Page 1

O Jornal Metro é impresso em papel certificado FSC, com garantia de manejo florestal responsável, pela Gráfica Moura Ltda.

DE VOLTA, A VOZ DA PERIFERIA RACIONAIS MC FAZEM SHOW EM BRASÍLIA NO SÁBADO, NO RAP FEDERAL PÁG. 10 BRASÍLIA Quinta-feira, 20 de março de 2014 Edição nº 465, ano 2 MÍN: 18°C MÁX: 26°C

www.readmetro.com | leitor.bsb@metrojornal.com.br | www.facebook.com/metrojornal | @jornal_metrobsb

Mano Brown

Governo admite ‘sinal amarelo’ no setor elétrico Tem que chover. Risco de racionamento de energia não está descartado caso o nível dos reservatórios piore, afirmou ontem o secretário-executivo de Minas e Energia, Márcio Zimmermann. Ele descartou, no entanto, aumento de tarifas por causa da crise

ESCORREGOU Fla comete pênalti, perde para o Bolívar e cai para última posição do grupo PÁG. 16

PÁG. 08

Governador do RJ pede desculpas a familiares de mulher arrastada Parentes da auxiliar de serviços gerais Claudia da Silva Ferreira, porém, devem exigir reparação do Estado PÁG. 02

Comitê divide o Lago Paranoá em oito áreas de uso Texto estabelece regiões específicas para, por exemplo, banho, esportes, tráfego de embarcações e pesca PÁG. 06

RECICLE A INFORMAÇÃO: PASSE ESTE JORNAL PARA OUTRO LEITOR

Oposição insiste em CPI da Petrobras Éverton é atingido por volante do Bolívar em jogo válido pela Libertadores | GASTON BRITO/REUTERS

Declaração da presidente Dilma sobre compra de refinaria nos EUA realimentou a cobrança PÁG. 03


|02|

1 FOCO

BRASÍLIA, QUINTA-FEIRA, 20 DE MARÇO DE 2014 www.readmetro.com

{BRASIL}

Família aceita desculpas, mas quer reparação Mulher arrastada. Cabral pede perdão a parentes de Cláudia pelo crime. Defesa pedirá indenização de mil salários mínimos por familiar da vítima A família da auxiliar de serviços gerais Claudia da Silva Ferreira, morta durante uma operação da Polícia Militar na manhã de domingo, no Morro da Congonha, em Madureira, no Rio, vai entrar com um processo contra o Estado. Após ter sido baleada, ela ainda foi arrastada pela viatura da PM durante 350 metros no caminho do hospital. Ontem, o governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral, pediu desculpas à família da vítima, em encontro no Palácio Guanabara. Ele prometeu apoio financeiro e psicológico à família. “O governo se colocou à disposição para dar todo o suporte necessário, colocando à disposição da família psicólogos, assistentes sociais e a Defensoria Pública, que vai ajudar no processo de adoção e guarda dos quatro sobrinhos que eram mantidos por Claudia”, disse o secretário de Estado de Assistência Social, Pedro Fernandes. Por enquanto, a família não irá entrar no sistema de proteção à testemunha, mas quer uma indenização do Es-

Juiz Rodrigo Tellini | ALEX FALCÃO/FUTURA PRESS

Carandiru. Júri condena mais 10 PMs por massacre

Cabral prometeu auxílio aos familiares | SHANA REIS / DIVULGAÇÃO

tado pela morte de Claudia. Segundo o advogado da família, João Tancredo, o pedido vai se basear em outros casos de vítimas que envolveram policiais. “São mil salários mínimos por familiar, além da pensão que eles têm direito. O governador nos colocou em contato com a Casa Civil para fazer um acordo, mas não acredito que eles ofereçam algo próximo. No caso Amarildo, por exemplo, mesmo depois de a Justiça declarar a morte presumida, o Estado respondeu nosso pedido de indenização dizendo que

ainda não estava comprovado o desaparecimento do corpo”, disse o advogado, que também auxilia os parentes do ajudante de pedreiro morto na Rocinha. O governo disse que a família será recadastrada no Bolsa Família, pois o benefício estava no nome da vítima. O viúvo Alexandre da Silva pediu mudanças na abordagem de PMs. “A polícia não pode entrar na comunidade atirando. Se ela não tivesse sido arrastada, seria apenas mais uma na estatística”, disse Alexandre. METRO RIO

A quarta etapa do julgamento do massacre do Carandiru terminou ontem com a condenação de dez PMs (policiais militares) pelos homicídios de 8 dos 111 detentos mortos em outubro de 1992 e pelas tentativas de assassinatos de outros três. Os condenados poderão recorrer em liberdade. O crime foi de homicídio qualificado, já que não houve chance de defesa das vítimas. Cada réu teve pena estipulada em 96 anos de prisão. Apenas um foi condenado a 104 anos, por maus antecedentes. A sentença foi lida pelo juiz Rodrigo Tellini. Durante os três dias de julgamento, o advogado Celso Vendramini afirmou que os policiais do Gate (Grupo de Ações Táticas Especiais) não atuaram no último pavimento, onde as mortes aconteceram. O Ministério Público

Polícia prende 3º sequestrador de italiana Nas asas da FAB

Carona não será paga O ministro Arthur Chioro (Saúde) afirmou ontem estar respaldado por uma autorização da Advocacia Geral da União e não irá pagar as diárias da viagem feita com a esposa em avião da FAB durante o Carnaval. Chioro também negou haver escravidão aos cubanos no programa Mais Médicos e disse que todos tinham conhecimento das condições do contrato.

Italiano abraça a filha depois do resgate | REPRODUÇÃO/BAND

A estudante italiana de 15 anos que foi sequestrada no sábado à noite foi resgatada ontem do cativeiro em que estava em Cabo Frio, na região dos Lagos, no Rio de Janeiro. Na ação dos policiais da DAS (Divisão Antissequestro), no início da madrugada de ontem, dois bandidos morreram e o terceiro foi preso horas depois. O empresário italiano Ettore Castelluzzo, que mora há seis anos no Brasil, foi sequestrado com a filha, na FALE COM A REDAÇÃO leitor.bsb@metrojornal.com.br 061/3966-4607 COMERCIAL: 061/3966-4615

O jornal Metro circula em 24 países e tem alcance diário superior a 20 milhões de leitores. No Brasil, é uma joint venture do Grupo Bandeirantes de Comunicação e da Metro Internacional. É publicado e distribuído gratuitamente de segunda a sexta em São Paulo, Brasília, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Curitiba, Porto Alegre, ABC, Santos e Campinas, somando mais de 480 mil exemplares diários.

casa deles em Arraial do Cabo. Ele, porém, foi liberado em seguida. “Eles estavam chegando em casa no sábado à noite e os criminosos já estavam esperando por eles. Os bandidos liberaram o pai e pediram a quantia de R$ 720 mil, ficando com a garota e dizendo que iriam entrar em contato na terça-feira”, contou o delegado Cláudio Góis, acrescentando que o valor do resgate não chegou a ser pago. A jovem estava no subso-

lo de uma casa em um condomínio de classe média em Cabo Frio, quando os policiais chegaram. A polícia continuará as investigações para tentar identificar outras pessoas envolvidas no crime. Há um ano, o Rio não registrava um sequestro. Os últimos casos aconteceram em janeiro e fevereiro do ano passado. Nos dois episódios, os reféns foram libertados e os criminosos, presos. METRO RIO COM BAND

968 anos de prisão é a pena somada aplicada aos 10 policiais militares acusados de participar do massacre do Carandiru contestou a informação. Inicialmente, os PMs eram julgados pela morte de 10 detentos. A promotoria inocentou os réus de duas delas: uma por ter sido por arma branca e outra por ter acontecido em outro pavimento. A quarta e última etapa do julgamento foi finalizada antes da terceira, suspensa após Vendramini abandonar o plenário. Um novo júri está marcado para 31 de março. Ao todo, 58 policiais foram condenados pelo massacre, mas todos recorrem em liberdade. METRO

Crise aérea. STM expulsa controladores O STM (Superior Tribunal Militar) manteve ontem a condenação de oito militares da Aeronáutica acusados do crime de motim a quatro anos de prisão. Eles comandaram a paralisação dos controladores de voo em março de 2007. Os militares também receberam como pena acessória a exclusão das Forças Armadas. METRO BRASÍLIA

EXPEDIENTE Metro Brasil. Presidente: Cláudio Costa Bianchini (MTB: 70.145) Editor Chefe: Luiz Rivoiro (MTB 21.162). Diretor Comercial e Marketing: Carlos Eduardo Scappini Diretora Financeira: Sara Velloso. Diretor de Tecnologia e Operações: Luiz Mendes Junior Gerente Executivo: Ricardo Adamo Coordenador de Redação: Irineu Masiero. Editor-Executivo de Arte: Vitor Iwasso Metro Brasília. Diretor-editor: Cláudio Humberto. Editor-Executivo: Lourenço Flores (MTB: 8075) Diagramação: Natalia Xavier. Gerente Executivo: Vandler Paiva Grupo Bandeirantes de Comunicação Brasília. Diretor Geral: Flávio Lara Resende

Editado e distribuído por Metro Jornal S/A. Endereço: SBS Quadra.02 - Bloco "Q" - Ed. João Carlos Saad - 15º andar, CEP 70070-120, Brasília, DF, Tel.: 061/3966-4615. O jornal Metro é impresso na Gráfica Moura.

Filiado ao


BRASÍLIA, QUINTA-FEIRA, 20 DE MARÇO DE 2014 www.readmetro.com

{BRASIL}

Oposição quer investigar ‘laudo falho’ da Petrobras Denúncia. PSDB cobra explicações de Dilma Rousseff, que, quando era presidente do conselho da estatal deu aval para a compra de um refinaria nos EUA. Prejuízo foi de US$ 1 bi O aval para a compra da refinaria de Pasadena, no Texas (EUA), dado em 2006 por Dilma Rousseff quando era presidente do Conselho de Administração da Petrobras, será investigado pelo Congresso. A hoje presidente Dilma admitiu, em nota, que se baseou num parecer técnico ‘falho’ para autorizar a compra, investigada por suspeita de superfaturamento. A estatal aprovou a compra de 50% do empreendimento por US$ 360 milhões, mas acabou pagando US$ 1,18 bi - R$ 2,76 bi - porque uma cláusula obrigou a Petrobras a ficar com 100% da refinaria porque a sócia belga desistiu do negócio. A denúncia foi publicada pelo jornal ‘O Estado de S. Paulo”. “A presidente não tem o direito de justificar-se apenas dizendo ter sido mal assessorada”, afirmou o senador Aécio Neves (PSDB-MG), prová-

vel adversário de Dilma na campanha presidencial. Responsável pelo laudo, o ex-diretor internacional da Petrobras Nestor Cerveró será chamado para se explicar na Câmara. A oposição também pediu ao MME (Ministério de Minas e Energia) uma cópia do resumo executivo. “Por todo esse cenário é cada vez mais necessária a instalação da CPI da Petrobras”, defendeu o líder do PPS, deputado Rubens Bueno (PR). Comissão externa A Câmara deverá criar na próxima semana a comissão para investigar denúncia de pagamento de propina na Holanda a funcionários da Petrobras. Os oito integrantes serão distribuídos por cinco representantes da base aliada e três da oposição. Maurício Quintella (PR-AL) será o coordenador dos trabalhos. METRO BRASÍLIA

Dilma em 2008 quando presidiu o Conselho da Petrobras | SÉRGIO LIMA/FOLHAPRESS

FAB procura avião no Pará Mesmo com o mau tempo, duas aeronaves da FAB (Força Aérea Brasileira) com 20 militares, dois aviões de uma empresa privada e um helicóptero da Polícia Militar do Pará continuaram ontem as buscas pelo bimotor que desapareceu anteontem com cinco pessoas a bordo, próximo à cidade de Jacareacanga -- a 1.150 km de Belém (PA). A aeronave de táxi aéreo

prestava serviço à Sesai (Secretaria Especial de Saúde Indígena), ligada ao Ministério da Saúde, e partiu de Itaituba (PA) em direção à Jacareacanga às 11h45. Cerca de uma hora e 20 minutos após o último contato, o avião desapareceu. De acordo com a FAB e a Anac (Agência Nacional de Aviação Civil), os radares acusaram o desaparecimento a 29 km do destino. O local onde a aeronave sumiu fica em

uma área densa da floresta amazônica e é repleta de áreas indígenas. Segundo o Seripa (Serviço Regional de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos), por volta das 12h40 o piloto do avião entrou em contato com um colega e informou que havia uma pane em um dos motores da aeronave e que tentava encontrar uma área para fazer um pouso forçado. A Aeronáutica disse que o

último contato do piloto com a torre de controle foi feito por volta das 14h. A equipe que estava a bordo substituiria uma outra equipe que já prestava atendimento às aldeias da etnia Munduruku, na região de Jacareacanga. Uma das passageiras, a auxiliar de enfermagem Rayline Campos conseguiu enviar mensagens para o tio avisando sobre temporal e falha no motor. METRO

|03|◊◊

Dívida. Supremo adia julgamento de precatórios O STF (Supremo Tribunal Federal) adiou, mais uma vez, o julgamento da ação que pede a definição de critérios para o pagamento de precatórios. O ministro Dias Toffoli pediu mais tempo para estudar o processo. Não há previsão para a retomada da análise do caso. Até o momento, três ministros votaram a favor da fórmula de pagamento: o relator, Luiz Fux, Roberto Barroso e Teori Zavascki. A dívida relativa a decisões judiciais acumulada por prefeituras e governos estaduais com empresas e pessoas físicas seria parcelada em cinco anos, com valores corrigidos pelo IPCA (índice oficial da inflação) a partir de 13 de março de 2013 -- quando o STF declarou inconstitucional a Emenda 62, que previa pagamento em até 15 anos. “O sistema foi concebido para moralizar o pagamento das dívidas públicas, mas, ao longo do tempo, tornou-se um mecanismo de desmoralização do Judiciário, e símbolo de deslealdade frequente para com o cidadão”, criticou o ministro Roberto Barroso. Marco da Internet

Ministro Dias Toffoli pediu vista | NELSON JR./STF

R$ 94,3 bi é o volume de recursos devidos por Estados e municípios em precatórios, segundo o CNJ (Conselho Nacional de Justiça). Barroso fez uma sugestão adicional: quer fixar um prazo de oito meses para que o Congresso crie as regras para o pagamento de novas dívidas assumidas a partir de 1º de fevereiro de 2015. A proposta ainda deverá ser analisada pelo STF. METRO BRASÍLIA Mensalão

Neutralidade sofre mudanças no texto

Delúbio voltará ao trabalho na CUT

O decreto para regulamentar a neutralidade na rede será analisado pelo Comitê Gestor da Internet e Anatel antes de entrar em vigor. Com a mudança, o governo acredita que conseguirá ter pelo menos 270 dos 257 votos necessários para aprovar o Marco Civil da Internet na terça-feira. METRO BRASÍLIA

A VEP (Vara de Execuções Penais) autorizou Delúbio Soares a voltar a trabalhar na CUT. O benefício havia sido suspenso após denúncia de regalias no presídio. Ontem, a Defensoria Pública se manifestou contra a transferência do ex-teoureiro do PT e de José Dirceu, para presídios federais. METRO BRASÍLIA


|04|

Política

BRASÍLIA, QUINTA-FEIRA, 20 DE MARÇO DE 2014 www.readmetro.com

{BRASIL}

CLÁUDIO HUMBERTO WWW.CLAUDIOHUMBERTO.COM.BR

COM ANA PAULA LEITÃO E TERESA BARROS

REDUÇÃO DA MAIORIDADE PENAL PODE SER APROVADA Nunca foram tão expressivas as chances de aprovação da redução da maioridade penal, cuja votação deve ser realizada em abril, segundo prometeu o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), à família da menina de 14 anos assassinada dias atrás pelo namorado, em Brasília, horas antes de ele completar 18 anos. Para a senadora Ana Amélia (PP-RS), a maioria dos senadores já apoia o projeto.

“Não posso dizer quanto à situação em Cuba, mas aqui são livres.” MINISTRO ARTHUR CHIORO (SAÚDE), FINGINDO IGNORAR A FALTA DE LIBERDADE NA DITADURA CUBANA

IMPUNIDADE A polícia acha que o assassino de Yorraly Ferreira Dias, 14, precipitou o crime na certeza de que, ainda considerado “dimenor”, sairia impune.

Paulo Pereira da Silva (SDD-SP) | LEONARDO PRADO/AGÊNCIA CÂMARA

BIOMBO PARA O CRIME

BARRIL DE PÓLVORA

A maioridade penal só aos 18 anos virou instrumento do crime, com a proliferação de gangues juvenis e assassinos profissionais “dimenor”.

Agentes penitenciários, numa greve selvagem há dez dias, planejam impedir a visitação a presos, nos 158 presídios paulistas, no domingo (23). O deputado Paulo Pereira (SP), dono do partido Solidariedade e da Força Sindical, tenta há 15 dias negociar com Geraldo Alckmin.

IDADE DA INOCÊNCIA? Ana Amélia argumenta: se menores, de 16 anos, podem votar, por que não podem discernir o bem e o mal, pagando pelos seus erros?

DANDO UM TEMPO Após a saída de PDT, PSD e PP, o “blocão” – agora basicamente formado por partidos da oposição – decidiu dar uma trégua ao governo.

PENTE FINO NOS GASTOS SECRETOS DA ARAPONGAGEM

TARDA, MAS... O Superior Tribunal Militar manteve a condenação a quatro anos de reclusão e expulsão da Força Aérea Brasileira os oito controladores de voo que aderiram ao motim (ou “greve”) na época do apagão aéreo, em 2006.

DEU ROLO Já na reta final, o governo de Eduardo Campos (PSB) promove uma licitação de R$ 100 milhões, para serviços de publicidade, que deu rolo. Agências melhor situadas já prestam serviços ao governo, o que gerou brigas, desconfianças e impugnações que podem anular a licitação.

CHÁ DE CADEIRA O senador José Sarney (PMDB-AP) foi no dia 17 ao Amapá, para tratar de reeleição com o presidente local do PT, um certo Banha. Mas só foi recebido após intervenção do presidente nacional do PT, Rui Falcão.

DESEMBARGADORA Ricardo Ferraço (PMDB-ES) | MARCOS OLIVEIRA/AGÊNCIA SENADO

O Palácio do Planalto ganhou mais um motivo para perder o sono. A poderosa Comissão Mista de Controle das Atividades de Inteligência está nas mãos do rebelado PMDB. O senador Ricardo Ferraço (ES), de atuação sempre independente, assumiu ontem a presidência da comissão, que pode inclusive acessar os gastos ultrassecretos com as “ações de inteligência” da Agência Brasileira de Inteligência (Abin).

MINORIA Dos 14 nomes da comissão de Controle das Atividades de Inteligência, só um é do PT. São três do PMDB, dois do PSDB, um do PTB e um do DEM.

PRETO NO BRANCO Gastos nebulosos de cartões corporativos podem passar pela lupa da comissão de controle do Senado, sem a lorota de “segurança nacional”.

O ministro Marco Aurélio anda todo orgulhoso: sua filha Letícia de Santis Mendes de Farias Mello, a mais votada na lista tríplice, é a nova desembargadora do Tribunal Regional Federal da 2ª região (RJ e ES).

PODER SEM PUDOR RANGO EM TEMPO DE CHUMBO

LINHA OCUPADA O jornal ‘The Washington Post’ diz que todos os telefonemas de 4 países foram grampeados em 2009, mas não revela os nomes, vazados por Edward Snowden, ex-espião da agência de Segurança NSA. Humm...

O MELHOR AMIGO O vice-presidente colombiano, Angelino Garzón, esnobou a embaixada no Brasil, alegando que seu pastor alemão não suportaria o calor. Ele está fora da chapa à reeleição de Juan Manuel Santos, em maio.

CÓDIGO POSTAL Os vereadores do Guarujá (SP) derrubaram veto da prefeita Antonieta de Brito (PMDB) a projeto que proíbe secretários municipais residindo em outras cidades. Os alvos são dois secretários que vivem em Santos.

MÃO ABERTA

PENSANDO BEM...

Só no governo Dilma Rousseff, os arapongas da Abin torraram R$ 35 milhões utilizando cartões corporativos. Gastos tidos como “secretos”.

...o governo Dilma lembra o Boeing da Malásia: sumido há dias, só se sabe até agora que alguém no comando (o PMDB?) desviou a rota.

No início dos anos 1990, o sudoso jornalista Neiva Moreira participava de um seminário da Escola Superior de Guerra na Fortaleza de São João, no Rio. Na hora do almoço, o comandante da ESG, tenente-brigadeiro Sérgio Ferolla, pediu desculpas pela qualidade da comida. Neiva discordou:

- Para mim, está ótima, muito melhor do que a última vez que almocei aqui. - E quando foi isso? – perguntou o comandante. - Na década de 1960. Eu estava preso aqui na fortaleza e almoçava vigiado por um soldado. Agora, pelo menos, estou acompanhado do comandante...


BRASÍLIA, QUINTA-FEIRA, 20 DE MARÇO DE 2014 www.readmetro.com

Conplan. Votação do PPCUB é adiada Marcada para ontem, a votação das planilhas que compõem o PPCUB (Plano de Preservação do Conjunto Urbanístico de Brasília) foi adiada para a terça-feira da semana que vem. A câmara técnica formada dentro do Conplan (Conselho de Planejamento) pediu mais prazo para terminar a análise dos documentos que definem os parâmetros construtivos de cada área da cidade. “São 700 páginas de documentos e só tivemos dois dias úteis para apreciá-las. Chegamos ao consenso para que haja mais prazo”, afirma o conselheiro Adalberto Valadão Júnior, que representa o Sindicato da Construção Civil. Caso o projeto seja aprovado no Conplan -- as planilhas são a última etapa para o fim da votação, o passo seguinte será debater o texto na Câmara Legislativa. METRO BRASÍLIA

{BRASÍLIA}

Troca da frota só termina com início do Expresso DF Transporte. Moradores do Gama, única cidade que ainda não tem ônibus novos, protestaram ontem após quebra de ônibus. Inauguração de pista exclusiva ainda não foi marcada A quebra de um ônibus velho da Pioneira que seguia para Taguatinga motivou moradores do Gama a fecharem um dos acessos da cidade em um protesto no início da manhã de ontem. A população mostra impaciência com a demora no processo de troca da frota, já que a cidade é a única do DF na qual ainda não rodam ônibus novos. A situação só deve mudar, de acordo com o diretor-geral do DFTrans (autarquia responsável pelo transporte público), Marco Antônio Campanella, quando forem concluídas as obras do Expresso DF Sul e veículos articulados começarem a transportar passageiros do Gama e de Santa Maria para o Plano Piloto em pistas exclusivas.

Ônibus da frota antiga ainda nas ruas | ANDRESSA ANHOLETE/METRO BRASÍLIA

A fase de testes na obra deve começar nas próximas semanas, de acordo com o GDF, mas a data da inauguração oficial ainda

não foi definida. O corredor será explorado pela Viação Pioneira, uma das vencedoras da licitação do transporte que já

operava no DF. O grupo (formado ainda pelas empresas Satélite, Planeta e Cidade Brasília) é o único a ainda manter ônibus velhos circulando (também opera linhas em Ceilândia e Taguatinga). A desculpa é que não há dinheiro para pagar as rescisões contratuais dos rodoviários, que irão migrar para as novas empresas. “A solução para esse problema está próxima e as mudanças para a população da saída sul virão com o Expresso DF”, promete Campanella. A solução emergencial adotada pelo DFTrans para o Gama é a adição de 10 ônibus (também velhos) aos 130 que já circulam na cidade. RAPHAEL VELEDA METRO BRASÍLIA

|05|◊◊

Tecnologia. Centro treina deficientes em Sobradinho Será inaugurado hoje, em Sobradinho, um centro de tecnologia inclusiva destinado a jovens com deficiência (pode ser auditiva, física, intelectual ou visual). Serão oferecidas 15 vagas por turma em cursos profissionalizantes, que têm o objetivo de inserir esses jovens no mercado de trabalho. O treinamento é gratuito. Podem participar jovens com 16 anos ou mais. O projeto é uma iniciativa da The Trust for the Americas, um braço da Organização dos Estados Americanos e tem o apoio da Citi Foundation e da Microsoft. O objetivo é formar 100 jovens até o fim do ano. Para se inscrever, é preciso preencher uma ficha na entidade Obras Sociais Jerônimo Candinho, na Quadra 12, área reservada 3. Mais informações pelo telefone 3387-5658 ou osjcpcd@gmail.com. METRO


|06|

BRASÍLIA, QUINTA-FEIRA, 20 DE MARÇO DE 2014 www.readmetro.com

{BRASÍLIA}

Divisão do Lago Paranoá não agrada aos usuários Modo de usar. Comitê define regiões para banho, trânsito de embarcações, de segurança e restritas à pesca O Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio Paranoá apresentou ontem, durante reunião, a prosta de zoneamento do Lago Paranoá. O texto estabelece oito tipos diferentes de uso das águas do espelho d’água (veja mais no box) e foi definido por um grupo de trabalho que envolveu órgãos governamentais e membros da sociedade civil. Mesmo sendo fruto de debates entre os representantes, a proposta de divisão não agradou aos frequentadores do lago. Para Guilherme Scartezini, coordenador do grupo Amigos do Lago Paranoá, faltou transparência no desenvolvimento da proposta. “Os debates contavam com o quórum de meia dúzia de pessoas para harmonizar todo o uso do lago”, reclama. O pescador Antônio Gomes, 63, é a favor de

“Quem pesca no lago já tinha muita restrição para lidar.” ANTÔNIO GOMES, PESCADOR

Pescadores e esportistas terão cada um sua área | ANDRESSA ANHOLETE/METRO BRASÍLIA

uma divisão do uso das águas, mas não sabia que este debate estava em curso desde outubro de 2012. O fim do Lago Sul, que ele considera um dos melhores lugares pesca, terá esta atividade proibida. “Precisa de uma divisão. Os barcos nos atrapalham muito, temos que colocar as redes um me-

tro abaixo do normal”, diz. O presidente do Comitê, Paulo Salles, esclarece que o zoneamento não cria proibições, apenas áreas preferenciais de uso. As proibições já vinham de legislações federais que foram compiladas. “As pessoas reclamam por não conhecer a proposta, é

por isso que iremos intensificar a divulgação da divisão.” Mesmo membros do comitê, porém, como o dono de embarcações turísticas Edmilson Figueiredo, consideram o projeto falho. “O turismo foi negligenciado no projeto, pois deveria ter sido proposta a criação de atracadouros turísticos públicos”, pondera. Tramita na Câmara Legislativa um projeto para criar multas de R$ 700 a R$ 20 mil a quem não respeitar os usos. METRO BRASÍLIA

Lago dividido O comitê estabeleceu oito zonas de uso das águas. O projeto propõe restrições e agrupa proibições de leis federais. Veja alguns pontos: Ba h Nove praias do lago foram reservadas para nado e esportes. Nada de i ad Barcos a motor só poderão circular acima de 5 km/h se estiverem a 300 metros da margem. A área do Calçadão da Asa Norte é um exemplo. E e Praticantes de canoagem, stand up paddle e outros poderão transitar a até 300 metros da margem.

HPV

GDF já vacinou 10,8 mil estudantes A Secretaria de Saúde vacinou 10,8 mil estudantes durante a 1ª semana de imunização contra o HPV (papiloma vírus). A meta é imunizar 64,8 mil estudantes do sexo feminino entre 9 e 13 anos até o final de abril. METRO Doação

Estoques de leite da rede pública estão baixos Os bancos de leite humano do DF estão com estoques baixos para atender os bebês internados na rede pública. As mães com excesso de leite podem ligar para o telefone 160, opção 4, para que uma equipe dos bombeiros recolha o leite na residência delas. METRO BRASÍLIA

Um problema que virou pó O GDF pretende construir um ponto de encontro comunitário no espaço entre a 204/404 Sul onde havia um prédio público abandonado há dez anos. A estrutura contará com aparelhos de ginástica para incentivar hábitos saudáveis para a população. Na manhã de ontem, o prédio foi destruído porque, de acordo com a Defesa Civil, sua estrutura estava comprometida | ANDRESSA ANHOLETE/METRO BRASÍLIA


BRASÍLIA, QUINTA-FEIRA, 20 DE MARÇO DE 2014 www.readmetro.com

{MUNDO}

Ucrânia passa a exigir visto de visitante russo Tensão. Medida foi acompanhada de saída do país da Comunidade dos Estados Independentes (CEI), que une nações da antiga União Soviética. Kiev propõe desmilitarização da Crimeia após tomada de suas bases na região pela Rússia Após ver duas de suas bases na Crimeia ocupadas por forças pró-Rússia e ter oficiais tidos como reféns, a Ucrânia anunciou ontem sua retirada da Comunidade dos Estados Independentes (CEI) – que reúne nações da antiga União Soviética – e afirmou que vai passar a exigir vistos de entrada para cidadãos russos. Esse é mais um capítulo da novela que resultou na anexação da Crimeia à Rússia após um referendo realizado no último domingo, em que 97% da população local se disse favorável ao retorno da região autônoma ao comando de Moscou. O governo russo ainda estuda se deve rebater na mesma moeda, passando a cobrar visto dos ucranianos. O chefe de segurança da Ucrânia, Andriy Parubiy, propôs que a Crimeia seja declarada pelas Nações Unidas como uma zona desmilitarizada, com a retirada tanto de suas tropas quanto das forças russas. O presidente da Rússia, Vladimir Putin, deve se encontrar hoje em Mos-

Putin vs Mundo Conheça sanções impostas ou estudadas pelas nações que se opõem à anexação da Crimeia à Rússia A e a ha Impediu que a empresa Rheinmetall envie simuladores de combate encomendados pela Rússia para abastecer centros de treinamento militar no país. S ça Congelou as negociações para um tratado de livre comércio com a Rússia.

“Vivemos outras crises na Europa nos últimos anos, mas esta é a ameaça mais grave à segurança e estabilidade europeias desde o fim da Guerra Fria.”

Ja ã Suspendeu negociações sobre o fim de vistos de entrada, cooperação espacial e acordos de defesa. F a ça Ameaça cancelar um acordo de venda de dois navios de guerra à Rússia caso o Reino Unido aceite agir contra oligarcas russos sediados em Londres.

ANDERS FOGH RASMUSSEN, SECRETÁRIO-GERAL DA OTAN

cou com o secretário-geral das Nações Unidas, Ban Ki-moon, que voa na sexta para Kiev em busca de um fim pacífico para a crise iniciada quando o presidente da Ucrânia descartou um tratado de comércio com a União Europeia e se voltou a Moscou, o que levou a uma onda de protestos violentos. Na próxima semana, os Estados Unidos e países do G7 devem se reunir em Haia para discutir a questão e avaliar novas sanções à Rússia, que, segundo o ministro das Relações Exteriores Sergei Ryabkov, está disposta a responder as punições à altura. METRO COM AGÊNCIAS

|07|◊◊

A á ia Promete sanções financeiras e proibição à entrada de 12 russos e ucranianos envolvidos na passagem da Crimeia à Rússia.

Homem ostenta bandeira russa em uma base naval ucraniana na cidade de Sevastopol, na Crimeia | VASILY FEDOSENKO/ REUTERS

Rei U id O primeiro-ministro David Cameron pediu a exclusão permanente da Rússia do G8 como retaliação à anexação da Crimeia.

Morte

FBI tenta recuperar arquivos apagados de simulador de voo A Malásia recorreu ontem ao FBI para tentar recuperar arquivos apagados do simulador de voo do piloto Zaharie Ahmad Shah, que comandava o Boeing 777-200ER quando ele desapareceu, em 7 de março, na rota de Kuala Lampur a Pequim. A expectativa é de que a agência americana ajude a desvendar informações capazes de dar alguma pista do paradeiro do voo MH370 da Malaysia Airlines, que contava com 239 pessoas a bordo. As buscas pelo avião, que já envolvem esforços de 26 países, foram expandidas para a região sudeste do Oceano Índico. A falta de informações tem acirrado os ânimos dos encontros da empresa aé-

Parente de passageiro grita contra falta de informações em Kuala Lampur | REUTERS

rea com familiares dos passageiros. Uma mulher foi nocauteada e retirada à força de uma conferência de imprensa ontem após protestar contra as autorida-

des malaias em Kuala Lampur. “Dizem apenas para esperarmos por informações. Não sabemos quanto temos que esperar”, gritou. METRO COM AGÊNCIAS

Crise. Violência na Venezuela provoca mais duas mortes

África do Sul. Presidente usa fundo público para reforma

Os protestos e a crescente onda de violência que varrem a Venezuela há mais de um mês resultaram em mais duas vítimas. Autoridades locais revelaram ontem que um funcionário público e um estudante universitário foram mortos em Caracas após serem atingidos na cabeça na noite da última terça-feira. Pelo Twitter, o prefeito da capital venezuelana, Jorge Rodríguez, atribuiu o crime a terroristas. Ao menos 26 pessoas já morreram e 365 ficaram feridas desde o início dos protestos contra o governo chavista de Nicolas Maduro.

A seis semanas das eleições presidenciais na África do Sul, um relatório revelou que o presidente Jacob Zuma se beneficiou indevidamente de 246 milhões de randes (R$ 53 milhões) de um fundo público de segurança para a reforma de sua residência particular com a construção de piscina, curral para gado e anfiteatro. Autora do relatório, a defensora pública Thuli Madonsela exigiu que parte do valor seja reembolsado. Partido de oposição ao Congresso Nacional Africano do qual Zuma faz parte, a Aliança Democrática afirmou que vai pedir o impeachment do presidente e cobrar punições aos ministros envolvidos no caso. METRO COM AGÊNCIAS

METRO COM AGÊNCIAS

Argentina acha corpo de brasileiro A polícia argentina informou ontem que a guarda costeira do país encontrou o corpo de um empresário brasileiro no Rio da Prata na última sexta-feira. A vítima viajava com a mulher no cruzeiro Costa Fascinosa e estava desaparecida desde o dia 11. METRO COM AGÊNCIAS Onde ela estará?

Surge nova pista do caso Madeleine A polícia britânica afirmou estar atrás de um homem que teria atacado pelo menos cinco garotas na mesma região de Portugal em que a menina inglesa desapareceu, em 2007. METRO COM AGÊNCIAS


|08|

BRASÍLIA, QUINTA-FEIRA, 20 DE MARÇO DE 2014 www.readmetro.com

{ECONOMIA}

Setor elétrico está em ‘sinal amarelo’, admite governo Energia. Secretário afirma, no entanto, que só haverá risco de racionamento caso a situação dos reservatórios no país venha a piorar O governo admitiu ontem que a situação do abastecimento no setor elétrico está em “sinal amarelo”. Segundo o secretário-executivo do Ministério de Minas e Energia, Márcio Zimmermann, isso significa que o setor demanda atenção devido à seca que reduziu o nível dos reservatórios das hidrelétricas. “Quando estou num ano hidrológico bom, estou com sinal verde. Em um ano hidrológico não bom, o sinal é amarelo”, disse o secretário, após participar de audiência pública na Câmara. Zimmermann reiterou, no entanto, que o sistema elétrico brasileiro tem equilíbrio estrutural, “salvo ocorra uma situação pior que a histórica”, referindo-se aos reservatórios. Ele afirmou que houve uma melhora nos

principais reservatórios da região Sudeste. Esse cenário será avaliado até o fim de abril, quando termina o período de chuvas na região. Analistas e especialistas do setor, porém, vêm aumentando as apostas no racionamento de energia. No início da semana, a consultoria PSR subiu de 17,5% para 18,5% o risco de racionamento de energia superior a 4% da demanda em 2014. “A diferença se deve à piora da vazão prevista pelo Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) para o mês de fevereiro, que antes era de 48% da média histórica (MLT) e agora é 46% da MLT”, disse o presidente da PSR Mario Veiga Pereira. Para justificar o socorro de R$ 12 bilhões ao setor, anunciado na sema-

“Não podemos transformar energia em tomates que, quando tem seca, sobe.” SECRETÁRIO-EXECUTIVO DE MINAS E ENERGIA, MÁRCIO ZIMMERMANN

Zimmermann participou ontem de audiência na Câmara | DIVULGAÇÃO/AGÊNCIA CÂMARA

na passada, Zimmermann afirmou que o governo não deseja ter uma elevada flutuação nas tarifas de

energia pagas pelos consumidores. “Não podemos transformar energia em tomates, que quando tem se-

ca, sobe. Vimos uma forma de evitar flutuação de preços através de mecanismos de mercado”, disse.

O governo espera que o leilão de hidrelétricas cujas concessões vencem em 2015 ajude a neutralizar a alta na conta de luz, prevista para 2015 devido ao pacote de R$ 12 bilhões. Segundo Zimmermann, o governo espera uma redução de custos de geração de energia em até R$ 5 bilhões por ano a partir de 2015 por conta do vencimento e da renovação de contratos de hidrelétricas que estão vencendo. METRO

Excesso de burocracia eleva Importados e ovos de chocolate em 12% preço do imóvel novo puxam alta de preços na Páscoa

Burocracia custa R$ 18 bi/ano na compra da casa própria | TÉRCIO TEIXEIRA/FUTURA PRESS

e falta de clareza nas avaliações das licenças ambientais. A papelada excessiva também prolonga o prazo para a entrega. “Dos cinco anos que um imóvel financiado pelo FGTS pode levar para sair do papel, ou seja, do projeto à entrega, dois anos são consumidos pelos processos burocráticos”, diz Rubens Menin,

presidente da Abrainc (Associação Brasileira de Incorporadoras Imobiliárias). O estudo, que foi entregue ao governo nesta quarta, foi realizado pela consultoria Booz & Company, a pedido da CBIC (Câmara Brasileira da Indústria da Construção), Abrainc e Movimento Brasil Competitivo. METRO

EM ALTA

Variação de preços em um ano, em %

 ÇO S M É D I O S

5,5%

OVOS DE PÁSCOA CHOCOLATES EM GERAL NACIONAIS

Os produtos para a Páscoa apresentaram aumento médio de preço de 5,5% em relação a 2013, segundo levantamento da Abras (Associação Brasileira de Supermercados). Os ovos de Páscoa tiveram a maior alta, de 7,9%, seguidos por chocolates em geral (5,4%). Segundo a indústria, entre os motivos para a elevação de preços está a alta do dólar, que teve impacto no valor do cacau e do petróleo, matéria-prima de boa parte das embalagens. Os produtos têm saído das fábricas até 10% mais caros. O dólar também elevou os preços de produtos importados em geral, que apresentaram alta nos preços de 9,2%. Um dos destaques foi o bacalhau, com aumento (6,7%), em relação a 2013, segui-

CERVEJAS REFRIGERANTES PEIXES EM GERAL COLOMBA PASCOAL VINHOS NACIONAIS

IMPORTADOS

O excesso de burocracia deixa a casa própria 12% mais cara, segundo estudo encomendado por entidades do setor imobiliário e de construção. A burocracia custa R$ 18 bilhões por ano na compra da casa própria, diz a pesquisa. Esse valor pago a mais está ligado a gastos com documentação em excesso e atrasos no processo de construção e de entrega. A pesquisa envolve imóveis do programa Minha Casa, Minha Vida e empreendimentos de grande porte residenciais e comerciais. O levantamento identifica 18 grandes entraves na construção de imóveis no país. Os principais problemas encontrados pelo estudo são atraso na aprovação dos projetos pelas prefeituras, falta de padronização dos cartórios

7,9% 5,4% 4,6% 4,6% 4,2% 4,1% 3,7%

IMPORTADOS EM GERAL

9,2%

BACALHAU VINHOS IMPORTADOS AZEITES

6,7% 5,2% 4,9%

FONTE: ABRAS

do pelos vinhos importados (5,2%) e azeites (4,9%). Apesar da alta de preços, os supermercados esperam crescimento de 7,2% nas ven-

das de Páscoa este ano. A data é considerada o segundo melhor período do ano em vendas para o setor, superado apenas pelo Natal. METRO


|10|

2 CULTURA

The Afghan Whigs

Shows no Brasil A ba da ide ada e ca i a G eg D i f a ci e i e ficia e fa á a h a A é ica d S e d d i de e B a i A i ei a a e e açã e á e de ai e Sã Pa a ca a de h A di N dia eg i e é a e de P A eg e A e da de i g e c eça i dia a eç ai da ã f a di gad

BRASÍLIA, QUINTA-FEIRA, 20 DE MARÇO DE 2014 www.readmetro.com

{CULTURA}

Racionais e atemporais A voz da periferia. Ícone do rap nacional, grupo de Mano Brown, Edi Rock, KL Jay e Ice Blue vem a Brasília com músicas novas na bagagem. Letras antigas, entretanto, seguem fazendo sucesso – e muito, muito sentido “Sessenta por cento dos jovens de periferia sem antecedentes criminais já sofreram violência policial”, denunciava o grupo Racionais MC’s em 1997, na letra “Capítulo 4, Versículo 3”. Anos depois, o clipe de “Vida Loka II” trazia dois rapazes negros cobiçando um par de All Stars em frente a uma loja. Os fatores que motivaram os rolezinhos nos shoppings e os 272.422 assassinatos de negros registrados no Brasil entre 2002 e 2010 – dado do Ministério da Saúde, que, para muitos, constitui genocídio – já eram amplamente retratados em dezenas de letras do grupo de rap paulistano na década de 1990 e no início dos anos 2000. “O que cantamos lá atrás acontece hoje”, diz Ice Blue, um dos quatro integrantes. Considerado “a voz da favela”, o Racionais chega ao Rap Federal, ao lado de outro grande nome do ritmo, Dexter, no sábado. A trajetória de cerca de 25 anos de carreira, segundo Ice Blue, que conversou com o Metro por telefone, é marcada pelos questionamentos sobre pobreza, preconceito e consciência política. “A contesta-

ção sempre estará presente nas nossas letras.” Apesar de a fórmula das canções seguir inalterada, Ice Blue enxerga seu quarteto “adaptado a um mundo que vem se adaptando”. A aversão à imprensa, traço marcante do início de carreira, ficou para trás. Para ele, o grupo se moldou de acordo com o desenvolvimento da periferia. Desde o último trabalho, “Nada como um Dia após o Outro Dia”, lançado no longínquo ano de 2002, o Racionais adotou “ideias de progresso, um discurso mais evoluído”. “O que mudou da década de 1990 para hoje é a oportunidade dada ao ser humano. Isso é muito válido. Aquele cara que era completamente excluído hoje tem a oportunidade de comprar alguma coisa”, analisa. A espera de 12 anos por um álbum de inéditas gera pressão por parte dos fãs. O disco novo deve ser lançado ainda neste ano, mas há mistério sobre as canções que estarão nele e o título. Ice Blue vê com bom humor a ansiedade do público. “Eles querem um novo trabalho, mas também pedem

para não deixar de cantar as músicas antigas. Vai chegar um momento em que vão entrar em conflito entre eles”, brinca. Ice Blue atribui a demora para o lançamento do trabalho a um “critério que o grupo preserva muito”: a análise das letras e da harmonia. No show de sábado, ao que tudo indica, o público terá que se contentar com as velhas e boas. O Racionais, entretanto, chega à cidade entrosado. Sem pressa para lançar o novo disco, Ice Blue, Mano Brown, KL Jay e Edi Rock parecem satisfeitos com os rumos de seus trabalhos coletivos e individuais. Uma das poucas – e eternas – discordâncias é o futebol. “O Brown só sabe falar do time dele, o Santos. E eu sou corintiano, mano, dou uma aula nele, né?”. METRO CAMPINAS E BRASÍLIA

Programe-se Ra Fede a c Raci ai Mc e De e Sábado, às 22h. No Camping Show (SRPN, Quadra 2, Bloco B). Pista, R$ 40, camarote; R$ 100.

Mano Brown promete esquentar o Camping Show no sábado | DIVULGAÇÃO

Reforma. Finalmente, sai licitação do Museu de Arte Foram quase 10 anos de abandono, mas agora parece finalmente ter começado o processo que resultará na reabertura do Museu de Arte de Brasília (MAB). Foi publicado ontem, no Diário Oficial do Distrito

Federal, o edital para licitação da reforma do local. A estimativa do GDF é de que a obra comece em até 60 dias e dure cerca de oito meses. O valor total do investimento será de R$ 3,4 milhões. METRO

Lenços, pinturas e fotos 3D formam ‘Sudário’ De hoje a 11 de maio, o Museu Nacional da República abriga a mostra “Sudário”, do artista Carlos Vergara. A exposição é formada por monotipias em lenços, pinturas, fotografias em 3D, vídeos e instalações. A área externa do museu também recebe a instalação “Liberdade”, que retrata a demolição do Complexo Penitenciário Frei Caneca, onde presos políticos cumpriram pena junto à população carcerária comum durante a ditadura de Getúlio Vargas e o regime militar. Visitação: de terça a domingo, das 9h às 18h30. Entrada gratuita e livre | PENINHA/DIVULGAÇÃO


|12|

BRASÍLIA, QUINTA-FEIRA, 20 DE MARÇO DE 2014 www.readmetro.com

{VARIEDADES} Os invasores

Leitor fala

Na ponta do lápis Ônibus quase capotou

MARCOS SILVESTRE MARCOS.SILVESTRE@METROJORNAL.COM.BR

DÁ PARA GASTAR TUDO JÁ, E AINDA GARANTIR SEU FUTURO?

Cruzadas

Lógico que não! Afinal, qual é a parte do salário que se deve economizar e investir todos os meses para se ter uma vida financeira próspera e bem resolvida? A pergunta é rápida, a resposta nem tanto. Mas… para quê? De cara, vou questionar: qual é a verdadeira finalidade de poupar? Quem respondeu “investir”, desculpe-me, trocou o fim pelo meio. Ninguém poupa apenas para investir. Só investir, sem pensar no que se há de colher, não dá o menor prazer. A gente poupa que é para poder gastar. Sim, lá no futuro, gastar aquela reserva maior que se juntou aos poucos. Enquanto isso, como forma de proteger e multiplicar os cobres poupados, nos valemos de bons investimentos. Que são apenas meios, não fins.

NORMA CORRÊA - VALPARAÍSO (GO)

Falta vaga até em padaria É impressionante como Brasília está cheia de carros. Além de o motorista enfrentar engarrafamentos, não se acha mais vaga para parar em lugar nenhum. Até na padaria que fica perto da minha casa o estacionamento é complicado, já tem até alguns motoristas que estão parando em fila dupla. Será que isso ainda tem jeito?

Sonhos motivadores! Por trás de qualquer esforço poupador persistente que façamos nesta vida, deve sempre haver um grande sonho de compra e consumo, uma grande meta a ser conquistada, meta que naturalmente pede uma grande soma. Tais desafios é que nos motivarão, consistentemente mês após mês, a não gastar de imediato uma parte do que ganhamos, deixar de consumir já, de usufruir hoje mesmo. Enfim, poupar. Sacrifícios que fazemos no presente em troca de benefícios maiores no futuro. Receita para a conquista! Anote aí: poupar mês após mês + juntar aos poucos + aplicar bem + ganhar juros sobre juros + angariar o suficiente para finalmente comprar à vista e com desconto, levando o bem para casa quitado, sem carnê. Se não for assim, não haverá suficiente dinheiro pronto e o sonho… babau! “Puxa, que vida é essa que trabalho só para pagar contas, não posso sonhar com nada!”

Muita gente fala que o transporte do Entorno é precário, mas isso é pouco. Contando as coisas que acontecem, ninguém acredita. Peguei um ônibus para Valparaíso na terça, por volta das 19h30, na Rodoviária. O motorista dirigia como uma bala, ele reduziu o nosso tempo de viagem em 30 minutos. Ao passar em uma depressão da pista o carro ficou tão instável que todos os passageiros que estavam sentados no lado direito caíram. Todos os passageiros começaram a gritar e o ônibus continuou bambeando como uma gangorra. Você acha que o motorista parou o carro ou ao menos freou? Não, seguiu como se nada tivesse acontecido.

JOÃO VITOR ABRANTES - GUARÁ (DF)

Metro Pergunta

Sudoku

Esforço! Pense na quantia necessária para comprar um carro, ou trocar o seu: dá para tirar do salário de um único mês? Pense em uma grande viagem que deseja fazer, aquela grande festa que gostaria de dar: o ganho do mês banca? A compra de um imóvel, o pé-de-meia da aposentadoria… estes sonhos poderão ser frustrados se você não tiver disposição de poupar um tanto todo mês para cada um deles.

Você acha que é o Metro necessária uma maior Siga no Twitter: regulação do uso e @jornal_metrobsb da organização da internet, como propõe o Marco Civil? @eratostenes

Não ter nenhuma regulação é o princípio básico da internet. Abusos cometidos podem - e devem - ser punidos com legislação civil já existente. @OFlavonoide

O Marco Civil deve ser aprovado e assim a neutralidade da rede será garantida. O projeto foi feito pelos internautas e para os internautas.

Dívida não! Quem não poupa regularmente, ou acaba não conquistando, ou pior: conquista dívidas, pois jamais terá a grana pronta. Daí será mais caro (por causa dos juros elevados), demorado (custa a “zerar o carnê”), e arriscado (se não pagar o nome será anotado e o bem subtraído). Mas… não você, que está a fim de poupar! Agora: quantos % do salário? Na próxima coluna eu te conto no detalhe.

Metro web Para falar com a redação:

leitor.bsb@metrojornal.com.br Economista com MBA em Finanças (USP), orientador de famílias e educador em empresas, é colunista da BANDNEWS FM e fundador da SOBREDinheiro. Diretor do site www.oplanodavirada.com.br, da EKNOWMIX Consultores Integrados e da TECHIS SA.

Horóscopo

Participe também no Facebook:

www.facebook.com/metrojornal

www.estrelaguia.com.br

Está escrito nas estrelas

O Sol ingressa em seu signo, época sempre propensa para o desenrolar de assuntos e uma motivação diferente para realizar projetos.

A época é especial para adquirir conhecimentos que tragam benefícios a sua profissão e mesmo para sua formação.

Os contatos sociais serão mais frequentes, tanto em função de atividades profissionais como por festas ou diversões entre amigos.

Momento especial para refletir o quanto tem se sacrificado por outras pessoas e impedir que abusem de sua boa vontade.

Na vida afetiva, assuntos confidenciais serão mais frequentes para serem tratados. Falar sobre a intimidade e os sentimentos fará bem.

Temas familiares terão chances para esclarecimentos e para mudanças especiais. Seja paciente nas relações com quem tem mais vínculo.

Atividades que façam interagir com pessoas diferentes são mais propensas até mesmo para lidar melhor com suas próprias características.

A influência do Sol em seu signo oposto Áries é um importante momento para agir de maneira compreensiva com pontos de vista diferentes.

Procure ponderar suas opiniões antes de tomar decisões em pró de planos e também para não criar divergências com pessoas próximas.

O momento do ano é importante para metas profissionais, especialmente para mudanças de direção de algumas delas.

Propensões a alternâncias em sua rotina, principalmente pela retomada de alguma atividade e por novos procedimentos no trabalho.

Período propenso a lidar com novas prioridades materiais ou definir algum assunto financeiro importante.


BRASÍLIA, QUINTA-FEIRA, 20 DE MARÇO DE 2014 www.readmetro.com

{CULTURA}

|13|◊◊

Complicado heroísmo real Estreia hoje. Filme é baseado na verdadeira história do oficial da marinha dos EUA Marcus Luttrell, único sobrevivente de um grupo de fuzileiros que enfrentou talibãs

Outras estreias

Namoro ou liberdade

Filme é estrelado por Mark Wahlberg (mais à frente) | DIVULGAÇÃO

Apesar de estar no auge de seus 42 anos, Mark Wahlberg não se intimidou: resolveu interpretar um jovem soldado em “O Grande Herói”, que estreia hoje. E não é um soldado qualquer. Ao lado de três outros fuzileiros navais americanos (interpretados na tela por Taylor Kitsch, Ben Foster e Emile Hirsch), ele é posto na berlinda, sendo alvejado repetidamente por insurgentes talibãs. Wahlberg interpreta Marcus Luttrell, o único sobrevivente da missão, que escreveu sobre a experiência em um livro publicado em 2007. “Tive sorte de conhecer o cara que ia interpretar, de passar tempo com ele e tê-lo

me acompanhando durante todo o processo e me ajudando no que eu precisasse. Ele é um indivíduo muito especial”, afirma o ator. Originalmente pensado para ser um filme de orçamento robusto, “O Grande Herói” acabou sendo rodado com uma cifra mais tímida de US$ 40 milhões. Wahlberg encara o fato como ponto positivo. “É por isso que o filme parece tão íntimo, real e autêntico”, aponta ele. Enquanto ator, Wahlberg tem uma diretriz: nunca ler livros com as histórias nos quais seus personagens são baseados. “Você sempre fica com a sensação de que algo ficou de fora.” METRO

EUA, 2014, 94 min, 12 anos Direção: Tom Gormican Com Zac Efron,  Miles Teller e Michael B. Jordan. Três grandes amigos levam uma vida de farra, sem relacionamentos sérios. Mas, aos poucos, os casos de uma noite transformam-se em namoros.

Inch’Allah Canadá, 2012, 102 min, 14 anos. Direção: Anaïs Barbeau-Lavalette. Chloe (Evelyne Brochu) é uma médica canadense que vive na Cisjordânia, dividindo. Ela seu tempo entre Ramallah, na Palestina - onde trabalha -, e Jerusalém, em Israel - onde mora -, ao lado de sua amiga, Ava, uma soldada israelense.

Conheça três filmes brasileiros que chegam hoje às telonas

“S.O.S Mulheres ao Mar” Nesta comédia romântica, Adriana (Giovanna Antonelli) embarca em um cruzeiro para reconquistar o ex-marido, Eduardo (Marcelo Airoldi), que está com uma namorada, Beatriz, estrela da TV. No elenco ainda Reynaldo Gianecchini. METRO

1

“Minutos Atrás” O diretor Caio Sóh apresenta uma história fantástica. Nildo e Alonso são dois catadores cujas almas solitárias vagam pela vida atrás de restos de sonhos e medos jogados fora, em busca de um motivo para seguir vivendo. METRO

“Jogo de Xadrez” O filme de Luis Antonio Pereira, traz no elenco Priscila Fantin, Tuca Andrada e Antonio Calloni para contar a história de Mina, uma mulher presa por fraudar a Previdência Social que precisa aprender a sobreviver na cadeia. METRO

2 3


BRASÍLIA, QUINTA-FEIRA, 20 DE MARÇO DE 2014 www.readmetro.com

{ESPORTE}

Garrafão fora do QUADRADINHO

Da esq. para a direita: representantes da Asa Norte, de Valparaíso e de Formosa

Eu me livrei de muitas coisas jogando basquete. Enquanto os adolescentes da minha rua se matavam, usavam drogas, eu estava treinando.” PAULO KUBBA, CRIADOR DA LIGA DE BASQUETE DO ENTORNO

Brasília Vôlei tenta superar ausências contra Osasco No primeiro jogo dos playoffs da Superliga, o Brasília Vôlei chega desfalcado de sua principal jogadora: Paulo Pequeno torceu o tornozelo e ficará uma semana sem jogar. Para piorar, a levantadora Camila Adão também está lesionada e não atua mais no campeonato. Com a cabeça erguida, apesar de tudo, o time brasiliense enfrenta hoje, às 19h, o Osasco -- melhor time da competição até agora. A substituta de Paula Pequena será uma das xodós Basquete

da torcida: Ju Maranhão. Na rede, por outro lado, quem substitui Camila é a catarinense Flavinha, 24, jogadora mais jovem do grupo. “Este será o teste derradeiro dela, que evoluiu muito e tem demonstrado muito controle”, diz o treinador Sérgio Negrão. O Osasco é favorito, mas Negrão avisa: o Brasília pretende dar trabalho. “Se eles vacilarem, a gente vence o jogo. Vão ter que jogar muita bola para ganhar da gente”, afirma. METRO Liga dos Campeões

Paula volta na semana que vem | ANDRESSA ANHOLETE/METRO BRASÍLIA

Olimpíadas 2016

Em casa, UniCeub enfrenta o São José hoje

Manchester United e Borrussia levam vaga

Mané Garrincha receberá jogos de futebol

Já classificado para os playoffs, na segunda colocação -- atrás do Flamengo --, o UniCeub/BRB tem hoje o último compromisso da primeira fase do NBB (Novo Basquete Brasil) no Ginásio da Asceb. O jogo será às 20h, contra o São José. Depois, o time pegará Bauru e Limeira, fora de casa. METRO

Outros dois times se classificaram para as quartas da Liga dos Campeões: o Borussia Dortmund perdeu para o Zenit por 2 a 1, mas havia vencido o primeiro jogo por 4 a 2. Já o Manchester United conseguiu reverter a desvantagem de 2 a 0 para o Olympiacos e se classificou com a vitória por 3 a 0. METRO

O Mané Garrincha foi confirmado ontem pelo COI (Comitê Olímpico Internacional) como um dos estádios a receber jogos de futebol durante as Olimpíadas do Rio de 2016. Além de Brasília, outras três capitais vão receber partidas: Belo Horizonte, Salvador e São Paulo. METRO

|15|◊◊

Basquete. Times de fora do DF decidem organizar a primeira Liga do Entorno. Campeonato começa em 6 de abril Em 6 de abril, o Distrito Federal ganhará um novo campeonato de basquete. Muitos dos 16 times participantes não têm ginásio, patrocinador ou uniforme: são equipes de cidades fora do Plano que resolveram se unir para criar a primeira Liga de Basquete do Entorno. Já existe na cidade um torneio para times adultos, a Braba (Liga de Basquete de Brasília). Não é que os times do Entorno queiram, com a nova liga, criar um movimento “separatista” no basquete brasiliense -- o objetivo é, somente, congregar os vizinhos. “As pessoas que moram no Entorno tinham que sair da cidade para jogar e decidimos criar um campeonato voltado para a gente”, explica o criador do torneio, Paulo Kubba. Criado no interior da Bahia e radicado em Valparaíso, Kubba diz que tem uma dívida de gratidão pessoal com o basquete. “Enquanto os adolescentes da minha rua se matavam, usavam drogas, eu estava treinando. Dos 33 ami-

gos que cresceram comigo, apenas três sobreviveram.” Kubba se considera velho para virar profissional. Com a Liga, ele quer mesmo é dar chances para os mais novos. “Tem uma molecada boa, como a de Santa Maria. Quem sabe alguém não é revelado?” Perrengues A maior parte dos times que vão disputar a Liga do Entorno ainda não tem lugar para jogar. Integrante do Formosa, Alexandre Borges, 30, conta que sua equipe se ofereceu para pintar a quadra de uma faculdade particular local, na esperança de conseguir patrocínio. “Queremos ser o UniCeub de Goiás”, diverte-se. Por enquanto, a equipe liderada por Borges treina em um colégio público. Quando consegue, é claro. “Outro dia mataram o vigia da escola e, sem ter como entrar, tivemos que pular o muro.” FABIANE GUIMARÃES METRO BRASÍLIA

3 ESPORTE

Explicação

“Tivemos um sucesso incrível. Depois, encontrei dificuldades para motivar a equipe, simplesmente não conseguia motivá-los e, quando isso acontece, é hora de ir embora.” PEP GUARDIOLA, TÉCNICO DO BAYERN DE MUNIQUE, FALANDO SOBRE SUA SAÍDA DO BARCELONA


|16|

BRASÍLIA, QUINTA-FEIRA, 20 DE MARÇO DE 2014 www.readmetro.com

{ESPORTE}

Flamengo perde e cai para lanterna do grupo Libertadores. Com gol de pênalti, sofrido logo nos primeiros minutos de jogo, rubro-negro se complica no torneio continental Um tropeço tirou a vitória do Flamengo contra o Bolívar, ontem, em La Paz, em partida válida pelo Grupo 7 da Libertadores. Literalmente: aos dois minutos de jogo, o zagueiro Samir escorregou no gramado e cometeu pênalti ao chegar atrasado no corpo do atacante boliviano. Arce se encaminhou para cobrança e marcou o gol da partida. Com o resultado, o rubro-negro caiu da segunda para a quarta e última posição na chave e vê sua classificação para as oitavas de final ameaçada – apenas os dois primeiros de cada grupo avançam no torneio. No outro jogo de ontem, o León (MEX), derrotou o Emelec (EQU) por 3 a 0 e assumiu a liderança, com sete pontos. Na próxima rodada, em

1 0

Quiñónez; Alvarez, Cabrera e Gutiérrez; Yecerotte (Arrascaita), Flores, Callejón (Justiniano), Miranda e Capdevila; Arce (Lizio) e Ferreira. Técnico: Xabier Azkargorta

BOLÍVAR

Felipe, Léo Moura, Wallace , Samir e André Santos (Alecsandro); Amaral, Muralha , Gabriel (Paulinho), Carlos Eduardo (Lucas Mugni) e Everton; Hernane. Técnico: Jayme de Almeida

FLAMENGO

G Arce, aos 4’ do 1º tempo ojwdcojwndcojnwdoojwdncojnwn. A bi age Mario Díaz de Vivar (PAR), auxiliado por Carlos Cáceres (PAR) e Eduardo Cardozo (PAR)

2 de abril, o Fla enfrenta o Emelec, em Quito, e encerra sua participação ona primeira fase contra o León (MEX), dia 9, no Maracanã. O Bolívar não perdia para um time brasileiro em partidas válidas pela Libertadores nos 3,6 mil metros de La Paz desde 1983, quando caiu para o Grêmio. O goleiro Felipe foi o grande nome do jogo, evitando

uma derrota por um placar mais elástico. O goleiro fez grandes defesas -- na mais espetacular delas, tirou a bola com a ponta dos dedos. Os jogadores do Flamengo pareceram sentir os efeitos da altitude. Cansados, não conseguiam impedir os bolivianos de entrarem na área, principalmente pelo lado esquerdo. Até buscaram, mas o gol do empate não veio. METRO

Felipe fez grandes defesas ontem | DANIEL RODRIGO/REUTERS

Grêmio faz gol nos acréscimos e empata partida com Newell’s Com um gol de Rhodolfo, aos 46 minutos do segundo tempo, o Grêmio desfez o nó que estava ficando a classificação do Grupo 6 da Libertadores. O suado 1 a 1 com o Newell’s Old Boys, ontem, deixa o tricolor próximo da próxima fase. O ponto mantém o clube gaúcho na liderança da chave, com oito pontos. Um empate com o Atlético Nacional, na próxima semana, só não classificará o tricolor caso seja derrotado na última rodada pelo Nacional por 5 a 0, o Newell’s vença os uruguaios; e argentinos e colombianos empatem na última rodada. O problema vivenciado na semana passado se repetiu. O Grêmio criou oportunidades, mas falhava na hora de superar o goleiro Guzmán. Barcos, logo após o gol argentino, desperdiçou cara a cara com o arqueiro. A escolha de Enderson Moreira por Dudu deu a intensidade necessária para se enfrentar uma equipe argentina fora de casa.

O confronto foi de constante troca de domínio. O Grêmio apertava. Em outros momentos o Newell’s dominava e pressionava, principalmente quando conseguia fazer inversões de bola. Os principais lances da primeira etapa saíram com Figueroa. Nas duas Marcelo Grohe brilhou. Mais aberto e mais dinâmico, a cada segundo que passava o gol se aproximava a sair. Os donos da casa acertaram duas vezes a trave. Os gaúchos levaram perigo com Ramiro. Gols da partida Em uma inversão de bola, aos 33 minutos do segundo tempo, os argentinos tiveram espaço para cruzar e na sequência do lance, Maxi Rodríguez inaugurou o placar. O apagado Barcos, assim como em lance anterior, teve a grande chance. Novamente desperdiçou. Mas o Grêmio não desistiu. Barcos não esmoreceu: foi dele o cruzamento para Rhodolfo empatar. METRO

Ronaldinho bateu mal primeiro pênalti | EMMANUEL PINHEIRO/METRO BH

Ronaldinho desperdiça pênalti e Galo fica no 1 a 1

Riveros foi eficiente no meio-campo gremista | SEBASTINA CABRERA/REUTERS

Em uma noite em que quase nada deu certo -- o que inclui um pênalti perdido pelo maior craque do time -- o Atlético-MG ficou só no 1 a 1 com o Nacional-PAR, no Independência. Agora, com oito pontos, o clube se prepara para visitar o Santa Fé. O jogo começou como todos os torcedores atleticanos esperavam: agitado. Aos 12 minutos, Tardelli sofreu pênalti, mas Ronaldinho Gaúcho bateu mal e desperdiçou o lance. O jogador teve uma segunda chance, no entanto: em cobrança de falta, a bola bateu na mão do zagueiro paraguaio e o juiz assinalou penalidade máxima. R10 não bateu bem novamente,

“Não foi bom, mas o importante é pontuar.” JÔ, ATACANTE DO ATLÉTICO-MG

mas converteu. Depois do gol, o Galo tentou acelerar e ampliar, mas foi castigado no fim da primeira etapa. Riveros cobrou falta com perfeição e Victor só olhou a bola entrar na gaveta. No segundo tempo, mesmo com a cobrança do treinador Paulo Autuori, o time alvinegro não trabalhou bem a bola e errou dezenas de passes. Bem postado defensivamente, o Nacional levou o empate até o fim. METRO BH


20140320_br_brasilia  
Advertisement
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you