Issuu on Google+


Festival Baixo Centro


BAIRRO-ESCOLA CONCEITO O Bairro-escola é um sistema de corresponsabilidade entre escolas, famílias e comunidades com foco na garantia de desenvolvimento integral de crianças e jovens.


BAIRRO-ESCOLA CENTRO HISTÓRICO •

1ª atuação no território: 2005 a 2007 – Programa O Centro é uma Sala de Aula; É• noBairro-escola diálogo entre dois2008 territórios que Barrraos Funda: a 2010 – Parceria se formou o Bairro-escola com a Plataforma dos CentrosCentro, Urbanos – Articulação e desenvolvimento da Rededistintas Nossa Barra; combinando duas ações e • Bairro-escola Luz: 2010 a 2011 – Estruturação de um propostas agremiadas, fortalecendo laços Grupo Articulador Local e ações com importante e ampliando a relação entre esses atores escola da região • um Bairro-escola 2012 aos dias atuais: junção de de mesmo Centro: macroterritório. ações visando perímetro integrado


DIAGNÓSTICO SOCIOTERRITORIAL DO BAIRRO-ESCOLA Proposta: •Forma de pesquisa/investigação que permite aos agentes locais conhecer seu território de atuação, identificando problemas e potencialidades. •Instrumento de planejamento das ações futuras. Diagnóstico que parte da hiperlocalidade e não se restringe aos limites apresentados pelas bases de dados oficiais.


METODOLOGIA DIAGNÓSTICO SOCIOTERRITORIAL Etapa 1 Definição do território: raio de 2km em 3 territórios onde o Aprendiz atua Etapa 2 Pesquisa documental: Levantamento de referências bibliográficas e outros documentos de pesquisa disponíveis sobre os quatro eixos orientadores do diagnóstico em cada um dos territórios investigados. Etapa 3 Levantamento estatístico de dados secundários: Identificação e plotagem de dados já existentes e disponíveis para consulta em bases oficiais ou não, utilizando como perímetro ora distritos, ora áreas de ponderação. Etapa 4 Aprofundamento local – Levantamento de dados primários: Entrevista com diretor de escola foco do Bairro-escola, questionário respondido espontaneamente por 14% dos alunos da escola do 6º ao 9º ano do EF e do 1º ao 3º ano do EM.


BAIRRO-ESCOLA CENTRO ÁREA DE ABRANGÊNCIA


1 anรกlises as


CARACTERIZAÇÃO DAS CONDIÇÕES DE VIDA DAS CRIANÇAS E JOVENS DO TERRITÓRIO Objetivo: •Conhecer/traçar o perfil básico do território e das condições do desenvolvimento integral das crianças e jovens do território em relação a: • • • • • • •

Demografia Saúde Habitação Educação Assistência social Trabalho Violência e segurança


POPULAÇÃO

COMPOSIÇÃO (faixa etária) da População do BE Centro

(em número absoluto) 2010 Áreas de ponderação (raio de 2 km)

(em %) 2010 394.750

Áreas de ponderação (raio de 2 km)

394.180

134.910

Número total de pessoas residentes em determinado espaço geográfico, no ano considerado. Município de São Paulo 11.253.503

IBGE. Censo Demográfico, 2010


POPULAÇÃO

MORTALIDADE E ENVELHECIMENTO Taxa de Mortalidade Infantil Distritos que circundam o Bairro-escola Centro Barra Funda Bom Retiro Casa Verde Limão Perdizes Santa Cecília São Paulo

19,1 14,2 11,2 9,1 5,3 13,8 11,5

Relação entre óbitos de mulheres de 15 a 49 anos e o total de mulheres nessa faixa etária em determinado espaço geográfico, no ano considerado.

Taxa de Mortalidade da População entre 15 e 34 Anos Distritos que circundam o Bairro-escola Centro Barra Funda 41,8 Bom Retiro 39,6 Casa Verde 78,1 Limão 117,1 Perdizes 27,9 Santa Cecília 93,4 São Paulo 111,7

Índice de envelhecimento (em%) Distritos que circundam o Bairro-escola Centro Barra Funda 129,4 Bom Retiro 67,7 Casa Verde 89,8 Limão 72,6 Perdizes 153,0 Santa Cecília 185,0 São Paulo 57,3

Relação entre óbitos da população de 15 a 34 anos e a população nessa faixa etária em determinado espaço geográfico, no ano considerado.

Número de pessoas de 60 e mais anos de idade, para cada 100 pessoas menores de 15 anos de idade, na população residente em determinado espaço geográfico, no ano considerado.

Fundação SEADE. Informações dos distritos da capital, 2010


POPULAÇÃO

FERTILIDADE E GRAVIDEZ NA ADOLESCÊNCIA

3,76

0,76

3,76

Município de São Paulo

Taxa de Mortalidade de Mulheres em Idade Fértil Distritos que circulam o Bairro-escola Centro Barra Funda 95,6 Bom Retiro 41,0 Casa Verde 148,7 Limão 116,9 Perdizes 44,0 Santa Cecília 97,3 São Paulo 107,0 Jardim Ângela 120,2 Pinheiros 58,9 Relação entre óbitos de mulheres de 15 a 49 anos e o total de mulheres nessa faixa etária em determinado espaço geográfico, no ano considerado.

6,04 Fundação SEADE. Informações dos distritos da capital, 2010


TRABALHO E RENDA

POPULAÇÃO GERAL & PESQUISA NA ESCOLA

Bairro-escola Centro

Renda Taxa de Taxa de domiciliar formalidade informalidade R$ 5.968,21 59,8% 36,1%

Pinheiros R$ 14.131,63 Jardim Ângela R$ 1.627,72 São Paulo R$ 4.425,13

53,3% 66,0% 62,0%

70,2% dos pais responderam que a renda mensal da família é de até 4 salários mínimos*

39,2% 33,8% 35,3%

Distritos Administrativos – Santa Cecília (renda) e Áreas de Ponderação (formalidade e informalidade) IBGE. Censo Demográfico, 2010 Renda domiciliar: Média mensal de todos os rendimentos dos moradores dos domicílios. Taxa de formalidade: Percentual da população ocupada que possui carteira de trabalho assinada em determinado espaço geográfico, no ano considerado. Taxa de informalidade: Percentual da população ocupada que trabalha sem carteira de trabalho assinada, por conta própria ou sem rendimento em determinado espaço geográfico, no ano considerado.

14,5% dos alunos trabalham e desses 77% trabalham mais de 6 horas diárias* Fonte: Pesquisa na escola (universo: 14% dos alunos da escola que responderam espontaneamente um questionário em dezembro 2012.)


MORADIA

POPULAÇÃO GERAL & PESQUISA NA ESCOLA

Bairro-escola

Qtidade de moradores/ domicilio

Inadequação habitacional (%)

Centro

2,27

0,9

São Paulo

3,12

10,5

Quantidade de moradores por domicílio: Média de moradores por unidade domiciliar. Inadequação habitacional: Proporção de Domicílios precários (sem rede de abastecimento de água; sem rede coletora de esgoto e sem fossa séptica; sem serviços de coleta de lixo; sem energia elétrica) em relação ao total de domicílios.

Distrito administrativo (Santa Cecília) IBGE. Censo Demográfico, 2010

35,5% dos alunos responderam que mais de seis pessoas moram em seu domicílio e 22,1% identificaram 5 moradores


PRINCIPAIS DADOS

CARACTERÍSTICA DOS ALUNOS E FAMÍLIAS 95,7% dos alunos que responderam à pesquisa moram no raio de 2km da escola 26,5% dos alunos que responderam nasceram fora da cidade ou do estado de SP e 13,2% responderam que nasceram fora do país 21,7% das mães nasceram fora do país e 23,6% falam espanhol, guarani ou outro idioma além do português 71% dos alunos responderam que a mãe é a pessoa que mais vai a escola para falar com os professores ou com a direção 82,6% responderam que fazem uso das redes sociais e 42,9% gastam em média 5 horas diárias nessa atividade

Fonte: Pesquisa na escola (universo: 14% dos alunos da escola que responderam espontaneamente um questionário em dezembro 2012.)


CONDIÇÕES DA REDE INTERSETORIAL PARA A EDUCAÇÃO INTEGRAL Objetivo: •Conhecer a cobertura da rede de educação integral para crianças e jovens


EQUIPAMENTOS CULTURAIS

Condições da rede intersetorial para a educação integral

Secretaria Municipal de Esportes, Lazer e Recreação. Sistema Municipal de Bibliotecas. São Paulo Turismo, 2012.


CENTROS DE REFERENCIA EM ASSISTÊNCIA SOCIAL (CRAS)

Condições da rede intersetorial para a educação integral

Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social, 2012.


PRAÇAS E PARQUES

Condições da rede intersetorial para a educação integral

Secretaria do Verde e do Meio Ambiente, sem data.


INSTÂNCIAS DE PARTICIPAÇÃO PRESENTES NO TERRITÓRIO Objetivo: •Identificar e qualificar os movimentos sociais, as lideranças, instâncias formais de participação, e instâncias não formais voltadas a crianças e jovens


INSTÂNCIAS DE PARTICIPAÇÃO LEVANTAMENTO E OBSERVAÇÃO 17 17Instituições Instituiçõesmapeadas mapeadas

• • •

Levantamento a partir do que já se conhecia no território e por indicação de parceiros próximos Maior parte dos espaços tem a participação apenas de adultos Entre as instituições mapeadas, o Fórum Regional dos Direitos das Crianças e Adolescentes Sé, no período observado (2012) havia uma média de participação nas reuniões de seis instituições. E, embora houvesse interesse, nenhum adolescente ou criança participava das reuniões. Em levantamento telefônico, 12 escolas foram entrevistadas e apenas uma (1) identificou ter um grêmio ativo (escola em análise/ parceira)


CARACTERIZAÇÃO DAS ESCOLAS E SEU POTENCIAL DEMOCRÁTICO Objetivos: Conhecer um perfil básico das escolas, seus estudantes e as famílias destes Conhecer os mecanismos que fomentam processos democráticos na escola Conhecer os fluxos de comunicação na escola Conhecer como se dá a integração da escola com a rede da educação integral


PRINCIPAIS DADOS CARACTERÍSTICAS DA ESCOLA A escola tem 478 alunos matriculados 154 docentes estão registrados como funcionários na escola 56,5% dos docentes são mulheres A escola tem quadra de esportes coberta, sala de informática e laboratório de ciências A escola tem grêmio (eleito) e conselho escolar (indicado pelo corpo diretivo) ativos

Fonte: Pesquisa na escola (universo: 14% dos alunos da escola que responderam espontaneamente um questionário em dezembro 2012.) Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep). Censo Escolar, 2010/2011


INDICADORES DE PARTICIPAÇÃO NA ESCOLA Pais que participam ou já participaram na definição das regras da escola

Pais que participam ou já participaram na definição das matérias a serem ensinadas

Fonte: Pesquisa na escola (universo: 14% dos alunos da escola que responderam espontaneamente um questionário em dezembro 2012.)

Pais que participam ou já participaram na definição da aplicação do dinheiro que a escola recebe


OBRIGADA! Wendy Villalobos Gestora de Território wendyvillalobos@aprendiz.org.br Paula Patrone Gerente do Núcleo Pesquisa-ação Comunitária paulapatrone@aprendiz.org.br


Diagnóstico Socioterritorial