Page 1

EX ALLIEVI Newsfl N ewsfl aass h ANO 8 - NÚMERO 34 - 24 JUNHO 2019

Eventos atuais religiosas e periódica social da Confederação Mundial dos Ex-Alunos de Dom Bosco

Edição português - (traduções: Nisaury Ventura)

Obrigado!


MENSAGEM DO REITOR-MOR Três estolas, três histórias maravilhosas Queridos amigos e leitores,

Quero rcordar brevemente três simpáticas histórias que vivi durante as minhas visitas aos salesianos do mundo. A protagonista absoluta de todas elas é uma estola. A estola faz parte da indumentária do sacerdote e do diácono para as celebrações litúrgicas. É aquela tira de tecido da cor litúrgica do dia que o sacerdote coloca sobre os ombros e deixa cair sobre o peito. É o distintivo da dignidade e da consagração do sacerdote, recorda o jugo leve de Nosso Senhor, as obrigações do estado sacerdotal e simboliza de algum modo as ovelhas que o bom pastor leva aos ombros. Nestes meses deram-me três estolas que têm para mim um especial significado afetivo.

A estola de uma mulher anónima A primeira estola foi-me oferecida durante a festa de Maria Auxiliadora, no dia 24 de maio em Valdocco. É uma bela estola, confecionada à mão com um estupendo fio de ouro, bordada em centenas de horas de trabalho. Uma senhora devota de Maria Auxiliadora e de Dom Bosco desejava que a usasse na Eucaristia e na procissão de Maria Auxiliadora daquela noite. Havia sido bordada com sacrifício, em simplicidade, com muita generosidade e muito amor a Nossa Senhora. Celebrei a Eucaristia com aquela estola, e rezei na procissão com aquela estola, e ofereci toda a oração pelos milhares e milhares de pessoas que ali se encontravam, e em particular precisamente por aquela senhora (que não conhecia, porque o presente havia sido feito de forma anónima), cujo coração transbordava de amor a Nossa Senhora Auxiliadora e de fé no Senhor.

A estola dos jovens debaixo das bombas A segunda estola recebi-a em Damasco, na Síria, numa tarde em que centenas de rapazes e raparigas estavam no oratório. Naquela tarde celebrámos a Eucaristia com mais de cem jovens animadores universitários. Acreditávamos ardentemente que a paz estava próxima e no fim da Missa devíamos largar um pomba branca para dizer a todos que se podia exultar pela paz, mas pouco longe de nós explodiram violentos tiros de morteiro. Pois bem, naquela tarde, aqueles jovens animadores maravilhosos, com um olhar profundo e uma fé realmente vivida, ofereceram-me uma bela estola na qual está bordado um letreiro em árabe que diz: «Recorda-te de nós sempre que celebrares a Eucaristia». A estola dos jovens presos A terceira estola recebi-a há um mês, durante a minha visita ao Brasil, no Mato Grosso. No fim de um encontro com os jovens, um educador ofereceu-me uma estola que tem escritos com tinta indelével os 56 nomes e apelidos dos rapazes que estão na casa salesiana. Não são Na capa: A festa dos "agradecimentos" ao Reitor-Mor

2

EX ALLIEVI Newsflash - 24 junho 2019


Devemos recordar o valor incalculável de todo o encontro humano, breve ou duradoiro, profundo ou rápido que seja. Todo o encontro deixa um perfume particular na nossa alma. Vivemos cada encontro humano de modo especial. Como os três que vou narrar. rapazes com uma história qualquer. São rapazes condenados àquilo a que antigamente se chamava prisão de menores, são rapazes privados da liberdade, devido a algum delito e que depois do processo nos foram confiados. Aqueles rapazes não podiam ir ao encontro, mas enviaram-me a estola com os seus nomes, pedindo-me que não me esquecesse deles e prometendo que eles também se recordariam de mim. Posso assegurar-vos que todos os dias me recordo deles na Eucaristia.

Creio Creio sinceramente na sintonia e na comunhão dos corações. Creio covictamente na oração, especialmente na oração de uns pelos outros. É uma expressão verdadeira de amor, rezar pelas outras pessoas, conhecidas ou desconhecidas, mas que vêm habitar no nosso coração no momento em que as recordamos. Nestes anos compreendi cada vez melhor o motivo da insistência do Papa Francisco ao pedir que se reze por ele.

Por isso quero deixar-vos o testemunho do grande valor destas três estolas. Quero gravar na minha memória e na vossa o valor incalculável de todo o encontro humano, breve ou duradoiro, profundo ou rápido que seja. Todo o encontro deixa um perfume especial na nossa alma. Devemos fazer com que cada encontro humano seja especial. Assim a nossa vida enriquecer-se-á.

As pessoas são como as cordas de uma guitarra, cada uma dá uma nota diferente, mas juntas podem produzir harmonias inolvidáveis. Quero recordar como a fé consegue mover corações e vontades. Constato isto por toda a parte nas minhas viagens no mundo salesiano.

Cada vez compreendo melhor aquilo que Dom Bosco escreveu aos rapazes de Valdocco, quando estava longe deles, e lhes chamou “ladrões”. Sim, assim os definiu: «Sois ladrões…» e depois acrescentou «porque me roubastes o coração». É belo ouvir que o coração pode ser roubado de um modo tão amável e cheio de afeto, quando se busca só o bem das pessoas.

A todos vós abençoo e prometo, na próxima vez que usar uma destas estolas, recoradar-me também de vós que partilhastes comigo o seu significado profundo. Don Ángel Fernández Artime Reitor-Mor

EX ALLIEVI Newsflash - 24 junho 2019

3


SAUDAÇÃO DO PRESIDENTE Caríssimos Ex-alunos e Amigos de Dom Bosco,

Como todos os anos em junho, celebramos a festa única e especial dos Ex-alunos e Amigos de Dom Bosco. No dia 24 de junho, junto com a celebração da festa de São João Batista, celebramos o aniversário da nossa fundação. Exatamente no dia 24 de junho de 1870, uma história bem conhecida aconteceu. Carlo Gastini, com um grupo dos primeiros Ex-Alunos de Valdocco, visitou Dom Bosco para felicitá-lo no dia em que celebra o dia de seu nome. Eles agradeceram-lhe pelo inestimável dom da educação e seu amor sem precedentes por eles.

Com o presente das xícaras de café - “tazzine” - este foi o primeiro momento em que Dom Bosco falou aos seus meninos como ex-alunos. De fontes históricas, sabemos que ele convidou os primeiros ex-alunos a ficar com ele e com a Família Salesiana. Ele disse a Carlo Gastini e seus amigos que ele pode amá-los mais do que quando estavam com ele todos os dias em Valdocco.

O primeiro presente dos Ex-alunos a Dom Bosco foram as xícaras de café. É interessante porque, além da grande cultura cafeeira da Itália, Dom Bosco costumava trabalhar na cafeteria e na chocolataria por um tempo quando era menino. Após a morte do proprietário da loja, como ele não tinha filhos, ele recebeu uma oferta para ficar e administrar a loja, mas Dom Bosco decidiu que há coisas diferentes esperando por ele.

Um pensamento paralelo interessante me vem à mente quando penso nas xícaras de café. Hoje, especialmente quando se fala em café, para rastrear sua origem, falamos sobre a colheita para a cadeia de café. Com Dom Bosco e as xícaras de café que ele recebeu como presente, nos movemos para a direção oposta - xícara para colheita. Acho que as primeiras xícaras de café para Dom Bosco eram mais do que um presente para nós.

Acredito que podemos preenchê-los hoje, depois de 150 anos com a bondade do nosso trabalho e projetos. Somos convidados a preencher essas xícaras com os resultados de nossos 150 anos de história como ex-alunos.

Dom Bosco, mas também hoje nos convida a ficar com ele. Seu amor e amizade não é uma coisa temporária. Não é algo que dura anos de sua vida também. É uma oferta e um convite para sermos Bons Cristãos e Honestos Cidadãos, agora e para sempre.

Neste momento especial de recordar o amor de Dom Bosco, convido-vos a ficar com Dom Bosco, para apreciar o seu amor e a sua educação.

4

EX ALLIEVI Newsflash - 24 junho 2019


Este ano, no dia 24 de junho, serão 149 anos daquela reunião muito especial em Turim - Valdocco.

Em um ano, seremos abençoados por sermos testemunhas do 150º aniversário desde a fundação do nosso grupo. De fato, é uma ocasião muito especial. Por isso, gostaria de anunciar que em um ano, a partir de 24 de junho de 2020, celebraremos o ano jubilar de Ex-Alunos de Dom Bosco em todo o mundo. A partir de hoje, estou convidando você a iniciar os preparativos em todos os níveis de nossa associação mundial, regional, nacional, local, mas também pessoal.

Convido-vos a refletir o que significa ser ex-alunos no cotidiano do mundo de hoje. Qual é a identidade de ser um ex-aluno e o que somos chamados a ser no futuro? Convido-vos a levar seu presente a Dom Bosco também este ano.

Como o amor e os valores permanecem os mesmos, o mundo está mudando a cada dia. Não vivemos mais a vida da cidade de Turim, no norte da Itália, sob os Alpes, com sua situação e desafios econômicos e políticos.

Precisamos atualizar nossa identidade como Ex-alunos para os desafios do mundo de hoje. Os desafios de novas formas de comunicação, novas necessidades e problemas. Precisamos entender os novos tipos de pobreza daqueles a quem devemos ajudar.

Não tenho medo de não podermos ser verdadeiros filhos e filhas de Dom Bosco como Carlo Gastini e seus amigos em 1870.

Que Dom Bosco abençoe todos os seus Ex-alunos e Amigos em todo o mundo. Com os melhores cumprimentos

Michal Hort Presidente da Confederação Mundial dos Ex-alunos de Dom Bosco

EX ALLIEVI Newsflash - 24 junho 2019

5


O DELEGADO MUNDIAL A Visão Educativa de Dom Bosco

Meus Queridos Amigos Ex-alunos,

Saudações de Roma no dia do nosso aniversário - 24 de junho. À medida que nos aproximamos do nosso 150º ano jubilar em 2020, voltamos às raízes e extraímos das fontes de Dom Bosco, particularmente de sua Visão Educativa, para o nosso próprio bem-estar e o da Confederação. À medida que o novo ano acadêmico se inicia em todo o mundo entre os meses de junho e setembro, revivamos o sistema educativo de Dom Bosco que nos deu vida. Tendo experimentado o estilo de vida de Dom Bosco caracterizado por um dinamismo juvenil através dos Salesianos, somos chamados a um compromisso sério, criativo e inculturado com a educação, cooperando com aqueles que constroem uma sociedade mais digna do homem. Destaco aqui alguns elementos importantes de sua visão:

~ Tinha Deus, jovens e bondade em seu núcleo, unidos pela “caridade pastoral”. É “pastoral” porque busca a salvação das almas, fazendo dos jovens cidadãos justos e responsáveis e bons cristãos/pessoas religiosas. É uma “caridade educativa” porque encontra um recurso na educação que ajuda os jovens a desenvolver todas as suas energias para o bem. ~ O estilo característico da educação de Dom Bosco consiste em levar os jovens a uma vida de fé através de um caminho de amor, paciência, razoabilidade e compreensão humana. A arte de entender um coração humano está no coração do método educacional de Dom Bosco.

~ A visão salesiana é alcançar os inatingíveis - os mais pobres da periferia: é injustiça que tantas crianças e jovens estejam sem educação de qualidade até hoje. Isto está claramente expresso no quarto objetivo do Desenvolvimento Sustentável - (Nações Unidas, Agenda 2030). Irmão Matthew Thaiparambil, que morreu em Calcutá recentemente, depois de ter servido milhares de jovens abandonados por mais de quarenta anos com tenacidade e criatividade, é um modelo maravilhoso de nos gastarmos para o crescimento dos necessitados.

~ A visão de educação de Dom Bosco nos inspira a trabalhar pela justiça e pela paz no mundo. Nós nos inspiramos nos dois grandes missionários assassinados recentemente, Pe. Antônio César Fernández Pe. Fernando Hernandez, em Burkina Faso, na África, tem trabalhado incansavelmente buscando justiça com fome e sede, especialmente educando os jovens. ~ Uso da Mídia Digital na Educação: “Em que redes sociais funcionaria Dom Bosco hoje? ” Foi a pergunta que os diretores dos Boletins Salesianos fizeram recentemente. “Ele usaria todas as mídias digitais atuais, acima de tudo o YouTube”, foi a resposta.

Que todos vocês fiquem abençoados em edificar suas vidas com gratidão, suas famílias com os valores divinos e contribuam para um mundo melhor, promovendo a educação. Deus abençoe todos vocês. Seu em Dom Bosco,

6

Pe. Jayapalan Sdb Delegado Mundial, Roma

EX ALLIEVI Newsflash - 24 junho 2019


EDITORIAL A festa do "OBRIGADO"

Carissimos Antigos Alunos,

A festa do "OBRIGADO", em sua simplicidade, é um dia dedicado à comunhão, como Dom Bosco queria que seus filhos fossem; também com seus diferentes personagens, com seus defeitos, mas que fizeram grupo, comunhão; que eles estavam juntos. As origens estão longe, remontando ao início do Oratório de Valdocco.

O 24 de junho é a festa de São João Batista. O nome de São João Apóstolo foi imposto a Dom Bosco no batismo. Em Turim, a festa do Precursor de Jesus Cristo era muito popular, honrada com grandes fogueiras e com fogo de rifle das tropas desdobradas; então os jovens começaram a louvar, aplaudir e oferecer-lhe flores neste dia, acreditando que ele era o seu onomástico.

O carinho, estima e gratidão a Dom Bosco não tinha limites. A ocasião para demonstrar esses sentimentos foi precisamente a festa de São João Batista. Em 1847 e 1848, os estudantes internos se contentaram em ler algumas breves, mas afetuosas composições de bons desejos, os jovens externos oferecendo-lhes algumas flores. Das Memórias Biográficas (vol. III, páginas 534 e 535), temos o detalhe cronológico do que aconteceu em 1849.

«Estamos em 1849. Carlo Gastini e Giuseppe Buzzetti têm uma idéia feliz e secretamente trabalham por vários meses para que isso aconteça. Eles compram dois corações de prata que economizam em comida e mantêm ciosamente suas pequenas gorjetas. Eles querem fazer uma surpresa real. E eles conseguem. O quarto de Dom Bosco é próximo ao dos jovens. É a véspera de São João. À noite, quando todos os companheiros já estão na cama, vão bater à porta de Dom Bosco. Apesar da hora, muito tarde, Dom Bosco os deixa entrar. Sua emoção e sua maravilha em ver os dois corações de prata e ouvir as poucas palavras cordiais de saudação é muito... Nos anos seguintes, uma comissão de jovens internos e externos é criada para organizar sua festa. E com as ofertas eles compram um presente para Dom Bosco que eles trazem regularmente para a noite da véspera da festa em seu quarto».

Ainda hoje em todas as casas dos Salesianos e das filhas de Maria Auxiliadora é celebrada a festa do "OBRIGADO". Celebrar não significa simplesmente festejar, mas, juntos, dar graças, pedir ajuda, confiar... É um momento "familiar" particularmente emocional. Não só para os encarregados de orientar a comunidade educativa, mas para todos aqueles que, por diversas razões, são o Dom Bosco de hoje.

A ascensão do Movimento dos Ex-alunos remonta à iniciativa de um pequeno grupo de antigos artesãos do Oratório de Valdocco, em Turim. Liderados pelo Chefe dos Encadernadores, Carlo Gastini, eles se apresentam a Dom Bosco no dia do seu onomástico, precisamente em 24 de junho de 1870, para expressar sua gratidão e dar-lhe um pequeno café. Com eles há também o pároco de Turim, Don Felice Reviglio, que acompanha alguns estudantes.

No próximo ano, junto com muitos ex-alunos e ex-alunas de Dom Bosco, celebraremos 150 anos daqueles momentos! Pierluigi Lazzarini

EX ALLIEVI Newsflash - 24 junho 2019

7


E STRÉIA 2019

“Para que a minha alegria esteja em vós” (Jo 15,11)

A Santidade é também para você VII. O QUE SIGNIFICA “A SANTIDADE É TAMBÉM PARA VOCÊ!”?

• É algo próximo, real, concreto, possível. Ou melhor, é a vocação fundamental. • Ser santo não é difícil, ou melhor, é fácil, e Deus nos espera no céu depois do nosso caminho de santidade. “O que ficou dito até agora não implica um espírito retraído, tristonho, amargo, melancólico ou um perfil sumido, sem energia. O santo é capaz de viver com alegria e sentido de humor” (Gaudete et exsultate, 122). • O caminho da santidade não pode evitar a dimensão da cruz, mas é também cheio de alegria: “aqui fazemos consistir a santidade em estar muito alegres”. • A santidade não afasta dos próprios deveres, interesses, afetos. Mas os assume na caridade. A santidade é a perfeição da caridade e responde, portanto, à necessidade fundamental do homem: ser amado e amar. Quanto mais santo, tanto mais homem porque “não é que a vida tenha uma missão, mas a vida é uma missão” (Gaudete et exsultate, 27). • A santidade não é um “a mais” facultativo e horizonte só para alguns. É a vida plena, segundo o projeto e o dom de Deus. É, portanto, um caminho de humanização. A verdadeira vida espiritual é florescimento do humano.

«Precisamos dum espírito de santidade

8

EX ALLIEVI Newsflash - 24 junho 2019

que impregne tanto a solidão como o serviço, tanto a intimidade como a tarefa evangelizadora, para que cada instante seja expressão de amor doado sob o olhar do Senhor. Desta forma, todos os momentos serão degraus no nosso caminho de santificação» (Gaudete et exsultate, 31).

• A santidade é um dever (ou seja, uma vocação, uma responsabilidade, um empenho), mas, antes de tudo, é um dom. A santidade é participação na vida de Deus, não perfeição entendida de maneira moralista e que se presume obter apenas com as próprias forças, nem, por outro lado, horizonte acessível só aos “melhores” no sentido de os “mais preparados”. É, antes de tudo, uma

acolhida, haurindo nos instrumentos da Igreja, entre os quais a sólida vida sacramental e de piedade. • Juntos, é muito fácil. Santidade é caminhar juntos e experiência de comunhão. VIII. Alguns possíveis indicadores da santidade. Alguns dinamismos para ajudar os jovens e todos nós nesse caminho

• O fruto do Espírito Santo: amor, alegria, paz, paciência, fidelidade, amabilidade, domínio de si. A santidade não é conflito, controvérsia, inveja, divisão, pressa. “A santidade não te torna menos humano, porque é o encontro da tua fragilidade com a força da graça” (Gaudete et exsul-


E STRÉIA 2019

tate, 34). • As virtudes: não só recusar o mal e apegar-se ao Bem, mas apaixonar-se pelo bem, fazer bem o bem, todo o bem... “Santificamo-nos no exercício responsável e generoso da nossa missão” (Gaudete et exsultate, 26). • A comunhão: a santidade experimentase juntos e obtém-se juntos. Os santos sempre estão juntos (também integrando o componente masculino e feminino). Onde há um deles, encontramos sempre muitos outros.

Por exemplo: Padre Cafasso, Dom Bosco, Madre Mazzarello, Rosmini, marqueses de Barolo, P. Guanella, P. Rua, Maria Romero Meneses, Laura Vicuña, Zeferino Namuncurá, Jovens mártires de Pozna , Sr. Zatti, P. Czartoryski, P. Beltrami, P. Stuchlý, P. Zeman, P. Braga…, e muitos outros. A santidade do cotidiano faz florescer a comunhão e é gerador “relacional”. • A criatividade e a inventiva do Espírito. A santidade nunca é repetitiva: de Dom Bosco floresceram 31 grupos da Família Salesiana e outros em curso de reconhecimento, e eles, às vezes, souberam exprimir sensibilidades muito diversas entre si, embora convergentes na raiz. Imitar os santos não significa copiá-los. • A comunhão eclesial. Ninguém é “de Paulo, de Cefas, de Barnabé”, mas todos “somos de Cristo e Cristo é de Deus”. Ser Família Salesiana não significa absolutizar a mensagem de Dom Bosco, mas valorizá-la inserindo-a no contexto da Igreja. Algumas coisas não podem ser pedidas a Dom Bosco, porque Deus as deu à Igreja através de outros. E, então, elas serão pedidas a outros san-

tos não Salesianos, a outras tradições espirituais da Igreja. Isso não significa ser menos Salesianos, mas crentes enamorados da Igreja na variedade dos seus carismas e cientes de inserir-se nela a partir da própria especificidade. O próprio Dom Bosco hauriu na pluralidade e polifonia da santidade anterior a ele: Inácio de Loiola e Felipe Neri, por exemplo, não só Francisco de Sales, etc. Essa transversalidade está presente também nas figuras da nossa santidade: Inácio Stuchlý esteve próximo aos jesuítas; Vandor orientou-se no início com os franciscanos. Vendrame viveu, no campo de prisão, uma intensa experiência de fraternidade com os carmelitas e era grande devoto de S. Teresa. • A fama de santidade e de sinais, entendida como eco persistente da beleza de uma vida, do seu perfume evangélico, da riqueza da sua mensagem. Os efeitos são sempre desproporcionais em relação às causas aparentes. Assim, mesmo na “santidade ordinária, da porta ao lado”, é importante valorizar as ligações que são geradoras de bem, de relações e amizades, de alegria.

IX. CAMINHOS ATUAIS DE SANTIDADE? • “Não se deve pôr na santidade mais perfeição do que ela já tem” (Adrienne von Speyr). Isto é: heroicidade cristã não é heroísmo, perfeição cristã não é perfeccionismo de super-herói. • Sabemos que alguns são santos, mas nunca quem é mais santo que outro. Só Deus conhece os corações. Há beleza em todas as coisas. Há muitos caminhos para chegar ao céu. Não se deve pedir a alguém o que ele não pode e não deve dar. Dizê-lo é encorajador, saneador. Caso contrário, muitos se conven-

cerão de que não podem ser santos, porque nunca conseguirão sê-lo segundo o modelo de alguns santos propostos como modelos. • Portanto: mesmo os “pequenos formatos” (Adrienne von Speyr) podem, a seu modo, ser perfeitos. Ou seja: a santidade é sempre estimulante. Não ter medo da santidade. “Na casa de meu Pai há muitas moradas” (Jo 4,2). O Paraíso é como um jardim: tem a humilde violeta ou o sublime lírio e a rosa.

• Cada santo é uma palavra encarnada de Deus. Não existem dois santos iguais. Imitar os santos não é copiá-los. Cada um tem os próprios tempos e o próprio caminho. Que palavra de Deus sou eu? A que coisa isso me chama?

Que palavra de Deus eu intuo “ser” o jovem que tenho ao lado? Como ajudá-lo a compreendê-la e vivê-la?

• A santidade também é medida com a categoria da fecundidade, mas não com a da eficiência do desempenho a que estamos hoje habituados. • A santidade é responsabilizadora. Há alguma coisa que só VOCÊ pode fazer. – “Sem mim nada podeis fazer”. • A experiência de uma sadia dependência. O caminho da santidade é trabalhoso, mas não é nunca autossuficiência. Vive-se juntos e gera-se comunhão. Santos, sim, mas santos juntos! Antes de tudo, os santos são obras-primas de Deus. • Santidade é deixar uma marca e viver a dependência fecunda das ligações.

EX ALLIEVI Newsflash - 24 junho 2019

9


Bélgica

Passe de entrega no “Don Bosco International”

(ANS – Bruxelas)

O “Don Bosco International” (DBI) é a Secretaria da Congregação Salesiana que se dedica à promoção dos direitos dos jovens nas Instituições da União Europeia. Depois de quatro anos em Bruxelas como Secretário Executivo do DBI, Ángel Gudiña conclui o seu mandado, sendo agora substituído no cargo por Renato Cursi, Ex-Secretário no Dicastério para a PJ dos Salesianos, em Roma.

Na Assembleia Geral do DBI em 2015, renovara-se o Conselho de Administração com a nomeação do P. Fábio Attard SDB, Conselheiro Geral para a Pastoral Juvenil Salesiana (PJS), para Presidente, e de Ángel Gudiña para Secretário Executivo. 10

EX ALLIEVI Newsflash - 24 junho 2019

Contextualmente, tanto a inteira estrutura quanto a metodologia de trabalho do DBI foram enfatizadas, sendo adotado outrossim um plano estratégico para os três anos sucessivos, plano renovado em 2018.

Foram além disso identificadas três prioridades de ação – pobreza e inclusão social dos jovens; migrações; focalização de educação-emprego – opções, estas, que permitiram à Congregação Salesiana orientar melhor o próprio trabalho de ‘advocacy’ nas Instituições Europeias e também contribuir para a sensibilização das Inspetorias do Velho Continente sobre os temas da União Europeia (UE).

No período 2015-2019, o DBI alcançou muitos resultados: encontros de alto nível; in-

corporação nas plataformas e redes europeias; publicação de tomadas de posição acerca de questões de pobreza juvenil, de inclusão e de participação; institucionalização da celebração da Festa de Dom Bosco com parceiros de relevo; maior interação com redes e plataformas salesianas (DBYN, DBN)…

Ángel Gudiña, Ex-aluno de Coruña (Espanha) e Secretário Geral da Confederação Mundial dos Ex-Alunos de Dom Bosco, já trabalhara no passado no Centro Nacional Salesiano de PJ, em Madri, e na ‘Confederación Don Bosco’; e também colaborou no Conselho Nacional dos Jovens, da Espanha. A partir de 1° de junho de 2019 servirá na Procuradoria Missionária de Madri.


R EGIÕES

Eslovênia

Encontro dos Inspetores salesianos da Região Europa Centro e Norte

(ANS – Veržej)

Abre-se amanhã, terça-feira, 7 de maio, em Veržej, Eslovênia, o Encontro dos Inspetores salesianos da Região Europa Centro e Norte.

Além da participação de 18 Superiores dessa Região salesiana, estarão no Encontro também numerosas outras Personalidades, a começar pelo Reitor-Mor dos Salesianos de Dom Bosco (SDB) e Centro de Unidade da Família Salesiana (FS), P. Ángel Fernández Artime, e pelo Conselheiro Regional, P. Tadeusz Rozmus.

Mais que um simples Encontro regional de Inspetores dos SDB, a Reunião será uma grande assembleia em que os participantes refletirão juntos sobre o futuro do carisma salesiano no Velho Continente: é que dela tomarão parte, de fato, também representantes de outras realidades territoriais externas às fronteiras da Região, assim como representantes de Grupos da FS ou de entidades salesianas: o Superior da Inspetoria do Oriente Médio; o Delegado do Reitor-Mor para a FS; a Inspetora das FMA da Eslovênia e Croácia; a Responsável Mundial das Voluntárias de Dom Bosco; o Presidente Mundial dos ExAlunos de Dom Bosco; o Secretário do “Don Bosco International”. Os trabalhos se abrirão na tarde de amanhã (7) com a apresentação dos temas e dos participantes, feita pelo Conselheiro Regional: seguir-se-á um pri-

meiro momento de diálogo aberto, entre os presentes e o Reitor-Mor sobre o tema “hoje e amanhã em nossas Inspetorias da Congregação”.

Tal colóquio (entre Superior Geral da Congregação e os vários Inspetores da Europa Centro e Norte) prosseguirá também na manhã de quarta-feira, 8 de maio; já para a tarde desse dia, está prevista uma visita a Maribor, cidade natal do SdeD P. Andrej Majcen, que se completará com um encontro de agradecimento ao Reitor-Mor e com uma festiva noite cultural, animada pelos Grupos juvenis salesianos, da Eslovênia. Quinta-feira, 9 de maio, deverão ser aprofundados alguns temas específicos: presença salesiana em estruturas e organismos europeus; a animação da FS

na região; a formação dos Salesianos; o Projeto “Ex-Alunos MOR-2020” (MOR, ORiente Médio).

Além disso, cada Inspetoria terá a possibilidade de apresentar a sua própria caminhada feita, ou por fazer, tendo em vista o Capítulo Geral, no início de 2020 (CG28). A tarde se dedicará a conhecer quer o carisma salesiano vivido na Inspetoria anfitriã, quer o mui característico “Centro Salesiano do Artesanato”, que surge exatamente em Veržej.

No último dia de trabalhos, enfim, sextafeira (10), proceder-se-á tanto a uma avaliação acerca do caminho percorrido pelas várias Inspetorias no sexênio 20142020 quanto a uma partilha das conclusões conseguidas no Encontro.

EX ALLIEVI Newsflash - 24 junho 2019

11


N OTÍCIA

Vatican

Positive opinion of theological Consultors to Cause of Servant of God Augusto Bertazzoni

(ANS - Vatican City)

On 12 March 2019, during the Congress of Theological Consultors held at the Congregation for the Causes of Saints, a full positive opinion was given regarding the heroic exercise of virtues, the reputation of holiness and signs of the Servant of God Augusto Bertazzoni, archbishop of Potenza, born in Pegognana (Mantua) on 10 January 1876 and died in Potenza on 30 August 1972.

mental passage of the Cause took place on March 12, the day of the death of Saint Luigi Orione who, with the young Augusto Bertazzoni, was a pupil of the oratory of Valdocco in Turin.

He was a father to the victims of war and to the Jews confined to Basilicata, a farsighted educator of the young, and he spent his time so that the priests of his diocese, together with men and women religious, dedicated themselves to the formation of young people, both in schools as in “Catholic Action”; he would recommend to all of them to have a "spirit of paternity" for the new generations.

The Servant of God attended the Salesian oratory in Turin and met Don Bosco, who had a great influence on his formation.

The Positio was presented on 27 September 2013 by Fr Pierluigi Cameroni, SDB, Postulator in Rome; among the speakers: Fr Daniel Ols, OP., followed by Fr P. Zdzisław Kijas, OFM Conv., and as a collaborator Msgr. Gerardo Messina, former vice-postulator, assisted by Dr. Lodovica Maria Zanet, collaborator of the Salesian Postulation. It is nice to remember that this funda-

12

EX ALLIEVI Newsflash - 24 junho 2019

gustus would become bishop. Mons. Bertazzoni was a good Pastor and father of the poor, a true man of God, a man of faith and prayer, a tireless preacher of the Word of God, attentive to the spiritual needs of the faithful and even non-believers, for whom he spent his life to the very end, offering to God, for the good of the Churches that he had led as a bishop, the sufferings that led to his death.

Both were among the boys who in 1887 offered their lives for the salvation of Don Bosco; while for his part the Saint of the Young had prophesied that the young Au-

After this step, the next takes place in the Ordinary Session of Cardinals and Bishops, after which the Supreme Pontiff authorizes the promulgation of the decree of Venerability.


N OTÍCIA

Um prêmio especial para estudantes que se destacaram no esporte

Eswatini

Suazilândia, oficialmente o Reino de eSwatini (ou Ngwane, nome adotado na proclamação da independência, mas pouco usado), é um estado do sul da África. Manzini, Eswatini - abril de 2019

No dia 12 de abril, na "Salesian High School" de Manzini, da Visitadoria da África Austral (AFM), foi realizada a cerimônia de entrega de prêmios especiais aos estudantes que se destacaram no esporte.

O diretor, Petros Horton, ex-aluno do Instituto, parabenizou os alunos, incentivando-os a serem bons embaixadores para a escola e a sociedade.

EX ALLIEVI Newsflash - 24 junho 2019

13


N OTÍCIA

Vatican

Iniciada a Causa de Beatificação e Canonização do P. Silvio Galli SDB (ANS – Roma)

No dia 12 de junho de 2019, 7º aniversário de nascimento aos céus do salesiano P. Silvio Galli, foi oficialmente apresentado ao Bispo de Bréscia, Dom Pierantonio Tremolada, o ‘Súpplex libéllus’, isto é, a instância oficial com que a Congregação Salesiana pede a abertura do Processo diocesano sobre as virtudes, a fama de santidade e os sinais do P. Silvio Galli, Sacerdote Professo da ‘Sociedade de São Francisco de Sales’ (Congregação dos Salesianos de Dom Bosco).

O P. Silvio Galli nasceu em 10 de setembro de 1927, em Palazzolo Milanese, primeiro de oito irmãos. Depois de frequentar o Instituto Salesiano Santo Ambrósio, de

14

EX ALLIEVI Newsflash - 24 junho 2019

Milão, fez o noviciado em Montodine (CR) e emitiu a Primeira Profissão como salesiano no dia 11 de setembro de 1943 e a Perpétua em 1949. Ordenado sacerdote em 1° de julho de 1953, fez o Tirocínio prático em Varese.

Inicia uma profunda amizade espiritual com Domenichino Zamberletti, jovem logo morto em conceito de santidade.

Destinado à Casa de Bolonha, laureou-se em Letras e, de 1959 até ao fim da vida, estará sempre em Chiari (Bréscia), dedicando-se nos primeiros anos a ensinar aos aspirantes à vida salesiana e, depois, com o passar do tempo, cada vez mais no serviço generoso aos pobres, imigrantes,


N OTÍCIA

detentos, famintos, sem-teto, toxicodependentes, alcoólatras, insanos, carentes de todo o tipo de pobreza (material, espiritual, moral). No acolhimento às numerosíssimas pessoas, exercita o ministério da escuta, da consolação, da reconciliação, do exorcismo.

Anima e zela pela formação dos Salesianos Cooperadores, dos sócios da ADMA, dos Ex-Alunos de Dom Bosco e de numerosos voluntários que colaboram em sua obra de caridade. Com a ajuda de generosos voluntários e benfeitores, funda o centro de acolhença «Auxilium». Com a vida e a palavra ensina a descobrir e a servir Cristo nos pobres, testemunhando

a caridade do Bom Pastor.

Assim se apresentava: «Eu não passo de um pobre padre… Até eu fico admirado ao ver que todas as pessoas, cheias de problemas – por vezes sem solução – , vêm falar comigo… Só com a poderosíssima arma da oração, com a ajuda de Nossa Senhora, do seu Filho, Jesus, é que se podem por vezes resolver tais problemas».

Finou sua vida terrena no dia 12 de junho de 2012, envolto por grande fama de santidade e de sinais. Com a Causa do P. Silvio Galli sobem a 169 os candidatos à santidade da FS (Família Salesiana).

EX ALLIEVI Newsflash - 24 junho 2019

15


N OTÍCIA

Haiti

Ex-alunos de Dom Bosco do Collegio San Domenico Savio do Haiti

A Associação contou 50 membros em 2017. Abrimos um grupo de chat onde convidamos outras pessoas e, em 2018, o número subiu. Hoje, há 236 ex-alunos, professores e sacerdotes do grupo.

O objetivo mais importante dos ex-alunos de Dom Bosco, do Haiti, é criar oportunidades para que crianças de poucos meios tenham acesso à educação básica a um custo rateado. O segundo objetivo da associação é criar em IMPACTO em nossa comunidade, ajudando ex-alunos e jovens de nosso país, continuando a missão de Dom Bosco. Trabalhar para ajudar os Ex-Alunos de Dom Bosco a tornaremse “Sal da terra e luz do mundo”.

Colocar nossos conhecimentos e competências, como profissionais leigos, a serviço de nossos membros, da Família Salesiana e da Sociedade, cumprindo o lema: “Honestos Cidadãos e Bons Cristãos”.

Nosso primeiro encontro de ex-alunos de Dom Bosco foi na Flórida em maio de 2018. Essa foi uma reunião de reconexão em que a maioria de nós não se via há muitos anos. Trocamos ideias e criamos planos para o futuro da associação. Entre as nossas primeiras conquistas, patrocinamos a participação dos alunos do Colégio Dominique Savio Haiti no Diamond Challenge 16

EX ALLIEVI Newsflash - 24 junho 2019

da Universidade de Delaware em abril de 2019. Somos todos dedicados e envolvidos, mas precisávamos de mais conhecimento. Precisávamos simplificar nossos planos. Após um ano de planejamento, a segunda reunião da ACODOSAH ocorreu em Boston, MA, de 24 de maio a 26 de maio de 2019. O tema: Celebrar o passado, moldar o futuro.

No nosso primeiro dia, fomos recebidos pelo professor Yves Devaris e sua esposa em sua residência. Alguns alunos que perderam a reunião no ano passado estavam presentes, tornando o encontro e a festa ainda mais emocionantes. R.P Bonny François, encarregado da Escola Salesiana, veio do Haiti para participar do fim de semana dos ex-alunos, dizem as orações de boas-vindas. A noite continuou com os nossos cantores Iselande D., Romane P. Joseph, Jean Michel C. e o nosso guitarrista com a primeira música dedicada a Dom Bosco. Através do riso e alegria, nós nos lembramos. Comemos os deliciosos aperitivos preparados pela nossa anfitriã. A noite terminou muito depois do que esperávamos. Embora bem tarde da noite, o comitê se reuniu por algumas horas para concreti-

zar os planos para a próxima gala. O 25 de maio, sábado de manhã, Jude Elie se reuniu com a Comissão de ex-alunos para finalizar o plano para a festa de gala. Às 19:00, a festa de gala começou. Nossos convidados de honra foram o P. Hector Pascal, responsável pelos ex-alunos do Haiti, com a presença do R. P. Bonny François. O mestre de cerimônias, Romane, abriu a cerimônia com uma oração liderada pelo P. Bonny. Segue-se o discurso do P. Hector Pascal sobre a con-


N OTÍCIA

tribuição das missões salesianas na Comunidade Haitiana.

Elder Germain, ex-aluno, apresentou os valores da associação. Cantou. Recitou um poema. Os participantes cantaram as canções de Don Bosco e Dominique Savio. Tocou várias músicas musicais.

Placas de gratidão foram dadas por Patrick Dorce para: RP Hector Pascal, RP Jean Sylvain Jeannot, e os professores: Sra. Carole A. Devaris, Michele Comeau, Marie Catherine Auguste, Pierre Arnel Napoleon, Johnson Dolce e o ex-aluno Gérald Thermil por seu apoio ao os estudantes salesianos do Haiti.

R.P Bonny apresenta à assistência, as necessidades da escola e dos alunos no Haiti e solicitou o apoio dos ex-alunos. Em seguida, um delicioso jantar em estilo buffet foi servido. O Gala terminou às 23h00. O comitê escolheu uma reunião depois da gala para debater qualquer assunto que tivesse ou poderia ter surgido. No domingo de manhã, dia 26 de maio, a comissão e os ex-alunos se reuniram na casa do Professor Devaris, havia uma clara necessidade de orientação dos anciãos. Solicitamos a presença de R. P. Hector gentilmente, nos unimos para esclarecer uma série de questões, preo-

cupações e perguntas sobre nossas missões, meta, o quadro dos ex-alunos, os vários projetos que temos para a nossa comunidade e nossa participação no Jubileu de 2020.

No final desta reunião de três dias, acreditamos ter identificado vários erros do passado, planejamos planos de crescimento. Estamos confiantes de que nosso próximo encontro será mais proveitoso e esperamos ter mais ex-alunos na associação.

A data para a próxima reunião ainda não está determinada, mas a localização é em Nova York e esperamos que a presença

de outros ex-alunos da associação mundial de Dom Bosco participe para nos ajudar a criar IMPACTO em nossa comunidade. O tema será “O QUE EU FIZ?”. Espera-se que cada membro do comitê realize uma realização que ele / ela apresentará orgulhosamente no dia da reunião. A expectativa é que cada membro do comitê, cada um dos membros da associação, seja um exemplo para outros na comunidade, vivendo as regras da associação e Dom Bosco.

ACODOSAH

Jude Elie Presidente dos Ex-alunos de Dom Bosco Haiti

(Association des anciens eleves du college Dominique Savio d’Haiti) Os ex-alunos de Dom Bosco foi criado em julho de 2017.

Os membros originais do comitê incluíam: Jude Elie, Presidente Patrick Dorcé, Vice-Presidente Remy Exant: Pessoa que falou e Helena Blanc: Assistente da Pessoa que falou nos Estados Unidos Paul Wilner: Tesoureiro e Lesly Dieudonné: Tesoureiro Assistente Yanick Louis: Secretária, Kethlie Pierre Louis: Secretária adjunta e Islande Derosier: Consultora Elder Germain, Hervé Jestimé: Delegados Pierre Richard Alexandre, Carasco Arias, Jean Michel Caceus: Membros Gerais Yverose François e Gusman Saint Fleur: Pessoas que falam no Haiti EX ALLIEVI Newsflash - 24 junho 2019

17


N OTÍCIA

Eslováquia

Uma lápide em homenagem ao padre Boleslaw Rozmus, SDB

Eslováquia - junho de 2019

Foi realizada, no dia 1 de junho, nas Montanhas Tatra, a cerimônia de instalação e bênção de uma lápide em homenagem ao jovem padre salesiano, Boleslaw Rozmus, morto naquele local em 1996, quando guiava um grupo de estudantes.

Marcaram presença na cerimônia vários representantes da Eslováquia e da Polônia, além de representantes das casas de formação do noviciado da Eslováquia e do teologado de Cracóvia, incluindo o diretor do noviciado, padre Peter Timko e o inspetor de Cracóvia (PLS), padre Adam

18

EX ALLIEVI Newsflash - 24 junho 2019

Parszywka. A Eucaristia foi presidida pelo Conselheiro para a Região da Europa Central e do Norte, padre Tadeusz Rozmus, irmão mais velho do padre Boleslaw. Há 23 anos os ex-alunos do padre Boleslaw reunem-se regularmente, no primeiro domingo de outubro, nas montanhas Tatra, e celebram uma missa em sua memória no vale de Chocholowska. No cemitério memorial de Strbske Pleso, há duas lápides salesianas: a do padre Boleslaw e a de um noviço da República Tcheca, também morto naquelas montanhas em 2007.


N OTÍCIA

Mongólia

Celebrar a Páscoa em Shuuwuu Ulaanbaatar, Mongólia - abril de 2019

A pequena comunidade católica de Shuuwuu, a 50 km da comunidade de Ulaanbaatar, é composta por 40 fiéis da paróquia e celebrou a vigília pascal com três salesianos, na tradicional tenda mongol chamada "Ger", usada como capela.

A Delegação Salesiana da Mongólia conta atualmente com dez salesianos que vivem em Ulannbaatar e Darkhan e administra uma escola técnica, três centros juvenis e vários projetos de desenvolvimento agrícola e social.

Além dos dez salesianos, a Família Salesiana da Mongólia é composta por cinco Filhas de Maria Auxiliadora, dezoito Salesianos Cooperadores e algumas centenas de Ex-Alunos de Dom Bosco, que vêm sendo formados e organizados.

EX ALLIEVI Newsflash - 24 junho 2019

19


N OTÍCIA

Índia

Mumbai, Índia - março de 2019

Por mais de 30 anos, a equipe de hóquei da escola salesiana Don Bosco Matunga, de Mumbai, liderou o circuito escolar no que se refere a este esporte, que nos últimos anos está em baixa.

Um novo campo de hóquei para o Dom Bosco Matunga

Para estimular a prática, no dia 30 de março, o "Dom Bosco Matunga", inaugurou um novo campo de grama sintética, de tamanho padrão e aprovado pela Federação Internacional de Hóquei.

Após a cerimônia de inauguração, presidida pelo padre Godfrey D'Souza, superior da Inspetoria de Mumbai (INB), houve um jogo entre um time de estrelas nacionais do hóquei, ex-atletas olímpicos e outro, composto por ex-alunos e estudantes da Dom Bosco Matunga.

África do Sul Joanesburgo, África do Sul - maio de 2019

Em preparação ao Capítulo Inspetorial da Visitadoria da África do Sul (AFM), os membros do Capítulo participaram, entre os dias 5 e 10 de maio, do retiro espiritual liderado pelo padre Jayapalan Raphael, Delegado Mundial da Associação de Ex-Alunos. sobre o tema "Viva Jesus, dê a Jesus".

20

EX ALLIEVI Newsflash - 24 junho 2019

Retiro espiritual em preparação para o Capítulo Inspetorial


N OTÍCIA

Encontro dos Ex-Alunos das Escolas Oswiecim

Polônia

Oswiecim, Polônia - junho de 2019

Os ex-alunos das Escolas Salesianas de Oswiecim reuniram-se para seu encontro anual no Instituto Salesiano Dom Bosco de Oswiecim (PLS).

O programa incluiu, entre outras coisas, uma reunião de ex-alunos com seus professores de então, a celebração eucarística, uma foto de lembrança e um piquenique na Praça Dom Bosco. Houve também momentos de partilha de memórias de anos anteriores relacionados à educação nas escolas salesianas de Oswiecim. Foto: don Paweł Gacek SDB

EX ALLIEVI Newsflash - 24 junho 2019

21


N OTÍCIA

Portugal

Lisboa, 20 de maio Na segunda-feira, dia 20 de maio, o Secretário de Estado Adjunto e dos Assuntos Parlamentares, Duarte Cordeiro, fez uma visita de cortesia à "sua" escola, as antigas OSJ. Fez-se acompanhar pelos exalunos Rodolfo, Hélder e António, que foram seus colegas de turma e são atualmente conceituados empresários. «É um prazer voltar à nossa escola. Rever esta casa e reencontrar Salesianos que nos ajudaram a crescer, o Dr. Orlando e o Pe. Marcelino. Gostámos tanto de cá estar que os nossos filhos e sobrinhos também cá estão e sentem-se muito felizes», afirmou. Pe. António Marcelino, SDB Fonte:Boletim Informativo Hoje Funchal - 4 de maio Os Ex-alunos dos Salesianos do Funchal comemoraram no dia 4 de maio o Dia Regional do Ex-aluno. A exemplo de anos anteriores, o Centro dos Ex-alunos teve a ajuda de muitos na organização do encontro: comunidade salesiana, comunidade educativa e alunos. O número de presentes foi muito significativo e, inclusivamente, tivemos a grande satisfação de receber antigos alunos radicados em países bem distantes, que fizeram questão de programar as suas viagens e, assim, acrescentar brilho às celebrações. Os fortes laços de amizade que nos ligam foram, mais uma vez, reforçados. Somos e seremos sempre Exalunos Salesianos! João Luís Fernandes Fonte:Boletim Informativo Hoje

22

EX ALLIEVI Newsflash - 24 junho 2019

Secretário de Estado Duarte Cordeiro nos Salesianos de Lisboa

Dia regional do Ex-aluno salesiano


N OTÍCIA

O pastel de nata que chegou ao Papa Francisco

Portugal

Lisboa, maio

É um ex-aluno dos Salesianos de Lisboa e na visita do Papa a Portugal, no centenário das Aparições de Fátima, João Castanheira fez chegar ao Papa Francisco os famosos pastéis portugueses. Estes foram produzidos pela pastelaria Aloma, de que é proprietário e que foi por três vezes vencedora do título de melhor pastel de nata de Lisboa.

Do Vaticano recebeu posteriormente uma mensagem de agradecimento dos serviços de assessoria da Secretaria de Estado da Santa Sé.

EX ALLIEVI Newsflash - 24 junho 2019

23


N OTÍCIA

Grã-Bretanha

Ex-Aluno salesiano homenageado pela Rainha (ANS – Londres)

Por ocasião do aniversário da Rainha Isabel II da Inglaterra, o P. Michael Fava, Capelão Católico do Exército Britânico com maior grau de ancianidade e Ex-aluno do Instituto Salesiano, de Farnborough, foi honrado com o título de “Comendador da Ordem do Império Britânico”.

Em novembro de 2018, o P. Fava já fora nomeado Vice-Capelão Geral, tornandose o primeiro católico a assumir tal encargo.

Comentou o P. Fava: «Estou, além de surpreso por esta notícia, muito grato pelo reconhecimento que representa para a Capelania Católica no Exército, e para o Ordinariato Católico nas Forças Armadas. É uma grande honra receber este prêmio, que aceito em nome de todos». O P. Fava está designado desde 1997 ao Departamento de Capelães do Exército Real Britânico. Além de servir no Reino Unido, prestou serviço na Alemanha e Chipre, e serviu durante as missões operativas na Bósnia, Serra Leoa, Kosovo e

24

EX ALLIEVI Newsflash - 24 junho 2019

Afeganistão. Foi nomeado Capelão Honorário da Rainha em 2017 e foi Administrador Apostólico do Ordinariato Militar durante o período de “Sede Vacante” (maio de 2015 a setembro de 2018). Sacerdote diocesano de Portsmouth, mantém a sua salesianidade nas lembranças e formação recebida no Instituto Salesiano, de Farnborough.

Falando dele, Dom Paul Mason, Ordinário Militar, disse: «Nos mais de dois decênios de serviço como Capelão do Exército, o P. Fava se distinguiu por sua singular confluência de profissionalismo pressuroso e de sensível serviço pastoral-sacerdotal. Ao receber o título de ‘Comendador da Ordem do Império Britânico’, tanto o fiel desempenho do P. Michael na sua vocação sacerdotal quanto o seu serviço como capelão do Exército Britânico são reconhecidos e valorizados de modo realmente significativo. Todos nós do Ordinariato Católico das Forças Armadas estamos orgulhosos e mui felizes por vê-Lo honrado desta maneira pela Rainha». Por Barry Hudd


A NIVERSÁRIOS

Paraguai

O primeiro Centro dos Ex-alunos de D. Bosco celebra 110 anos de existência (ANS - Assunção)

No dia 19 de março de 1909 foi fundado o Centro "Juan Bosco", dos ex-alunos do Instituto Salesiano "Monseñor Lasagna", primeiro centro dos ex-alunos de Dom Bosco no Paraguai. Desde então, o centro tem operado ininterruptamente, com reuniões semanais do comitê diretivo.

EX ALLIEVI Newsflash - 24 junho 2019

25


A NIVERSÁRIOS

Polônia

Aleksandrów Kujawski: Centenário do Instituto Kujawskie

(ANS – Aleksandrów Kujawski)

Muitos os “milagres”, grandes e pequenos, verificados no Aleksandrów Kujawski nos últimos decênios. Sobretudo, os “milagres” da educação salesiana, que tantos frutos engendrou na vida dos muitíssimos rapazinhos que ali cresceram por entre as aulas do instituto salesiano “Kujawskie” ao longo dos seus 100 anos de existência. Por isso, sábado, 18 de maio, toda a Comunidade Educativa e a Família escolar festejaram o importante aniversário. Os preparativos para a grande festa duraram vários meses e neles se viram envolvidas as muitas pessoas às quais está muito a peito a ideia de educar segundo o

26

EX ALLIEVI Newsflash - 24 junho 2019

espírito de Dom Bosco. As celebrações do Centenário do Instituto Kujawskie – que neste ano estão coligadas à Festa da Inspetoria da Polônia Norte (PLN), com sede em Piła – iniciaram na Igreja Paroquial Maria Auxiliadora, na solene Eucaristia, presidida pelo Inspetor, P. Jachimowicz SDB. Depois das boas-vindas pelo Diretor do Instituto, P. Grzegorz Gruba, todos os presentes – ex-alunos, alunos, pais, funcionários, benfeitores, representantes das autoridades locais e salesianos – puderam ouvir a Homilia do Inspetor, na qual traçou brevemente o percurso histórico da Obra centenária e encorajou a continuar quer a cuidar do seu bom desenvolvimento, quer a envolver as futuras


A NIVERSÁRIOS

gerações de cidadãos e de habitantes das áreas que a circundam. Ffinda a Eucaristia, o P. Jachimowicz entregou especiais ‘souvenirs’ aos Cormãos que neste ano celebram aniversários: de profissão religiosa opu de ordenação presbiteral.

Ato contínuo, os participantes da festa, acompanhados por uma banda de música e cantos a Dom Bosco, desfilaram pelas ruas da cidade, até ao Instituto, onde os esperava a parte artística do dia. Na comemoração relembrou-se a história do Santo turinense e ‘a fortiori’ a tradição centenária da Escola. Por fim – lida a Carta comemorativa do Presidente da República da Polônia, Andrzej Duda, e as felicitações e augúrios da Ministra da Instrução Nacional, Sra. Anna Zalewska –

também usaram da palavra diversos convidados. Ulteriores festejos se foram sucedendo na área esportiva da Escola: foi todo um longo encontro esse entre Professores e Diplomados, com partilha de fotos, bailados e visitas ao interior da própria Casa. Digna de nota a mui numerosa presença de Ex-alunos, especialmente dos anos ‘40/‘50 do século passado, além dos recém-diplomados da Curso Colegial.

Por ocasião do centenário do Instituto foi também preparada uma apropriada publicação intitulada «Kolegium Kujawskie 1919-2019. Zatrzymane chwile». P. Krzysztof Tomeczkowski SDB Fotos: Aniela Mazurkiewicz, Grzegorz Chojnacki

EX ALLIEVI Newsflash - 24 junho 2019

27


A NIVERSÁRIOS

México

O sucesso destes 75 anos de "Revolución" foi o carisma de Dom Bosco (ANS - Guadalajara)

A presença salesiana de "Revolución", em Guadalajara, completou recentemente 75 anos de existência.

As celebrações começaram no último dia 24 de maio, durante a Festa de Maria Auxiliadora, na Eucaristia presidida pelo Inspetor do México-Guadalajara, P. Hugo Orozco Sánchez, contando com a presença do Diretor da obra, P. Óscar Miguel Martínez, do Reitor da Igreja, P. Arnulfo Fajardo, de muitos Salesianos, Membros da Família Salesiana, Alunos e Ex-alunos, juntamente com suas Famílias, Paroquianos e muitos Simpatizantes da Obra de Dom Bosco. A obra salesiana da "Avenida Revolución"

28

EX ALLIEVI Newsflash - 24 junho 2019

começou quando o Arcebispo local, Dom José Garibi Rivera, em 1935 confiou aos Salesianos os cuidados da capela dedicada a Maria Auxiliadora. Não demorou para que a capela, além de oferecer Celebrações Eucarísticas, funcionasse também como Oratório festivo.

Em 1947, por obra do P. Ignacio Sandoval, nasceu a "Escola do México", que cuidava das crianças e jovens mais necessitados.

Mais tarde, em 1963, a Escola foi incorporada à Secretaria de Educação Pública, tornando-se a Escola Salesiana "Anahuac Revolución", exclusivamente masculina, enquanto que ao lado da igreja de Maria Auxiliadora funcionava a escola para as


A NIVERSÁRIOS

meninas: e todo o complexo, durante décadas, formava uma única presença salesiana.

Em sua Homilia, o P. Orozco lembrou «Maria SS. Auxiliadora como exemplo materno, como companheira e mediadora: uma figura amorosa que descobre que é amada por Deus».

Após a celebração foi realizado, nas dependências da escola, o festival “75 Años de Luz”, espetáculo de artes circenses que terminou com fogos de artifício representando uma alegoria do dia e da noite, da luz e da sombra, em homenagem àqueles que naquele lugar, durante todo esse tempo, foram LUZ para centenas de

crianças e jovens. O P. Martínez, por sua vez, comentou: «O sucesso destes 75 Anos foi o carisma de Dom Bosco, o modo de tratar os jovens. Temos sido um lar onde eles sempre puderam sentir-se amados e acolhidos: tornamo-nos uma família, um pátio onde eles podem se encontrar e fazer amigos, uma escola onde podem encontrar Deus e descobrir a vida sacramental». O trabalho salesiano da "Avenida Revolución", em Guadalajara, é atualmente composto pela igreja dedicada a Maria Auxiliadora e pela Escola salesiana "Anahuac Revolución", uma das três escolas salesianas da cidade, servidas por uma única Comunidade Salesiana.

EX ALLIEVI Newsflash - 24 junho 2019

29


S OLIDARIEDADE

Malta

Ex-Alunos de Dom Bosco lançam programa de tutoria e acompanhamento para jovens sem-teto (ANS – Sliema)

A Federação Nacional dos Ex-Alunos e Amigos de Dom Bosco lançou neste mês de maio um programa de tutoria e acom-

panhamento para dar assistência a pequenos sem-teto. O programa, financiado pela União Europeia através do programa “Erasmus+”, ajudará essas pessoas vulneráveis a conhecer melhor a si mesmas,

as próprias habilidades, o próprio ambiente, para permitir-lhes seguir um percurso que os leve a obter um maior e estável sucesso.

O programa foi lançado com o título de “Mentor Power” e se compõe de um manual geral e um guia para formadores. No seminário de lançamento do programa participaram os representantes de mais de 20 organizações ativas no setor. Os dois subsídios produzidos serão utilizados conjuntamente pelos SDB num programa piloto para a reinserção dos jovens nas suas comunidades de pertença. Desse projeto europeu participam também outras realidades salesianas: o centro de acolhença “Osanna Pia Home”, de Malta; a “Zdruzenie exallievov Don Bosca na Slovensku”, da Eslováquia; “Cunamh Teo” (Salesianos de Dom Bosco), da Irlanda; o “Centro de Fraternidade Ex-Alunos de Dom Bosco-Alberto Marvelli”, na

30

EX ALLIEVI Newsflash - 24 junho 2019


S OLIDARIEDADE

Itália; e a “Confederación Nacional de Antiguos Alumnos y Antiguas Alumnas de Dom Bosco”, para a Espanha,

Bryan Magro, Presidente da Federação Nacional dos Ex-Alunos e Amigos de Dom Bosco, de Malta, organização guia do projeto, disse: «A nossa intenção era criar um manual geral e um guia para os formadores, a fim de que pudessem ser implementados em nosso programa quer a tutela quanto o acompanhamento.

tuação de vulnerabilidade». A Federação Nacional dos Ex-Alunos de Malta programou outrossim o início, durante este verão, da “Marvelli Residence”, que possibilitará sediar três

jovens sem-teto ou que tenham ficado privados de apoio familiar. Este projeto se realiza em colaboração com a Associação Maltesa da Ordem de Malta e o Centro “Osanna Pia”.

Mas querer-se-ia também criar um instrumento que pudesse ser utilizado por outras organizações para desenvolver os próprios programas de ajuda aos jovens vulneráveis. A resposta a este projeto por parte de outras ONGs foi maciça, e estamos também examinando as modalidades de colaboração recíproca que se possam desenvolver em ulteriores projetos ligados à tutela e ao acompanhamento de jovens em si-

EX ALLIEVI Newsflash - 24 junho 2019

31


H ONESTOS CIDADÃOS E BONS C RISTÃOS

Filipinas

Santos em mangas de camisa de Pe. Eli Cruz, SDB

Um psicólogo, Jerome Bruner, disse uma vez: «Adultos que não usam narração estão perdendo um poderoso aliado».

Recolhi histórias de jovens que viveram e aprenderam na escola de Dom Bosco, o "pai e professor da juventude". Através de suas histórias, temos acesso a seus espíritos. Através de seus espíritos, captamos as preocupações e projetos que tornam a vida significativa para os jovens.

Escolhi a juventude de Dom Bosco porque quero homenagear São Domingos Sávio, que morreu um adolescente santo, o arquétipo do heroísmo e da santidade juvenis. Assim como São João Bosco é o santo adulto que inspirou muitos outros jovens a mostrar ao mundo que a idade não é uma barreira para uma vida heroica e santa.

Escolhi três jovens do Colégio Técnico Dom Bosco, na cidade de Mandaluyong (Filipinas), cujas vidas comuns estavam repletas de extraordinário conteúdo espiritual e moral: Joseph Sigmund Ocasion, Dorilag Chiminello e Roderick Flores. Esta memória é dedicada a todos os jovens que podem viver para um propósito maior do que os seus e abraçar um mundo mais amplo que o seu...

32

EX ALLIEVI Newsflash - 24 junho 2019


H ONESTOS

CIDADÃOS E BONS

C RISTÃOS

Chiminello Dorilag o Prêmio Nobel de Deus

O 25 de dezembro de 1983, na capela do século XVIII do Colégio Técnico Dom Bosco, na cidade de Mandaluyong: enquanto o mundo inteiro celebra o nascimento da Vida no dia de Natal, um punhado de parentes e amigos compartilha a tristeza de um pai, uma mãe e três irmãos em luto pela morte de seu primeiro filho, Joseph Chiminello Dorilag. Na tarde anterior, Chim morreu de tuberculose hepática. Ele tem 18 anos e é do segundo ano de engenharia no Colégio Técnico Dom Bosco.

Chim é nomeado após dois José: San José, no dia da festa em que ele nasceu e Pe. Joseph Chiminello, um padre idoso a quem sua mãe cuidava no Centro de Descanso Scalabrini, na Califórnia. De San Jose, Chim aprende o silêncio e a dedicação ao trabalho, e da Pe. Joseph, a paciente resistência no sofrimento. O primeiro filho de Fe e Isidro Dorilag, nascido em 19 de março. Entrando no ensino médio no Instituto Técnico Dom Bosco, na cidade de Makati, ele considera o primeiro grande sucesso. Ele se formou em março de 1981 com o Sr. Vicente Racaza, o primeiro diretor leigo da escola. Após a formatura, a saúde de Chim começa a dar problemas: a dor interna crônica se desenvolve devido ao aumento do baço e do fígado. Eles prescrevem repouso em casa. Computadores fascinam o Chim. No início do segundo semestre, ele orgulhosamente mostra a carteira de estudante de Processamento Eletrônico de Dados, Treinamento e Serviços (EDPTS). Ele escreveu em 30 de janeiro de 1983: «A essência do conhecimento é aplicá-lo em ações com amor pelo serviço dos outros; não em palavras para mostrar isso...

Isto também é verdade com a sua fé». A mesma convicção profundamente arraigada emerge nas notas de aula: «Um homem sábio ama a fé e dedicação ao seu trabalho, enquanto um homem preguiçoso procura dinheiro com frequência... Uma pessoa inteligente é aquela que tem ideias originais para o bem-estar de seus companheiros... O homem é criado para amar e não responder a testes».

Para um tio muito próximo, Tiyoy Artus, ele escreve: «Desde os meus 15 anos, fiz pesquisas sobre o desenvolvimento de uma fonte de alimentação perpétua (PPS). Esta máquina gerará energia para sempre. Eu já resolvi o problema, mas não tenho dinheiro para instalar o equipamento... Tiyoy Artus, para falar francamente, eu pretendo ser o primeiro Prêmio Nobel Filipino. Sei que Deus está sempre comigo, que Jesus nunca sentirá minha falta, que um dia terei muito sucesso porque confio muito nele... Fiz essa pesquisa para não ter fama, glória e fortuna, mas ajudar as pessoas, especialmente Filipinos... Eu amo meu país... Eu quero que o mundo saiba que nós, filipinos, temos uma voz na ciência... Esse PPS será minha assinatura, a memória do meu amor pelo meu país antes que eu possa ir embora da terra».

Chim manteve seus sofrimentos escondidos, exceto com seu querido amigo, Pe. Joseph Chiminello, com quem ele se corresponde regularmente. Em 23 de maio de 1983, Chim lhe disse: «Pai, sofro há três anos... suo profusamente; fígado e baço incham ... Isso me afeta muito, fisicamente e mentalmente. Eu fui humilhado e desprezado por causa da má saúde.

Apenas alguns amigos e parentes permaneceram fiéis a mim. No entanto, continuei a confiar no Senhor. Vontade, autodeterminação, fé e esperança são as virtudes que me mantêm vivo». Chim realiza engenharia eletrônica e comunicação no Colégio Técnico Don Bosco, Mandaluyong City, depois de cursos de informática. Mas quando ele entrou no primeiro semestre de 1983, sua saúde se deteriorou. Para isso, ele escreve seu antídoto em uma folha de prescrição do médico: «Aqui espera-se que Dom Bosco dê frutos». Ele não pode fazer os exames intermediários do primeiro semestre. Ele pede exames especiais e excede todos os assuntos. Sua última entrada é uma única linha sob a data de 12 de dezembro: "Primeiro teste em Física 235". Perde o teste para um exame final mais difícil. Naquela manhã, ele é levado às pressas para o hospital San Juan de Dios, em Manila. Transferido para o Hospital Geral das Filipinas para cirurgia em 15 de dezembro de 1983, ele passou pela primeira grande operação por dez horas. Quatro dias ele recebe a visita do decano do colégio, Pe. Precioso Cantillas, SDB, então reitor do Colégio Técnico Dom Bosco e Bispo de Maasin, Leyte, no sul das Filipinas. No dia 23 de dezembro ainda complicações; os médicos decidem intervir pela segunda vez. É a última chance de salvar sua vida. Mas Chim não pode se recuperar. Às 14 horas do dia 24 de dezembro, Chim morreu após uma parada cardíaca súbita. Chim morreu longe de sua ambição de se tornar o primeiro filipino vencedor do Prêmio Nobel.

EX ALLIEVI Newsflash - 24 junho 2019

33


H ONESTOS CIDADÃOS E BONS C RISTÃOS

Roderick Flores destinado a ser um herói adolescente Roderick Flores (1969-1984) pertenceu à Associação Escoteira da Escola Técnica Don Bosco de Mandaluyong (Filipinas). Ele se afogou na tentativa de salvar dois companheiros, surpreso com cãibras enquanto nadavam. Seu corpo foi encontrado uma semana depois. «O ato heroico de atirar-se para salvar os camaradas foi apenas o ponto culminante de uma longa sucessão de inúmeros atos de altruísmo feitos diariamente». Este é o testemunho do Arcebispo salesiano Francesco Panfilo.

Roderick, para seus amigos Erick, nasceu em Mandaluyong (Filipinas) em 3 de janeiro de 1969. Ele adora praticar esportes, dançar; premiado na escola por boa conduta. Frequentou o Instituto Salesiano e, antes de iniciar as aulas, um de seus hábitos foi uma visita ao Santíssimo Sacramento. O Sacramento na Capela do Instituto. Ele frequenta a seção de Eletrônica e per-

34

EX ALLIEVI Newsflash - 24 junho 2019

tence a um grupo chamado "430 SLC", como o carro de superluxo da Mercedes que, na psicologia adolescente, indica como os garotos querem uma qualidade superior. Aos 15 anos, matriculou-se nos escoteiros do Colégio Salesiano e participou de um acampamento de três dias, organizado pelo "Colégio Técnico Dom Bosco" em Mandaluyong, em uma ilha do arquipélago.

No início da tarde de 18 de agosto de 1984, os escoteiros "sênior" Roderick Flores, Eric Edmund Benedicto e Joseph Victor Giron percebem um perigo iminente para os jovens exploradores Glen Magsadia e Noel Briones. Ambos têm um surto de cãibras enquanto nadam com Pe. José San Juan (hoje sacerdote salesiano missionário em Timor). Roderick e Benedicto mergulham rapidamente na água, enquanto Pe. San Juan e Giron retornam à terra para encontrar

uma corda. Eles alcançam os juniores, mas uma grande onda empurra o grupo para o mar aberto. Neste ponto, Roderick também sente a mordida de caibras e chama Benedicto, que o empurra para a praia. Benedicto se volta para Magsadia, que, assustada, agarra-se desesperadamente aos ombros, afundando os dois.

Da costa, Roderick percebe e, apesar de estar ainda sob o aperto de cãibras, em uma onda de generosidade, mergulha de novo no mar agitado. Agarre Magsadia com uma mão e sinta a presença de Benedicto com a outra. Exatamente nesse momento, outra onda gigante está caindo sobre eles e, quando finalmente se acalma, Benedicto, Magsadia e Briones estão seguros. O corpo de Roderick não reaparece; encontra-se uma semana depois na margem oposta de San Juan, na província de Batangas. Sua morte destaca o que há de melhor na


H ONESTOS

comunidade educativo-pastoral, como testemunhou a senhora Enriquetta Benesa, conselheira de Roderick e primeira leiga líder da escola: «Tentando ajudar a explorar o mar, nos sentimos realmente como uma grande família. Foi uma ocasião de orgulho porque Dom Bosco produziu um menino-herói». Em 30 de agosto de 1984, Roderick é enterrado no "jardim salesiano" do Manila Memorial Park, em Paranaque.

«Todo de caráter», testemunhou o Bispo de Alotau-Sideia, Papua Nova Guiné, Mons. Francesco Panfilo, reitor e confessor amigo de Roderick desde que o menino está na terceira série. «Seu heroísmo é a culminação de inúmeros atos de generosidade para ajudar os necessitados. Pelo menos durante os oito anos da minha reitoria, ninguém o supera em generosidade e bondade». A atitude reflexiva é fielmente capturada por Ed Castrillo, ex-aluno da escola e

CIDADÃOS E BONS

C RISTÃOS

escultor nacional filipino, que criou o busto de Roderick, agora posicionado na escola. Desde a morte de Roderick, em agosto, nenhum de seus colegas de classe ocupou seu lugar na última fila da classe 430. Permaneceu vazio, o mesmo vazio que os corações das pessoas que o amavam ainda têm.

No final da homilia na missa fúnebre, Mons. Panfilo resumiu: «Os 15 anos de Erick foram vividos ao máximo. Ele não se aproximou de Deus de mãos vazias, mas em pureza de coração, com mãos cheias de atos de amor, com uma alma agradável ao Senhor. Deus o amou porque ele era bom, porque ele era generoso e puro e assim o levou com ele antes que os males deste mundo o tocassem». Até hoje, o Bispo Francesco Panfilo mantém uma foto de Roderick dentro do breviário, para pedir a intercessão do menino nas intenções de seu mentor.

EX ALLIEVI Newsflash - 24 junho 2019

35


LIVROS

Vatican

Papa Francisco: "Que salesiano para os jovens de hoje?”

(ANS - Cidade do Vaticano)

Na abertura dos Dias de Espiritualidade da Família Salesiana, publicamos prefácio do Santo Padre para o livro editado por Antonio Carriero, SDB, "Evangelii gaudium con don Bosco", texto em que a Família Salesiana retoma, de um ponto de vista educativo pastoral, a mensagem da Exortação Apostólica do Papa Francisco.

«Vocês salesianos têm sorte porque seu fundador, Dom Bosco, não era um santo com a aparência de "sexta-feira santa", triste, carrancudo... Mas sim de "Domingo de Páscoa". Ele era sempre alegre, acolhedor, mesmo com todo cansaço e dificuldades que o assediavam todos os dias. Como podemos ler nas Memórias Biográficas, "seu rosto radiante de alegria manifestava, como sempre, a alegria por estar entre seus filhos» (Memórias Biográficas de Dom Giovanni Bosco, Volume XII, 41).

«Não por acaso, a santidade, para ele, consistia em ser "muito alegre". Podemos defini-lo, portanto, um "portador saudável da alegria do Evangelho", alegria esta que ele propôs a seu primeiro grande aluno, São Domingos Sávio, e a todos vocês, salesianos, como o estilo autêntico e sempre atual da "medida alta da vida cristã"» (João Paulo II, Novo Millennio Ineunte, 31). 36

EX ALLIEVI Newsflash - 24 junho 2019

«A mensagem dele era uma mensagem revolucionária, em uma época em que os sacerdotes viviam a vida das pessoas com certa distância.

O "alto padrão de vida cristã" foi colocado em prática por Dom Bosco na "periferia social e existencial" que crescia naquela Turim do século XIX, capital da Itália e cidade industrial, que atraía centenas de jovens em busca de trabalho. De fato, o "padre dos jovens pobres e abandonados", seguindo o conselho visionário de seu mestre são José Cafasso, percorria as ruas, entrava nas obras, fábricas e prisões, em todos os lugares onde havia jovens solitários, abandonados, à mercê dos patrões, que não tinham qualquer escrúpulo.

Ele levava a alegria e os cuidados de um verdadeiro educador a todos os rapazes que tirava das ruas e que encontravam, em Valdocco, um oásis de serenidade e um lugar onde aprenderiam a ser "bons cristãos e honestos cidadãos".

Trata-se da mesma atmosfera de alegria e de família que eu tive a sorte de viver e ser apreciar quando, ainda menino, frequentei a sexta série no Colégio Wilfrid Barón de los Santos Ángeles, em Ramos Mejía. Os salesianos me formaram para a be-

leza, para o trabalho e para ser muito feliz e este é o carisma de vocês. Eles me ajudaram a crescer sem medo, sem obsessões. Eles me ajudaram a avançar em alegria e oração. Como tive ocasião de lembrar a vocês, na visita à Basílica de Maria Auxiliadora realizada em 21 de junho de 2015, volto a recomendar os três amores brancos de Dom Bosco: A Virgem Maria, a Eucaristia e o Papa.

Hoje não se fala muito da Nossa Senhora com o mesmo amor que manifestava o Santo de vocês.

Ele se estregava a Deus por meio da oração para Nossa Senhora, e aquela confiança em Maria lhe dava coragem para enfrentar os desafios e perigos da vida e de sua missão.

A Eucaristia, como segundo amor de Dom Bosco, deve lembrá-los para iniciar os jovens na prática da liturgia, bem vivida, ajudá-los a entrar no mistério eucarístico e a não esquecer a Adoração. Finalmente, o amor ao Papa: não é só o amor por sua pessoa, mas por Pedro como chefe da igreja e como representante de Cristo e esposo da Igreja. Por trás daquele amor branco pelo Papa,


LIVROS

está o amor pela Igreja. A pergunta que devem se fazer é: "O que é um salesiano de Dom Bosco precisa ser para os jovens de hoje?".

Eu diria: um homem concreto, como era o seu fundador, que, como jovem padre, preferiu servir aos pobres e abandonados à carreira de preceptor nas famílias nobres. Um salesiano que sabe olhar em volta, enxergar situações críticas e problemas, confrontando-os, analisando-os e tomando decisões corajosas.

É chamado a atender todos os subúrbios do mundo e da história, as periferias do trabalho e da família, da cultura e da economia, que precisam ser curadas.

E, se além disso, também aceitar, com o espírito do Senhor ressuscitado, os subúrbios habitados pelos jovens e suas famílias, então o reino de Deus começa a estar presente e outra história se torna possível.

O salesiano é um educador que abraça a fragilidade dos jovens que vivem na marginalização e sem futuro, se debruça sobre suas feridas e as trata como um bom samaritano. O salesiano também é otimista por natureza, ele sabe olhar para os jovens com realismo positivo.

Como Dom Bosco ainda hoje , o salesiano reconhece em cada um deles, mesmo os mais rebeldes e fora de controle, "aquele ponto de acesso ao bem" no qual trabalhar com paciência e confiança. Finalmente, o salesiano é o portador da alegria, aquela nascida da notícia de que Jesus Cristo ressuscitou e inclui todas as

condições humanas. De fato, Deus não exclui ninguém. Ele não nos pede para sermos bons para que nos ame. E tampouco nos pede permissão para nos amar. Ele nos ama e nos perdoa.

E se nos deixarmos surpreender pela simplicidade daqueles que não têm nada a perder, sentiremos nosso coração inundado de alegria. Quando faltam estas características, então vemos aqueles rostos fechados, tristes.

Não! Aos jovens devemos levar esta boa notícia, uma notícia verdadeira contra todas as notícias que passam todos os

dias nos jornais e na rede. Cristo realmente ressuscitou, e prova disto são Dom Bosco, Madre Mazzarello e todos os santos e beatos da Família Salesiana, bem como todos os membros que a cada dia transfiguram a vida de quem os encontra porque deixou-se alcançar pela misericórdia de Deus O salesiano torna-se, assim, testemunha do Evangelho, a Boa Nova que, em sua simplicidade, deve se confrontar com complexa cultura de cada país. Unir simplicidade e complexidade, para um filho de Dom Bosco, é uma missão diária».

EX ALLIEVI Newsflash - 24 junho 2019

37


LIVROS

Um livro sobre nossa história dos Ex-Alunos de Dom Bosco Em dezembro de 2016, fui convidado para cuidar do Ex Alunos Newsflash, a Revista Oficial da Confederação Mundial de ExAlunos. Antes de assumir a delicada tarefa que participei em algumas reuniões do Conselho Mundial, fiquei ainda mais consciente de quais eram as expectativas e desejos em meu respeito.

Quando tudo foi combinado, senti que estava propondo uma operação literária nunca antes enfrentada no passado. «O que você diz se publicarmos um livro sobre nossa história?».

2018 = Catalogação ordenada em pastas e arquivos no PC. Até o momento, em setembro, depois de ler e consultar cerca de 450 publicações, a situação é a seguinte: • Fotos digitalizadas e divididas por tópico = 1.350.

• Pastas históricas = 14 (alegados capítulos de livros) - Catalogadas em pastas individuais sobre 1.000 arquivos

2019 = Escrita, composição, layout, revisão coordenada de todo o material.

Eu li o espanto no rosto de todos. Mas o placet logo chegou. Depois disso acrescentei: «Minha intenção é levar o livro para o 150º aniversário do nosso “nascimento” como Ex-alunos, isto é, 24 de junho de 2020».

2020 = (janeiro-fevereiro): impressão e instalação na tipografia

Plano de trabalho

Cada Federação, União, mas também o exaluno, pode enviar material que inclui: • Histórico (não mais do que 40-50 linhas - no arquivo de palavras)

Para tornar a visão geral descritiva o mais completa possível, senti que era meu dever reservar esse espaço em nossa Revista.

2017 = Pesquisa, seleção e aquisição de material de arquivo (livros, revistas, jornais, fotos, etc.)

38

EX ALLIEVI Newsflash - 24 junho 2019

Pedido de colaboração

• Lista de Ex-Alunos mortos em Guerra (possivelmente com fotos - formato jpeg)

• Fotos históricas (preto/branco ou cores) no formato jpeg.

Os arquivos, em italiano ou inglês, devem ser categoricamente enviados dentro de (e não mais tarde) 30 de setembro de 2019 para o seguinte e-mail: pierluigi.2208@tiscali.it

Agradeço a todos aqueles que responderão a este convite. Dom Bosco certamente não deixará de recompensar aqueles que se sentirão envolvidos nesta iniciativa. Será um livro para um público que não tem idade. Para os jovens, que verão os nomes de "ação" de que apenas ouviram falar, e para os idosos, que reviverão com uma pitada de nostalgia os melhores anos de suas vidas. Nas próximas edições do Ex Alunos Newsflash vamos mantê-lo atualizado sobre o desenvolvimento dos trabalhos. Pierluigi Lazzarini


LIVROS

O Instituto Técnico Dom Bosco de Tarlac lança livro pelos 70 Anos da Escola

Filipinas

Tarlac City, Filipinas – 31 de janeiro de 2019

TARLAC Lobos cinzentos da mascote da escola

Por ocasião da festa de Dom Bosco, o Instituto Técnico Dom Bosco, de Tarlac City, lançou o livro ilustrado “O Futuro Começa aos Setenta”, publicado pela Associação dos Ex-alunos desse Centro para celebrar os 70 Anos do Instituto – o primeiro no País a ser dedicado a Dom Bosco. No volume, a história de ex-alunos, tradições e o papel educativo do Instituto em sua exaltante trajetória...

EX ALLIEVI Newsflash - 24 junho 2019

39


FAMÍLIA S ALESIANA

Portugal

Peregrinação Nacional da Família Salesiana (FS) e Dia do Movimento Juvenil Salesiano (MJS)

(ANS – Fátima)

“Com Maria, a santidade é alegria” foi o tema da 67ª Peregrinação da FS ao Santuário Mariano de Fátima, nos dias 18 e 19 de maio. Também em Fátima, os jovens dos ambientes dos Salesianos e das Filhas de Maria Auxiliadora (FMA) comemoraram em 18 de maio o Dia do MJS.

O Provincial, ou Inspetor, P. José Aníbal Mendonça, a Inspetora das FMA, Ir. Rosa Cândida Gomes, e o Delegado Nacional da

40

EX ALLIEVI Newsflash - 24 junho 2019

FS, P. Joaquim Taveira da Fonseca, partilharam com a FS a devoção a Maria, numa peregrinação que juntou 800 membros da FS e muitos outros peregrinos no Santuário.

A Eucaristia de domingo no recinto do Santuário foi presidida pelo Arcebispo da Arquidiocese de Évora, Dom Francisco Senra Coelho, antigo aluno salesiano do Colégio Dom Bosco, de Maputo, Moçambique (África), que recordou o «íntegro e abnegado testemunho sacerdotal» de São João Bosco como exemplo de quem soube «amar, defender,


FAMÍLIA S ALESIANA

promover e dar a vida pelas crianças, adolescentes e jovens mais pobres»; e desafiou os peregrinos a serem missionários do amor de Deus através de “gestos concretos de Evangelho – vivido e partilhado”.

Na véspera, Dom Francisco Senra Coelho, já tinha estado com os jovens do MJS durante o espetáculo "Arte e Fé", no Centro Paulo VI. O MJS, de fato, esteve em Fátima para o seu Encontro nacional anual (Dia MJS), organizado pela Pastoral Juvenil Salesiana e pelo Delegado Nacional, P. Álvaro Lago SDB. Vindos das diversas Casas

dos SDB e das FMA de Portugal, 500 jovens uniram-se para festejar Maria com a alegria de Dom Bosco e da Santa Madre Mazzarello.

Alguns momentos foram vividos unidos à FS, como a Saudação a Nossa Senhora, o espetáculo “Arte e Fé” e o Terço na Capelinha das Aparições.

Durante o dia os Jovens participaram em vários workshops. O Dia MJS concluiu-se com um contagiante concerto de Oração. Fonte: Boletim Informativo Hoje

EX ALLIEVI Newsflash - 24 junho 2019

41


FAMÍLIA S ALESIANA

Espanha

Confraternidades salesianas um reflexo do carisma de São João Bosco

(ANS - Sevilha)

No mundo das Confraternidades Salesianas (Hermandades e Cofradías), o tempo litúrgico da comemoração da ressurreição de Jesus ocupa um lugar especial, uma vez que combina devoção, ação social e protagonismo dos jovens.

Em todo o território, existem hoje cerca de 30 entidades de fiéis, dependentes das respectivas Arquidioceses e nascidas, em grande parte, no leito das Associações dos Ex-Alunos de Dom Bosco.

Como uma corporação nascida dentro da Associação dos Ex-Alunos, a Confraternidade de Málaga expressou seu marcado caráter salesiano.

O impulso apostólico, o serviço ao povo, a simplicidade das celebrações, o desejo de estar presente entre os jovens e as famílias humildes, o trabalho, a iniciativa e a profunda devoção mariana são aspectos próprios da espiritualidade salesiana.

"Por todas estas razões, em 20 de junho de 1996, o então Inspetor, padre Eusebio Muñoz Ruiz, concedeu o título de ‘Confraternidade Salesiana’ e com o desejo de

42

EX ALLIEVI Newsflash - 24 junho 2019

aprofundar o compromisso com os jovens". Este desejo de expandir o senso de fraternidade é o que encorajou o processo de criação do Conselho Inspetorial das Confraternidades Salesianas. «As Confraternidades Salesianas são representadas por um conselho consultivo e organizacional, subordinado diretamente ao delegado da Família Salesiana e, portanto, ao Inspetor.

O Coordenador também pertence ao Conselho da Família Salesiana da Inspetoria Espanha-Maria Auxiliadora», explica Manolo Orellana Delgado, Coordenador das Confraternidades.

A vida plena das Confraternidades Salesianas não se limita exclusivamente a uma temporada de penitência durante a semana da Paixão ou aos tríduos e cultos da Quaresma.

Vale ressaltar que no cotidiano elas animam diversas iniciativas centradas no trabalho social, campanhas solidárias, coleta de material escolar, brinquedos, alimentos ou roupas, além de ajudar pessoas nas casas de repouso, escolas ou associações.

Estes são pequenos exemplos da vida plena dessas confraternidades salesianas, reflexo do carisma de São João Bosco.


E STATUTOS

DA

C ONFEDERAÇÃO MUNDIAL

Estatutos da Confederação Mundial Præit ac tuetur / Precede e Protege Roma, 5 dezembro 2015

Capítulo IX

Eleições da Presidência Confederal Mundial Art. 32 - Comissão Eleitoral

10 meses antes de terminar o prazo dos cargos confederais, a Junta Executiva Confederal nomeará uma Comissão Eleitoral, composta de pelo menos 3 membros, pelo Secretário Geral e pelo Delegado Confederal. O Secretário Confederal Mundial é o Presidente desta Comissãoio Confederale Mondiale è il Presidente di questa Commissione. As competências da Comissão Eleitoral são: a) Elaborar um regulamento de votação.

b) Requerer as candidaturas à Presidência Confederal Mundial 6 meses antes das ações eleitorais. c) Em caso de convocatória da Assembleia por correspondência, prover ao escrutínio final dos votos recebidos por correspondência e publicar a lista dos eleitos, mediante a respetiva ata.

d) Requerer aos eleitos a votação da terna a apresentar ao ReitorMor.

e) Os membros da Comissão não podem ser candidatos à eleição da Presidência.

f) A Presidência Confederal apresentará à Comissão Eleitoral a lista completa dos que têm direito de voto. Esta lista será publicada no site e outras redes sociais dos Antigos Alunos pelo menos 1 mês antes da data fixada para as eleições.

Art. 33 - Candidaturas

a) Cada Federação Nacional pode apresentar até 3 candidaturas, 1 das quais reservada a um Gex (ex-aluno ou ex-aluna jovem); é necessária a aprovação do Presidente, do Delegado Nacional, do Provincial do território de inscrição do mesmo candidato da esposa ou do marido se é casado. b) A lista aprovada será comunicada ao cuidado da Comissão Eleitoral, pelo menos 2 meses antes da Assembleia Mundial.

c) Em nenhum caso serão aceites candidaturas apresentadas fora de prazo. d) Os candidatos Gex devem ter idade compreendida entre os 18 e os 30 anos no momento em que são nomeados.

EX ALLIEVI Newsflash - 24 junho 2019

43


E STATUTOS

DA

C ONFEDERAÇÃO MUNDIAL

Art. 34 - Eleição

a) Eleição do Presidente Confederal Mundial, do Secretário-Geral Mundial e do Tesoureiro Confederal Mundial.

O Presidente da Comissão Eleitoral, terminadas as operações de voto e escrutínio e logo depois de ter procedido à exposição perante a Assembleia Geral da lista completa dos candidatos e dos respetivos votos conseguidos, entrega a lista dos recém-eleitos ao Reitor-Mor com a indicação da terna de nomes dos candidatos mais votados, entre os quais o Reitor-Mor designará o Presidente Confederal.

Os que têm direito de voto elegerão os candidatos a Secretário-Geral e a Tesoureiro Confederal durante a Assembleia Mundial de uma lista apresentada para o efeito. O candidato que obtiver maior número de votos durante a Assembleia será eleito para a função a que era candidato. Os candidatos podem ser nomeados para duas funções. Uma vez eleitos, não são elegíveis para outras funções.

No caso de uma pessoa ser eleita para duas funções, a Comissão Eleitoral pede-lhe que faça uma opção. A segunda pessoa com maior número de votos é consequentemente eleita para a função vacante.

No caso de não haver candidaturas para as funções executivas (Secretário e Tesoureiro), na primeira reunião da Presidência Confederal os novos eleitos devem cooptar um candidato adequado para a função vacante. b) Membros da Presidência Confederal Mundial: os Conselheiros Regionais

Todos os que têm direito de voto pertencentes a uma Região podem votar todos os candidatos daquela Região (segundo os votos atribuídos em base ao art. 31) para eleger os membros da Presidência Confederal. Os membros da Presidência Confederal votam para os candidatos da Região a que pertencem. O Delegado del Reitor-Mor para a Família Salesiana e o Delegado Mundial são considerados como pertencentes à região Europa. O candidato que obtiver o maior número de votos na sua Região será Conselheiro Regional para aquela região.

O jovem que obtiver o maior número de votos na sua região será Conselheiro Regional GEX para aquela Região.

Art. 35 - Duração

a) O Presidente Confederal Mundial permanece no cargo 6 por anos

44

EX ALLIEVI Newsflash - 24 junho 2019

e pode ser reeleito 1 só vez, tendo presente que não são tidos em conta eventuais cargos anteriormente assumidos na Presidência. Os membros da Presidência são eleitos por 6 anos e, ordinariamente, podem ser reeleitos 1 só vez.

b) Os mesmos critérios de duração são válidos para os eventuais membros cooptados na Presidência e na Junta.

c) Em caso de demissão ou morte do Presidente ou do vice-Presidente, o Reitor-Mor informado respetivamente pelo vice-Presidente ou pelo Presidente, indica à Presidência uma dupla de nomes entre os elementos vivos dos quais a Presidência proverá à nomeação do substituto até ao fim do prazo normal do mandato precedente. d) Em caso de demissões ou de morte de um membro da Presidência Confederal Mundial, o Presidente convocará a Junta Executiva Confederal Mundial para:

~ A formalização oficial das demissões do Conselheiro ou do falecimento. ~ As comunicações habituais, em caso de morte, à Família Salesiana. ~ O programa das atividades subsequentes como a atribuição do cargo de Conselheiro de Presidência ao primeiro dos não eleitos (adulto GEX conforme o caso) da circunscrição regional a que pertencia o Conselheiro; no caso de se tratar de um membro da Junta Executiva Confederal Mundial, a nomeação do novo conselheiro será efetuada por parte da Presidência, tal como acima se indica.

Na falta de um candidato disponível na lista, a Presidência Confederal Mundial pode cooptar um substituto. e) O ex-Aluno/ex-Aluna investido de relevantes cargos públicos e privados, não completar mandatos, especialmente o de Presidente. Para a validação de eventuais casos particulares tem competência a Presidência Confederal Mundial.

Capítulo X

Informação e Comunicação

Art. 36 - Órgãos de informação

a) A Presidência Confederal realiza através do site oficial da Confederação a animação e a informação periódica às Federações


E STATUTOS

DA

C ONFEDERAÇÃO MUNDIAL Capítulo XII

nacionais e a quantos estejam interessados nas atividades associativas. O site pode incluir a publicação de uma página de notícias.

b) Todas as Confederações e Federações Nacionais são chamadas a colaborar com artigos, notícias, experiências que se julgue útil dar a conhecer a nível mundial através dos sobreditos órgãos.

Capítulo XI

Estandarte, distintivo, diplomas, dias celebrativos

Art. 37 - Estandarte, distintivo, diplomas, dias celebrativos

a) O Estandarte Confederal é guardado na sede da Confederação Mundial. Apresenta o rosto de Dom Bosco. É exposto por ocasião de solenes celebrações, ocorrências, congressos internacionais e mundiais, reuniões e encontros. b) O Distintivo, juntamente com o Estandarte, é sinal visível da unidade da Confederação e de pertença à mesma. Desenhado e cunhado por iniciativa da Presidência Confederal Mundial, é depositado na Secretaria Geral Mundial. Reproduz substancialmente o desenho original aprovado no Segundo Congresso Internacional de 1920.

c) O distintivo de ouro de benemerência, outros atestados de fidelidade e diplomas particulares são concedidos por relevantes serviços.

d) Celebram-se as seguintes festas anuais:

~ 31 de janeiro, Festa de Dom Bosco ~ 24 de maio, Festa de Maria Auxiliadora ~ 24 de junho, Festa Mundial dos Antigos Alunos e das ex-Alunas para comemorar o onomástico de Dom Bosco e o nascimento do Movimento dos Antigos Alunos e ex-Alunas ~ 5 de outubro, Festa do Beato Alberto Marvelli ~ 5 de dezembro, Festa do Beato Filipe Rinaldi ~ 8 de dezembro, Festa da Imaculada e comemoração do início da Família Salesiana.

Os Antigos Alunos e ex-Alunas de Dom Bosco participam além disso nas celebrações da Família Salesiana organizadas a nível nacional, provincial e local.

Financiamento

Art. 38 - Modo de financiamento da Confederação Mundial A Confederação Mundial recebe os seguintes meios financeiros:

a) A quota anual, paga por cada uma das Federações Nacionais, expressão de pertença à Confederação Mundial. As Confederações e Federações Nacionais são obrigadas a contribuir para a manutenção da Confederação Mundial através das quotas estabelecidas pela Presidência Confederação proporcionalmente ao número de associados. A Presidência Confederal decidirá anualmente o montante da quota de pertença por parte de cada Federação Nacional tendo em conta o rendimento médio per capita nacional.

A Presidência Confederal Mundial fixa anualmente o montante da quota de pertença. Esta quota é paga por cada Confederação ou Federação Provincial, ou por cada Federação Nacional se não há Federações Provinciais. No caso de a Federação Nacional ser composta de várias Federações Provinciais, a quota é paga por cada Federação Provincial. No caso de a Confederação ou Federação Nacional não estar constituída, a quota é paga por cada Federação Provincial. b) Doações e projetos. Com esta finalidade é permitido ao Tesoureiro Confederal organizar atividades e projetos. A Confederação Mundial é autorizada a receber entradas e contributos de proveniência diversa para as finalidades previstas nos presentes Estatutoso.

Art. 39 - Despesas

Em base às entradas efetivas e de acordo com o orçamento proposto pelo Tesoureiro Confederal, a Presidência Confederal Mundial pode, todos os anos, destinar uma determinada soma a um membro da Presidência Confederal para a execução de um projeto proposto e aprovado.

O Tesoureiro Confederal Mundial pode saldar as despesas de viagem e outras despesas dos membros da Presidência Confederal e da Junta Executiva Confederal Mundial ou de outras pessoas, somente se houver autorização prévia da Junta Executiva Confederal. (Qualquer despesa deve ser acompanhada da sua respetiva fatura).

(Continue na próxima edição)

EX ALLIEVI Newsflash - 24 junho 2019

45


EX ALLIEVI Newsflash

Eventos atuais religiosas e periódica social da Confederação Mundial dos Ex-Alunos de Dom Bosco

Direção e Edição EXALLIEVI Newsflash Opera Salesiana Teresa Gerini Via Tiburtina, 994 - 00156 Roma (Italia) tel. (+39) 06.409.003 Internet: www.exallievi.org E-mail: newsflash@exallievi.org

Casa Geral Sede Centrale Salesiana Via Marsala, 42 - 00185 Roma (Itália) tel. (+39) 06.656.121 Centralino Fax (+39) 06.656.12.556 Internet: www.sdb.org

Direção e Coordenação editorial Pierluigi Lazzarini (pierluigi.2208@tiscali.it)

NÚMERO DE NOSSA CONTA

Name: Confederation of Past Pupils of Don Bosco Bank: Lombard Bank Malta p.l.c. Address: Balzan, Malta IBAN: MT 08 LBMA 0500 0000 0000 0144 0520 986 SWIFT Code: LBMAMTMT Bank Account Number: 01440520986

Secretário de Editorial Veronica Messano

Colaboradores desta questão Papa Francesco, Don Ángel Fernández Artime sdb, Michal Hort, don Jayapalan Raphael sdb, don Eli Cruz sdb, Jude Elie, João Luís Fernandes, Barry Hudd, Peter Kovác, don António Marcelino sdb, Gian Francesco Romano, don Krzysztof Tomeczkowski sdb

Fotos e imagens Archivio Ag. ANS, AustraLasia, Boletim Informativo Hoje, Grzegorz Chojnacki, Aniela Mazurkiewicz, don Paweł Gacek SDB

A revista trimestral (italiano, inglês, espanhol, francês e português) está disponível no site oficial www.exallievi.org nestes prazos: 25 DE DEZEMBRO (Natal Sagrado); PÁSCOA DA RESSURREIÇÃO; 24 DE JUNHO (nascimento de ex-alunos); 5 DE OUTUBRO (Beato Alberto Marvelli)

Traduções

Ag. ANS - Elaboração

Ag. ANS - Veronica - Nisaury

Ag. ANS - Nisaury Ventura

Ag. ANS - Elaboração

Grazie!

Thank you!

¡Gracias!

Thanks!

EDIÇÃO ITALIANA

EDIÇÃO EM INGLÊS

EDIÇÃO EM ESPANHOL

EDIÇÃO FRANCESA


Millions discover their favorite reads on issuu every month.

Give your content the digital home it deserves. Get it to any device in seconds.