Page 1

swissdesign

outrosolhares creative group

2012 2013

Showcase 1ª Edição

Nam libero tempore, cum soluta nobis est eligendi optio ques


O Fotógrafo Manoel de Barros

Difícil fotografar o silêncio. Entretanto tentei. Eu conto: Madrugada a minha aldeia estava morta. Não se ouvia um barulho, ninguém passava entre as casas. Eu estava saindo de uma festa. Eram quase quatro da manhã. Ia o Silêncio pela rua carregando um bêbado. Preparei minha máquina. O silêncio era um carregador? Fotografei esse carregador. Tive outras visões naquela madrugada. Preparei minha máquina de novo. Tinha um perfume de jasmim num beiral de um sobrado. Fotografei o perfume.

Vi uma lesma pregada mais na existência do que na pedra. Fotografei a existência dela. Vi ainda azul-perdão no olho de um mendigo. Fotogafei o perdão. Vi uma paisagem velha a desabar sobre uma casa. Fotografei o sobre. Foi difícil fotografar o sobre. Por fim cheguei a Nuvem de calça. Representou pra mim que ela andava na aldeia de braços com Maiakovski – seu criador. Fotografei a Nuvem de calça e o poeta. Ninguém outro poeta no mundo faria uma roupa mais justa para cobrir sua noiva. A foto saiu legal.


Projeto autoral do fotógrafo Luiz Augusto Rodrigues em que o objetivo era retratar pessoas com frases ou títulos de músicas que representam algo para cada um em alguma parte do corpo. Dentre os “clicks” já realizados estão as fotos de Lobão, Zeca Baleiro, Haroldo Ferreti do Skank, André Jung do Ira e Canisso dos Raimundos. O Projeto foi divulgado pela internet, tem feito muito sucesso pelo Brasil que se transformou em livro!

Luiz Augusto Rodrigues

Gustavo Carneiro que teve as passarelas como parte de seu passado e viajou por diversos países, atualmente trabalha como fotografo social na Folha de Londrina e tem em sua vida o amor pela fotografia e um olhar especial voltado para a população mais carente, Gustavo que também fotografa moda nos cedeu uma série tocante aos seus olhos e aos nossos, batizada pelo o artista de “Infância jogada no lixo” é difícil não se emocionar ao ver as fotografias feita por ele.

Gustavo Carneiro

Sandro Branco nos presenteou com a série “Desapercebidos” que foi seu produto de conclusão de curso, que arrancou choros da banca e convidados com suas fotografias comoventes e sua apresentação emocionante. Sandro tem trabalhado em muitos projetos fotográficos, um dos mais recentes foi o making off de Caindo e Levantando produzido pela Usina de Ideias exibido no “Causos e Casos” do programa Revista RPC filiada da rede globo, além de muitos outros trabalhos autorais e eventos sociais

Sandro Branco


Luiz Augusto Rodrigues

“Curiosamente, as imagens mais sensíveis e que chamam a atenção no projeto são justamente de anônimos e pessoas comuns que posaram em sessões coletivas de fotos.”


Gustavo Carneiro


“Retratar a sociedade mais esquecida é a forma que encontrou para tentar fazer algo por essas crianças que têm sua infância arrancada.”


Sandro Branco

“Vi ontem um bicho Na imundície do pátio Catando comida entre os detritos. Quando achava alguma coisa, Não examinava nem cheirava: Engolia com voracidade. O bicho não era um cão, Não era um gato, Não era um rato. O bicho, meu Deus, era um homem.” (Bandeira)


outrosolhares Fan page: www.facebook.com.br/outrosolhares

2revista interativa  

teste

Advertisement