. “Por isso, devemos estar atentos à singularidade, às limitações físicas e emocionais, às condições de vida, enfim, aos fatores individuais e sociais que envolvem a vida do idoso”, analisa. “A medicina evoluiu muito no que diz respeito à média de vida dos indivíduos, mas não basta viver mais, é preciso viver bem”, ressalta.

DIAGNÓSTICO CORRETO

Estima-se que uma em cada dez pessoas acima de 65 anos possam ser afetadas pela depressão. Muitas vezes, a doença é confundida com os quadros de demência por apresentar sintomas muito semelhantes. Por isso, é muito importante o acompanhamento da família quanto aos sintomas frente ao comportamento do idoso e a procura de um especialista para avaliar a melhor conduta terapêutica. Para o professor de Psicologia Social da Faculdade Arnaldo, de Belo Horizonte (MG), Luciano Gomes dos Santos, diversos sinais podem ser observados pelos familiares. “Isolamento, querer permanecer deitado, sem apetite, evitar sair de casa, falta de comunicação, semblante triste, falta de humor estão entre os quadros mais comuns que indicam a depressão”, explica. “A preparação para a vida idosa saudável e feliz começa desde a nossa juventude, com bons hábitos físicos e mentais, ou seja, esportes, alimentação, estudos e pesquisas”, conclui.

ATITUDES E HÁBITOS PARA UMA VELHICE FELIZ Faça passeios que estimulem o conhecimento, a criatividade e, sobretudo, a diversão; Mantenha a autoestima em alta: cuide-se; Pratique esportes com orientação médica; Mantenha uma alimentação adequada; Veja bons filmes, vá a teatros e shows; Mantenha o contato com velhos amigos, mas não se esqueça de fazer novas amizades; Controle seu peso e, caso utilize medicamentos, seja disciplinado; Tenha objetivos, sempre: de estudar, viajar, adquirir algo, etc.; Participe de eventos e projetos sociais: ajudar o próximo faz bem a quem recebe e mais ainda a quem pratica a ação!

23

Ponto65_AF.indd 23

02/12/16 14:29


ser feliz | cuidados extras

POR BRUNA YURI OUCHI

Alergias de verão

o

CUIDADO COM AS ALERGIAS QUE APARECEM NA TEMPORADA MAIS QUENTE DO ANO, PRINCIPALMENTE COM A PELE

verão chegou e todas as alergias de inverno que terminam com “ite” foram embora, certo? Infelizmente, não. É exatamente nesta época de altas temperaturas que aparecem as alergias de pele. “Com o calor excessivo, temos uma tendência a suar mais e, por conseguinte, aumentamos a exposição às substâncias irritativas e tóxicas que se disseminam pela pele, causando sintomas, como coceira, vermelhidão e calor local”, afirma a alergologista, Dra. Anna Luiza Porto Gonçalves, do Rio de Janeiro (RJ). Por isso, todo cuidado com a pele, hidratação e exposição ao Sol é importante, principalmente com as

crianças e os idosos cuja epiderme é mais sensível e frágil, e que são mais propensos à desidratação e às reações.

CONHEÇA AS PRINCIPAIS ALERGIAS DESTA ÉPOCA

DERMATITE DE CONTATO: é muito comum e pode ser causada pelo sulfato de níquel encontrado nas bijuterias, tintas de roupa, esmaltes e maquiagem. Com o suor, essas substâncias acabam agredindo a pele, causando coceira, vermelhidão e sensação de queimação.

24

Ponto65_AF.indd 24

02/12/16 14:29


FOTOS: © THARAKORN E © TINGLEE1631 / GETTY IMAGES E DIVULGAÇÃO DROGARIA SÃO PAULO

PICADA DE INSETOS: com a alta proliferação nesta época do ano, pessoas alérgicas a picadas têm intenso desconforto local, que leva à coceira e às feridas. Em alguns casos, pode até infeccionar, precisando, muitas vezes, de uso de antibiótico para melhora do quadro. “O repelente ajuda a afastar os insetos, mas, muitas vezes, seu uso também causa reação alérgica. Atenção à utilização correta, além da idade para o uso de cada tipo, especificamente, e evitar a aplicação em áreas reativas”, orienta a Dra. Anna Luiza. FOTODERMATITES: são alergias a medicamentos que pioram com a exposição ao Sol. Os mais comuns que causam tal processo são os derivados da sulfa, anti-inflamatórios e remédios para dor. “Não são proibitivos, mas devem ser lembrados quando estamos investigando a causa das lesões, coceiras e vermelhidão da pele”, afirma.

É BOM TER

FITOFOTODERMATITE: é conhecida e, muitas vezes, confundida com queimadura. É causada pelo contato da pele com as frutas cítricas, como o limão ou a laranja, durante exposição ao Sol.

COMO EVITAR DOENÇAS DE VERÃO

Cuidado redobrado com o uso de repelentes e protetores solares; Atenção a qualquer substância utilizada diretamente na pele, além de coisas que podem trazer reação, como roupas com tintas; Se notar coceira ou vermelhidão na pele, tome um banho para remover os resíduos que possam causar atritos na pele. O uso de hidratante e de antialérgicos pode amenizar o problema; Alimente-se saudavelmente, evitando corantes e embutidos; Beba bastante água e fique atento à validade dos alimentos; A exposição prolongada de muitos alimentos ao Sol pode causar complicações e intoxicações; Use roupas leves, priorizando as de algodão. Evite as roupas sintéticas ou muito justas; Evite banhos muito quentes e o uso de duchas e esponjas, para manter a camada protetora da pele.

CUIDADOS DIÁRIOS

1-ALIVIA A COCEIRA E A VERMELHIDÃO ASSOCIADAS À PELE SECA Fisiogel Ação Calmante A.I. Loção Cremosa. 2- IDEAL PARA HIDRATAÇÃO DE PELES SENSÍVEIS, EXTREMAMENTE SECAS Cetaphil Creme Hidratante. 3- ACALMA A PELE SENSÍVEL APÓS DERMATITES E ALTERAÇÕES EPIDÉRMICAS Bálsamo multi-reparador Cicaplast Baume B5. 4- NUTRE E PROTEGE A PELE, DEVOLVENDO SUA SUAVIDADE E FLEXIBILIDADE. Sabonete corporal Lipikar Surgras La Roche-Posay.

PROTETOR SOLAR: ele é indicado, principalmente, nesta época, para evitar as lesões solares da pele, mas é válido lembrar que algumas substâncias, como PABA (também conhecido como ácido aminobenzoico), comum em muitos protetores, podem causar dermatite de contato e devem ser evitadas em pessoas que possuem sensibilidade a essa composição. DERMATITE ATÓPICA: doença hereditária que acomete em todas as épocas do ano, mas tende a piorar com o calor e o suor excessivo. Provoca um intenso ressecamento da pele e, no verão, costuma ficar mais crítica. Por isso, é importante redobrar a atenção na hidratação da pele e evitar substâncias irritativas.

3

1

2

4

Estes produtos podem ser adquiridos pelo www.drogariasaopaulo.com.br | Delivery: 4003-3393 Consulte a disponibilidade e condições destes serviços na sua região

25

Ponto65_AF.indd 25

02/12/16 14:29


ser feliz | história de vida

POR TATIANA FERRADOR

A força do bem

BONECAS DE PROPÓSITO LEVAM ALEGRIA A CRIANÇAS QUE SOFREM COM PROBLEMAS CARDÍACOS, RENAIS OU COM CÂNCER, POR SUAS CARACTERÍSTICAS ESPECIAIS

s

onho que se sonha só, é só um sonho que se sonha só. Mas sonho que se sonha junto é realidade”. Usando a frase do cantor e compositor Raul Seixas, a aposentada Fernanda Candeias justifica a proporção que sua obra solidária vem tomando à medida que mais pessoas conhecem seu trabalho. Há dois anos, aos 59 anos de idade, a museóloga tinha acabado de se aposentar quando, ao contrário de muitos que esperam ansiosamente pelo descanso merecido, viu-se ociosa e foi um choque. A dedicação das corridas na orla carioca naquela ocasião era prazerosa, e continua sendo, mas era preciso fazer algo mais para que os dias se tornassem completos.

Certa vez, assistindo a uma matéria sobre como uma jovem lidava com os efeitos do câncer em sua vida e autoestima, teve um estalo. Se para aquela garota era difícil, imagine para as crianças, que pouco ou nada entendem sobre as razões de muitas vezes estarem presas a camas hospitalares e tratamentos doloridos que levam sua alegria de viver, disposição e até mesmo seus cabelos? Daí surgiu o projeto Bonecas de Propósito, despretensiosamente, mas que hoje significa muito para os pacientes que enfrentam doenças graves, como o câncer, problemas cardíacos e renais. “Ao descobrir a doença, o mundo da criança vira de cabeça para baixo, por isso acredito que se puderem brincar com suas dificuldades, identificando seus problemas em um brinquedo com características semelhantes às suas, podem superá-las com mais facilidade”, explica.

VARIEDADE DE MODELOS

As “bonecas terapêuticas”, como são chamadas, foram criadas com cores de peles variadas para cada tipo de enfermidade e em versões para meninas e meninos, com o intuito de ajudar as crianças a lidar com a avalanche de sentimentos que envolvem esses tratamentos delicados: medo, raiva, dor, carinho, entre outros. As psicólogas que acompanham as crian-

26

Ponto65_AF.indd 26

02/12/16 14:29


FOTOS: REPRODUÇÃO IMAGENS GLOBO REPÓRTER / TV GLOBO E DIVULGAÇÃO

PROPÓSITOS DIFERENTES

ças em tratamento utilizam-se das bonecas para adequar a conduta médica, de acordo com a expressão de reações com o brinquedo. Fernanda começou sozinha, num quarto que virou ateliê, a confeccionar bonecas de pano com características especiais. Nada de princesas ou super-heróis, mas, sim, bonecas reais, que refletem, de uma forma lúdica, a difícil realidade de muitas crianças. “A ideia era que elas tivessem uma boneca ou boneco com os quais pudessem se identificar por terem uma aparência familiar, e que em nada lembrassem as que enfeitam as prateleiras das lojas de brinquedos, exibindo um padrão da beleza perfeito”, descreve. Depois que a filha as divulgou nas redes sociais, o projeto ganhou força e reconhecimento, além de ajudantes que foram surgindo. Hoje, o trabalho conta com a ajuda de voluntárias e a produção, que era de uma dúzia por mês, se multiplicou para cerca de mais de 300 por ano, e invadiu os outros cômodos da casa, ao ponto de Fernanda procurar um novo espaço para abrigar os cerca de 50 voluntários que dedicam pelo menos duas tardes por semana do seu tempo e angariam, com outros amigos e apoiadores do projeto, matéria-prima para a produção das bonecas.

Cada boneca produzida tem downs, queimadas, entre outras”. um detalhe de identificação com Atender mais entidades e ouos pequenos pacientes. As care- tros estados também são os quinhas são destinadas às crian- seus desejos e ela já conta com ças que fazem quimioterapia, mais de 75 voluntários numa mas acompanham chapéu e uma fila de espera, de diferentes reperuca, que é para lembrar que giões do Brasil. A meta é dobrar o cabelo volta a crescer. a produção, e para isso ela conJá para as crianças que passam ta inclusive com o reforço dos por cirurgia cardíaca, da cicatriz no integrantes da ONG Atados, que peito sai um belo coração. E para participa da distribuição e conaquelas que fazem hemodiálise, fecção das bonecas. da cicatriz surge um rim bordado A iniciativa ganha respeito e no“novinho em folha”. No momen- toriedade a cada dia e acaba de to também estão em produção as ser escolhida pelo grupo Baanko bonecas com lábio leporino. Challenge como um dos três Os brinquedos de Fernanda vencedores de empreendimensão entregues a critério das psi- tos sociais, em uma seleção que cólogas das três unidades hos- obedece aos padrões da Organipitalares onde são distribuídas: zação das Nações Unidas (ONU). o Instituto Nacional do Câncer (INCA), o Hospital Pro Criança Cardíaca e a Fundação do Rim. Fernanda contabiliza mais de 300 bonecas já entregues. “O CURIOSIDADE mais legal do projeto é que Fernanda raramente tem contato ele beneficia as duas pontas: com as crianças que recebem as boquem as recebe, mas também necas, tampouco com suas mães. No quem as faz, já que uma boa entanto, em uma visita ao Pro Criança parte do grupo é formada Cardíaca, uma das mães soube que era por aposentados que, inviela quem fazia as bonequinhas e lhe síveis na sociedade, deram deu um abraço, além de lhe agradeum novo sentido às suas vicer baixinho, ao pé do ouvido. Ela das, ocupando-se e fazendo o relembra isso emocionada. bem”, lembra a idealizadora, destacando novos planos: “Nossa ideia é aumentar o número de Para contribuir com doações em material enfermidades atendidas ou dinheiro, basta acessar o site www. pelas bonecas, incluinbonecasdeproposito.com.br ou a página do as crianças trans“Bonecas de Propósito, no Facebook. plantadas de fígado,

COMO PARTICIPAR

27

Ponto65_AF.indd 27

02/12/16 14:29


ser feliz | de bem com a vida

POR TATIANA FERRADOR

A DANÇA COMO TERAPIA A ATIVIDADE FÍSICA FAZ BEM PARA O CORPO E A ALMA E AINDA AJUDA A MANTER A SAÚDE E DISPOSIÇÃO SEMPRE EM DIA

q

ue a prática de exercícios faz bem à saúde, muitos já sabem. Mas que a dança traz inúmeros benefícios ao corpo e à mente e que também é considerada uma atividade física, há quem desconheça. Não importa a modalidade: dança de salão, zumba, ballet, Sh’Bam (exercício aeróbico que trabalha com a dança), street dance, Body Jam (ginástica envolvendo o corpo), sapateado, fast dance (que inclui coreografias), forró, jazz, dança do ventre, enfim, o que importa é movimentar-se e se divertir pra valer! Dançar, geralmente, é algo que as pessoas fazem sem imaginar ou conhecer as vantagens ligadas ao corpo e à alma. A prática frequente de exercícios associados ao ato de dançar, além de melhorar a coordenação motora, faz bem ao condicionamento físico, aumenta a flexibilidade, estimula a capacidade rítmica e relaxa. Sem contar que ainda é uma ótima aliada na perda de peso. Sim, dependendo da frequência e da intensidade, a dança ajuda a ficar em forma. Como explica a consultora técnica da Cia Athletica de São Paulo, Danúzia Oliveira, em uma hora de ballet é possível queimar até 225 kcal, e na zumba, pelo menos 300 kcal por hora. “Mas é preciso escolher a modalidade não apenas pelo gasto calórico e, sim, pelo prazer que ela proporciona, pois será apenas desta forma que a pessoa assegurará a dedicação e a permanência nas aulas”, lembra.

ATIVIDADE DEMOCRÁTICA

Experimentar várias modalidades antes de optar por uma ou outra em definitivo é válido e até recomendável para quem pretende começar se embalando pelos ritmos que estão na moda ou pretende seguir a indicação de amigos. Um grande atrativo que a dança proporciona é a flexibilidade, por se tratar de uma atividade que permite a exploração de vários ritmos, modalidades, estilos e complexidades. As coreografias podem ser ao mesmo tempo superelaboradas ou apenas no melhor estilo “dois pra lá, dois pra cá”.

28

Ponto65_AF.indd 28

02/12/16 14:29


Profissionais de saúde também são unânimes ao enumerar os benefícios que os ritmos oferecem à mente das pessoas. Um dia ruim pode ser compensado, por exemplo, pelo envolvente ritmo da dança, já que ela provoca a sensação de bem-estar, a liberação do estresse e o relaxamento corporal, uma verdadeira sintonia entre o corpo e a alma. “A dança traz muitos benefícios, porque quem a pratica entra em estado de harmonia em conexão com o corpo e o planeta, além de funcionar como um poderoso antidepressivo”, defende Silvia Malamud, psicóloga de São Paulo. “A indicação dessas práticas é boa inclusive para pacientes em estado depressivo, para quem precisa se socializar ou quem está em estado agressivo”, descreve a especialista, acrescentado que, ao entrar em contato com o ritmo, o processo terapêutico pode ser restaurador. Para a prática da dança, não há restrição de idade. O personal trainer e membro do Zumba Instructor Network, com atuação nos Estados Unidos, Inglaterra e América Latina, Alan Ferreira, lembra que pessoas de seis a 80 anos podem dançar, basta que escolham o ritmo com o qual mais se identificam e que respeitem suas limitações. “A dança, além de ser um exercício divertido, abrange vários fatores positivos que envolvem a qualidade de vida, e é a mais indicada para pessoas que, geralmente, não se firmam em nenhuma modalidade de exercícios de ginástica”, lembra.

FOTOS: © ALEXDOODKO E © AYAKOVLEV / GETTY IMAGES

BEM-ESTAR E LAZER

De acordo com a diretora técnica da Academia Runner e gestora da Unidade Leopoldina, em São Paulo, Samara Queiroz, atualmente, as pessoas estão mais interessadas em se divertir, por isso procuram a dança, e, principalmente, buscam por aulas de fácil execução. “São aquelas práticas que todos conseguem acompanhar, sem muita coreografia complexa, pois esses momentos funcionam como distração”, diz. Ela ressalta, inclusive, que o seu maior público ainda está concentrado em pessoas com idade entre 25 e 45 anos. Mas antes de sair dançando por aí é muito importante que se faça uma avaliação cardiológica. Isso vale, aliás, para todo e qualquer tipo de atividade física. “Além disso, procurar profissionais capacitados, usar roupas adequadas, se hidratar bem, principalmente nos dias mais quentes e, claro, sempre respeitar os seus limites”, conclui Samara.

BENEFÍCIOS DAS AULAS DE DANÇA Motivação. Interação social. Alto gasto calórico. Melhora da coordenação motora. Diminuição da timidez. Melhora do condicionamento cardiovascular. Diminuição do estresse. Maior qualidade do sono. Elevação da autoestima. Aumento do bom humor. Favorecimento da longevidade com qualidade de vida.

ALGUMAS CURIOSIDADES SOBRE OS ESTILOS MAIS PROCURADOS

Danças de salão: surgiram na nobreza da Europa e hoje são populares no mundo todo. Feitas entre casais, os tipos mais comuns são gafieira, tango, salsa, bolero e maxixe. O forró, muito popular em cidades nordestinas e que conquistou vários adeptos em todo o Brasil, está entre as preferidas nas aulas de dança; Salsa: dança sensual que permite que os bailarinos abusem da movimentação do corpo; Zouk: contém mais giros e movimentos com os membros superiores; Sh’Bam: inspirado em coreografias de musas do pop, como Beyoncé e Britney Spears, o estilo é praticamente uma “balada” que tem a vantagem de não ficar preso a um só ritmo, fazendo os alunos dançarem ao som de salsa, rock, pop, pagode, disco e hip-hop; Zumba: une a ginástica e a dança ao som da música latina. É indicada para todos os tipos de público, de qualquer nível de preparo físico ou idade; Ballet Fitness: diferente da aula convencional, mescla os passos técnicos da dança clássica com exercícios de fitness, como agachamentos, abdominais e flexões, tanto na barra como no chão.

29

Ponto65_AF.indd 29

02/12/16 14:29


fale com o expert

Dr. Bruno Vargas

Dermatologista, membro da SBD (Sociedade Brasileira de Dermatologia) e sócio da Clínica Inovatto, em Belo Horizonte (MG)

Previna-se contra as manchas

APROVEITE O VERÃO DA MELHOR FORMA, SEM DEIXAR DE LADO OS CUIDADOS NECESSÁRIOS COM A PELE PARA QUE NÃO APAREÇAM MANCHAS INDESEJÁVEIS

p Quais os principais motivos ou hábitos que levam ao aparecimento dessas manchas no verão? R Além do aumento do índice de radiação ultravioleta, os hábitos também acabam mudando. Ou seja, as pessoas passam a usar menos roupas fechadas (deixando grandes áreas do corpo descobertas) e frequentam mais praias e clubes (ambientes abertos), contribuindo para que as manchas se agravem.

p Já que o melasma é o mais recorrente, nos fale a respeito dele e suas formas de prevenção. R O melasma é o distúrbio de pigmentação mais comum no Brasil, principalmente entre a população feminina. Ele ocorre por causa de um excesso de produção de melanina (proteína) por parte dos melanócitos (células da pele responsáveis por este processo). A região mais acometida é a face, mas também pode aparecer no pescoço, colo e nos braços. Todas as manchas possuem controle e não cura, portanto, a melhor forma de evitá-las é não se expor ao Sol, inclusive para não piorar o quadro.

p Como funciona o tratamento dessas manchas? R Cada tipo é tratado de uma forma específica. Daí a importância de um diagnóstico correto, que deve ser feito por um dermatologista. Uma simples melanose solar (lesão benigna), por exemplo, pode ser tratada com uma tecnologia chamada luz pulsada. Já o melanoma (lesão maligna que pode levar à morte), muitas vezes, apresenta-se inicialmente como uma mancha irregular e NÃO pode ser tratado com um laser. Por isso, toda mancha na pele deve ser examinada por um especialista antes de ser submetida a algum procedimento.

p Há pessoas com maior tendência a elas? Quais os perfis? R Sim. As pessoas de pele clara estão mais suscetíveis.

O O FILTR R A SOL r usado e v de se mente diaria

p De que maneira é possível preveni-las? R Usando o filtro solar da forma correta, adotando as seguintes regras: sua aplicação 30 minutos antes da exposição ao Sol e a reaplicação a cada 3 horas e após o uso de ducha/banho mar e piscina; usar o filtro com FPS no mínimo 30; adotar outros métodos físicos de proteção (como guarda-sol, óculos escuros, viseiras e bonés); e aplicar uma quantidade razoável de filtro solar por área do corpo, exemplo: 1 colher de chá para a cabeça; 1 colher de chá para cada braço, etc.

ESCREVA PARA A PONTO DE ENCONTRO: pontodeencontro@profashional.com Aqui você pode tirar suas dúvidas com profissionais especializados.

FOTO: © YURI ARCURS / GETTY IMAGES

p Quais os tipos de manchas que costumam aparecer na pele durante o verão? R A incidência dos raios solares, somada à maior exposição das pessoas ao Sol durante o verão, levam a uma série de distúrbios de pigmentação. O mais comum deles sem dúvida é o melasma, mas também há as melanoses solares (manchas amarronzadas que aparecem em áreas do corpo expostas à luz); a leucodermia solar (manchas brancas muito comuns em braços e pernas), e o câncer de pele (que pode inicialmente apresentar-se como uma mancha).

30

Ponto65_AF.indd 30

02/12/16 14:29

DRSP_


CARA NOVA, CUIDADO DE SEMPRE. A marca da Drogaria São Paulo está mudando. Em breve, ainda mais novidades para você.

Ponto65_AF.indd 31 DRSP_8053_014_NOVA_IDENTIDADE_VISUAL_Anuncio_Revista_Ponto_de_Encontro_20,2x27,5cm_2016.indd 1

02/12/163:24 14:29 11/21/16 PM


em família| dia a dia

POR TATIANA FERRADOR

Contas no azul

CONTROLAR AS DESPESAS É POSSÍVEL, INCLUSIVE NO PRÓXIMO ANO, MAS É PRECISO DISCIPLINA E ATENÇÃO AOS PEQUENOS GASTOS DIÁRIOS

o

ano passado não deu, mas este ano vou juntar dinheiro para uma viagem, para trocar de carro ou simplesmente estudar. Basta cortar um gasto aqui, outro ali e tudo dará certo.” Quem nunca fez promessas e não cumpriu, não é mesmo? Em tempos de crise econômica e orçamento apertado, a desculpa ao desequilíbrio nas contas pode até justificar, mas o que resolve mesmo para uma folga nas finanças é disciplina e planejamento. O primeiro passo para organizar o orçamento e planejar as compras é anotar ao longo de um mês inteiro tudo o que se gasta. O segundo, é analisar tudo que foi gasto e planejar o que vai ser comprado no mês seguinte, depois basta comparar mensalmente o que se planejou com o que foi realizado e assim fazer os ajustes necessários. É fundamental conhecer muito bem o que você quer controlar. De acordo com a planejadora financeira Viviane Ferreira, quando falamos em cortar despesa, a primeira sensação que vem é de dor, afinal isto nos remete à ideia de que teremos de abrir mão ou nos privar de algo. “É necessário avaliar os gastos e planejar as compras, algo que precisa de tempo para ser feito, mas que as pessoas não acham que é necessário desprender tanto assim”, lembra a profissional, destacando que, nestas ocasiões, é preciso começar pelo planejamento das compras. Ela defende que quando há um tempo direcionado ao planejamento, ou seja, a decidir sobre quando, quanto e como gastar, é possível obter uma visão macro sobre a real necessidade de fazê-lo. “Quando se raciocina antes em casa, com tempo e visão, colocando outras

32

Ponto65_AF.indd 32

02/12/16 14:29


FOTOS: © OJO IMAGES E © GEORGE DOYLE / GETTY IMAGES

prioridades e planos de longo prazo, fica mais fácil abrir mão de gastos desnecessários. Por exemplo, se você definiu que é mais importante juntar dinheiro para comprar os presentes de Natal ou fazer a viagem de férias, você já tem um destino para o dinheiro. Portanto, qualquer compra que não esteja no planejamento, você não vai fazer porque já assumiu um compromisso maior com você mesmo”, explica. Há muitos motivos – econômicos, culturais e sociais – pelos quais as pessoas não conseguem mudar hábitos e comportamentos financeiros, os principais são: achar que tem conhecimento da real situação financeira, quando na verdade não o tem; não ter um método de controle eficaz e efetivo e desistir na primeira dificuldade. “É preciso lembrar que ‘quem repete um pensamento, cria uma ação; e quem repete uma ação, cria um hábito’, este é um trecho de um provérbio hindu do qual gosto muito e serve para as saúdes – espiritual, emocional, física e também financeira”, pondera o educador financeiro, Pedro Braggio. “O que mais ouço de pessoas que saíram do sedentarismo para ter uma vida mais saudável e de as que têm grandes fortunas é que para se conquistar o objetivo – perder peso e ter uma situação financeira tranquila, respectivamente –, basta começar e perseverar”, ressalta. Além de dar o primeiro passo e de persistir diante das dificuldades – ou das tentações –, Braggio acrescenta que é preciso ter disciplina. “Afinal, sair da posição de ‘deixa a vida me levar’ e da zona de conforto, que é tão boa, não é simples”, diz.

FUJA DAS ARMADILHAS

Os cafezinhos, as sobremesas após o almoço, as tarifas bancárias, os juros das contas, as taxas de estacionamentos, as “caixinhas” para flanelinhas, entre outros, são alguns dos gastos “invisíveis” que acabam não sendo contabilizados e passam despercebidos. “Os juros e as multas também são considerados gastos invisíveis, pois o valor da conta está previsto e depois não há recálculo e atualização da planilha. Isso acontece pela falta de atenção com as finanças ao pagar as faturas atrasadas”, alerta Braggio.

FORÇA DO HÁBITO O mais importante em todo esse planejamento e mudança de comportamento em prol da saúde financeira é torná-los um hábito. Estudos apontam que precisamos repeti-los por pelo menos 21 dias. “Todos aqueles que resolvem de vez os problemas financeiros, sem exceção, relatam que estão mais felizes, mais tranquilos e mais bem resolvidos”, estimula o educador. Para evitar a inadimplência, também é necessário ter um ritual com as contas, sempre usando um caderno ou

planilha para anotar parcelas e gastos eventuais. Caso a situação já seja de inadimplência, vale a pena negociar e ser sincero com o negociador, afinal de nada adianta um parcelamento que continuará sem conseguir pagar. Os especialistas também alertam sobre a importância de nunca se gastar mais do que se ganha e ter sempre em mente se quer ou precisa. Além disso, é prudente tentar manter uma reserva para que os imprevistos não sejam motivo de descontrole.

DICAS PARA EQUILIBRAR MELHOR AS ECONOMIAS

Inicie agora mesmo sua mudança de hábitos e de comportamento financeiro. Assim como uma dieta, não comece o controle financeiro na próxima segunda-feira; Feche o bolso e a carteira deixando de lado as compras por impulso. Planeje cada centavo que vai gastar a partir de agora; É hora da balança! Levante quais são as despesas e analise a situação financeira, “pesando” o quanto deve cortar para conquistar o resultado desejado; Faça um acompanhamento, tirando extrato bancário e repetindo isto semanalmente; Tenha uma meta. Se tiver dívidas, seja no banco, com parentes ou do cartão de crédito, estipular uma data para quitá-las; Ganhe “massa magra”, começando a guardar um valor por mês, mesmo que sejam R$ 10.

EVITE O USO DO CARTÃO DE CRÉDITO se você já está no vermelho 33

Ponto65_AF.indd 33

02/12/16 14:30


em família | pequenos cuidados

POR TATIANA FERRADOR

Livres para voar

O PROCESSO DE AUTONOMIA NEM SEMPRE É FÁCIL, MAS ENRIQUECEDOR ÀS CRIANÇAS

n

ós criamos os filhos para o mundo. Crescemos ouvindo isso. No entanto, muitos pais afirmam que a teoria é sempre mais fácil do que a prática. Saber quando é hora de deixar com que eles caminhem por si só e sejam responsáveis por suas escolhas é a dúvida de nove entre dez pais. A palavra autonomia tem origem grega, sendo “auto”, de si mesmo, e “nomos”, lei; ou seja, a habilidade de estabelecer sua própria lei, de tomar uma decisão baseado nas informações disponíveis e de bastar-se sem precisar recorrer a auxílio externo. Se por um lado todo pai deseja ver seu filho crescer, amadurecer e tornar-se capaz de decidir seu destino de forma consciente, de outro, teme por sua segurança, frustração e maturidade. De acordo com a psicóloga Raquel Suertegaray, de Santa Maria (RS), a superproteção impede que a criança desenvolva recursos internos para lidar com a vida e os obstáculos que esta impõe a todos nós. “Ou seja,

o excesso de proteção torna a criança incapaz de administrar as situações com que inevitavelmente irá se deparar com o passar do tempo”, acredita. Diversos estudos apontam que crianças cujas mães são superprotetoras tendem a permanecer infantilizadas e a apresentar alguns atrasos no desenvolvimento, como na fala ou nas habilidades motoras. Obviamente que cada criança tem seu ritmo, mas o fato é que o excesso de dependência tende a impedir o desenvolvimento da autonomia e este fato é raramente percebido pelos pais. A psicopedagoga Fernanda Alves, de São Paulo, defende que algumas ações básicas ajudam na construção da autonomia, como atividades de superação. “Arrumar a cama, colocar o sapato, servir o próprio prato, cortar a própria carne são as primeiras, que logo passam ao desenvolvimento da capacidade de tomar decisões, fazer escolhas e assumir as consequências destas escolhas”, ressalta.

34

Ponto65_AF.indd 34

02/12/16 14:30


A AUTONOMIA EM CADA FASE De 1 a 3 anos: incentive a locomoção sem ajuda, pedidos de comida e bebida, guardar brinquedos, etc.; De 3 a 5 anos: estimule a criança a expressar seus desejos e necessidades a pessoas fora da família. Comece a exigir que coma sozinha, durma sozinha, se vista e cuide da higiene básica; De 5 a 8 anos: a partir daí, a responsabilidade toma aspectos mais abrangentes como os escolares e de relações sociais. Nessa fase, ocorre a consolidação dos hábitos alimentares, do sono e da higiene e cuidado pessoal. E ainda, a autonomia na hora de brincar e estabelecer o seu tempo livre, de fazer os deveres, assim como arrumar o seu quarto, ajudar a colocar e tirar a mesa; De 8 anos à adolescência: a criança já tem consciência de suas habilidades e erros e começa a antecipar as consequências. Nessa fase, é valioso estimular a educação com responsabilidade total para as tarefas escolares, o planejamento do lazer e as tarefas domésticas.

FOTOS: © ROBERT DALY, © POJOSLAW E © DJEDZURA / GETTY IMAGES

POR ONDE COMEÇAR? Educar é dar autonomia de modo com que se perceba que as escolhas serão cada vez mais dos filhos e menos nossa. Nem sempre é fácil, quase nunca é, na verdade. Isso não significa a extinção de limites, o fim das regras, mas uma maleabilidade maior. É nesse ponto que se concentra a importância de abrir os ouvidos e fechar a boca, compreendendo e respeitando a comunicação característica de cada idade, acompanhando as suas mudanças e, sobretudo, percebendo e valorizando o que já são capazes de fazer sozinhos. A psicopedagoga Fernanda dá algumas dicas para construir com o seu filho o caminho da autonomia: Observe como você apresenta o mundo ao seu filho;

Estimule escolhas e dê tempo ao processo; Tenha cuidado com as normas e os padrões; Ensine seu filho a arcar com as consequências de seus atos; Cuidado com o excesso de decisão; Cresça com seu filho; Dê-se um tempo antes de responder e o faça apenas quando se sentir mais seguro; Reserve tempo para brincar e escutar seu filho sem corrigi-lo, repreendê-lo ou guiar a brincadeira; Envolva-o em pequenas escolhas do dia a dia, como decidir a roupa que quer vestir ou a sobremesa do almoço de domingo; Caso seu filho se arrependa de uma escolha, explique que isso às vezes acontece, mas não o critique ou fale “eu te disse!”.

35

Ponto65_AF.indd 35

02/12/16 14:30


Cul�ura saudá�el LITERATURA | MÚSICA | FILME

ANTES QUE EU ME ESQUEÇA

Trata-se do lançamento do filme sobre uma jovem corajosa, que refletindo sobre os tempos atuais do ponto de vista da Disney, não terá par romântico e demonstrará que há outras formas de contentamento. Filha do chefe da tribo, a jovem Moana quer descobrir histórias do submundo. Estreia em janeiro.

APP HEALTH MATE Com objetivo de ajudar na saúde do usuário como um todo, o aplicativo pode ser usado para medir a pressão, perder o peso, auxiliar nos exercícios e controlar as noites de sono. Além disso, ele possui um termômetro e uma câmera que monitora o interior da casa com vídeo para informar sobre a qualidade do ar no ambiente. É um dos aplicativos gratuitos de saúde mais completo na atualidade, vale a pena conferir.

HISTÓRIA DO BRASIL PARA QUEM TEM PRESSA Escrito pelo mestre e doutor em história, Marcos Costa, o livro traz uma visão sobre os principais fatos do País, desde a descoberta até o governo de Dilma Rousseff, de uma forma envolvente e linguagem para leigos, trazendo o leitor para uma conversa e tentando ajudá-lo a entender o presente e as questões econômicas, políticas e sociais que se repetem desde o passado.

TURMA DA MÔNICA Enquanto o filme com atores reais não sai, chega às livrarias a obra “Magali em Outras Vidas”, da editora Boa Nova em parceria com a Mauricio de Sousa Produções. Escrita e ilustrada por ele, a ideia foi transformar a história “Reencarnação”, publicada originalmente em quadrinhos no ano de 2004, com um novo formato, onde Magali conhece um garoto na praia enquanto se diverte com Mônica e Cebolinha jogando bola. Depois disso, os dois passam a ter a impressão de que já se conhecem de vidas passadas.

FOTOS: DIVULGAÇÃO

MOANA: UM MAR DE AVENTURA

De uma forma leve e bem-humorada, o livro “Antes que eu me esqueça”, do autor e médico neurologista, Leandro Teles, descreve os segredos da mente e algumas técnicas que podem ajudar a melhorar o desempenho cerebral e aperfeiçoar a memória. Tudo de maneira prática, em forma de guia com dicas que ajudam a aumentar a capacidade de concentração, facilitar a fixação de dados e melhorar o desempenho da memória em qualquer idade.

36

Ponto65_AF.indd 36

02/12/16 14:30


Ponto65_AF.indd 37

02/12/16 14:30


Tudo de bom O que te faz bem? O QUE ME FAZ FELIZ? Feliz em acordar e ver o Sol Feliz em ver o Sol se esparramar pela janela e se abraçar com a fumacinha do café em minha mesa. Feliz em apenas respirar profundo, abrir um sorriso no rosto e apenas ser eu! ADRIANA BENHASSE

FINAL FELIZ

VANDERSON PARDINI

CICLO DA VIDA A lua desapareceu O sol surgirá A noite dormiu O dia acordará E pela vida Todos vão lutar Pois o pão de cada dia Não poderá faltar São feras devorando feras Leões querem nos atacar Cada um só pensa em si Mas Deus em nós pensará Numa busca incessante Com sede de poder Todos buscam o bastante Apenas para sobreviver A lua se escondeu As estrelas se apagaram Um novo dia amanheceu E novamente os despertaram MARIA HELENA ALMEIDA

FOTOS: © UBERIMAGES, © BATKE E © PAZHYNA / GETTY IMAGES

ÁGUAS CALMAS Em tempos difíceis, nossa vida de repente virá um mar revolto, ondas enormes nos jogam contra rochedos, tentamos nos levantar e logo vem outra onda mais forte a fim de nos derrubar; assim é em nosso trabalho, uma semana tudo pode estar bem e, na outra, tudo pode dar mal; temos de, muitas vezes, enfrentar estas marés, olhar e achar uma solução para nossos problemas, porém muitos pensam em desistir sem ao menos tentar; se olharmos o mar, veremos que as ondas também lutam para chegar à praia e ao quebrar na areia, viram, muitas vezes, uma água calma, assim somos nós que lutamos todos os dias travando desafios e, muitas das vezes, contra nós mesmos, rompendo as barreiras, subindo nas pedras, caindo e se levantando, rindo ou chorando, feliz ou triste, não importa, todos nós queremos isto na vida, nadamos contra as ondas imensas, enfrentamos, se for necessário, tsunamis, chegaremos à praia onde repousaremos nossos pés em Águas Calmas.

Escreva para pontodeencontro@profashional.com Participe da nossa revista respondendo a pergunta: “O que te faz bem?”. Gostaríamos muito de saber! Para aqueles que gostam de poema, continue nos enviando seus textos também para publicarmos no Final Feliz.

38

Ponto65_AF.indd 38

02/12/16 14:30


39

Ponto65_AF.indd 39

02/12/16 14:30


An_EparemaFlaconete_210x280_AF.pdf

Ponto65_AF.indd 40

1

9/26/16

11:19 AM

02/12/16 14:30

Revista Ponto de Encontro Ed. 65  

A Ponto de Encontro é uma revista especial, produzida para levar aos clientes da Drogaria São Paulo conteúdo de qualidade a respeito de saúd...

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you