Page 1

O BARNABÉ

Páscoa

EB1/PE DO LOMBO DO GUINÉ

2011

Mensagem de Páscoa Olá amiguinhos! Para mim, Páscoa é... amêndoas, festas, convívio em família mas também significa renovação...renascer.

Nesta edição

Pág.

Pré-Escolar 3/4

2 3 4 5 6 8 10 12 13 14 15 16 16 17 18 19

Pré-Escolar 4/5

Ao entrarmos em mais uma recta final, é o tempo certo para

1º Ano

olhar para a frente com coragem e determinação e dedicarmo-nos cada

2º Ano

vez mais para o caminho do sucesso.

3 º Ano

Aproveito também esta mensagem, para manifestar o meu

4 º Ano Biblioteca

agrado pela forma como todos os docentes, não docentes e discentes

As Artes e a Escola

participaram activamente em todas as efemérides da escola.

Natal

Mais uma vez, podes contar com o nosso jornalinho para te

Karaté Prev. Rodoviária

ajudar a ocupar os teus tempos livres e nesta edição recordarás todos

Nacional

os trabalhos/actividades realizados durante este segundo período.

Marítimo

E mais uma vez aqui ficam todos os blogues/site da Escola, que podes consultar a qualquer hora/local e dia basta estares ligado à Internet com um computador. http://escolas.madeiraedu.pt/eb1pelguine/Páginainicial/tabid/3022/Default.aspx (site da escola) http://eb1pelguine.blogs.sapo.pt/ (blogue da escola) http://pensaresentirverde.blogspot.com/ (blogue do eco-escolas) http://www.asarteseaescola.blogspot.com/ (Blogue do Projecto: As artes e a escola) http://demaosdadassobreoatlantico.blogspot.com/ (projecto de intercâmbio do 2º e 3º ano com o Agrupamento de Escolas de Peniche) http://www.facebook.com Desejo uma Santa e Feliz Páscoa a toda a Comunidade Escolar. O Director: Arlindo Carvalho

Carnaval Visita de Estudo Passatempos


Pré-E scola r 3 / 4 a n os

Olá, amiguinhos: Aqui estamos para vos dar mais notícias nossas. Já estamos no 2º período e realizámos com ajuda das nossas educadoras - Elsa e Inês, com a ajudante sócio educativa Marisol e Srª. Inês bastantes actividades. Trabalhámos o Natal, o corpo humano associado ao Inverno, o Dia dos Namorados, o Carnaval e o Dia do Pai. Usámos material reciclável: tecidos, tampas de garrafas, botões, caixas de cereais na realização das actividades para poupar o nosso ambiente. Com estes materiais pintámos, colámos, cortámos e colámos… foram actividades que nos ajudam a crescer e aprender coisas novas. E, assim, decidimos partilhar com vocês as fotografias das mesmas…

2


Pré-E scola r 4 / 5 a n os

Durante este segundo período letivo, a sala do

trabalho. Também queremos referir que as

pré-escolar

aulas

dos

4/5

anos

continuou

a

de

Biblioteca,

Inglês,

Informática,

desenvolver diversas atividades no sentido de

Expressão Motora e Expressão Musical têm

desenvolver as capacidades de todas crianças

complementado o trabalho das Educadoras e

tendo em conta as individualidades de cada um

proporcionam momentos de aprendizagem de

e para ir de encontro às atividades estipuladas

carater lúdico onde as crianças revelam sempre

no Plano Anual de Atividades da Escola.

muito interesse e alegria. Para que tudo

Neste sentido, as histórias, canções, jogos e registos

foram

uma

constante

no

nosso

funcione mesmo bem queremos ainda mencionar as auxiliares da nossa escola como uma maisvalia.

3


1º Ano Olá amigo, Cá estamos nós mais uma vez, para vos trazer novidades da nossa turma. Neste momento já sabemos ler e escrever, já demos todas as letras do a ao z. Na matemática também estamos muito bem, pois já contamos até 20 e já fazemos

Sabias que… O Domingo de Páscoa é

contas de somar e subtrair.

a ressurreição, simbolizada

Neste período gostamos muito de trabalhar o dia dos afectos,

pelo ovo, significando o

pois ouvimos e exploramos uma história muito bonita e

nascimento – a nova vida…

elaborámos um postal para oferecer a um amigo. No carnaval divertimo-nos muito durante o desfile e no final

Outro símbolo

deliciamo-nos com as malassadas.

importante da Páscoa é o

Como já estamos crescidos, e para mostrar o que já sabemos,

coelho, que por sua grande

preparamos uma dramatização da história da carochinha

fecundidade tornou-se um

adaptada as letras para apresentar aos restantes alunos da escola.

símbolo muito popular.

Enfim, muito mais havia para contar, mas deixamos-vos com algumas fotografias nossas ao longo deste período.

4


2º Ano

Olá caros amigos: Ao longo deste 2º período fizemos e aprendemos muitas coisas. Á medida que o tempo passa vamos aprendendo matérias cada vez mais difíceis, mas para nós estudar é um verdadeiro desafio. Gostávamos de referir alguns dos temas que gostámos muito de trabalhar:

(A semana dos afectos) (O Carnaval)

(O Dia da Árvore)

Para o próximo período cá estaremos com muita vontade de aprender! Boa Páscoa! 5


5

3º Ano No decorrer do 2º período, os alunos

do

envolveram-se

ano em

de

várias

escolaridade actividades.

Comemoraram o Carnaval, com o tema “Estações

do

ano”,

representando

No dia 19 de Março de 2011 as turmas do 1º, 2º e 3º anos foram às grutas de S. Vicente e ao Centro de Ciência Viva de Porto Moniz. Saímos

o

da escola por volta das 10:00 hora da manhã e

Outono, vestidos de folhas com as cores

fomos com destino a São Vicente. Chegamos lá e

da época. Para decoração do placard da sala de aula elaboraram dois quadros em cartolina EVA, com dois palhaços e também elaboraram uma folha gigante para identificação da turma, no desfile carnavalesco.

lanchamos. Depois de lancharmos fomos para as grutas.

avistamos

rochas

vulcânicas

e

descobrimos que as plantas que lá tinham estavam em frente a uma luz para não morrerem. Chegamos a ver a fonte dos desejos, onde alunos e professores pediram um. De seguida fomos ver o sistema vulcânico onde visualizamos um vulcão em erupção. Vimos um filme em 3D. Depois

fomos

para

porto

Moniz

e

almoçamos. Ao lado tinha um parque infantil onde podemos brincar com a autorização dos nossos queridos professores. Por volta das 14:30 horas entrámos no Centro de Ciência viva de Porto Moniz. Fizemos duas experiências que foram: um cabeçudo e um pega-monstro. O cabeçudo é feito com os seguintes materiais: uma meia, farelo, Sementes, uma linha e uns olhos.O pega-monstros é feito com os seguintes matérias: Cola líquida, tinta (corantes), água e pó mágico. Depois fomos jogar jogos em tamanhos enormes como por exemplo: o jogo do galo, o tangram, o jogo da memória e o jogo do 24. De seguida falámos sobre a nossa linda floresta Laurissilva da ilha da madeira, “a Pérola do Atlântico”. A nossa visita de estudo terminou. Chegamos à escola do lombo do Guiné por volta das 17:15 horas. Maria Abreu 6


No dia 21 de Março celebrou-se o “Dia da Árvore”. Os alunos tiveram oportunidade

de

embelezar

a

nossa

escola, fazendo pinturas nas respectivas entradas. Para além desta actividade também decoraram uma parte de uma árvore desmontável (feita em cartão) com joaninhas, abelhas e flores em cartolina EVA, onde registaram dez boas razões para plantar uma árvore. Ao nível académico, a turma, de um modo geral, está de parabéns pelo trabalho realizado ao longo do período, obtendo bons resultados, fruto do seu empenho e dedicação constantes. Deverão continuar o bom trabalho no 3º período! Boa Páscoa para todos! A professora: Sara Silva

7


4º Ano A turma do 4º ano, como preparação para a Páscoa, trabalhou diversas áreas, relativas à Educação para a Cidadania. Vivenciou muitos dos valores patentes no Projecto Bem-Me-Quer, demonstrou muito apreço pela Natureza, ao trabalhar o Dia da Árvore e revelou muito espírito de trabalho em

equipa,

aquando

da

elaboração

de

materiais diversos, quer para o Carnaval, quer para a Páscoa e até mesmo para o respectivo projecto – Bem-Me-Quer. Por tudo isto, os alunos do 4º ano estão de parabéns, pela vertente humanista revelada aquando da concretização das inúmeras actividades realizadas na nossa Escola, no presente período. Um bem haja a todos pelo esforço e dedicação, bem como a todos os Encarregados de Educação e restante comunidade educativa, que partilharam connosco muitos dos seus dotes artísticos.

A Páscoa É a festa da alegria, da transição entre a vida e a morte, dos mais sublimes valores. É a preparação do nosso coração para receber Jesus. É um contributo para a vida e a consciência do seu valor. É o saborear do perfume das flores e o questionar-se sobre a sua beleza, a sua perfeição, a sua utilidade e o seu fundamento. É o tempo do renascer, do desabrochar, de nos virarmos para o nosso interior e poder ouvilo, ter a capacidade de ouvir o inescutável, para assim podermos contemplar o mundo com os olhos da razão. Reflectir sobre o elo que nos liga à vida. Esse dom maravilhoso que nos foi concedido e que, por vezes, não o sabemos valorizar. É a altura de soltarmos o Inverno que há em nós e, prepararmos o nosso coração para a entrada da Primavera. E ver em cada criança a pureza do seu coração e encarar os seus sorrisos como desafios a enfrentar. A Páscoa é tudo isto e muito mais. Nesta Páscoa elevemos o nosso coração para o mais sublime do nosso ser – o Amor entre os irmãos. Vivamos esta Páscoa como a festa da vida, do renascer e da esperança.

Feliz Páscoa - 2011 A Professora: Elisabete Morgado

8


O Lobo e o Gigante No tempo em que os animais falavam um Lobo Mau estava a passear pela floresta e, de repente encontrou um anão. Então o Lobo Mau foi ter com o anão. O anão empurrou o Lobo para trás de uma árvore, lançou-lhe um feitiço para ele ficar bom e deulhe três sementes… Quando o Lobo chegou ao centro da floresta, como o anão lhe pediu, ele plantou as sementes e elas começaram a crescer brutamente. Passado algum tempo o Lobo começou a trepar o pé de feijoeiro, que chegou ao céu. No céu havia um castelo gigante feito de ouro, rubis, porcelana, prata e bronze. O Lobo curioso quis entrar… a mesa estava posta, e o Lobo estava cheio de fome, por isso, começou a comer. Noutra sala estava uma cama. A almofada era confortável, o colchão era bom e os lençóis eram quentinhos, então o Lobo adormeceu… Mas tarde ele ouviu una passos e, saltou da cama. Ele pegou numa panela e, assustado foi ao encontro dos passos. E encontrou um gigante virou-se e, … o Lobo viu que era o seu amigo

Ruben o gigante feliz. Mas ele não estava nada feliz. O seu amigo disse-lhe para encontrar a receita da felicidade que estava algures no planeta do amor e que estava guardada numa cave onde vivia um dragão. Então o Lobo preparou-se e viajou ate o Planeta do Amor… como o planeta só tinha duas casa ele foi bater às duas. Apareceu um robô de cabeça para baixo. Então o Lobo foi ter com o robô e perguntou-lhe se o podia ajudar a recuperar a receita da felicidade, e o robô disse que sim. Então os dois foram bater à porta da outra casa. O Lobo bateu à porta e dragão ignorou. Foi aí que ele decidiu entrar pela chaminé, foi ter à sala onde estava a receita. Agarraram nela e, fugiram mas o dragão apareceu e o robô disse ao Lobo que tratava disso. O Lobo fugiu, voltou para o seu planeta. Quando chegou deu a receita ao seu amigo Ruben. E oxalá, que tudo lhes corra bem e a nós também. Luísa Pedra, 4º ano

Pai, eu gosto do teu olhar E também do teu carinho, E sei que teu coração Tão alegre e bonitinho. Pai, quero o teu olhar E o teu amor, Quero o pai alegre Que me chama de flor. És o meu olhar. És a minha protecção, Sem ti não há vida Por isso estás no meu Coração.

9


B ibliot eca Abecedário sem juízo A é a letra de Ana que toma banho com banana. B é a letra de Bruno que só bebe sumo. C é a letra de Carlota que hoje comeu uma minhoca. D é a letra de Duarte que foi à Marte. E é a letra de Eduarda que foi cem vezes para a esquadra. F é a letra de Fábio que tem uma verruga no lábio. G é a letra de Gabriel que engoliu um anel. H é a letra de Helga que foi picada por uma melga. I é a letra de Inês que deu um beijo num chinês. J é a letra de João que tem um pavão.

Paula Agrela e Paulo Abreu (1º ano)

L é a letra de Luísa que nunca usa camisa. M é a letra de Miguel que todos os dias come mel.

Pássaros Rosas Imaginação

N é a letra de Nuno que está com a cabeça em Neptuno. O é a letra de Octávio que está sempre com a cabeça no aquário. P é a letra de Pedro que come sempre um pêro.

Maravilhas

Q é a letra de Quim que é um manequim.

Arbustos

R é a letra de Ricardo que está sempre amuado.

Verde

S é a letra de Sónia que é uma demónia. T é a letra de Tatiana que caiu da cama.

Estação Raios de sol Alegria Trabalho colectivo elaborado pelo 2º ano

U é a letra de Urbano que anda sempre com o mano. V é a letra de Verónica que tem uma harmónica. X é a letra de Xana que faz xixi na cama. Z é a letra de Zé que todos os dias bebe café. Débora, Marianyel, Anita e Tânia (4º ano)

10


A aranha e a vida maluca A aranha sorrateira, Tem uma grande mangueira, Limpa o terraço, E descansa um pedaço.

Magoou-se no braço,

Meu dito

E foi parar ao terraço,

Meu feito

Sentou-se na cadeira,

Este conto

E tropeçou na mangueira.

Saiu perfeito.

A aranha foi de viagem,

A aranha encontrou a lagarta,

E parou numa margem,

E foram as duas para a mata,

Maria e Raquel, 3º ano.

Encontrou uma girafa gigante,

Começaram a brincar,

Que era muito elegante.

E a aranha a chorar.

Club e da N a t urez a O jardim ficou com um sorriso,

Ajudei a nossa escola

As flores mais perfumadas,

Com vassoura e pá,

A escola mais limpinha,

Reciclar e ajudar,

E a nossa vida mais animada.

É a minha palavra de encantar.

O ambiente vamos salvar,

Com a minha escola limpinha,

A reciclar e a cuidar,

Melhor espaço vai ter,

E no mundo vamos deixar,

As crianças vão ficar alegres,

Um sorriso a brilhar.

Que até vão querer correr. Rosa e Luísa, 4º ano

João Alberto e Débora, 4º ano

Blogue do Clube da Natureza: http://pensaresentirverde.blogspot.com

11


“A s art es e a escola”

Patrocinadores do A música é uma das mais antigas e valiosas formas de

Projecto:

expressão da humanidade e está presente na vida das pessoas. Verifica-se que cada vez mais os jovens se identificam por um mesmo género musical, o que lhes dá e reforça a sensação de pertencerem a um grupo, de possuírem um mesmo conhecimento. Desta forma, a música não pode estar desconectada do processo de ensino-aprendizagem da escola. A vivência musical para o educando em geral é extremamente agradável. Ele aprende novos

- Câmara Municipal da Calheta - Junta de Freguesia do Arco da Calheta - Cabeleireiro da Graça

conceitos e desenvolve diferentes habilidades, melhora a comunicação

- Comércio das Faias

e desenvolve a criatividade e a coordenação.

- Comércio José Avelino

Trabalhar com música na Educação é um fazer artístico. Os ganhos que a prática musical proporciona, seja pela expressão das emoções, pela sociabilidade, pela disciplina, pelo desenvolvimento do raciocínio, são valiosíssimos, e para a vida toda. Este projecto foi pensado acima de tudo para fomentar nas crianças o gosto pela expressão musical, quer pela expressão

- Comércio José Rodrigues & Rodrigues - Electroeste - Empresa Calheta Gás - Engenhos da Calheta

dramática, bem como criar um estúdio de gravação que servirá de

- Frutaria do Arco

apoio a todos os teatros / coreografias musicais que se realizem neste

- Intelsol

Estabelecimento de Ensino.

- Oficina Mecânica Isaul - Via Activa - Oficina Mecânica Roberto Paulo - Papelaria Vigofaria

12


Fest a de N at al Para finalizar o 1º período, mais propriamente no dia 17 de Dezembro de 2010, realizou-se na nossa escola, a festa de Natal. Assim, iniciámos o espectáculo com os mais pequeninos desta instituição, assim, os alunos do pré-escolar começaram por dramatizar “O Arco-Íris vai visitar o menino Jesus” e terminaram logo de seguida com a canção “O menino está dormindo”.

O 4º ano teve a seu cargo vários números onde também demonstrou as suas capacidades em cima de palco. Neste sentido apresentaram o auto de Natal; leram uma história intitulada O Pai Natal; dançaram e tocaram com flautas e recitaram quadras que os alunos inventaram expondo uma prenda de natal elaborada com materiais recicláveis. Os alunos do 1º ano apresentaram a canção “Ele está a chegar” e os do 2º ano começaram por cantar e mimar “Borboleta Pequenina” seguindo-se a ”Estrela Cintilante”.

Sob a orientação do professor de Inglês, o 3º ano apresentou uma dramatização intitulada “Rudolph, the red-nosed reindeer” e em seguida, a canção “Rudolfo”.

Continuando esta manhã, mais uma vez o Ensino Recorrente brindou-nos com uma actuação composta por 4 canções populares utilizando os novos instrumentos musicais que a escola adquiriu no âmbito do projecto “As artes e a escola”.

Seguidamente, as alunas do 3º ano Ana Raquel e Maria Leonor quiseram enriquecer esta festa apresentando individualmente músicas de natal com o apoio de um órgão. Para terminar estes momentos musicais, todos os docentes abrilhantaram a festa com a canção “A Paz”. O final da festa decorreu de forma harmoniosa com um lanche convívio entre todos os elementos da comunidade escolar.

13


O K araté veio à escola No passado dia 7 de Janeiro, a Associação de Karaté da RAM deslocou-se à nossa escola, com o fim de divulgar uma acção de sensibilização teórico-prática sobre o karaté. A sessão foi dirigida aos

Sabias que…

alunos do pré-escolar e do 1º Ciclo e teve como prelector o professor Miguel Vieira, que se fez acompanhar por dois jovens atletas da modalidade. A primeira parte da acção foi realizada na sala de informática, com recurso ao quadro interactivo, onde foram explicados os fundamentos teóricos da modalidade. No decorrer da explicação

… existem mais de 40 milhões de pessoas no mundo

a

praticar

Karaté…

teórica, os alunos tiveram a oportunidade de colocar as mais diversas dúvidas. A segunda parte, toda ela dedicada a parte prática, contou com uma demonstração de dois Katas e de um kumite por parte dos atletas. Os alunos tiveram então oportunidade de experimentar um treino da modalidade, dirigido pelo professor Miguel, onde realizaram um circuito de destreza e coordenação motora e experimentaram um ligeiro confronto a dois. A sessão foi um autêntico sucesso devido a forte motivação baseada na experimentação e na prática da modalidade.

… O Karaté é uma Arte marcial ilha

de

originária

da

Okinawa

no

Japão…

14


Preven ção rod oviária A EB1/PE do Lombo do Guiné, levou a cabo diversas acções, com o fim de sensibilizar e promover uma melhor cidadania. A Educação Rodoviária foi uma das acções desenvolvidas durante os meses de Janeiro e Fevereiro. Com estas acções pretendesse desenvolver nos alunos um processo de formação como passageiro, peão e condutor, que implica o desenvolvimento de competências que permitam viver em segurança no ambiente rodoviário, assim como o desenvolvimento de atitudes e valores como o respeito, a responsabilidade e a tolerância enquanto componentes essenciais da educação para a cidadania Nas diversas sessões, conta-se uma acção de sensibilização teórica administrada por dois agentes da autoridade da PSP da Calheta, uma prova prática no recinto desportivo, e uma prova teórica. Para finalizar, foram apurados 3 alunos para disputar a fase concelhia do Plano Regional de Educação Rodoviária disputada no dia16 de Março na EB1/PE da Calheta. Foi aqui que a aluna Luísa, do 4º ano se sagrou campeã, angariando a taça de 1 lugar a nível do concelho da Calheta.

15


Nacional

Marít im o

Na quinta-feira, 10 de Fevereiro, a nossa

Os alunos das turmas do 3º e 4º anos da

escola teve a honra de receber o Clube

EB1/PE do Lombo do Guiné, visitaram no dia 16

Desportivo Nacional. Para o representar veio

de

uma comitiva do plantel sénior de futebol e

Centenarium”, presente na Casa das Mudas.

alguns dirigentes do clube.

Fevereiro,

a

exposição

“Marítimo

Uma visita guiada pelas representantes

Depois de uma calorosa recepção por

verde-rubo, onde, os mais pequenos ouviram

parte dos alunos, o director da escola, mostrou

atentamente as explicações dadas e deliciaram-

as instalações da EB1/PE do Lombo do Guiné á

se

comitiva

lembrança, do Marítimo.

do

Nacional.

Seguiu-se

uma

com

os

cachecóis

oferecidos

como

conferencia onde os alunos fizeram algumas questões aos jogadores da comitiva, dos quais, o defesa Nuno Pinto e os médios Juninho, Nejc Pecnik e Ricardo Fernandes. Como não poderia deixar de ser, ouve lugar à troca de presentes. A escola, recebeu do nacional uma camisola autografada pelos jogadores e o cube levou uma peça em azulejo com o símbolo do clube alvinegro. Os jogadores distribuíram ainda cachecóis do clube a todos os alunos, professores e funcionários. Para finalizar, ouve lugar para uma

(Turma do 3º Ano)

sessão de autógrafos, e uma demonstração de futebol que confrontou os pupilos da escola aos seniores do clube.

(Turma do 4º Ano) 16


Ca r n a v a l

No dia 4 de Março, a escola realizou tal como em anos anteriores, a festa de Carnaval. Durante as semanas anteriores a este dia toda a escola se mobilizou no sentido de alegrar

e

colorir

esta

festa,

ou

seja,

elaborámos os fatos de Carnaval para todos os

A festa teve início, pelas 10 horas com a concentração de todas as turmas no exterior da escola, seguido o desfile em grande alegria até à Praceta. Os alunos cantaram, dançaram e atiraram serpentinas e confetis, animando o cortejo.

alunos e decorámos o salão e o carro. Na

Quando chegámos à Praceta do Loreto,

cozinha, as funcionárias prepararam tudo para

dançámos livremente, comemos as tradicionais

que

malassadas e partilhámo-las com todas as

neste

dia

as

malassadas

estivessem

saborosas.

pessoas presentes.

Este ano, o tema escolhido para o desfile foi” As Estações do Ano”.

17


Vi s i t a de E s t u do Foi com grande entusiasmo que as turmas do 1º, 2º e 3º ano, realizaram uma visita de estudo às “Grutas e Centro do Vulcanismo de São Vicente” e ao “Centro de Ciência Viva de Porto Moniz”. Da parte da manhã, realizamos uma visita guiada nas grutas onde uma assistente explicou cada passo da nossa longa caminhada, elucidando-nos sobre a sua história e seus objectivos. De seguida passamos para o Centro do Vulcanismo, onde “tivemos a oportunidade” de descer 3000 metros em direcção ao centro da terra, para apreciar uma torrente de lava incandescente e, para concluir a visita, assistimos à entusiasmante exibição de um curto filme a 3 dimensões. Já em Porto Moniz, depois de nos degustarmos com o almoço, os nossos alunos tiveram a oportunidade de brincarem num parque infantil à beira mar. Na parte da tarde, dirigimo-nos ao Centro de Ciência Viva, onde sobre o olhar atento dos nossos pupilos, uma assistente, com ajuda de alguns de nós realizou uma série de experiências científicas. Logo depois de brincarmos um bocado com jogos, passamos para uma área onde nos deram uma explicação sobre a Floresta Laurissilva, Património Mundial da UNESCO e uma das 7 maravilhas naturais de Portugal. Para finalizar os alunos sob orientação dos professores puderam experimentar um conjunto de tecnologias interactivas sobre a mesma temática. A chegada a casa era esperada, mas foi um dia inesquecível e que deixa vontade de repetir!

18


Passat em pos

19

Barnabé da Páscoa  

Jornalinho " Barnabé da Páscoa - 2011"

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you