__MAIN_TEXT__
feature-image

Page 1

EDIÇÃO 02 - NOVEMBRO

ESPORTE

Defesa pessoal para mulheres

REAL ESTATE

Luxo e diversão em uma só mansão

FESTIVAL

Daytona e Biketoberfest


ENERGY DRINK

CLASSIC

ZERO SUGAR

ENERGY DRINK

CAFFEINE + TAURINE

|

B VITAMIN COMPLEX

|

VEGAN CERTIFIED


índice 24

CAPA

Verônica Ferreira Braga

14

Oferecendo amor em forma de serviço

08 10 12

13

15 16 18

DECOR

Além da Mesa Posta

5K RUN

Nossa primeira corrida 5K de rua vem aí!

inglês em casa BIOGRAFIA

Enfermeira: Isabel Trsek

REINVENTANDO

Na América

ESPORTE

Defesa pessoal para Mulheres

ESPORTE

Uma história do tatame

BEAUTY CARE

Como lidar com esse novo normal e não prejudicar sua pele?

22 28 29 30

REAL ESTATE

Luxo e Diversão em uma só Mansão

MONEY

Finanças e Mulheres

NEW

Kariok Fitness

DEIXA EU VIAJAR

Sua coluna Brasileira em N.Y.C


32

EXPEDIENTE

MulherBrazil Magazine

turismo local

West Orange Trail

Publishers Andrezza Carvalho Leticia Trabone Colaboradoras Luciene Henriques dos Santos Ribeiro

34

Cris Kaizer

Cinthia Anet

Monise Christofoletti

Victoria Nassif

Taty Mendes

Leticia Trabone

Rilma Moraes

FESTIVAL

Daytona e Biketoberfest: um mundo em duas rodas

36 38 40 41 42 44 46

CURIOSIDADE Os Corvos

PETS

Agora chegou a hora dos nossos PETS

Redação

NIVER

Happy Birthday

celebrate

Happy Birthday

PARTY

Ainda em clima de Halloween

entertainment

Chapeuzinho Vermelho O valor de um sorriso

KIDS

Alana Balbino Fotografia de Capa Luciene Henriques dos Santos Ribeiro Grupo MulherBrazil Sylvia Leone – Ceo www.mulherbrazil.com MulherBrazil Magazine é uma publicação mensal online. A revista não se responsabiliza pelo conteúdo dos anúncios veiculados. Proibida a reprodução parcial ou integral das matérias publicadas sem autorização da Editora.


Editorial SOMOS A MULHER BRAZIL MAGAZINE Olá, Mulheres Brazil maravilhosas! É com o coração cheio de gratidão e alegria que apresentamos a vocês a nossa segunda edição da Mulher Brazil Magazine! Vocês não imaginam a alegria que é fazer esse trabalho lindo por vocês e para vocês! A participação que vocês tiveram com suas opiniões e dicas incríveis nos enchem de amor! É isso mesmo... A proposta é justamente essa: caminhar com vocês e suprir as necessidades da nossa comunidade brasileira tão amada, forte e resiliente. Meninas! As matérias estão incríveis... A biografia da enfermeira Isabel Trsek é simplesmente motivadora. E as dicas de lugares que muitas pessoas não conhecem para passear? Temos colunistas novas na área. Dicas sensacionais sobre mesa posta com a Taty Mendes e dicas sobre NY com nossa linda Vick Nassif. Deleitem-se nessa leitura maravilhosa e não esqueçam de guardar as dicas de inglês com a Cínthia Anet e as dicas de beleza da Monise Christofoletti como manuais para vocês, tá? Um abraço carinhoso em cada uma de vocês e até a próxima!

Andrezza Carvalho

Publisher

Leticia Trabone Publisher


ENCONTRO MARCADO AQUI NO CAMILA´S TODA SEXTA-FEIRA I 7PM-11PM

RODÍZIO $15.95 PETISCOS

+Acústico ao Vivo

+Acústico ao Vivo

por pessoa

São mais de 20 opções.

DE

ALL YOU buet CAN EAT $23.90

por pessoa

São mais de 12 opções.

5458 International Drive, Orlando. I (407) 354-2507

SERÁ COBRADO $1 DE COUVERT ARTÍSTICO

TODA QUINTA DO SUSHI I 7PM-10PM


reinventando Orlany Bilatti Profissão no Brasil: Advogada Profissão nos EUA: Empresária 2 anos de América “No começo foi muito difícil, todas as pessoas que eu conhecia falavam que o único trabalho para imigrante seria a limpeza de casas, foi quando resolvi procurar uma nova porta, já que eu não queria trabalhar com isso. Foi quando eu simplesmente comecei a observar uma moça que deixava o carro na frente da minha casa todos os dias. Um belo dia resolvi fazer amizade com a minha vizinha, uma hispana. Eu a cumprimentei e a mesma foi muito simpática, então perguntei para ela se conhecia algum lugar que estaria precisando Não é fácil aceitar o novo, o desafio de viver coisas novas. de alguém para trabalhar. Para a minha surpresa ela falou que sim. Pediu para que eu anotasse o telefone dela e mandasse uma mensagem. Ela me passou um endereço para fazer uma entrevista. Chegando lá era o delivery fast food e fui contratada. Trabalhei por 10 meses e saí por vontade própria. Vi que estava ganhando pouco e queria mais. Na pandemia, COVID 19, eu comecei a fazer máscaras, mas logo parei e abri um delivery de comidas fitness e comidinhas brasileiras. Pronto, era o que eu precisava! Está dando super certo e hoje é a minha fonte de renda. Então, caros leitores, se você tem força de vontade, a América é o lugar onde você ganha dinheiro e consegue viver com qualidade de vida. Nada é fácil, mas quando vc faz com amor e força de vontade, tudo dá certo. Eu sou grata a Deus por ter me capacitado para me reinventar. Não é fácil aceitar o novo, o desafio de viver coisas novas, mas quando você se dispõe a fazer com vontade ninguém para o propósito de Deus na sua vida. Segue com fé em Deus e tudo dará certo para você.”

8


Geovanna Pizzo Profissão no Brasil: Publicitária na área de eventos Profissão nos EUA: Empresária (Chefinho Gourmet Orlando - Alimentação saudável para bebês, crianças e adultos) 3 anos de América Cheguei aqui há 3 anos e 2 meses, grávida de 5 meses, sem a menor pretensão de empreender. Meus planos eram de vivenciar a maternidade naquele momento, e foi justamente a maternidade que me levou ao caminho da alimentação Me reinventando com a maternidade. saudável. Quando saía com minha filha, muitas mães me abordavam para saber onde eu tinha comprado aquela papinha que estava dando para minha pequena. Foi observando essa lacuna, já que a alimentação aqui é muito ruim para crianças, que surgiu a Chefinho Gourmet Orlando.

A C C O U N T I N G & TA X P R E PA R AT I O N

Sabemos que seu tempo é valioso e cuidar das necessidades da sua empresa é nossa prioridade. Porque contratar a OnTarget: • Atendimento em Português, Inglês e Espanhol • Mais de 1O anos servindo a comunidade brasileira

Conte comigo para ✔ Abertura de empresas ✔ Contabilidade ✔ Declaração de impostos

✔ Pedido de Licenças ✔ Pedido de ITIN (Tax ID) ✔ Due Diliegence

RAQUEL MOWRER TA X P R E PA R E R Phone: 4 07.745.170 6 Fa x: 4 07.982. 2 0 0 6

✔ Plano de Negócios ✔ Auditorias ✔ Notário Público

Entre em contato conosco para agendar uma consulta!

raq uel@r montarg et.com w w w.r montarg et.com

7021 Grand National Dr., Ste 10 0, Orlando, FL 32819

9


esporte

Defesa pessoal para Texto:Márcio Keske (Faixa preta de Jiu Jitsu 3º grau) Foto: Leticia Trabone Vivemos em um tempo onde as pessoas estão cada vez mais irritadas e sem domínio próprio. Homens perdendo a cabeça com facilidade e agredindo aquelas que chamamos de sexo mais frágil, as mulheres. Inadmissível! É impressionante como cresceu o número de agressões a mulheres. No Brasil, dados indicam que a cada 4 minutos acontece uma agressão a mulheres, já nos EUA a cada 2 minutos uma mulher sofre algum tipo de assédio sexual. Você sabia que segundo dados da YWCA de Los Angeles, instituição comunitária de apoio às mulheres, mais de 40% das adolescentes entre 14 e 17 anos conhecem alguém que já sofreu algum tipo de abuso cometido por namorados? também que uma em cada três mulheres sofrem violência doméstica e que 25% das estudantes universitárias já foram vítimas de estupro? Fora a questão do tráfico humano que também tem dados alarmantes e altíssimos. Começamos há alguns meses um trabalho gratificante e com excelentes resultados na Atos Brazilian Jiu Jitsu, aqui em Orlando, uma turma de defesa pessoal só de mulheres, focada em técnicas reais de agressão e defesa, melhorar as condições físicas, a auto estima e autoconfiança. É impressionante como elas estão alcançando seus objetivos. 10

mulheres

Trabalhamos o Jiu Jitsu sem kimono voltado para a defesa pessoal. Temos recebido mulheres com histórias variadas que têm buscado fazer parte dessa turma e sinto que meu papel além de ensinar técnicas de defesa para elas é, também, ajudá-las a se superar nos exercícios e vencer traumas já vividos, tanto nessa questão de agressão, quanto na questão física. Gosto de citar uma das minhas alunas, a Isabele. Lembro quando ela começou a treinar, alguns meses atrás, e vejo a evolução dela hoje. É impressionante a superação, o aprendizado, a forma física e o nível técnico que ela vem atingindo. Isso me deixa muito feliz, ela não perde uma aula. É muito importante nos dias atuais você, mulher, saber se defender de situações que possam vir marcar a sua vida para sempre. É impressionante a diferença de uma mulher que não tem conhecimento nenhum de defesa pessoal e uma mulher que já conhece os fundamentos básicos, que podem te livrar de grandes problemas. Além da autoconfiança também trabalhamos muito a questão física de cada aluna, a superação, o sedentarismo, a flexibilidade, o reflexo a agilidade e outras coisas.


Eu e o professor Christophoros também temos feito seminários gratuitos de defesa pessoal para mulheres em parceria com a Hope & Justice Fundation, uma fundação que tem batalhado contra o tráfico de pessoas. Venha você também aprender técnicas de defesa pessoal, ficar mais autoconfiante e ter uma vida mais saudável. Esperamos você!

Depoimento de uma aluna: Ao longo da história da humanidade, as mulheres sempre foram alvos das mais diversas formas de violências, especialmente assédios e abusos físicos, seja em lugares públicos, privados, e inclusive dentro do ambiente familiar. De acordo com estatísticas no EUA, 1 a cada 4 Mulheres irá passar por uma violenta experiência no âmbito doméstico e 1 em cada 10 mulheres será estuprada por seu parceiro. Em 2006, 232.960 mulheres nos EUA foram violentadas sexualmente, mais de 600 estupros por dia, além da violência promovida pelo tráfico humano. A Florida é o terceiro Estado que mais tem casos reportados de tráfico humano, e Orlando a terceira cidade do País. A violência está em toda parte, especialmente, mulheres e crianças. Diante dessas estatísticas altamente alarmantes eu decidi fazer aulas de Defesa Pessoal. Além de proporcionar um bem estar geral na minha saúde, traz autoconfiança em minha defesa pessoal e das pessoas próximas a mim. Eu recomendo sempre todas as mulheres buscarem aprender uma forma de autodefesa. É vital em todos os aspectos da mulher. Eu procurei o Jiu-Jitsu porque sei que é a arte marcial mais completa no tocante a defesa pessoal. Tem sido de grande valia para mim. Anna Alves-Lazaro Advogada e Ativista contra o Tráfico Humano

11


esporte Uma história : doJiu jitsu tatame e imigrantes Texto: redacao foto: Leticia Trabone e arquivo pessoal Existem decisões que mudam completamente nossa rotina e vida, como por exemplo a mudança de país. Iniciar um novo ciclo social envolve muita disposição e coragem. Mas o que você me diria se eu afirmasse que o esporte pode ser um facilitador nesta transição? Temos provas! Ou melhor, temos a Sophia! Sophia é uma adolescente de 11 anos, filha de Christophoros Constantinidis Fernanda Constantinidis nascida em Florianópolis, Brasil, e hoje mora em Orlando, Flórida. Inserida no mundo do esporte, o seu amor é o Jiu Jitsu. Começou a treinar ainda na barriga da sua mãe. Isso é possível? Calma! Vamos explicar. A mãe de Sophia também é uma atleta de Jiu Jitsu. Certo dia estava treinando, como sempre fazia, mas começou a passar mal. Foi ao médico e a surpresa veio, um presente maior do que qualquer troféu ou medalha estava a caminho, ela estava grávida. Sophia nasce e cresce cercada de atletas e suas respectivas rotinas de treino, muita disciplina e determinação. Também ver de perto a miscigenação de culturas, já que sua mãe é brasileira, e o seu pai grego. Sophia segue os passos da família e inicia a sua vida no Jiu Jitsu ainda nova. Os benefícios e o que mais gosta na prática do esporte ela mesma conta. “O que eu mais gosto é que o esporte me ajuda a desestressar dos dias longos de aula e me sinto mais segura por saber me defender.” diz Sophia. Praticar o Jiu Jitsu também a deixou mais atenta a tudo o que acontece à sua volta, mas principalmente a ajudou muito a fazer amigos na sua fase de adaptação quando chegou nos Estados Unidos. O esporte pode ser considerado algo universal. A prática de uma modalidade é padronizada independente do país, como podemos acompanhar 12

durante as Olimpíadas e campeonatos. Quando um imigrante chega em um país e encontra o esporte a qual praticava anteriormente, ou até mesmo inicia uma nova modalidade no novo país, as portas para uma interação e convívio na nova realidade tornam-se mais fáceis, como o exemplo da Sophia. Hoje, Sophia é faixa amarela com preto e considera o esporte um estilo de vida. Como é de esperar-se de uma adolescente, Sophia tem muitos sonhos, em muitas áreas da sua vida, mas conta os planos futuros relacionados ao Jiu Jitsu. “Meus planos são participar e ganhar em um campeonato mundial. Tenho 11 anos e quando eu for mais velha meu objetivo é chegar na faixa preta sendo entregue pelo meu pai.” conta ela. Enquanto isso, Sophia continua treinando e se dedicando ao esporte, mas sem deixar outras coisas que tanto ama de lado, como por exemplo brincar com o irmãozinho Pedro de 7 anos, com a cachorrinha Bella e viajar com a família. Não importa a idade que temos ou de que país somos, iniciar a vida no esporte é um caminho que trará muitas melhorias na saúde, bem estar e disposição. Que tal aproveitar isso tudo e ainda aumentar o seu ciclo de convívio? Com certeza subiremos de faixa no quesito resiliência.


beauty care

Como lidar com esse novo no ormal e não prejudicar sua pele? Texto: Monise Christofoletti VEM COMIGO MENINAS! Vou lhe dar dicas valiosas para manter sua pele bonita, iluminada e sem perder o glamour mesmo com o tira e põe da máscara. A máscara de proteção é um item essencial para quem precisa sair de casa. Entretanto, usá-la por um tempo pode trazer alguns incômodos e provocar alguns efeitos na pele do rosto. Para evitar isso, alguns cuidados simples com a pele do rosto, fáceis de adotar farão uma diferença enorme! PRIMEIRA DICA – Escolha da máscara Pode não parecer, mas escolher qual máscara usar e qual tecido é o mais recomendado é tão importante quanto se proteger do corona vírus. Faça a opção por máscaras com tecido de algodão, pois esse tipo de tecido ajuda muito na respiração da pele. SEGUNDA DICA – Capriche na higienização. Principalmente para quem tem a pele oleosa, lavar o rosto toda manhã e à noite com sabonete facial específico para o seu tipo de pele e aplique o tônico facial, de preferência sem álcool. Isso ajudará a manter sua pele higienizada e com o PH da pele controlado, evitando o acúmulo de oleosidade na pele, principalmente pelo abafamento da máscara. TERCEIRA DICA – Hidratação é imprescindível Ter uma rotina diária de cuidados com a pele pode prevenir diversos problemas na derme. O indicado é sempre usar produtos suaves e sem fragrâncias. O que passar de acordo com o tipo de pele: Pele oleosa (ou para climas quentes e úmidos) - gel hidratante Pele normal ou mista - loção hidratante (é mais líquida que o

Texto: Monise Christofoletti

creme hidratante e é absorvida mais rapidamente pela pele) Pele seca ou muito seca - creme hidratante (é mais consistente e sua absorção na pele é mais demorada) QUARTA DICA – Evite usar maquiagem Sim meninas, isso infelizmente é uma realidade que temos que passar por esse período. A possibilidade de obstruir os poros e causar erupções cutâneas na pele é maior ao usar maquiagem e colocar a máscara por cima. Se for necessário o uso de maquiagem, o ideal é usar produtos livre de óleo. Para isso, eu indico usar protetor solar com cor. Assim você pode se proteger e trazer uma leve “maquiagem ao rosto”.

Referência de produtos: Hidrante Pele Mista: Lancôme - Creme Hidratante Lancôme - Hydra Zen Gel

Hidrante Pele Oleosa: Neutrogena - Hidratante Facial Neutrogena Hydro Boost Water Gel

Hidrante Pele Seca: Dior – Creme Hidratante Capture Youth 13


decor

Além da mesa posta

Texto:Taty Mendes Foto: arquivo pessoal Olá, meu nome é Taty Mendes, moro nos EUA há 6 anos e sempre fui apaixonada por mesas postas. Sou adepta desde quando ainda morava no Brasil, pois sempre amei receber. Morei em NYC por 4 anos e quando tinha um tempinho eu fazia minhas mesas. Me mudei para a Flórida há quase 3 anos e aqui me dediquei, porque entendi que a mesa posta vai além da estética apresentada, o propósito é muito maior: é união. Partilhar é o segredo para estreitar relacionamentos sólidos e profundos. A prática da mesa é transformadora, é algo divino. Eu acredito que Deus ama este lindo propósito da mesa, pois nela compartilhamos o vinho e o pão. A pandemia chegou e comecei timidamente fazendo porta guardanapos para minha casa. Começou então a surgir a ideia de comercializar com o incentivo do meu maior motivador, melhor amigo e esposo, Sergio. Nós aqui em casa amamos mesa posta. Assim surgiu o Life Table, minha empresa. Começou com trabalhos artesanais e hoje temos o prazer de trazer do Brasil acessórios, roupas de mesa com acabamento de alto padrão tecnológico e sofisticado. A prática da mesa vai além do modismo, é algo para expressar gratidão. Thanksgiving está chegando, é uma data especial. Reúna os familiares e amigos ao redor da mesa e crie memórias maravilhosas para sempre. aqui temos algumas ideias para você criar: Life Table by @Tatylmendes (914)803-2291 14


Nossa primeira corrida 5K de rua vem aí!

5K run

Confira o que vale ou não colocar no prato para aumentar sua performance. Texto: Cristiane Kaizer Personal Trainer

Fazer uma alimentação adequada é fundamental para a segurança e desempenho dos corredores. Ao menos dois dias antes da prova evite consumir pratos com temperos que não tem hábito de ingerir, pois podem causar mal-estar. Escolha com sabedoria as refeições um dia antes da prova, preferindo combinações que contenham carboidratos de qualidade como batata doce e mandioca para aumentar o estoque de glicogênio, o corpo leva um certo tempo para poder pegar esses alimentos, quebrar e absorver no músculo e no fígado como forma de energia. Para acelerar a absorção dos nutrientes adequadamente, é indicado o consumo de gorduras “saudáveis” (os lipídeos mono e poli-insaturados) presente em alimentos como castanhas e abacate. Verduras e legumes; proteínas magras como peixe e frango devem estar no prato pois contém aminoácidos, minerais e fibras, já leguminosas como feijão e lentilha podem causar desconforto abdominal em algumas pessoas, portanto vale evitar.

No dia da prova, entre uma hora e uma hora e meia antes da prova faça sua última refeição antes de correr. Ela deve incluir cereais integrais e frutas, mas evite alimentos que tendem a uma difícil digestão, como frituras, leite e seus derivados. Durante a prova, a necessidade varia de acordo com os níveis de preparo físico, distâncias e variações ambientais, por exemplo. De maneira geral, se você tiver feito uma refeição balanceada antes de correr cerca de 5k, deve ser suficiente para manter o gás até o final da prova, assim como o consumo de água a cada 20 minutos de corrida. No pós-corrida, a sensação de bem estar chega junto com a fome e fazer uma alimentação rica em carboidratos e proteínas aumenta a velocidade de recuperação muscular, amenizando as dores de fadiga. Lembrando que as pessoas apresentam necessidades nutricionais diferentes e um plano alimentar individual é uma ferramenta fundamental de todo atleta profissional ou amador”, mesmo assim essas dicas gerais de alimentação ajudam a potencializar a performance nas provas de corrida. 15


inglês em casa

Texto: Cinthia Anet

WASSUP?

Todo mundo que passou por um curso de inglês lembra do diálogo: “Hi, How are you?” “I’m fine, thanks, and you?” Mas vocês já ouviram pessoas falando exatamente desse jeito aqui na América? Talvez nunca, não é mesmo? E que tal esses aqui: “Hey dude, what’s up?” ou “How is it going? Aposto que você já ouviu isso muitas vezes nas ruas e filmes. Mas você sabe o significa? Sabe usar? Pois é, existe algumas diferenças entre o inglês dos livros e o inglês das ruas. Usar estrutura gramatical correta e vocabulário culto é muito importante no aprendizado de um idioma, mas na vida real a coisa é um pouco diferente. Expressões, que são chamadas de “Idioms” em inglês, são importantíssimas para mergulhar na cultura americana e falar como eles. Quando ouvimos a mesma coisa repetidamente, começamos a nos familiarizar com ela, mas é muito importante saber como se aplica essas estruturas em uma conversa. É exatamente aí que se torna importante aprender expressões e estruturas usadas frequentemente por falantes nativos. Que tal saber usar um pouco dessas estruturas e sair falando inglês de verdade por aí?

16

BASIC PHRASES (Estruturas básicas) WHAT’S UP? Ou WASSUP? (What’s going on?/ How are you?/What is happening with you?) Usamos essa estrutura quando encontramos um conhecido ou amigo e queremos saber o que ele(a) tem feito ou o que está acontecendo na vida dele(a), ou até mesmo saber como ele(a) está. Lembre-se que é uma estrutura bem informal, não aconselhável usar com seu chefe, por exemplo, ou uma pessoa que você não conhece. Em português seria algo como “O que tá pegando?” ou “O que tá rolando?” Exemplo: Hey, dude! What’s up? Not much, just working. E aí, o que está pegando? Nada demais, só trabalhando.


HOW DOES THAT SOUND?/ HOW DOES SOUNDS GOOD/GREAT/PERFECT THAT SOUND? Essa é outra estrutura muito usada pelos americanos. Seria algo parecido com “O que você acha?” Usamos essa estrutura quando temos uma ideia ou plano, ou até mesmo uma oferta pra alguém e queremos sabe a opinião dela. Exemplo: Let’s ask Ryan to play for us at the party. How does that sound? Sounds Good to me./ Sounds great. Vamos pedir ao Ryan pra tocar na festa pra gente. O que você acha? Por mim tudo bem. / Acho ótimo. I REALLY APPRECIATE...

I REALLY APPRECIATE

Todo americano usa essa estrutura para agradecer por alguma coisa. Normalmente eles usam logo após o “Thanks so much” para enfatizar que está realmente agradecido pelo favor.

Querido, você pode passar pelo mercado depois do trabalho? Não sei se eu vou conseguir. Tenho tanta coisa pra fazer depois do trabalho. Ok. Deixa pra lá. Você nunca faz nada que eu te peço. Oh no! I forgot your book at home. Never mind. You can bring it tomorrow. Ah não! Esqueci seu livro em casa. Não esquenta. Você traz amanhã. AWESOME Sensacional. Maravilhoso. Usado em várias situações para dizer que algo e espetacular. Exemplo: Gary is coming to the party too. Awesome! O Gary vem pra festa também. Maravilha!

Exemplo: Tim, can you give me a ride home? Sure. Hop in. Thanks so much. I really appreciate it. Tim, você pode me dar uma carona pra casa? Claro, entra aí. Muito obrigada mesmo. NEVER MIND

NEVER MIND

“Deixa pra lá” é bem próximo do que essa estrutura significa no Português. Dependendo do contexto pode significar que você está chateada com a pessoapor ela não ter feito algo que você pediu, por exemplo, ou simplesmente dizer à pessoa que não tem problema ela não ter feito algo ou não poder ajudar. Exemplo: Honey, could you stop buy the grocery store after work? I dunno if I will be able to. I have so many things to do after work. Ok. Never mind. You never do anything I ask you.

Toxina botulínica Preenchimento sem agulhas Lipo enzimática de papada Microagulhamento Bioplacenta Bbglow

AWESOME!


biografia Enfermeira:

Isabel Trsek Entrevista: Alana Balbino Foto: arquivo pessoal

1 - Conte um pouco da sua história no Brasil. Qual profissão exercia, quais planos tinha. Nascida no Rio Grande do Sul e criada em Natal, sou filha de um aviador militar e uma promotora de justiça, cresci com muita disciplina e cuidados. Estudei na escola doméstica, lá fiz amizades para a vida inteira. Enfrentei uma gravidez precoce e fui mãe solteira, aos 18 anos. Mesmo diante de tantas dificuldades, principalmente o preconceito que existia na época, consegui “vencer¨. Encarei vestibulares até conseguir passar no curso de arquitetura na UNP. Na verdade, o que eu queria mesmo era fazer enfermagem. Tinha planos de após formada poder estudar inglês e fazer uma pós graduação em design de interiores. Esses eram meus planos, mas o destino já tinha outra coisa reservada para mim. 2 - Em qual ano veio para os Estados Unidos? Por que escolheu Orlando? Lembro como se fosse ontem, ao receber a visita de minha amada “cunhada” (tia de meu filho) que na época morava em NY, perguntei se ela não queria me levar junto na volta. Ali foi quando meu destino mudou pra sempre. Cheguei em NY em um dia de neve, com um casaco no corpo, $300 dólares no bolso e duas malas. Não sabia falar inglês e não entendia absolutamente nada da cultura americana. Ou seja, lascada! (risos) 18

Morar em NY foi uma mistura de sonho com um filme de aventura. Trabalhei como garçonete e logo consegui um emprego de babá/nanny para cuidar de um bebe recém-nascido, filha de uma das diretoras do CitiBank. Fui extremamente afortunada nesse emprego. Através da minha “patroa” consegui estender o meu visto de turista, e o que era para ser uma aventura de 6 meses, virou um ano. Como já estava adaptada e um pouco mais estabilizada, voltei ao Brasil para buscar o meu filho, que na época já estava com 10 anos de idade. 3 - Vir para Orlando já era um sonho antigo ou foi algo inesperado? Conte um pouco sobre os motivos que te trouxeram para cá. Morar em NY com um filho pequeno e sendo mãe solteira é uma tarefa praticamente impossível! foi ai então que eu decidi que Orlando seria uma melhor opção. Parece que tenho uma coisa comigo: eu atraio anjos. Os amigos que fiz nessa vida são verdadeiros anjos. Cheguei em Orlando recepcionada por outra grande amiga, que infelizmente estava voltando ao Brasil na mesma semana, me deixando “sozinha” em uma cidade enorme e sem transporte público. Ou seja, me lasquei de novo, só que agora com um filho ao lado! (risos) Foi muito difícil o início em Orlando. Eu não tinha carro e nem carteira de motorista, estava morando com roommates, com pouquíssima estrutura, chegamos (eu e meu filho) a dormir


em edredons no chão, pois não tínhamos colchão. Por já ter o inglês um pouco mais desenvolvido, logo consegui um emprego em hotelaria, onde comecei como housekeeper. Fui housekeeper supervisor e mais a frente, fui gerente de recepção e diretora de vendas em um hotel na área do Universal Studios. Não pense que foi tranquilo. Eu dependia de ônibus para ir trabalhar (e ônibus em Orlando são como unicórnios: difícil de acreditar! (risos)), sem falar nas dificuldades para matricular meu filho na escola e dar conta de minhas obrigações maternas e domésticas! Acho que na verdade, quem mais sofreu foi ele, que deixou os amiguinhos, o idioma e o conforto pra trás. Pouco depois eu casei, e tive uma filha em 2008. Infelizmente o casamento não durou, falta total de compatibilidade (as besteiras que a gente faz quando está vulnerável emocionalmente) ou porque ainda não era o meu destino. 4-Quais foram as principais dificuldades como imigrante? São inúmeras as dificuldades que um imigrante enfrenta. Tiro o meu chapéu para todos que têm a coragem de largar o próprio país. Acho que a minha maior dificuldade foi realmente a falta de apoio emocional. Mas isso comprovou minha resiliência em superar problemas. Eu me adapto a tudo. Na verdade, a pessoa tem duas opções: ou leva como trauma, ou como aprendizado. Eu preferi aprendizado. Não me arrependo de absolutamente nada! 5-Você teve algum momento que marcou sua vida como imigrante? Se sim, qual. Nossa! Vários. Bons e ruins. Os ruins todo mundo já conhece: falta de documentação, falta de emprego estável, falta da família, falta de dinheiro, ir parar na salinha da imigração.(risos) Mas o que mais me marcou foi quando me divorciei e fiquei novamente “sem ter onde morar”,

dessa vez com 2 filhos. Ali, pensei em voltar para o Brasil, mas meu ex-marido ameaçou tirar minha filha de mim se eu fosse. Só que a minha vida sempre foi assim, não há dificuldades que me derrubem. Em 2009, consegui com a ajuda da minha mãe, comprar um apartamento que estava tomado pelo banco, a preço de banana (na época), e assim, finalmente, fiquei mais estabilizada e iniciei meus estudos no Valencia College. 6 - Conte um pouco sobre como é hoje a sua vida em Orlando. Filhos? casada? Fez algum curso? Entre outros. Saí de Orlando em 2010, quando conheci meu atual marido (a gente se conheceu pelo match.com). Rob, piloto de caça da força aérea americana, chegou na minha vida de uma maneira inusitada. Eu chamo ele de: meu milagre. Estamos casados há 10 anos, e juntos criamos nossos 4 filhos. A vida Militar nos trouxe experiências incríveis: em 10 anos,

19


me mudei 7 vezes! Morei na Coreia do Sul por dois anos, tive a oportunidade de ir ao Japão, de ver as Muralhas da China, de conhecer a Tailândia e os santuários de elefantes. Eu só tenho a agradecer. Com ele tive todo o apoio e estabilidade emocional para continuar meus estudos. Mesmo estando do outro lado do mundo, e em meio a tantas mudanças, conquistei meu primeiro Bacharelado em Ciências Medicas no ano de 2016, pela West Florida University. 7- Quando surgiu a ideia de ser enfermeira aqui? Quais foram os desafios? A ideia sempre existiu! Comecei minha jornada em 2010. Foram muitos os desafios: pré-requisitos sem fim, transferências de faculdade por causa da vida militar, e principalmente a língua! Estudar ciências médicas em inglês não foi tarefa fácil. Em 2017, o Rob se aposentou da carreira militar e viemos morar em Tampa. Finalmente pude concorrer a uma vaga na faculdade de enfermagem local. Foram 300 candidatos e apenas 30 os escolhidos. Eu fui uma deles! Nunca foi sorte, meu destino apenas se cumpriu. Já estava tudo escrito, e todas as dificuldades que enfrentei foram testes de resiliência. Eu honrei todas as oportunidades que a mim foram dadas. 8-Conte um pouco sobre sua carreira. Quanto tempo faz o que você faz, quais são os seus pacientes: adultos, crianças? Qual a sua rotina etc. Me formei em Dezembro de 2019, e em Janeiro de 2020 passei no exame do Conselho Nacional de Enfermagem, adquirindo assim meu registro de trabalho. Fui contratada em março deste ano para trabalhar na rede de hospitais AdventHealth, onde cuido de pacientes pósoperatórios e cirurgias de emergência. Trabalho à noite, meus plantões são de 12 horas (das 7 da noite às 7 da manhã) geralmente 3 vezes na semana. Coisa de louco, né? mas eu absolutamente amo o que faço! 9- Qual diferencial você mencionaria entre ser enfermeira aqui e no Brasil? Acho que a grande diferença está nos recursos que temos aqui. Os hospitais do Brasil por melhores que sejam, não se comparam aos daqui. Temos uma tecnologia de ponta, acesso aos melhores estudos de pesquisas internacionais, somos bem pagos e extremamente valorizados. 20

Enfermeiro aqui progride academicamente até Doutorado, e dependendo da escolha, pode se especializar em Prática Clinica, atendendo pacientes igual aos médicos! Não vou usar de falsa modéstia: sinto um orgulho gigante quando visto meu “scrub” e penduro meu estetoscópio ao redor do pescoço. 10- O que te motiva a continuar todos os dias? Pode até parecer “piegas”, mas o que me motiva todos os dias é o amor. O amor de meus filhos e de meu marido. Tudo que construí nessa ultima década só serviu para me ensinar que podemos tudo! 11- Como tem sido trabalhar durante a pandemia? Quais estão sendo as principais dificuldades? Conte um pouco sobre esse período. Meu setor não recebe pacientes com COVID ou doenças infecciosas. Apenas pacientes com casos cirurgicos, mas mesmo assim, tomo todas as precauções possíveis. Tiro meu uniforme ainda na garagem e vou direto paro o banho quando chego em casa! Ser enfermeira não é heroísmo, é amor ao próximo. 12- Qual você considera que seja o seu propósito como ser humano e também como profissional? Acho que quando a gente acende uma luz no caminho do próximo, iluminamos nosso próprio caminho. Quanto mais bem distribuo, mais tenho progresso. Acho que minha missão é essa. Eu amo ajudar, amo acolher, amo cuidar. Minha escolha profissional me completou justamente por me dar a oportunidade de exercer todos os dias meus valores morais e espirituais. 13-Quais são seus projetos daqui para a frente? Cheguei em uma fase que só quero mesmo é curtir meu marido e meus filhos. Amo ficar em casa, tomar um bom vinho, assistir Netflix. Mas ainda tenho muito para conquistar: estou de volta aos estudos, dessa vez terminando meu segundo bacharelado e seguindo com meu mestrado em enfermagem clinica. 14-Quais informações não estão no questionário, mas você considera importante mencionar. Corra atrás dos seus sonhos. As coisas só são impossíveis até você conseguir alcançá-las.


21


real estate Entrevista: Rilma Moraes e Vanessa Albuquerque Foto: Rilma Moraes

A arquiteta e colunista da Mulher Brazil Magazine, Rilma Moraes, juntamente com a Realtor, Vanessa Albuquerque, visitaram uma das mais belas casas já vista em Orlando. “Sempre vejo muitos imóveis de vários padrões, porém esse imóvel além da decoração, tinha itens exclusivos de colecionadores, e peças com valores inestimáveis. Foi realmente memorável de se ver”, conta Rilma Moraes. “Tanto eu como a Rilma tivemos a mesma impressão sobre o

22

imóvel. Cada ambiente que entrávamos era uma surpresa”, diz Vanessa. O proprietário construiu a casa dos seus sonhos em Orlando, e deu carta branca aos seus designers de interiores para utilizarem tecnologia de ponta e colocarem móveis e decorações de renomados designers e artistas. Os responsáveis pelo projeto não pouparam esforços em nenhum ambiente. “Cada detalhe nos surpreendia. Em alguns ambientes, como na


sala de cinema, nas salas de jogos e nos quartos das crianças, foram construídas verdadeiras réplicas dos parques da Disney. A sensação era de que estávamos entrando em uma das atrações do parque. Os móveis, as peças de decoração e os quadros nos remetiam às decorações dos anos 70 e 80, mas com um toque de modernidade e sofisticação. Tudo de muito bom gosto. Percebemos também que cada detalhe e combinação dos materiais foram estudados minuciosamente, desde os contrastes dos mármores com o black-splash na cozinha e nos banheiros, e o design dos armários da cozinha e dos bares”, conta Vanessa.

Todos os ambientes foram feitos com perfeita harmonização de cores, texturas e materiais. Para finalizar com chave de ouro, a mansão tem uma piscina simplesmente surpreendente que ocupa 3 lotes.

23


capa

Verônica Ferreira Braga Oferecendo amor em forma de serviço: conheça a história da empresária que utiliza a venda de seguros de saúde como uma ajuda ao próximo. Texto: Alana Balbino Fotos: Luciene Henriques dos Santos Ribeiro 24

Exercer uma profissão com maestria no lugar de origem já é um grande desafio. Quando somos imigrantes o desafia torna-se ainda maior, e fica ainda mais difícil quando é uma nova carreira. Experimentar profissões até encontrar a sua é algo comum para muitas pessoas, porém é necessário ter em mente que seus propósitos devem estar ligados também à sua carreira profissional.


Entre tantas pessoas que vivem neste cenário, está Verônica Ferreira Braga, empresária do ramo de seguros de saúde. Hoje vive em Orlando, Flórida, e exerce uma profissão bem diferente do início da sua carreira. Verônica começou sua vida profissional trabalhando em hospitais, ainda no Brasil, mas sabia que não conseguiria ficar nesta área muito tempo. Vivenciar a rotina da saúde e não poder ajudar as pessoas de forma concreta tornava-se uma frustração para ela, que tinha empatia de sobra. Decidiu mudar de profissão e entrou no mercado de vendas. Lá ela se encontrou. Comunicadora nata, amava entrar em contato com os clientes e entregar soluções para seus problemas. Ela só

não imaginava que esse amor por oferecer ajuda em forma de serviços seria concretizado em outro país. No ano 2000 Verônica conhece seu esposo, um espanhol que estava em viagem no Brasil, mas morava em Orlando. Em 2001 eles se casam, e junto com a nova rotina de casada vem uma nova realidade, ela se muda para os Estados Unidos, país onde morava seu esposo. Com dois anos de casada Verônica tem seu primeiro filho e dedica-se à família durante os próximos anos. Ela conta que mesmo com o tempo apertado, mantinha-se atualizada com leituras e continuava ajudando em trabalhos voluntários. “Eu sempre gostei muito de ler, então eu era uma dona de casa, mas não era parada. Eu sempre estava ajudando a comunidade e fazendo serviços voluntários.” Conta Verônica. Foi nesta vontade de ajudar as pessoas que ela começou a trabalhar, ainda de casa, oferecendo planos médicos para pessoas de baixa renda, inicialmente com a comunidade espana. Com o crescimento dos brasileiros em Orlando, ela começa também a trabalhar com a comunidade brasileira.

25


Hoje, Verônica continua casada e tem quatro filhos. Trabalha há 20 anos no segmento de seguros e 5 anos com a sua própria empresa. “O que motiva é que todos os dias sempre tenho um cliente me chamando para agradecer por ter ajudado eles a ter um bom plano, ter feito seus tratamentos e ter se curado. Isso para mim faz tudo valer a pena.” Ela conta. Durante o período de pandemia, Verônica diz que trabalhou mais do que nunca. Relata que infelizmente muitas pessoas só percebem a necessidade de um serviço de saúde garantido quando passam por algo ruim. Como uma imigrante vivendo em Orlando há um bom tempo, Verônica também se dedica a ajudar outros brasileiros que chegam aos Estados unidos com ideias diferentes da verdadeira realidade. Entre as diversas áreas que distinguem o Brasil dos EUA, ela precisa também quebrar mitos sobre os seguros de saúde e ajudar a sociedade brasileira entender a importância do serviço. Os planos para os próximos anos não são tão diferentes do que já faz. Pretende atender ainda mais a comunidade brasileira e oferecer ajuda, seja em serviços, trabalho voluntário ou simplesmente como amiga. Passa-se o tempo e as pessoas começam a procurá-la ainda mais. Foi quando Verônica decidiu tirar a licença, inicialmente em seguro de vida. A escolha foi tomada após presenciar uma perda de forma trágica na vida de uma amiga, fazendo com que Verônica decidisse procurar um seguro de vida. Pesquisando um pouco aqui e lendo um pouco ali, ela percebe o quão importante é o serviço de seguro de vida e decide começar a trabalhar no ramo, com o objetivo de ajudar famílias a não passarem por dificuldades em momentos tão difíceis, como a perda de um familiar. 26

A VFB insurance tem os melhores planos pra você. A partir 30 dólares por mês faça já sua cotação 407-360-0842 ou Veronica 321-460-9977.


27


A revista

aconteceu Finanças e

Mulheres quer facilitar e mostrar seus sonhos, desafios e sucessos.

Leticia Trabone,Elaine Souza e Isabella Pimenta. O evento de finanças aconteceu na loja Carol Baldin e foi um verdadeiro sucesso. As aproximadamente 25 mulheres que lá estavam aprenderam muito sobre planejamento financeiro. O grupo que realizou o evento é formado por três mulheres, ambas consultoras da FiveRings Financial: Natalia Oliveira, Melissa Oliveira e Dayanna Rojas, mulheres que fizeram uma parceria para ajudar pessoas através de planejamento e proteção financeira, usando a educação como base.

Onde você, da comunidade brasileira, tem voz e respeito. 28


new Kariok Fitness Texto: Sylvia Leone Fotos: Sylvia Leone e Carol A The Fashion Lounge muito bem representada por Leila Alves, Patrícia Valga e Vania Madalozzo, recebeu amigas e clientes com a simpatia de sempre para o coquetel de apresentação da coleção Kariok Fitness, regado com champanhe e um delicioso coquetel. Karina Renno arrasou nos looks fitness. Foi um prazer participar de um encontro tão agradável. Parabéns e sucesso! Maria Alice, Sylvia Leone, Karina Renno, Leila Alves, Patricia Valga, Moana Bekkali e Elin Machado.

Maria Alice, Caroline, Karina, Leila Alves e Patricia Valga.

Karina Renno, Patricia Valga, Leila Alves, Maria Alice e Andrezza Carvalho.

Jéssica Bella, Karina Renno, Fabiana Alburquerque e Queila Oliveira.

29


deixa eu viajar! Sua coluna

Brasileira em N.Y.C Texto e foto: Victoria Nassif

Quando o tema é a queridinha metrópole norte americana, a frase “a cidade que nunca dorme” já vem em mente, mas NY é mágica demais para ficar só nos pensamentos, e por isso, darei o meu melhor - mesmo que isso signifique acompanhar o passo corrido da cidade e ficar acordada por horas - para trazer as melhores tips e segredos da nossa amada ilha. Conservatory Water (East 72nd) Os filmes “De Repente 30” e “Stuart Little” tem cenas gravadas nesse lago super lindo. Quem foi que disse que NY it’s all about concrete jungle? O laguinho super fofo onde stuart se aventura em um barco de brinquedo, podem ser alugados de verdade. O valor é de $11 dólares por 30 minutes. E quem acha que só as crianças curtem esse tipo de passeio, esta enganado. Existem competições seríssimas e para quem não tem, tem a opção de alugar. 30


Nesse local você consegue fazer picnic ou apreciar a vista acompanhado de um Delicioso café no Le Pain Quitidien. Le Pain Quitidien tem um preço bem acessível para um restaurante localizado no coração de Manhattan. Café, croissants, quiches e omeletes ... Se ainda quiser explorar mais a área, você consegue encontrar a estátua de Alice nos pais das Maravilhas. Curiosidades sobre a estátua e que ela e uma das únicas estatuas do central park que e permitida a escalada, inclusive, ela foi construída com esse intuito, que as pessoas pudessem se entrelaçar entre os personagens e posar para as fotos. Ela também simboliza o amor,

pois seu criador George Delacorte, um jornalista e filantropo, fez em homenagem a sua esposa que faleceu. O restaurante The Loeb Boathouse, onde cenas de The Sex on the City foram gravadas, a vista é linda, mas não é um restaurante com um custo beneficia tão bom. A vista é incrível e logo na frente você da de cara para o lago aonde você pode relaxar e passear em um barco a remo. Nosso tempo aqui e curto, mas se quiser saber mais, mande suas perguntas e comentários para gente!

Vanessa Valin

Florida Licensed Esthetician

-

(407) 470-6218

L IM P EZ A DE PEL E DE PIL AÇÃO D E T O X F AC IA L D E T O X I Ô NI CO R EJ U VE NES CI MENT O F AC IA L M IC ROP IGM E NT A ÇÃO DE S OB RAN CELH AS M IC R O P IG ME NT AÇ ÃO C API LAR MI CR O P IG M E NT AÇ ÃO D E A RÉO LA T R A T AM E NT O DE CIC AT R IZES E CAM UFL AG E M LI F T ING DE C ÍL I O S P EE L IN G D E DIA MANT E 7485 CONROY WINDERMERE RD. P E E L I NG UL T RASSÔ NI CO SUITE C.ORLANDO - FL 32835 P E E L I NG Q U ÍMI CO H ID R A FACIAL

31


turismo local WEST ORANGE TRAIL

Texto e fotos: Luciene Henriques Se você gosta de pedalar, caminhar e apreciar as belezas da Natureza, não deixe de conhecer esta trilha. Você vai se encantar e desfrutar de um dia maravilhoso! A trilha West Orange é o lugar perfeito para quem gosta de caminhar, correr, andar de bicicleta, patinar, fazer piquenique e curtir ao ar livre. Do início ao fim, a trilha se estende por 22 milhas de West 32

Segundo maior carvalho vivo do Estado da Flórida, com aproximadamente 400 anos.


Orange County, começando na Estação Killarney em Oakland e terminando na Welch Road em Apopka. Um dos trechos mais lindos para mim é o que fica no endereço: Lake Brim Drive, Winter Garden, Florida 34787. Lá você pode contemplar lindas paisagens e animais, como nas fotos a seguir. Não deixe de visitar esse lugar, tenho certeza que você não irá se arrepender! Bom divertimento!


festival Letícia Trabone, Tatiana Santos, Guilherme Foly e Rafael Colonesi e João Pedro Colonesi.

Mercia e Gilmar Souza.

Daytona e Biketoberfest: um mundo em duas rodas

Ana Clara Foly.

Texto: Mércia Sousa e Letícia Trabone Fotos: Rafael Colonesi A Biketoberfest traz para cada um de nós uma experiência ímpar de imersão na cultura americana do motociclismo. Embora muitas pessoas possam pensar, a Biketoberfest não é um evento, mas uma transformação que acontece na cidade de Daytona Beach todos os anos. Daytona vive esse espírito de motociclismo mesmo quando não há nenhum evento acontecendo na cidade. Passear na Main Street é uma experiência espetacular. Lá se reúnem esnobismo com as últimas novidades sobre 34

modas e tendências das motos. Os motociclistas vêm de todos os lugares dos EUA e mostram suas marcas e sua moda, identificando o que chamamos em inglês de “motorcycle crew”. Muita alegria e divertimento mesmo para quem não anda de moto, já que a Main Street tem vários bares e restaurantes com músicas ao vivo, garantindo a diversão de todos. No último ano, foram mais de 125.000 motociclistas do


país inteiro com dezenas de modelos e tendências de motos. Esse ano o movimento foi menor, mas não deixou de ser uma grande aventura. Foi muito interessante ver como as lojas e restaurantes de Daytona Beach se transformaram completamente para receber o evento. Tudo o que antes era vendido nas lojas e a decoração são trocados por produtos e ornamentação sobre motos. Hotéis, restaurantes e lojas estavam com toda precaução necessária, mantendo seus visitantes em segurança contra o Covid-19. Parques e praias também estavam abertos para os visitantes aproveitarem o lindo dia com clima de Outubro e

os passeios panorâmicos da região. Em 2021 as datas para o Evento Biketoberfest®️em Daytona Beach já foram confirmadas para os dias 14 até 17 de Outubro. Aproveite um momento desses e conheça mais sobre essa cultura aqui nos US. Vale a pena se planejar para presenciar esse mundo sobre duas rodas.


curiosidades

OS CORVOS

Texto e fotos: Luciene Henriques Com certeza você já viu corvos em filmes de terror. Coitadinhos, sempre ligam o nome deles aos filmes de terror. Mas eles são seres INCRÍVEIS e suuuuuuuuuuper inteligentes! Temos algumas curiosidades que vocês irão gostar de saber. Vamos lá! Sempre gostei de alimentar os esquilos e os pássaros que viviam circulando pela nossa casa, e para minha surpresa, observando os corvos percebi que eles pegavam os amendoins, inclusive vários de uma só vez, voavam até o jardim do vizinho para enterrar e ainda cobriam com uma folha para marcar o local! Que impressionante, não!? Mas não é só isso que eles fazem. Quando percebem que o alimento é duro demais para eles, rapidamente molham

36


na água para amolecer e conseguirem comer. Vendo essas atitudes eu me encantei pelos corvos e descobri algumas curiosidades que vou compartilhar com vocês: 1 - Eles têm a inteligência de uma criança de 8 anos e superam o raciocínio dos primatas. 2 - Eles imitam a voz humana. 3 - Adoram nozes, mas não conseguem quebrar com o bico. Então eles pousam em um fio de energia e jogam a noz no asfalto, onde os carros costumam passar. Assim que o carro quebra a noz, ele espera o sinal ficar verde, e quando as pessoas começam a atravessar a rua é a hora dele pegar a sua noz.

7 - Eles reconhecem o corvo que fez mal para eles algum dia, assim como reconhecem o que foi amigo. 8 - Eles fingem que estão mortos quando estão comendo alguma carcaça de animal, para não dividir com outro corvo. 9 - Certa vez uma garota alimentou um corvo, e sempre que ele voltava para comer trazia algo para ela. Um clips, uma pedra, alguma coisa brilhante. Eles adoram coisas que brilham. Agora me digam se esse não é um PÁSSARO FANTÁSTICO?!

4 - Eles reconhecem quem é bom para eles e avisam para os colegas quem é ruim. 5 - Se alguém se aproximar do seu ninho, ele joga pedras. 6 - Eles apontam as coisas para os seus colegas com o bico, assim como apontamos com o nosso dedo indicador.

37


pets

Agora chegou a hora dos nossos PETS

Texto e fotos: Luciene Henriques dos Santos Ribeiro Olha nós aqui de novo, para deixar seu dia mais feliz com nossa presença! Conheçam as fofurinhas deste mês!

Esta é a estrela Cind y uma linda Morkie 4 anos. Seus dono de Andrezza e Luna. As se chamam: Romualdo, Ci nd y é m uit o ca hosa, fiel e ciumenta. Mor am em Ocoee – rin Fl.

uma Schnauzer Esta é a linda e charmosa SHAaTZY, iano da Costa Flor cham se ai pap Seu s. ano 5 de Fl. – t mon Cler em am e eles mor

5

Este é o menino levado GOLD, um galã de 10 meses da raça Pastor Australiano. Sua dona se chama Ana Alice e eles moram em Winter Garden – Fl.

Mande a foto de seu PET para nós.

Este é o fofíssimo e amável BUDDY, um Lhasa Apso de 3 anos. Sua mamãe se chama Ruth Macena e eles moram em Kissimmee – Fl. 38

redacao@mulherbrazil.com

Este é o sapequinha SPARKY, um tês de 1 ano. Seu dono se chama DanMal iel Leyva e eles moram em Osceola - Fl.


THETAHEALING Técnica meditativa terapêutica que facilita entrar em um estado de coerência cerebral com predominância das Ondas Theta. É cientificamente comprovado que nosso cérebro é dividido em ondas elétricas, as Thetas são ideais para se conectar à meditações profundas, levando a um

auto conhecimento e bem estar .

Namastê Sylvia Leone @passaporte_emocional

+1-772-360-7117

39


niver Happy Birthday Texto e Fotos: Luciene Henriques Sandro Luiz e Rejane Soares. A Empresaria Cristiane Santos, reuniu os amigos e familiares em uma linda festa surpresa para comemorar os aniversários dos seus amigos, Sandro Luiz (50 ANOS) e Rejane Soares (60 ANOS). A festa foi à fantasia onde todos se divertiram bastante. Desejamos aos aniversariantes, vida longa e bençãos infinitas! Parabéns!

Luiz Carlos Coelho, Rodrigo Barbieri. Coelho e Suzana Barbieri A turma toda.

Sandro Luiz, Rejane Soares, Silvia Bremenkamp e Flávio Santos.

Sandro Luiz, Rejane Soares, e Viviane Lopes.

Rejane Soare se Armando So ares.

40

Luciene Henriques, Sandro Luiz, Jéssica Henriques e Iracema Henriques.

Maurício Barbieri, Cristiane Santos e Juliana Barbieri.

Cristiane Rocha, Sandro Luiz, Rejane Soares e Vandrey Pereira.


celebrate

Happy Birthday É pique, é pique! Bem-vindas à nossa coluna de aniversariantes do mês. De agora em diante, vamos festejar estas datas importantes juntas. Desejamos muitas felicidades e conquistas

para vocês, Mulheres Brazil que completaram mais um ano no mês de Outubro/Novembro. Estamos juntas!

Sheila Wright

Saionara Paolinelli

Juliana Perez Normando

13 de Outubro

25 de Outubro

30 de Outubro

Victoria de Moura

Juliana Marques

07 de Novembro

11 de Novembro

O Covid-19 não acabou. Continue tendo todos os cuidados necessários

use sempre máscara lave bem as mãos

mantenha distanciamento

fique em casa 41


party

Ainda em clima de

Halloween Texto: Leticia Trabone e Rafael Colonesi Fotos: Rafael Colonesi e arquivo pessoal

Os anfitriões Adriano Ferreira (DJ Lamba) e Dianna Desboyaux, corretora de alto luxo em Orlando, deram uma festa de arrepiar e encantar na mesma proporção. A nossa publisher da Mulher Magazine, Letícia Trabone, esteve lá e presenciou tudo em primeira mão. Foi uma noite muito agradável. A casa estava linda, toda ornamentada por Pierre Brit para a grande festa. Eles conseguiram reunir cerca de 100 pessoas, todas no clima de Halloween com fantasias criativas. O capricho no visual não foi à toa. A noite teve direito a um concurso das melhores fantasias (masculino e feminino) contando como jurados: Adriano Ferreira (DJ Lamba), Dianna Desboyaux, Patricia Valga, Carol Baldin, Luciana Eliseu e Pierre Brit. O prêmio foi uma preassure washer, doada pelo proprietário da POWER. A festa estava com um clima assustador e fantástico ao mesmo tempo. O cardápio servido foi escolhido pelos organizadores, e estava simplesmente divino. Drinks feitos na hora, comidas e bebidas de primeira linha. Além disso a festa ainda tinha o Lounge VIP da Nissan, idealizado pela Elementar Outdoor, um espaço magnífico e

Jurados e campeões da noite: Pierre Brit, Patricia Valga, Luciana Eliseu, Nick Baragona, Dianna Desboyaux, Robbie Mikulski e Carol Baldin.

42

aconchegante onde circulou muita gente bonita e famosa de Orlando e do Mundo, como Gonçalves, ex-jogador da seleção brasileira de futebol. A idéia foi reunir amigos e ajudar o abrigo de crianças Edgewood Children’s Ranch com os profits. A meta foi atingida com muito sucesso! Os organizadores e idealizadores Adriano ferreira e Dianna Desboyaux agradecem aos Patrocinadores: Nissan –LOUNGE Sutherlin Nissan of Orlando Lamba DJ DJ Boné RED TAZZ energy drink Recomendo Mulher Brazil Magazine Reformamos Sua Casa Elementar Outdoor Living Florida Ski School Carol Baldin Saccaro

Organizadores da festa DJ Lamba e Dianna Desboyaux.


Nick Baragona & Robbie Mikulski.

Andréia Cuba.

Carlos Forato dono da Saccaro, Patrícia Zimath, Luciana Eliseu e amigos.

Gabi Donati, proprietária do Holy grain Café e Dianna Desboyaux.

Fabiana Tourinho da Kaluah Tours, Dianna Desboyaux, Adriano Ferreira (Dj Lamba).

Marie Annie da Aloha of America (eventos) e marido.

Carol Baldin, Ju Guastali, Dri Muniz, Rico Campos e Fabricio Novaes.

Judson, Renata Munhoz,Nadja Cardoso, Marcelo Pires, Matheus Lucas,Adriano Dj Lamba, Lindomar, Evelyn Camargo, Lindomar Moreira, Ellin de Paula, Patrícia Vale, Patrícia Valga.

Marcelo Pires e Nadja Cardoso. Marcio Lima dono do Red Tazz bebida energética e Patricia Valga.

Da esquerda pra direita: Daniele Simi, Rachel, Andreia Cuba, Francisco Simi, Fabíola Camp e Adriano Ferreira (DJ Lamba).

Letícia Trabone CEO da Revista 43 MulherBrazil e Carol Baldin.


entertainment

CHAPEUZINHO VERMELHO O valor de um sorriso Texto: Priscila Triska Fotos: Letícia Trabone

Chapeuzinho Vermelho: O valor de um sorriso, é uma peça de Léo Fuchs, já apresentada no Brasil. Linda e cheia de encanto, a obra ganhou um charme especial com um elenco totalmente novo, escolhido a dedo por ele aqui em Orlando. No período de pandemia, considerado bloqueio para muitos, Léo Fuchs juntamente com Priscila Trista, Ceo da BIS Entertainment, decidem reinventar a peça com um elenco local, envolvendo a comunidade. Com o patrocínio do Lake Lucerne Lifestyle Dentistry e apoio da Aloha of America, Priscila e Léo tiraram o projeto do papel e concretizaram com maestria. 44


A ideia deu mais do que certo! O espetáculo que ocorreu no ACE CAFE foi de arrepiar, transbordando emoção, sem deixar de lado a qualidade e profissionalismo. A nossa Ceo da Mulher Brazil Magazine Leticia Trabone, esteve lá e pôde testemunhar a energia artística que estava no local. haja talento! Elenco: Eloah Decat, Guilherme Apollonio, Gustavo Leao, Nicole Apollonio, Renata Miranda e Sandina Lira.

45


kids Texto: Da Redação Fotos: Arquivo Pessoal Que a Mulher Brazil Magazine é feita para o universo feminino você já sabe. Nossas colunas e matérias são pensadas em todas as áreas as quais mulheres estão envolvidas. Aqui você aprende sobre moda, cuidados pessoais, dicas de lazer e tantas outras coisas. Mas estava faltando algo: os filhos! Para você, nossa leitora, uma nova coluna está chegando em nossa revista, destinada aos nossos filhos. Isso mesmo, seu filho

Mãe: Simone de Campos Ribeiro Laurindo (Do Lar) Pai: Edinaldo Ribeiro de Campos (Instalador) Bebê: Luiza de Campos Ribeiro (1 ano)

Mãe: Girleide Lucena Melo (Empreendedora) Pai: Jonathan Wallace Maia Fernandes (Mecânico) Bebê: Gabriely Lucena Maia (1 ano e 2 meses)

46

ou sua filha podem aparecer nas próximas edições. Para participar é simples: entre em contato com a nossa equipe ou envie uma foto do seu filho (a) e conte alguma coisa ou travessura que ficou marcada para você como mãe. Com certeza muitas virão à sua mente! E para estrear nossa coluna quatro crianças maravilhosas posaram para as nossas lentes, filhos das nossas leitoras.

Mãe: Andressa Veras (estudante) Pai: Maycon Veras (Empresário) Bebê: Noah Veras Aires (1 ano e 7 meses)

Mãe: Maria Cecília Moreira (corretora) Pai: Aleiko Bezerra (Empresário) Bebê: Maria Beatriz (2 anos e meio)


47


No celular, no site, em qualquer lugar, leia!

Profile for mulherbrazilmagazine

Revista MulherBrazil #02  

Recommendations could not be loaded

Recommendations could not be loaded

Recommendations could not be loaded

Recommendations could not be loaded