Issuu on Google+

Jaime Santos

& Os Santos de Casa


www.jaimesantos.com.br


1 - A cor do dia (Jaime Santos) Acordo, São cinco da manhã No quarto a vaga está só Atravesso a luz Da nesga no salão Um vulto, uma voz Na sombra da escuridão O movimento da rua, já se faz ver E o silêncio lá fora quer morrer O dia vai criando sua cor A força e a energia dos raios de sol Um arco-íris vem pintando o azul do céu Dourando as nuvens Neste imenso carrossel Que é viver, que é viver Voz e violão base: Jaime Santos Violão solo: Israel Laurindo Contrabaixo: Alessandro Franco Bateria: André Coudeiro Percussão: André Coudeiro

2 - Romã (Jaime Santos/Aldo Moraes) Bela, cor de romã Desventura desmedida Segredos de uma manhã Parte o meu coração, Pra metade ser só seu, Mas não sabe o que bate E nem sente o que sinto Se é ouro ou se arte Vem abre o seu véu E me deita na sombra gostosa Linda flor do pé Fruta boa e saborosa Que me olhando quer Um dedinho só de prosa Pra chamar minha atenção Se transforma em instrumento Rodopia na canção E não há um só lamento Nas cordas do meu violão Voz e violão: Jaime Santos Viola: Israel Laurindo Contrabaixo: Alessandro Franco Bateria: André Coudeiro Côro: Rakelly Calliari, Rodrigo Munhoz e Thâmara Batista


3 - Cais do Porto (Jaime Santos / Sulivan Lacreta Maridakis) Vejo o cais do Porto de um Porto muito nu Sombra do meu corpo fruta no céu azul Resplandecendo a luz nas águas de um rio Que não é rio se parece mais com o mar Se amar faz parte de mim O mar é o princípio e o fim Como gota d`água desde oceano Como Porto que a rua traduz Como puro sangue que é pura alma Como puro canto que é puro amor Como rumo vagando nas águas diluídas Como rumo vagando nas águas diluídas Voz e violão: Jaime Santos Viola: Israel Laurindo Contrabaixo: Alessandro Franco Bateria: André Coudeiro Participação especial: Sully

4 - Conversa de bois (Jaime Santos / Itamar Rios) A tardinha o sol cegado, cego gado no curral Eu estendo a rede e deito O pano estampa lavrado o peixe Que bóia e mexe num oceano de secura De luz obscura finda a tarde do sertão Meu pensamento assim errante E escondido dentro de um peixe grande O coração bate pára depois escuta conversa de bois O boi Cala-boca reclama do patrão O homem nunca foi mais forte do que o boi Os bois de carro cantam cantigas de carro-de-boi bumbá Boi bumbá, meu boi Boi bumbá, meu boi Boi bumbá, meu bumbá À tardinha o sol cegado, segue o gado no curral Eu estendo a rede e deito A lua ao lado do sol cegado E as estrelas caindo ao longe Tão longe como a chuva que não cai no arraial Meu pensamento assim errante E escondido dentro de um peixe grande O coração bate pára depois escuta conversa de bois O boi Cala-boca reclama do patrão O homem nunca foi mais forte do que o boi Os bois de carro cantam cantigas de carro-de-boi bumbá Boi bumbá, meu boi Boi bumbá, meu boi, Boi bumbá, meu bumbá Voz e violão: Jaime Santos Viola: Israel Laurindo Contrabaixo: Alessandro Franco Bateria e percussão: André Coudeiro Côro: Rakelly Calliari, Rodrigo Munhoz e Thâmara


5 - Faróis

6 - Óleo sobre tela

(Jaime Santos / Itamar Rios)

(Jaime Santos / Itamar Rios)

Cai a noite

Na sua boca

E lá vem lua nova marear

Eu vou beber o sol

A nossa história de amor

E chover, molhar você

Só se conta com olhar

Mistérios de amor

E o que é que tu me contas

A brisa de amar

Me cantas tua canção

Derramar e misturar

Tuas células teus sóis

Numa canção colorida

Espelhos de ilusão

A namorada florar a vida A gente tece

Alinhados nossos faróis

De luz e sombras

Espero de ti um sinal

Veredas de se perder

Os navios nossos portos

Brincar de encontrar

Já passou o temporal

Chorar e se abraçar

Quando te vejo brilhar

Vou querer sempre você

Eu me lanço nesse mar

O meu espaço e tempo

Barco em ondas de desejos

A namorada no pensamento

Nos teus olhos de amar Voz e violão: Jaime Santos Voz e violão: Jaime Santos

Viola: Israel Laurindo

Violão Solo: Israel Laurindo

Contrabaixo: Alessandro Franco

Contrabaixo: Alessandro Franco

Bateria e percussão: André Coudeiro

Bateria: André Coudeiro Flauta: Wendel Antunes

Teclado: Fábio Oliveira


AndrĂŠ Coudeiro

Israel Laurindo

Rakelly Calliari

Alessandro Franco

Jaime S & Os Santos

Rodrigo Munhoz


FĂĄbio Oliveira Felipe Dias

Santos

s de Casa Thâmara Batista

Wendel Antunes

Jaime Santos


7 - Quem és (Jaime Santos) De onde vens Que me trás sossego Olhando bem Nos seus olhos negros Isto não se faz De onde vens Que me faz a guerra Levito a alma Com os pés na terra E fico em paz Tudo por dentro é demais Meu coração quer sorrir Quando me lembro dela Debruçada na janela A me esperar Ela me espera Seu desassossego E eu não tenho hora Tempero o anseio Quando chego pelo meio

Avise quem tá na fila Que esta vaga aqui já era É só ela, só eu e ela Tipo aquele som do Gil Esperando na Janela, a bela Quem és mais bela Igual Taís de Araújo Ou qualquer musa de novela Então pensa numa tela Mais linda que a Monalisa São os olhos negros dela A quem me dera, se eu pudesse Se ela quisesse, a quem me dera Ela é marrenta, ciumenta, Mas por dentro ela é demais Chega de treta amor Com você eu só quero paz.

Voz e violão: Jaime Santos Violão solo: Israel Laurindo Contrabaixo: Alessandro Franco --------------------------------------------- Bateria e percussão: André Coudeiro (Texto poético do Rapper Felipe Dias) Parcipação especial: Felipe Dias Eu quero a paz que ela me trás Junto com o sorriso dela


8 - Todo tempo (Jaime Santos / Ewerton Cesar) Se eu gostar de você Não posso temer te perder Quero ser pra você Alguém que te faça sorrir No amanhecer do interior A saudade, este mar De mergulhar contra o tempo E na pedra, amanhã Pictografar nossos nomes Pra fazer sentido o nosso viver Vem ficar comigo o tempo todo Vem ficar comigo o tempo todo Vem ficar comigo o tempo todo Vem ficar comigo o tempo Vem ficar comigo o Vem ficar comigo Vem ficar Vem Voz e violão: Jaime Santos Percussão: André Coudeiro Côro: Rakelly Calliari, Rodrigo Munhoz e Thâmara Batista Teclado: Fábio Oliveira Sax: Wendel Antunes

9 - Viola e voo (Jaime Santos) Quando a saudade aperta no peito De um coração tão só Mesmo que seja o feito pelo desfeito O homem só vira pó Quando a dor que deveras sente Amarga que nem jiló O tempo é cão, não ladra e nem morde. Quando o carteiro chega, pipoco o chão Pego na mão do moço e lhe peço Um recadinho seu Mas o relógio corre às avessas E diz que é fingido meu Pego minha viola e voo Pego minha viola e voo Voz e violão: Jaime Santos Viola: Israel Laurindo Contrabaixo: Alessandro Franco Bateria e percussão: André Coudeiro


10 - Minha

11 - Abalo sísmico

(Jaime Santos / Itamar Rios)

(Jaime Santos) Um homem no ponto do buzum

Basta olhar pra ela

Pensamento longe...

Meu chão agreste flora

Sem nenhum

Basta ouvi-la, viola. Voz de oceano e vento Assobio samba-canção Eu e a brisa Talvez até eu me esqueça Da estação rádio-cabeça Quando ela demora Coração leão, leoa devora. Basta olhar pra ela.

Voz: Jaime Santos

De repente ouve Six Os sentidos eram um Nos ouvidos zum-zum A chuva um chafariz A terra moveu-se sob os pés Como uma onda no mar E tudo parado no ponto do Pantanal E ali ficou até que afinal Balançou, fundo d’alma Com a força e a levada fez a canção Todos os santos de pé no chão E nada mais lhe acalma Voz: Jaime Santos Violão base: Israel Laurindo

Violão: Israel Laurindo

Violão 7 cordas: Israel Laurindo

Contrabaixo: Alessandro Franco

Contrabaixo: Alessandro Franco

Bateria e percussão: André Coudeiro Teclado: Feabio Oliveira

Bateria e percussão: André Coudeiro Côro: Rakelly Calliari, Rodrigo Munhoz e Thâmara Batista Flauta: Wendel Antunes


12 - A Música e a viagem (Jaime Santos) Introdução: F4 Dm7(#5) Csus4 Gm7/9 C7/11 C7 Db7M F/C F° Csus4 F4 Está além mar F7/A G7/D D4/7M E eu cá a pensar na revolução Gm7/9 Tu no ar C7/11 C7 Bb7M Csus4 E eu com os pés no chão F4 F7/A A cada viagem a sensação de voar G7/D D4/7M Eu sobre a terra e você sobre o mar Gm7/9 C7/11 C7 Db7M F/C F° F7 Sem pegadas, sem marcas, sós Bb7M A7 Tuas asas sobre o Atlântico Dm7 Eb7/9 Os meus sonhos na canção F4 F/Eb Procuramos um só ponto Cm7 F7/9 B7(b5) A nossa solidão Bb7M A7 Sou um bardo com seus cânticos Dm7 Eb7/9 A viagem é seu vício F4 F/Eb Marcamos um encontro, então Bb7M Csus4 F4 Com nossos ofícios e Deus Solo sobre Introdução: F4 Dm7(#5) Csus4 Gm7/9// C7/11 C7 Db7M F/C F° Csus4 Volta canto “Tuas asas sobre o Atlântico...”


A Romã Romã é um fruto que sempre me chamou atenção desde criança, pela beleza da sua árvore e cor, por ser um fruto estrondoso e cheio de semente, com um simbolismo enorme para mim. Quando eu ia passar o natal e o ano novo na casa de minha avó de criação por parte de mãe, lá estava a Romã imperando naquelas mesas frondosas, e eu curioso, queria saber o significado de ela estar alí. Então minha falecida avó me disse: - Filho, esta é uma fruta milenar que tem pouca polpa, mas ela gera muitas árvores por ter muitas sementes. Por este motivo falam que ela trás riqueza, pois onde existe árvore existe vida. Eu gostei desta explanação de minha avó, e depois fui pesquisar sobre a Romã, e vi que ela está associada as paixões e a Afrodite, deusa da fecundidade. Minha avó tinha razão. Desde então carrego comigo a Romã. Sendo assim, espero que este trabalho seja fecundo tal qual. Jaime Santos

Ficha Técnica Gravado ao vivo nos estúdios 3 em 1 em Londrina/PR pelo engenheiro de áudio Fernando Arruda e o técnico Alexandre Bressan nos dias 15/11, 19/11 e 03/12 de 2016. Produção: Moca Produtora Produção musical: Jaime Santos e Israel Laurindo Produção executiva: Jaime Santos Arranjos: Israel Laurindo Arranjos do côro: Rodrigo Munhoz Captação de áudio, mixagem e masterização: Fernando Arruda Assistência Técnica: Alexandre Bressan Estúdio de ensaios: 7db Estúdio - Daniel Boaro (Magrão) em Londrina/PR.


Agradecimentos Aqui vão meus sinceros e grandiosos agradecimentos para: Itamar Rios de Souza, meu amigo, compositor, sem o qual este trabalho não aconteceria. Meus agradecimentos ao Dr. Wolney Carvalho meu amigo dos tempos que ele estudava economia na UFSC em Florianópolis/SC e hoje professor da UNILA em Foz do Iguacú/PR. Ao amigo e grande professor de história da UFSC Waldir Rampinelli (Rampa). Ao senhores Hércules da Silva e Marli A. Rita da Silva pelo apoio. Dedico de coração a Janarli Rita da Silva pela atenção, carinho e paciência nas horas dificeis. Ao Israel Laurindo e aos músicos por trabalharem neste projeto. Agradeço ao Claudenir Marcolino (Artmusic) pelo empréstimo da viola Nilson Di Mari. Agradeço ao Wesley Gibellato da Let`s Music All pelo empréstimo dos instrumentos de percussão de efeito. E a toda minha família, deixo a eles meu carinho e meu abraço fraterno. A minha filha Lauany Folly Kubo dos Santos o meu carinho e meu amor. E agradeço a todos que direta ou indiretamente ajudaram este projeto se concretizar.

Contatos para shows Moca Produtora e-mail: producao@mocaprodutora.com.br Celular: +55 (43) 98429-9979 (Oi) (Whatsapp) Site: www.mocaprodutora.com.br


1 - A cor do dia

4:07

BR-J6M-16-00001

2 - Romã

2:08

BR-J6M-16-00002

3 - Cais do Porto

3:10

BR-J6M-16-00003

4 - Conversa de bois

R

o

m

ã

3:03

BR-J6M-16-00004

5 - Faróis

2:34

BR-J6M-16-00005

M

6 - Óleo sobre tela (Pintura) 2:31 BR-J6M-16-00006

7 - Quem és

4:33

BR-J6M-16-00007

8 - Todo tempo

3:59

BR-J6M-16-00008

O

www.jaimesantos.com.br

9 - Viola e voo

3:56

BR-J6M-16-00009

10 - Minha

2:20

BR-J6M-16-00010

11 - Abalo sísmico

3:40

BR-J6M-16-00011

12 - A Música e a viagem

3:22

BR-J6M-16-00012

Realização: Moca Produtora

Apoio:

R

a

m

O

R

Total: 37:23 Projeto gravado ao vivo e todo confeccionado na cidade de Londrina/PR - Brasil

a


Jaime santos & Os Santos de Casa - CD Romã