Page 1

Projeto Ortópolis é premiado na Guatemala

O Projeto Ortópolis Barroso foi um dos vencedores do 1° Prêmio Latinoamericano de Desenvolvimento de Base - Transformadores. Dos mais de 70 projetos inscritos, a Ortópolis ficou entre os dez finalistas e foi um dos quatro premiados. O evento ocorreu no dia 27 de fevereiro, em Antígua, na Guatemala. O “Prêmio Transformadores” foi criado em outubro de 2012, com o objetivo de dar visibilidade a iniciativas comunitárias, acompanhadas e cofinanciadas por organizações empresariais e direcionadas ao combate da pobreza e à prática do desenvolvimento de base. O coordenador administrativo da Associação Ortópolis Barroso, Jorge Barbosa da Silva, nos conta mais detalhes na página 04.

primeira página Barroso - MG. Abril de 2013. Edição nº 01, ano 1. Distribuição Gratuita

Barroso na palma da sua mão! Escola do bairro Bandeirantes inicia reforma de R$ 691 mil Quarto Poder. A diretora Edna Américo atribui a conquista da verba à imprensa, que chamou a atenção da Secretaria de Estado Segurança e de Educação para a necessidade de melhorias na escola. PÁG. 12 Servidores da Câmara recebem aumento de 15% no salário

A Ementa Substitutiva n° 01 ao Projeto de Lei n° 04/2013 determinou que o aumento passasse de 6% para 15%. PÁG. 5

Lei de Acesso à Informação completa uma ano em maio Saiba como funciona a Lei de Acesso à Informação, que entrou em vigor em maio de 2012. PÁG. 3

Moradores reclamam de atrasos e ônibus lotados em Barroso Usuários do transporte coletivo ficam “enlatados” nos horários de pico. Eles reclamam ainda dos atrasos e poucas linhas para alguns bairros. PÁG. 5

Tancredo Neves e a mineiridade na política

Opinião. Na nossa primeira coluna política, vamos tratar da identidade mineira e sua influência na política nacional, citando como exemplo, um dos maiores políticos mineiros da história do Brasil. PÁG. 2

Maritacas causam prejuízos a fruticultores do Campo das Vertentes

Sem controle. As maritacas comem até 40% do lucro dos produtores de frutas da região. O desequilíbrio ambiental pode ser a causa da proliferação das aves. PÁG. 9

Cavalgada da Inconfidência chega à sua 25ª edição em 2013

Tradição. Há 25 edições a Inconfidência Mineira é celebrada com uma tradicional cavalgada entre as cidades de Tiradentes e São João del-Rei . PÁG. 9

Aeroporto de São João del-Rei poderá ter voos para Campinas a partir de abril

Maior Fluxo. Além de Rio de Janeiro e Belo Horizonte, interior de São Paulo pode integrar nova rota da empresa aérea que opera voos no aeroporto de São João. PÁG. 9

TRE-MG julga procedente o recurso do PSDB de Barroso

A juíza do TRE-MG solicitou novo julgamento com maior fundamentação. PÁG. 6

Ministério da Saúde lança campanha de vacinação contra a gripe

Ação vai de 15 a 26/04. PÁG 10


02 02

primeira página

Opinião

02 Eis que

O Carnaval passou e a polêmica continuou

“Art 2º: Ficam expressamente proibidas manifestações carnavalescas com disponibilização de sons mecânicos ou de outra natureza, em veículos automotores ou não, nos demais logradouros públicos e em especial na Praça Santana, na Praça Salvador da Silva e na Rua Daniel Pantaleão, salvo mediante apresentação de alvará”. Artigo 2º do decreto Nº 2.253/2013 da Prefeitura Municipal de Barroso

Editorial

nasce um novo jornal em Barroso! Mas já vou adiantando que o Primeira Página é um jornal diferente. Vemos o jornalismo como uma prática emancipadora e esclarecedora, que fornece ao cidadão a possibilidade de conhecer seus direitos, debatendo problemas atuais de forma independente e crítica, fazendo o leitor enxergar a dimensão social dos fatos. Consideramos o jornalismo como uma forma de buscar o conhecimento. Somos um jornal de reportagem, com informação em profundidade e uma narração que permite ao leitor refletir sobre o assunto e tirar suas conclusões. Vamos cumprir um papel que vai além de informar. A imprensa é uma das bases da democracia. Por isso, queremos dar amplo acesso às informações públicas. A interatividade será também um dos nossos pontos fortes. Você, leitor, é essencial para nosso jornal. Por isso, queremos que você participe da construção do jornal e as redes sociais serão um dos meios. Queremos que você curta, comente, compartilhe, sugira, critique nosso conteúdo. Em breve lançaremos nosso perfil e nossa fanpage no Facebook. A opinião tem seu espaço reservado, por meio de colunas temáticas, artigos e crônicas. Queremos proporcionar uma leitura crítica, profunda, mas prazerosa e esclarecedora. Para isso, fotos, imagens, gráficos e outros recursos vão complementar nosso conteúdo. Aqui você vai encontrar de tudo um pouco: política, economia, ciência, tecnologia, sustentabilidade, esportes, arte, cultura, literatura, enfim, notícias locais, regionais, nacionais e interncaionais. Vamos trazer o global para o contexto local e vice-versa. Nesta edição inaugural, chamo a atenção para a manchete de capa, sobre a reforma da Escola Estadual Cônego Luiz Giarola Carlos, uma instituição de grande importância para Barroso, mas que estava em estado precário, afetada também por diversos arrombamentos. Chamo mais atenção ainda para o papel da imprensa que, segundo a diretora Edna Américo, foi a responsável pela conquista da verba para essa reforma. Fica claro que o jornalismo tem uma função importante na sociedade. Somos os cães de guarda da população e estamos aqui não só para informar, mas para participar da garantia dos direitos essenciais dos cidadãos. Boa leitura e até o mês que vem!

02 Mineiridade na Política

twittando e facebookiando memepolítica O Carnaval 2014 já está quase chegando, mas o 2013 ainda não foi esquecido Não só pelo fato de ter sido o primeiro fora do centro da cidade, mas principalmente por ter sido o primeiro a ser proibido no centro. Às vésperas do evento, “rolou” no Facebook a polêmica sobre o decreto da Prefeitura que proibia, expressamente, qualquer manifestação carnavalesca fora do local oficial, ou seja, na Avenida, em frente à Praça do Forninho. A polêmica extrapolou os limites virtuais do Facebook e chegou à Câmara, onde a vereadora Deléia propôs um Projeto de Decreto para alterar aquele artigo que tratava das proibições, justificando que, apesar de já ter passado o Carnaval, a população cobrava uma resposta, uma vez que o artigo é inconstitucional, pois fere o

direito à liberdade de expressão, estabelecido pela nossa Carta Magna. Além disso, Deléia afirmou que vivemos em um Estado Democrático, não numa Ditadura. O vereador Jayme Nogueira Filho votou a favor da alteração, afirmando que o artigo é mais do que uma ditadura, é uma estado de sítio. No entanto, os vereadores da situação votaram contra a proposta de Deléia, com a justificativa de que o Carnaval já havia passado ou que a medida foi melhor para a segurança da população. Artigo 2º do Decreto Nº 2.253/2013, que trata sobre os festejos do Carnaval 2013

EM BREVE VAMOS INAUGURAR NOSSO PERFIL NO FACEBOOK. AGUARDE! Um Sábado Qualquer é um site de tirinhas de Carlos Ruas Bon. Através de um humor light, o autor explora o lado cômico da existência, a partir do momento em que Deus experimenta “criar o mundo”. As situações se complicam cada vez mais com o surgimento de Adão, Eva, Caim, o Papa, Freud e outros. Carlos Ruas enfatiza quq não pretende ofender ou agredir nenhuma crença religiosa, mas apenas oferecer uma versão bem-humorada e pacífica para o princípio do mundo. O Primeira Página vai trazer para você, leitor, pelo menos uma dessas tirinhas por edição, publicadas, obviamente, com a devida autorização. Você pode acessar todas pelo endereço: www.umsabadoqualquer.com ou curtir a página do USQ no Facebook. Na tirinha da nossa 1ª edição, Carlos Ruas mostra uma versão divertida sobre a criação do sentimento mais confuso que existe: o AMOR.

Este é um espaço para sua participação, caro leitor. Vamos inaugurar nosso Click do Leitor com essa foto enviada anonimamente para nosso e-mail, destacando a grande quantidade de animais de rua no centro de Barroso. Eles atacam pedestres e perseguem veículos, além de revirarem o lixo depositado nas calçadas para a coleta. O leitor chama atenção das autoridades competentes para que tomem uma providência. Você tem algum problema no seu bairro ou na sua rua? Envie fotos para nosso e-mail: primeira paginabso@ig.com.br

Expediente Edição, redação, arte e fotografia: Wanderson Antônio do Nascimento dáblio-N Comunicação CNPJ: 17.798.833/0001-42 Tiragem: 1000 exemplares E-mail: primeirapaginabso@ig.com.br Tel.: (32) 3351-3473

“Ser mineiro é não dizer o que faz, nem o que vai fazer... É falar pouco e escutar muito, é passar por bobo e ser inteligente, é vender queijos e possuir bancos. Um bom mineiro só acredita em fumaça quando vê o fogo, só arrisca quando tem certeza, não troca um pássaro na mão por dois voando. Ser mineiro é dizer “uai”, é ter marca registrada. Ser mineiro é ter simplicidade e pureza, humildade e modéstia, coragem e bravura, fidalguia e elegância. Ser mineiro é ser religioso e conservador, cultivar as letras e as artes, é gostar de política e amar a liberdade, é viver nas montanhas, é ter vida interior”. O parágrafo acima é constituído por trechos de um texto popular de um autor desconhecido e resume um pouco da complexa identidade do mineiro. A socióloga Maria Arminda do Nascimento Arruda, em seu livro “A mitologia da mineiridade”, busca a compreensão de traços culturais e políticos dos mineiros. A autora ressalta os mineiros como poderosos parceiros políticos e hábeis negociadores, com características como o bom senso, a moderação e o equilíbrio. Outro estudioso da mineiridade, Otávio Dulci, expõe algumas características dos mineiros, como apego à tradição; prudência, aversão a posições extremistas, a moderação, o espírito conciliador; a capacidade de acomodar-se às circunstâncias e, ao mesmo tempo, efetuar transações; a habilidade e a paciência como estratégias para o alcance de objetivos políticos com menor custo. A construção desse discurso conciliador teve origem no século XIX, quando Minas Gerais passava por um processo de formação política, econômica e cultural, uma situação conflituosa gerada durante a Inconfidência Mineira. Daí a necessidade de se produzir um discurso conciliador em prol do consenso para o desenvolvimento de Minas no cenário político-econômico nacional. Será mesmo possível identificarmos essa mineiridade na política? O político mineiro tem alguma peculiaridade relacionada à identidade mineira que o faz diferente dos outros? Deixando de fora as polêmicas acerca de sua morte, que completa 28 anos no dia 21 de abril, o presidente Tancredo Neves foi, talvez, o maior exemplo de político mineiro ou de mineiro político. Conciliador, com grande capacidade de articulações, inclusive a que levou à redemocratização, Tancredo se inspirava nos inconfidentes. “Se todos quisermos, dizia-nos há quase 200 anos Tiradentes, aquele herói enlouquecido de esperança, poderemos fazer deste país uma grande nação. Vamos fazê-la”, disse em seu discurso após a vitória no Colégio Eleitoral sobre Paulo Maluf em 1985. Sim. Tancredo Neves foi um conciliador; mas, acima de tudo, um defensor da democracia. Um exemplo disso foi seu discurso, quando era deputado, em 1977, após o fechamento do Congresso Nacional pelo presidente Ernesto Geisel: “Cada governo tem a oposição que merece. A um governo duro, intransigente e intolerante corresponde sempre uma oposição apaixonada, veemente e destrutiva”. Fica aqui nossa homenagem a um dos maiores políticos mineiros da história do nosso país. Wanderson Nascimento Jornalista


primeira página

Cidade

03

Transparência. No dia 16 de maio,faz um ano que a Lei de Acesso à Informação entrou em vigor. Confira como o poder público municipal se porta em relação a essa Lei, que foi um avanço para a democracia.

Lei de Acesso à Informação completa um ano em maio

A Lei 12.527, de 18 de novembro de 2011, garante que qualquer cidadão tenha acesso a dados e informações públicas que envolvam os Poderes Executivo, Legislativo e Judiciário, em nível municipal, estadual e federal. Também exige que os órgãos disponibilizem na internet os salários pagos aos servidores e agentes públicos. Em relação aos Três Poderes em Barroso, as informações do Judiciário podem ser acessadas pelo site do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (www.tjmg.jus.br/portal/transparencia). Na página, o internauta pode ter acesso às licitações, aos concursos e, principalmente, aos gastos com pessoal. As informações da Prefeitura e da Câmara são divulgados no Portal Transparência Municipal, no site da Associação dos Municípios da Microrregião do Campo das Vertentes (AMVER), que pode ser acessado pelo endereço www.amver.org.br. No entanto, muitas das informações não estão disponíveis ou estão trocadas com de outros municípios. Quanto à folha salarial da Prefeitura de Barroso, o único mês disponível - janeiro de 2011 - está trocado com o da cidade de Belo Vale. A maioria da outras informações, relativas a arrecadação, receita, despesa e orçamento estão acessíveis. No caso da Câmara Municipal, as

informações sobre salários de vereadores e funcionários estão disponíveis apenas até o mês de junho de 2012 e as compras, os contratos e demonstrativo de diárias não foram disponibilizadas. De acordo com a Lei de Acesso à Informação, órgãos e entidades públicas devem divulgar informações de interesse coletivo, com exceção das sigilosas. Isto deve ser feito em diversos meios e, obrigatoriamente, pela internet, em seus respectivos sites. A aprovação dessa lei representa um grande passo para a consolidação da democracia, ampliando a possibilidade de participação cidadã e fortalecendo os instrumentos de controle da gestão pública. O direito à informação já é protegido pela Declaração Universal dos Direitos Humanos, pelo Pacto de Direitos Civis e Políticos, por Convenções Regionais de Direitos Humanos e pela Constituição de 1988, que, no inciso XXXIII do capítulo I, determina: “todos têm direito a receber dos órgãos públicos informações de seu interesse particular, ou de interesse coletivo ou geral, que serão prestadas no prazo da lei, sob pena de responsabilidade, ressalvadas aquelas cujo sigilo seja imprescindível à segurança da sociedade e do Estado”.

Além disso, a publicidade é um dos princípios a serem obedecidos pela Administração Pública, assim como a legalidade, impessoalidade, moralidade e eficiência. LEI DE ACESSO À INFORMAÇÃO

O que é? A Lei 12.527, foi sancionada pela presidente Dilma Rousseff em 18 de novembro de 2011 e entrou em vigor a partir de 16 de maio de 2012. Mais conhecida como Lei de Acesso à Informação, ela determina que qualquer cidadão possa ter acesso a dados e informações dos Três Poderes, seja na esfera municipal, estadual ou federal.

Colagem das páginas de Transparência da Prefeitura, Câmara e do Tribunal de Justiça de Minas

A quem se destina? Aos órgãos públicos administração direta dos poderes Executivo, Legislativo e Judiciário, além de autarquias, fundações e empresas públicas, sociedades de economia mista e outras entidades de administração direta ou indireta da União, dos Estados, Distrito Federal e municípios. Há exceções? Sim. Dados pessoais e informações sigilosas, essenciais à segurança da sociedade ou do Estado. Informações sob a guarda do Estado que dizem respeito à intimidade, honra e imagem das pessoas, por exemplo, não são públicas. Como solicitar as informações? Qualquer cidadão pode requerer informações, sem justificativa, de forma virtual, nos portais de transparência dos órgãos em questão, ou presencial, nas unidades de Serviço de Informações ao Cidadão. O prazo para o fornecimento das informações é de 20 dias, prorrogáveis por mais 10.

Cultura de Segredo x Cultura de Acesso A implementação efetiva da Lei de Acesso à Informação encontra dificuldades. Não bastassem os desafios de natureza técnica, tecnológica e administrativa, temos um desafio principal e mais difícil de ser enfrentado: a mudança cultural do sigilo para o acesso na administração pública.

Cultura de Segredo

Em uma cultura de segredo, ou sigilo, a administração pública é marcada pelo pensamento de que a circulação de informações representa riscos. Essa percepção gera obstáculos para o acesso à informação, pois prevalecem as noções do tipo:

CONVÊNIOS:

Unimed SCI Ipsemg Acib Resende

entre outros

O cidadão só pode solicitar informações que lhe digam respeito direto Os dados podem ser utilizados indevidamente por grupos de interesse A demanda do cidadão é um problema: sobrecarrega os servidores e compromete outras atividades Cabe sempre à chefia decidir pela liberação ou não da informação Os cidadãos não estão preparados para exercer o direito de acesso à informação

E agora atendendo

Cultura de Acesso

SAÚDE BRADESCO

Em uma cultura de acesso, os agentes públicos têm a noção de que as informações públicas pertencem ao cidadão e é dever do Estado fornecê-la e direito do cidadão obtê-la. Na cultura de acesso prevalecem os aspectos seguintes: A demanda do cidadão é vista como legítima O cidadão pode solicitar a informação pública sem necessidade de justificativa São criados canais eficientes de comunicação entre governo e sociedade São estabelecidas regras claras e procedimentos para a gestão das informações Os servidores são capacitados para atuarem na implementação da política de acesso à informação


04

primeira página

Cidade

Transformadores. Dos mais de 70 projetos inscritos, a Ortópolis ficou entre os dez finalistas e foi um dos quatro premiados.

Ortópolis ganha prêmio internacional no aniversário de dez anos A Ortópolis Barroso é um dos quatro melhores projetos da América Latina com enfoque no desenvolvimento de base. O título foi recebido no 1° Prêmio Latinoamericano de Desenvolvimento de Base, em Antígua, na Guatemala. Foram mais de 70 inscritos e a Ortópolis ficou entre os 11 finalistas, dos quais, foram escolhidos os quatro melhores, dentre eles, o projeto Ortópolis Barroso. A cerimônia de premiação aconteceu no dia 27 de fevereiro. O evento foi patrociado pela Fundação Interamericana e pela RedEAmérica. O Prêmio Transformadores foi criado em outubro de 2012 e tem o objetivo de dar visibilidade a iniciativas comunitárias direcionadas ao combate da pobreza e à prática do desenvolvimento de base e que sejam cofinanciadas por organizações empresariais. Os outros premiados foram: projeto “Parceria Votorantim pela Educação”, do Brasil; FRESOTAFundación Smurfit Cartón de Colómbia e; FUSADES - Fundación Salvadoreña para el Desarrollo Económico y Social, de El Salvador. O projetos foram avaliados conforme os critérios: transformação, sustentabilidade, aprendizagem útil econstrução de capacidades e vínculos. De acordo com o Coordenador Administrativo da Associação Ortópolis Barroso, Jorge Barbosa da Silva, a dimensão desse prêmio é muito grande. “Essa premiação certamente nos encheu de orgulho e satisfação. O fato de termos nos destacado entre mais de 70 projetos inscritos vai nos dar mais credibilidade e confiabilidade e

criar o reconhecimento internacional de que aqui em Barroso se faz um trabalho sério na área social, que se faz a prestação de contas com seriedade e que vale a pena investir aqui”, afirma. 10 anos de Ortópolis Barroso

Jorge Barbosa da Silva, atual Coordenador Administrativo da Associação Ortópolis Barroso, é bacharel em Teologia, possui licenciatura em Filosofia e Ciências Sociais e especialização em Educação. O Primeira Página ouviu Jorge Barbosa com exclusividade para fazer uma retrospectiva desses dez anos e apontar as perspectivas para o futuro do trabalho da Ortópolis em Barroso. Ao longo desses dez anos, a Ortópolis desenvolveu diversos projetos importantes. Jorge Barbosa destacou os mais recentes. “Nós temos um projeto que está em andamento e dando muito certo. Está sendo desenvolvido em parceria com a Apae e as mães do alunos da Apaes que é o da fabricação de temperos. um projeto que, apesar de escondidinho dentro de uma cozinha, tem uma repercussão muito grande. Além do valor financeiro que agrega às famílias dos alunos, esse projeto conseguiu melhorar a auto-estima dessas mães, e criar uma socialização muito grande entre elas”, afirma. O projeto “Juventude Empreendedora” busca a capacitação de jovens que sonham em desenvolver seu próprio negócio. Conforme o coordenador da Ortópolis, quem participou do projeto no ano passado pode dar

Da esquerda para a direita: Margareth Florez, diretora executiva da Redeamérica, Juliana Andrigueto, gerente do Instituto Holcim, Tatiana Nogueira, também do Instituto Holcim e Jorge Barbosa, coordenador administrativo da Associação Ortópolis Barroso, com o troféu do Prêmio Transformadores

continuidade no Rumo Certo, que é desenvolvido em parceria com a Acib. Jorge Barbosa destacou o trabalho da AOB também na criação de associações. “Ao longo desses dez anos, fomos parceiros na formação de três grandes associações no nosso município. A Asbem, que é a Associação do Setor de Eletromecânico, a APLeite BR, que é a Associação dos Produtores de Leite de Barroso e Região e a Ascab, que é a Associação dos Catadores de Material Reciclável. Esta última, muito focada na área social, na população de baixa renda e que ajudou a tirar um grupo de pessoas, cuja renda dependia de seu trabalho no lixão”, declara. De acordo com Jorge Barbosa, a culminância desse trabalho

e dessa conscientização foi a construção da Usina de Triagem e Compostagem de Lixo de Barroso, pois possibilitou a retirada do pessoal de um trabalho ruim, do ponto de vista humano e sanitário. A AOB também desenvolveu trabalhos junto às entidades e associações de bairro. “Hoje quase todos os bairros têm associações, umas mais vivas, outras com menos trabalhos, mas nós oferecemos para os dirigentes dessas entidades um projeto de capacitação, com consultoria para transformar essas pessoas em gestores das atividades da sua comunidade”, afirma o coordenador. O nome Ortópolis sugere uma cidade correta. De acordo com Jorge

Retrospectiva do mês de março Dia Internacional da Mulher No último 8 de março comemoramos mais um Dia Internacional da Mulher. A Câmara Municipal de Barroso realizou a tradicional Reunião Solene em homenagem às mulheres. Neste ano houve uma novidade. Foi criada a medalha do Sessentenário de Emancipação político-administrativa de Barroso e algumas mulheres receberam a honraria, entre ela, a primeira vereadora, a primeira vice-prefeita, a primeira presidente da Câmara, a primeira Juíza e a vereadora eleita com maior número de votos da história de Barroso. A também tradicional medalha feminina de mérito social e cultural Dona Quininha, considerada a maior honraria da noite, foi dada a Ana lúcia de Souza Nogueira. Algumas mulheres que completam 60 anos junto com a cidade também foram agraciadas com diplomas de honra ao mérito. OPINIÃO. Destaque para a organização do evento, com um cerimonial curto, mas bonito e um belo coquetel após a reunião. Foi bonita também a iniciativa de homenagear as mulheres que completam 60 anos em 2013.

1

Tráfico de drogras

Três grandes destaques

Mãe e filho presos

Podemos apontar três acontecimentos que se destacaram durante a Reunião Solene do Dia Internacional da Mulher: A merecida homenagem a professora Lucinha Nogueira, que se dedica à Educação há 43 anos. Lucinha Nogueira é figura importante na liderança e integração de movimentos sociais e religiosos em Barroso. A quebra de protocolo feita pela ex-vereadora Verinha que, a pedido das outras homenageadas, interrompeu o cerimonial para fazer um belo discurso em homenagem às suas companheiras. A ausência da Prefeita Eika Oka de Melo. A chefe do Executivo Municipal não foi receber sua homenagem “por motivo de força maior”. Mandou uma representante. No ano passado, a Prefeita também foi destaque pelas críticas que fez à Câmara por não ter sido homenageada, na qualidade de primeira prefeita do município. Neste ano ela receberia a Medalha do Sessentenário por ser a primeira prefeita e a primeira prefeita reeleita na história de Barroso.

Em Barroso, mãe e filho foram detidos no dia 22 de março, acusados de tráfico de drogas. A Polícia Militar cumpriu mandado de busca e apreensão no bairro Bandeirantes. De acordo com a PM, na casa foram encontradas 46 pedras de crack, dois papelotes de cocaína, uma quantia em dinheiro, uma moto sem documentação e bicicletas desmontadas. No dia 24 de março, mais uma prisão por tráfico de drogas. Dessa vez, no bairro do Rosário, um homem foi preso em flagrante quando vendia maconha para outro indivíduo. OPINIÃO. Esses crimes, que já passaram a ser corriqueiros em Barroso, chamam a atenção para o caos social que estamos vivendo. O Brasil é campeão em desigualdade social. Às vezes perdemos para Serra Leoa. Mais do que o desemprego, a pobreza ou a baixa escolaridade, parece ser a desigualdade de renda o principal fator sócio-econômico que impulsiona a criminalidade. Basta conferir as estatísticas sobre os crimes de cunho social, como roubos, furtos, tráfico de drogas etc.

1

Ana Lúcia de Souza Nogueira recebeu a medalha Dona Quininha de seu esposo, o vereador Jayme Nogueira Filho.

2

2

3

A ex-vereadora Vera Aparecida Rodrigues Pereira discursou sobre a importância da mulher, a pedido das homenageadas.

3

A Secretária Municipal de Educação, Jaqueline Pinto representou a Prefeita no evento e discursou em nome das homenageadas.

Barbosa, a correção perfeita não vai existir nunca, pois a demanda social é sempre crescente e a capacidade de responder a essas demandas é inferior. Apesar disso, o projeto Ortópolis obteve bons resultados, na área rural, industrial, empresarial e social. Barbosa ressaltou ainda a importância da parceria com a Acib, que ajudou a alavancar a economia local, com maior investimento em empreendedorismo. “É uma parceria que tem dado muitos frutos. Temos um avanço muito grande no atendimento e no visual do comércio local, com preços melhores e uma capacidade de absorver as demandas da comunidade, com um estímulo maior ao comércio de Barroso”.

Uma sociedade mais participativa Jorge Barbosa afirma que a participação da comunidade é essencial para seu crescimento. “A aspiração primeira da Associação Ortópolis é ser uma entidade que articule com o poder público local, com as empresas locais e com a comunidade. Para que essa articulação dê frutos e seja mais amadurecida, precisamos da organização da comunidade, com segmentos econômicos e sociais bem formados, bem articulados e consistentes. Isso ainda falta muito no nosso município”. De acordo com o coordenador da AOB, a Ortópolis trabalha para a capacitação das lideranças da entidades. Jorge afirma que no ano passado havia 30 vagas e grande parte não foi preenchida. O coordenador destaca que, apesar de a participação popular ainda ser pequena, o interesse e a boa vontade dos integrantes dessas entidades vêm crescendo e que a participação social nas políticas públicas é importante. “Não tem como ter política participativa, ter orçamento participativo se você não tem uma comunidade organizada e preparada para isso”, ressalta. Jorge Barbosa finalizou afirmando sua confiança no trabalho da Ortópolis e declarando que seu sonho é ter uma cidade mais correta, sustentável, com uma população mais feliz e participativa.


primeira página

Cidade

05

Desrespeito. Em horários de pico ou quando o clima está chuvoso, a cena se repete. Usuários do transporte coletivo de Barroso ficam enlatados nos pequenos ônibus. Além disso, muitos reclamam dos atrasos e das poucas linhas em alguns bairros.

Barrosenses reclamam de atrasos, poucas linhas e ônibus lotados

Linha que faz o trajeto Centro - Bedeschi, no horário das 16h45.

Nos horários de pico e em dias chuvosos ou de muito calor a cena se repete. Ônibus lotados, pessoas se acotovelando para acomodar o corpo enquanto não chegam ao seu destino. Todos pagam o mesmo preço, R$ 1,70, mas nem todos têm o mesmo conforto. O aposentado Olinto Moreira Neto, morador do bairro João Bedeschi afirma que deveria haver mais horários em seu bairro, principalmente depois das 18h. Ele ainda destaca que os ônibus deveriam informar os itinerários, pois os passageiros têm que ficar perguntando ao motorista para onde vai o ônibus, se é para a Praia ou para o Bedeschi. Outra necessidade apontada pelo aposentado é a de ônibus maiores, pois os micro-ônibus além de desconfortáveis, ficam muito cheios nos horários de pico. Entre outras deficiências do transporte público em Barroso,

citadas por passageiros, estão a falta de guaritas nos pontos e os atrasos frequentes dos ônibus. A Política Nacional de Mobilidade Urbana está fundamentada em alguns princípios, determinados pela Lei nº 12.587, de 3 de janeiro de 2012. Dentre eles estão: acessibilidade universal; equidade no acesso dos cidadãos ao transporte público coletivo; eficiência, eficácia e efetividade na prestação dos serviços de transporte urbano e segurança nos deslocamentos das pessoas. Mauro Duarte, gerente da Viação Presidente, empresa responsável pelo transporte coletivo em São João del-Rei, afirma que a frota de sua empresa é de 46 ônibus para uma população de quase 84 mil pessoas, ou seja, um ônibus para aproximadamente 1800 pessoas. Apesar de não existir uma legislação que determine a proporção ideal, a diferença em relação a

Barroso é evidente. Temos dois ônibus circulares para uma população de 21 mil habitantes. Um ônibus para cada 10.500 pessoas. O representante da empresa que presta o serviço em Barroso, Leonardo Torres, afirma que a quantidade de ônibus atende bem a demanda da cidade, uma vez que os ônibus andam mais vazios do que cheios. Leonardo afirma que depende da empresa avaliar essa demanda para a inclusão de linhas ou ônibus. Percebe-se, portanto, a necessidade de um estudo mais aprofundado dessa demanda, em um trabalho conjunto entre a empresa e o poder público do município, para que se possa prestar um serviço de melhor qualidade para a população. De acordo com Mauro Duarte, conforme o inciso V do Art. 30 da Constituição Federal, “compete aos municípios organizar e prestar em regime de concessão ou permissão o transporte coletivo de passageiros. Portanto, depende da demanda de cada município”, afirma. Duarte também destaca que a avaliação da demanda, em São João del-Rei, envolve estudos complexos por empresas especializadas, que analisam a demanda e oferta de origem e destino de passageiros, bem como se locomovem e o poder aquisitivo da população. “Essas empresas geralmente são contratadas pelo próprio município para analisar a viabilidade e necessidade de linhas, quantidade de veículos, tipos de linhas (diametral, bairro a bairro, circular, centro-baiiro, distritais etc)”, afirma Mauro Duarte.

Conheça seus direitos

Opinião

Os usuários de transporte coletivo público têm direitos previstos nas Leis 8.078, de 11 de setembro de 1990, e 8.987, de 13 de fevereiro de 1995 e Leis 10.048, de 8 de novembro de 2000, e 10.098, de 19 de dezembro de 2000 . São alguns dos direitos do usuário do Sistema Nacional de Mobilidade Urbana:

De acordo com o Parágrafo 3º da Lei 8.666, de 21 de junho de 1993, a Lei das Licitações, “a licitação destina-se a garantir a observância do princípio constitucional da isonomia e a selecionar a proposta mais vantajosa para a administração e será processada e julgada em estrita conformidade com os princípios básicos da legalidade, da impessoalidade, da moralidade, da igualdade, da publicidade, da probidade administrativa, da vinculação ao instrumento convocatório, do julgamento objetivo e dos que lhes são correlatos”. A Lei das Licitações peca por não observar com o devido critério a qualidade do serviço prestado ou do produto adquirido. Quando a Lei determina que se deve selecionar a proposta mais vantajosa, subentende-se que se observe um equilíbrio entre preço e qualidade. Muitas vezes o menor preço não é a opção mais vantajosa, pois se o serviço for mal prestado ou não executado, o prejuízo é maior. Portanto, fica claro que mudanças são necessárias para que a Lei proporcione uma segurança jurídica maior e reduza as possibilidades de fraudes, sem, porém, comprometer a rapidez dos processos licitatórios.

Receber o serviço adequado; Participar do planejamento, da fiscalização e da avaliação da política local de mobilidade urbana; Ser informado nos pontos de embarque e desembarque de passageiros, de forma gratuita e acessível, sobre itinerários, horários, tarifas dos serviços; Ter ambiente seguro e acessível para a utilização do Sistema Nacional de Mobilidade Urbana,

Servidores da Câmara recebem aumento salarial de 15% Os funcionários da Câmara Municipal de Barroso tiveram aumento de salário. A Emenda Substitutiva nº 01 ao Projeto de Lei n° 01/2013, proposta pela vereadora Wanderléia Napoleão, acrescentou 6% à proposta inicial, fixando, assim, em 15% o aumento dos vencimentos dos servidores. A emenda foi votada na reunião ordinária do dia 04 de março e aprovada por unanimidade. Deléia justificou sua proposta com um questionamento. “O salário da prefeita, do vice-prefeito, dos vereadores e dos secretários municipais aumentou. Por que não podemos aumentar o dos funcionários? Obviamente que não vamos comprometer o limite estipulado para a folha de pagamento, mas é uma questão de justiça”, declarou a vereadora. Deléia ainda destacou a importância de valorizar o servidor, ressaltando que os professores, por exemplo, não têm o valor que merecem. “É claro que tem muita gente ganhando mal no Brasil, mas quando a gente tem oportunidade de

melhorar o salário dos funcionários, a gente tem que aumentar. Isso é justiça social”, afirmou.

E os servidores da Prefeitura?

O vereador Jayme Nogueira Filho (PPS) declarou que gostaria de estar votando o aumento dos funcionários da Prefeitura e se diz preocupado com a questão salarial do Executivo. Segundo o vereador, a Lei de Responsabilidade Fiscal determina que a prefeitura não pode gastar mais do que 54% da receita corrente líquida com a folha de pagamento. “Na Audiência Pública do 3º quadrimestre de 2012, o Secretário Municipal de Fazenda, Luiz Gonzaga Moreira, afirmou que foi gasto 48% da receita corrente líquida da prefeitura com pagamento dos funcionários e que a meta da equipe de finanças da prefeitura é reduzir essa média para 45%, ou seja, vem mais arrocho salarial aí”, afirmou o vereador. De acordo com Jayme, essa média poderia ser 50%. O limite prudencial é de 53,3%. O vereador Anderson de Paula justificou a redução dessa média, argumentando que é um

trabalho de educação fiscal que a prefeitura vai ter que fazer para aumentar a receita, e não prejudicar o servidor. Anderson ainda citou que está na hora de tomar uma decisão sobre a dívida ativa dos contribuintes. “A partir do momento em que o Executivo não cobra do contribuinte o pagamento do ITPU, está fazendo como se fosse uma renúncia de receita”. Portanto, o aumento da receita, ou seja, do que a município arrecada, supriria essa redução da média gasta com a folha de pagamento. Jayme Nogueira rebateu o argumento, afirmando que o município não pode ficar na esperança do aumento da receita para aumentar o salário do servidor, é preciso estudar uma maneira mais rápida. “Por que nós vamos gastar 45% com a folha de pagamento, se podemos gastar 50% e o limite prudencial é de 53,3%?”, questiona. O vereador afirmou, ainda, que, de 2006 a 2012, a receita do município dobrou e, nesse período, não houve nenhum aumento no salário dos servidores da prefeitura.

E o salário mínimo? O aumento do salário mínimo de R$622,00 para R$678,00 não faz tanta diferença no bolso do consumidor, uma vez que foi pouco maior que o Índice Nacional de Preços ao Consumidor, que mede a variação dos preços dos produtos que chegam às mãos dos consumidores. Observe na tabela ao lado que, em 2013, o aumento do salário mínimo foi de 9%, enquanto a variação do INPC foi de 6,10%. Portanto, o aumento real do mínimo foi de menos de 3%, ou seja, menos de R$20,00. De 2011 para 2012, o aumento foi o segundo maior dos últimos 10 anos quase 15%, que gerou um aumento real, descontandose a variação do INPC, de 7,59%, ou seja, pouco mais de R$40,00.


primeira página

06 Cidade

Recurso. No dia 21 de março o TRE-MG julgou o recurso interposto pelo PSDB de Barroso ao processo referente a Ação de Investigação Judicial Eleitoral - Abuso de poder político / autoridade, movido contra a Prefeita e o Vice-prefeito de Barroso.

TRE-MG julga procedente recurso do PSDB e determina novo julgamento A ação movida pelo PSDB foi justificada pela análise das audiências públicas da Prefeitura de Barroso em 2012. A partir da Audiência Pública do 2º quadrimestre, foi observado um aumento significativo de despesas com pessoal, bem como da relação de contratados pela Prefeitura em ano eleitoral. De acordo com o PSDB, estes benefícios influenciaram na escolha do eleitor. Conforme os argumentos do partido, esse aumento das contratações fere a legislação eleitoral e constitui abuso do poder político e de autoridade, uma vez que praticados visando o próprio sucesso eleitoral. A pena para esse crime seria, de acordo com a Lei 9.504/97, cassação do registro ou diploma e inelegibili-

Vendo a Rádio Liberdade de Barroso completar seu primeiros 10 anos de existência e de dedicada prestação de serviços à população, lembro-me dos antecedentes de sua criação, em 2002. Naquele ano, o Presidente da República era o tucano Fernando Henrique Cardoso e o Ministro das Comunicações era o também tucano e mineiro Pimenta da Veiga, meu conhecido, a quem pedi a autorização para criarmos a Rádio em Barroso. Eu ocupava o cargo federal de Diretor Técnico da Ceasa-MG, indicado pelo então Deputado Federal Aécio Neves, também tucano. Atendido meu pedido, passei ao Arnaud a atribuição de instalar a Rádio, o que ele fez com grande entusiasmo e dedicação. Durante todos esses anos, o Arnaud orientou a Rádio na direção da prestação de serviços à população e, por diversas vezes, chegou a cobrir despesas da emissora com seus próprios recursos financeiros. Graças a esta orientação, a Rádio Liberdade firmou-se no conceito da população como uma instituição voltada para o interesse público, para a prestação de serviços e para o entretenimento sadio, sempre presente na vida da cidade. Agora, sem o Arnaud, sugeri à ASBAR, entidade mantenedora da Rádio, a contratação do professor e radialista Galdino Silva para o cargo de Gerente Técnico da emissora. Galdino, estusiasta da atividade, dedicado e correto, vem dando curso à nova orientação estabelecida pela mantenedora, no sentido de profissionalizar a gestão em todos os sentidos, fortalecer o jornalismo e aproximar a Rádio cada vez mais da população. Neste momento em que Barroso vive uma fase de expressivas mudanças, com a ampliação da Fábrica de Cimento, a Rádio Liberdade inicia uma nova

década como uma emissora moderna, presente, inovadora e gerida com o mais alto nível profissional. Parabéns, Rádio Liberdade! Parabéns, Barroso!

dade por 8 anos. A justiça Eleitoral de Barroso entendeu que não lhe compete conhecer e decidir atos que, em tese, são considerados como improbidade administrativa e que os documentos apresentados não são suficientes como provas para a conduta ilegal da Prefeita. A decisão de Alice Birchal interpreta tal conduta como crime eleitoral, faltando, no entanto, provas mais contundentes. A expectativa é que a peça processual chegue em Barroso já no início de Abril

Colagem da Página de Acompanhamento Processual do TRE-MG, acessível em: www.tre-mg.jus.br

Liberdade FM 10 anos. Você em 1º lugar! Baldonedo Arthur Napoleão

Ouça e participe online::www.radio98fmliberdade.com.br

Com a palavra... aqueles que fazem a 98 FM Liberdade “Eu ouço a Liberdade todos os dias, desde que ela existe em Barroso. Eu estou sempre ligada na Rádio, quando faço almoço, arrumo casa e também sempre participo e peço música. A Rádio Liberdade é minha companheira do dia-a-dia. É ela quem me distrai”. Maria Tereza da Silva, ouvinte da Liberdade FM

Meus primeiros passos no rádio datam do início da década de 90. De lá pra cá foram idas e vindas que colaboraram e muito, para um amadurecimento que percebo como questão indispensável para estar à frente de uma emissora. Na verdade, nunca estive fora do rádio, isso porque, o rádio imagino estar no sangue. Nada se compara à responsabilidade de direcionar a 98FM Liberdade, missão que me foi dada pelo amigo Baldonedo Napoleão que, aliás, vibra com a radiodifusão. Me sinto honrado porque se trata de uma rádio de minha própria cidade, o que torna ainda maior a minha responsabilidade. Com o avanço tecnológico, onde vivemos em outros tempos, tivemos que implantar a rádio online através do site www.radio98fmliberdade.com. br sempre com a preocupação de veicular músicas que não maltratem os ouvidos dos ouvintes, nosso motivo maior de existir. Bem, isso é a radiodifusão, com suas nuances, novidades e tecnologias e esse é meu trabalho à frente dessa emissora que orgulho de fazer parte do meu dia-a-dia. Galdino Silva, diretor

“Para fazermos algo, devemos gostar do que fazemos. Eu amo rádio. Quando adolescente, viajava no tempo ouvindo músicas dos anos 70 e 80 e hoje as toco na 98 FM. A Liberdade é uma emissora com personalidade, porque oferece ao barrosense música e informação de qualidade”. Luciano Nascimento, locutor. “A Rádio Liberdade faz parte da minha história e da vida de uma geração de barrosenses Muitas histórias, romances e realizações foram e são embaladas ao som da 98,7. É mais que meu emprego, é minha 2ª casa. Integro a equipe desde o início, graças ao saudoso amigo Arnô, a quem sempre serei grata pela oportunidade”. Silvinha Melo, locutora. “A Liberdade está presente no dia-a-dia da população barrosense, com entretenimento e prestação de serviços de utilidade pública. Estou na Liberdade FM desde o comecinho, em 2003 . É uma imensa honra fazer parte da história do rádio em Barroso, pois desde bem novinho sou apaixonado por rádio ”. Eduardo José, locutor. “Trabalho na Liberdade há pouco tempo, mas é o trabalho mais prazeroso que já fiz. Levar alegria aos ouvintes sempre foi meu objetivo. A Rádio Liberdade toca boa música e também proporciona informação de qualidade e utilidade pública. Tenho muito orgulho de fazer parte dessa equipe. É um sonho realizado!”. Rhafael Henrique, locutor e DJ. “Quero parabenizar a emissora, que há 10 anos acompanha o progresso de nossa cidade, deixando as famílias barrosenses felizes com sua programação maravilhosa, nos trazendo entretenimento, informação e muita música. Para mim é uma honra fazer parte dessa equipe desde sua criação com o program DEUS É MAIS”. Marcelo Costa, locutor. “A Liberdade FM nestes 10 anos vem agregando valores, com notícias, entretenimento e música de qualidade. Nesta nova fase, a Liberdade, hoje “98 FM” tem uma programação mais interativa, dinâmica e, através do site, aproxima os barrosenses que moram fora. Estou muito feliz em fazer parte desse novo projeto”. Wellington Moreira, diretor artístico. “A Rádio Liberdade representa uma das melhores fases da minha vida. Faço parte da equipe Liberdade FM há mais de 10 anos, desde o nascimento da rádio, com muito orgulho, levando música e informação de qualidade aos nossos queridos ouvintes”. Valdeci Fernandes, locutor.

Anuncie com a gente! Seja nosso parceiro e conquiste novos clientes primeirapaginabso@ig.com.br (32) 3351-3473

Informe Publicitário

No dia 21 de março, o TRE-MG (Tribunal Regional Eleitoral de Minas Gerais) julgou o recurso interposto pelo PSDB Barroso em 10 de janeiro deste ano. O partido recorreu à decisão da Juíza da Comarca de Barroso, Dr. Valéria Possa Dornellas, que indeferiu a ação movida pelo partido no final de 2012. A sentença publicada em 19 de dezembro de 2012 foi embasada “diante da insuficiência de elementos / provas, bem como o fato de a matéria em análise refugir à competência desta Justiça Especializada”. O recurso do PSDB foi acatado pela Dr. Alice de Souza Birchal. Ela determinou que o processo volte para a 344ª Zona Eleitoral, em Barroso, para novo julgamento, baseado em uma maior fundamentação e apuração dos fatos.


primeira página

Arte, Cultura, Variedades 07

Renato Ferreira O 3x4 é um espaço especial do jornal Primeira Página. Aqui, vamos trazer um perfil ou entrevista de algum artista ou personalidade da nossa cidade ou da região. Para inaugurar nosso 3x4, vamos entrevistar o músico barrosense Renato Ferreira e conhecer um pouco da relação do cantor e compositor com sua maior paixão: a música.

PP: Em qual estilo você classifica sua música? RF: Sou violonista clássico, mas não nego as raízes, estou sempre envolvido com a música regional, mas tento criar um estilo próprio, que é o meu principal objetivo.

PP: Renato, quando, como e por que você começou a se interessar por música? O que a música representa na sua vida?

PP: Quais os músicos que mais o influenciaram e quais os seus cantores favoritos?

RF: Desde criança a música faz parte da minha vida. Eu ficava vendo meu pai fazer alguns acordes e cantar algumas músicas e foi ele quem me presenteou com meu primeiro violão. Sem sombras de dúvidas, a música é tudo na minha vida! É o meio que tenho para expressar meus sentimentos; é minha válvula de escape para desabafar.

RF: Na área instrumental, tenho várias influências e gosto muito de Dilermando Reis e Pixinguinha. Os cantores com os quais tenho mais afinidade são Zé Ramalho, Belchior, Fagner, Zé Geraldo, Milton Nascimento.

PP. Você tem quanto de carreira profissional? RF: Não me considero profissional porque não vivo só da música; mas como dizem que a voz do povo é a voz de Deus, já me colocam o rótulo de músico profissional há mais de uma década. PP: Conte um pouco sobre profissional formação como músico.

sua

RF: Comecei a estudar música quando criança, com o já falecido estimado Adalberto do bairro da praia. Depois estudei algum tempo com o cantor e

Horóscopo do mês de Abril No mês de abril, as pessoas nascidas até o dia 20 são regidas pelo signo de Áries. Após essa data começa a reinar o signo de Touro. No entanto, todos os signos recebem influências dos astros. Esteja preparado para o mês de abril, que promete trazer muitas mudanças. Descubra o que a astrologia reserva para você nesse mês de abril.

para ler

compositor Marquinhos Dutra. Daí em diante não queria a música mais como simples passa-tempo e me matriculei no conservatório de São joão del Rei, no ano de 1998 e me formei em 2003, em técnico em violão clássico. Em 2004, comecei a estudar no Conservatório Brasileiro de Música Centro Universitário, no Rio de Janeiro e concluí o curso de Bacharel em Música em 2007.

Áries

Touro

Gêmeos

O mês começa influenciado pela Lua Cheia em Virgem, que vai movimentar seus projetos de trabalho pelo menos na primeira semana. Caso tenha alguém, procure manter a calma e não provocar brigas. Se estiver só, é possível que uma paixão intensa e avassaladora desperte seu coração para emoções e sentimentos mais profundos. A Lua Cheia promete muitas mudanças. A partir do dia 12, Marte entra no signo de Áries e vai mexer com suas emoções e saúde. A energia física pode faltar e você se sentir mais fraco. Cuidado com o estresse. Procure relaxar e meditar. Muita coisa mal resolvida pode ser solucionada. Mantenha a calma, pois a situação é passageira. Sua casa das amizades tem andado forte desde o ano passado e vai continuar até 20 de abril. Os solteiros não vão se casar, mas vão conhecer pessoas com quem pensariam em se casar. Você estará numa fase de crescimento interior. Tenha cuidado ao dirigir e evite atividades muito arriscadas.

Livro: A Revolução dos Bichos Autor: George Orwell Editora: Companhia das Letras 156 páginas Ano: 1945 Nesta excelente fábula sobre o poder, o britâncio George Orwell critica o totalitarismo. Os animais tomam o poder em uma fazenda e estabelecem seus propósitos e valores. No entanto, a revolução vai, progressivamente, se degenerando e se transforma em uma tirania mais opressiva do que a dos humanos. A Revolução dos Bichos é um clássico moderno, escrito em 1945 por um dos mais influentes escritores do século 20. Na época de seu lançamento, a obra causou desconforto ao satirizar a ditadura stalinista.

PP: E em relação às suas músicas, qual é a sua favorita? RF: Verdades do Rio. Sou suspeito em falar, mas foi a música com que eu mais me identifiquei, tanto na parte harmônica, como na poesia. Apesar de não ter sido a música de trabalho do meu CD, é a canção que mais me emociona quando toco, porque me faz lembrar um pouco da minha trajetória musical.

sempre sério naquilo que faço. Minha música tem a ver comigo. Como eu disse, não nego as raízes, minha música é simples, mas verdadeira.

andamento o próximo CD, que terá o nome “Sentidos da Vida”. Será um disco com mais arranjos de cordas e um pouco mais de viola caipira.

PP: Qual o maior momento vivido por você em sua carreira musical até agora?

PP: Você é um tradicional participante e vencedor de festivais. Quais são seus planos para 2013?

RF: Há vários momentos importantes: quando estive na TV pela primeira vez, quando dei a minha primeira entrevista em uma rádio, mas sem dúvida, o meu melhor momento foi quando conquistei, pela terceira vez consecutiva, o Festival de Música da cidade de Nazareno. PP: Qual a sua opinião sobre o cenário da música nacional na atualidade e sobre o cenário musical barrosense? RF: Temos bons compositores, mas a mídia nos impõe a escutar só o que eles querem, só o que gera dinheiro. Infelizmente, somos um país com um nível muito baixo de cultura, que aceita tudo e acha tudo bonito. Em Barroso temos bons compositores, graças ao nosso tradicional festival. PP: Para você, como um apaixonado pela música, qual a importância da música na vida das pessoas? RF: A música acalma, a música acalenta, a música nos faz sonhar, a música nos transporta a diversos lugares sem a gente precisar sair do lugar. Como diz o velho ditado: “quem canta, seus males espanta”.

PP: Qual a sua maior inspiração para compor suas músicas?

PP: Quantos cd’s você já gravou e para quando está previsto seu próximo trabalho? Você poderia fazer uma descrição de como será seu próximo disco?

RF: Na verdade, sempre busco aquilo que vivo com muita simplicidade, mas

RF: Foram dois trabalhos, intitulados “Criador” e “ Prosseguindo”. Já está em

Câncer

Libra

Leão

Virgem

No começo do mês seus processos mentais e a comunicação serão movimentados. No dia 12 começam as mudanças de energia. fique atento a elas, pois vão envolver diretamente sua carreira. Para os solitários, há questionamentos e vontade de estruturar uma relação séria. Para os comprometidos, os problemas jogados embaixo do tapete virão à tona. O mês começa com movimento em suas finanças, com chances de ganhos e aquisições. No dia 12, as emoções entram num processo de desequilíbrio, depois de difíceis momentos de transformação interior. Muita coisa pode ser construída, desde que você seja racional, equilibrado e atento. A primeira semana vai ser movimentada em todos os setores. A partir do dia 12, começa um período de mudanças em parcerias comerciais, pessoais e afetivas. Você estará mais sensível. O momento é ótimo para curtir sua intimidade e criar um mundo só para você e seu amor.

para assistir

Escorpião

Sagitário

Filme: As Aventuras de Pi Direção: Ang Lee Gênero: Aventura, drama Ano: 2012 Pi Patel é filho do dono de um zoológico na Índia. Após anos cuidando do negócio, a família decide vender o zoológico devido à retirada de incentivos da prefeitura local. Eles resolvem mudar para o Canadá, onde poderiam vender os animais, mas o cargueiro em que estavam naufraga. Pi consegue sobreviver em um bote salva-vidas, mas precisa dividir o pouco espaço com uma zebra, um orangotando, uma hiena e um tigre de bengala, chamado Richard Parker. “As Aventuras de Pi” faturou quatro estatuetas do Oscar 2013, nas categorias fotografia, efeitos especiais, trilha sonora e diretor.

O começo do mês vais tornar você mais fechado e instrospectivo. é hora de refletir e deixar emoções e sentimentos do passado para trás. A partir do dia 12, começa uma nova fase, mais voltada para os relacionamentos. Se está comprometido, evite brigas e discussões. Se está só, é possível que uma paixão apareça. Sua vida social e amizades serão movimentadas no começo do mês. Tome cuidado com mal entendidos que podem causar confusões desnecessárias. É hora de olhar com mais atenção também para a saúde e para o trabalho. Procure usar da melhor maneira possível as energias poderosas que vêm até você, pois a promessa é de expansão. A Lua Cheia vai trazer movimentação em sua carreira. Bons resultados poderão surgir. Um romance que vem se desenhando pode começar a pegar fogo e as energias deste mês podem criar e construir, mas também romper e destruir. Evite provocações. Vai ser difícil ser racional, mas tente.

RF: Quero continuar a minha caminhada, levando minha música para diversos lugares do Brasil, na esperança de que a minha poesia entre na alma das pessoas, independente de eu receber prêmios ou não. PP: Em Barroso, o Festican já é uma tradição de quase 30 anos. Qual a importância dos festivais desse tipo? RF: Os festivais de música trazem uma diversidade de culturas, de raças, de estilos, inovando a música, mas sempre se preocupando com a poesia, com a beleza, com a harmonia, nunca deixando a vulgaridade prevalecer.

Capricórnio

Aquário

Peixes

para ouvir

O momento é ótimo para dar andamento em questões que envolvam viagens, estudos e projetos, mas tome cuidado com mal entendidos. Cuide melhor da sua saúde. Seu relacionamento familiar vai ficar mais intenso. A partir do dia 22, você deverá buscar um equilíbrio emocional maior. Relaxe! O intenso movimento em suas emoções profundas poderá trazer uma pequena crise. O momento pede cuidado com seu dinheiro. Seja racional. A partir do dia 12 sua vida ficará mais movimentada e você deve tomar cuidado com esse excesso de energia. Saiba lidar com as mudanças, e deixe a criatividade correr solta dentro de você. O início do mês vai mexer com seus relacionamentos pessoais e profissionais. Sua energia estará mais direcionada para ganhos. Mantenha sempre um controle rígido sobre suas finanças. Não deixe de jogar na loteria. No amor, um namoro que vem sendo desenhado pode ficar mais sério.

Artista: Nando Reis Álbum: Sei Depois de uma temporada de sucesso com o DVD “Bailão do Rivão - Ao Vivo”, o trabalho intitulado “Sei” foi lançado no ano passado. Uma inovação interessante é que o preço do CD é definido através da opinião dos fãs que o escutarem pelo site durante a semana. O trabalho conta com 15 músicas inéditas, com destaque para a primeira faixa, que dá o título ao trabalho. “Sei” é uma produção independente e teve a assinatura de Jack Endino, que já produziu bandas como Nirvana e Soundgarden e também tem a participação especial de Marisa Monte. Curta!


08

primeira página

Ciência e Tecologia

Fim da polêmica? Cientistas defendem que um corpo celeste menor do que se acreditava causou a extinção dos dinossauros há 65 milhões de anos.

Cientistas Estudo conclui que fim dos norte-america- dinossauros foi causado por cometa nos concluem BBC Brasil - Portal iG no Estado do Texas, no sul dos Estados A rocha espacial que atingiu a Terra Unidos. “O objetivo maior do nosso projeto 65 milhões de anos e é tida como que foi mesmo hácausadora da extinção dos dinossauros é caracterizar melhor o que causou foi provavelmente um cometa, concluiu o impacto que produziu a cratera na um cometa um estudo divulgado por cientistas península de Yucatán (no México)”, disse Jason Moore, do americanos. Segundo a pesquisa, a cratera a causa da ex- Chicxulub, no México - que tem 180 km de diâmetro - foi criada por um objeto tinção dos di- menor do que o que se imaginava anteriormente. Dartmouth College, à Muitos cientistas nossauros, BBC News. consideram que um asteroide grande e

Seja nosso parceiro e conquiste novos clientes primeirapaginabso@ig.com.br (32) 3351-3473

Anuncie com a gente!

relativamente lento teria sido o responsável. Os detalhes do estudo, feito por uma equipe do Darthmouth College, universidade no Estado americano de New Hampshire (nordeste do país), foram divulgados na 44ª Conferência de Ciência Lunar e Planetária, realizada

No entanto, outros pesquisadores ainda são cautelosos a respeito dos resultados da pesquisa. A colisão da rocha espacial com a Terra criou em todo o planeta uma camada de sedimentos com o elemento químico irídio em concentrações muito mais altas do que o que ocorre naturalmente. No entanto, a equipe de pesquisadores sugere que os índices de irídio citados atualmente estão incorretos. Usando uma comparação com outro elemento extraterrestre depositado no impacto o ósmio - eles conseguiram deduzir que a colisão depositou menos resíduos do que o que se acreditava. Os valores recalculados de irídio sugerem que um corpo celeste menor atingiu a Terra. Na segunda parte do

Você já ouviu falar do Google Glass?

Cartada da Google. Óculos inteligente é a nova aposta. Imagem da Internet

Imagem da Internet

trabalho, os pesquisadores tentaram relacionar o novo valor com as propriedades físicas conhecidas da cratera de Chicxulub. Para que essa rocha espacial menor tenha produzido uma cratera de 180 km de largura, ela deve ter viajado relativamente rápido. A equipe calculou que um cometa de longo período se ajustava à descrição muito melhor do que outros possíveis candidatos. “Seria preciso um asteroide de cerca de 5 km de diâmetro para trazer tanto irídio e ósmio. Mas um asteroide desse tamanho não produziria uma cratera de 200 km de diâmetro”, disse Moore. “Como conseguimos algo que tenha energia suficiente para gerar uma cratera daquele tamanho, mas tenha muito menos material rochoso? Isso

nos leva aos cometas.” Cometas de longo período são corpos celestes de poeira, rocha e gelo que têm órbitas excêntricas ao redor do Sol. Eles podem levar centenas, milhares e em alguns casos até milhões de anos para completar uma órbita. O evento que causou a extinção há 65 milhões de anos é associado, hoje em dia, à cratera no México. O acontecimento teria matado cerca de 70% das espécies na Terra em um curto período de tempo, especialmente os dinossauros. A enorme colisão teria gerado incêndios, terremotos e imensos tsunamis. O gás e a poeira lançados na atmosfera teriam contribuído para a queda das temperaturas globais por muitos anos.

Navegue com segurança Confira as dicas para evitar problemas com invasores e com vírus em seu computador. Conheça os 7 pecados virtuais. Pecado 1. Deixar e-mail e redes sociais logados no computador. É um prato cheio para a zoeira dos amigos e um enorme risco, caso seja roubado seu computador ou outro aparelho usado para acessar a internet. Portanto, ao sair do e-mail ou das redes sociais, efetue o logoff.

Adaptado de “Olhar Digital” O “Google Glass” é mais do que um óculos inteligente ou um óculos de realidade aumentada. No mês passado, um vídeo foi divulgado mostrando algumas funcionalidades da nova tecnologia. O “Google Glass” projeta uma pequena tela logo acima do campo de visão do usuário; ali, aplicativos podem mostrar mapas, músicas, previsão do tempo, rotas e até fazer chamadas de vídeo, tirar fotos e – ao mesmo tempo – compartilhar através da internet. Tudo isso por meio de comandos por um touchpad em sua lateral ou por comandos de voz. O visual dos óculos é algo a se discutir, mas suas funcionalidades, não. A lente de projeção não ocupa todo o campo de visão do usuário e possui uma tecnologia que permite ao observador ler seu conteúdo sem a necessidade de mudar seu foco de visão. A princípio, o “Glass” será compatível com aplicativos do próprio Google, mas certamente centenas de aplicativos serão desenvolvidos por terceiros. Possibilidade de uso é o que não falta. Além de todas essas funções há outras bem legais já previstas para o “Glass”; a mais recente fala em

reconhecimento de pessoas pela roupa que elas estiverem usando. Um aplicativo fará com que o produto ajude a detectar outras pessoas, mesmo que seus rostos não estejam visíveis. O sistema se chama “InSight” e deve servir como facilitador em locais movimentados como aeroportos, estádios, shows. A previsão é que os primeiros usuários consigam o “Google Glass” ainda este ano. A expectativa é que ele custe algo em torno de US$ 1,5 mil, mais ou menos R$ 3 mil. Os apps desenvolvidos para o “Glass”, segundo o próprio Google, deverão seguir quatro princípios básicos: design personalizado, respeitar a tela e não invadir demais o campo de visão do usuário; intervir apenas em momentos oportunos; e não surpreender o usuário com conteúdos possivelmente indesejados. Algumas empresas já estão desenvolvendo seus próprios aplicativos, como o jornal The New York Times, que exibirá fotos e manchetes de notícias. Caso você dê o comando, o dispositivo ainda lê a notícia inteira para você O “Google Glass” com certeza será a nova tendência no mercado, como aconteceu com os já populares tablets.

Pecado 2. Esquecer senhas. Use senhas complexa, com letras e números, mas que sejam fáceis de lembrar. Não coloque o aniversário da mãe, o número do seu telefone ou coisa parecida. Pecado 3. Cadastrar e-mail em tudo quanto é site. Tome cuidado ao cadastrar seu e-mail em algum site ou loja virtual. Além do risco de roubo de dados pessoais, fica difícil separar as mensagens importantes daqueles e-mails de ofertas. Pecado 4. Deixar rede sem fio aberta. Não colocar senha de acesso à sua rede sem fio pode ser um prato cheio para hackers invadirem seu computador, lerem seus e-mails e roubarem suas senhas. Cuidado! Pecado 5. Clicar em tudo que aparece na tela sem analisar do que se trata Uma das formas mais comuns de infectar seu computador com vírus é clicar em links maliciosos e mensagens de spam recebidas por e-mail. Portanto, não clique em nada suspeito. Pecado 6. Não pensar antes de postar nas redes sociais. Cuidado com o que você posta em seus perfis nas redes sociais. Analise bem o conteúdo antes de compartilhá-lo. Cuidado com mensagens que possam conter algum tipo de preconceito ou que envolvam questões da intimidade das pessoas. Há muitas casos de demissão e não contratação por deslizes em redes sociais. Fique atento. Pecado 7. Não atualizar os softwares. Tudo bem que é chato ficar atualizando os inúmeros programas que estão instalados em seu computador, mas pode ter certeza de que essa tarefa é importantíssima.


primeira página

Região

09

Prejuízo. O desfalque no lucro dos produtores pode chegar a 40%. O desequilíbrio ecológico pode ser a causa da proliferação das maritacas, que são protegidas pela legislação ambiental brasileira.

Maritacas prejudicam produção de frutas no Campo das Vertentes

As maritacas, conhecidas também como cocotas, comem até 40% do lucro dos produtores de frutas da nossa região. Goiabas, pêssegos, nectarinas e caquis são as frutas mais atingidas. Segundo informações da reportagem do jornal O Tempo, de Belo Horizonte, o Sindicato de Produtores Ruarais de Barbacena solicitou laudo técnico do Instituto Mineiro de Agropecuária (IMA) e contratou um biólogo para a elaboração de um plano de manejo. José Luiz Vilela, funcionário de uma propriedade barrosense que produz frutas como pêssegos e goiabas, afirma que no ano passado as maritacas incomodaram bastante. De acordo com Vilela, neste ano elas não atacaram a lavoura de frutas porque tem milho plantado em volta, o que acaba atraindo as maritacas para o milharal. Os municípios da região central de Minas estão entre os maiores produtores de frutas do estado e contribuem bastante para o abastecimento da Ceasa, em Belo Horizonte. Para espantar as aves, muitos produtores utilizam espantalhos e soltam rojões no meio da lavoura, mas a medida só resolve a tempo de as maritacas revoarem e pousarem de novo.

Outros produtores utilizam canhões de propano, que são botijões de gás que dão estampidos periódicos e são colocados na lavoura, espantando as maritacas. Pesquisas estão sendo realizadas com o objetivo de desenvolver métodos e tecnologias para controle desses animais nas plantações, no entanto, ainda estão em fase de testes. Existem repelentes que simulam a presença de um predador das aves, mas são semelhantes aos espantalhos. De acordo com a bióloga Michelle Barbosa Matheus, entrevistada pelo jornal Estado de Minas, estudos com repelentes químicos ainda estão em andamento e poderiam servir como inibidores reprodutivos ou simularem o cheiro dos predadores. O fiscal assistente agropecuário do Instituto Mineiro de Agropecuária (IMA) em Barbacena, José Geraldo Viana, explica que a solução para os ataques é demorada e os estudos têm a duração esperada de nove meses a um ano. As maritacas são apenas um dos inimigos dos fruticultores. Insetos como gafanhotos, lagartas e pulgões também causam grandes estragos nas lavouras.

Desequilíbrio Ecológico

A maritaca (Aratinga leucophthalmus) é um Psitacídeo, da mesma família dos papagaios e das araras. É um animal muito comum no Campo das Vertentes, mas ocorre em todas as regiões do Brasil e em outros países, como Bolívia, Paraguai e Argentina. Sua principal característica é o som que emite e que costuma incomodar. O período de reprodução costuma ser de agosto a janeiro e sua principal característica reprodutiva é que são monogâmicos, ou seja, o casal fica junto a vida toda. Com a diminuição das áreas de floresta, causada por desmatamentos, as maritacas se adaptaram à vida na cidade e passaram a atacar lavouras para poderem garantir sua alimentação. As alterações no clima também podem causar diminuição da oferta natural de alimentos. As aves são protegidas por lei, que considera crime “matar, perseguir, caçar, apanhar, utilizar espécimes da fauna silvestre, nativos ou em rota migratória, sem a devida permissão, licença ou autorização da autoridade competente”. A mesma pena se aplica a quem impede a procriação da fauna. A pena varia de seis meses a um ano de prisão e multa de R$ 500,00 por animal. (Lei 9.605 / 1998)

Maior fluxo. Além de Belo Horizonte e Rio de Janeiro, nova rota aérea para o interior de São Paulo deve aumentar o fluxo de aeronaves e passageiros.

Aeroporto de São João del-Rei pode ter voos para Campinas Douglas Caputo

O Aeroporto Prefeito Octávio de Almeida Neves, em São João delRei, vai ganhar voos diários para Campinas. A previsão é que a nova rota comece a partir de abril. Com as atividades pausadas desde a segunda quinzena de fevereiro, o local espera um posicionamento da empresa aérea que opera os voos no aeroporto de São João para que as atividades possam ser retomadas. “Depois que a Azul comprou a Trip Linhas Aéreas, ela teve que fazer um reconhecimento de campo do mercado onde atua. Os primeiros aeroportos foram os que realizam voos internacionais, depois os de médio porte e, por fim, os pequenos”, explica a agente de Unidade Aeroportuária em São João, Aline Flávia Resende. Enquanto as rotas comerciais para BH e Rio de Janeiro estão paradas, o aeroporto continua com voos particulares. Para garantir a segurança dessas aterrissagens e decolagens, o local conta com apoio do Pelotão do Corpo de Bombeiros durante as operações dos voos regulares. “Nós damos suporte para aviões que chegam e saem de São João para que possam realizar suas manobras com segurança. Estamos preparados para atuar em caso de

Foto do blog ani-mais.blogspot.com

O desequilíbrio ambiental é apontado como principal causa da proliferação das aves

Cavalgada da Inconfidência chega a sua 25ª edição

Imagem da Internet

As atividades no aeroporto estão pausadas desde a segunda quinzena de fevereiro

princípio de incêndio ou pânico”, comenta o subtenente do Corpo de Bombeiros, Wagner Eduardo Jacques. Mas Aline ainda informa que o aeroporto vai receber do governo do Estado um caminhão de bombeiros, “o que vai melhorar ainda mais a categoria do aeroporto”, comenta. Apesar de rumores que davam conta que o local não estava adequado às normas da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), Aline diz que desde janeiro deste ano o aeroporto foi regularizado e conta com toda

a infraestrutura prevista pela Anac. Isso garantiu a homologação e categorização pela Portaria Anac Nº 30, de 04 de janeiro de 2013. “Hoje estamos com tudo correto: pátio de manobras, cercas, iluminação. Qualquer comandante pode aterrissar aqui pela madrugada, por exemplo, que estamos com plenas condições de balizamento. Além disso, todos os profissionais passaram por curso de especialização, o que garante maior segurança aos usuários do aeroporto”, completa Aline.

As cidades históricas de São João del-Rei comemoram a Inconfidência Mineira com a Cavalgada da Inconfidência - a maior cavalgada cívica do Brasil - que chega a sua 25ª edição em 2013. O evento acontece no feriado de 21 de abril e reúne participantes de várias regiões brasileiras. A expectativa da organização é que cerca de 1.300 cavaleiros e amazonas participem do evento e percorram o trecho que vai de Tiradentes a São João, pela Estrada Real. De acordo com Baldonedo Arthur Napoleão, um dos coordenadores do evento, ao longo desses 25 anos, a cavalgada virou tradição e já chegou a ter a participação de mais de 1.500 cavaleiros e amazonas. A primeira edição contou com apenas 54 cavaleiros, em 1988. “A ideia surgiu ainda quando eu fui prefeito de Barroso. No dia 21 de abril, o Governo do Estado é transferido para Ouro Preto e apenas lá era celebrada a Inconfidência.

São João del-Rei e Tiradentes foram palcos tão importantes para essa data histórica quanto Ouro Preto, embora fosse esta cidade a Capital da Província”, afirma Baldonedo. A 25ª Cavalgada da Inconfidência começa na manhã de véspera. No dia 20 de abril, às 11h, haverá uma solenidade comemorativa da Inconfidência Mineira, na Avenida Presidente Tancredo Neves, em São João del-Rei. Às 11h30, acontece a cavalgada de São João a Tiradentes com o fogo simbólico, com 25 cavaleiros representando os Inconfidentes. Às 15h, a solenidade comemorativa da Inconfidência Mineira acontece na Rua Direita, em Tiradentes. Já no feriado, às 8h da manhã, concentração no Parque de Exposições, em Tiradentes e às 10h a saída da cavalgada de Tiradentes para São João del-Rei. O evento termina com almoço, às 14h, no Parque de Exposições de São João del-Rei.


primeira página

10 Vida e Saúde A 15ª Campanha Nacional de Vacinação contra a gripe deste ano vai ser realizada entre 15 a 26 de abril em todo o país, sendo 20 o dia de mobilização nacional. Fazem parte do grupo prioritário as crianças de seis meses até dois anos de idade, gestantes, pessoas com 60 anos ou mais, indígenas, pessoas privadas de liberdade, profissionais de saúde, mulheres até 45 dias após o parto (em puerpério), além dos doentes crônicos, que este ano terão o acesso ampliado a todos os postos de saúde e não apenas aos Centros de Referência de Imunobiológicos Especiais (CRIEs). O público-alvo representa aproximadamente 39,2 milhões de pessoas. A meta do Ministério da Saúde é vacinar 31,3 milhões de brasileiros, o que equivale a 80% deste público. A campanha irá contar com 65 mil postos de vacinação e envolvimento de 240 mil pessoas, com a utilização de 27 mil veículos, entre terrestres, marítimos e fluviais. A ação é uma parceria entre as três esferas gestoras do Sistema Único de Saúde (SUS) - Ministério da Saúde e secretarias estaduais e municipais de saúde. Foram enviadas, para todo o país, 43 milhões de doses da vacina trivalente. Para Minas Gerais foram enviadas 4,3 milhões de doses para vacinar o público alvo, que corresponde a 3,9 milhões de pessoas. O número de doses inclui a reserva técnica. Para apoiar as ações de mobilização da população e preparação das equipes de saúde, o Ministério da Saúde está repassandoR$ 24,7 milhões aos estados e munícipios. Minas Gerais irá receber R$ 2,69 milhões para estas ações.

Prevenção. A meta do Ministério da Saúde é vacinar 31,3 milhões de brasileiros, o que equivale a 80% deste público.

Saúde lança campanha de vacinação contra a gripe Imagem da Internet

PRESCRIÇÃO – Os doentes crônicos precisam apresentar prescrição médica no ato da vacinação. Pacientes já cadastrados em programas de controle das doenças crônicas do SUS, deverão se dirigir aos postos em que estão registrados para receberem a vacina. Se na unidade de saúde onde são atendidos regularmente não existir um posto de vacinação, os pacientes devem solicitar prescrição médica na próxima consulta. O objetivo é garantir o documento com antecedência, para evitar filas no período da vacinação. Pacientes que são atendidos na rede privada ou conveniada, também devem

buscar a prescrição médica com antecedência, junto ao seu médico assistente, devendo apresentá-la nos postos de vacinação durante a campanha. Durante a apresentação da campanha, o ministro da Saúde, Alexandre Padilha, fez um apelo para que todos os integrantes do grupo prioritário se vacinem. “É importante que estas pessoas, com doenças cardíacas, pulmonares, obesos, transplantados renais ou que tenham alguma doença crônica associada, procurem os postos de vacinação e levem a prescrição”, explicou Padilha. Fonte: Ministério da Saúde

Trabalhadores protegidos na construção civil

Todo trabalho deve ser executado de forma segura. Em se tratando da contrução civil, um dos mercados que mais crescem atualmente, a utilização do equipamento de proteção é essencial para as empresas e seus funcionários. O trabalhador fica exposto a diversos fatores que podem colocar em risco sua integridade física e mental. Baseando nessas necessidades, a NR18, que regulamenta o trabalho na construção civil, descreve normas e procedimentos que devem ser cumpridos por patrões e empregados no decorrer das atividades. Esta lei determina que as empresas disponibilizem, gratuitamente, os equipamentos de proteção ao trabalhador, informando a correta utilização, higienização e cuidados, através de treinamentos específicos a cada função. Estes equipamentos são denominados EPI’s (Equipamentos de Proteção individual) . Todos eles devem conter CA. ( Certificado de Aprovação do Ministério do Trabalho). Os EPI’s mais utilizados para estas atividades são: capacetes; óculos; abafadores de ruído; respiradores faciais; luvas; calçados de segurança; entres outros que possam ser exigidos pela empresa. São utilizados também EPC (Equipamentos de Proteção Coletiva), tais como cones, fitas zebradas, telas de proteção, placas e cavaletes de sinalização, bandeirolas, giroflex, sirenes, etc. Ter a consciência de investir na qualidade do ambiente de trabalho é uma atitude responsável de toda empresa, preservando principalmente a vida dos seus colaboradores e evitando indenizações e multas trabalhistas que podem ocorrer pelo descumprimento das leis. Palestras e treinamentos são de grande importância, pois a utilização incorreta dos equipamentos de segurança pode causar danos. O funcionário treinado e consciente do seu dever de trabalhar de forma segura combate toda e qualquer incidência de acidentes fatais nos canteiros de obras. Sendo pequenas casas ou grandes prédios, os acidentes ou atos inseguros podem ser perfeitamente evitados com uso do equipamento adequado, garantindo a qualidade de vida de todos aqueles que constroem nosso país.

Sabrina Goulart - Téc. Segurança do Trabalho - MG/006691-5

SG - Equipamentos de Segurança Rua Daniel Pantaleão Ferreira, 144 - Centro - Barroso - MG (32) 9902-6118 / 3351-2298 E-mail: sg.loja@yahoo.com.br

Maus hábitos. Bacon, refrigerante e até o churrasco do final de semana têm substâncias cancerígenas A vida moderna, cada vez mais agitada, dificultou o velho (e bom) hábito de preparar os próprios alimentos e deu lugar aos alimentos prontos para consumo ou de fácil preparo. O nutricionista Fábio Gomes, do INCA (Instituto Nacional de Câncer), explica que muitos alimentos possuem fatores mutagênicos, ou seja, lesam as células humanas e alteram o material genético que existe dentro dela. “Esse processo leva a uma multiplicação celular muito maior do que o normal e, em consequência, pode aparecer um tumor”, explica o nutricionista. Muitos desses alimentos não apresentam qualquer benefício à saúde e podem ser facilmente riscados do cardápio. Veja quais são e modere no consumo dos alimentos que predispõem a doença.

Oito alimentos que podem aumentar os riscos de câncer www.minhavida.com.br

3. Alimentos gordurosos

1. Carnes Processadas

Linguiça, salsicha, bacon e até o peito de peru contêm quantidades consideráveis de nitritos e nitratos. Essas substâncias, em contato com o estômago, viram nitrosaminas, substâncias consideradas mutagênicas, capazes de promover mutação do material genético. 2. Refrigerantes

A bebida gaseificada, além de conter muito sal em forma de sódio, possui adoçantes associados ao aparecimento de câncer. O ciclamato de sódio, por exemplo, é proibido nos Estados Unidos, mas ainda é utilizado no Brasil, principalmente em refrigerantes “zero”. “Essa substância aumenta o risco de aparecimento de câncer no trato urinário”, conta Fábio Gomes. “O ideal é que o adoçante seja usado de forma equilibrada, pois é um produto destinado a pessoas com diabetes”, aponta.

Não é exatamente a gordura a principal responsável pelo aparecimento de câncer, e sim a quantidade de calorias. A comida muito gordurosa é densamente calórica, ou seja, tem mais que 225 calorias a cada 100 gramas do alimento Em excesso, esses alimentos provocam obesidade, que é fator de risco para câncer de pâncreas, vesícula biliar, esôfago, mama e rins. A célula de gordura libera substâncias inflamatórias, principalmente hormônios que levam a alterações no DNA e na reprodução celular, como o estrogênio, a insulina e um chamado de fator de crescimento tumoral. 4. Alimentos ricos em sal

“Se ingerido em quantidade maior do que cinco gramas por dia, o sal pode lesar as células que estão na parede do estômago”, explica o nutricionista Vinicius Trevisani, do Instituto do

Câncer de São Paulo. Essa agressão gera alterações celulares que podem levar ao aparecimento de tumores. 5. Churrasco

Na fumaça do carvão há dois componentes cancerígenos: o alcatrão e o hidrocarboneto policíclico aromático. “Ambos estão presentes na fumaça e impregnam o alimento que é preparado na churrasqueira”, explica Fábio Gomes. “Eles também possuem fatores mutagênicos que levam ao aparecimento de tumores”. 6. Dieta pobre em fibras

O nutricionista Vinicius Trevisani explica que o intestino se beneficia muito pelo consumo adequado de fibras. Elas garantem um bom trânsito intestinal, de modo a eliminar os ácidos biliares secundários, um produto da digestão presente no intestino. Isso evita aagressão às células do intestino e a multiplicação celular descontrolada.

7. Preparo com altas temperaturas

Alimentos fritos ou grelhados também incorporam algumas substâncias cancerígenas. Ao colocar o alimento cru em óleo ou chapa muito quentes, são formadas substâncias que contêm fatores mutagênicos e estimulam a formação de tumores. O nutricionista Fábio recomenda preparar as carnes ensopadas, ou no forno. Assim, a temperatura do alimento aumenta gradualmente e não chega a níveis tão altos. 8. Alimentos com agrotóxicos

Não existe uma forma eficiente de limpar frutas, verduras e legumes dos agrotóxicos. “Muitas vezes, esses conservantes são aplicados nas sementes e passam a fazer parte da composição do alimento”, aponta Fábio Gomes. O agrotóxico provoca vários problemas de saúde mas ainda está em estudo a sua real contribuição para o aparecimento do câncer.


primeira página

Sustentabilidade 11

Desperdício. A energia desperdiçada anualmente no Brasil seria suficiente para abastecer a cidade do Rio de Janeiro por um ano.

Brasileiros desperdiçam 15% da energia que consomem O Governo Federal garantiu a redução de 18% na tarifa de energia elétrica residencial e de até 32% para a indústria e a agricultura. As medidas foram publicadas no Diário Oficial da União no dia 24 de janeiro. No dia 23 de janeiro, a presidenta Dilma Rousseff discursou em rede nacional e afirmou que, com essa medida, o Brasil passa a ser o único país a baixar o custo de energia e, ao mesmo tempo, aumentar sua produção. Dilma ainda destacou que isso não vai causar risco de racionamento ou qualquer tipo de estrangulamento. No entanto, a medida provisória 579, que reduziu as tarifas para geradoras e transmissoras de energia com concessões que vencem até 2017 causou um prejuízo de R$6,8 bilhões para a Eletrobrás em 2012, segundo dados da própria empresa. Para compensar o prejuízo, a organização vai adotar ações de redução de custos. A meta, de acordo com o jornal O Tempo, é reduzir as despesas com custeio em 30% em três anos. A medida vai ter início com o corte de 4.500 a 5.000 funcionários, de um total de 27 mil. Com esse desconto, o consumidor vai sentir um alívio no bolso. No entanto, devemos continuar atentos ao uso abusivo da energia dentro de casa. De acordo com um estudo da Associação Brasileira das Empresas de Serviços de Conservação de Energia (Abesco), 15% da energia consumida em cada residência brasileira é desperdiçada. Sendo assim, uma casa que consome R$200,00 de energia elétrica por mês, vai pagar R$164,00. Se não houvesse esse desperdício de 15%, o valor ficaria abaixo de R$ 140,00. A redução na tarifa começou em fevereiro.

sustentável

Economizar energia traz benefícios para o planeta e para o bolso

O Selo Procel tem o objetivo de orientar o consumidor na hora da compra. Produtos etiquetados com este Selo apresentam melhor desempenho e menor consumo de energia. Fique atento! A Federeção das Indústrias do Estado de São Paulo criou um simulador de conta após a redução. Acesse-o pelo endereço:

www.energiaaprecojusto.com.br

A seguir, temos algumas dicas para economizar energia elétrica em casa. Lâmpada: Troque as lâmpadas comuns (incandescentes) pelas fluorescentes, consomem até 80% menos energia. Mantenha apagadas a lâmpadas dos ambientes desocupados. Evite acender as luzes durante o dia. Aproveite a iluminação natural, mantendo cortinas abertas e pintando o teto e as paredes internas com cores claras. Chuveiro: Procure reduzir o tempo do banho e, ao se ensaboar, desligue o chuveiro e ligue-o novamente na hora de enxaguar. Geladeira: Não deixe acumular gelo no congelador. Evite abrir a geladeira sem necessidade. Organize os alimentos de forma que fique mais fácil encontrá-los, deixando espaço para o ar circular. Não pendure roupas atrás do refrigerador e use o termostato de acordo com a temperatura ambiente. Se estiver frio, regule-o para a posição mínima. Eletrônicos: Quando não estiver usando a TV, o DVD, o aparelho de som e outros eletrônicos que usem controle remoto, desligueos da tomada. Desligue o celular da tomada quando a bateria estiver totalmente carregada. Ferro roupa roupa: roupas las de

Comparamos duas faturas de uma mesma família, uma do mês de dezembro de 2012, com consumo de 74 kW/h e outra de março de 2013, com consumo de 80 kW/h. Confira abaixo como foi a redução da tarifa na prática.

Passe primeiro as que precisam de menos calor, depois as mais pesadas e, com o ferro desligado, aproveite o calor para passar as mais leves. Máquina de lavar: Use água fria. Não coloque sabão além da medida recomendada, para não precisar enxaguar mais de uma vez. Coloque o máximo de peças possível, sem sobrecarregar o limite da máquina. Ar-condicionado: Não use-o com janelas e portas abertas. Fique atento à entrada do calor do sol no ambiente, fechando as cortinas. Quando o ambiente estiver desocupado, mantenha-o desligado. Evite o uso de “tês” e benjamins, que podem aquecer e provocar curtoscircuitos. Evite usar aparelhos elétricos nos horários de pico, entre 18h e 21h. Fique atento ao selo de eficiência energética: ao comprar um produto que consome energia, inclusive fogões a gás e elétricos, fique atento à etiqueta de eficiência do Inmetro. Produtos com classificação “A” consomem menos energia.

de passar Acumule as para passáuma só vez.

Note que o consumo no mês de dezembro de 2012 foi de 74 kW/h, enquanto que, no mês de março de 2013, foi de 80 kW/h.

O valor da fatura de dezembro, com vencimento em janeiro, foi de R$15,09 e o valor da de março, com vencimento em abril, foi de R$13,69

Lembramos que as faturas apresentadas como exemplo nesta reportagem se enquadram na tarifa social e são isentas de ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços). A simulação no site da Fiesp com o consumo de 80 kW/h, que foi o do mês de março citado no exemplo, considerando a tarifa social, mostra uma redução de 18,14%. O valor da fatura, sem a redução, seria de aproximadamente R$16,70. Na simulação que fizemos de 150 kW/h, uma média das residências brasileiras, com a tarifa residencial, o valor passaria de R$91,31 para R$74,75. A imagem abaixo mostra a relação dos valores do kW/h em dezembro. Para o consumo até 30 kW/h, o valor cobrado era de quase 15 centavos por kW/h. Para o consumo acima de 30 e abaixo de 80 kW/h, o valor era de quase 25 centavos. No exemplo abaixo, foram tarifados 30 kW/h a pouco mais de 14

mundo sustentável mundo

centavos, totalizando R$4,33 e 44 kW/h a 24 centavos, totalizando o valor de R$10,91. Somando-se esses valores, chegamos a R$15,24, que seria o valor final da fatura. No entanto, houve um desconto de 15 centavos devido ao descumprimento do limite de interrupção mensal. O valor caiu para R$ 15,09.

Abaixo está a relação dos valores do kW/h em março de 2013. Para o consumo até 30 kW/h, o valor cobrado era de quase 12 centavos por kW/h. Para o consumo acima de 30 e abaixo de 80 kW/h, o valor era de pouco mais de 20 centavos. No exemplo, foram tarifados 30

Você Sabia?

O Brasil é o maior reciclador de latas de alumínio do mundo Em 2011, somente 17 de cada mil latinhas foram parar no lixo no Brasil. O índice de reciclagem bateu o recorde de 98,3%. Em 2010, o percentual foi de 97,6. O país reciclou 248,7 mil das 253,1 mil toneladas disponíveis no mercado em 2011, o que equivale a 18,4 bilhões de embalagens, ou 50,4 milhões de latas por dia. A coleta de latas de alumínio para bebidas injetou R$645 milhões na economia nacional. Além disso, a reciclagem dessas 248,7 mil toneladas gerou uma economia de 3.780 GW/h (Gigawatts/hora) ao país, o equivalente ao consumo residencial de 6,5 milh õ e s d e pessoas em dois milhões de resi- dências.

kW/h a pouco mais de 11 centavos, totalizando R$ 3,54 e 50 kW/h a 20 centavos, chegando ao valor de R$ 10,15. Se somarmos os dois valores, chegamos ao valor da fatura, que foi de R$13,69. Resumindo: o consumo aumentou e a conta diminuiu.

Fonte: Associação Brasileira dos Fabricantes de Latas de Alta Reciclabilidade (Abralatas) e Associação Brasileira de Alumínio (Abal).


primeira página

12 Capa

Precariedade. Depois de muitos anos, a Escola Estadual Cônego Luiz Giarola Carlos passa por uma reforma geral. De acordo com a diretora Edna Américo, a imprensa teve papel essencial para essa conquista, despertando a atenção das autoridades.

A Educação implora por socorro

A Escola Estadual Cônego Luiz Giarola Carlos passa por uma reforma geral. As obras, que foram orçadas em R$691 mil, se iniciaram na quinta-feira santa e têm prazo de cinco meses para serem concluídas. A Alphaville, de Betim, é a empresa que ganhou o processo de licitação, que ocorreu no dia 8 de março. A diretora Edna Aparecida Américo, que assumiu o cargo em agosto 2007, está contente com a primeira reforma em seu mandato. “Em 2008 eu consegui a ampliação de duas salas, porque queríamos implantar o Ensino Médio e a escola não comportava. Como era de interesse do plano decenal de educação e da superintendência de ensino, foram construídas duas salas”, afirma. Além dos vários anos sem nenhuma reforma, a escola sofreu diversos arrombamentos, que passaram a ser mais frequentes com o aumento do tráfico de drogas. “Entre 2007 e 2009 a gente passou por um período mais tranquilo. Com o aumento do uso e tráfico de drogas, começaram a surgir os roubos que fizeram a gente perder muita coisa”, afirma Edna. Desde 2007, a escola sofreu de 10 a 12 arrombamentos. No ano passado, foi arrombada três vezes em um período de cinco dias. “Esses três arrombamentos foram os piores, porque os outros causaram menos prejuízos. Um desses três roubos, que levaram a gente para a

imprensa causou muitos prejuízos Toda vez que fomos roubados, comunicamos à polícia, à superintendência, à perícia e nada aconteceu”, declara.

caos social Após diversos roubos na escola Cônego Luiz, os criminosos não foram punidos ou não foram encontrados. Para Edna Américo, a segurança pública deixa muito a desejar. A diretora afirma que quatro receptadores de produtos roubados em uma das ocorrências do final de 2012 continuam presos. Mas os ladrões em si não estão detidos. Edna fica indignada também com a impunidade dos criminosos menores de idade. “A falta de punição e a utilização de drogas por menores piora a situação. Os adultos utilizam esses menores para praticar pequenos roubos. Eles são levados pela polícia e são soltos. Não existe uma punição para o menor”, declara, destacando ainda que não tem nehuma queixa em relação à polícia, pois todas as ocorrências foram atendidas pela PM. “A questão é que a polícia faz a sua parte, mas como se trata de menores, ficam soltos e continuam cometendo os mesmos crimes”, afirma. De acordo com Edna, esses roubos acabam prejudicando a qualidade do ensino, pois a escola fica obrigada a utilizar o dinheiro que poderia ser investido em benefícios aos alunos para repor as mercadorias roubadas. “A escola tem bons recursos para melhorar a qualidade do ensino,

Alambrados da quadra da escola estão danificados e oferecem risco à segurança dos alunos

mas não pode investir mais por ter que repor o que foi roubado”. Edna aponta três motivos que tornam a Escola Cônego Luiz um alvo bastante visado pelos criminosos, a localização da escola, a falta de segurança e a impunidade. “Nós temos poucos vizinhos; é um lugar muito ermo. Nós vamos receber oito câmeras de monitoramento da Secretaria de Estado de Segurança, mas não adianta, pois mesmo que se filme o criminoso, se ele for menor, não vai ficar detido. Então, o maior problema acaba sendo a impunidade mesmo”, declara.

“Se um jovem pode votar com 16 anos, ele já poderia ser punido aos 16. Se ele sabe escolher os políticos que vão representá-lo, ele tem que saber também o que é certo e o que é errado” (Edna Américo)

Infiltrações e rachaduras prejudicam a estrutura da escola, que foi construída na década de 1970.

Imprensa despertou autoridades A diretora Edna Américo aponta a que o então vereador Chiquinho imprensa como a principal responsável Maromba entregou nas mãos do pela conquista desses recursos para a governador Anastasia, um ofício alertando sobre as condições da escola, reforma. A diretora explica que, desde 2007, mas nada foi feito. No ano passado, a escola foi quando assumiu a diretoria da escola, ela está lutando por essa reforma. arrombada três vezes em cinco dias Durante o governo Aécio, em 2008, e a reportagem de diversos veículos foram liberados R$870,00 para que a regionais veio a Barroso. “Quando a escola pagasse um engenheiro para escola apareceu na mídia eu disse ao fazer uma planilha, que foi enviada à repórter que a imprensa não é o quarto Superintendência Regional de Ensino poder, mas sim o primeiro poder, porque foi através da imprensa que em 2009. Desde essa época, Edna afirma que conseguimos essa reforma”. A diretora afirma que a reportagem procura os políticos de Barroso para sobre o roubo da escola articularem algum apoio foi ao ar em uma terça junto aos deputados e A imprensa e em uma quarta-feira buscarem alguma verba não é o quarto para a reforma da escola, poder, mas sim o e, no dia seguinte, um engenheiro de mas não conseguiu primeiro poder, Conselheiro Lafaiete nada. “Eu tenho certeza porque foi através já estava na escola que não é culpa dos da imprensa que avaliando as condições. políticos; chegamos no essa conseguimos A imprensa foi período eleitoral e, com reforma” essencial, de acordo a mudança do governo com Edna, pois os do Estado, passaram a exigir uma planilha desmembrada e a jornalistas que vieram a Barroso, além de mostrarem a situação dramática, nossa já não servia mais”. Edna afirma que também procurou procuraram autoridades do Estado a Superintendência de Ensino mas não para falar sobre as condições da obtinha resposta. Conforme a diretora, escola. “A Superintendência havia os políticos de Barroso procuraram recebido dez ligações da Secretaria de apoio. Reinaldo Gambá procurou Estado da Educação e da Secretaria de o deputado Rômulo Viegas, que Segurança Pública para saber o que enviou um ofício à Superintendência estava acontecendo com nossa escola”, solicitando a planilha com o orçamento. destaca. Depois disso, a planilha ficou pronta A prefeita Eika Oka de Melo pediu ao vice-governador Alberto Pinto Coelho, em três dias e, na semana seguinte, que também foi atrás da planilha, mas um engenheiro de Belo Horizonte confirmou a necessidade da obra e a não conseguimos os recursos. A diretora Edna Américo declara ainda verba foi liberada rapidamente.

Vidros das janelas quebrados por causa da dilatação provocada por rachaduras na sala interditada

A madrinha da reforma “O que estava faltando era um choque. A burocracia é que estava atrapalhando, pois não se libera uma obra sem o projeto dela. Hoje eu falo que, quem conseguiu a reforma da nossa escola foi a imprensa, que encurtou o caminho. Não há outra madrinha para a reforma da escola que não seja a imprensa”, ressaltou a diretora, declarando que os jornalistas vieram por causa do roubo, mas que o que mais chamou a atenção deles foram as condições precárias da escola. Não é exagero falar em precariedade, até porque o engenheiro que veio fazer a planilha com a descrição das necessidades da escola interditou uma das salas de aula. A diretora finaliza afirmando que a escola ainda tem outras necessidades de recursos humanos, tecnológicos. Seu sonho é ter um laboratório de informática para a escola e também está em busca de um projeto de aprofundamento de estudos oferecido pelo governo.

Grades e alambrados arrebentados colocam em risco a segurança dos alunos e mostram a necessidade de uma maior conscientização para se conservar o patrimônio

Ela ressaltou que acredita na escola e na qualidade de ensino. Edna declara que a Escola Cônego Luiz não é uma escola qualquer. Ela estudou na escola, seus filhos estudam nessa escola e ela quer um ensino com excelência para seus filhos e para os filhos dos outros. “Eu tenho que deixar a escola reformada, bonita, para que meu sucessor tenha que se preocupar apenas com a parte pedagógica, só querer que esses meninos voem alto e alcancem seus sonhos”, conclui.

As instalações hidráulicas estão precárias

Jornal Primeira Página - Abril de 2013  

Ano 1, Ediçao 1, Abril de 2013

Advertisement