Page 1

Preço: 1 moinho

O Pequeno Moinho Ano XXI

março 2012

EB do Alto do Moinho

A nossa festa de Natal, foi mágica com as canções d’ Os operários do Natal, um disco de 1976 com Textos de Ary dos Santos e Joaquim Pessoa, Músicas de Carlos Mendes, Fernando Tordo e Paulo de Carvalho. (páginas 10 e 11).

Página 4 Vamos descobrir!

Página 13 O Dia do Eco-Galardão

Página 12 Presidente da APEEAM em entrevista


“Escola com história… escola com vida.” SUMÁRIO

EDITORIAL

Direitos humanos Dia da pessoa com deficiência

3

Ciência no 1º ciclo

4

Estamos de regresso com mais um Pequeno Moinho, onde queremos dar-vos a conhecer, quase, tudo o que fazemos na nossa escola.

900 anos do nascimento de Afonso Henriques

5

Magusto

6

Com estes Pequenos Moinhos, os nossos Grandes Moleiros, revelam-nos o quanto se esforçam para transformar a matériaprima que lhes damos num produto final de qualidade e excelência. É com orgulho e, alguma, vaidade que vemos, ao longo do tempo,

Provérbios de S. Martinho

7

crescer nesta ceara estas plantas maravilhosas, que mais tarde nos demonstrarão a razão de tanto empenho e dedicação.

Projeto “Amo-te Seixal!”

8,9

Através de regas e podas constantes, assistimos ao desabrochar destas flores que aqui nos deixam diariamente e que fazem da

Festa de natal

10,11

nossa função um elemento fundamental para o enriquecimento pessoal, social e académico daqueles que serão os homens e as mulheres de amanhã.

Entrevista

12

Em nome das crianças, a todos aqueles que intervêm neste processo de crescimento, sejam professores, pessoal auxiliar e/ou

Eco-escolas

13

pais e encarregados de educação, o nosso muito Obrigado. O Coordenador,

Alegria no Jardim de Infância

14

Amizade no Jardim de Infância

15

Estratégias para a poupança

16

Mário Alexandre Pereira Janeiro

Ficha Técnica PROPRIEDADE:

APOIO:

EB do Alto do Moinho

Junta de Freguesia de Corroios

COLABORADORES:

Filosofia para crianças Passatempo

17

Agenda da Biblioteca

18

COMPOSIÇÃO: Alunos, professores e educadores da Escola Básica do 1º Ciclo e do Jardim de Infância do Alto do Moinho TIRAGEM:

Noticias sobre as AEC

19

APEEAM

20

O Pequeno Moinho

500 EXEMPLARES

Biblioteca Escolar EB do Alto do Moinho Av. Guerra Junqueiro Alto do Moinho 2855-001 Corroios

altodomoinhoescola@hotmail.com

2


“Escola com história… escola com vida.” Como na nossa escola, este ano, foram comemoradas as datas do Dia Mundial dos Direitos Humanos e Dia Europeu da Deficiência, a turma do 3ºc realizou várias atividades relacionadas com estes assuntos. Vamos contá-las: Primeiro, assistimos a uma apresentação em PowerPoint com a professora Zélia onde aprendemos que... “TODOS TEMOS OS MESMOS DIREITOS, MESMO QUE SEJAMOS DIFERENTES”. A seguir, ouvimos uma música de João Portugal pinturas realizadas pelo invisual Esraf Armagan encontradas pelo Miguel e Ana Filipa

intitulada “Iguais e diferentes” sobre a história de um trevo diferente dos outros mas que acabou por ser aceite por todos. Desta música, passámos para a construção de frases num painel, onde escrevemos uma mensagem sobre a importância de sermos iguais e diferentes. Já noutro dia, a professora preparou-nos uma surpresa que foi fazermos uma pintura de olhos vendados como se fossemos invisuais. Achámos todos esta atividade muito gira mas difícil! Alguns de nós até fizeram batota. A professora também experi-

pinturas realizadas com a boca, encontradas pelos gémeos João Miguel e João Pedro e a Madalena

mentou desenhar no quadro sem ver e também achou difícil. A seguir, como íamos trabalhar Língua Portuguesa, aproveitámos para fazer um ditado de olhos fechados. Voltou a ser giro mas difícil. Assim, pudemos perceber como é difícil trabalhar sem ver. Por isso, nesse dia, o nosso trabalho de casa foi uma pesquisa sobre pinturas feitas por invisuais

pintura a ser realizada com os pés por um elemento da Associação dos Pintores com a Boca e os Pés (APBP) situada no Brasil, encontrada pela turma na sala

para apresentar aos colegas da turma. O engraçado é que acabámos por descobrir que há pessoas que têm algumas deficiências e que por isso pintam com a boca e com os pés e muito melhor do que nós! Querem ver como é verdade?

O Pequeno Moinho

Adorámos trabalhar este tema! Esperamos que gostem de ler o que fizemos e aprendemos!

3


“Escola com história… escola com vida.” O projeto ABC da Ciência visa melhorar a educação científica na escola. Desenvolvemos, ao longo do período, algumas atividades promotoras do espírito crítico e científico. Dia 24 de novembro é o Dia Nacional da Cultura Científica.

Estou a tentar simular a expansão do universo após o BIG BANG

Depois de ver o filme - ORIGENS do UNIVERSO – represento o

PLANETA TERRA

B IG BANG

Para que serve a LUPA?

Fomos ao JI fazer uma experiência

Explicámos todos os passos muito bem

VAMOS DESCOBRIR!

O esparguete dançarino

O Pequeno Moinho

4

1ºA


“Escola com história… escola com vida.” Origem e Princípio No dia 2 de Novembro de 2011 fomos à Biblioteca Municipal do Seixal ver a exposição «Origem e Princípio». Quando chegámos colocámos as lancheiras numa sala própria para crianças. Nessa sala havia algumas mesas e nós sentámo-nos nelas. Depois deram-nos um jogo de tabuleiro sobre D. Afonso Henriques e as suas conquistas. De seguida fomos ouvir uma história chamada «D. Afonso Henriques O Conquistador». E depois da história falámos sobre o D. Afonso Henriques. Logo de seguida fomos ver a exposição e também nos mostraram a comida que existia. Depois experimentámos usar a tinta e a pena. Foi espetacular!!!

4º D

Alunos do 6º ano da EB 23 de Vale de Milhaços, apresentaram a Ópera para crianças “Nos castelos de D. Afonso Henriques” aos colegas do 4º A e do 4º B. O espetáculo foi um sucesso!

O Pequeno Moinho

5


“Escola com história… escola com vida.” No dia de São Martinho, houve um magusto na nossa escola. Os meninos trouxeram castanhas e um feixe de caruma. No meio do recreio, longe dos canteiros, os meninos e meninas fizeram uma caminha de caruma . Depois estenderam lá as castanhas e cobriram-nas com mais caruma sequinha. Pegaram o fogo e, pouco tempo depois, começou o foguetório: -Tau-tau ! Pum ! Tau-tau ! Pum !… As castanhas tostadinhas saltaram, saltaram. No fim sentámo-nos e comemos as castanhas tão apetitosas … Na escola, houve festa e alegria. No dia do magusto, toda a gente saltou, brincou e jogou e mais uma vez o São Martinho se comemorou.

Maria Castanha Au, au ,au a castanha está

quente

Gostámos tanto do magusto da nossa escola. Uau! tantas

castanhas quentinhas!

Saltam, saltam

Nós, tal como as outras turmas do 3º ano, explorá-

as castanhas na fogueira

mos o livro «Espanta-Pardais» de Maria Rosa

Tostadinhas e assadinhas Os

Colaço. Fizemos diversas atividades sobre a obra.

ouriços trazem as castanhas.

É uma história comovente, interessante e bonita. «Espanta-Pardais» era um boneco humilde de

2ºD

quem a cegonha fazia troça. Tinha dois grandes braços sempre abertos, um casaco de remendinhos de todas as cores, um cachecol e um chapéu preto com uma flor no alto. A única coisa que o Espanta-Pardais desejava na vida era, um dia, poder caminhar na Estrada Larga.» Espanta-Pardais que queria ser uma pessoa real, Maria Primavera e o Pássaro Verde são personagens inesquecíveis, e as suas aventuras na Estrada-Larga ficarão no nosso coração

e na nossa

memória. Inspirámo-nos nesta história e com materiais reciclados e a ajuda dos nossos pais criámos vários e bastante diversificados espantalhos.

O Pequeno Moinho

6

3º D


“Escola com história… escola com vida.”

Dia de S. Martinho, lume, castanhas e vinho. 1.

Do S. Martinho ao Natal, o médico e o boticário enchem o bornal

2.

No dia de S. Martinho, vai à adega e prova o vinho

3.

Pelo S. Martinho, mata o teu porquinho e semeia o teu cebolinho

4.

Pelo S. Martinho nem favas, nem vinho

5.

Pelo S. Martinho todo mosto é bom vinho

6.

No dia de S. Martinho abre-se a pipa e prova-se o vinho

7.

No dia de S. Martinho come-se castanhas e prova-se o vinho

8.

Verão de S. Martinho são três dias e mais um bocadinho

9.

Vindima em Outubro que o S. Martinho o dirá

10.

Castanhas boas e vinho fazem as delícias do S. Martinho

11.

A castanha é de quem a come e não de quem a apanha

12.

Castanha em Agosto a arder e em Setembro a beber

13.

A castanha tem uma manha: vai com quem a apanha

14.

Ao assar as castanhas, as que estouram são as mentiras dos presentes

15.

Arreganha-te, castanha, que amanhã é o teu dia

16.

As folhas do castanheiro andam sete anos na terra e depois ainda voam

17.

Castanha peluda, castanha reboluda

18.

Em minguante Janeiro, corta o teu castanheiro

19.

O castanheiro, para plantar, precisa ir na mão, o carvalho às costas e o sobreiro no carro.

20.

S. Martinho bebe o vinho e deixa a água para o moinho.

21.

A cada bacorinho vem o seu S. Martinho.

22.

Dia de S. Martinho vai à loja e prova o vinho.

4º E e 1ºC

O Pequeno Moinho

7


“Escola com história… escola com vida.”

No âmbito do projeto “Amo-te Seixal”, que está a ser desenvolvido pelos alunos do 3º ano, a nossa turma participou no ateliê “Fazer um Álbum Fotográfico”, integrado no Programa de Iniciativas do Serviço Educativo do Ecomuseu do Seixal. No dia agendado (24 de janeiro), deslocámo-nos até à Mundet (antiga fábrica da cortiça), sita no

apagados, as fotografias podem ser passadas para o computador ou ser imprimidas na impressora. As fotografias para serem conservadas devem ser colocadas em lugares secos, escuros e não devem ser tocadas com os dedos nem escritas. Gostámos muito de mexer em máquinas e fotografias antigas, ver os flashes, os rolos…

Seixal e fomos recebidos pela Ana e a Dulce que dinamizaram o ateliê. Em grande grupo vimos um PowerPoint relacionado com a historia da fotografia e os cuidados a ter com elas. Depois visualizamos outro PowerPoint sobre o património do Seixal. Por

fim, em pequenos grupos, recortámos ima-

gens, legendámos

e colámos em folhas, que

depois de compiladas deram origem a um Álbum Fotográfico muito interessante.

Com a participação neste ateliê aprendemos que a 1ª

verdadeira

tirada pelo

fotografia

foi

francês Joseph

Nicéphore Niépce em 1826, e que Daguerre foi um dos grandes inventores da fotografia. O inglês Fox Talbot, em 1841, foi quem usou pela primeira vez o negativo-postivo. Mas também ficámos a saber que na fotografia analógica

eram

usados

rolos, flash e a revelação era feita

em sítios pró-

prios, já na fotografia digital (que se faz atualmente), usam-se cartões de memória, que podem ser

O Pequeno Moinho

8

3ºA


“Escola com história… escola com vida.” Com a elaboração do álbum fotográfico ficámos a conhecer melhor o passado do concelho do Seixal relativamente à pesca, à agricultura, aos moinhos, à indústria e aos núcleos urbanos antigos. Esta atividade permitiu alargar os nossos conhecimentos e aprender a “Amar o Seixal”, porque agora compreendemos melhor o passado e o presente deste concelho.

Indústria

Agricultura

Moinho de Maré

Núcleos urbanos antigos

3ºA Pesca

O Pequeno Moinho

9


“Escola com história… escola com vida.” Acróstico de Natal Festejámos o Natal Este ano de uma forma especial Saltámos, dançámos, cantámos e brincámos Tudo era mágico, nunca vimos nada igual A festa foi mesmo fenomenal. Dançámos «Os operários de Natal» Esteve toda a escola, foi excecional! No início uma música aos pais fomos cantar Apareceram palhaços, pasteleiros, lenhadores Também costureiras, carteiros e vendedores Acabámos a cantar «Os amigos» e os olhares a brilhar Lado a lado abraçados, só nos faltava chorar. 4º C

O Pequeno Moinho

10


“Escola com história… escola com vida.” A festa de Natal A nossa festa de Natal, foi mágica. Cantámos, dançámos, e divertimo-nos. Fomos pasteleiros, lenhadores, palhaços, costureiras, alfaiates, carteiros, fazedores de brinquedos. Todos juntos fizemos o Natal. Aos pais e aos amigos demos o nosso melhor porque eles são o nosso amor e valem mais do que o PAI NATAL. Hoje é NATAL e amanhã vai ser NATAL outra vez...

2ºA

O Pequeno Moinho

11


“Escola com história… escola com vida.” Ficámos com a responsabilidade de realizar uma entrevista a alguém ligado à escola. Como andamos no A.T.L. da escola, resolvemos entrevistar o presidente da associação de pais. No final da entrevista ficámos a saber o que é trabalho de voluntariado. Talvez um dia façamos também voluntariado!... Há quantos anos pertence à associação de pais da nossa escola? R:Pertenço há 5 anos vai fazer 6 em setembro. Porque é que se candidatou a presidente? R:Porque a certa altura era a pessoa que mais conhecia a escola e que sabia como funcionava a associação de pais e resolveuse que eu seria o presidente. Gosta de ser presidente da associação de pais? E porquê? R: Sim, gosto. Porque gosto de trabalhar com a escola. Recebe ordenado? R: Não. É um trabalho de voluntariado . O prémio é os alunos gostarem do que é feito. Porque é que não arranja as balizas? R:O espaço é todo da escola, é público. É a Câmara Municipal do Seixal que tem a responsabilidade, no entanto a rede podia ser perigosa, prometo pintar os ferros (preto e branco). O que é que gosta mais nesta esta escola? R:O bom ambiente. E que os meninos saiam daqui bem preparados. O que acha que pode melhorar na escola? R: Continuar a trabalhar em conjunto com os professores . O que acha de mais espaço no A.T.L.? R:O espaço é o que existe, temos é que fazer o melhor da gestão desse espaço. Esta é a escola com mais alunos do concelho. Porque é que tirou as grades das janelas do A.T.L.? R: Porque assim é mais seguro no caso de haver um incêndio. Quantas horas trabalha na associação? R:Trabalho nos tempos livres e trabalho em média 1 hora, uns dias mais tempo outros menos. O que é que está a pensar melhorar no A.T.L.? R:Pintar, arranjar rodapés, tomadas soltas, comprar mesas novas… Entrevistado: Telmo Barroso Anos: 39 Profissão: nutricionista

O Pequeno Moinho

Apresentado por: João Tomás Alexandre Pires Afonso Correia

12


“Escola com história… escola com vida.” O Dia do Eco-Galardão O dia 14 de outubro foi o Dia do Eco-Galardão. Nesse dia, recebemos a bandeira do Eco-Escolas que significa que a nossa escola é amiga do ambiente. Quer dizer que a nossa escola separa as embalagens e o papel do lixo comum. Para além disso nós preocupamo-nos em reutilizar os materiais que parecem já não servir para nada. Neste dia, fizemos várias atividades: começámos por fazer pipocas para comer enquanto víamos um filme sobre o Ciclo da Água. Depois do filme, fomos para o pátio onde o coordenador da escola içou a bandeira do Eco-Escolas. Voltámos para a sala onde estivemos a fazer fantoches a partir de pacotes de leite e de tecidos que já não serviam para nada. Quando terminámos os fantoches, fizemos um teatro com eles. Por último fomos para o ginásio onde fizemos um jogo de perguntas sobre o ambiente com os alunos da professora Maria da Luz. Nós achámos este dia muito divertido porque fizemos muitas atividades diferentes sobre o ambiente.

3º E O panda gigante O panda gigante é um mamífero que nasce da barriga da mãe. Ele demora cerca de cento e sessenta e três dias para nascer . Ele só tem uma cria de cada vez e só pode ter duas crias. Eles comem bambu, insetos e frutos. Na dieta os pandas comem canas-de-açúcar e rato de bambu. Mas o que o panda prefere comer é bambu. O panda vive em florestas frias e húmidas onde cresce a tal planta de bambu da China. Na natureza só há cerca de mil pandas e são poucos os zoológicos que os têm por isso os pandas estão em vias de extinção. Para ajudar devemos plantar bambu, plantar árvores, reciclar, não matar os pandas, etc... A ameaça que os pandas encontram são os homens que estão a capturar as crias e a matar as mães para venderem as peles para fazer casacos, tapetes e mantas. Mas na China se os homens forem apanhados a matar os pandas vão para a prisão durante muitos anos. O panda tem muito pelo que é preto e branco. O panda tem manchas pretas à volta dos olhos. Ele desloca-se com quatro patas, pesa 160 kg e mede 1,50 metros. As medidas de proteção do seu habitat já foram tomadas mas ainda não fizeram grande efeito.

2ºA

O Pequeno Moinho

13

Projeto Eco Escola Durante o ano letivo 2010/2011 desenvolvemos este projeto, realizando algumas atividades, dentro e fora da escola. Pesquisámos o que são charcos temporários e visitámos um, em Corroios. Visitámos o Moinho de Maré de Corroios e o sapal do Tejo, onde vivem diferentes espécies de fauna e de flora. Também visitamos o Núcleo Naval, do Eco Museu de Seixal, onde aprendemos como eram os barcos antigos típicos desta região. Realizou -se um peddyPaper, no qual executámos diferentes tarefas , com a colaboração do refeitório fazemos a utilização do compostor na horta pedagógica. 4ºA


“Escola com história… escola com vida.” As janeiras são vividas na nossa es c ola

m uito

intensamente. Saímos

à

rua,

vamos ás lojas, centros

comer-

ciais,

cafés,

cabeleireiros, enfim a vários locais comerciais e cantáEm novembro, assistimos ao musical infantil “Careta a

mos as tradicionais Janeiras, levámos instrumentos

tartaruga que defende o planeta”, no Oceanário de

musicais e tudo. As pessoas receberam-nos muito bem

Lisboa. Aprendemos alguns cuidados a ter para não

e ofereceram-nos doces e rebuçados, que depois distri-

poluir o oceano.

buímos por todos os meninos . Quando os pais e familiares nos vieram buscar também lhes cantámos as Janeiras.

A expressão plástica na sala da alegria está sempre à disposição de todos,

desenhar

No nosso pré escolar costumamos fazer trabalhos em

cortar pintar colar

parceria com outros meninos e outras pessoas, um

e construir, são

dos momentos

tarefas

de que gostá-

muito

agradáveis fazer,

de

mos muito foi de

todos

trabalhar com a

que

professora Ana-

não

bela da cerâmi-

importa se está bonito ou feio o que importa é experi-

ca. Andávamos

mentar e o resultado admirar.

a falar do Inver-

fazem sabem,

o

no e então a professora Anabela foi lá à sala ensinarOs nossos dentes são muito importantes, por isso

nos a fazer pinguins de barro. Foram depois para uma

temos que saber cui-

mufla para cozer e já os pintámos, estão neste momen-

dar deles convenien-

to numa exposição aqui na escola.

temente.

A

doutora

Joana que é higienista

Fizemos um bolo para a

oral veio ensinar-nos

reunião de pais, mas para

a

não esquecer a receita é

escovar

dentes.

bem

os

Aprendemos

sempre importante registar

palavras novas como

os ingredientes que o bolo

“cárie”, “escovagem” e

levou. Depois afixámos na

até ficamos a saber

parede e relembramos tudo

que também é impor-

novamente. Mas o melhor

tante escovar a língua.

de tudo foi rapar a tigela no final .

O Pequeno Moinho

14


“Escola com história… escola com vida.”

No Jardim de Infância, na sala A, no início do 2º período começámos por conversar sobre o inverno… Aprendemos poesias de Eugénio de Andrade, Matilde Rosa Araújo e Olavo Bilac e partilhámos algumas com a sala B e com algumas turmas do 1º ciclo. Pintámos nuvens, chuva e descobrimos que misturando branco e preto conseguimos fazer cinzento. Misturámos branco e preto a outras cores e vimos que com branco qualquer cor fica mais clara e com preto fica mais escura. Fizemos uma experiência e observámos a água da torneira, o gelo e o vapor de água. Aprendemos que o gelo é água a menos de zero gaus e que o vapor de água é água a mais de cem graus. Pesquisámos na Internet imagens e filmes de chuva forte, vento forte, trovoada, neve, os icebergs, granizo, nevoeiro, geada e orvalho. Ouvimos a peça “Inverno” de Vivaldi. Fizemos movimento, jogos de palavras, desenhos… A professora Anabela veio à nossa sala e fizemos pinguins de barro. Pesquisámos pintores que também fizeram quadros a preto e branco e outros que trabalharam a cor. Fizemos pinturas em grupo e individuais, a partir de réplicas de obras desses pintores. Temo-nos divertido e aprendido muito!

O Pequeno Moinho

15


“Escola com história… escola com vida.” brinquedos; Quando nós estamos a lavar os dentes, devemos fechar a torneira se não precisamos de água; Sempre que não estivermos a ver televisão, desligar; Provavelmente este ano já deves ter ouvido falar que o nosso país está a passar por uma grave crise financeira. Pois é! Por isso também já deves ter ouvido falar em algumas expressões como: *FMI - O Fundo Monetário Internacional que é uma organização internacional que pretende assegurar o bom funcionamento do sistema financeiro do nosso país. * Plano de austeridade - significa o controle de gastos e é implementada através do corte de despesas. * Poupança é o dinheiro que é guardado para ser usado num momento futuro.

Rui - Aproveitar a água da chuva para algumas tarefas domésticas; João - Devo poupar todo o material escolar; Ana Sofia - Utilizar a mochila do ano anterior; Felipe - Ligar as máquinas de lavar loiça e roupa só quando estiverem cheias; Comparar os preços dentro da mesma qualidade; Poupar água é essencial, fechando as torneiras enquanto se lavam os dentes;

Não deixes o teu mealheiro emagrecer, faz um Lara - Começar a plantar algumas coisas, salsa, controle nas tuas despesas e dá prioridade ao que coentros, etc. realmente necessitas. Tiago Costa - Quando possível andar a pé e não utilizar o carro; Rafaela - Não desperdiçar comida, porque há pessoas que não têm; Rita Martins - Quando queremos uma coisa, pensar bem se precisamos mesmo dela; Tiago Valente - Não entrar em pânico, tudo se háde resolver com calma; Daniela - Levar o lanche feito de casa, pois no café fica mais caro; O 3º B deixa aqui algumas sugestões:

Quando os meus amigos fizerem anos, faço as

Tiago Desidério - Devemos viajar menos; Comprar prendas de materiais reciclados. AGORA JÁ SABES!

roupas, sem serem de marcas caras; Filipa - Não gastar dinheiro em doces, até porque fazem mal aos dentes; Não gastar água nem luz desnecessariamente; Verónica - Utilizar os transportes públicos em vez do automóvel; Ana Rita - Fazer uma lista quando se vai as compras para não se comprarem coisas que não são precisas; Mariana - Nos aniversários pedir roupa em vez de

O Pequeno Moinho

16

3º B


“Escola com história… escola com vida.” Aprender a Pensar Numa das aulas em que estudámos alguns assuntos da Área do Estudo do Meio, surgiu o tema “O que é um nome verdadeiro?” Alguns registos desta aula: “Um nome verdadeiro é quando alguém inventa um nome falso e sabe o verdadeiro…”. “Um nome verdadeiro é o nome que o pai e a mãe dá!” “Um nome verdadeiro é o nome que as coisas têm…”. “Os nossos nomes também são nomes verdadeiros…”. “A nossa família também nos dá nomes verdadeiros…”. “As nossas mães quando têm os bebés põem logo nomes verdadeiros aos filhos…”. 1º Ano Turma

Descobre as diferenças:

1º Ano Turma D

O Pequeno Moinho

17


“Escola com história… escola com vida.”

A Semana da Leitura 2012, que se centra na Cooperação/ Solidariedade, convida TODOS a lerem com TODA A GENTE em TODO O LADO!

Atividade de articulação curricular: Educação Especial/Biblioteca Escolar Escolhemos o período, que inclui o Dia Internacional da Pessoa com Deficiência 3 de dezembro e o Dia Internacional dos Direitos Humanos 10 de dezembro , para a concretização de diversas ações que proporcionem oportunidades de reflexão sobre a relevância da inclusão escolar e social de todos.

Entre 5 e 9 de Março de 2012, propõe-se, a partir de leituras diversas, a abordagem de questões transversais que preocupam o mundo atual e que, estando relacionadas com a temática proposta para esta edição, abordem áreas que podem ir da cooperação entre etnias e cul-

Atividades:

turas ou entre meios rurais e meios urbanos,

Projeção dos filmes:

até preocupações relacionadas com a educa-

Direitos humanos

ção, a saúde, o lazer, os recursos naturais ou

http://moinhoteca.blogspot.com/search?q=direitos+humanos

as fontes de energia.

O voo dos gansos http://www.youtube.com/watch?v=HwZDWVwocoY&feature=related

Registo no mural: opinião sobre Direitos Humanos e PROGRAMA: Escola Inclusiva (frase ou desenho) Encontro com escritores; Exposição de vários livros acerca da inclusão Partilha de leituras; Música: Somos Iguais, Diferentes – João Portugal 10 minutos de leitura; Exposição; Feira do livro.

Livro negro das cores—escrita em braille

Visita o blogue da Biblioteca Escolar em : http://www.moinhoteca.blogspot.com

O Pequeno Moinho

18


“Escola com história… escola com vida.”

Notícias sobre as AEC

PRÓXIMAS ACTIVIDADES

Halloween As Nossas Atividades de Enriquecimento Curricular

FESTIVAL DE CURTASMETRAGENS TEATRO DE FANTOCHES EM INGLÊS - ECO-PUPPETS

Nas AEC são desenvolvidas atividades como o Inglês, a Atividade

GINCANA DA PÁSCOA

Física e Desportiva mas também as

OLIMPIADAS INFANTIS

atividades lúdico-expressivas que incluem a Música, o Teatro, o Cine-

PEIXINHOS DA HORTA (projeto em parceria com a GRAU /ESAC)

ma entre outras. No 1º período foram ainda realizadas atividades integradas no plano de atividades da escola como o Halloween, o Magusto e a Festa de Natal! Foram

Na Festa de Natal

momentos de muita Alegria!

Vamos Participar em muitas mais atividades No 2º e no 3º período os alunos que

realizadas muitas mais ati-

participam nas AEC vão poder reali-

vidades divertidas

zar uma Curta-metragem, participar

onde se aprende muito.

na Gincana da Páscoa, fazer aulas

Venham participar!

mas

de Yoga, participar na construção de uma peça de fantoches em Inglês e ainda no projeto “Peixinhos da Horta” que

No dia No dia de S. Martinho a comer castanhas assadas, foi um dia diferente e muito divertido!

irá contribuir para que na

linda Escola do Alto do Moinho nasça uma Horta Pedagógica e sejam

ATIVIDADES DE ENRIQUECIMENTO CURRICULAR TEMPOS BRILHANTES

O Pequeno Moinho

19


“Escola com história… escola com vida.” Visite-nos: http://apeeam.home.sapo.pt Quando terminam as aulas é tempo de ir para as Atividades de Tempos Livres (ATL), e é aí, num clima mais descontraído, que realizamos uma panóplia de atividades lúdicas e pedagógicas porque a brincar também se aprende… Durante o 1º período realizámos um conjunto de atividades muito interessantes, começámos por assinalar o Dia da Alimentação, com um workshop no dia 14 de Outubro com o nutricionista Telmo Barroso, atividade dinamizada em parceria com a escola, contudo os mais pequenos não ficaram de fora e com eles fizemos algumas atividades.

Em Novembro celebramos o S. Martinho e fizemos alguns trabalhos sobre este tema….

Finalmente chegou o mês de Dezembro… e no dia 16 o Pavilhão Municipal do Alto do Moinho encheu-se mais uma vez de pais e encarregados de educação, avós e amigos para assistirem ao espetáculo dos alunos da Escola Básica do Alto do Moinho. “Os Operários do Natal” uma obra de José Carlos Ary dos Santos, foi o tema escolhido para este ano, no “palco” estiveram os “ pasteleiros, lenhadores, os palhaços”, todos aqueles que fazem o Natal. E desta forma todos fizeram a Festa de Natal com muitas canções e com muita alegria.

No dia 31 de Outubro celebrámos o Halloween, uma tradição de origem celta que comemora a Morte, o fim da estação das colheitas e o inicio da estação fria. Era considerada uma noite especial para as bruxas e Depois chegaram as férias de Natal e mais uma vez as fantasmas, que assustavam quem encontravam. Hoje o ATL´s preparam um conjunto de atividades bem divertimedo dá lugar ao divertimento e as crianças usam fanta- das… sias e máscaras arrepiantes, pregam partidas aos adultos em troca de guloseimas. As ATL´s também assinalaram esse dia com muita alegria…

O Pequeno Moinho

20

Jornal Escolar  

Jornal da escola