Issuu on Google+

MAGAZINE

Véspera de Páscoa

Obs/Riska marcou o dia 28 de março com duas grandes apresentações


MAGAZINE

Dois Shows simultâneos, sacudiram Blumenau dia 28 Dia 28, véspera de páscoa, foi memorável. A inicia va Obsbar/Riska dominou o cenário do entretenimento blumenauense com duas mega festas. O pagode Obs começou 2013 com força total, apresentando o pagodeiro André Marinho com a banda Cupim na Mesa. O obs conseguiu trazer para Blumenau, este grupo que esta experimentando um grande sucesso no cenário do samba. André Marinho mostrou no palco do Obsbar muita disposição, cantou sucessos da banda como "pra sempre" e agitou com outros sucessos como "Só vai de camarote» do grupo revelação. O evento concentrou os blumenauenses amantes do pagode em um ambiente elegante com gente bonita, conferindo um fiel retrato do Pagode Universitário.


André Marinho conversou com a equipe de reportagem da Obs Magazine O sul é meio resistente ao pagode e samba, contudo vira e mexe você está sendo convidado para vir tocar aqui. Qual a importância do público catarinense para o seu trabalho? André - Extremamente importante, gosto de dizer que o trampolim para meu atual sucesso foi Santa Catarina, a minha aceitação começou aqui, o que foi muito mo vador, pois realmente o sulista é muito mais exigente. O que achou de Blumenau? André - Minha primeira vez aqui, eu nha agenda pra cá em 2008, contudo aconteceu aquele terrivel desastre e foi cancelado. Gostei muito daqui e das pessoas, se Santa Catarina é exigente, Blumenau é muioto mais, fico muito ansioso em cantar aqui. Além de músico é apresentador no programa Acesso Livre, um canal online da UOL, fale um pouco do André Marinho comunicador André - Sou bacharel em direito, sobrinho do renomado Jornalista e radialista Mário Lúcio, que leva na bagagem, uma experiência de mais de 30 anos no ramo, já lancei revista e livro, sou comunica vo, minha voz jovem ajuda muito, por onde passo comunicadores apontam esta minha qualidade, mas minha paixão é a música. Você esta vivendo uma nova fase, depois de um tempo na banda Cupim na Mesa, agora o projeto é André Marinho e banda Cupim na Mesa. Quais surpresas podemos esperar no CD que marcará esta nova fase? André - Estamos regravando a música Elevador de Ana Carolina, ali poderá perceber uma pegada bem Samba Raíz, conto com a parceria de Thiaguinho, ,teremos portanto, um cd muito mais agitado, muito samba no pé. Pode-se então esperar um trabalho com a iden dade de André Marinho? André - Com certeza, venho de uma família de sambistas, é uma oportunidade de extravassar a bagagem que tenho, mas ainda podemos contar com uma dose de pagode român co. Blumenau irá conhecer este novo trabalho? André - Santa Catarina foi e sempre será minha prioridade.


MAGAZINE

Obs/Riska não são só diversão, mas fomentadores da música em Blumenau. Obs Pagode por exemplo abre porta para muita gente.

Maicon Luiz Inácio Músico


Pagode no Obs e sertanejo no Riska, nĂŁo sei o que seria de mim sem estas casas em Blumenau JĂŠssica Wesller Telemarke ng


MAGAZINE

Obs bar é certeza de gente bonita e agradável. Lucas Almeida Santos Consultor de Telecomunicações


Apesar da proposta de casa sertaneja o Obs sempre surpreende com as versões Pagode Universitário Luana Carolina Téc. Saúde Bucal


MAGAZINE

Enquanto isso no Riska a pegada era outra. Téo e Edu mais uma vez arrebentaram no palco, maioria dos que estavam ali já assis ram várias apresentações da dupla, mas o fenômeno é indiscu vel, todos estavam cur ndo e atestando que estes rapazes, em Blumenau, batem muito ar sta nacional.... E o carinho foi retribuido, a dupla demonstrou uma afinidade muito grande com o público Riska Faca, e isto foi visível no entusiasmo com que cantavam e na atenção em atender os fãs tanto em cima do palco como na seção de fotos no camarim, pareciam incansáveis.


Téo e Edu conversaram com a reportagem do Obs já no Camarim Durante o Verão pudemos acompanhar pelo site da dupla que trabalharam muito e ainda não pararam. Quando será o descanso? Téo = Nunca paramos, mesmo quando parecemos descansando nossas cabeças não param, sempre buscando inspirações e re rando idéias do co diano. Edu=O trabalho precisa ser constante, os Shows são parte do trabalho, estamos sempre atendendo os fans nas redes sociais e desenvolvendo algo novo para introduzir em nossos shows. Téo= Temos um es lo de trabalho que consiste no seguinte: "Quando nos propomos em fazer algo, sempre acabamos fazendo mais" Impressionante pois ao mesmo tempo voces sempre estão com lançamentos... como é possivel? Edu= Como disse, as músicas nascem do dia-a-dia, da vivência, nossa vida é o nosso trabalho. Desta forma a produção é algo natural. A letra da música Nhac Beijo seria um bom exemplo correto? Edu= Sim, Nhac Beijo é um exemplo descontraído de como as coisas funcionam, estavamos em um posto de gasolina quando passaram duas garotas muito bonitas, comentei que eram tão bonitas que dava vontade de morder, dar um nhac. "risos" Uma das virtudes da dupla são a qualidade das letras da músicas, até mesmo as irreverentes são de um bom gosto caracterís co de vocês. A dupla Téo e Edu poderá um dia se render às letras monossilábicas? Téo= Em principio não, trabalhamos muito em nossas letras, é possível construir uma letra gostosa de se ouvir e cantar e que carregue algum conteúdo que transmita a iden dade da dupla Téo e Edu. Edu= Isso não quer dizer que não gostamos deste recurso, nós mesmo cantamos alguns sucessos nacionais que lançam mão de letras monossilábicas e nós não cantamos aquilo que não nos agrada. Como estão os trabalhos da Dupla fora do estado? Téo= Acabamos de assinar com uma agencia de São Paulo que nos promoverá, é a mesma agencia que trabalhou com Michel Teló, contudo não a escolhemos por causa disto, estudamos demoradamente o trabalho deles o que nos agradou muito. Uma maior projeção nacional da dupla quer dizer menos Téo e Edu na região. Será que os fãs não irão torcer contra para não perdê-los?? Edu= Não nos perderão, evidente que a agenda ficará mais intensa mas fan de verdade torce pelo sucesso do ar sta, quer mostrar seu ídolo para o mundo! Muito bem, dos dois quem é que sabe cozinhar e lavar? "risos" Edu= A minha gororoba até fica boa, mas bom mesmo na cozinha é o Téo. Téo, Como seria um jantar român co para uma fã? Téo= Sou sertanejo, apostaria na simplicidade, arroz, feijão e uma bom corte de carne bem preparado. Claro que arrumaria o ambiente com uma musica bem român ca do Téo e Edu "risos"


MAGAZINE

O Riska com o Obs são as únicas casas que trazem Téo e Edu para Blumenau, que são hoje a melhor dupla sertaneja de Santa Catarina Amanda Scaffaro Estudante


O Riska ĂŠ mais que uma balada, ĂŠ um ponto de encontro de amigos com as melhores duplas sertanejas em uma estrutura impecĂĄvel Deco


MAGAZINE

Como sempre TĂŠo e Edu arrasaram, cada show ĂŠ diferente do outro vale a pena conferir sempre! Eliza Maria Pereira Atendente Comercial


Balada ideal para vir em casal. Sem bagunรงa e muita diversรฃo! Gabriel Schmi Lilian Abreu



Véspera de Páscoa em Blumenau