Issuu on Google+

COMPOSIÇÃO Introdução. Conceito. Forma (geometrização). Cor. Textura. Volume. Ritmo.


INTRODUÇÃO Houaiss: 24 acepções para o termo composição. As mais próximas ao sentido artístico do termo: • 2. Modo pelo qual os elementos constituintes do todo se dispõem e integram. Organização. • 5. Conjunto dos diversos elementos estruturados numa obra de arte.


ETIMOLOGIA • Co- ( e suas variações com-, con- e col-) do latim, cum prep. ‘com’, • (Nota - o Vocabulário Ortográfico da Academia Brasileira de Letras registra cerca de 7.000 vocábulos com este prefixo) • Posição – Situação espacial de um corpo, definida em relação a um ou vários pontos de referência fora dele (?) • Posição – Lugar de algo num conjunto ou num espaço determinado


ARTE - CONCEITO • “Art is a significant form” – Clive Bell • Arte (Houaiss, 25 acepções) – Produção consciente de obras, formas ou objetos voltada para a concretização de um ideal de beleza e harmonia ou para a expressão da subjetividade humana. • Paisagismo é (também) obra de arte. Por isso, a acepção 5 (Conjunto dos diversos elementos estruturados numa obra de arte) do vocábulo composição enquadra-se melhor em nossos objetivos.


PIETÁ (PIEDADE) - 140 x 207cm - Último decênio do séc. XV Botticelli (1445-1510) - Florença / ITÁLIA


NATUREZA MORTA - 47x 56 cm - 1919 Morandi (1890-1964) - Bolonha / ITÁLIA


BUSCA DA COMPOSIÇÃO EM PAISAGISMO • Beleza, que desperta sentimento de êxtase, admiração ou prazer através de sensações visuais, auditivas, etc. • Harmonia, vem do grego, significando união, encaixe, acordo, ordem. • Unidade, (Houaiss – 14 acepções). Melhores para o caso: 7) cada parte estruturada que, por si, forma um todo dentro de uma estrutura maior. 10) a combinação e a coordenação harmônicas das partes de uma obra que produzem o efeito de ela ser uma e una (singular, indivisível, cuja totalidade não pode ser desfeita).


ELEM. A ESTRUTURAR • Forma – Houaiss (27 acepções). Ficamos com: 1. configuração física característica dos seres e das coisas, como decorrência da estruturação das suas partes; formato; feitio; figura. E com 5. a maneira como o músico, o artista plástico ou o escritor se expressa ou estrutura sua obra. • Cor – Artisticamente, é o efeito produzido pelo conjunto de matizes numa cena (a cor de um quadro, a cor de um filme). Ou a coloração predominante de um ser, de um conjunto etc.; colorido. • Volume – Quantidade de matéria presente em um corpo; massa. Espaço ocupado por um sólido. Magnitude de um corpo. • Textura – Tecido; trama. Natureza ou qualidade de uma superfície. • Ritmo – Seqüência harmônica de um fenômeno artístico, uma atividade, uma obra etc., no espaço ou no tempo. Movimento regular e periódico no curso de qualquer processo; cadência.


Traรงado Regulador


PROPORÇÃO •

1 relação das partes de um todo entre si, ou entre cada uma delas e o todo, no tocante ao tamanho, quantidade ou grau; grandeza relativa, razão 2 relação entre as partes de um todo que provoca um sentimento estético de equilíbrio, de harmonia

Ex.: as p. ideais da escultura e da arquitetura gregas

MATEMÁTICA:

• • •

PROPORÇÃO - igualdade de duas razões (a/b=c/d). RAZÃO - quociente de dois números - (a/b). NÚMERO – quantidade - (a).


PROPORÇÃO: TESTE 1

3

2

4


RETÂNGULO ÁUREO (CONSTR. 1)

A

A x

x

A x

x

x

x

B

A

A B

A x

x

B

B

B B+A


DIVISÃO ÁUREA (CONSTR. 2)

o

m

n

m

x

x

o

z n

m

n

o

z m

n

o

m

B

A

n

A B

B B+A


Partenon – Aplicações da proporção áurea na fachada frontal

Partenon – Acrópole de Atenas / GRÉCIA


ESPIRAL ÁUREA (CONSTRUÇÃO 3) C

C

C

A

A

A

B

B

C

C

A B A B

B

C

A

A B

B B+A

C A

Nautilus

B

A A+C

Orelha humana


RESUMO • PROPORÇÃO ÁUREA: A/B = B/A+B CURIOSIDADE:

• RAZÃO ÁUREA: A/B

• NÚMERO DE OURO:

• Φ = 1,618... • 1/ Φ = 0,616... • Φ2 = 2,618...

Φ = 1,61803398875... (expressa a razão áurea)


SĂŠrie de Fibonacci: 0 1 1 2 3 5 8 13 21 34 55 89 144 233 377 610 ... 21/13= 1,615 34/21=1.619 55/34=1.617 89/55=1,618 144/89=1.618 233/144=1,618 377/233=1.618

13/21=0,619 21/34=0,617 34/55=0,618 55/89=0,618 89/144=0,618 144/233=0,618 233/377=0,618

Antonio Peticov (1946 -

)


EXEMPLOS DE USO E DE OCORRÊNCIAS • Partenon (Acrópole de Atenas) • Cartões de crédito; • Disposição espiralada das sementes de girassol; • Distâncias progressivas dos internós de determinadas espécies de plantas;


Charles Eames

Ludwig Mies Van der Rohe

Ludwig Mies Van der Rohe


http://vimeo.com/9953368


Bibliografia sobre Divisão Áurea • Doczi, György. O Poder dos Limites. São Paulo: Mercuryo. 1990.149p. Muito bem ilustrado, porém com conteúdo mais superficial.

• Ghyka, Matila C. Estética de las Proporciones em la Naturaleza y en las Artes. Buenos Aires: Poseidon. 1953.266p. Poucas ilustrações. Conteúdo valioso, mais voltado para geometria e aplicações.


Composição