Page 1

MACEIÓ, 22 DE NOVEMBRO DE 2011 TERÇA-FEIRA

ANO 18 NÚMERO 360 R$ 1,50

www.ojornalweb.com

Exemplar de Assinante

O Jornal Fotos: Izabelle Targino

DESGOVERNO

Com cartazes, estudantes da Uneal protestaram contra os problemas na instituição

Na manifestação, os universitários cercaram o governador Téo Vilela; eles reclamam das péssimas condições da Uneal

Governo Téo Vilela já gastou mais de R$ 28 milhões com aluguel de carros Quantia se refere aos gastos com locação só este ano; em Arapiraca, governador foi recebido com protestos de alunos da Uneal Dados do Portal da Transparência do Estado mostram que, só este ano, o governo de Alagoas

gastou mais de R$ 28 milhões com locação de carros. Além disso, mais de R$ 2 milhões são gastos,

por mês, com a manutenção desses automóveis. Com a quantia, podem ser comprados mais

HOSPITAL EM UNIÃO

Em visita ao Hospital São Vicente de Paula, o senador Renan Calheiros exigiu que o

governo do Estado adote medidas urgentes para ajudar a saúde da população no município. A3

ENCHENTES 2010

EXECUÇÃO

Construção de postos de saúde não avança nos municípios

Criminosos matam casal a tiros no Tabuleiro

REFORÇOS

A

diretoria do CSA anunciou o primeiro pacote de reforços para 2012. A maioria dos atle-

tas veio do Coruripe, ex-clube do técnico Celso A13 Teixeira. A torcida não gostou e protestou.

ABANDONO

Um casal foi assassinado a tiros no Tabuleiro do Martins. O crime foi cometido por dois homens que chegaram ao local armados com pistolas. José Carlos Bezerra e Maria José dos Santos foram baleados na cabeça e morreram no local. Uma menina de 8 anos, filha de José Carlos, presenciou o A10 crime.

MÍNIMO

<Multiple grouped links>

As obras mais avançadas de construção das unidades básicas e dos postos de saúde nos municípios atingidos pelas enchentes de junho de 2010 estão apenas 10% concluídas. A situação mais grave é a de Santana do Mundaú, onde não há nem terreno definido para a construção dos A9 postos de saúde.

O governo federal aumentou o valor do salário mínimo - que terá vigência a partir de 2012 - de R$ 545,00 para R$ 622,73. O reajuste foi da ordem de 14,26%. O novo valor foi enviado, ontem, pelo Ministério do Planejamento ao A7 Congresso Nacional.

Audálio Bezerra precisa operar o fêmur e perambula entre hospitais do Estado

Aids: cai número de Aposentado espera mortes de infectados cirurgia há um mês A5

COTAÇÕES DÓLAR (COMPRA)..................................1.8110 DÓLAR (VENDA)....................................1.8130 POUPANÇA..........................................0,5468

EURO (COMPRA)....................................2.4279 EURO (VENDA)......................................2.4294

por protesto de estudantes da Uneal contra as más condições A2 E A3 da instituição.

<Multiple grouped links>

Renan exige ações por parte do Estado

de 900 veículos. Em Arapiraca, ontem, a visita do governador Teotonio Vilela Filho foi marcada

A12

MARÉS 00h47.............1.9 07h06.............0.2

13h09.............1.9 19h24.............0.2

FASES DA LUA NOVA.........27/11..16h55

CHEIA.........13/11..06h18

CRESCENTE..06/11..04h03

MINGUANTE..19/11..21h32

MULTA O Ibama aplicou, ontem, multa de R$ 50 milhões, valor máximo previsto em lei, contra a Chevron pelo vazamento de petróleo na Bacia de Campos, no Rio. A petroleira é acusada de omitir a real A4 extensão do acidente. A SSINATURAS : 82 4009.1919 CLASSIFICADOS : 82 4009.1930

P UBLICIDADE : 82 4009.1961 PABX : 82 4009.1900


O JORNAL l MACEIÓ, 22 DE NOVEMBRO DE 2011 l TERÇA-FEIRA

A2

Política

www.ojornalweb.com politica@ojornal-al.com.br

ARAPIRACA

PautaGeral Da Redação pautageral@ojornal-al.com.br

LOG E A ABL

L

uiz Otávio Gomes resolveu testar a sua popularidade e foi passear em um shopping de Maceió neste final de semana. Não demorou muito para sentir a indignação e a rejeição ao ser reconhecido. O homem ficou desconcertado. Desistiu da caminhada e resolveu tomar um café no senadinho. Péssima escolha, pois, se o senadinho é o lugar onde até quem presta é criticado, imaginem só o que aconteceu com ele. Pois bem, foi ao perceber os olhares em sua direção que ficou ainda mais desconcertado. Olhou para o assessor e ordenou que saíssem dali. “Vamos embora, vamos embora”. Meteu a mão no bolso para pagar o cafezinho, mas não percebeu que deixara cair do bolso um papel com anotações, e foi-se embora. Todos os fofoqueiros de plantão olharam e imediatamente correram pra cima do papel. Bom, se alguém pensou que naquele papel havia qualquer texto relacionado ao banco PanAmericano, enganou-se. Pra surpresa de todos havia o plano de Luiz Otávio para quando deixar o governo do Estado, pois no papel constavam os nomes dos escritores José Sarney, Marco Maciel, Ariano Suassuna, Lêdo Ivo, Paulo Coelho, entre outros, todos membros da ABL. No tal do papelzinho perdido, estava anotado o número da cadeira que ele quer ocupar, que é a 25, um número bastante significativo, não é mesmo? A verdade é que o LOG quer virar imortal! Será que é vaidoso?

Difícil missão O empresário Geminiano Jurema foi mesmo sondado para substituir Luiz Otávio Gomes na Secretaria de Planejamento e Desenvolvimento Econômico. No entanto, o nome mais forte para ficar no cargo é o do médico Herbett Motta – atualmente secretário do Trabalho. O único problema é ter que abrir mão da candidatura para vereador em Maceió. O tucano é tido como um dos favoritos.

Inaugurações

O prefeito Cícero Almeida (PP) conta com agenda movimentada para hoje. Às 8h30, ele participa da reabertura da Biblioteca Municipal Graciliano Ramos, na sede da Fundação Municipal de Ação Cultural (FMAC), Avenida da Paz, Jaraguá; às 10 horas, inaugura a creche-escola Governador Luiz Abílio de Souza Neto, no Benedito Bentes II - Cidade Sorriso II; às 10h30, na mesma localidade, inaugura o terminal de ônibus do Conjunto Cidade Sorriso; e, às 11 horas, inaugura o Creas Paefi Cidade Sorriso II.

Ganhou Os fiscais de tributos elegeram Lúcia Beltrão como a nova presidente do Sindifisco. A disputa foi uma das mais acirradas da história do sindicato. Ela teve 10 votos a mais que Aderval Viana. O mandato é de dois anos.

Estudantes fazem protesto contra Vilela Izabelle Targino

Objetivo da manifestação era denunciar as más condições da Uneal IZABELLE TARGINO municipios@ojornal-al.com.br

S

UCURSAL - A visita do governador Teotonio Vilela ao município de Arapiraca na manhã de ontem foi marcada por manifestações. O governador esteve na cidade para o lançamento do Programa Ronda Cidadã, mas foi recebido com um apitaço realizado por alunos da Universidade Estadual de Alagoas (Uneal). Segurando faixas e com narizes de palhaço, cerca de 100 alunos protestaram contra as más condições da universidade e a baixa nota na última avaliação do Ministério da educação (MEC). Dentre as reivindicações, os alunos cobraram a realização de concurso público para professores; reforma na estrutura física do prédio; a construção de uma residência e restaurante universitários; a devolução dos 40% cortados do orçamento da universi-

Durante protesto, Vilela e secretários são cercados por estudantes da Uneal, que cobram melhorias para a instituição

dade; e mais verbas para que a Uneal possa desenvolver pesquisas e melhorar o nível do ensino. Segundo os estudantes, a quantidade de professores é insuficiente e seriam necessários a contratação de pelos menos mais 50 docentes efetivos, para que o ensino seja de qualidade. Porém, além dos problemas citados, de acordo com Daniel Alves, membro do diretório acadêmico de História, a maior preocupação entre os alunos é a baixa nota da Uneal

na última avaliação do MEC. Com nota baixa pelo segundo ano consecutivo, a Uneal corre o risco de perder o credenciamento de universidade. Fomos reprovados pelo MEC. Não temos estrutura, faltam professores, não temos política de valorização dos servidores. Como vamos poder ter uma nota alta no Provão nestas condições?”, questionou Daniel, ressaltando ainda que, em abril deste ano, o governador havia se comprometido em dar uma resposta sobre as reivindica-

ções, mas nada foi feito. Diante da situação, uma reunião ficou agendada para o próximo dia 29, entre o governador e uma comissão de alunos. Apesar disto, Daniel Alves ressaltou que os alunos da Uneal não vão descansar enquanto as necessidades da universidade não forem atendidas. Esse foi apenas o primeiro contato e nós só acreditamos em ações. Queremos mostrar que estamos vivos e que não vamos deixar a Uneal morrer nas mãos do governo", finalizou o estudante.

Vice-reitor diz que questões já foram discutidas De acordo com o vice-reitor da Uneal, Klébio Araújo, os problemas da universidade já foram discutidos mais de uma vez com o governador e secretários. Questões de estrutura, acervo bibliográfico

e concurso público já foram discutidas várias vezes. Dia 29 nós estamos novamente pedindo soluções para estes problemas, disse o professor. Em relação à baixa nota na avaliação do MEC, o

professor ressaltou que se refere ao ciclo anterior e que, este ano, todos os cursos já foram avaliados pelo Conselho Estadual de Educação e o resultado foi positivo. Todos os cursos da Uneal foram

avaliados positivamente, mas caso não haja melhoria nas instalações da universidade, o resultado da avaliação do próximo ano pode ser negativa mais uma vez”, declarou o vice-reitor. I. T.

HOSPITAL EM UNIÃO

Renan diz que não será candidato a governador em 2014

O senador Renan Calheiros (PMDB) nega que esteja em campanha para a disputa ao governo de Alagoas. “Há menos de um ano fui eleito para cumprir meu terceiro mandato como senador e seria um desrespeito para meus eleitores falar em uma nova disputa. Não sou candidato a governador. Alagoas não tem problema de nomes para o governo e, quando chegar a hora certa, vamos escolher quem estiver melhor e eu vou ajudar e me empenhar na busca do melhor

“Fica para depois” Foi assim que o governador Teotonio Vilela driblou o protesto de estudantes da Uneal em Arapiraca. Ele prometeu receber um grupo de estudantes na próxima semana para atender às reivindicações. Nos bastidores, o tucano reclamou do reitor Jairo Campos – a quem alguns tucanos atribuíram a origem da manifestação.

Forçando Rogério Teófilo tem sido cada vez mais incisivo ao cobrar da deputada federal Célia Rocha o apoio para sua campanha de prefeito em Arapiraca. Ontem, ao lado do governador Teotonio Vilela, ele novamente tentou seguir projetando seu nome. O prefeito Luciano Barbosa prefere outro candidato.

Diretas O deputado Luiz Dantas (PMDB) promete um discurso para hoje falando da grande violência em Batalha. Ele demonstrou preocupação com o aumento na incidência de crimes no município. A partir desta semana, a Subprocuradoria da PGE estará sob novo comando. Com o pedido de afastamento de Edson Vitor de Oliveira Santos para tratamento de saúde, assume José Cláudio Ataíde Acioli.

Senador exige providências ANNA CLÁUDIA ALMEIDA annaclaudia@ojornal-al.com.br

ças. “Da maneira que o hospital se encontra não pode continuar. Temos o espaço para a ampliação e os equipamentos antigos só prejudicam nosso trabalho, já que realizamos em média 14 mil atendimentos por mês. Não temos recursos públicos e permanecemos sem investimentos”, disse a diretora do hospital, Edvane Calixto.

E

quipamentos antigos e falta de espaço para a demanda de atendimento no Hospital São Vicente de Paula, em União dos Palmares. Esta foi a realidade apresentada pela diretora da unidade, Edvane Calixto, ao senador Renan Calheiros (PMDB), durante uma visita realizada no último domingo pelo parlamentar. Na ocasião, o líder do partido no Senado pôde conhecer as instalações do hospital, que vive uma situação de emergência, sem receber investimentos públicos. O hospital beneficente tem 76 anos de existência e é responsável pelo atendimento aos habitantes de União dos Palmares e à população de outras cidades da Zona da Mata, a exemplo de Santana do Mundaú, São José da Lage e Branquinha. Segundo a diretora, a unidade de saúde sobrevive dos recursos do Sistema Único de Saúde (SUS) e não há condições para conti-

Renan Calheiros: "O governo do Estado precisa adotar medidas urgentes"

nuar da forma que se encontra atualmente. Renan Calheiros percorreu vários departamentos do hospital, acompanhado do prefeito de União, Areski Freitas, do deputado estadual Nelito Gomes de Barros e do ex-governador de Alagoas, Manoel Gomes de Barros. O senador ficou surpreso ao comprovar a falta de equipamentos e materiais básicos indispensáveis no funcionamento do hospital, tecendo críticas ao governo do Estado e lamentando a situação do hospital beneficente. “É lamentável o diag-

nóstico dos setores médico-hospitalares de Alagoas. O governo do Estado precisa adotar medidas urgentes para solucionar quadros como o que encontramos aqui em União dos Palmares. Em um país que já avançou tanto em outros setores e que apresenta tamanho desenvolvimento, não podemos mais nos deparar com condições tão precárias de saúde”, criticou Calheiros. O senador esteve reunido por duas vezes com a direção do São Vicente de Paula, que decidiu procurá-lo como única alternativa de mudan-

PDT Ainda no domingo, Renan participou da convenção do PDT, na qual o ex-governador Ronaldo Lessa foi reeleito para a presidência do partido em Alagoas. Segundo Calheiros, sua participação na convenção serviu para reafirmar o propósito de que os partidos seguem unidos pela recuperação de Alagoas, já que o PDT tem participação estratégica nesse quadro. O senador lembrou que Alagoas cresce 20% menos que o Nordeste e 40% menos que o Brasil, sendo este o principal motivo para a exigência da união de todos para reverter dados tão adversos.


O JORNAL l MACEIÓ, 22 DE NOVEMBRO DE 2011 l TERÇA-FEIRA

A3

Política

www.ojornalweb.com politica@ojornal-al.com.br

COM LOCAÇÃO DE CARROS

Contexto Roberto Vilanova bobvilanova@hotmail.com

O estorvo

O

secretário de Desenvolvimento Econômico, Luiz Otávio, se transformou no grande estorvo do governador Téo Vilela e não há outra saída senão a saída dele do governo. É a condição “sine qua non” para que tudo volte à normalidade, depois da série de denúncias envolvendo seu nome numa negociata com o banco Pan-Americano. Apesar de proclamar inocência, o fato é que o secretário “todo-poderoso” do governo ficou numa situação delicada – e com ele o próprio governo, que seria o beneficiário maior das negociatas. Claro que doações em dinheiro para campanha eleitoral não é crime, mas isso quando realizada dentro das normas legais e à luz da moralidade. O que se viu, pelas denúncias, foi uma negociação em nome do Estado e com o objetivo de facilitar a reeleição do governador, o que, convenhamos, se deu à margem da lei. O secretário Luiz Otávio está “sangrando” e respinga no governo, que se esforçou para preservá-lo e agora não tem mais fôlego. Esgotado os argumentos, resta ao governo se livrar do estorvo ou sucumbir com ele.

Rindo Quem está rindo à toa é o ex-secretário de Planejamento, Sergio Moreira, que entrou em rota de colisão com o secretário de Desenvolvimento, Luiz Otávio, e deixou o governo. Sergio deu um mergulho e emerge agora à base do “eu não disse que não daria certo?”

AL já desperdiçou mais de R$ 28 milhões De acordo com Portal da Transparência do Estado, quantia se refere só ao que foi gasto este ano GILSON MONTEIRO gilsonmonteiro@ojornal-al.com.br

N

esses cinco anos de mandato e de discursos, o governador Teotonio Vilela Filho (PSDB) trouxe, regularmente, a promessa de “enxugar a máquina” e “cortar gorduras”, máximas da política econômica tucana que, na prática,

parecem longe da realidade. Pelo menos da realidade das contas mostradas no Portal Transparência Ruth Cardoso. Entre as centenas de cifras disponibilizadas na página www.transparencia.al.gov. br uma delas ilustra bem a maneira aparentemente desregrada dos gastos da máquina pública alagoana. Somente este ano, o Estado já consumiu R$ 28 milhões apenas com a locação de veículos. São exatos R$ 28.322.949,94 o que dá uma média de R$ 2,3 milhões por mês. Trazendo os algarismos para a realidade da população

alagoana, com o mesmo valor o governo poderia adquirir 674 casas no mesmo modelo que está em construção para as famílias vítimas das enchentes, com valor unitário de R$ 42 mil, valor oficial divulgado pelo governo. O cálculo leva em consideração as unidades padrões que estão em construção, com 41 metros quadrados de área construída, divididos em dois quartos, sala, cozinha, banheiro, varanda e área de serviço. Relembrando os índices divulgados na semana passada pelo IBGE, que traz, mais uma vez, Alagoas no topo do ranking do analfabe-

tismo e da violência; o gasto mensal do governo com locação de veículos daria para pagar o salário de quase dois mil professores (exatos 1.988 profissionais) da classe inicial com 40 horas semanais de trabalho, considerando o valor do piso nacional (R$ 1.187,08). Levando os cálculos para a área de segurança pública, os mesmos R$ 2.360.245,00 pagos por mês às locadoras de veículos cobririam o contracheque de 1840,00 soldados da Polícia Militar, que hoje percebem vencimentos de R$ 1.840,00 após um ano de ingresso na tropa.

Crise Embora não queira se meter nas questões do governo do Estado, o senador Renan Calheiros (PMDB) admite que a situação do secretário Luiz Otávio é complicada e se complicou ainda mais com a confissão de que o Pan-Americano pagou a produtora da campanha.

Segundo informações do Portal da Transparência, Estado gastaria, em média, R$ 2,3 milhões por mês com locação de veículos

Câmera e ação O filho do chefe do escritório de Alagoas em Brasília, José de Melo Gomes, e dono da produtora da campanha do PSDB, confirmou que foi pago pelo PanAmericano.

Fora E, por falar no senador Renan Calheiros, ele voltou a questionar a proposta para construção do estaleiro em Alagoas alertando para o fato de o Estado não ter condições para a contrapartida necessária a um empreendimento tão arrojado.

Forte Para o senador Renan, enquanto na Bahia e no Espírito Santo o projeto do estaleiro foi apresentado por um consórcio poderoso de grandes empresas, como a Queiroz Galvão e a Norberto Odebrecht, em Alagoas a proposta é isolada.

Fazendo força – “Mesmo assim, nós estamos lutando. Já conversei com o governador e com o empresário (German Efromovich)” – disse Renan.

Firme Reconduzido à presidência do PDT, o ex-governador Ronaldo Lessa espera agora o dia 15 de dezembro chegar. Essa é a data prevista para o Tribunal Superior Eleitoral julgar a ação da coligação do PDT contra a reeleição do governador Téo Vilela.

Foram Além do programa de desenvolvimento da caprinocultura no Sertão, cujos recursos foram usados para alavancar a campanha tucana, o ex-governador Ronaldo Lessa também denuncia a pavimentação de acesso às cidades como arma de campanha.

Mandando ladrilhar – “Fizeram uma meia-sola nos acessos às cidades onde o governador estava mal. E isso tudo com dinheiro do BNDES” – disse o ex-governador Ronaldo Lessa.

Olho O senador Benedito de Lira (PP) tem conversado muito sobre a sucessão em Arapiraca e garante que o seu partido não será coadjuvante. “O PP vai estar presente no processo sucessório não só em Arapiraca, mas em Maceió também”, disse.

Expressas Presa sob acusação de ter mandado matar o vereador Luiz Ferreira, a prefeita de Anadia, Sânia Tereza (PT), está com depressão. Arapiraca vai ganhar mais um batalhão da PM. A promessa foi feita pelo secretário de Defesa Social, Dário César. Para a criação do batalhão em Arapiraca, a Polícia Militar terá de realizar concurso público. Afinal, batalhão só existe com soldado. O prefeito Luciano Barbosa (PMDB) aplaudiu o anúncio do secretário Dário César, mas pede que a polícia não espere para 2012 e combate agora a violência em Arapiraca.

R$ 2 milhões por mês com manutenção

Na Internet - http://www.transparencia.al.gov.br/consulta_portal/consulta_ conta_contabil.php -http://www.transparencia.al.gov.br/consulta_portal/consulta_ ug.php?ano=2011&tipo_filtro=2&filtro=333903924&descricao=L OCACAO DE VEICULOS

947 automóveis poderiam ser adquiridos Se o governo optasse por aquisição ao invés de locação, o mesmo valor seria suficiente para a aquisição de 947 veículos do modelo Volkswagen Gol 1000, quatro portas, com direção hidráulica e ar condicionado, com valor médio de R$ 29.900,00, de acordo com cotação feita pela reportagem de O JORNAL em revendas da capital. Segundo a direção técnica da Gestão de Transportes da Agência de Modernização da Gestão de Processos (Amgesp), a locação é feita por meio de um consórcio que reúne 10 empresas que atuam com locação de automóveis, cujos contratos tem validade de dois anos. Os valores mensais por locação variam de R$ 1.290,00, para carros populares, até R$ 2.019,00. O diretor técnico de Transporte da Amgesp, Antônio Carlos Gama Lins, explica

que atualmente o governo do Estado utiliza 800 carros locados, e outros cerca de 2 mil da frota própria. Antonio Gama concorda que as despesas são grandes, mas que há, inclusive, um projeto sendo elaborado para reduzir gastos. Mas o projeto só deve reduzir as despesas com a manutenção da frota de propriedade do governo. “Os gastos cobrem as necessidades do governo, mas justamente por termos esse gasto alto temos um projeto que está sendo elaborado para reduzir os gastos com manutenção. Atualmente não temos uma gerência de manutenção, que hoje fica a cargo de cada secretaria e dos órgãos. A proposta é concentrar esse serviço aqui na Amgesp, unificando essas gerências”, disse Gama, sem ter ainda uma data para a proposta sair do papel. G.M.

Segundo o diretor técnico da Gestão de Transportes da Amgesp, Antônio Carlos Gama Lins, atualmente o governo gasta cerca de R$ 1 mil por mês na manutenção dos cerca de 2 mil veículos. Considerando esse valor como gasto médio pago as oficinas, chega-se a um total de R$ 2 milhões mensais apenas com manutenção dos carros. È justamente essa despesa com manutenção que faz com o governo aumente cada vez mais o número de veículos locados, considerando que os gastos com manutenção ficam a cargo das locadoras. “È realmente um gasto muito alto, por isso que, na minha visão pessoal, optaria pela frota totalmente locada, pois esse gasto com manutenção fica com as locadoras. Há muitos carros, da frota própria, que estão sucateados, fora de operação. Há um gasto muito grande com manutenção, e estamos trabalhando nesse projeto para reduzir essas despesas”, disse Gama a O JORNAL. RECORDISTAS Entre os recordistas em despesas com locação de

veículos estão a Secretaria de Estado da Educação e do Esporte, com gastos na ordem de R$ 11.369.328,87; em segundo lugar, está a Secretaria de Estado da Defesa Social, com R$6.779.858,12. A terceira maior despesa com o aluguel de automó-

R$ 11,3 mi foi o montante gasto pela Secretaria da Educação e do Esporte com locação de automóveis

veis ficou com o Fundo Estadual de Saúde (FES), com R$ 3.183.097,65. Mesmo excetuando-se as despesas da Assembleia Legislativa (R$ 4.000,00), Tribunal de Contas (R$ 30.600,00), Tribunal de Justiça (R$ 14.100,00) e Ministério Público (R$ 112.184,00), a despesa com locação de automóveis permanece na casa dos R$ 28.162.064,94. G.M.


O JORNAL l MACEIÓ, 22 DE NOVEMBRO DE 2011 l TERÇA-FEIRA

A4

Nacional Conversa com a Presidenta Coluna semanal da presidenta Dilma

Gilmar Sales dos Santos, 37 anos, assistente administrativo em Wanderley (BA) – Há como aumentar o número de casas com energia elétrica, especialmente na Bahia? Presidenta Dilma – Gilmar, só no seu estado, a Bahia, o programa Luz para Todos já levou energia elétrica para 458 mil moradias, desde sua implantação, em 2003. E vamos fazer mais: o governo federal assinou Termo de Compromisso com a concessionária Coelba para a ligação de mais 128 mil moradias até 2014. O Luz para Todos tinha o objetivo inicial de atender 2 milhões de famílias em todo o país, mas ultrapassou em muito essa meta, chegando a 2,9 milhões de lares. A nova fase do programa, iniciada em julho e que irá até 2014, vai priorizar ligações para pessoas atendidas pelo programa Territórios da Cidadania, pelo Plano Brasil Sem Miséria e para residentes em áreas de distribuidoras de energia elétrica cujo atendimento tenha impacto tarifário elevado. Continuarão sendo atendidos, entre outros, postos de saúde, escolas, comunidades indígenas, quilombolas, comunidades localizadas em reservas extrativistas e poços de água comunitários. O morador da zona rural da Bahia ainda sem energia elétrica deve procurar a agência de atendimento da Coelba para realizar o seu cadastro. Para mais informações, basta contatar a coordenação do Comitê Gestor Estadual do Programa, pelo telefone (71) 3281-2200 ou pelo e-mail sflima@chesf.gov.br.

Lucas Henryque de S. Melo, 16 anos, estudante em Arcoverde (PE) – O que o governo tem feito para proteger as áreas de patrimônio cultural e arqueológico? Presidenta Dilma – A proteção ao patrimônio cultural, histórico e arqueológico é feita pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), vinculado ao Ministério da Cultura. Este ano o Instituto autorizou 1039 pesquisas arqueológicas no Brasil. O Estado de Pernambuco possui 474 sítios arqueológicos registrados, dois deles localizados na sua cidade, Arcoverde. O patrimônio arqueológico da região, principalmente no Parque Nacional do Vale do Catimbau, localizado em Buique, município vizinho a Arcoverde, é muito rico, com 29 sítios arqueológicos registrados no Centro Nacional de Arqueologia (CNA/Iphan). Eles abrigam pinturas rupestres com datação entre 4 mil e 6 mil anos. Atualmente, o Iphan em Pernambuco está firmando Termo de Parceria com o ICM-Bio visando a promoção desses sítios arqueológicos. Nestas e outras ações de identificação e proteção em todo o estado de Pernambuco, os investimentos foram de R$ 6,5 milhões, em 2010, e de R$ 2,4 milhões, em 2011. O Iphan conta com 27 Superintendências e 25 Escritórios Técnicos espalhados pelo Brasil. O Instituto atua em parceria com os Estados e também com governos municipais na busca de proteção aos bens arqueológicos e culturais de maneira geral, procurando consolidar um sistema nacional de patrimônio cultural.

Maria do Nazário Arruda, 64 anos, aposentada em Ponte Alta (TO) – O governo tem algum projeto para ajudar a equipar as regiões com grande potencial turístico, mas que são isoladas geograficamente? Presidenta Dilma – O Ministério do Turismo (MTur), tem apoiado investimentos em obras de acesso, sinalização e infraestrutura nos principais destinos turísticos e em municípios com potencial para atrair turistas. O estado de Tocantins, por exemplo, teve investimentos do MTur para um total de 81 projetos, no valor de R$ 10 milhões, em 2009, e de 14,7 milhões, em 2010. E o estado já teve aprovada a carta-consulta dentro do Prodetur – uma das principais ações financiadas pelo MTur –, no valor de US$ 120 milhões, para projetos que serão articulados nos polos Palmas, Cantão e Jalapão. A sua cidade, Ponte Alta, que está na região do Jalapão, esta beleza natural que os brasileiros precisam conhecer, recebeu apoio para a pavimentação asfáltica. A obra, ainda em execução, visa facilitar o acesso à Praia do Tamburi, Pedra Furada, Talhado do Brejo Boi, entre outros destinos. Um dos programas do MTur é Turismo de Base Comunitária (TBC), segmento que atrai um tipo de turista que busca o contato direto com o modo de vida típico da região. Procura, por exemplo, estar ao lado das bordadeiras do Nordeste ou acompanhar o trabalho dos artesãos do Tocantins que produzem belíssimas peças – bolsas, pulseiras, cintos, bandejas, etc. – a partir do capim dourado. Com os investimentos e a expansão do TBC por todo o País, destinos antes isolados passam a se integrar com centros já conhecidos, gerando emprego e renda para a população local.

Envie você também sua pergunta para a presidenta Dilma através do e-mail opinião@ojornal-al.com.br

www.ojornalweb.com nacional@ojornal-al.com.br

BACIA DE CAMPOS

Ibama aplica multa de R$ 50 mi à Chevron Dilma se reúne com ministros para definir ações quanto ao vazamento de petróleo

R

IO DE JANEIRO – O Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) determinou aplicação de multa no valor de R$ 50 milhões à petrolífera Chevron pelo vazamento de petróleo no Campo de Frade, na Bacia de Campos. A medida foi anunciada ontem pelo presidente do Ibama, Curt Trennepohl. O secretário de Ambiente do Rio, Carlos Minc, vai sugerir que metade do valor seja investida em parques costeiros do estado. Minc determinou que seja feita uma auditoria de padrão internacional na Chevron e na Transocean, que opera o poço, e também decidiu ingressar com uma ação civil pública em valor que pode chegar a R$ 100 milhões, por danos aos bens difusos, à biodiversidade marinha e ao ecossistema costeiro. O secretário exige reparação ambiental dos danos causados à fauna e à flora da região do Campo de Frade, no norte fluminense. “Fauna e flora marinha foram seriamente afetados por mais de 25 mil barris de óleo que criaram uma mancha de 60 a 70 quilômetros quadrados, afetando toda a rica biodiversidade da região”, disse, ao citar que o

Embarcação joga areia para afundar o óleo derramado de poço que era perfurado pela Chevron no Campo de Frade

local faz parte de rota migratória de baleias e golfinhos nesta época do ano. Minc disse que até amanhã será fechado um quadro completo do acidente com a ajuda de imagens de satélites do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), que podem detectar óleo abaixo do espelho d’água. Ele afirmou que as praias de Macaé e Cabo Frio só não foram atingidas pelo óleo porque o vento soprou a mancha na direção contrária, mas que correm riscos os municípios de Arraial do Cabo, Búzios e Rio das Ostras. Ele contou ainda que o governo do Rio vai pedir o

Lula reage bem a nova sessão de quimioterapia

S

os funcionários e equipamentos da empresa Transocean, responsável pela perfuração do poço. A empresa é a mesma envolvida no desastre do Golfo do México, em 2010, quando operava para a British Petroleum (BP). Ontem à tarde, a presidente Dilma Rousseff se reuniu com os ministros de Minas e Energia, Edison Lobão; Meio Ambiente, Izabella Teixeira; Defesa, Celso Amorim, e também com o comandante da Marinha do Brasil, Julio Soares de Moura Neto, e com o diretor-geral da Agência Nacional de Petróleo (ANP), Haroldo Lima, para discutir o assunto.

ANP acusa petroleira de omitir os fatos

TRATAMENTO

ÃO PAULO - Internado ontem no Hospital Sírio-Libanês para mais um ciclo de quimioterapia contra o câncer na laringe, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva foi alojado no quarto de número 1106, o mesmo que era ocupado pelo ex-vice-presidente José Alencar. Companheiro de chapa de Lula por duas eleições, Alencar morreu em março deste ano, depois de passar mais de uma década lutando contra um câncer na região abdominal. Lula deu entrada no hospital pouco depois das 8 horas e recebeu a visita de amigos como o ministro da Secretaria Geral da Presidência, Gilberto Carvalho. E, assim como Alencar costumava fazer, o ex-presidente não deixou de lado o trabalho nem mesmo na cama do hospital. O ex-vice costumava despachar corriqueiramente de seu quarto no Sírio-Libanês, principalmente quando assumia o posto interinamente em caso de alguma viagem do presidente ao exterior. Lula, contou Carvalho,

descredenciamento da Transocean. Também ontem, o presidente da subsidiária brasileira da petrolífera Chevron, George Buck, calculou que o vazamento total de petróleo no Campo de Frade chegue a 381,6 mil litros. O acidente ambiental foi detectado no último dia 8, quando funcionários da Petrobras avisaram à Chevron sobre uma mancha de óleo na água. Buck reconheceu a responsabilidade da empresa pelo vazamento e garantiu que o óleo será retirado da superfície. Ele isentou de qualquer culpa, pelo acidente,

propôs, por exemplo, que o governo divulgue melhor o novo programa para a inclusão de portadores de deficiência, anunciado pela presidente Dilma Rousseff na semana passada. Além disso, disse estar ansioso para voltar à ativa, de olho na corrida eleitoral do ano que vem. “Ele está inteiro, confiante, doido para voltar para um comício. Falou de novo que espera em fevereiro poder fazer um ‘companheiros e companheiras’”, disse. Carvalho afirmou que Lula mostrou-se muito bem humorado, graças à vitória do Corinthians sobre o Atlético-MG neste fim de semana. E até brincou com o ministro, que é palmeirense, avisando que seu time ainda vai derrotar o do ministro no último jogo do campeonato. Em nota divulgada à tarde, a equipe médica do Sírio-Libanês afirmou que o "paciente encontra-se bem". No boletim médico assinado pelos diretores Antonio Carlos Onofre de Lira e Paulo Cesar Ayroza Galvão, é informado que não houve nenhuma intercorrência no tratamento.

A ANP (Agência Nacional de Petróleo) também aplicou duas autuações à Chevron pelo episódio de vazamento de óleo do campo de Frade, na Bacia de Campos. De acordo com a diretora da agência Magda Chambriard, as autuações se devem às “informações truncadas” enviadas pela petroleira ao governo e à ausência de equipamento necessário para o abandono definitivo do poço onde há o vazamento. O valor de cada um dos processos pode chegar a R$ 50 milhões, o máximo permitido pela legislação atual. A petroleira norte-americana pode recorrer sobre esse valor. “Estamos sabendo que somente hoje (ontem) pela manhã estaria chegando aqui esse equipamento do exterior e nós, de certa maneira, trabalhamos com uma informação equivocada, uma informação falsa (de que eles teriam esse equipamento), afirmou o diretor-geral da ANP, Haroldo Lima. A ANP afirma ainda que a petroleira cortou trechos das imagens do vazamento. “Nós tivemos que embarcar, ir a bordo para a plataforma pra buscar as imagens”, afirmou a diretora da ANP Magda Chambriard. Segundo ela, a atitude da empresa com

o governo brasileiro foi um “tratamento completamente inaceitável”. Segundo Haroldo Lima, a agência vai dar três multas à Chevron: limitar informação, não estar preparada para solucionar problema e um terceiro motivo que não foi revelado. A Chevron já foi multada pelo Ibama em R$ 50 milhões, referente à poluição causada pelo petróleo derramado no mar. Segundo a ministra Izabella Teixeira (Meio Ambiente), outras penalidades não estão descartadas. “Nós não seremos contemplativos nesse episódio. Agiremos com o máximo de rigor no que diz respeito às providências no exame dessa matéria”, afirmou o ministro Edison Lobão (Minas e Energia), em coletiva no Palácio do Planalto. Lobão, Teixeira e os diretores da ANP tiveram uma reunião com a presidente Dilma Rousseff ontem, no Palácio do Planalto, para tratar do episódio. Também ontem, o Senado aprovou a realização de audiência pública para discutir o assunto. O objetivo é definir a real extensão do crime ambiental. Serão convidados dirigentes da empresa, da ANP, do Ministério do Meio Ambiente e Ibama.


O JORNAL l MACEIÓ, 22 DE NOVEMBRO DE 2011 l TERÇA-FEIRA

A5

Internacional

www.ojornalweb.com internacional@ojornal-al.com.br

AIDS

Cai número de mortes e infecções pelo HIV 34 milhões de pessoas viviam com o vírus HIV em 2010; 1,8 milhão de óbitos

G

ENEBRA - Um relatório divulgado ontem pela Unaids, braço das Nações Unidas que reúne estatísticas sobre a Aids, mostra que o número de novas infecções pelo vírus HIV caiu 21% desde 1997 e o de mortes relacionadas à Aids diminuiu 21% desde 2005. O relatório revela que, em 2010, 34 milhões de pessoas no mundo viviam com o vírus HIV. No ano passado, foram 2,7 milhões de novas infecções e 1,8 milhão

de óbitos por conta de complicações ligadas à Aids. Para Michael Sidibé, diretor executivo da Unaids, mesmo com a crise financeira mundial, o combate à doença não sofreu grandes consequências. Segundo a agência, o acesso a tratamento poupou 2,5 milhões de vidas desde 1995. O número recorde, segundo a agência, se deve ao prolongamento cada vez maior da vida de pessoas contaminadas, graças aos avanços nas terapias contra doença. Pessoas que vivem com HIV estão vivendo mais e mortes relacionadas à Aids estão diminuindo devido aos efeitos da terapia anti-retroviral. Segundo o relatório,

desde 2005, óbitos relacionados à aids diminuiu de 2,2 milhões para 1,8 milhão, em 2010. Cerca de 2,5 milhões de mortes foram evitadas em países de baixa e média renda, devido ao maior acesso ao tratamento de HIV desde 1995. BRASIL De acordo com o relatório, o Brasil tem investido de forma adequada há anos e está na vanguarda de garantir o acesso à prevenção do HIV e oferecer tratamento para doença. Em 2008, o governo brasileiro investiu mais de US$ 600 milhões, quantidade menor do que a da Rússia, que destinou US$ 800 milhões. Mas,

EGITO

segundo o relatório, mesmo investindo menos, a política brasileira de combate à Aids tem sido mais eficaz do que a da Rússia. No Brasil, dados atualizados sobre infecções e mortes serão divulgados pelo Ministério da Saúde no dia 1º de dezembro, dia mundial de luta contra a doença. A Unaids destacou o papel do país ao atender pacientes “mais vulneráveis e marginalizados”. Na América Latina, os números da epidemia continuam estáveis, de acordo com a Unaids, com uma média de 100 mil novos casos de infecção a cada ano desde 2001. As mulheres são um terço das pessoas infectadas até 2010.

A epidemia em 2010 - TOTAL DE SOROPOSITIVOS: 34 milhões (32,9 milhões em 2009). Em 2001: 28,6 milhões. - MORTES CAUSADAS PELA AIDS: 1,8 milhão (1,89 milhão em 2009). Em 2001: 1,85 milhão - NOVAS INFECÇÔES: 2,67 milhões (2,72 milhões em 2009). Em 2001: 3,15 milhões - NASCIMENTOS DE CRIANÇAS COM HIV: 390 mil (430 mil em 2009). Em 2001: 550 mil - ÁFRICA SUBSAARIANA: A região mais afetada pelo vírus. Prevalência de 5% entre adultos. Em 2010 foram 1,9 milhão de novas infecções. Total de soropositivos: 22,9 milhões (22,5 milhões em 2009). - CARIBE: Segunda prevalência mundial (0,9%) (Em 2001: 1%). Em 2010 havia 200 mil infectados, entre adultos e crianças (210 mil em 2001). 12 mil novos casos e 9 mil óbitos em 2010. As relações sexuais sem proteção são o principal modo de transmissão. - AMÉRICA LATINA: Prevalência de 0,4% (sem alteração desde 2001). Em 2010 eram 1,5 milhão de infectados (1,3 milhão em 2001). Em 2010 foram registrados 100 mil novos casos e 67 mil mortes por causas relacionadas com a Aids. - ÁSIA MERIDIONAL E DO SUDESTE: 4 milhões (4,1 milhões em 2009). 270 mil novos casos em 2010. - ÁSIA ORIENTAL: 790 mil (770 mil em 2009). 88 mil novos casos em 2010. - AMÉRICA DO NORTE: 1,3 milhão de infectados. 58 mil novos casos em 2010. - EUROPA OCIDENTAL E CENTRAL: 840 mil soropositivos. 30 mil novos casos no ano passado. - ORIENTE MÉDIO E ÁFRICA DO NORTE: 470 mil. Em 2010 foram registradas 59 mil novas infecções. - OCEANIA: 54 mil (3.300 casos novos em 2010). - TRATAMENTO: 6,6 milhões de pessoas recebiam tratamento em 2009 em países de baixa e média renda (em 2008 os beneficiários eram 5,2 milhões). - FINANCIAMENTO: US$ 15 bilhões destinados em 2010 para a luta contra a Aids (US$ 15,9 bilhões em 2009).

AMEAÇA NOS EUA

Preso homem que fabricava bomba

N

OVA YORK - As autoridades de Nova Iorque confirmaram a detenção de um homem que estaria a preparar um ataque contra forças de segurança norte-americanas. A captura de José Pimentel, um dominicano de 27 anos convertido ao Islã, tinha sido anunciada pelo jornal New York Times.

EUROPA EM CRISE

Governo de Zapatero é o décimo a cair

M Jovem ferido durante confronto com forças de segurança é amparado; em três dias, ao menos 22 pessoas morreram

Gabinete de governo interino renuncia

C

AIRO - O gabinete interino do Egito renunciou ao poder, em meio a violentas manifestações que tomaram conta do país nos últimos três dias. A televisão estatal egípcia informou que o gabinete interino entregou o pedido de renúncia à junta militar que governa o país no domingo e, segundo a CNN, que cita um porta-voz dos militares, a decisão foi formalizada. A renúncia do gabinete acontece em meio a violentos protestos que tomam conta do Egito desde o último sábado, devido à insatisfação popular por conta da permanência dos militares no poder desde a deposição de Hosni Mubarak que governava o Egito há mais de 30 anos. Os confrontos entre a polí-

cia egípcia e manifestantes deixaram 22 mortos, 21 no Cairo e um em Alexandria, nos últimos três dias. O Ministério da Saúde também falou em pelo menos 1.700 feridos. Segundo a agência oficial Mena, o porta-voz do gabinete Mohamed Hegazy disse que “considerando as difíceis circunstâncias pelas quais o país passa atualmente”, o governo continuaria a cumprir seus deveres até que uma decisão fosse tomada. Também ontem o ministro da Cultura do Egito, Emad Abu Ghazi, renunciou em protesto contra a repressão das manifestações realizadas na Praça Tahrir, no Cairo. “Apresento minha demissão para protestar contra a maneira com que o governo tratou os últimos eventos na Praça Tahrir”, afir-

mou. A polícia usou gás lacrimogêneo contra os manifestantes, espalhados em pequenos grupos na praça e seus arredores, que respondiam com pedras. A uma semana das eleições parlamentares, os manifestantes acusam a junta militar responsável pela transição para a democracia de tentar manter seu poder no país após a eleição de um governo civil. Eles pedem a renúncia do marechal Hussein Tantawi, que lidera o governo militar, e a instituição de um conselho civil. O governo do premiê Essam Sharaf enfrenta duras críticas desde que entrou no poder em março por sua ineficiência e sua subordinação aos militares.

ADRI - A crise econômica que atinge diversos países europeus derrubou dez governos desde 2009. O último a cair foi o do primeiro-ministro da Espanha, o socialista José Luis Rodriguez Zapatero, derrotado nas eleições parlamentares do último domingo pelo conservador Partido Popular, liderado por Mariano Rajoy. Insatisfeitos com a maneira como os governos administram a crise, os eleitores foram às urnas e mudaram os governos da Islândia, Dinamarca, Grécia, Grã-Bretanha, Holanda, Irlanda, Espanha e de Portugal. Fora das urnas, a pressão recaiu sobre os governos centrais da Grécia e da Itália, que caíram neste ano em pleno mandato, sendo substituídos por tecnocratas. A situação atual da política europeia foi definida pelo presidente da França, Nicolas Sarkozy, como “resultado da anarquia que reinou nos mercados financeiros”. Analistas apostam que a França, que terá eleições nacionais em 2012, pode ser a próxima a mudar. As pesquisas de intenção de voto são lideradas pelo socialista François Hollande, adversário político de Sarkozy - que tenta manter-se no cargo.

Numa conferência de imprensa em Manhattan, o presidente da Câmara de Nova Iorque, Michael Bloomberg, explicou que, no sábado à tarde, a polícia “deteve um simpatizante da Al-Qaeda que planejava atacar viaturas da polícia, bem como instalações dos correios e membros das forças armadas de regresso ao país”.

Pimentel estava sob vigilância desde 2009 e estaria a terminar uma bomba artesanal, quando foi detido. Segundo a Procuradoria de Nova York, o dominicano foi acusado de “conspirar para construir uma bomba com intenções terroristas e de posse de armas, com o objetivo de iniciar uma campanha de violência”.


O JORNAL l MACEIÓ, 22 DE NOVEMBRO DE 2011 l TERÇA-FEIRA

A6

Opinião

www.ojornalweb.com opiniao@ojornal-al.com.br Frase do dia

Na linha de tiro Sistema Jornal de Comunicação Conselho Consultivo João Lyra (Presidente), Arnaldo Cansanção Antonio Rezende José Alfredo de Mendonça Nelson Ferreira

Superintendente Luciano Góes lucianogoes@ojornal-al.com.br Diretor Comercial Felipe Calheiros felipecalheiros@ojornal-al.com.br Diretor Adm.-Financeiro Francisco Diniz franciscodiniz@ojornal-al.com.br Diretor Jurídico Átila Machado atilamachado@ojornal-al.com.br Editor-Executivo Voney Malta vfamalta@ojornal-al.com.br

A

violência é hoje um flagelo na juventude brasileira. Em Alagoas, nenhuma causa mata mais do que ela na faixa etária de 15 a 24 anos. O Censo 2010 do IBGE revelou que uma mulher morre para cada oito homens. Mas ela fere ainda mais fundo a população negra, que é a mais vulnerável à violência. Esse quadro merece destaque na passagem do mês da Consciência Negra. Uma mistura explosiva entre drogas, analfabetismo e repressão social. Os jovens que vivem em comunidades carentes e em situação de risco são os que estão mais sujeitos ao que chamamos de desestruturação social múltipla, na mesma proporção em que se tornam pontas de lança da disseminação da criminalidade violenta. Quase sempre esses jovens são negros e sofrem a partir de uma série de problemas sociais, oriundos da pouca escolaridade dos pais, do desemprego e da falta de investimento do Estado. A questão da afirmação social pesa muito, e a necessidade de evitar a rejeição social naquele grupo ao qual pertencem é muito grande. Da mesma forma que adolescentes

da classe média tentarão se impor ao usar roupas de grife e burlar a vigilância dos pais para pegar e sair com o carro, nas camadas mais pobres, a referência para esses jovens está ligada a quem tem poder no local em que vivem, geralmente os traficantes. É por isso que o presidente da Associação dos Delegados de Polícia (Adepol), Antonio Carlos Lessa, chamou a atenção na edição de ontem de O Jornal para explosão da violência a partir do consumo de drogas. Ele revelou que é preciso aumentar o investimento público em repressão ao tráfico para diminuir os números que apontam a elevação na morte dos que estão entre 20 e 24 anos, como atestou o IBGE. Alagoas é quatro vezes mais perigosa do que o Amapá, o mais tranquilo. Este é um bom momento para pensar em políticas públicas que tirem o quanto antes essa população jovem da situação de risco extremo em que se encontra. A reversão desses números em que jovens negros estão muito mais sujeitos à morte violenta do que qualquer brasileiro de outro segmento só se dará se houver engajamento coletivo.

Charge

O Jornal Editor-Geral Deraldo Francisco deraldo@ojornal-al.com.br Gerente Comercial Kaline Lages comercial@ojornal-al.com.br Gerente de Recursos Humanos Givaldo Perciano givaldo@ojornal-al.com.br Gerente Financeiro Flávio Bastos financeiro@ojornal-al.com.br

Vendas avulsas Alagoas: Dias úteis Domingos Nºs atrasados

“Fauna e flora marinhas foram seriamente afetadas”. CARLOS MINC, secretário de Meio Ambiente do Rio de Janeiro, sobre os efeitos do vazamento de petróleo na Bacia de Campos.

Unidos por Alagoas Ronaldo Lessa Engenheiro e ex-governador de Alagoas organização partidária nos moldes do que se pratica nos países mais avançados do mundo é tarefa árdua no Brasil. Requer dedicação, paciência e persistência para superar os obstáculos impostos pela legislação eleitoral e garantir representatividade nos muitos municípios brasileiros. Daí o fato de alguns partidos optarem por uma postura cartorial que em nada contribui para o avanço do processo democrático. O Partido Democrático Trabalhista segue em outra linha. No domingo, o PDT-AL realizou convenção para escolha do Diretório Regional e Comissão Executiva com a participação de centenas de membros oriundos das mais diversas regiões de Alagoas e presença de várias lideranças dos demais partidos que compõem a frente oposicionista no Estado. Na listagem de nomes, militantes históricos da legenda justapostos com jovens aguerridos que querem participar da luta por mudanças em Alagoas. O PDT-AL dá assim exemplo de organicidade e trabalha para estar presente em todos os municípios alagoanos. Nessa caminhada, segue trilha própria com características peculiares. O PDT tem secretarias dedicadas às mulheres, aos negros e aos que sofrem discriminação de todas as formas. O partido, em nível nacional, tem tradição histórica na defesa desses temas. Abdias Nascimento, intelectual negro, um dos maiores ícones da luta contra o racismo, cujas cinzas repousam hoje na Serra da Barriga, em União dos Palmares (AL), criou já em 1981, quando retornou do exílio, a Secretaria do Movimento Negro no PDT. Através da sua atuação na Câmara dos Deputados e Senado da República deu visibilidade à luta do partido em favor dos afrodescendentes. As mulheres contam com espaço aberto em todos os níveis dentro do Partido Democrático Trabalhista independentemente do que preconiza a legislação em vigor

A

Assinaturas em Alagoas: Semestral R$ 270,00 Anual R$ 540,00

Murillo Rocha Mendes Membro da Academia Alagoana de Cultura

REPRESENTANTE NACIONAL FTPI SÃO PAULO 11 2178.8700 RIO DE JANEIRO 21 3852.1588 BRASÍLIA 61 3326.3650 RECIFE 81 3446.5832 www.ftpi.com.br

Cartas à Redação: opiniao@ojornal-al.com.br Os artigos assinados são de exclusiva responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião de O JORNAL.

cicatado por um turbilhão de questionamentos ao que escrevi, há alguns meses, aqui mesmo, nesta coluna de opinião, sobre alterações introduzidas no art. 18 do Estatuto da Criança e do Adolescente, com a malsinada finalidade de tipificar, como crime, o castigo corporal pedagógico, imposto aos filhos pelos pais, ainda que meras palmadas de advertência e de estabelecimento de limites; tudo, sob argumentos subjetivos, extraídos das conclusões de uma santa e dogmática pesquisa. Assim, volto ao tema para reiterar minha posição e verberar contra essa maneira de proclamar a infalibilidade das certezas, como se estas não se sujeitassem às irrecorríveis mudanças decretadas pelo tempo e no espaço. Estou convencido, inclusive por ciência própria, de que esses castigos corporais, ministrados pelos pais, dirigem-se para educar e estabelecer limites, fixando condutas, orientando e fortalecendo a vida em família. Não se trata de tortura, ou de tratamento degradante, como se pretende. Pelo contrário, funciona como uma contenção, sinal claro e evidente de limite, do que pode ser feito; sobremodo, do que é defeso fazer. Essa, segundo creio e ressalvadas as mínimas exceções, é a linguagem direta e objetiva que a criança (e o adolescente, também) ainda sem o necessário discernimento, entende, para enfrentar as vicissitudes da vida social. Recuso-me, assim, a aceitar que o Estado, enquanto instituição, ame mais as crianças e os adolescentes do que seus pais. Que seja capaz de assegurar-lhes, na harmonia, na solidariedade e no amor, um futuro radioso e feliz. Aliás, as funabens, as febens, a fundação casa, todo o sistema nacional de atendimento sócio-educativo ao menor e ao adolescente infrator, nos dão conta dessa impossibilidade. Agrava, que essa famigerada alteração legal, consoante assevera sua fomentadora, não tem a intenção de punir os pais, que sua função é meramente preventiva e funciona como um alerta. Tal caracterização, parece-me de uma inocuidade gritante. Como tornar eficaz essa esdrúxula lei? Como fiscalizar a intimidade dos lares? Quantos fiscais seriam necessários? Será instituído, como subproduto, o primado da delação pelos vizinhos, pelos filhos, pelos anônimos, pelos desafetos, pelos pusilânimes? Induvidosamente, os filhos, atiçados contra os pais, como consequência desses castigos físicos pedagógicos, sairiam arrancados do lar e iriam receber a educação de instituições públicas, dessas que mudam de nome, mas não mudam seus resultados. Quem, dentre os brasileiros, desconhece que o nosso país, ainda, não atingiu o “status”

A

EDITORA DE JORNAIS DE ALAGOAS LTDA E-mail: ojornal@ojornal-al.com.br Site: www.ojornalweb.com Rodovia AL-101 Norte, Km 6, 3600 Jacarecica - Maceió/AL CEP: 57038-800

Sucursal Arapiraca Sucursal Agreste Avenida Rio Branco, 157 Sala 10 - Centro Fones - 3522-5375 / 9199-0007 E-MAIL: municipios@ojornal-al.com.br

– 30% das vagas durante processo eleitoral devem ser reservadas para as mulheres. Apesar do trabalho de estruturação avançado, nenhum partido se constrói só. Fazem-se necessárias parcerias para contribuição ao aprimoramento democrático. Nesse quesito, o partido tem sido agraciado com bons parceiros, principalmente agora que o Estado de Alagoas atravessa um momento de crise, com índices absurdos de violência (somos o Estado mais violento do País), e números negativos no que se refere à saúde e educação. Estamos unidos para tirar o Estado da situação de penúria na qual se encontra mergulhado há cinco anos, como bem frisou o senador Renan Calheiros. Renan disse que sua participação na Convenção servia para reafirmar o propósito de que estamos unidos pela recuperação de Alagoas e que o PDT tinha participação estratégica nesse quadro. Segundo ele, estamos crescendo 20% menos que o Nordeste e 40% menos que o Brasil. É algo, sim, que exige a união de todos para reverter dados tão adversos. O Partido Democrático Trabalhista em Alagoas não esmorecerá um segundo nem arredará um milímetro da disposição de trazer de volta dias de paz e prosperidade para nossa terra e nossa gente.

Castigo e crime - A reiteração de um credo

R$ 1,50 R$ 3,00 R$ 6,00

PABX 82 4009.1900 FAX/REDAÇÃO 82 4009.1950 FAX/COMERCIAL 82 4009.1960 CLASSIFICADOS 82 4009.1961 ATENDIMENTO AO ASSINANTE 82 4009.1919

Fazem-se necessárias parcerias para o aprimoramento democrático

San

Datas & Fatos Tragédia norte-americana Em 22 de novembro de 1963, o presidente dos Estados Unidos John F. Kennedy foi morto com um tiro na cabeça. Ele estava fazendo uma visita à cidade texana de Dallas, com o objetivo de consolidar a unidade do Partido Democrata. O tiro teria sido disparado por Lee Harvey Oswald, morto dois dias depois. 1497 - O explorador português Vasco Da Gama torna-se o primeiro europeu a navegar pelo Cabo da Boa Esperança. 1824 - Guatemala, El Salvador, Honduras, Costa Rica e Nicarágua promulgam constituição que une os cinco países em uma federação. 1890 - Nasce Charles De Gaulle, militar e estadista francês. 1910 - Marinheiros iniciam, na Baía da Guanabara, a Revolta da Chibata, reivindicando melhores condições de trabalho na Marinha. 1928 - É realizada em Paris a primeira apresentação de Bolero, a mais famosa música de Joseph-Maurice Ravel. 1943 - O Líbano torna-se independente da França depois de 23 anos da dominação que começou logo após a Primeira Guerra Mundial. 1943 - Os líderes dos Estados Unidos, da Inglaterra e da China reúnem-se no Cairo, no Egito, para discutir a guerra contra o Japão. 1948 - A república democrática do Vietnã pede para ser admitida pelas Nações Unidas. 1955 - A União Soviética explode uma bomba de hidrogênio na Sibéria. 1956 - Início dos XVI Jogos Olímpicos em Melboune, na Austrália. 1963 - John F. Kennedy, presidente norte-americano, é assassinado em Dallas, no Texas, enquanto percorria as ruas da cidade em carro aberto.

1963 - Lançado o disco With the Beatles, o único álbum duplo da banda. 1963 - Morre o escritor inglês Aldous Huxley, autor do livro Admirável Mundo Novo. 1965 - O boxeador Cassius Clay, também chamado de Mohammad Ali, mantém o título dos pesos pesados com uma vitória sobre Floyd Patterson. 1966 - Os membros da Comissão Warren se opõem à abertura de um novo inquérito sobre o assassinato de John F. Kennedy. 1967 - Nasce o tenista alemão Bóris Becker. 1974 - Um avião VC10 da British Airways é seqüestrado em Dubai. A aeronave é abandonada três dias depois, na Tunísia, após o assassinato de um passageiro e a libertação de palestinos presos no Egito. 1975 - O piloto Emerson Fittipaldi anuncia que está abandonando a equipe McLaren para pilotar o Copersucar, carro construído pelo seu irmão Wilson. 1977 - Ocorre o primeiro vôo Paris-Nova York do Concorde. 1986 - Mike Tyson vence Travor Berbick e torna-se, aos 20 anos, o mais jovem campeão mundial dos pesos pesados de todos os tempos. 1989 - É assassinado em um atentado em Beirute, o recém-eleito presidente do Líbano, René Muawad. 1990 - Na Inglaterra, a conservadora Margaret Thatcher renuncia ao cargo de Primeiro Ministro após 11 anos e meio de mandato. 1992 - A coalizão pró-governo vence as eleições no Peru. 1993 - O Senado do México aprova o "North American Free Trade Agreement", o NAFTA. 1995 - Simón Peres torna-se chefe do governo de Israel.

Recuso-me a aceitar que o Estado, enquanto instituição, ame mais as crianças do que seus pais de estado eficiente nas prestações a que está obrigado para garantir, responsavelmente, aos seus cidadãos, serviços inafastáveis de educação, de saúde, de segurança, de criação de emprego, de saneamento básico, dentre tantos outros igualmente essenciais; que não atende, ainda, os anseios da coletividade, pois que é incapaz de acompanhar, controlar e avaliar suas ações; que não aplica bem os recursos públicos hauridos das veias de seus cidadãos. Não obstante suas conhecidas e confessadas incapacidades, vem, agora, impulsionado pelo modismo de algum gênio (ou de uma “gênia”), invadir a sacrossanta privacidade dos lares, para premir os pais, vedando-lhes o uso da força coercitiva, ainda que pedagógica, no estabelecimento de indispensáveis limites. Esse comportamento paternal não deve e não pode ser tipificado como delito. Do excesso delituoso, das anomalias que tipifiquem crime, já cuidam os códigos penal e civil. Segundo estou convencido, é defeso esse proibir vazio, oco e chocho. Não creio, decididamente, que o futuro, seguro e feliz, das crianças e adolescentes estará garantido em decorrência de leis que tais. Se ao Estado está assegurado o poder de polícia, o uso da força, como instrumento hábil à consecução do bem comum, por que negá-lo à Família, aos pais, na formação de sua prole? Foi disso que tratei. Mantenho-me íntegro, em minhas crenças. Para tanto, transcrevo parte de um meu poema, nascido num certo Dia de Finados, da década dos anos noventa: Hoje, agradecido, lembro-me, com saudade,/ da disciplina marcial, espartana,/ e da austera responsabilidade maternal/ de que se nutria minha mãe./ Da segurança que me passava,/ da retidão em que me iniciou./ Dos passos e compassos que para mim compôs,/ e me impôs, para melhor desvendar os caminhos,/ compreender a vida, e sobreviver, vivendo.../ Do zelo pelo meu futuro,/ fortalecendo-me para enfrentar e vencer.


O JORNAL l MACEIÓ, 22 DE NOVEMBRO DE 2011 l TERÇA-FEIRA

A7

Economia

www.ojornalweb.com economia@ojornal-al.com.br

SERASA

Transmissão

Tarifa perde peso na conta de luz

A

tendência para os próximos anos é de que a tarifa de transmissão de energia elétrica reduza sua participação na conta final cobrada do consumidor, afirmou o diretor da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), Edvaldo Alves de Santana. Atualmente, a participação da chamada Tust (tarifa do uso do sistema de transmissão) no total da tarifa é 13%. Ele acredita que esse porcentual deve se reduzir rapidamente para a média mundial de 8%, tendo em vista que somente no último ano houve um recuo de um ponto porcentual. O diretor, que participou ontem de fórum sobre energia realizado em São

Paulo, explicou que a tarifa da transmissão aumentou de 4% há quase 10 anos para 14% no ano passado em função da expansão da transmissão, seja porque até o racionamento havia falta de linhas, seja para integrar as grandes usinas da região amazônica. “Acho que essas grandes obras já foram feitas. De agora em diante continuará tendo obras, mas não com o valor que foi feito”, comentou. “Não há razão para o custo continuar subindo tanto.” Segundo Santana, hoje o sistema de transmissão possui índice de carregamento de 30%. “Ou seja, tem muita linha de transmissão, o problema é que tem de ter no lugar certo”, completou.

Procura das empresas por crédito cai 4,2% Expansão menor da economia brasileira e crise financeira explicam resultado do levantamento

A

desaceleração da economia brasileira e o agravamento do quadro financeiro internacional derrubaram, pelo segundo mês seguido, o número de empresas que buscaram crédito em outubro. Segundo a Serasa Experian, a procura caiu 4,2% na comparação com setembro. Em relação ao mesmo mês do ano passado, porém, houve alta de 4,1%. No acumulado do ano, o aumento foi de 3,1% ante os primeiros dez meses de 2010. De acordo com o Indicador

Serasa Experian da Demanda das Empresas por Crédito, a queda de outubro ante setembro foi puxada pelos micro e pequenos estabelecimentos. A busca de micro e pequenas empresas por crédito recuou 4,5% sobre setembro, mas em comparação a outubro de 2010 houve aumento de 4,2%, e no acumulado do ano, de 3,3%. As médias e grandes empresas registraram em outubro avanço de 0,8% e 1,6%, respectivamente, em comparação com setembro. Ante o mesmo mês de 2010, o aumento foi de 2% para as médias empresas e de 11,4% para as grandes. No acumulado do ano, a busca por crédito apresentou queda de 0,3% no caso das médias e alta de 5,3% entre as grandes. Para a Serasa, os núme-

ros indicam que as médias e grandes empresas estão se

CRESCIMENTO

SALÁRIO

COTAÇÃO

Governo eleva mínimo Analistas mantêm projeções para R$ 622,73

O

Ministério do Planejamento enviou ao Congresso ontem o novo valor para o salário mínimo de 2012, elevando de R$ 619,21 para R$ 622,73. O ofício enviado pela ministra Miriam Belchior atualiza os parâmetros econômicos utilizados na elaboração da proposta orçamentária do próximo ano. A mudança ocorreu por conta da revisão do INPC deste ano, índice usado no reajuste do

mínimo. A previsão de INPC constante da proposta orçamentária enviada originalmente foi de 5,7%. Pela regra do reajuste, o número mais a taxa de 7,5% de crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) em 2010, significou o valor de R$ 619,21 para o mínimo, o equivalente a um aumento de 13,6%. Com a atualização, a inflação subiu para 6,65% e o aumento foi para 14,26% para o mínimo atual de R$ 545.

TV PAGA

Valor da assinatura registra redução

D

e acordo com dados da Anatel, desde 2009 o valor médio dos pacotes básicos de TV por assinatura caíram de R$ 53 para R$ 47. Coincide com o aumento da tecnologia DTH. Com a mudança de legislação, a tendência é que a tecnologia via cabo volte a dominar o mercado, principalmente nos centros urbanos, onde as empresas poderão diversificar as ofertas de serviços através da fibra ótica. Nas regiões mais distantes, a tecnologia dominante fica sendo a das anteninhas. A Oi TV, que hoje opera principalmente via satélite, é uma das empresas do setor que confirma essa nova tendência. “Nosso objetivo para o ano que vem é implementar a IPTV, a TV sobre a telefonia. As duas tecnologias (DTH e cabo) serão complementares. Onde eventualmente a banda larga não é suficiente para boa transmissão de vídeo, entraremos com DTH. Nossos planos de IPTV ainda estão em discussão, mas com certeza vamos

atuar nas capitais. Esse plano passa pela instalação de fibras óticas, cujo investimento está em discussão, mas deve começar no ano que vem”, adiantou o diretor de Oi TV, Ariel Bascal, sem informar, no entanto, o quanto a empresa pretende investir. “Com isso, vamos dar a solução completa para as residências: voz, banda larga, celular, internet móvel e TV”. As empresas tradicionais do segmento, no entanto, não gostaram da mudança. “A nova lei não foi boa para quem está no cabo. Foi boa para quem quer entrar. Ou seja, o grande vencedor foram as teles, Embratel, Oi”, reclama o presidente nacional da Sim TV, Carlos Alberto Becker. Segundo ele, é fácil de entender o porquê. “Estamos falando de rentabilidade. No mercado de telefonia, a voz é o produto que dá o menor retorno financeiro. Na sua frente vem a internet e o melhor, a TV. São rentabilidades maiores. A gente, da TV a cabo, vai fazer o caminho inverso.

A

nalistas do mercado financeiro consultados pelo Banco Central (BC) mantiveram a projeção para o crescimento da economia em 2011 e no próximo ano. A estimativa para a expansão do PIB, soma de todas as riquezas produzidas no País continua em 3,16%, neste ano, e em 3,5%, em 2012. Essas projeções estão no boletim Focus, publicação semanal do Banco Central (BC), elaborada com base em estimativas do mercado financeiro para os principais indicadores da economia. A expectativa para o cresci-

mento da produção industrial, neste ano, caiu novamente ao passar de 1,55% para 1,37%. A estimativa referente a 2012 passou de 3,74% para 3,68%. A projeção para a relação entre a dívida líquida do setor público e o PIB foi ajustada de 38,65% para 38,60%, em 2011, e permanece em 38%, em 2012. A expectativa para a cotação do dólar continua em R$ 1,75, para o final de 2011 e do próximo ano. A previsão para o superávit comercial (saldo positivo de exportações menos importações) continua em US$ 28 bilhões, neste

ano, e passou de US$ 18,9 bilhões para US$ 18 bilhões, em 2012. Para o déficit em transações correntes (registro das transações de compra e venda de mercadorias e serviços do Brasil com o exterior), a estimativa permanece em US$ 55 bilhões, em 2011, e em US$ 68,63 bilhões, no próximo ano. A expectativa para o investimento estrangeiro direto (recursos que vão para o setor produtivo do país) foi mantida em US$ 60 bilhões, neste ano, e ajustada de US$ 54 bilhões para US$ 55 bilhões, em 2012.

Taxa de títulos reflete expectativa sobre Selic A re d u ç ã o d a s t a x a s dos títulos públicos nos leilões, verificada há dois meses, reflete a expectativa do mercado de que o Banco Central continuará em processo de redução da Selic (taxa básica de juros da economia), segundo afirmou o coordenador de Operação da Dívida Pública do Tesouro Nacional, Fernando Garrido. “Isso é o que leva, a cada leilão, à queda nas taxas pedidas nos títulos prefixados”, disse. No primeiro leilão feito em outubro, de acordo com

o coordenador o papel com maior volume de negociação, a LTN (Letra do Tesouro Nacional, título prefixado) com vencimento em janeiro de 2014, foi vendido a 10,82% ao ano. No último leilão do mês, realizado no dia 27, o papel foi comercializado a 10,86%. “Houve uma pequena elevação, mas, no primeiro de novembro, na semana passada, foi vendido a 10,38%”, comparou. Garrido apresentou também os títulos negociados com as menores taxas.

No último dia 10, o Tesouro Nacional vendeu LTN com vencimento em outubro de 2012 a 10,06%. VENCIMENTO O papel prefixado com vencimento em abril de 2012 ficou em 10,55%. “As taxas dos prefixados têm caído com a Selic menor e a expectativa de mais queda”, disse. Isso, de acordo com o coordenador, é positivo porque tem impacto no custo médio da Dívida Pública Mobiliária Federal Interna (DPMFi).

MONTADORA

Peugeot Citröen reorganiza marcas

A

montadora francesa PSA Peugeot Citröen afirmou que está reorganizando suas marcas Peugeot e Citröen em um movimento para simplificar suas vendas e estrutura de marketing, eliminando sobreposições e as tornando mais eficientes. O segundo maior grupo automotivo da Europa depois da Volkswagen disse que

voltando para fontes internas de financiamento diante das incertezas no cenário internacional, num movimento semelhante ao ocorrido em 2008. Além disso, o atual movimento de redução da taxa básica de juros (Selic) pelo Banco Central (BC) e de reversão de medidas macroprudenciais ainda vai demorar para fazer efeito sobre a demanda das empresas por crédito. Na análise por setor, a demanda por empresas comerciais e industriais caiu 4,6% e a de serviços recuou 3,7%. Entre as regiões do País, a maior queda foi verificada no Centro-Oeste, onde a procura por crédito recuou 8,5% em outubro ante setembro, enquanto a menor ficou com o Sul (-1,5%). No Sudeste, a retração foi de 4,5%.

nomeou Jean-Philippe Imparato para administrar suas operações comerciais na Europa, excluindo a França. A montadora também indicou Yves Moulin para cuidar das vendas e do marketing fora da Europa. Ambos os executivos se reportarão diretamente a Jean-Marc Vendavais, vice-presidente executivo de vendas, marketing e pós venda da Peugeot Citroën.

A montadora emitiu um novo alerta sobre o lucro no fim de outubro e anunciou uma nova rodada de aperto de cintos em uma tentativa de ficar lucrativa em meio ao enfraquecimento das vendas na Europa. As medidas deverão ajudar a reduzir parte dos custos, embora a principal meta seja a de melhorar o desempenho dos negócios.

Dólar tem dia de alta e fecha acima de R$ 1,80

O

dólar fechou com valorização ontem, em meio a um impasse no Congresso americano sobre os planos de redução do déficit orçamentário dos Estados Unidos. Além disso, persistiam as preocupações sobre a crise de dívida soberana na zona do euro. A moeda comercial norte-americana fechou o dia cotada a R$ 1,813 para a venda, alta de 1,68%. É a maior cotação de fechamento desde 5 de outubro, quando a taxa de câmbio fechou a R$ 1,8315. No mercado de ações, a Bovespa encerrou o pregão desta segunda em baixa de 0,79%, com investidores ainda preocupados com a Europa. Na sexta-feira, a moeda norte-americana avançou 0,16%, a R$ 1,783 para venda. Na véspera, a divisa tinha subido 0,76%. Na s e m a n a , o d ó l a r acumulou alta de 2,24%. Em novembro, a moeda acumula avanço de 4,72% e no ano, de 7,02%. DESVALORIZAÇÃO Moedas de outros países emergentes ou com economia ligada a commodities, como o peso mexicano e o dólar australiano, também se desvalorizaram em mais de 1% por causa do aumento da aversão a risco no mercado global. As bolsas norte-americanas caíam mais de 2% após um comitê suprapartidário fracassar em definir cortes de gastos no Orçamento dos Estados Unidos. Em agosto, a agência de classificação de risco Standard & Poor’s reduziu a nota da dívida do país de ‘AAA’ para ‘AA+’ por causa do crescente déficit orçamentário.


O JORNAL l MACEIÓ, 22 DE NOVEMBRO DE 2011 l TERÇA-FEIRA

A8

Economia

www.ojornalweb.com economia@ojornal-al.com.br

FISCALIZAÇÃO

PapelMoeda Marco Aurélio Mello marcoaurelio@ojornal-al.com.br

Mais crédito ao consumidor

A

pesar dos levantamentos apontarem um endividamento maior das famílias brasileiras, a níveis nunca antes atingidos, a Caixa Econômica anunciou ontem que está disponibilizando até o final do ano, algo em torno de R$ 10 bilhões em crédito para pessoa física. O governo, na verdade, já estudava uma forma de disponibilizar mais recursos à população, mesmo tendo adotado medidas para conter o consumo e desaquecer a economia. Medidas, aliás, que estão dando resultado. De qualquer forma, segundo o banco, “a intenção é atender às demandas dos consumidores neste período em que surgem despesas extras”. De acordo com a Caixa, com a medida, a instituição estima que o volume total de crédito para pessoas físicas vai superar R$ 55 bilhões este ano. Nos últimos 12 meses, a carteira de crédito a pessoas físicas cresceu cerca de 30%. E diante da “tentação” de um volume maior de recursos disponíveis, o consumidor deve claro, ter cuidado ao contratar um novo empréstimo, já que se trata de mais uma operação financeira e, como tal, implica em endividamento. O risco é a inadimplência. Por isso, os especialistas recomendam o uso do empréstimo pessoal só em caso de emergência ou se for na substituição de um débito mais caro por outro com taxas de juros menores. Não se deve esquecer que os juros brasileiros continuam sendo os mais altos do planeta, apesar das recentes quedas da Selic. Analisar os juros ajuda a decidir sobre o prazo para o pagamento do empréstimo. Tem que ser o menor possível.

Procon/SP autua sites de compras coletivas Entre os problemas estão falta de informações sobre descontos e de garantia de qualidade

A

Fundação Procon-SP autuou os sites Groupon, Click On e Peixe Urbano e mais onze estabelecimentos por irregularidades na venda de produtos e serviços por meio de compras coletivas. Entre as falhas encontradas pela fiscalização da entidade estão falta

de garantia da qualidade dos serviços oferecidos, não devolução dos valores nos casos de não prestação do serviço e informação incorreta do porcentual de desconto oferecido. Segundo o Procon-SP, os sites de compras coletivas responderam por 767 reclamações de consumidores à entidade de janeiro a setembro deste ano. As empresas irão responder a processos administrativos e correm o risco de serem multadas de R$ 400 a R$ 6 milhões, com base no artigo

57 do Código de Defesa do Consumidor. Nos estabelecimentos físicos, os fiscais encontraram ausência na informação de preço para que o consumidor ficasse impossibilitado de comparar o valor ofertado no site e o praticado, alteração dos preços anunciados no período da promoção e recusa na devolução do dinheiro nos casos de não prestação do serviço. LISTA Os onze estabelecimen-

QUEDA

OPEP

Dívida Pública Federal cai para R$ 1,80 tri

Cheques

A

A efetivação do ingresso, no entanto, ainda depende de outras medidas

Muitos clientes ainda desconhecem as novas regras elaboradas pelo Banco Central quanto aos cheques. As normas abordam desde como imprimir as folhas, que passam a ter a data de impressão, até procedimentos para a concessão do talão pelas instituições bancárias. O gráfico acima esclarece melhor todas as regras.

Compras 1 Técnicos do governo de Alagoas participam amanhã e depois do IV Fomenta Nacional, que acontece em São Paulo. O grupo está inserido no projeto de Fortalecimento das Micro e Pequenas Empresas e Promoção do Empreendedorismo.

Compras 2 O IV Fomenta Nacional tem como objetivo criar condições para ampliar a participação das MPEs nas compras públicas de todo o País. Por meio do debate e da troca de experiências entre os estados, o encontro visa esclarecer sobre procedimentos e exigências dos compradores públicos e seus processos de aquisição de bens e serviços.

Licitação O INSS vai realizar uma licitação com a finalidade de contratar uma empresa de engenharia para a conclusão das obras da Agência da Previdência Social (APS) em Piranhas, interior de Alagoas. A licitação será realizada no dia 23 de dezembro e o edital já foi publicado. A obra, iniciada em 2010, não foi concluída por conta da falência da primeira empresa contratada.

Liderança Os dados de outubro da Anatel mostram que a Telefônica/Vivo ampliou a liderança no mercado brasileiro de telefonia móvel, com a adição líquida, no mês, de 1,55 milhões de clientes. O market share passou de 29,49% (setembro) para 29,61%, ampliando a participação de mercado da operadora, que ocupa a primeira posição desde o início de suas atividades, em 2003.

Nova loja A HP inaugura hoje, sua primeira loja em Maceió, no Maceió Shopping. A iniciativa confirma a importância do Estado nos negócios da HP e faz parte da estratégia de expansão da empresa no País, baseada na abertura de “HP Stores” em parceria com revendas especializadas. Atualmente, já são 37 lojas no Brasil.

tos autuados foram Bioplastica Brasil Clínica Médica Ltda. EPP; Praça dos Amores Morumbi Ltda. EPP; Radisson Hotel Maceió (Atlântica Hotels International Brasil Ltda.); Leandro Augusto Ferreira Cosméticos ME; Instituto R Hartmann ? M. F. Com. E Serviços de Embelezamento Ltda. ME (Summer In); Mirante Mooca Restaurante Ltda. EPP; Form ? Thermas de São Paulo S/C Ltda.; Hotel Pousada São Roque Ltda. ME; Digispace Com. De Equip. Eletrônicos Ltda. ME.

Governo estuda ingresso do Brasil

O

ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, disse ontem que o governo estuda o ingresso do Brasil na Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep). A afirmação veio em resposta ao questionamento sobre a possibilidade de o País participar da organização. Ele comentou que o Brasil vem sendo chamado para

participar como convidado especial de reuniões da entidade e indicou que há interesse em se tornar membro da Opep, mas ponderou que o País ainda não atende a determinados critérios da organização, como o volume de produção mensal. “Mas só o fato de termos sido convidados para integrar os quadros da Opep já nos deixa muito orgulhosos”, afirmou.

Dívida Pública Federal (DPF - interna e externa) apresentou uma queda em outubro de 0,12%, atingindo R$ 1,806 trilhão. No mês de setembro, a DPF foi registrada em R$ 1,808 trilhão. A queda foi puxada pela redução do estoque da Dívida Pública Federal externa (DPFe), que caiu 12,83% ante setembro, encerrando outubro em R$ 73,94 bilhões. No mês de setembro, a DPFe somava R$ 84,82 bilhões. A dois meses do final do ano, o Tesouro Nacional viu a parcela dos títulos com remuneração prefixada da DPF ficar ainda mais distante da meta de 2011. De acordo com dados divulgados hoje, a fatia dos papeis prefixados foi reduzida de 35,24% em setembro para 35,03% no mês passado. O porcentual está abaixo da participação mínima de 36% estipulada pelo próprio Tesouro no Plano Anual de Financiamento (PAF). Os títulos remunerados pela Selic (taxa básica de juros) tiveram sua participa-

ção ampliada no mês passado para 32,01% do total da dívida - em setembro estava em 31,71%. A meta para os títulos remunerados por taxa flutuante prevista no PAF vai de 28% a 33%. Já a participação dos papeis atrelados a índices de preços aumentou de 28,44% para 29,02% no período, ficando levemente acima do teto previsto para esse conjunto de títulos no PAF, de 29%. DPFE Durante os meses de setembro e outubro, o Tesouro Nacional recomprou títulos da Dívida Pública Federal externa no valor correspondente a R$ 146 milhões. Segundo o Tesouro Nacional, em valor de face esses papéis correspondem a R$ 116,26 milhões. O Tesouro informa que os títulos recomprados no período ainda não impactam o estoque da dívida externa, porque o processo de cancelamento desses papéis não foi concluído.

EMERGEN TES

Classe média gera tensão, diz OCDE

A

expansão da classe média nas economias emergentes está sendo acompanhada do aumento

de reivindicações sociais e provoca novas tensões que os governos deverão enfrentar, alerta a Organização para a Cooperação Econômica (OCDE) em um relatório divulgado ontem. As populações de economias com rápido crescimento estão se tornando mais exigentes e têm expectativas cada vez mais elevadas em relação ao seu nível de vida. “A classe média dos países emergentes deseja que os frutos do crescimento econômico dos últimos anos sejam compartilhados”, afirma a OCDE. Do total de 2 bilhões de pessoas no mundo que vivem com uma renda entre US$ 10 e US$ 100 por dia - classificados pela OCDE como pertencendo à classe média -, quase 1 bilhão estão nos países em desenvolvimento.


O JORNAL l MACEIÓ, 22 DE NOVEMBRO DE 2011 l TERÇA-FEIRA

ENCHENTES 2010

A9

Cidades

www.ojornalweb.com cidade@ojornal-al.com.br

Postos não saíram do papel Metade dos postos de saúde destruídos pela enchente dos rios Mundaú e Paraíba não foi reerguida SUMAIA VILLELA sumaiavillela@ojornal-al.com.br

Q

uase um ano e meio depois da enchente que devastou os municípios ribeirinhos dos vales do Paraíba e do Mundaú, as unidades de saúde que deveriam ser reconstruídas mal saíram do papel: os postos mais avançados possuíam apenas 10% da obra concluída no fim do primeiro semestre de 2011. De fato, metade delas ainda não passou de papelada, ainda em análise na Procuradoria Geral do Estado (PGE). Os dados foram apresentados ontem na Assembleia Legislativa, em prestação de contas da Secretaria Estadual de Saúde (Sesau), que recebeu diversas críticas dos presentes. Cajueiro e Joaquim Gomes, que receberão uma Unidade Básica de Saúde (UBS) cada, são os únicos que chegaram

a um décimo da construção feita. Rio Largo aparece no ranking com 6% das obras de quatro UBS concluídas, seguido de São José da Laje (duas UBS é um Posto de Saúde), União dos Palmares (três unidades básicas) e Murici (cinco unidades). Com 5% do trabalho realizado. Santana do Mundaú, que vai ganhar uma UBS e dois postos de saúde, ainda aguarda o terreno para construção.

"Não podemos passar mais tanto tempo esperando por essas obras" PEDRO MONTEIRO Presidente do Conselho Municipal de Saúde, sobre o atraso na reconstrução dos postos de saúde

Branquinha se divide em duas listas: uma de suas Unidades Básicas de Saúde está com 8% do andamento da obra cumprido, mas dois complexos de saúde respon-

sável por atender casos de maior complexidade - ainda não foram iniciados, porque o processo licitatório se encontra na PGE. Assim como as diferentes construções que devem ser feitas em Paulo Jacinto, Santana do Mundaú, Jacuípe, Atalaia, Quebrangulo, Rio Largo e São José da Laje. Somando todos os projetos iniciados ou não – os recursos atingem a ordem de R$ 30,4 milhões, valor que já está na conta do Estado. O secretário adjunto da Sesau, Jorge Villas Boas, foi o responsável por apresentar a prestação de contas em audiência pública, e justificou o atraso, alegando que da parte da secretaria o trabalho foi feito da forma mais rápida possível, mas dois fatores contribuíram para a vagareza: primeiro, o atraso no envio dos recursos por parte do Governo Federal. Segundo, a burocracia para conseguir a dispensa de licitação e a liberação dos terrenos. Segundo a assessora especial da Sesau, Júlia Levino, que à época da liberação de recursos estava como secretária adjunta, a verba para as construções chegaram no

hE/^^j:/E//^Ύ KE^dZhK Ϭϭh^ΎΎ Ϭϭh^ Ϭϱh^ Ϭϰh^ ϬϮh^ĞϬϭW^ Ϭϯh^ Ϭϭh^ĞϬϮW^ Ϭϭh^

DhE/1W/K^ ĂũƵĞŝƌŽ :ŽĂƋƵŝŵ'ŽŵĞƐ DƵƌŝĐŝ ZŝŽ>ĂƌŐŽ ^ĆŽ:ŽƐĠĚĂ>ĂũĞ hŶŝĆŽĚŽƐWĂůŵĂƌĞƐ ^ĂŶƚĂŶĂĚŽDƵŶĚĂƷ ƌĂŶƋƵŝŶŚĂ

EDEdK ϭϬй ϭϬй ϱй ϲй ϱй ϱй ŐƵĂƌĚĂŶĚŽƚĞƌƌĞŶŽ ϴй

Ύ&ŽŶƚĞ͗ZĞůĂƚſƌŝŽĞWƌĞƐƚĂĕĆŽĚĞŽŶƚĂƐ͕^ĞƐĂƵ͘ϭǑ^ĞŵĞƐƚƌĞϮϬϭϭ͘ΎΎhŶŝĚĂĚĞĄƐŝĐĂĚĞ^ĂƷĚĞ

WZK:dK^DWZZK^EW'Ύ KE^dZhK ϬϭhŶŝĚĂĚĞDŝƐƚĂĚĞ ^ĂƷĚĞ ϬϮŽŵƉůĞdžŽƐ//Ğ/// Ϭϭh^͕^ĞĐƌĞƚĂƌŝĂ͕ ϬϭůŵŽdžĂƌŝĨĂĚŽĞϬϭ ^ĞƌǀŝĕŽĚĞŶĚĞŵŝĂƐ ϬϭEĂƐĨĞϬϭ^ĞƌǀŝĕŽ ĚĞŶĚĞŵŝĂƐ ϬϮŽŵƉůĞdžŽƐ//Ğ/// ϬϮŽŵƉůĞdžŽƐ//Ğ/// ϬϭŽŵƉůĞdžŽ///

DhE/1W/K^ WĂƵůŽ:ĂĐŝŶƚŽ

s>KZ;DZΨͿ ϲ͘Ϯϱϰ͘ϰϴϭ͕ϴϵ

EDEdK W'

^ĂŶƚĂŶĂĚŽDƵŶĚĂƷ :ĂĐƵşƉĞ

Ϯ͘ϴϯϬ͘ϲϴϭ͕ϭϮ ϵϮϮ͘ϴϵϭ͕Ϯϰ

W' W'

ƚĂůĂŝĂĞZŝŽ>ĂƌŐŽ

ϵϱϮ͘ϲϵϯ͕ϱϬ

W'

YƵĞďƌĂŶŐƵůŽ ƌĂŶƋƵŝŶŚĂ ^ĆŽ:ŽƐĠĚĂ>ĂũĞ

Ϯ͘ϴϯϭ͘ϭϯϳ͕ϭϳ ϯ͘ϭϱϴ͘ϳϲϬ͕Ϯϲ ϭ͘ϰϰϮ͘ϴϱϱ͕ϲϯ

W' W' W'

Ύ&ŽŶƚĞ͗ZĞůĂƚſƌŝŽĞWƌĞƐƚĂĕĆŽĚĞŽŶƚĂƐ͕^ĞƐĂƵ͘ϭǑ^ĞŵĞƐƚƌĞϮϬϭϭ͘

dia 13 de agosto, porque foi preciso esperar por medidas provisórias de parlamentares para viabilizar o repasse, já que, naturalmente, não havia previsão desses gastos na lei

orçamentária. A partir daí outros entraves tiveram vez, segundo Jorge, e hoje haveria um impasse, na Procuradoria, sobre a legalidade da dispensa de licitação, já que o

prazo de um ano do decreto de emergência já passou. Se isso ocorrer todo o processo licitatório terá que ser feito novamente”, revelou Villas Boas.

Estado recebeu críticas pela morosidade

Ameaças

Conselheiros vão protestar Yvette Moura/Arquivo

U

m mês após a primeira agressão a um conselheiro tutelar de Maceió, a categoria vai percorrer mais uma vez todos os órgãos ligados à segurança pública para denunciar as mesmas pessoas que praticaram a violência, mas por um fato novo: em meio a uma carreata realizada em protesto à inércia da Polícia Civil (PC) em investigar a ameaça, os agressores agiram de novo, desta vez contra diversos conselheiros. Os Conselhos Tutelares de todo o Estado fecharam as portas ontem em protesto ao ocorrido, e foram à Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) para fazer a primeira solicitação de providências. Os dois casos ocorreram no Pinheiro, na Rua Santo Amaro, perto da Praça Arnon de Mello. Rafael Martiniano, presidente das regiões administrativas 3 e 4 do Conselho Tutelar de Maceió, que abrange o bairro, revelou que um grupo de conselheiros já fez uma peregrinação na primeira vez. “Nós fomos, à época, na OAB, no Ministério Público, na Câmara de Vereadores, Conselho Estadual de Segurança Pública, Defesa Social, entre outros. Agora vamos ter que fazer tudo de novo”, lamentou. Martiniano contou que a primeira vez que o policial civil José Benedito Pereira dos Santos, o Zezinho, 52, e sua namorada, Liete Maria da Silva, 40 ameaçaram a

s>KZ;DZΨͿ ϲϰϴ͘ϲϳϭ͕ϱϯ ϲϰϲ͘ϵϬϮ͕ϭϬ ϯ͘Ϯϰϯ͘ϴϳϳ͕ϯϬ Ϯ͘ϱϵϴ͘ϯϯϲ͕ϵϲ ϭ͘ϰϯϱ͘ϳϳϮ͕Ϯϰ ϭ͘ϵϰϯ͘ϵϱϯ͕ϰϭ ϵϮϰ͘ϰϲϯ͕ϯϰ ϲϰϳ͘ϵϲϱ͕ϲϴ

Conselheiro Paulo Jorge, denunciando a OAB e ao MP a primeira agressão e ameaça sofrida no dia 23 de outubro

integridade física do conselheiro Paulo Jorge dos Santos ocorreu há cerca de um mês, mas até hoje o conselheiro sequer foi chamado para prestar depoimento pela PC. O motivo teria sido uma notificação para que Liete fosse até o conselho a fim de prestar esclarecimentos sobre uma denúncia feita contra ela, que Rafael prefere não revelar, porque ainda não foi confirmada. “Eu que fiz a notificação, mas ela pensou que tinha sido o Paulo Jorge, porque ele mora na mesma rua que ela”, explica. Ele conta que o conselheiro teve o carro fechado por José Benedito, que levava um revólver na cintura e ficou com a mão na arma durante todo o tempo em que a namorada “xingava” Paulo. “Ele

foi inclusive arranhado no rosto”, acrescentou. Segundo Rafael, como na última sexta-feira (18) era Dia do Conselheiro Tutelar, eles aproveitaram a data para realizar a carreata, que contou com 102 veículos e 512 conselheiros, de acordo com ele. Mas por volta de 16h, quando a fila de veículos passava em frente à casa de Liete, ela jogou água nos participantes e tentou os atingir com um cabo de vassoura, e Benedito apontou a arma para diversos conselheiros. Os conselheiros foram até a Central de Polícia para prestar queixa, mas o casal não foi autuado em flagrante. INVESTIGAÇÃO As duas agressões deveriam ser investigadas pelo

7º Distrito Policial (DP), cujo delegado titular é Denisson Albuquerque. O problema é que José Benedito era lotado exatamente nesta delegacia. “Quando ocorreu o primeiro incidente, eu pedi a transferência do policial, que já foi substituído depois de uma semana, e solicitei ao Arnaldo Soares que designasse outro delegado para investigar, para que o conselho [tutelar] não desconfiasse das minhas intenções”, explicou Albuquerque. Segundo ele, com esse segundo caso, ele deve proceder da mesma maneira: vai pedir que outro delegado assuma as investigações. Até o início da tarde de ontem, no entanto, ele não havia recebido o Boletim de Ocorrência. S.V.

Mesmo com a explicação, o Estado recebeu críticas de vários representantes de órgãos ligados à saúde. Judson Cabral (PT), presidente da Comissão de Saúde da Assembleia e único deputado presente na audiência, não há motivo suficiente para a demora de mais de um ano das obras. “Na apresentação [da prestação de contas] percebi que o Estado tem compromisso com diversas obras inconclusas. Não vejo justificativa plausível para as unidades das enchentes”, avaliou. Pedro Madeiro, presidente do Conselho de Secretarias Municipais de Saúde de Alagoas (Cosems), citou o caso de Branquinha para fazer um apelo à Sesau. Um dos municípios que mais sofreu com a enchente, Branquinha, que teve a cidade quase toda destruída, ainda tem o processo na PGE. Não podemos mais passar tanto tempo esperando essas obras”, criticou, lembrando ainda que as unidades de saúde bucal ainda nem possuem perspectiva de construção: O Ministério da Saúde vem ameaçando descredenciar as unidades, estamos sem caixa para investimentos”. Júlia Levino destacou ainda, por telefone, outros elementos que levaram ao prolongamento da espera pelas unidades. Segundo ela, existem poucos profissionais no setor de engenharia para dar conta de todas as obras que hoje estão em curso no Estado; além disso, ela revelou que infelizmente, somos muito lentos nos trâmites burocráticos , e atribuiu à má escolha de terrenos como um dos principais entraves. “Muitas vezes a área indi-

cada pelos prefeitos, quando era avaliada, não tinha condições para receber a obra. Outras, quando estava tudo certo, o gestor já dizia que não seria mais ali, que já estava comprometido para outra coisa. E como a maioria das unidades serão feitas nos conjuntos habitacionais, as empresas que estão construindo as casas não permitiam o acesso ao terreno. Agora eu não sei como anda, porque não acompanho mais essa parte, mas na época esse foi um grande problema , contou. INVESTIMENTOS A discussão sobre as unidades do Programa de Reconstrução não foi o único a ser discutido na audiência pública para prestação de contas na Saúde, que deveria ser realizada trimestralmente de acordo com a Lei 8.689/03, mas só agora foi cumprida pela Sesau e pela Assembleia – o que motivou um reforçado parabéns feito pela promotora Micheline Tenório. Villas Boas mostrou dados sobre despesas, investimentos, ações, atendimentos e auditorias feitas pela pasta. Infelizmente, a audiência obteve um público quase irrisório para a importância do debate. Além de gestores da secretaria, o que não deixou de ser notado por Micheline. Esse plenário deveria estar apinhado de gente ligada ao controle social da saúde , criticou, elogiando os poucos presentes no local, como três membros do Conselho Estadual de Saúde e o único sindicalista da manhã, Wellington Monteiro, do Sindicato dos Enfermeiros de Alagoas e presidente do Fórum Estadual em Defesa do SUS.


O JORNAL l MACEIÓ, 22 DE NOVEMBRO DE 2011 l TERÇA-FEIRA

A10

Cidades

www.ojornalweb.com cidade@ojornal-al.com.br

Casal é assassinado a tiros Yvette Moura

Crime aconteceu na casa de um familiar das vítimas, no Tabuleiro; filha de 8 anos presenciou GABRIELA LAPA Estagiária*

D

ois homens armados assassinaram, no domingo à noite, o casal Maria José dos Santos, de 40 anos, e José Carlos Bezerra, de 45, no Tabuleiro do Martins. Eles estavam na residência de um cunhado quando foram surpreendidos pela dupla. Segundo a família, uma das filhas de José Carlos, de apenas oito anos, estava na casa no momento do tiroteio, e presenciou a morte do pai e da madrasta. O barulho provocado pelos tiros chamou a atenção da vizinhança, mas segundo a família de José Carlos, ninguém

conseguiu identificar os criminosos. Ontem de manhã, no Instituto Médico Legal (IML), o pai dele, Durval Severino da Silva, e o irmão, José Bezerra da Silva, negaram que tivesse qualquer envolvimento com drogas, ou problemas com bandidos, mas revelaram que José Carlos gostava de beber, e mesmo casado, tinha relacionamentos conturbados com outras mulheres. Segundo José Bezerra, o irmão já havia sido casado quatro vezes, e tinha cinco filhos com as duas primeiras esposas. “Ele era uma pessoa boa, mas gostava muito de mulher e de bebida”, disse Bezerra. Ainda de acordo com ele, todos os parentes – incluindo os filhos e as ex-mulheres – viviam na parte baixa da cidade, no Vergel. A filha que teria presenciado o assassinato, no domingo, estava passando o final de semana com o pai. “Pelo que ouvimos do cunhado e dos vizinhos, os

José Carlos Bezerra foi executado a tiros na frente de uma filha de 8 anos

Familiares de José Carlos negaram que ele tivesse envolvimento com drogas

homens chegaram em uma moto, armados, dizendo que iam matar o casal. Eles obrigaram os dois a entrar em casa, mandaram a menina e o cunhado ficarem do lado de fora, mas ela não ouviu e ficou por perto. Aí eles atiraram”,

brigavam demais, andavam se estranhando”, declarou. Apesar disso, ele disse não acreditar que ela possa ter sido responsável pelo assassinato, já que não escapou à ação dos bandidos. Além do casal, o IML

contou o irmão de José Carlos. Segundo o pai, Durval Severino, apesar dos relacionamentos difíceis, a família mantinha boa aproximação com Maria José. “Quando nos juntávamos, ela sempre vinha; não era má pessoa. Só que eles

recebeu outras 17 vítimas de homicídio, no fim de semana. Ao todo, 21 corpos foram recolhidos, incluindo o de Alzira Vieira de Lima, de 106 anos. *Sob a supervisão da Editoria de Cidades

CYRIDIÃO DURVAL CIDADE SORRISO

Mãe encontra bebê que foi sequestrado

O

bebê Guilherme Monteiro da Silva, de três meses, que foi sequestrado por uma adolescente de 15 anos, na noite do último sábado, foi encontrado ontem e devolvido à família por um grupo de mães da Grota da Alegria, no Jacintinho. Elas viram Guilherme com a sequestradora, durante a tarde, e acionaram o Conselho Tutelar. A mãe do bebê, Cristiane Monteiro da Silva, de 19 anos, tinha ido no mesmo dia, pela manhã, prestar queixa do desaparecimento na Divisão Especial de Investigação e Captura da Polícia Civil (Deic). Ela contou que o filho desapareceu no sábado (19), depois que a adolescente, que estava passando alguns dias na casa de um familiar nosso, saiu sem avisar, levando o menino. Segundo Cristiane, a seqüestradora pediu abrigo argumentando que havia sido expulsa de casa pela mãe, e não tinha onde passar a noite. “A gente ficou com pena e deixou ela ficar na casa da minha comadre, na Cidade Sorriso. Só que no outro dia, quando fui trabalhar, ela aproveitou uma distração para levar Guilherme embora. Fiquei maluca”, contou Cristiane, enquanto prestava depoimento na Deic. No mesmo sábado, à noite, a seqüestradora levou o bebê para a residência de um casal amigo da mãe dela, e fez o mesmo pedido, usando uma história diferente.

Mesmo sabendo que eram pessoas conhecidas, a adolescente disse que era mãe Guilherme, e pediu fraldas e comida para pernoitar no local. “Quando os donos da casa acordaram, no domingo, descobriram que os dois tinham ido embora, e ligaram para a mãe da menina. Só aí eles perceberam que se tratava de um sequestro, e foram à procura de informações sobre os pais verdadeiros do bebê”, contou Cristiane Monteiro. A família ainda procurou Guilherme por dois dias, espalhando cartazes e dando entrevistas em sites de notícias, mas a informação do paradeiro do bebê só chegou ontem à tarde, depois que um grupo de mães do Jacintinho acionou o Conselho Tutelar. Uma irmã de Cristiane contou à reportagem de O JORNAL que a sequestradora foi reconhecida e detida pelas mulheres, que a reconheceram por causa dos cartazes. “Elas ligaram para o conselheiro responsável pelo caso e ficaram segurando a menina lá na Grota da Alegria. Quando nos ligaram para visar, Cristiane ficou louca de alegria que aumentou quando viu o bebê”, disse a irmã dela. O bebê foi levado para casa, em bom estado de saúde, para a mãe e a irmã, de quatro anos. Já a adolescente, que não teve o nome revelado, foi encaminhada ao Conselho Tutelar do Tabuleiro, para ser levada à delegacia. G.L.*

Grupo denuncia agentes FABYANE ALMEIDA* estagio@ojornal-al.com.br

M

ais de cinquenta mulheres estiveram, na manhã de ontem, na Ordem dos Advogados do Brasil (OAB/AL), para denunciar ação violenta pela qual foram recebidas por agentes penitenciários, ao tentar buscar informações sobre a fuga que ocorreu no último sábado (19), no presídio Cyridião Durval. Mães, esposas e irmãs dos detentos prestaram depoimento na Comissão de Direitos Humanos da OAB/ AL, e contaram como foram recebidas no dia do tumulto. De acordo com T.C.S.A., de 25 anos, os agentes não quiseram passar muitas informações e agiram com violência. “Tentamos buscar uma lista com os nomes de quem havia fugido, mas os agentes não quiseram nos passar. Após muita insistência eles passaram uma lista. Nós demos a mão e formamos uma barreira na entrada do presí-

Mães, mulheres e irmãs de reeducandos pestaram depoimento ontem na Comissão de Direitos Humanos da OAB/AL

dio. Dois agentes ainda colocaram os carros em nossa direção”, disse. Ainda de acordo com T.C.S.A., um dos agentes sacou a arma e direcionou para ela no momento em que passou do portão de acesso. “Palavras de baixo calão, spray de pimenta foram atos que os agentes tiveram conosco durante a manhã

de domingo. Nossa intenção não era visitá-los, queríamos apenas informação. Crianças, mulheres de idade e grávidas também presenciaram a ação violenta dos agentes”, contou a mulher. O grupo denunciou que os detentos são mal tratados. “O meu esposo já chegou a ficar mais de três horas de cueca, sendo obrigado a

tomar banho de sol. Além da comida algumas vezes estar estragada, vivem em meio à falta de higiene no presídio. Lá ainda existe o castigo G6 que entre os agentes é considerado o mais grave. Direcionado aos detentos que não ‘se comportam de maneira correta’, ficam nessa sala trancados durante 30 dias.”, falou G.O., de 30 anos.

PRAIA DO FRANCÊS

Turista de PE morre afogada CAROLINA SANCHES* carolina@ojornal-al.com.br

O

passeio de um grupo de turistas à praia do Francês terminou em tragédia na tarde do último domingo. Uma turista de 14 anos morreu por afogamento, na tarde do último domingo, na. A adolescente Beatriz Rodrigues da Silva residia em Olinda, Pernambuco, e estava a passeio em Alagoas junto com uma excursão. Os guarda-vidas do posto do Francês foram avisados do

desaparecimento da jovem às 13h30. No posto havia cinco guarda-vidas e parte deles utilizou o jet-ski de salvamento e outros foram buscar informações nas proximidades da ocorrência. O helicóptero de resgate e salvamento também ajudou nas buscas. Os bombeiros contaram, ainda, com a ajuda de dois banhistas que estavam em seus próprios jet-skis. Por volta das 16h15, a adolesvente foi encontrada morta. Em nota, o Corpo de Bombeiros lamentou a morte

da turista e informou que o afogamento ocorreu em frente à placa de aviso que alerta os banhistas sobre o perigo de banho naquela área. A nota diz ainda que, segundo o que consta nos registros do Corpo de Bombeiros, desde julho de 2008, a Praia do Francês não registrava casos fatais. O último foi um afogamento de um casal paulista. O rapaz de 22 anos, que estava em lua-de-mel, não resistiu e morreu. Para evitar afogamentos, o Corpo de Bombeiros

iniciou, na última semana, uma campanha de esclarecimento dos perigos na praia. O Subgrupamento de Salvamento Aquático (SGSA), responsável pela área de atuação da praia do Francês, informou que conta com 27 guarda-vidas que cobrem a oFrancês, a Barra de São Miguel, a Barra Nova e Gunga. Nos finais de semana, o número de guarda-vidas aumenta devido ao grande fluxo de pessoas. *Com assessoria


O JORNAL l MACEIÓ, 22 DE NOVEMBRO DE 2011 l TERÇA-FEIRA

A11

Cidades

www.ojornalweb.com cidade@ojornal-al.com.br

Consumidores são lesados por evento

PelaCidade Deraldo Francisco pelacidade@ojornal.com.br

Show “Engana Maceió”

O

ntem foi dia de muita reclamação na cidade. Muita gente, milhares até, reclamou da organização e da estrutura do evento Samba Maceió, realizado na noite de domingo e madrugada de ontem. O evento aconteceu no estacionamento do Trapichão, na área administrativa. Além do fiasco que foi, ele ainda causou transtornos de toda ordem. Tanto para quem gosta do tipo de música tocada no evento como para quem não teve nada a ver com a coisa. O verdadeiro é que houve reclamações de todo tipo. Até o Procon foi acionado porque houve denúncia de propaganda enganosa. Os organizadores teriam anunciado atrações nacionais que não deram as caras no evento. Teve participante que preparou até cartaz para mostrar ao ídolo e acabou se frustrando porque ele estava a milhares de quilômetros distante de Maceió. Não precisa falar na quantidade de confusões, roubos, assaltos, brigas originadas desse show. Muita gente foi assaltada quando voltava para casa, já arrasada com o fiasco do show. O evento aconteceu no Trapiche e por ali há dezenas de ruas ocupadas por assaltantes. A Central de Polícia ficou entupida de vítimas de assaltos naquela região. Foi, de fato, um show para enganar o povo de Maceió. Quem foi ao evento sambou pouco na pista ou no camarote.

Samba Maceió não teve a estrutura prometida nem as atrações anunciadas pelos organizadores ANNA CLÁUDIA ALMEIDA annaclaudia@ojornal-al.com.br

A

Roberto Miranda

Transporte arriscado

A coluna flagrou ontem à tarde, pouco depois das 16h, esta caçamba trafegando pela rodovia AL-101 Norte. O trecho foi bem próximo ao posto da PM, em Guaxuma. O veículo transporta uma carga de entulho sem a tampa da carroceria, pondo em risco os motoristas que trafegavam logo atrás. Curioso é que a caçamba passou sem aperreio do seu motorista pelo posto da PM. De tão suja que estava, a placa não pôde ser lida. Mas trata-se de uma caçamba velha, bem velha, de cor vermelha.

Barulho no HGE Familiares de pacientes internados no HGE (Hospital Geral do Estado) entraram em contato com a coluna para reclamar que o alto volume do som que vinha do show Samba Maceió, promovido no último domingo no estacionamento do Trapichão, foi um desrespeito e prejudicou o descanso dos pacientes. A legislação de trânsito não permite que o motorista buzine nas imediações de uma unidade de saúde, imagine-se um show.

noite deveria ser de festa, música e encontro de fãs com grandes ídolos do samba brasileiro, mas o que pode ser visto foi revolta, críticas e decepção. Este foi o saldo do evento Samba Maceió realizado no domingo (20), no estacionamento do Estádio Rei Pelé, no bairro do Trapiche da Barra, cujos organizadores são acusados de dar um ‘calote’ em vários grupos musicais. A onda de críticas invadiu as redes sociais e acabou sendo o assunto mais comentado na madrugada de ontem (21), liderando o ‘Trending Topics Brasil’, no Twitter. Pouca estrutura e falta de respeito com o público são as maiores queixas registradas entres as milhares de pessoas que compareceram ao evento. As principais atrações que deveriam subir ao palco – Belo, Arlindo Cruz, Sorriso Maroto, Pixote e Jeito Moleque – foram canceladas sem que o fato fosse antecipadamente comunicado. O show

foi aberto pelas bandas locais Boca de Forno e Gingado, além das outras atrações nacionais Cupim na Mesa, Inimigos da HP e Rodriguinho. A e s t u d a n t e Je s s y c a Moreira, 20 anos, estava ansiosa para o evento, mas não consegue esconder a decepção. Ela conta que a confusão começou já na abertura dos portões. “Eram para serem abertos às 15h, mas isso só aconteceu às 18h. As bandas locais normalmente tocam cerca de uma hora e quando ficaram bem mais tempo no palco achei estranho”, disse a jovem, que pagou R$ 70,00 pelo ingresso de um camarote. Foi através da amiga, Karine Tavares, que a estudante soube que alguns shows não iriam acontecer. A jovem estava perto de seguranças quando ouviu uma conversa que a intrigou. “Eles falaram que uma bomba iria estourar. Quando questionei o que estava acontecendo, eles disseram que o cantor Belo e outras bandas não iriam se apresentar. Fiquei indignada com isso, porque fui para vê-lo”, disse Karine. Elas confirmaram o que o público mencionou nas redes sociais, sem obterem satisfação por parte da organização do evento. Além dos problemas com as bandas, o público reclamou da desorganização, inúmeras

brigas e falta de bebidas em um camarote. Informações apuradas pela reportagem de OJornal apontam ainda que alguns tiros chegaram a ser ouvidos no estacionamento do estádio, o que provocou correria e alguns feridos sem gravidade. O fiasco do show deverá

R$ 70 Foi o valor que algumas pessoas chegaram a pagar pelo ingresso de um dos camarotes do evento

terminar no Procon. É o que prometem as estudantes, que assim como outros amigos, pretendem ir ao órgão para conseguir ajudar e assim reaver o dinheiro dos ingressos. “Eu estou revoltada. As bandas que estavam lá cumpriram seu papel, mas paguei para ver uma banda que não foi. Isso foi propagando enganosa e vou ao Procon, porque só desta forma essas pessoas poderão aprender que não se pode brincar com público. Eles terão que ressarcir todo mundo”, desa-

ELETROBRAS

Vigilantes fazem protesto

Buraco no Jacintinho

Yvette Moura

FABYANE ALMEIDA* estagio@ojornal-al.com.br

Mesmo com a ação de uma equipe técnica da Casal, que fez os reparos no vazamento em uma “cratera” que está tomando conta da rua principal do Conjunto José da Silva Peixoto, no bairro do Jacintinho, o clima de revolta da população continua. Só o problema do vazamento foi controlado, mas o buraco ainda é uma ameaça aos motoristas, além da lama que não foi retirada do local. Neste caso, pelo menos a Casal fez a sua parte. Falta agora a atuação efetiva do poder público municipal.

O

Yvette Moura

Lixo na Levada

Este amontoado de lixo amanheceu ontem bem ali, no início (ou seria final?) na Levada. As sacolas de plástico rechonchudas de lixo deram um colorido miserável à paisagem. Da forma flagrante que estava, certamente hoje o lixo já foi recolhido pela Slum, que tem agido – justiça seja feita – com muita presteza no quesito recolhimento de lixo. Falta, no entanto, uma estrutura mais bem organizada para o acondicionamento dessas sacolas e ainda um pouco de educação doméstica às pessoas.

Termômetro lado bom do Samba Maceió é que, diante dos transtornos causados, certamente não se pensará mais em permitir a realização de algo semelhante.

bafou a estudante, que levará a camisa do evento, assim como fotos que comprovam a ida ao show. Pelo twitter, o cantor Belo se desculpou com os fãs, afirmando que houve quebra de contrato e falta de pagamento, assim como os artistas da banda Sorriso Maroto. “É uma pena um evento grandioso como o Samba Maceió ficar desse jeito. Estou triste pelo povo alagoano que eu tanto amo e respeito”, disse Belo. Por conta das inúmeras reclamações sobre o show, o Procon deverá notificar a empresa responsável pela organização do evento e que será apurado ainda se a empresa sabia das ausências dos cantores ou se houve de fato uma propaganda enganosa, tomando todas as medidas cabíveis. Em nota, a empresa MB Produções, antiga organizadora do show na capital, explicou que não teve participação na organização do Samba Maceió 2011. Segundo o diretor da empresa, Marcelo Botelho, o evento foi vendido ano passado para os produtores Wellington Simões e César Figueiredo, lembrando que não tem responsabilidade alguma pelo ocorrido. A reportagem de OJornal tentou manter contato com o produtor do evento, Wellington Simões, mas o telefone permaneceu desligado.

altou polícia e sobrou bandido na cobertura do Samba Maceió. Como se trata de um evento particular, a PM atua apenas no entorno do

O

F local.

s 102 vigilantes terceirizados da Eletrobras Distribuição Alagoas, cujo contrato de terceirização com a Opção Segurança Eletrônica, acabava hoje, realizaram ontem pela manhã um protesto em frente a empresa. Por causa disto, conseguiram a prorrogação do contrato até o próximo dia 26. De acordo com Cícero da Silva, presidente do Sindicato dos Vigilantes de Alagoas (Sindvigilantes), o que iria ocorrer era uma demissão em massa. “Buscamos essa reunião hoje para que os vigilantes não sejam demitidos e com isso fiquem desempregados. Muitos deles já estão na Eletrobrás há quase 10 anos”, contou o sindicalista. Estiveram na reunião representantes da Central Única dos Trabalhadores (CUT), Sindicato dos Urbanitários, centro de gerenciamento de crises da Polícia Militar e a gerencia de Eletrobrás. Segundo Cícero da Silva, ficou determinado que haverá nova reunião na próxima quarta-feira. “Durante a reunião de hoje[ontem]

Com o protesto, os vigilantes conseguiram adiar a finalização do contrato, que ficou agora para o próximo dia 26

discutimos a suspensão do aviso prévio e a garantia do emprego dos vigilantes, e o contrato foi prorrogado até o dia 26, quando será avaliada uma nova decisão”, concluiu Silva. Para Edmilson Lins, outro sindicalista, além da diminuição dos gastos são alegadas outras questões para as demissões. “Além dos 102 vigilantes, também existe um aviso para mais outros 78 vigilantes no mês de dezembro. E a Eletrobras afirma que no lugar dos funcionários colo-

carão vigilância eletrônica na subestações”, contou Edmilson. “Temos vigilantes nos bairros de Cruz das Almas, Pajuçara, Pinheiro, Trapiche, Centro além dos municípios do interior do estado, não há condições de ser colocada vigilância eletrônica em todas as subestações e postos de atendimento. Sem contar que dessa forma aumentará a chance para roubos e destruição que podem ocasionar grandes apagões no estado”. Em nota a assessoria de comunicação da Eletrobras afirmou que “mesmo com a adoção do sistema de monitoramento eletrônico, a vigilância presencial será mantida em todas as instalações estratégicas da distribuidora. A

alteração do quadro visa a atender a decisão da empresa de reduzir custos para alcançar o equilíbrio econômico-financeiro dentro dos limites estabelecidos pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). As seis distribuidoras do Sistema Eletrobras passarão pelo mesmo processo e já foram comandadas a ajustar seus contratos. Ainda assim, firmou-se o compromisso de levar a demanda dos trabalhadores terceirizados à reunião da Diretoria da Distribuição, cujo posicionamento será conhecido nos próximos dias” . *Sob a supervisão da Editoria de Cidades


O JORNAL l MACEIÓ, 22 DE NOVEMBRO l TERÇA-FEIRA

A12

Cidades

www.ojornalweb.com cidade@ojornal-al.com.br

DESCASO

EntreLinhas Izabelle Targino municipios@ojornal-al.com.br

I Festival de Cinema

D

e amanhã até o dia 27 de novembro, Penedo sediará o I Festival de Cinema Universitário. O público terá acesso gratuito, além das mesas-redondas e oficinas, a filmes da Mostra Competitiva, sessões de cineclubismo, apresentações de trabalhos acadêmicos e grupos de trabalho. O Festival de Cinema Universitário é uma realização da Universidade Federal de Alagoas (Ufal) em parceria com instituições públicas e privadas, a maioria atuante no segmento audiovisual.

Paciente espera mais de 15 dias por cirurgia Marco Antônio

Aposentado sofreu acidente no último dia 2 e não consegue tratamento para fratura no fêmur

Uneal 1 FLÁVIA BATISTA flaviabatista@ojornal-al.com.br

A

história do aposentado Adálio Bezerra da Silva não é muito diferente da de tantos outros pacientes que dependem do poder público para conseguir tratamentos de saúde. Deitado numa maca de um hospital por mais de 15 dias, o paciente, que deveria ter passado por uma cirurgia depois que fraturou o fêmur, mal consegue expressar o que sente. De tanto sofrimento, tudo o que o paciente consegue esboçar são gemidos de dor. O drama da família Bezerra da Silva começou no dia 2 de novembro, quando um acidente resultou no fêmur fraturado de Adálio. Encaminhado de imediato para o Hospital Geral do Estado, o paciente ficou apenas um dia na unidade de saúde do Trapi-

Seguem até o dia 25 de novembro as inscrições para o Curso de Informática da Uneal para a Terceira Idade. Os interessados devem preencher uma ficha de inscrição e apresentar originais e cópias da Carteira de Identidade, CPF e comprovante de residência. Os candidatos serão selecionados por ordem de chegada e devem ser alfabetizados. As inscrições devem ser feitas na sala do Pré-Uneal, no Campus I, em Arapiraca.

Uneal 2 O projeto ’Terceira Idade na UnealT visa oferecer aulas de noções básicas de informática gratuitamente a pessoas acima de 55 anos. Serão disponibilizadas 40 vagas. O curso terá duração de 60 horas, e ocorrerá de 21 de novembro de 2011 a 09 de fevereiro de 2012, duas vezes por semana, à tarde, no Laboratório de Informática do Campus I, em Arapiraca.

Letras no Palco Teve início ontem o Projeto Letras no Palco, realizado pelo projeto de extensão do curso de Letras da Universidade Estadual de Alagoas. Durante toda a semana, o Campus I da Uneal, em Arapiraca, será palco do evento que vai transformar os escritores alagoanos Jorge de Lima, Graciliano Ramos, Lêdo Ivo e Arriete Vilela em protagonistas de um grande espetáculo. Serão oferecidas palestras, mesas-redondas, minicursos, oficinas e apresentações culturais, além de um concurso cultural que promete inovar com a criação da categoria de micropoesias, via Twitter. Mais informações no blog do Concurso: http://concursoletrasnopalco.blogspot.com

Projeto A Prefeitura de Arapiraca, através da Secretaria de Saúde, realiza amanhã, a 2ª Etapa do projeto piloto Sou Idoso, Mas Me CuidoS. O projeto visa alertar sobre os cuidados necessários tanto de saúde, quanto físico, mental e emocional da Melhor Idade. As ações acontecem na Unidade de Saúde da Família de Batingas, das 8h às 12h.

Portal da Transparência 1 De acordo com levantamento realizado pelo Tribunal de Contas de Alagoas, apenas cinco municípios atendem às exigências em disponibilizar, no Portal da Transparência, os dados referentes à execução orçamentária em tempo real e de acesso público aos gastos. Maceió, Arapiraca, Penedo, Coruripe e Rio Largo estão de acordo com a Lei Complementar n° 131/2009.

Portal da Transparência 2 Outros municípios, Campo Alegre, Palmeira dos Índios, São Miguel dos Campos e União dos Palmares, possuem o portal, porém, não mostram os recursos com a devida transparência. Com isso, o TCE deu um prazo até o final deste mês para que estes municípios possam enviar suas justificativas informando os motivos do portal não está aberto ao público.

Polícia Comunitária O município de Arapiraca recebeu, ontem, um Posto de Polícia Comunitária, durante o Lançamento do Ronda Cidadã. O posto vai funcionar numa delegacia desativada, no bairro Primavera, um dos mais populosos e perigos da cidade. Durante o evento, o 3º Batalhão de Polícia Militar recebeu dez motocicletas para a Rocam, dez bicicletas, duas viaturas novas, 45 pistolas calibre ponto 40, e uma viatura nova para o 7º Grupamento de Bombeiros Militar de Arapiraca.

Audálio Bezerra da Silva tentou tratamento no HGE, mas foi transferido para Coruripe e depois internado no Sanatório

che da Barra, de foi encaminhado para o Hospital de Coruripe, onde estão sendo tratados os casos de ortopedia na rede pública. Entretanto, apesar de a unidade de saúde da cidade do litoral Sul ser considerada referência no tratamento destes casos, a denúncia da irmã de Adálio, Marisa Bezerra é de que a terapia dispensada ao paciente só piorou a situação dele. “Ele

PSF

precisava de uma cirurgia que nunca foi feita. Tudo que fizeram foi medicá-lo. Mas ele ficou lá, sem nem ter companhia, porque a família não podia permanecer no hospital”, denunciou a irmã. Sem ver a melhora no paciente, a família resolveu então tira-lo do Hospital de Coruripe e custear o tratamento. “Não podíamos fazer esta despesa. Mas não dava mais para mantê-lo naquele

lugar, porque ele saiu de lá pior do que entrou”, afirmou Mariza Bezerra. Procurada pela reportagem de O Jornal, a Secretaria de Estado da Saúde informou que o procedimento cirúrgico não foi realizado em Adálio Bezerra por conta de sua taxa de glicemia que estava descompensada. Mas não explicou os motivos pelos quais outros tratamentos não foram feitos.

ACIDENTES

Enfermeiros começam Encontro discute a paralisar atividades trânsito mais seguro DA EDITORIA DE CIDADES cidade@ojornal-al.com.br

O

s e n f e r m e i ro s d o Programa de Saúde da Família já começaram a deflagrar greve em alguns município alagoanos. Os profissionais de Coruripe e Girau do Ponciano cruzaram os braços, segundo adiantou o Sindicato dos Enfermeiros de Alagoas. A tendência gora é que as paralisações continuem e atinjam outras cidades. Ontem, a situação e os problemas do Programa de Saúde da Família em Alagoas foi discutida numa sessão especial na Assembléia Legislativa do Estado. “Temos que lutar para criar um piso uniforme, que contemple as especificidades, mas que seja justo”, salientou o deputado Judson Cabral, que convocou a sessão. Segundo ele, quando o programa foi criado, os enfermeiros recebiam dez salários mínimos, enquanto atualmente há profissionais que recebem menos de quatro. A disparidade dos vencimentos, aliás, foi uma das questões abordadas pelos enfermeiros, que cobram a criação de um piso salarial de R$ 10.240 para a jornada de 40 horas semanais de trabalho. “Sabemos que existem municípios que não têm recursos suficientes, mas eles ainda podem recorrer ao Estado para obter ajuda financeira. O que não se concebe é que tenhamos um salário tão defasado e disparidades tão grandes", afirmou Renilda Barreto, presidente

do Sindicato dos Enfermeiros, afirmando que, atualmente, os salários recebidos pelos enfermeiros chegam a variar de R$ 1.900 a R$ 5.000. Além dos vencimentos, as condições de trabalho enfrentadas nos municípios alagoanos ganharam espaço durante a sessão da ALE. A presidente do Conselho Regional de Enfermagem, Sandra Leite, lamentou a realidade enfrentada pelas equipes. “Faltam-nos vencimentos dignos, infraestrutura de trabalho e ainda somos obrigados a conviver com o assédio moral. Tem colegas que estão sofrendo ameaças das prefeituras onde trabalham e, por isso, temem aderir a uma futura paralisação. Quero dize que a greve é um direito que nos é garantido constitucionalmente e, se for preciso chegar a essa instância de mobilização, assim o faremos. O Conselho estará sempre ao lado do trabalhador”, afirmou. Assim como os enfermeiros, os dentistas que atuam no PSF também reivindicaram seus direitos e pleitearam um piso de R$ 10.240. Além disso, os profissionais defenderam direitos trabalhistas, como pagamento de férias e 13º salário. Coisas às quais não têm direito, segundo afirmou Mônica de Holanda, representante do Conselho Regional de Odontologia. A Associação dos Municípios Alagoanos apela para a sensibilidade das categorias. Jaime Silva, assessor especial da AMA, defendeu que muitas cidades não têm condições de bancar o piso pleiteado.

E

m 2010, Alagoas apresentou 905 pessoas vítimas fatais em acidentes de trânsito. A informação é do mapa da situação das mortes no trânsito no país, apresentado pelo Ministério da Saúde este mês. O Sistema de Informações de Mortalidade (SIM) do Ministério da Saúde revelou que, em 2010, 40.610 pessoas foram vítimas fatais no país. Para alertar e sensibilizar a população para esses números, que revelam uma epidemia de lesões e mortes no trânsito, a Diretoria de Promoção à Saúde de Alagoas, em parceria com a Secretaria Municipal de Transporte e Trânsito de Maceió (SMTT), realiza o 1º Encontro de Segurança no Trânsito, que acontece nesta sexta-feira (25), às 8h30, no hotel Maceió. Para participar, é necessário doar brinquedos novos ou usados no credenciamento. Com tema “Juntos podemos salvar milhões de vida”, o encontro reúne técnicos do núcleo de Promoção à Saúde e SMTT, além de estudantes universitários, com o objetivo sensibilizar e discutir o trânsito por meio de palestras, debates e depoimentos. De acordo com o técnico da Promoção à Saúde, Eloy Yanes Martin, existe um Comitê para Redução da Mobimortalidade por Acidentes no Trânsito – do qual o técnico faz parte, que se reúne periodicamente para debater e promover ações em escolas e datas comemorativas, enfatizando os cuidados no trânsito e a sensibilização sobre os acidentes.

A abertura do seminário começa às 8h30. Durante o evento, Eloy Yanes Martin irá falar sobre a primeira palestra sobre “A Promoção da Saúde e as Estatísticas de Acidentes”. Às 9h20, Amália Vasconcelos, gerente de Educação de Trânsito irá aborda sobre “A Educação de Trânsito no Estado de Alagoas”. Em seguida, Aldinete Dantas Alexandre, diretora de Educação de Trânsito e Francisco Tenório da Silva, agente e Educador de Trânsito. SMTT, falam sobre “Ações Afirmativas de Educação de Trânsito na Cidade de Maceió”. Às 10h20, Fabiano Contarato, advogado e delegado de Polícia do Estado do Espírito Santo e professor de Direito Penal, traz o tema “A Embriaguez na Direção de Veículos Automotores: Aspecto Jurídico, Administrativo e Social”. No período da tarde, 13h30, Alberto Ramos Albuquerque, inspetor da Polícia Rodoviária Federal e chefe do Núcleo do Policiamento e Fiscalização da Delegacia da Policia Rodoviária Federal profere palestra sobre “Direção Defensiva nas Rodovias”. Às 14h20, Fernando Diniz, engenheiro e consultor da Petrobrás do Rio de Janeiro e presidente da ONG Trânsito Amigo, fala sobre “A Guerra Mata Menos que o Trânsito”. Às 15h30, Marluce Caldas, promotora de Justiça do Ministério Público Estadual de Alagoas, explica sobre “A Eficácia da Legislação na Redução da Morbimortalidade no Trânsito: O Código de Trânsito Brasileiro”.


O JORNAL l MACEIÓ, 22 DE NOVEMBRO DE 2011 l TERÇA-FEIRA

A13

Esportes BatePronto

www.ojornalweb.com esportes@ojornal-al.com.br

Caras novas

Victor Mélo jornalistavictor@gmail.com

Pelaipe e o futebol alagoano

Marco Antônio

Diretoria do CSA anuncia acerto com seis jogadores para a próxima temporada

A

s declarações da semana passada do dirigente do Grêmio Paulo Pelaipe em relação ao árbitro Francisco Carlos Nascimento e ao futebol de Alagoas foram preconceituosas. Destemperado, o dirigente quis atingir o juiz e acertou o Estado, que vive um excelente momento esportivo. Pelaipe talvez tenha que ampliar seus conhecimentos esportivos para não perder o norte no futebol. Marta, a melhor jogadora do mundo, nasceu em Alagoas, assim como Zagallo, o único homem do Planeta a conquistar quatro títulos mundiais. O Estado que ele disse não ter futebol revelou recentemente o zagueiro Pepe, do Real Madrid, e lançou na última década uma geração vencedora no futebol brasileiro. Aloísio Chulapa, Jadílson, Souza, Adriano Gabiru e Cleiton Xavier saíram da dupla CSA e CRB e conquistaram títulos nacionais. No ano passado, o próprio Grêmio foi buscar em Alagoas o atacante Júnior Viçosa e fez parcerias com o ASA. Além das qualidades individuais dos atletas do Estado, reconhecidas, inclusive, pelos principais olheiros do País, os clubes alagoanos também merecem destaque. Neste mês, o CRB garantiu a classificação para a final da Série C e ainda comemorou a conquista da vaga antecipada para a Série B, deixando para trás times importantes do futebol brasileiro, como Fortaleza e Paysandu. O ASA, mesmo diante das dificuldades financeiras, já está há dois anos na Segundona do Brasileiro e tem projetos ousados para melhorar sua estrutura e dinamizar seu futebol. Pelaipe deveria parar de maquiar os graves problemas do futebol do Grêmio e também despir-se dos preconceitos. Um pedido de desculpas oficial já seria uma forma elegante de o dirigente começar a reparar o erro crasso que cometeu.

RENATO BUARQUE Esportes@ojornal-al.com.br

A

Yvette Moura

CRB em alta

direção do CSA apresentou cinco novos atletas que reforçarão o clube na temporada de 2012. Na oportunidade, o presidente do clube, Jorge VI, falou sobre a reforma nos alojamentos do Mutange e ainda bateu boca com alguns membros da torcida azulina. Os cinco jogadores anunciados pela direção são o atacante Paulinho Marília, artilheiro do Estadual deste ano pelo Coruripe, o zagueiro Leandro, também ex- Coruripe, o lateral-esquerdo Rafael, que retorna ao clube, o volante Anderson, (ex-Coruripe), e o meio-campista Lima (ex-Belenenses), além do atacante Lindoval (ex-Coruripe), que deve chegar a Maceió amanhã para ser integrado ao grupo. VI explicou que o número

Parte do elenco que vai disputar o Campeonato Alagoano 2012 foi apresentada ontem à noite pela direção do CSA

diminuto de jogadores se deve ao período de inter-temporada e que muitos atletas já estão apalavrados, devendo chegar a Alagoas nos próximos seis a oito dias. Segundo o presidente, os atletas pediram um período de folga e a direção resolveu atender à solicitação. “Não estranhem a ausência de um número maior de jogadores. A direção está em negociação e deve fechar mais alguns contratos nos próximos dias, além disso, alguns atletas, já apalavrado”, explicou Jorge VI, destacando

ainda que o CSA vai fazer seu período de pré-temporada na cidade de Viçosa. Os trabalhos começam já amanhã, devendo se estender até o dia nove de dezembro. À medida que os atletas forem chegando a Maceió, serão integrados ao grupo que vai começar os trabalhos. Mas a fala do presidente azulino foi marcada por algumas interrupções. Isso porque Jorge VI precisou rebater, por várias vezes, a manifestações de alguns torcedores, que inclusive, o chamaram de “mentiroso”.

Os adeptos exibiram faixas de protesto e foram duramente replicados pelo gestor da equipe do Mutange. “Nós estamos desempenhado, a duras penas, um trabalho sério no CSA. Se existe um abismo entre o nosso time e os adversários, precisamos nos unir, mais do que nunca para alcançá-los. Queremos que os verdadeiros azulinos participem do dia a dia do clube. Se vocês tiverem algum candidato à presidência melhor do que eu, a porta está aberta e o cargo à disposição", disse VI.

Reforma no Estádio do Mutange está na pauta O time misto do CRB manteve o excelente aproveitamento do clube na segunda fase da Terceirona. Mesmo jogando fora de casa, o Galo arrancou domingo um empate por 1 x 1 com o Luverdense. O time alagoano encerrou a fase com 12 pontos, vencendo três partidas e empatando três.

Indeciso O diretor de futebol do CRB, Alarcon Pacheco, ainda não sabe se continua no clube na próxima temporada. Um dos responsáveis pelo acesso do Galo à Série B, o dirigente ainda é funcionário do Corinthians-AL e avisou que só vai definir o futuro após as finais da Terceirona.

Prêmio Braskem Agradeço à redação de O JORNAL pela fundamental contribuição para a conquista do Prêmio Braskem de Informação Esportiva. Não ganhei o troféu sozinho e, por isso, também quero dividir os méritos com o repórter Luciano Milano, também finalista da categoria com duas matérias; o revisor Jackson Pinheiro; os motoristas Thiago Tavares, Osmário Buarque e Givaldo dos Santos; o diagramador Eudes Cavalcante; os jornalistas fotográficos Marco Antônio, Larissa Fontes e Thiago Sampaio; os tratadores de imagem Paulo de Castro e Geraldo Almeida; o editor de Arte Marcelo San; além do editor-geral, Deraldo Francisco. Esses participaram diretamente do especial premiado "Contra o Tempo", sobre a aposentadoria dos jogadores de futebol.

Hat Trick

Predestinado

O atacante Fred fez três dos quatro gols do Fluminense em Florianópolis e chegou aos 20 no campeonato, três atrás do artilheiro Borges. O atacante tricolor marcou sete gols nos últimos dois jogos e também se destaca no Cartola.

O atacante Adriano fez um gol muito importante para o Corinthians. Ele entrou no segundo tempo do jogo contra o Atlético-MG e virou o jogo aos 43 minutos do segundo tempo. Esse foi o primeiro gol do Imperador com a camisa do Timão.

Curto-Circuito O Vasco está dividido entre dois amores nesse final de temporada. Na semifinal da Sul-Americana e em segundo lugar do Brasileirão, o clube carioca sonha em conquistar a cobiçada tríplice coroa em 2011. Vale lembrar que o Vasco foi campeão da Copa do Brasil no primeiro semestre e, apesar de ter perdido o técnico Ricardo Gomes no decorrer do Brasileirão, manteve o aproveitamento.

O presidente ainda falou das reformas no Complexo Esportivo do Mutange e disse que esse é um passo que o CSA dá em direção ao futuro. “Nós vamos fazer esta obra para melhor acomodar nossos atletas. Tudo o que faremos colocará o clube num patamar melhor. Faremos o campo principal do Mutange ficar no nível do Rei Pelé. Além disso, conseguiremos diminuir nossas despesas, de maneira significativa, melhorando ainda as finanças do time. Nossas acomodações terão um nível muito bom, similar ao de um hotel”.

Já o treinador do CSA, Celso Teixeira, também se mostrou motivado com o projeto e afirmou que só veio para o Azulão do Mutange porque confia na diretoria e admira o apoio que a torcida dá ao time nos momentos difíceis. Teixeira disse que não emprestaria seu nome se o projeto não tivesse futuro. “Eu estou aqui porque acredito no presidente Jorge VI. Aqui se faz um trabalho que quer recolocar o CSA no lugar em que ele sempre deveria estar. Eu não colocaria meu nome na lama, caso visse que as coisas aqui não flui riam como se deve.

PAJUÇARA

Vamos brigar para fazer um alagoano digno e quem sabe, disputando um Brasileiro, colocar o CSA na Série C”. Ainda no evento de ontem, a direção do CSA anunciou a confirmação de mais uma parceria com um patrocinador para o uniforme de jogo. A indústria de produtos lácteos Camponesa estampará sua marca em cima do número das camisas. O contrato foi intermediado pelo empresário Rafael Tenório. Ele explicou ainda que tem convicção no trabalho que está sendo desempenhado no clube e que seja como conse-

lheiro, conforme especulações de bastidores, ou mesmo com torcedor vai continuar trabalhando pela equipe do Mutange e ajudando ao clube como puder. “Eu tive uma passagem curta e não muito feliz pelo CSA. Tenho o sentimento de que preciso ajudar ao meu time do coração. Ser azulino é algo indescritível. Sendo conselheiro, conforme as propostas que tenho recebido, ou como torcedor, vou fazer o que puder para ver o CSA grande, como ele sempre foi. Acredito nessa diretoria”, disse Rafael Tenório. (R.B.)

BARCA

CRB inicia trabalhos ASA começa a fazer para a final da Série C cortes no elenco

A

comissão técnica do CRB já tem todo o planejamento para os trabalhos que antecederão ao jogo decisivo da final do Campeonato Brasileiro da Série C, marcado para o próximo sábado 26, às 16h (de Alagoas), no Estádio Rei Pelé, contra a equipe catarinense do Joinville. As atividades começarão com o grupo fracionado. Isso porque os atletas que participaram do jogo contra o Luverdense, em Lucas do Rio Verde, no Mato Grosso, no último domingo, quando o Galo conseguiu mais um empate e terminou a segunda fase da Terceirona invicto e em primeiro lugar do Grupo E não participarão dos primeiros trabalhos com bola.

Nesse primeiro momento, apenas os jogadores que estavam suspensos e foram poupados do último embate participarão de trabalhos físicos e com bola no complexo esportivo do Estádio Severiano Gomes Filho, na Pajuçara. Já a diretoria do CRB aproveitou o bom momento do grupo e anunciou os preços dos ingressos para a finalíssima contra o Joinville, que já terão a pré-venda iniciada na próxima quarta-feira. A novidade fica por conta de um camarote especial, onde os que comprarem a entrada desse novo espaço ganharão uma camisa oficial do clube e terão acesso irrestrito à bebidas e comidas, o famoso open bar. O preço será R$ 150,00.

Após a excelente vitória ante o Bragantino, em Bragança Paulista, no último sábado, pelo placar de 1 x 0, a direção do ASA resolveu promover algumas mudanças no grupo que deverá ser relacionado para o jogo decisivo contra o Vitória, no Fumeirão, no próximo sábado, 26. Após um acordo com a comissão técnica, encabeçada por Vica, a cúpula alvinegra resolveu dar férias a alguns atletas da casa e dispensar outros que não fazem mais parte dos planos do treinador, ou mesmo não poderão mais vestir a camisa do ASA por motivos contratuais. A direção alvinegra anunciou o desligamento definitivo de três jogadores por problemas disciplinares: o lateral-

-direito Gilberto Matuto, o arqueiro Marcelo Marinho e o volante Luciano Totó. A situação ainda segue indefinida para dois atletas que estão no departamento técnico do ASA: os meias Niel e Elias. A diretoria ainda deu férias antecipadas aos seguintes jogadores: o zagueiro Silvio, zagueiro, o lateral-direito Nilton, os meias Valdivia, Talysson e atacante Jorge Caju, que foi profissionalizado pela cúpula alvinegra, e lateral-direito Rafinha, que também está de contrato novo. Já dois atletas fariam parte dos planos do ASA para o ano que vem, mas por motivos contratuais não defenderão o Alvinegro. São eles o zagueiro Thiago Alves e o meio-campista Fabinho Romão. (R.B.)


O JORNAL l MACEIÓ, 22 DE NOVEMBRO DE 2011 l TERÇA-FEIRA

A14

Esportes

www.ojornalweb.com esportes@ojornal-al.com.br

Fora de combate Com fratura no pé, atacante Eder Luis só volta a jogar no Vasco na próxima temporada

R

io - O Vasco teve uma significativa baixa em seu elenco para o restante da temporada. Após exames, ficou constatada uma fratura no pé esquerdo do atacante Eder Luis que, com isso, não joga mais este ano. “O Eder teve uma fratura no quinto metatarso do pé esquerdo. Com isso, está fora dos próximos jogos da temporada. Ele deverá passar por uma cirurgia nesta quinta ou sexta-feira”, informou o médico do clube Clóvis Muñoz. O prazo de recuperação para o jogador é de 45 a 60 dias. Portanto, Eder só retornará ao time no Campeonato Carioca de 2012. Ele fica fora dos jogos decisivos do

Campeonato Brasileiro e da Copa Sul-Americana. BERNARDO Apesar da dividida, do chute na lixeira e da saída repentina de campo, o apoiador Bernardo negou que sua reação no treino de ontem tenha sido por conta do jogo de corpo do meia Chaparro. A pessoas próximas, ele alegou que o motivo de sua irritação foi consigo próprio, que não conseguiu concluir a jogada. Bernardo fez questão de frisar que é amigo do argentino, chamado por ele de “Chapa”. Com a lesão do atacante Eder Luis, que está fora da temporada, o jovem apoiador torna-se um dos candidatos à vaga. Além dele, estão na disputa Alecsandro e Leandro. Na partida de ida contra o Aurora (BOL), na Bolívia, pela Copa Sul-Americana, Bernardo já havia tido uma discussão áspera dentro de campo com o volante Fellipe Bastos, um de seus melhores amigos de Vasco.

Timão tem quase 80% de chances de título A vitória, de virada, diante do Atlético Mineiro manteve o Corinthians com dois pontos de vantagem para o vice-líder Vasco e deixou o Timão ainda mais próximo da conquista do pentacampeonato brasileiro. Segundo o matemático Tristão Garcia, a equipe paulista tem 79% de chances de levar o título do Brasileirão deste ano. O Vasco, mesmo com a vitória diante do Avaí, soma 17% de chances. Já o Fluminense, que goleou o Figueirense, fora de casa, tem apenas 4%. Como os dois se enfrentam no próximo domingo, o Corinthians pode garantir o título caso vença o Figueirense e o Vasco não derrote o Tricolor carioca.

O triunfo no Orlando Scarpelli fez o Fluminense garantir a sua vaga na Libertadores de 2012. As outras três vagas - o Corinthians já havia garantido a sua - são disputadas por seis equipes. Internacional (57%), Figueirense (50%) e Flamengo (43%) estão na frente, mas até o Coritiba, nono colocado, tem chances. A 36ª rodada do Brasileirão confirmou os rebaixamentos de Avaí e América Mineiro. Já as duas vagas restantes são “disputadas” por quatro equipes: Atlético-PR (85%), Ceará (69%), Cruzeiro (37%) e Bahia (7%). Atlético Mineiro e Atlético-GO somam apenas 1% cada e estão praticamente “salvos”.

Eder Luis é baixa para as decisões no Brasileiro e na Sul-Americana

Corinthians quer acompanhar férias de Adriano Herói na vitória sobre o Atlético-MG, por 2 x 1, no Pacaembu, no último domingo, Adriano será acompanhado de perto por integrantes da comissão técnica do Corinthians durante as suas férias de fim de ano. A intenção é que o jogador, ainda fora de forma, não passe dificuldades na pré-temporada de 2012. “A ideia é que ele planeje um trabalho à parte nas férias, de manutenção pelo menos, para que não sofra tanto na pré-temporada. Ele já está ciente disso e, provavelmente,

vai se ajudar para não sofrer na pré-temporada. Em algumas vezes, estaremos com ele. Quando pudermos estar junto, será ótimo. Quando não pudermos, ele terá de seguir o que for pré-determinado”, declarou o fisioterapeuta Bruno Mazziotti, que alternará a supervisão dos jogador com Caio Mello. Quando o Imperador estreou, no início do outubro, o médico Joaquim Grava afirmou que o camisa 10 estava pesando 101 kg. Desde então, Adriano evoluiu fisicamente,

mas nenhum número foi revelado pelo clube do Parque São Jorge. “A rotina de trabalho é muito pesada, árdua. Mas só assim para alcançar qualquer sucesso. O gol nos ajuda a retomarmos a questão do trabalho. Vamos continuar trabalhando, não muda nada na nossa rotina. Temos que melhorar. É um gol que dá ânimo. Você vê que o resultado aparece, principalmente para o torcedor, que não acompanha o dia a dia. Adriano vai continuar trabalhando para

que, de repente no ano que vem, consigamos ter o melhor do Adriano”. No Corinthians desde março, o centroavante participou de quatro jogos pela equipe: Atlético-GO (3 x 0), Botafogo(0 x 2), Atlético-PR (2 x 1) e Galo (2 x 1), no último fim de semana. Entre a sua apresentação, no primeiro semestre, e o debute contra o Dragão, ele teve de se recuperar de uma grave lesão no tornozelo esquerdo, que ainda limita alguns de seus movimentos.

LIGA DOS CAMPEÕES

PALESTRA

Palmeiras está no caminho dos rivais

S

Atacante do Flu, Fred marcou sete gols em apenas dois jogos do Brasileirão

Fred tem melhor média de gols da Série A Rio - Após marcar sete gols em duas partidas, não são somente as atuações de Fred que impressionam no Fluminense. Os números do artilheiro tricolor chamam a atenção nessa reta final de temporada. A média de gols por partida é a maior do Brasileirão. São 23 jogos e 20 gols - média de quase um gol por jogo. O camisa 9 chama atenção também pela quantidade de gols marcados nas mesmas partidas. Contra o Grêmio, na última quarta-feira, foram quatro. Contra Figueirense e Coritiba, mais três gols e frente ao Palmeiras, mais dois. São 12 gols em quatro partidas. A artilharia do Brasileirão, que antes tinha Borges (23 gols) como grande favorito,

tem agora mais um candidato. Fred, em duas rodadas, tirou sete gols de diferença. Restando duas rodadas para o término do campeonato, o atacante santista deve ser poupado visando a disputa do Mundial de Clubes, enquanto Fred entra em campo contra Vasco e Botafogo. Vencedor do Troféu João Saldanha, honraria dada pelo Lance, o Tricolor balançou nove vezes as redes dos adversários em dois jogos. Nas duas últimas rodadas, o Flu marcou um quarto dos gols feitos pelos 20 times que disputam o campeonato e assumiu a condição de melhor ataque da competição com 58 tentos. Com seus sete gols, Fred fez quase 20% dos gols do Brasileirão nas últimas 2 rodadas.

ão Paulo - Com o Palmeiras livre do risco de rebaixamento, o presidente Arnaldo Tirone garante: fará de tudo para atrapalhar a vida dos rivais São Paulo e Corinthians nas duas últimas rodadas do Brasileirão. Para isso, promete até pagar do próprio bolso um “bicho” dobrado em caso de vitória nas duas partidas. A confiança do presidente Alviverde veio depois da vitória sobre o Bahia, neste domingo, por 2 x 0. Agora, é “questão de honra” vencer os próximos jogos. No domingo, o Verdão enfrenta o São Paulo - que ainda briga por vaga na Libertadores, no Pacaembu. Na última rodada, o adversário será o Corinthians brigando pelo título. “Vou pagar muito. Se precisar dou até do meu bolso. Qual o problema?”, afirmou Tirone, em entrevista à rádio Bandeirantes. O mandatário alviverde também descarta a possibilidade de entregar a faixa

de campeão para o Corinthians, em caso do título do arquirrival. O técnico Luiz Felipe Scolari declarou na última sexta-feira que não veria problemas em cumprir a cerimônia se o rival realmente confirmar o título.

2x0 Este foi o placar da vitória do Verdão sobre o Bahia, no domingo

“Eles estão falando já que eles vão ser campeões e que nós vamos entregar a faixa. Primeiro eles sejam campeões depois a gente pode ver isso de colocar a faixa. Porque o Palmeiras não é timinho para ficar preocupado se o Corinthians vai ser campeão ou não”, completou.

Kaká e Marcelo não jogam hoje pelo Real

M

adrid Madri - O meia Kaká e o lateral-esquerdo Marcelo não foram relacionados para a partida do Real Madrid contra o Dínamo de Zagreb pela Liga dos Campeões, hoje, às 16h45 (de Alagoas), no Santiago Bernabéu. Outros jogadores que também estarão fora do jogo por lesão são Arbeloa, Di María e Ricardo Carvalho.

Em compensação, o lateral-direito Fábio Coentrão está recuperado após perder a partida diante do Valencia, pelo Campeonato Espanhol. A lista completa dos relacionados por José Mourinho é formada por Casillas, Adán, Mejías, Sergio Ramos, Varane, Pepe, Albiol, Fábio Coentrão, Özil, Sahin, Xabi Alonso, Altintop, Callejón, Lass Diarra, Granero, Khedira, Cristiano Ronaldo, Higuaín e Benzema.


O JORNAL l MACEIÓ, 22 DE NOVEMBRO DE 2011 l TERÇA-FEIRA

Esportes

A15 www.ojornalweb.com esportes@ojornal-al.com.br

Show de resultados


O JORNAL l MACEIÓ, 22 DE NOVEMBRO DE 2011 l TERÇA-FEIRA

B1

Dois

www.ojornalweb.com.br cultura@ojornal-al.com.br

Camponeses do Araguaia - A Guerrilha Vista por Dentro, de Vandré Fernandes (Brasil)

Homem e seus direitos Mostra Cinema e Direitos Humanos na América do Sul leva a todas as capitais brasileiras produções clássicas e da nova geração de cineastas do Brasil e de outros países com reflexões sobre o tema; exibições em Maceió acontecem no Cine Sesi Pajuçara

ELÔ BAÊTA cultura@ojornal-al.com.br

H

á cinco anos, produtores, atores, diretores vêm arregaçando as mangas para levar para o cinema uma temática tão reflexiva quanto universal. Os direitos humanos deixam as discussões sociais e as bancas dos tribunais e, desde ontem, são assunto no País. Ou melhor, nas telonas de todas as capitais brasileiras, em nada menos que quarenta e seis filmes, mais 46 películas e 24 programas.

São eles os comandantes da 6ª Mostra Cinema e Direitos Humanos na América do Sul, que chega aos cines das 26 capitais brasileiras, mais o Distrito Federal. No diálogo tela-espectador/espectador-tela, do mundo real para o imaginário, produções ficcionais vão falar de diferentes formas para diversos públicos sobre uma pluralidade de direitos: das crianças e adolescentes, das populações tradicionais, de quilombolas e afrodescendentes, dos migrantes e de tantos outros. Para os filmes contempla-

dos com a participação na mostra – que tem curadoria de Francisco Cesar Filho, o Chiquinho –, três momentos. Um deles, a seção “Contemporâneos”, o raro painel representado por 40 recentes produções – entre argentinas, bolivianas, chilenas, colombianas, equatorianas, paraguaias, peruanas, uruguaias, venezuelanas e, claro, brasileiras – de uma nova geração de cineastas, dedicada ao formato curta-metragem. Nela, pode-se conferir “A ocupação”, de Angus Gibson e Miguel Salazar; da Colôm-

bia; e “Avôs”, do Equador; o argentino “No futuro”, de Mauro Andrizzi; os brasileiros “Acerdadacana”, de Caroline Fioratti; a produção de Flávia Castro “Diário de uma busca”; imagens raras dos conflitos durante a Guerrilha do Araguaia de “Camponeses do Araguaia – A guerrilha vista por dentro”; “Poliamor” e “Orquestra do som cego”, de José Agripino e Lucas Gervilla, respectivamente; o chileno “Uma nova dança”, de Nicolas Lasnibat; o peruano “Arquitetos da natureza”... Apenas algumas das abordagens

Diário de uma Busca, de Flávia Castro (Brasil/França)

Acerdadacana, de Felipe Peres Calheiros (Brasil)

criativas potencializadas pela linguagem audiovisual. Em “Retrospectiva histórica” – outra seção da mostra –, o direito à memória e à verdade falam mais alto através de dois longas carregados em emoção dramatúrgica com tônica na Ditadura Militar do Brasil. Em “Cabra cega”, por exemplo, a produção de Toni Venturi, com roteiro de Di Moretti e fotografia de Adrian Cooper, isso poderá ser sentido através do acompanhamento de uma fase especial dos jovens militantes de esquerda Tiago (Leonardo Medeiros) e Rosa

(Débora Duboc), cujo sonho maior é que seja desencadeada uma revolução social no Brasil. Já o filme de Ronaldo Duque “Araguaya, a conspiração do silêncio” tem como cenário a Guerrilha do Araguaia. Em cento e cinco minutos, a produção de 2005 tenta levar o telespectador ao duelo entre aguerridos militantes e inocentes camponeses em uma região onde o domínio da ambição e da miséria disputavam uma verdadeira queda de braço. Continua na página B3.


O JORNAL l MACEIÓ, 22 DE NOVEMBRO DE 2011 l TERÇA-FEIRA

B2

Variedades TV TV ALAGOAS - SBT Canal 5 05h30 - Igreja Quadrangular 06h00 - Jornal do SBT - Manhã 07h00 - Igreja Universal 08h00 - Carrossel Animado com Patati Patatá 08h30 - Bom Dia & Cia 10h00 - Igreja Mundial 12h00 - Plantão Alagoas 13h35 - Igreja Universal 14h15 - Amigas e Rivais 15h00 - Fascinação 15h30 - Cristal - Último Capítulo 16h15 - Marimar 17h10 - Tenha Estilo 17h15 - Casos de Família 18h15 - Chaves II 18h40 - SBT Brasil 19h15 - Arnold 20h15 - Esquadrão do Amor 21h15 - Programa do Ratinho 22h15 - Amor e Revolução 23h00 - Cine Espetacular Filme: Replicante Elenco: Jean-Claude Van Damme, Michael Rooker, Catherine Dent e Ian Robison. Gênero: Ação 01h00 - Jornal do SBT - Noite 01h45 - Dois Homens e Meio / Two And A Half Men 02h15 - Tele Seriados I Série: Ugly Betty 03h15 - Giro da Noticia 05h29 - Encerramento da Programação TV PAJUÇARA - RECORD Canal 11 01h00 - Ponto de Luz 05h45 - Agreste Noticias 06h05 - Alagoas Rural 06h15 - Fique Alerta 06h35 - Pajuçara Auto 06h50 - Jornal da Pajuçara - Manhã 07h40 - Fala Brasil 08h35 - Hoje Em Dia 11h00 - Casa & Negocio 11h05 - Feito Pra Você 11h25 - Fique Alerta 13h45 - Ponto de Luz 14h00 - Tudo A Ver 15h00 - Marcas da Vida 15h45 - Tudo Mundo Odeia o Chris 18h30 - Pica-Pau 18h50 - Jornal da Pajuçara - Noite 19h25 - Jornal da Record HD 20h20 - Rebelde 21h15 - CSI Investigação Criminal 22h15 - Vidas Em Jogo 23h00 - Aprendiz 00h15 - CSI Miami 01h00 - Fala Que Eu Te Escuto 02h00 - Ponto de Luz TV GAZETA - GLOBO Canal 7 06h05 - Globo Rural 06h30 - Bom Dia Alagoas 07h30 - Bom Dia Brasil 08h30 - Mais Você 09h55 - Bem Estar 10h40 - TV Globinho 12h05 - AL TV - 1ª Edição 12h50 - Globo Esporte 13h20 - Jornal Hoje 13h50 - Vídeo Show 14h45 - Vale a Pena Ver de Novo – Mulheres de Areia 16h05 - Sessão da Tarde. Filme: ABC do Amor 17h51 - Globo Notícia 17h54 - Malhação 18h25 - A Vida da Gente 19h15 - AL TV - 2ª Edição 19h30 - Jornal Nacional 20h10 - Aquele Beijo 21h05 - Fina Estampa 22h25 - Tapas e Beijos 23h10 - A Mulher Invisível 23h55 - Profissão Repórter 00h20 - Jornal da Globo 00h51 - Programa do Jô 02h25 - Lie To Me 03h10 - Corujão TV EDUCATIVA - TVE Canal 3 04h50 – Salto Para O Futuro 05h50 - Telecurso Ensino Médio 06h05 – Telecurso Ensino Fundamental 06h20 - Telecurso Tecendo O Saber 06h50 – Jornal Visual 07h00 - Repórter Brasil 07h45 – Mini Doc – Prêmio Quilombolas (Local) Reprise 08h00 – Bob O Construtor 08h30 – Castelo Ra Tim Bum 09h00 – Um Menino Muito Maluquinho 09h30 – Janela Janelinha 10h00 – Connie A Vaquinha 10h30 – A Turma do Pererê 11h00 – Da Sua Conta (Local) – Reprise 11h15 – Balançando O Ganzá (Local) - Reprise 11h30 – Faixa Musical (Local) 12h00 – A Turma do Pererê 12h30 – Catalendas 12h45 – Tromba Trem 13h00 – Dango Balango 13h30 – Vila Sésamo 14h00 – Meu Amigãozão 14h15 - Bob O Construtor 14h45 – Curta Criança 15h00 – Sem Censura 16h30 – + Ação 17h00 – Estúdio Móvel 17h30 – Clube do Travesseiro 18h00 – Galera do Surf 18h30 – Expedições 19h00 – Semana da Consciência Negra 19h30 – Cara E Coroa 20h00 – Repórter Brasil 21h00 - Observatório da Imprensa 22h00 – Equador 23h00 – Samba Na Gamboa 00h00 – Arte Com Sérgio Brito 00h30 - Almanaque 01h00 – Sem Censura 02h30 – Brasilianas.Org. 03h30 – Caminhos da Reportagem 04h30 – Musicograma TV MAR NET - Canal 25 08h00 - Big Sports 09h00 - Cidade Aflita 10h00 - Canal Legal 11h00 - Programa do Caique 11h30 - Informativo Cesmac 12h00 - Bartpapo 12h30 - Info. Ação Parlamentar 13h15 - Clip 13h30 - Canal Legal 14h30 - Programa do Caique 15h00 - Big Sports 16h00 - Cidade Aflita 17h00 - Igreja El-Shaddai 18h00 - Palavra Amiga 19h00 - Bartpapo 19h30 - Canal Legal 20h30 - Programa do Caique 21h00 - Big Sports 22h00 - Cidade Aflita 23h00 - Canal Legal 00h00 - Programa do Caique 00h30 - Bartpapo 01h00 - Momento Vip 01h00 - Mesa Redonda 03h00 - Big Sports 04h00 - Cidade Aflita 05h00 - Canal Legal 06h00 - Igreja El-Shaddai 07h00 - Bartpapo 07h30 - Clip

www.ojornalweb.com cultura@ojornal-al.com.br

Roteiro HOJE A Feira Nacional de Artesanato começa hoje e vai até o dia 27 deste mês, em Belo Horizonte. E o Estado alagoano estará lá representado pelo Programa de Artesanato Brasileiro (PAB). O evento tem como tema “São Francisco: o Rio e o Santo”. Alagoas vai com os municípios de Piranhas (bordado redendê); Capela (cerâmica e barro); Marechal Deodoro e Pontal da Barra (filé); Boca da Mata (patchwork); Coruripe (palha de ouricuri); Feliz Deserto (palha de taboa).

QUINTA O grupo Reisado de Virgem dos Pobres, do mestre Expedito e a banda Afro Gurugumbá, ambos de Viçosa são a atração desta quinta-feira, do Engenho de Folguedos. A atividade acontece no Museu Théo Brandão/Ufal, a partir das 19h. O evento contará com barracas gastronômicas. Entrada franca. Mais informações: (82) 32212651/3221-2977. Nesta e na próxima quinta-feira a peça “Uma Noite em Macambira”, do Grupo Pé-de-Moleque, será a atração do projeto Quinta no Arena, no palco do Teatro de Arena Sérgio Cardoso (anexo ao Tetro Deodoro), às 19h. A comédia regionalista, de cunho assumidamente nordestino, retrata com muito humor os costumes, sotaques, trejeitos e toda a simplicidade do povo de grande parte do interior do nordeste brasileiro. Ingressos: R$ 5 e R$ 10. Mais informações: (82) 3315-5665 / 5656 / www.teatrodeodoro.al.gov.br. A exposição “Lixo ou arte? (que nem roupa)”, do artista carioca Raimundo Brito, será a nova mostra da Pinacoteca Universitária. Com a mostra temática – última pauta da galeria deste ano – o artista pretende questionar a consciência ecológica de cada cidadão ao descartar objetos que podem ser reaproveitados evitando, desta forma, o acumulo de rejeitos no planeta Terra. Pelos salões, o público vai conferir as peças expostas tal como foram retiradas do local de descarte, sem retoques ou retrabalho, sustentadas por fixadores presos a fios coloridos tal como roupas em um varal. A abertura será no próximo dia 24, às 20h. A mostra ficará exposta até o dia 20 de janeiro de 2012. Na ocasião também será lançado o Catálogo Pinacoteca Universitária na Arte do Século XXI, contendo as exposições do período 2001 a 2009. A iniciativa faz parte das comemorações dos 30 anos de criação da Pinacoteca Universitária. Aberto ao público.

Hoje nas Novelas Malhação Globo – 17h50 Fôjo manda Dieguinho e Jefferson questionarem Moisés sobre as comissões. Michele aconselha Débora a parar de tentar unir seus pais. Ziggy se declara para Natália. Aparecida discute com Moisés para acertar a comissão dos filhos. Débora e Michele procuram Guido na locadora. Gabriel atende o telefone de Cristal e fala com Alexia. Gabriel é simpático com uma menina na praia e Cristal fica com ciúmes. Filipe sugere que Betão ligue para Babi.

A Vida da Gente Globo – 18 h Terça (22/11) - Lúcio se emociona ao confirmar que Ana está se recuperando. Rodrigo avisa a Manuela que eles irão viajar. Manuela conversa com Iná sobre seu casamento com Rodrigo. Eva mente para Lúcio e diz que avisou à família sobre a recuperação de Ana. Wilson recebe a carta anônima que Iná escreveu e acredita ser de Moema. Renato se aproxima de Alice. Lúcio conta para Manuela e Iná sobre a recuperação de Ana.

Aquele Beijo Globo – 19h15h Vicente pede Lucena em casamento. Joselito prevê uma grande mudança na vida de Iara. Raíssa passa a noite com Sebastião e Damiana conta para Felizardo. Maruschka se desentende com Alberto. Íntima recebe a ligação de um olheiro que oferece trabalho para Belezinha. Orlandinho conta para o pai que lançará um “blog” com poesias. Tide e Cleo fogem do Lar para visitar Dalva. Lucena percebe que Vicente fica incomodado quando ela fala algo sobre a Comprare. Claudia escolhe seu vestido de noiva.

Rebelde Record – 20h30 Téo auxilia Marco e surpreende todos com sua autoridade, que desaparece quando ele coloca o uniforme de educação física. Carla diz a Alice que tem dúvidas sobre seus sentimentos em relação a Tomás. Pedro e Alice contam ao diretor que Binho tentou agarrar Roberta, e ele diz que tomará providências. A mãe de Binho é chamada para uma conversa no colégio. Pedro e Alice entram escondidos no carro de Marcelo.

Fina Estampa Globo – 21 h Quinzé dispensa Teodora. Griselda diz que anunciará a procura por “Maridos de Aluguel” para a sua loja. Tereza Cristina acerta os detalhes de um plano com Ferdinand. Tereza Cristina invade a casa de Griselda para falar com a filha. Juan Guilherme flagra Zuleika discutindo com Rafael. Teodora é expulsa do hotel. Pereirinha diz a Quinzé que Teodora invadiu a casa. Antenor pede um cartão para Beatriz. Tereza Cristina marca um encontro com Marcela. Quinzé invade o antigo quarto de Griselda e se surpreende ao encontrar Teodora esperando por ele.

Amor e Revolução SBT – 22h15 Até o fechamento desta edição a emissora não disponibilizou o capítulo.


O JORNAL l MACEIÓ, 22 DE NOVEMBRO DE 2011 l TERÇA-FEIRA

B3

Variedades

www.ojornalweb.com cultura@ojornal-al.com.br

Por Keila Jimenez

OutroCanal

Os Inquilinos (Os incomodados que se mudem) de Sérgio Bianchi (Brasil)

Globo tem 2ª pior audiência de 2011

A

Globo amargou anteontem sua segunda pior audiência do ano. A emissora registrou média/dia (das 7h à meia-noite) de 12,2 pontos. Foi a pior desde 23 de janeiro (no meio de um feriado), em que o canal marcou 11,3 pontos. Cada ponto equivale a 58 mil domicílios na Grande SP. A rede costuma marcar entre 13 e 14 pontos aos domingos. Record e SBT também foram mal anteontem. Registraram, respectivamente, média de 7,7 pontos e 6,7 pontos. No domingo anterior, Record marcou 9,1 pontos e SBT, 7,5. O número de televisores ligados também foi menor: 42% ante 43% do dia 13.

Clássicos da cinematografia latino-americana A mostra da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República, com produção da Cinemateca Brasileira, patrocínio da Petrobras, e ainda apoio do Sesc/SP, da TV Brasil e do Ministério das Relações Exteriores com apresentação do Ministério da Cultura, conta com mais um complemento este ano. Na grade da programação dessa sexta edição, as referências sobre os direitos do homem também são feitas

Encontro 1 Danilo Gentili vai entrevistar em breve, no "Agora É Tarde", da Band, um de seus ídolos: o apresentador Ratinho, do SBT. A conversa já está agendada.

Encontro 2 Gentili conta que é fã de Ratinho antes de ele fazer programa na Record, quando ainda comandava uma atração no Sul do país. O comediante sintonizava o programa de Ratinho em sua parabólica.

Expansão A Record está negociando a compra de um canal em Varginha (MG). A Folha apurou que o valor da aquisição gira de R$ 12 milhões. Procurada, a emissora não quis comentar o assunto.

Natal A Record grava no dia 28 o especial "Coral de Rua", montado por Marco Camargo, com moradores de rua.

O Número É...

E

m um dia fraco em audiência, o "Fantástico" salvou a noite da Globo. Marcou 20 pontos, a melhor média da programação da rede no dia. Parte importante do bom ibope veio da entrevista comovente com Reynaldo Gianecchini.

Escanteio Nem a partida Corinthians x Atlético, anteontem, na reta final do Brasileirão, conquistou público na Globo. Marcou 18 pontos de audiência. Fluminense x Corinthians, no último dia 11, registrou 21 pontos na emissora.

Acarajé Atendendo a uma demanda do mercado, o Ibope vai implantar em 2012 a medição de audiência de TV em tempo real em Salvador. A região integrará o time já composto por São Paulo, Rio, Curitiba, Recife, Distrito Federal Belo Horizonte e Porto Alegre.

Aposta 1 A Globo está fugindo da mesmice dos elencos na escalação da próxima novela das 18h, "Marajó". Destaques no cinema e no teatro, como Otávio Martins e Denise Weinberg, terão papéis importantes na trama, que estreia no início de 2012.

Aposta 2 Letícia Persiles, revelada por Luiz Fernando Carvalho na microssérie "Capitu" (Globo), será a protagonista de "Marajó", ao lado de Gabriel Braga Nunes. A novela é assinada por Elizabeth Jhin, com direção de Rogério Gomes.

keila.jimenez@grupofolha.com.br

folha.com/outrocanal

através de filmes clássicos da cinematografia latino-americana. Inaugurando o chamado “Programa especial”, obras de expressivos cineastas, como Carlos Diegues, Laís Bodanzky, Tomás Gutiérrez Alea e Juan Carlos Tabió. Em discussão, saúde mental, infância e adolescência – lembrando o aniversário de 21 anos do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), comemorado este ano –; a velhice como direito, a garantia dos direitos de

pessoas com deficiência e outros. Na telona, “Bicho de sete cabeças”, “Central do Brasil”, “Chuvas de verão”, “Morango e chocolate”. Por aqui, os títulos serão exibidos pelo terceiro ano no Cine Sesi, em duas sessões diárias: às 13h e às 15h. Com exceção da próxima segunda-feira, dia 28, quando as produções serão exibidas em cinco diferentes horários: às 13h, às 15h, às 17h, às 19h e às 21h. Como explica o coordenador do Cine Sesi Pajuçara,

Mostra tem abrangência pioneira em todas as capitais do País No catálogo de apresentação, a tônica de cinema e direitos humanos pela primeira vez com alcance em todo o Brasil – foram incluídos na mostra as capitais Macapá, Vitória, Boa Vista, Campo Grande, Porto Velho, Florianópolis e Palmas – desde a sua criação, em 2006, é citada como uma das grandes realizações dessa edição. “Ao longo dos últimos cinco anos, levamos adiante a iniciativa da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República de promover a conscientização e a reflexão acerca dos direitos humanos por meio da exibição de filmes e da realização de debates com diversos atores sociais que trabalham – no cinema, na vida – com o tema. Mais do que isso, procuramos integrar as cinematografias da América do Sul e do Brasil, tão diversificadas, promovendo um espaço de exibição de amplo acesso. Este ano é de grandes conquistas: contamos com filmes de todos os países da América do Sul em nossa programação; tivemos um número recorde de inscrições em nossa convocatória (233 filmes) e estamos presentes em todas as capitais do Brasil”, destaca o diretor regional do Sesc-SP, Danilo de Miranda. Já nas palavras do curador da Cinema e Direitos Humanos da América do Sul, Francisco Cesar Filho, que abraçou o desafio de assistir e selecionar os filmes para integrar o evento, dentre quase 240 enviados – 40% a mais que a edição passada –, a mostra vem demonstrando o seu potencial de crescimento à medida que amplia seu alcance. E.B.

Marcos Sampaio, que aproveitou para destacar a relevância da mostra, que tem à frente de sua organização local o cineasta Glauber Xavier . “A Mostra Cinema e Direitos Humanos na América do Sul se enquadra na filosofia do Cine Sesi de formar plateias em torno de um produto cultural diferenciado, que estimula o debate ao mesmo tempo que permite o acesso a um cinema mais autoral, com temática nas questões humanas”. E.B.

O Plantador de Quiabos do Coletivo Santa Madeira (Brasil)

A mostra também tem seu eixo educativo “A mostra cumpre relevante papel no mapeamento e exibição de uma produção que, infelizmente, desfruta de parca circulação no território brasileiro: a cinematografia de países sul-americanos. A arte cinematográfica como opção de linguagem se orienta por obras que priorizam, além da temática, também a criação audiovisual e o apuro técnico. Desta forma, títulos ficcionais, renomados diretores e atores admirados fazem parte de uma programação que busca atingir também o imaginário do público”. A mostra também tem seu eixo educativo. O Programa Cine-Educação Direitos

Humanos, que dá continuidade a sua expansão com sua chegada a seis capitais do País. Realizado pela Cinemateca Brasileira e pela Via Gutenberg e nascido do aprendizado adquirido no projeto piloto implementado em 2010/2011 nos filmes da 5ª mostra, o Cine-Educação se alia ao trabalho pedagógico que vem sendo realizado nas redes de ensino com a temática de Direitos Humanos. Para isso, material de apoio educacional sobre cada filme exibido é distribuído aos professores inscritos, os quais participam de uma formação com o intuito de as propostas de trabalho serem discutidas

em sala de aula e, posteriormente, com a exibição dos filmes para os alunos. A mostra tem muito a mostrar e avisa que, até 1º de dezembro, está em Maceió! E pede para divulgá-la, aproveitá-la e vivê-la! E.B.

Vai lá: A Mostra Cinema e Direitos Humanos na América do Sul acontece até 1º de dezembro no Cine Sesi Pajuçara (AV. Dr. Antônio Gouveia, nº 1113 - Pajuçara). Mais informações: (82) 32355191 / www.centroculturalsesi. com.br.

Tempo de Criança de Wagner Novais (Brasil)


O JORNAL l MACEIÓ, 22 DE NOVEMBRO DE 2011 l TERÇA-FEIRA

B4

Social

www.ojornalweb.com cultura@ojornal-al.com.br

Mônica Bergamo

bergamo@folhasp.com.br

Fotos: Greg Salibian/Folhapress

Leão na massa A Receita Federal está cobrando R$ 140 milhões da massa falida do Banco Santos, de Edemar Cid Ferreira. Os valores referem-se ao não pagamento de Imposto de Renda, PIS e Cofins referentes a 2004, acrescidos de multa e juros.

Transferência O administrador da massa falida, Vânio Aguiar, diz que está recorrendo. E que a autuação se refere à corretora PDR. Ela teria sido usada para desviar recursos do Santos, mas seria "estranha" ao banco, já que Edemar nega ser seu dono. A Receita não aceitou os argumentos.

Microfone fechado Impedida pelo governo de falar na cerimônia de instalação da Comissão da Verdade para não melindrar os militares, a psicóloga Vera Paiva, filha de Rubens Paiva, desaparecido desde 1971, diz que, em vez de proibir seu pronunciamento, os oficiais deveriam ter falado também. "Teria sido mais coerente. Eles teriam o que dizer, defendendo a Constituição e a importância de se conhecer a verdade. Eles fariam o quê? Defenderiam a ditadura?"

Festa de aniversário de Alicinha Cavalcanti; na foto, Marília Gabriela

Washington Olivetto

Márcia Fortes, uma das sócias da galeria de arte Fortes Vilaca

Alicinha Cavalcanti

Microfone fechado 2 Vera divulgou no fim de semana o texto do discurso que faria. "Eu apoio a Comissão da Verdade e fui lá [à cerimônia de Brasília] na confiança. Foi um mau começo. Espero que seja corrigido."

Microfone aberto A presidente Dilma Rousseff gravou no domingo participação no programa do PT que vai ao ar no dia 8. E vai estrelar inserções publicitárias de dezembro - inclusive na véspera do Natal, 24.

Próximo passo Reynaldo Gianecchini deve dar entrada no hospital Sírio-Libanês na próxima semana para se preparar para o autotransplante. A previsão é que ele fique um mês internado. O ator marcou para amanhã exame de PET Scan, um dos mais avançados para diagnósticos de câncer, para monitorar a resposta à primeira etapa do tratamento de seu linfoma.

Cereja

Telas e pincéis

O Brasil sediará pela primeira vez, em 2012, um encontro das agências reguladoras de medicamentos de todo o mundo, equivalentes à Anvisa nacional. Será um fórum de cúpula, com a presença de representantes de países como Estados Unidos, Canadá e Inglaterra. No mesmo ano, em Brasília, haverá reunião de 57 países que participam do programa da Organização Mundial da Saúde para monitoramento de medicamentos.

As galeristas Márcia Fortes e Alessandra d'Aloia fizeram festa para comemorar os dez anos de seu espaço de arte, a Fortes Vilaça, com sedes nos bairros Vila Madalena e Barra Funda. O publicitário Washington Olivetto circulou pelo evento, no sábado à noite, no galpão da Barra Funda.

Extra Zezé Di Camargo e Luciano vão interromper as férias de janeiro para duas apresentações extras no Credicard Hall, em SP. Com shows lotados, a dupla sertaneja acertou duas novas datas para subir ao palco: 13 e 14 de janeiro.

Destaque Alagoas Marco Antônio

Do Líbano A libanesa Katia Saleh, produtora da série feita para internet "Shankaboot", vencedora do Prêmio Emmy, vem ao Rio em 2012. Ela será uma das palestrantes do evento RioContentMarket.

Gestação de lucros Mãe de dois filhos, a apresentadora Angélica, da TV Globo, deve ser anunciada hoje como sócia do site Baby.com.br. A página, de comércio eletrônico, vende artigos para bebês e gestantes. Sua participação deve ser semelhante à que o marido, Luciano Huck, tem com o Peixe Urbano, usando as redes sociais para divulgar as ofertas da página.

Andrés Sanchez

É pique Eugênio Jucá, um dos odontólogos mais reconhecidos dentro e fora de Alagoas, foi um dos aniversariantes mais festejados do último domingo

A promoter Alicinha Cavalcanti fez sua "festa anual de 38 anos" no sábado, em seu apartamento, em Cerqueira César. Entre os convidados, o ator Fiuk e a namorada, Natália Frascino, a apresentadora Marília Gabriela e o presidente do Corinthians, Andrés Sanchez. Alicinha conta que ofereceu hospedagem em hotel para os vizinho

O JORNAL 22/11/2011  

Quantia se refere aos gastos com locação só este ano; em Arapiraca, governador foi recebido com protestos de alunos da Uneal EXECUÇÃO A NO 1...