Issuu on Google+


Sumário

Organização Proponente Organização Parceira Identificação do Projeto 1. 2. 3. 4. 5. 6. 7. 8. 9.

Apresentação Justificativa Objetivo Geral Objetivo Específico Público Alvo Metas Metodologia Impacto Social e Cultural Esperados Tipo de Parceria / Cooperação Externa


Organização Proponente

Nome da Organização

Instituto Giuseppe Vita;

Tipo

Organização Social de Direito Privado, sem fins lucrativos;

Missão Institucional

Buscar o desenvolvimento social e a melhoria da qualidade de vida através da preservação e promoção do patrimônio cultural tangível e intangível;

Público Alvo

Jovens e adultos carentes de recursos financeiros e/ou portadores de deficiência;

Representante Legal

Jário Barreto Vita.


Organização Parceira

Nome da Organização

TAG Produções e Eventos LTDA.

A Empresa

Da elaboração à execução, passando por captação,administração e produção, a TAG tem larga experiênciaem marketing cultural e projetos incentivados (Lei Rouanet,Lei do Audiovisual e Leis de Incentivo Estaduais e Municipais). Conta com uma experiência de mais de 7 anosexecutando grandes projetos culturais com impactosocial nas mais diversas áreas.


Identificação do Projeto

Título

Oficina de Fundição e Lapidação de Cristais – Educação, Arte e Cidadania

Objetivo

Instalação e implantação de uma oficina de formação técnica para jovens e de produção de artefatos e cristais.

Investimento estimado

R$2.500,000,00 em 23 meses.


Dados Complementares Número de turmas

3

Número de participantes

32 Jovens

Período

23 Meses

Instalação/ implantação

5 Meses

Operacionalização

18 Meses

Carga horária

1.440 horas do processo de formação


Apresentação O Instituto Giuseppe Vita, em parceria com a TAG Produções, apresenta o projeto Oficina de Fundição e Lapidação de Cristais: arte, educação e cidadania. Essa parceria nasce movida pela similaridade dos sonhos e objetivos das duas instituições voltadas para o cumprimento de uma missão social, tendo a arte e o trabalho como vetores educativos e produtivos. Desta forma, unem suas forças sob a perspectiva de concretizar pela ação cultural educativa e produtiva os ideais para a constituição de uma sociedade mais justa, participativa e que valoriza o seu patrimônio em prol da coletividade. De um lado, o Instituto Giuseppe Vita que chega trazendo em sua bagagem os últimos resquícios de uma arte exercida, desde os idos de 1914, pela tradicional família Vita na fabricação artesanal de artefatos de cristal. Do outro, a TAG Produções, empresa especializada em elaborar e executar projetos de alta relevância cultural.


A viabilização do presente Projeto implica, portanto, em valorizar e promover o resgate de rico patrimônio artístico-cultural da Bahia e

Valorizar e revitalizar essa produção, que reúne tradição, história e arte significa aproveitar a oportunidade única de aprender com os antigos e últimos mestres detentores da arte

devolução ao mercado de um produto que traz

e das técnicas de fundição e lapidação de artefatos que, a

em si a garantia de toda qualidade, requinte e

partir de meados do século XX, atravessaram as fronteiras

delicadeza dos artefatos de cristal fundidos e lapidados na antiga indústria Fratelli Vita.

do país, dando projeção e destaque no cenário mundial ao Estado da Bahia pela excelência de qualidade do cristal aqui produzido. Dessa aliança de forças das duas organizações, o projeto amplia os seus propósitos ganhando proporções que evidenciam a preocupação com as questões sociais que, além da abertura de uma nova frente de trabalho, proporcionará ao jovem a oportunidade de aprendizagem e qualificação profissional na área de fundição e lapidação de cristais.


Justificativa Cenários e Oportunidades O Estado da Bahia, particularmente a cidade de

A valorização da cidadania, os novos formatos da

Salvador, já possui uma tradição na fábrica de cristais

sociedade civil, configuram-se como repertórios de

que, desde os idos de 1920, tiveram o devido

indispensável apropriação para o resgate da identidade,

reconhecimento internacional pela excelência da

elevação da auto estima e fortalecimento da economia

qualidade das peças produzidas pela antiga Indústria

necessária para a inserção social e profissional do

Fratelli Vita, desaparecida desde 1962.

indivíduo no mundo contemporâneo.

Considerando-se que o Estado da Bahia, por sua

A imperiosa necessidade de adequação às exigências

história e riqueza cultural, é um grande centro da

de um mercado cada vez mais competitivo constitui-se

atração turística, nacional e internacional, a retomada

em mais uma batalha a ser travada por jovens oriundos

da produção dos artefatos de cristal terá espaço

de famílias de baixa renda, carentes de uma formação

garantido no mercado que, pela delicadeza artesanal

e qualificação profissional.

das peça, contribuirá para o desenvolvimento do fluxo de visitantes e aquecimento da economia do estado, a partir da criação de duas linhas de produtos: souvenirs e objetos decorativos.


Martha Rocha, garota propaganda Fratelli Vita


Objetivo Geral

Constituir uma Oficina de Fundição e lapidação de cristais, nas perspectivas da formação de auxiliares técnicos. Produção de artefatos nas linhas “souvenirs” e objetos decorativos com design que garanta sua identidade, a fim de contribuir para a qualificação de mão-de-obra para o mercado de trabalho e o resgate de uma tradição em vias de extinção, devolvendo ao mercado baiano um produto para o consumo local, nacional e internacional, considerado o melhor cristal do mundo.


Objetivos Específicos • Recuperar memória e tradição

• Potencializar o talento artístico e criativo

dos artefatos de cristalproduzidos

dos jovens na confecção de artefatos, enquanto

pela família Vita, contribuindo para a

processo de aprendizado e de produção, a fim

valorização e o resgate deste patrimônio

de devolver ao mercado baiano, produtos de

técnico e artístico na Bahia.

qualidade com a marca Fratelli Vita.

• Capacitar jovens para a utilização

• Promover o desempenho pessoal e social

de técnicas de fundição,lapidação

de jovens, assegurando a formação integral

e design de cristais, garantindo-lhes

para a construção da cidadania, nas

os requisitos necessários para a

perspectivas deelevação de auto-estima

inserção produtiva no mercado

e valorização do entorno histórico-social,

de trabalho, gerando novas

cultural e ambiental.

oportunidades de emprego e renda.


• Criar o Museu Fratelli Vita, reunindo

acervos de cristais, como mais uma

alternativa devisitação turística.

• Inserir no mercado turístico local,

nacional e internacional artefatos de

cristal, criando-se linhas relacionadas

à estética regional,favorecendo a economia

baiana com a adiçãode um produto de

consumo que reúne em si acaracterística

histórica, social, artística e produtiva.


Público Alvo Composição e Estratificação Etária 32 jovens de ambos os sexos, de 15 a 21 anos, estudantes da rede pública de ensino, distribuídos em 3 turmas entre fundição, design e lapidação.


Situação social periférica.

• Oriundos de família de baixa renda • Oriundos de família de baixa escolarização. • Situação de vulnerabilidade social,

emocional e econômica.

• Situação de carências de oportunidades

educativas e profissionais.

• Preferencialmente residentes e/ou

estudantes de escolas públicas localizadas

na região de implantação do projeto.


Metas Estruturar uma equipe multidisciplinar, composta de educadores, artistas e técnicos em fundição e lapidação de cristais. • Estruturar a Oficina de Fundição e Lapidação

• Desenvolver pesquisas para criação do design

de Cristais, a partir da adaptação das instalações

físicas, de equipamentos e outros materiais.

dos artefatos, marcando a identidade da produção.

• Capacitar 32 jovens como auxiliares técnicos

• Criação de duas linhas de produtos em cristal,

em fundição e lapidação de cristais em 18 meses

relacionadas a temáticas da Bahia, destinadas à

e gerar pelo menos 19 empregos diretos, totalizando

fabricação de souvenirs, como berimbaus, baianas,

ocupação especializada para 51 pessoas.

cinzeiros e outros objetos decorativos.


• Realizar a produção de artefatos de

cristais finos design FRATELLI VITA.

• Montar uma exposição dos produtos

realizados pelos jovens no final do curso.

• Buscar a sustentabilidade financeira da

Oficina em aproximadamente 30 meses.

• Manutenção do programa de formação

nos períodos seqüenciais de 2 em 2 anos.


Metodologia A Oficina de Fundição e Lapidação de Cristais se

O processo de ensino-aprendizagem valoriza

constitui em espaço educativo e produtivo, tendo

conteúdos e metodologias articuladas ao pensar,

como eixo do conhecimento a arte e as técnicas

refletir e aprender pelo fazer artístico, através

de fundição e lapidação de cristais.

de dinâmicas participativas, integrando teoria e prática no processo dialógico da aprendizagem.

O conjunto de atividades estará orientado para o desenvolvimento do processo de sensibilização,

Os jovens, sob a supervisão de um mestre nas

criatividade e, com a utilização de instrumentos

técnicas de fundição e lapidação começarão a

e equipamentos específicos, para o resgate

atuar na produção, inicialmente na condição

da produção artesanal de utensílios

de auxiliares até que, gradativamente, passem a

e objetos decorativos em cristal.

dominar as especificidades do processo produtivo.


Na perspectiva da formação técnica, o programa de formação será desenvolvido no período de 18 meses, composto pela formação básica e específica. Na primeira, que durará 8 meses, serão

que os jovens de cada oficina se direcionem

desenvolvidos conteúdos gerais de identidade,

para uma área específica. Na segunda, que

patrimônio, cidadania, comunidade, cidade,

durará 10 meses, serão desenvolvidas aulas

cultura, arte, gestão, articulados às práticas de

práticas, a fim de adquirir habilitação específica

lapidação e fiundição exercidas pelos 32 jovens

da formação. Elaborar um book documental do

das 3 oficinas, os quais conhecerão e

processo produtivo. Apresentar um relatório

experimentarão todas as áreas, a fim de

final do processo educativo.


Impacto social e Cultural Esperados Criação de mais um nicho produtivo para geração de emprego e renda. Estímulo à permanência de jovens no circuito educacional e formativo.

Aquecimento do mercado local com mais uma fonte de renda e produtividade

Resgate da tradição artística e técnica da fundição e lapidação de cristais, com a ampliação da capacidade de formação de novos profissionais na área.

Aumento do potencial de inserção produtiva de jovens no mercadode trabalho nos setores de serviços, cultura e turismo, ampliando as possibilidades de empregabilidade e maior capacidade de autonomia profissional.

Redução do índice de vulnerabilidade pessoal emocional e social.


Tipo de Parceria Cooperação Externa • Financiamento para implantação de toda a

infra-estrutura necessária para instalação das

oficinas de fundição e de lapidação de cristais.

• Financiamento dos custos iniciais para

viabilização do Projeto de Formação de Jovens

em Fundição e lapidação de Cristais.

• Adesão ao grupo de parceiros que participam

de ações de responsabilidade social com

divulgação da marca institucional atrelada

a ações sócio-educativas.



Fratelli Vita